Page 1

Ano XX no 1091 R$ 2,00 Diretor de redação: Waldemar Cezar | Balneário Camboriú, 9 de junho de 2012

Mais uma empresa “laranja” fornecendo para a prefeitura

A empresa Codasa Construções Ltda., fornecedora da prefeitura, tem como diretor Volni Cordova Camargo, que reside na rua 1400, 351. O n.º 351 não existe na rua 1400. A empresa é administrada através de procuração pelo empresário Narbal Busato de Souza, diretor do Sistema Menina de Comunicações e amigo do prefeito Edson Renato Dias.

CUIDA/BC

A Codasa está inadimplente com suas obrigações contratuais perante o município, mas a administração não tomou qualquer providência a respeito. Com a Codasa, sobe para duas a lista de empresas “laranjas” ligadas ao Sistema Menina de Comunicações que fornecem para a administração de Edson Dias. Leia mais nesta edição.

Justiça quebrou sigilo da Cruz Vermelha

Os vereadores da CPI do hospital Ruth Cardoso esperavam receber ontem, após o fechamento desta edição, os dados de movimentação bancária da Cruz Vermelha em Balneário Camboriú.

A quebra do sigilo bancário foi determinada pela justiça na quarta-feira (6) e na posse desse material poderá ser possível rastrear os desvios do dinheiro público da entidade sob investigação.

Desviaram os coelhos da Páscoa Alguns coelhos de Balneário(E) foram parar na cidade gaúcha de Horizontina(D)

Pág.3

Barrando a invasão - Prefeitura construindo casas populares para famílias que vivem em locais de risco. Pág.7

BC terá quantos vereadores? Votação será página terça-feira

4

Gasolina mais barata em alguns postos página gerando filas

7

Acredite, se quiser...

Salário de vereadores, secretários e prefeito poderá aumentar em 50%. Pág. 3


2

Balneário Camboriú, 9 de junho de 2012

Editorial | Opinião | Cartas

e d i t o r i a l

O p i n i ã o

Momento histórico

O combate às drogas em Balneário Camboriú

As empresas de Balneário Camboriú vivem dias difíceis, a economia desacelerou, a construção civil tem excesso de oferta e pouca procura, o comércio amarga uma temporada regular e os serviços sofrem com a redução dos negócios. Só num endereço tem dinheiro sobrando, na prefeitura. E lá ele está sendo dissipado por negociatas. Na edição passada deste jornal relatamos o caso de três licitações da Emasa, suspensas pelo Tribunal de Contas, e nesta semana estamos noticiamos mais dois casos de aberta corrupção, até coelhinhos de Páscoa conseguiram desviar. Novamente a reportagem encontrou uma empresa “laranja”, com as digitais de amigos do prefeito, donos do Sistema Menina de Comunicações, que dá sustentação de mídia ao governo. Desta vez foram longe, documentos com endereços falsos para a prefeitura contratar esta empresa passaram sob o crivo da juíza da Vara da Fazenda Pública, Adriana Lisboa. É preciso coragem para entregar no

fórum documentos fraudulentos. Outra empresa ligada a este mesmo pessoal, igualmente fraudulenta, drenou os cofres públicos em pelo menos o dobro do que foi desviado no Hospital Municipal Ruth Cardoso. O prefeito Edson Renato Dias é cúmplice por omissão, jamais tomou qualquer providência sobre os casos de corrupção. Os “laranjas” do Sistema Menina foram denunciados por este jornal há mais de um ano, em maio de 2011 e, mesmo após as denúncias, todas documentadas, a prefeitura continuou fazendo pagamentos à empresa de fachada. Na sessão de quarta-feira passada o presidente da Câmara Orlando Angioletti fez um patético pronunciamento na tribuna, disse que a cidade vivia um momento histórico. É verdade, nunca na história de Balneário a corrupção foi tolerada com tanta desfaçatez, inclusive pelo próprio vereador, que é pago para fiscalizar o uso do dinheiro público.

2

Luis Fernando Soares Bittencourt

As drogas são um dos grandes problemas da atualidade. Em 2011 o relatório da Comissão de Combate às Drogas da Câmara Federal realçou a existência de 2 milhões de usuários do crack e que o tratamento não dá conta nem de 1%. Importante lembrar que a drogadição é tema de saúde pública, mas cuja prevenção, tratamento e reinserção têm impacto direto na segurança. Em Balneário Camboriú predominam as políticas desenvolvidas pelo Terceiro Setor através das comunidades terapêuticas. Este modelo privatizado torna o serviço precário, fruto de voluntarismo, convivendo com reduzido repasse de verbas públicas, incapaz de fornecer universalidade e atenção integral, o que impede o cumprimento da Resolução n. 29/2011 da Anvisa que dispõe sobre normas mínimas de infra-estrutura e de profissionais. A 14ª Conferência Nacional de Saúde e a 4ª Conferência Nacio-

nal de Saúde Mental repudiaram o financiamento público das comunidades terapêuticas e seu ingresso no SUS, priorizando uma rede substitutiva de leitos psiquiátricos em urgências e hospitais gerais, redução de danos e Centros de Atendimento Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS-ad). Não se trata de rejeitar o trabalho feito nestas comunidades por cidadãos abnegados, sabedores da problemática e que doaram parte de suas vidas para diariamente enfrentar as drogas, mas sim de chamar atenção para as responsabilidades do Estado. A Portaria n. 2197/2004 do Ministério da Saúde dispõe sobre o Programa de Atenção Integral a Usuários de Álcool e outras Drogas, realçando em seu art. 4º o papel central do CAPS-ad na atenção integral, inserção comunitária, social e familiar, além de prever a criação de um Serviço Hospitalar de Referência. A Portaria n. 336/2002 dispõe sobre

atividades e equipe técnica do CAPS-ad, composta por médico, enfermeiro, psicólogo, assistente social e outros. Assim o CAPS-ad oferece atendimento universal, diário e personalizado, condições para desintoxicação e ações de reinserção. Portanto, para uma efetiva política municipal de combate às drogas se faz necessário que o poder público assuma diretamente este serviço, a começar por uma unidade do CAPS-ad, valorizando também os agentes comunitários de saúde, trabalhando em conjunto com o Conselho Municipal Anti-Drogas e apoiando a expansão de ações como o Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd), exemplo de política estatal, desenvolvida pela Polícia Militar e por trabalhadores da segurança pública. Luis Fernando Soares Bittencourt é morador e Policial Militar há 23 anos em Balneário Camboriú

Os textos para esta coluna devem ter até 2.000 caracteres . Envie para marlise.jp3@gmail.com.br.

c a r t a Olá, amigos do XÔ CORRUPÇÃO BC. Quero parabenizá-los pelo excelente exemplo e exercício de cidadania proporcionado pela blitz realizada junto à prefeitura e outros órgãos do município de Balneário Camboriú, reivindicando o SIC. Os documentos públicos são de propriedade do povo, os agentes públicos são simplesmente guardiães desses documentos. Eles nos pertencem e não há porque escondê-los dos olhos do povo. Da mesma forma,

os Serviços de Informação ao Cidadão – SIC são uma obrigação do poder público, que tem o dever legal e moral de prestar contas do que faz com o nosso dinheiro. Parabéns. Tenho a impressão cada vez mais clara de que Balneário Camboriú está amadurecendo rapidamente para ter seu próprio Observatório Social. Nem um passo atrás! Jonas Tadeu Nunes - Coordenador do Observatório Social de Itajaí

Esse espaço é aberto para a manifestação dos leitores . Envie e-mail para marlise.jp3@gmail.com.br.

expediente Ano 21 no 1091 Tiragem: 2.300 exemplares Diretor de redação: Waldemar Cezar Neto Jornalista responsável: Caroline Schneider Cezar CNPJ: 04.097.083/0001-30 Redação e escritórios: Rua 2448, 360E, Centro, Balneário Camboriú, SC. Fone/FAX: 47 3367-3333 e-mail: jornal@pagina3.com.br site: www.pagina3.com.br / blog: www.blogp3.com.br Artigos assinados e colunas não refletem necessariamente a opinião do jornal.

OFERTA!

Lançamento: Apto 3 dorm, 2 gar.priv, 1 por andar, próximo da Igreja Sta Inês. Entrada de 15% saldo

financiado.


Geral

Prefeito favorece empresa “laranja” ligada a seu amigo Narbal Busato de Souza

Houve desvio de materiais da decoração de Páscoa

Divulgação

A empresa Codasa Construções Ltda., que detém a concessão de sinalização dos nomes de ruas com publicidade em Balneário Camboriú, não cumpriu suas obrigações contratuais e está sendo favorecida pela prefeitura, que não tomou providências. Além disso, seu diretor reside

num endereço falso, inexistente. A Codasa deveria ter instalado até o momento 1.800 placas, mas não cumpriu nem de longe esta meta. Também deveria trocar todo o material, mas está apenas pintando os postes(foto). Era obrigação ainda da empresa

pagar à prefeitura R$ 8.003,20 por mês, mas neste ano pagou apenas R$ 16.006,40. A Codasa é uma empresa “laranja”. Seu diretor, o do endereço falso, deu procuração com plenos poderes a um amigo do prefeito, Narbal Busato de Souza, do Sistema Menina de Comunicações.

Prefeitura quer que Estado custeie novo projeto do Centro de Eventos A prefeitura anunciou que está finalizando o novo projeto do Centro de Eventos de Balneário Camboriú. No ano passado o Governo do Estado apresentou um projeto que não foi bem aceito pelo setor turístico da cidade, mas o então secretário de Planejamento, Auri Pavoni (ele deixou o cargo na terça-feira), garantiu que o que está em conclusão corresponde às necessidades e pretensões do trade regional. Auri falou que o Centro de Eventos não é apenas um desejo local. “O presidente da Santur, Valdir Walendowski contou na posse do nosso secretário de Turismo Isaac Pires, que o setor têxtil do Estado estaria reivindicando um centro de eventos em Balneário, pois o de Blumenau já não atende às demandas do setor. “Tenho a convicção que é um projeto viável economica-

mente, que vai funcionar. Vai ser um marco e um dos mais funcionais do país”, pontuou Auri. Ele destacou que o antigo projeto era faraônico, “e além de ser muito caro, era de difícil manutenção, sem funcionalidade”. Já o projeto da prefeitura, conforme o secretário, seria mais adaptável. “O projeto do Governo do Estado tinha 14 mil m2 e custaria em torno de R$ 45 milhões. O nosso terá 36 mil m2, a um custo de R$ 65 a R$ 70 milhões”, revelou. Ele contou ainda que o projeto arquitetônico já está pronto e que falta finalizar o executivo, tudo sob supervisão de Pavoni. “Estou há três meses me dedicando a isso. Ouvimos as pessoas, visitamos São Paulo e conversamos com os administradores dos centros de eventos Center Norte e Transamérica

para saber mais sobre as necessidades e suas dificuldades”, disse. Caso o Governo do Estado não se interesse em tirar do papel o projeto, a prefeitura de Balneário Camboriú alardeou que vai dar início aos trabalhos, lançando dentro de 30 dias o edital para a primeira etapa. Anteriormente, o acordo era que a prefeitura bancaria R$ 10 milhões e o Estado custearia o restante. Agora ainda não se sabe como vai ser. A expectativa da prefeitura é que o Estado use recursos garantidos pelo Governo Federal para investimentos na infraestrutura, mas isso são apenas especulações já que ainda não houve um encontro oficial com representantes do governo estadual. O Centro de Eventos deverá ser edificado em terreno da Emasa. no entorno da Santur.

Ponte atrasada e custando mais caro A ponte sobre o rio Camboriú ligando o Barranco à Vila Real deveria ficar pronta no final de fevereiro, mas a obra está atrasada e talvez a travessia para pedestres seja aberta nos próximos dias, ficando pendente e passagem de veículos. A obra foi contratada por R$ 4,56 milhões, mas a prefeitura reajustou o contrato e o preço final será R$ 5.76 milhões.

3

Balneário Camboriú, 9 de junho de 2012

Divulgação PMBC

Parte da decoração de Páscoa de Balneário Camboriú de 2011 e 2012 foi desviada do patrimônio do município e vendida para a prefeitura gaúcha de Horizontina (primeira foto). A decoração é administrada pelo Clube de Mães do Bairro das Nações, que recebe verba da prefeitura e adquiriu coelhos e outros adereços de uma empresa de Canela (RS). O prefeito de Horizontina veio passear em Balneário no ano passado, gostou da decoração(segunda foto) e entrou em contato com o Clube de Mães para encomendar um trabalho semelhante para este ano. Parte do material pertencia ao patrimônio municipal e não poderia ser vendido. A nota fiscal contra a prefeitura de Horizontina foi emitida pela empresa Saenia Umbelino ME, registrada em nome de uma amiga do coordenador da decoração de Páscoa, Celso Schneider. Ele é marido de Angelina Schneider, diretora em cargo de confiança na prefeitura e que tem estreitas relações com o Clube de Mães. Angelina disse ao Página 3 que ela e outras duas pessoas produziram o material para a prefeitura gaúcha, mas admitiu que pegou uma parte do estoque do município. Até o momento o Clube de Mães não prestou contas à prefeitura das despesas da Páscoa de 2012, portanto é impossível dizer se há outras irregularidades.

Divulgação

Divulgação PMBC

CPI: notas do hospital Ruth Cardoso estão sumidas Duas notas fiscais referentes a sistemas de informática, totalizando R$ 910 mil, ainda não apareceram entre a documentação fornecida pela prefeitura à CPI do hospital Ruth Cardoso. Há fortes indícios de que se trata de fraude e estranhamente inte-

grantes de uma comissão nomeada pelo prefeito Edson Dias não liberam a documentação para os vereadores. Uma terceira operação, também envolvendo informática, no valor de R$ 540 mil, foi aprovada ilegalmente pelo Conselho Municipal de Saúde.

Salário de vereadores, prefeito e secretários poderá aumentar em 50% Os vereadores devem votar nos próximos dias o salário para a legislatura de 2012 a 2015, que poderá ter uma correção de 50% em relação a 2009. Este percentual é quase o dobro do reajuste concedido à iniciativa privada no período. Serão reajustados também os salários do prefeito, dos secretários e diretores da prefeitura a

partir de 1º de janeiro. Pela Constituição o ganho dos vereadores para uma cidade com a população de Balneário pode ser 50% dos deputados estaduais, portanto R$ 10 mil. O salário dos vereadores costuma balizar os vencimentos do prefeito e cargos de confiança do Executivo.


4

Balneário Camboriú, 9 de junho de 2011

Política

Dalvesco, Auri e Angioletti os três vices de Piriquito, aguardando a decisão do alcaide Divulgação PMBC

O grupo de situação trabalha com os nomes do atual vice Cláudio Dalvesco, do ex-secretário do planejamento Auri Pavoni e do vereador Orlando Angioletti para vice do prefeito Edson Renato Dias(foto) na candidatura à reeleição.

O prefeito Edson Renato Dias e outros 13 vereadores, no ano de 2003, estão inadimplentes perante o Tribunal de Contas do Estado e isto será informado à justiça eleitoral, podendo criar dificuldades para registros de candidaturas na eleição de outubro próximo.

