Issuu on Google+

edição PRIMEIRA

Vettel vence GP em Interlagos Deu a dupla Vettel e Webber no GP de Interlagos disputado neste domingo, mas o espanhol Fernando Alonso (Ferrari) continua como líder e favorito para conquistar o título nos Emirados Árabes. > ESPORTES

Ninguém acerta a Mega-Sena Nenhum apostador acertou a Mega-Sena deste sábado, com as dezenas 12-30-32-40-49-60. O prêmio da próxima 4ª feira (10) deve ser de R$ 18 milhões. A Quina teve 42 acertadores e cada um vai receber R$ 38.879,24.

Ano 7 | Edição 388 | Maceió, Alagoas, 8 a 14 de novembro, 2010 | R$2,00

Compromisso de Téo: concurso público e reajuste para servidor já no ano novo Governador reafirma promessa de campanha e define como meta prioritária ações para gerar emprego e renda no Estado

Shopping desvia imposto pago pelos lojistas A direção do Shopping Maceió está sendo acusada de desviar ICMS pago pelos lojistas. Denúncia de um empresário revela que o administrador cobra taxa de energia consumida e da 'energia de demanda', mesmo quando esta não é usada. Até agora, o desvio soma R$ 1,4 milhão. A assessoria jurídica do shopping nega qualquer irregularidade. "O caso está sub judice e o dinheiro depositado em conta bancária", disse o advogado Marcus Lacet ao PRIMEIRA EDIÇÃO. > A-7

Primeira Edição

Shopping Maceió é acusado de desviar dinheiro do ICMS pago pelos lojistas (referente à energia de demanda) mas não repassado à companhia energética

"Valeu o conjunto da obra”, diz Claudionor Teotonio Vilela conquistou o segundo mandato de governador graças ao conjunto de sua obra. É o que afirma em entrevista o presidente regional do PSDB, Claudionor Araújo, para quem a vitória se deveu a uma soma de fatores, mas, sobretudo ao trabalho realizado por Vilela ao longo de seu mandato. Ele admite que Benedito de Lira é nome forte para 2012, e do prefeito Cícero Almeida para 2014. > A-6

Primeira Ediçãos

Advogado Claudionor Araújo

Cícero evitou ‘banho’ de Ronaldo na capital Cícero Almeida atuou como um 'dique de contenção', evitando que os eleitores de Collor migrassem em massa para Ronaldo Lessa - avalia Romero Vieira Belo. Segundo nosso diretor-editorial, os números mostram que, não fosse o apoio do prefeito, Lessa teria obtido grande vitória com o voto dos servidores insatisfeitos e dos eleitores do senador Fernando Collor, principalmente na capital. > A-2

Divulgação

Prefeito Cícero Almeida

ASA vence e se mantém na Série B Com um gol marcado no final e vitória de 2x1 sobre o Vila Nova (GO), o ASA assegurou sua permanência na Série B do Brasileiro. O jogo foi disputado na noite deste sábado, no Estádio Municipal de Arapiraca, e teve muitos lances de emoção. Com a vitória, o ASA se recuperou da derrota de 3x0 para o Santo André e chegou aos 48 pontos. Na reta final, o Alvinegro ainda vai jogar três vezes em Arapiraca e duas fora de seus domínios. > ESPORTES

Terra

Concurso público, priorizando setores como a Polícia Civil, e reajuste salarial para os servidores do Executivo, já no próximo ano. É o que assegura o governador reeleito Teotonio Vilela Filho para o início de sua nova gestão a partir de janeiro. Outra meta definida como prioridade do novo governo: aumentar os investimentos em infra-estrutura e trazer mais empresas para o Estado, garantindo a geração de novos empregos e renda para a população. Reeleito no último domingo, Teotonio Vilela será diplomado no dia 17 de dezembro e empossado em 1° de janeiro.> A-2

Vitória de Téo começou com mudança na Secom A vitória de Téo Vilela começou em 2009, com a posse do jornalista Nelson Ferreira na Secom. A partir daí, a imagem do governo mudou e as ações do Executivo começaram a ganhar visibilidade. Com estilo e sem apelar para arroubos demagógicos, Nelson Ferreira libertou Téo da 'redoma palaciana' e acertou ao trocar o slogan "Nunca se fez tanto" pelo "Alagoas no caminho certo". > A-3

Arquivo

Jornalista Nelson Ferreira

Dilma Rousseff defende criação de uma nova CPMF

> A-10

Vilela quer solução para morte de moradores de rua

> A-7

Receita Federal trabalha com agendamento prévio

> A-2

Denúncia de corrupção nas eleições mobiliza federais

> A-4

Pela Série A, na tarde deste domingo, o Corinthians venceu o São Paulo por 2x0 em pleno Morumbi. ESPORTES

Lula, Dilma e Serra devem R$ 114 mil apenas de multa

> A-9

Fale conosco | Redação: (82) 3033.3502 | Comercial: (82) 3033.2189 | Atendimento ao assinante: (82) 3033.5213 | Internet: http://www.primeiraedicao.com.br


Primeira Edição | 8 a 14 de novembro, 2010

A2 | Política

> PALAVRA EMPENHADA

Téo reafirma compromisso de campanha Governador fará concursos públicos e reitera que vai dar reajuste às categorias que ainda não tiveram correção salarial A notícia não poderia ser melhor para os servidores públicos, mas também para quem almeja por uma oportunidade de ingressar no serviço público estadual: 48 horas após vencer o segundo turno, o governador Teotonio Vilela reafirmou o compromisso de realizar concursos públicos e de reajustar os salários do funcionalismo. Como se trata de compromisso de campanha, poucos imaginavam que fosse ser cumprido em curto prazo, mas o governador garantiu que vai tocar as medidas já no próximo ano. Em relação a concurso público, o governo vai priorizar a contratação de policiais civis e delegados de polícia, onde a carência de pessoal é mais sensível (a Associação dos Delegados de Polícia informa que o Estado precisa de pelo menos 60 novos titulares para as delegacias, principalmente no interior). Claro que não existe ainda

definição sobre índice de reajuste, mas Teotonio Vilela vai contemplar todas as categorias do funcionalismo que ficaram seu nenhum tipo de correção durante seu governo. O governo já pode conceder reajustes salariais graças ao aumento da arrecadação e também porque o Estado não está mais sofrendo cortes nas cotas do Fundo de Participação dos Estados (FPE) situação que afetou sensivelmente a receita alagoana durante a vigência da crise financeira mundial. Com as medidas anunciadas, o governador pretende inaugurar uma nova relação com a sociedade, pautada na determinação de não encarar compromissos de campanha como meros artifícios para se ganhar a eleição. Outra grande meta do governo é investir na geração de emprego e renda para a população.

> RECEITA FEDERAL

Atendimento no CAC agora requer agendamento prévio A partir de segunda-feira, dia 08 de novembro, o atendimento no Centro de Atendimento ao Contribuinte (CAC), da Delegacia da Receita Federal Maceió/AL (em Jaraguá) sofrerá mudanças. Todos os serviços da Linha de Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ), inclusive o Documento Básico de Entrada (DBE's), serão atendidos, exclusivamente, mediante agendamento pela internet - no link: https://www.receita.fazenda.gov.br/Aplicacoes/SSL/AT BHE/SAGA/RegrasAgendame nto.aspx - ou pelo número 146. De acordo com o chefe do CAC Maceió/AL, Herbert Santos Jr., as vagas disponíveis para o agendamento serão ampliadas e não haverá mais nenhuma reserva de senha para atendimento presencial. "As eventuais exceções, que possibilitarão a emissão de senha presencial, serão analisadas caso a caso e decididas pela chefia do CAC", informa. Segundo dados do CAC, diariamente chegavam cerca de 200 contribuintes, de uma única

vez, para serem atendidos. As senhas eram emitidas quase que ao mesmo tempo, mas isso gerava um tempo médio de até 3h de espera. "O agendamento prévio, com hora marcada, trará benefícios significativos para o contribuinte. Não haverá mais espera, nem filas, diminuindo assim o fluxo de pessoas e o tempo que elas passam aguardando sua vez. Será muito mais cômodo", ressalta Herbert Santos Jr. O chefe do CAC informou, ainda, que o contribuinte deve chegar na hora que marcou, caso contrário corre o risco de perder a vaga. No país, a DRF Maceió/AL é a última a aderir ao sistema de agendamento virtual. "Em todo o país esse sistema está funcionando muito bem. Hoje, temos uma média de 541 atendimentos por dia, com a reserva de senha para atendimento presencial e considerando todos os tipos de serviço. O novo sistema não diminuirá esse número e trará mais conforto ao contribuinte" conclui Herbert.

> BATALHA EM MACEIÓ

Cícero impediu que eleitor de Collor migrasse para Ronaldo Arquivo

Romero Vieira Belo Diretor Editorial

Basta analisar os números do primeiro e segundo turno para se chegar a uma conclusão matemática inquestionável: o apoio declarado do prefeito Cícero Almeida e seu efetivo engajamento na campanha de Teotonio Vilela foi decisivo para impedir a migração dos eleitores de Fernando Collor para Ronaldo Lessa. Pesou não apenas o alto índice de aprovação do governo municipal, assim como a popularidade recorde do prefeito, mas também, e especialmente, o fato de que Almeida 'pisa' no mesmo terreno eleitoral teoricamente ocupado pelo ex-presidente, ou seja, as favelas, grotas, os conjuntos residenciais pobres e os bairros que formam a periferia da Grande Maceió. Veja os números:

PRIMEIRO TURNO EM MACEIÓ

Prefeito Cícero Almeida teve papel decisivo na vitória de Teotonio Vilela

votos de vantagem sobre Ronaldo Lessa no primeiro. Agora, atente-se para o resultado do segundo turno entre Téo e Lessa:

SEGUNDO TURNO EM MACEIÓ

Teotonio Vilela ... 143.416 votos Ronaldo Lessa ..... 137.366 votos Fernando Collor .. 99.768 votos

Ronaldo Lessa ..... 194.659 votos Teotonio Vilela ... 192.390 votos

Observe-se, pelos números finais do Tribunal Superior Eleitoral, que Teotonio Vilela colocou pouco mais de 6 mil

Ou seja, Lessa virou, mas sua vantagem final foi de apenas 2 mil 49 votos. E para onde foram os 99.768 eleitores de

Collor? Eles se distribuíram. Ou melhor, atraídos pelo apelo de Cícero Almeida, deixaram de migrar maciçamente para Lessa. Não fosse o papel preponderante do prefeito, principalmente no segundo turno, o cenário na capital tinha tudo para proporcionar uma vitória estupenda de Ronaldo Lessa, sobretudo pelo apoio da grande maioria dos servidores públicos insatisfeitos e pela quase hipnose do senador Collor sobre seus fiéis seguidores.

Almeida já tinha demonstrado sua força eleitoral no primeiro turno ao pedir voto para os dois candidatos afinal vitoriosos na disputa para o Senado - Renan Calheiros e Benedito de Lira. No turno final da batalha sucessória, o prefeito não apenas 'segurou' a massa collorida nas áreas periféricas como derrubou um verdadeiro mito - o de que Collor detinha controle absoluto sobre o eleitorado do Conjunto Virgem dos Pobres, na área do Dique-Estrada. De fato, quem, na reta final do segundo turno, percorreu as ruelas de minúsculas rotatórias daquele populoso conjunto encravado na margem da Lagoa Mundaú, partindo do Alto do Céu, deparou-se com algo incrível: todas as casas, sem exceção, exibiam os adesivos azulamarelo 'Teotonio 45'. Era uma retribuição ao fato de Cícero Almeida ter asfaltado todo o conjunto no ano passado. A vitória final de Teotonio Vilela resultou de um somatório de fatores, é bem verdade, mas não se pode reduzir um grama sequer do peso eleitoral de Cícero Almeida, mormente porque, num colégio eleitoral como Maceió - quase 400 mil votos válidos - um forte desequilíbrio poderia inclusive ter neutralizado a vantagem do candidato tucano vinda do interior.

Marcos Barbosa confirma liderança Márcio Ândrei

Na zona sul de Maceió Ponta grossa, Vergel, Prado, Trapiche, Coréia - o deputado Marcos Barbosa mostrou sua força no primeiro e segundo turno. Líder popular numa área até então tida como 'domínio absoluto' de Collor, Marcos Barbosa não apenas se reelegeu, como deu inestimável contribuição a Teotonio Vilela, sobretudo no primeiro turno, quando chegou a ser objeto de reportagem da Gazeta acusando-o de 'comprar Deputado Marcos Barbosa, reeleito, confirma forte liderança na Zona Sul

donativos' destinados às vítimas das enchentes de junho. O deputado Marcos Barbosa se defendeu, provou que, ao contrário do que dizia a matéria, fez uma grande doação de alimentos aos flagelados, e acabou atingindo dois importantes objetivos: elegeuse para novo mandato na Assembleia Legislativa e direcionou eleitores cativos de Collor para o candidato Téo Vilela, proeza repetida com o mesmo sucesso no segundo turno.


Primeira Edição | 8 a 14 de novembro, 2010

Política | A3

> PONTO DE PARTIDA Romero Vieira Belo

Enfoque Político O exemplo de Teotonio Teotonio Vilela deu uma lição de como se fazer política. Enquanto se dizia, em Maceió, que os 70 mil servidores públicos impediriam sua reeleição a qualquer custo, o governador começou a olhar para o Estado. Rodovias, pontes, ambulâncias, hospitais, postos de saúde, escolas. ICMS dos municípios em dia. Ao se voltar para o Estado, Vilela pensou em três milhões de alagoanos. Na Grande Maceió, a resposta veio com grandes lojas, empresas de porte, indústrias, novos hotéis. Mas o governador também não esqueceu o funcionalismo, pois reajustou os salários de vários setores e pagou a isonomia da educação deixada pelo governo anterior. Fez mais: colocou em dia, no mês trabalhado, o pagamento da folha salarial dos servidores que ganham até R$ 2 mil. Na campanha, Teotonio deu um show de urbanidade. Não alterou o tom de voz nem mesmo para se defender. Tinha plena consciência de que o eleitor estava preparado para ser o juiz dos embates. Tratou o principal rival o tempo todo pelo primeiro nome Ronaldo - e recusou-se a praticar qualquer tipo de baixaria. O grupo que no final reuniu Lessa e Collor era bem mais poderoso, aqui em Alagoas, e lá fora. Tinha inclusive o apoio do presidente da República convertido em líder messiânico. Mesmo assim, Teotonio jogou segundo as regras de jogo, cativou a maioria dos torcedores e venceu a disputa com indiscutíveis méritos. Sua reeleição deve ser vista como um exemplo de que se pode fazer política respeitando-se os adversários e sem se cometer abuso de poder, quando este já está sendo exercido em plenitude. PRIMEIRO SINAL

TAPA NA CARA

Enquanto petistas tradicionais já lembram o nome de Lula para a sucessão em 2014, a presidente eleita, Dilma Roussef, já mandou um recado: "Pela praxe, o presidente eleito é candidato natural à reeleição".

As urnas nem esfriaram ainda, e Dilma já mostra qual será seu diapasão: quer recriar a CPMF, com outro nome. Além disso, vai reajustar o Bolsa Família para retribuir os 12 milhões de votos que lhe deram a vitória.

PREÇO DE UMA ALIANÇA OPORTUNÍSTICA A aliança imprópria entre Lessa e Collor, no segundo turno, mais prejudicou do que beneficiou o candidato da Frente Popular. Ocorreu que Lessa perdeu os eleitores mais humildes (os colloridos que Cícero Almeida atraiu para Téo) e os mais politizados que se recusaram a apoiar a união da esquerda com a direita. NONÔ GOVERNADOR

O FUTURO DE COLLOR

Vice-governador eleito domingo último, José Thomaz Nonô assumirá o governo de Alagoas em abril de 2014, período em que Teotonio terá de renunciar para concorrer ao mandato de senador.

Desgastado pelas sucessivas derrotas, Fernando Collor poderá esquecer a reeleição ao Senado, daqui a quatro anos, optando por um mandato de deputado federal. Mais fácil que enfrentar Teotonio.

SERRA, DERROTADO, FAZ DISCURSO DE VERDADEIRO ESTADISTA O discurso de Serra, no final da apuração, foi emocionante, digno de um estadista. Um discurso de gratidão e confiança no futuro. Bem ao contrário de certos políticos que estrilaram diante de simples pesquisas de intenção de voto. E, qual guerreiro incansável, Serra encerrou com um 'até breve', que guerreiro de verdade nunca diz 'adeus'.

NEM BOCA DE URNA

APOSENTADORIA JÁ

O Ibope não acertou sequer a pesquisa de boca de urna para o governo de Alagoas. Apontou vitória de Téo por 8 pontos de vantagem. Feita a apuração, a diferença ficou em apenas 5 pontos.

E o Gape? O Gape é um caso sério. Primeiro, só faz pesquisa quando Collor está em campo jogando. Nestas eleições, errou no primeiro e segundo turno. Merece aposentadoria compulsória.

RENAN COGITADO PARA ALTAS FUNÇÕES Renan Calheiros está sendo cogitado para assumir um ministério no governo Dilma. Reeleito em Alagoas, o senador e líder do PMDB também está no páreo para presidir o Senado Federal. O PMDB, vale lembrar, dirige 6 ministérios, entre os quais o de Minas e Energia, Integração Nacional, Transportes e Defesa. MESA DA ASSEMBLEIA

PALPITE DE ERNANDI

A partir desta semana, o governador Teotonio Vilela inicia contatos para definir a futura Mesa da Assembleia. Dos 27 deputados eleitos, pelo menos 17 apoiaram a reeleição de Téo.

Para Ernandi Malta, líder dos servidores da Assembleia, Cícero Almeida cumpriu sua missão no segundo turno: "Impediu que os eleitores de Collor, em enxurrada, migrassem para Ronaldo Lessa".

CRESCE LISTA DE PREFEITURÁVEIS Cresce como elástico a lista de possíveis candidatos a prefeito de Maceió em 2010: Ronaldo Lessa, Heloísa Helena, Galba Novaes, Benedito de Lira, Lourdinha Lira, Rui Palmeira, Givaldo Carimbão. Mas, alto lá: a 'bola da vez' será aquele que Cícero Almeida - recordista de popularidade - indicar ou apoiar. Segundo as urnas de outubro, é Almeida aqui e Lula lá.

