Page 1

AGEING IN PLACE | Narratives and Memories in the UK and Brazil

AGEING

IN PLACE

Narratives and Memories in the UK and Brazil

ENVELHECENDO

NO LUGAR

Narrativas e Memรณrias no Reino Unido e no Brasil

Adriana Portella Ryan Woolrych (organizers)


Adriana Portella Ryan Woolrych (organizers)

AGEING

IN PLACE

Narratives and Memories in the UK and Brazil

ENVELHECENDO

NO LUGAR

Narrativas e Memรณrias no Reino Unido e no Brasil


Reitoria

Reitor: Pedro Rodrigues Curi Hallal Vice-Reitor: Luis Isaías Centeno do Amaral Chefe de Gabinete: Taís Ullrich Fonseca Pró-Reitor de Graduação: Maria de Fátima Cóssio Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação: Flávio Fernando Demarco Pró-Reitor de Extensão e Cultura: Francisca Ferreira Michelon Pró-Reitor de Planejamento e Desenvolvimento: Otávio Martins Peres Pró-Reitor Administrativo: Ricardo Hartlebem Peter Pró-Reitor de Infra-estrutura: Julio Carlos Balzano de Mattos Pró-Reitor de Assuntos Estudantis: Mário Renato de Azevedo Jr. Pró-Reitor de Gestão Pessoas: Sérgio Batista Christino

Conselho Editorial Presidente do Conselho Editorial: Ana da Rosa Bandeira Representantes das Ciências Agrárias: Guilherme Albuquerque de Oliveira Cavalcanti (TITULAR), Cesar Valmor Rombaldi e Fabrício de Vargas Arigony Braga Representantes da Área das Ciências Exatas e da Terra: Adelir José Strieder (TITULAR), Juliana Pertille da Silva e Daniela Buske Representantes da Área das Ciências Biológicas: Marla Piumbini Rocha (TITULAR), Rosangela Ferreira Rodrigues e Raquel Ludke Representantes da Área das Engenharias e Computação: Darci Alberto Gatto (TITULAR) e Rafael Beltrame Representantes da Área das Ciências da Saúde: Claiton Leoneti Lencina (TITULAR) e Giovanni Felipe Ernst Frizzo Representantes da Área das Ciências Sociais Aplicadas: Célia Helena Castro Gonsales (TITULAR) e Sylvio Arnoldo Dick Jantzen Representante da Área das Ciências Humanas: Charles Pereira Pennaforte (TITULAR), Edgar Gandra e Guilherme Camargo Massaú Representantes da Área das Linguagens e Artes: Josias Pereira da Silva (TITULAR) e Maristani Polidori Zamperetti


Catalogação na Publicação: Bibliotecária Maria Inez Figueiredo Figas – CRB-10/1612

A265 Ageing in place: narratives and memories in the UK and Brazil = Envelhecendo no lugar: narrativas e memórias no Reino Unido e no Brasil / organizadores Adriana Portella, Ryan Woolrych. – Pelotas: Ed. UFPel, 2019. 304 p.

ISBN : 978-85-517-0048-8 Livro bilíngue – inglês / português

1. Planejamento urbano. 2. Idosos. I. Portella, Adriana, org. II. Woolrych, Ryan, org.

CDD 809


Sumário | Summary

Agradecimentos | Acknowledgements

09

Equipe do projeto | Research team

11

Introdução | Introduction

14

Cidades estudadas no Brasil e no Reino Unido | Case study cities in Brazil and the UK

28

Temáticas das fotos | Photo-themes

32

Identidade do lugar e memórias | Place identity and histories

34

Lugares comunitários e sociais | Community places and social spaces

68

Áreas verdes para o bem estar | Green spaces for wellbeing

98

Não lugares | Non places

136

Navegando no bairro e atividade física | Navigating the community and physical activity

148

Mudanças na comunidade | Changing communities

192

Moradia e lar | Housing and home

204

Sentimento de segurança | Feeling safe and secure

238

Orgulho cívico | Civic pride

246

Auto-estima, respeito e reconhecimento | Self-esteem, respect and recognition

252

Família e comunidade | Family and community

262

Religião | Religion

284

Conclusão | Conclusion

292

7


8


Agradecimentos Gostaríamos de agradecer as contribuições de todos que participaram do Projeto ‘Projetando Lugares com Idosos: Rumo às Comunidades Amigas do Envelhecimento’ no Brasil e no Reino Unido, com destaque aos moradores das cidades estudadas - Pelotas, Brasília e Belo Horizonte no Brasil; Edimburgo, Glasgow e Manchester no Reino Unido, que se voluntariaram para contribuir com a pesquisa, compartilhando seus cotidianos através de fotos e narrativas que ilustram suas experiências nos seus bairros. Gostaríamos também de agradecer a todas as organizações comunitárias, privadas e do poder público que apoiaram o estudo. É importante destacar o financiamento integral do ESRC (Economic and Social Research Council) a este Projeto de grande sucesso (referência do financiamento: ES/R00692X/1). Somente com este apoio foi possível a execução de um estudo tão importante em prol do processo de envelhecimento populacional que todos os países vêm passando. Muito Obrigada a todos, Equipe PlaceAge.

Acknowledgements We would like to acknowledge the contributions of older adults in both the UK and Brazil who have volunteered their time to participate in the project and shared their experiences of living in the community. We would also like to thank all community organisations (and representatives of those organisations) who have assisted with the research. The work was supported by the Economic and Social Research Council [grant number ES/R00692X/1]. PlaceAge Team. 9


10


Coordenadores/ Principal Investigators Dr. Ryan Woolrych Heriot-Watt University The Urban Institute r.d.woolrych@hw.ac.uk Dr. Adriana Portella Universidade Federal de Pelotas Faculdade de Arquitetura e Urbanismo adrianaportella@yahoo.com.br

Dr. Soledad Garcia-Ferrari University of Edinburgh Edinburgh College of Art. s.garcia@ed.ac.uk Professor Michael Murray Keele University Faculty of Humanities and Social Sciences m.murray@keele.ac.uk Dr. Meiko Makita Heriot-Watt University The Urban Institute m.makita@hw.ac.uk

Pesquisadores do Reino Unido/ UK Research Team

Dr. Nadia Goodman Heriot-Watt University The Urban Institute nadiagoodman@hotmail.com

Professor Judith Sixsmith University of Dundee School of Nursing and Health Science j.sixsmith@dundee.ac.uk

Dr. Deborah Menezes Heriot-Watt University The Urban Institute d.menezes@hw.ac.uk

Dr. Jenny Fisher Manchester Metropolitan University Department of Social Care and Social Work j.fisher@mmu.ac.uk

Pesquisadores do Brasil/ Brazil Research Team

Professor Harry Smith Heriot-Watt University The Urban Institute h.c.smith@hw.ac.uk

Professora Associada Sênior Isolda de Araújo Günther Universidade de Brasília - Instituto de Psicologia Departamento de Psicologia Social e do Trabalho isolda.gunther@gmail.com

Professor Rebecca Lawthom Manchester Metropolitan University Faculty of Health, Psychology and Social Care r.lawthom@mmu.ac.uk

Professor Hartmut Günther Universidade de Brasília - Instituto de Psicologia Departamento de Psicologia Social e do Trabalho hartmut@unb.br

11


Professora Silke Kapp Universidade Federal de Minas Gerais Escola de Arquitetura kapp.silke@gmail.com

Sirlene de Mello Sopeña Universidade Federal de Pelotas Faculdade de Arquitetura e Urbanismo sirmellos@hotmail.com

Professor Eduardo Rocha Universidade Federal de Pelotas Faculdade de Arquitetura e Urbanismo amigodudu@yahoo.com.br

Thais Libardoni Universidade Federal de Pelotas Faculdade de Arquitetura e Urbanismo thais_libardoni@hotmail.com

Professora Celina Maria Britto Correa Universidade Federal de Pelotas Faculdade de Arquitetura e Urbanismo celinab.sul@terra.com.br

Tanara Gomes da Costa Universidade Federal de Pelotas Faculdade de Arquitetura e Urbanismo tanaracosta@hotmail.com

Professora Gisele Silva Pereira Universidade Federal de Pelotas Faculdade de Administração e Turismo gisele_pereira@hotmail.com

Lorena Maia Resende Universidade Federal de Pelotas Faculdade de Arquitetura e Urbanismo lorenamilitao@gmail.com

Professora Laura Lopes Cezar Universidade Federal de Pelotas Faculdade de Arquitetura e Urbanismo arqcezar@hotmail.com

Anelize Milano Cardoso Universidade Federal de Pelotas Instituto de Ciências Humanas anelize_milano@hotmail.com

Professora Ligia Maria Ávila Chiarelli Universidade Federal de Pelotas Faculdade de Arquitetura e Urbanismo biloca.ufpel@gmail.com

Moana Pereira Bellotti Universidade Federal de Pelotas Faculdade de Arquitetura e Urbanismo moanabellotti@hotmail.com

Professora Nirce Saffer Medvedovski Universidade Federal de Pelotas Faculdade de Arquitetura e Urbanismo nirce.sul@gmail.com

Mateus Treptow Coswig Universidade Católica de Pelotas Faculdade de Arquitetura e Urbanismo mateus.coswig@gmail.com

Professor Sinval Cantarelli Xavier Universidade Federal de Rio Grande Escola de Engenharia sinval.xavier@pelotas.com.br

Cibele Peres Universidade Federal de Pelotas Faculdade de Arquitetura e Urbanismo cibeleperes.arquitetura@gmail.com

12


Jullye Schaun Amaral Universidade Federal de Pelotas Faculdade de Arquitetura e Urbanismo jullye_svp@hotmail.com

Daniela Bilhalva de Farias Universidade Federal de Pelotas Faculdade de Arquitetura e Urbanismo danielabdefarias@gmail.com

Tulio Matheus Amarillo Souza Universidade Federal de Pelotas Instituto de Ciências Humanas tulio.sid@gmail.com

Rodrigo Santos Marcandier Gonçalves Universidade Federal de Minas Gerais Escola de Arquitetura placeage.rodrigomarcandier@gmail.com

Greyci Backes Bolzan Universidade Federal de Pelotas Faculdade de Arquitetura e Urbanismo greycibbolzan@gmail.com

Luna Esmeraldo Gama Lyra Universidade Federal de Minas Gerais Escola de Arquitetura placeage.luna@gmail.com

Lucas Dias Prezotto Universidade Federal de Pelotas Faculdade de Arquitetura e Urbanismo lucasprezotto@hotmail.com

Camila Matos Fontenele Universidade Federal de Minas Gerais Escola de Arquitetura placeage.camila@gmail.com

Mônica Mariani Costa Lopes Universidade Federal de Pelotas Faculdade de Arquitetura e Urbanismo m.faurb@gmail.com

Dayse da Silva Albuquerque Universidade de Brasília Instituto de Psicologia albuquerque.miss@gmail.com

Maureen Roux Cordeiro Lautenschläger Universidade Federal de Pelotas Faculdade de Arquitetura e Urbanismo maureen_roux@hotmail.com

Natália de David Klavdianos Universidade de Brasília Instituto de Psicologia nataliadedavid@hotmail.com

Pâmela Padilha Silveira Universidade Federal de Pelotas Faculdade de Arquitetura e Urbanismo pamelasilveira01@hotmail.com

Fernanda de Moraes Goulart Universidade de Brasília Instituto de Psicologia fernandamgoulart@gmail.com

Emily Schiavinatto Nogueira Universidade Federal de Pelotas Faculdade de Arquitetura e Urbanismo ey.nogueira@gmail.com

13


INTRODUÇÃO INTRODUCTION


INTRODUCTION This book brings together a collection of images captured alongside older adults living across communities in the UK and Brazil. The photographs depict everyday experiences, daily lives, important places and challenges and opportunities to living in the community. The images form part of a funded project called PlaceAge, which is being led by UK and Brazilian academics, exploring how we can better design environments to support older adults to age in place.

PlaceAge ‘Age-friendly cities’ are defined as the policies, services and structures that enable older people to ‘age actively’ – that is, live in good security, enjoy good health and continue to participate fully in society. Place-Making with Older Adults: Towards Age-Friendly Communities (PlaceAge) project (2016-19) has undertaken research in six cities in the UK (Edinburgh, Glasgow and Manchester) and Brazil (Pelotas, Belo Horizonte and Brasilia) to explore how older adults experience ageing across diverse urban, social and cultural contexts and to identify implications for the design of Age-Friendly Cities and Communities. As part of the first phase of the research, we conducted over 120 walking interviews and 60 photo diaries with older adults living across a total of 18 neighbourhoods in the 6 cities in the UK and Brazil. Neighbourhoods were chosen according to varying levels of 16

affluence and distance from the city centre. In the UK, Manchester (Baguley, Rusholme and Didsbury); Edinburgh (Craigmillar, Leith and Morningside) and Glasgow (Partick, Govanhill and Easterhouse) were selected and in Brazil, Pelotas (Centro, Fragata and Navegantes), Brasília (Asa Norte, Asa Sul and Granja do Torto), and Belo Horizonte (Centro, Anchieta and Aglomerado da Serra). The walking interviews involved researchers accompanying older adults on a typical journey through the community. During the walk, participants identified challenges and opportunities to ageing in place and reflected on the meanings, associations and memories in relation to the community. The photo diaries invited older adults to capture images of living in the community across a fixed time period (commonly a week), followed by a photo-elicitation interview with the researcher which prompted the development of stories


INTRODUÇÃO Este livro traz uma coleção de imagens fotografadas por moradores de 60 anos ou mais de cidades britânicas e brasileiras. As fotografias retratam suas vidas cotidianas, seus desejos, e os lugares e pessoas mais importantes para eles. Essas imagens fazem parte de um estudo chamado PlaceAge, que é desenvolvido por um grupo de pesquisadores brasileiros e britânicos, os quais buscam entender quais fatores devem ser considerados no planejamento de cidades que permitam as pessoas envelhecerem de uma forma saudável, feliz e ativa.

PlaceAge Quando nos referimos a “cidades amigas do envelhecimento” estamos falando de cidades que possuam e apliquem na prática políticas públicas, que ofereçam serviços e estruturas que permitam às pessoas envelhecerem ativamente, ou seja, viverem em segurança, com saúde e plenamente participativas na sociedade. `Projetando Lugares com Idosos: Rumo às Comunidades Amigas do Envelhecimento` (conhecido como PlaceAge) realiza desde 2016 um estudo sobre o processo de envelhecimento em três cidades no Reino Unido (Edimburgo, Glasgow e Manchester) e três cidades no Brasil (Pelotas, Belo Horizonte e Brasília). O objetivo é entender como as pessoas com 60 anos ou mais vivenciam o envelhecimento em diversos contextos urbanos, sociais e culturais, de modo a identificar o que deve ser feito para termos cidades e comunidades amigas do

envelhecimento. Na primeira fase do estudo realizamos mais de 120 entrevistas caminhadas e 60 diários fotográficos com moradores de 18 bairros das seis cidades investigadas. A entrevista caminhada foi um método qualitativo aplicado pelos pesquisadores que acompanharam os entrevistados por um passeio pelo bairro. O percurso da caminhada foi definido totalmente pelos entrevistados. Durante a caminhada os moradores iam relatando sobre pontos do bairro e fotografando tudo o que achavam importante para suas vidas diárias. Os moradores foram selecionados por meio de um catálogo de contatos composto por pessoas que haviam participado de outros métodos da pesquisa, ou haviam sido indicadas por alguém. Um ou outro morador foram convidados a participar através de uma abordagem nas ruas do bairro. O diário 17


around the images collected. The purpose of this book is to present photographs and quotations from the walking interviews and photo diaries conducted with older adults in the UK and Brazil. Both approaches provided rich material (visual and audio) on the physical (places and spaces), psychological (emotional attachments to place) and social (social participation and civic engagement) dimensions of ageing well.

18


fotográfico, por sua vez, foi outro método aplicado e se refere à imagens capturadas pelos participantes. Os moradores foram convidados a ficarem com uma câmera fotográfica durante uma semana e registrarem com ela todas as fotos que achassem importante para a caracterização de suas vivências no bairro. Um aspecto desse método é quanto à análise das fotografias: contrariamente à interpretação orientada pelo pesquisador; o diário fotográfico permitiu discutir os motivos e as razões por trás das imagens retratadas pelo próprio entrevistado. Nesse sentido, uma narrativa foi construída pelo participante junto a cada fotografia.

emergiram das falas dos moradores. Essas foram selecionadas entre mais de 1.000 fotografias registradas.

Os dados obtidos das entrevistas caminhadas e dos diários fotográficos foram coletados entre os meses de outubro de 2016 a julho de 2017 no Brasil e no Reino Unido. Os bairros estudados no Reino Unido foram Baguley, Rusholme e Didsbury na cidade de Manchester; Craigmillar, Leith e Morningside em Edimburgo; e Partick, Govanhill e Easterhouse em Glasgow; e no Brasil foram Centro, Fragata e Navegantes na cidade de Pelotas; Asa Norte, Asa Sul e Granja do Torto em Brasília; e Centro, Anchieta e Aglomerado da Serra em Belo Horizonte. Portanto, o objetivo deste livro é apresentar algumas fotografias e narrativas dos moradores coletadas durante as caminhadas e diários fotográficos. As fotos foram organizadas por temas-chave que 19


PlaceAge Aim

Work Packages

The PlaceAge Project is funded by the ESRC (Economic and Social Research Council) and addresses three specific research questions:

The PlaceAge Project in Brazil and UK was developed across three inter-linked work packages. In work package 1 (May 2016-September 2017), the research collected over 540 surveys, 180 face-to-face semi-structured interviews, 120 walking interviews and 60 photo diaries with older adults living across a total of 18 neighbourhoods in the 6 cities. In work package 2 (September 2017-August 2018), over 18 community mapping workshops and 18 knowledge cafĂŠ discussions were undertaken in the UK and Brazil with over 500 older adults and key stakeholders. Work package 3 (August 2018-May 2019) translated the findings from WP1 and WP2 into local and national policy and practice guidelines and tools and resources for designing sense of place for older adults which accommodate both the need for independence and mobility whilst encouraging social participation and community engagement. More information about the project can be found at: www.placeage.org.

(i) How is sense of place experienced by older adults from diverse urban neighbourhoods in Brazil and UK? (ii) What services, amenities and features are needed to create age friendly communities that promote healthy cities and active ageing in different urban, social and cultural contexts? (iii) How can communities be designed to better integrate the sense of place needs of older adults across different urban and cultural contexts? The aim of the research is to develop place-making tools and resources which are essential for designing age friendly environments for older adults.

20


Objetivos do PlaceAge

Etapas de trabalho

O PlaceAge é um projeto financiado pela Agência Britânica ESRC (Economic and Social Research Council) e tem como objetivo responder a três perguntas:

O Projeto PlaceAge no Brasil e no Reino Unido é organizado em três etapas de trabalho. Na primeira etapa (de maio de 2016 a setembro de 2017) a pesquisa aplicou 540 questionários, 180 entrevistas, 120 entrevistas caminhadas e 60 diários fotográficos com moradores de 60 anos ou mais nas cidades estudadas. Na segunda etapa (de setembro de 2017 a agosto de 2018) foram realizados 18 mapeamentos participativos e 18 workshops no Reino Unido e no Brasil com mais de 500 idosos e pessoas envolvidas em projetos nas cidades, nos setores público e privado. A terceira etapa de trabalho (de agosto de 2018 a agosto de 2019) teve como objetivo traduzir as descobertas das primeiras duas etapas em políticas e práticas locais e nacionais, bem como em ferramentas e recursos para projetar cidades adequadas a um envelhecimento ativo e saudável. O foco foi definir uma série de diretrizes urbanas que promovam a participação social e envolvimento da comunidade nos projetos urbanos. Maiores informações sobre o projeto podem ser encontradas no site: www.placeage.org.

