Page 1

Revista PIB

Primeira Igreja Batista de Curitiba 03 de novembro de 2013 | Ano IV | Edição 44

Distribuição gratuita - venda proibida

Demonstração de amor p. 04

Festa do sorvete p. 08

Mesadas, prêmios e punições p. 14


EDITORIAL Rumo aos 100 anos! No Destaque, Albert Martins – nosso ministro de comunicação – te incentiva a documentar a parte dessa história que tem a ver com você. Confira na página 16 como você pode participar desse movimento de celebração pelo centenário da nossa igreja! Você chegou a ver uma imagem que estava circulando pela internet em que um pai faz uma tabela de controle financeiro da mesada de seus filhos? É interessante como muitas vezes, vemos o exemplo de algumas pessoas e já decidimos aderir às ideias e posicionamentos que existem no mundo. É por isso que decidimos trazer a você, em nossa seção Falando Nisso, um texto que o Franco Iacomini publicou na Gazeta do Povo. Relevância. Nesta palavra podemos resumir a edição da RevistaPIB desta semana: ao folhear estas páginas você encontrará testemunhos valiosos para sua vida cristã, como a história de uma de nossas células de casais ou o projeto de Missões na Índia, com seus novos desafios. Você encontrará na editoria Ação Social, dicas aos pais para protegerem seus filhos contra a violência e o abuso, e seguindo no assunto, a editoria Mulheres traz também uma entrevista sobre a violência contra a mulher e quais as possíveis soluções. Nossa equipe deseja a você uma leitura edificante e transformadora! Acesse nossas mídias sociais ajornada.com.br pibcuritiba.org.br/app

Inscreva-se e receba por e-mail as novidades da PIB.

twitter.com/pibcuritiba flickr.com/pibcuritiba youtube.com/pibcuritiba /diaadiacomdeustv

/diaadiacomdeuslibras

/altatensaotv

Primeira Igreja Batista de Curitiba 41 3091-4347 | pibcuritiba.org.br Rua Bento Viana, 1200 - Batel - Curitiba, PR | CEP 80240-110 Atendimento de segunda a sexta, das 8h às 12h e das 13h às 18h Campus PIB Vila Sandra 41 3373-6770 | pibcuritiba.org.br/vilasandra Rua João Dembinski, 2069 - Cidade Industrial Curitiba, PR | CEP 81230-000 Campus PIB Campo Largo 41 3555-2773 | pibcuritiba.org.br/campolargo Rua Manif Júlio, 445 - Vila São Luís Campo Largo, PR | CEP 83608-230

RevistaPIB - Ano IV - Nº 44 03 de novembro de 2013 pibcuritiba.org.br/revistapib Publicação cristã semanal destinada ao crescimento e transformação de cada indivíduo e à edificação da igreja local, a partir de conteúdos baseados na Palavra de Deus. Direção de Comunicação

Albert Martins de Oliveira Filho

Secretaria de Comunicação

Tânia Regina Machado dos Santos Projeto Gráfico e Direção de Arte

Israel Lessak Capa

Israel Lessak Diagramação

Jessica Fonseca Vieira

facebook.com/pibcuritiba

RevistaPIB

Colaboradores

Marcílio de Oliveira, Raquel Lessa, Erik Saes, Alexandre Sombrio, Plínio Rodrigues, Humberto de Queiroz, Eugen Wagner e Bruni Wagner, Gisele Kallaur, Albert Martins de Oliveira Filho, Marcia Zeni, Daniel Cecil, Franco Iacomini, Rubens Fontana e Marineth Fontana Revisão

Ismael Carrenho e Noé P. Campos Impressão e Acabamento

Nova Gráfica Tiragem

3.000 exemplares Anúncios

41 3091-4321 patrocinio@pibcuritiba.org.br Ministério de Comunicação

41 3091-4321 comunicacao@pibcuritiba.org.br Dúvidas, sugestões ou comentários

jornalismo@pibcuritiba.org.br


Festa do Sorvete

Violência contra a mulher

INFANTIL

MULHERES 14

08

Demonstrações de amor EM FOCO 04

É tempo de formatura! ACONSELHAMENTO 13

EDUCAÇÃO CRISTÃ 05

IDOSOS 12

ENGLISH 22

MISSÕES 06

DESTAQUE 16

CONSTRUÇÃO 23

AÇÃO SOCIAL 07

FALANDO NISSO19

FAMÍLIA 24

VIDA CRISTÃ 09

ESPECIAIS 20

ACONTECE NA PIB 25

VIDA EM CÉLULAS 10

JOVENS 21

NOSSA IGREJA 27

Nosso Propósito

é levar pessoas a um relacionamento intenso com Deus, amar e servir ao próximo e fazer Jesus conhecido de todos os povos, no poder do Espírito Santo. Paschoal Piragine Júnior Pastor Presidente


EM FOCO

Demonstrações de amor

No mês de setembro deste ano, passei um fim de semana inesquecível participando de algumas células. Uma delas, a célula do Hélio e Noemi, trabalhou durante a semana para fazer uma surpresa para esse casal de líderes. O motivo foi uma ligação da filha do casal, perguntando se a célula podia fazer um bolo para comemorar as bodas de ouro dos seus pais. A célula fez um pouco mais que isso, me convidando para fazer o culto de bodas, em gratidão a Deus, e a renovação de votos de casamento. Além disso, o salão de festas do condomínio estava todo decorado, tínhamos músicos da igreja, som, as mulheres estavam com vestidos longos e os homens estavam impecáveis. Na chegada do casal com sua família, pudemos perceber que conseguimos manter tudo em segredo e foi uma surpresa mais do que agradável para eles e sua família. Após a cerimônia, fotos, abraços e um jantar maravilhoso. A célula se mobilizou para expressar amor e aprendeu com o casal a bênção de viver o compromisso de amor por tantos anos. Foi daquelas noites para ficar na memória! Então veio o domingo, quando uma das células, supervisionadas pelo Moura e sua esposa, trabalhou unida para realizar o casamento de duas pessoas do grupo. A capela estava toda decorada e, mais uma vez, os músicos da igreja atenderam o pedido e estavam lá para nos ajudar. A cerimônia foi linda, com tudo que um casal sonha para um casamento. Além disso, os familiares dos noivos estavam tendo o primeiro contato com a igreja e o evangelho. Foi emocionante! Ao final da cerimônia, ainda houve a festa do Salão Social da igreja. Fiquei grato por participar de uma igreja tão amorosa e de mais uma vez perceber que a célula é o ambiente em que a igreja cumpre de maneira marcante e pessoal a missão de amar. Participar de uma célula é a grande oportunidade de ser tocado e de deixar marcas de amor no coração de pessoas. Faça parte de uma célula! Você vai amar! Marcílio de Oliveira Pastor em Células cel@pibcuritoba.org.br

