Page 1

Manual de Meios de Cultura

Manual de Meios de Cultura

1


2


Manual de Meios de Cultura

• PLACAS, TUBOS E FRASCOS COM MEIO DE CULTURA • CEPAS DERIVATIVAS ATCC™ • SWAB’S, ALÇAS, PONTEIRAS A Plast Labor oferece um linha completa de produtos para seu laboratório. Fabricamos meios de cultura prontos para uso em inúmeras apresentações, inclusive customizamos a produção para atender às diversas análises existentes. É ainda a empresa brasileira pioneira no fornecimento de cepas derivadas ATCC™. Oferecemos uma linha completa de produtos descartáveis, como swabs, ponteiras e acessórios laboratoriais, com qualidade reconhecida e registros junto à Anvisa.

3


Manual de Meios de Cultura DIREÇÃO GERAL

Wagner Jorge Garcia Sócio Fundador / CEO Responsável Técnico

COORDENAÇÃO GERAL Elen Siqueira . MSc. Biologia

EDITORES

Gabriela Couto . Bióloga Izabel Rodrigues . Biomédica Viviane Loureiro . MSc. Biologia Luciana Moutinho . Biomédica Izabel Rodrigues . Biomédica

CONSULTORIA

Dra. Carmen Paz Oplustil Biomédica, MSc Microbiologia

REVISÃO

Dra. Carmen Paz Oplustil Biomédica, MSc Microbiologia Luciana Moutinho . Biomédica Marina Garcia . Bióloga Vanessa Tavares . Farmacêutica Bioquímica Vivian Mortatti . Comércio Exterior

4


Manual de Meios de Cultura

Sumário I.

História da Plast LaboR ..................................................................................................................6

II.

Informações Técnicas .....................................................................................................................7

Histórico da Microbiologia e Meios de Cultura Condições para Crescimento dos Meios de Cultura Preparo e Esterilização dos Meios de Cultura Cuidados da Plast Labor no preparo dos Meios de Cultura Controle de Qualidade Cuidados Necessários em Microbiologia Manipulação de Microrganismos Descarte de Material Infectado

III.

Meios dE Cultura ............................................................................................................................10

Utilidades Classificação dos Meios de Cultura

IV.

Meios Cromogênicos ......................................................................................................................12

V.

íNDICE ALFABÉTICO dos Meios de Cultura ...................................................................................18

Meios In Vitro Meios Não In Vitro

VI.

Meios destinados ao diagnóstico in vitro ...............................................................................20

VII.

MEIOS DESTINADOS ÀS ANÁLISES INDUSTRIAIS NÃO IN VITRO ........................................................87

VIII. Anexos .............................................................................................................................................126

1. Reações Bioquímicas para Enterobactérias MEIO SIM 2. Reações Bioquímicas para Enterobactérias MEIO DAU 3. Interpretação do MEIO DE OF 4. Meios de Cultura RUGAI MODIFICADO diferenciação das Enterobactérias 5. Meios de Cultura EPM/MILI/CITRATO diferenciação das Enterobactérias

5


I. História da Plast Labor

A Plast Labor foi fundada em 1987, inicialmente destinada à Produção e Venda de ponteiras plásticas descartáveis. Com o passar dos anos e acompanhando as tendências do mercado, iniciamos à produção na área de Microbiologia. Essa solicitação surgiu da necessidade de alguns clientes, que entenderam a criticidade de uma análise com qualidade assegurada. A aceitação dos meios de cultura prontos para uso, e a evolução neste segmento, foi gradativa e natural, contando com constante aquisição de novas tecnologias, crescentes investimentos em conhecimento e qualificação de pessoal. Atualmente a Plast Labor possui duas plantas produtivas, localizadas no Rio de Janeiro. A mais nova unidade conta com todas as facilidades tecnológicas, novos equipamentos de produção e uma equipe altamente qualificada, proporcionando aos produtos uma excelente performance e resultado.

Conquistas e Inovações em 25 anos da Plast Labor: • Novos equipamentos para produção, distribuição e embalagem de meios de cultura, alcançando a automação total dos processos; • Serviços online, proporcionando maior agilidade no dia-a-dia, como por exemplo a busca de certificados no website; • Conteúdo científico gratuito e exclusivo no website Plast Labor; • Suporte Técnico científico; • Atendimento próximo e diferenciado aos clientes (atendimento ao vivo no website); • Introdução do Sistema WASP e WASPLab no Brasil > automação da rotina laboratorial de microbiologia. Instalação e Manutenção dos equipamentos; • Ampliação constante de portfolio de meios de cultura prontos para uso, buscando atender às mais diversas demandas. Ressalta-se a customização de produtos, sendo uma crescente demanda por parte dos clientes. A satisfação dos clientes e a constante atualização do portfólio, permite que a Plast Labor esteja no ranking das melhores empresas do mercado. A Plast Labor tem como missão estar presente em todos os segmentos que necessitem de investigações microbiológicas e de soluções diversas para a manutenção e transporte de material biológico, buscando superar as necessidades e expectativas de nossos clientes com uma equipe coesa, com capacidade de transparência e agilidade em todos os processos administrativos e operacionais.

6


Manual de Meios de Cultura

II. Informações Técnicas Histórico da Microbiologia e dos Meios de Cultura Robert Hooke, em 1665, foi a primeira pessoa que relatou a observação de micróbios com um microscópio. Utilizando um microscópio rudimentar ele observou estruturas celulares de plantas e de fungos. Embora Hooke tenha sido o primeiro a visualizar, através de microscópio um microrganismo, o holandês Antoni Van Leeuwenhoek (1632-1723), teve um maior reconhecimento pelas suas descobertas. Suas observações foram publicadas em um importante meio científico da época - Philosophical Transactions da Royal Society of London - o que despertou interesse de outros cientistas em estudar os microrganismos. Leeuwenhoek fez uma grande descoberta ao afirmar que os microrganismos eram vivos por se movimentarem rapidamente. Em meados do século XIX, a microbiologia começou a ter um avanço mais significativo, com a modernização dos microscópios e aperfeiçoamento de técnicas de esterilização, cultivo de microrganismos e técnicas citológicas.Foi nessa época que os estudos das bases de microbiologia feitos pelo químico francês Louis Pasteur (1822-1895) e o médico alemão Robert Koch (1834-1910) foram conhecidos. Em 1860, Pasteur foi o primeiro a usar um meio de cultura para as bactérias em crescimento no laboratório. O meio era constituído por açúcar, sais de amônio e fermento. Em 1881, o médico alemão Walther Hesse juntamente com Koch começaram a estudar questões sobre metabolismo bacteriano. A gelatina que era usada para solidificar os meios de cultura tinham um período muito curto de existência, visto que elas derretiam em dias quentes ou eram consumidas pelos próprios microrganismos. Então, Fanny Angelina Eilshemius Hesse, mulher e assistente de Walther Hesse, propôs a utilização da gelatina Ágar-agar, que ela utilizava no preparo de seus doces, para conservação dos meios de cultura. Hesse passou a utilizar com sucesso o ágar-ágar para fazer meios de cultura e essa prática permanece nos dias de hoje. Outra grande descoberta feita, em 1887, foi da utilização das placas de Petri, que possibilitou a formulação dos meios de cultura. Os avanços na microbiologia estão em estudo até hoje, com grandes descobertas nessa área. Hoje ela é subdividida em diversas áreas como: bacteriologia, micologia, parasitologia, virologia e imunologia. Mas os estudos da microbiologia moderna têm suas bases nas descobertas feitas pelos grupos de cientistas de Koch e Pasteur.

Antoni Van Leeuwenhoek

Robert Hooke

Louis Pasteur

Robert Koch

Lina Hesse

Walther Hesse

Condições para o Crescimento dos Meios de Cultura

Um crescimento adequado dos meios de cultura depende de alguns fatores importantes, entre eles:

1. Nutrientes apropriados

O crescimento bacteriano exige a disponibilidade de nutrientes essenciais, tais como fontes de carbono, nitrogênio, fósforo, enxofre, ferro e outros minerais com os quais as bactérias podem sintetizar precursores de macromoléculas orgânicas e vitaminas, ou quando incapazes da síntese de um precursor essencial, este deve estar presente no meio de crescimento. As bactérias são grandemente diversificadas em relação aos seus requerimentos nutricionais, sendo que, para praticamente qualquer substância, há um microrganismo capaz de metabolizá-la como nutriente. A disponibilidade de nutrientes diminui à medida que a população aumenta de tamanho, enquanto houver um mínimo de nutrientes a população continuará a crescer.

2. Oxigênio ou outros Gases disponíveis 3. Fatores de Crescimento

Substâncias complexas indispensáveis que alguns organismos heterotróficos não conseguem sintetizar e, devem ser adicionadas ao meio básico.

4. Condições Físicas

pH: É importante que o pH de um meio de cultura esteja próximo do ideal para o crescimento dos microrganismos em estudo. Osmolaridade: A presença de solutos na água, sais ou açúcares que provocam a difusão de água para dentro ou fora da célula, é importante para a sobrevivência de um meio. Umidade: Todas as células metabolicamente ativas requerem a presença de água. Como os microrganismos estão expostos diretamente ao ambiente, a maioria das células vegetativas das bactérias sobrevivem apenas algumas horas sem umidade. Temperatura: A incubação dos microrganismos deve ser feita à Temperatura de 35º+- 2ºC para bactérias e 25º +- 2 ºC para fungos e leveduras. Armazenamento: O armazenamento dos meios de cultura deve ser realizado de acordo com as condições descritas em rotulagem externa do produto.

5. Esterilização

É essencial que o meio de cultura esteja estéril antes da sua utilização. O método de esterilização utilizado deve ser selecionado de modo que os nutrientes do meio não sejam destruídos ou alterados.

6. Controle Microbiológico da Água

É imprescindível que a água seja tratada previamente às esterilizações.

7


Preparo e Esterilização de Meios de Cultura O procedimento mais adequado e utilizado atualmente, é a aquisição de meios de cultura já fabricados, estéreis, o que suprime as etapas de preparo, testes, controles exigidos pelos órgãos reguladores como controle de ar, qualificações de equipamentos, validação de processos, entre outros itens descritos em normativas vigentes. Adicionalmente, destaca-se o melhor manuseio, armazenamento e garantia da qualidade das análises em utilizar meios de cultura prontos para uso e o custo-benefício do processo como um todo.

ALGUNS CUIDADOS DA PLAST LABOR NO PREPARO DOS MEIOS DE CULTURA A Plast Labor garante a qualidade dos meios de cultura prontos para uso, seguindo rigorosamente os parâmetros de segurança. São eles: 1. Segue-se rigorosamente as recomendações descritas pelo fabricante no rótulo do meio, referentes à hidratação (ou seja, quantidade a ser pesada em g/l). Para que este item seja corretamente seguido, as balanças utilizadas para a pesagem, são calibradas periodicamente segundo normas vigentes; 2. Utiliza-se água reagente tipo 02 ou 03 (água destilada e /ou deionizada) - Ref. Farmacopéia Brasileira - Volume 2; 3. Homogeneização do meio de cultura, após a hidratação, até a sua total dissolução. Este procedimento favorece uma perfeita distribuição, sem formação de grumos de Ágar no meio de cultura; 4. Observa-se a especificação de pH de cada meio, conforme recomendado pelo fabricante. Em vários meios de cultura o pH é o fator determinante do perfeito desempenho; 5. Submete-se os equipamentos de fabricação (Masterclaves) e vitrarias a uma adequada esterilização e validação; 6. Acompanha-se o processo de esterilização dos meios com muita atenção. Este processo é realizado, geralmente, em masterclave a 121°C por 15 minutos. Os equipamentos de esterilização (Masterclaves e Autoclaves) são submetidos a manutenção preventiva, qualificação e validação periódica; 7. Distribui-se os meios de cultura em salas limpas e qualificadas, que garantam a esterilidade e integridade dos produtos acabados; 8. Acondiciona-se adequadamente os meios em câmaras frias e locais próprios, bem como transporte previamente qualificado evitando desvio na manutenção da temperatura preconizada.

CONTROLE DE QUALIDADE 1. Todos os procedimentos, cuidados e especificações da produção de meios de cultura, constam em um documento (POP - Procedimento Operacional Padrão) do setor; 2. Cada lote de meio de cultura produzido deve receber uma numeração seqüencial e individualizada por tipo de meio. Da mesma forma, cada meio deve ser submetido aos testes de CONTROLE DE QUALIDADE, que são: esterilidade, verificação do aspecto, cor, consistência, espessura, pH e crescimento microbiano; 3. Os inóculos para teste de CONTROLE DE QUALIDADE através de crescimento microbiano são feitos a partir de semeaduras de cepas padrão tipo ATCC (American Type Culture Collection) específicas para cada meio de cultura; 4. Os resultados obtidos nos testes de cada meio produzido são registrados em ficha individualizada, apropriada (ITP - Instrução de Trabalho da Produção) onde devem constar todos os dados referentes aquela produção. Isto inclui as matérias-primas utilizadas, os fabricantes dos insumos, equipamento usado na esterilização e na distribuição, cepas utilizadas para o CONTROLE DE QUALIDADE e resultados obtidos. Tais registros são arquivados, permitindo a rastreabilidade de cada lote produzido; 5. A cada lote de meio de cultura produzido, mantém-se uma alíquota para reprodução dos testes, como amostra de retenção até o final de sua validade. Caso alguma anormalidade seja observada em determinado meio de cultura, todos os testes devem ser repetidos, e persistindo o problema, todo lote deve ser descartado e reprovado; 6. O armazenamento dos meios de cultura prontos para uso, é feito em câmara fria ou geladeira própria e ao abrigo da luz, mantendo a temperatura de 4°C a 15°C, protegendo-os da desidratação, contaminação e degradação química, fatores aos quais os meios de cultura são vulneráveis e que os tornam impróprios para uso; 7. As câmaras frias ou geladeiras são monitoradas diariamente, permitindo detectar qualquer alteração no fornecimento de energia e consequentemente, na temperatura; 8. Todo resíduo gerado pela produção é tratado antes de seu descarte. Este tratamento é feito através de esterilização em autoclave. Destinamos uma autoclave para esterilização de resíduos, não utilizando a autoclave de produção para essa finalidade.

8


Manual de Meios de Cultura

Cuidados Necessários em Microbiologia

Manipulação de Microrganismos A manipulação de microrganismos pode resultar na liberação de parte deles no ambiente e com isso, o desenvolvimento de infecções pode acontecer. Essa liberação pode ser acidental ou intrínseca à técnica ou ao equipamento utilizado. Para o manuseio correto e seguro de microrganismo. A fim de tentar evitar qualquer forma de contagio, é necessário que os laboratoristas utilizem os seguintes EPI (Equipamentos de Proteção Individual): 1. Óculos de Proteção Finalidade: Evitar a infecção via conjuntiva, por microrganismos, que podem ter sido liberados acidentalmente através do derramamento ou quebra de frascos com amostras potencialmente contaminadas ou culturas de trabalho (aerossóis). 2. Máscara Descartável com filtro Bacteriológico Finalidade: Proteger o usuário dos aerossóis que possam conter microrganismos, formados quando, por exemplo, culturas são abertas ou quebradas, líquidos são pipetados com violência gerando bolhas, gotas caem na superfície, etc. Para o trabalho com micobactérias existe máscara apropriada (N95). 3. Luvas de Procedimento (Látex) Finalidade: Proteger o usuário de contaminação através do manuseio de amostras. Devem ser descartadas após a sua utilização. A reutilização de luvas descartáveis caracteriza um perigo ao usuário. 4. Jalecos com Manga Longa (descartáveis ou de tecido) Finalidade: apesar da pele possuir uma barreira natural contra os principais microrganismos presentes no ambiente, a presença de qualquer lesão pode ser considerada uma porta de entrada de microrganismos. O jaleco de manga longa protege o usuário durante todo o trabalho com amostras clínicas ou microrganismos de teste ou controle de qualidade. Nota: Não esquecer que todo EPI deve ser retirado antes da saída do seu local de trabalho. Caso contrário você estará transportando contaminação para outras áreas do Laboratório/Hospital.

Descarte de Material Infectado Material Descartável Não Cortante 1. Amostras que foram submetidas a testes ; 2. Culturas geradas a partir destas amostras; 3. Culturas utilizadas para controle de qualidade; 4. Alças descartáveis, pipeta Pasteur plástica; 5. Toalhas de papel e outros materiais usados para limpar bancadas, equipamentos ou para enxugar as mãos (dentro da área de trabalho do Laboratório e/ou Hospital); 6. Luvas, máscaras e aventais descartáveis; Procedimento: O lixo infeccioso não cortante deve ser descartado em caixas próprias ou sacos de autoclave. As caixas devem ser acondicionadas em local apropriado para serem incineradas. Os sacos plásticos devem ser autoclavados e posteriormente descartados. Material cortante 1. Agulhas, seringas e lamínulas, bisturis, vidro quebrado, etc. Procedimento: Devem ser depositados em recipientes para descarte de material infectado em plástico rígido, conforme a RDC 306, de 7 de dezembro de 2004, da ANVISA, contendo uma solução desinfetante e, após o enchimento, devem ser lacradas, esterilizadas em autoclave ou incineradas e descartadas.

Caixas para descarte de material contaminado

Bolsa para transporte de amostra

Papel absorvente para bancadas

9


III. Meios de Cultura UTILIDADES • Estimular o crescimento de microrganismos presentes usualmente em baixos números ou de crescimento lento, bem como microrganismos exigentes e fastidiosos; • Evidenciar reações químicas através da alteração de determinados aspectos do meio, como, por exemplo, alteração na coloração original, ou morfologia colonial; • Para a realização de provas bioquímicas e verificação de funções fisiológicas de organismos submetidos a identificação, permitindo caracterização e identificação de muitos microrganismos; • Monitoramento de superfície e higiene de manipuladores e utensílios; • Monitoramento ambiental; • Manutenção de cepas. A composição química do meio, juntamente com a técnica de escolha para essa manutenção, possibilita a perfeita estocagem e repiques seguros, permitindo que as características genotípicas e fenotípicas inerentes a cada espécie sejam mantidas ao longo da preservação. • Conservação e transporte de material biológico Material Clínico / Meios para Isolamento - Meios Seletivos Identificação Fezes:

Ágar MacConkey, Ágar EMB, Ágar TCBS, Caldo Tetrationato, Caldo Selenito, Caldo GN, Água Peptonada Alcalina, Ágar Salmonella Shigella, Ágar Hektoen, Ágar XLD, Ágar Verde Brilhante, Ágar TSI, Ágar Rugai, Ágar Uréia, Ágar Lisina, Ágar Citrato.

Material Clinico / Meios para Isolamento Pele, Tecido Subcutâneo e Biópsias:

Ágar Sangue de Carneiro, Ágar Chocolate, Ágar MacConkey, Caldo Tioglicolato, Caldo TSB, Caldo Brucella

Ponte de Cateter:

Ágar Sangue de Carneiro

Material Ocular:

Ágar Sangue de Carneiro, Ágar Chocolate, Caldo Tioglicolato

Líquidos e Medula Óssea:

Ágar Sangue de Carneiro, Ágar Chocolate, Ágar Anaeróbio, Ágar MacConkey, Ágat Thayer Martin, Caldo Tioglicolato, Frasco Hemocultura

Líquido Cefalorraquidiano:

Ágar Sangue de Carneiro, Ágar Chocolate, Ágar MacConkey, Caldo Tioglicolato

Sangue:

Frasco Hemocultura, Ágar Sangue de Carneiro, Ágar Chocolate

Trato Respiratório Superior:

Ágar Sangue de Carneiro, Ágar Chocolate, Ágar Thayer Martin, Ágar Chocolate com Telurito, Ágar Loeffler

Trato Respiratório Inferior:

Ágar Sangue de Carneiro, Ágar Chocolate, Ágar MacConkey, Ágar Manitol, Ágar Columbia CNA, Ágar Seletivo para Burkholderia cepacia, Ágar Lowenstein Jensen, Ágar Ogawa Kudoh

Material de Orelha:

Ágar Sangue de Carneiro, Ágar Chocolate, Caldo Tioglicolato

Material Clínico / Meios para Isolamento - Meios Seletivos Urina:

Ágar Cled, Ágar MacConkey, Ágar Sangue de Carneiro, Ágar Thayer Martin, Ágar CHROMagar Orientation

Material Clínico / Meios para Isolamento e Identificação Trato Genital:

Ágar Sangue de Carneiro, Ágar Chocolate, Ágar Thayer Martin, Ágar Anaeróbio, Ágar MacConkey, Caldo Tioglicolato, Caldo Todd Hewitt, CTA Glicose, Ágar CTA Maltose, Ágar CTA Lactose, Ágar CTA Sacarose

Outros Materiais Clínicos

10

DIU:

Ágar Sangue de Carneiro, Ágar Anaeróbio

Esperma:

Ágar Sangue de Carneiro, Ágar Thayer Martin

Secreções Ágar Sangue de Carneiro:

Ágar Chocolate, Ágar MacConkey, Ágar Thayer Martin, Caldo Tioglicolato


Manual de Meios de Cultura

Classificação dos Meios de Cultura Os meios de cultura podem ser classificados de acordo com a sua utilização em:

1. Meios de Enriquecimento São meios, geralmente, líquidos de composição química rica em nutrientes, com finalidade de permitir que as bactérias contidas em uma amostra clínica aumentem em número, possibilitando um melhor isolamento. Um caldo de enriquecimento pode também possuir propriedades seletivas, conferidas por substâncias que inibam o desenvolvimento das espécies, sem importância clínica, e favoreçam o crescimento de patógenos.

2. Meios de cultura seletivos A finalidade desse tipo de meio é selecionar as epécies que se deseja isolar, e impedir o desenvolvimento de outros germes. Isto é obtido geralmente pela adição de um componente químico específico, como corantes, antibióticos ou outras substâncias com capacidade inibitória para algumas bactérias.

3. Meios de Transporte Consiste em um meio isento de nutrientes, contendo um agente redutor e uma substância com poder de tamponamento. Estes meios geralmente mantém um pH favorável, previnem a desidratação de secreções durante o transporte e evitam a oxidação ou a auto-destruição enzimática dos patógenos presentes.

4. Meios de cultura diferenciais Possibilita a distinção entre vários gêneros e espécies de microrganismos por possuir, em sua composição, substâncias que permitem uma diferenciação visual presuntiva, evidenciada por mudança de coloração ou na morfologia das colônias. A maioria dos meios diferenciais é também seletiva, possuindo desse modo, vários tipos de agentes inibidores de crescimento.

5. Meio Indicador É utilizado no estudo das propriedades bioquímicas das bactérias, auxiliando assim sua identificação. O tipo mais simples de meio indicador é aquele usado no estudo das reações de fermentação ou utilização de certos compostos. Incorporam-se ao meio básico um carboidrato e uma substância indicadora. A partir da mudança de coloração, detecta-se a positividade da reação pela produção de compostos finais de pH definido.

6. Meios Cromogênicos Destinados ao isolamento de patógenos por meio de diferenciação de cores específicas para cada microrganismo isolado.

7. Meios de Monitoramento Ambiental Destinado à realização de teste de higienização de superfície e/ou ambientes, proporcionando um controle de processos de limpeza e desinfecção de áreas que requeiram este tipo de controle.

11


IV. Meios Cromogênicos

Qualidade reconhecida mundialmente A Plast Labor é fabricante dos meios TM cromogênicos CHROMagar . Uma empresa francesa, que fornece soluções inovadoras para melhorar e simplificar as técnicas de cultura tradicionais. Hoje, a Plast Labor fornece diferentes tipos de meios de cultura cromogênicos, facilitando a rotina na bacteriologia clínica, microbiologia industrial, controle de qualidade para as indústrias de alimentos e bebidas, testes de água e de monitoramento ambiental, entre outros segmentos. Estes meios permitem uma detecção mais rápida e simples dos principais patógenos clínicos e de origem alimentar, incluindo Staphylococcus aureus, C. albicans, E. coli O157, Estreptococcus do grupo B, E. coli, Listeria, Vibrio e Pseudomonas, além da redução de custos do seu laboratório.

CHROMagar™ Orientation Para o isolamento e diferenciação de patógenos do trato urinário. PERFORMANCE ISOLAMENTO DE UMA VARIEDADE DE MICRORGANISMOS O alvo principal deste meio é a detecção de patógenos do trato urinário, mas CHROMagarTM Orientation tem uma aplicação mais ampla como um ágar nutritivo geral para o isolamento de diversos microrganismos. Também pode ser usado para diferenciar vários microrganismos em outras áreas infectadas. Além disso, é útil quando suplementado com vários antibióticos na detecção nosocomial e microrganismos resistentes a múltiplas drogas. Apresenta uma paleta de cores instantâneas para obter um amplo espectro de diferenciação das espécies. Como vantagens sobre o método tradicional podemos citar: • Permite, na maioria dos casos, plena diferenciação dos patógenos • Detecção confiável, contagem e identificação de patógenos do trato urinário • Facilita o reconhecimento do crescimento misto • Fornece maiores taxas de detecção

12

ECONOMIZA TEMPO E REDUZ A CARGA DE TRABALHO GRAÇAS A UMA ALTA ESPECIFICIDADE O mais comum patógeno UTI é E.coli, encontrado em 40-70% das infecções. CHROMagarTM Orientation tem uma especificidade de 99,3%* de E.coli, tornando o teste de confirmação, em grande TM parte, desnecessário. Um meio CHROMagar Orientation dá as mesmas informações que a combinação das três placas clássicas usada para análise de UTI (ágar sangue, CLED e Mac Conkey). Além disso, uma vez diferenciada a flora mista, os testes de susceptibilidade antimicrobiana podem ser realizados diretamente a partir de isolados primários, sem a necessidade de subculturas. * Merlino, J. et al. 1996. Avaliação de CHROMagarTM Orientation para diferenciação e identificação presuntiva de bacilos Gram-negativos e espécies Enterococcus, JCM 34: 1788-1793.

LEITURA DA PLACA E.coli: vermelho Enterococcus: azul turquesa Proteus: marrom Klebsiella, enterobacter: azul metálico S.saprophyticus: rosa, opaco e pequeno Citrobacter: azul metálico c/halo vermelho S. aureus: dourado ou ouro opaco pequeno


Manual de Meios de Cultura

CHROMagar™ Salmonella Para a detecção e isolamento de espécies de Salmonella spp., incluindo S.typhi e S.paratyphi em amostras clínicas Infecções causadas por Salmonella spp, incluindo Salmonella typhi, continuam a ser um grave problema de saúde em todo o mundo: Nos EUA, Salmonella tem uma taxa de incidência de 16,2 casos por 100.000 (estimativa CDC, 2008). Na Europa, é relatada como a primeira causa de toxi-infecções coletivas (2007 EFSA relatório). Além disso, de acordo com relatório da OMS, a infecção de Salmonella é responsável por 2 milhões de mortes/ano de diarréia. Principalmente devido à contaminação da cadeia alimentar e/ou durante processos de produção de alimentos.

LEITURA DA PLACA Salmonella: lilás Outras bactérias: azul, incolor ou inibida.

CHROMagar™ Salmonella Plus Para a detecção e isolamento de Salmonella, incluindo espécies Salmonella lactose positiva em amostras de alimentos Principalmente devido à contaminação da cadeia alimentar e / ou durante os processos de produção de alimentos, Salmonella entérica comumente induz doenças cujos principais sintomas são cólicas abdominais, diarréia, náuseas e vômitos.

LEITURA DA PLACA Salmonella: lilás E. coli: incolor Coliformes: azul Proteus: incolor ou inibido

CHROMagar™ E.coli Para detecção e enumeração de E. coli em amostras de alimentos e água. Contaminação por material fecal de animais pode ser mostrado pela detecção de Escherichia coli. E.coli pode contaminar a água potável quando o sistema de tratamento de água é inadequado ou durante períodos de chuvas. Elevada contaminação pode levar à suspensão do abastecimento de água e recall de alimentos pelos supermercados.

PERFORMANCE LEITURA SIMPLES: Colônias de cores intensas para melhor identificação. CARGA DE TRABALHO / ALTA ESPECIFICIDADE: O meio convencional para a detecção de Salmonella pelo caráter H2S tem especificidade muito baixa, resultando em inúmeros falsos positivos (Citrobacter, Proteus, etc) entre os raros, Salmonella real positivo. A carga de trabalho para exame de colônias suspeitas é tão pesado que as colônias positivas de Salmonella podem muitas vezes ser negligenciadas. Por causa de sua baixa especificidade, o meio convencional requer um exame minucioso de pelo menos 10 colônias por amostra suspeita. Pelo contrário, CHROMagar™Salmonella elimina a maioria dos falsos positivos e permite que os técnicos se concentrem em amostras reais contaminadas. ALTA SENSIBILIDADE E ESPECIFICIDADE: Sensibilidade: 100% * / Especificidade: 89% * em comparação a 78% com Ágar Hektoen. * A especificidade e a sensibilidade de estudo científico: "Comparação de CHROMagarTM Salmonella médio e Hektoen Ágar Entérico para isolamento de Salmonella de amostras de fezes ". Gaillot O. et al. 1999. Journal of Clinical Microbiology, 37: 762-765 REDUÇÃO DRÁSTICA DA CARGA DE TRABALHO: O número de testes confirmatórios é minimizado já que não há necessidade de duplicá-los.

PERFORMANCE Cumpre os requisitos da ISO 6579:2002 através da detecção de Salmonella lactose positiva. DE FÁCIL LEITURA A OLHO NU: Outra característica deste novo meio de cultura reside no seu contraste de cor agradável, devido ao fato de que as E.coli são incolores. As E.coli, que estão normalmente presentes em abundância nas amostras testadas para Salmonella e poderiam esconder colônias suspeitas, não são mais uma preocupação. ALTA SENSIBILIDADE E ESPECIFICIDADE: Salmonella, incluindo Salmonella lactose positiva: 99% - a especificidade e a sensibilidade do TM estudo científico: "Avaliação de Salmonella cromogênico CHROMagar novo meio para a detecção de espécies de Salmonella, incluindo Salmonella positivos lactose, S. Typhi e S. paratyphi" de Beaumont C., J. Breuil, Dedicova D., Tran Q. 2006. Painel apresentado durante a reunião ECCMID. POLIVALÊNCIA: Este meio também é conveniente para amostras clínicas, tais como hospedagem de Salmonella S.typhi, S. paratyphi.

PERFORMANCE 18 A 24H DETECÇÃO: as normas apontam que os limites de água e alimentos são geralmente de zero a uma única colônia E.coli ufc por grama e, portanto, é importante detectar e enumerá-los com precisão. FÁCIL LEITURA E INTERPRETAÇÃO: colônias de E.coli desenvolvem-se com uma cor azul intensa, tornando assim a detecção e enumeração deste indicador importante de higiene tão simples possível. CARGA DE TRABALHO MAIS LEVE: métodos de detecção tradicionais E.coli são extremamente entediantes e trabalhosos, necessitando de estudos de muitas colônias.

LEITURA DA PLACA E. coli: azul Outras bactérias gram-negativas: incolor Gram-positivas: inibida

QUALIDADE: CHROMagarTM E.coli contém 5% a mais de ágar do que outros meios no mercado. Isso ajuda consideravelmente na aplicação e estrias da amostra na placa. O meio também é adequado para a técnica de filtração por membranas ou a técnica de vazamento.

13


CHROMagar™ MRSA Para isolamento e diferenciação de Staphylococcus aureus resistente à meticilina (MRSA), incluindo baixo nível MRSA. Principal causa de infecções hospitalares, as fontes de MRSA são endógenas (do paciente) ou de contaminação cruzada (ambiental ou por contato pessoal). O principal problema com este patógeno é a sua resistência a antibióticos, entre eles beta-lactâmicos. A detecção precoce é essencial para controlar a propagação, evitando tratamentos complexos e caros.

PERFORMANCE ABSOLUTAMENTE CONFIÁVEL: CHROMagarTM MRSA, introduzido em 2002, foi o primeiro meio cromogênico para detecção de MRSA. Levou a uma redução significativa de tempo de resposta e da carga de trabalho no laboratório, o que permitiu a triagem de pacientes em larga escala. EFICIENTE: Sensibilidade e especificidade apresentadas no meio chegam a valores próximos de 100%. CHROMagarTM MRSA permite uma detecção precisa de MRSA com um maior nível de sensibilidade que a média contendo oxacilina.

INTERPRETAÇÃO RÁPIDA E FÁCIL: Cor intensa de colônia em 18-24h. LEITURA DA PLACA Staphylococcus aureus (MRSA): rosa a lilás Staphylococcus aureus (MSSA): inibido Outras bactérias: azul, incolor ou inibido

CHROMagar™ VRE Para a detecção de Van B, Van VRE. faecalis e VRE. faecium. Existem 2 tipos de resistência à vancomicina em enterococos. O 1º tipo é a resistência intrínseca encontrada em E.gallinarum e E.casseliflavus/ E.flavescens e demonstra uma resistência de baixo nível a vancomicina. O 2º tipo é a resistência adquirida (Vana & tipos vanB), maioritariamente observadas em E.faecium e E.faecalis. Portanto, para evitar a propagação desta resistência a patógenos mais virulentos (S.aureus, por exemplo) é fundamental detectar rapidamente a presença e diferenciar dos outros enterococos. O conhecimento do tipo de resistência é fundamental para fins de controle de infecção.

PERFORMANCE FERRAMENTA SIMPLES, RÁPIDA E CONFIÁVEL: Detecção direta de cepas VRE com resistência transmissíveis: esta é uma preciosa ajuda na implementação das medidas de controle adequadas para prevenir a disseminação de VRE. COLÔNIA DE CORES INTENSAS: No novo meio CHROMagar ™ VRE, cepas VRE.faecalis e VRE.faecium são facilmente distinguíveis pela cor da colônia. Ao contrário, no ágar clássico para a detecção de VRE (Ágar Bile Esculine suplementado com vancomicina): (I) não há diferenciação entre E.faecalis / E.faecium e outros enterococos; (II) que muitas vezes leva a falsos positivos de outras bactérias esculine hydrolising (como Lactococcus, Pediococcus ...), (III) a "nuvem" negra faz placa de difícil leitura, bem como a escolha da colônia adequada para mais testes de confirmação.

LEITURA DA PLACA VRE. faecalis/VRE.faecium: lilás E. gallinarum/E.casselifavrus: azul ou inibido Outras bactérias: inibido

CHROMagar™ Candida Para isolamento e diferenciação das principais espécies de Candida. Mais comumente, as espécies de Candida estão envolvidas em infecções superficiais das áreas orofaríngea e urogenital, particularmente em pessoas deprimidas, idosos e portadores da AIDS. Embora C.albicans continua a ser a principal espécie, outros tipos, como C.tropicalis, C. Krusei ou C.glabrata aumentaram como novos agentes antifúngicos e têm se mostrado eficazes contra C.albicans.

PERFORMANCE ALTO CONTRASTE: Coloração intensa da colônia ajudando a diferenciar as espécies. RÁPIDO: Incubação de 48h. FERRAMENTA PODEROSA: Ele exibe alta especificidade e sensibilidade para 3 das principais espécies de Candida de cada vez. ESPECIFICIDADE E SENSIBILIDADE: Candida albicans: Supera * 99%, Candida tropicalis: Supera * 99%, Candida krusei: Supera * 99%

* A especificidade e a sensibilidade do estudo científico: "CHROMagar™ Candida, um novo meio de isolamento diferencial para a identificação presuntiva de espécies de Candida clinicamente importantes. "Odds F. et al 1994, Jornal de Microbiologia Clínica, 32: 1923-1929.

LEITURA DA PLACA Candida albicans: verde Candida Tropicalis: azul metálico Candida krusei: rosa

CARGA DE TRABALHO MENOR: Com os meios tradicionais, como ágar Sabouraud, a identificação de culturas mistas é difícil, enquanto com CHROMagarTM Candida, apenas pela cor da colônia, será imediatamente diferenciada as várias espécies de Candida. CONVENIENTE: Facilita a escolha das terapias antifúngicas.

14


Manual de Meios de Cultura

CHROMagar™ ECC

Para a detecção simultânea e enumeração de E. coli e outros coliformes em amostras de alimentos ou água.

Coliformes são capazes de fermentar a lactose - bactérias lactose Enterobacteriacae, presentes na flora intestinal de humanos e animais de sangue quente, no solo e água. Coliformes são a prova de contaminação orgânica, ambiental ou fecal. A contaminação devido à colifomes provenientes de resíduos animais, consiste principalmente de Escherichia coli e Klebsiella termotolerantes. A elevada contaminação pode levar à suspensão do abastecimento de água e recall de alimentos. Nos EUA as recomendações da EPA são: • <1000 cfu/100ml para uma qualidade de água na pesca. • <100 cfu/100ml para uma qualidade de água na recreação. • <1 cfu/100ml para uma qualidade de água potável.

PERFORMANCE DETECÇÃO SIMULTÂNEA E DIFERENCIADA: CHROMagar™ ECC permite a detecção simultânea e diferenciação entre E.coli e coliformes em um meio. Isso é útil para determinar se há contaminação orgânica (coliformes) ou contaminação fecal (E. coli). O uso desta técnica envolve menos trabalho em comparação com métodos tradicionais (Ágar MI).

LEITURA DA PLACA E.coli: azul Outros coliformes: lilás Outras bactérias: incolor ou inibido

CONVENIENTE: O meio pode ser usado para isolamento em análise pour plate, pela técnica de membrana filtrante, ou espalhamento direto da amostra.

CHROMagar™ Liquid ECC Para a detecção simultânea e enumeração de E. coli e outros coliformes em amostras de água. SIMPLICIDADE: Muito fácil de preparar em relação ao meio ágar. ECONÔMICO: Apenas 2ml/teste (em vez de 10-20ml de outros meios).

LEITURA DA PLACA E.coli: azul Outras bactérias coliformes: roxo Outras bactérias (gram-negativas): incolor ou inibido

CHROMagar™ ESBL Para a detecção “overnight” de bactérias Gram-negativas produtoras de espectro extendido de Beta lactamase. ESBL (Extended Spectrum B-lactamases) são enzimas que mediam a resistência às penicilinas, cefalosporinas de espectro extendido de terceira geração (C3G) e monobactamas. Enterobacteriaceae produtoras de ESBL começaram a aparecer na década de 1980, e desde então surgiu como algumas das mais importantes infecções hospitalares com Escherichia coli e Klebsiella spp. sendo os principais, mas outras espécies Gramnegativas também foram observadas. O surgimento de produtoras de ESBL isoladas tem importantes implicações clínicas e terapêuticas: • Resistência a determinantes para a produção de ESBL são realizadas em plasmídeos que podem ser facilmente transmitidos. • a propagação da resistência em relação às cefalosporinas de espectro extendido pode levar ao aumento de maior espectro extendido ao medicamento. • esses isolados resistentes podem escapar da detecção com os testes de sensibilidade de rotina. Portanto, a detecção precoce de portadores de bactérias produtoras de ESBL é importante para minimizar o seu impacto e a propagação de infecções, com tratamento do paciente.

FÁCIL DE LER: graças ao contraste de cor elevada entre colônias. Não há mistura de duas cores (ao contrário de alguns outros meios cromogênicos no mercado). Colônias são lilás ou azul (não azul metálico nem roxo).

MÉTODO FÁCIL: Permite a detecção simultânea e diferenciação entre E.coli e coliformes em um meio. É útil para determinar se há contaminação orgânica (coliformes) ou contaminação fecal (E. coli). Esta técnica envolve menos trabalho em comparação com métodos tradicionais (Ágar MI). FÁCIL DE LER GRAÇAS AO ALTO CONTRASTE DE COR: Não há mistura de duas cores (ao contrário de outros meios cromogênicos no mercado). As colônias são roxo ou azul. PERFORMANCE CHROMagar™ líquid ECC é um meio de cultura cromogênico inovador, para ser usado na forma de caldo (sem ágar). Você pode preparar a quantidade exata de caldo que você desejar e se livra do estoque de meio preparado e dores de cabeça no controle da validade dos meios.

PERFORMANCE CHROMagarTM ESBL permite a detecção de bactérias ESBL, enquanto inibe o crescimento de outras bactérias, incluindo a maioria das que levam a resistência tipo AmpC. Esta é uma característica importante porque a resistência intrínseca AmpC tem relevância menor em epidemia, mas muitas vezes leva a leitura de falso positivo nos métodos de teste clássico. RESULTADOS RÁPIDOS: detecção após incubação 18 -24 hrs overnight. O Produto é composto de uma base de pó de CHROMagar™ Orientation e um suplemento que favorece o isolamento de bactérias ESBL. Alta Sensibilidade (99,2%*), alta especificidade (89%*). * Avaliação de um meio cromogênico para

espectro estendido beta-lactamases (ESBL) produtoras de Enterobacteriaceae »Philippe Lagacé-Wiens et al. Univ. de Manitoba, no Canadá. ECCMID Poster 2010.

ECONOMIA DE TEMPO E CARGA: cultura direta da amostra. Não há necessidade de uma seletiva pré-enriquecimento. LEITURA DA PLACA E.coli ESBL: rosa escuro a avermelhado Outros: inibida Klebsiella, Enterobacter, Citrobacter: azul metálico Proteus: marrom

15


CHROMagar™ KPC Para a detecção de bactérias gram-negativas com uma reduzida sensibilidade à maioria dos agentes carbapenêmicos. A resistência aos carbapenêmicos encontrados em Enterobacteriacae são um grande problema de saúde, especialmente no caso em que o mecanismo de susceptibilidade à redução é a produção de enzimas como CPK, OXA ou MBL (ex: o relatado recentemente NDM-1). No entanto, a produção dessas enzimas resultam na resistência às penicilinas, cefalosporinas, carbapenêmicos e aztreonam, tornando esses patógenos verdadeiramente multi-resistentes.

CHROMagar™ STEC Para a detecção de toxina Shiga produtora de E.coli (STEC) Um número crescente e preocupante de estudos têm mostrado recentemente que, Não-O157 E.coli (STEC) têm sido responsáveis por surtos de intoxicação alimentar. Em muitos casos, os laboratórios têm limitado sua busca por E.coli patogênica para o sorotipo O157 comum. Isso se deve ao fato de que não havia meios de cultura para não-O157 E.coli. CHROMagar™ STEC chegou para preencher esta lacuna: detecção de colônias malva, não só dos clássicos STEC O157, mas também muitos outros sorotipos.

PERFORMANCE DETECÇÃO APÓS INCUBAÇÃO DURANTE A NOITE: Detecção de gramnegativas com pouca sensibilidade aos antibióticos da família carbapenem. ECONOMIA DE TEMPO E CARGA: Plaqueamento direto da amostra. CURTO PERÍODO DE INCUBAÇÃO: apenas 18 a 24 horas de incubação. LEITURA DA PLACA R - E.coli Carbapenen R: rosa escuro para avermelhado Klebisiella, Enterobacter, Citrobacter, CarbapenemR: azul metálico R Pseudomonas Carbapenêmicas : creme, translúcido Cepas CarbapenêmicasS: inibido

PERFORMANCE FÁCIL INTERPRETAÇÃO: a maioria das cepas de STEC crescem na cor malva, enquanto outras bactérias crescem em incolor, azul ou são inibidas. ALTA SELETIVIDADE: excelente para grande número de amostras de triagem. MEIO ÚNICO NO MERCADO: único no mercado para detecção de STEC. FLEXIBILIDADE: pode ser suplementado com compostos adicionais para torná-lo ainda mais seletivo para a estirpe causadora de um surto. LEITURA DA PLACA Toxina Shiga sorotipos de E. coli: lilás Enterobacteriacae: incolor, azul ou inibido Bactérias Gram-positivas: inibida

CHROMagar™ Strep B

PERFORMANCE FÁCIL INTERPRETAÇÃO: mais fácil de ler, graças a uma coloração intensa.

Para o isolamento e diferenciação das Streptococcus agalactiae (GBS)

ALTA SENSIBILIDADE : detecção de GBS, incluindo não-hemolíticos isolados com sensibilidade próxima a 100%.

A detecção de colonização vaginal por GBS em mulheres grávidas é a estratégia mais eficaz para prevenir a transmissão da infecção durante o parto do bebê.

SIMPLES E RÁPIDO: incubação em condições aeróbicas. Resultados em 18 - 24 h. LEITURA DA PLACA Grupo B Streptococcus: lilás Outros Microrganismos: azul, incolor ou inibido

CHROMagar™ Acinetobacter Para a detecção de Acinetobacter MDR e Acinetobacter sp. Acinetobacter sobrevive em ambientes secos e úmidos. Torna-se uma fonte de infecção no ambiete hospitalar ao colonizar equipamentos médicos e alimentos. Acinetobacter geralmente não é patogênica para as pessoas saudáveis, mas são fatais em pacientes comprometidos.

LEITURA DA PLACA Para Acinobacter sp. Acinetobacter spp: vermelho Outras gram(-): principalmente inibida Gram (+) de bactérias e leveduras: inibida

PERFORMANCE

Para detecção de MDR Acinetobacter sp. (com uso do suplemento opcional CR102): Acinetobacter MDR: vermelho Outras gram(-): principalmente inibida Gram (+) de bactérias e leveduras: inibida

UMA ÚNICA COR: CHROMagar™ Acinetobacter foi concebido como um meio altamente seletivo, permitindo o crescimento de Acinetobacter em colônias vermelhas, após a incubação durante a noite.

16

PRIMEIRO MEIO CROMOGÊNICO PARA ACINETOBACTER: Este meio pode ser complementado para melhorar a especificidade MDR, permitindo o crescimento de cepas resistentes a carbapenem.


Manual de Meios de Cultura

CHROMagar™ Pseudomonas Pseudomonas são bactérias encontradas no solo, plantas, em habitats de água doce e marinhos. Muitas cepas podem crescer em baixas temperaturas (estirpes psicrofílica) e contaminar alimentos ou produtos farmacêuticos armazenados na geladeira. Cepas de Pseudomonas podem ocasionalmente ser isoladas da flora intestinal de humanos ou animais. A sua capacidade de resistir a muitos antibióticos e antisépticos explica sua presença cada vez mais frequente nos hospitais. Comportam-se como patógenos oportunistas, muitas vezes causando infecções nosocomiais. Água potável em hospitais podem ser uma fonte de infecção grave para pacientes com sistema imunológico comprometido ou para pacientes em unidades de terapia de queimados onde impede a regeneração de tecidos saudáveis. Outras formas de bactérias Pseudomonas são conhecidas por causar deterioração de alimentos em baixas temperaturas. Essas cepas psychrophillic Pseudomonas incluem: P.fragi, o que provoca a deterioração de produtos lácteos, P. taetrolens que provoca mofo em ovos e P.mudicolens e P.lundensis, que causa deterioração de leite, queijo, carne e peixe, mas raramente são causa de intoxicação alimentar.

CHROMagar™ Listeria Listeria monocytogenes é uma bactéria comum, presente no esgoto, solo ou fezes. Sua capacidade de formar biofilmes em superfícies de contato a torna difícil de eliminar. Este patógeno pode causar intoxicação alimentar grave e, portanto, com freqüência microbiana uma Q.C. alvo em instalações de processamento de alimentos para evitar a contaminação, que pode ocorrer em todas as etapas da cadeia de fabricação, a partir de matérias-primas até o local de consumo.

LEITURA DA PLACA L.monocytogenes: azul, diâmetro menor que 3mm regular e com halo branco. Outros microrganismos: inibido

AquaCHROM™ Para a ausência / presença de E.coli e coliformes em amostras de água. Coliformes, Enterobacteriacae são capazes de fermentar lactose e são bactérias presentes na flora intestinal em humanos e animais de sangue quente, no solo e água. Coliformes são indicadores de contaminação orgânica, ambiental ou fecal. E.coli pode contaminar a água potável quando o sistema de tratamento de água é inadequado ou durante períodos intensos de chuvas. O monitoramento da produção de alimentos e água é essencial.

PERFORMANCE RÁPIDO: incubação de 24h. TÉCNICA DE FILTRAÇÃO: método de filtração por membranas pode ser usado para a detecção de 100ml de água. FÁCIL DE LER: Uma cor única intensificada para Pseudomonas. SIMPLES DE USAR: Colônias podem ser vistas sob condições normais de iluminação. Colônias de Pseudomonas desenvolvem com uma cor intensa verde-azulada, visível a olho nu.

LEITURA DA PLACA Pseudomonas, incluindo P. aeruginosa: azul-verde Outros microrganismos tais como S.saprophyticus, E.coli, P.mirabilis: inibida, ou incolor

PERFORMANCE LEITURA CLARA: L. monocytogenes e L. innocua têm propriedades bioquímicas similares, e não podem ser diferenciadas em meio tradicional (PALCAM, Oxford). Facilita a diferenciação de Listeria monocytogenes de outras Listeria diretamente para a etapa de isolamento: as colônias são azuis e rodeadas por um halo branco devido a atividade de uma fosfolipase específica. SIMPLICIDADE NOS RESULTADOS: Clássicos testes confirmatórios para a espécie L.monocytogenes incluem muitas etapas. CHROMagar™ Listeria simplifica a etapa de confirmação e reduz a carga de trabalho. Um único ponto de uma colônia suspeita de Listeria diretamente colocado sobre CHROMagar™ Listeria, irá fornecer a confirmação de L. monocytogenes dentro de 24 horas.