(i) Como o sentido de lugar é vivenciado e construído por moradores de 60 anos ou mais de diferentes classes sociais que vivem em diferentes bairros no Brasil e no Reino Unido? (ii) Quais serviços, amenidades e fatores são necessários para criar comunidades amigas do envelhecimento que promovam cidades saudáveis e ativo envelhecimento em diferentes contextos urbanos e culturais? (iii) Como as comunidades podem ser projetadas para melhor integrar as necessidades de senso de lugar das pessoas mais velhas em diferentes contextos urbanos e culturais? O objetivo da pesquisa é articular melhor o papel dos idosos como atores ativos no processo de design, envolvendo a comunidade dos bairros em todas as etapas de planejamento da cidade.

21


Photo-themes In the following sections we present the everyday lived experiences of older adults through photographs and narratives collected in the UK and Brazil. Each section represents a different theme derived from an analysis of the photo-diaries and walking interviews applied in the first year of the project “Place-Making with Older People: Towards Age Friendly Communities”. The themes presented here are: Place identity and histories: were expressed as important to older adults retaining a sense of place rootedness i.e. a feeling of being firmly established, settled, or entrenched in the community through historical ties. Older adults expressed a desire to a) retain and celebrate the sense of history and identity of the area and b) ensure changes support people to reconnect with their new environments. Important in retaining a sense of place was the preservation of community hubs e.g. libraries which act as both a social and educational space. Community places and social spaces: provided opportunities and places for social participation and engagement giving older adults people a sense of value and purpose in old age. Thereby enabling them to lead productive lives and make a positive 22

contribution in their community. Green spaces for wellbeing: older adults identifed the benefits of green space, not only as providing restorative benefits (place to sit, reminisce and think) but as an opportunity to engage in activities with others or as social spaces for family and community. These included public parks alongside more quasi-private green spaces such as community gardens. However, green spaces are increasingly being built on for private housing developments reducing the availability of quality outdoor space. Non places: in many communities, older adults feel that whilst there are large areas of open space, these need be transformed into usable space that provides a place for people to ‘sit and relax’, and as a place to meet up. Existing space in many neighbourhoods is in a state of disrepair, unusable and not maintained. These were seen as ‘no go’ areas, deterring use amongst older adults. These narratives portrayed a general lack of provision in terms of providing the conditions where place attachments can be developed. Navigating in the community and physical activity: older adults identified a number of barriers to getting around public spaces


Temáticas das fotos Nas seções seguintes apresentamos as experiências cotidianas vividas e expressadas por idosos no Reino Unido e no Brasil através de fotografias e narrativas. Cada seção representa uma temática diferente resultante de uma análise dos resultados obtidos através da aplicação de diários fotográficos e entrevistas caminhadas no Ano 1 da pesquisa “Projetando Lugares com Idosos: Rumo às Comunidades Amigas do Envelhecimento”. As temáticas apresentadas nesse livro são: Identidade do lugar e memória: esta temática é muito importante para os idosos e se relaciona ao sentimento dos mesmos estarem fortemente ligados e enraizados nas suas comunidades através de laços históricos. Os idosos expressam o desejo de: a) guardar e celebrar a identidade e memória da área e b) garantir que as mudanças ajudem as pessoas a se reconectarem com seus novos ambientes. Para manter o senso de lugar é relevante haver a preservação de centros comunitários e históricos, por exemplo, manter bibliotecas que funcionam como espaço social e educacional. Lugares comunitários e sociais: estes lugares oferecem oportunidades para participação

social e engajamento, valorizando a importância das pessoas idosas para a comunidade, permitindo-lhes, assim, levar vidas produtivas e dar uma positiva contribuição a sua comunidade. Áreas verdes para o bem-estar: neste tema os idosos reconhecem os benefícios das áreas verdes, não apenas como função contemplativa (lugar para sentar, relembrar e pensar), mas também como uma oportunidade de participar de atividades com outras pessoas ou apenas constituir espaços sociais para a família e a comunidade. Essas áreas incluem parques e praças públicos e espaços verdes privados, incluindo jardins comunitários. No entanto, os espaços verdes estão sendo cada vez mais construídos por empreendimentos habitacionais privados, enquanto os espaços públicos de qualidade na cidade estão se reduzindo. Não lugares: em muitas comunidades, os idosos sentem que, embora existam grandes áreas de espaços verdes, elas precisam ser transformadas em um espaço utilizável que forneça um local para as pessoas se sentarem, relaxarem, e também para se encontrarem. Os espaços verdes existentes em muitos bairros estão em estado de abandono, inutilizáveis e não conservados. 23


which makes accessing supports complex: place upkeep (litter, ice, leaves); physical barriers (upturned paving stones); the absence of street furniture (benches); and other obstacles (sandwich boards, garbage bins). Many felt anxious when journeying around the community due to: inaccessible urban spaces (e.g. narrow paths, parking on pavements); the poor positioning of transport stops (not being able to access key services e.g. hospital appointments); and ongoing disruptions (e.g. roadworks). Removing obstacles to accessing public space was not seen solely an issue for older adults but about creating open and inclusive spaces for all ages. Changing communities: this is attributed to ongoing urban regeneration and gentrification in both the UK and Brazil. The physical transformation of communities has often undermined older adult’s sense of familiarity and attachment to place and community. Age-friendly communities need to better understand and support the impact of such change on the lives of older adults. Housing and home: this theme reflects older adult’s emotional, economical, psychological and symbolical attachment to home. Home and neighbourhood are places full of experiences, memories and lifetime events which are important to older adults. For many home is a place where people feel safe and secure and a setting where they can 24

retain a sense of independence autonomy in the decisions they make.

and

Feeling safe and secure: this theme articulates the issue of safety as a key factor impacting ageing-in-place, with older adults feeling insecure and vulnerable when using public spaces. Many feel anxious about leaving the home, and this acts as a barrier to civic engagement and social participation. In response, people do consciously map safer routes to their destination which avoid certain areas of the neighbourhood. Other strategies to ‘feel safe’ include walking in busy streets, adopting safer modes of transport (taxi/uber versus walking) and relying upon friends and family to get around. Civic pride: older adults felt that ageing successfully requires assuming meaningful roles in old age, which can be achieved through civic participation and engagement. Older adults often participate in different forms of civic engagement in terms of organising and chairing committees and resident associations. Despite this, older adults reported that there views were seldom used to influence the decision-making process. Self-esteem, respect and recognition: this is an important aspect of living in an age-friendly community, providing older adults with a sense of visibility and recognition. Older adults often felt there was a lack of respect


Esses são percebidos como áreas proibidas, impedindo o uso entre os idosos. Essas narrativas retratam uma falta geral de manutenção das áreas públicas, que culmina por impedir que as pessoas se sintam parte dos lugares.

dos idosos com o lugar e no sentido de pertencimento da comunidade com os lugares. As comunidades amigas do envelhecimento precisam compreender melhor e apoiar o impacto de tais mudanças na vida dos idosos.

Navegando no bairro e atividade física: este tema se relaciona as barreiras que muitos idosos encontraram para acessar os espaços públicos, tais como: manutenção (lixo, gelo, folhas, etc.), barreiras físicas (precária pavimentação), ausência de mobiliário urbano (bancos), e outros obstáculos (placas publicitárias, lixeiras). Muitos se sentem apreensivos quando caminham pelo bairro devido a: espaços urbanos inacessíveis (por exemplo: caminhos estreitos e estacionamento em calçadas), mal posicionamento das paradas de ônibus (não poder acessar os principais serviços, por exemplo, para consultas hospitalares), e interrupções contínuas dos percursos (por exemplo, obras rodoviárias). A remoção de obstáculos para acessar os espaços públicos não é vista apenas como um problema para os idosos; essa remoção é necessária para criar espaços abertos e inclusivos para todas as idades.

Moradia e lar: este tema demonstra a afeição emocional, econômica, psicológica e simbólica do idoso ao lar. A habitação e o bairro são lugares cheios de experiências, memórias e eventos da vida que são importantes para os idosos. Para muitos, o lar é um lugar onde as pessoas se sentem seguras, protegidas, um ambiente onde podem manter um senso de independência e autonomia nas decisões que tomam.

Mudanças na comunidade: este tema é atribuído à contínua regeneração e valorização urbana no Reino Unido e no Brasil. A transformação física das áreas urbanas interferiu no senso de familiaridade

Sentimento de segurança: este tema articula as questões de segurança como um fator-chave que impacta no envelhecimento, como os idosos se sentem inseguros e vulneráveis ao usar espaços públicos. Muitos se sentem amedrontados em sair de casa, gerando uma barreira para o engajamento cívico e à participação social. Em resposta, as pessoas mapeiam conscientemente rotas mais seguras até o seu destino, evitando certas áreas do bairro. Outras estratégias para se sentir seguro incluem caminhar em ruas movimentadas, adotar modos de transporte mais seguros (táxi/uber versus caminhada) e confiar em amigos e familiares para se locomover. 25


from others (members of the public and transport providers) when moving around the community and on public transport, which creates a feeling of alienation and exclusion. People do not want to be treated differently by virtue of their age; rather they want to be seen as valued members of the community, where knowledge and expertise are respected and where communities are designed to support older adults to make a positive contribution. Family and community: this theme was one of the most important for the Brazilian older adults. In Brazil the life of most older adults is built around their families and many stay living with their son and daughter for life. Older adults are essential family members and are often responsible for taking care of grandchildren and even economically supporting relatives through their retirement income. Religion: the majority of older people in Brazil are very much involved in religious activities. The government often fail in providing support for older adults in terms of promoting group activities and emotional support. The churches today are assuming this role and religion has become one of the most important types of engagement for older people. Religious activities are responsible for providing emotional support and helping older adults to avoid isolation and loneliness. 26


Orgulho cívico: os idosos acham que envelhecer com sucesso requer assumir papéis significativos na velhice, o que pode ser alcançado através de diferentes formas de envolvimento cívico em termos de organização e participação em comitês e associações de residência/bairro. Auto-estima, respeito e reconhecimento: este tema é um aspecto importante em comunidades amigas do envelhecimento, proporcionando aos idosos um senso de visibilidade e reconhecimento. Os idosos expressam a falta de respeito dos outros (pessoas em geral e motoristas de ônibus) quando se deslocam pela comunidade no transporte público, o que cria um sentimento de alienação e exclusão. As pessoas não querem ser tratadas diferentemente em virtude de sua idade; em vez disso, querem ser vistas como membros valiosos da comunidade, no qual os seus conhecimentos são respeitados e as comunidades são planejadas para que os idosos possam dar uma contribuição positiva. Família e comunidade: este tema é um dos mais importantes para os idosos nas cidades brasileiras. No Brasil, a vida da maioria dos idosos é construída em torno de suas famílias e muitos permanecem vivendo com seus filhos e filhas por toda a vida. Os adultos mais velhos são membros essenciais da família e muitas vezes são

responsáveis por cuidar dos netos e até mesmo apoiar economicamente seus parentes por meio de sua renda de aposentadoria. Religião: a maioria dos idosos no Brasil está muito envolvida nas atividades religiosas. Muitas vezes o governo falha em dar apoio aos idosos em termos de promover atividades em grupo e apoio emocional. As igrejas hoje estão assumindo esse papel e a religião se torna uma das mais importantes ativadoras das comunidades em todas as classes de renda. As atividades religiosas são responsáveis pelo apoio emocional, evitando o isolamento e doenças psíquicas aos idosos em todas as cidades investigadas.

Dr Ryan Woolrych

Heriot-Watt University

Dr Adriana Portella

Universidade Federal de Pelotas

27


CIDADES ESTUDADAS NO BRASIL E NO REINO UNIDO CASE STUDY CITIES IN BRAZIL AND THE UNITED KINGDOM


30


UK

31


TEMÁTICA DAS FOTOS PHOTO-THEMES


IDENTIDADE DO LUGAR E MEMÓRIAS PLACE IDENTITY AND HISTORIES


36


Ai é na Piaui. Na feira. Eu não perco uma flor! Quando eu era pequena tinha umas plantas, eu era menina, no meio do mato, passava o dia inteirinho comendo, se o passarinho comia a flor, eu comia também. Feminino, 61 anos, Anchieta, Belo Horizonte, Brasil.

It's at Piaui. At the fair. I do not miss a flower! When I was a little girl there were some plants, I was a girl, in the middle of the bush, I used to spend the entire day eating, if the bird ate the flower, I also ate it as well. Female, 61 years old, Anchieta, Belo Horizonte, Brazil. Identidade do lugar e memórias | Place identity and histories

37


É ali na Piuí. Feminino, 61 anos, Anchieta, Belo Horizonte, Brasil.

This is at Piauí. Female, 61 years old, Anchieta, Belo Horizonte, Brazil.


Estรก linda essa entrada!! Linda!!! Feminino, 61 anos, Anchieta, Belo Horizonte, Brasil.

This entrance is beautiful! Beautiful! Female, 61 years old, Anchieta, Belo Horizonte, Brazil. Identidade do lugar e memรณrias | Place identity and histories

39


Mercado, nosso Mercado que eu acho muito lindo mesmo! Eu fotografei a frente para mostrar o Mercado Central, e do outro lado tem a Escola Eliseu Maciel. Masculino, 70 anos, Centro, Pelotas, Brasil.

The market, our market that I find very beautiful indeed! I photographed the front to show the Central Market, and on the other side there is the Eliseu Maciel School. Male, 70 years old, City Centre, Pelotas, Brazil.


Vou levar você lá no Mercado. Ficou lindo! Vocês não chegaram a ver, eu morava na Rua Doutor Amarante em um sobrado e vi o incêndio. A coisa mais triste do mundo, queimando tudo. O Mercado é um prédio histórico, ninguém mais faz isso igual. Não tem como! Não existe mais pedreiro, mão de obra qualificada, para fazer uma obra daquele jeito. O mercado antigamente era para vender frutas, verduras, depois eles foram colocando nessas laterais galinha, coisas, passarinhos. Então desvirtuaram e ficou com mau cheiro. Depois que eles fizeram a reforma, vocês podem ver, mudou completamente, é só gênero alimentícios, é isso, é aquilo. Deu um colorido diferente! Propicio para o Mercado. Hoje tu vê algumas lojas, mas tudo bonito, evoluiu bastante desde daquela época. Tem bastante coisa! Mas o que eu mais frequento é a doçaria. Masculino, 70 anos, Centro, Pelotas, Brasil.

I will take you to the market. It was beautiful! You did not see it, I lived in Doutor Amarante Street, in a townhouse and I saw the fire. The saddest thing in the world, burning everything. The market is a historic building, no one else does it the same. There is no way! There is no more skilled labour, to do work like that. The old market was to sell fruits, vegetables, then they were putting on those chicken sides, things, birds. They distorted and stank. After they have made the changes, you can see, it has changed completely, it is just food genres, that is it. It gave a different colour! Favourable to the market. Today you see some shops, but everything beautiful, this has improved a lot since that time. There is enough stuff! Male, 70 years old, City Centre, Pelotas, Brazil. Identidade do lugar e memórias | Place identity and histories

41


É o meu prédio, visto da frente, (...) não sei se vocês já perceberam a fachada, esse daqui é o mais bonitinho. (...) É um dos mais bonitinhos, e por ser esse eixo por causa da vista, não tem interferências de outros prédios, aqui você vê tudo. É única (...). Aqui é a minha quadra, se eu for para a Asa Norte eu não conheço ninguém. Esses dias minha mãe quebrou o braço eu fiquei lá na casa dela com ela, eu ia no mercado e em todo lugar, mas eu não conheço ninguém, é uma população nova para mim lá. Aqui não, nem que seja de vista eu conheço, conheço o sapateiro, sempre tem alguém que eu conheço. Aqui é meu pedaço, esse pedaço aqui é meu. Feminino, 66 anos, Asa Sul, Brasília, Brasil.

This is my building, seen from the front, (...) I do not know if you have noticed the facade, this one is the most beautiful. It's one of the nicest, and the view is not blocked by other buildings, here you can see everything. It is unique... Here is my super square, if I go to the North Wing I do not know anyone anymore. When my mother broke her arm, I stayed there at her apartment, I went to the supermarket and everywhere; but I do not know anyone, it's a new neighbourhood for me. Not here, even if I know people only by sight (familiar stranger); I know the shoemaker, there's always someone I know. Here is my territory, this place is mine. Female, 66 years old, Asa Sul, Brasilia, Brazil.

42


They demolished so many buildings of note as part of the regeneration. We were left with just new stuff… this is our heritage and it’s important to us… good, bad or indifferent. The White House… a lot of folk had good memories of the place. We were determined to keep it. Female, 60 years old, Craigmillar, Edinburgh, UK.

Eles derrubaram tantos prédios como parte da regeneração da área. Sobraram somente novos prédios… esse é o nosso patrimônio e é importante para nós… bom, ruim ou indiferente. A Casa Branca… muitas pessoas possuem boas memórias desse lugar. Nós estamos determinados a mantê-la. Feminino, 60 anos, Craigmillar, Edimburgo, Reino Unido.


Baguley is a real community. A strong sense of identity between the people who live here. We’ve seen the ups and downs but you know the people, you know the faces. When you get a bit older, you know there are people keeping an eye out for you. Not many areas can say that. Male, 68 years old, Baguley, Manchester, UK.

Baguley é uma comunidade verdadeira. Uma forte identidade entre as pessoas que residem aqui. Nós vivenciamos os altos e baixos, mas conhecemos as pessoas, conhecemos seus rostos. Quando você vai ficando mais velho, você sabe que existem pessoas olhando por você. Em muitas áreas, você não pode dizer o mesmo. Masculino, 68 anos, Baguley, Manchester, Reino Unido.


Aqui vou lhe apresentar o nosso monumento do Escritor Pelotense João Simões Lopes Neto. A minha irmã teve a ousadia de sentar ali e tirar uma foto. Já pensou se eu estou ali, se ele coloca a mão no meu ombro, eu saio disparando (risadas). Esta é a única praça que ainda dá para tu chegares, sentares um pouquinho. Feminino, 82 anos, Centro, Pelotas, Brasil.

Here I will present to you our monument of the writer Pelotense João Simões Lopes Neto. My sister dared to sit there and take a picture. Have you thought if I am there and he puts his hand on my shoulder, I shoot out (laughs). This is the only place you can still access, sit a little. Female, 82 years old, City Centre, Pelotas, Brazil.


Eu acho assim, que tudo são raízes, aquilo que fica de bom na infância continua, nossa neta adorava vir no parquinho, e a gente vinha, foram muitos anos seguidos, tem uns quatro que ela não volta mais, foi crescendo, mora mais longe e tal. Agora, olha que interessante, a recordação de infância. Quando foi um dia desses ela falou: vó, vocês dois podiam nos levar lá no parquinho. Eu já nem sei onde é mais. Que maravilha, era tão bom lá, ela está com 15 anos, na adolescência, já pensando em namoradinho, mas deu uma saudade, lembrando do parquinho. Feminino, 78 anos, Anchieta, Belo Horizonte, Brasil.

I think everything is [about your] roots, what is good during childhood remains, our granddaughter loved to come to the playground, and we came to the playground for many years and for four years she has not been back… she grew up, she lives far from here. Now, look how interesting, is the memory of the childhood. One of these days she said: ‘Grandma, could you take me back to the playground. I don’t remember where it is.’ How wonderful, we had such a good time there, she is 15 years old, in her teens, already thinking about a boyfriend, but she still remembers and misses it, remembering the playground. Female, 78 years old, Anchieta, Belo Horizonte, Brazil.

48


Eu tirei do campo ali mesmo. Aqui embaixo termina a Avenida, tem o outro bairro, Navegantes 4, que a gente diz, fizeram lรก passando os canais, aonde era o Engenho Pedro Osรณrio, tudo era ali. Masculino, 69 anos, Navegantes, Pelotas, Brasil.

I took this photo of the field right there. Down here is the avenue, there is the other neighborhood, Navegantes 4, passing the canals, where Pedro Osรณrio was, everything was there. Male, 69 years old, Navegantes, Pelotas, Brazil.