Aparentemente o PP e o PR, aliados no governo, foram rifados para a majoritária, mas tem prazo até início de julho e até lá podem ocorrer mudanças, até porque não existe certeza jurídica que o prefeito poderá ser candidato.

Tucanos continuam indefinidos O candidato do PSDB a prefeito continua indefinido entre Fabrício de Oliveira, Rubens Spernau e Leonel Pavan. Havia expectativa que o médico Pedrinho Cabral, do PP, poderia ser vice na chapa, mas esta possibilidade foi praticamente afastada, por vontade do próprio Pedrinho. Uma definição deve acontecer nos próximos dias quando Spernau, que está viajando, retorna a Balneário Camboriú.

Eles receberam irregularmente por sessões extraordinárias

e precisavam devolver esses valores, mas apenas três dos 17 vereadores da época fizeram a devolução. Dos políticos em atividade, além do prefeito, estavam inadimplentes até o inicio da semana Claudir Maciel, João “Tatá” Miguel, Moacir Schmidt e Orlando Angioletti.

Câmara definirá número de vereadores nesta semana Keila Fukushima

PT confirma Gregolin para prefeito O Partido dos Trabalhadores de Balneário Camboriú anunciou nesta semana que seu candidato a prefeito será mesmo Altemir Gregolin. Ex-ministro da pesca, Gregolin ganhou espaço na mídia nacional, semanas atrás, pela acusação de fraude na compra de lanchas para o ministério. Desde meados do ano passado ele fixou residência em Balneário e frequentamente vem aparecendo em eventos da cidade.

Frentão define nome esta semana Um grupo de 11 partidos deverá anunciar nesta semana os candidatos a prefeito e vice de Balneário. A definição de Altemir Gregolin pelo PT, reforça a possibilidade de uma chapa com Dão Koeddermann (PSD). A indicação de quem será candidato a prefeito ou vice deverá acontecer também nesta semana. Alguns desses partidos que se alinham no frentão estão também conversando com os tucanos, o que mostra a indefinição do quadro.

Projeto proíbe a venda de rifas nas escolas Divulgação/CAMBC

Prefeito e vereadores com pendência junto ao TCE

Recebeu pedido de vista na última quarta-feira, o projeto do vereador Marcos Kurtz(foto) que pode mudar algumas práticas comuns dentro das escolas. O projeto proíbe a venda de rifas, cartelas de bingo e afins por alunos das escolas municipais. O vereador Marquinhos comentou que a ideia surgiu depois de uma palestra na Câmara sobre pedofilia e que visando prevenir uma “exposição desnecessária das crianças”, ele criou o projeto. “A ideia de proibir as rifas visa

evitar que as crianças saiam às ruas por um risco desnecessário. Sabemos que muitos pais compram, mas alguns não têm condições e por isso os filhos acabam saindo em busca da venda e ficam muito expostos”, destacou o vereador. Ele admite que como as rifas são uma fonte de renda para as turmas de formandos, está estudando uma adequação, para que pelo menos esses estudantes – já um pouco mais velhos, possam contar com essa fonte de renda para a colação.

Apesar das reações em contrário por parte da população, será votado na próxima terça-feira o aumento da quantidade de vagas na Câmara de Vereadores para o ano que vem. Hoie são 10 que podem ser aumentados até 17. Dias atrás o Página 3 na internet realizou uma enquete, onde a quase totalidade das pessoas que se manifestaram, foram

contra o aumento de vagas. A Câmara também realizou uma enquete em que a maioria das pessoas preferia 10 vagas, mas o levantamento foi fraudado para favorecer a tese das 17 vagas. A votação será apertada, nesta semana pelo menos cinco vereadores eram contra qualquer alteração e sem esses votos a mudança não ocorrerá.


Colunista

Dedo na Moleira E stou cansado e acho que outros jornalistas que cobrem governos também estão, porque para cada canto que se aponte a caneta, surge uma sujeira. Fraudar o dinheiro público virou esporte generalizado.

De quatro Antigamente posição política era ser da UDN ou do PSD, da Arena ou do MDB, da situação ou da oposição, hoje é ficar de quatro para o poder.

De quatro 2 Este cenário escandaloso de conchavos partidários pré-eleição é prova da desmoralização do processo político, gente que tempos atrás se xingava com adjetivos pesados agora jura amor eterno.

De quatro 3

R$ 70 milhões para o centro de convenções ele vai fazer por conta própria e lançar o edital da obra dentro de um mês.

Convenções 2 Vem mais maluquice pela frente. Maluquice não, esperteza de campanha. O centro imaginado pelo prefeito custa R$ 70 milhões, portanto vai passar dos 100, porque este governo é o rei dos aditivos para empreiteiras.

Convenções 3

Por essas e por outras executivos roubam à vontade, sabem que uma maneira segura de calar a oposição é trazê-la para o governo. Se for do nosso lado não é ladrão, é fofoca da imprensa.

E o município não tem o dinheiro, custa uns R$ 10 milhões fazer o primeiro módulo e para dispor desses 10 milhões precisa de aprovação da Câmara para vender uma série de áreas públicas que eles chamam de inservíveis.

Obras burras

Convenções 4

A prefeitura continua esburacando toda a cidade, parece não ter coordenação, a coisa deveria ser mais pensada de maneira a minimizar os transtornos. É claro que obras são necessárias, boas para a cidade, mas ao fazê-las sem respeito ao cidadão, acaba virando contra, motivo de irritação e de prejuízos para a comunidade.

Um assessor do prefeito me disse que os vereadores aprovariam todos os remanejamentos orçamentários, sob pena de serem acusados de não gostar da cidade. Se eu fosse vereador responderia que é exatamente por gostar da cidade que não se deve liberar um centavo para novas obras do prefeito, antes

Balneário Camboriú, 9 de junho de 2012

5

c o l u n i s t a

Waldemar Cezar Neto

waldemar@camboriu.com.br

que ele acabe com a corrupção em seu governo e termine as obras que começou e não concluiu.

Convenções 5 O prefeito emparedou o governador enquanto se discutia no governo do Estado a possibilidade de liberar verba para o centro de convenções. Este tipo de fanfarronice não ajuda em nada.

Frio Detesto frio, mas pescadores da tainha e donos de lojas de roupas adoram, é a época de tirar o pé do barro.

Frio 2 Dia desses conversava com o ex-prefeito Curru, de Porto Belo, e ele lamentava o deserto que fica sua cidade na baixa temporada. Disse a ele que governos devem mostrar caminhos, numa cidade onde ninguém vende serviços para frio, como querer atrair turistas no inverno?

Frio 3 Sim, oferecer lareira, fondue, cobertor, vinho, coisas de frio. Se os hotéis, restaurantes e pousadas não têm isto, o poder público pode organizar palestras, trazer gente para ensinar, multiplicar conhecimentos. Ou encher um ônibus com empresários e levá-los à serra para eles verem como se faz e quanto dinheiro perdem de ganhar,

De maneira firme o prefeito Dias e sua equipe conseguem transformar Balneário Camboriú numa esculhambação generalizada. Um leitor me enviou seis fotografias de catadores de recicláveis operando durante o dia, horário em que não podem atuar. A funcionária de carreira do município Leo Koeddermann conseguiu quatro anos atrás organizar este serviço, mas entrou uma turma nova no governo que deixou virar balbúrdia. A foto mostra o carrinho não só trabalhando de maneia irregular, mas também estacionado sobre a faixa de pedestres.

Frio 4 Porto Belo, Bombinhas, Balneário Camboriú etc. são mais bonitas do que maioria das cidades serranas, se oferecerem estrutura no inverno, os turistas vêm.

Cortaram Por causa do dólar, do custo do papel e das chapas de impressão a patroa mandou diminuir o

número de páginas do jornal e o espaço de cada colunista.

Cortaram 2 Por outro lado estamos publicando bem mais material na internet, em pagina3.com.br, com leitura gratuita para os assinantes do jornal. Se você é assinante e ainda não tem login e senha, entre em contato por e-mail.

Só trouxas... ...trabalham na sexta-feira de Corpus Christi. Prefeituras, legislativos, serviços públicos em geral tiram folga, ponto facultativo. E quem os sustenta não tem folga, nós...

Convenções O prefeito Dias anunciou que se o governo do Estado não entrar com

Tele Entrega

3367.0894

3ª Avenida, nº 910 (esq. nº 695)

4ª Avenida, nº 145


6

Geral

Balneário Camboriú, 9 de junho de 2012

Rio+20 na pauta dos estudantes municipais Divulgação

Os alunos da rede pública de Balneário Camboriú estão há um mês trabalhando com as temáticas do Rio+20, deixando mensagens de visão coletiva nas escolas. As mensagens sobre cuidados, proteção e preservação estão incluídas na programação do Dia Mundial do Meio Ambiente, lembrado na última terça-feira e poderão ser agregadas até o próximo dia 22. Segundo a educadora ambiental Mara Lins a intenção é envolver o público que visita o Parque Ecológico Raimundo Malta. “Crianças, adultos e idosos estão deixando suas mensagens em nossos murais da campanha da ONU, que questiona ‘qual o futuro que queremos?’”, conta Mara. “Queremos que as pessoas comecem a participar, que saibam o que está sendo discutido neste evento no Rio, a ideia é dialogar sobre o futuro do planeta, e por isso não podemos deixar de envolver as escolas”, diz. Na terça-feira, as escolas fizeram atividades diferenciadas, como caminhadas, palestras e uma feira verde realizada no Núcleo de Educação Infantil Carrossel, no Bairro das Nações (foto).

Caminhada e pescaria pelo meio ambiente Fernando Assanti

Uma caminhada de 18 quilômetros contemplando a natureza, do centro de Camboriú até Limeira,

sábado passado, abriu as comemorações da Semana do Meio Ambiente. A atividade que ter-

minou no Espaço Rural Clarear foi organizada pela Associação Comunitária da Limeira, Associação Ecológica de Taquaras e pelo Comitê de Gerenciamento da Bacia do Rio Camboriú. Após 4 horas caminhando, os participantes foram apresentados à Trilha da Vida, pelo educador ambiental José Matarezi. A trilha busca redescobrir a natureza, através dos sentidos. As pessoas são vendadas e caminham toda a trilha guiadas por uma corda e no percurso existem vários pontos a serem explorados pelos sentidos.

O lixo eletrônico como problema social Com a celebração do Dia do Meio Ambiente na terça-feira (5), falou-se muito em lixo eletrônico. Mas afinal qual o prejuízo que esse lixo traz para o meio ambiente? Segundo a professora do curso de Engenharia Ambiental da Univali Rafaela Picolotto, que trata do assunto na disciplina de Gestão de Resíduos Sólidos Urbanos, independente se for eletrônico ou não, pode causar impacto ambiental, se for descartado de forma irregular. Tanto no meio ambiente, quanto na saúde pública, só que devido as características do resíduo eletrônico, a gravidade dos danos que ele causa é maior. “Ele tem compostos que expostos diretamente no solo, contaminarão. Com chuva, pode contaminar o lençol freático, que pode contaminar o rio. Se nós bebermos essa água chegaremos na contaminação do ser humano”, explica ela sobre o efeito a longo prazo. Como existem metais pesados nesses resíduos, ele pode vir a acumular. “O acumulativo entra na cadeia alimentar, por exemplo, o peixe ingere e o ser humano ingere o peixe e por conseqüência ingeriu essa substância” exemplifica Rafaela, falando ainda do problema que pode causar na atmosfera, já que a emissão desses compo-

nentes aumenta o efeito estufa. É por esses motivos que o lixo eletrônico exige um cuidado maior, só que por desconhecimento as pessoas não dão a devida atenção e descartam de qualquer forma. Desde 2010 foi aprovada a política da “logística reversa”, que tem como objetivo fazer com que os eletro-eletrônicos que tem sua vida útil esgotada, retornem aos seus fabricantes, que serão responsáveis pelo destino correto desses materiais.

Iº Simpósio do Condomínio – Últimos dias para inscrição Ainda dá tempo para efetuar a inscrição no Simpósio de Condomínio que está sendo promovido pelo Secovi/SC. Síndicos, administradores e o público em geral poderão participar do evento e aprimorar seus conhecimentos nas atividades relacionadas ao dia-a-dia do condomínio. Temas como gestão do condomínio, segurança predial, direitos e deveres do síndico e a importância da administradora de condomínios serão abordados no evento que acontecerá no período de 12 a 15/06. Presença confirmada da escritora Rosely Schwartz, autora do livro “Revolucionado o Condomínio” que abordará a questão de Gestão do Condomínio e do Gerente Executivo da Divisão de Segurança da Casa da Moeda do Brasil, Raimundo Castro que abordará o tema sobre Segurança Predial. Entre em contato com o Secovi/SC para mais informações. Os participantes receberão certificado expedido pela entidade.

Secovi/SC Rua 3.160, 533 – 1º andar - Centro – Balneário Camboriú. Tel: 47.3367.1985 – secovi-sc@secovi-sc.com.br


Geral

Terreno da cadeia já é alvo de especulações A cadeia acabou de ser desativada e o terreno na Rua Inglaterra já está causando especulações na cidade. Esta semana a Comissão Intermunicipal de Segurança Pública (CISP) divulgou que pretende solicitar ao Governo do Estado a doação do terreno para a prefeitura de Balneário Camboriú. A intenção da entidade é buscar a construção de uma central da segurança pública. O diretor do Departamento de Administração Prisional (DEAP), Leandro Antônio Soares Lima disse ao Página 3 que o

terreno será devolvido à Secretaria de Segurança do Estado. A assessoria da Segurança, por sua vez, informou que assim que isso acontecer, o terreno será destinado à Polícia Civil e que já existiriam projetos em estudo, entre eles construir um complexo policial, reunindo as delegacias em um só prédio, mas que essa questão dependeria de recursos e por isso, ainda estava em análise. O diretor da Delegacia de Polícia do Litoral, Artur Nitz comentou que pretende se reunir com a delegada regional de Balneá-

rio Camboriú, Magali Nunes Ignácio, assim que ela voltar de férias, a partir da próxima semana, para discutir o assunto. “Temos que estudar as possibilidades e quem sabe já formular uma ideia para apresentar à Delegacia Geral da Polícia Civil”, pontuou Nitz. Hoje a Polícia Civil está fragmentada em delegacias por toda a cidade, algumas delas, inclusive, funcionam em prédios alugados, o que onera a Civil e prejudica a distribuição de pessoal.

Gasolina mais barata vem gerando filas Desde maio, alguns postos de gasolina de Balneário Camboriú estão com preços mais baixos que o normal e logo pode-se perceber onde eles estão pelas filas que se formam para o abastecimento. O brasileiro acostumado a ver preços só subindo, até desconfia. “Alguns pensam até que é gasolina falsificada, ficam meio na dúvida, porque nunca se vê preços baixarem”, disse um frentista. Segundo o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Litoral Catarinense e Região (SIMCOMBUSTÍVEIS), Roque André Calpani, o valor mais baixo é conseqüência da lei da

oferta e procura, do comércio livre. “Houve um desconto das distribuidoras no mês de maio, porque em abril e maio as vendas estavam muito ruins, então até o dia 31 de maio os postos estavam recebendo o combustível por um valor mais acessível, o que os possibilitou repassar para as bombas. Hoje eu acredito que os descontos se dão pela própria situação do mercado”, explica o presidente do sindicato. Nos postos os frentistas não sabem explicar motivo dos valores reduzidos, mas acreditam que é para poder competir com a concorrência, e garantem que o movimento intensifica com estes preços.

