Page 1

Edição nº 1.395 - Ano 27 | 23 a 29 de outubro de 2019 | R$ 11,00 | www.panrotas.com.br

Carros voadores, que se locomovem sozinhos, que protegem seus passageiros. Patinetes ultra velozes. Veículos compartilhados. Cidades exclusivas para pedestres. Máquinas sustentáveis. Drones autônomos. Qual o futuro da mobilidade? Fomos até a Alemanha pesquisar, em viagem promovida pela Mobility

Capa.indd 1

17/10/2019 17:33


38 Sem título-4 38

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

17/10/2019 14:53


38 Sem título-4 38

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

17/10/2019 14:54


PRESIDENTE

José Guillermo Condomí Alcorta

ÍNDICE

nº 1.395 | 23 a 29 de outubro de 2019 | www.panrotas.com.br

CHIEF EXECUTIVE OFFICER (CEO) José Guilherme Condomí Alcorta (guilherme@panrotas.com.br)

DIRETORA DE MARKETING E EVENTOS Heloisa Prass

CHIEF TECHNOLOGY OFFICER (CTO) Ricardo Jun Iti Tsugawa

REDAÇÃO (redacao@panrotas.com.br)

EDITOR-CHEFE E CHIEF COMMUNICATION OFFICER: Artur Luiz Andrade

(artur@panrotas.com.br) Coordenador de Redação: Rodrigo Vieira (rodrigo@panrotas.com.br) Coordenador Web: Danilo Alves (danilo@panrotas.com.br) Pancorp/Viagens Corporativas: Beatrice Teizen Conteúdo para marcas: Vinicius Novaes e Beatriz Contelli (estagiária) Reportagem: Filip Calixto, Marcel Buono, Marcos Martins, Isabella Tagliapietra (estagiária-SP) e Juliana Monaco (estagiária-SP) Fotógrafos: Emerson de Souza (São Paulo) e Marluce Balbino (Rio de Janeiro) MARKETING Analista: Erica Venturim (erica@panrotas.com.br) CRIAÇÃO Aline Monteiro (aline@panrotas.com.br) Fernanda Souza (fernanda@panrotas.com.br) Pedro Moreno (pedro@panrotas.com.br) COMERCIAL Gerente: Ricardo Sidaras (rsidaras@panrotas.com.br) Executivos: Flávio Sica (sica@panrotas.com.br) João Felipe Santana (joaosantana@panrotas.com.br) Renato Sousa (rsousa@panrotas.com.br) Rene Amorim (rene@panrotas.com.br) Sônia Fonseca (sonia@panrotas.com.br) Big Data: Igor Vianna (igorvianna@panrotas.com.br) Jéssica Andrade (jessica@panrotas.com.br) Assistentes: Ítalo Henrique (italo@panrotas.com.br) Rafaela Aragão (rafaela@panrotas.com.br) FALE CONOSCO Matriz: Avenida Jabaquara, 1.761 – Saúde São Paulo - Cep: 04045-901 Tel.: (11) 2764-4800 Brasília: Flavio Trombieri (flavio@panrotas.com.br) Tel: (61) 3224-9565 Rio de Janeiro: Simone Lara (simone@panrotas.com.br) Tel: (21) 2529-2415/98873-2415 Estados Unidos: Helene Chalvire (helene@panrotas.com.br) ASSINATURAS Chefe de Assinaturas: Valderez Wallner Para assinar, ligue no (11) 2764-4816 ou acesse o site www.panrotas.com.br Assinatura anual: R$ 468 Impresso na Referência Gráfica (São Paulo/SP)

SEÇÕES 06 Editorial

Quem está de olho no futuro

08 Check-in

Eavem da GTA e nova empresa de câmbio

12 Infográfico

As preferências de cada geração

38 LGBTravel

Um site para encontrar atrativos em cada destino

40 Memória

100 aplicativos de viagens em alta (2012)

42 Follow

Royal Palm nas redes sociais

REPORTAGENS 14 Hotelaria

A nova Best Western, ou melhor, BHW

24 KLM

O centenário da companhia aérea holandesa

28 Mobility

De Portas Abertas, a companhia fala sobre o Futuro Rent a Car

44 Visite o Caribe

Os principais atrativos do paraíso entre as Américas

Quer ler a revista PANROTAS pelo celular? Manda um WhatsApp pra gente (11 95609-1507) ou use o QR Code ao lado. Media Partner

Associações

Parceria Estratégica

4 .indd 4

17/10/19 19:39


38 Sem título-4 38

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

17/10/2019 14:55


Editorial

H

COMO SERÁ O AMANHÃ?

á várias respostas para a pergunta do título: “o futuro a Deus pertence”, “depende de nós”, “é uma incógnita”, “é o fruto que virá da semente que plantarmos hoje”, “loteria”... Para qualquer uma delas e de tantas outras, é preciso tomar atitudes para se preparar para esse futuro. Se a Deus pertence, aja conforme os princípios do seu Deus para que ele lhe premie no futuro. Se depende de nós, trace sua estratégia. Se é loteria, aposte certo. Se é para plantar, escolha as sementes mais adequadas. Se é para esperar cair do céu, sente e espere. Empresas modernas como a Mobility, de Oskar Kedor e Oswaldo Melantonio Filho, estão sempre pensando o futuro com ações e investimentos no presente. Desde o começo dos anos 2000 vemos Kedor defendendo e estimulando o setor de locação de veículos. Já realizou feira, fórum, eventos personalizados, experiências criativas, viagens de todos os tipos. E nunca está satisfeito, pois sabe que ainda há muito potencial (para esse segmento) e que se trata de um setor (mobilidade) em franca evolução, o que precisa de players em movimento e não esperando a locação ou solução de mobilidade cair em seu colo. Uma empresa inquieta, inovadora e até idealista, que prova que não é preciso ser gigante ou o maior do mercado para fazer sua parte e crescer juntamente com a indústria. No final de setembro, a Mobility levou seus maiores vendedores, que fizeram parte de uma campanha de vendas (a Futuro Rent a Car) para uma aula sobre o futuro da mo-

bilidade, na Alemanha, com direito a degustação do que há de mais moderno no presente. No ano passado, a campanha já havia levado os ganhadores ao Vale do Silício, na Califórnia, com o mesmo objetivo, munir os agentes de informações privilegiadas e experiências enriquecedoras (para o negócio e para as pessoas). Na mesma direção, a PANROTAS e a B2LIVE lançaram na Abav Expo o projeto de Missões Internacionais, que vai levar profissionais do Turismo para imersões em destinos tidos como referência no mundo ou mercados em que podemos aprender e nos inspirar para nossos negócios. Referência mundial desde a guinada com os Jogos Olímpicos de Verão em 1992, Barcelona e toda a região da Catalunha são uma aula prática para diversos setores e executivos. Por isso, o começo não poderia ser melhor. Terminar 2019 com a cabeça no futuro. Se inspirando com o presente. Trocando experiências com outros executivos daqui e da Espanha. Há muitos outros exemplos de empresas inquietas e que agem com ações diversificadas para tentar mapear e se preparar para o futuro (da PMWeb ao Reserve, da Copastur à Kontik, da Gol à Virgin, entre muitas outras) e o importante é a troca de experiências e a união dos setores e diversos players. Em prol da longevidade dos negócios e do crescimento de importância e do desenvolvimento sustentável do Turismo. Que venham mais experiências como essas. E “alunos pró-ativos” aplicados para (ab) sorvê-las.n

Artur Luiz Andrade Editor-chefe e Chief Communication Officer da PANROTAS artur@panrotas.com.br

6 6.indd 6

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

17/10/2019 18:39


38 Sem título-4 38

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

17/10/2019 14:56


Check-in

+Lidas da semana Portal PANROTAS 1 CVC Corp contrata diretores de duas gigantes do Turismo

2 Latam adota preços dinâmicos para despacho de bagagens

Seguro Viagem

GTA mais do que pronta para liderar Alexandre Campbell, especial para a PANROTAS – Mangaratiba (RJ)

3 Processo movido pela Azul

bloqueia bens de José Efromovich

Tradicional foto dos representantes GTA em mais um Eavem

4 Latam e Disney apresentam avião de Star Wars em GRU

5 Como se tornar um expert na venda de seguro viagem

6 Startup de câmbio compensa

turista com benefícios se dólar cair

7 Veja os promovidos e contratados da semana no Turismo

8 MTur abre inscrições para o curso online de gestão de Turismo

9 Procon autoriza cancelamento de viagem após acidente com óleo

10 Orinter reúne 250 agentes em

evento de capacitação de EUA

Fonte: Portal PANROTAS

Evento mostra união dos representantes de vendas da GTA em todo Brasil

8 8 a 10.indd 8

Após comandar o 11º Eavem, Encontro Anual de Vendas e Marketing da GTA, o presidente Celso Guelfi se diz satisfeito com os rumos que sua empresa vem tomando no mercado de seguro viagem no Brasil. O encontro reuniu 55 representantes da GTA de todo Brasil e teve como tema o comprometimento. O Eavem é o momento em que as equipes espalhadas pelo Brasil se encontram para trocarem experiências, discutir as necessidades de cada um, ponderar sobre mudanças e avanços visando ao crescimento da empresa. Como costuma ser em todos os anos no Portobello Resort & Safari, em Mangaratiba, Rio de Janeiro, a equipe GTA faz uma prestação de contas do encontro passado e estabelece metas para o ano que virá a seguir. E o objetivo da empresa para 2020, segundo Celso Guelfi, é se consolidar como a que tem o melhor cartão de seguro viagem do Brasil.

SINERGIA COM A SEGURADORA Há nove meses a GTA formou uma parceria com a Sancor Seguros, uma das maiores seguradoras da Argentina, que atua também no Uruguai, Paraguai e conta com 270 colaboradores no Brasil, principalmente no Sul. Segundo Guelfi, pela primeira vez uma empresa de seguros se predispôs a entender de verdade o negócio da GTA. "Normalmente as seguradoras não têm ideia do tamanho e demoram a entender o nosso negócio, conseguindo somente depois de estarem trabalhando. A Sancor, antes de fechar conosco, pediu um tempo para se preparar, se preparou e só depois começou a nos atender dando o valor que a assistência de viagem merece", resume ele. PLANOS PARA 2020 Para 2020, a GTA tem como plano comercial um crescimento na ordem de 7% no volume de seguros internacionais e de 17% no volume de seguros nacionais, e o aumento de 20 % no faturamento. A empresa registrou um crescimento de 4,7% em emissões de seguro viagem no primeiro semestre de 2019 em comparação ao mesmo período de

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

17/10/19 19:42


Celso Guelfi, presidente da GTA

2018. As viagens domésticas foram as grandes responsáveis por este resultado, crescendo 7,4%, enquanto as internacionais cresceram 2%. Segundo Celso Guelfi, no mês de agosto o volume de seguros nacionais cresceu 28% em comparação a agosto de 2018. "A GTA tem em média 72 mil passageiros assegurados viajando por dia, nacional e internacionalmente. O seguro dentro do Brasil aumentou nos últimos anos. Os planos de saúde em nível nacional diminuíram muito a partir de 2016 devido à crise econômica e as pessoas optaram por planos regionais para baixarem os seus custos. Muitas vezes um seguro de saúde não atende em um raio de 100 quilômetros. Portanto, oferecemos para o passageiro em viagem interna, não somente assistência de saúde, mas soluções para perda e extravio de bagagens e repatriação sanitária, caso adquira doença ou mesmo morte e seja necessário voltar para a sua casa em caráter de urgência" diz Guelfi. Mesmo assim, a venda de assistência de viagem internacional é muito maior do que a nacional. As pessoas têm mais receio de precisarem de ajuda em um país estrangeiro. As reservas nacionais correspondem a 40% do volume total de transações. Uma das marcas da companhia é su-

perar o número de agentes de viagens capacitados ano após ano. Para o ano que vem a meta é reforçar essa imagem de assistência parceira, capacitar 11 mil agentes de viagens e manter uma boa reputação no site Reclame Aqui. A empresa atualmente já trabalha acima da média prevista para capacitação desse ano, de dez mil agentes. ALCANCE NACIONAL A GTA trabalha fortemente em todas as regiões do Brasil, com visita regular dos coordenadores às agências parceiras. Atualmente, a empresa passou a investir na região Norte, mas o que tem tido destaque no momento é o interior de São Paulo. Apesar de sempre ter sido uma região de destaque, nos últimos seis meses teve um crescimento acima da curva estimada pela empresa. Para Guelfi, a empresa só está bem hoje porque está cumprindo metas linearmente e fazendo valer a sua missão: garantir o melhor atendimento ao cliente em qualquer parte do planeta pela excelência e qualidade dos serviços prestados, gerando confiabilidade no relacionamento. n A Revista PANROTAS viajou a convite da GTA.

