Issuu on Google+

edição PRIMEIRA

Caso PC Farias faz 16 anos Há 16 anos morria, junto com a namorada Suzana Marcolino, o empresário Paulo César Cavalcanti Farias, o PC Farias, tesoureiro da campanha presidencial de Fernando Collor e 'eminência parda da República'. > A-7

Mega-Sena vai a R$ 25 milhões Ninguém acertou a Mega-Sena deste sábado (23) e o prêmio para esta 4ª feira (27) deve ser de R$ 25 milhões. As dezenas sorteadas: 09- 26 - 34 - 43 - 53 - 54. A Quina teve 72 ganhadores e cada um receberá R$ 30 mil.

Ano 9 | Edição 471 | Maceió, Alagoas, 25 de junho a 1º de julho, 2012 | R$2,00

Plano de Segurança será lançado nesta 4ª Anúncio ocorrerá no Centro de Convenções em Jaraguá; modelo adotado aqui será implantado em todos os estados > A-2 Divulgação

MACEIÓ TEM TUDO PARA SER CENTRO DE TREINAMENTO DE SELEÇÕES EM 2014 Secretário e presidente de Comitê detalha vantagens que devem pesar a favor da capital alagoana São grandes as chances de Maceió vir a ser Centro de Treinamento de Seleções (CTS) na Copa do Mundo de 2014.

Quem garante é o secretário do Gabinete Civil, Álvaro Machado, que também preside o Comitê criado para tocar o pro-

jeto. Em entrevista exclusiva ao PE, Machado fala das vantagens de Alagoas e diz que obras em função do CTS custa-

rão R$ 10 milhões, com contrapartida já garantida pelo Estado. Ele ainda destacou o apoio do ministro Aldo Rebelo. > A-6

Álvaro Machado diz acreditar na escolha de Maceió

Engenheiro vítima de calote imobiliário alerta para golpes no mercado alagoano Está pensando em comprar um de pôr a mão no bolso e assinar construtora, para não ser vítima de bém, nesta reportagem, o que re- investir, com absoluta segurança, apartamento na planta? A ideia é qualquer papel, 'investigue' a imo- calote, como ocorreu com o enge- comendam os dirigentes do Pro- na aquisição de imóvel no aqueciótima, mas tenha cuidado. Antes biliária e levante o histórico da nheiro Marcus Vinícius. Veja tam- con e da Ademi a quem pretende do mercado alagoano. > A-5 Márcio Ândrei

Para OAB, punições a políticos mostram início de novo tempo Para o advogado Paulo Brêda, da Comissão de Combate à Corrupção da OAB, a condenação de

políticos por atos de improbidade mostra que Alagoas já vive novo tempo, punindo corruptos. > A-4

Cota de candidatos tem como base 21 cadeiras na Câmara Edifício Jatobá, em Mangabeiras, está inacabado. Obra da Construtora Falcão, tem como uma das vítimas o engenheiro Marcos Vinícius, que investiu tudo em um apartamento ‘na planta’ e não recebeu o imóvel. Dirigentes do Procon e Ademi dizem o que se deve fazer para fugir ao calote imobiliário. > A-5

Módulo de Segurança vai ter capacidade ampliada

> A-7

Ernandi disputa eleição e Luciano preside sindicato

> A-2

Cada partido pode lançar até 30 candidatos a vereador em Maceió, o equivalente a 150% do

atual colegiado de 21 edis. Em caso de coligação, o número aumenta para 40 ou 200%. > A-3

Paraguai cassa presidente com 'golpe constitucional'

> A-2

CSA estreia na Série D com vitória no Rei Pelé Márcio Ândrei

GASOLINA MAIS CARA SÓ NA REFINARIA

A gasolina está mais cara nesta 2ª feira (25), mas só nas refinarias, já que o governo zerou a Cide. Em Maceió, o litro custa R$ 2,69 em média. Portanto: abaixo disso é promoção; acima, é exploração. Então, denuncie. > A-8

O CSA estreou com o pé direito na Série D do Campeonato Brasileiro ao derrotar o Vitória da Conquista (BA) por 3x1. Incentivado por sua torcida, que compareceu em bom número ao Rei Pelé. Próximo adversário do Azulão será o Feirense, em jogo a ser disputado na cidade baiana de Senhor do Bomfim. > ESPORTES

Márcio Ândrei

CSA foi bem na estreia e derrotou o Vitória da Conquista pelo placar de 3x1

CRB VAI ENFRENTAR CRICIÚMA Precisando de reabilitação, o CRB vai a Santa Catarina no próximo sábado (30) onde enfrentará o forte Criciúma no Estádio Heriberto Hulse, às 16h20m. > ESPORTES

Fale conosco | Redação: (82) 3033.2189 | Comercial: (82) 3325.2815 | Atendimento ao assinante: (82) 3033.5213 | Internet: http://www.primeiraedicao.com.br


Primeira Edição | 25 de junho a 1º de julho, 2012

A2 | Política

A D A G L R A A L R E FED

Alagoas declara guerra aos bandidos com o Plano Nacional de Segurança Projeto federal contra violência será lançado nesta 4ª feira, em Maceió, pelo governador e ministro da Justiça Divulgação

Da Redação com

dades da Federação. Com o nome de Plano Nacional de Segurança Pública, o projeto piloto antiviolência será lançado às 9h desta quartafeira pelo governador Teotonio Vilela e o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. A solenidade terá lugar no Teatro Gustavo Leite, no Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso, onde também serão formalizados outros atos oficiais. Após o ato de lançamento, haverá entrevista coletiva à imprensa e, em seguida, destruição de armas apreendidas no estacionamento do Centro de Convenções.

Agência Alagoas

O Plano Nacional de Segurança Pública, cujo projeto piloto será lançado nesta quartafeira (27), aqui em Maceió, é único e se não der certo decretará a falência da segurança pública no país. Essa é a avaliação que se faz após a parceria firmada entre governo de Alagoas e governo federal, em função da qual o próprio ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, afirmou que, se o plano não funcionar em Alagoas, será o fim da segurança pública no Brasil. Até agora, o combate à criminalidade em Alagoas era 'assunto interno' do Estado, mas deixou de ser depois que o governo federal decidiu apoiar um modelo nacional de segurança pública, começando por Alagoas, devido o avançado estágio da violência aqui, e se estendendo para as demais uni-

SOCORRO

Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, vem a Maceió para lançar Plano Nacional de Segurança nesta quarta-feira

> ASSEMBLEIA

Luciano asssume sindicato e quer resolver pendências Primeira Edição

O vice-presidente Luciano Vieira acaba de assumir o comando do Sindicato dos Trabalhadores do Poder Legislativo de Alagoas (STPLAL), em vista do pedido de licença do presidente José Ernandi Malta para disputar as eleições municipais. Responsável pela luta que mudou radicalmente o relacionamento do sindicato com o Poder Legislativo e por conquistas como a implantação de 102% de reposição salarial congelada desde 1994 e a aprovação do Plano de Cargos, Carreiras e Subsídios (PCCS) da categoria, Ernandi Malta se desincompatibilizou para disputar um mandato de vereador em Maceió. Empossado na última quinta-feira (21), Luciano Vieira informou que, tão logo se inteire da situação do sindicato, tomará a iniciativa de propor uma reunião com a Mesa Diretora para discutir uma agenda que inclui pagamento Luciano Vieira assume STPLAL e quer discutir pendências com Mesa da ALE de adicional de férias, implantação de 22% referente a três implantação de tempo de servi- inclusão dos aposentados no datas-base (2010, 2011 e 2012), ço nos salários dos servidores e Plano de Cargos.

- Temos, claro, muitas outras pendências, a exemplo de folhas atrasadas (objeto de ação que corre na Justiça), mas nossa agenda mínima prioritária estará centrada nessas questões disse o presidente interino do STPLAL. Em relação ao adicional de férias, ele afirmou que o não pagamento constitui um flagrante descumprimento da legislação, asseverando: "Há 15 anos a Assembleia não paga o terço das férias. Como a prescrição ocorre a partir do quinto ano, significa que já perdemos 10 férias. Isso nunca se justificou e muito menos agora que os trabalhadores estão assinando lista de freqüência por exigência da Mesa Diretora". Segundo Luciano Vieira, a questão dos aposentados também é relevante porque é ponto pacífico que os inativos, de acordo com a legislação, têm direito líquido e certo de inclusão no Plano de Cargos: "Não se trata de concessão nem de favor, mas de direito assegurado por lei", enfatiza.

O plano é resultado de um pedido de socorro feito pelo governo alagoano ao governo federal, e será executado conjuntamente. Em paralelo às ações do Centro de Convenções, a Polícia Militar, em parceria com outras instituições públicas e privadas, vai coordenar ações de cidadania na Base Comunitária de Segurança do Jacintinho, localizada na Praça Mário Jambo. No local, haverá emissão de documentos, corte de cabelo, ações de saúde, cadastro no Sistema Nacional do Emprego (Sine) e balcão de ouvidoria da Defesa Social, além de oficinas educativas e apresentações culturais. Ao meio-dia, o governador, o ministro e autoridades da área de segurança pública inauguram o Departamento de Homicídios, que funcionará na Rua da Alegria, próximo ao Palácio República dos Palmares.

INVESTIMENTO O Plano de Segurança prevê investimento do Governo Federal, com contrapartida do Governo de Alagoas, para aquisição de equipamentos, oferta de cursos de capacitação e aperfeiçoamento da polícia técnica. A parceria também prevê o reforço da Força Nacional, fortalecimento da perícia criminal e do monitoramento das áreas de maiores índices de criminalidade. O trabalho será acompanhado por uma sala de situação e uma força-tarefa atuará para dar agilidade ao andamento de inquéritos. O Governo vai investir na ampliação dos postos de arrecadação de armas, e a Secretaria de Estado da Defesa Social manterá o projeto de bonificação de policiais militares por apreensão de armas e drogas, além de executar ações como a implantação do projeto de videomonitora-

mento de Maceió e a construção do novo complexo de perícia criminal.

ARTICULAÇÃO O lançamento do Plano Nacional de Segurança Pública em Alagoas começou a ser articulado durante a realização do I Colóquio de Experiências Exitosas na Prevenção e Redução de Homicídios, ocorrido em março de 2011 em Maceió. O evento trouxe a Maceió representantes da área de segurança de todo o Brasil e do Governo Federal, incluindo o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, e a secretária Nacional de Segurança Pública, Regina Miki, que voltam na próxima quarta para lançar o plano, consequência das ações pactuadas no ano passado. Durante reuniões de trabalho para a construção do Plano Nacional de Segurança, em Brasília, o ministro Eduardo Cardozo afirmou que Alagoas recebeu o projeto piloto da nova política nacional de segurança por ter criado o ambiente necessário à execução das ações pactuadas, como o mapeamento das áreas mais violentas e o fornecimento de informações sobre a criminalidade.

DEVER DE CASA "Ficou claro, para o Ministério da Justiça, que as medidas preparatórias para uma ação firme do Governo Federal na parte de segurança pública foram tomadas. O governador Teotonio Vilela cumpriu tudo aquilo que efetivamente nós achávamos necessário para que o Governo Federal pudesse entrar com firmeza com um plano de combate à criminalidade violenta", afirmou Cardozo. O ministro lembrou que o plano será lançado nos outros estados, a começar por Alagoas, que sediará o plano piloto, conforme ações propostas pelas autoridades de segurança do Estado. - Os pressupostos foram dados pelo Governo do Estado, agora nós vamos desenvolver junto um conjunto de medidas indispensáveis para reduzir a criminalidade e o número de homicídios do Estado - disse o ministro. MUDANÇAS Enquanto ultima as medidas e ações do plano contra a violência, o governo alagoano cogita mudanças na área de segurança. Um delas seria a substituição do comandante-geral da PM, coronel Luciano Silva.


Primeira Edição | 25 de junho a 1º de julho, 2012

Política | A3

> CASO ENCERRADO Romero Vieira Belo

Enfoque Político Nonô aposta em Morais Ao assumir a coordenação do projeto de reconstrução das cidades devastadas pelas enchentes de 2010, o vice-governador José Thomaz Nonô fez, como diria, sua parte, ajudando o governo num momento crucial, mas também começou a percorrer o caminho que o levará à sucessão estadual de 2014. Essa é uma das razões pelas quais Nonô resolveu apostar todas as fichas na candidatura do deputado estadual Jéferson Morais a prefeito de Maceió. Independente do potencial de Morais, o importante, para Nonô, é a presença do DEM no processo que funcionará como escala para a próxima eleição de governador. Significa dizer que Thomaz Nonô já prepara o terreno para disputar o governo (já que Teotonio Vilela renunciará nove meses antes para concorrer ao Senado) e precisa, para tanto, marcar presença no processo eleitoral deste ano. Ou seja, eleito ou não, Jéferson Morais cumprirá papel relevante na campanha da sucessão em Maceió: se não for para o segundo turno, será um correligionário considerável do candidato governista escolhido pelo eleitorado para decidir o segundo turno. O projeto de Nonô é tão natural quanto - ao que tudo indica - inevitável: como sucessor de Teotonio Vilela, ele governará o estado por nove meses, podendo, inclusive, capitalizar os loiros de uma possível redução dos atuais índices de violência. Adversários? Claro que terá, mas não dá para antecipar nomes. Até porque o mais emblemático da oposição, o senador Renan Calheiros, nunca se sentiu tão bem atuando no Congresso Nacional. Mais: em 2014,estará apenas na metade de seu mandato senatorial. CÁRMEN LÚCIA

SEM LIMITE

Para manter contato com as autoridades eleitorais do Estado, chega a Maceió nesta segunda-feira a presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Cármen Lúcia.

O excesso de arrecadação tributária está ensejando uma sede insaciável de salários nos poderes da República. No Congresso já se cogita até acabar com o teto salarial dos servidores públicos.

O VAZIO POLICIAL À ESPERA 'DO ANÚNCIO' Não podia ser diferente, mas ao programar o anúncio do plano antiviolência para o dia 26 (depois 27), o governo como que delimitou o tempo para os bandidos agirem com total liberdade. Isso explica a onda de assaltos nas últimas semanas. A própria Polícia parece ter parado no tempo, ficando, como todo mundo, no aguardo do plano reforçado com ajuda do governo federal. ELEITOR QUE SE LIXE

SALÁRIO ASTRONÔMICO

A oposição adora quando o DERAL ativa a sinalização eletrônica nas rodovias alagoanas gerando multa a toda hora. Principalmente, quando pune motoristas em pleno ano eleitoral.

Neymar, como já se viu, não é nenhum Romário. Mesmo assim, ganha um salário de R$ 3 milhões. O que representa? O que o eficiente América Mineiro gasta para manter todo seu plantel.

FRENTE PARTIDÁRIA PROCLAMA LUIZ GONZAGA EM MATRIZ Delegados e filiados do PMDB, PT do B, PC do B, PRTB, PDT, PV, PRB, PHS, PTC e DEM realizaram neste domingo (24) em Matriz de Camaragibe, a convenção que proclamou a candidatura de Luiz Gonzaga Albuquerque Barros (PMDB) a prefeito do Município, tendo José Livino dos Santos (PTC) como vice. “Vamos fazer uma campanha com propostas para desenvolver nossa terra”, afirmou Luiz Gonzaga. FIM DE LINHA?