Vitória de Téo começou com a posse de Nelson na Secom Comunicação mudou imagem do governo e mostrou "Alagoas no caminho certo" Márcio Ândrei

Romero Vieira Belo Diretor Editorial

A vitória de Teotonio Vilela Filho foi confirmada no domingo, 31, mas começou, de verdade, a partir de junho de 2009, quando o jornalista Nelson Ferreira assumiu o comando da Secretaria de Comunicação, num momento em que a imagem do governo era a pior possível na avaliação geral dos alagoanos. Terceiro nome convocado para a Secom na era Vilela, Nelson Ferreira substituiu Vilmar Bandeira, que havia adotado uma estratégia de comunicação totalmente equivocada, cujo lema "Nunca se fez tanto em Alagoas", exibido à exaustão na mídia sem elementos reais que lhe dessem sustentação, acabou por inspirar setores do funcionalismo a replicar com a frase "Nunca se matou tanto em Alagoas" transformada em adesivos de automóveis. Desde que assumira o cargo em janeiro de 2007, Vilela se indispusera com inúmeros setores do funcionalismo público, mas a crise enfrentada pelo governo não parecia deixá-lo incomodado com os baixos índices de popularidade, refletidos em pesquisa de opinião e confirmados na derrota de sua candidatura à Prefeitura de Maceió, Solange Jurema, em 2008. O governador só atentou para a imagem desgastada de sua gestão a partir de meados do ano passado, quando a mídia batia diariamente em um tema recorrente - o crescimento da violência no Estado - e não teve outra coisa a fazer senão mudar o comando da Secom, o que se materializou com a investidura do jornalista Nelson Ferreira. Versado em relações institucionais e consagrado em marketing político desde que transformou um dos usineiros mais reservados de Alagoas - João Lyra - em personagem palatável até mesmo entre as classes menos favorecidas, Nelson Ferreira assumiu a Secom com a missão de, em questão de meses, mostrar o lado positivo do governo, de forma convincente, e mudar a imagem do governador que parecia viver 'encastelado'. Com esse intento, adotou duas medidas importantes: retirou a publicidade oficial do ar, apagando de vez frases como "Nunca de fez tanto" e "Não está bom, mas vai ficar melhor" - e procurou mostrar o governador ao público como 'gente de carne e osso'. Primeiro, convocando a imprensa para sucessivos encontros matinais no velho Palácio Floriano Peixoto, onde Teotonio Vilela apresentava balanços parciais de sua administração, o que era repercutido na mídia (as emissoras de rádio faziam cobertura ao vivo). Depois, levando o governador às ruas, em Maceió e no interior, num trabalho de aproximação com o povo nunca antes experimentado. Nesse terreno, ganhou projeção a famosa imagem de Teotonio Vilela percorrendo a zona rural de Viçosa a pé e comendo milho verde junto com moradores simples daquele município.

Teotonio Vilela acertou ao convocar Nelson Ferreira para a Secom: governo ganhou nova imagem Primeira Edição

Experiente, Nelson Ferreira deu visibilidade às ações do governo e retirou Vilela da ‘redoma palaciana’

Além de inaugurar nova atitude no relacionamento entre a Secom e os jornalistas, Nelson Ferreira passou a mostrar no rádio, na televisão e nos jornais, algo que existia mas a população simplesmente desconhecia: obras do governo, muitas obras físicas nas áreas de saúde, educação, habitação e estradas. A última campanha institucional divulgada na TV até junho passado foi, reconhecido por jornalistas e marqueteiros, um dos trabalhos mais bem executados em toda a história da Secretaria de Comunicação, e nele Nelson Ferreira cunhou a frase que marcaria a nova imagem do governo antes e durante o processo eleitoral: "Alagoas no caminho certo". Indiscutível que a vitória em um pleito

majoritário resulta da soma de numerosos fatores - o marketing de campanha, o engajamento da militância, o apoio logístico dos assessores, as fontes de financiamento, os acordos políticos, as alianças, as adesões ao longo da caminhada - mas tudo isso só funciona eficazmente quando a imagem do governo vai bem. Menos de um ano e meio após empossar Nelson Ferreira na Secom, Teotonio Vilela pôde afinal constatar que os carros já não circulavam na capital exibindo a frase "Nunca se matou tanto em Alagoas", e a rejeição de seu governo dera lugar a um invejável índice de aprovação popular captado em várias pesquisas realizadas pelo Ibope durante a campanha concluída no dia 31 de outubro.

> MEDIDAS VENCIDAS

Câmara não vota MP e impede liberação de verba para Alagoas A Câmara dos Deputados deverá retomar as votações em plenário nesta terça-feira (9), depois de passar mais de quatro meses sem votar qualquer matéria. No retorno, os deputados vão encontrar a pauta trancada por 12 medidas provisórias e pelo projeto de lei que cria o Fundo Social, trata do sistema de exploração do petróleo do pré-sal e da distribuição dos royalties do petróleo. As medidas provisórias têm prioridade de votação em relação ao projeto do pré-sal. Durante o período em que os deputados não votaram nenhuma matéria, seis medidas provisórias perderam a eficácia por falta de votações, entre elas uma que afeta diretamente Ala-

goas: a reserva de R$ 1 bilhão em linhas de crédito do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para obras de construção civil e reforço do capital de giro a empresas de cidades atingidas pelas enchentes em Pernambuco e Alagoas. Para buscar um entendimento para as votações, o presidente da Câmara, deputado Michel Temer (PMDB-SP), convocou os líderes partidários para uma reunião na terça-feira (9), às 14h30. Ele quer acertar com as lideranças partidárias um cronograma para as votações dessas medidas A última votação no plenário da Câmara ocorreu no dia 7 de julho, quando foram apro-

vadas duas medidas provisórias sobre a abertura de crédito. De lá para cá, duas tentativas de votações foram feitas. A primeira nos dias 3 e 4 de agosto, quando os aliados do governo tentaram votar algumas medidas provisórias e a oposição obstruiu as votações com o argumento de que primeiro deveria ser votado o destaque que acaba com a base de cálculo da Contribuição Social para a Saúde (CSS). A segunda tentativa, sem sucesso, foi feita nos dias 17 e 18 do mesmo mês. Terminado o período eleitoral, os deputados retomam as atividades legislativas na tentativa de aprovar as medidas provisórias que estão trancan-

do a pauta. Entre as MPs, algumas são consideradas polêmicas como a 497, que faz alterações na legislação tributária e a 495, que promove modificações em temas como a Lei das Licitações. Para ser votada, há ainda a medida que trata de abertura de crédito extraordinário em favor de diversos órgãos do Poder Executivo (MP 498), a que dispõe sobre o limite de endividamento de municípios em operações de crédito destinadas ao financiamento de infraestrutura para a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016 (MP 496) e a do Sistema Nacional de Defesa Civil (MP 494).


Primeira Edição | 8 a 14 de novembro, 2010

A4 | Entrevista

> ENTREVISTA/ CLAUDIONOR ARAÚJO Geraldo Câmara

Ouvidor Geral geraldocamara@gmail.com

Matar mendigos é uma velha história Uma lamentável história que aconteceu no Rio de Janeiro, durante o governo do Carlos Lacerda que se propunha a fazer imensas modificações no então Estado da Guanabara. E até as fez. Só que, muita coisa esquisita acontecia por lá e, dentre elas, uma verdadeira chacina de mendigos e de moradores de rua que eram mortos, sabe-se lá por quem, e despejados seus corpos no Rio Guandu. Foram dezenas deles e o carioca teve que amargar as críticas nacionais e internacionais por seu governador não ter conseguido desvendar o mistério dos terríveis assassinatos. Alagoas está vivendo situação parecida com essas mortes que já chegam a quase três dezenas e que estão envergonhando a todos nós pela maldade e pela repercussão de atos tão desumanos. Talvez seja chegada a hora de a polícia demonstrar ao povo que não só de crimes contra personalidades vivem suas investigações. É preciso resgatar a justiça do que se faz em matéria de crimes contra os anônimos, tão anônimos neste caso que nem endereço certo possuem. Vítimas de uma falta total de políticas públicas, de albergues decentes, de condições de trabalho e de moradias, os moradores de rua, incomodando a muita gente e, sejamos sinceros, a nós todos, no entanto, merecem tratamento adequado por parte do governo que já os deveria ter enxergado como gente como a gente e não como animais que perambulam perdidos pelas ruas da cidade. Aliás, os animais ainda contam com instituições que os protegem. E os moradores de rua? Ah...esses são eliminados da sociedade por um punhado de tiros. Antes que a vergonha aumente a ponto de virar marca registrada como virou com os "mendigos do Guandu", ação, muita ação com todas as tropas, de elite ou não, de que disponhamos.

DESTACÔMETRO O destaque vai para o Superintendente da ABIN - Agência Brasileira de Inteligência, Lino Fonseca, que, no "Almoçando com a Notícia" fez uma radiografia, pela primeira vez na televisão alagoana, das funções importantíssimas daquela instituição federal.

OUVIDOR GERAL OUVIU... ...que o filme longa-m metragem "A FARSA" de Flávio Cavalcante, escritor alagoano que mora no Rio de Janeiro, cidade onde está sendo gravado, tem a direção de Milene Chevall da Rede Globo. Aqui em Maceió uma peça teatral de sucesso leva também o nome de Flávio Cavalcante: "As muié de Gilmaro". E outra de grande aceitação por parte do público está brilhando nesses últimos dias no Rio de Janeiro:"Urubu de Paletó". É um alagoano mostrando para o que veio ao mundo e começa a conquistá-llo com sua arte. ...que o Sistema Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea), por meio do Centro Internacional de Negócios (CIN/AL) e em parceria com o Sistema Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), promoveu o workshop "Adequando Produtos para o Mercado da União Europeia", destinado a empresários da Cadeia da Moda alagoana. A iniciativa faz parte do AL-Invest IV - Programa de Aumento da Competitividade e de Internacionalização de Pequenas e Médias Empresas -, e tem a parceria da Confederação Nacional da Indústria (CNI), por intermédio da Rede Brasileira de Centros Internacionais de Negócios (RedeCIN). ...que a luta pela sucessão de Cícero Almeida, na prefeitura de Maceió, já começou e vários nomes já surgem pelos bastidores tais como o do deputado federal Carimbão, do deputado federal eleito Ruy Palmeira, da Secretária de Finanças Marcilene Costa, do vereador Galba Novaes e, claro, do vitorioso em Maceió para o governo do Estado, Ronaldo Lessa. Cedo demais para ser discutida a eleição de 2012 ou até, sob vários ângulos, no tempo perfeito. No entanto, como águas vão passar por baixo da ponte o negócio é esperar. E quem viver verá. ...que ao entrevistarmos no "Bartpapo com Geraldo Câmara" o Cmte. Geral da Polícia Militar, Cel. Dário César, tivemos a satisfação de ver uma pessoa absolutamente coerente com suas convicções e uma delas, falando francamente, foi a sua definição em relação ao efetivo, sempre alvo de reclamações por ser pequeno. Contestado por ele, demonstrou que é o suficiente desde que seja feita uma total reengenharia no seu aproveitamento e colocando nas ruas quem por lá deva ficar. Outra coisa que nos chamou a atenção foi a sua tese de que os que estão na ponta são os que se fazem merecedores de premiação e não os que estão nos gabinetes. Gostei!!! ...que estou com a AMA e não abro no que diz respeito a contestar os números do IBGE em relação ao Censo 2010. Os municípios não podem ser prejudicados com números que os vão colocar em dificuldades daí para frente já que os valores do FPM serão reduzidos. Ninguém acredita que todos os domicílios foram visitados e que todos os brasileiros tenham sido devidamente recenseados. Acho que este censo precisa de uma investigação profunda para que os números sejam reais. É o caso, por exemplo de Maceió que, segundo o IBGE não alcançou os 1 milhão de habitantes, o que nos parece impossível.

PÍLULAS DO OUVIDOR Primeira: E quem brilhou, último sábado, aqui em Maceió foi Chico de Assis em Guerreiro de Jorge, um espetáculo inteligente no estilo "eu sozinho". Segunda: Próximo dia 18, quinta-feira, 10 horas da manhã, Câmara Municipal de Maceió, eu, Geraldo Câmara e Luciano Barboza, diretor da TV Mar, estaremos recebendo o título de "Cidadãos Maceioenses", proposto pela vereadora Rosinha da Adefal. Contamos com os amigos. Terceira: Pois é! O Lula inverteu o tempo certo na sua vida. Ao invés de vir a Alagoas antes das eleições para apoiar seu candidato a governador, vem no próximo dia 20, Dia da Consciência Negra. Quarta: Sinceramente não vejo porque precisemos de uma "força nacional" para elucidar os nossos crimes. Na nossa polícia existem investigadores de primeira linha. Talvez o que falte é prestigia-los.

ABRAÇOS IMPRESSOS Os meus abraços impressos vão para o casal Walnia Ferreira e Luiz Gustavo Passos, ela a gerente da Guido Planejados. O casamento deles será no dia 27 de Novembro na Igreja de Nossa Senhora das Graças na Pitanguinha às 20h. Gente boa!

"Téo ganhou pelo conjunto de seu trabalho no governo" Presidente do PSDB analisa processo político e avanços de Alagoas com Teotonio Vilela Ele é amigo pessoal do governador, presidente regional do PSDB e acha que a vitória de Teotonio Vilela se deveu ao conjunto da obra realizada nesses últimos três anos e meio. Claudionor Araújo, advogado, militante político, tucano de carteirinha, diz que é cedo para falar em eleição municipal ou, ainda mais, sucessão estadual, mas considera o senador eleito Benedito de Lira um nome forte para con-

correr à Prefeitura de Maceió, e Cícero Almeida, prefeito de Maceió, importante opção para disputar o governo em 2014. Em entrevista à repórter Luciana Martins, Claudionor (que é também ouvidor-geral do Estado) analisa o processo eleitoral em Alagoas e comenta a derrota de José Serra para Dilma Rousseff. "Não creio", respondeu ao ser indagado sobre se o Brasil caminha para uma ditadura petista. Primeira Edição

cio de dezembro, para iniciar o novo mandato no dia primeiro de janeiro. Então, a prefeitura de Maceió é uma coisa a se discutir no ano da eleição municipal. Agora, que é um grande nome, não há dúvida.

Dentre os fatores que concorreram para a vitória de Téo Vilela, qual o principal, na sua avaliação? Todo o trabalho que ele realizou durante estes três anos e meio, em torno da proposta que apresentou e desenvolveu ao longo desse tempo. Encontrou um Estado em péssimas condições administrativas e financeiras, quase um caos. Ele conseguiu recuperar, recuperar a credibilidade e mais do que isso, conseguiu desenvolver o Estado. Então, isso tudo foi o principal ponto, além, naturalmente, da credibilidade dele enquanto político e enquanto gestor. Essa foi a razão maior da compreensão do eleitorado alagoano, que deu a ele essa vitória histórica. Em algum momento do segundo turno, o senhor temeu pelo resultado? Deu pra sentir o crescimento de Lessa? Claro que deu, mas em nenhum momento eu fiquei receoso de perder a eleição. Nem eu, muito menos o governador que sempre transmitiu otimismo porque ele sabia do papel que estava desempenhando, do trabalho que estava desenvolvendo, da receptividade das pessoas na rua. Nós sabíamos das dificuldades que estávamos enfrentando, posso dizer que o resultado da eleição nos deixou feliz enquanto cidadão e amigo do governador, presidente do partido dele (PSDB) e ao mesmo tempo orgulhoso porque consegui dá uma contribuição, mínima que tenha sido, para que houvesse uma aceitação por parte dos eleitores, por parte do povo de Alagoas por todo esse trabalho que ele realizou. Destaco que foi uma vitória histórica porque ele venceu grandes lideranças do Estado, como Ronaldo Lessa, Fernando Collor, Renan Calheiros e Luciano Barbosa. Ele venceu duas vezes essas grandes lideranças e aí, o destaque é esse: Téo venceu esses grandes caciques e agora, ele próprio se tornou a maior liderança política de Alagoas das últimas décadas. Por isso digo que é uma vitória histórica. Surpreendeu o fato de os servidores públicos não terem votado massivamente em Téo? De certa forma sim, porque o governador Teotônio não pôde atender às reivindicações dos servidores. Mas ele trabalhou no sentido de que os servidores se sentissem valorizados, ele recuperou o IPASEAL Saúde, a Previdência Estadual, colocou na Previdência Social R$ 120 milhões. Hoje, o servidor público que se aposenta tem certeza que não vai ter problema para receber a sua aposentadoria. Ele também deu reajuste a uma grande parte dos servidores, praticamente a metade deles. Ele não pôde dar a todos pelo caos que encontrou o Estado. Enfim, foi uma surpresa, de qualquer forma, a resistência maior por parte de muitos servidores ao desempenho e, portanto, em não ter votado no governador Teotônio Vilela. Mas, a história vai mostrar isso, que ele não fez, não porque não quis, mas porque não pôde, respeitando a Lei de Responsabilidade Fiscal. Os servidores haverão de reconhecer esse esforço que ele fez e agora com um governo com as contas devidamente saneadas e um Estado se desenvolvendo, com empresas chegando, com obras em andamento, a serem

E Cícero Almeida, será a 'bola da vez' para o governo em 2014? Isso também é uma questão que tem que ser abordada no ano da sucessão governamental. Trata-se de uma grande liderança, sem dúvida alguma. Cícero Almeida foi fundamental na eleição do Téo Vilela pela grande liderança que ele exerce na capital e também nos municípios onde ele tem amigos e, digamos assim, onde o seu trabalho tem repercutido. Portanto, é uma grande liderança e, sem dúvida alguma, ele será considerado, será muito forte para a sucessão do governador Teotônio Vilela.

