Page 1

R$ 11,00 - Ano 25 - nº 1.263

www.panrotas.com.br

5 a 11 de abril de 2017

www.pancorp.com.br

INVESTINDO NO FUTURO De um lado, a Trend, do CEO Luis Paulo Luppa, que investiu R$ 4 milhões em um novo portal dedicado ao Lazer. De conceito one stop shop, a plataforma promete até "conversar" com o agente de viagens

> Páginas 18 e 19

JP 001 - Capa.indd 1

Do outro, a presidente da Alagev, Patricia Thomas, que reuniu mais de 900 profissionais na capital paulista para a 12ª edição do Lacte. Os temas principais? O futuro das viagens e eventos corporativos no Brasil e no mundo

> Páginas 20 a 22

30/03/2017 19:16:27


02 LEIA NESTA EDIÇÃO Páginas 04 a 06 BTL Portugal mostra recuperação e agrada brasileiros

Check-IN

5 a 11 de abril de 2017 JORNAL PANROTAS

OLHANDO PARA

2035

Na América Latina e no Caribe, a previsão da Iata é que o número de passageiros mais que dobre até 2035. É preciso, porém, atentar-se para a infraestrutura aeroportuária. Confira a projeção conjunta das regiões.

Em 2015 Páginas 09 a 12 Orinter leva principais vendedores ao Canadá

de passageiros 298 milhões bilhões de US$ 176 contribuição ao PIB de empregos gerados 5,4 milhões

Em 2035

de passageiros 658 milhões bilhões de US$ 380 contribuição ao PIB de empregos gerados 8,4 milhões

Páginas 15 a 17 Quem é quem na nova MMTGapnet Fonte: Iata Economics

Editorial

> Artur Luiz Andrade > artur@panrotas.com.br

Março já acabou? Páginas 18 e 19 Conheça o novo portal de Lazer da Trend

Páginas20 a 23 Lacte conquista público com evento surpreendente

Foram 31 dias que valeram por 62. Teve quarta-feira de cinzas, sábado das campeãs, ressaca de carnaval, mais revelações da operação Lava Jato, greve em São Paulo, crise da carne louca (ou fraca), atentado em Londres, Brasil classificado para a Copa de Futebol da Rússia, virada do Barcelona, Fórum PANROTAS, Lacte, Visit USA, Ibas, Encontro Ancoradouro, Ugart, Salão Paranaense, aprovação da lei de terceirização, mais escândalos da Lava Jato... março acabou mesmo? Sem falar, no nosso setor, na quantidade de eventos, visitas de delegações estrangeiras, mudança de presidente na Latam Airlines, notícias de mais voos internacionais em várias empresas aéreas. Ufa! Por um lado, estamos exaus-

tos. Por outro, aliviados e motivados. Se pode ter um terceiro ângulo, estamos meio atordoados com tanta notícia e os feriados de abril e maio ao menos serão bons para colocar a cabeça em ordem e organizar os pensamentos. Mas sem aquela polêmica vazia de para quem seria bom tanto feriado, ok? E tanto escândalo? E tanto evento? Chegou abril e a expectativa continua sobre a reforma da previdência, sobre a retomada do País, sobre o impacto de Trump no Turismo para os Estados Unidos, sobre a quantidade de eventos no Turismo, sobre o novo modelo da Embratur. Nada mudou, então? Mudou, e muito, mas a velocidade dos acontecimentos pode dar a impressão que não. O que queremos, então? Apro-

veitar melhor cada evento, cada momento, cada negócio, cada virada política. Tem quem já esteja com a cabeça em 2018 (nas eleições, na Copa, nos eventos - aliás, anotem aí: 19 e 20 de março, Fórum PANROTAS em sua 16ª edição), mas ainda temos nove meses de 2017 para pavimentarmos da melhor forma. Que saibamos selecionar o que é melhor para nosso futuro. Que saibamos raciocinar para escolher bem. E que estejamos, sim, em uma retomada lenta e consistente. Por ora, vamos aos eventos e boa WTM Latin America para todos. Lembrando que daqui a pouco, mas só daqui a pouco, vem a Travelweek, o WTTC, a BNTM, o IPW, a Abav Expo... e os bons feriados de 2017.

CONECTE-SE COM A PANROTAS portalpanrotas

portalpanrotas

portalpanrotas

Versão responsiva — Acesse o Portal PANROTAS em seu dispositivo móvel

JP 002 e 003.indd 2

portalpanrotas

panrotas

PANROTAS — Versão digital das publicações da editora

30/03/2017 18:05:16


03

PRESIDENTE José Guillermo Condomí Alcorta CHIEF EXECUTIVE OFFICER (CEO) José Guilherme Condomí Alcorta (guilherme@panrotas.com.br) CHIEF INTERNATIONAL OFFICER (CINO) Marianna C. Alcorta CHIEF EVENTS OFFICER (CEVO) Heloisa Prass CHIEF TECHNOLOGY OFFICER (CTO) Ricardo Jun Iti Tsugawa

S

E U Q A DEST

DO PORTAL

>

PANROTAS

23 a 29/3

1 Emirates inicia operações com A380 em SP-Dubai – em 27/3

2 EUA mudam procedimento e número de vistos pode cair – em 27/3

3 Carlos Barros, da Hertz, falece em

REDAÇÃO

CHIEF COMMUNICATION OFFICER (CCO) E EDITOR-CHEFE: Artur Luiz Andrade (artur@panrotas.com.br) EDITOR: Renê Castro (rcastro@panrotas.com.br) Coordenadores: Rafael Faustino e Rodrigo Vieira Reportagens: Ana Luiza Tieghi, Beatrice Teizen, Brunna Castro, Henrique Santiago, Karina Cedeño e

5 a 11 de abril de 2017 JORNAL PANROTAS

São Paulo – em 23/3

4 Teresa Perez premia agências

6 Tripadvisor elege os 25 melhores

11 Transamérica lança campanha de

destinos para viajar – em 27/3

incentivo a vendas – em 27/3

7 Veja os promovidos e contratados

12 Veja quem compareceu na feira

da semana no Turismo – em 24/3

8 Delta solicita voo entre Nova York (JFK) e Rio para este ano – em 23/3

9 Barcelona e Real Madrid

parceiras em SP; veja fotos – em 28/3

disputarão el clasico em Miami – em 27/3

5 Azul abre vendas para Bariloche; veja

10 “Não haverá mudança nos vistos”,

frequências – em 29/3

diz embaixador dos EUA – em 27/3

Ugart/Braztoa; fotos – em 25/3

13 Confira lista de premiados da Iberostar no Brasil – em 26/3

14 Azul terá voos para Bariloche na alta temporada de inverno – em 23/3

15 Gol reconfigura Boeings e aumenta oferta de assentos – em 28/3

Renato Machado Estagiários: Bruna Murback, Janize Viana e Leonardo Ramos Fotógrafos: Emerson de Souza, Jhonatan Soares e Marluce Balbino (RJ) MARKETING Analista: Erica Venturim Marketing Digital: Sandra Gonçalves PRODUÇÃO Diagramação e tratamento de imagens: Katia Alessandra, Pedro Moreno e Thalya Brito COMERCIAL Gerente Comercial: Francisco Barbeiro Neto (kiko@panrotas.com.br) Executivos: Flávio Sica (sica@panrotas.com.br) Paula Monasque (paula@panrotas.com.br) Priscilla Ponce (priscilla@panrotas.com.br) Rene Amorim (rene@panrotas.com.br) Ricardo Sidaras (rsidaras@panrotas.com.br) Tais Ballestero de Moura (tais@panrotas.com.br) FALE CONOSCO Matriz: Avenida Jabaquara, 1.761 – Saúde São Paulo - Cep: 04045-901 Tel.: (11) 2764-4800 Brasilia: Flavio Trombieri (new.cast@panrotas.com.br) Tel : (61) 3224-9565 Rio de Janeiro: Simone Lara (sblara@seasoneventos.tur.br) Tel: (21) 2529-2415/8873-2415 MARKETING DE DESTINOS Pires e Associados (jeanine@pireseassociados.com.br) ASSINATURAS Chefe de Assinaturas: Valderez Wallner Para assinar, ligue no (11) 2764-4816 ou acesse o site www.panrotas.com.br Assinatura anual: R$ 468 Impresso na Referência Gráfica (São Paulo/SP)

PARCERIAS ESTRATÉGICAS

MEDIA PARTNER

ASSOCIAÇÕES

JP 002 e 003.indd 3

30/03/2017 18:05:21


04

5 a 11 de abril de 2017 JORNAL PANROTAS

E v e n t o s > Alex Souza – de Lisboa, especial para o Jornal PANROTAS

Vender Brasil em Portugal

Estande da Embratur reuniu representantes de 16 empresas e oito destinos

TAL QUAL A MAIOR PARTE DAS NAÇÕES EUROPEIAS, PORTUGAL ACUSOU O GOLPE DESFERIDO pela crise dos mercados financeiros na primeira década dos anos 2000 e, lentamente, a partir de meados de 2013, vem experimentado o sabor da retomada. Reflexo da economia, a Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), principal feira portuguesa do setor, trilhou caminho bastante similar, vindo em declínio até um certo momento deste novo século e iniciando uma

pequena, porém gradual recuperação nos últimos anos. Em termos estéticos e de organização, o evento pouco mudou ao longo das três edições mais recentes. Ocupa três pavilhões da FIL, na capital portuguesa, sendo o primeiro dedicado às principais regiões turísticas do país, como Centro, Alentejo e Açores, que ano após ano disputam o prêmio de melhor estande da feira – garantindo a montagem de espaços caprichados, geralmente amplos e de bom

gosto. O segundo pavilhão é tomado por empresas diversas e o terceiro por destinos internacionais, como o Brasil, além do maior expoente do Turismo português: a Tap. Neste período de gradual retomada, a BTL tem dedicado três dias ao mercado e os dois últimos, nos finais de semana, ao público final. De acordo com a organização, 30,8 mil profissionais estiveram por lá este ano, aumento de 5% na comparação com 2016. Os visitantes de sábado e domingo soma-

ram 40,1 mil, crescimento de 2%, e a presença total, portanto, foi de 70,9 mil pessoas, incremento de 3%. A participação brasileira ocorreu de duas formas: alguns operadores vieram na condição de convidados, como hosted buyers, e parte dos Estados e outras empresas ficaram no estande da Embratur – montado exatamente da mesma maneira e no mesmo lugar (na entrada do Pavilhão 3) dos últimos anos. O espaço ocupou área de 216 metros quadrados e reuniu representantes de 16 empresas e oito destinos – alguns Estados, como Amazonas, Ceará, Bahia e Rio Grande do Norte também montaram estandes próprios. Muitos dos representantes brasileiros vieram direto da ITB, de Berlim, na Alemanha, uma das maiores e melhores feiras de Turismo do mundo, caracterizada pela intensa atmosfera de negócios. Ao chegarem na BTL, consideravelmente menor e com um ritmo bem menos efusivo, parte relatou à reportagem a sensação de que “falta algo”. Coincidência ou não, a organização pretende realizar a BTL 2018 antes da ITB.

