LEILÃO DE DEZEMBRO 2022 | Colecções Particulares

Page 1

LEILÃO DE DEZEMBRO 2022 COLECÇÕES PARTICULARES
2 COLECÇÕES PARTICULARES, ANTIGUIDADES, ESCULTURAS, PRATAS, JÓIAS E ARTE MODERNA E CONTEMPORÂNEA 393 Leilão Live Online Presencial 12 Dezembro 2022 19h00 Exposição 9 e 11 Dezembro www.pcv.pt Lote 107
Lote 047

CONSELHO

CEO - Chief Executive Officer

João Thomaz Perestrello Pinto Ribeiro

CFO - Chief Finantial Officer Sebastião Pinto Ribeiro

CAO - Chief Administrator Officer Sérgio Seabra de Sousa

ASSEMBLEIA GERAL Ana Pinto Ribeiro

EQUIPA

COORDENAÇÃO GERAL Maria Inês Augusto

DEPARTAMENTO COMERCIAL

Sara de Sousa e Andrade Mariana Ramirez

DEPARTAMENTO APOIO AO CLIENTE

Mariana Sousa Rosa Mateus

RESTAUROS Ana de Castro

DEPARTAMENTO PERITAGEM E CATALOGAÇÃO

GERAL Maria Reis Maria Inês Augusto

JOALHARIA E OURIVESARIA

Henrique Braga (Consultor Joias) Sofia Ruival (Consultora Ourivesaria)

LIVROS RAROS E MANUSCRITOS Isabel Maiorca Tatiana Rodrigues

ARMAS ANTIGAS - MILITÁRIA

José Faria e Silva Dom Vasco Teles da Gama

HERÁLDICA E GENEALOGIA Lourenço Correira de Matos

DEPARTAMENTO FINANCEIRO E ADMINISTRATIVO

Marta Soares Sara Alves Carla Figueiredo

DEPARTAMENTO MARKETING, DESIGN, IMAGEM COMUNICAÇÃO E TECNOLOGIA

DESIGN E PAGINAÇÃO Margarida Leote

MARKETING E COMUNICAÇÂO DIGITAL Tânia Alegria

FOTOGRAFIA E PRÉ-IMPRESSÃO Daniel Viana Martins Pedro Ramos dos Santos Jorge Nabais Luís Resina

CONSULTORIA INFORMÁTICA José Pinto Ribeiro

DEPARTAMENTO LOGÍSTICA E TRANSPORTES

António Marques Márcia Sousa Nuno Guerreiro

TIPOGRAFIA AGIR DEPÓSITO LEGAL: 0000000

LOTE DE CAPA 027 LOTE DE CONTRACAPA 076

PALÁCIO DO CORREIO VELHO - LEILÕES E ANTIGUIDADES, S.A

Calçada do Combro, 38 A - 1º . 1200-114 Lisboa, Portugal | tel +351 213 242 980 | fax +351 213 426 536 | email mail@pcv.pt

4
DE ADMINISTRAÇÃO

PROVENIÊNCIAS

< Casa na Junqueira - Lisboa < Casa Palmela < Família Freitas Branco < Colecção Professor Doutor
Ferraz Júnior e
Ferraz < Quinta São João, Sintra < Espólio
< Antiga
< Colecção
António
Dr. José Manuel
do Professor Dr. Júlio de Mattos
Colecção do Almirante Sousa Dias
Maria João de Nogueira Ferrão Vieira Craigie
7 Lote 008
Sessão - 12 de Dezembro de 2022 às 19:00 - Lote 001 a 259

001

Mesa de cabeceira D. Maria, em pau-santo e outras madeiras, com uma porta e uma gaveta. Decoração em madeiras contrastantes. Manchas, restauros, fissuras, falhas, faltas e defeitos. Dim. aprox.: 83 x 43 x 32 cm. Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 100 / € 200

002

Jarro em cerâmica inglesa com vidrado azul, Barum, com montagens em prata portuguesa no gargalo, séc. XIX/XX, da Casa Leitão & Irmão. Prata decorada com motivo de florões e aletas. Com contraste de Lisboa (Javali I), 1º título, de 916 milésimos, e marca de ourives da Casa Leitão & Irmão. Pequenos defeitos, manchas e sinais de uso. Alt. aprox.: 25 cm.

Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa

10
€ 140 / € 300
002
001

Cómoda do séc. XVIII, em pau-santo, com três gavetões. Tampo moldurado por friso com rebaixo. Corpo de linhas direitas, assente sobre quatro pés de bolacha. Ferragens antigas do séc. XVIII (não originais) em bronze dourado com decoração relevada e vazada represetando parras, uvas, aletas e enrolamentos vegetalistas. Bonita vergada de madeira e patine antiga. Substituições, restauros e pequenos defeitos. Dim. aprox.: 85 x 122 x 61 cm.

Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 5.000 / € 10.000

11 003
003

004

Pietá, grupo escultórico do séc. XVIII em madeira policromada e dourada. Nossa Senhora está representada sentada segurando Jesus Cristo morto. Base simulando terreno. Com resplendor em prata, sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de setembroart. 2º, nº 2, alínea c). Gastos, falhas, faltas, partida e colada e defeitos. Alt. aprox.: 60 cm.; Comp. aprox.: 70 cm. Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 4.000 / € 8.000

12

005

VALADARES

Luís Valadares (n. 1949)

Dom Carlos com cães Escultura em bronze Assinada e datada de 2001 Edição 12/75

Dim. aprox.: 46 x 44,5 cm.

Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 3.000 / € 6.000

14

006

Par de consolas barrocas, em madeira entalhada e dourada. Tampo recortado, marmoreado, moldurado por rebaixo. Cintura entalhada, recortada e parcialmente vazada, assente sobre duas pernas em duplo “C”, unidas por travejamento com composição de enrolamentos ao centro. Decoração representando aletas, enrolamentos vegetalistas e estilizados. Vestígios de caruncho, restauros, gastos, falhas, faltas e defeitos. (2)

Dim. aprox.: 79 x 100 x 57 cm.

Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 2.000 / € 4.000

007

Taça em cerâmica de Clément Massier (1945-1917), com montagens em prata francesa, séc. XIX/XX, com vestígios de dourado. Taça irizada e decorada com trevos, com montagens em prata com flores e folhagens em relevo, moldadas e cinzeladas. Assinada “Clement Massier, Golf-Juan, (A.M)”. Com marcas francesas em uso no séc. XIX/XX, e remarcada de Lisboa (Javali I), de 916 milésimos, marca de ourives da Casa Leitão & Irmão. Pequenas faltas, pequenos defeitos e gastos.

Dam. aprox.: 15 cm.

Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 600 / € 1.200

16
006
17 006 007

VALADARES, Luís Valadares (n. 1949)

Dom Carlos a cavalo Escultura em bronze Assinada e datada de 2008 Edição 18/50

Dim. aprox.: 50 x 49,5 cm.

Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 4.000 / € 8.000

19 008

009

São José, escultura indoportuguesa do séc. XVIII/XIX em madeira policromada e dourada, sendo o Menino Jesus, a cabeça, as mãos e os pés de São José em marfim. São José segura o Menino Jesus, sentado, na mão esquerda com a bola do mundo, abençoando com a mão direita. Assente sobre base recortada e marmoreada. Com resplendor e vara de açucenas em prata, sem marcas de contraste, com mais de 50 anos ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de setembroart. 2º, nº 2, alínea c). Restauros, falhas, faltas e defeitos. Peso aprox. prata: 19 g.; Alt. aprox. escultura: 24 cm.; Alt. aprox. total: 34,5 cm. Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 1.600 / € 3.000

010

São João Evangelista, escultura indo-portuguesa do séc. XVII, em marfim. Assente sobre base em madeira. Falhas, pequenas faltas e defeitos. Alt. aprox. escultura: 12 cm.; Alt. aprox. total: 15 cm.

Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 200 / € 400

011

Fotografia de El Rei D. Manuel II, assinada “Manuel R.”, do atelier J. Coutinho, Lisboa. Em moldura de mesa de formato rectangular em madeira e prata portuguesa, séc. XX. Com contraste do Porto (Águia), de 833 milésimos. Defeitos, manchas e riscos. Peso aprox. prata 144 g.; Dim. aprox.: moldura: 35 x 28 cm.; Dim. aprox. mancha fotografia: 22 x 16,5 cm.

Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 300 / € 600

012

Taça em vidro opalescente, Lalique, “Dauphin”, com aplicação de aro em prata portuguesa no bordo, séc. XX, da Casa Leitão & Irmão. Com contraste de Lisboa (Águia), de 916 milésimos e marca de ourives da Casa Leitão & Irmão. Marcada, R. Lalique France.

22
009
009 Vista lateral 010

Pequenos defeitos, riscos e sinais de uso.

Diam. aprox.: 24 cm.

Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa

€ 160 / € 300

013

Fotografia da Rainha D. Amélia, assinada e datada de 1907, do atelier “Boissonnas et Caponier, 12 rue de la Paix, Paris”. Em moldura de mesa de formato rectangular em madeira e prata portuguesa, séc. XX, com vidro partido. Com contraste do Porto (Águia), de 833 milésimos. Muitas manchas. Defeitos, vestígios de caruncho e riscos. 011

013 012

Peso aprox. prata 146 g.;

Dim. aprox.: moldura: 35 x 28 cm.;

Dim. aprox. fotografia: 19,5 x 13,5 cm.

Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 300 / € 600

014

Lote três cadeiras de braços D. Maria, em nogueira entalhada e estofada a seda em tons de bege, sendo uma estofada em tecido policromado. Decoração representando laços, túlipas embricadas, flor típica Luís XVI e pernas com caneluras. Restauros e vestígios de caruncho, falhas e defeitos.

Alt. aprox.: 89 cm.

Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 300 / € 500

23
014

015

São José com Menino Jesus, escultura do séc. XVIII, em barro policromado e parcialmente dourado. São José está representado segurando o Menino Jesus desnudo, ao colo. Manto e túnica do São José decorados

com motivos vegetalistas a dourado. Assente sobre base em madeira dourada. Gastos, falhas e faltas. Alt. aprox. escultura: 32,5 cm.; Alt. aprox. total: 37,5 cm.

Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 300 / € 600

016

Santo António do Saco, escultura portuguesa do séc. XVIII, em madeira policromada, estofada e dourada. A figura está representada de pé, segurando o livro aberto, com o saco a tiracolo. Enverga hábito ricamente estofado com motivos florais e vegetalistas. Faltas, gastos, falhas e defeitos.

Alt. aprox.: 20 cm. Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 300 / € 600

24
015 016

017

Nossa Senhora da Assunção, escultura indo-portuguesa do séc. XVIII, em madeira policromada, estofada e dourada, com cara e mãos em marfim. A figura está representada de mãos postas em oração, de pé sobre o crescente de lua, a bola do Mundo e cinco cabeças de anjos aladas. Usa longos cabelos encaracolados caindo sobre os ombros, com túnica comprida e manto sobre os ombros. Com coroa em prata, com mais de 50 anos, sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de setembro - art. 2º, nº 2, alínea c).

Falta de dedos. Gastos, falhas, faltas, restauros e defeitos.

Alt. aprox. escultura: 42 cm.; Alt. aprox. total: 51 cm. Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 1.600 / € 3.000

25

018

Oficina europeia do séc. XVII

Retrato de figura masculina Óleo sobre tela (elíptico) Não assinado Dim. aprox.: 72 x 55 cm. Restauros. Emoldurado (defeitos) Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 800 / € 1.600

018

019

Papeleira Dom José, em pau- santo, com 1 gaveta e 3 gavetões. Tampo de rebater, revelando no interior fábrica com portinhola central, gavetas e escaninhos. Frente ligeiramente curva, pilastras e pés decorados com enrolamentos e folhagens. Fecharias substituídas, em metal. Grande falta numa gaveta, faltas, falhas, sinais de uso e pequenos defeitos. Dim. aprox.: 114,5 x 132 x 71 cm.

Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 4.000 / € 8.000

26
27 019

020

“Library-table” inglesa, do séc. XIX, em pau-santo e outras madeiras. Assente sobre coluna central decorada com frisos de perlado e folhagens, sobre base recortada com quatro pés de garra. Riscos, vestígios de caruncho, falhas, fissuras, defeitos e sinais de uso. Dim. aprox.: 77,5 x 120 cm.

Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 1.400 / € 2.800

021

Pote em faiança espanhola, fabrico Talavera, séc. XVI/XVII. Decoração em tons de azul representando paisagem com o mosteiro de Escorial e cena galante com figuras a cavalo. Colo e base decoradas com friso de motivos vegetalistas e pescoço decorado com brasão do Mosteiro Escorial, com leão rompante e grelha, atributo de São Lourenço. Asas em forma de figuras antropomórficas, unidas ao corpo da jarra com enrolamentos. Verso com inscrição. Bordo cortado, faltas, falhas, defeitos e “craquelé”.

Alt. aprox.: 39,5 cm

Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 1.600 / € 2.000

28
021
020
Pormenores
021

023

Par de mesas de apoio, em pau-santo maciço e folheado e outras madeiras. Tampo recortado, moldurado por friso de folhagem. Frente decorada com padrão geométrico em diversas madeiras. Vestígios de caruncho, fissuras, falhas e defeitos. (2)

Dim. aprox.: 70,5 x 61 x 42,5 cm. Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 400 / € 800

022

ALBERTO DE SOUSA Alberto Augusto Sousa (1880-1961)

Vista de interior Aguarela sobre papel Assinada

Dim. aprox.: 57,5 x 46 cm. Risco, pequenas faltas e manchas de humidade. Emoldurado (defeitos). Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 1.400 / € 2.600

32
023 023
022

Biombo de quatro folhas em couro, representando cena de barcos num porto com figuras de nobres, trajando à maneira do séc. XVII. Restauros. Faltas e defeitos.

Dim. aprox. folha: 198 x 60,5 cm.; Dim. aprox. total: 198 x 244 cm. Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa

33
024
400 / € 800

025

Terrina em porcelana chinesa Companhia das Índias, reinado Qianlong (1736-1795). Decoração a azul sob vidrado representando paisagem com peónias, árvores e borboleta. Tampa possivelmente adaptada, decorada com enrolamentos e padrão geométrico, com botão da tampa em forma de coroa. Pegas da base em forma de cabeças de coelho. Restauros, cabelos, defeitos e falhas. Alt. aprox.: 23,5 cm

Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 300 / € 600

026

“Ecce Homo”, escultura do séc. XVI/XVII em madeira policromada. Faltas, falhas, gastos, vestígios de caruncho e defeitos. Alt. aprox.: 46 cm. € 1.600 / € 3.000

35
026
025

Raro São Joaquim e Sant’Ana ensinando Nossa Senhora a ler, grupo escultórico do séc. XVIII, trabalho atribuível ao laboratório de Machado de Castro, em madeira policromada, estofada e dourada. Sant’Ana surge-nos representada descalça, sentada numa cadeira dourada com espaldar recortado decorado com enrolamentos. Usa cabelos presos sob o véu, túnica comprida até aos pés e manto caindo sobre o ombro e colo. Aponta o Livro com a mão esquerda. Nossa Senhora, menina, está representada de pé, descalça, segurando nas mãos o Livro aberto, com inscrição “Ecce virgo concipiet et pariet filium”. Usa o cabelo ondulado preso. Enverga túnica comprida com manto sobre os ombros. São Joaquim, de pé e reclinado à direita de Sant’Ana, observa toda a cena. Usa longas barbas e cabelos grisalhos, com túnica comprida até aos pés, e manto caindo sobre os ombros. As três figuras usam vestes profusamente decoradas com motivos florais, vegetalistas e de padrão. Base recortada com marmoreado em tons de azul e frisos dourados. Com resplendores e coroa em prata, sem marcas, com mais de 50 anos, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Restauros, falhas, gastos e pequenos defeitos. Peso aprox. prata: 34 g.; Dim. aprox.: 44 x 37 x 20 cm.

Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 10.000 / € 20.000

37
027
38

028

Oficina inglesa do séc. XVII Retrato de senhora Óleo sobre tela Não assinado

Dim. aprox.: 128 x 93 cm.

Restauros. A figura está representada usando indumentária, penteado e jóias da época, incluindo miniatura com retrato de figura masculina. Emoldurado (defeitos).

Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 4.000 / € 8.000

39

029

Par de esculturas francesas, do séc. XVIII, em bronze e bronze dourado, representando “putti”, estando um com cão e outro segurando um cisne. Ambas com base em bronze dourado, de decoração “rocaille” com motivos vegetalistas. Gastos, oxidações e pequenos defeitos. (2) Comp. aprox.: 19 cm. Estas peças possivelmente fariam parte de um “surtout de table”.

Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 500 / € 1.000

42

030

Oficina europeia do séc. XVII Retrato de figura masculina Óleo sobre tela Não assinado Dim. aprox.: 75 x 60,5 cm. Restaurado. Emoldurado (defeitos). Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 1.400 / € 2.800

43

031

Poncheira em porcelana chinesa, Companhia das Índias, reinado Qianlong (1736-1795). Decoração em tons da família rosa representando caça ao coelho com figuras, cavalos e raposa. Interior com fitas onduladas e fundo com reserva circular a sépia com representação de casario. Dois cabelos com restauros, cabelos, gastos, riscos e sinais de uso. Diam. aprox.: 33,5 cm. Para peças semelhantes ver “La Porcelaine des Compagnie des Índes à Décor Occidental” de François e Nicole Hervouët, pág. 74-77, fig. 3.23 a 3.32. Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 1.000 / € 2.000

033

Par de “fauteuils” em madeira entalhada. Cachaço recortado, decorado com aletas e motivos vegetalistas, cintura recortada repetindo a mesma decoração. Braços curvos. Pernas curvas, unidas ao centro por travessas recortadas. Costas e assentos em palhinha. Vestígios de caruncho, restauros, falhas e defeitos. (2) Alt. aprox.: 97 cm. Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 300 / € 600

032

Dois candeeiros de mesa de dois lumes em metal dourado, de tamanhos ligeiramente diferentes. Fuste em forma de figura feminina alada (Vitória) segurando duas velas, assente em base de pedra em tons de verde. Com abatjour “elíptico” em tons de verde, rematado por botão de flor. Um fio eléctrico cortado e velas com falhas. Gastos, oxidações, manchas e defeitos. (2)

Alt. aprox. máx.: 65 cm. e 67 cm.

Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 400 / € 800

46
032 033 033
031

034

Círculo de Pierre Louis DE LA RIVE (1753-1817)

Paisagem com gado e figuras Óleo sobre madeira Não assinado

Dim. aprox.: 39,5 x 56,5 cm. Vestígios de caruncho no suporte. Restaurado. Emoldurado (defeitos).

Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 1.400 / € 2.800

47

035

Par de castiçais em prata portuguesa, séc. XIX. Fuste facetado em balaústres, decorado com cercaduras de flores. Com contraste de Lisboa (L-46.0), datável de c.1870 a c.1879, e marca de ourives DMS (L-234.0 ou variante), atribuível de Domingos Mendes da Silveira. Pequena diferença de altura. Pequenos defeitos, gastos e riscos. (2) Peso aprox.: 762 g.; Alt. aprox.: 23 cm.

Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa

037

Salva de gradinha em prata portuguesa, séc. XIX, assente sobre três pés de garra. Gradinha decorada com flores e fundo gravado com elementos vegetalistas. Com marca de contraste do Porto (P-40.0 ou variante), usada entre 1861 a 1870, e marca de ourives JGTA (P-414.0), atribuível a Joaquim Gonçalves Taveira de Azevedo, datável de 1853 a c.1877, remarcada com cabeça de velho. Sinais de uso, pequenos defeitos e riscos. Peso aprox.: 866 g.; Diam. aprox.: 29 cm.

Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 400 / € 800

038

Par de taças em porcelana chinesa, séc. XIX. Decoração de vidrado em tons de azul. Pequenos defeitos. (2) Diam. aprox.: 17,5 cm

Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 200 / € 400

036

Conjunto de jarro e seis lavabos em prata portuguesa, séc. XX. Corpo decorado com friso de parras e uvas em relevo. Com contraste (Águia), de 833 milésimos. Jarro com interior dourado e com amolgadela. Riscos, sinais de uso e pequenos defeitos. (7)

Peso total aprox.: 1056 g.; Alt. aprox. máx.: 18 cm.

Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa

€ 400 / €
800
€ 400 / € 800
035 035 038 036 036 036 037

039

Oficina europeia do séc. XVIII Retrato de figura masculina Óleo sobre tela Assinado (?) ou com inscrição “G.L.v. Beuft” e datado de 1784, com brasão de armas Dim. aprox.: 85 x 65 cm. Restaurado. Emoldurado (defeitos). Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 800 / € 1.600

51

040

Conjunto de duas caixas para “toilette” em prata, atribuível ao final do séc. XVII, início do séc. XVIII. Corpo decorado com motivos inspirados em Jean Berain (1637-1711), com treliça, flores, enrolamentos e motivos vegetalistas, com gravação de brasão de Figueiredo, com coroa de Conde. Ambas com marca não identificada. Defeitos, gastos, amolgadelas. (2) Peso total aprox.: 656 g.; Comp. aprox.: 17 cm.; Diam. aprox.: 9 cm. Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 500 / € 1.000

041

Salva/tabuleiro em prata portuguesa, de bordo recortado e aba gomada, assente sobre três pés de enrolamento. Sem marcas, com

040

mais de 50 anos, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Pequenos defeitos, gastos e riscos. Peso aprox.: 1550 g.; Diam. aprox.: 40 cm. Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 700 / € 1.400

042

Oficina europeia do séc. XVII/XVIII Rapaz a tocar flauta Óleo sobre tela Não assinado Dim. aprox.: 90,5 x 70 cm. Restaurado. Emoldurado (defeitos). Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 2.000 / € 4.000 041
042
58 043 Vista 1 043 Vista 2

043

Grande poncheira em porcelana chinesa, Companhia das Índias, reinado Qianlong (1736-1795). Decoração em tons da família rosa representando cena de caça com figuras a cavalos e raposa. Cabelo, restauros, gastos e defeitos. Diam. aprox.: 39 cm.

Para peças semelhantes ver “La Porcelaine des Compagnie des Índes à Décor Occidental” de François e Nicole Hervouët, pág. 74-77, fig. 3.23 a 3.32.

Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 2.200 / € 4.400 044

044

Par de jarros em porcelana chinesa Companhia das Índias, reinado Qianlong (1736-1795). Decoração em tons da família rosa, “rouge de fer” e dourado representando peónias e outros motivos florais, motivos vegetalistas e enrolamentos. Friso de pontas de lança estilizadas. Base com friso de padrão geométrico e folhagem. Asa decorada com enrolamento. Um bico com montagem em metal. Restauros, cabelos, falhas, gastos e defeitos. (2) Alt. aprox.: 23 cm

Proveniência: Casa na JunqueiraLisboa

€ 800 / € 1.600

59

045

Oficina europeia do séc. XVII

Retrato de senhora Óleo sobre tela Não assinado Dim. aprox.: 52 x 45 cm. Restaurado. Emoldurado (defeitos). Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 1.000 / € 2.000

046

Grande “sideboard” em mogno. Pernas dianteiras curvas, assente sobre base recortada. Riscos, pequenas falhas, vestígios de caruncho, manchas e defeitos. Dim. aprox.: 99 x 190 x 58 cm. Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 500 / € 1.000

047

Oficina europeia de finais do séc. XVIII

Retrato de figura masculina Óleo sobre tela Não assinado Dim. aprox.: 125 x 100 cm. Restaurado e reentelado. Verso com etiqueta da CAELT Gallery, Ltd., London. Emoldurado, moldura reforçada com placas metálicas. Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 4.000 / € 8.000

60
046
045
61 047

048

Oficina europeia do séc. XVII/XVIII Retratos de figura feminina e masculina Par de óleos sobre tela (elípticos) Não assinados Dim. aprox.: 76 x 63 cm. Emoldurado (defeitos). Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 800 / € 1.600

049

Pequeno samovar em metal prateado, corpo parcialmente gomado, decorado com cercadura de enrolamentos de ramos de videira com parras e uvas. Com duas pegas laterais com cabeças de leão suspendendo argolas. Assente em quatro pés altos rematados por garras, com lamparina amovível. Falta do reservatório interior para aquecimento. Faltas, amolgadelas, gastos e defeitos. Alt. aprox.: 31 cm. Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 100 / € 200

050

048 049

Oficina europeia do séc. XVIII Paisagem com rio, gado e figuras Óleo sobre tela

Não assinado

Dim. aprox.: 119 x 137 cm. Restaurado. Emoldurado (defeitos). Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 3.000 / € 6.000

051

Tampa abafador em metal prateado, de corpo parcialmente gomado, com elementos vegetalistas em relevo e gravação de monograma encimado por timbre, com gastos. Botão da tampa decorado com enrolamentos vegetalistas. Gastos, defeitos, amolgadelas e riscos. Comp. aprox.: 36 cm.

Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 80 / € 160

052

Tampa abafador em metal prateado, de corpo parcialmente gomado com gravação de timbre inglês, com legenda “J’ Espere”, muito gasto. Botão da tampa decorado com parras, ramos e uvas. Gastos, amolgadelas e riscos. Comp. aprox.: 35 cm.

Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 80 / € 160

050 051 052

053

Poncheira em porcelana chinesa, Companhia das Índias, reinado Qianlong (1736-1795). Decoração em tons da família rosa representando cena de caça à raposa com figuras e cães. Fundo profusamente decorado com padrão geométrico. Interior decorado com motivos florais, vegetalistas, reservas de padrão simulando escamas e outros elementos estilizados. Pequenos cabelos, restauros, gastos e sinais de uso. Diam. aprox.: 28,5 cm Com etiqueta Solveig & Anita Gray. Para peças semelhantes ver “La Porcelaine des Compagnie des Índes à Décor Occidental” de François e Nicole Hervouët, pág. 74-77, fig. 3.23 a 3.32.

Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 1.400 / € 2.800

66

054

Par de móveis ”Regency”, do séc. XIX, em mogno maciço e folheado, com duas portas, sendo a superior rotativa. Um com refrescador em estanho, com três compartimentos e espelho, parte inferior com prateleira. O outro com gira-discos ”CARRARD”, modelo R.C.60/ DI6 e interior com máquina, sem parte traseira. Decoração embutida em madeira contrastante. Pega em forma de cabeça de leão. Pés frontais em forma de garra e bola. Vestígios de caruncho, restauros, falhas, faltas e defeitos. (2) Dim. aprox.: 116,5 x 54 x 40 cm. Estas peças estiveram na Exposição de Arte Decorativa Inglesa, da Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva, em Fevereiro - Março de 1958, figurando no catálogo, pp. 69, nº 155. Com etiqueta da exposição e uma com etiqueta de posse.

Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 2.000 / € 4.000

67

055

Poncheira em porcelana chinesa, Companhia das Índias, reinado Qianlong (1736-1795). Decoração em tons da família rosa representando cena de caça com figuras a cavalo, cães, pássaros em árvore e vacas.

Interior decorado com grinaldas de flores e fundo com reserva circular representando paisagem com elefante. Cabelos em forma de estrela, cabelos, restauros, gastos, riscos e sinais de uso.

Diam. aprox.: 28,5 cm.

Para peças semelhantes ver “La Porcelaine des Compagnie des Índes à Décor Occidental” de François e Nicole Hervouët, pág. 74-77, fig. 3.23 a 3.32.

Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 1.000 / € 2.000

68

056

Poncheira em porcelana chinesa, Companhia das Índias, reinado Qianlong (1736-1795). Decoração em tons da família rosa representando cena de caça com figuras a cavalo, lobo e raposa. Fundo decorado com padrão geométrico simulando escamas e reservas com pássaros. Cabelos em forma de estrela, cabelos, gastos, sinais de uso e riscos. Diam. aprox.: 31 cm Para peças semelhantes ver “La Porcelaine des Compagnie des Índes à Décor Occidental” de François e Nicole Hervouët, pág. 74-77, fig. 3.23 a 3.32.

Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 700 / € 1.400

69

057

057

Terrina com tampa e travessa em porcelana chinesa, Companhia das Índias, reinado Jiaqing (1796-1820). Decoração a azul sob vidrado, dita Cantão, com paisagem com pagodes. Pequenos defeitos de fabrico. (2) Comp. aprox. travessa: 35 cm. Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 800 / € 1.600

058

Terrina molheira com travessa, em porcelana chinesa da Companhia das Índias, reinado de Jiaqing (1796-1820). Decoração em tons de azul sob vidrado representando paisagens fluviais com pagodes. Pegas da base em forma de cabeças de javali. Botão da tampa em forma de enrolamento. Pequenos defeitos, cabelos de fabrico e falta de 3 orelhas. (2) Comp. aprox. travessa: 19 cm.; Alt. aprox. terrina: 12 cm. Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa

€ 200 / € 400

059

Terrina molheira com travessa, em porcelana chinesa da Companhia das Índias, reinado de Jiaqing (1796-1820). Decoração em tons de azul sob vidrado representando paisagens fluviais com pagodes.

Gastos, pequenos defeitos de fabrico. (2) Comp. aprox. travessa: 19,5 cm.; Alt. aprox. terrina: 13,5 cm.

059

72
Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 400 / € 800 058

060

Tremó império, em diversas madeiras. Corpo superior com espelho, ladeado por colunas e encimado com pintura a dourado sobre vidro (partido), representando anjos terminando em enrolamentos vegetalistas e reserva com flores. Tampo em mármore em tons de cinzento. Corpo inferior com pernas em forma de cabeça de cisne, enrolamentos e motivos vegetalistas. Com pés pem forma de pata de animal. Fundo em tecido adamascado em tons de verde. Montagens em metal dourado representando figura em biga, anjos, rosetas e outras figuras. Oxidações, vestígios de caruncho, falhas, riscos, manchas, faltas e defeitos.

Dim. aprox.: 235 x 113 x 54 cm. Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 800 / € 1.600

73
060

061

Par de “wine-coolers” em porcelana chinesa da Companhia das Índias, reinado Qianlong (1736-1795). Decoração em tons da da família rosa representando motivos florais. Pequenas falhas, pequeno cabelo numa asa, gastos e sinais de uso. (2) Alt. aprox.: 15,5 cm.

Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 800 / € 1.600

062

Par de covilhetes em forma de folha em porcelana chinesa, Companhia das Índias, reinado Qianlong (1736-1795). Decoração em tons da família rosa representando motivos florais. Bordo ondulado decorado com friso de corrente. Uma asa partida e colada, falha no bordo partida e colada com cabelo, gastos, cabelos, falhas e defeitos. (2) Comp. aprox.: 30,5 cm.

061

74
Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 500 / € 1.000 062
75
062
061

063

Travessa de bordo recortado em porcelana chinesa, Companhia das Índias, reinado Qianlong (1736-1795). Decoração em tons da família rosa e dourado representando motivos florais. Verso com representação de frutos e flores. Com marca. Grande falta com pequeno cabelo, gastos e pequenos defeitos.

Comp. aprox.: 34 cm.

Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 200 / € 400 063 064

064

Par de “laughing boys” em porcelana chinesa, reinado Kangxi (16621722). Decoração em tons da família verde com motivos florais. As figuras encontram-se de pé e seguram, cada uma, uma jarra com flores. Com furações, pequenas falhas, defeitos e gastos (2) Alt. aprox.: 27,5 cm.

Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 2.000 / € 4.000

065

Oficina portuguesa do séc. XVIII Sagrada Família Óleo sobre tela Não assinado Dim. aprox.: 270 x 182 cm. Restaurado. Com moldura em madeira entalhada com motivos “rocaille”.

Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 5.000 / € 10.000

76
77 065

066

Par de cadeiras D. João V/José, do séc. XVIII, em pau-santo. Cachaço recortado decorado com enrolamentos, motivos vegetalistas e estilizados. Espaldar vazado com tabela central recortada e vazada decorada com rosetas de flores. Assentos curvos com saiais recortados decorados, na frente, com aletas, cartela e motivos vegetalistas estilizados. Joelhos salientes com profusa decoração de motivos vegetalistas, que se prolonga pelas pernas curvas, terminando em pés de garra e bola. Assentos amovíveis forrados a tecido de padrão em tons de bege. Manchas, restauros, falhas e pequenos defeitos. (2)

Alt. aprox.: 103 cm.

