Page 1

ESE

POLITÉCNICO DO PORTO

ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO

L

· · · · · · · · · ·

LICENCIATURAS ARTES VISUAIS E TECNOLOGIAS ARTÍSTICAS CIÊNCIAS DO DESPORTO EDUCAÇÃO BÁSICA EDUCAÇÃO MUSICAL EDUCAÇÃO SOCIAL diurno e pós-laboral GESTÃO DO PATRIMÓNIO diurno e pós-laboral LÍNGUAS E CULTURAS ESTRANGEIRAS TECNOLOGIAS DE HABILITAÇÃO E INCLUSÃO TRADUÇÃO E INTERPRETAÇÃO EM LÍNGUA GESTUAL PORTUGUESA diurno e pós-laboral

M

· · · · · · · · · · · · · · · ·

MESTRADOS ADMINISTRAÇÃO DE ORGANIZAÇÕES EDUCATIVAS EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR diurno EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR E ENSINO DO 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO diurno ENSINO DO 1º E 2º CICLO DO ENSINO BÁSICO diurno EDUCAÇÃO ESPECIAL: MULTIDEFICIÊNCIA E PROBLEMAS DE COGNIÇÃO EDUCAÇÃO E INTERVENÇÃO SOCIAL ENSINO DE EDUCAÇÃO MUSICAL NO ENSINO BÁSICO ENSINO DE EDUCAÇÃO VISUAL E TECNOLÓGICA NO ENSINO BÁSICO ENSINO DE INGLÊS E DE FRANCÊS OU ESPANHOL NO ENSINO BÁSICO ENSINO EXPERIMENTAL DAS CIÊNCIAS NO 1º E 2º CICLO DO ENSINO BÁSICO ENSINO PRECOCE DE INGLÊS ESCRITA DE ARGUMENTO SUPERVISÃO PEDAGÓGICA NA EDUCAÇÃO DE INFÂNCIA E NO 1º CICLO DO EB TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO MULTIMÉDIA EM EDUCAÇÃO TRADUÇÃO E INTERPRETAÇÃO EM LÍNGUA GESTUAL PORTUGUESA


WWW.ESE.IPP.PT PARA MAIS INFORMAÇÕES GAB. COMUNICAÇÃO E RELAÇÕES PÚBLICAS GRP@ESE.IPP.PT ESTE FOLHETO NÃO DISPENSA A CONSULTA DOS DOCUMENTOS OFICIAIS EMITIDOS PELO MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR – MCTES

– IPP.GCI MARÇO 2011


ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO . ESE Criada em 1985, a ESE assumiu um papel dinamizador ao nível da formação pedagógica, cultural e científica e da investigação, promovendo actividades de formação inicial, formação contínua, profissionalização em serviço, formação pós-graduada e especializada e de extensão à comunidade com múltiplas funções educativas. Com um corpo docente especializado e altamente qualificado nas diferentes áreas científicas, encarou com segurança, ao longo de todos estes anos, os vários desafios de progressão e inovação. No quadro da sua oferta formativa (adequada às reformas preconizadas pelo “processo de Bolonha”), ganham destaque os cursos que criou na área da educação (licenciaturas e mestrados que qualificam para o exercício da profissão docente em todas as áreas disciplinares do Ensino Básico e da Educação Pré-escolar). Estes emparceiram com outras licenciaturas como as de Educação Social, Gestão do Património Artístico e Cultural, Tradução e Interpretação em Língua Gestual Portuguesa e com diversos mestrados de especialização cujas sinergias a todos beneficiam largamente.

p INTERNACIONALIZAÇÃO / MOBILIDADE - Estudar na ESE significa aceder a uma formação de nível europeu que autoriza a mobilidade dos estudantes, por um período de tempo entre os 3 meses e um ano lectivo, através de protocolos institucionais que lhes permitem realizar créditos, na área da sua formação, em diversas universidades de referência, em países estrangeiros. Os projectos de cooperação com instituições congéneres Europeias – através de programas como Sócrates - Erasmus, Sócrates Ip, Comenius e Leonardo Da Vinci, promovidos pela UE – englobam países como a Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovénia, Espanha, França, Grécia, Holanda, Inglaterra, Itália, Noruega, Suécia, Finlândia, Turquia.

p INVESTIGAÇÃO - Através de centros, núcleos e de gabinetes de investigação, a ESE tem desenvolvido projectos de investigação e de extensão curricular, nos domínios das Ciências da Educação, da Educação Especial e da Inclusão, do Património Artístico e Cultural, das Ciências da Natureza e do Ambiente, da Educação Musical e da Psicologia de Música, das Tecnologias Artísticas, da Psicologia, da Matemática, dos Estudos Literários e Linguísticos, das Ciências do Desporto e Motricidade Humana, alguns dos quais financiados pela FCT (Fundação para a Ciência e Tecnologia). A aposta na Investigação, aliada a uma formação graduada e pós-graduada pertinente e direccionada para as necessidades da Escola, permite manter actuais as estruturas curriculares dos seus cursos e a qualidade na formação académica fornecida.

