Leilão Online 1581 | Colecção Alusiva 200 anos da Independência do Brasil

Page 1

1

COLECÇÃO ALUSIVA AOS 200 ANOS DA INDEPENDÊNCIA DO BRASIL


2


Leilão de Colecção Particular de Condecorações, Memorabilia, Espadas e outros objectos referentes à História do Brasil e por ocasião das comemorações dos 200 anos do Império Brasileiro.

***

E de Colecção de Condecorações, Medalhas e outros objectos de Sua Excelência o Presidente da República Portuguesa, Almirante Américo de Deus Rodrigues Thomaz.

3

***

Armaria, Militária, Fotografia, Documentos de Arquivo, etc. Leilão Online Nº 1581 21 de Novembro 2022 a 7 de Dezembro 19h00

Exposição 21 de Novembro 2022 a 7 de Dezembro

www.pcv.pt


CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

CEO - Chief Executive Officer João Thomaz Perestrello Pinto Ribeiro CFO - Chief Finantial Officer Sebastião Pinto Ribeiro CAO - Chief Administrator Officer Sérgio Seabra de Sousa ASSEMBLEIA GERAL Ana Pinto Ribeiro

EQUIPA

COORDENAÇÃO GERAL Maria Inês Augusto DEPARTAMENTO COMERCIAL Sara de Sousa e Andrade Mariana Ramirez DEPARTAMENTO APOIO AO CLIENTE

4

Mariana Sousa Rosa Mateus RESTAUROS Ana de Castro DEPARTAMENTOS PERITAGEM E CATALOGAÇÃO GERAL Maria Reis (Escultura e Mobiliário) Maria Inês Augusto (Porcelanas e Faianças) PINTURA E OBRAS DE ARTE João Pinto Ribeiro Sara de Sousa e Andrade

NUMISMÁTICA Helder Cardoso da Silva (Consultor) Beatriz Abrantes DEPARTAMENTO FINANCEIRO E ADMINISTRATIVO Marta Soares Sara Alves Carla Figueiredo DEPARTAMENTO MARKETING, DESIGN, IMAGEM COMUNICAÇÃO E TECNOLOGIA DESIGN E PAGINAÇÃO Margarida Leote MARKETING E COMUNICAÇÂO DIGITAL Tânia Alegria FOTOGRAFIA E PRÉ-IMPRESSÃO Pedro Ramos dos Santos Jorge Nabais Luis Resina

JOALHARIA E OURIVESARIA Mariana Ramirez Henrique Braga (Consultor Joias) Sofia Ruival (Consultora Ourivesaria)

CONSULTORIA INFORMÁTICA José Pinto Ribeiro

LIVROS RAROS E MANUSCRITOS Isabel Maiorca Tatiana Rodrigues

António Marques Márcia Sousa Nuno Guerreiro Bruno Soares

ARMAS ANTIGAS - MILITÁRIA José Faria e Silva Dom Vasco Teles da Gama HERÁLDICA E GENEALOGIA Lourenço Correira de Matos

DEPARTAMENTO LOGÍSTICA E TRANSPORTES

TIPOGRAFIA ORGAL Impressoures DEPÓSITO LEGAL: XXXXXXXXXXXXXXX

PALÁCIO DO CORREIO VELHO - LEILÕES E ANTIGUIDADES, S.A. Calçada do Combro, 38 A - 1º . 1200-114 Lisboa, Portugal | tel +351 213 242 980 | fax +351 213 426 536 | email mail@pcv.pt


5


6


Sessão Online - 21 de Novembro a 7 de Dezembro de 2022 às 19h00 Lote 001 a 241

7


8

001 Autor desconhecido Retrato de S. M. El Rei Dom João VI Óleo sobre tela Não assinado Dim. aprox.: 86,5 x 66,5 cm. Emoldurado. S.M. El Rei Dom João VI é representado dentro de uma moldura elíptica trajando casaca de cerimônia ricamente adornada com bordados a fio de ouro e invulgar passa-fitas em brilhantes ao ombro. Sobre a casaca é possível identificar três Placas: das Três Ordens Militares, da Ordem de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa e da Ordem da Torre e da Espada; e, pendurado por uma fita em seda vermelha, o Tosão de Ouro. À sua frente, o Ceptro e a Coroa Real. € 5.000 / € 10.000


9


10

002 Atribuível a TRONI, Giuseppe (1739-1810) Par de retratos de S.A.R. O Príncipe Regente Dom João de Bragança, futuro Rei Dom João VI, e da Infanta de Espanha Dona Carlota Joaquina Óleo sobre tela Não assinados Dim. aprox.: 62 x 50,5 cm. Pequenos retoques. Emoldurados. No retrato, Dona Carlota Joaquina de Bourbon, Infanta de Espanha e mais tarde Rainha de Portugal, aparece trajando um vestido de seda azul bordado com uma fina renda branca no decote e nas mangas. Sobre o peito ostenta medalhão com este retrato, em miniatura, de seu marido, S.A.R. O Príncipe Regente Dom João, futuro Rei Dom João

VI, representado com traje de seda azul com botões, tendo ao peito a Cruz da Ordem de Cristo pendente de uma fita vermelha, e, na lapela, miniatura do Tosão de Ouro. As semelhanças entre o retrato da Infanta e a sua representação feita pelo mesmo pintor no Painel da Conceição da capela-mor da Igreja da Bemposta, executado em 1793, são dignas de nota. São conhecidas obras semelhantes: na Royal Collection, tendo sido em princípio erroneamente identificados como os retratos da Rainha Luísa e do Rei Frederico V da Dinamarca, na colecção do Museu Nacional Soares do Reis, e no Palácio Nacional de Queluz. Acredita-se que derivam de uma obra de Troni em que a Rainha aparece representada de corpo inteiro e que se encontra hoje no Museu do Prado em Madrid, existindo outra no acervo do Museu dos Coches em Lisboa. € 30.000 / € 60.000


11


12

003 Conjunto de placa, pendente e “demi-taille” para Grã-Cruz da Ordem de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa, em ouro, prata e esmaltes policromos. Antigo modelo português, cerca de 1840. Placa com marca de contraste de Lisboa (Javali II), de 833 milésimos e marca de importação

particular PART, restantes sem marcas, com mais de 50 anos, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Falhas, defeitos e gastos. (3) Peso total aprox.: 96 g.; Peso aprox. “demi-taille”:: 3,7 g.; Comp. aprox. máx: 8,5 cm. € 1.000 / € 2.000


004 Importante Insígnia da Ordem de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa, em ouro, diamantes e esmaltes, séc. XIX. Cravejada com 69 diamantes em talhe rosa e 242 em talhe antigo de brilhante, com o peso aproximado de 11 ct. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso e gastos. Peso aprox.: 38,1 g.; Comp. aprox. total: 10,3 cm. Salientamos a excepcional qualidade desta insignia que, segundo tradição familiar, teria pertencido a S. M. El Rei Dom Manuel II. Proveniência: Colecção D. Manuel de Souza e Holstein Beck, Conde da Póvoa, vendida pelo Palácio do Correio Velho em 2012, no Leilão 284, Lote 177. € 10.000 / € 20.000 13


14

005 Faca para papel em marfim (abre-cartas) alusiva ao descobrimento do Brasil em 1500. Punho ricamente trabalhado representando o descobridor Pedro Álvares Cabral trajando à época, com calças de balão, botas e chapéu com pluma, abraçado a uma índia brasileira com toucado de plumas e colar. No verso, figura de Hércules vestindo a pele do Leão de Nemeia, segurando na mão uma tocha. A lenda conta que a família Cabral é descendente de Carano, o primeiro rei da Macedônia, que governou a região por volta do ano 1100 a.C. Carano, por sua vez, seria descendente de ninguém menos que o semideus Hércules! De pé sobre a Esfera Armilar e encimados por um anjo alado sustendo sobre a cabeça um escudo de formato elíptico tendo encima o casco de uma caravela. A guarda, em forma de mãos, é rematada de um lado pela Coroa Real portuguesa com ramo de oliveira e, do outro, a Coroa Imperial brasileira com ramo de carvalho. Lâmina lisa com gume curvo e pontiagudo. Sinais de uso. Dim. aprox, total: 36 cm.; dim. aprox. lâmina: 20 cm. Segundo tradição familiar, esta faca para papel pertenceu a S.M. El Rei Dom Carlos I. € 2.000 / € 4.000


15


16

006 Atribuível a DOMINGOS SEQUEIRA, Domingos António de Sequeira (1768-1837) Retrato de S.M. El Rei Dom João VI Óleo sobre madeira Não assinado Dim. aprox.: 20 x 13 cm. Emoldurado. Moldura em madeira ornada por rica montagem em prata do séc. XVIII, em estilo rocaille, decorada com concheados, enrolamentos vegetalistas e entablamentos arquitectónicos, cinzelados e repuxados. Verso com argola para suspender. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Dim. aprox. moldura: 43 x 31 cm. S.M. El Rei Dom João VI é retratado com casaca azul e dragonas douradas ao ombro. Ao peito é possível identificar o Tosão de Ouro, a Placa de Grã-Cruz da Ordem de Carlos III, a Placa da Ordem de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa, e respectivas faixas. Segura na mão esquerda uma bengala. € 4.000 / € 8.000


17


18

007 Atribuível a SCHIAPPA PIETRA, António Onofre Rara caixa para rapé com busto de S.M. El Rei Dom João VI em cera Não assinada Dim.aprox.: 7,5 cm. Nota: Caixa de formato circular, decorada na tampa com uma miniatura em cera do retrato de S.M. El Rei Dom João VI em traje de cerimônia, com condecorações e Tosão de Ouro. No interior, inscrição atribuindo a miniatura a António Onofre Schiappa Pietra. Sinais de uso, faltas na caixa e fissura na miniatura. O aro do vidro foi retirado e recolocado, necessitando de reparação. € 1.000 / € 2.000


008 Lanterna de procissão, estilo neoclássico, séc. XIX, em folha de metal pintada e dourada. Vara em madeira dourada decorada com as Armas Reais portuguesas. Electrificada. Com suporte para colocar na parede. Gastos, falhas, faltas e defeitos. Alt. aprox. total: 222 cm. € 300 / € 600

009

009 Efígie de S.M. El Rei Dom João VI em metal dourado, com a inscrição “Dom Joao VI Rei do Reino Unido do Portugal e do Brasil e Algarves”. Com moldura em madeira e marca de fabricante. Oxidações no metal, pequena falta na moldura, sinais de uso. Diam. aprox.: 6 cm.; Dim. aprox. moldura: 12,5 x 12,3 cm. € 300 / € 600

008

010

010 Estojo revestido em seda bordada a linha dourada com as Armas Reais de S.M. El Rei Dom João VI. Tecido ricamente decorado com elementos vegetalistas e as insígnias do Reino Unido de Portugal e do Brasil. Sinais de uso, gastos no tecido, defeitos e manchas. Dim. aprox.: 11 x 6,2 cm. € 160 / € 300

19


011 Medalha Militar, Vilafrancada, 1823, Muito Rara, Prata Dourada Em forma de estrela com oito pontas, encimada por Coroa Real No anverso: efígie de El Rei Dom João VI no medalhão central, entre ramos de carvalho e oliveira No reverso: inscrição “Fidelidade ao Rei e a Pátria 1823” Estado de Conservação: Muito Bem Conservada Peso aprox.: 5,5 g.; dim. aprox. total: 4,5 cm. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). € 300 / € 600

011

012 Cunho em bronze com as armas de El Rei Dom João VI, com cruz da Ordem de Avis e cruz da Ordem de Santiago. Gastos e pequenos defeitos. Alt. aprox.: 3,7 cm.; Diam. aprox.: 4 cm. € 1.000 / € 2.000

20

012


013

21

014 Lateral

014 De frente

013 Emblema de uniforme de formato elíptico com as Armas de S. M. El Rei Dom João VI e do Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves, com Esfera Armilar, emolduradas por tecido bordado com decoração geométrica e vegetalista. Gastos, falhas, faltas e defeitos. Dim. aprox.: 17 x 15,5 cm. € 300 / € 600 014 Raro cunho em bronze da Biblioteca de S.A.R. o

Príncipe Regente, Dom João de Bragança, futuro Rei Dom João VI. Trata-se de uma peça única, gravada com as Armas Reais sobre a Esfera Armilar encimadas pela Coroa Real portuguesa, usadas a dourado como “SUPER LIBROS” nas encadernações da Biblioteca Real realizadas no importante “Atelier Simier - Les Relieurs des Rois de France” em Paris, os encadernadores dos Reis de França e de todas as Casas Reais europeias à época. Dim. aprox.. 8 x 4,7 cm. € 3.000 / € 6.000

014


015 Raro e importante par de esporas do S. M. EL Rei Dom João VI, em prata dourada em forma de duplas cobras entrelaçadas, séc. XVIII/XIX. Corpo cinzelado em escamas com duas fivelas, em forma de duas cobras, estando uma com a dobradiça partida. Proveniente do leilão do espólio do S. M. EL Rei Dom Miguel I, apresentando possível etiqueta original do leilão, realizado em 1943, com etiqueta posterior do leilão (segunda via), com nova numeração. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Junto com duas esporas para criança em metal dourado, com oxidações, com a mesma proveniência. Gastos, sinais de uso e pequenos defeitos. (4) Peso aprox. esporas de prata: 296 g.; Comp. aprox.: 15,5 cm. e 7,5 cm. Este lote era a verba nº50, que correspondia ao nº73 do arrolamento. No Banco de Portugal estiveram guardados os bens pertencentes ao rei Dom Miguel I, muitos herdados de seu pai, El Rei Dom João VI, que haviam sido deixados a sua irmã

22

Dona Ana de Jesus Maria, aquando da sua partida para o exílio. Este inestimável património esteve sem decisão por mais de 100 anos, mantido longe do olhar público. Será no início do séc. XX, sobre a égide do rei D. Carlos I, que são abertas as primeiras caixas para que seja examinado o seu conteúdo, processo que foi naturalmente interrompido com o regicídio. Em Julho de 1943, depois de identificados os herdeiros, por determinação do Presidente de Conselho de Ministros, Dr. António de Oliveira Salazar, é decidido abrir as caixas que se encontravam no Banco de Portugal. Na presença de representantes do Estado Português e dos legítimos herdeiros da infanta D. Ana de Jesus Maria, através do cabeça de casal, Sr. Carlos de Sousa Coutinho, Conde de Linhares, é verificado e registado todo o seu conteúdo. bem como mandado avaliar por um perito. Depois de terem sido avaliadas por um perito, o Estado compra parte do espólio, e determina que as restante jóias sejam entregues aos seus herdeiros directos. Nessa altura, ocorreu à porta fechada o leilão particular do inventário da herança, unicamente entre os herdeiros, ficando assente que o levantamento dos lotes fosse em Janeiro de 1944, já na Casa Bancária José Henriques Totta. € 4.000 / € 8.000


23

016 Anel em ouro e prata, decorado ao centro com miniatura representando o retrato de S.M. El Rei D. João VI, de ínicio do séc. XIX. Moldura de formato octogonal, cravejada com rubis. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Manchas de húmidade, defeitos e gastos. Peso aprox.: 9,3 g.; Comp. aprox.: 3,2 cm. Nos finais do séc. XVIII, início do séc. XIX, foi moda o uso de anéis com a esfinge de entes queridos, heróis, principes ou monarcas, feitos em série para uso de cortesãos e elementos da nobreza. € 1.000 / € 2.000


017 Bandeira Imperial do Brasil, tendo ao centro a Esfera Armilar atravessada pela Cruz de Cristo, à volta da qual um listel azul com 17 estrelas brancas, em escudo verde encimado por Coroa Imperial e ladeado por ramos de tabaco e de café unidos pelo Laço da Nação. As 17 estrelas,

24

que representam as províncias do Império, são uma distorção artística do Decreto Imperial, sendo plausível que esta bandeira seja datada do Primeiro Reinado. Em linho. Sinais de uso, manchas, falhas e faltas. Dim. aprox.: 92 x 135 cm. € 500 / € 1.000


25

018 Rara e importante Bandeira Imperial do Brasil, segundo modelo decretado pelo Imperador Dom Pedro I a 18 de Setembro de 1822 que vigorou apenas até 1º de Dezembro do mesmo ano, data em que sobre o escudo passou a estar a Coroa Imperial. O Decreto determinava que a Bandeira Nacional do Império seria composta por um paralelogramo verde, a cor da Casa de Bragança,

dentro do qual estaria inserido um losango amarelo, a cor da casa de Habsburgo, tendo ao centro as Armas Nacionais do Império: a Esfera Armilar atravessada pela Cruz de Cristo, à volta da qual um listel azul com 19 estrelas brancas em representação das províncias, em escudo verde encimado por Coroa Real diamantina e ladeado por ramos de tabaco e de café unidos pelo Laço da Nação. Em tecido. Sinais de uso, manchas e falhas. Dim. aprox.: 97 x 150 cm. Emoldurada. € 800 / € 1.600


020

26

019

019 Rara Medalha Militar, Independência (Restauração da Bahia), 1823, Rio de Janeiro, Brasil, Metal Dourado, Prata, Ouro, Esmaltes Concedida por Dom Pedro I, Imperador do Brasil, pelo Decreto de 2 de Julho de 1825 ao Exército que repeliu da província da Bahia as tropas portuguesas. De acordo com modelo cunhado na Casa da Moeda do Rio de Janeiro para Oficial General, com resplendor em prata dourada encimado por Coroa Imperial. Uniface. No anverso: uma elipse onde se lê “Restauração da Bahia 1823”. No centro estão cruzados uma espada e um ramo de louros e sobre eles a sigla “P.I” encimada por uma Coroa Imperial. Estado de Conservação: Muito Bem Conservada (+) Peso total aprox.: 8,3 g.; dim. aprox. total: 5,5 cm. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). € 600 / € 1.200

