Page 1

Ibope conclui pesquisa em AL O Ibope conclui nesta 3ª feira (24) a 1ª pesquisa de um instituto de porte nacional sobre as eleições para governador e senador em Alagoas. O resultado pode ser anunciado à noite no jornal "AL-TV", da TV Gazeta de Alagoas. > A-2

edição PRIMEIRA

Mega deve pagar R$ 37 milhões A Mega-Sena segue acumulada e deverá pagar R$ 37 milhões ao ganhador desta 4ª feira (25). As dezenas deste sábado foram 09,11,22,32,35 e 56, sem acertador. A Quina teve 108 ganhadores e cada um vai receber R$ 24.942,19.

Ano 7 | Edição 377 | Maceió, Alagoas, 23 a 29 de agosto, 2010 | R$2,00

CSA cai diante do Santa Cruz Márcio Ândrei

Flamengo perde para Atlético-PR Procurador Terra

morre de ataque do coração

O procurador de Justiça Francisco Sarmento foi sepultado neste domingo no Cemitério Parque das Flores. Aos 68 anos, ele morreu vitimado por um infarto na tarde de sábado (21). Divulgação

Sem repetir suas últimas atuações, o classificados para a próxima etapa Pela Série A, o Flamengo foi a time carioca mostrou-se apático e CSA perdeu neste domingo para o da Série D do Brasileiro. > Curitiba e seu deu mal: perdeu de não soube aproveitar as falhas do Santa Cruz por 2x1. Os dois estão ESPORTES 1x0 para o Atlético Paranaense. O adversário. > ESPORTES

Procurador Francisco Sarmento

"FICHA LIMPA CRIA INSEGURANÇA JURÍDICA E CONFUSÃO ELEITORAL" Advogado Adriano Soares fala em 'degredo político' e sustenta que somente o povo, através do voto, pode mudar a realidade política Miguel Goes

Advogado Adriano Soares

A lei da Ficha Limpa é punitiva - pune com a pior das penas, que é a inelegibilidade - cria insegurança jurídica e confusão no processo eleitoral. É o que afirma, em entrevista exclusiva, o advogado Adriano Soares, consagrado especialista em Direito Eleitoral. Ele não apenas critica a aplicação da lei, afirmando que ela promove o 'degredo político', como assegura que a nova regra não vai sanear o ambiente eleitoral brasileiro. "Lei é uma folha de papel, e só. Quem pode mudar a realidade política é o povo, através do voto", assevera. > A-6

Divulgação

Governo restaura Catedral e Arcebispado

Com recursos próprios e da União, o governo do Estado está recuperando o Arcebispado (foto) e a Catedral Metropolitana de Maceió. > A-7

Sindicato propõe biombos contra ‘saidinha’ Exército celebra Semana do Soldado

Em visita ao 59º Batalhão,jornalista maneja um fuzil durante demonstração orientada por um instrutor

Miguel Góes

O presidente do Sindicato dos Bancários de Alagoas, Edmundo Saldanha, defendeu a instalação de biombos (tabique móvel para isolar a área dos caixas) como forma de combater os assaltos conhecidos como ‘saidinha de banco’. Ele admite que funcionário de banco pode passar informação a bandidos (como denunciou o delegado Marcílio Barenco), mas em um ou outro caso isolado, nunca como uma prática constante. > A-4

Imprudência: Detran vê ‘abuso de autoconfiança’ Ação parlamentar ajuda na interiorização da Ufal Oposição deve explorar ‘erros’ do senador Collor

> A-4

> A-2

> A-3

Braskem promove noite de cultura com Academia

> A-5

Fale conosco | Redação: (82) 3033.3502 | Comercial: (82) 3033.2189 | Atendimento ao assinante: (82) 3033.5213 | Internet: http://www.primeiraedicao.com.br


Primeira Edição | 23 a 29 de agosto, 2010

A2 | Política

> ELEIÇÕES 2010

Ibope conclui pesquisa em AL nesta 3ª feira É a primeira sondagem feita por um instituto de porte nacional sobre as eleições para governador e senador no Estado > INTERIORIZAÇÃO

Apoio da bancada assegura a expansão da Ufal no interior Luciana Martins

LUCIANA MARTINS Repórter

A interiorização da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), iniciada com o Campus de Arapiraca e do Sertão, é um dos maiores investimentos que estão sendo feitos em Alagoas para a melhoria da qualidade de vida e do futuro de milhares de jovens que antes viviam à margem dessa formação oficial tão necessária ao desenvolvimento do Estado. Essa é a visão da reitora Ana Dayse Dórea, que está comandando a revolução do Reitora Ana Dayse Dórea ressalta o papel de Renan junto com a bancada ensino público superior além Reprodução dos limites da capital alagoana. "Quando a Ufal chega a uma cidade, quando se interioriza, não leva somente aulas e prédios! Leva mão-de-obra qualificada que vai colaborar para que a região, como um todo, seja mais desenvolvida em todos os setores de atividade", afirma a reitora. A juventude do Agreste, do Sertão e de todo o interior de Alagoas, segundo a reitora, precisa ter as mesmas oportunidades que a Universidade Federal proporciona aos jovens da capital. A interiorização é fruto do Projeto do Campus de Arapiraca acelera a expansão da Ufal no interior

Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (Reuni), que tem como objetivo ampliar o acesso e a permanência na educação superior.

30 MIL VAGAS O Campus Arapiraca oferece mais de 3 mil vagas nos 16 cursos de graduação distribuídos no município e nas unidades de Palmeira dos Índios, Penedo e Viçosa. No Campus Sertão, em Delmiro Gouveia, que está funcionando provisoriamente em uma escola (o prédio próprio está em fase de construção), são oito cursos e 560 vagas, atualmente, no município e na unidade de Santana do Ipanema. "O Campus Arapiraca, que foi pioneiro, está fazendo com que a Região Agreste colha muitos benefícios do trabalho de nossos alunos e professores, com mais negócios, gente mais qualificada, pesquisas, programas de extensão, indução de estudos e a busca por avanços em diversas áreas”, disse a reitora acrescentando: - No Sertão deve acontecer o mesmo! Delmiro, Santana e região vão reconhecer estes ganhos", enfatiza a reitora Ana Dayse.

Empenho político garante recursos Os recursos para expansão das universidades, dentro das metas do Reuni de contemplar todo o Brasil com ensino público superior, são provenientes do MEC, mas para chegar aos estados, além da visão empreendedora das universidades na elaboração de projetos, é necessário o empenho da ban-

cada de senadores e deputados federais na apresentação de emendas parlamentares. "A nossa bancada tem dado todo apoio, em especial o senador Renan Calheiros, que em todos os momentos abraçou os nossos projetos e abriu as portas em Brasília para que viessem a ser consolidados", expli-

ca a reitora. Além do senador do PMDB, outro parceiro no processo de interiorização da Ufal que mais se destaca, sobretudo na luta pelo o Campus Sertão, é o deputado Givaldo Carimbão (PSB). As próximas metas da reitora Ana Dayse são os Campus Litoral Norte, em Porto Calvo,

que beneficiará toda a juventude da região, e o de União dos Palmares, propostas apresentadas pelo senador Renan, que se compromete a viabilizar os recursos junto ao governo federal/MEC. Outra proposta do senador é a implantação do curso de Medicina no Campus Arapiraca.

Uma equipe do Ibope está realizando pesquisa de intenção de votos sobre as eleições para governador e senador em Alagoas. É o primeiro levantamento de um instituto de abrangência nacional realizado no estado com vistas ao pleito majoritário de outubro. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número de protocolo 25239/ 2010, começou a ser feita na quinta-feira, dia19, e será encerrada nesta terça-feira, 24. Contratado pela TV Gazeta de Alagoas, em parceria com a Rede Globo, o Ibope está ouvindo 812 pessoas em um número indeterminado de municípios. A expectativa é de que os números da sondagem sejam divulgados na noite desta terçafeira durante o telejornal "ALTV 2ª Edição", da TV Gazeta. Além de mostrar um 'instantâneo' da disputa eleitoral para governador e para as duas vagas de senador, a pesquisa servirá para orientar os candidatos, sugerindo mudanças de rumo ou manutenção de estratégia, de

acordo com a situação de cada postulante.

SEGUNDA A sondagem do Ibope é a segunda feita em Alagoas no atual processo eleitoral. A primeira, contratada pelo PMDB, foi realizada pelo instituto Ibrape, que mostrou, na corrida ao governo, Fernando Collor (PTB) em primeiro lugar com 38%, seguido de Ronaldo Lessa (PDT) com 26% e Teotonio Vilela (PSDB) com 21% das intenções de voto. Para o Senado, os primeiros colocados foram Heloísa Helena, do PSOL, e Renan Calheiros, do PMDB. Necessário ressaltar que, naquele momento (junho) Collor já havia dado início a sua campanha, realizando caminhadas e concentrações no interior, seguido de Ronaldo Lessa. Ocupado com o trabalho de apoio aos desabrigados das enchentes no Estado, o governador Teotonio Vilela foi o último a cair em campo em busca do apoio dos eleitores.

Infarto mata procurador José Francisco Sarmento Divulgação

Em clima de emoção, foi sepultado na manhã deste domingo, no Cemitério Parque das Flores, o corpo do corregedorgeral do Ministério Público de Alagoas, procurador José Francisco Sarmento de Azevedo. Aos 68 anos, ele morreu de infarto na tarde deste sábado (21). Familiares, amigos e integrantes do Ministério Público compareceram ao sepultamento. Visivelmente consternado, o procurador-geral Eduardo Tavares afirmou:"Ele foi um companheiro fiel, íntegro, dedicado e que sempre cumpriu muito bem sua missão no MP. O Ministério Público era uma de suas grandes paixões. Vai deixar saudade pela gentileza e a forma com que tratava as pessoas". Vítima de infarto, Francisco Sarmento ainda foi socorrido e levado ao hospital, mas não resistiu. Seu corpo foi velado no salão nobre do Ministério Público, em Jaraguá, de onde foi levado para o Parque das Flores numa viatura do Corpo de Bombeiros. Impossibilitado de comparecer ao velório, o governador Teotônio Vilela Filho telefonou aos familiares e ao procuradorchefe do MPE para apresentar suas condolências. Natural de União dos Palmares, o procurador de Justiça

Procurador Francisco Sarmento

Francisco Sarmento teve uma passagem marcante pelo Ministério Público Estadual. Bacharel em Direito formado no Rio de Janeiro, ele tomou posse no cargo de promotor em 1977. Desempenhou atividades em Batalha, Marechal Deodoro, São José da Laje e Maceió. Foi secretário do Colégio de Procuradores e presidente da Associação do Ministério Público (Ampal). Tomou posse na Corregedoria Geral do MPE em janeiro de 2009 usando o poema o "Acendedor de Lampiões", do poeta palmarino Jorge de Lima. Sua atuação como corregedor recebeu reconhecimento nacional já que foi homenageado em Porto Alegre durante uma palestra na 67ª Reunião Ordinária do Conselho Nacional dos Corregedores-Gerais do Ministério Público dos Estados e da União.


Primeira Edição | 23 a 29 de agosto, 2010

Política | A3

> IMPUGNAÇÃO Romero Vieira Belo

Enfoque Político Compra de voto - o esquema Fala-se muito em 'compra de voto', mas, como será que funciona? Eis um esquema, talvez o mais eficaz, desse tipo de ilícito. O candidato reúne 50 militantes de sua confiança, a quem vai chamar de 'coordenadores'. Cada um tem a missão de arrebanhar 200 eleitores. O eleitor é informado de que está sendo 'contratado' para 'trabalhar ' no dia da eleição. Dependendo da situação do mercado, da cotação do voto no momento, cada eleitor receberá de R$ 30,00 a R$ 50,00. Não é muito, mas para quem, de fato, não vai fazer nada, acaba sendo atrativo, negócio rendoso. Cada coordenador vai receber R$ 400,00, mas de duas vezes: durante a campanha e depois da eleição, normalmente após conhecidos os resultados das urnas. Até a eleição, em locais distantes, os coordenadores reúnem seus rebanhos para ouvir o candidato, que faz promessas, que ensina como é bom ter um amigo com mandato, no poder. Mas, o tempo todo, o candidato insiste em um ponto: "Não estou comprando voto. Estou pagando para cada um trabalhar por mim no dia da eleição. Apenas no dia da eleição". O dinheiro é repassado na véspera ou mesmo no dia. Os eleitores passam seus dados pessoais para o coordenador: número de título, RG, endereço, telefone. Ao fazêlo, ficam sob controle, e votam porque acham que se darão mal se, por acaso, o voto dado ao seu candidato não aparecer na sua seção. Este, em síntese, o modelo clássico, considerado o 'mais seguro', de compra de voto. O eleitor não se sente em condições de denunciar, não só porque precisa do dinheiro, mas porque é avisado de que não será tolhido em sua liberdade de votar. Só que ele fica 'amarrado', sem condições de votar em 'outro'. E não pode invocar 'compra de voto', mesmo porque, tecnicamente, não o é. Ou não parece. EXPANSÃO DA UFAL

ELOGIO DA REITORA

Líder estudantil nos anos 70, o senador Renan Calheiros não tem poupado esforços para conseguir recursos destinados ao projeto de expansão e interiorização da Universidade Federal de Alagoas.

Trabalho parlamentar realizado, mérito reconhecido. Semana que passou, a reitora da Ufal, Ana Dayse Dórea, elogiou a atuação de Renan e destacou a importância de sua recondução ao Senado.

O PRESIDENTE LULA E A TRANSFERÊNCIA DE VOTO - O presidente Lula transfere voto? - indaga um leitor. Não é fácil responder. Quem olha para o desempenho de Dilma, afirma que sim. Mas, por que em São Paulo o senador petista Aloizio Mercadante, com o apoio público e declarado de Lula, tem 16% nas pesquisas, contra 53% do tucano Geraldo Alckmin? Ou seja, pela lógica, se Lula tem o poder de transferir voto, nenhum candidato apoiado por ele perderá a eleição. Será? ABSTENÇÃO DISCUTÍVEL

EFEITO DELETÉRIO

Ao se abster do processo eleitoral, a Igreja Católica age como o eleitor que se recusa a votar, isto é, acaba deixando que os outros decidam por ela. Os 'outros', nesse caso, são as demais igrejas, cada vez mais engajadas politicamente.

Está difícil conseguir uma empregada doméstica. Motivo: o programa Bolsa Família, que remunera sem exigir trabalho. Mais: quando arranja trabalho, a empregada recusa carteira assinada. Motivo: para não perder o Bolsa Família.

CRISTIANO SUPERA DIFICULDADES E COMEÇA A MUDAR MARECHAL Herdeiro do caos administrativo, Cristiano Matheus mergulhou fundo na problemática de Marechal Deodoro. Com paciência, capacidade e determinação, o jovem prefeito superou crises, venceu dificuldades e está colocando a cidade nos eixos. Trabalho sério e obstinado. O contínuo aumento de sua popularidade vem atestando o óbvio: Marechal está melhorando com ações dinâmicas da Prefeitura. PRÓXIMO PASSO

DETALHE INESCAPÁVEL

O presidente do STPLAL, Ernandi Malta, anuncia em breve a comissão que vai cuidar do reenquadramento dos servidores da Assembleia em função do Plano de Cargos e Carreiras (PCC).

Os adesivos de Rui Palmeira colados nos automóveis chamam a atenção por um detalhe inescapável: não mencionam que Teotonio Vilela é o candidato a governador pelo PSDB com o número 45.

QUANDO A VIOLÊNCIA NÃO ATRAPALHA Veja o que é eleição. A violência explode em Pernambuco. Áreas nobres do Recife estão apavoradas com uma interminável onda de assaltos. No entanto, o governador pernambucano, Eduardo Campos, apoiado por Lula e Dilma, tem 70% da preferência do eleitorado. E olhe que o seu adversário chama-se Jarbas Vasconcelos, ex-governador, baluarte da resistência democrática e, hoje, um senador aplaudido no Congresso Nacional. LINHA EQUILIBRADA

APOIO QUESTIONÁVEL

Candidato ao Senado pelo PPS, o advogado José Costa já sinalizou que não vai fazer sua campanha atacando os concorrentes. Postura elogiosa, para quem sempre atuou debatendo propostas e idéias.

Teotonio Vilela tem o apoio de 60 prefeitos, mas é sempre bom ter em conta que, mal avaliado, o administrador pode até prejudicar o candidato. Maus gestores nunca ajudam, atrapalham. E muito.

CANDIDATO CERTO NO PARTIDO ERRADO O delegado boa praça Pinto de Luna está pagando pela falta de experiência na política. Impedido de disputar o Senado, agora se diz 'censurado' dentro do PT. É uma situação vexatória, mas previsível. Pinto deveria saber, antes de se filiar, que o PT nunca foi exemplo de pluralismo democrático. Muito, muito mesmo, pelo contrário.

Lessa segue firme, mas terá de superar desconfiança do eleitor Ex-governador aguarda decisão do TSE, que poderá sair ainda neste início de semana Arquivo / Primeira Edição

Da Editoria de Política

O verbo 'desistir' está fora do dicionário do ex-governador Ronaldo Lessa, que continua apostando numa decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contrária à impugnação de sua candidatura ao governo alagoano, mas, apesar da expectativa positiva, sua campanha será marcada pelo 'fantasma da desconfiança'. Condenado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) por haver se reunido com professores e anunciado reajuste salarial em pleno andamento da campanha municipal de 2004, Lessa teve agora sua candidatura a governador impugnada pelo mesmo TRE-AL numa votação que não deixou dúvida sobre a posição do colegiado: 6x1. O ex-governador recorreu dentro do prazo, ao TSE, mas já se sabe qual será a reação das partes, seja qual for o resultado da votação no Tribunal Superior: tanto Lessa quanto a Procuradoria Regional Eleitoral recorrerá ao Supremo Tribunal Federal (STF) no caso de uma decisão desfavorável. Isso significa que, mesmo com o registro de candidato cassado, Ronaldo Lessa vai poder disputar a eleição (a condição sub judice está prevista na própria lei da Ficha Limpa), sobretudo porque o julgamento final no STF não ocorrerá antes das eleições. O próprio presidente do TSE, ministro Ricardo Lewandowski, admite que muitos julgamentos ficarão para depois do processo eleitoral, mas adverte

Ex-governadr Ronaldo Lessa: um olho na campanha eleitoral em Alagoas, e outro no pleno do TSE em Brasília

que determinados candidatos poderão se eleger e até ser diplomados, "mas perderão o mandato". A condição de sub judice será crucial para a campanha de Lessa, como o foi em 2006, quando concorreu ao Senado na mesma situação, com a diferença de que, naquele momento, ele estava condenado com base na Lei das Inelegibilidades. Também condenado com base no mesmo diploma, o deputado estadual Alberto Sextafeira (candidato a prefeito de Maceió em 2004, e a quem Lessa quis ajudar com o reajuste salarial aos professores) está cumprindo o mandato integralmente, o que anima os partidários do ex-governador, mas ocorre que,

agora, existe a Lei da Ficha Limpa, que então não existia. E como não se trata de uma lei punitiva, com base na qual a Justiça possa aplicar qualquer tipo de condenação, ela é vista apenas como um instrumento normativo (exige dos candidatos certidão negativa obtida junto aos tribunais de Justiça estaduais), não podendo ter sua constitucionalidade questionada. A impugnação atrapalha Lessa, tanto prejudicando o financiamento da campanha, quanto afastando eleitores que preferem não 'correr o risco' de perder o voto. Atribui-se, em parte, à insegurança de uma parcela do eleitorado lessista a sua derrota para Fernando Col-

lor na disputa senatorial de 2006. A situação pode se complicar mais ainda, nas próximas semanas, se, por exemplo, o Supremo Tribunal Federal, por exemplo, conseguir julgar um caso que seja de candidato impugnado, mantendo a cassação do registro, e que se trate de uma situação similar á enfrentada pelo ex-governador alagoano. Apesar disso, de todas as atribulações, Lessa se mantém firme na campanha, tem o apoio de peso do senador Renan Calheiros e deverá obter de Lula e Dilma mensagens gravadas para o guia eleitoral no rádio e na televisão apoiando sua candidatura.

TSE deve julgar recurso nesta 3ª terça O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) poderá julgar nesta terça-feira, 24, o recurso impetrado por Ronaldo Lessa contra a decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AL), que cassou o registro de sua candidatura a governador por seis votos a um. Na quinta-feira, o Ministério Público Eleitoral entregou ao ministro Hamilton Carvalhido, do TSE, o parecer da instituição

sobre o recurso apresentado por Ronaldo Lessa. O Ministério Público Eleitoral também se manifestou contrário ao recurso de Lessa e favorável à decisão do TRE alagoano. Ministro Hamilton Carvalhido é o relator do processo e já tornou público seu apoio à lei da Ficha Limpa. Já o advogado da Frente que apóia Lessa, Marcelo Brabo, afir-

ma estar otimista quanto ao futuro do seu cliente. Em relação ao parecer do MP Eleitoral, em Brasília, ele diz que não tinha nenhuma expectativa de que fosse diferente da posição do procurador Rodrigo Tenório, do MP Eleitoral em Alagoas - pela cassação da candidatura de Lessa com base na Lei do Ficha Limpa. Na avaliação de Marcelo

Brabo, o que vai servir de padrão sobre a posição do TSE na matéria é o julgamento de um caso cuja votação já se iniciou está um a um - e que tem origem no Ceará. Entre os partidos de Lessa reina o temor de que uma derrota no TSE possa ocasionar a anulação dos votos a ele atribuídos, o que poderia concorrer para decidir a eleição no primeiro turno.

