Issuu on Google+

EXPONÁUTICA 2012 EM NOVEMBRO, ABRINDO O VERÃO

R$ 14,00 · Ano 07 · nº 36 · 2012 · www.perfilnautico.com.br

TEMPORADA 2013

NOVIDADES E LANÇAMENTOS

SALÃO NÁUTICO DE CANNES

PARA O VERÃO BRASILEIRO

PERFIL FERRETTI

ESTREIAS DE GALA E LANÇAMENTOS MUNDIAIS

NOVA FASE PARA O ESTALEIRO

E MAIS! 4 EMBARCAÇÕES NA SEÇÃO PERFIL

OCEANIA 30WA

PHOENIX 255 PLATINUM

VENTURA 410

PRESTIGE 400


2  PERFILNÁUTICO

PERFILNÁUTICO 

3 


360°

DE HORIZONTE PARA VOCÊ DESFRUTAR.

A maior boca da sua categoria (5,25m) Ampla área social Cozinha gourmet com acesso total ao deck de popa

Só o maior estaleiro da América Latina pode oferecer tanta qualidade, com ótimo valor de revenda, e uma assistência técnica confiável para você aproveitar com tranquilidade todos os momentos, no destino que escolher.

SÓRI OS •

QUALIDADE

GARANTIDA

IÇOS

navegabilidade

ES

RV

Maior altura do casco que garante melhor

C

SE

360° de visibilidade interna no salão

Estar a bordo de uma Ferretti 620 é viver a vida em todas as suas dimensões. Na área externa, espaço de sobra para curtir o sol e o mar com muita elegância. Internamente, cozinha gourmet integrada e 360º de visibilidade para desfrutar a paisagem com todo o conforto.

PEÇAS • A

F 620. LEVE SUA VIDA NO MELHOR 62 PÉS DO MERCADO.

Plantão de Atendimento

+55 13 3323-7088

Conheça também:

toolsandtoys.com.br - ferrettibrasil.com.br

Representante exclusivo Ferrettigroup Brasil. Shopping Cidade Jardim - 3º piso Avenida Magalhães de Castro, 12.000 São Paulo - SP - Tel: (11) 3552-4000

4  PERFILNÁUTICO

/ferrettibrasil Rua Dom Alberto Gonçalves, 158 Curitiba - PR - Tel: (41) 3016-0020

Av. Normando Tedesco, 1350 Balneário Camboriú - SC - Tel: (47) 3363-1336

/ferrettigroupbrasil PERFILNÁUTICO 

5 


6  PERFILNÁUTICO

PERFILNÁUTICO 

7 


8  PERFILNÁUTICO

PERFILNÁUTICO 

9 


Q

uem nunca olhou pela janela de casa, do escritório ou até mesmo do carro e não sonhou em visualizar o azul do mar e sentir a sua refrescante brisa no rosto? Uma espécie de miragem que aparece com mais frequência quando o verão se aproxima e a temperatura se eleva. Imaginação que começa a se tornar realidade para privilegiados proprietários de embarcações que, ao aparecer o primeiro sinal do sol, se preparam para ter o mar como quintal de casa. Na navegação, encontram a maneira mais prazerosa de aproveitar um dos maiores presentes naturais que Deus nos deu: a água. Não por acaso, o termômetro do segmento náutico também começa a registrar números mais altos nesse período, quando surge, para atiçar o desejo do amante do mar, o maior número de lançamentos e novidades para quem quer aproveitar todo momento de lazer bem longe do trânsito e dos edifícios urbanos, mas bem pertinho da água. Para saber das principais tendências para a temporada de 2013, conversamos com construtores, projetistas, revendedores e importadores e visitamos dois grandes salões náuticos que aconteceram em setembro e em outubro, no Brasil e na França: o São Paulo Boat Show e o festival “La Plaisance”, em Cannes. Nas páginas da edição 36 da Perfil Náutico você terá a oportunidade de conhecer aquele que poderá ser o seu próximo barco novinho em folha, recém-lançado, ou um dos modelos consagrados que ganharam upgrades e ficaram ainda mais atraentes. Ainda no assunto compra e, claro, barcos, na seção Mundo Náutico, trazemos as novidades da próxima edição da Exponáutica, que acontece em novembro, uma reportagem sobre o sistema de compra compartilhada de embarcações, que começa a ganhar adeptos no Brasil, e um software para o controle e administração de embarcações em marinas e iate clubes. Na seção Perfil, detalhamos quatro embarcações: Oceania 30WA, Phoenix 255 Platimum, Ventura 410 Premium e Prestige 400, além do estaleiro Ferretti. E na área do esporte acompanhamos competições de vela, jet ski, surfe, wakeboard e mergulhamos na Flórida, junto ao manatee, um parente próximo do peixe-boi da Amazônia. S

Depto. de Jornalismo Editor e jornalista responsável Marcelo Fabiani (Buda) — DRT-PR/ 6633 marcelo.buda@grupocanal.com.br

F45

Revisão João Batista Ribeiro Colaboram nesta Edição Angelo Sfair, Amanda Kasecker, chef Ayrton Oliveira, Deborah Fertonani, Flávia Figueirêdo, Guilherme Aquino, Kadu Pinheiro, Liz Boggiss, Luiz Alfredo Malucelli, Rafaella Malucelli, Thaís Zago. Edição de Arte e Projeto Gráfico Eduardo Zuchowski Impressão e Acabamento Gráfica Coan Distribuição Exclusiva FC Comercial Distribuidora Ltda.

iPad Baixe nosso aplicativo

O mar no quintal de casa

Conselho Diretor Aldo Alfredo Malucelli aldo@grupocanal.com.br Carlos Alberto Gomes carlos@grupocanal.com.br José “Juca” Kolling jose.juca@grupocanal.com.br Luiz Alfredo Malucelli luiz@grupocanal.com.br

É tempo de

VIVeR

Central de Publicidade Comercial (41) 3331-8300 comercial@perfilnautico.com.br José “Juca” Kolling (41) 8446-5341 jose.juca@grupocanal.com.br

facebook.com/SessaBrasil

Editorial

Rua Jorge Cury Brahim, 712, Pilarzinho, 82.110-040, Curitiba – PR. Fone (41) 3331-8300 Fax (41) 3331-8305

Revista Perfil Náutico Rádio Mix Curitiba - 91,3 MHz 91 Rock Web www.91rock.com.br Artigos assinados não representam necessariamente a opinião da revista. As imagens sem créditos foram fornecidas para divulgação. Revista Perfil Náutico, ano 7, n° 36, é uma publicação da Editora Canal/mid, divisão de mídia do Grupo CANAL/com. Todos os direitos reservados. Fale com a gente Redação redacao@perfilnautico.com.br

Boa leitura, bons ventos e boa brisa

Marcelo Buda

Canal Técnico Envie sua pergunta para canaltecnico@perfilnautico.com.br Assinatura assinatura@perfilnautico.com.br Perfil Náutico na Internet www.perfilnautico.com.br

c B O r G e s B Oat s : M a n au s – w w w.c b o r g e s .c o m .b r – ( 9 2) 8112 6 0 26 D i r e c t J e t n Áu t i c a : Pa r Á – w w w.d i r e c t j e t.c o m .b r – ( 91) 3 24 9 2 916 r e G at ta Yac h t s : B a h i a | M i n a s G e r a i s | s ÃO Pau L O | r i O D e J a n e i r O – w w w.r e g a t t a y a c h t s .c o m .b r – (11) 5 5 3 8 3 4 3 4 s c Yat c h s : Pa r a n Á | s a n ta c ata r i n a | r i O G r a n D e D O s u L – w w w. s c y a tc h s .c o m .b r – (4 8 ) 3 2 2 2 0 0 52 V i L L a n Áu t i c a : B r a s í L i a | G O i Á s – w w w.v i l l a n a u t i c a .c o m .b r – ( 61) 3 2 23 0 2 01 – ( 6 2) 3 2 25 8 576

www.sessamarine.com.br – sessa Marine BrasiL – contato@sessamarine.com.br

10  PERFILNÁUTICO

PERFILNÁUTICO 

L i n h a Yac h t C 6 8 - C 5 4 - F LY5 4 - F LY4 5 - C 4 4 | L i n h a c r u i s e r C 4 0 - C 3 6 | L i n h a K e Y L a r G O K L 3 6 - K L 28 S o l e - K L 27

11 


Índice Canal 126 130 132 134

Construtor Náutico Décor Estilo

Nesta edição 16 136 144

News Notícias fresquinhas do mundo náutico Esporte Vela, jet ski, surfe e wake Mergulho – Flórida Mergulho com o manatee, parente próximo do peixe-boi da Amazônia

50 Capa

Lançamentos e novidades Abrindo a nova temporada, apresentamos as novas estrelas do verão no Brasil

Perfil 83

152 154

Planeta Água Paz no mar: respeito entre banhistas, esportistas e pescadores Gourmet Filé de tainha do chef Ayrton Oliveira

Mundo Náutico 26

40

44 46

Salão Náutico de Cannes O festival “La Plaisance”, em Cannes, é um importante barômetro de tendência da náutica mundial Exponáutica Evento acontece entre os dias 15 e 18 de novembro em Biguaçu, Grande Florianópolis (SC) Compra compartilhada Sucesso nos Estados Unidos, a opção vem conquistando adeptos no Brasil Gold Mariner Software promete atender às necessidades de marinas e iate clubes

12  PERFILNÁUTICO

SUA EMPRESA PAGA CARO PARA FALAR ENTRE A MATRIZ E AS FILIAIS?

SOLUÇÕES CONVERGENTES GVT. PARA MATRIZ E FILIAL SE COMUNICAREM SEM CUSTO, EM QUALQUER LUGAR DO BRASIL.

Oceania 30WA Ideal para passeios e pescarias em águas costeiras

91 255 Platimum O lançamento da Phoenix tem muito espaço e é cheio de detalhes

99

Ventura A V410 é o maior barco e a 160 o novo xodó do estaleiro

107 Prestige 400 Fino acabamento, amplo flybridge e bom aproveitamento de espaço

115 Ferretti Inovação, tecnologia de ponta e liderança no mercado

A gVT oferece soluções convergentes que unem telefonia convencional com a telefonia iP, proporcionando mobilidade, simplicidade de uso e controle dos investimentos em telecomunicações. e ainda foi eleita com o VOX Ng a melhor solução de comunicação em nuvem por renomadas consultorias de mercado em evento promovido pela Alcatel-Lucent. Além disso, a gVT possui milhares de quilômetros de backbone próprio e suporte técnico altamente capacitado para atender 24 horas por dia, 7 dias por semana. Se a sua empresa busca os melhores serviços em Dados, Voz, internet e Data Center, mude para a gVT empresas. Conheça mais as soluções convergentes da gVT. Baixe um leitor de QR Code em seu celular ou tablet, aponte a câmera para este código ou acesse www.gvt.com.br/solucoesconvergentes.

Ligue

0800 6025 488 www.gvt.com.br/solucoesconvergentes

PERFILNÁUTICO 

13 


Canal Esporte Canal do Leitor

Capa Que beleza ver revistas como a Perfil dando espaço para a sustentabilidade. Se todas contribuíssem como vocês, já seria um grande passo para fazer do nosso planeta um lugar melhor. Parabéns pela iniciativa! Marta Gonçalves

Muito boa a reportagem especial da capa da última edição. Realmente as cabines são espaços especiais na embarcação. Apesar de ficarmos pouco tempo por lá, existem muitos detalhes relevantes. Álvaro Kormann

O que mais chama a minha atenção na Perfil são os barcos escolhidos. Ainda não tenho meu próprio “brinquedinho”... mas enquanto isso vou dando uma boa olhada em cada opção. Juarez Ramos

aventuras como essa. Dá até vontade de voltar no tempo e velejar por estes lugares paradisíacos novamente.

Achei muito interessante o processo de pintura dos cascos que a Perfil Náutico mostrou na última edição. Não parece que um trabalho aparentemente simples consome tanto tempo e dedicação.

Murilo Antevin

Elias Mazzon

Há tempos acompanho a revista e gostaria de parabenizar todos pela reformulação geral. O conteúdo continua excelente e agora ela está cada vez mais bonita e gostosa de ler.

Bela reportagem sobre a Regatta. Eu já sabia que a história era bonita, mas ainda não a conhecia em detalhes como pude observar ao ler o material. Parabéns pelo trabalho.

Dirceu Justen

Linda a reportagem especial sobre a Regata Refeno! Que saudades do tempo em que eu encarava

Eduardo Esselivo

A parte de turismo, como de praxe, está um show à parte. É uma foto mais incrível que a outra e lugares com histórias ótimas. Continuem trazendo para nós lugares como estes. Geni Sokolon

Fale Conosco Para falar com a Perfil Náutico, mande e-mail para: redacao@perfilnautico.com.br ou canaltecnico@perfilnautico.com.br. As mensagens devem ser enviadas à redação e à equipe técnica com identificação do autor, endereço e telefone. Em virtude do espaço disponível, os textos podem ser resumidos ou editados. A revista reserva-se o direito de publicar ou não as colaborações.

14  PERFILNÁUTICO

PERFILNÁUTICO 

15 


A Enseada do Botafogo ganhou uma nova obra de arte. Trata-se da “Awilda”, um rosto de 12 metros de altura fabricado com materiais compostos com espuma de PVC Divinycell fornecidos pela Barracuda

Composites. Criada pelo espanhol Jaume Plensa, a obra faz parte do projeto OiR (Outras Ideias para o Rio). O objetivo do projeto é espalhar obras de artistas internacionais em diversas áreas públicas da cidade.

News

News Canal Esporte

Barracuda Sessa Marine

O segundo semestre do estaleiro italiano Sessa Marine no Brasil será focado no atendimento ao cliente. Após divulgar os bons resultados nas vendas para o mercado brasileiro (foram mais de 7 milhões de euros arrecadados desde julho de 2011), o grupo inaugura uma nova fábrica e já planeja o segundo ano de atuação no país e traça as suas estratégias. Através da construção da nova fábrica em Palhoça (SC), a Sessa Marine também passa a investir na criação de uma equipe técnica que trocou experiências com diversos profissionais de estaleiros italianos.

Awilda, criada pelo espanhol Jaume Plensa

Marinha do Brasil Depois de atracar em Natal (RN) e Salvador (BA), o mais novo navio-patrulha da Marinha do Brasil chegou ao Rio de Janeiro. O Amazonas é um navio oceânico projetado e construído para atender às necessidades de fiscalização de extensas áreas marítimas. A nova embarcação irá dar suporte ao Amazônia Azul na patrulha da nossa costa. O novo Amazonas foi construído pela BAE Systems Maritime Naval Ships. Até 2013, mais dois navios vão ser incluídos na frota brasileira: NPaOc Apa e NPaOC Araguari.

Navio oceânico Amazonas

16  PERFILNÁUTICO

Azimut e Atlantis

Um novo revendedor passa a assumir as atividades das marcas Azimut Yachts e Atlantis no Brasil. A First Yacht faz parte do Grupo First, empresa de liderança internacional nos setores de importação, exportação e logística. A Azimut e a Atlantis buscam reforçar a qualidade, garantindo suporte completo para os seus consumidores. A mudança de revendedor pode ter relação com a produção das marcas, que deve dobrar nos próximos três anos. j PERFILNÁUTICO 

17 


News

Canal NewsEsporte

São Paulo Boat Show

Seminário Acobar

150 expositores, 250 embarcações

A 15ª edição do São Paulo Boat Show movimentou R$ 267 milhões em negócios. Ao todo, 43 mil pessoas compareceram ao maior salão náutico da América Latina. As embarcações de tamanho médio – na faixa entre 26 e 40 pés – foram as que fizeram o maior sucesso. Nesta edição do evento, o público pôde analisar 250 embarcações e inúmeros acessórios náuticos distribuídos

entre os 150 expositores. Os estaleiros de menor porte e os expositores de equipamentos náuticos também comemoram o sucesso nas vendas. Outra atração do São Paulo Boat Show, que chamou a atenção pela sofisticação, foi o Espaço dos Desejos, onde os visitantes puderam conferir lançamentos da Mercedes-Benz e da MD Helicopters.

A segunda edição do seminário “Tudo sobre Construção Náutica” já está com sua data marcada. O evento acontece no próximo dia 5 de novembro e as inscrições já podem ser feitas através do site da Acobar. Ao todo são três módulos que vão abordar áreas técnicas e processos de fabricação: laminação em materiais compostos, tipos de circuitos elétricos e instalação de motores. Os cursos vão ser ministrados pelos maiores especialistas do ramo e a supervisão fica a cargo do vice-presidente da Acobar, Jorge Nasseh. j

Acatmar A Associação Catarinense de Marinas (Acatmar) deu um belo exemplo para os outros estados. Durante o São Paulo Boat Show, a associação mostrou sua representatividade ao reafirmar-se como pioneira na luta pela legalização dos equipamentos voltados para a área náutica e no fomento da atividade no litoral brasileiro. Prova do sucesso foi o interesse de representantes de outros estados, como Bahia e Paraná, em criar entidades nos mesmos moldes da Acatmar.

18  PERFILNÁUTICO

Associação catarinense, representatividade nacional

PERFILNÁUTICO 

19 


Canal NewsEsporte

São Luiz do Paraitinga

Depois de viver a pior enchente da sua história, no ano de 2010, São Luiz do Paraitinga dá um exemplo de superação. A cidade deixou para trás as chuvas e catástrofes para aparecer novamente no cenário turístico paulista renovada e com muita disposição para os turistas. O centro histórico já está quase completamente reconstruído e é um dos maiores conjuntos arquitetônicos tombados no estado de São Paulo. Além disso, outros atrativos são o rafting no Rio Paraibuna e, para os apreciadores de cachaça, uma das melhores destilarias do Brasil. j

Projeto SUP travessias tem novo destino

Roberta Borsari Ilhas Maldivas é o novo destino do projeto “SUP travessias”, da aventureira e atleta de kayaksurf Roberta Borsari. O local é considerado um dos mais belos do mundo e tem condições ideais

para a prática de surfe, remadas e mergulho. Renata irá apresentar a história da região, mostrar curiosidades, comunidades locais e os potenciais pontos turísticos pela ótica feminina e do Stand Up Paddle.

Cenário renovado para turistas

Regata Ecológica Nossa Guarapiranga

Consciência ecológica para os velejadores

20  PERFILNÁUTICO

O passeio e Regata Ecológica Nossa Guarapiranga reuniu 28 veleiros na represa de Guarapiranga. O objetivo principal do evento era mobilizar os clubes da região e levar consciência ecológica para os velejadores. A organização foi do Yacht Club de Santo Amaro e teve apoio da Sabesp e do governo do estado de São Paulo. A idealização da regata ecológica é de Marcos Ferrari, que ao fim do evento o avaliou de forma positiva.

PERFILNÁUTICO 

21 


Canal NewsEsporte

The Singular Patagonia

Oceania Cruises Um dos melhores hotéis do extremo sul do Chile

Considerado um dos melhores hotéis da região, o The Singular Patagonia apresenta novidades neste final de ano. Com menos de um ano de funcionamento – o empreendimento funciona desde novembro de 2011 –, ele está situado em Puerto Natales, próximo ao Parque Nacional Torres del Paine, no extremo sul do Chile.

Entre junho e agosto, o hotel passou por uma reformulação para atender ainda melhor seus visitantes. Além das atrações já existentes, agora o empreendimento também dispõe de salas de reuniões, microcervejaria, área de bem-estar e degustação de vinhos acompanhados de pratos típicos chilenos.