· ESE p IPP ·


ISCAP

ESTRADA DA CIRCUNVALAÇÃO

RUA DA ARROTEIA

METRO LINHA AMARELA SAÍDA HOSPITAL S.JOÃO

A3

IPO HOSPITAL S.JOÃO METRO LINHA AMARELA SAÍDA IPO

ISEP RUA DR. DR. ANTÓNIO BERNARDINO DE ALMEIDA

IPP

ESE Rua Dr. Roberto Frias, 602 4200-465 Porto

RUA DR. ROBERTO FRIAS

VCI

· 2011 p 2012 ·


LICENCIATURA

EDUCAÇÃO BÁSICA Esta licenciatura destina-se a dotar os interessados em profissionalizar-se como Educadores de Infância, Professores do 1º Ciclo do Ensino Básico ou Professores de 1º e 2º Ciclos do Ensino Básico de conhecimentos científicos e pedagógicos estruturantes – obtendo, assim, de acordo com o Decreto-Lei 43/2007, o número de créditos exigido nas diferentes áreas do saber para a inscrição nos Mestrados de habilitação profissional para docência, ministrados nesta ou em outras Instituições – mas também a promover uma iniciação à prática profissional, em contextos formais e não-formais, direccionada para as áreas de docência em questão nestes níveis de ensino, que capacite os licenciados para actividades profissionais no âmbito da acção educativa.

p PROVAS DE INGRESSO - Português ou - Português + Matemática Aplicada às Ciências Sociais ou - Português + Biologia e Geologia ou - Português + Física e Química ou - Português + Geografia ou - Português + História da Cultura e das Artes p PRÉ-REQUISITOS - Atestado médico comprovativo de capacidade visual p GRAU CONFERIDO - Licenciatura – 3 anos

p SAÍDAS PROFISSIONAIS - Dinamização de projectos de educação em autarquias, campos de férias, bibliotecas, ATLS, hospitais, museus, parques e jardins, teatros, associações, e centros culturais e sociais, entre outros; - Assessoria de conselhos executivos do sistema educativo - Apoio ao desenvolvimento de actividades educativas em creches e jardins de infância e nos 1º e 2º ciclos do ensino básico - Apoio à inclusão de crianças em contextos educativos marcados pela diversidade - Apoio na concepção e desenvolvimento de recursos educativos

  MESTRADO

EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR ( 2 semestres) Este ciclo de estudos visa assegurar ao estudante a atribuição de habilitação profissional para a docência no nível de Educação Pré-Escolar. O mestrado pretende proporcionar a construção de conhecimentos científicos, técnicos, pedagógicos e de indagação, numa perspectiva de desenvolvimento articulado da profissionalidade e da personalidade; potenciar o desenvolvimento de capacidades investigativas sobre a prática, pelo exercício da reflexão sobre, na, e para a acção, visando o desenvolvimento de competências de agir e reagir perante situações educativas sempre complexas e únicas; promover a consciencialização dos papéis e funções que configuram os níveis de autonomia dos futuros educadores de infância nos contextos sociais, visando a sua progressiva intervenção com o grupo de crianças na instituição educativa, na comunidade envolvente e na sociedade.

· ESE p IPP ·


MESTRADO

EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR E ENSINO DO 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO Este ciclo de estudos conducente ao grau de Mestre, na especialidade de Educação Pré-Escolar e 1.º Ciclo do Ensino Básico (CEB), visa assegurar a titularidade conjunta de habilitação profissional para a docência do Educador de Infância e do Professor do 1.º Ciclo do Ensino Básico – Perfil 3 (Anexo do Decreto-Lei 43/2007). Este Mestrado, com a duração de três Semestres (90 ECTS), visa fomentar o desenvolvimento de competências heurísticas, necessárias à acção educativa e potenciadoras da construção do saber, saber-fazer, saber-ser e saber-transformar; proporcionar a construção de conhecimentos culturais, científicos, técnicos e pedagógicos, numa perspectiva de desenvolvimento profissional e pessoal; potenciar o desenvolvimento de competências investigativas, como estratégia de desenvolvimento do saber profissional; promover a consciencialização dos papéis e funções que configuram os níveis de autonomia dos futuros Educadores de Infância e Professores do 1.º CEB nos diferentes contextos sociais; fomentar a construção de conhecimento para conceber, desenvolver e avaliar projectos educativos e curriculares nos campos da acção; promover o desenvolvimento de processos de auto-análise necessários à reformulação do pensamento e da acção docente.