NOVO ESCÂNDALO

Politicamente morto, É o que os próprios aliados dizem do prefeito Toninho Lins, depois de preso sob acusação de liderar um esquema de rapinagem na confusa Prefeitura de Rio Largo.

O Ministério Público invadiu a sede da Assembleia Legislativa do Amapá e recolheu os documentos que requisitou e foram negados. Na folha de pessoal, foram detectados salários escandalosos.

DINÂMICA NA ASSISTÊNCIA SOCIAL DE MACEIÓ Cícero Almeida perdeu excelente candidato, mas ganhou (de novo) um dinâmico secretário. O retorno de Francisco Araújo ao comando da Secretaria de Assistência Social (Semas) privou o prefeito de ótimo candidato a vereador, mas reforçou o setor social da administração, que deixou de ser crítico nos últimos dois anos graças ao trabalho de Araújo e sua equipe integrada pela competente Eliza Barbosa trabalhando em harmonia com um determinado time de dedicados auxiliares. O DISCURSO...

...E A PRÁTICA

A propaganda do Smile é irresistível: plano de saúde a partir de R$ 70,00 e consultas marcadas pelo telefone ou internet, sem burocracia, sem delongas. Nunca se viu tanta eficiência.

Na prática, contudo, o atendimento do Smile é uma lástima. A usuária Maria Vieira buscou um ortopedista e foi avisada: só em setembro. Ela reagiu: "Então, a propaganda é pura enganação?".

A MALUFADA DO PT QUE NÃO SE RESPEITA A aliança eleitoral com Paulo Maluf transforma o PT num partido que não respeita sequer a própria história. Será que Fernando Haddad, candidato petista à Prefeitura de São Paulo, sabe o que Lula dizia de Maluf, quando Lula era oposição e Maluf, governo? E ainda tem petista que se defende: "O Serra também não buscou o apoio de Maluf?". Quer dizer, se Serra roubar, o PT se sente autorizado a fazer o mesmo?

Partidos podem registrar até 30 candidatos à Câmara de Maceió Com aumento de vagas inviabilizado, vale o atual número de vereadores da capital Luciana Martins

A Justiça Eleitoral de Alagoas vai ignorar toda e qualquer iniciativa isolada de vereadores com o objetivo de ampliar o número de vagas da Câmara de Maceió para a próxima legislatura. Depois de muitas marchas e contramarchas, a presidência da Casa, devidamente orientada por sua assessoria jurídica, decidiu que serão eleitos este ano exatamente 21 vereadores. Vereadores favoráveis ao aumento de vagas de 21 para 31, liderados por Paulo Corintho Ricardo Barbosa, enviaram ofício ao Tribunal Regional Eleitoral comunicando seu apoio à criação de mais dez cadeiras, mas isso não tem nenhum efeito prático.

Câmara de Maceió vai permanecer com 21 vereadores na nova legislatura

Antes, o presidente Galba Novais já havia comunicado formalmente ao TRE-AL a decisão

de manter o atual colegiado de 21 edis, com dois fundamentos: - para ampliar o número de

vagas, a Câmara teria de ter emendado a Lei Orgânica do Município, estabelecendo o novo quantitativo, isso um ano antes da eleição, o que não foi feito; - A Câmara não disporia de recursos para bancar o aumento das despesas, considerando que 10 novos vereadores representariam um total de gastos de quase 50% do que é destinado atualmente aos 21 componentes da Casa de Mário Guimarães. Diante do que está estabelecido, cada partido político registrar 30 candidatos à Câmara Municipal, o que representa 150% do atual colegiado, conforme previsto na legislação eleitoral.

Presidente reafirma 21 cadeiras Durante a semana, em face da posição assumida por um grupo de 11 vereadores, que insistem junto ao TRE-AL para que a Câmara disponibilize 31 vagas para as eleições deste ano, o presidente Galba Novais emitiu a seguinte nota: O Exmo. Sr. Dr. Orlando Manso, desembargador presidente do Tribunal Regional Eleitoral, já acolheu para os trâmites normais o ofício assinado pelo presidente da Câmara Municipal de Maceió, vereador Galba Novaes, protocolado

na última quarta-feira junto àquela colenda Corte, informando que não haverá aumento de vereadores para a próxima legislatura, sendo mantido o número atual, que é de 21 parlamentares; - O mencionado ofício é acompanhado de substanciosa exposição de motivos, pareceres e demais documentos necessários à perfeita interpretação do porquê a Câmara Municipal de Maceió não pode nem deve aumentar o seu número de vereadores para a próxima legislatura;

- O gesto da presidência, mais uma vez, se coaduna com os princípios de transparência e legalidade explicitados no Plano de Gestão e Metas que norteia o trabalho da atual mesa diretora da Câmara de Maceió, a qual foi eleita pelos demais vereadores, para o biênio 2011/2012, e, sobretudo, por dever de ofício amplamente amparado nas instâncias técnicas do Poder Legislativo municipal, sem que seja possível ao presidente abster-se ou omitir-se; - Em razão da complexidade da

matéria, a presidência da Câmara encara com a mais absoluta naturalidade a iniciativa de onze vereadores, conforme noticiado em alguns veículos de comunicação, que são favoráveis ao aumento de edis, entendendo que para a próxima legislatura, a Câmara de Maceió deve ter sua representação ampliada para 31 parlamentares; - A atitude política desses vereadores é absolutamente democrática e legítima, sem que reste qualquer ilação de confrontação a quem quer que seja.

Regras para as eleições deste ano Quais os requisitos gerais para ser candidato ? Ter a nacionalidade brasileira, ser alfabetizado, possuir alistamento eleitoral, estar no gozo dos direitos políticos, estar filiado ao partido, ter domicílio eleitoral no município a pelo menos um ano (ou seja, desde 2 de outubro de 2003), além de cumprir as exigências da idade mínima: 18 anos para vereador, 21 anos para prefeito e viceprefeito.

Existem exceções quanto à filiação partidária? Sim. Para os magistrados ou membros dos Tribunais de Contas, estes devem satisfazer os requisitos de filiação dentro de (06) seis meses antes das eleições. Já o militar da ativa, para cumprimento do requisito de filiação partidária, basta o pedido de registro da candidatura, após a escolha prévia em convenção. Quantos candidatos a ve-

reador pode lançar cada partido ou coligação? Cada partido poderá lançar o equivalente a 150% do número de cadeiras a preencher na Câmara Municipal. Na hipótese de formação de coligação, não importando o número de partidos coligados, poderá lançar o equivalente ao dobro do número de cadeiras a preencher, ou seja, (200%). Desses totais, a lei determina que sejam reservados percentuais mínimo (30%) e máximo (70%) para ca-

da sexo. O percentual de 30% é reservado com exclusividade às mulheres e o de 70% aos sexos masculinos? Não. Em respeito à igualdade de direitos entre homens e mulheres é assegurada constitucionalmente, é inconcebível que haja tal discriminação. O que ocorre é que poucas mulheres pleiteiam um cargo eletivo, sendo o percentual maior (70%) preenchido por homens.

> À DERIVA

PT volta a cumprir papel de nanico e não disputa a sucessão na capital Miguel Goes

Mesmo ostentando a condição de 'partido no poder central', o PT em Alagoas mais uma vez terá papel secundário no processo eleitoral, a exemplo do que ocorreu na sucessão estadual de 2010. Ao contrário das principais legendas, que ou terão candidatos próprios ou comandarão coligações na disputa pela Prefeitura de Maceió, o PT reconhece sua incapacidade de liderar e tenta marchar como caudatário de uma legenda menor. Até o final do ano passado, os petistas alimentaram o sonho de lançar candidato próprio à sucessão do prefeito Cícero Almeida, quando se especulava os nomes do deputado Judson Cabral e do ex-deputado Paulo Fernando dos Santos, o Paulão, mas o projeto não evoluiu. Nos últimos meses, os dirigentes petistas realizaram várias reuniões com a cúpula do PT do B buscando uma aliança em que a deputada Rosinha da Adefal encabeçaria uma chapa tendo como companheiro de vice o exdeputado Paulão. Enquanto os petistas patina-

Deputado Judson Cabral teve seu nome especulado

vam, procurando parceira para a caminhada eleitoral, os demais partidos com cacife montaram seus projetos e estratégias para a sucessão na capital: o DEM concorrerá com o deputado estadual Jéferson Morais, o PSDB com o deputado federal Rui Palmeira, o PMDB liderará a coligação de Ronaldo Lessa, o PP armou o nome de Marcelo Palmeira e o PSB aposta no deputado federal Givaldo Carimbão. Considerando seu papel de partido que detém a presidência

Arquivo

Paulão também foi cogitado, mas projeto não andou

da República pelo terceiro mandato consecutivo (Lula exerceu o mandato presidencial duas vezes e foi sucedido por Dilma), o PT em Alagoas não passa de uma legenda nanica. Conta com um vereador em Maceió (Thomaz Beltrão, egresso do PC do B) e três deputados estaduais, sendo que dois deles Ronaldo Medeiros e Marquinhos Madeira - entraram no partido apenas em função do processo eleitoral de 2010, ou seja, sem ligação histórica e sem com-

promisso ideológico com a sigla. Concluindo o mandato de deputado estadual, Paulão em 2010 tentou dar um vôo mais alto: entrou na luta por uma vaga na Câmara dos Deputados, mas ficou apenas numa suplência. Ainda em 2010, o PT teve uma participação mais efetiva no processo sucessório estadual ao encaixar seu presidente regional Joaquim Brito como candidato a vice na chapa de Ronaldo Lessa, que disputou e perdeu o 2º turno para Téo Vilela.


Primeira Edição | 25 de junho a 1º de julho, 2012

A4 | Cidades

À E T BA ÃO M CO RUPÇ COR

Para OAB, condenação de políticos mostra AL vivendo um novo tempo Advogado Paulo Brêda destaca decisão do Judiciário de acelerar processos relativos a improbidade administrativa Divulgação / Agência Alagoas

Divulgação

Paulo Brêda destaca resultados de ações contra corrupção

Kátia Born, condenada por improbidade, diz que vai recorrer

Luciana Martins

Arquivo

Repórter

Depois de anos de enervante espera, a Justiça alagoana começa a dar respostas ao antigo e justo clamor da sociedade. Semana que passou, deputados, ex-deputados e até uma exprefeita de Maceió foram condenados a perda de cargo público e suspensão de direitos políticos. Dentre os condenados, o deputado estadual João Beltrão e o deputado federal Artur Lira (ambos indiciados na Operação Taturana), o ex-presidente da Assembleia Legislativa Celso Luiz, e a ex-prefeita de Maceió, Kátia Born, atual secretária Estadual da Mulher. Além de condenados a devolver dinheiro público desviado, todos tiveram os direitos políticos suspensos por três anos. Para o presidente da Comissão de Combate à Corrupção e Impunidade (da Ordem dos Advogados do Brasil), Paulo Brêda, este é um novo tempo para Alagoas. "O andamento de processo de improbidade administrativa, a celeridade nas ações de improbidade administrativa é, sem dúvida, sinal de que estamos vivendo um tempo diferente". Na opinião do advogado, o andamento dessas ações é bom tanto para quem está respondendo o processo e vai ser inocentando (se for inocente) quanto para a sociedade que vai ter a condenação de quem realmente for culpado. "Essa é a questão principal, ver isso acontecendo, e tudo se deve à disposição do Judiciário alagoano ao criar uma comissão para dar atenção espe-

cial aos processos de improbidade administrativa". Paulo Brêda explicou que a ação de improbidade administrativa diz respeito à coletividade, uma vez, que nesse tipo de causa, o objeto envolvido, em sua grande maioria, é o dinheiro público e isso interessa a toda sociedade. "Essa atenção que o Tribunal de Justiça deu foi festejada pela sociedade toda e está começando a dar resultados".

IMUNIDADE O dispositivo da imunidade parlamentar, segundo o presidente, tem sido utilizado de forma errada em todo o Brasil. Ele entende que não é justo utilizar a imunidade para se prote-

ger de um crime de homicídio, roubo, tráfico e crimes comuns, o que a maioria das vezes tem acontecido no Brasil inteiro. - Essa é uma das matérias que tem que ser modificada. Já passou o tempo, e o Brasil para amadurecer tem que propor essa mudança legislativa também". Em sua avaliação, a imunidade parlamentar na democracia moderna diz respeito somente a pronunciamentos e ao exercício direito da atividade parlamentar, diferente do que acontecia na ditadura, onde este dispositivo realmente protegia o parlamentar, evitando qualquer tipo da manipulação política. - E por que não se partir para uma mobilização nacional para

acabar com a imunidade parlamentar? - indagou a reportagem. O advogado Paulo Brêda ponderou que existem prioridades e que infelizmente a sociedade organizada, incluindo a OAB, tem que escolher muito bem ponto a ponto as mudanças que são essenciais ao país. "Infelizmente, no quadro político que nós temos não dá para pensar em todas as transformações de uma só vez, é preciso que isso tenha o momento certo e ele deve chegar. Talvez não agora, mas ele deve chegar". Outro avanço para mudança do cenário político brasileiro foi a Lei da Ficha Limpa, que já está valendo nas eleições deste ano. Brêda disse acreditar que com a nova lei os políticos terão mais precaução no exercício do mandato e na sua vida pessoal para que tenham condição de não ser atingido por este novo tipo inelegibilidade. - Esse momento da Ficha Limpa, que o Brasil viveu e está vivendo, com aplicação plena da lei rigorosa, constitui uma mu-

João Beltrão, condenado por desvio de recursos da Assembleia

dança de rumo da classe política brasileira - afirmou.

INELEGIBILIDADE Sobre inelegibilidade, Brêda é categórico: "Para mim, inelegibilidade não é pena, é uma condição legal". Conforme o presidente, ela pode ser entendida como pena quando se condena alguém a ser inelegível. E cita como exemplo o caso de algum cidadão que tenha relação parental com algum titular do poder executivo, ele estará inelegível sem a prática de crime. "O principio da inelegibilidade é o da prevenção, não está se tratando de pena. A Lei da Ficha Limpa estabeleceu princípio de inelegibilidade como prevenção a adequação das vagas políticas". - Será que os juízes da 17ª Vara Criminal de Maceió, mediante sentenças condenatórias, podem gerar situações de inelegibilidade com base na lei da Ficha Limpa? - quis saber a repórter. O presidente Paulo Brêda admitiu que ainda não tem uma opinião formada, que esse é um

caso novo a ser estudado, mas ele acredita que sim. "Por enquadramento ao texto da lei, acredito que sim, que uma condenação da 17ª Vara com a participação expressa de vários juízes no julgamento, é um julgamento colegiado".

CORRUPÇÃO Quanto ao projeto de lei que criminaliza os atos de corrupção e que está tramitando no Congresso Nacional, o presidente explicou que ele trata com mais rigor os casos de corrupção que já são considerados crime. Para ele, esse pode até ser um passo importante, mas é menos importante do que um funcionamento célere da máquina pública ao apurar, julgar e punir os que efetivamente tenham cometido crimes. - Isso é mais importante do que propriamente penas mais duras. Você vai ter importância das penas mais duras na hora em que o processo começar a ter inicio, meio e fim, e a sociedade enxergar o resultado disso rapidamente - concluiu Paulo Brêda.