23 a 29 de outubro de 2019 — PANROTAS

8 a 10.indd 9

9

17/10/19 19:42


Corporativo

Dólar sem oscilações

+Lidas Pancorp 1 Startup de câmbio compensa turista com benefícios se dólar cair

2 MTur abre inscrições para

o curso online de gestão de Turismo

3 American Airlines divulga

possível parceria com a Gol

4 Atendimento humanizado ainda é importante em viagens

5 Brasil cresce na Turkish e

estreia em evento corporativo

Carlos Prado e Marcelo de Castro

A indústria de Viagens e Turismo acaba de ganhar uma fintech especializada em câmbio para turistas. A Nuts Câmbio Seguro, dos sócios Marcelo de Castro e Hélio Machado, e que tem o empresário Carlos Prado, da Tour House e Abracorp, como um dos investidores, já está funcionando prometendo uma lista de benefícios caso o viajante compre a moeda estrangeira e ela sofra oscilações para baixo até o dia da viagem (por enquanto apenas o dólar, mas em poucos dias também euro e libras). “O grande entrave e preocupação na hora de comprar moeda estrangeira para viajar é ficar pensando se vai baixar, quanto vai oscilar... e a Nuts resolve isso para o viajante”, explica Castro. Segundo ele, o turista pode comprar a quantidade que quiser de uma vez, pois se a cotação cair, ele terá uma lista de opções para usar o crédito da diferença durante a própria viagem. Cada centavo que variar para baixo vira nut, a moeda do programa, e na lista de benefícios estão desde Uber até seguro viagem, de consumo nos aeroportos até mais moeda estrangeira. DINHEIRO PARA GASTAR O foco, portanto, é o viajante e o dinheiro que ele comprará para levar. Não é dólar (ou outra moeda) para pagar a viagem ou investir, é aquele dinheiro para levar na viagem. Por isso, os benefícios também são relacionados à própria viagem. O turista pode compensar a queda da cotação comprando mais moeda, mas também abatendo serviços que usará na própria viagem. “Por isso me interessei pelo projeto”, diz Carlos Prado. “Trata-se de uma empre10 8 a 10.indd 10

6 Entre no novo Lounge VIP da Turkish em Istambul; fotos

7 Copastur lança aplicativo sa focada em estimular a viagem, em tirar completo de viagens para clientes essa dor de cabeça que é a instabilidade cambial. Se a moeda subir de cotação, o 8 Acte Academia Summit viajante terá comprado por um preço meCampinas chega ao fim; veja nor e está garantido. Se cair, ganha benefíúltimas fotos cios para usar na própria viagem. Tem até 9 Honda e Turkish contam case cerveja no aeroporto se quiser”, continua o de tarifas aéreas fixas dono da Tour House. 10 Aeromexico tem nova Esse é apenas o primeiro produto da Nuts, franquia de bagagem no mas virão outros, garante Marcelo de CasBrasil tro, incluindo tendo como foco players da cadeia do Turismo, como agentes de via- Fonte: PANCORP gens e operadores. ENTREGA Ao comprar a moeda na Nuts, o turista pode optar por retirar na avenida Paulista, em São Paulo, ou pedir para receber em casa. A entrega, segundo Castro, é imediata. “Não estamos inventando a roda, trata-se de algo que já existe no mercado financeiro, mas estamos trazendo essa inteligência financeira para o mercado de viagens e o turista mais especificamente. O Brasil está em processo de modernização dessa área de câmbio e nossa empresa está alinhada com esse processo”, analisa. A Nuts trabalha com todas as autorizações do Banco Central, tem parcerias robustas com corretoras e conta com a expertise dos dois sócios que por quase 15 anos trabalharam na área financeira, incluindo grandes bancos, como o Santander. “É importante o mercado saber da expertise deles e da garantia que possuem, além da seriedade de todo o processo”, finaliza Prado. Saiba mais em www.cambionuts.com.br ou mande e-mail para Marcelo de Castro pelo marcelo@cambionuts.com.br.n

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

17/10/2019 17:53


38 Sem título-4 38

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

17/10/2019 14:56


Infográfico

Preço é importante...

...mas desde que faça sentido Pesquisa da Travelport com 23 mil pessoas de 20 países mostra que os viajantes querem mudanças e estão impulsionando a transformação do setor. Na América Latina, eles estão priorizando o valor agregado do bilhete comprado considerando sua experiência acima do que simplesmente o custo. O novo viajante exige mudanças e aposta em tecnologias emergentes.

Ao reservar um voo, o valor agregado (custobenefício) é a principal prioridade para 86% dos viajantes, com apenas um em cada cinco (18%) agora reservando apenas pelo preço. Essa tendência é aparente em todas as faixas etárias lideradas por Baby Boomers (91%), que priorizam o valor um pouco mais do que as gerações mais jovens.

Geração Z (70%), Geração Y (61%), Geração X (60%) e Baby Boomers (56%) não sabem em quais empresas podem confiar no momento da reserva

60% da GenZ e GenY reservam suas viagens por smartphone. 52% da GenY preferem também

uma senha digital que permite fazer o check-in e desbloquear seu quarto a partir do seu smartphone

GenY (60%), GenZ (57%) e GenX (48%)

usaram as mídias sociais para pesquisar sobre viagens em comparação com os Baby

Boomers (38%)

O Facebook é considerado mais influente pela Geração Z (82%) e Baby Boomers (57%) 12 12 e 13.indd 12

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

17/10/2019 17:47


NO BRASIL Grande parte de todas as gerações, GenZ (71%), GenX (57%), GenY (52%) e Baby Boomers (48%) estão frustradas com o tempo gasto em encontrar o melhor preço

77% dos brasileiros acham útil ter cartões de

o

embarque digitais, bem como a capacidade de mudar de voo a partir do seu celular

O País é um dos que mais demandam a utilização de realidade aumentada, com 44% dos brasileiros

dizendo que acham a tecnologia útil

Nossa Geração Z (86%) está mais frustrada por não poder falar com seres humanos

89% dos brasileiros afirmam que o ótimo atendimento ao cliente é um fator importante na escolha de uma companhia aérea

Nota: Geração Z: Começo dos anos 1990 até 2010 Geração Y (millennials): Entre os anos 1980 e os anos 1990 Geração X: Entre os anos 1960 e os anos 1970 Baby Boomers: Entre os anos 1945 e os anos 1960 Fonte: Pesquisa Global do Viajante Digital 2019 da Travelport, que entrevistou 23 mil pessoas de 20 países; 1,5 mil da América Latina.

23 a 29 de outubro de 2019 — PANROTAS

12 e 13.indd 13

13

17/10/2019 17:47


Hotelaria Renato Machado, especial para a PANROTAS – National Harbor, Maryland (Estados Unidos)

entendendo a nova

Best Western A Best Western Hotels & Resorts quer ter um hotel para cada tipo de viajante, uma marca para cada tipo de viagem. Se em outros tempos a diferenciação entre Best Western e Best Western Premier era suficiente, hoje é preciso mais. Quanto mais? Uma dúzia de marcas seria suficiente? Para a cúpula da rede, 17 opções parece ser um número razoável – pelo menos por ora. No início do mês, cerca de 2,5 mil pessoas se reuniram para a convenção anual da Best Western, desta vez realizada na cidade de National Harbor, em Maryland. Aos altos executivos da empresa coube a responsabilidade de divulgar números e apresentar as novidades para a próxima temporada. A Best Western segue apostando em uma espécie de dupla expansão – ao mesmo tempo em que cria opções para alcançar novos mercados, também investe em aprofundar sua presença em mercados que já domina. Atualmente ela possui 4,7 mil propriedades em mais de 100

14 14 a 22.indd 14

países. Este não era o número no ano passado, tampouco será o número no ano que vem. Neste momento, outros 592 hotéis estão no horizonte para incrementar o já extenso portfólio da rede. Apenas as marcas Best Western e Best Western Plus são responsáveis por 314 deles (148 e 166, respectivamente). “Nós temos hoje o maior pipeline global de nossa história. É possível ver a adesão que temos em todas as nossas marcas”, disse o animado COO, Ron Pohl. “É de se destacar que as marcas principais seguem como nosso principal condutor de crescimento, apesar da crescente popularidade das marcas boutique”, completa, reforçando com um dado que ilustra bem o empenho em expandir: “ao redor do mundo, nós estamos abrindo um novo hotel a cada 30 horas.”

David Kong, presidente global e CEO do BWH Hotel Group diz que a rede tem o que os viajantes e os investidores buscam

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

17/10/2019 18:16


Cerca de 2,5 mil pessoas se reuniram em convenção em National Harbor, Maryland, nos Estados Unidos

pipeline global

148

166

35

22

22

52

6

Total: 592

28

19

7

87*

*Hotéis em construção ou projetos com contratos já assinados com a rede

23 a 29 de outubro de 2019 — PANROTAS

14 a 22.indd 15

15

17/10/2019 18:16


17ª MARCA E LUXO A outra ponta da estratégia da Best Western, a da criação de novas marcas, não deixou de ser contemplada nesta convenção. O grupo SureStay, lançado em 2016 com três marcas focadas no segmento Economy, ganhou uma quarta face. O SureStay Studio é voltado para estadas longas e econômicas, uma tendência global cada vez mais crescente, segundo Pohl. "O segmento Economy de estadas prolongadas acaba de atingir seu recorde histórico, com aproximadamente 80% em ocupação", afirmou. "Isso nos dá a oportunidade de investir no sucesso do SureStay tanto para conversões quanto para novas construções de propriedades", sugere ele. Para situar os membros sobre a necessidade de novas marcas, o CEO da Best Western, David Kong, explica que “a indústria possui seis categorias segmentadas em diferentes precificações para diferentes consumidores. Em cada categoria há pelo menos quatro variantes de hotéis. Nós temos então 24 espaços que precisam ser preenchidos para oferecer os preços-bases, modelos de propriedades e experiências que viajantes e investidores buscam”.