Balneário Camboriú, 9 de junho de 2012

7

Operação Hangover apreende bebidas falsificadas Esta semana a Polícia Civil deu início a uma operação, com o nome de Hangover, com o intuito de apreender bebidas falsificadas do comércio de Balneário Camboriú. O foco principal foi o Camelódromo da Rua 1400(foto)e as fábricas em que os produtos eram adulterados na Vila Real e em Camboriú. Durante a semana surgiram informações de que as bebidas eram vendidas em outros estados, algumas delas relacionaram o fato a uma festa em São Paulo, onde dezenas de pessoas passaram mal. Segundo o delegado Rodrigo Coronha a informação de que estas bebidas eram comercializadas para outros estados não é de seu conhecimento. “Foram apreendidos objetos, caixas, livros, que nos ajudaram na investigação, e então saberemos se eles vendiam para outros locais, mas até o momento a informação é de que eram comercializadas em Balneário”, esclarece o delegado. Sobre as fábricas Coronha fala que apenas foram apreendidos os produtos na Vila Real, porque em Camboriú houve uma

Fotos Marcela Viecelli

desocupação na madrugada que antecedeu a operação, e nada foi encontrado no local. Conforme o delegado Osnei Valdir de Oliveira, da DIC de Balneário Camboriú, no total eram 13 mandados, entre oito barracas do camelódromo e cinco fábricas. Ele também contou à reportagem do Página 3 que na operação Hangover foi preso apenas um homem em flagrante, Marcelo Bittencourt, em uma fábrica na Vila Real. Ele também tinha banca no camelódromo. Outros quatro proprietários de barracas do camelódromo serão indiciados.

Ocupação de áreas de risco é problema antigo na cidade Morador do Bairro das Nações ligou esta semana para reclamar do desmatamento e ocupação irregular em áreas altas nos finais de algumas ruas daquele bairro, segundo ele, traficantes poderiam estar ‘por trás disso’. O diretor do Departamento de Contenção da Ocupação Irregular e Degradação Ambiental (CUIDA/BC) Artílio Catafesta disse que de fato ele e alguns fiscais foram ameaçados dias atrás por fiscalizarem um inicio de obra irregular numa dessas ruas e houve um ‘início de confusão’. “Se são traficantes, não posso afirmar. E é complicado pegar o responsável, porque precisa ser flagrante...”. Casas populares já começaram a ser construídas nas ruas Mauri-

tânia e México, com objetivo de retirar famílias que vivem em locais de invasão e que oferecem riscos de desabamento. O convênio com a Caixa Econômica Federal irá custar mais de 7 milhões, com contrapartida de quase a metade deste valor pelo município, conforme afirmou o diretor. Também serão construídas casas nos bairros da Barra e no São Judas, para abrigar as famílias que serão retiradas de áreas de risco, como no Morro da Cotia e Jardim Denise. Artílio informou ainda que algumas famílias que vivem em áreas irregulares, mas sem risco, terão a regulamentação, através da construção de muro de contenção, escadaria ou o que se fizer necessário.


8

Geral

Balneário Camboriú, 9 de junho de 2012

Projeto que cria Secretaria da Pessoa Idosa aprovado em primeira votação essa semana Foi aprovado em primeira votação, na quarta-feira, projeto do Executivo sobre a criação de uma nova Secretaria Municipal, esta, voltada essencialmente à Terceira Idade.

Divulgação

Hoje, os idosos são atendidos pelo Departamento de Assistência ao Idoso, da Secretaria de Desenvolvimento Social. O secretário da pasta, Luis Ferreira justificou que a desvinculação seria necessária para conseguir dar um melhor suporte aos idosos. “Nossa estimativa é que Balneário Camboriú tenha mais de 20 mil idosos. Só de grupos da Terceira Idade, temos 22. Estamos falando na prática, de uma cidade de idosos”, argumentou a diretora do Departamento, Jussara Maria Weissheimer(foto). O Departamento, na verdade conta apenas com a diretora e

uma coordenadora. A responsável explica que o quadro é insuficiente para atender à demanda

e que o setor fica amarrado, sem poder estender ações e lançar políticas públicas para os idosos. “Fazemos os atendimentos, encaminhamos para o atendimento psicossocial no CREAS, mas precisamos de mais funcionários para fazer visitas nas casas e verificar a situação dos idosos que estão abandonados, passando dificuldades. Também temos a ideia de oferecer cursos na área da gastronomia, reeducação alimentar, teatro e outras formas de integração cultural”, ponderou. O projeto, no entanto, não especifica necessidades orçamentárias, apenas que o Executivo fica autorizado a realocar dotações e pessoal. As únicas definições são os valores da chefia, que entre o secretário e mais quatro diretores/coordenadores, se aproximam de R$ 20 mil.

Prêmio para incentivar vendas de imóveis O grupo Riviera lançou esta semana o prêmio Top Imobiliário para 150 corretores de imóveis, com o objetivo de marcar presença nas comemorações do cinquentenário da profissão e, como ação de marketing, para estimular as vendas.

concorrendo a viagens para Riviera Francesa, Paris, Miami, Fernando de Noronha, Rio de Janeiro, Gramado, alguns dos destinos oferecidos através do prêmio, além de uma premiação surpresa para o profissional que fizer o maior volume de vendas.

A promoção voltada para o Dia do Corretor será desenvolvida até 22 de agosto e no dia seguinte, será divulgado o resultado. Os corretores estão

O presidente do grupo Evandro Dal Molin disse que o prêmio surgiu para valorizar a profissão que atua em um dos principais segmentos da economia

mundial. Ele explicou que serão várias categorias e premiações. Top Imobiliário (prêmio surpresa); Top Ouro (viagem com acompanhante para Paris, Orlando, Miami ou Fernando de Noronha, R$ 2 milhões em vendas); Top Prata (viagem para resort Ponta dos Ganchos ou Gramado, R$ 1,2 milhão em vendas); Top Bronze (patinete elétrico, R$ 500 mil em vendas).


Culinária

Culinária

A

Com batatas Corte o coelho em pedaços, tempere com sal e pimenta e refogue em pouco azeite até dourar por todos os lados. Junte bacon picado, três ou quatro pedaços de linguiça calabresa e refogue outros cinco minutos. Junte algumas rodelas de tomates, azeitonas pretas sem caroços, transfira para o refratário e leve ao forno por 10 minutos. Em fogo médio coloque um

9

c o l u n i s t a

Waldemar Cezar

waldemar@camboriu.com.br Divulgação

esbelta leitora come coelho? Certamente não, ninguém come coelho no Brasil, por distorção afetiva e porque é caro.

Sim, distorção afetiva, o sujeito olha aquela coisinha bonitinha e fica com pena de matar. Qualquer um que tente criar coelhos, como fez meu pai em certa ocasião, pegará raiva do bicho, gera um fedor danado, é comilão, rói tudo que estiver ao seu alcance e o macho ainda come os filhotes. No entanto a carne além de saudabilíssima é deliciosa. Tem para vender em alguns mercados, teste, pode ser que você goste.

Balneário Camboriú, 9 de junho de 2012

copo de vinho branco na frigideira da fritura, raspe o fundo, acrescente duas colheres de mostarda e uma de manteiga, mexendo até engrossar. Despeje este molho sobre o coelho e está pronto. Sirva com batatas cozidas.

Cozido Tempere pedaços de coelho com sal e pimenta, passe na farinha de trigo e frite em pouco óleo, fogo baixo, até dourar. Reserve. Escora o excesso de óleo, junte alho-poró, sálvia, tomilho e frite um pouco. Junte dois copos de vinho, dois dente de alho esmagados, pimenta, sal e espere reduzir pela metade. Acrescente a carne, um litro de caldo de galinha e cozinhe em fogo baixo, com a panela destampada, até reduzir bem. Retire e a carne e reserve. Aumente o fogo do molho, junte creme de leite, espere reduzir, retorne a carne

à panela, coloque alguns cogumelos laminados refogados na manteiga e está pronto. Sirva com arroz.

Paella Aqueça meio copo de azeite numa panela rasa e larga (ou na paellera) e frite carne de coelho e de frango temperadas com sal e pimenta. Reserve a carne, coloque alho e cebola na

panela, frite um pouco, acrescente 200g de ervilhas-tortas, doure ligeiramente, devolva a carne à panela, junte dois tomates sem pele nem sementes picados, um pouco de páprica e bastante caldo de frango. Deixe em fogo alto por 15 minutos, acerte sal e pimenta, acrescente arroz e mais caldo de frango se necessário.

Leve a mistura à fervura em fogo alto e cozinhe por 18-20 minutos. Tempere a gosto, com sal e pimenta do reino moída. Acrescente arroz e vá juntando caldo se necessário, de preferência sem mexer o arroz. Se quiser, acrescente feijões brancos, cozidos e escorridos. Quando o arroz estiver quase ao dente, cubra a panela com alumínio, apague o fogo e espere alguns minutos. A receita original leva tinta de lula, para dar a cor preta. Guizado-> Aqueça azeite para fritar aipo picado, cebola picada, alho picado e rodelas de cenoura. Junte cubos de carne de porco e de coelho, dourando por todos os lados. Molhe com um copo grande vinho tinto, abaixe o fogo, tempere com sal, pimenta, sálvia, alecrim, louro e tomates picados, deixando cozinhar alguns minutos. Coloque noz-moscada e purê de tomates, cozinhando sem tampar, em fogo baixo, por mais meia hora no mínimo. Prepare uma polenta mole (com manteiga e queijo), acerte o tempero do guizado e sirva sobre a polenta.


10

Balneário Camboriú, 9 de junho de 2012

Saúde

Programa Brasil Carinhoso: remédios gratuitos contra asma mediante receita Divulgação

Medicamentos para o tratamento da asma começaram a ser distribuídos em farmácias credenciadas como populares pelo governo federal, desde

segunda-feira (4). A medida integra o Programa Brasil Carinhoso, do Ministério da Saúde e tem por objetivo alcançar pacientes com menor poder aquisitivo, já que a venda de medicamentos contra a asma foi a que mais cresceu em 2011. A lista de medicamentos que incluem o brometo de ipratrópio, o dirpoprionato de beclometasona e o sulfato de salbutamol, é grande e o paciente que precisar retirar gratuitamente, só poderá fazê-lo mediante receita médica, CPF e identidade, com intervalos de 30 dias entre as medicações. Mesmo tendo como prioridade a gratuidade a pessoas de classes menos favorecidas, a farmacêutica Regina da Mata Ribeiro, da

Farmácia Sesi de BC, ressalta que qualquer paciente pode fazer a retirada, “inclusive pessoas com melhor poder aquisitivo são as que geralmente trazem a receita, porque procuram o médico”, disse ela. Regina explicou que os preços desses medicamentos, que antes eram comercializados, variam bastante, alguns custam bem caro.

Zooterapia com cães: psicóloga inova no tratamento para idosos Divulgação

Estatísticas do Ministério da Saúde estimam que cerca de 800 mil pessoas com sofrem com a asma no Brasil, entre crianças e adultos, poderão se beneficiar com a nova medida. O Programa Brasil Carinhoso inclui também a gratuidade de remédios para hipertensão arterial e diabetes, nas Farmácias Populares.

De cada três queimados, dois são crianças De acordo com estatísticas da Sociedade Brasileira de Queimaduras(SBQ), todos os anos um milhão de brasileiros sofre algum tipo de queimadura. Pior do que isso: de cada três pessoas queimadas, duas são crianças e, na maioria dos casos, os acidentes acontecem em casa e na presença de um adulto. O álcool líquido é um vilão, responde por 20% das causas de queimaduras. Os índices reduziram 60% quando a Anvisa proibiu a livre comercialização, mas na Câmara Federal foi apresentado um texto substitutivo, no último dia 23, excluindo do projeto a restrição de venda de álcool na forma de 50ml. Na última quarta-feira(6), Dia Nacional de Luta contra as Queimaduras, o deputado esta-

dual Dado Cherem destacou um projeto de lei de sua autoria que, além de proibir a venda do álcool líquido a menores de 12 anos, ainda obriga os estabelecimentos comerciais a exibir, por escrito, advertências sobre os riscos do manuseio deste inflamável. Perto do produto em exposição, cartazes deverão exibir frases como “A Sociedade Brasileira de Queimaduras adverte: lesões derivadas do acidente com o álcool líquido poderão levar a sequelas físicas e/ou psicológicas permanentes”. Outro projeto de lei do deputado Cherem, que beneficia as vítimas de queimaduras graves com acompanhamento gratuito, está em tramitação nas comissões. “Não se trata apenas de atendimentos de urgência, mas também cirurgias plásticas

reparadoras, reabilitação física e psicológica para devolver a auto-estima a esses pacientes”, justificou Cherem. O presidente da Sociedade Brasileira de Queimaduras Dilmar Leonardi considera os dois projetos de lei em tramitação em Santa Catarina importantes, porque destacam o caráter inflamável do álcool e ainda uma chance de reinserção social das vítimas. “Não é mais possível que eles continuem sendo duplamente vítimas: na hora do acidente e depois, pela exclusão laboral e social. É um dever do poder público garantir a esses pacientes a capacidade de uma recuperação plena e a expectativa de uma vida melhor”, reitera o presidente da SBQ.

Lisandra mostra o cão terapeuta ao seu Irineu, morador do Villa Europa.

A partir de julho, a psicóloga Lisandra Garcia estará desenvolvendo com os moradores do Residencial Geriátrico Villa Europa a Zooterapia com cães, uma terapia assistida com um cachorro devidamente treinado, que serve como apoio na redução dos sintomas de várias patologias como Alzheimer, epilepsia, TDH (Transtorno de Déficit de Atenção), depressão, entre outras. Há pouco mais de dois anos Lisandra iniciou esse tipo de terapia na Apae local, com objetivo de estimular os alunos. Hoje, trabalhando com idosos, explica que o tratamento está bastante voltado aos casos de depressão e Alzheimer. “Às

vezes eles estão cansados, apáticos e com a ajuda do cão, até um jogar de bolinha que o cão corre para buscar, estimula eles a imitarem. Sem dúvida, com o cão os resultados são melhores. No Brasil ainda não é muito divulgado, em outros estados até já é conhecido o cão trabalhar em hospitais, mas em Santa Catarina ainda não existia”, diz ela, que defendeu o tema em seu trabalho de conclusão de curso na Univali. O chamado cão terapeuta não precisa ter raça específica, mas aptidão para ser parceiro no tratamento e o treino leva em média 6 meses, acompanhado por veterinário e adestrador.

www.odontoimagem.com.br Fone: (47)

3363-4231 Rua 300, nº 145 - Baln. Camboriú

L O C A Ç Ã O Sala nova área 180,00m2 à Rua 300, nº 111, 2 garagens, 4 bwc, ar condicionado Split. Espera telefone, internet, TV cabo, segurança. Edificação comercial c/ habite-se p/ consultório, clínica, escritório, empresa.