> CAPTURA

PM alagoana prende acusado de matar Mércia Nakashima A Polícia Militar de Alagoas prendeu na madrugada deste sábado o vigilante Evandro Bezerra da Silva, procurado pela Justiça de São Paulo por suposto envolvimento na morte da advogada Mércia Nakashima, assassinada em 2010. O vigilante é suspeito de ajudar o ex-policial militar e advogado Mizael Bispo dos Santos a matar Nakashima, em maio de 2010. A vítima era ex-namorada de Santos. O corpo dela foi encontrado em um carro, dentro de uma represa, após 19 dias desaparecido. Segundo nota da assessoria

de Comunicação da Polícia Militar de Alagoas, a prisão aconteceu no povoado de Candú, zona rural do município de Carneiros, em Alagoas, após trabalho do serviço de inteligência da PM que resultou numa denúncia anônima. A operação foi montada pelos policiais militares 7º BPM. Junto com o acusado foi encontrado um revólver calibre 32 com cinco munições intactas, duas balaclavas e uma motocicleta roubada com a placa adulterada. A PM constatou que a placa identificadora era de outra moto com queixa de roubo.

Segundo o Tenente-coronel Reginaldo, o acusado não resistiu a prisão. "Ele estava escondido em uma residência com mais duas pessoas. Quando chegamos ele ainda estava dormindo", explicou. Evandro Bezerra Silva, que é acusado vários assaltos a banco no sertão de Alagoas, foi levado para a Delegacia Regional da cidade de Santana do Ipanema e daí será encaminhado para Maceió onde serão realizados os devidos procedimentos. O Tenente-coronel Reginaldo informou que a Justiça paulista já foi comunicada da prisão. Divulgação

Acusado de participação na morte de Mércia Nakashima, Evandro Bezerra da Silva foi preso em Alagoas


Primeira Edição | 25 de junho a 1º de julho, 2012

Cidades | A5 Luciana Martins

Rodrigo Cunha diz que comprador de imóvel deve se cercar de cuidados

O D A C O R E M RISC DE

Márcio Ândrei

Construtora Falcão, alvo de ação do Ministério Público Estadual, tem sido cobrada por consumidores que compraram ‘na planta’ e não receberam nada

Calote imobiliário pode transformar 'sonho da casa própria' em pesadelo Engenheiro compra imóvel, mas não recebe; veja o que Ademi e Procon sugerem para se evitar prejuízo Márcio Ândrei

Luciana Martins

REFERÊNCIA

Repórter

Comprar a casa própria é o sonho de quase todo brasileiro. Segundo pesquisa realizada pelo Instituto Data Popular, em março deste ano, mais da metade dos brasileiros que querem comprar a casa própria nos próximos dois anos pertence à nova classe média. Segundo a pesquisa, 19,2 milhões de brasileiros têm planos de comprar um imóvel nos próximos 24 meses. Desse total, 11 milhões são consumidores da classe média - com renda individual entre R$ 324 e R$ 1.387 e renda familiar média de R$ 2.295 - ou seja, 57% do total pesquisado. O governo também tem estimulado a compra de imóveis com políticas de redução de juros. Desde o dia 11 de junho a Caixa Econômica Federal vem aplicando novas regras de financiamento. Pelo novo modelo, os mutuários terão mais cinco anos para quitar os empréstimos. A Caixa ampliou o prazo do crédito habitacional de 30 anos para 35. E diante de um cenário favorável realizar o sonho da casa própria é possível. No entanto, comprar a casa dos sonhos pode virar um pesadelo, e foi o que aconteceu com Marcus Vinícius, engenheiro de segurança do trabalho que comprou seu apartamento na planta e nunca recebeu o imóvel. O apartamento quarto e sala, localizado em Mangabeiras, foi pago à vista: R$ 72 mil."É um fruto de muitos anos de trabalho, você compra um imóvel, não recebe e se sente frustrado". De acordo com ele, o investimento feito no apartamento foi exatamente pensando num futuro seguro para sua filha. "Eu investi para dar uma segurança a minha família. É uma coisa muita triste". A negociação feita pelo engenheiro ainda o deixou com um prejuízo maior porque ele deu o terreno que possuía para comprar o apartamento, como o terreno foi vendido a terceiros, hoje, Marcus ficou sem o terreno

Edifício inacabado- situação crítica de quem se antecipou em adquirir apartamento numa obra sem conclusão

e sem o apartamento. "Eu me sinto sem poder, sem condições de fazer absolutamente nada. Eu me sinto como vítima de um grande golpista que chegou ao mercado". A empresa responsável pelo imóvel é a Construtora Falcão, contra a qual o Ministério Público Estadual entrou com ação cautelar preparatória com pedido de liminar na Justiça pelo atraso na entrega de apartamentos e prédios a centenas de clientes. O MPE conta com 18 representações de consumidores dentre eles o engenheiro Marcus Vinícius - que firmaram contrato de compra e venda com a construtora, mas nunca tiveram acesso aos imóveis em Maceió. Para Marcus Vinícius essa ação do MPE é um conforto para ele e os demais proprietários que nunca receberam seus imóveis. "Isso nos dá uma esperan-

ça. Estamos acreditando, primeiro em Deus e depois na Justiça. Espero que a Justiça possa reaver todo nosso investimento com correção monetária e no mínimo colocar um cidadão deste atrás das grades porque ele tem que responder não só administrativamente, mas criminalmente também". A dica deixada pelo engenheiro àqueles que estão pensando em comprar o seu imóvel é investigar, procurar cartório, tirar certidões de ônus da construtora, dos donos da construtora para ver se existe alguma implicação na vida dessas pessoas. "Mesmo assim investiguem com pessoas que vocês conhecem, com construtoras de nome que existem na cidade, com os corretores de imóveis que são os grandes responsáveis pelo sucesso da venda. Investiguem antes de fazer qualquer loucura".

ADEMI ALERTA A ADEMI-AL (Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Alagoas) através da sua assessoria jurídica recomenda aos consumidores que forem comprar um imóvel para fazer uma prévia verificação da regularidade jurídica do empreendimento e/ou do imóvel, bem como a análise da empresa responsável pela sua construção, através da obtenção de certidões, levantamento do histórico de empreendimentos e obras entregues, pesquisa de satisfação dos clientes, etc. Já aos consumidores que se sentirem insatisfeitos, tiverem danos e/ou prejuízos, a ADEMI entende que o cliente pode buscar os órgãos de defesa do consumidor, a exemplo do Procon, ou, se for o caso, o Poder Judiciário, em respeito ao princípio constitucional do livre acesso à Justiça.

O superintendente do Procon/AL, Rodrigo Cunha, orienta a consumidor no sentido de que, antes de comprar um imóvel, buscar referência com outras pessoas que tenham adquirido um imóvel da construtora para saber como foi essa nova cessão e também saber como é o pós venda. '"Se aconteceu um problema, como é o atendimento dessa empresa? Ela deixa pra lá ou realmente tem preocupação com o consumidor? Tudo isso é válido". Já se a compra do imóvel for na planta os cuidados devem ser redobrados. Rodrigo explica que é importante que o consumidor procure o Procon para saber sobre os índices de reclamações dessas empresas, qual a postura delas quanto a reclamações, se é de resolver ou não e se este é um caso isolado ou uma constante. "Isso já dá um pouco mais de segurança". O superintendente reforça que esses cuidados devem ser tomados porque a compra de uma casa não é apenas o sonho de uma pessoa, masde uma família que muitas vezes vive a vida em função de um dia conseguir comprar a sua própria casa e, sem os devidos cuidados, o sonho pode se transformar num pesadelo. Além disso, Rodrigo aponta que o consumidor alagoano precisa ser menos passivo com relação aos prazos de entrega dos imóveis. "Aqui em Alagoas é interessante, as empresas justificam até que o atraso se deu porque questões naturais como, por exemplo, as chuvas fortes e nós temos um período muito pequeno durante o ano e previsível porque a gente sabe quais são os períodos em que se chove aqui. Então são movimentos que servem para ir ganhando tempo".

MAIS EXIGENTE Segundo o superintendente, o consumidor não pode ser tão passivo, deve exigir o que foi pago, verificar previamente o memorial descritivo do imóvel que vem dizendo o que deve ter no apartamento, inclusive com

as marcas e qualidade do produto, na entrega vistoriar se está de acordo com o descritivo e conferir se a obra está registrada. "Dessa forma se tem um pouco mais de segurança". Para aqueles consumidores que não receberam seus imóveis ou que se sentiram lesado pela construtora em algum outro item, a dica é procurar o Procon. "Nós aqui somos um termômetro. É importante o consumidor vir ao Procon porque se a empresa estiver sofrendo alguma dificuldade e tenha como resolver aqui no Procon ela resolve. Imprevistos podem acontecer, mas a responsabilidade tem que ser assumida, então o Procon é sim um caminho". Nos casos de difícil solução ou pelo fato de já ter tido alguma infração o consumidor deve denunciar o caso ao Ministério Público que também pode agir neste sentido. "Inclusive nós do Procon temos trabalhado em parceria com o MPE, trocando bastante informações entre os órgãos".

BUSCAR A JUSTIÇA E acrescenta que "aquele consumidor que sofreu prejuízo material e moral e que queira ser ressarcido, tem o direito, se a empresa não honrar com suas obrigações ele pode procurar a justiça e entrar com ação de danos morais e ser ressarcido por estes transtornos que aconteceram durante a compra e entrega deste imóvel". O consumidor precisar estar alerta às propagandas e desconfiar de tantas facilidades principalmente nos feirões. "Aqui tivemos casos de pessoas que comparam um apartamento porque ganhavam uma TV e não perceberam que os juros eram maiores, que aquela construtora não tinha nenhuma referência no mercado, tinha o costume de atrasar obras, mas eles foram seduzidos pela publicidade. Então, é importante não se deixar levar pela publicidade e ter muita certeza do que quer porque é uma vida que está sendo coloca em cheque naquele momento".


Primeira Edição | 25 de junho a 1º de julho, 2012

A6 | Cidades

> ENREVISTA/ ÁLVARO MACHADO Geraldo Câmara

Ouvidor Geral geraldocamara@gmail.com

No IML mortos a céu aberto Absurdo dos absurdos, o IML de Alagoas continua sendo o cenário macabro, sob medida, para os mais desagradáveis filmes de terror. Dentro dele, artistas vivos que nada podem fazer porque tiraram-lhes os instrumentos, porque não os ouvem há décadas, porque precisam ganhar seus cachês, ainda que se lhes imponham situações que jamais deveriam fazer parte dos "scripts". Ainda que gritem, que berrem, que protestem. Ainda que vejam o diretor sair correndo de cena denunciando o que de pior acontece naquela produção. Falamos assim porque custamos a crer que o IML de Alagoas não seja um cenário montado. É triste ver que a instituição que deveria tratar dos mortos, saber do que se foram, prepara-los, de certa forma, para o pranto de seus entes que ainda ficaram, ao contrário, os vê em geladeiras arcaicas e o que é pior, no chão de salas fétidas e imundas. Não é possível que não se dê um fim a tudo isto; não é possível que o novo IML não saia do papel. Porque, fiquemos certos de que a situação atual, com funcionários recusando-se a trabalhar e com o que lá vem acontecendo, sem dúvida, será mais uma das notícias ruins que se divulgam sobre Alagoas em rede nacional. Enquanto isso, as suspeitas em todas as áreas se acumulam, os projetos faraônicos surgem, mas construir e equipar o Instituto Médico Legal vai ficando para último plano. Mas, gente! Acho que matei a charada! Morto não vota!

DESTACÔMETRO O destaque vai para Tony Melo, novo e dinâmico Secretário de Comunicação de Maceió e que ainda continua acumulando o Cerimonial e a assessoria direta com o prefeito, numa prova incontestável de sua competência.

PÍLULAS DO OUVIDOR Próxima quarta, 27, inauguração do novo "Shopping Popular N.Sa.de Fátima" que vai abrigar 425 ex-camelôs, agora sendo transformados em empreendedores individuais. Um marco da administração Cícero Almeida. Parceria com o SEBRAE está sendo firmada para que essa transformação seja cercada do maior sucesso e que cursos de capacitação em gestão sejam dados a todos os novos empreendedores individuais. A música alagoana vai fazer bonito no "Brazillian Days" que ocorrerá em setembro na Rua 46, em Nova York. Será representada pela banda "Xoteados", universitária, convidada pelos organizadores do evento nos Estados Unidos. Corre a boca pequena que a ex-secretária de turismo de Maceió, Claudia Pessoa vai integrar a chapa de Ruy Palmeira para a prefeitura. Particularmente, não acredito. No entanto, em política tudo é ver pra crer. Não sei por que, mas acho que essa tal "comissão da verdade" instituída por Dilma para por os crimes da ditadura em pratos limpos vai usar de muita mentira vingativa. Em todo o caso vamos esperar para ver no que vai dar. Pois é, gente! Mais uma fantástica via transversal vai ser inaugurada na próxima quinta-feira. A Avenida Pierre Chalita que sai do Zé Tenório e desemboca em Jacarecica terá todos os aplausos do dia. Desde que cheguei a Maceió e lá se vão 17 anos que ouço as reclamações sobre o IML de Alagoas. A gente acaba chegando à conclusão de que as autoridades não gostam mesmo é dos defuntos. Cuidado para as pernas não serem puxadas! Meu amigo Leonardo Jr, presidente do Jaraguá Tênis Clube lavrou mais um tento com o "Forró Vermelho e Preto", último sábado naquele clube. Wilma Miranda, um sucesso, comandou a noite. O tempo perguntou ao tempo quanto tempo tem o tempo. O tempo respondeu ao tempo que tudo com tempo tem tempo. É por isso que os candidatos a prefeito brigam tanto pelo tempo. Da TV, claro! Foi um show à parte a apresentação do prefeito Cicero Almeida (foto), como um autêntico cantor pé de serra, durante o Forró do Servidor que aconteceu na casa de show Vox. O homem é mestre quando se trata de forró.

ABRAÇOS IMPRESSOS Essa dupla, Ronaldo Lessa e Mozart Amaral, tem se dado muito bem e vai deixar uma grande mensagem de esperança e de trabalho. Para os dois, o meu abraço impresso de hoje.

"AL tem tudo para se definir como CTS do Mundial 2014" Presidente de Comitê revela que Estado já garantiu contrapartida para gasto com obras

Graças ao empenho do alagoano Aldo Rebelo, ministro do Esporte, e às condições disponíveis em termos de infraestrutura, além do apoio do governo estadual, Alagoas tem tudo para ser Centro de Treinamento de Seleções (CTS) durante a Copa do Mundo de 2014. Para dissecar esse assunto, o PRIMEIRA EDIÇÃO ouviu com exclusividade o secretário do Gabinete Civil, Álvaro Machado, que é também presidente do Comitê Gestor incumbido de tocar as medi-

das para transformar o projeto em realidade. Machado informa que as obras necessárias exigirão investimento de R$ 10 milhões, com contrapartida do Estado já assegurada, e destaca que Maceió tem tudo para se transformar em CTS: Estádio próximo ao Hospital Geral, hotéis de categoria e localização próxima a sedes do Mundial, como Recife, Natal e Salvador. "Estamos fazendo o possível para que Alagoas conquiste a condição de CTS", garante Álvaro Machado.