  MESTRADO

ENSINO DO 1º E 2º CICLOS DO ENSINO BÁSICO Este ciclo de estudos visa assegurar a titularidade da habilitação profissional para a docência generalista, no 1.º e 2.º Ciclo do Ensino Básico. Tem a duração de 4 Semestres. O mestrado pretende desenvolver e consolidar competências heurísticas, necessárias à concretização da acção educativa/ensino e potenciadoras da construção do saber, saber-fazer e saber-ser, saber estar e saber fruir; proporcionar a construção reflexiva de conhecimentos culturais, científicos, técnicos, pedagógicos; potenciar o desenvolvimento de capacidades de investigação e reflexão sobre, para e na acção, em contextos considerados para o desenvolvimento de competências de agir e reagir perante situações educativas/ensino sempre complexas e únicas; promover a consciencialização dos diversos papéis e funções dos futuros professores nos diferentes contextos sociais, visando a sua progressiva intervenção na sala, na instituição educativa, na comunidade envolvente e na comunidade em geral; fomentar a criação de condições para a concepção, elaboração e desenvolvimento de projectos educativos e curriculares contextualizados na Escola e na Turma bem como na Comunidade; promover actividades que visem a gestão curricular flexível, diferenciada e adequada; desenvolver com os formandos processos de auto-análise com vista à auto-consciencialização progressiva dos seus próprios níveis de desenvolvimento e à capacidade de reformular estratégias de pensamento e acção.

· 2011 p 2012 ·


LICENCIATURA

ARTES VISUAIS E TECNOLOGIAS ARTÍSTICAS Esta licenciatura destina-se a dotar os interessados em profissionalizar-se como Professores de Educação Visual e Educação Tecnológica (nos 1º, 2º e 3º ciclos do EB) de conhecimentos técnico-científicos e artísticos estruturantes nas áreas das Artes Visuais e das Tecnologias Artísticas – obtendo, assim, de acordo com o Decreto-Lei 43/2007, o número de créditos exigido nas diferentes áreas do saber para a inscrição, nesta ou em outras Instituições, nos Mestrados de habilitação profissional para a docência – mas também se destina a promover a iniciação a uma prática profissional, direccionada à área artística em questão, em contextos formais e não-formais, que capacite os licenciados para actividades profissionais criativas, diversificadas e fundamentadas no âmbito da acção educativa.

p PROVAS DE INGRESSO - Desenho ou - Desenho + Geometria Descritiva ou - Desenho + História da Cultura e Artes p PRÉ-REQUISITOS - Atestado médico comprovativo de capacidade visual e motora p GRAU CONFERIDO - Licenciatura – 3 anos

p SAÍDAS PROFISSIONAIS - Museus e fundações - Jardins de infância - Escolas - Centros de organização de tempos livres - Centros de animação cultural - Serviços educativos de organismos culturais - Associações culturais - Bibliotecas escolares e públicas - Centros de dia - Instituições de solidariedade social - Unidades integradas de saúde e empresas 

  MESTRADO

ENSINO DA EDUCAÇÃO VISUAL E TECNOLÓGICA Este ciclo de estudos, com uma duração de 4 semestres, visa assegurar a titularidade da habilitação profissional para a docência nos 2º e 3º ciclos do Ensino Básico em Educação Visual e Tecnológica e Educação Visual e a formação necessária para apoiar nas áreas artísticas da Expressão Plástica, os professores do 1º ciclo. A ESE/IPP, de há muito especializada na formação de professores de EVT, investe neste Mestrado todo o conhecimento científico e pedagógico e a experiência acumulada dos seus docentes de modo a garantir uma formação de alto nível a todos os candidatos permitindo-lhes uma prática pedagógica, nos futuros contextos profissionais, fundamentada, adequada e criativa.