Identidade do lugar e memรณrias | Place identity and histories

49


Aqui é a entrada da quadra, essa foi a primeira banquinha do Seu Lourival, e aí tem a figueira que é histórica, que eu queria mostrar. Isso, revitalizar, fazer um jardim bonito. Essa figueira histórica é que a gente estava querendo enfeitar no Natal, fazer aqui o Presépio, a gente pensava em usar esse buraco da figueira para fazer esse presépio todo. A gente queria chamar uma atenção para essa parte que eu acho muito bonita, essa parte aqui da entrada. Feminino, 60 anos, Asa Sul, Brasília, Brasil.

Here is the entrance of the super square, this was the first newsstand of Mr. Lourival, and there is the historic fig tree that I wanted to show. This makes a beautiful garden. This historic fig tree is what we wanted to decorate at Christmas time, to make the crib here, we thought of using the hole of the fig tree to make the manger. We wanted to draw attention to this part that I think is very beautiful, this part of the entrance. Female, 60 years old, Asa Sul, Brasilia, Brazil.


52


Eu gosto de morar nesse bloco, tem tudo perto, o comércio é muito bom, temos o mercado próximo, temos a igreja, tudo isso entre a 108 e a 308. A quadra é completa mesmo, tem clube, tem jardim de infância, tem escola classe até acho que a oitava série, hoje em dia mudou um pouquinho, inclusive eu estudei nessa escola classe, tenho até uma foto, em 1962 aos 10 anos. Eu só tenho essa foto, que na época não se tirava muita foto, não se ligava muito. Está vendo, essa daqui. Escola Classe SQS, super quadra 108, 4º ano. Porque antigamente era super quadra, não tinha super quadra Sul, se falava super quadra 108, depois que foi acrescentado o Sul por causa da Asa Norte, que a Asa Norte tinha poucos prédios, então a Asa Sul nessa ocasião era mais conhecida. Comentam que essa foi a primeira quadra, essa e a 308, Brasília foi inaugurada em 1960, quando eu cheguei aqui em janeiro de 1962, a quadra já estava completa, gramas, passeios, então acredito que deve ter sido mesmo a primeira, nós temos uma placa em todos os blocos dessa quadra, falando da inauguração do bloco... esse bloco foi inaugurado em 1958. Feminino, 65 anos, Asa Sul, Brasília, Brasil.

I like to live in this block, everything is close by, the shops are very good, we have the market nearby, we have the church, all this between 108 and 308. The block is complete, it has a club, it has classes until I think the eighth grade, nowadays it has changed a little. I studied in this school, I even have a photo, in 1962 at age 10. I only have this photo, because at the time we did not take many photos, did not care much. You see, this one from here. School Class SQS, super block 108, 4th year. Because formerly it was super block 108, had no super block South, after the South was added because of North Wing, that North Wing had few buildings, then South Wing at that time was better known. They commented that this was the first block, and at 308, Brasilia was inaugurated in 1960, when I arrived here in January 1962, the block was already complete, garden, walks, so I believe it must have been really the first. We have a plaque in all blocks of this area, stating the inauguration of the block… this block was inaugurated in 1958. Female, 65 years old, Asa Sul, Brasilia, Brazil. Identidade do lugar e memórias | Place identity and histories

53


Aqui eu peguei os casarões que eu acho bonito. Lindos! Essa casa está bem na esquina da Feliz da Cunha. Está bem restaurada, pode ver as paredes como estão. É da Universidade, restauraram há pouco tempo, mas já estragaram, está tudo pichado já, infelizmente. Masculino, 70 anos, Centro, Pelotas, Brasil.

Here I captured the mansions that I think are beautiful. Beautiful! This house is right on the corner of Felix da Cunha Street. It is well restored, you can see the walls as they are. It is from the University, they have recently been restored, but they have already been ruined, everything has already been plastered, unfortunately. Male, 70 years old, City Centre, Pelotas, Brazil.

54


O Teatro Guarany tem shows, tem apresentações, tem formaturas. É tudo de bom. Têm palestras, a gente vai a muitas palestras ali. É lindo! Feminino, 68 anos, Centro, Pelotas, Brasil.

The Guarany Theater has shows, has performances, has graduations. It's all good. They have lectures, we go to many lectures there. It's beautiful! Female, 68 years old, City Centre, Pelotas, Brazil.

Identidade do lugar e memórias | Place identity and histories

55


Eles estavam fazendo um projeto de fotografia. Um projeto de lambe-lambe. A gente sentava, tinha uma placa assim dizendo, vão mandar a foto para a gente, um fazia a performance do lambe-lambe e o outro com uma câmera digital, poxa mas que lambe-lambe chique. Pegam o endereço lá no caderno, todo mundo que passava e tirava uma foto, eles prometeram que iam mandar. Feminino, 70 anos, Centro, Belo Horizonte, Brasil.

They were doing a photography project. A project named “lambe-lambe” [wheat-paste]. We'd sit down, have a frame saying that they would send the picture to us, a person would perform and the other with a digital camera. They took our address and everyone passing by took a photo, they promised they would send it. Female, 70 years old, City Centre, Belo Horizonte, Brazil.

56


Essa aí é a feira, a feira de orgânicos que tem no domingo lá na Avenida Affonso Pena com o Alagoas. Sabe onde é a Cabo Park que cruza ali. Atravessa a rua, e eu vou lá todo o domingo, imagina tem que ir 7 horas da manhã porque se não tu chegas 7:30 não tem quase mais nada. Não sei por que o povo levanta tão cedo para ir. É só uma barraca que vem lá de Moeda. Moeda é uma cidade que tem aqui perto, tem uns condomínios lá, tem muita chácara, tem muita casa, tem muito orgânico para aqueles lados. Legumes, frutas, ervas, doces, fubá, mandioca, biscoito. Feminino, 70 anos, Centro, Belo Horizonte, Brasil.

This is the fair, the organic fair that is on Sundays at Affonso Pena Avenue with Alagoas Street. You know where Cape Park crosses. Cross the street, and I go there every Sunday, you must go at 7am otherwise if you arrive at 7:30 there is almost nothing left to purchase. I do not know why the people get up so early to go. It's just a market place that comes from Moeda. Moeda is a city that is near here, there are some condominiums there, there are a lot of houses, it has lots of organic farms. Vegetables, fruits, herbs, sweets, manioc, cassava, biscuit. Female, 70 years old, City Centre, Belo Horizonte, Brazil. Identidade do lugar e memórias | Place identity and histories

57


On a good summers day there is nothing that can compare to this… I couldn’t imagine myself anywhere else. Female, 73 years old, Leith, Edinburgh, UK.

Em um ótimo dia de verão, não existe nada que se compare com isso… Eu não consigo me imaginar em nenhum outro lugar. Feminino, 73 anos, Leith, Edimburgo, Reino Unido.


It’s the connection to the past that gives Leith its identity. You can see that as you walk around. The history and sense of someone being here before. Male, 68 years old, Leith, Edinburgh, UK.

É a conexão com o passado que provêm a identidade de Leith. Você poder ver isso quando caminha pela área. A sensação que alguém já esteve aqui antes. Masculino, 68 anos, Leith, Edimburgo, Reino Unido. Identidade do lugar e memórias | Place identity and histories

59


Essa aí foi um dia, foi nosso almoço de Páscoa, no retiro, olha a vista do retiro. No retiro das Pedras. É um lugar lindo, tem muita casa bonita, mas a urbanização está chegando, um dia vocês vão ver. A minha amiga mora lá e nós fomos almoçar lá. É muito cultivado, plantam muitas coisas, os lotes são pequenos, de um lote você vê o outro, quase ninguém tem muro. E a vista da Serra é maravilhosa. Tem uma época que eu não sei qual, que as cerejeiras estão abertas, se vocês puderem vocês vão ver. Feminino, 70 anos, Centro, Belo Horizonte, Brasil.

This photo was from our Easter lunch, during the retreat, look at the view of the retreat. It is called the retreat of Stones (Retiro das Pedras). It is a beautiful place, there are a lot of beautiful houses, but urbanization is coming, one day you will see. My friend lives there and we went for lunch there. It is very cultivated, they plant many things, the plots are small, from one side of the plot you see the other side, almost no one has a fence. And the view of the hill is wonderful. There's a season that I do not know which, that the cherry trees are open, if you can, you'll see Female, 70 years old, City Centre, Belo Horizonte, Brazil.


O mais importante para mim é essa chácara, que é como minha casa. Eu frequento muito, fim de semana eu vou para lá. Tem um galpão para os guris, que cuidam dos cavalos. A gente faz churrasco. Utilizamos bastante, e meus amigos moram lá. Eles moram lá, a casa deles é lá, eles cuidam, criam vacas, vendem ração e outras coisas. É enorme. Os proprietários não vendem essa chácara, só colocam pessoas para cuidar e arrendam o local. Pagam e me parece que pagam um salário por mês para meus amigos ficarem lá cuidando. Meus amigos têm o negócio deles lá. É um local muito importante isso aí, muito importante. Masculino, 69 anos, Navegantes, Pelotas, Brasil.

The most important thing for me is this farm, which is like my home. I go there a lot, I go there for the weekend. It has a shed for the guris [boys], who take care of the horses. We do barbecue. We use it a lot, and my friends live there. They live there, their house is there, they care, raise cows, sell ‘ração’ [pet food] and other things. It is huge. The owners do not sell this farm, they only put people in there to care and rent the place. They pay and it seems to me that they pay one salary a month for my friends to take care of it. My friends have their business there. It's a very important place, that's very important. Male, 69 years old, Navegantes, Pelotas, Brazil.


Ah, nossa Prefeitura, eu gosto muito! Aqui é a Biblioteca, quando quiseres fazer pesquisas, dizem que o acervo deles é belíssimo. Eu vinha aqui para trabalho de escola, quando elas exigiam algumas coisas que eu não sabia, eu vinha para cá. E muito ‘psiu’ eu ganhei na vida, porque a gente conversava, falando alto. Depois mesmo, de vez enquando eu vinha para o centro e entrava e pegava um livrinho, dava uma olhada e tal, porque eu gosto muito de ler. Feminino, 82 anos, Centro, Pelotas, Brasil.

Oh, that is our Town Hall, I like this very much! Here is the library, when you want to do research, they say that their book collection is beautiful. I used to come here to do my school homework, when they demanded some things that I did not know, I used to come here. And a lot of 'psiu' [shut up] I got in life, because we talked loud. Afterwards, from time to time I would come to the city centre and go to the library and get a book, I would take a look, because I like to read very much. Female, 82 years old, City Centre, Pelotas, Brazil.


Aqui o Grande Hotel, muito lindo. Eu conheço bem, porque quando elas vinham, as representantes, elas ficavam aí. Helena, Colcci, da Art Grey, Elizabeth Arden... elas vinham representando marcas e produtos e ficavam uma semana fazendo maquiagens e vendendo os produtos no hotel. Eu coordenava sempre e andava com elas para mostrar a cidade, como guia. Feminino, 82 anos, Pelotas, Centro, Brasil.

Here is the Great Hotel, very beautiful. I know this well, because when they came, the representatives, they stayed there. Helena, Colcci, Art Gray, Elizabeth Arden... they were representing brands and products and spent a week doing makeup and selling the products at the hotel. I always coordinated and walked with them to show the city, as a guide. Female, 82 years old, City Centre, Pelotas, Brazil.


I love the castle. In my school days I used to sit and look at the castle. Because if my seat was at the window, my attention was directed at the castle. And Helen [school friend] used to say to me ‘you’re not romantic. ‘Helen that’s not true’ because I just used to imagine… I felt we were lucky because we had a castle in our area. Female, 79 years old, Craigmillar, Edinburgh, UK.

Eu adoro o castelo. Nos meus dias escolares eu costumava me sentar e observar o castelo. Por causa que a minha mesa escolar ficava perto da janela, minha atenção era direcionada ao castelo. E Helen [amiga da escola] costumava me dizer ’você não é romantica’. 'Helen isso não é verdade' porque eu costumava imaginar … Eu achava que tinhamos muita sorte por termos um castelo na nossa área. Feminino, 79 anos, Craigmillar, Edimburgo, Reino Unido.

66


O fundador dessa Rua Manoel Caetano da Silva morou aqui nesta casa, eu o conhecia (residência do Sr. Manoel, que era dono das terras do local, que leva o nome da rua). Quando eu vim para cá, em quarenta e poucos, eu conheci o velho, era grande, e já estava velho. Era dono da rua, esta casa foi construída antes de tudo que tem aqui. Tem gente que mora aí, tem quarto aí dentro para pessoa aposentada, pessoas sozinhas, casadas, os moços não moram aí. Masculino, 93 anos, Fragata, Pelotas, Brasil.

The founder of this Manoel Caetano da Silva Street lived in this house, I knew him (Mr. Manoel, the owner of this place, and the street received his name). When I came here, forty years ago, I met the old man, he was big and old. He owned the street, this house was built before everything else here. There are people who live there, there is a room for a retired person, people who are single, married; boys do not live there. Male, 93 years old, Fragata, Pelotas, Brazil. Identidade do lugar e memórias | Place identity and histories

67


LUGARES COMUNITÁRIOS E SOCIAIS COMMUNITY PLACES AND SOCIAL SPACES


It’s a very thriving library… There are a lot of classes here for older people or anybody who wants to know how to use computers and so on, and you can just go to the library… it’s a good meeting place. Female, 78 years Manchester, UK.

old,

Didsbury,

É uma próspera biblioteca… existem várias aulas para os idosos ou para qualquer pessoa que queira saber como utilizar o computador entre outras coisas, e você pode somente ir até a biblioteca. É um ótimo local para encontrar pessoas. Feminino, 78 anos, Manchester, Reino Unido.

Didsbury,


That’s a busy library, that’s my favourite bookshop, the library [laughs]. Well I get the spoken ones ’cos I can knit and sew and listen to the books at the same time. I go there at least once a week, sometimes if I get a pile of books that’s me for 2-3 weeks, about 4 or 5 at a time. Female, 77 years old, Partick, Glasgow, UK.

Esta é uma biblioteca muito utilizada, essa é a minha livraria favorita, a biblioteca [risadas]. Bem, eu consigo seguir as leituras porque eu consigo tricotar e costurar ao mesmo tempo. Eu vou até lá pelo menos uma vez por semana, as vezes quando eu pego uma pilha de livros para mim por 2-3 semanas, vou 4 ou 5 vezes por mês. Feminino, 77 anos, Partick, Glasgow, Reino Unido.


72


And all the neighbours in the street, we gathered together to give the bride a surprise and we collected rose petals and we made a carpet on the ground for her to leave with her bridesmaids and family. And then she went off in the car to her wedding. So that’s how it fits in to this … the street where I live and the area is very friendly. Female, 71 years old, Leith, Edinburgh, UK.

E com todos os vizinhos da rua, nós nos reunimos para oferecer uma surpresa para a noiva e nós coletamos pétalas de rosas e fizemos um carpete no chão para ela passar com as damas de honra e a família. E assim ela seguiu de carro para o seu casamento. É assim que as coisas se encaixam … essa é a rua onde eu moro e é uma área muito amigável. Feminino, 71 anos, Leith, Edimburgo, Reino Unido.

Lugares comunitários e sociais | Community places and social spaces

73


74


They have a meet, chat and enjoy group activities here for older people. A place you can all get together and call home. Female, 66 years Manchester, UK.

old,

Rusholme,

Eles tem um encontro, conversam e curtem o grupo dos idosos. Um local onde todos se juntam e chamam de lar. Feminino, 66 anos, Manchester, Reino Unido.

Rusholme,

Lugares comunitรกrios e sociais | Community places and social spaces

75


Aqui é a feira das pulgas, tem sempre um monte de pessoas, sábado estava cheinha de gente, vai muita gente passear ali, na volta do Mercado. Nos sábados está sempre cheio de gente. Gosto de olhar as coisas antigas que tem ali. Feminino, 68 anos, Centro, Pelotas, Brasil.

Here is the old market, there are always a lot of people, Saturday was full of people, a lot of people will walk there, on the surroundings of the market. Saturday is always full. I'm interested to take a look at the old stuff there. Female, 68 years old, City Centre, Pelotas, Brazil

76


A lot of my life is centred on the church. My friends are from there. We meet up regularly and have a good catch up. Female, 82 years old, Baguley, Manchester, UK.

A maior parte da minha vida ĂŠ centralizada na igreja. Meus amigos sĂŁo da igreja. NĂłs nos encontramos regurlamente. Feminino, 82 anos, Baguley, Manchester, Reino Unido.

78


Once a week, every Friday. It’s called Friday Friends. It’s the company I think, just being able to have a good catch up. I mean, there’s table games. But they never use them, they’re just happy to sit and chat and have a coffee and, you know, this sort of thing. It’s a drop in, you know, people passing and come and get a cup of coffee and that sort of thing, have a chat there. Male, 82 years old, Didsbury, Manchester, UK.

Uma vez por semana, todas as sexta-feiras. Chama-se Amigos da Sexta-feira. É a companhia eu acho, apenas ser capaz de falar. Eu quero dizer, existem mesas de jogos. Mas eles nunca utilizam as mesas, eles são felizes somente de sentar, conversar e tomar um café, você sabe, esse tipo de coisa. Você aparece no local, você sabe, as pessoas que estão passando e entram para tomar um café, esse tipo de coisa, e conversar. Masculino, 82 anos, Disdsbury, Manchester, Reino Unido. Lugares comunitários e sociais | Community places and social spaces

79


It’s the coming together. We sew and make quilts and things but it’s the people. I don’t know what I would do without this place. Female, 82 years old, Easterhouse, Glasgow, UK.

80


Está ficando pronto. Nós costuramos e fizemos colchas e coisas, mas são as pessoas. Eu não sei o que eu faria sem este lugar. Feminino, 82 anos, Easterhouse, Glasgow, Reino Unido.

Lugares comunitários e sociais | Community places and social spaces

81


A foto mostra a capacidade de articulação dos moradores em promover reuniões, eventos festivos... Aqui está uma roda de crianças, tem uma pessoa adulta no meio, coordenando alguma dinâmica e tem outro grupo de crianças um pouco atrás naquele brinquedo chamado trepa-trepa. Isso é uma demonstração da capacidade de articulação e integração dos moradores da quadra em que moramos, e essa integração é feita principalmente por meio de um grupo de WhatsApp, e também da prefeitura da quadra que é muito ativa. Juntam-se as duas forças e esse pessoal consegue sempre promover evento de integração, de direção, envolvendo, adultos, crianças e também idosos, porque onde vão as crianças, vão os pais, os avós. Masculino, 68 anos, Asa Norte, Brasília, Brasil.

The photo shows the capacity of residents in promoting meetings, festive events... Here's a children's wheel, there's an adult in the middle, coordinating some dynamics, and there's another group of kids a little behind in that toy called climber-climber. This is a demonstration of the capacity for integration of the residents of the Super Block in which we live, and this integration is done mainly through a WhatsApp group, and also the city hall that is very active. They join two forces and these people are always able to promote integration, direction, involving adults, children, and the older adults, because where the children go, the parents, the grandparents go too. Male, 68 years old, Brasilia, Asa Norte, Brazil. Lugares comunitários e sociais | Community places and social spaces

83


There’s a lot to do in Govanhill if you can find it. I go to an arts class and I do things by myself but also as a group. It gives you the chance to meet people and socialise. It keeps the brain ticking over. Female, 65 years old, Govanill, Glasglow, UK.

Existem muitas coisas para se fazer em Govanhill, se você pode encontrá-las. Eu frequento classes de artes e faço coisas sozinha e também em grupo. Com isso você pode encontrar pessoas e socializar. Mantém a mente em funcionamento. Feminino, 65 anos, Govanhill, Glasgow, Reino Unido.

84


They know everybody. You see that’s the good thing about the club. When the club started up, yes certain people knew certain people. But they didn’t know the other ones. They know everybody now. So if you go into a place and everybody that’s sitting there, say 30 people sitting there for talking’s sake, and you know everybody, and everybody knows you, you don’t feel left out. You feel part of it. You’re one of them. Male, 62 years old, Easterhouse, Glasgow, UK.