> PONTOS CRÍTICOS

Adversários de Collor deverão explorar 'acordo dos usineiros" Divulgação

Os adversários de Fernando Collor já discutem nos bastidores a melhor estratégia para ser usada contra o candidato do PTB ao governo alagoano, no que esperam ser "o momento mais oportuno da campanha", quando poderão mostrar erros marcantes que pontilharam a trajetória política do ex-presidente. Embora, até agora, os ataques pessoais envolvam Teotonio Vilela, do PSDB, e Ronaldo Lessa, do PDT, a tendência é que as baterias, mais adiante, se voltem na direção de Collor, principalmente se as próximas pesquisas o mostrarem na dianteira. A única pesquisa de intenção de voto para governador, feita até agora pelo Ibrape, mostrou Collor na liderança com 38%, Ronaldo Lessa em segundo com 26% e Teotonio Vilela em terceiro com 21% da preferência dos eleitores. Livre de críticas até aqui, o senador tem ignorado a candidatura de Lessa e evitado bater fortemente no governo estadual que tem sido o

Collor nunca se livrou de estigmas como o do confisco da poupança em 90

maior anunciante de seu grupo empresarial - a Organização Arnon de Mello.

ESTIGMAS Analistas avaliam que, com o acirramento da campanha, os adversários de Collor buscarão a forma mais 'didática' ou 'pedagógica' de mostrar ao eleitorado (principalmente aos mais jovens) o que foi a sua gestão como prefeito de Maceió, governa-

dor de Alagoas e presidente da República. Collor tem pontos positivos, em sua passagem pela presidência, mas nunca conseguiu se livrar do estigma deixado pelo confisco da poupança promovido pelo plano Collor 1, logo no início de sua gestão no Palácio do Planalto. O plano congelou todos os ativos financeiros no sistema bancário provocando uma onda de falências e quebra-

deira em todo o País. O governo Collor destacouse, notadamente, pela abertura ao comércio internacional, o que resultou na quebra do monopólio da indústria automobilística e no crescimento do setor empresarial brasileiro como um todo. Ainda como presidente, contudo - lembram os observadores - o hoje senador criou a figura do 'servidor disponível' - considerado excedente, o funcionário era mandado embora para casa ficando em disponibilidade remunerada. Isso foi danoso para o serviço público, que ficou sem o servidor, e para o próprio trabalhador, que teve seu salário congelado. Outro ponto crítico, que sempre vem à tona quando ele se candidata, é o célebre 'acordo dos usineiros', uma negociação feita entre o governo do Estado e as usinas de açúcar, em 1987, quando o principal segmento econômico de Alagoas literalmente deixou de recolher ICMS provocando grave crise nas finanças estaduais.


Primeira Edição | 23 a 29 de agosto, 2010

A4 | Cidade

> CAOS NO TRÂNSITO

Detran culpa 'abuso de confiança' ao volante Coordenador explica formação de condutores e garante que órgão fiscaliza atuação das auto-escolas, punindo irregularidades > SEMANA DO SOLDADO

Repórter

Comandante do 59º afirma que o Exército é formador de cidadãos Luciana Martins

Márcio Ândrei

Luciana Martins

fotos: Miguel Goes

Repórter

O 59º Batalhão de Infantaria Motorizado, sediado em Maceió, prossegue com as comemorações alusivas à Semana do Soldado, cujo ponto culminante se dará nesta quarta-feira, 25 de agosto. A abertura aconteceu na sexta-feira, 20, com um café da manhã para a imprensa. Com uma explanação sobre o que é ser militar e qual a importância do Exército brasileiro para a sociedade, o comandante do batalhão, tenente-coronel Pinto Sampaio, deu as boas vindas aos jornalistas. Comandante Pinto Sampaio afirma que o Exército brasileiro opera como grande centro formador de cidadãos Pinto Sampaio diz que o papel do Exército é proteger a nação, as riquezas do nosso país. "Somos preparados para a guerra. A nossa função é proteger o nosso país e evitar qualquer tipo de invasão. Para ser militar é preciso ter vocação". Além da formação militar, o quartel também prepara os jovens na formação da cidadania. "A juventude chega aqui sem saber cantar o hino nacional, não respeitam pai e mãe, não dizem 'senhor', não dão passagem para os mais velhos. Nosso papel aqui é dar uma lição de cidadania, porque valorizamos a família. Acredita- Tenente-coronel Pinto Sampaio (de boné) recebeu jornalistas durante o café da manhã, na sexta-feira, dia 20 mos que, sem a família, a sociedade se fragmenta." posição de material de empreadores'. Magalhães. O comando realizou uma No sábado, 21, o Exército go militar. De 23 a 31, IV Salão Antes da competição, o tecompetição de tiros com os jor- nente Marco Aurélio, oficial realizou um torneio de tênis. de Artes do 59º BIMtz. 25 de nalistas. Por meio desta ativi- responsável pelo setor de tiro, No domingo, 22, a banda do agosto é a cerimônia militar; 26, dade foi possível conhecer uma passou todas as instruções. "É Exercito tocou na praia da Pon- a III Copa de Futebol de incluparte do treinamento de tiros um esporte para todos, mas pa- ta Verde. Ao longo desta sema- são social; 27, II prova de tiro que é feito com os soldados. ra os militares atirar é um de- na as comemorações da sema- prático; 29, II Corrida Duque de "Foi uma manhã muito diverti- ver. Nós levamos um tempo na do soldado continuam. Caxias. O encerramento será no da. Não sabia que o fuzil era para adestrar nosso tiro, por isNesta segunda, dia 23, a dia 1º de setembro com apreuma arma tão pesada. Saí até so treinamos muito." No final banda do Exército se apresenta sentação da banda de música com dor nos ombros", disse da competição houve premia- no Maceió Shopping às 20hs. no teatro do Colégio Marista, às sorrindo a jornalista Thayanne ção para os três maiores 'pontu- Nos dias 23 e 24 acontece a ex- 19h30.

Em entrevista a este jornal, publicada na edição de 16 de agosto, o comandante do Batalhão de Policiamento do Trânsito (BPtran), coronel Wellington Gomes, afirmou que na ruas de Maceió transitam muitos motoristas despreparados. "Existem pessoas que não estão prontas para dirigir. Fazem exames de autoescolas sem estar preparados e muitos nem fazem". Para Fábio Monte, coordenador de controle de condutores do Departamento Estadual de Trânsito, o problema é outro: "Os motoristas abusam da confiança quando estão ao volante. "Podemos ver isso pelo número de acidentes de trânsito que é crescente", diz ele. O coordenador explica que os condutores passam por um curso de formação com uma carga de 45 horas teóricas obrigatórias e mais 20 horas de aula prática. "Notamos que, na seqüência, eles se sentem autoconfiantes e acabam cometendo muitas barbeiragens, como se diz na linguagem popular". Segundo Fábio Monte, todo esse processo de formação dos motoristas é feito pelos centros de formação dos condutores (as auto-escolas), credenciadas pelo Detran, e responsáveis pelo conteúdo das aulas teóricas e práticas. "Cabe ao Detran fiscalizar se o centro formador está ministrando as aulas, se a freqüência está sendo cumprida". Já em relação aos condutores mais antigos, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) através da resolução 168, instituiu uma atualização daqueles que tinham a habilitação antes da vigência do novo Código de Trânsito. "Esses condutores passaram a ter uma atualização para renovar a validade da CNH. Exatamente para adequá-los à realidade do novo Código". O intuito dessa atualização, conforme Fábio Monte, é tentar diminuir o número de acidentes de trânsito. "Apesar de toda essa preparação, quando eles estão com a CNH, pensam que

Coordenador Fábio Monte

podem fazer tudo." O que acontece, na visão do coordenador, é que há um grande desrespeito às leis de trânsito. Em relação aos centros formadores o Detran realiza uma fiscalização permanente para que seja cumprida a resolução de formação de motoristas. "Evidente que em cada fiscalização sempre são encontradas algumas irregularidades. Para isso existe uma portaria que prevê punição a esses centros de formação". Com relação às CNH's, os órgãos competentes, como BPTran, Polícia Rodoviária Federal e SMTT, é que fazem a fiscalização. No Estado são emitidas mensalmente oito mil carteiras nacionais de habilitação. Um pouco mais da metade deste total, cerca de cinco mil, são referentes à renovação. Para renovar a CNH, os condutores que não exercem atividades remuneradas fazem apenas exames clínicos e os que são remunerados, ou seja, motoristas profissionais, além dos exames clínicos, também fazem o exame psicológico. Fábio Monte acredita que a formação de motoristas é um processo constante de fiscalização, não somente de punição, mas também com campanhas permanentes de educação no trânsito. "São elas que irão tornar o trânsito mais seguro. São elas que irão trazer mais consciência para o condutor". Já sobre as punições, ele afirma: "não pode haver impunidade".


Primeira Edição | 23 a 29 de agosto, 2010

Cidade | A5

> BANDIDAGEM

Bancários querem biombos contra assaltos Sindicalista afirma desconhecer envolvimento de gerente de banco com assaltantes, segundo denuncia de Marcílio Barenco Miguel Goes

Luciana Martins

Márcio Ânrei

Repórter

"Pode acontecer, mas não é uma coisa normal", afirmou o presidente do Sindicato dos Bancários em Alagoas, Edmundo Saldanha, sobre o conluio de funcionários dos bancos com bandidos que assaltam clientes na famosa 'saidinha' das agências. A afirmativa foi a propósito da denúncia feita pelo diretorgeral de Polícia, delegado Marcílio Barenco, em entrevista exclusiva publicada neste PRIMEIRA EDIÇÃO de 16 de agosto. Segundo Edmundo, as instituições financeiras não permitem que pessoas não idôneas façam parte deste grupo. "Você não tem bandido só nesta categoria. Está aí estampada nos jornais nacionais, a questão do falso médico, que usou um carimbo falso, receitou remédio e acabou com a vida de uma criança. Então, há bandidos em todas as categorias." Ele disse que o sindicato desconhece o envolvimento de um gerente de banco que estaria passando informações aos bandidos, até porque - explicou essa questão diz respeito ao serviço de inteligência da polícia. Para ele, trata-se de um caso esporádico. "Se fosse o caso de uma quadrilha ou de estar ligada a A, B ou a facções criminosas, você teria isso como uma constante. E não vamos ser inocentes, todo banco tem seu ser-

Edmundo Saldanha afirma que falta segurança nas agências bancárias

viço de inteligência."

BIOMBOS Para diminuir a estatística de assaltos do tipo 'saidinha de bancos' o movimento sindical bancário apresentou um projeto à Federação Brasileira de Bancos (Febraban) com algumas medidas de segurança que precisam ser melhoradas dentro das agências, como por exemplo, a colocação de biombos (tabique móvel, formado de caixilhos ligados por dobradiças, que serve para esconder qualquer coisa, ou separar um recanto num certo ambiente) dentro dos caixas das agências bancárias. "Esses biombos isolariam o restante da fila na hora do atendimento, então, cria-se uma dúvida sobre o que você foi fazer ali. Foi pagar? Receber? Ninguém sabe".

Edmundo revelou que em alguns Estados brasileiros os biombos já estão funcionando. Mas, para surpresa do presidente, a própria Febraban está entrando com um recurso contra a colocação deles. "Aí, a gente fala, os bancos estão sendo assaltados, mas eles estão colaborando para isso. E a prova é a objeção à instalação desses biombos". Outra sugestão apresentada no projeto seria a proibição do uso de celular dentro das agências bancárias na hora do atendimento e, na sala de auto-atendimento ter vigilância armada. "Além disso, sugerimos também o monitoramento dos bancos com câmaras internas e externas. Isso seria em parceria com a segurança pública. Por exemplo, a Rua do Sol que é um corredor bancário. Qual é o monitoramento que você tem?".

Agência do Bradesco no velho Jaraguá: um alvo constante de assaltantes especializados na modalidade ‘saidinha’

"Falta segurança nos bancos" Alguns bancos também não adotam medidas de segurança, segundo o presidente do Sindicato. Ele cita o exemplo do banco Itaú da Rua do Sol que não tem porta giratória. "Ele é um dos bancos que dá mais lucro nesse país e adotou a política de não utilizar a porta giratória. Como é que vai ficar?" E acrescenta: "o que esse banco quer para seus funcionários e para a sociedade?" No entanto, a culpa não é somente dos bancos. Para Edmundo, a segurança patronal também contribui para a insegurança nos bancos. "Outra coisa que nós criticamos é o número de vigilante nas agências que é muito redu-

zido chegando a ter somente um vigilante na hora do almoço. E perante a lei, nenhuma instituição bancária não pode ficar aberta somente com um vigilante". O sindicato também pede que seja instalado detector de metal na porta de entrada do banco, na porta principal porque é na sala de auto-atendimento que os bandidos começam a agir. "E quando chega ao campo da segurança pública..." Na visão do sindicalista é preciso mais polícia na rua, principalmente no centro da cidade, considerada por ele uma região bem favorável as 'saidinhas de bancos'. "Você tem movimento, tem como se

misturar no meio da população, há como fazer um refém com quem está passando na calçada. Quanto mais aglomeração, mais fácil para bandido cometer pequenos assaltos". Edmundo concluiu dando uma sugestão: "É importante que o cliente evite ir sozinho à agência, quando for fazer grandes saques, e evite também contar o dinheiro na frente de todo mundo. Essa bandidagem sempre age em dupla ou com mais integrantes. E você vê que as famosas 'saidinhas' não acontecem para pequenos valores. Normalmente eles fazem o acompanhamento de saques maiores. O cliente não pode nunca facilitar".

> NESTA 4ª FEIRA

Braskem e Academia promovem noite de cultura A 7° edição do Prêmio Academia Alagoana de Letras será marcada por tríplice evento, nesta quarta-feira, 25 de agosto, no auditório da AAL. A solenidade terá em sua programação: o lançamento do livro do vencedor de 2008/2009 que teve como tema "Mendonça Junior, personalidade estudada"; a premiação dos 1° e 2° colocados do Premio Nacional Heliônia Ceres/ Conto Alagoano, biênio 2009/2010; e a divulgação do homenageado Jaime de Altavilla, que será objeto dos trabalhos em 2010/2011.

A Braskem tem, ao longo de sua atuação, reiterado o compromisso de apoiar a cultura e a preservação de nossos valores culturais, em cujos objetivos se inserem o Prêmio Nacional da Academia Alagoana de Letras, de revelar trabalhos de relevância crítica sobre a obra de intelectuais alagoanos, revelando trabalhos de novos e já consagrados autores locais e nacionais, permitindo que novas nuances da obra e vida de grandes personalidades alagoanas possa chegar ao conhecimento

do grande público, com a publicação dos livros premiados. Trabalhos que fortalecem nossa consciência histórica. Os três grandes nomes da intelectualidade local se diferenciam por toda história de talento e devotamento à cultura em Alagoas. Além disso, os capítulos da "biografia" de cada um coincidem por todos terem passado pela Academia Alagoana de Letras e terem sido grandes personalidades desta instituição. Dr. Jayme de Altavila foi sócio fundador e presidente, Mendonça

Júnior foi presidente em dois mandatos e Heliônia Ceres representou a presença feminina atuante e competente. Antecipando-se ao concorrido momento, fica a curiosidade sobre o que se pode esperar das duas grandes obras vencedoras que tem como inspiração Mendonça Jr e a Dama Heliônia Cerez merecidamente escolhida como homenageada de 2009/ 2010. Em meio às especulações, a professora Enaura Quixabeira, nome conhecido da intelectualidade Alagoana, responde sobre

a obra baseada na literatura do Poeta do Vale do Camaragibe: "Numa análise literária desdobrada em três capítulos, a intérprete apresentou suas observações sobre os vários espaços percorridos no itinerário geográfico-poético, baseada em citações dos versos mendoncianos, com o cuidado de exemplificar suas assertivas sobre os temas explorados, e de estudar os recursos poéticos e estilísticos utilizados, de forma a despertar o interesse e o respeito do leitor por uma obra bastante importante".

Sequenciando a programação, será a vez da premiação da vencedora de 2008/2009 que se destacou por sua criação em "O ponto de encontro e do espanto na narrativa fantástica de Helionia Ceres". E para o lançamento desse ano as expectativas são grandes, em se tratando de Jaime de Altavila como protagonista do Prêmio de 2010/2011. Assim, o evento desta 4ª feira parece ser uma introdução ao que poderá resultar em páginas de homenagens literárias baseadas na obra do grande Altavila.


Primeira Edição | 23 a 29 de agosto, 2010

A6 | Cidade

> ENTREVISTA/ ADRIANO SOARES Geraldo Câmara

Ouvidor Geral geraldocamara@gmail.com

Onde estão as propostas? Não vamos nem entrar muito no mérito da questão quando se trata dos candidatos a governador, quando verificamos que, propostas objetivas mesmo, apenas um as tem mostrado, até porque teve oito anos de governo e conhece bem as necessidades do estado. Os outros, com propostas vazias e / ou ataques a adversários não estão somando muito para a decisão do eleitorado. Mas, o nosso foco principal são os candidatos a deputado federal e estadual que, os mais antigos, dentro da mesma cantilena, continuam prometendo os mesmos mundos e fundos das campanhas anteriores e que nunca realizaram. Claro que existem algumas raras exceções. Os novos, esses sim é que não têm proposta alguma ou então apresentam promessas infundadas e que não se enquadram no verdadeiro papel do deputado ou da deputada. Fica difícil, muito difícil mesmo uma escolha quando não se pode avaliar a profundidade de propostas, essas ou aquelas que levassem os eleitores a uma certeza ou sequer a uma esperança. E aí se verifica que a grande maioria busca um emprego tranqüilo na Câmara Federal ou na Assembléia Legislativa. Quantos estão preocupados com futuros e reais projetos e em fiscalizar de fato e de direito os atos do Executivo? Ou quantos deles serão capazes de estudar com afinco, nos próximos quatro anos, os problemas inerentes à população buscando fórmulas e projetos que encontrem verdadeiras soluções? Talvez só dê para contar nos dedos das mãos e olhe lá! Possivelmente tenhamos que mudar aquela máxima - máxima?- que diz que "o brasileiro não sabe votar" para o "brasileiro não sabe é se candidatar". DESTACÔMETRO O destacômetro da semana aponta André Carnaúba com muita justiça escolhido para ser o novo Secretário da Paz. Um trabalho que desenvolve desde muito antes de existir a Secretaria. Nossos parabéns.

OUVIDOR GERAL OUVIU... ...que depois de quase dois meses aguardando a liberação do crédito emergencial, concedido as vítimas da enchente, os bancos começaram a liberar os primeiros empréstimos para os empreendedores das cidades atingidas. Dois empresários, atendidos no Posto de Atendimento Empresarial em Quebrangulo e Paulo Jacinto, assinaram os primeiros contratos com o Banco do Nordeste. O que mora em Quebrangulo, teve seu comércio de roupas e acessórios destruído pelas águas. Com o empréstimo de R$35 mil ele pretende reestruturar a empresa. Imagino se não fosse "emergencial". Ainda bem que existe o SEBRAE. ...que continuam maus alagoanos dando o que falar na imprensa nacional. Esta semana, dois casos: o do atentado ao presidente do Tribunal de Justiça de Sergipe e o suspeito é um alagoano e ainda usando um carro roubado aqui com a placa clonada do veículo pertencente ao superintendente da SMTT, Cel Coutinho, que,obviamente, não tem nada a ver com o fato.O outro foi o do ex-diretor da Assembléia Legislativa (sempre a Assembléia) preso e flagrado na praia de Porto de Galinhas em Pernambuco com imensa quantidade de drogas, caracterizando a "honrosa profissão de traficante". Não dou os nomes para não divulgar os seus "negócios". ...que a Secretaria de Turismo de Alagoas realiza oficinas de capacitação em elaboração de projetos direcionadas a entidades e associações da região do Litoral Norte alagoano, durante todo o mês de agosto. Com o apoio do Sebrae e do Arranjo Produtivo Local (APL), a Setur tem o objetivo de preparar os participantes para realizações de projetos turísticos que deverão ser aprovados pelo Ministério do Turismo. Segundo a secretária de turismo de Alagoas, Danielle Novis, a ação da Setur é uma conseqüência do lançamento do edital do MTur - que se encerra dia 26 deste mês - e coleta projetos turísticos para avaliação. Depois da aprovação, a região recebe verba para implantá-llo. ...que o meu amigo Zu, o publicitário, manda um recado: A Fundação Dom Cabral convida você a participar do Programa Governança Corporativa que acontecerá em São Paulo, 17 e 18 de novembro. O momento de crescimento econômico e profundas mudanças institucionais pelo qual passa o Brasil, aliado a um grande fluxo de investimentos, inclusive estrangeiros, demanda uma maior compreensão das responsabilidades corporativas. Neste contexto, as práticas de Governança Corporativa colocam-se como questões primordiais a serem exploradas e adotadas pelas empresas como forma de atrair investimentos e crescer de forma sustentável. ...que o "Almoçando com a Notícia" que levamos ao ar neste fim de semana pela TV Mar, canal 25 NET, mostrou a nova Vila Olímpica construída pelo governo Cícero Almeida no Village Campestre. Diretores e parceiros da Secretaria Municipal de Esportes abordaram os diversos assuntos que são movimentados naquele complexo, mas um dos mais importantes foi o acordo selado com o Ministro dos Esportes, Orlando Silva, no sentido de dotar Maceió de uma moderníssima pista de atletismo (emborrachada) visando à formação de atletas para as Olimpíadas de 2016.

PÍLULAS DO OUVIDOR Primeira: Dia 26, quinta, no auditório do SESC Poço estarei proferindo palestra, às 18:30h para 200 novos agentes da paz. Tema: A comunicação contribuindo para a paz". Segunda: Marcos Leão, 27, cronista de variedades, titular da coluna Yuppie no Alagoas em Tempo e do site Chiqueteria, deu show no "Bartpapo". Guarde bem o nome deste jovem jornalista. Terceira: A original colunista Aninha Monteiro irá no próximo dia 30 para São Paulo participar do "Super Cap de Ouro", o Oscar do Brasil do grupo jornalistico JB de Ronaldo e Lena Côrtes. Será no Círculo Militar. Quarta: "Meus" restaurantes estão bombando: Porteira Grill no Famiglia Giuliano e o excelente Restaurante Zé Pereira, no Santo Eduardo. Vale a pena conferir.

ABRAÇOS IMPRESSOS Os abraços impressos vão para os bons encontros que ocorrem nos eventos da cidade. Neste, por exemplo, eu e Vanessa, minha mulher, num excelente papo com o fotógrafo André Fon, um dos bons talentos alagoanos.