1 O portfólio do BWH Hotel Group é composto agora pelo luxo de propriedades WordHotels como o Hotel del Parque, em Guaiaquil, Equador (foto 1), Hotel Les Jardins du Fauborg, em Paris, França (foto 2) e The Anam Villas, em Nha Trang, Vietnã (foto 3)

Tradicional

16 14 a 22.indd 16

Estadas prolongadas

Butique/ Lifestyle

Soft Brands

Luxo

WorldHotels Luxury

Upper Upscale

WorldHotels Elite/ BW Premier Collection

Upscale

BW Premier

Vib / Sadie

WorldHotels Distinctive / BW Premier Collection

Upper Midscale

Best Western Plus

Glo / Aiden

BW Signature Collection

Midscale

Best Western

Econômica

SureStay Hotel / SureStay Hotel Plus

Executive Residency

SureStay Hotel Studio

SureStay Collection

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

17/10/19 20:21


2

3

Ron Pohl, COO da Best Western Hotels & Resorts, apresenta o novo SureStay Studio

A COMPRA DA WORLDHOTELS Especializada na fatia Midscale do mercado, coluna vertebral do grupo em seus 73 anos de história, e com o Economy sendo lapidado há pelo menos três temporadas com o SureStay, havia ainda uma lacuna a ser trabalhada: o luxo. Criar do zero uma marca para brigar com a disputada elite da hotelaria foi ideia descartada. Por isso, em fevereiro deste ano, foi anunciada a compra do grupo WorldHotels. “Acho que o que faltava para nós era a atuação nos segmentos Upper Upscale e Luxo, nós não tínhamos essas opções”, opinou Kong. “Com essa adesão, nosso portfólio possui agora propriedades em cada escala de segmento, do Premium Economy ao Luxo”, diz e completa: “as pessoas querem opções, não querem um produto que sirva a todos. Nossos viajantes e investidores também querem opções.” Apesar de a WorldHotels ter três marcas que se distinguem entre Upscale, Upper Upscale e Luxo, é neste último segmento que os olhos da Best Western estão voltados. “Nós realmente queremos posicionar a WorldHotels como a escolha mais acertada para o Luxo. Se olharmos essa faixa do mercado, percebemos que nossos hotéis não têm posições de liderança, não estão nem próximos do que conseguimos oferecer”, comenta, dando destaque para o potencial que a Best Western tem com seu programa de fidelidade e toda a expertise em Vendas e Marketing. BWH, O GRUPO A chegada da já consolidada marca de luxo, aliás, criou a necessidade de a Best Western se apresentar como grupo, algo que não era preciso anteriormente, quando o conglomerado Best Western e os hotéis Best Western significavam praticamente o mesmo. Como estratégia para não vincular as propriedades de luxo da WorldHotels com a tradição Midscale da Best Western, será cada vez mais comum ouvir falar em BWH Hotel Group. “Nós estamos muito focados em discutir com nossos membros sobre o BWH Hotel Group”, afirmou o CEO da WorldHotels, Geoff Andrew. “Best Western como organização e marca sempre foram, de certa forma, sinônimos. Mas é importante para nossos membros que nos posicionemos claramente no topo desta árvore como os braços Upper Upscale e luxo do BWH Hotel Group”, explica.

23 a 29 de outubro de 2019 — PANROTAS

14 a 22.indd 17

17

17/10/19 20:21


Uma coisa, porém, é explicar as novidades para o mercado. Outra coisa é abordar os próprios membros da rede de luxo. “Muitos me questionaram: ‘eu sou um Best Western agora?’. A resposta é ‘claro que não!’ Há um aprendizado ainda rolando por aqui”, conta Andrew, oito meses após o anúncio da junção das marcas. O CASAMENTO As duas redes possuem uma forma similar de trabalhar, com membros-proprietários independentes e que decidem em conjunto os próximos passos do grupo. “A Best Western não foi a primeira grande rede a nos sondar para uma compra”, revela o CEO da WorldHotels. “À época nós sentimos que não aconteceria uma boa adaptação. Toda grande aquisição que fracassou foi por questões culturais, não por resultados”, explica. “Nós sentamos com a Best Western e eles nos apresentaram uma organização baseada nos mesmos princípios que os nossos, da participação dos membros, muito democrática, que funciona de baixo para cima e que ouve seus participantes”, resume Andrew. “É fascinante como uma organização deste tamanho funciona globalmente, nós sentimos que essa união nos aproximaria de um belo exemplo para nos espelharmos.” Do lado da Best Western, o discurso é um pouco mais cauteloso neste primeiro momento. O presidente e CEO da rede, David Kong, brinca que a integração “é mais difícil do que se possa imaginar”. “Você está lidando com a integração de pessoas, de sistemas, de culturas. Há de se pensar em como isso tudo vai funcionar, onde gastar energia, como criar eficiência e como criar uma comunicação entre os dois sistemas”, exemplifica. Para ele, todas essas questões tomarão tempo, “mas vão chegar lá”. “Ao fim do dia você se questiona: ‘esse é um bom casamento?’. Um bom casamento é aquele em que os dois se beneficiam”, faz o paralelo. “Para a Best Western é bom porque crescemos imediatamente em escala e oferecemos um portfólio mais robusto e muito mais atraente. Para a WorldHotels haverá o acesso à expertise em Vendas, Marketing e cobertura que nós temos”, conclui Kong.

18 14 a 22.indd 18

WORLDHOTELS REWARDS A cobertura mencionada pelo CEO do grupo é sua forma de tocar em um ponto crucial para a WorldHotels, a fidelidade. Sem um programa de benefícios para seus clientes mais assíduos, a rede de luxo sabia que, pouco a pouco, perdia espaço para outros grandes players da indústria. Sendo uma rede de hotéis independentes, o embate com as gigantes era um enfrentamento desproporcional. “Há de se ter escala para competir”, afirma Geoff Andrew. “Tem muitas entidades por aí, desde OTAs, soft brands e ‘Airbnbs’. Nos perguntamos como iríamos competir com isso e sentimos que nos juntando a uma das Top 10 redes internacionais da hotelaria teríamos mais chances de sucesso”, continua. Com mais de dez anos de história, o Best Western Rewards (BWR) tem hoje cerca de 40 milhões de membros e é responsável por 48% das receitas da marca no mercado norte-americano – valor que deve chegar aos US$ 2 bilhões em 2019. “Nós nunca tivemos um programa de fidelidade totalmente funcional, essa é a realidade. Não sei se mudará o perfil [dos consumidores], mas é um incrível ganho de valor. É todo um mercado que nós éramos

Geoff Andrew, CEO da WorldHotels

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

17/10/2019 18:17


38 Sem título-4 38

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

17/10/2019 14:56


incapazes de captar anteriormente”, segue Andrew. “Nosso objetivo será tentar atrair pessoas ao WorldHotels Rewards e eu espero que, com isso, surjam muitas oportunidades pelo mercado.” O presidente da WorldHotels nos Estados Unidos, Gregory Habeeb, revela que o WorldHotels Rewards (WHR) irá fazer uso do back end do Best Western Rewards, apesar de optar por interfaces e estratégias de marketing diferentes. “Nós demoraríamos dez anos para reunir 40 milhões de membros. Além desse público ainda temos toda a tecnologia que não conseguiríamos produzir”, destaca. “Outros hotéis independentes não conseguem fazer isso. Para nós essa é a joia da coroa.” Perguntado se o programa de fidelidade seria então o próximo passo da rede, o CEO Geoff Andrew não hesitou: “não é próximo, é agora”. “O lançamento completo acontecerá em breve, mas acredito que 2019 é o ano em que estruturamos tudo e 2020 o ano que começamos a ver os benefícios desde uma perspectiva comercial”, estipula, confirmando que, em relação ao BWR, haverá diferenças na promoção do programa. Ainda em fase de implementação, o WorldHotels Rewards já está no ar e tem site próprio (www.worldhotelsrewards.com). Por ora, a rede divulga que 41 de seus 285 hotéis participam do programa – na América do Sul, apenas o Hotel Morrison, em Bogotá, Colômbia, é aderente.

Gregory Habeeb, presidente da WorldHotels para América do Norte

EFEITO HALO A busca incessante por um portfólio mais compreensivo e abrangente deixa a Best Western com quase uma onipresença na indústria. A atuação agora vai de uma ponta a outra do mercado e a chegada do status de luxo ao grupo cria um “efeito halo”, termo muito utilizado pelos dirigentes da rede durante a convenção. No glossário empresarial, o efeito halo ocorre quando uma companhia se beneficia do status e do serviço realizado por outra marca do mesmo grupo. Seguindo a lógica, a percepção do público consumidor é naturalmente favorável à marca x se esse consumidor fizer a conexão com a marca y, de mais prestígio e exclusividade. O efeito halo criado, para o CEO David Kong, "traz sinergia e eficiência, nos ajuda a atuar de forma mais precisa. Nosso cálculo final é de que essa junção só nos traz vantagens e não desvantagens".

20 14 a 22.indd 20

EM NÚMEROS Além de discutir estratégias e relembrar as histórias pessoais de alguns membros icônicos do grupo, as convenções da Best Western também são recheadas de números operacionais. Neste ano, a performance do sistema de reservas, do website e do Best Western Rewards foram os grandes celebrados. O responsável pela atuação digital da Best Western Hotels & Resorts, Greg Adams, traçou o panorama. "Cinco anos atrás, nossa plataforma gerava 5,9 milhões de reservas por ano. Hoje, este número subiu para 12,5 milhões ao ano", disse o CDO e comemorou efusivo: "é um crescimento de 112,8%". “O nosso sistema de reserva Lynx tem aprimorado sua performance e, até este momento no ano, já produzimos US$ 2,7 bilhões em receita para nossos membros em todo o mundo”, completou David Kong. “A expectativa é que che-

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

17/10/2019 20:01


guemos a um novo recorde ao final do ano, ultrapassando a marca dos US$ 3 bilhões.” Sobre o portal da Best Western, outra importante face das vendas globais da rede, o CEO seguiu com as boas notícias. “Quando lançamos nosso novo website em 2016 notamos de cara uma grande melhora. Estou muito orgulhoso ao ver aproximar a marca dos US$ 580 milhões de receita nos Estados Unidos e os US$ 720 milhões globais”, disse e apostou que esses valores serão alcançados até o final do ano. Greg Adams complementou com um panorama sobre a presença digital da rede. “Muitas pessoas não percebem, mas o bestwestern.com não é apenas um site, mas um ecossistema digital global que aglutina 40 portais diferentes operando em diversas regiões do mundo com suporte para 26 línguas”, conta. Segundo ele, nos últimos 12 meses o crescimento em vendas é da ordem de 8,1% – US$ 64,3 milhões a mais do que no mesmo período do ano passado.

Greg Adams, CDO da Best Western Hotels & Resorts

Dorothy Downling, CMO da Best Western Hotels & Resorts

FIDELIDADE IMPORTA Por fim, o programa de fidelidade da rede foi o exaltado. Coube à CMO do grupo, Dorothy Dowling, apresentar as façanhas da última década. “Em 2009, o Best Western Rewards tinha 11,7 milhões de membros, o que já representava um aumento de 17% em relação ao ano anterior. Sua contribuição nas receitas era de 21,9% ou cerca de US$ 650 milhões”, relatou. “Ao final de 2019, a contribuição do BWR em nossa receita é prevista para ultrapassar os US$ 2 bilhões, o que significa que mais de 48% de toda a receita que chega a nossos hotéis está sendo levada por esse potente programa de fidelidade. É um aumento de 28 pontos percentuais desde 2009 e US$ 1,5 bilhões em receitas.” E ela completa: “se o sucesso do Best Western Rewards pode nos dizer algo, é que a fidelidade realmente importa. É por isso que o Best Western Rewards segue como um dos principais programas de fidelidade de toda a indústria”, concluiu Dorothy.

