Maia: "Governo interfere no Congresso"

Page 1

Otávio Lessa orienta JHC sobre transição > A-3 Plano de Vacinação não tem data Através da Advocacia Geral da União (AGU) o governo entregou ao Supremo Tribunal Federal seu Plano Nacional de Vacinação contra Covid-19, mas sem data para o início da imunização. Plano prevê 108,3 milhões de doses para grupos prioritários. > A-4

edição PRIMEIRA

Ninguém acerta a Mega-Sena Nenhuma aposta ganhou a Mega-Sena deste sábado (12). Foram sorteadas as dezenas 30, 37, 45, 54, 57 e 58. Acumulado, o prêmio está agora estimado em R$ 46 milhões. Quem fez a Quina levará R$ 64,7 mil. A Quadra vai pagar R$ 1.234 a cada acertador.

Ano 13 | Edição 905 | Maceió, Alagoas, 14 a 20 de dezembro, 2020 | R$2,00

Maia: “Governo interfere no Congresso”> A-4 CÂMARA FEDERAL

Artur Lira se lança candidato e fala em mudar Ficha Limpa O jornal O Globo publicou reportagem informando que, em contato com líderes do PT, o deputado Artur Lira, já como candidato, prometeu 'mudar' a Lei da Ficha Limpa e combater o 'lavajatismo', se for eleito presidente da Câmara Federal. Após noticiário, Lira disse que conversou com lideranças sobre sua candidatura, mas sem apresentar promessas. > A-2

MDB leva Prefeitura de Arapiraca depois de conciliação com Luciano Fim do impasse, vitória para o MDB, que ganha a 2ª mais importante Prefeitura de Alagoas, e derrota para os adversários do governador Renan Filho. O prefeito eleito Luciano Barbosa pediu e o Diretório Estadual do MDB, em nome da 'tolerância e concili-

fotos: Divulgação

MDB atende pedido e Luciano Barbosa assumirá Prefeitura de Arapiraca

ação', decidiu retirar da Justiça as ações que impediam a posse do atual vice-governador como prefeito de Arapiraca. Logo após, o TRE-AL sacramentou a eleição de Barbosa. A posse de Barbosa e dos vereadores eleitos será no dia 1º de janeiro. > A-3

Auxílio emergencial de Gaspar será criado pelo governo de Renan Filho O auxílio emergencial proposto pelo então candidato a prefeito Alfredo Gas-

par, para atender às famílias em condições de extrema pobreza, será im-

plantado nos próximos dias, segundo anúncio do governador Renan Filho.

Com um detalhe relevante: o socorro financeiro de R$ 100,00 valerá para to-

Nova rodovia encurtará em 30m viagem entre Maceió e Arapiraca

Duplicação vai encurtar viagem entre Maceió e Arapiraca; futura etapa irá levá-la até Delmiro Gouveia

Obra mais importante para o desenvolvimento de Alagoas, conforme o governador Renan Filho, a duplicação da Rodovia Maceió-Arapiraca ficará pronta agora em janeiro e vai encurtar o percurso em 30m,além de oferecer mais segurança e facilitar o escoamento da produção. Duplicação ainda irá avançar até Delmiro Gouveia. > A-5

do o Estado, e não apenas para moradores de Maceió, como Gaspar havia

prometido. Ainda não está definido o tempo de duração do benefício. > A-5

TJ suspende atividade presencial com avanço do novo coronavírus

> A-5

Guedes prevê antecipar benefícios para aliviar o fim do 'emergencial'

> A-4

Dr. Everaldo se despede certo do dever cumprido

> A-2

CSA encara Cruzeiro após vencer Oeste Verstappen vence GP de Abu Dhabi, e Lewis é 3º

Com exibição sofrível, nada que lembrasse a goleada de 5x1 sobre o Confiança, o CSA bateu o Oeste por 2x1, 6ª feira (11) no Rei Pelé e já está pronto para encarar novo desafio: nesta 3ª feira (15) Azulão enfrenta um Cruzeiro ascendente, em Belo Horizonte. Jogo pode pavimentar de vez acesso à Série A do Brasileiro em 2021.> B

Galo perde mais uma fora de casa e volta ao risco de rebaixamento> B

CSA volta a duelar com o Cruzeiro, nesta 3ª feira, em Belo Horizonte

Max Verstappen, piloto da Red Bull Racing, liderou do começo ao fim e venceu o GP de Abu Dhabi - o último da Fórmula-1 nesta temporada. As outras duas posições do pódio ficaram com as Mercedes: o finlandês Valtteri Bottas ficou com 2ª colocação, enquanto o heptacampeão Lewis Hamilton (que retornou para o circuito após se recuperar da covid-19 e ficar de fora do GP de Sakhir) garantiu o 3º lugar. > B-4

Fale conosco | Redação: (82) 3021.5837 | Comercial: (82) 3021.0563 | Assinante: (82) 3021.0563 | Internet: http://www.primeiraedicao.com.br | e-mail: contato@primeiraedicao.com.br


Primeira Edição | 14 a 20 de dezembro, 2020

A2 | Política

SO S E C O R P OROSO RUM

Artur Lyra é beneficiário de “enterro de provas", denuncia Josias de Sousa Jornalista descreve trajetória da ação em que juiz inocenta Lira,mesmo após condenação no TJ-AL fotos: Divulgação

deputado estadual em Alagoas. A denúncia foi formalizada apenas em 2018, quando Lira já se encontrava na Câmara, em Brasília. Coube a Raquel Dodge, então procuradora-geral da República, denunciar Lira. Acusou-o de peculato (desvio de verbas públicas) e lavagem de dinheiro. (o caso ficou conhecido como Operação Taturana). Como deputado federal, Lira dispõe do foro privilegiado do Supremo Tribunal Federal. Entretanto, como os fatos não tinham relação com o mandato de Lira na Câmara federal, o processo desceu para a primeira instância, em Alagoas.

'FORMAL E CORRETA'

Com apoio de Bolsonaro, alagoano Artur Lira se lança candidato à presidência da Câmara, das após ser inocentado por um juiz de primeira instância

Texto reproduzido do UOL Com o título "Arthur Lira é beneficiário de um enterro de provas", o jornalista Josias de Sousa (Uol e Folha de S. Paulo), um dos mais abalizado analista político da imprensa brasileira, descreve a situação do deputado federal alagoano Artur Lira, depois que o juiz Carlos Henrique Pita Duarte prolatou sentença declarando o parlamen-

tar inocente e anulando todas as provas que, segundo a exprocuradora-geral da República Raquel Dodge, foram aceitas por tribunais federais e pelo Superior Tribunal de Justiça e Supremo Tribunal Federal. A seguir, a íntegra do texto produzido por Josias de Sousa:

SEM MÉRITO

Opção de Jair Bolsonaro à presidência da Câmara, Arthur

Lira (PP-AL) celebrou sua "absolvição" num processo em que era acusado de se lambuzar numa versão alagoana da "rachadinha", eufemismo para o delito em que o parlamentar enfia servidores fantasmas na folha do seu gabinete para embolsar parte dos salários. Não é apropriado trata Lira como um inocente. Ele se tornou, em verdade, beneficiário de um sepulta-

mento de provas vivas. Alegou que a ação penal tinha uma falha processual. E foi brindado com uma "absolvição sumária", sem que o mérito das acusações fosse julgado.

TATURANA

Os desvios atribuídos a Lira e um grupo de parlamentares foram praticados entre 2001 e 2007. Nessa época, o líder do Centrão dava expediente como

Lira promete mudar Lei da Ficha Limpa, diz O Globo Ao se lançar candidato à presidência da Câmara e partir em busca de apoio de bancadas de esquerda, o deputado Artur Lira, do PP de Alagoas, prometeu a líderes do PT atuar contra a LevaJato ('combater o lavajatismo') e para mudar a Lei da Ficha Limpa, na qual o parlamentar (assim como o expresidente Lula) está incurso por ter sido condenado por improbidade administrativa pelo Tribunal de Justiça de Alagoas. A informação foi publicada pelo jornal O Globo. A notícia provocou imediata reação do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral, organização que reúne

sob seu guarda-chuva uma série de entidades da sociedade civil para defender a agenda anticorrupção. O Globo mostrou que, nas conversas com a bancada petista, o líder do Centrão se comprometeu com mudanças na Lei da Ficha Limpa e com o combate ao lavajatismo. O aceno ao partido é calculado: as siglas de esquerda e de centro-esquerda são consideradas fiéis da balança na eleição interna. "Nós repudiamos veementemente este tipo de barganha e aleitamentos que a Lei Complementar nº 135/ 2012 não está disponível para negócios. Uma lei conquistada com a mobilização da so-

ciedade não será manietada por iniciativa de alguns parlamentares", diz a manifestação.

CANDIDATO

O deputado federal Arthur Lira (PP-AL) lançou na quarta-feira (9) candidatura à presidência da Câmara dos Deputados. Aliado do presidente Jair Bolsonaro, Lira deve disputar o cargo com o candidato que o atual presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), decidir apoiar. Lira é o líder do Centrão na Câmara, composto pelos partidos PL, PP, PSD, Solidariedade e Avante. Juntas, as siglas reúnem 135 deputados

e se declararam base aliada de Bolsonaro em maio deste ano.

GRUPO DE MAIA

Líderes de seis partidos anunciaram também na quarta-feira a formação de um novo bloco na Câmara dos Deputados a partir de 2021. De olho na disputa pelo comando da Casa, o grupo formado por DEM, PSL, MDB, PSDB, Cidadania e PV reúne 147 deputados. Segundo o líder do DEM, Efraim Filho (PB), a estratégia faz parte da articulação do grupo encabeçado pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para eleger o seu sucessor.