4

Primeira Igreja Batista de Curitiba | 03 de novembro de 2013


EDUCAÇÃO CRISTÃ

Primeira Igreja Batista de Curitiba | 03 de novembro de 2013

5


MISSÕES

Novos desafios Quantas vezes lemos nos Evangelhos Jesus Pensando e conversando com os líderes locais, curando enfermos, alimentando famintos, atendendo entendemos que deveríamos investir na criação desnão apenas as necessidades espirituais das pessoas, tes animais. Com a venda de ovos e frangos, o povo mas olhando para elas de forma integral? Diante do que poderá melhorar sua condição de vida. Homens que a Palavra de Deus nos ensina, quando vamos à Índia hoje deixam suas famílias em busca de emprego em desejamos ver aquelas pessoas vivendo a vida abun- outras cidades ou estados, poderão gerar renda em dante que Jesus veio trazer. No caso de seu próprio contexto. milhões de indianos, isto tem a ver com Os benefícios de um projeto como Os benefícios ter o que comer todos os dias. Ou ter algo este vão além do que podemos enxergar. de um projeto Desde fornecer uma refeição mais balanalém de arroz no prato, um emprego para como este sustentar a família — coisas básicas, que ceada, gerar emprego e renda, até ajudar eles não têm. no sustento de obreiros e projetos da igreja vão além do A Operação Índia tem trabalhado local. Queremos uma igreja forte em todos que podemos em parceria com a Igreja Cristã de Bihar, os aspectos, e isto passa por auto-sustento. enxergar. com foco especial no fortalecimento da Um dos nossos alvos, a médio/longo prazo, igreja local, através de treinamentos e é que não seja mais necessário enviarmos do seminário teológico recentemente inaugurado. dinheiro do Brasil, pois os próprios indianos terão A partir de junho deste ano, no entanto, iniciamos um condições de custear seus ministérios e enviar mistempo novo, em que começamos a sonhar e trabalhar sionários para os mais diversos lugares no mundo. para expandir a atuação, no sentido de um olhar inteVemos a graça de Deus em tudo o que temos gral para aquele povo. Perguntávamos ao Senhor que feito, e Ele pode usar você! Muitas coisas ainda tipo de estratégias poderíamos usar, quais seriam as são sonhos e precisamos de pessoas que sonhem respostas para as necessidades que eles têm. Então, conosco e de forma prática nos ajudem a realizar. na última visita a Bihar, contamos com a presença de Você pode procurar mais informações no site da um obreiro brasileiro que vive na Ásia e trabalha com Operação Índia e fazer seu cadastro como manteneagricultura familiar. Naqueles dias entendemos qual dor. Pode fazer contribuições pontuais, ou ainda oferdeveria ser o primeiro passo. tar através do Em missão — Programa de Contribuição Frango e ovos fazem parte do cardápio dos para Missões da PIB Curitiba. Ore por nós, e nos ajude indianos, quando podem pagar por isso. Este obreiro a fazer estes sonhos se tornarem realidade! brasileiro supervisiona a criação de frangos em Raquel Lessa contextos parecidos, em países vizinhos à Índia. Ministério de Missões raquel.lessa@pibcuritiba.org.br

66

PrimeiraIgreja IgrejaBatista BatistadedeCuritiba Curitiba| 03 | 03 novembro 2013 Primeira dede novembro dede 2013 13 de Janeiro de 2013


AÇÃO SOCIAL Vivemos em um mundo cheio de violência! Basta assistir ao telejornal para ficarmos chocados. A sensação é que só temos notícias ruins. A boa notícia é que a família pode e precisa ajudar a criança a criar seu muro de proteção contra a violência! Deus escolheu você para ensinar seu filho a como se proteger!

Você conhece as diversas formas de violência? Física: Agressão física: bater, beliscar, puxar a orelha ou o cabelo (...).

Emocional: Intimidação, xingamentos, comparações negativas, dizer que a pessoa não tem valor (...)

4

Ensine-o a respeitar o seu espaço e o do outro Assim ele aprenderá desde pequeno os limites nos relacionamentos;

5

Monitore Tenha conversas frequentes com seu filho Sexual: Contato físico forçado, carícias, violação da para saber como está o coração dele e se há algo privacidade (despir-se ou espiar a criança) (...) que não vai bem. Um bom relacionamento com os Negligência: Não dar atenção ou afeto. Não ter acesso pais é fundamental para que a criança tenha uma a alimentação adequada, roupas ou condições de infância feliz e saudável. higiene necessárias. Todos os tipos de violência causam prejuízo emocional e podem influenciar a criança por toda a vida.

Você sabia?

A PIB elaborou uma política de proteção para crianças e adolescentes, para que nossa igreja seja um local seguro para todos. A política acaba Como ajudar seu filho a se proteger? "de sair do forno" e envolverá ações de capaciNossos braços como pais são tão pequenos, mas os tação para voluntários, pais, funcionários, para do nosso Deus são imensos. Por isso, ore sempre prevenção a situações de violência. Acesse: pibpela proteção de Deus sobre a vida de seu filho e curitiba.org.br peça também sabedoria, pois Deus escolheu você para ensinar ao seu filho como se proteger! Aí vão Declaração da PIB Curitiba algumas dicas: Repudiamos qualquer forma de violência à Não fuja do assunto criança, ao adolescente, ao idoso, à mulher, à Primeiro pesquise: procure materiais adequa- pessoa com deficiência e a qualquer pessoa que dos para a faixa etária do seu filho. Informe-se e se encontre em situação de vulnerabilidade ou aprenda sobre como abordar este tema com crian- risco. Comprometemo-nos a amá-los, respeitá ças. Prepare-se para orientar seu filho; -los e protegê-los, zelando pelo seu bem-estar e buscando oferecer um ambiente seguro. Ajude-o a construir o “muro” de proteção Este informativo foi elaborado com base na políCrianças orientadas, com boa autoestima e tica de proteção da PIB de Curitiba. um bom canal de comunicação com sua família e igreja estão mais protegidas contra todas as formas Contato: kids@pibcuritiba.org.br de violência, pois em caso de perigo conseguem Facebook: Famílias do Ministério Infantil Pib Curitiba. reagir com maior facilidade;

1

2

3

Ensine-o a reconhecer e a reagir em situações de risco Assim você o ajudará a ligar um alerta e ele saberá que pode dizer não, quando necessário;

Leia e passe adiante!

Primeira Igreja Batista de Curitiba | 03 de novembro de 2013

7


INFANTIL

importantes para as crianças e estas pequenas coisas marcam a sua vida. Como o exemplo dessa No dia 26/10, nós do Ministério Infantil realivoluntária que participou da festa quando criança zamos a Festa do Sorvete. Foi uma maneira muito e agora já é uma adolescente, mas mantém sua gostosa de ajudarmos financeiramente a constradição dos 15 picolés. Deus, nosso Pai que nos trução da nossa igreja e passar uma tarde especriou, sabe da simplicidade do coração da criança cial com as crianças e suas famílias. Apesar de o e Ele mostra o Seu amor por elas da maneira que dia ter começado nublado, com um friozinho, Deus elas entendem, tanto na ministração do culto nos abençoou com uma tarde muito agradável, que quanto nas brincadeiras ou na competição de merecia ser preenchida com bastante sorvete! quem toma o picolé mais rápido. O principal objetivo da festa era que cada Eu me sinto privilegiada em poder estar com criança entendesse que caminhar com Jesus as crianças todos os domingos, saber como foi também é divertido. Quem participou do evento a semana delas, ouvir o versículo decorado, as pôde cantar, ouvir o testemunho de um tio que teve respostas corretas das perguntas sobre a história a vida transformada por Jesus, brincar bastante contada no culto e a felicidade em contar como nas camas elásticas, nos tecidos acrobáticos, nos foi participar de um evento na igreja. jogos e, é claro, tomar muuuito sorvete. Também é um privilégio trabaPara muitos adultos essas festas são lhar com pessoas que estão sempre É interessante legais, mas pode parecer apenas mais um dispostas a servir tanto no domingo perceber o quanto evento como muitos outros de que parti- coisas simples são como nos eventos especiais. Além cipamos. Já, para uma criança, é um dia da contribuição financeira, cada importantes para especial que ela vai lembrar por muito as crianças e estas voluntário que participou da festa tempo, não apenas como uma oportunitambém se dedicou na organização pequenas coisas dade de ajudar a construção comprando marcam a sua vida. do evento, servindo sorvete e picolé, um ingresso, nem como mais um dia cuidando da segurança nos brinque ela passou na igreja, mas como um quedos, enfim, tudo que o Minisdia super divertido, em que ela pôde tomar muito tério Infantil faz só é realizado de fato porque sorvete e brincar até cansar. temos uma equipe de voluntários que trabalha bastante para proporcionar a cada criança uma No dia após a festa, uma das meninas que oportunidade de conhecer mais sobre Deus. foi ao evento veio me contar toda feliz que havia participado da competição do pé mais sujo. Outra Agradeço às mães que vestiram o nosso me disse que tomou MUITO sorvete e, quando colete e trabalharam conosco na festa, ao minisperguntei a quantidade, apenas tério de circo com suas atividades e palavra, aos 4 copos de massa e 2 picolés! pais que levaram os seus filhos e aos que particiAntes de começar a festa, param de todo o evento. uma das voluntárias me É muito bom estar com vocês! Saiba que o perguntou se tinha picolé Ministério Infantil existe para que cada criança de tutti frutti. Respondi tenha oportunidade de conhecer a Deus e que achava que não teria estamos dispostos a te ajudar a transmitir ao seu e ela logo disse: “Tem que filho o ensino dos princípios de Cristo! ter, todos os anos tomo 15 picolés de tutti frutti.” Erik Saes É interessante perceber Ministério Infantil o quanto coisas simples são erik.saes@pibcuritiba.org.br 8

Primeira Igreja Batista de Curitiba | 03 de novembro de 2013


VIDA CRISTÃ

Pedidos de Oração 03 Templo

Peça, hoje, pela proteção de Deus sobre nosso templo. Ore para que o Seu Santo Espírito possa percorrer todos os cantos deste templo, envolvendo com Seu poder todos os presentes.