OTIMISMO

Pelos lados da Embratur, o otimismo era grande. Antes do evento, o instituto estimava fechar negócios da ordem de R$ 7 milhões por meio dos partici-

JP 04 a 06.indd 4

30/03/2017 18:09:22


05

pantes do estande brasileiro – até o fechamento desta edição, os números finais não haviam sido divulgados. “Mantivemos contato com entidades de Turismo, operadores e companhias aéreas e participamos de importantes palestras e reuniões com autoridades portuguesas. Além disso, concedemos entrevistas à imprensa internacional. Tudo isso com o intuito de fortalecer a promoção turística do Brasil naquele mercado e em outros países europeus”, afirmou o presidente da Embratur, Vinicius Lummertz. O dirigente, aliás, se mostrou particularmente empolgado com o pacote de medidas que o governo federal promete apresentar este mês a fim de atingir o objetivo de dobrar o número de turistas internacionais do Brasil, passando dos 6,6 milhões de 2016 para 12 milhões em 2022. Entre as medidas a serem propostas estão a modificação na legislação de marinas e portos turísticos, a abertura de capital de companhias aéreas e a concessão de parques nacionais e monumentos à iniciativa privada. Sobre este último item, o secretário-executivo do Ministério do Turismo, Alberto Alves, detalhou ao Jornal PANROTAS: “Aquilo que pudermos privatizar, vamos fazer. Aquilo que puder fazer PPP (Parceria Público Privada), vamos fazer”. Na companhia da presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, Kátia Bogéa, Alves se reuniu com o Turismo de Portugal e a Direção Geral do Patrimônio Cultural para entender a experiência portuguesa em buscar parceiros na iniciativa privada para a administração de monumentos, palácios e fortalezas, entre outros equipamentos turísticos. “Aprendemos que o Turismo é o setor que deve cuidar dos patrimônios e precisamos caminhar juntos para que o trabalho tenha efeito”, analisou. Diretora da BTL, Fátima Vila Maior garante que esta edição superou as expectativas. “O feedback que recebemos por parte dos profissionais e pelo grande público foi positivo, o que realça ainda mais o impacto da feira para o crescimento do Turismo nacional.”p

JP 04 a 06.indd 5

5 a 11 de abril de 2017 JORNAL PANROTAS

TAP E PERNAMBUCO A COMPANHIA PORTUGUESA CELEBROU NA BTL OS 50 ANOS DAS OPERAÇÕES PARA O ESTADO NORDESTINO. “PERNAMBUCO É UM DOS DESTINOS-CHAVE DA AÉREA NO BRASIL. EM 2000, QUANDO CHEGAMOS NA TAP, DECIDIMOS AMPLIAR FREQUÊNCIAS PARA O PAÍS E RECIFE FOI UMA DAS PRIMEIRAS ROTAS A CORRESPONDER”, AFIRMOU O PRESIDENTE DA EMPRESA, FERNANDO PINTO.

O presidente da Empetur, Adailton Feitosa, destacou que Portugal foi o principal emissor internacional para Pernambuco durante anos – hoje está atrás da Argentina. “Queremos que o número de portugueses no Estado, hoje estável, volte a crescer”, pontua Feitosa, que celebra o fato de os voos da Tap estarem com ocupação de 84%. Em 2016, 13 mil turistas de Portugal estiveram em Pernambuco. p

Fernando Pinto, presidente da Tap, e Adailton Feitosa, presidente da Empetur

30/03/2017 18:09:26


Flashes BTL 2017

06

5 a 11 de abril de 2017 JORNAL PANROTAS

1 Valéria Gordilho, do Grupo Armação – na foto com Vânia Mendes, da Rentamar Turismo – contou aos agentes de viagens sobre a finalização das reformas no Armação, em Porto de Galinhas (PE), que incluiu a construção de 22 quartos para três crianças e dois adultos. 2 Diogo Beltrão e Amanda Souza, de Pernambuco, chegaram a Portugal dias antes do evento para treinamentos a agências do grupo Abreu em Lisboa e no Porto. 3 O presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, causou alvoroço no terceiro dia do evento. Ele percorreu dois pavilhões em aproximadamente três horas. Extremamente popular, cancelou reuniões para tirar incontáveis selfies com os participantes. 4 James Giacomini, da MMTGapnet, vai levar o megafam da operadora para Portugal, em novembro, com as 70 agências que mais venderem o destino entre abril e outubro. 5 Sabrina Trindade, de Porto de Galinhas (PE), teve a missão de convencer os agentes locais de que o destino pode ser uma melhor opção ao viajante português na comparação com o Caribe. 6 Yanna Guimarães, Luana Luna e Lívia Rolim, do Ceará, informaram os profissionais portugueses que é fácil chegar ao Brasil por meio de Fortaleza, após sete horas do voo direto da Tap saindo de Lisboa. 7 Altamir Teixeira, secretário de Turismo de Balneário Camboriú (SC), disse aos portugueses que o Sul do Brasil, na visão dele, possui um destino de sol e mar tão bom quanto o Nordeste, “só que mais seguro e com melhor infraestrutura de lazer, gastronomia e hotelaria”. 8 Gustavo França, da Fera Hotéis, estava empolgado com a abertura do Fera Palace, em Salvador: empreendimento “jovem, moderno, sofisticado e com preços acessíveis”, segundo ele. 9 Cecília Avelino, da PBTur, vendeu principalmente o São João de Campina Grande, que compõe um conjunto de festas juninas divulgado mundo afora pela Embratur por meio do evento “Brasil Junino”. 10 Patrícia Masche, do Rio CVB, vendeu a Cidade Maravilhosa como um destino ideal também para o setor Mice. “Temos alguns legados da Rio-2016, como o Boulevard Olímpico, os novos museus e os hotéis na Barra. Queremos que estas instalações possam gerar negócios para a cidade”, destacou. 2

1 5

3

4 7

6 8

JP 04 a 06.indd 6

9

10

30/03/2017 18:09:45


JP 007 - A.indd 7

30/03/2017 18:13:34


08 Te c n o l o g i a

5 a 11 de abril de 2017 JORNAL PANROTAS

> Rodrigo Vieira

Pacote

de novidades

Novo líder regional do Sabre em Montevidéu, no Uruguai, o mexicano Ricardo Carreón

NOVA SEDE, NOVO VICE-PRESIDENTE. O SABRE COMEÇA UM MOMENTO DIFERENTE NA AMÉRICA LATINA. MUDOU SUA BASE regional para Montevidéu e atribuiu a liderança da região ao mexicano Ricardo Carreón. A vantagem para o mercado brasileiro que trabalha com a plataforma é que o novo VP América Latina conhece bem o Brasil. Já morou por mais de uma década em São Paulo e fala português fluente. “Outra vantagem é que vim do setor de tecnologia, e meu papel principal consiste em achar a intersecção entre a área em que sou especialista e o Turismo”, afirmou o VP ao Jornal PANROTAS. Ricardo Carreón nasceu no México e é bacharel em Ciência da Computação pelo Instituto Tecnológico de Monterrey. Em sua nova posição, reporta ao vice-presidente para as Américas, Jay Jones. Até o fim do ano passado, cuidava da área de Hospitality na NCR. “Meu passado em tecnologia me faz

JP 008.indd 8

enxergar que o importante será entregar inteligência por meio de dados. Informações estão disponíveis a todos, mas a intenção é lapidá-las da maneira que o cliente deseja”, apontou Carreón. “Por exemplo, há muitas agências grandes e pequenas se tornando híbridas, isto é, com componentes de OTAs. A Sabre está de olho nessa tendência, pois conteúdo para esses players não é nada sem tecnologia. O viajante moderno não busca mais só conteúdo.” Além do novo produto que a Sabre promete para o segundo semestre deste ano, o Red Workspace, Carreón ressalta a já existente ferramenta para esses agentes de viagens “tecnológicos”. “Trata-se do Hopper, um software que dá um calendário completo com preços dos bilhetes e horários de voos quando o agente insere as datas e os destinos desejados. É um metabuscador que vai além do ‘meta’, pois casa componentes histó-

ricos, com uma análise baseada em uma extensa base de dados.” Em relação ao conteúdo, ou consultoria, tão buscada pelos agentes a fim de se distinguirem da concorrência, Carreón garante que o Red Workspace vai ser um grande aliado desses profissionais. “Esse produto, que terá rollout no segundo semestre, além de ser muito inteligente em relação a tarifas, será uma plataforma muito detalhada que apontará não só aéreo, mas hotéis e atrativos em cada destino. Serão opções diferenciadas para cada perfil econômico: para alguns limusine e primeira classe, para outros, hotéis mais funcionais e com tarifas melhores.” Entre tantas propostas, Ricardo Carreón acredita que a nova estrutura instalada na capital uruguaia, somada ao material humano e aos novos produtos, vai entregar uma etapa de muito crescimento na região latino-americana. “Está muito claro que, na América Latina, cada um de nossos mercados

tem necessidades diferentes. Porém, ao final, todas têm a ver com apoiar as agências de viagens para levar melhores produtos até o consumidor final, seja uma pessoa física, seja uma empresa. A diretriz principal aponta a criação de um novo eixo corporativo para a região, que se suporte com as diferentes operações do Sabre.” O vice-presidente para o Brasil, Luiz Ambar, continua no comando da empresa no mercado brasileiro, e ainda recebeu a liderança da unidade de Hospitality Solutions no País (a área de hotéis do Sabre estava em outra unidade até esta mudança). Para ele, a nova estrutura reforça a importância do Brasil e da América Latina para o Sabre. "Estou bastante entusiasmado em agregar a área hoteleira ao trabalho de nossa base no Brasil. É um segmento em que o Sabre é líder mundial em conteúdo e que traz enormes vantagens competitivas aos agentes de viagens e hotéis", disse. p

30/03/2017 19:01:14


09 Operadoras

5 a 11 de abril de 2017 JORNAL PANROTAS

> Renato Machado - Toronto, Canadá

Toronto

to Orinter

Famtur também passou pelas Cataratas de Niágara

ANA MARIA BERTO CHEGOU À ORINTER TOUR & TRAVEL EM 2015 PARA AJUDAR NA EXPANSÃO DA OPERADORA QUE HAVIA se juntado à Mix, de Campinas (SP). Dentre seus objetivos, um se destacava: fazer com que tanto a empresa quanto sua cartela de clientes crescessem e alçassem voos maiores. Cerca de 25 meses depois, tudo indica que o caminho é bem trilhado. A história por trás do Top Seller 2016 da operadora, aliás, o reflete muito bem. Em 2015, a Orinter promoveu eventos locais para premiar seus melhores agentes. Na ocasião, Ana Maria prometeu que a premiação seguinte seria além das fronteiras brasileiras. Como lembrou o diretor de Vendas e Operações da Orinter, Roberto Sanches, durante a entrega dos troféus deste ano: “quem tem palavra, tem”. Para celebrar os bons resultados obtidos em um ano extremamente desafiador, a Orinter levou para o Canadá 60 agentes de viagens - representando as sete sedes da companhia: Porto Alegre, Blumenau (SC), Curitiba, São Paulo, Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP) e Fortaleza. Uma viagem para comemorar, mas que não se resumiu a isso. Festa,

JP 009 a 011.indd 9

espumante e discursos existiram, é evidente, mas a Orinter fez questão de aproveitar a oportunidade para estreitar laços, trocar experiências com seus agentes e, acima de tudo, apresentar a eles — e, por consequência, ao mercado — um destino que ganha cada vez mais força no Brasil: o Canadá.