> MARECHAL DEODORO

Dr. Everaldo deixa Câmara e se diz convicto do dever cumprido Editoria de Política O médico, coronel do Corpo de Bombeiros, Everaldo Souto, não conseguiu se reeleger vereador em Marechal Deodoro, mas saiu da batalha eleitoral recente de cabeça erguida, consciente do dever cumprido e de compromissos honrados, junto a toda população, ao longo de seus dois mandatos na Câmara Municipal. De fato, foram oito anos de máxima dedicação ao povo deodorense, período em que o Dr. Everaldo teve a oportunidade de trabalhar intensamente para, na medida do Dr. Everaldo Souto deixa Câmara de Marechal após 8 anos de atuação possível, atender os justos a missão de apoiar projetos e oito anos, não resta dúvida de apelos da comunidade. Ao Primeira Edição, Dr. ações que possibilitassem o que "o vereador Dr. Everaldo Everaldo disse que resolveu crescimento da cidade e uma desempenhou seu mister com ingressar na política - e o fez melhor forma de prestação de maestria, defendendo os interesses da cidade e os anseios conquistando seu 1º mandato serviços a seus cidadãos. Hoje, eleitores da cidade da população". no Legislativo de Marechal Com votação expressiva, Deodoro, oito anos atrás, com reconhecem que, passados

682 votos, Dr. Everaldo será o 1° Suplente de seu partido na legislatura que se iniciará a 1º de janeiro e, categórico, em resume assim sua trajetória: - Tudo o que acontece em minha vida, acontece por providência divina. Se Deus quis assim, dessa forma teria que ser. Sous grato a todos os eleitores pelos oito anos de vereança e por todo o carinho que recebi ao longo dessa caminhada. Agradeço, igualmente, a meus familiares e amigos que caminharam comigo durante toda minha trajetória como vereador". - Uma coisa é certa: Marechal Deodoro tem muito orgulho de Dr. Everaldo e lhe deseja sucesso nas próximas jornadas - disse um eleitor deodorense exaltando a personalidade e o trabalho do médico, oficial do Corpo de Bombeiros e político alagoano.

Os autos caíram no colo do juiz Carlos Henrique Duarte, da 3ª Vara Criminal de Maceió. Ele aceitou a denúncia. Anotou no seu despacho que a peça do Ministério Público era "formal e materialmente correta", pois descreveu adequadamente os fatos. Nas palavras do juiz, a denúncia fez "as necessárias qualificações e o tipo penal em que o fato concreto se subsume, atendendo, portanto, os requisitos do artigo 41 do Código Penal". O processo corria em segredo. Na última quinta-feira, o conteúdo foi transferido da gaveta do juiz Carlos Duarte para as páginas do Estadão. No mesmo dia, com a velocidade de um raio, o doutor decidiu arquivar o caso.

SUBITAMENTE

Curiosamente, o processo estava pronto para ser julgado desde o dia 7 de agosto. Mas o juiz só se mexeu depois que a encrenca ganhou o noticiário. Súbito, a denúncia que o magistrado qualificara como "formal e materialmente correta" virou uma peça mal instruída, recheada com "elementos probatórios eivados de nulidade insanável." O mesmo juiz que recebera a denúncia há dois anos, aceitou gostosamente a tese da defesa de Lira. Alegouse que a investigação deveria ter sido conduzida não pela Justiça Federal, mas pela Justiça Estadual, porque as verbas eram do estado, não da União. Nessa versão, o "vício" processual tornaria as provas ilícitas.

SEM ANÁLISE

Desceram ao arquivo, sem nenhuma análise, evidências colecionadas a partir de quebras de sigilo bancário e fiscal, relatórios do Coaf, interceptações telefônicas, batidas policiais de busca e apreensão e depoimentos testemunhais. Repetindo: tudo foi arquivado sem julgamento de mérito a respeito da consistência das provas. Lira passou a se definir como "inocentado." O vocábulo que traduz mais adequadamente a situação é esperteza, não inocência. Com a ajuda dos seus advogados, Lira realizou o sonho de todo réu: a decretação da nulidade das provas. O deputado tornou-se beneficiário do "efeito Castelo de Areia, referência a um caso clássico de

arquivamento judicial.

PROMISCUIDADE

Castelo de Areia era o nome de operação deflagrada pela Polícia Federal em 2009. Expôs a promiscuidade financeira da construtora Andrade Gutierrez com os políticos. As provas eram eloquentes, Mas foram tachadas de ilegais. Alegou-se que a investigação nascera de uma denúncia anônima, que, por si só, não poderia servir de base para quebras de sigilo e interceptações telefônicas. Sedada pelos tribunais superiores de Brasília, a promiscuidade explodiria mais tarde na Lava Jato, que varejou as maiores empreiteiras do país, inclusive a Andrade Gutierrez.

MP RECORRERÁ

O Ministério Público Estadual de Alagoas informou que recorrerá contra o sepultamento da ação em que Arthur Lira é réu. O órgão diz ter a "convicção" de que a sentença do juiz Carlos Henrique Duarte "não se coaduna com as jurisprudências das Cortes Superiores". Os promotores responsáveis pelo caso sustentam que as provas foram respaldadas pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região, pois "os fatos apurados envolveram ilícitos de competência da Justiça Federal, a exemplo de crimes contra o sistema financeiro e de apropriação indébita previdenciária." Tudo investigado pela Polícia Federal.

CONDENAÇÃO

De resto, o Ministério Público recorda que as mesmas provas que constam da ação penal arquivada pelo juiz Carlos Duarte levaram à condenação de Arthur Lira em ação cível, por improbidade administrativa. A sentença condenatória foi confirmada em segunda instância, pelo Tribunal de Justiça de Alagoas. Significa dizer que o "inocente" candidato à presidência da Câmara é um político ficha suja. Participou da última eleição graças a uma liminar (decisão temporária). Estão encrencados na rachadinha alagoana uma dúzia de parlamentares. Os desvios foram orçados em R$ 257 milhões. Segundo o Ministério Público, passaram pela conta bancária de Arthur Lira R$ 9,5 milhões.

MAIS PROCESSOS

Lira chama a ação penal de "monstrengo." O deputado fala como se as acusações tivessem saído do baralho definitivamente. "É um peso que eu tiro das costas", disse, na sexta-feira (4 de dezembro). O deputado é protagonista de outros dois processos que correm no Supremo. Num, é acusado de receber propinas de R$ 106 mil. Noutro, é apontado como integrante do chamado 'quadrilhão do PP', um grupo que a Lava Jato pilhou plantando bananeira dentro dos cofres da Petrobras.

Colunista Josias de Sousa vê “enterro de provas em absolvição de Lira”


Primeira Edição | 14 a 20 de dezembro, 2020

Política | A3

> PREFEITURA Romero Vieira Belo

Enfoque Político Jornalismo é, antes de tudo, a busca da verdade

É hora de trabalhar, pois os problemas são muitos O prefeito eleito JHC pisou no acelerador e, rapidinho, fechou o ciclo de comemorações à vitória no segundo turno e começou a trabalhar. Já na terça-feira (1º) com equipe de transição formada, reuniu-se com Rui Palmeira dando início à coleta de informações sobre a situação do Município, no geral, e os compromissos da Prefeitura, em particular. Conhecer a estrutura orgânica da Municipalidade, os contratos, o orçamento para o novo ano, as pendências e, claro, a relação entre receita e despesa, confere ao futuro gestor o domínio de uma realidade que, durante a campanha eleitoral, se mantém distante e pouco visível. A transição é um passo vital porque disponibiliza informações que permitem ao prefeito eleito e sua equipe planejar ações em consonância com as carências e disponibilidades do Município. No passado não existia transição. Os prefeitos eram eleitos em novembro e, sem contato efetivo com administração, ficam aguardando para assumir em 1º de março. Daí porque passavam ao menos seis meses (uma espécie de prazo consensual) fazendo o que ficou conhecido como 'arrumação da casa'. Perdiase um semestre inteiro escavando informações que, hoje, emergem transparentes poucos dias após a manifestação das urnas. JHC assumirá em 1º de janeiro voltando suas atenções, em especial, para a progressão da folha salarial do funcionalismo, uma despesa inevitável que cresce, sempre, à frente da receita e, portanto, da capacidade de pagamento do município. Trata-se de um desafio que tende a se dimensionar com a cobrança, por parte dos servidores, de defasagens salariais adormecidas. Por causa da pandemia, o governo federal abasteceu os municípios, sobretudo, as capitais, com recursos extras em 2020. E a boa notícia, para os novos gestores, é que o socorro financeiro emergencial não foi todo repassado para as Prefeituras. Rui usou parte desses recursos para pagamento de aposentadorias e pensões. A má notícia é que a conta não fecha nunca: o que se tem a arrecadar não cobre nunca o que se tem a gastar.

MDB ganha Arapiraca após recomposição com Luciano Partido decide retirar ações na Justiça e aceita apelo por “tolerância e reconciliação” O Diretório Estadual do MDB decidiu retirar da Justiça todas as ações que ameaçavam impedir a posse do prefeito eleito de Arapiraca, Luciano Barbosa, que também (ainda) exerce, pelo segundo mandato consecutivo, o cargo de vicegovernador do Estado, eleito que foi na chapa de Renan Filho. Comandado pelo governador Renan Filho e senador Renan Calheiros, o Diretório do MDB emitiu nota informando que Luciano Barbosa pediu "tolerância e conciliação" e, em atendimento ao apelo, vai retirar as ações que, na Justiça, poderiam inviabilizar a posse do prefeito eleito. Com o novo desdobramento, o MDB, que havia conquistado 37 prefeituras nas eleições de 15 de novembro último, agora também passará a comandar também a Prefeitura de Arapiraca, segundo mais importante município de Alagoas.

Apelo surte efeito, MDB aceita proposta de conciliação e Luciano Barbosa vai assumir Prefeitura de Arapiraca

Principal vitorioso nas eleições municipais deste ano, em Alagoas, o MDB venceu o pleito em municípios importantes e estratégicos como Santana do Ipanema, Delmiro Gouveia, União dos Palmares, São Luiz do Quitunde, São Miguel dos Campos, Penedo, Batalha,

Marechal Deodoro, Piranhas, Batalha e Matriz de Camaragibe. A decisão do MDB estadual deixa Luciano Barbosa à vontade para ser diplomado na próxima sexta-feira, 18 de dezembro, e assumir mais uma veza Prefeitura de Arapiraca em 1º

de janeiro. O vice-governador foi eleito em 15 de novembro com 54,56% dos votos e, no pedido de "tolerância e reconciliação", requer que a decisão do Diretório Estadual seja legitimada pelo MDB nacional.

Reconciliação é derrota para adversários de Renan Filho Redação

PEDRO VILELA AMPLIA BANCADA DO PSDB A bancada do PSB na Câmara Federal vai perder um deputado a partir de 1º de janeiro, pois com a posse de JHC na Prefeitura, sua cadeira em Brasília será ocupada pelo suplente Pedro Vilela, que é do PSDB. Sobrinho do ex-governador Teotonio Vilela Filho, Pedro Vilela exerceu mandato de deputado federal de 2015 a 2018, teve boa atuação no Congresso, mas não conseguiu se reeleger na última batalha legislativa em 2018.

fotos: Divulgação

Editoria de Política

A reconciliação do MDB com o prefeito eleito Luciano Barbosa atingiu em cheio a pretensão e expectativa dos adversários do governador Renan Filho, que colocavam seus inte-

resses políticos e pessoais acima de tudo e torciam pelo aprofundamento da desavença, mesmo sabendo que a situação de ruptura só trairia prejuízos para a população de Arapiraca. Governador reeleito em

2018 com a maior votação da história de Alagoas, Renan Filho é considerado um 'candidato imbatível' para eleição ao Senado, em 2020, quando estará em jogo a vaga hoje ocupada pelo senador Fernando Collor.