04 Recepção

Interceda por todos os que atendem diariamente na recepção de nossa igreja, para que Deus lhes acrescente sabedoria no atendimento e paciência no acolhimento.

05 Ministério de Casais

“O propósito do Ministério de Casais é envolver os casais da igreja, comprometê-los e capacitá-los, torná-los casais referenciais e aptos para exercerem com amor o seu ministério, promovendo a integração, a restauração, o crescimento e a dignidade no poder do Espírito Santo”. Ore, clame a Deus para que a cada dia um casal a mais ingresse neste trabalho.

06 Construção

Clame ao Espírito Santo pela construção de nosso templo. Ore por esta árdua tarefa de construir. Peça a Deus o ânimo que sustenta o compromisso daqueles que se empenham e lutam para concluir esta obra.

07 Tadjiquistão

O Tadjiquistão tem forte tradição muçulmana e, por isso, é preciso fortalecer as famílias cristãs, inclusive os jovens e as crianças, por meio de estudo bíblico intensivo. Isso rompe o isolamento existente entre a própria comunidade cristã e capacita os nossos irmãos para resistir as pressões. Ore por este povo.

08 Depressivos

Que o Senhor tenha misericórdia e providencie mais pessoas capacitadas para acompanhar, orientar e tratar este mal que tem afetado muito o povo cristão. Ore por restauração emocional e espiritual.

09 Agradecimento

Agradeça ao Senhor, pelos momentos de paz que sentimos quando estamos na Sua presença. Agradeça na alegria e na dor, agradeça sempre na certeza de que todas as coisas cooperam para o bem dos que amam a Deus.

Grupos de Oração Cleusa Piragine | Diná Poletti

Sentinelas de Oração

Domingos, das 9h às 10h30 e quartas-feiras, das 9h30 às 11h (Jardim de Oração) - Diná, 9997-0495 Domingos, das 18h às 18h45 (Jardim de Oração) Carmem Paupitz, 8834-7048

Clamor Jovem

Sábados às 18h e quartas-feiras às 22h30 (Jardim de Oração) Helen Grazek, 9902-9999 clamorjovem@pibcuritiba.org.br

Valentes de Oração

Adolescentes – 13 a 17 anos Quartas e sextas-feiras às 18h (Jardim de Oração) Douglas Mendes, 9983-1698

Projeto Débora (pais intercedendo por seus filhos) Quartas-feiras às 14h (Jardim de Oração) Odete Haro, 3528-9405 | 8885-8204

Esposas orando por seus maridos Terças-feiras às 14h (Sala 201) – MCA Jucirene Rodrigues

Orando pelo Brasil

Pare tudo e ore diariamente às 12h

Alvorecer com Deus

Todos os dias às 6h (Jardim de Oração) Pr. Alvo Waldow

Orando pela Construção

Sábados às 6h (Jardim de Oração) Pr. Alvo Waldow

Orando por Atletas

Segundas-feiras às 19h (Ginásio) - Anderson Varga anderson.varga@pibcuritiba.org.br

Orando pelos funcionários Cleusa Piragine

Pedidos de oração por e-mail - RIVI Daura Stofella ministeriooracao@pibcuritiba.org.br

Para refletir “Lâmpada para os meus pés é a tua palavra e luz para o meu caminho.” (Sl 119.105) Primeira Igreja Batista de Curitiba | 03 de novembro de 2013

9


VIDA EM CÉLULAS

Estudo das células

Sermão de 27/10/13

Os convites de Habacuque

Pr. Alexandre Sombrio Texto base: Habacuque 2:4; 3:17-19 Neste domingo, o pastor Alexandre apresentou à igreja alguns convites feitos por Habacuque aos leitores de seu livro de profecias. Este homem cheio de fé e movido pela graça de Deus aprendeu ao longo da vida alguns segredos sobre como viver lado a lado com o Pai. Em primeiro lugar, precisamos confiar todas as nossas dúvidas e angústias ao próprio Deus. Em seguida, devemos estar prontos e atentos às respostas que Ele vai nos oferecer – que nem sempre serão as respostas que gostaríamos de ouvir. Por fim, cheios da graça e movidos pela fé, devemos nos alegrar do fundo de nosso coração, independente das circunstâncias. 1. O convite do clamor a Deus (Hc 1:2):

• O reino de Judá, onde estava Jerusalém e onde morava o profeta Habacuque, vivia sobre grande tensão. O grande império babilônico estava prestes a invadir e dominar este pequeno reino. Além disso, internamente, o rei Jeoaquim havia resistido fortemente à pregação de outro profeta, Isaías, havendo queimado os rolos da lei e lançado este profeta na prisão. • Vendo sua nação caminhar a passos largos rumo à condenação da desobediência a Deus, Habacuque pergunta a Deus até quando viverá em meio à violência, até quando presenciará injustiças, sem ver o próprio Deus intervir nessa situação. • O grande ensinamento de Habacuque neste primeiro convite é de que devemos confiar todas as nossas dúvidas e questionamentos ao próprio Deus. A oração era sua arma frente à violência e as injustiças. • O que você aprendeu de novo sobre o livro de Habacuque e os convites que ele nos faz? • O que significa pra você passar a direcionar suas dúvidas, questionamentos e angústias ao próprio Deus em oração? 2. O convite para ouvir a resposta de Deus (Hc 2:1):

• Uma vez que estamos dispostos a fazer perguntas, precisamos estar dispostos a ficar na presença de Deus para ouvir Suas respostas! • No exemplo de Habacuque, no entanto, as respostas dadas por Deus certamente não eram as que o profeta esperava ouvir. Em nosso desejo de ver situações problemáticas sendo prontamente resolvidas, quando oramos esperamos atitudes, mudanças drásticas e imediatas. Contudo, o que Deus oferece a Habacuque está sintetizado no versículo 4 do capítulo 2: o justo viverá pela fé! 10

Primeira Igreja Batista de Curitiba | 03 de novembro de 2013

• Você já viveu situações em que foi convidado a viver pela fé? Sem controle algum sobre a situação, somente tendo que confiar no que Deus ia fazer? Conte em breves palavras como foi viver essa situação. • O convite para alegrar-se em Deus, independente das circunstâncias (Hc 3:17-18): • Quando Habacuque começou seu livro, estava "no fundo do vale", em conflito com a vontade de Deus. Então se elevou até a torre de vigia, esperando pela resposta do Senhor! • Depois de ouvir a Palavra de Deus e de ver a sua Glória, tornou-se como uma corça saltando confiantemente no alto dos montes (Hc 3:19)! • Não é fácil elevar-se na vida de fé, mas quem deseja viver num vale? Como Habacuque, devemos conversar abertamente com Deus sobre nossas dificuldades, devemos orar, meditar na Palavra de Deus e estar dispostos a sentir temor e tremor quando o Senhor se revelar a nós (v. 16). • E você? Quer viver no fundo do vale ou no alto dos montes? Longe ou perto de Deus? O que é necessário fazer agora para passar a viver uma vida como a de Habacuque, pautada pela fé?