Uma das companhias mais premiadas no ano de 2011, a Oceania Cruises alterou a programação dos roteiros do Marina, que agora terá quatro saídas na América do Sul. São duas saídas do Rio de Janeiro, uma de Santos e outra de Buenos Aires, na Argentina. O novíssimo Marina destaca-se por ter 96% de suas cabines com varandas privativas, além da culinária sofisticada. A Oceania Cruises ainda disponibiliza um iPad para os seus hóspedes desfrutarem durante o cruzeiro. S

MSC Fantasia O navio MSC Fantasia terá um cruzeiro inaugural no Brasil com visitas em ilhas tropicais. A data de partida é 28 de novembro e marca o início das viagens do maior transatlântico do litoral brasileiro. A rota inaugural será um minicruzeiro de três noites por praias tropicais do sudeste: Ilha Grande, Angra dos Reis e Ilhabela. Antes disso o MSC Fantasia terá saído de Gênova, na Itália, quando irá passar por várias cidades europeias e sul-americanas antes de atracar no porto de Santos.

22  PERFILNÁUTICO

O maior transatlântico do litoral brasileiro

231  

PERFILNÁUTICO PERFILNÁUTICO 


O Ministério da Saúde convida você, profissional de saúde, a participar de um curso de atualização do manejo clínico da dengue. O curso é totalmente online e pode ser concluído em apenas uma hora, até mesmo nos horários mais convenientes. São recomendações e informações essenciais para o aprimoramento da assistência ao paciente com dengue, através da análise de casos selecionados. Acesse combatadengue.com.br e participe. Juntos somos mais fortes nesta luta. Acesso universal como visitante • Possibilidade de compartilhar suas experiências nas redes sociais • Compatível com plataformas móveis como iPad e iPhone • App de apoio para Android • Aprofundamento do assunto através dos links.

O SUS está com você no combate à dengue.

www.combatadengue.com.br

24  PERFILNÁUTICO

PERFILNÁUTICO 

25 


MUNDO NÁUTICO SALÃO DE CANNES

Luz, câmera, iates As estrelas agora são os novos e magníficos barcos, estreias de gala e lançamentos mundiais, vistos pela primeira vez em Cannes, na França · Por Guilherme Aquino

26  PERFILNÁUTICO

A

famosa orla de La Croisette recebe o maior salão náutico da Europa, o festival “La Plaisance”, em Cannes, um importante barômetro de tendências. O abraço desta praia francesa – conhecida pelo festival de cinema – aos últimos lançamentos dos estaleiros navais de todo o mundo vai de uma ponta à outra da estreita faixa de areia. Astros

de primeira grandeza das telas grandes deixam a cena aberta para as estrelas da náutica internacional. E elas estão concentradas em dois espaços: no Porto Pierre Canto, com os iates para “brokers” e, na outra extremidade, no Vieux Port, com as novas embarcações. Dois barcos, do tipo Cap Camarat, realizam o serviço de cabotagem entre as duas pontas da Croisette. Por aqui desfilam os barcos a vela e a motor capazes de encher os olhos dos visitantes da Cote d’Azur. As luzes j

PERFILNÁUTICO 

27 


MUNDO NÁUTICO SALÃO DE CANNES da ribalta iluminam os iates e os veleiros projetados para transformar o mar no quintal de casa. O espaço da exposição completa chega a 80 mil metros quadrados, sem contar com os 3,3 quilômetros de trapiches onde ancoram as embarcações nos dois portos.

Barcos e muito luxo

As marinas de Vieux Port oferecem a maior concentração de barcos novos por metro quadrado, incluindo uma “ilha flutuante” na qual são servidos almoços e jantares regados a champanhe e caviar. Ali estão os modelos zero milha marítima, dos quais 95% podem ser testados na água. As 445 embarcações ancoradas em cinco áreas distintas formam um espetáculo único. Além delas existem outras 80 “estacionadas” em terra firme. E, do total, 150 acabaram de sair das planilhas e pranchetas dos projetistas e dos engenheiros náuticos. As novidades deste ano chegam a bordo de iates construídos em

28  PERFILNÁUTICO

estaleiros de prestígio, como Couach com o seu barco Fly 5000 La Pellegrina, Azimut e o lançamento do modelo 55S, Jeanneau sob a brisa do novo Odyssey 469, Sunseeker plasmado na forma do Portofino 40, Moonen Yachts e o seu iate de 82 pés de puro alumínio, entre tantos outros. j

As luzes da ribalta iluminam os iates e os veleiros projetados para transformar o mar no quintal de casa As marinas de Vieux Port oferecem a maior concentração de barcos

PERFILNÁUTICO 

29 


MUNDO NÁUTICO SALÃO DE CANNES obras-primas e transformam as águas mediterrâneas da Baía de Cannes numa passarela de catamarãs e veleiros arrojados, belos, confortáveis e eficientes. E mesmo modelos “déjà vus” se tornam atraentes e novos após poucas e pequenas mudanças que fazem uma grande diferença. Este é o caso, por exemplo, do monumental Lagoon 620, do grupo CNB, do conglomerado Beneteau, líder mundial na categoria dos catamarãs. Ele foi criado pelos arquitetos navais Marc van Peteghem e Vincent Lauriot Prévost (VPLP), autores do trimarã Oracle, vencedor da última America’s Cup. O escritório Nauta Design subiu a bordo e remodelou o interior deste catamarã com quase 20 metros de comprimento por 10 de largura e capacidade para 14 pessoas. As versões de quatro,

Expositores de 34 países, entre eles Estados Unidos, Emirados Árabes, Rússia e Turquia cinco ou seis cabines podem contar com um estúdio independente dentro do camarote vip localizado na proa. O teto do salão ganhou um novo desenho e agora permite a instalação de cortinas plissadas em todas as janelas, além de proporcionar uma iluminação indireta bem j

O imponente catamarã Lagoon 620 do Grupo CNB, do conglomerado Beneteau

Mais da metade dos expositores desembarca de 34 países, entre eles os Estados Unidos, os Emirados Árabes, a Rússia e a Turquia, que se afirma como um novo e importante polo naval e ponte de navegação entre o Oriente e o Ocidente. E o modelo Vicem 107 Cruiser, do estaleiro homônimo localizado em Antalya, é uma prova do desenvolvimento naval turco. O iate em estilo clássico foi construído inteiramente em laminados de mogno com o método “cold molding”, baseado na antiga tradição turca. Ele representa um recorde para os seus 21 metros de comprimento. O toque “vintage”, com ambientes personalizados ao extremo, coloca a proa fora d’água num mar de embarcações com design futurístico e luxo transbordante.

30  PERFILNÁUTICO

Içar velas

Mesmo diante da concorrência desta legião estrangeira, os franceses não abaixam as velas. Naturalmente, em águas territoriais, eles se apresentam impecáveis dentro e fora do mar. Até mesmo a cidade se modernizou ao realizar obras que facilitam o acesso e o passeio dos visitantes nos arredores das zonas urbanas do evento – cerca de 50 mil pessoas são esperadas durante os seis dias de duração do festival. A tradição marítima da França é conhecida e não deixa nada a desejar àquela de outras nações de ponta do setor, como a Itália, a Inglaterra, a Alemanha e a Espanha. Todas elas estão presentes no festival “La Plaisance”. Estaleiros de prestígio revelam as suas

Lançamento da Azimut, o modelo 55S

PERFILNÁUTICO 

31 


MUNDO NÁUTICO SALÃO DE CANNES mais eficaz e com a presença de LEDs. Enfim, cada casco é quase uma casa de luxo que navega sob a sombra de 243 metros quadrados de superfície vélica. No campo da vela, a França joga ainda as suas cartas com o moderno veleiro Sun Odyssey 469, da Jeanneau. Ágil e veloz, o veleiro singra pelo mar ajustando a perfeita sintonia entre o homem e a natureza. Ele é um concentrado do melhor know-how acumulado em meio século de história do canteiro naval e integra totalmente as vantagens do irmão maior e mais velho, o Sun Odyssey 509. A começar pelo joystick para as manobras de porto. O exclusivo sistema 360° Dockin System foi adaptado para os barcos de 40 a 57 pés. O motor do hélice gira sobre o próprio eixo transformando as operações mais delicadas em brincadeira de criança. O design interno – num grande

Pershing 82 do Grupo Ferretti, modelo criado por Fulvio di Simoni

32  PERFILNÁUTICO

Cerca de 50 mil pessoas estiveram presentes durante os seis dias de duração do festival exercício de contorcionismo e eliminação do supérfluo por Philippe Briand – distribui melhor o espaço recuperando áreas que restituem ao veleiro um volume interior equivalente ao de uma embarcação de 50 pés. As três zonas distintas do salão principal foram refeitas para proporcionar maior espaço na circulação. j

Vicem 107 Cruiser, uma prova do desenvolvimento naval turco

PERFILNÁUTICO 

33 


MUNDO NÁUTICO SALÃO DE CANNES Motores a toda força

Os bons ventos também ajudam a navegação a motor rumo a outros horizontes. Um exemplo é o novo Couach Fly 5000 La Pellegrina, uma homenagem à pérola perfeita exposta no Museu de Moscou. O superiate voa baixo a 30 nós por hora. O casco produzido com compostos de propriedades semelhantes ao Kevlar torna a embarcação mais leve, resistente e veloz. Os 500 metros quadrados de “área construída” permitem a presença de 12 convidados em seis camarotes de alto luxo. A cabine do proprietário é no deque superior do iate que possui quatro andares cobertos de mármore, couro e madeira de lei. As amplas janelas panorâmicas trazem a paisagem externa para dentro do barco. E delas se pode admirar outras pérolas da indústria náutica.

Moonen 82, de alumínio e silenciosa a bordo

34  PERFILNÁUTICO

Os bons ventos também ajudam a navegação a motor rumo a outros horizontes A personalização ao extremo é a última fronteira do setor. É o que devem ter pensado os projetistas do estaleiro holandês Moonen Yachts quando um casal russo encomendou um iate com 82 pés, de alumínio, e que fosse capaz de navegar a 25 nós, em silêncio, j

Personalização ao extremo, uma das apostas do estaleiro holandês Moonen Yachts

PERFILNÁUTICO 

35 


MUNDO NÁUTICO SALÃO DE CANNES mundial na produção de superiates. Mas a vedete italiana tem dimensões menores e é uma homenagem ao gênio criativo do homem. O iate Wider de 42 pés virou uma atração e vem roubando a cena. Ele navega nas águas de Cannes desde o mês de maio, durante Festival de Cinema. O barco ficou ancorado diante do Le Grand Hotel, debruçado sobre a Croisette, ao lado do tapete vermelho do Palais des Festivals. Ele foi eleito a embarcação adequada para levar e buscar as celebridades e os jornalistas entre a margem da Croisette e o veleiro Adesso, sede de eventos e festas exclusivas. Mas era difícil “abandonar o navio” diante de tanta beleza, sofisticação e engenhosidade. O Wider 42 Cote d’Azur, um day cruiser especial e assinado

por Fulvio di Simoni e Tilli Antonelli, apresenta-se no festival La Plaisance com um novo cockpit, mais tecnológico e espaçoso. Ele também traz o sistema exclusivo de abertura do casco — duplicando a superfície livre, com as bordas que avançam sobre o mar — montado em estruturas com maior percentual de fibra de carbono, responsável por torná-lo mais leve e rígido. Esta espécie de “vitória-régia” dos mares é um dos maiores sucessos da temporada. A força-tarefa italiana conta ainda com o último modelo do estaleiro Cantieri delle Marche, o Explorer 82, de aço e alumínio, com um design inspirado nas embarcações do tipo tug nórdico, proa alta, motores robustos e prontos para enfrentar qualquer tipo j

O iate Wider de 42 pés virou uma atração e vem roubando a cena

com pouca vibração e segurança. Naturalmente, eles pensaram numa adaptação ao projeto original, que previa uma velocidade máxima de 21 nós. E encontraram uma solução. O barco foi realizado com a presença e a influência dos proprietários desde o início. Eles tinham as ideias bem claras e opinaram desde a nova velocidade até o acabamento das cabines, passando pelo espelho interativo do salão de jantar que se transforma numa tela para a projeção de filmes ou da rota. Justamente, o iate chama-se My Way e não poderia ter um outro nome. A mulher do armador trabalhou ombro a ombro com os designers do escritório Art-Line.

36  PERFILNÁUTICO

Os italianos

Eles desembarcam com a força máxima de seus estaleiros de ponta e inovadores. O país é o líder

Estaleiros revelam as suas obras-primas e transformam a Baía de Cannes numa passarela Modelo de 54 pés da Grand Banks Yachts, opção para travessias mais longas

PERFILNÁUTICO 

37 


MUNDO NÁUTICO SALÃO DE CANNES de mar e por longos frios ou quentes meses. Mais uma vez, a personalização falou mais alto. O armador-explorador sacrificou um camarote e ali instalou uma lavanderia. Também isolou a sala de almoço para criar um ambiente reservado para encontros especiais. Um outro 82 pés, um Pershing do grupo Ferretti, criado por Fulvio di Simoni (sim, ele próprio, o mister Wider 42), atraca em Cannes como uma “primadona”. Ele é a evolução natural e superesportiva do antecessor de 80 pés, com velocidade de ponta de 45 nós. O iate tem quatro cabines, além de uma sala de cinema como opcional. Uma plataforma móvel foi montada sobre o sundeck e amplia ainda mais um espaço que já era suficiente. Cannes hospeda ainda uma frota naval imponente que desceu as montanhas do Piemonte, nos Alpes italianos. O estaleiro Azimut chega com 22 iates, sendo a ponta de diamante o novo modelo 55S. O barco é um open space e acrescenta uma peça a mais no mosaico dos iates esportivos. O interior e o Explorer 82, de aço e alumínio, com um design inspirado nas exterior do iate praticamente embarcações do tipo tug nórdico se fundem num único espaço. Os três salões a bordo e mais na Croisette. Em seus 35 anos de festival, Cannes uma beach area com cinco metros quadrados na nunca tinha recebido um megaiate deste tamanho. A popa proporcionam todo o conforto possível. Os aparição é um sinal de força e confiança em meio a um móveis internos e externos são polifuncionais e verdadeiro maremoto que atinge a economia mundial. escamoteáveis. Este é um primo menor e mais jovem do megaiate Diamonds are Forever, um Benetti com 60 Mas sabe-se... para um apaixonado pelo mar, os barcos também são eternos. S metros de comprimento, do mesmo grupo e presente

Um verdadeiro e espetacular desfile de lanchas, iates, catamarãs e veleiros arrojados, belos, confortáveis e eficientes. 38  PERFILNÁUTICO

PERFILNÁUTICO 

39 


MUNDO NÁUTICO EXPONÁUTICA

Exponáutica 2012 abre o verão Feira será realizada nas margens do Rio Biguaçu e, além de embarcações, também vai apresentar empreendimentos, artigos de luxo e tendências de moda · Por Angelo Sfair

E

m pleno feriado de 15 de Novembro, Santa Catarina recebe mais uma edição da Exponáutica. O evento acontece entre os dias 15 e 18 e tem como maior novidade a oportunidade de compras com pronta entrega. Isso porque, desta vez, a feira ocorre nas vésperas da estação mais quente do ano. A mudança promete ser um atrativo a mais para o público que vai estar presente na Marina Píer 33, em Biguaçu (SC), na Grande Florianópolis. Na edição 2012, que será realizada nas margens do Rio Biguaçu, o visitante também irá contar com atrações que não são da área náutica, como carros de luxo e aeronaves. O espaço reservado para o evento é de 16 mil metros quadrados, que abrigará com conforto todas as atrações. A gastronomia fica por conta do

40  PERFILNÁUTICO

A feira deste ano terá uma estrutura 30% superior à do ano anterior, ampliando a área coberta Styllus Buffet, comandado pelo chef Leno Dürrewald, e promete pratos típicos da região durante todo o evento. A feira deste ano terá uma estrutura 30% superior à do ano anterior, ampliando a área coberta. Expositores de todo o Brasil vão estar presentes, trazendo as mais modernas embarcações, acessórios e serviços. Além dos estandes, também vai haver uma “área molhada”, já que estaleiros também marcam presença.

Novidades

Além dos lançamentos de lanchas de última geração que sempre

marcam a Exponáutica, nesta edição o público também confere outras novidades do mundo náutico: o “Jet Waves Boat” e o “Fly Board”. O primeiro é, literalmente, um barco a jato e pode ser considerado uma mistura de lancha com jet ski. Combinando a melhor parte de cada um, o Jet Waves Boat utiliza a propulsão de um jet ski em um casco de lancha. Já o Fly Board é um sucesso do verão europeu que chega agora ao Brasil. O equipamento impulsiona seu condutor com um jato d’água voltado para baixo, que pode alcançar até 10 metros de altura.

Novidades e lançamentos nas margens do Rio Biguaçu

PERFILNÁUTICO 

41 


MUNDO NÁUTICO EXPONÁUTICA Tudo para auxiliar os presentes para uma maior capacitação e regulamentação na área. Será possível fazer um curso gratuito de Arrais Amador, habilitação necessária e obrigatória para os que desejam pilotar barcos. É uma oportunidade para quem tem o interesse e a vontade de pilotar barcos, mas que ainda não possui habilitação. A feira também vai contar com o serviço de despachante para a regularização de embarcações. Já na área de capacitação para trabalhadores da área, um espaço está reservado para que o Serviço Social do Transporte (Sest) e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Senat) apresentem seus cursos. O objetivo é qualificar a mão de obra da região. Quem também vai expor seus cursos é a Associação Catarinense de Marinas, Garagens Náuticas e Afins (Acatmar), e o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Santa Catarina (Sebrae/SC) participa em 2012 pela primeira vez. A instituição, uma das principais entidades impulsionadoras da economia catarinense, vai trazer uma rodada de negócios entre fornecedores e empresas náuticas. A intenção é facilitar o acesso de empresas interessadas em fornecer ou desenvolver produtos para a indústria náutica. C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

Mapa dos expositores e vista aérea da Marina Píer 33

Capacitação

A Exponáutica 2012 contará com a presença de algumas instituições que garantem o conhecimento do funcionamento e da condução

das embarcações. A feira também vai mostrar cursos existentes no mercado, que oferecem uma melhor formação às pessoas que trabalham em marinas e estaleiros.

O espaço reservado para o evento é de 16 mil metros quadrados 42  PERFILNÁUTICO

Empreendimentos

O litoral catarinense está cada vez mais atrativo para o público das classes A e B. Pensando neste grupo, que nos últimos anos não quer apenas passar uma temporada na região, a Exponáutica 2012 já conta com seis empreendimentos parceiros, que vão disponibilizar representantes no evento para recepcionar os interessados e oferecer mais detalhes dos imóveis. S PERFILNÁUTICO 

43 


MUNDO NÁUTICO

O Cimitarra 340, com R$ 40 mil você compra um sonho de R$ 400 mil

O meu, o seu, o nosso barco! Com a compra compartilhada de embarcações, é possível ter um sonho de R$ 400 mil, investindo um décimo do valor · Por Amanda Kasecker 44  PERFILNÁUTICO

sonho de comprar um barco para chamar de seu – ou nosso – está se tornando cada vez mais acessível e real. Sucesso nos Estados Unidos há cerca de dez anos, a compra compartilhada de barcos é uma opção trazida ao Brasil e que vem conquistando adeptos. Funciona assim: algumas administradoras vendem cotas de embarcações e você adquire seu barco com outros cotistas. Toda a manutenção e os custos também são rateados. A utilização do barco é dividida entre os cotistas. Ou seja, se forem dez, cada um tem direito a ficar com o barco 36 dias no ano. “Com R$ 40 mil você compra um sonho de R$ 400 mil; essa é uma das grandes vantagens da compra compartilhada”, explica o sócio-proprietário da Bateaux, João Badari. O cotista não tem a preocupação de cuidar da manutenção do barco, já que isso é feito pela administradora. “A pessoa só tem o trabalho de andar com o barco. Ele sempre vai estar com a manutenção em dia e pronto para navegar.” O proprietário só tem a obrigação de devolver o barco na marina em que foi retirado com o tanque cheio. Para entender melhor, a Bateaux exemplifica com a simulação da compra compartilhada de uma Cimitarra 340, de 34 pés. O valor de venda para um proprietário é de R$ 385 mil. No sistema de compra compartilhada dividido em dez cotas fica por R$ 41,9 mil. Fora esse custo, a manutenção (que inclui marina, marinheiro, revisões) e o seguro também são divididos. Segundo a empresa, há uma economia mensal de R$ 4 mil ao mês e R$ 81 mil ao ano.