Para se ter uma ideia, pesquisa do Ibope sobre a eleição em Maceió, em outubro último, mostrou que Renan Filho é avaliado positivamente por 81% dos maceioenses (soma dos itens Bom, Regular e Ótimo).

A Nota Pública do MDB

Com JHC prefeito, Pedro Vilela volta à Câmara e amplia bancada tucana

MORO NÃO É MAIS FANTASMA, MAS AINDA ASSOMBRA Sérgio Moro já sinalizou que não pretende ingressar na política, posição que ele acaba de sacramentar ao assumir sociedade com renomada empresa de consultoria dos Estados Unidos. Mesmo assim, continuará sendo visto como um fantasma a rondar os passos de Bolsonaro rumo à reeleição daqui e dois anos. ADEUS A RAIMUNDA, FILHA DE PIRANHAS E MÃE DE BÁRBARA Dona Raimunda dos Santos, uma guerreira filha de Piranhas, faleceu neste domingo (13) em sua residência na Serraria, aqui em Maceió. Mãe de Bárbara Vieira Belo (minha esposa), dona Raimunda sofreu um AVC há 10 anos, mas não se entregou. Ficou de cama, desde então, e só fez a passagem após completar, isso mesmo, 97 anos, em outubro último. Que Deus, o Grande Criador, lhe reserve um lugar entre os justos. O MAIS BEM AVALIADO DO NORDESTE Citado como possível presidenciável do MDB, Renan Filho se destaca hoje como o governador mais bem avaliado do Nordeste. Nota 10 em ajuste fiscal, em investimentos e em pagamento ao funcionalismo. Nota 10, também, para a forma como tem enfrentado a pandemia, colocando Alagoas sempre entre os estados que estão vencendo a covid-19. DERROTA PODE ENCERRAR CICLO DE ALMEIDA Do modo como aconteceu, a derrota sofrida agora em novembro pode significar o fim da carreira política de Cícero Almeida. E não se sabe o que levou o ex-prefeito, teimosamente, a disputar a Prefeitura sem nenhum apoio de peso. O que se sabe é que, se tivesse pensando certo, Almeida estaria hoje comemorando uma eleição tranquila de vereador, sem desonra. Pelo contrário. TOMBO DE CRIVELA NO DEBOCHADO RIO Quem também afundou nas urnas de novembro foi Marcelo Crivela. O sobrinho de Edir Macedo trocou o paradisíaco Senado pela Prefeitura do Rio de Janeiro e, na tentativa de reeleição, tomou um banho de votos de Eduardo Paes. E Paes, como se sabe, tem contas a acertar com a Justiça... JHC QUER CONCLUSÃO DO MARCO TURÍSTICO Um dos compromissos de campanha de JHC: assumir e concluir a obra do Marco Referencial Turístico na área onde existiu a sede do Alagoinhas (na confluência de Ponta Verde com Jatiúca). A construção parece paralisada por causa de entrave judicial. Belíssimo cartão postal, quando começar a funcionar.

Renan Filho é visto como ‘imbatível’ na disputa para senador em 2021

A seguir, a íntegra da nota emitida pelo MDB estadual: "A conciliação e a tolerância política são instrumentos imprescindíveis na busca da mais ampla convivência democrática. Por isso, ao atender pedido feito por meio de carta enviada pelo atual vice-governador de Alagoas e prefeito eleito de Arapiraca, Luciano Barbosa, o MDB Alagoas informa que fará o exercício de tolerância e contingência. O Diretório Estadual acredita que o entendimento político suplanta a necessidade de disputas judiciais. Por isso, irá retirar as iniciativas jurídicas adotadas até agora referentes à eleição de 2020 no município de Arapiraca, dando início à necessária conciliação política". Após a decisão do partido, o TRE-AL sacramentou a eleição de Luciano Barbosa e demais candidatos do MDB em Arapiraca.

> AGENDA

Em reunião no TCE, Lessa orienta prefeito eleito JHC sobre transição Redação com Assessoria

O prefeito eleito de Maceió, deputado João Henrique Caldas, JHC - acompanhado do vice Ronaldo Lessa - reuniu-se com o presidente do Tribunal de Contas de Alagoas (TCEAL), conselheiro Otávio Lessa, na sexta-feira (11). Durante o encontro, presente também o deputado Davi Maia, o presidente Otávio Lessa entregou ao prefeito uma cartilha com orientações sobre o processo de transição de governo. Para JHC, a população de Maceió só tem a ganhar com a ação. "Gostaria de parabenizar o Tribunal de Contas pela cartilha e pelas orientações para a transição. Parabenizar no nome do conselheiro presidente Otávio Lessa. Essa é uma ação muito importante tanto para o gestor que está saindo, como para os que estão entrando. Uma garantia para fazer uma transição pacífica, onde quem

Presidente Otávio Lessa recebeu JHC e o vice Ronaldo Lessa e forneceu cartilha sobre a transição na Prefeitura

ganha é o interesse público e a sociedade", pontuou. O presidente Otávio Lessa manifestou sua satisfação em receber os futuros gestores da capital. "Eu fico muito satisfeito com essa visita do prefeito JHC ao nosso Tribunal, e com o interesse dele como gestor da Pre-

feitura de Maceió a partir de janeiro de 2021, em procurar saber do órgão de controle principal sobre como se deve fazer a transição dentro do que manda a atual legislação", disse. O vice-prefeito eleito salientou a importância da reunião. "A ideia é de aproxima-

ção entre os poderes, o que é fundamental. Sobretudo, aqueles poderes que têm o papel de fiscalizar e, mais do que isso, orientar. O TCE está mostrando a importância do processo de transição e colocamos a nova gestão a disposição do órgão", disse Ronaldo Lessa.


Primeira Edição | 14 a 20 de dezembro, 2020

A4 | Nacional

> COVID-19 Geraldo Câmara

Ouvidor Geral geraldocamara@gmail.com

GATOS EMBAIXO DOS TELHADOS Claro que procuramos entender determinadas ações do governo no que diz respeito à administração de serviços públicos, ainda que realizados por concessionárias, como é o caso da distribuição de energia. No entanto, por mais motivos que se nos apresentem, fica difícil entender um aumento abrupto nas nossas contas domésticas ou de baixa tensão com a aplicação inesperada da bandeira vermelha e sem previsão de revogação. Posto que o governo estabelece metas para a inflação e a deste ano está na faixa dos 6,5%, o que já é bastante alto, como admitir que o aumento de energia venha corresponder a 5 e 6 vezes mais. Se a infra-estrutura do país não cuidou de uma mudança ou de uma progressiva mudança na matriz energética, que o faça vagarosamente, mas que o faça, mas não às custas de um aumento que, na maioria dos casos vai representar mais de 10% do valor do salário mínimo. Em outros casos muito mais. O fato é que, Alagoas, por exemplo, que tem uma matriz energética razoavelmente boa, não pode ser penalizada com este aumento excessivo da noite para o dia. O que vai acontecer - e pode escrever - é que os famosos gatos vão miar por baixo de muitos telhados, cujas famílias não vão suportar a extorsão e, vão encontrar no velho hábito a solução, ainda que criminosa, como luz no final do túnel. Quem viver verá.

DESTACÔMETRO

O destaque da semana vai para Alfredo Gazzaneo, "expert" em matéria de carnaval. Compositor e cantor nas horas vagas, Alfredo está amargando a possibilidade de não termos prévias no próximo ano.

PÍLULAS DO OUVIDOR Achei o fim da picada, no bom sentido o manifesto de 11 ex-ministros da saúde contra a falta de planejamento do governo federal em relação a uma possível logística para que a população brasileira possa ser vacinada. Ao manifesto deram o nome de "Vacina para Todos". E toda a população já está entendendo que as falhas do governo federal, até abusivas, são gritantes. Enquanto o Reino Unido e a Rússia já estão vacinando a população, o Brasil ainda está nas brigas internas e políticas. E aí vem a grande pergunta: O governador de São Paulo que está tomando à frente para vacinar toda a população do estado e até quem não for de lá não está absolutamente certo? E ainda vem o Ministro dizer que só quem vacina aqui é o governo federal. Também com os exemplos dados pelo chefe, ou aceita a diretriz ou cai no fosso da demissão. Vide o ministro do turismo que achou que podia dar uma opinião e acabou sem trono, sem vez e sem voz demitido sumariamente. Chato com essa do turismo foi que o prefeito eleito de Maceió foi à Brasília e teve uma reunião com o então ministro e, no dia seguinte à audiência, ainda em Brasília viu o dito cujo cair. /que perda de tempo sem querer. Mas tudo tem seu lado bom porque o presidente da Embratur, Gilson Machado, foi elevado à condição de ministro e ele, além de alagoano é empresário do setor por aqui tendo empreendimentos na área de Maragogi. A promotora Marluce Falcão que durante esse ano dedicouse a defender os direitos dos idosos de todas as maneiras possíveis está profundamente preocupada com o aumento de casos de Covid 19 em Alagoas e que atinge sobretudo osmais velhos. Mas se depender dessa promotora lutadora e decidida tudo será visto e revisto em todos os âmbitos oficiais e nos da assistência social. Mrluce é do tipo que não sossega enquanto não resolve o problema. Ela, que também ja foi atacada pelo vírus. Otávio Lessa, presidente do Tribunal de Contas de Alagoas concorre à reeleição e deverá ganhar, até porque sua gestão foi altamente frutífera, enfrentando um período de pandemia, mas fazendo visivelmente o TCE AL crescer em todos os setores. Esta terça-feira é o dia da eleição para o corpo diretivo do Tribunal de Contas do Estado de Alagoas e os preparativos para sessão especial presencial estão todos tomados como mostra a foto acima, principalmente visando a segurança sanitária dos participantes.