Eles conhecem todo mundo. Você vê que essa é uma boa coisa do clube. Quando o clube começou, sim algumas pessoas conheciam algumas pessoas. Mas eles não conheciam outras pessoas. Eles conhecem todo mundo agora. Então quando você vai até um local e todos que estão sentados ali, digamos 30 pessoas sentadas no local conversando, e você conhece todo mundo, você não se sente excluído. Você se sente parte do grupo. Você é um deles. Masculino, 62 anos, Easterhouse, Glasgow, Reino Unido.

86


Nós, no clube! Muitas piscinas térmicas, lá recebe muito pessoal de competição, essas coisas, até jogo estadual. Tem quadras, muitas quadras, seis ou sete piscinas, assim piscina olímpica, aquelas que têm trampolim, que salta lá dos dez, quinze metros à vinte. Tem aula de ginástica e hidroginástica. Feminino, 74 anos, Centro, Belo Horizonte, Brasil.

We are here in the social club! A lot of hot swimming pools, where there are swimming competitions. There are many sport squares, six or seven swimming pools, Olympic pools, with trampoline, people jump from them at a height of 15 meters to 20. There is also gym and hydro gymnastics classes. Female, 74 years old, City Centre, Belo Horizonte, Brazil.


In terms of cultural influence and how useful it is for the community. It’s a very active theatre so it’s important, as is the Dominion Cinema. These are also places where people have spent time in the past and which have meaning to people. They should be central to every community. Male, 75 years old, Morningside, Edinburgh, UK.

90


Em termos da influência cultural e como isso é importante para a comunidade. Este é um teatro bem ativo então é importante, como o cinema Dominion. Esses são lugares que as pessoas utilizavam no passado e que possuem um significado para elas. Eles devem ser centrais para todas comunidades. Masculino, 75 anos, Morningside, Edimburgo, Reino Unido. Lugares comunitários e sociais | Community places and social spaces

91


It’s helped me [attending the Thistle] because I had an illness. To try and concentrate and focus on certain things was a problem. I used to do a lot of the things before the illness. It’s helping me to get back to there because with the wife’s disability, I can now do the cooking. So the two of us can look after each other. Male, 72 years old, Craigmillar, Edinburgh, UK.

Isto me ajudou [visitando o Thistle] porque eu estava doente. Tentar me concentrar e focar em algumas coisas era um problema. Eu costumava fazer várias coisas antes da doença. Está me ajudando a retornar para lá porque com o problema de saúde da minha esposa, eu posso cozinhar agora. Então nós dois podemos cuidar um do outro. Masculino, 72 anos, Craigmillar, Edimburgo, Reino Unido.

92


Lugares comunitรกrios e sociais | Community places and social spaces

93


I go to a club down Platt Lane, it is called Trinity House and I go there on a Wednesday and on a Friday. Well Wednesday we have like a little club where you make things, that is one painting there on the unit… Well I came in and said to my daughter, “Oh this is what I have done today” and she said “Wow, I couldn’t do that,” of course you could, anybody could. Well you feel proud of yourself once you have done it. Female, 72 years old, Rusholme, Manchester, UK.

Eu vou para o clube na Rua Platt, ele é chamado Casa Trinity e eu vou todas as quartas e sextas-feiras. Bem, nas quarta-feiras nós temos um pequeno clube onde fazemos coisas como pinturas. Bem, um dia quando eu voltei do clube e disse para minha filha,"Oh, veja o que eu fiz hoje” e ela disse “Eu não poderia fazer isso”, claro que você poderia, qualquer pessoa pode. Bem, você se sente orgulhosa quando você faz isso. Feminino, 72 anos, Rusholme, Manchester, UK.

There’s nothing [around here]… we have to go right over to the Lifestyle Centre, which is not far from Civic Centre. I honestly feel what this place needs here is something like this Lifestyle Centre. They’ve got something in Benchill that was built. But that’s over the motorway. There’s nothing on this side from Green Briar Road.” Female, 75 years old, Baguley, Manchester, UK.

Não há nada [perto daqui] … nós precisamos ir diretamente para o Lifestyle Centre, que não fica tão distante do Centro Civil. Honestamente eu sinto que precisamos aqui algo parecido com o Lifestyle Centre. Eles possuem algo em Benchill que foi construído. Mas é do outro lado da estrada. Não existe nada nesse lado da Rua Green Briar. Feminino, 75 anos, Baguley, Manchester, Reino Unido.

94


96


Às vezes para esperar que chegue o meio dia venho aqui. Aqui dou uma caminhadinha, paro, encontro um, às vezes me sento um pouquinho no calçadão para prosear, como diz o gaúcho. Sempre encontro alguém para conversar. É minha zona preferida de caminhar. Masculino, 75 anos, Centro, Pelotas, Brasil.

Sometimes to wait until midday arrives, I come here. Here I walk, stop, meet someone, sometimes I sit a little on the sidewalk to chat. I always find someone to talk to. It is my favourite area for walking’. Male, 75 years old, City Centre, Pelotas, Brazil. Lugares comunitários e sociais | Community places and social spaces

97


ÁREAS VERDES PARA O BEM-ESTAR GREEN SPACES FOR WELLBEING


I come down here everyday. You can get away from the noise. They have decided to sell this land and it will be developed on. We should be trying to retain these spaces within the community. Male, 74 years old, Morningside, Edinburgh, UK.

Eu venho aqui todos os dias. Você pode ficar longe do barulho. Eles decidiram vender essa área para a construção civil. Nós deveríamos tentar manter esse espaço para a comunidade. Masculino, 74 anos, Morningside, Edimburgo, Reino Unido. Áreas verdes para o bem estar | Green spaces for wellbeing 101


You actually feel connected with things [having and using the allotment]. It’s a creative thing. It’s a really nice environment, and you can just get lost there. It’s really nice. You feel just satisfied. It’s almost kind of a spiritual thing. People really feel very passionate I think about just being there. It’s like being in another world. It sounds corny but it’s about being in touch with nature. It is natural. You see immediate results from what you have done. Female, 65 years old, Rusholme, Manchester, UK.

102


Você se sente conectada com as coisas [tendo e utilizando as hortas comunitárias]. É uma atividade criativa. É um ótimo ambiente e você pode ficar perdida nele. É muito bom. Você se sente satisfeita. É quase uma atividade espiritual. As pessoas adoram só de ficar lá. É como estar em um outro mundo. Parece estranho, mas é como estar conectada com a natureza. É natural. Você vê resutados imediatos pelo que fez. Feminino, 65 anos, Rusholme, Manchester, Reino Unido.

Áreas verdes para o bem estar | Green spaces for wellbeing 103


104


Community gardens can bring people together and get people out of the house. You can learn new skills. Male, 78 years old, Craigmillar, Edinburgh, UK.

Jardins comunitários podem atrair pessoas e tirá-las de casa. Você pode aprender e adquirir novas habilidades. Masculino, 78 anos, Craigmillar, Edimburgo, Reino Unido.

Áreas verdes para o bem estar | Green spaces for wellbeing 105


It’s all about active and healthy ageing. Keeping fit and keeping the brain stimulated. If you start to feel old, you will be old. I stay active. We’re privileged in Manchester in that we have great access to the outdoors and I’m part of a walking group where we all meet up. Female, 78 years old, Rusholme, Manchester, UK.

É tudo sobre ser ativa e saudável com a idade. Manter-se fit e com a mente estimulada. Se você começa a se sentir velha, você se tornará velha. Eu me mantenho ativa. Nós somos previligiadas em Manchester por termos acesso a vida ao ar livre e eu faço parte do um grupo de caminhada onde nós todos nos encontramos. Mulher, 78 anos, Rusholme, Manchester, Reino Unido. Áreas verdes para o bem estar | Green spaces for wellbeing 107


Eu quis mostrar nesta foto, por exemplo, olha essa árvore, o valor de uma árvore, deve ser quase centenária... e a gente fica ali olhando, a mistura da cidade com o céu. Feminino, 78 anos, Anchieta, Belo Horizonte, Brasil.

I wanted to show in this photo, for example, look at this tree, the value of a tree, it must be almost a hundred years old ... and we're standing there looking, the mixture of the city and the sky. Female, 78 years old, Anchieta, Belo Horizonte, Brazil.

108


Com esse azul do céu. Muito linda! E tem uma bem alta, uma bem bonita que é perto ali dos guardas florestais, essa aí também é muito bonita. Eu gosto demais! Essa daí é do Parque, pega os blocos de frente. Acho que é do parque, a parte lá da frente. A paisagem lá do Parque, tem árvores, umas muito bonitas, as plantas bonitas, as árvores altas. De verde, eu gosto muito de verde. Feminino, 67 anos, Asa Norte, Brasília, Brasil.

With this blue sky. Very beautiful! And it has a very high [tree], a beautiful one that is near the guards who protect the forest, that one is also very beautiful. I like it so much! This one is from the park, the front area of the block. I think it is from the park, the part from the front. The landscape there of the park, has trees, some very beautiful, beautiful plants, tall trees. All very green, I like green a lot. Female, 67 years old, Asa Norte, Brasilia, Brazil. Áreas verdes para o bem estar | Green spaces for wellbeing 109


Eis a Praça Floriano Peixoto. Ela é cuidadinha, eu acho que ela é como se fala, adotada, e eles cuidam, cuidam mesmo. Tem o hospital em frente, eles fazem exercícios em certas épocas, armam coisas lá, fica um monte de gente fazendo exercício, é animado. Olha gente, como é bonita a praça, até limpa ela é, inacreditável, ela é limpa também! Para provar eu fiz uma fotografia, aqui, ela é cuidada, num dia comum e você vê, estavam limpando, chama a atenção a limpeza dela não chama. Feminino, 63 anos, Centro, Belo Horizonte, Brasil.

This is Floriano Peixoto Square. The square has been looked after. I think it is as it says, adopted, and they take care of it. There is a hospital in front, they have exercises at certain times, they love it, there are lots of people exercising there, it's a lively square. Look people, how beautiful is the square, it is clean, unbelievable, it is so clean. As a proof, I took a photograph, here, it is being looked after on an ordinary day and you see, they were cleaning it. The cleanliness of the square attracts our attention. Female, 63 years old, City Centre, Belo Horizonte, Brazil.

110


That’s where I relax, and you need to go out in the garden more than anywhere else. And it’s job satisfaction when you put your plants and you see them growing. That’s my wee bit of heaven, that’s my wee garden!... It’s tiny, it’s tiny really ‘cos I had a garden three times that size, but that’s big enough for me now, you know, I’m nearly 80. […] and I don’t have to cut the lawn, you can use your imagination. Female, 77 years old, Partick, Glasgow, UK.

112


Aqui é onde eu relaxo, e você precisa ir ao jardim mais do que em outro local. Você se sente satisfeita quando planta suas plantas e vê elas crescerem. Este é o meu paraíso, meu jardim. Ele é pequeno, porque eu tive um jardim três vezes o tamanho atual desse, mas esse tamanho é o suficiente para mim que tenho quase 80 anos ... Eu não preciso cortar a grama, você pode usar sua imaginação. Feminino, 77 anos, Partick, Glasgow, Reino Unido.

Áreas verdes para o bem estar | Green spaces for wellbeing 113


You wouldn’t realise you were less than a mile from the city… you can hear a pin drop. Female, 86 years Manchester, UK.

old,

Rusholme,

Você não percebe que você está somente a uma milha da cidade... você pode escutar um pingo caindo. Feminino, 86 anos, Manchester, Reino Unido.

Rusholme,


There are vast open green spaces in Leith. A place to come on your own. To think. Male, 65 years old, Leith, Edinburgh, UK.

116


Existe um vasto espaço de área verde em Leith. Um local para você vir sozinho. Para pensar. Masculino, 65 anos, Leith, Edimburgo, Reino Unido.

Áreas verdes para o bem estar | Green spaces for wellbeing 117


We appreciate the countryside, we love the wildlife but we also have everything on our doorsteps. That’s what’s great about Didsbury. It’s close to the city but you could be in the countryside. Female, 77 years old, Didsbury, Manchester, UK.

Nós apreciamos o campo, nós adoramos a vida selvagem, mas nós temos acesso a tudo isso na nossa porta. Isso é o que é bom sobre Didsbury. É perto da cidade e também do campo. Feminino, 77 anos, Didsburty, Manchester, Reino Unido.

118


119


Uma professora fez uma campanha linda para a criação deste Parque, e o governo do Distrito Federal na época, criou esse Parque Olhos d’água, que hoje é um espaço maravilhoso onde existe um espaço para idosos com uma academia ao ar livre, espaço para crianças, para você se deleitar olhando a natureza, tem fontes de água, são duas fontes de água, e olha que pássaros eu encontrei, que aves eu encontrei aqui, faisão, galinha da guiné. Esta é galinha da angola, é que a gente chama galinha guiné, aquela que fala, “tô fraco, tô fraco, tô fraco”, quando criança a gente gostava de imitar. Olha esta fonte de água aqui do Parque, isso é maravilhoso, a água cristalina descendo, brotando lá das rochas, e correndo sobre o solo, dizendo “Deus Obrigada, eu estou aqui para servir aos teus filhos, os animais, as plantas, os seres humanos”. É maravilhoso! Feminino, 71 anos, Asa Norte, Brasília, Brasil.

A teacher made a beautiful campaign for the creation of this park, and the government of the Federal District at the time, created this park called Olhos d'água, which today is a wonderful space, has a space for the older people with an outdoor gym, has space for children, for you to enjoy looking at nature, has two water fountains and look what birds I found here, pheasant, guinea fowl. We call guinea fowl, the one that speaks, "tô fraco, tô fraco, tô fraco", as a child we liked to imitate it. Look at this water fountain here in the park, that's wonderful, the crystal-clear water coming down from the rocks and running on the ground, saying, "Thanks God, I'm here to serve your children, animals, plants, human beings”. It's wonderful! Female, 71 years old, Asa Norte, Brasilia, Brazil.


There are vast open green spaces in Leith. A place to come on your own. To think. Male, 65 years old, Leith, Edinburgh, UK.

Existe um vasto espaço de årea verde em Leith. Um local para você vir sozinho. Para pensar. Masculino, 65 anos, Leith, Edimburgo, Reino Unido.

121


Essas árvores, elas cresceram e elas perderam o rumo, olha aí como elas ficaram. Esse aí é o pessoal que joga damas. Não, não é dama, é dominó. É linda. Elas cresceram, eram para ficar em pé, mas elas perderam o rumo... se entortaram. Aí o povo começa a sentar ali. Crianças brincam. Uma pracinha, ficou assim, naturalmente, uma pracinha. Não, não é Cajueiro. Eu conheço muito caju. Cajueiro é diferente. Essa é do Cerrado mesmo. Feminino, 64 anos, Asa Sul, Brasília, Brasil.

These trees, they grew up and they lost their way, look how they are. These are the people who play games. They play dominoes. It is beautiful. They grew up [the trees], they were to stand, but they lost their way... they bend. Then the people begin to sit there. Children play. Female, 64 years old, Asa Sul, Brasilia, Brasil.

123


I use the parks all the time… I walk through here with my grandchildren… there are always activities going on here. Female, 74 years old, Rusholme, Manchester, UK.

Eu frequento os parques todo o tempo… Eu caminho aqui com os meus netos… sempre existem atividades acontecendo aqui. Feminino, 74 anos, Rusholme, Manchester, Reino Unido. Áreas verdes para o bem estar | Green spaces for wellbeing 125


Parsonage Gardens. A little oasis. I don’t know what I would do without this. Female, 72 years old, Didsbury, Manchester, UK.

126


Parsonage Gardens. Um pequeno oásis. Eu não sei o que eu faria sem esse lugar. Feminino, 72 anos, Didsbury, Manchester, Reino Unido.

Áreas verdes para o bem estar | Green spaces for wellbeing 127


We’ve got a number of parks nearby, families have dogs and there’s an old adage that dogs and children get you talking to each other, talking to strangers and that’s definitely so. Female, 71 years old, Leith, Edinburgh, UK.

Nós temos vários parques perto, famílias possuem cachorros e existe um provérbio que diz que cachorros e crianças conversam entre eles, falam com estranhos e isso realmente acontece. Feminino, 71 anos, Leith, Edimburgo, Reino Unido.

128


The park brings people together of all ages. Intergenerational spaces for young and old. We want spaces for all ages not only older people. Male, 77 years old, Morningside, Edinburgh, UK.

O parque junta pessoas de todas as idades. Espaรงos intergeracionais para os jovens e velhos. Nรณs queremos espaรงos para pessoas de todas as idades e nรฃo somente para os adultos mais velhos. Masculino, 77 anos, Morningside, Edimburgo, Reino Unido.


132


Essa primeira foto é de um pôr do sol, aqui na quadra nós temos o privilégio de assistir ao pôr do sol todos os dias, devido à imensa área verde que nós temos em frente à quadra, e por coincidência no momento da foto tinha um cachorro bem branquinho que eu resolvi pegá-lo para dar contraste com certa penumbra do crepúsculo. Nesse local, todas as tardes, diversas pessoas vão até aqui, sentam-se na grama e ficam olhando o pôr do sol até ele sumir na serra, no horizonte, é um dos passatempos dos moradores. Masculino, 68 anos, Asa Norte, Brasília, Brasil.

This first photo is of a sunset, here in our area. We have the privilege of watching the sunset every day, due to the huge green area that we have in front of the courtyard, and coincidentally at the time of the photo had a very white dog that I decided to take it to give contrast to the twilight penumbra. In this place, every afternoon, several people come here, sit on the grass and watch the sunset until it disappears in the mountains, on the horizon, is one of the pastimes of the residents. Male, 68 years old, Asa Norte, Brasilia, Brazil.

I do like churches, I like church yards. I think you can do it anywhere in Edinburgh. To get away from the busy road and you can just come and walk through and it’s tranquil, it’s peaceful, nothing’s changed in like a hundred years. Female, 65 years old, Leith, Edinburgh, UK.

Eu gosto de igrejas, eu gosto dos jardins das igrejas. Eu acho que você pode fazer isso em qualquer lugar em Edimburgo. Para fugir das ruas movimentadas, você poder caminhar nesses locais tranquilos, onde nada mudou em centenas de anos. Feminino, 65 anos, Leith, Edimburgo, Reino Unido. Áreas verdes para o bem estar | Green spaces for wellbeing 133


Olha como fica o dia, está amanhecendo, você está vendo como fica, lindo demais, eu sou apaixonada... É o nascer e o pôr do sol, mas o nascer é mais alegre, é mais cedo, está começando, o pôr do sol já está indo, vai escurecer, eu acho lindo! Mas eu acho mais lindo, eu fico muito alegre com o nascer do sol, é algo bom que me deixa bem, eu contemplo, contemplo em oração, eu agradeço a Deus por isso, nossa a mão de Deus, tudo que ele faz é lindo, é perfeito. Eu acho mais fresquinho, é mais saudável, eu me sinto bem. É rapidinho, quando ele começa a clarear, eu coloquei para ver, em seguida eu tirei a outra foto rapidinho, ele fica dourado e fica vermelhinho, aquele vermelhão bonito... Nossa, acho que os hormônios até melhoram. Às vezes eu saio nesse horário, 6 horas da manhã. A caminhada para mim é importante, tanto que eu cuido da minha parte física quanto da mental, da espiritual. Quando eu caminho com minhas amigas, a gente faz uma oração espontânea... e vamos e oramos, fazemos oração e a gente já está cuidando do nosso físico, mas também do nosso espiritual. Feminino, 67 anos, Granja do Torto, Brasília, Brasil.


Look how the day is, it's dawning, you see how it looks, it's so beautiful, I'm in love... it's sunrise and sunset, but the sunrise is more cheerful, it's early, it's starting, the sunset is already going, it's going to get dark, I think it's beautiful! But I think it's more beautiful, I’m very happy with the sunrise, it is a good thing that makes me well, I contemplate, I contemplate in prayer, I thank God for it, the hand of God, everything he does is beautiful, it is perfect. I think it's cooler, it's healthier, I feel good. It's quick, when it starts to lighten, I put it to see, then I took the other photo quickly, it turns golden and turns red, that beautiful vermilion... Wow, I think that even the hormones get better. Sometimes I leave at 6 o'clock in the morning. The walk for me is important, so much so that I take care of my physical part as well as the mental, the spiritual. When I walk with my friends, we do a spontaneous prayer... and we go and pray, we pray and we are already taking care of our physique, but also of our spiritual. Female, 67 years old, Granja do Torto, Brasilia, Brazill.