Os dias de uso são definidos por sorteio. Mas o usuário pode pedir a troca de semanas para a administradora A Boating Brasil explica a vantagem de proporcionar o uso otimizado do barco. De acordo com dados americanos, um barco de recreio é usado pelo seu proprietário em média 30 dias por ano. Com a compra compartilhada, o proprietário tem esse mesmo período, já que as empresas fazem, geralmente, no máximo dez cotas por embarcação. Os dias de uso são definidos por sorteio. Mas, o usuário pode pedir a troca de semanas para a administradora, que entra em contato com os outros proprietários para verificar a disponibilidade. Outra vantagem, segundo a Boating Brasil, é que, a

qualquer momento, o proprietário pode vender sua cota para um novo proprietário que concorde com os termos do contrato. Segundo Badari, um dos objetivos da compra compartilhada é que os usuários sempre tenham barcos novos. Geralmente é feito um contrato de três anos e após esse período, o proprietário pode vender sua cota e comprar uma de um novo barco. A compra compartilhada também pode ser vista em outros bens de luxo, como helicópteros, aviões, carros e casas de férias. O importante é proporcionar a realização de um sonho, mesmo que seja para chamar de “nosso“. S

SIMULAÇÃO DE COMPRA COMPARTILHADA Cimitarra 340

Propriedade privada

Propriedade compartilhada

Valor total Uso disponível Uso efetivo (pesquisas) Marina Marinheiro Revisões Seguro total Taxa de manutenção Desvalorização anual Gastos mensais Gasto anual (inclui desvalor)

R$385 mil 365 dias 30 dias R$ 1.900 R$ 1.800 R$ 800 R$ 300 R$ 40 mil R$ 4.800 R$ 97.600

41,9 mil (1/10) 36 dias 30 dias R$ 190 R$ 180 R$ 260 R$ 40 R$ 130 R$ 7 mil R$ 800 R$ 16.600

Vantagens Economia mensal Economia anual Economia após 3 anos

R$ 4 mil R$ 81 mil R$ 243 mil

PERFILNÁUTICO 

45 


MUNDO NÁUTICO

Gold Mariner

O software desenvolvido em Curitiba será lançado em novembro prometendo atender ÀS necessidades DE marinas e iate clubes de pequeno, médio e grande porte Por Deborah Fertonani

46  PERFILNÁUTICO

V

oltado para o mercado nacional, o objetivo do Gold Mariner é aprimorar a gestão dos negócios e proporcionar maior controle dos produtos e serviços prestados pelas marinas aos seus clientes. O controle, a segurança e a praticidade estão entre os maiores benefícios do sistema, de acordo com seu idealizador, o especialista em desenvolvimento de software e empresário Isaías Benghi. O controle de embarcações fornece informações técnicas, histórico de operações, registro das embarcações, armazenamento e endereçamento de vagas. O destaque deste programa fica por conta de um monitoramento em tempo real das embarcações, em uma tela posicionada na marina ou iate clube. “Como em aeroportos, os funcionários e outros clientes podem checar a chegada dos navios no píer”, explica Benghi. O software contém ainda um cadastro que registra data de chegada, horário e destino turístico do navegador. É prático para o proprietário de marina, que pode se organizar para receber este cliente no píer, mas também atende a uma exigência legal da Marinha do Brasil e proporciona maior segurança para o navegador. O sistema contém a identificação de atrasos e sinais de alerta para chamadas de socorro. Com o monitoramento, acidentes podem ser detectados rapidamente e eventuais tragédias podem ser evitadas. O controle dos associados é feito com atualização cadastral diária. O banco de dados de todas as embarcações permite que o empresário trace um perfil de seu público e de cada cliente. De acordo com Benghi, se bem utilizada, esta ferramenta pode ser um grande

Isaías Benghi demonstra algumas funções do aplicativo

diferencial de marketing. “Se o empresário sabe as preferências de seu cliente, ele pode se antecipar aos seus pedidos. Se entre os itens mais comprados pelo marinheiro há um determinado refrigerante,

os funcionários da marina podem preparar o frigobar do barco com os itens de sua preferência antes da sua chegada, por exemplo. Comodidade e atenção que podem conquistar o público mais exigente.” j

Monitoramento em tempo real das embarcações

PERFILNÁUTICO 

47 


MUNDO NÁUTICO

Maior controle dos produtos e serviços prestados pelas marinas aos seus clientes Praticidade é verificada no sistema financeiro Com o controle de estoque, RH, fluxo de caixa e inadimplência, o empresário tem maior

lucratividade. “Ele tem o controle pleno da sua marina, em um clique”, ressalta Benghi. De acordo com o especialista, além de melhorar sua estrutura e

os serviços prestados, o empresário também pode fornecer comodidade e benefícios para os seus clientes de maneira direta. “O software proporciona mais segurança na navegação, principalmente no retorno para o píer. O cliente tem total comodidade ao ser lembrado sobre as manutenções preventivas das embarcações e ainda recorre a consultas facilitadas à documentação individual e do barco.” Em um mesmo pacote, a IBG Tecnologia fornece: software (Gold Mariner), treinamento para o empresário e funcionários, manutenção e acompanhamento do sistema. Outro diferencial é a opção pelo equipamento – computadores, impressoras e telas instaladas e prontas para uso.

IBG Tecnologia

Controle de clientes e cadastro de pedidos

48  PERFILNÁUTICO

A IBG Tecnologia é uma empresa especializada em desenvolvimento de software para o setor náutico. Tem o objetivo de atender às necessidades de segurança, controle e conforto do público náutico brasileiro — proprietários de marinas e seus clientes. Instalada em Curitiba, mas com produtos e serviços disponibilizados para o mercado nacional, a empresa tem sua idealização diretamente ligada à rotina de marinas paranaenses. O projeto começou com pesquisas de campo de mais de dois anos. A sua fundação, porém, está diretamente relacionada com o prazer em navegar. Isaías Benghi conhece as marinas paranaenses desde criança, já que seu pai é profissional desta área. Segundo ele, seu maior hobby sempre foi visitar marinas e conhecer a rotina náutica. Sua expertise não só tornou possível a ideia, mas também proporcionou o desenvolvimento de um programa de fácil utilização. S PERFILNÁUTICO 

49 


Capa NOVIDADES E LANÇAMENTOS

No verão, siga a brisa do mar!

Com a proximidade da alta temporada no Brasil, é hora de os fabricantes colocarem os barcos na água, alguns novinhos em folha, outros ganham adaptações e melhorias e há também aqueles que vêm de fora, que chegam como grandes novidades para agradar a um consumidor cada vez mais exigente Por Liz Boggiss

50 50   PERFILNÁUTICO PERFILNÁUTICO

PERFILNÁUTICO  PERFILNÁUTICO 

51 51  


Capa NOVIDADES E LANÇAMENTOS

N

ada de esperar até o dia 31 de dezembro – barcos, veleiros e megaiates já estão dando o ar da graça em toda a costa brasileira. Comece a se preparar para o melhor verão de sua vida! Para curtir com família ou sozinho? Para dormir ou apenas passear? Priorizar o conforto, o desenho ou a autonomia? Ter proa aberta ou fechada? Espaço para um jet ski ou para um churrasco e banho de sol? Essas são algumas perguntas que todo comprador de uma embarcação costuma fazer. Para os que ainda estão

em dúvida quanto a modelo, tamanho, motorização e acessórios de seu novo “queridinho”, seguem as dicas das tendências e lançamentos do mercado náutico para a próxima temporada de verão 2012-2013.

Público diferenciado e de alto poder aquisitivo

Uma equipe com verdadeiros artesãos dá forma aos detalhes das embarcações (ou obras de arte?) produzidas pelo Ferretti Group, na maior fábrica da América Latina, com 145 mil metros quadrados de terreno na cidade de Vargem Grande Paulista (SP). Aqui aconteceu a “tropicalização” dos barcos, diz Márcio Christiansen, CEO do Ferrettigroup Brasil, ao se referir às churrasqueiras na popa das embarcações. Além da fina decoração exclusiva e móveis de estilo, os barcos da grife Ferretti variam de tamanho.

Ferretti Custom Line 100 apresenta características inovadoras. Abaixo a Ferretti 870

Os novos modelos foram apresentados na fábrica de Vargem Grande Paulista

Ferretti 800, inovação e um belo design clássico-contemporâneo

52  PERFILNÁUTICO

O Ferrettigroup Brasil realizou a segunda edição do Ferretti Yacht Show em sua fábrica de Vargem Grande Paulista. O evento aconteceu entre os dias 27 e 30 de setembro, no mesmo período do São Paulo Boat Show, e mostrou grandes novidades ao público brasileiro, entre eles quatro novos modelos que serão fabricados no Brasil: as Ferrettis 720, 800 e 870, além da Ferretti Custom Line 100. Na piscina de testes, o público teve a oportunidade de subir a bordo de uma Ferretti 620, além de poder ver de perto todo o processo de produção de um barco j PERFILNÁUTICO 

53 


Capa NOVIDADES E LANÇAMENTOS

Schaefer. Para quem deseja desbravar o Atlântico, este iate oferece o máximo de conforto para uma grande família, podendo acomodar até seis pessoas em seus três camarotes e quatro banheiros. O cliente pode optar por duas versões de acabamento para decorar a sala de jantar e cozinha. Vem com amplo cockpit, solário na proa, cozinha gourmet na plataforma e um espaçoso flybridge. Agilidade nas manobras e bom rendimento ficam por conta da motorização central do Volvo IPS de 900 HP ou 1.150 HP. Priorizar o lazer e as férias do brasileiro é o objetivo número um da Schaefer, que já produziu mais de 2,6 mil embarcações, dentre elas a festejada linha Phantom com modelos entre 26 e 50 pés. Ao completar 20 anos de atividade, a Schaefer Yachts prepara para o próximo verão um ousado projeto – um modelo de 80 pés, do tipo Open, com teto solar, convés em um nível e quatro suítes. Seu porte comporta ainda garagem

Phantom 400 HT no São Paulo Boat Show

para jet ski, bote de até quatro metros e seus três motores de 1.200 HP oferecem uma autonomia de 300 milhas, o suficiente para se encantar com o melhor da costa brasileira. j

A Schaefer 620, assim como a Phantom 500 Fly e HT ganharam upgrades no design

As novidades da Schaefer para 2013 incluem lançamentos como a Phantom 400 HT e a Phantom 365 e conhecer cerca de 30 embarcações de diferentes modelos e nas mais diversas fases de produção. Tudo em um só local: marcenaria, laminação dos cascos e peças em fibra de vidro, montagem dos barcos, tapeçaria, elétrica, etc. “É algo que nenhum Boat Show no mundo proporciona, esta proximidade e atenção personalizada, por isso abrimos as portas de nosso estaleiro em vez de simplesmente expô-los” acrescenta o CEO do Ferrettigroup Brasil, Marcio Christiansen.

54  PERFILNÁUTICO

Vivendo um mar de recordações

O estaleiro Schaefer Yachts, top de linha na categoria luxo, lançou seu maior sucesso no último SP Boat Show – a Schaefer 620. Um marco na indústria náutica nacional por ser o primeiro modelo acima de 60 pés saído diretamente da fábrica catarinense. “É um barco de porte totalmente concebido e produzido no país”, declara com orgulho o proprietário Márcio

Phantom 365, lançamento da Schaefer Yachts

PERFILNÁUTICO 

55 


Capa NOVIDADES E LANÇAMENTOS

Em nome da qualidade e do estilo

A Sessa Marine é sinônimo de prestígio e desejo no segmento náutico. Sua fábrica em Palhoça (SC), inaugurada em 2011, foi a primeira fora do âmbito internacional e já produz embarcações de porte entre 20 e 70 pés. E é daqui que sai o seu lançamento, o ágil e esportivo Fly 45. Projetado especialmente para propulsão Volvo IPS, o iate oferece um novo e avançado conceito, unindo as vantagens de um modelo

Da fábrica da Sessa, em Palhoça (SC), sai o seu lançamento, o ágil e esportivo Fly 45

Intermarine 55, horizontes abertos para apreciar as belezas do céu e do mar

Inovação de proa a popa no projeto do grupo BMW para a Intermarine

Até o fim do ano o consumidor exigente vai ter uma nova opção de compra – a Intermarine 55, projetada pelo conceituado estúdio BMW Grupo DesignworksUSA, que supera em arrojo, exclusividade e ousadia. Com 57 pés de comprimento total, a embarcação leva 20 passageiros e acomoda seis pessoas (mais o marinheiro) para pernoite em três cabines e dois banheiros. A bordo da 55 é interessante reparar no formato original dos vidros ao lado do painel do posto de comando no salão e nas vigias regulares e encaixadas

56  PERFILNÁUTICO

em grandes janelas no costado da embarcação. Assim, fora ou dentro do barco, todos vão ter “horizontes abertos” para apreciar as belezas do céu e do mar, de dia ou de noite, em ambientes cheios de luz natural, aconchegantes e sedutores. O mobiliário segue o estilo contemporâneo com o uso das madeiras Elm Rigato, Wengé e branca laqueada. O contraste de tonalidades é percebido nos ambientes sofisticados e acolhedores. Externamente, a 55 vem com novidades como as linhas enunciadas pelos vincos no casco, uma tendência automotiva que agora chega ao mundo náutico. Afinal, quem conhece uma BMW sabe o que são linhas poderosas, focadas, elegantes e refinadas.

open (em suas formas e performance) com as características de um com fly (em sua generosa distribuição de espaço), e já ganhou o inédito título de Avançado Open Yacht. Sucesso entre o público do Mediterrâneo, das Ilhas do Caribe e até do Oriente Médio, agora é hora de convidar os amigos e a família para um passeio confortável em águas cristalinas e convidativas do Brasil. O Fly 45 é espaçoso, tem linhas ousadas e tecnologia de ponta, sendo a primeira embarcação de 45 pés com três cabines amplas, banheiros com duchas individuais, cozinha ergonômica e um fly que acomoda de oito a dez pessoas em seus 16,5 metros quadrados. “Ditar tendências e atender às demandas de mercado são os imperativos que determinam todos os novos layouts da Sessa”, afirma o responsável pelo projeto de implantação da empresa no Brasil, Massimo Radice. j

Sessa Fly 45, linhas ousadas e tecnologia de ponta

PERFILNÁUTICO 

57 


Capa NOVIDADES E LANÇAMENTOS

O mar está sempre para peixe

Uma boa pedida é convidar um grupo de amigos para uma boa pescaria a bordo do Barracuda 9, uma novidade no Brasil, lançada pela Beneteau. O modelo é bastante ágil, navega bem em condições adversas e possui autonomia para cruzar longas distâncias com rapidez, conforto e segurança. A embarcação possui o

Conforto em todas as estações

O Estaleiro Ventura produz embarcações de 16 a 41 pés em suas fábricas no Polo Industrial de Manaus (AM) e em Capitólio (MG). Para o verão de 20122013, quem estiver procurando o que existe de mais moderno, quer seja em inovação e requinte, quer seja em tecnologia e design, vai se encantar com a nova linha Confort – a V410 Premium. Anteriormente era fabricada apenas na Europa e na Ásia, agora está sendo produzida na área de 5 mil metros quadrados, especialmente criada para este fim. O iate vem com dois camarotes para pernoite de cinco pessoas e espaço para 14 pessoas durante o dia. O inovador flybridge tem um posto de pilotagem central com duas poltronas (piloto e acompanhante) e bancos individuais para cinco pessoas.

casco Air Step, aprimorando a sua estabilidade e o seu desempenho. Os amantes da pesca jamais vão esquecer essa grandiosa experiência! Se a pesca vier depois de um passeio em alto-mar, que tal aproveitar o conforto e o aproveitamento do espaço interno do Antares 8.8? O lançamento da Beneteau tem o seu foco nas jovens famílias que vão se surpreender j

Ventura 410 Premium, agora fabricada no Brasil

Passeios, pernoites ou uma boa pescaria são excelentes oportunidades para se aproveitar a temporada de verão

Phoenix 255 Platinum, cheia de detalhes

Platinum direto de Alagoas

A alagoana Phoenix Boats apresenta sua notável 255 Platinum. Uma lancha de proa aberta, espaçosa, cheia de detalhes – como banco rebatível na popa, plataforma de popa com geleira, escada na proa, paióis em todo o

58  PERFILNÁUTICO

piso, duas espreguiçadeiras na proa – que tem como diferencial um banheiro fechado sob o console. A lancha junta-se à família Platinum para completar outros modelos com design italiano e consolidar a fama de ser um dos maiores sucessos de venda no Brasil.