"Lei da Ficha Limpa é punitiva; caso Lessa vai para o Supremo" Advogado afirma que somente o povo pode mudar a realidade eleitoral do País Embora os ministros do Tribunal Superior Eleitoral afirmem o contrário, a lei da Ficha Lima é punitiva, e não meramente normativa - garante o advogado Adriano Soares, um mestre do Direito Eleitoral. Em entrevista exclusiva à repórter Luciana Martins, Soares faz uma dissecação da lei que tem gerado tanta controvérsia. "A lei é punitiva, e a função dela é punir mesmo", diz. Ele analisa o caso

do ex-governador Ronaldo Lessa e prevê que só se encerrará no Supremo Tribunal Federal. Soares diz não haver diferença entre a lei da Ficha Limpa e a lei das Inelegibilidades. Sobre se a nova lei terá poder para sanear o ambiente eleitoral brasileiro, Adriano Soares sentencia: "Não, a lei é uma folha de papel. Quem muda a política é o povo, é o eleitor. Lei nenhuma muda a realidade". Miguel Goes

Para vigorar, a lei da Ficha Limpa deveria obedecer ao princípio da anterioridade? Deveria. Aqui no Brasil temos um princípio muito caro à democracia que é a conquista dos povos ocidentais que não vale só na área penal, é o princípio da anterioridade, aquele em que não pode haver pena sem lei que anteriormente defina o que é crime. Nós temos a garantia de previsibilidade, de que o cidadão não vai se submeter à vontade do Estado e precisamos entender que essa é uma garantia do cidadão, ou seja, nossa em relação ao Estado. E na questão da inelegibilidade é a mesma coisa. E qual é o grande erro do TSE? É dizer que a inelegibilidade não é uma sanção, mas ela é uma sanção. E o que é uma sanção? É uma pena aplicada a atos ilícitos. Para saber se a inelegibilidade é ou não uma sanção eu tenho que perguntar a que fato essa questão é aplicada? Abuso de poder econômico? Abuso de poder político? Captação de sufrágio ou compra de votos, captação ilícita de recursos? Gastos ilícitos de campanhas? Todos esses fatos são ilícitos e eles têm como sanção a inelegibilidade, que é o impedimento, ao nacional, do cidadão concorrer a um mandato eletivo. E qual é o grande equivoco da lei complementar? É porque ela pega fatos que já eram considerados ilícitos desde a lei complementar 64/90 e faz uma ampliação de inelegibilidade, antes eram três anos e agora passou para oito anos. Agora pegar fatos lá de trás, do passado e aplicar essa sanção significa violar o princípio da não surpresa, da segurança jurídica que é uma garantia constitucional. A meu ver esse é o grande embate que será levado ao Supremo Tribunal Federal: onde fica o principio da segurança jurídica, da não surpresa? Por isso, eu vejo essa questão muito menos eleitoral e muito mais do tipo de democracia que nós estamos construindo. É a democracia do vale tudo? É uma democracia que hoje o que está escrito não tem valor? A lei é punitiva, ela retroage para prejudicar, ou é apenas normativa? Ela é punitiva e a função dela é punir mesmo. Veja a maior pena, a maior sanção do direito eleitoral é a inelegibilidade, não tem outra sanção. Quais são as sanções contra fatos eleitorais? Inelegibilidade e multa, só. Então ela tem natureza punitiva clara. Existe diferença entre a natureza da Ficha Limpa e a da Lei das Inelegibilidades? A lei da Ficha Limpa nada mais é que a Lei das Inelegibilidades. Não houve grandes mudanças. A lei da Ficha Limpa pegou a Lei das Inelegibilidades e onde tinha três anos colocou oito anos; onde tinha exigência de trânsito em julgado permitiu os efeitos a partir de órgão colegiado. A grande inovação entre aspas foi exacerbar a sanção, o prazo de inelegibilidade e antecipar os efeitos, não precisa mais esperar o trânsito em julgado, o órgão colegiado julgou já está valendo a sanção. A seu ver, os partidos não deveriam ter 'filtrado' seus candidatos, de modo a evitar impugnações com base na Ficha

vamos ficar num clima de insegurança jurídica imensa. E se por um acaso, depois disso tudo, cair o registro? Como houve segundo turno, correremos o risco, dependendo da votação do 1º turno, de ter novas eleições. Existe a possibilidade de o Supremo Tribunal decidir as impugnações da Ficha Limpa antes das eleições? Existe, mas muito remota. Eu acho que essa decisão do Supremo vai ser depois das eleições. Estamos em agosto, o TSE começa a decidir essas matérias, essa semana ou semana que vem, daí vai caber recurso extraordinário do Supremo. O que poderá acontecer é o Supremo agilizar um caso como exemplo, como parâmetro para os demais. Mas é difícil pela própria composição do Supremo. Eu temo que essa eleição de 2010 seja a eleição da insegurança jurídica. Na prática já está sendo isso. Todo mundo está fazendo campanha normal, como se tudo estivesse às claras, mas é só aparência. Adriano Soares vê insegurança jurídica com aplicação da Ficha Limpa

Limpa? A lei dos Fichas Limpas não impede que o político condenado presida um partido político. Exemplo: Roberto Jefferson, cassado pela Câmara dos Deputados, é o presidente nacional do PTB. Então a lei não chegou a impedir que condenados, inelegíveis tenham papel forte, predominante nos partidos políticos. Então como vai ter filtragem nos partidos? A grande filtragem não é do partido e sim do eleitor. A gente precisa compreender que em uma democracia quem decide é o eleitor. O que a lei faz, sem assumir claramente, é dizer que no Brasil o eleitor não tem condições de escolher.

neste aspecto que falei, a lei não pode retroagir. Eu entendo que quando Ronaldo sofreu a sanção de inelegibilidade foi por três anos, foi em 2004 e terminou em 2007. Então não tinha como retroagir. Eu acredito que essa discussão vai voltar a se travar no TSE. Há uma tendência do TSE abrandar em alguns casos, isso já tem acontecido, mas o jogo de decisão não vai se dar no TSE, mas, sim, no Supremo. No caso do Ronaldo a situação é mais desastrosa, já que é uma eleição majoritária, já para o Sextafeira o efeito é menor, uma vez que é uma eleição proporcional. No final, eu acredito que o Supremo vai fazer valer a Constituição.

Quem foi condenado por um colegiado de juízes, mas já cumpriu a pena, deve ser alcançado pela Ficha Limpa? Pela lei, sim, já que a lei pretende alcançar essas pessoas. Qual o problema dessa lei? É que, enquanto ele recorre, ele já está inelegível. Então se esse julgamento demorar 2,3,4..7 anos enquanto durar esse julgamento ele está inelegível. O que essa lei fez: ao invés da inelegibilidade ser uma reprimenda por um determinado período, ela passou a ser o que eu chamo de um 'degredo político'. A inelegibilidade hoje para qualquer pessoa significa estar fora da vida política. E o pior de tudo é que a lei nesse sentido é uma lei burra, desproporcional porque ela pega fatos de gravidade diferentes e aplica a mesma sanção. Então pouco importa: se você compra um voto vai ficar inelegível oito anos; se você compra um milhão de votos vai ficar inelegível oito anos. Onde está a proporcionalidade disso? Qual é a lógica: tratar desigualmente os desiguais. Eu não posso tratar fatos de gravidade diferentes com a mesma pena.

Se o STF mantiver a cassação da candidatura de Lessa, mas só depois das eleições, que destino será dado aos votos a ele atribuídos? Isso é um problema que a lei causou. Nós estamos numa situação muito problemática. Por quê? Houve uma mudança que já vinha na jurisprudência e aí se consolidou na lei 12034/2009. E o que essa lei diz: que os votos dados ao candidato sem registro não são computados. O candidato está sub judice, o voto está lá. Se depois da eleição ele vence o processo, os votos são computados, válidos. Se, porém depois das eleições ele tem o registro indeferido, aqueles votos deixam de existir. Qual a conseqüência prática disso? Enorme. O TSE e o Supremo têm que se pronunciar sob a lei da Ficha Limpa até as eleições porque se isso não acontecer vai dar uma confusão no país todo. Vamos ou não ter segundo turno? Outra coisa: vamos supor que o candidato sem registro passe no primeiro turno, como vai ficar? Está sub judice e aí temos o segundo turno, tudo bem. Daí ele ganha o segundo turno, ele não vai ser diplomado porque está aguardando o processo. Quem assume 1º de janeiro? O presidente da Assembléia Legislativa. Então no dia 1º de janeiro, que é dia de eleição na mesa da Assembléia, você imagina o que vai estar em disputa? O governo do Estado, ou seja, nós

Como o senhor avalia a elegibilidade (ou não) do ex-governador Ronaldo Lessa? E do deputado estadual Alberto Sextafeira? A situação do Ronaldo é a mesma do Sextafeira e ela está

Para escapar da lei da Ficha Limpa, o político condenado em 1º grau não pode simplesmente deixar de recorrer, já que assim não correrá o risco de ser condenado por um colegiado de juízes? Não é uma escapatória? Não é uma escapatória porque transita em julgado. A decisão é por trânsito em julgado ou decisão colegiada. Então, se ele for condenado pelo primeiro grau, ele não concorre: a decisão, com o trânsito em julgado, já fica definitiva a pena. Não é escapatória. A seu juízo, a lei da Ficha Limpa saneará totalmente o ambiente eleitoral brasileiro, a partir das eleições municipais de 2012? Não, a lei é uma folha de papel. Quem muda política é o povo, é o eleitor. Lei nenhuma muda a realidade, as pessoas, os hábitos, a visão política. Essa cultura nossa de que as leis têm esse poder de modificar a realidade, vem muito da burocracia portuguesa. Nós herdamos isso dos portugueses na colonização, que é uma visão burocrática da vida. Na verdade, quem muda os parâmetros, os paradigmas é o eleitor, é a sociedade. Lei nenhuma tem esse poder. Então a lei da Ficha Limpa não vai mudar nada. Na verdade ela vai aumentar os riscos de você ter pessoas com um futuro político sendo expurgada da vida política, muitas vezes, por questões menores e alguns tubarões da política continuarão mergulhando em águas profundas, sem ser atingido por essa lei. A única coisa que ela fez foi criar uma insegurança jurídica hoje e amanhã. É uma ilusão, com a experiência que tenho, dizer que essa lei vai mudar alguma coisa. Não mudará como a lei de captação de sufrágio não mudou. Para encerrar é isso: mudança de hábitos políticos no Brasil passa pelo eleitor. Quem é titular do voto, da história, da democracia somos nós, a sociedade, os eleitores. Queremos mudar os hábitos? Invistamos em educação, informação e preparo da juventude, aí a gente muda. Lei por lei, essa é só mais uma. Outras virão.


Primeira Edição | 23 a 29 de agosto, 2010

Cidade | A7

> PATRIMÔNIO ALAGOANO

Governo estadual restaura Catedral e Arcebispado Catedral Metropolitana e antigo prédio do Arcebispado de Maceió estão sendo recuperados com recursos financeiros do Estado Divulgação

A restauração do patrimônio histórico e arquitetônico de Alagoas vem sendo priorizada pela Secretaria Estadual da Cultura (Secult). A Catedral Metropolitana de Maceió e o prédio do antigo Arcebispado, no Centro, estão sendo revitalizados com recursos federais e estaduais que somam mais de R$ 2,4 milhões. O próximo a ser recuperado e modernizado é a Biblioteca Pública Estadual, cujo processo se encontra em fase licitatória. Tombada pelo Estado como patrimônio histórico, a Catedral receberá iluminação artística "à altura do seu valor arquitetônico", como destacou a arquiteta responsável pelo projeto, Adriana Guimarães. A obra, prevista para ser concluída em dezembro, inclui a substituição das instalações elétricas, a pintura interna e externa de toda a igreja e a restauração dos azulejos das duas torres. A casa onde funcionava o Arcebispado passa por um complexo trabalho de revitalização. Do piso ao teto, o prédio - que passou cerca de 20 anos fechado - está sendo completamente recuperado, em uma obra de R$ 1.112.835, dos quais R$ 206 mil são investidos pelo governo do Estado. O restante da verba foi viabilizado junto ao Ministério da Cultura (Minc). O prédio abrigará a Escola Arquidiocesana de Artes e Ofícios, uma proposta do Arcebispado de Maceió que foi acatada e apoiada pela Secult. A escola, que atenderá jovens em situação de risco social, oferecerá cursos gratuitos de restauração de diversos materiais, como azulejos, madeira, papel, telas, esculturas

e até instrumentos musicais de sopro. "O edifício precisa ter um uso social, para que não volte a ser degradado, além de que terá sua manutenção garantida", explicou Adriana. Segundo o secretário da Cultura, Osvaldo Viégas, já foi disponibilizado R$ 1,25 milhão para a aquisição de equipamentos, mobiliário e material para a escola. Parte da verba vem do MinC e o restante, R$ 250 mil, é a contrapartida do Estado. O historiador Francisco Sales elogiou a ideia. "Aplaudo o projeto da escola. É necessário que as ações de restauração sejam feitas dentro da linha da sustentabilidade". O secretário Viégas ressaltou que a escola formará profissionais capacitados para trabalhar na restauração dos monumentos alagoanos, já que o Estado carece de mão de obra qualificada nessa área. O trabalho faz parte da Política de Preservação do Patrimônio Material do Governo, que popularizou o tombamento e a restauração de prédios históricos da capital e interior. "O Palácio dos Martírios, o Teatro Deodoro, o Museu da Imagem e do Som (Misa) e o próprio Arcebispado foram tombados neste governo. Não conheço outro momento da história em que o Estado tenha feito tudo isso", declarou o secretário. Para as obras da Biblioteca Pública, que incluem a modernização do acervo e da estrutura interna, serão destinados mais de R$ 3,2 milhões. "O Estado entrará com R$ 822 mil. São contrapartidas significativas", avaliou. Viégas anunciou, ainda, que estão sendo elaborados con-

mente renovadas. Na previsão do Pró-Memória, diretoria da Secult responsável pela preservação do patrimônio alagoano, o edifício deve ser aberto ao público em junho do próximo ano. O arcebispo Dom Antonio Muniz considera a restauração como "um gesto de apreço à história e à cultura de Alagoas".

HISTÓRIA

Degradado e abandonado há muitos anos, o prédio do Arcebispado é restaurado com verba da União e do Estado Márcio Ândrei

vênios para a recuperação da Igreja dos Martírios, em Maceió, e da Igreja de Coqueiro Seco.

ANDAMENTO

Catedral de Maceió, maior símbolo da religiosidade do povo maceioense

A restauração da Catedral não impediu a celebração de missas e demais atividades. "Inclusive, estamos esperando o fim da festa da padroeira para montar os andaimes e começar a fixação e a restauração da azulejaria das torres", lembrou Adriana. A pintura da igreja será a última etapa da obra, que custou R$ 1.292.737,42, sendo R$ 258.844 investidos pelo Estado. As partes de madeira do Arcebispado já foram descupinizadas e todo o reboco das paredes foi removido. O trabalho continua no piso e na coberta do edifício. As instalações hidráulicas e elétricas estão sendo total-

"A Catedral é importantíssima por quatro aspectos: foi lá onde nasceu Maceió , é obra de um famoso arquiteto francês, levou cerca de 20 anos para ser construída, além de ter sido inaugurada pelo imperador Dom Pedro II". O historiador Francisco Sales recorda que a igreja foi edificada a partir da capela do engenho Massayó. "É um lugar sacralizado pela própria história", destacou. O arquiteto francês Auguste Montigny, que veio ao Brasil acompanhando a corte portuguesa no século XIX, assinou várias obras importantes no Rio de Janeiro, como a Igreja da Candelária. A Catedral de Maceió seria, talvez, seu único projeto fora da cidade maravilhosa. Já o Arcebispado "é de importância capital na história de Alagoas", na opinião do especialista. "Na época da sua construção não existia nada naquela área do Centro". Antes de funcionar como sede da Cúria Metropolitana, o edifício era a residência de Manuel Sobral Pinto, penedense que introduziu a ópera no Estado e deu nome à Praia do Sobral.


Primeira Edição | 23 a 29 de agosto, 2010

A8 | Nacional

> DISPARADA

Dilma abre 17 pontos sobre José Serra

Candidata petista fala, pela primeira vez, em ganhar a corrida sucessória no primeiro turno, ao comentar pesquisa Datafolha fotos: Divulgação

Na primeira pesquisa Datafolha depois do início da propaganda eleitoral no rádio e na TV, divulgada sexta-feira (20) a candidata a presidente Dilma Rousseff (PT) dobrou sua vantagem sobre seu principal adversário, José Serra (PSDB), e seria eleita no primeiro turno se a eleição fosse hoje. Segundo pesquisa Datafolha em todo o país, com 2.727 entrevistas, Dilma tem 47%, contra 30% de Serra. No levantamento anterior, feito entre os dias 9 e 12, a petista estava com 41% contra 33% do tucano. A diferença de 8 pontos subiu para 17 pontos. Marina Silva (PV) oscilou negativamente um ponto e está com 9%. A margem de erro máxima do levantamento é de dois pontos percentuais. Os outros candidatos não pontuaram. Os que votam em branco, nulo ou nenhum são 4% e os indecisos, 8%. Nos votos válidos (em que são distribuídos proporcionalmente os dos indecisos entre os candidatos e desconsiderados brancos e nulos), Dilma vai a 54%. Ou seja, teria acima de 50% e ganharia a disputa em 3 de outubro. Os que viram o horário eleitoral alguma vez desde que começou, na terça-feira, são 34%. Entre os que assistiram a propaganda, Dilma tem 53% e

Serra cai vertiginosamente em todas as regiões do país

Serra, 29%. Nos primeiros programas, Dilma apostou na associação com Lula, que tem 77% de aprovação, segundo o último Datafolha. A petista cresceu ou oscilou positivamente em todos os segmentos, exceto entre os de maior renda (acima de dez salários mínimos). Dilma tinha 28% de intenção de voto entre os mais ricos e manteve esse percentual. Mas sua distância para Serra caiu porque o tucano recuou de 44% para 41% nesse grupo, que representa apenas 5% do eleitorado.

MULHERES Já entre as mulheres, Dilma

Patrono de Dilma, Lula não para de fazer campanha

lidera pela primeira vez. Na semana anterior, havia empate entre ela e Serra, em 35%. Agora, a petista abriu 12 pontos de frente nesse grupo: 43% contra 31% de Serra. Marina tinha 11% e está com 10% entre as mulheres. A verde continua estável desde março no Datafolha. Tem mostrado alguma reação só entre os mais ricos, faixa em que tinha 14% há um mês, foi a 17% e agora atingiu 20%. A liderança de Dilma no eleitorado masculino é maior do que entre o feminino: tem 52% contra 30% de Serra. A candidata do PV tem 8%. Outro número bom para Dilma é o empate técnico no Sul. Ela chegou a 38% contra 40% de

Serra. Há um mês, ele vencia por 45% a 32%. Serra não lidera de forma isolada em nenhuma região. No Sudeste, perde de 42% a 33%. No Norte/Centro-Oeste, Dilma tem 50%, e ele, 27%. No Nordeste a petista teve uma alta de 11 pontos e foi a 60% contra 22% do tucano. Houve também um distanciamento de Dilma na disputa de um eventual segundo turno. Se a eleição fosse hoje, ela teria 53% contra 39% de Serra. Há uma semana, ela tinha 49% e ele, 41%. Na pesquisa espontânea, em que eleitores declaram voto sem ver lista de candidatos, Dilma foi de 26% para 31%. Serra foi de 16% a 17%.

Petista já fala em ganhar no 1º turno "Qualquer vitória que a gente por ventura consiga vai depender da aprovação de um projeto que nós começamos há muitos anos. Isso que pode levar no dia 3 de outubro, às 5h da tarde, fechadas as urnas, começa a contar os votos e a gente possa ter qualquer perspectiva de ganhar no primeiro turno e, caso não seja isso, ir para o segundo turno e ganhar também", disse a candidata, ao ser questionada sobre a pesquisa Datafolha divulgada sexta-feira. Segundo o levantamento, a petista está 17 pontos à frente do tucano José Serra e o venceria se a eleição fosse hoje. Neste sábado, ela participou de um comício em Mauá (SP) com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. No entanto, durante o comício, Dilma disse que é preciso evitar o clima de já ganhou. "Pesquisa não ganha eleição para ninguém. Ganha uma eleição o povo votando no dia 3 de

Dilma abre vantagem sobre Serra e já fala em ganhar no primeiro turno

outubro. Daqui até lá são mais de 40 dias", afirmou a petista. Dilma usou o chavão de que não se pode subir no salto alto. "Qualquer vitória que a gente por ventura consiga vai depender da aprovação de um projeto que nós começamos há muitos anos." Para ela, o jogo não acabou. "A eleição a gente ganha respeitando o voto do povo brasileiro e a hora que ele entra na urna."

Já o presidente do PT, José Eduardo Dutra, disse que a pesquisa "reflete o que a gente está vendo nas ruas". "A pesquisa até agora não está sendo ruim, porque não está dando espaço para o clima de já ganhou. Ela mostra que o programa de TV está indo no rumo certo", disse. Dutra também criticou a estratégia adversária ao compará-la com um clássico da lite-

ratura em língua inglesa cujo protagonista tem dupla personalidade. "[A pesquisa] mostra também a trajetória errática da oposição, que é como Dr. Jekyll e Mr. Hyde: bate de dia e elogia de noite. A ordem continua sendo humildade e povo na rua", disse. Segundo o levantamento, Dilma distanciou-se de Serra em 17 pontos e chegou aos 47% na preferência do eleitorado. Serra tem 30% e Marina, 9%. Trata-se da primeira pesquisa depois do início da campanha em rádio e TV. No levantamento anterior, feito entre os dias 9 e 12, a petista estava com 41% contra 33% do tucano. A vantagem de Dilma se amplia considerando apenas os votos válidos (em que são distribuídos proporcionalmente os dos indecisos entre os candidatos e desconsiderados brancos e nulos), e já pode vencer as eleições no primeiro turno. Nesse cenário, Dilma vai a 54%.