020 Rara Medalha Militar, Independência (Restauração da Bahia), 1823, Bahia, Brasil, Metal, Prata, Ouro, Esmaltes Concedida por Dom Pedro I, Imperador do Brasil, pelo Decreto de 2 de Julho de 1825 ao Exército que repeliu da província da Bahia as tropas portuguesas. De acordo com modelo cunhado na Casa da Moeda da Bahia. Resplendor em prata encimado por coroa imperial No anverso: uma elipse onde se lê “Restauração da Bahia 1823”. No centro estão cruzados uma espada e um ramo de louro e sobre eles a sigla “P.I” encimada por uma coroa de louros No reverso: efígie de Dom Pedro I, do cunho de uma moeda de quatro réis de 1825 ou 1826 feita na Bahia. Em metal, prata, ouro e esmaltes Estado de conservação: Muito Bem Conservada Peso total aprox.: 9,3 g.; dim. aprox. total: 4,3 cm. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). € 600 / € 1.200


022

27

021

021 Passador em metal dourado com Brasão de Armas do Império do Brasil. Escudo encimado por Coroa Imperial e ladeado por ramos de tabaco e de café, tendo como elemento central a Esfera Armilar sobre a cruz da Ordem de Cristo, à volta da qual um listel circular com 19 estrelas, uma para cada província do Império. Gastos, pequenos defeitos e oxidações. Dim. aprox.: 6,8 x 5 cm. € 100 / € 200

022 Cabo de sinete em bronze e bronze dourado. Representação escultórica de Dom Pedro I, Imperador do Brasil, apoiado sobre coluna terminada por Coroa Imperial e decorada com ramos de café e tabaco, entre os quais Esfera Armilar. Segura na mão direita as Cartas Constitucionais de Portugal e Brasil, de onde se lê “Carta / Brasilrª / Portug.za”. Assente sobre base com inscrição “D. Pedro I Imp”. Gastos, pequenos defeitos e falta do sinete. Dim. alt. aprox.: 10 cm. € 500 / € 1.000


023

28

023 Miniatura de Cavaleiro da Ordem da Rosa, em ouro e esmaltes policromos. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Falta da argola. Defeitos, gastos, falhas e faltas. Peso aprox.: 1 g. ; Comp. aprox.: 2,1 cm. € 200 / € 400

024 “Demi-taille” de Cavaleiro da Ordem da Rosa, em prata, ouro e esmaltes policromos. Sem marcas, com mais de 50 anos, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Defeitos, faltas e falhas. Peso bruto aprox.: 6 g.; Comp. aprox. sem argola: 3,8 cm.; Comp. aprox. total: 4,5 cm. € 300 / € 600

024

025 “Demi-taille” de Cavaleiro da Ordem da Rosa, em ouro e esmaltes policromos. Com vestígios de marca francesa, do séc. XIX/XX, sem marcas nacionais, ao abrigo do DecretoLei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso, defeitos e faltas no esmalte. Peso aprox.: 5,5 g.; Comp. aprox. sem argola: 3,5 cm.; Comp. aprox. total: 4 cm. € 300 / € 600

025

026 “Demi-taille” de Cavaleiro da Ordem da Rosa em prata, ouro, esmaltes e policromos. Com marcas francesas de exportação, em uso no séc. XIX/XX, sem marcas nacionais, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso, defeitos e falhas. Peso aprox.: 6,5 g.; Comp. aprox. sem argola: 3,7 cm.; Comp. aprox. total: 4,8 cm. € 300 / € 600


027

026

29

027 “Demi-taille” de Cavaleiro da Ordem da Rosa, em ouro e esmaltes policromos. Argola em metal. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Restauros, defeitos e falhas. Peso total aprox.: 6,7 g.; Comp. aprox. sem argola: 3,7 cm.; Comp. aprox. total: 4,5 cm. € 300 / € 600 028 Insígnia de Cavaleiro da Ordem da Rosa, em prata e esmaltes policromos. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso, gastos e pequenos defeitos. Peso aprox.: 18,9 g.; Comp. aprox. sem argola: 5,5 cm.; Comp. aprox. total: 6 cm. € 500 / € 1.000

028


029 Miniatura de Cavaleiro da Ordem da Rosa, em prata, ouro e esmaltes policromos, com fita. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso, defeitos, faltas e falhas. Peso total aprox.: 2,4 g.; Comp. aprox. sem argola: 2,5 cm. € 160 / € 300

30

029

030 Miniatura de Cavaleiro da Ordem da Rosa, em ouro e esmaltes policromos, com fita. Sem marcas nacionais, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Falta de medalhão central. Defeitos, faltas e falhas. Peso total aprox.: 1,6 g.; Comp. aprox. sem argola: 1,8 cm. € 140 / € 300

030


31

031 Insígnia de Cavaleiro da Ordem da Rosa, com fita, em prata, ouro, esmaltes e policromos. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c. Sinais de uso, defeitos e falhas. Peso total aprox.: 19,1 g.; Comp. aprox. sem argola: 7 cm.; Comp. aprox. total: 11 cm. € 500 / € 1.000


32


33

032 Bandeira Naval de Portugal, séc.XIX, com as Armas Reais sobre campo gironado de verde e branco. Em linho. Sinais de uso, manchas e rasgos. Dim. aprox.: 455 x 226 cm. € 200 / € 400


34

033

033 SANTOS, José de Almeida (? - 1875) Caixa para rapé com miniatura Assinada com abreviatura “S.tos” Dim.aprox.: 6,5 cm. Nota: Caixa de formato circular, decorada na tampa com uma miniatura do retrato de S.M. El Rei Dom Miguel I em farda de generalíssimo com dragonas de cacho, manto real arminhado, e banda multicolor em que figuram cinco gran-cruzes: São Tiago, Cristo, Avis, Carlos III e Isabel, a Católica. Pendente do pescoço o colar do Tosão de Ouro e a insígnia da Ordem de Malta. Ao lado, a Coroa Real e o Ceptro sobre uma mesa com um pano verde. A miniatura do retrato ostenta a assinatura ”S.tos”, atribuída ao pintor, miniaturista e litógrafo portuense do século XIX José de Almeida Santos. € 3.000 / € 6.000

034 Autor desconhecido Retrato de S. M. El Rei Dom Miguel I Óleo sobre tela Não assinado Dim. aprox.: 75x62 Emoldurado. S.M. El Rei Dom Miguel I é representado a meio corpo, de frente, com a cabeça ligeiramente voltada à esquerda. Enverga uma farda militar com casaca preta com motivos vegetalistas bordados a fio de ouro e dragonas de cacho. Traz ao peito a Insígnia da Ordem do Tosão de Ouro, pertencente ao Tesouro Real, hoje presente na Colecção do novo Museu do Tesouro Real, e usa ainda a Medalha da Vilafrancada, as Placas das Ordens de Nossa Senhora

da Conceição de Vila Viçosa, da Torre e da Espada, das Três Ordens, de Carlos III, e a Cruz da Suécia. Há um retrato muito semelhante no Palácio de Queluz, na sala do Lanternim.: € 8.000 / € 16.000


35

034


035

036

36

035 Pendente com Real efígie de El Rei Dom Miguel de Portugal, em ouro e esmaltes policromos. Verso com o monograma “DMI”. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso, pequenos restauros e falhas. Peso aprox.: 5,7 g.; Comp. aprox. sem argola: 3,5 cm.; Comp. aprox. total: 4,3 cm. € 500 / € 1.000 036 Real efígie de El Rei Dom Miguel de Portugal, datada de 1828, em metal dourado, encimada por Coroa Real adaptada a pendente. Restauros, defeitos e gastos. Comp. aprox. sem argola: 3,4 cm.; Comp. aprox. total: 4,1 cm. € 300 / € 600 037

037 Medalha Comemorativa, Mérito de Filantropia e Generosidade, Prata No anverso: efígie da Rainha de Portugal Dona Maria II, inscrição “D. Maria II Rainha de Portugal” e marca de gravador “Gerard F.” No reverso: coroa de louros tendo ao centro a inscrição “Ao merito”, em volta “Philanthropia generosidade / Instituida por S.M.F. / a Rainha A S.ª D. Maria II” Estado de Conservação: Muito Bem Conservada (+) Peso aprox.: 60,5 g.; Diam. aprox.: 4 cm.; Comp. total aprox.: 5,5 cm. Sem marcas nacionais, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro art. 2º, nº 2, alínea c). € 160 / € 320


37

038

038 Bandeira do Reino de Portugal segundo modelo em vigor entre 1830 e 1910. Com as Armas Nacionais de Portugal sobre fundo verticalmente bipartido em igual proporção em azul e branco. Em linho. Sinais de uso, manchas e defeitos. Dim. aprox.: 50 x 69 cm. € 200 / € 400 039 Estandarte com retrato estilizado de João Pinto Ribeiro (1590-1649) com o lema “Mérito, Tenacidade e Isenção” e as inscrições “ECG”, “XLIV curso”. Em tecido acetinado, com franja. Sinais de uso, desgastes e manchas no tecido. Dim. aprox.: 47 x 54 cm. € 300 / € 600

039


040

042

38

041

043

040 Miniatura de Cavaleiro da Ordem Militar de Avis, Brasil, em ouro e esmaltes policromos. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Falta da argola. Defeitos, falhas e faltas. Peso aprox.: 1,3 g.; Comp. aprox.: 2 cm. € 100 / € 200 041 “Demi-taille” de Cavaleiro da Ordem Militar de Avis, Brasil, em ouro, prata e esmaltes policromos. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro art. 2º, nº 2, alínea c).

Sinais de uso, defeitos e falhas. Peso aprox.: 4,6 g.; Comp. aprox. sem argola: 3,5 cm; Comp. aprox. total: 4,2 cm. € 300 / € 600

argola: 2,2 cm.; Comp. aprox. total: 2,6 cm. € 100 / € 200

042 Miniatura de Cavaleiro da Ordem Militar de Avis, Brasil, em ouro e esmaltes policromos. Com vestígios de marcas francesas em uso no séc. XIX/XX, sem marcas nacionais, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso, defeitos, faltas e falhas. Peso aprox.: 2,5 g.; Comp. aprox. sem

043 Miniatura de Cavaleiro da Ordem Militar de Avis, Brasil em ouro e esmaltes policromos. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Defeitos, falhas e faltas. Peso aprox.: 1,6 g.; Comp. aprox. sem argola: 2,4 cm.; Comp. aprox. total: 3,2 cm. € 200 / € 400


044 Placa de Comendador da Ordem de Avis, Brasil, em prata, ouro e esmaltes policromos. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso, falhas e defeitos. Peso total aprox.: 28,6 g.; Comp. aprox.: 6 cm. € 500 / € 1.000

044

045 Placa de Comendador da Ordem de Avis, Brasil, em prata, ouro e esmaltes policromos, encimada por Sagrado Coração de Jesus. Sem marcas nacionais, com mais de 50 anos, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Defeitos, falhas e falta de um espigão. Peso aprox.: 30 g.; Comp. aprox.: 6 cm. € 400 / € 800

045

39


046 047

40

046 Pendente em prata e esmaltes policromos, “Rosiclair” com Sagrado Coração de Jesus, com pendente posterior com cruz de Avis, em metal com esmaltes. Sem marcas, com mais de 50 anos, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso e defeitos. Peso total aprox.: 41 g.; Peso aprox. “rosiclair”: 14,8 g.; Comp. aprox. total: 13,5 cm. € 100 / € 200 048


047 “Demi-taille” de Cavaleiro da Ordem Militar de Avis, Brasil, em ouro e esmaltes policromos, com fita. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Defeitos, manchas, faltas e falhas. Peso total aprox.: 6,1 g.; Comp. aprox. sem argola: 3,8 cm. € 300 / € 600 048 Placa de Comendador da Ordem de Avis, segundo modelo português de 1894, em prata parcialmente dourada e esmaltes policromados. Com marca de ourives francês em uso no séc. XIX/XX,, sem marcas nacionais, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso e defeitos. Peso aprox.: 66 g.; Comp. aprox.: 10 cm. € 300 / € 600

41

049

049 Placa da Ordem de Avis para Grande Oficial ou Grã-Cruz, prata dourada e esmaltes policromos, séc.XIX/XX. Marca de fabricante Frederico Costa, Lda. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Pequenos defeitos e gastos. Peso aprox.: 78 g.; Diam. aprox.: 8,5 cm. € 400 / € 800 050 Placa de Comendador da Ordem de Avis, em prata, ouro e esmaltes policromos. Sem marcas, com mais de 50 anos, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Restauros, defeitos e falhas. Peso aprox.: 57,4 g.; Comp. aprox.: 9 cm. € 400 / € 800 050


051

42

052 053

051 Miniatura de Cavaleiro da Ordem de Cristo, Brasil, em ouro e esmaltes policromos. Sem marcas nacionais, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Falta possivelmente cruz a encimar a coroa. Defeitos, falhas, restauro e falta da argola. Peso aprox.: 1,1 g.; Comp. aprox.: 2 cm. € 200 / € 400

052 Miniatura de Cavaleiro da Ordem de Cristo, Brasil, em ouro e esmaltes policromos. Sem marcas nacionais, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso, defeitos e faltas. Peso aprox.: 0,9 g.; Comp. aprox. sem argola: 1,5 cm.; Comp. aprox. total: 2,5 cm. € 100 / € 200

053 Miniatura de Cavaleiro da Ordem de Cristo, Brasil, em ouro e esmaltes policromos. Sem marcas nacionais, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso, defeitos e faltas. Peso aprox.: 1,9 g.; Comp. aprox. sem argola: 2,5 cm.; Comp. aprox. total: 3,2 cm. € 100 / € 200


054 Pendente com a Ordem de Cristo em prata e liga de ouro baixo, cravejado com granadas e “minas- novas” (quartzos), séc. XIX. Sem marcas, com mais de 50 anos, ao abrigo do DecretoLei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso, defeitos e falta de uma granada. Peso aprox.: 23,2 g.; Diam. aprox.: 3,5 cm. € 500 / € 1.000

054

43

055

055 Miniatura de Cavaleiro da Ordem de Cristo, segundo modelo brasileiro, em ouro e esmaltes policromos. Sem marcas, com mais de 50 anos, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso, faltas e restauros. Peso aprox.: 1,9 g.; Comp. aprox.: 2,5 cm.; Comp. aprox. com argola: 3 cm. € 200 / € 400

056 Miniatura de Cavaleiro da Ordem de Cristo, Brasil, em ouro e esmaltes policromos. Com fita. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso, defeitos, faltas e falhas. Peso total bruto aprox.: 1,3 g.; Comp. aprox. sem argola: 2 cm.; Comp. aprox. total: 3.8 cm. € 200 / € 400

056


058

44

057

057 Alfinete em metal e esmaltes policromos, com cruz recortada da Ordem de Cristo. Sinais de uso e pequenos defeitos. Comp. aprox.: 8 cm. € 100 / € 200 058 “Demi-taille” da Ordem de Cristo, em ouro e esmaltes policromos. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Defeitos, falhas e faltas. Peso aprox.: 5,9 g.; Comp. aprox. sem argola: 4,4 cm.; Comp. aprox. total: 5 cm. € 300 / € 600

059

059 “Demi-taille” da Ordem de Cristo em metal dourado, ouro e esmaltes e policromos. Sem marcas nacionais, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso, falhas e pequenos restauros. Peso total aprox.: 6,9 g.; Comp. aprox. sem argola: 4,5 cm.; Comp. aprox. total: 5,2 cm. € 300 / € 600


060

061

062

45

061

060

060 “Demi-taille” da Ordem de Cristo, em ouro e esmaltes policromos. Sem marcas nacionais, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso, defeitos, falhas e restauros. Peso aprox.: 4,2 g.; Comp. aprox. sem argola: 3,5 cm.; Comp. aprox. total: 4,4 cm. € 300 / € 600

062

061 Miniatura portuguesa de Cavaleiro da Ordem de Cristo, em ouro e esmaltes policromos. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso, pequenas falhas e restauros. Peso aprox.: 2,1 g.; Comp. aprox. sem argola: 2,3 cm.; Comp. aprox. total: 2,8 cm. € 100 / € 200

062 “Demi-taille” da Ordem de Cristo, em ouro e esmaltes policromos. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso, defeitos e falhas. Peso aprox.: 7,3 g.; Comp. aprox. sem argola: 3,9 cm.; Comp. aprox. total: 4,6 cm. € 300 / € 600


063 Placa de Comendador da Ordem de Cristo, em prata, ouro e esmaltes policromos. Com marca de exportação francesa, em uso no séc. XIX/XX, sem marcas nacionais, com mais de 50 anos, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso, pequenas falhas e defeitos. Peso aprox.: 46,7 g.; Comp. aprox.: 7,5 cm. € 400 / € 800 064 “Demi-taille” da Ordem de Cristo, em ouro e esmaltes, de formato elíptico, vazado. Sem marcas, com mais de 50 anos, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso. Peso aprox.: 5,1 g.; Comp. aprox. sem argola: 3,2 cm. ; Comp. aprox. total: 4,2 cm. € 200 / € 400 46