Dois barcos Beneteau: Barracuda9 e Antares 8.8

PERFILNÁUTICO 

59 


Capa NOVIDADES E LANÇAMENTOS com a beleza e a versatilidade dessa embarcação – pode servir para um cruzeiro ou ser utilizada para a pesca – o que amplia as possibilidades de aproveitamento do barco, proporcionando uma vida a bordo muito agradável. De pesca, a Sailor entende bem, e apostou suas fichas no Brasil em 2008 com produtos de alta qualidade e tecnologia de ponta. Em parceria com a Oceano Yachts da Espanha, lançou a Sailor Oceania 30WA, de uso combinado pesca e lazer e cabine de comando fechada. Neste verão, atendendo o consumidor que deseja um bom barco de lazer, a empresa oferece o 21C Day Cruiser, projetado para navegação em águas agitadas. A versatilidade da embarcação está no projeto de uma lancha com cabine fechada para pilotagem ao centro e outra para pernoite localizada na proa, além de uma grande praça de popa. A lancha surpreende pelo tamanho e pela praticidade, o que se traduz em uma excelente relação custo-benefício. O estaleiro francês Jeanneau reforça o segmento de pesca esportiva trazendo dois novos modelos da

Sailor Oceania 30WA: uso combinado de pesca e lazer

60  PERFILNÁUTICO

Novos modelos para pesca chegam como grandes novidades para a temporada de 2013 Merry Fisher: 755 Legend e 855 Marlin. Criados por Dentkowski & Denert Design, os modelos Marlin são inconfundíveis, com suas cabines próximas da proa, desenho igual ao das antigas embarcações de pesca profissional, mas com o exigido conforto para os navegadores do novo milênio. O 755 Marlin é comercializado nas versões Confort ou Fishing e o convés pode ter vários layouts. Dentro do mesmo conceito está o Merry Fisher 855 Marlin. O diferencial é a motorização também de popa, que pode ser simples ou com a potência máxima indicada pelo fabricante de dois motores de 150 HP. j

Dois novos modelos da Jeanneau: Merry Fisher 855 Marlin e 755 Legend

PERFILNÁUTICO 

61 


Capa NOVIDADES E LANÇAMENTOS

Atlântico é o point da estação

A Singular Boats é um estaleiro antenado ao que o consumidor pretende comprar e, depois de um bom estudo de sucessos financeiros, lançou a Singular 290 com alterações de casco, extensão da plataforma, criação de área gourmet na popa, aumento do solário do salão e instalações de janelas retangulares na lateral, o que proporciona mais iluminação natural ao ambiente interno. Para o verão 2013, o estaleiro vem desenvolvendo a Singular 26.5, um barco menor para os futuros novos clientes que querem comprar sua primeira embarcação, mas que exigem os mesmos espaço e conforto. O grupo espanhol Astondoa, que produz embarcações de 40 a 200 pés desde 1916, vem com o lançamento da 80 GLX e seus potentes motores de 3.100 HP que

A Singular 290 traz novidades, como a área gourmet na popa

62  PERFILNÁUTICO

Não importa o tamanho ou categoria, conforto é a palavra-chave para o sucesso de uma embarcação atingem velocidade cruzeiro de 33 a 28 nós. Não vai faltar animação e adrenalina para os 18 passageiros desse superbarco que vai encantar os mares brasileiros. Ingressando no mercado nacional de power boats, a MD-Bailly Mardiesel comercializa o lançamento dos modelos NC 14 com 46 pés e NC 11 (new concept), uma j

NC 11 da MD Bally, uma hardtop de 36 pés

PERFILNÁUTICO 

63 


Capa NOVIDADES E LANÇAMENTOS

Astondoa 80 GLX, grandes espaços externo e interno

hardtop de 36 pés. Com um novo conceito e design diferenciado, a NC 11 é motorizada com dois Volvo D3 Joystich de 200 HP cada, podendo atingir incríveis 30 nós de velocidade de cruzeiro, com baixo consumo de combustível. Internamente, vem com duas cabines de casal com porta, saídas laterais para o piloto (comum apenas em barcos acima de 60 pés) e uma novidade no

projeto de HT – salão com porta de correr em quatro folhas. A ampla praça e o sofá de popa deslizante aumentam a área de lazer, com direito a varanda e vista espetacular. A Yacht Collection representa, com exclusividade no Brasil, os estaleiros argentinos Altamar e Genesis, que fazem barcos assinados pelo designer Gino Design com a assinatura de Gino Gandino

Gandino. Com uma equipe preparada e experiente no mercado náutico, atendimento personalizado e consultoria marítima, a Yacht Collection presta todo o suporte para que o sonho de adquirir um excelente iate se concretize. Este ano apresentam o Genesis 40 SHT,

o Genesis Fly e o Altamar 52 – com cozinha projetada em um nível abaixo do salão na entrada, cujo acesso pode ser feito diretamente pela cabine do marinheiro ou cabine de babá, oferecendo mais privacidade aos que estão desfrutando de um passeio. j

Barcos de estaleiros estrangeiros são cada vez mais vistos navegando em águas brasileiras 64  PERFILNÁUTICO

PERFILNÁUTICO 

65 


Capa NOVIDADES E LANÇAMENTOS

Seguindo a brisa do mar

Sentir a brisa do mar, reaver seu espírito esportivo e sonhar como os grandes velejadores são algumas das sensações que se tem a bordo de um veleiro. A Delta Yacht oferece três modelos de navegação segura e relaxante. O Delta 36 é de deslocamento médio, com muito conforto interno e externo pelo uso de novas tecnologias de construção, possui uma armação simples, ideal para uma tripulação pequena. O Delta 41 vem com um desenho moderno, espaçoso, ventilado e com detalhes sob medida. Um barco que se diferencia é o elegante, sofisticado e futurista Delta 45. Todos são projetados pelo arquiteto Nestor Volkner, que

busca eficiência e velocidade para as regatas e também conforto e elegância para os cruzeiros. Fácil de usar e de rebocar, o veleiro MacGregor 26 oferece o conforto de ser um espaçoso 26 pés combinado com sua grande e ágil performance de navegação, aliados à sua praticidade de manuseio, transporte e guarda. É um veleiro seguro, de sólida flutuação, excelente navegabilidade e facílima manobra de acoplamento em trailers e reboques. Com seu sistema de mastro retrátil, é facilmente transportado por qualquer carro sedan médio. Seu armazenamento pode ser feito até em garagens residenciais. j

Sentir a brisa do mar, reaver seu espírito esportivo: sensações a bordo de um veleiro

O Delta 41 vem com um desenho moderno

66  PERFILNÁUTICO

Mastro retrátil e interior do MacGregor 26

PERFILNÁUTICO 

67 


Capa NOVIDADES E LANÇAMENTOS

Triton 240, desenho esportivo e arrojado

Focker 275 SS, lançamento da Fibrafort

Cockpit com novos designs para aproveitar os raios de sol

Na linha esportiva Focker, a Fibrafort oferece uma nova opção de embarcação – a Focker 275ss, especialmente para quem gosta de aventura sem abrir mão das facilidades de um barco cruiser. Nas inovações, valem ressaltar o cockpit sem targa e o guarda-mancebo baixo, além dos novos bancos centrais e individuais desse barco fabricado em Itajaí (SC). Ao comprar essa nova versão, o cliente escolhe grafismos no casco e cores de tapetes, cabine, para-brisa, etc. Derivada da 380 HT, a mais nova embarcação da Solara é a 380 Targa. Projetada especialmente para o clima tropical, vai, certamente, encantar por suas linhas modernas aliando o design esportivo ao

A mais nova embarcação da Solara é a 380 Targa

68  PERFILNÁUTICO

espaço interno incomparável. Prioriza acabamento de qualidade e surpreende por suas soluções inovadoras. Além da facilidade em pilotar, o cockpit, junto ao salão, oferece um ambiente amplo e agradável, tanto para o piloto quanto para os seus passageiros. E já sai da fábrica com teto solar elétrico. Charme, elegância e praticidade para aproveitar todo o calor do sol.

Para quem curte aventura, mas não abre mão das facilidades de um barco cruiser

Banho de luz, banho de sol

Produzida pela Triton especialmente para atender a uma demanda do mercado de embarcação com bom tamanho e proa aberta, a Triton 240 representa uma novidade para o verão, com desenho mais esportivo e arrojado. Tem 24 pés, esmerado acabamento, grande espaço de circulação e ótimo solário. Para quem prefere passar a noite no mar e ter mais abrigo para objetos pessoais e crianças, um bom investimento é o modelo Triton 230 cabinada. A Aqua Yachts inovou na categoria ao oferecer para o público o modelo Aqua 400 HT, com um sistema único

de abertura de 1,6 metros do hardtop. Em seu projeto se percebe que a maior preocupação do fabricante é oferecer conforto para seus visitantes, que podem circular em ambientes construídos com um pé-direito de 2,10 metros – sala e banheiros. Outro diferencial é o espaço Aqua Ella, com espelhos, secador de cabelos e os melhores produtos de beleza. Entre as inovações, a inesperada escada elétrica com corrimão inteiramente embutida, que mergulha um metro água adentro. Aproveitar as delícias do mar pode ser uma aventura gastronômica, possível de se saborear em um dos três espaços gourmets do barco. Um dolce far niente total! j

Aqua 400 HT, repleto de inovações

PERFILNÁUTICO 

69 


Capa NOVIDADES E LANÇAMENTOS

Salão da Azimut 43, flybridge da 48 e cabine da 43

Flybridge Collection

O Grupo Azimut Benetti é o maior grupo privado do seu segmento no mundo e vem mantendo resultados estáveis com aumento de sua participação de mercado, graças a um valor de produção de cerca de 600 milhões de euros. Tem 50% de seu volume de negócios no continente americano, com a estabilidade do Brasil e os Estados Unidos marcando um aumento no volume de negócios. Neste verão apresenta aos brasileiros o j

70  PERFILNÁUTICO

O Grupo AzimutBenetti é o maior grupo privado do seu segmento no mundo PERFILNÁUTICO 

71 


Capa NOVIDADES E LANÇAMENTOS novo modelo Azimut 48, com um amplo flybridge, onde se localiza a segunda estação de comando, wet bar integrado, sofás para banho de sol, sem contar com arco ou targa, o que proporciona completa visão 360º e manobras seguras.

Cimitarra fechou parcerias com dois estaleiros italianos

Bellagio 54 e cabine e sala da Cimitarra 500 Fly

Cabine e sala da Cimitarra 410 e Continental 50 tender

72  PERFILNÁUTICO

Instalado na cidade de Vera Cruz (RS), o parque industrial do estaleiro Cimitarra produz lanchas de 34, 36, 38, 41 e 50 pés. O sucesso de vendas de mais de 1.470 barcos no Brasil e no exterior foi o fator decisivo para que a empresa fechasse parcerias com dois estaleiros italianos de requinte e prestígio internacional – Rio Yachts e Cantieri

Navali del Mediterraneo. Os lançamentos nacionais para as férias de verão são as lanchas 340, 360, 380 HT, 410 HT e 500 FLY. Para os que preferem um modelo importado, a empresa fechou parceria com dois estaleiros italianos de prestígio e oferece as novíssimas Porto Cervo 44, Bellagio 54 (Rio Yachts) e Continental 50 tender (CNN). j PERFILNÁUTICO 

73 


Capa NOVIDADES E LANÇAMENTOS

As cobiçadas lanchas verde-amarelas

O crescimento do mercado náutico brasileiro incentivou vários estaleiros a instalarem novas fábricas para atender ao consumo interno. São empresas que acreditam no potencial do país, empregam milhares de funcionários e valorizam a cadeia produtiva e industrial. Hoje a viabilidade de acesso a um bom

barco é cada vez mais fácil e navegar no mar de águas cristalinas da costa brasileira deixou de ser um sonho inalcançável. A Brunswick Boat Group, está inaugurando suas instalações em uma área de 14 mil metros quadrados em Joinville (SC), com um diferencial importante para o setor náutico: um tanque de testes que comporta um barco de até 40 pés. E é lá que serão produzidos os barcos adaptados ao mercado brasileiro de suas duas marcas: Bayliner de 23 a 35 pés e Sea Ray de 28 a 41 pés. A MCP Yacht, com estaleiros em Santos e Guarujá (SP), é uma das maiores fabricantes de iates de

MCP Yacht, uma das maiores fabricantes de iates de alumínio na América do Sul

O crescimento do mercado náutico brasileiro incentivou vários estaleiros a instalarem novas fábricas

Bayliner e Sea Ray, produzidos em Joinville (SC) pela Brunswick Boat Group

74  PERFILNÁUTICO

alumínio na América do Sul, e apresenta uma inovação tecnológica, o novo trideck modelo 100 LE (Limited Edition), para quem dá preferência ao espaço e à iluminação natural, vindos através das janelas na suíte máster e da varanda de vidro que se abre para o salão principal. O Flybridge da 100 LE é tão espaçoso que pode vir com um terceiro posto de comando ou uma banheira de hidromassagem e solário. O iate pode ter layout, design e decoração personalizados e chegar a ter cinco suítes, incluindo a do proprietário, no convés principal.

A Portofino Yachts desenvolve na sua fábrica em Jacareí (SP) projetos únicos e inovadores de embarcações de até 70 pés. Sua aposta no mercado náutico para 2013 é um barco com design inspirado nos carros esportivos italianos – a Fly 35, construída com um casco desenvolvido pelo sistema Step V, tecnologia aplicada para melhoramento hidrodinâmico, redução do atrito na navegação, economia de combustível, melhor manobrabilidade e controle da embarcação. Vencedora na categoria “Design Award 2012” na Itália,j PERFILNÁUTICO 

75 


Capa NOVIDADES E LANÇAMENTOS

A nova Coral 24, excelente opção de proa aberta

76  PERFILNÁUTICO

tem um aproveitamento de espaço tão bem realizado que parece ter o tamanho de um barco de 40 pés. As cores usadas na decoração acompanham a tendência da estação – os tons quentes e naturais de verão. Fundado em 1990, o estaleiro Coral fabrica lanchas de até 46 pés com cinco anos de garantia. O conceito de fabricação “woodfree” (sem uso de madeira na fabricação), otimiza a navegabilidade, o espaço interno, o acabamento do casco e do convés de suas embarcações, de 24, 27, 28 e 31 pés (esta com proa aberta e cabine). As lanchas Evolve, desenvolvidas pelo estaleiro Ocean Life, em sua sede na cidade de Palhoça, litoral catarinense, apresenta barcos com maiores desempenho e conforto em seis anos de trabalho junto da marca Evolution Boats. Nos novos modelos Evolve 225 e 265 cabinada, o cliente pode ser cocriador do seu barco e solicitar as suas prioridades e desejos: as cores,

Navegar no mar de águas cristalinas deixou de ser um sonho inalcançável os detalhes de acabamento e os opcionais. O mais novo modelo da Evolve é uma lancha cabina de 23 pés, a Evolve 235, rápida e confortável. O fator de destaque é a plataforma traseira que oferece muito mais espaço para um churrasco ou relaxar ao lado da água. Embaixo do assento reclinável ao lado do assento do piloto está localizada a cabine espaçosa e confortável para até três pessoas pernoitarem. j

O novo modelo da Evolve é a 235, rápida e confortável

PERFILNÁUTICO 

77 


Capa NOVIDADES E LANÇAMENTOS

Sacs Strider 13 com cabine, ideal para um casal

Infláveis modernos trazem inovações e ganham espaço entre o consumidor brasileiro Infláveis e motores

O modelo P1100, da Pirelli, trazido da Itália pelo grupo Ferretti Brasil

78  PERFILNÁUTICO

Os infláveis prometem ganhar mais espaço em águas brasileiras, alguns deles com grandes inovações e atrativos. O modelo P1100, da Pirelli, é um dos que têm chamado bastante atenção. Trazido da Itália pelo grupo Ferretti do Brasil, possui formato aerodinâmico e comando integrado com para-brisa, cabine com cama de casal e assento do piloto com ajuste eletrônico. Com 11 metros de comprimento tem capacidade para até 14 passageiros e motorização de 871 HP de potência máxima (a diesel ou gasolina). O modelo tem inclusive uma cama de casal na proa, que pode ser considerada uma cabine. O Sacs Strider 13 é outra opção interessante, um barco com cabine, ideal para um casal. Graças a seus amplos espaços abertos, também é perfeito para

passeios com amigos. O cockpit com sofá e plataforma de popa têm dimensões generosas, com direito a cozinha para aperitivos ou almoços a bordo. Com seus imponentes 13 metros de comprimento, este inflável foi trazido pela primeira vez para o país pela YachtBrasil. Veloz, vem equipado com dois motores a gasolina de 350 HP cada. O banheiro e os grandes solários na proa e na popa são outros diferenciais. Na linha de motorização, com apenas 206 kg, o motor compacto de quatro tempos EFI com 150 HP da Mercury tem excelente rendimento. De design agradável e inovador, compacto com seus três litros, é o modelo ideal tanto para barcos novos como para remotorização de dois ou quatro tempos. O capô é hermeticamente fechado com defletor para deixar j PERFILNÁUTICO 

79 


Capa NOVIDADES E LANÇAMENTOS

O V8-380 marca uma nova nomenclatura para os motores da Volvo Penta

o ar entrar e para a água escorrer para fora. Seu cabeçote, que não requer ajustes, vem equipado com rabeta de 4,9 polegadas de diâmetro, robusta até para hélices de aço inox com maior área de pá. Tem dois anos de garantia e é compatível com SmartCraft. A Volvo Penta Brasil está lançando o motor a gasolina V8-380. Desenvolvido com a mais moderna tecnologia Volvo Penta, proporciona melhor aceleração, uma impressionante resposta em baixas

rotações, opera silenciosamente e consome até 15% menos de combustível em relação aos seus competidores. O lançamento do V8-380 marca o início de uma nova nomenclatura para os motores a gasolina da Volvo Penta, que menciona a configuração do motor (V8) e sua potência (380 hp). O novo motor inova ao apresentar cabeçotes, muflas e cárter de alumínio, o que reduz drasticamente o peso e proporciona mais desempenho à embarcação. S

Se você

precisa , a gente financia. w w w. f o m e n t o . p r. g o v. b r

Motor compacto de quatro tempos EFI com 150 HP da Mercury j Confira mais novidades e lançamentos de equipamentos, acessórios e decoração nas seções Canal Náutico e Canal Decor

80  PERFILNÁUTICO

A Fomento Paraná tem as menores taxas para o seu negócio e o Paraná crescerem. Acesse o site e faça uma simulação.

8181  

PERFILNÁUTICO PERFILNÁUTICO 


PERFIL OCEANIA 30WA www.sailor.com.br

Algum desses pode ser o seu próximo barco

ÍNDICE

Nas próximas páginas, destacamos o perfil de quatro embarcações e um estaleiro. Conheça os detalhes da Oceania 30WA, da Phoenix 255 Platinum, da Ventura 410 Premium e da Prestige 400. Algum desses pode ser o seu próximo barco. Agende com o construtor ou revendedor o seu test drive. E, mais, passeie conosco por dentro da fábrica da Ferretti, em Vargem Grande, São Paulo.

83 91 99

j Oceania 30WA Ideal para passeios e pescarias em águas costeiras 255 Platimum O lançamento da Phoenix tem muito espaço e é cheio de detalhes Ventura A V410 é o maior barco e a 160 o novo xodó do estaleiro

107

Prestige 400 Fino acabamento, amplo flybridge e bom aproveitamento de espaço

115

Ferretti Inovação, tecnologia de ponta e liderança no mercado

82  PERFILNÁUTICO

Desenvolvido para pesca com conforto para passeios

Um barco único em águas brasileiras

Robusta, com cabine fechada para pernoite de quatro pessoas e grande cockpit, a Oceania 30WA é um marco entre as lanchas de pesca de 30 pés, ideal para pescaria em águas costeiras Por Thais Zago

PERFILNÁUTICO 

83 


PERFIL OCEANIA 30WA

L

ançada no Brasil em julho de 2012, a Oceania 30WA é um barco direcionado à pesca esportiva, que comporta até quatro pescadores. Seu casco estilo walk-around permite a livre circulação ao redor, item de extrema importância para a categoria, oferecendo conforto a bordo e uma navegação segura, com “V” acentuado na proa, adequado para o uso em águas agitadas. No entanto, os diversos itens de série que acompanham esta lancha a tornam bastante completa, proporcionando conforto também para passeios com familiares ou amigos em até 11 pessoas.

84  PERFILNÁUTICO

O projeto surgiu da demanda de cascos que permitissem o uso durante o ano inteiro

O barco, desenvolvido pelo estaleiro Oceano Yachts da Espanha, em parceria com a Sailor Brasil, é fabricado na China e tem versões diferenciadas para Espanha, Noruega, Rússia, Nova Zelândia, Austrália e Brasil, sendo a brasileira a mais completa de todas, para atender à exigência do nosso público. “O projeto surgiu da demanda, inicialmente europeia e agora também brasileira, de cascos que permitissem o uso durante o ano inteiro, independentemente das estações do ano, tanto com sol quanto com chuva”, declara Fábio Réa, gerentegeral da Sailor Brasil. “Pensamos também em detalhes de conforto que normalmente não se consideram em j

PERFILNÁUTICO 

85 


PERFIL OCEANIA 30WA

Espaço e praticidade para o pescador

86  PERFILNÁUTICO

barcos de pesca, como refrigerador, duchas pressurizadas de água doce e salgada, banheiro amplo e com ducha separada, vaso sanitário elétrico com tanque de retenção, etc., permitindo assim fazer o uso misto, entre pescar com os amigos ou passear com a família.” Esta é a segunda lancha do estaleiro à venda no Brasil, sua irmã menor, a Oceania 22C, chegou no fim do ano passado. As duas lanchas têm em comum o estilo, o grande número de itens de série e a alta qualidade da construção. A 30WA, porém, tem oito pés a mais no comprimento que fazem muita diferença no arranjo e no espaço a bordo, abrigando duas camas de casal e um banheiro fechado com 1,80 metro de pédireito, além de um posto de comando mais amplo e uma imensa praça de popa, com seis metros quadrados. Entre seus diferenciais, destacam-se o design único, a excelência de fabricação, a navegação segura e a certificação britânica – um dos países mais exigentes do mundo em certificação de lanchas. Atendendo aos mais rigorosos padrões de exigência dos consumidores europeus, já foram vendidas uma lancha no Brasil e mais de 27 unidades entre Espanha, Noruega, Rússia, Austrália e Nova Zelândia. Fábio Réa conversou com exclusividade com nossa equipe e contou mais detalhes do barco e dos planos do estaleiro para o mercado nacional. PERFIL NÁUTICO: O que a Sailor Oceania 30WA tem de atrativo para o público brasileiro?  FÁBIO RÉA: O conforto de uma lancha de uso misto – pesca e passeio –, com requinte de detalhes dificilmente visto em lanchas nacionais, permitindo uma navegação mais distante e em mares mais agitados. A cabine de comando fechada oferece segurança extra contra ondas, sprays, chuva e sol, tornando a navegação mais tranquila em dias não tão tranquilos. Para se ter uma ideia do grau de sofisticação, o teto desta cabine recebe uma proteção extra com injeção de PU de alta densidade, produzindo um conforto térmico e acústico muito agradável a bordo. PERFIL NÁUTICO: Como é a relação custo-benefício desse barco?  FÁBIO RÉA: É uma lancha com preço justo pela quantidade de itens e acessórios que possui e pela excelência dos materiais empregados na laminação do casco. Quem busca uma lancha bem construída, segura e com vários itens de conforto, creio, não achará outra no mercado nacional. PERFIL NÁUTICO: Quais são os planos do estaleiro para 2013?  FÁBIO RÉA: Até o final de 2012 estaremos lançando a Oceania 21C Day Cruiser, uma lancha também de cabine fechada, mas com a finalidade de atender à demanda de lanchas para passeio com muito conforto e proteção. Também teremos o lançamento da linha de botes infláveis, de projeto franco-italiano, com ênfase no j

Com os dois motores de popa, a lancha é muito ágil e de pilotagem segura

PERFILNÁUTICO 

87 


bote de fundo rígido de 5,80 metros, confeccionado em hypalon Orca e com casco “heavy duty” – para atender quem busca embarcações mais robustas.