Claudionor Araújo atribui vitória ao conjunto das ações do governo tucano

concluídas e outras a serem iniciadas, certamente, no ano que vem, em 2011, irá conceder o reajuste aos servidores. Por que a vantagem de Téo caiu de 140 mil votos, no primeiro turno, para 74 mil votos no segundo? É que ele estava enfrentando três grandes lideranças que se uniram no segundo turno na tentativa de derrotá-lo. Não conseguiram porque prevaleceu aquele sentimento de que o Estado estava realmente mudado. Aquele discurso de mudança dos adversários não ressoou, não teve ressonância, nem na população, nem no eleitorado porque mudança é realmente essa que está fazendo Teotônio Vilela. Esse é o fato maior, eles se reuniram todos, fizeram o possível e impossível, mas não conseguiram derrotar a população que entendeu a mensagem do governador Teotônio Vilela. Em que momento de sua trajetória no governo, Teotônio 'começou' a ganhar o segundo mandato? Eu acho que desde o inicio, embora ele jamais tivesse em sua proposta alimentar o desejo de ir para um segundo mandato. Ele queria a recuperação do Estado, mas verificou que o Estado precisaria, realmente, consolidar esse projeto para não voltar ao que era. Então ele foi compreendendo isso aos poucos. Não era o propósito dele, mas à medida que o tempo ia passando, as coisas iam acontecendo, o Estado se desenvolvia. Ele sentiu que precisava efetivamente ter outro tempo para consolidar, e foi mentalizando essa necessidade e assim procedeu. Mas não durante todo o mandato. Só no tempo certo começou a discutir essa possibilidade e posteriormente aceitar essa nova missão. Por que a campanha assumiu tanta agressividade? O governador tem um histórico de conduta parcífica, é um homem pacato, é um homem calmo, tranqüilo e, portanto ele não comungava com essa atitude, digamos até de baixaria. Agora há coisas que não podem ficar sem resposta porque uma mentira repetida várias vezes pode se tor-

nar, na mente da população, uma verdade. Então, em alguns momentos, ele teve de um pouco mais enérgico para repudiar as calúnias que lhe estavam assacando. A consciência cívica dos alagoanos evoluiu nessas eleições? Sim, eu creio que sim, embora nós tenhamos tido uma abstenção maior do que no primeiro turno, mas tinham algumas explicações: uma delas é que a eleição foi em um feriado longo e infelizmente as pessoas se acomodam; segundo não havia eleição de senador, então, as pessoas que, mesmo as que não venceram a eleição, digamos assim, se empenharam, mas a sua militância talvez não tenha tido a mesma disposição de um candidato eleito para ir à luta. Isso desmobiliza um pouco, mas, mesmo assim houve um sentimento cívico da população como um todo, nessa participação, que eu até imaginei, pelo feriado longo, que a abstenção pudesse até ser maior. A seu ver, qual será o grande foco do governo tucano a partir de janeiro próximo? Ele já disse: é a geração de emprego, ou seja, continuar no ritmo do desenvolvimento. Além disso, ele também tem como prioridade a questão dos funcionários públicos, que é um item da maior importância - a valorização cada vez maior do servidor, bem como a construção de mais casas populares. Ele quer no mínimo fazer mais 36 mil casas no próximo mandato. Tudo isso é desenvolvimento, progresso, tudo isso é emprego que vai gerar mais renda para a população, trazendo aqueles que estão desempregados para o consumo, para uma vida melhor, para a dignidade e para a cidadania. Benedito de Lira, eleito senador mais votado do estado, seria um nome ideal para a Prefeitura de Maceió em 2012? Não sei. Essa questão da prefeitura de Maceió, não me parece ser a hora para discutirmos esse tema, mesmo porque ainda há a conclusão desse primeiro mandato até dezembro, ainda tem a formação do secretariado... E o governador só vai fazer isso, só vai discutir qualquer nome no ini-

Diz-se que os grandes derrotados dessas eleições, em Alagoas, foi Fernando Collor e Heloísa Helena. Concorda? Nesse momento todos temos que descer do palanque. É o caso do governador Teotônio Vilela, que prefere não falar mais em que foi derrotado e quem não foi. Houve uma evidência, houve um destaque, uma eleição histórica, uma vitória histórica, mas, agora daqui pra frente, é pensar em Alagoas. Eu não considero que um ou outro tenha sido maior derrotado, nada disso. Apenas o eleitorado escolheu democraticamente aquele que ele achava ser o melhor para o Estado. Portanto, não considero ninguém maior ou menor derrotado, de maneira nenhuma. Todos contribuíram para o fortalecimento da democracia em Alagoas e no Brasil. Além de votos, claro, o que faltou para Serra vencer Dilma? A derrota do Serra é um fato natural, não se pode encarar de outra forma. As eleições foram limpas, claro que de se certa forma, houve o fato do presidente da República deixar o seu cargo para ser cabo eleitoral de Dilma, era a concepção dele, era a forma de ele agir politicamente, ele usou os instrumentos que estavam a sua disposição. Agora, a democracia foi respeitada, a eleição foi limpa e cabe agora ao PSDB, como oposição, fazer uma oposição séria e responsável, fiscalizadora. Quem vence governa, quem perde vai para a oposição, esse é o caminho do PSDB. O senhor acha que o Brasil corre o risco de mergulhar de vez numa 'ditadura petista' sem prazo para acabar? Não acho. Eu entendo que houve exageros, houve aparelhamento do Estado. Hoje em dia, por exemplo, você vai verificar que as grandes centrais sindicais não são mais centrais sindicais, elas não representam mais o interesse do trabalhador, é o interesse da sua liderança, dos seus correligionários, digamos assim. Então, o presidente Lula criou milhares de emprego, cargos de comissão para atender aos seus companheiros de partido, e isso não pode continuar a acontecer. Mas não creio que haja uma ditadura nessa direção porque o povo saberá responder no momento certo e nós estaremos fiscalizando e fazendo a oposição correta para impedir que isso aconteça.


Primeira Edição | 8 a 14 de novembro, 2010

Cidade | A5

> MORADORES DE RUA

Polícia mantém negativa de extermínio

Governador dá prazo de duas semanas para conclusão de inquéritos; delegado Barenco acusa falta de necropsias e de testemunhas Márcio Ândrei

Quinze dias ou duas semanas. É o prazo que a Polícia Civil tem para concluir os inquéritos sobre o assassinato de 31 moradores de rua de Maceió e Arapiraca nos últimos 11 meses. A determinação partiu do próprio governador Teotonio Vilela durante reunião com o comando da PC, quarta-feira (3) no Palácio do Governo. Presentes à reunião cinco secretários estaduais, o governador Teotonio Vilela ordenou que dentro de 15 dias todos os inquéritos das mortes dos moradores de rua sejam encaminhados à Justiça estadual com os nomes dos executores dos crimes. O diretor-geral da Polícia Civil, delegado Marcílio Barenco, informou sobre o andamento das investigações, assim como das medidas que estão sendo adotadas para o esclarecimento dos crimes. Reiterado o que havia dito ao PRIMEIRA EDIÇÃO há duas semanas, o delegado Barenco negou a participação de grupos de extermínios, como vem sendo apontado por setores da imprensa, e mais uma vez associou os crimes ao uso de drogas e acertos de contas entre moradores de rua. O governador Teotonio Vilela também pediu ações conjuntas dos órgãos estaduais e municipais da área de assistência social para que se possa garantir aos moradores de rua que estão em situação de risco o apoio assistencial e a proteção do estado. O delegado Marcílio Barenco anunciou que até o próximo dia 22 remeterá à Justiça todos os inquéritos instaurados para apurar o assassinato dos moradores de rua.

A Polícia Civil trabalha com a certeza de que pelo menos um terço dos homicídios terá os inquéritos concluídos com a identificação dos autores materiais.

Barenco disse que há problemas a serem resolvidos como falta de exames cadavéricos e, principalmente, de testemunhas dos assassinatos. Arquivo

Moradores de rua deverão ganhar proteção pessoal e assistência social por iniciativa do governo do Estado

Governador quer rapidez na apuração das mortes de moradores de rua Arquivo

Delegado Barenco sente falta de exames cadavéricos e de testemunhas

Téo garante segurança ao Gecoc Através de decreto publicado na edição do Diário Oficial desta sexta-feira (5), o governador Teotonio Vilela Filho, concedeu segurança individualizada a integrantes da 17ª Vara criminal da capital, da Vara de Execuções Penais e integrantes do Grupo Estadual de Combate às Organizações Criminosas (Gecoc), do Ministério Público do Estado, além membros da magistratura alagoana. Teotonio Vilela Filho afirmou que assegurar o trabalho dos promotores e magistrados é garantir um trabalho sério e eficiente no combate ao crime em Alagoas. "A atuação destes profissionais é fundamental para a investigação e o combate à criminalidade no Estado", ressaltou.

Além de garantir a segurança das autoridades, o decreto visa, sobretudo a ampliação dos resultados das ações de combate ao crime organizado no Estado, destacou o secretário do gabinete Civil, Álvaro Machado. A segurança das autoridades será prestada por seis policiais, revezando-se em turnos sequenciados, por meio de uma supervisão sob a responsabilidade das instituições às quais pertençam. A segurança está garantida pelo período em que as autoridades exercerem suas funções junto aos órgãos, e por até cinco anos após a destituição de suas funções. A mensagem esclarece ainda que os policiais escalonados para a função, desempenharão

suas atividades acompanhando as autoridades em tempo integral, ficando a cargo da Polícia Civil ou Militar, o fornecimento de equipamentos que forem necessários para assegurar a segurança dos mesmos. Além disso, a mensagem do decreto informa que os policiais que realizarem a segurança individualizada não sofrerão redução salarial ou perda de vantagens, no período que estiverem à disposição das autoridades. A medida foi recebida pelas autoridades com satisfação e alívio. "Depois deste apoio, teremos mais tranquilidade para exercer nossa atividade e combater cada vez mais ao crime organizado", disse o juiz Rodolfo Gatto. (Com Secom)


Primeira Edição | 8 a 14 de novembro, 2010

A6 | Cidade

Primeira Edição | 8 a 14 de novembro, 2010

> CORRUPÇÃO

Comando da Polícia Federal em Alagoas informa que número de denúncias este ano superou ao das eleições gerais de 2006 Luciana Martins Repórter

Com o término do processo eleitoral (concluindo domingo passado com a eleição para governador e presidente) se inicia agora a apuração das denúncias de corrupção feita ao longo da campanha e durante a votação do segundo turno. Segundo dados fornecidos pela Polícia Federal em Alagoas, foram abertos 50 procedimentos, sendo 40 inquéritos policiais e 10 termos circunstanciados de ocorrência. O delegado federal Polybio Brandão Rocha informou que nestas eleições o número de denúncias foi maior do que em 2006. "As denúncias mais comuns que recebemos foram de captação ilícita de sufrágio (compra de votos) e boca de urna, tanto na capital quanto no interior". De acordo com o delegado, algumas das denúncias podem levar à perda de mandatos de alguns políticos. "Há casos graves de políticos, inclusive eleitos, que podem vir a perder o mandato". Já na Comissão de Combate à Corrupção Eleitoral da Ordem dos Advogados do Brasil em Alagoas (OAB/AL) foram recebidas 136 denúncias durante os plantões do primeiro e segundo turno. A maioria delas foram referentes à venda de votos e transporte irregular de eleitores. O número maior de denúncias foi feito no primeiro turno, 124, enquanto no segundo foram registradas apenas 12. "Com apenas quatro candidatos e um número menor de eleitores

nas ruas e até mesmo nas seções eleitorais, essa redução era prevista. Mesmo assim, em respeito aos eleitores que confiam no trabalho da OAB/AL, mantivemos o plantão e demos os encaminhamentos às denúncias recebidas", revelou a presidente da Comissão, Rachel Cabús. Ainda no segundo turno, a OAB/AL também recebeu denúncia de propaganda irregular e de problemas em duas urnas eletrônicas que, supostamente, não mostravam a fotografia do candidato. "Entramos em contato com o secretário de Tecnologia de Informação do Tribunal Regional Eleitoral, Daniel Macedo, e ele enviou técnicos ao local, que verificaram que a urna estava funcionando normalmente", informou a presidente da Comissão.

Gazetaweb.com / Gabriela Moreira

Marcela Oliveira

> EMPRESÁRIO DENUNCIA:

EXC LUS IVO !

Começa apuração de denúncias eleitorais

Luciana Martins Repórter

Delegado PF Polybio Brandão investiga denúncias sobre crimes eleitorais Márcio Ândrei

Eleito domingo em 2° turno, Teotonio Vilela será diplomado no dia 17 de dezembro e empossado em 1° de janeiro

Rachel Cabús: “OAB/AL cumpriu papel combatendo corrupção eleitoral”

TRE recebe prestação de contas do primeiro turno O Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE-AL) recebeu 524 declarações de prestação de contas do primeiro turno de todos os candidatos, partidos e comitês financeiros de Alagoas. Apenas 61% dos candidatos cumpriram o prazo determinado pelo Tribunal, que foi até o dia 03 de novembro. As informações das declarações já estão disponíveis para consultas no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Quem não cumpriu o prazo será notificado nos próximos dez dias e terá 72 horas, após o recebimento, para a apresentar a docu-

mentação. Os candidatos que não entregarem a documentação e tiverem as contas julgadas como não-prestadas ficarão impedidos de obter a quitação eleitoral. A prestação de contas do segundo turno deverá ser entregue até o dia 30 deste mês. A Comissão de Exame de Contas de Campanhas do TRE/AL iniciou os trabalhos analisando as contas dos candidatos eleitos e dos três primeiros suplentes de cada coligação. O julgamento pelo pleno do TRE deve acontecer até 09 de dezembro, antes, da diplomação dos eleitos.

Política | A7

"A direção do Shopping Maceió (antigo Iguatemi) está cobrando indevidamente ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) na taxa de energia elétrica paga pelos seus lojistas" - conforme denúncia feita ao PRIMEIRA EDIÇÃO por um empresário que pediu para não ser identificado. Segundo ele, a Eletrobrás/AL vinha cobrando o imposto ao shopping, referente à energia da demanda, de forma irregular. "A energia de demanda está lá parada no transformador e como não há circulação de energia, o valor do imposto está sendo cobrado de forma indevida". A taxa cobrada pela companhia é de 27,5% em cima das duas energias: a de consumo e a da demanda, todavia, o imposto deve ser cobrado apenas sobre a energia consumida. "Se considerarmos que a energia consumida é de mais ou menos 50% da energia da demanda, estamos pagando em torno de 14% de imposto indevidamente". A administração do Shopping Maceió entrou com uma ação contra a companhia de energia (que mudou a denominação de Ceal para Eletrobrás Distribuição Alagoas) e conseguiu a liminar para não pagar o ICMS sobre a energia da demanda. "O shopping parou de recolher o tributo, mas não deixou de cobrá-los às lojas".

Shopping Maceió é acusado de embolsar dinheiro dos lojistas

Direção estaria cobrando indevidamente ICMS sobre energia de demanda: destino do dinheiro é ignorado De acordo com o empresário, a administração informou aos lojistas que a cobrança da taxa continuou sendo feita porque a ação está 'sub judice' (ou seja, tramitando na justiça), razão porque ainda não há uma decisão definitiva. "A primeira vista é lógico, mas, todos sabiam que isso não iria acontecer já que no STJ já havia decisões em cima de decisões confirmando isso tudo". Os empresários continuaram pagando ao shopping, mas eles não sabem aonde foi parar o dinheiro pago dessa diferença. "A diferença deveria ter sido depositada em juízo, já que a ação está sub judice. Mas, isso foi feito? Não, o dinheiro não está sendo depositado". Além disso, o empresário ainda denuncia que a administração do shopping não tem um controle de quanto é a diferença de cada lojista. "Amanhã se vier a ganhar, você terá que saber quanto precisará ser devolvido a cada um. E ele (o administrador) não sabe e, por isso, alegou que não vai poder pagar essa diferença".

GERADOR

Para diminuir os custos de energia, o shopping adquiriu um gerador. Conforme o empresário, o transformador é ligado no horário de pico para pagar menos, todavia, os lojistas continuam pagando a taxa do horário de pico cobrada pela Eletrobrás/AL mais ICMS. "Deveria ser cobrado o aluguel do equi-

Primeira Edição

so. Então, eu não sei da conta". Marcus garantiu que todos os lojistas têm a informação de que a conta existe. "Eles tem a informação de que a conta existe. O que eles querem é que o shopping pegue um extrato da conta e passe para eles, só que isso é quebra de sigilo. Eles (lojistas) sabem o valor depositado".

ANTECIPAÇÃO

Segundo empresário, Shopping Maceió cobra ICMS aos lojistas, mas dinheiro não é repassado à empresa energética

pamento, o consumo de óleo diesel, a manutenção. O ICMS sobre o gerador é outra cobrança indevida". Enfim, a questão vem acontecendo há oito anos e o total do dinheiro já arrecadado monta a R$ 1milhão e 400 mil. Segundo o empresário, a Associação dos Lojistas do Shopping Maceió entrou com uma ação na justiça contra o centro comercial para pedir a prestação de contas do condomínio e também para saber aonde foi parar o dinheiro da taxa de energia.

ASSOCIAÇÃO

A reportagem do PRIMEIRA EDIÇÃO entrou em contato com o presidente da Associação dos Lojistas do Shopping Maceió, tendo ele informado que por decisão do conselho, a entidade não iria se pronunciar sobre o

caso. "Essa é uma questão interna, decidimos que não vamos falar com a imprensa", explicou Alexsandro, por telefone. A assessoria jurídica do shopping, por meio do advogado Marcus Lacet, esclareceu que a ação de cobrança de ICMS sobre a taxa de demanda obteve êxito no primeiro grau. "A ação não finalizou, ela continuou em trâmite. Ela foi para o segundo grau e agora está no segundo grau que é o Tribunal de Justiça". O advogado acrescentou ainda que se criou um mito em relação a esses valores como se o shopping estivesse se apropriado do dinheiro dos lojistas. "Não é assim. A ação foi julgada sim, no primeiro grau. Só que daí veio o recurso e ela está sendo discutida em segundo grau".

CONTA IGNORADA

Conforme aduziu, a decisão pode ser contrária e com isso o dinheiro terá que ser devolvido. "O dinheiro foi provisionado e continua provisionado. Eu não posso chegar agora simplesmente dizer lojista 'tome o dinheiro', se eu ainda estou em discussão". E acrescentou: "A conta está sendo remunerada de acordo com os índices do governo. O condomínio Iguatemi abriu uma conta, vinculou os valores depositados nessa conta a essa demanda, e nela ninguém mexe". Quando questionado sobre qual banco e agência em que o dinheiro está sendo depositado, Marcus não soube informar. "Eu não tenho essa informação porque à época dessa ação, o departamento jurídico não estava sob minha responsabilidade. Eu só peguei a ação em grau de recur-

No final, o advogado afirmou que o shopping jamais se apropriaria do dinheiro dos lojistas. "O shopping é uma instituição de porte grande, uma instituição com mais de 20 anos, é uma instituição de credibilidade e o shopping jamais iria se passar para se apropriar de dinheiro de A, de B e de C". Para ele, a associação dos lojistas está querendo se antecipar a uma situação que ainda não aconteceu. "Eu só vou deliberar o que fazer com isso ou não fazer com isso a partir do momento que a ação tiver transito em julgado". Sobre o caso do gerador, o advogado disse que essa questão não procede. "O custo que é passado pelo medidor, é custo que se tem no final do mês. Se pega, se quantifica e se divide". Ele assegurou que o gerador já existe há muito tempo e que não acredita que a associação tenha esperado todo este tempo e só vir questionar isso agora. "A questão é de 2004, todo mundo estava sabendo que existe o gerador e só agora em 2010, você vem questionar? Não procede".