Divulgação

Alagoas está concorrendo para ser um CTS. Retomando a pergunta: existe um Comitê, criado e regulamentado através do Decreto nº 14.090, do dia 10 de junho de 2011, intitulado Comitê Gestor do Projeto Alagoas Centro de Treinamento de Seleções da Copa do Mundo 2014 (Comcopa Alagoas), do qual sou presidente. Através desse espaço, um grupo de representantes de diversos órgãos do Estado identifica as demandas necessárias, provenientes de exigências da Fifa, idealiza ações e repassa aos órgãos competentes, sempre com o apoio direto do Gabinete Civil. Com isso, temos uma campanha publicitária internacional denominada "As Praias da Copa", sendo desenvolvida pela Secretaria Estadual de Turismo (Setur) e já definidos os projetos das obras físicas complementares. Já estamos recebendo visitas de delegações estrangeiras, tendo sido a primeira da Noruega, no último dia 10, e, em breve, a do Japão.

Alagoas será mesmo subsede da Copa do Mundo de 2014? Até o momento, Alagoas possui uma candidatura préaprovada a Centro de Treinamento de Seleções (CTS) da Copa 2014, que é o Estádio Rei Pelé. Isso indica que o espaço já foi vistoriado pelo Comitê Organizador Local (COL) da Fifa e pré-aprovado. Ao todo, em todo o Brasil, mais de 140 cidades estão pré-aprovadas, porém estamos numa condição muito favorável, pois temos uma reforma recente do Rei Pelé, que também fica em frente ao Hospital Geral do Estado; nossa rede hoteleira está cada vez mais moderna e em expansão, já tendo sido aprovado pela Fifa o hotel pareado ao Rei Pelé, no caso, o Radisson; nossa posição geográfica é muito estratégica, pois estamos perto de três sedes, que são Salvador, Recife e Natal; e temos o apoio de personalidades esportivas de peso, como o próprio ministro do Esporte, Aldo Rebelo; o ex-técnico da seleção brasileira, Felipão; a rainha Marta; e o próprio Pelé, patrono do Estádio. Em síntese, o que o Comitê Organizador da Copa exige para que um Estado como o nosso possa acomodar e sediar treinos de seleções do Mundial? São diversos pontos, dos quais retiro os principais: proximidade do CTS a um hospital, algo que temos a frente do Estádio; acesso fácil entre aeroporto e CTS e CTS e hoteis; facilidade de mais de um acesso ao CTS, o que também temos pelas avenidas Siqueira Campos e Assis Chateaubriand; campo com bom gramado, item em que fomos muito elogiados pela Fifa e

Álvaro Machado revela otimismo em conseguir fazer de Maceió um CTS

do Esporte, Aldo Rebelo, no último dia 31 de maio, obtendo sinal positivo de apoio do mesmo. Além desses, há o projeto de construção do Memorial Rainha Marta, também no espaço do Trapichão. Esse último obteve o

“Já estamos recebendo visitas de delegações estrangeiras, tendo sido a primeira a da Noruega e, em breve, será o Japão” pela delegação da Noruega, que nos visitou no último dia 10; drenagem, iluminação e painéis modernos, cujo os nossos são de primeiro mundo, devido à grande reforma realizada por este Governo. Que mudanças serão necessárias na estrutura do Estádio Rei Pelé? Como já fomos aprovados em todas as exigências obrigatórias da Fifa, passamos a buscar maneiras de investir para cumprir os pré-requisitos opcionais. Estamos com um projeto de construção de uma piscina de recuperação para os atletas, de um centro de fisioterapia e de uma academia de musculação e ginástica no próprio espaço do Rei Pelé, projetos esses que foram apresentados ao ministro

A presença de um alagoano - Aldo Rebelo - no Ministério do Esporte não é meio caminho andado para Alagoas alcançar esse objetivo? Sem dúvidas, o ministro Aldo Rebelo está se empenhando bastante para que Alagoas consiga essa posição. Não há dúvidas que a naturalidade, além do compromisso de Aldo enquanto ministro, deve falar mais alto.

mesmo feedback positivo do ministro. Que compromisso o ministro Aldo Rebelo assumiu em sua última visita a Maceió, para fazer de Maceió uma sede auxiliar da Copa? O compromisso de, enquanto ministro, analisar os projetos apresentados pelo Comcopa Alagoas, a fim de que recursos do Ministério do Esporte sejam liberados, deixando um legado não só para o evento da Copa, mas para o esporte alagoano. Em relação às obras físicas, os projetos serão bancados com dinheiro do Estado ou da União? Estima-se um gasto geral de quanto? O Governo de Alagoas proporcionou a maior reforma da

história do Rei Pelé desde a sua inauguração, na qual se investiu o montante de 12 milhões. Com relação a esses outros projetos complementares, que visam fortificar a candidatura de Alagoas, o valor orçado seria de R$ 10 milhões e o governador Téo Vilela já garantiu a contrapartida necessária ao Ministério do Esporte. A estrutura viária de Maceió terá algum benefício em função desse projeto voltado para a Copa de 2014? Creio que a aprovação de Maceió como CTS da Copa agilizará diversos projetos dessa ordem, como é o caso da implantação do VLT na Fernandes Lima.

Existe chance - ou risco - de Alagoas vir a perder essa oportunidade, que será única, pois não se sabe quando haverá nova Copa aqui no Brasil? Estamos trabalhando com muita dedicação e seriedade para sermos um Centro de Treinamento de Seleções. Já estamos pré-aprovados pela Fifa, tanto em relação ao Rei Pelé quanto em relação ao hotel pareado, que é o hotel Radisson. Quem escolhe o local para se hospedar e treinar durante a Copa não é a Fifa nem a CBF, é a própria seleção. Portanto, temos um caminho longo a percorrer, pois as eliminatórias dos times - sobretudo na Eurocopa - ainda estão em andamento. Teremos uma definição mais clara dessa ques-

“Temos um longo caminho a percorrer, pois as eliminatórias dos times - sobretudo na Eurocopa - estão em andamento” Existe um projeto 'Maceió subsede da Copa'? Existe algo detalhado dizendo como isso será? Primeiramente, é preciso esclarecer que o termo correto não é subsede, o que existem são sedes e centros de treinamento.

tão após sabermos quais as seleções irão jogar nas sedes mais próximas de Alagoas, no caso, Salvador, Recife e Natal. Nosso trabalho já está sendo feito dentro do que é possível e com muito empenho, como havia dito.


Primeira Edição | 25 de junho a 1º de julho, 2012

Política | A7 fotos: Divulgação

PC Farias, morto com um tiro no peito em sua casa de verão em Guaxuma

IA R Ó T HIS ABADA C A N I

Pedro Collor denunciou PC, atingindo diretamente o irmão presidente

Cenário da tragédia: os corpos de PC Farias e da namorada Suzana Marcolino

Após 16 anos, morte de PC Farias ainda não teve desfecho na Justiça Morte de um personagem importante do impeachment do presidente Fernando Collor completa 16 anos No ano em que o primeiro processo de impeachment de um presidente na América Latina completa 20 anos, a morte de um personagem importante dessa história completa 16 anos ainda à espera de julgamento. Paulo César (PC) Farias, o tesoureiro da campanha eleitoral de Fernando Collor de Mello, foi morto com um tiro no peito em 23 de junho de 1996 na praia de Guaxuma, em Maceió, junto com a sua então namorada Suzana Marcolino. Na época, PC estava em liberdade condicional e era réu em inúmeros processos por crimes financeiros, sonegação de impostos, falsidade ideológica e enriquecimento ilícito. Tinha audiências marcadas e poderia fazer revelações sobre a participação de outras pessoas nas atividades ilícitas que comandava. Por isso, sua morte foi investigada como queima de arquivo. A cena do crime tentava simular um assassinato seguido de suicídio, mas as circunstâncias nunca foram de fato esclarecidas. Embora o Ministério Público Estadual tenha feito a denúncia sem apontar o autor para o crime, os quatro seguranças que trabalhavam na noite do crime são suspeitos pelo crime: Adeildo Costa dos Santos, Reinaldo Correia de Lima Filho, Josemar Faustino dos Santos e José Geraldo da Silva. Todos vão a júri popular. A 8ª Vara Criminal da capital, onde o caso corre, ainda não tem um juiz titular, o que atrasa ainda mais o julgamento, ainda sem data para acontecer. Há expectativa de que o caso seja julgado no segundo semestre deste ano, mas nenhuma data foi divulgada ainda.

O CASO O emblemático PC Farias foi um dos personagens mais marcantes do caso do impeachment do ex-presidente e atual senador Fernando Collor de Mello (PTBAL). A denúncia feita por Pedro Collor (irmão de Fernando) à Veja, que acabou por derrubar o presidente, citava PC como sócio de Collor em negócios ilícitos para levantar recursos que custeavam gastos pessoais e

campanhas políticas. Pedro se referia a PC como "lepra ambulante". Pedro Collor vinha revelando uma série de denúncias contra PC Farias. Na entrevista, ele afirmou que PC Farias era o "testa de ferro" do presidente e que os dois atuavam em "simbiose profunda". Ele também disse que o presidente tinha um apartamento em Paris e sabia que PC Farias agia em seu nome para realizar tráfico de influência. Pedro ainda foi mais à frente. Depois da denúncia à Veja, ele afirmou ao jornal O Estado de S. Paulo que PC havia lhe oferecido US$ 50 milhões para que desistisse das denúncias contra o presidente, mas ele não aceitou o dinheiro porque sua luta "não tinha preço".

INVESTIGAÇÕES A primeira versão para o caso - apresentada pelo delegado Cícero Torres e pelo legista Badan Palhares - foi de crime passional. Para os defensores da tese, Suzana teria matado PC e depois se suicidado. Essa versão foi contestada pelo médico George Sanguinetti e depois derrubada por uma equipe de peritos convocados para atuar no caso, fornecendo às autoridades policiais um contralaudo. Em 1998, a equipe de peritos de Daniel Munhoz, da Universidade de São Paulo (USP), e Genival Veloso de França, da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), derrubou a tese de crime passional e concluiu pela tese de duplo homicídio. Com isso, nova investigação foi iniciada, tendo à frente os delegados Antônio Carlos Azevedo Lessa e Alcides Andrade, que contaram com a colaboração do perito Ailton Vila Nova. Foi com base na segunda perícia que os delegados indiciaram os 4 seguranças como autores materiais e apontaram o então deputado federal Augusto Farias como o autor intelectual do duplo homicídio. O ex-deputado nega envolvimento na morte do irmão e continua dizendo que acredita em crime passional. (Reproduzido do Estadão Online)

Legista Badan Palhares sustentou tese de homicídio seguido de suicídio


Primeira Edição | 25 de junho a 1º de julho, 2012

A8 | Nacional

> VIOLÊNCIA

Paraguai derruba presidente com um 'golpe constitucional' País pode sofrer sanções internacionais; vice-presidente assume sob protesto popular Divulgação

Com a destituição do presidente do Paraguai Fernando Lugo, com 39 votos favoráveis, o país perderá participação na comissão do Mercosul e terá problemas de relacionamento político com diversos países, como explica Mario Gaspar Sacchi, argentino que leciona Relações Internacionais na ESPM, em São Paulo. "Um dos problemas mais graves [com o impeachment] é a relação com o Mercosul porque existe um acordo de respeito à democracia que está sendo quebrado". Segundo Sacchi, a queda de Lugo foi um golpe político da oposição, mas com amparo legal. "Foi um golpe de estado aproveitando a Constituição que o país tem. O artigo 225 prevê o julgamento político do presidente por mau desempenho de suas funções". De acordo com a Constituição paraguaia, cabe à Câmara dos Deputados formalizar a acusação contra o presidente e ao Senado, julgá-lo e destituí-lo pelo voto de pelo menos dois terços dos 45 senadores. O Congresso paraguaio citou cinco casos para justificar o impeachment: a crescente insegurança no país; a morte de 17 pessoas durante um confronto armado entre policiais e camponeses ocorrido no último dia 15 em Curuguaty; o apoio dado a um motim de jovens socialistas em um complexo das Forças Armadas; não ter atuado de forma decisiva no combate ao pequeno grupo armado Exército do Povo Paraguaio e a assinatura do Protocolo de Ushuaia II, que prevê a interferência da Unasul em decisões do país. Mas, para o professor, "tudo estava manobrado para tirar Lugo

Dizendo que foi ‘tudo dentro da lei’, o vice Federico Franco sucedeu Fernando Lugo na presidência do Paraguai

do poder e com a força do Partido Colorado, que ficou no poder durante 61 anos".

APOIO POPULAR Diversas pessoas se manifestaram contra o julgamento político de Lugo nos últimos dois dias, em frente ao Senado paraguaio. Dessa forma, o novo presidente, Federico Franco, do Partido Liberal Radical Autêntico (PLRA), assume tendo de enfrentar uma forte oposição popular. De acordo com Nadia Cano, jornalista do La Nación do Paraguai, manifestantes ameaçam invadir o Senado com o anúncio do impeachment. Cano contou que circularam boatos de que Lugo teria pedido asilio político, mas a informação não foi confirmada.

IMPEACHMENT O Senado paraguaio cas-

sou o mandato do presidente Fernando Lugo, após negar um pedido do mandatário, que solicitou 18 dias para a preparação dos argumentos de defesa do julgamento político iniciado na manhã de hoje, por suposto mau desempenho de suas funções. Cerca de cinco mil manifestantes protestavam em frente ao Congresso do Paraguai contra a votação do impeachment de Lugo. O Senado aprovou a validade das cinco acusações contra Lugo, com 39 votos a favor e apenas quatro contra. Os advogados do mandatário se retiraram do plenário, irritados com o voto. Lugo foi o quarto presidente paraguaio a enfrentar um processo de impeachment. Os outros três foram: José P. Guggiari, em 1928, Raul Cubas, 1999 e Luiz Gonzalez Macchi, em 2003.

VICE ASSUME Com a destituição de Fernando Lugo, o vice-presidente Federico Franco, 49 anos, do Partido Liberal Radical Autêntico (PLRA), assumiu a presidência do Paraguai. Após ser tocado o hino nacional do Paraguai, Franco fez o juramento, recebeu aplausos e saudações dos presentes no Congresso paraguaio e vestiu a faixa presidencial.

UNASUL Os países da Unasul (União das Nações Sul-Americanas) classificaram o impeachment "de ruptura ou ameaça de ruptura da ordem democrática" e haviam afirmado que uma cláusula democrática do bloco seria quebrada com o impeachment de Lugo. Portanto, existe a possibilidade de se impor sanções ao Paraguai, inclusive o fechamento das fronteiras.

> REAJUSTE

Alta da gasolina vigora nesta 2ª sem mudar preços na bomba Márcio Ândrei

SÃO PAULO - A Petrobrás anunciou na noite de sexta-feira um reajuste de 7,83% para a gasolina e de 3,94% para o diesel vendidos nas refinarias. Os consumidores, no entanto, não sentirão o aumento no bolso, já que o governo zerou as alíquotas da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (CIDE) incidente na comercialização destes combustíveis. Os novos preços entram em vigor nesta segunda-feira, 25 de junho. Segundo informou o Ministério da Fazenda por meio de nota, a redução da Cide foi realizada justamente para neutralizar os impactos dos reajustes anunciados pela Petrobrás, de modo que os preços, com impostos, cobrados das distribuidoras e pagos pelos consumidores não terão aumento. O reajuste foi definido levando em consideração a política da companhia, que busca alinhar o preço dos derivados aos valores praticados no mercado internacional em uma perspectiva de médio e longo prazo. A presidente da estatal, Maria das Graças Foster, evitou até a quinta-feira à noite comentar a possibilidade de aumento da gasolina para

Como governo zerou a Cide, postos não podem elevar preço da gasolina, que aumenta apenas nas refinarias

garantir os investimentos da empresa. "Não vou falar nada", declarou Foster ao ser questionada se a presidente Dilma Rousseff havia autorizado o reajuste do preço dos combustíveis.