Governo entrega ao STF plano sem data para iniciar vacinação Documento prevê uma oferta de 108,3 milhões de doses para grupos prioritários fotos: Divulgação

G-1

O advogado-geral da União, José Levi, entregou neste sábado (12), ao Supremo Tribunal Federal (STF), o plano nacional de imunização contra a Covid-19. O documento prevê a disponibilização de 108,3 milhões de doses para mais de 51 milhões de pessoas de grupos prioritários. O documento, entretanto, não apresenta uma data para o início da vacinação dos integrantes desses grupos, que incluem profissionais de saúde e idosos, entre outros. Uma nota técnica, que acompanha o plano encaminhado ao Supremo, diz que a previsão é que esses grupos prioritários sejam vacinados ao longo do primeiro semestre de 2021. O documento entregue ao STF tem o título de "Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19", assinado pelo Ministério da Saúde. O plano é dividido em 10 eixos, entre os quais vacinas, o orçamento para viabilizar a vacinação e comunicação. Apesar do documento, ainda não há vacina liberada

Ministro Pazuello não tem data para iniciar vacinação em massa contra a covid-19 em todo o País

pela Agência Nacional de Vigilância (Anvisa) no país. Os números incluem a negociação para adquirir a vacina da Pfizer, já utilizada no Reino Unido e que recebeu aprovação para uso emergencial da agência reguladora de medicamentos americana, a FDA.

A nota técnica que acompanha o plano apresenta outras informações. Segundo a nota, o Brasil tem, atualmente, acordos para aquisição de 142,9 milhões de doses: * Fiocruz/AstraZeneca: 100,4 milhões * Covax Facility: 42,5 milhões

> COMPENSAÇÃO

Fim do auxílio emergencial poderá antecipar benefícios Correio Braziliense

O ministro da Economia, Paulo Guedes, voltou a avisar que o plano do governo federal é acabar com o auxílio emergencial em 31 de dezembro deste ano e voltar para o Bolsa Família em 2021. Ele disse, no entanto, que o governo pode se valer de medidas como a antecipação de benefícios e o diferimento de impostos para "calibrar" essa "aterrissagem". "Não descartamos, ainda, ferramentas que temos dentro do teto, completamente dentro do teto, e que, inclusive, usamos antes da PEC de Guerra. Temos capacidade de antecipar benefícios, diferir arrecadações. Temos várias ferramentas que vão permitir calibrar a aterrissagem lá na frente", informou Guedes nesta sexta-feira (11/12), durante audiência pública que acompanha o enfrentamento à covid-19 no Congresso Nacional. Antes mesmo de o Orçamento de Guerra permitir a ampliação dos gastos públicos na pandemia, o governo federal anunciou a antecipação de benefícios como o auxílio-doença, o Benefício de Prestação Continuada e o 13º salário de aposentados e pensionistas para ajudar a população de baixa renda na pandemia. O governo também decidiu adiar o pagamento de impostos como as contribuições

Paulo Guedes prevê antecipação de benefícios para compensar o fim do auxílio emergencial

patronais e previdenciárias para dar um fôlego financeiro aos empresários. Guedes reforçou que hoje o governo não trabalha com a possibilidade de estender novamente o auxílio emergencial. Afinal, a equipe econômica pretende retomar o ajuste fiscal em 2021, o que cria limitações orçamentárias para o auxílio emergencial. Além disso, o governo já vê a economia "voltando em V e criando empregos". Ou seja, entende que a economia está se recuperando da crise econômica da

covid-19, o que reduz a necessidade da população brasileira pelo auxílio. "Com a retirada do auxílio emergencial, aterrissa de novo no Bolsa Família, no caso de quem já tinha assistência social, e aterrissa no emprego informal dos invisíveis, que vão voltando sua atividade", comentou o ministro, que prometeu "reconhecer e dignificar" os trabalhadores informais por meio de políticas como a desoneração da folha e a Carteira Verde e Amarela.

> O VALE TUDO

Maia afirma que governo interfere nas eleições do Congreso Nacional Editoria de Política

ABRAÇOS IMPRESSOS Os abraços impressos vão para este fantástico artista, cantor e compositor, Igbonan Rocha. Baiano de nascimento, "alabaiano" como ele se intitula, descobriu Maceió e daqui nunca mais saiu.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), criticou o governo federal na sexta-feira (11), em São Paulo, ao dizer que a gestão do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), "interfere de forma antidemocrática" nas eleições para as presidências da Câmara e do Senado no próximo ano. Segundo Maia, que concedeu palestra a no 19º Fórum Empresarial LIDE, o governo está oferecendo emendas e cargos a parlamentares para votarem em seus indicados. Para o presidente da Câmara, "há briga política" e o governo está deixando prevalecer "interesses políticos sobre os interesses da sociedade". "Eles falaram muito em limpar a política, em modernizar a política, e eles estão propondo, algo que eu tenho certeza que o Parlamento não vai aceitar, que é se colocar à venda por emenda ou por cargo. Eu tenho certeza que a Câmara vai ser muito maior do que isso e vai eleger um presidente da Câmara independente", disse

Rodrigo Maia acusa governo de oferecer emendas e cargos em troca de apoio no Parlamento

Maia. Parlamentares relataram que o governo Bolsonaro está prometendo liberar verbas extras do orçamento deste ano em troca de votos para o apoio ao candidato do governo à presidência da Câmara, que é Arthur Lira (PP-AL).

"O governo vem interferindo de forma antidemocrática no processo de eleição da Câmara. Partidos de esquerda já entraram com medidas no Tribunal de Contas da União (TCU) e acredito que isso vá acabar no Judiciário brasileiro”, afirmou Rodrigo Maia durante a palestra.


Primeira Edição | 14 a 20 de dezembro, 2020

O D N I R P A M S U S E C M O PR

Geral | A5

Proposta de Alfredo Gaspar, auxílio emergencial será criado em Alagoas Renan Filho anuncia ajuda mensal que será financiada com recursos do Fundo de Combate à Pobreza fotos: Divulgação

Redação Em plena crise conjuntural que atinge a economia brasileira, com a maioria dos estados e municípios enfrentando queda na arrecadação e dificuldades para honrar compromissos financeiros, incluindo pagamento da folha do funcionalismo, o governador Renan Filho mostra a solidez do equilíbrio fiscal de Alagoas e anuncia a criação de um auxílio emergencial para atender às famílias em situação de extrema pobreza. Como prometido pelo candidato a prefeito Alfredo Gaspar (derrotado no recente segundo turno), o governador vai instituir um auxílio no valor de R$ 100,00 não apenas para Maceió, como anunciado na campanha eleitoral, mas para todo o Estado. Também chamado de 'coronavoucher', o auxílio emergencial alagoano deverá atender cerca de 179 mil pessoas mais seriamente atingidas pelos efei-

Alfredo Gaspar propôs criar auxílio emergencial para as populações pobres de Maceió

tos da pandemia, sendo que um terço desse total são moradores de Maceió, Com previsão de beneficiar famílias pobres de todos os 102 municípios de Alagoas, o auxílio anunciado pelo governador Renan Filho será bancado com

recursos próprios do Estado, provenientes do Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep), com um custo mensal que poderá chegar à casa dos 20 milhões de reais. O governo ainda estuda uma data para iniciar o progra-

Famílias em condições de extrema pobreza vão receber ajuda financeira do governo alagoano

ma, assim como sua duração (previsivelmente de seis meses), mas a primeira liberação deverá acontecer já em fevereiro. O auxílio emergencial foi criado pelo governo federal (aprovado pelo Congresso Na-

cional) para assistir milhões de brasileiros que perderam emprego e renda durante a pandemia, devendo ser encerrado até o final deste mês, já que a economia voltou a funcionar com crescimento e geração de empregos.

Durante a campanha para pefeito, Alfredo Gaspar, com o apoio do governador Renan Filho, anunciou que criaria o auxílio para ajudar as famílias pobres de Maceió e citou fonte do custeio: Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza.

> BOA NOTÍCIA

Duplicação Maceió-Arapiraca terminará em janeiro e encurtará viagem em 30m Redação com Agência Alagoas - Essa é a obra mais importante para o desenvolvimento de Alagoas - disse o governador Renan Filho, ao anunciar que a duplicação da AL-220, entre Maceió e Arapiraca, será entregue até o final do próximo mês de janeiro. Durante visita a um trecho da rodovia, o governador disse que a duplicação "vai criar uma sinergia muito positiva entre as duas maiores cidades do estado, facilitando o escoamento da produção e trazendo mais segurança para o cidadão que trafega por aqui". Apenas um trecho de 4 km de extensão, nas imediações da Usina Porto Rico, não será entregue até o final de janeiro, já que foi necessário fazer uma readequação no trajeto. A previsão é de que a intervenção seja concluída até o final do 1º semestre de 2021. "Esse era um trecho muito complicado, onde havia afun-

damento da rodovia e também muitos acidentes. Com a mudança do trecho, vamos tirar a sinuosidade, as curvas do traçado, para fazê-lo mais retilíneo, o que vai garantir muito mais segurança viária ao cidadão e deixar a cidade de Arapiraca ainda mais próxima de Maceió. Isso, somado à duplicação, vai reduzir o tempo de viagem em aproximadamente 30 minutos", disse Renan Filho ao lado do secretário do Transporte e Desenvolvimento Urbano, Mosart Amaral. A obra de duplicação da AL-220 possui 81 km de extensão e investimento total de R$ 183 milhões. Dos três trechos em que foi dividida a duplicação, o primeiro deles já foi entregue, em 2018, entre a Barra de São Miguel e São Miguel dos Campos. São 18 km de extensão e R$ 48,5 milhões em recursos aplicados.

INVESTIMENTOS

O governador destacou as

Percurso entre Maceió e Arapiraca será encurtado em cerca de 30m com duplicação que está sendo concluída

obras que serão executadas a partir do próximo ano, a exemplo da duplicação de Arapiraca até a BR-101, em São Sebastião; e de Arapiraca a Delmiro Gouveia. "Vamos também duplicar

de Arapiraca a Palmeira dos Índios. São duas das maiores cidades de Alagoas. Duplicaremos ainda de Arapiraca até Delmiro, passando por Major Izidoro, Batalha, Olho D'Água das Flores, São José da Tapera,

Olho D'Água do Casado e Piranhas", pontuou o governador. De acordo com ele, no dia 21 de dezembro acontecerá a licitação para execução das obras referentes aos dois pri-

meiros trechos da duplicação Arapiraca - Delmiro Gouveia. "O primeiro será de Arapiraca até Major Izidoro e o segundo, de Major Izidoro até Olho D'Água das Flores", citou. Por fim, Renan Filho deu detalhes sobre o avanço das obras de duplicação da AL-101 Norte, de Maceió à Barra de Santo Antônio. "Estamos terminando, também, até o final de janeiro, o primeiro trecho até a Garça Torta e da Garça Torta para lá vamos iniciar para entregar pronto em 2022". O governador Renan Filho também adiantou que vai construir a ponte sobre o Rio São Francisco, entre Penedo (AL) e Neópolis (SE), com recursos próprios do Tesouro Estadual. "Nós tomamos a decisão de fazer, com recursos próprios do Governo de Alagoas, a ponte que ligará Penedo a Neópolis", anunciou. A obra é um sonho antigo dos que moram na região. Travessia hoje é feita por balsas.