PERFORMANCE MÉTODO SIMPLES: Adicionar a dose pré-pesada de AquaCHROMTM a uma amostra de água 100 ml, agitar e incubar a 37 ° C por 18-24h. DETECÇÃO A OLHO NU: Não há necessidade de lâmpada UV. A diferenciação das espécies é baseada na utilização de dois cromógenos (em vez de usar o obsoleto chromogene + fluorogene). APROPRIADO PARA O TESTE DE CAMPO: Este meio de cultura também foi projetado para testes em áreas onde nem incubadoras nem lâmpadas UV estão disponíveis. A incubação pode ser realizada à temperatura ambiente (incubação longa) e os resultados são lidos à luz do dia. LEITURA E.coli: verde a azul esverdeado Outros coliformes: amarelo Outros: incolor

17


V. Índice Alfabético Meios in vitro A ÁGAR ANAERÓBIO ÁGAR BATATA DEXTROSE ÁGAR BBE (BACTERÓIDES BILEESCULINA) ÁGAR BHI (BRAIN HEART INFUSION) ÁGAR BHI COM VANCOMICINA ÁGAR BHI (BRAIN HEART INFUSION) COM CLORANFENICOL ÁGAR BILE AZIDA ESCULINA ÁGAR BILE ESCULINA ÁGAR BISMUTO SULFITO ÁGAR BPLS (VERDE BRILHANTE, VERMELHO DE FENOL, LACTOSE, SACAROSE ÁGAR) ÁGAR BPLS/BISMUTO SULFITO/LEIFSON ÁGAR BRUCELLA COM 5% SANGUE HEMINA E MENADIONA ÁGAR CETRIMIDE ÁGAR CHOCOLATE 5% ÁGAR CHOCOLATE 10% ÁGAR CHOCOLATE/THAYER MARTIN ÁGAR CHOCOLATE COM TELURITO ÁGAR CHOCOLATE COM VCN (VANCOMICINA/COLISTINA/NISTATIDA) ÁGAR CHOCOLATE COM VITOX 1% ÁGAR CHOCOLATE COM VITOX 2% ÁGAR CITRATO DE SIMMONS ÁGAR CLED (Brolacin) ÁGAR CLED (Brolacin) /EMB TEAGUE ÁGAR CLED (Brolacin)/MacCONKEY ÁGAR CLED (Brolacin)/MACCONKEY/ MANITA ÁGAR CLED (Brolacin)/ MACCONKEY/ SANGUE DE CARNEIRO ÁGAR COLUMBIA CNA ÁGAR CONTROLE DESCARBOXILASE ÁGAR CTA (Cistina Trypticase Ágar) ARABINOSE ÁGAR CTA (Cystine Tryptic Ágar) GLICOSE ÁGAR CTA (Cystine Tryptic Ágar) LACTOSE ÁGAR CTA (Cystine Tryptic Ágar) MALTOSE ÁGAR CTA (Cystine Tryptic Ágar) MANITOL ÁGAR CTA (Cystine Tryptic Ágar) SACAROSE ÁGAR CTA (Cistina Trypticase Ágar) XILOSE ÁGAR CTA TREALOSE (Cistina Trypticase Ágar Trealose) ÁGAR DNASE ÁGAR DNASE COM AZUL TOLUIDINA ÁGAR EMB LEVINE ÁGAR EMB TEAGUE ÁGAR EMB TEAGUE / ÁGAR SANGUE DE CARNEIRO 5% ÁGAR ENTEROCOCOSEL ÁGAR EUGON CHOCOLATE ÁGAR FENILALANINA ÁGAR GSP(Ágar Seletivo para Pseudomonas e Aeromonas) ÁGAR HEKTOEN ÁGAR HTM (Haemophilus TEST MEDIUM) ÁGAR LEIFSON (ÁGAR CITRATO DESOXICOLATO) ÁGAR MACCONKEY ÁGAR MACCONKEY COM SORBITOL ÁGAR MANITA SAL ÁGAR MOTILIDADE ÁGAR MUELLER HINTON ÁGAR MUELLER HINTON com NaCl 2% ÁGAR MUELLER HINTON COM OXACILINA ÁGAR MUELLER HINTON COM VANCOMICINA ÁGAR MUELLER HINTON SANGUE DE CARNEIRO ÁGAR MYCOPLASMA (PPLO) ÁGAR MYCOSEL ÁGAR NIGER ÁGAR NUTRIENTE ÁGAR PEA(PHENYLETANOL) ÁGAR RPMI

18

ÁGAR SABOURAUD 2% DE DEXTROSE ÁGAR SABOURAUD 4% DEXTROSE ÁGAR SABOURAUD 2% DEXTROSE COM CLORANFENICOL ÁGAR Salmonella Shigella ÁGAR SANGUE DE CARNEIRO 3% ÁGAR SANGUE DE CARNEIRO 5% ÁGAR SANGUE DE CARNEIRO 5% COM AZIDA ÁGAR SANGUE DE CARNEIRO 5% / ÁGAR MANITA SAL ÁGAR SANGUE DE CARNEIRO 5% COM IMIPENEM ÁGAR SANGUE DE CARNEIRO 5% COM TELURITO ÁGAR SANGUE/ ÁGAR CLED (Brolacin) ÁGAR SANGUE/CHOCOLATE ÁGAR SANGUE/MACCONKEY ÁGAR SELETIVO PARA Burkholderia cepacia ÁGAR SELETIVO PARA CAMPYLOBACTER ÁGAR SELETIVO PARA GARDNERELLA ÁGAR SELETIVO PARA VIBRIO (TCBS) ÁGAR SELETIVO PARA YERSINIA ÁGAR THAYER MARTIN ÁGAR TSA SANGUE DE CARNEIRO 5% ÁGAR TSI- TRIPLE SUGAR IRON ÁGAR URÉIA ÁGAR URÉIA (MEIO DAU: DUPLO AÇÚCAR URÉIA) ÁGAR VERDE BRILHANTE ÁGAR VERDE BRILHANTE MODIFICADO ÁGAR VOGEL JOHNSON ÁGAR VOGEL JOHNSON/CETRIMIDE ÁGAR VOGEL JOHNSON/ CETRIMIDE/MACCONKEY ÁGAR XLD ÁGAR XLD/ BISMUTO SULFITO/ BPLS ÁGAR XLD/BISMUTO SULFITO/ VERDE BRILHANTE ÁGAR XLD/BPLS/ LEIFSON ÁGUA PEPTONADA 1% ALCALINA (APA)

C CALDO BHI CLORETADO CALDO BHI COM HEMINA E MENADIONA CALDO BHI (BRAIN HEART INFUSION) CALDO BILE VB COM DUHRAN CALDO BILE VERDE BRILHANTE 2% COM DURHAN CALDO BRUCELLA CALDO BRUCELLA COM HEMINA E MENADIONA CALDO EC (Escherichia coli) CALDO EC (Escherichia coli) MUG CALDO ENTEROCOCOSEL COM VANCOMICINA CALDO GN (GRAM NEGATIVO) CALDO MALONATO CALDO MUELLER HINTON CALDO NUTRIENTE CALDO SELENITO CALDO SF (STREPTOCOCCUS FAECALIS) CALDO TETRATIONATO COM VERDE BRILHANTE CALDO TIOGLICOLATO COM HEMINA E MENADIONA CALDO TIOGLICOLATO COM RESAZURINA CALDO TODD HEWITT COM GENTAMICINA E ÁCIDO NALIDÍXICO CALDO TSB (TRYPTONE SOYA BROTH) CALDO VM/ VP (VERMELHO DE METILA/ VOGEL PROSKAUER) CHROMagar CANDIDA MICROBIOLOGY CHROMagar E.COLI. CHROMagar ESBL CHROMagar KPC CHROMagar MRSA CHROMagar ORIENTATION CHROMagar RAMBACH CHROMagar STREP B CHROMagar VRE


Manual de Meios de Cultura

H HEMOCULTURA ÚNICA

M MEIO ARGININA MEIO EPM MEIO LISINA MEIO LOFFLER (PAI) MEIO LOWENSTEIN JENSEN MEIO MILI

MEIO OF (OXIDAÇÃO/ FERMENTAÇÃO) COM ÓLEO MEIO OGAWA KUDOH MEIO ORNITINAMEIO MEIO SIM (MOTILIDADE, INDOL, SULFETO)

R RUGAI MODIFICADO

S SOLUÇÃO SALINA 0,85%

Meios Não in vitro A ÁGAR ANTIBIÓTICO NUM.19 ÁGAR BAIRD PARKER ÁGAR BAIRD PARKER / CETRIMIDE ÁGAR BAIRD PARKER / CETRIMIDE / MACCONKEY ÁGAR BAIRD PARKER / CETRIMIDE / VRBG ÁGAR BATATA DEXTROSE ÁGAR BHI (BRAIN HEART INFUSION) / PIA (PSEUDOMONAS ISOLATION ÁGAR) ÁGAR CETRIMIDE ÁGAR CETRIMIDE/m-ENDO ÁGAR CETRIMIDE/VRBG (VIOLET RED BILE GLUCOSE) ÁGAR CHROMOCULT COLIFORM ÁGAR COLUMBIA CNA COM 5% DE SANGUE DE CARNEIRO / MACCONKEY ÁGAR DUCREY ÁGAR D/E NEUTRALIZING ÁGAR EMB TEAGUE / SS (Salmonella Shigella) ÁGAR HC com 2% TWEEN 80 ÁGAR HEKTOEN / VERDE BRILHANTE ÁGAR MacConkey/CETRIMIDE ÁGAR MACCONKEY/ CHOCOLATE/ SANGUE DE CARNEIRO ÁGAR MacConkey/ MANITA SAL ÁGAR MacConkey/ MANITA SAL/ CETRIMIDE ÁGAR MacConkey/ MANITA SAL/ TSA ÁGAR MANITA SAL ÁGAR m-ENDO ÁGAR m-ENDO / EMB TEAGUE / VRBG ÁGAR m-GREEN ÁGAR M-HPC ÁGAR MICROBIAL ÁGAR MICROBIAL COM BETALACTAMSE ÁGAR MICROBIAL com glicerol ÁGAR MITIS SALIVARIUS COM TELURITO 1% ÁGAR MRS ÁGAR m-TGE ÁGAR m.TGE com TTC (Trifenil Tetrazólio Cloreto) ÁGAR MYCOSEL ÁGAR PIA (PSEUDOMONAS ISOLATION ÁGAR) ÁGAR PLATE COUNT ÁGAR PLATE COUNT com 0,5% LECITINA ÁGAR PSEUDOMONAS F/ ÁGAR PSEUDOMONAS P/ÁGAR EMB TEAGUE ÁGAR R2A ÁGAR R2A COM TTC (Trifenil Tetrazólio Cloreto) ÁGAR ROSA DE BENGALA COM CLORANFENICOL ÁGAR SABOURAUD 2% DEXTROSE ÁGAR SABOURAUD 2% DE DEXTROSE COM CLORAFENICOL ÁGAR SABOURAUD 2% DE DEXTROSE COM LECITINA ÁGAR SABOURAUD 4% DEXTROSE ÁGAR SABOURAUD 4% DEXTROSE COM CLORAFENICOL ÁGAR SANGUE/ ÁGAR CLED (Brolacin)/EMB TEAGUE ÁGAR SANGUE DE CARNEIRO 10% ÁGAR SELETIVO BACILLUS CEREUS (Ágar MYP) ÁGAR SORO DE LARANJA ÁGAR TSA (TRYPTONE SOYA ÁGAR) ÁGAR TSA (TRYPTONE SOYA ÁGAR) COM PENASE ÁGAR TSA (TRYPTICASE SOY ÁGAR) COM TTC

ÁGAR TSB (TRYPTONE SOYA BROTH) COM 10mL DE GLICEROL ÁGAR VOGEL JOHNSON/ CETRIMIDE/CHROMOCULT ÁGAR VOGEL JOHNSON/ PIA/ MACCONKEY ÁGAR VRBG (VIOLET RED BILE GLUCOSE) ÁGAR XLD/ BISMUTO SULFITO/ BPLS ÁGAR XLD/BPLS ÁGAR XLD / Salmonella Shigella / VERDE BRILHANTE ÁGUA PEPTONADA 1% TAMPONADA (APT)

B BHI (BRAIN HEART INFUSION) COM 6,5% NACL E PÚRPURA DE BROMOCRESOL

C CALDO BHI (BRAIN HEART INFUSION) COM 15% GLICEROL CALDO BRUCELLA COM GLICEROL 15% CALDO LACTOSE CALDO LACTOSE 4% TWEEN CALDO LAURIL SULFATO DE SÓDIO COM CONCENTRAÇÃO DUPLA CALDO MACCONKEY CALDO RAPPAPORT CALDO SABOURAUD 2% DEXTROSE CALDO TETRATIONATO (KAUFFMAN) CALDO TIOGLICOLATO COM RESAZURINA CALDO TSB (TRYPTONE SOYA BROTH) CALDO TSB (TRYPTONE SOYA BROTH) COM 15% GLICEROL

F FRASCO ÁGAR ANTIBIÓTICO No. 11 (Ensaio Neomicina)

M MEIO ANTIBIÓTICO N1 (Ensaio com penicilínicos)

P PEPTONA CASEÍNA 0,1% PEPTONA CASEÍNA 1% PEPTONA CASEÍNA 1% COM 2% TWEEN 80 PLACA RODAC BACTÉRIA COM INATIVANTES PLACA RODAC BACTÉRIAS COM TTC (Trifenil Tetrazólio Cloreto) PLACA RODAC BACTÉRIA SEM TTC (Trifenil Tetrazólio Cloreto) PLACA RODAC BACTÉRIA SEM TTC (Trifenil Tetrazólio Cloreto) COM BETALACTAMASE PLACA RODAC BACTÉRIA SEM TTC (Trifenil Tetrazólio Cloreto) COM PENASE PLACA RODAC PARA FUNGOS

S SOLUÇÃO TAMPÃO FOSFATO

19


VI. Meios destinados ao diagnóstico in vitro ÁGAR ANAERÓBIO

ÁGAR BATATA DEXTROSE

INDICAÇÃO Meio de cultura destinado ao isolamento primário de microrganismos anaeróbios fastidiosos.

INDICAÇAO Meio indicado para o isolamento de fungos e leveduras.

APRESENTAÇÃO PL 1331 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. PL 1332 - Placas descartáveis estéreis, tam. 49x13mm, com 7 a 8mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

APRESENTAÇÃO PL 1200 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. PL 3046 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 16x150mm, com 7 a 8mL de meio de cultura inclinado. EMBALAGEM Placas: Pacote com 10 unidades. tubos: Pacote com 5 unidades. COMPOSIÇÃO

10,0g

Extrato de batata

4,0g

Infusão de cérebro de boi

7,7g

Glicose

20,0g

Infusão de coração de boi

9,8g

Ágar

15,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Fosfato dissódico

2,5g

Glicose

2,0g

Ágar

15,0g

Extrato de levedura

5,0g

Hemácia de carneiro desfibrinada e estéril

50mL

Hemina (0,05 g/10mL de NaOH)

1mL

Amicacina 500mg

0,1mL

Menadiona (0,05g/50mL de ácool etílico)

0,1mL

Forma:

Gel de viscosidade firme

Cor:

Vermelho escuro

pH:

7,4 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Promoção de Crescimento

Resultados Esperados

Bacteroides fragilis - ATCC 25285

Crescimento bom

C. perfringens - ATCC 13124

Crescimento bom com visualização de beta hemólise

P. melaninogenica - ATCC 25845

Crescimento bom

P. anaerobius - ATCC 27337

Crescimento bom

F. nucleatum - ATCC 25586

Crescimento bom

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670006

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Aspecto:

Branco translúcido

pH:

5,6 ± 0,2 a 25°C

PROCEDIMENTO PARA FUSÃO DO MEIO A completa fusão do meio pode ser atingida através de duas metodologias distintas:

Suplementos:

Fusão em banho-maria: O frasco deverá ser parcialmente mergulhado em banho-maria à temperatura de aproximadamente 40ºC, de maneira que o ágar fique completamente imerso. Deve-se elevar a temperatura, gradativamente, até a fusão completa do ágar, a qual ocorre em torno de 75ºC. Fusão em micro-ondas: Cada frasco deverá ser levado ao micro-ondas e processado da seguinte forma: Volume 90 - 100 ml - aproximadamente 30 segundos. Volume 200 ml - aproximadamente 60 segundos. É importante que o equipamento esteja ajustado à potência de 70%. O tempo médio necessário para a completa fusão do meio de cultura dependerá da potência atingida por cada equipamento. OBS.: Se o meio for empregado na realização da metodologia pour-plate, após sua completa fusão deve-se aguardar até que atinja temperatura entre 40-45°C para sua distribuição. Atenção! Em ambas as metodologias deve-se ter cuidado com a temperatura do vidro. CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Candida albicans - ATCC 10231

Crescimento bom

Aspergillus brasiliensis - ATCC 16404

Crescimento bom

Trichophyton mentagrophytes - ATCC Crescimento bom 9533 Escherichia coli - ATCC 25922

Crescimento bom

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS: 80035670009

20

Composição por litro:

Protease peptona


Manual de Meios de Cultura

ÁGAR BBE (BACTERÓIDES BILEESCULINA)

ÁGAR BHI (BRAIN HEART INFUSION)

INDICAÇÃO Meio indicado para a detecção e enumeração de Bacteroides fragilis.

INDICAÇÃO Meio de cultura bastante rico em nutrientes, indicado para o cultivo ou armazenamento de diversos microrganismos aeróbios e anaeróbios.

APRESENTAÇÃO PL 1420 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22 mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacote com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

APRESENTAÇÃO PL 1132 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. PL 3162 - Tubo de vidro com tampa de rosca, tam. 16x150mm, com 7 a 8mL de meio de cultura inclinado. PL 3161 - Tubo de vidro com tampa rosca, tam. 13x 100mm, com 4 a 5mL de meio de cultura inclinado.

Triptona de caseína

15,0g

Peptona de soja

5,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Ágar

15,0g

COMPOSIÇÃO

OXGAL

20,0g

Peptona protease

10,0g

Esculina

1,0g

Infusão de cérebro de boi

7,7g

Citrato de férrico amoniacal

0,5g

Infusão de coração de boi

9,8g

EMBALAGEM Placas: Pacote com 10 unidades. Tubos: Pacote com 5 unidades. COMPOSIÇÃO por litro:

Gentamicina

2,5mL

Cloreto de sódio

5,0g

Hemina ( 0,05g/10mL de NaoH)

2,0mL

Fosfato di-sódio

2,5g

Vitamina K e solução

1,0mL

Glicose

2,0g

Ágar

15,0g

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Verde Pardo

Forma:

Gel de viscosidade firme.

pH:

7,0 ± 0,2 a 25°C

Aspecto:

Amarelo claro translúcido

Odor:

Característico

pH:

7,4 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Bacteroides fragilis - ATCC 25285

Crescimento de colônias negras.

Escherichia coli - ATCC 25922

Inibição total.

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670006

PROCEDIMENTO PARA FUSÃO DO MEIO A completa fusão do meio pode ser atingida através de duas metodologias distintas: Fusão em banho-maria: O frasco deverá ser parcialmente mergulhado em banho-maria à temperatura de aproximadamente 40ºC, de maneira que o ágar fique completamente imerso. Deve-se elevar a temperatura, gradativamente, até a fusão completa do ágar, a qual ocorre em torno de 75ºC. Fusão em micro-ondas: Cada frasco deverá ser levado ao micro-ondas e processado da seguinte forma: Volume 90 - 100 ml - aproximadamente 30 segundos. Volume 200 ml - aproximadamente 60 segundos. É importante que o equipamento esteja ajustado à potência de 70%. O tempo médio necessário para a completa fusão do meio de cultura dependerá da potência atingida por cada equipamento. OBS.: Se o meio for empregado na realização da metodologia pour-plate, após sua completa fusão deve-se aguardar até que atinja temperatura entre 40-45°C para sua distribuição. Atenção! Em ambas as metodologias deve-se ter cuidado com a temperatura do vidro. CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Staphylococcus aureus - ATCC 25923 Crescimento bom Escherichia coli - ATCC 25922

Crescimento bom

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670009

21


ÁGAR BHI COM VANCOMICINA

ÁGAR BHI COM CLORANFENICOL

INDICAÇÃO Meio seletivo utilizado para isolamento de Enterococcus spp e Staphylococcus spp resistentes a vancomicina.

INDICAÇÃO Meio indicado para o isolamento de fungos patogênicos em amostras clínicas contaminadas com bactérias ou fungos saprófitos.

APRESENTAÇÃO PL 1046 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura.

APRESENTAÇÃO PL 3280 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100mm, com 4 a 5mL de meio de cultura inclinado. PL 3281 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 16x 150mm, com 7 a 8mL de meio de cultura inclinado.

EMBALAGEM Pacote de 10 unidades. COMPOSIÇÃO

COMPOSIÇÃO por litro

Peptona protease

10,0g

Infusão de cérebro de boi

7,7g

Infusão de coração de boi

9,8g

Cloreto de sódio

5,0g

Fosfato disódio

2,5g

Glicose

2,0g

Ágar

15,0g

Suplementos: Vancomicina

6ug/mL (120ul/L)

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Amarelo escuro

pH:

7,4 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Enterococcus faecalis - ATCC 29212

Inibição total

Staphylococcus aureus - ATCC 25923 Inibição total Enterococcus faecalis - ATCC 51299

Crescimento bom

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670007

EMBALAGEM Pacote de 5 unidades. COMPOSIÇÃO

COMPOSIÇÃO por litro:

Coração cérebro forma de infusão

8,0g

Digestão pancreática de tecido animal

5,0g

Digestão pancreática de caseína

16,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Dextrose

2,0g

Fosfato dissódico

2,5g

Ágar

13,5g

Suplementos: Cloranfenicol

0,5g

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Ligeiramente amarelado

Odor:

Característico

pH:

7,4 ± 0,2 a 25°C

PROCEDIMENTO PARA FUSÃO DO MEIO A completa fusão do meio pode ser atingida através de duas metodologias distintas: Fusão em banho-maria: O frasco deverá ser parcialmente mergulhado em banho-maria à temperatura de aproximadamente 40ºC, de maneira que o ágar fique completamente imerso. Deve-se elevar a temperatura, gradativamente, até a fusão completa do ágar, a qual ocorre em torno de 75ºC. Fusão em micro-ondas: Cada frasco deverá ser levado ao micro-ondas e processado da seguinte forma: Volume 90 - 100 ml - aproximadamente 30 segundos. Volume 200 ml - aproximadamente 60 segundos. É importante que o equipamento esteja ajustado à potência de 70%. O tempo médio necessário para a completa fusão do meio de cultura dependerá da potência atingida por cada equipamento. OBS.: Se o meio for empregado na realização da metodologia pour-plate, após sua completa fusão deve-se aguardar até que atinja temperatura entre 40-45°C para sua distribuição. Atenção! Em ambas as metodologias deve-se ter cuidado com a temperatura do vidro. CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Escherichia coli - ATCC 25922

Inibição total.

Staphylococcus aureus – ATCC 25923

Crescimento bom.

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS: 80035670010

22


Manual de Meios de Cultura

ÁGAR BILE AZIDA ESCULINA

ÁGAR BILE ESCULINA

INDICAÇÃO Este meio seletivo para detecção rápida e enumeração de Enterococcus spp.

INDICAÇÃO Meio destinado ao isolamento e identificação presuntiva de Estreptococos do Grupo D (Enterococcus faecalis). Utilizado para diferenciação de Enterococcus spp. de Streptococcus spp.

APRESENTAÇÃO PL 1024 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacote com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

COMPOSIÇÃO por litro:

Digestivo pancreático de caseína

17,0g

Digestivo péptico de tecido animal

3,0g

Oxgall

10,0g

Extrato de levedura

5,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Citrato férrico amoniacal

0,5g

Citrato de sódio

1,0g

APRESENTAÇÃO PL 3220 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100mm, com 4 a 5mL de meio de cultura inclinado. EMBALAGEM Pacote de 5 unidades. COMPOSIÇÃO:

COMPOSIÇÃO por litro:

Digestivo pancreático de gelatina

5,0g

Extrato de carne

3,0g

Oxgall

20,0g

Citrato férrico

0,5g

Esculina

1,0g

Ágar

14,0g

Esculina

1,0g

Azida Sódica

0,25g

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Ágar

13,5g

Cor:

Verde opaco

Odor:

Característico

pH:

6,8 ± 0,2 a 25°C

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Palha

pH:

7,1 ± 0,2 a 25°C

PROCEDIMENTO PARA FUSÃO DO MEIO A completa fusão do meio pode ser atingida através de duas metodologias distintas:

Resultados

Fusão em banho-maria: O frasco deverá ser parcialmente mergulhado em banho-maria à temperatura de aproximadamente 40ºC, de maneira que o ágar fique completamente imerso. Deve-se elevar a temperatura, gradativamente, até a fusão completa do ágar, a qual ocorre em torno de 75ºC.

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Enterococcus faecalis - ATCC 29212 Crescimento bom com escurecimento do meio ao redor da colônia. Streptococcus pyogenes - ATCC 19615

Inibição parcial, sem alteração da cor do meio.

Escherichia coli - ATCC 25922

Inibição parcial, sem alteração da cor do meio.

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670008

Fusão em micro-ondas: Cada frasco deverá ser levado ao micro-ondas e processado da seguinte forma: Volume 90 - 100 ml - aproximadamente 30 segundos. Volume 200 ml - aproximadamente 60 segundos. É importante que o equipamento esteja ajustado à potência de 70%. O tempo médio necessário para a completa fusão do meio de cultura dependerá da potência atingida por cada equipamento. OBS.: Se o meio for empregado na realização da metodologia pour-plate, após sua completa fusão deve-se aguardar até que atinja temperatura entre 40-45°C para sua distribuição. Atenção! Em ambas as metodologias deve-se ter cuidado com a temperatura do vidro. CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Enterococcus faecalis ATCC 29212

Crescimento bom com meio enegrecido.

Streptcoccus pyogenes ATCC 19615

Inibição parcial, sem alteração do meio.

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670008

23


ÁGAR BISMUTO SULFITO INDICAÇÃO Meio de cultivo indicado para o isolamento e diferenciação de Salmonella spp., particularmente Salmonella enterica e outras provenientes de alimentos, amostras clínicas ou outros materiais de investigação. APRESENTAÇÃO PL 1249 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades. COMPOSIÇÃO:

COMPOSIÇÃO por litro:

ÁGAR BPLS (VERDE BRILHANTE, VERMELHO DE FENOL, LACTOSE, SACAROSE ÁGAR) INDICAÇÃO Meio seletivo indicado para isolamento de Salmonella spp, exceto Salmonella enterica, e Shigella spp. em alimentos ou materiais como fezes, urina ou produtos farmacêuticos. APRESENTAÇÃO PL 1254 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades.

Extrato de carne

5,0g

COMPOSIÇÃO

Peptona de carne

10,0g

Peptona de carne

5,0g

D(+) Glicose

5,0g

Peptona de caseína

5,0g

Hidrogeno fosfato di sódio

4,0g

Extrato de carne

5,0g

Sulfato de ferro III

0,3g

Cloreto de sódio

3,0g

Indicador bismuto sulfito

8,0g

Hidrogenofosfato dissódico

2,0g

Verde brilhante

0,025g

Lactose

10,0g

Ágar

15,0g

Vermelho fenol

0,08g

Verde brilhante

0,0125g

Forma:

Gel de viscosidade firme

Cor:

Verde Pálido

pH:

7,7 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Enterococcus faecalis - ATCC 29212

Inibição total

Escherichia coli - ATCC 25922

Inibição parcial de colônias marrom esverdeadas

Salmonella enterica (subsp. enterica sorotipo typhi) - ATCC 19430

Crescimento bom com colônias negras e brilhantes.

Salmonella enterica – ATCC 14028

Crescimento bom, colônias negras ou cinza esverdeadas com ou sem brilho.

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C. Meio fotosensível - estocar e armazenar protegido da luz. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS: 80035670010

Ágar

12,0g

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Avermelhado

pH:

6,9 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Escherichia coli – ATCC 25922

Crescimento bom com colônias e meio amarelos

Staphylococcus aureus - ATCC 25923

Crescimento bom com colônias e meio amarelos

Salmonella enterica - ATCC 5188

Crescimento bom com colônias rosas com halo vermelho ao redor

Salmonella enterica – ATCC 14028

Crescimento bom com colônias rosas com halo vermelho ao redor

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS: 80035670010

24

COMPOSIÇÃO por litro:


Manual de Meios de Cultura

ÁGAR BPLS/BISMUTO SULFITO/LEIFSON INDICAÇÃO O Ágar BPLS/Bismuto/Leifson é um meio indicado para o cultivo e isolamento de Salmonella sp. e Shigella sp. Segue abaixo a composição de cada meio de cultura e respectiva utilização. Ágar BPLS (Verde brilhante, Vermelho de fenol, Lactose, Sacarose): Meio de cultivo indicado para isolamento de Salmonella spp., exceto S.thypi e Shigella spp. em alimentos ou materiais como fezes, urina, produtos farmacêuticos que necessitem deste tipo de análise.

Forma:

Gel de viscosidade firme

Cor:

Ágar BPLS: Avermelhado Ágar Bismuto Sulfito: Verde Pálido Ágar Leifson: Alaranjado

pH:

Ágar BPLS: 6,9 ± 0,1 a 25°C Ágar Bismuto Sulfito: 7,7 ± 0,2 a 25°C Ágar Leifson: 7,5 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE

Ágar Bismuto sulfito: Meio de cultivo indicado para o isolamento e diferenciação de Salmonella spp., particularmente Salmonella typhi e outras provenientes de alimentos, amostras clínicas ou outros materiais de investigação.

Cepas controle: Escherichia coli –ATCC 25922

Crescimento bom com colônias e meio amarelos

Ágar Leifson (Ágar citrato desoxicolato): Meio de cultivo seletivo destinado ao isolamento de espécies de Salmonella spp. e Shigella spp.

Staphylococcus aureus - ATCC 25923

Crescimento bom com colônias e meio amarelos

Salmonella enterica - ATCC 5188

Crescimento bom com colônias rosas com halo vermelho ao redor

Salmonella enterica –ATCC 14028

Crescimento bom com colônias rosas com halo vermelho ao redor

APRESENTAÇÃO PL 1259 - Placas descartáveis estéreis com duas divisões, tam. 90x15mm, com 7 a 8mL de cada meio de cultura em cada compartimento.

Ágar Bismuto Sulfito

EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

COMPOSIÇÃO por litro:

Ágar BPLS Peptona de carne

5,0g

Peptona de caseína

5,0g

Extrato de carne

5,0g

Cloreto de sódio

3,0g

Hidrogenofosfato dissódico

2,0g

Lactose

10,0g

Vermelho fenol

0,08g

Verde brilhante

0,0125g

Ágar

Resultados

Ágar BPLS

Enterococcus faecalis - ATCC 29212

Inibição total

Escherichia coli –ATCC 25922

Inibição parcial ou total de colônias marrom esverdeadas

Salmonella enterica (subsp. Entérica Crescimento bom com colônias negras sorotipo Typhi) ATCC 19430 e brilhantes. Salmonella enterica – ATCC 14028

Crescimento bom, colônias negras ou cinza esverdeadas com ou sem brilho.

Ágar Leifson Salmonella enterica - ATCC 14028

Colônia incolores com centro negro

Shigella flexneri - ATCC 12022

Colônias incolores

Staphylococcus aureus – ATCC 25923 Inibição total Escherichia coli – ATCC 25922

Inibição parcial de colônias avermelhadas

12,0g

Ágar Bismuto Sulfito Extrato de carne

5,0g

Peptona de carne

10,0g

D(+) Glicose

5,0g

Hidrogenofosfato dissódico

4,0g

Sulfato de ferro III

0,3g

Indicador Bismuro sulfito

8,0g

Verde brilhante

0,025g

Ágar

20,0g

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C. Meio fotosensível - estocar e armazenar protegido da luz. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS: 80035670010

Ágar Leifson Extrato de carne

5,0g

Peptona de carne

5,0g

Lactose

10,0g

Tiosulfato de sódio

5,4g

Citrato férrico amoniacal III

1,0g

Citrato de sódio

6,0g

Desoxicolato de sódio

3,0g

Vermelho neutro

0,02g

Ágar

12,0g

25


Á G A R B R U C E L L A C O M 5 % S AN G U E H E M I NA E MENADIONA INDICAÇÃO Meio de cultura indicado para o isolamento e cultivo de Brucella em amostras diversas.

ÁGAR CETRIMIDE INDICAÇÃO Meio seletivo indicado para o isolamento e identificação de Pseudomonas aeruginosa.

APRESENTAÇÃO PL 1452 - Placas descartáveis estéreis, tam. 150x15mm, com 62 a 65mL de meio de cultura.

APRESENTAÇÃO PL 1170 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. PL 1171 - Placas descartáveis estéreis, tam. 49x13mm, com 10 a 12mL de meio de cultura.

EMBALAGEM Pacote com 10 unidades.

EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades.

COMPOSIÇÃO

COMPOSIÇÃO por litro:

COMPOSIÇÃO

COMPOSIÇÃO por litro:

Digerido pancreático de caseína

10,0g

Digerido pancreático de gelatina

Digerido péptico de tecido animal

10,0g

Cloreto de magnésio

1,4g

Dextrose

1,0g

Sulfato dipotássico

10,0g

Extrato de levedura

2,0g

Cetrimide

0,3g

Cloreto de sódio

5,0g

Ágar

13,6g

Bisulfito de sódio

0,1g

Ágar

15,0g

20,0g

Suplemento: Glicerina

10mL

Suplementos: Hemácia disfibrinada estéril

50mL

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Hemina

1,0mL

Aspecto:

Branco translúcido com precipitados

Menadiona

0,1mL

pH:

7,2 ± 0,2 a 25°C

Forma:

Gel de viscosidade firme

Cor:

Vermelho

pH:

7,0 ± 0,2 a 25°C

Cepas controle:

Resultados

Bacteroides fragilis - ATCC 25285

Crescimento bom

Clostridium perfrigens - ATCC 13124

Crescimento bom

Brucella abortus - ATCC 4315

Crescimento bom

Escherichia coli - ATCC 25922

Inibição total

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

26

Cepas controle:

Resultados

Escherichia coli - ATCC 25922

Inibição total

Pseudomonas aeruginosa - ATCC Crescimento bom de colônias 27853 esverdeadas

CONTROLE DE QUALIDADE

Registro na ANVISA/MS:80035670006

CONTROLE DE QUALIDADE

Staphylococcus aureus - ATCC 25923

Inibição total

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670008


Manual de Meios de Cultura

ÁGAR CHOCOLATE 5%

ÁGAR CHOCOLATE 10%

INDICAÇÃO Meio de cultivo bastante rico em nutrientes, destinado ao isolamento de Haemophylus spp. e Neisseria spp.

INDICAÇÃO Meio rico em nutrientes destinado ao isolamento de microrganismos fastidiosos em amostras clínicas, principalmente Neisseria spp.

APRESENTAÇÃO PL 1008 - Placas descartáveis com 1 divisão, tam. 90x15 mm, com 10 a 12mL de meio de cultura. PL 1010 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15 mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. PL 3322 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100 mm, com 4 a 5mL de meio de cultura. PL 3323 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 16x150 mm, com 7 a 8mL de meio de cultura.

APRESENTAÇÃO PL 1009 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. PL 3321 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 16x150mm, com 7 a 8mL de meio de cultura.

EMBALAGEM Placas: Pacote com 10 unidades. Tubos: Pacote com 5 unidades. COMPOSIÇÃO

EMBALAGEM Placas: Pacote com 10 unidades. Tubos: Pacote de 5 unidades. COMPOSIÇÃO

COMPOSIÇÃO por litro:

23,0g

Amido

1,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Ágar

10,0g

Mistura especial de peptonas

23,0g

Amido

1,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Suplemento:

Ágar

10,0g

Hemácia de carneiro desfibrinada estéril

Suplemento: Hemácia de carneiro desfibrinada estéril

50mL

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Marrom

pH:

7,3 ± 0,2 a 25°C

PROCEDIMENTO PARA FUSÃO DO MEIO A completa fusão do meio pode ser atingida através de duas metodologias distintas: Fusão em banho-maria: O frasco deverá ser parcialmente mergulhado em banho-maria à temperatura de aproximadamente 40ºC, de maneira que o ágar fique completamente imerso. Deve-se elevar a temperatura, gradativamente, até a fusão completa do ágar, a qual ocorre em torno de 75ºC. Fusão em micro-ondas: Cada frasco deverá ser levado ao micro-ondas e processado da seguinte forma: Volume 90 - 100 ml - aproximadamente 30 segundos. Volume 200 ml - aproximadamente 60 segundos. É importante que o equipamento esteja ajustado à potência de 70%. O tempo médio necessário para a completa fusão do meio de cultura dependerá da potência atingida por cada equipamento. OBS.: Se o meio for empregado na realização da metodologia pour-plate, após sua completa fusão deve-se aguardar até que atinja temperatura entre 40-45°C para sua distribuição. Atenção! Em ambas as metodologias deve-se ter cuidado com a temperatura do vidro. CONTROLE DE QUALIDADE

COMPOSIÇÃO por litro:

Mistura especial de peptonas

100mL

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Marrom

pH:

7,3 ± 0,2 a 25° C

PROCEDIMENTO PARA FUSÃO DO MEIO A completa fusão do meio pode ser atingida através de duas metodologias distintas: Fusão em banho-maria: O frasco deverá ser parcialmente mergulhado em banho-maria à temperatura de aproximadamente 40ºC, de maneira que o ágar fique completamente imerso. Deve-se elevar a temperatura, gradativamente, até a fusão completa do ágar, a qual ocorre em torno de 75ºC. Fusão em micro-ondas: Cada frasco deverá ser levado ao micro-ondas e processado da seguinte forma: Volume 90 - 100 ml - aproximadamente 30 segundos. Volume 200 ml - aproximadamente 60 segundos. É importante que o equipamento esteja ajustado à potência de 70%. O tempo médio necessário para a completa fusão do meio de cultura dependerá da potência atingida por cada equipamento. OBS.: Se o meio for empregado na realização da metodologia pour-plate, após sua completa fusão deve-se aguardar até que atinja temperatura entre 40-45°C para sua distribuição. Atenção! Em ambas as metodologias deve-se ter cuidado com a temperatura do vidro. CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle

Resultados

Haemophilus influenzae - ATCC 10211

Inibição parcial. Colônias pequenas e incolores.

Cepas controle:

Resultados

Haemophilus influenzae - ATCC 10211

Crescimento bom

Neisseria gonorrhoeae - ATCC 43069

Crescimento bom

Neisseria gonorrhoeae - ATCC 43069

Crescimento bom

Neisseria meningitides - ATCC 13077

Crescimento bom

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

Registro na ANVISA/MS:80035670009

Registro na ANVISA/MS:80035670009

27


ÁGAR CHOCOLATE/THAYER MARTIN

ÁGAR CHOCOLATE COM TELURITO

INDICAÇÃO Chocolate: Meio indicado para o isolamento de microrganismos fastidiosos em amostras clínicas.

INDICAÇÃO Meio rico em nutrientes indicado para o isolamento e diferenciação de Corynebacterium diphtheriae em amostras clínicas diversas.

Thayer Martin: Meio indicado para o isolamento de microrganismos fastidiosos, especialmente Neisseria spp em amostras clínicas. A combinação destes dois meios é bastante utilizada para amostras clínicas do trato geniturinário e do sistema nervoso.

APRESENTAÇÃO PL 1015 -Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura.

APRESENTAÇÃO PL 1011 - Placas descartáveis estéreis com 01 divisão, tam. 90x15mm, com 10 a 12mL de meio de cultura em cada compartimento. EMBALAGEM Pacote com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

COMPOSIÇÃO por litro:

Chocolate Mistura especial de peptonas

23,0g

Amido

1,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Ágar

10,0g

Suplemento: Hemácia de carneiro desfibrinada estéril

50ml

Thayer Martin Mistura especial de peptona

23,0g

Amido

1,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Ágar

10,0g

Suplementos: Hemácia de carneiro

50,0ml

VCNT

2 frascos

VITOX

1 frasco

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Marrom

pH:

7,3 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Chocolate Haemophilus influenzae - ATCC 10211

Crescimento bom

Neisseria gonorrhoeae - ATCC 43069

Crescimento bom

Thayer Martin Neisseria gonorrhoeae - ATCC Crescimento bom 9826/19424 Haemophilus influenzae - ATCC 10211

Inibição total

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670010

28

EMBALAGEM Pacote com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

COMPOSIÇÃO por litro:

Mistura especial de peptonas

23,0g

Amido

1,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Ágar

10,0g

Suplementos: Hemácia de carneiro desfibrinada estéril

50mL

Solução de telurito de potássio a 1%

28mL

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Marrom

pH:

7,3 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Corynebacterium diphhteriae - ATCC 13812

Crescimento bom colônias cinzas ou pretas

Staphylococcus epidermidis - ATCC 12228

Inibição total

Staphylococcus aureus - ATCC 25923

Crescimento bom

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670010


Manual de Meios de Cultura

Á G A R C H O C O L AT E C O M V C N ( V AN C O M I C I NA / COLISTINA/NISTATIDA) INDICAÇÃO Meio rico em nutrientes, destinado ao isolamento de Neisseria gonnorrhoeae e Neisseria meningitidis. APRESENTAÇÃO PL 1014 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

COMPOSIÇÃO por litro:

Mistura especial de peptonas

23,0g

Amido

1,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Ágar

10,0g

Suplementos: Hemácia de carneiro desfibrinada estéril

50mL

VCN (Vancomicina / Colistina / Nistatida)

2 frascos

ÁGAR CHOCOLATE COM VITOX 1% INDICAÇÃO Meio de cultivo rico em nutrientes, destinado ao isolamento de microrganismos fastidiosos, tais como: Haemophilus influenzae, Neisseria gonorrhoeae e Neisseria meningitidis, em uma variedade de amostras. APRESENTAÇÃO PL 1013 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio. PL 3320 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 16x150mm, com 7 a 8mL de meio de cultura inclinado. EMBALAGEM Placas: Pacote com 10 unidades. Tubos: Pacote com 5 unidades. COMPOSIÇAO

COMPOSIÇÃO por litro:

Peptona protease nº 03

15,0g

Amido de milho

1,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Fosfato dipotássio

4,0g

Fosfato monopotássio

1,0g

Ágar

10,0g

Suplementos: Hemoglobina liofilizada

10g

VITOX

10ml

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Marrom

Odor:

Característico

Forma:

Gel de viscosidade firme.

7,3 ± 0,2

Cor:

Marrom

pH:

7,3±0,2 a 25ºC

pH: CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

N. gonorrhoeae - ATCC 43069

Crescimento bom

N. meningitidis - ATCC 13090

Crescimento bom

Escherichia coli – ATCC 25922

Inibição parcial

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670010

PROCEDIMENTO PARA FUSÃO DO MEIO A completa fusão do meio pode ser atingida através de duas metodologias distintas: Fusão em banho-maria: O frasco deverá ser parcialmente mergulhado em banho-maria à temperatura de aproximadamente 40ºC, de maneira que o ágar fique completamente imerso. Deve-se elevar a temperatura, gradativamente, até a fusão completa do ágar, a qual ocorre em torno de 75ºC. Fusão em micro-ondas: Cada frasco deverá ser levado ao micro-ondas e processado da seguinte forma: Volume 90 - 100 ml - aproximadamente 30 segundos. Volume 200 ml - aproximadamente 60 segundos. É importante que o equipamento esteja ajustado à potência de 70%. O tempo médio necessário para a completa fusão do meio de cultura dependerá da potência atingida por cada equipamento. OBS.: Se o meio for empregado na realização da metodologia pour-plate, após sua completa fusão deve-se aguardar até que atinja temperatura entre 40-45°C para sua distribuição. Atenção! Em ambas as metodologias deve-se ter cuidado com a temperatura do vidro. CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Haemophilus influenzae - ATCC 10211

Crescimento bom

Neisseria gonorrhoeae - ATCC 43069

Crescimento bom

Neisseria meningitidis- ATCC 13077

Crescimento bom

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. Transporte refrigerado. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670010

29


ÁGAR CHOCOLATE COM VITOX 2%

ÁGAR CITRATO DE SIMMONS

INDICAÇÃO Meio de cultivo rico em nutrientes, destinado ao isolamento de microrganismos fastidiosos, tais como: Haemophilus influenzae, Neisseria gonorrhoeae e Neisseria meningitidis, em uma variedade de amostras.

INDICAÇÃO Meio ágar utilizado para diferenciação de bactérias gram–negativas baseado na utilização do citrato como única fonte de carbono.

APRESENTAÇÃO PL 1013 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio. PL 3320 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 16x150mm, com 7 a 8mL de meio de cultura inclinado. EMBALAGEM Placas: Pacote com 10 unidades. Tubos: Pacote com 5 unidades.

EMBALAGEM Pacotes com 5 unidades. COMPOSIÇÃO

COMPOSIÇÃO por litro:

Fosfato dihidrogenado de amônia

1,0g

Fosfato dipotássico

1,0g

Peptona protease nº 03

15,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Amido de milho

1,0g

Citrato de sódio

2,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Sulfato de magnésio

0,2g

Fosfato dipotássio

4,0g

Azul de bromotimol

0,08g

Fosfato monopotássio

1,0g

Ágar

15,0g

Ágar

10,0g

COMPOSIÇAO

COMPOSIÇÃO por litro:

Forma:

Gel de viscosidade firme

Suplementos:

Cor:

Verde

Hemoglobina liofilizada

10g

Odor:

Característico

VITOX

20ml

pH:

7,0 ± 0,2 a 25ºC

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Marrom

pH:

7,3±0,2 a 25ºC

PROCEDIMENTO PARA FUSÃO DO MEIO A completa fusão do meio pode ser atingida através de duas metodologias distintas: Fusão em banho-maria: O frasco deverá ser parcialmente mergulhado em banho-maria à temperatura de aproximadamente 40ºC, de maneira que o ágar fique completamente imerso. Deve-se elevar a temperatura, gradativamente, até a fusão completa do ágar, a qual ocorre em torno de 75ºC. Fusão em micro-ondas: Cada frasco deverá ser levado ao micro-ondas e processado da seguinte forma: Volume 90 - 100 ml - aproximadamente 30 segundos. Volume 200 ml - aproximadamente 60 segundos. É importante que o equipamento esteja ajustado à potência de 70%. O tempo médio necessário para a completa fusão do meio de cultura dependerá da potência atingida por cada equipamento. OBS.: Se o meio for empregado na realização da metodologia pour-plate, após sua completa fusão deve-se aguardar até que atinja temperatura entre 40-45°C para sua distribuição. Atenção! Em ambas as metodologias deve-se ter cuidado com a temperatura do vidro.

PROCEDIMENTO PARA FUSÃO DO MEIO A completa fusão do meio pode ser atingida através de duas metodologias distintas: Fusão em banho-maria: O frasco deverá ser parcialmente mergulhado em banho-maria à temperatura de aproximadamente 40ºC, de maneira que o ágar fique completamente imerso. Deve-se elevar a temperatura, gradativamente, até a fusão completa do ágar, a qual ocorre em torno de 75ºC. Fusão em micro-ondas: Cada frasco deverá ser levado ao micro-ondas e processado da seguinte forma: Volume 90 - 100 ml - aproximadamente 30 segundos. Volume 200 ml - aproximadamente 60 segundos. É importante que o equipamento esteja ajustado à potência de 70%. O tempo médio necessário para a completa fusão do meio de cultura dependerá da potência atingida por cada equipamento. OBS.: Se o meio for empregado na realização da metodologia pour-plate, após sua completa fusão deve-se aguardar até que atinja temperatura entre 40-45°C para sua distribuição. Atenção! Em ambas as metodologias deve-se ter cuidado com a temperatura do vidro. CONTROLE DE QUALIDADE

CONTROLE DE QUALIDADE

30

APRESENTAÇÃO PL 3100 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100mm, com 3 a 4mL de meio de cultura.

Cepas controle:

Resultados

Haemophilus influenzae - ATCC 10211

Crescimento bom

Neisseria gonorrhoeae - ATCC 43069

Crescimento bom

Neisseria meningitidis- ATCC 13077

Crescimento bom

Cepas controle:

Resultados

Klebsiella pneumoniae - ATCC 13883

Crescimento bom - meio azul

Escherichia coli – ATCC 25922

Inibição parcial – meio verde

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. Transporte refrigerado. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

Registro na ANVISA/MS:80035670010

Registro na ANVISA/MS:80035670008


Manual de Meios de Cultura

ÁGAR CLED (Brolacin)

ÁGAR CLED (Brolacin) /EMB TEAGUE

INDICAÇÃO Meio utilizado para o isolamento, identificação e diferenciação de microrganismos potencialmente patogênicos presentes na urina. Sua deficiência em eletrólitos inibe o véu do Proteus.

INDICAÇÃO Ágar CLED: Para isolamento e identificação de microrganismos patogênicos provenientes da urina.

APRESENTAÇÃO PL 1050 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15 mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. PL 1052 - Placas descartáveis estéreis, tam. 60x15 mm, com 10 a 12mL de meio de cultura. PL 1053 - Placas descartáveis estéreis com uma divisão, tam. 90x15 mm, com 10mL a 12mL de meio de cultura em cada compartimento. EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

Ágar EMB Teague: Meio de cultivo seletivo e diferencial para isolamento de enterobactérias gram-negativas. APRESENTAÇÃO PL 1054 - Placas descartáveis estéreis com uma divisão, tam. 90x15mm, com 10 a 12mL de meio de cultura em cada compartimento. EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades. COMPOSIÇÃO DO MEIO

COMPOSIÇÃO por litro:

Peptona bacteriológica

4,0g

Extrato de carne

3,0g

Triptona de caseína hidrolisada

4,0g

L- cistina

0,128g

Lactose

10,0g

Azul de bromotimol

0,02g

Ágar

15,0g

COMPOSIÇÃO por litro:

Ágar CLED Peptona bacteriológica

4,0g

Extrato de carne

3,0g

Triptona de caseína hidrolisada

4,0g

L- cistina

0,128g

Lactose

10,0g

Azul de bromotimol

0,02g

Ágar

15,0g

Ágar EMB Teague

Forma:

Gel de viscosidade firme

Digestivo pancreático de gelatina

10,0g

Cor:

Verde translúcido

Lactose

5,0g

Odor:

Característico

Hidrogenofosfato dipotássico

2,0g

pH:

7,3 ± 0,2 a 25°C

Sacarose

5,0g

Eosina amarela

0,4g

Azul de metileno

0,065g

Ágar

13,5g

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Staphylococcus aureus - ATCC 25923 Crescimento bom de colônias amarelo profundo

Forma:

Gel de viscosidade firme

Escherichia coli - ATCC 25922

Crescimento bom de colônias amarelas

Cor:

Ágar CLED: Verde

Proteus vulgaris - ATCC 8427

Crescimento bom de colônias azuis com inibição do swarm

Ágar EMB Teague: Púrpura pH:

Ágar CLED: 7,3 ± 0,2 a 25°C Ágar EMB Teague: 7,1 ± 0,2 a 25°C

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670009

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Ágar CLED Staphylococcus aureus - ATCC 25923

Crescimento bom de colônias amarelo profundo

Escherichia coli - ATCC 25922

Crescimento bom de colônias colônias amarelas

Proteus vulgaris - ATCC 8427

Crescimento bom de colônias colônias azuis com inibição do swarm

Ágar EMB TEAGUE Escherichia coli - ATCC 25922

Crescimento bom de colônias violetas com brilho verde metálico

Salmonella enterica - ATCC 14028

Crescimento bom de colônias incolores

Enterococcus faecalis - ATCC 29212

Inibição parcial de colônias incolores

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

31


ÁGAR CLED (Brolacin)/MacCONKEY INDICAÇÃO Ágar CLED: Meio utilizado para o isolamento, identificação e diferenciação de microrganismos potencialmente patogênicos presentes na urina. Sua deficiência em eletrólitos inibe o véu do Proteus. Ágar MacConkey: Meio seletivo e diferencial para detecção de bacilos entéricos gram-negativos, fermentadores ou não da lactose em amostras diversas.

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670009

APRESENTAÇÃO PL 1051 - Placas descartáveis estéreis com uma divisão, tam. 90x15mm, com 10 a 12mL de meio de cultura em cada compartimento

ÁGAR CLED (Brolacin)/MACCONKEY/ MANITA

EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

COMPOSIÇÃO por litro:

Ágar CLED Digestivo pancreático de gelatina

4,0g

Extrato de carne

3,0g

Digestivo pancreático de caseína

4,0g

L-Cistina

128,0mg

Lactose

10,0g

Azul de bromotimol

0,02g

Ágar

15,0g

Ágar MacConkey Digerido pancreático de gelatina

17,0g

Peptonas (carne e caseína)

3,0g

Sais biliares

1,5g

Cloreto de sódio

5,0g

Lactose monohidratada

10,0g

Vermelho neutro

0,03g

Cristal violeta

0,001g

Ágar

13,5g

Ágar MacConkey: Meio seletivo e diferencial para detecção de bacilos entéricos gram-negativos, fermentadores ou não da lactose em amostras diversas. Ágar Manita Sal ou Manitol: Meio de cultivo seletivo e diferencial para o isolamento e quantificação de estafilococos em amostras clínicas e não clínicas. APRESENTAÇÃO PL 1061 - Placas descartáveis estéreis com duas divisões, tam. 90x15mm, com 7 a 8mL de meio de cultura em cada compartimento. EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

COMPOSIÇÃO por litro:

Ágar CLED Digestivo pancreático de gelatina

4,0g

Extrato de carne

3,0g

Digestivo pancreático de caseína

4,0g

Forma:

Gel de viscosidade firme.

L-Cistina

Aspecto:

Ágar CLED: Verde translúcido Ágar MacConkey: Vermelho róseo translúcido

Lactose

10,0g

Azul de bromotimol

0,02g

Ágar

15,0g

pH:

Ágar CLED: 7,3 ± 0,2 a 25°C Ágar MacConkey: 7,1 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Ágar CLED Staphylococcus aureus - ATCC 25923 Crescimento bom de colônias amarelo profundo

128,0mg

Ágar MacConkey Digerido pancreático de gelatina

17,0g

Peptonas (carne e caseína)

3,0g

Sais biliares

1,5g

Cloreto de sódio

5,0g

Lactose monohidratada

10,0g

Vermelho neutro

0,03g

Escherichia coli - ATCC 25922

Crescimento bom de colônias amarelas

Cristal violeta

0,001g

Proteus vulgaris - ATCC 8427

Crescimento bom de colônias azuis com inibição do swarm

Ágar

13,5g

Ágar MacConkey Escherichia coli - ATCC 25922

32

INDICAÇÃO Ágar CLED: Meio utilizado para o isolamento, identificação e diferenciação de microrganismos potencialmente patogênicos presentes na urina. Sua deficiência em eletrólitos inibe o véu do Proteus.