DESTINO CANADÁ País-sede do Top Seller 2016, o Canadá é, para a diretora da Orinter, uma aposta certeira. “Basta sentir o conhecimento adquirido de muitos que estão aqui e também em função do visto”, justifica Ana Maria Berto, citando a entrada facilitada com a introdução do Eta (Autoricação Eletrônica de Viagem), em maio, para o viajante brasileiro. “Por isso então a nossa preocupação em mostrar os pontos principais aos nossos parceiros, para que eles possam replicar isso para seus passageiros.” Toronto foi um dos destinos do famtur, uma cidade que serve como “principal portão de entrada do brasileiro no Canadá e que cresceu muito nos últimos anos”, explica Roberto Sanches. “Todos os nossos roteiros de Costa

Leste de Canadá possuem passagem pela cidade, que abriga diversas opções de gastronomia, entretenimento e cultura.” Ana Maria resume que o país é “um Estados Unidos com complementos”. “O turista encontra o padrão americano, sem dúvida nenhuma, mas também encontra a cultura do francês, a excelência em serviço”, destaca. Para explorar o Leste do Canadá, além de Toronto, a Orinter levou os agentes para o Niagara-on-the-Lake. Como não podia deixar de ser, as Cataratas foram

o ponto alto do passeio, que contou até mesmo com sobrevoo em um helicóptero, mas a cidade mostrou que há ainda mais para oferecer. Como lembrou o diretor da Welinghtour Viagens & Turismo, de Presidente Prudente (SP), Welinghton Cordeiro, “a parada na vinícola é um exemplo claro da diversidade que o Canadá tem para o cliente”, afirmou, em referência à visita à produtora Konzelmann. “Eu mesmo já me entusiasmei. No segundo semestre quero trazer um grupo para conhecer essa maravilha."

Ana Maria Berto, diretora geral da Orinter Tour & Travel

30/03/2017 18:10:50


10

São relatos como o de Cordeiro que fazem a alma de famturs como este. A representante comercial da Air Canada, Sandra Passetto, conta como uma viagem com agentes no passado foi indispensável para que a aérea embarcasse no projeto do Top Seller deste ano. "Após um roteiro também para a Costa Leste do Canadá, tivemos um retorno absurdo de vendas, foi o primeiro famtur que efetivamente chegamos de viagem e já começamos a receber cotação de grupos.” Daí então a parceria se consolidou, culminando no Top Seller 2016. “Hoje a Air Canada trouxe 45 agentes de viagens e eu estou muito orgulhosa de poder ter feito parte desse projeto, por ter dado certo, pelas pessoas terem adorado o Canadá”, comemora Sandra Passetto. Em parceria conjunta, a American Airlines foi a responsável por levar o restante do grupo. “A gente

5 a 11 de abril de 2017 JORNAL PANROTAS

Agentes se reúnem em frente à prefeitura de Toronto

tem acompanhado toda a trajetória da Orinter desde o começo e, para nós, é uma satisfação estar junto, premiar esses clientes. Muitos são também clientes da American Airlines”, relatou a gerente do segmento Operadoras da aérea estadunidense, Cátia Frias. A executiva

Ana Maria Berto e Roberto Sanches, diretores da Orinter Tour & Travel

conta que, sendo a operadora uma das principais contas da American, “não tinha como não estar presente no evento para prestigiar a Orinter”.

TOP SELLER ORINTER 2016 Não há hesitações em Ana Maria Berto ao explicar o porquê de um Top Seller estruturado como este. Na verdade, nota-se o prazer com que a diretora da Orinter diz que “os agentes são a grande massa que nos prestigia e, portanto, merecia também ser prestigiada”. “Todos esses clientes replicam nossos produtos e o conhecimento que eles têm. Isso nos ajuda a desenvolver e promover cada vez mais todos os destinos.” De acordo com a diretora, os 60 agentes de viagens presentes na premiação representam incríveis 40% do volume de vendas da operadora. Uma atuação diversificada

e atenciosa é o que Ana Maria busca. “Com a dificuldade que o Brasil tem, a gente precisa trabalhar com todos os nichos, todos os destinos e ter profissionais que possam atender a todos”, comenta. O Maple Leaf Cinema, localizado na icônica CN Tower, terceira maior torre do mundo com seus 553,3 metros, foi o lugar escolhido para a entrega dos troféus. Apresentado por Roberto Sanches, o Top Seller foi um momento de descontração, emoção e homenagens. Sobre o encontro, o diretor de Vendas e Operações afirmou que “aposta no relacionamento, no andar de mãos dadas com os agentes, para saber o que cada um precisa. Efetivamente, acima de qualquer coisa, nós somos pessoas e prestadores de serviços”. A satisfação da Orinter em prestigiar seus parceiros é tão grande quanto a alegria dos próprios agentes ao serem homenageados. “Receber esse prêmio me faz me sentir um felizardo, me deixa envaidecido, porque mostra o grande êxito que tivemos no mercado”, destaca o consultor da Trip Time Turismo, de Fortaleza, Carlos Silva. Algo que, segundo ele, tem ainda mais valor diante do cenário atual da indústria. “Hoje no Turismo a gente percebe que a cada dia está mais difícil de vender. Quando o problema não é a alta do dólar, a gente tem o desafio da concorrência desleal ou da internet”, conclui.

ORINTER 2017

Time Orinter no Canadá: Roberto Sanches, Barbara Saitow, Ana Maria Berto, Giovanna Paulineli e Waldemir Junior

JP 009 a 011.indd 10

Alheio ao cenário negativo da economia brasileira, o ano de 2016 da Orinter fechou com saldo positivo, “melhor do que as expectativas", nas palavras de Ana Maria Berto. Mais do que os R$ 159 milhões em

30/03/2017 18:11:02


11

5 a 11 de abril de 2017 JORNAL PANROTAS

Welinghton Cordeiro, da Welinghtour Viagens & Turismo, durante degustação de vinhos

vendas, a diretora exalta a postura de seus comandados. “Eu vi uma equipe nova, cheia de garra, com vontade, e posso garantir que os números representaram isso.” Em suas projeções, o 2017 da Orinter deve terminar com crescimento entre 15% e 18% em relação ao já bom 2016. Expectativas de certa forma agressivas e que tiveram de ser revistas diante da boa performance da operadora frente aos players brasileiros. “Eu achava que só em três anos a Orinter conquistaria a posição em que está agora”, revela. De acordo com a executiva, o primeiro objetivo era se posicionar no mercado. “Estamos no ranking PANROTAS em quinto lugar, no ano passado estávamos em décimo. Por isso que estamos comemorando com os nossos parceiros.”

JP 009 a 011.indd 11

Apesar de antecipado, o crescimento “não foi desorganizado”, afirma. “Conseguimos alcançar os números um pouco antes, porque identificamos a necessidade do mercado.” “Daí conseguimos, com a equipe que temos, nos fortalecer com alguns outros membros que vieram atender a demanda que estávamos tendo”, diz. Galgando espaço entre concorrentes, agora seria o momento de pensar em um Top 3? “Não tenho essa expectativa, já estou bastante feliz. Não vou dizer que pretendo tirar o pé do freio”, disse, relembrando uma frase já proferida em entrevista ao PANROTAS em outra oportunidade. “Tenho também consciência de que a gente quer atender com excelência, com bom serviço. Não é só volume que interessa, as coisas já mudaram”, opina. p

Carlos Silva, da Trip Time Turismo, um dos Top Sellers em 2016

O diretor Roberto Sanches foi o responsável por apresentar o prêmio

30/03/2017 18:11:14


Flashes Orinter Top Seller 2016

12

5 a 11 de abril de 2017 JORNAL PANROTAS

1

2

4

5

3 6

7

9 1 Novità Turismo, Monet Viagens, Sierratur Viagens e Neilatur Viagens 2 Speciale Viagens, Stenico Viagens, Sérgio's Turismo e Sur ya Viagens 3 Orinter no Canadá: Roberto Sanches, Waldemir Junior, Ana Maria Berto, Barbara Saitow e Giovanna Paulineli 4 Sonho Real Viagens, Turisforma Viagens, Trip Time Viagens e TBR Viagem e Turismo 5 Prêmio para a 202 Turismo, Anatur Viagens, Atlantis Viagens e Alfa Travel 6 Diene Zonta (Viatour), Lívia Castro (Your Trip Turismo), Willian Munch (Sierratur), Ana Fermo (DL A Viagens), Ruth Pinto (LTN Brasil) e Luana Almeida (202 Turismo) 7 Travel Mix, Uberatur Viagens e TM Travel 8 Conceito Viagens, Cosmos Viagens, AZM Turismo e CR Travel Viagens 9 Viaje com Classe, Viatour Turismo e Veratur Viagens e Turismo 10 Ilha Viagens, LTN Brasil (São Paulo), LTN Brasil (Blumenau) e Ilhatur Blumenau Turismo 11 Maria Carolina Rossetto (CR Travel), Luciane Gomes (Alfa Travel) e Sandra Passetto (Air Canada) 12 Wings Turismo, Your Trip Turismo e Welcome Trips Viagens 13 Cátia Frias (American Airlines), no centro, posa com parte do grupo que viajou de A A 14 Daura's Turismo, Exclusivitá Viagens, DL A Viagens e Foco Viagens 15 Kilian Sohn Neto (Cosmos Turismo), Fábio Frigo e Ivana Conte (Anatur), Luciane Oliveira e Willians Bonfim (Viaje com Classe) 16 Skyline de Toronto foi cenário para foto do grupo completo

8

10

11

12

13

14

15 16

JP 012 - Flashes Orinter Top Seller 2016.indd 12

30/03/2017 18:11:58


JP 013 - A.indd 13

30/03/2017 18:13:20


14

Eventos

5 a 11 de abril de 2017 JORNAL PANROTAS

> Henrique Santiago

Como está o Sul?