Sofisticação e itens exclusivos

Para o padrão brasileiro, a Oceania 30WA não é um barco barato, mas também não há no mercado nacional nenhuma lancha parecida, tanto no estilo quanto no material empregado em sua construção. As ferragens fabricadas na Coreia do Sul são de aço inox 316 L, o que significa ausência total da ferrugem comum no guardamancebo, nos cunhos e nos parafusos. Guincho para âncora, limpador de para-brisa e sistema completo de água doce e salgada, vaso sanitário elétrico e o grande viveiro para iscas vivas no espelho de popa fazem parte da longa lista de equipamentos de série. A caixa para armazenar peixes, no entanto, é item opcional. O para-brisa, de vidro laminado, é amplo e vai de bordo a bordo sem emendas no centro, resultando em uma visibilidade ampla, de 360 graus – um dos pontos fortes desse barco, garantindo ao piloto maior segurança. Alguns itens raramente incluídos em outras lanchas, como os drenos existentes em ambos os bordos no convés à meia-nau (para evitar em parte que a água que escorrer pela proa atinja o cockpit) e o degrau de madeira bem no bico de proa (para facilitar o desembarque pela frente da lancha) são detalhes importantes que revelam o grau de maturidade deste estaleiro.

Especificações técnicas Comprimento: 9,19 m Largura: 3 m Calado com propulsão: 0,75 m Tanque de águas servidas: 50 L “V” da popa: 17 graus Peso sem motor: 3.300 kg Tanque de combustível: 600 L Tanque de água: 100 L Capacidade dia: 11 pessoas Capacidade pernoite: 4 pessoas Motorização de popa: 2x150 a 300 HP cada Motorização de centro-rabeta: 1x300 HP (diesel)

Largura: 3 m

PERFIL OCEANIA 30WA

Comprimento total: 9,19 m

Performance (3.500 rpm) P 24,7 nós de velocidade P Consumo 58 L/h P Rendimento de 0,34 milhas por litro ou 3,12 litros por milha P Automonia de 171 milhas

Áreas úteis confortáveis

Cabine com duas camas de casal, banheiro e gavetas

88  PERFILNÁUTICO

A cabine de comando possui uma poltrona de piloto bem confortável e comporta com folga mais dois adultos na parte superior, que podem se acomodar na mesa de dois bancos que se converte em um pequeno sofá. A ventilação é feita por duas janelas laterais e por uma gaiuta no teto que, quando aberta, garante temperatura agradável ao ambiente, já que o pé-direito é bem alto, de 1,94 metro. Na popa, os bancos, confeccionados com espuma e tecidos de qualidade, são rebatíveis, o que deixa o cockpit totalmente livre no momento mais importante a bordo de uma lancha de pesca: quando um peixe morde a isca. Há uma mesa de centro que transforma o cockpit em um ambiente de uma lancha de passeio, acondicionando todos os comes e bebes. Na proa, um banco em U acomoda até quatro pessoas quando o barco está parado ou navegando em baixa velocidade. O espaço para circulação ao redor da cabine é muito bom, devido ao casco walkaround, que sacrifica um pouco o volume do ambiente interno em prol da facilidade de circulação no convés, item essencial em uma lancha de pesca. Para maior segurança, os espaços ocos do casco são preenchidos com espuma de poliuretano, que garante a flutuação em caso de danos no casco. j

Mesa com dois bancos converte-se em sofá, com direito a frigobar

PERFILNÁUTICO 

89 


PERFIL OCEANIA 30WA

Além da imensa praça de pesca, destaque para a qualidade construtiva

O barco tem um desempenho melhor em mar agitado, dando confiança para viagens mais longas A cabine tem duas camas de casal de bom tamanho e gavetas para colocar alguns pertences. Mas o forte dessa lancha, além da imensa praça de pesca, é sua qualidade construtiva, a quantidade de acessórios de fábrica e a comodidade que o posto de comando fechado traz, tanto em dias de frio quanto de sol quente.

Excelente performance

A performance da Sailor, com os maiores motores disponibilizados pelo estaleiro (totalizando 600 HP), impressiona, podendo chegar a 47,9 nós (89 km/h) de velocidade máxima, desempenho de uma lancha

90  PERFILNÁUTICO

esportiva. Com os dois motores de popa, a lancha é muito ágil e manobra como se tivesse oito pés a menos no comprimento. Se o propósito for somente a pesca, a motorização ideal seria um par de motores de popa de 225 HP cada, um meio-termo entre a motorização mínima e a máxima determinada pelo estaleiro. Mas somente com os motores Evinrude E-Tec de 250 HP ou de 300 HP é que se tem a opção de usar os comandos eletrônicos como os desta lancha, que são macios, precisos e cheios de recursos. Para maior autonomia e menor custo no momento do abastecimento, a motorização a diesel é indicada. O barco tem um desempenho melhor em mar agitado, dando confiança para empreender viagens mais longas. O conforto de estar dentro da cabine, principalmente quando fechamos a porta para diminuir o ruído dos valentes motores de popa da Evinrude, livres do frio e do sol, é incomum em uma lancha 30 pés. S

Serviço Telefones: (11) 5524-8491, (11) 5523-3518 E-mail: sas@sailor.com.br


PERFIL PHOENIX 255 PLATINUM www.phoenixboats.com.br

j O mais recente lançamento da Phoenix Boats

Um barco com a cara do verão A nova Phoenix 255 junta-se à família Platinum para completar a linha de lanchas de maior sucesso do Brasil. Uma embarcação de proa aberta, espaçosa e cheia de detalhes Por Thais Zago

PERFILNÁUTICO 

91 


PERFIL PHOENIX 255 PLATINUM

A

presentada ao público no Rio Boat Show 2012, que aconteceu em abril, a 255 Platinum é o mais recente lançamento da Phoenix Boats. Com design italiano, targa de inox projetada à vante (opcional), banheiro fechado e diferenciado acabamento, essa lancha oferece espaço para passeios confortáveis com a família e amigos, acomodando até 12 pessoas. O casco, com step turbo, garante menor tempo de planeio, maior aproveitamento da motorização e baixo ângulo j

92  PERFILNÁUTICO

Design italiano, banheiro fechado e diferenciado acabamento

PERFILNÁUTICO 

93 


PERFIL PHOENIX 255 PLATINUM

de giro nas manobras. Alguns itens exclusivos, como a escada embutida na proa, dois paióis interligados no fundo do casco, dois solários de proa e um solário para duas pessoas na popa com banco rebatível, fazem da 255 Platinum uma lancha de proa aberta completa e, mesmo recém-lançada, já é um barco de destaque no mercado brasileiro.  Seu sucesso pôde ser percebido durante o salão do Rio de Janeiro, onde, segundo o estaleiro, foram vendidas mais de 50 unidades da lancha. Estimase que ela encerre 2012 com mais de 120 unidades vendidas e represente o modelo cujo lançamento seja o de maior sucesso do estaleiro desde a 230 Plus, líder absoluta em vendas nessa faixa de tamanho. “Este está sendo um ano incrível para o estaleiro”, diz o diretor da Phoenix Boats, Edvan Moraes. “Atingimos um sucesso enorme com a 255 Platinum e com ela conseguimos completar a nossa linha de embarcações. Para se ter uma ideia, são duas linhas de montagem

Itens exclusivos fazem da 255 Platinum uma lancha completa para esse barco, trabalhando em dois turnos com exclusividade. E olha que o modelo foi lançado há menos de sete meses. Imagine quando o cliente puder ver nas marinas essa lancha com a mesma intensidade que vê a 235 Platinum, por exemplo? Temos que nos antecipar a essa demanda que será bastante consistente. Além disso, agora, o cliente Phoenix encontra, dentro da marca, o seu próximo barco, seja ele qual for. A 255 fez isso. Para 2013, ampliaremos ainda mais a linha, com embarcações acima de 38 pés. Só que esses projetos ainda são mantidos no mais rigoroso sigilo.”

Espaçosa e bem equipada

A Phoenix 255 Platinum oferece muito espaço a bordo, acomodando confortavelmente três adultos na proa, dois vão deitados em espreguiçadeiras anatômicas. A proa também apresenta uma escada escamoteável, escondida em um paiol próprio, que facilita muito o j

94  PERFILNÁUTICO

Banheiro, sofás e solário

PERFILNÁUTICO 

95 


PERFIL PHOENIX 255 PLATINUM

embarque e desembarque em praia ou represa. À meia-nau, os bancos do piloto e do passageiro possuem regulagem completa, são rebatíveis e giratórios. Ao lado do banco do passageiro, sob o console, fica o banheiro fechado. Sua entrada tem uma porta grande, que facilita o acesso de um adulto com pouca mobilidade ou até mesmo de um idoso. O banheiro funciona também como um paiol, porque suas dimensões são realmente muito generosas. Atrás do banco do piloto há uma pia e uma geleira de grandes proporções com trava, o que permite navegar em segurança, mesmo com ela vazia (não é necessário desembarcar a caixa térmica a cada passeio). O painel de instrumentos é espaçoso e tem o acabamento de madeira característico da linha Platinum, bem como as bordas acolchoadas e revestidas com o mesmo curvim antimofo dos estofados. O acesso ao interior do barco se faz por uma portinhola a boreste (não é necessário passar por

cima dos bancos), que traz dois degraus até o nível do piso do cockpit. A bombordo, dentro da cabine, está um banco com encosto rebatível que suporta confortavelmente dois adultos. É possível, inclusive, navegar deitado neste solário. A lancha possui três gigantescos paióis no cockpit, sendo um abaixo do solário de popa (do volume de uma banheira de hidromassagem pequena) e outros dois (intercomunicantes) sob o piso. Nesses paióis intercomunicantes é possível guardar varas de pescar abertas, pranchas de wakeboard, esqui, boias e todo o equipamento de salvatagem. A popa tem uma plataforma completa, com outra escada escamoteável a boreste para acesso à água e mais uma geleira a bombordo, o que permite pegar um refrigerante gelado mesmo quando se está nadando, sem precisar entrar no barco. Além disso, é possível instalar uma churrasqueira na plataforma. Como opcional, o barco tem ainda uma targa de aço inox projetada à vante, que serve como suporte para iluminação e também para puxar esqui. Praticamente todos os barcos acabam saindo de fábrica com esse item, principalmente por conta do design. j

Especificações técnicas

Largura: 2,62 m

Comprimento total: 7,70 m Largura total: 2,62 m Calado leve: 0,30 m Calado carregado: 0,40 m Profundidade com motor: 0,50 m Motorização mínima: 175 HP Motorização máxima: 300 HP Motorização recomendada: 200 HP Tipo de motor: Popa Peso máximo do motor: 288 kg Peso embarcação: 1.688 kg Capacidade: 12 pessoas Tanque de combustível: 200 L Tanque de água: 60 L Carga máxima: 1.100 kg

Comprimento total: 7,70 m

São duas linhas de montagem trabalhando em dois turnos com exclusividade 96  PERFILNÁUTICO

Bancos do piloto e do passageiro são rebatíveis e giratórios

PERFILNÁUTICO 

97 


PERFIL PHOENIX 255 PLATINUM

Espaço para três pessoas na proa, dois deles em espreguiçadeiras anatômicas

Navegação segura e sem respingos

Quanto à navegação, a Phoenix 255 Platinum não deixa a desejar. O casco tem step turbo, um desenho patenteado que cria um colchão de ar entre a lâmina d’água e o fundo da embarcação, garantindo menor tempo de planeio, baixa velocidade, menor giro nas curvas, otimização máxima da motorização e, ao mesmo tempo, segurança nas manobras mais bruscas, já que passa total controle ao piloto. O barco chega a 50 MPH com um motor de popa de 225 HP, sendo possível montar a lancha com um motor entre 175 e 300 HP. A laminação do casco e a qualidade dos materiais utilizados conferem a esse barco robustez e leveza.

O casco vem com faixa lateral em seis cores básicas (vermelho, preto, azul, amarelo, verde e branco), mas pode ser personalizado de acordo com a vontade do proprietário. As cores do estofamento também podem ser escolhidas (bege, branco, caramelo, suas combinações entre si e com amarelo, azul, verde e vermelho), o que cria dezenas de combinações, desde a mais clássica (bege com caramelo) até as mais esportivas (vermelho e amarelo, por exemplo). S

Serviço Telefone: (82) 3311-6969 E-mail: comercial@phoenixboats.com.br

O cliente Phoenix encontra, dentro da marca, o seu próximo barco, seja ele qual for 98  PERFILNÁUTICO


PERFIL VENTURA V410 PREMIUM www.lanchasventura.com.br

j Projetado pela Yamaha e desenvolvido no Brasil pela Ventura

From Japão, made in Brasil A V410 é o maior barco do estaleiro Ventura, que trouxe toda A tecnologia e O design do Japão para o Brasil Por Amanda Kasecker

PERFILNÁUTICO 

99 


PERFIL VENTURA V410 PREMIUM

L

ançada no Rio Boat Show 2012, a Ventura 410 é a maior lancha da linha fabricada pelo estaleiro. Com 41 pés, o modelo tem o diferencial de ser projetado pela Yamaha Motors Company e desenvolvido no Brasil pela Ventura. Segundo o estaleiro, a parceria entre Yamaha e Ventura contempla visitas técnicas periódicas da equipe de engenharia japonesa. Para fabricar a V410 Premium, a Ventura construiu uma nova fábrica com 5 mil metros quadrados, enquadrou-se nas diretrizes estabelecidas pela Yamaha e garantiu o padrão de qualidade da marca japonesa. j

100  PERFILNÁUTICO

A V410 Premium é produzida numa nova fábrica com 5 mil metros quadrados

PERFILNÁUTICO 

101 


PERFIL VENTURA V410 PREMIUM

Com design moderno e um projeto estrutural do casco aprovado e certificado no Japão, a V410 Premium é recomendada como lancha de entrada para aqueles que desejam ter um modelo com flybridge. O projeto do barco, segundo a Ventura, levou em conta principalmente o design, que é completamente diferente de qualquer outro barco existente no Brasil. Imponente, pomposa e robusta, a V410 é admirada por onde passa e não deixa nada a desejar para nenhum barco estrangeiro. O projeto prima pela estética e pelo desempenho da embarcação, o que já é uma marca registrada da Ventura.

Interior privilegiado

O espaço para a circulação é um dos diferenciais do modelo que pode levar durante o dia até 14 passageiros e oferecer pernoite para cinco pessoas. O barco possui

dois camarotes, sendo um máster e um à meia-nau, além de banheiro com box de banho. Na suíte principal há uma cama queen size com porta-objetos nas laterais e uma gaiuta no teto com veneziana interna. A decoração da cabine também é composta por armários com prateleiras para manter em ordem a bagagem dos hóspedes. No banheiro, o destaque é para o box de banho redondo com porta de acrílico e ducha com ajuste de altura. Já na cabine à meia-nau ficam duas camas de solteiro, além de armário com cabideiro e prateleiras. Logo na entrada do salão, o passageiro tem à sua disposição uma cozinha integrada à sala, que visa também a atender a praça de popa. Neste espaço, os “chefs” do barco poderão contar com uma ampla cuba, fogão de duas bocas, refrigerador e freezer de 130 litros, além de armários e gavetas sob uma bancada feita de material sintético. Na parte interna, um sofá para cinco pessoas garante o conforto dos passageiros na parte do salão. Para as refeições, essa área da lancha conta com mesa de j

Design moderno e projeto estrutural do casco aprovado e certificado no Japão

Na popa, um compartimento para guardar os itens do barco

102  PERFILNÁUTICO

O espaço para a circulação é um dos diferenciais

PERFILNÁUTICO 

103 


PERFIL VENTURA V410 PREMIUM

centro fixa, além de um armário para guardar pratos, copos e talheres. Um carpete de madeira dá o toque especial na decoração do cômodo. O flybridge é bastante diferente do que se tem visto no mercado, possui posto de pilotagem central e duas poltronas giratórias para piloto e acompanhante, além de bancos individuais para mais cinco pessoas. Alguns bancos do fly, inclusive, deitam e formam solários.

O design é completamente diferente de qualquer outro barco existente no Brasil A organização também é um diferencial na lancha. Ainda na parte externa, o cockpit da V410 conta com armários laterais com travas para guardar objetos, sofá e iluminação de LED. Na popa, um compartimento garante a organização na hora de guardar os itens do barco — como defensas, croques e cabos — e uma ducha manual, com água quente e fria, auxilia na limpeza do espaço. A 410 ainda possuiu itens para personalizar o barco como, por exemplo, a cor do casco, que pode ser escolhida pelo proprietário no ato da compra. Outros itens de série também fazem a diferença e a tornam confortável e funcional: aparelho de som, TV, DVD, geladeira, micro-ondas, adega, etc. Um dos mais diferentes é uma ice maker que produz até 11 litros de gelo por dia. Outra opção é o kit de iluminação subaquática em xênon e piloto automático para sistema IPS completo.

A Ventura caprichou no design da 160

O novo xodó: 160

Box no banheiro e cabine com armários e prateleiras

Especificações técnicas Comprimento total: 12,60 m Boca: 3,97 m Calado: 1,10 m Peso: 10.249 kg Pé-direito da cabine: 1,86 m

104  PERFILNÁUTICO

Capacidade dia: 14 Capacidade pernoite: 5 Tanque de combustível: 900 L Tanque de água: 230 L Motorização Standart: 2 motores Volvo

Penta IPS 450 de 330 HP cada Motorização Opcional: 2 motores Volvo Penta IPS 500 de 370 cada Projeto: Yamaha Motors Company do Japão

O

estaleiro Ventura tem sede na cidade de Capitólio, em Minas Gerais, e foi fundado em 1983. Desde lá, já produziu mais de 15 mil embarcações entre 17 e 41 pés e promete aumentar ainda mais essa linha. No São Paulo Boat Show foi lançado o novo xodó, a 160. Com comprimento total de 4,8 metros, a nova lancha da Ventura tem o objetivo de conquistar o consumidor que está em busca do seu primeiro barco, de acordo com o gerente-comercial do estaleiro, Marco Garcia. “A classe C está em um momento de atenção. A 160 quer ser a porta de entrada desses novos consumidores no mundo náutico.”