Crescimento bom de colônias rosas a vermelhas

Enterococcus faecalis - ATCC 29212

Inibição parcial de colônias incolores

Proteus mirabilis ATCC - 12453

Crescimento bom de colônias incolores e inibição parcial do swarm

Salmonella enterica - ATCC 14028

Crescimento bom de colônias incolores

Ágar Manita Sal Digerido pancreático de caseína

5,0g

Digerido péptico de tecido animal

5,0g

Extrato de carne

1,0g

Cloreto de sódio

75,0g

D-Manitol

10,0g

Vermelho de fenol

0,025g


Manual de Meios de Cultura

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Ágar CLED: Verde translúcido Ágar MacConkey: Vermelho róseo translúcido Ágar Manita: Vermelho claro translúcido

Odor:

Característico

pH:

Ágar CLED: 7,3 ± 0,2 a 25°C Ágar MacConkey: 7,1 ± 0,2 a 25°C Ágar Manita: 7,4 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Ágar CLED Staphylococcus aureus - ATCC 25923 Crescimento bom de colônias amarelo profundo Escherichia coli - ATCC 25922

Crescimento bom de colônias amarelas

Proteus vulgaris - ATCC 8427

Crescimento bom de colônias azuis com inibição do swarm

Ágar MacConkey Escherichia coli - ATCC 25922

Crescimento bom de colônias rosas a vermelhas

Enterococcus faecalis - ATCC 29212

Inibição parcial de colônias incolores

Proteus mirabilis ATCC - 12453

Crescimento bom de colônias incolores e inibição parcial do swarm

Salmonella enterica - ATCC 14028

Crescimento bom de colônias incolores

Ágar Manitol Staphylococcus aureus ATCC 25923

Crescimento bom de colônias amarelas com halo amarelo após 48h

Staphylococcus epidermidis ATCC 12228

Inibição parcial a total com colônias vermelhas com halo vermelho após 48h

Proteus mirabilis ATCC 12453

Inibição parcial

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670009

ÁGAR CLED (Brolacin)/ MACCONKEY/ SANGUE DE CARNEIRO INDICAÇÃO Ágar CLED: Meio utilizado para o isolamento, identificação e diferenciação de microrganismos potencialmente patogênicos presentes na urina. Sua deficiência em eletrólitos inibe o véu do Proteus. Ágar MacConkey: Meio seletivo e diferencial para detecção de bacilos entéricos gram-negativos, fermentadores ou não da lactose em amostras diversas. Ágar Sangue: Meio nutricionalmente rico, não seletivo geralmente utilizado para o isolamento e cultivo de microrganismos fastidiosos e não fastidiosos de uma variedade de materiais clínicos e não clínicos, possibilitando a verificação da atividade hemolítica das colônias. APRESENTAÇÃO PL 1063 - Placas descartáveis estéreis com 2 divisões, tam. 90x15mm, com 7 a 8mL de meio de cultura em cada compartimento. EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

COMPOSIÇÃO por litro:

Ágar CLED Digestivo pancreático de gelatina

4,0g

Extrato de carne

3,0g

Digestivo pancreático de caseína

4,0g

L-Cistina

128,0mg

Lactose

10,0g

Azul de bromotimol

0,02g

Ágar

15,0g

Ágar MacConkey Digerido pancreático de gelatina

17,0g

Peptonas (carne e caseína)

3,0g

Sais biliares

1,5g

Cloreto de sódio

5,0g

Lactose monohidratada

10,0g

Vermelho neutro

0,03g

Cristal violeta

0,001g

Ágar

13,5g

Ágar Sangue Mistura especial de peptonas

23,0g

Amido

1,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Ágar

15,0g

Suplemento: Hemácia de carneiro desfibrinada estéril

50mL

Forma:

Gel de viscosidade firme

Cor:

Ágar CLED: Verde Ágar MacConkey: Vermelho Pardo Ágar Sangue: Vermelho

pH:

Ágar CLED: 7,3 ± 0,2 a 25°C Ágar MacConkey: 7,1 ± 0,2 a 25°C Ágar Sangue: 7,3 ± 0,2 a 25°C

33


ÁGAR COLUMBIA CNA

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Ágar CLED Staphylococcus aureus - ATCC 25923 Crescimento bom de colônias amarelo profundo Escherichia coli - ATCC 25922

Crescimento bom de colônias amarelas

Proteus vulgaris - ATCC 8427

Crescimento bom de colônias azuis com inibição do swarm

Ágar MacConkey

INDICAÇÃO Meio seletivo e diferencial utilizado para o isolamento de microrganismos grampositivos a partir de diversos materiais. APRESENTAÇÃO PL 1034- Placas descartáveis estéreis, tamanho 90x15mm, contendo 20 a 22ml de meio de cultura. EMBALAGEM Pacote com 10 unidades.

Escherichia coli - ATCC 25922

Crescimento bom de colônias rosas a vermelhas

COMPOSIÇÃO

Enterococcus faecalis - ATCC 29212

Inibição parcial de colônias incolores

Digestivo pancreático de caseína

12,0g

Proteus mirabilis ATCC - 12453

Crescimento bom de colônias incolores e inibição parcial do swarm

Digestivo péptico de tecido animal

5,0g

Extrato de levedura

3,0g

Extrato de carne

3,0g

Amido de milho

1,0g

Salmonella enterica - ATCC 14028

Crescimento bom de colônias incolores

Ágar Sangue Staphylococcus aureus ATCC 25923

Crescimento bom

Escherichia coli ATCC 25922

Crescimento bom

Streptococcus pyogenes ATCC 19615

Crescimento bom com hemólise beta

Streptococcus pneumoniae ATCC 6305

Crescimento bom com hemólise alfa

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670009

COMPOSIÇÃO por litro:

Cloreto de sódio

5,0g

Ágar

13,5g

Colistina

10,0mg

Ácido Nalidíxico

10,0mg

Suplemento: Hemácia de carneiro desfibrinada

50mL/L

Forma:

Gel de viscosidade firme

Cor:

Vermelho levemente opalescente

pH:

7,3 ± 0,2 – solução a 25ºC

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Proteus mirabilis ATCC 12453

Inibição parcial, ausência de hemólise

Staphylococcus aureus ATCC 25923

Crescimento com hemólise beta

Streptococcus pneumoniae ATCC 6305

Crescimento com hemólise alfa

Streptococcus pyogenes ATCC 19615

Crescimento com hemólise beta

Inocular e incubar a 35º ± 2ºC por 18 -24 horas com 3 a 5% de CO2. ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado nas condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

34


Manual de Meios de Cultura

ÁGAR CONTROLE DESCARBOXILASE

ÁGAR CTA (Cistina Trypticase Ágar) ARABINOSE

INDICAÇÃO Meio indicado como controle nas provas bioquímicas de descarboxilação de aminoácidos.

INDICAÇÃO Utilizado para verificar a motilidade e a fermentação de arabinose. Indicado para diferenciação de Enterococcus faecalis das demais espécies de Enterococcus.

APRESENTAÇÃO PL 3315 -Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100mm, com 4 a 5mL de meio de cultura.

APRESENTAÇÃO Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100mm, com 4 a 5mL de meio de cultura.

EMBALAGEM Pacote com 5 unidades.

EMBALAGEM Pacote com 5 unidades.

COMPOSIÇÃO

COMPOSIÇÃO por litro:

COMPOSIÇÃO

COMPOSIÇÃO por litro:

Peptona

5,0g

Triptose

20,0g

Extrato de carne

5,0g

L-cistina

0,5g

Glicose

0,5g

Cloreto de sódio

5,0g

Púrpura de bromocresol

0,01g

Sulfito de sódio

Vermelho de cresol

0,005g

Vermelho de fenol

Pyridoxal

0,005g

Ágar

2,5

Ágar

15,0g

Arabinose

10g

0,5g 0,017g

Forma:

Gel de viscosidade firme

Forma:

Semi-sólido

Cor:

Acastanhado

Cor:

Ligeiramente Avermelhado

pH:

6,0 ± 0,2 a 25°C

pH:

7,3± 0,2 a 25°C

PROCEDIMENTO PARA FUSÃO DO MEIO A completa fusão do meio pode ser atingida através de duas metodologias distintas:

PROCEDIMENTO PARA FUSÃO DO MEIO A completa fusão do meio pode ser atingida através de duas metodologias distintas:

Fusão em banho-maria: O frasco deverá ser parcialmente mergulhado em banho-maria à temperatura de aproximadamente 40ºC, de maneira que o ágar fique completamente imerso. Deve-se elevar a temperatura, gradativamente, até a fusão completa do ágar, a qual ocorre em torno de 75ºC.

Fusão em banho-maria: O frasco deverá ser parcialmente mergulhado em banho-maria à temperatura de aproximadamente 40ºC, de maneira que o ágar fique completamente imerso. Deve-se elevar a temperatura, gradativamente, até a fusão completa do ágar, a qual ocorre em torno de 75ºC.

Fusão em micro-ondas: Cada frasco deverá ser levado ao micro-ondas e processado da seguinte forma: Volume 90 - 100 ml - aproximadamente 30 segundos. Volume 200 ml - aproximadamente 60 segundos.

Fusão em micro-ondas: Cada frasco deverá ser levado ao micro-ondas e processado da seguinte forma: Volume 90 - 100 ml - aproximadamente 30 segundos. Volume 200 ml - aproximadamente 60 segundos.

É importante que o equipamento esteja ajustado à potência de 70%.

É importante que o equipamento esteja ajustado à potência de 70%.

O tempo médio necessário para a completa fusão do meio de cultura dependerá da potência atingida por cada equipamento.

O tempo médio necessário para a completa fusão do meio de cultura dependerá da potência atingida por cada equipamento.

OBS.: Se o meio for empregado na realização da metodologia pour-plate, após sua completa fusão deve-se aguardar até que atinja temperatura entre 40-45°C para sua distribuição.

OBS.: Se o meio for empregado na realização da metodologia pour-plate, após sua completa fusão deve-se aguardar até que atinja temperatura entre 40-45°C para sua distribuição.

Atenção! Em ambas as metodologias deve-se ter cuidado com a temperatura do vidro.

Atenção! Em ambas as metodologias deve-se ter cuidado com a temperatura do vidro. CONTROLE DE QUALIDADE

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle

Resultados

Enterobacter cloacae – ATCC 13047

Amarelo

Klebsiella pneumoniae – ATCC 33495

Amarelo

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS: 80035670008

Cepas controle

Resultados Motilidade

Fermentação

Enterococcus faecalis – ATCC 29212

Negativa

Reação negativa /meio vermelho

Enterococcus faecium – ATCC 27270

Negativa

Reação positiva/ meio amarelo

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS: 80035670008

35


ÁGAR CTA (Cystine Tryptic Ágar) GLICOSE

INDICAÇÃO Utilizado para verificar a motilidade e a fermentação de glicose por microrganismos fastidiosos, tais como: Neisseria spp, Enterococcus spp e anaeróbios não formadores de esporos. APRESENTAÇÃO PL 3115 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100mm, com 4 a 5mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacote com 5 unidades.

Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS: 80035670008

ÁGAR CTA (Cystine Tryptic Ágar) LACTOSE INDICAÇÃO Utilizado para verificar a motilidade e a fermentação de lactose por microrganismos fastidiosos, tais como: Neisseria spp., Streptococcus spp. e anaeróbios não formadores de esporos. APRESENTAÇÃO PL 3118 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100mm, com 4 a 5mL de meio de cultura.

COMPOSIÇÃO

COMPOSIÇÃO por litro:

Triptona

20,0g

L-cistina

0,5g

Cloreto de sódio

5,0g

Sulfito de sódio

0,5g

Vermelho de fenol

0,017g

Glicose

10g

Ágar

2,5g

EMBALAGEM Pacote com 5 unidades. COMPOSIÇÃO

COMPOSIÇÃO por litro:

Triptose

20,0g

L-cistina

0,5g

Cloreto de sódio

5,0g

Sulfito de sódio

0,5g

Vermelho de fenol Semi-sólido

Ágar

2,5g

Cor:

Ligeiramente Avermelhado

Lactose

10g

pH:

7,3 ± 0,2 a 25°C

PROCEDIMENTO PARA FUSÃO DO MEIO A completa fusão do meio pode ser atingida através de duas metodologias distintas: Fusão em banho-maria: O frasco deverá ser parcialmente mergulhado em banho-maria à temperatura de aproximadamente 40ºC, de maneira que o ágar fique completamente imerso. Deve-se elevar a temperatura, gradativamente, até a fusão completa do ágar, a qual ocorre em torno de 75ºC. Fusão em micro-ondas: Cada frasco deverá ser levado ao micro-ondas e processado da seguinte forma: Volume 90 - 100 ml - aproximadamente 30 segundos. Volume 200 ml - aproximadamente 60 segundos. É importante que o equipamento esteja ajustado à potência de 70%. O tempo médio necessário para a completa fusão do meio de cultura dependerá da potência atingida por cada equipamento. OBS.: Se o meio for empregado na realização da metodologia pour-plate, após sua completa fusão deve-se aguardar até que atinja temperatura entre 40-45°C para sua distribuição. Atenção! Em ambas as metodologias deve-se ter cuidado com a temperatura do vidro. CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle

Resultados Motilidade

Fermentação

Neisseria gonorrhoeae – ATCC 43070

Negativa

Reação positiva /meio amarelado

Escherichia coli – ATCC 25922

Positiva

Reação positiva /meio amarelado

Neisseria meningitidis – ATCC 13077

Negativa

Reação positiva /meio amarelado

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas.

36

0,017g

Forma:

Forma:

Semi-sólido

Cor:

Ligeiramente Avermelhado

pH:

7,3±0,2 a 25°C

PROCEDIMENTO PARA FUSÃO DO MEIO A completa fusão do meio pode ser atingida através de duas metodologias distintas: Fusão em banho-maria: O frasco deverá ser parcialmente mergulhado em banho-maria à temperatura de aproximadamente 40ºC, de maneira que o ágar fique completamente imerso. Deve-se elevar a temperatura, gradativamente, até a fusão completa do ágar, a qual ocorre em torno de 75ºC. Fusão em micro-ondas: Cada frasco deverá ser levado ao micro-ondas e processado da seguinte forma: Volume 90 - 100 ml - aproximadamente 30 segundos. Volume 200 ml - aproximadamente 60 segundos. É importante que o equipamento esteja ajustado à potência de 70%. O tempo médio necessário para a completa fusão do meio de cultura dependerá da potência atingida por cada equipamento. OBS.: Se o meio for empregado na realização da metodologia pour-plate, após sua completa fusão deve-se aguardar até que atinja temperatura entre 40-45°C para sua distribuição. Atenção! Em ambas as metodologias deve-se ter cuidado com a temperatura do vidro. CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle

Resultados Motilidade

Fermentação da Lactose/ Aspecto do Meio

Neisseria gonorrhoeae – ATCC 43070

Negativa

Re a ç ã o n e g a t i v a / m e i o vermelho

Escherichia coli – ATCC 25922

Positiva

Reação positiva/meio amarelado

Neisseria meningitidis – ATCC 13077

Negativa

Re a ç ã o n e g a t i v a / m e i o vermelho


Manual de Meios de Cultura

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

Neisseria gonorrhoeae – ATCC 43070

Negativa

Reação negativa/meio vermelho

Escherichia coli – ATCC 25922

Positiva

Reação positiva/meio amarelado

Neisseria meningitidis – ATCC 13077

Negativa

Reação positiva/meio amarelado

Registo na ANVISA/MS: 800356700008

ÁGAR CTA (Cystine Tryptic Ágar) MALTOSE

INDICAÇÃO Utilizado para verificar a motilidade e a fermentação de maltose por microrganismos fastidiosos. Indicado para diferenciação de Neisseria gonorrhoeae e Neisseria meningitidis. APRESENTAÇÃO PL 3117 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100mm, com 4 a 5mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacote de 5 unidades. COMPOSIÇÃO

COMPOSIÇÃO por litro:

Triptose

20,0g

L-cistina

0,5g

Cloreto de sódio

5,0g

Sulfito de sódio

0,5g

Vermelho de fenol

0,017g

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS: 80035670008

ÁGAR CTA (Cystine Tryptic Ágar) MANITOL INDICAÇÃO Utilizado para verificar a motilidade e a fermentação de manitol por microrganismos fastidiosos, tais como: Streptococcus, Enterococcus e anaeróbios não formadores de esporos. APRESENTAÇÃO PL 3111 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100mm, com 4 a 5mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacote com 5 unidades.

Ágar

2,5g

COMPOSIÇÃO

Maltose

10,0g

Triptose

20,0g

L-cistina

0,5g

Cloreto de sódio

5,0g

Forma:

Semi-sólido

Cor:

Ligeiramente Avermelhado

pH:

7,3 ± 0,2 a 25°C

PROCEDIMENTO PARA FUSÃO DO MEIO A completa fusão do meio pode ser atingida através de duas metodologias distintas: Fusão em banho-maria: O frasco deverá ser parcialmente mergulhado em banho-maria à temperatura de aproximadamente 40ºC, de maneira que o ágar fique completamente imerso. Deve-se elevar a temperatura, gradativamente, até a fusão completa do ágar, a qual ocorre em torno de 75ºC. Fusão em micro-ondas: Cada frasco deverá ser levado ao micro-ondas e processado da seguinte forma: Volume 90 - 100 ml - aproximadamente 30 segundos. Volume 200 ml - aproximadamente 60 segundos. É importante que o equipamento esteja ajustado à potência de 70%. O tempo médio necessário para a completa fusão do meio de cultura dependerá da potência atingida por cada equipamento. OBS.: Se o meio for empregado na realização da metodologia pour-plate, após sua completa fusão deve-se aguardar até que atinja temperatura entre 40-45°C para sua distribuição. Atenção! Em ambas as metodologias deve-se ter cuidado com a temperatura do vidro.

Sulfito de sódio

0,5g

Vermelho de fenol

0,017g

Ágar

2,5

Manitol

10g

Forma:

Semi-sólido

Cor:

Ligeiramente Avermelhado

pH:

7,3 ± 0,2 a 25° C

PROCEDIMENTO PARA FUSÃO DO MEIO A completa fusão do meio pode ser atingida através de duas metodologias distintas: Fusão em banho-maria: O frasco deverá ser parcialmente mergulhado em banho-maria à temperatura de aproximadamente 40ºC, de maneira que o ágar fique completamente imerso. Deve-se elevar a temperatura, gradativamente, até a fusão completa do ágar, a qual ocorre em torno de 75ºC. Fusão em micro-ondas: Cada frasco deverá ser levado ao micro-ondas e processado da seguinte forma: Volume 90 - 100 ml - aproximadamente 30 segundos. Volume 200 ml - aproximadamente 60 segundos. É importante que o equipamento esteja ajustado à potência de 70%. O tempo médio necessário para a completa fusão do meio de cultura dependerá da potência atingida por cada equipamento.

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle

COMPOSIÇÃO por litro:

Resultados Motilidade

Fermentação da Maltose/ Aspecto do Meio

OBS.: Se o meio for empregado na realização da metodologia pour-plate, após sua completa fusão deve-se aguardar até que atinja temperatura entre 40-45°C para sua distribuição.

37


Atenção! Em ambas as metodologias deve-se ter cuidado com a temperatura do vidro. CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle

Resultados Motilidade

Fermentação da Manitol/ Aspecto do Meio

Enterococcus faecalis – ATCC 29212

Negativa

Reação positiva/meio amarelo

Escherichia coli – ATCC 25922

Positiva

Atenção! Em ambas as metodologias deve-se ter cuidado com a temperatura do vidro. CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle

Reação positiva/meio amarelo

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS: 80035670008

ÁGAR CTA (Cystine Tryptic Ágar) SACAROSE INDICAÇÃO Utilizado para verificar a motilidade e a fermentação de sacarose por microrganismos fastidiosos, tais como: Enterococcus e anaeróbios não formadores de esporos.

Resultados Motilidade

Fermentação da Sacarose/ Aspecto do Meio

Neisseria gonorrhoeae – ATCC 43070

Negativa

Reação negativa/meio vermelho

Escherichia coli – ATCC 25922

Positiva

Reação positiva/meio amarelo

Neisseria meningitidis – ATCC 13077

Negativa

Reação negativa/meio vermelho

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS: 80035670008

APRESENTAÇÃO PL 3116 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100mm, com 4 a 5mL de meio de cultura.

ÁGAR CTA (Cistina Trypticase Ágar) XILOSE

EMBALAGEM Pacote com 5 unidades.

INDICAÇÃO Utilizado para verificar a motilidade e a fermentação de xilose. Indicado para a diferenciação de Enterococcus gallinarum das demais espécies de Enterococcus de importância clínica, devido a rápida fermentação da xilose.

COMPOSIÇÃO

COMPOSIÇÃO por litro:

Triptose

20,0g

L-cistina

0,5g

Cloreto de sódio

5,0g

Sulfito de sódio

0,5g

Vermelho de fenol

0,017g

APRESENTAÇÃO PL XXXX - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100mm, com 4 a 5 ml de meio de cultura. EMBALAGEM Pacote com 5 tubos

Ágar

2,5

COMPOSIÇÃO

Sacarose

10g

Triptose

20,0g

L-cistina

0,5g

Cloreto de sódio

5,0g

Sulfito de sódio

0,5g

Forma:

Semi-sólido

Cor:

Ligeiramente Avermelhado

pH:

7,3 ± 0,2 a 25°C

PROCEDIMENTO PARA FUSÃO DO MEIO A completa fusão do meio pode ser atingida através de duas metodologias distintas: Fusão em banho-maria: O frasco deverá ser parcialmente mergulhado em banho-maria à temperatura de aproximadamente 40ºC, de maneira que o ágar fique completamente imerso. Deve-se elevar a temperatura, gradativamente, até a fusão completa do ágar, a qual ocorre em torno de 75ºC. Fusão em micro-ondas: Cada frasco deverá ser levado ao micro-ondas e processado da seguinte forma: Volume 90 - 100 ml - aproximadamente 30 segundos. Volume 200 ml - aproximadamente 60 segundos. É importante que o equipamento esteja ajustado à potência de 70%. O tempo médio necessário para a completa fusão do meio de cultura dependerá da potência atingida por cada equipamento.

38

OBS.: Se o meio for empregado na realização da metodologia pour-plate, após sua completa fusão deve-se aguardar até que atinja temperatura entre 40-45°C para sua distribuição.

Composição por litro:

Vermelho de fenol

0,017g

Ágar

2,5

Xilose

10g

Forma:

Semi-sólido

Cor:

Ligeiramente Avermelhado

pH:

7,3± 0,2 a 25°C

PROCEDIMENTO PARA FUSÃO DO MEIO A completa fusão do meio pode ser atingida através de duas metodologias distintas: Fusão em banho-maria: O frasco deverá ser parcialmente mergulhado em banho-maria à temperatura de aproximadamente 40ºC, de maneira que o ágar fique completamente imerso. Deve-se elevar a temperatura, gradativamente, até a fusão completa do ágar, a qual ocorre em torno de 75ºC.


Manual de Meios de Cultura

Fusão em micro-ondas: Cada frasco deverá ser levado ao micro-ondas e processado da seguinte forma: Volume 90 - 100 ml - aproximadamente 30 segundos. Volume 200 ml - aproximadamente 60 segundos. É importante que o equipamento esteja ajustado à potência de 70%. O tempo médio necessário para a completa fusão do meio de cultura dependerá da potência atingida por cada equipamento. OBS.: Se o meio for empregado na realização da metodologia pour-plate, após sua completa fusão deve-se aguardar até que atinja temperatura entre 40-45°C para sua distribuição. Atenção! Em ambas as metodologias deve-se ter cuidado com a temperatura do vidro. CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Enterococcus gallinarum - ATCC 49573

Meio amarelo em 02 horas

Enterococcus faecalis – ATCC 29212

Meio amarelo em 18-24 horas

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. Transporte refrigerado. Material acondicionado em isopores, contendo gelo reciclável. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

PROCEDIMENTO PARA FUSÃO DO MEIO A completa fusão do meio pode ser atingida através de duas metodologias distintas: Fusão em banho-maria: O frasco deverá ser parcialmente mergulhado em banho-maria à temperatura de aproximadamente 40ºC, de maneira que o ágar fique completamente imerso. Deve-se elevar a temperatura, gradativamente, até a fusão completa do ágar, a qual ocorre em torno de 75ºC. Fusão em micro-ondas: Cada frasco deverá ser levado ao micro-ondas e processado da seguinte forma: Volume 90 - 100 ml - aproximadamente 30 segundos. Volume 200 ml - aproximadamente 60 segundos. É importante que o equipamento esteja ajustado à potência de 70%. O tempo médio necessário para a completa fusão do meio de cultura dependerá da potência atingida por cada equipamento. OBS.: Se o meio for empregado na realização da metodologia pour-plate, após sua completa fusão deve-se aguardar até que atinja temperatura entre 40-45°C para sua distribuição. Atenção! Em ambas as metodologias deve-se ter cuidado com a temperatura do vidro. CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Enterococcus faecalis – ATCC 29212

Meio amarelo, motilidade negativa

Escherichia coli – ATCC 25922

Meio amarelo, motilidade positiva

Pseudomonas aeruginosa – ATCC Meio vermelho – controle negativo 27853

Registro na ANVISA/MS: 80035670008

ÁGAR CTA TREALOSE (Cistina Trypticase Ágar Trealose) INDICAÇÃO Utilizado para verificar a motilidade e a fermentação de trealose por microrganismos fastidiosos, tais como: Streptococcus, Enterococcus e anaeróbios não formadores de esporos. APRESENTAÇÃO PL 3119 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100mm, com 4 a 5 mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacotes com 5 unidades. COMPOSIÇÃO

COMPOSIÇÃO por litro:

Triptose

20,0g

L-cistina

0,5g

Cloreto de sódio

5,0g

Sulfito de sódio

0,5g

Vermelho de fenol

0,017g

Ágar

2,5

Trealose

10g

Forma:

Semi-sólido

Cor:

Vermelho

pH:

7,3 ± 0,2 a 25°C

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS: 80035670008

ÁGAR DNASE

INDICAÇÃO Meio de cultura utilizado para detectar bactérias produtoras da enzima desoxiribonuclease (DNAse), que hidroliza o ácido desoxiribonucleico, que são isoladas de espécimes clínicos. A atividade enzimática é detectada pela adição de HCl 1N sobre as colônias crescidas. APRESENTAÇÃO PL 1301 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. PL 3010 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 16x150mm, com 7mL de meio de cultura inclinado. EMBALAGEM Placas: Pacote com 10 unidades. Tubos: Pacote de 5 unidades. COMPOSIÇÃO

COMPOSIÇÃO por litro:

Triptona

20,0g

Cloreto de sódio

5,0g

DNA (Ác. Desoxiribonucléico)

2,0g

Ágar

15,0g

39


COMPOSIÇÃO Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Claro/Incolor

pH:

7,3 ± 0,2 a 25°C

PROCEDIMENTO PARA FUSÃO DO MEIO A completa fusão do meio pode ser atingida através de duas metodologias distintas: Fusão em banho-maria: O frasco deverá ser parcialmente mergulhado em banho-maria à temperatura de aproximadamente 40ºC, de maneira que o ágar fique completamente imerso. Deve-se elevar a temperatura, gradativamente, até a fusão completa do ágar, a qual ocorre em torno de 75ºC. Fusão em micro-ondas: Cada frasco deverá ser levado ao micro-ondas e processado da seguinte forma: Volume 90 - 100 ml - aproximadamente 30 segundos. Volume 200 ml - aproximadamente 60 segundos. É importante que o equipamento esteja ajustado à potência de 70%. O tempo médio necessário para a completa fusão do meio de cultura dependerá da potência atingida por cada equipamento. OBS.: Se o meio for empregado na realização da metodologia pour-plate, após sua completa fusão deve-se aguardar até que atinja temperatura entre 40-45°C para sua distribuição. Atenção! Em ambas as metodologias deve-se ter cuidado com a temperatura do vidro.

COMPOSIÇÃO por litro:

Digestivo pancreático de caseína

10,0g

Farinha de soja de digestão papaínica

10,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Ácido desoxiribonucléico

2,0g

Azul de toluidina

0,1g

Ágar

15,0g

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Azul escuro

pH:

7,3 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas

Resultados

Enterobacter aerogenes - ATCC 13048 Inibição total. Staphylococcus aureus - ATCC 25923 Crescimento bom com formação de halo róseo. Staphylococcus epidermidis - ATCC 12228

Crescimento bom sem formação de halo róseo

Klebsiella pneumoniae - ATCC 33495

Crescimento bom sem formação de halo róseo.

Serratia marcescens - ATCC 13880

Crescimento bom com formação de halo róseo.

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670008

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas

ÁGAR EMB LEVINE Resultados

Staphylococcus aureus – ATCC 25923 Crescimento bom com formação de halo róseo Staphylococcus epidermidis – Crescimento bom sem formação de ATCC12228 halo róseo Streptococcus pyogenes - ATCC 19615

Crescimento bom com formação de halo róseo

Serratia marcescens ATCC 13880

Crescimento bom com formação de halo róseo

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670008

ÁGAR DNASE COM AZUL TOLUIDINA

INDICAÇÃO Meio de cultura seletivo diferencial utilizado para detecção de desoxiribonucleases (DNAse) microbianas, especialmente em Staphylococcus spp. patogênicas.

INDICAÇÃO Meio de cultura diferencial, utilizado no isolamento de bactérias entéricas gramnegativas baseado na fermentação da lactose. APRESENTAÇÃO PL 1021 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. PL 1028 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com uma divisão com 10 a 12mL de meio de cultura em cada compartimento. PL 8821 – Placas descartáveis estéreis, tam. 49x13mm, com 7 a 8mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacote com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

10,0g

Lactose

10,0g

Hidrogenofosfato dipotássio

2,0g

Eosina amarela

0,4g

Azul de metileno

0,065g

Ágar

13,5g

APRESENTAÇÃO PL 1302 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio.

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Púrpura translúcido

EMBALAGEM Pacote com 10 placas.

pH:

7,1 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE

40

COMPOSIÇÃO por litro:

Peptona


Manual de Meios de Cultura

da potência atingida por cada equipamento.

Cepas controle:

Resultados

Escherichia coli ATCC 25922

Crescimento de colônias azuis escuras com brilho verde metálico

Salmonella enterica ATCC 14028

Crescimento bom de colônias incolores

Enterococcus faecalis ATCC 29212

Inibição parcial

Atenção! Em ambas as metodologias deve-se ter cuidado com a temperatura do vidro.

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670010

ÁGAR EMB TEAGUE

INDICAÇÃO Meio de cultivo seletivo e diferencial para isolamento de enterobactérias gramnegativas. APRESENTAÇÃO PL 1019 / 3002 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100mm, contendo 4 a 5mL de meio de cultura. PL 1020 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. PL 1022 -Placas descartáveis estéreis com uma divisão, tam. 90x15mm, com 10 a 12mL de meio de cultura em cada compartimento. EMBALAGEM Placas: Pacotes com 10 unidades. Tubos: Pacotes com 5 unidades.

COMPOSIÇÃO

OBS.: Se o meio for empregado na realização da metodologia pour-plate, após sua completa fusão deve-se aguardar até que atinja temperatura entre 40-45°C para sua distribuição.

COMPOSIÇÃO por litro:

Digestivo pancreático de gelatina

10,0g

Lactose

5,0g

Hidrogenofosfato dipotássico

2,0g

Sacarose

5,0g

Eosina amarela

0,4g

Azul de metileno

0,065g

Ágar

13,5g

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Escherichia coli - ATCC 25922

Crescimento bom de colônias violetas com brilho verde metálico

Salmonella enterica - ATCC 14028

Crescimento bom de colônias incolores

Enterococcus faecalis - ATCC 29212

Inibição parcial de colônias incolores

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670009

ÁGAR EMB TEAGUE / ÁGAR SANGUE DE CARNEIRO 5% INDICAÇÃO EMB Teague: Meio de cultivo seletivo e diferencial para isolamento de enterobactérias gram-negativas. Sangue de carneiro 5%: Meio nutricionalmente rico, não seletivo, geralmente utilizado para o isolamento e cultivo de microrganismos fastidiosos e não fastidiosos de uma variedade de materiais clínicos e não clínicos, possibilitando a verificação da atividade hemolítica das colônias. APRESENTAÇÃO PL 1088 - Placas descartáveis estéreis com uma divisão, tam. 90x15mm, com 10 a 12 mL de meio de cultura em cada compartimento. EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades. COMPOSIÇÃO DO MEIO

Composição por litro:

EMB Teague Forma:

Gel de viscosidade firme

Digestivo pancreático de gelatina

10,0g

Aspecto:

Púrpura translúcido

Lactose

5,0g

pH:

7,1 ± 0,2 a 25°C

Hidrogenofosfato dipotássico

2,0g

Sacarose

5,0g

PROCEDIMENTO PARA FUSÃO DO MEIO A completa fusão do meio pode ser atingida através de duas metodologias distintas:

Eosina amarela

0,4g

Azul de metileno

0,065g

Fusão em banho-maria: O frasco deverá ser parcialmente mergulhado em banho-maria à temperatura de aproximadamente 40ºC, de maneira que o ágar fique completamente imerso. Deve-se elevar a temperatura, gradativamente, até a fusão completa do ágar, a qual ocorre em torno de 75ºC.

Ágar

13,5g

Fusão em micro-ondas: Cada frasco deverá ser levado ao micro-ondas e processado da seguinte forma: Volume 90 - 100 ml - aproximadamente 30 segundos. Volume 200 ml - aproximadamente 60 segundos.

Cloreto de sódio

5,0g

Ágar

10,0g

É importante que o equipamento esteja ajustado à potência de 70%.

Sangue de carneiro 5% Mistura especial de peptonas

23,0g

Amido

1,0g

Suplemento: Hemácia de carneiro desfibrinada estéril

50mL

O tempo médio necessário para a completa fusão do meio de cultura dependerá

41


Forma:

Gel de viscosidade firme

Cor:

Verde pardo

Cor:

EMB Teague: Púrpura translúcido

pH:

7,1 ± 0,2 a 25°C

Sangue de carneiro 5%: Vermelho opaco CONTROLE DE QUALIDADE

pH: EMB Teague:

7,1 ± 0,2 a 25°C

Sangue de carneiro 5%:

7,3 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

EMB Teague Escherichia coli - ATCC 25922

Crescimento bom de colônias violetas com brilho verde metálico

Salmonella enterica - ATCC 14028

Crescimento bom de colônias incolores

Enterococcus faecalis - ATCC 29212

Inibição parcial de colônias incolores

Sangue de carneiro 5% Staphylococcus aureus ATCC 25923

Crescimento bom

Escherichia coli ATCC 25922

Crescimento bom

Streptococcus pyogenes ATCC 19615

Crescimento bom, hemólise beta

Streptococcus pneumoniae ATCC 6305

Crescimento bom, hemólise alfa

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670009

ÁGAR ENTEROCOCOSEL

INDICAÇÃO Meio utilizado para a detecção de Enterococcus spp. resistentes à vancomicina. APRESENTAÇÃO PL 1440 -Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacote com 10 unidades.

Resultados

Enterococcus faecalis - ATCC 51299

Crescimento bom com enegrecimento do meio.

Enterococcus faecalis - ATCC 29212

Inibição total

Streptococcus pyogenes - ATCC 19615

Inibição total

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670010

ÁGAR EUGON CHOCOLATE

INDICAÇÃO Meio utilizado para o cultivo de uma grande variedade de microrganismos fastidiosos. APRESENTAÇÃO PL 1341 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm com 20 a 22mL de meio de cultura. PL 3000 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 16x150mm, contendo 7 a 8mL de meio de cultura inclinado. PL 3001 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100mm, contendo 4 a 5mL de meio de cultura inclinado. EMBALAGEM Placas: Pacotes com 10 unidades. Tubos: Pacotes com 5 unidades. COMPOSIÇÃO

COMPOSIÇÃO por litro:

Peptona proteose n°3

7,5g

Digestivo pancreático de caseína

7,5g

Peptona de soja

5,0g

Dextrose

5,5g

L-Cisteína

0,7g

COMPOSIÇÃO por litro:

Cloreto de sódio

4,0g

Digestivo pancreático de caseína

17,0g

Sulfito de sódio

0,2g

Extrato de levedura

5,0g

Ágar

15,0g

Digestivo péptico de tecido animal

3,0g

Oxgal

10,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Esculina

1,0g

Citrato férrico de amônia

0,5g

Azida Sódica

0,25g

Citrato de sódio

1,0g

Ágar

13,5g

COMPOSIÇÃO

Suplemento:

Hemácia de carneiro Desfribinada estéril 50mL

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Aspecto:

Marrom opaco

pH:

7,0± 0,2 a 25°C

PROCEDIMENTO PARA FUSÃO DO MEIO A completa fusão do meio pode ser atingida através de duas metodologias distintas:

Vancomicina 500mg ou Vancomicina 1g

8ug/mL ou 160ul/L 80ul/L

Fusão em banho-maria: O frasco deverá ser parcialmente mergulhado em banho-maria à temperatura de aproximadamente 40ºC, de maneira que o ágar fique completamente imerso. Deve-se elevar a temperatura, gradativamente, até a fusão completa do ágar, a qual ocorre em torno de 75ºC.

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Fusão em micro-ondas:

Suplemento:

42

Cepas controle:


Manual de Meios de Cultura

Cada frasco deverá ser levado ao micro-ondas e processado da seguinte forma: Volume 90 - 100 ml - aproximadamente 30 segundos. Volume 200 ml - aproximadamente 60 segundos. É importante que o equipamento esteja ajustado à potência de 70%. O tempo médio necessário para a completa fusão do meio de cultura dependerá da potência atingida por cada equipamento. OBS.: Se o meio for empregado na realização da metodologia pour-plate, após sua completa fusão deve-se aguardar até que atinja temperatura entre 40-45°C para sua distribuição. Atenção! Em ambas as metodologias deve-se ter cuidado com a temperatura do vidro.

Fusão em micro-ondas: Cada frasco deverá ser levado ao micro-ondas e processado da seguinte forma: Volume 90 - 100 ml - aproximadamente 30 segundos. Volume 200 ml - aproximadamente 60 segundos. É importante que o equipamento esteja ajustado à potência de 70%. O tempo médio necessário para a completa fusão do meio de cultura dependerá da potência atingida por cada equipamento. OBS.: Se o meio for empregado na realização da metodologia pour-plate, após sua completa fusão deve-se aguardar até que atinja temperatura entre 40-45°C para sua distribuição. Atenção! Em ambas as metodologias deve-se ter cuidado com a temperatura do vidro.

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Neisseria gonorrhoeae – ATCC 43069

Crescimento bom

Haemophilus influenzae - ATCC 10211

Crescimento bom

Escherichia coli – ATCC 25922

Crescimento bom

CONTROLE DE QUALIDADE

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS: 80035670009

Resultados

Escherichia coli – ATCC 25922

Crescimento bom com reação incolor

Proteus vulgaris - ATCC 8427

Crescimento bom com reação verde

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS: 80035670008

ÁGAR FENILALANINA

INDICAÇÃO Meio utilizado para diferenciação de bacilos entéricos quanto a capacidade de produzir ácido fenilpirúvico a partir da fenilalanina por ação enzimática. APRESENTAÇÃO PL 3090 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100mm, com 4 a 5mL de meio de cultura inclinado. EMBALAGEM Pacotes com 5 unidades. COMPOSIÇÃO

Cepas controle:

COMPOSIÇÃO por litro:

ÁGAR GSP(Ágar Seletivo para Pseudomonas e Aeromonas) INDICAÇÃO Meio de cultura proposto por Kielwein (1969, 1971) para detecção de Pseudomonas e Aeromonas em alimentos, assim como água e equipamentos utilizados na industria de alimentos. APRESENTAÇÃO PL 1350 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades.

Extrato de levedura

3,0g

COMPOSIÇÃO

Fosfato dipotássico

1,0g

L(+) glutamato de sódio

10,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Amido hidrossolúvel

20,0g

DL-Fenilalanina

2,0g

Di-hidrogenofosfato de potássio

2,0g

Ágar

12,0g

Sulfato de magnésio

0,5g

Vermelho de fenol

0,36g

Ágar

12,0g

Penicilina G (100.000 UI)

0,06g

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Âmbar Claro

pH:

7,3 ± 0,2 a 25°C

PROCEDIMENTO PARA FUSÃO DO MEIO A completa fusão do meio pode ser atingida através de duas metodologias distintas: Fusão em banho-maria: O frasco deverá ser parcialmente mergulhado em banho-maria à temperatura de aproximadamente 40ºC, de maneira que o ágar fique completamente imerso. Deve-se elevar a temperatura, gradativamente, até a fusão completa do ágar, a qual ocorre em torno de 75ºC.

COMPOSIÇÃO por litro:

Forma:

Gel de viscosidade firme

Cor:

Vermelho claro

pH:

7,2 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

43


Escherichia coli - ATCC 25922

Inibição parcial a total

Staphylococcus aureus - ATCC 25923 Inibição total Pseudomonas aeruginosa - ATCC 27853

Crescimento bom de colônias violeta com halo vermelho

Aeromonas hydrofila - ATCC 7966

Crescimento bom de colônias e halo amarelos

Pseudomonas aeruginosa –ATCC 9027 (≤ 100 UFC)

Crescimento bom de colônias violeta com halo vermelho (≤50%)

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670010

ÁGAR HEKTOEN

INDICAÇÃO Meio levemente seletivo, diferencial, utilizado para o isolamento de enterobactérias, especialmente, Shigella.

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670010

ÁGAR HTM (Haemophilus TEST MEDIUM)

INDICAÇÃO Meio de cultura utilizado para realização do teste de sensibilidade aos antimicrobianos pelo método de disco-difusão para Haemophilus spp. APRESENTAÇÃO PL 1361 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. PL 1362 - Placas descartáveis estéreis, tam. 150x15mm, com 62 a 65mL de meio de cultura. EMBALAGEM Placas 90 mm: Pacote com 10 unidades. Placas 150mm: Pacote com 5 unidades. COMPOSIÇÃO

COMPOSIÇÃO por litro:

APRESENTAÇÃO PL 1070 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x 15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura.

Hidrolizado ácido de caseína

17,5g

Infusão desidratada de carne

300,0g

Amido

1,5g

EMBALAGEM Pacote com 10 unidades.

Extrato de levedura

5,0g

Ágar

17,0g

COMPOSIÇÃO

COMPOSIÇÃO por litro:

Protease peptona

12,0g

Extrato de levedura

3,0g

Mistura de sais biliares

9,0g

Lactose

12,0g

Sacarose

12,0g

Salicina

2,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Tiossulfato de sódio

5,0g

Citrato férrico amoniacal

1,5g

Azul de bromotimol

0,065g

Fucsina ácida

0,1g

Ágar

14,0g

Suplementos: Haemophilus Test Medium (HTM)

2 frascos/L

Hematina

15,0mg

NAD

15,0mg

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Amarelo escuro

pH:

7,4 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Haemophilus influenzae – ATCC 49766

Crescimento bom

Escherichia coli –ATCC 35218

Crescimento bom - 17 a 22mm para amoxicilina-ácido clavulânico.

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Âmbar a verde

pH:

7,5 ± 0,2 a 25°C

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

Cepas controle:

Resultados

Registro na ANVISA/MS:80035670007

Escherichia coli ATCC 25922

Inibição parcial com colônias salmão alaranjadas

Enterococcus faecalis ATCC 29212

Inibição parcial com colônias amarelas

Shigella flexneri ATCC 12022

Colônias azuis esverdeadas

Salmonella enterica ATCC 14028

Colônias azuis esverdeadas com centro negro

CONTROLE DE QUALIDADE

ÁGAR LEIFSON (ÁGAR CITRATO DESOXICOLATO) INDICAÇÃO Meio de cultivo seletivo destinado ao isolamento de espécies de Salmonella e Shigella. APRESENTAÇÃO PL 1253 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio

44


Manual de Meios de Cultura

de cultura. EMBALAGEM Pacote com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

COMPOSIÇÃO por litro:

Digerido pancreático de gelatina

17,0g

Peptonas (carne e caseína)

3,0g

Sais biliares

1,5g

Cloreto de sódio

5,0g

Lactose monohidratada

10,0g

Extrato de carne

5,0g

Peptona de carne

5,0g

Lactose

10,0g

Tiosulfato de sódio

5,4g

Citrato férrico amoniacal III

1,0g

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Citrato de sódio

6,0g

Aspecto:

Vermelho róseo translúcido

Desoxicolato de sódio

3,0g

pH:

7,1 ± 0,2 a 25°C

Vermelho neutro

0,02g

Ágar

12,0g

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Alaranjado

pH:

7,5 ± 0,2 a 25°C

Vermelho neutro

0,03g

Cristal violeta

0,001g

Ágar

13,5g

PROCEDIMENTO PARA FUSÃO DO MEIO A completa fusão do meio pode ser atingida através de duas metodologias distintas: Fusão em banho-maria: O frasco deverá ser parcialmente mergulhado em banho-maria à temperatura de aproximadamente 40ºC, de maneira que o ágar fique completamente imerso. Deve-se elevar a temperatura, gradativamente, até a fusão completa do ágar, a qual ocorre em torno de 75ºC. Fusão em micro-ondas: Cada frasco deverá ser levado ao micro-ondas e processado da seguinte forma: Volume 90 - 100 ml - aproximadamente 30 segundos. Volume 200 ml - aproximadamente 60 segundos.

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Salmonella entérica ATCC 14028

Colônia incolores com centro negro

Shigella flexneri ATCC 12022

Colônias incolores a pink (fermentação tardia da lactose).

Enterococcus faecalis ATCC 29212

Inibição total

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

É importante que o equipamento esteja ajustado à potência de 70%. O tempo médio necessário para a completa fusão do meio de cultura dependerá da potência atingida por cada equipamento. OBS.: Se o meio for empregado na realização da metodologia pour-plate, após sua completa fusão deve-se aguardar até que atinja temperatura entre 40-45°C para sua distribuição. Atenção! Em ambas as metodologias deve-se ter cuidado com a temperatura do vidro. CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Escherichia coli - ATCC 25922

Crescimento bom de colônias rosas a vermelhas

Enterococcus faecalis - ATCC 29212

Inibição parcial de colônias incolores

Registro na ANVISA/MS:80035670010

Proteus mirabilis ATCC - 12453

Crescimento bom de colônias incolores e inibição parcial do swarm

ÁGAR MACCONKEY

Salmonella enterica - ATCC 14028

Crescimento bom de colônias incolores

INDICAÇÃO Meio seletivo e diferencial para detecção de bacilos entéricos gram-negativos fermentadores ou não da lactose em amostras diversas. APRESENTAÇÃO PL 1030 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. PL 1031 - Placas descartáveis estéreis, tam. 49x13mm, com 7 a 8mL de meio de cultura. PL 1118 – Placas descartáveis estéreis com uma divisão, tam 90x15mm, com 10 a 12mL de meio de cultura em cada compartimento. PL 3131 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100mm, contendo 4 a 5 mL de meio de cultura inclinado. EMBALAGEM Placas: Pacote com 10 unidades. Tubos: Pacote de 5 unidades. COMPOSIÇÃO

COMPOSIÇÃO por litro:

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670009

ÁGAR MACCONKEY COM SORBITOL

INDICAÇÃO Meio seletivo e diferencial para detecção de não fermentadores ao sorbitol – Escherichia coli sorotipo O157:H7 associado com colistite hemorrágica. APRESENTAÇÃO PL 1032 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio. PL 3054 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100mm, contendo 4 a 5mL de meio de cultura inclinado.

45


EMBALAGEM Placas: Pacote com 10 unidades. Tubos: Pacote de 5 unidades. COMPOSIÇÃO

COMPOSIÇÃO por litro:

APRESENTAÇÃO PL 1090 - Placas descartáveis estéreis, 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. PL 1091 - Placas descartáveis estéreis, tam. 49x13mm, com 7 a 8mL de meio de cultura. PL 3130 - Tubos de vidro com tampa de rosca, 13x100mm, com 5mL de meio de cultura.

Peptonas

20g

Sorbitol

10g

Sais biliares

1,5g

Cloreto de sódio

5,0g

Vermelho neutro

0,03g

COMPOSIÇÃO

Cristal violeta

0,001g

Digerido pancreático de caseína

5,0g

Ágar

15,0g

Digerido péptico de tecido animal

5,0g

Extrato de carne

1,0g

EMBALAGEM Placas: Pacote com 10 unidades. Tubos: Pacote com 5 unidades. COMPOSIÇÃO por litro:

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cloreto de sódio

75,0g

Aspecto:

Vermelho róseo translúcido

D-Manitol

10,0g

pH:

7,1 ± 0,2 a 25°C

Vermelho de fenol

0,025g

Ágar

15,0g

PROCEDIMENTO PARA FUSÃO DO MEIO A completa fusão do meio pode ser atingida através de duas metodologias distintas: Fusão em banho-maria: O frasco deverá ser parcialmente mergulhado em banho-maria à temperatura de aproximadamente 40ºC, de maneira que o ágar fique completamente imerso. Deve-se elevar a temperatura, gradativamente, até a fusão completa do ágar, a qual ocorre em torno de 75ºC. Fusão em micro-ondas: Cada frasco deverá ser levado ao micro-ondas e processado da seguinte forma: Volume 90 - 100 ml - aproximadamente 30 segundos. Volume 200 ml - aproximadamente 60 segundos. É importante que o equipamento esteja ajustado à potência de 70%. O tempo médio necessário para a completa fusão do meio de cultura dependerá da potência atingida por cada equipamento. OBS.: Se o meio for empregado na realização da metodologia pour-plate, após sua completa fusão deve-se aguardar até que atinja temperatura entre 40-45°C para sua distribuição. Atenção! Em ambas as metodologias deve-se ter cuidado com a temperatura do vidro. CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Escherichia coli ATCC 25922

Crescimento bom de colônias rosa a vermelhas

Enterococcus faecalis ATCC 29212

Inibição parcial a total

Escherichia coli ATCC 35150

Crescimento bom de colônias incolores

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Vermelho Claro

pH:

7,4 ± 0,2 a 25°C

PROCEDIMENTO PARA FUSÃO DO MEIO A completa fusão do meio pode ser atingida através de duas metodologias distintas: Fusão em banho-maria: O frasco deverá ser parcialmente mergulhado em banho-maria à temperatura de aproximadamente 40ºC, de maneira que o ágar fique completamente imerso. Deve-se elevar a temperatura, gradativamente, até a fusão completa do ágar, a qual ocorre em torno de 75ºC. Fusão em micro-ondas: Cada frasco deverá ser levado ao micro-ondas e processado da seguinte forma: Volume 90 - 100 ml - aproximadamente 30 segundos. Volume 200 ml - aproximadamente 60 segundos. É importante que o equipamento esteja ajustado à potência de 70%. O tempo médio necessário para a completa fusão do meio de cultura dependerá da potência atingida por cada equipamento. OBS.: Se o meio for empregado na realização da metodologia pour-plate, após sua completa fusão deve-se aguardar até que atinja temperatura entre 40-45°C para sua distribuição. Atenção! Em ambas as metodologias deve-se ter cuidado com a temperatura do vidro. CONTROLE DE QUALIDADE

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670009

ÁGAR MANITA SAL

INDICAÇÃO Meio seletivo utilizado para isolamento e quantificação de cepas de staphylococcus em amostras clínicas e não clínicas.

46

Cepas controle:

Resultados

Staphylococcus aureus ATCC 25923

Crescimento bom de colônias amarelas com halo amarelo após 48h

Staphylococcus epidermidis ATCC 12228

Inibição parcial a total com colônias vermelhas com halo vermelho após 48h

Proteus mirabilis ATCC 12453

Inibição parcial

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.