Proveniência: Casa na Rua da Junqueira, Lisboa € 2.000 / € 4.000

78

067

Cómoda Dom José do séc. XVIII, faixeada a jacarandá, com tampo em mármore e três gavetões. Caixa ligeiramente ondulada e frente das gavetas emolduradas. Saial entalhado, recortado e dourado, decorado ao centro por concheados. Montantes sublinhados por filete dourado e saliente, que termina no enrolamento do pé. Ferragens em latão decoradas com motivos rocaille. Falhas, vestígios de caruncho, faltas e defeitos.

Dim. aprox.: 87 x 123 x 59 cm. € 3.000 / € 6.000

79

068

Tigre, invulgar escultura chinesa em pedra dura, decorada com gravações a imitar o pêlo. Olhos embutidos noutras pedras. Sinais de uso. Alt. aprox: 11 cm.; Comp. aprox.: 15 cm. € 1.000 / € 2.000

069

Duas esculturas chinesas em bronze, representando o protector Weituo e Guandi, deus da guerra chinês. Uma assente sobre base em madeira. Gastos e defeitos. (2) Alts. aprox.: 22 cm. e 23 cm. Proveniência: Colecção particular de Maria João de Nogueira Ferrão Vieira Craigie, sobrinha do escultor Jorge Vieira € 240 / € 400

80
069
068

070

Par de cães de fóo candelários em porcelana chinesa da Companhia das Índias, reinado Qianlong (1736-1795). Decoração em tons de “rouge de fer”, dourado, cor-de-rosa, azul e verde. Os animais estão representados deitados, com a cabeça de lado, e têm sobre o dorso um castiçal decorado com folhagens. Restauros, falhas, defeitos, cabelos e gastos. (2) Alt. aprox.: 13,5 cm.

Proveniência: Família Freitas Branco € 2.000 / € 4.000

81

071

Prato oitavado em porcelana chinesa da Companhia das Índias, reinado Qianlong, cerca de 1770. Decoração em tons da família rosa, “rouge de fer” representando ao centro brasão de armas de Sebastião Xavier de Gama Lobo. Aba com friso de grinaldas e bordo com friso de padrão geométrico simulando escamas. Pequenas falhas no bordo, pequenos defeitos e gastos.

Diam. aprox.: 22 cm.

Sebastião Xavier da Gama Lobo, FidalgoCavaleiro da Casa Real, Comendador de São Pedro de Trancoso na Ordem de

071

Cristo. Uma travessa do mesmo serviço encontra-se ilustrada em “A Porcelana Chinesa e os Brasões do Império” de Nuno de Castro, pág. 119. Uma peça idêntica encontra-se ilustrada em “Ceramica Brazonada” de Conde de Castro e Solla, vol. I, estampa XXXIV, descrito nas págs. 58-60. Segundo investigação efectuada no arquivo da familia Gama Lobo Salema, posterior à edição do livro do Conde de Castro e Solla, este serviço foi atribuído a Sebastião Xavier da Gama Lobo e não a António Xavier da Gama Lobo Salema Cabral e Payva, seu bisneto.

072

Travessa de terrina de bordo recortado em porcelana chinesa da Companhia das Índias, reinado Qianlong cerca de 1740. Decoração a azul sob vidrado e dourado, tendo ao centro brasão de armas de D. Luís de Castelo Branco Correia e Cunha, 4º Conde de Pombeiro. Bordo decorado com friso de motivos florais. Falhas, gastos e pequenos defeitos. Comp. aprox.: 35 cm.

D. Luís de Castelo Branco Correia e Cunha, 4º Conde de Pombeiro, 15º Senhor de Pombeiro, 10º Senhor de Belas, herdeiro de diversos vínculos, comendas e padroados de seus antecessores. Irmão do 3º Conde que faleceu em 1733 sem geração. D. Luís tendo seguido a carreira eclesiástica era cónego Mitrado da Sé Patriarcal de Lisboa, a que renunciou para casar em 1740 e dar continuidade à Casa. Uma terrina do mesmo serviço encontra-se ilustrada em “A porcelana Chinesa e os Brasões do Império” de Nuno de Castro, pág. 84. € 1.400 / € 3.000

073

Par de pequenas terrinas com tampa e travessa em porcelana chinesa, Companhia das Índias, final do reinado Qianlong (1736-1795). Decoração a “rouge de fer”, dourado, azul e cor-de-rosa representando cestos com flores, frisos de padrão geométrico, motivos florais e outros elementos estilizados. Pegas duplas entrelaçadas terminando em motivos vegetalistas em relevo. Botão da tampa em forma de flor. Pequenas falhas, gastos e defeitos. (4)

Comp. aprox. travessa: 20,8 cm Proveniência: Casa Palmela € 1.000 / € 2.000

82
€ 1.000 / € 2.000 072
83 073 073 Vistas
84 074

074

Colcha indiana em algodão, bordada a seda e fio metálico, decorada com flores e motivos vegetalistas, tendo ao centro uma reserva e várias barras. Com franja e 4 borlas. Forrada a seda com pequenos defeitos. Manchas e defeitos. Dim. aprox.: 276 x 200 cm. € 1.000 / € 2.000

075

Secretária de mesa/toucador indo-inglês, do séc. XVIII. Profusa decoração de motivos vegetalistas em marfim embutido. Frente com tampo de rebater e porta de rebater com nichos vazados. Interior com gavetas e escaninhos, topo com espelho basculante. Assente sobre pés em marfim torneado. Sinais de uso, falhas, faltas e defeitos.

Dim. aprox.: 74 x 51,5 x 25,2 cm. Para peça semelhante consultar: https://www.christies.com/lot/lot6308223 € 4.000 / € 8.000

85
075

076

Importante molheira George IV em prata inglesa de Paul Storr, séc. XIX, pertencente à baixela Teixeira de Sampaio, 1º Barão de Teixeira, 1º Conde da Póvoa. Corpo repuxado e cinzelado, em forma de concha, decorado com treliça, aletas, concheados e folhas de acanto, assente em pé central em forma de concha unido ao corpo por cobra. Pega em forma de dragão ou serpe. Bojo decorado com armas do barão Teixeira de Sampaio, escudo esquartelado tendo no 1º Teixeiras, 2º Sampaios, 3º Amaraes e 4º Guedes, por diferença uma brica com um crescente, com timbre de Teixeiras, unicórnio com Coroa de Barão (representada à inglesa). Com contraste de Londres, de 925 milésimos, em uso em 1823, e marca de ourives Paul Storr (1770-1844). Sinais de uso, pequena amolgadela na base e gastos.

Peso aprox.: 1024 g.; Comp. aprox.: 25,5 cm.

O Barão Henrique Teixeira de Sampaio, mais tarde 1º Conde da Póvoa, foi secretário de Estado dos Negócios da Fazenda e principal credor do Estado, tendo sido o maior accionista do Banco de Lisboa, antecessor do actual Banco de Portugal. A forte ligação a Inglaterra, quer pelos estudos, quer comerciais, ou talvez por ausência de qualidade e tradição de execução em Portugal, encomenda uma grande baixela ao importante ourives inglês Paul Storr. Muitas das peças desta baixela foram vendidas em 1976, na Christies, e outras ao longo dos anos seguintes, estando hoje algumas em Museus, nomeadamente na Preservation Society of Newport County, que tem o famoso centro de mesa. Henrique Teixeira de Sampaio casa a sua filha com o filho do 1º Duque de Palmela, futuro 2º Conde Palmela, D. Domingos de Sousa e Holstein, e talvez por isso esta baixela tenha ficado conhecida como a “baixela Palmela”.

Em 2001 a Casa Museu Dr. Anastácio Gonçalves apresentou uma exposição sobre as obras da família Palmela, intitulada “Uma Familia de Coleccionadores, Poder e Cultura - Antiga Colecção Palmela”, onde no catálogo constava um par de molheiras iguais (pg.222).

O Portland Art Museum, tem na sua colecção um par de molheiras de Paul Storr do mesmo modelo, embora não seja da baixela do Conde da Póvoa, e como tal não tenha as suas armas.

Proveniência: Casa Palmela

€ 10.000 / € 20.000

076
076

077

Par de relicários de parede com molduras em prata portuguesa, atribuível ao séc. XVII/XVIII. Prata cinzelada e repuxada com enrolamentos vegetalistas e concheados, encimada por estilização de laço com enrolamentos vegetalistas e flores. Relicário de formato rectangular com diversas relíquias e legendas, com placa de cobre forrada a tecido carmesim, protegidas com vidro. Com argola de suspender. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Relíquias com faltas e defeitos. Sinais de uso, pequenas falhas e defeitos. (2)

Dim. aprox.: 17,5 x 9 cm.

Os laços destes relicários lembram a tipologia de jóias portuguesa, as “laças”, inspiradas nas rendas da indumentária do séc. XVII/XVIII. € 1.000 / € 2.000

078

Sinete em marfim e prata francesa, séc. XIX/ XX, com armas de Sousa (de Arronches), com coroa de duque, dos Duques de Palmela. Cabo do sinete em marfim entalhado em forma mão que segura o cabo, decorado com elementos vegetalistas, tendo um punho com rendas e uma cobra entrelaçada com motivos vegetalistas. Com marcas francesas, em uso no séc. XIX/XX, sem marcas nacionais, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Ligeiramente torto. Sinais de uso, gastos e pequenas falhas. Comp. aprox.: 12,7 cm. Proveniência: Casa Palmela € 2.000 / € 4.000

91

079

Par de jarrinhas em pasta de vidro Gallé. Decoração em tons de roxo sobre fundo amarelo representando motivos florais. Marcadas. Pequenos riscos e sinais de uso. (2) Alt. aprox.: 10 cm. € 600 / € 1.200

080

Caixa guarda-jóias em prata portuguesa, primeira metade do séc. XIX. Corpo cinzelado e gravado com reservas

de motivos vegetalistas e flores, assente sobre quatro pés. Tampa com a mesma decoração com botão da tampa em forma de flor. Com marca de Lisboa (L-41.0 ou variante), datável de c.1822 a c.1843, e marca de ourives de B.A.P. (L-166.0), atribuível a Basilio António Patacão, registado em 1827 e citado até 1832. Pequenos defeitos, gastos e sinais de uso. Peso aprox.: 872 g.; Dim. aprox.: 11,5 x 18 x 14,5 cm. Botão da tampa poderá ter falta de um elemento ou ser adaptado. € 800 / € 1.600

081

Jarra em vidro irizado em tons de corde-laranja, possivelmente Loetz, com montagem na base em prata portuguesa, séc. XIX/XX. Base amovível decorada com três dragões, motivos vegetalistas e concheados. Com contraste do Porto (Javali II), de 833 milésimos, e marca de ourives de David Loureiro Pego, registado em 1896. Pequenos defeitos, gastos e riscos.

Peso aprox. prata: 580 g.; Alt. aprox.: 30 cm. € 400 / € 800

080
079

082

Pequena jarra solitário em vidro em tons de bege, com montagem em prata portuguesa, séc. XIX/XX, da Casa Leitão & Irmão. Com aplicação de dois vidros em forma de coração, partidos e um restaurado. Com contraste de Lisboa (Javali I), de 916 milésimos, e marca de ourives da Casa Leitão & Irmão. Defeitos e gastos. Alt. aprox.: 12 cm. € 100 / € 200

083

Caixa de rapé em prata em forma de bicórnio, chapéu militar, atribuível ao séc. XIX. Decoração alusiva a Napoleão Bonaparte, verso decorado em relevo com a representação da “coluna Vendôme”, com inscrição “Napoleon le Grand.../Cheri de la Victoire/ il suit par son Genie/ Eterniser sa gloire:”. Interior dourado. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Defeitos, fissura, sinais de uso e gastos. Peso aprox.: 58 g.; Comp. aprox.: 8,5 cm. € 100 / € 200

081 082 083

084 Cavalos, duas esculturas realistas em prata portuguesa, séc. XX, com marca de David Ferreira e Luiz Ferreira. Com contraste do Porto (Águia), de 833 milésimos, marca de ourives de Delmar Gomes Pinheiro (1945-1981), marca David Ferreira e marca de LF. Sinais de uso e pequenos defeitos. (2) Peso total aprox.: 3228 g.; Alt. aprox. máx.:38 cm.; Com. aprox. máx.: 43 cm. € 8.000 / € 16.000

085

Cómoda estilo Dom José, em diversas madeiras, com duas gavetas. Tampo em brecha recortado e moldurado por rebaixo. Ferragens em metal dourado, com motivos vegetalistas e enrolamentos. Vestígios de caruncho, falhas, restauros e defeitos.

Dim. aprox.: 87 x 110 x 52 cm. € 400 / € 800

086

Conjunto de 15 cadeiras estilo Dom José em nogueira entalhada. Espaldar vazado decorado no cachaço com feixe de plumas estilizado. Cintura e joelhos com concheados e motivos vegetalistas, terminando em pés de enrolamento. Coxins amovíveis, estofados a tecidos em tons de bege (12+2+1), com tons diferentes. Manchas, vestígios de caruncho, pequenas falhas e defeitos. Alt. aprox.: 110 cm. € 3.000 / € 6.000

96
085
97 086

087

087

AIZELIN, Eugène Antoine “Susanna at the bath” ou “Queen Nyssia” Escultura em bronze patinado Com inscrição “Gautier Albinet / Editeurs / Aizelin Sculpt.”

Alt. aprox.: 50,5 cm. Pequenos riscos € 600 / € 1.200

98

088

Tapeçaria em lã, segundo desenho de Jean Pillement, representando vista de jardim com pássaros, em tons policromos. Executada por Manufactura de Tapeçarias de Portalegre. Assinada e numerada 1380-4. Bom estado de conservação. Dim. aprox.: 194,3 x 300 cm. € 5.000 / € 10.000

99
088

089

Invulgar galheta de altar com tampa, em prata dourada portuguesa, atribuível ao séc. XVII/XVIII, em forma de bilha miniatura. Corpo com profusa decoração em relevo de flores e motivos vegetalistas. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembroart. 2º, nº 2, alínea c). Gastos, sinais de uso e pequenos defeitos.

Peso aprox.: 274 g.; Alt. aprox.: 13 cm. € 400 / € 800

090

Caixa para cigarros em prata dourada, com interior forrado a madeira, séc. XX/XXI, com montagem na tampa em ouro de 800 ml, representando vaso com flores, cravejado com diamantes talhe rosa, lápis-lazuli, esmeraldas, rubis e safiras. Aplicação de vaso com flores amovível por meio de dois parafusos. Com marca de contraste de Lisboa, prata de 925 milésimos, contraste de ouro de 800 milésimos, ambos em uso de 1985 a 2020. Dourado gasto e com oxidações. Sinais de uso, gastos e pequenos defeitos. Peso aprox.:278 g.; Com aprox.: 11,2 cm.; Comp. aprox. vaso: 4,3 cm. € 400 / € 800

089
090

091

Urna com tampa em prata dourada portuguesa, séc. XX. Corpo parcialmente gomado e gravado com enrolamentos vegetalistas, com duas pegas laterais em forma de búzio com anjos tocando alaúde, assente em base quadrangular com quatro pés em forma de figuras antropomórficas aladas. Botão da tampa em forma de botão de flor. Com contraste do Porto (Águia), de 833 milésimos. Gastos no dourado, sinais de uso e pequenos defeitos. Peso aprox.: 2592 g.; Alt. aprox.: 34 cm. € 800 / € 1.600

092

Casal de figuras trajando à maneira do séc. XVIII, escultura em bronze. Falta da espada e pequenos defeitos. Alt. aprox.: 21,5 cm. € 300 / € 600

093

Par de cómodas neoclássicas folheadas a mogno, com duas gavetas e dois gavetões. Um tampo em mármore preto e outro em mármore cinzento. Decoração com pilastras laterais em forma de colunas clássicas com aplicações em metal. Puxadores em forma de cabeças de leão. Tampos com falhas. Faltas, defeitos, riscos e sinais de uso. (2) Dim. aprox.: 98 x 124,5 x 65 cm. € 2.000 / € 4.000

102
093
092

094

Par de espelhos com moldura em madeira entalhada e dourada a prata. Profusa decoração de enrolamentos e motivos vegetalistas. Defeitos, partidos e colados, falhas, vestígios de caruncho, faltas e gastos. (2) Dim. aprox.: 82 x 49 cm. € 400 / € 800 094

103
093
104 095

095

Tapeçaria da Manufactura de Tapeçarias de Portalegre tecida com o Brasão com as Armas Plenas de Miranda dos Barões de Bertelinho com uma brica como diferença, encimada por uma Coroa de Barão e o Timbre da família, cujo primeiro titular foi João António Rodrigues d e Miranda. Marca da fábrica. Não assinada, datável de 1949, sem matrícula (inexistente nesta época) Dim. aprox.: 213 x 166 cm. Autoria atribuível a João Tavares. € 1.000 / € 2.000

096

Busto de Marie Antoinette, escultura em porcelana “biscuit” francesa, Sèvres, segundo original de Felix Lecomte. Base em porcelana vidrada em tons de azul e friso dourado. Busto com inscrição “LECOMTE” e base com marca incisa Sèvres. Falhas, faltas e restauros. Alt. aprox. total: 60 cm. € 1.200 / € 2.400

096

097

Maria Madalena, placa indo-portuguesa, do séc. XVII, em marfim. A figura está representada sentada, reclinada, com o pé direito pousado sobre Livro aberto. Usa longos cabelos caindo sobre os ombros e enverga túnica e manto comprido até aos pés. À direita da cena está representado um crucifixo com Jesus Cristo e o pote de unguentos. Em moldura de madeira decorada com frisos de enrolamentos vegetalistas, em metal vazado. Falhas, fissuras, gastos e pequenos defeitos.