Esportes

esportes@primeiraedicao.com.br

Primeira Edição | 23 a 29 de agosto, 2010 Opinião - Diário Oficial dos Municípios - Social

> SÉRIE D

CSA decepciona e perde para Santa Cruz Azulão não conseguiu repetir as boas atuações e acabou perdendo para o Tricolor pernambucano por 2 a 1, no Rei Pelé Fotos: Márcio Ândrei

Futebolalagoano.com Jogando muito aquém das expectativas do torcedor azulino, o CSA apresentou um futebol bisonho, feio e apático, e acabou ressuscitando a equipe do Santa Cruz, neste domingo, ao perder pelo placar de 2 a 1. Com este resultado, o Azulão perdeu também a invencibilidade no Brasileiro da Série D, ou seja, os 100% de aproveitamento na competição. Realizada no Estádio Rei Pelé, a partida ocorreu em clima de festa para a torcida azulina e, muito mais ainda, para a diretoria do CSA, uma vez que o Azulão já estava classificado à próxima fase. Mas o time deixou muito a desejar. Decepcionou a sua torcida, que esperava muito mais dos jogadores azulinos, que não apresentaram o mesmo futebol que vinham jogando. A torcida azulina compareceu em peso ao estádio, mas a torcida do Santa Cruz não decepcionou. Também marcou presença em bom número e saiu de campo festejando a classificação do Santa Cruz para a próxima fase da Série D. Após o encerramento desta primeira fase, o CSA ficou com 15 pontos

Catanha chegou a marcar um gol que fez o torcedor acreditar na vitória

Mas Santa Cruz conseguiu segurar a bola com experiência e anulou as principais peças do time alagoano

e o Santa Cruz com 11. O Confiança-SE, desclassificado, somou oito pontos e o PotiguarRN não somou nenhum.

conseguiu equilibrar a partida e tornou-se mais presente no campo de ataque, o placar foi aberto pelos pernambucanos. Após lançamento pela direita, numa falha da defesa do CSA, Joelson cabeceou sozinho, sem chance para Jeferson: 1x0. Aos 43 minutos, em jogada rápida de contra-ataque, o Santa Cruz chegou assustando, com o meia Jackson, que recebeu lançamento pela esquerda e cruzou, mas o

OS GOLS O jogo começou equilibrado, mas com o CSA tendo mais posse de bola e maior presença em campo. Parecia que o time azulino ia tomar conta do jogo. Ledo engano. Jogando no esquema 3-5-2, que já não havia dado

Resultados / Série D / Grupo 4 22/08 22/08

CSA-AL Potiguar-M-RN

1x2 0x2

Santa Cruz-PE Confiança-SE

certo no jogo anterior, contra o Treze-PB, pelo Campeonato do Nordeste, o CSA acabou se perdendo em campo e o Santa Cruz tomou o gosto pela partida e passou a pressionar, uma vez que era ele quem precisava do resultado. A partir daí, os azulinos não conseguiram mais criar as jogadas. E o Santa Cruz também não conseguia produzir. Mas aos 28 minutos, no momento em que o time pernambucano

Próximos jogos / Série D / 2ª Fase (À definir) (À definir)

Sampaio Correia CSA

x x

CSA Sampaio Correia

atacante Brasão chegou atrasado e não alcançou a bola. Aos 44 minutos foi a vez de o CSA balançar a rede do adversário, com Catanha. Após boa troca de passes, o garoto Alisson deu o toque para Catanha na grande área e ele só fez tocar para o gol. Tudo igual no Rei Pelé: 1x1. Já as mudanças do time do Santa

Cruz surtiram efeito e os pernambucanos chegaram ao segundo gol aos 46 minuots, em cobrança de pênalti. Brasão cobrou e mandou a bola no fundo da rede: 2x1. Estava sacramentada a vitória do time pernambucano e a decepção estampada no rosto do torcedor azulino.

Classificação / Série D / Grupo 4 1º 2º 3º 4º

CSA-AL Santa Cruz-PE Confiança-SE Potiguar-M-RN

P 15 11 8 0

J 6 6 6 6

V 5 3 2 0

E 0 2 2 0

D 1 1 2 6

GP 13 6 6 3

GS 7 3 6 12

SG 6 3 0 -9


Primeira Edição | 23 a 29 de agosto, 2010

B2 | Esportes

> SÉRIE C

CRB vence Campinense na estreia de Edson Galo mostrou superação e venceu o time paraibano fora de casa por 1 a 0, com gol de André Cunha na 1ª partida do técnico Edson Ferreira Zenaide Vitorino/ Agora Esportes

Futebolalagoano.com Na partida que marcou a estreia do técnico Edson Ferreira, o quinto do Galo nesta temporada, o CRB conseguiu suportar bem a pressão do Campinense-PB e venceu por 1 a 0. O gol foi marcado aos 7 minutos do primeiro tempo por André Cunha, num chute de bola parada, após falta marcada em cima de Luciano Dias. Após o gol marcado, o CampinensePB seguiu a partida mantendo uma forte em cima do Galo, que se segurou como pôde e conseguiu garantir o placar a seu favor. O resultado deixou o CRB na briga por uma vaga para a próxima fase da Série C do Brasileiro. O Galo subiu para a terceira colocação do grupo B, com 7 pontos ganhos. Já o Campinense-PB ocupa agora a quarta colocação, com seis pontos conquistados.O CRB folga na próxima rodada e só volta a jogar no dia 05 de setembro, contra o Alecrin-RN, no Estádio Rei Pelé. Já o Campinense-PB irá enfrentar o Salgueiro-PE, no dia 29 deste mês.

O JOGO A partida começou equilibrada, com as duas equipes se alternando em campo. O CRB conseguiu abrir o placar num gol de bola parada. Luciano Dias sofreu falta no setor esquerdo de ataque. André Cunha

Na estreia de Edson Ferreira, CRB de Jhonnatan conquistou a 2ª vitória

se apresentou e cobrou, com perfeição, no ângulo esquerdo do goleiro Ricardo, deixando o Galo na frente aos 7 minutos de jogo. 1 x 0. Depois do gol marcado, o Campinense foi para cima, obrigando o Galo se defender de toda forma. Numa jogada perigosa, Bruno Recife cabeceou a bola e o empate só não saiu graças ao zagueiro Leandro, que subiu junto e mandou para escanteio. Sem dar fôlego ao Galo, o time da casa seguiu mantendo pressão na partida, com lances ofensivos, um após outro. Aos 28 minutos, numa cobrança de falta, o atacante Zé Maria man-

Resultados / Série C / Grupo B 22/08 22/08

Campinense-PB ABC-RN

0x1 3x1

CRB-AL Salgueiro-PE

Próximos jogos / Série C / Grupo B 29/08 - 16h00 29/08 - 17h00

Salgueiro-PE Alecrim-RN

a mesma estratégia que terminou o primeiro tempo: segurar a vantagem no placar, impedindo o gol de empate. O Campinense manteve o domínio da posse de bola, mas não soube transformar em oportunidades de gol e o Galo conseguiu neutralizar bem as investidas adversárias. A defesa do CRB cresceu no segundo tempo e o Campinense seguiu esbarrando na muralha formada pelos jogadores. Inconformado com as investidas sem sucesso, o técnico Suélio Lacerda reforçou o ataque colocando três jogadores na linha de frente. Nos minutos finais de jogo, o Campinense fez a última tentativa de empate com o lateral-direito Cafu, numa cobrança de falta. Mas a bola bateu na barreira regateana e acabou saindo pela linha de fundo, cedendo escanteio. Aos 46 minutos, já nos acréscimos, o lateral André Cunha foi expulso, após atingir Rogerinho. Ele já tinha cartão amarelo. O fim da partida foi debaixo de chuva, com a vitória do Galo por 1 a 0.

x x

Campinense-PB ABC-RN

dou uma bola que passou raspando no poste esquerdo do goleiro Juninho. O Campinense, claramente, teve muito mais chances que o CRB após o gol sofrido. Diante de tantas investidas, a orientação do estreante técnico Edson Ferreira foi de segurar o placar, não dando chance ao empate. A estratégia deu certo e o CRB conseguiu suportar os ataques do adversário. Jogando com inteligência, as atenções se voltaram para a defesa regateana, que respondeu a altura e seguiu fazendo os cortes necessários sempre que o Campinense chegava com perigo, impedindo o gol de empate. O CRB voltou a campo com

ASSESSORIA O jornalista Rodrigo Cortez não é mais o assessor de Imprensa do CRB. Ele acertou tudo com a direção do CSA e, no sábado (21), já assumiu a Assessoria de Imprensa do Azulão. Cortez disse ao portal futebolalagoano.com que conversou na manhã de sábado com o presidente do Galo, José Serafim, e se desligou do clube.

Classificação / Série C / Grupo B 1º 2º 3º 4º 5º

ABC-RN Alecrim-RN CRB-AL Campinense-PB Salgueiro-PE

P 10 8 7 6 2

J 5 4 5 5 5

V 3 2 2 2 0

E 1 2 1 0 2

D 1 0 2 3 3

GP 10 7 7 4 4

GS 4 5 8 4 11

SG 6 2 -1 0 -7

> SUB-18

Corinthians-AL vence a 1ª partida da decisão Com 68 jogos invictos atuando no Estádio Nelson Peixoto Feijó, a equipe sub-18 do Corinthians-AL entrou em campo na tarde de sábado (21), contra o Coruripe, para realizar a primeira partida da decisão do Campeonato Alagoano da categoria. Nesta primeira partida o Tricolor da Via Expressa largou na frente e venceu o Hulk do Litoral Sul, por 2 a 1. Marcaram para o Corinthians-AL o atacante Willian e o lateraldireito Cafu. Já o gol do Coruripe foi assinalado pelo atacante Júnior. Podendo até empatar para conquistar o titulo estadual, o Corinthians-AL vai até a cidade de Coruripe, na próxima quarta-feira (24), enfrentar o time da casa pela segunda partida da final, às 19 horas, no Estádio Gerson Amaral.

lateral-direito Cafu sozinho na área. Sem nenhum marcador, Cafu cabeceou para os fundos da rede do goleiro Christian e aumentou a vantagem corintiana: 2x0. O ditado mais correto no futebol é: "Quem não fez leva". E foi justamente isso que aconteceu. O Corinthians teve as oportunidades e não finalizou. Então, o Coruripe diminuiu a vantagem. Aos 32 minutos, após uma cobrança de falta, o goleiro Gustavo rebateu a bola nos pés do atacante Júnior, que sem dificuldade apenas empurrou para a rede e saiu comemorando gol: 2x1. Depois do gol do Hulk, ficou um jogo aberto, mas as duas equipes cansaram de perder gols e aos 45 minutos em ponto, o árbitro José Reinaldo encerrou a partida, decretabdo a vitória e a vantagem para o Corinthians-AL.

OS GOLS No primeiro tempo com muitas jogadas de contraataque, aos 41 minutos, o atacante Afonso, do CorinthiansAL, ganhou na velocidade do lateral-esquerdo Leonardo, tocou para o artilheiro Willian que, no bate-rebate com o goleiro Christian, levou a melhor e fez o primeiro gol do jogo: 1x0. Já na etapa final, aos 20 minutos, em uma jogada de velocidade, de novo, o atacante Afonso foi à linha de fundo e cruzou uma bola da esquerda para direita e encontrou o

LUTO NO RÁDIO A crônica esportiva de Alagoas está de luto. Nas primeiras horas deste domingo (22), o radialista Arnaldo Carneiro, que exercia a função de comentarista da Rádio Difusora de Alagoas, sofreu um infarto e faleceu no hospital Unimed, em Maceió. Segundo informações, Arnaldo Carneiro deu entrada no hospital Unimed por volta das 04h15 e ainda chegou a ser atendido pela equipe médica, mas não resistiu e veio a óbito minutos depois.


Primeira Edição | 23 a 29 de agosto, 2010

Esportes |B3

> SERIE B

ASA derrota Vila Nova e já pensa no Guará Alvinegro venceu o lanterna da Série B por 3 a 2, na sexta-feira e já trabalha para o duelo contra o Guaratinguetá nesta terça Wyderlan Araújo O ASA conquistou a segunda vitória fora de casa na Série B, na noite de sexta-feira (20). Jogando no Serra Dourada, em Goiânia-GO, o Alvinegro derrotou o Vila Nova, lanterna da competição, por 3 a 2, de virada, numa partida bastante complicada, onde a vitória veio na base da superação. A partida teve seus momentos de equilíbrio, mas o bom desempenho do atacante Júnior Viçosa, marcando dois gols, a determinação do volante Audálio, autor do terceiro, e a versatilidade do experiente Luiz Mário foram determinantes para fazer o Alvinegro chegar aos 22 pontos, resultado que deixa o time alagoano na nona posição na classificação geral. Na próxima rodada, o ASA enfrenta o Guaratinguetá, nesta terça-feira (24), às 19h30, no Estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca. Amanhã também, o Vila NovaGO tentar sair da fase negra fora de casa, no Recife, para enfrentar o Sport-PE, às 21 horas, na Ilha do Retiro, pela 16ª rodada

Divulgação

do Campeonato Brasileiro da Série B. Para o jogo contra o Guaratinguetá-SP, o técnico Vica deve manter a mesma formação que está sendo utilizada nos últimos jogos. O Alvinegro, tentará a terceira vitória consecutiva na competição. Antes, o ASA venceu o Santo André, em Arapiraca, por 2 a 0 e com a vitória sobre o Vila Nova na última sexta-feira, em Goiânia, o time arapiraquense, terminou entre os dez melhores da Série B com 22 pontos. A formação que Vica deverá lançar na partida desta terça contra o Guará, deverá ser com: Paulo Musse; Maisena, Plínio, Ewerton e Magal; Rincón, Audálio, Didira e Ciel; Luiz Mário e Júnior Viçosa. INGRESSOS Os ingressos para o duelo entre ASA x Guaratinguetá, devem começar a ser vendidos ainda hoje. A diretoria do Alvinegro resolveu manter a promoção “casadinha” para a partida com o valor de R$ 20,00 (vinte reais) para as arquibancas e o torcedor ganha outro in-

Resultados / Série B 17/08 17/08 20/08 20/08 20/08 21/08 21/08 21/08 21/08 21/08

Sport-PE Paraná-PR Vila Nova-GO Portuguesa-SP Duque de Caxias-RJ Santo André-SP Ipatinga-MG Icasa-CE Guaratinguetá-SP Bahia-BA

4x1 0x1 2x3 0x1 2x2 1x3 5x1 3x1 1x3 1x1

Unido, ASA jogará em busca da terceira vitória consecutiva na Série B

gresso, podendo levar um acompanhante. GUARATINGUETÁ O Guaratinguetá segue reforçando o seu elenco para a sequência do Campeonato Brasileiro da Série B, onde vem se distanciando do G4, e acertou a contratação de mais três jogado-

res: o lateral-direito Éder Sciola, o meia Rafael Chorão e o atacante Tiago Tremonti. Na última rodada, o Guará não conseguiu um bom resultado e acabou sendo derrotado pelo AméricaMG, por 3 a 1, no Ninho da Garça, continuando com 22 pontos, na décima colocação da Série B.

Próximos jogos / Série B São Caetano-SP América-RN ASA-AL Ponte Preta-SP Figueirense-SC Bragantino-SP Coritiba-PR Náutico-PE América-MG Brasiliense-DF

24/08 - 19h30 24/08 - 19h30 24/08 - 19h30 24/08 - 19h30 24/08 - 21h00 24/08 - 21h00 24/08 - 21h50 24/08 - 21h50 24/08 - 21h50 24/08 - 21h50

Bragantino-SP ASA-AL Ipatinga-MG São Caetano-SP Ponte Preta-SP Sport-PE Brasiliense-DF Bahia-BA Coritiba-PR América-RN

x x x x x x x x x x

Icasa-CE Guaratinguetá-SP Santo André-SP Paraná-PR Náutico-PE Vila Nova-GO Portuguesa-SP América-MG Duque de Caxias-RJ Figueirense-SC

Terra

Ciel participou positivamente da vitória contra o Vila Nova na última sexta

Classificação / Série B 1º 2º 3º 4º 5º 6º 7º 8º 9º 10º 11º 12º 13º 14º 15º 16º 17º 18º 19º 20º

Coritiba-PR Figueirense-SC América-MG São Caetano-SP Náutico-PE Portuguesa-SP Ponte Preta-SP Bahia-BA ASA-AL Guaratinguetá-SP Icasa-CE Paraná-PR Sport-PE Brasiliense-DF Bragantino-SP Duque de Caxias-RJ Santo André-SP Ipatinga-MG América-RN Vila Nova-GO

P 30 28 27 27 27 26 26 24 22 22 20 19 19 19 17 16 15 12 12 7

J 15 15 15 15 15 15 15 15 15 15 15 15 15 15 15 15 15 15 15 15

V 9 8 8 8 8 8 7 7 7 5 6 6 5 4 3 5 4 3 2 2

E 3 4 3 3 3 2 5 3 1 7 2 1 4 7 8 1 3 3 6 1

D 3 3 4 4 4 5 3 5 7 3 7 8 6 4 4 9 8 9 7 12

GP 23 34 21 29 22 29 20 23 26 23 24 20 23 22 14 17 24 19 14 10

GS 19 15 12 23 24 19 13 20 24 22 23 16 20 24 16 29 29 31 27 31

SG 4 19 9 6 -2 10 7 3 2 1 1 4 3 -2 -2 -12 -5 -12 -13 -21


Primeira Edição | 23 a 29 de agosto, 2010

B4 | Esportes

> BRASILEIRÃO

Vasco e Fluminense empatam com casa cheia:2x2 Partida no Maracanã tem mais de 80 mil torcedores e quebra o recorde de público do Campeonato Brasileiro deste ano Globoesporte.com Na estreia com a camisa tricolor, Deco teve a chance de sair como herói aos 40 minutos do segundo tempo. A bola apareceu limpa para o meia fazer o gol da vitória. Mas o chute foi parar nas nuvens e os gritos de "Deco, Deco, Deco..." vieram, ironicamente, da torcida cruzmaltina. No último lance do clássico, Carlos Alberto também poderia virar o nome do jogo. Mas o chute cruzado, aos 47, passou muito perto da trave direita de Fernando Henrique. Os dois lances mostram como o clássico foi emocionante, com direito a quebra de recorde e que vai entrar para a história como o maior público do Campeonato Brasileiro de 2010. No total, 80.080 torcedores estiveram, neste domingo, no Maracanã, para acompanhar o empate de 2 a 2 entre Fluminense e Vasco, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Gum, Éder Luis, Fagner e Julio Cesar, pela ordem, marcaram os gols da partida. Com o resultado, o Fluminense segue na liderança do Campeonato Brasileiro com 33 pontos, mas viu a diferença para o Corinthians - que venceu o São Paulo por 3 a 0 - diminuir para dois pontos. Já o Vasco segue em evolução. Está com 21 pontos em nono lugar, agora na frente do Flamengo. Paulo César Gusmão manteve a invencibilidade e é o único técnico que ainda não perdeu na competição. Na próxima rodada, o Fluminense viaja até Goiânia para enfrentar o Goiás, penúltimo colocado, na quarta-feira, às 19h30m (de Brasília), no Serra Dourada. Já o Vasco encara o São Paulo, no Morumbi, às 22h. Foi um espetáculo digno do Maracanã, que a partir desta segunda-feira começa a receber as obras para a Copa do Mundo de 2014, orçadas em R$ 705 milhões. O palco mais tradicional do futebol brasileiro vai ter a capacidade reduzida parcialmente para 45 mil torcedores com a retirada das cadeiras inferiores nesta primeira etapa das reformas. Tricolores e vascaínos lotaram o estádio, acabaram com todos os 66.757 ingressos colocados à venda. Quando os dois times entraram em campo, o que se viu foi uma linda festa nas arquibancadas. A torcida cruzmaltina, com milhares de balões brancos entre as bandeiras, montaram um lindo cenário. No outro lado, o tradicional mosaico simulava a bandeira do Fluminense e três faixas ao longo do anel superior formavam a frase "Orgulho de ser tricolor". Em campo, clima de paz. Escolhido pelos torcedores em

Fotos: Terra

uma votação pela Internet, o goleiro Fernando Prass usava a camisa 112, uma homenagem ao aniversário do Vasco no último sábado. Enquanto Fernando Henrique se ajoelhava no chão, beijava cada uma das luvas e pedia ajuda dos céus, Carlos Alberto corria para o banco tricolor para dar um forte abraço no amigo Deco, que começava a partida na reserva. Veio o apito inicial. Pela primeira vez, Paulo César Gusmão escalou Carlos Alberto, Felipe, Zé Roberto e Éder Luis juntos. Para isso, o treinador mudou o esquema tático do Vasco para o 3-5-2 e deixou Felipe como ala na esquerda, como no início da carreira. O Fluminense começou melhor, na pressão. Conca tinha liberdade para jogar. O Vasco demorou a acertar o posicionamento. Rapidamente, o Tricolor percebeu que o caminho era pelo alto. Emerson tentou primeiro. Mas cabeceou fraco e no meio do gol. Mas aos seis minutos, após cobrança de escanteio de Conca, Gum subiu mais alto que a defesa. Fernando Prass ainda fez um milagre e evitou o gol após a cabeçada. Mas a bola sobrou para o zagueiro, que soltou a bomba e estufou a rede. Fluminense 1 a 0. O Vasco estava assustado. E Conca poderia ter feito o segundo. Após uma arrancada impressionante, o argentino perdeu o equilíbrio ao entrar na área e não conseguiu concluir. Mas após os 15 minutos iniciais, o Fluminense diminuiu o ritmo e a torcida tricolor se calou na arquibancada. E, aos poucos, o Vasco foi se organizando. Felipe saiu da esquerda e foi mais para o meio. Zé Roberto se movimentava mais. O Time da Colina passou a ter mais o controle de bola. Mas o jogo estava travado, com poucos espaços. A solução parecia estar na bola parada. Falta na entrada da área. Ótima chance. Mas Carlos Alberto acertou a barreira. O empate poderia ter vindo pelo alto. Felipe cobrou escanteio, Nilton desviou, e Carlos Alberto apareceu livre na segunda trave com o goleiro Fernando Henrique já batido no lance. Mas o meia-atacante concluiu para fora (assista no vídeo acima). O capitão cruzmaltino, porém, se redimiu aos 37 minutos. Em um ótimo contra-ataque, Carlos Alberto deu um passe primoroso para Éder Luis. Na cara de Fernando Henrique, o atacante tocou rasteiro e deixou tudo igual: 1 a 1. Na comemoração, o camisa 19 correu todo o campo e foi dar um forte abraço no técnico Paulo César Gusmão para acabar com qualquer dúvida de que a relação entre os dois estaria arranhada. E o primeiro tempo terminava.