23 a 29 de outubro de 2019 — PANROTAS

14 a 22.indd 21

21

17/10/2019 18:17


América latina e brasil Matt Teixeira, diretor global de lazer e América Latina da Best Western Hotels & Resorts

Mercados estratégicos para a Best Western na América Latina têm crescido em dois dígitos, de acordo com o diretor global de Lazer, Matt Teixeira. Apesar de tensões pontuais e da flutuação do câmbio ante o dólar, o crescimento na região “acompanha as nossas estimativas”, afirmou o executivo. Com destaques para ótimas performances nos trimestres passados na Colômbia e boas projeções para o mercado chileno, Teixeira garante que “nossos esforços e investimentos estão dando frutos”. Sobre o Brasil, o diretor cita estudos recentes que comprovam a melhora do sentimento do mercado em relação ao País, apesar de afirmar estar em uma situação desafiadora. Ainda assim, o crescimento no mercado brasileiro em setembro foi de dois dígitos, segundo ele. Para Matt Teixeira, os problemas que o Brasil enfrenta não são econômicos, mas políticos. “Tudo de-

22 14 a 22.indd 22

pende da capacidade do atual governo de passar em um Congresso Nacional fraco as legislações e reformas necessárias. O risco de inadimplência tem diminuído, a bolsa está em crescente, e as projeções de crescimento estão melhorando”, comenta. As projeções animam o executivo, que agora trabalha no trade brasileiro um portfólio muito mais complexo desde a entrada das ofertas de luxo da WorldHotels. “Essa aquisição é uma prova do comprometimento da Best Western com o crescimento, a modernização e o progresso, reforçando a posição do grupo como um líder da indústria de hospitalidade”, disse. “Para o viajante brasileiro, isso significa que a Best Western é agora uma marca one-stop-shop para suas necessidades turísticas”, conclui.n A Revista PANROTAS viajou a convite da Best Western Hotels & Resorts.

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

17/10/2019 20:01


38 Sem título-4 38

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

17/10/2019 14:57


Aviação Danilo Alves – Amsterdã (Holanda)

KLM 100 BOOK – Um livro contando toda a trajetória da empresa nos últimos 100 anos foi lançado durante a festa da empresa aérea, no Aeroporto de Schiphol, em Amsterdã

klm: 100 anos voando No meio de tantas aquisições, fusões e falências, completar 100 anos de atividades é um marco histórico para empresas de qualquer setor. Mas, na aviação, o gostinho ainda é mais especial, principalmente quando a companhia leva o título da aérea mais antiga do mundo a operar sob a mesma marca. E foi no último dia 7 de outubro que a KLM, que desde 2014 é liderada por Pieter Elbers, completou 100 anos de operações. Fundada em 7 de outubro de 1919, a KLM é a empresa mais antiga que opera sob seu nome original: Koninklijke Luchtvaart Maatschappij, que em português significa Companhia Real de Aviação. Transporta mais de 40 milhões de passageiros por ano, para 165 destinos no mundo, a bordo de uma frota que ultrapassa a marca de 160 aviões. O primeiro voo intercontinental da companhia foi realizado em 1º de outubro de 1924, com destino à Batavia (hoje, Jacarta) e com 21 escalas. Em 1971, mais de 50 anos após a sua fundação, a KLM iniciava voos com o Boeing 747 – uma das aeronaves mais conhecidas e desejadas em todo o mundo.

24 24 a 27.indd 24

“Obviamente é uma honra ser o CEO de uma empresa que completa 100 anos, mas também é uma responsabilidade com proporções ainda maiores. Precisamos estar atentos ao futuro e continuar acompanhando a evolução da tecnologia, dos clientes e de suas respectivas jornadas de viagens”, disse o bem-humorado executivo para uma plateia com mais de 100 jornalistas do mundo inteiro. Porém, mais importante do que celebrar o passado, é estar atento e preparado para os desafios da aviação no futuro. De acordo com Elbers, a KLM promete seguir liderando e protagonizando os debates do setor quando o assunto é sustentabilidade e responsabilidade social. “No ano passado, conseguimos reduzir o nosso total de emissões de CO2, mesmo aumentando nossas operações. Mas ainda temos muito que fazer e contaremos com todos os atores da indústria, para que ela avance principalmente neste sentido”, disse Elbers. A holandesa também trabalha em parceria com a Universidade de Tecnologia de Delft para desenvolver o Flying-V, uma aeronave em forma de V que promete reduzir em

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

17/10/2019 18:25


Fortaleza, hub da Air France-KLM no Nordeste, em parceria com a Gol, ganhou destaque na festa dos 100 anos

Pieter Elbers, CEO da KLM

Ben Smith e Pieter Elbers, CEO da Air France e CEO da KLM, opinam sobre o futuro das companhias e do mercado

20% o consumo de combustível se comparado com a utilização do Airbus 350. "Nos últimos anos, a KLM desenvolveu-se como pioneira em sustentabilidade no setor aéreo. O desenvolvimento da aviação deu muito ao mundo, oferecendo-nos a oportunidade de conectar pessoas. Queremos manter esse protagonismo, mas acima de tudo, fazer parte dele." A FAVOR DE ALIANÇAS Elbers afirmou que é muito gratificante ver a empresa que ele comanda completar 100 anos de atividades em um setor extremamente competitivo como é a aviação. Segundo ele, ao mesmo tempo que a indústria é positiva para a holandesa, que tem registrado bons indicadores financeiros, é prejudicial para tantas outras, que entram (ou já entraram) em colapso com dez, 20, 40 anos ou mais. “O jeito de fazer aviação muda todo dia, assim como os viajantes e suas exigências também são diferentes de ontem e de amanhã. Neste sentido, é cada vez mais interessante uma companhia ter boas alianças comerciais. A nossa relação após a fusão com a Air France trouxe inúmeros benefícios para nós como empresa, mas também para quem voa conosco”, disse.

Presente no evento, Ben Smith, CEO da Air France-KLM, revelou que a francesa e a holandesa ainda têm muito o que melhorar em sinergia e processos. Mas elogiou a administração da KLM e diz que a Air France está aprendendo muito com a subsidiária. “Ela [KLM] dá aula de eficiência. Ela nos mostra que uma companhia aérea pode ir se reinventando com o passar dos anos.” Como já era de se esperar, o imbróglio entre Delta, Gol e Latam também veio à tona. Smith negou qualquer saia justa gerada a partir do rompimento das relações entre Gol e Delta – ambas parceiras do grupo. O executivo disse que ainda é muito cedo para quem é de fora opinar. “Acreditamos que a consolidação e a parceria entre as aéreas são o futuro da aviação. Neste sentido, posso afirmar que estamos bastante satisfeitos com a nossa parceira no Brasil, a Gol”, comentou Smith Ainda de acordo com o executivo, há excelentes oportunidades para a América do Sul em geral. “Há alguns entraves como a economia local, que não está muito boa em alguns países, mas acredito que temos muitas chances de crescer na região”, completou ele, sem dizer quando e como pretende fazer isso.n A Revista PANROTAS viajou a convite da KLM.

23 a 29 de outubro de 2019 — PANROTAS

24 a 27.indd 25

25

17/10/19 20:05


Marcel de Nooijer e Jean-Marc Pouchol, da Air France-KLM

Comemorando no brasil Presente no Brasil para a edição brasileira da festa dos 100 anos da KLM, o vice-presidente da Air France-KLM Cargo, Marcel de Nooijer, fez questão de ressaltar que as duas empresas estão satisfeitas com a parceria que mantêm com a Gol desde 2014. Prova disso é o crescimento do número de passageiros que as empresas conectam entre si. Segundo o executivo, 25% dos clientes da Air France-KLM (no Brasil) fazem conexão com a Gol. “Há mais ou menos cinco anos, por volta de 2014, esse índice era de apenas 7%”, destacou. O hub em Fortaleza é outro exemplo da sinergia entre Air France-KLM e a empresa aérea brasileira. “Ele [o hub] foi a flexibilização de um terceiro ponto de entrada Air France-KLM no Brasil. Isto só foi possível graças à parceria com a Gol”, comentou Noojier. A opinião dele foi corroborada pelo diretor geral da Air France-KLM para América do Sul, Jean-Marc Pouchol, que falou que a parceria foi fundamental para o crescimento da oferta das companhias francesa e holandesa em todo o território brasileiro. “Sem a Gol, jamais teríamos conseguido chegar à presença que temos hoje no País.” A partir de novembro, e durante a temporada de inverno europeu 2019/2020, a Air France-KLM passa a operar 45 frequências semanais – contra as 42 que já existem hoje. O aumento se deve à inclusão de três voos adicionais da Air France que ligará o Rio de Janeiro a Paris. As ligações acontecerão a partir de 2 de dezembro e serão operadas com Boeing 787 Dreamliner. Em 9 de outubro, a Air France também comu-

26 24 a 27.indd 26

nicou a utilização do Boeing 787 Dreamliner na rota Fortaleza-Paris. Segundo a empresa, o equipamento entrará em operação na capital cearense no dia 29 de março, em substituição ao B777-200, que será o equipamento responsável pela rota do fim deste mês até março de 2020. Entre alguns diferenciais do Dreamliner estão: redução de 20% na emissão de barulho, redução de 20% na emissão de CO2 e no consumo de combustível, aumento da pressurização e umidade para mais conforto na viagem, janelas até 30% maiores do que as de aviões semelhantes, além do serviço de wi-fi a bordo. Com essas adições, Pouchol revela que, ao todo, serão ofertados cerca de 1,4 milhão de assentos entre o Brasil e Europa em 2020. “Se compararmos com um passado não muito distante, o crescimento da oferta é de mais de 35% em relação a 2016”, avalia. SUPORTE AO AGENTE Desde janeiro, a Air France-KLM tem um canal dedicado para suporte aos agentes de viagens. Dúvidas sobre regras tarifárias, benefícios e outros assuntos podem ser sanadas por meio de um chat on-line. O canal, disponível no www.agentconnect.biz, de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, tem tido bastante aceitação do trade. Segundo Pouchol, são 15 atendimentos em média por dia. “A Air France-KLM tem uma conexão muito próxima com todo o trade, seja o agente ou operador. Prova disso é que dois terços das nossas vendas no Brasil são realizadas por canais indiretos”, afirma o diretor. n

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

17/10/19 20:05


100 anos da KLM

Marcel de Nooijer, da Air France-KLM, Cornelis van Rij, da Embaixada dos Países Baixos, Jean-Marc Pouchol e Seth Van Straten, da Air France-KLM

Paulo Kakinoff (Gol) e Seth Van Straten (Air France-KLM)

Jean-Marc Pouchol e Seth Van Straten (Air France-KLM), Paulo Kakinoff (Gol), Marcel de Nooijer (Air France-KLM), Guillermo Alcorta (PANROTAS), Randall Aguero (Gol) e Stephanie Lamarrigue (Air France-KLM)

Soely Oliveira e Paul Barry (BCD Travel)

Luciano Guimarães (Rextur Advance) e Eduardo Bernardes (Gol)

Guillermo Alcorta (PANROTAS) e Jean-Marc Pouchol (Air France-KLM)

Juarez Cintra Neto e Cassio Oliveira (Grupo Ancoradouro), Wania Fasulo (Grupo High Light), Luciano Guimarães (Rextur Advance), Eduardo Bernardes (Gol) e Fábio Mader (CVC Corp)

Ricardo Sidaras e Sônia Fonseca (PANROTAS) Andre Sanajoti (High Light) Carlos Prado (Tour House) e Lucas Paci (Tyller)

23 a 29 de outubro de 2019 — PANROTAS

24 a 27.indd 27

27

17/10/2019 18:25


Locadoras de veículos Artur Luiz Andrade, José Guilherme Alcorta e Rodrigo Vieira

Rafael Souza, da Teresa Perez, Cristiano Silva, da Mobility, Alessandra Mokarzel, do Ten Group, Suelen Miura, da Rodojet, Michelle Tonon, da Mobility, Fernanda Kodama, da Primetour, Alejandro Vukotich, da BMW, Fabiano Souza, da Maringá, e Oswaldo Melantonio Filho e Bernardo Feldberg, da Mobility