Dim. aprox. placa: 12,8 x 9,8 cm.

€ 4.000 / € 8.000

106

098

Oficina holandesa do séc. XVII - Círculo de Hans Vredeman DE VRIES (1527-1604/23)

Vista de interior de um palácio Óleo sobre carvalho

Não assinado, datado de 1647 Dim. aprox.: 68 x 55,5 cm. Restaurado, com suporte reforçado. Emoldurado (defeitos). € 5.000 / € 10.000

107

108 099

Contador italiano, estilo renascentista, do séc. XIX, em ébano, decorado com embutidos em marfim. Caixa com estrutura arquitectónica, com nove gavetas e três portinholas, assente sobre mesa com tampo de recolher e rebater. Inteiror com duas gavetas e tampo de escrita forrado a veludo encarnado. Profusa decoração embutida em marfim e marfim esgrafitado representando enrolamentos vegetalistas, mascarões, grifos, flores, urnas com frutos, colunas, frisos com balaustrada e, ao centro, cena com figura feminina e anjinho. Pernas unidas ao centro por travessas recortadas. Faltas, falhas, vestígios de caruncho e defeitos. Dim. aprox.: 163 x 125 x 67 cm. € 5.000 / € 10.000

109
110 099 Pormewnor
111
100

100

Jarro com tampa em prata portuguesa, séc. XX. Corpo em forma de balaústre, parcialmente gomado, com asa em forma de dragão e bico com remate de cabeça de animal fantástico. Com contraste do Porto (Águia), de 833 milésimos. Sinais de uso, pequenas amolgadelas e riscos. Peso aprox.: 1498 g.; Alt. aprox.: 45,5 cm.

€ 500 / € 1.000

101

Prato coberto em prata portuguesa, séc. XX/XXI. Corpo de formato rectangular com gravação de concheados, enrolamentos e flores, com botão da tampa em forma de fruto com folhagens. Com contraste de Lisboa (Águia), de 925 milésimos. Fixação do botão com defeito. Sinais de uso, gastos e riscos. Peso aprox.: 1910 g.; Comp. aprox.: 25,5 cm.

€ 700 / € 1.200

101
100 Pormenor

102

Serviço de chá e café em prata portuguesa, séc. XIX/XX, da Casa Leitão & Irmão, inspirado em modelo francês do séc. XIX. Composto por bule, cafeteira, leiteira, açucareiro e grande tabuleiro circular. Corpo liso e bico terminado com cabeças de águias cinzeladas, com asas e botões da tampa em pau-santo. Tabuleiro circular com aba decorada com folhagens e pegas com duas cabeças de águias segundo no bico elemento tubular. Com marca de contraste de Lisboa (Javali I), de 916 milésimos, e marca de ourives da Casa Leitão & Irmão. Riscos, gastos e amolgadelas. (5)

Peso total aprox.: 5958 g.; Alt. aprox. máx.: 24 cm.; Diam. aprox.: tabuleiro: 59 cm.; Comp. aprox. tabuleiro: 66 cm. € 3.000 / € 6.000

115

103

Serviço de chá e café em prata francesa, séc. XIX/XX, de Emile Puiforcat. Composto por cafeteira, bule, leiteira e açucareiro com corpo em forma de urna, decorado com friso de folhagens e frisos estriados, com fitas entrelaçadas. Bojo com monograma gravado. Com marca de contraste francesa, 1º título, de 950 milésimos, em uso de 1838 a 1973. Sinais de uso e riscos. (4) Peso aprox.: 1974 g.; Alt. aprox.: 25 cm. € 800 / € 1.600

104

Par de castiçais em prata portuguesa, séc. XIX, de António Firmo da Costa. Fuste em forma de colunas lisas, com frisos. Com marca de contraste de Lisboa (L-37.0), em uso de 1804 a 1812, e marca de ourives AFC (L-86.0), de António Firmo da Costa, em uso de 1793 a 1824. Defeitos, riscos e manchas. (2) Peso aprox.: 864 g.; Alt. aprox.: 23 cm. Para par de castiçais muito semelhantes consultar in “António Firmo da Costa, Um ourives de Lisboa Através da Sua Obra”, Casa Museu Dr. Anastácio Gonçalves, 2000, pág. 96, fig.60 e 61.

Proveniência: Casa Palmela € 800 / € 1.600

105

105

Alfinete de peito da Casa Leitão & Irmão, em ouro de 800 ml e prata de 833 ml, em forma de ramo de folhas e flores, séc. XX. Cravejado com 2 onixes, 3 pérolas, 1 safira cabochão oval, 1 rubi rectangular e rubis calibrados, 1 esmeralda cabochão oval e 3 esmeraldas esculpidas em forma de folha, diamantes talhe rosa e 37 em talhe antigo de brilhante, com o peso total aproximado de 3,40 ct. Em estojo original, com defeitos e falhas. Com contraste de Lisboa, em uso de 1938 a 1984. Sinais de uso e gastos. Peso aprox.: 20,37 g.; Comp. aprox.: 5,5 cm. € 2.000 / € 4.000

106

105 106

Anel em platina solitário para senhora, com aro cravejado com 6 diamantes em talhe antigo de brilhante, com o peso total cerca de 0,34 ct e ao centro um diamante. Diamante do centro em talhe antigo redondo, medindo 11,5x11,7x7,7 mm, com o peso aproximado de 6,50 ct, pequenos “naturais” na cintura e 3 pequenos cristais, de tonalidade amarela e fluorescência muito fraca, graus P~Q SI1. Sem contraste, ao abrigo do Decreto-Lei n.º 120/2017, art. 2, nº 2, alínea c. Sinais de uso. Peso aprox.: 5,1 g.; Tam.: 13 € 15.000 / € 30.000

118

107

Importante colar em platina e ouro, com diamantes e esmeraldas, trabalho do séc. XX. Cravejado com uma esmeralda em talhe gota “cabochon”, com o peso aproximado de 24,50 ct, uma esmeralda em talhe “cabochon” oval, com o peso aproximado de 3 ct e 330 diamantes em talhe antigo de brilhante, com o peso total aproximado de 6,90 ct. As esmeraldas são de cor uniforme apresentando inclusões moderadas e possível tratamento com óleo. O colar tem reparações, estando gravado

com várias numerações, duas possíveis marcas de garantia ilegíveis e marca de ourives C.?.H, em perímetro elíptico, provavelmente da Suíça. Sem contraste, ao abrigo do Decreto-Lei n.º 120/2017, art. 2, nº 2, alínea c. Com certificado. Partido e a necessitar de restauro, sinais de uso e gastos. Peso aprox.: 41,65 g. Chamamos a atenção para a qualidade do pendente esmeralda em talhe gota, de invulgar tamanho. € 20.000 / € 40.000

119

108

Fio em ouro branco de 800 ml com pendente cravejado com água-marinha em talhe gota, com cerca de 7,80 ct, 5 diamantes em talhe “navette”, com o peso total aproximado de 0,80 ct e 14 em talhe antigo de brilhante, com o peso total aproximado de 1,40 ct. Com contraste do Porto, em uso de 1938 a 1984. Sinais de uso e gastos. (2) Peso total aprox.: 11,16 g.; Comp. aprox.: 4,5 cm. € 1.400 / € 2.800

109

Alfinete de peito “Art Deco” em platina, adaptação de par de clips, cravejado com 92 diamantes talhe 8/8 com o peso total cerca de 2 ct e 26 em talhe antigo de brilhante, com o peso total aproximado de 4,20 ct. Sem contraste, ao abrigo do Decreto-Lei n.º 120/2017, art. 2, nº 2, alínea c. Sinais de uso, restauro e gastos. Peso aprox.: 22,9 g.; Comp. aprox.: 6 cm. € 2.000 / € 4.000

120
108 109

110

Conjunto de alfinete de peito e par de brincos em ouro de 375 ml, decorados ramos de flores, cravejadas com rubis redondos, 28 diamantes em talhe 8/8, com o peso total cerca 0,30 ct, e 35 diamantes em talhe de brilhante, com o peso total aproximado de 2,60 ct. Brincos com fechos de mola. Com contraste nacional, em uso desde 2021. Sinais de uso, riscos e pequenos defeitos. (3) Peso total aprox.: 53,8 g.; Comp. aprox.: 7,2 cm. e 3 cm. € 2.400 / € 4.000

111

Conjunto de alfinete de peito e par de botões de punho em forma de cabeças de tigre, parcialmente esmaltadas, em ouro de 800 ml, cravejadas com 6 rubis sintéticos em talhe “navette” e 6 diamantes talhe 8/8. Com contrastes do Porto, em uso de 1938 a 1984, com marca do joalheiro do Porto António Francisco de Carvalho. Sinais de uso, pequenas falhas e gastos. (3) Peso total aprox.: 25,47 g.; Comp. aprox.: 2 cm. € 800 / € 1.600

121
110 111

112

LÁZARO LOZANO

Bonifácio Lázaro Lozano (1906-1999)

“Estudo” - Menina com alcachofras Óleo sobre contraplacado Assinado

Dim. aprox.: 39 x 34,5 cm. € 800 / € 1.600

113

Constantin Emile MEUNIER (1831-1905)

Figura a tocar flauta Óleo sobre madeira Assinado Dim. aprox.: 43,5 x 28,5 cm. Restauros. Emoldurado. € 800 / € 1.600

122
112
123 113

115

Autor não identificado Óleo sobre tela Não assinado Dim. aprox.: 64 x 54 cm. Restaurado. Emoldurado. Proveniência: Colecção Professor Doutor António Ferraz Júnior e Dr. José Manuel Ferraz € 1.000 / € 2.000

114

Atribuível a Frans II POURBUS (1569-1622)

Retrato de Pierre Jeanin - Ministro do Rei Henrique IV e Maria de Medici Óleo sobre tela Não assinado Dim. aprox.: 45 x 32 cm. Restaurado. Verso com etiquetas antigas com informações sobre a obra e proveniência. Emoldurado. € 8.000 / € 16.000

124
115
114

116

JOÃO REIS (1899-1982)

Camponês Óleo sobre tela Assinado e datado de 1942 Dim. aprox.: 45 x 31,5 cm. Emoldurado. € 1.400 / € 2.800

117

ABEL SALAZAR (1889-1946)

Figura feminina de chapéu Óleo sobre madeira Assinado

Dim. aprox.: 25,4 x 16,8 cm. Pequeno defeito. Emoldurado. € 1.400 / € 2.800

125
117
116

118

THOMAZ DE MELLO JR. (séc. XIX/XX)

O barbeiro dos pescadores Óleo sobre tela Assinado

Dim. aprox.: 91 x 51 cm. Restaurado. Emoldurado (defeitos).

Proveniência: Antiga Colecção do Almirante Sousa Dias € 2.000 / € 4.000

126

Dim. aprox.: 108 x 83 cm. Restaurado. Emoldurado. € 5.000 / € 10.000

127

120

DOMINGOS REBELO

Domingos Maria Xavier Rebelo (1891-1975) Procissão do Senhor Santo Cristo, saída do Corpo Óleo sobre tela Assinado, datado de 194(?) e acompanhado de declaração de autenticidade pela descendente Dim. aprox.: 178 x 220 cm. Verso com inscrição a lápis. Restaurado. Não emoldurado. € 3.000 / € 6.000

128

121 DOMINGOS REBELO

Domingos Maria Xavier Rebelo (1891-1975)

Rezar junto ao altar Óleo sobre tela Assinado e datado 1919, acompanhado de declaração de autenticidade pela descendente Dim. aprox.: 116 x 159 cm. Restauros. Não emoldurado. € 3.000 / € 6.000

129

122

122

MARQUES DE OLIVEIRA

João Marques da Silva Oliveira (1853-1927)

Vista de rio (Douro (?)) Óleo sobre tela, colada sobre cartão Assinado Dim. aprox.: 21,5 x 31,5 cm. Pequenos restauros e cartão abaulado. Emoldurado.

Proveniência: Colecção Professor Doutor António Ferraz Júnior e Dr. José Manuel Ferraz

€ 2.000 / € 4.000

123

ALFREDO KEIL

Alfredo Cristiano Keil (1851-1907)

Bosque Óleo sobre cartão Não assinado, autenticado no verso Dim. aprox.: 24,5 x 16 cm. Emoldurado.

€ 800 / € 1.600

130
123

124

CALIXTO Benedito (1853-1927)

Óleo sobre aglomerado Assinado

Dim. aprox.: 24 x 33 cm. Pequenos defeitos. Emoldurado. Verso da moldura com etiquetas de colecção. Proveniência: Quinta de São João, Sintra € 2.200 / € 4.000

125

SOUSA PINTO

José Júlio de Sousa Pinto (1856-1939)

“Paisagem de Valongo” Óleo sobre cartão Não assinado, autenticado no verso pela sobrinha neta Dim. aprox.: 15,5 x 23 cm. Emoldurado. € 800 / € 1.600

131
124 125

126

Atribuível a Jan VAN OS (1744-1808)

Natureza morta com libelinha Óleo sobre tela, colado sobre cartão Ostenta assinatura Dim. aprox.: 38 x 46 cm. € 4.000 / € 8.000

132

127 SOUSA PINTO

José Júlio de Sousa Pinto (1856-1939)

Paisagem Óleo sobre tela Assinado Dim. aprox.: 25 x 30 cm. Reentelado e restaurado. Emoldurado. € 4.000 / € 8.000

133

128

128

DÓRDIO GOMES

Simão Dórdio Gomes (1890-1976)

São João Baptista Óleo sobre tela, colada sobre cartão Assinado, com indicação de “cópia” Dim. aprox.: 36 x 27 cm. Defeitos. Verso com inscrição: “Escola Byzantina (séc. XVII)// João Baptista”. Emoldurado (defeitos). € 2.800 / € 4.000

129

LÁZARO

LOZANO

Bonifácio Lázaro Lozano (1906-1999)

Vista de rua Santiago de Compostela (?) Óleo sobre tela Assinado Dim. aprox.: 63,5 x 53 cm. € 2.400 / € 4.800

134
135 129

136

130 131

130

Parte de faqueiro em prata portuguesa, séc. XIX/XX, completo para 6 pessoas. Composto por 6 colheres de sopa, 6 facas de carne, 6 garfos de carne, 6 facas de peixe, 6 garfos de peixe, 6 colheres de sobremesa, 6 facas de sobremesa, 6 garfos de sobremesa, 6 colheres de chá, 6 colheres de café e 4 talheres de servir em prata portuguesa séc. XIX/XX e séc. XX. Cabos decorados com enrolamentos. Com diferentes marcas de contraste do Porto e de Lisboa (Águia e Javali II), de 833 milésimos. Defeitos e gastos. (64) Peso aprox. total: 3840 g.; Peso aprox. prata: 2880 g. € 800 / € 1.600