Manual de Meios de Cultura

Registro na ANVISA/MS:80035670010

ÁGAR MUELLER HINTON

ÁGAR MOTILIDADE

INDICAÇÃO Meio utilizado para detectar motilidade de microrganismos e separação dos organismos em suas fases móveis. APRESENTAÇÃO PL 3122 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100 mm, com 4 a 5mL de meio de cultura semi-sólido. EMBALAGEM Pacotes de 5 unidades. COMPOSIÇÃO

COMPOSIÇÃO por litro:

Extrato triptona

10,0g

INDICAÇÃO Meio destinado à realização de testes de sensibilidade a antimicrobianos. APRESENTAÇÃO PL 1040 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 26 a 28mL de meio de cultura. PL 1041 - Placas descartáveis estéreis, tam. 150x15mm, com 60 a 65mL de meio de cultura. PL 1042 - Placas descartáveis estéreis quadradas, tam. 120x15mm, com 60 a 65mL de meio de cultura. EMBALAGEM PL 1040 e 1041 - Pacote com 10 unidades. PL 1042 - Pacote com 05 unidades.

Cloreto de sódio

5,0g

COMPOSIÇÃO

Infusão de carne de boi

10,0g

Infusão desidratada de carne

300,0g

Gelatina

53,4g

Caseína hidrolisada

17,5g

Ágar

3,0g

Amido

1,5g

Ágar

17,0g

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Claro/ Incolor

pH: 7,3 ± 0,2 a 25ºC PROCEDIMENTO PARA FUSÃO DO MEIO A completa fusão do meio pode ser atingida através de duas metodologias distintas: Fusão em banho-maria: O frasco deverá ser parcialmente mergulhado em banho-maria à temperatura de aproximadamente 40ºC, de maneira que o ágar fique completamente imerso. Deve-se elevar a temperatura, gradativamente, até a fusão completa do ágar, a qual ocorre em torno de 75ºC.

COMPOSIÇÃO por litro:

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Amarelo claro

Odor:

Característico

pH:

7,4 ± 0,2 a 25° C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Fusão em micro-ondas: Cada frasco deverá ser levado ao micro-ondas e processado da seguinte forma: Volume 90 - 100 ml - aproximadamente 30 segundos. Volume 200 ml - aproximadamente 60 segundos.

Escherichia coli – ATCC 25922

Crescimento bom de colônias cor de palha

Enterococcus faecalis – ATCC 29212

Crescimento bom de colônias cor de palha

É importante que o equipamento esteja ajustado à potência de 70%.

Staphylococcus aureus – ATCC 25923 Crescimento bom de colônias cor de palha

O tempo médio necessário para a completa fusão do meio de cultura dependerá da potência atingida por cada equipamento. OBS.: Se o meio for empregado na realização da metodologia pour-plate, após sua completa fusão deve-se aguardar até que atinja temperatura entre 40-45°C para sua distribuição. Atenção! Em ambas as metodologias deve-se ter cuidado com a temperatura do vidro. CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Escherichia coli – ATCC 25922

Crescimento bom. Motilidade positiva.

Klebsiella pneumoniae – ATCC 33495

Crescimento bom. Motilidade negativa.

Salmonella enterica (sorotipo Crescimento bom. Motilidade positiva. typhimurium) ATCC 14028 Proteus vulgaris – ATCC 8427

Crescimento bom. Motilidade positiva.

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS: 80035670008

Pseudomonas aeruginosa – ATCC Crescimento bom de colônias com 27853 produção de pigmento esverdeado * Adotar o documento vigente do CLSI como referência para avaliar os limites aceitáveis de cada antimicrobiano testado. ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670007

ÁGAR MUELLER HINTON com NaCl 2%

INDICAÇÃO Meio de cultura destinado para realização do E-test de resistência de Staphylococcus aureus a meticilina e oxacilina (MRSA). APRESENTAÇÃO PL 1049 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio. EMBALAGEM Pacote com 10 unidades.

47


COMPOSIÇÃO

COMPOSIÇÃO por litro:

Infusão de carne

2,0g

Hidrolisado de caseína

17,5g

Amido

1,5g

Ágar

17,0g

NaCl 20,0g

Suplemento: Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Âmbar Claro

pH:

7,4 ± 0,2 a 25°C

Registro na ANVISA/MS: 80035670007

ÁGAR MUELLER HINTON COM VANCOMICINA INDICAÇÃO Meio destinado ao isolamento de Staphylococcus aureus ou Enterococcus faecalis resistentes a vancomicina. APRESENTAÇÃO PL 1045 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura.

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

Resultados

Staphylococcus aureus – ATCC 29213 Crescimento bom Staphylococcus aureus – ATCC 43300 Crescimento bom ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

EMBALAGEM Pacote com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

Registro na ANVISA/MS:80035670007

COMPOSIÇÃO por litro:

Infusão de carne

2,0g

Hidrolisado de caseína

17,5g

Amido

1,5g

Ágar

17,0g

ÁGAR MUELLER HINTON COM OXACILINA

INDICAÇÃO Meio seletivo recomendado para isolamento de Staphylococcus aureus resistentes a oxacilina e meticilina. APRESENTAÇÃO PL 1044 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacote com 10 unidades. COMPOSIÇÃO por litro:

Infusão de carne

2,0g

Hidrolisado de caseína

17,5g

Amido

1,5g

Ágar

13,0g

Suplementos: NaCl 4%

40g

Oxacilina

6µg/mL

Forma:

Gel de viscosidade firme

Cor:

Palha

pH:

7,4 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Staphylococcus aureus (MRSA) – ATCC 43300

Crescimento bom de colônias cor de palha

Staphylococcus aureus – ATCC 25923 Inibição total

Vancomicina 0,006g/L

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Âmbar Claro

pH:

7,4 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

COMPOSIÇÃO

48

Suplementos:

Resultados

Enterococcus faecalis - ATCC 29212

Inibição total

Enterococcus faecalis - ATCC 51299

Crescimento bom

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670007

ÁGAR MUELLER HINTON SANGUE DE CARNEIRO INDICAÇÃO Meio destinado a realização de testes de avaliação da resistência antimicrobiana, devido ao rápido crescimento bacteriano através do método de difusão de disco (Kirby-Bauer) para testes de cepas de Streptococcus spp. APRESENTAÇÃO PL 1162 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 26 a 28mL de meio de cultura. PL 1163 - Placas descartáveis estéreis, tam. 150x15mm, com 62 a 65mL de meio de cultura. EMBALAGEM PL 1162: Pacote com 10 unidades. PL 1163: Pacote com 05 unidades.


Manual de Meios de Cultura

COMPOSIÇÃO

Forma:

Gel de viscosidade firme

Infusão de carne

COMPOSIÇÃO por litro: 2,0g

Cor:

Amarelo claro

Hidrolisado de caseína

17,5g

pH:

7,8 ± 0,2 a 25°Cbvvvv

Amido

1,5g

Ágar

17,0g

Hemácias de Carneiro Desfibrinada e estéril

50mL

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Mycoplasma pneumoniae ATCC 15531 Crescimento bom de colônias com aspecto de “ovo frito” – exame microscópico

Cor:

Vermelho

Escherichia coli - ATCC 25922

pH:

7,4 ± 0,2 a 25°C ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Streptococcus pneumoniae – ATCC Crescimento bom com alfa hemólise 49619 * Adotar o documento vigente do CLSI como referência para avaliar os limites aceitáveis de cada antimicrobiano testado. ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670007

ÁGAR MYCOPLASMA (PPLO)

INDICAÇÃO Meio básico que quando suplementado com fatores nutritivos é utilizado para isolamento e cultivo do Mycoplasma spp. presente em amostras clinicas. APRESENTAÇÃO PL 1330 - Placas descartáveis estéreis, tam. 49x13mm, com 7 a 8mL de meio de cultura . PL 1334 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

Inibição total

Registro na ANVISA/MS: 80035670010

ÁGAR MYCOSEL

INDICAÇÃO Meio seletivo utilizado para o isolamento de fungos patogênicos de amostras clínicas. Contém cicloheximidina e cloranfenicol, responsáveis pela inibição da flora bacteriana eventualmente presente. APRESENTAÇÃO PL 1340 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura . PL 3044 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 16x150mm, com 7 a 8mL de meio de cultura inclinado . PL 3045 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100mm, com 4 a 5mL de meio de cultura inclinado. EMBALAGEM Placas: Pacotes com 10 unidades. Tubos: Pacotes com 5 unidades. COMPOSIÇÃO

COMPOSIÇÃO por litro:

Peptona de soja

10,0g

Dextrose

10,0g

Cicloheximida

0,4g

Cloranfenicol

0,05g

Ágar

15,5g

COMPOSIÇÃO por litro:

Peptona bacteriológica

10,0g

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Extrato de carne

10,0g

Cor:

Amarelo

Cloreto de sódio

5,0g

pH:

6,9 ± 0,2 a 25°C

Suplemento mineral

0,5g

Ágar

10,0g

Suplemento: Seletivo G

1 frasco

COMPOSIÇÃO por frasco: Soro de cavalo

20mL

Extrato de levedura

10mL

Acetato de tálio

25mg

Penicilina

20.000 UI

PROCEDIMENTO PARA FUSÃO DO MEIO A completa fusão do meio pode ser atingida através de duas metodologias distintas: Fusão em banho-maria: O frasco deverá ser parcialmente mergulhado em banho-maria à temperatura de aproximadamente 40ºC, de maneira que o ágar fique completamente imerso. Deve-se elevar a temperatura, gradativamente, até a fusão completa do ágar, a qual ocorre em torno de 75ºC. Fusão em micro-ondas: Cada frasco deverá ser levado ao micro-ondas e processado da seguinte forma: Volume 90 - 100 ml - aproximadamente 30 segundos. Volume 200 ml - aproximadamente 60 segundos. É importante que o equipamento esteja ajustado à potência de 70%.

49


O tempo médio necessário para a completa fusão do meio de cultura dependerá da potência atingida por cada equipamento. OBS.: Se o meio for empregado na realização da metodologia pour-plate, após sua completa fusão deve-se aguardar até que atinja temperatura entre 40-45°C para sua distribuição. Atenção! Em ambas as metodologias deve-se ter cuidado com a temperatura do vidro. CONTROLE DE QUALIDADE

OBS.: Se o meio for empregado na realização da metodologia pour-plate, após sua completa fusão deve-se aguardar até que atinja temperatura entre 40-45°C para sua distribuição. Atenção! Em ambas as metodologias deve-se ter cuidado com a temperatura do vidro. CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Crescimento bom

Cryptococcus neoformans ATCC 34877

Crescimento de colônias com pigmento marrom

Aspergillus niger - ATCC 16404

Inibição parcial a total

Escherichia coli ATCC 25922

Inibição total

Escherichia coli - ATCC 25922

Inibição parcial a total

Cepas controle:

Resultados

Candida albicans - ATCC 10231

Thichophyton mentagrophytes - ATCC 9533 Crescimento bom ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR NUTRIENTE

ÁGAR NIGER

INDICAÇÃO O ágar semente de niger é um meio seletivo e diferencial utilizado para isolamento de Cryptococcus neoformans. APRESENTAÇÃO PL 1271 - Placas descartáveis estéreis, tam.90x15mm, com de 20 a 22mL de meio de cultura. PL 3270 -Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100mm contendo 4 a 5mL de meio de cultura inclinado. PL 3271 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 16x150mm, contendo 8 a 10mL de meio de cultura inclinado.

INDICAÇÃO Meio utilizado para o cultivo e quantificação de bactérias presentes em amostras de água, fezes e outros materiais. APRESENTAÇÃO PL 1339 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. PL 3308 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100mm, com 4 a 5mL de meio de cultura inclinado. PL 3319 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 16x150mm, com 7 a 8mL de meio de cultura. EMBALAGEM Placa: Pacotes com 10 unidades. Tubos: Pacotes com 5 unidades.

EMBALAGEM Placas: Pacote com 10 unidades. Tubos: Pacote com 5 unidades. COMPOSIÇÃO

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670010

Registro na ANVISA/MS:80035670010

COMPOSIÇÃO por litro:

Semente de Niger

100g

Cloranfenicol

0,4g

Ágar

20g

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Marrom Claro

pH:

6,5 ± 0,2 a 25°C

PROCEDIMENTO PARA FUSÃO DO MEIO A completa fusão do meio pode ser atingida através de duas metodologias distintas: Fusão em banho-maria: O frasco deverá ser parcialmente mergulhado em banho-maria à temperatura de aproximadamente 40ºC, de maneira que o ágar fique completamente imerso. Deve-se elevar a temperatura, gradativamente, até a fusão completa do ágar, a qual ocorre em torno de 75ºC. Fusão em micro-ondas: Cada frasco deverá ser levado ao micro-ondas e processado da seguinte forma: Volume 90 - 100 ml - aproximadamente 30 segundos. Volume 200 ml - aproximadamente 60 segundos. É importante que o equipamento esteja ajustado à potência de 70%.

50

O tempo médio necessário para a completa fusão do meio de cultura dependerá da potência atingida por cada equipamento.

COMPOSIÇÃO

COMPOSIÇÃO por litro:

Peptona

5,0g

Extrato de carne

3,0g

Ágar

15,0g

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Amarelo

pH:

6,8 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Escherichia coli – ATCC 25922

Crescimento bom de colônias incolores

Streptococcus pneumoniae - ATCC 6305

Crescimento bom de colônias incolores

Staphylococcus aureus – ATCC 25923 Crescimento bom de colônias incolores Streptococcus pyogenes – ATCC 19615

Crescimento bom de colônias incolores

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas.


Manual de Meios de Cultura

Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670009

Registro na ANVISA/MS:80035670010

ÁGAR PEA(PHENYLETANOL)

INDICAÇÃO Meio seletivo, enriquecido utilizado para isolamento de bactérias gram positivas especialmente cocos gram-positivos de amostras clínicas contaminadas com bacilos gram-negativos. Meio utilizado para isolamento de cocos-gram positivos em amostras contaminadas com Proteus spp. APRESENTAÇÃO PL 1025 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15 mm, com 20 a 22mL de meio de cultura . EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

COMPOSIÇÃO por litro:

ÁGAR RPMI

INDICAÇÃO Meio utilizado para realização de testes de susceptibilidade a antifúngicos de bolores e leveduras através do método da diluição em caldo. APRESENTAÇÃO PL 1370 - Placas descartáveis estéreis, tam. 150x15mm, com 60 a 63mL de meio de cultura. PL 1371 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. EMBALAGEM PL 1370 - Pacotes com 05 unidades. PL 1371 - Pacotes com 10 unidades.

Triptona

15,0g

Extrato de carne

5,0g

COMPOSIÇÃO

Cloreto de sódio

5,0g

Glicose

20,0g

Ágar

15,0g

RPMI

10,4g

Pheniletanol

2,5g

Ágar

15,0g

Sangue de carneiro

50mL

COMPOSIÇÃO por litro:

Suplementos:

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Vermelho

pH:

7,3 ± 0,2 a 25°C

PROCEDIMENTO PARA FUSÃO DO MEIO A completa fusão do meio pode ser atingida através de duas metodologias distintas: Fusão em banho-maria: O frasco deverá ser parcialmente mergulhado em banho-maria à temperatura de aproximadamente 40ºC, de maneira que o ágar fique completamente imerso. Deve-se elevar a temperatura, gradativamente, até a fusão completa do ágar, a qual ocorre em torno de 75ºC. Fusão em micro-ondas: Cada frasco deverá ser levado ao micro-ondas e processado da seguinte forma: Volume 90 - 100 ml - aproximadamente 30 segundos. Volume 200 ml - aproximadamente 60 segundos. É importante que o equipamento esteja ajustado à potência de 70%. O tempo médio necessário para a completa fusão do meio de cultura dependerá da potência atingida por cada equipamento. OBS.: Se o meio for empregado na realização da metodologia pour-plate, após sua completa fusão deve-se aguardar até que atinja temperatura entre 40-45°C para sua distribuição. Atenção! Em ambas as metodologias deve-se ter cuidado com a temperatura do vidro. CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Proteus mirabilis - ATCC 12453

Inibição parcial a total

Staphylococcus aureus - ATCC 25923 Crescimento bom. Hemólise beta Streptococcus pyogenes – ATCC 19615

Crescimento bom. Hemólise beta

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando

L-glutamine

10ml/990mL

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Amarelo

pH:

7,0 ± 0,1 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Cândida albicans – ATCC 10231

Crescimento bom

Cryptococcus neoformans – ATCC Crescimento bom 34877 Candida krusei – ATCC 14243

Crescimento bom

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS: 80035670007

ÁGAR SABOURAUD 2% DE DEXTROSE

INDICAÇÃO Meio destinado ao isolamento de dermatófitos e outros fungos patogênicos e não patogênicos. APRESENTAÇÃO PL 1282 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. PL 3042 - Tubo de vidro com tampa de rosca, tam. 16x150mm, com 7 a 8mL de meio de cultura sólido e inclinado. PL 3043 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100 mm, com 4 a 5mL de meio de cultura sólido e inclinado. EMBALAGEM Placas: Pacote com 10 unidades.

51


Tubos: Pacote com 5 unidades.

Tubos: Pacote de 5 unidades. COMPOSIÇÃO

COMPOSIÇÃO por litro:

COMPOSIÇÃO por litro:

Peptona micológica

10,0g

Digerido péptico de tecido animal

5,0g

Dextrose

20,0g

Digerido pancreático de caseína

5,0g

Ágar

14,5g

Dextrose

40,0g

Ágar

15,0g

Forma:

Gel de viscosidade firme

Cor:

Amarelo

Forma:

pH:

6,9 ± 0,2 a 25°C

Cor:

Âmbar Claro

Odor:

Característico

PROCEDIMENTO PARA FUSÃO DO MEIO A completa fusão do meio pode ser atingida através de duas metodologias distintas: Fusão em banho-maria: O frasco deverá ser parcialmente mergulhado em banho-maria à temperatura de aproximadamente 40ºC, de maneira que o ágar fique completamente imerso. Deve-se elevar a temperatura, gradativamente, até a fusão completa do ágar, a qual ocorre em torno de 75ºC. Fusão em micro-ondas: Cada frasco deverá ser levado ao micro-ondas e processado da seguinte forma: Volume 90 - 100 ml - aproximadamente 30 segundos. Volume 200 ml - aproximadamente 60 segundos. É importante que o equipamento esteja ajustado à potência de 70%. O tempo médio necessário para a completa fusão do meio de cultura dependerá da potência atingida por cada equipamento. OBS.: Se o meio for empregado na realização da metodologia pour-plate, após sua completa fusão deve-se aguardar até que atinja temperatura entre 40-45°C para sua distribuição. Atenção! Em ambas as metodologias deve-se ter cuidado com a temperatura do vidro. CONTROLE DE QUALIDADE

pH:

Gel de viscosidade firme.

5,6 ± 0,2 a 25ºC

PROCEDIMENTO PARA FUSÃO DO MEIO A completa fusão do meio pode ser atingida através de duas metodologias distintas: Fusão em banho-maria: O frasco deverá ser parcialmente mergulhado em banho-maria à temperatura de aproximadamente 40ºC, de maneira que o ágar fique completamente imerso. Deve-se elevar a temperatura, gradativamente, até a fusão completa do ágar, a qual ocorre em torno de 75ºC. Fusão em micro-ondas: Cada frasco deverá ser levado ao micro-ondas e processado da seguinte forma: Volume 90 - 100 ml - aproximadamente 30 segundos. Volume 200 ml - aproximadamente 60 segundos. É importante que o equipamento esteja ajustado à potência de 70%. O tempo médio necessário para a completa fusão do meio de cultura dependerá da potência atingida por cada equipamento. OBS.: Se o meio for empregado na realização da metodologia pour-plate, após sua completa fusão deve-se aguardar até que atinja temperatura entre 40-45°C para sua distribuição. Atenção! Em ambas as metodologias deve-se ter cuidado com a temperatura do vidro.

Cepas controle:

Resultados

Candida albicans - ATCC 10231

Crescimento bom

Trichophyton mentaghophytes - ATCC 9533

Crescimento bom

Cepas controle – Inóculo <100 UFC

Resultados

Escherichia coli - ATCC 25922

Inibição total

Candida albicans - ATCC 10231

Recuperação > 70%

Aspergillus niger - ATCC 16404

Recuperação > 70%

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670010

ÁGAR SABOURAUD 4% DEXTROSE INDICAÇÃO Meio utilizado para o isolamento e cultivo de fungos patogênicos e não patogênicos, especialmente dermatófitos presentes em amostras diversas. APRESENTAÇÃO PL 1280 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. PL 3049 – Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100 mm, com 4 a 5mL de meio de cultura sólido e inclinado. PL 3040 - Tubo de vidro com tampa de rosca, tam. 16x150mm, com 7 a 8mL de meio de cultura sólido e inclinado. EMBALAGEM Placas: Pacote com 10 unidades.

52

COMPOSIÇÃO:

CONTROLE DE QUALIDADE

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 25 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670010

Á G A R S AB O U R AU D 2 % D E X T R O S E C O M CLORANFENICOL INDICAÇÃO Meio utilizado para o isolamento de fungos patogênicos e não patogênicos, em especial dermatófitos. A adição de cloranfenicol aumenta a seletividade do meio. APRESENTAÇÃO PL 1281 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15 mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. PL 3039 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100 mm, com 4 a 5mL de meio de cultura. PL 3041 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 16x150 mm, com 7 a 8mL de meio de cultura. EMBALAGEM


Manual de Meios de Cultura

Placas: Pacote com 10 unidades. Tubos: Pacote com 5 unidades. COMPOSIÇÃO

COMPOSIÇÃO por litro:

Peptona

10,0g

Dextrose

20,0g

Ágar

20,0g

Cloranfenicol Forma:

Placa: 0,4g Tubos: 0,5g Gel de viscosidade firme

Cor:

Amarelo

pH:

6,9 ± 0,2 a 25°C

PROCEDIMENTO PARA FUSÃO DO MEIO A completa fusão do meio pode ser atingida através de duas metodologias distintas: Fusão em banho-maria: O frasco deverá ser parcialmente mergulhado em banho-maria à temperatura de aproximadamente 40ºC, de maneira que o ágar fique completamente imerso. Deve-se elevar a temperatura, gradativamente, até a fusão completa do ágar, a qual ocorre em torno de 75ºC. Fusão em micro-ondas: Cada frasco deverá ser levado ao micro-ondas e processado da seguinte forma: Volume 90 - 100 ml - aproximadamente 30 segundos. Volume 200 ml - aproximadamente 60 segundos. É importante que o equipamento esteja ajustado à potência de 70%. O tempo médio necessário para a completa fusão do meio de cultura dependerá da potência atingida por cada equipamento. OBS.: Se o meio for empregado na realização da metodologia pour-plate, após sua completa fusão deve-se aguardar até que atinja temperatura entre 40-45°C para sua distribuição. Atenção! Em ambas as metodologias deve-se ter cuidado com a temperatura do vidro. CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Candida albicans - ATCC 10231

Crescimento bom

Trichophyton mentaghophytes - ATCC Crescimento bom 9533 Escherichia coli - ATCC 25922

Inibição total

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

EMBALAGEM Placas: Pacote com 10 unidades. Tubos: Pacote com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

COMPOSIÇÃO por litro:

Peptona

5,0g

Extrato de carne

5,0g

Sais biliares nº3

8,5g

Citrato de sódio

8,5g

Thiosulfato de sódio

8,5g

Citrato férrico

1,0g

Lactose

10,0g

Vermelho neutro

25mg

Verde brilhante

0,33mg

Ágar

13,5g

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Vermelho Alaranjado

pH:

7,0 ± 0,2 em solução a 25°C

PROCEDIMENTO PARA FUSÃO DO MEIO A completa fusão do meio pode ser atingida através de duas metodologias distintas: Fusão em banho-maria: O frasco deverá ser parcialmente mergulhado em banho-maria à temperatura de aproximadamente 40ºC, de maneira que o ágar fique completamente imerso. Deve-se elevar a temperatura, gradativamente, até a fusão completa do ágar, a qual ocorre em torno de 75ºC. Fusão em micro-ondas: Cada frasco deverá ser levado ao micro-ondas e processado da seguinte forma: Volume 90 - 100 ml - aproximadamente 30 segundos. Volume 200 ml - aproximadamente 60 segundos. É importante que o equipamento esteja ajustado à potência de 70%. O tempo médio necessário para a completa fusão do meio de cultura dependerá da potência atingida por cada equipamento. OBS.: Se o meio for empregado na realização da metodologia pour-plate, após sua completa fusão deve-se aguardar até que atinja temperatura entre 40-45°C para sua distribuição. Atenção! Em ambas as metodologias deve-se ter cuidado com a temperatura do vidro. CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Escherichia coli – ATCC 25922

Inibição parcial com colônias com coloração rosa a vermelha com precipitado

Enterococcus faecalis – ATCC 29212

Inibição total

ÁGAR Salmonella Shigella

Shigella flexneri - ATCC 12022

Crescimento bom, colônias pequenas e incolores.

INDICAÇÃO Meio parcialmente seletivo e diferencial destinado ao isolamento de bacilos entéricos patogênicos, especialmente aqueles pertencentes ao gênero Salmonella. Pode ser utilizado para isolamento de espécies de Shigella após enriquecimento.

Salmonella enterica – ATCC 14028

Crescimento de colônias incolores com o centro negro

*Inocular e incubar a 35ºC ±2ºC por 18-24hs

APRESENTAÇÃO PL 1060 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. PL 3331 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100mm, com 5mL de meio de cultura.

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração,

Registro na ANVISA/MS: 80035670010

53


contaminação ou se a data de validade expirar.

Staphylococcus aureus ATCC 25923

Registro na ANVISA/MS: 80035670010

ÁGAR SANGUE DE CARNEIRO 3% INDICAÇÃO Meio não seletivo proposto para o isolamento e cultivo de microrganismos fastidiosos e não fastidiosos de uma variedade de materiais clínicos e não clínicos. Permite também verificar a atividade hemolítica das colônias. APRESENTAÇÃO PL 1002- Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. PL 1006 - Placas descartáveis estéreis com 01 divisão, tam. 90x15mm, com 10 a 12mL de meio de cultura em cada compartimento. PL 1007- Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100mm, com 4 a 5mL de meio de cultura inclinado. EMBALAGEM Placas: Pacote com 10 unidades. Tubos: Pacote de 5 unidades. COMPOSIÇÃO

COMPOSIÇÃO por litro:

Mistura especial de peptonas

23,0g

Amido

1,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Ágar

10,0g

Suplemento: Hemácia de carneiro desfibrinada estéril

30ml

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Vermelho

pH:

7,3 ± 0,2 a 25°C

PROCEDIMENTO PARA FUSÃO DO MEIO A completa fusão do meio pode ser atingida através de duas metodologias distintas: Fusão em banho-maria: O frasco deverá ser parcialmente mergulhado em banho-maria à temperatura de aproximadamente 40ºC, de maneira que o ágar fique completamente imerso. Deve-se elevar a temperatura, gradativamente, até a fusão completa do ágar, a qual ocorre em torno de 75ºC. Fusão em micro-ondas: Cada frasco deverá ser levado ao micro-ondas e processado da seguinte forma: Volume 90 - 100 ml - aproximadamente 30 segundos. Volume 200 ml - aproximadamente 60 segundos. É importante que o equipamento esteja ajustado à potência de 70%. O tempo médio necessário para a completa fusão do meio de cultura dependerá da potência atingida por cada equipamento. OBS.: Se o meio for empregado na realização da metodologia pour-plate, após sua completa fusão deve-se aguardar até que atinja temperatura entre 40-45°C para sua distribuição. Atenção! Em ambas as metodologias deve-se ter cuidado com a temperatura do vidro. CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

54

Resultados

Crescimento

Escherichia coli ATCC 25922

Crescimento

Streptococcus pyogenes ATCC 19615

Crescimento bom com hemólise beta

Streptococcus pneumoniae ATCC 6305

Crescimento bom com hemólise Alfa

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. Transporte refrigerado. Material acondicionado em isopores, contendo gelo reciclável. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670009

ÁGAR SANGUE DE CARNEIRO 5% INDICAÇÃO Meio não seletivo proposto para o isolamento e cultivo de microrganismos fastidiosos e não fastidiosos de uma variedade de materiais clínicos e não clínicos. Permite também verificar a atividade hemolítica das colônias. APRESENTAÇÃO PL 1000 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22ml de meio de cultura. PL 1003 - Placas descartáveis estéreis com 01 divisão, tam. 90x15mm, com 10 a 12ml de meio de cultura em cada compartimento. PL 1026 - Placas descartáveis estéreis, tam. 49x13mm, com 07 a 08ml de meio de cultura. PL 1027 - Placas descartáveis estéreis, tam. 60x15mm, com 10 a 12ml de meio de cultura. PL 3302 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100mm, com 4 a 5 ml de meio de cultura inclinado. PL 3300 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 16x150 mm, com 7 a 8ml de meio de cultura inclinado. EMBALAGEM Placas: Pacote com 10 placas. Tubos: Pacote de 5 unidades. COMPOSIÇÃO

COMPOSIÇÃO por litro:

Mistura especial de peptonas

23,0g

Amido

1,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Ágar

10,0g

Suplemento: Hemácia de carneiro desfibrinada estéril

50ml

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Vermelho

pH:

7,3±0,2 a 25°C

PROCEDIMENTO PARA FUSÃO DO MEIO A completa fusão do meio pode ser atingida através de duas metodologias distintas: Fusão em banho-maria: O frasco deverá ser parcialmente mergulhado em banho-maria à temperatura de aproximadamente 40ºC, de maneira que o ágar fique completamente imerso. Deve-se elevar a temperatura, gradativamente, até a fusão completa do ágar, a qual ocorre em torno de 75ºC. Fusão em micro-ondas: Cada frasco deverá ser levado ao micro-ondas e processado da seguinte forma: Volume 90 - 100 ml - aproximadamente 30 segundos. Volume 200 ml - aproximadamente 60 segundos.


Manual de Meios de Cultura

É importante que o equipamento esteja ajustado à potência de 70%. O tempo médio necessário para a completa fusão do meio de cultura dependerá da potência atingida por cada equipamento. OBS.: Se o meio for empregado na realização da metodologia pour-plate, após sua completa fusão deve-se aguardar até que atinja temperatura entre 40-45°C para sua distribuição.

Streptococcus pneumoniae ATCC 6305

Crescimento bom com hemólise alfa

Enterococcus faecalis ATCC 29212

Crescimento bom com hemólise alfa ou gama

Escherichia coli ATCC 25922

Inibição total

Cepas controle:

Resultados

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

Staphylococcus aureus ATCC 25923

Crescimento

Registro na ANVISA/MS:80035670010

Escherichia coli ATCC 25922

Crescimento

Streptococcus pyogenes ATCC 19615

Crescimento bom com hemólise beta

Streptococcus pneumoniae ATCC 6305

Crescimento bom com hemólise alfa

Atenção! Em ambas as metodologias deve-se ter cuidado com a temperatura do vidro. CONTROLE DE QUALIDADE

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. Transporte refrigerado. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670009

ÁGAR SANGUE DE CARNEIRO 5% COM AZIDA

ÁGAR SANGUE DE CARNEIRO 5% / ÁGAR MANITA SAL INDICAÇÃO Sangue de carneiro 5%: Meio nutricionalmente rico, não seletivo, geralmente utilizado para o isolamento e cultivo de microrganismos fastidiosos e não fastidiosos de uma variedade de materiais clínicos e não clínicos, possibilitando a verificação da atividade hemolítica das colônias. Manita Sal: Meio seletivo utilizado para isolamento e quantificação de cepas de estafilococos em amostras clínicas e não clínicas. APRESENTAÇÃO PL 1062 - Placas descartáveis estéreis com uma divisão, tam. 90x15mm, com 10 a 12 mL de meio de cultura em cada compartimento.

INDICAÇÃO Meio seletivo para detecção e isolamento de gram-positivos como estreptococos e estafilococos de diversos de materiais clínicos e não clínicos. A suplementação com sangue determina a atividade hemolítica das colônias.

EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades.

APRESENTAÇÃO PL 1001 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura.

Sangue de carneiro 5%

EMBALAGEM Pacote com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

COMPOSIÇÃO por litro:

Triptose

10,0g

Extrato de carne

3,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Ázida Sódica

0,2g

Ágar

12,0g

COMPOSIÇÃO DO MEIO

Composição por litro:

Mistura especial de peptona

23,0g

Amido

1,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Ágar

10,0g

Suplemento: Hemácia de carneiro desfibrinada estéril

50mL

Manita Sal Digerido pancreático de caseína

5,0g

Digerido péptico de tecido animal

5,0g

Extrato de carne

1,0g

Suplemento:

Cloreto de sódio

75,0g

Hemácia de carneiro desfibrinada estéril

D-Manitol

10,0g

Vermelho de fenol

0,025g

Ágar

15,0g

50mL

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Vermelho escuro/café

pH:

7,2 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Staphylococcus aureus ATCC 25923

Crescimento bom com hemólise beta

Streptococcus pyogenes ATCC 19615

Crescimento bom com hemólise beta

Forma:

Gel de viscosidade firme

Cor:

Sangue de carneiro 5%: Vermelho opaco Manita Sal: Vermelho claro

pH:

Sangue de carneiro 5%: 7,3 ± 0,2 a 25°C Manita Sal: 7,4 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE

55


Cepas controle:

Resultados

Stenotrophomonas maltophilia – ATCC 51331

Sangue de carneiro 5% Staphylococcus aureus ATCC 25923

Crescimento bom

Crescimento bom de colônias esverdeadas

Staphylococcus aureua – ATCC 25923 Inibição total

Escherichia coli ATCC 25922

Crescimento bom

Streptococcus pyogenes ATCC 19615

Crescimento bom, hemólise beta

Streptococcus pneumoniae ATCC 6305

Crescimento bom, hemólise alfa

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

Staphylococcus aureus ATCC 25923

Crescimento bom de colônias amarelas com halo amarelo após 48h

Registro ANVISA/MS: 80035670010

Staphylococcus epidermidis ATCC 12228

Inibição parcial a total com colônias vermelhas com halo vermelho após 48h

ÁGAR SANGUE DE CARNEIRO 5% COM TELURITO

Proteus mirabilis ATCC 12453

Inibição parcial

Manita Sal

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670009

APRESENTAÇÃO PL 1029 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15 mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacote com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

ÁGAR SANGUE DE CARNEIRO 5% COM IMIPENEM INDICAÇÃO Meio de cultura seletivo utilizado para o rastreamento de patógenos resistentes a carbapenêmicos em amostras clínicas. APRESENTAÇÃO PL 1048 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15 mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacote com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

INDICAÇÃO Meio de cultura utilizado para o isolamento e diferenciação de bactérias gram positivas em amostras clínicas.

COMPOSIÇÃO por litro:

Mistura especial de peptona

23,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Amido de milho

1,0 g

Ágar

10,0 g

COMPOSIÇÃO por litro:

Mistura especial de peptona

23,0g

Cloreto de sódio

5,0 g

Amido de milho

1,0 g

Telurito de potássio

28mL

Ágar

10,0 g

COMPOSIÇÃO da Mistura especial de peptona: Digestivo pancreático de caseína

12,0 g

Digestivo péptico de tecido animal

5,0 g

Extrato de levedura

3,0 g

Extrato de carne

3,0 g

Suplementos: Hemácia de carneiro desfibrinada:

50mL/L

Solução de telurito de potássio (0,4g/10mL de água estéril):

COMPOSIÇÃO da Mistura especial de peptona: Digestivo pancreático de caseína

12,0 g

Digestivo péptico de tecido animal

5,0 g

Extrato de levedura

3,0 g

Extrato de carne

3,0 g

10mL

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Vermelho escuro

pH:

7,3 ± 0,1 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE

Suplementos: Hemácia de carneiro desfibrinada

50mL/L

Cepas controle:

Resultados

Imipenem (5ug/ml)

100µl/L

Staphylococcus aureus - ATCC 25923

Crescimento conforme de colônias cinzas ou pretas

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Vermelho escuro

pH:

7,3 ± 0,1 a 25°C

Escherichia coli - ATCC 25922

Inibição total

Enterococcus faecalis - ATCC 29212

Crescimento conforme de colônias cinza ou preta

Proteus mirabilis - ATCC 12453

Crescimento conforme de colônias cinza

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

56

Resultados

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta.


Manual de Meios de Cultura

A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro ANVISA/MS: 80035670010

ÁGAR SANGUE/ ÁGAR CLED (Brolacin) INDICAÇÃO Ágar Sangue: Meio nutricionalmente rico, não seletivo, geralmente utilizado para o isolamento e cultivo de microrganismos fastidiosos e não fastidiosos de uma variedade de materiais clínicos e não clínicos, possibilitando a verificação da atividade hemolítica das colônias. Ágar CLED: Meio utilizado para o isolamento, identificação e diferenciação de microrganismos potencialmente patogênicos presentes na urina. Sua deficiência em eletrólitos inibe o véu do Proteus. APRESENTAÇÃO PL 1113 - Placas descartáveis estéreis com uma divisão, tam. 90x15mm, com 10 a 12mL de meio de cultura em cada compartimento. EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

COMPOSIÇÃO por litro:

Ágar Sangue Mistura especial de peptonas

23,0g

Amido

1,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Ágar

10,0g

Ágar CLED Digestivo pancreático de gelatina

4,0g

Extrato de carne

3,0g

Triptona de caseína hidrolisada

4,0g

L-Cistina

0,128g

Lactose

10,0g

Azul de bromotimol

0,02g

Ágar

15,0g

Staphylococcus aureus - ATCC 25923

Crescimento bom com colônias amarelo intenso

Escherichia coli - ATCC 25922

Crescimento bom com colônias amarelas

Proteus vulgaris - ATCC 8427

Crescimento bom com colônias azuis e inibição parcial do swarm

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS: 80035670009

ÁGAR SANGUE/CHOCOLATE INDICAÇÃO Ágar Sangue: Meio não seletivo proposto para o isolamento e cultivo de microrganismos fastidiosos e não fastidiosos de uma variedade de materiais clínicos e não clínicos. Permite também verificar a atividade hemolítica das colônias. Ágar Chocolate: Meio de cultivo rico em nutrientes, destinado ao isolamento de microrganismos fastidiosos, tais como: Haemophilus influenzae, Neisseria gonorrhoeae e Neisseria meningitidis. APRESENTAÇÃO PL 1012 - Placas descartáveis estéreis com uma divisão, tam. 90x15mm, com 10 a 12mL de meio de cultura em cada compartimento. EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

COMPOSIÇÃO por litro:

Ágar Sangue Mistura especial de peptonas

23,0g

Amido

1,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Ágar

10,0g

Suplemento: Hemácia de carneiro desfibrinada estéril

50mL

Ágar Chocolate

Suplemento: Hemácia de carneiro desfibrinada estéril

50mL

Mistura especial de peptonas

23,0g

Amido

1,0g

Forma:

Gel de viscosidade firme

Cloreto de sódio

5,0g

Cor:

Ágar Sangue: Vermelho

Ágar

10,0g

Ágar CLED: Verde

Suplemento:

7,3 ± 0,2 a 25°C

Hemácia de carneiro desfibrinada estéril

pH: CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Forma:

Gel de viscosidade firme

Cor:

Ágar Sangue: Vermelho Ágar Chocolate: Marrom

pH:

Ágar Sangue: 7,3 ± 0,2 a 25°C Ágar Chocolate: 7,3 ± 0,2 a 25°C

Ágar Sangue Staphylococcus aureus - ATCC 25923 Crescimento Escherichia coli - ATCC 25922

Crescimento

Streptococcus pyogenes - ATCC 19615

Crescimento bom com hemólise beta

Streptococcus pneumoniae - ATCC 6305

Crescimento bom com hemólise Alfa

Ágar CLED

50mL

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Ágar Sangue Staphylococcus aureus - ATCC 25923

Crescimento bom

57


Escherichia coli - ATCC 25922

Crescimento bom

pH:

Streptococcus pyogenes - ATCC 19615

Crescimento bom com hemólise beta

Streptococcus pneumoniae - ATCC 6305

Crescimento bom com hemólise alfa

Ágar Chocolate Haemophilus influenzae - ATCC 10211

Crescimento bom colônias pequenas e incolores.

Neisseria gonorrhoeae - ATCC 43069

Crescimento bom, colônias pequenas, brancas a pardas com aspecto mucóide.

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR SANGUE/MACCONKEY

INDICAÇÃO Ágar Sangue: Meio nutricionalmente rico, não seletivo, geralmente utilizado para o isolamento e cultivo de microrganismos fastidiosos e não fastidiosos de uma variedade de materiais clínicos e não clínicos, possibilitando a verificação da atividade hemolítica das colônias. Ágar MacConkey: Meio seletivo e diferencial para detecção de bacilos entéricos gram-negativos, fermentadores ou não da lactose, em amostras diversas. APRESENTAÇÃO PL 1064 - Placas descartáveis estéreis com 1 divisão, tam. 90x15mm, com 10 a 12mL de meio de cultura em cada compartimento. EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades. COMPOSIÇÃO por litro:

Ágar Sangue Mistura especial de peptonas

23,0g

Amido

1,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Ágar sangue

10,0g

Digerido pancreático de gelatina

17,0g

Peptonas (carne e caseína)

3,0g

Sais biliares

1,5g

Cloreto de sódio

5,0g

Lactose monohidratada

10,0g

Vermelho neutro

0,03g

Cristal violeta

0,001g

Ágar

13,5g

Cor:

58

Resultados

Ágar MacConkey Escherichia coli - ATCC 25922

Crescimento bom com colônias cor de rosa

Enterococcus faecalis - ATCC 29212

Inibição parcial com colônias incolores

Proteus mirabilis - ATCC 12453

Crescimento bom com colônias incolores e inibição parcial de swarm

Salmonella enterica – ATCC 14028

Crescimento bom com colônias incolores

Staphylococcus aureus ATCC 25923

Crescimento bom

Escherichia coli ATCC 25922

Crescimento bom

Streptococcus pyogenes ATCC 19615 Crescimento bom com hemólise beta Streptococcus pneumoniae ATCC 6305 Crescimento bom com hemólise alfa ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670009

ÁGAR SANGUE/ MACCONKEY / CHOCOLATE com VITOX INDICAÇÃO Ágar Sangue: Meio nutricionalmente rico, não seletivo, geralmente utilizado para o isolamento e cultivo de microrganismos fastidiosos e não fastidiosos de uma variedade de materiais clínicos e não clínicos, possibilitando a verificação da atividade hemolítica das colônias.

Ágar Chocolate com Vitox: Meio de cultivo rico em nutrientes, destinado ao isolamento de microrganismos fastidiosos, tais como: Haemophilus influenzae, Neisseria gonorrhoeae e Neisseria meningitidis, em uma variedade de amostras. APRESENTAÇÃO PL 1071 - Placas descartáveis estéreis com 2 divisões, tam. 90x15mm, com 7 a 8 mL de meio de cultura em cada compartimento. EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Ágar Sangue

Suplemento:

Forma:

Cepas controle:

Ágar MacConkey: Meio seletivo e diferencial para detecção de bacilos entéricos gram-negativos, fermentadores ou não da lactose, em amostras diversas.

Ágar MacConkey

Hemácia de carneiro desfibrinada estéril

CONTROLE DE QUALIDADE

Ágar Sangue

Registro na ANVISA/MS:80035670009

COMPOSIÇÃO

Ágar Sangue: 7,3 ± 0,2 a 25°C Ágar MacConkey: 7,1 ± 0,2 a 25°C

50mL

Mistura especial de peptonas

23,0g

Amido

1,0g

Gel de viscosidade firme

Cloreto de Sódio

5,0g

Ágar Sangue: Vermelho Ágar MacConkey: Vermelho Róseo

Ágar

10,0g

Suplemento:


Manual de Meios de Cultura

Hemácia de carneiro Desfibrinada Estéril

50mL

Registro na ANVISA/MS: 80035670009

Ágar MacConkey Digerido pancreático de gelatina

17,0g

Peptonas (carne e caseína)

3,0g

Sais Biliares

1,5g

Cloreto de Sódio

5,0g

Lactose monohidratada

10,0g

Vermelho Neutro

0,03g

Cristal Violeta

0,001g

Ágar

13,5g

Ágar Chocolate com Vitox

ÁGAR SELETIVO PARA Burkholderia cepacia INDICAÇÃO Meio utilizado para o isolamento e diferenciação de Burkholderia cepacia. APRESENTAÇÃO PL 1360 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL meio de cultura. EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades.

Peptona protease nº 03

15,0g

Amido de milho

1,0g

COMPOSIÇÃO

Cloreto de Sódio

5,0g

Peptona de gelatina

16,0g

Fosfato Dipotássio

4,0g

Caseína hidrolisada

10,0g

Fosfato Monopotássio

1,0g

Sulfato de potássio

10,0g

Ágar

10,0g

Cloreto de magnésio

1,4g

Suplementos:

COMPOSIÇÃO por litro:

Ágar

11,0g

Hemoglobina Liofilizada

10g

Glicerol

10,0g

VITOX

10ml

Timentin

0,05g

Forma:

Gel de viscosidade firme

Suplementos:

Cor:

Ágar Sangue: Vermelho Ágar MacConkey: Vermelho Róseo Ágar Chocolate com Vitox: Marron

Bacillus cereus ou Sulfato de Polimixina

pH:

Ágar Sangue: 7,3 ± 0,2 a 25°C gar MacCconkey: 7,1 ± 0,2 a 25°C gar Chocolate com Vitox: 7,3±0,2 a 25ºC

CONTROLE DE QUALIDADE

6 frascos 6mL

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Amarelo Claro

pH:

7,1 ± 0,2 a 25ºC

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Ágar MacConkey Escherichia coli - ATCC 25922

Crescimento bom com colônias cor de rosa

Enterococcus faecalis - ATCC 29212

Inibição parcial com colônias incolores

Proteus mirabilis - ATCC 12453

Crescimento bom com colônias incolores e inibição parcial de swarm

Salmonella enterica – ATCC 14028

Crescimento bom com colônias incolores

Ágar Sangue Staphylococcus aureus ATCC 25923

Crescimento bom

Escherichia coli ATCC 25922

Crescimento bom

Streptococcus pyogenes ATCC 19615

Crescimento bom com hemólise beta

Streptococcus pneumoniae ATCC 6305

Crescimento bom com hemólise alfa

Ágar Chocolate com Vitox

Cepas controle:

Resultados

Burkholderia cepacea - ATCC 25416

Crescimento bom de colônia com halo vermelho

Pseudomonas aeruginosa - ATCC Inibição parcial a total 27853 Escherichia coli - ATCC 25922

Inibição parcial a total

Staphylococcus aureus - ATCC 25923

Inibição parcial a total

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670010

Haemophilus influenzae - ATCC 10211 Crescimento bom Neisseria gonorrhoeae - ATCC 43069

Crescimento bom

Neisseria meningitides - ATCC 13077

Crescimento bom

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR SELETIVO PARA CAMPYLOBACTER

INDICAÇÃO Meio seletivo bastante rico em nutrientes, destinado ao isolamento e diferenciação de Campylobacter sp. APRESENTAÇÃO PL 1140 - Placas descartáveis estéreis, tam. 49x13mm, com 7 a 8mL de meio de cultura. PL 1119 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura.

59


EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades.

Gardnerella vaginallis - ATCC 14018

COMPOSIÇÃO

COMPOSIÇÃO por litro:

Mistura especial de peptonas

25,0g

Amido

1,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Ágar

10,0g

Crescimento bom de colônias acinzentadas.

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670010

Suplementos: Suplemento seletivo para Campylobacter

2 frascos

Hemácia de carneiro desfibrinada estéril

50mL

ÁGAR SELETIVO PARA VIBRIO (TCBS)

INDICAÇÃO Meio destinado ao isolamento primário de víbrios patogênicos de diversos materiais clínicos.

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Vermelho

pH:

7,3 ± 0,2 a 25°C

APRESENTAÇÃO PL 1290 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL meio de cultura.

Cepas controle:

Resultados

Escherichia coli - ATCC 25922

Inibição total

EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades.

Campylobacter jejuni - ATCC 33291

Crescimento bom

CONTROLE DE QUALIDADE

COMPOSIÇÃO

COMPOSIÇÃO por litro:

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

Peptona bacteriológica

10,0g

Extrato de levedura

5,0g

Tiosulfato de sódio

10,0g

Citrato de sódio

10,0g

Bile de boi

8,0g

Registro na ANVISA/MS: 80035670010

Sacarose

20,0g

Cloreto de sódio

10,0g

Citrato férrico

1,0g

Azul de bromotimol

0,04g

Azul de timol

0,04g

Ágar

14,0g

ÁGAR SELETIVO PARA GARDNERELLA INDICAÇÃO Meio de cultivo bastante rico em nutrientes, para o isolamento de Gardnerella vaginalis. APRESENTAÇÃO PL 1300 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL meio de cultura . EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Azul esverdeado

pH:

8,6 ± 0,2 a 25°C

COMPOSIÇÃO por litro: CONTROLE DE QUALIDADE

Mistura especial de peptonas

23,0g

Amido

1,0g

Cepas controle:

Resultados

Cloreto de sódio

5,0g

Escherichia coli - ATCC 25922

Inibição

Ágar

10,0g

Vibrio furnissii - NCTC 11218

Crescimento bom de colônias amarelas

Vibrio parahaemolyticus - ATCC 10885 Crescimento bom de colônias cinza Suplemento: Seletivo para Gardnerella

2 frascos

Sangue de carneiro

100mL

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Vermelho

pH:

7,3 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE

60

Cepas controle:

Resultados

Proteus mirabilis - ATCC 12453

Inibição total

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670010

ÁGAR SELETIVO PARA YERSINIA INDICAÇÃO Meio de cultura seletivo e diferencial para isolamento de Yersinia enterocolítica. Também conhecido como Ágar CIN de Schiemann (Cefsulodina-IrgasanNovobiocina).


Manual de Meios de Cultura

Ágar APRESENTAÇÃO PL1320 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL meio de cultura. EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades.

10,0g

Suplementos: Hemácia de carneiro desfibrinada estéril

50,0mL

VCNT

2 frascos

VITOX

1 frasco

Forma:

Gel de viscosidade firme

20,0g

Cor:

Marrom

Extrato de levedura

2,0g

pH:

7,3 ± 0,2 a 25°C

Manitol

20,0g

Piruvato de sódio

2,0g

Cepas controle:

Resultados

Cloreto de sódio

1,0g

Neisseria gonorrhoeae - ATCC 43069

Crescimento bom

Sulfato de magnésio

0,01g

Neisseria meningitidis - ATCC 13090

Crescimento bom

Desoxicolato de sódio

0,5g

Escherichia coli - ATCC 25922

Inibição parcial

Vermelho neutro

0,03g

Cristal violeta

0,001g

Ágar

12,5g

COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Peptona especial

Suplemento: Yersinia

2 frascos

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Rosa Claro

pH:

7,4 ± 0,2 a 25°C

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670010

ÁGAR TSA SANGUE DE CARNEIRO 5%

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Yersinia enterocolítica - ATCC 9610

Colônias transparentes com centro vermelho

Escherichia coli - ATCC 25922

Inibição total

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

INDICAÇÃO Meio não seletivo proposto para o isolamento e cultivo de microrganismos fastidiosos e não fastidiosos de uma variedade de materiais clínicos e não clínicos. Permite também verificar a atividade hemolítica das colônias. APRESENTAÇÃO PL 1135 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. PL 3304 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 16x 150mm, com 7 a 8mL de meio de cultura. EMBALAGEM Placas: Pacote com 10 unidades. Tubos: Pacote de 5 unidades. COMPOSIÇÃO

Registro na ANVISA/MS:80035670010

ÁGAR THAYER MARTIN INDICAÇÃO Meio utilizado para o isolamento de Neisseria spp. em amostra contendo flora mista objeto de investigação. APRESENTAÇÃO PL 1120 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15 mm, com 20 a 22mL meio de cultura. PL 1121 - Placas descartáveis estéreis, tam. 60x15 mm com 12 a 14mL meio de cultura. EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

CONTROLE DE QUALIDADE

Composição por litro:

Peptona de caseína

15,0g

Peptona de soja

5,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Ágar

15,0g

Suplemento: Hemácia de carneiro desfibrinado

50mL

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Vermelho

pH:

7,3 ± 0,2 a 25°C

PROCEDIMENTO PARA FUSÃO DO MEIO A completa fusão do meio pode ser atingida através de duas metodologias distintas: Composição por litro:

Mistura especial de peptona

23,0g

Amido

1,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Fusão em banho-maria: O frasco deverá ser parcialmente mergulhado em banho-maria à temperatura de aproximadamente 40ºC, de maneira que o ágar fique completamente imerso. Deve-se elevar a temperatura, gradativamente, até a fusão completa do ágar, a qual ocorre em torno de 75ºC.