NÃO LUGARES NON PLACES


At the moment this is an open space and we’re not doing anything with it. It could be used to provide opportunities for older people to meet… a community garden, some benches. Female, 70 years old, Easterhouse, Glasgow, UK.

No momento, este é um espaço aberto e não estamos fazendo nada com ele. Ele poderia ser usado para oferecer oportunidades para pessoas idosas se encontrarem... uma horta comunitária, alguns bancos. Feminino, 70 anos, Easterhouse, Glasgow, Reino Unido.


People forget how much green space we’ve got in the area. It’s a place for families to spend time but there needs to be more in the park to bring the community out. Male, 65 years old, Baguley, Manchester, UK.

As pessoas esquecem a quantidade de espaço verde que temos nessa área. É um lugar para as famílias passarem o tempo, mas é preciso que haja mais atrações no parque para trazer a comunidade para cá. Masculino, 65 anos, Baguley, Manchester, Reino Unido.


Certain spaces look like they were not meant for people. Male, 65 years old, Leith, Edinburgh, UK.

Certos espaços parecem que não foram feitos para pessoas. Masculino, 65 anos, Edimburgo, Reino Unido.

Leith,


142


You have to get your imagination going but, if that could be landscaped, it could be a beautiful garden you know. It could be a beautiful outside garden. There is so much space here. I don’t know who owns the space but it is not looked after. Half of this could be community allotments. We could be growing food for everybody [….] and it could be a beautiful community hub. Female, 63 years old, Baguley, Manchester, UK.

Você tem que estimular sua imaginação, mas, se isso pudesse ser planejado, poderia ser um belo jardim. Poderia ser um belo jardim externo. Há tanto espaço aqui. Eu não sei quem é dono do espaço, mas ele não é cuidado. Metade desse espaço poderia ser transformado em uma horta comunitária. Poderíamos cultivar alimentos para todos [...] e poderia ser um belo centro comunitário. Feminino, 63 anos, Baguley, Manchester, Reino Unido. Não lugares | Non places 143


144


This space here could be better utilised, mostly older people come and do their shopping here but they’ve got no place to sit down and socialise or rest before going back home. Female, 65 years old, Leith, Edinburgh, UK.

Este espaço aqui poderia ser melhor utilizado, principalmente pelas pessoas mais velhas que transitam e fazem suas compras aqui, eles não têm lugar para se sentarem e socializarem ou descansarem antes de voltar para casa. Feminino, 65 anos, Leith, Edimburgo, Reino Unido.

Não lugares | Non places 145


Well I don’t think that’s very friendly, because actually the centre of town is not very friendly if it’s all high rise because you notice the lower level is not actually very user friendly. It’s all to do with cars and garages and all that sort of thing. So people are living at the top there causing a shadow. And also sometimes things have been knocked down which were very pleasant and very, you know, there’s a scale which is nice to have. Is there any reason why we should suddenly become New York, really? Not really. And it turns out it’s just a lot of people with a lot of money. Female, 78 years old, Rusholme, Manchester, UK.

Bem, eu não acho que isso seja muito amigável, porque na verdade o centro da cidade não é muito amigável, pois é todo com prédios altos, e ainda mesmo no térreo não é realmente muito fácil de usar. Tudo tem a ver com carros e garagens e todo esse tipo de coisa. Então as pessoas estão vivendo na altura causando uma sombra. E também às vezes as coisas foram derrubadas, o que foi muito agradável e muito, você sabe, há uma porcentagem que é legal ter. Existe algum motivo para nos tornarmos de repente Nova York? Na verdade não. E parece que são muitas pessoas com muito dinheiro. Feminino, 78 anos, Rusholme, Manchester, Reino Unido.

146


NAVEGANDO NO BAIRRO E ATIVIDADE FÍSICA NAVIGATING THE COMMUNITY AND PHYSICAL ACTIVITY


There are few crossing places to cross the main road but what do you do if you’ve got to get to the shop. Female, 93 years old, Rusholme, Manchester, UK.

Há poucos lugares para atravessar a rua principal, mas o que você faz se precisar ir até a loja? Feminino, 93 anos, Rusholme, Manchester, Reino Unido.

151


The roads round here are absolutely dreadful. Going up and down this road is terrible. My husband used to have a mobility scooter and he said to me he didn’t need to use it anymore and he said you have it, and I said I am not using it. I came round in it once but I was terrified of falling, because the pavements are not even the roads are not even, so you are up and down and off and if it tips over I couldn’t get up because I can’t put any pressure on my knees at all so I would struggle to get up. Female, 70 years Manchester, UK.

old,

Baguley,

As ruas aqui são absolutamente terríveis. Andar para cima e para baixo nesta rua é terrível. Meu marido costumava ter um patinete e ele me disse que não usava mais, e disse para eu usar, e eu disse que não estava usando. Eu usei o patinete aqui na rua uma vez, mas eu fiquei apavorada de poder cair, porque as calçadas não são planas, nem as ruas são plana, e se você anda para cima e para baixo e cai, eu não conseguiria me levanter porque não posso colocar pressão nos meus joelhos, eu sofreria para poder me levantar. Feminino, 70 anos, Baguley, Manchester, Reino Unido.

152


The problem is the tram stops are not accessible, the tram itself right here… if you are an old lady that lives here, right, it’s ok to get to the tram but if you live on the other side of the road you can’t get to the tram… it’s a long way, it’s a long walk. So, they are not accessible for people with mobility issues. Female, 63 years old, Baguley, Manchester, UK.

O problema é que as paradas do bonde não são acessíveis … se você é uma pessoa idosa que reside aqui, certo, tudo bem chegar até o bonde , mas se você mora no outro lado da rua você não consegue chegar no local para pegar o trem... é um longo caminho, é uma longa caminhada. Então, eles não são acessíveis para pessoas com problemas de mobilidade. Feminino, 63 anos, Baguley, Manchester, Reino Unido.

153


Ele é um banco lindo não é, eu gosto! Ele é bonitinho demais, uma coisa antiga, retrô, eu gosto. Eu gosto também porque é de madeira, tem certos tipos de coisas que você faz que esquentam, esfriam, e esse daqui é gostosinho... Feminino 63 anos, Centro, Belo Horizonte, Brasil.

It is a beautiful bench, isn’t it, I like it! It is so cute, an old bench and I like it. I also like it because it's made of wood, there are certain kinds of benches that warm up, cool, and this one is nice... Female 63 years old, City Centre, Belo Horizonte, Brazil.

154


You know what? There’s not many places to sit. You know I was saying my husband has got two sticks, so there is no seat, there you could have a sit there. But it’s really very few places ‘cos he needs a rest, after a while out his legs get sore so yeah, there are very few places to sit. I mean, you could in the park but he would feel very strange: a man on his own… he might just feel uncomfortable, you know. Female, 64 years old, Partick, Glasgow, UK.

Você sabe o que? Não há muitos lugares para se sentar. Você sabe, eu estava dizendo que meu marido tem duas bengalas, não há nenhum assento lá. Realmente há poucos lugares porque ele precisa de um descanso, depois de um tempo as pernas dele ficam doloridas, então sim, há muito poucos lugares para se sentar. Quero dizer, você poderia ir no parque, mas ele se sentiria muito estranho: um homem sozinho... ele pode se sentir desconfortável, você sabe. Feminino, 64 anos, Partick, Glasgow, Reino Unido. Navegando no bairro e atividade física | Navigating in the community and physical activity 155


This is the bus stop into town… this is the point. See the stairs. There is no access for a wheelchair. If you want to get to the bus stop you have to go that way to the end, turn left, turn right and then get onto a path. There is no direct route. Female, 70 years old, Easterhouse, Glasgow, UK.

Esta é a parada de ônibus para a cidade ... esta é a parada. Veja as escadas. Não há acesso para uma cadeira de rodas. Se você quiser chegar a parada de ônibus, você tem que ir até o fim, virar à esquerda, virar à direita e, em seguida, andar e pegar o caminho. Não há um caminho direto. Feminino, 70 anos, Easterhouse, Glasgow, Reino Unido.

156


Navegando no bairro e atividade fĂ­sica | Navigating in the community and physical activity 157


This walker is terrible on the pavements… it bounces all over the place… If I had a good pavement all the way down I would get up and down no bother… I like Morningside. I just wish I had better access to it… The furthest I can go is Sainsbury’s [end of the road]… otherwise I get exhausted. Male, 84 years old, Morningside, Edinburgh, UK.

Este andador é péssimo nas calçadas… ele pula por todo o lado… Se tivesse um bom pavimento por todo o caminho, subiria e desceria sem incomodar… Eu gosto de Morningside. Eu só gostaria de ter mais acesso aos lugares. O local mais longe que eu posso ir é no supermercado Sainsbury [fim da rua]… caso contrário, eu fico exausto. Masculino, 84 anos, Morningside, Edimburgo, Reino Unido.

158


Essa foto aqui é de uma rua perpendicular à Avenida Francisco Deslandes e eu tirei para ver como é que é tão inclinada que tem degrau na própria rua. Feminino, 62 anos, Anchieta, Belo Horizonte, Brasil.

This photo is from a perpendicular street of Francisco Deslandes Avenue and I took it to show its inclination that it has a step in the street itself. Female, 62 years old, Anchieta, Belo Horizonte, Brazil. Navegando no bairro e atividade física | Navigating in the community and physical activity 159


A gente usa para fazer a ginástica, eu gosto mais de caminhada, mas a gente usa um pouco, muita gente vai aí. Para ir lá pelo menos antes tem que aprender, para depois fazer direitinho... Porque ginástica mal feita pode dar problema sério, né? Feminino, 78 anos, Anchieta, Belo Horizonte, Brasil.

We use to do gymnastics, I like to walk more, but we use a little, a lot of people go there. To go there at least before you have to learn, and then do it right... Because badly done gymnastics can be a serious problem, right? Female, 78 years old, Anchieta, Belo Horizonte, Brazil.


Tem uns três dias só que fizeram, do lado do meu bloco, calçada nova, a anterior estava quebrada, aqui também ó, essa daqui já é indo lá para o metrô, esse passeio aqui dá acesso ao metrô. Eles fizeram uma calçada bem larga. Aqui é embaixo do meu bloco, eu quis tirar a foto porque quando a quadra foi inaugurada, não usava ainda granito ou mármore nas pilastras, era um outro material e eu estou até me lembrando que era, uma placas de cimento, e entre uma placa de cimento e outra tinha aquelas pedras redondinhas, que hoje em dia usam na jardinagem, era dessa maneira, ali fora os pilotis. Aqui fizemos um revestimento de mármore, que também era em alvenaria, aí hoje em dia os blocos estão sendo reformados, antigamente não tinha portaria, o porteiro ficava dentro, hoje em dia, todos os blocos tem, isso que não é mais novidade. Feminino, 65 anos, Asa Sul, Brasília, Brasil.

There are only three days that they did, on the side of my block, a new sidewalk, the previous one was broken, here, too, this one is already going there to the subway, this walk here gives access to the subway. They made a wide sidewalk. Here it is under my block, I wanted to take the photo because when the block was inaugurated, they still did not use granite or marble on the pilasters, it was another material and I am even reminding myself that it was a cement slab and between a plate of cement, and another had those round stones, which they nowadays use in gardening, this was the way out there, the pilotis. Here we are covered with marble, which was also masonry, nowadays the blocks are refurbished, before there was no doorman, the doorman was inside, nowadays, all the blocks have one, which is nothing new. Female, 65 years old, Asa Sul, Brasília, Brazil.

162


See this pavement here is so broken compared to the ones we’ve been on. I feel it’s much more lumpy and bumpy […] and the farther up the road you go that way the worse the pavements become. And the roads around here are very bad. I have to be very careful about where I choose to cross because the potholes, they are quite dangerous […] so I got somebody to come with me to say where is the best place to cross. And sometimes I know it’s naughty of me, but sometimes when I’m walking up, let’s say I’m going to [friend’s place] I walk on the cycle lane because that much better than the pavements…. but I wouldn’t walk on the street at night, but if I do I would wear a high visibility jacket. Female, 76 years old, Morningside, Edinburgh, UK.

Veja esta calçada aqui, está tão quebrada em comparação as outras que estivemos. Eu sinto que é muito mais irregular e acidentada [...] e quanto mais você sobe a rua, pior as calçadas se tornam. As ruas por aqui são muito ruins. Eu tenho que ser muito cuidadosa, onde eu escolho para atravessar, porque os buracos são muito perigosos [...] eu tenho alguém que vem comigo para me dizer onde é o melhor lugar para atravessar. As vezes eu sei que é errado da minha parte, mas às vezes quando estou subindo, digamos que eu vou para [casa de um amigo] eu ando na ciclovia porque é muito melhor do que a calçada ... mas eu não andaria na rua à noite, mas se eu precisar, eu iria usar uma jaqueta de alta visibilidade. Feminino, 76 anos, Morningside, Edimburgo, Reino Unido.


It must be quite difficult for any person that’s bad at walking and having to go like that, in and out of these billboards, because you’ve got people coming towards you, now if you’ve got to move, to get away from the billboards and go in-between the people, you should be able to walk straight. It’s all barriers. No, I don’t think it stops people coming out but it makes it quite awkward for them, you know? I mean, there are a lot of people who are older, like, that is the pattern of their day, getting out to go shopping. It’s only when they go shopping that they get to go out. Male, 86 years old, Morningside, Edinburgh, UK.

Deve ser muito difícil para qualquer pessoa que tenha dificuldade de caminhar e ter que ir assim mesmo, dentro e fora desses outdoors, porque você tem pessoas vindo em sua direção, agora se você tem que se mover, para passar entre as pessoas, você deve ser capaz de andar em linha reta. São todas as barreiras. Não, eu não acho que isso impeça as pessoas de saírem, mas isso torna as coisas mais difícies para elas, sabe? Quero dizer, há muitas pessoas que são idosas, tipo, esse é o padrão do seu dia, sair para fazer compras. Eles só saem de casa quando vão fazer compras. Masculino, 86 anos, Morningside, Edimburgo, Reino Unido.


There are two seats in most of the new buses: one is for wheelchairs and disabled people; the others for prams and disabled people. But the priority originally was disabled wheelchairs, and disabled people, elderly people and then prams. But the people with the prams now come on, even the drivers don’t know what to do, it’s like they’ll come on, they’ll wheel the prams, you’ve got to move, I need this seat. And I say well I can’t fold up my dog so I’m not moving! Female, 64 years old, Leith, Edinburgh, UK.

Há dois assentos na maioria dos ônibus novos: um é para as cadeiras de rodas e pessoas com deficiência; os outros para carrinhos de bebê e pessoas com deficiência. Mas a prioridade era para as cadeiras de rodas e pessoas com deficiência, idosos e depois carrinhos de bebê. Mas as pessoas com os carrinhos de bebê agora vêm, até mesmo os motoristas não sabem o que fazer, é como se eles viessem, eles viram os carrinhos de bebê, você precisa se mexer, eu preciso desse lugar. E eu digo, eu não posso dobrar meu cachorro, então eu não vou me mexer! Feminino, 64 anos, Leith, Edimburgo, Reino Unido.


On that side, on Leighton Avenue we’ve got a bus shelter. Well you can say, it just stands up and a roof on. There’s no seat, there’s no sides on it, no seats on it. On my side here there’s no bus shelter. They put stumps in. Well there’s a little stump there and it’s just about that high and it’s just high enough for me to sit on. So I used to sit on that. But of course when it’s raining you can’t sit on it because it’s wet… so I don’t go. Female, 92 years old, Baguley, Manchester, UK.

Naquele lado, na Avenida Leighton, temos um abrigo de ônibus. Bem, você pode dizer, você fica em pé e não tem nem um telhado na sua cabeça. Não há assento, não há lados, nem lugares. Do meu lado aqui não há abrigo de ônibus. Eles colocaram tocos. Bem, há um pequeno toco que é alto o suficiente para eu me sentar. Então eu costumava me sentar nele. Mas é claro que quando está chovendo você não pode se sentar porque está molhado... então eu não vou. Feminino, 92 anos, Baguley, Manchester, Reino Unido.


Uma garotinha muito mimosa, uma garotinha e tanto. Estava louca para ter uma netinha da tua idade. Uma beleza, como ela é minha companherinha. As calçadas estão muito ruins, eu vou olhando para o chão, não posso tirar os olhos do chão. Por isso de vez em quando eu gosto de me sentar, apreciar o movimento. Eu caminhando, eu não posso olhar para lado nenhum. São péssimas as calçadas. O trajeto que eu tinha falado para ir, eu mudei de ideia porque é péssimo, pela rua Voluntários, as calçadas são muito estreitas. Hoje sábado de tarde, um dia deslumbrante, não era para perder tempo lá. Eu não saio mais sozinha mais ou menos há uns oito, dez meses. Saio com minha filha, ou com a moça que trabalha conosco, tem o taxista também que a gente paga por mês, ele tem muita paciência. Ele me leva em todo lugar, me busca. Mas sozinha mesmo eu não saio. Feminino, 83 anos, Centro, Pelotas, Brasil.

A very cute little girl, a little girl. I was crazy to have a granddaughter of your age. A beauty, she is my little companion. The sidewalks are very bad, I'm looking at the ground, I cannot take my eyes off the ground. So once in a while I like to sit, enjoy the movement. I walk, I cannot look nowhere. The sidewalks are awful. The route that I had said to go, I changed my mind because it is lousy, by the Voluntários Street, the sidewalks are very narrow. Today, Saturday afternoon, a dazzling day, was not to waste time there. I have not been out alone for more than eight or ten months. I go out with my daughter, or with the girl who works with us, there is also the taxi driver who we pay per month, he has a lot of patience. He takes me everywhere, he looks out for me. But I really do not go out alone. Female, 83 years old, City Centre, Pelotas, Brazil.

168


Not very age friendly, not very friendly for anyone having to walk along the very higgledy-piggledy pavements. I can’t imagine how sight-impaired people can cope. It’s very easy to stumble. Female, 67 years Manchester, UK.

old,

Didsbury,

Não muito amigável para a idade, não muito amigável para quem precisa caminhar ao longo dessas calçadas . Não consigo imaginar como as pessoas com deficiência visual fazem isso. É muito fácil tropeçar. Feminino, 67 anos, Didsbury, Manchester, Reino Unido. Navegando no bairro e atividade física | Navigating in the community and physical activity 169


Isso ĂŠ a subida da Vila. Feminino, 78 anos, Aglomerado da Serra, Belo Horizonte, Brasil.

This is the way up the village. Female, 78 years old, Aglomerado da Serra, Belo Horizonte, Brazil.

170


A subidinha é caprichada. Meio difícil. Tem muita escada até chegar em casa. Muita gente sobe carregando as coisas. Masculino, 65 anos, Aglomerado da Serra, Belo Horizonte, Brasil.

The climb is a challenge. Difficult. There are many stairs up to my home. Many people go up carrying things. Male, 65 years old, Aglomerado da Serra, Belo Horizonte, Brazil.

172


Domingo de manhã eu saio para pedalar no bairro. Ando pedalando, vou fazer visita. Fui fazer uma visita para meu sobrinho que estava dormindo, que está doente. Sempre saio domingo. Às vezes vou lá na Rua Bento Martins visitar minha irmã, daí faço a visita de bicicleta e já pedalo. Feminino, 62 anos, Navegantes, Pelotas, Brasil.

Sunday morning I go out to cycle in the neighborhood. I'm riding a bike, I'm going to do visits. I went to visit my nephew, who is sick. I always go out Sunday. Sometimes I go there on Bento Martins Street to visit my sister, by bike. Female, 62 years old, Navegantes, Pelotas, Brazil.