Mobilidade com a Mobility 28 28 a 37.indd 28

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

17/10/19 19:37


Rumo aos 20 anos (a serem comemorados em 2020), a Mobility, fundada por Oskar Kedor e que desde 2016 tem Oswaldo Melantonio Filho como sócio, é desde o início uma empresa inquieta e que aposta no desenvolvimento do setor de locação de veículos. Tanto em sua distribuição, estimulando os agentes de viagens a aprenderem e enxergarem o potencial do segmento, quanto em diversificação e inovação de produtos e ferramentas. Kedor já idealizou eventos, capacitações diferenciadas, campanhas criativas e investiu muito na relação individual com os agentes e com as locadoras, para fazer esse setor de locação (ou mobilidade) crescer como ele acredita que merece e pode. Debater a disrupção na questão da mobilidade urbana é, portanto, algo natural para uma empresa que está sempre pensando no futuro, vendo o presente como um caminho para uma indústria (de Viagens e Turismo, de Mobilidade, de Tecnologia e Inovação) que deve evoluir pensando em todo o ecossistema em que está inserida. Depois de uma viagem de imersão no Vale do Silício, um dos grandes laboratórios que pensam e fazem o futuro no mundo, evento realizado em 2018, a Mobility decidiu levar seus agentes de viagens top em vendas para a Alemanha, berço do automobilismo, da mobilidade pensada à frente, da inovação que nos transportará no futuro. A ideia, segundo a empresa, é estar à frente de um debate disruptivo sobre o futuro da mobilidade. Sorte dos agentes de viagens parceiros que puderam acompanhar um roteiro que falou de carros autônomos, sustentabilidade, soluções para grandes centros urbanos, sempre com um olhar entre o passado (tudo o que já foi feito até agora) e o futuro próximo. Audi, BMW, Europcar, Hertz International e startups de tecnologia e mobilidade, além da Oktoberfest e as belezas das cidades alemãs, foram algumas das visitas feitas pelo seleto grupo, que voltou com uma ou-

tra visão em relação aos carros, seu uso por todos nós e como as cidades terão de incorporar mudanças para que todos convivam em harmonia. E também em relação à própria Mobility, uma empresa de quase duas décadas, que está ao lado dos profissionais de Turismo para entregarem as melhores soluções de mobilidade a seus clientes. Participaram da viagem: Alessandra Mokarzel, do Ten Group, Fernanda Kodama, da Primetour, Fabiano Souza, da Maringá Turismo, Rafael Souza, da Teresa Perez, e Suelen Miura, da Rodojet, acompanhados pelo time da Mobility, liderado por Oswaldo Melantonio, e pelo CEO da PANROTAS, como mídia convidada, José Guilherme Alcorta. As locadoras Avis, Budget, Europcar, Hertz, Dollar, Thrifty e Cruise America, de motorhome, patrocinaram a viagem. Durante entrevista da reportagem PANROTAS com a diretoria da Mobility, a maior dificuldade foi organizar os pensamentos sobre tudo o que aconteceu na Alemanha. Sabe aquela viagem impossível de esquecer e de destacar apenas um passeio preferido? Foi nesse misto de empolgação e da enxurrada de informações que os entusiasmados viajantes da Mobility relatavam o roteiro. Alguns preferiram ver a linha de produção da Audi, outros se encantaram pela visita à BMW, houve os que se impressionaram com o projeto de transformação da Europcar, e assim por diante. Sobre a Oktoberfest, bem... todos adoraram! A Futuro Rent a Car 2020 está confirmada, e a discussão sobre o destino em qual a viagem acontecerá também causou debate entre os diretores. O que eles adiantam é que vem coisa boa, exclusiva e inédita por aí. STARTUPS O grupo da Mobility conheceu na Alemanha a Azo, uma incubadora de startups de diversos segmentos, e teve contato mais próximo com duas starturps de mobilidade: a Urmo e a Atlas Aero.

23 a 29 de outubro de 2019 — PANROTAS

28 a 37.indd 29

29

17/10/19 19:37


Em pé: Cristiano Silva, da Mobility, Thomas Ballatré, da Azo, Sonja Sulzmaier, da Navispace, Sebastian Signer, da Urmo, Maxilmilian Salbaum, da Atlas Aero, Fernanda Kodama, da Primetour, Alessandra Mokarzel, do Ten Group e Thorsten Rudolph, da Azo. Agachados: Fabiano Souza, da Maringá Turismo, Rafael Souza, da Teresa Perez, Michelle Tonon, da Mobility, e Suelen Miura, da Rodojet

A Urmo nasceu com o objetivo de resolver o problema de pequenas distâncias urbanas por meio de um "veículo elétrico em miniatura", que pode ser utilizado em galpões industriais, shoppings etc. Ele pesa sete quilos apenas, anda 18 quilômetros por hora e sua bateria é 100% recarregada em apenas duas horas. Já a Atlas Aero aproveitou a ocasião para falar do mercado de decolagem vertical, isto é, de empresas que vão desenvolver soluções para mobilidade pelo ar. Hoje, no mundo inteiro, existem cerca de 200 projetos que tentam desenvolver protótipos e drones. "Porém, apenas dez são de carros voadores, como o projeto anunciado por nós, da Atlas Aero", afirmou o executivo da startup, Maxilmilian Salbaum. Segundo ele, o primeiro carro já está sendo construído e o voo teste deverá ocorrer em abril do próximo ano. Já a expectativa para o início das vendas é para 2025. BMW E OS CARROS AUTÔNOMOS O sonho do carro que "dirige sozinho" e leva os passageiros para seus destinos em segurança e com total comodidade já não é um sonho. Quem dirige modelos mais sofisticados de várias marcas sabe que hoje os automóveis já ajudam e muito no comando de um veículo. Mas quando teremos o famoso carro 100% autônomo? A visita do grupo à BMW ajudou muito a entender sobre esse futuro (e de quebra sobre o passado, pois o maravilhoso Museu da BMW foi uma das visitas mais marcantes da viagem).

30 28 a 37.indd 30

Na icônica montadora alemã, o grupo foi recebido por Alejandro Vukotich, diretor de Desenvolvimento de Carros Autônomos da BMW (grupo que tem carros BMW, Rolls Royce e Mini). Curioso é que Vukotich é amigo de infância de Oskar Kedor e os brasileiros afirmam que poucas vezes foram tão bem atendidos em passeios similares. “Foi uma aula. Uma experiência para poucos”, afirma o presidente da Mobility, Oswaldo Melantonio Filho. “Ele não só é amigo do Oskar, mas também fala português e estava feliz em nos receber. Foi uma apresentação de altíssimo nível. Sou exigente com esse tipo de atendimento e posso dizer com toda certeza que foi uma das melhores experiências em viagem da minha vida”, relata. Enfim, claro que ninguém sabe ao certo o que vai acontecer em relação ao futuro dos carros autônomos, e de acordo com Vukotich a diversificação de consumo de mobilidade é ainda uma grande incógnita. O que é certo é que cada vez mais áreas das cidades terão a circulação de carros reduzida ou mesmo proibida. De fato o amigo de Kedor confirmou que os “carros independentes” serão sim uma tendência, mas ainda a longo prazo. E explicou que há cinco níveis de automação de veículos: L1, L2, L3, L4 e L5. “A diferença entre elas basicamente é a seguinte: o nível L1 é um nível básico de as-

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

17/10/19 19:37


sistência ao condutor, com o carro ajudando em pequenas proporções o motorista do veículo que é responsável pela condução, fazendo tudo o que é necessário para que esse veículo se locomover”, explicou Alejandro Vukotich. O nível L5 é de autonomia total. O diretor também informou que até 2021 a montadora lança um carro no nível de automação entre L3 e L4. Hoje não existe no mercado mundial nenhum veículo no nível L3 para ser comercializado. Todas as marcas estão no L2. O projeto, chamado inext, está totalmente na área de Alejandro Vukotich, que tem uma equipe de 1,8 mil engenheiros trabalhando em desenvolvimento com as metodologias Agile. A cada 15 dias é desenvolvido um sistema novo, testado e aprovado ou não para ser usado em novos testes e desenvolvimento. O grande desafio do desenvolvimento de tecnologia autônoma é fazer com que essa tecnologia seja melhor, mais confiável e mais segura do que a condução humana, o que é difícil e complexo de mensurar e transformar em um padrão fácil de ser superado. Hoje todos os modelos que estão sendo desenvolvidos pela BMW fazem a comTour na BMW binação de três tipos de teve exposição de carros coleta de dados: a câmeantigos ra, o radar e o Lidar, uma espécie de sensor infravermelho com temperatura, que faz toda análise de movimentos em volta do carro enquanto ele está em movimento, entre árvores paradas, pedestres caminhando, ciclistas pedalando ou qualquer outro tipo de movimento em relação ao carro, dando a precisão de distância e a aceleração. Todos os carros passa-

rão a ter uma caixa preta sobre todo o tipo de análise para acidente, como se fosse um avião, para identificar erros e desvios com precisão e ir aperfeiçoando as máquinas autônomas. É claro que essa autonomia dos veículos é mais fácil nas estradas do que nas vias urbanas, onde há muito mais variáveis. No começo, essas áreas mais concorridas contarão com centrais de atendimento para auxiliar os motoristas e os veículos em casos de situações que fujam dos padrões estabelecidos. Essa central poderá ser acionada pelo veículo e entrar no mesmo, analisando câmeras e outros dados. AUDI A organização, limpeza e o modus operandi na fábrica da Audi deixou o grupo do Futuro Rent a Car boquiaberto. Cada carro na montadora alemã é feito em 32 horas, pois 90% da linha de montagem da companhia é automatizada. Eles viram máquinas como os Audi A3, A5 e Q2 saindo do forno. Chamou atenção também o avanço da tecnologia das ferramentas com as quais os carros são montados. “Os engenheiros e montadores têm equipamentos personalizados, com medidas e tamanhos específicos para dar todo conforto na montagem, independentemente da posição em que se encontram”, afirma. O passeio é aberto ao público, mas não é permitido entrar com câmeras e outros dispositivos móveis na fábrica. A fábrica da Audi trabalha com just in time e just in sequence, isto é, não produz carros para depois vender. Só faz sob demanda. Essa demanda, que vem de pessoas físicas, jurídicas e dos revendedores, resulta em uma produção de 1,8 mil carros por dia, durante cinco dias na semana. Curiosidade: a Audi permite que os funcionários tomem uma garrafa de cerveja durante seus horários de descanso e/ou de almoço.