Cel. 9161.0028


Economia

Mercado Interno Multa Ibama multou em R$ 2 milhões a empresa catarinense Fox Importação e Exportação, apontada como responsável por trazer cerca de 20 toneladas de lixo hospitalar da Espanha. A carga foi encontrada no porto de Itajaí após vistoria da Receita Federal. Havia lençóis, uniformes e toalhas sujas e rasgadas. A carga será devolvida para Valência até 13 de junho.

Poupança O Banco Central reduziu a taxa básica de juros (Selic) de 9% para 8,5% ao ano, o menor índice já adotado. O corte muda o cálculo da poupança. Pelas novas regras, se a Selic é de 8,5% ou menos, as cadernetas rendem 70% da taxa mais a TR (Taxa Referencial). Para o governo, com a Selic a 8,5%, a poupança deve render 6,17% ao ano, incluindo a TR. Serão afetados os depósitos a partir de 4 de maio. Nos anteriores, o rendimento segue 0,5% ao mês mais TR.

Indenização O STJ decidiu que o dono de posto de gasolina não é obrigado a pagar indenização ao cliente prejudicado em assalto. Dois clientes que

perderam o carro roubado enquanto abasteciam, buscaram compensação na justiça.

Leão voraz As reduções de impostos dadas a diversos setores vão ser compensados por novos aumentos a outros segmentos. A partir de outubro, as bebidas frias (água, cerveja, refrigerante, energéticos e isotônicos) pagarão mais impostos. Além disso, o governo vai proteger os fabricantes de ar-condicionado, micro-ondas e motos instalados na Zona Franca de Manaus, com aumento de IPI sobre os artigos fabricados no resto do país ou no Exterior.

Crise na Mercedes Cerca de 1.500 funcionários da Mercedes-Benz, de São Bernardo ficarão em casa por até cinco meses por causa da queda nas vendas de caminhões e ônibus. O acordo foi fechado com o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. Com a medida, não haverá recolhimento para o FGTS e para o INSS no período em que durar o afastamento. Durante a suspensão temporária, chamada de “lay-off ”, os trabalhadores receberão uma bolsa mensal do Fundo de Amparo do Trabalhador, de R$ 1.162 para frequentar

Augusto César Diegoli acdiegoli@ibest.com.br

300 horas de qualificação profissional no Senai. A empresa irá complementar o valor até o equivalente ao salário líquido dos funcionários.

Devoção País de grande maioria católica, o Uruguai busca destinos turísticos religiosos no Brasil. Um grupo de 35 operadores do vizinho país esteve na última semana no Parque Colina, de bondinhos aéreos, junto ao santuário Santa Paulina, em Nova Trento, fazendo prospecções. As impressões foram ótimas.

Revisão de auxílio A Turma Nacional de Uniformização, última instância dos Juizados Especiais Federais, divulgou determinação geral a todos os juizados para que reconheçam o direito à revisão dos auxílios que tiveram erro no cálculo entre 1999 e 2009. A decisão beneficia segurados nos casos de auxílio-doença, aposentadoria por invalidez e pensão por morte e coloca mais pressão sobre o INSS, que só vem pagando essa revisão para quem faz o pedido nos postos. Apesar de reconhecer o erro, o instituto ainda luta na Justiça para não pagar automática a grana devida aos segurados.

Balneário Camboriú, 9 de junho de 2012

11


12

Colunista

Balneário Camboriú, 9 de junho de 2012 Balneário Camboriú, 19 de novembro de 2011

Turismo 31

e Turiscope Mello

c h e c k

i n

-

c h e c k

o u t

Por um Ambiente Inteiro Na Semana do Meio Ambiente

Gevaerd Transporte e Turismo Ike ikegevaerd@terra.com.br nagel@pagina3.com.br

“Os protestos já fizemos, falta ainda os protestados entenderem o recado.” Colunis Protestando no final da década de 80, com Texto e fotos Ike Gevaerd Ike Gevaerd o querido amigo Raimundo Malta(E) e a Patrícia do Bola, indo em direção de um poluidor navio panamenho na Baía de Porto Belo, depois que lavou seus tanques diárias hospedagem no piche era fato e sujou de piche asete nossa PraiadeCentral. Praia com Imperatriz em Búzios hotel Hilton Curaçao com café corriqueiro naquela época. Antes mesmo de criarmos a Secretaria Nos dias 4 e 11 de dezembro, o da manhã, guia acompanhante de Meio Ambiente, já levantávamos a bandeira em defesa do nosso navio Imperatriz navegará na falando português, seguro-viajá então aviltado litoral. Hoje fico feliz com o nosso idealismo de rota Itajaí/Búzios/Santos/Itajaí gem. Tarifa: 10 parcelas de R$ então, e triste em ver que nada mudou. São os mesmos protestos, num cruzeiro de cinco dias. Os 312,60 por Reservas que e nada contrideles gerenciados por pessoa. eco-oportunistas hóspedes ficarão muitos acomodados buem para a criação de um ambientalismo saudável, moderno, informações: cvc.com.br/brasil. em cabines externas, desfrudinâmico e sistêmico. Habitamos um planeta com bilhões de seres, tando de todas as mordomias do Noites no Peru Uma das pontes que cruzam o centro de Londres, ao fundo o Big Ben e a London Eye que vivem, comem, defecam, produzem lixo, bebem, moram, quea – A nova versão do mapa de Curitiba traz um guia com os principais atrativos da cidade e é uma fer- sistema Tudo Incluído, de comirem lazer e trabalho. Proliferam como nunca e, no final, morrem, xtra para orientar o turista. São 10 mil exemplares para distribuição gratuita nos pontos de informações das e bebidas. Tarifa: entrada de Sete noites no Peru, sendo três O rio Tâmisa foi por a principal de esgoto dos britânicos. Hoje está praticamente deixando os problemas para as hotéis, restaurantes e agências de muitos viagens. séculos A publicação baseadavala no conceito de marketing de experiência, nopróximas Sonesta gerações. Posada Temos que sair R$ 425 e nove de R$ 107. em Lima, suas viraram parques e áreas de recreação, e seu leito uma arena desportiva e uma inte-parcelas o de umalimpo, parceria do margens Curitiba, Região e Litoral Convention & Visitors Bureau (CCVB) e o Sebrae-PR. O do século passado, e nos tornar urgentemente do século em Reservas informações no site del Inca Miraflores e quatroecologistas via úteis náutica Ao longo de suas margens, a Thames Path, um belíssimo caminhoe que tambémressante informações comoturística. serviços, dicas de entretenimento e gastronomia, informações sobre locais XXI. Ecologia sem demagogia e oportunismo. Cuzco, no San Agustín,com café s, eventos, agências deaviagens, locadoras de veículos, entre outros. o liga desde nascente até a sua foz. Diversas companhias fazem passeios pelo rio, que écvc.com.br/sc. navegável em da manhã, city-tours, excursão a quase a totalidade dos seus 346 km que cortam o sul da Inglaterra até o Mar do Norte. DeBourbon Londres você Machu Cataratas Lula, polvo e vinhoPicchu, visita ao parque ormações na Ambiental 30 Amigos de Balneário versal City Walk, visita aocomo HardWindsor inicia os passeios, que passam por cidades e Oxford. Pequenas Camvilas, castelos, eclusas, Sacsayhuaman, US$ 2.205 de dezembro, 0xx-11-3818-4600, sitetambém boriú dezenas tem como cele- No mês Rock Café, de paisagem. assistência Existem Hoje,programesábado, a partir das 10h, nocusta Armazém San Miguel (Avenida clubes de remo fazemcartão parte da delema piers‘Para e atracadouros espalhados por pessoa. Informações naMarithimu’s, Top se para o Shopping Escape. Diábiental.tur.br. brar a vida’. medica internacional, moderno Brasil, 3322), degustação de defumados da empresa pelo trajeto. Em direção ao mar, a maior atração é atravessar a Thames Barrier, as grandes comportas Brasil: 0/xx/11/5576-6300. Site: rias com 30% de desconto para kit viagem, acompanhamento 24 que produz saborosos acepipes de polvo, marisco, ostra, salmão e construídas para controlar as cheias. Novo mapa – A nova tos de Orlando que suas compras de final de comtopbrasiltur.com.br h/dia de guias experientes desde Mais vibrante truta. Produto qualidade catarinense. Prove. ramenta extra para or ainda melhores. O Ike Gevaerd tos de Orlando, a par- o Brasil. Tarifa: entrada de R$ Nova York, a capital mais ano sejam Réveillon em Maceió turísticas,hotéis, restau Slaviero + Massita = bom hotel sugere 3 de janeiro próximo 1189 e nove parcelas de R$ 529. vibrante do mundo espera sua resort Bourbon Cataratas Sete noites de hospedagem no Ritz é resultado de uma pa no Amao dispor dos visitantes, visita. Os preços incluem pas- relaxar nas piscinas, mapadobraditraz também inf R$ 87,00 é o preço promocional cobrado até novembro pela é o ideal para o Reveillon de compras, eventos, a ouadministra num Praia ndo a seguinte progra- Clube dos 30 sagem aérea pela Delta Airlines zonia Spa Experience nha que esta nova e moderna opção de hospedagem aqui em Maceió, saindo de SP dia 25 na trilha passagem aérea Curi- O Clube dos 30 Amigos, fun- na rota Brasil/Nova York/Brasil, passeio revigorante da cidade. Localizado na beira da BR 101, perto do shopping, chega de dezembro. A programação é a seios. Informações n incluem ndo/Curitiba em vôo dado em 21 de setembro de quatro noites de hospedagem em ecológica. Os pernoites para ocupar o vazio dos que vem para cá trabalhar ou badalar. Tem seguinte: transporte aéreo de ida Turismo: 0xx-11-381 e jantar onze noites de hospeda- 2005, mudou de local das suas Nova York com taxas e impostos café da manhã tudo para com dar certo. Boa sorte. o quádruplo) no hotel reuniões de todos os dias. Um já inclusos, um ingresso para o bebidas não alcoólicas. Duas e volta, hospedagem com café da www.ambiental.tur. manhãfeliz em apto duplo, traslado Regional anos ganham a Inn Convention,café dia sim e outro também. Agora Observatório Top of the Rock do crianças de até 11O Lelo deve estar – Gastronomia aeroporto/hotel/aeroporto, city- Encantos de O de R$ 450, ã diário tipo continen- os encontros são promovidos no Rockfeller Center. Locais de hos- cortesia. A partirPassa ano, muda ano, e a qualidade da comida e do atendimento tour, bolsa de viagem, 1000 ponapto em Os oencantos refeição especial com restaurante Siri na Lata, locali- pedagem: Hotel Milford Plaza as diárias custamdopor restaurante Sereia, naTarifa: Barra entrada Sul, continua mesmo, de Orl tos da múltiplos. Reservas Lago tir de de jane ens Disney, visitas a zado no tradicional edifício Lon- (aptos renovados),Hotel W New acomodação dupla. ou seja: muito bom. “rapaze” Maicon Bidinha13que de São R$ os 440gentis e nove parcelas de e estarão ao dispor d ues temáticos, progra- drina, sob comando dos irmãos York, Hotel W Times Square. 0800-451010/45-3521-3900. escolhem os produtos serão Informações elaborados pelo pessoal da cozinha e R$ que 195,55. www. aproveitando a segu pecial de compras visi- Erci e Emir Soar. Esportes, pes- Embarques no RJ, SP e Brasília. servidos pela decana e atenciosa equipe de garçons. O filé de tainha Visite Curaçao tamviagens.com.br/olhares. mação: passagem oppings e lojas, passeios carias, excursões, bocha, entre Validade até 15 de dezembro grelhado, fresquíssimo prato da estação, já está sendo servido e pode Thames Path, o belo caminho margens do rio. tiba/Orlando/Curiti Por ser livre de impostos, esta outras asatividades. O Clube dos próximo. ntown ODisney e Uniser apreciado no restaurante que já foi um dia a casa de veraneio do fretado, onze noites ilha é perfeita para quem quer Noites na Argentina presidente Goulart. Milhares de barcos ocupam as marinas, clubes, casas e condomínios que existem nascomprar suas margens. cosméticos e bebidas a Sete noites na Argentina,nos gem (apto quádrup Acredito que existem mais barcos ali do que em todo o litoral catarinense. Programaspreços de controle deO visitante ainda hotéis 562 Nogaro (B.Aires), La Quinta Inn Con baixos. Rio Camboriú – Uma pena, O Rio do fedor inundações, monitoramento da qualidade das águas e de projetos de ocupação e recuperação das áreas aproveita as praias, os cassi- Albatros (Ushuaia) e Design da manhã diário ti contíguas ao rio são desenvolvidos por órgãos estatais e entidades não governamentais, com O processopara de despoluição Tamisa levou 150da anos tal, parauma aconterefeição e Suites (Eldo Calafate), com café nossempre e os pontos perfeitos cer e nós aqui ainda estamos no processo de poluir os nossos rios. Disne participação comunitária. Mesmo com a milenar ocupação, a poluição e agora a sua exploração ordemergulho. A capital tem arqui- manhã custa US$ 2629. E tem personagens em pleno XXI.visita Em 1843, o parlamento foi parques fechado temát nada ele resiste e mostra sinais de que se tratado com respeito continuará a proporcionar espetáculos oito mais: aos parques Tierrainglês tetura típica da Isto Holanda porséculo devido aos odores que exalavam do então rio do fedor. Por aqui de c como os de domingo passado, quando 1.000 barcos, 20.000 mil tripulantes e passageirostere mais um sido decolonizada pelo país. del Fuego (Ushuaia) e Los Gla- mação especial corremos o risco de toda cidade ser interditada, ela está fedendo milhão de pessoas assistiram ao desfile da flotilha em20comemoração ao jubileu do reinado IncluidaaRainha passagem aérea, trans- ciares (Calafate), com traslados tando shoppings e lo anos com vocês por todos os lados.de chegada e saída e para os pas- por Downtown Di Elizabete, a segunda. porte aeroporto/hotel/aeroporto, Divulgação

RIO TÂMISA – LIMPO E COM VIDA TURISMO FLUVIAL E VIA DE TRANSPORTE

Nagel Milton de M

RETORNO ÀS PRÁTICAS! Confira o quadro de horários completo no nosso website: www.ashvattayoga.com.br

Seja bem vindo!