131

Parte de faqueiro em prata portuguesa, séc. XIX, de António Firmo da Costa. Composto por 12 facas de carne, 12 garfos de carne e par de trinchantes de carne. Cabos facetados. Com marca de contraste Lisboa (L-38.0b ou variante), em uso de 1810 a c.1822, e marca de ourives AFC (L-86.0), de António Firmo da Costa, datável 1793 a 1824.. Defeitos, gastos, riscos e amolgadelas. (26) Peso aprox. total: 2272 g.; Peso aprox. prata: 1500 g. € 800 / € 1.600 132

Faqueiro em prata portuguesa, séc. XX, cabos decorados com friso. Composto por 12 garfos de peixe, 12 facas de peixe, 12 facas de carne, 12 garfos de carne, 12 colheres de sopa, 11 garfos de sobremesa, 12 colheres de sobremesa, 12 facas de sobremesa, 12 colheres de chá. 12 garfos de bolo e 4 talheres se servir. Com contraste (Águia), de 833 milésimos, sendo alguns com contraste (Águia), de 835 milésimos. Gastos, pequenos defeitos, riscos e sinais de uso. (123) Peso aprox. prata: 4800 g.; Peso aprox. total: 6612 g. € 2.000 / € 4.000

133

Faqueiro em prata portuguesa do séc. XVIII e do séc. XX. Composto por 12 colheres de sopa, 12 garfos de carne, 12 facas de carne. Sendo as facas do séc. XVIII, sem marcas, e garfos e colheres de sopa com marca de XI (L-60.0), de onze dinheiros, em uso de c.1770 a c.1804, e marca de ourives AL/B (L-121.0), atribuível a Alberto Luís Bion , em uso 1761 a 1785. Junto com 12 facas de peixe, 12 garfos de peixe, 12 colheres de sobremesa e 11 garfos de sobremesa. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de setembro - art. 2º, nº 2, alínea c) e alguns com marcas de contraste (Águia), de 833 milésimos. Junto com 12 facas de sobremesa com monograma gravado, com marca de ourives em uso no séc. XIX, uma com contraste (Javali II), de 833 milésimos e algumas sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Algumas facas para encavar. Sinais de uso, muitos riscos e pequenos defeitos. (95) Peso total aprox.: 6698 g.; Peso aprox. prata: 4780 g. Proveniência: Antiga Colecção do Almirante Sousa Dias € 1.600 / € 2.000

137
133 132

134

Paliteiro em prata portuguesa, séc. XX/ XXI. Decorado com figura feminina segurando arco perfurado, em vulto perfeito, assente sobre base circular alteada. Com marca de contraste do Porto (Águia), de 925 milésimos. Defeitos, oxidações e riscos. Peso aprox.: 322 g.; Alt. aprox.: 16 cm. € 160 / € 260

135

Paliteiro em prata portuguesa, séc. XX/XXI. Decorado com figura feminina segurando fita, em vulto perfeito assente sobre base circular alteada. Com marca de contraste do Porto (Águia), de 925 milésimos. Pequenos defeitos, sinais de uso e riscos. Peso aprox.: 318 g.; Alt. aprox.: 15,5 cm. € 160 / € 260

135
134

136

Caixa com tampa/centro de mesa, em forma de pato em prata portuguesa, séc. XX. Corpo cinzelado e representado de forma realista, sendo a tampa asas. Com marca de contraste do Porto (Águia), 1º título, de 916 milésimos, comercializado por W. A. Sarmento, Lisboa. Pequenos defeitos, sinais de uso e gastos. Peso aprox.: 2248 g.; Comp. aprox.: 51 cm. € 1.600 / € 2.600

Paliteiro em prata portuguesa, séc. XX/XXI. Ramos de folhagens com caracol, em vulto perfeito, assente em base alteada com quatro pés de garra. Com contraste do Porto (Águia), de 925 milésimos. Pequenos defeitos e falhas, gastos e riscos. Peso aprox.: 232 g.; Alt. aprox.: 13,5 cm. € 300 / € 600 138

Paliteiro em prata portuguesa, séc. XIX. Suporte em tripé em forma de troncos e ramos com folhas, com balde em prata dourada. Com contraste do Porto (P-55.0 ou variante), em uso de 1877 a 1881, e marca de ourives LOPES (P-461.0), atribuível a José Joaquim Lopes. Gastos, sinais de uso, pequenos defeitos e riscos. Peso aprox.: 98 g.; Alt. aprox.: 15 cm.

137
139
€ 160 / € 300 137
138

139

Paliteiro em prata portuguesa, séc. XX/XXI. Em forma de chafariz com duas bocas com torneiras, encimado por pequena urna. Com marca de contraste do Porto (Águia), de 925 milésimos. Pequenos defeitos, pequeno restauro, riscos e sinais de uso.

Peso aprox.: 230 g.; Alt. aprox.: 20 cm. € 400 / € 600

140

Paliteiro em prata portuguesa, séc. XX/XXI. Figura masculina trajada à maneira do séc. XVIII, em vulto perfeito, com bengala e segurando ramos de flores. Assente sobre plinto parcialmente gomado, assente sobre quatro pés de garra. Com contraste do Porto (Águia), de 835 milésimos. Sinais de uso, manchas, riscos e gastos.

Peso aprox.: 266 g.; Alt. aprox.: 14,5 cm. € 300 / € 600

140

141

Paliteiro em prata portuguesa, séc. XX/XXI. Figura de índio em vulto perfeito, segurando tabuleiro perfurado, assente sobre plinto de base quadrangular com quatro pés de garra. Com contraste do Porto (Águia), de 835 milésimos. Sinais de uso, gastos e riscos.

Peso aprox.: 238 g.; Alt. aprox.: 14,5 cm. € 300 / € 600

141

Papeleira inglesa Jorge III com alçado, em mogno, de três corpos, com duas portas, estiradores para castiçais, três gavetas (uma com compartimentos) e dois gavetões. Corpo superior com nichos para livros no interior e portinhola central decorada com elementos de inspiração arquitectónica, colunas com montagens em metal amarelo. Tampo de rebater revelando no interior seis gavetas e portinhola central, com a mesma decoração. Ferragens em metal dourado decoradas com cabeças e motivos vegetalistas. Com chaves. Falhas, vestígios de caruncho, faltas, manchas, restauros e defeitos.

Dim. aprox.: 236,5 x 144,5 x 68 cm.

Proveniência: Casa Palmela € 3.000 / € 6.000

142
142
143

143

Tapeçaria do séc. XVII/XVIII, representando paisagem com fonte e figuras. Sem barra. Manchas, cores oxidadas. Restauros, faltas e falhas. Dim. aprox.: 172 x 142 cm. € 1.600 / € 3.000

144

144

Par de esculturas em madeira patinada e marmoreada representando “Tyche”, deusa da abundância ou figura alegórica à Primavera e “Deméter”, deusa da agricultura e das colheitas ou figura alegórica ao Verão. As figuras estão representadas sentadas segurando nos respectivos atributos, cornucópia de flores e ramo de espigas. Faltas, falhas, vestígios de caruncho e pequenos defeitos. (2) Alt. aprox. máx.: 130 cm. Segundo informação do vendedor estas esculturas pertenceram ao Marquês de Forbin, tendo estado no “Château de La Verdière”.

€ 4.000 / € 8.000

145

145

Jesus Cristo crucificado, escultura indo-portuguesa do séc. XVII, em marfim. A figura está representada agonizante, usando cendal drapeado, preso à cintura. Cruz em pau-santo com terminais em madeira vazada e dourada. Com legenda “INRI” em prata, sem marca de contraste, com mais de 50 anos, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Falhas, faltas, restauros e defeitos. Alt. aprox. Cristo: 29 cm; Alt. aprox. total: 98 cm. € 1.000 / € 2.000

146

Oficina espanhola ou colonial espanhola, do séc. XVII

Nossa Senhora com o Menino Jesus Óleo sobre tela Não assinado Dim. aprox.: 107 x 78,5 cm. Restaurado e reentelado. Com moldura pintada. € 1.600 / € 3.000

146
145
147 146

147

Oficina europeia do séc. XVII Cena mitológica Óleo sobre tela Dim. aprox. (elíptico): 122 x 93,5 cm. Restauros e pequenas falhas. Emoldurado (defeitos). € 1.000 / € 2.000

148

Contador italiano, do séc. XIX, com aplicações de placas de tartaruga, com nove gavetas e uma porta. Encimado por gradinha em metal amarelo. Porta decorada com motivos de inspiração arquitectónica, sendo o interior com quatro gavetas. Laterais com decoração geométrica embutida em madeira contrastante. Pés em forma de bola com garras em metal dourado. Montagens e fecharias em metal dourado com enrolamentos e motivos vegetalistas estilizados. Pegas laterais com cabeças de animal fantástico e “putto” e motivos vegetalistas. Base revestida a veludo em tons de verde, com fiador em ferro. Faltas, falhas, restauros, vestígios de caruncho e defeitos. Dim. aprox. contador: 78,5 x 114 x 33,5 cm.; Dim. aprox. mesa: 87 x 122,5 x 50 cm. Proveniência: Casa Palmela € 1.600 / € 3.000

148
147
149 148
150 149

150

149 PEREIRA

José António Pereira (1821- c.1871)

São Pedro Óleo sobre tela Assinado e datado de 1893 Dim. aprox.: 245 x 245 cm. O original desta obra, é uma pintura a óleo

sobre madeira realizada em c. 1529 pelo pintor português do renascimento Vasco Fernandes (c. 1475-1542) e que está presentemente no Museu Nacional Grão Vasco, em Viseu. Craquelé, faltas e falhas. Vinco no local onde a grade dobra. Não emoldurado (defeitos).

€ 1.400 / € 2.600

150

Oficina portuguesa séc. XVI Predela de retábulo com três apóstolos, sendo um Bartolomeu Óleo sobre madeira

Dim. aprox.: 45 x 84,5 cm Restauros, falhas, faltas e defeitos. Não emoldurado.

€ 800 / € 1.600

151
152 151 152

151

Mesa de chá, D. José, do séc. XVIII, em murta entalhada, com uma gaveta e uma perna de cancela. Pernas curvas com joelhos decorados com motivos vegetalistas, terminando em pés de garra e bola. Restauros, manchas e pequenos defeitos, Dim. aprox. fechada: 79 x 86 x 37 cm. € 500 / € 1.000

152

Mesa de faqueiro Dom José, em diversas madeiras com duas gavetas e um gavetão. Tampo recortado com friso de rebaixo, saias recortados e entalhados com motivos vegetalistas a dourado. Pernas curvas. Restauro, vestígios de caruncho, faltas e defeitos. Dim. aprox.: 75,5 x 91 x 56 cm. € 1.000 / € 2.000

153

Arca do séc. XVII, do norte de Portugal, em pau-santo e cedro, com tampo de levantar e duas gavetas. Decoração com frisos de tremidos. Assente sobre quatro pés em forma de bolacha achatada. Ferragens recortadas e vazadas em ferro. Com chaves. Riscos, pequenos defeitos, manchas, restauros, vestígios de caruncho e sinais de uso.

Dim. aprox.: 72 x 142 x 56 cm. € 1.200 / € 2.400

153
153

154

Cópia de Jan Gossaert , dito Mabuse Madona com o Menino Jesus Óleo sobre madeira Não assinado

Dim. aprox.: 45 x 33,5 cm. Restauros e craquelé. Emoldurado. O original desta obra encontra-se nas colecções do Museu do Hermitage. € 1.000 / € 2.000

155

Oficina Portuguesa do séc. XVIII Santo António beijando o pé ao Menino Jesus Óleo sobre tela Dim. aprox.: 210 x 116 cm. Craquelé. Restaurado e reentelado. Emoldurado.

Proveniência: Quinta de São João, Sintra € 3.000 / € 6.000

154
154
155 155
156 156 157

156

Par de pequenas cadeiras chinesas, para escultura de dignitário, do séc. XIX, em madeira lacada e dourada. Decoração pintada, dourada e relevada com motivos vegetalistas e reservas com paisagens com figuras. Braços curvos terminando em cabeça de dragão. Pernas decoradas com cabeça de dragão e motivos vegetalistas. Defeitos, restauros, vestígios de caruncho, faltas, falhas e gastos. (2) Dim. aprox.: 50 x 44 x 37 cm. € 800 / € 1.600

157

Petaca colonial espanhola, do séc. XVI, em madeira, forrada a cabedal e couro, bordada a palha formando padrão geométrico e motivos estilizados. Reforços e ferragens em ferro, originais. Vestígios de caruncho, oxidações, falhas, faltas e defeitos. Dim. aprox.: 46 x 83 x 49 cm. O termo “petaca” deriva de “petlacalli”, um cofre ou cesta de origem azteca, usado nos séc. XVI e XVII para guardar o enxoval. Fazia parte do mobiliário utilizado nos vice-reinos espanhóis na América. As petacas, quando tinham pegas de ferro nas laterais eram utilizadas para viagem. € 1.000 / € 2.000

158

Contador da Batávia, Ceilão, em ébano, com sete gavetas. Profusa decoração entalhada de motivos florais e enrolamentos vegetalistas. Assente sobre base, com uma gaveta e saial recortado. Pernas parcialmente torneadas unidas por travessas achatadas, repetindo a mesma decoração, e pés de bola. Falhas, faltas e pequenos defeitos. Dim. aprox.: 139,5 x 79,5 x 53,5 cm. Proveniência: Casa Palmela € 6.000 / € 12.000

157
158

159

Par de tocheiros Dom João V, em bronze. Fuste torneado, com base facetada curva, terminando em pés de enrolamento. Pequenas oxidações e riscos. (2) Alt. aprox.: 58 cm. Estes tocheiros pertenciam ao Convento de Mafra. € 1.000 / € 2.000

160

Consola em madeira entalhada, dourada e policromada, resultante da adaptação de talhas antigas. Tampo em mármore em tons de cinzento com laivos brancos, recortado e moldurado por duplo rebaixo, acompanhando o recorte da composição. Talhas de gosto barroco, de formato arquitectónico decoradas com dois serafins encimados por cartela de gosto “rocaille” e rodeados por enrolamentos vegetalistas. Saial de fabrico posterior unindo as duas talhas e repetindo a mesma decoração. Talhas assentes sobre placas de mármore. Vestígios de caruncho, falhas, faltas e defeitos. Dim. aprox.: 94 x 210 x 37 cm. € 700 / € 1.400

158
160 159

161

Oficina europeia do séc. XVII - Escola de Alessandro Turchi (1578-1649)

São Victor Óleo sobre basalto Não assinado Dim. aprox.: 25,5 x 21 cm. Verso com fragmento de inscrição manuscrita. Faltas e falhas. Emoldurado. € 1.600 / € 3.000

162

São Miguel Arcanjo, escultura do séc. XVIII, em madeira policromada e dourada. São Miguel, de pé sobre nuvens, usa capacete com plumas, enverga vestes romanas e calça botas. Restauros, faltas, vestígios de caruncho, gastos, falhas e defeitos.

Alt. aprox.: 124 cm. € 2.000 / € 4.000

159
162
161
160

163

Caixa-escritório indo-portuguesa, Mogol, do séc. XVII, em teca e outras madeiras, com tampo de rebater. Interior com seis gavetas, simulando oito. Profusa decoração embutida e em marchetaria, com diferentes madeiras e marfim parcialmente tingido de verde e esgrafitado representando motivos florais e vegetalistas, figuras e animais, sendo o topo com figuras montando elefantes e a frente decorada com casal sentado em mesa, defronte de vaso com árvore da Vida, ladeados por figuras segurando objectos do quotidiano. Costas com decoração incisa de árvores e friso de enrolamentos vegetalistas. Gualdras em ferro. Puxadores em metal. Espelho de fechadura em forma de águia bicéfala (gandaberunda). Com base posterior em madeira. Falhas, gastos, faltas e defeitos. Dim. aprox caixa: 24,3 x 41 x 28,5 cm.; Dim. aprox. base: 74,5 x 42 x 32,5 cm. O esgrafitado e o tingimento do marfim acentuam a expressividade das figuras e dos animais. Para peça semelhante consultar: Fundação Ricardo Espírito Santo Silva, Museu - Escola de Artes Decorativas Portuguesas, pág. 41, Inv. 46 € 12.000 / € 24.000

161

164

Nossa Senhora da Conceição, escultura em madeira policromada e dourada. Nossa Senhora está representada de pé sobre a bola do Mundo, nuvens, o Crescente de Lua e a serpente com a maçã. Usa longos cabelos ondulados caindo sobre as costas e tem as mãos pousadas sobre o peito. Com base em madeira dourada. Olhos em vidro. Falhas, faltas, gastos e defeitos. Alt. aprox.: 81 cm. € 500 / € 1.000

165

165

Jesus Cristo crucificado, escultura indo-portuguesa, Goa, do séc. XVII, em marfim. A figura está representada agonizante, usando cendal drapeado, preso à cintura. Cruz em pau-santo, com terminais adaptados em madeira dourada. Sem base.