Aí é onde eu moro, tem um barranco muito grande. Eles colocaram um corrimão, mas as vezes, os meninos mexem, rodam aquele corrimão. Exatamente o lugar que meu filho caiu, teve o acidente. Ele escorou no corrimão, rodou para trás e foi parar lá embaixo. Feminino, 60 anos, Aglomerado da Serra, Belo Horizonte, Brasil.

There is where I live, there is a huge ravine. They installed some railing, but sometimes, the boys touch and damage it. Exactly where my son fell, he had an accident. He leaned on the railing, rolled back, and fell down. Female, 60 years old, Aglomerado da Serra, Belo Horizonte, Brazil.

174


Well, the community centre is at the other end of the road you see. So when I’m in my wheelchair coming down this road, it’s like running a gauntlet. The paths are too narrow for my chair so you have to go on the road and hope no one is coming the other way. Female, 69 years old, Rusholme, Manchester, UK.

Bem, o centro comunitário fica do outro lado da rua. Então, quando eu estou na minha cadeira de rodas descendo esta rua, é como um desafio. Os caminhos são muito estreitos para a minha cadeira, então você tem que ir pela rua e esperar que ninguém venha do outro lado. Feminino, 69 anos, Rusholme, Manchester, Reino Unido.


Essa é a ginástica que a gente faz, essa é a professora, de blusa preta. Foi aqui na minha garagem. Aí eu convidei para vir para cá, para a gente recomeçar, pagando ela. A gente paga a aula, e teve 12 pessoas nesse primeiro dia. Agora a gente vai começar a fazer na Igreja, conseguimos a Igreja, na próxima segunda já vai ser ali. A Igreja é bem maior que aqui em casa. Será uma vez por semana, toda a segunda-feira. Nós somos 12, mas tem mais pessoas para convidar, na próxima segunda acho que já vai ter mais. Teve umas que vieram olhar para conhecer. Feminino, 62 anos, Navegantes, Pelotas, Brasil.

This is the gym that we do, this is the teacher, with the black t-shirt. This was here in my garage. I invited her to come here, to start over, to pay for it. We paid the tuition, and it had 12 people that first day. Now we will start doing this in the Church, we will get the Church, next Monday this will be there. The Church is much larger than here. It will be once a week, the whole Monday. We are 12, but there are more people to invite, the next Monday I think we will have more. There were some who came to look to meet. Female, 62 years old, Navegantes, Pelotas, Brazil.

178


To cross here you have to take your life in your hands. The road is very very busy. It’s a hazard. You can stand there long enough and no one would stop to let you cross. Somebody has to help me cross that road, so I haven’t been there [Lidl] myself yet, I couldn’t cross the road, no. Female, 86 years old, Partick, Glasgow, UK.

Para atravessar aqui você tem que arriscar sua vida. A rua é muito movimentada. É um perigo. Você pode ficar lá o tempo suficiente e ninguém irá parar para deixá-lo cruzar. Alguém tem que me ajudar a atravessar esta rua, então eu ainda não fui ate lá [Lidl], não consegui atravessar a rua. Feminino, 86 anos, Partick, Glasgow, Reino Unido.

180


This is a 20mph road… they come down here at 50mph and if you are on older person with a walking frame then they will have you. There are no lights, no pedestrian crossing. You need to cross this road to get over to the bus stop and then when you do get across the road there is no shelter at the bus stop. I walk to another bus stop to get shelter because I can’t arrive at bridge soaking wet all afternoon. Male, 81 years old, Morningside, Edinburgh, UK.

Esta é uma rua de 32Km/h… eles passam aqui a 80Km/h e se você for uma pessoa mais velha com um andador, então eles atropelarão você. Não há luzes, nem travessia de pedestres. Você precisa atravessar esta rua para chegar ao ponto de ônibus e, em seguida, quando você atravessa a rua não há nenhum abrigo no ponto de ônibus. Eu ando até outro ponto de ônibus para me abrigar, porque eu não posso chegar encharcado na ponte. Masculino, 81 anos, Morningside, Edimburgo, Reino Unido.


Mostly we go to the parks if we were to sit anywhere… there are not many places to sit, there isn’t down there. Unless it’s places like this [wall] either this or the cafes have seats outside but they don’t like you to sit there unless you buy something. So along this way we are stuck for places to sit. Female, 62 years old, Morningside, Edinburgh, UK.

Na maioria das vezes, nós vamos aos parques, como se fôssemos nos sentar em qualquer lugar... não há muitos lugares para se sentar lá embaixo. Ao menos que seja lugares como este [o muro], tanto este como os cafés têm lugares do lado de fora, mas eles não gostam que você se sente lá, a menos que você compre alguma coisa. Então, ao longo deste caminho não há lugares para nos sentarmos. Feminino, 62 anos, Edimburgo, Reino Unido.

182

Morningside,


I’ve got my mobility scooter but I just find it difficult to get out of the house now. A lot of my friends and people I know are no longer here. Male, 74 years old, Easterhouse, Glasgow, UK.

Eu tenho o meu carrinho para me locomover, mas acho difícil sair de casa agora. Muitos dos meus amigos e pessoas que conheço não estão mais aqui. Masculino, 74 anos, Easterhouse, Glasgow, Reino Unido.

Navegando no bairro e atividade física | Navigating in the community and physical activity 183


Costuma ficar verde, mas mais são as bananeiras que tem lá no fundo e as árvores que tem para o lado de cima que são os pés de manga. O projeto era de fazer, de arrumar direitinho, mas não tiraram entulho nenhum. Era para ser um parque, foi o que eles tinham falado. Não fizeram nada. Para cadeirante está meio estreito, difícil a subida da escada também. Masculino, 65 anos, Aglomerado da Serra, Belo Horizonte, Brasil.

It usually turns green, but there are banana and mango trees at the bottom. The project was to clean up, but they did not take any of the rubble. It was supposed to be a park, that's what they'd said. They didn’t do anything. For a disabled person in a wheelchair it is a little narrow, it is difficult to climb the stairs too. Male, 65 years old, Aglomerado da Serra, Belo Horizonte, Brazil.


Essa rua aí que está esburacada. Uma rua bem esburacada, muito, muito ruim. Está se notando bem os buracos. Olha, que horror! Essa aí está mostrando bem. A nossa Rua Mané Garrincha é essa coisa aí. Está se notando bem os buracos. É o caminho que a gente vai ao mercadinho. Masculino, 69 anos, Navegantes, Pelotas, Brasil.

The street here is bumpy. A well-pitched street, very bad. Are you noticing the holes? Look, what horror! This photo is showing this very well. Our Mané Garrincha Street is this one here. You can see the holes well. It's the pathway that we use to go to the market. Male, 69 years old, Navegantes, Pelotas, Brazil.

187


O passeio chegou até na árvore, depois subiu por cima, tem uns lugares assim difíceis. Mas está tão bonito. Feminino, 61 anos, Anchieta, Belo Horizonte, Brasil.

The pavement came up to the tree, then climbed up, there are difficult places. But it was beautiful, it is so beautiful. Female, 61 years old, Anchieta, Belo Horizonte, Brazil.

189


There used to be four [public toilets] in this area. All of them are closed. Now obviously for elderly people, this is a problem. Because there are lots of cafes in the area, people think that cafes can be used, but not all cafes are happy with that idea. You would be inclined to buy something, you would have a cup of tea or something if you wanted to use the toilet, but I mean, not everybody would do that. I don’t know, it’s a personal thing. Female, 75 years old, Morningside, Edinburgh, UK.

Costumava haver quatro [banheiros públicos] nessa área. Todos eles estão fechados. Agora, obviamente, para pessoas idosas, isso é um problema. Porque há muitos cafés na área, as pessoas pensam que os cafés podem ser usados, mas nem todos os cafés estão satisfeitos com essa ideia. Você estaria inclinado a comprar alguma coisa, você tomaria uma xícara de chá ou algo assim se você quisesse usar o banheiro, mas quero dizer, nem todo mundo faria isso. Eu não sei, é uma coisa pessoal. Feminino, 75 anos, Morningside, Edimburgo, Reino Unido.

190


MUDANÇAS NA COMUNIDADE CHANGING COMMUNITIES


194


A lot of the people have lived here 20 plus years. There is a high turnover now though. But landlords and others are increasingly looking to buy properties, partition them up and rent them out. So you don’t always know your neighbours. Female, 74 years old, Rusholme, Manchester, UK.

Muitas pessoas moram aqui há mais de 20 anos. Agora há uma alta rotatividade. Mas os proprietários das casas estão cada vez procurando comprar mais propriedades, separá-las e alugá-las. Então você nem sempre conhece seus vizinhos. Feminino, 74 anos, Rusholme, Manchester, Reino Unido. Mudanças na comunidade | Changing communities 195


It’s more wealthy in Didsbury now… it’s a little bit more staid perhaps. That sense of identity, of living in a village is being lost. I suppose it’s becoming gentrified I’ve arrived, I’m very wealthy, I walk out to the shops on Saturday morning and dine in posh restaurants. Male, 66 years old, Didsbury, Manchester, UK.

196


Didsbury está mais próspero agora... Talvez um pouco mais monótono. O sentido de identidade, de viver em um bairro está sendo perdido. Eu suponho que está ficando gentrificado: Eu cheguei, sou muito rico, saio para as lojas no sábado de manhã e janto em restaurantes luxuosos. Masculino, 66 anos, Didsbury, Manchester, Reino Unido.

Mudanças na comunidade | Changing communities 197


198


The village, it’s changed a bit… unfortunately the rates are so high that shops close… we’ve got a couple of betting shops and we’ve got a lot of estate agents, so I think proper retail shops find the rates astronomical... so it’s very hard to get nice normal shops to open up. We get stuck with another estate agent. Male, 72 years old, Didsbury, Manchester, UK.

O bairro, mudou um pouco… infelizmente os preços dos aluguéis são tão altos que as lojas fecham… temos algumas lojas de apostas e temos muitas imobiliárias, então acho que as lojas de varejos acham os preços dos aluguéis astronômicos... por isso é muito difícil que boas lojas abram aqui. Nós ficamos submetidos a serviços de imobiliária. Masculino, 72 anos, Didsbury, Manchester, Reino Unido. Mudanças na comunidade | Changing communities 199


There used to be a baker, a chemist, a post office. Now that’s all gone. There’s a local shop but the prices are expensive. We need local shops but they need to offer choice. Female, 74 years old, Craigmillar, Edinburgh, UK.

Costumava haver uma padaria, uma farmácia, um correio. Agora tudo acabou. Há uma loja local, mas os preços são altos. Precisamos de lojas locais, mas elas precisam oferecer opções. Feminino, 74 anos, Craigmillar, Edimburgo, Reino Unido.

200


Mudanรงas na comunidade | Changing communities 201


202


When I first moved here 14 years ago or 15 years I should say, Victoria Road then had a fantastic array of shops but unfortunately now like most areas, these shops have all declined and it just seems to be all mobile phones and fruit shops and things like that, so I feel you have to travel. We’ve one supermarket, but as far as I’m concerned it doesn’t cater for a single person like me that only buys small amounts. Female, 63 years old, Govanhill, Glasgow, UK.

Quando me mudei para cá há 14 anos ou 15 anos, devo dizer que a rua Vitória tinha uma fantástica variedade de lojas, mas infelizmente como a maioria das áreas, todas essas lojas acabaram e agora são lojas de telefone celular e de fruta e coisas assim, então eu sinto que você tem que se deslocar para outra área. Temos um supermercado, mas, no que me diz respeito, ele não serve para pessoas como eu que só compram em pequenas quantidades. Feminino, 63 anos, Govanhill, Glasgow, Reino Unido. Mudanças na comunidade | Changing communities 203


MORADIA E LAR HOUSING AND HOME


Essa foto é da minha janela, o que eu falei, da importância da Serra para o nosso bairro. Fato que existe a Serra ali, o bairro Cruzeiro não está dentro desse corredor que também é próximo à Serra. Ali tem a varanda, e da varanda a gente via a Serra, via a lua nascendo, não tem mais nada, foram tantos prédios daquele pedaço que cresceu, subiram, bem pior do que aqui, porque aqui sim ainda tem esses prédios baixinhos, esses aqui sempre existiram, mas foram subindo, foram vários. Feminino, 60 anos, Anchieta, Belo Horizonte, Brasil.

This picture is from my window, what I said, of the importance of Serra [mountain] to our neighborhood. A fact is that there is a Serra there, the Cruzeiro neighborhood is not inside that corridor that is also close to the Serra. There is a balcony, and from the balcony we saw the Serra, saw the moon rising, there is nothing left, so many buildings were constructed, they went up, much worse than here, because here we still have these small buildings, these here t hey always existed, but were going up, there were several. Female, 60 years old, Anchieta, Belo Horizonte, Brazil. Moradia e lar | Housing and home 207


Aqui eu inicio a mostrar aquilo que eu gostaria de escrever num livro, a vida vista de minha janela. Tenho o privilégio de morar bem no centro, no sexto andar de um edifício. Este lugar se presta muito para reflexões, minha janela é muito importante, abro as cortinas vejo que o sol nasceu e mesmo que não tenha nascido, que esteja chovendo, a chuva é importante para que o verde se torne cada vez mais verde.... A beleza da nossa praça pelas árvores centenárias que temos aqui. Todas as manhãs quando eu abro e vejo a beleza dessa praça, o brilhar do sol, me recordo de como a vida é bela, como é bom poder enxergar, quantas pessoas não veem o amanhecer do dia. E nós temos essa oportunidade de ver na praça um lugar público, onde as pessoas se encontram, uns para conversar, uns para namorar, outros que se encontram até mesmo para fazer negócio ou transitar pela praça. A praça é um local de trânsito de todos os tipos de pessoas. Eu costumo muito analisar as pessoas e ficar pensando. Olha aquele que está cuidando dos carros, quantas vezes é xingado, mas no fundo é uma pessoa que tem uma família e está ali buscando o seu ganha-pão. Outros que chegam pra levar os seus bichinhos de estimação, e outros que levam os filhos na praça de brinquedos. Casualmente eu tenho dois netos que frequentam a pracinha de brinquedos. São coisas lindas assim que valorizam a vida, e nós temos que levantar os olhos para o céu e ver o quanto Pelotas é bonita... Masculino, 75 anos, Centro, Pelotas, Brasil.

208


Here I begin to show what I would like to write in a book, the life seen from my window. I have the privilege of living right in the city centre, on the sixth floor of a building. This place lends itself a lot for reflections, my window is very important, I open the curtains, I see the sunrise and even if it has not risen, it is raining, rain is important for the green to become greener... The beauty of our square for the centuries-old trees we have here. Every morning when I open and see the beauty of this square, the shining of the sun, I remember how beautiful life is, how good it is to be able to see, how many people do not see the dawn of the day. And we have the opportunity to see in the square a public place where people meet, some to talk to, some to date, others who even meet to do business or to walk through the square. The square is a transit place for all kinds of people. I usually analyse people and think. Look at the one who is taking care of the cars, how many times he is cursed, but deep down he is a person who has a family and is there looking for his or her breadwinner. Others who come to bring their pets, and others who take their children in the toy plaza. I have two grandchildren who go to the playground. They are beautiful things so they value life, and we have to look up to the sky and see how beautiful Pelotas is... Male, 75 years old, City Centre, Pelotas, Brazil.

Moradia e lar | Housing and home 209


I can’t think of anywhere else I would want to live, you know. If there is a difficulty perhaps projecting forward, we don’t know what sort of things can happen, you know. I think the only thing that would prompt us to move is if we couldn’t manage the stairs to live in this flat… But you know, as long as we can both access this flat, we can use the stairs, I can’t imagine that we would ever want to move or change. We’d be quite happy to stay here. Male, 64 years old, Partick, Glasgow, UK.

Eu não consigo pensar em nenhum outro lugar que eu gostaria de viver. Olhando para o futuro, se houver uma dificuldade, não sabemos que tipo de coisas podem acontecer. Eu acho que a única coisa que nos levaria a nos mudar é se não pudéssemos mais usar as escadas nesse apartamento... Mas você sabe, contanto que possamos morar nesse apartamento, possamos utilizar as escadas, não posso imaginar que gostaríamos de nos mudar daqui. Nós ficaríamos muito felizes em ficar aqui. Masculino, 64 anos, Partick, Glasgow, Reino Unido.


Aqui ĂŠ da janela da sala, e dos quartos! Do apartamento, da sala, do apartamento. Gosto, gosto muito! Masculino, 73 anos, Asa Sul, BrasĂ­lia, Brasil.

Here it is from the living room window, and from the bedrooms! From the apartment, from the living room, from the apartment. I like, I really like! Male, 73 years old, Asa Sul, Brasilia, Brazil.


Why when you get old does everyone think you need to be outdoors. I have interests that I do in the home. I don’t feel lonely. Male, 77 years old, Morningside, Edinburgh, UK.

Porque quando você envelhece, todos acham que você precisa ficar ao ar livre. Eu tenho interesses no que faço em casa. Eu não me sinto sozinho. Masculino, 77 anos, Morningside, Edimburgo, Reino Unido.

212


213


Meu instrumento de trabalho, eu acho lindo foto de linha. Feminino, 70 anos, Centro, Belo Horizonte, Brasil.

These are my tools for work... I think the photo of the strings is beautiful. Female, 70 years old, City Centre, Belo Horizonte, Brazil.

214


We need housing that is for older people but it needs to be affordable and available locally. A lot of the housing in this area is expensive. Male, 78 years old, Morningside, Edinburgh, UK.

Nós precisamos de casas para pessoas mais velhas, mas elas precisam ser acessíveis e estarem disponíveis nessa área. Muitas das casas aqui são caras. Masculino, 78 anos, Morningside, Edimburgo, Reino Unido.

216


The ones they are doing [housing for older people] are too small. They are not big enough. I am quite happy where I am. They would only give us one bedroom as there are two of us so it would be no good. I struggle with the stairs but I would rather struggle with the stairs than move at the minute because there is not really a lot to move to. Female, 70 years old, Baguley, Machester, UK.

As que eles estão fazendo [moradia para idosos] são muito pequenas. Elas não são grandes o suficiente. Estou muito feliz onde estou. Eles só nos dariam um quarto, como há dois de nós, isso não nos ajudaria. Eu sofro com as escadas, mas eu prefiro sofrer com as escadas do que me mudar de uma hora para outra, porque não há muito para onde ir. Feminino, 70 anos, Baguley, Manchester, Reino Unido.

Moradia e lar | Housing and home 217


Esta é minha janela, está vendo aqui essa parte? Da mangueira. Esta é a vista da janela do meu quarto, olha que beleza. É uma manga espada! Tem oração mais bela, mais completa do que admirar, observar a natureza, isto é uma oração, observar as flores, observar a natureza, tudo que foi criado para a gente e são benefícios que nos são oferecidos. Olhar isso para mim é a minha forma de oração, é minha forma de me conectar com o divino, que está dentro de mim, dentro de você, dentro das pessoas e na natureza. Olha que beleza! Eu acompanho a floração, depois elas crescendo, os pássaros vindos, olha o fruto onde está lá, escondidinho. Feminino, 71 anos, Asa Norte, Brasília, Brasil.

This is my window, do you see this part here? From the mango tree. This is the view from the window of my bedroom, look what beauty. It's a mango from the sword family! There is a more beautiful prayer, more complete than admiring, observing nature, this is a prayer, observing the flowers, observing nature, everything that was created for us and are benefits that are offered to us. To look at this to me is my form of prayer, it is my way of connecting with the divine, which is inside of me, inside of you, inside of people and in nature. Look at that beauty! I accompany the flower season, then they grow, the birds come, look at the fruit where it is there, hiding. Female, 71 years old, Asa Norte, Brasilia, Brazil.

218


A minha janela é muito rica, rica porque quem sabe observar vê a beleza, imagine aqui, estacionamento em frente ao Sete de Abril (teatro). Um largo na frente do Sete de Abril, onde é palco de muitos espetáculos, já que nosso Teatro infelizmente, por má administração pública, não está funcionando; muitos espetáculos se vê nesse largo da foto. Então eu aqui mostro a importância de uma praça, não só pelo trânsito, para as pessoas que vão à bancos, mas também como um lugar de lazer. Essa praça ela tem uma vista muito boa porque fica no centro, no coração de Pelotas, onde temos uma rede bancária muito grande, nós temos um comércio muito ativo, onde podemos dizer que vem pessoas de todas as cidades aqui da redondeza. Aqui nós vemos a beleza de nossa praça. Masculino, 75 anos, Centro, Pelotas, Brasil.