Primeira Edição | 8 a 14 de novembro, 2010

A8 | Nacional

> EM BRASÍLIA

Secretário discute liberação de recursos para educação Teófilo reúne-se nesta terça-feira com secretário executivo do MEC Márcio Ândrei

O secretário estadual de Educação e Esporte, Rogério Teófilo, estará em Brasília nesta terça-feira (9) para uma reunião com o secretário executivo do Ministério da Educação (MEC), José Henrique Paim. Teófilo vai solicitar a liberação de recursos para a construção de escolas, além da aquisição de 62 mil conjuntos escolares. O secretário também vai prestar contas da utilização de recursos recebidos pelo Estado para a reconstrução das escolas destruídas pela enchente de junho último. Segundo o coordenador especial de Gestão do Planejamento e Orçamento da Secretaria de Estado da Educação e do Esporte, Tércio Alexandre da Silva, o secretário Rogério Teófilo vai pleitear a liberação de R$ 9.879.449,58, que vão servir para a aquisição dos 62 mil conjuntos escolares. Já os recursos referentes a construção das escolas gira no entorno de R$ 14.066.262,57. "Este momento também será oportuno para o gestor da Educação de Alagoas possa informar sobre a aplicação dos R$ 122.273.520,00 recebidos pelo Estado para reconstrução de prédios escolares e aquisição de equipamentos destruídos pelas enchentes que atingiram as cidades do Vale do Mundaú aqui em Alagoas", revela Tércio Alexandre. GERAÇÃO SABER O coordenador evidencia ainda que os dois pontos iniciais de pauta [construção de escolas e aquisição de mobiliário escolar] são ações do Programa Ge-

Rogério Teófilo vai ao MEC em busca de mais recursos para a educação

ração Saber que é fruto do trabalho desenvolvido por técnicos da educação estadual, constituído como política de Estado para melhorar os indicadores da Educação em Alagoas.

PROGRAMA O Programa Geração Saber tem despertado a expectativa de dias melhores naqueles que fazem parte do sistema de ensino. Para consolidar as ações dele estão sendo investidos recursos da ordem de R$ 214 milhões - dos quais cerca de R$ 189 milhões virão do Ministério da Educação e mais R$ 25 milhões do Banco Mundial com apoio técnico do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). O Geração Saber é uma iniciativa do governo do Estado que, por meio do financiamento do governo federal e apoio técnico do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), está dimensionado em

cinco linhas de ação: Políticas educacionais, Organização da Estrutura e Funcionamento da SEE, Regime de Colaboração entre Estado e municípios, Tecnologia da Informação e da Comunicação na Educação e a melhoria da rede escolar. SELEÇÃO Está disponível até o próximo dia 12 de novembro um edital que vai selecionar 199 profissionais para atuar como extensionistas rurais vinculados à Secretaria Estadual de Agricultura. O edital nº 02/2010 pode ser conferido no site da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal), por meio do endereço http://www.fapeal.br/. Os interessados devem fazer as inscrições até o dia 12 de novembro, no Instituto Walter Rocha Oliveira, na rua Íris Alagoense, no bairro do Farol, em Maceió.


Primeira Edição | 8 a 14 de novembro, 2010

Nacional | A9

> PREÇO DOS ABUSOS

Lula, Dilma e Serra devem 114,5 mil à Justiça Eleitoral Mesmo sem ser candidato, presidente Lula foi líder de multas Fotos: Divulgação

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e os dois candidatos que chegaram à reta final na corrida presidencial têm uma dívida de R$ 114,5 mil com a Justiça Eleitoral. O valor representa as multas aplicadas a Lula, Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB) durante a campanha que ainda não foram quitadas no TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Balanço do tribunal encaminhado ao jornal Folha de S. Paulo mostra que Lula está devendo R$ 47,5 mil à Justiça Eleitoral, seguido por Dilma, com uma dívida de R$ 37 mil, e do tucano, com outros R$ 30 mil. Os três receberam 27 multas, que somam R$ 170,5 mil, a maioria por propaganda eleitoral antecipada. A exceção é Lula, multado por atividades de campanha em eventos do governo federal. O atraso no pagamento das multas é consequência dos recursos apresentados ao TSE pelas equipes jurídicas das campanhas. Com isso, os três ganham tempo e ainda podem reverter a penalidade quando for analisada pelo plenário do tribunal. Até hoje, o presidente Lula ainda tenta anular uma multa de R$ 900 mil aplicada pelo TSE na campanha de 2006 por propaganda irregular. Se o tribunal decidir pelo pagamento das multas, os três terão o prazo de 30 dias para quitá-las. Do contrário, serão cobrados pela Procuradoria da Fazenda e perdem a certidão de "quites" com a Justiça Eleitoral. Serra já pagou quatro das multas recebidas neste ano, que

Lula: líder em transgressões

somam R$ 40 mil. Dilma quitou apenas R$ 16 mil e o presidente ainda não desembolsou nenhum centavo. Lula recebeu multas após ter a participação criticada na campanha. A oposição reclamou do uso da máquina pelo presidente, que também recebeu críticas de aliados. Para o advogado do PSDB, Eduardo Alckmin, o TSE teve uma atuação coerente na campanha. "O TSE estabeleceu uma linha e a seguiu em todo processo eleitoral. Foi uma atuação equilibrada que procurou coibir abusos dos dois lados." Alckmin disse que espera reverter algumas das multas contra Serra. Na avaliação do advogado do PT, Márcio Silva, a Justiça Eleitoral teve um desempenho rigoroso em relação a todos os envolvidos no processo eleitoral. "Foi uma atuação mais severa, mas não foi vinculado a esse ou aquele candidato. Foi uma ação equilibrada."

Dilma ficou em segundo lugar

Serra também sofreu várias multas

REPOUSO A presidente eleita, Dilma Rousseff (PT), deixou neste sábado a praia do Patizeiro, em Itacaré, na Bahia, onde passava férias desde a última quarta-feira. Ela viajou à noite para Brasília. Não há informações sobre o horário exato em que a aeronave deixou o aeroporto de Ilhéus. Na sexta-feira, Dilma Rousseff foi ‘flagrad’a quando tomava banho de mar no litoral baiano. Ela estava acompanhada de dois assessores e um agente da Polícia Federal.


Primeira Edição | 8 a 14 de novembro, 2010

A10 | Nacional

> APÓS ELEIÇÕES

Lula e Dilma defendem volta da CPMF

Presidente não quer aprovar novo imposto durante seu final de governo, mas trabalhará para viabilizá-lo na nova gestão Fotos: Divulgação

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e sua sucessora Dilma Rousseff não querem votar a recriação da CPMF neste ano, mas vão trabalhar para que o Congresso defina em 2011 uma nova fonte de receitas para a saúde. Assessores de Lula disseram que essa nova fonte pode ser a CSS (Contribuição Social para Saúde), em tramitação no Congresso e cópia do antigo imposto do cheque, ou uma taxa sobre consumo de cigarro, bebida e combustível. A depender das negociações com governadores e futuro Congresso, o assunto pode ser votado isoladamente ou mesmo dentro de uma reforma tributária. Lula já disse a auxiliares que vai trabalhar para a recriação de uma contribuição específica para financiar a saúde. Dilma também quer, mas vai deixar a batalha com governadores e partidos. Na avaliação do governo, não há clima para votar o tema ainda neste ano. MUNIÇÃO Nas palavras de um assessor do petista, seria o mesmo que dar "munição" a uma oposição "magoada e derrotada", principalmente no Senado, para criar "confusão" no final do mandato de Lula. A ordem agora é evitar temas polêmicos e aguardar o próximo Congresso, no qual a presidente eleita terá uma maioria mais folgada na Câmara e reverterá o quadro desfavorável no Senado. Além disso, a expectativa é obter o apoio da maioria dos

próximos governadores e dos reeleitos a favor de uma fonte de financiamento da saúde, principalmente com a promessa de que não haveria desvio para outras áreas.

TROCO O envolvimento de Lula também envolve um fator político. É seu desejo dar o troco na oposição, que derrubou a CPMF, que rendia cerca de R$ 40 bilhões por ano. O presidente disse nos últimos dias que investiu eleitoralmente para deixar um Congresso mais amigável a Dilma para evitar surpresas como a queda da CPMF. Neste final de ano, a prioridade do governo é votar o marco regulatório do pré-sal, o Orçamento e o valor do salário mínimo. Uma discussão sobre CPMF pode emperrar a votação desses temas e prejudicar o início do governo. MÍNIMO No caso do salário mínimo, Dilma, com o apoio de Lula, topa negociar com as centrais sindicais uma antecipação de parte do reajuste real que seria concedido em 2012, quando pode atingir 8%, mas desde que ela seja descontada somente no futuro. Na avaliação da equipe da presidente eleita, abrir mão desse desconto criaria um precedente que pode prejudicar as contas públicas. Dilma quer assegurar que o mínimo não cresça além da variação do PIB, sinalizando ao mercado que sua gestão buscará reduzir o ritmo de crescimento dos gastos.

Lula quer nova CPMF, mas que seja aprovada somente no governo Dilma

Governadores de oposição são contra o novo imposto A maioria dos governadores da oposição eleitos e reeleitos diz que é contra a volta da CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira), mas defende mais dinheiro para a saúde. O governador eleito do Paraná, Beto Richa (PSDB), disse que a saúde precisa de planejamento e qualidade no gasto. "A sociedade brasileira não suporta mais aumento de impostos", afirmou. A governadora eleita do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini (DEM), disse ser contra a recriação da contribuição, mas defende a regulamentação da Emenda 29, que disciplina gastos e amplia os recursos para

saúde. O governador de Roraima, Anchieta Júnior (PSDB), eleito para mais um mandato, defendeu recursos para a saúde, mas disse ser contra uma nova contribuição. Segundo tucanos, Alckmin deverá ser contra a CPMF. A abordagem, no entanto, é sutil. Ele disse ser fundamental repassar verbas para saúde, mas o ideal é não depender de novos tributos. A voz discordante na oposição é o governador Antonio Anastasia (PSDB), reeleito em Minas. Ele defendeu a volta da CPMF para financiar a saúde, que, segundo ele, tem "demanda infinita".

Para cobrir dívida, PT pede doações invocando Dilma

Dilma já se movimenta para conseguir nova edição do imposto do cheque

Com buraco nas contas de campanha "entre R$ 20 milhões e R$ 30 milhões", os tesoureiros da campanha da presidente eleita, Dilma Rousseff, voltaram a enviar cartas a empresas solicitando doações, repetindo estratégia adotada antes da eleição. Com gastos totais em torno de R$ 170 milhões, a campanha de Dilma tem encaminhado um texto em que o tesoureiro José de Filippi Jr. afirma estar falando em nome da presidente eleita. Ele cita realizações do governo e pede colaboração sob o

argumento de que compromissos do 2° turno geraram débitos não quitados. Filippi negou que os ofícios tenham o objetivo de intimidar empresários que decidirem não doar. "Mandamos cartas durante toda a campanha para umas 8.000 empresas, só umas 400 doaram. Fizemos agora uma nova rodada, em uma quantidade menor. Isso [acusação de achaque] é fofoquinha, não tem nada disso, queremos é que as empresas contribuam de forma ampla”.


Esportes

esportes@primeiraedicao.com.br

Primeira Edição | 8 a 14 de novembro, 2010 Diário Oficial dos Municípios - Opinião - Social

> SÉRIE B

ASA vence Vila Nova e se garante na Série B Didira assegura vitória alvinegra, com um golaço, aos 47' do segundo tempo que confirmou a manutenção na Segundona em 2011 ClickArapiraca

Futebolalagoano.com Parecia uma partida em que o ASA seguia cumprindo o dever de casa, vencendo o Vila Nova por 1 a 0. Mas o finalzinho do jogo foi emocionante! O time visitante chegou ao empate e, nos acréscimos, Didiria encheu o pé e mandou uma bomba, sem defesa para o goleiro Max, definindo o placar e garantindo uma vitória importante para a permanência do ASA na Série B do Campeonato Brasileiro. O Vila Nova foi a Arapiraca buscando a vitória para tentar se livrar do rebaixamento. Mas o time goiano praticamente não criou chances de gol e saiu do Coaracy da Mata com a derrota. Com o resultado, o ASA chega aos 48 pontos e pula para a oitava colocação. Já o Vila Nova se mantém na 14ª colocação, com 43 pontos. A diferença para o Brasiliense, que segue na 17ª

GOLS NO 2º TEMPO O time da casa levou perigo ao gol adversário desde o primeiro tempo, tomando a iniciativa de ataque e conseguindo criar boas chances. Já o Vila Nova jogou na defesa e conseguiu apenas uma jogada de perigo, com um chute a distância, que passou longe do goleiro Jorge Miguel. Aos dez minutos, o meia Ciel tocou a bola para Didira que acabou perdendo o tempo e desperdiçou uma excelente oportunidade. Logo em seguida, Marcos Tamandaré arriscou e

Resultados / Série B 5/11 5/11 5/11 6/11 6/11 6/11 6/11 6/11 6/11 6/11

Coritiba América-MG América-RN Brasiliense Ponte Preta São Caetano Náutico ASA Figueirense Bragantino

mandou um passe por cobertura e Marcos Tamandaré pegou a sobra, marcando o primeiro gol da partida: 1 a 0. O gol foi um balde de água fria para o Vila que sentiu e respondeu mal. O técnico Ademir Fonseca tentou dar jeito, mas os jogadores estavam desencontrados em campo. Ele fez algumas modificações sem grandes resultados. Quando tudo parecia bem para o ASA, já que o placar mesmo magro, lhe era favorável, o Vila Nova chegou ao

colocação, é de apenas três pontos. Na próxima rodada, todos os jogos serão na terça-feira. O ASA vai jogar às 21h50, fora de casa, contra o Guaratinguetá. Enquanto o Vila Nova joga em Goiânia, contra o Sport, às 19h30.

3x0 3x1 1x0 3x2 0x2 2x1 1x0 2x1 0x0 3x1

Didira fez o gol da vitória contra o Vila Nova que definiu a permanência

chutou de longe, obrigando o goleiro Max a se esticar todo, deixando a bola para escanteio. Na segunda etapa, o Vila Nova voltou melhor no segundo tempo, conseguindo dar maior velocidade nas jogadas de ata-

que. Já o ASA, recomeçou a partida deixando a desejar, sem conseguir criar grandes jogadas. Mesmo sem conseguir avançar muito no ataque, o Alvinegro conseguiu abrir o placar aos 15 minutos. Luiz Mário

Próximos jogos / Série B Ipatinga Guaratinguetá Paraná Bahia Portuguesa Sport-PE Icasa Vila Nova Duque de Caxias Santo André

9/11 - 19h30 9/11 - 19h30 9/11 - 19h30 9/11 - 19h30 9/11 - 21h00 9/11 - 21h00 9/11 - 21h50 9/11 - 21h50 9/11 - 21h50 9/11 - 21h50

Figueirense Portuguesa Santo André Vila Nova América-MG Duque de Caxias Guaratinguetá Icasa Náutico Paraná

x x x x x x x x x x

América-RN Brasiliense Ipatinga Sport-PE Bahia Coritiba ASA Bragantino Ponte Preta São Caetano

empate aos 43 minutos de jogo, para desespero do torcedor. Jorge Henrique deu passe para Max, que não perdoou: 1 a 1. Jogando, agora, contra o relógio, o ASA não desanimou e seguiu com pressão total para cima do adversário. E aconteceu o inesperado. Aos 47 minutos, o ASA carimbou sua permanência na Série B com um golaço de Didira, que mandou uma bomba da entrada da área, sem chance para o goleiro Max. Placar encerrado: 2 a 1.

Classificação / Série B 1º 2º 3º 4º 5º 6º 7º 8º 9º 10º 11º 12º 13º 14º 15º 16º 17º 18º 19º 20º

Coritiba Figueirense Bahia América-MG Sport-PE Portuguesa Duque de Caxias ASA São Caetano Paraná Ponte Preta Bragantino Guaratinguetá Vila Nova Náutico Icasa Brasiliense Ipatinga Santo André América-RN

P 64 60 59 58 54 53 49 48 48 46 46 46 43 42 41 41 40 36 35 35

J 34 34 34 34 34 34 34 34 34 34 34 34 34 34 34 34 34 34 34 34

V 19 17 17 18 15 16 15 15 13 13 12 11 10 12 12 11 10 10 9 9

E 7 9 8 4 9 5 4 3 9 7 10 13 13 6 5 8 10 6 8 8

D 8 8 9 12 10 13 15 16 12 14 12 10 11 16 17 15 14 18 17 17

GP 60 57 58 54 51 61 43 49 48 43 47 44 41 45 35 44 36 40 47 32

GS 41 31 40 40 35 47 49 52 49 40 44 34 47 57 57 47 53 56 57 59

SG 19 26 18 14 16 14 -6 -3 -1 3 3 10 -6 -12 -22 -3 -17 -16 -10 -27


Primeira Edição | 8 a 14 de novembro, 2010

B2 | Esportes

> FUTEBOL ALAGOANO

CSA goleia Jaqueirense em jogo-treino: 4x0 Movimentação foi realizada no sábado e serviu de preparação para o time azulino que enfrenta o ABC-RN pelo Nordestão no dia 18 deste mês Assessoria

Wyderlan Araújo No jogo-treino da manhã deste sábado (6), contra a equipe amadora do Jaqueirense, no Mutange, o CSA venceu por 4 a 0. O técnico Lino utilizou duas formações para movimentar o grupo azulino, cada uma em um tempo da partida. No primeiro tempo o gol foi de Marco Antônio, enquanto Felipe Heleno, Braw e Chiquinho fizeram os gols na etapa final. Na primeira parte do jogo, o time azulino teve a seguinte formação: Jeferson; Celso, Sinval, Anderson e Paulinho; Serginho, Marco Antônio, Lau e Everlan; Catanha e Wilson. No segundo tempo, o time foi formado com Aranha; Duda, Nado, Carlos Diogo e Luciano Silva; Madson, David, Braw e Chiquinho; Felipe Heleno e Alisson.

CONSELHO Numa reunião esvaziada, que contou com a presença de apenas cerca de 15 pessoas, entre conselheiros e dirigentes, o Conselho Deliberativo do CSA aclamou, na noite da última

> DEFINIÇÃO?

Barbosa apóia Santana na presidência do CRB Márcio Ândrei

Em preparação para a partida contra o ABC, CSA venceu jogo-treino no Mutange

quinta-feira (4), os dois novos vice-presidentes do clube, Adão dos Santos, para o Patrimônio, e Eugênio dos Santos, para o Futebol Amador. O presidente do CSA, Jorge VI, por estar em São Paulo, não participou da reunião. Dos vice-presidentes, fora os aclamados, apenas compareceram o de Futebol Profissional, Cícero Eugênio, o Social, Hugo Moura, e o Administrativo, Marcondes Alberto. Além deles, o dire-

tor de Marketing do clube, Jurandyr de Lima. Também estiveram presentes o presidente do Conselho Deliberativo, Lumário Rodrigues, e os conselheiros José Pereira Neto, Jurandir Torres e Zé Emílio, entre outros. Adão dos Santos já foi vice do CSA. Ele está de volta para substituir Alírio Albuquerque. Já Eugênio dos Santos, assume o cargo no amador no lugar de Luciano Lessa.