> SÓ VIRTUAL

TJ-AL suspende atividades presenciais no Judiciário, desta segunda até sexta, dia 18 Redação com Assessoria Em medida conjunta, Presidência do Tribunal de Justiça e Corregedoria-Geral de Justiça determinaram a suspensão das atividades presenciais do Judiciário alagoano, no período entre 14 e 18 de dezembro (de segunda a sexta-feira desta semana). O Ato Normativo saiu publicado no Diário da Justiça da segunda-feira (14). Audiências já designadas podem ser mantidas se forem consideradas urgentes pelo magistrado responsável, assim como outros atos processuais, jurisdicionais ou administrativos, incompatíveis com a natureza remota. A medida leva em conta a evolução da situação epidemiológica em Alagoas. O documento aponta que o Tribunal fará uma reavaliação interna, durante o recesso forense, sobre o quadro sanitário, sem colocar em risco a saúde dos

magistrados, servidores e jurisdicionados. Durante o período de suspensão, apenas serão expedidos e cumpridos os mandados enquadrados em uma das hipóteses previstas no artigo 12 da Resolução TJAL nº 22/2020. A suspensão também se aplica à contagem de prazo para o cumprimento e devolução dos mandados já distribuídos.

todo o País, alguns deputados de oposição ignoraram o avanço da covid, com mais mortes e contágios, e criticaram a decisão do governo.

SEM DECORAÇÃO

Para evitar aglomerações e, em consequência, transmissão em massa do novo coronavírus, a Prefeituras de Maceió removeu parte da decoração natalina instalada na orla da capital. Segundo a Superintendência Municipal de Iluminação Pública (Sima), órgão responsável pela instalação dos ornamentos, nessa época do ano as aglomerações são comuns nos pontos onde são instalados os ornamentos natalinos.

Prefeitura remove motivos decorativos na orla da capital para evitar aglomerações e agravamento da pandemia

A remoção foi recomendada pelo Ministério Público Estadual ante a possibilidade de que a reunião de muitas pessoas possam aumentar ainda mais a nova onda de covid-19.

SEM FESTEJOS

Com o repique da pandemia (que continua sob controle das autoridades sanitárias de Alagoas), o governo de estado

baixou decreto limitando o número de pessoas nos eventos comemorativos da passagem para o Novo Ano. Na Assembleia Legislativa, ao contrário do que ocorre em

VACINAÇÃO No início da semana, em reunião virtual com demais governadores e ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, o governador Renan Filho afirmou que "a vacina precisa ser eficaz e segura e, desta forma, urge imunizar a população no mais curto espaço de tempo, com o Ministério da Saúde coordenando nacionalmente a campanha. "Eu deixei claro que é fundamental que o Ministério da Saúde coordene nacionalmente o Plano de Imunização. Fundamental também que o Ministério garanta, no mais curto espaço de tempo, vacinar todo o povo brasileiro", afirmou Renan Filho depois da conferência virtual.


A6 | Especial

Primeira Edição | 14 a 20 de dezembro, 2020


Primeira Edição | 14 a 20 de dezembro, 2020

Publicidade |B1


Esportes

esportes@primeiraedicao.com.br

Primeira Edição | 14 a 20 de dezembro, 2020 Opinião - Social

> A UM PONTO DO G-4

CSA fecha a 28ª rodada na quinta posição Nesta terça, o time alagoano vai enfrentar o Cruzeiro, em Belo Horizonte, vencendo ou empatando pode terminar no G-4 GE O CSA encerrou a 28ª rodada da Série B em quinto lugar. Na última sexta, o time venceu o Oeste por 2 a 1, no Rei Pelé, e ainda contou com a derrota do Cuiabá para o Figueirense, por 1 a 0. No último sábado, o Juventude venceu o Confiança, por 1 a 0, chegou a 46 pontos e assumiu o terceiro posto. O quarto agora é o Sampaio Corrêa, com 45. Em quinto, o Azulão está com 44 pontos, grudado no G-4 e tem mais dez jogos a fazer no Brasileiro. O primeiro dessa série está marcado para esta terça, às 21h30, contra o Cruzeiro, em Belo Horizonte. O técnico Mozart destacou a força do próximo adversário,

que também está em ascensão na Série B, com 38 pontos. - Pensando no jogo de terça-feira, é o adversário mais tradicional da Série B, nós temos um jeito bem específico de jogar. (Agora) é descansar e tentar criar a melhor estratégia para enfrentar o Cruzeiro.

PAULO SÉRGIO

O atacante Paulo Sérgio ainda se recupera de uma virose e não sabe se joga. Ele fez um teste de Covid que deu inconclusivo e terá novo resultado até esta segunda-feira. Dificilmente vai reunir condições de embarcar para Belo Horizonte. A tendência é que Pedro Lucas continue no comando do ataque. A possível formação para

fotos: Divulgação

terça tem: Matheus Mendes, Cedric, Rodolfo Filemon, Luciano Castán e Diego Renan; Geovane, Yago e Nadson; Andrigo (Rone), Rodrigo Pimpão e Pedro Lucas.

OS DEZ JOGOS DO CSA

Nesta terça - Cruzeiro x CSA Sexta - Juventude x CSA 22/12 - CSA x Vitória 02/01 - CSA x Sampaio Corrêa 05/01 - Figueirense x CSA 12/01 - Paraná x CSA 16/01 - CSA x Avaí

Mozart destacou a força do próximo adversário, que também está em ascensão na Série B, com 38 pontinhos

19/01 - Botafogo-SP x CSA

do G-4, faltando 10 jogos para disputar na competição. A desvantagem aumentou apenas para um ponto em mais em relação à sexta-feira, devido à vitória do Juventude sobre o Confiança por 1 a 0, na noite do sábado (12). A Raposa venceu o Vitória por 1 a 0, na última sexta, e

23/01 - CSA x Brasil de Pelotas 30/01 - Náutico x CSA

CRUZEIRO

O Cruzeiro encerrará a 28ª rodada da Série B a sete pontos

havia dormido com seis pontos a menos que o Cuiabá, então quarto colocado. No último sábado, o Cuiabá perdeu para o Figueirense por 1 a 0, em Santa Catarina. Derrotado, o time matogrossense ainda perdeu o quarto lugar por causa da vitória por 1 a 0 do Juventude sobre o

Confiança, em Sergipe. O Juve chegou aos 46 pontos e assumiu o terceiro lugar, ultrapassando o Sampaio Corrêa, agora em quarto, com 45. Com isso, o Cruzeiro chega aos 10 últimos jogos com sete pontos a menos que o Sampaio. O Cruzeiro tem nove pontos de vantagem do Z-4.

> MAIS COMPLICADO EDITAL DE CONVOCAÇÂO A Cooperativa dos Produtores de Laranja Lima – COOPLAL, nos termos do Estatuto social, convoca os cooperados em pleno gozo dos seus direitos, para uma reunião da Assembleia Geral Extraordinária, a realizar-se na sede do sindicato dos trabalhadores rurais, localizada na rua Tavares de Araújo s/n centro Santana do Mundaú/AL, no dia 02/01/2021, às 09 horas, em primeira convocação com 2/3 dos cooperados presentes, havendo quórum, ou às 10 horas, em segunda convocação, com 50%+1, ou as 11 horas em terceira e última convocação com 1/3 dos cooperados presentes, para o fim de deliberarem sobre a seguinte pauta: 1- Informes gerais 2-prestação de contas 3- eleição e posse da diretoria executiva e conselho fiscal. Santana do Mundaú - AL 11 de dezembro de 2020 Manoel José Ferreira da Silva Presidente

Chapecoense bate o Galo, mantém vantagem e fica perto do acesso GE

para testar firme e empatar: 2 a 2. Dois minutos depois, Bill fez grande jogada e bateu rasteiro para defesa de João Ricardo. Umberto Louzer mexeu na formação do Verdão do Oeste e chegou ao terceiro gol aos 35. Foguinho, logo em seu primeiro lance em campo, recebeu na entrada da área, avançou e tocou por cima de Douglas Borges para recolocar o time catarinense em vantagem.

Gols rápidos, troca de uniforme, empate e golaço. Foi assim a vitória da Chapecoense sobre o CRB, por 3 a 2, na noite do sábado (12), pela 28ª rodada da Série B do Brasileiro. O Verdão do Oeste chegou a abrir 2 a 0 no primeiro tempo com gols antes dos 10 minutos iniciais, mas o Galo empatou na etapa final. Porém, o time catarinense conquistou o triunfo após o golaço marcado por Foguinho.

DE OLHO NA TABELA

PRIMEIRO TEMPO

A Chape abriu boa vantagem com menos de 10 minutos de jogo graças à dobradinha Anselmo Ramon e Mike. No primeiro gol, o atacante deixou o Mike na cara do gol. Ele bateu na saída de Douglas Borges e fez a festa. Poucos minutos depois, foi a vez da retribuição. Anselmo Ramon recebeu passe de Mike e soltou a pancada de fora da área: golaço e 2 a 0 no placar. Sobrando em campo, o Verdão do Oeste tentou administrar defensivamente e explorar contra-ataques. O CRB

Verdão chega a sofrer o empate após abrir 2 a 0, o Galo amplia o jejum

até tentou diminuir com Iago, mas ele errou o alvo. Anselmo Ramon e Denner, ambos em chutes de longe, estiveram próximos de ampliar a vantagem catarinense, mas nas duas oportunidades a bola passou perto e foi pela linha de fundo.

SEGUNDO TEMPO

O CRB trocou o uniforme para o segundo tempo. Nos primeiros 45 minutos, o Galo

jogou de branco, mas na volta do intervalo estava de vermelho. De roupa nova, o time alagoano foi melhor. Aos sete minutos, Luidy fez fila na defesa da Chape e foi derrubado dentro da área por Willian Oliveira. O árbitro assinalou o pênalti, que Wesley cobrou para deslocar João Ricardo. Aos 29, Hugo alçou a bola para dentro da área e Lucão do Break subiu entre os zagueiros da Chape

A 16ª vitória na Série B deixa a Chape ainda mais perto do principal objetivo: a vaga na elite de 2021. Líder, o Verdão do Oeste chegou aos 57 pontos, mantendo quatro de diferença para o vice-líder América-MG e abrindo 13 de vantagem sobre o quinto colocado CSA, isso restando apenas 30 pontos em disputa. O CRB chega ao sexto jogo sem vencer e segue com 34 na 13ª posição. A distância para o Z-4 é de cinco pontos. O Galo volta a jogar nesta quinta contra o Paraná, às 21h30, no Rei Pelé.