Para tanto, a Ventura caprichou no design. Segundo o gerente-comercial, esse é o grande diferencial quando se coloca a 160 em meio a outros barcos de tamanhos semelhantes. Por ter sido lançada neste ano, ela tem tudo de mais inovador que se pode imaginar, desde linhas e detalhes visuais, até segurança, segundo Garcia. “Tivemos uma preocupação especial com a altura do costado para passar uma sensação de segurança muito grande para quem está dentro do barco.”

2013 com tudo!

E quem pensa que a Ventura vai dar uma descansada e apenas intensificar o trabalho em cima de sua linha j PERFILNÁUTICO 

105 


PERFIL VENTURA V410 PREMIUM

Para quem está em busca do primeiro barco

Especificações técnicas Comprimento total: 4,8 m Boca: 1,90 m Calado: 0,29 m Peso sem motorização: 350 kg Tanque de combustível: 45 L Motorização sugerida: 40-60 HP Capacidade de passageiros: 5 pessoas ou 375 kg

em 2013 está muito enganado. Dois lançamentos já estão previstos para o próximo ano. Inclusive um deles, a 60 HT, já teve maquete apresentada no São Paulo Boat Show, quando a 160 foi lançada. Além da 60 HT, Marco Garcia conta que no início do ano a Ventura também coloca no mercado a V285 Confort, com proa fechada e cabine contendo uma suíte à meia-nau. De acordo com Garcia, esses lançamentos acompanham o ritmo que o estaleiro tem, mas apesar disso o mercado náutico não está tão aquecido assim. “Assim como outros setores, o náutico também está em um momento difícil. Porém, como somos um setor novo, estamos em pleno crescimento.” E essa é a ideia que a Ventura segue. Atingindo consumidores de diversas classes, o estaleiro conquista cada vez mais seu espaço e o público brasileiro. E que venha 2013! S

Serviço Telefones: (37) 3373-2124 e (11) 5531-6642 Site: www.lanchasventura.com.br

106  PERFILNÁUTICO


PERFIL PRESTIGE 400 www.yachtcentergroup.com

j Lançada com o objetivo de consolidar a Jeanneau no setor de motoryachts

Motoryacht com o prestígio da marca Jeanneau

Linha aposta no aproveitamento dos espaços e no grande flybridge da categoria para se diferenciar da concorrência Por Angelo Sfair PERFILNÁUTICO 

107 


PERFIL PRESTIGE 400

D

otada de um fino acabamento, flybridge amplo e um bom aproveitamento de espaço, a Prestige 400 foi lançada com o objetivo de consolidar a Jeanneau no setor de motoryachts. Com uma ampla gama de veleiros de qualidade indiscutível, o estaleiro francês agora investe cada vez mais nesta área. A embarcação segue as características marcantes da linha Prestige, com um fino acabamento aliado ao visual clássico e elegante. Lançado em 2010, este j

108  PERFILNÁUTICO

Ideal para a família, com conforto de sobra para os tripulantes

PERFILNÁUTICO 

109 


PERFIL PRESTIGE 400

modelo – em questão de tamanho – fica entre seus dois antecessores: a Prestige 60 e a 350. Ele é ideal para aproveitar com a família ou com os amigos, proporcionando conforto de sobra para os tripulantes. O projeto é a evolução da Prestige 39, que por sua vez tomou o lugar da Prestige 36 Mystical. “Em 2010, a gama inteira da linha foi redesenhada por dentro e a 39 tornou-se a Prestige 400”, explica Sthefanie Andrade, da Segue Yachts, empresa ligada ao Yacht Center Group, que representa com exclusividade a linha Prestige no Brasil. A Prestige 400 é um barco de movimentos rápidos e navegabilidade eficiente, embora o aspecto conforto seja privilegiado. Talvez, para ganhar mais espaço interno na cabine principal, o design do casco na proa não seja tão agressivo. Fato esse que não compromete tanto a navegação, mas por outro lado aumenta – e muito – o espaço interno da embarcação.

Navegabilidade eficiente e conforto privilegiado “Esta embarcação está voltada para um público que busca um acabamento diferenciado. Somos reconhecidos na Europa pelo nosso aproveitamento de espaço e pelo cuidado no acabamento”, ressalta Maurício Barreto, diretor e sócio do Yacht Center Group. A primeira impressão de uma proa pouco agressiva pode ser explicada também pela largura da boca desta embarcação. Com tamanho muito grande para um barco de 40 pés, o arco criado é realmente superior ao de embarcações de porte semelhante.

Flybridge

Já o flybridge é um show à parte e tem um espaço que impressiona pelo tamanho e pela imponência. Um grande sofá ocupa toda a extensão do fly criando um semicírculo, mas se for reorganizado pode se transformar em um belo e amplo solário com bastante espaço para se aproveitar o sol. Nesta formação de sofás, o flybridge pode abrigar tranquilamente três pessoas, além do comandante. j

110  PERFILNÁUTICO

Banheiro, cabine principal e de convidados

PERFILNÁUTICO 

111 


PERFIL PRESTIGE 400

De acordo com Sthefanie, os Prestiges 400 rapidamente se tornaram a nova referência para barcos de porte semelhante. “Assim como todos os modelos da linha que contam com fly, esta embarcação tem um flybridge equivalente ao de um barco com tamanho muito maior, fazendo com que ele se torne o mais confortável e luxuoso no mercado de iates a motor com menos de 40 pés.” Mesmo assim o modelo respeita a base da linha Prestige, que preza pelo conforto a bordo e pela navegabilidade eficiente. O aproveitamento de espaços é uma marca registrada da linha e no fly encontramos um destes exemplos, que vem a ser o frigobar embaixo do assento do comandante. Outros aspectos também podem ser destacados na Prestige 400, como seus sidedecks assimétricos no convés, a sua plataforma ampla e o flybridge, que fazem deste barco um modelo único na sua categoria. O posto de comando é muito bem pensado e oferece um ótimo campo de visão para o capitão. Do arco à proa, e até a estibordo, o comandante tem completa

visibilidade, o que aumenta a sensação de controle sobre a embarcação, principalmente nas manobras que exigem maior precisão.

Interior simples

A área interna é aconchegante e confortável. O grande pé-direito cria a sensação de uma embarcação de maior porte. Os desenhos das janelas também dão um ar mais esportivo e facilita a entrada de luz natural, o que aumenta a iluminação interna e consequentemente diminui os gastos de energia. O desenho interno recebe também um cuidado especial e conta com uma parceria entre italianos e norte-americanos, conta Sthefanie. “Com o exterior projetado pelo famoso designer italiano Vittorio Garroni e o casco por Michael Peters (o mesmo designer que projetou o casco da Prestige 60/620), a Prestige 400 ainda apresenta uma série de elementos de design inovadores.” No visual destacam-se as linhas simples e elegantes, que dão um ar de funcionalidade para o ambiente. Os materiais utilizados são de primeira qualidade, que aliados ao capricho no acabamento transformam o simples em luxo. j

Especificações técnicas

Comprimento total: 12,15 m

Largura: 3.9 m Comprimento total: 12,15 m Cabines: 2 Tanque de água: 400 L Tanque de combustível: 800 L Consumo em velocidade de cruzeiro: 79 L/h Deslocamento: 8.500 kg Motor: CMD 2 x QSD 5.9 380 cv Velocidade de Cruzeiro: 23 nós Velocidade Máxima: 31 nós

Largura: 3,9 m

A largura da embarcação é maior se comparada como outros modelos de 40 pés 112  PERFILNÁUTICO

O grande pé-direito cria a sensação de uma embarcação de maior porte

PERFILNÁUTICO 

113 


PERFIL PRESTIGE 400

Destaque para o aproveitamento interno e o grande flybridge

O salão principal, que conta com ótima iluminação em virtude das grandes janelas, corta toda a extensão do iate até o posto de comando a estibordo. Até lá são dois sofás que podem comportar um bom número de pessoas. A cozinha também recebe luz natural, tem fácil acesso e um ótimo espaço para ser aproveitado.

Cabines

O convés inferior também segue o mesmo estilo do restante da embarcação, com simplicidade, funcionalidade e ótimo acabamento. A cabine principal tem como grande diferencial a quantidade enorme de compartimentos. Em cada canto que se observa há algum lugar que pode ser utilizado para

armazenamento. Além da cabine privativa, ainda há uma cabine dupla, que eleva a capacidade desta embarcação para seis pessoas. A Prestige 400 é uma ótima opção no quesito custobenefício, com destaque para o seu aproveitamento interno e seu grande flybridge. A embarcação é mais um passo da Jeanneau na linha de motoryachts, que vem ganhando mais espaço no estaleiro e quer se consolidar no mercado. S

Serviço Site: www.yachtcentergroup.com Telefone: (21) 2557-6202

O exterior foi projetado pelo famoso designer italiano Vittorio Garroni e o casco por Michael Peters 114  PERFILNÁUTICO


PERFIL FERRETTI www.ferrettibrasil.com.br

j Fábrica da Ferretti em Vargem Grande, São Paulo

Italiano com força de dragão Um dos maiores estaleiros do mundo é vendido para o grupo chinês SHIG-Weichai e segue ainda mais forte Por Rafaella Malucelli

PERFILNÁUTICO 

115 


PERFIL FERRETTI

116  PERFILNÁUTICO

É

a hora e a vez dos países emergentes. É o que mostra, pelo menos, uma das mais importantes fábricas de barcos do mundo, a Ferretti Group. Fundado em 1968 pelos italianos Norberto e Alessandro Ferretti, o grupo agora pertence majoritariamente (75% das ações) ao grande Shandong Heavy Industry Group – Weichai Group, a quarta maior empresa no mercado de veículos pesados da China. Atualmente com atuação em 80 países, é em outro emergente que a Ferretti firma âncora, na operação brasileira, que apesar de independente é garantia de bons negócios para o grupo. j

Fôlego para crescer e manter-se na liderança

PERFILNÁUTICO 

117 


PERFIL FERRETTI

Design italiano e capital chinês. Essa combinação promete dar novo fôlego à Ferretti após a crise do mercado de 2008, com investimentos principalmente em inovação e tecnologia de ponta, garantindo a liderança e a longevidade do estaleiro. De acordo com Márcio Christiansen, CEO da Ferrettigroup Brasil, o principal impacto é a grande injeção de capital que o grupo chinês está aplicando nos projetos do grupo, incluindo o desenvolvimento de novos modelos de embarcações e o planejamento de crescimento. “Com este diferencial financeiro, a Ferretti encontra o fôlego necessário para manter sua taxa de crescimento e conservar-se na liderança da fabricação e comercialização de iates de luxo.” Um dos principais pontos dessa fusão é o investimento de base chinês que resultará na produção em grande escala de iates. Além das pesquisas e do desenvolvimento de novos modelos e tecnologias, criar facilidades para a compra de iates é um ponto essencial, com a utilização do sistema de financiamento estimado em 196 milhões de euros. Por mais que esses investimentos não sejam feitos diretamente no mercado brasileiro, pois a Ferrettigroup Brasil opera de forma independente há 20 anos pelas mãos de Christiansen, essas novas ações refletirão de forma positiva por aqui. “Para o Brasil, que opera em parceria com o grupo, mas de forma independente, a aquisição por parte do grupo chinês só traz benefícios,

Profissionais qualificados

Tecnologia de ponta

uma vez que o mercado brasileiro poderá usufruir sempre de novos modelos, soluções inovadoras e do que há de mais novo em tecnologia.” E não é por ser independente que o Brasil é menos importante, ao contrário. Tan Xuguang, novo presidente do grupo mundial, destacou o posicionamento e a atuação da operação brasileira, de grande importância nessa fase da Ferretti, j

A Ferrettigroup Brasil opera de forma independente há 20 anos pelas mãos de Márcio Christiansen 118  PERFILNÁUTICO

Interior da Ferretti 620, estilo inconfundível

PERFILNÁUTICO 

119 


PERFIL FERRETTI

principalmente em função do histórico de relacionamento com Márcio Christiansen. O CEO brasileiro conta que ainda não há investimentos previstos para o país, porém estão sendo realizados estudos para verificar como se dará essa adequação. Para manter a qualidade e aproveitar o know-how italiano, o grupo chinês manteve Norberto Ferretti como presidente honorário e nomeou Ferruccio Rossi como novo diretor-geral. A Ferretti é especializada em iates de luxo de 14 a 27 metros com 12 modelos exclusivos, todos comercializados no Brasil. O grupo também é detentor das marcas Pershing, Itama, Bertram, Riva, CRN, Custom Line e Mochi Craft.

A Ferretti 830 é única em sua categoria, possibilitando qualidade de vida e luxo em alto-mar Ferrettigroup Brasil

Salão e cabine da Ferretti 830

120  PERFILNÁUTICO

Para o mercado da Ferretti no Brasil as expectativas são as melhores. Mesmo não tendo entrado na negociação com a China, o mercado brasileiro é visto pela nova diretoria como chave. Ano passado foi instalada a primeira fábrica da Ferretti no país, em Vargem Grande, São Paulo, com capacidade de produção para 120 barcos, ou cerca de 400 milhões de reais. A previsão é de que chegue a 2014 com 80% da produção. Mesmo com a desaceleração da economia mundial, que também afetou o Brasil, Márcio Christiansen explica que no mercado de luxo isso impacta menos que em outros mercados. “O nosso mercado de luxo é um nicho diferente do panorama náutico geral, já que os proprietários de um barco Ferretti não sofrem tanto com a oscilação da economia. O brasileiro está tomando gosto pelos iates de luxo e, embora nosso crescimento seja menor que o esperado, porque os compradores acabam ficando mais cautelosos, estamos com fila de espera em quase todos os modelos de barco.” Dos 12 modelos da linha Ferretti, os mais vendidos no Brasil são a Ferretti 620 e a Ferretti 830. O primeiro destaca-se pelo desempenho e pelo alto padrão no design de seu interior, com popa ampliada para dar mais conforto aos 18 passageiros. A 830 destaca-se por ser única em sua categoria, possibilitando qualidade de vida e luxo em alto-mar, com 25 metros e capacidade para 20 pessoas. O flybridge é o grande diferencial com j PERFILNÁUTICO 

121 


PERFIL FERRETTI

Bate-papo com Márcio Christiansen A Ferretti Brasil tem uma história de mais de 20 anos. Qual é o grande diferencial para manter a empresa em crescimento constante? O grande diferencial da presença da Ferretti no Brasil é a qualidade empregada na fabricação de cada um dos modelos e no fato de que construímos a maioria de nossos iates em território nacional. O cliente sabe que terá garantia, assistência e que pode confiar num grupo sólido, que é líder de mercado no exterior. As nossas embarcações são todas feitas sob o rigoroso controle de qualidade italiano, e nunca deixamos de oferecer essa qualidade. O cliente sabe que pode confiar em um barco Ferretti e quando troca de barco, por qualquer razão, geralmente volta a nos procurar justamente pelo serviço diferenciado e pelo padrão de qualidade europeu que oferecemos. Vocês possuem funcionários especializados que trabalham há 20 anos com a Ferretti Brasil. Com o crescimento e a implantação de novas fábricas no país, a mão de obra qualificada já é raridade? Vocês oferecem que tipo de capacitação e treinamento aos funcionários? Hoje possuímos, em parceria com o Senac, cursos de capacitação de marceneiros oferecidos na própria fábrica. Assim, podemos atestar que o treinamento e os recursos utilizados foram todos de primeira linha. O Ferrettigroup Brasil empenha-se não só em construir talentos, mas também mantê-los, e hoje verificamos que a arte de fazer barcos está passando para as gerações seguintes, o que nos dá muita alegria.

posição privilegiada da barra de rolagem na popa que oferece sombra nas horas mais quentes do dia. Com design europeu, os barcos aqui são adaptados ao clima tropical para atender às particularidades do clima e do consumidor brasileiro. “A única adaptação permitida é a chamada “tropicalização” do barco, que consiste em aumentar a sua popa – área na qual os brasileiros preferem sociabilizar”, conta Christiansen. Mas não é no consumidor brasileiro que Márcio aposta.

Com a nova fábrica, quais tecnologias e inovações foram implantadas? Na nova fábrica pudemos implantar uma série de técnicas como a selação a vácuo do casco (que reduz o tempo desta técnica pela metade), a piscina de testes, o treinamento de novos marinheiros e até uma área gourmet, para que os proprietários possam passar o dia na fábrica acompanhando a construção de seu barco.  O que destaca a Ferretti diante de tantos outros estaleiros nacionais e estrangeiros que aportaram aqui no país nos últimos anos? Além dos 20 anos de história entre o Grupo Ferretti e o mercado brasileiro e a altíssima qualidade e o excelente padrão dos nossos iates, nossos diferenciais estão na solidez do Grupo Ferretti Brasil e na confiança que imprimimos em nossos clientes. Eles sabem que sempre terão assistência de primeira, que nós cumprimos o que prometemos, que nunca ficarão à deriva a bordo de uma Ferretti e que sempre oferecemos o que há de melhor e mais moderno no universo náutico de luxo.