Depois de ter lançando oficialmente seu nome para concorrer na eleição à presidência executiva do CRB, o empresário e ex-dirigente do clube Cícero Santana ganhou um aliado de peso para a disputa pela presidência do CRB. Em entrevista, o presidente em exercício do Conselho Deliberativo regatiano, Marcos Barbosa, declarou apoio total ao empresário. “O Santana tem o meu apoio e é o meu candi- Presidente do Conselho Deliberativo do CRB declarou apoio à Cícero Santana dato para assumir a presidência do CRB”, disse o deputado dente do clube para começar a taxativo: “Essa é uma respontraçar os projetos visando à sabilidade do atual presidente. estadual reeleito. Barbosa também anunciou temporada 2011. Quanto a O que podemos fazer é tentar que na próxima terça-feira (9) situação dos funcionários e buscar apoio junto aos conseestará se reunindo com alguns jogadores que estão com os lheiros para tentar diminuir conselheiros e o futuro presi- salários atrasados, Barbosa foi esse débito”, finalizou.


Primeira Edição | 8 a 14 de novembro, 2010

Publicidade |B3


Primeira Edição | 8 a 14 de novembro, 2010

B4 | Diário Oficial dos Municípios

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPESTRE HOMOLOGAÇÃO – PREGÃO PRESENCIAL Nº 003/2010 O Prefeito do município de Campestre HOMOLOGA o presente processo no valor total de R$ 963.597,26 (novecentos e sessenta e três mil quinhentos e noventa e sete reais e vinte e seis centavos). EXTRATO DE ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 003/2010 Modalidade: Pregão Presencial nº 003/2010 – Objeto: Registro de Preços para fornecimento de Medicamentos e Correlatos – CONTRATANTE: Município de Campestre, CNPJ: 01.631.604/0001-07. DETENTORAS: COMED PRODUTOS MÉDICOS HOSPITALAR LTDA, CNPJ nº 03.296.379/0001-17, vencedora e adjudicatária dos itens 1, 6, 7, 10, 13, 14, 18, 22, 24, 25, 28, 30, 31, 32, 33, 39, 40, 43, 45, 46, 47, 49, 53, 56, 61, 68, 70, 71, 78, 81, 88, 108, 109, 111, 112, 113, 125, 130, 144, 150, 155, 156, 160, 161, 162, 163, 164, 165, 166, 167, 169, 170, 171, 173, 174, 175, 176, 177, 178, 179, 180, 181, 182, 183, 184, 185, 186, 187, 188, 189, 195, 200, 207, 210, 214, 218, 227, 252, 315, 316, 335, 336, 337, 412, 414, 414, 415, 416, 417, 418, 421, 422, 427, 428, 431, 443, 449, 461 e 462; empresa JB DE OLIVEIA JÚNIOR DISTRIBUIDORA, CNPJ nº 04.968.644/0001-28, vencedora e adjudicatária dos itens 2, 3, 4, 5, 8, 9, 11, 12, 15, 16, 17, 19, 20, 21, 23, 26, 27, 29, 35, 36, 37, 38, 41, 42, 44, 48, 50, 51, 52, 54, 55, 58, 59, 60, 62, 63, 64, 65, 66, 67, 69, 72, 73, 74, 75, 76, 77, 82, 83, 84, 85, 86, 87, 89, 93, 94, 95, 96, 97, 98, 99, 100, 115, 116, 117, 118, 119, 120, 121, 122, 123, 124, 126, 128, 129, 131, 132, 133, 134, 135, 139, 140, 142, 143, 145, 146, 147, 148, 149, 151, 152, 153, 154, 158, 159, 228, 229, 230, 231, 232, 233, 234, 235, 236, 237, 238, 239, 240, 241, 242, 243, 244, 245, 246, 247, 248, 249, 250, 251, 253, 254, 255, 256, 257, 258, 259, 260, 261, 262, 263, 264, 265, 266, 267, 268, 269, 270, 271, 272, 273, 274, 275, 276, 277, 278, 279, 280, 281, 282, 283, 284, 285, 286, 287, 288, 289, 290, 291, 292, 293, 294, 295, 297, 298, 299, 300, 301, 302, 303, 304, 305, 306, 307, 308, 309, 310, 311, 312, 313, 314, 317, 318, 319, 320, 321, 322, 323, 326, 328, 329, 339, 340, 342, 343, 344, 345, 346, 352, 353, 354, 357, 358, 360, 361, 363, 364, 365, 367, 370, 371, 372, 373, 374, 376, 377, 385, 386, 387, 388, 389, 390, 391, 392, 393, 394, 396, 397, 404, 406 e 446 do Pregão supra-referido. Foro: Porto Calvo – Data de Assinatura: 26/10/2010 – Ordenador da despesa: Amaro Gilvan de Carvalho. O conteúdo integral desta Ata de Registro de Preços encontra-se a disposição na sede do município, a Rua do Comércio, S/N, Centro, Campestre/AL. Campestre/AL, 26 de outubro de 2010. Amaro Gilvan de Carvalho Prefeito -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE PENEDO EXTRATO DO PRIMEIRO TERMO ADITIVO DE VALOR AO CONTRATO DE EXECUÇÃO DE OBRA Nº 006/2009 FIRMADO ENTRE O MUNICÍPIO DE PENEDO E A EMPRESA JM CONSTRUÇÕES LTDA. Processo nº 2.354/2010 Número do Contrato 006/2009 Contratante: MUNICÍPIO DE PENEDO/AL – CNPJ 12.243.697/0001-00 Contratado: EMPRESA JM CONSTRUÇÕES LTDA – CNPJ/MF 00.631.131/0001-77. Objeto: ACRÉSCIMOS DE SERVIÇOS AO OBJETO INICIALMENTE PACTUADO, DECORRENTES DAS MODIFICAÇÕES DA PROPOSTA CONTRATADA. Valor: EM RAZÃO DOS ACRÉSCIMOS DE SERVIÇOS AO CONTRATO, NO VALOR DE R$ 174.015,94 (cento e setenta e quatro mil quinze reais e noventa e quatro centavos), O VALOR DO CONTRATO PASSA A VALER R$ 178.345,78 (cento e setenta e oito mil trezentos e quarenta e cinco reais e setenta e oito centavos). Da Ratificação: FICAM RATIFICADAS AS DEMAIS CLÁUSULAS DO CONTRATO Nº 006/2009, QUE NÃO COLIDAM COM AS DESTE INSTRUMENTO SIGNATÁRIOS: ISRAEL RAMIRES SALDANHA NETO – PELA CONTRATANTE E JILSON MORAIS AMARAL – PELA CONTRATADA. DATA DE ASSINATURA DO PRIMEIRO TERMO ADITIVO: 03 DE NOVEMBRO DE 2010 -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE PIAÇABUÇU RATIFICAÇÃO INEXIGIBILIDADE N°01-04/2009 O Prefeito do Município de Piaçabuçu RATIFICA e HOMOLOGA o presente processo, no valor total de R$ 19.900,00 (Dezenove Mil e Novecentos Reais). EXTRATO DO CONTRATO N°01-04/2009 – IL CONTRATANTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE PIAÇABUÇU, CNPJ nº 12.247.268/0001-01. CONTRATADA: JOSÉ MANOEL DOS SANTOS EVENTOS, CNPJ nº 05.820.922/0001-69. OBJETO: Contratação da Empresa para apresentação das atrações musicais Bandas: Cicinho do Pandeiro e Banda Chapéu de Couro, Banda Forró Máquina do Tempo, Grupo Opções e Expresso Forronejo, incluindo sonorização, iluminação e palco para as Festividades de Bom Jesus dos Navegantes no Povoado Sudene no município de Piaçabuçu. VALOR: R$ 19.900,00 (Dezenove Mil e Novecentos Reais). Piaçabuçu, 04 de Fevereiro de 2009. Dalmo Moreira Santana Júnior | Prefeito -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE MARIBONDO TERMO DE CONTRATO TOMADA DE PREÇOS 001/2009 Contrato n.º001/2009, firmado em 14 de Abril de 2009, entre a Prefeitura Municipal de Maribondo e a empresa Posto Holanda Teixeira LTDA; Objeto: Aquisição de Combustível para os veículos da Administração Publica Municipal ; Fundamento Legal no Edital de Tomada de Preço n º 001/2009 e nas disosições contidas na Lei nº8.666/1993 e Lei nº 9648/1998, independentemente de suas transcrições; Vigência da assinatura do contrato até o dia 31 de Dezembro de 2009; Cobertura Orçamentária: Elemento Orçamentário 50-20.601.0009 Manutenção das Atividades da Secretaria de Agricultura. 6812.361.0005.2006 – Manutenção da Atividade da Secretaria de Cultura e Esportes. 8112.361.0005.2008 – Manutenção das A tividades do FUNDEB 40%. 4110.301.002.06.001/10 – Manutenção das Ações do Fundo Municipal de Saúde.10.301.00026.002/15 Manutençao das Ações do Bloco Atenção Básica. 10.301.0002/6.003/22 Manutenção Do PSF 10.301.00026.002Manutenção do Programa Saúde Bucal . 6-08.244.00007-6.012/53 Manutenção das Ações da Secretaria de Assistëncia Social. 08.243.0006-6.016/35Manuenção das Ações do Conselho Tutelar da Criançae do Adolescente.08.243. 0006-6.022/3608.244.00007-6.027 Manutenção do IGD. 5715.451.0003-2 Manutenção da Atividade da Secretaria de Infra- Estrutura 26.782.00032.018 Manutenção da rede viária Municipal ; Natureza da Despesa 33.90.30 Material de Consumo; Valor: R$ 583.580,00 (Quinhentos e Oitenta e Trës mil quinhentos e oitenta reais)Signatários: pelo Contratante,José Marcio Tenório de Melo e, pela Contratada, José Gabriel de Holanda Teixeira. .Maribondo, 14 de Abril de 2009. José Marcio Tenório de Melo Prefeito -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE MARIBONDO AVISO DE CANCELAMENTO CONVITE Nº 001/2009 ORGÃO: Secretaria de Educação. OBJETO:

Aquisição de Fardamento Escolar para atender as necessidades das unidades escolares do município de Maribondo. COMUNICAMOS as empresas interessadas que em razão de conveniência administrativa essa prefeitura resolve CANCELAR o processo Licitatório em tela. Maribondo, 10 de Agosto de 2009. José Marcio Tenório de Melo Prefeito -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE CARNEIROS AVISO DE LICITAÇÃO O Município de Carneiros, com sede na Praça Cônego José Bulhões, 100 – Centro – Carneiros – AL., informa aos interessados que estará realizando Licitação na modalidade Pregão Presencial nº 005/2010 - Aquisição de Veículo 0 km tipo VAN para transporte de passageiros. Data: 17/11/2010 às 10:00 horas. Local: Sala da Comissão Permanente de Licitações Sede da Prefeitura, onde encontrase a disposição dos interessados o edital e anexos, no horário das 8:00 às 12:00 horas. Carneiros (AL), 05 de novembro de 2010. Jair Cristóvão Andrade | Pregoeiro -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE MATA GRANDE RATIFICAÇÃO INEXIGIBILIDADE N° 007/2010 O Prefeito do Município de Mata Grande RATIFICA e HOMOLOGA o presente processo, no valor total de R$ 12.900,00 (doze mil e novecentos reais). EXTRATO DO CONTRATO N° 007/2010 – IL CONTRATANTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE MATA GRANDE, CNPJ nº 12.226.205/0001-79. CONTRATADA: G1 LOCAÇÃO E EVENTOS LTDA, CNPJ nº 11.051.055/0001-47. OBJETO: Contratação de Bandas para a Festa da Padroeira de Santa Cruz. VALOR: R$ 12.900,00 (doze mil e novecentos reais). Mata Grande, 10 de setembro de 2010. José Jacob Gomes de Brandão Prefeito -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE MATA GRANDE HOMOLOGAÇÃO – CONVITE N° 01-09/2010 O Prefeito do Município de Mata Grande HOMOLOGA o presente processo, importando o mesmo o valor total de R$ 20.673,00 (vinte mil e seiscentos e setenta e três reais). EXTRATO DO CONTRATO N° 01-09/2010 - CV CONTRATANTE: Prefeitura Municipal de Mata Grande, CNPJ: 12.226.205/0001-79 CONTRATADA: VFarma Comércio Representações Ltda, CNPJ: 04.344.742/0001-95. OBJETO: Aquisição de Equipamentos Hospitalares. VALOR: R$ 20.673,00 (vinte mil e seiscentos e setenta e três reais). Mata Grande, 10 de setembro de 2010. José Jacob Gomes Brandão | Prefeito -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPESTRE HOMOLOGAÇÃO – CONVITE N° 01.07/2010 O Prefeito do Município de Campestre HOMOLOGA o presente processo, importando o mesmo o valor total de R$ 37.000,00 (trinta e sete mil reais). EXTRATO DO CONTRATO N° 01.07/2010 - CV CONTRATANTE: Prefeitura Municipal de Campestre, CNPJ: 01.631.604/0001-07 CONTRATADA: Construtora Régio Ltda, CNPJ: 07.808.854/0001-48. OBJETO: Terraplanagem em Estradas Vicinais. R$ 37.000,00 (trinta e sete mil reais). Campestre, 26 de julho de 2010. Amaro Gilvan de Carvalho | Prefeito -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPESTRE HOMOLOGAÇÃO – CONVITE N° 01.08/2010 O Prefeito do Município de Campestre HOMOLOGA o presente processo, importando o mesmo o valor total de R$ 101.154,18 (cento e um mil cento e cinquenta e quatro reais e dezoito centavos). EXTRATO DO CONTRATO N° 01.08/2010 - CV CONTRATANTE: Prefeitura Municipal de Campestre, CNPJ: 01.631.604/0001-07 CONTRATADA: Construtora Adibá Ltda, CNPJ: 11.421.276/0001-60. OBJETO: Reforma e Ampliação da Escola Municipal Francisca Barreto da Silva. R$ 101.154,18 (cento e um mil cento e cinquenta e quatro reais e dezoito centavos). Campestre, 23 de agosto de 2010. Amaro Gilvan de Carvalho | Prefeito -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE MATA GRANDE RATIFICAÇÃO INEXIGIBILIDADE N° 006/2010 O Prefeito do Município de Mata Grande RATIFICA e HOMOLOGA o presente processo, no valor total de R$ 278.500,00 (duzentos e setenta e oito mil e quinhentos reais). EXTRATO DO CONTRATO N° 006/2010 – IL CONTRATANTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE MATA GRANDE, CNPJ nº 12.226.205/0001-79. CONTRATADA: ISCIM-INSTITUTO SOCIAL E CULTURAL INTEGRADO AOS MUNICIPIOS, CNPJ nº 11.293.253/0001-17. OBJETO: Contratação de Bandas e Estruturas para as Festividades do Mata Grande Fest 2010. VALOR: R$ 278.500,00 (duzentos e setenta e oito mil e quinhentos reais). Mata Grande, 20 de setembro de 2010. José Jacob Gomes de Brandão Prefeito -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE PENEDO GABINETE DO PREFEITO EXTRATO DO SEGUNDO TERMO ADITIVO DE VALOR AO CONTRATO DE EXECUÇÃO DE OBRA Nº 005/2009 FIRMADO ENTRE O MUNICÍPIO DE PENEDO E A EMPRESA TORRES CONSTRUÇÕES LTDA. Processo nº 1.607/2010 Número do Contrato 005/2009 Contratante: MUNICÍPIO DE PENEDO/AL – CNPJ 12.243.697/0001-00 Contratado: EMPRESA CONSTRUÇÕES E EMPREENDIMENTOS LTDA – CNPJ/MF 03.614.296/0001-29. Objeto: ACRÉSCIMOS DE SERVIÇOS AO OBJETO INICIALMENTE PACTUADO, DECORRENTES DAS MODIFICAÇÕES DA PROPOSTA CONTRATADA. Valor: EM RAZÃO DOS ACRÉSCIMOS DE SERVIÇOS AO CONTRATO, NO VALOR DE R$ 800.838,50 (oitocentos mil oitocentos e trinta e oito reais e cinqüenta centavos), O VALOR DO CONTRATO PASSA A VALER R$ 817.810,00 (oitocentos e dezessete mil, oitocentos e dez reais). Da Ratificação: FICAM RATIFICADAS AS DEMAIS CLÁUSULAS DO CONTRATO Nº 005/2009, QUE NÃO COLIDAM COM AS DESTE INSTRUMENTO. SIGNATÁRIOS: ISRAEL RAMIRES SALDANHA NETO – PELA CONTRATANTE E JOSÉ NIVALDO TORRES – PELA CONTRATADA. DATA DE ASSINATURA DO SEGUNDO TERMO ADITIVO DE VALOR: 21 DE OUTUBRO DE 2010. REPUBLICADO POR INCORREÇÃO. -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE PIAÇABUÇU RATIFICAÇÃO INEXIGIBILIDADE 01-02/2010 O Prefeito do Município de Piaçabuçu, no uso de suas atribuições e em conformidade com a Lei nº 8.666, de 21 de Junho de 1993 (com as alterações introduzidas pela Lei nº 8883, de 08 de Junho de 1994 e 9.648, de 27 de maio de 1998), homologa e ratifica o presente processo em favor da empresa ROSERVAL PINHEIRO DA SILVA, importando o mesmo no valor total de R R$ 97.000,00 (Noventa e sete mil reais). EXTRATO DO CONTRATO N° 01-02/2010 - IL CONTRATANTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE PIAÇABUÇU, CNPJ nº 12.247.268/0001-01, representada pelo Prefeito Municipal Senhor Dalmo Moreira Santana Júnior, CONTRATADA: Empresa: ROSERVAL PINHEIRO DA SILVA, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ/MF sob o n° 69.974.731/0001-34, com