Primeira Edição | 14 a 20 de dezembro, 2020

Esportes |B3

> DE VIRADA

Internacional “apaga”o Botafogo em casa Com gols de Patrick e Yuri Alberto, Colorado volta a vencer após sete jogos na Série A. Pedro Raul marca para o Fogão GE O Internacional venceu o Botafogo no último sábado, no Beira-Rio, em jogo válido pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time alvinegro abriu o placar aos 27 minutos do primeiro tempo, com Pedro Raul aproveitando cruzamento de José Welison. Nove minutos depois, Patrick marcou o gol de empate do Colorado, aproveitando rebote de chute de Moisés. Aos 24 do segundo tempo, após confusão da arbitragem, Yuri Alberto teve seu gol validado, aproveitando vacilo defensivo de Kevin.

ENFIM, A VITÓRIA

Neste sábado, o Internacional conquistou uma vitória após sete jogos sem saber o que é vencer no Campeonato Brasileiro. Foi a primeira vitória de Abel Braga na competição. Curiosamente, foi também a primeira vez em que o novo comandante colorado saiu de campo com um resultado favorável, tendo em vista que nas duas vitórias anteriores (contra América-MG e Boca Juniors) o

fotos: Divulgação

time acabou derrotado nos pênaltis.

SEGUE A NEGATIVA

Com a derrota deste sábado, o Botafogo soma sete resultados negativos consecutivos no Campeonato Brasileiro. Na primeira partida de Eduardo Barroca, recuperado da covid19, à beira do campo comandando a equipe, o time alvinegro somou também a 12ª partida consecutiva sem vencer na temporada.

ARBITRAGEM CONFUSA

A arbitragem de Caio Max Augusto Vieira foi confusa. O árbitro, que chegou a dar um tapa acidental em Caio Alexandre, do Botafogo, confirmou a afirmação no lance do gol da virada do Internacional. Quando Kevin recolocava a bola em jogo e Yuri Alberto interceptava o passe alvinegro para finalizar para o gol, Caio Max estava de costas para o lance. Sem entender o que havia acontecido, apitou e parou a jogada. Após muita reclamação dos colorados e revisão no VAR, o

O Internacional venceu o Botafogo no último sábado, no Beira-Rio, em jogo válido pela 25ª rodada da Série A

gol acabou validado.

REVOLTA

Depois da derrota para o Inter recheada de reclamações contra a arbitragem, o técnico Eduardo Barroca não concedeu entrevista coletiva. Em seu lu-

gar, quem deu as caras na sala de imprensa foi Túlio Lustosa, gerente de futebol do Botafogo. Revoltado, ele chamou a equipe de arbitragem de parcial. O primeiro lance que levantou polêmica foi aos 37 minutos do primeiro tempo, quando

Rodinei colocou a mão na bola no meio de campo e cometeu a falta. Jogadores e membros da comissão técnica pediram o cartão amarelo para o lateraldireito, que seria expulso porque já havia sido amarelado um pouco antes. Caio Max Au-

gusto Vieira não puniu o jogador e, para a comentarista de arbitragem Nadine Basttos, acertou em sua decisão. - Ele interrompe um lance promissor nosso. Estava amarelado e era o segundo cartão amarelo. O próprio Rodinei admitiu, disse isso ao Barroca na ida para o vestiário, e o Abel, muito inteligente, tirou no segundo tempo - reclamou Túlio na Botafogo TV. - Na nossa opinião, a arbitragem foi desastrosa e parcial. A começar pelo lance do Rodinei. Fico decepcionado com a atitude do árbitro, é uma regra muito simples - completou. O segundo lance foi o gol de Yuri Alberto. O gol nasceu depois de uma falta cobrada por Kevin para trás em que o atacante aproveitou-se do fato de que a defesa alvinegra estava parada, ficou com a bola e bateu para o gol. De costas, o árbitro sequer viu a jogada e precisou checar o VAR para validar o gol. Para os jogadores do Botafogo, Kevin não cobrou a falta. Sua intenção de Kevin seria entregar a bola para que Diego Cavalieri cobrasse.

> GOLEADA

Palmeiras resolve no primeiro tempo frente o Bahia GE O Palmeiras precisou de 45 minutos para vencer mais uma partida no Campeonato Brasileiro. Com os três gols no primeiro tempo, o Verdão venceu o Bahia por 3 a 0, no último sábado, no Allianz Parque, e con-

tinua à caça dos primeiros lugares. O Tricolor baiano permanece em posição perigosa na luta para fugir do rebaixamento.

PRIMEIRO TEMPO

O Bahia não perdeu tempo e exigiu boa defesa de Wever-

ton na primeira finalização da partida, com Gilberto, antes mesmo de o cronômetro completar o primeiro minuto. Mas foi o Palmeiras que abriu o placar pouco depois. Aos 5, Mayke cruzou da direita para a área, Douglas desviou e depois viu Willian completar para o

gol vazio. Em desvantagem no placar, o time baiano teve espaço para atacar e até tentar pressionar, dando trabalho para Weverton no primeiro tempo. Mas foi o Verdão que mexeu (e ampliou) o marcador antes do intervalo: Mayke sofreu pênalti convertido por Raphael Veiga e depois Rony girou na grande área para fazer o terceiro.

SEGUNDO TEMPO

Palmeiras e Bahia voltaram do intervalo com muitas mudanças para preservar alguns jogadores para o mata-mata da próxima semana. O Tricolor até tentou ao menos descontar o placar, foi ao ataque, mas parou em boas defesas de Weverton. Mesmo administrando a vantagem, o Verdão continuou melhor e poderia até ter ampliado. O goleiro Douglas, porém, também trabalhou bastante e impediu uma derrota ainda maior.

FALA, GABRIEL!

Agradecer a nossa equipe, demos o máximo e conseguimos fazer a vitória no 1T, viemos focados, agora é pensar na Liberadores que tem um jogo

O Palmeiras precisou de 45 minutos para vencer mais uma na Série A

importante na terça-feira. – O time é muito forte, estamos em três campeonatos, o elenco é forte, tem jogadores em todas as posições, isso ajuda muito, tem as cinco substituições, então é bom e todo mundo quando entra quer dar o máximo.

FALA, CLAYSON!

– Acho que a gente tem um elenco para trabalhar e rodar.

Viemos aqui fazer um bom trabalho, sabemos que o brasileiro é importante, estamos entrando em uma situação delicada. Mas agora é virar a chave, tem um jogo difícil na Argentina, é tirar motivação de dentro e voltar de lá classificado. – Faltou atenção, tomamos um gol no começo da partida, falta entrar ligado para depois conseguir igualar o jogo, não pode ser assim.


Primeira Edição | 14 a 20 de dezembro, 2020

B4 | Diário Oficial dos Municípios

> ABU DHABI

Verstappen supera Mercedes e vence GP Holandês da RBR domina última etapa da temporada 2020; Bottas garante vice-campeonato, e Hamilton volta à F1 GE O holandês Max Verstappen venceu de ponta a ponta o GP de Abu Dhabi, última corrida da temporada 2020 da Fórmula 1. Sem ser ameaçado, o piloto da RBR terminou com 15s976 de vantagem sobre o segundo colocado Valtteri Bottas, que garantiu o vice-campeonato. Depois de ficar uma corrida fora por ter sido contaminado por coronavírus, Lewis Hamilton voltou à F1 com um terceiro lugar. O quarto colocado foi Alexander Albon, da RBR, com Lando Norris e Carlos Sainz Jr., da McLaren, em quinto e sexto. Daniel Ricciardo, da Renault, ficou em sétimo, à frente de Pierre Gasly, da AlphaTauri, enquanto Esteban Ocon, da Renault, passou Lance Stroll na última volta para ficar em nono. Com o décimo lugar do canadense rendendo apenas um ponto, a Racing Point perdeu o terceiro lugar no Mundial de Construtores para a McLaren. No entanto, Sainz, ainda pode ser punido por uma irregularidade ao ter entrado lento demais para o pit stop. Em sua segunda corrida pela Haas, o brasileiro Pietro Fittipaldi largou em 17º e completou a prova em 19º. Fittipaldi chegou a passar na pista o companheiro Kevin Magnussen,

fotos: Divulgação

mas fez um pit stop a mais (três contra dois) e terminou atrás do dinamarquês. A próxima temporada da Fórmula 1 está marcada para começar no dia 21 de março de 2021, na Austrália.

O PÓDIO

VERSTAPPEN: "Ontem já foi muito bom e hoje, claro. Fizemos uma boa largada e a partir daí, claro que se cuida dos pneus, mas o carro estava com um bom equilíbrio. Foi muito divertido lá fora hoje. Fizemos tudo bem. Depois de largar na frente, você pode controlar a corrida um pouco mais e isso torna sua vida mais fácil." BOTTAS: "A RBR foi muito rápida hoje. Achamos que nosso ritmo de corrida seria idêntico. Eu estava tentando tudo que podia, mas não conseguia acompanhar (Max). Eu sinto que foi uma corrida sólida para mim hoje" HAMILTON: "Considerando as últimas semanas que tive, no geral estou feliz com a forma como o fim de semana foi, talvez não tão bom quanto talvez o que gostaríamos, mas parabéns a Max."

O QUE VOCÊ PRECISA SABER?

- Décima vitória de Max

com Gasly. 14. Com pneus novos, Leclerc passou Fittipaldi. 15. Gasly passou Vettel e subiu para oitavo. 16. Ricciardo parou apenas na volta 40 e só caiu de quinto para sétimo. 17. Com tranquilidade, Verstappen garantiu sua décima vitória na F1.

HOMENAGEM

Sem ser ameaçado, piloto da RBR terminou com 15s976 de vantagem sobre o segundo colocado Valtteri Bottas

Verstappen na F1, a segunda em 2020. - Segundo vice-campeonato consecutivo de Valtteri Bottas na F1. - O terceiro lugar no Mundial de Construtores é o melhor resultado da McLaren desde 2012.