Resultados / Série A 21/08 21/08 21/08 22/08 22/08 22/08 22/08 22/08 22/08 22/08

Ceará-CE Goiás-GO Botafogo-RJ Santos-SP Guarani-SP Atlético-PR Internacional-RS Cruzeiro-MG Corinthians-SP Vasco da Gama-RJ

2x1 1x2 1x0 2x0 0x0 1x0 1x1 0x1 3x0 2x2

Fluminense e Vasco fizeram um jogo bastante equilibrado no Maracanã que agora fecha as portas para reforma

TIMÃO ATROPELA

Manoel comemora o único gol do Atlético-PR na vitória sobre o Flamengo na Arena da Baixada em Curitiba

Os dois times voltaram sem mudanças para o segundo tempo. E o clássico recomeçou eletrizante. Logo no primeiro minuto, Julio Cesar arriscou da entrada da área, e Fernando Prass voou no canto direito para espalmar para escanteio. A resposta veio em alto estilo. E parecia replay do primeiro gol vascaíno. Contra-ataque, Carlos Alberto novamente encontra Fagner livre entre os zagueiros. O lateral, com muita calma, toca rasteiro na saída de Fernando Henrique. Era a virada cruzmaltina: 2 a 1. Em desvantagem, o Fluminense se lançou ao ataque. Emerson, bem marcado, não conseguia espaços. Mas lutava como poucos. E o esforço foi recompensado. Aos 14 minutos, o atacante não desistiu de um lance na linha de fundo, pressionou Felipe e aproveitou uma distração do vascaíno para roubar a bola e cruzar para a área. A pane da defesa parece ter conta-

minado Zé Roberto, que interceptou o passe, mas também não tirou a bola da área. E foi desarmado por Julio Cesar, que chutou no canto esquerdo de Fernando Prass para empatar o clássico. Logo após o empate tricolor, Paulo César Gusmão resolveu tirar Felipe, cansado. Pelo lado tricolor, Deco finalmente entrou em campo aos 29 minutos. Mas o meia pouco produziu. O jogo ficou amarrado, com poucas oportunidades de cada lado. Na melhor chance, a estrela tricolor falhou e isolou para longe a vitória. Julio Cesar fez boa jogada pela esquerda e cruzou. A defesa vascaína dormiu e deixou Deco livre na marca do pênalti. O meia tinha tudo para marcar o gol da vitória e sair do Maracanã como herói. Mas o chute ganhou altura e passou muito longe do travessão de Fernando Prass (confira no vídeo acima). O nome de Deco foi cantado em alto e bom som.

Próximos jogos / Série A Grêmio-RS Grêmio Prudente-SP Avaí-SC Atlético-MG Palmeiras-SP Flamengo-RJ Atlético-GO Vitória-BA São Paulo-SP Fluminense-RJ

estádio, com nove vitórias do mandante e dois empates. O Furacão, que passou a noite no Z-4, respira. O time chegou aos 17 pontos e fica na 14ª posição, pelo menos até o fim dos jogos das 18h30m. O destaque da partida foi o ligeiro Maikon Leite. O time carioca, por sua vez, também confirmou sua fraqueza ofensiva e precisa mais do que nunca da estreia da dupla Deivid e Diogo para voltar a ter um ataque respeitável. Nos oito jogos pós-Copa, a equipe fez quatro gols, dois deles de pênalti. Diante de números tão ruins, a equipe manteve os 20 pontos, caiu para o décimo lugar e distanciou-se do G-4. E ainda pode perder posições com os jogos das 18h30m. Apesar da derrota, em alguns momentos do primeiro tempo a torcida do Fla imaginou que o trauma da Arena chegaria ao fim. O time teve mais posse de bola, envolveu o adversário em alguns momentos, mas não passou disso. Rogério Lourenço começou com Val Baiano e Leandro Amaral e no intervalo decidiu trocá-los por Borja e Vinícius Pacheco. O que era razoável ficou péssimo, e o time carioca passou a ser martelado até sofrer o gol de cabeça, aos 37 minutos da etapa final. Na próxima rodada, os curitibanos visitam o Grêmio Prudente, quarta-feira, no Prudentão. No dia seguinte, o Flamengo recebe o Atlético-MG no Maracanã.

25/08 - 19h30 Goiás-GO 25/08 - 19h30 Avaí-SC 25/08 - 19h30 Botafogo-RJ 25/08 - 21h00 Grêmio Prudente-SP 25/08 - 21h50 São Paulo-SP 25/08 - 21h50 Grêmio-RS 25/08 - 21h50 Cruzeiro-MG 26/08 - 21h00 Palmeiras-SP 26/08 - 21h00 Flamengo-RJ 26/08 - 21h00 Vitória-BA

x x x x x x x x x x

Fluminense-RJ Internacional-RS Ceará-CE Atlético-PR Vasco da Gama-RJ Santos-SP Corinthians-SP Atlético-GO Atlético-MG Guarani-SP

Mas pelos torcedores vascaínos. E no último lance do clássico, Carlos Alberto fez ótima jogada, entrou na área e chutou cruzado. A bola passou rente à trave. Final no Maracanã: 2 a 2.

FLAMENGO PERDE O caldeirão basta. O Atlético-PR não jogou bem, tão pouco empolgou os 23 mil presentes na tarde deste domingo. Mas tabu é tabu. E um gol de cabeça de Manoel garantiu a magra vitória por 1 a 0 e mostrou por que o Flamengo tem pânico das partidas na Arena da Baixada. Este foi o 11º duelo no

A torcida do Corinthians conta as horas para ver Ronaldo em ação novamente. Mas, neste domingo, os alvinegros não sentiram falta de seu grande ídolo na atualidade. Sob os olhares atentos de Mano Menezes, que esteve no Pacaembu, os volantes Elias (dois) e Jucilei tiveram uma noite inspirada e fizeram os gols da vitória por 3 a 0 no clássico contra o São Paulo, colocando o Timão a dois pontos do líder Fluminense. Agora, são dez jogos sem derrotas para o rival. Motivo de sobra para os gritos de “o freguês voltou!” e "olé" ecoarem pelas arquibancadas. O Timão subiu para 31 pontos, apenas dois a menos que os cariocas, que empataram com o Vasco, no Maracanã.

Classificação / Série A 1º 2º 3º 4º 5º 6º 7º 8º 9º 10º 11º 12º 13º 14º 15º 16º 17º 18º 19º 20º

Fluminense-RJ Corinthians-SP Botafogo-RJ Ceará-CE Avaí-SC Santos-SP Internacional-RS Cruzeiro-MG Vasco da Gama-RJ Flamengo-RJ Vitória-BA Palmeiras-SP Guarani-SP Atlético-PR São Paulo-SP Grêmio Prudente-SP Grêmio-RS Atlético-MG Goiás-GO Atlético-GO

P 33 31 24 24 22 21 21 21 21 20 20 20 19 17 17 15 15 13 13 10

J 15 15 15 15 15 14 14 15 15 15 15 15 15 15 15 15 15 15 15 15

V 10 9 6 6 6 6 6 5 5 5 5 4 4 5 4 4 3 4 3 2

E 3 4 6 6 4 3 3 6 6 5 5 8 7 2 5 6 6 1 4 4

D 2 2 3 3 5 5 5 4 4 5 5 3 4 8 6 5 6 10 8 9

GP 25 27 26 12 25 23 20 16 16 13 19 16 17 18 18 17 18 17 14 12

GS 11 16 17 8 23 20 19 14 17 12 19 14 20 26 20 19 21 28 24 21

SG 14 11 9 4 2 3 1 2 -1 1 0 2 -3 -8 -2 -2 -3 -11 -10 -9


Primeira Edição | 23 a 29 de agosto, 2010

Opinião |B5

Foto da semana

Editorial

Exército brasileiro, segurança nacional

Mérito da Defesa Social Ainda há muito por fazer, a violência continua em alta, mas não se pode deixar de reconhecer o avanço da Defesa Social alagoana em duas frentes de combate: contra os seqüestros relâmpagos e contra os assaltos a bancos. Para conter o que até meados da década era uma verdadeira onda - os seqüestros relâmpagos - a polícia se valeu de seu serviço de inteligência e desarticulou grupos de criminosos que agiam em sintonia. Quadrilhas de assaltantes também foram desbaratadas e, graças a isso, a Defesa Social reduziu a quase zero a taxa de ataques às agências bancárias, tanto no interior como em Maceió. Falta atacar dois pontos. O primeiro, o comércio de crack, responsável que é pela mortandade de jovens nos conjuntos e bairros pobres da capital. Há que se montar uma estratégia de combate mais efetivo aos grupos de traficantes que abastecem os pontos de venda, inclusive nas imediações das escolas. Quem se dá ao trabalho de acompanhar o noticiário policial já percebeu que a grande maioria dos homicídios registrados diariamente em Maceió está relacionada ao comércio de drogas. Muitos têm a mesma causa: comprou o crack e não pagou - acabou sendo assassinado. O outro ponto concerne aos assaltos a clientes na saída dos bancos. A Polícia já sabe que os bandidos são orientados de dentro das agências. Portanto, é descobrir quem passa as informações - pode ser gente da própria instituição ou informantes ligados aos bandidos. Se nos próximos meses a Defesa Social cair em cima da turma das drogas e dos assaltantes de porta de banco, e enquadrá-los, haverá motivo para comemoração. Claro que não será o fim da violência, mas ela estará razoavelmente sob controle do aparato policial do Estado. Além disso, cumpre fazer o trabalho paralelo que a realidade exige: investir na geração de emprego, criar atividades ocupacionais para os jovens da periferia e promover cada vez mais a inclusão escolar. Trabalho de governo, com a participação da iniciativa privada. A educação, quase sempre tratada como atividade de segunda, é o único caminho capaz de assegurar aos jovens um futuro de paz e prosperidade. Esse o compromisso a ser assumido pelo próximo governador, seja ele quem for. É o mínimo que a sociedade alagoana, como mantenedora do Estado, tem o direito de cobrar e exigir.

Política e Academia

O acaso, a vida e a poesia

Venho acompanhando há mais Joaquim Nabuco, presente a de vinte anos a singular trajetória transcendência da vida e da obra do Fórum Nacional, obra notável de um dos nossos fundadores. do grande brasileiro que é João Nabuco é uma das superioridaPaulo dos Reis Velloso. Consoli- des da vida pública do Brasil. Por dado como espaço público dos isso a sua intuição do papel da mais relevantes para o debate de Academia foi luminosa e fecunideias e a formulação de propos- da. Deixou claro que não deveríatas voltadas para o crescimento, mos nos ater à cultura da ilustrao desenvolvimento e a moderni- ção, para não dizer cultura purazação do Brasil, tem prestado re- mente acadêmica. De igual sorte, não entendeu a levantes serviços ao país. O Fórum trouxe em ato aconteci- libertação dos escravos como ato do na ABL, de modo aberto e que desconhecesse a necessidaconstrutivo, contribuição ao pró- de de inclusão social dos libertos. ximo governo: na forma de uma Joaquim Nabuco não pensou proposta de plano nacional de apenas na mudança do status do desenvolvimento que será apre- negro mas da transformação. sentada aos principais candida- Não apenas mudança, mas transtos a presidente. É contribuição formação. Nossa Academia tem posição ao Brasil. A Academia cede pois, de muito fundamentalmente apartidária, bom grado, suas dependências absolutamente apolítica, tanto no plano interno como no espapara este Fórum Especial. Nos últimos anos, a Academia ço internacional. Essa posição, tem discutido e debatido a ques- consideramo-la intocável. Mas, tão do desenvolvimento nacio- na lição de Silvio Romero, temos nal, sobretudo no âmbito do obrigação de como uma grande "Seminário Brasil, brasis": em seus artéria, acompanhar o pulsar da vários prismas, o econômico, o nação. Em matéria de social, o polítieleições já nos co-institucional, bastam as eleio cultural, o amções acadêmibiental. “Sou dos que cas, que Graça Sou dos que pensam o mundo Aranha via aspensam o mundo como um facomo um fato da sim, e eu repeti tentativa de to da cultura cultura - cultura na conclusão amecultura em seu em seu sentido na de nota insentido antrotrodutória naqpológico. E vejo antropológico” uele dia: o desenvolvi"Nada interessa mento como tanto à vida acaprocesso essencialmente cultural porque produ- dêmica como uma eleição. Pato de incontáveis intervenções rece que aqueles homens, escahumanas. Processo avesso às uni- pos da política, mas guardando formidades e aos conformismos. fielmente o espírito eleitoral braQue favorece a mudança e a dife- sileiro, desforram-se em eleger rença. Que amplia e dinamiza o confrades, exercendo um privilévasto campo da experiência hu- gio, quando raramente votam fomana em sua busca incessante ra da Academia... Na Academia, o sentimento eleitoral é o mais do mais e do melhor. Fenômeno plural, o desenvolvi- ativo de todos e a Academia Bramento é civilização, é cultura. Faz sileira, graças a seu quociente de a própria História. A nossa His- mortos, jamais foi uma academia tória, futuro nosso, criação cole- morta. Os abençoados mortos deram-lhe a mais preciosa das tiva, compartilhada, vivida. Pedimos aos candidatos a presi- vidas, a vida eleitoral." dente da República e convidados Por fim, pedi ao Ministro João que se sentissem em casa, na- Paulo dos Reis Velloso que desse quela Casa, que fossem profícuos as ordens. os resultados de mais uma iniciativa do Fórum Nacional e recorMarcos Vinicios Vilaça dassem que acrescia ao prazer e Presidente da Academia a honra de recebê-los, o fato de Brasileira de Letras que estamos a comemorar o Ano

O que há de comum entre o ganhador de loteria que faz uma conta errada de multiplicar (sonha sete vezes sete e joga no número 48), a meteórica ascensão do empresário Bill Gates, as pesquisas de Blaise Pascal sobre a teoria das probabilidades e o sobe e desce dos candidatos nas pesquisas eleitorais? O andar do bêbado,livro do físico norte-americano Leonard Mlodinow(Rio, 2009), responde com uma bela exposição sobre o acaso que determina nossas vidas. Por isso que o homem necessita da arte para superar os azares da realidade e aproveitar ao máximo a sua capacidade de criar e compreender o sentido deviver. É assim que o poeta Ruy Espinheira Filho transporta o leitor de Sob o céu de Samarcanda (Bertrand Brasil, 2009) ao lugar que nem por ser pura e lírica criação deixa de expressar a essência da alma humana. Mlodinow, que ensina as teorias da aleatoriedade no Instituto de Tecnologia da Califórnia, vale-se dos trajetos seguidos por moléculas ao flutuarem pelo espaço para mostrar como a vida se forma e desenvolve a partir de acontecimentos semelhantes ao caminhar cambiante do bêbado. Uma de suas lições é a de que as explicações sobre os eventos são possíveis numa análise posterior, mas insuficientes quanto a prognósticos, em virtude dos inúmeros

fatores que determinam os resultados das ações humanas e os fatos da natureza. No rastro dos caminhos do sucesso, com base na obra de cientistas, artistas, esportistas e políticos, revela como o imprevisto, a pura sorte, é preponderante. E conclui:

“Por isso o homem necessita da arte para superar os azares da realidade e aproveitar o máximo a sua capacidade de criar...” "Acredito que seja importante planejar a vida, se o fizermos de olhos bem abertos. Porém, acima de tudo, a experiência de minha mãe (sobrevivente do holocausto)me ensinou que devemos identificar e agradecer a sorte que temos e reconhecer os eventos aleatórios que contribuem para o nosso sucesso. Ela me ensinou, também, a aceitar os eventos fortuitos que nos causam sofrimento. E, acima de tudo, ensinou-me a apreciar a ausência de azar, a ausência de eventos quepoderiam ter nos

derrubado e a ausência das doenças, da guerra, da fome e dos acidentes que não ou ainda não nos acometeram". Essa também é a reflexão que se extrai do poema de abertura, Canção do efêmero com passarinho e brisa, do livro de Ruy Espinheira Filho, nesses versos: "Ainda escuto o seu trinado garantindo-me o existir. Mas precária garantia, como aprendi com a brisa de que se compõe o dia; se o tempo passar um pouco, nada mais que um pouco, logo não estarei mais aqui". Ou em Reflexões ao crepúsculo, quando diz:"E assim faz-se a vida: indo tanto em penugem de corvo como em alegria abrindo manhãs no que era torvo". Esse novo trabalho de Ruy já está entre os semifinalistas do Prêmio Portugal Telecom. Doutor em Letras, professor da Universidade Federal da Bahia, membro da Academia de Letras da Bahia, o poeta é jornalista com mais de 40 anos de militância profissional. Anos atrás, a ministra Ellen Gracie ilustrou a sua mensagem de Natal com um poema de Ruy que integrava com perfeição o reflexo do sol sobre a arquitetura da sede do Supremo Tribunal Federal, uma escolha que certamente não se fez ao acaso, mas que já apontava para o reconhecimento internacional da obra do poeta baiano. Lázaro Guimarães Magistrado e professor universitário

A verdadeira ameaça à agricultura brasileira O que a tragédia ocorrida após o temporal no interior de Pernambuco e em Alagoas tem a ver com o a agricultura e a pecuária e com o novo Código Florestal Brasileiro, que está em vias de ser aprovado? O documento prevê a diminuição das exigências legais para a proteção de matas ciliares - localizadas nas beiras dos rios -, a sobreposição de reservas legais e de áreas de preservação permanente, a flexibilização dessas últimas, além de anistia geral aos infratores do passado. Esse conjunto de intervenções nos permite dizer que a agricultura e a pecuária serão seriamente prejudicadas e que as chances de enchentes semelhantes acontecerem novamente são reais. O que fazer para evitar episódios parecidos? Como o ciclo se repete? A ausência de matas ciliares, a ocupação desordenada dessas áreas e o histórico secular da produção da agroindústria da canade-açúcar nas margens dos rios que cortam os 67 municípios pernambucanos atingidos pelas chuvas são retrato da desastrosa política de uso e ocupação do solo. Hoje, no entanto, há conhecimento técnico e científico para reverter a situação. Coincidentemente, a destruição provocada pelo "tsunami continental", o primeiro do gênero na região, ocorreu em vários municípios alagoanos, assim como em Barreiros, Água Preta e Palmares (PE), além de cidades do Agreste de Pernambuco que até bem poucos dias atrás clamavam por chuva. As consequências na Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) Cabanos, em Altinho (PE), ajuda a contar essa história de desconstrução e irracionalidade humana à luz dos interesses de grupos econômicos e políticos preocupados em ampliar seus negócios internacionais, especialmente a China, que resolveu comer carne de boi, gostou e quer mais. O caso de Cabanos é paradoxal e quase inverossímil. O poder de resiliência da vegetação retornar às condições originais de 100 anos atrás é praticamente nulo. Recentemente, fizemos o plantiode sementes e mudas nas margens do Rio Una que corta a propriedade que possui a RPPN.

É uma pequena amostra da biodiversidade que um dia ocupou a região da Bacia do Una. O plantio foi um fracasso por conta da quantidade de gramíneas exóticas e invasoras que ocupam as margens do rio para alimentar o gado e, claro, por conta das chuvas que este ano atrasaram. Tentamos replantar com as ingazeiras, árvores de crescimento rápido e muito eficientes na contenção de erosões. Plantamos também sementes de forma adensada em várias linhas na margem, mas a erosão da beira do rio forma barrancos impedindo a fixação das pequenas plantas.