sede na Avenida Itaporanga, 09, Dom Constantino, Penedo/AL, tendo por objeto os Serviços de apresentação de Bandas Musicais nas festividades de Bom Jesus dos Navegantes, no valor global de R$ 97.000,00 (Noventa e sete mil reais). Piaçabuçu, 29 de janeiro de 2010. Dalmo Moreira Santana Junior | Prefeito -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE PIAÇABUÇU RATIFICAÇÃO INEXIGIBILIDADE N° 007/2010 O Prefeito do Município de Piaçabuçu RATIFICA e HOMOLOGA o presente processo, no valor total de R$ 69.500,00 (sessenta e nove mil e quinhentos reais). EXTRATO DO CONTRATO N° 007/2010 – IL CONTRATANTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE PIAÇABUÇU, CNPJ nº 12.247.268/0001-01. CONTRATADA: Alberto Gomes Canuto, CNPJ nº 04.574.995/0001-55. OBJETO: Contratação da Empresa para apresentação das atrações musicais das bandas Karisma e Garota de Aluguel, para a Festa do Povoado SudeneMandin, no município de Piaçabuçu. VALOR: R$ 69.500,00 (sessenta e nove mil e quinhentos reais). Piaçabuçu, 02 de Março de 2010. * Republicado por incorreção Dalmo Moreira Santana Júnior | Prefeito -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE QUEBRANGULO EXTRATO DE CONTRATO CONTRATANTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE QUEBRANGULO - CNPJ. 12.241.675/0001-01 ANDRÉ VASCONCELOS DE BARROS LIMA, CPF n° 043.466.554-16 OBJETO. A prestar serviço como Coordenador de Odontologia, visto que é imprescindível a presença deste para o funcionamento do setor – Sec. de Saúde Valor: R$ 3.000,00 (três mil reais) Prazo de execução: 2 meses. Fonte de Recurso: 07.71/ 6.014/ 10.301.0008 3.3.90.36 Quebrangulo, 01 de novembro 2010. Marcelo Ricardo Vasconcelos Lima – Prefeito -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE QUEBRANGULO EXTRATO DE CONTRATO CONTRATANTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE QUEBRANGULO - CNPJ. 12.241.675/0001-01 MARIA VALDELANE DA SILVA, CPF n° 052.513.284-86 OBJETO. Locação de veículo cuja finalidade será de ficar a disposição da coordenação das equipes do PSF – Sec. de Saúde Valor: R$ 2.200,00 (dois mil e duzentos reais) Prazo de execução: 2 meses. Fonte de Recurso: 07.71/ 6.014/ 10.301.0008 3.3.90.36 Quebrangulo, 01 de novembro 2010. Marcelo Ricardo Vasconcelos Lima – Prefeito -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE QUEBRANGULO EXTRATO DE CONTRATO CONTRATANTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE QUEBRANGULO - CNPJ. 12.241.675/0001-01 JOÃO MIZAEL LOPES JUNIOR, CPF n° 071.024.214-00 OBJETO. A prestar serviço como Agente Administrativo na Central de Abastecimento Farmacêutica – Sec. de Saúde Valor: R$ 1.020,00 (um mil e vinte reais) Prazo de execução: 2 meses. Fonte de Recurso: 07.71/ 6.014/ 10.301.0008 3.3.90.36 Quebrangulo, 01 de novembro 2010. Marcelo Ricardo Vasconcelos Lima – Prefeito -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE QUEBRANGULO EXTRATO DE CONTRATO CONTRATANTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE QUEBRANGULO - CNPJ. 12.241.675/0001-01 ELÂNIO HENRIQUE SANTOS, CPF n° 084.600.584-09 OBJETO. A prestar serviço como Coordenador de Transporte Escolar da Rede Municipal de Ensino – Sec. de Educação Valor: R$ 1.600,00 (um mil e seiscentos reais) Prazo de execução: 2 meses. Fonte de Recurso: 06.61/ 2.020/ 12.361.0004 3.3.90.36 Quebrangulo, 01 de novembro 2010. Marcelo Ricardo Vasconcelos Lima – Prefeito -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE QUEBRANGULO EXTRATO DE CONTRATO CONTRATANTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE QUEBRANGULO - CNPJ. 12.241.675/0001-01 ANTONIO DA SILVA GOMES, CPF n° 074.264.084-18 OBJETO. A prestar serviço como Professor para a turma da EJA da Escola Sabino Bernardo da Silva – Extensão Paquevira, haja vista a inexistência de candidatos no ultimo concurso publico realizado pelo Município de Quebrangulo, para o provimento do cargo – Sec. de Educação Valor: R$ 1.020,00 (um mil e vinte reais) Prazo de execução: 2 meses. Fonte de Recurso: 06.61/ 2.028/ 12.366.0004 3.1.90.04 Quebrangulo, 01 de novembro 2010. Marcelo Ricardo Vasconcelos Lima – Prefeito -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE QUEBRANGULO EXTRATO DE CONTRATO CONTRATANTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE QUEBRANGULO - CNPJ. 12.241.675/0001-01 MARIA REJANE FERREIRA ALVES, CPF n° 052.165.624-94 OBJETO. A prestar serviço como Auxiliar Administrativo Educacional na escola Municipal Presidente Médici, auxiliando na turma de Educação Infantil – Sec. de Educação Valor: R$ 1.020,00 (um mil e vinte reais) Prazo de execução: 2 meses. Fonte de Recurso: 06.61/ 2.014/ 12.365.0004 3.3.90.36 Quebrangulo, 01 de novembro 2010. Marcelo Ricardo Vasconcelos Lima – Prefeito -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE QUEBRANGULO EXTRATO DE CONTRATO CONTRATANTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE QUEBRANGULO - CNPJ. 12.241.675/0001-01 JAÉGENO FERREIRA DA SILVA, CPF n° 039.898.184-14 OBJETO. A prestar serviço como Maestro para a Banda de Música Graciliano Ramos e Ministrar Aulas de Música para alunos da rede municipal, das Escolas Mirta Correia Costa e Jovelina Saldanha – Sec. de Educação Valor: R$ 3.167,40 (três mil cento e sessenta e sete reais e quarenta centavos) Prazo de execução: 2 meses. Fonte de Recurso: 06.60/ 2.006/ 12.361.0004 3.3.90.36 Quebrangulo, 01 de novembro 2010. Marcelo Ricardo Vasconcelos Lima – Prefeito -------------------------------------------------------PREFEITURA DE SANTA LUZIA DO NORTE PORTARIA N° 149/2010, DE 04 DE NOVEMBRO DE 2010 A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE SANTA LUZIA DO NORTE, no uso de suas atribuições legais, conferidas pela Lei Orgânica do Município, em especial o seu artigo 63, inciso VI, e tendo em vista o que consta do artigo 3º, inciso II, da Lei Municipal nº 524, de 17 de agosto de 2010, RESOLVE: Art. 1º Delegar, a Secretária Municipal de Finanças, Senhora Rita de Cássia Pereira Lima Porto, a função de assinar cheques juntamente com a Prefeita Municipal, das contas correntes do Fundo Municipal de Saúde, junto ao Banco do Brasil S/A, Agência Avenida de Góes Monteiro, Tabuleiro do Martins, Maceió,

Alagoas, em consonância com o disposto no art. 3º, inciso II, da Lei Municipal n° 524, de 17 de agosto de 2010. Art. 2º Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. Gabinete da Prefeita do Município de Santa Luzia do Norte, 04 de novembro de 2010. MARIA DE FÁTIMA BARROS LINS PREFEITA -------------------------------------------------------PREFEITURA DE SANTA LUZIA DO NORTE PORTARIA N° 142, DE 20 DE OUTUBRO DE 2010. TORNA SEM EFEITO A EXONERAÇÃO DO SR. ANTÔNIO ROMEIRO DE LIMA FILHO, DO CARGO QUE MENCIONA. A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE SANTA LUZIA DO NORTE, no uso de suas atribuições legais, conferidas pela Lei Orgânica do Município, em especial seu artigo 63, inciso IV, e considerando a imperiosa necessidade de serviço, RESOLVE: Art. 1º Tornar sem efeito a exoneração do Sr. Antônio Romeiro de Lima Filho, do cargo de provimento em comissão de Assessor da UEM, código CCN3, a que se refere à Portaria nº 133, de 18 de outubro de 2010. Art. 2º Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação. Art. 3º Fica revogada a Portaria nº 133 de 18 de outubro de 2010. Gabinete da Prefeita do Município de Santa Luzia do Norte, 20 de outubro de 2010. MARIA DE FÁTIMA BARROS LINS PREFEITA -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE PENEDO GABINETE DO PREFEITO TERMO DE HOMOLOGAÇÃO REFERENTE AO PREGÃO PRESENCIAL 001//2010 O Prefeito do Município de Penedo/AL, no uso de suas atribuições, considerando a adjudicação do Pregoeiro e Parecer da Douta Procuradoria Municipal, homologa o resultado da Licitação na modalidade Pregão Presencial nº. 001/2010, que teve como vencedoras as empresas SANFARMA DISTRIBUIDORA E REPRESENTAÇÕES LTDA, CNPJ Nº. 00.895.119/0001-70 e DEPÓSITO GERAL DE SUPRIMENTOS HOSPITALAR LTDA, CNPJ Nº 06.224.321/0001-56, perfazendo o valor total de R$ 158.400,00 (cento e cinqüenta e oito mil e quatrocentos reais). Israel Ramires Saldanha Neto Prefeito -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE PENEDO EXTRATO DO CONTRATO 001/10 de PP 001/10 CONTRATANTE: P.M. DE PENEDO/AL. CONTRATADA: SANFARMA DISTRIBUIDORA E REPRESENTAÇÕES LTDA. FUNDAMENTAÇÃO LEGAL: LEI Nº. 10.520/02 E 8.666/93 PREGÃO PRESENCIAL Nº. 001/2010. OBJETO: FORNECIMENTO DE MEDICAMENTOS CRÔNICOS, DESTINADOS AOS USUÁRIOS DO SERVIÇO MUNICIPAL DE SAÚDE. VALOR DO CONTRATO R$ 99.700,00 (NOVENTA E NOVE MIL E SETECENTOS REAIS). LOTES I, II IV. -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE PENEDO EXTRATO DO CONTRATO 002/10 de PP 001/10 CONTRATANTE: P.M. DE PENEDO/AL. CONTRATADA: DEPÓSITO GERAL DE SUPRIMENTOS HOSPITALAR LTDA. FUNDAMENTAÇÃO LEGAL: LEI Nº. 10.520/02 E 8.666/93 - PREGÃO PRESENCIAL Nº. 001/2010. OBJETO: FORNECIMENTO DE MEDICAMENTOS CRÔNICOS, DESTINADOS AOS USUÁRIOS DO SERVIÇO MUNICIPAL DE SAÚDE. VALOR DO CONTRATO R$ 58.700,00 (CINQUENTA E OITO MIL E SETECENTOS REAIS). LOTES III E V. -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE QUEBRANGULO TERMO ADITIVO EXTRATO DO I TERMO ADITIVO AO CONTRATO PARA FORNECIMENTO DE ÁGUA MINERAL Município de Quebrangulo CNPJ: 12.241.675/0001-01 – CONTRATADA: Aristácio Clementino de Paula - ME - CNPJ 05.244.773/0001-01. OBJETO: Lote 03 Pregão Presencial nº 002/2010. Fica aditivado em 25% (vinte e cinco por cento) R$ 1.150,00 (hum mil cento e cinqüenta reais) Quebrangulo – 03 de novembro de 2010 Marcelo Ricardo Vasconcelos Lima Prefeito -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE QUEBRANGULO TERMO ADITIVO EXTRATO DO I TERMO ADITIVO AO CONTRATO PARA MATERIAL GRÁFICO. Município de Quebrangulo - CNPJ: 12.241.675/0001-01 – CONTRATADA: M.M. DE MELLO GRÁFICA E EDITORA - CNPJ 04.345.379/0001-01. OBJETO: Lote 01 Pregão Presencial nº 0004/2010. Fica aditivado em 25% (vinte e cinco por cento) R$ 9.581,25 (Nove mil quinhentos e oitenta e hum reais e vinte e cinco centavos) Quebrangulo – 03 de novembro de 2010 Marcelo Ricardo Vasconcelos Lima Prefeito -------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE QUEBRANGULO Pregão Presencial A CPL do município de Quebrangulo, informa aos interessados que estará realizando a seguinte licitação conforme abaixo especificado: Pregão Presencial 017/2010 Processo: 001524/2010. Órgão:Secretaria de Saúde. – Equipamentos Médico-hospitalar; Cadeira em Polipropileno; Bebedouro de coluna refrigerado. Data da Reunião: 22 de novembro de 2010. as 8:30 hs.- O edital do processo encontra-se a disposição dos interessados na sala da CPL. no horários de 8:00 as 12:00. Sito: Praça Getúlio Vargas, 50 – Centro - Quebrangulo – AL (82) 3288 1140 / 1144 cpl.quebrangulo@gmail.com Quebrangulo, 05 de novembro de 2010. Márcio Ivan Marinho Falcão Pregoeiro – Port. 268/09. -------------------------------------------------------PREFEITURA DE SANTA LUZIA DO NORTE PORTARIA Nº137 /2010, DE 20 DE OUTUBRO DE 2010. A Prefeita do Município de Santa Luzia do Norte, no uso das atribuições que são conferidas pelo Artigo 63, Inciso VI, da Lei Orgânica do Município, e tendo em vista o que consta no Boletim de Inspeção Médica expedido pela Junta Médica do Município, RESOLVE: Conceder Auxílio Doença, nos termos do Artigo 82 da Lei Municipal nº 253, de 30 de Setembro de 1992, pelo prazo de 30(trinta) dias a contar de 13 de outubro de 2010, ao servidor Ivanildo João da Silva, ocupante do cargo de Gari, lotado na Secretaria Municipal de Infraestrutura. Dê-se Ciência, Publique-se e Registre-se. Gabinete da Prefeita, Santa Luzia do Norte, 20 de outubro de 2010. Maria de Fatia Barros Lins | Prefeita -------------------------------------------------------PREFEITURA DE SANTA LUZIA DO NORTE PORTARIA Nº 136/2010, DE 20 DE OUTUBRO DE 2010. A Prefeita do Município de Santa Luzia do Norte, no uso das atribuições que são conferidas pelo Artigo 63, Inciso VI, da Lei Orgânica do Município, e tendo em vista o que consta no Boletim de Inspeção Médica expedido pela Junta Médica do Município, RESOLVE: Conceder Auxílio Doença, nos termos do Artigo 82 da Lei Municipal nº 253, de 30 de Setembro de 1992, pelo prazo de 30 (Trinta) dias a con-

tar de 15 de outubro de 2010, a servidora Nanciete José da Silva, ocupante do cargo de Agente Administrativo, lotada na Secretaria Municipal de Administração. Dê-se Ciência, Publique-se e Registre-se. Gabinete da Prefeita, Santa Luzia do Norte, 20 de outubro de 2010. Maria de Fatia Barros Lins Prefeita -------------------------------------------------------PREFEITURA DE SANTA LUZIA DO NORTE PORTARIA Nº135/2010, DE 20 DE OUTUBRO DE 2010. A Prefeita do Município de Santa Luzia do Norte, no uso das atribuições que são conferidas pelo Artigo 63, Inciso VI, da Lei Orgânica do Município, e tendo em vista o que consta no Boletim de Inspeção Médica expedido pela Junta Médica do Município, RESOLVE: Conceder Auxílio Doença, nos termos do Artigo 82 da Lei Municipal nº 253, de 30 de Setembro de 1992, pelo prazo de 60(sessenta) dias a contar de 29 de setembro de 2010, a servidora Quitéria Berto Feitosa, ocupante do cargo de Auxiliar de Serviços Gerais, lotada na Secretaria Municipal de Saúde. Dê-se Ciência, Publique-se e Registre-se. Gabinete da Prefeita, Santa Luzia do Norte, 20 de outubro de 2010. Maria de Fátima Barros Lins Prefeita -------------------------------------------------------PREFEITURA DE SANTA LUZIA DO NORTE PORTARIA Nº 139/2010, DE 20 DE OUTUBRO DE 2010. A Prefeita do Município de Santa Luzia do Norte, no uso das atribuições que são conferidas pelo Artigo 63, Inciso VI, da Lei Orgânica do Município, e tendo em vista o que consta no Boletim de Inspeção Médica expedido pela Junta Médica do Município, RESOLVE: Conceder Licença para Tratamento de Saúde, nos termos do Artigo 87 da Lei Municipal nº 253, de 30 de Setembro de 1992, pelo prazo de 15 (quinze) dias a contar de 07 de outubro de 2010, a servidora Maria Cicera de Oliveira, ocupante do cargo de Agente Comunitária de Saúde, lotada na Secretaria Municipal de Saúde. Dê-se Ciência, Publique-se e Registre-se. Gabinete da Prefeita, Santa Luzia do Norte, 20 de outubro de 2010. Maria de Fátima Barros Lins Prefeito -------------------------------------------------------PREFEITURA DE SANTA LUZIA DO NORTE PORTARIA Nº 140/2010, DE 20 DE OUTUBRO DE 2010. A Prefeita do Município de Santa Luzia do Norte, no uso das atribuições que são conferidas pelo Artigo 63, Inciso VI, da Lei Orgânica do Município, e tendo em vista o que consta no Boletim de Inspeção Médica expedido pela Junta Médica do Município, RESOLVE: Conceder Licença para Tratamento de Saúde, nos termos do Artigo 87 da Lei Municipal nº 253, de 30 de Setembro de 1992, pelo prazo de 15 (quinze) dias a contar de 22 de outubro de 2010, a servidora Marlete Maria Lopes da Silva, ocupante do cargo de Auxiliar de Enfermagem, lotada na Secretaria Municipal de Saúde. Dê-se Ciência, Publique-se e Registre-se. Gabinete da Prefeita, Santa Luzia do Norte, 20 de outubro de 2010. Maria de Fátima Barros Lins Prefeita -------------------------------------------------------PREFEITURA DE SANTA LUZIA DO NORTE PORTARIA Nº 138/2010, DE 20 DE OUTUBRO DE 2010. A Prefeita do Município de Santa Luzia do Norte, no uso das atribuições que são conferidas pelo Artigo 63, Inciso VI, da Lei Orgânica do Município, e tendo em vista o que consta no Boletim de Inspeção Médica expedido pela Junta Médica do Município, RESOLVE: Conceder Licença para Tratamento de Saúde, nos termos do Artigo 87 da Lei Municipal nº 253, de 30 de Setembro de 1992, pelo prazo de 15 (quinze) dias a contar de 17 de outubro de 2010, a servidora Rosilda dos Santos, ocupante do cargo de Agente Comunitário de Saúde, lotada na Secretaria Municipal de Saúde. Dê-se Ciência, Publique-se e Registre-se. Gabinete da Prefeita, Santa Luzia do Norte, 20 de outubro de 2010. Maria de Fátima Barros Lins Prefeito -------------------------------------------------------PREFEITURA DE SANTA LUZIA DO NORTE P O R T A R I A N º 124/2010, DE 30 DE SETEMBRO DE 2010. A Prefeita do Município de Santa Luzia do Norte - Al., no uso da atribuição que lhe confere o Artigo 63, inciso VI, da Lei Orgânica do Município e tendo em vista o disposto na Lei 454/2007, de 16 de abril de 2007, R E S O L V E: Art. 1º - Exonerar o senhor Denisson Rodrigo da Silva Pereira, do Cargo Comissionado - símbolo CCN3, de Coordenador de Atenção Básica, lotado na Secretaria Municipal de Saúde. Dê-se Ciência, Publique-se e Registre-se. Gabinete da Prefeita, Santa Luzia do Norte, 30 de setembro de 2010. MARIA DE FÁTIMA BARROS LINS | PREFEITA -------------------------------------------------------PREFEITURA DE SANTA LUZIA DO NORTE P O R T A R I A N º 144/2010, DE 03 DE NOVEMBRO DE 2010. A Prefeita do Município de Santa Luzia do Norte - Al., no uso da atribuição que lhe confere o Artigo 63, inciso VI, da Lei Orgânica do Município e tendo em vista o disposto na Lei 361/2001, e o que dispõe o Ar. 37, Inciso I, da Lei nº 253/92 de 30 de setembro de 1992, e suas alterações posteriores, R E S O L V E: Art. 1º - Exonerar o senhor José Cícero dos Santos, do Cargo Comissionado - símbolo CCN1 de Secretário Municipal de Administração. Art. 2 º- Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. Dê-se Ciência, Publique-se e Registre-se. Gabinete da Prefeita, Santa Luzia do Norte, 03 de novembro de 2010. MARIA DE FÁTIMA BARROS LINS PREFEITA -------------------------------------------------------PREFEITURA DE SANTA LUZIA DO NORTE P O R T A R I A N º 143/2010, DE 03 DE NOVEMBRO DE 2010. A Prefeita do Município de Santa Luzia do Norte - Al., no uso da atribuição que lhe confere o Artigo 63, inciso VI, da Lei Orgânica do Município e tendo em vista o disposto no Art.1º da Lei complementar nº 006/2009, e o que dispõe o Art. 37, Inciso I, da Lei nº 253/92 de 30 de setembro de 1992, e suas alterações posteriores, R E S O L V E: Art. 1º - Exonerar a senhora Leyla Christine Leite Loureiro de Farias, servidora pública municipal, ocupante do cargo de Agente Administrativo, do quadro permanente do Poder executivo Municipal, do Cargo Comissionado símbolo - CCN1 de Secretária