Com legenda “INRI” em prata, sem marca de contraste, com mais de 50 anos, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Olhos em vidro. Falhas, faltas, restauros e defeitos.

Alt. aprox. Cristo: 28,5 cm; Alt. aprox. total: 73 cm. € 1.000 / € 2.000

162
164

167

166

Nossa Senhora, escultura da segunda metade do séc. XVII, em madeira policromada e dourada. A figura está representada de mãos postas em oração, de pé sobre nuvens e três cabeças de anjos aladas. Usa longos cabelos ondulados caindo sobre os ombros e costas. Enverga túnica e manto comprido, profusamente decorados com motivos vegetalistas e estilizados a dourado. Assente sobre base em madeira pintada e dourada decorada com motivos florais. Com coroa em prata, com mais de 50 anos, sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de setembro - art. 2º, nº 2,

alínea c). Restauros, repintes, gastos, falhas, faltas e defeitos.

Alt. aprox. escultura: 48 cm.; Alt. aprox. total: 66 cm. € 1.000 / € 2.000

167

“Ecce Homo”, Jesus Cristo, escultura indo-portuguesa, do séc. XVII, em marfim, parcialmente pintado. Jesus Cristo está representado com os pulsos sobrepostos como se estivessem atados (falta da corda). Usa cendal drapeado preso à cintura. Assente sobre peanha decorada com folhas de acanto e cabeças de anjos aladas. Partido e colado, gastos, faltas e defeitos.

Alt. aprox.: 18,5 cm. € 800 / € 1.600

163
166

168

VIEIRA LUSITANO

Francisco Vieira de Matos (1699-1783)

Repouso na Fuga para o Egipto Sanguínea sobre papel Assinado

Dim. aprox. mancha: 26,5 x 18,5 cm. Papel amarelado, manchado, com vincos e rasgões. Emoldurado (defeitos). Esta obra é uma versão do óleo de Vieira

Lusitano que se encontra no MNAA, inv. n.º 1694 e semelhante ao desenho que se encontra em Londres, Witt Collection, Courtauld Institute, inv 44. Segundo o catálogo do MNAA, “Vieira Lusitano (1699-1783), o desenho”, pág. 149: “...

Na colecção do Courtauld Institute uma outra versão do “Repouso na Fuga para o Egipto” (inv. 44) parece bastante anterior, embora com algumas semelhanças. No desenho de Londres, Vieira parece mais

próximo do tipo de desenho das figuras que faz para a “Sagrada Família” de Mafra em 1730 (veja-se nomeadamente, a cabeça de São José), sendo a composição mais italiana, tanto pela profundidade de campo que empresta ao cenário, como pelas atitudes das personagens, representadas de um ponto de vista clássico.”

€ 1.000 / € 2.000

164
168

169

Jesus Cristo crucificado, escultura em marfim. A figura está representada morta, usando cendal drapeado preso à cintura por cordão com nó de laçada. Cruz em madeira patinada com terminais, legenda “INRI” e figuras de calvário em marfim. Falhas, faltas e defeitos. Alt. aprox. Cristo: 18,5 cm.; Alt. aprox. total: 55,5 cm. € 1.000 / € 2.000

165
169

170

Pequeno contador indo-português, do séc. XVII, em diversas madeiras e marfim, com três gavetas simulando quatro. Profusa decoração embutida representando motivos de padrão geométrico e motivos vegetalistas estilizados. Assente sobre quatro pés torneados. Fecharias originais. Muitas faltas, oxidações, restauros, falhas e defeitos. Dim. aprox.: 17 x 27 x 21 cm. € 800 / € 1.600

166
171
170

172

Contador estilo renascença em ébano e marfim. Tampo de rebater, interior com 9 gavetas simulando 10 e portinhola central. Decoração de frisos embutidos em marfim, parcialmente decorados com motivos renascentistas e enrolamentos vegetalistas em metal amarelo vazado. Assente sobre mesa com pernas e travessas torneadas. Faltas, falhas, muitos vestígios de caruncho e muitos defeitos.

Dim. aprox. contador: 46,5 x 58 x 36,5 cm.; Dim. aprox. máx: 120,5 x 69 x 38,5 cm. € 1.000 / € 2.000

172

Fechado

171

Conjunto de seis cadeiras em madeira pintada em tons de verde e dourado. Espaldar vazado decorado com grelha em metal. Com montagens em metal amarelo, com elementos florais, vegetalistas e lira ao centro. Assentos em palhinha. Gastos, sinais de uso e pequenos defeitos. (6)

Alt. aprox.: 85 cm. € 600 / € 800

167
172 Aberto

173

À maneira de Jan Weenix Natureza morta com fonte e cão Óleo sobre tela Não assinado

Dim. aprox.: 135 x 200 cm. Restauros e reentelado. Emoldurado. € 2.400 / € 2.600

173

174

Autor não identificado Troféus de caça com armas Óleo sobre tela Assinado “L. LECOMTE” e datado de 1873 Dim. aprox.: 90 x 72 cm. Restauros. Emoldurado. € 1.000 / € 2.000

168
169 174

175

Escola de Giuseppe CRESPI (1665-1747)

Apresentação da cabeça de São João Baptista Óleo sobre tela Não assinado Dim. aprox.: 87 x 65 cm. Emoldurado. “Craquelé”, reentelado, restauros e falhas na camada pictórica. Verso com número 28 e etiqueta antiga. € 1.600 / € 2.000

176

Oficina do séc. XVIII - círculo de Pieter ANGILLIS (1685-1734)

Cena campestre com figuras, flores e legumes Óleo sobre tela Não assinado Dim. aprox.: 46 x 55 cm. Numeração no verso e etiqueta antiga. Restauros. Emoldurado. € 1.600 / € 2.600

170
176
171 175

177

Par de cadeiras de braços Dona Maria, do séc. XVIII, em pau-santo. Espaldar de formato elíptico, com tabela central vazada, decorada com friso de perlado, enrolamentos e motivos vegetalistas estilizados. Braços ligeiramente curvos terminando em enrolamento. Pernas parcialmente decoradas com caneluras. Assentos em palhinha. Pequenos defeitos e sinais de uso. (2) Alt. aprox.: 99 cm. € 2.000 / € 4.000

172

178

Cómoda neoclássica, Dona Maria, do séc. XVIII, em diversas madeiras, com duas gavetas. Decoração embutida com motivos florais e aproveitando o jogo do veio das madeiras. Tampo recortado em mármore, moldurado por rebaixo. Ferragens em metal amarelo, profusamente decoradas com urnas, grinaldas de flores, motivos vegetalistas e medalhões. Fecharias substituídas. Vestígios de caruncho, falhas e faltas, restauros e substituições.

Dim. aprox.: 87 x 131x 61,5 cm.

Antiga Colecção Conde Monsaraz € 3.000 / € 6.000

173

179

Colar de pérolas de água-doce “Biwa” graduadas de 10,5 mm a 32 mm, com fecho em ouro de 585 ml, cravejado com 39 diamantes em talhe brilhante, com o peso total aproximado de 0,58 ct. Contraste nacional em uso desde 2021. Fio de seda a necessitar de novo enfiamento, sinais de uso e gastos. Comp. aprox.: 45,5 cm. € 1.400 / € 2.800

180

Anel em ouro de 585 ml cravejado com uma ametista de muito boa cor uniforme e grande transparência em talhe oval, com o peso aproximado de 41,40 ct. Com contraste nacional, em uso desde 2021. Sinais de uso.

Peso aprox.: 20,97 g.; Tam.: 11 € 700 / € 1.400

174
179 180

181

Lote composto por dois alfinetes de peito/pendente, de modelos diferentes. Sendo um alfinete de peito/pendente em ouro de 750 ml formado por fios lisos e fios de corda, com 15 pérolas de cultura de 6,5 mm, e outro alfinete de peito/ pendente em ouro de 585 ml, com 10 pérolas de 7 mm. Ambos com contrastes nacionais em uso desde 2021. Sinais de uso e gastos. (2) Peso total aprox.: 19,44 g.; Comp. aprox.: 5,5 cm. e 3,4 cm. € 800 / € 1.600

182

Anel em ouro de 585 ml com pérola de cultura de 7,5 mm, cravejado com 16 rubis. Contraste nacional em uso desde 2021. Sinais de uso e gastos. Peso aprox.: 6,38 g.; Tam.: 12 € 200 / € 400

175
181 182

183

Alfinete de peito em ouro de 800 ml, composto por fio com elos cilíndricos foscos formando nós de onde pendem 5 pérolas de cultura. Com contraste em uso de 1887 a 1937. Sinais de uso e pequenos defeitos. Peso aprox.: 23,21 g.; Comp. aprox.: 5,7 cm. € 700 / € 1.400

184

Lote composto por 2 alfinetes de peito e alfinete de gravata em ouro e prata, de diferentes modelos. Cravejados com pérola, “minas-novas” (quartzos), imitações de esmeralda, 2 esmeraldas em talhe gota, 1 redonda e várias em talhe quadrado e rectangular, diamantes em talhe rosa e 3 em talhe antigo de brilhante, com o peso total aproximado de 0,18 ct. Com contrastes do Porto, em uso de 1938 a 1984, de 1985 a 2020 e alfinete flor sem contraste, ao abrigo do Decreto-Lei n.º 120/2017, art. 2, nº 2, alínea c. Defeitos, restauros e sinais de uso. (3) Peso total aprox.: 26,84 g.; Comp. aprox.: 4,1 cm.; 6,5 cm. e 4 cm. € 500 / € 1.000

176
183 184

185

Pulseira em ouro, decorada com elementos vegetalistas cinzelados e esmaltados, séc. XIX, cravejada em prata com 2 diamantes em talhe rosa. Decorada com flor e folhagens. Marca de ensaiador do Porto, em uso em meados do séc. XIX. Falhas, defeitos e faltas de esmaltes. Peso aprox.: 30,4 g.; Comp. aprox.: 6,3 cm. € 1.000 / € 2.000

186

Pulseira maleável em ouro tricolor, com decoração gravada. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Riscos, defeitos e sinais de uso. Peso aprox.: 55,5 g.; Comp. aprox.: 19 cm. € 1.600 / € 3.000

187

Pulseira bracelete lisa em ouro, de formato ligeiramente “cónico”. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Manchas, riscos e pequenos defeitos, Peso aprox.: 34,4 g.; Diam. aprox.: 6,7 cm. e 6 cm. € 900 / € 1.600

177
187
186 185

188

Colar com 36 pérolas de cultura barrocas graduadas de 13 a 16 mm, fecho em pérola e ouro de 375 ml, acompanhado por 2 pérolas a condizer para pendentes. Com contraste nacional, em uso desde 2021. Sinais de uso e gastos. (3) Comp. aprox. colar: 53 cm. € 1.400 / € 2.800

189

Alfinete de peito em ouro de 750 ml com grande pérola barroca de 34 mm, cravejado com 3 pequenos diamantes em talhe de brilhante. Com contraste em uso desde 2021. Sinais de uso e pequenos defeitos. Peso aprox.: 19,96 g.; Comp. aprox. máx.: 8,7 cm. € 1.000 / € 2.000

178
189 190 191
188

190

Alfinete de peito/pendente em platina de 900 ml e ouro de 585 ml, com 4 pérolas barrocas e 12 diamantes em talhe brilhante, com o peso total aproximado de 0,55 ct. Com contrastes nacionais, em uso desde 2021.

Sinais de uso, riscos e gastos, Peso aprox.: 34,25 g.; Comp. aprox.: 7,5 cm.

€ 1.400 / € 2.800

191

Colar com pérolas (não testadas para naturais), engranzadas em platina, com fecho cravejado com pérolas e 14 diamantes talhe 8/8. Sem contraste, com mais de 50 anos, ao abrigo do Decreto-Lei n.º 120/2017, art. 2, nº 2, alínea c. Sinais de uso e gastos.

Peso bruto aprox.: 36,1 g.; Comp. aprox.: 50 cm.

€ 1.000 / € 2.000

192

Alfinete/pendente em ouro de 800 ml e prata de 833 ml, com elemento esmaltado a azul, séc. XIX/XX. Cravejado com grande quartzo citrino em talhe esmeralda, pequenas ½ pérolas, 3 ½ pérolas e diamantes em talhe rosa. Com contraste do Porto, em uso de 1938 a 1984. Sinais de uso, gastos e pequenos defeitos. Peso aprox.: 30,16 g.; Comp. aprox.: 6,5 cm.

€ 400 / € 800

193

Pulseira com 3 fiadas de pérolas de cultura de 6 mm, fecho e passadeira em ouro de 375 ml e prata de 835 ml cravejado com 8 pequenas safiras em talhe redondo. Com contraste nacional, em uso desde 2021. Sinais de uso e gastos. Comp. aprox.: 19 cm. Fio de seda frágil e restaurado.

€ 260 / € 400

192

179
193

194 195 196

194

Relógio de bolso Patek Philippe, cronómetro com movimento nº881394 e caixa nº627957, em ouro de 750 ml, tampa lisa e mostrador dourado. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Riscos, pequenos defeitos e sinais de uso.

Peso total aprox.: 54,4 g.; Diam. aprox.: 4,1 cm. O Palácio do Correio Velho não se responsabiliza pelo estado de conservação da máquina dos relógios que vende em leilão.

€ 2.000 / € 4.000

195

Relógio de bolso Vacheron & Constantin c.1915, cronómetro com movimento calibre K1001/1 nº584832 e caixa nº6760/414513, em ouro branco de 750 milésimos, com mostrador prateado. Sem marcas, ao abrigo do DecretoLei 120/2017, de 15 de setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso e riscos.

Peso total aprox.: 37,6 g.Diam. aprox.: 4,1 cm. O Palácio do Correio Velho não se responsabiliza pelo estado de conservação da máquina dos relógios que vende em leilão.

€ 2.400 / € 4.800

196

Relógio de bolso Patek Philippe, cronómetro com movimento nº103073 e caixa nº215118, em ouro de 750 ml. Mostrador em esmalte branco com numeração romana a negro. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso, riscos e gastos. Peso total aprox.: 75,8 g.; Diam. aprox.: 4,6 cm. O Palácio do Correio Velho não se responsabiliza pelo estado de conservação da máquina dos relógios que vende em leilão. € 2.400 / € 4.800

197

Anel em ouro branco cravejado com 1 safira em talhe “baguette” (falta 1), 2 diamantes em talhe 8/8, com o peso total cerca de 0,08 ct e 1 diamante em talhe de brilhante, de cor branca e puro, com o peso aproximado de 1,10 ct. Sem contraste, ao abrigo do Decreto-Lei n.º 120/2017, art. 2, nº 2, alínea c. Sinais de uso e riscos. Peso aprox.: 2,25 g.; Tam.: 17 € 1.800 / € 3.600

198

Anel em ouro de 750 ml, cravejado com 2 diamantes em talhe de brilhante com o peso total aproximado de 1,10 ct, sendo 1 incolor com pequena inclusão e o outro puro com acentuada tonalidade amarela. Marcado com marca francesa “Mocho”, aplicada em peças

180

não contrastadas vendidas em leilão, sem contraste, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso e riscos. Peso aprox.: 11,19 g.; Tam.: 10 € 800 / € 1.600

199

Anel em ouro cravejado com 2 safiras e 1 diamante em talhe antigo de brilhante com cerca de 0,95 ct ( graus K~L P1 ). Inscrição no interior. Sem contraste, ao abrigo do Decreto-Lei n.º 120/2017, art. 2, nº 2, alínea c. Sinais de uso, riscos e gastos. Peso aprox.: 10 g.; Tam.: 10 € 600 / € 1.200

200

Relógio de bolso Patek Philippe, cronómetro com movimento nº159647 e caixa nº268690,

em ouro de 750 milésimos e tampa exterior gravada com monograma. Mostrador em esmalte branco e numeração árabe a negro. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Junto com corrente em ouro de 800 ml com moeda em ouro, ½ Libra de 1911, com contraste do Porto, em uso de 1887 a 1937. Pequenos defeitos, riscos e sinais de uso. (2) Peso aprox.: 75,8 g (relógio); Peso aprox. corrente: 17,3 g.; Diam. aprox.: 4,6 cm. O Palácio do Correio Velho não se responsabiliza pelo estado de conservação da máquina dos relógios que vende em leilão.