Mensagem _______________________________________ Tema: _____________________________________ _______________________________________ ______________________________________ _______________________________________ ______________________________________ ___________________________________ _______________________________________ ______________________________________ _______________________________________ ______________________________________ _______________________________________ ______________________________________ _______________________________________ ______________________________________ _______________________________________ ______________________________________ ______________________________________ ______________________________________ Pregador:


VIDA EM CÉLULAS

Célula 251 em ação Nossa célula (251) é uma célula de jovens casais. panfletos com mensagens evangelísticas, lemos a Bíblia Sentimos no coração o desejo de fazermos uma ação e deixamos com eles uma palavra de esperança, e na para uma família necessitada: uma casa com 8 pessoas hora de irmos embora, aquela senhora falou: “fiquem mais, tá tão gostoso...”. que vivem com apenas um salário mínimo. Ficamos impactados, temos certeza que na verdade Fizemos então uma compra no supermercado (feijão, arroz, farinha, macarrão, açúcar, temperos, bola- isso é a presença de Deus que nos contagia a vontade de ficarmos na presença dEle. chas recheadas entre outras coisas). É muito bom estar em célula, Tudo organizado. Antes de irmos, ficamos sabendo por intermédio da Lemos a Bíblia e deixamos participar, orar juntos. Sabemos a importância e a diferença que ela pessoa que nos indicou essa família, com eles uma palavra de causa em nossas vidas. Estarmos que a senhora dona dessa casa ficou esperança muito feliz ao saber que iríamos lá e juntos orando e estudando a Bíblia e compartilhando a vida com Deus, que tinha sonhado que uma coisa edifica a todos. A união da célula boa iria acontecer. Não tivemos dúvida que o Senhor Jesus já tinha fortalece o grupo, somos abençoados e juntos exterpreparado para que todas essas coisas acontecessem, namos bênçãos para outras pessoas também. e que seríamos apenas os instrumentos usados por Ele. Plínio Rodrigues Tivemos um tempo muito abençoado com essa Célula 251 família que nos recebeu, ouvimos um pouco da hiscel@pibcuritiba.org.br tória triste deles, entregamos os alimentos, e alguns

Primeira Igreja Batista de Curitiba | 03 de novembro de 2013

11


IDOSOS

Visita teu irmão idoso e ele te animará! É paradoxal? Experimenta! Nós o fizemos na “nossa” penúltima quarta-feira de outubro, divididos em equipes de 3 a 5 samaritanos que não encontraram, mas foram ao encontro dos irmãos que estão passando duradouros momentos de saudade da convivência que puderam manter por tantos anos, nos cultos, seminários e tantas atividades de estudo, lazer e congraçamento familiar; do vai-e-vem dos abraços e sorrisos trocados nos corredores; das vigílias em orações e louvores ao Deus que ouve, perdoa e responde. Nosso IDE (Índice de Desenvolvimento Espiritual) cresceu a níveis confortadores, quando cada um de nós reencontrou as queridas irmãs: Gerda Mitt, Elide de Carvalho, Alcione Staben, Cely Tramujas e os queridos irmãos Carlos Tessmann e Pr. Amós. O tempo que nos separou, por curto que tenha sido, nos fez apreensivos, mas esperançosos. Afinal, os “telégrafos sem fio” sempre funcionaram e jamais ficamos sem notícias. Entretanto,

quando se trata de irmãos, do “abraço de coração” e do ósculo da fraternidade todos nos tornamos carentes. Foi surpreendente a recepção da Cely às cinco irmãs que a visitaram. O lar coletivo que hoje habita, parecia o seu Palácio Encantado, quando conduzia as visitas pelas aprazíveis dependências, cantando e sorrindo, encantada e brincando com o recém nascido Samuel, filho de Fausto e Késia, conduzido por esta, como ornamento varão do grupo. Por sua vez, Pr Amós e Carlos não conseguiam conter a oportunidade de falar, de conversar, de sorrir, de exultar. Ambos se manifestaram necessitados da verbalização, como meio de expansão dos seus nobres e úteis pensamentos, assim como de treinamento terapêutico – caso do Carlos -, como exercício para maior clareza da dicção. O Ministério estará estudando um plano A: via Skype; B: locução radiofônica comunitária (evangelizar sem sair de casa) para oferecer a ambos. A irmã Gerda não fez economia do quanto sente estar ausente do convívio da igreja, das fisiono-

mias conhecidas de tanto tempo... Estimulou-nos a realizar um culto PIB, agendado, para trazermos à lembrança o que nos dá esperança. A irmã Alcione não cabia em si de contentamento ao recepcionar as cinco mensageiras da igreja na sua acolhedora residência, onde é assistida pelos filhos e netos e pela graça de uma recuperação promissora de cirurgia cerebral. A irmã Elide – coração baiano fidalgo e fervoroso –, reportou que a visita dos irmãos seria, sempre, mais ou menos como o orvalho que paira sobre o monte Sião e desce, trazido pelos ventos da fraternidade e do amor, que são guiados pela mão dAquele de quem o Salmista disse, “tu visitas a terra e a refrescas” Sl 65.9. Visitar um irmão idoso – enfermado ou não – é levar e trazer refrigério; levar e trazer esperança; levar informação e trazer experiência; levar apreensão e trazer confiança. Tire um tempo para ser um(a) visitador(a), samaritano(a), buscador(a), seguindo os passos dAquele que nos visitou e não nos deixou sem dizer: IDE. Humberto de Queiroz Ministério com Idosos idosos@pibcuritiba.org.br

Depoimento, "Ao realizar essa visita fiquei muito impactada com as reações que presenciei na Cely. Foi tão gratificante ver seu ‘rostinho’ expressar tanta alegria e contentamento com a nossa presença. Percebemos que ela sentiu-se amada e privilegiada; mostrou-nos toda a casa, deu risadas, louvou e orou junto, conversou bastante e até fez brincadeiras. Ao voltar da visita, pensei: ‘Quantos idosos já não podem mais ir à igreja, e sentem-se muitas vezes frustrados e desanimados; nesse caso, se eles não podem ir à igreja, bem que a igreja poderia ir até eles! Nós somos a igreja!’”  Késia Oliveira. 12

Primeira Igreja Batista de Curitiba | 03 de novembro de 2013


ACONSELHAMENTO

É tempo de formatura! Formatura! Alegria para os formandos (Ufa! Enfim terminou! Consegui!). Que chatice para os convidados (não deu para arranjar uma desculpa para não ir). Muitas formalidades e blá, blá, blá... Presença obrigatória dos familiares (tem que dar apoio, né?).

A formatura dos cursos de Aconselhamento é diferente. Não tem as inúmeras formalidades. As mensagens mais significativas são breves e objetivas. São os testemunhos de alguns participantes dos diversos cursos e grupos. Não se falará sobre o que aprenderam, e sim, o que passaram a praticar e as bênçãos decorrentes destas mudanças. Estes testemunhos terão impacto sobre os participantes do evento: “Se deu certo na vida dele, certamente será bom para mim também!” Todos os cursos estão baseados em princípios de Deus para as nossas vidas. A efetiva adoção destes princípios resulta em bênçãos. É a promessa de Deus. Seja na forma de educar os filhos, na maneira de lidar com o dinheiro, no modo de me relacionar com Deus, comigo mesmo e com os outros, sendo homem ou mulher. Na formatura, damos a oportunidade para a pré-inscrição para os cursos do 1° semestre de 2014. Assuma o compromisso de participar integralmente de um dos cursos do Ministério de Aconselhamento! Integralmente significa: o que comecei, vou fazer bem feito e até o fim!

Venha! Participe! Você é bem-vindo na nossa formatura! Eugen e Bruni Wagner Líderes dos cursos Homem ao Máximo e Mulher Única aconselhamento @pibcuritiba.org.br Primeira Igreja Batista de Curitiba | 03 de novembro de 2013

13


MULHERES

"Graças a Deus porque não nasci nem gentio, nem cachorro, nem mulher" (anônimo) As mulheres frequentemente foram silenciadas, controladas, diminuídas e tratadas como sub-humanas nas mais diversas sociedades humanas. Todavia, houve um homem que lutou sozinho contra o império do preconceito. Ele foi incompreendido, rejeitado, excluído, mas não desistiu dos seus ideais. Ninguém apostou tanto nas mulheres como ele. Fez das prostitutas rainhas, e das desprezadas, princesas. Muitos dizem que ele é o homem mais famoso da história, mas poucos sabem que foi ele quem mais defendeu as mulheres. Seu nome é Jesus Cristo, o Mestre dos Mestres na arte de viver. (CURY, 2005) Assim que acabou o culto no domingo passado (27/10), pude ler a mensagem em meu celular “(...) Fomos assaltados ontem à noite novamente... Estou muito, muito triste... Hoje de manhã não vou conseguir ir à igreja. A polícia está indo lá em casa... Ore por nós”. Solidária em meu interior diante de tanta vulnerabilidade, após visitar nossa irmã fragilizada com a Elly Claire Janson, liguei para Gisele Kallaur, minha amiga, nossa irmã, assistente social e coordenadora da Associação Batista de Ação Social de Curitiba (Abasc). A seguir trechos da nossa conversa: Querida, o que a PIB Curitiba tem feito diante do tema “violência”?