“O rio também está repleto de barragens que abastecem propriedades sem uma política de uso e gestão das águas” O rio também está repleto de barragens que abastecem as propriedades sem uma política de uso e gestão das águas do Una. Agora, o custo da restauração será ainda maior exigindo conhecimentos da bioengenharia. A omissão do poder público, especialmente do Incra, que legalizou várias desapropriações de terras nas vazantes e leitos de rios; do Ibama, que não fiscaliza e, quando multa, ninguém paga, pois sempre cabem recursos judiciais; do Ministério Público, o órgão mais independente de todos, mas que carece de sensibilidade e clareza em suas linhas de prioridades sobre as grandes questões ambientais; das prefeituras municipais, que se restringem a pagar

apenas a folha salarial, acéfalas de programas governamentais de médio e longo prazo; da escola pública, que não educa as crianças. Para muitos, o rio é o esgoto onde deve ser colocado o lixo. Não é à toa que em Palmares, Catende, Jaqueira e Maraial, as casas ficam de costas para o Rio Una, onde se vê apenas canos de esgotos das casas. Os ribeirinhos reconstroem suas casas recuperando aberrações hidráulicas em direção ao rio, as usinas plantam cana-de-açúcar e os pecuaristas capim para o gado. Parece que nada aconteceu e tudo é desígnio de Deus. Ao invés de diminuir a exigência de matas ciliares, o governo precisa implementar um programa para o pagamento de serviços ambientais às propriedades que protegem suas nascentes e matas ciliares. É necessário estimular o plantio imediato e a ampliação da rede de proteção para o dobro do exigido pela legislação atual. No caso das matas ciliares diminuídas ou eliminadas, rios simplesmente secam ou se tornam temporários. Outra parte deles morre servindo apenas de canal para as enxurradas cada vez mais frequentes, como as sugeridas pelos especialistas em aquecimento global. Na Mata Sul, desprovida de cobertura florestal, conjuntos habitacionais populares são instalados de forma irresponsável. O problema só muda de lugar: das encostas do morro para a beira do rio. O momento é oportuno para o governo desapropriar as casas e readequar a urbanização das cidades. O rio já fez a sua parte. Limpou tudo e de graça. Quanto ao código, os sérios equívocos nele propostos irão cobrar suas contas no futuro. Nunca conseguimos executar, à guisa da razão, o antigo. Com o atual, basta deixar como está. Por isso suas implicações serão ainda mais drásticas, provocando enormes prejuízos à agricultura brasileira. José Alves de Siqueira Filho Professor da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf)

> OS ARTIGOS SÃO DE RESPONSABILIDADE DE SEUS AUTORES E NÃO REFLETEM NECESSARIAMENTE A OPINIÃO DESTE JORNAL

PRIMEIRA

Luiz Carlos Barreto Goes Diretor-Geral

Romero Vieira Belo Diretor Editorial CNPJ 05.593.455/0001-8 CNPJ: 08.078.664/0001-85

Alda Sampaio Diretora Comercial

Privativa Comunicação e Representação Ltda. Representante nacional do Primeira Edição São Paulo: (11) 4197-1799 Rio de Janeiro: (21) 2262-6146 Brasília: (61) 3326-7876

Salvador: (71) 3341-2980 Recife: (81) 3241-1680

Endereço: Rua Ubiracy Costa Ferreira, 145 Jatiúca | CEP 57.036-780 Fone: (82) 3033-3502 Maceió | Alagoas Atendimento ao assinante: (82) 3033-5213 / 3033-2189


Primeira Edição | 23 a 29 de agosto, 2010

B6 | Especial

> INVESTIMENTO

Braskem terá incentivo para nova fábrica Nova unidade custará R$ 1 bilhão e funcionará no Pólo de Marechal Deodoro, gerando 2.000 empregos diretos na construção Márcio Ândrei

No final da tarde de sextafeira (20), foi entregue à Secretaria do Desenvolvimento Econômico o projeto que solicita incentivo fiscal para a construção da nova planta de PVC da petroquímica Braskem, no Polo José Aprígio Vilela Filho, em Marechal Deodoro. O anúncio de construção da nova unidade fabril em Alagoas, feito pelo presidente da Braskem, Bernardo Gradin, no início de maio, foi recebido com entusiasmo pelo Governo de Alagoas com o investimento aproximado de R$ 1 bilhão. A construção da nova unidade fabril começa no mês de setembro, com início de operação em junho de 2012. Essa nova fábrica em Alagoas vai duplicar a produção de PVC, hoje na ordem de 260 mil toneladas ao ano, para 460 mil toneladas ao

ano, o que garantirá que Alagoas se torne núcleo de produção de PVC da América Latina. Segundo o assessor da presidência da Braskem, Jorge Bastos, o período de construção da nova fábrica ocorrerá no período de dois anos e meio e necessitará de 2.000 trabalhadores, criando novos postos de emprego diretos. "A nova planta de PVC da Braskem em Alagoas eleva fortemente a geração de ICMS (impostos), além da geração de empregos e impacto na economia. O governo de Alagoas soube conquistar para o Estado um dos mais importantes projetos da Braskem neste momento", destacou o assessor da Braskem. "É a consolidação de nossa política de atração de novas indústrias e da credibilidade do Governo. A nova planta da

Com investimento de R$ 1 bilhão, a Braskem vai duplicar sua planta industrial com incentivo fiscal do Estado

Braskem amplia muito mais nossos horizontes rumo ao desenvolvimento. É o segundo

maior investimento da história da economia de Alagoas, e só perde para o estaleiro Eisa, que

já está em nosso Estado", assinalou o governador de Alagoas, após o anúncio da escolha do

Estado pela petroquímica. O secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico, Energia e Logística, Luiz Otavio Gomes, lembra que desde o início de 2007, o Governo mantém diálogo e parceria com a Braskem, que exerce a função de empresa âncora da Cadeia Produtiva da Química e do Plástico. "A Braskem foi fundamental para a retomada da industrialização de Alagoas", declara. O secretário ainda aponta que a empresa demonstrou apoio ao desenvolvimento do Estado, quando o Governo de Alagoas adquiriu cerca de um milhão de m² de área no Polo Multifabril José Aprígio Vilela, que pertencia à Cinal - empresa do grupo Odebrecht - e, assim, pôde conceder o incentivo locacional às novas empresas. (Secom Alagoas)

> DESEMPENHO

Saneamento não avança no governo Lula A Pesquisa Nacional de Saneamento Básico (PNSB), anunciada na semana passada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostra um avanço tímido no serviço de saneamento básico do País entre 2000 e 2008. Há dois anos, 34,8 milhões de pessoas (18% da população brasileira) viviam em cidades onde não há nenhum tipo de rede coletora de esgoto. A pesquisa também aponta o alto índice de tratamento inadequado do lixo na grande maioria dos municípios brasileiros. Um terceiro levantamento revela que mais de um terço dos municípios têm

área de risco no perímetro urbano e necessitam de drenagem. A PNSB revela ainda que 12 milhões de domicílios no País não têm acesso à rede geral de abastecimento de água. Apesar do aumento no número de domicílios ligados a rede de saneamento básico entre 2000 e 2008, o serviço ainda é deficiente e com distribuição desigual pelo País. Apenas quatro em cada dez domicílios brasileiros tem acesso à rede geral de esgoto. A proporção de 2000 a 2008 subiu de 33,5% para 44%, um aumento de 31,3% em oito anos. O crescimento de municí-

pios com rede coletora foi ínfimo: passou de 52,2% para 55,2% no período, o que significa um aumento de apenas 194 municípios. Os dados de tratamento do esgoto são ainda mais preocupantes: pouco mais de um quarto dos municípios (28,5%) tratam o esgoto coletado. Em relação ao destino do lixo, cinco em cada dez (50,8%) municípios despejam resíduos sólidos em vazadouros a céu aberto. Apenas 27,7% dão o destino correto, em aterros sanitários. A PNSB é baseada em levantamento feito nas prefeituras, em órgãos públicos e privados res-

ponsáveis por serviços de saneamento e em associações comunitárias de todos os municípios brasileiros. Baseia-se em dados oficiais dos governos municipais e não na resposta da população, como acontece com o Censo e as Pesquisas Nacionais por Amostra de Domicílios (PNADs).

DISTRIBUIÇÃO Praticamente todos os municípios brasileiros têm acesso à rede geral de distribuição de água (99,4%). A região Norte foi a que mais expandiu o acesso à rede geral de abastecimento de água. Em 2000, era 86,9% e em

2008 aumentou para 98,4%. Entretanto, 33 municípios do País ainda recorrem a poço ou carro-pipa para distribuir água para a população. Entre os estados, a Paraíba é o estado com maior número de municípios (11) sem qualquer acesso à rede geral de abastecimento de água.

NORTE E NORDESTE Segundo o IBGE, o saneamento básico é distribuído de maneira desigual entre as regiões e deficiente especialmente no Nordeste e no Norte. Dos 34,8 milhões de brasileiros que vivem em municípios sem rede

coletora, 15,3 milhões (44%) são nordestinos. Apenas três Estados e o Distrito Federal têm mais de metade dos domicílios atendidos por rede geral de esgoto. Em oito Estados, a proporção é de menos de 10%. Enquanto São Paulo tem a maior proporção (78,4%) de municípios com tratamento adequado do esgoto, Rondônia, Pará, Amapá e Amazonas têm os menores índices de domicílios com acesso à rede de esgoto. No Nordeste, os piores são Piauí, Maranhão e Alagoas. Em Mato Grosso o índice também é muito baixo, de apenas 5,4%.


Primeira Edição | 23 a 29 de agosto, 2010

PREFEITURA MUNICIPAL DE QUEBRANGULO TERMO DE RATIFICAÇÃO O Prefeito do Município de Quebrangulo, Estado de Alagoas no uso de suas atribuições e em conformidade com as leis 8.666-93, resolve, Ratificar o seguinte contrato: Processo 00848/2010 - Objeto: Compra emergencial de alimentação para os alunos da Creche Bem-Me-Quer e Escola Auto Barros Período: 7 meses Vencedor pelo menor preço: Aristácio Clementino de Paula, CNPJ: 05.244.773/0001-37, Valor R$ 756,00 (setecentos e cinqüenta e seis reais) Fonte de Recurso: 06.61/ 2.020/ 12.361.0004 – 3.3.90.30 -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE QUEBRANGULO TERMO DE RATIFICAÇÃO O Prefeito do Município de Quebrangulo, Estado de Alagoas no uso de suas atribuições e em conformidade com as leis 8.666-93, resolve, Ratificar o seguinte contrato: Processo 00909/2010 - Objeto: Contrato em caráter de emergência de empreitada para a recuperação de piso e parede da cozinha e banheiro, do piso da área de serviço, das instalações hidráulicas, elétricas e sanitárias das paredes do prédio onde funciona a Biblioteca Municipal a qual foi danificada pelas enchentes ocorrida no dia 18/06/2010 Período: 1 meses e 25 dias Vencedor pelo menor preço: Vagner Tenório da Silva, CPF: 044.326.454-66, Valor R$ 6.000,00 (seis mil reais) Fonte de Recurso: 06.60/ 2.007/ 12.361.0004 – 3.3.90.36 -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE QUEBRANGULO TERMO DE RATIFICAÇÃO O Prefeito do Município de Quebrangulo, Estado de Alagoas no uso de suas atribuições e em conformidade com as leis 8.666-93, resolve, Ratificar o seguinte contrato: Processo 00800/2010 - Objeto: Compra de brinquedos pedagógicos, para os alunos da Educação Infantil da Escola Jovelina Saldanha Vencedor pelo menor preço: E.F. Alves, CNPJ: 10.889.009/0001-59, Valor R$ 4.070,00 (quatro mil e setenta reais) Fonte de Recurso: 06.61/ 2.020/ 12.361.0004 – 4.4.90.52 -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE QUEBRANGULO TERMO DE RATIFICAÇÃO O Prefeito do Município de Quebrangulo, Estado de Alagoas no uso de suas atribuições e em conformidade com as leis 8.666-93, resolve, Ratificar o seguinte contrato: Processo 00847/2010 - Objeto: Compra de alimentação para os professores que participarão das formações do PROINFO e INSTITUTO AIRTON SENA Período: 7 meses Vencedor pelo menor preço: Alex Cardoso de Andrade, CPF: 029.979.094-06, Valor R$ 1.020,00 (um mil e vinte reais) Fonte de Recurso: 06.60/ 2.007/ 12.361.0004 – 3.3.90.30 -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE QUEBRANGULO TERMO DE RATIFICAÇÃO O Prefeito do Município de Quebrangulo, Estado de Alagoas no uso de suas atribuições e em conformidade com as leis 8.666-93, resolve, Ratificar o seguinte contrato: Processo 00927/2010 - Objeto: Contratação de empreitada em caráter de emergência para recuperação do prédio da Escola Jovelina Saldanha – extensão, localizado na Av. 15 de Novembro, pois o mesmo foi danificado devido a enchente que ocorreu no dia 18/06/2010 Período: 19 dias Vencedor pelo menor preço: Pedro Jorge Tenório Lima, CPF: 926.648.57487, Valor R$ 8.500,00 (oito mil e quinhentos reais) Fonte de Recurso: 06.60/2.007/ 12.361.0004 – 3.3.90.36 -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE QUEBRANGULO TERMO DE RATIFICAÇÃO O Prefeito do Município de Quebrangulo, Estado de Alagoas no uso de suas atribuições e em conformidade com as leis 8.666-93, resolve, Ratificar o seguinte contrato: Processo 00928/2010 - Objeto: Contratação de um trabalhador braçal, em caráter de emergência para retirada da lama do prédio onde funciona a Escola Jovelina Saldanha – anexo, pois o mesmo foi danificado devido a enchente que ocorreu no dia 18/06/2010 Período: 3 dias Vencedor pelo menor preço: Adriano dos Santos, CPF: 083.741.574-88, Valor R$ 570,00 (quinhentos e setenta reais) Fonte de Recurso: 06.61/2.020/ 12.361.0004 – 3.3.90.36 -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE QUEBRANGULO TERMO DE RATIFICAÇÃO O Prefeito do Município de Quebrangulo, Estado de Alagoas no uso de suas atribuições e em conformidade com as leis 8.666-93, resolve, Ratificar o seguinte contrato: Processo 00944/2010 - Objeto: Compra em caráter de emergência de 3 portas para pintura com fechadura e dobradiças 0,80cm x 2m10cm, 05 prateleiras revestidas em fórmica com acabamento em foliado de madeira com cantoneiras 3m x 0,40cm, 04 prateleiras revestidas em fórmica com acabamento em foliado de madeira com cantoneiras 4m x 0,40cm, armário em fórmica branca 2m x 0,85 tais produtos para o prédio da Secretaria de Educação que foi danificada pela a enchente que ocorreu no dia 18/06/2010 e os produtos do mesmo não se encontra em condições de uso Vencedor pelo menor preço: Gladstone Lima Ribeiro de Morais, CPF: 022.309.44-79, Valor R$ 3.934,00 (três mil novecentos e trinta e quatro reais) Fonte de Recurso: 06.60/2.006/ 12.361.0004 – 4.4.90.52 -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE QUEBRANGULO TERMO DE RATIFICAÇÃO O Prefeito do Município de Quebrangulo, Estado de Alagoas no uso de suas atribuições e em conformidade com as leis 8.666-93, resolve, Ratificar o seguinte contrato: Processo 00868/2010 - Objeto: Compra em caráter de emergência de uma maquina multifuncional e de equipamentos para a mesma visto que na Secretaria Municipal de Saúde de Quebrangulo houve perda total dos referidos matérias devido a enchente ocorrida no dia 18/06/2010 Vencedor pelo menor preço: Meyer Comércio e Serviços Ltda CNPJ: 01.199.931/0001-23, Valor R$ 9.600,00 (nove mil e seiscentos reais) Fonte de Recurso: 07.71/6.014/ 10.301.0008 – 4.4.90.52 -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE QUEBRANGULO TERMO DE RATIFICAÇÃO O Prefeito do Município de Quebrangulo, Estado de Alagoas no uso de suas atribuições e em conformidade com as leis 8.666-93, resolve, Ratificar o seguinte contrato: Processo 00869/2010 - Objeto: Compra em caráter de emergência de produtos de informática para Secretaria Municipal de Saúde de Quebrangulo visto que houve perda total dos referidos matérias devido a enchente ocorrida no dia 18/06/2010 Vencedor pelo menor preço: Pontes e Soares Informática Ltda – Epp CNPJ: 07073715/0001-13 Valor R$ 39.150,00 (trinta e nove mil cento e cinqüenta reais) Fonte de Recurso: 07.71/6.014/ 10.301.0008 – 4.4.90.52 -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE QUEBRANGULO TERMO DE RATIFICAÇÃO O Prefeito do Município de Quebrangulo, Estado de Alagoas no uso de suas atribuições e em conformidade com as leis 8.666-93, resolve, Ratificar o seguinte contrato: Processo 00869/2010 - Objeto: Compra em caráter de emergência de produtos mobiliário para Secretaria Municipal de Saúde de Quebrangulo visto que houve perda total dos referidos matérias devido a enchente ocorrida no dia 18/06/2010 Vencedor pelo menor preço: M.N. Magalhães de Oliveira – Epp CNPJ: 09.056.871/0001-00 Valor R$ 26.488,00 (vinte e seis mil quatrocentos e oitenta e oito reais) Fonte de Recurso: 07.71/6.014/ 10.301.0008 – 4.4.90.52 -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE QUEBRANGULO TERMO DE ADITIVO DE EXTRATO DE CONTRATO CONTRATANTE: Prefeitura Municipal de Quebrangulo – CNPJ: 12.241.675/0001-01 PARA: EMPRESA STYLO CONSTRUÇÕES E EMPREENDIMENTOS LTDA CNPJ: 10.245.489/0001-15 OBJETO: Será acrescentado ao valor a quantia de R$ 12.189,97 (doze mil cento e oitenta e nove reais e noventa e sete centavos) Quebrangulo, 30 de março 2010. Marcelo Ricardo Vasconcelos Lima – Prefeito -------------------------------------------------------PREFEITURA DE SANTA LUZIA DO NORTE AVISO DE LICITAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL Nº 006/2010 A Pregoeira, comunica aos interessados que estará recebendo no dia 26 de agosto de 2010, às 09:00 horas, em sua sede à Rua Estevão Protomartir de Brito, 84, Centro, Santa Luzia do Norte, os envelopes de proposta e documentação referentes ao Pregão Presencial nº 006/2010, para aquisição de um veículo, tipo ambulância zero km, totalmente

equipada, para remoção de pacientes do município de Santa Luzia do Norte. Maiores informações, bem como o Edital e seus elementos poderão ser adquiridos no endereço acima no horário de 08:00 às 12:00h, ou pelo e m a i l : licitacoesepregao_pmsln@hotmail.com. Santa Luzia do Norte, 16 de agosto de 2010. Leyla Christine L. L. de Farias Pregoeira -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE IGREJA NOVA AVISO DE LICITAÇÃO TOMADA DE PREÇOS N.º 001/2010 A Prefeitura Municipal de Igreja Nova/AL comunica às empresas interessadas que fará realizar às 09h00min do dia 01 de setembro de 2010, na sede do Município, na Praça Prof. Agnelo Moreira, n.º 06, Centro, Igreja Nova/AL, email: cplprefeiturainova@hotmail.com, em sessão pública, a TOMADA DE PREÇOS N.º 001/2010, do tipo MENOR PREÇO GLOBAL, que objetiva a Contratação de Empresa de Engenharia Especializada para a Reforma e Adequação para o Programa de Acessibilidade para Portadores de Deficiência Física da Escola José Ladislau da Silva, localizada no Povoado de Jenipapo, Município de Igreja Nova/AL, conforme quantidades e especificações contidas no ANEXO I – ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS do Edital. O Edital encontra-se disponível para aquisição em arquivo eletrônico no departamento de Engenharia da Secretaria Municipal de Infra Estrutura, de segunda a sexta-feira das 09:00 às 12:00h, mediante o pagamento de R$ 150.00 (cento e cinquenta reais) por empresa. Igreja Nova/AL, 02 de agosto de 2010 Cláudia Cristina de Melo Pereira Presidente da CPL AVISO DE LICITAÇÃO TOMADA DE PREÇOS N.º 002/2010 A Prefeitura Municipal de Igreja Nova/AL comunica às empresas interessadas que fará realizar às 13:h00min do dia 01 de setembro de 2010, na sede do Município, na Praça Prof. Agnelo Moreira, n.º 06, Centro, Igreja Nova/AL, email: cplprefeiturainova@hotmail.com, em sessão pública, a TOMADA DE PREÇOS N.º 002/2010, do tipo MENOR PREÇO GLOBAL, que objetiva a Contratação de Empresa de Engenharia Especializada para a Reforma e Adequação para o Programa de Acessibilidade para Portadores de Deficiência Física da Escola Demerval Raposo, no Município de Igreja Nova/AL, conforme quantidades e especificações contidas no ANEXO I – ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS do Edital. O Edital encontra-se disponível para aquisição em arquivo eletrônico no departamento de Engenharia da Secretaria Municipal de Infra Estrutura, de segunda a sexta-feira das 09:00 às 12:00h, mediante o pagamento de R$ 150.00 (cento e cinquenta reais) por empresa. Igreja Nova/AL, 02 de agosto de 2010 Cláudia Cristina de Melo Pereira Presidente da CPL -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE QUEBRANGULO TERMO DE RATIFICAÇÃO O Prefeito do Município de Quebrangulo, Estado de Alagoas no uso de suas atribuições e em conformidade com as leis 8.666-93 e 10.520-02, resolve, Ratificar como licitação deserta o seguinte Processo 00124/2010 Objeto: Motos Fonte de Recurso: 07.70/ 6.001/ 10.301.0008 – 4.4.90.52 10.10/ 2.023/ 20.601.0007 – 4.4.90.52 04.40/ 2.005/ 04.123.0009 – 4.4.90.52 Quebrangulo, 11 de fevereiro de 2010 -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE PENEDO GABINETE DO PREFEITO EXTRATO DO PRIMEIRO TERMO ADITIVO AO CONTRATO DE EXECUÇÃO DE OBRA Nº 005/2009 FIRMADO ENTRE O MUNICÍPIO DE PENEDO E A EMPRESA TORRES CONSTRUÇÕES E EMPREEDIMENTOS LTDA. Processo nº 782/2010 Número do Contrato 005/2009 Contratante: MUNICÍPIO DE PENEDO/AL – CNPJ 12.243.697/0001-00 Contratado: EMPRESA TORRES CONSTRUÇÕES E EMPREENDIMENTOS LTDA – CNPJ/MF 03.614.296/0001-29. Espécie: PRIMEIRO TERMO ADITIVO AO CONTRATO nº 005/2009 VISANDO PRORROGAR O PRAZO CONTRATUAL E RATIFICAR AS DEMAIS CLÁUSULAS E CONDIÇÕES. Objeto: ADITAR O CONTRATO Nº 005/2009. Objeto do Contrato Inicial: EXECUÇÃO E CONCLUSÃO DAS OBRAS E SERVIÇOS DE CONSTRUÇÃO DE 50 UNIDADES HABITACIONAIS NO BAIRRO DR. RAIMUNDO MARINHO, NO MUNICÍPIO DE PENEDO – AL. Prazo de Vigência do Contrato: 180 (cento e oitenta) DIAS CONTADOS A PARTIR DO TÉRMINO DE VIGÊNCIA DO CONTRATO. SIGNATÁRIOS: ALEXANDRE DE MELO TOLEDO – PELA CONTRATANTE E JOSÉ NIVALDO TORRES – PELA CONTRATADA. DATA DE ASSINATURA DO PRIMEIRO TERMO ADITIVO: 19 DE MARÇO DE 2010. REPUBLICADO POR INCORREÇÃO -------------------------------------------------------PREFEITURA DE SANTA LUZIA DO NORTE Extratos de contrato CONTRATO DE TRABALHO POR TEMPO DETERMINADO CONTRATANTE: Município de Santa Luzia do Norte/Secretaria Municipal de Infra-Estrutura - CNPJ: 12.200.317/0001-50 CONTRADO: Josiel Lourenço da Silva - CPF: 024.341.314-92. BASE LEGAL: Art. 74, Inciso IX da Lei Orgânica do Município, c/c o Art. 37, Inciso IX, da Constituição Federal, em conformidade com a Lei nº 330, de 16/06/1998. OBJETO:Prestação de serviço em caráter temporário, por excepcional interesse público, no emprego de gari. REMUNERAÇAO MENSAL: No valor de R$ 510,00 (quinhentos e dez reais), fixada na Cláusula Terceira do Contrato. PRORROGAÇÃO/VIGÊNCIA: O prazo de vigência entre 28/07/2010 a 31/12/2010, estipulado na cláusula quinta do contrato original, fica prorrogado por 06 (seis) meses, passando o novo período para 01/01/2011 a 30/06/2011. SIGNATÁRIOS: Maria de Fátima Barros Lins – Prefeita e Josiel Lourenço da Silva - Gari. DATA DA ASSINATURA: 27/07/2010. -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE QUEBRANGULO RETIFICAÇÃO DE TERMO DE RATIFICAÇÃO CONTRATANTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE QUEBRANGULO - CNPJ. 12.241.675/0001-01 PROCESSO 00848/2010 VENCEDOR PELO MENOR PREÇO: Aristácio Clementino de Paula, CNPJ: 05.244.773/0001-37, RETIFICADO: OBJETO. Compra de alimentação para os alunos da Creche Bem-Me-Quer e Escola Auto Barros Quebrangulo, 21 de julho 2010. Marcelo Ricardo Vasconcelos Lima – Prefeito -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE QUEBRANGULO RETIFICAÇÃO DE TERMO DE RATIFICAÇÃO CONTRATANTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE QUEBRANGULO - CNPJ. 12.241.675/0001-01 PROCESSO 00909/2010 VENCEDOR PELO MENOR PREÇO: Vagner Tenório da Silva, CPF: 044.326.454-66, RETIFICADO: OBJETO. Contrato em caráter de urgência de empreitada para a recuperação de piso e parede da cozinha e banheiro, do piso da área de serviço, das instalações hidráulicas, elétricas e sanitárias das paredes do prédio onde funciona a Biblioteca Municipal a qual foi danificada pelas enchentes ocorrida no dia 18/06/2010 Quebrangulo, 27 de julho 2010. Marcelo Ricardo Vasconcelos Lima – Prefeito -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE QUEBRANGULO RETIFICAÇÃO DE TERMO DE RATIFICAÇÃO CONTRATANTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE QUEBRANGULO - CNPJ. 12.241.675/0001-01 PROCESSO 00800/2010 VENCEDOR PELO MENOR PREÇO: E.F. Alves, CNPJ: 10.889.009/0001-59, CNPJ: 10.889.009/000159, RETIFICADO: OBJETO. Compra de brinquedos pedagógicos, para os alunos da Educação Infantil da Escola Jovelina Saldanha – Anexo Quebrangulo, 21 de julho 2010. Marcelo Ricardo Vasconcelos Lima – Prefeito -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE QUEBRANGULO RETIFICAÇÃO DE TERMO DE RATIFICAÇÃO CONTRATANTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE QUEBRANGULO - CNPJ. 12.241.675/0001-01 PROCESSO 00927/2010 VENCEDOR PELO MENOR PREÇO: Pedro Jorge Tenório Lima, CPF: 926.648.574-87, RETIFICADO: OBJETO. Contratação de empreitada em caráter de urgência para recuperação do prédio da Escola Jovelina Saldanha – extensão, localizado na Av. 15 de Novembro, pois o mesmo foi