· ESE p IPP ·


LICENCIATURA

CIÊNCIAS DO DESPORTO A Licenciatura em Ciências do Desporto permite, por um lado, a empregabilidade, e, por outro, o acesso a diversos cursos de mestrado, neles incluído o de habilitação para a docência. Os Professores de Educação Física do Ensino Básico e Secundário adquirem habilitação para a docência depois de concluírem uma licenciatura e um mestrado (Ensino da Educação Física no Ensino Básico e Secundário). A Licenciatura pretende proporcionar uma base sólida de conhecimentos e competências de Intervenção nos vários domínios em que, os técnicos superiores em desporto, podem desenvolver a sua actividade profissional e científica.

p PROVAS DE INGRESSO - Biologia + Geologia ou - Português ou - Matemática Aplicada às Ciências Sociais p PRÉ-REQUISITOS - Atestado de aptidão funcional e prova de aptidão física p GRAU CONFERIDO - Licenciatura – 3 anos

p SAÍDAS PROFISSIONAIS - Planear, organizar e implementar programas de preparação desportiva em organizações desportivas - Conceber e desenvolver projectos de animação sócio-desportiva em escolas, autarquias, associações recreativas e culturais - Gerir infra-estruturas desportivas e eventos desportivos - Desenvolver actividades físicas orientadas para o lazer e o bem-estar das populações em ginásios, academias e associações recreativas - Promover actividades desportivas com populações com necessidades educativas especiais - Desenvolver actividades lúdicas e desportivas, no âmbito das actividades curriculares e de enriquecimento curricular, com crianças que frequentam o jardim-de-infância e o 1º ciclo do Ensino Básico

· 2011 p 2012 ·


LICENCIATURA

EDUCAÇÃO MUSICAL Esta licenciatura destina-se a dotar os interessados em profissionalizar-se como Professores de Educação Musical (nos 1º, 2º e 3º ciclos do Ensino Básico) de conhecimentos técnico-científicos e artísticos estruturantes nas áreas das Ciências Musicais – obtendo, assim, de acordo com o Decreto-Lei 43/2007, o número de créditos exigido nas diferentes áreas do saber para a inscrição nesta ou em outras Instituições e nos Mestrados de habilitação profissional para a docência, – mas também se destina a promover a iniciação a uma prática profissional, direccionada à educação musical, em contextos formais e não-formais, que capacite os licenciados para actividades profissionais no âmbito da acção educativa.

p PROVAS DE INGRESSO - Português p PRÉ-REQUISITOS - Prova de aptidão musical; selecção e seriação p GRAU CONFERIDO - Licenciatura – 3 anos

p SAÍDAS PROFISSIONAIS  - Jardins-de-infância e escolas de Ensino Básico, centros de organização de tempos livres, centros de animação cultural ligados a instituições (autarquias), serviços educativos de organismos culturais, equipas de produção artística, direcção de grupos musicais

  MESTRADO

ENSINO DA EDUCAÇÃO MUSICAL NO ENSINO BÁSICO Este ciclo de estudos, com a duração de 4 semestres, é destinado a licenciados em Música, Educação Musical e Ciências Musicais. Confere habilitação para a docência em Educação Musical no 2º e 3º ciclos do Ensino Básico e permite dar apoio especializado à concretização do programa de Expressão Musical no âmbito do regime de monodocência do 1º ciclo do Ensino Básico (EB). O Mestrado visa formar professores para o 1º ciclo EB, na perspectiva de integração da Música no modelo de monodocência, apoiando o professor do 1º ciclo na leccionação de “Expressão e Educação Musical” e na organização de projectos musicais e artísticos; habilita para uma gestão do currículo, para o 2º ciclo de EB, a partir dos domínios que caracterizam toda a expressão da musicalidade humana (Audição, Interpretação e Composição) e, no 3º ciclo, ajuda a desenvolver e alargar as competências, anteriormente expressas para o 2º ciclo do EB, numa perspectiva aprofundada da História da Música, da Acústica e da Organologia. A formação deste segundo ciclo de estudos permite, ainda, dinamizar e dirigir Grupos Instrumentais e Vocais no âmbito do currículo e da comunidade escolar.

· ESE p IPP ·


LICENCIATURA

GESTÃO DO PATRIMÓNIO O objectivo deste 1º Ciclo de Estudos é formar técnicos superiores vocacionados para a recolha, levantamento, inventariação e gestão do património, móvel e imóvel, e para a prestação de serviços na área das realizações culturais.

p PROVAS DE INGRESSO - Português p GRAU CONFERIDO - Licenciatura – 3 anos

p SAÍDAS PROFISSIONAIS - Gestão intermédia e superior em instituições culturais e em pelouros da cultura e planeamento - Lugares de consultoria - Projectos de animação cultural junto de comunidades - Prestação de serviços a museus, arquivos, bibliotecas, galerias