€ 3.000 / € 6.000

181 200 197 198 199

201

Espelho de mesa ou de parede, com moldura e verso forrado a prata, trabalho atribuível ao séc. XIX. Corpo decorado com enrolamentos vegetalistas, decorado no topo com monograma “M”, de Conde de Murça, encimado por coroa de conde. Estrutura possivelmente em madeira. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Falta no “M”, defeitos e restauros. Comp. aprox.: 56 cm. € 1.000 / € 2.000

202

Colar de duas fiadas de pérolas de águadoce graduadas de 7 a 8 mm, desmontável em dois colares e pendente central amovível, com 2 fechos, centro e pendente em ouro de 585 ml cravejados com 37 turmalinas rosa de vários formatos e tamanhos, Cravejado com 228 diamantes de tonalidade castanha, em talhe de brilhante, com o peso total aproximado de 11,86 ct, tendo o maior cerca de 1,73 ct, de cor castanho “fancy” e pureza grau P2. Com contraste nacional, em uso desde 2021. Sinais de uso e gastos. Comp. pendente: 12 cm.; Comp. aprox. máx. colar: 85 cm. € 7.000 / € 14.000 201

182
183 202

203

203

Salva de gradinha em prata portuguesa, séc. XIX, assente sobre três pés vazados. Gradinha com flores e fundo guilhochado. Com contraste do Porto (P-45.0 ou variante), em uso de c.1877 a 1881, e marca de ourives de JJM &F (P-420.0) de João Joaquim Monteiro & Filhos, datável de c.1870 a 1881. Restauros antigos, gastos e pequenos defeitos.

Peso aprox.: 1008 g.; Diam. aprox.: 31,5 cm. € 500 / € 1.000

204

Tabuleiro circular de gradinha em prata portuguesa, séc. XX, assente sobre três pés de gradinha. Com contraste do Porto (Águia), de 833 milésimos. Riscos, manchas e pequenos defeitos.

Peso aprox.: 1638 g.; Diam. aprox.: 32,5 cm. € 600 / € 1.200 204

205

Serviço de chá e café em prata portuguesa, séc. XX, composto por bule, cafeteira, leiteira e açucareiro. Corpo parcialmente gomados. Com contraste do Porto (Águia), de 916 milésimos, e marca de ourives de Manuel Alcino. Uma pega colada. Defeitos, falhas e amolgadelas. (4)

Peso aprox. total: 3014 g.; Alt. aprox. máx.: 28 cm. € 1.000 / € 2.000

206

Salva em prata portuguesa, séc. XIX/ XX, assente sobre quatro pés vazados. Bordo recortado e orla gravada, decoração com aletas, treliça, flores e concheados. Com contraste do Porto (Javali II), de 833 milésimos, marca de ourives de Florêncio José da Costa (1903-1962). Pequenos defeitos, riscos e sinais de uso.

Peso aprox.: 1378 g.; Diam. aprox.: 42 cm.

1.200

€ 600 / €
205 206
207 208

207

Salva de aparato em prata portuguesa, séc. XIX/XX. Decorada com gomos espiralados, bordo recortado e decoração de motivos florais, treliça, concheados e aletas. Com contraste do Porto (Javali II), de 833 milésimos. Defeitos e riscos.

Peso aprox.: 942 g.; Diam. aprox.: 47 cm. € 450 / € 800

208

Grande tabuleiro de gradinha, séc. XX, de formato rectangular. Com quatro pés de garra e bola. Com contraste do Porto (Águia), de 833 milésimos. Assente sobre quatropés de garra e bola. Riscos, pequenas manchas e sinais de uso.

Peso aprox.: 2490 g.; Comp. aprox.: 48,3 cm. € 1.000 / € 2.000

209

Taça de pé em prata portuguesa, séc. XX. Bordo recortado e decorado com aletas, folhagens e flores em relevo, com corpo gravado com motivos semelhantes. Assente sobre três pés, fundidos e cinzelados, em forma de “golfinhos” estilizados,

209

em enrolamentos vegetalistas. Com contraste de Lisboa (Águia), de 916 milésimos, e marca de ourives de Armindo Martins de Oliveira e Costa (reg. 1941), comercializado por Joalharia do Carmo. Sinais de uso, riscos e pequenos defeitos. Peso aprox.: 1450 g.; Diam. aprox.: 23,5 cm. € 600 / € 1.200

210

RAINHA DONA AMÉLIA DE ORLÉANS E BRAGANÇA (n. 1865-1952)

Vista da Torre de Belém Desenho a tinta sobre papel Assinado e datado de Março de 1888 Dim. aprox.: 17,5 x 17 cm. Papel amarelado e com manchas. Emoldurado. € 1.000 / € 2.000

188

211

DOM CARLOS DE BRAGANÇA, (1863-1908)

“Aspecto do Guincho” Óleo sobre tela Moldura assinada e datada de 1886 Dim. aprox.: 27,5 x 46 cm. Restaurado e reentelado. Craquelé. Com cartão com inscrição manuscrita: “Quadro pintado a óleo pelo Rei D. Carlos (aspecto do Guincho) oferecido pelo próprio Rei ao Avô Arnoso. Restaurado actualmente pelo mestre Reis Santos (1983)”. Emoldurado (vestígios de caruncho). Proveniência: Casa Palmela € 4.000 / € 8.000

189

212

212

THOMAZ DE MELLO JR. (séc. XIX/XX)

Marinha com barcos Óleo sobre cartão Assinado Dim. aprox.: 23 x 40 cm. Pequenos restauros. Emoldurado (defeitos).

Proveniência: Antiga Colecção do Almirante Sousa Dias € 2.000 / € 4.000

213

ALVAREZ José Dominguez Alvarez (1906-1942)

Marinha Óleo sobre platex Assinado e datado de 1937 Dim. aprox.: 13,5 x 20 cm. Emoldurado. € 2.000 / € 4.000

214

THOMAZ DE MELLO JR. (séc. XIX/XX)

Marinha Óleo sobre tela Assinado e datado de 1892 Dim. aprox.: 40 x 60 cm. Pequenos restauros. Emoldurado (pequenos defeitos).

Proveniência: Antiga Colecção do Almirante Sousa Dias € 2.000 / € 4.000

190
191 213 214

215 BOTELHO

Carlos Botelho (1899-1982) Terreiro do Paço Óleo sobre tela Assinado e datado de 1956 Dim. aprox.: 50 x 62 cm. Emoldurado. € 40.000 / € 80.000

192
193

216

THOMAZ DE MELLO JR. (séc. XIX/XX)

Vista de porto com barcos e figuras Óleo sobre tela Assinado

Dim. aprox.: 124 x 196 cm. Restaurado. Verso com etiqueta antiga. Emoldurado (pequenos defeitos).

Proveniência: Antiga Colecção do Almirante Sousa Dias € 14.000 / € 20.000

194
195

217

Jesus Cristo crucificado, escultura indo-portuguesa, Goa, séc. XVII. Cruz adaptada, com terminais e legenda “INRI” em prata, com base adaptada, simulando terreno, indo-portuguesa, do séc. XVII. Peças em prata, com mais de 50 anos, sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei n.º 120/2017, art. 2, nº 2, alínea c. Faltam 2 dedos, falhas, faltas, vestígios de caruncho e defeitos. Alt. aprox. Cristo: 34 cm.; Alt. aprox. total: 90 cm. € 1.600 / € 2.600

196
217

218

Nossa Senhora da Conceição, escultura indo-portuguesa do séc. XVIII, em marfim. Com coroa em prata, com mais de 50 anos, sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei n.º 120/2017, art. 2, nº 2, alínea c. Fissuras, faltas, falhas e defeitos. Peso aprox. prata: 8 g.; Alt. aprox. escultura: 21,8 cm. € 800 / € 1.600

219

Santa Rita de Cássia, escultura indo-portuguesa, do séc. XVII/XVIII, em marfim. Segura nas mãos um crucifixo e uma palma. Com resplendor em prata, com mais de 50 anos, sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei n.º 120/2017, art. 2, nº 2, alínea c. Fissuras, faltas, falhas e defeitos. Peso aprox. prata: 2 g.;

Alt. aprox. escultura: 27 cm. € 800 / € 1.600

197
218 219

220

Papeleira com oratório, Dom José, do séc. XVIII, em pau-santo e outras madeiras, com duas portas, tampo de rebater e três gavetas. Cimalha recortada, montantes decorados com enrolamentos e motivos vegetalistas. Interior com friso entalhado, vazado e dourado de enrolamentos e motivos vegetalistas, com base com gaveta, em madeira pintada com elementos a dourado. Papeleira com portinhola central e 16 gavetas no interior. Assente sobre pés recortados decorados com motivos vegetalistas. Ferragens em bronze dourado recortado e vazado. Riscos, falhas, faltas, sinais de uso e defeitos.

Dim. aprox.: 245 x 122 x 64 cm. Proveniência: Antiga Colecção do Almirante Sousa Dias € 3.600 / € 5.000

198
199
200 221

222

221

Grande galo em faiança com decoração policromada. Falhas, faltas, restauros, gastos e defeitos.

Alt. aprox.: 115 x 97 cm € 1.000 / € 2.000

222

Talha com tampa e base em faiança portuguesa. Corpo profusamente decorado em tons de azul, em relevo, com motivos vegetalistas, ramos com frutos e urna ao centro ladeada por pássaros. Carranca em relevo que suporta torneira em metal. Base decorada com friso de perlado e enrolamentos. Botão da tampa em forma de pinha florida. Tampa com cabelo com vestígios de gatos e com grande falta no interior. Falhas e gastos. (2)

Alt. aprox.: 88 cm. € 1.400 / € 3.000

201

223

THOMAZ DE MELLO JR. (séc. XIX/XX)

Vista de praia com barcos - Setúbal Óleo sobre tela Assinado e datado de 1893 Dim. aprox.: 53,5 x 73 cm. Restaurado. Emoldurado. Proveniência: Antiga Colecção do Almirante Sousa Dias € 7.000 / € 14.000

203
204 224

225 CANTO DA MAIA

Ernesto do Canto Faria e Maya (1890-1981)

Escultura em barro Assinada Dim. aprox.: 38,5 x 39 x 16 cm. Pequenos defeitos. € 10.000 / € 20.000 225 Posição 1

224 FRANCIS SMITH (1881-1961)

Natureza morta Óleo sobre tela Assinado frente e verso Dim. aprox.: 100 x 81 cm. Emoldurado (com defeitos). Grade partida. € 5.000 / € 10.000

205
225
Posição 2
206 226

Figuras femininas, escultura em bronze assente sobre base em mármore em tons de verde. Pequenas falhas. Alt. aprox. total: 24,7 cm.

€ 400 / € 800

227

ANJOS TEIXEIRA

Pedro (1908-1997) Nu feminino Escultura em bronze, com base em pedra Assinado e datado de 1947 Dim. aprox.: 31,5 x 35 cm.

€ 600 / € 1.200

228

Mulher deitada Escultura em bronze Assente sobre base em mármore em tons negro Ostenta assinatura “Botero” Comp. aprox. escultura: 40 cm.; Comp. aprox. total: 43 cm. Riscos.

€ 600 / € 1.200

207
226
227 228

229 CALVET

Carlos Frederico Pereira de Sequeira Bramão Calvet da Costa (1928-2014)

Guache sobre papel Assinado e datado de 1969 Dim. aprox.: 24 x 32 cm. Emoldurado.

€ 1.000 / € 2.000

208

230

COSTA PINHEIRO

António Costa Pinheiro (1932-2015)

“O modelo e o pintor” Óleo sobre tela Verso assinado e datado de 1984 Dim. aprox.: 30 x 40 cm. Emoldurado. € 1.000 / € 2.000

209

210 232

CUTILEIRO

João Cutileiro (n. 1937)

Escultura em bronze Múltiplo, não assinado, não numerado Alt. aprox.: 10 cm. € 140 / € 300

233

MARIA FLÁVIA DE MONSARAZ (1935-2019)

Nu feminino Escultura em bronze Não assinada Comp. aprox.: 25,5 cm. € 800 / € 1.600

231

Autor não identificado Nu feminino Escultura em bronze Assinada e datada de 1983 Comp. aprox.: 25 cm. € 400 / € 800

233
231 232

234 Clara

MENÉRES

(n.1943)

Torso de mulher Escultura em bronze Assinada e datada de 1982 Edição 1/3

Alt. aprox.: 26,8 cm. € 800 / € 1.600

211

TERLICA PINTO

António (Antoine Pinto) (séc. XX)

Escultura em madeira, mármore e vidro Assinada e datada de 1993

Dim. aprox. total: 110 x 106 x 37,5 cm. Esta peça é da autoria do arquitecto de renome António Terlica Pinto, mais conhecido como Antoine Pinto, da empresa “Pinto & Co.”, sediada em Bruxelas. A sua obra é essencialmente focada em restaurantes e hotéis, tendo sido o designer e um dos fundadores do Alcantâra Café, em Lisboa. Riscos, restauros e defeitos.

€ 300 / € 600

212 235
235

236 CROFT

José Pedro Croft (n.1957)

Tríptico a gravura sobre papel Assinado, edição n.º 14/15 Dim. aprox. (cada): 75 x 54 cm. Não emoldurado.

€ 1.400 / € 2.800

213
236

237

JOÃO VIEIRA

João Rodrigues Vieira (1934-2009)

Óleo sobre tela Assinado e datado de 1986

Dim. aprox.: 130 x 97 cm. € 5.000 / € 10.000

238

EDUARDO LUÍS

Eduardo Luís Fernandes (1932-1988)

Óleo sobre tela Assinado e datado de 1974 Dim. aprox.: 55,5 x 38 cm. Emoldurado. € 8.000 / € 16.000

214
237
215 238
216 239

239

JÚLIO RESENDE (1917-2011)

Auto-retrato Óleo sobre derivado de madeira Assinado e datado de 1985 Dim. aprox.: 74 x 63 cm. Emoldurado. € 7.000 / € 14.000

240

JÚLIO RESENDE (1917-2011) Auto-retrato Óleo sobre platex Assinado e datado de 1996, com dedicatória Dim. aprox.: 50 x 60 cm. € 7.000 / € 14.000

217
240

241

MENEZ

Maria Inês Carmona Ribeiro da Fonseca (1926-1995)

Óleo sobre tela Assinado e datado de 1982

Dim. aprox.: 79 x 100 cm. Verso assinado e datado de 1982. Emoldurado. € 15.000 / € 30.000

242

COSTA PINHEIRO

António Costa Pinheiro (1932-2015)

“La fenêtre de ma tête - (Nave espacial do universonauta, o Planeta da Paz e as duas Luas” Óleo sobre tela Assinado e datado de 1983/1984

Dim. aprox.: 145 x 125 cm. Verso com inscrições. Pequenos defeitos. Emoldurado. € 10.000 / € 20.000

218
241
219 242

243

COSTA PINHEIRO

António Costa Pinheiro (1932-2015)

A caneta do poeta Fernando Pessoa Óleo sobre tela Assinado e datado de 1979 e 1980, frente e verso Dim. aprox.: 89 x 130 cm. Emoldurado (defeitos). € 5.000 / € 10.000

220

244

COSTA PINHEIRO

António Costa Pinheiro (1932-2015)

O chapéu “Heterónimo” do Poeta Fernando Pessoa Óleo sobre tela Verso assinado e datado de 1979/80, com inscrições Emoldurado. Dim. aprox.: 90 x 130 cm. € 5.000 / € 10.000

221
222 245

245

Candeeiro de tecto, segundo modelo 0024 Fontana Arte Gio Ponti. Falhas, sinais de uso, desgaste e oxidações. Diam. aprox.: 50 cm. € 800 / € 1.600

246

246

Centauros

Duas esculturas em bronze Assentes sobre bases em mármore Dim. aprox.: 49,5 x 23 cm. e 46 x 23 cm. Oxidações, falhas e defeitos. (2) Proveniência: Casa Palmela € 500 / € 1.000

