Issuu on Google+

Especial. Caderno traz dicas de presente para o Dia dos Namorados

Futebol. Raposinha fatura a Super Copa Dadazinho. Página 28 REPRODUÇÃO

Clube Rodoviário

Tiragem desta edição: 45.000 exemplares

DIVULGAÇÃO/INTERNET

Betim

7 a 13 de junho de 2013 Ano XXXVIII - Número 1564 - www.otempobetim.com.br

Humorista Saulo Laranjeira faz show único na cidade. Página 20

Fiscalização

Sem shows, Kombi estragada vira casa para família músicos e Casal de baianos e seus seis filhos estão morando dentro de um carro em Betim há bares têm uma semana depois que o veículo quebrou enquanto iam para São Paulo. Página 12 prejuízo

NELSON BATISTA

Donosdebaresemúsicosreclamamdeprejuízoscomfiscalizaçãodapoluiçãosonora.Muitos estabelecimentos tiveram que cancelar shows. Página 10 JOÃO LÊUS

Proibição. Usina está sem show

Atração

Minasao Luaragita a praçaMilton Campos

Casa-carro. Depois que a kombi estragou, família está dependendo da ajuda de vizinhos para suprir suas necessidades básicas, como tomar banho e se alimentar

Página 19

Situação desumana. Parentes de presos temem rebelião

Política

REPRODUÇÃO/INTERNET

‘Dilmanãoé invencível’, dizGabeira sobre2014 Em visita a Betim, onde participou da Semana do Meio Ambiente, o presidenciável Fernando Gabeira falou sobre as eleições: “Ela (Dilma Rousseff) é favorita, mas não invencível”.

Estado admite que falta até água no Ceresp

Balanço

Crimes contrao patrimônio sobem24% Balanço divulgado pelo Estado revela um aumento de 24% em crimescontra opatrimônio. Um dosprincipaisalvosdosladrões temsidopadarias. Página 11 JOÃO LÊUS

Página 5

Em ofício enviado a deputado, subsecretário confirma estrutura precária e superlotação em cadeia

O governo do Estado admitiu quetemfaltadoatéáguanoCentro de Remanejamento de Presos (Ceresp) de Betim. O racionamento é apenas um dos problemasdaunidadeconfirmados pelo subsecretário estadual de Administração Prisional, Murilo Oliveira, em ofício entregue ao

presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia, Durval Ângelo. Segundo Oliveira, o Ceresp está superlotado e, por isso, a água não está sendo suficiente.Parentesdedetentos temem rebelião. O cadeião tem 1.187 presos, três vezes mais queacapacidade. Página 11

Comércio. Venda através de grade


2

O TEMPO BETIM 7 a 13 de junho de 2013

Opinião

Tempo Bom

Vittorio Medioli vittorio.medioli@otempo.com.br Fax: (31) 2101-3903

Tempo bom para a Câmagoraétarde.Sempreadieiadecisão de um gesto simples como seria levantar o telefone, ligar para a sededo jornal “O Estado de S. Paulo” e pedir, assim, para falar com o “doutor” Ruy Mesquita, seu diretor. Faleceu em 21 de maio, dia de São Vitório, mártir, meu onomástico.Perdidefinitivamenteapossibilidade de realizar uma vontade sempre adiada. Mais um vacilo que marca assim minha vida, como os inúmeros que coleciono desde a juventude, quando não conseguia revelar meu sentimento à moça que me embasbacava com seu charme. Geneticamenteimpedido,assim me julgo,de gestos apenas umpouco mais ousados. Eu imaginava que a jovem se ofenderia, que me acharia um abusado e que ainda eu poderia entrar em pânico, ficando rubro de vergonha frente a ela, com as mãos suando, baixando meus olhos ao chão. Pior, quebrando minha casca de respeitabilidade masculina que enganava os outros, não a mim. Esse mesmo jeito que me condenou a sofrer dias de misantropo venceu em relação ao dr. Ruy. Sinto assim pela enésima vez quanto é importante ousar um pouco. Ousar sorrindo e deixar ao destino seguir o seu curso. Nisso tenho melhorado imensamente, mas o DNA permanecerá vivo, enquanto vida eu tiver. Ter falado com ele, como ter manifestado a uma moça o encantamento porsuabeleza, ter-lhe-iadadoumaalegria,umasatisfaçãoamais,teria costurado na tela desse imane destino existencial um ponto dourado, uma preciosidade que nunca se apagaria. Sou culpado. Deixo assim a essa grande alma, onde ela estiver agora, e a quem o amou essa minha manifestação tardia. Esperoquesirvadeestímuloparaumsucessor, para alguém preencher a imensa lacuna de uma perda difícil, não só para os familiares, mas para a sofrida e inconsciente nação, que ficou órfã de

A

Doutor Ruy um de seus maiores defensores. Ele marcou o destino deste país, estampado na obra monumentaldosincontáveis“editoriaisdaterceirapágina” de “O Estado de S. Paulo”. Ele nem precisava assinar,seuestiloera inconfundível,comosãoaspinceladasdeMichelangelo.Suaobrajornalísticaéumaverdadeira Capela Sistina, descrevendo a história, não da Criação Divina, mas da época que o dr. Ruy presenciou e tentou compreender a fundo. A coerência, a fé na liberdade, na defesa da ética, no progressoque trilha os melhores caminhos,nem os criticados podem desconhecer sua utilidade na correção de rumos e escolhas que poderiam ser desastrosos. A crítica tem esse efeito impagável. O dr. Ruy Mesquita, para quem tem sensibilidade e intelectualidadesuficientesparaenxergar,seerguecomo uma monumental figura no Brasil contemporâneo, desertificado pela ausência de valores éticos e republicanos. Apesar do preço elevado que pagava pela sua independência opinativa, se manteve de pé e coerente comopoucosemseutempo,umtempomarcadode espertezas, de transgressões, de mercantilismo aceito como inevitável. Dr. Ruy ajudou a mídia brasileira a ser melhor, deu exemplos marcantes. Seus textos desmascaravam as espertezas; ele era intransigente, coerente sem iguais. Chegou a denunciar os estragos do mercantilismo sobre a mídia ameaçadapela“subordinaçãodosinteressesda políticaeditorial aos interesses de marketing dos jornais”, reclamando do editor comprometido que “escolhe o setor da mídia porque achou que daria mais dinheiro do que fabricar salsichas”. Eu, atento leitor de seus editoriais, de manhã ou levando-os para leitura ao me deitar, confesso que não encontrei nele incoerência alguma, em momento algum. Em termos de análise política e econômica, sempre me deparei com a lógica em sua versão excelente, cercadanosaspectosjurídicos, legaiseéticos,emdefesa do direito. Ele se informava, não aceitava o conhecimento superficial, nem se arriscava em conclusões apressadas. Seus textos dissecam o argumento, o focam por diferentes aspectos, fornecem ao leitor uma visão ampla e consistente. Podia incomodar, e incomodou muitas fi-

guras poderosas, mas incontestavelmente manteve a coerência inexcedível. Mais que de clarividência, ele era dotado de um extraordinário poder de análise e síntese, advindo de uma cultura enciclopédica e sempre atualizado. Defensor convicto dos princípios republicanos, enfrentou, a caro preço, os donos do poder, preferiu o isolamento a dividir o banquete dos palácios. Amargou com sua família o exílio e defendeu os perseguidos. Era fácil se sintonizar com seu raciocínio. Especialmente quando descobri ter alguns traços em comum com ele. O dr. Ruy entrou jovem no curso de direito, o abandonou depois de uma crise existencial, para mergulhar no curso defilosofia,queabandonou,emprejuízo do diploma, para se dedicar ao estudo solitário de tudo o que o empolgava. Os necrológios em seu jornal deixam um vago constrangimento com essa condição de não formado. Entretanto, o dr. Ruy não é maior ou menor, por isso,o títulodedoutor o ganhoumilvezes por sua grandeza e pela autoridade construída numa vida admirável. Eu passei por isso, pelo curso de direito incompleto, pela crise, pela filosofia e por abdicar de estudos acadêmicos e seguir no estudo solitário do saber. Quem opta por ser um autodidata, interessadoemcaptaraessênciado saber por aquilo que guarda, pode superar naturalmente o limite tradicional da compreensão. Obviamente não me comparo a essa ímpar e extraordinária personalidade que muito me marcou; dele, em certos momentos, senti a vibração. Era isso que queria conversar humildemente com ele, mas perdi a oportunidade. Ainda,cinco dias depois doseu falecimento,ojornalismoperdeuoutramonumental figura, defensora da liberdadedeimprensa,cujavidaabordareinuma próxima coluna, Roberto Civita. Faço votos de que os herdeiros possam continuar a tradição e manter a bandeira do jornalismo livre, ético, capaz de defender seu leitor, a liberdade eo progresso danação. Adeus, dr. Ruy.

rade Betim, que vairealizar, na quinta(13),uma audiência públicacoma Copasa paradiscutiro serviçode saneamento nomunicípio.Segundoosvereadores,existem bairrosem Betimaindasem esgoto,como oParque doCedro. Oobjetivo é tentaragilizaresse serviço.

Tempo bom para o vereadorThiago Santana (PCdoB), quefez umlevantamentode empresasque foram beneficiadascom adoaçãode terrenos. Deacordo com oparlamentar, 40empresas que receberama cessãonos últimosmeses não fizerama contrapartidaexigida porlei. Agora,o vereadorea prefeituraestudamuma maneira de cobrar a contrapartida.

Tempo bom para a volta dos shows na praça Milton Campos. A apresentação de Nando Reis na sexta (31) lotou a praça. No sábado (8), será a vez do grupo Flor de Abacate se apresentar no local pelo projeto Minas ao Luar.

Tempo Ruim Tempo ruim paradonos debareseartistas.MuitosestabelecimentostiveramquecancelararealizaçãodeshowsdepoisqueopromotorAlexandre QueirozeaSecretariadeMeio Ambienteiniciaramumafiscalizaçãoparacoibirapoluição sonora.Amedidatrouxeprejuízosparaartistas, proprietários eparaopúblico,quetempoucasopçõesdelazeremBetim.

Tempo ruim para a situa-

Contraponto

¼ Y “O Estado confessa as denúncias que vêm sendo feitas pelos detentos e assume o seu próprio fracasso.” Durval Ângelo - deputado

Sobre a situação do Ceresp

“Visitasíntimas estão suspensaspor falta de local,eo reservatóriode água éinsuficiente.” Murilo Andrade SubsecretáriodeAdm. Prisional

¼ 2

BRENO

çãodos presos doCeresp.Em ofícioenviado aodeputado DurvalÂngelo, a Secretariade Estadode DefesaSocialconfirmouque aunidade estásuperlotadae queospresos estão tendoracionamento de água.

Tempo ruim paraMDC, queperdeu naJustiçaaçãocontraOTempoBetim.UmdesembargadordoTRE considerou queo jornaltem olivredireito depublicaras críticasfeitas à gestãodapetistaequeissonão interferiunaeleição.