My window is very rich, rich because those who know how to observe see the beauty, imagine here, parking in front of Sete de Abril (theater). A wide one in front of the Sete de Abril, where it is the stage of many spectacles, since our theater unfortunately, by bad public administration, is not working; many shows can be seen in the photo. So here I show the importance of a square, not only for traffic, for people who go to the banks, but also as a place of leisure. This square has a very good view because it is in the city centre, in the heart of Pelotas, where we have a very large banking network, we have very active commerce, where we can say that people come from all the cities around. Here we see the beauty of our square. Male, 75 years old, City Centre, Pelotas, Brazil.

220


Essas aí são as minhas plantinhas que eu tirei a foto, a minha horta. Uso muito, aí tem um monte de horta, se você pegar aí tem alecrim e manjericão. É manjericão roxo. Esse é o saião ou hortelã, esta daqui da beirada diz que é bétula, mas é completamente diferente das bétulas que eu vi no computador. É orégano, essa aqui em frente, está parecendo um quintal não está? Feminino, 70 anos, Centro, Belo Horizonte, Brasil.

These are my little plants that I took the picture of, my garden. I use a lot, there's a lot of vegetable in the garden, have rosemary and basil. It's purple basil. This is the satie or mint, this one from the edge says it's birch, but it's completely different from the birch I saw on the computer. It's oregano, this one here, it's looking like a yard, right? Female, 70 years old, City Centre, Belo Horizonte, Brazil.


Olha que beleza, olhe o pôr do sol desta minha janela, não é lindo esse pôr do sol, tem oração mais bonita do que se observar a natureza? A criação é linda demais, é emocionante ver, a gente com o murmurinho da vida moderna não tem tempo para observar essas coisas, a gente não olha as estrelas, não olha o pôr do sol. À tardinha o sol fica cor de rosa e cinza, que é uma beleza, uma beleza!... vivemos muitas vezes assim, a gente não olha para as belezas que nos cercam. Olha que beleza! Feminino, 71 anos, Asa Norte, Brasília, Brasil.

Look how beautiful, look at the sunset from this window, is it not beautiful at sunset. Is there more beautiful prayer than watching nature? The creation is too beautiful, it is exciting to see, people with the murmur of modern life do not have time to observe these things, we do not look at the stars, we do not watch the sunset. At sundown the sun is pink and gray, which is a beauty, a beauty!... people often live like that, we do not look at the beauties that surround us. Look at what beauty! Female, 71 years old, Asa Norte, Brasília, Brazil.


Aqui que tem fotos do João de Barro, esse aqui andando aparece aqui, essa foto aqui é quando abre a minha janela, é aquela igrejinha. Masculino, 73 anos, Asa Sul, Brasília, Brasil.

We have photos here of ‘Joao de Barro’ [a bird], this appears here, this is the view when I open my window, that small church. Male, 73 years old, Asa Sul, Brasilia, Brazil.


Bom dia, é uma alegria receber você aqui, como o Pequeno Príncipe diz, e está no livro, você marcou para chegar às 10 horas, e desde às 09 horas estou pronta para receber você, perto da porta para não perder nenhum instante da convivência com você, você me faz feliz. Está no Pequeno Príncipe, eu sou professora aposentada, sou paraibana, vivi 13 anos em convento de freiras franciscanas, em João Pessoa e no Colégio Santa Rita de Areia. No convento, no primeiro ano em que cheguei, com 12 anos, foi lindo, eu li pela primeira vez o livro O Pequeno Príncipe, me apaixonei pela figura pura desta ficção desta criança fictícia e desde então aquilo ficou na cabeça. Quando com 23 anos eu saí do convento, eu comecei a procurar tudo que eu encontrava do Pequeno Príncipe, fui acumulando através dos tempos, guardando, porque as pessoas grandes diziam, “como é que uma professora pode gostar de coisa de criança?”, “isso é mediocridade”, bom, essa mediocridade me fez juntar e guardar. Minhas amigas trazem os filhos, os netos, e eu tenho uma alegria muito grande em me sentar na sala, mostrar o livro e falar sobre o Pequeno Príncipe, e jogar também, eu tenho muitos jogos do Pequeno Príncipe, com motivos do Pequeno Príncipe. Feminino, 71 anos, Asa Norte, Brasília, Brasil.

Good morning, it's a pleasure to receive you here, as the Little Prince says, and it's in the book; you were scheduled to arrive at ten, and since nine I'm ready to welcome you; near the door, so as not to lose not one moment to be with you, to make me happy. It is written in the Little Prince. I'm a retired schoolteacher; I am from Paraiba, for 13 years I lived in a Franciscan nun's convent in Joao Pessoa, and at Santa Rita College in Areia. During the first year, after arriving in the Covent at age of 12, I read the book The Little Prince for the first time; I fell in love with the pure figure of this fiction. When I was 23, I left the convent and I began to look for everything about the Little Prince; I was all these years, I collected everything, because the older people asked, how can a teacher like a children’s thing, that is simple, well that mediocrity brought me to save and keep things. My friends bring their children, their grandchildren, and I am very happy to sit in the living room, showing the book and talking about the Little Prince; and play as well, I have many games of the Little Prince, with Little Prince motifs. Female, 71 years old, Asa Norte, Brasília, Brazil.

226


Moradia e lar | Housing and home 227


I’ve been here 43 years. I don’t want to move. It’s important to me because it’s the family home. That’s how my daughter sees it when she comes back. That makes me feel good. It’s the positive and negative over the years. Negative things are a part of life, how you overcome them. Other memories that have enlightened your life. That is home. Male, 66 years old, Craigmillar, Edinburgh, UK.

Eu moro aqui há 43 anos. Eu não quero me mudar. É importante para mim porque é o lar da minha família. É isso que a minha filha sente quando ela volta para casa. Isso me faz sentir bem. É positivo e negativo ao longo dos anos. Coisas negativas fazem parte da vida e como você as supera. Memórias que iluminaram sua vida. Isso é o lar. Masculino, 66 anos, Craigmillar, Edimburgo, Reino Unido.


I don’t want to go far from here now. I would know nobody. I know my neighbours, I know the women in the next building. Her mother was my neighbour the last house I lived in. So I know that girl, we say hello to each other, things like that. And one of the women who goes to the club I’m going to today, I mix with her quite a bit. It’s the people you know that you miss, just seeing familiar faces, that’s what it’s all about, seeing the familiar faces. Female, 86 years old, Easterhouse, Glasgow, UK.

Eu não quero ir longe daqui agora. Eu não conheceria ninguém. Eu conheço meus vizinhos, conheço as mulheres no prédio ao lado. A mãe dela era minha vizinha, na última casa em que eu morei. Então eu conheço aquela garota, nos cumprimentamos, coisas assim. E uma das mulheres que vai ao clube que vou hoje e as vezes nos encontramos. São das pessoas que você sente falta, só de ver rostos familiares, é disso que se trata, ver os rostos familiares. Feminino, 86 anos, Easterhouse, Glasgow, Reino Unido. Moradia e lar | Housing and home 229


Daqui da janela! Aqui ainda pegou um prédio que tem lá na esquina, embaixo daquele lá, aquele grandão, lá atrás, ele tem, pousa helicóptero, diz que é pra pousar helicóptero. Masculino, 81 anos, Centro, Belo Horizonte, Brasil.

'From this window! Here the photo still caught a building that's in the corner, underneath that one, the large building, back there, there is a place for helicopter to land, they say that this is for a helicopter to land. Male, 81 years old, City Centre, Belo Horizonte, Brazil.

230


É a vista da janela, subindo a rua ali do CRAS. Da para ver tudo. É bonito. Da para ver Belo Horizonte, por causa da noite, aí eu fico olhando. Eu penso assim, pelo que a gente sabe, essa vila é grande, é a maior vila que tem, essa nossa vila é rica, todo mundo trabalha, todo mundo tem o seu, todo mundo é livre, todos honestos, todos unidos, aí quando eu cheguei aqui meu filho olhou da janela e disse: Nós aqui moramos muito bem nessa vila. Pertinho do centro, eu vou no centro a pé. Nós moramos bem, graças a Deus. Feminino, 78 anos, Aglomerado da Serra, Belo Horizonte, Brasil.

It's the view from the window, from the CRAS’s street. It is possible to see everything. It's beautiful. It is possible to see Belo Horizonte, because of the night, I am watching. I think this way, as far as we know, this village is big, it's the biggest village it has, this village is rich, everyone works, everyone has their own, everyone is free, everyone is honest, everyone is united. When I got here my son looked out of the window and said, "We live here very well in this village". Right from the center, I go downtown in the foot. We live well, thank God. Female, 78 years old, Aglomerado da Serra, Belo Horizonte, Brazil. Moradia e lar | Housing and home 233


It’s all the different colours and the people that make the place. It makes me feel at home. Male, 84 years old, Govanhill, Glasgow, UK.

SĂŁo todas as cores diferentes e as pessoas que fazem o lugar. Isso faz me sentir em casa. Masculino, 84 anos, Govanhill, Glasgow, Reino Unido.

234


Moradia e lar | Housing and home 235


Ah, está foto eu gostei! É daqui, é a vista que eu tenho, que eu olho todo dia, todo dia. Para olhar distante, é a vista que eu tenho. A lua tem uma parte do ano que sentado naquela mesa virada para cá eu vejo a lua. Ali eu tenho um gancho para rede, a gente deitado na rede sempre vê, não sei te falar a época. Uma vez que um amigo meu veio aqui, um baiano, deitou ali, olhou para a gente e falou, ‘ah não estou acreditando, parece que estou na praia na Bahia’. Feminino, 70 anos, Centro, Belo Horizonte, Brasil.

Ah, this photo I liked! It's from here, it's the view I have that I look at every day, every day. To look far, it's the view I have. The moon has a part of the year that sitting on that table facing here I see the moon. There I have a hammock, people lying in the hammock always see, I do not know to tell you the time [see the moon]. Once a friend came here, a Bahian, lay there, looked at us and said, 'Oh I'm not believing, it seems that I'm on the beach in Bahia’. Female, 70 years old, City Centre, Belo Horizonte, Brazil. Moradia e lar | Housing and home 237


SENTIMENTO DE SEGURANÇA FEELING SAFE AND SECURE


Just the quietness is the main thing for me and it is a lovely area. So for my age this is ideal. It’s quiet and I feel secure here. I feel safe here. That’s the main things for me about this area. Female, 62 years old, Partick, Glasgow, UK.

Apenas a tranquilidade é a principal coisa para mim e é uma área encantadora. Então, para minha idade, isso é ideal. É quieto e me sinto segura aqui. Eu me sinto segura aqui. Essas são as principais coisas para mim nessa área. Feminino, 62 anos, Partick, Glasgow, Reino Unido.

241


Craigmillar has a terrible reputation but I have never once felt threatened… news has been negative towards us. People don’t like it. It’s an assumption people make. I have never once felt threatened. Female, 60 years old, Craigmillar, Edinburgh, UK.

Craigmillar tem uma reputação terrível, mas eu nunca me senti ameaçada… as notícias são negativas. As pessoas não gostam disso. É uma suposição que as pessoas fazem. Eu nunca me senti ameaçada. Feminino, 60 anos, Craigmillar, Edimburgo, Reino Unido.

242


Sentimento de seguranรงa | Feeling safe and secure 243


The park could be a beautiful space but older people don’t use it as much, I think a lot of people like me feel a bit scared of using the parks. There are often people hanging around in groups and it can be quite intimidating. Female, 84 years old, Govanhill, Glasgow, UK.

244


O parque poderia ser um espaรงo bonito, mas as pessoas mais velhas nรฃo o utilizam tanto, acho que muitas pessoas como eu sentem-se com um pouco de medo de utilizar os parques. Muitas vezes hรก pessoas circulando em grupos e pode ser bastante amendrontador. Feminino, 84 anos, Govanhill, Glasgow, Reino Unido. Sentimento de seguranรงa | Feeling safe and secure 245


ORGULHO CÍVICO CIVIC PRIDE


A resident movement has grown up around the green spaces in this neighbourhood. It means a lot to us. Female, 73 years old, Rusholme, Manchester, UK.

Um movimento de residentes cresceu em torno dos espaรงos verdes deste bairro. Significa muito para nรณs. Feminino, 73 anos, Rusholme, Manchester, Reino Unido.


I’m proud to live in a community of difference. Different cultures all coming together. It’s that melting pot. Female, 65 years old, Govanhill, Glasgow, UK.

Tenho orgulho de viver em uma comunidade da diversidade. Culturas diferentes se juntando. É aquele caldeirão de misturas. Feminino, 65 anos, Glasgow, Reino Unido.

Govanhill,

Orgulho cívico | Civic pride 249


We’re very proud here of our community engagement. Making the area look nice. Making the area what it is. Male, 68 years old, Didsbury, Manchester, UK.

250


Somos muito orgulhosos do nosso envolvimento na comunidade. Fazendo a área parecer legal. Tornar a área o que é. Masculino, 68 anos, Didsbury, Manchester, Reino Unido.

Orgulho cívico | Civic pride 251


AUTO-ESTIMA, RESPEITO E RECONHECIMENTO SELF-ESTEEM, RESPECT AND RECOGNITION


I’ve seen lots of people struggling and I can be one of them. If I’ve got two lots of shopping, if I’ve been doing my weekly shop, and I think that some buses seem to have a higher step than others. I don’t know why, but there’s a ramp, I’ve noticed most of them have this ramp and it’s not being used. So the drivers need to be more aware of how to help the public. Female, 78 years old, Partick, Glasgow, UK.

Eu vi muitas pessoas sofrendo e eu posso ser uma delas. Se eu tenho duas sacolas de compras, se eu tenho feito minha compra semanal, e acho que alguns ônibus parecem ser mais altos do que outros. Eu não sei porque, mas há uma rampa, eu notei que a maioria deles tem essa rampa que não está sendo utilizada. Portanto, os motoristas precisam estar mais conscientes de como ajudar as pessoas. Feminino, 78 anos, Partick, Glasgow, Reino Unido.


It’s ‘I’m all right Jack, I’ll park where I want’. And they just don’t care. There’s not a corner that they’re not parked on. Where’s your highway code, where’s the rules of the road? Female, 79 years old, Govanhill, Glasgow, UK.

Eu estou bem, Jack, vou estacionar onde quiser. E eles simplesmente não se importam. Não há um local em que eles não estejam estacionados. Onde está o seu código do motorista, onde estão as regras do motorista? Feminino, 79 anos, Govanhill, Glasgow, Reino Unido.


It’s difficult because a lot of the cyclists, it’s like a commuting route for them. So they just want to get where they’re going fast. I think a lot of them don’t realise it’s also a shared path. You can be walking down it and suddenly a bicycle will whizz passed you and you haven’t heard it. And nobody rings a bell to tell you. So you could have easily changed direction and been mowed down. Female, 65 years old, Rusholme, Manchester, UK.

256


É difícil porque existem muitos ciclistas, é uma ciclovia para eles utilizarem. Então eles só querem chegar rápido para onde estão indo. Acho que muitos deles nem percebem que também é um caminho compartilhado. Você pode estar andando e, de repente, uma bicicleta passa do seu lado e você não ouviu. E ninguém toca a buzina para te dizer. Pois você poderia facilmente sair do caminho. Feminino, 65 anos, Rusholme, Manchester, Reino Unido.

Auto-estima, respeito e reconhecimento | Self-esteem, respect and recognition 257


Que bonita essa foto! A menina gostou, todo mundo falou: Você! Que bonita! Ficou bonita mesmo! Quando acordo faço café e eu venho para cá. Feminino, 62 anos, Aglomerado da Serra, Belo Horizonte, Brasil.

How beautiful is this photo! The girl liked it, everyone said: 'You! Look beautiful!' When I wake up, I prepare my coffee and I come here. Female, 62 years old, Aglomerado da Serra, Belo Horizonte, Brazil.

258


Older folk can feel a bit forgotten about over on the Anson estate. All the community centres and stuff tend to be over there. Female, 67 years Manchester, UK.

old,

Rusholme,

As pessoas mais velhas podem se sentir um pouco esquecidas em Anson. Todos os centros comunitรกrios e outras coisas tendem estar por lรก. Feminino, 67 anos, Manchester, Reino Unido.

Rusholme,


FAMÍLIA E COMUNIDADE FAMILY AND COMMUNITY


Esse Ê meu netinho mais moço, o mais novinho! É do meu filho mais velho, tenho quatro netos: dois meninos e duas meninas. Feminino, 62 anos, Navegantes, Pelotas, Brasil.

This is my youngest grandson, the youngest! He belongs to my eldest son, I have four grandchildren: two boys and two girls. Female, 62 years old, Navegantes, Pelotas, Brazil.

264


Essa foto é dos meus netos e das filhas, é da família toda. Feminino, 60 anos, Fragata, Pelotas, Brasil.

This photo shows my grandchildren and daughters, it belongs to the whole family. Female, 60 years old, Fragata, Pelotas, Brazil.

Família e comunidade | Family and community 265


Ah gente! Olha lรก o cachorrinho de roupa! ร‰ cruzeirense! Essa senhora toda sexta feira ela estรก lรก. Ela vai com o cachorrinho. Feminino, 61 anos, Anchieta, Belo Horizonte, Brasil.

Ah, people! Look at the little puppy dressed! It's Cruzeirense! Every Friday this lady is there. She goes with the puppy. Female, 61 years old, Anchieta, Belo Horizonte, Brazil.

266


Esse é um bolo que estou fazendo, é um bolo para uma pessoa de outro grupo meu. O senhor está fazendo 80 anos, então a gente se reuniu e fez a festa para ele, cada um deu uma coisa, eu fiz o bolo, eu dei a mão de obra e alguma coisinha a mais. Um bolo bem grande. Bem grande mesmo, duas formas. Fiz sozinha, eu pesei até ele para ver, acho que foram 12 quilos de bolo. Primeiro eu faço os recheios e as caldas. Depois eu faço o bolo, no outro dia o recheio, para esfriar bem. Três dias, mais ou menos, é o tempo para fazer o bolo. Mas é uma coisa que me satisfaz, que eu gosto muito de fazer. E depois, ver a satisfação da pessoa, esse mesmo não esperava, ele é fotógrafo, ele foi para bater umas fotos de uma formatura, quando chegou lá estava o salão cheio, com o grupo. Feminino, 72 anos, Fragata, Pelotas, Brasil.

This is a cake I am making, it's a cake for a person from another group of mine. He will be 80 years old, so we met and decided to throw him a party, each one of us gave something, I made the cake, I gave the manpower and a little something else. A very large cake. Pretty big, two cake pan. I made it alone, I weighed it to see, I think it was 12 pounds of cake. First, I make the fillings and the grout. Then I make the cake, the other day the filling, to cool well. Three days, more or less, it takes to make the cake. But it is something that satisfies me, which I really enjoy doing. Female, 72 years old, Fragata, Pelotas, Brazil.

268


269


Olha o Sushi lá na cadeira. A Ica tem dois e pouco, os dois tem a mesma idade. Eu tinha uns que morreram, a minha gatinha morreu com quatorze anos, aí um tempo depois o Sushi apareceu. O Sushi achei lá na Praça da Liberdade e a Ica foi em uma Clínica, a mãe dela teve uns cinco gatinhos, a mãe era de rua também. Feminino, 70 anos, Centro, Belo Horizonte, Brasil.

270


Look at Sushi in the chair. Ica is two years and a bit, both are the same age. I had some others that died, my kitten died at the age of fourteen years old, then a while later Sushi appeared. I found Sushi at the Liberty Square and Ica was in a clinic, her mother had about five kittens, her mother was from the street too. Female, 70 years old, City Centre, Belo Horizonte, Brazil.