Marcelo Adams, da Cativa Operadora e presidente da Ugart, Fabian Saraiva, da Une World, Leonardo Barbosa, da Orion, e Eduardo Napp, da Soul Traveler

UMA SENSAÇÃO DE INSEGURANÇA PAIRA NO AR. AS RUAS VAZIAS SÃO APENAS REFLEXO da onda de violência que dura mais de um ano. A cidade de Porto Alegre era notadamente conhecida como uma das mais seguras do Brasil e hoje vive uma crise na segurança pública. Os moradores recomendam o uso de transporte privado para se locomover, sobretudo à noite. Bares e restaurantes fecharam aos montes, prejudicando a “vida boemia” do centro, dizem eles. Mesmo assim, ainda há quem invista na cidade – confiante, claro, na rápida recuperação do destino. A rede Intercity Hotels abriu no último dia 21, em regime soft opening, o quarto hotel na cidade. Localizado na região central e anexo a uma torre empresarial, o empreendimento chega para atender à demanda de viajantes de negócios e, assim, reacender a atividade no bairro nobre de Cidade Baixa. A ideia de centralizar em uma região estratégica não é novidade da empresa hoteleira. A União Gaúcha dos Operadores e Representantes de Turismo (Ugart) levou sua feira, que chegou este ano à 32ª edição, em parceria com a Braztoa, para o badalado Barra Shopping Sul. O antigo local, o hotel Plaza

JP 014.indd 14

São Rafael, no centro histórico, deixava participantes e expositores preocupados justamente pela sua localização. A mudança, segundo o presidente da entidade, Marcelo Adams, foi um dos fatores que mais trouxe elogios do público. Entre sexta (24) e sábado (25), o centro de eventos do shopping recebeu mais de mil visitantes, dos quais 900 eram agentes de viagens. Além do novo espaço, a Ugart pensou em ir além da venda de estandes – que, aliás, reuniu cerca de 100 espaços - e promover uma experiência mais completa. Para isso, instalou áreas de convivência para networking, espaço judicial com assessores jurídicos da Abav, sala de palestras com capacidade para 200 pessoas e capacitação etc. Ele, que também é diretor da Cativa Operadora, não olha para Porto Alegre com os mesmos bons olhos para a feira. A iniciativa zero por parte do governo impede a capital de se apresentar como um polo turístico de lazer, servindo mais como um hub para a Serra Gaúcha. “A cidade foi feita para o turismo de eventos. Não somos um grande destino de lazer. Claro que o Rio Guaíba poderia ser melhor explorado, mas as instituições governa-

mentais não colaboram”, criticou. Operadoras de pequeno a médio portes são as que comandam o mercado gaúcho. A Une World atua neste player desde 2000, e seu sócio-diretor, Fabian Saraiva, destaca que a região mudou por completo após a chegada de empresas de alcance nacional, por volta de 2007. Mas a chegada e, posteriormente, o agravamento da crise “acalmou” a situação. Em sua visão, o conservadorismo dita a atuação no Sul, mas isso não necessariamente é algo ruim. A fidelização surge a partir do contato com os agentes de viagens. O mercado, no entanto, tem se transformado em uma velocidade rápida. “Não se sabe mais o que é tendência. Não dá mais para detectar o que se quer comprar. Me sinto mais como um pescador do que estrategista”, sintetizou ele. A busca por personalização também é uma necessidade dessa região e, com isso, viagens mais elaboradas e custosas são vendidas aos passageiros. A Soul Traveler não é 100% gaúcha. Nasceu no Rio de Janeiro e tem unidades em São Paulo, São José do Rio Preto (SP) Belo Horizonte, além de Porto Alegre. O próximo passo é abrir mais uma casa nova, em Caxias do

Sul (RS), nos próximos meses. Os 18 funcionários do escritório na capital são responsáveis pelo terceiro maior volume de vendas, atrás apenas de São Paulo e Rio. Além de vender produtos para fora do País, roteiros de vinho e cerveja na Serra Gaúcha são o “plus” da empresa. “Para nós, produto não é preço. Nós fugimos do ‘Punta Cana sete noites’. É um commodity”, avaliou o sócio-diretor Eduardo Napp. São cerca de 20 operadoras tipicamente gaúchas que atendem Rio Grande do Sul por completo. A concorrência existe, mas não é tão ferrenha como em outras regiões. Há casos até em que essas empresas fazem eventos em conjunto ou até mesmo oferecem seus lugares em um bloqueio aéreo. O diretor da Orion e vice-presidente da Ugart, Leonardo Barbosa, analisa que o eixo Rio-São Paulo está à frente por ter força de trabalho mais capacitada, mas a proximidade e o contato tête-à-tête fazem as vendas acontecerem. Sua empresa atende cerca de 150 agências. “O interior daqui é mais fiel. Quando se conquista, é muito mais fácil efetuar uma compra”, disse ele, que tem um time de sete funcionários e pretende iniciar uma expansão regional ainda este ano. p

30/03/2017 18:13:03


15

5 a 11 de abril de 2017 JORNAL PANROTAS

>> Ana Luiza Tieghi

Quem é quem na nova

MMTGapnet

A FUSÃO ENTRE OS GRUPOS FLYTOUR E GAPNET, REALIZADA NO FINAL DE 2015, TROUXE MAIS TROCA DE EXPEriências e oportunidades entre as suas empresas, avaliou o CEO da operadora MMTGapnet, Sylvio Ferraz (foto). Ele citou como exemplo o lançamento dos pacotes da operadora para a Copa do Mundo de 2018, que ocorreu em 28 de março. “Várias das empresas estão integradas com o lançamento, seja na área de incentivo ou de lazer”, aponta. Flytour Eventos, Flytour Global Business Travel, Globalis, Conexxe e a OTA To Go estão envolvidas no projeto. “Temos oportunidades cruzadas.” Com 15 anos completados no último mês, a operadora segue tendo como foco o agente de viagens, seu cliente exclusivo. “Estamos criando novas ferramentas e investindo na capacitação e integração do agente de viagens para

poder vender mais e atendê-los de forma completa”, disse o CEO. O foco no agente se reflete em workshops, famtrips e roadshows para que eles possam experimentar os destinos que irão vender e conhecê-los profundamente. Em fevereiro, ocorreu o workshop de Europa, e até o final do ano serão mais quatro, sobre América do Sul, Brasil, América do Norte e Caribe. Em 2016, foram feitas 30 famtrips, incluindo Tailândia, Quênia e Tanzânia. Segundo o CEO, é preciso antecipar as necessidades do cliente. “O agente foi, durante muito tempo, apenas um vendedor do que pediam para ele, mas agora nós temos que entender o cliente, saber o que ele gosta e quer, ser consultor dos destinos”, afirma. “Acreditamos que discutir junto com o agente de que forma ele pode vender mais – e, em consequência, nós tam-

bém vendermos mais - é o que vai fazer diferença daqui para a frente.” Os workshops dão resultado. Segundo a diretora de Produtos e Operações da MMTGapnet, Mariana Azevedo, após o evento sobre Europa e Exóticos, a venda de pacotes para esses destinos dobrou. “Aproximamos o agente do destino, demos treinamento e acesso a todas as oportunidades que o lugar oferece e o resultado foi imediato”, destaca. A operadora está otimista com o lançamento dos pacotes para a Copa do Mundo da Rússia, em 2018. “A Rússia é um país misterioso para o brasileiro e tem tudo a ver com o agente de viagens”, conta Ferraz. Por não falar inglês e ter características muito diferentes do Brasil, o país é um prato cheio para tours guiados, com intérpretes, e que ofereçam explicações sobre a história e cultura locais. p > Continua na pág. 16

JP 015 a 017.indd 15

30/03/2017 18:14:14


16

< Continuação da pág. 15

5 a 11 de abril de 2017 JORNAL PANROTAS

ll Empresa: MMTGapnet, operadora

ll CEO: Sylvio Ferraz ll Matriz: Av. Francisco

Matarazzo, 1350, 2º andar – Água Branca, São Paulo – SP, 05001-100

ll Funcionários: entre 200 e 250 Os executivos de Contas Marcos Rodrigues, Ernesto Rosa e Daniel Fantinate

ll Executivos de Contas: 20, em todo o Brasil

ll Bases: além da sede

em São Paulo, tem mais dez escritórios, em Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Curitiba, Natal, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, Salvador, Santos e Vitória.

ll Ferramentas: misto de

ferramentas internas e provedores externos. Utilizam Travel Explorer, Juniper, Travel Tech, Riosoft, T4W e outros.

ll Agências de viagens

parceiras: possui cerca de seis mil agentes ativos

ll Faturamento em 2016: aproximadamente R$ 300 milhões

Manuela Gonçalves, Sofia Santos e Rosi Lima são as responsáveis pelo suporte comercial

Grupos, Eventos e Incentivos: Debora Favoretto, Samara Miranda, Analia Coelho, Bianca Motta e Bianca Zoccolir

ll Meta de faturamento para 2017: crescer entre 20% e 25%, chegando a R$ 375 milhões.

Atendimento: Elis Zoanti, Fabio Freitas, Caroline Moises, André Mendonça, Giovanna Grillo, Waldir Souza, Sonia Santos, Tatiana Rovadoschi e Priscila Costa

ll Público: 90% lazer e 10% corporativo.

ll Principais mercados:

Estados Unidos, seguidos por Brasil e Europa, quase empatados. Depois, Caribe, América do Sul, África e Ásia.

ll Destinos: presente tanto

em destinos nacionais quanto internacionais. Apesar do incoming crescente, 77% das vendas ainda são internacionais.

ll Outros produtos:

passagens de trens (é associada da Rail Europe), plataforma de cruzeiros, plataforma para corridas (será lançada em breve), pacotes para shows, futebol na Europa e grandes eventos.

Jonny Gonçalves, Luana Ribeiro, Danilo Arci, Thalita Santos, André Lopes e Rafaela Cordeiro, da gerência de Integração e Conteúdo

ll Futuro da operação: está

na reinvenção do agente de viagens, para que ele cresça e leve a MMTGapnet junto com ele. O agente deve ter plataformas para ser multicanal e ser capacitado para atender o cliente da melhor forma possível. Por isso, a operadora seguirá investindo em novas plataformas on-line para os agentes e em workshops e viagens de treinamento.

Produtos: Jacqueline Souza, Vilmara Souza e Lia Bruzon Gerentes: Rafaela Cordeiro, Alexandre Ferraz, Adriana Fredericce, Mariana Azevedo, Thaís Machado e Erivaldo Silva (Saguí)

JP 015 a 017.indd 16

30/03/2017 18:14:33


17

5 a 11 de abril de 2017 JORNAL PANROTAS

Tatiane Garcia, Marcelo Lopes, Mariane Azevedo, Maryane Giacometi, Luciane Fernandes e Georgia Mariano, de Produtos e Marketing Equipes Lazer e Corporativo: Margarete Correia, Matheus Andrade, Celia Furtado, Erick Bezerra, Jessica Fernandes, Priscila Vedovoto, Carolina Guolo, Felipe Furlan, Maristela Alves e Serafim de Oliveira, Paulo Vieira, Roberto Reis, Selma Guimarães, Alair Teodoro e Bruno Batista

Aéreo e Terrestre 24 horas: Marcelo Lenharo, Fernando Silva, Jonathan Alves, Salomão Souza, Alexandre Ferraz (gerente de Suporte), Paula Chamas, Willian Reis, Douglas Shibata, Marcos Tajes e Diego Santos

JP 015 a 017.indd 17

Da Consolid Brasil, Marco Motta, Aline Gonçalves, Nataly Moura, Jorge Souza, Fabiano Airoz, Claudia Costa, Rose Lima e Alessandro Alves

30/03/2017 18:14:39


18 Operadoras

5 a 11 de abril de 2017 JORNAL PANROTAS

>> Rodrigo Vieira

Lazer como nunca

Luis Paulo Luppa, presidente do Grupo Trend

OS AGENTES DE VIAGENS DO BRASIL NUNCA VIRAM UMA PLATAFORMA DE VENDAS DE LAZER tão eficiente como a que a Trend Operadora lançou na semana passada em São Paulo. Não há no mercado tanta funcionalidade e inteligência artificial. Arrojado? Pelo menos é o que garante o presidente do Grupo Trend, Luis Paulo Luppa, sobre o novo portal, que levou dois anos para ficar pronto, em um investimento de R$ 4 milhões. Trata-se de um sistema de conceito one