063

064


065 “Rosiclair” de insígnia de uma ordem militar portuguesa com o Sagrado Coração de Jesus, séc. XVIII/XIX, em prata, prata dourada, granadas, vidros e quartzos. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso, gastos e pequenos defeitos. Peso aprox.: 28,5 g.; Comp. aprox.: 4,5 cm. € 500 / € 1.000

065

47

066

066 Placa de Comendador da Ordem de Cristo, em prata, ouro e esmaltes policromos. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso, falhas e pequenos defeitos. Peso aprox.: 37,4 cm.; Comp. aprox.: 6,7 cm. € 400 / € 800

067 Placa de Comendador da Ordem de Cristo, em prata, ouro e esmaltes policromos. Com marcas francesas em uso no séc. XIX/XX, sem marcas nacionais, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso, falhas e defeitos. Peso aprox.: 28 g.; Comp. aprox.: 6,1 cm. € 400 / € 800 067


069

48

068

068

068 Cruz para Cavaleiro da Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul com o busto de Dom Pedro I, em ouro e esmaltes policromos. Com fita. Sem marcas, com mais de 50 anos, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso, defeitos, falhas e faltas. Peso bruto total aprox.: 7 g.; Comp. aprox. sem argola: 3,9 cm.; Comp. aprox. com argola: 5,5 cm. € 300 / € 600

070 “Demi-taille” da Ordem Militar do Cruzeiro do Sul, em ouro e esmaltes policromos. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso, defeitos, faltas e falhas. Peso aprox.: 4 g.; Comp. aprox. sem argola: 3,5 cm.; Comp. aprox. total: 4,5 cm. € 200 / € 400

069 “Demi-taille” da Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul, em ouro e esmaltes policromos. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso, pequenos defeitos e falhas. Peso aprox.: 3,6 g.; Comp. aprox. sem argola: 2,9 cm; Comp. aprox. total: 3,5 cm. € 200 / € 400 070

070


072 Miniatura da Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul, em ouro e esmaltes policromos. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Restauros, defeitos, falhas e faltas. Peso aprox.: 1,8 g.; Comp. aprox. sem argola: 2,5 cm.; Comp. aprox. total: 2,8 cm. € 100 / € 200 073 Miniatura de Cavaleiro da Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul, em prata e esmaltes policromos. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Falhas, defeitos e gastos. Peso aprox.: 10,5 g.; Comp. aprox. sem argola: 5 cm.; Comp. aprox. total: 5,6 cm. € 300 / € 600

071

071 Miniatura de Cavaleiro da Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul, em prata e esmaltes policromos. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso, gastos e pequenos defeitos. Peso aprox.: 13,4 g.; Comp. aprox. sem argola: 6 cm.; Comp. aprox. total: 6,7 cm. € 300 / € 600

071

072

074 Miniatura da Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul em prata e esmaltes policromos. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso, pequenos defeitos e gastos. Peso aprox.: 2,0 g.; Comp. aprox. sem argola: 2 cm.; Comp. aprox. total: 3 cm. € 80 / € 160

074 073

073

49


50


51

075 Espada brasileira da Imperial Guarda de Honra, segundo o decreto de 1 de Dezembro de 1822. Guarda em bronze dourado, tendo na parte exterior as Armas Nacionais do Império do Brasil, e sendo a parte interior rebatível. Capacete em forma de cabeça de grifo. Punho em madeira coberta de pele de esqualo com filigrana em metal. Lâmina reta de um só gume, com nervura superior e inscrição “Viva o Imperador” em ambos os lados a letras de ouro, encimada por Coroa Imperial. Baínha em ferro com duas braçadeiras e argolas para suspensão. Sinais de uso. Dourado em óptimo estado de conservação. Dim. aprox. total: 104 cm; Dim. aprox. lâmina: 85 cm. € 3.000 / € 6.000


52

076 Sabre de oferta baseado no modelo regulamentar de 1822. Guarda em metal branco, tendo na parte exterior as Armas Nacionais do Império do Brasil e a inscrição “Ao Capitão Victorino dos Santos Silva / O povo de P. Alegre 5 novembro 1886”. Parte interna da guarda rebatível. Capacete e punho em prata e ouro, com recartilha. Lâmina ligeiramente curva, com reforço na parte superior e gravações vegetalistas, tendo de um lado as Armas do Império e do outro a inscrição “P.II” encimada por Coroa Imperial. No talão a marca “Cunha Guimarães / nº68 Rua da Quitanda / Rio de Janeiro”. Bainha em metal branco com guarnições em metal amarelo com vazados vegetalistas, tendo a superior e a central argolas para suspensão. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso. Dim. aprox. total: 80 cm; Dim. aprox. lâmina: 65,5 cm. € 5.000 / € 10.000



54

076


55

076


56

077 Sabre de Oficial Superior da Guarda Imperial do Reinado de Dom Pedro I. Guarda dita à mameluco, profusamente cinzelada com motivos vegetalistas estilizados e cornucópias, com capacete do mesmo metal. Platinas do punho em osso com decoração incisa. Lâmina curva e plana com reforço junto à ponta, com gravados vegetalistas, troféus de armas, figuras estilizadas e o brasão imperial brasileiro com a inscrição “Viva o Imperador”. Bainha em metal dourado com gravações vegetalistas e troféus de armas. Guarda-lama de inspiração vegetalista estilizada. Duas braçadeiras com duas argolas para suspensão. Ligeira oxidação e sinais de uso, falta da corrente na guarda, Dim. aprox. total: 95 cm.; Dim. aprox. lâmina: 80,5 cm. € 3.000 / € 6.000


57


58

078 Espada de Oficial Superior da Marinha, segundo modelo de 1823. Guarda em metal dourado, rebatível, tendo na parte externa as armas do Império brasileiro. Guarda-mão, capacete e virola do mesmo metal com decoração vegetalista. Platina do punho em madrepérola com decoração incisa. Lâmina reta de um só gume com goteira até à ponta, com gravações a ouro de motivos vegetalistas e troféus de armas, tendo de um lado as Armas Nacionais do Império do Brasil, a inscrição “Piedro Primeiro” e uma âncora, e do outro a marca do fabricante inglês “Richards&Co”. Bainha em cabedal com três guarnições em metal dourado, tendo a do bocal e a central argolas para suspensão. Também na bainha a marca do fabricante. Defeitos e sinais de uso. Dim. aprox. total: 95 cm.; dim. aprox. lâmina: 79,5 cm. € 1.400 / € 2.800


59


079 Cinto porta-espadas em metal, tendo a fivela as Armas do Império do Brasil ao centro. Formado por elos e elementos decorativos com a Esfera Armilar em relevo. As duas correntes de suspensão possuem mosquetões em ferro para prender nas argolas da espada ou sabre. Na suspensão frontal pequeno gancho em forma de serpente para suspensão quando em uso apeado. Sinais de uso e oxidações. Dim. aprox.: 100 cm. € 800 / € 1.600

60


61

080

080 Bandeira Imperial do Brasil, da primeira metade do século XIX (1822-1828 ou 1850-1853). Composta por um paralelogramo verde dentro do qual se inscreve um losango amarelo, e tendo ao centro as Armas Nacionais do Império: a Esfera Armilar atravessada pela Cruz de Cristo, à volta da qual um listel azul com 19 estrelas brancas, em escudo verde encimado por Coroa Imperial e ladeado por ramos de tabaco e de café unidos pelo Laço da Nação. Em linho. Sinais de uso, manchas, falhas e faltas. Dim. aprox.: 136,5 x 185 cm. € 500 / € 1.000

081

081 Pingente em metal em forma de Esfera Armilar encimada por Coroa Real, cruzada por faixa gravada com inscrição “Independencia ou Morte”, alusivo ao Brasil. Sinais de uso, pequenos defeitos e falhas. Comp. aprox. sem argola: 3,8 cm.; Comp. aprox. total: 4,5 cm. € 300 / € 600


62

082 Carta do Imperador do Brasil Dom Pedro I a Dom Luís da Costa de Sousa de Macedo e Albuquerque, 3º Visconde e 1º Conde de Mesquitela, assinada e datada de 1826, em que o nomeia Par do Reino: “Conde de Mesquitella, Amigo. Eu El Rei vos envio muito saudar, como aquelle, que Amo. Tendo em consideração a vossa capacidade, e merecimentos: Hei por bem nomearvos Par do Reino. O que Me pareceu participar-vos para vosso conhecimento. Escripta no Palácio do Rio de Janeiro em trinta de Abril de mil oitocentos e vinte seis. Rey”. Restaurada. Dim. aprox. papel.: 31,8 x 40,5 cm Esta carta foi escrita um mês e vinte dias após a morte de S.M. El Rei Dom João VI, sendo um dos primeiros documentos assinados por Dom Pedro I como Rei. € 400 / € 800


63

083 Moeda Dom Pedro I de 4000 Réis, com adaptação a pendente em ouro, decorada com ramos de café e tabaco encimada por Coroa Imperial. Espigão das dobradiças em metal. Sem marcas, com mais de 50 anos, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Gastos, riscos e pequeno restauro. Peso total aprox.: 14,5 g.; Comp. aprox. sem argola: 5,8 cm.; Comp. aprox. total: 6,2 cm. Descrição da moeda: Dom Pedro I, Moeda (4.000 Réis), 1824, R, Rio de Janeiro, Brasil, Ouro Estado de conservação: Jóia Catálogo Krauss: 369.1 Livro das Moedas do Brasil, Cláudio Armato e Irlei das Neves, nº594. € 1.000 / € 2.000


64


65

084


084 Parte de arquivo da família dos Condes de Mesquitela, contendo cartas pessoais, registos de propriedades, folhas de rendimento e de pagamentos, apontamentos genealógicos, róis de encomendas provenientes de Macau e documentos dos navios referentes ao seu transportes, documentos oficiais, vários documentos régios, sonetos, entre outros. € 1.600 / € 3.000

66

085

085 Carta de S.M. a Rainha Dona Maria I dirigida a Dom Francisco Rafael de Castro, Reitor da Universidade de Coimbra, em que nomeia o Doutor Manuel Joaquim Coelho da Costa Maia Segundo Lente da Faculdade de Matemática. Assinada por S.A.R. o Príncipe Regente Dom João de Bragança, futuro Rei Dom João VI, e datada de 1795. Dim. aprox. papel: 49 x 37,5 cm. € 200 / € 400


086 Espada europeia de finais do século XVI, guarda cruciforme em ferro com aro de proteção ao centro. Pomo esférico e gomado do mesmo metal. Punho em madeira coberta a filigrana de ferro. Lamina reta de dois gumes. Sinais de uso e oxidação. Comp. aprox. total: 106,5 cm.; Comp. aprox. lâmina: 90 cm. € 1.600 / € 3.000 Lote 87 - Sem Lote

67


68


69


70


71

090


088

72

089


090

088 Bandeira Imperial do Brasil, segundo modelo em vigor entre 1853 e 1888. Composta por um paralelogramo verde dentro do qual se inscreve um losango amarelo, e tendo ao centro as Armas Nacionais do Império: a Esfera Armilar atravessada pela Cruz de Cristo, à volta da qual um listel azul com 20 estrelas brancas, em escudo verde encimado por Coroa Imperial e ladeado por ramos de tabaco e de café unidos pelo Laço da Nação. Em linho. Sinais de uso, manchas, falhas e faltas. Dim. aprox.: 97 x 150 cm. € 500 / € 1.000

089

089 Bandeira Imperial do Brasil, segundo modelo em vigor entre 1853 e 1888. Composta por um paralelogramo verde dentro do qual se inscreve um losango amarelo, e tendo ao centro as Armas Nacionais do Império: a Esfera Armilar atravessada pela Cruz de Cristo, à volta da qual um listel azul com 20 estrelas brancas, em escudo verde encimado por Coroa Imperial e ladeado por ramos de tabaco e de café estilizados. Em linho. Sinais de uso, manchas, falhas e faltas. Dim. aprox.: 93 x 168 cm. € 500 / € 1.000

73

090 Rara bandeira Imperial do Brasil (estandarte?), segundo modelo em vigor entre 1850 e 1853. Composta por um paralelogramo verde dentro do qual se inscreve um losango amarelo, e tendo ao centro as Armas Nacionais do Império: a Esfera Armilar atravessada pela Cruz de Cristo, à volta da qual um listel azul com 19 estrelas brancas, em escudo verde encimado por Coroa Imperial e ladeado por ramos de tabaco e de café unidos pelo Laço da Nação. Sob o Laço, faixa com a inscrição “1º Esquadrão da G. N. de S. Paulo” e em cada canto da bandeira o número “1” entre ramos de tabaco e café unidos por um laço. Em damasco de seda bordado a fio de ouro. Sinais de uso, manchas e rasgões. Dim. aprox.: 85 x 140 cm. € 1.000 / € 2.000

088

090


74


091 Sabre de Oficial Superior do Reinado do Imperador Dom Pedro II. Guarda em metal amarelo, dita à mameluco, profusamente cinzelada com motivos vegetalistas. Lâmina curva profusamente gravada com motivos vegetalistas e troféus de armas. Baínha em metal amarelo com gravações de motivos vegetalistas estilizados com três reservas aplicadas, tendo as duas superiores as Armas Nacionais do Império do Brasil e duas argolas para supensão. Na reserva inferior, troféus de armas. Guarda-lama ao estilo Império. Oxidações e falta do bocal. Dim. aprox. total: 88,5 cm.; Dim. aprox. lâmina: 78 cm. € 1.600 / € 3.200

75


092 Sabre francês. Possível oferta a um Oficial Superior de cavalaria do Imperador Dom Pedro II. Guarda de varas em metal dourado com decoração de motivos geométricos estilizados. Capacete do mesmo metal, tendo na parte superior uma flor-de-lis em

76

coroa de louros ladeada por ramos de café e tabaco. Punho em madeira coberta em pele de esqualo com filigrana em metal. Lâmina curva com duas goteiras a todo o comprimento, tendo na parte superior gravados vegetalistas e troféus de armas. Baínha em metal dourado com decoração

relevada de motivos vegetalistas, duas braçadeiras e duas argolas para suspensão. Lâmina ligeiramente encurtada, faltas e sinais de uso. Dim. aprox. total: 92 cm.; Dim. aprox. lâmina: 87 cm. € 1.400 / € 2.800


77


093

093

093 Lote composto por vários pedaços de galão dourado do séc. XIX e parte de uma gola de uniforme de Oficial em tecido azul escuro, com bordados a fio de ouro e botão com monograma do Imperador do Brasil Dom Pedro II “PII.I” encimado por Coroa Imperial. Comp. máx. aprox.: 53 cm. € 100 / € 200

78

095

094

094 Friso para bicórnio da Guarda Nacional do Imperador Dom Pedro II, decorado com dragão de asas abertas e motivos vegetalistas. Em pano bordado a fio dourado e missangas. Gastos, falhas, faltas e defeitos. Dim. aprox.: 15 x 7,5 cm. € 50 / € 100 095 Emblema com a Coroa Imperial do Brasil ladeada por ramos de café e tabaco, bordada a fio de ouro sobre pano. Gastos, falhas, faltas e defeitos. Dim. aprox.: 10 x 11 cm. € 40 / € 80

096

096 Capelada de coldre em tecido, com bordo em galão dourado. Ao centro, a Coroa Imperial do Brasil ladeada por ramos de café e tabaco. Dim. aprox.: 52 x 21 cm. € 300 / € 600


79

097 Farda de General da Guarda Nacional do Reinado do Imperador Dom Pedro II, em tecido azul escuro, com abotoadura à frente composta por 8 botões em metal dourado com monograma “PII.I” encimado por Coroa Imperial. A gola em tecido em tons de verde com bordados vegetalistas a fio metálico com dois botões com Esfera Armilar. Punhos no mesmo tecido da gola, com 3 botões iguais aos da abotoadura. Nas abas da farda 10 botões iguais aos da abotoadura frontal e no apanhado das abas duas aplicações com ramos de café e tabaco bordados a fio metálico. Com dragonas em tecido e metal dourado com bordados a fio metálico e canotilhos dourados. Junto com bicórnio em feltro com aplicações de fio metálico, tendo na ponta das abas canotões dourados e na parte frontal dragão bordado a fio dourado, encimado por circulo em tons de verde com estrela ao centro. Com marca de fabricante “Mode Paris” no interior. Dim. aprox. bicórnio: interior: 20 x 15 cm.; exterior: 42,5 x 16 cm.; Alt. máx.: 14 cm. Dim. aprox. ombros: 41 cm.; Dim. aprox. manga: 46 cm.; Comp. aprox. total: 90 cm. € 2.000 / € 4.000


80

098 Pasta de documentos “sabretache” de Oficial da Guarda Nacional do Reinado de Dom Pedro II, em cabedal com aplicações de metal dourado. Ao centro, monograma coroado “PII” ladeado por ramos de café e tabaco e encimado por dois dragões afrontados, entre os quais o mesmo monograma rodeado por 18 estrelas. Com cinto em cabedal preto com guarnições em metal dourado com decoração vegetalista. Suportes dos talins com decoração vegetalista e símbolo do Estado Maior ao centro. Fivela do mesmo metal, com armas imperiais brasileiras ao centro ladeadas por dois dragões e bandeiras. Esta rara e distinta “sabretache” segue o modelo do Aviso do Ministério da Guerra de 8 de Abril de 1858 para uso na presença do Imperador. Faltas e defeitos. Comp. aprox. cinto: 76 cm.; Comp. aprox. “sabretache”: 25 x 19 cm. € 1.200 / € 2.400