O TEMPO BETIM 7 a 13 de junho de 2013

3

Política

Marcha pela 381 Cerca de 30 prefeitos e mais de cem empresários farão uma marcha até Brasília na quinta (13) para pressionar o governo federal a agilizar a duplicação da BR. O movimento é encabeçado pela Granbel, presidida por Carlaile Pedrosa, e pela Secretaria de Estado de Gestão Metropolitana.

JOÃO LÊUS/ARQUIVO

Sigilo. Câmara e prefeitura não disponibilizam o salário de servidores e de assessores

Lei da Transparência ainda é descumprida em Betim Apesar de a norma ter entrado em vigor há um ano, sites de órgãos públicos possuem falhas; segundo especialistas, dados não são divulgados de forma clara Lisley Alvarenga

politica@otempobetim.com.br

Um ano após entrar em vigor, a Lei de Acesso à Informação, mais conhecida como Lei da Transparência, ainda não é totalmente cumprida pelos órgãos públicos do município. Nestasemana,OTempoBetim solicitou que especilistas em políticas públicas avaliassem os sites oficiais da Prefeitura de Betim e da Câmara Municipal. O objetivo foi verificar se os órgãos realmente se adequaram às determinações da Lei Federal 12.527, de 2011, que dispõe sobre a garantia ao acesso às informações de órgãos públicos pela população como despesas, receitas egastos com funcionalismo. A conclusão dos especialistas foi unânime: os portais ainda deixam a desejar. Segundo o professor em ciência política da UFMG Leonardo Avritzer, a Lei da Transparência estabelece que as informações públicas sejam divulgadas de forma clara, porém,emambososportais,elas são colocadas de forma bruta e deficiente, o que, conforme ele, não resolve as necessidades do cidadão comum. “Ele (cidadão) não é especialista em contabilidade para entender os dados técnicos divulgados. As informações são

EDITORIA DE ARTE / O TEMPO BETIM

LEI DE ACESSO À INFORMAÇÃO O que ela exige?

Problemas apontados pelos especialistas Não identificam o que é pago ao servidor (vencimento-base e subsídios); Informações não estão dispostas de forma clara; Navegação é complicada; Há dificuldade para baix baixar aixar arquivos; Ter Termos usados são pouco co acessíveis.

Site da Câmara Municipal de Betim

dispostas de forma deficiente enãotêmumarealtransparênciaquepossibiliteque ogoverno se comunique efetivamente com a população. No site da prefeitura, por exemplo, a pessoa não consegue verificar o que a administração gasta em determinada área e o que esse valorvaimelhoraremdeterminado setor. O que aparecem são dados de licitação. Isso não ajuda em nada o entendimento do cidadão”. Jáparaoprofessoremdirei-

to administrativo da PUC Minas Roberto Sorbilli, os sites são razoáveis. “Em ambos, você encontra dados relativos a contratos, licitações em andamento, convênios, valores que são pagos a fornecedores”. Porém, Sorbilli concorda que há falhas na navegação, além da falta de clareza das informações.“Quem nãotemconhecimento técnico terá dificuldade para encontrar dados específicos. Há muito detalhamento e termos técnicos. Isso

Site daa P Prefeitura Municipal de Betim

inibe o leigo de fiscalizar as ações desses órgãos”. Segundo Sorbilli, a Lei de Acesso à Informação prevê a facilidade do acesso aos dados, e não, o contrário. “A impressão que tive é que os portais já possuíam a atual estrutura, e, depois que a lei entrou em vigor, não fizeram as adequações estabelecidas pela lei”, salientou o professor. Pessoal Outra mudança prevista na lei

e que ainda é descumprida pelos orgãos avaliados é a divulgaçãodossaláriosdosservidores municipais e dos assessores parlamentares. “No site da Câmara, por exemplo, o cidadão acompanha no Portal da Transparência apenas informações sobre verbas indenizatórias dos gabinetes dos vereadores. Assim como nositedaprefeitura,faltaidentificar o que é pago para cada cargo, como vencimento-base e subsídios”, disse Sorbilli.

Entidades rebatem críticas Aassessoriadaprefeiturainformou que todos os dados do Portal da Transparência estão de acordo com a Lei de Acesso à Informação. “Os itens apontados pelos especialistasnãosãoobrigatórios. Entretanto, já existe um projeto para a reformulação dosite da prefeitura, e assim que isso for realizado, serão divulgados o cargo e os vencimentos por função,além de tornar a navegaçãomaisfácil”. A assessoria informou ainda que a prefeitura dispõe de uma fan page na rede social Facebook e uma conta no Twitter. “O objetivo dessas ferramentas é, alémdeaproximarapopulação do poder público, esclarecerdúvidas docidadão”. Já a assessoria da Câmarainformouquealgumasinformaçõesestabelecidaspelalei já estão disponíveis no site.“Oportalestásendoreformulado, e, em até dois meses, a nova página deve entrarnoar”,declarou.

JOÃO LÊUS

Pauta. Copasa e projeto de lei do Executivo serão tema

Vereadores vão realizar duas audiências na próxima semana Os problemas do atendimento realizado pela Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa)eoprojetodoExecutivoquemodificaaLeideUsoea Ocupação do solo no município serãotemasdeduasaudiências públicas que vão ocorrer nesta semanana cidade. A primeira, marcada para a

próxima segunda (10), a partir das9h,noplenáriodasedeprovisória da Câmara Municipal, quer discutir as mudanças propostas pelo Poder Executivo no que se refere ao uso e a ocupação do solo. A audiência será promovida pelas comissões de Política Urbana, Rural e Habitação e de Indústria, Comércio,

AgriculturaeAbastecimento. Já na quinta (13), às 14h, no auditóriodoCentroAdministrativo, os vereadores vão cobrar da Copasa melhorias e agilidade no atendimento prestado à população. O debate será promovido pelas comissões de Defesa do Consumidor, do Meio Ambiente e de Transportes, Co-

municaçõeseObras Públicas. “A Copasa está instalada aquihámaisde20anos,e,mesmo após tantos anos, seu serviço ainda deixa a desejar. Nos bairros Vianópolis, Marimbá, Santo Afonso, Açude e Pimentas, por exemplo, não existe rede de esgoto, e, em alguns locais,oabastecimentodeáguaé ruim. Queremos que a empresa agilize as demandas da população e instale esses serviços nas regiões que não possuem”, explicou o vereador e presidente da Comissão de Meio Ambiente, José Afonso Oliveira, o Pãozinho(PV). (LA)

Data. Debates vão acontecer na segunda (10) e na quinta (13)


4

O TEMPO BETIM 7 a 13 de junho de 2013

Política

Decisão. Para TRE-MG, matérias do periódico não interferiram no resultado da eleição

MDC perde ação contra O Tempo Betim na Justiça Desembargador do Tribunal Regional Eleitoral considerou que jornal tem livre direito de se manifestar e, inclusive, de publicar críticas feitas à gestão da petista ANGELO PETTINATI / O TEMPO / 25.08.2012

Da Redação

politica@otempobetim.com.br

A ex-prefeita MDC (PT) sofreu uma nova derrota na Justiça Eleitoral. No último dia 29, o desembargador e presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG), AntônioCarlosCruvinel,negourecurso especial movido pela petista contra O Tempo Betim e contra a campanha do então candidato e agora prefeito Carlaile Pedrosa (PSDB). Antes, a ex-prefeita já havia perdido a mesma ação contra o jornal e contra Pedrosa na Justiça Eleitoral de Betim e no próprio TRE. Na sua decisão, o desem-

bargador confimou a sentença da Justiça de Betim, que julgou improcedenteaalegaçãodapetistade queousodaexpressão “MDC” em reportagens publicadas pelo jornal interferiram noresultadodaseleiçõesmunicipaisrealizadas noano passado. O magistrado ainda ressaltou que O Tempo Betim tem o livre direito de se manifestar e fazer críticas que representam os anseios da população. “As matérias publicadas pelo jornalOTempoBetimestãoembasadasnodireitoàlivremanifestação dos meios de comunicação social, que, no exercício da sua atividade econômica, têm aliberdadederealizarasrepor-

tagens jornalísticas dentro da linha editorial escolhida”, retrata o desembargador. Omagistradoaindacompleta: “As críticas constantes das matérias e os artigos publicados por O Tempo Betim em face da administração municipal realizadapelaautora(MDC)estão embasados no direito à livre manifestação do pensamento, não podendo ser considerados como ato indevido”. O desembargador conclui ainda que o jornal não teve influêncianoresultado dopleito. “Por mais afiados que sejam oseditoriais, as cartas e a coluna, eles apenas representam uma liberdade de opinião sobre as razões dos diversos

acontecimentos políticos, sem escancararalgumpedidodevoto ou promoção pessoal”, afirma na decisão. Recurso De acordo com a advogada Cristianne Barreto, do escritório Décio Freire, que representaaSempreEditora-responsável por O Tempo Betim e outras publicações- a ex-prefeita ainda pode recorrer da decisão no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). “Mas diante do fato de ela ter perdido em duas instâncias, as chances são praticamente inexistentes”, afirmou a advogada. MDCnãofoiencontradapara comentar o assunto.

Recurso. Para a advogada, MDC tem poucas chances no TSE

JOÃO LÊUS/ARQUIVO

Saúde. Categoria está paralisada desde o dia 13 de maio

Governo apresentará proposta para agentes na quarta (12) Lisley Alvarenga politica@otempobetim.com.br

A Prefeitura de Betim informou na última quarta-feira (5), durante reunião com o Sindicato dos Servidores Municipais de Betim(Sindserb)erepresentantes da Secretaria Municipal de Saúde, que vai apresentar na próxima quarta-feira (12), às 16h,umacontrapropostaàsreivindicações dos agentes comunitários de saúde (ACS) e de

combate a endemias de Betim. Acategoriapermaneceparalisadadesdeo dia13de maio. Segundo o presidente do Sindserb,GeraldoTeixeira,ogoverno reabriu o diálogo com o sindicato e a categoria. “Ficou acordadoque seráapresentada uma proposta aos agentes. Vamos aguardar a posição da prefeitura na quarta (12), mas, até lá, os trabalhadores continuam debraços cruzados”. Aassessoriadaprefeiturain-

formouque nareunião de quarta(12), “um estudo para viabilizar melhorias à categoria deve apresentado”,declarou. Já na sexta-feira (7), o secretário adjunto de Saúde, Júnio Araújo,deve sereunir comuma comissão de vereadores para discutirasreivindicaçõesdacategoria. “Falaremos sobre melhorias salariais para os agentes e buscaremos o fim da greve”, explicou o vereador ViníciusResende (DEM).

Tumulto. Agentes foram à Câmara por duas vezes para reivindicar

Reivindicações Conforme Teixeira, os agentes recebem salário mínimo e reivindicam o pagamento integral do piso, de R$ 950 - valor referente ao repasse mensal feito aomunicípiopeloMinistérioda Saúde -, além do pagamento de 14º salário, insalubridade e tíquete-refeição. “Desde 2007, o ministério pagaessepiso,quenãoérepassadointegralmenteaosagentes de Betim. Com as deduções de encargos, a categoria recebe umsaláriomínimo.Essesprofissionais,quetrabalhamnospostosde saúde”,disse. A prefeitura informou que o valordeR$950éutilizadopara pagar o salário e os encargos dosagentes.