61


Fusão em micro-ondas: Cada frasco deverá ser levado ao micro-ondas e processado da seguinte forma: Volume 90 - 100 ml - aproximadamente 30 segundos. Volume 200 ml - aproximadamente 60 segundos. É importante que o equipamento esteja ajustado à potência de 70%. O tempo médio necessário para a completa fusão do meio de cultura dependerá da potência atingida por cada equipamento. OBS.: Se o meio for empregado na realização da metodologia pour-plate, após sua completa fusão deve-se aguardar até que atinja temperatura entre 40-45°C para sua distribuição. Atenção! Em ambas as metodologias deve-se ter cuidado com a temperatura do vidro. CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Staphylococcus aureus - ATCC 25923 Crescimento bom Streptococcus agalactiae - ATCC 12386

Crescimento bom com formação de hemólise.

Streptococcus pyogenes - ATCC 19615

Crescimento bom sem formação de hemólise

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670009

ÁGAR TSI- TRIPLE SUGAR IRON INDICAÇÃO Meio utilizado para a identificação de enterobactérias baseado na fermentação da glicose, sacarose e lactose e produção de sulfeto de hidrogênio.

Fusão em micro-ondas: Cada frasco deverá ser levado ao micro-ondas e processado da seguinte forma: Volume 90 - 100 ml - aproximadamente 30 segundos. Volume 200 ml - aproximadamente 60 segundos. É importante que o equipamento esteja ajustado à potência de 70%. O tempo médio necessário para a completa fusão do meio de cultura dependerá da potência atingida por cada equipamento. OBS.: Se o meio for empregado na realização da metodologia pour-plate, após sua completa fusão deve-se aguardar até que atinja temperatura entre 40-45°C para sua distribuição. Atenção! Em ambas as metodologias deve-se ter cuidado com a temperatura do vidro. CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Pseudomonas aeruginosa – ATCC 15442

O meio fica todo vermelho sem produção de gás

Escherichia coli – ATCC 25922

O meio fica todo amarelo com produção de gás

Salmonella typhimurium – ATCC O meio fica negro com produção de 14028 gás sulfídrico. Shigella flexneri – ATCC 12022

Meio com o ápice do bisel vermelho e a base amarela sem produção de gás.

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670008

APRESENTAÇÃO PL 3110 - Tubo de vidro com tampa rosca, tam. 13x100mm, com 4 a 5mL de meio de cultura inclinado.

ÁGAR URÉIA

EMBALAGEM Pacote com 5 unidades.

INDICAÇÃO Meio utilizado para a diferenciação de microrganismos, principalmente enterobactérias, baseada na produção de urease.

COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

APRESENTAÇÃO PL 3211 - Tubos de vidro com tampa de rosca, 13x100mm, com 3,5mL de meio de cultura inclinado.

Peptona

20,0g

Extrato de carne

3,0g

Extrato de levedura

3,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Sulfato Ferrososo

0,2g

COMPOSIÇÃO

Tiossulfato de sódio

0,3g

Digerido pancreático de gelatina

1,0g

Lactose

10,0g

Glicose

1,0g

Sacarose

10,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Glicose

1,0g

Fosfato de Potássio

2,0g

Vermelho de fenol

0,024g

Vermelho de fenol

0,012g

Ágar

12,0g

Uréia

20,0g

EMBALAGEM Pacote de 5 unidades. Composição por litro:

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Preparação:

Cor:

Vermelho

Ágar

15,0g/900mL de água

pH:

7,4 ± 0,2 a 25°C

Solução de uréia a 40%

29g/100mL de água

Forma:

Gel de viscosidade firme.

PROCEDIMENTO PARA FUSÃO DO MEIO A completa fusão do meio pode ser atingida através de duas metodologias distintas:

62

Fusão em banho-maria: O frasco deverá ser parcialmente mergulhado em banho-maria à temperatura de aproximadamente 40ºC, de maneira que o ágar fique completamente imerso. Deve-se elevar a temperatura, gradativamente, até a fusão completa do ágar, a qual ocorre em torno de 75ºC.


Manual de Meios de Cultura

Cor:

Amarelo Alaranjado

Glicose

1,25g

pH:

6,8 ± 0,1 a 25°C

Água qsp

100mL

Água deionizada

900mL

PROCEDIMENTO PARA FUSÃO DO MEIO A completa fusão do meio pode ser atingida através de duas metodologias distintas: Fusão em banho-maria: O frasco deverá ser parcialmente mergulhado em banho-maria à temperatura de aproximadamente 40ºC, de maneira que o ágar fique completamente imerso. Deve-se elevar a temperatura, gradativamente, até a fusão completa do ágar, a qual ocorre em torno de 75ºC. Fusão em micro-ondas: Cada frasco deverá ser levado ao micro-ondas e processado da seguinte forma: Volume 90 - 100 ml - aproximadamente 30 segundos. Volume 200 ml - aproximadamente 60 segundos.

Preparo das Soluções: - Solução de azul de timol: Azul de timol

1,6g

Hidróxido de sódio (NaOH)1N

34,4mL

Água

100mL

- Indicador de andrade Fucscina ácida

1,0g

Hidróxido de sódio 4%

32,0mL

É importante que o equipamento esteja ajustado à potência de 70%.

Água

200mL

O tempo médio necessário para a completa fusão do meio de cultura dependerá da potência atingida por cada equipamento.

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Amarelo alaranjado

OBS.: Se o meio for empregado na realização da metodologia pour-plate, após sua completa fusão deve-se aguardar até que atinja temperatura entre 40-45°C para sua distribuição.

pH:

7,0 ± 0,2 a 25°C

Atenção! Em ambas as metodologias deve-se ter cuidado com a temperatura do vidro. CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Salmonella enterica – ATCC 13311

Meio alaranjado – Uréia (-)

Proteus vulgaris - ATCC 8427

Meio cor de rosa – Uréia (+)

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670008

ÁGAR URÉIA (MEIO DAU: DUPLO AÇÚCAR URÉIA) INDICAÇÃO Meio destinado a triagem de enterobactérias que possibilita a verificação do processo de fermentação da glicose, lactose, produção de urease e formação de gás.

PROCEDIMENTO PARA FUSÃO DO MEIO A completa fusão do meio pode ser atingida através de duas metodologias distintas: Fusão em banho-maria: O frasco deverá ser parcialmente mergulhado em banho-maria à temperatura de aproximadamente 40ºC, de maneira que o ágar fique completamente imerso. Deve-se elevar a temperatura, gradativamente, até a fusão completa do ágar, a qual ocorre em torno de 75ºC. Fusão em micro-ondas: Cada frasco deverá ser levado ao micro-ondas e processado da seguinte forma: Volume 90 - 100 ml - aproximadamente 30 segundos. Volume 200 ml - aproximadamente 60 segundos. É importante que o equipamento esteja ajustado à potência de 70%. O tempo médio necessário para a completa fusão do meio de cultura dependerá da potência atingida por cada equipamento. OBS.: Se o meio for empregado na realização da metodologia pour-plate, após sua completa fusão deve-se aguardar até que atinja temperatura entre 40-45°C para sua distribuição. Atenção! Em ambas as metodologias deve-se ter cuidado com a temperatura do vidro. CONTROLE DE QUALIDADE

APRESENTAÇÃO PL 3210 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100mm, com 3 a 4mL de meio de cultura.

Cepas controle:

Resultados

Proteus mirabilis – ATCC 12453

Crescimento bom – meio azul com produção de gás

EMBALAGEM Pacotes com 5 unidades.

Escherichia coli – ATCC 25922

Crescimento bom - meio vermelho com produção de gás

Klebsiella pneumoniae – ATCC 10031

Crescimento bom – meio vermelho com produção de gás.

COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Base concentrada:

100mL

Peptona bacteriológica

20,0g

Cloreto de sódio

10,0g

Solução de azul de timol

6mL

Indicador de andrade

20mL

Água qsp

200mL

Ágar

3,0g

LUG:

80mL

Lactose

25,0g

Uréia

25,0g

Pseudomonas aeruginosa – ATCC Inibição total – meio amarelo alaranjado 27853 Salmonella typhimurium – ATCC Inibição total – meio apresentando 14028 ápice vermelho AMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670008

ÁGAR VERDE BRILHANTE 63


INDICAÇÃO Meio altamente seletivo para o isolamento de Salmonella spp. exceto S. typhi. APRESENTAÇÃO PL 1270 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacote com 10 unidades.

Fosfato monossódico Fosfato monosodio

0,6g

Lactose

10,0g

Sacarose

10,0g

Vermelho de fenol

0,09g

Verde brilhante

4,7mg

Ágar

12,0g

Forma:

Gel de viscosidade firme

10,0g

Cor:

Marrom alaranjado

Extrato de levedura

3,0g

pH:

6,9 ± 0,2 a 25°C

Lactose

10,0g

Sacarose

10,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Cepas controle:

Resultados

0,08g

Salmonella enterica - ATCC 14028

Crescimento bom de colônias vermelhas

Escherichia coli - ATCC 25922

Inibição parcial com colônias amareloesverdeadas

Staphylococcus aureus - ATCC 25923

Inibição total

Salmonella enterica - ATCC 13076

Crescimento bom de colônias vermelhas

COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Peptona protease No.3

Vermelho de fenol Verde brilhante

CONTROLE DE QUALIDADE

0,0125g

Ágar

20,0g

Forma:

Gel de viscosidade firme

Cor:

Marrom alaranjado

pH:

6,9 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Salmonella enterica - ATCC 14028

Crescimento bom de colônias vermelhas

Escherichia coli - ATCC 25922

Inibição parcial com colônias amareloesverdeadas

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS.:80035670010

Staphylococcus aureus - ATCC 25923 Inibição total Salmonella enterica - ATCC 13076

Crescimento bom de colônias vermelhas

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS.:80035670010

INDICAÇÃO Meio utilizado para a detecção de Staphylococcus spp. coagulase positivos e fermentadores de manitol, presentes em amostras clínicas e alimentos. APRESENTAÇÃO PL 1150 – Placas Descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. PL 1152 - Placas descartáveis estéreis com duas divisões, tam.90X15mm, com 7 a 8mL de meio de cultura em cada compartimento. EMBALAGEM Pacote com 10 unidades.

ÁGAR VERDE BRILHANTE MODIFICADO INDICAÇÃO Utilizado para o isolamento de Salmonella em água, esgoto e alimentos.

COMPOSIÇÃO Extrato de levedura

5,0g

APRESENTAÇÃO PL 1220 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura.

Triptona

10,0g

Fosfato dipotássico Fosfato dipotassio

5,0g

EMBALAGEM Pacote com 10 unidades.

Manitol

10,0g

COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Composição por litro:

Cloreto de lítio

5,0g

Glicina1

10,0g

10,0g

Ágar

15,0g

Extrato de levedura

3,0g

Vermelho de fenol

0,025g

Extrato de carne

5,0g

Suplemento:

Fosfato de sódio

1,0g

Telurito de potássio a 1% (1g/L)

Peptona

64

ÁGAR VOGEL JOHNSON

20mL/L


Manual de Meios de Cultura

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Vermelho alaranjado

pH:

7,2 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle: Staphylococcus epidermidis - ATCC 12228

Suplemento: Glicerina

10mL

Forma:

Gel de viscosidade firme

Cor:

Vogel Johnson: Vermelho alaranjado Cetrimide: Amarelo claro/Incolor

Resultados Inibição parcial com colônias incolores ou enegrecidas e meio avermelhado

Staphylococcus aureus - ATCC 25923 Crescimento bom com colônias negras e meio amarelo Escherichia coli - ATCC 25922

Inibição total

Proteus mirabilis - ATCC 25933

Inibição parcial com colônias negras e meio avermelhado

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

pH:

Vogel Johnson: 7,2 ± 0,2 a 25°C Cetrimide: 7,2 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Vogel Johnson Staphylococcus epidermidis - ATCC 12228

Inibição parcial com colônias pretas com halo avermelhado

Staphylococcus aureus - ATCC 25923

Crescimento bom de colônias pretas com halo amarelo

Escherichia coli - ATCC 25922

Inibição total

Proteus mirabilis - ATCC 12453

Inibição parcial com colônias pretas com halo avermelhado

Cetrimide

Registro ANVISA/MS.: 80035670010

Escherichia coli - ATCC 25922

Inibição total

ÁGAR VOGEL JOHNSON/CETRIMIDE

Pseudomonas aeruginosa - ATCC 27853

Crescimento bom de colônias esverdeadas

INDICAÇÃO Ágar Vogel Johnson: Meio utilizado para a detecção de Staphylococcus spp. coagulase positivos e fermentadores de manitol, presentes em amostras clínicas e alimentos.

Staphylococcus aureus - ATCC 25923 Inibição total

Ágar Cetrimide: Meio seletivo indicado para o isolamento e identificação de Pseudomonas aeruginosa. APRESENTAÇÃO PL 1264 - Placas descartáveis estéreis com uma divisão, tam. 90x15mm, com 10 a 12mL de meio de cultura em cada compartimento.

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro ANVISA/MS.: 80035670010

EMBALAGEM Pacote com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

VOGEL JOHNSON Extrato de levedura

5,0g

Triptona

10,0g

Fosfato dipotássico Fosfato dipotassio

5,0g

Manitol

10,0g

Cloreto de lítio

5,0g

Glicina

10,0g

Ágar

15,0g

Vermelho de fenol

0,025g

Suplemento: Telurito de potássio a 1% (1g/L)

20mL

Cetrimide

ÁGAR VOGEL JOHNSON/ CETRIMIDE/MACCONKEY INDICAÇÃO Ágar Vogel Johnson: Meio utilizado para a detecção de Staphylococcus spp. coagulase positivos e fermentadores de manitol, presentes em amostras clínicas e alimentos. Ágar Cetrimide: Meio seletivo indicado para o isolamento e identificação de Pseudomonas aeruginosa. Ágar MacConkey: Meio diferencial seletivo para a detecção de bacilos entéricos gram negativos fermentadores ou não da lactose em amostras diversas. APRESENTAÇÃO PL 1151 - Placas descartáveis estéreis com 2 divisões, tam. 90x15mm, com 7 a 8 mL de meio de cultura em cada compartimento. EMBALAGEM Pacote com 10 unidades.

Digestivo pancreático de gelatina

20,0g

Cloreto de magnésio

1,4g

COMPOSIÇÃO

Sulfato de potássio

10,0g

Voguel Johnson

Cetrimide

0,3g

Triptona

10,0g

13,6g

Fosfato dipotássico Fosfato dipotassio

5,0g

Ágar

Composição por litro:

65


Manitol

10,0g

Cloreto de lítio

5,0g

Glicina

10,0g

Ágar

15,0g

Vermelho de fenol

0,025g

Suplemento:

ÁGAR XLD INDICAÇÃO Meio moderadamente seletivo utilizado para o isolamento e diferenciação de enterobactérias, especialmente espécies de Shigella e Salmonella spp.

20mL

APRESENTAÇÃO Pl 1250 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL meio de cultura.

Digestivo pancreático de gelatina

20,0g

Cloreto de magnésio

1,4g

EMBALAGEM Pacote com 10 unidades.

Sulfato de potássio

10,0g

COMPOSIÇÃO

Cetrimide

0,3g

Extrato de levedura

3,0g

Ágar

13,6g

L-Lisina

5,0g

Sacarose

7,5g

Lactose monohidratada

7,5g

Xilose

3,5g

Deoxicolato de sódio

2,5g

Cloreto de sódio

5,0g

Tiosulfato de sódio

6,8g

Citrato férrico amoniacal

0,8g

Vermelho de fenol

0,08g

Ágar

13,5g

Telurito de potássio a 1% (1g/L) Cetrimide

Suplemento: Glicerina

10mL

MacConkey

Composição por litro:

Digerido pancreático de gelatina

17,0g

Peptonas (carne e caseína)

3,0g

Sais biliares

1,5g

Cloreto de sódio

5,0g

Lactose monohidratada

10,0g

Vermelho neutro

0,03g

Cristal violeta

0,001g

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Ágar

13,5g

Cor:

Vermelho

pH:

7,4 ± 0,2 a 25° C

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Vogel Johnson: Vermelho alaranjado Cetrimide: Amarelo claro/incolor Ágar MacConkey: Vermelho róseo

pH:

Vogel Johnson: 7,2 ± 0,2 a 25°C Cetrimide: 7,2 ± 0,2 a 25°C MacConkey: 7,1 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle: Staphylococcus epidermidis - ATCC 12228

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Salmonella enterica - ATCC 14028

Crescimento bom de colônias vermelhas com centro preto

Escherichia coli - ATCC 25922

Inibição parcial (colônias amarelas) a total.

Shigella flexneri - ATCC 12022

Crescimento bom de colônias vermelhas

Enterococcus faecalis - ATCC 29212

Inibição parcial

Resultados

Vogel Johnson Inibição parcial com colônias pretas com halo avermelhado

Staphylococcus aureus - ATCC 25923 Crescimento bom de colônias pretas com halo amarelo Escherichia coli - ATCC 25922

Inibição total

Proteus mirabilis - ATCC 12453

Inibição parcial com colônias pretas com halo avermelhado

Cetrimide

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C. Meio fotossensível - estocar e armazenar protegido da luz. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670010

Escherichia coli - ATCC 25922

Inibição total

Pseudomonas aeruginosa - ATCC 27853

Crescimento bom de colônias esverdeadas

Staphylococcus aureus - ATCC 25923 Inibição total ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

66

Registro na ANVISA/MS:80035670010

ÁGAR XLD/ BISMUTO SULFITO/ BPLS INDICAÇÃO XLD: Meio seletivo e diferencial utilizado para o isolamento e diferenciação de Enterobactérias especialmente Shigella sp. Ágar Bismuto Sulfito: Meio de cultivo indicado para o isolamento e diferenciação de Salmonella spp, particularmente Salmonella typhi e outras provenientes de alimentos, amostras


Manual de Meios de Cultura

CONTROLE DE QUALIDADE

clínicas ou outros materiais de investigação. Ágar BPLS (Verde brilhante, Vermelho de fenol, Lactose, Sacarose): Meio de cultivo indicado para isolamento de Salmonella spp, exceto S.thypi e Shigella spp em alimentos ou materiais como fezes, urina, produtos farmacêuticos que necessitem deste tipo de análise.

Cepas controle:

Resultados

Ágar XLD Salmonella thyphimurium - ATCC Crescimento bom com colônias 14028 vermelhas com centro preto

APRESENTAÇÃO PL 1255 - Placas descartáveis estéreis com 2 divisões, tam. 90x15mm, com 7 a 8mL de meio de cultura em cada compartimento.

Escherichia coli - ATCC 25922

Inibição parcial a total

Shigella flexneri - ATCC 12022

Crescimento bom com colônias vermelhas

EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades.

Enterococcus faecalis - ATCC 29212

Inibição parcial a total

COMPOSIÇÃO

Ágar Bismuto Sulfito Composição por litro:

Ágar XLD

Escherichia coli –ATCC 25922

Inibição parcial a total com colônias marrom esverdeadas

Enterococcus faecalis - ATCC 29212

Inibição parcial

Proteus mirabilis – ATCC 15290

Crescimento bom com colônias pequenas ligeiramente negras, às vezes mucóides.

Salmonella enterica – ATCC 14028

Crescimento bom, colônias negras ou cinza esverdeadas com ou sem brilho.

Salmonella entérica - ATCC 19430

Crescimento bom com colônias negras e brilhantes

Extrato de levedura

3,0g

L-Lisina

5,0g

Sacarose

7,5g

Lactose monohidratada

7,5g

Xilose

3,5g

Deoxicolato de sódio

2,5g

Cloreto de sódio

5,0g

Ágar BPLS

Tiosulfato de sódio

6,8g

Escherichia coli – ATCC 25922

Crescimento bom de colônias e meio amarelos

Salmonella enterica - ATCC 5188

Crescimento bom com colônias rosas com halo vermelho ao redor

Salmonella enterica – ATCC 14028

Crescimento bom com colônias rosas de halo vermelho ao redor.

Citrato férrico amoniacal

0,8g

Vermelho de fenol

0,08g

Ágar

13,5g

Ágar Bismuto Sulfito Extrato de carne

5,0g

Peptona de carne

10,0g

D(+) Glicose

5,0g

Hidrogeno fosfato di sódio

4,0g

Sulfato de ferro III

0,3g

Indicador bismuto sulfito

8,0g

Verde brilhante

0,025g

Ágar

15,0g

Ágar BPLS Peptona de carne

5,0g

Peptona de caseína

5,0g

Extrato de carne

5,0g

Cloreto de sódio

3,0g

Hidrogenofosfato dissódico

2,0g

Lactose

10,0g

Vermelho fenol

0,08g

Verde brilhante

0,0125g

Ágar

12,0g

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C. Meio fotossensível - estocar e armazenar protegido da luz. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro ANVISA/MS.: 80035670010

ÁGAR XLD/BISMUTO SULFITO/ VERDE BRILHANTE INDICAÇÃO Ágar XLD (Xilose, Lisina, Desoxicolato): Meio moderadamente seletivo, recomendado para isolamento e diferenciação de enterobactérias, especialmente Shigella spp. Ágar Bismuto Sulfito: Meio de cultivo indicado para o isolamento e diferenciação de Salmonella spp., particularmente Salmonella typhi e outras provenientes de alimentos, amostras clínicas ou outros materiais de investigação. Ágar Verde Brilhante: Meio altamente seletivo para a isolamento de Salmonella spp. exceto S. typhi..

APRESENTAÇÃO PL 1251 - Placas descartáveis estéreis com 2 divisões, tam. 90x15mm, com 7 a 8mL de meio de cultura em cada compartimento . Forma:

Gel de viscosidade firme

Cor:

Ágar XLD: Vermelho Ágar Bismuto Sulfito: Verde Pálido Ágar BPLS: Avermelhado

pH:

Ágar XLD: 7,4 ± 0,2 Ágar Bismuto Sulfito: 7,7 ± 0,2 Ágar BPLS: 6,9 ± 0,1

EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades. FÓRMULA

Composição por litro:

Ágar XLD Extrato de levedura

3,0g

67


L-Lisina

5,0g

Sacarose

7,5g

Lactose monohidratada

7,5g

Xilose

3,5g

Deoxicolato de sódio

2,5g

Cloreto de sódio

5,0g

Tiosulfato de sódio

6,8g

Citrato férrico amoniacal

0,8g

Vermelho de fenol

0,08g

Ágar

13,5g

Ágar bismuto sulfito Extrato de carne

5,0g

Peptona de carne

10,0g

D(+) Glicose

5,0g

Hidrogeno fosfato di sódio

4,0g

Sulfato de Ferro III

0,3g

Indicador bismuto sulfito

8,0g

Verde Brilhante

0,025g

Ágar

15,0g

Ágar Verde Brilhante

Proteus mirabilis – ATCC 15290

Crescimento bom com colônias pequenas ligeiramente negras, às vezes mucóides.

Salmonella enterica – ATCC 14028

Crescimento bom, colônias negras ou cinza esverdeadas com ou sem brilho.

Salmonella entérica - ATCC 19430

Crescimento bom com colônias negras e brilhantes

Ágar Verde Brilhante Salmonella enterica - ATCC 14028

Crescimento bom de colônias vermelhas

Escherichia coli - ATCC 25922

Inibição parcial com colônias amareloesverdeadas

Staphylococcus aureus - ATCC 25923

Inibição total

Salmonella enterica - ATCC 13076

Crescimento bom com colônias vermelhas

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C. Meio fotossensível - estocar e armazenar protegido da luz. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro ANVISA/MS.: 80035670010

Peptona protease No.3

10,0g

Extrato de levedura

3,0g

Lactose

10,0g

Sacarose

10,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Vermelho de fenol

0,08g

Verde brilhante

0,0125g

Ágar

20,0g

Forma:

Gel de viscosidade firme

Cor:

Ágar XLD: Vermelho Ágar Bismuto Sulfito: Verde Pálido Ágar Verde Brilhante: Mar rom alaranjado

Odor:

Característico

pH – 25ºC:

Ágar XLD: 7,4 ± 0,2 Ágar Bismuto Sulfito: 7,7 ± 0,2 Ágar Verde Brilhante: 6,9 ± 0,2

ÁGAR XLD/BPLS/ LEIFSON INDICAÇÃO XLD: Meio seletivo e diferencial utilizado para o isolamento e diferenciação de Enterobactérias especialmente Shigella spp. Ágar BPLS (Verde brilhante, Vermelho de fenol, Lactose,Sacarose): Meio de cultivo indicado para isolamento de Salmonella spp., exceto S.thypi e Shigella spp. em alimentos ou materiais como fezes, urina, produtos farmacêuticos que necessitem deste tipo de análise. Ágar Leifson (Ágar Citrato Desoxicolato): Meio de cultivo seletivo destinado ao isolamento de espécies de Salmonella spp. e Shigella spp. APRESENTAÇÃO PL 1252 - Placas descartáveis estéreis com duas divisões, tam. 90x15mm, com 7 a 8mL de cada meio de cultura. EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Ágar XLD CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Ágar XLD Salmonella enterica - ATCC 14028 Escherichia coli - ATCC 25922

Crescimento bom de colônias vermelhas com centro preto Inibição parcial (colônias amarelas) a total

Shigella flexneri - ATCC 12022

Crescimento bom de colônias vermelhas

Enterococcus faecalis - ATCC 29212

Inibição parcial

Ágar Bismuto Sulfito Escherichia coli –ATCC 25922 Enterococcus faecalis - ATCC 29212

68

Inibição parcial a total com colônias marrom esverdeadas Inibição parcial

Extrato de levedura

3,0g

L-Lisina

5,0g

Sacarose

7,5g

Lactose monohidratada

7,5g

Xilose

3,5g

Deoxicolato de sódio

2,5g

Cloreto de sódio

5,0g

Tiosulfato de sódio

6,8g

Citrato férrico amoniacal

0,8g

Vermelho de fenol

0,08g

Ágar

13,5g

Ágar BPLS Peptona de carne

5,0g


Manual de Meios de Cultura

Peptona de caseína

5,0g

Extrato de carne

5,0g

Cloreto de sódio

3,0g

A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

Hidrogenofosfato dissódico

2,0g

Registro ANVISA/MS.: 80035670010

Lactose

10,0g

Vermelho fenol

0,08g

Verde brilhante

0,0125g

Ágar

12,0g

Ágar Leifson

ÁGUA PEPTONADA 1% ALCALINA (APA) INDICAÇÃO Meio destinado ao enriquecimento de Vibrio cholerae oriundo de amostras de água e fezes.

Extrato de carne

5,0g

Peptona de carne

5,0g

Lactose

10,0g

Tiosulfato de sódio

5,4g

Citrato férrico amoniacal III

1,0g

Citrato de sódio

6,0g

Desoxicolato de sódio

3,0g

COMPOSIÇÃO

Vermelho neutro

0,02g

Peptona de caseína

10,0g

Ágar

12,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Fosfato dissódico (Na2HPO4)

3,5g

Fosfato monopotássico (KH2PO4)

1,5g

APRESENTAÇÃO PL 3554 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 16x150 mm, com 10 ml de meio de cultura. EMBALAGEM Embalagem unitária. Composição por litro:

Forma:

Gel de viscosidade firme

Cor:

Ágar XLD: Vermelho Ágar BPLS: Avermelhado Ágar Leifson: Alaranjado

Forma:

Líquida

Ágar XLD: 7,4 ± 0,2 Ágar BPLS: 6,9 ± 0,1 Ágar Leifson: 7,5 ± 0,2

Cor:

Incolor

pH:

pH 8,4 - 8,6 a 25°C

pH:

CONTROLE DE QUALIDADE CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Ágar XLD Salmonella thyphimurium - ATCC 14028

Crescimento bom com colônias vermelhas com centro preto

Escherichia coli - ATCC 25922

Inibição parcial a total

Shigella flexneri - ATCC 12022

Crescimento bom com colônias vermelhas

Enterococcus faecalis - ATCC 29212

Inibição parcial a total

Ágar BPLS Escherichia coli – ATCC 25922

Crescimento bom de colônias e meio amarelos.

Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Vibrio cholerae – ATCC 14035

Turvo

Escherichia coli – ATCC 8739

Límpido

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. Transporte refrigerado. Material acondicionado em isopores, contendo gelo reciclável. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

Staphylococcus aureus - ATCC 25923 Crescimento bom com colônias e meio amarelos. Salmonella enterica - ATCC 5188

Crescimento bom com colônias rosas com halo vermelho ao redor

Salmonella enterica – ATCC 14028

Crescimento bom com colônias rosas de halo vermelho ao redor.

CALDO BHI CLORETADO

Salmonella enterica - ATCC 14028

Crescimento bom de colônias incolores com centro negro

INDICAÇÃO Meio de cultivo utilizado para a diferenciação entre os Enterococcus e Streptcoccus do grupo D.

Shigella flexneri - ATCC 12022

Crescimento bom de colônias incolores

Ágar LEIFSON

Staphylococcus aureus – ATCC 25923 Inibição parcial a total Escherichia coli – ATCC 25922

Inibição parcial com colônias avermelhadas

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C. Meio fotossensível - estocar e armazenar protegido da luz.

APRESENTAÇÃO PL 3170 - Tubos de vidro com tampa de rosca, 13x100 mm, com 4 a 5mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacote com 5 unidades. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

69


Proteose peptona

10,0g

P. anaerobius – ATCC 27337

Crescimento bom

Infusão de cérebro de boi

7,7g

B. vulgatus – ATCC 8482

Crescimento bom

Infusão de coração de boi

9,8g

Cloreto de sódio

5,0g

Fosfato disódio

2,5g

Glicose

2,0g

Suplemento: NaCl

65g

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670006

Forma:

Líquida

Cor:

Ligeiramente amarelado

pH:

7,4 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Enterococcus faecalis – ATCC 29212

Crescimento bom - turvação

Streptococcus pyogenes - ATCC 19615

Inibição total

Meio não inoculado

Controle negativo

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

INDICAÇÃO Meio utilizado para o cultivo de microrganismos fastidiosos e não fastidiosos em amostras diversas. APRESENTAÇÃO PL 3160 - Tubos de vidro com tampa de rosca, 13x100 mm, com 4 a 5mL de meio de cultura. PL 3163 - Tubos de vidro com tampa de rosca, 16x150 mm, com 10 a 12mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacote com 5 unidades. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Proteose peptona

10,0g

Infusão de cérebro de bezerro

12,5g

Infusão de coração de boi

5,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Fosfato dissódico

2,5g

INDICAÇÃO Meio indicado para o cultivo de anaeróbios.

Glicose

2,0g

Forma:

Líquida

APRESENTAÇÃO PL 3172 - Tubos de vidro com tampa de rosca, 16x150mm, com 10 a 12mL de meio de cultura.

Aspecto:

Amarelo claro translúcido

pH:

7,4 ± 0,2 a 25°C

Registro na ANVISA/MS:80035670008

CALDO BHI COM HEMINA E MENADIONA

EMBALAGEM Pacote com 5 unidades.

CONTROLE DE QUALIDADE

COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Proteose peptona

10,0g

Infusão de cérebro de boi

7,7g

Infusão de coração de boi

9,8g

Cloreto de sódio

5,0g

Fosfato disódio

2,5g

Glicose

2,0g

Suplementos: Hemina

1,0mL

Menadiona

0,1mL

Cepas controle:

Resultados

Escherichia coli – ATCC 25922

Crescimento bom

Staphylococcus aureus – ATCC 25923 Crescimento bom

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670009

CALDO BILE VB COM DUHRAN

Forma:

Líquida

Cor:

Ligeiramente amarelado

pH:

7,4 ± 0,2 a 25°C

INDICAÇÃO Meio de cultura indicado para o enriquecimento seletivo e enumeração de Escherichia coli e outros coliformes fecais em água, leite e outros alimentos.

Cepas controle:

Resultados

C. perfringens – ATCC 13124

Crescimento bom

APRESENTAÇÃO PL 3232 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 16x150mm, com tubo de Durhan, com 10mL de meio de cultura na concentração de 4%. PL 3233 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 16x150mm, com tubo de

CONTROLE DE QUALIDADE

70

CALDO BHI (BRAIN HEART INFUSION)


Manual de Meios de Cultura

Durhan, com 10mL de meio de cultura na concentração de 5%. PL 3238 – Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 16x150mm, com tubo de Durhan, com 10mL de meio de cultura na concentração de 5%. PL 3259 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 16x150mm, com tubo de Durhan, com 9mL de meio de cultura na concentração de 4%. EMBALAGEM Pacote com 5 tubos. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Peptona

10,0 g

Oxgall

20,0 g

Lactose

10,0 g

Verde brilhante

Escherichia coli - ATCC 25922

Turvação com produção de gás

Enterococcus faecalis - ATCC 19433

Inibição total ou parcial sem produção de gás

Staphylococcus aureus – ATCC 25923 Inibição total ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS.:80035670010

0,0133 g

Forma:

Líquida

Cor:

Verde

pH:

7,2± 0,2

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Enterobacter aerogenes ATCC 13048

Crescimento favorável c/prod. de gás

Enteroccuus faecalis ATCC 19433

Inibição parcial para completa

Staphylococcus aureus ATCC 25923

Inibição completa

Escherichia coli ATCC 25922

Crescimento favorável c/prod. de gás

CALDO BRUCELLA INDICAÇÃO Meio de cultura indicado para o isolamento e cultivo de Brucella e outros microrganismos fastidiosos e não fastidiosos em amostras diversas APRESENTAÇÃO PL 3340 - Tubos de vidro com tampa de rosca, 16x150mm, com 10 a 12mL de meio de cultura. PL 3344 - Tubos de vidro com tampa de rosca, 13x100mm, com 4 a 5mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacote com 5 unidades.

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

COMPOSIÇÃO

Registro na ANVISA/MS:80035670009

Composição por litro:

Digerido pancreático de caseína

10,0g

Digerido péptico de tecido animal

10,0g

Dextrose

1,0g

Extrato de levedura

2,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Bisulfito de sódio

0,1g

CALDO BILE VERDE BRILHANTE 2% COM DURHAN INDICAÇÃO Meio altamente seletivo para detecção de coliformes em alimentos, produtos derivados do leite, água ou esgoto e outras amostras de importância sanitária. APRESENTAÇÃO PL 3233 – Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 16x150 mm, contendo 10 a 12 ml de meio de cultura e tubo do tipo Durham invertido. EMBALAGEM Pacote com 05 unidades. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Peptona

10,0g

Oxgall

20,0g

Lactose

10,0g

Verde Brilhante

13,3mg

Forma:

Líquida

Cor:

Verde

pH:

7,2 ± 0,2 a 25°C

Forma:

Líquida

Cor:

Clara/Incolor

pH:

7,0 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Brucella abortus ATCC 4315

Crescimento bom

Escherichia coli ATCC 25922

Inibição tota

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670006

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Enterobacter aerogenes - ATCC 13048

Turvação com produção de gás

CALDO BRUCELLA COM HEMINA E MENADIONA INDICAÇÃO Meio de cultura indicado para o isolamento e cultivo de Brucella em amostras

71


diversas . APRESENTAÇÃO PL 3341 - Tubos de vidro com tampa de rosca, 16x150mm, com 7 a 8mL de meio de cultura. PL 3342 - Tubos de vidro com tampa de rosca, 13x100mm, com 4 a 5mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacote com 5 unidades. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Digerido pancreático de caseína

10,0g

Digerido péptico de tecido animal

10,0g

Dextrose

1,0g

Extrato de levedura

2,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Bisulfito de sódio

0,1g

Suplementos: Hemina

1,0mL

Menadiona

0,1mL

Líquida.

Cor:

Amarelo claro

pH:

6,9 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Escherichia coli - ATCC 8739

Turvação com produção de gás

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Inibição total

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670010

CALDO EC (Escherichia coli) MUG INDICAÇÃO Meio utilizado para detecção de Escherichia coli em água, leite e alimentos.

Forma:

Líquida

Cor:

Clara/Incolor

pH:

7,0 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Bacteroides fragilis - ATCC 25285

Crescimento bom

Clostridium perfrigens - ATCC 13124

Crescimento bom

Brucella abortus - ATCC 4315

Crescimento bom

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670006

CALDO EC (Escherichia coli) INDICAÇÃO Meio utilizado para a detecção de bactérias coliformes a temperatura de 35ºC e Escherichia coli em elevadas temperaturas (44,5 – 45,5ºC). APRESENTAÇÃO PL 3359 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 16x150mm, contendo 7 a 8mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacote com 5 unidades. COMPOSIÇÃO

Forma:

Composição por litro:

APRESENTAÇÃO PL 3361 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 16x150mm com tubos de Durhan, contendo 7 a 8mL de meio de cultura. PL 3362 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x 100mm, com tubos de Durhan contendo 4 a 5mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacote com 5 unidades. COMPOSIÇÃO Triptona

20,0g

Lactose

5,0g

Sais biliares

1,5g

Fosfato dipotássio

4,0g

Fosfato monopotássio

1,5g

Cloreto de sódio

5,0g

MUG (4-methylumbellifer yl-β-Dglucuronide)

0,05g

Forma:

Líquida

Cor:

Claro/Incolor

pH:

6,9 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Escherichia coli - ATCC 8739

Turvação com produção de gás quando visualizada sob luz UV.

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Crescimento nulo

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

Triptona

20,0g

Lactose

5,0g

Sais biliares

1,5g

Fosfato dipotássio

4,0g

Fosfato monopotássio

1,5g

Registro na ANVISA/MS:80035670010

Cloreto de sódio

5,0g

CALDO ENTEROCOCOSEL COM VANCOMICINA

72

Composição por litro:


Manual de Meios de Cultura

INDICAÇÃO Meio utilizado para a detecção de Enterococcus spp. resistentes à vancomicina. APRESENTAÇÃO PL 3199 – –Tubos de vidro com tamp de rosca, tam.16x150mm, com 4 a 5mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacotes com 5 unidades. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Digestivo Pancreático de caseína

10,0g

Glicose

1,0g

D(-) Manitol

2,0g

Fosfato monopotássico

1,5g

Fosfato dipotássico

4,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Citrato de sódio

5,0g

Desoxycolato de Sódio

0,5g

Caseína pancreática digestiva

17,0g

Peptona digestiva de tecido animal

3,0g

Forma:

Líquida

Extrato de levedura

5,0g

Cor:

Amarelo Claro/Incolor

Oxgall

10,0g

pH:

7,0 ± 0,2 a 25°C

Cloreto de sódio

5,0g

Esculina

1,0g

CONTROLE DE QUALIDADE

Citrato amonico férrico

0,5g

Cepas controle:

Resultados

Azida sódica

0,25g

Escherichia coli - ATCC 25922

Crescimento bom - turvação

Citrato sódico

1,0g

Shigella sonnei - ATCC 9290

Crescimento bom- turvação

Ágar

13,5g

Salmonella entérica - ATCC 14028

Crescimento bom- turvação

Enterococcus faecalis - ATCC 19433

Inibição parcial a total

Suplemento: Vancomicina

8ug/mL ou 160ul/L

Forma:

Líquida

Cor:

Verde pardo

pH:

7,1 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Resultados

Enterococcus faecalis - ATCC 51299

Crescimento bom com escurecimento do meio.

Enterococcus faecalis - ATCC 29212

Inibição total Inibição total

Streptococcus pyogenes- ATCC 19615

Inibição total

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670010

CALDO GN (GRAM NEGATIVO) INDICAÇÃO Meio seletivo de enriquecimento utilizado para isolamento de Salmonella e Shigella. APRESENTAÇÃO PL 3360 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 16x150mm, com 7 a 8mL de meio de cultura. PL 3363 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13X100 mm, com 4 a 5mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacotes com 5 unidades. COMPOSIÇÃO Digestivo Péptico de Tecido Animal

Registro na ANVISA/MS:80035670010

CALDO MALONATO

Cepas controle:

Escherichia coli - ATCC 25922

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

Composição por litro: 10,0g

INDICAÇÃO Meio utilizado para a diferenciação entre Enterobacter e Escherichia baseada na utilização do malonato. APRESENTAÇÃO PL 3070 - Tubos de vidro com tampa de rosca, 13x100mm, com 4 a 5mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacote com 5 unidades. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Sulfato de amônia

2,0g

Fosfato dipotássio

0,6g

Fosfato monopotássio

0,4g

Cloreto de sódio

2,0g

Malonato de sódio

3,0g

Azul de bromotimol

0,025g

Forma:

Líquida

Cor:

Verde

pH:

6,7 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Escherichia coli – ATCC 25922

Meio verde – Malonato (-)

Salmonella typhimurium – ATCC 14028

Meio verde – Malonato (-)

73


Enterobacter aerogenes – ATCC Meio azul – Malonato (+) 13048

Composição por litro:

Peptona

5,0g

Extrato de carne

1,0g

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

Extrato de levedura

2,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Registro na ANVISA/MS:80035670008

Enterobacter cloacae - ATCC 13047

Meio azul – Malonato (+)

CALDO MUELLER HINTON

Forma:

Liquido

Cor:

Amarelo claro translúcido

pH:

solução 25ºC 6,8±0,2

CONTROLE DE QUALIDADE

INDICAÇÃO Meio indicado para o cultivo de diversos microrganismos fastidiosos e não fastidiosos. Também utilizado na técnica de diluição seriada para determinação de MIC (Concentração Mínima Inibitória). APRESENTAÇÃO PL 3290 - Tubos de vidro com tampa de rosca, 13x100mm, com 4 a 5mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacote de 5 unidades. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Extrato de Carne

2,0g

Digerido Ácido de Caseína

17,5g

Amido

1,5g

Cepas controle:

Resultados

Escherichia coli –ATCC 25922

Crescimento bom - turvação

Staphylococcus aureus – ATCC 25923 Crescimento bom - turvação Pseudomonas aeruginosa ATCC 15442

Crescimento bom - turvação

Streptococcus pyogenes ATCC 19615

Crescimento bom - turvação

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. Transporte refrigerado. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670009

Forma:

Líquida

Cor:

Amarelo claro/ Incolor

pH:

7,3 ± 0,1 a 25°C

INDICAÇÃO Utilizado como meio de enriquecimento para o isolamento de Salmonella spp. de amostras de fezes, urina, água, alimentos e outros matérias de importância sanitária.

Resultados

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

CALDO SELENITO

Escherichia coli – ATCC 25922

Turvação

Pseudomonas aeruginosa – ATCC 27853

Turvação

APRESENTAÇÃO PL 3080 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100mm, com 4 a 5mL de meio de cultura. PL 3081 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 16x150mm, com 10mL de meio de cultura.

Enterococcus faecalis – ATCC 29212

Turvação

EMBALAGEM Pacotes com 5 unidades.

Staphylococcus aureus – ATCC 25923 Turvação

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Digestivo pancreático de Caseína

5,0g

L(-) Cistina

0,01g

Lactose

4,0g

Fosfato de sódio

10,0g

Biselenito de sódio

4,0g

CALDO NUTRIENTE

Lactose

4,0g

INDICAÇÃO Meio utilizado para o cultivo de diversas espécies de microrganismos não fastidiosos.

Forma:

Líquida

Cor:

Laranja claro translúcido

pH:

7,0 ± 0,2 a 25°C

Registro na ANVISA/MS:80035670007

APRESENTAÇÃO PL 3295 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100 mm, com 4 a 5ml de meio de cultura EMBALAGEM Pacote com 05 unidades.

74

COMPOSIÇÃO

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Salmonella enterica - ATCC 14028

Crescimento bom

Escherichia coli - ATCC 25922

Inibição total


Manual de Meios de Cultura

Colônias no Ágar MacConkey Cepas controle:

Resultados

Salmonella enterica - ATCC 14028

Crescimento bom de colônias incolores

Escherichia coli - ATCC 25922

Crescimento bom de colônias cor de rosa

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

APRESENTAÇÃO PL 3231 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100 mm, com 4 a 5ml de meio PL 3235 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 16x150 mm, com 7 a 8 ml de meio. EMBALAGEM Pacote de 5 tubos. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Peptona

8,6 g

OX – Bile

8,0g

Cloreto de sódio

6,4 g

Carbonato de cálcio

20,0g

Tetrationato de potássio

20,0g

CALDO SF (STREPTOCOCCUS FAECALIS)

Verde brilhante

0,07g

INDICAÇÃO Meio utilizado para diferenciar os Enterococcus species dos Streptococcus do grupo bovis e outros Streptococcus.

Forma:

Liquido

Cor:

Verde Claro

pH:

7,0 ± 0,2 a 25°C

Registro na ANVISA/MS:80035670009

APRESENTAÇÃO PL 3291 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100 mm, com 4 a 5ml de meio EMBALAGEM caixa com 10 tubos COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Escherichia coli ATCC 25922

Discreta turvação

Salmonella typhimurium ATCC 14028

Turvação

Colônias no Ágar SS

Triptona

20,0g

Cepas controle:

Dextrose

5,0g

Salmonella typhimurium - ATCC 14028 Crescimento bom de colônias marrons

Cloreto de sódio

5,0g

Escherichia coli - ATCC 25922

Fosfato de monopotássio

1,5g

Fosfato dipotássio

4,0g

Azida sódica

0,5g

Púrpura de bromocresol

32MG

Forma:

Liquida

Cor:

Roxo

pH:

6,9 ± 0,2 a 25°C

Resultados Crescimento regular de colônias cor de rosa

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. Transporte refrigerado. Material acondicionado em isopores, contendo gelo reciclável. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670009

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Enterococcus faecalis ATCC 29212

Meio amarelo

Streptococcus pyogenes ATCC 19615

Meio roxo

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. Transporte refrigerado. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

CALDO TIOGLICOLATO COM HEMINA E MENADIONA INDICAÇÃO Meio utilizado em testes biológicos de esterilidade e para o cultivo de bactérias anaeróbias. APRESENTAÇÃO PL 3173 - Tubos de vidro com tampa de rosca, 16x150mm, com 10mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacote com 5 unidades.

Registro na ANVISA/MS:80035670010 COMPOSIÇÃO

CALDO TETRATIONATO COM VERDE BRILHANTE INDICAÇÃO Meio de cultura utilizado para enriquecimento de Salmonella de alimentos e produtos derivados do leite antes do procedimento de isolamento

Composição por litro:

Triptona

15,0g

Extrato de levedura

5,0g

Tioglicolato de sódio

0,5g

L-cistina

0,5g

75


Glicose

5,5g

Cloreto de sódio

2,5g

Resazurina

0,001g

Ágar

0,75g

Cor:

Amarelo claro translúcido ligeiramente viscoso apresentando anel róseo na superfície

pH:

7,1 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE

Suplementos: Hemina Menadiona

1,0mL

Cepas controle:

Resultados

0,1mL

Staphylococcus aureus - ATCC 25923

Crescimento bom

Bacteroides. Fragilis - ATCC 25285

Crescimento bom

Forma:

Líquida

Cor:

Ligeiramente amarela

pH:

7,1 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

C. perfringens – ATCC 13124

Crescimento bom

P. anaerobius – ATCC 27337

Crescimento bom

B. vulgatus – ATCC 8482

Crescimento bom

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C.. Meio fotossensível - estocar e armazenar protegido da luz. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670006

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento à temperatura ambiente. Meio fotossensível - estocar e armazenar protegido da luz. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670006

CALDO TODD HEWITT COM GENTAMICINA E ÁCIDO NALIDÍXICO INDICAÇÃO Meio seletivo utilizado para o cultivo e isolamento de Streptococcus do grupo B (Streptococcus agalactiae) a partir de amostras vaginais e anais. APRESENTAÇÃO PL 3317 - Tubos de vidro com tampa de rosca, 13x100mm, com 4 a 5mL de meio de cultura. PL 3318 - Tubos de vidro com tampa de rosca, 16x150mm, com 10 a 12mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacotes com 5 unidades.

CALDO TIOGLICOLATO COM RESAZURINA

INDICAÇÃO Meio utilizado em testes biológicos de esterilidade e para o cultivo de bactérias anaeróbias, aeróbias e microaerófilas. APRESENTAÇÃO PL 3020 - Tubos de vidro com tampa de rosca, 16x150mm, com 10 a 12mL de meio de cultura. PL 3021 - Tubo de vidro com tampa de rosca, 13x100mm, com 4 a 5mL de meio de cultura. PL 3023 - Tubo de vidro com tampa de rosca, 16x125mm, com 10mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacote com 5 unidades. COMPOSIÇÃO Triptona

15,0g

Extrato de levedura

5,0g

Tioglicolato de sódio

0,5g

L-cistina

0,5g

Glicose

5,5g

Cloreto de sódio

2,5g

Resazurina

0,001g

Ágar

0,75g

Forma:

76

Composição por litro:

Líquida

COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Infusão de carne de 500g

3,1g

Neopeptona

20 g

Glicose

2,0g

Cloreto de sódio

2,0g

Fosfato Dissódico

0,4g

Carbonato de sódio

2,5g

Suplementos: Gentamicina 20mg ou 80mg

0,4mL 0,2mL

Ácido nalidíxico 15mg

0,3ml

Forma:

Liquida

Cor:

Amarelo

pH:

7,8 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Streptococcus pyogenes - ATCC 19615

Inibição total

Streptococcus agalactie - ATCC 12386 Crescimento- meio turvo Proteus mirabilis - ATCC 25933

Inibição total

Escherichia coli - ATCC 25922

Inibição total

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas.


Manual de Meios de Cultura

Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670009

CALDO TSB (TRYPTONE SOYA BROTH) INDICAÇÃO Meio altamente nutritivo, indicado para o crescimento da maioria das espécies de bactérias incluindo fastidiosas e não fastidiosas de diversas amostras clínicas. APRESENTAÇÃO PL 3140 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100mm, com 4 a 5mL de meio de cultura. PL 3141 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 16x150mm, com 7 a 8mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacote com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Triptona de caseína hidrolizada

17,0g

Peptona de soja

3,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Fosfato de potássio dibásico

2,5g

Glicose

2,5g

Forma:

Liquida

Cor:

Claro/Incolor

pH:

6,9 ± 0,2 a 25°C

INTERPRETAÇÃO DOS RESULTADOS Após o período de incubação (mínimo de 48h) do meio transferir 1ml do meio para um tubo seco e colocar 5 gotas de Vermelho de metila e interpretar imediatamente. Em outro tubo com 1 ml do meio colocar os reagentes para revelação da prova de VP, agitar e interpretar. Reações positivas são evidenciadas pelo mudança do meio de incolor para vermelho. Vermelho de Metila Um teste VM positivo é demonstrado pelo desenvolvimento de uma cor vermelha estável na superfície do meio após a adição do indicador vermelho de metila. Um teste SR. negativo é demonstrado pelo desenvolvimento de uma cor amarela na superfície do meio. Vogel Proskauer Um teste positivo de VP é demonstrado pelo desenvolvimento de uma cor rosavermelha na superfície do meio 15 minutos a uma hora após a adição dos reagentes. Um teste negativo de VP é demonstrado pela aparência de uma cor amarela na superfície do meio. CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Enterobacter cloacae - ATCC 13047

VM-/VP+ VM +/ VP – VM +-/ VP-

Forma:

Líquida

Escherichia coli – ATCC 25922

Cor:

Âmbar médio a claro

Klebsiella pneumoniae – ATCC 10031

Odor:

Característico

pH:

7,3 ± 0,2 solução A 25ºC

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Escherichia coli – ATCC 25922

Crescimento bom

Staphylococcus aureus – ATCC 25923 Crescimento bom

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670008

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670009

CALDO VM/ VP (VERMELHO DE METILA/ VOGEL PROSKAUER) INDICAÇÃO Meio utilizado para a diferenciação de enterobactérias baseado nas reações de Vermelho de Metila e Vogel Proskauer. APRESENTAÇÃO PL 3180 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100mm, com 4 a 5mL de meio de cultura EMBALAGEM Pacote de 5 unidades. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Peptona de carne

7,0g

D(+) Glicose

5,0g

Tampão fosfato

5,0g

CHROMagar CANDIDA MICROBIOLOGY INDICAÇÃO Meio cromogênico utilizado para o isolamento e diferenciação de Candida spp. APRESENTAÇÃO PL 365 - Placas descartáveis estéreis, tam. 49x13mm, com 7 a 9mL de meio de cultura. PL 366 - Placas descartáveis estéreis, tam. 60x15mm, com 10 a 12mL de meio de cultura. PL 367 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. PL 298 - Placas descartáveis estéreis com 02 divisões, tam. 90x15mm, com 7 a 8mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Peptona

10,2g

Mistura cromogênica

22,0g

Cloranfenicol

0,5g

Ágar

15,0g

Forma:

Gel de viscosidade firme.