INFLAÇÃO O ajuste combinado com a redução da Cide anula o impacto que o aumento do produto exerceria sobre a inflação medida pelo Índice de Preços ao

Consumidor Amplo (IPCA). O peso da gasolina no IPCA em maio foi de 4%. Na média, o repasse para o consumidor dos aumentos nas refinarias costuma ser de cerca de 70%. Se não fosse a zeragem da Cide, o aumento na bomba seria de 5,3%, de acordo com o economista sênior do Espírito Santo Investiment Bank (Besi Brasil), Flávio Serrano. Com a eliminação Cide, Serrano mantém a previsão de inflação de

4,89% para 2012. O economista do Banco BBM Hui Lok Sin concorda que não haverá impacto sobre a inflação. "Não tem impacto nenhum. A planilha indica isso. O governo está zerando a Cide justamente para não ter efeito impacto ao consumidor", disse economista. Antes do anúncio da queda da Cide, a zero, ele previa impacto na inflação de 0,18 ponto porcentual no IPCA de 2012.


Esportes

esportes@primeiraedicao.com.br

Primeira Edição | 25 de junho a 1º de julho, 2012 Opinião - Diário Oficial dos Municípios - Social

> PÉ DIREITO

CSA bate o Vitória na estreia da Série D Gols do Azulão foram marcados pelo meia Ronaldo (2) e atacante Paulinho Macaíba; Roni descontou para o time baiano fotos: Márcio Ândrei

Azulão venceu com tranquilidade a equipe do Vitória da Conquista em sua partida de estreia na Série D, no Rei Pelé

Jogadores do CSA não tomaram conhecimento da equipe baiana e venceram a partida pelo placar de 3 a 1

Marcelo Alves

nas ficou olhando a redonda entrar no fundo da rede do time baiano. CSA 1 x 0 VITÓRIA DA CONQUISTA. Sem tempo para comemorar, o CSA ampliou o placar dois

Repórter

O CSA venceu o Vitória da Conquista por 3 a 1, na tarde do último domingo (24), no estádio Rei Pelé. O jogo marcou a estreia do Azulão no Campeonato Brasileiro da Série D. Os gols da partida foram marcados por Ronaldo (2) e Paulinho Macaíba. Roni descontou para o time baiano. Apesar do placar, o CSA teve dois jogadores expulsos: o atacante Paulinho Macaíba e o volante Jucemar Gaúcho. Com o resultado o time azulino lidera o grupo A4 com três pontos conquistados, uma vez que Feirense e Souza empataram por 1 a 1. O Azulão só volta a jogar pela Série D no próximo dia 8 de julho contra o time do Feirense, no às 16h, no estádio Pedro Amorim, em Senhor do Bonfim (BA). Para o duelo com o Feirense, o técnico Lorival Santos não contará com Paulinho Macaíba e Jucemar Gaúcho que cumprirão suspensão automática.

1º TEMPO Como time mandante, o CSA começou a partida tomando a iniciativa e encurralando a equipe do Vitória da Conquista em seu campo defensivo. Apesar das chuvas que caíram e deixaram o gramado molhado e escorregadio, o Azulão pressionava o adversário. Com o melhor volume de jogo, os atletas azulinos arriscavam chutes de longa distância para tentar aproveitar o fator da grama molhada

e surpreender o goleiro Rodolfo. Para se ter uma ideia, nos dez minutos iniciais, o Azulão assustou o goleiro do Vitória da Conquista em dois lances com Ronaldo que chutou sem perigo para Rodolfo e, em seguida, Celico que recebeu passe de Jucemar e soltou um petardo. A bola viajou e passou raspando a trave esquerda do camisa 1 da equipe baiana. Já a equipe do Vitória da Conquista seguia cumprindo à risca o que o técnico Elias Borges pediu antes do jogo, que era para segurar a partida, ou seja, retardando o jogo em lances de cobranças laterais, tiros de meta e de falta. Em ritmo contrário ao do Vitória da Conquista, o CSA seguia fazendo pressão. E em um desses lances de pressão, a defesa do time baiano se assustou com o ataque rápido do Azulão. O zagueiro Emílio cometeu uma trapalhada e a bola sobrou para Paulinho Macaíba, que ao invés de chutar de primeira e abrir o placar, tentou driblar e acabou também cometendo uma lambança e desperdiçou o lance de gol. Depois, Ronaldo tentou colocar no canto direito do gol de Rodolfo e mandou a bola longe da meta do goleiro do Vitória da Conquista. Minutos depois, o Vitória da Conquista respondeu com Rubens que alçou bola para Carlinhos, mas o goleiro Flávio estava atento e subiu para fazer a defesa sem perigo. Depois do susto, o time azu-

lino descontou, balançando a rede do Vitória da Conquista. Aos 38 minutos, o meia Ronaldo cobrou falta rasteira. A bola resvalou no zagueiro Renilton e traiu o goleiro Rodolfo que ape-

Ficha Técnica

3

CSA Flávio, Leandrinho (Guêba), Leandro, Adalberto, Fabiano; Sinval (Levy), Jucemar, Celico e Ronaldo; Paulinho Macaíba e Washington. Técnico: Lorival Santos

1

VITÓRIA DA CONQUISTA-BA Rodolfo; Zé Leandro (Éder), Emílio, Silvio e Júnior Gaúcho (Gil), Renilton, Jorginho, Claudemir (Diego Prates) e Carlinhos; Roney e Rubens Técnico: Elias Borges

Local: Estádio Rei Pelé Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Júnior Assistentes: Clóvis Amaral da Silva e Wilton José Lins da Silva

Resultados / Série D / Grupo A4 24/06 24/06

Feirense-BA CSA-AL

1x1 3x1

Sousa-PB Vitória da Conquista-BA

Próximos jogos / Série D / Grupo A4 1/07 - 16h00 Sousa-PB 1/07 - 16h00 Vitória da Conquista-BA

x x

Itabaiana-SE Feirense-BA

Classificação / Série D / Grupo A4 1º 2º 3º 4º 5º

CSA-AL Feirense-BA Sousa-PB Itabaiana-SE Vitória da Conquista-BA

P 3 1 1 0 0

J 1 1 1 0 1

V 1 0 0 0 0

E 0 1 1 0 0

D 0 0 0 0 1

GP 3 1 1 0 1

GS 1 1 1 0 3

SG 2 0 0 0 -2

minutos depois. Aos 40 minutos, novamente Ronaldo balançou a rede para o Azulão. O meia aproveitou contragolpe e soltou um petardo para cima do goleiro Rodolfo. E o zagueiro Emílio tentou desviar a bola e acabou surpreendendo o goleiro Rodolfo que outra vez foi traído e ficou a observar a bola entrar no fundo do gol. CSA 2 x 0 VITÓRIA DA CONQUISTA.

2º TEMPO No retorno à etapa final, o técnico Lorival Santos tirou o volante Sinval e colocou Levy. "Tirei o Sinval porque o jogador sentiu dores musculares e também por conta do cartão amarelo recebido", explicou Lorival Santos. Já a equipe do Vitória da Conquista retornou para o segundo tempo sem alteração. O técnico Elias Borges disse que não ia realizar mudanças porque o time estava atuando bem e só teve dois erros que resultou nos gols do CSA. "Nossa proposta é para ganhar o jogo. Vamos tirar a diferença no segundo tempo", disse. Mas com cinco minutos de jogo, Elias Borges resolveu tirou o zagueiro Zé Leandro e colocou o atacante Éder. Com a saída de Sinval, o CSA perdeu o primeiro combate no meio campo e deu brechas para o time do Vitória da Conquista, que começou a gostar do jogo. Porém, aos 11 minutos, o Azulão mostrou que ainda estava vivo na partida e ampliou ainda mais o placar. Paulinho

Macaíba aproveitou falha do time do Vitória da Conquista, arrancou, invadiu a área adversária e na saída do goleiro Rodolfo, o atacante azulino tocou na saída no canto direito do arqueiro. CSA 3 x 0 VITÓRIA DA CONQUISTA. Depois do terceiro gol, o técnico Lorival Santos tirou Leandrinho e colocou o volante Guêba para atuar na lateraldireita. Éder recebeu na grande área, mas o goleiro Flávio estava atento e fez a defesa colocando para escanteio. Na cobrança, a bola seguia em direção ao ângulo superior direito da trave do CSA, mas novamente Flávio afastou o perigo. Apesar da superioridade no placar, o CSA não tinha o domínio da partida e chegava ao ataque do Vitória da Conquista em lances esporádicos como na cabeçada de Jucemar Gaúcho, em que Rodolfo fez grande defesa e afastou o perigo. Aos 23 minutos, o Vitória da Conquista diminuiu o placar. Em meio a três zagueiros azulinos, o atacante Rony desviou de letra para o fundo do gol azulino após cruzamento de Carlinhos. CSA 3 x 1 VITÓRIA DA CONQUISTA. Na seguência, Paulinho Macaíba foi expulso mesmo o CSA com o jogo ganho. Minutos depois, Jucemar Gaúcho também recebeu o segundo cartão amarelo e o vermelho. No final do jogo, Fabiano ainda salvou o CSA de tomar o segundo gol do Vitória da Conquista.

Técnico do CSA quer amistoso antes de enfrentar o Feirense

A equipe do Vitória da Conquista até que tentou evitar a derrota, mas não conseguiu segurar o ímpeto do CSA

Após a vitória contra o Vitória da Conquista (BA), o CSA terá 13 dias antes da próxima partida contra o Feirense (BA), às 16h, no estádio Pedro Amorim, em Senhor do Bonfim (BA), no dia 8 de julho. Para este segundo jogo pelo Campeonato Brasileiro da Série D, o técnico Lorival Santos não poderá contar com o volante Jucemar Gaúcho e o atacante Paulinho Macaíba. Durante o período de folga, o técnico do CSA disse que já solicitou à direção azulina a possibilidade marcar um amis- Lorival Santos quer amistoso para ajudar o CSA a arrecadar dinheiro toso para este sábado (29). Lorival Santos disse que pediu ritmo de jogo aos jogadores azu- equipes de renome para trazer para que o jogo fosse acertado linos e contribuir com a direção recursos para o CSA. No caso com equipes que estejam atuan- do Azulão para angariar recur- de equipes da Série A, eu gostado nas Séries A, B ou C. A inten- sos com a renda do amistoso. ria de jogar até mesmo como ção de Lorival Santos é dar "Quero fazer o amistoso com time B desses clubes", disse.


Primeira Edição | 25 de junho a 1º de julho, 2012

B2 | Esportes

> DEIXANDO A LANTERNA

Corinthians vence o Palmeiras de virada Reservas do Timão vencem titulares do Verdão com grande atuação de Romarinho. Clubes, porém, continuam na zona foto: Leonardo Soares/UOL

Globoesporte Romarinho teve um domingo para não esquecer jamais. Na primeira partida como titular, o atacante fez jus ao nome de craque contra ninguém menos que o maior rival do Corinthians. Com dois golaços, o jogador comandou a virada dos reservas do Timão por 2 a 1 sobre os titulares do Palmeiras, no Pacaembu. Foi a primeira vitória alvinegra no Campeonato Brasileiro. O Verdão segue sem vencer. Ambos estão na zona do rebaixamento. Mazinho colocou o Palmeiras em vantagem logo no início do jogo, mas o dia era de Romarinho e de um Corinthians com o mesmo espírito guerreiro da equipe principal. No primeiro tempo, o atacante de 21 anos empatou desviando de letra um cruzamento de Liedson. O gol da vitória foi outra pintura na etapa final. Após drible de corpo em Cicinho, ele acertou um lindo chute de fora da área, indefensável no canto alto do goleiro

Atacante Romarinho comemora após marcar o gol de empate do Corinthians contra o Palmeiras, no Pacaembu

Bruno. O Timão tem agora quatro pontos em seis partidas, mas não consegue deixar o grupo dos quatro piores. O Palmeiras permanece com apenas dois, bem perto da lanterna. O Timão volta a se concentrar na primeira partida da deci-

são da Taça Libertadores, contra o Boca Juniors, quarta-feira, às 21h50m, em Buenos Aires. Pelo Brasileirão, enfrenta o Sport, dia 8 de julho, na Ilha do Retiro. Enquanto a decisão da Copa do Brasil diante do Coritiba não chega, o Verdão encara o Figueirense, domingo, às 18h30m, na

Arena Barueri. Com vontade de mostrar serviço para Tite, os reservas do Timão controlaram o jogo. A forte marcação e a disposição da equipe anularam as principais jogadas do Verdão. O Alvinegro só não foi para os vestiários com a vantagem no placar graças ao

titular. Pressionando bastante, o Timão chegou à virada aos dez minutos. E mais uma vez com um golaço de Romarinho. O atacante recebeu passe na entrada da área, deu um drible de corpo em Cicinho e soltou uma bomba para o gol. A bola entrou no canto direito, sem qualquer chance de defesa para Bruno. O Palmeiras foi obrigado a acordar com o placar desfavorável. Felipão trocou Juninho por Fernandinho na lateral esquerda e a equipe ganhou mais velocidade para atacar. Maikon Leite teve uma boa chance para empatar. O atacante bateu forte e Julio Cesar fez boa defesa. O Timão passou a administrar e a procurar os contra-ataques. Em um deles, Liedson avançou livre pelo campo adversário e na entrada da área chutou. Bruno, bem posicionado, conseguiu espalmar para escanteio no canto esquerdo. Na última chance do Verdão, Julio Cesar impediu o empate em chute cruzado de Maikon Leite.

goleiro Bruno e à trave. Antes do domínio, o susto. Logo aos três minutos, o Palmeiras chegou ao gol. Após chute errado de João Vitor, Mazinho desviou na pequena área e fez 1 a 0. Depois disso, o rendimento do Verdão despencou. Escalado para ser o cérebro da equipe, Daniel Carvalho foi facilmente anulando e quase não apareceu. Sem criatividade, os atacantes tiveram de recuar para buscar a bola e amenizaram o trabalho da zaga rival. O Corinthians rapidamente se recompôs. Com velocidade e três atacantes, o Timão segurou o adversário em seu campo de defesa. O espaço dado pelo Verdão permitiu que o Corinthians seguisse em cima. Weldinho e Willian Arão arriscaram de longe e pararam em boas defesas de Bruno. A igualdade veio apenas aos 33 em uma linda jogada. Liedson tabelou com Willian na área e cruzou. Romarinho entrou em velocidade e, de letra, tocou para as redes. Primeiro gol do atacante na estreia como

Grêmio faz 2 a 0 e derruba a invencibilidade do Flamengo foto: Edu Andrade/Agência Freelancer

Foi um choque de realidade a vitória de 2 a 0 do Grêmio sobre o Flamengo, neste domingo, no Olímpico. Gols de Marcelo Moreno e Werley reabilitaram o Grêmio e colocaram a equipe de Vanderlei Luxemburgo provisoriamente na quarta colocação do Brasileiro, com 12 pontos. O Flamengo, em sua última passagem pelo Olímpico, que deixará de ser a casa gremista no final do ano, caiu para o oitavo posto, com nove. Eram 32 minutos do primeiro tempo quando Marcelo Moreno resolveu fazer aquele que pareceu ser o mais demorado dos gols. Os gremistas bem sabem: aqueles dois ou três segundos em que o atacante se enrolou com Paulo Victor e ficou cercado por três defensores, com o gol de braços abertos a sua frente, duraram a eternidade. O cabeludo deu a impressão

empate. Colocou Bottinelli no lugar de Wellington Silva. De fato, logo saiu mais um gol na partida. Mas para o Grêmio. O time gaúcho ampliou em escanteio que foi consequência de chute que já poderia ter resultado em gol. Moreno bateu cruzado, e Paulo Victor, com a ponta da unha, conseguiu desviar pela linha de fundo. Na cobrança de Edílson, Werley desviou na primeira trave. Fuzilou de cabeça: 2 a 0.