O TEMPO BETIM 7 a 13de junho de 2013

Política

5

Meio ambiente. Político ministrou nessa semana palestra na prefeitura sobre o Parlamento

‘Considero que Dilma seja a favorita, não invencível’ Pré-candidato do PV na disputa pela sucessão presidencial em 2014, o ex-deputado Fernando Gabeira criticou o governo federal e falou sobre o movimento gay MOISÉS SILVA

Lisley Alvarenga politica@otempobetim.com.br

Jornalista e ex-deputado federal, Fernando Gabeira - político maiscotadoparaconcorrerasucessãopresidencialde2014pela Partido Verde (PV) - esteve emBetimnaquinta-feira(6),durante a programação da Semana do Meio Ambiente, para ministrar uma palestra. Em entrevista exclusiva a O Tempo Betim, ele criticou o governo federal, falou sobre a legalização da maconhaeos homossexuais. Comoosenhor avaliaa sucessãopresidencial? Para você,Dilma éinvencível? Considero que ela seja favorita, não invencível. Há fatores que devem ser levados em conta. O primeiroéomodeloeconômico vivido hoje pelo país, baseado pura e simplesmente no consumismo.Elepareceesgotado,eo governonãotemencontradocaminhos de estimular o crescimento da economia através de outros processos que, de um modo geral, são mais demorados,como a educação, o desenvolvimento da tecnologia e a liberação de recursos para a infraestrutura.Senãoforemtomadasasmedidasnecessáriasdesde agora, as próximas gestões vão enfrentar problemas. O governo precisa reconhecer que gasta muito. Só com passagens aéreas, por exemplo, são usados anualmente R$ 800 milhões, mesmo em um momento em que existe conferência por telefone, internet. A União tem

uma visão conservadora sobre amáquinapública.Gastamuito com ela e pouco com a população. O problema é que o governo federal não tem como enxugá-la,porquetodososseusaliados e amigos estão dependuradosnela. Oque acha da candidaturade MarinaSilva? Comoo PV a enxergadepois queela abandonouo partido? Acho a candidatura dela importante e acredito que, assim como ocorreu na última eleição, elateráumarespostaboadapopulação. Considero que as razões pelas quais ela saiu do PV são importantes, mas elas não ficaram claras para a população,jáquegrandepartedaspessoas ainda acredita que a Marina seja próxima do PV. Precisamos trabalhar para que o nosso campo de luta, a ecologia, una ossetores daoposição. OPV pretendelançarcandidato apresidente? O partido tem falado em lançar umcandidatopróprio,emeunomeécogitado.Masminhaintenção,agora,nopartidoémaisformareeducarnovosquadros.Estou voltando para o jornalismo, que é minha atividade principal. Estamos nessa discussão. Pessoalmente, não quero ser candidato.Masoscaminhosestãoabertos. Osenhor continuaa favorda legalizaçãoda maconha? Sempre fui a favor. Busquei investigarnomundo quaispaíses

que a liberaram e quais as condições necessárias para isso. Tanto na Inglaterra quanto na Holanda, as decisões partiram das estruturas policiais, que não queriam perder mais tempo prendendo usuários. Nesses países, eles têm uma visão de garantia do direito individual deapessoausarocorpodaforma como quiser. Mas, lá, eles tomam cuidados para que os efeitos colaterais não aconteçam. No Brasil, precisamos ficar atentos a premissas anteriores à discussão da sua descriminalização. Uma delas é a reforma da polícia, que não consegue reprimir adequadamentenemliberar.Ospoliciais são malpagos, maltreinados e não conseguem trabalhar em outro contexto. É preciso que o Estado se prepare, e isso ainda vai levar muito tempo. Oshomossexuais estão conquistandoseuespaço? Sim.Mesinto,deumacertamaneira, participando desse processo. Sempre que pude, os defendi.Masénecessárioumpoucomais de habilidade políticae de compreensão dos mecanismosdemocráticos.Nãosepode tentar fazer com que a sua opção, que é respeitável, seja necessariamente considerada por outros como a melhor opção. Eu,porexemplo,apresenteium projeto legalizando a prostituição, mas jamais produziria um anúnciocomoofeitopelogoverno federal, dizendo: “Sou feliz como Prostitua”. Não compete aogovernotomar posição.

Medioli faz palestra de gestão de resíduos A palestra sobre “Tecnologias de gestão de resíduos da construção civil”, ministrada pela empresárioVittorio Medioli e que acontece na sexta (7), a partir das 9h, no auditório da Prefeitura de Betim, é outro destaque daprogramação daSemana do Meio Ambiente em Betim. Oeventoseiniciounaúltima segunda (3) e termina nestesábado(8).Oobjetivo é sensibilizar e conscientizar a população sobre uma cidadesustentável. Polêmico. Gabeira é um dos defensores da legalização da maconha

ALFINETADA “O governo federal precisa reconhecer que gasta muito. Só com passagens aéreas, por exemplo, são pagos anualmente R$ 800 milhões.” Oque dizsobre o embate entre odeputado Marco Felicianoe oshomossexuais radicais? Esse embate sempre existiu na Câmara dos Deputados e semprefoifeitodeformademocrática. Porém, o que aconteceu foi um fato inédito. Os partidos abandonaramacomissãodeDireitos Humanos. Aí, o Feliciano,

junto com o PSC, a ocupou de formademocrática.Oproblema équeele temposiçõesradicais, o que não é o ideal para quem preside a comissão. Não há outrocaminho a nãosercontinuar discutindo com a comissão essas questões. Acredito, sim, que elas deveriam ser abordadasde forma mais racional.

Jurosaltos, PIB baixoeinflação devolta?Fale-nossobre essas questões. Hojeoníveldeempregoésatisfatório, os salários aumentaram, mas o aumento do consumo não representou o crescimento na indústria. Ao contrário,elerevelouassuasdificuldades.Ogovernonãoseimportou com esse aspecto, pois ele queria sair da crise e aumentar o consumo. O processo de criação de uma indústria autônoma, capaz e competitiva não ocorreucomodeveria.Atéquandoconseguiremosmanterisso?


6

O TEMPO BETIM 7 a 13 de junho de 2013

Leitores

Sobe e desce ¼ 24%

Clique da semana

Mande fotos do seu cotidiano para fotografia@otempobetim.com.br

Eduardo Amaral

I

Escritor

Violência

Como invadimos o lote de seu Adriano I de II*

Índice de crescimento de crimes violentos contra o patrimônio em Betim, divulgado pelo Estado, referente aos cinco primeiros mesesde 2013, em comparação a igual período do ano passado.

¼ 10% m Homícidio

Percentual de queda de homicídiosem Betim registrado em maio deste ano, em comparação com o mês anterior. O balanço foi divulgado nesta semana pela Secretaria de Estado de Defesa Social.

Em destaque 1.187 Número atual de detentos no Centro de Remanejamento de Presos (Ceresp) de Betim até terça-feira (4), o que configura superlotação. A capacidade atual do presídio é de 404 presos.

R$ 800 mi Total de gastos do governo federal com passagens aéreas em um ano. A informação foi passada em entrevista coletiva pelo ex-deputado federal, jornalista e pré-candidato do Partido Verde (PV) à Presidência da República, Fernando Gabeira.

Linha direta

2517-3900 Telefone/Fax Cartas Rua do Rosário, 182 Bairro Angola Betim/MG - Cep. 32.604-218 E-mails Se você tem alguma reclamação ou sugestão de matéria, encaminhe seu e-mail para a editoria correta: Assuntos políticos: politica@otempobetim.com.br Reivindicações/reclamações: cidades@otempobetim.com.br Matérias esportivas: esportes@otempobetim.com.br Denúncias/acidentes: policia@otempobetim.com.br Comercial: comercial@otempobetim.com.br Financeiro: financeiro@otempobetim.com.br

www.otempobetim.com.br

Causos de Betim

Sujou. Moradores, funcionários e alunos da Escola Municipal Nossa Senhora do Carmo sofrem com o mau cheiro exalado de um lote vago que virou lixão na rua Arthur Trindade, no bairro Santa Fé. Foto Rafael Silva

, Cartas

Para mandar um alô para a Redação envie e-mail para faleconosco@otempobetim.com.br. A redação se reserva o direito de resumir as cartas por questão de espaço.

Campeonato de som Acabo de chegar de um giro turísticoporcidadeseuropeiasnaEspanha eem Portugal. Fuitomarum chádecultura. Fiqueiimpressionado na Europa com a organização dos campeonatos de som automotivo. Ao desembarcar aqui, em Betim, tomei conhecimento sobre a iniciativadovereador DimasdoCaxias,quedefendecom garraaorganizaçãodesses campeonatos.Overeador está atento à lei ambiental e não vai permitir agressões. Quero parabenizar o nobre parlamentar.Tenhoorgulho desereleitor dele. Um abraço! Robson Assunção - Betim

Assaltos ao comércio Tivemos, no último feriado prolongado, uma onda de assaltos contra o comércio, tanto na região Central da cidade quanto em algunsbairros de Betim.Alguns militares chegaram a admitir que o número de policiais em atividade no período foi insuficiente para atender a tanta demanda. Além do problema numérico, acredito que a certeza da impunidade tem motivado os marginais a agirem de forma cada vez mais ou-

sada, a ponto de nem mais se importarem em mostrar seus rostos paraascâmeras devigilânciainterna dos estabelecimentos comerciais. Acho que a bandidagem avalia da seguinte maneira: se conseguir sucesso na minha investida, saio no lucro e, caso seja pego, vou ser liberado em, no máximo, uma semana. Isso tem que acabar. Diversos policiais dizem estar cansados de prender os criminosos e, passadas poucas semanas, flagrar o mesmo mau elemento agindo de forma contrária à lei novamente. Nossoscongressistassãopródigos em criar leis inócuas, que não resultam em nenhum benefício prático para a população. Por que elesnãobuscamvalorizar o altosalário que recebem discutindo uma mudança radical no Código Penal Brasileiro? Caso não haja uma mudança nesse sentido, vamos ouvir, muito em breve, vários casos de comerciantes que desistiram de seus negócios porque se cansaram de sustentar vagabundos. A cada vez que me defronto com situações como essa, lembro-

TELEFONES ÚTEIS

Sempre procurei respeitar o meio ambiente, a natureza, porque sei que aqueles que pensam deforma diferentedisso estão contribuindo para comprometer o equilíbrio do planeta, e o resultado já sabemos: catástrofes naturais que dizimam vidas. Fiz essa introdução para lembrar que, há nove sextas-feiras, coloco o lixo reciclável de minhacasa pararecolhimento porpartedo serviço de limpeza, e o material simplesmente não é recolhido. O resultado dessa “distração” é que plástico, vidro e papelão que poderiam estar contribuindo para o aumento da renda de famílias que trabalham com material reciclável estão sendo recolhidos junto com o lixo úmido. Peço ao poder público que fiscalize a empresa responsável, para que essa situação, que atenta contrao meioambiente,seja revertida o mais rápido possível. Adriana Silva - Riviera

Utilidades 3511.8533 3531.1455 3531.1416 3539.8100 3597.8263 3539.5900 192 3511.8525 3592.2345 3531.3930 3512.3294

Unidades Policiais Delegacia de Mulheres Detran Guarda Municipal (153) PM (33º Batalhão) PM (urgência) Polícia Ambiental Polícia Civil (Plantão) Polícia Rodoviária Federal Polícia Rodoviária Estadual

Coleta seletiva

Combata os trotes. Ligue somente em casos de necessidade.