JP 018 e 019.indd 18

stop shop, isto é, em uma única plataforma é possível adquirir todos os produtos de uma viagem nacional ou internacional: hotelaria, aéreo, locação de carro, ingressos para eventos e parques, receptivo, passeios, seguro viagem, entre outros produtos. Embora seja B2B, a plataforma é similar aos sites de varejo, com direito a carrinho de compra e um pagamento só para todo pacote final. Design clean, funcionalidades completas, informações detalhadas sobre todos os produtos vendidos, tarifas mais

competitivas, praticidade e possibilidade de envio de orçamentos diretamente ao passageiro foram as principais preocupações da Trend Operadora na composição do novo portal. De acordo com Luppa, todas essas exigências foram externas, isto é, demandadas pelo único e principal usuário do produto, o agente de viagens. “Sinto-me absolutamente confortável para afirmar que essa é a ferramenta mais completa hoje disponível ao agente de viagens. Seguindo nosso conceito H2H, ou Human to Human, visitamos agências de viagens do País inteiro durante dois anos coletando as principais necessidades dos profissionais com uma ferramenta de vendas”, afirmou Luppa em entrevista exclusiva ao Jornal PANROTAS. “Levamos todas as demandas para nossa fornecedora nesse projeto, a escocesa Traveltek, eleita nos últimos três anos a dona do melhor sistema de lazer do mundo. A combinação de tudo isso se traduziu em uma plataforma absolutamente eficiente. Esperamos crescer 30% no Lazer este ano. É uma meta agressiva, mas possível com esse novo sistema”, completou, referindo-se à premiação World Travel Awards. Agilidade na navegação é um dos principais trunfos apontados pelo empresário em relação à nova

ferramenta. “Não estou falando de uma questão de três segundos para abrir uma pesquisa. Estou falando de algo realmente instantâneo, com resposta em menos de um segundo”, garante o presidente do Grupo Trend. “Sempre digo que o agente tem de investir seu tempo no cliente, não no fornecedor. Estamos fazendo isso por ele.” Outra vantagem que empolga Luppa é a gestão de orçamento, uma das maiores imposições dos agentes ouvidos nos dois anos de pesquisa. Para ele, o processo de compra de um consumidor de lazer é, na maioria das vezes, mais complexo do que o de um viajante corporativo. “Um cliente, principalmente o que viaja com a família, faz de cinco a sete mudanças em algum item da viagem antes de fechar o negócio, e o novo portal vai solucionar isso de maneira automática. O agente não precisará ligar para nós a fim de resolver nada. O sistema é preparado para desvendar todo tipo de problema, e caso seja necessário, teremos chat disponível na plataforma”, ponderou. Segundo Luppa, a inteligência artificial do sistema é tão avançada que ele é capaz de “conversar” com o agente de viagens. Quando o profissional insere um destino, o portal já entende qual meio de transporte é o mais adequado para cada faixa etária, entende se há criança envolvida entre os passageiros para, a partir dali, indicar hotéis, passeios e transpor-

30/03/2017 18:14:59


19

tes mais familiares, entre outros detalhes. O mesmo serve para oferecer ao agente possíveis promoções no período de viagens. O ambiente é responsivo a se adapta a qualquer dispositivo, incluindo smartphones e tablets. O agente de viagens já cadastrado no sistema usará o mesmo login e senha para acessar, sem quaisquer outras necessidades. “Basta ter acesso à internet e um navegador”, esclarece o VP de Tecnologia da Informação do Grupo Trend, Robson Gomes. “É possível pesquisar por bairro, categoria, produto, serviços, regime de alimentação, preço por pessoa ou valor total, em dólar, euro ou libra, resultando em inúmeras combinações de filtros. Outros destaques ficam por conta do carrinho de compras, que possibilita a inclusão de outros itens à cesta, e do parcelamento de todos os produtos em até 12 vezes sem juros (no boleto, cartão ou faturado), além do buscador de melhores tarifas conforme o perfil do cliente." A reserva de aéreo é outro trunfo ostentado. Para o presidente do Grupo Trend, só o fato de o agente não ter de sair do sistema para emitir o aéreo já é uma vantagem enorme. “Mas vai muito além disso. O site tem multipreço, diferença por voo, horário, companhia aérea, tarifa, conforto, classes distintas... O aéreo era uma reclamaçãoo dos agentes, então desenhamos o sistema da maneira que ele desenhou. O mérito de tudo isso é dessa classe de profissional que tanto respeitamos, e que é nosso único distribuidor.” “Esta é uma poderosa ferramenta de venda para o agente de viagens; estamos falando de um sistema desenhado e preparado para ser o mais flexível do mercado, trazendo mais dinamismo ao dia a dia. Em 2016, registramos incremento de 63% nas nossas vendas de Lazer. Este ano, com o novo portal, já prevemos um salto ainda maior”, concluiu a diretora de Lazer do Grupo Trend, Cristiane Jayme.

TRIPADVISOR E GOOGLE MAPS O novo portal também tem integração com o Tripadvisor e o Google Maps, que permite ao agente visualizar as avaliações de hotéis nacionais e internacionais, bem como sua localização. “O sistema conta com um conjunto das mais modernas ferramentas de big data, grande aglomerado de dados armazenados que garantem uma visão em tempo real para nossas equipes internas sobre o comportamento de uso dos clientes. Na prática, isso quer dizer que podemos ajustar prontamente qualquer imprevisto, garantindo uma excelente navegabilidade”, declara o vice-presidente de Tecnologia da Informação Robson Gomes.

JP 018 e 019.indd 19

5 a 11 de abril de 2017 JORNAL PANROTAS

INTEGRAÇÃO

Vídeos explicativos sobre a maioria dos destinos e dos produtos vendidos no sistema estarão disponíveis no site da Trend para que o agente de viagens crie no consumidor o desejo de consumo no momento de fazer a negociação. Esses vídeos são desenhados pelo próprio fornecedor para o consumidor final.

CAPACITAÇÃO

A Trend Operadora preparou vídeos explicativos para capacitar os agentes de viagens sobre a nova ferramenta, para não restar dúvidas sobre cada uma das múltiplas funcionalidades. “Embora, eu garanto, o portal é totalmente intuitivo. Mais fácil do que nossa ferramenta anterior, de maneira que quem já era habituado com ela, terá vida fácil.”

INVESTIMENTO BRUTAL O Grupo Trend, contabilizando seus oito braços, faz em torno de nove mil transações por segundo. “Temos mais consultas que o Serasa”, compara Luppa. São 14 mil agências cadastradas com direito a crédito na Trend Operadora, das quais seis mil compram diariamente com a empresa. “Quem já está comprando, vai comprar mais. Quem não estava comprando, ou comprando muito pouco, vai se encantar com a ferramenta. Essa fidelização com certeza nos impactará muito, e temos um sistema robusto, preparado para isso.”

APOSTAS

Luppa aposta em um crescimento ainda mais significativo de Caribe e Orlando com o novo produto. “São destinos que já vêm com uma resposta muito boa no atual sistema da Trend, e virão ainda mais completos no novo portal. Entretanto, devemos ter um salto em Europa também com a nova ferramenta”, explicou. Por ora, os dois únicos produtos que não estarão disponíveis são cruzeiros e aluguel de casas em Orlando, mas o empresário garante que até o final do ano o conteúdo será disponibilizado.

MAIS LANÇAMENTOS “A tecnologia está para o Turismo assim como o passaporte está para um viajante internacional”, comparou Luis Paulo Luppa. “É impossível caminhar pelo mundo sem ofertar tecnologia de ponta como o consumidor. Esse é um caminho irreversível, e o mercado pode esperar mais lançamentos dos outros braços do Grupo Trend até o fim do ano.”p

BANCODEDADOS PORTAL DE LAZER DA TREND ll Consolidação dos produtos em um único local,

como é o caso de hotelaria nacional e internacional, em que o agente pode buscar informações pelo mesmo botão. ll Variedade de produtos, incluindo hospedagem, aéreo, locação de veículos, ingressos para parques temáticos e atrações, receptivo, seguro viagem e cruzeiros. ll Pesquisa por bairro, categoria, produto, serviços, regime de alimentação, preço por pessoa ou valor total, em dólar, euro ou libra, resultando em inúmeras combinações de filtros. ll Carrinho de compras, que possibilita a inclusão de outros itens à cesta. ll Parcelamento de todos os produtos em até 12 vezes sem juros (no boleto, cartão ou faturado). ll Integração com o Tripadvisor e Google Maps, que permite ao agente visualizar as avaliações de hotéis nacionais e internacionais, bem como sua localização. ll Atendimento on-line, via chat, para esclarecimento de dúvidas.

p

R AIO-X O GRUPO TREND TEM MAIS DE 800 COLABORADORES, QUE HOJE SÃO DIVIDIDOS ENTRE SEIS EMPRESAS: TREND OPERADORA (VENDA DE HOTÉIS NACIONAIS E INTERNACIONAIS E

outros produtos, para corporativo e lazer), Shop Hotel (empresa low-cost para venda de produtos Trend B2B), TC World (consolidadora aérea), Trend Travel USA (empresa com sede nos Estados Unidos), Trend Tech (empresa de tecnologia) e VHC - Vacation Homes Collection (aluguel de casas nos Estados Unidos). Hoje a Trend tem mais de R$ 60 milhões em crédito para agentes de viagens.p

30/03/2017 18:15:05


O GESTOR

EVENTOS E VIAGENS CORPORATIVAS Edição 13 – 5 a 11 de abril de 2017

w w w. a l a g e v. o r g

Parte integrante do Jornal PANROTAS

MANTENEDORES ALAGEV

O que se leva do

Lacte

Viviânne Martins e Patricia Thomas (ambas da Alagev)

JP 020 a 023.indd 20

CERCA DE 900 PARTICIPANTES COM UM OBJETIVO EM COMUM: ATUALIZAR-SE SOBRE OS PRINCIPAIS CONTEÚDOS E TENDÊNCIAS DO MERCADO DE VIAGENS CORPORATIVAS, APROVEITANDO PARA FAZER NETWORKING E LEVAR TODO O APRENDIZADO ADQUIRIDO PARA SEUS NEGÓCIOS. Foi esse o público que participou da 12ª edição do Lacte, realizada de 22 a 24 de março no Grand Hyatt São Paulo. Com layout diferente, inspirado nas tendências dos eventos internacionais, e com a curadoria de Viviânne Martins, o evento apresentou também um novo espaço dedicado exclusivamente ao segmento de Mice, além de ambiente mais dinâmico, que facilitou a circulação dos participantes entre os expositores. “O número de inscritos impressiona, considerando que o mercado ainda está instável e todos estes participantes pagaram para estar no evento, fato que mostra o quanto o Lacte gera valor para o setor”, ressalta a presidente da Alagev, Patricia Thomas, lembrando que dos 900 participantes, 304 eram gestores de viagens. Ao todo, foram 20 sessões educacionais (oito a mais do que no ano passado), e 65

30/03/2017 18:57:53


O GESTOR

EVENTOS E VIAGENS CORPORATIVAS

palestrantes que levaram ao debate conteúdos relevantes para o setor de viagens corporativas na América Latina e no mundo. Sempre lotados, os workshops destacaram temas relacionados a desafios dos meios de pagamento, wellness, gestão de viagens, tendências tecnológicas, desenvolvimento profissional, adaptações nas políticas de viagens entre outros. O Lacte 12 também trouxe nomes de peso em seu portfólio: além do comentarista da Rádio CBN e escritor Max Gehringer, participou do almoço de abertura oficial do evento o presidente da Gol, Paulo Kakinoff, e palestraram ao público também a vice-presidente sênior de Clientes do Grupo Latam, Claudia Sender, o presidente da Buscapé e diretor geral da Redpointeventures, Romero Rodrigues, e o CEO da Alatur JTB, Eduardo Kina, que fez a sessão de encerramento do evento. O público ainda pôde assistir a apresentações de famosos, como a da chef de cozinha natural e apresentadora Bela Gil, que falou sobre alimentação saudável e os cardápios que assina em dois dos sete hotéis da rede Best Western, no Rio de Janeiro, momento que também contou com a participação do diretor de Vendas para América Latina da BW, Matt Teixeira.