Gisele Kallaur: A igreja sempre foi um lugar de acolhimento para pessoas em sofrimento, em situação de fragilidade (…...) De uns três anos para cá, a igreja se envolveu em campanhas de sensibilização sobre o tema da violência contra crianças e adolescentes, focando igrejas e sociedade civil. Justamente pelo potencial que a igreja tem, não só de acolher a vítima, mas como um canal 14

O fenômeno da violência tem se manisfestado no mundo todo e as estatísticas das diversas formas de violência cometidas são alarmantes. Curitiba é a 4ª cidade do país no ranking da violência. Nosso estado ocupa o 3º lugar.

de prevenção, propagar a paz e reso- em nossa igreja, que atendesse os lução de conflitos. diversos grupos vulneráveis. Ex: pessoas com deficiência, mulheres, Foi este o pano de fundo para criação idosos, crianças e adolescentes. da Política de Proteção? Queremos fazer com que a nossa Gisele: Sim, participamos igreja seja realmente um lugar seguro. de várias capacitações, como por E o que contempla esta política? exemplo, com a Terezinha Candieiro Gisele: A política é uma decla- nossa missionária do PEPE - que desenvolveu um recurso de orien- ração de repúdio à violência e traz o tação para construção de uma polí- compromisso da igreja de que todos tica para entidades sociais e igrejas. A foram criados à imagem e semepartir dessas capacitações, pensamos lhança de Deus, com valor integral e em criar uma política de proteção individual. Ela institui uma equipe de

Primeira Igreja Batista de Curitiba | 03 de novembro de 2013


MULHERES referência multidisciplinar para questões de violência. A equipe é formada por pastores e outros profissionais, para que estejam preparados para atender. Ela dá normas de comportamento para todas as pessoas envolvidas nas atividades da igreja. Essas normas estão pautadas em três princípios: amar, respeitar e proteger.

de Mulheres e Ministério de Aconselhamento. A igreja é um espaço para você buscar apoio e ajuda. Infelizmente, muitas vezes percebemos que as mulheres têm muita vergonha de compartilhar com alguém a sua dor. Por causa disso, sofrem caladas e não conseguem sair do ciclo da violência, pois precisam de apoio e ajuda para romper este ciclo.

Como a coordenadora da Abasc se sente, tendo desenvolvido esta política? Você estará conosco na “Vigília de Oração pelo Fim da Violência Contra a Gisele: Sinto-me privilegiada Mulher”, no dia 25/11?

por poder participar da construção desta política e deste momento histórico na vida da igreja. Também me sinto muito feliz, porque a nossa igreja tem sido vanguarda em muitos temas importantes e este é um deles. Temos trabalhado para que outras igrejas e instituições possam ser sensibilizadas na mesma direção.

Repudiamos qualquer forma de violência à criança, ao adolescente, ao idoso, à mulher, à pessoa com deficiência e a qualquer pessoa que se encontre em situação de vulnerabilidade ou risco. Comprometemo-nos a amá-las, respeitá-las, protegêlas e, desta forma, zelar pelo seu bem-estar buscando oferecer um ambiente seguro.

Gisele: Sim, estaremos juntas. Na verdade, quero participar do encontro com líderes dia 5 de novembro, e da capacitação com a Tenente Luci no dia 21/11, aqui na PIB. Antes de orarmos e desligar o telefone, indique como o leitor terá acesso ao documento da Política de Proteção?

Antes de você estar na coordenação da Gisele: A política de proteção na Abasc, pudemos trabalhar juntas no íntegra está disponível no nosso site: Espaço Mulher. Aliás, entre nós, você pibcuritiba.org.br/mulheres coordenou o Apoiar, mobilizando Grupos de Apoio à Mulher. Foi um tempo muito especial onde repartimos amor. Que recadinho você poderia deixar para as mulheres da nossa igreja amada?

Gisele: Participar do Espaço Mulher foi muito inspirador. Sinto saudades das nossas parceiras, mulheres de Deus onde estão. Naquele tempo, lidamos com uma realidade até então nova, no contexto da igreja. É fato que, em nosso dia a dia, temos acolhido mulheres vítimas de violência. Como Abasc, continuamos oferecendo apoio em parceria com o Ministério

Temos um evento no Facebook: convide seus amigos e use a hashtag

Vigília # PeloFimDa

Violência

Curitiba

Primeira Igreja Batista de Curitiba | 03 de novembro de 2013

15


CONGREGAÇÕES Passamos as últimas curvas, estamos na reta final. Estamos nos acréscimos do segundo tempo. Os últimos lances. É a contagem regressiva que se inicia para os 100 anos da Primeira Igreja Batista de Curitiba. O final do ano já está aí. Chega o Natal, ano novo, férias de janeiro, carnaval e quando menos se espera estamos em maio! 13 de maio de 2014. Se você reparar não são muitas as instituições centenárias espalhadas por aí. E se tentarmos comparar com empresas de mais de 100 anos, esqueça, não há como comparar. Enquanto especialistas falam sobre planejamento, diversificação ou sucessão dentro dessas empresas que sobreviveram tanto tempo, parece que tudo fica muito longe, que é uma outra conversa, que são outras ´regras´ que regem a linda história de uma igreja como a nossa. Apesar de crescer e fazer parte dessa igreja por quase um quarto de sua história, e atuar nos seus corredores mais de perto nos últimos 10 anos, pude testemunhar os milagres, o crescimento, os desafios, os marcos nessa jornada que nenhum planejamento humano, nenhuma previsão ou análise poderia explicar ou antecipar. Se você tiver a curiosidade de conversar com nosso tesoureiro, com certeza ele terá diversas histórias pra contar sobre como Deus nos abençoou durante todos esses anos, períodos em que a economia ia de mal a pior mas a igreja prosperava. Se você gosta de mais números, pode conversar também com nossos pastores sobre a chegada de novos membros e como em diversos anos a PIB de Curitiba floresceu e manteve um rumo firme e constante. Mas essa igreja não é fundamentada em números, mas sim em vidas transformadas. São muitas as histórias, e sem dúvida reconhecemos o impacto da nossa liderança em nos guiar ao longo desses anos, através do Espírito Santo, ao patamar, reputação e a referência que nossa igreja é em nossa cidade, no país e até no exterior. Por tantos motivos que temos para agradecer, e também aproveitando as comemorações, para levar a palavra de Deus para toda a Curitiba, estamos sonhando com um ano inteiro de celebrações pelos 100 anos! Serão diversas atividades, cultos, apresentações, iniciativas dos próprios ministérios para celebrar, agradecer e exaltar o nome de Jesus a todo nosso povo! E é claro que você não ficará de fora! Além de participar dessa festa que irá durar meses, sonhamos também em deixar um registro desses 100 anos para quem quiser conhecer nossa história.

16

Primeira Igreja Batista de Curitiba | 03 novembro de 2013


Estamos trabalhando num kit, uma espécie de box comemorativo, com um material especial, que conta através de textos, fotos, músicas e vídeos, o legado da Primeira Igreja Batista de Curitiba.

E é claro que você tem que fazer parte disso! Como? Mandando a história da sua família! Ela pode tornar-se um livro! Envie-nos um resumo com até 2000 caracteres, ou seja, letras e espaços e mais duas fotos. Nós pretendemos juntar todas essas histórias e criar um livro com as histórias das famílias da PIB Curitiba! Pense, converse com seus filhos, pais, avós, e conte quanto tempo vocês estão na igreja? O que você viu acontecer? No que vocês já participaram ao longo desse tempo? Histórias curtas mas cheias de conteúdo! Tente pensar em como sua família e a igreja se conectaram com relação a: fé, hospitalidade, generosidade, amor, evangelismo, serviço, oração, coragem, paciência, humildade, ou demais atributos que refletem o legado da sua família na PIB. São vocações que pudemos enxergar, passando de pai para filho e queremos ouvir e publicar o maior número possível de histórias! Então, mãos à obra! Escreva e mande pra gente! Mas não demore, envie até dia 17 de novembro:

comunicacao@pibcuritiba.org.br E você, que já circula pelas mídias sociais, deve ter ouvido sobre o grupo dos 100 anos da PIB Curitiba no Facebook! Ainda não? Então não perca essa oportunidade! Aproveite para enviar suas fotos, relembrar momentos, marcar quem são as pessoas nas fotos ou reconhecer você com ‘aquele’ cabelão, ‘aquela’ roupa ou bigode... é muito divertido!