  LICENCIATURA

TECNOLOGIA DE HABILITAÇÃO E INCLUSÃO A licenciatura de Tecnologia de Habilitação e Inclusão tem como objectivo formar profissionais que sirvam de agentes facilitadores à inclusão de pessoas com restrições, permanentes ou temporárias, à participação em todos os contextos de vida. Neste sentido, é competência destes profissionais servir de elo de ligação entre as pessoas, as instituições e os profissionais das várias áreas na promoção de oportunidades de educação, de formação e de trabalho ao longo da vida, através do recurso a ferramentas e tecnologias diversas que respondam às necessidades dos indivíduos.

p PROVAS DE INGRESSO - Português ou - Biologia e Geologia ou - Matemática Aplicada às Ciências Sociais p GRAU CONFERIDO - Licenciatura – 3 anos

p SAÍDAS PROFISSIONAIS - Após a licenciatura este profissional estará habilitado a desempenhar funções num leque variado de áreas de intervenção, nomeadamente na saúde, educação, trabalho, lazer, desporto e hotelaria

· 2011 p 2012 ·


LICENCIATURA

EDUCAÇÃO SOCIAL O objectivo do curso é formar profissionais capazes de intervir nos domínios psicossociológicos junto de populações em risco, através do desenvolvimento de acções de prevenção e de (reinserção social e pessoal e da promoção de acções que conduzam ao desenvolvimento pessoal dos cidadãos com vista à melhoria da sua qualidade de vida. Após a Licenciatura, os estudantes podem prosseguir os seus estudos candidatando-se ao Mestrado em Educação Social e optar por um dos dois ramos de especialização: Desenvolvimento Comunitário e Educação de Adultos ou Acção Psicossocial em Contextos de Risco.

PROVAS DE INGRESSO - Português p GRAU CONFERIDO - Licenciatura – 3 anos

SAÍDAS PROFISSIONAIS - Apoio psico-social a populações em risco e vulneráveis; apoio psico-social geral; apoio especializado na 3ª idade e em cooperações para o desenvolvimento; apoio psico-social em situações de educação formal e não formal (inseridos em autarquias, estabelecimentos prisionais, centros de desintoxicação, bairros sociais, escolas, serviços centrais e regionais do Ministério da Educação, ATLS, centros de apoio à 3ª idade, serviços de apoio a grupo juvenis em risco e minorias, hospitais e centros de saúde)

  MESTRADO

EDUCAÇÃO E INTERVENÇÃO SOCIAL (Especialização em Desenvolvimento Comunitário e Educação de Adultos ou em Acção Psicossocial em contextos de risco) Este Mestrado tem como finalidade desenvolver as capacidades de concepção e de pesquisa e a autonomia profissional, ligadas essencialmente à compreensão da realidade social e às metodologias de acção, nas duas especializações. Pretende-se o aprofundamento da reflexão teórica e do domínio dos conhecimentos científicos; a especialização ao nível das práticas em contextos específicos, nomeadamente no que se refere à educação de adultos, ao desenvolvimento dos indivíduos e das comunidades, às acções de prevenção em contextos de maior vulnerabilidade ou de maior risco psicossocial; o desenvolvimento das competências de investigação e de intervenção no domínio das especializações.

· ESE p IPP ·


LICENCIATURA

LÍNGUAS E CULTURAS ESTRANGEIRAS Esta Licenciatura destina-se a dotar os interessados em profissionalizar-se como Professores de Inglês e Francês ou Inglês e Espanhol (nos 1º, 2º 3º ciclos do EB) de conhecimentos linguísticos e técnico-científicos estruturantes nas áreas das Línguas e Culturas Estrangeiras – obtendo, assim, de acordo com o Decreto-Lei 43/2007, o número de créditos exigido nas diferentes línguas para a posterior inscrição, nesta ou em outras Instituições, nos Mestrados de habilitação profissional para a docência – mas também se destina a promover a iniciação a uma prática profissional que habilite para actividades educativas com crianças na área de docência em questão, em contextos formais e não-formais ou ainda ao desenvolvimento de actividades de tradução e de assessoria linguística em empresas e organizações culturais e de cooperação internacional.

p PROVAS DE INGRESSO - Inglês ou - Português ou francês p GRAU CONFERIDO - Licenciatura – 3 anos

p SAÍDAS PROFISSIONAIS - Educação e formação, comunicação intercultural, relações internacionais, tradução - Ensino de inglês, francês ou espanhol no ensino básico

  MESTRADO

ENSINO DE INGLÊS E DE FRANCÊS OU ESPANHOL NO ENSINO BÁSICO O Mestrado confere habilitação profissional para a docência de Inglês e de Francês ou Espanhol no 1º, 2º e 3º ciclo do Ensino Básico. Estes novos grupos de docência apontam para um novo modelo de formação de professores. Até à entrada em funcionamento dos novos ciclos de estudo concebidos segundo o formato de Bolonha, a formação de professores nas ESE’s, nesta área das humanidades, concretizava-se associando as áreas de ensino de Português/ Francês ou de Português/ Inglês.