Diário Oficial dos Municípios |B7

danificado devido a enchente que ocorreu no dia 18/06/2010 Quebrangulo, 27 de julho 2010. Marcelo Ricardo Vasconcelos Lima – Prefeito -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE QUEBRANGULO RETIFICAÇÃO DE TERMO DE RATIFICAÇÃO CONTRATANTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE QUEBRANGULO - CNPJ. 12.241.675/0001-01 PROCESSO 00944/2010 VENCEDOR PELO MENOR PREÇO: Gladstone Lima Ribeiro de Morais, CPF: 022.309.44-79, RETIFICADO: OBJETO. Fabricação em caráter de emergência de 3 portas para pintura com fechadura e dobradiças 0,80cm x 2m10cm, 05 prateleiras revestidas em fórmica com acabamento em foliado de madeira com cantoneiras 3m x 0,40cm, 04 prateleiras revestidas em fórmica com acabamento em foliado de madeira com cantoneiras 4m x 0,40cm, armário em fórmica branca 2m x 0,85 tais produtos para o prédio da Secretaria de Educação que foi danificada pela a enchente que ocorreu no dia 18/06/2010 e os produtos do mesmo não se encontra em condições de uso. Quebrangulo, 21 de julho 2010. Marcelo Ricardo Vasconcelos Lima -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE QUEBRANGULO RETIFICAÇÃO DE TERMO DE RATIFICAÇÃO CONTRATANTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE QUEBRANGULO - CNPJ. 12.241.675/0001-01 RETIFICADO PARA: PROCESSO 00857/2010, OBJETO: Compra em caráter de emergência de produtos mobiliário para Secretaria Municipal de Saúde de Quebrangulo visto que houve perda total dos referidos matérias devido a enchente ocorrida no dia 18/06/2010 Vencedor pelo menor preço: M.N. Magalhães de Oliveira – Epp CNPJ: 09.056.871/0001-00 Valor R$ 26.488,00 (vinte e seis mil quatrocentos e oitenta e oito reais) Fonte de Recurso: 07.71/6.014/ 10.301.0008 – 4.4.90.52 -------------------------------------------------------PREFEITURA DE SANTA LUZIA DO NORTE LEI Nº 524/2010, DE 17 de agosto de 2010. Reorganiza o Fundo Municipal de Saúde, criado pela Lei nº 233/91, e dá outras providências. A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE SANTA LUZIA DO NORTE, no uso da atribuição que lhe confere o Art. 63, inciso III, combinado com o Art. 46, § 5º da Lei Orgânica do Município, PROMULGA a seguinte Lei: CAPÍTULO I | DOS OBJETIVOS Art. 1º O Fundo Municipal de Saúde, criado pela Lei nº 233/91, de 25 de julho de 1991 e reorganizado nos termos desta Lei, tem por objetivo promover o financiamento e realizar a gestão dos recursos destinados às ações e serviços públicos de saúde, executados ou coordenados pela Secretaria Municipal de Saúde, consoante a legislação que regulamenta o Sistema Único de Saúde-SUS, as quais compreendem: I- o atendimento à saúde universalizado, integral, regionalizado e hierarquizado; II- a vigilância sanitária; e III- a vigilância epidemiológica e ações de saúde de interesse individual e coletivo correspondentes. CAPÍTULO II DA SUBORDINAÇÃO DO FUNDO Art. 2º O Fundo Municipal de Saúde ficará diretamente subordinado à Secretaria Municipal de Saúde e terá uma coordenação definida pelo Prefeito Municipal. Parágrafo Único. O Fundo Municipal de Saúde é uma Unidade Orçamentária, conforme dispõe o artigo 14 da Lei Federal nº. 4.320, de 17 de março de 1964. CAPÍTULO III DAS ATRIBUIÇÕES DO PREFEITO MUNICIPAL Art. 3º São atribuições do Prefeito Municipal: I – nomear, mediante indicação do Secretário Municipal de Saúde, o Coordenador Geral do Fundo Municipal de Saúde, o qual deverá ter a aprovação do Conselho Municipal de Saúde; e II – assinar cheques com o Secretário Municipal de Finanças, podendo, quando for o caso, delegar esta função ao Secretário Municipal de Saúde. CAPÍTULO IV DAS ATRIBUIÇÕES DO SECRETÁRIO MUNICIPAL DE SAÚDE Art. 4º São atribuições do Secretário Municipal de Saúde, especificamente ao Fundo Municipal de Saúde, na condição de GESTOR: I- gerir o Fundo Municipal de Saúde e estabelecer políticas de aplicação dos seus recursos em conjunto com o Conselho Municipal de Saúde; II- acompanhar, avaliar e decidir em conjunto com o Conselho Municipal de Saúde, sobre a realização das ações previstas no Plano Municipal de Saúde; III- submeter ao Conselho Municipal de Saúde o Plano de Aplicação a cargo do Fundo, em consonância com o Plano Municipal de Saúde e com a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO); IV- submeter mensalmente à apreciação do Conselho Municipal de Saúde, à Câmara Municipal e ao Tribunal de Contas do Estado de Alagoas, as demonstrações mensais de receitas e despesas do Fundo; V- manter controles, necessários à execução orçamentária, financeira e patrimonial do Fundo, referentes a empenhos, compras, autorizar pagamentos, e quando for o caso, mediante delegação do Prefeito Municipal, assinar cheques ou autorizar eletronicamente os pagamentos das despesas, pertinentes ao Fundo Municipal de Saúde, juntamente com o Chefe do Poder Executivo, bem como aos recebimentos de receitas do Fundo; VI - firmar contratos e convênios, inclusive de empréstimos, juntamente com o Prefeito Municipal, referentes a recursos que serão administrados diretamente pelo Fundo; VII - manter contato permanente com a Contabilidade Geral do Município a fim de acompanhar a execução orçamentário-financeira dos recursos do Fundo, bem como solicitar regularmente relatórios para acompanhamento, controle e prestação de contas dos recursos alocados ao Fundo; VIII – indicar, para ser nomeado pelo Prefeito Municipal, o Coordenador Geral do Fundo; IX - manter o controle e a avaliação de produtividade das unidades integrantes do Sistema de Saúde do Município; X – decidir sobre auditorias internas, quando necessárias; e XI - manter, em conjunto com o Setor de Patrimônio do Município, os controles necessários sobre os bens patrimoniais com carga ao Fundo. CAPÍTULO V DA COORDENAÇÃO GERAL DO FUNDO Art. 5º O Fundo Municipal de Saúde terá um Coordenador Geral, que atuará auxiliando ao Secretário Municipal de Saúde no cumprimento de suas atribuições, o qual será nomeado pelo Chefe do Poder Executivo, mediante indicação do Secretário Municipal de Saúde e aprovação do Conselho Municipal de Saúde, sendo escolhido de preferência dentre os servidores de carreira do quadro de pessoal da Secretaria Municipal de Saúde ou de outro órgão da Administração Direta, com notório conhecimento técnico da área. Art. 6º Fica criado o Cargo em Comissão de Coordenador Geral do Fundo Municipal de Saúde, símbolo CCN2, com as seguintes atribuições: I- providenciar, junto à Contabilidade Geral do Município, as demonstrações mensais das receitas e das despesas para serem encaminhadas ao Secretário Municipal de Saúde; II- manter os controles e providenciar, junto a Contabilidade Geral do Município, as demonstrações necessárias à execução orçamentária do Fundo referente a empenhos, liquidação e pagamento das despesas e aos recebimentos das receitas do Fundo; III – manter, em coordenação com a Secretaria Municipal de Administração, os controles necessários sobre os convênios com Órgãos Estaduais ou com o Ministério da Saúde; IV- controlar os contratos de prestação de serviços com o setor privado e/ou empréstimos feitos para a área de saúde do Município; V - manter em conjunto com o Setor de Patrimônio da Prefeitura Municipal, o controle dos bens patrimoniais a cargo do Fundo e realizar anualmente, no dia 31 de dezembro, o inventário dos bens móveis e imóveis, bem como o balanço geral do Fundo; VI- preparar relatórios de acompanhamento da realização das ações de saúde para serem submetidos ao Secretário Municipal de Saúde e ao Conselho Municipal de Saúde; VII- manter o controle e a avaliação da produção das unidades integrantes da rede municipal de saúde e encaminhar mensalmente ao Secretário Municipal de Saúde relatórios de acompanhamento e avaliação desta produção; VIII - planejar a distribuição dos recursos orçamentários e financeiros, em conjunto com o Secretário Municipal de Saúde;

IX - registrar o movimento de depósitos cauções e fianças; X - manter atualizado o registro de adiantamentos/suprimento de fundos concedidos a servidores, promovendo as respectivas prestações de contas nos prazos determinados; XI - proceder ao controle dos créditos dos fornecedores; XII - conciliar as contas bancárias; XIII - manter aplicadas em contas de rendimentos as disponibilidades financeiras do Fundo Municipal de Saúde; XIV – apresentar, ao Secretário Municipal de Saúde, a análise e avaliação da situação econômico-financeira do Fundo Municipal de Saúde; e XV- assegurar a prestação de contas semestral junto ao Ministério da Saúde, utilizando sistemas apropriados disponibilizados pelo próprio Ministério. CAPÍTULO VI DOS RECURSOS FINANCEIROS DO FUNDO Art. 7º Constituem recursos financeiros do Fundo Municipal de Saúde as receitas provenientes: I - de transferências oriundas do orçamento da União e da Seguridade Social, do orçamento do Estado, 15% (quinze por cento) do orçamento próprio municipal, como decorrência do que dispõe o artigo 30, inciso VII, da Constituição Federal e da Emenda Constituição nº 29/2000; II- de rendimentos e os juros de aplicações financeiras; III- do produto de convênios firmados com o SUS – Sistema Único de Saúde e com outras entidades financiadoras; IV- do produto da arrecadação da taxa de fiscalização sanitária e de higiene, multas e juros de mora por infrações ao Código Sanitário Municipal, bem como parcelas de arrecadações de outras taxas já instituídas e daquelas que o Município vier a criar; V- das parcelas do produto da arrecadação de outras receitas próprias oriundas das atividades econômicas da prestação de serviços e outras transferências que o Município tenha direito a receber por força de lei e de convênios no setor; VI – retenções do Imposto de Renda na Fonte, da Folha de Pagamento dos servidores da Secretaria Municipal de Saúde, dos prestadores de serviços (pessoas físicas ou jurídicas) e demais retenções na fonte; VII – de rendas eventuais, inclusive comerciais e industriais, alienações patrimoniais e rendimentos de capital; e VIII - de doações, ajudas ou contribuições em espécies efetuadas diretamente ao Fundo. § 1º As receitas descritas neste artigo serão obrigatoriamente depositadas e movimentadas em contas específicas do Fundo Municipal de Saúde, conforme a sua natureza, em estabelecimento bancário oficial. § 2º A aplicação dos recursos de natureza financeira dependerá: I- da existência de disponibilidade em função do cumprimento de programação; e II- de prévia aprovação do Secretário Municipal de Saúde e do Conselho Municipal de Saúde. § 3º As liberações de receitas por parte do Município, conforme estipulado nos incisos IV, V e VI deste artigo serão repassadas ao Fundo Municipal de Saúde, no máximo até o 10º (décimo) dia útil do mês seguinte aquele em que se efetivarem as respectivas arrecadações. CAPÍTULO VII DOS ATIVOS DO FUNDO Art. 8º Constituem ativos do Fundo Municipal de Saúde: I- as disponibilidades monetárias em bancos ou em caixa especial, oriundas das receitas já especificadas nesta Lei II- os direitos que porventura vier a constituir; III- os bens móveis e imóveis que forem destinados ao Sistema Único de Saúde do Município; IV – os bens móveis e imóveis doados, com ou sem ônus, destinados ao Sistema Única de Saúde do Município; e V- os bens móveis e imóveis destinados à administração do Sistema de Saúde do Município. Parágrafo único. Anualmente, no dia 31 de dezembro, se processará o inventário dos bens e direitos vinculados ao Fundo Municipal de Saúde. CAPÍTULO VIII DOS PASSIVOS DO FUNDO Art. 9º Constituem passivos do Fundo Municipal de Saúde, as obrigações de qualquer natureza que porventura o Município venha a assumir para a manutenção e o funcionamento do Sistema Municipal de Saúde, desde que autorizados pelo Conselho Municipal de Saúde. CAPÍTULO IX DO ORÇAMENTO Art. 10 O orçamento do Fundo Municipal de Saúde evidenciará as políticas e os programas de trabalho governamentais, observados o Plano Municipal de Saúde, o Plano Plurianual e a Lei de Diretrizes Orçamentárias, e os princípios da universalidade e do equilíbrio. § 1º O Fundo Municipal de Saúde constituirá uma Unidade Orçamentária, conforme disposições contidas no artigo 77, § 3º do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias. § 2º O orçamento do Fundo Municipal de Saúde integrará o orçamento do Município, em obediência ao princípio da unidade. § 3º O orçamento do Fundo Municipal de Saúde observará na sua elaboração e na sua execução, os padrões e normas estabelecidas na legislação pertinente. CAPÍTULO X DA CONTABILIDADE Art. 11 A contabilidade do Fundo Municipal de Saúde, integrada à Contabilidade Geral do Município, tem por objetivo evidenciar a situação orçamentária, financeira e patrimonial do Sistema Municipal de Saúde, observados os padrões e normas estabelecidas na legislação pertinente e também: I- será organizada de forma a permitir o exercício das suas funções de controle prévio, concomitante e subsequente; II- a escrituração contábil será feita pelo método das partidas dobradas; III- emitirá relatórios mensais de gestão, inclusive dos custos dos serviços; IV- entende-se por relatório de gestão os balancetes mensais de receita e despesa do Fundo Municipal de Saúde e demais demonstrações exigidas pela administração e pela legislação pertinente; e V- as demonstrações e os relatórios produzidos passarão a integrar a contabilidade geral do Município. CAPÍTULO XI DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DAS DESPESAS E DAS RECEITAS Art. 12 Após, sancionada a Lei Orçamentária Anual (LOA), o Secretário Municipal de Saúde, aprovará imediatamente o quadro das cotas mensais, que serão distribuídas entre as unidades executoras do Sistema Municipal de Saúde. § 1º As cotas mensais e trimestrais poderão ser alteradas durante o exercício, desde que sejam observados os limites fixados no orçamento e o comportamento da sua execução. § 2º Nenhuma despesa será realizada sem a necessária autorização orçamentária. § 3º Para os casos de insuficiências e omissões orçamentárias poderão ser utilizados os créditos adicionais suplementares e especiais, autorizados por lei e abertos por decreto do Poder Executivo. Art. 13 A despesa do Fundo Municipal de Saúde se constituirá de: I- financiamento total ou parcial de programas integrados de saúde, desenvolvidos pela Secretaria Municipal de Saúde, ou com ela conveniados; II- pagamento de vencimentos, salários e gratificações ao pessoal dos órgãos ou entidades da administração direta ou indireta que participem da execução das ações previstas no artigo 1º da presente Lei; III- pagamento pela prestação de serviços a entidades de direito privado para execução de programas ou projetos específicos da área da saúde, observado o disposto no § 1º, do artigo 199 da Constituição Federal; IV- aquisição de material permanente e de consumo e de outros insumos necessários ao desenvolvimento dos programas de saúde; V- construção reforma ampliação, aquisição ou locação de imóveis para adequação da rede física de prestação dos serviços de saúde; VI- desenvolvimento e aperfeiçoamento dos instrumentos de gestão, planejamento, administração e controle das ações de saúde; VII- desenvolvimento de programas de capacitação e aperfeiçoamento de recursos humanos na área de saúde e dos Conselheiros Municipais de Saúde; e

