Page 1

Chegou a neve na Argentina

INFORME PUBLICITÁRIO

O inverno começou. E como perceberam os brasileiros nas últimas semanas, esse será bem rigoroso. Imagina então na Argentina? É a ocasião perfeita para aproveitar os destinos de neve, esqui e tudo que o frio pode proporcionar de bom no Turismo de nossos vizinhos nessa época do ano. Resorts e cidades já estão preparados, e trouxeram várias novidades para os turistas neste ano, seja qual for sua experiência com os esportes de neve.

PATAGÔNIA SUL

O destino mais ao sul na Argentina é o primeiro a abrir as atividades de esqui na temporada. Com uma pista homologada pela Federação Internacional de Esqui, a capital da Terra do Fogo promove o Cerro Castor, ao pé da Cordilheira dos Andes. O local tem nada menos que 32 quilômetros de pistas divididos em 30 circuitos de diferentes níveis de dificuldade, para prática de esqui, snowboard, snowmobile e outros esportes de neve. Um pouco mais ao norte, a província de Santa Cruz é perfeita para os mais aventureiros – experientes ou principiantes. Glaciares como o Perito Moreno, são ideais para praticar trekking, e o Calafate Mountain Park traz um amplo espaço para andar de snowmobile e brincar de tubing, divertido tobogã na neve feito em boias. Ambos os locais estão na região do lago Argentino, no sul da província.

NORTE DA PATAGÔNIA

É lógico que diversão na neve também não falta em Bariloche, um dos destinos mais visados pelos brasileiros. A cidade investiu cerca de US$ 17 milhões em melhorias para essa temporada de inverno e espera levar cerca de 30 mil brasileiros para lá durante a estação. O Cerro Catedral, que fica dentro do Parque Nacional Nahuel Huapi, é o grande trunfo da cidade para os esquiadores.Ali realizam-se com-

Além de esquiar, convém visitar o Farol do Fim do Mundo, conhecido ponto de Ushuaia no extremo sul da Argentina

petições internacionais de esqui e snowboard, e há uma grande infraestrutura para acolher o turista. Da província de Rio Negro, onde está Bariloche, pode-se pegar o histórico trem La Trochita, que une essa região com a de Chubut, e percorrer belas paisagens em uma ferrovia de 400 quilômetros de extensão para chegar a Esquel. Nessa cidade está outro resort de renome internacional, La Hoya, onde há atividades para todas as idades. Completa essa região a província de Neuquén, onde há três grandes centros de esportes na neve: Caviahue, Chapelco e Bayo tornam o destino bastante interessante para as famílias, desfrutando de uma infraestrutura completa e variadas opções para se aventurar, divertir ou relaxar.

MENDOZA

Continuando a subida pelo mapa, chega-se a Mendoza. Sempre muito procurada por causa de suas belas e produtivas vinícolas, a província quer au-

mentar o número de três milhões que recebe todos os anos, sendo brasileiros cerca de 90 mil. Para isso, há ali também ótimos lugares para aproveitar a neve. O centro de esqui Las Leñas tem características geográficas únicas, o detentor da maior descida entre as montanhas da Argentina: nada menos que sete mil metros de altura. Outro destaque é Penitentes, habilitado para a prática de esqui alpino e nórdico, e por isso também muito procurado por competidores do esporte. Também com snowboard freestyle, esse centro é ainda rota de quem quer escalar o Aconcágua, pico mais alto das Américas. E, seja em Penitentes ou Las Leñas, a grande vantagem é poder curtir a neve e, depois, saborear um bom vinho nas vinícolas ou no quarto do hotel. É hora de esquiar, e a Argentina está logo ali!

Profile for PANROTAS Editora

Chegou neve na Argentina  

Encarte especial Neve Argentina

Chegou neve na Argentina  

Encarte especial Neve Argentina

Profile for panrotas