Sistema de Saúde Cersam Central Irmandade Alcóolicos Anônimos de Betim Divino Braga Hospital Regional Hospital do Teresópolis Hospital Unimed Samu UAI Alterosas UAI Guanabara UAI Sete Vigilância Sanitária

me do velho Olavo Leite Kafunga Bastos,goleirodoAtlético: “noBrasil, o errado é que é o certo”. João Souza - Betim

3531.3056 3594.4084 3531.1276 2191.7400 190 3532.1748 3532.2722 3064.5386 2123.1926

Câmara Municipal (geral) Cemig Copasa Corpo de Bombeiros Correios Defesa Civil Inss Meio Ambiente Procon Prefeitura (geral) Receita Federal Telefônica GVT Telefônica Oi Telefônica Tremnet Transbetim

2129.6100 116 115 193 300.30100 199 135 3512.3032 3531.1188 3512.3444 146 10325 10331 3544.0000 3593.1511

Imprensa Jornal O Tempo Betim Jornal Super Notícia Jornal O Tempo (Circulação Estadual) Rádio Liberdade TV Betim

2517.3900 2101.3000 2101.3000 3532.3400 3544.0053

Naquela época, éramos uma turma grande, cerca de 12 meninos, a maioria, com idade variandoentre 5 e 6 anos.O nosso lídernatural era o Bebinho, com 7 anos de idade. Alto e musculoso, estudava no Grupo. Conversado, já lia gibi e usava calça comprida quando ia à missa aos domingos — para nós, isso era um sinal de maioridade. TinhatambémoSapo,nossolíderintelectual: baixinho, atarracado, cara achatada, boca enorme e cabelos muito finos e lisos, que desciam pela fronte, formando uma franjinha. Era extremamente esperto e captava praticamente tudo no ar. Morávamos perto do Grupo Escolar, na rua de cima. Éramos muito unidos e tínhamos um inimigo figadal em comum: os meninos da rua de baixo. Nos reuníamos no Campinho do Grupo,que, apesarde ser da escola,não eramurado e ficavafora da área de serventiado Grupo. Era ali que jogávamos futebol, bentialtas, bolinha de gude, bafo, pião, finca, queimada e outras brincadeiras menos votadas. E ali também brincávamos de pegador e soltávamos papagaio, com e sem cerol. Além disso, existia o Esconderijo, que ficava em outro lote vago. No meio do quarteirão estava o lote do Seu Adriano: era cercado, nas laterais e no fundo, por um muro de três metros de altura, incomum naquela época e inacessível para nós. Na frente, tinha uma cerca de arame farpado e um portão, também trançado com arame farpado. Uma cerca-viva de espinhos emoldurava tudo isso, principalmente uma planta que detestávamos, pelos pontiagudos espinhos e que soltava uma secreção láctea que, se caísse nos olhos, cegava, segundo nossos pais: a coroa-de-cristo. O passeio, não cimentado, vivia entulhado de lixo jogado pelos vizinhos, que o faziam, às vezes, de lixeira.Naverdade,eraumagrandeárea,umpomar, que diziam ser do governo, mas, como o governo não aparecia por lá para tomar conta, para nós, o lote era mesmo de Seu Adriano, que delese apossara há muitos e muitos anos. O que mais aguçava a nossa mente era um coqueiro enorme, de coco ouricuri, que dominava o terreno.Tinhacachosgrandes,decoquinhosavermelhados; na época, era o nosso chiclete, apesar de este já existir comercialmente. Quando víamos ocacho, aboca enchia d’água. Nosso sonho era entrar no lote do Seu Adriano, um velho aposentado, sistemático e ranzinza que vivia sempredemau humor.A vizinhançanão gostavadele, pois tinha fama de encrenqueiro. A nossa trégua com ele foi quebrada quando um dia o Bebinho, inadvertidamente, acertou-o com uma violenta bolada perdida quando ele passava perto do Campinho. Sempre que cruzava com qualquer um de nós na rua, resmungava: “Moleque malcriado!” E respondíamos no mesmo tom: “Velho ranheta!” Certo dia, o Sapo descobriu, por intermédio deconversascomvizinhos, que oSeu Adrianoia viajar por uns 15 dias, com o intuito de visitar uns parentes no interior. Coincidentemente, no outro dia, o Sapo chamou-nos e disse, excitado, em voz alta: “Venham ver o que eu descobri...”. *Do futuro livro “Só Mesmo em Betim III... e OutrasAcontecências. Textocontinua naed.1565.


O TEMPO BETIM 7 a 13 de junho de 2013

7

Economia

¼ m

Comercial Compra 2,1217

Paralelo Compra 2,1500

Turismo Compra 2,0400

¼ : ¼ I ¼ I

Venda 2,1226

Venda 2,2700

Venda 2,1800

Ouro

Euro

Bovespa

Dólar

0% 06/06/2013

1,21% 06/06/2013

0,16% 06/06/2013

06/06/2013

Tributo. Cerca de 55 mil contribuintes estão isentos

Prazo para pagar IPTU vence no dia 10 Imposto será cobrado apenas de proprietários de comércios, indústrias, lotes vagos e casas de alto luxo José Augusto economia@otempobetim.com.br

Os cerca de 80 mil contribuintes sujeitos à cobrança do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) em Betim têm até a próxima segunda (10) para quitar o pagamento à vista ou a primeira parcela do tributo. As guias de arrecadação foram enviadas pelos Correios e podem ser retiradas também no site da prefeitura.

Segundoosecretáriomunicipal da Fazenda, Rogério Jerônimo, a lei da cobrança do IPTU não foi modificada. “Não estamos voltando com o imposto. Cerca de 55 mil donos de imóveis residenciais consideradosde padrãonormal,baixo ou popular continuam isentos”, disse. “Apenas os proprietáriosde comércios,indústrias, lotes vagos e casas de altoluxoterão quequitar otributo”, completou.

Em relação ao ano passado, o reajuste foi de 5,78%. Os contribuintes podem quitar o IPTU pela cota única, com desconto de 6%, ou dividir em seisparcelas, comovalormínimo de R$ 60 cada uma. “Foi feita uma atualização dos imóveis, e o valor total lançado do imposto neste ano é de R$ 52 milhões. Desse total, esperamos arrecadar, pelo menos, cerca de R$ 35 milhões”, afirmou Jerônimo.

EDITORIA DE ARTE / O TEMPO

SAIBA MAIS SOBRE O IPTU 2013 QUEM DEVE PAGAR 5 A lei não mudou. Proprietários de comércios,

indústrias, lotes vagos e casas de padrão alto luxo são os únicos que pagam o imposto. Cerca de 80 mil imóveis estão sujeitos ao pagamento. Estão isentos de pagar o IPTU os imóveis destinados para fins residenciais com padrão classificado como popular, baixo ou normal.

PAGAMENTO 5 Quem quitar o imposto à vista tem desconto de 6%.

Há também a possibilidade de dividir o valor em até seis parcelas, com o pagamento mínimo de R$ 60 cada uma.

PRAZO 5 O pagamento à vista ou da primeira parcela vence

Anistia Para quemestá emdébito com a prefeitura, o prazo da Anistia Tributária, concedida aos inadimplentes com o município, também vence na segunda (10). O pagamento à vista tem desconto de 95%. Quem for quitar o montante em seis parcelas ganhará um desconto de 80%. Há também a opção de dividir em 12 ou em 18 meses, com descontos de 70% e 60%, respectivamente.

na segunda (10).

GUIAS 5 As guias estão sendo entregues pelos Correios.

Também podem ser retiradas no site www.betim.mg.gov.br ou na Divisão de Arrecadação de Tributos, na sede da prefeitura.

IMPACTO 5 O valor total do IPTU que a cidade espera arrecadar

chega a R$ 52 milhões.

INFORMAÇÕES 5 Secretaria Municipal de Fazenda: (31) 3512-3424.


8

O TEMPO BETIM 7 a 13 de junho de 2013


O TEMPO BETIM 7 a 13de junho de 2013

9


O TEMPO BETIM 7 a 13 de junho de 2013

10

Cidades

Santo casamenteiro Termina nesta quinta-feira (13), na Paróquia São Francisco de Assis, no bairro Angola, a festa de Santo Antônio, o santo casamenteiro e padroeiro dos namorados. Em todos os dias, exceto na segunda (10), haverá as tradicionais barraquinhas, a partir das 18h. JOÃO LÊUS

Polêmica. Multa por desrespeito à legislação ambiental de Betim pode chegar a R$ 5.000

Semshows,donosdebarese músicosenfrentamprejuízos MP e Secretaria de Meio Ambiente intensificam fiscalizações de barulho em estabelecimentos que cortaram apresentações musicais JOÃO LÊUS

Centro. Proprietário do Usina investiu cerca de R$ 30 mil em vedação acústica

Dayse Resende

cidades@otempobetim.com.br

Músicos e proprietários de bares e restaurantes de Betim amargamoprejuízogeradopelo aumento da fiscalização da poluição sonora. Váriosestabelecimentosforam notificados e proibidos de fazershowsqueultrapassem o limitedebarulhopermitidopela legislação ambiental, que é de 55 decibéis. A fiscalização está sendo feita pela SecretariaMunicipal de Meio Ambiente (Semeia), a pedido do promotor Alexandre Brasileiro Queiroz. Naprática,segundooespecialista em meio ambiente Ricardo Vasconcelos Braga, esse limite de barulho é facilmente alcançado, como, por exemplo, com um televisor ligado em volume médio ou usandose um aspirador de pó. Alémdisso,Queirozinvestigase esses bares têm a licença ambiental – uma obrigação legalpréviaàinstalaçãodequalquerempreendimentoouatividade potencialmente poluidoraoudegradadoradomeioambiente. Como apurado por O Tempo Betim, os empresários do municípiocomeçaramaserno-

tificados com maior frequênciano início desteano. Desde então, para escapar das penalidades, que podem incluir uma multa de aproximadamente R$ 5.000, eles estão tendo que cancelar apresentações musicais e investir na vedaçãoacústica deseus estabelecimentos. Algunsempresáriose,principalmente, os músicos da região contabilizam os prejuízos. “Há cerca de um mês, eu não toco em Betim, e o meu prejuízo já é de aproximadamenteR$2.000.Asituaçãoestá muito chata. Acho que a fiscalização é válida, mas muito radical. Além disso, violão em bar não é igual casa de show”, opina o músico Hugo Guedes. Para ele, existe um “excesso de zelo” e o prejuízo maior temsido paraa cidade. “Betim temsetornadouma cidadedeserta, sem opção cultural. Isso é muito triste, não só porque euvivoda música, masporque a população deixa de ter opções de lazer”, acrescenta. Outro que contabiliza prejuízos é o artista Luiz Araújo. Há um ano tocando em um bar tradicional de Betim, ele teve que suspender vários shows. “Fomos pegos de surpresa. Acho que não está tendo meio