Entrevista

Balneário Camboriú, 9 de junho de 2012

13

A importância do curso de Administração em Balneário é inegável, agora tem que ficar bem caracterizado que há essa demanda aqui” Antônio Heronaldo de Sousa, Reitor da Udesc

n o s s a

g e n t e

Marlise Schneider

marlise.jp3@gmail.com

Q

uando chegou na Udesc em 1992, como professor de Engenharia Elétrica, ANTONIO HERONALDO DE SOUSA não imaginava que duas décadas depois ocuparia o posto mais alto da instituição. Em abril desse ano foi empossado no cargo. Dois meses depois da posse está cheio de planos e projetos, tem uma agenda tumultuada, normalmente de 8 horas, mas sem hora para terminar, deixando alguns projetos para ‘a hora que der’, como a habitual caminhada que às vezes faz às 10 e meia da noite. É participativo, simpático e acessível, condições que apesar da responsabilidade que o cargo exige, o deixam muito próximo dos acadêmicos. Sobretudo gosta do que faz, principalmente dar aulas, o que no momento está quase impraticável. Como vice-reitor ele seguiu em sala de aula. Como reitor, está pensando em dividir uma disciplina com outro professor, porque a atividade administrativa não é o principal da sua carreira e ele está preocupado em ficar longe dos alunos, de perder o timing dos alunos e por isso planeja seguir ensinando, nem que seja por períodos mais curtos. Na última sexta-feira(1º ), o reitor esteve em Balneário Camboriú e acompanhado do pró-reitor de Extensão, Cultura e Comunidade Mayco Morais Nunes e do secretário de Comunicação da Udesc Thiago Augusto, esteve na redação do Página 3, onde concedeu longa entrevista. Acompanhe os principais trechos:

Fernanda Schneider

Nome – ANTONIO HERONALDO DE SOUSA Idade – 45 Natural – Sousa (Paraíba) Formação – Bacharel em Ciência da Computação, pela Universidade Federal da Paraíba; Mestrado em Engenharia Elétrica e Doutorado em Eletrônica e Comunicações (UNICAMP). Profissão – Professor de Engenharia Elétrica do Centro de Ciências Tecnológicas(CCT) em Joinville. Ocupou inúmeras funções como Coordenador do Curso de Engenharia Elétrica, chefia do Departamento de Engenharia Elétrica e Diretor de Ensino de Graduação do CCT. Foi vice-reitor até o ano passado e empossado em abril como reitor até 2016. Estado civil – Casado com Cláudia Filhos – Dois filhos, um de 16 e uma de 15 anos. Lazer – Jogar basquete no final de semana com um grupo de veteranos. ‘Também gosto muito de ciclismo. Pedalo, mas é pouca coisa, 35km no máximo...’ Comida predileta – Peixe. Um bom livro – ‘O Lobo da Estepe’, de Hermann Hesse e mais recentemente ‘A Arte da Prudência’, de Baltasar Gracian. Música – Clássica, sertaneja, MPB, Zé Ramalho, Pink Floyd... Religião – Católico Planos – ‘Realizar um bom trabalho nesta gestão e construir dentro da universidade um legado enquanto também servidor, professor e cidadão, e levar a cabo alguns projetos que tenho como professor’. Perfil – ‘Pessoa simples, gosto de realizar, gosto de me dispor, acho que o trabalho é uma forma muito boa de trazer felicidade, de estar envolvido com as pessoas realizando. Juntar família, trabalho e amigos é uma boa realização pessoal’.


14

Balneário Camboriú, 9 de junho de 2012

Entrevista Divulgação

“Com reitores de outras universidades estaduais estamos criando um movimento para que o governo federal também aporte nas universidades estaduais...”

No dia posse, o cumprimento ao vice-reitor Marcus Tomasi(E) que assumiu na última quarta-feira (6), como reitor até o próximo dia 17, em virtude de viagem internacional do reitor Antonio Heronaldo de Sousa, para a Alemanha e Bélgica.

Na sua posse em abril, o Sr. falou em refletir o passado e procurar novos sonhos. O que isso significa? A gente tem uma história de instituição bastante concreta, a universidade sempre teve o papel de buscar o desenvolvimento das regiões, melhorar a qualidade de vida, e essa caminhada nos fez ver que alguns modelos de crescimento, neste movimento acadêmico, também precisam ser aprimorados, então...pensando no lado positivo do passado e nos pontos de melhoramento, a gente visualiza um futuro mais promissor, sustentável, então tem essa preocupação de pensar o futuro, mas tomando por base as experiências já vivenciadas pela instituição.

ceiro, orçamentário. No entanto, sabemos que o Estado precisa fazer uma série de inovações para agregar mais valor aos produtos, à nossa rede de produção. Nesse sentido já estamos sentindo nesse ano algumas dificuldades. E se vislumbra também para o ano que vem alguma falta de recurso. Há mais de dois anos a Udesc está trabalhando na captação de recursos externos, ela desenvolve uma série de projetos de pesquisa, de extensão que pretendemos alinhar mais com as demandas da sociedade, das empresas, das entidades do próprio governo, de forma que, além do recurso regulamentado pela LDO, nós possamos atrair outros investimentos. Com reitores de outras universidades estaduais estamos criando um movimento para que o governo federal também aporte nas universidades estaduais...

“A comunicação tem sido para nós uma prioridade, porque ela é uma forma plena de fazer com que todos se conheçam. E também uma integração mais forte com a sociedade”

As universidades brasileiras, sejam particulares ou públicas, enfrentam dificuldades financeiras. Que tipo de dificuldades e de que tamanho o Sr. encontrou na Udesc? Já encontrei alguns desafios. Nos últimos anos o Estado tem tido um comportamento econômico bom e isso reflete na universidade, do ponto de vista finan-

Hoje o que existe nesse sentido? Existem alguns editais do governo federal que a gente, pontualmente, se candidata,

e pela nossa competência em várias áreas, a gente consegue. Mas o que nós estamos querendo e já tivemos uma audiência com o vice-presidente Michel Temer, é que o governo preveja no seu orçamento uma parcela de recursos para as estaduais, dependendo do número de alunos, aliás, por número de alunos. As estaduais recebem alunos de todas as partes do país... Sim, é isso, nós recebemos estudantes do Paraná, Rio Grande do Sul, Paraná etc., da mesma forma que catarinenses estudam em outros estados. Ou seja, as universidades estaduais hoje tem uma amplitude nacional. Então voltando à questão: existem algumas dificuldades em termos de recursos e nós estamos procurando resolver... O Sr. trabalha com um orçamento assim como uma prefeitura, uma Câmara. Qual é o orçamento da Udesc? Hoje a Udesc tem um orçamento em torno de R$ 250 milhões por ano. A instituição atua em 10 cidades, 12 unidades, aproximadamente 12 mil alunos, 48 cursos de graduação, 20 mestrados, 7 doutorados, agora já vai ter mais dois, 1800 professores entre efetivos e colaboradores, é uma família muito grande em uma missão muito rica. Mesmo com a experiência de vice-reitor, é um desafio constante.

Além do desafio orçamentário, o desafio de gestão de pessoas, é um dos principais campos da universidade, porque ela é praticamente formada por pessoas, estudantes, professores...e indiretamente as famílias, a sociedade em geral. Mas eu queria também colocar como um dos desafios que é a universidade ter uma maior integração interna, porque as realidades são diferentes da nossa Udesc em Chapecó, em Laguna, da que está em Florianópolis, por exemplo. Temos o Centro de Balneário Camboriú (Cesfi) que tem 2 anos, temos a Faculdade de Educação que tem 48 anos, é mais antiga que a própria Udesc, é um grande desafio unificar isto e por isso a comunicação tem sido para nós uma prioridade, porque ela é uma forma plena de fazer com que todos se conheçam. E também uma integração mais forte com a sociedade. Isso faz parte do novo plano de gestão que o Sr. anunciou na sua posse? Dentro das 7 dimensões do plano de gestão tem 2 bastante ligadas a isso, a própria política de comunicação e a manutenção da identidade institucional. Em maio quando a Udesc completou 47 anos, o Sr. disse que estava comemorando pensando nos 50 anos. Esse plano de gestão está focado para o cinquentenário? Temos um plano de ação para 4 anos. Dentro desses 4 anos vamos ter a felicidade de estar passando os 50 anos da universidade, vai ser um março para a

instituição e esperamos que até lá vários desses projetos estejam em plena execução e que venham presentear a universidade com vários ganhos. A Udesc recebeu um terreno de 6mil m2 da prefeitura de Balneário Camboriú e ano passado, com recursos próprios, comprou outro tanto, chegando a 13 mil m2. Já existe uma previsão para início das obras do campus no bairro Nova Esperança? Tem um projeto arquitetônico em fase final, estamos fazendo algumas parcerias para agilizar ainda mais o andamento dos projetos complementares, existe uma expectativa de lançar o processo de licitação ainda este ano. Mas vai depender do andamento da elaboração desses projetos executivos complementares, hidráulico, elétrico etc. A área dobrou de tamanho, o projeto original precisa contemplar essa mudança. Sim, estamos pensando em projetos mais a médio e longo prazo, porque queremos crescer, verticalizar, desenvolver aqui programas de pós-graduação, então é necessário pensar nessas estruturas. Políticos da região, lideranças, comunidade e, sobretudo os estudantes, tem se empenhado pela reativação do curso de Administração Pública no novo campus. Qual é a posição da reitoria a esse respeito? A reitoria age pensando em todos os centros de ensino, nós já temos critérios para expan-

contato@rafaeldespachantemaritimo.com.br

5ª Avenida, nº 83 - sala 2 - Vila Real. Fone: 47 3367-5554


Entrevista

Balneário Camboriú, 9 de junho de 2012

15

Fernanda Schneider

“Imagino que a definição do segundo curso para o Cesfi deva sair ainda este ano para, no vestibular de verão, já estar incluído” são, todos os centros tem planos de crescimento. E é muito natural que o Cesfi também faça os seus pleitos. Inclusive quando o Centro daqui foi criado houve um compromisso, uma deliberação do Conselho Universitário de iniciar o Cesfi com 2 cursos. Um que já está aí, indo para a 3ª fase, Engenharia de Petróleo e imagino que a definição do segundo curso deva sair ainda este ano para no vestibular de verão já estar incluído. Agora existem critérios, os projetos vão passar por estes critérios, existe toda uma movimentação em torno do curso de Administração, que hoje é do Centro da Esag e nós mantemos também dois cursos de Administração em Florianópolis. Acho que é um pleito legítimo, desde que haja uma demanda caracterizada. Ou seja: a importância para a região do curso de Administração é inegável pela manifestação das lideranças, agora no projeto que está sendo encaminhado para os colegiados tem que ficar bem caracterizado que há essa demanda aqui. Ou seja, se há candidatos aqui... O pleito é que seja um curso noturno, certamente a demanda será ainda maior. Eu acho que esse não é o principal motivo para ser oferecido à noite. Acho que o principal motivo é oportunizar para as pessoas que trabalham nas prefeituras, empresas de dia, poder estudar à noite. Isso vai potencializar muito o aumento da procura. A posição da reitoria é dar as condições para que os projetos dos colegiados aprovados sejam implementados. Acho

que é um pleito que pode ser aprovado, mas ainda é preciso levar isso para os conselhos. O diretor da Esag, professor Mário Moraes em recente declaração aqui na região afirmou que apoia a reabertura do curso. O apoio dele é um fator decisivo neste processo? Acho que é muito importante, eu diria que tem uma importância significativa. Acho que a Esag é um parceiro aqui do Centro, foi ela quem primeiro veio, então tendo essa sinalização ajuda. Mas quem define são os conselhos formados por todos os centros da universidade, não só pela Esag. Desde que a Udesc chegou em Balneário Camboriú a comunidade, imprensa, políticos e os próprios estudantes tem se engajado de forma muitas vezes intransigente pela consolidação da universidade. Isso também acontece em outros municípios que sediam campus da Udesc ou é uma característica de Balneário? Olha, nos meus 20 anos de universidade acho que foi o Centro que surgiu com maior aderência social, do ponto de vista dos movimentos, obviamente que temos alguns centros que nasceram de forma legítima como Laguna, Ibirama, São Bento, no centro do oeste estão os mais recentes, todos nasceram de forma legítima, mas não com esta densidade de participação dos movimentos sociais como a gente viu aqui em Balneário Camboriú, na Foz do Itajaí. Há 4 anos o Sr. como vice-rei-

tor esteve aqui no jornal junto com o reitor Sebastião Lopes Melo e hoje está de volta como reitor. Teria como fazer uma avaliação destes 4 anos? Muito importante foi o convívio acadêmico. Em 2004 tivemos um período conturbado, processo de intervenção, a partir de 2004 entrou o reitor Anselmo, Sebastião era o vice e eles fizeram um trabalho muito bom, de despersonalizar um pouco a universidade, de tornar os processos mais transparentes e nesse último período, em que Sebastião esteve à frente, acho que ele fez um trabalho de harmonização, existem divergências, que é comum dentro da academia, mas hoje há um convívio muito positivo e nós presenciamos muito isso no processo eleitoral final do ano. A gente sentiu que há uma receptividade, uma disputa de ideias, dentro de um padrão, de um nível muito bom. E o que mudou também nesses últimos 4 anos é que a universidade deu um salto muito grande não só em quantidade mas também em qualidade. Cresceu na graduação, mas cresceu enormemente na pós-graduação. De quanto foi esse crescimento? A média no sul do Brasil foi 20% nos últimos 3 anos, a Udesc cresceu 100% e continua crescendo, mudou muito do ponto de vista da orientação acadêmica da Udesc. Passou não só a formar profissionais como passou a trabalhar muito a pós-graduação, da pesquisa e da extensão. Hoje temos mais de 100 estudantes da Udesc no exterior. Nós recebemos todos os meses 40,

“As universidades estaduais hoje tem uma amplitude nacional” 60 estudantes de universidades estrangeiras, então muita coisa mudou e há uma corrente que tende a continuar nessa pegada.

muita dificuldade, até papel higiênico faltou e a Maria Esther botava a mão no bolso e mandava comprar...

Qual a avaliação que o Sr. faz do Cesfi e da sua coordenação (professora Maria Esther Menegasso), porque boa parte do que tem hoje aqui deve-se ao entusiasmo dela, desde o início sempre muito próxima dos estudantes. Lembro que a Udesc começou numa sala de uma escola municipal e passou

Acho que demos um salto. Apesar de ainda estarmos em prédio alugado, temos uma infra-estrutura melhor e mais do que isso, com esses 2 anos de Cesfi se deslumbra uma Udesc aqui na Foz do Itajaí bastante pujante(...) Para ler trechos exclusivos dessa entrevista acesse o www.pagina3.com.br.


16

Colunista

Balneário Camboriú, 9 de junho de 2012

J. Junior

c o l u n i s t a

Jonas Ramos

jonasramos3011@hotmail.com Arquivo Pessoal

Praia do Pinho Em contato por telefone com os amigos Toninho e Karla Camargo, proprietários do terreno que fica na praia da Tartaruga, extremante com a Praia do Pinho, soube e repasso aos leitores que a Praia do Pinho não vai acabar, como afirmei semana passada. É que o release que me foi enviado falava erroneamente em Praia do Pinho, quando na verdade deveria falar em Praia da Tartaruga. Feita a correção, fico feliz em saber que aquele espaço que a família Fonseca mantém como um reduto dos amantes da natureza será restituído. E que o Toninho e a Karla enfim retomaram o que é seu de direito. Menos mal. Abraço aos amigos.

Merecido Presidente do Comitê Camboriú Ênio Faqueti, recebeu da Câmara de Camboriú o prêmio Mérito Amigo do Meio Ambiente, pelo tempo de atuação e pela importância do Comitê na gestão dos recursos hídricos. Valeu.