CONTEÚDOS APRESENTADOS Mais difícil do que conseguir um lugar nas palestras, sempre cheias, era escolher qual delas assistir,

JP 020 a 023.indd 21

Eduardo Bernardes (Gol), Walter Teixeira (Alagev e Grupo TX), Raffaele Cecere (R1), Luiz Ferrinho (Omnibees), Matt Teixeira (Best Western) e Alexandre Oliveira (HRS)

já que diversos temas relevantes eram debatidos simultaneamente nas salas. Em uma delas, o diretor de Vendas para América Latina da HRS, Eduardo Murad, levantava questionamentos para ajudar a compreender o comprador de viagens e eventos, enquanto em outra sala eram debatidos os desafios e as estratégias de sourcing no segmento de viagens. Outros temas, como a necessidade de modernização nos meios de pagamento hoteleiros e a inclusão de economias compartilhadas, como o Uber e o Airbnb, nas políticas de viagens, esquentaram as discussões entre os participantes. “O mercado tem espaço para todo mundo e considero importante ter

diversos tipos de hospedagem que atendam aos mais variados perfis, o que estimula a competitividade. Além disso, sempre existirá a necessidade do hotel, que oferece serviços não encontrados no Airbnb, e em vez de as redes reclamarem dos êxitos das OTAs e do Airbnb, por que não começam a observar se o que deu certo para eles pode se aplicar a seus hóspedes?”, questionou Matt Teixeira. No final das contas, as discussões e os esforços de todos os profissionais estavam direcionados a um objetivo em comum: aprimorar a experiência do viajante. “As empresas precisam focar neste quesito. As TMCs não podem mais ser apenas a transação, elas devem ser consultoras e trazer

soluções. É um bom momento para que se adaptem ou mudem os modelos”, ressaltou o diretor executivo do Acte, Greeley Koch. “Sempre demos mais importância à economia, aos custos, à negociação, mas a motivação de quem viaja é essencial”, enfatizou o comprador de Viagens para América Latina da IBM, Marcel Frigeira, durante o evento. E não havia ocasião mais propícia para divulgar dados e estatísticas do setor de viagens corporativas do que junto aos que fazem parte dele. No segundo dia do evento, foram revelados os resultados do indicador de Viagens Corporativas (IVC) referente ao ano de 2016. O estudo da Associação Latino Americana de Gestores de Eventos e Viagens Corpora-

30/03/2017 18:58:00


O GESTOR

EVENTOS E VIAGENS CORPORATIVAS

Rolando Robles (BCD Travel), Patricia Thomas (Alagev), Greeley Koch (Acte), Ricardo Ferreira (Alatur) e Marcel Figueira (IBM)

tivas (Alagev) foi desenvolvido pela GFK, especializada em pesquisa de mercado, em parceria com o consultor Mauricio Emboaba Moreira. A pesquisa mostrou que as receitas de viagens corporativas registraram queda de 8,7% em 2016, totalizando R$ 78,1 bilhões, em comparação aos R$ 85,5 bilhões de 2015, números que são bastante similares aos índices de 2011. A análise ainda revela que os gastos com viagens corporativas cresceram 35%, segundo os entrevistados, fator que se deve ao aumento no número de viagens para identificação de novos ou potenciais clientes (46% dos casos), além do incremento do gasto médio por viagem (42%). Em 2016 também foi registrada uma queda na participação

JP 020 a 023.indd 22

das receitas do transporte aéreo. Dos 109,5 milhões de passageiros transportados em voos domésticos e internacionais em 2016, cerca de 60% tinham como motivo principal a realização de negócios. Desde a sua última edição, o estudo mudou de nome, de IEVC para IVC. “Alteramos o nome porque a metodologia de pesquisa também foi modificada, já que a partir desse ano passa a estar alinhada às recomendações da World Tourism Organization (UNTWO), agência especializada do setor da Organização das Nações Unidas (ONU)”, relata o vice-presidente da Alagev, Walter Teixeira.

E PARA 2017? Uma outra pesquisa da Alagev,

também realizada em parceria com a GFK, em fevereiro deste ano, revelou que as estimativas para 2017 são bastante positivas no mercado de viagens corporativas. Isso porque 26% das empresas entrevistadas devem aumentar os investimentos em viagens corporativas, enquanto 43% afirmaram que manterão os gastos nos mesmo níveis do ano anterior e 32% pretendem reduzir os valores. Entre as empresas que vão reforçar os investimentos, os principais motivos são: aumento no número de clientes ou contratos ativos fora da cidade-sede da empresa (63%); aumento no número de viagens para identificação de novos ou potenciais clientes (54%); aumento do número de eventos corporativos fora da

sede da empresa (46%); aumento no número de filiais, fábricas ou centros de distribuição (38%). Já entre as empresas que pretendem reduzir os gastos com viagens corporativas, 60% afirmaram que irão utilizar mais soluções tecnológicas (conference calls e reuniões virtuais) enquanto 40% reduzirão o orçamento específico da área. “Os clientes de viagens corporativas estão um pouco mais otimistas este ano, na comparação com o ano anterior. Viagens e eventos corporativos continuam a ser uma excelente ferramenta para o crescimento dos negócios da empresa”, afirma a presidente da Alagev, Patrícia Thomas. Dos entrevistados pelo estudo, 50 eram do segmento de clientes e 94 do segmento de fornecedores.

30/03/2017 18:58:10


O GESTOR

EVENTOS E VIAGENS CORPORATIVAS

Flashes - Lacte 2017 1 Greeley Koch (Acte) e José Roberto Trinca (American Airlines) ladeiam Viviânne Martins e Patricia Thomas (Alagev) 2 Alan Oliveira e Márcio Diniz (ambos da Latam) 3 Mariana Fiore e Marli Siqueira (ambas da Aeromexico) 4 Priscila Neiva, Erica Fernandes, Adrano Schissatti, Morgana Fonseca, Adriana Melquiades e Fernando Matsumoto (todos da Carlson Wagonlit) 5 Viviânne Martins (Alagev), Maiara Secco (Academia de Viagens) e Patricia Thomas (Alagev) 6 Matt Teixeira (Best Western), Marcos Ximenes (Taesa), Viviânne Martins (Alagev) e Daniel Tinoco (Taesa) 7 Adriana Maciel (Qatar Airways), Jessica Fabbrini (Hyatt), Eduardo Murad (HRS) e Carolina Oricchio (South African) 8 Edimara Andrade (Gol), Lia Hirakawa (Gol), Ana Paula Araújo (American Airlines) e Daniela Arrebola (Gol)

2

3

4

6

9

1

5

7

10 11

8

12

9 Vanessa Esteves (Intercity Hoteis) e Ricardo Galvão (Atlantica Hotels) 10 Os colombianos Rafael Ochoa (Bancolombia), Andrea Naranjo (Directv) e María Paz (Prebel) 11 Felipe Mendes (GFK), Walter Teixeira (Alagev) e Mauricio Moreira (GFK) 12 Emiliano Ganduglia (Aerolíneas Argentinas), Pablo Sismanian (Ministério do Turismo da Argentina) e Ivan Blanco (Aerolíneas Argentinas)

JP 020 a 023.indd 23

30/03/2017 18:16:24


SurFACE

24

5 a 11 de abril de 2017 JORNAL PANROTAS

Novo momento

O Grupo Flytour anunciou na última semana a contratação de João Carlos Ayres (foto) como novo diretor de Marketing. Segundo comunicado da empresa, ele terá como objetivo reestruturar a área, com foco no desenvolvimento de estratégias que apoiem os diferentes modelos de negócios do grupo. “Queremos criar uma área de marketing estratégica, que antecipe as necessidades do mercado”, disse o novo diretor. “Desta forma, esperamos que o grupo possa oferecer soluções cada vez mais aderentes para a realidade de nossos clientes e parceiros.” O CEO do grupo Flytour, Christiano Oliveira, explicou que após a fusão entre Flytour e Gapnet, no final de 2015, sentiu que precisava criar uma estrutura corporativa de marketing para atender a empresa. “O João tem larga experiência em grandes corporações e acreditamos no seu conhecimento profissional para comandar este novo momento”, afirmou Oliveira.

Novidade na AF-KLM

Nuno Ferrari, da Olissippo, entre Eduardo Cordeiro e Carlos Nascimento, da Collection

Nova representação

A Air France-KLM tem agora uma gerente de Comunicação e Marketing para o Brasil. Seu nome é Julia de Medeiros Pinto (foto), oriunda do setor de Comunicação Corporativa da parceira brasileira Gol. A contratada vem para substituir German Carmona, que fez o movimento inverso: deixou o Marketing do grupo europeu no País para assumir a gerência do mesmo departamento na Gol. 

Após 20 anos sendo representada no País pela Othon, a rede hoteleira Olissippo, uma das mais conhecidas de Portugal, decidiu trocar a empresa responsável pelas suas relações comerciais e de marketing com o trade brasileiro e espera retomar a forte presença do hóspede em seus hotéis. Para isso, contratou a Collection Hotels & Resorts, do diretor Carlos Nascimento, para realizar este trabalho. A proposta na Collection é "deixar um rastro da rede portuguesa por onde passar no Brasil", como afirmou o diretor Carlos Nascimento. De acordo com ele, o corporativo será um dos principais focos neste início de representação, e uma aproximação com Abracorp e agências corporativas está na mira.

Equipe Stella Barros: Márcio Monti, Mário Cesar, Vera Braga, Hélio Nunes, Grace Kelly Cauzo, Vitor Pedroso, Eliane Ricardo e Fabio Costa

De olho na Rússia

A um ano e três meses do início da Copa do Mundo da Rússia, a Stella Barros já se movimenta para vender pacotes de ponta. Ao trabalhar o país como “misterioso e repleto de maravilhas”, a empresa promete oferecer produtos que vão além de assistir a um jogo de futebol. Para isso, formou um pool com Ambiental, MMTGapnet, Agaxtur, Top Service e Honour, na expectativa de vender sete mil pacotes para a competição. Do montante total, seis mil serão de incentivo e mil de lazer, sendo que no último segmento apenas Agaxtur, Stella Barros e MMT comercializarão.