MOISÉS SILVA

Angola. No Café com Arte, no Dona Rosa e no Saloon, investimento é de R$ 400 mil

termo nas decisões. A cidade estáficandosematrativocultural”, lamenta. Surpresa salgada De acordo com o proprietário doUsinaChoperiaeRestaurante, localizado no centro, desde maio, quando ele firmou um TermodeAjustamentodeConduta (TAC) com o Ministério Público, ele teve que investir R$ 30 mil na vedação acústica do espaço. “Sempre me preocupei com o excesso de barulho, mas não sabia que existia um limite de decibéis. Agora é trabalhar para repor os gastos extras”, diz Mateus Freitas. Para evitar novos prejuízos, Freitas comprou um decibelímetro–equipamentoutilizado para realizar a medição dos níveis de poluição sonora. Nesta semana, ele conseguiu uma liberação na Semeia para fazer três shows, sendo um nessa quarta (5), um no sábado(8)eoutronapróximaquarta (12). O objetivo é medir o som após a vedação acústica. “Essas apresentações funcionarão como testes”, diz. Já um dos sócios dos estabelecimentos Café com Arte, DonaRosaeSaloon OpenHouse, Ronaldo Santos, conta que, desde o início deste ano, está

EDITORIA DE ARTE / O TEMPO

ENTENDA O CASO SEGUNDO A LEGISLAÇÃO AMBIENTAL, O LIMITE MÁXIMO DE RUÍDO PERMITIDO À NOITE É DE

55 DECIBÉIS ISSO EQUIVALE A UM ASPIRADOR DE PÓ LIGADO

O VALOR APROXIMADO DA MULTA É DE

R$ 5.000 BARES E RESTAURANTES NOTIFICADOS Usina Choperia e Restaurante

Dona Rosa

Café com Arte

Saloon Open House

investindo mais de R$ 400 mil em isolamento acústico. “Mesmo com todo o empenho, ainda encontramos dificuldades relacionadas à quantidade de projetos exigidos e o tempo de avaliação pelos órgãos competentes. Isso, infelizmente, causa prejuízos, pois deixamos de contratar artistas e nos vemos obrigados a reduzir o quadro de funcionários. Entretanto, apesar de todas as dificuldades, acreditamos nos nossos projetos, principalmente por gostarmos de Betim e sabermos o quanto a

cidadeécarentedelazer”,pondera Santos. E não são só artistas e empresários que reclamam da intensa fiscalização. Aqueles que gostam de aproveitar uma folga para se distrair em bares durante a noite, ao som de uma boa música, também estão irritados. “Essa medida é extremista.Deve-sebuscarum ponto de equilíbrio. Espero que o mercado de trabalho tenha como recolocar os desempregados que surgirão como consequência dessa decisão”, diz o estudante Marcos Lima.

Promotor diz que recebe denúncias OpromotorAlexandreBrasileiro informou que todos os bares que forem notificados pela Semeia e que não tiverem licença ambiental terão que se regularizar. “Por lei, todo estabelecimento que seja potencializador de poluição deve ter essa licença ambiental”, diz. Segundo ele, as fiscalizações estão sendo feitas a partir de denúnciasdapopulação. JáoassessortécnicojurídicodaSemeia,EdnardBarbosa, pede que os empresários declarem a real situação do empreendimento à pasta para evitar transtornos no futuro. “Se constatadas irregularidades, a Semeiadeveinstaurarumprocessoadministrativo,eodono do estabelecimento podereceberdesdeumaadvertênciaporescritoaumasuspensão da atividade poluidora (show) ou o embargo dolocal”,explica. Segundo Barbosa, a nova administração assumiu a secretaria, em janeiro, com mais de 200 pedidos de períciaematraso.“Nãointensificamos a fiscalização, mas nos empenhamos em agilizar esses processos. Hoje, nossa assessoria jurídica contacomseis advogados”.

Repercussão “Betim tem se tornado uma cidade deserta, sem opção cultural. Isso é muito triste, não só porque eu vivo da música, mas porque a população deixa de ter opções de lazer.” Hugo Guedes Músico


O TEMPO BETIM 7 a 13de junho de 2013

Cidade 11

Caos. Familiares de presos dizem que situação é desumana; muitos temem uma rebelião

Estado admite corte de água e de visita íntima no Ceresp DOCUMENTO/REPRODUÇÃO

Para o deputado Durval Ângelo, as confissões são “absurdas” e revelam que o local é um “caldeirão prestes a explodir” NELSON BATISTA/ARQUIVO

Dayse Resende

cidades@otempobetim.com.br

O Tempo Betim teve acesso a um ofício encaminhado pelo subsecretário de Administração Prisional, Murilo Andrade deOliveira,aodeputadoepresidente da Comissão de Direitos Humanos, Durval Ângelo, que confirmaqueestáocorrendoracionamento de água, com cortes programados, devido à superlotação no Centro de Remanejamento de Presos (Ceresp) de Betim. O documento confirma denúncias já publicadas de que os presos estão em condições subumanasnaunidade. Segundo o apurado pela reportagem,atéterça-feira(4),havia 1.187 presos na unidade quetem capacidadepara 404. Aindadeacordocomodocumento, as visitas íntimas estão suspensas, pois, segundo Oliveira, a unidade não possui local adequado para a realização dasmesmas.“Antes,elas(asrelações) eram feitas de forma irregular,nointeriordaspróprias celas”, esclarece oofício. Sobre o kit alimentação, que era entregue aos presos por seus familiares, o subsecretário informa que ele está suspenso devido às adequações do Procedimento Operacional Padrão (POP). “O objetivo é regulamentaraquantidadedeali-

Flagra. Devido à lotação, presos são transferidos com frequência

Oficial. Documento é um esclarecimento às denúncias de maus-tratos e superlotação feitas por detentos

mentos e materiais de higiene permitida para adentrar as celas, evitando-se o acúmulo de pertences no interior das mesmas, conforme ocorria”, justificaOliveira. Com relação à comida, ele ressalta que, sempre que é detectada qualquer irregularidade,a empresa responsável pelo fornecimentoéacionada paraa imediata reposição.

que somos oprimidos e tratadoscomo animais”. Nesta semana, a reportagem conversou com familiares dos presos, que voltaram a reclamar dos problemas. A mãe de um deles, que preferiu não seidentificar, diz temerumarebelião. “A situação é desumana.Ascelasestãosuperlotadas, as comidas sempre vêm azedas, e muitos ficam vários dias semtomar banho”. A Seds informou que o Ceresp é uma das portas de entrada do sistema prisional e que, portanto, os presos que ficam no local passam apenas alguns

Denúncias Oofício foiencaminhado aodeputado Durval Ângelo quase doismeses depoisdeeleter solicitadoqueaSecretariadeEsta-

dodeDefesaSocialeaCorregedoria do Sistema Prisional de Minas Gerais apurassem as denúnciasdemaus-tratosaospresos do Ceresp de Betim, além do corte de visitas íntimas e da alimentaçãodemá qualidade. No mês de março, um ônibusdalinhaBH/Itaguarafoiatacado por quatro homens armados, na BR–381, na altura do KM 496, supostamente a mando de presos da unidade. Em uma carta entregue a O Tempo Betim,naépoca,umdetentoassumia o ataque e se queixava dotratamentodadoaospresos. “Chegamos a esse ponto por-

diasnaunidade antes deserem transferidos.Alémdisso,aSeds justificou que a menor quantidade de objetos dentro das celasdospresosvisagarantirasegurança e ressaltou que o controle da água não desrespeita regrasdehigiene.“Dequalquer forma,estásendofeitoumestudoparaampliaçãodoreservatóriodeágua dopresídio”. ‘Confissões absurdas’ O deputado Durval Ângelo definiucomo“absurdas”asdeclaraçõescontidasnoofício.“Eununca recebi um documento como este. O Estado confessa as de-

núncias que vêm sendo feitas pelo detentos do Ceresp de Betim e assume o seu próprio fracasso”. Durval também diz que a unidade é uma espécie de “caldeirão prestes a explodir”, e que cabe ao Ministério Público tomar as providências necessárias para resolver os problemas.“Umacópiadesseofíciojá foi entregue ao MP, que pode, inclusive,pedir que a Justiçainterdite a unidade. Caso contrário, esse cadeirão vai explodir, e quem vai sofrer com as consequências é a comunidade”,ressalta.

JOÃO LÊUS

Balanço. Padarias e mercearias são os alvos preferidos

Roubos e outros crimes contra o patrimônio crescem 24% José Augusto

cidades@otempobetim.com.br

A prática de crimes violentos contra o patrimônio, que envolve roubos, assaltos e arrombamentos, aumentou em Betim. Segundobalançodivulgado pelaSecretaria de Estadode DefesaSocial(Seds),naterça(4),esse tipo de ocorrência cresceu 24%noscincoprimeirosmeses deste ano em comparação com omesmo períodode 2012. Ao todo, foram 1.362 ocorrências registradas na cidade,

contra 1.092 no ano passado. Ainda de acordo com levantamento da Seds, maio foi o mês maisviolentonomunicípio,considerando-se o número de crimes contra o patrimônio. Foram 302, contra 252 registrados em 2012, um crescimento de19,8%. Em comparaçãocom osdadosdeabril,emqueforam praticados273dessescrimes,o aumentofoide 10%. Insegurança Padarias, mercearias e drogarias são os principais alvos dos

bandidos. “Já fui assaltado várias vezes. Em apenas uma semana, foram duas vezes. Os bandidos chegam, vão direto ao caixa, retiram o dinheiro e saemcorrendo.Éalgoqueacontece muito rápido”, disse o dono de uma padaria, que pediu paranão seridentificado. A proprietária de uma mercearia, que também pediu anonimato, colocou uma grade de proteçãoparaatenderaosclientes. “Já fui assaltada sete vezes e tive que fazer algo para me proteger”,contou.

Medo. Dona de mercearia atende aos clientes através de uma grade

As bancas de revistas e jornais também viraram alvo dos bandidos. “Cheguei para trabalhar de manhã e encontrei o meu estabelecimento arrombado. Isso nos dá uma sensação de insegurança”, disse a dona de uma banca de revista, que pediuparanãoseridentificada. Segundo o comandante do 33ºbatalhão,otenente-coronel AlessandroPetronzio,oaumentononúmerodecrimescontrao patrimônio é justificado pelo sentimento de impunidade. “A gente prende os suspeitos, mas por não haver vagas nas cadeias, eles acabam voltando ao crime. Além disso, durante os próximos três meses, teremos 30 policiais a menos nas ruas devido a um curso. Por isso, o trabalhoemconjuntocoma população é importante”, explicou.