Mala Direta » Pra quem gosta de furar sinal ou passar acima da velocidade pelas avenidas da cidade, aí vai uma boa notícia. A prefeitura não tem definido ainda um plano de como colocar os pardais perto das sinaleiras e tampouco de radares para monitorar os apressadinhos. Aproveitem. » Viajei e quando voltei levei um susto com a retirada de árvores maravilhosas na esquina da 2550 com a Brasil. No lugar onde havia essas árvores há décadas, vai nascer um espigão. Espero que a medida compensatória tenha sido bem grande. Enorme. » Festa do Pinhão em Lages com bastante frio é uma boa pedida. Na semana que vem a cidade vai bombar com uma série de shows de renome nacional. Se você não tem medo de frio, se mande prá lá.

Eulina da Silva Schmitt comemorou 80 anos com a família e amigos. Na foto, com os netos Diego, Rafaela, Beatrice, Luiza e Júlia. Divulgação

O gerente de marketing do shopping, Sidnei Valério, Margot Rosenbrock Libório, presidente do BC Convention e o superintendente do shopping, Michael Domingues, terça-feira no lançamento da vitrine conceito do Atlântico Shopping, que fica de frente para a Avenida Brasil.

» Feriado com banco na sexta-feira não levo fé. Semana que vem comento sobre o movimento na city. Tomara que venha bastante gente. » Dia 8 minha amada Manuela completou mais um ano de vida, e eu aproveito para lhe dizer que meu amor por você só aumenta e melhora em qualidade. Obrigado por fazer da minha vida e a dos meus filhos uma coisa prazerosa. Que Deus permita que você esteja sempre por perto. Você é a melhor pessoa que eu conheço. Disparado, a melhor. Beijo no coração.


Roteiro

Roteiro Cinema

Programação válida até quinta-feira (14).

Atlântico Shopping Excepcionalmente a programação não será publicada esta semana. Ingressos: R$ 14,00 e meia (Seg, ter, quinta) para idosos, deficientes e estudantes com carteira. Sab, dom e feriados, R$ 15,00 e meia. Na quarta-feira todos pagam R$ 6,00 e no último sábado de cada mês todos pagam R$ 7,00. Informações: 3366-1580.

BC Shopping GNC 1 - Madagascar 3- Os procurados 3D(livre, dublado) - às 13h20, 15h40, 18h, 20h10/ versão legendada às 22h10. GNC 2 - Madagascar 3- (livre, dublado) às 13h30, 15h30, 17h30, 19h30, 21h30. GNC 3 - Branca de neve e o caçador (12 anos, legendado) às 13h50, 16h30,19h15, 21h50. GNC 4 - Os vingadores (12 anos, legendado) - às 13h40, 16h20, 19h, 21h40. GNC 5 - Homens de preto 3 (10 anos, legendado) - às 14h15,

Balneário Camboriú, 9 de junho de 2012

17

Fernanda Schneider

roteironanda@pagina3.com.br

17h, 19h45, 22h. Ingressos: R$ 15 (segunda, quarta e quinta-feira); 3D - R$ 22. Na terça R$ 7,50, 3D - R$ 11. Sexta, sábado, domingo e feriados R$ 18, 3D - R$ 24. Meia entrada para idosos, estudantes com carteirinha e deficientes todos os dias. Informações 3062-8001.

Cursos Libras Abertas as inscrições para cursos de Libras, nos níveis básico e intermediário. As aulas com carga horária de 60h, começam no início de julho, no Colégio João Goulart e acontecem aos sábados a tarde. Contato 9953-3280.

Formação em yoga A escola Yoga Spanda promove Formação Transdisciplinar em Yoga, com duração de 1 ano, através de encontros mensais. À frente do curso, a professora Rô Pacheco, com anos de profissão. Começa em julho próximo. Informe-se pelo 9963-1351 ou 9960-9888.

Vegetarianismo Dias 13 e 14 de julho, curso

com Laura Packer, na Casa de Yoga Shanti Om, em Joinville. No roteiro, dicas para desintoxicação, efeitos terapêuticos dos alimentos, receitinhas e outras coisinhas mais. Custa R$ 180 e inclui almoço, um livro e o curso. Contato pelo (47) 3433-3706.

e ritmos africanos. Quem brinca junto é o compositor maranhense Tião Carvalho e o grupo Encanto do Sul (Itj). A partir das 16h. Contato 3349-1214/3349-6447.

Clássicos do Rock

Brique

Tributo a Pink Floyd

Diversos

Hoje tem Brique na Praça da Bíblia, das 10h às 17h, com exposição e venda de produtos de artesãos locais, que varia de roupas a alimentos.

A banda Pig Floyd toca hoje no Big Pub Snooker Bar, bairro São Vicente, em Itajaí. Até meia noite, eles pagam R$ 10; elas entram de graça. Contato 9987-9234.

Concerto de guitarra Marcos Pablo Dalmacio apresenta o ‘Concerto de Guitarra -Músicas do século XIX’ hoje na Escola de Música Harmonia, em Camboriú, às 19h. A entrada custa R$ 5 mais um quilo de alimento. Na Rua 5 de abril, 77. Contato 3365-3797.

Vozes do Vale O Côro Vozes do Vale apresenta amanhã, às 19h30 ‘Grandes momentos da música clássica’, na Igreja Imaculada Conceição (Praça Vidal Ramos) em Itajaí, com regência do maestro Nilton Silva e participação do pianista Damián Montiel. A entrada é gratuita.

Churrasco beneficente Domingo (10) o Lions Clube Barra Sul fará um churrasco ao meio-dia. Quem comprar cartões da AMA Litoral (Associação dos amigos dos autistas) estará contribuindo com a entidade. Custa R$ 30. Contato: 32640244/9931-9133/ 9983-5253.

Banda Sui Generis toca hoje a partir da meia-noite no Didge. Na esquina da rua 4450, Barra Sul. Contato 3361-6414.

Dia dos Namorados O bistrô Mundo Selvagem promove mais uma edição do jantar à luz de velas para os enamorados, próximo dia 12, com pratos e drinques especiais, ao som de Daniel Montero. Reservas podem ser feitas pelo 3366-1641.

Festa Junina de primeira Hoje tem festa no Clube Tiradentes,em Itajaí,regada a maracatu, tambor de crioula

PROGRAMA DE BEM-ESTAR NAS EMPRESAS

QUICK MASSAGE Luciana do Nascimento Massoterapeuta

& GINASTICA LABORAL Mirella Martire Prof. Ed. Física Atendemos empresas e eventos

Fone: 47 9953-3156 e-mail: lucianamasso@hotmail.com


18

Colunista

Balneário Camboriú, 9 de junho de 2012

Fabulando

c o l u n i s t a

Fabiana Langaro Loos fabiloos@terra.com.br

“Simplicidade é a sofisticação máxima” (Leonardo da Vinci) Perfeição em dose duplaLair Leoni Bernardoni

Espaço Mulher na Casa Cor SC 2012

Jean Carlo

Nicole Bernardoni Hoffmann fotografada na Grécia pela doce e fantástica Lair Leoni Bernardoni, emoção e beleza dos dois lados da câmera fotográfica.

A força e a sensibilidade da mulher dão o tom no ambiente do decorador Érico Luiz Conceição que recebeu o prêmio de melhor Projeto Comercial da Casa Cor SC 2012, em Floripa.

Obras do inconfundível artista italiano Modigliani invadem o Masp Amedeo Modigliani, artista plástico e escultor italiano, nasceu em 12 de julho de 1884, em Livorno e viveu por muitos anos em Paris. Tem nas suas obras uma característica muito marcante, as mulheres esguias, com pescoços alongados e olhos amendoados, que até podem nos remeter a máscaras africanas ou mulheres de tribos africanas que usam argolas em seus pescoços, deixando-os completamente finos e longos. O grande artista morreu aos trinta e cinco anos de idade, em 24 de janeiro de 1920, em Paris, em condições de precariedade material e de saúde, vítima de meningite tuberculose, agravada pelo excesso de trabalho, de drogas e de álcool. A mostra itinerante que passa pelo MASP até o dia 15 de julho de 2012, intitulada “Modigliani: Imagens de Uma Vida”, expõe ao público 37 obras originais (11 pinturas, 22 desenhos e 5 esculturas), 22 peças produzidas pela mulher Jeanne Hébuterne e pelos amigos e 200 documentos (manuscritos, diários, cartas e fotografias). Através de uma linha do tempo é possível perceber como as obras e a vida do artista se misturam, revelando seu lado boêmio e provocador. Modigliani foi um artista autodidata, definido como “o artista sem mestres e sem discípulos”, que conviveu com grandes nomes da cena artística de Paris, entre eles, Pablo Picasso, André Derain, Max Jacob e Léonard Foujita. Juntamente com essa talentosa turma da arte parisiense, conseguiu movimentar culturalmente o início do Século XX, através de manifestações artísticas, do olhar transformador e de trabalhos criativos e inconfundíveis. Sua obra é tão original que é difícil (até mesmo impossível) ser considerada filiada a alguma escola, seu estilo é próprio e autônomo, e até hoje influencia gerações. Seus nus, na época, provocaram muito escândalo, mas podemos notar que a provocação não está na nudez ou na sensualidade, mas no desnudamento da alma humana, pois a suavidade, tanto nas cores como nos traços, faz-nos sentir envolvidos emocionalmente com os valores e os sentimentos do artista e com a estética da figura retratada. No Brasil, a exposição conta com curadoria de Olívio Guedes (diretor da Casa Modigliani em São Paulo) e do professor Christian Parisot (presidente do Modigliani Institut Archives Légalés Paris-Roma). Após o MASP, no segundo semestre, a exposição irá para o Museu Oscar Niemeyer (MON), em Curitiba, capital paranaense. Se você estiver visitando a capital paulista, coloque essa exposição na agenda, a visitação acontece de terça a domingo, das 11 às 18 horas, 15 reais o ingresso e nas terças-feiras é gratuita. *trilha sonora da semana: Deathrow / Deception Ignored


Colunista

Sonia Tetto

Balneário Camboriú, 9 de junho de 2012

c o l u n i s t a

Sonia Tetto

colunistasoniatetto@yahoo.com.br Fotos Divulgação

» A designer de moda e consultora de stylist Ivana Machado estará em Balneário, entre os dias 11 e 13 de junho, para ministrar curso de Imagem Pessoal na Tear Escola de Negócios. Mais informações sobre o curso pelo www.tearensino.com.br e (47) 3367-4466. » Uma das festas mais glamourosas do estado, 17ª Noite de Gala Brusquense, acontece dia 22 de junho na Sociedade Beneficente Recreativa Santos Dumont, tendo como anfitrião o querido amigo colunista Marcio Schaefer. Estarei lá. O Coreógrafo do Programa do Faustão Sylvio Lemgruber, responsável pela dança dos famosos e por coreografar as bailarinas do programa, esteve em Balneário. Ele veio a convite do amigo Roberto Castagnaro para conhecer a city. Jantou no TAJ e depois foi curtir a noite na Shed. Na foto com Juliana Pavan Von Borstel e Sabrina Castagnaro.

19

Jaqueline Ribas, proprietária da loja Questão de Gosto e Marli Kaltmaier, proprietária da loja Per Donna marcaram presença no lançamento da vitrine conceito do Atlântico Shopping.

A consultora de turismo Angela Krieger, Cimelio Pereira, presidente da federação do Convention & Visitors Bureau, com a esposa e o vereador Fabrício Oliveira.

Fabiana Grazziotin, o presidente do Grupo Riviera Evandro Dal Molin, e a gerente de marketing Mariana Russi, no lançamento do prêmio Top Imobiliário Riviera, na Praia Brava.

A médica dermatologista Dra. Ana Paula Scremin esteve em São Paulo, no Workshop Teórico e Prático com a PhD. Inna Belenky, de Israel, sobre um equipamento de rádio freqüência de última geração, eficaz no tratamento para flacidez e celulite.

A Formabella realizou coquetel na Casa Cor, no espaço Toca Urbana e convidou clientes, amigos, fornecedores e arquitetos. O coquetel foi da top Chef Renata Sehn, que fez pela primeira vez um evento fora da Ilha do Papagaio, de propriedade da família. Na foto Miriam Kormann da fábrica Formabella e Flávio Carvalho, franqueado da grife em Florianópolis.


20

Balneário Camboriú, 9 de junho de 2012

Editais

Editais jurídicos

PEDIDO DE LICENÇA AMBIENTAL

Licença Ambientale Prévia LAPorçamento Para publicar editais e comunicados ligue 3367-3333 peça -um ESTADO DE SANTA CATARINA / PODER JUDICIÁRIO. Comarca de Balneário Camboriú / 1ª Vara Cível. Avenida das Flores, s/ nº, dos Estados - CEP 88.339-900, Balneário Camboriú-SC - E-mail: balcamboriu.civel1@ tjsc.jus.br. Juíza de Direito: Marisa Cardoso de Medeiros. Chefe de Cartório: Caroline Pedrini Kemer. EDITAL DE CITAÇÃO RITO ORDINÁRIO - COM PRAZO DE 20 DIAS. Cobrança nº 005.08.009803-1. Autor: Acessoria Imobiliária Balneário Camboriú Ltda - Apolar Imóveis. Réu: Walter Machado. Citando: Walter Machado, brasileiro, Divorciado, Industrial, RG 2/R411.320, CPF 254.877.109-10, Rua Dringshofen, 314, Anita Garibaldi, Joinville-SC. Por intermédio do presente, a pessoa acima identificada, atualmente em local incerto ou não sabido, fica ciente de que, neste Juízo de Direito, tramitam os autos do processo epigrafado, bem como CITADA para responder à ação, querendo, em 15 dias, contados do transcurso do prazo deste edital. ADVERTÊNCIA: Não sendo contestada a ação no prazo marcado, presumir-se-ão aceitos como verdadeiros os fatos articulados pelo autor na petição inicial (art. 285, c/c art. 319 do CPC). E, para que chegue ao conhecimento de todos, partes e terceiros, foi expedido o presente edital, o qual será afixado no local de costume e publicado 1 vez(es), com intervalo de 0 dias na forma da lei. Eu, Caroline Pedrini Kemer, Chefe de Cartório, assino o presente ato. Balneário Camboriú (SC), 05 de março de 2012.