81


099 Par de dragonas de um Oficial Superior da Guarda Nacional do Reinado de Dom Pedro II. Em tecido bordado a fio dourado, com monograma “PII” encimado por Coroa Imperial. Parte frontal em metal dourado e botão do mesmo metal, com as Armas Nacionais do Império do Brasil. Franjas em canotilhos dourados. Defeitos, faltas e sinais de uso. (2) Dim. aprox.: 17,5 x 14 cm. € 600 / € 1.200

099

82

100 Par de botões de punho com as armas do Reino de Portugal, feitos a partir do recorte de moedas, em prata portuguesa, da segunda metade do século XIX. Um com contraste de Lisboa (Águia), de 833 milésimos, e marca de ourives de Juliano Braga, outro sem marcas nacionais, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso, pequenos defeitos e gastos. (2) Peso aprox.: 26 g.; Diam. aprox.: 3,1 cm. € 100 / € 200 101 Par de charlateiras de Oficial da Guarda Nacional do Reinado de Dom Pedro II. Em tecido bordado a fio dourado, com monograma “PII” encimado por Coroa Imperial. Parte frontal em metal dourado e botão do mesmo metal, com monograma “PII.I”. Com fiador de espada em fio dourado, com canotilhos dourados. Defeitos, faltas e sinais de uso. (3) Comp. aprox. charlateiras: 19,5 cm × 12,5 cm.; comp.aprox. fiador: 27,5 cm. € 500 / € 1.000

099 Pormenor

100

101 101


102

102 Monograma “P.II.” e Coroa Imperial provenientes de uma pasta de documentos “sabretache”, em metal dourado, alusivos ao Imperador do Brasil Dom Pedro II. Decoração com folhagens e flores.Defeitos, gastos e sinais de uso. (2) Dim. aprox. “P.II.”: 4,5 x 5,8 cm.; Comp. aprox. coroa: 5 x 4,5 cm. € 100 / € 200

83

103 Par de dragonas de Oficial da Guarda Nacional do Reinado de Dom Pedro II. Em tecido bordado a fio dourado, com o monograma do Imperador, “PII”, encimado por Coroa Imperial. Parte frontal em metal dourado e botão do mesmo metal, com monograma “PII.I”. Franjas em canotilhos dourados. Defeitos, faltas e sinais de uso. (2) Dim. aprox.: 18 x 14 cm. € 700 / € 1.400

103 Pormenor

103


104

84

104 Pormenor

104 Par de charlateiras de Oficial Superior da Guarda Nacional do Reinado de Dom Pedro II. Em tecido bordado a fio dourado, com monograma “PII” encimado por Coroa Imperial. Parte frontal em metal dourado e botão do mesmo metal com as Armas Nacionais do Império do Brasil. Defeitos, faltas e sinais de uso. (2) Comp. aprox.: 19 cm. € 500 / € 1.000 105 Insígnia de Gentil-homem, camareiro-mor da Casa Imperial do Brasil, em metal dourado. Corpo em forma de serpe, símbolo da Casa Real de Bragança, com Coroa Imperial sobre a cabeça e Coroa de Conde ao pescoço. Segura a Orbe e o Ceptro, tendo ao peito escudo com o monograma do Imperador Dom Pedro II “P.II”. Com fita. Falta da cruz na coroa, sinais de uso, faltas no dourado.

Comp. aprox.: 6,5 cm. € 160 / € 320 106 Pendente em ouro, tendo ao centro perfil do Imperador do Brasil Dom Pedro II, em mldura vazada e decorada com perlados e elementos vegetalistas. Sem marcas nacionais, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Restauro e pequenos defeitos. Peso aprox.: 5,6 g.; Comp. aprox.: 2,5 cm. € 200 / € 400 107 Insígnia de Gentil-homem, camareiro-mor da Casa Imperial do Brasil, em metal dourado. Corpo em forma de serpe, símbolo da Casa Real de Bragança, com Coroa Imperial sobre a cabeça e Coroa de Conde ao pescoço. Segura a Orbe e o Ceptro, tendo ao peito escudo com

o monograma do Imperador Dom Pedro II “P.II”. Sinais de uso, faltas no dourado. Comp. aprox.: 7 cm. € 200 / € 400 108 Chave de Gentil-homem, camareiro-mor da Casa Imperial do Brasil, em metal dourado. Corpo em forma de Serpe, símbolo da Casa Real de Bragança, com Coroa Imperial sobre a cabeça e Coroa de Conde ao pescoço. Segura a Orbe e o Ceptro, tendo ao peito escudo com o monograma do Imperador Dom Pedro II “P.II”. A cauda da Serpe enrola-se no corpo da chave e as asas abertas são encimadas por elementos vegetalistas. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro art. 2º, nº 2, alínea c. Gastos e sinais de uso. Comp. aprox.: 13 cm. € 1.000 / € 2.000


105

85

106

107

108


109

112 111

ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Defeitos, gastos. Peso aprox.: 4,5 g.; Comp. aprox.: 4,5 cm. € 200 / € 400 109 Par de esporas em prata cinzelada com motivos vegetalistas e cabeças de dragão. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso, riscos e pequenos defeitos. (2) Peso aprox.: 454 g.; Comp. aprox.: 18 x 7 cm. € 400 / € 800

86

110 Faixa de cabeça com borla para porta-estandarte em fio de prata e veludo negro, decorado com ramos e frutas de carvalho. Brasil, séc. XIX. € 300 / € 600

110

111 Botoeira e alfinete-laça da Imperial Irmandade de Nossa Senhora da Glória do Outeiro em metal e esmaltes policromos. Sinais de uso, falhas e defeitos. (2) Comp. aprox. alfinete: 3,4 cm.; Comp. aprox. botoeira: 1,9 cm. € 100 / € 200 112 Alfinete em ouro e prata, decorado com Coroa Real cravejada com 3 rubis e diamantes em talhe rosa, ladeada por dois diamantes, atribuível ao séc. XIX, início do séc. XX. Sem marcas nacionais,

113 Mostrador de relógio em placa de esmalte, contendo ao centro miniatura sob vidro com retrato de figura masculina vestindo traje militar com charlateiras e condecorações. Defeitos no esmalte, partido e colado. Diam. aprox.: 4 cm. € 40 / € 80 114 Chave de Gentil-homem, camareiro-mor da Casa Imperial do Brasil, em prata. Corpo em forma de Serpe, símbolo da Casa Real de Bragança, com Coroa Imperial sobre a cabeça e Coroa de Conde ao pescoço. Segura a Orbe e o Ceptro, tendo ao peito

113


escudo com o monograma do Imperador Dom Pedro II “P.II”. A cauda da Serpe enrola-se no corpo da chave e as asas abertas são encimadas por elementos vegetalistas. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c. Gastos e sinais de uso. Peso aprox.: 94 g.; Comp. aprox.: 13 cm. € 800 / € 1.600

115 Chave de Gentil-homem, provavelmente de mordomo-mor, em metal dourado. Escudo coroado, carregado por dragão assente sobre a Esfera Armilar e encimado por elemento vegetalista estilizado, tendo ao centro o monograma do Imperador do Brasil Dom Pedro II. Gastos e sinais de uso. Comp. aprox.: 17,5 cm. € 800 / € 1.600

87

115 114


116

88

117 Tamanho Original

117

116 “Lorgnon” em vidro e ouro, decorado com medalhão com busto de Dom Pedro II, Imperador do Brasil, e com elementos vegetalistas e florais gravados. Com corrente em ouro, com meias contas a imitar turquesas e pérolas, algumas em falta. Corrente com marcas francesas, em uso no séc. XIX/XX, e “lorgnon” sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Falta de um medalhão com o busto de Dom Pedro II. Pequenos defeitos, gastos e faltas. Peso bruto aprox.: 31,4 g.; Comp. “lorgnon” aprox. fechado: 7 cm.; Comp. aprox. corrente: 35 cm. € 800 / € 1.600 117 Medalhão pendente em ágata com camafeu do Imperador Pedro II do Brasil, com aro em ouro. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso, gastos e pequenos defeitos. Peso aprox. total: 14,2 g.; Comp. aprox máx..: 4,2 cm. € 500 / € 1.000


118 Leque chinês com caixa e varetas em charão, decorado com motivos vegetalistas a ouro e cenas orientais. Nas varetas, o monograma “TC” encimado por coroa imperial, que indica ter pertencido à Imperatriz do Brasil Dona Teresa Cristina de BourbonDuas Sicílias, consorte do

Imperador Dom Pedro II. Com união em ouro, em forma de cobras. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Defeitos e falhas. Dim. aprox. caixa: 31,5 x 6 cm.; Dim. aprox. leque: 43,5 x 30 cm. € 800 / € 1.600

89


119 Medalha Comemorativa, Homenagem ao Professor Charcot, 1888, Carneiro, Prata No anverso: efígie em relevo do Imperador Dom Pedro II e inscrição: “Dom Pedro Segundo Imperador do Brazil”. No reverso: dedicatória “Ao Professor Charcot / que por sua profunda sciencia restituto ao Brazil o Idolatrado Monarcha / Brasileiros Reconhecidos / 1888” Estado de conservação: Muito Bem Conservada Peso aprox.: 113,5 g.; diam. aprox.: 5 cm. Riscos superfíciais em ambas as faces Sem marcas nacionais, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro art. 2º, nº 2, alínea c). € 400 / € 800

90

120 Medalha Comemorativa, Honra ao Mérito da Exposição Brasileira-Alemã de 1881, 1881, Porto Alegre, Brasil, Cobre No anverso: representação em relevo do pavilhão da exposição, com inscrição “Exposição brasileira-alemã 1881/ Porto Alegre Rio Grande do Sul” No reverso: inscrição “Gratia Labor Tibi Solatia Praebes / Honra ao Merito” rodeada por ramos de flores e frutos exóticos, tendo ao centro a esfera armilar Estado de Conservação: Bela Peso aprox.: 32 g. ; diam. aprox.: 4 cm. Limpa no reverso € 100 / € 200

120

119

121 Medalha Comemorativa, Honra ao Mérito da Exposição Brasileira-Alemã de 1881, 1881, Porto Alegre, Brasil, Madeira No anverso: representação em relevo do pavilhão da exposição, com inscrição “Exposição brasileira-alemã 1881/ Porto Alegre Rio Grande do Sul” No reverso: inscrição “Gratia Labor Tibi Solatia Praebes / Honra ao Merito” rodeada por ramos de flores e frutos exóticos, tendo ao centro a esfera armilar Estado de Conservação: Bela Peso aprox.: 5,5 g. ; diam. aprox.: 4 cm. € 50 / € 100 122 Medalha Comemorativa, Calendário Perpétuo do ano de 1867, 1867, Christian Luster, Brasil, Madeira No anverso: busto de dom Pedro II coroado de louros e circundado pela inscrição “Dom Pedro II Imp. do Brazil”, sob o qual a assinatura do gravador “Luster”, Christian Luster (1822 - 1871). Toda a orla é preenchida com os nomes e as datas de nascimento dos membros da família imperial. No reverso: calendário do ano de 1867 dentro de um rectângulo, limitado pelas datas das vitórias obtidas nas campanhas militares e outros dados cronológicos Estado de conservação: Bela Peso aprox.: 4,2 g.; diam. aprox.: 4 cm. Há uma medalha igual no acervo do Museu Imperial de Petrópolis. € 50 / € 100

121

123 Medalha Comemorativa, Academia de Belas Artes do Rio de Janeiro, C.L.F., Rio de Janeiro, Brasil, Ouro No anverso: efígie do Imperador do Brasil Dom Pedro II em relevo, as iniciais do gravador “C.L.F.”, e inscrição “D. Pedro II Imp. do Bras.” No reverso: ao centro, entre coroa de louros, a inscrição “Ao genio e a applicação / Academia das Bellas Artes do Rio de Janeiro” Estado de Conservação: Bela Peso aprox.: 15,1 g.; diam. aprox.: 2,5 cm. Riscos superfíciais em ambas às faces Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). € 600 / € 1.200 124 Medalha comemorativa, Dom Pedro II, 1881, Ouro No anverso: efígie de Dom Pedro II, com inscrição “D. Pedro II Imperador do Brazil” No reverso: inscrição “Ama ao proximo como a ti mesmo” ao centro, gravação com data 26 de Outubro de 1881, entre coroa de louros Estado de Conservação: Muito Bem Conservada (+) Peso aprox.: 18,3 g.; Diam. aprox.: 3,2 cm. Mossas no bordo Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). € 600 / € 1.200

122


123

123

124

124

91

125 Medalha Comemorativa, Exposição Geral da Academia das Belas Artes do Rio de Janeiro, 1862, C. Luster F, Rio de Janeiro, Brasil, Prata No anverso: efígie do Imperador do Brasil Dom Pedro II em relevo, inscrição “D. Pedro II Imp. do Bras.” e as iniciais do gravador “C. Luster F.” No reverso: entre ramos de café e tabaco, gravação com a dedicatória

“A J. Baptista Lombaerts 1862”. Em círculo mais amplo a inscrição “Exposição Geral da Academia de Bellas Artes do Rio de Janeiro” Estado de Conservação: Bela Peso aprox.: 46 g.; diam. aprox.: 4,5 cm. Limpa Sem marcas nacionais, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). € 400 / € 800

125

125

125


92

126 Pistola de bolso belga, de cerca de 1840. Cano cilíndrico de desenroscar para carregamento, sendo decorado exteriormente por estrias longitudinais, com vestígios de decoração adamascada. Fecho central de percussão tendo de um lado a inscrição, a metal dourado, “LAPORT IRMÂOS” e do outro “RIO DE JANEIRO”, com punção de Liege (“ELG” com estrela). Gatilho escamoteável que só se mostra quando se coloca

o cão na posição de disparo. Coronha em marfim, tendo, no couce, pequeno compartimento para guardar fulminantes com tampa em prata decorada com uma carranca. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Oxidação, faltas e defeitos. Comp. total aprox.: 19 cm.; Comp. do cano aprox.: 8 cm.; Calibre: 10 mm. € 400 / € 800


127 Medalha Comemorativa, Sociedade Portuguesa de Beneficência no Rio de Janeiro, 1883, Rio de Janeiro, Brasil, Ouro No anverso: escudo com as Armas de Portugal e escudo com figura alegórica da caridade entre coroa de louros e encimados por Coroa Real No reverso: inscrição “Sociedade Portugueza de Beneficencia no Rio de Janeiro 1883” ladeada por elementos vegetalistas estilizados Estado de Conservação: Bela Peso aprox.: 19,6 g.; Comp. aprox.: 5,3 cm. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). € 800 / € 1.600 128 Rara Medalha Comemorativa, Cruzada da Índia, 1908, Rio de Janeiro, Brasil, Ouro Oferecida pelo Real Centro da Colônia Portuguesa do Rio de Janeiro ao cruzador Dona Amélia na pessoa do seu comandante Joaquim Nunes da Silva em 10-09-08. No anverso: inscrição “Cruzada da Índia” No reverso: inscrição “C. da Colonia Portugueza Rio” Estado de Conservação: Bela Peso aprox.: 19,8 g.; Comp. aprox.: 6,3 cm. Sem marcas nacionais, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro art. 2º, nº 2, alínea c). € 1.000 / € 2.000 129 Medalha Comemorativa, Sociedade Portuguesa de Beneficência no Rio de Janeiro, 1883, Rio de Janeiro, Brasil, Ouro No anverso: escudo com as Armas de Portugal e escudo com figura alegórica da caridade entre coroa de louros e encimados por Coroa Real No reverso: inscrição “Sociedade Portugueza de Beneficencia no Rio de Janeiro 1883” ladeada por elementos vegetalistas estilizados Estado de Conservação: Bela Peso aprox.: 11,5 g.; Comp. aprox.: 4,8 cm. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). € 400 / € 800

127

93

128

129


94

130

132

130 Cálice em coco e ouro, à maneira do séc. XVII. Decoração em baixo-relevo com motivos vegetalistas e quatro reservas com flores de tabaco com insecto, pássaros, peixe, sendo uma com a inscrição “Amor à Pátria” e outra “Ordem e Progresso”, alusivos ao Brasil. Provavelmente da ourivesaria Pádua Oliveira, Brasil, Diamantina, ourives desde 1888. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Fixação em metal. Pequenos defeitos e falhas, gastos, pequenas fissuras e sinais de uso. Alt. aprox.: 11,7 cm. € 300 / € 600

131 131 Cálice em coco e ouro, à maneira do séc. XVII. Decoração em baixo-relevo e motivos florais avivados por elementos a ouro e três reservas alusivas à descoberta do Brasil, à primeira missa no Brasil e à Independência do Brasil. Verso com inscrição de autoria “António de Padua Oliveira/ Diamantina Minas/ Brazil 1908” alusivo provavelmente à ourivesaria de Diamantina, ourives desde 1888. Sem marcas, ao abrigo do DecretoLei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Fixação em metal. Pequenos defeitos e falhas, gastos. Alt. aprox.: 14 cm. € 400 / € 800

132 Cálice em coco e ouro, à maneira do séc. XVII. Decoração em baixo-relevo com enrolamentos vegetalistas e três reservas com flores, pássaros e veados, uma com a inscrição “lembrança de Diamantina”. Verso com inscrição de autoria, “Pádua Oliveira/ Diamantina” alusivo provavelmente à ourivesaria de Diamantina, ourives desde 1888. Sem marcas, ao abrigo do DecretoLei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Fixação em metal. Pequenos defeitos e falhas, gastos e riscos. Alt. aprox.: 13,8 cm. € 300 / € 600