Incentivo a agentes

O Transamérica Hospitality Group (THG) lançou na última semana a edição 2017 da campanha Rota Transamérica. O projeto reconhecerá a agência de viagens, operadora ou organizador de eventos que alcançar o maior crescimento no comparativo com o ano passado. O grande prêmio? Uma rota por hotéis da rede Transamérica - dividida em quatro itinerários compostos por três temáticas (Praia, Urbano e Interior), totalizando 12 empreendimentos visitados. "A estratégia da campanha está focada em possibilitar ao agente a experiência que os clientes Transamérica têm em suas viagens", comenta o diretor comercial, de Marketing, Operacional e de Novos Negócios da companhia, Heber Garrido (foto). Ele afirma ainda que a Rota Transamérica não se restringirá à premiação final. Incentivos monetários também estão programados ao longo do ano. O parceiro que alcançar pelo menos 15% de crescimento no faturamento com as vendas dos hotéis no período da ação ganhará como incentivo 5% de bônus sobre o aumento obtido em relação à produção anterior. Para saber mais, acesse: www. transamerica.com.br/hotsite/rota-transamerica.

JP 024 e 25.indd 24

Ponto a ponto ● A Accor incluiu o hotel Gran Marquise (CE) no Fastbooking ● Ex-Abreu, Luís Tonicha assume a direção do receptivo norte-americano EMI Global USA ● A Azul transferiu todos os voos em Brasília para o Terminal 1.

30/03/2017 19:08:08


25

5 a 11 de abril de 2017 JORNAL PANROTAS

corporativo

Pr pa es

www.pancorp.com.br

Em Recife

A rede Luzeiros acaba de inaugurar uma unidade em Recife. De acordo com a diretora proprietária da rede, Barbara Machado ( foto ), o investimento total na unidade foi de R$ 35 milhões. A escolha por Recife como local para o terceiro hotel da companhia se deu por conta da importância da cidade na região Nordeste do País e pelo alto índice de atividade corporativa. Além disso, a conectividade aérea com outros países, principalmente com a Europa, foi um fator decisivo. O hotel contará com espaço para 500 pessoas em formato coquetel e 300 em auditório. A expectativa é de que mais de 70% do público do Luzeiros Recife seja corporativo. O emprendimento de São Luís conta hoje com uma taxa de 80% de corporativo, enquanto o de Fortaleza registra 70% – o que comprova a importância do mercado para a rede. p

BogotáBoston

A Avianca Holdings anunciou que a partir de 2 de junho fará a rota Bogotá (Colômbia)Boston (Estados Unidos). Serão quatro frequências semanais, às segundas, quartas, sextas e domingos. Além de Boston, a Avianca disponibiliza voos diretos para Miami, Fort Lauderdale, Orlando, Washington, Nova York e Los Angeles. O novo voo já está disponível para consulta e vendas nos principais GDSs. p

Reforma milionária

O Sheraton Miami Airport Hotel & Executive Meeting Center finalizou uma reforma no valor de US$ 10 milhões. As renovações foram feitas nos 405 quartos, no lobby, área da piscina, entrada e no local de embarque e desembarque. A modificação é complementar à restauração recente do espaço de eventos de mais de 1,5 mil metros quadrados. Próximo ao aeroporto internacional de Miami, a localização do Sheraton dá a ele a característica de um resort tropical, com toda a conveniência e conforto tradicionais da rede. p

JP 024 e 25.indd 25

30/03/2017 19:07:23

Será breve do Tr Hosp Trans Ribei cheg abril o cen polo inter 163 a audit even como e aca hósp pode reser grup frent instit supe Arma Pent próxi de re o Tai de Ev quilô distâ Leite quilô perm ficar posiç cidad aven Preto e Ind tamb uma assim maio cidad


JP 026 - A.indd 26

30/03/2017 14:53:35


Jornal PANROTAS — Edição 1.263

30

Loews Miami

32

Discover The Palm Beaches

34

Aventura Mall

36

Miami Beach\ Florida

Visit Tampa Bay

JP 027 - VF Capa.indd 27

30/03/2017 18:17:13


28

Destinos

5 a 11 de abril de 2017 JORNAL PANROTAS

INFORME PUBLICITÁRIO

Fauna e flora na Flórida

Não falta lugar para praticar snorkel na Flórida

CURTIR A NATUREZA, OBSERVAR A FAUNA E RELAXAR. A FLÓRIDA NÃO É SOMENTE O PARAÍSO DAS COMPRAS E DA DIVERSÃO: HÁ MUITO VERDE para descansar e muita água para explorar no Estado Ensolarado, que concentra parte importante da biodiversidade norte-americana. Florida Keys é um belo exemplo. Um conjunto de ilhas que se estende por mais de 190 quilômetros no extremo Sul do Estado e permite uma viagem de carro recompensadora. Rica em história, arte e cultura, a área também é perfeita para quem gosta da vida ao ar livre; há excursões ambientais, snorkel, scuba, pesca esportiva e muito mais. Em Key Largo, por exemplo, se pode praticar snorkel em meio a cardumes de peixes brilhantes no John Pennekamp Coral Reef State Park e visitar o Spiegel Grove – um navio naufragado da Marinha dos Estados Unidos que possui o seu próprio ecossistema de florescente vida subaquática. Já em Islamorada, cidade formada por várias ilhas que é o berço da pesca esportiva, há diversas embarcações fretadas para lançar o anzol, ou mesmo para um passeio

JP 028 - VF.indd 28

ecoturístico e avistamento de golfinhos, manatees e crocodilos. E, encerrando o itinerário na ponta das ilhas, há um excelente passeio em Dry Tortugas, grupo ilhas que somam 269 quilômetros quadrados de um imenso parque nacional e ideal para observadores de pássaros.

MANATEES

Por falar em manatees — conhecidos por aqui como peixes-boi, a temporada de migração destes animais começa em abril, em busca das águas quentes da Flórida. E é nas fontes naturais de água doce que eles vão se instalar para ficar boa parte do ano, aproveitando a baixa variação de temperaturas desses ambientes. Um dos lugares mais cobiçados para a observação dos manatees é a área de Three Sisters Springs, em Crystal River, Sudoeste da Flórida. Os animais se encontram em grande número durante o inverno, e há excursões de barco para as fontes naturais. Não muito longe dali, em Tampa, o Tampa Electric's Manatee Viewing Center é considerado um santuário de manatees, onde eles retornam anualmente para curtir as águas cálidas da Big Bend Power Station.

Nessas instalações de pouco mais de 20,2 hectares, há plataformas de observação, caminhos expostos à maré e um centro ambiental educativo. Outras opções para observar os manatees — sempre guardando uma distância que respeite o espaço dos animais — são Blue Spring State Park, em Orange City, Lee County Manatee Park, em Fort Myers, e Merrit Island National Wildlife Reffugee, em Titusville.

SNORKEL E HISTÓRIA Outro ponto alto nos roteiros que privilegiam fauna e flora na Flórida é a prática de snorkel. Não só recifes de coral e várias espécies de peixes estão nas águas locais, mas também estátuas afundadas e até navios naufragados, que dão à viagem um gosto verdadeiramente histórico. Alguns desses locais incluem o primeiro parque subaquático da América e águas cristalinas à sombra de um forte da Guerra Civil onde, supostamente, Ernest Hemingway encontrou o capitão cubano que inspirou seu livro O Velho e o Mar —

o já citado parque de Dry Tortugas. O navio a vapor afundado SS Copenhagen pode ser visto a mais ou menos um quilômetro da costa de Lauderdale by the Sea. A embarcação fica a entre cinco e 9,5 metros de profundidade e atua como recife artificial em uma reserva submarina, fazendo parte dos Museums in the Sea (Museus no Mar) da Flórida. Também há destroços de naufrágios no Biscayne National Park, próximo de Miami, que tem o mesmo tamanho de Austin, no Texas, com 95% de área sob a água. Lá estão recifes, destroços, extensões de algas marinhas e vida subaquática abrangendo desde golfinhos até tartarugas-cabeçudas e peixes-leão. Por fim, conheça a histórica prisão Union Army, que se destaca como o contundente baluarte de uma ilha paradisíaca, cercada pelas águas mais cristalinas da região. Fica a cerca de 112, quilômetros a oeste de Key West e só pode ser acessada por barco (há percursos regulares) ou hidroavião. Os pontos ideais para prática de snorkel ficam a curta distância da praia, a cerca de 1,5 a 2,1 metros de profundidade, e estão cheios de recifes, peixes, corais e, obviamente, tartarugas. 

30/03/2017 18:17:39


JP 029 - A.indd 29

30/03/2017 14:54:20


30

5 a 11 de abril de 2017 JORNAL PANROTAS

INFORME PUBLICITÁRIO

Destinos

Diversão

sobre a água NO SUDOESTE DA FLÓRIDA, TAMPA BAY TEM ALGUMAS DAS PAISAGENS MAIS PRIVILEGIADAS DE TODO O ESTADO. SEM FALAR DAS ATRAÇÕES CULTUrais, históricas e do grande número de formas de se divertir no destino. E há uma estrutura que une boa parte desses atrativos em um agradável passeio: sobre o rio Hillsborough, o Tampa Riverwalk, plataforma com mais de três quilômetros de extensão, além de ser uma atração em si, também liga museus, parques e restaurantes em Tampa. Caminhando, de bicicleta ou com os modernos segways, há atrações para todos os lados do Riverwalk. Começando na parte sul, o Riverwall marca o início do trajeto, com uma colagem de mais de 500 fotografias do artista Bruce Marsh que já dão o gostinho do passeio que vem pela frente. Parar e admirar os cliques de toda a baía de Tampa já te fará sair dali inspirado. Perto dali já está uma das atrações mais populares de Tampa: o Aquário da Flórida é imperdível e já impressiona pelo formato de onda do edifício. Dentro, programas interativos, conteúdos educacionais e milhares de peixes mostram aos turistas a rica vida marinha da região. Ver de perto tubarões tigre e tartarugas verdes e praticar snorkel nadando com os próprios peixes são algumas das possibilidades. Na sequência, é no terminal de cruzeiros do Port Tampa Bay que se encontra o Tampa Bay History Center, museu que tem não só relíquias de 12 mil anos de história, mas também... sanduíches. O Columbia Café oferece um sanduíche cubano que não se encontra em outro lugar. Depois, conheça a história da colonização espanhola na região, das tribos Seminole e da histórica indústria de charutos.

PARA AS FAMÍLIAS Quer sentir a água mais de perto? Pedale sobre o rio com uma das water bikes . Não se preocupe, não há risco de cair, e a adrenalina é garantida. Perto dali, o Curtis Hixon Waterfront Park mostra porque

JP 030 - VF.indd 30

o Riverwalk é para todos: adultos, crianças, idosos... e até cachorros. Sim, há uma estrutura para os animais se divertirem junto com seus donos, que podem assistir de perto ou até de suas pranchas enquanto praticam stand-up paddle . Por falar em famílias completas, por sinal, há mais atrações especiais para elas: o Glazer Children’s Museum, por exemplo, diverte e educa, com peças modernas e contemporâneas do Tampa Museum of Art. Além disso, os pequenos podem conhecer o trabalho dos bombeiros usando seu próprio equipamento e “dirigindo” um caminhão pelas ruas de Tampa para apagar

um incêndio. Ou então vestir seu jaleco de veterinário para cuidar dos animais da cidade. Já passando a marca de dois quilômetros da caminhada, o Center for the Performing Arts (Centro de Artes de Performance) traz o toque artístico ao passeio. Shows, concertos e espetáculos de balé são constantes e emanam uma energia que pode ser sentida nos arredores. Aproximando-se do final, é provável que o visitante esteja com fome. E é na ponta norte do Riverwalk o trecho mais adequado saciar o apetite após as intensas horas de diversão já passadas. O Ulele, localizado no histórico prédio de Tampa Heights

Water Works, é um dos mais procurados restaurantes, com a cozinha inspirada na história local, churrasco sempre fresco e e cervejas artesanais à disposição.

