Page 1

Marcas — Gentes — História — Identidade — Cultura — Património — Caminhos — Arte — Memórias

ABRIL→MAIO→JUNHO

PERCURSOS CU LTURA I S


Atlante (fachada dos Paços do Concelho) por Fernando Noronha | Divisão Municipal de Museus e Património Cultural

De Architectura, tratado escrito por Marcus Vitruvius Pollio no século I a. C., testemunha a dimensão global da civilização romana que, mais do que qualquer outra, influenciou o nosso modo de construir e habitar a urbe, num sistema assente, pelo menos idealmente, na dignidade do cidadão. A procura, intemporal, da beleza e da solidez das construções, inspirou o pensamento e a obra de gerações de artesãos e artistas, mestres, engenheiros e arquitetos, muitas vezes influenciados pelas ruínas das obras monumentais da Antiguidade Clássica, algumas delas de caráter utilitário como aquedutos, fontes, pontes, estradas, muralhas, equipamentos que eram verdadeiras obras de arte, criadas para serviço da civitas. Do Românico, "à romana", ao Renascimento, do Barroco ao Movimento Moderno, prevalece esta vontade de aliar a estética à qualidade e utilidade das construções ao serviço de todos, moldadas por mestres informados que dominam diferentes ciências e artes. Descobrir os pequenos e grandes testemunhos deste legado, nas obras e nos acontecimentos, é o desafio que lançamos na programação dos Percursos Culturais para 2018.


PROGRAMAÇÃO → 2º TRIMESTRE → 2018

→ ABRIL 27 de abril — 15h00 Rua de Nossa Senhora de Fátima, 291 Casa Museu Marta Ortigão Sampaio

JOIAS E JOALHARIAS: DO NEOCLÁSSICO AO CONTEMPORÂNEO Partindo da observação da coleção de joias de Marta Ortigão Sampaio, com destaque para as joias de inspiração clássica, este itinerário temático leva-nos às atuais joalharias do Centro Comercial Bombarda e rua do Rosário, num percurso de compreensão da evolução da arte da ourivesaria até à contemporaneidade. → Isabel Andrade Silva

→ MAIO

→ JUNHO

11 de maio — 14h30 Rua do Infante D. Henrique com a Rua de S. João Feitoria Inglesa

6 de junho — 14h00 Rua do Infante D. Henrique, junto à porta da Igreja de S. Nicolau

"VITRUVIUS" NO PORTO: DA FEITORIA INGLESA AO PALÁCIO DA BOLSA

PORTO DA FILIGRANA: À DESCOBERTA DAS OURIVESARIAS DA CIDADE

De Architectura é o tratado escrito no século I a. C. por Marcus Vitruvius Pollio. Nele aprendemos que uma obra de arquitetura deve respeitar os princípios da solidez (firmitas), da funcionalidade (utilitas) e da beleza (venustas). Procuraremos traços deste legado da Antiguidade Clássica na arquitetura do Porto. → Domingas Vasconcelos

17 de maio — 15h00 Terreiro da Sé, junto à entrada da Igreja

PORTUS CALE PORTUS CALE era o nome dado à cidade pelos romanos. Este nome deu origem à palavra Portugal. Oportunidade para conhecermos a descrição da cidade romana por recurso a maquetes atuais (Casa da Câmara e Casa do Infante) e observarmos alguns elementos construtivos ainda existentes da romanização. → António Moura

24 de maio — 15h00 Rua de Santa Catarina com Rua 31 de Janeiro, junto à Ourivesaria Reis e Filhos

JOIAS E JOALHARIAS: DO NEOCLÁSSICO AO CONTEMPORÂNEO II Na senda da descoberta de joias de inspiração clássica, este itinerário temático conduz-nos às joalharias mais famosas da Baixa do Porto, num percurso de compreensão da evolução da joalharia até à contemporaneidade e de observação dos locais mais emblemáticos relacionados com esta arte de excelência da cidade. → Isabel Andrade Silva

30 de maio — 14h30 Rua Santa Catarina, em frente ao Café Majestic

A CALÇADA PORTUGUESA NO PORTO A calçada portuguesa faz parte do quotidiano e da memória de todos os que deambulam diariamente pelas ruas da cidade. As origens, a história e os pavimentos onde existiu e onde ainda existe este tipo de mosaico é o que propomos conhecer neste percurso. → Manuel Araújo