Municipal de Saúde. Art. 2 º- Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. Dê-se Ciência, Publique-se e Registre-se. Gabinete da Prefeita, Santa Luzia do Norte, 03 de novembro de 2010. MARIA DE FÁTIMA BARROS LINS PREFEITA -------------------------------------------------------PREFEITURA DE SANTA LUZIA DO NORTE P O R T A R I A N º 146/2010, DE 03 DE NOVEMBRO DE 2010. A Prefeita do Município de Santa Luzia do Norte - Al., no uso da atribuição que lhe confere o Artigo 63, inciso VI, da Lei Orgânica do Município e tendo em vista o disposto na Lei Complementar nº 006/2009, e de conformidade com o Art. 11, Inciso II, da Lei nº 253/92de 30 de setembro de 1992, e suas alterações posteriores, R E S O L V E: Art. 1º - Nomear o senhor José Cícero dos Santos, para exercer o Cargo Comissionado símbolo - CCN1 de Secretário Municipal de Saúde. Art. 2 º- Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. Dê-se Ciência, Publique-se e Registre-se. Gabinete da Prefeita, Santa Luzia do Norte, 03 de Novembro de 2010. MARIA DE FÁTIMA BARROS LINS PREFEITA -------------------------------------------------------PREFEITURA DE SANTA LUZIA DO NORTE P O R T A R I A N º 145/2010, DE 03 DE NOVEMBRO DE 2010. A Prefeita do Município de Santa Luzia do Norte - Al., no uso da atribuição que lhe confere o Artigo 63, inciso VI, da Lei Orgânica do Município e tendo em vista o disposto na Lei 361/2001, e de conformidade com o Art. 11, Inciso II, da Lei nº 253/92 de 30 de setembro de 1992, e suas alterações posteriores, R E S O L V E: Art. 1º - Nomear a senhora Leyla Christine Leite Loureiro de Farias, servidora pública municipal, ocupante do cargo de Agente Administrativo, do quadro permanente do Poder executivo Municipal, para exercer o Cargo Comissionado símbolo - CCN1 de Secretária Municipal de Administração. Art. 2 º- Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. Dê-se Ciência, Publique-se e Registre-se. Gabinete da Prefeita, Santa Luzia do Norte, 03 de novembro de 2010. MARIA DE FÁTIMA BARROS LINS PREFEITA -------------------------------------------------------PREFEITURA DE SANTA LUZIA DO NORTE P O R T A R I A N º 127/2010, DE 01 DE OUTUBRO DE 2010. A Prefeita do Município de Santa Luzia do Norte - Al., no uso da atribuição que lhe confere o Artigo 63, inciso VI, da Lei Orgânica do Município e tendo em vista o disposto na Lei 454/2007, de 16 de abril de 2007, R E S O L V E: Art. 1º - Nomear o senhor Pedro Henrique Pereira da Silva, para exercer o Cargo Comissionado - símbolo CCN3, de Coordenador de Atenção Básica, lotado na Secretaria Municipal de Saúde. Dê-se Ciência, Publique-se e Registre-se. Gabinete da Prefeita, Santa Luzia do Norte, 01 de outubro de 2010. MARIA DE FÁTIMA BARROS LINS PREFEITA -------------------------------------------------------PREFEITURA DE SANTA LUZIA DO NORTE P O R T A R I A N º 134/2010, DE 20 DE OUTUBRO DE 2010. A Prefeita do Município de Santa Luzia do Norte-Al., no uso da atribuição que lhe confere o Artigo 63, inciso VI, da Lei Orgânica do Município, e tendo em vista o disposto na Lei 361/2001, R E S O L V E: Art. 1º - Designar a senhora Claúdia Clícia Feitosa Lima, servidora pública municipal, ocupante do cargo de Professora, do quadro de pessoal permanente do Poder Executivo, lotada na Secretaria Municipal de Educação, para exercer a Função Gratificada – FGNS de Diretora da Escola Municipal Dr. José Paulino de Brito. Dê-se Ciência Publique-se e Registre-se. Gabinete da Prefeita, Santa Luzia do Norte, 20 de Outubro de 2010. MARIA DE FÁTIMA BARROS LINS PREFEITA -------------------------------------------------------PREFEITURA DE SANTA LUZIA DO NORTE P O R T A R I A N º 141/2010, DE 20 DE OUTUBRO DE 2010. A Prefeita do Município de Santa Luzia do Norte-Al., no uso das atribuições que lhe confere o Art. 63, Inciso VI, da Lei Orgânica do Município, e Art.92 da Lei n º 253/1992, de 30 de setembro de 1992, e suas alterações posteriores, RESOLVE: Conceder Licença de Gestação, pelo período de 120 (cento e vinte dias), a contar de 17 de outubro de 2010, a servidora Verônica Maria Ferreira Guedes, ocupante do Cargo de Professora, lotada na Secretaria Municipal de Educação. Dê-se Ciência, Publique-se e Registre-se. Gabinete da Prefeita, Santa Luzia do Norte, 20 de outubro de 2010. Maria de Fátima Barros Lins | Prefeita -------------------------------------------------------Gestão da Iluminação Pública - CIGIP Portaria nº 010/2010 De 01 de outubro de 2010 O Presidente do Consórcio Intermunicipal para Gestão da Iluminação Pública - CIGIP, no uso de suas atribuições previstas no Estatuto; Resolve: Art. 1º - Exonerar a Srª ROSA MARIA DA SILVA, portadora do CPF/MF nº 057.644.884-27, ocupante do cargo de provimento em Comissão Escrituária. Art. 2º - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições da portaria 009/2009, publicada em 04 de maio de 2009; Maceió, 26 de outubro de 2010 Marcelo Ricardo Vasconcelos Lima Presidente do CIGIP --------------------------------------------------Gestão da Iluminação Pública - CIGIP Portaria nº 011/2010 De 01 de outubro de 2010 O Presidente do Consórcio Intermunicipal para Gestão da Iluminação Pública - CIGIP, no uso de suas atribuições previstas no Estatuto; Resolve: Art. 1º - Designar a Srª ROSA MARIA DA SILVA, portadora do CPF/MF nº 057.644.884-27, com base no art. 9º, do Protocolo de Intenções, para ocupar o cargo de provimento em Comissão de Coordenação de Arquivo e Conferência. Art. 2º - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. Maceió, 26 de outubro de 2010 Marcelo Ricardo Vasconcelos Lima Presidente do CIGIP


Primeira Edição | 8 a 14 de novembro, 2010

Esportes |B5

> BRASILEIRÃO

Com olé, Corinthians derrota o São Paulo Elias e Dentinho marcaram os gols da vitória alvinegra. Derrota complica o Tricolor na briga por uma vaga na Libertadores Terra

O “olé” da torcida no final da partida foi o resumo da euforia do Corinthians. Na tarde deste domingo, com uma vitória incontestável por 2 a 0 sobre o São Paulo, no estádio do Morumbi, o Timão reassumiu a liderança do Campeonato Brasileiro (mesmo que temporariamente). Mas tem mais do que isso a comemorar. Até porque frustrou os planos do rival em relação à vaga na Libertadores e aumentou para 11 o número de jogos sem perder do Tricolor (sete vitórias e quatro empates). Elias e Dentinho foram os heróis. Os destaques do clássico deste domingo não são novidade para os corintianos. Nem para os são-paulinos. Autor do primeiro gol do triunfo alvinegro, Elias costuma se dar bem contra o rival do Morumbi. Em sete jogos foram cinco gols. Média impressionante. Já Dentinho, que fez o segundo, jamais perdeu para o Tricolor. A vitória no clássico colocou o Corinthians temporariamente na liderança do Brasileirão com 60 pontos. Agora, a equipe do

Parque São Jorge torce por empate ou derrota do Fluminense no duelo com o Vasco, às 19h30m. Já o São Paulo, com os mesmos 50 de antes, não consegue se aproximar do G-4 e ainda pode perder a oitava colocação para o Atlético-PR, que encara o Flamengo esta noite. Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, a de número 35, o São Paulo joga contra o Vasco, domingo, dia 14, às 17h, no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro. O Corinthians, por sua vez, tem um confronto direto na briga pelo título. Recebe o Cruzeiro, no estádio do Pacaembu, às 19h30 do sábado, dia 13.

Dentinho marcou o segundo gol do Corinthians no clássico paulista

FOGÃO EMPATA Em pontas opostas da tabela, mas igualmente pressionados, Avaí e Botafogo fizeram um jogo de muita tensão e pouca técnica. Assim, só poderia terminar empatada em 0 a 0 a partida realizada neste domingo, no Estádio da Ressacada, em Florianópolis, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. O

resultado não foi bom para nenhum dos times em suas brigas contra o rebaixamento (caso do time catarinense) e por uma vaga na Libertadores e pelo título (situação do Alvinegro). Na próxima rodada o Botafogo, que permaneceu no quarto lugar, com 55 pontos, enfrenta o Ceará em Fortaleza, em jogo antecipado para a quar-

ta-feira. Já o Avaí, que chegou a 34 pontos e segue em 18º, vai a Porto Alegre jogar contra o Internacional, domingo. Apesar de seguir no G-4, o Alvinegro se vê ameaçado por causa das vitórias de Corinthians e Cruzeiro, adversários diretos. FLUZÃO LÍDER Antes, o Corinthians havia

feito a sua parte, ao derrotar o São Paulo por 2 a 0 no Morumbi. O Cruzeiro também. Venceu o Vitória no Barradão. Restava ao Fluminense derrotar o Vasco no Engenhão, neste domingo, para não deixar escapar a liderança do Brasileirão. E o triunfo ocorreu graças à aplicação tática, aliada à luta e à sorte que costuma acompanhar os campeões. O time resistiu à forte pressão do Vasco no fim. O gol de Tartá, com apenas três minutos de jogo, garantiu o 1 a 0 que leva a equipe aos 61 pontos, um ponto à frente dos outros candidatos ao título, a quatro rodadas do fim do Brasileirão 2010. A torcida respondeu nas arquibancadas com a costumeira empolgação. A notícia ruim para o tricolor que viu pela TV ou esteve presente ao Engenhão na noite deste domingo - o público, de pouco mais de 16 mil pagantes, com mais de 20 mil presentes, voltou a decepcionar - é que o meia Marquinho, numa trombada com o próprio colega de time, o zagueiro Leandro Euzébio, deixou o campo com suspeita de

fratura no braço. Houve também tumulto no fim da partida. Do lado do Vasco, não faltaram reclamações contra o árbitro Péricles Bassols, que foi cercado pelos jogadores. A maior queixa foi pela forma como terminou a partida. A bola havia sido alçada na área para Fumagalli cabecear. Fernando Prass, Fágner e Nunes foram os que mais reclamaram. O atacante, inconformado também com Leandro Euzébio, chegou a esperar o zagueiro tricolor descer no túnel para o vestiário com intenção de agredi-lo. Acabou contido pelo zagueiro Dedé e o técnico PC Gusmão. Na briga pelo título, o Fluminense receberá o Goiás também no Engenhão, no próximo domingo, pela 35ª rodada. No mesmo dia, em São Januário, o Vasco vai encarar o São Paulo. Num contra-ataque iniciado por uma "pipocada" de Felipe, que perdeu a bola, Tartá dominou a bola e serviu Washington que bateu cruzado. Fernando Prass espalmou nos pés de Tartá, que escorou para as redes, definindo a vitória do Tricolor: 1x0.


Primeira Edição | 8 a 14 de novembro, 2010

B6 | Esportes

> FÓRMULA 1

Vettel rouba a cena no GP do Brasil e RBR transfere decisão Vitória do Alemão em Interlagos esquenta a briga pelo título Mundial da F-1 Globoesporte.com Ficou para a terra dos sheiks. Único piloto que poderia festejar o título antecipado da Fórmula 1 em Interlagos, Fernando Alonso

Terra

tratou de garantir um terceiro lugar incapaz de lhe dar o troféu neste domingo, mas conveniente o bastante para mantê-lo na liderança e empurrá-lo como favorito para a última prova do ano. Alonso chegou a 231 pontos e viu sua vantagem para o segundo colocado, Mark Webber, cair de 11 para oito pontos. Para levantar sua terceira taça, o espanhol precisa apenas chegar em segundo em Abu Dhabi, na semana que vem. Em São Paulo, o espanhol da Ferrari foi superado pela dobradinha da RBR, com o alemão Sebastian Vettel em primeiro e o australiano Mark Webber em segundo, dando à equipe o título mundial de construtores. Os dois pilotos renovam suas esperanças, mas sabem que, para chegar ao topo nos Emirados Árabes, será necessário tirar de lá o bicampeão mundial. Se Alonso cruzar em segundo em Abu Dhabi, não depende de nenhum outro resultado. Se for terceiro, quarto ou quinto, tem de torcer para Webber não vencer. Em sexto, precisa que o australiano não fique nas duas primeira posições e que Vettel não vença. A corrida em Abu Dhabi começa às 11h (de Brasília) do próximo domingo. Vettel tomou a primeira posição de Nico Hulkenberg na largada e não olhou mais para trás. Nas últimas voltas, com a entrada do safety car, a RBR teve a chance de fazer jogo de equipe e dar a vitória a Webber,

Alemão conseguiu vencer o GP do Brasil neste domingo em Interlagos

que o deixaria a apenas um ponto de Alonso. Mas Vettel cruzou na frente e chegou aos 231 pontos, sete a menos que o companheiro de time e 15 atrás do espanhol. Lewis Hamilton, da McLaren, chegou em quarto em São Paulo e ainda respira por aparelhos, de olho numa combinação improvável de resultados. Seu colega Jenson Button disse adeus à disputa ao cruzar em quinto, fechando um fim de semana para esquecer: foi apenas o 11º do grid de largada e ainda sofreu uma tentativa de assalto na noite de sábado. Os brasileiros tiveram um domingo muito ruim. Dentro de casa, o melhor foi Rubens Barrichello, da Williams, em 14º. No fim da corrida, ele roubou a posição de Felipe Massa, que caiu

para 15º. O piloto da Ferrari teve problemas nos boxes em sua primeira parada. Bruno Senna, da Hispania, foi o antepenúltimo, em 21º. Lucas Di Grassi, da VRT, chegou a parar e descer do carro nos boxes, mas voltou e foi o último a cruzar, em 23º.

RESULTADO 1 - Sebastian Vettel (ALE/ RBR). 2 - Mark Webber (AUS/ RBR). 3 - Fernando Alonso (ESP/ Ferrari). 4 - Lewis Hamilton (ING/McLaren). 5 - Jenson Button (ING/McLaren). 6 - Nico Rosberg (ALE/Mercedes). 7 Michael Schumacher (ALE/ Mercedes). 8 - Nico Hulkenberg (ALE/Williams). 9 - Robert Kubica (POL/Renault). 10 - Kamui Kobayashi (JAP/Sauber). 14 Rubens Barrichello (BRA/ Williams) - 15 - Felipe Massa (BRA/ Ferrari).


Primeira Edição | 8 a 14 de novembro, 2010

Opinião |B7

Foto da semana

Editorial

O que derrotou Lessa Ronaldo Lessa, ex-deputado estadual, prefeito de Maceió e duas vezes governador, poderia ter vencido a eleição para governador, mas foi prejudicado, sobretudo, pelo tom agressivo adotado sob orientação de seus assessores de marketing e comunicação. "Partir para cima de Téo", a ordem expedida no último debate da TV Gazeta, não funcionou. Os marqueteiros erraram na expectativa de que o eleitorado estivesse pronto para assistir a uma espécie de 'pugilato verbal'. Não estava. O tom de Lessa no guia eleitoral, todo ele, foi de ressentimento, de agressividade em grau superlativo. Teotonio Vilela, também sob receita de seu marqueteiro, caminhou em sentido contrário. Nada de virulência, nada de agredir o adversário, não de passar à opinião pública qualquer sentimento de rancor ou ódio. Vilela, já a partir da foto emblemática usada em sua marca de campanha, foi a imagem do bonachão, sorridente, otimista, confiante - sempre em contrafação à expressão 'odiosa' de Lessa. Resumindo, o marketing equivocado derrotou o ex-governador. Mesmo porque, confrontando-se trunfos, Lessa estava em melhor posição. Vilela tinha ao seu lado, apenas, Cícero Almeida e Benedito de Lira. Lessa tinha Renan Calheiros, Fernando Collor, Dilma Rousseff, o presidente Lula. Lessa tinha oito anos de governo para exibir, Vilela tinha menos de quatro. Lessa contou ainda com a obstinação de sua militância - centenas de ex-assessores (comissionados) atuando full time na ânsia de voltar ao governo. E o apoio de Collor? Tudo, porém, foi anulado pela propaganda tortuosa que o transformou num candidato malhumorado, de mal com o mundo. Enfim, a diferença de 74 mil poderia ter sido bem maior se a militância tucana não tivesse se acomodado pelo acesso de confiança na vitória.