23 a 29 de outubro de 2019 — PANROTAS

28 a 37.indd 31

31

17/10/19 19:37


Em pé Oswaldo Melantonio Filho, da Mobility, Guilherme Alcorta, da PANROTAS, Fabiano Souza, da Maringá, Alessandra Mokarzel, do Ten Group, Max Kury, da Europcar, Bernardo Feldberg, da Mobility, Fernanda Kodama, da Primetour, Suelen Miura, da Rodojet, e Amelie Sokoll, da Europcar. Agachados Cristiano Silva, da Mobility, Rafael Souza, da Teresa Perez, e Michelle Tonon, da Mobility

Europcar e a transformação da locação A Europcar está dando uma virada em seus negócios e foi o que mostrou na viagem de premiação da Mobility aos agentes de viagens. De puro e simples rent a car (locação de veículos), a empresa se transforma dentro de um contexto mais amplo de mobilidade, entregando ao consumidor a maneira mais fácil de se locomover do ponto A ao ponto B, independentemente da distância que exista entre origem e destino e do perfil deste usuário. É por isso que seu nome se tornou Europcar Mobility Group, fazendo da Europcar tradicional (aluguel de veículos) apenas um de seus modelos de negócios. Uma das novidades dessa Europcar redefinida é a Ubeeqo. Fundada em 2008, a startup francesa foi adquirida pela Europcar há cerca de quatro anos. Trata-se de uma frente de negócios B2B e B2C de compartilhamento de veículos, em que o passageiro encontra o carro elétrico na rua, por meio de um app, e tem mais de 700 pontos de estacionamento em Paris. A Ubeeqo é apenas um dos exemplos do ecossistema que a Europcar vem desenvolvendo. "Para se manter inovadora, uma empresa tem que mudar seu modelo de negócio a cada dez anos. Resolvemos estender o nosso modelo de locação de carros e fazer do nosso guarda-chuva algo muito maior do que comprar veículos e alugá-los", explicou o diretor da Ubeeqo, Max Kury, aos brasileiros presentes. "Tornamo-nos uma empresa de mobi-

32 28 a 37.indd 32

lidade. O consumidor está no centro de todas as nossas operações." São três os pilares que auxiliam a Europcar a entregar essas experiências ao consumidor: consumo por minutos ou poucas horas (a exemplo de patinetes), consumo por várias horas por dia (como o compartilhamento de carros elétricos, a exemplo da Ubeeqo) e consumo por dias (rent a car). Outras companhias apresentadas por Max Kury e pela gerente de Parcerias Estratégicas da Europcar, Amelie Sokoll, são a Goldcar, locadora de veículos low-cost vista pelo grupo como líder na Europa, e BuchBinder, uma rent a car alemã, além da InterRent, empresa intermediária focada no viajante de lazer. "Estamos cada vez mais preparados para o phygital, isto é, a junção do mundo físico com o digital. Com o consumidor no centro de tudo, nosso investimento é para que as pessoas tenham a melhor experiência de mobilidade com um smartphone ou tablet na mão. Curtas, médias e longas distâncias com um dispositivo móvel", apresenta o executivo. "Além do mais, cada consumidor tem um perfil, que varia por gerações, culturas e comportamentos. Queremos estar preparados para oferecer a solução ideal a cada um deles", completa Kury. Segundo ele, há oportunidade de negócios para todo tipo de player, desde que o trabalho seja feito de maneira simples e eficiente, atendendo as necessidades dos usuários.n

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

17/10/19 19:37


Hertz A Hertz International enxerga o futuro da mobilidade como multimodal e, para essa que é uma das maiores empresas de aluguel de veículos do mundo, estar pronta para atender a necessidade de todos os perfis e gerações de consumidores é prioridade. Uma das amostras deste esforço é a Hertz 24/7 City, sua empresa de compartilhamento de veículos via dispositivo móvel. Por meio de um smartphone ou tablet, o usuário encontra um veículo elétrico e, sem taxa de inscrição nem mensalidade, percorre o trajeto desejado. Os profissionais da viagem da Mobility à Alemanha acompanharam de perto as explicações do head de Vendas a Lazer da Hertz International, Sven Barth, sobre o tema. “Os carros estão espalhados em alguns pontos da cidade, a exemplo da parceria com a varejista Ikea, por meio da qual deixamos os veículos em seus estacionamentos, com toda estrutura para abastecê-los com energia elétrica, e o cliente faz todo o processo de aluguel por meio do smartphone para encontrar, reservar, abrir e, depois

que dirigir por várias horas de autonomia, devolver o veículo”, descreve Barth. Outra opção de modal para se adequar a um consumidor cada vez mais exigente são os carros de superluxo. “Já temos frota de luxo, mas ainda não contávamos com veículos de superluxo, de altíssimo nível, como a série AMG, da Mercedes, a Série 7 da BMW e a família A8 da Audi", conta Barth. A nova categoria é destinada ao consumidor que está acostumado com carros de superluxo e exige manter o padrão quando viaja. "Mas também podemos oferecer uma oportunidade àqueles que não estão acostumados", completa. Para se aproximar das experiências autênticas, tendência buscada pelos consumidores, principalmente mais jovens, a Hertz International oferece os veículos de superluxo do destino em questão. “Carros de alto luxo alemães na Alemanha, italianos na Itália, e por aí vai... Vamos restringir os modelos de superluxo locais”, acrescenta o executivo. Já nos países que não têm tradição neste tipo de modal, a empresa colocará veículos estrangeiros.n

23 a 29 de outubro de 2019 — PANROTAS

28 a 37.indd 33

33

17/10/19 19:37


Alta gastronomia foi um dos destaques da viagem à Alemanha

VIAGEM DE RESULTADOS O que a Mobility pretendia com essa viagem era apresentar algo didático, mas sem perder o tom da experiência e da descontração. Além das palestras e visitas às locadoras e fábricas, os participantes curtiram a Oktoberfest e puderam provar o que há de melhor na gastronomia alemã. A Futuro Rent a Car é uma jornada que se diferencia justamente porque foge das palestras concretas sobre técnicas de vendas e conteúdo motivacional. É uma experiência enriquecedora e inspiradora. Então como os participantes podem trazer tudo o que viveram lá e serem profissionais melhores? “É uma viagem exclusiva, com grupos menores, mas a reverberação e a repercussão por meio da PANROTAS mostra o quanto os espectadores gostaram do que foi apresentado. Foi exatamente o mesmo sentimento dos participantes”, resume Kedor, reafirmando que a indústria da mobilidade está mudando. “A locação de carro em si está sendo convergida em plataforma. Os estacionamentos estão sendo convergidos em plataforma multiuso. A Europcar, a Avis e outras estão reinventando o rent a car.” Perguntado, portanto, sobre como a Mobility pode se inserir em todas essas mudanças por que vêm passando seus fornecedores, como no exemplo da Europcar, Kedor explica que "conforme a mobilidade muda, nós também mudamos. Nós acompanhamos essa transformação. Continuamos agregando todo o conteúdo

34 28 a 37.indd 34

Oktoberfest marcou como um dos momentos de maior descontração dos agentes em Munique

das principais empresas de mobilidade do mundo, simplificando isso ao agente de viagens e colocando na nossa linguagem, a linguagem do nosso mercado”, afirma o CEO. "A rede da Europcar é uma só, é só um exemplo. Movida, National, Hertz, Localiza Hertz, Hertz International, Alamo e até as montadoras como a Volkswagen. Todas já estão seguindo esse caminho, e nós estamos acompanhando, como prova a Futuro Rent a Car. Isso não vai sair de moda."

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

17/10/19 19:37


POR QUE USAR MOBILITY? Com a evolução das locadoras e fornecedores de rent a car no Brasil, por que um agente de viagens deve usar Mobility, claro, para além da questão do crédito? “Nosso foco é o pré e pós-venda”, sintetiza Oswaldo Melantonio Filho. “Treinar o agente de viagens para ter informações e evitar que assinem algo errado no balcão ou cometam algum deslize que frustra a ele e ao cliente. Cerca de 8% de todas as nossas transações dão problema, e desses 8%, 98% dos problemas acontecem no balcão. Nosso serviço é justamente para diminuir problemas, evitar ruídos. É entregar expertise para que não haja frustração nessa jornada B2B2C”, conclui o presidente. MAIS BRASIL E AMÉRICA LATINA O presidente e o CEO revelam planos como se aprofundar ainda mais no corporativo e alugar mais carros no Brasil. Ainda nesta década, o País se posicionava apenas em décimo destino mais procurado pelos clientes Mobility. Hoje é o terceiro. “E a tendência é ser o primeiro em breve, ao passo que as locadoras estão em um nível de profissionalização bem mais alto, investindo em tecnologia, gente e gestão”, pondera Kedor. “Nossa equipe comercial está mais ativa na busca de novos clientes e, nossa base de duas mil agências de viagens que compram conosco ativamente cresce diariamente”, completa. Além das viagens de capacitação próprias, a Mobility tem parceria com a Leading Hotels of the World para acompanhar a empresa hoteleira em seus roadshows, que neste ano passou por São Paulo, Porto Alegre, Curitiba, Belo Horizonte e Rio de Janeiro. “Não temos representantes terceirizados em outros mercados. Centralizamos tudo aqui em São Paulo, pois expertise e serviço são nosso diferencial, e dessa maneira pre-

ferimos ter tudo em casa.” Eles também revelam parceria com grandes consolidadoras, de maneira que a Mobility fornece seu motor de reservas via API para essas empresas disponibilizarem em seus portais. Isto é, quase nenhuma consolidadora no País tem contrato direto com as locadoras e, as que têm, dificilmente conseguem ter os diferenciais de uma empresa de quase 20 anos de experiência. Em relação à expansão na América Latina, clientes que emitem com a Mobility no Brasil demandaram vendas em México, Argentina e Colômbia. “São clientes globais que não têm esse broker nesse mercado e vimos a oportunidade de penetração nesses países”, explica Kedor. Novamente, a Mobility não viu a necessidade de abrir CNPJs nesses países. “As vendas ficam centralizadas no Brasil, emitindo para esses destinos... Vem dando certo assim e a tendência é aumentarmos a penetração primeiramente nesses três países.” n A Revista PANROTAS viajou a convite da Mobility

23 a 29 de outubro de 2019 — PANROTAS

28 a 37.indd 35

35

17/10/2019 20:05


Portas Abertas

Quem é quem na Mobility Veja quem são os profissionais que atuam dia a dia com os agentes de viagens, gestores e TMCs. // Empresa: Mobility S/A // Fundação: 28 de março de 2000 // CEO: Oskar Kedor // Presidente: Oswaldo Melantonio Filho // 40 profissionais divididos em: Comercial, Administrativo, Atendimento, Marketing e Tecnologia

Oswaldo Melantonio Filho, presidente, e Oskar Kedor, CEO

// Base: São Paulo (rua Verbo Divino, 1.661, 5º andar – Chácara Santo Antônio) //Principais parceiros: Alamo, Avis, Budget, Dollar, Europcar, Enterprise, Hertz International, Localiza Hertz, Movida, National, Sixt, Thrifty, Unidas, First Class, Elite Rent e Midway Car Rental, além de empresas de motorhome e transfers

Paula Caetano, CMO, Bernardo Feldberg, conselheiro, Oskar Kedor, CEO, Oswaldo Melantonio Filho, presidente, Michelle Tonon, COO, e Carlos Barros, CTO

Parte da equipe da Mobility no escritório da empresa, em São Paulo

36 28 a 37.indd 36

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

17/10/2019 20:05


Departamento de Produtos Especiais (Mobility S): Cristiano Silva, Rodrigo Soares, Paula Caetano (CMO), Lorenza Morais e Bluthiere Lima

Departamento de Reservas: Jonatan Matos e Kaique Fernandes

Departamento de Qualidade: Thiago Dantas, Ana Karoline Carrasco, Leonardo Pinto Pereira e Michelle Tonon (COO)

Departamento de Tecnologia: Francisco Araújo (Chico), Valeska Fiori, Carlos Barros (CTO) e Julio Cesar Vasconcellos

Departamento de Reservas: Michelle Tonon (COO), Maithê Neves, Victor Jesus, Elisangela Santos, Wesley Marques e Talita Galeano

Departamento Financeiro: Guilherme Antunes de Almeida, Daniel Costa, Thayla Thamires Monteiro e Reginaldo Acácio

23 a 29 de outubro de 2019 — PANROTAS

28 a 37.indd 37

37

17/10/19 19:38


LGBTravel Marcos Martins

GÊNERO NEUTRO

A Air Canada retirou a expressão “senhoras e senhores” da sua comunicação a bordo, mudando para uma linguagem com gênero neutro. De acordo com informações do jornal La Presse, foram introduzidas frases como “olá a todos” e “boa noite a todos”. A companhia disse que o objetivo é “garantir um espaço inclusivo para todos”, também para quem se identifica com o gênero X (não-binário). A mudança já começou a ser implementada nos voos e não provocou reações negativas, segundo o jornal canadense. “Estamos em 2019. Todo mundo tem direito de se sentir bem”, disse um funcionário.n

Air Canada investe em comunicação inclusiva

• A Mattel, que fabrica as bonecas Barbie, lançou uma coleção de bonecos sem gênero definido e customizáveis.

TUDO EM UM

Se você é LGBT+ e nunca teve dificuldade para encontrar informações sobre destinos ou eventos sem ter que abrir várias páginas, que atire a primeira pedra. Esse é um dos principais problemas, já que não há uma concentração de dados em poucos cliques. Para facilitar essa busca, acaba de ser lançado o Gayther, plataforma de negócios, serviços e eventos. O site reúne mais de 230 países, incluindo o Brasil, e 435 áreas de interesse, com informações sobre índices populacionais, detalhes de casamento e união civil, índice de igualdade e opções de entretenimento. “Embora exista uma ampla gama de serviços e recursos para a comunidade LGBTQ+, tudo parece um pouco desconectado e requer muita pesquisa. Queríamos criar um espaço onde pessoas de todos os gêneros e orientações sexuais pudessem descobrir serviços de qualidade, explorar o conteúdo, apoiar empresas, serviços, eventos inclusivos e até fazer amigos”, explica o fundador do Gayther, Peter Williams. Acesse em: gayther.com.n

• O Centro de Cidadania LGBT de João Pessoa recebeu o Projeto Cine Contracultura, promovendo um debate sobre a visibilidade bissexual. • A terceira Parada LGBT do Líbano foi cancelada em Beirute após pressão de autoridades religiosas e ameaças anônimas.n

Conheça a plataforma Gayther

38 38.indd 38

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

17/10/2019 17:34


38 Sem título-4 38

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

17/10/2019 14:59


Memória

Danilo Alves

NA PALMA DA MÃO Nesta edição da PANROTAS, o número 100 não estará em evidência apenas na matéria dos 100 anos da KLM (página 24), mas também aqui na seção “Memória”. Na edição 1.036 do Jornal PANROTAS, a matéria de capa fazia a seguinte pergunta aos leitores: o brasileiro sabe realmente utilizar os aplicativos (apps) disponíveis em seus smartphones? Já naquela época, em 2012, já não tínhamos mais desculpas para não responder um e-mail, uma mensagem SMS (que hoje caiu em total desuso, ao menos no Brasil), uma inbox no Facebook ou até mesmo postar a foto daquele evento super legal no Instagram. Mas, como o nosso setor, o Turismo, já se aproveitava do crescimento da tecnologia, da agilidade dos smartphones e do prestígio que os apps já tinham há alguns anos? Foi aí que a Redação da PANROTAS preparou uma lista com os 100 aplicativos para celulares que auxiliam (ou auxiliavam) viajantes em suas jornadas inesquecíveis pelo mundo afora. Setor em que

40 40.indd 40

a tecnologia está presente diariamente, a aviação foi responsável pelos três primeiros apps da lista. Air France, British Airways e American Airlines se destacaram em relação a suas concorrentes ao permitir diversas facilidades por meio dos dispositivos móveis de seus passageiros. Entre as facilidades deles estavam o check-in antecipado, informações sobre o voo, telefones de contatos da companhia e dicas para o melhor acúmulo de milhas. Hoje, muitos destes serviços – ou quase todos – nem são mais considerados diferenciais e sim essenciais em qualquer aplicativo de empresa aérea. Entre as operadoras, alguns dos apps em destaque eram os disponibilizados pela CVC, que trazia informações sobre resorts e destinos no Brasil e no mundo, e pela Viators Tours Activities, app com mais de dez mil passeios por diferentes lugares do mundo e com promoções de last minute. Além destes, também trouxemos apps de metabuscadores, guias de viagens, destinos e muito mais.

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

17/10/2019 17:34


38 Sem título-5 38

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

17/10/2019 15:08


Follow

Beatriz Contelli

ROYAL PALM PLAZA Presente em quase todas as redes sociais, os conteúdos desenvolvidos pelo Royal Palm Plaza engajam os clientes ao mesclar informação e entretenimento. Com forte atuação em cada uma das plataformas, o grupo produz conteúdo constantemente e aproveita todas as as ferramentas que os canais oferecem, de vídeos infantis e fotos de celebridades até repost no Instagram e dicas gastronômicas.

Com fotos muito bem produzidas, o Royal Palm promove seus hotéis no Instagram divulgando o feedback e a experiência dos clientes. Apesar das fotos e vídeos feitos internamente, o que chama a atenção é o compartilhamento constante de publicações feitas pelos hóspedes. Os conteúdos trazem as principais atrações dos hotéis, incluindo os salões para eventos, restaurantes, piscinas e atividades ao ar livre.

Atualizadas periodicamente, as publicações no Facebook do Royal Palm variam entre fotos e vídeos institucionais. A estratégia é clara: os conteúdos instigam as sensações dos clientes ao utilizar bordões, cores vivas, fotos de sobremesas e dos ambientes internos e externos. O destaque é a forte interação entre o público e o grupo, que em grande parte das publicações, curte e comenta os principais comentários.

Youtube - RoyalPalmoOficial 479 inscritos

42 42.indd 42

No Youtube, assim como no Facebook, o conteúdo dos vídeos mostra um pouco de tudo: além de divulgar os serviços do spa, as acomodações e os eventos promovidos em datas comemorativas, a especialidade do canal são as receitas culinárias, que vão de água aromatizada e suco termogênico a camarão assado e fondue de queijo. Os vídeos contam com quase 10 mil visualizações, mas são publicados com frequência.

Facebook - @RoyalPalmOficial 155 mil curtidas

Instagram - @RoyalPalmOficial 66 mil seguidores

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

17/10/19 20:06


38 Sem título-5 38

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

17/10/2019 15:08


46. Férias personalizadas a bordo do Sky Princess 48. Espetáculos caribenhos no Norwegian Encore 50. Casamento à beira-mar no Sandals Resorts 52. Um paraíso chamado Cancún 54. A charmosa ilha de Curaçao 56. Os encantos de Puerto Vallarta 58. Todos os tons de azul em San Andres

44 44.indd 44

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

23 a 29 de outubro de 2019 — PANROTAS

44

17/10/2019 17:46


38 Sem título-4 38

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

17/10/2019 15:00


PATROCINADO

Princess Cays é uma ilha com porto exclusivo de escala e possui várias atrações para todas as idades

COM TECNOLOGIA E COMODIDADE, DISCOVER CRUISES INAUGURA SKY PRINCESS

A Princess Cruises e a Discover Cruises inauguram neste mês o Sky Princess e ainda anunciam o nome do sexto navio da classe Royal: o Discovery Princess, que fará a maior temporada inaugural de todos os tempos, e passará pelo Caribe com um novo porto de escala – Tortola – em dezembro de 2021. O Sky Princess é o primeiro navio da frota a ser construído com o Princess MedallionClass, tecnologia que oferece aos hóspedes o prazer de curtir férias personalizadas e sem complicações. A ideia é que essa tecnologia esteja presente em todos os navios pelos próximos anos. O MedallionClass é um dos projetos mais ambiciosos que a Princess Cruises já empreendeu. O passageiro passará a receber um medalhão, com tamanho similar à de uma moeda de um real, que guardará todas as informações sobre as preferências do viajante. Com a tecnologia, o passageiro poderá reservar restaurantes de especialidade, excursões, massagens no SPA, ver sua conta de bordo, entre outras opções. Com esse avanço tecnológico, a internet também se tornou a melhor em alto-mar: o Medallion Net Wi-fi mantém o passageiro conectado em qualquer lugar a bordo por um preço acessível e por tempo ilimitado, com uma internet rápida e confiável. O Sky Princess já está pronto para começar a navegar pelos seus roteiros. Primeiro, ele ficará no Mediterrâneo, onde será inaugurado, e depois seguirá para o Caribe, quando iniciará sua temporada nas praias de águas transparentes. A primeira saída pelo Caribe será em 7 de dezembro deste ano, fazendo o roteiro Oeste, com sete noites, passando por lugares paradisíacos como Grand Cayman, Costa Maya e Cozumel. O passageiro poderá escolher em começar suas sete noites de férias no dia 14 de dezembro de 2019, pelo Caribe Leste, onde poderá relaxar com a família em ilhas incríveis, como St. Thomas, St. Maarten, e a ilha particular da Princess, a Princess Cays. Presente em quase todos os roteiros de Caribe, a Princess Cays é 46

MedallionClass: tecnologia guardará todas as informações sobre as preferências do viajante

uma ilha com porto exclusivo de escala e possui várias atrações para todas as idades. Esse verdadeiro resort privado está situado nas Bahamas, em um espaço paradisíaco de mar com águas cristalinas e praia de areia branquinha. Os passageiros têm um dia inteiro de praia à disposição, onde podem se divertir com os esportes aquáticos, explorar a ilha, fazendo trilhas incríveis, passeando em um buggy ou descansando nas centenas de espreguiçadeiras ao redor da praia. As crianças, por exemplo, podem se divertir em um local exclusivo com brinquedos de água, os adultos podem tomar seus drinks favoritos nos bares à beira mar, além de curtirem um autêntico churrasco caribenho. Para melhorar ainda mais sua viagem, a Princess lançou uma promoção incrível, válida para o Caribe e diversos outros destinos. Ao adquirir seu cruzeiro (em saídas selecionadas), todos os passageiros ganham três benefícios para utilizarem a bordo: pacote de bebidas, crédito a bordo e as gorjetas já estarão pagas. A promoção é válida até dia 11 de novembro de 2019 e a temporada de Caribe vai de dezembro deste ano ao início de abril de 2020. Outras informações e reservas podem ser feitas através do site www.discovercruises.com.br 

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

publi-Discover.indd 46

17/10/2019 19:07


38 Sem título-4 38

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

17/10/2019 15:00


PATROCINADO

Norwegian Encore: de novembro a abril navegando nas águas do Caribe

OS PRAZERES DO CARIBE A BORDO DO NORWEGIAN ENCORE

Os casarios coloniais, o charme e a hospitalidade de San Juan, em Porto Rico, compõem a vista da cidade que receberá a primeira escala na rota do novo Norwegian Encore, que estreia no Caribe a partir de 24 de novembro, com saídas semanais até abril de 2020. Saindo sempre de Miami – que também é o ponto de retorno da embarcação –, o cruzeiro de sete dias tem no roteiro uma sequência de paisagens capaz de deixar qualquer um de queixo caído. Em St. Thomas, nas Ilhas Virgens Americanas, você pode ver baías recortadas em um mar de cores turquesa e esmeralda, especialmente na Maegans Bay, a praia mais famosa do local. Mas ainda há muita história a ser vista na cidade de Charlotte Amalie, com arquitetura holandesa, charme caribenho e muitas opções de compras. Detalhe: tudo isso próximo ao porto onde o Norwegian Encore estará ancorado. A terceira etapa da viagem é Tortola, nas Ilhas Virgens Britânicas, considerada um dos locais mais belos do Caribe, onde nadar com os golfinhos é apenas uma das muitas possibilidades. Navegar pelo Caribe, no entanto, vai muito mais além de se impressionar com as paisagens, já que usufruir do que há de melhor em hospitalidade a bordo é uma oportunidade tão ímpar como qualquer outra beleza que se encontre pelo caminho. Por exemplo, você ama gastronomia? No Norwegian Encore, as opções são para todos os paladares – das carnes americanas à culinária mexicana e francesa, passando pelo 48 NCL.indd 48

À noite, a diversão fica por conta de espetáculos como o Kinky Boots

divertido Teppanyaki e pelo inédito Onda by Scarpetta, de alta gastronomia italiana. Quando o assunto é diversão, a única dúvida que pode surgir é de qual atividade participar. Speedway, uma pista de corrida de kart, Laser tag, Galaxy Pavilion ou, quem sabe, se jogar no Aqua Racer, um toboágua com área transparente sobre o mar – já pensou em qual iria primeiro? À noite, a diversão vem de espetáculos como Kinky Boots, premiado musical da Broadway, ou como o The Choir of Men, um show de rock que não deixa ninguém parado. O Norwegian Encore tem capacidade para até 3.998 hóspedes. n

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

17/10/2019 19:09


38 Sem título-4 38

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

17/10/2019 15:00


PATROCINADO

CASAMENTO À BEIRA-MAR

Já pensou em se casar em um lugar paradisíaco? Pois bem, saiba então que ele existe e que atende pelo nome de Sandals Resorts, os destinos mais procurados no Caribe para quem sonha em se casar em um lugar à beira-mar. Com os únicos resorts Luxury Included® de cinco estrelas do mundo, Sandals é capaz de proporcionar um casamento dos sonhos, oferecendo centenas de opções de decoração, sempre de acordo com o gosto dos noivos. Para que tudo saia do jeito que sempre sonhou, os resorts possuem equipes de planejamento especializadas. E o melhor: a lua de mel pode começar ao mesmo tempo em que os convidados dão o start nas férias. Sandals oferece esportes terrestres e aquáticos – de windsurfe, paddleboarding a esportes aquáticos motorizados e mergulho diário para hóspedes certificados. Em alguns dos resorts os amantes de golfe podem praticar seu esporte nos campos mais prestigiados do Caribe. Os amantes da culinária podem se deliciar com uma experiência gastronômica de cinco estrelas Global Gourmet™ de dar água na boca. Chefs treinados internacionalmente criam obras de arte culinárias em até 16 restaurantes por resort. Além disso, Sandals oferece o Love Nest Butler Suites®, que desafia todos os padrões de design tradicional com piscinas e suítes flutuando sobre o mar. Os resorts oferecem serviço de quarto 24 horas e mordomos – tudo incluso: de gorjetas a transfer 50 publi-sandals.indd 50

para o aeroporto. Para mais informações, visite sandals.com/weddings BEACHES RESORTS Localizados na Jamaica e nas Ilhas Turks & Caicos, os Beaches Resorts, para famílias, são os únicos resorts all inclusive do mundo onde seu cliente pode realizar um casamento totalmente personalizado. Da cerimônia à recepção, é possível misturar e combinar inúmeras opções de decoração. Os Beaches Resorts também incluem esportes terrestres e aquáticos, desde esqui aquático, paddleboard e mergulho diário com profissionais treinados, até tênis e golfe. Assim como no Sandals, os resorts oferecem uma experiência gastronômica cinco estrelas Global Gourmet™. Para os adultos, bebidas premium ilimitadas são servidas em até 14 bares e lounges por resort. Já as crianças têm inúmeras atividades: do The Caribbean Adventure com Sesame Street (Vila Sésamo) até Beaches Kids Camps. Os adolescentes, por sua vez, têm o Club Liquid, e todos podem desfrutar do Xbox Play Lounge e do Parque Aquático Pirates Island, com até 11 toboáguas e o único com o Surf Simulator do Caribe. Os quartos e suítes são luxuosas e atendem a todos os tipos de gosto. Alguns deles oferecem serviço de quarto 24 horas e mordomos. Para mais informações, visite beaches.com/ weddings 

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

17/10/2019 19:06


38 Sem título-4 38

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

17/10/2019 15:01


PATROCINADO

UM PARAÍSO CHAMADO CANCÚN Destino cobiçado entre turistas de todo o mundo, Cancún, no México, coleciona cenários apaixonantes e é um verdadeiro refúgio paradisíaco. Adaptando-se bem a diferentes perfis de visitantes e recebendo com entusiasmo famílias inteiras, casais em lua de mel e grupos de amigos, o destino é expert quando o assunto é viagem dos sonhos. Isso porque o lugar combina praias de tirar o fôlego, infraestrutura turística diversificada, programas de lazer e muita cultura. Banhado pelo mar cristalino do Caribe, o local conta com uma orla de 22 quilômetros emoldurada pela natureza exuberante da região. Dividindo espaço com toda essa beleza, é na Zona Hoteleira onde se encontra hospedagem de todos os tipos: de hotéis econômicos aos inúmeros resorts all inclusive, sempre disponíveis para oferecer uma experiência completa. Cancún preenche todos os requisitos para quem procura por belas praias, dentre as quais

52

vale destacar a Playa Langosta; Punta Cancún, que fica no centro hoteleiro da cidade; a pacata Chac Mool, ponto de encontro dos surfistas; a icônica Delfines, sob medida para quem deseja tirar uma foto com o letreiro da cidade, avistar golfinhos ou simplesmente curtir o visual; e a Tortugas, ideal para quem pratica esportes aquáticos. Mas se a ideia é ir além das praias, Cancún oferece um vasto leque de atrações. A paradisíaca Tulum e Chichén Itzá são ruínas que se tornaram cartõespostais da região. Já os grandes shopping centers são perfeitos para compras, abrigando lojas internacionais, cafés e comércios variados. Para os interessados em estender um pouquinho, uma dica: o destino esbanja clubes e casas noturnas famosas – Coco Bongo, La Vaquita e Mandala estão entre as mais conhecidas. Outro ponto forte é a boa gastronomia, que vem dos restaurantes e dos bares locais. 

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

publi-trend-cancun.indd 52

17/10/2019 19:10


38 Sem título-4 38

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

17/10/2019 15:02


PATROCINADO

CURAÇAO, O CHARME HOLANDÊS NO CARIBE Famosa por suas paisagens de tirar o fôlego, a ilha caribenha de Curaçao tem praias de mar transparente, areias claras e surpresas para os seus visitantes. Entre os destaques da ilha estão as praias de Kenepa Grandi e Kenepa Chiki, perfeitas para quem busca um ambiente tranquilo, mas recheado de entretenimento e lazer. Você também não pode deixar de conhecer Cas Abao, Porto Mari, Jan Thiel e Blue Bay, cenários naturais encantadores que nem parecem reais. Além das paisagens paradisíacas, Curaçao também oferece cultura e uma rica trajetória histórica. A capital Willesmtad, com mais de 760 construções consideradas legítimos monumentos, foi tombada como

54

Patrimônio Mundial pela Unesco, e hoje é considerada uma galeria a céu aberto. Localizado a pouco menos de uma hora da capital, o Parque Nacional Christoffel, em Banda’Bou, apresenta uma rica diversidade de fauna e flora, com espaços para caminhadas e safáris. Para quem gosta de acampar, o parque ainda conta com uma área reservada. Em relação às compras, as regiões de Punda e Otrobanda, endereço de várias lojas e do Renaissance Mall & Rif Fort, tem vários produtos com preços bastante atrativos. Na área da gastronomia, as opções são variadas – tanto para drinques quanto para os pratos locais. O destaque é o Mambo Beach, um bar de praia que toca ritmos caribenhos. n

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

publi-trend-curacao.indd 54

17/10/2019 19:11


38 Sem título-4 38

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

17/10/2019 15:02


PATROCINADO

DIVERSIDADE À BEIRA-MAR Banhada a leste pelo Oceano Pacífico, Puerto Vallarta, no México, é dona de mil e um encantos ainda pouco explorados por grande parte dos viajantes. Lugar onde a diversidade vive à beira-mar, é ideal para os fãs do verão que buscam por um pacote completo: praias incríveis, serra, ecoturismo, patrimônios históricos, gastronomia irresistível e visual apaixonante. E o melhor: tudo concentrado em um mesmo local. Entre as montanhas de Sierra Madre Occidental e as águas do município Bahía de Banderas, o segredo para curtir a região é tirar o pé do freio e prestar atenção nos detalhes que fazem de Puerto Vallarta um lugar único. Ostentando extensa faixa litorânea, a sugestão é caminhar pelo Malecón, calçadão à beira-mar, até chegar às praias Olas Altas e Los Muertos, onde se tem acesso a uma completa infraestrutura.

56

Outros lugares que merecem uma visita são as praias Mismaloya e Boca de Tomatlan, sendo a primeira a locação utilizada para o filme A Noite da Iguana e, a segunda, um legítimo oásis. Caso a ideia seja mergulhar, a dica é o Parque Marino Los Arcos, paraíso natural perfeito para a contemplação do ecossistema marinho. Já o centro histórico conta com ruas de pedra e construções que abrigam lojas, bares e restaurantes, os quais dividem espaço com monumentos emblemáticos do destino, como a Plaza de Armas, a Igreja Nossa Senhora de Guadalupe, o prédio da Presidência Municipal e o Mercado Municipal Rio Cuale. Sinônimo de pluralidade, o destino é considerado gay friendly e disponibiliza uma série de atrações que carregam a bandeira do arco-íris, fator que o posicionou como referência absoluta para o público LGBTQ+. n

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

publi-trend-puerto-vallarta.indd 56

17/10/2019 19:06


38 Sem título-4 38

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

17/10/2019 15:02


PATROCINADO

SAN ANDRES: ONDE O MAR TEM SETE TONS DE AZUL Antes mesmo de o avião pousar já é possível ver que as águas que banham a ilha de San Andres, na Colômbia, têm mais de um tom de cor. Por causa dos recifes de corais, a tonalidade vai do verde mais profundo a um azul bem translúcido. Não à toa, as principais atrações de San Andrés são suas praias e gastronomia de primeira. Região mais rústica do Caribe, os turistas procuram a ilha para se divertir, mergulhar, praticar snorkeling e se deliciar com pratos à base de frutos do mar. Alguns dos passeios mais populares em San Andrés são os que vão até as ilhas de Acuario, Haynes Cay e Johnny Cay, destinos que correspondem a paraísos com mar em sete tonalidades. Claro que um pouco de dolce far niente também faz parte da programação: dar algumas braçadas nas calmas piscinas naturais e relaxar nas areias brancas de praias tranquilíssimas, como San Luis, sempre caem bem. No roteiro, no entanto, não faltam atividades

58

e atrações surpreendentes. De kitesurfe e windsurfe a passeios de jet ski e caiaque, os turistas também podem curtir trilhas por alguns dos parques espalhados por lá, como o Natural Old Providence McBean Lagoon e o Parque Regional de Mangle Old Point. Ao cair da noite, os restaurantes locais são ótimas recomendações para conhecer de perto a cultura da ilha. Em locais como o Gourmet Shop Assho, a experiência inclui saborear a rica culinária ao som das agitadas batidas caribenhas. Para dançar, o Coco Loco é o lugar certo, com ritmos animados em um píer de frente para o mar. Mais uma opção é curtir os passeios noturnos de barco pela Baía de San Andrés, com música ao vivo e bebidas típicas. Isenta de impostos, San Andrés também é o lugar para quem pretende fazer boas compras. O centro reúne grande parte das lojas, com diversas opções de roupas, calçados, perfumes, presentinhos locais, eletrônicos e todo tipo de comércio. n

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

publi-trend-san-andres.indd 58

17/10/2019 19:10


38 Sem título-4 38

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

17/10/2019 15:02


38 Sem título-4 38

PANROTAS — 23 a 29 de outubro de 2019

17/10/2019 15:07

Profile for PANROTAS Editora

PANROTAS 1.395  

Carros voadores, que se locomovem sozinhos, que protegem seus passageiros. Patinetes ultra velozes. Veículos compartilhados. Cidades exclusi...

PANROTAS 1.395  

Carros voadores, que se locomovem sozinhos, que protegem seus passageiros. Patinetes ultra velozes. Veículos compartilhados. Cidades exclusi...

Profile for panrotas