Inspirados na Antiguidade Clássica, artistas portuenses assumiram desde cedo um importante papel na criação de peças de filigrana. Belas, luxuriantes e intemporais, estas obras representam um valioso legado patrimonial e histórico que importa conhecer. Assim, partimos à descoberta das ourivesarias do Porto de outros tempos, descobrindo novas tendências e modernos objetos de desejo. → Alexandra Aires

19 de junho — 15h00 Campo 24 de Agosto, em frente à Junta de Freguesia do Bonfim

CASAS DE BRASILEIROS DE TORNA VIAGEM: ASPETOS CLÁSSICOS Percurso que põe em evidência o enorme contributo dos emigrantes brasileiros de torna viagem nas finanças, na banca, no comércio, na indústria, nos serviços e nas obras beneméritas, a partir da observação das suas casas e de pormenores de arquitetura de inspiração clássica tanto em interiores como em fachadas. → Isabel Andrade Silva

27 de junho — 14h30 Praça da Batalha, junto à Igreja de Santo Ildefonso

LUGARES DE SUGGIA Visita orientada a lugares e edifícios no centro do Porto diretamente ligados à vida e carreira artística da grande violoncelista Guilhermina Suggia, assinalando o dia do seu nascimento. → Luís Cabral


1

↑ A 600 metros

agas Rua dos Br

Rua da To

rrinha

e Rua d

a

mbard

el Bo

Migu

Jardins do Palácio de Cristal

Hospital Sto. António Pavilhão Rosa Mota Praça de Lisboa

Jardim da Cordoaria

Rua dos

stauração

Rua da Re

zi n

ho

da

Si lv ei

ra

Parque Municipal das Virtudes

1 → Rua de Nossa Senhora de Fátima, 291 Casa Museu Marta Ortigão Sampaio Joias e joalharias: do neoclássico ao contemporâneo

M Ru a

MAIO JUNHO 2 → Rua do Infante D. Henrique com a Rua de S. João – Feitoria Inglesa "Vitruvius" no Porto: da Feitoria Inglesa ao Palácio da Bolsa 3 → Terreiro da Sé, junto à entrada da Igreja Portus Cale 4 → Rua de Santa Catarina com Rua 31 de Janeiro, junto à Ourivesaria Reis e Filhos Joias e joalharias: do neoclássico ao contemporâneo II 5 → Rua Santa Catarina, em frente ao Café Majestic A Calçada Portuguesa no Porto

6 → Rua do Infante D. Henrique, junto à porta da Igreja de S. Nicolau Porto da Filigrana: à descoberta das ourivesarias da cidade 7 → Campo 24 de Agosto, em frente à Junta de Freguesia do Bonfim Casas de brasileiros de torna viagem: aspetos clássicos 8 → Praça da Batalha, junto à Igreja de Santo Ildefonso Lugares de Suggia

Rua de Ferreira Borges

ABRIL

ou

PERCURSOS CULTURAIS 2º TRIMESTRE

6

2


Rua de

Fern a

ndes

Tomá

po

s

m Ca

Av. dos Aliados

5 e Pa

ssos

4

Man

uel

8

Rua 31 de Janeiro

Estação de São Bento

3

to os Ag

7 Rua d

s Clérigos

24

de

Av. de Ro

drigues

s

de Freita


LOCAIS DE VENDA DE BILHETES

INFORMAÇÕES

Biblioteca Pública Municipal do Porto Rua de Dom João IV (ao Jardim de São Lázaro)

Participantes → mínimo: 5 → máximo: 30

Casa do Infante Rua da Alfândega, 10 Casa Museu Guerra Junqueiro Rua de Dom Hugo, 32 Casa Museu Marta Ortigão Sampaio Rua de Nossa Senhora de Fátima, 291 Museu Romântico da Quinta da Macieirinha Rua de Entre Quintas, 220 Teatro Rivoli Praça de Dom João I Teatro Campo Alegre Rua das Estrelas

Cada percurso terá a duração média de duas horas. Todos os participantes deverão adquirir o seu bilhete previamente. Bilhete único → 3,00€ Website www.cm-porto.pt/cultura Telefone +351 223 393 480 E-mail percursos.culturais@cm-porto.pt Percursos Culturais 2.º trimestre → 2018

Design Another Collective 2018

Online www.bilheteiraonline.pt

Percursos culturais abr - jun 2018  
Percursos culturais abr - jun 2018  
Advertisement