· 2011 p 2012 ·


LICENCIATURA

TRADUÇÃO E INTERPRETAÇÃO EM LÍNGUA GESTUAL PORTUGUESA O objectivo do curso é formar profissionais capazes de traduzir e interpretar a língua gestual Portuguesa. A sua função é a de receber e transmitir as mensagens faladas e gestuais. A licenciatura foi criada em resposta às necessidades existentes, no que se refere à tradução e interpretação da língua gestual, nos diversos contextos da sociedade actual. Após a Licenciatura, os estudantes podem prosseguir os seus estudos candidatando-se ao Mestrado em Tradução e Interpretação em Língua Gestual Portuguesa.

p PROVAS DE INGRESSO - Português p PRÉ-REQUISITOS - Pré-requisitos do grupo A p GRAU CONFERIDO - Licenciatura – 3 anos

p SAÍDAS PROFISSIONAIS - Intérpretes e tradutores da língua gestual em escolas, tribunais, autarquias, hospitais, televisão, e associações de apoio a surdos

  MESTRADO

TRADUÇÃO E INTERPRETAÇÃO EM LÍNGUA GESTUAL PORTUGUESA O Intérprete de Língua Gestual Portuguesa funciona, no caso específico da comunidade surda, como um facilitador na acessibilidade comunicacional e informativa. Para os indivíduos surdos a igualdade educativa e social implica, portanto, a existência de intérpretes. O grau de exigência colocado no ensino da população surda e a expectativa de ascenderem, cada vez mais, a níveis superiores de escolarização, confirma-nos a necessidade de profissionais com uma sólida e diferenciada formação. O objectivo deste Mestrado é promover a formação diferenciada de um conjunto de intérpretes que desenvolvam um domínio de conceitos e terminologia científica e técnica facilitadora no processo de interpretação e tradução em contextos educativos. Desenvolver ao máximo o potencial académico e a qualidade de vida dos indivíduos surdos ou com deficiência auditiva; trabalhar em equipas interdisciplinares de modo a criar sinergias reforçadoras do sucesso educativo e profissional.

· ESE p IPP ·


MESTRADO

ENSINO PRECOCE DO INGLÊS Este Mestrado pretende habilitar os formandos com instrumentos teóricos e didácticos que os capacitem para o ensino do Inglês no 1º ciclo do Ensino Básico (EB); desenvolver nos professores competências para a concepção e avaliação de projectos integrados de iniciação à Língua Estrangeira na Educação Pré-Escolar e no 1º Ciclo do EB; desenvolver a capacidade de problematizar e valorizar a dimensão produtiva da diversidade linguística e cultural; articular o ensino/aprendizagem do Inglês com outros espaços curriculares, com particular enfoque na educação linguística e intercultural; reflectir sobre o ensino/aprendizagem das Línguas Estrangeiras no 1º Ciclo do EB, a nível de atitudes, métodos, práticas, suportes e interacções; construir e/ou seleccionar materiais pedagógicos para o ensino de uma LE e para a educação plurilingue na Educação Pré-Escolar e no 1º Ciclo do EB.

p GRAU CONFERIDO - Mestrado – 3 semestres

p CANDIDATOS - Licenciados em Educação Pré-escolar; - Professores do 1º ciclo do EB - Professores do 2º e 3º ciclos do EB (variante de inglês) - Detentores de outras licenciaturas cf. Despacho 20165/2009

  MESTRADO

EDUCAÇÃO ESPECIAL: MULTIDEFICIÊNCIA E PROBLEMAS DE COGNIÇÃO Este Mestrado pretende desenvolver nos mestrandos um perfil profissional que permita desenvolver actividades profissionais dirigidas aos indivíduos com multideficiência ou problemas de cognição, tendo em conta os diferentes cenários de existência (a escola, as famílias, os pares e a comunidade); ajudar a tomar decisões profissionais fundamentadas na prática profissional e na literatura científica; auxiliá-los a continuar o seu processo formativo, permitindo-lhes adquirir novos conhecimentos e desenvolvendo as suas competências profissionais para responder cada vez melhor às necessidades dos estudantes e da escola inclusiva.

p GRAU CONFERIDO - Mestrado – 4 semestres

p CANDIDATOS - Licenciados em Educação Pré-Escolar - Professores do 1º Ciclo do EB - Professores do 2º E 3º Ciclos do EB - Professores do Ensino Secundário - Psicólogos - Terapeutas Ocupacionais e da Fala - Outras Licenciaturas adequadas