VIII- atendimento de despesas diversas, de caráter urgente e inadiável, necessárias à execução das ações e serviços de saúde mencionados no artigo 2º da presente Lei. § 1º A Prefeitura Municipal deverá manter em condições adequadas e indispensáveis de funcionamento os imóveis existentes previstos no inciso IV deste artigo, bem como construir os que se fizerem necessários, observada à disponibilidade financeira do Fundo. § 2º Para o fiel cumprimento do disposto no parágrafo anterior, poderá a Prefeitura Municipal contratar serviços particulares comprovadamente experientes na execução desses serviços, desde que tais serviços contem do Programa de Trabalho Governamental e das Políticas de Saúde, definidos pelo Conselho Municipal de Saúde. Art. 14 A execução orçamentária das receitas se processará através da obtenção do seu produto nas fontes determinadas nesta Lei. CAPÍTULO XII DAS DISPOSIÇÕES FINAIS Art. 15 Fica o Poder Executivo autorizado a abrir crédito especial no valor necessário, para cobrir as despesas decorrentes da aplicação desta Lei. Art. 16 O Fundo Municipal de Saúde terá vigência ilimitada. Art. 17 Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. Art. 18 Revogam-se as disposições em contrário, em especial a Lei Municipal nº 233/91, de 25 de julho de 1991. PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA LUZIA DO NORTE, 17 DE AGOSTO DE 2010. Maria de Fátima Barros Lins | PREFEITA -------------------------------------------------------PREFEITURA DE SANTA LUZIA DO NORTE Extratos de contrato CONTRATO DE TRABALHO POR TEMPO DETERMINADO CONTRATANTE: Município de Santa Luzia do Norte/Secretaria Municipal de Saúde - CNPJ: 12.200.317/0001-50 CONTRADO: Eraldo Pinheiro de Novais Neto CPF: 061.284.444-74. BASE LEGAL: Art. 74, Inciso IX da Lei Orgânica do Município, c/c o Art. 37, Inciso IX, da Constituição Federal, em conformidade com a Lei nº 330, de 16/06/1998. OBJETO: Prestação de serviço em caráter temporário, por excepcional interesse público, no emprego de Instrutor de Educação Física. REMUNERAÇAO MENSAL: No valor de R$ 800,00 (oitocentos reais), fixada na Cláusula Terceira do Contrato. PRORROGAÇÃO/VIGÊNCIA: O prazo de vigência entre 09/08/2010 a 31/01/2011, estipulado na cláusula quinta do contrato original, fica prorrogado por 06 (seis) meses, passando o novo período para 01/02/2011 a 31/07/2011. SIGNATÁRIOS: Maria de Fátima Barros Lins – Prefeita e Eraldo Pinheiro de Novais Neto – Instrutor de Educação Física. DATA DA ASSINATURA: 06/08/2010. -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE ATALAIA AVISO DE CANCELAMENTO PREGÃO PRESENCIAL Nº 004/2010 O Prefeito do Município de Atalaia torna Público para o conhecimento dos interessados o cancelamento do Pregão Presencial em epígrafe, nos termos da Lei Federal nº 8.666/93, tendo como objeto Aquisição de Material de Construção e Correlatos, por conveniência Administrativa. Atalaia, 13 de maio de 2010. Daivison Gomes da Silva | Pregoeiro -------------------------------------------------------PREFEITURA DE IGREJA NOVA AVISO DE LICITAÇÃO – 2ª CHAMADA PREGÃO PRESENCIAL N.º 12/2010 A Prefeitura Municipal de Igreja Nova/AL comunica às empresas interessadas que fará realizar às 15:h00min do dia 31 de agosto de 2010, na sede do Município, na Praça Prof. Agnelo Moreira, n.º 06, Centro, Igreja Nova/AL, email: cplprefeiturainova@hotmail.com, em sessão pública, a 2ª Chamada do PREGÃO N.º 012/2010, do tipo MENOR PREÇO POR LOTE, que objetiva a Aquisição de: Medicamentos e materiais correlatos, conforme especificações contidas no ANEXO I – ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS do Edital. O Edital sofreu modificações e encontra-se disponível para download gratuito no site www.primeiraedicao.com.br . Qualquer informação poderá ser solicitada através do email: cplprefeiturainova@hotmail.com. Igreja Nova/AL, 18 de agosto de 2010 Cláudia Cristina de Melo Pereira Pregoeira -------------------------------------------------------PREFEITURA DE IGREJA NOVA AVISO DE LICITAÇÃO – 2ª CHAMADA PREGÃO PRESENCIAL N.º 12/2010 A Prefeitura Municipal de Igreja Nova/AL comunica às empresas interessadas que fará realizar às 15:h00min do dia 31 de agosto de 2010, na sede do Município, na Praça Prof. Agnelo Moreira, n.º 06, Centro, Igreja Nova/ AL, email: cplprefeiturainova@hotmail.com, em sessão pública, a 2ª Chamada do PREGÃO N.º 012/2010, do tipo MENOR PREÇO POR LOTE, que objetiva a Aquisição de: Medicamentos e materiais correlatos, conforme especificações contidas no ANEXO I – ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS do Edital. O Edital sofreu modificações e encontra-se disponível para download gratuito no site www.primeiraedicao.com.br . Qualquer informação poderá ser solicitada através do email: cplprefeiturainova@hotmail.com. Igreja Nova/AL, 18 de agosto de 2010 Cláudia Cristina de Melo Pereira Pregoeira -------------------------------------------------------PREFEITURA DE LIMOEIRO DE ANADIA AVISO DE LICITAÇÃO O Município de Limoeiro de Anadia, com sede na Rua Major Luis Carlos, 109-Centro-Limoeiro de Anadia/AL, informa aos interessados que estará realizando Licitação na modalidade PREGÃO PRESENCIAL Nº 011/2010. OBJETO: Aquisição de Materiais e Equipamentos Médico-Hospitalares e Laboratoriais. REUNIÃO: 02/09/2010 às 10:00 (dez) horas, na sede da Prefeitura. O edital, encontra-se a disposição dos interessados na sala da Comissão Permanente de Licitações no horário das 8:00 às 13:00 h, no endereço acima. Limoeiro de Anadia, 23 de agosto de 2010. Ernandes dos Santos Ferreira Pregoeiro -------------------------------------------------------PREFEITURA DE SANTA LUZIA DO NORTE DECRETO N°018/2010, DE 21 DE JULHO DE 2010. Institui Área de Especial Interesse Social do Sítio Moreira para implantação de área de interesse social. A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE SANTA LUZIA DO NORTE, no uso de suas atribuições legais, consubstanciada na Lei Orgânica Municipal; e CONSIDERANDO que o Plano Diretor do Município de Santa Luzia do Norte, facultou ao Poder Executivo instituir Áreas de Especial Interesse como instrumentos da política urbana, definindo seus limites, denominação e diretrizes que orientarão sua regulamentação; CONSIDERANDO que a criação da Área de Interesse Social do Sítio Moreira, de terreno próprio, situado na cidade de Santa Luzia do Norte, deste Estado, Zona Urbana, com área total de 55.793,22m², sendo 8.347,22m² limitando-se com terreno de propriedade Siracuna – Sul com terreno de Abritroaldo Correia da Silva, Leste com terreno do mesmo Abritroaldo Correia da Silva e Poente com terreno do promitente vendedor e 47.446m² com os seguintes limites e confrontações: ao Sul com terras de propriedade do promitente vendedor; ao Norte com a Rua Tiradentes; ao Nascente com terras de propriedade da Fazenda Tapera, de propriedade do Dr. Carlos Lira, ao Poente com terras do ora promitente vendedor. Imóvel este com escritura lavrada n Livro de notas 05, fls, 52/52v e devidamente registrado no Livro 2/cm fls, 43 matrícula R-29.604, do cartório do 2° Ofício da cidade de Rio Largo, Estado de Alagoas, em data de 10 de agosto de 1993, nas notas da tabeliã Maria Ofélia Silva Cavalcante Rodrigues do 2° ofício, dos registros imobiliários deste cartório, permitirá a implantação de conjunto habitacional de interesse social; DECRETA: Art. 1°. Fica instituída o Sítio Moreira, de terreno próprio, situado na cidade de Santa Luzia do Norte, deste Estado, Zona Urbana, com área total de 55.793,22m², sendo 8.347,22m² limitando-se com terreno de propriedade Siracuna – Sul com terreno de Abritroaldo Correia da Silva, Leste com terreno do mesmo Abritroaldo Correia da Silva e Poente com terreno do promitente vendedor e 47.446m² com os seguintes limites e confrontações, ao Sul com terras de propriedade do promitente vendedor, ao Norte com a Rua Tiradentes, ao

Nascente com terras da Fazenda Tapera de propriedade do Sr. Carlos Lira, ao Poente com terras de propriedade do ora promitente vendedor. Imóvel este com escritura lavrada no livro de notas 05, fls, 52/52 v e devidamente registrado no livro 2/cm, 43 matrícula R-2-9.604, do cartório do 2° Ofício da cidade de Rio Largo, Estado de Alagoas, em data de 10 de agosto de 1993, nas notas da tabeliã Maria Ofélia Silva Cavalcante Rodrigues, do 2° Ofício, dos registros imobiliários deste cartório. Art. 2°. São diretrizes para a regulamentação da Área Especial de Interesse Social do Sítio Moreira, de terreno próprio, situado na cidade de Santa Luzia do Norte, deste Estado, Zona Urbana, com área total de 55.793,22m², sendo 8.347,22m² limitando-se com terreno de propriedade Siracuna – Sul, com terreno de Abritroaldo Correia da Silva, e Poente com terreno do promitente vendedor e 47.446m², com os seguintes limites e confrontações: ao Sul com terras de propriedade do promitente vendedor; ao Norte com a Rua Tiradentes; ao Nascente com terras da Fazenda Tapera de propriedade do Dr. Carlos Lira; ao Poente com terras de propriedade do ora promitente vendedor. Imóvel este com escritura lavrada no livro de notas 05, fls, 52/52 v e devidamente registrado no livro 2/cm, fls, 43 matrícula R-2-9.604, do cartório do 2° Ofício da cidade de Rio Largo, Estado de Alagoas, em data de 10 de agosto de 1993, nas notas da tabeliã Maria Ofélia Silva Cavalcante Rodrigues, do 2° Ofício, dos registros imobiliários deste cartório: I – A realização de projeto de urbanização e de implantação de equipamentos comunitários; II – Destinação das moradias para atendimento dos programas habitacionais do Município. Art. 3°. Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. GABINETE DA PREFEITA DO MUNICÍPIO DE SANTA LUZIA DO NORTE, 21 DE JULHO DE 2010. MARIA DE FÁTIMA BARROS LINS PREFEITA -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE PENEDO HOMOLOGAÇÃO – PREGÃO PRESENCIAL 014/2009 O Prefeito do Município de Penedo/AL, no uso de suas atribuições, considerando a adjudicação do Pregoeiro e Parecer da Douta Procuradoria Municipal, homologa o resultado da Licitação na modalidade Pregão Presencial nº 014/2009, que teve como vencedoras dos lotes I a XVIV a empresa M. R. LINS E SILVA, CNPJ Nº. 00.566.545/0001-60, perfazendo o valor total de R$ 163.705,00 (cento e sessenta e três mil e setecentos e cinco reais) e dos itens XX ao XXIII a empresa PAPELARIA NOT BOOK LTDA-EPP, CNPJ nº 06.351.59l / 000l-28, perfazendo um total de CR$ 56.000,00 (cinqüenta e seis mil reais). EXTRATO DO CONTRATO CONTRATANTE: P. M. de Penedo/AL. CONTRATADA: M. R. Lins e Silva - Fundamentação legal: Lei nº. 10.520/02 e 8.666/93 - Pregão Presencial nº 014/2009. OBJETO: Aquisição de materiais ortopédicos e fraldas descartáveis. VALOR: R$ 163.705,00 (cento e sessenta e três mil e setecentos e cinco reais). Itens I a XVIV Vigência até 29/06/2010. PREFEITURA MUNICIPAL DE PENEDO EXTRATO DE CONTRATO CONTRATANTE: P. M.. de Penedo/AL. CONTRATADA: Papelaria Not Book Ltda EPP Fundamentação legal: Lei 10.520/02 e 8.666/93 – PREGÃO PRESENCIAL N 014/2009. OBJETO: Aquisição de materiais ortopédicos e fraldas descartáveis. VALOR: R$ 56.000,00 (cinqüenta e seis mil reais), Itens XX a XXIII. Vigência até 29/06/2010. Alexandre de Melo Toledo Prefeito -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE PENEDO HOMOLOGAÇÃO - PREGÃO PRESENCIAL 012/2009 O Prefeito do Município de Penedo/AL, no uso de suas atribuições, considerando a adjudicação do Pregoeiro e Parecer da Douta Procuradoria Municipal, homologa o resultado da Licitação na modalidade Pregão Presencial nº. 012/2009, que teve como vencedora do lote único à empresa Rosilene Maria da Silva Óptica – ME, inscrita no CNPJ nº. 09.478.176/0001-28, perfazendo o valor total de R$ 75.000,00 (setenta e cinco mil reais). EXTRATO DO CONTRATO CONTRATANTE: P. M. DE Penedo/AL. CONTRATADA: Rosilene Maria da Silva Óptica - ME. Fundamentação Legal: Lei nº. 10.520/02 e 8.666/93 - Pregão Presencial nº. 012/2009. OBJETO: Aquisição de armações de óculos para pessoas consideradas de baixa renda. VALOR: R$ 75.000,00 (setenta e cinco mil reais). Lote único. VIGÊNCIA: 25/07/2010. Alexandre de Melo Toledo Prefeito -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE PENEDO HOMOLOGAÇÃO - PREGÃO PRESENCIAL 013/2009 O Prefeito do Município de Penedo/AL, no uso de suas atribuições, considerando a adjudicação do Pregoeiro e Parecer da Douta Procuradoria Municipal, homologa o resultado da Licitação na modalidade Pregão Presencial nº. 013/2009, que teve como vencedora do lote único à empresa J. P. N. Lima - ME, inscrita no CNPJ sob o nº. 07.431.742/0001-10, perfazendo o valor total de R$ 18.500,00 (dezoito mil e quinhentos reais). EXTRATO DO CONTRATO CONTRATANTE: P. M. DE Penedo/AL. CONTRATADA: J. P. N. Lima - ME. Fundamentação Legal: Lei nº. 10.520/02 e 8.666/93 - Pregão Presencial nº 013/2009. OBJETO: Aquisição de materiais diversos para atender a pessoas carentes assistidas pelo Programa de Ajuda Financeira promovido pela Secretaria Municipal do Trabalho, Habitação e Assistência Social. VALOR: R$ 18.500,00 (dezoito mil e quinhentos reais). Lote único. Alexandre de Melo Toledo Prefeito -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE PENEDO HOMOLOGAÇÃO - PREGÃO PRESENCIAL 015/2009 O Prefeito do Município de Penedo/AL, no uso de suas atribuições, considerando a adjudicação do Pregoeiro e Parecer da Douta Procuradoria Municipal, homologa o resultado da Licitação na modalidade Pregão Presencial nº 015/2009, que teve como vencedora do lote I, a empresa P. Ernande da Silva - ME, inscrita no CNPJ sob o nº. 09.378.517/000110, perfazendo o valor total de R$ 57.900,00 (cinqüenta e sete mil e novecentos reais). EXTRATO DO CONTRATO CONTRATANTE: P. M. de Penedo/AL. CONTRATADA: P. Ernande da Silva - ME. Fundamentação Legal: Lei nº. 10.520/02 e 8.666/93 - Pregão Presencial nº 015/2009. OBJETO: Aquisição de Gêneros Alimentícios para Cestas Básicas, destinadas a 3.000 (três mil) famílias consideradas de baixa renda pela Secretaria Municipal do Trabalho, Habitação e Assistência Social. VALOR: R$ 57.900,00 (cinqüenta e sete mil e novecentos reais). Lote I. VIGÊNCIA: 31/12/2010. Alexandre de Melo Toledo Prefeito -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE ATALAIA AVISO DE CANCELAMENTO PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2010 O Prefeito do Município de Atalaia torna Público para o conhecimento dos interessados o cancelamento do Pregão Presencial em epígrafe, nos termos da Lei Federal nº 8.666/93, tendo como objeto Aquisição de Material de Expediente, papelaria e limpeza, por conveniência Administrativa. Atalaia, 19 de agosto de 2010. Daivison Gomes da Silva Pregoeiro -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE ATALAIA AVISO DE LICITAÇÃO Modalidade: Pregão Presencial nº 010/2010 Sistema de Registro de Preços – Data: 02/09/2010 às 11h00min – Objeto: Aquisição de Material de Expediente e Limpeza. Disponibilização do Edital: Rua Fernando Gondim, nº 114, Centro, Atalaia/AL. Atalaia, 20 de agosto de 2010. Francisco Luiz de Albuquerque Prefeito -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE ATALAIA AVISO DE LICITAÇÃO Modalidade: Pregão Presencial nº 009/2010 – Data: 02/09/2010 às 09h00min – Objeto: Aquisição de Veículos. Disponibilização do Edital: Rua Fernando Gondim, nº 114, Centro, Atalaia/AL. Atalaia, 20 de agosto de 2010. Francisco Luiz de Albuquerque Prefeito


Primeira Edição | 23 a 29 de agosto, 2010

B8 | Social

Chico Brandão

CARAS E BOCAS

com as Delícias da Serra, para a entrega do Troféu Amigo a 10 personalidades que contribuíram para que a revista Turismo & Negócios, há 19 anos, divulga Alagoas para o Brasil e no Mercosul. No comando, o jornalista, empresário, Antônio Noya. Merci pelo convite!

Brunna de Matteo

INAUGURAÇÃO COM FAMOSO NO CIRCUITO!

WWW.TUDOQUEHA.COM.BR anamonteiro@primeiraedicao.com.br Site e Coluna(on-line)

CITAÇÃO DA SEMANA!

DIA, (27) FESTA DE NOSSA PADROEIRA É TAMBÉM O ANIVERSÁRIO MINHA SANTA E ABENÇOADA MÃE.

“Toma as minhas mãos, mamãe querida, e sinta a mesma proteção que você me dava na infância... Receba o meu beijo hoje, pois te beijo ainda criança! Se precisares senta no meu colo, pois também sei te ninar!... É a mulher de fibra, que enfrenta dificuldades, vence obstáculos, e nunca perde a serenidade! Mãe te desejo um feliz aniversário! Um beijo, desta filha que te ama muito!Seus netos Felipe e Assis e sua fiel escudeira, Dani”.

EM SÃO PAULO!

Recebi o convite e me farei presente. Merci! Os melhores do ano já estão sendo selecionados para receber o prêmio mais badalado do país, onde astros e estrelas desfilam em suntuosos salões, devidamente decorados, enfim uma verdadeira festa “holywoodiana”. Os mais diversos setores de atividades serão premiados. A patenteada festa do Oscar Brasileiro que este ano está na 33ª edição, será realizada no dia 31 de agosto no Círculo Militar. Há 33 anos o Troféu Super Cap de Ouro tem como objetivo pre miar e homenagear os profissionais de diversos setores que se destacaram no ano anterior. Este renomado prêmio que está sob o comando do grupo jor nalístico Ronaldo Côrtes e Jba - Jornais de Bairros Associados Com muita sofisticação, pontualmente a partir das 20h com um coquetel que será servido enquanto o casal Ronaldo e Elena Côrtes recebem os convidados. Após o término da cerimônia de premiação, que conta com a apresentação de diversos shows de artistas consagrados e novos talentos, com um delicioso jantar é degustado. Alguns dos artistas já confirmados para participar da premiação deste ano são: Íris Stefanelli, Sidney Magal, Mauro Naves, Cíntia Abravanel, Adriane Galisteu, Gian & Giovani, Marcelo Antony, Raul Gil, Wanderléa, Reinaldo Gianecchini, etc. Até a volta!

MEU AGRADECIMENTO!

ABIH, (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis) na pessoa de Tereza Laranjeiras.

FOTOGRÁFOS E PAPARAZZIS DE PLANTÃO!

Super beijo a todos os fotógrafos Paparazzi e Paparazza de nosso estado e Brasil que colaboram com meus blogs, colunas. Adoruuuuuuuu

LOOP!

O jovem empresário Matheus Vilela, (nesse eu confio) já é o rei da noite da seara, e agora vai se tornar o embaixador ele está com uma novidade “IN” que vai deixar moçada no maior ti ti ti: ele vai abrir uma boate, o lugar escolhido é o antigo restaurante japonês Tepan.O designer?Rodrigo Ambrósio, arrazaa

NO ENTRA E SAI!

Elegantes da seara e estados vizinhos congestionaram o Terminal Açucareiro do Porto de Maceió, no Jaraguá. Com cast de mode los que desfilaram nas últimas edições das coleções primaveraverão 2011 no “Salada Magazine Todeschini Trend House 10”, nos últimos dias: 17 ,18 e 19 . Por motivos particulares não me fiz presente, mais agradeço o convite da equipe, nas pessoas de James Silver e Josy. Merci!

TCHÊ!

UMA HOMENAGEM! Do fiel escudeiro e amigo Morgan Lisboa para o aniversariante do próximo dia, (31) desembargador Washington Luiz, na foto com sua esposa e o gov. Téo Vilela, com certeza será muito festejado.

CAFÉ DA MANHÃ NO QUARTEL!

Abrindo as comemorações da “Semana do Soldado”, o coman dante do 59º BIMtz, tenente-ccoronel Cristiano Pinto Sampaio, ofereceu na última sexta-ffeira, um café da manhã à imprensa, no auditório do quartel. Antes da abertura do Buffet, breve “speech”, distribuição de folheteria e projeção de vídeo insti tucional. Como sempre.

O QUE HÁ!

VEM AÍ O OSCAR BRASILEIRO!

Com presença do estilista brasileiro de maior prestígio no cenário internacional, Alexandre Herchcovitch; trilha sonora da banda Mibo e batidas do Dj Bruno Ramos; guloseimas do Favo de Mel. Que Carla Peixoto convida para a inauguração de sua Maison Casadeux, hoje,(23) às 18 horas, na Engenheiro Mário de Gusmão, Ponta Verde.

300 convidados participaram sábado, (21), no Centro de Convenções do Hotel Jatiúca, de + uma edição da Noite Gaúcha

o globo

CLUBE A!

Serei recebida em Sampa pelo empresário de pilotos da F1, Alex Perseverante, o empresário tem uma agenda hiper agita da prá mim, no sábado, vamos ao “clube A” do apresentador de TV Amaury Junior e domingo a festa da Chandon, na av. Oscar Freire. luxoooo

CHEERS! Confetes para minha mãe, meu amor por você, não tem comparações!AMOOOOOOOOOO

BABALUKOS

Aninha Clark

FOLIA DOS REIS!

Acontece no próximo dia, (27) na casa de festas Renaissance, Será o evento irá comemorar o 1º aniversário do site Folia Brasil, quem vai está por lá, é o TEMAKE do Hashi.

FIRST CLASS

ANFITRIÃ PAULISTA! A e l e g a n t é r r i m a socialite e jornalista Lena Côrtes, na foto com João Bidu, um dos astrólogos mais conhecidos do Brasil

MANDACARU 19 ANOS!

O prefeito de Colônia Leopoldina, Cássio Alexandre a 1ª dama Vanessa com toda equipe parabenizaram o vilarejo Mandacaru que com muita luta e conquistas conseguiram modernizar tudo por lá. Entregaram a comunidade mais de 1000 cestas básicas. Exemplo para outros e outros.

SOU FÃ! D o c a r i s m á t i c o e discreto Israel Lessa, que coor dena a campanha de Ronaldo Lessa em Maceió.

SOLTANDO A LÍNGUA!

Chico Brandão

Assessoria

MOVIDA A COCÔ!

Nos próximos dias, a Cedae, estatal fluminense da água e do esgoto, vai inaugurar no Rio de Janeiro a primeira plan ta de biodiesel do País, cujo insumo será o... Cocô.

CHEERS!

Para Minha amada Mãe, Neuza Carvalho, pelos seus 82 anos.

DICA DA ANINHA! SALÃO STYLOS!

Na galeria Via Mar, Av.Alváro Calheiros, Mangabeiras. A nova sensação do momento escova redutora de volume Hay Terapy, com o hair style Ery Martins. Confira: 3033-5 5749 e 8807-6 6772

NO ALTO SERTÃO! O senador Renan Calheiros, e o ex-p prefeito de Murici, Renan Filho, no encerramento do III Motocross de Delmiro Gouveia que reuniu pilotos de todo nordeste Silvio Eugenio

HASHI!

O melhor sushi da seara de segunda a segunda. De domingo a quarta das 18 as 00h. De quinta a sábado das 18 as 01h. Segunda e terça promoção casal especial. End: Av. Dr. Antonio Gomes de Barros 172, Jatiuca. (Antiga Av. Amélia Rosa) Fone: 3235-2 2718.

SALADA TREND! Chuvas de elogios para o casal anfitrião James Silver e Viviane pelo sucesso do trend house 10

NOS EMBALOS EM SAMPA! O empresário A lex r ecepcionará e sta c olunista. Assessoria

N A D I S C R I Ç Ã O ! O m édico e c andidato a dep.Jailthon C osta, ( na f oto c amisa b ranca) c om seus a ssessores e m n oite d e m uito b ate p apo

23082010  

Edição Impressa do dia 23 de agosto

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you