Confira na próxima página algumas fotos históricas que já coletamos!

Primeira Igreja Batista de Curitiba | 03 novembro de 2013

17


Você já viu como era o Ministério Infantil nos anos 70?

?

rio então

E o berçá

Culto missionário em 1998? Acredite ou não esse era nosso Salão Social

Esse foi um dia

muito especial:

Mande também sua foto ou vídeo. Você também pode emprestar seu acervo para digitalizarmos! comunicacao@pibcuritiba.org.br | 3091-4321 18

Primeira Igreja Batista de Curitiba | 03 novembro de 2013

E os corais daquela época?

por Albert Martins Ministério de Comunicação comunicacao@pibcuritiba.org.br


FALANDO NISSO

Mesadas, prêmios e punições É bem possível que todos os leitores que usam redes sociais tenham visto, na semana passada ou nesta, uma tabela postada por um morador de Rondônia, em que detalha a mesada de seus dois filhos. A foto da folha em que estão anotados os critérios e o “desempenho” das crianças se tornou viral. A ideia geral do método é simples: partese de um valor inicial básico (no caso, R$ 50 por criança), que pode cair se os filhos cometerem determinadas “faltas”. Não puxar descarga no banheiro ou não tomar banho, por exemplo, resulta na perda de R$ 0,25. Deixar a porta da geladeira aberta custa R$ 0,50. Faltar, atrasar ou reclamar para ir à natação implica na perda de R$ 1. Não fazer uma tarefa escolar custa R$ 1. No fim da página, o resultado final: a menina (de oito anos) ficou com R$ 43,25; o menino (seis anos) acabou com R$ 30,50. Se o leitor gostou da ideia, sugiro que pense melhor – ­ ela pode causar mais mal do que bem. Aqui vão alguns argumentos. Vou começar pelo que me parece ser o mais básico de todos. Se a criança toma banho, escova os dentes, vai à escola sem reclamar e obedece aos pais, não está fazendo nada mais do que sua obrigação. É papel dos pais, usando da autoridade amorosa que só eles têm, ensinar um conjunto mínimo de comportamentos capaz de dar aos pequenos proteção e condições de convivência social. Comportamento não é negociável. Com isso chegamos ao segundo ponto: os preços. Uma maneira de conceituar preço é a quantidade de dinheiro a ser trocada por uma mercadoria ou serviço, em uma operação de compra e venda. Em termos estritamente econômicos, é isso que está ocorrendo no caso da tal lista da mesada: para cada infração, é como se os pais sacassem determinada quantia de uma conta fictícia. Pode

parecer “economês” para você, mas pode ser muito fácil de colocar em prática. “Ofender ou xingar meu irmão vai custar R$ 2? Ah, é pouco!” E lá vai um palavrão... Educação financeira Além de tudo isso, a mesada é um instrumento de educação financeira. A ideia, principalmente no caso de crianças abaixo de 12 anos, é que as crianças recebam um valor simbólico que possam usar à sua maneira e, assim, aprendam a lidar com dinheiro. Tanto o valor quanto sua periodicidade precisam estar dentro do universo de compreensão da criança – é por isso que se costuma aconselhar desembolsos sema- a mesada é um nais para a turma com menos instrumento de 15 ou 16 anos. de educação Há maneiras de estimular financeira. Há os filhos usando mesadas. maneiras de Algumas famílias criam listas estimular os de tarefas adicionais para as filhos usando crianças, e as remuneram se mesadas. cortarem a grama da casa ou lavarem o carro, por exemplo – tarefas adicionais, fora do cotidiano, que poderiam ser feitas fora do círculo familiar e pagas. Tarefas cotidianas, como arrumar a cama e lavar a louça, não entram na lista. Elas devem fazer parte do arranjo familiar. De novo, nada mais que a obrigação. Lá em casa, costumamos comemorar em família feitos excepcionais: uma nota alta em determinada prova difícil, por exemplo, pode resultar em um jantar, uma sobremesa especial ou em uma sessão de cinema. E fazemos isso juntos, porque comemorações nunca são solitárias. Franco Iacomini Jornalista e Assessor de Imprensa da PIB fiacomini@gmail.com

Versão condensada. Publicado originalmente na Gazeta do Povo, em 15 de outubro de 2013 (disponível em http://goo.gl/6MJRfD). Primeira Igreja Batista de Curitiba | 03 novembro de 2013

19


ESPECIAIS

Meu filho tão especial, Gabriel. (parte 3)

Meu mundo, meus professores, meus cuidadores! Dou-me conta do esforço dos Algum dia meu filho vai ler? Vai escrever? Vai se civilizar? São menores gestos de sua vida cotiquestionamentos que me preocu- diana. Há pequenas vitórias, que pam todos os dias. valem uma medalha de ouro nos Entram em ação os heróis, Jogos Olímpicos. Pegar a comida seus professores, cuidadores e e não deixar cair, vestir a camiseta educadores, seres humanos capa- do uniforme! Gestos e funções citados técnica e espiritualmente. simples, mas executaríamos com Eles nos dão esperanças, nos prazer o Hino Nacional em sua fazem enxergar além da limitação. homenagem, e ao seu treinador, Meu filho apresenta dificul- pois acreditem, não é nada fácil. Ele tenta superar as dificuldades especiais. Ainda não sabe dades com sacrifícios e esforços. escrever, apenas faz desenhos abstratos. Não tem linguagem a Tem uma alegria contagiante, que ponto de a alfabetização fazer nos espanta. sentido, não tem sintaxe nem temO que dizer sobre os edupos de verbo. cadores espirituais, “Sabemos que Deus Para o Gabriel, que acreditam no tudo é difícil, às age em todas as coisas potencial de nossos vezes impossí- para o bem daqueles filhos? Vejo meu filho vel, como colocar que o amam, dos que aprendendo da foram chamados de forma mais lúdica meias ou amarrar sapatos, segurar acordo com o seu pro- e interessante, um garfo, usar a pósito.” Romanos 8:28 sobre a criação do faca ou vestir-se. O mundo, e particieducador tenta, com muito lou- pando da santa ceia. O AME vor, fazê-lo compreender as ativi- – ministério voltado a pesdades, descobrir e diminuir suas soas com deficiências intelimitações. lectuais – está junto de você. Ele também não tem noções Venha conhecer. Se você tem dos perigos em várias situações. ou conhece uma criança ou Não poderia ir a qualquer lugar adulto especial, faça parte sozinho. Com milhares de estímu- desse ministério tão abençolos dispersivos difíceis de contro- ado. lar, teria que enfrentar um mundo Se a criança especial despreparado para ele. Meu for estimulada, a tendência menino sempre precisou de um é de se desenvolver melhor. cuidador, alguém com quem ele se Juntos, família, cuidadores, sinta seguro, seja seu amigo. Seu escola e igreja podem conherói chama-se José, há 10 anos. tribuir para o seu desenvolvi20

Primeira Igreja Batista de Curitiba | 03 de novembro de 2013

mento. Se você, pai ou mãe, passa por qualquer dessas dificuldades com seu filho ou filha especial, pode ter certeza de que nós precisamos de ajuda. Nunca vamos conseguir sozinhos. As crianças agradecem! A união de forças, dedicação e empenho, fé e equilíbrio espiritual, me fazem enxergar pequenos gestos do Gabriel, como observar seus olhos voltados para o céu, sonhando, e vezes ele sorri... Acho que para os anjos! Obrigada a todos os queridos educadores! Marcia Zeni Fisioterapeuta marciazeni@terra.com.br


JOVENS

Primeira Igreja Batista de Curitiba | 03 de novembro de 2013

21


ENGLISH

International Orphan Sunday Many of you may not be aware, but this Sunday is International Orphan Sunday. This is a day for churches all over the world to recognize the problem of orphans and seek to encourage one another to do our part as Christians in helping. The book of James teaches us, “Religion that God our Father accepts as pure and faultless is this: to look after orphans and widows in their distress and to keep oneself from being polluted by the world” (NIV). Orphan Sunday is a great way for churches to keep from being polluted by the world through uniting together in order to bring to attention the increasing need for children who exist without a mommy or a daddy. Unfortunately, most Christians do not even consider the problems of orphans. And if they do, they usually say something like, “Aw, that’s really sad” and then move on with their life without thinking how