· 2011 p 2012 ·


MESTRADO

ADMINISTRAÇÃO DE ORGANIZAÇÕES EDUCATIVAS Este Mestrado pretende possibilitar a aquisição e compreensão de um corpo de conhecimentos multidisciplinares, num quadro de formação avançada, nas abordagens das problemáticas em torno da Educação em geral e, em especial, da Administração Educacional; promover a investigação aplicada, tendo em vista práticas profissionais informadas nos diferentes campos da educação; promover um processo de aprendizagem contínuo, autónomo e auto-orientado, que potencie a experiência adquirida; consciencializar para um posicionamento crítico e uma actuação ética no desempenho profissional em diversos níveis de autonomia e responsabilidade em situações e contextos diversificados.

p GRAU CONFERIDO - Mestrado – 3 semestres

p CANDIDATOS - Titulares de Licenciatura (com pelo menos três anos de exercício de funções docentes) - Outros.

  MESTRADO

ENSINO EXPERIMENTAL DAS CIÊNCIAS NO 1º E NO 2º CICLOS ENSINO BÁSICO Este Mestrado de especialização profissional visa o desenvolvimento de competências conducentes à promoção e melhoria da componente experimental do ensino das Ciências da Natureza no Ensino Básico. Neste sentido, contribuirá para o aprofundamento e actualização da formação científica e pedagógica dos mestrandos, em temas fundamentais das Ciências da Natureza e do ensino das mesmas no Ensino Básico. Tem como objectivos aprofundar e actualizar a formação científica, didáctica e pedagógica; desenvolver capacidades e atitudes de reflexão, inovação e investigação; desenvolver competências para promover a componente experimental do ensino.

p GRAU CONFERIDO - Mestrado – 3 semestres

p CANDIDATOS - Licenciados em Professor do 1º Ciclo do EB, 2º Ciclo do EB ou 1º e 2º Ciclo do EB - Licenciados no âmbito da Física, Química, Biologia, Ambiente ou afins - Detentores de outras Licenciaturas

· ESE p IPP ·


MESTRADO

SUPERVISÃO PEDAGÓGICA NA EDUCAÇÃO DE INFÂNCIA E NO 1º CICLO DO EB Este ciclo de estudos visa promover a construção e o desenvolvimento de saberes no campo da Supervisão Pedagógica, com especial incidência nos contextos da Educação de Infância e no 1º Ciclo do Ensino Básico; capacitar para a investigação aplicada, fomentando aprendizagens ao nível da concepção, desenvolvimento e avaliação de projectos de inovação na educação e na supervisão; promover o desenvolvimento de competências de auto e hetero-formação, com base na reflexão e pesquisa partilhada, de co-construção de significados sobre as questões emergentes das experiências pedagógicas e supervisivas.

p GRAU CONFERIDO - Mestrado – 3 semestres

p CANDIDATOS - Licenciados em Educação PRÉ-ESCOLAR; - Professor do 1º CEB, 2º CEB ou 1º e 2º CEB - Supervisão pedagógica na educação de infância e no 1º ciclo do EB

  MESTRADO

ESCRITA DE ARGUMENTO* O mestrado em Escrita de Argumento apresenta-se como um ciclo de estudos de natureza teórico-prática que tem em vista a formação de profissionais capazes de autonomamente conceber, planificar e escrever argumentos para filmes, em particular, e/ou para o audiovisual e multimédia, em geral. O perfil visado é o de um Argumentista de competências plurais, num regime que poderá ser qualificado como de «banda larga», ou seja, um profissional capacitado para tarefas de escrita criativa não apenas nos domínios da ficção (em cinema, televisão, multimédia, banda desenhada…), mas também, e a título de exemplo, no campo da publicidade televisiva, radiofónica ou na Internet.

p GRAU CONFERIDO - Mestrado – 3 semestres

p CANDIDATOS - Licenciatura ou habilitação equivalente

* Aguarda autorização de funcionamento por parte do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

· 2011 p 2012 ·


MESTRADO

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO MULTIMÉDIA EM EDUCAÇÃO * O mestrado em Tecnologia da Informação e Comunicação Multimédia em Educação apresenta--se como um ciclo de estudos de natureza teórico-prática, mas com forte componente instrumental, que tem em vista a formação de profissionais capazes de autonomamente conceber, planificar, produzir, realizar e avaliar projectos educativos com base nas Tecnologias da Informação e da Comunicação Multimédia. Definem-se, como objectivos deste ciclo de estudos, os seguintes: Capacitar os formandos para a utilização dos recursos digitais como apoio à aprendizagem dos diversos conteúdos curriculares, contemplando as especificidades de cada área científica; capacitar os formandos para a concepção, realização, implementação e avaliação de projectos TICM educativos em contextos de sala de aula; enriquecer o perfil docente com elementos metodológicos e didácticos relacionados com as TICM; integrar as TICM nas tarefas docentes a partir de propostas e projectos didácticos concretos;capacitar para a exploração de ambientes virtuais de formato colaborativo, em contextos educativos.