95

133 Raro almofariz com mão indo-português do séc. XVII, provavelmente em marfim de mamute. Com inscrições posteriores, alusivas à Guerra de Canudos e a António Vicente Mendes Maciel, o António Conselheiro. O conflito de Canudos marca o período entre o fim do Reinado do Imperador Dom Pedro II e a instauração do regime republicano no Brasil, ao qual se opunha o líder António Conselheiro, tido como monarquista. De um lado a inscrição “A S Maciel / Canudos 1857”, sobre a qual o monograma “P.II” encimado por Coroa Imperial, de outro, a representação de uma cruz sobre um monte e a inscrição “Bahia”. Com patine castanha. Falhas, faltas e defeitos. (2) Alt. aprox. almofariz: 19,8 cm.; Comp. aprox. mão: 24 cm. € 3.000 / € 6.000


134

135

96

134 Sabre europeu de meados do século XIX. Lâmina ligeiramente curva de um só gume, com reforço na parte superior. Guarda de varetas em latão e capacete do mesmo metal. Punho em madeira, com caneluras coberto a carneira. Oxidação e falta da filigrana no punho. Comp. total: 104 cm. Comp. lâmina: 89 cm. Proveniência: Colecção privada Gama de Magalhães € 140 / € 300 135 Sabre português, modelo regulamentar de 1885, para oficiais de cavalaria. Guarda de varas em ferro, com virola e capacete do mesmo metal, punho em madeira com sulcos, coberta a pele de cação, tendo nos sulcos filigrana de metal. Lâmina ligeiramente curva de um só gume com goteira central. Bainha em ferro, com duas argolas para suspensão. Oxidação generalizada e faltas no punho. Comp. total aprox.: 88 cm.; Comp. aprox. lâmina: 74 cm. € 100 / € 200 136 Polvorinho em matéria córnea com montagens em metal amarelo, da primeira metade do séc. XIX. Comp. aprox.: 21,5 cm. Proveniência: Colecção privada Gama de Magalhães € 50 / € 100 137 Cruz brasileira da Ordem do Mérito Aeronáutico, com fita, em metal e esmaltes

policromos. Sinais de uso, gastos e pequenos defeitos. Comp. aprox. sem argola: 7,5 cm.; Comp. aprox. total: 11 cm. € 100 / € 200 138 Medalha, Poder Judiciário, Brasil, Prata, Esmalte No anverso: estrela de cinco pontas entre coroa de louros, com círculo central em esmalte azul, dentro do qual vê-se o mapa das fronteiras do Brasil ao qual se sobrepõem uma balança e uma espada No reverso: inscrição “Medalha do Poder Judiciário” Estado de Conservação: Bela Peso aprox.: 17 g.; Comp. aprox. total: 4,5 cm. Sem marcas, com mais de 50 anos, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). € 100 / € 200

Progresso” e estrelas, à volta do qual um listel com 21 estrelas. Com a inscrição: “Polícia / São Paulo / 15 de Novembro de 1889”, data alusiva à Proclamação da República Brasileira. Sinais de uso, gastos e riscos. Comp. aprox.: 4,5 cm. € 100 / € 200 141 Botoeira com emblema da República do Brasil, em ouro e esmaltes policromos. Em forma de estrela de cinco pontas ladeada por ramos de café e de tabaco, com círculo central em esmalte azul e estrelas do Cruzeiro do Sul, tendo à volta do qual um listel com 21 estrelas. Com a inscrição: “Estados U. do Brasil/ 15 Novem de 1889”, data da Proclamação da República Brasileira. Marca não identificada, sem marcas nacionais, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso, pequenos defeitos e gastos. Peso aprox.: 2,2 g.; Comp. aprox.: 1,7 cm. € 100 / € 200

139 Placa de Comendador da Ordem do Mérito Naval, Brasil, em prata, prata dourada e esmaltes policromos. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Falta do espigão do alfinete. Defeitos, gastos e falhas. Peso aprox.: 85,7 g.; Comp. aprox.: 8 cm. € 200 / € 400 140 Botoeira da Polícia de São Paulo, em metal dourado e esmaltes. Em forma de estrela de cinco pontas ladeada por coroa de louros, com círculo central em esmalte azul atravessado por faixa com o lema “Ordem e

136


137

97

139

138

140

141


142 Farda de Tenente General da Força Aérea brasileira, da segunda metade do séc.XX, composta por casaca, calças, chapéu, bivaque e cinto com talins. Dim. aprox. casaca: 42 (ombros) x 74 (comprimento) cm.; Dim. aprox. calças: 45 (cintura) x 105 (comprimento) cm. € 200 / € 400

143

144

98

145

143 Charlateiras de Coronel, da segunda metade do séc. XX. Em tecido aveludado azul escuro com bordados a fio dourado e três estrelas em metal prateado e esmalte alusivas à República do Brasil. No cimo, botão com Cruzeiro do Sul. Dim. aprox.: 17 x 7,5 cm. € 100 / € 200

142

144 Bicórnio de Oficial da Marinha Brasileira, de finais do séc.XIX/início do séc.XX, em feltro, com presília em galão dourado, cocar em tons de amarelo e verde, e botão com âncora encimada por estrela.

Sinais de uso, defeitos, falhas e faltas. Diam. aprox. (interior): 20 x 15,5 cm. Dim. aprox. (exterior): 43,5 x 18 cm. Alt. máx.: 13 cm. € 50 / € 100 145 Bicórnio de Oficial da Marinha Brasileira, de finais do séc.XIX/ início do séc.XX, em feltro, com presília em galão dourado, cocar em tons de amarelo e verde, e botão com âncora encimada por estrela. Sinais de uso. Diam. aprox. (interior): 20 x 15,5 cm. Dim. aprox. (exterior): 43,5 x 18 cm. Alt. máx.: 13 cm. € 100 / € 200


146 Capacete de cavalaria brasileira, séc.XX. Casco em fibra de vidro de cor branca, com cimeira e aplicações de metal amarelo, com crina sintética encarnada. Sinais de uso. Diam. aprox. (interior): 19 x 18 cm.; Dim. aprox. (exterior): 28 x 21 cm. Alt. máx.: 30 cm. € 200 / € 400 147 Capacete de gala do Regimento de Cavalaria 9 de Julho da Polícia Militar do Estado de São Paulo, completo.

O capacete foi inspirado no usado por Frédéric Stattmuller, do 11º Regimento de Couraceiros do Exército Francês, quarto militar francês a integrar a Missão de Instrução, que veio ao Brasil exclusivamente para conduzir a instrução prática dos dois esquadrões do Regimento de Cavalaria da Força Pública. Em fibra, insígnias em metal, crina de cavalo e carneira em couro. Sinais de uso. Diam. aprox. (interior): 19,5 x 16,5 cm.; Dim. aprox. (exterior): 26 x 18 cm. Alt. máx.: 29 cm. € 300 / € 600

147

99

146

148 Chapéu de Marechal do Exército Brasileiro de finais do séc.XX. Em tecido em tons de verde, com bordados a fio de ouro. Junto com charlateira da mesma época, em tecido azul escuro com galão dourado aplicado, três estrelas bordadas a fio prateado e símbolo da República do Brasil. No cimo, botão com Cruzeiro do Sul. Sinais de uso. Dim. aprox. charlateira: 14,5 x 6 cm.; Dim. aprox. chápeu: interior: 19 x 19 cm.; exterior: 29,5 x 26,5 cm.; alt. máx.: 10 cm. € 200 / € 400

149 Barretina da Polícia Militar brasileira, séc.XX. Corpo em feltro com tampo e pala em material sintético. Na parte frontal, escudo da Polícia Militar em metal amarelo. Na parte superior, suporte com pluma branca e azul. Sinais de uso. Diam. aprox. (interior): 19 x 16,5 cm.; Dim. aprox. (exterior): 23 x 18 cm.; Alt. máx.: 39 cm. € 200 / € 400

149

148


150

100

150 Flâmula de Regimento de Comunicação do Exército brasileiro, tendo armas com círculo com setas que apontam para direções opostas carregado com binóculo. Sinais de uso, manchas, furos e faltas. Dim. aprox.: 38,5 x 61 cm. € 100 / € 200 151 Flâmula de Regimento de Infantaria do Exército brasileiro, tendo armas com dois fuzis cruzados e a meio uma granada. Sinais de uso, manchas e defeitos. Dim. aprox.: 40,5 x 62,5 cm. € 100 / € 200

151

152 Flâmula de Regimento de Infantaria do Exército brasileiro, tendo armas com dois fuzis cruzados e a meio uma granada. Sinais de uso e manchas. Dim. aprox.: 37,5 x 60 cm. € 100 / € 200

152


153

153 Flâmula do 1º Batalhão de Infantaria Motorizada (1º B I Mtz ), também conhecido como Regimento Sampaio. Brasil, séc.XX. Ao centro, elipse verde contornada por debrum dourado com um leão de ouro carregado de três estrelas de cinco pontas em tons de encarnado. Sinais de uso, manchas e furos. Dim. aprox.: 37 x 59 cm. € 100 / € 200

154 Bandeira de Regimento de Infantaria do Exército brasileiro, tendo armas com dois fuzis cruzados e a meio uma granada. Sinais de uso e manchas. Dim. aprox.: 40,5 x 60,5 cm. € 100 / € 200 101

154


157

155 Chave em prata portuguesa, séc. XX, decorada com escudo elíptico encimado por Coroa Real e ladeado por cornucópias de flores. No 1º partido uma Cruz, possivelmente dos Templários, e, no 2º partido, Tiara Papal com as Chaves de São Pedro. Com inscrição “BXIV”. Sem contraste nacional, com mais de 50 anos, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c), e marca de de ourives Ferreira Marques & Irmão, Topázio, registada em 1934. Com estojo em veludo. Sinais de uso, riscos e gastos. Peso aprox.: 148 g.; Comp. aprox.: 13 cm. O “B XIV” poderá ser alusivo ao papa Bento XIV (1675-1758). € 300 / € 600

102

155

156

156 Cortador de charutos em prata, atribuível ao séc. XIX/XX, com lâmina em metal marcada “Franz Hiess & Sohne, Wien”. Corpo liso com gravação de monograma encimado por coroa fechada. Sem marcas, ao abrigo do DecretoLei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Riscos, oxidação e defeitos. Peso aprox.: 90 g.; comp. aprox.: 15 cm. € 50 / € 100

157 Fosforeira em prata francesa, séc. XIX/XX, decorado com monograma de S.M. El Rei Dom Luís I. Corpo decorado com caneluras onduladas, como mononograma encimado por coroa real em relevo. Interior dourado. Com marcas de garantia francesas em uso no séc. XIX/XX, de 800 milésimos, sem marcas nacionais, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso, gastos e pequenos defeitos. Peso aprox.: 24 g.; Comp. aprox.: 5,4 x 3,2 cm. € 300 / € 600 158 Conjunto de tinteiro e duas caixas em cristal lapidado pertencentes a S.M. El Rei Dom Manuel II. Tampas em prata com gravação de monograma composto por dois “E” entrelaçados (Emmanuel lat.) coroado. O mesmo monograma está gravado no cristal. Duas tampas elípticas sem marcas e tinteiro com marca de contraste francesa, em uso no séc. XIX/XX, de 950 milésimos, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Vestígios de dourado, sinais de uso, riscos e pequenas falhas. Peso aprox. tampas elípticas: 78 g.; Comp. máx. apróx.: 10,5 cm. € 1.000 / € 2.000


103

158


159

159

104

159 Lote de 3 medalhas comemorativas, Secção Agrícola da Exposição de Lisboa de 1888, 1888, Lisboa, Prata Dourada, Prata e Cobre No anverso: efígie de S.M. El Rei Dom Luís I, com inscrição “D. Luiz I Rei de Portugal” e, em círculo maior, “Improbus Labor Omnia Vincit” No reverso: inscrição “Secção Agrícola da Exposição Industrial Portugueza de Lisboa 1888” entre coroa de louros Estado de Conservação (Geral) : Bela

Peso aprox. Prata Dourada: 64,9 g. / Prata: 66,4 g. / Cobre: 62,7 g.; diam. aprox.: 4,8 cm. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Em estojo original,com inscrição “A S.A.R. o Principe D. Carlos / Off. A Comissao Executiva / Da Seccção Agricola da Exposição / Lisboa 1888” encimada por Coroa Real. Defeitos e sinais de uso. Comp. aprox. estojo: 9 x 21 cm. € 400 / € 800

160

160


160 Medalha Comemorativa, Exposição Agrícola de Lisboa, 1884, F.A.C. (Frederico Augusto de Campos) , Lisboa, Prata No anverso: efígie de S.M. El Rei Dom Luís I, as iniciais do gravador “F.A.C.” e a inscrição “D. Luiz I Rei de Portugal / Protector da Expozição” No reverso: instrumentos agrícolas e espigas de trigo e a inscrição “Exposição Agricola de Lisboa / na Real Tapada da Ajuda”, datada de 1884 Estado de conservação: Bela Peso aprox.: 116 g.; diam. aprox.: 6 cm. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Em estojo com o monograma «D.C.» coroado. Defeitos e sinais de uso. Diam. aprox. estojo: 8,2 cm. € 300 / € 600 161 Medalha Comemorativa, Exposição Universal de Barcelona de 1888, 1888,

161

Arnau.M. (?), Barcelona, Espanha, Prata No anverso: a Rainha Regente Maria Cristina de Habsburgo-Lorena segura nos braços S.M. o Rei Afonso XIII, que recebe da figura alegórica apoiada sobre o brasão de Barcelona a chave da cidade. Marca de fabricante “Castells” e gravador “Arnau M.”. Inscrição “Exposicion Universal de Barcelona / MDCCCLXXXVIII” No reverso: vista do pavilhão da exposição e elenco de nomes de soberanos e autoridades que participaram da inauguração Estado de Conservação: Bela Peso aprox.: 246 g.; diam. aprox.: 8,5 cm. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Em estojo dedicado ao Rei de Portugal S.M. Dom Luís I de Bragança. No estojo a inscrição: “A S M El Rey de Portugal” e a marca de fabricante “Castells”. Fecho com defeito, sinais de uso. Dim. aprox. estojo: 11,5 x 11,5 cm. € 400 / € 800 105

161


162

106

162 Medalha Comemorativa, Casamento de S.M. El Rei Dom Pedro V e S.M. a Rainha Dona Estafânia, 1858, L. Wiener, Cobre No anverso: efígies dos nubentes com inscrição “D.Pedro V Rei de Portugal e dos Algarves / D. Stephania Rainha de Portugal e dos Algarves” e marca do gravador “Leopold Wiener Bruxelles” No reverso: S.M. El Rei Dom Pedro V em pé diante do trono entregando a coroa de Portugal a S.M. a Rainha Dona Estefânia,

à direita, acompanhado por uma figura alada segurando lado a lado os brasões das duas casas, a data “29 abril 1858” e, ao longo da borda inferior, a marca do gravador “L. Wiermer”. Estado de Conservação: Bela Peso aprox.: 182 g.; diam. aprox.: 7,5 cm. Emitidas em Bruxelas por Ordem de Dom Pedro V Catálogo Arthur Lamas: 148 € 200 / € 400

163

163 Medalha Comemorativa, Prêmio da Exposição Pública de Madrid de 1828, 1828, M.G.S., Madrid, Espanha, Prata No anverso: efígie laureada de Fernando VII, a marca do gravador “M.G.S.”, Mariano González Sepúlveda (1774 - 1842), e a inscrição “Fernando VII / Protector de la Industria”. No reverso: inscrição “Exposicion Publica / al Merito en las Artes / 1828” gravada no interior de um círculo rodeado


164

por coroa de louros, tendo no ângulo inferior um escudo resplandecente com três flores de lis. No bordo da medalha encontrase gravado o nome “François René de Chateaubriand”. Estado de conservação: Bela Peso aprox.: 58,3 g.; diam. aprox.: 4 cm. Sem marcas nacionais, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro art. 2º, nº 2, alínea c). Exemplar semelhante no acervo do Museu do Prado com número de catálogo O001594. € 200 / € 400 164 Rara Medalha Comemorativa, Dedicada à Memória de Camões pelo Morgado de Mateus, 1819, Donadio F., Cobre No anverso: busto do poeta Luís Vaz de Camões com coroa de louros e a inscrição: “LD.CAMOES.OB AC MDLXXIX.AET.LIV.” e marca do gravador “Donadio F.” No reverso: a pôpa de um navio romano ao centro, do lado esquerdo uma espada e do lado direito uma trombeta, ladeada pela inscrição: “LUSIADES / D.I.M. SOUZA EXCUDI IVSSIT / A. MDCCCXIX” Estado de Conservação: Bela Peso aprox.: 60,8 g.; Diam. aprox.: 5 cm. Catálogo Arthur Lamas: 107 € 300 / € 600

107

165 Pendente cruz em metal, encimado por laço, decoração a simular “pedras facetadas”. Faltas, defeitos e falhas. Comp. aprox.: 11 cm. € 50 / € 100

165


108

166 Espingarda de caça francesa, de meados do séc. XIX, com dois canos justapostos, de antecarga, tendo na parte superior embutidos a ouro, inscrições e decorações vegetalistas. Fechos laterais de percussão, com gravados zoomórficos embutidos a ouro e o nome do fabricante “Baucheron-Pirmet”. Guarda-mato em prata, decorado em alto relevo com motivos de caça e figura mitológica. Coronha em madeira profusamente entalhada com motivos vegetalistas e decoração a fio de prata. Chapa de couce em prata com decoração vegetalista e de caça. Escudete em metal amarelo na parte superior do delgado, com iniciais gravadas encimadas por coroa. Falta da vareta. Comp. aprox.: 115 cm.; Comp. aprox. cano: 73 cm.; Cal. aprox.: 17 mm. € 2.500 / € 3.500


109

167 Segundo original de Jean-Baptiste van Loo (1684-1745) - Oficina Francesa do séc. XVIII Retrato de Luís de França (enquanto Delfim) Óleo sobre tela Dim. aprox.: 80 x 63 cm. € 3.000 / € 6.000


168 Armadura em ferro de meados do séc. XX, ao estilo do séc. XVI, composta por elmo fechado, ombreiras, ante-braços, braços e manoplas, couraça, escarcelas, coxotes, perneiras e sapatões articulados. Montada sobre plinto forrado a tecido em tons de vermelho. Oxidações e faltas. Alt. aprox.: 177 cm. € 4.000 / € 8.000

110


111

169 Réplica de armadura em ferro ao estilo do séc. XIV com elmo do tipo “Boca de Sapo”, ombreiras, ante-braços, braços e manoplas, couraça, escarcelas, coxotes, perneiras e sapatões articulados. Com espada. Montada sobre plinto em madeira. Alt. aprox.: 175 cm. € 4.000 / € 8.000


170

172

112

172

171

170 Invulgar espingarda de cargas sobrepostas, do séc. XVIII, possivelmente italiana ou espanhola, com um cano cilíndrico de antecarga, de proveniência oriental, damasquinado e com embutidos a prata. Fecho duplo de pederneira,

do tipo “à miquelete”. Coronha em madeira com guarnições em ferro. Vareta em madeira. Comp. aprox.: 138,5 cm.; Comp. aprox. cano: 97 cm.; Cal. aprox.: 19 mm. € 1.500 / € 3.000


170

113

171 Prensa de hóstias, em ferro. Oxidações e defeitos. Comp. aprox.: 88 cm. Proveniência: Colecção privada Gama de Magalhães € 140 / € 280

172 Espingarda de mecha, do Norte da Europa, da primeira metade do séc. XVII. Cano octogonal, de antecarga, com alça e ponto de mira, tendo na parte superior do cano, junto à culatra a inscrição “V. Caffi”. Platina de mecha com tampa da caçoleta de abertura manual e cão com parafuso para aperto da mecha. Na parte posterior da platina tem a punção “GA”. Longo gatilho em ferro, típico das armas desta época. Vareta em madeira. Comp. aprox.: 126,4 cm.; Comp. aprox. cano: 89,5 cm.; Cal. aprox.: 14 mm. € 1.500 / € 3.000


114

173 Par de dragonas em tecido bordado a fio de ouro, sendo a parte frontal em metal dourado com franjas em canotilhos dourados e botões com âncora encimada por Coroa Real. Com talim em tecido de seda azul escura com faixas douradas e fivela em metal dourado decorada com uma âncora encimada por uma estrela de 5 pontas dentro de coroa louros. Pertenceram ao Exmo. Senhor Frederico Pinheiro Chagas, Oficial da Armada Real Portuguesa, tendo chegado ao posto de segundo-tenente. Junto com fotografia dos fotógrafos Vidal & Fonseca em que aparece a usá-las. Em caixa de metal com etiqueta “Sirgueiria Bello / de / Jorge & Santos / Artigos para militares / P D Pedro 103 - Lisboa”. Sinais de uso, defeitos, faltas e falhas. (4) Dim. aprox. dragonas: 16,5 x 14 cm.; Comp. aprox. talim: 50 cm.; Dim. aprox. mancha da foto: 10,5 x 7,5 cm. € 200 / € 400


115

174 Conjunto para Grã-cruz da Ordem da Coroa de Itália em prata dourada e esmaltes, composto por Cruz de Comendador em estojo decorado com monograma do rei Vitor Emanuel II de Itália, de L. Raviolo E. Gardino Sucessoris; placa e banda em seda com pendente. Placa com montagens em ouro, com falta de uma asa na águia, com marca de “D. Cravanzola Succi Flli Borani”. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Estojo com defeitos. Falta, oxidações e pequenos defeitos. (4) Comp. aprox. placa: 11 cm. A Ordem da Coroa de Itália nasce em 1861 e é extinta em 1946. Proveniência: Colecção de Dr. Manuel Frederico Pinheiro Chagas € 600 / € 1.200


116

175 Conjunto para Grande Oficial da Ordem da Legião de Honra, França, República, composto por placa, pendentes e uma miniatura em prata dourada e esmaltes, com fitas. Placa com marca francesa em uso no séc. XIX/XX e emblema do fabricante Lemoine Fils Suc. Junto com pendente em ouro e esmaltes da Ordem da Legião de Honra, França, com fita, sem marca mas com marca de ourives francês. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Estojos com defeitos, um com monograma. Junto com três diplomas passado pelo Grande Chanceler da Ordem da Legião de Honra, França, referentes às condecorações de Grande Oficial (1884), esta também com carta do Minsitro dos Negócios Estrangeiros dirigida ao Exmo. Senhor Manuel Pinheiro Chagas, Cavaleiro (1919) e Oficial (1936). Pequenos defeitos, gastos e sinais de uso. (4) Peso bruto de pendente em ouro: 26 g.; Peso aprox. placa: 84 g. Proveniência: Colecção de Dr. Manuel Frederico Pinheiro Chagas € 1.000 / € 2.000


176

117

176 Bandeira Naval do Reino de Portugal segundo modelo em vigor entre 1830 e 1910. Com as Armas Nacionais de Portugal sobre fundo verticalmente bipartido na proporção de 1:2 em azul e branco. Em linho. Sinais de uso, manchas e defeitos. Dim. aprox.: 140 x 260 cm. € 400 / € 800 177 Rosa, escultura em ouro fixa em base em mármore, representada de forma realista, com folhas e espinhos. Com placa com inscrição “Testemunho de Gratidão da Fundação Salazar, 28-4-70”, colada. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Uma folha restaurada, placa. Pequenos defeitos, riscos e amolgadelas. Alt. máx. aprox.: 21 cm. € 2.000 / € 4.000

177


178

118

178 “Barrette” com insígnias de três ordens, em metal dourado e esmaltes policromos, sendo cruz de Cavaleiro da Ordem do Mérito Naval de Espanha, cruz de Cavaleiro da Ordem do Mérito Naval Almirante Padilla (Colômbia) e cruz de Grande Oficial da Ordem do Mérito Militar portuguesa. Pertenceu alegadamente ao Almirante José Uzeda de Oliveira, séc. XX. Sinais de uso e

defeitos no esmalte. Dim. máx. aprox.: 10,5 x 10,5 cm. € 160 / € 300 179 “Barrette” com três miniaturas: de GrãCruz da Ordem da Cruz do Sul (Brasil), de Comendador da Ordem de Isabel a Católica (Espanha) e Grande Oficial da Ordem do Elefante Branco (Tailândia). Em prata

179

dourada, metal e esmaltes policromos. Com fitas. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso, defeitos, falhas e faltas. Peso total aprox.: 12,5 g.; Dim. aprox.: 5 x 6 cm. € 160 / € 300


180 “Chatelaine” com oito miniaturas de Grã-Cruz de diversas ordens: Ordem de Cristo (Portugal), Ordem de Santiago da Espada (Portugal), Ordem do Infante D. Henrique (Portugal), Ordem da Coroa da Bélgica, Ordem de S. Gregório Magno (Estado Pontifício) (Grã-Cruz), Ordem da Coroa de Itália, Legião de Honra (França)

e Ordem da Fénix (Grécia). Em prata e esmaltes policromos, com diversas fitas. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso, defeitos, falhas e faltas. Peso total aprox.: 21,4 g.; Comp. aprox.: 9,5 cm. € 200 / € 400

119


120

181 “Chatelaine” com oito miniaturas de Grã-Cruz de diversas ordens: Ordem de Pio IX, Ordem do Mérito da República Federal da Alemanha, Ordem da Trindade (Etiópia), Ordem do Sol do Peru, Ordem de Leopoldo I da Bélgica, Ordem de Isabel a Católica (Espanha), Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul e Ordem da Coroa

daTailândia (Grã-Cruz). Em prata, prata dourada e esmaltes policromos, com diversas fitas. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso, defeitos, falhas e faltas. Peso total bruto aprox.: 27,1 g.; Comp. aprox. total: 11 cm. € 200 / € 400


182 Placa do Ordem do Mérito Militar portuguesa de Oficial ou Grã-Cruz, em prata dourada e esmaltes policromos. Sem marcas nacionais, com marca de ourives e indicação de comerciante Frederico Costa, Lda, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso, gastos e pequenos defeitos. Peso aprox.: 49,7 g.; Comp. aprox.: 7,5 cm. € 300 / € 600

182

183 Medalha Militar, Defensores da cidade de Bilbao, 1836, Bilbao, Espanha, metal e esmaltes No anverso: a inscrição “Salvo a Bilbao” No reverso: “En su tercer sitio 1836”. Falhas, defeitos e gastos. Peso aprox.: 5 g. ; Dim. aprox.: 4 cm. € 300 / € 600 183

184 Placa de Comendador da Ordem de Isabel a Católica (Espanha), em prata dourada e esmaltes policromos. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Alterações, defeitos e faltas. Peso aprox.: 46,9 g.; Comp. aprox.: 6,5 cm. € 300 / € 600

184

121


185

185

122

185 Placa, pendente e botoeira de Comendador da Ordem Militar de Cristo em ouro, prata e prata dourada, diamantes e esmaltes, séc. XX. Placa com contrastes nacionais, em uso de 1938 a 1984, sendo a prata de 833 milésimos e ouro de 800 milésimos, e verso com marca de fabricante de Frederico da Costa, pendente sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Em estojo Frederico da Costa, com gravação com inscrição: “A sua Excelência/ o Chefe de Estado/ Almirante Américo Thomaz/ A Comunidade Portuguesa/ No Brasil/ Por Ocasião Da Visita Oficial” (1972). Falta da fita em tecido. Sinais de uso, gastos e pequenos defeitos. (3) Peso total aprox.: 190 g.; Comp. aprox. máx.: 9 cm. € 1.000 / € 2.000

186 Placa ou pisa-papéis, da “LNPN” em prata portuguesa e esmaltes, séc. XX. Pertenceu ao Almirante Américo Thomaz. Com enchimento na base. Com marca de Porto (Águia), de 833

186

milésimos, Ferreira Marques. Em estojo. Riscos e pequenos defeitos. Peso aprox. total: 890 g.; Comp. aprox.: 13,5 cm. € 300 / € 600

187 Pequeno martelo em prata portuguesa, séc. XX, com cabo em madeira exótica, com inscrição “Arsenal do Alfeite / D. João de Castro/ 1940”, oferecido ao Almirante Américo de Deus Rodrigues Thomaz. Estojo decorado com escudo da República. Com contraste de Lisboa (Águia), de 833 milésimos e marca de ourives da mesma época. Sinais de uso e gastos. Peso aprox. total: 20 g.; Dim. aprox. caixa: 12 cm.; Dim.aprox. martelo: 8,5 cm. € 100 / € 200

187


123

188 Reprodução litográfica de fotografia do Almirante Américo Thomaz, Ministro da Marinha (1944 - 1958) e Presidente da República Portuguesa (1958 - 1974), por Nuno San Payo (n. 1926). Manchas no papel. Dim. aprox. mancha: 40 x 29,8 cm. € 100 / € 200


189

189

189 Estojo com conjunto de Grã-Cruz da Ordem do Mérito Naval brasileira composto por placa e pendente com banda, em prata dourada e esmaltes em tons de azul e branco, de fabrico inglês, séc. XX. Com diploma atribuíndo a condecoração ao Ministro da Marinha, o Almirante Américo de Deus Rodrigues Thomaz, em 7 de Julho de 1952. Sem marcas, com mais de 50 anos, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Placa com marca de fabricante Spink & Son Ltd. Em estojo original. Sinais de uso, gastos e falhas. (2) Peso aprox. placa e pendente: 218 g.; Comp. aprox. placa: 9 cm. € 500 / € 1.000

124

190

190 Colar do Instituto de Coimbra, de 1852, com respectiva miniatura com fita em tecido, em prata dourada, atribuível ao séc. XX. Pertenceu ao Presidente da República, o Almirante Américo de Deus Rodrigues Thomaz. Colar com emblema de fabricante, Frederico Costa, Lda, em estojo com defeitos. Sem marcas, ao abrigo do DecretoLei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Em estojo. Sinais de uso, gastos e pequenos defeitos. Peso aprox. total: 120 g. € 200 / € 400

190


191 Estojo com conjunto de Bailio Grã-Cruz de Honra e Devoção, composto por banda, pendente de colar, pendente e miniatura, em prata dourada, esmaltes e tecido. Junto com diploma e “Bulla” atribuindo a condecoração ao Presidente da República, o Almirante Américo de Deus Rodrigues Thomaz, em 6 de Setembro de 1967, com selo em metal e cordão, acomodados em estojo encarnado, sendo a capa decorada com Cruz da Ordem de Malta esmaltada por Coroa Real. Com defeitos e falta de um fecho. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Falta da botoeira. Sinais de uso, gastos e defeitos. Peso aprox. total. sem a banda: 154 g.; Comp. aprox. pendente: 11 cm. € 800 / € 1.600

125


192

126

192 Conjunto de Grã-Cruz da Ordem do Mérito Militar de Espanha composto por placa, pendente, banda e botoeira, em tecido, prata e prata dourada, e esmaltes, séc. XX. Com diploma atribuindo a condecoração ao Ministro da Marinha, o Almirante Américo de Deus Rodrigues Thomaz, em 28 de Outubro de 1949. Sem marcas,

ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Em estojo de “J. Laz, Condecoraciones, Madrid”, decorado com armas de Espanha na tampa. Sinais de uso, falhas, gastos e pequenos defeitos. (3) Peso aprox. placa e abotuadura: 48 g.; Comp. aprox. placa: 5,5 cm. € 300 / € 600

193

193 Conjunto de Grã-Cruz da Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul composto por placa e pendente, em metal dourado e esmaltes policromos, com laço em tecido. Junto com diploma atribuindo a condecoração à Primeira-Dama de Portugal, Sra D. Getrudes Ribeiro da Costa (1894-1991), esposa do Presidente da República, o Almirante Américo de Deus Rodrigues Thomaz, em 2 de Abril de 1962. Placa com marca de fabricante “La Royale Rio Brasil”, em estojo com defeitos, falta do símbolo na tampa. Defeitos, gastos e sinais de uso. (3) Comp. aprox. placa: 7,5 cm. € 400 / € 800


127

194 Estojo com conjunto de Grã-Cruz da Ordem Nacional do Mérito brasileira composto por placa, pendente, banda e botoeira, em metal e esmaltes policromos. Pertenceu ao Almirante Américo de Deus Rodrigues Thomaz. Placa com marca de fabricante H. Stern, em estojo original. Falhas, gastos e sinais de uso. Comp. aprox. placa: 6,6 cm. € 500 / € 1.000


195

197

196 Cruz brasileira da Ordem do Mérito Militar, com fita, em metal e esmaltes policromos. Gastos, falhas e defeitos. Comp. aprox. sem argola: 5,5 cm.; Comp. aprox. total: 9 cm. € 200 / € 400

128

196

195 Cruz brasileira da Ordem do Mérito Naval, com fita, em metal e esmaltes policromos. Gastos, falhas e defeitos. Comp. aprox. sem argola: 7,5 cm.; Comp. aprox. total: 10,5 cm. € 200 / € 400

197 Cruz brasileira da Ordem do Mérito Naval, com fita, em metal e esmaltes policromos. Defeitos, falhas e faltas. Comp. aprox. sem argola: 7,5 cm.; Comp. aprox. total: 10,5 cm. € 200 / € 400

198

198 Apito de comando da marinha e placa, oferecidas ao Almirante José Uzeda de Oliveira, pelo 1º Distrito Naval, em 1 de abril de 1972, em metal dourado. Apito com cordão branco e placa com inscrição: “Ao Almirante Uzêda/ Os oficiais, as praças, e os funcionários civis/ oferecem, em reconhecimento, este/ apito de comando de ouro/ distintivo dos grandes chefes navais/ do Império/ 1º Distrito Naval 4 de Abril de 1972”. Dentro de estojo em veludo com elemento aplicado com armas do 1º Distrito Naval em metal e esmalte, com defeitos. Sinais de uso, riscos e gastos Comp. aprox. apito: 10,5 cm.; Dim. aprox. placa: 10,3 x 5,5 cm. € 100 / € 200


199

199 Manto de confraria em seda “grenat” com bordados em fio dourado, ornamentado com duas custódias. Pertenceu ao Almirante Américo de Deus Rodrigues Thomaz, Ministro da Marinha (1944 - 1958) e Presidente da República (1958 - 1974). € 100 / € 200 200 Alfinete em prata decorado com Cruz da Ordem de Malta. Sem marcas, com mais de 50 anos, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Defeitos, adaptações e gastos. Peso aprox.: 16 g.; Comp. aprox.: 5,2 cm. € 100 / € 200 201 Botoeira em ouro e esmalte, com estrela de cinco pontas ao centro e inscrição “Sociedade Protectora dos Animais / Lisboa”, fundada a 28 de Novembro de 1875. Com marca possivelmente de ourives, sem contrastes, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso. Peso aprox.: 4,8 g.; Diam. aprox.: 1,5 g. € 200 / € 400 202 Alfinete em ouro em forma de cruz com engrenagem e as iniciais “GHST” sobre fundo em esmalte azul e verde.

129 200

199

201

203 Medalha Militar (?) Francesa, (c.1923), Níquel banhado a Prata com esmalte Peso aproximado (Geral): 13,3 g. “RICHELIEU - FVRENTIBVS . EMINET . AVSTRIS”, que poderá ser traduzido como “Mais forte que os ventos do sul”. Com o brasão do Cardeal de Richelieu No reverso a assinatura do autor H. Arthus Bertrand - Paris. € 40 / € 80

202

Com marca possivelmente de ourives, sem contrastes, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Gastos, pequenas falhas e sinais de uso. Peso aprox.: 3,8 g.; comp. aprox.: 2 cm. € 160 / € 300

203


204

130

204 Conjunto de Grã-Cruz da Ordem do Sol do Peru composto por placa, pendente e banda, em tecido, prata, esmaltes e diamantes, séc. XX. Com diploma atribuindo a condecoração ao Ministro da Marinha, o Almirante Américo de Deus Rodrigues Thomaz, em 15 de Julho de 1960. Em prata dourada e esmaltes, cravejada com 19 diamantes em talhe 8/8, com indicação de fabricante “Casa Nacional de Moneda/ Lima- Peru”. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Em estojo decorado com brasão de armas do Perú, com gastos. Sinais de uso e gastos. (2) Peso aprox. total: 118 g.; Comp. aprox. placa: 8 cm. € 300 / € 600

204

204

205 Conjunto de Comendador da Ordem do Mérito Naval brasileira, composto por placa e pendente com gravata, em prata, tecido e esmaltes policromos, séc. XX. Junto com diploma atribuindo a condecoração ao Ministro da Marinha, o Almirante Américo de Deus Rodrigues Thomaz, em 22 de Março de 1952, em estojo com inscrição “República dos Estados Unidos do Brasil/ Diploma de “GRANDE-OFICIAL” do Mérito

Naval/ Almirante Américo Rodrigues Tomás da Marinha de Guerra de Portugal”. Sem marcas nacionais, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Placa com marca de fabricante Spink & Son Ltd, com estojo original, decorado com armas do Brasil. Sinais de uso e gastos. (3) Peso total aprox.: 194 g.; Comp. aprox. placa: 8 cm. € 300 / € 600

205

205


206

206

206 Conjunto de Grã-Cruz da Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul composto por placa, pendente, banda e botoeira, em tecido, prata e esmaltes policromos, séc. XX. Junto com diploma atribuíndo a condecoração ao Ministro da Marinha, o Almirante Américo de Deus Rodrigues Thomaz, em 18 de Novembro de 1953. Placa com marca de fabricante “La royale Rio Brasil”, estojo original com defeitos. Sem marcas nacionais, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso, gastos e pequenos defeitos. Peso total aprox.: 170 g.; Comp. aprox. placa: 7,5 cm. € 600 / € 1.200

207 Conjunto de Grã-Cruz do Mérito Naval da Argentina composto por placa, pendente e banda em tecido, em prata dourada, esmaltes policromos, sendo a âncora do pendente em ouro, séc. XX. Junto com diploma atribuindo a condecoração ao Ministro da Marinha, o Almirante Américo de

207

Deus Rodrigues Thomaz, em 31 de Agosto de 1954. Verso da placa com inscrição “Republica Argentina Marina de Guerra”, em estojo, da “Joyeria Ricciardi”. Com defeitos. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso, gastos e pequenos defeitos. Peso total aprox.: 186 g.; Peso aprox. condecorações: 124 g. € 300 / € 600

131


208 Placa em prata portuguesa, séc. XX, com suporte, que terá sido oferecida ao Presidente da República de Portugal, o Almirante Américo de Deus Rodrigues Thomaz, em 1971. Com inscrição avivada a negro” Recordação da primeira visita a Portugal da Comissão da Sociedade do Espírito Santo do Estado da California, Junho 1971”, “C.E.S”. Com contraste do Porto (Águia), de 833 milésimos. Riscos, gastos e sinais de uso. Peso aprox.: 288 g.; Dim. aprox.: 15,5 x 11 cm. € 100 / € 200

208 208

209

132 209

184

209 Lote de 2 Medalhas Comemorativas da Federação Portuguesa de Vela, 1952,1958, Cascais, Latão Dourado Policromado Peso aproximado (Geral): 56,1 g. “XI Semana de Vela - 1952 - Campeonato Europa e do Mundo” / “Festival Nautico em honra do N.R.P. “Sagres - Baia de Cascais, 7-IX-1958” 1 Estojo original com a marca “Oliveira & Fernandes, LDA” Pertenceu ao Almirante Américo de Deus Rodrigues Thomaz, Ministro da Marinha (1958 - 1974) e Presidente da República (1958 - 1974), presidiu à comemoração do Dia Nacional da Vela em homenagem ao navioescola ”Sagres”. € 60 / € 120

210

210 Placa em bronze com formato das fronteiras de Angola, gravado ao centro com cinco quinas. Oferecida ao Almirante Américo de Deus Rodrigues Thomaz, Presidente de Portugal entre 1958 e 1974. € 50 / € 100


133

211 Bandeira da República do Brasil em linho, segundo modelo em vigor entre 28 de Maio de 1968 e 11 de Maio de 1992. Tendo como base um retângulo verde dentro do qual se inscreve um losango amarelo. Ao centro deste, um círculo azul com 23 estrelas brancas atravessado por uma faixa com o lema “Ordem e Progresso”. Junto com placa em prata com inscrição, decorada com bandeira do Brasil e escudo da República Portuguesa em esmaltes policromos, oferecida ao Almirante Américo de Deus Rodrigues Thomaz, Presidente de Portugal de 1958 a 1974. Inscrição: “Com as afetuosas lembranças dos portugueses de Brasília, 24 - 04 -1972”. Em estojo original de veludo verde. Sem marcas, ao abrigo do DecretoLei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso, gastos, risco e, na bandeira, manchas. Dim. aprox. bandeira: 166 x 252 cm.; Peso total aprox. placa: 74 g.; Dim. aprox. placa: 7,3 x 12 cm. € 200 / € 400


212 212

134

213

212 Medalha Comemorativa, Primeiro Centenário do Nascimento de Rui Barbosa, 1949, Bronze No anverso: efígie de Rui Barbosa No reverso: a casa onde nasceu na Bahia Conferida ao então Ministro da Marinha, o Almirante Américo de Deus Rodrigues Thomaz, pelo Ministro de Estado da Educação e Saúde em nome do Presidente da República do Brasil Eurico Gaspar Dutra. Estado de Conservação: Bela Peso aprox.: 20,7 g.; diam. aprox.: 3 cm.; dim. aprox. com fita: 11,5 cm. Em envelope, com carta da Embaixada do Brasil € 40 / € 80 213 Lote de 3 Medalhas Comemorativas da Federação Portuguesa de Vela, 1955-56, Cascais, Latão Dourado Policromado Peso aproximado (Geral): 57,7 g. “XIV Semana de vela”, nas cores encarnado e branco “Federação . Portuguesa . de . Vela - 1956/ Regata Torbay Lisboa - Torbay Lisbon Race” com fita azul Pertenceu ao Almirante Américo de Deus Rodrigues Thomaz, Ministro da Marinha € 50 / € 100

214

214 Lote de 2 Medalhas Comemorativas com alusões a Viagens de Instrução 1948, 1953, Latão Policromado e Bronze Peso aproximado (Geral):20,2 g. “Brasil - 1948 - X Viagem de Instrução - N.E. Almirante Saldanha” “Navio Escola Almirante Saldanha 1952-1953- XIII Viagem de Instrução - Circumnavegação”. Comemora a quarta circunavegação realizada por um navio de guerra brasileiro. Na partida do navio estiveram a bordo o Presidente da República, Francisco Higino Craveiro Lopes, e diversas autoridades do governo. Pertenceu ao Almirante Américo de Deus Rodrigues Thomaz, Ministro da Marinha € 40 / € 80


215 215

215 Lote de 2 Medalhas Comemorativas, Viçoso Moratalla & CA , 1958,1964, Lisboa, Latão Policromado Peso aproximado (Geral): 38,5 g. “II Congresso Nacional da Marinha Mercante” / “ I Congresso Nacional de Ortopedia e Traumatologia “S.P.O.T.” - 1964 - Luanda” Estojo original com a marca “Viçoso Moratalla & CA Gravadores Fabricantes” Pertenceu ao Almirante Américo de Deus Rodrigues Thomaz, Presidente da República, que compareçeu no Congresso Nacional da Marinha Mercante € 50 / € 100 216 Lote de 3 Medalhas Comemorativas, 1955, 1971, Latão Policromado Peso aproximado (Geral): 40,9 g. “IV Congresso Nacional de Pesca - 1955” No reverso a assinatura do autor H. Cunha - Lisboa “II Concurso Nacional de Bandas Civis Final Lisboa - F.N.A.T 1971” - organizado pela Fundação Nacional para Alegria no Trabalho (FNAT), presidida pelo Almirante Américo T omás, Presidente da República “UN Serviço” - União Nacional Pertenceu ao Almirante Américo de Deus Rodrigues Thomaz, Presidente da República. € 50 / € 100

217 Lote de 3 Medalhas Comemorativas da Federação Portuguesa de Vela, 1950, Cascais, Latão Dourado Policromado Peso aproximado (Geral): 52,2 g. “IX Semana de Vela - Cascais - 1950 “ Estojo original com a marca “Oliveira & Fernandes, LDA” Pertenceu ao Almirante Américo de Deus Rodrigues Thomaz, Ministro da Marinha € 50 / € 100

216 216

216

217

217

135


218

218

218

136

223

219

218 Lote de 3 Medalhas Religiosas Estrangeiras, Latão Policromado e Prata Peso aproximado (Geral): 75 g. S.VICENTE II A.PAVLO MVUFBRIS SODALITAS / “ANGELUS DOMINI NUNTIAVIT MARIAE” no reverso “NAZARETH 1969 - BASILICA ANNUNTIATIONIS - BEATAE MARIAE VIRGINIS” com estojo Nossa Senhora com o menino, no reverso inscrito “Esquadra Española” com marcas não identificáveis, sem contraste nacional, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de Setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Peso aprox.: 5,0 g. Diametro aprox: 25 mm Pertenceu ao Almirante Américo de Deus Rodrigues Thomaz, Presidente da República. € 50 / € 100

219 Medalha Comemorativa, ”José Teodoro dos Santos . Fundador da Estoril ~ Sol, 1971”, Latão Peso aproximado (Geral): 270 g. ”José Teodoro dos Santos . Fundador da Estoril ~ Sol - 1906 -1971”, à direita a assinatura do autor Cabral Antunes No reverso: ”Estoril ~Sol . 1958-1983 . 25 Anos ao Serviço do Turismo”, à direita a assinatura do autor M.Silva Serrilha a inscrição 89/ 500, com Estojo e Documento Pertenceu ao Almirante Américo de Deus Rodrigues Thomaz, Presidente da República que presidiu a inauguração do Hotel € 20 / € 40


220 Lote de 2 Medalhas Comemorativas da Federação Portuguesa de Vela, 1951, Cascais, Latão Dourado Policromado Peso aproximado (Geral): 46,9 g. “X Semana de Vela - Cascais - 1951” Estojo original com a marca “Oliveira & Fernandes, LDA” Pertenceu ao Almirante Américo de Deus Rodrigues Thomaz, Ministro da Marinha € 50 / € 100

220

221 Lote de 2 Medalhas Comemorativas, 1953,1959, Latão Policromado Esmaltado Peso aproximado (Geral): 39 g. “S 27 - IV- 1953” “I Congresso de Sacor 1959” - Sociedade Anónima de Combustíveis e Óleos Refinados” Estojo original com a marca “Sociedade Industrial de Condecorações, LDA” € 40 / € 80

220

221

221 221

222 Lote de 2 Medalhas Comemorativas alusivas ao mar, 1956,1958, Latão Dourado Policromado Peso aproximado (Geral): 40,6 g. “Federação . Portuguesa . de . Vela - 1956/ Regata Torbay Lisboa - Torbay Lisbon Race” com fita azul. Estojo original com a marca “Oliveira & Fernandes, LDA” “II Congresso Nacional da Marinha Mercante” no reverso a assinatura do autor Viçoso Moratalla & CA, R.S. Julião - Lisboa, 1958 Pertenceu ao Almirante Américo de Deus Rodrigues Thomaz, Ministro da Marinha (1956) e que compareçeu no Congresso como Presidente da República (1958). € 50 / € 100

222

223 Medalhas Comemorativas da Ponte da Arrabida do Porto em Homenagem aos seus Obreiros, 1963, Latão (?)

Peso aproximado (Geral): 25,1 g. “Ministerio das Obras Publicas Junta Autonoma de Estradas ( à direita a assinatura do autor Joaquim Correia), Ponte da Arrabida do Porto Homenagem aos seus Obreiros 22-Junho-1963”, com fita bicolor e caixa Pertenceu ao Almirante Américo de Deus Rodrigues Thomaz, Presidente da República, que inaugurou a ponte no mesmo ano (1963) € 50 / € 100

222

137


224

224

138

224 Lote de 2 Medalhas Comemorativas da Federação Portuguesa de Vela, 1954, 1957, Cascais, Latão Dourado Policromado Peso aproximado (Geral): 41,7 g. “XIII Se.m Vela - 1954”, “Quinzena Int.al de Vela - Cascais - 1957” Estojo original com a marca “Oliveira & Fernandes, LDA” Pertenceu ao Almirante Américo de Deus Rodrigues Thomaz, Ministro da Marinha € 40 / € 80 225 Medalha Comemorativa, “A Criança na Comunidade Luso-Brasileira, Lisboa, 1973”, Latão Dourado Policromado

Peso aproximado (Geral): 26,5 g. Pertenceu ao Almirante Américo de Deus Rodrigues Thomaz, Presidente da República que presidiu à abertura do Seminário realizado no Estoril. € 20 / € 40 226 Medalha Comemorativa, “A Criança na Comunidade Luso-Brasileira, Lisboa, 1973”, Latão Dourado Policromado Peso aproximado (Geral): 25,5 g. Pertenceu ao Almirante Américo de Deus Rodrigues Thomaz, Presidente da República

que presidiu à abertura do Seminário realizado no Estoril. € 20 / € 40 227 Medalha Comemorativa, “A Criança na Comunidade Luso-Brasileira, Lisboa, 1973”, Latão Dourado Policromado Peso aproximado (Geral): 26,1 g. Pertenceu ao Almirante Américo de Deus Rodrigues Thomaz, Presidente da República que presidiu à abertura do Seminário realizado no Estoril. € 20 / € 40

226

225

227


228 228

230 Lote de 3 Medalhas Comemorativas da Casa João Anjos, 1952, 1962, Lisboa, Latão Policromado Peso aproximado (Geral): 31,4 g. “Pro Patria - Revista Militar” ( Fundada em 1848) / “ Cong. Nac. de Med. Trop., 50º Aniv. Inst. Med. Top.” (I Congresso Nacional de Medicina Tropical entre 24 e 29 de Abril de 1952) “X Congresso Internacional de Pediatria Lisboa 1962”, com placa para colocar nome. Com estojo original com a marca “Casa João Anjos Condecorações” Pertenceu ao Almirante Américo de Deus Rodrigues Thomaz, Ministro da Marinha e posteriormente Presidente da República € 50 / € 100

229

228 Lote de 2 Medalhas Comemorativas da Federação Portuguesa de Vela, 1952-1953, Cascais, Latão Dourado Policromado Peso aproximado (Geral): 51,7 g. “XI Semana de Vela - 1952 - Campeonato Europa e do Mundo” / “1953 - Federação Portuguesa de Vela - XII Semana” Estojos originais com a marca “Oliveira & Fernandes, LDA” Pertenceu ao Almirante Américo de Deus Rodrigues Thomaz, Ministro da Marinha € 50 / € 100 229 Medalha Comemorativa, 24º Campeonato do Mundo de Vela na classe de “Snipe” , 1969, Latão Peso aproximado (Geral): 115,6 g. “XXIV Campeonato do Mundo de Snipes 1969 Luanda”, com caixa carimbada “Oliveira & Fernandes LDA” Pertenceu ao Almirante Américo de Deus Rodrigues Thomaz, Presidente da República € 20 / € 40

230

139


140

231 Álbum com 18 fotografias da Marinha Portuguessa, no âmbito da realização de sondagens electro-acústicas na costa de Portugal, entre Sesimbra e o Cabo Espichel, pelo navio hidrográfico “Cinco de Outubro”, sendo seu comandante o Almirante Américo de Deus RodriguesThomaz

(Maio de 1931). Manchas e picos de acidez ocasionais. Bom estado de conservação. 30 x 24 cm Junto inclui-se o livro: MARINHA DE GUERRA PORTUGUESA, Lisboa, Sociedade Industrial de Tipografia, Limitada, 1962, 110 p. il.; 26,5 cm. Conserva as capas de brochura.