12

O TEMPO BETIM 7 a 13 de junho de 2013

Cidade

Solidariedade. Família já recebeu ofertas de moradia temporária em Juatuba e de emprego FOTOS NELSON BATISTA

Saga. O auxiliar de serviços gerais Cláudio Santos Souza, 30, com a esposa e os seis filhos, com idades entre 2 meses e 10 anos

Jeitinho. Esposa de Souza dá banho em um de seus filhos no carro

Casal e seis filhos moram em Kombi há uma semana Após o carro estragar, família que saiu da Bahia com destino a São Paulo para iniciar uma nova vida sobrevive com ajuda de moradores do bairro Betim Industrial Evandro Teles

cidades@otempobetim.com.br

Uma cena que poderia ser de um filme de aventura: um casal com seis filhos vivendo dentro de um veículo é a realidade e, ao mesmo tempo, o pesadelo de uma família baiana que vive nessascondiçõesháumasemana, em Betim. As necessidades básicas, como alimentação, banhoetoalete,estãosendosupridasgraçasaoapoiodemoradoresdobairro BetimIndustrial. A saga teve início quando o auxiliar de serviços gerais Cláudio Santos Souza, 30, resolveu

viajar com a esposa e os seis filhos, com idades entre 2 meses e 10 anos, de Salvador, na Bahia, até a cidade de São Paulo em uma Kombi. A viagem foi interrompida devido a um problema no motor do veículo, fabricadoem1986. “Já moramos em São Paulo durante um tempo. A situação piorou e voltamos para Salvador. Encontramos uma realidade ainda pior, pois minha mãe vive com meus dois irmãos em um barraco de um cômodo. O que ganhava mal dava para comer, então, resolvi tentar a sortejuntocomaminhafamíliano-

MUDANÇA “O que ganhava na Bahia mal dava para comer, então, resolvi tentar a sorte em São Paulo. Só não esperava que o veículo fosse fundir o motor”, diz o pai de família vamente em São Paulo. Só não esperava que o veículo fosse fundiromotor”,revelou Souza. Segundoele,assimqueafamília passou a morar na Kombi,

osmoradoresdobairrocomeçaramaseaproximarparaajudar. O mecânico Dorivaldo Dias da Rocha, 33, um dos primeiros aabordarafamília,cedeuaprópria casa para os Souza usarem o banheiro e fazerem algumas refeições. “Quero agradecer especialmente à dona Elenice, queentrouemcontatocomaimprensa, e ao seu Dorivaldo. Os dois nos ajudam muito”, diz o auxiliardeserviçosgeraisaoenfatizar que a solidariedade dos mineirosestáconvencendoafamíliaa morar emBetim. O mecânico Rocha tentou consertar o veículo. “Comecei a

olhar a Kombi e recebi o apoio de um mecânico da Vila Itaú, em Contagem. Ele levou e já trouxeomotor retificado”,diz. Casa e emprego Desde que o jornal Super Notícia publicou uma matéria sobre afamília,naquinta(6),alémdo conserto da Kombi, Souza já recebeu uma oferta de emprego e até de uma moradia temporária,em Juatuba. O proprietário de uma fábricadecaixotesdemadeiraofereceu trabalho com carteira assinadaaobaiano.“Mas,para que eu possa ser fichado, ele disse

queeuprecisoterumamoradia fixa. Hoje (quarta), apareceu uma senhora aqui oferecendo a casa da mãe dela, temporariamente, para eu ficar com a minhaesposa eosfilhos”. Também na quinta (6), um homem,que pediuparanãoser identificado, levou alegria para eles. É que uma das filhas de Souza, que completava 7 anos, ganhouumbolode aniversário. À reportagem, a menina falou que esse era um sonho que havia sido realizado. “Eu já fiz muitos amigos aqui. Queria comemorarcomelesomeuaniversário”,disse.


O TEMPO BETIM 7 a 13de junho de 2013

Cidade 13

Filadélfia. Suspeito de 20 anos já teria sido identificado

Teresópolis. Estudante foi baleado

MOISÉS SILVA

Policial é baleado ao reagir a assalto Militar estava no salão da esposa quando um rapaz anunciou o crime; vítima levou dois tiros, mas passa bem NELSON BATISTA

Dayse Resende

cidades@otempobetim.com.br

Um policial militar do 33º batalhão, de 36 anos, foi baleadona fim da tarde daterça-feira (5), após reagir a um assalto, no bairro Filadélfia. Deacordo comaPolícia Militar, a vítima estava no salão de beleza da esposa quando um bandido chegou armado e anunciou o assalto. Nervosoporque havia pouco dinheiro no caixa, o suspeito teria ameaçado de morte a proprietária do estabelecimento.Mesmonãoestando armado, o policial, de acordo com informações da corpora-

ção, reagiu e levou dois tiros, tendo sido um no braço esquerdo e outro no tórax, do lado direito. Por sorte, não havia clientes no salão na hora do crime. De acordo com testemunhas, que pediram para não se identificar, o suspeito estava sozinho e fugiu a pé. Segundo a PM, o autor do crime, de 20 anos, já teria sido reconhecido pelas vítimas e teria diversas passagens por roubo e um mandado de prisão em aberto contra si. A PM informou que o policial foi encaminhado para um hospital da cidade, mas já foi liberado e passa bem.

Violência. Piso do salão ainda estava sujo de sangue na quinta (6)

Medo. Alunos da instituição municipal ficaram um dia sem aula

Escola retorna às aulas após tiroteio AEscolaMunicipalBelizárioFerreira Caminhas, no bairro JardimTeresópolis,voltouafuncionarnormalmentena quarta(5). As aulas haviam sido suspensas no dia anterior porque um aluno de 14 anos foi baleadocomumtironapernanaporta da instituição de ensino por um suspeito que estava em umamoto. Segundo uma testemunha, que pediu anonimato por questõesdesegurança,háumaguerradeganguesnolocal,eogarotoatingidofoivítimadeumabalaperdida.“Elenãotemenvolvi-

mento com gangues, muito menos com o tráfico de drogas”. A vítima foi levada para o hospital, mas já recebeu alta e está emcasa se recuperando. Segundo moradores, o policiamentofoi reforçado nas imediações da escola. “Tanto nos horários de entrada quanto nos de saída dos alunos, vi carros de polícia no local. Espero que essaaçãocontinue,paraquetenhamosumpoucomaisdesegurançaeissonãovenhaaacontecernovamente”, disse umamoradora da região e parente de umaluno.


O TEMPO BETIM 7 a 13 de junho de 2013

14

Sugestão do leitor

Participe Para participar, basta procurar a redação na rua do Rosário, 182, Angola, ou ligar para o telefone 2517-3900, de segunda a sexta, das 8h às 18h.

Justificativa. Ortopedista teria demorado devido a um acidente que ocorreu na BR–381

Consultas atrasam no Divino Braga, e pacientes se irritam MOISÉS SILVA

Segundo usuários, atendimento médico na unidade tem sido “insatisfatório” Dayse Resende

cidades@otempobetim.com.br

Pacientes do Centro de Referência em Especialidades Divino Ferreira Braga, com sede no bairro Angola, além de seus familiares, reclamam do atraso nas consultas marcadas com antecedência. Na última segunda-feira (3), Almiro Lacerda, marido de uma cadeirante que tinha uma

consulta com um ortopedista às 14h30, contou que ela só foi atendida às 16h30. “Infelizmente, não é a primeira vez que isso ocorre. A gente marca a consulta e espera horas sem ter uma explicação da gerência. A situação é absurda”, reclama Lacerda. Segundo ele, por causa do atraso,algunspacientesseirritaram e chegaram a bater boca com os funcionários da unida-

de. “Os médicos chegam estressados de outras unidades, e quem sofre são os atendentes, porque são eles que recebem os pacientes no primeiro momento.Muitosestãosaturados com esses atrasos”, diz. A dona de casa Maria Francisca, 67, também reclama da situação e diz que, em função disso, as consultas são muito rápidas. “Para conseguir cumprir a agenda e atender a to-

dos, o médico deixa a desejar nas consultas. O atendimento é insatisfatório”.

Polêmica. Atrasos estariam irritando até os funcionários do local

Resposta A assessoria de imprensa da prefeitura informou que, na segunda (3), o médico ortopedista se atrasou devido a um acidente na BR–381. “O médico avisou à unidade que iria se atrasar, e, assim, os funcionários comunicaram aos pacientes que as consultas iriam demorar.AochegaraoDivinoBraga, o médico realizou todas as consultasagendadasparaadata”, explicou o órgão.


O TEMPO BETIM 7 a 13de junho de 2013

Milton Campos

Feira do Desapego é neste domingo Dayse Resende

cidades@otempobetim.com.br

Acontece neste domingo (9), das 15h às 18h, na praça Milton Campos, no centro, a 1ª Feira do Desapego de Betim, um espaço para repensar, reutilizar ereciclar coisas,conceitos, valores e energias. A feira faz parte do movimento Grafiteira, a Feira da Gratidão, que nasceu na Argentina e tem ocorrido em váriascidadesdomundo,inclusive em Belo Horizonte, Montes Claros, Ubá, Rio de Janeiro e Volta Redonda. Na feira, cada pessoa pode doar roupas, sapatos, CDs, brinquedos, livros, dentre outros objetos e, também, realizar uma troca. A entrada é gratuita. FEIRA DA GRATIDÃO/DIVULGAÇÃO

Sucesso. Projeto, que nasceu na Argentina, tem rodado o mundo

Alcoólicos

ONG em Betim faz 39 anos O Alcoólicos Anônimos (AA), associação criada nos Estados Unidos com o objetivo de ajudaraspessoas quequeremparar de beber, completa 79 anos nesta segunda (10). Em Betim, a irmandade existe há 39 anos. Ao todo, são 18 grupos,emvárias regiões da cidade, atendendo a dezenas de dependentes, de segunda a sexta-feira, das 13h às 18h. Asede ficana avenida Nossa Senhora do Carmo, 415, no centro. A filosofia do AA é baseada em 12 passos que são sugeridos para a recuperação. O primeiro deles, considerado omais difícil, éadmitir a impotênciaperante o álcool e a perda do domínio sobre a vida. Informações pelo telefone (31) 3531-1455. (DR)

Cidade 15


O TEMPO BETIM 7 a 13de junho de 2013

17


18

O TEMPO BETIM 7 a 13 de junho de 2013


O TEMPO BETIM 7 a 13 de junho de 2013

19

Cultura

Ônibus A Tagima, uma das grandes marcas de instrumentos do país, chega a Betim, neste sábado (8), com um ônibus itinerante, que contará com diversos shows e novidades. O evento é na rua Santa Cruz, 720, centro.

DIVULGAÇÃO

Gratuito. Evento, que acontece pela quarta vez na cidade, será na praça Milton Campos

Choro e samba são atrações na volta do Minas ao Luar MOISÉS SILVA

Grupo Flor de Abacate se apresenta neste sábado (8), a partir das 21h José Augusto cultura@otempobetim.com.br Depois da apresentação de Nando Reis, que reuniu milhares de pessoas, a praça Milton Campos vai receber mais um grande evento neste sábado (8). É a edição do Minas ao Luar, projeto do Sesc Minas. O show, que é gratuito, será com o grupo Flor de Abacate, a partir das 21h.

O Minas ao Luar busca resgatar e incentivar a tradição da seresta em todo o Estado, e a programação em Betim envolve quase três horas de show. Segundo Dudu Braga, um dos integrantes do Flor de Abacate, o público pode esperar por um show bem dançante e alegre. “As pessoas pensam que o Minas ao Luar tem apenasseresta emúsicasparadas. Somos um exemplo de

que isso não é verdade. No repertório do show, o Flor de Abacate faz um apanhado de músicas brasileiras, tanto cantadas, ao relembrar grandes nomes da música nacional, como Cartola e Noel Rosa, quanto instrumentais, em que tocamos o chorinho e fazemos adaptações de canções eruditas, como as de Villa-Lobos” disse. Segundo o presidente da

Conjunto. Grupo Flor de Abacate é o convidado do Minas ao Luar

Fundação Artístico Cultural de Betim (Funarbe), Osvander Valadão, o projeto é requisitado em todos os 853 municípios mineiros. “Por isso, ficamos muito felizes pelo Sesc ter atendido nossa solicitação e escolhido nossa cidade para ser agraciada com a vinda desse evento. Nosso público consome arte e cultura e o show do Flor de Abacate faz o resgate dessa cultura do Estado ao tocar o samba e o chorinho, dois ritmos característicos do povo mineiro. Temos certeza que os betinenses de todas as idades vão apreciar muito o show”. (com Lisley Alvarenga)


O TEMPO BETIM 7 a 13 de junho de 2013

20 Cultura

Atração. Hugo Guedes canta na abertura

Saulo Laranjeira faz show único Espetáculo ‘Assunta Brasil - Música, Humor e Poesia’ será no clube Rodoviário REPRODUÇÃO INTERNET

Humor. Saulo Laranjeira, um dos artistas mais renomados do país, faz show único na cidade nesta sexta

José Augusto cultura@otempobetim.com.br

O humorista Saulo Laranjeira, que interpreta, entre vários personagens, o deputado João Plenário, no programa ‘A Praça é Nossa’, do SBT, apresenta o espetáculo “Assunta Brasil - Música, Humor e Poesia”, em Betim. O show será no Clube Atlético Rodoviário nesta sexta (7), às 21h. A abertura terá a apresentação do cantor Hugo Guedes. No show, Laranjeira confirma seu legado de um dos

maiores intérpretes da diversidade cultural brasileira e convida o público para uma viagem cultural pelo país. . Com uma incrível mistura de música, poesias, causos, e o humor inteligente de Laranjeira, a apresentação revela a força da diversidade cultural brasileira. No espetáculo, o artista interpreta grandes clássicos da música popular brasileira, como Romaria (Renato Teixeira), Desassombrado (Antônio Carlos de Nóbrega), Leão do Norte (Lenine/Paulo Cé-

sar Pinheiro), entre outras canções populares, além de interpretar seus múltiplos personagens. Ingresso O ingresso para o show custa R$ 40, individual, e R$ 160, a mesa. As entradas estão sendo vendidas na Câmara de Dirigentes Lojistas de Betim, no Espaço Requinte e no próprio Clube Atlético Rodoviário. Informações podem ser obtidas pelos telefones 3532-1855 e 3539-0000.

Música. Artista compete em categoria com Elba Ramalho

Cantora Déa Trancoso disputa prêmio nacional A cantora Déa Trancoso, que mora em Betim há sete anos, é um dos seis artistas mineiros selecionados para concorrer ao 24º Prêmio da Música Brasileira, que será disputado na próxima quarta (12), no Rio de Janeiro. A artista concorre na categoria melhor cantora regional, junto com Elba Ramalho e Simone Guimarães.”Essa é a segunda vez que fui indicada a esse prêmio. Para mim, já é um grande reconhecimento. Concorrer com pessoas famosas,como aElba, ébemgratificante”, disse Déa. A cantora já lançou quatro discos. O último deles, “Flor de Jequi”, foi finalizado no ano passado.

Laura Medioli Mail: laura@otempo.com.br Fax: (31) 2101-3826

A vida e seus “aplicativos” FOTO: HÉLVIO

De vez em quando, recebo algumas cartas de leitores. Cartas mesmo, como antigamente. Letras rebuscadas, cuidado com a escrita e zelo nas palavras. Coladas e seladas, chegam ao jornal em passo lento, enquanto dezenasdee-mailssão despejadasrapidamente no meu computador. Mensagens, spams, fotografias, pedidos, agradecimentos, poemas, cumprimentos, reclamações, currículos, denúncias, piadas, PPS, recados, lixoeletrônico etc. etc. Algo que nos demanda tempo e, às vezes, paciência. Deleto um bocado, tento responder a outros tantos e, assim, mepermitosercontagiadapelatecnologiagalopante que nos amplia não somente os conhecimentos, mas a interatividade nas relações pessoais e de trabalho. Hoje, não me imagino sem computador, é inconcebível pensar em não compactuar com esse mundo virtual que, até há pouco tempo, não fazia parte de nossas vidas. Evoltoàs cartasquealgunsleitores tão carinhosamente me encaminham. Geralmente, são pessoas idosas, sem o domínio da tecnologia, mas que preservam palavras gramaticalmente bem-colocadas, redigidas com os cuidados que muitas vezes perdemos na velocidade e na urgência de um e-mail. E me lembro das inúmeras correspondências trocadas entre mim e minha amiga Luciana. Cartas que eram os nossos diários, enviadas ao fim de cada mês. Isso há mais de 30 anos,quandonemnosfilmesdeficçãocogitavase algo feito a internet. Amiga inseparável que, de repente, aos 14 anos de idade, vi se mudar com a família para o Rio de Janeiro. Para mim, era sinônimo do “fim do mundo”, barreira intransponívelquenossepararia parasempre.Interurbanos eram caríssimos e de difícil acesso. Acadatelefonema dado, umacara fechada, fosse do meu pai ou do pai dela, porque, quando nos falávamos, as conversas eram infindáveis. Hoje me pergunto onde os adolescentes arrumam tanto assunto, entremeados de risos altíssimos e segredos sussurrados. E foi devido às caras fechadas que nos vimos obrigadas a nos esmerar nas cartas. Cartas longuíssimas, divertidas ou chorosas, principalmente quando minha amiga, saudosa dos amigos e da cidade que deixou, “ameaçava” se atirar do sexto andar. Nossas cartas-diários eram tão extensas que muitas vezes começávamos falando de um garotoe findávamosfalando de outro –paixões fugazes e platônicas, que geralmente terminavam em nada. Em nossas cartas, o mais fiel registro das alegrias, das tristezas e das ansiedadesdeumaadolescência eumajuventudebemvividas. Com o passar dos anos, minha amiga se mudou novamente. Dessa vez, já adulta, para os Estados Unidos. Ainda sem internet, mas com interurbanos acessíveis, continuamos nos falando. Sempre. Voltou para Belo Horizonte, mais precisamente para a casa dos meus pais. Um ano depois, fez as malas novamente, dessa vez para a Nova Zelândia, onde acabou se casando e há mais de dez anos reside. Nãotrocamosmais cartas extensas, atecnologianos permite estarmos próximas de maneiras diversas. Todos os dias, sem exceção, nes-

O que realmente importa é manter vivos os nossos contatos. Não deixar que se perca o que construímos durante toda uma existência sesanos todos,nuncadeixamos denos comunicar. Seja através de e-mails, telefonemas, mensagens no WhatsApp e longas conversas pelo Viber, aplicativo que permite fazer chamadas gratuitas para outros celulares e cuja lógica até hoje não entendi. Trocamos fotos, recados, experiências importantes e também bobagens, muitas bobagens que tornam nossos dias mais leves. No início da noite, com o celular nas mãos, lhe escrevo: “Bom dia! Td bem?”. E ela, do outro lado do mundo, me responde: “Boa noite! Td bem e vc?”. A partir daí, teclamos em nossos celulares através do WhatsApp, digitando diálogos, transmitindo ícones e fotos. Fotos como a do risotodefunghiqueela ama,ou dasopade ervilha enlatada que a preguiça me levou a fazer no último fim de semana. Fotos da cachorrinha que acabara de subir, imunda, no meu sofá; do vestido novo que comprei e sobre o qual queria sua opinião... Contamos as novidades do meu dia que se finda e do dela que se inicia. Quando o assunto é sério e requer mais atenção, nos falamos pelo Viber, que nos permite horas de conversas sérias ou jogadas fora. Transcrevoaquipartedeumadenossasúltimas “conversas” digitadas no WhatsApp: – Bom dia, Lu! Hoje vou dormir mais cedo. – Boa noite, amiga! Acabei de acordar rsrsrs. Nada como um feriado... E uma em cada lado do planeta... – E a tecnologia no meio!!! –Taíumbomassuntoprasuapróximacrônica... E foi assim que a ideia de escrever este texto nasceu. Não importa como; seja através de cartas, e-mails, mensagens no celular ou conversas por telefone, Viber ou Skype, tanto faz, o que realmente importa é manter vivos os nossos contatos. Não deixar que se perca o que construímos durante toda uma existência. Grandes amigos e família, mesmo que distantes, são pra toda vida. Um telefonema a uma mãe, que, ansiosa, aguarda pela voz do filho ausente, ou a uma amiga querida, que o destino distanciou, são imprescindíveis. Tambémé bomsaberque, às vezes, um simples “oi, tudo bem?”, enviado num rápido torpedo, já é o suficiente para tornar o dia de alguém mais feliz.


O TEMPO BETIM 7 a 13de junho de 2013

Cultura 21 REPRODUÇÃO INTERNET

Filme. Sequência atraiu grande público

‘Se Beber Não Case 3’ segue nas telonas Novo longa, diferentemente dos dois primeiros, não tem foco em casamento Da Redação cultura@otempobetim.com.br

Asequência “SeBeberNão Case 3”, que continua em cartaz nos cinemas, caiu no gosto do público. Só no último fim de semana,quase 1 milhão de expectadores assistiram ao filme em todo o país. Diferentemente dos dois

primeiros longas, no terceiro não há um casamento que justifique o título. A história, desta vez, destaca Alan, que está deprimido devido à morte de seu pai. Preocupado, Doug sugere que ele vá até um lugar chamado New Horizons. Alan aceita a sugestão após Phil e Stu concordarem em levá-lo juntamente com

Doug, dando-se início a uma novaviagem,recheadadeconfusões, que acaba sendo interrompida bruscamente pelos capangas de Marshall. O malfeitor está atrás de Chow e acredita que os amigos ainda possuem contato com ele. O filme está em cartaz na sala Betim 2, às 16h10, 18h10 e 20h30.