FamĂ­lia e comunidade | Family and community 271


272


Esse é o curso de pintura que eu estou fazendo. É aqui na comunidade, é ali na igrejinha, aqui no bairro. Eu levei essa pintura aqui para mostrar para uma conhecida minha, e ela me encomendou um quadro de R$ 400 reais para botar na cabeceira da cama, um quadro de 1,20 metros. Eu já pinto há muitos anos, mas tem que sempre aperfeiçoar. O curso no bairro é pago e pode vir qualquer pessoa. A Professora diz assim, se alguém quiser vir, a gente pode convidar. Mas é só as pessoas da comunidade que vem. Cada um tem o seu material. A minha neta está fazendo o curso. Depois eu vou te mostrar as toalhinhas que ela comprou. Feminino, 72 anos, Fragata, Pelotas, Brasil.

This is the painting course that I am doing. It is here in the community, in the little church, here in the neighborhood. I took this painting here to show to one of my friends, and she commissioned me a picture of R$ 400 reais (100 pounds) to put at the head of her bed, a frame of 1.20 meters. I have been painting for many years, but I have always wanted to improve. The course in the neighborhood is paid and anyone can come. The teacher says, if anyone wants to come, we can invite. But it is just the people of the community. Each one has their own material. My granddaughter is taking the course. Then I will show you the washcloths she bought. Female, 72 years old, Fragata, Pelotas, Brazil. Família e comunidade | Family and community 273


Aqui é um centro, o CRAS, eles fazem ginástica.Tem um grupo de idosos também que eu quero entrar. Eu adoro aqui, só não frequento mais por causa da coluna, eu frequentava a ginástica, me divertia muito aqui. Eles fazem uns trabalhos comunitários, eu gosto muito deste lugar. Feminino, 61 anos, Navegantes, Pelotas, Brasil.

Here is a centre, CRAS, they do gymnastics. There is a group of older people too that is why I want to start the gym. I love here, I just do not go for it because of the spine, I used to go to the gym, I had a lot of fun here. They do some community work, I really like this place. Female, 61 years old, Navegantes, Pelotas, Brazil.


Essa aí é a nossa garagem. É o cantinho do churrasco, do assado dos colorados. Aí tem TV, tem coisa para o café. A gente faz o churrasco, põe a mesa ali (na rua em frente a garagem). Os amigos, o pessoal do bloco, todo mundo que tem garagem fica ali, a gente come tudo junto. Fica bem legal, fica bem bom! Às vezes até dia de semana. Feminino, 60 anos, Fragata, Pelotas, Brasil.

That is our garage. It is the barbecue place, the beef roast of the Colorado [soccer team name]. There is TV, there is something for drinking coffee. We make the barbecue, put the table there (on the street in front of the garage). The friends, the people on the block come here, everyone who has a garage is there, we eat together. It's really cool, it's good! Sometimes even during the week. Female, 60 years old, Fragata, Pelotas, Brazil.


276


Aqui eu dou festa, dou aniversário, faço churrasco, tudo aí nessa varanda, tiramos os carros, faço tudo ali fora, eu adoro minha varanda, adoro, eu vou até trocar meu portão e o piso, vou botar porcelanato aí na frente, se Deus quiser. Aqui continua jogando dominó, que eu estou viciada, é estou viciada, jogando dominó. Quando eu estou sozinha, assim, eu jogo no Tablet. As vezes a gente fica até as 10 da noite jogando. É sempre na varanda. Você quer ver ela ficar danada, às vezes eu deixo ela ganhar quando ela está perdendo, eu finjo que eu não tenho a pedra, e vou comprando, vou comprando, daí ela bate e fica feliz da vida, a minha filha diz, ‘mãe não pode fazer isso não, ela tem que aprender o que é perder’, a vida é um jogo, você ganha e perde. Feminino, 69 anos, Granja do Torto, Brasília, Brasil.

Here I organise parties, birthday parties, barbecues, everything happens in this verandah. We take the cars out and we do everything out there, I love my verandah, I love it, I am planning to change my gate and the floor, I would like to change the floor in front of the house to porcelain. I keep playing dominoes, which I'm addicted to it. When I'm alone, like this, I play dominoes on the tablet. Sometimes we stay out playing dominoes until 10 o’clock, always in the verandah. You want to see her (my daughter) to get mad, sometimes I let her win when she's losing, I pretend I do not have the piece, and I'm buying, I'm buying, then she finishes the game and she is happy. My daughter says: 'Mom you can't do this, she has to learn what it is to lose', life is a game, you win and you lose. Female, 69 years old, Granja do Torto, Brasilia, Brazil. Família e comunidade | Family and community 277


278


Eu ando com esse cachorrinho aqui com a coleirinha. Eu adoro bicho. Eu tinha uma gatinha há 12 anos. Eles têm uma cachorra de grande porte, que não poderia sair sem coleira. E ela saiu e a minha gatinha estava aqui comigo, acostumada a estar no meio de todos os outros cachorros. Nós estávamos sentados aqui e a gatinha estava aqui junto com os outros cachorrinhos, bem perto de mim, mas aí aquele animal veio com tamanha violência, que a gatinha velhinha se assustou e saiu correndo e ficou lá naqueles últimos galhos daquela árvore. Eu não podia tirar, ninguém conseguia tirar. Chegou um rapaz, que parece que me caiu do céu, era bem alto, um enfermeiro que mora ali, ele subiu na árvore e conseguiu alcançar ela, mas ela caiu, escorregou, porque o animalzinho estava super assustado. O homem ficou ali com a cachorra e não saiu. Eu pedi: ‘o senhor por favor, tira ela daí porque senão a gatinha não consegue sair’. Ele não tirou, ele ficou ali o tempo inteiro. Quando esse rapaz conseguiu chegar até ela, ela resvalou por entre as mãos dele, e bateu com uma violência muito grande no chão. Dois dias depois ela foi para a clínica e não voltou mais, e eu choro até hoje. Ela era minha companheira. Eu pedi para o condomínio para que botasse um aviso ali para que ele não soltasse a cachorra, quando a gatinha estava no hospital eu pedi pra que eles fizessem isso, pra que não saíssem com ela sem a coleira... era um direito que eu tinha. Eu estou ainda de luto pelo meu bichinho. Feminino, 68 anos, Fragata, Pelotas, Brasil.

I walk with this little dog with dog-collar. I love animals. I had a cat for 12 years. They have a large dog that could not leave without a dog-collar. And this dog was out without a collar and my cat was here with me, she used to be among all the other dogs. We were sitting here and my cat was here with the other puppies, very close to me, but then that animal came with such violence that my old cat was so scared that ran and stayed in those last branches of that tree. I could not help my cat, no one could pull her off. There was a man, who fell from the sky, he was very tall, a nurse who lives here, he climbed the tree and managed to reach her, but she slipped, because was super scared. The owner of the big dog stayed there with the dog and did not leave. I asked, 'Please, take her away because if not my cat can not get out'. He did not listen to me, he stayed there the whole time. When this young man got to her, she slipped through his hands, and hit the floor with great violence. Two days later she went to the clinic and did not come back, and I cry ever since. She was my lifemate. I asked the condominium to put a warning there so he would not let the dog out without a collar, when my cat was in the clinic I asked them to do it so they would not go out with her without a collar ... it is a right that I have. I'm still in mourning for my pet. Female, 68 years old, Fragata, Pelotas, Brazil. Família e comunidade | Family and community 279


O Pretinho fazendo confusão. Isso aqui era para mostrar como é toda a minha manhã, minha manhã é agitada, Pretinho enlouquecido, eu indo no banco. Vou no banco de lá e Pretinho fica amarradinho, e eu vigiando ele, louco. Quando eu chego parece que tem um mês que ele não me viu sabe. Aqui ele amarradinho, nossa ele fica numa tristeza. Aqui é onde eu compro coisinhas para ele, na Avenida Brasil, não é a que ele toma banho, que essa é na Getúlio, mas essa aqui é onde eu compro comida para ele. Aí é um lugar que eu vou sempre. Quis fotografar direito. Feminino, 63 anos, Centro, Belo Horizonte, Brasil.

The Pretinho (little black) making a mess. This is to show my typical mornings, my morning is hectic. Pretinho is crazy and I am going to the bench. I go to the next bench and Pretinho gets tied up, and I am watching him, becoming crazy. When I arrive it seems that he has not seen me for a month. Here he is tied up and he is very sad. This is the shop where I buy things for him, on Avenida Brasil, it's not where he has his bath, that's in Getúlio, but here is where I purchase his food. This is a place where I always go. I wanted to take a photo. Female, 63 years old, City Centre, Belo Horizonte, Brazil.

280


Essa foto é dos cachorros do pátio, o Barbudo. De animais de estimação eu tenho mais quatro gatos, agora vão ser cinco, pois chegou mais um. O meu genro pega na rua e trás para minha casa, trás com a intensão de doar, mas nunca vão para doação (risos). Feminino, 72 anos, Fragata, Pelotas, Brasil.

This photo is of my dogs in the yard, the Barbudo. I have four more cats, now there are going to be five, because another one arrived. My son-in-law takes them from the street and bring to my house, with the intention of donating them, but they never go to donation (laughter). Female, 72 years old, Fragata, Pelotas, Brazil.

Família e comunidade | Family and community 281


Como eu levanto muito cedo, você vê que as 7 horas eu estou lanchando. Eu tenho muita obsessão que é ler blog de jornalistas livres. Fico um tempinho lendo, o Pretinho chorando que quer sair, antes eu cumpria mais o horário, agora como eu estou obcecada com o trem de política, eu logo quero me atualizar com o blog, pois não vejo mais televisão. Antes quando era o Tupi, eu levava para a lanchonete e amarrava. Só que o Tupi era civilizado, sentava e me esperava. O Pretinho apronta, tem uma clínica do lado, ele chora, grita, late, ele não dá conta de ficar longe, eu tenho que me esconder lá no fundinho da lanchonete, que é pequenininha, para ele não me ver, mas eu acho que ele sente o cheiro, eu fico tensa para tomar um café. É poodle né, aí eu pego ele para não fica lanchando na pressão, deixo em casa e volto. Todos os dias, até sábado eu lancho lá, só no domingo que fecha, e eu não vou. Antes eu era assídua a ponto de falar assim, quando não fosse eu levaria atestado médico. Agora teve outro lado, que eu fiz uma greve lá, greve que não durou muito por causa da obsessão com biscoito. Feminino, 63 anos, Centro, Belo Horizonte, Brasil.

As I get up very early, at 7 o'clock I am already having my snack. I have an obsession that is to read the blogs of free journalists. I read for a while, Pretinho cries because he wants to be left, before I was more punctual now I like reading the blogs because I do not watch television. Before when it was Tupi, I would take it to the cafeteria and tie it. Tupi was well behaved, he used to sit and wait for me. Pretinho is crazy, there is a clinic near, he cries, he barks, he can not stay away, I have to hide inside the cafeteria, so he does not see me, but I think he feels the smell, I am nervous to have a coffee. It's a poodle, right so I thought, I'll pick it up not to feel any pressure. I will leave it at home and I'll be back. Every day, until Saturday. Female, 63 years old, City Centre, Belo Horizonte, Brazil. Família e comunidade | Family and community 283


RELIGIÃO RELIGION


Eles vêm e botam Nossa Senhora ali em cima. Os moradores estão envolvidos. Todas as quadras, daqui da oito, da nove. Todas as quadras que querem e todas as igrejas, são 13 dias. Então, nesses 13 dias, cada dia é uma igreja e aí faz a festa. De uma igreja para outra. Aí tem as pessoas, cantam, aquelas coisas. Eles levam a Santa para a casa das pessoas. Aí eles chegam e falam: "A Santa hoje está indo na 305 Sul, na casa da fulana de tal. Palmas para fulana!” É igual a cidade do interior mesmo. Tem as características de uma cidade grande e pequena. Feminino, 64 anos, Asa Sul, Brasília, Brasil.

They come and put Our Lady up there. Residents are involved. Every block, from the eight, nine quadra that want the Lady can have Her and all the churches as well. There are 13 days. So, in those 13 days, every day a church is responsible and organizes the celebration. From one church to another. There are people, they sing, they celebrate. They take Santa to their houses. Then they arrive and say “The Santa today is going to 305 South, in the house of that so-and-so of that”. It looks like a city from the interior. It has the characteristics of a big and small city. Female, 64 years old, Asa Sul, Brasília, Brazil.

286


Gosto muito de orações! Eu tenho muito respeito pelos santos, a Nossa Senhora é nosso socorro. Feminino, 67 anos, Norte, Brasília, Brasil.

Asa

I really like to pray! I have a lot of respect for the saints, Our Lady is our help. Female, 67 years old, Asa Norte, Brasilia, Brazil.

288


No mês de maio todo ano tem uma procissão com a imagem de Nossa Senhora de Fátima, aqui à noite, olha nossa quadra, isso é deste ano, todas as noites, em um bloco em um dos apartamentos nas quadras 214, 215, 216, 415 e 416, a imagem de Nossa Senhora de Fátima, circula nos blocos, reza-se o terço e, depois, a gente sai em procissão, levando a imagem com velas, para levar para o outro apartamento que aceitou organizar e fazer a homenagem a Nossa Senhora. É o momento, que coisa linda, essa foi esse ano, então todos mês de maio acontece isso. Feminino, 71 anos, Asa Norte, Brasília, Brasil.

Every year in May there is a procession with the image of Our Lady of Fatima, here at night, look at our quadra. Every night, in a Block in one of the apartments on Blocks 214, 215, 216 , 415 and 416, the image of Our Lady of Fatima, circulates in the Blocks, we pray the rosary and then we leave in procession, taking the image with candles, to take to the other apartment that accepted to organize and pay homage to Our Lady. It's the moment, what a beautiful thing, this was this year, so every May this happens. Female, 71 years old, Asa Norte, Brasilia, Brazil. Religião | Religion 289


Isso é lá perto da Igreja Nossa Senhora de Fátima. Foi no dia de Corpus Christi. É tranquilo, lá por cima, graças a Deus. A escada é perto da igreja. Aqui é a igreja. Vamos ver se vai aparecer ela. Aí! Está vendo! Tenho, bastante amigos na Igreja! Meu filho é membro de lá, eu também ajudo, a namorada do meu filho também. A igreja é bonitinha! Só tem aos sábados às 19 horas e nos dias de terça-feiras tem grupo de oração, e na segunda e terça-feiras tem missa. Feminino, 62 anos, Aglomerado da Serra, Belo Horizonte, Brasil.

This is near Lady of Fatima’s Church. It was during the Corpus Christi’s day. Thank God, It's quiet, over there. The stairs are near the church. Here is the church. Let's see if she'll show up. There! You can see it! I have enough friends in the Church! My son votes there, I also help, my son's girlfriend too. The church is beautiful. On Saturdays at 7 pm and on Tuesdays there is a prayer group, and on Monday and Tuesday there is mass. Female, 62 years old, Aglomerado da Serra, Belo Horizonte, Brazil.

290


Ah, essa eu tirei da Igreja São José, nós fomos lá, estava assistindo... Semana Santa. Foi no domingo de Ramos, domingo próximo da Páscoa. Nossa, foi muito linda! Feminino, 74 anos, Centro, Belo Horizonte, Brasil.

Ah, this photo I took from St. Joseph’s church, we went there, I was watching... Holy Week mass. It was on Palm Sunday, Easter Sunday. Wow, it was really beautiful! Female, 74 years old, City Centre, Belo Horizonte, Brazil. Religião | Religion 291


CONCLUSÃO CONCLUSION


Ageing populations in the UK and Brazil have created challenges in how to best design urban environments that support and promote everyday social engagement and healthy urban living for older people. The ageing-in-place agenda has become an important issue in redefining policy for older people suggesting that the preferred environment for older adults to age is in the community, where they can remain active, engaged, socially connected, and independent. Yet successfully ageing in place is dependent on older adults having the place-based supports for social participation, mobility and active living.

CONCLUSION

AND FURTHER STEPS 294

The resident perspectives presented in this book have provided an interesting insight into some of the challenges and opportunities of ageing across different urban, social and cultural contexts. Whilst common themes emerged from some of the photographs and quotes, the interpretation of those themes often differed across the case study cities, revealing the relationship between ageing and the urban environment to be nuanced and complex.


O envelhecimento global cria constantes desafios na forma como devemos projetar ambientes urbanos que apoiem e promovam o engajamento social cotidiano e uma vida saudável para pessoas com 60 anos ou mais. O `Guia Global: Cidade Amiga do Idoso` da Organização Mundial da Saúde é um marco na redefinição de políticas públicas para a terceira idade, indicando que o ambiente preferido para as pessoas envelhecerem é no seu bairro. Entretanto esse lugar deve ser projetado para permitir que as pessoas permaneçam ativas, engajadas socialmente, conectadas e independentes. O envelhecimento ativo e saudável depende de uma infraestrutura urbana que promova a participação social, a caminhabilidade segura e agradável e uma vida ativa. Com as fotografias apresentadas neste livro, esperamos contribuir para o debate do que é importante para as pessoas nas suas vidas cotidianas, identificando os desafios e as oportunidades que elas vivenciam em seus bairros e em sua casa

CONCLUSÃO E PRÓXIMOS PASSOS

295


Understanding these experiences are important if we are to develop interventions and solutions at a city and community level across the developing and developed world. The design of age-friendly cities and communities requires integrating a sense of place which is broader than the delivery of physical and material interventions, and includes access to supports for active participation, opportunities to build and sustain social networks, and assuming a meaningful role in the community. The aim of this book has been to present the voice of older adults in the research. The photographs and narratives are part of a comprehensive analysis of older adults’ experiences across the UK and Brazil. This data is being used in the project to support the development of a set of recommendations and guidelines that promote cities and communities that are age friendly. In doing so, we are working towards the design of resources and guidelines to support the delivery of age-friendly communities.

296


no dia-a-dia, em diferentes contextos urbanos, sociais e culturais. Enquanto temas comuns emergiram da análise das fotografias e narrativas dos entrevistados, a interpretação desses temas muitas vezes diferiu entre as cidades estudadas, revelando uma relação complexa entre envelhecimento e ambiente urbano.

comunidades amigas da terceira idade. Espera-se contribuir com a população e os formuladores de políticas e práticas profissionais no desenvolvimento de ambientes urbanos amigáveis ao envelhecimento.

Entender essas experiências é importante se quisermos desenvolver diretrizes urbanas para promover cidades amigas da idade em diferentes países e culturas. O desenho da cidade e de comunidades amigas do envelhecimento requer um projeto mais amplo do que simples intervenções físicas; inclui o desenvolvimento de políticas públicas que permitam o acesso das pessoas à lugares que promovam a participação ativa dos moradores no bairro, e oportunidades para que eles possam construir e sustentar redes de vizinhança e assumir um papel significativo na comunidade.

Heriot-Watt University

Dr Ryan Woolrych

Dr Adriana Portella

Universidade Federal de Pelotas

O objetivo deste livro foi dar voz aos participantes do Projeto PlaceAge, como representantes de uma importante parcela da população. As fotografias e narrativas fazem parte de uma análise abrangente das experiências da terceira idade no espaço da cidade. Esses dados são utilizados no projeto para embasar um conjunto de recomendações e diretrizes que promovam cidades e 297


CRÉDITOS CREDITS Participantes do exercício de diários fotográficos e entrevistas caminhadas no Reino Unido e no Brasil durante o Projeto ‘Projetando Lugares com Idosos: Rumo às Comunidades Amigas do Envelhecimento’. Older adults who were part of the photo diary exercise and walking interviews in the UK and Brazil during the Project ‘Place-Making with Older Adults: Towards Age-Friendly Communities’.

300


Equipe PlaceAge Brasil-Reino Unido PlaceAge Team Brazil-UK


ENVELHECENDO NO LUGAR | Narrativas e Memรณrias no Reino Unido e no Brasil

Profile for PlaceAge ESRC Research Project

AGEING IN PLACE. Narratives and Memories in the UK and Brazil. Book.  

AGEING IN PLACE. Narratives and Memories in the UK and Brazil. Book.  

Profile for placeage
Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded