Page 1

Edição nº 1.349 - Ano 26 | 5 a 11 de dezembro de 2018 | www.panrotas.com.br

R$ 11,00

Comunicação Phocuswright Conference 2018

Especialistas das maiores empresas globais de tecnologia e Turismo desvendam o futuro e consolidam o presente na Phocuswright Conference

Capa.indd 1

29/11/2018 15:42


Untitled-1 2

28/11/18 16:14


Untitled-1 3

28/11/18 16:14


PRESIDENTE

ÍNDICE

nº 1.349 | 5 a 11 de dezembro de 2018 | www.panrotas.com.br

José Guillermo Condomí Alcorta CHIEF EXECUTIVE OFFICER (CEO) José Guilherme Condomí Alcorta (guilherme@panrotas.com.br)

DIRETORA DE MARKETING E EVENTOS Heloisa Prass

CHIEF TECHNOLOGY OFFICER (CTO) Ricardo Jun Iti Tsugawa REDAÇÃO

CHIEF COMMUNICATION OFFICER (CCO) E EDITOR-CHEFE: Artur Luiz Andrade

(artur@panrotas.com.br) Coordenadores: Henrique Santiago, Raphael Silva e Rodrigo Vieira Reportagens: Karina Cedeño, Marcel Buono e Renato Machado Estagiários: Felipe Lima, Leonardo Ramos, Marcos Martins e Marina Marcondes (RJ) Fotógrafos: Emerson de Souza, Jhonatan Soares e Marluce Balbino (RJ) MARKETING Analista: Erica Venturim (erica@panrotas.com.br) PRODUÇÃO Aline Monteiro (aline@panrotas.com.br) Pedro Moreno (pedro@panrotas.com.br) COMERCIAL Executivos: Flávio Sica (sica@panrotas.com.br) Priscilla Ponce (priscilla@panrotas.com.br) Renato Sousa (rsousa@panrotas.com.br) Rene Amorim (rene@panrotas.com.br) Ricardo Sidaras (rsidaras@panrotas.com.br) Sônia Fonseca (sonia@panrotas.com.br) Big Data: Igor Vianna (igorvianna@panrotas.com.br) Jéssica Andrade (jessica@panrotas.com.br) Assistentes: Ítalo Henrique (italo@panrotas.com.br) Rafaela Aragão (rafaela@panrotas.com.br) FALE CONOSCO Matriz: Avenida Jabaquara, 1.761 – Saúde São Paulo - Cep: 04045-901 Tel.: (11) 2764-4800 Brasília: Flavio Trombieri (flavio@panrotas.com.br) Tel: (61) 3224-9565 Rio de Janeiro: Simone Lara (simone@panrotas.com.br) Tel: (21) 2529-2415/98873-2415 MARKETING DE DESTINOS Pires e Associados (jeanine@pireseassociados.com.br) ASSINATURAS Chefe de Assinaturas: Valderez Wallner Para assinar, ligue no (11) 2764-4816 ou acesse o site www.panrotas.com.br Assinatura anual: R$ 468 Impresso na Referência Gráfica (São Paulo/SP)

SEÇÕES 05 Editorial Jurassic World

06 Check-in

Jair Bolsonaro mantém Ministério do Turismo

12 Infográfico

Previsão do Turismo americano em 2023

20 LGBTravel

Summit em Malta

22 Espaço Alagev

Hotelaria independente ganha força distributiva

39 Memória

Os jovens na Abav de 2000

42 Diagnóstico

O que os brasileiros buscam nas férias

46 Follow

Brocker Turismo nas redes sociais

14 Melhores promotores do Rio Categoria Locação de Veículos

24 MSC Seaview O gigante chegou

26 Phocuswright Conference

Turismo e tecnologia passados a limpo

32 Best Partners 2018 Brasileiros premiados pelo Palladium Hotel Group

Quer ler a revista PANROTAS antes de ir para a gráfica? No seu celular? Então manda um WhatsApp pra gente! PANROTAS Conteúdo: 11 95609-1507 Media Partner

Associações

Parceria Estratégica

4 4.indd 4

PANROTAS — 5 a 11 de dezembro de 2018

30/11/18 11:39


Editorial

N

JURASSIC WORLD

ão faz muito tempo, em uma histórica e lendária apresentação preparada pelo time da Tam, na qual mostravam os benefícios e inovações de seu novo portal, os GDSs foram apresentados como dinossauros, com direito a uma imagem do extinto animal e tudo mais. Sim, era uma provocação estratégica mas também um recado de como os sistemas globais de distribuição (que nasceram como sistemas de reservas computadorizadas) eram vistos pelo mercado e seus maiores clientes (as empresas aéreas, que, diga-se, os criaram). Foi a época da separação de criadores e criaturas, em uma disputa acirrada pelo controle de custo, competitividade e melhor forma de oferecer seus inventários aos clientes finais e intermediários. Hoje em dia, anos depois, os mesmos GDSs são vistos como empresas de ponta novamente, preferem ser chamados de companhias de soluções tecnológicas (para todo tipo de cliente, com forte atuação ainda para as aéreas) e estão em frentes diversas do que há de novo para o viajante e as corporações de Viagens e Turismo. Ou seja, souberam se reinventar, por necessidade, visão, rapidez na identificação de oportunidades, aquisições, sorte até. No mundo digital em que vivemos, a rapidez na transformação de um negócio, sempre alinhada com o que quer o cliente (ou o que ele vai querer no futuro), pode definir quem é disruptivo ou dinossauro. A empresa disruptiva hoje pode ser desbancada um ano depois. E isso está sendo visto como normal pelo mercado. Há empresas que nascem para durar poucos anos. E está ok. Em outro patamar, grandes corporações querem ser maiores ainda a cada ano e abraçar o mundo literalmente. Para isso compram players inova-

dores e menores, investem em pesquisa e novas tecnologias, estão sempre evoluindo. Fazendo as coisas de forma diferente, dentro do mesmo nicho de atuação ou até criando spin-off e concorrentes do negócio inicial. Há quem queira continuar digital e focado em apenas um pedaço do planeta, há quem queira se unir a outros, quem queira viver todo o ciclo de seu negócio de décadas, quem queira ser gigante, pequeno, médio... Há espaço para quem saiba o que quer e enxergue o caminho à frente (no tempo e distância que for possível). Vemos no Turismo e fora dele experiências físicas e digitais muitas vezes brigando entre si, em outras se complementando ou se ajudando, e até convivendo harmoniosamente, espelhando a diversidade do consumidor. Não adianta bater o pé e querer barrar o desejo do cliente. A mudança virá. Já retratamos aqui na revista PANROTAS vários cases de agentes de viagens que se reinventaram e vamos começar 2019 com mais uma leva de cases de empresas que se acharam no digital ou o usam para turbinar ainda mais seus negócios. Nesta edição, trazemos a segunda parte de nossa cobertura da Phocuswright, que ocorreu em Los Angeles, mostrando as tendências tecnológicas para a indústria de Viagens e Turismo. São dicas para os inovadores e para os dinossauros (sim, a tecnologia spielbergiana permite recriá-los, lembram?), para os grandes e pequenos, para os rápidos e os mais vagarosos, para quem quer ver o digital como parte e não como algo à parte. Cada um tem seu tempo e sua estratégia, mas o mundo em que vivemos é um só. Aproveitem as oportunidades, façam suas escolhas e façam muitos clientes (e colaboradores) felizes. Uma boa missão para o novo ano.n

Artur Luiz Andrade Editor-chefe e Chief Communication Officer da PANROTAS artur@panrotas.com.br

5 a 11 de dezembro de 2018 — PANROTAS

5.indd 5

5

29/11/18 15:38


Check-in +Lidas da semana Portal PANROTAS

Economia e Política

1 Black Friday: confira as

promoções das empresas de Turismo

2 Latam entra em acordo e voará de São Paulo às Malvinas

3 Black Money: onde estão os

profissionais negros do Turismo?

4 Presidente da Azul aconselha

trade a pensar além do Sudeste

5 Broker europeia chega ao Brasil e promete tarifas agressivas

6 Conheça o navio Celebrity Edge em 60 fotos exclusivas

7 Michael Barkoczy envia carta

aberta após deixar Flytour MMT

8 Hotéis Othon entra com pedido de recuperação judicial

9 Omnibees e Airbnb fecham parceria para anúncios de hotelaria

10 Mega Fam da Flytour MMT

Viagens reúne 130 em Orlando

Foto de Valter Campanato, Agência Brasil

Fonte: Portal PANROTAS

6 6 a 11.indd 6

MTur é mantido

O Ministério do Turismo sobreviveu ao corte de pastas promovido pelo presidente eleito Jair Bolsonaro. Na última semana foi indicado Marcelo Álvaro Antônio para chefiar o MTur no próximo mandato. Apesar do clima de vitória pela manutenção da pasta, a nomeação de Antônio, que é deputado federal desde 2014, acaba com as esperanças da parte do trade que aguardava um nome técnico para o posto. O futuro chefe da Casa Civil e atual ministro extraordinário de transição, deputado Onyx Lorenzoni comentou a indicação de Antônio. "O presidente sempre defendeu que no Brasil o governo tivesse um olhar especial para o Turismo, por conta da possibilidade de geração de emprego e renda, e para que o País pudesse desenvolver esse círculo de comércio tão venturoso, como a Espanha, países asiáticos e tantos outros." Diante de deputados federais e representantes do trade turístico brasileiro, em Brasília, Marcelo Álvaro agradeceu o apoio ao seu nome. Ele prometeu realizar “viagens aos Estados e entender a realidade de cada lugar para que a gente consiga potencializar, não só o mandato de cada um de vocês, mas também o Turismo em cada Estado da nossa federação”. O atual ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, comemorou a manutenção da pasta. "Nosso grupo de abnegados que acreditou na missão tem que se sentir recompensado e orgulhoso. Todas as ações nesse sentido foram eficazes. Afinal, como diz nosso slogan, 'Turismo gera empregos'", afirmou Lummertz. "Que o governo que está assumindo o comando do Brasil e o novo ministro tenham muito sucesso. Obrigado pelo apoio incondicional do trade!" Marcelo Álvaro Antônio tem 44 anos e atualmente é presidente do PSL de Minas Gerais. Ele é o segundo nome do PSL, partido de Jair Bolsonaro, a ser indicado a um ministério - o primeiro havia sido Gustavo Bebianno para a Secretaria-Geral da Presidência. Álvaro Antônio tem no currículo passagens por PRP, MDB e PR e atualmente integra a frente parlamentar evangélica no Congresso. Chefe de campanha de Bolsonaro em Minas Gerais, Álvaro Antônio foi o deputado federal mais votado do Estado nas últimas eleições, com 230 mil votos.n

PANROTAS — 5 a 11 de dezembro de 2018

29/11/18 16:26


Untitled-1 1

28/11/18 16:11


+Lidas Hotelaria 1 Broker europeia chega ao Brasil e promete tarifas agressivas

2 Hotéis Othon entra com pedido

O primeiro de muitos

de recuperação judicial

Renato Machado

parceria para anúncios de hotelaria

A Best Western Hotels & Resorts reuniu, na última semana, em São Paulo, parceiros que trabalharam com a rede ao longo das últimas temporadas. Executivos e hoteleiros da marca no Brasil receberam empresas, TMCs, operadoras e organizadoras de eventos no 1º Workshop de Vendas da hoteleira. “O relacionamento é muito exigido por nosso trade. As pessoas trabalham com aqueles que elas conhecem e gostam”, disse o diretor de Estratégia Global da Best Western Hotels & Resorts, Matt Teixeira. Satisfeito com as informações que foram passadas aos presentes e com o networking promovido, Teixeira fala em criar uma tradição com o workshop. “Creio que será o primeiro de muitos.” Parte da programação, dividida em turno da manhã e da tarde, contou com a apresentação de alguns ho-

3 Omnibees e Airbnb fecham 4 Accor apresenta Phil, seu robô concierge no Brasil

5 Conheça o Grand Palladium Costa Mujeres em 80 fotos

6 Best Western estreia workshop para trade brasileiro; fotos

7 Vivence abrirá hotel em Palmas e confirma nova propriedade

8 GP Hotéis inclui SP Aventura Eco Resort no portfólio

9 Conheça a nova geração de hoteleiros cariocas

10 Enjoy Olímpia estreia complexo de compras e entretenimento

Fonte: Portal PANROTAS

Equipe Best Western Brasil no 1o workshop no País

8 6 a 11.indd 8

teleiros de propriedades Best Western no Brasil. Estiveram presentes quatro unidades do Rio de Janeiro, além do Best Western Suites Le Jardin (Caldas Novas, Goiás), Best Western Hotel Caiçara (João Pessoa), Best Western Premier Majestic (Natal), Best Western Premier Maceió e Best Western Shalimar Praia Hotel (Porto Seguro, Bahia). “Os hoteleiros nordestinos da Best Western sempre pediram por um evento como esse em São Paulo”, conta a executiva de Contas da Best Western no Brasil, Tatiane Ferreira, responsável pela organização do encontro. A executiva afirma sentir necessidade de reunir e melhor posicionar as propriedades da marca no Brasil. “Esse foi um evento para a Best Western do Brasil”, diz Tatiane. “Nosso intuito era trazer nossos principais parceiros e clientes. Agradecer a eles por tudo que têm feito ao nosso lado”, completa, destacando os mais de 100 convidados presentes. “No Brasil, o lazer tem uma dependência grande de o cliente pedir ajuda aos agentes de viagens. O agente tem um papel importante nessa relação da marca com o consumidor e para chegar nesses clientes de forma mais centralizada, nós procuramos os parceiros. O workshop é uma dessas maneiras de falar com o trade”, finaliza Matt Teixeira.n

PANROTAS — 5 a 11 de dezembro de 2018

29/11/2018 15:42


Hotelaria

Othon em recuperação judicial

A Hotéis Othon entrou com um pedido de recuperação judicial no início da semana passada. A empresa alega dificuldades financeiras causadas pela crise econômica brasileira. Em nota, a rede se justifica e não apresenta detalhes de seus prejuízos financeiros, que devem passar da casa dos milhões. “A decisão foi comunicada com pesar pela empresa e justificada pela grave crise que o setor de Turismo vem enfrentando no País desde 2015, com importante impacto na rede hoteleira. Com esta medida, a companhia pretende equacionar seus compromissos com os credores e se recuperar

6 a 11.indd 9

para voltar a crescer”, destacou. O acionamento acontece semanas após o fechamento de duas propriedades localizadas em Belo Horizonte e Salvador, ambas com 40 anos de operação e consideradas icônicas. Também recentemente, o diretor de Vendas e Marketing, Bruno Heleno, deixou o comando do Othon no Brasil, assim como o diretor de Hotelaria, Paulo Michel. A Hotéis Othon reafirma o compromisso com a continuidade das operações em suas dez unidades no Rio de Janeiro e em outras oito cidades: São Paulo, Araraquara, São Carlos, Matão (SP), Fortaleza, Natal, Recife e Macaé (RJ).n

29/11/18 16:26


+Lidas Mercado

Mercado

1 Black Friday: confira as

promoções das empresas de Turismo

2 Black Money: onde estão

os profissionais negros do Turismo?

3 Conheça o navio Celebrity Edge em 60 fotos exclusivas

4 Michael Barkoczy envia carta aberta após deixar Flytour MMT

5 Mega Fam da Flytour MMT

Viagens reúne 130 em Orlando

6 Bolsonaro nomeia Marcelo Álvaro como ministro do Turismo

7 Deputado mineiro deve ficar com Turismo no governo Bolsonaro

8 Mega Fam Flytour MMT

começa com magia Disney; veja fotos

Fórum PANROTAS

O Fórum PANROTAS chega à sua 17ª edição em 2019. O encontro de lideranças da indústria já está com as inscrições abertas com valores especiais de pagamento para os primeiros participantes. Os profissionais que se inscreverem até 1 o de janeiro de 2019 pagarão R$ 495 para os dois dias de evento. O Fórum PANROTAS acontecerá de 19 a 20 de março, no Centro Fecomercio de Eventos, em São Paulo.n

Norwegian

A ligação entre Rio de Janeiro e Londres terá preços de low cost na estreia da Norwegian nos céus brasileiros. A aérea europeia anunciou na última semana que, a partir de 31 de março de 2019, irá operar a rota quatro vezes por semana. O voo será feito a bordo de um Boeing 787-9 Dreamliner com capacidade para 344 assentos (econômica e premium). Os valores partem de aproximadamente R$ 1,2 mil (240 euros) por trecho por pessoa na econômica e por volta de R$ 2,8 mil (500 euros) na cabine premium.n

Broker irlandesa

9 Veja novidades da Universal, AA e mais parceiros Flytour MMT

10 Fórum PANROTAS 2019

abre inscrições com valores especiais

Fonte: Portal PANROTAS Everton Calefi é o gerente de Vendas da Innstant Travel

Acompanhe essas e outras notícias no

PANROTAS.COM.BR

A broker Innstant Travel, com sede em Dublin, na Irlanda, e presença em mais de 13 países, chegou ao mercado brasileiro e está em busca de novos parceiros comerciais. No Brasil, quem está à frente é o gerente de Vendas, Everton Calefi. Na lista de serviços oferecidos há soluções tecnológicas para experiência on-line e plataforma de reserva com inventário de viagens, incluindo hotéis, transfers, aluguel de carros e ingressos para eventos.n

Siga a PANROTAS portalpanrotas portalpanrotas PANROTAS Editora portalpanrotas

10 6 a 11.indd 10

PANROTAS — 5 a 11 de dezembro de 2018

30/11/18 11:42


+Lidas Corporativo 1 Alitalia registra bons resultados após novos voos ao Brasil

2 Gol tem ocupação de mais de 60% em voos entre Brasil e EUA

3 Latam Fidelidade lança nível Gold Plus, de segmento médio

4 Fortaleza e Brasília têm aumento de voos inter em novembro

5 Latam cria Comitê de Empresas por aproximação no corporativo

6 Tap recebe o primeiro Airbus 330900neo; confira detalhes

7 Latam reforça presença na Itália em codeshare com Air Italy

8 Abracorp: aéreo nacional cresce 7,9% no terceiro trimestre

9 Latam Brasil sobe em 18% taxa para alteração de voos

10 CWT permite reserva de aéreo via aplicativo; Brasil na lista

Fonte: PANROTAS Corporativo

6 a 11.indd 11

Pancorp

Em busca dos médios

O Latam Fidelidade anunciou uma nova categoria, a Gold Plus, que passa a vigorar em 2019. Inserida entre os níveis Gold e Platinum, a Gold Plus foi lançada com o objetivo de facilitar a vida do passageiro corporativo, público que a aérea notadamente vem se esforçando para reconquistar. A busca é por um passageiro de média frequência, já que o Gold Plus entra como o terceiro nível em escala crescente nas seis categorias contempladas pelo Latam Fidelidade. Para ser um passageiro Gold Plus, é necessário atingir 18 mil pontos qualificáveis, dos quais 14,4 mil deles voando Latam Airlines. As principais vantagens apresentadas pela categoria Gold Plus são check-in e embarque antecipados, uma mala adicional na franquia de bagagens, adiantamento

e postergação gratuitos de voo durante todo o dia do embarque, dois cupons de upgrade de cabine ao ano para voos internacionais e 50% de desconto na seleção de assentos, além de acúmulo diferenciado de milhas, multiplicadas por cinco em voos no Brasil e nove em internacionais. "Nosso foco é no passageiro corporativo, em linha com todas as medidas que vêm sendo tomadas pela companhia aérea, como remodelagem de cabines de cerca de US$ 400 milhões, entretenimento Latam Play, wi-fi, que já começa a funcionar, entre outras", conclui o diretor da Latam Fidelidade, Marcelo Dezem. Em ordem crescente, as seis categorias do Latam Fidelidade agora são: Latam, Gold, Gold Plus, Platinum, Black e Black Signature.n

30/11/18 11:42


Infográfico

A meta de 100 milhões de visitantes internacionais estipulada para 2021 ainda por Barack Obama novamente foi adiada. O Brand USA já tinha reprojetado esse recorde para 2023, mas agora o Escritório de Turismo do Departamento de Comércio do país divulgou sua previsão de chegadas internacionais até 2023 e naquele ano a cifra estimada é de 95,5 milhões, aumento de 24% sobre 2017, quando foram 76,9 milhões.

Total:

95,5 milhões de turistas estrangeiros (+24% vs. 2017), dos quais:

12 12 e 13.indd 12

PANROTAS — 5 21aa11 27de dedezembro novembrodede2018 2018

29/11/18 15:42


47,9 milhões de visitantes de longa distância (+23% vs. 2017), sendo: 5,4 milhões do Reino Unido (+21%) 4,1 milhões da China (+30%) 3,7 milhões do Japão (+3%) 2,8 milhões da Coreia do Sul (+19%)

2,46 milhões Do do Brasil BRASIL (+29%)

2,3 milhões da Alemanha (+10%) 2 milhões da França (+24%) 1,9 milhão da Índia (+46%) 1,6 milhão da Austrália (+22%) 1,2 milhão da Itália (+18%) 1,2 milhão da Argentina (+23%) 1,1 milhão da Colômbia (+35%)

De curta distância

24,6 milhões 22,9 milhões de canadenses (+22% vs. 2017)

de mexicanos (+29%)

21 5 a 27 11 de novembro dezembro de 2018 — PANROTAS

12 e 13.indd 13

13

29/11/18 15:42


OS MELHORES PROMOTORES DE VENDAS DO RIO DE JANEIRO

LOCAÇÃO DE VEÍCULOS Marina Marcondes e Rodrigo Vieira

A locação de veículos é um dos segmentos da indústria do Turismo com maior potencial de crescimento. O brasileiro está "perdendo o preconceito" em consumir esse tipo de produto. Prova disso é que o setor vem em alta constante nos últimos anos. Cresceu mais de 12% no faturamento de 2017 em comparação com 2016. Foram R$ 15,5 bilhões na soma das locadoras nacionais. Entre os mais de 80 mil profissionais diretos que as locadoras brasileiras empregam, seis são destaque desta semana na revista PANROTAS. Tratam-se dos promotores de vendas mais bem votados por agentes de viagens, operadores e outros distribuidores da indústria. São os motores de venda da locação no Rio de Janeiro. Foram 528 votos na categoria. Como algumas das empresas têm mais executivos do que outras, a PANROTAS também soma os votos por equipe, e o ranking fica assim:

14 14 a 19.indd 14

1o SG Rentals (Hertz/Dollar/Thrifty) 2o Movida 3o Localiza Hertz 4o Unidas

PANROTAS — 5 a 11 de dezembro de 2018

29/11/18 15:40


1O AMANDA SIMÕES

BICAMPEÃ Depois de uma experiência de dez anos no Exterior, Amanda Simões voltou ao Rio de Janeiro sem perspectivas profissionais concretas. “Era 2015. Eu caí de paraquedas”, conta a executiva de Contas líder do ranking no setor de locação de veículos deste ano, “pois nunca havia trabalhado no Turismo”. Com o DNA de vendedora, contudo, uma amiga a indicou a Flávia Schimidt, que abriu as portas da SG Rentals a Amanda. O tiro foi certeiro. Com um ano de empresa, Amanda Simões já se consagrou campeã nesta mesma eleição, prova de que conquistou a confiança dos agentes rapidamente. Isso foi em 2016, na última vez que a PANROTAS promoveu a votação, portanto, transformando Amanda em bicampeã!

EMPRESA: SG Rentals (Hertz/Dollar/Thrifty) IDADE: 37 anos CARGO: Gerente de Contas TEMPO DE TURISMO: 4 anos TEMPO NA EMPRESA: 4 anos QUALIDADES PROFISSIONAIS: Presença. Disponibilidade a todo momento. Sou sempre solícita e incansável na busca pela melhor tarifa e melhor produto. INSPIRAÇÃO: Sergio Guanais e Flávia Schimidt, da SG Rentals COMO VÊ O SETOR: Mercado em crescimento, e nossa empresa está acompanhando. Até agora estou com 37% mais vendas do que no ano passado. Só vejo crescimento, pois nós não cruzamos os braços. Vamos atrás do trabalho, sem acreditar no que as pessoas falam. Trabalhar com perseverança. DESAFIOS DO SETOR: O desânimo com o mercado em geral e a crença de que a internet está “levando tudo”. Muita gente não sabe que conseguimos bater a venda da internet e ainda contamos com o diferencial do suporte DICAS PARA QUEM ESTÁ COMEÇANDO: É um trabalho de formiga. Nem tudo acontece de uma hora para outra. Com o trabalho feito de maneira correta, o resultado positivo pode até demorar, mas vem. Planeje-se e tenha constância e persistência. METAS PROFISSIONAIS: expandir a minha área e crescer cada vez mais na minha empresa, além de ser reconhecida no mercado O QUE BUSCA NA PANROTAS: saber quais são os agentes participando de eventos e famturs, para expandir minha carteira. Também sempre estou de olho na concorrência. Acompanhar a PANROTAS é estratégico. t 5 a 11 de dezembro de 2018 — PANROTAS

14 a 19.indd 15

15

29/11/18 15:40


t

2O CAROLINE DE OLIVEIRA

EMPRESA: Movida IDADE: 29 anos CARGO: Executiva de Contas TEMPO DE TURISMO: 7 anos TEMPO NA EMPRESA: 2 anos e 5 meses OUTRAS EMPRESAS: Latam Travel, Hurb, MMTGapnet e agências de viagens QUALIDADES PROFISSIONAIS: Dedicação e profissionalismo. Meus relacionamentos pessoais e profissionais também devem ter influenciado INSPIRAÇÃO: André Coutinho (ex-gestor na Movida) e Tatiana Freitas (Movida) COMO VÊ O SETOR: O mercado está com um olhar novo, positivo, para o segmento. Mas ainda temos que conquistar nosso espaço no Brasil CORPORATIVO OU LAZER: 50% cada um DESAFIOS: O preconceito popular com a locação. Os brasileiros acham que o serviço é caro, não conseguem entender o que é oferecido e suas vantagens. No resto do mundo é bem mais aceito. DICAS PARA QUEM ESTÁ COMEÇANDO: Não desista. Seja profissional. Disponibilize seu tempo. Ofereça o melhor serviço. METAS PROFISSIONAIS: Especializar-me na minha área e crescer junto com a Movida O QUE BUSCA NA PANROTAS: As novidades do mercado e os eventos do setor

t 16 14 a 19.indd 16

PANROTAS — 5 a 11 de dezembro de 2018

29/11/18 15:53


Untitled-1 1

28/11/18 16:11


t

3O FLÁVIA SCHIMIDT EMPRESA: SG Rentals (Hertz/Dollar/Thrifty) IDADE: 44 anos CARGO: Gerente Comercial Rio, Minas e Espírito Santo TEMPO DE TURISMO: 25 anos TEMPO NA EMPRESA: 6 anos OUTRAS EMPRESAS: Soletur, Assist Card, Travel Ace INSPIRAÇÃO: Sergio Guanais, presidente da SG Rentals COMO VÊ O SETOR: Está vivendo um cenário favorável. O comprador migrou para o on-line, mas agora volta a comprar diretamente conosco porque ele precisa de um suporte. O trabalho de consultoria é a diferença DESAFIOS: Manter os agentes e operadores capacitados e preparados para dar o suporte necessário e de qualidade para os clientes finais DICAS PARA QUEM ESTÁ COMEÇANDO: Perseverança. O mercado diminuiu muito, mas ainda é muito gratificante trabalhar neste meio METAS PROFISSIONAIS: Fortalecer a presença da SG Rentals nos mercados de Minas Gerais e Espírito Santo O QUE BUSCA NA PANROTAS: Informações sobre nossos parceiros, movimentações e eventos

4O ALEX BARROSO EMPRESA: Localiza Hertz GONÇALVES IDADE: 37 anos

CARGO: Gerente de Contas Travel TEMPO DE TURISMO: 16 anos TEMPO NA EMPRESA: 11 anos OUTRAS EMPRESAS: Number One Intercâmbio QUALIDADES PROFISSIONAIS: Foco e retorno rápido ao cliente, além de dedicação aos emissores INSPIRAÇÃO: Salim e Eugenio Mattar, os fundadores da Localiza COMO VÊ O SETOR: Tem muito a expandir comparado com o faturamento que outros segmentos têm atualmente, como aviação e hotelaria. Agora que as pessoas têm começado a entender os atrativos do produto, portanto esperamos crescer nos próximos anos CORPORATIVO OU LAZER: Meu foco é corporativo, mas a empresa costuma investir bastante em lazer DESAFIOS: Precisamos quebrar essa barreira. Locação de veículos deve virar algo comum nos roteiros de viagens das pessoas. Precisamos nos fortalecer mais no Turismo de lazer DICAS PARA QUEM ESTÁ COMEÇANDO: Busque conhecimento, domine aquilo que você vende/oferta. Sempre busque dar um retorno rápido aos seus parceiros e clientes, o mundo do Turismo é muito rápido METAS PROFISSIONAIS: Assumir uma equipe e continuar com uma qualidade em atendimento O QUE BUSCA NA PANROTAS: Ficar por dentro do mercado

18 14 a 19.indd 18

PANROTAS — 5 a 11 de dezembro de 2018

29/11/18 15:53


5O ANDRÉ COUTINHO

EMPRESA: Unidas IDADE: 45 anos CARGO: Gestor de Negócios de Agências de Viagens TEMPO DE TURISMO: 26 anos TEMPO NO EMPRESA: 7 meses OUTRAS EMPRESAS: Agência Maringá e Movida QUALIDADES PROFISSIONAIS: Confiabilidade. Os agentes precisam de um parceiro de confiança, que esteja pronto para tirar dúvidas e socorrer INSPIRAÇÃO: Alexandre Jaen, ex-Movida COMO VÊ O SETOR: Um mercado que tem muito potencial de crescimento. Começamos agora, então ainda há muito terreno para explorarmos. Vejo que muitas empresas estão, cada vez mais, buscando tirar proveito do serviço de locação, substituindo suas frotas de carros permanentes por este produto CORPORATIVO OU LAZER: 50% cada um DESAFIOS: Reinventar-se com a crise. Tivemos que ignorar e nos superar para alcançar nossas metas. Procuramos outros nichos, novas abordagens, etc. Existe uma expectativa de reaquecimento de mercado daqui para frente METAS PROFISSIONAIS: Crescer dentro da Unidas. A empresa mais que duplicou no último ano e surfar nessa onda de crescimento junto com a companhia O QUE BUSCA NA PANROTAS: Vejo com frequência as novidades do mercado. É uma fonte de informação muito rica. Vejo novas aquisições das agências e as ações da concorrência. Também acompanho o desenvolver de grandes empresas de transporte, tanto aéreos, quanto terrestres.

6O SAMIRA BARROSO CUQULO

EMPRESA: SG Rentals (Hertz/Dollar/Thrifty) IDADE: 31 anos CARGO: Gerente de Contas TEMPO DE TURISMO: 11 anos TEMPO NA EMPRESA: 8 meses OUTRAS EMPRESAS: Gol Linhas Aéreas QUALIDADES PROFISSIONAIS: Confiança no trabalho. Sou confiável e parceira dos meus clientes e companheiros de trabalho INSPIRAÇÃO: Flávia Schimidt e Amanda Simões, da SG Rentals COMO VÊ O SETOR: Hoje já é bem mais conhecido. As pessoas não tinham o costume de fazer o negócio direto na locadora. As locadoras estão ganhando força e dando mais valor para seus promotores de vendas DESAFIOS: A internet. Temos que nos manter no mercado. Prestar um atendimento de excelência para fidelizar o cliente. O cliente encontra o mesmo produto em qualquer lugar, então vale investir no atendimento METAS PROFISSIONAIS: Crescer dentro da empresa e ser reconhecida no mercado O QUE BUSCA NA PANROTAS: Notícias do mercado internacional

5 a 11 de dezembro de 2018 — PANROTAS

14 a 19.indd 19

19

29/11/18 15:53


LGBTravel Marcos Martins

EMPRESAS UNIDAS

Rawpixel/ Unsplash

Grupos unem forças na luta contra a discriminação

Mais de 170 empresas já aderiram à Declaração Comercial para a Igualdade Transgênero nos Estados Unidos com o objetivo de proteger os seus colaboradores de possíveis ameaças legislativas. As organizações acumulam sete milhões de funcionários e receita anual coletiva de mais de US$ 3,2 trilhões em áreas de produtos, tecnologia e serviços financeiros. A lista inclui grupos como Google, Facebook, Tripadvisor, Marriott, MGM Resorts e Hilton. Para essas empresas, a diversidade e a inclusão são consideradas boas práticas no ambiente de trabalho, já que a discriminação interfere também na produtividade. Cerca de 16 organizações comunitárias LGBTI+, lideradas pela Out Leadership e Human Rights Campaign (HRC), uniram esforços para proteger os signatários corporativos.n

EVENTO INÉDITO Divulgação/ IGLTA

• A vice-presidente executiva de Produção da Marvel, Victoria Alonso, prometeu que haverá, em breve, mais representatividade LGBTI+ nos filmes • O Baile da Gaiola, no Rio de Janeiro, terá a sua primeira edição LGBT no dia 26 de janeiro

Destino de Malta discutiu novas possibilidades com o segmento

A Autoridade de Turismo de Malta realizou pela primeira vez no destino o LGBT+ Tourism Summit, em parceria com o ITB Berlin, apoiada pela International Gay & Lesbian Travel Association (IGLTA). O evento aconteceu entre os dias 22 e 23 de novembro no hotel The Palace, em Sliema. Na programação, especialistas internacionais discutiram a evolução do mercado, novas estratégias de marketing e as perspectivas 20 20.indd 20

econômicas para o país. Na Europa, a estimativa é de 23 milhões de pessoas abertamente assumidas dentro da comunidade, algo que reforça o potencial do segmento. O Visit Malta destaca que, geralmente, esse tipo de turista tem alto poder aquisitivo e viaja com relativa frequência. Destinos de praia e feriados culturais são populares, mas as viagens de famílias LGBT estão crescendo cada vez mais.n

• Após forte pressão, a Costa Rica permitirá casamentos entre pessoas do mesmo sexo a partir de 2020.n

PANROTAS — 5 a 11 de dezembro de 2018

29/11/2018 15:37


Untitled-1 1

28/11/18 16:11


EVENTOS E VIAGENS CORPORATIVAS

www.alagev.org | Edição 20 – 5 de dezembro de 2018 Parte integrante da Revista PANROTAS

MANTENEDORES ALAGEV

Luis Ferrinho, CEO da Omnibees

A VEZ DOS INDEPENDENTES Por Karina Cedeño

Dos 537,4 mil quartos disponíveis no Brasil, 64,8%, ou 347,2 mil deles, são de empreendimentos que não pertencem a redes hoteleiras. Os dados da pesquisa Brasil em Números 2017, realizada pela Jones Lang LaSalle, mostra a representatividade que esses empreendimentos têm no País. Porém, embora dominem o cenário brasileiro de hospedagem, os hotéis independentes nem sempre estiveram bem inseridos no mercado de viagens corporativas. Muitas das soluções tecnológicas de gestão de distribuição, antes limitadas às grandes redes hoteleiras, acabaram restringindo a presença desses empreendimentos no setor. 22 22 e 23.indd 22

Mas ao que tudo indica, esse cenário está mudando: o share dos hotéis independentes no mercado de viagens corporativas registrou aumento do ano passado para cá, de acordo com dados da Abracorp, passando de 36,3% no segundo trimestre de 2017 para 52,5% no mesmo período deste ano. “Esse é um movimento que se intensificou nos últimos dois anos, motivado pela busca de savings das empresas não apenas nos grandes centros, mas também com a mudança de partes da operação para regiões com custos menores e que muitas vezes ainda não são atendidas pelas grandes redes”, avalia o CEO da Omnibees, Luís Ferrinho.

PANROTAS — 5 a 11 de dezembro de 2018

29/11/18 15:42


À medida que passam a ter mais acesso às tecnologias de distribuição, os hotéis independentes podem trabalhar melhor com o segmento corporativo. “Com as tecnologias de distribuição disponíveis também para esses hotéis, as TMCs e empresas podem negociar nas mesmas bases que já fazem com as redes, trabalhando simultaneamente com mais de uma tarifa e podendo assim associar o melhor que tanto uma tarifa acordo como uma tarifa dinâmica podem oferecer”, complementa Ferrinho. Ainda que os desafios tecnológicos estejam sendo superados, há outros fatores que merecem atenção por parte dos hotéis independentes. “Falta a cultura de se aproximar comercialmente dos potenciais compradores, pois com a tecnologia essa distância encurtou e existem oportunidades para atrair novos

22 e 23.indd 23

clientes”, adverte o CEO da Omnibees, destacando que a empresa procura apoiar seus clientes por meio dos eventos de capacitação Omnibees Academy, permitindo que extraiam o melhor resultado que a tecnologia pode oferecer. As empresas, por sua vez, podem descobrir benefícios ao optarem pelos hotéis independentes, como serviços mais personalizados, encontrando também mais economia sem deixar de lado a qualidade. É fato que ainda há um gap na oferta de soluções e ferramentas digitais que deem mais visibilidade a esses empreendimentos, o que pode ser um nicho a ser explorado por empresas de tecnologia. Os hotéis independentes, por sua vez, devem apostar na maior oportunidade de aproximação com os hóspedes e criar nichos de atendimento, diferenciando o seu negócio. n

29/11/18 15:42


MSC SEAVIEW: CHEGOU O GIGANTE O maior e ultramoderno navio de cruzeiros a navegar no litoral do Brasil acaba dechegar no país para revolucionar nosso mercado. Nesta semana, o novo MSC Seaview inicia os seus cruzeiros regulares com uma oferta completa de atrações, lazer, gastronomia, luxo e bem-estar compondo uma viagem nunca antes vista pelos brasileiros em território nacional. Os hóspedes que viajarem a bordo do meganavio poderão visitar alguns dos principais destinos turísticos de praia do País. As viagens partirão de Santos e Salvador em roteiros de seis e sete noites, com escalas em Ilhabela (SP), Búzios (RJ), Ilha Grande (RJ) e Ilhéus (BA), e também em minicruzeiros de três e quatro noites, pelo Sul e Sudeste, com escalas em Porto Belo (SC), Balneário Camboriú (SC), Ilhabela, Ilha Grande e Búzios. CONCEITO ÚNICO O design audacioso, inspirado em condomínios de praia de Miami, contempla

24 24 e 25.indd 24

uma experiência inédita mais próxima ao mar. Paredes de vidro, ambientes sofisticados e até uma ‘caminhada sobre as águas’ na Ponte dos Suspiros, a 40 metros de altura, dão o tom de uma viagem única. ATRAÇÕES INESQUECÍVEIS Quem opta por um cruzeiro a bordo do MSC Seaview desfruta de atrações seis estrelas em alto mar. Para os pequenos, Baby Club, Mini Club e Juniors Club foram desenvolvidos em parceria com Chicco e Lego, enquanto os adultos podem aproveitar a adrenalina das maiores tirolesas dos mares. O parque aquático interativo reúne os pequenos hóspedes de todas as idades, assim como a área high-tech, com simulador de Fórmula 1, Cinema XD e diversos games, além de duas pistas de boliche de tamanho profissional.

PANROTAS — 5 a 11 de dezembro de 2018

29/11/18 15:44


PATROCINADO

ESPETÁCULOS INCRÍVEIS Todas as noites, o Teatro Odeon promete animar e emocionar os hóspedes que assistirem aos shows ao melhor estilo Broadway. Musicais inspirados na história de Tina Turner e Pink Floyd, espetáculos de dança e fantasia como Animalia e Illusion são parte da lista com sete novas apresentações diferentes a bordo. GASTRONOMIA ESTRELADA Os 11 restaurantes do MSC Seaview compõem uma experiência gastronômica inédita a bordo de um navio. São seis alternativas de especialidades, com destaque para os chefs Ramón Freixa, dono de duas estrelas Michelin, e Roy Yamaguchi, renomado chef pan-asiático, que comandam o Ocean Cay e o Asian Market Kitchen, respectivamente. Um autêntico bistrô francês, o L’Atelier Bistrot, uma unidade da clássica sorveteria e chocolateria italiana Venchi e a renomada churrascaria Butcher’s Cut completam as opções culinárias. BEM-ESTAR DE PRIMEIRA O MSC Aurea Spa é o maior de toda a frota e impressiona não só por sua dimensão, mas também pelo portfólio de serviços. Neste autêntico spa balinês, os hóspedes contam com 20 tipos diferentes de massagens, 19 tratamentos corporais e faciais, além de aromaterapia, manicure e pedicure, uma academia de última geração e até um salão internacional de cabelereiros Jean Louis David. LUXO EXCLUSIVO Quem prefere uma viagem mais luxuosa, o MSC Yacht Club reúne todas as regalias necessárias para que o hóspede sinta-se dentro de um iate particular a bordo do MSC Seaview. Cabines deslumbrantes, ambientes sofisticados, como a piscina e solário privativos, e serviços exclusivos, como a recepção concierge e um mordomo à disposição durante as 24 horas por dia, são apenas alguns dos benefícios que o viajante encontra na oferta de luxo da MSC Cruzeiros.n

MSC SEAVIEW EM NÚMEROS // 5,3 mil passageiros // 2066 cabines (11 tipos diferentes) // 323 metros de comprimento // 72 metros de altura // 41 metros de largura // 153 mil toneladas // 11 restaurantes // 7 espetáculos diferentes no teatro para 934 espectadores // 20 tipos de massagem, 19 tratamentos corporais e faciais no MSC Aurea Spa // 5 piscinas

5 a 11 de dezembro de 2018 — PANROTAS

24 e 25.indd 25

25

29/11/18 15:45


Phocuswright Conferece 2018 Raphael Silva – Los Angeles (EUA)

Phocuswright Conference atraiu cerca de dois mil tomadores de decisão e executivos de nível C, representando dezenas de países de todos os setores de viagens, turismo e hospitalidade

O PARADOXO DO PODER O Vale do Silício, em São Francisco, na Califórnia, é conhecido como o berço global da inovação, sede de algumas das maiores companhias tecnológicas e disruptivas do mundo, como, por exemplo, Apple, Facebook e Google. Há duas semanas, porém, a realização da Phocuswright Conference fez do centro de Los Angeles, a cerca de 550 quilômetros de distância do Vale, o principal polo global de tecnologia e Turismo por três dias. Entre diversos gigantes, estavam Hilton Hotels & Resorts, Expedia Group e Booking Holdings, com experts para palestrar no palco principal e elencar as tendências que movimentarão bilhões de dólares na indústria de viagens ao longo dos próximos anos. O paradoxo do poder – temática das discussões para este ano – ditou o ritmo das apresentações. Como as compa-

26 26 a 31.indd 26

nhias que dominam o setor têm se preparado para o futuro e qual importância dos novos players, potenciais disruptivos do mercado e futuros concorrentes das grandes? Independentemente da tecnologia utilizada ou do ramo de atuação, todos os esforços apontam para uma única direção: a melhora da experiência e satisfação total do cliente. “A inteligência artificial vai contribuir para a entrega de um serviço mais personalizado e acolhedor. Os bots ajudarão em um atendimento mais ágil e inteligente e o blockchain vai facilitar a vida e desburocratizar processos?”, questionou a analista da Phocuswright para América Latina e sócia-diretora da Mapie, Carolina de Sass Haro. “Somente se as respostas forem ‘sim’ é que faz sentido considerar a implantação destas ferramentas”, concluiu.

PANROTAS — 5 a 11 de dezembro de 2018

29/11/2018 13:48


TENDÊNCIAS CEO Glenn Fogel confirmou que a Booking será uma OTA full-service em breve

1

Uma gestão mais atenta e dedicada à jornada digital do cliente, criando oportunidades de conversão mesmo antes de uma busca direta por um fornecedor ou destino.

2

Para clientes das novas gerações, programas de fidelidade não são ferramentas de lealdade a uma marca e sim acesso a tarifas especiais e, principalmente, acesso exclusivo a experiências únicas.

3 AS GIGANTES As tendências tecnológicas que já figuram no planejamento das gigantes têm como base a inteligência artificial (IA), machine learning e as pesquisas por voz, mas estes assuntos não foram os pontos principais das discussões durante a Phocuswright Conference. A experiência dos clientes e o bom relacionamento com o consumidor ganharam a voz dos líderes das gigantes do Turismo, vide os discursos dos CEOs de Expedia e Booking, Mark Okerstrom e Glenn Fogel, respectivamente. A variedade de players no mercado gera uma concorrência por preços, mas, segundo Okerstrom, o cliente já não pensa mais exclusivamente nisso, e essa nova consciência faz com que a Expedia “queira entregar um serviço de valor”. Do lado da Booking, a confirmação de Fogel de que a empresa em breve se tornará uma OTA full-service serviu como reforço para o objetivo citado por ele: “Queremos que o viajante tenha toda a viagem provida por nós”. “Se os anos anteriores marcaram grandes apresentações de nomes como Booking, Expedia e Airbnb, em 2018 foi diferente. Estas empresas não apresentaram grandes novidades na conferência deste ano, o que confirma que [o ano] foi concentrado em consolidar o que já existe, lidar com questões regulatórias, mudanças no posto máximo de gestão e outras coisas”, analisou Carolina.

Hospedagens alternativas farão cada vez mais parte da cesta competitiva tradicional e o cliente utilizará distintos meios de acomodação de acordo com o perfil e necessidade de cada viagem específica.

Nos próximos cinco ou dez anos, não estaremos falando de tráfego e conversões, mas sobre clientes.

5 a 11 de dezembro de 2018 — PANROTAS

26 a 31.indd 27

Mark Okerstrom, CEO do Expedia Group

27

29/11/2018 13:48


Aos 24 anos, Ritesh Agarwal comanda um império hoteleiro com mais de 240 mil hotéis

OYO ROOMS: Fundada em 2013 por Ritesh Agarwal Maior rede de hotéis da Índia: 143 mil quartos 5ª maior rede de hotéis da China: 180 mil hotéis Valor de mercado: US$ 5,5 bilhões Total de quartos: 330 mil Objetivo até 2023: adicionar mais de um milhão de hotéis

O NOVATO NOTÁVEL Os holofotes do palco principal da Phocuswright Conference não se limitaram apenas aos consagrados. O indiano Ritesh Agarwal, de 24 anos de idade, e sua igualmente jovem rede hoteleira Oyo Rooms são exemplos disso. Em apenas cinco anos de operação, já se tornou a maior cadeia de hotéis da Índia, figura entre as cinco maiores da China e agora vai em busca do mercado europeu. Tudo isso, claro, inclui aportes financeiros de investidores, que, só na última rodada de negócios, injetaram cerca de US$ 1 bilhão na companhia de Ritesh. O modelo inédito de leasing e franquias da Oyo fez, segundo seu fundador, os hotéis que se unem à rede otimizarem sua qualidade de serviços e atendimento, derrubarem os preços e verem os índices de ocupação ultrapassarem os 95%. A empresa, que havia faturado mais de US$ 19 milhões até março deste ano, agora se prepara para adicionar empreendimentos no Reino Unido com o objetivo de ter 300 hotéis em território britânico até o fim de 2019.

28 26 a 31.indd 28

Kellyn Smith Kenny, CMO do Hilton

Bryan Dove, CEO do Skyscanner

Greg Greeley, presidente do setor de propriedades do Airbnb

OS NOVOS PODEROSOS A Phocuswright Conference também foi a oportunidade para consolidar alguns novos nomes entre os poderosos do Turismo on-line, e com uma coincidência. Os grandes players foram atrás de profissionais que atuavam em empresas disruptivas, o que demonstra uma busca por inovação em todos os níveis. Em janeiro Kellyn Smith Kenny deixou a Uber para assumir como Chief Marketing Officer da Hilton, enquanto, em março, Greg Greeley, após 18 anos na Amazon, chegou ao Airbnb para ser o presidente do setor de propriedades, um dos principais da companhia.

PANROTAS — 5 a 11 de dezembro de 2018

29/11/2018 13:48


Além destes, o ex-Amazon e Microsoft Bryan Dove foi apontado, também neste ano, como novo CEO do Skyscanner, mas o que eles trazem de novo para a indústria? Dove declarou que o metabuscador comandado por ele teve um ano de consolidação de ideias, mas que também se expandiu. “Estamos trabalhando para oferecer um inventário único dentro do Skyscanner”, destacou ao incluir o portfólio de hotéis como grande foco da empresa atualmente. Já Kellyn Smith tenta implementar o ‘DNA mobile’, adquirido na Uber, no Hilton. Segundo ela, mais de 18% da verba de marketing já

é investida exclusivamente em ações mobile, desde a otimização do aplicativo até uma campanha com propagandas na televisão norte-americana. Antes responsável pelo desenvolvimento do serviço de assinatura Amazon Prime, Greeley falou sobre o novo projeto do Airbnb para a criação de um programa de fidelidade. “Estamos trabalhando em algo que atenda à expectativa dos nossos clientes. Um dos ideais do Airbnb é saber ouvir e se importar com a comunidade, algo reconhecido por eles, então queremos lançar algo neste sentido”, afirmou.

Carolina Sass de Haro, sócia diretora da Mapie e analista da Phocuswright

DIGITAL EM ALTA NO PAÍS

ny, n

O mais recente estudo que elenca as expectativas do Turismo on-line feito pela Phocuswright – o Latin America Online Travel Overview – foi apresentado pela analista Carolina Sass de Haro e mostra que, no Brasil, 39% das vendas de produtos relacionados a viagens são feitas pelo meio digital, em sua maioria OTAs. O índice está acima dos 35% da região. O País (34%) também é o segundo principal mercado digital regional na indústria de viagens, atrás apenas do México. Em 2017, o volume de vendas on-line totais para brasileiros foi de US$ 19 bilhões e deverá crescer até 7% neste ano. A expectativa é de que, até 2022, uma a cada duas reservas na indústria de viagens seja feita por canais digitais.

No Brasil, 39% das vendas de viagens são feitas on-line.

5 a 11 de dezembro de 2018 — PANROTAS

26 a 31.indd 29

29

30/11/18 11:44


Fillipi Nobre, Bruno Oliveira e Marcelo Marques formam o time comercial de Turismo da Elo – Time da bandeira de cartões voltou de Los Angeles com um panorama mais claro sobre o setor

OPINIÃO DOS BRASILEIROS O Brasil foi o país responsável pela maior delegação latino-americana participante do evento neste ano. Mais de 15 profissionais, de empresas como CVC Corp, Viajanet, Voopter, Gol, Elo, Max Milhas, Omnibees e diversas outras, marcaram presença em busca de relacionamento e conteúdo na Phocuswright Conference, mas o que eles trazem na bagagem? O gerente de Marketing da Gol, German Carmona, aponta a oportunidade de ouvir as tendências e opiniões dos líderes de mercado mundial como o grande atrativo. “É sempre muito gratificante. Ouvir o que a SVP do Hilton, Kellyn Smith, planeja para os próximos anos e o que o CEO Mark Okerstrom, da Expedia, direciona para o futuro é uma experiência enriquecedora”, avaliou. Do lado das empresas que já nascem digitais, o co-fundador do Voopter, Pettersom Paiva, aponta que mais do que o conteúdo, o networking com os players internacionais presentes no evento foi o mais enriquecedor. Segundo ele, “os encontros informais com grandes influenciadores e tomadores de decisão da indústria” foi o que ocupou a maior parte da agenda ao longo dos três dias de evento. “É uma oportunidade ímpar para líderes do mercado que preferem se pautar pelas tendências 30 26 a 31.indd 30

do futuro e não pelos louros do passado”, concluiu. Houve também nomes que não são nativos do Turismo, mas que investem pesado nos últimos anos para evoluir o setor. Como exemplo, a bandeira brasileira de cartões de crédito e débito Elo, que enviou sua equipe especializada no assunto para entender como conectar o mercado de pagamentos à indústria de viagens de uma maneira cada vez mais produtiva. De acordo com o diretor comercial do departamento de Turismo da Elo, Marcelo Marques, a equipe deixou Los Angeles com “uma ‘fotografia’ bastante clara do cenário atual do setor quanto aos seus desafios, papéis e responsabilidades dos participantes no processo de distribuição, compreensão das sazonalidades, impacto das promoções e forte movimento de digitalização”. n A próxima oportunidade para participar da Phocuswright Conference será de 19 a 21 de novembro de 2019, quando o evento retorna a Fort Lauderdale, na Flórida. As inscrições iniciais, inclusive, já estão abertas no site oficial do evento: www.phocuswrightconference.com n A PANROTAS viajou a convite da Phocuswright Conference, com proteção GTA.

PANROTAS — 5 a 11 de dezembro de 2018

29/11/2018 13:48


Brasileiros na Phocuswright Conference 2019

Delegação brasileira foi a maior entre as latinas no evento Marina Moraes, da Riskifield, junto a Paulo Nascimento e Bob Rossato, do Viajanet

Flavio Ayra e Heitor Avila, da CVC Corp, ao lado de Marcelo Marques, da Elo

Paulo Nascimento, da Viajanet, e José Guilherme Alcorta, da PANROTAS

Renato Lazzarini, da Submarino Viagens German Carmona, da Gol, e Fillipi Nobre, da Elo

Luis Ferrinho, da Omnibees, e Marcelo Marques, da Elo

Tahiana D’Egmont e Max Oliveira, do Max Milhas, ao lado de Flavio Ayra, da CVC Corp

5 a 11 de dezembro de 2018 — PANROTAS

26 a 31.indd 31

31

29/11/2018 13:48


Hotelaria Marcel Buono – Cancun (México)

CAMPEÕES DO PALLADIUM

32 33.indd 32

PANROTAS — 5 a 11 de dezembro de 2018

29/11/2018 13:38


Arquitetura se destaca no novo Grand Palladium Costa Mujeres

Colocado como o sétimo maior grupo hoteleiro da Espanha, o Palladium Hotel Group aposta cada vez mais nos mercados da América Latina e do Caribe para crescer no cenário internacional. Ciente do peso dos seus empreendimentos localizados na República Dominica, Jamaica, México e Brasil, que representam cerca de 50% do faturamento total, a rede convidou seus principais parceiros latino-americanos para conhecerem seu novo complexo de luxo: o Grand Palladium Costa Mujeres Resort & Spa, localizado na costa caribenha do México. Durante o último fim de semana de novembro, operadores de viagens de Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Peru, Uruguai e, claro, do Brasil, estiveram reunidos na moderna propriedade para o Palladium Best Partners 2018. O evento, realizado no centro de convenções do resort localizado a cerca de 30 quilômetros ao norte do Aeroporto Internacional de Cancun, homenageou os principais parceiros de negócios do grupo no ano com um jantar e placas comemorativas. “É sempre um prazer agradecer pessoalmente o trabalho do trade latino-americano, pois são os grandes responsáveis pelo crescimento do grupo como um todo na região. Ainda temos alguns ajustes para fazer no Grand Palladium Costa Mujeres e a presença de especialistas no assunto é fundamental para chegarmos à excelência também neste empreendimento, que foi inaugurado no início de novembro. Nossa missão é transformar clientes em fãs”, aponta o diretor comercial do Palladium Hotel Group para a América Latina, Mario Viazzo. BRASIL EM PESO BWT Operadora, CVC Corp, Flytour MMT Viagens, FRT Operadora, Litoral Verde, MGM Operadora e Turnet foram as empresas brasileiras convidadas, e acompanharam mais de 20 companhias de Bolívia, Chile, Peru, Colômbia, Uruguai e Argentina, esta última levando a Ola Tours, adquirida parcialmente pela CVC Corp neste ano. “O mais importante de eventos como este é, além de agradecer a todos pelos esforços nos últimos anos, poder conviver com o trade e entender suas necessidades de mercado. Para mim, é uma honra estar aqui com tanta gente importante para os negócios do grupo Palladium”, comemorou o diretor mundial de Vendas e Marketing do Palladium Hotel Group, Sergio Zertuche.

5 a 11 de dezembro de 2018 — PANROTAS

33.indd 33

33

29/11/2018 13:38


Resorts em República Dominica, Jamaica, México e Brasil respondem por cerca de das vendas globais do Grupo Palladium

50%

Resort foi inaugurado em novembro

34 33.indd 34

PANROTAS — 5 a 11 de dezembro de 2018

29/11/2018 13:38


Equipe do Palladium Hotel Group no Best Partners 2018

PROJETO FARAÔNICO Com um estilo arquitetônico que chama a atenção por sua imponência e impressiona seus visitantes, o novo investimento do Palladium Hotel Group custou cerca de US$ 245 milhões e conta com mais de mil quartos, a maioria com vista para o mar, sendo 673 no Grand Palladium Costa Mujeres e 473 no TRS Coral Hotel, propriedade exclusiva para adultos que faz parte da Leading Hotels of the World. O complexo ainda conta com centro de convenções com 1,5 mil metros quadrados e capacidade para cerca de 1,8 mil pessoas, 12 restaurantes com diferentes especialidades gastronômicas, incluindo o renomado Chic Cabaret, o spa Zentropia, uma capela que poderia ser chamada de catedral pelo seu porte pouco comum em hotéis, além de outros atrativos dignos das cinco estrelas que possui. Um deles é o Rafa Nadal Tennis Centre, primeiro centro de treinamento do tenista número um do mundo fora da Espanha, que está em fase final de construção e oferecerá aulas e clínicas do esporte para crianças e adultos de diferentes níveis técnicos. “Não é fácil abrir um complexo hoteleiro desse porte, por isso estamos inaugurando instalações e serviços aos poucos. É uma questão de tempo para o produto ir se acertando e amadurecendo como um expoente na região, e o trade é fundamental para que Costa Mujeres entre de vez na rota de turistas que buscam os mais altos padrões de atendimento, conforto, gastronomia e tecnologia”, completou Zertuche. Esse foi só um aperitivo. Nas próximas edições da revista PANROTAS, a cobertura completa do novo complexo. MICE E CASAMENTOS EM ALTA Dentro da estrutura do Grand Palladium Costa Mujeres Resort & Spa, os edifícios destinados a eventos corporativos e cerimônias religiosas se destacam tanto pelo tamanho como pela beleza. E o caminho tomado

5 a 11 de dezembro de 2018 — PANROTAS

33.indd 35

35

29/11/2018 13:38


US$ 245 milhões foi o investimento no complexo Grand Palladium Costa Mujeres, que também conta com um hotel exclusivo para adultos, o TRS Coral

pelo grandioso projeto de engenharia e arquitetura não é à toa, uma vez que os segmentos têm mostrado crescimento constante nos últimos anos e estão entre as grandes apostas do grupo para o futuro. “O segmento corporativo é fundamental dentro da estratégia da empresa e estamos investindo cada vez mais para atendê-lo com excelência. Nossa expectativa no Costa Mujeres é que cerca de 15% dos hóspedes sejam do Mice”, comentou o diretor Comercial do Grupo Palladium na América Latina, Mario Viazzo. Em relação aos casamentos, a rede viu a procura de casais crescer cerca de 300% no último ano, quando mais de 1,2 mil cerimônias foram realizadas, e está empenhada em continuar fomentando este tipo de viagem. Pacotes especiais que visam celebrar o amor podem ser encontrados na Palladium Weddings, uma página na internet exclusiva sobre o tema. “Queremos proporcionar uma viagem perfeita para casais de todas as idades e gêneros, uma vez que celebrações para o público LGBTI+ também são muito bem-vindas para nós. Oferecemos as mais variadas opções de cerimônias e locações paradisíacas para que sonhos sejam realizados tanto em casamentos como renovações de votos e luas de mel”, disse a diretora de Vendas do Palladium Hotel Group no Brasil, Carollina Abud.

BRASILEIROS PREMIADOS Além dos vários eventos realizados no Brasil, como a passagem do roadshow por São Paulo e outras capacitações pontuais espalhadas por todo o País, o Grand Palladium promoveu capacitações in loco de agentes e operadores. Segundo Carollina Abud, o mercado brasileiro é estratégico no contexto global da empresa. “Reunimos mais de 150 pessoas em uma apresentação técnica que nos permitiu, além de fortalecer relacionamentos, contribuir com a capacitação de profissionais em relação aos nossos produtos. Queremos oferecer a mesma excelência e performance que temos no nosso hotel brasileiro, o Grand Palladium Imbassaí Resort & Spa (Bahia), também nos empreendimentos do Caribe”, completou Carollina. Em outubro deste ano, o grupo já havia levado cerca de 300 agentes de viagens do Brasil e de outros países sul-americanos para visitarem as obras do Grand Palladium Costa Mujeres durante o Palladium Master Experience 2018. Na ocasião, os convidados ficaram hospedados em outra propriedade do grupo na região: o Grand Palladium Riviera Maya Resort & Spa, localizado a cerca de 85 quilômetros ao sul de Cancun. A PANROTAS viajou a convite do Palladium Hotel Group, com proteção Vital Card.

A rede hoteleira premiou seus principais parceiros comerciais no Best Partners 2018. Os brasileiros são:

- BWT Operadora - CVC Corp - Flytour MMT - FRT Operadora - Litoral Verde - MGM Operadora - Turnet

Complexo deu atenção especial ao espaço de eventos

36 33.indd 36

PANROTAS — 5 a 11 de dezembro de 2018

29/11/2018 13:38


Palladium Best Partners 2018

Agueda Iglesias e Carollina Abud, do Palladium Hotel Group Agueda Iglesias e Fabio Mazini, do Palladium Hotel Group

Camila Ramos (Flytour MMT), Lilian D’Angelo (Palladium), Rodrigo Galvão (CVC Corp) e Carollina Abud (Palladium)

Carollina Abud (Palladium), Lilian D’Angelo (Palladium) e Camila Ramos (Flytour MMT)

Carollina Abud (Palladium), Renato Carone (Turnet) e Lilian D’Angelo (Palladium)

Sergio Zertuche (Palladium Hotel Group) e Renato Carone (Turnet)

Carollina Abud (Palladium), Rafael Martins (Latam Travel Chile) e Lilian D’Angelo (Palladium)

Daniel Monteiro, Carollina Abud, Fabian Azzali (Litoral Verde) e Lilian D’Angelo

5 a 11 de dezembro de 2018 — PANROTAS

33.indd 37

37

29/11/2018 13:39


Palladium Best Partners 2018

Danielle Meirelles (FRT Operadora) com Daniel Monteiro e Carollina Abud, do Palladium Hotel Group Gabriel Cordeiro (BWT Operadora), Danielle Meirelles (FRT Operadora), Daniel Monteiro (Palladium) e Marina Patriota (MGM Operadora)

Lilian D’Angelo (Palladium), Rodrigo Galvão (CVC Corp), Carollina Abud (Palladium) e Mario Viazzo (Palladium)

Lilian D’Angelo (Palladium) e Marina Patriota (MGM Operadora)

Mario Viazzo, Sergio Zertuche, Agueda Iglesias e Ariel Dávila, do Palladium Hotel Group

Renato Carone, Mario Viazzo, Fabian Azzali, Danielle Meirelles, Lilian D’Angelo, Carollina Abud, Daniel Monteiro, Fabio Mazini, Marina Patriota, Gabriel Cordeiro, Camila Ramos e Rodrigo Galvão

38 33.indd 38

PANROTAS — 5 a 11 de dezembro de 2018

29/11/2018 13:39


Memória

Henrique Santiago

A ABAV DOS JOVENS

Você se lembra de quando a Abav abriu as portas para os empresários e herdeiros jovens? Hoje nem mais tão novos assim, esses profissionais ingressaram na principal entidade de agências de viagens do Brasil em agosto de 1993. O projeto Conselho 2000 reuniu homens e mulheres na casa dos seus 20 e poucos anos que tinham a intenção de mudar a política classista do setor. Ao todo, foram 18 pessoas com “sangue novo” que pretendiam somar forças junto aos mais experientes. A ideia de criar esse time partiu de Eduardo Nascimento, da extinta Nascimento Turismo, e endossada por Jurandy Cara-

dor, esse um dos candidatos a presidente da Abav-SP. Integrante da velha guarda, Welter Steurer, porta-voz da Transatlântica, mandou a letra: “Nos próximos cinco anos, quem não se familiarizar com a informática e não falar inglês vai ficar parado no tempo. As viagens de executivos se reduzirão bastante, porque muitas reuniões internacionais serão feitas via satélite.” A agente Natália Quinonez, da New Access, reforçou a necessidade da voz dos mais novos. “Os jovens que estão aqui esperaram por uma atitude paternalista, mas o que devemos fazer é ir lá e para na porta da Abav”. 5 a 11 de dezembro de 2018 — PANROTAS

39.indd 39

39

29/11/18 15:35


22 Sem título-3 22

PANROTAS — 5 a 11 de dezembro de 2018

29/11/2018 16:00


Untitled-1 3

28/11/18 16:24


Diagnóstico

Divulgação Expedia

Rodrigo Vieira

42 42 a 44.indd 42

PANROTAS — 5 a 11 de dezembro de 2018

29/11/18 13:40


FÉRIAS PARA QUÊ? Para curtir uma praia? Abrir um mapa, fechar os olhos e apontar um destino? Descansar no campo, recarregar as energias perto da natureza, rever parentes, realizar o sonho de conhecer a Torre Eiffel? Disney? Afinal, férias para quê? Se o agente de viagens só consegue pensar em destinos ou motivos para viajar, um estudo lançado recentemente pela Expedia mostra que não é bem assim. Ao menos no Brasil. As principais metas de férias dos nossos trabalhadores, na verdade, são outras: cuidar de assuntos pessoais, marcar compromissos e resolver tarefas pendentes – e outros fatores possivelmente impossibilitados pelo cotidiano profissional. No Brasil, quase nove em cada dez pessoas (84%) afirmam ter esse objetivo quando tiram férias, muito mais que no restante do globo, já que a média internacional fica nos 67%. Ainda, mais de um quarto dos brasileiros respondentes (28%) disseram que, no último ano, utilizaram cinco ou mais dias do período de

férias exclusivamente para tratar de tarefas pendentes. Os dados foram revelados no estudo Privação de Férias, a partir de entrevistas com 11,1 mil adultos feitas pela empresa internacional de consultoria e pesquisa pela Northstar após encomenda da Expedia. Foram questionadas pessoas de quatro regiões do globo América do Norte, Europa, América do Sul e Ásia-Pacífico. Nela, outras questões foram levantadas, como o tempo que uma pessoa precisa de férias para de fato se sentir descansado, e o quanto o trabalho interfere no período de folga.

No mundo, 67% de trabalhadores usam as férias para cuidar de assuntos pessoais, marcar compromissos e resolver pendências. No Brasil, 84% agem dessa maneira

TEMPO PARA DESCANSAR O brasileiro precisa de mais tempo do que o restante do mundo para se sentir “descansado”. Quase metade (44%) dos nossos trabalhadores necessita de, ao menos, quatro dias exclusivamente de descanso para conseguir recarregar totalmente as energias, e cerca de 20% disseram necessitar de uma semana inteira para isso. Em comparação, nos Estados Unidos 79% disseram conseguir o relaxamento com até três dias de descanso.

5 a 11 de dezembro de 2018 — PANROTAS

42 a 44.indd 43

43

29/11/18 13:40


Um dos fatores que levam a isso Espanha, onde a porcentagem é o quanto os brasileiros acabam é de 86%. Vender dias para gatendo suas férias “prejudicadas” nhar dinheiro, guardar dias para pelo trabalho. O estudo revelou o futuro ou até não conseguir se que 61% dos trabalhadores do afastar do trabalho são algumas País já tiveram que cancelar perí- das motivações de quem prefeodos de férias devire não utilizar todo do ao trabalho. 58% dos viajantes tempo de férias Até mesmo trabaque tem direito lhar durante as fé- ao redor do mundo não tem dinheiro rias tem sido uma precisam de mais para viajar é outro. questão prejudicial “Com essa pesquide um dia para se sa, comprovamos para brasileiros 30% deles revelaque as pessoas sentirem menos ram que checam o sentem que o canestressados; Já e-mail de trabalho saço e o estresse durante os dias de vão se acumulando quase 20% dos folga, sendo que com a rotina diária brasileiros dizem de trabalho e por 33% deles se sentem mais estressaque precisam de conta da quantidos depois de ler os dade de compropelo menos uma missos que acae-mails. Isso faz com que os bamos assumindo semana. brasileiros estejam ao longo do ano. entre os que mais Por isso, precisam usufruam de seu direito de des- de período fora dos compromiscansar: 83% deles tendem a uti- sos profissionais para relaxarem lizar todos os dias das férias que completamente”, explica a diretêm direito, o segundo no globo tora sênior global de Varejo para nesse aspecto, atrás apenas da a marca Expedia, Carolina Piber.

Orçamento é uma prioridade para 93% dos viajantes brasileiros FÉRIAS SATISFATÓRIAS Por outro lado, o brasileiro é um dos que menos se queixam do tempo de férias. Cerca de 50% aponta que sente falta do tempo de descanso, porcentagem menor do que a média global, que é de quase 58%. Isso porque o brasileiro é um dos que tem o maior período de férias do mundo: são 30 dias, junto de Alemanha, França e Espanha, enquanto a maioria dos países dispõe de apenas 20 dias de férias anualmente. PREÇO É PRIORIDADE O Expedia Group ainda revelou crescimento do interesse do brasileiro por viagens domésticas e a importância do orçamento, itens que estão nas primeiras posições do ranking com mais e maiores viagens. Segundo a OTA, o orçamento é uma prioridade para 93% dos entrevistados brasileiros, fato que faz do Brasil o mercado mais preocupado com a tarifa dos produtos adquiridos. Consequentemente, as viagens domésticas, que na maioria das vezes têm tíquete médio mais baixo, ganham cada vez mais atenção do consumidor deste país tropical. Felizmente para os hoteleiros, o nosso viajante também gasta quase um quarto do valor da viagem em acomodações. n

44 42 a 44.indd 44

PANROTAS — 5 a 11 de dezembro de 2018

29/11/18 13:40


Untitled-2 1

23/10/18 16:18


Follow

BROCKER TURISMO Marcos Martins

A Brocker Turismo, da Serra Gaúcha, é uma operadora de receptivo com serviços de hospedagem, transfers, passeios e ingressos para atrações da Região das Hortênsias. Além de perfis no Facebook, Instagram e Twitter, com conteúdo diversificado, a empresa possui um aplicativo próprio, disponível para Android e IOS, com informações sobre preços, horários de saída e chegada de passeios, número das vans, entre outros. Há também uma listagem completa dos serviços oferecidos.

A página no Facebook possui atualização diária, em grande parte réplicas de fotos de usuários, e a maioria delas possui o link para o site e número do Whatsapp da empresa. No entanto, o engajamento poderia ser maior. São poucas dezenas de curtidas e compartilhamentos.

ID: @brocker.turismo Facebook: 27.294 curtidas ID: @brockerturismo Instagram: 85,4 mil seguidores Twitter: 1.102 seguidores 46 46.indd 46

A página da Brocker Turismo no Instagram é o melhor perfil em número de seguidores e alcança bons resultados, sendo comum notar fotos com mais de mil curtidas, apesar de poucos comentários. Há mais fotos de paisagens e endereços da Serra Gaúcha do que imagens publicitárias.

PANROTAS — 5 a 11 de dezembro de 2018

29/11/18 13:50


Untitled-1 1

28/11/18 16:10


Untitled-1 1

28/11/18 16:09

Profile for PANROTAS Editora

PANROTAS 1.349  

Especialistas das maiores empresas globais de tecnologia e Turismo desvendam o futuro e consolidam o presente na Phocuswright Conference

PANROTAS 1.349  

Especialistas das maiores empresas globais de tecnologia e Turismo desvendam o futuro e consolidam o presente na Phocuswright Conference

Profile for panrotas