No flagrante de Márcio Ândrei, o flanelinha improvisa um lava-jato manual e ainda ocupa o calçadão da Pajuçara para ganhar uns trocados

Ilegalidades legalizadas

A hora no Nordeste

A insegurança jurídica proveniente do não cumprimento de normas estabelecidas pelo próprio governo (caso da proibição do estabelecimento de assentamentos em áreas invadidas) causa grande prejuízo ao setor produtivo sucroalcooleiro e também ao conjunto do agronegócio como um todo. O que se complica ainda mais, devido ao emaranhado incoerente da legislação referente ao meio rural. Movimentos sociais usam o eufemismo "ocupação pacífica", para designar as invasões que promovem em propriedades privadas. Evitam a palavra "invasão", crime juridicamente tipificado; o que não muda grande coisa, uma vez que toda ocupação indevida é invasão mesmo. Como escrevia recentemente o professor Denis Rosenfeld, a Ouvidoria Agrária Nacional recomenda aos juízes que sigam sua orientação para que haja paz no campo e se respeitem os direitos das pessoas. Ora, a paz no campo só dependeria do respeito aos direitos dos invasores, excluindo-se os direitos dos invadidos?O fato é que, enquanto se tenta um diálogo entre os produtores rurais e aquela Ouvidoria, esta e o Incra reproduzem, na prática, na maioria dos casos, as mesmas posições e o mesmo vocabulário dos movimentos sociais, capitaneados pelo MST (Movimento dos Tr a b a l h a d o r e s Rurais sem Terra) e a CPT.(Comissão Pastoral da Terra). Note-se também que a "ocupação pacífica" promovida pelos movimentos sociais se reveste, na maioria dos casos, de ações como destruição de plantações, maquinário, colheita, benfeitorias, morte de rebanhos, seqüestro de pessoas, intimidação e expulsão de trabalhadores das fazendas, engenhos, chácaras e sítios. Diante do apoio que tais movimentos recebem do governo, os tribunais se vêem constrangidos a transigir, como se estivessem sob independência vigiada. Com o intuito de ilustrar o tema da insegurança jurídica no campo, para além das ilegalidades legalizadas das "ocupações pacíficas" feitas por movimentos sociais, trato aqui rapidamente do caso criado com a instituição do Parque Nacional daChapada das Mesas, no Maranhão (12.12.2005). Olha, ninguém é contra que se criem parques nacionais, reservas ecológicas, áreas de preservação. São necessários e bem-vindos para a preservação do meio ambiente (algo que é muito caro a quem trabalha por energias alternativas, como o etanol), desde que sejam implantados dentro do respeito a direitos adquiridos. O parque tem uma extensão de 160 mil hectares nos municípios

A faixa do Nordeste, do Rio Grande do Norte até Sergipe, está astronomicamente no fuso horário de Fernão de Noronha (Greenwich - 2h). Entretanto, por decisão da legislação brasileira, encontra-se incluída no fuso seguinte (3h), vigorando ali a hora de Brasília. A hora oficial está adiantada em 60 minutos em relação à hora astronômica. Por isso, dizem em João Pessoa que ali o sol nasce primeiro, sem se darem conta que isso não é por causa da localização no extremo oriental das Américas, mas sim pela adoção de uma hora errada. De fato, o dia clareia antes da 5h e às 17h já vai escurecendo em Natal, João Pessoa, Recife, Maceió e Aracaju. É como se o ano inteiro vigorasse uma anti-hora de verão. Daí resulta o não aproveitamento máximo da claridade do dia. Nem a happy hour desfruta da luz do dia. Ao contrário, em João Pessoa, o poente mais cedo criou uma atração turística: o pôr do sol na praia do Jacaré, em Cabedelo, ao som do Bolero de Ravel ao saxofone, emendado com a Ave Maria ao som de violinos nos bares à beira do rio Paraíba. [Vale observar que a adoção do fuso certo não iria acabar com essa atração

maranhenses de Estreito, Carolina e Riachão, nos quais preexistiam dezenas de propriedades rurais que deveriam ser desapropriadas de acordo com a lei. Mais de 300 famílias habitam a área do parque, algumas há mais de um século. Mesmo assim, até agora nenhum procedimento administrativo ou judicial foi iniciado com o objetivo de desapropriação. Sendo que, pela legislação vigente, "A desapropriação deverá efetivar-se mediante acordo ou intentar-se judicialmente dentro de cinco anos, contados da data da expedição do respectivo decreto e, findos os quais, este caducará". [...] "Extingue-se em cinco anos o direito de propor ação que vise a indenização por restrições decorrentes de atos do poder público" (Decreto-lei nº 3.365/1941). Em dezembro deste ano, completam-se cinco anos da instituição desse parque. Está assim criada a confusão. Como vão os proprietários de terras incluídas no Parque Nacional da Chapada das Mesas ter segurança e tranquilidade para produzir, enquanto aguardam processos jurídicoadministrativos e indenizações? Tudo isso acrescido da intranquilidade e insegurança, verdadeiro pesadelo, provocadas pelo emaranhado incoerente de normas e decretos (federais, estaduais e municipais) que mutilam o ora obsoleto Código Florestal Brasileiro. Urge a solução desse grave problema, que muito prejudica o desenvolvimento da agricultura, da pecuária, da agroindústria. Aguardamos que seja acatada a proposta do deputado Aldo Rebelo e se torne lei um moderno, atualizado e coerente Código Florestal. Lembre-se que, pelo emaranhado legal vigente, toda a produção de banana do Vale do Ribeira (SP) viola as leis ambientais, e toda a criação de gado do Pantanal (MT e MS) está legalmente classificada como agressora do bioma (embora o gado coma apenas capim nativo e não tenha provocado desmatamento). Concluo com as palavras da senadora Kátia Abreu (que é presidente da Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária) no Canal do Produtor: "Quem ganha com a atualização do Código Florestal é o Brasil. Sua aprovação permitirá ao setor produtivo gerar renda e empregos no país, com a correta utilização dos seus recursos naturais. A proposta do deputado Aldo Rebelo (PCdoBSP) descriminaliza a produção rural sem prejudicar o meio ambiente".

“Aguardamos que seja acatada a proposta do deputado Aldo Rebelo e se torne lei uma moderna”

Edmundo Morais Júnior Advogado

turística]. Como há no Ministério de Minas e Energia uma obsessão para o aproveitamento da claridade solar a fim de economizar de eletricidade e rebaixar o pico de consumo no final do dia - que resultou no esquema da hora de verão nas regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste

“Pode-se questionar que haveria duas horas diferentes entre Maranhão, Ceará e Bahia e demais estados do Nordeste...” durante quatro longos meses por ano -, o acerto da hora nos estados do Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas e Sergipe, com a aplicação do fuso correto, resultaria uma economia de luz elétrica durante os 365 dias do ano sem nenhum artificialismo. A população desses estados soma cerca de 20

milhões de habitantes e corresponde a 40 % da população de todo o Nordeste. Resta a ver se seria necessário fazer ajustes no meridiano do fuso para que não haja duas horas diferentes dentro de cada estado. Acontece que, de fato, toda a área desses estados já estaria encaixada na hora certa. Apenas em Pernambuco, por ter um território alongado no sentido leste-oeste, a metade oeste de sua área ficaria com uma hora adiantada - como é a de hoje -, mas, com a exceção de Petrolina, ali estão municípios de população reduzida. Pode-se questionar que haveria duas horas diferentes entre Maranhão, Ceará e Bahia e os demais estados do Nordeste citados acima. Isso não seria diferente do que acontece hoje durante a hora de verão, quando duas das cinco regiões do país ficam com horas diferentes. As divisas entre os estados do Nordeste envolvidas nessa mudança são bem menos populosas. A exceção ficaria entre Petrolina (PE) e Juazeiro (BA). Roldão Simas Filho Químico

Carta aberta a Nicolas Sarkozy Há aproximadamente 12 meses eu escrevi um artigo dedicado a você e à sua genealogia. Depois eu o publiquei com mais detalhes no meu blog. Imagine, eu estou a misturar inglês com português. Mas, é isto aí: globalização. O post teve o maior sucesso; atingindo mais de 3.000 pontos. Talvez porque tratasse de você. Talvez porque abordasse Senior Abravanel: Silvio Santos. Talvez, porque discorresse sobre Isaac Abravanel: conjurado de Lopo de Albuquerque na conspiração dos Duques de Bragança. No post, eu trato de um assunto da maior necessidade para o Ocidente: o resgate da memória judaica. Explico que você, em verdade, é da família Mallah: o correspondente hebraico do português Melo, ou Mello. Atesto da sua ascendência ibérica, Sefardita e passo a venerar toda a sua ascendência. Eu recordo de Buena Mallah: usada como cobaia em Birkenau. Eu falo do seu avô Beniko. Eu relembro do seu primo Asher: sem ele não haveria a Universidade Technionde Haifa. De repente. Mais do que de repente: no dizer do velho poeta Vinicius de Moares. De pernambucanidade uterina. Deparo-me com o seu decreto de expulsão dos ciganos. Decreto este acompanhado pelos fascistas de Espanha. Acaso você está desmemoriado; é? Você não lembra de que nós fomos expulsos da Espanha e de Portugal por sermos a escória? Depois fomos passados pelos

campos de extermínio nazistas. Agora são os ciganos a serem expulsos da Europa por falta de comportamento. Você, Sarkozy, em verdade um Mallah: vamos ser diretos no assunto! De que espécie de mau comportamento pode acusar os ciganos da Romênia? De serem livres? De serem desprovidos de ambições matérias? De viverem num mundo de quimeras? Por acreditarem em seus mitos, em seus anjos e demô-

“No post, eu trato de um assunto da maior necessidade para o Oriente, ou seja,o resgate da memória judaica” nios? Por que têm e descrevem a mais bela melodia e o mais fervoroso canto de amor conjugal? Ou por serem, homens e mulheres altamente devotados à família e ao clã? Veja bem, Sarkozy, infelizmente ninguém me pode acusar de ser cigano ou de ter ascendência cigana. O que muito me honraria. Mas você; sim! É de ascendência cigana! Embora seja apóstata. Todo judeu português passado pela Romênia e pela Armênia tem ascendên-

cia cigana. O seu próprio nome como presidente da França é cigano; não é hebraico como o dos seus mais velhos. E daí, cara: por que não honrar? O cigano é um povo que se não pode deixar extinguir. É um povo belo. De robustez a refletir na sua cultura. As mais belas melodias. Os mais belos boleros. As mais belas mulheres. Os mais belos encantos. A mais bela poesia. O maior desprendimento. O mais intenso amor. A mais profunda dor. Você, já soube Sarkozy, o quê é amar sem ser amado. A nossa etnia já sofreu seguidos processos de servidão e extinção. Desde Dario, Ciro, Alexandre, César, a Inquisição, Adolf Hitler e o Islã. Enquanto nossas avós amavam a vida e a todos e desvalidas labutavam na esperança. O cigano, não é um povo que vive de conquistas. Embora, de aventuras. Não faz proselitismo; embora seja místico. Em nada concorre, apenas quer sobreviver.Festejar a vida e não a morte. Jamais fez guerra. Nem terrorismo; apesar das várias tentativas dos grandes senhores civilizados de os querer dizimar! Como, então, acusar um povo como este de falta de comportamento? No meu blog, endereço no topo deste artigo, é pau. Tem mais. Muito mais; mesmo! Pedro de Albuquerque Escritor

> OS ARTIGOS SÃO DE RESPONSABILIDADE DE SEUS AUTORES E NÃO REFLETEM NECESSARIAMENTE A OPINIÃO DESTE JORNAL

PRIMEIRA

Luiz Carlos Barreto Goes Diretor-Geral

Romero Vieira Belo Diretor Editorial CNPJ 05.593.455/0001-8 CNPJ: 08.078.664/0001-85

Alda Sampaio Diretora Comercial

Privativa Comunicação e Representação Ltda. Representante nacional do Primeira Edição São Paulo: (11) 4197-1799 Rio de Janeiro: (21) 2262-6146 Brasília: (61) 3326-7876

Salvador: (71) 3341-2980 Recife: (81) 3241-1680

Endereço: Rua Ubiracy Costa Ferreira, 145 Jatiúca | CEP 57.036-780 Fone: (82) 3033-3502 Maceió | Alagoas Atendimento ao assinante: (82) 3033-5213 / 3033-2189


B8 | Publicidade

Primeira Edição | 8 a 14 de novembro, 2010


Primeira Edição | 8 a 14 de novembro, 2010

Social |B9 DIA DA CULTURA!

WWW.TUDOQUEHA.COM.BR anamonteiro@primeiraedicao.com.br Site e Coluna(on-line)

Para festejar o Dia da Cultura, celebrado em 5 de novembro, a Fundação Municipal de Ação Cultural, (FMAC) realizou, no domingo (7), uma edição especial do Projeto Maceió Viva Cultura Música. Segundo a presidente da FMAC, Guiomar Omena, a cultura é um dos pilares do avanço da sociedade. "A cultura deve ser sempre lembrada, não apenas nesta data comemorativa. É possível transformar realidades com o dom artístico. Isso tem sido um diferencial importante, principalmente no que diz res peito ao fator de desigualdades socais", analisa. Informando: Secom

CARAS E BOCAS Márcio Ândrei

FROM RIO!

O Consultor de Projetos Sociais Dino Alves, embarca hoje para o Rio de Janeiro onde irá participar o II Seminário Nacional de Segurança Publica, Hotel Windsor... Luxo! Promovido pelo Ministério da Justiça.

O QUE HÁ! TV MAR CANAL 25 AOS SÁBADOS CITAÇÃO DA SEMANA!

Quem sou eu? A alegria de quem me ama, a tristeza de quem me odeia e a ocupação de quem me inveja!

O QUE HÁ!

LOOP! O aguardadíssimo Sushibar da Loop entrou em funcionamento na última,sexta-ffeira seguida de duas outras atrações na noite: a festa Odonto White e a performance da DJ Kaká Angel, con siderada uma das dejanes mais sexy do País.Cheers! Para Matheus Vilela "O REI DA NOITE DE MACEIÓ"

CHUVAS DE ELOGIOS!

Pela cobertura fotográfica de Márcio Andrei do Jornal Primeira Edição, no enlace matrimonial de Raquel Goés e Segismundo Wanderley.

LULITA!

Os argentinos apelidaram a presidenta eleita Dilma Rousseff de "Lulita". Ela é chamada assim nas ruas e até nos jornais.

DNA NA POLITICA!

Guilherme Palmeira falou à imprensa. "Oposição ou governo aqui em Alagoas?" - quis saber o repórter Wagner Melo. "Meu menino está com Vilela!" - reagiu, no aeroporto. Deputado Rui Palmeira - mais votado em Maceió - se elegeu federal pelo PSDB. Fonte: José Elias

INSPIRAÇÃO!

A Estilista Larissa Nunes lança coleção inspirada nas flores da primavera. "Jardineira" exclusivamente para a DM Store. Luxo!

NATAL BON TON!

Na tarde de sexta-ffeira, as empresárias e hermanas Jocélia Rocha e Luciana Bengo, receberam o creme de lá creme, onde mostraram as novidades natalinas e as belíssimas vitrines mon tadas pela interior designer Eva Amaral e serviço de coquetel assinado pelas banqueteras, Flávia Soares e Mariana Bernardes.

FESTÃO NO PARAÍSO!

O colunista Léo Palmeira vai bombar com a super-ffesta de lan çamento do seu blog e 4º aniversário do Canal Legal, dia, (19) no Restaurante Baru, na Barra Nova, com Cannibal, Xatrez, Affarra, Mano Walter e DJ Moisés.Vai perder?

Reprodução

CAMARIM! Os empresários João Oscar, Luiz e Fabiano da agência "Amais soluções criativas" anfitrionaram o ator global Marcos Veras sema na que passou na seara.

BALAKUBAKOS!

Reprodução

SE JOGA!

REVEILLON ABSOLUTO 2011! Adquira seu passaporte pelo fone: 3327-8 8700. Leitor da coluna? Ganhe atendimento especial.

RACIONAIS MCS - 12/11 NA OAB!

PARTICIPAÇÃO - BANDA N.S.C. + DJS MARCELO PEDRA E MASCARADO. MEGA ESTRUTURA. INF: 82 9114 9977

ELEGANTÉRRIMOS! O casal Alda Sampaio, (uma mulher dinâmica) e Fábio Alexandre. Reprodução

FIRST CLASS!

PREMIAÇÃO CORURIPE! Na sexta-ffeira, (05) os Conselhos Diretores do Instituto Ambiental, (Biosfera) e do Instituto Brasileiro de Estudos Especializados, (Ibrae) concedem ao prefeito de Coruripe, Marx Beltrão, o diploma e a medalha de destaque nacional em desenvolvimento sustentável e responsabilidade social, em reconhecimento público referente às ações e iniciativas direcionadas à qualida de de vida da população. A premiação será no Centro de Eventos do South American Copacabana Hotel, no Rio de Janeiro. Informando: Ana Clark

C O T A Ç Ã O A L T A ! Dos a migos T hulio, Sandro, V ereador M arcelo P almeira, G ov.Téo Vilela, S ize G aia C arlos, k izinho e L éo.

CHEERS! Thiago N ogueira, a filhado d e Ronaldo L essa h oje r ecebe a migos e familiares p ara u ma s uper f esta.

SOLTANDO A LÍNGUA!

Reprodução

No Palácio, já tem muita gente de salto alto. >> Mudou tratamento, trocou a recepção e, no tele fone, sotaque da voz parece vir do Rio de janeiro cabe los bem penteados - perfume estrangeiro - muitos recebem mal e, sem classe, por ciúme, escondem o governador.

INSTITUTO DE BELEZA CHYRLIS GARRIDO!

PENSANDO BEM...

Promoção d e m ega-h h air a partir d e 5 00 e m 6 x. Vai p erder?

...Dilma não precisa de "primeiro-d damo". Tem Lula, que não é marido, mas, igual à dona Marisa, também manda à beça em casa.

CHEERS!

Para o confrade Marcos Leão que irá receber o Jet Set no próximo dia, (11) com festança armada no Armazém Uzina, "TEXAS PARTY".

Márcio Ândrei

FLECHADO! Pelo c upido o c olunista Léo P almeira. C heers!

PRESIDENTE MUNDIAL!

Com a popularidade nas alturas também na América Latina, Lula deve estar pensando em se candidatar a presidente da Argentina, em 2011. Será?

ATERRIZOU EM MINAS!

A empresária Katherine Calheiros de Albuquerque esteve em Belo Horizonte, onde participou do Minas Trend Preview.

IMAGENS BARROCAS!

Aconteceu no Armazém da Arte, da Fundação Pierre Chalita, abertura da mostra fotográfica Pérolas Imperfeitas, do renoma do fotoartista David Glat - montada sob a curadoria do artista plástico e conceituado crítico da Arte Justino Marinho - reunin do 16 fotos que recriam (com imaginosas distorções) imagens "barrocas" do patrimônio histórico e arquitetônico da Cidade de Salvador (BA).Vale á pena conferir.

DICA DA ANINHA! HASHI!

O melhor sushi da seara de segunda a segunda. De domingo a quarta das 18 as 00h. De quinta a sábado das 18 as 01h. Segunda e terça promoção casal especial. End: Av. Dr. Antonio Gomes de Barros 172, Jatiuca. (Antiga Av. Amélia Rosa) Fone: 3235-2 2718.

SALÃO VASTI!

Hiper Farol; Shopping Cidade e Av: Álvaro Otacílio.

ADMIRO E CONHEÇO SUA INTEGRIDADE! Como homem e p olítico, d aqui m eus a plausos a o j ovem Prefeito C ássio A lexandre, d e C olônia L eopoldina.

AMOR EM ALTA! Eles se amam e eu adoroooo Carlinhos Brêda e a criadora de cavalos manga-llarga e paparrazz Aninha Clark.


B10 | Especial

Primeira Edição | 8 a 14 de novembro, 2010


08112010