Com 100% da produtividade da fábrica, a intenção é ampliar o mercado da sede brasileira para toda a América Latina. S

Serviço Site: www.ferrettibrasil.com.br Showroom Comercial / Tool & Toys Telefone: (11) 3552-400

O diferencial da Ferretti no Brasil é a qualidade empregada na fabricação de cada um dos modelos 122  PERFILNÁUTICO

PERFILNÁUTICO 

123 


124  PERFILNÁUTICO

PERFILNÁUTICO 

125 


O Fly Board é uma criação do piloto de competição francês Frank Zapata. Em uma prancha parecida com a de wakeboard é acoplada uma mangueira especial resistente a alta pressão e é conectada à turbina do jet ski, que por sua vez passa a funcionar

como uma bomba d’água. O jato de água dirigido para baixo impulsiona o passageiro para cima e, com certa habilidade, para a direção ou manobras que desejar. O alcance da mangueira é limitado a dez metros por uma questão de

segurança. Sucesso do verão europeu e americano, chega ao Brasil através da parceria dos empresários Alessander Lenzi e Tchello Brandão, representantes do produto para a América Latina, através da Fly Board Brasil. www.flyboardnobrasil.com.br

V-Lift, o elevador náutico por controle remoto

Facilidade ao atracar A Loja de Barco acaba de trazer ao Brasil o V-Lift, o elevador náutico que ganhou o prêmio de inovação tecnológica no Miami Boat Show deste ano. O equipamento permite colocar ou retirar um barco da água em menos de dois minutos pelo controle remoto, que pode ser

acionado de dentro do barco ou do píer. O premiado lançamento da Sunstream tem capacidade para suportar o atracamento de lanchas de até 5 mil quilos. Para barcos maiores, a empresa tem ainda o Floatlif e o Sunlift, capaz de suportar embarcações de 11 a 14 mil quilos,

Luz do sol O Solar Case 450 é uma fonte de energia portátil. Foi construído para ser verdadeiramente móvel. Pesa só 18 quilos e tem alça na maleta e alça para carregar no ombro. Vem com bateria selada AGM/Gel híbrida de 26 ampères, inversor de 450 watts, duas saídas de 110 volts, disponível também em 220 volts, tomada universal, uma saída de 12 volts. É prática para levar a qualquer lugar onde não tenha corrente disponível para ligar qualquer aparelho pequeno (até 450 watts) ou 12 volts. No barco, é excelente para carregar as baterias em caso de pane ou para carregar celulares, tablets, rádios, cooler, assistir TV, etc. www.flexiteekbygms.com.br

126  PERFILNÁUTICO

respectivamente. Os elevadores náuticos da Sunstream são a solução ideal para quem possui casa à beira de rios, lagos, canais, represas e outros locais de águas abrigadas ou marinas e condomínios que já não possuem mais vagas no seco. www.lojadebarco.com.br

Prancha parecida com a de wakeboard conectada à turbina do jet ski

Iluminação de LED

Energia portátil para o barco

Com o desenvolvimento de grande diversidade de produtos náuticos totalmente nacionais, a empresa Arieltek tem a possibilidade de atender compradores de pequeno e médio porte. A luz subaquática com tecnologia de LED de alta intensidade pode ser utilizada abaixo ou acima do nível d’água, além de aplicações em píeres e docas. E a luminária utilitária, de aplicação interior e exterior com tecnologia de LED de alta intensidade, foi desenvolvida em Surface Montage Device (SMD), o que facilita sua aplicação na embarcação. www.arieltek.com.br j

PERFILNÁUTICO 

127 

Canal Náutico

Canal Esporte Canal Náutico

Voando sobre a água


Canal Canal Náutico Esporte GTI Limied 155 da Sea Doo

Jet Sea Doo O jet ski é um dos veículos mais fascinantes do meio náutico. Os locais para pilotar este veículo são variados, como lagos, represas ou mar. Existem modelos em que é permitido andar de pé. Em outros, apenas sentados. Independente disso, o jet ski é adorado por muitos na hora da diversão. A prática também é bastante difundida nos

esportes, como o Slalon e o Freestyle. O GTI Limied 155, produzido pela Sea Doo, é um veículo com assento touring, ideal para longos passeios. Ele é produzido com a tecnologia iControl, que facilita e aumenta o conforto da pilotagem. O controle de navegação tem um painel digital com 29 funções, com instrumentos de fácil visualização. Já o Cruise

Control é um equipamento específico para adequar a velocidade ao modo de pilotagem pretendido pelo condutor. Além disso, há uma série de equipamentos extras, como um sistema de trim variável de alta performance (VTS), capa protetora e um botão de rápido acesso para selecionar o modo Sport de pilotagem. www.brp.com/pt-br S

Píer sustentável A questão da sustentabilidade é um norteador da NTC Moldes Plásticos, que fabrica o píer flutuante PierPlas de forma limpa (sem emissão de gases), com material 100% reciclável (logística reversa), evitando o corte de árvores nativas (ao contrário dos píeres tradicionais de madeira). O PierPlas existe há quatro anos, não necessita de produtos químicos para conservação e não libera resíduos químicos na água. O brasileiríssimo PierPlas é fabricado em Caxias do Sul (RS) com revendas em todo o Brasil, além de Estados Unidos, Venezuela, Uruguai, Israel e Austrália. www.pierplas.com.br

128  PERFILNÁUTICO

PierPlas: material 100% reciclável

Contact Condutores Elétricos Ltda. Rua Biguaçu, 685 - Bairro dos Municípios - 88337-450 PERFILNÁUTICO  129  Balneário Camboriú, Santa Catarina. (47) 3366 3835 - www.csnautica.com.br


Reparos Parte 2 Barcos de fibra de vidro Por Jorge Nasseh Na ânsia de construir barcos com preços competitivos, alguns fabricantes utilizam produtos de vida útil limitada. Resinas de laminação, fibras de vidro e adesivos de baixa qualidade encabeçam a lista que, dependendo do construtor, pode ser longa. Muitos destes barcos se tornam descartáveis em poucos anos, o reparo estrutural envolve a perda de parte da rigidez do casco. As consequências mais comuns são as delaminações de anteparas e pisos,

130  PERFILNÁUTICO

as infiltrações de água no convés e o apodrecimento de madeiras. A primeira providência é determinar qual o tipo de resina

As resinas à base de epóxi têm maior poder de adesão e são muito mais atraentes para reparos maiores apropriada para recuperar a parte avariada. Durante muitos anos, quase todos os reparos de barcos fabricados com resina poliéster ou éster-vinílica eram feitos com o mesmo tipo de resina, porque não existiam as resinas epóxi. Em sua maioria, eram sistemas de resina e

podem se tornar perigos iminentes em casos de navegação em condições árduas. Quando parte da estrutura ou do casco está intacta, pode servir como base para a reconstrução do laminado. Nestes casos se utiliza uma chapa de fibra ou madeira

Laminados de resina epóxi aderem muito bem sobre resina poliéster

e se relamina a parte danificada. Quando se tem acesso somente por um lado, a parte reparada deve ser bem mais resistente do que o laminado original e, normalmente, se utiliza 50% a mais de material do que a espessura do casco. Quando existe acesso pelos dois lados, parte do reparo é feita pelo lado interno, depois esta superfície

é lixada e finalmente o reparo é concluído pela parte externa. O grande segredo é a preparação da superfície do laminado, para que haja adesão entre o novo laminado e o já desgastado. O primeiro passo é remover todas as partes soltas e preparar a superfície que vai receber o novo laminado. É necessário utilizar um chanfro

Jorge Nasseh

PERFILNÁUTICO 

131 

Canal do Construtor

Canal Esporte Canal do Construtor O grande segredo é a preparação da superfície do laminado

para acomodar a nova laminação e produzir uma transição suave entre os laminados novos e antigos. Quanto maior o chanfro e a área de colagem, melhor e mais seguro vai ser o reparo, mas existem limitações. Como regra geral, a largura do chanfro deve ser pelo menos de 20 vezes a espessura do laminado a ser reparado. O chanfro deve ser feito de forma regular sem permitir mudanças abruptas de forma ou espessura. Se houver acesso pelos dois lados, o primeiro chanfro deve ser feito por dentro e uma chapa de madeira ou fórmica deve ser usada como anteparo da primeira laminação. Depois se remove este molde provisório e se faz novo chanfro pelo lado externo, ligando as duas faces do laminado. Normalmente a parte avariada está sujeita a contaminação e a superfície deve ser limpa com monômero de estireno, duas ou três vezes com intervalos de quatro horas. Depois da última aplicação e um intervalo de mais duas horas, deve ser feita a laminação. A limpeza com monômero de estireno aplica-se somente se no reparo for utilizada resina à base de poliéster ou éster-vinil. Para laminados de resina epóxi não se utiliza o monômero, pois irá contaminar a superfície impedindo a colagem da resina epóxi. S

endurecedores formulados para a fabricação de adesivos viscosos. As resinas à base de epóxi têm maior poder de adesão e são muito mais atraentes para reparos maiores. Como regra geral, laminados de resina epóxi aderem muito bem sobre resina poliéster, mas o contrário não acontece. Em reparos com epóxi, todo o trabalho deve ser feito com a mesma resina, o que talvez limite o uso do produto, já que nem todos têm experiência com este tipo de material e procedimentos de laminação. Os casos mais frequentes destes reparos são na estrutura do casco ou anteparas e em mobílias de madeira. Com o tempo a madeira apodrece, deixando áreas estruturais do barco em extrema fragilidade. Alguns barcos ainda utilizam madeira para reforço nas áreas do convés e, mesmo como material sandwich, também ocorre o apodrecimento. A falha começa em uma pequena área e se alastra. Alguns estaleiros ainda utilizam madeira compensada. Nestes casos deve ser feita a substituição total da madeira por material sintético. Outro tipo de reparo é o catastrófico: colisão, perda do mastro, quilha, leme ou qualquer outro motivo que deixe o barco inoperante. Inspeções ocasionais são sempre importantes para monitorar pequenas falhas que


Peças exclusivas ZX

A temática náutica da Navy Novità tem inspiração no mar e na vida a bordo, mas, além das embarcações, os acessórios também podem ser usados para a casa de praia e para a residência fixa. São peças inquebráveis e de qualidade superior. No segmento de acrílico, os copos, jarras e baldes de gelo, além de resistentes, possuem peso e brilho diferenciados em relação aos produtos comumente vistos. Já o conjunto de jantar de melamina turquesa combinada com cinza é composto de prato de jantar e sobremesa cinza e cumbuca de salada com interior turquesa. Para completar o jogo, é possível compor com o prato de pasta.

Canal Décor

Canal Esporte Canal Décor

Luzes em ação W

Uma iluminação planejada pode dar um clima especial para qualquer embarcação. Se for o caso do monumental cataramã Lagoon 620, do grupo CNB, do conglomerado Beneteau, o efeito visual é ainda mais magnífico. O barco foi criado pelos arquitetos navais Marc van Peteghem e Vincent Lauriot Prévost (VPLP), autores do trimarã Oracle, vencedor da última America’s Cup. O escritório Nauta Design subiu a bordo e remodelou o interior deste catamarã com quase 20 metros de comprimento por 10 de largura e capacidade para 14 pessoas. Capricho por dentro e por fora.

www.navynovita.com.br

www.sailingims.com.br

Canal Décor

Decoração náutica e sofisticação a bordo

Detalhes valorizados Y

O estaleiro italiano Tecnomar, fundado em Viareggio, em 1988, destaca-se pela construção de iates de luxo com foco em customização, acessórios de qualidade, alta velocidade e design graças à colaboração com arquitetos de renome internacional e designers. A sala de estar do modelo Velvet 35, com um estilo contemporâneo, é extraordinariamente grande com destaque para a escada redonda e cromada que leva ao andar de baixo.

Detalhes de design podem fazer a diferença em qualquer embarcação, seja de qual tamanho for. Em lanchas pequenas, de passeio e lazer, esses itens são ainda mais valorizados. Os bancos do piloto e do passageiro da Phoenix 255 Platinum é um exemplo de bom gosto. O formato arredondado alegra ainda mais o ambiente para a navegação. Além de bonitos, os bancos possuem regulagem completa, são rebatíveis e giratórios. Atrás do banco do piloto há uma pia e uma geleira. Ao lado do banco do passageiro, sob o console, fica o banheiro fechado. 

Para dentro e para fora W

www.tecnomar.com

www.phoenixboats.com.br

www.nostromobile.com.br

Escada estilosa Y

132  PERFILNÁUTICO

A linha de móveis Nostro Mobile pode ser aplicada em ambientes internos e (especialmente) externos. São produzidos com resina polimérica de alta durabilidade, aditivada com proteção contra os raios UV4, proporcionando peças com grande resistência ao sol e à chuva. O material é ecologicamente correto, podendo ser reprocessado integralmente por até cinco vezes. A Chair Enom tem grande durabilidade e resistência a impacto. O processo produtivo e a matéria-prima são os mesmos utilizados na Europa, mas desenvolvidos e produzidos no Brasil.

PERFILNÁUTICO 

133 


Alexandre Herchcovitch

Em parceria com a MDC (marca de surfwear), Alexandre Herchcovitch lança sua linha para o verão. A coleção Herchcovitch MDC 2012-2013 é inspirada no universo do artista plástico Banks Violette e as estampas são trabalhadas com a mesma técnica usada em suas obras. A linha, que também utiliza contrastes para formar uma estética urbana, consegue conciliar o estilo core das peças da MDC com os shapes mais retos do estilista.

Lançado no Salão do Automóvel de Paris, o Audi RS 5 Cabriolet alia dinamismo e alta performance. O modelo foi uma das estrelas da marca alemã no evento em que foi apresentado. O veículo é equipado com motor 4.2 FSI com 8 cilindros em V, gerando uma potência de 450 cv a 8.250 giros e torque máximo de 450 Nm entre 4.000 e 6.000 rpm. Com toda esta potência, o modelo acelera de 0 a 100 km/h em apenas 4,9 segundos. A capota de tecido leve garante conforto acústico e leva apenas 15 e 17 segundos para abrir e fechar, respectivamente.

Canal Estilo

CanalEstilo Esporte Canal

Audi

www.audi.com.brr

www.herchcovitch.uol.com.br

Paulaner Hefe-Weissbier

Em Munique, na Alemanha, as cervejas de trigo bávaras são uma das variedades mais fascinantes. A Paulaner HefeWeissbier é uma delas, com o diferencial de que é a mais apreciada pelos turistas. A cerveja tem cor amarelo-alaranjada, de aspecto turvo, com espuma bem formada e de longa persistência. A Paulaner também destaca-se pelo perfume, com aromas frutados que lembram banana, maçã e pera. Sua textura é cremosa, leve equilibrada, com pequeno amargor no final e leve persistência aromática.

Canal Estilo Personalidade e bom gosto

Tattoed by Inky

A distribuidora brasileira Yoffi lançou na Beauty Fair 2012, a nova linha body splash jovem, da ousada e moderna marca nova-iorquina Tattoed by Inky. Com fragrâncias mais suaves do que perfumes, os body splashes podem ser aplicados no corpo ou nas roupas várias vezes ao dia. São cinco fragrâncias: A Mi Amor e Sudden Freedoom (femininos), Monkey Business e Drako (masculinas), além da Koi (unissex). A originalidade das embalagens também é um destaque da linha.

www.mestre-cervejeiro.com

www.yoffi.com.br/tattooed-by-inky

Uma nova safra de um dos rótulos mais ovacionados do mercado, o Justino’s Madeira, chegará ao Brasil. Com Denominação de Origem Protegida (D.O.P. Madeira), os vinhos são elaborados por um método especial desenvolvido por uma antiga vinícola da Ilha da Madeira. De cor âmbar, os vinhos das safras 1997 e 1999 – importados pela Porto a Porto e Casa Flora – podem ser acompanhados de chocolate negro ou servidos após uma refeição com café. O primeiro possui uma doçura equilibrada muito longa. Já o rótulo de 1999, que conquistou a Gold Medal no China Wine Awards e também na Monde Selection 2012, de Bruxelas, apresenta uma doçura moderada pela acidez e final doce.

Exaltada pelo estilo clássico da marca, a Emporio Armani é sempre marcante em suas criações. A novidade agora é o lançamento de um relógio para mergulho. Produzidos com materiais nobres e design sofisticado, os relógios aliam tradição e casualidade. O modelo HAR5969, pensado para o mergulho, resiste a até 200 metros embaixo d’água (20 ATM). Robusto, o modelo não deixa o estilo de lado e é perfeito para homens e mulheres que adoram se aventurar em esportes aquáticos ou náuticos.

www.portoaporto.com.br

www.grupodumont.com.br

Justino’s Madeira Colheita

134  PERFILNÁUTICO

Emporio Armani

PERFILNÁUTICO 

135 


Carlo Borlenghi

Uma das mais espetaculares competições do circuito mundial

Maxi Yacht Rolex Cup O brasileiro Lucas Brun marcou presença em uma das mais espetaculares competições do circuito náutico mundial: a Maxi Yacht Rolex Cup. Disputada em Porto Cervo, na Itália, a competição não reúne barcos grandes apenas no tamanho, mas também em tecnologia, competitividade e

Esporte

Canal Esporte

Esporte

Rolex Farr 40 Os brasileiros Torben Grael e Vince Brun disputaram a Rolex Farr 40 World Championship. A competição reúne grandes nomes da vela e dos negócios, sempre escolhendo um lugar especial como sede. Em 2012, o palco da Rolex Farr 40 foi Chicago. Os dois brasileiros assumiram o papel de tático nas suas respectivas embarcações. Torben Grael correu no italiano Enfant Terrible, de Alberto Rossi. Já Vince Brun assumiu o Plenty, de Alexander Roepers. Torben terminou a competição na segunda colocação, com 51 pontos perdidos. Vince Brun ficou com a sexta colocação, somando 74 pontos perdidos. O título ficou com o barco norteamericano Flash Gordon 6, com 41 pontos perdidos. j

beleza. O barco de Brun, o Magic Carpet, compete na classe Wally, que deve reunir luxo, elegância e performance. O brasileiro mandou bem na regata de estreia e venceu seus concorrentes. O Magic Carpet manteve os bons resultados e levou o título da etapa com apenas cinco pontos perdidos.

O velejador Robert Scheidt foi o único brasileiro na lista de indicados para o Prêmio Príncipe das Astúrias do Esporte 2012. A premiação reuniu nomes como Jacques Rogge, Xavi Hernández, Íker Casillas e Kelly Slater, em um total de 20 atletas. O prêmio é considerado uma das maiores honrarias espanholas e reconhece atletas ou instituições que tenham contribuído para o aperfeiçoamento, desenvolvimento ou difusão de algum esporte. Em 2012, o prêmio ficou com a dupla da seleção espanhola Xavi Hernández e Íker Casillas.

136  PERFILNÁUTICO

Marcio Rodrigues ZDL

Robert Scheidt

PERFILNÁUTICO 

137 


Ventos constantes e tripulações experientes

Maurício Cunha

Disputado na segunda metade de setembro, o 21° Circuito Conesul de Vela de Oceano teve 44 barcos distribuídos em cinco classes. O barco C’est La Vie, de Henrique Dias, foi o grande vencedor na RGS A. O comandante Dias levou sua equipe – formada por Vilnei Goldmeier, Rodolfo Streibel, Frederico Sidou, Isak Radin e Alexis Kneibel – a seis vitórias consecutivas, além de ter se consagrado tricampeão do troféu Seival. Já na RGS B o título ficou com o Hawa C (Marcelo Bernd). Thoa Thoa (Carmen Sprinz) levou a melhor na Microtoner 19 e o Tango (Boris Ostergren) foi o melhor na J24.

Cinco classes e 44 barcos

Circuito Yacht Clube da Bahia de Vela de Oceano O mês de agosto foi tudo menos um mar de almirante - no calendário de vela da Bahia. O Circuito Yacht Clube da Bahia de Vela de Oceano este ano privilegiou o novo formato da competição que aconteceu entre 17 e 19 de agosto, quando os ventos são constantes e as experientes tripulações se preparam para grandes eventos náuticos no País. “A data foi escolhida visando permitir que os barcos

C

participem não só do Circuito, como da tradicional Regata AratuMaragojipe e da Regata RecifeFernando de Noronha (Refeno)”, disse o gerente de Vela do Yacht Clube da Bahia, Luís Eduardo Pato. Velejadores concorridos como Lars Grael, Eduardo Penido, Maurício Santa Cruz, dentre outros, estiveram no evento, que contou com 31 barcos e cerca de 200 velejadores. j

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

Campeonato Brasileiro de HPE Um barco com uma estrelada tripulação chamou a atenção no Campeonato Brasileiro de HPE, realizado entre 7 e 9 de setembro. O Corum/ICS contou com as velejadoras Adriana Kostiw, Fernanda Oliveira, Ana Barbachan, Marina Helou e Mariana Peccicacco. As três primeiras estiveram em Londres representando o Brasil nos Jogos Olímpicos. As meninas do Corum terminaram a competição na 19ª colocação, com 101 pontos perdidos. O campeão foi o Atik (Henrique Haddad), seguido por Fit to Fly (Alexande Paradeda) e Relaxa Next (Roberto Mangabeira).

138  PERFILNÁUTICO

Fred Hoffmann

Canal Esporte Esporte

Circuito Conesul de Vela Oceano

157 139  

PERFILNÁUTICO PERFILNÁUTICO 


Linha Cranchi 2013

The Wave, líder da classificação geral

Extreme Sailing Series O The Wave, Muscat – do capitão Leigh McMillan – teve a oportunidade de igualar o recorde do Alinghi de 2008. Para tanto, era preciso vencer a etapa de Cardiff, no País de Gales, para chegar ao total de quatro vitórias na temporada. O que parecia uma conquista relativamente fácil tornou-se uma missão praticamente impossível após uma penalidade colocar o The Wave,

Muscat na última colocação. A disputa ficou entre as equipes OmanAir (Omã) e Red Bull Sailing Team (Áustria). Com a largada queimada dos austríacos, o caminho ficou livre para o Oman Air, que se sagrou campeão da etapa com 199 pontos perdidos. No geral a liderança ainda é do The Wave, Muscat, que soma 48 pontos perdidos depois das cinco etapas disputadas.