OUTRAS ATRAÇÕES De Norte a Sul, você já deve ter percebido que o Tampa Riverwalk tem diversão para todos os gostos. Combine-o a outras atrações da cidade, como o parque Busch Gardens, os centros de compras International e Westshore Plaza e o histórico distrito cubano de Ybor City para tornar suas férias completas. p

30/03/2017 18:33:25


JP 031 - A.indd 31

30/03/2017 15:09:02


32

5 a 11 de abril de 2017 JORNAL PANROTAS

INFORME PUBLICITÁRIO

Destinos

Diversão tamanho família em Miami COMBINANDO O LUXO MODERNO COM A SERENIDADE DE UMA HOSPEDAGEM DE FRENTE PARA O MAR, O RECENTEMENTE RENOVADO HOTEL LOEWS Miami Beach oferece para as famílias brasileiras o melhor desses dois mundos. Ou seja, o sabor de South Beach em uma atmosfera elegante e confortável. Com 790 estilosos quartos, incluindo 52 suítes e duas suítes presidenciais de tirar o fôlego, o Loews Miami Beach provê o conforto e o espaço necessário para fazer com que familiares se sintam em casa. A linha de palmeiras na entrada abre caminho para uma piscina aquecida com uma vista impressionante para a praia, trazendo o conforto de serviços como concierge especial na área e uma butique Splish, além de um acervo completo de acessórios aquáticos e de praia. Entre um mergulho e outro, os pais podem petiscar as porções do menu mediterrâneo do restaurante Nautilus. Paralelamente, as crianças encontram um espaço com brincadeiras e podem aprender a fazer castelos de área no Sobe Kids Camp. Para aqueles que buscam maior exclusividade, as Soak Cabanas são o ideal: oito estruturas completas, com deque no piso superior, controle de temperatura, concierge pessoal, amenidades diversas e mais. Uma dose extra de conforto para férias em família ao melhor estilo europeu.

REGIÃO PRIVILEGIADA Além da estrutura do hotel em si, os arredores também fazem do Loews Miami Beach a opção ideal para as famílias. Alocado no coração do distrito Art Deco de South Beach, a poucos passos da sofisticada Lincoln Road e da Ocean Drive, o quatro estrelas oferece fácil acesso a restaurantes de classe internacional, além de shoppings e entretenimento. À distância de uma pequena caminhada ou trajeto de táxi, os visitantes encontram uma variedade e museus, centros culturais, música ao vivo, parques de diversões e muito mais. Tudo parte de uma cultura que torna Miami e

JP 032 - VF.indd 32

a região de South Beach um local para ver e ser visto. Mas quem decidir ficar no hotel também se diverte. O Loews disponibiliza aos hóspedes cinco ótimas opções de restaurantes e bares: o Miami Joe’s, Bar Collins e Preston’s Market são algumas delas. Crianças e adolescen-

tes encontram pratos amigáveis em qualquer um deles, incluindo menus criados especialmente para eles. Para um verdadeiro gosto da Big Apple na tropical South Beach, o Lure Fishbar traz à Flórida o melhor da cultura de frutos do mar do Soho de Nova York. Exemplares de todos os tipos são en-

contrados, além de sushis variados e um menu de entradas e aperitivos com os pratos preferidos dos surfistas de Miami. Para mais informações sobre o hotel e planejamento de suas próximas férias em família, consulte o endereço loewshotels.com/Miami.p

30/03/2017 18:18:21


JP 033 - A.indd 33

30/03/2017 15:05:53


34

5 a 11 de abril de 2017 JORNAL PANROTAS

INFORME PUBLICITÁRIO

Destinos

Muitas novidades

em Palm Beaches DE UM LADO, LONGAS E ESPAÇOSAS FAIXAS DE AREIA ACOMPANHADAS DE UM MAR CALMO e cristalino. De outro, um destino intrigante culturalmente e cheio de opções de entretenimento, com uma vibrante cena noturna e muitos locais para compras. Palm Beaches é um destino completo, com um dos maiores níveis de hospitalidade e bem-estar de toda a Flórida, e está cheio de novidades neste início de 2017. São 39 cidades que se estendem por 75 quilômetros de praias no oceano Atlântico, desde Boca Raton, ao Sul, até Jupiter e Tequesta na ponta norte. E agora com muito mais opções hoteleiras: Palm Beaches adicionou 635 novos quartos ao seu parque hospedeiro, e tem outros 708 em construção. O principal destaque entre as inaugurações recentes é o Hyatt Place, aberto em janeiro no centro de Boca Raton, a apenas um quilômetro e meio da praia e com 200 apartamentos à disposição. Já West Palm Beach receberá em breve um Canopy by Hilton, marca de design e imersão local da rede. Ainda neste ano, o empreendimento será inaugurado com 150 quartos a duas quadras do sempre movimentado City Place, um centro aberto que reúne shopping, muitas opções gastronômicas e de diversão.

RENOVAÇÕES

Não faltam novos restaurantes e cervejarias para curtir em Palm Beaches

JP 034 - VF.indd 34

Mesmo os hotéis já existentes no destino apresentam constantemente novidades para os visitantes. O The Breakers, por exemplo, abriu um novo Seafood Bar com o melhor dos frutos do mar, além de uma carta selecionada de vinhos e coquetéis. Um novo design deu uma decoração náutica ao local, fazendo todos se sentirem num verdadeiro iate. Uma bela vista do mar e um bar-aquário são outros toques especiais do The Breakers, que fica na Palm Beach central. Já o Palm Beach Marriott Singer Island concluiu uma reforma de nada menos que US$ 6,8 milhões e agora conta com 139 quartos e suítes renovados, com vista panorâmica sobre o oceano Atlântico e Lake Boca. Nesse hotel butique, destaca-se a marina que é referência local para a saída de barcos e a prática de esportes aquáticos. Outras novidades são o salão Majestic Ballroom do Hilton Palm Beach Air-

port, com capacidade para mil pessoas em grandes eventos, e o design recriado do West Palm Beach Marriott com áreas comuns para relaxamento e trabalho. A área social conta com mesas com computadores e outros equipamentos que podem ser disponibilizados conforme a demanda.

COMENDO E BEBENDO Culinária e cervejarias locais são outro destaque de Palm Beaches. O novo CWS Bar + Kitchen, por exemplo, trouxe um novo ponto de apreciação desta bebida para o centro de Lake Worth, em um ambiente rústico e confortável. De pretzels a hambúrgueres, o restaurante tem um estilo casual que também combina com a programação noturna da região. Em abril será aberto também o Cooper’s Hawk Winery & Restaurant, premiado em outras regiões norte-americanas que terá agora sua primeira unidade em Palm Beaches. Com imensa variedade de vinhos e uma sala de degustação ao estilo do tradicional Napa Valley, o restaurante traz para acompanhar a bebida pratos originais que harmonizam com os mais diversos tipos. A primeira unidade da rede espanhola Che!! nos Estados Unidos também está em Palm Beaches desde o final de 2016. Delray Beach recebe o estabelecimento, que combina os temperos da culinária ibérica com o impacto das steakhouses locais.

MAIS NOVIDADES Para que os visitantes possam ir rapidamente a Palm Beaches a partir dos principais pontos da Flórida, um novo trem será inaugurado em breve ligando West Palm Beach a Fort Lauderdale em 30 minutos. Uma expansão prevista para o outono norte americano estenderá o trajeto até Miami e, mais à frente, até o Aeroporto Internacional de Orlando. Assim, ficará ainda mais fácil visitar o destino que já está próximo das duas cidades mais visitadas por brasileiros na Flórida – Palm Beaches está uma hora a norte de Miami e duas ao sul de Orlando. Visite OlaPalmBeach.com para mais informações.p

30/03/2017 18:20:06


JP 035 - A.indd 35

30/03/2017 14:55:59


36 Destinos

5 a 11 de abril de 2017 JORNAL PANROTAS

INFORME PUBLICITÁRIO

Destino

nº1 em compras REUNINDO A MAIOR SELEÇÃO DE GRANDES MARCAS DA MODA EM MIAMI, O AVENTURA MALL É O PRINCIPAL DESTINO DE COMPRAS da cidade, além de ser considerado o shopping center mais visitado em todos os Estados Unidos pela revista Travel + Leisure. Capitaneado por Macy’s, Bloomingdale’s e Nordstrom, o Aventura Mall tem excelência em alocar as principais marcas de vestuário, sempre itens muito procurados pelos brasileiros que vão à Flórida. Louis Vuitton, Gucci, Gendi, Givenchy e outras, que são complementadas por outras varejistas de sucesso internacional de várias áreas: Apple, Michael Kors, H&M, Tory Burch, Sam Edelman, Microsoft, Urban Outfitters, Victoria’s Secret, Banana Republic, Lacoste, Sephora, Tommy Hilfiger, Forever 21, Disney Store e Lego. E o shopping caminha para ficar ainda mais especial: até o final deste ano será inaugurada a nova ala do empreendimento, com três andares, quase 30 mil metros quadrados e marcando o retorno da Zara ao Aventura Mall. Somente essa loja terá dois andares e mais de dois mil metros quadrados de área, com coleções completas masculina, feminina e infantil. A

JP 036 - VF.indd 36

nova ala terá ainda a primeira loja da britânica Topshop Topman em Miami, além de um vasto repertório de outros varejistas e também restaurantes.

SERVIÇOS

Além de todo o conforto e as diversas opções para compras, o Aventura Mall conta com um Centro de Visitantes multilíngue com guias que dão todo auxílio possível aos visitantes. Desde as informações mais básicas até ajuda para encontrar as melhores ofertas, as taxas de câmbio mais vantajosas, entre outros benefícios. Para estimular as compras no local, o shopping concede ainda cupons de desconto e ofertas especiais para turistas que se identificam no Centro de Visitantes. Quem não gostaria de comprar com 10% de desconto na Macy’s, Blommingdale’s e Sears? Outros descontos ainda envolvem marcas como Calvin Klein, Hollister e Tommy Hilfiger. Não se esqueça: o Aventura Mall está localizado na Biscayne Boulevard, 19.501, e abre de segunda a sábado das 10h às 21h30 e de domingo das 12h às 20h. Conheça mais sobre o shopping no endereço aventuramall.com.p

30/03/2017 18:20:31

Profile for PANROTAS Editora

Jornal PANROTAS 1263  

Investindo no Futuro

Jornal PANROTAS 1263  

Investindo no Futuro

Profile for panrotas