Boliviano Moreno simula um atirador para celebrar gol gremista na vitória sobre o time do Flamengo, no Olímpico

de que não tinha a menor pressa para fazer o gol - de que poderia ficar por ali, brincando com a bola, até o limite da paciência. Mas ele fez o gol. Demorado ou não, fez o gol. E fez um gol justo. O Grêmio

Resultados / Série A 23/06 23/06 23/06 24/06 24/06 24/06 24/06 24/06 24/06 24/06

Vasco da Gama Portuguesa Atlético-MG Figueirense Corinthians Grêmio Sport-PE Botafogo Santos Atlético-GO

1x3 1x0 5x1 1x1 2x1 2x0 0x2 1x2 2x2 1x4

teve mais volume (55% contra 45%), buscou mais o ataque (seis finalizações, contra quatro dos cariocas). O Flamengo ameaçou mais de longe do que de perto. Renato mandou duas pancadas peri-

gosas em cobranças de falta. Fora isso, restou um chute fraco de Vagner Love, em um raro momento de espaço no meio da zaga gremista. Joel Santana resolveu mexer no time, esperançoso por um

Próximos jogos / Série A Cruzeiro São Paulo Náutico Bahia Palmeiras Flamengo Internacional Ponte Preta Coritiba Fluminense

30/06 - 16h20 30/06 - 18h30 30/06 - 18h30 01/07 - 16h00 01/07 - 16h00 01/07 - 16h00 01/07 - 18h30 01/07 - 18h30 01/07 - 18h30 11/07 - 19h30

Cruzeiro Náutico Vasco da Gama Bahia Coritiba Portuguesa Grêmio Palmeiras Flamengo Corinthians

x x x x x x x x x x

São Paulo Fluminense Ponte Preta Internacional Sport-PE Santos Atlético-MG Figueirense Atlético-GO Botafogo

O Tricolor tinha a vitória em mãos. O Flamengo precisou se jogar ao ataque. Luiz Antônio, figura mais sóbria do meiocampo rubro-negro, mandou chute forte, e Victor espalmou. Hernane, dentro da área, resolveu mostrar que estava em campo e mandou no cantinho. O goleiro do Grêmio voltou a salvar, mas panorama da partida se manteve.

Classificação / Série A 1º 2º 3º 4º 5º 6º 7º 8º 9º 10º 11º 12º 13º 14º 15º 16º 17º 18º 19º 20º

Cruzeiro Atlético-MG Vasco da Gama Grêmio Fluminense Internacional Botafogo São Paulo Flamengo Ponte Preta Coritiba Portuguesa Náutico Figueirense Bahia Sport-PE Corinthians Santos Palmeiras Atlético-GO

P 14 13 13 12 12 11 9 9 9 9 7 7 7 7 6 5 4 4 2 2

J 6 6 6 6 6 6 6 6 6 6 6 6 6 6 6 6 6 6 6 6

V 4 4 4 4 3 3 3 3 2 2 2 2 2 1 1 1 1 0 0 0

E 2 1 1 0 3 2 0 0 3 3 1 1 1 4 3 2 1 4 2 2

D 0 1 1 2 0 1 3 3 1 1 3 3 3 1 2 3 4 2 4 4

GP 8 9 11 7 12 9 14 5 10 6 10 5 8 6 5 4 3 3 4 2

GS 3 3 8 3 5 5 13 6 9 5 10 8 13 6 6 7 7 5 8 11

SG 5 6 3 4 7 4 1 -1 1 1 0 -3 -5 0 -1 -3 -4 -2 -4 -9


Primeira Edição | 25 de junho a 1º de julho, 2012

Esportes |B3

> CONTRA O LÍDER

CRB pega Criciúma para se afastar da zona Partida marca o encontro do técnico Paulo Comelli e o CRB após o treinador ter abandonado o clube na reta final do Alagoano Marcelo Alves Repórter

O CRB tenta fora de casa a reabilitação no Campeonato Brasileiro da Série B contra o time do Criciúma, que lidera a competição nacional com 18 pontos. A partida entre o Galo e o Tigrão será disputada neste sábado (30), às 16h20, no Heriberto Hulse, em Criciúma (SC) e é válida pela oitava rodada da Série B. O time regatiano, que ocupa a 16ª posição, com sete pontos, vem de empate contra o São Caetano por 2 a 2, em partida disputada no Rei Pelé, no último dia 19. Já a equipe Ca-

Divulgação

tarinense está embalada com três vitórias consecutivas e a última conquistada no último sábado (23) sobre o Ipatinga por 3 a 2. Contra o Criciúma, o time do Galo tenta melhorar o seu retrospecto na Série B. A equipe regatiana, até o momento, já disputou sete partidas, onde conquistou apenas duas vitórias, empatou um jogo e perdeu quatro duelos na competição nacional, acumulando sete pontos. Destes sete jogos, o Galo disputou quatro partidas diante de seu torcedor, obtendo duas vitórias, um empate e uma derrota. Já as partidas disputadas fora de

CRB encara líder Criciúma para tentar a reabilitação na Série B do Brasileiro

casa, o time regatiano jogou três jogos e amargou derrotado em todos eles. Ainda em relação aos sete jogos, o Galo conseguiu marcar nove gols e sofreu 14 tentos, figurando com a terceira defesa mais vazada da competição ao lado da equipe do Atlético/PR, cujo time foi o único que o Galo não sofreu o gol. O time regatiano venceu o Atlético/PR por 2 a 0 no último dia 9. Quanto ao ataque, o CRB marcou nove tentos, mas está há duas partidas que não sabe o que é balançar as redes. Dos nove gols marcados pelo CRB, cinco tentos foram feitos por joga-

dores que atuam na defesa como os zagueiros Ednei, Rogélio e Rodrigão e os laterais Elsinho e Gleidson. Os outros quatro gols foram marcados pelos atacantes Preto (2) e Wanderley e pelo meia Paulo Victor.

ZÉ CARLOS Enquanto está há dois jogos sem marcar, o CRB vai enfrentar o Criciúma que tem o artilheiro da Série B com dez gols marcados em sete partidas, o alagoano Zé Carlos. Além desse retrospecto individual, o Tigrão possui o melhor ataque da competição nacional com 18 tentos marcados.

Partida marca encontro do Galo com Paulo Comelli O jogo contra o Criciúma marca o encontro do técnico Paulo Comelli com o CRB após o treinador ter abandonado o time regatiano na reta final do Campeonato Alagoano deste ano. O ex-treinador regatiano deixou o clube sem avisar a diretoria do Galo, que prestigiava o Comelli e o manteve no cargo, no momento em que a torcida tecia críticas contra seu trabalho por conta da má atuação do time no segundo turno do Estadual. Apesar do reencontro de Comelli com o CRB, o técnico Roberto Fonseca ignora este

ingrediente e diz que aproveitará os dias que antecedem a partida para dar uma consistência ao time regatiano, dando ênfase na parte física dos atletas, que segundo ele, já tem 80% da base do Galo pronta. Enquanto Roberto Fonseca busca homogeneizar a equipe regatiana, a direção do Galo segue contratando jogadores. Na semana na semana passada, o zagueiro Thiago Gomes e o atacante Thiago Bezerra foram anunciados pela diretoria do CRB e mais três outros jogadores devem ser contratados, sendo dois volantes e um meia. Márcio Ândrei

Comelli deixou o CRB na reta final do Alagoano após proposta do Criciúma

Resultados / Série B 19/06 19/06 19/06 22/06 22/06 23/06 23/06 23/06 23/06 23/06

CRB-AL América-MG América-RN Paraná-PR Guaratinguetá-SP Criciúma-SC Ceará-CE Guarani-SP Goiás-GO Boa Esporte-MG

2x2 3x2 2x0 2x0 1x1 3x2 1x0 1x1 4x3 4x1

São Caetano-SP Bragantino-SP ASA-AL Joinville-SC Avaí-SC Ipatinga-MG Atlético-PR ABC-RN Vitória-BA Grêmio Barueri-SP

Próximos jogos / Série B 26/06 - 21h00 26/06 - 21h00 26/06 - 21h00 29/06 - 21h00 29/06 - 21h00 30/06 - 16h20 30/06 - 16h20 30/06 - 16h20 30/06 - 16h20 30/06 - 21h00

Goiás-GO Ipatinga-MG Grêmio Barueri-SP América-RN ASA-AL Vitória-BA Criciúma-SC Atlético-PR São Caetano-SP Boa Esporte-MG

x x x x x x x x x x

Guaratinguetá-SP Ceará-CE América-MG Guarani-SP ABC-RN Avaí-SC CRB-AL Bragantino-SP Paraná-PR Joinville-SC

Classificação / Série B 1º 2º 3º 4º 5º 6º 7º 8º 9º 10º 11º 12º 13º 14º 15º 16º 17º 18º 19º 20º

Criciúma-SC América-RN América-MG Vitória-BA Boa Esporte-MG Avaí-SC São Caetano-SP Paraná-PR Joinville-SC Goiás-GO ABC-RN Ceará-CE Atlético-PR Bragantino-SP ASA-AL CRB-AL Guarani-SP Ipatinga-MG Guaratinguetá-SP Grêmio Barueri-SP

P 18 16 16 13 11 11 11 11 11 11 9 8 7 7 7 7 7 4 4 2

J 7 7 7 7 7 7 7 7 7 7 7 7 6 7 7 7 7 6 7 7

V 6 5 5 4 3 3 3 3 3 3 2 2 2 2 2 2 1 1 1 0

E 0 1 1 1 2 2 2 2 2 2 3 2 1 1 1 1 4 1 1 2

D 1 1 1 2 2 2 2 2 2 2 2 3 3 4 4 4 2 4 5 5

GP 18 16 14 14 13 9 9 11 7 11 11 11 8 12 6 9 8 6 7 5

GS 11 8 6 9 10 7 7 10 8 13 9 13 6 14 9 14 8 12 15 16

SG 7 8 8 5 3 2 2 1 -1 -2 2 -2 2 -2 -3 -5 0 -6 -8 -11


Primeira Edição | 25 de junho a 1º de julho, 2012

B4 | Esportes

fotos: Click Arapiraca

ASA pega o time Alvinegro Potiguar para tentar se afastar da zona do rebaixamento da Série B do Brasileiro

Elenco arapiraquense faz intertemporada em Coruripe para se preparar visando duelo com o ABC/RN

> REABILITAÇÃO

ASA recebe o ABC/RN no Coaracy Fonseca Alvinegro vem de três derrotas consecutivas no Campeonato Brasileiro da Série B e tenta vitória para se afastar da zona Marcelo Alves Repórter

Vindo de três derrotas consecutivas no Campeonato Brasileiro da Série B, o ASA recebe em casa o time do ABC/RN nesta sexta-feira (29), às 21h, no estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca, para tentar quebrar este jejum de vitórias. A última vez que o Alvinegro venceu na competição nacional foi no dia 2 de junho quando bateu o Ipatinga por 3 a

2, em jogo disputado no Fumeirão. Para melhorar o desempenho da equipe na Segundona Nacional, time arapiraquense disputou amistoso contra o Confiança/SE no último domingo (24), em Coruripe no Gerson Amaral e venceu a partida por 2 a 0. Os gols foram marcados pelo meia Danilo Cruz e pelo atacante Roberto Jacaré. Contra o Alvinegro Potiguar, o ASA tenta melhorar o seu retrospecto na Série B. O ti-

me arapiraquense, até o momento, disputou sete jogos, onde conquistou apenas duas vitórias, empatou um jogo e amargou quatro derrotas na competição nacional, acumulando sete pontos e figurando na 15ª posição na tabela de classificação. Destes sete jogos disputados até agora, o Alvinegro disputou três partidas diante de seu torcedor, conquistando uma vitória, um empate e uma derrota. Já em relação as partidas disputada fora de casa, o ASA fez quatro

duelos, obtendo um vitória e sofrendo três derrotas. Além desse retrospecto de jogos, o ASA possui o segundo pior ataque da Série B com seis gols marcados ao lado do Ipatinga/MG. Já a parte defensiva foi vazada nove vezes. Dos três jogos disputados em casa, o ataque do Alvinegro marcou cinco gols e sofreu os mesmos cinco tentos. Já durante as partidas realizadas fora de casa, o time arapiraquense só conseguiu fazer um gol e sofreu quatro tentos.

ABC/RN O time do ABC/RN esta há dois jogos invicto, sendo um vitória e um empate, sendo este último resultado contra o Guarani pelo placar de 1 a 1. O Mais Querido ocupa a 11ª posição com nove pontos conquistados em sete jogos disputados.

INTERTEMPORADA O município de Coruripe foi escolhido pelo ASA para a realização de uma intertemporada visando aprimorar o desempenho do ataque para obter reação

no Campeonato Brasileiro da Série B.O técnico Heriberto da Cunha disse que vai aproveitar a estadia em Coruripe para aprimorar as finalizações do time arapiraquense, que segundo ele está pecando e desperdiçando chances de gols. "Vamos trabalhar mais finalizações e também a aproximação dos jogadores do meio. Infelizmente a gente não está finalizando as oportunidades que nós temos. Temos que aperfeiçoar as finalizações para que a gente possa fazer os gols", disse.

> F1

Alonso encanta Valência e vence a segunda em 2012 foto: EFE/Valdrin Xhemaj

Em casa, diante da torcida espanhola, Fernando Alonso provou que campeões são feitos de talento, audácia e um punhado de sorte. O piloto da Ferrari venceu de forma surpreendente o GP da Europa, em Valência. Largou na 11ª posição, levantou a arquibancada com belas ultrapassagens e viu a vitória cair no colo quando o líder Sebastian Vettel teve problemas com a RBR e abandonou na 34ª das 57 voltas. E a estrela do espanhol continuou a brilhar. Romain Grosjean o acompanhava de perto, mas a Lotus também quebrou e o francês deixou a corrida. Em êxtase com a vitória em seu país, Alonso quebrou o protocolo e deixou a torcida eufórica. Desfilou com a bandeira espanhola, largou o carro na pista para comemorar com os conterrâneos e precisou ser buscado por um carro da organização da prova para seguir para a cerimônia do pódio. No degrau mais alto, não escondeu a emoção e desabou em lágrimas durante o hino espanhol. Com a vitória, o bicampeão se torna o primeiro a faturar dois GPs na temporada, interrompendo a série histórica

Alonso é o primeiro piloto a vencer duas vezes nesta temporada

de sete vencedores diferentes nas sete primeiras provas do ano. O espanhol reassume a liderança do Mundial com 111 pontos, 20 a mais que o novo vice-líder, Mark Webber - o australiano da RBR fez bela corrida de recuperação e completou em quarto após largar em 19º. Antigo líder, Lewis Hamilton caiu duas posições na tabela. O inglês da McLaren abandonou ao se chocar com Pastor Maldonado na

penúltima volta, quando tentava assegurar o terceiro lugar. E Alonso não foi o único campeão com sorte em Valência. Raikkonen garantiu a segunda colocação ao ultrapassar Hamilton a duas voltas do fim. Outra estrela que voltou a brilhar foi a de Michael Schumacher. Com a sequência de incidentes entre os primeiros colocados, o heptacampeão herdou o terceiro lugar, seu melhor resultado desde retorno à Fórmula 1.