Encadernação inglesa inteira de pele com pastas gravadas com ferros a ouro. Sinais de manuseamento e algumas marcas nas pastas. Miolo em bom estado de conservação. Na última página, folha datilografada explicando o conteúdo do álbum. € 300 / € 600


232

232 233

233 Lote de 2 Pendentes de Gravata, (1961), Latão Policromado Peso aproximado (Geral): 19,8 g. Associação de Futebol de Lisboa MCMXMCMLX (1909-1960) Estojo original com a marca “Oliveira & Fernandes, LDA” Pertenceu ao Almirante Américo de Deus Rodrigues Thomaz, Presidente da República, que lhe foi oferecido pela Associação de Futebol de Lisboa (AFL), em 1961. € 40 / € 80

233

232 Lote de 4 Medalhas Comemorativas da Federação Portuguesa de Vela, 1955, Cascais, Latão Dourado Policromado Peso aproximado (Geral): 56,2 g. “XIV Semana de vela”, marcadas no reverso, com 1ªRegata (Medalha azul escura), 2ªRegata (Medalha encarnada), 3ªRegata (Medalha azul clara), Classif. Geral ( Medalha branca) Estojo original com a marca “Oliveira & Fernandes, LDA”

234

Pertenceu ao Almirante Américo de Deus Rodrigues Thomaz, Ministro da Marinha € 80 / € 160

234 Lote de 4 Medalhas Comemorativas da Federação Portuguesa de Vela, 1949, Cascais, Latão Dourado Policromado Peso aproximado (Geral): 64,4 g. “VIII Semana de Vela - 1949” nas cores encarnado, verde, azul, preto e cinzento Estojo original com a marca “Oliveira & Fernandes, LDA” Pertenceu ao Almirante Américo de Deus Rodrigues Thomaz, Ministro da Marinha € 80 / € 160

141


142

235 Registo fotográfico do Cortejo Histórico de São Tomé e Príncipe no âmbito da viagem do Presidente Américo Thomaz à colônia em Julho de 1970, em envelope da Secretaria-Geral da Presidência da República. Junto com guião elaborado pela Comissão Executiva das Comemorações do V Centenário do Descobrimento das Ilhas de São Tomé e Príncipe. Brochado (oblongo). Sinais de manuseamento, defeitos, picos de acidez ocasionais. Dim. aprox. guião: 21,4 cm.; Dim. aprox. fotografias: 18 x 23,8 cm. € 300 / € 600


236 Álbum com 11 fotografias da inauguração do Padrão dos Descobrimentos em 1960, com a presença do Presidente da República, o Almirante Américo de Deus RodriguesThomaz. 24,3 x 33,5 cm Algumas das folhas estão desprendidas do álbum. Sinais ocasionais de acidez. Bom estado de conservação. Junto inclui-se 2 volumes: 1 - MARINHA DE GUERRA PORTUGUESA, Lista Ilustrada, 1960, 34 p. il.; 24,9 cm. Encadernação cartonada. Manchas de acidez. Bom estado de conservação. 2 - LISTAS ILUSTRADAS DA MARINHA PORTUGUESA (anos de 1950, 1955, 1956 e 1958), 18 p. + 19 p. + 22 p. + 25 p., il.; 25 cm. Conserva as capas de brochura. Encadernação francesa inteira de pele com pastas e lombada gravada com ferros a ouro. Seixas douradas. Sinais de manuseamento. Miolo com manchas e picos de acidez e pequenos defeitos. € 200 / € 400

143


237

144

237 Lote de 120 fotografias do estúdio Manuel de Olim Perestrello & Filhos, com variadas vistas do arquipélago da Madeira, incluindo da ilha de Porto Santo, hábitos e costumes das gentes locais e património arquitectónico, sendo três fotografias relativas à primeira travessia aérea LisboaFunchal de Gago Coutinho, Sacadura Cabral e Manuel de Ortins Bettencourt, em 1921. Inclui também duas fotografias de naufrágios, datados de 1916. Guardado em caixa de cartão. Pequenos defeitos e sinais de manuseamento. Dim. aprox.: 23,8 x 17 cm. € 400 / € 800

238

238 Lote de 2 Medalhas Comemorativas, Porto de Gidá, 1982, João Paulo Abreu Lima e Jorge Coelho, Gidá, Arábia Saudita, Bronze No anverso: inscrição “30 June 1982 date of hanging over of the Jeddah Ship Repair Yard” e “Navelink SA. Designers and Main Contractors”, tendo ao centro navio sobre representação cartográfica estilizada No reverso: representação histórica do Porto de Gidá com símbolo de âncora e inscrições em árabe e marcas de autor: João Paulo Abreu Lima e Jorge Coelho Estado de conservação: Bela Peso aprox, total: 462 g.; diam. aprox.: 7,8 cm. Em estojo com marca “Gravarte / Gravadores Lisboa”, com sinais de uso e pequenas faltas. Dim. aprox. estojo: 14 x 23 cm. € 30 / € 60

238


237

145


239

239 Álbum de fotografias da Torre da Força Aérea e paisagem circundante na Serra da Estrela. Encadernação em pele azul e, ao centro, gravação em dourado das Armas Nacionais de Portugal com o mote “Ex Mero Motu”. Manchas e picos de acidez ocasionais. Bom estado de conservação. Dim. aprox.: 30 x 40 cm. € 100 / € 200

Encadernação em pele com pastas gravadas com ferros a ouro. Sinais de manuseamento. Pasta anterior com mancha e alguns defeitos. Miolo em bom estado de conservação. 2 - MASSON, Henri Le. Les Lévriers de la Mer. Torpilleurs et destroyers, Paris, Horizons de France, 1948, 63 p. il., 23,2 cm.

Sétimo volume da colecção “Visages de la Marine”, publicado sob a direcção de Henri le Masson. Brochado. Sinais de manuseamento. Capas com manchas e picos de acidez. Miolo em bom estado de conservação. € 30 / € 60

146

240 MARINHA Lote de 2 vols.: 1 - OLIVEIRA, José Soares de. DEZ DIAS DE CONVÍVIO COM A MARINHA MILITAR ITALIANA 1968-69, Separata da Revista Defesa Nacional, 1969, il., 16,5 cm. Conserva as capas de brochura.

240


240

240

147

240

241 Lote composto por quatro placas diversas em prata e esmaltes policromos, séc. XX, sendo duas alusivas ao Dia da Marinha (1960), uma à Sociedade de Pesca oceano (1972) e outra ao XI Semana de Vela (1952), em estojos diferentes. Sem marcas, ao abrigo do Decreto-Lei 120/2017, de 15 de setembro - art. 2º, nº 2, alínea c). Sinais de uso, riscos e gastos. (4) Peso total aprox.: 128 g.; Comp. aprox. máx.: 9 cm. € 80 / € 160

241


148

242


149

242


150

242


151

242


152

242


153

242


242 Invulgar coleção de 369 selos de Dom Pedro II - Imperador do Brasil. Sendo alguns não obliterados e outros com carimbos variados. Divididos em páginas soltas de Álbum de composição e escrita manuais. Efígie do Imperador, 10/20/50/80/100/200/500 Reis,1866, Brasil Vermelho (Rosa)/ Castanho lilás/ Azul/ Violeta negro/ Verde/ Preto/ Laranja Denteados Catálogo de Selos do Brasil (RHM): 23-29 “Percé”, 10/20/50/80/100/200 Reis,1876 (tipo de 1866), Brasil Vermelho (Rosa)/ Castanho lilás/ Azul/ Violeta negro/ Verde/ Preto Cortados em linhas Catálogo de Selos do Brasil (RHM): 30-35 Barba Branca - “Percé”, 10/20/50/80/100/ 200/260/300/700/1.000 Reis,1877/78 (tipo de 1866/1876), Brasil Vermelho (Rosa)/ Violeta/ Azul/ Carmim/ Verde/ Preto/ Castanho escuro/ Ocre/

Castanho avermelhado/ Cinza ardósia Cortados em linhas Catálogo de Selos do Brasil (RHM): 37-46 1.000 Reis, Ensaios gravados por Cottens em Paris Verde/ Vermelho (Rosa)/ Preto/ Azul/ Laranja/ Violeta negro “Auriverde”, 300 Reis,1878, Brasil Verde/ Amarelo Catálogo de Selos do Brasil (RHM): 47 “Cabeça Pequena”, 50/100/200 Réis,1881, Brasil Azul/ Verde Oliva escuro/ Castanho claro Catálogo de Selos do Brasil (RHM): 48/49/50 “Cabeça Grande”, 10/50/100/200 Réis,1882-85, Brasil Preto/ Laranja/ Azul/ Verde Olivia/ Castanho claro/ Lilás rosa pálido Catálogo de Selos do Brasil (RHM): 51-57 “Tipos Cifra, Cruzeiro do Sul, Coroa Imperial e Pão de Açucar, 20/50/100/500/700 Réis,1884-88, Brasil

154

242

Oliva esverdeada a amarelada/ Ultramar cinza/ Lilás cinza pálido/ Oliva esverdeada/ Violeta Catálogo de Selos do Brasil (RHM): 6263/65-68 Documentos com selos: Carta expedida a 20.7.1877 de Pernambuco para França, com selo em linha direita horizontal de 20 Reis castanha denteada e 200 Reis preto “Percé” Catálogo de Selos do Brasil (RHM): 24/35 Revista Comercial da Baia - impressa e expedida pelo autor o correto A.B.Ferreira, com selo de 50 Reis (RHM: 25), pelo paquete “Navarre”, carimbo violeta quadrado “15/2/1869 Lisboa”, forte territorial 20 e Destino Porto 16/2/1896” Envelope de São Paulo para o Rio, expedido a 28/6/1880 - Selo de 300 Reis com carimbo mudo falso “Carimbo registado” Texto composto através das informações manuscritas no presente Álbum € 2.000 / € 4.000


155

242


ORDEM DE COMPRA / LICITAÇÃO TELEFÓNICA ABSENTEE / TELEPHONE BIDDING SLIP DATA I DATE

HORA I TIME

RAQUETE Nº I PADDLE NUMBER

RECEBIDO POR I RECEIVED BY

IMPORTANTE : Clientes que nunca tenham comprado no Palácio do Correio Velho deverão anexar cópia de documento de identificação e do cartão de contribuinte IMPORTANT : Bidders who have never previously purchased at Palácio do Correio Velho should attach a copy of their ID document and VAT number

1581

Nº DO LEILÃO I AUCTION NUMBER

TÍTULO DE VENDA I SALE TITLE Leilão Online I Colecção Alusiva aos 200 Anos da Independência do Brasil

NOME PARA FACTURA I INVOICE NAME Nº CLIENTE I CLIENT NUMBER

CONTRIBUINTE FISCAL I VAT NUMBER

EMAIL

CIDADE I CITY

PAÍS I COUNTRY

MORADA I ADDRESS -

CÓDIGO POSTAL I ZIP CODE

NOME PARA CONTACTO I CONTACT NAME TELEFONES PARA LICITAÇÃO TELEFÓNICA I TELEPHONE NUMBERS DURING THE SALE

Por favor preencha de forma clara este impresso ou envie o pedido por email contendo todos os dados pedidos no impresso o mais cedo possível, pois, no caso de propostas de igual valor, terá preferência a que for recepcionada em primeiro lugar. As ordens de compra e licitações telefónicas deverão ser recebidas pelo Palácio do Correio Velho até 4 horas antes do início do leilão. mail@pcv.pt Please complete and return this form as quickly as possible or send us your request by email with all fields requieredin this form, because in the event of two identical bids being received, the first bid received shall prevail. Bids should be submitted at least 4 hours before the auction. mail@pcv.pt

148

Nº DO LOTE LOT NUMBER

VALOR MÁXIMO € MAXIMUM AMOUNT €

DESCRIÇÃO DO LOTE LOT DESCRIPTION

LICITAÇÃO ESCRITA I WRITTEN BID

Nº DO LOTE LOT NUMBER

VALOR MÁXIMO € MAXIMUM AMOUNT €

DESCRIÇÃO DO LOTE LOT DESCRIPTION

LICITAÇÃO TELEFÓNICA I TELEPHONE BID

PÓS-LEILÃO I AFTER SALE

ORDEM DE COMPRA RECEBIDA POR TELEFONE | ABSENTEE BID RECEIVED BY PHONE Para licitações adicionais, anexe uma nova página I For additional bids, please attach a separate page. Concordo com as Condições Negociais do Palácio do Correio Velho e com as condições para as ordens de compra e licitações telefónicas, publicadas no site da Empresa, em www.pcv.pt . I agree with Palácio do Correio Velho’s terms and conditions of sale and the information set out in the absentee and telephone bidding terms and conditions on the Company website, at www.pcv.pt .

Data I Date

Assinatura I Signature

PALÁCIO DO CORREIO VELHO - LEILÕES E ANTIGUIDADES, S.A. Calçada do Combro, 38 A - 1º . 1200-114 Lisboa, Portugal | tel +351 213 242 980 | fax +351 213 426 536 | email mail@pcv.pt


CONDIÇÕES PARA ORDENS DE COMPRA

ABSENTEE AND TELEPHONE BIDDING TERMS

E LICITAÇÕES TELEFÓNICAS

AND CONDITIONS

Por favor envie as suas ofertas o mais cedo possível antes de cada leilão, pois, no caso de propostas de igual valor, terá preferência a que for recepcionada em primeiro lugar. As Ordens de Compra e Licitações Telefónicas deverão ser recebidas pelo Palácio do Correio Velho até 4 horas antes do início do leilão.

Please send your bids as quickly as possible before each auction, because in the event of two identical bids being received, the first bid received shall prevail. Absentee and Telephone Bids should be received by Palácio do Correio Velho at least 4 hours before the start of the auction.

Os clientes licitantes bem sucedidos receberão uma factura detalhada, com as suas compras e instruções de pagamento.

Successful bidders will receive an itemised invoice, specifying their purchases and payment instructions.

Todas as licitações estão sujeitas às Condições Negociais do Palácio do Correio Velho, bem como no site www.pcv.pt.

All bids are subject to Palácio do Correio Velho’s Terms and Conditions of Sale, printed in the auction catalogue and available in the site www.pcv.pt.

O Palácio do Correio Velho solicitará aos seus novos clientes o fornecimento de uma prova de identidade, através da entrega de um documento oficial que contenha uma fotografia, tal como o passaporte, cartão de cidadão ou bilhete de identidade.

Palácio do Correio Velho requires proof of identity for new clients, via an official document containing a photo - such as a passport, identity card or driver’s license.

O Palácio do Correio Velho usará a informação prestada pelos seus clientes para a organização dos seus leilões e outros serviços relacionados com a sua actividade e marketing, bem como para gerir e operar o seu negócio, de acordo com a lei. Ao concordar com estas condições, os clientes aceitam o tratamento dos seus dados pessoais pelo Palácio do Correio Velho. A qualquer momento os clientes podem impedir a utilização dos seus dados pessoais para fins comerciais, mediante notificação enviada ao Palácio do Correio Velho.

Palácio do Correio Velho will use the information provided by its clients to organize its auctions and related and marketing services, and manage and operate its business, in accordance with prevailing legislation. Upon agreeing with these terms and conditions, clients agree that Palácio do Correio Velho may process their personal data. Clients may refuse use of their personal data for marketing purposes at any time, by notifying Palácio do Correio Velho.

De acordo com as Condições Negociais do Palácio do Correio Velho, os licitantes bem sucedidos pagarão uma comissão sobre o preço de martelo, como parte do valor total da compra.

In accordance with Palácio do Correio Velho’s Terms and Conditions, a buyer’s premium will be added to the successful bid price and is payable by the Buyer as part of the total purchase price.

Este serviço é gratuito e confidencial. This service is free and confidential.

ORDENS DE COMPRA Por favor registe com precisão os números dos lotes, descrições e o valor de martelo máximo que está disposto a pagar por cada lote. As Ordens de Compra, quando solicitadas por telefone são aceites por conta e risco do cliente e deverão ser confirmados por carta, fax ou e-mail. As Ordens de Compra serão executadas ao melhor preço, respeitando outros lances ou reservas.

LICITAÇÕES TELEFÓNICAS Por favor indique de forma clara o número de telefone para contacto no momento do leilão, incluindo o código do País. Ligar-lhe-emos momentos antes do lote ser apresentado em leilão. De acordo com as Condições Negociais do Palácio do Correio Velho, uma ordem de licitação telefónica implica que o comprador aceita, pelo menos, a aquisição do lote pelo valor da estimativa mínima, mesmo em caso de impedimento da ligação telefónica. As licitações por telefone ficarão condicionadas à disponibilidade das linhas telefónicas do Palácio do Correio Velho. O acesso às licitações telefónicas implica o preenchimento, assinatura e entrega do impresso até 4 horas antes do início do leilão. Nem o Palácio do Correio Velho nem nenhum dos seus colaboradores poderá ser responsabilizado por erros ou falhas na execução deste serviço de licitações, quer por deficiência nas ligações telefónicas, quer por dificuldades na recepção da licitação ou na sua transmissão ao pregoeiro.

149

WRITTEN BIDS Please record accurately the lot numbers, descriptions and the top hammer price you are willing to pay for each lot. Telephone calls from absentee bidders will be accepted only at the caller’s risk and must be confirmed by letter, fax or e-mail. Bids are to be executed for the lowest price as is permitted by other bids or reserves.

TELEPHONE BIDS Please clearly specify the telephone number on which you may be reached at the time of the sale, including the country code. We will call you from the saleroom shortly before your lot is offered. According to Palácio do Correio Velho Conditions of Sale, a telephone bid order implies that the bidder accepts to purchase the lot for the lower estimate, as his first bid, even if unable to place the telephone call. Telephone bids are limited to the availability of telephone lines at Palácio do Correio Velho. Telephone bidders must complete, sign and deliver the telephone bid form at least 4 hours prior to the auction. Neither Palácio do Correio Velho nor any of its employees can be liable for any error or failure for the fulfilment of the bidding service, either by bad telephone connection or difficulty in transmitting information to the auctioneer.

PALÁCIO DO CORREIO VELHO - LEILÕES E ANTIGUIDADES, S.A. Calçada do Combro, 38 A - 1º . 1200-114 Lisboa, Portugal | tel +351 213 242 980 | fax +351 213 426 536 | email mail@pcv.pt


150


151


pcv.pt

152