ESTADO DE SANTA CATARINA / PODER JUDICIÁRIO. Comarca de Balneário Camboriú / 4ª Vara Cível. Avenida das Flores s/n., dos Estados - CEP 88.339-900, Balneário Camboriú-SC - E-mail: bcuciv4@ tjsc.jus.br. Juiz de Direito: Osmar Mohr. Chefe de Cartório: Alessandra Lucia Simas de Mello. EDITAL DE CITAÇÃO - RITO ORDINÁRIO - COM PRAZO DE 20 DIAS. Cobrança nº 005.10.006054-9. Autor: Asatech Administração e Serviços de Anestesiologia S/C Ltda. Réu: Patrícia Malaggi Lima e outro. Citando(a)(s): Patrícia Malaggi Lima, brasileiro(a), RG 5559124, CPF 074.587.72905, Rua Carazinho, 610, Mathias Velho - CEP 93.300-300, Fone (047), Canoas-RS e Maria Beatriz Coleraus Malaggi, brasileiro(a), Rua Carazinho, 610, Mathias Velho - CEP 92.330-300, Fone (047), Canoas-RS. Por intermédio do presente, a(s) pessoa(s) acima identificada(s), atualmente em local incerto ou não sabido, fica(m) ciente(s) de que, neste Juízo de Direito, tramitam os autos do processo epigrafado, bem como CITADA(S) para responder(em) à ação, querendo, em 15 dias, contados do transcurso do prazo deste edital. ADVERTÊNCIA: Não sendo contestada a ação no prazo marcado, presumir-se-ão aceitos como verdadeiros os fatos articulados pelo autor na petição inicial (art. 285, c/c art. 319 do CPC). E, para que chegue ao conhecimento de todos, partes e terceiros, foi expedido o presente edital, o qual será afixado no local de costume e publicado 1 vez(es), com intervalo de 0 dias na forma da lei. Balneário Camboriú (SC), 26 de outubro de 2011.

Edifício Residencial e Comercial Torre Esmeralda torna público que CATARINA requereu a JUDICIÁRIO. FundaçãoComarca do deMeio Ambiente ESTADO DE SANTA / PODER Itajaí / Vara da F. Púb. E. Fisc. A. do Trab. e Reg. Púb. Rua Uruguai, 222, Centro - CEP 88.302-900, Itajaí-SC - E-mail: ijifaz@ (FATMA) a Licença Ambiental Prévia LAP para o Edifício tjsc.jus.br Juiz de Direito: Carlos Roberto da Silva. Chefe de Cartório: Mariliza Pieper. EDITAL DE CITAÇÃO - USUCAPIÃO - RÉUS INSCRITOS EM LUGAR INCERTO E EVENTUAIS INTERResidencial, localizado Ruanº 033.08.010431-5 1131, s/n,Requerente: no Centro de ESSADOS - COM PRAZO DE 20 DIAS.na Usucapião Maria Benilde Tomeli. Citando:Camboriú TERCEIROS INTERESSADOS, INCERTOS, AUSENTES E DESCONHECIDOS Balneário – SC. Descrição do Bem: Memorial descritivo de um terreno com área de 952,93m² de propriedade da Senhora Maria Benilde Tomelin, localizado no Bairro Praia Brava, município de Itajaí – SC. Partindo

do ponto 1, definido pela coordenada 7.017.008,107 m Norte e 734.770.378 m leste, confrontando Foi determinado o Relatório Ambiental Prévio – RAP com Gilvane Belusso, seguindo com distância de 30,00m e zimute plano de 95º12’19’’ chega-se ao ponto 2, definido pela pela coordenada 7.017.085,385 m NorteAmbiental e 734.800,254 mLtda. leste, deste confrontando elaborado empresa Atlântica com Ricardo Costa, seguindo com distância de 16,70 m e azimute plano de 210º53’48’’ chega-se ao ponto 3, definido pela coordenada 7.017.071,055 m norte e 734.791,679 m leste, deste confrontando com distância de 15,77 m e azimute plano de 197º07’29” chega-se ao ponto 4, definido pela coordenada 7.017.055,985 m Norte e 734.787,036 m Leste, deste confrontando com Maria da Conceição Mota Pinheiro Oliveira Kreis, seguindo com distância de 35,00 m e azimute plano de 275º12’19” chega-se ao ponto 5, definido pela coordenada 7.017.059,160 m Norte e 734.752,180m Leste, deste confrontando com Rua projetada, seguindo com distância de 17,50 m e azimute plano de 33º21’30” Rua Schmidt, Centro chega-se ao ponto 6, definido pelaFelipe coordenada 7.017.073,777485, m norte e 734.761,803 m Leste, deste confrontando com Rua Projetada, seguindo com distância de 16,70 m- eSanta azimute plano de 30º53’48” 88010-001 - Florianópolis Catarina chega-se ao ponto 1, ponto inicial da descrição deste terreno. Prazo Fixado para a Resposta: 15 dias. Fone: + 55acima 48identificada(s), 3216 1700 Por intermédio do presente, a(s) pessoa(s) atualmente em local incerto ou não sabido, bem como seu(s) cônjuge(s), casada(o)(s) for(em), confrontante(s) e aos eventuais interesE-mail:sefatma@fatma.sc.gov.br sados que, fica(m) ciente(s) de que, neste Juízo de Direito, tramitam os autos do processo epigrafado, URL: www.fatma.sc.gov.br bem como CITADA(S) para responder(em) à ação, querendo, no lapso de tempo supra mencionado, contado do transcurso do prazo deste edital. ADVERTÊNCIA: Não sendo contestada a ação no prazo marcado, presumir-se-ão aceitos como verdadeiros os fatos articulados pelo autor na petição inicial (art. 285, c/c art. 319 do CPC). E, para que chegue ao conhecimento de todos, partes e terceiros, foi expedido o presente edital, o qual será afixado no local de costume e publicado na forma da lei. Itajaí (SC), 08 de fevereiro de 2012. CARLOS ROBERTO DA SILVA. Juiz de Direito.

PEDIDO DE LICENÇA AMBIENTAL Edifício Residencial e Comercial Torre Esmeralda torna público que requereu a Fundação do Meio Ambiente (FATMA) a Licença Ambiental de Instalação - LAI para o Edifício Residencial, localizado na Rua 1131, s/n, no Centro de Balneário Camboriú – SC. Foi determinado o Relatório Ambiental Prévio – RAP elaborado pela empresa Atlântica Ambiental Ltda.

Rua Felipe Schmidt, 485, Centro 88010-001 - Florianópolis - Santa Catarina Fone: + 55 48 3216 1700 E-mail: fatma@fatma.sc.gov.br URL: www.fatma.sc.gov.br PEDIDO DE LICENÇA AMBIENTAL OBS: Cada publicação deve conter o tamanho de 9,6 cm de Licença Ambiental Prévia - LAP Largura x 7cm de Comprimento. OMS Construções Ltda torna público que requereu a Fundação do Meio Ambiente (FATMA) a Licença Ambiental Prévia - LAP para o Condomínio Residencial Topázio Azul, localizado na Rua 2500, s/n, no Centro de Balneário Camboriú – SC. Foi determinado o Relatório Ambiental Prévio – RAP elaborado pela empresa Atlântica Ambiental Ltda.

Rua Felipe Schmidt, 485, Centro 88010-001 - Florianópolis - Santa Catarina Fone: + 55 48 3216 1700 E-mail: fatma@fatma.sc.gov.br URL: www.fatma.sc.gov.br

PEDIDO DE LICENÇA AMBIENTAL Licença Ambiental Prévia - LAP OMS Construções Ltda torna público que requereu a Fundação do Meio Ambiente (FATMA) a Licença Ambiental Prévia - LAP para o Condomínio Residencial Topázio Azul, localizado na Rua 2500, s/n, no Centro de Balneário Camboriú – SC. Foi determinado o Relatório Ambiental Prévio – RAP elaborado pela empresa Atlântica Ambiental Ltda.

Rua Felipe Schmidt, 485, Centro 88010-001 - Florianópolis - Santa Catarina Fone: + 55 48 3216 1700 E-mail: fatma@fatma.sc.gov.br URL: www.fatma.sc.gov.br

PEDIDO DE LICENÇA AMBIENTAL OMS Construções Ltda torna público que requereu a Fundação do Meio Ambiente (FATMA) a Licença Ambiental de Instalação - LAI para o Condomínio Residencial Topázio Azul, localizado na Rua 2500, s/n, no Centro de Balneário Camboriú – SC. Foi determinado o Relatório Ambiental Prévio – RAP elaborado pela empresa Atlântica Ambiental Ltda.

Rua Felipe Schmidt, 485, Centro 88010-001 - Florianópolis - Santa Catarina Fone: + 55 48 3216 1700 E-mail: fatma@fatma.sc.gov.br URL: www.fatma.sc.gov.br

PEDIDO DE LICENÇA AMBIENTAL OBS: Cada publicação deve conter o tamanho de 9,6 cm de Licença Ambiental Prévia - LAP Largura x 7cm de Comprimento. Edifício Residencial e Comercial Torre Esmeralda torna público que requereu a Fundação do Meio Ambiente (FATMA) a Licença Ambiental Prévia - LAP para o Edifício Residencial, localizado na Rua 1131, s/n, no Centro de Balneário Camboriú – SC. Foi determinado o Relatório Ambiental Prévio – RAP elaborado pela empresa Atlântica Ambiental Ltda.

PROCURO APTO

PARA ALUGUEL ANUAL com 2 + dependência PEDIDO DE LICENÇA AMBIENTAL ou 3 dorm, semi mobiliado, na quadra do OMS Construções Ltda torna público que requereu a mar.doTratar 9977-1234 ou 8402-3810 Fundação Meio Ambiente (FATMA) a Licença Ambiental de Instalação - LAI para o Condomínio Residencial Topázio Azul, localizado na Rua 2500, s/n, no Centro de Balneário

Rua Felipe Schmidt, 485, Centro 88010-001 - Florianópolis - Santa Catarina Fone: + 55 48 3216 1700 E-mail: fatma@fatma.sc.gov.br URL: www.fatma.sc.gov.br


Colunistas

Enéas Athanázio poemas, avultando as “Maravilhas do Conto”, em onze volumes, colocando ao alcance do leitor brasileiro muitos autores de difícil acesso. Nessa coleção foram publicados contistas franceses, alemães, ingleses, italianos, russos, espanhóis, portugueses, norte-americanos, hispano-americanos, brasileiros e brasileiros modernos, procurando oferecer o melhor da produção de cada um, em traduções esmeradas, com notas críticas e biográficas para bem orientar o leitor. Entre as realizações de Cavalheiro está também o volume “Testamento de uma Geração”, no qual incluiu entrevistas dos maiores nomes do mundo cultural brasileiro na época, livro que é um documento da maior importância para conhecer a evolução das idéias no país. Como biógrafo de Monteiro Lobato, Cavalheiro produziu “Monteiro Lobato – Vida e Obra”, em dois alentados volumes, até hoje insuperada e uma das melhores biografias da literatura nacional. Segundo os que o conheceram, tal foi o

Ex pressão

Enéas Athanázio

e.atha@terra.com.br Reprodução

empenho dele na realização de obra tão vasta e complexa que teria influído em sua saúde, precipitando sua morte aos 46 anos de idade. Também tem sido frequente a publicação de antologias contendo literatura de cordel. Ela ganhou esse nome por serem os folhetos contendo poesias populares exibidos nas feiras e mercados acavalados sobre cordéis estendidos, semelhando bandei-

Caroline Cezar

carol.jp3@gmail.com

Do livro “Osho, Todos os Dias”. Ele tem 365 textos, e o legal desse livro é você abrir uma página aleatória e receber o que ele lhe traz. Vejamos o que temos pro dia de hoje.

MARAVILHAR-SE O conhecimento destrói a capacidade de maravilhar-se. O maravilhar-se é uma das experiências mais valiosas da vida, e o conhecimento o destrói. Quanto mais você conhece, menos você se maravilha, e quanto menos você se maravilha, menos a vida significa para você. Você não está animado com a vida, não está surpreso - você começa a ficar indiferente às coisas. O coração inocente está continuamente maravilhado, como uma criancinha juntando conchas ou pedras coloridas na praia, ou correndo pra lá e pra cá em um jardim atrás de borboletas e se surpreendendo com tudo. É por isso que as crianças fazem muitas perguntas. Se você for dar um passeio com uma criança, começará a se sentir exausto, porque a criança fica perguntando sobre isso e aquilo, fazendo perguntas que não podem ser respondidas: “Por que as árvores são verdes?”; e “Por que a rosa tem essa cor?” Mas por que a criança está perguntando? Ela está intrigada, está interessada em tudo. A palavra interesse vem de uma raiz que significa “estar envolvido”: inter-esse. A criança está envolvida em tudo que está acontecendo. Quanto mais você se torna culto, menos permanece envolvido com a vida. Você simplesmente passa... não está interessado na vaca, no cachorro, na roseira, no sol e no pássaro; você não está interessado. Sua mente ficou muito estreita; você apenas vai ao escritório e volta para casa, está apenas correndo atrás de mais e mais dinheiro, e isso é tudo. Ou atrás de poder, mas você não está mais relacionado com a vida em sua multidimensionalidade. Estar maravilhado é relacionar-se com tudo e estar constantemente receptivo.

21

c o l u n i s t a

Antologia de cordel Houve época em que antologias eram poucas e se resumiam às coletâneas clássicas, usadas quase sempre nas escolas. Hoje existe um verdadeiro “boom” de antologias de todos os gêneros, reunindo contos, crônicas ou poemas de um ou de vários autores. Algumas editoras se especializaram nesse tipo de publicação e a produzem em série. O objetivo da antologia é divulgar a obra de seus participantes, partindo do princípio de que, distribuindo seus exemplares, cada autor estará, ao mesmo tempo, divulgando os demais. Mas na prática não é isso que costuma acontecer e as antologias em geral não têm merecido resenhas ou manifestações da crítica. É verdade que a maioria delas tem pouco ou nenhum significado literário. Deve-se, em grande parte, a Edgard Cavalheiro (1911/1958), o maior biógrafo de Monteiro Lobato, a popularização das antologias entre nós. A par de sua considerável obra pessoal, ele organizou antologias da melhor qualidade de contos e

Balneário Camboriú, 9 de junho de 2012

rolas. Existe aqui no sul geral desconhecimento do gênero e, às vezes, certa reserva por se tratar de produção eminentemente popular. O desinteresse, no entanto, não se justifica porque esse gênero literário veio da Europa com as naus cabralinas, onde já era um das mais antigas manifestações poéticas do povo. Aqui no Brasil se desenvolveu de maneira admirável, tanto em qualidade como em quantidade. Embora o suporte do cordel seja, por excelência, o folheto impresso em papel jornal, muitas vezes em gráficas de fundo de quintal, exibindo nas capas clichês, gravuras ou xilogravuras alusivas ao assunto abordado, nada impede que receba um tratamento mais sofisticado e apareça em antologias. Exemplo bem recente é a “Antologia Brasileira de Literatura de Cordel”, cujo volume 18 me foi oferecido pelo amigo Cícero Pedro de Assis, poeta e cordelista, autor de obra considerável. Publicada pela Academia Brasileira de Literatura de Cordel, com sede no Rio de Janeiro, reúne traba-

lhos selecionados de diversos poetas, dentre eles o referido Cícero, dos mais variados recantos do país. Na parte final ainda fornece preciosas informações sobre o gênero e seus autores, destacando os grandes expoentes, entre os quais alguns que se tornaram célebres pela mestria na arte de versejar, pela rapidez do pensamento nos desafios e pela largueza da imaginação. Gonçalo Ferreira da Silva, fundador e presidente da ABLC, João Martins de Athayde, Leandro Gomes de Barros, considerado o maior de todos, Patativa do Assaré, reconhecido até no exterior, e Manoel Monteiro da Silva, meu dileto amigo, tido como o mais importante cordelista brasileiro em atividade, são alguns dos autores homenageados no livro. Trata-se, pois, de uma publicação interessante e que revela aos leitores um gênero literário que possui cultores da melhor qualidade. _______________________ Endereço para contato: Rua Leopoldo Fróes, 3 7 - Santa Teresa – CEP 20241-330 – Rio de Janeiro


22

Cultura

Balneário Camboriú, 9 de junho de 2012

Festival da Canção teve 113 inscritos Divulgação PMBC

valcancaobc.com.br.