77


Cor:

Amarelo

pH:

6,1 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle

Resultados

Escherichia coli – ATCC 25922

Inibição total

Candida albicans - ATCC 60193

Crescimento bom de colônias verdes

Candida tropicalis - ATCC 1369

Crescimento bom de colônias azul metálicas

Candida krusei - ATCC 34135

Crescimento bom de colônias cor de rosa

Outras espécies de Candida

Crescimento bom de colônias com coloração entre brancas e malvas

Registro ANVISA/MS.: 80035670010

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C. Meio fotossensível - estocar e armazenar protegido da luz. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro ANVISA/MS.: 80035670010

APRESENTAÇÃO PL 368 - Placas descartáveis estéreis, tam. 49x13mm, com 7 a 9mL de meio de cultura. PL 369 - Placas descartáveis estéreis, tam. 60x15mm, com 10 a 12mL de meio de cultura. PL 370 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. PL 1165 - Placas descartáveis estéreis com 2 divisões , tam. 90x15mm, com 7 a 8mL de meio de cultura em cada compartimento. PL 1127 - Placas descartáveis estéreis com 1 divisão , tam. 90x15mm, com 10 a 12mL de meio de cultura em cada compartimento. EMBALAGEM Pacote com 10 unidades. Composição por litro:

Peptona e extrato de levedura

8,3g

Mistura cromogênica

9,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Ágar

15,0g

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Claro/Incolor

Odor:

Característico

pH:

6,0 ± 0,2

APRESENTAÇÃO PL 296 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. PL 1075 - Placas descartáveis estéreis com 2 divisões , tam. 90x15mm, com 7 a 8mL de meio de cultura em cada compartimento. PL 1076 - Placas descartáveis estéreis com 1 divisão , tam. 90x15mm, com 10 a 12mL de meio de cultura em cada compartimento. EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades. Composição por litro: 17,0g

Mistura cromogênica

1,0g

Ágar

15,0g

Suplemento: ESBL (0,57g/L)

10mL

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Amarelado

pH:

7,0 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Escherichia coli - ATCC 35218

Crescimento bom com colônias vermelhas

Proteus mirabilis – ATCC 12453

Crescimento bom com colônias incolores de halo marrom

Klebsiella pneumoniae - ATCC 700603

Crescimento bom com colônias azuis metálicas

Staphylococcus aureus – ATCC 25923 Inibição total ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C. Meio fotossensível - estocar e armazenar protegido da luz. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670010

CONTROLE DE QUALIDADE

78

INDICAÇÃO Meio cromogênico seletivo destinado à detecção rápida de bactérias gramnegativas, produtoras de enzima ß-Lactamase de Espectro Estendido (ESBL).

Peptona e extrato de levedura

INDICAÇÃO Meio cromogênico para detecção e quantificação de Escherichia coli.

Cepas controle:

Resultados

Escherichia coli - ATCC 25922

Crescimento bom com colônias azuis

Enterobacter cloacae - ATCC 13047

Crescimento bom com colônias malvas

Enterococcus faecalis - ATCC 29212

Inibição total

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C.

CHROMagar ESBL

COMPOSIÇÃO

CHROMagar E.COLI.

COMPOSIÇÃO

Meio fotossensível - estocar e armazenar protegido da luz. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

CHROMagar KPC INDICAÇÃO Meio cromogênico seletivo destinado à detecção de bactérias gram-negativas do tipo Klebsiella Pneumoniae Carbapenemase (KPC) resistentes aos antimicrobianos da classe dos carbapenêmicos. APRESENTAÇÃO


Manual de Meios de Cultura

PL 295 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. PL 1077 - Placas descartáveis estéreis com 2 divisões , tam. 90x15mm, com 7 a 8mL de meio de cultura em cada compartimento. PL 1078 - Placas descartáveis estéreis com 1 divisão , tam. 90x15mm, com 10 a 12mL de meio de cultura em cada compartimento. EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Peptona e extrato de levedura

17,0g

Mistura cromogênica

1,0g

Ágar

15,0g

Suplementos: KPC (0,4g/L)

2mL

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Amarelado

pH:

7,0 ± 0,2 a 25°C

pH:

6,9 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Escherichia coli - ATCC 25922

Inibição total

Staphylococcus aureus - ATCC 25923

Inibição total

Staphylococcus aureus - ATCC 43300

Crescimento bom de colônias cor de rosa para malvas

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C. Meio fotossensível - estocar e armazenar protegido da luz. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro ANVISA/MS.: 80035670010

CHROMagar ORIENTATION

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Escherichia coli - ATCC 35218

Crescimento bom com colônias vermelhas

Klebsiella pneumoniae – ATCC BAA 1705

Crescimento bom com colônias azuis metálicas

Staphylococcus aureus – ATCC 25923 Inibição total ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C. Meio fotossensível - estocar e armazenar protegido da luz. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

INDICAÇÃO Meio cromogênico utilizado para isolamento e diferenciação de patógenos em amostras oriundas do trato urinário. APRESENTAÇÃO PL 358 - Placas descartáveis estéreis, tam. 49x13mm, com 7 a 9mL de meio de cultura. PL 359 - Placas descartáveis estéreis, tam. 60x15mm, com 10 a 12mL de meio de cultura. PL 364 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. PL 399 - Placas descartáveis estéreis com 1 divisão , tam. 90x15mm, com 10 a 12mL de meio de cultura em cada compartimento. EMBALAGEM Pacote com 10 unidades.

Registro na ANVISA/MS: 80035670010 COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Peptona e extrato de levedura

CHROMagar MRSA INDICAÇÃO Meio cromogênico destinado ao isolamento e diferenciação de Staphylococcus aureus resistente à meticilina (MRSA). APRESENTAÇÃO PL 297 – Placas descartáveis estéreis, com 01 divisão, tam. 90x15mm, com 10 a 12mL de meio de cultura. PL 374 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacote com 10 unidades.

17,0g

Mistura cromogênica

1,0g

Ágar

15,0g

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Amarelado

pH:

7,0 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Escherichia coli - ATCC 25922

Crescimento bom, colônias vermelhas

Composição por litro:

Enterococcus faecalis - ATCC 29212

Crescimento bom, colônias azuis

Peptona e extrato de levedura

40,0g

Sais

25,0g

Staphylococcus epidermidis - ATCC 12228

Crescimento bom, colônias transparentes

Mistura cromogênica

2,6g

Klebsiella pneumoniae - ATCC 13883

Crescimento bom, colônias azuis metálicas

Ágar

15,0g

Staphylococcus aureus - ATCC 12600

Crescimento bom, colônias amarelas

Staphylococcus saprophyticus - ATCC 15305

Crescimento bom, colônias cor de rosa

COMPOSIÇÃO

Suplemento: SU625

1mL

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Amarelado

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C. Meio fotossensível - estocar e armazenar protegido da luz. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando

79


armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

a 12mL de meio de cultura em cada compartimento. PL 1183 - Placas descartáveis estéreis com 2 divisões , tam. 90x15mm, com 7 a 8mL de meio de cultura em cada compartimento.

Registro ANVISA/MS.: 80035670010

EMBALAGEM Pacote com 10 unidades.

CHROMagar RAMBACH

COMPOSIÇÃO Peptona e extrato de levedura

20,0g

INDICAÇÃO Meio cromogênico para isolamento e diferenciação de Salmonella, em amostras clínicas e alimentos.

Mistura cromogênica

4,5g

APRESENTAÇÃO PL 373 -Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15 mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. PL 372 -Placas descartáveis estéreis, tam. 60x15 mm, com 10 a 12mL de meio de cultura. PL 371 -Placas descartáveis estéreis, tam. 49x13 mm, 7 a 9 mL de com meio de cultura. EMBALAGEM Pacote com 10 unidades.

Composição por litro:

Sais

7,5g

Ágar

15,0g

Suplemento:

Suplemento StrepB -S1 - 2g e StrepB-S2– 10mL

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Amarelado translúcido

pH:

7,3 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Propilenoglicol 10 mL

5,0g

Peptona e extrato de levedura

8,3g

Mistura cromogênica 2,7G

9,0g

Ágar opaco 20G

15,0g

Cepas controle:

Resultados

Streptococcus agalactiae - ATCC 12386

Crescimento bom, colônias malvas

Streptococcus agalactiae - ATCC 13813

Crescimento bom, colônias malvas

Enterococcus faecalis - ATCC 29212

Crescimento bom, colônias azuis Inibição total

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Escherichia coli - ATCC 25922

Cor:

Rosa Claro

Candida albicans - ATCC 10231

Inibição total

pH:

7,0 ± 0,2 a 25°C 7,1 ±0,2

Streptococcus agalactiae - ATCC 12386

Crescimento bom, colônias malvas

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Escherichia coli –ATCC 25922

Crescimento bom de colônias pequenas e azuis

Salmonella enterica - ATCC 13076

Crescimento bom de colônias vermelhas

Citrobacter freundii - ATCC 8090

Crescimento bom de colônias púrpuras

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C. Meio fotossensível - estocar e armazenar protegido da luz. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro ANVISA/MS.: 80035670010

Inocular e incubar a 35 ±2ºC por 24hs ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C. Meio fotossensível - estocar e armazenar protegido da luz. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

INDICAÇÃO Meio cromogênico utilizado na detecção de Van A/ Van B VRE (VRE faecalis e VRE faecium).

Registro ANVISA/MS.: 80035670010

APRESENTAÇÃO PL 375 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura.

CHROMagar STREP B

EMBALAGEM Pacote com 05 unidades.

INDICAÇÃO Meio cromogênico para isolamento e diferenciação de Streptococcus B (S. agalactiae). APRESENTAÇÃO PL 1179 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. PL 1180 - Placas descartáveis estéreis, tam. 60x15mm, com 10 a 12mL de meio de cultura. PL 1181 - Placas descartáveis estéreis, tam. 49x13mm, com 7 a 9mL de meio de cultura. PL 1182 - Placas descartáveis estéreis com 1 divisão , tam. 90x15mm, com 10

80

CHROMagar VRE

COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Peptona e extrato de levedura

20,0g

Sais

5,0g

Mistura cromogênica

27,3g

Ágar

15,0g

Suplemento: VRE 952(S)

1mL


Manual de Meios de Cultura

Gel de viscosidade firme.

Pseudomonas aeruginosa ATCC 15442

Turvação

Forma: Cor:

Branco

Neisseria meningitidis ATCC 13077 A

Turvação

pH:

6,8 ± 0,2 a 25°C

Clostridium perfrngens ATCC 3626

Turvação

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Escherichia coli - ATCC 25922

Inibição total

Enterococcus faecalis - ATCC 29212

Inibição total

Enterococcus faecalis - ATCC 51299

Crescimento bom com colônias malva.

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C. Meio fotossensível - estocar e armazenar protegido da luz. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro ANVISA/MS.: 80035670010

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento à temperatura ambiente, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670009

MEIO ARGININA INDICAÇÃO Meio utilizado para verificação da descarboxilação da arginina realizado pelas enterobactérias. APRESENTAÇÃO PL 3061 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100mm, com 4 a 5 mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacotes com 5 unidades.

HEMOCULTURA ÚNICA

Meio utilizado para o cultivo de microrganismos em amostras de sangue. APRESENTAÇÃO PL 5000 - Hemocultura Única Adulto: Frasco tampa lacre com 45 ml de meio de cultura. PL 5020 - Hemocultura Única Pediátrico: Frasco tampa lacre com 10 ml de meio de cultura. EMBALAGEM Caixa com 10 frascos. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Peptona

5,0g

Extrato de carne

5,0g

Dextrose

0,5g

Púrpura de bromocresol

0,01g

Vermelho de cresol

0,005g

Piridoxal

0,0005g

Ágar

15,0g

Arginina

10,0g

Caldo TSB

30,0g

Digerido pancreático de caseína

17,0g

Digerido papaínico de sSoja

3,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Fosfato de potássio dibásico

2,5g

Cor:

Violeta Claro/Esverdeado

Glicose

2,5g

pH:

6.8 ± 0.2 a 25°C

SPS (Polinetol Sulfonato de Sódio)

0,3g

L-Cisteina

0,5g

Hemina

1,0ml

Menadiona

0,1ml

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Ligeiramente amarelado

pH:

7,0 ± 0,2

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Candida albicans ATCC 10231

Turvação

Bacillus subtilis ATCC 19659

Turvação

Escherichia coli ATCC 25922

Turvação

Staphylococcus aureus ATCC 25923

Turvação

Suplemento: Óleo Mineral

0,5mL por tubo

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Enterobacter cloacae - ATCC 13047

Meio violeta

Klebsiella pneumoniae - ATCC 13883

Meio amarelo

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. Transporte refrigerado. Material acondicionado em isopores, contendo gelo reciclável. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS: 80035670008

81


MEIO DAU (MEIO AÇÚCAR/ URÉIA)

produção de gás a partir da glicose, produção de H2S, hidrólise da uréia e desaminação do triptofano.

INDICAÇÃO Meio utilizado na diferenciação de microrganismos, principalmente enterobactérias, baseada na fermentação de glicose, lactose, produção de urease e formação de gás. APRESENTAÇÃO PL 3210- Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100 mm, com 4 a 5ml de meio.

EMBALAGEM Pacote de 5 unidades.

EMBALAGEM Pacote de 5 tubos.

COMPOSIÇÃO Triptona

10,0g

COMPOSIÇÃO

Extrato de carne

2,0g

omposição por litro:

Composição por litro:

Base:

Cloreto de sódio

5,0g

Peptona Bacteriológica

100,0g

2,0g

Cloreto de Sódio

50,0g

Fosfato de sódio dibásico (Na2HPO4.5H20)

Sol. Azul de Timol

30,0ml

L- Triptofano

1,0g

Indicador de Andrade

100,0ml

Sol. Alc. de azul de bromotimol à 1,5%

2,0mL 11,0g

LUG

80 ml

Ágar

Ágar

15,0g

Suplementos: Solução de indicador de substrato

Preparo da Solução de Azul de Timol: Azul de timol

1,6g

17,5mL

Citrato férrico amoniacal

2,0g 2,0g

Hidróxido de Sódio (NaOH)1N

34,4ml

Tiossulfato de sódio

Água

100ml

Glicose

10,0g

Uréia

40,0g

Preparo da Solução de LUG: Lactose

25,0g

Uréia

25,0g

Glicose

1,25g

Água

100ml

Preparo do Indicador de Andrade: Fucsina ácida

1,0g

Hidróxido de sódio 4%

32,0ml

Água

200ml

Forma:

Gel de viscosidade firme

Cor:

Amarelo claro

pH:

7,0 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Proteus mirabilis – ATCC 12453

Meio azul com produção de gás

Escherichia coli – ATCC 25922

Meio vermelho com produção de gás

Pseudomonas aeruginosa – ATCC Meio inalterado 15442 Salmonella typhimurium – ATCC 14028 Meio com ápice vermelho AMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. Transporte refrigerado. Material acondicionado em isopores, contendo gelo reciclável. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670008

MEIO EPM INDICAÇÃO Meio utilizado para a identificação de enterobactérias baseada nos testes de

82

APRESENTAÇÃO PL3240 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100mm, com 4 a 5mL de meio de cultura.

Água destilada

85,0mL

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Verde

pH:

7,0 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Shigella sonnei – ATCC 25931

Meio com base amarela e superfície azul

Escherichia coli – ATCC 25922

Meio com base amarela e superfície azul. Produção de gás.

Klebsiella pneumoniae – ATCC 10031

Meio com base e superfície azuis. Produção de gás

Proteus vulgaris – ATCC 8427

Meio com base azul e superfície verde. Formação de H2S

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670008

MEIO LISINA INDICAÇÃO Meio utilizado para diferenciação bioquímica de bacilos entéricos gram negativos através da descarboxilação da lisina e formação de sulfeto de hidrogênio. APRESENTAÇÃO PL – 3050 - Tubos de vidro com tampa de rosca, 13x100mm, com 4 a 5mL de meio de cultuta. EMBALAGEM


Manual de Meios de Cultura

Pacote com 5 tubos.

Escherichia coli ATCC 25922

COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Peptona

5,0g

Extrato de levedura

3,0g

Glicose

1,0g

L- lisina HCl

10,0g

Tiosulfato de sódio

0,04g

Citrato de ferro amoniacal

0,5g

Púrpura de bromocresol

0,02g

Ágar

15,0g

Complemento Óleo mineral

0,5mL/tubo

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Violeta claro

pH:

6,7 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. Transporte refrigerado. Material acondicionado em isopores, contendo gelo reciclável. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670009

MEIO LOWENSTEIN JENSEN INDICAÇÃO Meio indicado para o cultivo e diferenciação de espécies de Micobactérias em amostras clínicas diversas. APRESENTAÇÃO PL 3030 - Tubos de vidro com tampa de rosca, 13x100mm, com 3,5 a 4mL de meio de cultura inclinado. PL 3031 - Tubos de vidro com tampa de rosca, 16x150mm, com 7 a 7,5mL de meio de cultura inclinado. PL 3032 – Tubos de vidro com tampa de rosca, 17x140mm, com 7 a 7,5mL de meio de cultura inclinado. EMBALAGEM Pacote com 05 unidades.

Cepas controle:

Resultados

Enterobacter colacae – ATCC 13047

Amarelo - Lisina (-)

COMPOSIÇÃO

Klebsiella pneumoniae – ATCC 10031

Violeta – Lisina (+)

Asparagina

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

Inibição total

Composição para 600mL 3,6g

Fosfato monopotássico

2,4g

Sulfato de magnésio

0,24g

Citrato de magnésio

0,6g

Fécula de batata

30,0g

Verde malaquita

0,4g

Suplementos:

Registro na ANVISA/MS:80035670008

Glicerol

12mL

MEIO LOFFLER (PAI)

Emulsão de ovo

INDICAÇÃO Meio utilizado para o isolamento e cultivo de Corynebacterium spp.

Forma:

Firme

Cor:

Verde clara

pH:

7,2 ± 0,3 a 25°C

APRESENTAÇÃO PL 3200 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 16x150 mm, com 7 a 8ml de meio de cultura inclinado.

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

EMBALAGEM Pacote com 5 tubos

1000mL

Resultados

Mycobacterium tuberculosis - ATCC Crescimento bom 25177

Composição

Composição por 500ml:

Emulsão de Ovo

1000ml

Glicerol

120ml

Glicose

5g

Forma:

Sólido

Cor:

Amarelo

pH:

6,75 ± 0,2 a 25°C

Mycobacterium fortuitum - ATCC 6841

Crescimento bom

Escherichia coli - ATCC 25922

Inibição total

Controle negativo

Meio não inoculado

AMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670010

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Corynebacterium diphtheriae ATCC 13812

Crescimento bom

MEIO MILI INDICAÇÃO

83


Meio utilizado para a identificação de enterobactérias baseado nos testes de motilidade, produção de indol e descarboxilação da lisina. APRESENTAÇÃO Pl 3241 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100 mm, com 3,5 a 5 ml de meio.

0,3g

Azul de bromotimol

0,08g

Ágar

2,0g

Suplementos: Solução de glicose 10%

EMBALAGEM Pacote com 5 tubos

100mL

Óleo mineral

COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

0,25mL/tubo

Forma:

Gel de viscosidade firme. Verde 6,8 ± 0,2 a 25°C

Extrato de levedura

3,0g

Cor:

Peptona

10,0g

pH:

Triptona

10,0g

L- Lisina

10,0g

CONTROLE DE QUALIDADE

Glicose

1,0g

Cepas controle:

Resultados

Púrpura de bromocresol

0,02g

Meio verde

Ágar

2,0g

Pseudomonas aeruginosa – ATCC 27853 Escherichia coli –ATCC 25922

Meio amarelo com produção de gás

Shigella flexneri – ATCC 12022

Meio amarelo sem produção de gás

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Roxo

pH:

6,4 ± 0,1 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Microrganismo

ATCC

Lactose MacConkey

Gás

Indol MILI

Motilidade MILI

Lisina MILI

Citrato

Escherichia coli

25922

+

+

+

variável

+

-

Salmonella typhi

19430

-

-

-

+

+

-

Klebsiella pneumoniae

10031

+

+

-

-

+

+

Enterobacter aerogenes

13048

+

+

-

+

+

+

Proteus mirabilis

12453

-

-

-

+

-

variável

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. Transporte refrigerado. Material acondicionado em isopores, contendo gelo reciclável. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

MEIO OF (OXIDAÇÃO/ FERMENTAÇÃO) COM ÓLEO INDICAÇÃO Meio utilizado para a diferenciação bioquímica de bacilos gram-negativos, baseada na metabolização dos carboidratos por via oxidativa ou fermentativa em sistema fechado (com óleo). APRESENTAÇÃO Pl 3261 -Tubos de vidro com tampa de rosca, 13x100mm, com 4 a 5mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacote com 5 unidades. COMPOSIÇÃO

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670008

MEIO OF (OXIDAÇÃO/ FERMENTAÇÃO) GLICOSE SEM ÓLEO INDICAÇÃO Meio utilizado para a diferenciação bioquímica de bacilos gram-negativos, baseada na metabolização dos carboidratos por via oxidativa ou fermentativa em sistema aberto (sem óleo). APRESENTAÇÃO PL 3260 - Tubos de vidro com tampa de rosca, 13x100mm, com 4 a 5 mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacote com 5 unidades. COMPOSIÇÃO

Registro na ANVISA/MS:80035670008

84

Fosfato dipotássio

Composição por litro:

Digerido pancreático de caseína

2,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Composição por litro:

Digerido Pancreático de Caseína

2,0g

Cloreto de Sódio

5,0g

Fosfato Dipotássio

0,3g

Azul de Bromotimol

0,08g

Ágar

2,0g

Suplemento: Solução de Glicose 10%

100mL

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Verde

pH:

6,8 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados


Manual de Meios de Cultura

Pseudomonas aeruginosa – ATCC Meio verde com ápice amarelo 27853 Escherichia coli –ATCC 25922

Meio Amarelo com produção de gás

Shigella flexneri – ATCC 12022

Meio Amarelo sem produção de gás

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670008

MEIO OGAWA KUDOH INDICAÇÃO Meio destinado ao isolamento e cultivo de diferentes espécies de Mycobacterium, exceto Mycobacterium leprae, em amostras clínicas diversas. APRESENTAÇÃO PL 3052 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam 13 x 100 mm, com 3,5 a 4mL de meio de cultura Ogawa Kudoh. PL 3033 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 16 x 150mm, com 7,0 a 7,5mL de meio de cultura Ogawa Kudoh. PL 3053 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 17,75 x 144,5mm, com 7,0 a 7,5mL de meio de cultura Ogawa Kudoh. PL 3034 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 20,5 x 150mm, com 10 a 13mL de meio d e cultura Ogawa Kudoh.

COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Descarboxilase base moeller

10,5g

Peptona

5,0g

Extrato de carne

5,0g

Glicose

0,5g

Púrpura de bromocresol

0,01g

Vermelho de cresol

0,005g

Pyridoxal

0,005g

Ornitina

10,0g

Ágar

15,0g

Suplemento: Óleo mineral

0,5mL/tubo

Forma:

Gel de viscosidade firme

Cor:

Violeta clara a esverdeada

pH:

6,0 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE

EMBALAGEM Pacote com 05 unidades. Composição

APRESENTAÇÃO PL 3060 -Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100mm, com 4 a 5mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacote com 5 unidades.

Composição por 600ml:

Fosfato monopotássio

12,0g

Citrato de magnésio

0,6g

Glutamato de sódio

3,0g

Glicerol

24mL

Verde malaquita 2%

20mL

Suplemento: Emulsão de gema de ovo

1000mL

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Verde claro

pH:

6,5 + 0,2

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Mycobacterium tuberculosis - ATCC 25177

Crescimento bom de colônias amarelas e rugosas

Escherichia coli - ATCC 25922

Crescimento de swarm amarelo.

AMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

Cepas controle:

Resultados

Enterobacter cloacae – ATCC 13047

Violeta - Ornitina (+)

Klebsiella pneumoniae – ATCC 10031

Amarelo - Ornitina (-)

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS: 80035670008

MEIO RUGAI MODIFICADO INDICAÇÃO Meio utilizado para identificação de enterobactérias baseada nos testes de fermentação da glicose e sacarose, produção de gás, produção de H2S, produção de indol, hidrólise da uréia, descarboxilação da lisina (LDC),desaminação do triptofano e motilidade. A tampa do tubo deverá ser impregnada com reativo de Kovacs, o qual dará resposta ao teste de indol. APRESENTAÇÃO PL 3250 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100mm, com 5 a 7mL de meio de cultura. PL 3255 - Tubos de ensaio de vidro com tampão em algodão, tam. 13x100mm, 5 a 7mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacote com 5 unidades.

Registro na ANVISA/MS: 80035670010 COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

MEIO ORNITINA

Lisina Peptona

5,0g

INDICAÇÃO Meio utilizado para diferenciação bioquímica de bacilos entéricos gram negativos através da descarboxilação da ornitina.

Extrato de levedura

3,0g

Glicose

1,0g

85


L- lisina

10,0g

Triptona

20,0g

Tiosulfato de sódio

0,04g

Peptona

6,1g

Citrato de ferro amoniacal

0,05g

Sulfato de ferro amoniacal

0,2g

Púrpura de bromocresol

0,02g

Tiosulfato de sódio

0,2g

Ágar

15,0g

Ágar

3,5g

Rugai Triptona

10,0g

Extrato de carne

2,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Fosfato dissódico

0,35g

L-triptofano

1,0g

Azul de bromotimol 1,5%

17,5mL

Água destilada

1 litro

Ágar

11,0g

Gel de viscosidade semi sólida.

Cor:

Âmbar Claro

pH:

7,3 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE

2,0mL

Indicador para substrato

Forma:

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Região superior (RUGAI): azul esverdeado Região inferior (Lisina): Violeta claro

pH:

Região superior (RUGAI): 7,4 ± 0,2 a 25°C Região inferior (Lisina): 6,7 ± 0,2 a 25°C

Cepas controle:

Resultados

Escherichia coli – ATCC 25922

Motilidade positiva, indol positivo, e sulfeto negativo.

Salmonella enterica(subsp. Entérica sorotipo Typhimurium) ATCC 13311

Motilidade positiva, indol negativo, e sulfeto positivo.

Shigella sonnei – ATCC 9290

Motilidade negativa, indol negativo, e sulfeto negativo.

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670008

CONTROLE DE QUALIDADE Microrganismo

ATCC

Glic.

Sac.

Gás

H2S

Uréia

LTD

Indol

Motil.

Lis.

E.coli

25922

+

V

+

-

-

-

+

V

V

S.typhymurium

14028

+

-

+

+

-

-

-

+

+

S.flexneri

12022

+

-

-

-

-

-

-

-

-

K.pneumoniae

10031

+

+

+

-

+

-

-

-

+

P.mirabilis

12453

+

V

V

+

+

+

-

+

-

P.vulgaris

8427

+

+

V

+

+

+

+

+

-

P.aeruginosa

15442

-

-

-

-

-

-

-

+

-

Glic.: Glicose; Sac.: Sacarose; Motil.: Motilidade; Lis.: Lisina; LTD – hidrólise da uréia; V - Variável ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670008

MEIO SIM (MOTILIDADE, INDOL, SULFETO) INDICAÇÃO Meio utilizado para diferenciação de enterobactérias baseada na produção de sulfeto de hidrogênio, produção de indol e motilidade. APRESENTAÇÃO PL 3120 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100mm, com 4 a 5mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacote de 5 unidades. Composição:

86

Composição por litro:

SOLUÇÃO SALINA 0,85% INDICAÇÃO Utilizado para manutenção de amostras e diluição de microrganismos segundo a escala de McFarland. APRESENTAÇÃO PL 3544 – Tubo de poliestireno (cristal) não-autoclavável com tampa de pressão, tam. 12 x 75mm, com 3ml de solução. PL 3545 – Tubo de polipropileno autoclavável com tampa de pressão, tam. 12 x 75mm, com 3ml de solução. EMBALAGEM PL 3544 - Caixa com 50 tubos. PL 3545 - Caixa com 50 tubos. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

NaCl

8,5g

Forma:

Líquida

Cor:

Incolor

Odor:

Característico

pH:

7,0 ± 0,2

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Escherichia coli –ATCC 25922

Turvação

Candida albicans - ATCC 10231

Turvação

Bacillus subtilis- ATCC 6633

Turvação

Staphylococcus aureus ATCC-25923

Turvação

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento à temperatura ambiente, protegido da luz direta.


Manual de Meios de Cultura

MEIOS DESTINADOS ÀS ANÁLISES INDUSTRIAIS NÃO IN VITRO OBSERVAÇÕES Meios utilizados em análises realizadas nas indústrias farmacêuticas, de cosméticos, alimentícia e bebidas, áreas de pesquisa e desenvolvimento. PRECAUÇÕES - Não utilizado para diagnóstico in vitro. - Uso restrito aos funcionários adequadamente treinados e qualificados.

87


Transporte refrigerado. Material acondicionado em isopores, contendo gelo reciclável. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar. Registro na ANVISA/MS:80035670006

MEIOS NÃO IN VITRO

ÁGAR ANTIBIÓTICO NUM.19 INDICAÇÃO Meio recomendado para verificar a atividade do antibiótico Nistatina - efeito inibitório sobre os microrganismos em ensaios microbiológicos. APRESENTAÇÃO PL 3406 - Frasco tampa rosca com 100ml de meio de cultura PL 3407 - Frasco tampa Rosca com 200ml de meio de cultura EMBALAGEM Embalagem unitária. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Extrato de carne

2,4g

Extrato de levedura

4,7g

Cloreto de sódio

10,0g

Peptona

9,4g

Dextrose

10,0g

Ágar

23,5g

Forma:

Gel de viscosidade firme

Cor:

Âmbar

pH:

6,1 ± 0,1 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle: Inóculo 30-300 UFC:

Resultados

Saccharomyces cerevisiae ATCC 2601

Boa recuperação

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. Transporte refrigerado. Material acondicionado em isopores, contendo gelo reciclável. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR BAIRD PARKER INDICAÇÃO Meio de cultura utilizado para o isolamento seletivo e enumeração de Staphylococcus coagulase positivo em alimentos, pele, solo, ar e outros materiais. APRESENTAÇÃO PL 1110 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. EMBALAGEM

88


Manual de Meios de Cultura

Pacotes com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

Digestivo pancreático de gelatina Composição por litro:

Peptona de caseína

10,0g

Extrato de carne

5,0g

Extrato de levedura

1,0g

Piruvato de sódio

10,0g

Glicina

12,0g

Cloreto de lítio

5,0g

Ágar

20,0g

20,0g

Cloreto de magnésio

1,4g

Sulfato de potássio

10,0g

Cetrimide

0,3g

Ágar

13,6g

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Baird Parker –Amarelo opaco Cetrimide –Esbranquiçado com precipitado

pH:

Baird Parker 6,9 ± 0,1 a 25°C Cetrimide 7,2 ± 0,2 a 25°C

Suplemento: Emulsão de gema de ovo com telurito

50mL para 950 mL do meio

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Amarelo opaco

pH:

6,9 ± 0,1 a 25° C

CONTROLE DE QUALIDADE

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Baird Parker Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Recuperação >70% com colônias pretas e brilhantes com halo claro

Escherichia coli – ATCC 8739

Crescimento nulo

Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Cetrimide

Staphylococcus aureus – ATCC 6538

Recuperação >70% com colônias pretas e brilhantes com halo claro

Escherichia coli - ATCC 8739

Escherichia coli – ATCC 8739

Crescimento nulo

Crescimento nulo

Pseudomonas aeruginosa - ATCC Recuperação > 70% com colônias 9027 esverdeadas

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR BAIRD PARKER / CETRIMIDE

ÁGAR BAIRD PARKER / CETRIMIDE / MACCONKEY

INDICAÇÃO Baird Parker: Meio de cultura utilizado para o isolamento seletivo e enumeração de Staphylococcus coagulase positivo em alimentos, pele, solo, ar e outros materiais.

INDICAÇÃO Baird Parker: Meio de cultura utilizado para o isolamento seletivo e enumeração de Staphylococcus coagulase positivo em alimentos, pele, solo, ar e outros materiais.

Cetrimide: Meio seletivo indicado para o isolamento e identificação de Pseudomonas aeruginosa.

Cetrimide: Meio seletivo indicado para o isolamento e identificação de Pseudomonas aeruginosa.

APRESENTAÇÃO PL 1146- Placas descartáveis estéreis com uma divisão, tam. 90x15mm, com 10 a 12mL de meio de cultura em cada compartimento.

MacConkey: Meio seletivo e diferencial para detecção de bacilos entéricos gramnegativos fermentadores ou não da lactose em amostras diversas.

EMBALAGEM Pacote com 10 unidades.

APRESENTAÇÃO PL 1149- Placas descartáveis estéreis com duas divisões, tam. 90x15mm, com 7 a 8mL de meio de cultura em cada compartimento.

COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Baird Parker

EMBALAGEM Pacote com 10 unidades.

Peptona de caseína

10,0g

COMPOSIÇÃO

Extrato de carne

5,0g

Baird Parker

Extrato de levedura

1,0g

Peptona de caseína

10,0g

Piruvato de sódio

10,0g

Extrato de carne

5,0g

Glicina

12,0g

Extrato de levedura

1,0g

Cloreto de lítio

5,0g

Piruvato de sódio

10,0g

Ágar

20,0g

Glicina

12,0g

Cloreto de lítio

5,0g

Ágar

20,0g

Suplemento: Emulsão de gema de ovo com telurito Cetrimide

50mL

Composição por litro:

Suplemento: Emulsão de gema de ovo com telurito

50mL

89


Cetrimide Digestivo pancreático de gelatina

20,0g

Cloreto de magnésio

1,4g

Sulfato de potássio

10,0g

Cetrimide

0,3g

Ágar

13,6g

APRESENTAÇÃO PL 1115 - Placas descartáveis estéreis com duas divisões, tam. 90x15mm, com 7 a 8mL de meio de cultura em cada compartimento. EMBALAGEM Pacote com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Baird Parker

MacConkey Digerido pancreático de gelatina

17,0g

Peptona de caseína

10,0g

Peptonas (carne e caseína)

3,0g

Extrato de carne

5,0g

Sais biliares

1,5g

Extrato de levedura

1,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Piruvato de sódio

10,0g

Lactose monohidratada

10,0g

Glicina

12,0g

Vermelho neutro

0,03g

Cloreto de lítio

5,0g

Cristal violeta

0,001g

Ágar

20,0g

Ágar

13,5g

Suplemento: Emulsão de gema de ovo com telurito

50mL

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cetrimide

Cor:

Baird Parker - Amarelo opaco Cetrimide - Esbranquiçado com precipitado MacConckey -Vermelho róseo

Digestivo pancreático de gelatina

Baird Parker 6,9 ± 0,1 a 25°C Cetrimide 7,2 ± 0,2 a 25°C MacConkey 7,1 ± 0,2 a 25°C

Cetrimide

0,3g

Ágar

13,6g

pH:

20,0g

Cloreto de magnésio

1,4g

Sulfato de potássio

10,0g

VRBG CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle - Inóculo <100 UFC

Resultados

Baird Parker Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Recuperação >70% com colônias pretas e brilhantes com halo claro

Escherichia coli – ATCC 8739

Crescimento nulo

Cetrimide

7,0g

Extrato de levedura

3,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Glicose

10,0g

Vermelho neutro

0,03g

Mistura de sais biliares

1,5g

Cristal violeta

0,002g 15,0g

Escherichia coli - ATCC 8739

Crescimento nulo

Ágar

Pseudomonas aeruginosa - ATCC 9027

Recuperação > 70% com colônias esverdeadas

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Baird Parker –Amarelo opaco

pH:

Cetrimide –Esbranquiçado com precipitado Vrgb – Púrpura Avermelhado Baird Parker 6,9 ± 0,1 a 25°C Cetrimide 7,2 ± 0,2 a 25°C VRBG 7,4 ± 0,2 a 25°C

MacConkey Staphylococcus aureus – ATCC 6538

Crescimento nulo

Escherichia coli – ATCC 8739

Recuperação >70% com colônias vermelhas com precipitado em torno das colônias

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Baird Parker Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Recuperação >70% com colônias pretas e brilhantes com halo claro

ÁGAR BAIRD PARKER / CETRIMIDE / VRBG

Escherichia coli – ATCC 8739

Crescimento nulo

INDICAÇÃO Baird Parker: Meio de cultura utilizado para o isolamento seletivo e enumeração de Staphylococcus coagulase positivo em alimentos, pele, solo, ar e outros materiais.

Escherichia coli - ATCC 8739

Cetrimide: Meio seletivo indicado para o isolamento e identificação de Pseudomonas aeruginosa.

VRBG

VRBG: Meio indicado para cultivo seletivo, isolamento, enumeração e quantificação de enterobactérias em alimentos ou derivados de leite.

90

Peptona de carne

Cetrimide Crescimento nulo

Pseudomonas aeruginosa - ATCC Recuperação > 70% com colônias 9027 esverdeadas Pseudomonas aeruginosa - ATCC 9027

Crescimento nulo


Manual de Meios de Cultura

Escherichia coli - ATCC 8739

Recuperação > 70% com colônias vermelhas com precipitado em torno das colônias

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

BHI Peptona protease

10,0g

Infusão de cérebro de boi

7,7g

Infusão de coração de boi

9,8g

Cloreto de sódio

5,0g

Fosfato di-sódio

2,5g

Glicose

2,0g

Ágar

15,0g

PIA

ÁGAR BATATA DEXTROSE

Peptona

INDICAÇÃO Meio indicado para o isolamento de fungos e leveduras. APRESENTAÇÕES PL 1201 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. PL 1202 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. EMBALAGEM PL 1201 – Pacote com 10 unidades. PL 1202 - Pacote com 10 unidades embalados 2 a 2 - Embalagem tripla. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Extrato de Batata

4,0g

Dextrose

20,0g

Ágar

15,0g

20,0g

Cloreto de magnésio

1,4g

Sulfato de potássio

10,0g

Irgasan

0,025g

Ágar

13,6g

Suplemento: Glicerina

20,0g

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

PIA: Amarelo claro ligeiramente opalescente BHI: Ligeiramente amarelado

Odor:

Característico

pH:

PIA: 7,0 ± 0,2 a 25°C BHI: 7,4 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE:

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Esbranquiçado

BHI

pH a 25°C:

5,6 ± 0,2

Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Recuperação > 70%

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Pseudomonas aeruginosa - ATCC Recuperação > 70% 9027

Candida albicans - ATCC 10231

Recuperação > 70%

Bacillus subtilis - ATCC 6633

Aspergillus brasiliensis - ATCC 16404 Recuperação > 70% ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 15 - 25 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

Á G A R B H I ( B R A I N H E A R T I NFU S I O N ) / P I A (PSEUDOMONAS ISOLATION ÁGAR) INDICAÇÃO BHI: Meio de cultura bastante rico em nutrientes, indicado para o cultivo ou armazenamento de diversos microrganismos aeróbios e anaeróbios. PIA: Meio com adição de glicerol para o isolamento da Pseudomonas spp. e diferenciação de Pseudomonas aeruginosa das outras Pseudomonas, baseada na formação de pigmentos. APRESENTAÇÃO PL 1257 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 10 a 12mL de meio de cultura em cada compartimento. EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades.

Recuperação > 70%

PIA Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Pseudomonas aeruginosa - ATCC Recuperação > 70% com colônias 9027 esverdeadas Escherichia coli - ATCC 8739

Crescimento nulo

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR CETRIMIDE INDICAÇÃO Meio seletivo indicado para o isolamento e identificação de Pseudomonas aeruginosa. APRESENTAÇÕES PL 1168 - Placas descartáveis estéreis, tam. 49x13mm, com 7 a 9mL de meio de cultura. PL 1169 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL meio de cultura. PL 1097 - Placas descartáveis estéreis com 02 divisões, tam. 90x15mm, com 7

91


a 8mL de meio de cultura. PL 1098 - Placas descartáveis estéreis com uma divisão, tam. 90x15mm, com 10 a 12mL de meio de cultura em cada compartimento. Pl 3451 - Frasco tampa rosca com 200mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacote com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Digerido Pancreático de Gelatina

20,0g

Cloreto de Magnésio

1,4g

Sulfato Dipotássico

10,0g

Cetrimide

0,3g

Ágar

13,6g

Suplemento: Glicerina

10mL

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Branco translúcido com precipitados

pH a 25°C:

7,2 ± 0,2

Extrato de levedura

1,2g

Caseína

3,7g

Thiopeptona

3,7g

Triptose

7,5g

Lactose

9,4g

Fosfato dipotássico

3,3g

Fosfato monopotássico

1,0g

Cloreto de sódio

3,7g

Deoxicolato de sódio

0,1g

Lauril Sulfato de sódio

0,05g

Sulfito de sódio

1,6g

Fucsina básica

0,8g

Ágar

15,0g

Forma:

Gel de viscosidade firme

Cor:

Cetrimide: Esbranquiçado com precipitado m-Endo: Rosa, levemente opaco com precipitado

pH:

Ágar Cetrimide: 7,2 ± 0,2 a 25°C Ágar m-Endo: 7,2 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE CONTROLE DE QUALIDADE

Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Pseudomonas aeruginosa - ATCC 9027

Recuperação > 70%

Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Inibição Total

Ágar Cetrimide

Escherichia coli - ATCC 8739

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR CETRIMIDE/m-ENDO INDICAÇÃO Ágar Cetrimide: Meio seletivo indicado para o isolamento e identificação de Pseudomonas aeruginosa, com detecção da produção de piocianina (pigmento azul) Ágar m-Endo: Meio utilizado para isolamento, identificação e quantificação de coliformes em água, pela técnica de membrana filtrante. APRESENTAÇÃO PL 1096 - Placas descartáveis estéreis com uma divisão, tam. 90x15mm, com 10 a 12mL de meio de cultura em cada compartimento. EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Ágar Cetrimide Digerido pancreático de gelatina

20,0g

Cloreto de magnésio

1,4g

Sulfato dipotássico

10,0g

Cetrimide

0,3g

Ágar

13,6g

Ágar m-Endo

92

Crescimento nulo

Pseudomonas aeruginosa - ATCC Recuperação > 70% com colônias 9027 esverdeadas Ágar m-Endo Escherichia coli - ATCC 8739

Recuperação > 70% com colônias vermelhas com brilho verde metálico

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Crescimento nulo

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR CETRIMIDE/VRBG (VIOLET RED BILE GLUCOSE) INDICAÇÃO Ágar Cetrimide: Meio seletivo indicado para o isolamento e identificação de Pseudomonas aeruginosa. Ágar VRBG: Meio seletivo para o isolamento e quantificação de coliformes. APRESENTAÇÃO PL 1116 - Placas descartáveis estéreis com uma divisão, tam. 90x15mm, com 10 a 12mL de meio de cultura em cada compartimento. EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Ágar Cetrimide

Suplemento: Glicerina

Escherichia coli - ATCC 8739

Resultados

10mL

Digestivo pancreático de gelatina

20,0g

Cloreto de magnésio

1,4g

Sulfato de potássio

10,0g


Manual de Meios de Cultura

Cetrimide

0,3g

COMPOSIÇÃO

Ágar

13,6g

Peptona

3,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Fosfato di-hidrogenado de sódio

2,2g

Fosfato hidrogenado dissódico

2,7g

Suplemento: Glicerina

10mL

Ágar VRBG

Composição por litro:

Peptona de carne

7,0g

Piruvato de Sódio

1,0g

Extrato de levedura

3,0g

Triptofano

1,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Sorbitol

1,0g

Glicose

10,0g

Mistura cromogênica

0,4g

Vermelho neutro

0,03g

Tergitol® 7

0,15g

Mistura de sais biliares

1,5g

Ágar

10,0g

Cristal violeta

0,002g

Ágar

15,0g

Forma:

Gel de viscosidade firme

Cor:

Ágar Cetrimide: Esbranquiçado com precipitado Ágar VRBG: Púrpura avermelhado

pH:

Ágar Cetrimide: 7,2 ± 0,2 a 25°C Ágar VRBG: 7,4 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Seletivo E.Coli/Coliformes para Chromocult

2 frascos

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Âmbar Claro

pH a 25°C:

6,8 ± 0,2

CONTROLE DE QUALIDADE Resultados

Ágar Cetrimide Escherichia coli - ATCC 8739

Crescimento nulo

Pseudomonas aeruginosa - ATCC 9027

Recuperação > 70% com colônias esverdeadas

Ágar VRBG Escherichia coli - ATCC 8739

Recuperação > 70% com colônias vermelhas com precipitado em torno das colônias

Pseudomonas aeruginosa - ATCC 9027

Crescimento nulo

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR CHROMOCULT COLIFORM INDICAÇÃO Meio seletivo para detecção simultânea de coliformes totais e Escherichia coli em amostras de água e de alimentos. APRESENTAÇÕES PL 1128 - Placas descartáveis estéreis com duas divisões, tam. 90x15mm, com 7 a 8mL de meio de cultura em cada compartimento. PL 3515 – Frasco de vidro com tampa rosca contendo 200mL de meio de cultura. PL 3516 – Frasco de vidro com tampa rosca contendo 100mL de meio de cultura. PL 3518 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. PL 3519 – Frasco de vidro com tampa rosca contendo 50mL de meio de cultura. PL 3522 - Placas descartáveis estéreis, tam. 49x13mm, com 7 a 8mL de meio de cultura. EMBALAGEM Placa - Pacotes com 10 unidades. Frasco – Pacote unitário.

Suplemento:

Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Escherichia coli - ATCC 8739

Recuperação > 70% - colônias violetas

Enterobacter cloacae – ATCC 13047

Recuperação > 70% - colônias violetas avermelhadas

Salmonella enterica – ATCC 14028

Recuperação > 70% - colônias incolores

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Inibição total

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C. Meio fotossensível - estocar e armazenar protegido da luz. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR COLUMBIA CNA COM 5% DE SANGUE DE CARNEIRO / MACCONKEY INDICAÇÃO Ágar Columbia CNA: Meio seletivo e diferencial utilizado para o isolamento de microrganismos grampositivos a partir de diversos materiais. Ágar MacConkey: Meio seletivo e diferencial para detecção de bacilos entéricos gram-negativos, fermentadores ou não da lactose em amostras diversas. APRESENTAÇÃO PL 1033 - Placas descartáveis estéreis com uma divisão, tam. 90x15mm, com 10 a 12 mL de meio de cultura em cada compartimento. EMBALAGEM Pacote com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Ágar Columbia CNA Digestivo pancreático de caseína

12,0g

Digestivo péptico de tecido animal

5,0g

93


Extrato de levedura

3,0g

Potato infusion ágar

Extrato de carne

3,0g

Extrato de carne

5,0g

Amido de milho

1,0g

Peptona

10,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Dextrose

10,0g

Ágar

13,5g

Cloreto de sódio

5,0g

Ágar

15,0g

Colistina

10,0mg

Ácido nalidíxico

10,0mg

4,0g

Suplemento: Suplemento: Hemácia de carneiro desfibrinada

50mL

Ágar MacConkey

9,5ml/l

Sangue desfribinado estéril de coelho

428 ml/l

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Digerido pancreático de gelatina

17,0g

Cor:

Vermelho

Peptonas (carne e caseína)

3,0g

pH:

6,8±0,2 a 25°C

Sais biliares

1,5g

Cloreto de sódio

5,0g

Lactose monohidratada

10,0g

Cepas controle:

Resultados

Vermelho neutro

0,03g

Enterococcus faecalis SS499

Crescimento favorável

Cristal violeta

0,001g

Ágar

13,5g

Forma:

Gel de viscosidade firme

Cor:

Ágar Columbia CNA:Vermelho levemente opalescente Ágar MacConkey: Vermelho Róseo

pH:

Ágar Columbia CNA – 7,3 ± 0,2 – solução a 25ºC Ágar MacConkey: 7,1 ± 0,2 a 25°C

Cepas controle: Inóculo <100 UFC

CONTROLE DE QUALIDADE

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. Transporte refrigerado. Material acondicionado em isopores, contendo gelo reciclável. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR D/E NEUTRALIZING

CONTROLE DE QUALIDADE Resultados

INDICAÇÃO Meio utilizado para avaliação da esterilidade de superfícies e ambientes.

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Recuperação > 70%

Pseudomonas aeruginosa - ATCC 9027

Recuperação > 70%

Bacillus subtilis - ATCC 6633

Recuperação > 70%

APRESENTAÇÃO PL 1114 - Placas descartáveis estéreis tipo RODAC, tam. 60x15mm, com 17 a 19mL de meio de cultura. PL 1144 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura.

Escherichia coli - ATCC 8739

Recuperação > 70% com colônias rosas a vermelhas e precipitado de bile

EMBALAGEM Placas de 60mm - Pacotes com 5 unidades. Placas de 90mm - Pacotes com 10 unidades.

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Crescimento nulo

Ágar Columbia CNA

Ágar MacConkey

Inocular e incubar a 35º ± 2ºC por 18 -24 horas com 3 a 5% de CO2. ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado nas condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR DUCREY INDICAÇÃO Meio de cultura utilizado para expansão do Trypanosoma cruzi. APRESENTAÇÃO PL 3028 -Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 18x180mm, com 12ml de meio. EMBALAGEM Pacote de 5 tubos COMPOSIÇÃO

94

Glicerina

Composição por litro:

COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Caseína pancreática

5,0g

Extrato de levedura

2,5g

Dextrose

10,0g

Tioglicolato de sódio

1,0g

Tiossulfato de sódio

6,0g

Bissulfito de sódio

2,5g

Polissorbato 80

5,0g

Lecitina

7,0g

Bromocresol roxo

0,02g

Ágar

15,0g

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Roxo opaco

pH:

7,6 ± 0,2 a 25°C


Manual de Meios de Cultura

CONTROLE DE QUALIDADE

Forma:

Gel de viscosidade firme

Cor:

Ágar EMB Teague : Púrpura

pH:

ÁGAR SS: Vermelho Alaranjado Ágar EMB Teague : 7,1 ± 0,2 a 25°C Ágar SS : 7,0 ± 0,2 em solução a 25°C

Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Recuperação > 70%

Pseudomonas aeruginosa - ATCC 9027

Recuperação > 70%

Bacillus subtilis - ATCC 6633

Recuperação > 70%

Cepas controle: Inóculo <100 UFC

Salmonella entérica - ATCC 14028

Recuperação > 70%

Ágar EMB Teague

Escherichia coli - ATCC 8739

Recuperação > 70%

Escherichia coli - ATCC 8739

Recuperação > 70% com colônias rosas a vermelhas e precipitado de bile

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Crescimento nulo

CONTROLE DE QUALIDADE

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento à temperatura ambiente, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR EMB TEAGUE / SS (Salmonella Shigella) INDICAÇÃO Ágar EMB Teague: Meio de cultivo seletivo e diferencial para isolamento de enterobactérias gramnegativas. Ágar SS: Meio parcialmente seletivo e diferencial destinado ao isolamento de bacilos entéricos e patogênicos, especialmente aqueles pertencentes ao gênero Salmonella. Pode ser utilizado para isolamento de espécies de Shigella após enriquecimento.

Resultados

Ágar SS Escherichia coli – ATCC 8739

Crescimento nulo

Salmonella typhimurium - ATCC 14028 Crescimento de colônias incolores com o centro negro ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR HC com 2% TWEEN 80 INDICAÇÃO Meio de cultivo destinado à quantificação de fungos em produtos cosméticos. A presença de cloranfenicol na formulação inibe a atividade bacteriana.