p GRAU CONFERIDO - Mestrado – 3 semestres

p CANDIDATOS - Licenciatura ou habilitação equivalente - Competências básicas em tecnologias da informação e da comunicação

* Aguarda autorização de funcionamento por parte do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

· ESE p IPP ·


路 2011 p 2012 路


POLITÉCNICO DO PORTO 26 Anos | 7 Escolas | 16.000 Estudantes | 1.500 Docentes O Politécnico do Porto iniciou a sua actividade em 1985, em resultado do relançamento do Ensino Superior Politécnico em Portugal. O IPP é a maior instituição de ensino superior politécnico do país, em número de estudantes, de docentes, de cursos e de escolas, resultado de uma elevada diversidade de perfis de formação, de contextos de aplicação, de públicos, de actividades de extensão e de implantação geográfica – em 6 concelhos do Distrito do Porto. Mais de 16 mil estudantes frequentam 7 escolas que oferecem um total de 57 Licenciaturas e 41 Mestrados, nas mais variadas áreas, desde a Engenharia, à Gestão, à saúde, música ou educação. ISEP ISCAP ESE ESMAE ESEIG ESTGF ESTSP

INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DO PORTO INSTITUTO SUPERIOR DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÃO DO PORTO ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO ESCOLA SUPERIOR DE MÚSICA, ARTES E ESPECTÁCULO ESCOLA SUPERIOR DE ESTUDOS INDUSTRIAIS E DE GESTÃO ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA DA SAÚDE DO PORTO

A3

A7

ESTGF ESEIG

Felgueiras

Póvoa de Varzim / Vila do Conde

A28

A11

ISCAP Matosinhos

A42

A4

ISEP | ESE | ESMAE Porto

ESTSP

RIO DOURO Vila Nova de Gaia

SEGUE-NOS NO:

Flickr

Youtube

Issuu

Linkedin

Facebook


UNIVERSO IPP

IPP

PRESIDÊNCIA Rua Dr. Roberto Frias, 712 › 4200-465 Porto T. 225 571 000 › F. 225 020 772 ipp@ipp.pt › www.ipp.pt Serviços Académicos › s.academicos@sc.ipp.pt

ISEP

INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DO PORTO Rua Dr. António Bernardino de Almeida, 431 › 4200-072 Porto T. 228 340 500 › F. 228 321 159 mail@isep.ipp.pt › www.isep.ipp.pt

ISCAP

INSTITUTO SUPERIOR DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÃO DO PORTO Rua Jaime Lopes Amorim s/n › 4465-004 São Mamede de Infesta T. 229 050 000 › F. 229 025 899 instituto@iscap.ipp.pt › www.iscap.ipp.pt

ESE

ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO Rua Dr. Roberto Frias, 602 › 4200-465 Porto T. 225 073 460 › F. 225 073 464 ese@ese.ipp.pt › www.ese.ipp.pt

ESMAE

ESCOLA SUPERIOR DE MÚSICA, ARTES E ESPECTÁCULO Rua da Alegria, 530 › 4000-045 Porto T. 225 193 760 › F. 225 180 774 esmae@esmae-ipp.pt › www.esmae-ipp.pt

ESEIG

ESCOLA SUPERIOR DE ESTUDOS INDUSTRIAIS E DE GESTÃO Rua D. Sancho I, 981 › 4480-876 Vila do Conde T. 252 291 700 › F. 252 291 714 eseig@eseig.ipp.pt › www.eseig.ipp.pt

ESTGF

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS Rua do Curral, Casa do Curral, Margaride › 4610-156 Felgueiras T. 255 314 002 › F. 255 314 120 correio@estgf.ipp.pt › www.estgf.ipp.pt ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA DA SAÚDE DO PORTO Rua Valente Perfeito, 322 › 4400-330 Vila Nova de Gaia T. 222 061 000 › F. 222 061 001 geral@estsp.ipp.pt › www.estsp.ipp.pt

IPP.GIM MAR. 2011

ESTSP

ESE - Oferta formativa 2011/12  

Oferta formativa da ESE - Escola Superior de Educacao - 2011/12

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you