223

247

Carapaça de tartaruga. Defeitos, falhas e faltas. Comp. aprox.: 90 cm.; Peso aprox.: 7,2 kg. € 800 / € 1.600

248

Conjunto de seis cadeiras, estilo Dom João V, em pau-santo entalhado, sendo uma de braços. Cachaço recortado e vazado decorado com enrolamentos e motivos estilizados. Espaldar vazado com tabela central recortada e vazada. Assentos trapezoidais com cintura ondulada e recortada decorada com feixe de plumas, aletas e motivos vegetalistas. Pernas de joelho saliente decorados com motivos vegetalistas estilizados. Pernas dianteiras com pés de garra e bola. Com coxins amovíveis estofados a tecidos adamascados de diferentes cores e padrões. Restauros, uma partida e colada, manchas, pequenas falhas e defeitos. (6)

Alts. aprox.: 122,5 cm. e 113,5 cm. Segundo informação do proprietário estas cadeiras pertenceram ao Professor Doutor Júlio de Matos. Proveniência: Espólio do Professor Dr. Júlio de Mattos € 1.200 / € 2.200

224
247 248

249

VALADARES

Luís Valadares (n. 1949)

“Palanca Real” Escultura em bronze parcialmente pintada Assinada e datada de 2003 Edição 10/50

Dim. aprox.: 48,5 x 48,5 cm. € 2.400 / € 5.000

225

250

250

MIGUEL BRANCO (n. 1963)

Animal fantástico Escultura em bronze patinado Marcada Comp. aprox.: 18 cm. € 3.000 / € 6.000

251

JÚLIO POMAR

Júlio Artur da Silva Pomar (1926-2018)

Paisagem com figura feminina a cavalo e espantalho Prato em cerâmica do Bombarral Assinado e datado de 1950 (frente e verso) Diam. aprox.: 37 cm. Cabelo. Sinais de uso. € 3.000 / € 6.000

226
227 251

252

253

Bailarina

Escultura em bronze Assente sobre mármore em tons de “bordeaux” e branco Ostenta assinatura “D. H. Chiparus” Com selo de garantia “Bronzes de Paris” Marcada “A 7255”

252

Bailarina

Escultura em bronze patinado Assente sobre base em mármore Com selo “Garantie de Bronze de Paris” Ostenta assinatura “Cl.J.R. Colinet” Alt. aprox. escultura: 40 cm.; Alt. aprox. total: 46,5 cm. € 200 / € 400

228
Alt. aprox. escultura: 36 cm.; Alt. aprox. total: 48,5 cm. € 400 / € 800 253

254 ANTÓNIO SOARES

(1894-1978)

Retrato feminino Óleo sobre cartão Assinado e datado de 1922 Dim. aprox.: 38 x 31,5 cm. Defeitos. Emoldurado. € 2.200 / € 3.000

229

255

255

CARVALHO

João Vaz de Carvalho (n.1958)

Acrílico sobre tela Verso assinado e datado de 2000

Dim. aprox.: 114 x 146 cm. Certificado Galeria Trema (Lisboa), 2006. Emoldurado. Defeitos na moldura. € 600 / € 800

256

COSTA PINHEIRO

António Costa Pinheiro (1932-2015)

“Ícone”

Técnica mista sobre papel Assinado e datado de 1962 Verso assinado e datado com detalhes sobre a obra Dim. aprox. mancha: 26 x 36,5 cm. Emoldurado (defeitos). € 400 / € 800

257

COSTA PINHEIRO

António Costa Pinheiro (1932-2015)

Dom Sebastião (Estudo)

230
Óleo sobre tela Verso assinado e datado de 1991 Dim. aprox.: 50,5 x 35,5 cm. Não emoldurado. € 2.000 / € 4.000 256
231 257

258

258

LUZ

Alfredo Luz (n. 1951)

Óleo sobre tela Assinado (2009)

Dim. aprox.: 65 x 54 cm. Emoldurado. € 1.000 / € 2.000

259

ESCADA

José Jorge da Silva Escada (1939-1980)

Óleo sobre tela Verso assinado e datado 1973 (tela e grade)

Dim. aprox.: 55,5 x 38 cm. Pequenos restauros. Verso da grade com etiqueta da Galeria Filomena Soares, com detalhes sobre a obra. Emoldurado (pequenas falhas). € 4.000 / € 8.000

232
233 259
Lote 028

DE AUTORES

AUTHOR’S INDEX

ABEL SALAZAR (1889-1946) 117

ALBERTO DE SOUSA (1880-1961) 22

ALFREDO KEIL, Alfredo Cristiano Keil (1851-1907) 123

ALVAREZ, José Dominguez Alvarez (1906-1942) 213

ANTÓNIO SOARES (1894-1978) 119, 254

BOTELHO, Carlos Botelho (1899-1982) 215

CALIXTO, Benedito (1853-1927) 124

CALVET, Carlos Frederico Pereira de Sequeira Bramão Calvet da Costa (1928-2014) 229

CANTO DA MAIA (1890-1981) 225

CARVALHO, João Vaz de Carvalho (n.1958) 255 Clara MENÉRES (n.1943) 234

Constantin Emile MEUNIER (1831-1905) 113

COSTA PINHEIRO (1932-2015) 230, 242, 243, 244, 256, 257

CROFT, José Pedro Croft (n.1957) 236

CUTILEIRO, João Cutileiro (1937-2021) 232

DOM CARLOS DE BRAGANÇA, (1863-1908) 211

DOMINGOS REBELO (1891-1975) 120, 121

DÓRDIO GOMES (1890-1976) 128

EDUARDO LUÍZ (1932-1988) 238

ESCADA, José Jorge da Silva Escada (1939-1980) 259

FRANCIS SMITH (1881-1961) 224

JOÃO REIS (1899-1982) 116

JOÃO VIEIRA, João Rodrigues Vieira (1934-2009) 237

JÚLIO POMAR, Júlio Artur da Silva Pomar (1926-2018) 251

JÚLIO RESENDE (1917-2011) 239, 240

LÁZARO LOZANO (1906-1999) 112, 129

LUZ, Alfredo Luz (n. 1951) 258

MARIA FLÁVIA DE MONSARAZ (1935-2019) 233 MARQUES DE OLIVEIRA (1853-1927) 122 MENEZ (1926-1995) 241

MIGUEL BRANCO (n. 1963) 250

PEREIRA, José António Pereira (1821- c.1871) 149

RAINHA D. AMÉLIA DE ORLÉANS E BRAGANÇA (n. 1865-1952) 210

SOUSA PINTO (1856-1939) 125, 127

TERLICA PINTO, António (Antoine Pinto) (séc. XX) 235

THOMAZ DE MELLO JR. (séc. XIX/XX) 118, 212, 214, 216, 223

VALADARES, Luís Valadares (n. 1949) 5, 8, 249

VIEIRA LUSITANO (1699-1783) 168

CONTRASTES PORTUGUESES

EM VIGOR DESDE 1887

ATÉ AOS DIAS DE HOJE

Marca de contraste (Javali II), em uso de 1887 a 1938, e marca de ourives da mesma época.

Marca de contraste (Javali I), 1º título, em uso de 1887 a 1938, e marca de ourives da mesma época.

Marca de contraste (Águia 833), em uso de 1938 a 1985, e marca de ourives da mesma época.

Marca de contraste (Águia 916), 1º título, em uso de 1938 a 1985, e marca de ourives da mesma época.

Com marca de contraste (Águia 835), em uso desde 1985, e marca de ourives da mesma época.

Com marca de contraste (Águia 925), 1º título, em uso desde 1985, e marca de ourives da mesma época.

LEILÃO 393
ÍNDICE
Lote 098

ORDEM DE COMPRA / LICITAÇÃO TELEFÓNICA

ABSENTEE / TELEPHONE BIDDING SLIP

DATA I DATE

HORA I TIME RECEBIDO POR I RECEIVED BY

IMPORTANTE : Clientes que nunca tenham comprado no Palácio do Correio Velho deverão anexar cópia de documento de identificação e do cartão de contribuinte

IMPORTANT : Bidders who have never previously purchased at Palácio do Correio Velho should attach a copy of their ID document and VAT number

Nº DO LEILÃO I AUCTION NUMBER 393 TÍTULO DE VENDA I SALE TITLE Leilão Live Online I Leilão de Dezembro 2022 - Colecções Particulares

NOME PARA FACTURA I INVOICE NAME

Nº CLIENTE I CLIENT NUMBER CONTRIBUINTE FISCAL I VAT NUMBER EMAIL MORADA I ADDRESS

CÓDIGO POSTAL I ZIP CODE - CIDADE I CITY PAÍS I COUNTRY

NOME PARA CONTACTO I CONTACT NAME

TELEFONES PARA LICITAÇÃO TELEFÓNICA I TELEPHONE NUMBERS DURING THE SALE

Por favor preencha de forma clara este impresso ou envie o pedido por email contendo todos os dados pedidos no impresso o mais cedo possível, pois, no caso de propostas de igual valor, terá preferência a que for recepcionada em primeiro lugar. As ordens de compra e licitações telefónicas deverão ser recebidas pelo Palácio do Correio Velho até 4 horas antes do início do leilão. mail@pcv.pt

Please complete and return this form as quickly as possible or send us your request by email with all fields requieredin this form, because in the event of two identical bids being received, the first bid received shall prevail. Bids should be submitted at least 4 hours before the auction. mail@pcv.pt

VALOR MÁXIMO € MAXIMUM AMOUNT €

VALOR MÁXIMO € MAXIMUM AMOUNT €

LICITAÇÃO ESCRITA I WRITTEN BID

LICITAÇÃO TELEFÓNICA I TELEPHONE BID PÓS-LEILÃO I AFTER SALE

ORDEM DE COMPRA RECEBIDA POR TELEFONE | ABSENTEE BID RECEIVED BY PHONE

Para licitações adicionais, anexe uma nova página I For additional bids, please attach a separate page.

236 Data I Date Assinatura I Signature

Concordo com as Condições Negociais do Palácio do Correio Velho e com as condições para as ordens de compra e licitações telefónicas, publicadas no site da Empresa, em www.pcv.pt .

I agree with Palácio do Correio Velho’s terms and conditions of sale and the information set out in the absentee and telephone bidding terms and conditions on the Company website, at www.pcv.pt

PALÁCIO DO CORREIO VELHO - LEILÕES E ANTIGUIDADES, S.A

Calçada do Combro, 38 A - 1º . 1200-114 Lisboa, Portugal | tel +351 213 242 980 | fax +351 213 426 536 | email mail@pcv.pt

Nº DO LOTE LOT NUMBER Nº DO LOTE LOT NUMBER
DESCRIÇÃO DO LOTE LOT DESCRIPTION DESCRIÇÃO DO LOTE LOT DESCRIPTION
RAQUETE Nº I PADDLE NUMBER

CONDIÇÕES PARA ORDENS DE COMPRA E LICITAÇÕES TELEFÓNICAS

Por favor envie as suas ofertas o mais cedo possível antes de cada leilão, pois, no caso de propostas de igual valor, terá preferência a que for recepcionada em primeiro lugar. As Ordens de Compra e Licitações Telefónicas deverão ser recebidas pelo Palácio do Correio Velho até 4 horas antes do início do leilão.

Os clientes licitantes bem sucedidos receberão uma factura detalhada, com as suas compras e instruções de pagamento.

Todas as licitações estão sujeitas às Condições Negociais do Palácio do Correio Velho, bem como no site www.pcv.pt.

O Palácio do Correio Velho solicitará aos seus novos clientes o fornecimento de uma prova de identidade, através da entrega de um documento oficial que contenha uma fotografia, tal como o passaporte, cartão de cidadão ou bilhete de identidade.

O Palácio do Correio Velho usará a informação prestada pelos seus clientes para a organização dos seus leilões e outros serviços relacionados com a sua actividade e marketing, bem como para gerir e operar o seu negócio, de acordo com a lei. Ao concordar com estas condições, os clientes aceitam o tratamento dos seus dados pessoais pelo Palácio do Correio Velho. A qualquer momento os clientes podem impedir a utilização dos seus dados pessoais para fins comerciais, mediante notificação enviada ao Palácio do Correio Velho.

De acordo com as Condições Negociais do Palácio do Correio Velho, os licitantes bem sucedidos pagarão uma comissão sobre o preço de martelo, como parte do valor total da compra.

Este serviço é gratuito e confidencial.

ORDENS DE COMPRA

Por favor registe com precisão os números dos lotes, descrições e o valor de martelo máximo que está disposto a pagar por cada lote

As Ordens de Compra, quando solicitadas por telefone são aceites por conta e risco do cliente e deverão ser confirmados por carta, fax ou e-mail.

As Ordens de Compra serão executadas ao melhor preço, respeitando outros lances ou reservas.

LICITAÇÕES TELEFÓNICAS

Por favor indique de forma clara o número de telefone para contacto no momento do leilão, incluindo o código do País. Ligar-lhe-emos momentos antes do lote ser apresentado em leilão. De acordo com as Condições Negociais do Palácio do Correio Velho, uma ordem de licitação telefónica implica que o comprador aceita, pelo menos, a aquisição do lote pelo valor da estimativa mínima, mesmo em caso de impedimento da ligação telefónica.

As licitações por telefone ficarão condicionadas à disponibilidade das linhas telefónicas do Palácio do Correio Velho. O acesso às licitações telefónicas implica o preenchimento, assinatura e entrega do impresso até 4 horas antes do início do leilão. Nem o Palácio do Correio Velho nem nenhum dos seus colaboradores poderá ser responsabilizado por erros ou falhas na execução deste serviço de licitações, quer por deficiência nas ligações telefónicas, quer por dificuldades na recepção da licitação ou na sua transmissão ao pregoeiro.

AND CONDITIONS

Please send your bids as quickly as possible before each auction, because in the event of two identical bids being received, the first bid received shall prevail. Absentee and Telephone Bids should be received by Palácio do Correio Velho at least 4 hours before the start of the auction.

Successful bidders will receive an itemised invoice, specifying their purchases and payment instructions.

All bids are subject to Palácio do Correio Velho’s Terms and Conditions of Sale, printed in the auction catalogue and available in the site www.pcv.pt.

Palácio do Correio Velho requires proof of identity for new clients, via an official document containing a photo - such as a passport, identity card or driver’s license.

Palácio do Correio Velho will use the information provided by its clients to organize its auctions and related and marketing services, and manage and operate its business, in accordance with prevailing legislation. Upon agreeing with these terms and conditions, clients agree that Palácio do Correio Velho may process their personal data. Clients may refuse use of their personal data for marketing purposes at any time, by notifying Palácio do Correio Velho.

In accordance with Palácio do Correio Velho’s Terms and Conditions, a buyer’s premium will be added to the successful bid price and is payable by the Buyer as part of the total purchase price.

This service is free and confidential.

WRITTEN BIDS

Please record accurately the lot numbers, descriptions and the top hammer price you are willing to pay for each lot.

Telephone calls from absentee bidders will be accepted only at the caller’s risk and must be confirmed by letter, fax or e-mail.

Bids are to be executed for the lowest price as is permitted by other bids or reserves.

TELEPHONE BIDS

Please clearly specify the telephone number on which you may be reached at the time of the sale, including the country code. We will call you from the saleroom shortly before your lot is offered.

According to Palácio do Correio Velho Conditions of Sale, a telephone bid order implies that the bidder accepts to purchase the lot for the lower estimate, as his first bid, even if unable to place the telephone call.

Telephone bids are limited to the availability of telephone lines at Palácio do Correio Velho. Telephone bidders must complete, sign and deliver the telephone bid form at least 4 hours prior to the auction. Neither Palácio do Correio Velho nor any of its employees can be liable for any error or failure for the fulfilment of the bidding service, either by bad telephone connection or difficulty in transmitting information to the auctioneer.

PALÁCIO DO CORREIO VELHO - LEILÕES E ANTIGUIDADES, S.A.

Calçada do Combro, 38 A - 1º . 1200-114 Lisboa, Portugal | tel +351 213 242 980 | fax +351 213 426 536 | email mail@pcv.pt

237 ABSENTEE
TELEPHONE
AND
BIDDING TERMS
238 Lote 237
239 Lote 225
pcv.pt