LARGADA

Verstappen, Bottas e Hamilton mantiveram as primeiras três posições, com Norris, Albon e Sainz a seguir. A largada foi limpa, sem nenhum incidente, e Fittipaldi perdeu uma

posição, caindo para 18º.

MOMENTOS-CHAVE

1. Gasly passou Ocon e subiu para o nono lugar. 2. Albon passou Norris, que tentou dar o troco sem sucesso. 3. Ocon abriu passagem a Ricciardo, que subiu para décimo. 4. Stroll superou Kvyat e assumiu o sétimo lugar. 5. Gasly prevaleceu sobre Kvyat na disputa pela oitava posição. 6. Pérez abandonou com problemas no carro, e safety

car virtual foi acionado. 7. Safety car de verdade teve de entrar na pista. 8. Verstappen, Bottas e Hamilton aproveitaram para trocar os pneus. 9. Após relargada tranquila, Sainz passou Leclerc e subiu para oitavo. 10. Espanhol também atacou Vettel e pulou para sétimo. 11.Stroll passou Leclerc e levou o troco. 12. Sem ter feito o pit stop, Leclerc finalmente foi superado por Stroll. 13. Stroll teve um toque

A reta principal do Circuito de Silverstone, ou "International Pit Straight" passará a se chamar "Hamilton Straight" em homenagem ao heptacampeão da Fórmula 1. Esta será a primeira vez que o tradicional circuito britânico nomeará uma de suas partes em tributo a um indivíduo. A novidade foi anunciada neste sábado, em Abu Dhabi pelo presidente do Clube de Pilotos Britânicos (British Racing Drivers Club), David Coulthard. - Esta é a primeira vez na história de Silverstone que uma parte da pista será nomeada em tributo a um indivíduo. Lewis se tornou uma grande parte dessa história, e a direção do clube e eu sentimos que não havia jeito melhor de relembrar isso que não renomeando a reta icônica em homenagem ao recordes quebrados por ele - afirma Coulthard.

> DRAMA DO CAMPEÃO

Deiveson revela ter ido a hospital horas antes da luta Combate Um fato importante foi revelado por Deiveson Figueiredo na entrevista que deu logo após o fim da luta deste último sábado, no UFC 256, depois do empate com Brandon Moreno que o manteve com o cinturão dos moscas (até 56,7kg). Segundo o paraense de 32 anos, horas antes da luta ele teve que ser hospitalizado com complicações na região do abdômen. Já na madrugada de sábado em Las Vegas, Deiveson se viu com a luta em risco. - (...) Até a noite passada tive um princípio de infecção intestinal e até 2h da manhã estava no hospital, e vim para a luta com a barriga cheia de vento e não sabia se ia lutar bem. Foi uma luta dura até o final, mas venci, mesmo com o estômago arrebentado vim aqui e venci, defendi o que é meu, dei meu sangue com honra e saí de braços erguidos. Agradeço muito à minha equipe, amo vocês! Em contato com a reportagem do Combate, a médica do lutador Dra. Lia Correia explicou o que aconteceu após a pesagem na sexta-feira, quando Deiveson começou a ter problemas durante a reidratação. Foi o segundo corte de peso dele num período de 21 dias. - O que houve, certo mesmo, só vou saber quando ele voltar. Ele bateu o peso muito

bem, ficou até abaixo. Mas logo depois da primeira refeição após a pesagem, começou a ter dor abdominal e distensão. Ficamos muito apreensivos, mas seguimos o protocolo de reidratação, ele recebeu medicação para as cólicas e antigases, descansou e foi lutar. Foi um verdadeiro guerreiro! Pois podia ter desistido. A equipe, como sempre, foi impecável. Segundo destacou Dra. Lia Correia, que é nutricionista do campeão em Belém, a equipe médica do UFC o liberou para lutar depois do ocorrido, e avisou que exames mais detalhados na volta ao Brasil vão dizer melhor o que realmente aconteceu. - Óbvio que a gente sabia que era uma estratégia arriscada, desde o início, quando aceitamos a luta. Apesar de ter se sentido mal, e óbvio, de isso poder prejudicar o resultado da luta, ele estava em condições de lutar. Conseguimos recuperá-lo, e a equipe médica do UFC liberou. Ele vai passar por exames médicos, pois pretendemos ter um tempo adequado de repouso agora (...). Não afasto a possibilidade de problemas intestinais, atletas que fazem cortes brutais de peso, como é o caso dele, estão além da fisiologia normal. O MMA enquanto ciência ainda é muito insipiente. Estamos em contínuo aprendizado. E evoluindo.

Com risco, horas antes da luta, Deiverson teve que ser hospitalizado com complicações na região do abdômen

O presidente do UFC, Dana White, disse na coletiva após o UFC 256 que se viu em risco de perder a luta principal, mas que deixou a decisão para Deiveson e sua equipe. - Sempre que um cara vai para o hospital, você corre perigo. Obviamente, a gente deu (a opção), se queria lutar ou não, você é quem decide. Ele foi obviamente liberado do ponto de vista médico, mas tinha a opção de lutar ou não, e ele queria lutar. Desconto de ponto e revanche Ainda na entrevista na

transmissão oficial do UFC, Deiveson comentou a dedução de um ponto feita pelo árbitro Jason Herzog depois que o lutador disparou um chute na região genital de Moreno. O brasileiro entendeu a decisão. - O árbitro fez o papel dele, conectei um dedo no olho do Moreno e o chute infelizmente pegou baixo, mesmo eu não querendo, e o árbitro fez o papel dele. Mas mesmo tirando o ponto, decidi sair para a porrada e nocauteá-lo, mas não consegui, e graças a Deus que foi até o final e dei esse espetáculo para o público que está acostu-

mado a ver minhas lutas sendo decididas no primeiro round. Se passar do primeiro round, a gente vai brigar os cinco rounds até o final, só saio dali de maca. Deiveson, que agora tem um cartel com 20 vitórias, um empate e uma derrota, já se colocou à disposição para uma possível revanche com Brandon Moreno, mas avisou que dessa vez precisa de mais tempo para se recuperar e depois se preparar. - Se quiserem colocar ele novamente para mim, podem ter certeza de que dessa vez

vou fazer o camp certinho para neutralizar o jogo dele. Estou aqui para o que Dana quiser que eu faça, estou à disposição. Fiquei para defender o payper-view, tive que bater o peso em menos de 20 dias para dar esse show. Dana, estou à sua disposição, se quiser fazer a revanche pode fazer, e vou para casa curtir um pouco da minha família. Me deixa respirar um pouquinho que a máquina precisa (risos). Dana White, na coletiva, confirmou o interesse em assistir um novo encontro entre o brasileiro e o mexicano, dessa vez em 2021 e com tempo de preparação. - Nós temos que dar um descanso para esses caras. Mas você absolutamente, positivamente, faz essa revanche. Essa é outra luta divertida para todos nós aguardamos ansiosamente em 2021.

AULA E PEDIDO

Foi uma verdadeira aula de jiu-jítsu de Charles do Bronx. Sem dar qualquer oportunidade a Tony Ferguson, o brasileiro venceu o americano por decisão unânime dos juízes (triplo 30-26) e pediu a disputa de cinturão contra o vencedor de Conor McGregor x Dustin Poirier, que acontece no UFC 257, dia 23 de janeiro. - Fui o único cara que aceitou lutar, e estou chegando disse o brasileiro.


Primeira Edição | 14 a 20 de dezembro, 2020

Opinião |B5

A foto do fato

Editorial

Vacina é coisa séria O Brasil precisa, urgentemente, de um plano para vacinação em massa contra o novo coronavírus. Em massa, entenda-se, não por obrigatoriedade, mas pela necessidade de o país contar com um volume de imunizantes compatível com a população. Ou seja, Ministério da Saúde, estados e municípios devem se organizar e, agindo de forma integrada e solidário, definir um calendário de vacinação com as devidas prioridades. Urge alertar o governo federal porque outros países - como Rússia e Reino Unido - já estão iniciando as campanhas de imunização, único meio seguro de proteger as pessoas contra a covid-19 e seus efeitos devastadores. O fato é que em um país cujo governo não tem dado muita atenção ao problema da pandemia, a mobilização em torno da vacina deveria ser mais intensa do que em nações onde os governos priorizam o combate ao coronavírus, exatamente porque estamos atrasados em relação ao que se observa no exterior. Portanto, importa de logo definir: - Qual vacina ou quais vacinas o Brasil deve adquirir; - Quantas doses devem ser compradas para atender a todos; - Quem deve receber primeiro a dose do imunizante. Não custa lembrar que, apesar de toda luta travada até agora, a ciência ainda lida com um inimigo não completamente estudado e dissecado, de modo que cada passo deve ser dado com prudência e cautela, mas com a necessária celeridade. Quanto aos céticos e aos que minimizam a importância da vacina, vale lembrar que não existe remédio efetivo para vírus. Está aí, como exemplo inquestionável, o HIV (causador da aids) que, descoberto na década de 1970, ainda não tem cura. Anote-se, igualmente, que boa parcela da população brasileira é vacinada anualmente contra gripe, sem falar que é a vacina que livra nossas crianças de vírus devastadores como o do sarampo e da própria poliomielite (graças a Deus, erradicada no Brasil). Repita-se: não existe remédio nem cura para o novo coronavírus. Se existisse, o mundo não estaria na situação em que está. A solução - única -, pois, é a velha e eficaz vacina.

Na sucessão de 2018, eles se uniram como velhos amigos. Jair Bolsonaro, hoje presidente, e João Dória, hoje governador de São Paulo, passaram a se estranhar, ambos com o olhar fixo na sucessão de 2021. Resultado: viraram inimigos e brigam até por causa da vacina contra o coronavírus.