God would want them to help. However, what we find in Scripture is a loving God who goes to great lengths to save the most unlovable of His creation. Strikingly, we are described as children of wrath and haters of God, but in spite of our ugliness and wickedness, the Bible presents a picture of God as One We find a who runs after us. God rescues us from ourselves loving God and our condition to Himself, and Jesus says that He who goes loses none of His children (Jn 6,10). When you have to great been adopted into the family, that’s it, you’re in for lengths to good. God doesn’t leave you or forsake you. This is save the most how Paul can say in Ephesians that we are adopted unlovable children according to the plan of God and this is how he can say in Romans 8 that we have received a Spirit of adoption that cries out, “Abba, Father.” Babies cry because they know they will get a response from their parents. In the same way, we do not lie silent as a baby without a mother, but we cry out as children to our Father because we know that he hears us and cares for us. Now that we have been given so much love, it is our responsibility as Christians to not only talk about this love, but apply it. It is said that faith without works is dead and that is true. How can we say that we have had an encounter with the most loving and amazing God, but our life doesn’t reflect that same compassion? Jesus did more than just cry for the sick and hungry, he fed them and he touched them. We have to do more than just cry for the orphans. We have to rescue them and bring them into a family that will give them the love and affection they have been longing for all their life. Love is a difficult thing that involves self-sacrifice and strength, but we are called to this. We are indeed the body of Christ and we represent our loving Savior. To the world, we are His arms and hands that hug and hold. Let’s do more than just say, “Aw, that’s really sad.” Let’s do more than just give money to an orphanage. Let us be like Jesus who said, “Let the little children come to me.” Let us be a church full of families who have rescued children that once were headed toward a future of street crime and prostitution but now are moving toward a life of productivity, leadership, and family values. When our church begins filling up with rescued orphans, the world will not only hear our message of the Gospel, they will see it transforming society right in front of their eyes. Daniel Cecil Pastor Ministério em Inglês (ICES) daniel.cecil@pibcuritiba.org.br

22

Primeira Igreja Batista de Curitiba | 03 de novembro de 2013


FALTAM

192

DIAS PARA OS 100 ANOS

CONSTRUÇÃO

Primeira Igreja Batista de Curitiba | 03 novembro de 2013

23


FAMÍLIA

Algo Mais

Há 20 anos, num hospital de Curitiba, tive o prazer de falar de Jesus para um senhor muito querido e simpático, que comentou que a filha dele também conhecia este mesmo Salvador. Não lembro muito bem desta época por causa das fortes medicações, mas esta noite ficou marcada... Ela entrou no meu quarto como um anjo, toda de branco e com uma voz toda doce e suave abriu seu coração e sua vida. Alguns anos se passaram e, em resposta de muita oração, meu marido aceitou ir a um Encontro de Casais, e para minha surpresa houve um testemunho muito forte de um casal que nos impactou muito e que no final do encontro, sendo líderes de um grupo pequeno, foram usados por Deus para que o meu marido fizesse a primeira oração de sua vida, que faria toda a diferença na minha vida e no nosso casamento também. Como agradeço a Deus pelo dia 18 de agosto de 1996, onde o Espírito de Deus começou a habitar no coração do meu marido!... E depois desta data não paramos mais de testemunhar que o melhor presente que Deus nos deu se chama “Família”.

chegando para assumir o ministério um casal já muito amado e querido por nós. Falamos naquela data e continuamos falando para Deus e para o casal Gleden e Márcia: eis-nos aqui, usem-nos, para podermos juntos abençoar outros casais, porque vocês foram instrumentos de Deus no nosso casamento e queremos repartir estas bênçãos no encontro que teremos em 2014. Não percam esta oportunidade, e sejam duplamente abençoados pelo lindo local e pela palavra abençoadora do Pr. Paschoal. Aguardamos vocês... Rubens e Mari Equipe do Algo Mais

Quando viemos para a PIB, procuramos o Ministério de Casais e, para a nossa maior alegria, estava

ENCONTRO DE CASAIS PIB

30 DE MAIO A 01 DE JUNHO DE 2014 PRELETOR OFICIAL: PASTOR PASCHOAL COMPLEXO AQUÁTICO COM 9 PISCINAS, COSTÃO SPA, COSTAO GOLF, 6 RESTAURANTES DE ALTO PADRÃO, REFEIÇÕES E BEBIDAS NÃO ALCOÓLICAS INCLUÍDAS. WWW.RVSHOTEIS.COM.BR

HORÁRIO DE ATENDIMENTO E RESERVAS: DE SEGUNDA A SEXTA, DAS 9H ÀS 18H. TELEFONE: (41) 3301-3600.

24

Primeira Igreja Batista de Curitiba | 03 de novembro de 2013

ANUNCIO ENCONTRO DE CASAIS 18.5x11cm.indd 1

9/20/13 6:28 PM


ACONTECE NA PIB

Primeira Igreja Batista de Curitiba | 03 de novembro de 2013

25


ACONTECE NA PIB

26

Primeira Igreja Batista de Curitiba | 03 de novembro de 2013


EDUCAÇÃO NOSSA IGREJA CRISTÃ

Pedidos de doação Ação Social: a Abasc precisa da doação de um fogão. 3091-4356. Sonotecnica: um ipad para o ministério de som da PIB. Antônio, 3091-4312 | som@pibcuritiba.org.br

Convocação Conselho Executivo Convoco os membros do Conselho Executivo da Primeira Igreja Batista de Curitiba para nossa reunião mensal que acontecerá no próximo dia 14/11, às 19h, no Salãozinho. Pr. Paschoal Piragine Junior, Presidente.

Convocação delegados da Abasc Convoco os delegados da Abasc – Associação Batista de Ação Social de Curitiba - para nossa assembleia mensal que acontecerá no próximo dia 14/11, às 19h, no Salãozinho. Pr. Paschoal Piragine Junior, Presidente.

Contas para depósito de dízimos e ofertas

Escala do Conselho Diaconal

CNPJ PIB: 75.051.458/0001-79 | CNPJ ABASC: 02.052.396/0001-46

Banco do Brasil

Ag 1869-4 CC 5045-8

Banco Santander

Ag 2133 CC 130011302

Bradesco

HSBC

Semana

Itaú

Caixa Econômica

03/11 a 09/11 Almir, Iwerson, Antero, Simone, Cláudio Dominguez, Paulo Romano, Arnaldo M. Jr.

Ag 2369 CC 16-7 Ag 3835 CC 33218-4

Ag 0054 CC 38242-41 PIB: Ag 1316 CC 1290-0 Op. 003 ABASC: Ag 1316 CC 1655-7 Op. 003

Diáconos

10/11 a 16/11 Marlene, Luiz Roque, Sandra, Sonia, Sabino

Primeira Igreja Batista de Curitiba |03 de novembro de 2013

27


EDUCAÇÃO NOSSA IGREJA CRISTÃ

Atividades na igreja Todos os dias Plantão pastoral 24h “Linha da Vida” (telefônico) 06h | Alvorecer com Deus 09h | Plantão pastoral até 18h (presencial) Domingo 09h30 | Ministério Infantil (0 a 12 anos) 09h30 | Escola Bíblica 09h30 | Escola Bíblica em Inglês 09h30 | Embaixadores do Rei 09h30 | Mensageiras do Rei 10h30 | Culto Matutino 10h30 | Culto em Inglês 10h30 | Culto dos Juniores 16h | Assessoria jurídica gratuita 18h30 | Heróis de Oração 19h | Ministério Inafantil (0 a 12 anos) 19h | Culto vespertino 19h | Culto em italiano (mensal) Segunda-feira 8h | Atendimento social 13h30 | Assessoria jurídica gratuita 14h | Atendimento social 14h | Curso de tricô e crochê 19h30 | Culto dos Advogados Cristãos 20h | Culto dos Atletas

Terça-feira

15h | MOPS (Mães de Primeira) - célula 15h | Culto da Vitória 15h | Estudo Bíblico em inglês 19h | Centro de Formação Ministerial 19h30 | Escola Bíblica 19h30 | Montanhistas de Cristo 20h | Culto dos Surfistas de Cristo