Primeira Edição | 25 de junho a 1º de julho, 2012

Opinião |B5

Foto da semana

Editorial

Todos contra a violência A sociedade é plural em seus conceitos e opiniões, mas há uma unanimidade hoje em nosso Estado: todos os alagoanos, de A a Z, consideram que estamos no limite da criminalidade. Para conter os índices de violência, o governo precisa atacar três pontos básicos: o excesso de armas em mãos de bandidos, o comércio de drogas e a situação de miserabilidade em que vivem milhares de famílias nas favelas, grotas e periferia de Maceió. Nesta terça-feira (26) o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, estará em Maceió para anunciar o socorro pedido pelo governador Téo Vilela para ampliar a guerra contra os criminosos. A ajuda federal conta, mas o Estado deve fazer sua parte. A Polícia precisa agir em absoluta consonância com o Ministério Público e Poder Judiciário, enquanto ao governo estadual cabe disponibilizar espaços para trancafiar homicidas, traficantes e assaltantes. O que não adianta é prender hoje e soltar amanhã. Nesse sentido, nada mais oportuno do que o alerta feito pelo PRIMEIRA EDIÇÃO da semana passada: "Plano antiviolência só funcionará se mantiver os assaltantes presos". Exatamente. Presos, fora de circulação (de preferência em outro sestados) e por longo tempo. No estágio em que a violência se encontra, não dá para contemporizar. A lei precisa ser aplicada com total rigor, a Polícia precisa agir com toda energia e a sociedade, por sua vez, deve participar denunciando, testemunhando, informando. Vale sempre lembrar: essa é uma luta de todos que levam uma vida normal, trabalhando, produzindo e pagando impostos. A violência só interessa aos próprios bandidos que fazem dos assaltos seu meio de sobrevivência. A palavra de ordem é: todos por um e um por todos. Ou seja, todos em defesa de Alagoas.

Ao contrário das previsões, o milho do São João apareceu em abundância, na Praça da Faculdade, vendido a R$ 25,00, em média, a mão de 50 espigas

A escalada da violência

Você está contratado! O que falta para isso acontecer?

As mais recentes estatísti- ver mais a cas sobre os números da d violência no Brasil, divulga- metade das pelo Instituto Brasileiro das inde Geografia e Estatística - vestigaIBGE - são motivo de uma ç õ e s profunda reflexão sobre abertas. nosso atual modelo de De acordo com o levantamento, em 18 estados brasegurança pública. As taxas de mortalidade sileiros há carência de pespor homicídio cresceram soal nas delegacias de políentre 2007 e 2009 e acu- cia especializadas em homimulam aumento de 41,1% cídios. Em 12, não houve desde 1992. As mortes por aumento do quadro da assassinato passaram de Polícia Civil nos últimos dez 19,2 por cem mil habitan- anos. Os concursos são feites em 1992 para 27,1 por tos apenas para provimencem mil habitantes em to de vagas já existentes e, em oito estados, as sele2009. Ainda na segurança públi- ções foram realizadas, mas ca, outro dado preocupan- não houve convocação dos te foi revelado pelo Minis- aprovados. tério da Justiça. Continua Na distribuição de policiais elevado o número de in- por habitantes, o quadro é quéritos inconclusos. Uma diferente: o Amapá está em força-tarefa reunindo o Ju- primeiro lugar, com 185,5 diciário, Ministério Público policiais para cada grupo e Ministério da Justiça con- de 100 mil habitantes, seguido pelo seguiu levanDistrito tar 135 mil Federal com inquéritos de “Estes dados 177,9 poliassassinatos abertos até demonstram que ciais por 100 mil habitan2007 e não Minas concluídos, e o atual modelo de tes. colher provas segurança pública Gerais está na 9ª posição para oferecer está a exigir (56,41 polidenúncias à ciais por 100 Justiça em mudanças” mil habitan8,2 mil casos. tes), São PauO grupo analo em 11ª lisou pouco menos de um terço dos (50,09) e Rio Grande do Sul inquéritos levantados (43 em 14° lugar (46,7). A últimil) e atingiu índice de de- ma posição fica com o núncias de 19% - enquanto Maranhão, com 29,22 polia média nacional varia en- ciais para cada grupo de tre 5% e 8% - contra quase 100 mil habitantes. 80% de arquivamento. As Estes dados demonstram investigações não concluí- que o atual modelo de sedas poderão ser analisadas gurança pública exige muaté abril do ano que vem, danças. É preciso, principalcom acréscimo dos inquéri- mente, definir as fontes tos de homicídios abertos fixas de financiamento. Até a reformulação, os investiem 2008. Os estados que consegui- mentos neste setor preciram cumprir a meta - solu- sam ser ampliados com vinção de 90% dos casos de culações orçamentárias cohomicídio - foram Acre, Ro- mo sugeri em uma proposraima, Piauí, Maranhão, ta ao Congresso Nacional. Rondônia e Mato Grosso do Sul. Embora não tenham Renan Calheiros atingido a meta, outros dez Estados conseguiram resol- É senador e líder da bancada do PMDB

O que fazer para escutar essa afirmação? Essa frase que todos querem ouvir, principalmente aqueles tantos que, infelizmente em nosso país, estão sem emprego, e muitas vezes acabam se desesperando e fazem coisas que no futuro vem a se arrepender. Essa afirmação consagrada pelo Roberto Justus em seu antigo programa O Aprendiz na Rede Record, disse certa vez em uma de suas entrevistas que "o melhor marketing pessoal que um profissional pode fazer é entregar resultados surpreendentes". Entretanto, para poder entregar resultados surpreendentes, precisamos fazer o dever de casa, e isso, infelizmente muitas vezes negligenciamos. Você lembra na escola, muitas vezes ficávamos com preguiça de fazer o dever de casa e no outro dia, na hora que a professora vinha cobrar, éramos mestres em criar "n" desculpas para o não cumprimento da tarefa, pois é, aqui na vida real, o papo é diferente. Muitas vezes pensamos que nunca irá acontecer conosco. Passamos anos e mais anos fazendo a mesma coisa, sem fazer um curso, sem procurar ler o que

tem acontecido no mercado onde a empresa em que estamos atua, e nem mesmo temos a curiosidade de saber o que está acontecendo em outros mercados. Sentados em nossa zona de conforto, deixamos a vida ir nos levando até

“Pois é. Seja curioso e vá buscar conhecimentos em novas áreas, procure reforçar as suas bases antes que a ‘casa caia’” ouvir: Você está demitido! Nesse momento ficamos desesperados e começamos a pensar. "Puxa, devia ter feito aquele MBA". "Perdi aquela oportunidade que a empresa me deu de estudar inglês". "Por que eu não aceitei aquele cargo para adquirir uma nova habilidade?". E assim vai...

Pois é meu amigo(a), vamos acordar desse sonho. Se está empregado, procure levantar da sua zona de conforto e corra atrás de se reinventar, fazer aquele curso que você vem empurrando com a "barriga". Buscar mais informações sobre o mercado em que atua, procurar saber o que se passa em novos mercados. Seja curioso e vá buscar conhecimento em novas áreas, procure reforçar as suas bases antes que a "casa caia", e junto a tudo isso, faça aquela reserva financeira que pode lhe ajudar no futuro. Agora se a demissão já chegou, não se desespere. Procure sentar e organizar as ideias antes de fazer alguma "besteira". Se você não gostava do que estava fazendo, talvez seja a hora de você repensar toda a sua carreira daqui para frente. Pense bem nisso... e Boa Sorte!!! Amauri Nóbrega É coluna do Correio Braziliense

Os demais que se lixem O Brasil tem mantido “ao menos em sua Constituição” constante preocupação internacionalista, para mais além de suas definições constitucionais. A realização da reunião mundial, no certame Rio+20, embora com resultado modesto, atualizou o posicionamento brasileiro na coletividade internacional. Os parágrafos 2° e 3° do art. 5º de nossa Carta Magna foram acrescidos, em 2004, pela Emenda Constitucional nº 45. Os internacionalistas do Congresso afirmaram que direitos e garantias expressos na Constituição não excluem outros, decorrentes dos tratados internacionais, em que o Brasil seja parte (parágrafo 2°). Foram além: o parágrafo 3º passou a dizer que tratados e convenções internacionais sobre direitos humanos aprovados em cada Casa do Congresso, em dois turnos, por três quintos dos votos, equivalerão às emendas constitucionais, ou seja: tratados e convenções aplicados e lidos como se inscritos na Carta. As mudanças de 2004, com a emenda 45, poderão interferir nos direitos e garantias do brasileiro, conforme a interpretação que se der a tais tratados e convenções. O termo "tratado", clássico no direito internacional público, define o vínculo jurídico entre duas ou mais nações para realizarem objetivos comuns. Tem interpretações diversas nos países do mundo, do muito poderoso ao muito fraco e vice-versa. Para complicar a avaliação do conteúdo des-

ses documentos, nas nações de língua inglesa se constata que palavras definidoras de tratado, convenção, pacto, ato, declaração e protocolo compreendem série ampla de documentos, firmados entre países livres. A interpretação dessas espécies é variável, conforme a posição do país considerado, o que torna mais preocupante a amplitude da mudança introduzida na Constituição brasileira. Lembro o exemplo da Declaração do Rio, de 1992. Não foi acolhida como um tratado, mas como texto que seleciona-

“A Carta das Nações, depois do conflito de 1914/18, compôs disposições para assegurar a paz por todo o século 20” va, naquele momento, princípios preponderantes, quando aceitos pelos países interessados. A Rio+20 fez retornar a preocupação, tendo em conta a emenda 45 ao destacar a diversidade das posições entre as nações. A presidente Dilma Rousseff afirmou, em seu discurso final, a necessidade de ampliar a visão internacional para

o atendimento de todos, sem que cada nação cuide exclusivamente de seus próprios interesses. Em certames como o do Rio+20 foi e é difícil montar texto definidor de objetivos e limites aceito por todos os participantes. É usual só acolherem o pronunciamento quando a amplitude elástica e vaga das expressões utilizadas é tão extensa que o enunciado final, ainda que bom, se distancia dos objetivos mais sérios. A Carta das Nações, depois do conflito de 1914/18, compôs disposições para a assegurar paz por todo o século 20. A paz durou só 21 anos. Outro exemplo foi dado pelo então presidente George W. Bush, dos Estados Unidos, sincero o suficiente ao lançar o que ficou conhecido com Doutrina Bush, pela qual decidiria, até de modo autônomo, suas relações internacionais, guiado apenas pelos interesses estadunidenses. Na tradução do idioma português seria dizer: cada um puxe a sardinha para sua brasa. Os demais que se lixem. Durou pouco. Não asseguraria a paz. A crise tem de ser resolvida pelo conjunto de todos os esforços. Walter Ceneviva É advogado (ex-professor de Direito Civil da PUC-SP) e colunista da Folha de S. Paulo

> OS ARTIGOS SÃO DE RESPONSABILIDADE DE SEUS AUTORES E NÃO REFLETEM NECESSARIAMENTE A OPINIÃO DESTE JORNAL

Endereço:

PRIMEIRA EDIÇÃO JORNAL ON-LINE IMPRESSA LTDA - ME CNPJ 08.078.664/0001-85 CMC 130003

Rua Moema Cavalcante Basto, 314 Lot. Barra Mar | CEP 57.180-000 Fone: (82) 3033-2189 PABX: (82) 3325-2815 Barra de São Miguel | Alagoas Atendimento ao assinante: (82) 3033-5213

Luiz Carlos Barreto Goes Diretor-Geral

Romero Vieira Belo Diretor Editorial

Alda Sampaio Diretora Comercial

FTPI Representação Publicidade e Marketing Ltda Representante nacional do Primeira Edição Alameda dos Maracatins, nº 508 - 9º andar - Indianópolis/SP CNPJ 03.269.504/0001-08 / Insc. Est. Isenta Tel: (81) 2128-4350 / Cel: (81) 9175-5829 fred.recife@ftpi.com.br


Primeira Edição | 25 de junho a 1º de julho, 2012

B6 | Diário Oficial dos Municípios

ESTADO DE ALAGOAS PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPESTRE EXTRATO DO 1º TERMO ADITIVO DO CONTRATO Nº 005/2011- TP CONTRATANTE: Prefeitura Municipal de Campestre, CNPJ: 01.631.604/0001-07. CONTRATADA: ALVES E CINTRA SERVIÇOS E CONSTRUÇÕES LTDA Me, CNPJ: 09.288.526/0001-93. OBJETO: Serviços de Construção de um mercado público no Município de Campestre/AL. CLÁUSULA PRIMEIRA - DO OBJETO: O presente Contrato tem por objeto os serviços de Construção de um mercado público no Município de Campestre/AL. PARÁGRAFO ÚNICO - Fazem parte integrante deste Contrato, independentemente de sua transcrição, o Edital de Licitação e seus Anexos, a Proposta da CONTRATADA, e demais elementos constantes da Tomada de Preço nº 005/2011. CLÁUSULA SEGUNDA - DA RUBRICA ORÇAMENTÁRIA: A despesa com a presente licitação correrá a conta do Convênio nº 745100/2010 firmado entre o município de Campestre e o Ministério do Turismo, através da Caixa Econômica Federal e contrapartida municipal, devendo as despesas ser empenhadas na seguinte dotação orçamentária oriunda do orçamento vigente do município: Programa de Trabalho Nº 20.244.0011.1.016 – Construção e/ou Reforma de Mercado Público. Elemento de Despesas: Nº 3.4.4.9.0.51.99 - Outras Obras e Instalações. CLÁUSULA TERCEIRA – DO PRAZO Fica alterada a cláusula quarta caput do contrato originário, sendo a vigência do contrato prorrogada por 120 (cento e vinte) dias s, encerrando-se em 01/10/2012 do contrato firmado entre as partes para os serviços de Construção de um mercado público no Município de Campestre/AL. CLÁUSULA TERCEIRA – DA RATIFICAÇÃO Os demais termos do Contrato original permanecem inalterados. Campestre/AL, 01 de junho de 2012. Amaro Gilvan de Carvalho Prefeito ----------------------------------------------------------------ESTADO DE ALAGOAS PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPESTRE

HOMOLOGAÇÃO DA TOAMADA DE PREÇOS N° 003/2011 O Prefeito do Município de Campestre HOMOLOGA o presente processo, importando o mesmo o valor total de R$ 293.906,46 (duzentos e noventa e três mil novecentos e seis reais e quarenta e seis centavos). EXTRATO DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N° 003/2011 Modalidade: TOMADA DE PREÇOS nº 003/2011 – Objeto: Serviços de Construção de 01 (Um) Terminal Rodoviário no Município de Campestre/AL, DETENTORA: ALVES E CINTRA SERVIÇOS E CONSTRUÇÕES LTDA, CNPJ nº 09.288.526/0001-93. Foro: Porto Calvo – Data de Assinatura: 01/02/2012 – Ordenador da despesa: Amaro Gilvan de Carvalho. O conteúdo integral desta Ata de Registro de Preços encontra-se a disposição na sede do município, na Rua do Comércio, S/N, Centro, Campestre/AL. Campestre /AL, 01 de fevereiro de 2012. Amaro Gilvan de Carvalho Prefeito ----------------------------------------------------------------ESTADO DE ALAGOAS PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPESTRE HOMOLOGAÇÃO DA TOAMADA DE PREÇOS N° 005/2011 O Prefeito do Município de Campestre HOMOLOGA o presente processo, importando o mesmo o valor total de R$ 290.362,38 (duzentos e noventa mil trezentos e sessenta e dois reais e trinta e oito centavos). EXTRATO DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N° 005/2011 Modalidade: TOMADA DE PREÇOS nº 005/2011 – Objeto: os serviços de Construção de um mercado público no Município de Campestre/AL., DETENTORA: ALVES E CINTRA SERVIÇOS E CONSTRUÇÕES LTDA, CNPJ nº 09.288.526/0001-93. Foro: Porto Calvo – Data de Assinatura: 01/02/2012 – Ordenador da despesa: Amaro Gilvan de Carvalho. O conteúdo integral desta Ata de Registro de Preços encontra-se a disposição na sede do município, na Rua do Comércio, S/N, Centro, Campestre/AL. Campestre /AL, 01 de fevereiro de 2012. Amaro Gilvan de Carvalho Prefeito ----------------------------------------------------------------ESTADO DE ALAGOAS PREFEITURA MUNICIPAL DE PENEDO GABINETE DO PREFEITO EXTRATO DO PRIMEIRO TERMO ADITIVO DE PREÇO AO CONTRATO DE EXECUÇÃO DE OBRA Nº CC 01/2012 FIR-

MADO ENTRE O MUNICÍPIO DE PENEDO E A EMPRESA ARQUITEC ARQUITETURA, ENGENHARIA E CONSTRUÇÕES LTDA. Processo nº 044/2012/SEINFRO Número do Contrato CC 01/2012 Contratante: MUNICÍPIO DE PENEDO/AL – CNPJ 12.243.697/0001-00 Contratado: EMPRESA ARQUITEC ARQUITETURA, ENGENHARIA E CONSTRUÇÕES LTDA – CNPJ/MF sob o nº 02.423.864/0001-41. Objeto: DECRÉSCIMOS DE SERVIÇOS AO OBJETO INICIALMENTE PACTUADO, DECORRENTES DAS MODIFICAÇÕES DA PROPOSTA CONTRATADA. Valor: EM RAZÃO DOS DECRÉSCIMOS DE SERVIÇOS AO CONTRATO, NO VALOR DE R$ 138.910,99 (cento e trinta e oito mil novecentos e dez reais e noventa e nove centavos) O VALOR DO CONTRATO PASSA A VALER R$ 138.181,99 (cento e trinta e oito mil cento e oitenta e um reais e noventa e nove centavos). Da Ratificação: FICAM RATIFICADAS AS DEMAIS CLÁUSULAS DO CONTRATO Nº CC 01/2012, QUE NÃO COLIDAM COM AS DESTE INSTRUMENTO. SIGNATÁRIOS: ISRAEL RAMIRES SALDANHA NETO – PELA CONTRATANTE E JOÃO MEDEIROS ROCHA – PELA CONTRATADA. DATA DE ASSINATURA DO PRIMEIRO TERMO ADITIVO DE PREÇO: 21 DE JUNHO DE 2012. ----------------------------------------------------------------ESTADO DE ALAGOAS PREFEITURA MUNICIPAL DE PIAÇABUÇU HOMOLOGAÇÃO DO PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2011 O Prefeito do Município de Piaçabuçu homologa o presente processo, importando o mesmo o valor total de R$ 1.399.000,00 (hum milhão, trezentos e noventa e nove mil reais). EXTRATO DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N° 005/2011 Pregão Presencial nº 005/2011 – Objeto: Aquisição de Material de Construção. CONTRATANTE: Município de Piaçabuçu, CNPJ: 12.247.268/0001-01. CONTRATADA: J & D Comércio e Serviço Ltda EPP, CNPJ nº 11.522.486/0001-44. Piaçabuçu/AL 25 de outubro de 2011. Dalmo Moreira Santana Junior Prefeito ----------------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE IGREJA NOVA AVISO DE LICITAÇÃO

PREGÃO PRESENCIAL N.º 13/2012 A Prefeitura Municipal de Igreja Nova/AL comunica às empresas interessadas que fará realizar às 10h00min do dia 09 de julho de 2012, na sede do Município, na Praça Prof. Agnelo Moreira, n.º 06, Centro, Igreja Nova/AL, email: cplprefeiturainova@hotmail.com, em sessão pública, o PREGÃO N.º 013/2012, do tipo MENOR PREÇO POR LOTE, que objetiva o fornecimento de : 1) LOTE I (PEÇAS DE TRATOR) e; 2) LOTE II (BATERIAS) PARA A SECRETARIA DE TRANSPORTES DA PREFEITURA MUNCIPAL DE IGREJA NOVA/AL, conforme especificações contidas no ANEXO I - Termo de Referência do Edital. O Edital encontra-se disponível para download gratuito no site www.primeiraedicao.com.br Qualquer informação poderá ser solicitada através do email: cplprefeiturainova@hotmail.com. Igreja Nova/AL, 18 de junho de 2012 Tales de Freitas da Silva Pregoeiro ----------------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE IGREJA NOVA AVISO DE LICITAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL N.º 14/2012 A Prefeitura Municipal de Igreja Nova/AL comunica às empresas interessadas que fará realizar às 14:00h00min do dia 09 de julho de 2012, na sede do Município, na Praça Prof. Agnelo Moreira, n.º 06, Centro, Igreja Nova/AL, email: cplprefeiturainova@hotmail.com, em sessão pública, o PREGÃO N.º 014/2012, do tipo MENOR PREÇO POR LOTE, que objetiva o fornecimento de UNIFORMES para os Programas da Secretaria de Ação Social e Secretaria de Saúde, e para os funcionários da Prefeitura Municipal de Igreja Nova/AL, Conforme especificações contidas no Anexo I do referido Pregão Presencial n° 14/2012., O Edital encontra-se disponível Para download gratuito no site www.primeiraedicao.com.br Qualquer informação poderá ser solicitada através do email: cplprefeiturainova@hotmail.com. Igreja Nova/AL, 18 de junho de 2012 Tales de Freitas da Silva Pregoeiro

> VIOLAÇÃO

Bancos e telefonia lesam consumidores Pesquisa mostra que os principais problemas são cobrança indevida e não cumprimento e alteração unilateral dos contratos Luciana Martins

Os consumidores que utilizam os serviços bancário e de telefonia celular enfrentam problemas diários que ferem pelo menos três regras do Código de Defesa do Consumidor (CDC). De acordo com um levantamento do Procon-SP, os dois principais problemas, comuns aos dois setores, são cobrança indevida e abusiva de contas e tarifas e não cumprimento e alteração unilateral do contratos. As práticas ferem pelo menos três artigos do CDC, segundo especialistas. "Fere, sobretudo, o artigo 39, sobre práticas abusivas", diz a advogada Letícia Zuccolo Paschoal da Costa. "A grande questão é que talvez as empresas não estivessem esperando o aumento tão significativo do número de clientes, o que não significa que não estão se preparando agora, para fidelizá-lo", afirma a advogada, ao comentar sobre as empresas de telefonia. Esses dois principais problemas, de cobrança e contratos, foram responsáveis por 5.733 reclamações de telefonia celular e bancos no Procon-SP no primeiro trimestre, 42% do total recebi-

do pelo órgão. Os dois setores são os mais reclamados, sendo que os protesto aumentaram 30,5% entre o primeiro trimestre de 2011 e o mesmo período deste ano. Além dessa regra, os atos desrespeitam outros dois artigos: o 46, que dá ao consumidor o direito de ter o conhecimento prévio do que estiver no contrato, e o 51, sobre a anulação de cláusulas contratuais abusivas. "O código está em vigor há mais de 20 anos e mesmo assim ainda há situações absurdas. A empresa não pode simplesmente impor unilateralmente uma obrigação, um encargo e achar que é automático", explica o diretor da Escola Paulista de Advocacia do IASP, Antônio Carlos Morato. As empresas não só não podem criar cobranças como também não podem entregar produtos e serviços além do que foi solicitado pelo consumidor." Sobre os contratos, o CDC determina, entre outros pontos, que as cláusulas contratuais são interpretadas sempre de maneira mais favorável ao consumi-

mento, que os pequenos casos fossem julgados no mesmo dia. A pessoa deve ir ao tribunal de pequenas causas, onde, em até 90 dias, o problema é resolvido", explica o professor de finanças da Fipecafi, Celso Grisi.

MUDANÇAS

Usuários de telefone, assim como clientes de bancos, precisam conhecer mais e exercitar seus direitos legais

dor. Este pode desistir do contrato em sete dias, se a compra do produto e serviço ocorreu fora do estabelecimento comercial. Contra as práticas abusivas especialistas sugerem que os in-

vestidores se informem. "É uma lei que está bem próxima, é até bem conhecida, pois está na internet, há distribuição de cartilhas. O consumidor tem de se interessar e conhecer todos os

seus direitos", diz Morato. Ocorrido o problema, caso não seja resolvido em acordo com a empresa, o caminho é a Justiça. "O ideal seria que houvesse uma espécie de súmula vinculante que facilitasse o processo de julga-

Os problemas no fornecimentos desses dois serviços ainda são muitos, mas as empresas têm tentando diminuir os transtornos. -As operadoras e fabricantes de aparelhos têm investido no SAC para resolver o problema ali mesmo. Ao invés de terceirizar, estão colocando pessoas da própria empresa, que teoricamente têm mais conhecimento dos planos e aparelhos - diz Letícia. Além disso, no caso dos fabricantes dos aparelhos, a advogada conta que as companhias estão com uma política de acordos mais agressiva. Na Justiça, também há movimentação. Em março o Senado recebe a proposta que vem sendo chamada de "novo" código do consumidor. "Na verdade, é apenas uma atualização, visto que o CDC é de 1990.


Primeira Edição | 25 de junho a 1º de julho, 2012

Especial |B7

> EM 150 DIAS

Estado vai duplicar Módulo de Segurança Obra deverá começar no início de julho e já integra plano conjunto para controlar índices de criminalidade em Alagoas fotos: Divulgação

Desde que foi inaugurado, em novembro de 2011, o Módulo de Segurança Máxima tem se mostrado um modelo eficaz para se fazer a custódia de reeducandos. O prédio foi construído para abrigar presos perigosos e líderes de organizações criminosas que atuavam dentro das demais unidades prisionais. Agora, o módulo terá sua capacidade duplicada, e funcionará como uma unidade prisional. O projeto de ampliação já foi aprovado pelo Conselho Estadual de Segurança Pública, que destinou R$ 3,6 milhões para a construção do segundo módulo. "Além dele, que vai abrigar mais 96 presos, a unidade vai ganhar outras instalações, como área administrativa e de revista, uma guarita e duas barreiras de alambrados", explicou o superintendente-adjunto da Superintendência Geral de Administração Penitenciária, tenentecoronel Marcos Sérgio. A obra levará 150 dias para ficar pronta. Com a construção do segundo módulo, a Sgap pretende juntar os dois prédios e montar uma nova unidade prisional, independente e com administração própria. A previsão é que o novo presídio seja inaugurado até novembro deste ano. "Todo o sistema foi beneficiado com a inauguração do Módulo de Segurança. Conseguimos retirar vários presos perigosos das demais unidades prisionais. Isso contribuiu na redução de motins, rebeliões e tentativas de fugas. Outro fator importante: o agente penitenciário não tem contato direto com o preso", explicou Luciano Gonçalves, diretor das Unidades Prisionais (DUP).

Módulo de Segurança, construído para abrigar presos perigosos, vai ter sua capacidade duplicada em 150 dias

NENHUMA FUGA Após sete meses de funcionamento, o Módulo de Seguranças não registrou nenhuma fuga e nem rebeliões. A capacidade total do módulo é de 96 vagas, sendo que atualmente ele abriga 68 reeducandos, oito em cada cela. As demais vagas restantes servem como reserva para situações de emergência. Além de não haver superlotação, o novo módulo dispõe de celas com isolamento térmico, o que garante uma redução de

Defesa Social informou ao PE que, após sete meses de funcionamento, Módulo não registrou fuga nem rebelião

15% da temperatura em seu interior. Os reeducandos têm direito a um banho de sol por dia, com duração de três horas. Para facilitar o controle de presos, os agentes liberam duas celas por

vez. Todo o trabalho de operacionalização tem sido feito por 15 agentes, que se revezam em plantões, com três por dia. A vigilância é feita em plataformas

aéreas, das quais os agentes controlam a água, a energia e abertura das portas, dispensando o contado direto com os presos. (Da Agência Alagoas, exclusivo para o PE)

> ESTUDO

Suicídio é segunda maior causa de morte de jovens no mundo Uma série de estudos publicada no periódico "Lancet" chama a atenção para um assunto tabu: o suicídio. Segundo um dos artigos, essa é a primeira causa de morte entre meninas de 15 a 19 anos. Entre os homens, o suicídio ocupa o terceiro lugar, depois de acidentes de trânsito e da violência. No Brasil, o suicídio é a terceira causa de morte entre jovens, ficando atrás de acidentes e homicídios. "As taxas sempre foram

maiores na terceira idade. Hoje a gente observa que, entre os jovens, elas sobem assustadoramente", afirma Alexandrina Meleiro, psiquiatra do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da USP. Entre os jovens, a taxa multiplicou-se por dez de 1980 a 2000: de 0,4 para 4 a cada 100 mil pessoas. Segundo o estudo, os adolescentes evitam procurar ajuda por temerem o estigma e que rumores sobre seus pensamentos suicidas se espalhem

pela escola. Há outra mudança no perfil dos que cometem suicídio. O risco, que sempre foi maior entre homens, tem aumentado entre as meninas. Segundo Meleiro, isso se deve a gestações precoces e não desejadas, prostituição e abuso de drogas.

SILÊNCIO O problema, porém, é negligenciado, como mostram dados da OMS (Organização Mundial da Saúde). A entidade

afirma que os casos de suicídio aumentaram 60% nos últimos 45 anos e que 1 milhão de pessoas no mundo morrem dessa forma por ano. No Brasil, estima-se que ocorram 24 suicídios por dia. O número de tentativas é até 20 vezes maior que o de mortes. "O suicídio é uma epidemia silenciosa. E o preconceito em torno das doenças mentais faz com que as pessoas não procurem ajuda", diz Meleiro. Cerca de 90% dos suicídios estão ligados a transtornos mentais.


B8 | Social

Primeira Edição | 25 de junho a 1º de julho, 2012


25062012