O Brasil voltou do Mundial Universitário com medalhas de ouro e de prata no Match Race. A competição foi disputada em Nice, na França. A dobradinha foi conquistada com placar apertado, 2 a 1, e o ouro ficou para a tripulação formada por Renata Decnop, Fernanda Decnop, Juliana Mota e Larissa Juk. Já a prata ficou com o time de Juliana Senfft, Luciana Barros Kopschitz, Gabriela Sá e Marina Jardim. Com este excelente resultado, o Brasil mantém as boas apresentações em competições universitárias. No ano passado, nos Jogos Olímpicos Universitários de Shenzen (China), o país também conquistou duas medalhas – uma prata de Fábio Pillar e Gustavo Thiessen na 470 e um bronze por equipes na mesma categoria. j

Desde 1870 produzindo qualidade.

Esporte

Canal Esporte Esporte

Mundial Universitário

Conheça e surpreenda-se!

Zaffiro 36

Copa Suzuki Jimny A terceira etapa da Copa Suzuki Jimny, disputada no Yacht Club de Ilhabela, teve sua última regata cancelada pelos fortes ventos – que sopravam na casa dos 32 nós no último dia de competição. O cancelamento da regata antecipou as premiações. Na HPE, o barco Ginga (Breno Chvaicer) superou o SER Glass Eternity (Bruno Prada) e ficou com título da etapa. Na C30, o campeão foi o TNT Loyal (Marcelo Massa). Orson/Mapfre (Carlos Eduardo Souza e Silva) se deu melhor na ORC. Já na BRA-RGS, título para o Maria Preta (José Alberto Barreti)  na subdivisão A,  Anequim (Paulo Fernando de Moura) na B, Ariel (Luis Pimenta) na C e Hélios/Sírio Libanês (Marcos Lobo) na Cruiser.

Smeraldo 40

Endurance 32

O tradicional estaleiro Cranchi, referência mundial em qualidade e desempenho, tem agora três dos seus modelos mais cobiçados no mundo montados sob-licença em Manaus, pela Cruiser Marine. Você poderá adquirir um deles, com o mesmo padrão e so�sticação, sem os custos de importação! Entre em contato com a Nautimax, representante das embarcações Cranchi na região Sul.

seu lazer, nosso compromisso!

140  PERFILNÁUTICO

PERFILNÁUTICO 

141 

NAUTIMAX - Rua Eurides Cunha, 224 - Curitiba/Pr - Fone: (41) 3333-0410 - www.nautimax.com.br


Daniel Smorigo

Esporte

O Circuito Paulista de Wake 2012 termina com um novo tetracampeão: Marcelo Giardi, o “Marreco”. O evento final, disputado no parque aquático Wet’n Wild, em Itupeva, também foi válido como terceira etapa do Campeonato Brasileiro e reuniu 72 atletas de várias federações. “Marreco” conquistou o tetra de maneira invicta. O atleta, porém, ficou apenas cinco pontos na frente do segundo colocado, Luciano Rondi Neto, o “Deco”. Em terceiro, Eduardo Martins “Jovem”. No Feminino Open, Joana Marques levou a melhor, seguida por Camila Ortenblad e Gabriela Rondi.

Jean da Silva, o campeão

Surfe

Marcelo Giardi, o Marreco

Jean da Silva sagrou-se campeão sul-americano do ASP South America Series 2012. Mesmo sem disputar a última etapa, a Radical Wave Surf Eco Festival, na Bahia, ninguém ultrapassou o surfista. Depois de ser o primeiro catarinense a conquistar o título

C

M

de campeão brasileiro, em 2010, o atleta de 27 anos agora pode comemorar o título de melhor surfista profissional da América do Sul nas etapas continentais. O segundo colocado é Miguel Pupo, de 20 anos, que venceu o ASP Prime Hang Loose Pro Contest. O campeão sul-americano do ano passado, Gabriel Medina, ficou com a terceira colocação. S

Y

CM

MY

CY

CMY

K

Jet Waves O Balneário de Piçarras, em Santa Catarina, será novamente o palco da decisão do Jet Waves World Championship. O campeonato mundial de manobras com jet ski nas ondas, que chega a sua 14ª edição em 2012, terá suas finais disputadas entre os dias 2 e 4 de novembro. A competição reúne os melhores competidores nacionais e internacionais e será disputada na Praia Norte do balneário. Além de brasileiros, devem marcar presença pilotos de Estados Unidos, França, Alemanha, Japão, África do Sul, Itália, Reino Unido e Argentina.

142  PERFILNÁUTICO

Maurício Brandão

Canal Esporte Esporte

Wake

PERFILNÁUTICO 

143 


MERGULHO FLÓRIDA

Doces gigantes

Mergulhar com os manatees na Flórida e ter a oportunidade de interagir com um filhote de forma intensa foi uma experiência memorável Texto e fotos: Kadu Pinheiro

144  PERFILNÁUTICO

PERFILNÁUTICO 

145 


MERGULHO FLÓRIDA

O

West Indian Manatee (Trichechus manatus latirostrus) é parente próximo do peixe-boi da Amazônia, do manatee da África e do dugong encontrado no Mar Vermelho e na Índia. O mamífero vive tanto em água salgada quanto nas águas doces dos rios do sul dos Estados Unidos. Quando adulto chega a pesar cerca de 500 quilos e mede por volta de três metros de comprimento — ouvi relatos de exemplares com mais de 4 metros e 1.000 quilos. É um animal de hábito vegetariano, passa de seis a oito horas por dia se alimentando de qualquer tipo de planta aquática. O consumo diário chega a 15% do seu próprio peso, um verdadeiro glutão. Machos e fêmeas têm o mesmo tamanho e aparência e possuem uma cauda horizontal para propulsão. De frente, encontramos nadadeiras que são usadas na propulsão e também podem agarrar objetos. Por baixo delas, as mamas. No focinho, narinas pequenas são fechadas por válvulas quando o animal submerge para evitar a entrada de água e reabertas quando volta à superfície para respirar, a cada três minutos em média, embora este intervalo possa chegar a mais de 15 minutos quando em repouso. Os olhos são muito pequenos e atrás deles encontramos os ouvidos, sem nenhum tipo de orelha, que são usados para ouvir a sua própria “linguagem”: uma série de apitos usados para manter mãe e filho unidos em águas com pouca visibilidade. Só possuem dentes na parte posterior da boca e utilizam os lábios para colher as plantas do fundo. São animais pacíficos e tímidos, vivendo cerca de 50 anos quando em liberdade. Parecem lentos à primeira vista, mas podem percorrer grandes distâncias em um único dia. As fêmeas são férteis desde os cinco anos de idade e dão cria a um filhote de cerca de 40 quilos em intervalos que variam de dois a cinco anos, após gestações de 11 a 13 meses. A copulação é um evento de grupo, com uma fêmea e vários machos. Essencialmente solitários, as famílias dos manatees são formadas por mãe e filho. Embora no final do primeiro mês os filhotes já possam se alimentar por conta própria, eles são amamentados por mais de dois anos.

Barcos ancorados próximos à nascente

pela USFWS — U.S. Fish and Wildlife Service, agência federal encarregada de proteger as espécies ameaçadas. Chegar a Crystal River é muito fácil a partir de Orlando, aproximadamente duas horas de carro. Se você planeja ir a Disney, não deixe de adicionar mais um dia para fazer esse mergulho. Não é necessário treinamento e a água é quente, mas mesmo em um dia ensolarado a temperatura externa pode chegar a 5 graus. Uma roupa de neoprene é recomendada e pode ser alugada junto com máscara e snorkel.

Recomendações

O mergulho

Entrei em contato com a U.S. Fish & Wildlife Service para obter a permissão para fotografar os manatees em Crystal Rivers e com o Capt. Chris Ward da River Ventures (www.riverventures.com), um excelente operador local que me foi altamente recomendado

146  PERFILNÁUTICO

Adultos e crianças ficam ansiosos pelo encontro com o manatee

Algumas normas precisam ser seguidas para mergulhar com os manatees: não se aproximar por cima, impedindo o seu acesso imediato à superfície para respirar, não persegui-los, deixar que eles procurem o contato e se aproximem. Os animais são bem curiosos, fique por perto e logo eles virão até você. Após um briefing e um vídeo explicativo na base da River Ventures, fomos levados até o píer para

Caímos na água e logo abaixo do barco quatro indivíduos, dois adultos e dois filhotes embarcar no barco que nos conduziria à nascente onde realizamos os mergulhos, todos devidamente paramentados e as crianças ansiosas pela oportunidade de mergulhar com o manatee. Ao chegarmos próximos à nascente, o barco foi desligado e devidamente ancorado. Uma equipe fazia monitoração e contagem dos manatees, restringindo um pouco a área de acesso. Caímos na água e logo abaixo do barco quatro indivíduos, dois adultos e dois filhotes. Aproximei-me junto com meu filho e j PERFILNÁUTICO 

147 


MERGULHO FLÓRIDA

os manatees vieram brincar, deixaram-se acariciar e permaneceram calmos e receptivos. Meu filho gostou tanto do mergulho que só saiu da água quando o frio era intenso. Minha filhota de apenas dois aninhos entrou na água com a mãe para observar os manatees. Como eu estava com permissão especial para fotografar, consegui nadar junto com nosso guia até a nascente, que estava com acesso limitado em função da presença de pesquisadores, que realizavam a fixação de censores para o tagueamento via satélite em alguns indivíduos. Subindo o rio, as águas tornam-se cristalinas com visibilidade horizontal superior a 70 metros.

Meu filho gostou tanto do mergulho que só saiu da água quando o frio era intenso O encontro

Ao me aproximar de um indivíduo que repousava no leito do rio, ele veio me saudar curioso e estendeu sua nadadeira frontal. Toquei de leve e ele insistiu, então segurei levemente e qual não foi minha surpresa quando o senti me puxar para perto, levando minha mão junto a seu ventre. Comecei a acariciá-lo e ele virou de barriga para cima se contorcendo e brincando. Fiquei longos minutos brincando e, quando me afastei um pouco com medo de estar incomodando, ele veio mais próximo e literalmente me abraçou com suas nadadeiras, lambendo-me a face. Em seguida voltou a nadar calmamente pelo leito do rio.

Em extinção

Os manatees são calmos e receptivos

148  PERFILNÁUTICO

O manatee pode desaparecer em consequência da ação do homem. Durante séculos foram mortos para a obtenção de carne, ossos e gordura. No inverno os manatees saem do mar e buscam as águas mais quentes dos rios da Flórida, pois são muito sensíveis a quedas de temperatura, não resistindo por mais de uma semana em águas abaixo de 15 graus. Mesmo assim, durante o século 20, eles começaram a se aventurar cada vez mais pelas águas frias mais ao norte, fugindo da escassez de comida. Ainda que livres da caça há mais de 30 anos, os manatees têm uma população estimada hoje em um pouco mais de cinco mil indivíduos na Flórida. Alguns biólogos consideram que em menos de 30 anos eles estarão extintos. As mortes são causadas por diversos fatores, naturais ou não: o clima frio ou o esmagamento contra o fundo dos rios por barcaças de transporte. O j PERFILNÁUTICO 

149 


MERGULHO FLÓRIDA

C

M

Y

CM

MY

Além da restrição à caça, é proibido perseguir ou perturbar os animais

CY

CMY

K

acidente mais comum é o atropelamento por lanchas, já que eles se movimentam lentamente pouco abaixo da superfície. Embora não sejam mortos pela colisão, os hélices causam cortes profundos que, com o tempo, inflamam e causam uma morte lenta e dolorosa. Pelo menos 90 % dos animais observados têm marcas de hélice, com a maioria deles tendo três ou mais colisões em sua vida.

Espécie protegida desde 1967

O manatee é alvo de uma legislação bastante rigorosa. Além da restrição à caça, é proibido perseguir ou perturbar os animais. O governo americano faz com que a lei seja realmente cumprida: toda a região é sinalizada, diversos barcos especiais a patrulham e as multas são bem pesadas para quem infringe as regras. A mobilização pela defesa dos manatees é impressionante e envolve governo, empresas, ONGs e milhares de pessoas. Diversos biólogos dedicam-se exclusivamente ao seu estudo. Boa parte da população já foi catalogada, e as marcas de hélices servem como identificação.

150  PERFILNÁUTICO

Vítimas de atropelamento, 90 % dos animais têm marcas de hélice de lanchas Mergulhar com eles é fácil, os preços são bastante acessíveis, ficando na faixa de US$ 45,00 por pessoa, num passeio que pode durar até três horas. Os mergulhos estão disponíveis durante todo o ano, mas, com os manatees, estão sujeitos à sua migração para o rio e às leis de proteção locais. A melhor época para mergulhar com eles em águas claras é no inverno entre novembro e fevereiro, mas é importante confirmar antes com uma operadora local. S Kadu Pinheiro é fotógrafo, design gráfico e instrutor de mergulho de fotografia subaquática. www.kadupinheiro.com

PERFILNÁUTICO 

151 


CanalÁgua Esporte Planeta

CanalÁgua Esporte Planeta

MINISTÉRIO DA CULTURA

APRESENTAM:

Artefatos ilegais de pesca causam acidentes fatais

A música instrumental solta a voz

Paz no mar

ONG Parceiros do Mar quer respeito entre banhistas, esportistas e pescadores

O Brasil Musical traz anualmente a Curitiba o melhor da música instrumental. Em 2012, foram 16 apresentações de samba, jazz, choro e blues com os mais renomados artistas brasileiros.

Por Rafaella Malucelli Para dar um basta nos acidentes e perdas de vidas nos mares do Brasil, a ONG Parceiros do Mar levanta a bandeira da paz. Uma petição de lei federal que delimite áreas de lazer, de pesca e de prática de esportes náuticos está no site Avaaz.com e precisa de 5 mil assinaturas para ser enviada para a presidenta Dilma Rousseff. “Precisamos tornar o mar um local seguro”, comenta a fundadora da ONG, Silvia Turra Grechisnki. Ela e sua família sofreram na pele as consequências da imprudência. Vítima fatal de artefatos ilegais de pesca instalados na praia de Coroados (PR), Renata Turra Grechinski, de 23 anos, irmã de Silvia, foi arrancada da vida enquanto surfava. Por essas mortes serem consideradas afogamentos, não são registradas e nem investigadas, mas são mais comuns do que pensamos. Silvia diz que o objetivo da ONG Parceiros do Mar é gerar uma discussão entre as partes. “Não é uma guerra contra os pescadores, ao contrário, queremos nos unir a eles para combater aqueles que Renata Turra Grechinski desrespeitam as normas.” S

PARCEIROS DO MAR SURFE SEGURO NO FACEBOOK: www.facebook.com/SurfSeguro

152  PERFILNÁUTICO

Diretor Artístico: Glauco Sölter

RENATO MARTINS (percussão)

FABIO TORRES (piano)

BORGHETTINHO (gaita ponto)

SERGINHO MACHADO (bateria)

HOMENAGEM A WALTEL BRANCO

EDU RIBEIRO (bateria)

RICARDO HERZ (violino)

BRUNO MIGOTTO (baixo acústico)

GILSON PERANZZETTA (piano)

LUIZ BUENO

THIAGO ESPÍRITO SANTO (baixo elétrico)

FERNANDO MELO

VINÍCIUS DORIN (saxofone)

ANDRE MARQUES (piano)

LEANDRO FORTES (violão/guitarra)

CLEBER ALMEIDA (bateria)

(violão) (violão)

@brmusical

Teatro HSBC Av. Luiz Xavier, 11 - Curitiba-PR

BRASIL MUSICAL

contato: brmusical@grupocanal.com.br

Patrocínio

Promoção

Realização

PERFILNÁUTICO 

153 


Gourmet

Filé de tainha Com molho de alho-poró e cogumelos frescos

Ingredientes (para 2 pessoas) 500 gramas de filé de tainha; 1 talo de alho-poró pequeno cortado em tiras fininhas; 1 cebola grande cortada em meias rodelas fininhas; 100 gramas de cogumelos frescos em fatias; 2 colheres de azeite de oliva; 2 dentes de alho; 50 gramas de manteiga; 150 gramas de nata; 50 gramas de arroz; 100 gramas de purê de batatas e uma pitada de tomilho fresco.

Como preparar

Temperar os filés com sal e pimenta–do-reino moída na hora e grelhar os filés no azeite de oliva com alho. Em uma frigideira, derreter a manteiga, refogar a cebola até ficar transparente, acrescentar o alho-poró até murchar um pouco e, em seguida, os cogumelos, uma pitada de tomilho, acertar o sal e acrescentar a nata.

Paganini, o segredo dos chefs Os chefs mais renomados do Brasil se rendem aos produtos Paganini. Emmanuel Bassoleil, Junior Durski, giancarlo Bolla, Erick Jacquin e Sergio arno, estrelas da alta gastronomia, sempre trocam impressões sobre o sabor e preparo dos alimentos.

Em comum, o apurado gosto pelas coisas boas da vida. Comer bem e estar com amigos é um estilo de vida para todos eles. Os sorrisos de todos em torno de uma mesa bem-servida, são momentos para guardar na memória.

Um encontro com os melhores sabores da Itália, selecionados pela Paganini para você que acredita nestes mesmos valores de qualidade e procedência. Um segredo bem guardado dos melhores chefs de gastronomia agora revelado: Paganini.

Montagem

Num prato, colocar os filés de tainha no centro com o molho por cima. Com a ajuda de um aro, montar o arroz e o purê de batatas nos lados e finalizar com um ramo de tomilho. S Esta receita foi elaborada pelo meu querido sobrinho Ayrton Roberto de Oliveira Filho, uma excelente opção para os leitores da Perfil Náutico, embarcados ou não. Para mais informações acesse: www.chefayrtonoliveira.com.br

Luiz Alfredo Malucelli é escritor, cronista, jornalista e gourmet

twitter.com/euamopaganini -

www.facebook.com/paganinigastronomia - www.paganinigastronomia.com.br

Casa Flora Importadora: tel.: (11) 3327 - 5199

154  PERFILNÁUTICO

-

Importadora Porto a Porto: tel.: (41) 3018 - 7393 PERFILNÁUTICO 

155 


156  PERFILNÁUTICO

6

PERFILNÁUTICO

PERFILNÁUTICO 

157 


Sea Gold 255 A lancha Sea Gold 255 chega ao mercado com o desejo de levar ao público lanchas com design inovador e linhas arrojadas com uma proposta diferente das demais. Neste modelo, é privilegiado o maior aproveitamento externo da embarcação na categoria objetivando também maior segurança de quem navega. Comprimento total: 7,85 m Boca máxima: 2,65 m Altura da Cabine: 1.5 m Calado sem propulsão: 0,45 m Calado com propulsão: 0,86 m Capacidade Pessoas Dia : 10 Capacidade pessoas noite: 2 Capacidade de combustível: 200 L Capacidade de água: 80 L Motorização: 220 a 320 hp (centro rabeta) A lancha é vendida diretamente pelo estaleiro e também está em processo de cadastramento de revendas para atender melhor em todo o Brasil. www.seagoldlanchas.com.br

(51) 3627 4399 | 99171 997 | nextel: (51) 78120916 contato@seagoldlanchas.com.br

158  PERFILNÁUTICO

PERFILNÁUTICO

1

www.seagoldlanchas.com.br PERFILNÁUTICO PERFILNÁUTICO  159  1


6160 PERFILNÁUTICO   PERFILNÁUTICO

PERFILNÁUTICO 

161 


Click Canal Esporte

O superiate Seven Seas oferece mais um mimo para seus tripulantes em suas viagens ao redor do mundo. Ele leva na “garagem” um Limo Tender, da Hodgdon Yachts, uma verdadeira limusine de 12 lugares com todas as comodidades de um carro de luxo com piloto para os traslados. S 162  PERFILNÁUTICO

PERFILNÁUTICO 

163 


6164 PERFILNÁUTICO   PERFILNÁUTICO


Perfil Náutico - Revista ed 36 Dezembro/12