Trabalhos da Economia Solidária estão na Câmara Keila Fukushima

Agora as canções vão passar pela avaliação da Comissão Julgadora para analisarem se elas realmente são inéditas, como determina o regulamento. Ou seja, as canções não podem ter sido gravadas com a intenção de difusão ou comercialização. O não ineditismo ou mesmo a falta de originalidade (plágio) poderão ser objeto de denúncia por parte dos concorrentes até às 18h do dia da realização de quaisquer etapas.

Com o término do prazo de inscrição para o 2º Festival da Canção de Balneário Camboriú, a Fundação Cultural contabili-

zou na quarta-feira 113 músicas inscritas. A lista completa dos concorrentes será divulgada na terça-feira (12), no www.festi-

As eliminatórias acontecem nos dias 15, 16 e 17 de junho, no Cine Itália, sempre às 20h, com entrada franca. A final está programada para 23 de junho, também no Cine Itália. Os candidatos estão concorrendo a R$ 10 mil em prêmios, sendo que o primeiro lugar leva R$ 5 mil, o segundo R$ 3 mil e o terceiro R$ 2 mil.

Palco Giratório: cultura de primeira qualidade O projeto Aldeia Palco Giratório, promovido pelo Sesc/SC há nove anos, oferece ao público uma variedade rica de cultura, através de shows, espetáculos de teatro, exposições, oficinas e outras manifestações artísticas. Em Itajaí acabou esta semana a 4ª edição do projeto, que durou quase um mês e concentrou a maior parte dos espetáculos no Teatro Municipal. O público apesar de crescente ao longo dos anos, ainda não é numeroso. “Considerei satisfatório, tivemos espetáculos muito bons, da região e nacionais, mas muita gente não vem justamente porque é de graça”, comentou Marcelo Morais, do Setor de

Cultura do Sesc-Itajaí. Vários moradores de Balneário Camboriú ligaram para saber porque o projeto não é realizado por aqui também. Questionado sobre o assunto, Marcelo infor-

mou que o Sesc já fez uma proposta anterior para a Fundação Cultural, que não teve interesse em ser parceira. Este ano, novos convênios foram fechados com as cidades de Navegantes e Itapema.

Com a proposta de reciclar e transformar em peças de arte foi inaugurada a Mostra de Economia Solidária de Balneário Camboriú, através do projeto Arte na Câmara. A exposição ficará na Câmara de Vereadores até o próximo dia 15. Os trabalhos utilizam conchas, cascalhos, fibras de bananeira, resíduos de pesca, maricultura, caixas de leite, garrafas pet, coadores de café etc. Segundo o coordenador do

Fórum de Economia Solidária Luiz Filipe Goldfeder Reinecke, apresentar estes trabalhos no Dia Mundial do Meio Ambiente é importante porque mostra que todo o lixo reciclado pode ser reapreoveitado. “Através da exposição também podemos dizer o que é Economia Solidária, quem somos, como nos organizamos e principalmente conseguir mais parceiros para o movimento no município”, ressalta Luiz Filipe.


Esporte

Robertinho Roberto Ferreira - roberto@faroesportivo.com.br

Tudo parado Agora que a CBF resolveu dar uma mão para as equipes que integram a famigerada Série D do brasileirão, acontece este imbróglio entre a entidade, o Pelotas e o Treze de Campina Grande, que acabou paralisando inclusive a Série C. É uma pena, pois os clubes que se organizaram estão sendo os mais prejudicados. A preocupação dos clubes são os patrocinadores que certamente já adiantaram alguma grana e esperam ver suas marcas divulgadas. A briga vai longe!

Preju Enquanto não se define o inicio da competição os nossos envolvidos se viram como podem. O Marcílio Dias, até onde sei, ainda não firmou contrato com os atletas que chegaram e isso pode lhe dar certa vantagem no caso da competição demorar pra acontecer, porém o tiro pode sair pela culatra, pois os atletas poderão se transferir para outro clube. O Metropolitano reforçou seu elenco e parece ser o mais prejudicado com toda esta confusão.

Grana E não é que o Ronaldinho ainda tem espaço. Se não fosse o Atlético seria outro grande. Como escrevi semana passada é muita grana envolvida e o presidente do Galo

agiu rápido antes que outro enxergasse lucro. Nenhum deles quer saber se vai dar certo ou não, aliás todos tem quase certeza que nada vai mudar o comportamento de Ronaldinho, porém o que interessa é o negócio fechado e a distribuição da grana, justificando o esforço pra chegar a presidência de um grande.

Duas no G4 Estive na Arena Joinville no dia seguinte da vitória frente ao ASA e é fácil perceber a empolgação e o otimismo dos dirigentes em relação ao acesso para a Série A e não é pra menos. Mesmo na goleada sofrida na estréia, diante do Atlético PR o time esteve bem, criando várias chances de gol e naquela ocasião escrevemos aqui que a sequência seria diferente. É claro que ainda é muito cedo, mas é muito bom ver duas equipes catarinenses entre as quatro melhores classificadas.

100% Outro catarinense no G4, com 9 pontos, joga hoje no Heriberto Hülse e poderá pular da quarta para a vice-liderança. Basta vencer o Goiás, sério candidato ao acesso, portanto adversário direto do Tigre. A equipe do técnico Comelli conta com a força da torcida. Um forte abraço!

Balneário Camboriú, 9 de junho de 2012

23

As revelações do Skateboard no Ghislandi O BC Skateboard disputado no último final de semana no ginásio do colégio Armando Ghislandi revelou vários praticantes de Balneário Camboriú e outras cidades da região, além de apresentar o desempenho dos iniciantes que frequentam a escolinha municipal da modalidade, todos os sábados, na Barra Sul. Entre os destaques os campeões por categoria Matheus Ocker (Mirim Projeto Social); Jean Carlos Machado (Iniciantes Projeto Social); Henrique Falcão, de Joinville (Mirim Open); Vitor Hugo (Iniciantes Open); Gabriel Benvenutti (Amador II Open) e Carlos Felicce (Iniciantes Open). “Os skatistas Eduardo Fagundes, que mandou hard flip over e Vitor Vitoka, que quebrou mandando um SS – BS Grind saindo de Shovit, receberam uma premiação extra oferecida pela Skate Shop Sangue Bom”, comentou o presidente da Asso-

Fotos Divulgação

ciação de Esportes Radicais (AECROSBC) José Olegário. Segundo ele, com este evento a Associação finalizou o projeto ‘Esporte é Saúde’ na modalidade, alcançando seu objetivo de trazer para Balneário Camboriú entretenimento e competições. “Lembrando que graças ao apoio do Conselho Muni-

Futsal da Asbac conquista bicampeonato catarinense

Um forte abraço!!

A equipe da Associação de Surdos de Balneário Camboriú (ASBAC) conquistou o título de bicampeã catarinense de futsal, no último sábado, no ginásio Hamilton Linhares da Cruz, na Barra. Com esta conquista ganhou o direito de representar o Estado na Copa Brasil de Futsal para Surdos, que será realizada em Fortaleza esse ano. O lutador de MMA de Camboriú Rafael Morcego, campeão do Nitrix Champion Fight, na categoria até 61,5kg, foi contratado pelo Bellator, o segundo maior evento do mundo da modalidade. O contrato foi fechado semana passada, mas ele disputará somente no início de 2013. Morador do Tabuleiro, Morcego pratica lutas marciais desde os 13 anos, mas no MMA começou aos 19 e hoje é considerado o melhor da categoria no país.

O responsável pela equipe Gustavo Horst atribuiu a conquista aos 45 atletas que jogaram o campeonato, disse que o time está em excelente fase e desde já inicia seus preparativos para a competição nacional, ainda sem data definida. Ele agradeceu o apoio da FME que alojou as equipes visitantes. O time da Asbac treina em ginásios municipais, cedidos pela Fundação.

cipal dos Direitos da Criança e do Adolescente temos hoje nossa escolinha municipal, que está servindo de modelo para a Federação implantar o projeto em várias cidades”, declarou Olegário, agradecendo também o apoio do governo do Estado, FME e dos patrocinadores que ofereceram a premiação.

Estrelas do futebol em Camboriú Jogadores conhecidos do futebol brasileiro como Dadá Maravilha, Márcio Santos, Valdomiro, Donizete Pantera, Belletti e outros confirmaram presença no Jogo das Estrelas Master que será realizado em Camboriú, na próxima sexta-feira(15). Eles jogarão pela seleção brasileira que enfrentará um time catarinense, que tem Nardella, Toninho Camarão, Benson e outros ex-craques. O jogo que será realizado às 20h, no estádio Roberto Santos Garcia(Robertão) será beneficente, o ingresso será equivalente a um agasalho ou 2kg de alimento não perecível.

Vôlei infanto iniciou bem o Estadual A equipe feminina infanto-juvenil de vôlei da FME, treinada por Farid Beraldo, conquistou o 2o lugar na etapa de largada do Campeonato Estadual, domingo(3), em Balneário. Os adversários foram Camboriú, Pomerode, Rio Negrinho e Timbó. Agora a equipe treina para a 2a etapa em agosto. Farid considerou o desempenho positivo, apesar do time local(média de 15 anos) enfrentar jogadoras com mais idade (até 17 anos).


24

Informe

Balneário Camboriú, 9 de junho de 2012

GAECO No dia 1º foi apresentado oficialmente o Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas de Itajaí (GAECO), órgão de defesa de segurança e combate ao crime organizado.

GAECO 2 O promotor de justiça titular da Moralidade de Balneário Camboriú, Jean Michel Forest foi empossado como o coordenador do órgão, que atuará no Vale do Itajaí, Médio Vale e Alto Vale.  “Nossa tarefa será árdua, pois o trabalho a ser desenvolvido atingirá aqueles que, na maioria das vezes, se sentem acima do bem e do mal”, falou Forest na posse.

Túnel O trânsito no túnel da Terceira Avenida com o Bairro Vila Real vai sofrer modificações nos próximos dias. Com autorização da ANTT, o fluxo que sai do túnel vai entrar no bairro pela Rua Agrolândia e a Dom Henrique servirá como saída. A mudança acabará com o x que o trânsito forma naquele local.

Droga Esta semana o Conselho Municipal Antidrogas (Comad) assistiu a apresentação da OSCIP Purana, de Florianópolis, que desenvolve o projeto “Vida sadia e saudável com música ao vivo”. A ideia é trazer a iniciativa para Balneário junto com o Caminhão Social Show, um projeto de capacitação em unidade móvel, para reforçar a campanha contra o uso de bebidas alcoólicas e entorpecentes entre os jovens da cidade.

Trânsito Pelo menos até segunda-feira (11), o trânsito sofrerá algu-

Daniele Sisnandes

mas alterações devido às obras. A Rua 3900, entre a Av. Normando Tedesco e a Atlântica, ficará interditada, apenas com acesso aos moradores. A Atlântica, altura da Rua 3700 até a Rua 2300, ficará em meia pista.

Trânsito 2 Na quarta-feira passada muita gente reclamou por causa do ‘empacamento’ do trânsito, com os desvios das obras e os ônibus. “Tem que ser melhor planejado e sinalizado”, disse um empresário que contava tempo ‘empacado’ na Atlântica.

Mudas Já começou a 20ª Campanha de Repasse de Mudas Frutíferas e Ornamentais de Balneário Camboriú. Até dia 19 serão aceitos pedidos na Colônia dos Pescadores Z7 ou na sede do Paisagismo, no Parque Ecológico. As mudas frutíferas e ornamentais são vendidas a preços de custo, entre R$ 3,80 e R$ 15. A entrega acontecerá de 24 a 27 de julho, no Paisagismo.

Rio Camboriú Esta semana, o prefeito Edson Renato Dias e o diretor da EMASA, Eduardo Régua se reuniram com o presidente do Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Rio Camboriú, Ênio Faqueti para discutir o plano de contenção de cheias e do nível da bacia do rio no trecho pertencente a Balneário. Foram apresentadas sugestões para o desenvolvimento do projeto de macrodrenagem.

No Open Na madrugada de quinta-feira (7) um homem foi preso após cometer furto no Open Bar, na Atlântica. Ele agrediu a vítima e saiu correndo, mas foi detido pelos amigos da vítima até a chegada da Guarda Municipal.

Foi votado nessa semana um requerimento do vereador Claudir Maciel pedindo esclarecimentos sobre as mais de mil obras que estão sendo amplamente divulgadas pela prefeitura. Claudir quer a lista das 1100 obras e ações anunciadas em peças publicitárias, como outdoors por toda a cidade. Conforme a justificativa de Maciel, o requerimento serve para que a comunidade possa acompanhar a implantação e funcionamento das obras mencionadas, assim como fiscalizar se as informações condizem mesmo com a realidade.

Surf A prefeitura prometeu inserir no calendário oficial do município o Encontro de Gerações, evento que reúne surfistas das antiga com os da nova geração, divulgado pelo Página 3 na última edição impressa. Também foi garantida a criação do Circuito Municipal de Surf. Agora é esperar para ver.

É golpe Um homem foi preso por estelionato esta semana no Nova Esperança por vender 13 bilhetes de uma rifa que concorria a um veículo, mas que na realidade já havia corrido.

Invasão Na madrugada de terça-feira (5), a agência Sicoob Blucredi na Avenida do Estado foi invadida e os ladrões furtaram do cofre: um revólver calibre 38 da marca Taurus, 10 cartuchos, um colete balístico e dinheiro. Os criminosos teriam entrado pelo estabelecimento vizinho e conseguiram fugir.

Doação - Os integrantes do Moto Clube 2008 BC entregaram no Lar dos Velhinhos os donativos arrecadados da campanha do agasalho do clube. Foram entregues aproximadamente 1,2 mil peças. A coleta continua até o fim do mês no Banco do Brasil, Caixa, Supermercado Xande e Imperatriz.

Marejada Músicos interessados em se apresentar nos palcos da 26ª Marejada podem se inscrever até dia 29. Propostas devem ser entregues na Secretaria de Turismo. Informações 3348-1080.

Detonação Na madrugada da próxima terça(12), a Autopista realizará operação para detonar rochas

no Morro do Boi. Será a partir da 1h, no km 140,9 da BR-101, com previsão de durar 60 minutos. Somente a pista sul ficará bloqueada durante o serviço.

Atlas O Atlas SocioAmbiental produzido por pesquisadores da Univali será lançado na terça(8h30), no Terminal de Cruzeiros Guilherme Asseburg, dentro das comemorações de aniversário de Itajaí.

Jornal Página3 - edição 1091  

Edição impressa de 9 a 15 de junho de 2012, digital.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you