APRESENTAÇÃO PL 1023 -Placas descartáveis estéreis com uma divisão, tam. 90x15mm, com 10 a 12mL de meio de cultura em cada compartimento.

APRESENTAÇÃO PL 1147 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura.

EMBALAGEM Placas: Pacotes com 10 unidades.

EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades.

COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Ágar EMB Teague

COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Digerido pancreático de caseína

2,5g

Digestivo pancreático de gelatina

10,0g

Peptona proteose

2,5g

Lactose

5,0g

Extrato de levedura

5,0g

Hidrogenofosfato dipotássico

2,0g

Dextrose

20,0g

Sacarose

5,0g

Fosfato dissódico

3,5g

Eosina amarela

0,4g

Fosfato monopotássico

3,4g

Azul de metileno

0,065g

Cloreto de amônio

1,4g

Ágar

13,5g

Sulfato de magnésio

0,06g

Ágar SS

Cloranfenicol

0,1g

Peptona

5,0g

Carbonato de sódio

1,0g

Extrato de carne

5,0g

Ágar

15,0g

Sais biliares nº3

8,5g

Citrato de sódio

8,5g

Suplemento:

Thiosulfato de sódio

8,5g

Polissorbato 80 (Tween)

Citrato férrico

1,0g

Lactose

10,0g

Vermelho neutro

25mg

Verde brilhante Ágar

0,33mg

20mL/L

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Âmbar

pH:

7,0 ± 0,2 a 25°C

13,5g

95


pH: CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle: Inóculo <100 UFC

Resultados

Aspergillus niger - ATCC 16404

Recuperação > 70%

Pseudomonas aeruginosa - ATCC 9027

Crescimento <70% ou nulo

Serratia marcescens - ATCC 13880

Crescimento <70% ou nulo

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR HEKTOEN / VERDE BRILHANTE

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle: Inóculo <100 UFC

Resultados

Verde Brilhante Salmonella enterica - ATCC 14028

Recuperação > 70% com colônias vermelhas

Staphylococcus aureus - ATCC6538

Crescimento nulo

Hektoen Salmonella thyphimurium - ATCC Recuperação > 70% com colônias 14028 azul esverdeadas com centro preto Escherichia coli - ATCC 8739

Crescimento nulo

INDICAÇÃO Ágar Hektoen: Meio levemente seletivo, diferencial, utilizado para o isolamento de enterobactérias, especialmente, Shigella.

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

Ágar Verde brilhante: Meio altamente seletivo para o isolamento de Salmonella spp. exceto S. typhi.

ÁGAR MACCONKEY

APRESENTAÇÃO PL 1145 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 10 a 12mL de meio de cultura em cada compartimento. EMBALAGEM Pacote com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Ágar Verde Brilhante Peptona protease No.3

10,0g

Extrato de levedura

3,0g

Lactose

10,0g

Sacarose

10,0g

INDICAÇÃO Meio seletivo e diferencial para detecção de Escherichia coli em amostras diversas. APRESENTAÇÕES PL 1035 - Placas descartáveis estéreis, 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. PL 1056 - Placas descartáveis estéreis, tam. 49x13mm, com 7 a 8mL de meio de cultura. PL 1155 - Placas descartáveis estéreis com uma divisão, tam 90x15mm, com 10 a 12mL de meio de cultura em cada compartimento. PL 3626 – Frasco tampa rosca com 200mL de meio de cultura. EMBALAGEM Placas: Pacote com 10 unidades. Tubos: Pacote de 5 unidades.

Cloreto de sódio

5,0g

COMPOSIÇÃO

Vermelho de fenol

0,08g

Digerido pancreático de gelatina

17,0g

Peptonas (carne e caseína)

3,0g

Sais Biliares

1,5g

Cloreto de Sódio

5,0g 10,0g

Verde brilhante Ágar

0,0125g 20,0g

Ágar Hektoen

Composição por litro:

Protease peptona

12,0g

Lactose

Extrato de levedura

3,0g

Vermelho Neutro

0,03g

Mistura de sais biliares

9,0g

Cristal Violeta

0,001g

Lactose

12,0g

Ágar

13,5g

Sacarose

12,0g

Salicina

2,0g

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cloreto de sódio

5,0g

Cor:

Vermelho róseo

Tiossulfato de sódio

5,0g

pH a 25°C:

7,1 ± 0,2

Citrato férrico amoniacal Azul de bromotimol

96

Verde brilhante: 6,9 ± 0,2 a 25°C Hektoen: 7,5 ± 0,2 a 25°C

1,5g 0,065g

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Fucsina ácida

0,1g

Escherichia coli - ATCC 8739

Recuperação > 70%

Ágar

14,0g

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Inibição total

Forma:

Gel de viscosidade firme

Cor:

Verde brilhante : Marrom alaranjado Hektoen: Âmbar a verde

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas.


Manual de Meios de Cultura

Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR MacConkey/CETRIMIDE

INDICAÇÃO Ágar MacConkey: Meio seletivo e diferencial para detecção de bacilos entéricos gram-negativos, fermentadores ou não da lactose em amostras diversas. Ágar Cetrimide: Meio seletivo indicado para o isolamento e identificação de Pseudomonas aeruginosa. APRESENTAÇÃO PL 1081 - Placas descartáveis estéreis com uma divisão, tam. 90x15mm, com 10 a 12mL de meio de cultura em cada compartimento. EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Ágar MacConkey Digerido pancreático de gelatina

17,0g

Peptonas (carne e caseína)

3,0g

Sais biliares

1,5g

Cloreto de sódio

5,0g

Lactose monohidratada

10,0g

Vermelho neutro

0,03g

Cristal violeta

0,001g

Ágar

13,5g

Ágar Cetrimide Digerido pancreático de gelatina

20,0g

Cloreto de magnésio

1,4g

Sulfato dipotássico

10,0g

Cetrimide

0,3g

Ágar

13,6g

Glicerina

10mL

ÁGAR MACCONKEY/ CHOCOLATE/ SANGUE DE CARNEIRO INDICAÇÃO Ágar MacConkey: Meio seletivo e diferencial para detecção de bacilos entéricos gram-negativos, fermentadores ou não da lactose em amostras diversas. Ágar Chocolate: Meio de cultivo bastante rico em nutrientes, destinado ao isolamento de Haemophylus spp. e Neisseria spp. Ágar Sangue: Meio nutricionalmente rico, não seletivo geralmente utilizado para o isolamento e cultivo de microrganismos fastidiosos e não fastidiosos de uma variedade de materiais clínicos e não clínicos, possibilitando a verificação da atividade hemolítica das colônias. APRESENTAÇÃO PL 1066 - Placas descartáveis estéreis com 2 divisões, tam. 90x15mm, com 7 a 8mL de meio de cultura em cada compartimento. EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Ágar MacConkey Digerido pancreático de gelatina

17,0g

Peptonas (carne e caseína)

3,0g

Sais biliares

1,5g

Cloreto de sódio

5,0g

Lactose monohidratada

10,0g

Vermelho neutro

0,03g

Cristal violeta

0,001g

Ágar

13,5g

Ágar Chocolate Mistura especial de peptonas

23,0g

Amido

1,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Gel de viscosidade firme.

Ágar

10,0g

Cor:

Ágar MacConkey: Vermelho Pardo Ágar Cetrimide : Amarelo Claro/Incolor

Suplemento:

pH:

Ágar MacConkey: 7,1 ± 0,2 a 25°C Ágar CLED: 7,2 ± 0,2 a 25°C

Forma:

Hemácia de carneiro desfibrinada estéril

50mL

Ágar Sangue CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Mistura especial de peptonas

23,0g

Amido

1,0g

Ágar MacConkey

Cloreto de sódio

5,0g

Escherichia coli - ATCC 8739

Recuperação > 70% com colônias rosas a vermelhas e precipitado de bile

Ágar

15,0g

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Crescimento nulo

Hemácia de carneiro desfibrinada estéril

Ágar Cetrimide

Suplemento: 50mL

Pseudomonas aeruginosa - ATCC 9027

Recuperação > 70% com colônias esverdeadas

Forma:

Gel de viscosidade firme

Escherichia coli - ATCC 8739

Crescimento nulo

Cor:

Ágar MacConkey: Vermelho Pardo Ágar Chocolate: Marrom Ágar Sangue: Vermelho

pH:

Ágar MacConkey: 7,1± 0,2 a 25°C Ágar Chocolate : 7,3 ± 0,2 a 25°C Ágar Sangue: 7,3 ± 0,2 a 25°C

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

CONTROLE DE QUALIDADE

97


Cloreto de sódio Cepas controle:

Resultados

Ágar MacConkey

75,0g

D-Manitol

10,0g

Vermelho de fenol

0,025g 15,0g

Escherichia coli - ATCC 25922

Recuperação > 70% com colônias cor de rosa

Ágar

Enterococcus faecalis - ATCC 29212

Recuperação > 70% com colônias incolores

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Ágar MacConkey: Vermelho Pardo

Proteus mirabilis - ATCC 12453

Recuperação > 70% com colônias incolores e inibição parcial de swarm

Salmonella enterica – ATCC 14028

Recuperação > 70% com colônias incolores

Ágar Manita Sal: Vermelho Claro pH:

Ágar MacConkey: 7,1 ± 0,2 a 25°C Ágar Manita Sal: 7,4 ± 0,2 a 25°C

Ágar Chocolate Haemophilus influenzae - ATCC 10211

Recuperação > 70%

Neisseria gonorrhoeae - ATCC 43069

Recuperação > 70%

Ágar Sangue Staphylococcus aureus - ATCC 25923 Recuperação > 70% Escherichia coli - ATCC 25922

Recuperação > 70%

Streptococcus pyogenes - ATCC 19615

Recuperação > 70% com hemólise beta

Streptococcus pneumoniae - ATCC 6305

Recuperação > 70% com hemólise alfa

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR MacConkey/ MANITA SAL INDICAÇÃO Ágar MacConkey: Meio seletivo e diferencial para detecção de bacilos entéricos gram-negativos, fermentadores ou não da lactose em amostras diversas. Ágar Manita Sal: Meio seletivo utilizado para isolamento e quantificação de cepas de estafilococos em amostra clínicas e não clínicas. APRESENTAÇÃO PL 1080 - Placas descartáveis estéreis com uma divisão, tam. 90x15mm, com 10 a 12mL de meio de cultura em cada compartimento. EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Ágar MacConkey Digerido pancreático de gelatina

17,0g

Peptonas (carne e caseína)

3,0g

Sais biliares

1,5g

Cloreto de sódio

5,0g

Lactose monohidratada

10,0g

Vermelho neutro

0,03g

Cristal violeta

0,001g

Ágar

13,5g

Ágar Manita Sal Digerido pancreático de caseína

98

5,0g

Digerido péptico de tecido animal

5,0g

Extrato de carne

1,0g

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Ágar MacConkey Escherichia coli ATCC 8739

Recuperação > 70% com colônias rosas a vermelhas e precipitado de bile

Staphylococcus aureus ATCC 6538

Crescimento nulo

Ágar Manita Sal Staphylococcus aureus ATCC 6538

Recuperação > 70% com colônias e halo amarelos

Escherichia coli ATCC 8739

Crescimento nulo

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR MacConkey/ MANITA SAL/ CETRIMIDE INDICAÇÃO Ágar MacConkey: Meio seletivo e diferencial para detecção de bacilos entéricos gram-negativos, fermentadores ou não da lactose em amostras diversas. Ágar Manita Sal: Meio seletivo utilizado para isolamento e quantificação de cepas de estafilococos em amostra clínicas e não clínicas. Ágar Cetrimide: Meio seletivo indicado para o isolamento e identificação de Pseudomonas aeruginosa. APRESENTAÇÃO PL 1298 - Placas descartáveis estéreis com 2 divisões, tam. 90x15mm, com 7 a 8mL de meio de cultura em cada compartimento. EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Ágar MacConkey Digerido pancreático de gelatina

17,0g

Peptonas (carne e caseína)

3,0g

Sais biliares

1,5g

Cloreto de sódio

5,0g

Lactose monohidratada

10,0g

Vermelho neutro

0,03g

Cristal violeta

0,001g


Manual de Meios de Cultura

Ágar

13,5g

Ágar Manita Sal

Ágar Manita Sal: Meio seletivo utilizado para isolamento e quantificação de cepas de estafilococos em amostra clínicas e não clínicas.

Digerido pancreático de caseína

5,0g

Digerido péptico de tecido animal

5,0g

Extrato de carne

1,0g

Cloreto de sódio

75,0g

D-Manitol

10,0g

Vermelho de fenol

0,025g

Ágar

15,0g

APRESENTAÇÃO PL 1123 - Placas descartáveis estéreis com 2 divisões, tam. 90x15mm, com 7 a 8ml de meio de cultura em cada compartimento.

20,0g

EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades.

Ágar Cetrimide Digerido pancreático de gelatina

Ágar TSA: Meio rico em nutrientes, utilizado para o isolamento e cultivo de microrganismos fastidiosos e não fastidiosos, sobretudo na manutenção de cepas e monitoramento ambiental. Isento de substâncias inibidoras e indicadoras.

Cloreto de magnésio

1,4g

Sulfato dipotássico

10,0g

COMPOSIÇÃO

Cetrimide

0,3g

Ágar MacConkey

Ágar

13,6g

Digerido pancreático de gelatina

17,0g

Glicerina

10mL

Peptonas (carne e caseína)

3,0g

Sais biliares

1,5g

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Ágar MacConkey: Vermelho Pardo Ágar Manita Sal: Vermelho Claro Ágar Cetrimide :Esbranquiçado com precipitado

pH:

Ágar MacConkey: 7,1 ± 0,2 a 25°C Ágar Manita Sal: 7,4 ± 0,2 a 25°C Ágar Cetrimide: 7,2 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Ágar MacConkey Escherichia coli - ATCC 8739 Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Recuperação > 70% com colônias rosas a vermelhas e precipitado de bile Crescimento nulo

Ágar Manita Sal Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Recuperação > 70% com colônias e halo amarelos .

Escherichia coli - ATCC 8739

Crescimento nulo

Ágar Cetrimide

Composição por litro:

Cloreto de sódio

5,0g

Lactose monohidratada

10,0g

Vermelho neutro

0,03g

Cristal violeta

0,001g

Ágar

13,5g

Ágar Manita Sal Digerido pancreático de caseína

5,0g

Digerido péptico de tecido animal

5,0g

Extrato de carne

1,0g

Cloreto de sódio

75,0g

D-Manitol

10,0g

Vermelho de fenol

0,025g

Ágar

15,0g

Ágar TSA Digerido pancreático de caseína

15,0g

Digerido papaínico de soja

5,0g

Cloreto de sódio

5,0g 15,0g

Pseudomonas aeruginosa - ATCC 9027

Recuperação > 70% com colônias esverdeadas

Ágar

Escherichia coli - ATCC 8739

Crescimento nulo

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Ágar MacConkey: Vermelho Pardo

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR MacConkey/ MANITA SAL/ TSA INDICAÇÃO Ágar MacConkey: Meio seletivo e diferencial para detecção de bacilos entéricos gram-negativos, fermentadores ou não da lactose em amostras diversas.

Ágar Manita Sal: Vermelho Claro Ágar TSA:Amarelo pH:

Ágar MacConkey: 7,1 ± 0,2 a 25°C Ágar Manita Sal: 7,4 ± 0,2 a 25°C Ágar TSA: 7,3 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Ágar MacConkey

99


Escherichia coli - ATCC 8739

Recuperação > 70% com colônias rosas a vermelhas e precipitado de bile

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Crescimento nulo

Ágar Manita Sal Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Recuperação > 70% com colônias e halo amarelos

Escherichia coli - ATCC 8739

Crescimento nulo

Ágar TSA Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Recuperação > 70%

Pseudomonas aeruginosa - ATCC 9027

Recuperação > 70%

Bacillus subtilis - ATCC 6633

Recuperação > 70%

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Extrato de Levedura

1,2g

Caseína Bacteriológica

3,7g

Thiopeptona

3,7g

Triptona

7,5g

Lactose

9,4g

Fosfato de Potássio dibásico

3,3g

Fosfato de Potássio monobásico

1,0g

Cloreto de Sódio

3,7g

Desoxicolato de Sódio

0,1g

Lauril Sulfato de Sódio

0,05g

Sulfato de Sódio

1,6g

Fucsina Básica

0,8g

APRESENTAÇÃO PL 1047 - Placas descartáveis estéreis, 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. PL 3507 - Frasco tampa Rosca com 200mL de meio de cultura.

Agar

15,0g

EMBALAGEM Placas: Pacote com 10 unidades. Frasco: Pacote com 01 unidade.

ÁGAR MANITA SAL INDICAÇÃO Meio seletivo utilizado para isolamento e quantificação de cepas de Staphylococcus aureus em diversos tipos de amostras.

COMPOSIÇÃO

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Rosa levemente opaco com precipitado

pH:

7,2 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Composição por litro:

Digerido pancreático de caseína

5,0g

Digerido péptico de tecido animal

5,0g

Extrato de carne

1,0g

Cloreto de sódio

75,0g

D-Manitol

10,0g

Vermelho de fenol

0,025g

Ágar

15,0g

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Vermelho Claro

pH a 25°C:

7,4 ± 0,2

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle: Inóculo <100 UFC

Resultados

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Recuperação > 70%

Escherichia coli - ATCC 8739

Inibição total

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

100

APRESENTAÇÕES PL 1310- Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. PL 1312 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 28 a 29mL de meio de cultura. PL 1516 - Placas descartáveis estéreis, tam. 49x13mm, com 7 a 8mL de meio de cultura.

Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Inibição total

Escherichia coli - ATCC 8739

Recuperação > 70%

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C. Meio fotossensível - estocar e armazenar protegido da luz. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR m-ENDO / EMB TEAGUE / VRBG INDICAÇÃO Ágar M-endo: Meio utilizado para isolamento, identificação e quantificação de coliformes em água, pela técnica de membrana filtrante. Ágar EMB Teague: Meio de cultivo seletivo e diferencial para isolamento de enterobactérias gramnegativas. Ágar VRBG: Meio indicado para cultivo seletivo, isolamento, enumeração e quantificação de enterobactérias em alimentos ou derivados de leite.

ÁGAR m-ENDO

APRESENTAÇÃO PL 1156 - Placas descartáveis estéreis com duas divisões, tam. 90x15mm, com 7 a 8mL de meio de cultura em cada compartimento.

INDICAÇÃO Meio utilizado para isolamento, identificação e quantificação de coliformes em água, pela técnica de membrana filtrante.

EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades.


Manual de Meios de Cultura

Ágar VRBG COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Ágar M-endo Extrato de levedura

1,2g

Caseína bacteriológica

3,7g

Thiopeptona

3,7g

Triptona

7,5g

Lactose

9,4g

Fosfato de potássio dibásico

3,3g

Fosfato de potássio monobásico

1,0g

Cloreto de sódio

3,7g

Desoxicolato de sódio

0,1g

Lauril sulfato de sódio

0,05g

Sulfato de sódio

1,6g

Fucsina básica

0,8g

Ágar

15,0g

Ága EMB Teague Digestivo pancreático de gelatina

10,0g

Lactose

5,0g

Hidrogenofosfato dipotássico

2,0g

Sacarose

5,0g

Eosina amarela

0,4g

Azul de metileno

0,065g

Ágar

13,5g

VRBG Peptona de carne

7,0g

Extrato de levedura

3,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Glicose

10,0g

Vermelho neutro

0,03g

Mistura de sais biliares

1,5g

Cristal violeta

0,002g

Ágar

15,0g

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Ágar M-endo: Rosa levemente opaco com precipitado Ágar EMB Teague: Púrpura VRBG: Púrpura Avermelhado

pH:

Ágar Mendo: 7,2 ± 0,2 a 25°C Ágar EMB Teague: 7,1 ± 0,2 a 25°C VRBG: 7,4 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

ÁGAR M-Endo Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Crescimento nulo

Escherichia coli - ATCC 8739

Recuperação > 70% com colônias vermelhas com brilho verde metálico

Pseudomonas aeruginosa - ATCC Crescimento nulo 9027 Escherichia coli - ATCC 8739

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR m-GREEN INDICAÇÃO Meio utilizado para isolamento quantitativo, e identificação de fungos e leveduras na rotina da análise de em bebidas. APRESENTAÇÕES PL 1515 - Placas descartáveis estéreis, tam. 49x13mm, com 7 a 8mL de meio de cultura. PL 1518 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

Escherichia coli - ATCC 8739

Recuperação > 70% com colônias rosas a vermelhas e precipitado de bile

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Crescimento nulo

Composição por litro:

Extrato de Levedura

9,0g

Dextrose

50,0g

Peptona de Caseína

5,0g

Peptona de Carne

5,0g

Sulfato de Magnésio

2,1g

Fosfato de potássio dibásico

2,0g

Diástase

0,05g

Tiamina

0,05g

Verde de Bromocresol

26mg

Ágar

28,0g

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Verde

pH a 25°C:

4,6 ± 0,2

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Aspergillus brasiliensis- ATCC 16404

Recuperação > 70%

Candida albicans - ATCC 10231

Recuperação > 70%

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR

Ágar EMB Teague

Recuperação > 70% com colônias vermelhas com precipitado em torno das colônias

M-HPC

INDICAÇÃO Meio utilizado para enumeração de organismos heterotróficos presentes na água potável ou outras amostras de água, pela técnica de membrana de filtração.

101


APRESENTAÇÃO PL 1175 - Placas descartáveis estéreis, tam. 49x13mm, com 7 a 8mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

Cor:

Amarelo

pH:

7,3 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Composição por litro:

Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Recuperação > 70%

Peptona

20,0g

Gelatina

25,0g

Pseudomonas aeruginosa - ATCC Recuperação > 70% 9027

Ágar

15,0g

Bacillus subtilis - ATCC 6633

Glicerina

10mL

Recuperação > 70%

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Âmbar claro

pH:

7,1+/-0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Escherichia coli - ATCC 8739

Recuperação > 70%

Staphylococcus aureus- ATCC 6538

Crescimento nulo

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR MICROBIAL INDICAÇÃO Meio recomendado para detecção e enumeração de microrganismos presentes em superfícies, amostras ambientais do ar e luvas. APRESENTAÇÃO PL 2008 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 22mL de meio de cultura. PL 2009 - Placas descartáveis estéreis, tam. 150x15mm, com 60 a 63mL de meio de cultura - Irradiadas. PL 2011 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 25mL de meio de cultura – Irradiadas. PL 2022 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15 mm, com 22mL de meio de cultura - Irradiadas. PL 3565 - Frasco tampa rosca com 200mL de meio de cultura. PL 3577 - Frasco Schott tampa rosca com 100mL de meio de cultura. EMBALAGEM PL 2008 - Pacote com 10 unidades. PL 2009 - Pacote com 05 unidades em embalagem tripla. PL 2011 - Pacote com 10 unidades em embalagem tripla. PL 2022 – Pacote com 05 unidades em embalagem tripla. Frascos – embalagem unitária. COMPOSIÇÃO

Temperatura de Armazenamento

PL 2008 PL 2009 PL 2022

Temperatura ambiente

PL 2011 PL 3565 PL 3577

4 - 15 °C

Todos os produtos devem ser armazenados protegidos da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR MICROBIAL COM BETALACTAMSE INDICAÇÃO Meio recomendado para detecção e enumeração de microrganismos presentes em superfícies, amostras ambientais do ar e luvas. APRESENTAÇÃO PL 2024 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 26mL de meio de cultura - Irradiadas. EMBALAGEM Pacote com 10 unidades em embalagem tripla. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Digerido pancreático de caseína

15,0g

Peptona de soja

5,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Lecitina

0,7g

Polissorbato 80

5,0g

Ágar

15,0g

Suplemento: Glicerina

10,0mL

Betalactamase

10,0mL

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Âmbar claro

pH:

7,3 ± 0,2 a 25°C

Composição por litro:

Digerido pancreático de caseína

15,0g

Peptona de soja

5,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Lecitina

0,7g

Polissorbato 80

5,0g

Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Ágar

15,0g

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Recuperação > 70%

Forma:

102

Produto

Gel de viscosidade firme.

CONTROLE DE QUALIDADE

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Produto

Temperatura de Armazenamento


Manual de Meios de Cultura

PL 2008 PL 2009 PL 2022

Temperatura ambiente

PL 2011 PL 3565 PL 3577

4 - 15 °C

Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR MICROBIAL com glicerol INDICAÇÃO Meio recomendado para detecção e enumeração de microrganismos presentes em superfícies, amostras ambientais do ar e luvas.

EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Digerido pancreático de caseína

6,0g

Peptona proteose n°3

9,0g

Peptona proteose

5,0g

Dextrose

1,0g

Sacarose

50,0g

Fosfato dipotássio

4,0g

Azul de trypan

75,0mg

Cristal violeta

0,8mg

APRESENTAÇÃO PL 2019 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 24mL de meio de cultura - Irradiadas.

Ágar

15,0g

Telurito de potássio 1% (1g/100mL)

1mL

EMBALAGEM Pacote com 10 unidades em embalagem tripla.

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Azul profundo

pH:

7,0 ± 0,2

COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Digerido pancreático de caseína

15,0g

Peptona de soja

5,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Lecitina

0,7g

Polissorbato 80

5,0g

Ágar

15,0g

Suplemento: Glicerina

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Staphylococcus aureus - ATCC 25923

Crescimento pobre ou nulo

Escherichia coli - ATCC 25922

Crescimento pobre ou nulo

Enterococcus faecalis - ATCC 19433

Colônias azuis ou negras

Streptococcus mitis - ATCC 9895

Colônias azuis

Streptococcus salivarius - ATCC 9758

Colônias azuis com aspecto de cola

10,0mL

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Amarelo

pH:

7,3 ± 0,2 a 25°C

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Recuperação > 70%

Pseudomonas aeruginosa - ATCC 9027

Recuperação > 70%

Bacillus subtilis - ATCC 6633

Recuperação > 70%

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento à temperatura ambiente, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR MITIS SALIVARIUS COM TELURITO 1% INDICAÇÃO Meio seletivo e diferencial utilizado para isolamento de Streptococcus mitis, S. salivarius e Enterococcus, em amostras clíncias contaminadas. APRESENTAÇÃO PL 1117 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura.

ÁGAR MRS INDICAÇÃO Meio utilizado para o isolamento e quantificação de bactérias láticas. APRESENTAÇÕES PL 1272 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. PL 1274 - Placas descartáveis estéreis, tam. 49x13mm, com 7 a 8mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Peptona

10,0g

Extrato de Carne

8,0g

Extrato de Levedura

4,0g

Glicose

20,0g

Mono-oleato de Sorbitan

1,0mL

Fosfato Dipotássico

2,0g

Acetato de Sódio

5,0g

Citrato Triamonical

2,0g

Sulfato de Magnésio (7H2O)

0,2g

103


Sulfato de Manganês (4H2O)

0,05g

Ágar

10,0g

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Âmbar claro

pH a 25ºC:

6,2 ± 0,2

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle –Inóculo <100 UFC

COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Peptona de caseína

10,0g

Extrato de carne

6,0g

Glicose

2,0g

Ágar

15,0g

Resultados

Staphylococcus aureus - ATCC 25923 Recuperação > 70% Lactobacillus gasseri - ATCC 19992

EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades.

Recuperação > 70%

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

Suplemento: Cloreto de trifeniltetrazólio (TTC)

10,0mL

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Âmbar claro

pH:

7,0 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE

ÁGAR m-TGE INDICAÇÃO Para isolamento, identificação e quantificação de microrganismos em amostras de água, produtos lácteos. APRESENTAÇÃO PL1517 - Placas descartáveis estéreis, tam. 49x13mm, com 7 a 8mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Peptona de caseína (triptona)

5,0g

Extrato de carne

3,0g

Glicose

1,0g

Ágar

15,0g

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Amarelo claro a Incolor

pH:

7,0 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Pseudomonas aeruginosa - ATCC 9027

Recuperação > 70%

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Recuperação > 70%

Bacillus subtilis - ATCC 6633

Recuperação > 70%

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR m.TGE com T TC (Trifenil Tetrazólio Cloreto) INDICAÇÃO O Ágar m-TGE com TTC é utilizado para cultivo e quantificação de microrganismos em água e produtos derivados do leite. APRESENTAÇÃO PL 1519 - Placas descartáveis estéreis, tam. 49x13mm, com 7 a 8mL de meio de cultura.

104

Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Escherichia coli - ATCC 8739

Recuperação > 70%

Pseudomonas aeruginosa - ATCC Recuperação > 70% 9027 Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Recuperação > 70%

Bacillus subtilis - ATCC 6633

Recuperação > 70%

Cândida albicans - ATCC 10231

Recuperação > 70%

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR MYCOSEL INDICAÇÃO Meio seletivo utilizado para o isolamento de fungos patogênicos de amostras clínicas. Contém cicloheximidina e cloranfenicol, responsáveis pela inibição da flora bacteriana eventualmente presente. APRESENTAÇÃO PL 3047 -Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 18x180mm, com 12mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacotes com 5 unidades. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Peptona de soja

10,0g

Dextrose

10,0g

Cicloheximida

0,4g

Cloranfenicol

0,05g

Ágar

15,5g

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Amarelo

pH:

6,9 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Candida albicans - ATCC 10231

Recuperação > 70%


Manual de Meios de Cultura

Aspergillus niger - ATCC 16404

Crescimento pobre ou nulo

Escherichia coli - ATCC 25922

Crescimento pobre ou nulo

Thichophyton mentagrophytes - ATCC Recuperação > 70% 9533 ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR PIA (PSEUDOMONAS ISOLATION ÁGAR) INDICAÇÃO Meio com adição de glicerol para o isolamento da Pseudomonas spp. e diferenciação de Pseudomonas aeruginosa das outras Pseudomonas, baseada na formação de pigmentos. APRESENTAÇÃO PL 1172 - Placas descartáveis estéreis, tam. 49x13 mm, com 7 a 8mL de meio de cultura. PL 1178 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15 mm, com 20 a 22mL de meio de cultura.

EMBALAGEM Placas: Pacotes com 10 unidades. Frascos: Embalagem unitária. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Triptona

5,0g

Extrato de Levedura

2,5g

Glicose

1,0g

Ágar

9,0g

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Amarelo claro

pH a 25°C:

7,0 ± 0,2

CONTROLE DE QUALIDADE

EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

PL 1210 – Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. PL 1211 – Placas descartáveis estéreis, tam. 49x13mm, com 7 a 8mL de meio de cultura. PL 3575 - Frasco de vidro com tampa rosca com 100mL de meio de cultura. PL 3576 - Frasco de vidro com tampa rosca com 200mL de meio de cultura. PL 3564 - Frasco de vidro com tampa Schott com 200mL de meio de cultura.

Composição por litro:

Peptona

20,0g

Cloreto de magnésio

1,4g

Sulfato de potássio

10,0g

Irgasan

0,025g

Ágar

13,6g

Suplemento: Glicerina

20,0g

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Amarelo claro ligeiramente opalescente

pH:

7,0 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Pseudomonas aeruginosa - ATCC 9027

Recuperação > 70% com colônias esverdeadas

Escherichia coli - ATCC 8739

Crescimento nulo

Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Recuperação > 70%

Pseudomonas aeruginosa - ATCC Recuperação > 70% 9027 Bacillus subtilis - ATCC 6633

Recuperação > 70%

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Produto

Temperatura de Armazenamento

PL 1210 PL 1211

15 - 25 °C

PL 3575 PL 3576 PL 3564

4 - 15 °C

Todos os produtos devem ser armazenados protegidos da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR PLATE COUNT com 0,5% LECITINA ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR PLATE COUNT INDICAÇÃO Meio destinado ao isolamento e detecção de microrganismos presentes no leite e derivados, alimentos, água ou outros materiais de importância sanitária. APRESENTAÇÕES

INDICAÇÃO Meio destinado ao isolamento e quantificação de microrganismos presentes no leite e derivados, alimentos, água ou outros materiais de importância sanitária. A lecitina atua como neutralizador inativando resíduos de desinfetantes. APRESENTAÇÃO PL 1262 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacote com 10 unidades. COMPOSIÇÃO Triptona de caseína Hidrolisada

Composição por litro: 5,0g

105


Extrato de levedura

2,5g

Sulfato de potássio

10,0g

Glicose

1,0g

Ágar

15,0g

Ágar

9,0g

Suplemento: Glicerol

Suplemento: Lecitina

5,0g

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Amarelo claro

pH:

7,0 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Escherichia coli - ATCC 8739

Recuperação > 70%

Pseudomonas aeruginosa - ATCC 9027

Recuperação > 70%

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Recuperação > 70%

Bacillus subtilis - ATCC 6633

Recuperação > 70%

Cândida albicans - ATCC 10231

Recuperação > 70%

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR PSEUDOMONAS F/ ÁGAR PSEUDOMONAS P/ ÁGAR EMB TEAGUE

Digestivo pancreático de gelatina

10,0g

Lactose

5,0g

Hidrogenofosfato dipotássico

2,0g

Sacarose

5,0g

Eosina amarela

0,4g

Azul de metileno

0,065g

Ágar

13,5g

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Ágar Pseudomonas F: Esbranquiçado Ágar Pseudomonas P: Esbranquiçado Ágar EMB TEAGUE: Púrpura

pH:

Ágar Pseudomonas F: 7,0 ± 0,2 Ágar Pseudomonas P: 7,0 ± 0,2 Ágar EMB Teague: 7,2 ±0,2

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Ágar Pseudomonas F Pseudomonas aeruginosa - ATCC Crescimento de colônias verde 9027 amareladas Pseudomonas aeruginosa - ATCC Crescimento de colônias verde 27853 amareladas Pseudomonas cepacia – ATCC 25609

Crescimento sem produção de pigmento

INDICAÇÃO Ágar Pseudomonas: Meio utilizado para intensificar a produção de fluoresceína pelas cepas de Ágar Pseudomonas.

Ágar Pseudomonas P

Pseudomonas P: Meio utilizado para intensificar a produção de piocianina pelas cepas de Ágar Pseudomonas.

Pseudomonas aeruginosa - ATCC Crescimento de colônias azuis 27853

EMB Teague: Meio de cultivo seletivo e diferencial para a isolamento de enterobactérias gram-negativas.

Pseudomonas cepacea - ATCC 25609 Crescimento sem produção de pigmento

APRESENTAÇÃO PL 1213 - Placas descartáveis estéreis com duas divisões, tam. 90x15mm, com 7 a 8mL de meio de cultura em cada compartimento. EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Ágar Pseudomonas F Digestivo pancreático de caseína

10,0g

Proteose peptona No.3

10,0g

Fosfato dipotássico

1,5g

Sulfato de magnésio

1,5g

Ágar

15,0g

Suplemento: Glicerol

10,0g

Ágar Pseudomonas P Digestivo pancreático de gelatina

20,0g

Cloreto magnésio

1,4g

Pseudomonas aeruginosa - ATCC Crescimento de colônias azuis 9027

Ágar EMB Teague Escherichia coli - ATCC 25922

Crescimento com colônias escuras com brilho metálico

Salmonella enterica - ATCC 14028

Crescimento de colônias incolores

Shigella flexneri - ATCC 12022

Crescimento de colônias incolores

Bacillus cereus - ATCC 11778

Crescimento nulo

Enterobacter cloacae - ATCC 13047

Crescimento de colônias rosa com centro escuro.

Klebsiella pneumoniae - ATCC 10031

Crescimento de colônias rosas com centro escuro

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR R2A INDICAÇÃO

106

10,0g

Ágar EMB TEAGUE


Manual de Meios de Cultura

Meio utilizado para o isolamento e quantificação de microrganismos heterotróficos em água potável APRESENTAÇÃO PL 1173 - Placas descartáveis estéreis, tam. 49x13mm, com 7 a 8mL de meio de cultura. PL 1174 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura.

Dextrose

0,5g

“Starch” solúvel

0,5g

Piruvato de sódio

0,3g

Fosfato de dipotássio

0,3g

Sulfato de magnésio

0,05g

Ágar

15,0g

EMBALAGEM Pacote com 10 unidades. Suplemento: COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Extrato de levedura

0,5g

Peptona

0,5g

Acido Casamine

0,5g

Dextrose

0,5g

Amido

0,5g

Piruvato de sódio

0,3g

Fosfato de dipotássio

0,3g

Sulfato de magnésio

0,5g

Ágar

15,0g

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Esbranquiçado, com precipitado

pH:

7,2 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Escherichia coli - ATCC 8739

Recuperação > 70%

Pseudomonas aeruginosa - ATCC 9027

Recuperação > 70%

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Recuperação > 70%

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

TTC

6,0mL

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Âmbar, ligeiramente opalescente

pH:

7,2 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Escherichia coli - ATCC 8739

Recuperação > 70%

Pseudomonas aeruginosa - ATCC Recuperação > 70% 9027 Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Recuperação > 70%

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR ROSA DE BENGALA COM CLORANFENICOL INDICAÇAO Meio indicado para o isolamento e enumeração de bolores e leveduras. APRESENTAÇÃO PL 1157 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. PL 1158 – Cassete descartável estéreis, tam. 60mm, com 20mL de meio de cultura. EMBALAGEM Placas: pacote com 10 unidades.

Á G A R R 2 A C O M T T C ( T ri f e n il T etr a z ó lio Cloreto)

COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Peptona micológica

5,0g

INDICAÇÃO Meio de cultivo destinado ao isolamento e contagem de bactérias heterotróficas em água, recuperando microrganismos estressados ou tolerantes ao cloro, fornecendo um número de bactérias mais verdadeiro.

Glicose

10,0g

Fosfato dipotássico

1,0g

Sulfato de magnésio

0,5g

APRESENTAÇÃO PL 1176 - Placas descartáveis estéreis, tam. 49x13mm, com 7 a 8mL de meio de cultura.

Rosa de bengala

0,05g

Ágar

15,5g

EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades.

Suplemento:

Fórmula

Cloranfenicol Composição por litro:

0,1g

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Extrato de levedura

0,5g

Cor:

Magenta

Peptona

0,5g

pH:

7,2 ± 0,2 a 25°C

Ácido casam.

0,5g/L

107


Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Aspergillus niger - ATCC 1015

Recuperação > 70% com colônias brancas a pretas

Candida albicans - ATCC 10231

Recuperação > 70% com colônias rosas

Escherichia coli - ATCC 25922

Crescimento nulo

Micrococcus luteus - ATCC 10240

Crescimento nulo

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C. Meio fotossensível - estocar e armazenar protegido da luz. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR SABOURAUD 2% DEXTROSE INDICAÇÃO Meio utilizado para o isolamento e cultivo de fungos patogênicos e não patogênicos, especialmente dermatófitos presentes em amostras diversas. APRESENTAÇÃO PL 1284 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 22mL de meio de cultura. PL 3569 - Frasco tampa rosca com 100mL de meio de cultura. PL 3571 - Frasco tampa rosca com 200mL de meio de cultura. PL 3561 - Frasco tampa Schott com 200mL de meio de cultura. EMBALAGEM PL 1284 - Pacote com 10 unidades em embalagem tripla e irradiada. Pacote com 01 unidade. COMPOSIÇÃO:

Composição por litro:

Digerido péptico de tecido animal

5,0g

Digerido pancreático de caseína

5,0g

Dextrose

20,0g

Ágar

15,0g

Á G A R S AB O U R AU D 2 % D E D E X T R O S E C O M CLORAFENICOL INDICAÇÃO Meio utilizado em procedimentos qualitativos destinados ao isolamento e cultivo de fungos patogênicos e não patogênicos de importância clínica, especialmente dermatófitos. O cloranfenicol tem atividade inibidora da flora bacteriana. APRESENTAÇÃO PL 3549 - Frasco com tampa rosca com 200mL de meio de cultura. EMBALAGEM Embalagem unitária. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Digestivo enzimático de caseína

10,0g

Glicose

20,0g

Cloranfenicol

0,4g

Ágar

20,0g

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Amarelo Claro

pH:

6,90 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Candida albicans - ATCC 10231

Recuperação > 70%

Aspergillus brasiliensis - ATCC 16404

Recuperação > 70%

Escherichia coli - ATCC 8739

Crescimento nulo

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR SABOURAUD 2% DE DEXTROSE COM LECITINA Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Âmbar Claro

pH a 25ºC:

5,6 ± 0,2

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Candida albicans - ATCC 10231

Recuperação > 70%

Aspergillus brasiliensis - ATCC 16404

Recuperação > 70%

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Produto

Temperatura de Armazenamento

PL 1284

15 - 25 °C

PL 3569 PL 3571 PL 3561

4 - 15 °C

Todos os produtos devem ser armazenados protegidos da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas.

108

INDICAÇÃO Meio utilizado para processos qualitativos de cultivo de fungos patogênicos e não patogênicos, em especial dermatófitos de amostras de superfícies,podendo inclusive ser utilizado em equipamentos específicos para coleta de amostras ambientais. APRESENTAÇÃO PL 1263 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Peptona micológica

10,0g

Dextrose

20,0g

Ágar

14,5g

Suplemento: Lecitina

5,0g


Manual de Meios de Cultura

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Âmbar Claro

Odor:

Característico

pH:

7,0 ± 0,2 A 25 ºC

CONTROLE DE QUALIDADE Resultados

Candida albicans - ATCC 10231

Recuperação > 70%

Aspergillus niger - ATCC 16404

Recuperação > 70%

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR SABOURAUD 4% DEXTROSE INDICAÇÃO Meio utilizado para o isolamento e cultivo de fungos patogênicos e não patogênicos, especialmente dermatófitos presentes em amostras diversas. APRESENTAÇÃO PL 3572 - Frasco tampa Rosca com 100mL de meio de cultura. PL 3573 - Frasco tampa Rosca com 200mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacote com 10 unidades Composição por litro:

Digerido péptico de tecido animal

EMBALAGEM Placas: Pacotes com 10 unidades. Frascos: Pacotes com 1 unidade. COMPOSIÇÃO

Cepas controle –Inóculo <100 UFC

COMPOSIÇÃO:

de cultura. PL 3586 - Frasco com tampa rosca com 200mL de meio de cultura. PL 3552 - Frasco com tampa rosca com 100mL de meio de cultura.

5,0g

Digerido pancreático de caseína

5,0g

Dextrose

40,0g

Ágar

15,0g

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Âmbar Claro

Odor:

Característico

pH:

5,6 ± 0,2 a 25ºC

Composição por litro:

Digerido péptico de tecido animal

5,0g

Digerido pancreático de caseína

5,0g

Dextrose

40,0g

Agar

15,0g

Suplemento: Cloranfenicol

0,4g

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Amarelo

Odor:

Característico

pH:

5,6 ± 0,2 a 25ºC

PROCEDIMENTO PARA FUSÃO DO ÁGAR A completa fusão do meio pode ser atingida através de duas metodologias distintas: Fusão em banho-maria: O frasco deverá ser parcialmente mergulhado em banho-maria à temperatura de aproximadamente 40ºC, de maneira que o ágar fique completamente imerso. Deve-se elevar a temperatura, gradativamente, até a fusão completa do ágar, a qual ocorre em torno de 75ºC. Fusão em micro-ondas: Cada frasco deverá ser levado ao micro-ondas e processado da seguinte forma: Volume 90 - 100 ml - aproximadamente 30 segundos Volume 200 ml - aproximadamente 60 segundos É importante que o equipamento esteja ajustado à potência de 70%. O tempo médio necessário para a completa fusão do meio de cultura dependerá da potência atingida por cada equipamento. OBS.: Se o meio for empregado na realização da metodologia pour- plate, após sua completa fusão deve-se aguardar até que atinja temperatura entre 40-45°C para sua distribuição. Atenção! Em ambas as metodologias deve-se ter cuidado com a temperatura do vidro.

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Candida albicans - ATCC 10231

Recuperação > 70%

Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Aspergillus niger - ATCC 16404

Recuperação > 70%

Candida albicans - ATCC 10231

Recuperação > 70%

Aspergillus niger - ATCC 16404

Recuperação > 70%

Escherichia coli - ATCC 8739

Crescimento nulo

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 25 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

Á G A R S AB O U R AU D 4 % D E X T R O S E C O M CLORAFENICOL

CONTROLE DE QUALIDADE

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal da deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

INDICAÇÃO Meio utilizado para o isolamento de fungos patogênicos e não patogênicos, em especial dermatófitos. A adição de cloranfenicol aumenta a seletividade do meio.

ÁGAR SANGUE/ ÁGAR CLED (Brolacin)/EMB TEAGUE

APRESENTAÇÃO PL 1279 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio

INDICAÇÃO Ágar Sangue:

109


Meio nutricionalmente rico, não seletivo, geralmente utilizado para o isolamento e cultivo de microrganismos fastidiosos e não fastidiosos de uma variedade de materiais clínicos e não clínicos, possibilitando a verificação da atividade hemolítica das colônias. Ágar CLED: Meio utilizado para o isolamento, identificação e diferenciação de microrganismos potencialmente patogênicos presentes na urina. Sua deficiência em eletrólitos inibe o véu do Proteus. Ágar EMB Teague: Meio de cultivo seletivo e diferencial para isolamento de enterobactérias gramnegativas. APRESENTAÇÃO PL 1067 - Placas descartáveis estéreis com duas divisões, tam. 90x15mm, com 7 a 8mL de meio de cultura em cada compartimento. EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Ágar Sangue Mistura especial de peptonas

23,0g

Amido

1,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Ágar

10,0g

Suplemento: Hemácia de carneiro desfibrinada estéril

50mL

Ágar Cled Peptona bacteriológica

4,0g

Extrato de carne

3,0g

Triptona de caseína hidrolisada

4,0g

L-Cistina

0,128g

Lactose

10,0g

Azul de bromotimol

0,02g

Ágar

15,0g

ÁGAR EMB TEAGUE Digestivo pancreático de gelatina

10,0g

Lactose

5,0g

Hidrogenofosfato dipotássico

2,0g

Sacarose

5,0g

Eosina amarela

0,4g

Azul de metileno

0,065g

Ágar

13,5g

Forma:

Gel de viscosidade firme

Cor:

ÁGAR SANGUE: Vermelho ÁGAR CLED: Verde ÁGAR EMBB TEAGUE : Púrpura

pH:

ÁGAR SANGUE: 7,3 ± 0,2 a 25°C ÁGAR CLED: 7,3 ± 0,2 a 25°C ÁGAR EMBB TEAGUE : 7,1 ± 0,2 a 25°C

Crescimento

Streptococcus pyogenes - ATCC 19615

Recuperação > 70% com hemólise beta

Streptococcus pneumoniae - ATCC 6305

Recuperação > 70% com hemólise Alfa

Ágar Cled Staphylococcus aureus - ATCC 25923

Recuperação > 70% com colônias amarelo intenso

Escherichia coli - ATCC 25922

Recuperação > 70% com colônias amarelas

Proteus vulgaris - ATCC 8427

Recuperação > 70% com colônias azuis

Ágar EMB Teague Cepas controle:

Resultados

Escherichia coli - ATCC 25922

Recuperação > 70% com colônias violetas com brilho verde metálico

Salmonella typhimurium - ATCC 14028

Recuperação > 70% com colônias incolores

Enterococcus faecalis - ATCC 29212

Recuperação > 70% com colônias incolores

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR SANGUE DE CARNEIRO 10% INDICAÇÃO Meio nutricionalmente rico utilizado para o isolamento, cultivo e detecção da atividade hemolítica de microrganismos fastidiosos e não fastidiosos de uma variedade de materiais clínicos e não clínicos.

APRESENTAÇÃO PL 3301 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 16x150mm, com 7 a 8mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacote com 5 unidades. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Mistura especial de peptonas

23,0g

Amido

1,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Ágar

10,0g

Suplemento: Hemácia de carneiro desfibrinada estéril

100mL

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Vermelho

pH:

7,3 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE

CONTROLE DE QUALIDADE

Cepas controle:

Resultados

Ágar Sangue

Staphylococcus aureus - ATCC 25923

Hemólise beta

Staphylococcus aureus - ATCC 25923 Crescimento

Streptococcus pneumoniae - ATCC 6305

Hemólise Alfa

Cepas controle: Inóculo <100 UFC

110

Escherichia coli - ATCC 25922

Resultados


Manual de Meios de Cultura

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. Transporte refrigerado. Material acondicionado em isopores, contendo gelo reciclável. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR SELETIVO BACILLUS CEREUS (Ágar MYP) INDICAÇÃO Meio de cultura utilizado para o isolamento e enumeração de Bacillus cereus em alimentos.

INDICAÇÃO Meio utilizado para isolamento e enumeração de microrganismos deteriorantes em produtos cítricos. APRESENTAÇÃO PL 1520 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL meio de cultura. PL 1521 - Placas descartáveis estéreis, tam. 49x13mm, com 7 a 8mL meio de cultura. EMBALAGEM Placas - Pacotes com 10 unidades. Frasco – Pacote unitário. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

APRESENTAÇÃO PL 1100 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. PL 1531 - Placas descartáveis estéreis, tam. 49x13mm, com 7 a 8mL de meio de cultura.

Triptona

10,0g

Extrato de levedura

3,0g

Soro de laranja

3,5g

Glicose

4,0g

EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades.

Fosfato dipotássico

2,5g

Ágar

14,0g

COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Peptona

10,0g

Extrato de carne

1,0g

D-Manitol

10,0g

Cloreto de sódio

10,0g

Vermelho de fenol

0,025g

Ágar

15,0g

Suplementos: Emulsão de ovo

111mL 2 frascos

Suplemento Seletivo para B. cereus (reconstitudo em 2mL de água estéril) ou Sulfato de Polimixina B 500.000Ul

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Amarelo

pH:

5,5 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Lactobacillus gasseri - ATCC 4962

Recuperação > 70%

Penicillium roquefortii - ATCC 10110

Recuperação > 70%

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

6mL

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Alaranjado

pH:

7,2 ± 0,1 a 25°c

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Pseudomonas aeruginosa – ATCC 27853

Crescimento nulo

Bacillus cereus - ATCC 13061

Recuperação > 70% sem fermentação do manitol

Bacillus subtilis - ATCC 6633

Recuperação > 70% sem fermentação do manitol com precipitado branco em volta da colônia

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR SORO DE LARANJA

Forma:

ÁGAR TSA (TRYPTONE SOYA ÁGAR) INDICAÇÃO Meio rico em nutrientes, utilizado para o isolamento e cultivo de microrganismos fastidiosos e não fastidiosos, sobretudo na manutenção de cepas e monitoramento ambiental. Isento de substâncias inibidoras e indicadoras. APRESENTAÇÃO PL 1122 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura – Embalagem tripla com 05 unidades*. PL 1130 - Placas descartáveis estéreis, tam. 49x13mm, com 7 a 8mL de meio de cultura. PL 1131 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. PL 1133 – Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura - Embalagem com 05 unidades*. PL 1136 - Placas descartáveis estéreis com 01 divisão, tam. 90x15mm, com 10 a 12mL de meio de cultura em cada compartimento. PL 1137 – Cassete 60mm, com 20mL de meio de cultura. PL 1139 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura – Embalagem tripla - Irradiada. PL 1143 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura - Embalagem tripla com 05 unidades – Irradiada*. PL 3307 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 16x150mm, com 15mL de meio de cultura. PL 3329 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 16x150mm, com 7 a 8mL de meio de cultura inclinado.