Fique rico, Sérgio Moro

Ano de 2020 - tempo de efervescência

nosco e insinuaram que o No vídeo Assim não dá, Moro, e x - m i n i s t r o Diogo Mainardi foi suficiente- da Justiça esmente irônico sobre o fato de taria burlanpolíticos, advogados e jornalistas do a quarenterem colocado mais uma vez em tena prevista dúvida a honestidade de Sergio pela legislaMoro, o imperdoável ex-juiz da ção para Lava Jato, por ele ter aceitado o quem trabacargo de sócio-diretor numa em- lhou no alto escalão do governo. presa de consultoria que tem co- Vão para o diabo. mo um dos seus clientes a Ode- O meu ponto aqui vai além da brecht. Sergio Moro vai trabalhar perseguição político-malandra na área de compliance e disse contra Sergio Moro. Como aponque não irá envolver-se em casos tam vários leitores, a inveja que que impliquem conflito de inte- os suspeitos de sempre têm dele resses, como o da empresa mais é igualmente gritante. O sujeito atingida pela operação. agora vai ganhar muito dinheiro, A perseguição política a Sergio como é que pode? Já ganha coMoro é evidente. A presunção de mo palestrante e vai ganhar coinocência não vale para ele, só mo sócio de uma empresa de para quem é pego chafurdando consultoria: inadmissível. Gente na lama da corrupção. Trata-se honesta tem de ser remediada, de tentar convencer o distinto no máximo - inclusive porque fapúblico de que o ex-juiz, poten- zer um bom dinheiro de maneira cial candidato à presidência da limpa mostra, por contraste, coRepública, age sempre em inte- mo corruptos são incompetentes resse próprio: de que prendeu para acumular riqueza de outra Lula et caterva porque queria ele- forma. ger Jair Bolsonaro, ser ministro A livre manifestação da inveja da Justiça e, em seguida, minis- desse pessoal se baseia na contro do Supremo Tribunal Federal; vicção católica de que ter lucro é de que já antepecado - o exato cipava trabalhar contrário da éticom complianca protestante “A perseguição ce para ganhar que ajudou a endinheiro em cipolítica a Sérgio gendrar o espírima de empresas to capitalista, coMoro é evidente. mo dissecou o pegas pela Lava Jato. Só mesmo alemão Max WeA presunção de a ironia para ber num livro inocência não dar conta da que deveria ser teoria conspiraleitura obrigatóvale para ele” tória malandra. ria. Exemplifico: Esse pessoal o ex-presidente não limites. Os Barack Obama é detratores deste site e da Crusoé admirado nos Estados Unidos nos acusam de sermos uma espé- por ter embolsado dezenas de cie de braço armado da Lava milhões de dólares com palestras Jato. É outra malandragem. e livros; o ex-juiz e ex-ministro Apoiamos a Lava Jato por termos Sergio Moro é vilipendiado no a convicção de que é necessário Brasil porque conseguiu bons limpar o país das safadezas co- empregos. Vão para o diabo metidas por gente poderosa, as- outra vez. sim como acreditam os cidadãos Não tenho procuração para deminimamente honestos. Convi- fender Sergio Moro, de quem damos Sergio Moro para ser co- não sou amigo e a quem vi três lunista da revista pela razão vezes na vida, sempre na compaóbvia de que se trata de persona- nhia de outros jornalistas. Não o lidade revestida de interesse pú- acho imune a críticas. Ninguém blico, e ele gentilmente aceitou o é. Mas defendo o direito de ele nosso convite por gostar do jor- ganhar muito dinheiro de forma nalismo investigativo da Crusoé. transparente e fazendo o que Razão idêntica foi a do convite sabe. Fique rico, Sergio Moro, e ao ex-procurador Carlos Fernan- demonstre aos detratores e invedo Lima. Cada um tem os colu- josos que a corrupção é um elonistas que pode ou quer. Mesmo gio que a esperteza faz à inépcia. assim, os suspeitos de sempre insinuaram que Sergio Moro (*) Jornalista de O Antagonista como colunista da Crusoé era sinal de ligações perigosas co-

Alberto Rostand Lanverly (*)

Mário Sabino (*)

Apesar das agruras vividas em 2020, as realizações alcançadas por muitos, serão não somente inesquecíveis, mas acima de tudo sementes plantadas a serem colhidas com maior sucesso em tempo vindouro. Nos últimos meses, quase todos perderam amigos ou ente queridos por motivos os mais diversos. Eu mesmo acompanhei o falecimento de Marlene, minha genitora, quando, ao invés de me afogar nas lagrimas abundantes em meu coração, encontrei forças para flutuar na imagem daquela criatura amada, sempre ao longo da vida, ensinando-me a sorrir e acreditar. Rapidamente dezembro chegou, mês de festas e também de Iemanjá; tempo de cantar e louvar na areia, dando salve às conchinhas de prata e à mãe sereia rainha do mar, sempre desejando flores brancas e muita paz. Época que sempre aplaudo os crentes em ser o oceano, onde se encontra energia para fazer o mundo girar, sendo também o receptor dos rios, as moradias de Oxum, que captam fluídos carregados das matas onde reina Oxossi; Justo nesse ano de tantas agonias, tal qual os discípulos de Iemanjá, encontrei forças para viver em plenitude, com muita inspiração para criar. Se por um lado o afastamento social, rareou o

contato com meus netos e pessoas que tanto amo, por outro lado me vi cada vez mais a escrever e produzir literatura. Aposto na crendice dos que afirmam, que cada ser humano possui seus próprios mares e neles veleja em busca da realização. E então, talvez inspirado nos gêiseres que trazem vibrações dos imaginários habitantes do fogo central do planeta, captando as energias das rochas transformadas em falésia e das aguas escorrendo dos maciços, eu escrevi.

“Justo nesse ano de tantas agonias, tal qual os discípulos de Iemanjá, encontrei forças para viver em plenitude”... Escrevi em abundância e quando menos esperei tinha transformado em livro infantil, as aventuras do meu neto caçula: "Gabriel e o peixinho dourado", em busca da vacina para debelar o coronavírus. Escrevi com emoção quando em pouco

tempo, concluí compêndio intitulado "Mãe", no qual em suas trezentos e quarenta páginas descrevo aquela que para mim sempre foi o modelo de ser humano. Escrevi puxando pela memória, quando resgatei a história das "bodegas em minha vida", com ênfase maior nas boas recordações porque as más considero como aprendizado. Escrevi com satisfação, quando desde abril até novembro, concebi mais de cem artigos publicados em jornais e blogs de Alagoas e Rio Grande do Norte. Sem esquecer a criação dos personagens Jesualdo e Germinia, duas figuras tão interessantes quanto engraçadas, através das quais contei inúmeros causos reais acontecidos na vida que vivi, muitos deles contado por parentes e amigos. Provei muitas alegrias como membro da Academia Alagoana de Letras, ao ver a Instituição, mais do que nunca se firmar como a Casa das Casas da Cultura Alagoana. (*) Presidente da Academia Alagoana de Letras

Mobilidade e tecnologia: o ano que valeu por uma década Bruno Neves (*)

No final de 2019, estive na Cidade do México para acompanhar as novidades do Intertraffic. Desde 1972, este é o maior evento global de infraestrutura, gestão de tráfego e segurança do mundo. Naquela oportunidade, 48% das conferências falaram sobre mobilidade. O tema é um ponto de atenção latente, especialmente para a América Latina. No último ano, a Inrix produziu o ranking Global Traffic Scorecard, que aponta as cidades com tráfego mais caótico. E não há nenhuma surpresa em constatar que quatro das sete cidades estão em países latinos (Bogotá (3°), Cidade do México (4°), São Paulo (5°) e Rio de Janeiro (7°). A IDOM, empresa que presta serviços de consultoria, engenharia e arquitetura, apresentou no evento um estudo sobre os sistemas de gerenciamento de tráfego em São Paulo e concluiu que se o tempo de deslocamento diminuísse em 10% poderia haver uma economia de US$1 milhão ao dia. Se no "longínquo" 2019 já era fundamental pensar em soluções relacionadas à mobilidade, em 2020 isso se tornou primordial. Afinal, hoje há risco de morte caso as medidas de isolamento social não sejam cumpridas à risca. Mas, infelizmente, as condições do transporte público e outros modais não

ajudam em nada na maioria destes países. Um estudo realizado pela Unifesp, em parceria com Fundação Tide Setubal concluiu que, nos bairros com maior número de usuários de transportes coletivos na cidade de São Paulo, 80% das mortes por Covid-19 podem ter relação direta com o deslocamento. Para atenuar os riscos, temos visto na Europa exemplos de cidades que cons-

“Para atenuar os riscos, temos visto na Europa exemplos de várias cidades que construíram ciclovias em meses” truíram ciclovias em meses, além de transformarem vias antes restritas a carros e ônibus em passagens exclusivas para pedestres e ciclistas. Até agosto, haviam sido anunciados 2.315 quilômetros de ciclovias, com 1.000 já finalizados. No Brasil, notam-se aumentos constantes nas vendas de bicicletas, com o ápice em julho, quando as vendas subiram 118% no comparativo ao mesmo período do ano passado.

Algo que irá impactar nossas vidas no futuro é a popularização do 5G, que promete internet até 100 vezes mais veloz que o 4G, além resposta em tempo real. Com a pandemia, as telecomunicações ganharam ainda mais importância, por conta das adaptações e acelerações que foram necessárias em diversos setores da economia. Entretanto, alguns percalços poderiam ter sido evitados se tivéssemos uma rede já consolidada de 5G no país, o que ainda não é o caso. É necessário, por exemplo, que a área de cobertura de torres aumente consideravelmente, além da resolução de uma série de burocracias legais. Não dá para negar que a tecnologia poderá revolucionar a forma como enxergamos a mobilidade no Brasil. Não somos referência em MaaS (mobility as a service)[1], smart cities ou carros autônomos. Mas, o 5G nos traz a possibilidade em tornar a mobilidade muito mais eficiente, através de tecnologia e integração. (*) Head de Inteligência de Mercado no Grupo Tecnowise e especialista e professor em mídias digitais

> OS ARTIGOS SÃO DE RESPONSABILIDADE DE SEUS AUTORES E NÃO REFLETEM NECESSARIAMENTE A OPINIÃO DESTE JORNAL

Endereço: Rua Dr. Albino Magalhães, 221 - Farol | CEP 57.050-080 Fone: (82) 3021-5837/ 3021-0563 - Maceió | Alagoas

Escritório: PRIMEIRA EDIÇÃO JORNAL ON-LINE IMPRESSA LTDA - ME CNPJ 08.078.664/0001-85 CMC 130003

Rua Godofredo Ferro, nº 215 - Centro - Maceió | Alagoas | CEP 57.020-570 Atendimento ao assinante: (82) 3021-0563

Luiz Carlos Barreto Goes Fundador do Primeira Edição

Bruno Goes Diretor Geral

Alda Sampaio Diretora Comercial

FTPI Representação Publicidade e Marketing Ltda Representante nacional do Primeira Edição Alameda dos Maracatins, nº 508 - 9º andar - Indianópolis/SP CNPJ 03.269.504/0001-08 / Insc. Est. Isenta Tel: (81) 2128-4350 / Cel: (81) 9175-5829 fred.recife@ftpi.com.br


B6 | Social

Primeira Edição | 14 a 20 de dezembro, 2020


Millions discover their favorite reads on issuu every month.

Give your content the digital home it deserves. Get it to any device in seconds.