14h | Mulher Cristã em Ação 14h | Curso de patchwork 18h30 | Encontro de Homens 19h | Centro de Formação Ministerial 20h | Encontro de Mulheres 20h | Ensaio Conj. Feminino 20h | Amor Exigente - Grupo Conexão 20h |Grupo de apoio ao enlutado

Sexta-feira 09h | Amor Exigente-Grupo Conexão Um 15h | Culto dos Cadeirantes - RPA 17h | Discipulado para adolescentes (batismo) 18h | Valentes de Oração 18h | Ensino Adolescentes 19h30 | Culto de Adolescentes 20h | Amigos em Cristo (quinzenal)

Quarta-feira 9h30 | Ginástica da Maturidade 10h30 | Ginástica da Maturidade 10h30 | Oficinas Maturidade 10h30 | Estudos Bíblicos 13h | Oficinas Maturidade 14h | Células Maturidade 15h | Culto Maturidade 16h | Dança Sênior 18h | Oração Adolescentes 19h30 | Celebrando a Recuperação 20h | Culto de oração 22h30 | Oração Jovens

Sábado 9h | MOPS (3º sábado) 14h | Embaixadores do Rei 17h | Ensaio do Coro Celebrai 17h | Ensaio do Coral A. B. Deter 17h | Culto de surdos 18h | Clamor Jovem 19h30 | Culto de Jovens 19h30 | Culto de Jovens Adultos 19h30 | Culto de Jovens Casais (mensal)

Quinta-feira 14h | Voluntariado - Hospital Evangélico

Programação de TV e Rádio TELEVISÃO Curitiba e Região Metropolitana CWBTV. Canal 5 (NET), Canal 72 (VIVO TV/TVA analógica) e Canal 186 (TVA digital). Segunda, 23h30 | Quarta, 18h.

CWBTV. Canal 5 (NET), Canal 72 (VIVO TV/TVA analógica) e Canal 186 (TVA digital). Terça/Quinta, 17h. Mensagem com Pr. Paschoal Piragine Jr.

Em outubro, programa Dia a Dia com Deus em novo canal: REDE SUPER, canal 55.

Programa para Jovens

RÁDIO Curitiba e Região Metropolitana

Mensagem com Pr. Paschoal Piragine Jr.

Gospel FM 89,3. Terça a sexta, às 22h.

MARUMBY. AM 730. Segunda a sexta, às 7h30

SARA BRASIL . FM 107,5. Terça a sexta, às 22h.

HCJB (Curitiba-PR). Quarta, às 20h30.

SARA BRASIL. FM 107,5 Segunda, às 22h.

Programa para Jovens Pr. Michel Ferreira Piragine

GOSPEL FM 89,3 Segunda, às 22h.

Rádio web e outras regiões

Alfa FM 104,9 (Catuporanga, PR) – 06h Aliança FM 98,3 (Paranaguá, PR) – 18h Araucária FM 98,7 (Pranchita, PR) – 12h Bereiana Web Rádio (S.José dos Pinhais, PR) – 11h Iguaçu FM 104,9 (Planalto, PR) – 13h Mensagem Web Rádio (São Paulo, SP) – 15h Ômega FM 93,9 (Guarujá, SP) – 14h30

28

Primeira Igreja Batista de Curitiba | 03 de novembro de 2013 2013

Paz e Luz Web Rádio (Curitiba, PR) - 2ª a 6ª às 10h e Dom às 12h Poder Total Web Rádio (Brasília, DF) – 09h30 Portal Igrejas Web (S. José dos Pinhais, PR) – 15h Sertão FM 87,9 (Sertanópolis, PR) – 08h30 Rádio Web Som do Céu (Curitiba, PR) – 12h Paz e Luz Web Rádio - Seg a Sex às 10h / Dom, às 12h Timburi FM 98,5 (Andirá, PR) – 07h30


ANĂšNCIOS

ANUNCIE SEMANALMENTE NA REVISTA PIB (12 cm x 4 cm) patrocinio@pibcuritiba.org.br

Primeira Igreja Batista de Curitiba | 03 de novembro de 2013

29


ANÚNCIOS Serviços • Pequenos reparos, hidráulica, elétrica, pinturas, forros, pisos, montagem de móveis. Luiz, 9235-7407 | 3013-3780 | 9780-3552. • Clinica Tatiana Pizani oferece Depilação a Laser, Estética Facial e Corporal, Podologia e Studio Pilates.. 3023-6878 | 9205 -3100 | www.tatianapizani.com.br • Cuidadora de Idosos, disponível para acompanhar em outros estados. Iara, 8771-4027. • Pablo e Márcia, pinturas e decorações. 9203-1245 | 9156-3738 | www.pablopinturaedecora.blogspot.com

ANUNCIE AQUI: Os anúncios para a Revista PIB serão aceitos na semana anterior à publicação, das 9h às 18h, pelo e-mail: patrocinio@pibcuritiba.org.br

SER >TER INSCRIÇÕES ABERTAS | VESTIBULAR UTP 2014

TRADICIONAL 9/11

WWW.UTP.EDU.BR

0800 41 0800

AGENDADO REMANESCENTE 25/11 A 18/12

• Adesivos, banners, cartões de visita, faixas, folders, impressão digital, imãs de geladeira, e muito mais. Alx Comunicação Visual . 3016-4237. • DS Musicale - afinações e reformas em geral de pianos. Dann Seifert, 9940-7344 | dannbatera2003@gmail.com

Vendo

• Planos de Saúde: Amil, Unimed, Saúde Ideal, SulAmérica, Bradesco. Sandra, 9964-3235 | 9224-7300. • Apto. 3 q, suíte, dep. empreg., 2 sacad., sala 2 amb., 4 wc’s, salão de festas, churrasq. 1 vaga. Aceita-se permuta por casa/sobrado, R$ 650 mil. 9602-8439. • Moto Honda CBR 600F 12/12, 5500km, 2º dono. R$ 31 mil. 10% da venda será ofertado p/ compra das poltronas. 8470-4509 | andre@seara.org.br • Seguro para moto e veiculo. Robson, 2112-4800 | 9915-4556 | robsonnascimento@parcorretora.com.br • Toyota Fielder, 2005, preto, compl. c/ bancos em couro, air bag, abs, kit multimídia e NF. sites: Gazeta do Povo/OLX/Bom negócio. 9113-5759 | 9633-0508. • Apto (antigo c/ cômodos maiores), Centro, 78m², 2 q., sl 2 amb., armários planej. no wc e coz. R$ 220mil. 9643-2040. • Móvel para TV 153x60x70cm, madeira verdadeira, com rodinhas. Excelente estado. 9677-9888. • Apto. Florianópolis (S. José), 2 q., sala, coz. c/ armários e mesa e área de serv. R$ 117.000. Cond. Monti Carlos. (41)9955-9173 | (41)9175-3805 | (41)3667-3772.

Vagas

• Programador de Java e Asterisk p/ projeto evangelístico, algumas horas na semana. César, 8701-4242. • Lavador de carro, Tv. José do Patrocínio, 70, Alto da Glória. João Carlos ou Márcio, 3252-6133. • Vendedor: vendas internas e externas, Ens. médio, facilidade com vendas, metas e flexibilidade de horário. Salário fixo + comissão + benefícios. 3087-4707. • Empregada Doméstica. Ensino fundamental completo. Salário: R$ 1.000,00 + benefícios. Segunda a Sábado, 44 horas semanais. 3087-4707.

Aluga

• Casa no CIC tratar c/ proprietário, 02 q., sala, coz, lav, wc, sem garagem. R$ 580. Andrea, 9953-2505 | 3346-3845.

30

Primeira Igreja Batista de Curitiba | 03 de novembro de 2013

Sobrados: Atuba - Santa Cândida Apartamentos: Centro Cívico - Pinhais Terreno: 2.000m2 - Atuba 41 3352.5323 www.construtoravictorelli.com

ALUGUEL DE CASAS EM ORLANDO 41 8477.9496 www.disneyhouses.com


A Primeira Igreja Batista de Curitiba não se responsabiliza pela qualidade dos serviços ou produtos oferecidos pelos classificados e/ou anúncios publicados nesta revista.

ANÚNCIOS

Primeira Igreja Batista de Curitiba | 03 de novembro de 2013

31


Revista PIB - 03/11/13  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you