111


PL 3330 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100mm, com 4 a 5mL de meio de cultura inclinado. PL 3332 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 18x180mm, com 12mL de meio de cultura inclinado. EMBALAGEM Tubos: Pacote com 5 unidades. Placas: Pacote com 10 unidades. * Exceções: PLs 1133 e 1143 – pacotes com 5 unidades. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Digerido pancreático de caseína

15,0g

Digerido papaínico de soja

5,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Ágar

15,0g

Ágar

15,0g

Suplemento: Penase concentrada

10,0mL

Glicerina

10,0mL

Forma:

Gel de viscosidade firme

Cor:

Amarelo

Odor:

Característico

pH:

7,3 ± 0,2 a 25ºC

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Recuperação > 70%

Forma:

Gel de viscosidade firme

Cor:

Amarelo

Pseudomonas aeruginosa - ATCC Recuperação > 70% 9027

pH:

7,3 ± 0,2 a 25°C

Bacillus subtilis - ATCC 6633

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Recuperação > 70%

Pseudomonas aeruginosa - ATCC 9027

Recuperação > 70%

Bacillus subtilis - ATCC 6633

Recuperação > 70%

Recuperação > 70%

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento à temperatura ambiente, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR TSA (TRYPTICASE SOY ÁGAR) COM TTC ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Produto

Temperatura de Armazenamento

PL 1130 / PL 1131 / PL 1139 / PL 1143

Temperatura ambiente

PL 1122 / PL 1133 / PL 1136 / PL 1137 / PL 3307 / PL 3329 / PL 3330 / PL 3332

4 - 15 °C

Todos os produtos devem ser armazenados protegidos da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

INDICAÇÃO Meio rico em nutrientes, utilizado para o isolamento e cultivo de microrganismos fastidiosos e não fastidiosos, sobretudo na manutenção de cepas e monitoramento ambiental. A adição de TTC ao meio de cultura possibilita a coloração das colônias auxiliando na sua enumeração. APRESENTAÇÃO PL 1141 - Placas descartáveis estéreis, tam. 49x13mm, com 7 a 8mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacote com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

ÁGAR TSA (TRYPTONE SOYA ÁGAR) COM PENASE INDICAÇÃO Meio rico em nutrientes recomendado para detecção e enumeração de microrganismos presentes em superfícies, possibilitando o monitoramento ambiental de áreas controladas. A penase atua como inativante de penicilínicos.

15,0g

Digerido papaínico de soja

5,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Ágar

15,0g

Suplemento:

APRESENTAÇÃO PL 1142 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura – Irradiada em embalagem tripla.

Solução de TTC a 0,1% Forma:

Gel de viscosidade firme

EMBALAGEM Pacote com 10 unidades.

Cor:

Amarelo

pH:

7,3 ± 0,2 a 25°C

COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

10,0mL

CONTROLE DE QUALIDADE

Digerido pancreático de caseína

15,0g

Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Digerido papaínico de soja

5,0g

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Recuperação > 70%

5,0g

Pseudomonas aeruginosa - ATCC Recuperação > 70% 9027

Cloreto de sódio

112

Composição por litro:

Digerido pancreático de caseína


Manual de Meios de Cultura

Bacillus subtilis - ATCC 6633

Recuperação > 70%

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR TSB (TRYPTONE SOYA BROTH) COM 10mL DE GLICEROL INDICAÇÃO Meio altamente nutritivo utilizado para o cultivo e manutenção de microrganismos fastidiosos e não fastidiosos. APRESENTAÇÃO PL1125 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL meio de cultura - Irradiado. PL 1126 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL meio de cultura - Irradiado. EMBALAGEM PL 1125 - Pacotes com 10 unidades em embalagem tripla. PL 1126 - Pacotes com 5 unidades em embalagem tripla. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Ágar Chromocult: Meio seletivo para detecção simultânea de coliformes totais e Escherichia coli em amostras de água e de alimentos. APRESENTAÇÃO PL 1153 - Placas descartáveis estéreis com duas divisões, tam. 90x15mm, com 7 a 8mL de meio de cultura em cada compartimento. EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades.

COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Ágar Vogel Johnson Extrato de levedura Triptona Fosfato dipotássico Fosfato dipotassio Manitol Cloreto de lítio Glicina

5,0g 10,0g 5,0g 10,0g 5,0g 10,0g

Ágar

15,0g

Vermelho de fenol

0,025g

Suplemento:

Digerido pancreático de caseína

17,0g

Telurito de potássio a 1% (1g/L)

Digerido Papaínico de Soja

3,0g

Ágar Cetrimide

Cloreto de sódio

5,0g

Digestivo pancreático de gelatina

Fosfato de Potássio Dibásico

2,5g

Cloreto de magnésio

1,4g

Glicose

2,5g

Sulfato de potássio

10,0g

Ágar

15,0g

Cetrimide

0,3g

Ágar

13,6g

Glicerina

10,0 mL

Forma:

Gel de viscosidade firme

Cor:

Ligeiramente amarelado

pH:

7,3 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE

20mL/L 20,0g

Suplemento: Glicerina

10mL

Ágar Chromocult Peptona

3,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Fosfato di-hidrogenado de sódio

2,2g

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Turvação

Fosfato hidrogenado dissódico

2,7g

Pseudomonas aeruginosa - ATCC 9027

Turvação

Piruvato de sódio

1,0g

Bacillus subtilis - ATCC 6633

Turvação

Triptofano

1,0g

Candida albicans - ATCC 10231

Turvação

Sorbitol

1,0g

Mistura cromôgenica

0,4g

Tergitol® 7

0,15g

Ágar

10,0g

Aspergillus brasiliensis - ATCC 16404 Turvação ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento à temperatura ambiente, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

Suplemento: Seletivo E.Coli/Coliformes p Chromocult

2 frascos

Forma:

Gel de viscosidade firme

ÁGAR VOGEL JOHNSON/ CETRIMIDE/CHROMOCULT

Cor:

INDICAÇÃO Ágar Vogel Johnson: Meio utilizado para a detecção rápida da coagulase positiva e fermentação do manitol realizada por Staphylococcus aureus em amostras clínicas e alimentos.

Ágar Vogel Johnson: Vermelho Ágar Cetrimide: AmarelºClaro a incolor Ágar Chromocult: Âmbar Claro

pH:

Ágar Vogel Johnson: 7,2 ± 0,2 a 25°C Ágar Cetrimide: 7,2 ± 0,2 a 25°C Ágar Chromocult: 6,8 ± 0,2 a 25°C

Ágar Cetrimide: Meio seletivo indicado para o isolamento e identificação de Pseudomonas aeruginosa.

CONTROLE DE QUALIDADE

113


Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Irgasan

VJ

Ágar

13,6g

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Recuperação >70% com colônias negras com halo amarelo

Ágar MacConkey

Escherichia coli – ATCC 8739

Crescimento nulo

Digerido pancreático de gelatina

17,0g

Cetrimide

Peptonas (carne e caseína)

3,0g

Escherichia coli - ATCC 8739

Crescimento nulo

Sais biliares

1,5g

Pseudomonas aeruginosa - ATCC 9027

Recuperação > 70% com colônias esverdeadas

Cloreto de sódio

5,0g

Lactose monohidratada

10,0g

Chromocult Staphylococcus aureus – ATCC 6538

Crescimento nulo

Escherichia coli – ATCC 8739

Recuperação >70% com colônias vermelhas com precipitado em torno das colônias cor de violeta

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C. Meio fotossensível - estocar e armazenar protegido da luz. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

Vermelho neutro

0,03g

Cristal violeta

0,001g

Ágar

13,5g

Forma:

Gel de viscosidade firme

Cor:

Ágar Vogel Johnson: Vermelho Ágar PIA: Âmbar, ligeiramente opalescente Ágar MacConkey: Vermelho róseo

pH:

INDICAÇÃO Ágar Vogel Johnson: Meio utilizado para a detecção rápida da coagulase positiva e fermentação do manitol realizada por Staphylococcus aureus em amostras clínicas e alimentos. Ágar PIA (Pseudomonas Isolation Ágar): Meio com adição de glicerol para o isolamento da Pseudomonas spp e diferenciação de Pseudomonas aeruginosa das outras Pseudomonas, baseada na formação de pigmentos. Ágar MacConkey: Meio seletivo e diferencial para detecção de bacilos entéricos gram-negativos fermentadores ou não da lactose em amostras diversas. APRESENTAÇÃO PL1177 - Placas descartáveis estéreis com 2 divisões, tam. 90x15mm, com 7 a 8mL de meio de cultura em cada compartimento. EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades. FÓRMULA

Composição por litro:

Ágar Vogel Johnson Extrato de levedura

5,0g

Triptona

10,0g

Fosfato dipotássicoFosfato dipotassio

5,0g

Manitol

10,0g

Cloreto de lítio

5,0g

Glicina

10,0g

Vermelho de fenol

0,025g

Ágar

15,0g

Suplemento: Telurito de potássio a 1% (1g/L)

20,0mL

Ágar PIA

Ágar Vogel Johnson: 7,2 ± 0,2 a 25°C Ágar PIA: 7,0 ± 0,2 a 25°C Ágar MacConkey: 7,1 ± 0,2 a 25°C

ÁGAR VOGEL JOHNSON/ PIA/ MACCONKEY

114

25,0mg

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

VJ Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Recuperação >70% com colônias negras com halo amarelo

Escherichia coli – ATCC 8739

Crescimento nulo

PIA Pseudomonas aeruginosa - ATCC Recuperação > 70% com colônias 9027 esverdeadas Escherichia coli - ATCC 8739

Crescimento nulo

MacConkey Escherichia coli - ATCC 8739

Recuperação > 70% com colônias rosas a vermelhas e precipitado de bile

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Crescimento nulo

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR VRBG (VIOLET RED BILE GLUCOSE) INDICAÇÃO Meio indicado para cultivo seletivo, isolamento, enumeração e quantificação de enterobactérias em alimentos ou derivados de leite. APRESENTAÇÃO PL 1240 - Placas descartáveis estéreis, tam. 90x15mm, com 20 a 22mL de meio de cultura. PL 3450 – Frasco de vidro com tampa rosca contendo 200mL de meio de cultura. EMBALAGEM Placas - Pacote com 10 unidades. Frascos - Pacote unitário.

Peptona

20,0g

Cloreto de magnésio

1,4g

COMPOSIÇÃO

Sulfato de potássio

10,0g

Peptona de carne

Composição por litro: 7,0g


Manual de Meios de Cultura

Extrato de levedura

3,0g

Vermelho de fenol

0,08g

Cloreto de sódio

5,0g

Ágar

13,5g

Glicose

10,0g

Bismuto Sulfito

Vermelho neutro

0,03g

Extrato de carne

5,0g

Mistura de sais biliares

1,5g

Peptona de carne

10,0g

Cristal violeta

0,002g

D(+) Glicose

5,0g

Ágar

15,0g

Hidrogeno fosfato di sódio

4,0g

Sulfato de ferro III

0,3g

Indicador bismuto sulfito

8,0g

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Púrpura avermelhado

pH:

7,4 ± 0,2 a 25°C

Verde brilhante

0,025g

Ágar

15,0g

BPLS CONTROLE DE QUALIDADE

Peptona de carne

5,0g

Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Peptona de caseína

5,0g

Pseudomonas aeruginosa - ATCC 9027

Crescimento nulo

Extrato de carne

5,0g

Escherichia coli - ATCC 8739

Recuperação > 70% com colônias vermelhas com precipitado em torno das colônias

Cloreto de sódio

3,0g

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR XLD/ BISMUTO SULFITO/ BPLS INDICAÇÃO Ágar XLD (Xilose, Lisina, Desoxicolato):Meio moderadamente seletivo recomendado para isolamento e diferenciação de enterobactérias, especialmente Shigella spp. Ágar Bismuto Sulfito: Meio de cultivo indicado para o isolamento e diferenciação de Salmonella spp, particularmente Salmonella typhi e outras provenientes de alimentos, amostras clínicas ou outros materiais de investigação. Ágar BPLS (VERDE BRILHANTE, VERMELHO DE FENOL, LACTOSE, SACAROSE ÁGAR): Meio seletivo indicado para isolamento de Salmonella spp, exceto Salmonella thypi, e Shigella spp em alimentos ou materiais como fezes, urina ou produtos farmacêuticos.BPLS Meio de cultivo indicado para o isolamento de Salmonella spp e Shigella spp, exceto S.thypi. APRESENTAÇÃO Pl 1255 - Placas descartáveis estéreis com 2 divisões, 90x15 mm, com 7 a 8mL de meio de cultura em cada compartimento. EMBALAGEM Pacote com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

Hidrogenofosfato disódico

2,0g

Lactose

10,0g

Vermelho fenol

0,08g

Verde brilhante

0,0125g

Ágar

12,0g

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

XLD: Vermelho BISMUTO SULFITO: Verde Claro BPLS: Vermelho

Odor:

Característico

pH:

XLD: 7,4 ± 0,2 BISMUTO SULFITO: 7,6 ± 0,2 BPLS: 6,9 ± 0,2

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Ágar XLD Salmonella enterica - ATCC 14028

Recuperação > 70% com colônias incolores com centro negro

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Crescimento nulo

Ágar BPLS Salmonella enterica - ATCC 14028

Recuperação > 70% com colônias cor de rosa com halo vermelho ao redor

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Crescimento nulo

Ágar Verde Brilhante Salmonella enterica - ATCC 14028

Recuperação > 70% com colônias vermelhas

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Crescimento nulo

Composição por litro:

XLD Extrato de levedura

3,0g

L-Lisina

5,0g

Sacarose

7,5g

Lactose monohidratada

7,5g

Xilose

3,5g

Deoxicolato de sódio

2,5g

Cloreto de sódio

5,0g

Tiosulfato de sódio

6,8g

Citrato férrico amoniacal

0,8g

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C. Meio fotossensível - estocar e armazenar protegido da luz. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGAR XLD/BPLS INDICAÇÃO Ágar XLD (Xilose, Lisina, Desoxicolato): Meio moderadamente seletivo, recomendado para isolamento e diferenciação de

115


enterobactérias, especialmente Shigella spp.

Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

Ágar BPLS (Verde brilhante, Vermelho de fenol, Lactose, Sacarose): Meio de cultivo indicado para isolamento de Salmonella spp, exceto S.thypi e Shigella spp em alimentos ou materiais como fezes, urina, produtos farmacêuticos que necessitem deste tipo de análise.

ÁGAR XLD / Salmonella Shigella / VERDE BRILHANTE

APRESENTAÇÃO PL 1112 - Placas descartáveis estéreis com uma divisão, tam. 90x15mm, com de 10 a 12mL de meio de cultura em cada compartimento.

INDICAÇÃO Ágar XLD (Xilose, Lisina, Deoxicolato): Meio utilizado para isolamento e diferenciação de enterobactérias, especialmente espécies de Salmonella e Shigella spp.

EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades.

Ágar Salmonella Shigella: Meio de cultura para isolamento e diferenciação de Salmonella e Shigella spp.

COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Ágar XLD

Ágar Verde brilhante: Meio de cultivo altamente seletivo destinado ao isolamento de Salmonella spp., exceto Salmonella entérica - sorotipo Typhi, a partir de fezes e outros materiais de investigação.

Extrato de levedura

3,0g

L-Lisina

5,0g

Sacarose

7,5g

Lactose monohidratada

7,5g

Xilose

3,5g

Deoxicolato de sódio

2,5g

Cloreto de sódio

5,0g

COMPOSIÇÃO

Tiosulfato de sódio

6,8g

XLD

Citrato férrico amoniacal

0,8g

Extrato de levedura

3,0g

Vermelho de fenol

0,08g

L-lisina

5,0g

Ágar

13,5g

Sacarose

7,5g

APRESENTAÇÃO PL 1265 - Placas descartáveis estéreis com 2 divisões, tam. 90x15mm, com 7 a 8mL de meio de cultura em cada compartimento. EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades.

Ágar BPLS

Lactose monohidratada

7,5g

Peptona de carne

5,0g

Xilose

3,5g

Peptona de caseína

5,0g

Deoxicolato de sódio

2,5g

Extrato de carne

5,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Cloreto de sódio

3,0g

Tiossulfato de sódio

6,8g

Hidrogenofosfato dissódico

2,0g

Citrato férrico amoniacal

0,8g

Lactose

10,0g

Vermelho de fenol

0,08g

Vermelho fenol

0,08g

Ágar

13,5g

Verde brilhante

0,0125g

Ágar

Salmonella Shigella

12,0g

Forma:

Gel de viscosidade firme

Cor:

Ágar XLD: Vermelho Ágar BPLS: Avermelhado

pH:

Ágar XLD: 7,4 ± 0,2 Ágar BPLS: 6,9 ± 0,1

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle - Inóculo <100 UFC

Resultados

Ágar XLD

Peptona

5,0g

Extrato de carne

5,0g

Sais biliares

8,5g

Citrato de sódio

8,5g

Tiossulfato de sódio

8,5g

Citrato de ferro

1,0g

Lactose

10,0g

Vermelho neutro

0,025g

Verde brilhante

0,00033g

Ágar

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Crescimento nulo

Verde Brilhante

Salmonella enterica - ATCC 14028

Recuperação > 70% com colônias incolores com centro negro

Peptona proteose

Ágar BPLS Salmonella enterica - ATCC 14028 Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Recuperação > 70% com colônias cor de rosa com halo vermelho ao redor Crescimento nulo

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C. Meio fotossensível - estocar e armazenar protegido da luz. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas.

116

Composição por litro:

10,0g

Extrato de levedura

3,0g

Sacarose

10,0g

Lactose

10,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Vermelho de fenol Verde brilhante Ágar

13,5g

0,08g 0,0125g 20,0g


Manual de Meios de Cultura

Forma:

Gel de viscosidade firme

Cor:

Ágar XLD: Vermelho alaranjado Ágar Salmonella Shigella: Vermelho pardo Ágar Verde brilhante: Marrom alaranjado

BHI (BRAIN HEART INFUSION) COM 6,5% NACL E PÚRPURA DE BROMOCRESOL

pH:

Ágar XLD: 7,4 ± 0,2 a 25°C Ágar Salmonella Shigella: 7,0 ± 0,2 a 25°C Ágar Verde brilhante: 6,9 ± 0,2 a 25°C

INDICAÇÃO Meio de cultivo com indicador de pH utilizado para a diferenciação entre os Enterococcus e Streptcoccus do grupo D. APRESENTAÇÃO PL 3171 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 13x100mm, com 4 a 5mL de meio de cultura.

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Ágar XLD Salmonella thyphimurium - ATCC 14028

Recuperação > 70% com colônias vermelhas com centro preto

Escherichia coli - ATCC 8739

Crescimento nulo

EMBALAGEM Pacote com 5 unidades. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Proteose peptona

10,0g

Infusão de cérebro de boi

7,7g

Infusão de coração de boi

9,8g

Cloreto de sódio

5,0g

Ágar Verde Brilhante

Fosfato disódio

2,5g

Salmonella enterica - ATCC 14028

Recuperação > 70% com colônias vermelhas

Glicose

2,0g

Staphylococcus aureus - ATCC6538

Crescimento nulo

Suplementos:

Ágar Salmonella Shigella Escherichia coli – ATCC 8739

Crescimento nulo

Salmonella typhimurium - ATCC 14028

Crescimento de colônias incolores com o centro negro

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C. Meio fotossensível - estocar e armazenar protegido da luz. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ÁGUA PEPTONADA 1% TAMPONADA (APT) INDICAÇÃO Meio destinado ao pré-enriquecimento e aumento da recuperação de espécies danificadas de Salmonella em amostras alimentares. Podendo também ser utilizado em procedimentos de rinsagem e diluição de amostras. APRESENTAÇÃO PL 3509 - Frasco de vidro com tampa rosca com 200mL de meio de cultura. EMBALAGEM Embalagem unitária. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Púrpura de bromocresol (1,6g/100mL Etanol 95%)

1,0mL

NaCl

65g

Forma:

Líquida

Cor:

Púrpura

pH:

7,4 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Enterococcus faecalis - ATCC 29212

Meio amarelo

Streptococcus pyogenes - ATCC 19615

Meio púrpura

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

Peptona de caseína

10,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Fosfato dissódico (Na2HPO4)

3,5g

Fosfato monopotássico (KH2PO4)

1,5g

INDICAÇÃO Meio utilizado para o cultivo e armazenamento de microrganismos fastidiosos e não fastidiosos.

Forma:

Líquida

Cor:

Ligeiramente amarela

pH:

7,2 ± 0,1 a 25°C

APRESENTAÇÃO PL 3164 - Tubos de vidro com tampa de rosca, 13x100 mm, com 4 a 5mL de meio de cultura.

CONTROLE DE QUALIDADE Escherichia coli - ATCC 25922

Turvação

Salmonella typhimurium - ATCC 14028

Turvação

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

CALDO BHI (BRAIN HEART INFUSION) COM 15% GLICEROL

EMBALAGEM Pacote com 5 unidades. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Proteose peptona

10,0g

Infusão de cérebro de boi

7,7g

Infusão de coração de boi

9,8g

Cloreto de sódio

5,0g

117


Fosfato disódio

2,5g

Glicose

2,0g

Suplemento: Glicerol

150mL

Forma:

Líquida

Cor:

Ligeiramente Amarelado

pH:

7,4 ± 0,2 a 25°C

Crescimento nulo

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

CALDO LACTOSE

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle - Inóculo <100 UFC

Resultados

ESSE MEIO SEGUE AS ESPECIFICAÇÕES DA USP

Escherichia coli - ATCC 8739

Turvação

Pseudomonas aeruginosa - ATCC 9027

Turvação

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Turvação

INDICAÇÃO Meio utilizado para detectar a presença de coliformes, como meio de enriquecimento para Salmonella, e para estudos de fermentação de lactose de bactérias em geral em amostras de importância sanitária.

Bacillus subtilis - ATCC 6633

Turvação

Cândida albicans - ATCC 10231

Turvação

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

CALDO BRUCELLA COM GLICEROL 15% INDICAÇÃO Meio de cultura indicado para o isolamento, cultivo e armazenamento de Brucella e outros microrganismos fastidiosos e não fastidiosos em amostras diversas APRESENTAÇÃO PL 3338 - Tubos de vidro com tampa de rosca, 13x100mm, com 4 a 5mL de meio de cultura. PL 3339 - Tubos de vidro com tampa de rosca, 16x150mm, com 10 a 12mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacote com 5 unidades. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Digerido pancreático de caseína

10,0g

Digerido péptico de tecido animal

10,0g

Dextrose

1,0g

Extrato de levedura

2,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Bisulfito de sódio

0,1g

Suplemento: Glicerol

APRESENTAÇÃO PL 3252 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 16x150mm, com 10mL de meio de cultura. PL 3258 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 16x150mm, com tubo de Durhan com 9mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacote com 10 unidades. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Peptona

5,0g

Extrato de carne

3,0g

Lactose

5,0g

Forma:

Líquida

Cor:

Amarelo Claro

pH:

6,9 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Escherichia coli - ATCC 8739

Turvação

Salmonella typhimurium - ATCC 14028

Turvação

Inocular e Incubar a 35± 2ºc por 18 - 48 HS. Após a incubação adicionar 1-2 gotas de Verm de Phenol a 1% para observar a produção do ácido. ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

150mL

Forma:

Liquida

Cor:

Clara/Incolor

pH:

7,0 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE

118

Escherichia coli - ATCC 25922

CALDO LACTOSE 4% TWEEN INDICAÇÃO Meio utilizado para detectar a presença de organismos coliformes, como meio de enriquecimento para Salmonella sp., e para estudos de fermentação de lactose de bactérias em geral.

Cepas controle:

Resultados

APRESENTAÇÃO PL 3513 - Frasco com tampa rosca com 100mL de meio de cultura.

Brucella abortus - ATCC 4315

Recuperação > 70%

EMBALAGEM


Manual de Meios de Cultura

Embalagem unitária. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Peptona

5,0g

Extrato de carne

3,0g

Lactose

5,0g

Tween 20

40 mL

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Ausência de turvação

Escherichia coli - ATCC 8739

Turvação

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

CALDO MACCONKEY Forma:

Liquido

Cor:

Rosa Claro

pH:

6,9 ± 0,1 a 25°C

INDICAÇÃO Meio utilizado na detecção de microrganismos coliformes na análise de água e leite.

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Escherichia coli - ATCC 8739

Turvação

Salmonella typhimurium - ATCC 14028

Turvação

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

C A L D O L AU R I L S U L FA T O D E S Ó D I O C O M CONCENTRAÇÃO DUPLA INDICAÇÃO Meio seletivo para detecção de crescimento e enriquecimento de bactérias coliformes em amostras de água, leite e derivados. APRESENTAÇÃO PL 3366 - Tubos de vidro tipo Durhan, com tampa de rosca, tam. 13x100mm, com 4 a 5mL de meio de cultura com concentração dupla. PL 3367 - Tubos de vidro tipo Durhan, com tampa de rosca, tam. 16x150mm, com 10mL de meio de cultura com concentração dupla. PL 3369 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 16x150mm, com 10mL de meio de cultura com concentração dupla. EMBALAGEM Pacote de 5 unidades. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Triptona

20,0g

Lactose

5,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Lauril sulfato de sódio

0,1g

Hidrogenofosfato dipotássio

2,75g

Dihidrogenofosfato de potássio

2,75g

Forma:

Líquida

Cor:

Amarelo claro

pH:

6,8 ± 0,2 a 25°C

APRESENTAÇÃO PL 3179 – Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 16x150mm, com 10mL de meio de cultura. PL 3489 – Frasco de vidro com tampa rosca, com 100mL de meio de cultura. PL 3498 – Frasco de vidro com tampa lacre, com 500mL de meio de cultura. PL 3584 – Frasco de vidro com tampa rosca, com 90mL de meio de cultura. PL 3599 – Frasco de vidro com tampa rosca, com 200mL de meio de cultura. EMBALAGEM Tubos: Pacote com 05 unidades. Frascos: Pacote com 01 unidade. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Ox bile desidratado

5,0g

Digerido pancreático de gelatina

20,0g

Lactose monohidratada

10,0g

Púrpura de bromocresol

0,01g

Forma:

Líquida

Cor:

Púrpura

pH:

7,3 ± 0,1 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle - Inóculo <100 UFC

Resultados

Escherichia coli - ATCC 8739

Meio amarelo

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Meio púrpura

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

CALDO RAPPAPORT INDICAÇÃO Meio de enriquecimento seletivo para Salmonella spp., exceto S. Typhi e S. Paratyphi A, encontradas em alimentos, fezes e produtos farmacêuticos não estéreis. APRESENTAÇÃO PL 3368 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 16x150mm, com 10mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacote com 05 unidades.

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle:

Resultados

Salmonella thyphimurium - ATCC 14028

Turvação

COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Peptona de soja

4,5g

119


Cloreto de magnésio hexahidratado

29,0g

Cloreto de sódio

8,0g

Fosfato dipotássico

0,4g

Fosfato dihidrogenado de potássio

0,6g

Verde malaquita

0,036g

APRESENTAÇÃO PL 3409 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 16x150mm, com 9mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacote de 5 unidades.

Forma:

Líquida

Cor:

Azul

COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

pH:

5,2 ± 0,2 a 25°C

Peptona proteose

2,5g

Digerido pancreático de caseína

2,5g

Mistura de sais biliares

1,0g

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Carbonato de Cálcio

10,0g

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Crescimento nulo

Tiosulfato de sódio

30,0g

Salmonella typhimurium - ATCC 14028

Recuperação > 70% com colônias incolores.

Forma:

Líquida

Cor:

Claro / Incolor com Sedimento branco

pH:

8,4 ± 0,2 a 25°C

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

CALDO SABOURAUD 2% DEXTROSE INDICAÇÃO Meio utilizado em procedimentos qualitativos destinados ao isolamento e cultivo de fungos patogênicos e não patogênicos de importância clínica e sanitária. APRESENTAÇÃO PL 3278 - Frasco tampa rosca com 100mL de meio de cultura. EMBALAGEM Pacote com 01 unidade. COMPOSIÇÃO:

Composição por litro:

Digerido péptico de tecido animal

5,0g

Digerido pancreático de caseína

5,0g

Dextrose

20,0g

Forma:

Líquida

Cor:

Âmbar Claro

Odor:

Característico

pH:

5,6 ± 0,2 a 25ºC

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Candida albicans - ATCC 10231

Recuperação > 70%

Aspergillus niger - ATCC 16404

Recuperação > 70%

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

CALDO TETRATIONATO (KAUFFMAN) 120

INDICAÇÃO Meio de enriquecimento seletivo que possibilita o isolamento de Salmonella sp em amostras de fezes, urina, alimentos e outros materiais de importância sanitária. Cabe destacar que o meio requer adição de iodo iodetado.

CONTROLE DE QUALIDADE Semedadura pós enriquecimento: Ágar MacConkey Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Crescimento nulo

Salmonella enterica - ATCC 14028

Recuperação > 70% com colônias incolores.

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

CALDO TIOGLICOLATO COM RESAZURINA INDICAÇÃO Meio utilizado em testes biológicos de esterilidade e para o cultivo de bactérias anaeróbias, aeróbias e microaerófilas. APRESENTAÇÃO PL 3018 - Tubos de vidro com tampa de rosca preta, 16x125mm, com 9mL de meio de cultura. PL 3015 - Tubos de vidro com tampa de rosca, 17x144mm, com 9mL de meio de cultura. PL 3024 - Tubo de vidro com tampa de rosca, 16x150mm, com 10mL de meio de cultura. PL 3269 - Frasco de vidro com tampa rosca, contendo 200mL de meio de cultura. PL 3543 – Frasco de vidro com tampa rosca, contendo 100mL de meio de cultura. PL 3551 – Frasco de vidro com tampa rosca, contendo 100mL de meio de cultura. PL 3591 – Frasco de vidro com tampa lacre, contendo 100mL de meio de cultura. Pl 3592 - Frasco de vidro com tampa lacre, contendo 200mL de meio de cultura. EMBALAGEM Tubo - Pacote com 5 unidades. Frasco - Pacote com 01 unidade. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Triptona

15,0g

Extrato de levedura

5,0g

Tioglicolato de Sódio

0,5g

L-cistina

0,5g


Manual de Meios de Cultura

Glicose

5,5g

Cloreto de sódio

pH:

7,3 ± 0,2 a 25°C

2,5g

Resazurina

0,001g

Ágar

0,75g

Forma:

Líquida

Cor:

Ligeiramente amarela

pH:

7,1 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Turvação

Pseudomonas aeruginosa - ATCC Turvação 9027 Bacillus subtilis - ATCC 6633

Turvação

Candida albicans - ATCC 10231

Turvação

Aspergillus brasiliensis - ATCC 16404

Turvação

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Turvação

Pseudomonas aeruginosa - ATCC 9027

Turvação

Bacillus subtilis - ATCC 6633

Turvação

Clostridium sporogenes - ATCC 19404

Turvação

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de à temperatura ambiente. Meio fotossensível - estocar e armazenar protegido da luz. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

CALDO TSB (TRYPTONE SOYA BROTH) INDICAÇÃO Meio altamente nutritivo utilizado para o cultivo e manutenção de microrganismos fastidiosos e não fastidiosos. APRESENTAÇÃO PL 3014 - Tubos de vidro com tampa de rosca, 17x144mm, com 9mL de meio de cultura. PL 3019 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 16x125mm, com 9mL de meio de cultura. PL 3142 - Tubo de vidro com tampa de rosca, tam. 18x180mm, com 20mL de meio de cultura. PL 3593 - Frasco de vidro com tampa lacre com 100mL de meio de cultura. PL 3594 - Frasco de vidro com tampa lacre com 200mL de meio de cultura. PL 3582 - Frasco de vidro com tampa rosca com 90mL de meio de cultura. PL 3542 - Frasco de vidro com tampa rosca com 100mL de meio de cultura. PL 3597 - Frasco de vidro com tampa rosca com 200mL de meio de cultura. PL 3550 - Frasco de vidro com tampa Schott com 100mL de meio de cultura. PL 3505 - Frasco de vidro com tampa Schott com 200mL de meio de cultura. PL 3402 - Frasco de vidro com tampa Schott com 300mL de meio de cultura. PL 3430 - Frasco de Policarbonato (PC) com tampa rosca com 300mL de meio de cultura. EMBALAGEM Tubos – Pacote com 5 unidades. Frascos – Pacote unitário. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Digerido pancreático de caseína

17,0g

Digerido Papaínico de Soja

3,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Fosfato de potássio dibásico

2,5g

Glicose

2,5g

Forma:

Líquida

Cor:

Âmbar médio a claro

CALDO TSB (TRYPTONE SOYA BROTH) COM 15% GLICEROL INDICAÇÃO Meio altamente nutritivo utilizado para o cultivo, manutenção e armazenamento de microrganismos fastidiosos e não fastidiosos congelados por longo período. APRESENTAÇÃO PL 0068 - Criotubo contendo 1mL de Caldo TSB enriquecido com 15% de glicerol - com miçangas. PL 0069 - Criotubo contendo 1mL de Caldo TSB enriquecido com 15% de glicerol. EMBALAGEM Estante com 100 unidades. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Digerido pancreático de caseína

17,0g

Digerido papaínico de soja

3,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Fosfato de potássio dibásico

2,5g

Glicose

2,5g

Glicerina

15mL

Forma:

Líquida

Cor:

Âmbar médio a claro

pH:

7,3 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Turvação

Pseudomonas aeruginosa - ATCC Turvação 9027 Bacillus subtilis - ATCC 6633

Turvação

Candida albicans - ATCC 10231

Turvação

Aspergillus brasiliensis - ATCC 16404

Turvação

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

121


Peptona

F R A S C O Á G A R AN T I B I Ó T I C O No. 1 1 ( E n s a io Neomicina) INDICAÇÃO Meio recomendado para verificar a atividade do antibiótico Neomicina - efeito inibitório sobre os microrganismos - em ensaios microbiológicos. APRESENTAÇÃO PL 3404 - Frasco tampa rosca com 100ml de meio de cultura PL 3405 - Frasco tampa Rosca com 200ml de meio de cultura EMBALAGEM Embalagem unitária. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Extrato de carne

1,5g

Extrato de levedura

3,0g

Digestivo pancreático de caseína

4,0g

Peptona

6,0g

Dextrose

1,0g

Ágar

15,0g

Forma:

Gel de viscosidade firme

Cor:

Âmbar

pH:

7,95 ± 0,05 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle - Inóculo 30-300 UFC:

Resultados

Kocuria rhizophila ATCC 9341

Boa recuperação

Staphylococcus epidermidis ATCC 12228

Boa recuperação

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. Transporte refrigerado. Material acondicionado em isopores, contendo gelo reciclável. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

MEIO ANTIBIÓTICO N1 (Ensaio com penicilínicos) INDICAÇÃO Meio recomendado para verificar a atividade dos antibióticos penicilínicos - efeito inibitório sobre os microrganismos - em ensaios microbiológicos. APRESENTAÇÃO Pl 3099 - Tubos de vidro com tampa de rosca, tam. 16x150 mm, com 8ml de meio de cultura. . PL 3454 - Frasco tampa rosca com 100ml de meio de cultura. PL 3455 - Frasco tampa Rosca com 200ml de meio de cultura EMBALAGEM Embalagem unitária. COMPOSIÇÃO

122

Composição por litro:

Extrato de carne

1,5g

Extrato de levedura

3,0g

Digestivo pancreático de caseína

4,0g

6,0g

Dextrose

1,0g

Ágar

15,0g

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Âmbar

pH:

6,55 ± 0,05

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle - Inóculo 30-300 UFC:

Resultados

Staphylococcus aureus ATCC 6538P

Boa recuperação

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. Transporte refrigerado. Material acondicionado em isopores, contendo gelo reciclável. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

PEPTONA CASEÍNA 0,1% INDICAÇÃO Solução de rinsagem. APRESENTAÇÃO PL 3490 - Frasco de vidro com tampa lacre, contendo 500mL de meio de cultura. PL 3491 - Frasco de vidro com tampa lacre, contendo 300mL de meio de cultura. PL 3503 - Frasco de vidro com tampa rosca, contendo 200mL de meio de cultura. PL 3548 – Frasco de vidro com tampa rosca, contendo 300mL de meio de cultura. PL 3589- Frasco de vidro com tampa lacre, contendo 100mL de meio de cultura. PL 3590 -Frasco de vidro com tampa lacre, contendo 200mL de meio de cultura. PL 3598 - Frasco com tampa rosca PC, contendo 300mL de meio de cultura. EMBALAGEM Embalagem unitária. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Peptona de caseína

0,1g

Forma:

Líquida

Cor:

Incolor

pH:

6,8 /7,4 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE CEPAS CONTROLE

RESULTADOS

Escherichia coli - ATCC 8739

Recuperação > 70%

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Recuperação > 70%

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento à temperatura ambiente, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.


Manual de Meios de Cultura

PEPTONA CASEÍNA 1%

Meio utilizado na detecção e enumeração de microrganismos de importância ambiental, auxiliando no controle da esterilidade de superfície e/ ou ambientes.

INDICAÇÃO Solução de rinsagem. APRESENTAÇÃO PL 3517 - Frasco de vidro, tampa rosca, contendo 200mL de meio de cultura. PL 3574 - Frasco de vidro, tampa rosca, contendo 90mL de meio de cultura. EMBALAGEM Embalagem unitária.

APRESENTAÇÃO PL 2018 - Placas descartáveis estéreis, tam. 60x15mm, com 17 a 19mL de meio de cultura (Microbial Contest Test Ágar) – Irradiada. EMBALAGEM Pacotes com 10 unidades em embalagem tripla. COMPOSIÇÃO

COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Peptona de caseína

1,0g

Composição por litro:

Triptona bacteriológica

15,0g

Soja bacteriológica

5,0g

Cloreto de sódio

5,0g 0,7g

Forma:

Líquida

Lecitina

Cor:

Incolor

Tween 80 (Polissorbato)

5,0g

6,8 /7,4 a 25°C

Ágar

15,0g

pH:

Suplementos:

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle –Inóculo <100 UFC

RESULTADOS

Escherichia coli - ATCC 8739

Recuperação > 70%

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Recuperação > 70%

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento à temperatura ambiente, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

PEPTONA CASEÍNA 1% COM 2% TWEEN 80 INDICAÇÃO Solução de rinsagem e para diluição de amostras.

EMBALAGEM Embalagem unitária. Composição por litro:

Peptona de caseína

1,0g

Tween 80

0,5g

L-histidina

1,0g

Forma:

Gel de viscosidade firme

Cor:

Amarelo

pH:

7,3 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Recuperação > 70%

Pseudomonas aeruginosa - ATCC Recuperação > 70% 9027 Bacillus subtilis - ATCC 6633

APRESENTAÇÃO PL 3403 - Frasco com tampa rosca com 90mL de meio de cultura.

COMPOSIÇÃO

Tiossulfato de sódio

20,0mL

Forma:

Líquida

Cor:

Incolor

pH:

6,8/7,4 à 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE CEPAS CONTROLE

RESULTADOS

Escherichia coli - ATCC 8739

Recuperação > 70%

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Recuperação > 70%

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

Recuperação > 70%

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento à temperatura ambiente, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

PLACA RODAC BACTÉRIAS COM TTC (Trifenil Tetrazólio Cloreto) INDICAÇÃO Meio utilizado na detecção e enumeração de microrganismos de importância ambiental, auxiliando no controle dos procedimentos de higienização e desinfecção de áreas controladas. APRESENTAÇÃO PL 2000 - Placas descartáveis estéreis, tam. 60x10mm, com 17 a 19mL de meio de cultura Ágar TSA com lecitina de soja e Tween 80 (Microbial Contest Test Ágar). PL 2005 – Placas descartáveis estéreis, tam. 60x10mm, com 17 a 19mL de meio de cultura Ágar TSA com lecitina de soja e Tween 80 (Microbial Contest Test Ágar) – Irradiadas. EMBALAGEM PL 2000 - Pacotes com 5 unidades. PL 2005 - Pacotes com 5 unidades em embalagem tripla. COMPOSIÇÃO Triptona bacteriológica

Composição por litro: 15,0g

PLACA RODAC BACTÉRIA COM INATIVANTES

Soja bacteriológica

5,0g

INDICAÇÃO

Cloreto de sódio

5,0g

123


Lecitina

0,7g

Tween 80 (Polissorbato 80)

Recuperação > 70%

5,0g

Ágar

15,0g

Suplemento: 2,3,5-cloreto de trifeniltetrazólio (TTC)

10mL

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento à temperatura ambiente, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Amarelo

Odor:

Característico

pH:

7,3 ± 0,2

PLACA RODAC BACTÉRIA SEM T TC (Trifenil Tetrazólio Cloreto) COM BETALACTAMASE

Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

INDICAÇÃO Meio utilizado na detecção e enumeração de microrganismos de importância ambiental, auxiliando no controle dos procedimentos de higienização e desinfecção de áreas controladas.

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Recuperação > 70%

Pseudomonas aeruginosa - ATCC 9027

Recuperação > 70%

Bacillus subtilis - ATCC 6633

Recuperação > 70%

CONTROLE DE QUALIDADE

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento à temperatura ambiente, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

APRESENTAÇÃO PL 2025 - Placas descartáveis estéreis, tam. 60x13mm, com 17 a 19mL de meio de cultura (Microbial Contest Test Ágar) – Irradiadas. EMBALAGEM Pacotes com 5 unidades em embalagem tripla. COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Digerido pancreático de caseína

15,0g

Peptona de soja

5,0g

PLACA RODAC BACTÉRIA SEM T TC (Trifenil Tetrazólio Cloreto)

Cloreto de sódio

5,0g

Lecitina

0,7g

INDICAÇÃO Meio utilizado na detecção e enumeração de microrganismos de importância ambiental, auxiliando no controle dos procedimentos de higienização e desinfecção de áreas controladas.

Polissorbato 80

5,0g

Ágar

15,0g

APRESENTAÇÃO PL 2001 - Placas descartáveis estéreis, tam. 60x13mm, com 17 a 19mL de meio de cultura (Microbial Contest Test Ágar). PL 2007 - Placas descartáveis estéreis, tam. 60x13mm, com 17 a 19mL de meio de cultura (Microbial Contest Test Ágar). - Irradiadas

Betalactamase

EMBALAGEM PL 2001 - Pacotes com 5 unidades. PL 2007 - Pacotes com 5 unidades em embalagem tripla.

Suplemento: 10mL

Forma:

Gel de viscosidade firme

Cor:

Amarelo claro

pH:

7,3 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE

Composição por litro:

Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Triptona bacteriológica

15,0g

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Recuperação > 70%

Soja bacteriológica

5,0g

Cloreto de sódio

5,0g

Lecitina

0,7g

Tween 80 (Polissorbato)

5,0g

Ágar

15,0g

COMPOSIÇÃO

Forma:

Gel de viscosidade firme

Cor:

Âmbar claro levemente opaco

pH:

7,3 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE

124

Bacillus subtilis - ATCC 6633

Cepas controle - Inóculo <100 UFC

Resultados

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Recuperação > 70%

Pseudomonas aeruginosa - ATCC 9027

Recuperação > 70%

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento à temperatura ambiente, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

PLACA RODAC BACTÉRIA SEM T TC (Trifenil Tetrazólio Cloreto) COM PENASE INDICAÇÃO Meio utilizado na detecção e enumeração de microrganismos de importância ambiental, auxiliando no controle dos procedimentos de higienização e desinfecção de áreas controladas. APRESENTAÇÃO PL 2020 - Placas descartáveis estéreis, tam. 60x13mm, com 17 a 19mL de meio de cultura (Microbial Contest Test Ágar).


Manual de Meios de Cultura

PL 2006 - Placas descartáveis estéreis, tam. 60x13mm, com 17 a 19mL de meio de cultura (Microbial Contest Test Ágar). PL 2021 - Placas descartáveis estéreis, tam. 60x13mm, com 17 a 19mL de meio de cultura (Microbial Contest Test Ágar) - Irradiadas. EMBALAGEM PL 2020 - Pacotes com 5 unidades. PL 2006 e 2021 - Pacotes com 5 unidades em embalagem tripla.

Tween 80 (Polissorbato)

7mL

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Âmbar claro

pH:

5,6 ± 0,2 a 25OC

CONTROLE DE QUALIDADE Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

Triptona bacteriológica

15,0g

Candida albicans - ATCC 10231

Recuperação > 70%

Soja bacteriológica

5,0g

Aspergillus niger - ATCC 16404

Recuperação > 70%

Cloreto de sódio

5,0g

Escherichia coli - ATCC 8739

Crescimento nulo

Lecitina

0,7g

Tween 80

5,0g

Ágar

15,0g

COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Suplemento:

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento à temperatura ambiente, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

Penase Concentrada

10,0mL

Forma:

Gel de viscosidade firme.

Cor:

Âmbar Claro

pH:

7,3 ± 0,2 a 25°C

INDICAÇÃO Solução salina isotônica utilizada para rinsagem, manutenção do pH constante e diluição de amostras.

Cepas controle –Inóculo <100 UFC

Resultados

APRESENTAÇÃO PL 3578 - Frasco de vidro, tampa rosca com 100mL de solução tampão com pH 7,2. PL 3579 - Frasco de vidro, tampa rosca com 200mL de solução tampão com pH 7,2. PL 3581 - Frasco de vidro, tampa rosca com 90mL de solução tampão com pH 7,0.

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Recuperação > 70%

Pseudomonas aeruginosa - ATCC 9027

Recuperação > 70%

Bacillus subtilis - ATCC 6633

Recuperação > 70%

SOLUÇÃO TAMPÃO FOSFATO

CONTROLE DE QUALIDADE

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento à temperatura ambiente, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

PLACA RODAC PARA FUNGOS

APRESENTAÇÃO PL 2010 - Placas descartáveis estéreis, tam. 60x15mm, com 17 a 19mL de meio de cultura (conhecido como Sabouraud 4% Dextrose). EMBALAGEM Pacotes com 5 unidades.

Composição por litro:

Digerido péptico de tecido animal

5,0g

Digerido pancreático de caseína

5,0g

Dextrose

40,0g

Ágar

COMPOSIÇÃO

Composição por litro:

Solução Tampão PBS (Phosphate buffered saline) pH 7,2 ± 0,1

1 frasco

Forma:

Líquida

Cor:

Incolor

pH:

7,2 ± 0,2 a 25°C

CONTROLE DE QUALIDADE

INDICAÇÃO Meio utilizado na detecção e enumeração de microrganismos de importância ambiental, auxiliando no controle dos procedimentos de higienização e desinfecção de áreas controladas.

COMPOSIÇÃO

EMBALAGEM Embalagem unitária.

Cepas controle:

Resultados

Escherichia coli - ATCC 8739

Turvação

Staphylococcus aureus - ATCC 6538

Turvação

Candida albicans - ATCC 10231

Turvação

Bacillus subtilis - ATCC 6633

Turvação

ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Armazenamento de 4 - 15 °C, protegido da luz direta. A data de expiração aplica-se ao produto na sua embalagem intacta, quando armazenado em condições adequadas. Os meios não devem ser usados se houver algum sinal de deterioração, contaminação ou se a data de validade expirar.

15g

Suplementos: Cloranfenicol

0,4g

125


Anexo 01 - Reações Bioquímicas para Enterobactérias MEIO SIM (Sulfeto, Indol, Motilidade) MICROORGANISMO

O B S.

Escherichia Enterobacter Citrobacter freundii Klebsiella Salmonella Shigella Proteus vulgaris Proteus mirabilis Morganella Arizona Hafnia Serratia Providencia Edwardisiella Yersinia enterocolitica

H2S

INDOL

MOTILIDADE

+ + + + + + -

+ +/+ + + + -(+)

+/+ + + + + + + + + + + -

1. A motilidade pode aparecer de maneira difusa no meio de cultivo, ao redor do canal de semadura. A motilidade negativa se caracteriza pelo crescimento exclusivamente ao longo do canal da semeadura. 2. A formação de H2S se reconhece pelo enegrecimento da zona de crescimento . 3. A formação de indol é visualizada através da viragem do meio para a cor vermelha - púrpura. Nos casos de amostras isoladas de fezes.

126


Manual de Meios de Cultura

Anexo 02 - Reações Bioquímicas para Enterobactérias MEIO DAU (Duplo, Açúcar, Uréia) MICROORGANISMO

O B S.

Escherichia coli Enterobacter Klebsiella pneumoniae Klebsiella oxytoca Shigella Proteus mirabilis Proteus vulgaris Morganella morganii Providencia Serratia Yersinia enterocolitica Salmonella typhi Salmonella sp. Edwardisiella Citrobactr freundii Citrobacter diversus Pseudomonas aeruginosa

GLICOSE + + + + + + + + + + + + + + + + -

LACTOSE + + + + +/+/-

GÁS + + + + + + + +/+ + + + -

URÉIA +/+/+ + + + +/+/+/-

1. Presença de pigmento vermelho quando a cultura permanece em temperatura ambiente (Serratia marcescens). 2. Poderá ocorrer uma reação glicose positiva apenas na superfície do meio. O meio que ocorre é uma oxidação e não fermentação da glicose em aerobiose.

127


ANEXO 03 - Interpretação do MEIO DE OF Reações Bioquímicas do MEIO OF (Meio para Oxidação e Fermentação) DEXTROSE

LACTOSE

SACAROSE

SEM ÓLEO

COM ÓLEO

SEM ÓLEO

COM ÓLEO

SEM ÓLEO

COM ÓLEO

Shigella sonnei Escherichia coli Pseudomanas aeruginosa Enterobacter aerogenes

A AG A AG

A AG AG

A AG AG

A AG AG

AG

-

LEGENDA

MICRORGANISMO

A

Formação de Ácido

AG

Formação de Ácido e Gás

-

-

AG

Reação Negativa ou Alcalina

Interpretação de Reações Bioquímicas do MEIO DE OF (Meio para oxidação e fermentação) MEIO ABERTO

MEIO FECHADO

METABOLISMO

Ácida (amarelo)

Alcalina (verde)

Oxidativo

Ácida (amarelo)

Ácida (amarelo)

Fermentativo

Alcalina (verde)

Alcalina (verde)

Não sacarolítico

ANEXO 04 – Meios de Cultura RUGAI MODIFICADO diferenciação das Enterobactérias GLI

SAC

GÁS

H2S

URÉIA

LTD

INDOL

MOT

LISINA

+ + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + +

V V V V +(V) + + V + + V V + V + V -

+ -(1) + + + + + + + + + + V V V V V V V -

+ +(2) +(f) + V V + + -

V V V + + V + + + + V -

+ + + + + -

+ V + + + V V + + V + V +

V + + + + + + + + + + V + + V V + + -

V + + +(3) + V + V + + V V + +

LEGENDA

MICRORGANISMO Escherichia coli Shigella sp. Edwardisiella sp. Salmonella sp. Salmonella typhi Citrobacter sp. Citrobacter freundii Citrobacter diversus Entrobacter sp Enterobacter clocae Enterobacter aerogenes Klebsiella sp. Klebsiella pneumoniae Seratia sp. Proteu sp. Proteus mirabilis Proteus vulgaris Morganella morganii Providencia sp. Vibrio Aeromonas sp. Plesiomonas sp.

128

+ +(f) V LTD

90% ou mais de amostras positivas 90% ou mais de amostras negativas Reação positiva fraca Reação positiva em 11 a 89% das amostras L- tripofano desaminase


Manual de Meios de Cultura

ANEXO 05 – Meios de culturas EPM/ MILI/ CITRATO DIFERENCIAÇÃO DAS ENTEROBACTÉRIAS LISINA MACCO.

Escherichia coli Shigella sp. Shgella sonnei Edwardisiella tardia Salmonella sp. Salmonella typhi Salmonella paratyphi A Citrobacter freundii Citrobacter diversus Klebsiella pneumoniae Klebsiella oxytoca Entrobacter aerogenes Enterobacter clocae Hafniae alvei Serratia marcences Proteus mirabilis Proteus vulgaris Providencia retgerii Providencia stuartii Providencia alcalifaciens Morganella morganii Yersinia enterocolitica Yersinia pestis Yersinia pseudotuberculosis

+ V V + + + + -

LEGENDA

MICRORGANISMO

+ + + V + + + + + + + + V V -

+ +(f) V LTD

H2S

EPM URÉIA

+ + +(f) V + + -

+ + V + + + + + +

LTD

+ + + + + + -

MOTILI.

MILI INDOL

LISINA

V V + + + + + + + + V + + + + + + + -

+ + + + + + + + + V -

+ + + + + + + + + -

+ + + + + + + + V V + + + -

90% ou mais de amostras positivas 90% ou mais de amostras negativas Reação positiva fraca Reação positiva em 11 a 89% das amostras L- tripofano desaminase

129


www.plastlabor.com.br plabor@plastlabor.com.br

RJ/Brasil: (21) 2501 0888

SP: (11) 3862 9008

130

Plast Labor . Manual de Meio de Cultura  

Plast Labor . Manual de Meio de Cultura

Plast Labor . Manual de Meio de Cultura  

Plast Labor . Manual de Meio de Cultura

Advertisement