Rua Capela Nova, 431, Betim Industrial Tel.: 3592-3738 Sábado: Cleo e Mary (sertanejo), Thiago Louzada e Rafael (sertanejo), Léo Cebolla (sertanejo) e Luiz Gustavo e Renan (sertanejo), a partir das 21h Entrada: R$ 15 (feminino) e R$ 20 (masculino) CAIPIRÃO DO LAPINHA Rua João Silva Evangelista, 16, Novo Horizonte Tel.: 3595-5995 Sábado: Menina do Céu (estilos variados) e Marquinho e Danilo (sertanejo), a partir das 21h Entrada: valor não divulgado

Sexta: Alexandre Mendes (sertanejo), Classe e Simpatia (samba e pagode) e Dj Henrique, a partir das 21h Entrada: R$ 15 (masculino); mulheres até às 23h, não pagam; após, R$ 10 Sábado: Cássio e Roger (MPB, pop rock e samba) a partir das 19h Couvert: R$ 3,50 Domingo: Samba de Bosque (samba) e DJ Flay, a partir das 19h Entrada: R$ 10 (masculino); mulheres até as 22h não pagam; após, R$ 10

CAFÉ COM ARTE Avenida Arthur da Silva Bernardes, 127, Angola Tel.: 3544-1234 Sexta: DJ Kaká e DJ Lutcho, a partir das 21h Entrada: 1º lote: R$ 20 (masculino); R$ 15 (feminino), com open bar feminino até as 23h Sábado: banda Chaparral (sertanejo e country) e DJ Henrique, a partir das 21h Entrada: 1º lote: R$ 20 (masculino); mulheres não pagam até as 23h; após, R$ 15 REPRODUÇÃO INTERNET

TERRAZZO GOUMERT Av. Juscelino Kubitschek, 575, centro Tel.: 3532-1860 Sexta: Ludmilla (MPB), a partir das 20h Couvert: R$ 5 Sábado: Rodrigo Lanhosos (pop e MPB), a partir das 20h Couvert: R$ 5 BAR DONA ROSA Rua Professor Osvaldo Franco, 20, centro Tel.: 3595-6418

Programação. Confira os filmes que estão em cartaz no Betim Shopping Faroeste Caboclo

Reino Escondido

Direção: René Sampaio. Com: Fabrício Oliveira, Felipe Abib, Ísis Valverde. Sinopse: João deixa SantoCristoembuscadeumavida melhor em Brasília. Ele se envolve com o tráfico, ao mesmo tempo em que mantém um emprego como carpinteiro e se apaixona pela rica Maria Lúcia. Betim 1: 13h40, 16h, 18h20 e 20h40

Direção: Chris Wedge. Sinopse: O professor Bomba dedicou boa parte de sua vida às pesquisas por um povo de tamanho diminuto que vive na floresta. Mas, quando sua filha, a jovem M.K., vai morar com ele, ela é envolvida no confronto entre os Homens-Folha e os Boggans, seres pequeninos da floresta que seu pai estuda. Betim 2: 14h

Velozes e Furiosos 6

Direção: Justin Lin. Com: Jordana Brewster, Michelle Rodriguez, Paul Walker, Vin Diesel. Sinopse: A sequência conta a história da gangue de Dom Toretto e Brian O'Conner, que ajuda o agente Hobbs a capturar um ex-militar inglês em troca do perdão de seus crimes e descobre que Letty, ex-namorada de Dom, está viva. Betim 3: 13h, 15h30, 18h10 e 20h50

Arrasta-Pé. Grupo lançará nova música de trabalho

Programe-se ARRASTA-PÉ

De novo. Trio de amigos vive uma nova confusão na sequência do filme “Se Beber Não Case 3”

Música. Banda Menina do Céu é atração no Caipirão do Lapinha

Banda Hawaianna comemora 12 anos com show especial DIVULGAÇÃO

José Augusto cultura@otempobetim.com.br

A banda de forró Hawaianna completa 12 de anos de carreira. E, para comemorar em grande estilo, o grupo fará um show especial nesta sexta (7), no Arrasta-Pé, a partir das 21h. Na ocasião, a banda ainda lançará a sua nova música de trabalho, “Para Fazer Negócio”. “No nosso show, iremos contar um pouco destes 12 anos de carreira. Além disso, vamos dividir o palco com vários amigos que fizeram parte da nossa trajetória. Esperamos que seja uma noite inesquecível para o público, assim como será para nós”, disse o vocalista do grupo Fernando Mendes. A noite de aniversário con-

Carreira. Banda Hawaianna já se apresentou em diversas cidades

tará com vários convidados, comooscantores Cristiano silva, Vini Morais, The Rio Mansion, os grupos Raça Brasileira e Daquele Jeito, as duplas Danilo Reis & Rafael e Rodrigo & Renato, além dos DJs Flay e Louco.

Entrada A entrada para o show custa R$10 (feminino) e R$15 (masculino). O Arrasta-Pé fica na rua Capela Nova, 431, no Betim Industrial. Informações pelo telefone 3592-3738.


22

O TEMPO BETIM 7 a 13 de junho de 2013


O TEMPO BETIM 7 a 13de junho de 2013

Entretenimento 23

Restaurantes

Sabor. Receita leva batatas

TCHÁ TCHÁ TCHÁ

Escondidinho de arroz com frango

Avenida Amazonas, 1.395, centro Tel.: 3531.1092 Comida mineira Segunda a sábado: 8h às 21h Média de preço: R$ 12 A MASSA PIZZARIA Rua do Rosário, 655, Angola Tel.: 3532-2321 Pizza, massas e grelhados. Terça a domingo: das 18h às 24h Média de preço: R$ 20 a R$ 40 CARRO DE BOI Avenida Edmeia Lazzarotti, 1.930, Jardim da Cidade Tel.: 2751-3504 Churrasco (rodízio/self-service) Diariamente: 11h à 0h Média de preço: R$ 20 a R$ 30

Prato ainda leva queijo parmesão ralado na cobertura REPRODUÇÃO INTERNET

PONTO DO CHURRASCO Alameda Maria Turíbia de Jesus, 85, centro Tel.: 3532.3023 Churrasco à la carte e porções Terça a sexta: 17h30 à 1h Sábados e domingos: 11h30 às 14h30 (almoço) Média de preço: R$ 15 RESTAURANTE DORNAS Avenida Amazonas, 2.252 Brasileia Tel.: 3531.5872 Todos os dias, mais de 80 pratos quentes e frios Segunda a sexta: 11h às 14h30 Sábados e domingos: 11h às 15h30 Média de preço: R$ 1,99 a R$ 2,49 a cada 100g PIZZARIA BAHAMAS Rua Redelvin Andrade, 195 Horto Tel.: 3532.1331 Serve pizza e massas Terça a domingo: a partir das 17h Média de preço: R$ 18 a R$ 36 (kg) COZINHA MINEIRA Avenida Amazonas, 470, 2º andar, centro Tel.: 2571-0470 Comida mineira (self-service). Segunda a sábado: 11h às 15h Média de preço: R$ 14,90 (self-service) e R$ 19,90 (kg)

Delicioso. Receita é da leitora Vanildes Nazaré Barbosa Silva

Ingredientes

Modo de preparo

3 xícaras (chá) de arroz cozido 3 xícaras (chá) de frango cozido e desfiado 3 colheres de margarina 1 cebola picada 2 tomates picados Meia xícara (chá) de molho de tomate 1 xícara (chá) de requeijão 800 g. de batata cozida e amassada Sal e pimenta a gosto 1 1/2 xícara (chá) de leite 50 g. de queijo parmesão

Unte um refratário com azeite e espalhe nele o arroz cozido. Faça um refogado com os tomates,acebola, omolho de tomate, a pimenta e o frango desfiado e deixe ferver por dez minutos. Depois, espalhe o refogado sobre o arroz. Faça um purê de batatas com o leite e a margarina, e após pronto,coloque-osobreomolho. Por cima do purê, espalheorequeijãoe jogueoqueijo ralado. Leve ao forno para gratinar por dez minutos.

PORTEIRA VELHA BR 381, KM 479, PTB Tel.: 3592.3600 Comida mineira (self-service) Diariamente: 8h às 18h Média de preço: R$ 20 a R$ 29

Horóscopo

RANCHO ALEGRE

EÁries

Rodovia dos Bandeirantes, 1.830, Bandeirinhas Tel.: 3592.7466 Comida mineira (self-service) De terça a sexta: 11h às 16h Sábados, domingos e feriados: 11h às 17h Média de preço: R$ 35

Preocupe-se um pouco mais com suas coisas e não deixe para amanhã o que deve fazer hoje. Não reclame da demora com que as coisas têm acontecido em sua vida, afinal, você está lento em suas decisões.

Você precisa pensar mais nos que estão à sua volta e deixar sua autoridade de lado por uns dias. O sentimento de superioridade pode fazer você querer que as pessoas lhe obedeçam sem fazer perguntas. Isso não é bom.

Você está vivendo uma grande reformulação interna, em que aparecem questionamentos e mais questionamentos. Tenha paciência consigo mesmo, antes de saber todas as respostas. Tudo tem seu tempo certo.

Está na hora de repensar suas atitudes, seu modo de vida, suas amizades e relacionamentos. Nada de culpa, afinal, você só fez o que achou queera o melhore pontofinal. Procure até achar a resposta conveniente.

ALCACHOFRA

RTouro

ULeão

PEscorpião

QAquário

Praça do Brasileia, 20, Brasileia Tel.: 3596.0124 Segunda a sexta: self-service Sábado: 11h (self-service) Todas as noites: até as 23h, pratos especiais, culinária italiana e pizza Domingo: culinária italiana e pizza Média de preço: R$ 12 a R$ 50 SPLENDORE Avenida Governador Valadares, esquina com praça Milton Campos, centro Tel.: 3532.4829 Comida italiana (à la carte) Segunda a sábado: 11h às 23h30 Domingos: 11h às 16h Média de preço: R$ 9,50 a R$ 79

21/3 A 20/4

21/4 A 20/5

YCâncer

21/6 A 20/7

21/7 A 22/8

OLibra

23/9 A 22/10

23/10 A 21/11

3 Capricórnio

22/12 A 20/1

21/1 A 19/2

Pare de reprimir seus sentimentos pelo medo constante das críticas das pessoas. Agora está na hora de pensar mais em você do que naquilo que os outros vão pensar de suas ações. Não tenha medo.

Dê-se mais tempo, cuide-se e medite sobre as suas reais necessidades de vida.Só valea penaquando estamosfelizes com o resultado do que fazemos, seja nos relacionamentos ou na profissão. Pense nisso antes de mais nada.

Este é o momento em que vai valer a pena investir em seu autoconhecimento. Essa atitude vai atrair pessoas de alto-astralàsuavolta etrarámuitarecompensapessoal. Asua intuição vai ajudálo a não se afastar de seus valores.

Você pode ter um período mais romântico e dedicado a atender às suasexpectativas de serfeliz. Portanto,saibadividirmelhorseutempoentre o trabalho e a relação afetiva, para curtir melhor este momento.

TGêmeos

IVirgem

{Sagitário

WPeixes

21/5 A 20/6

Vocêandameio inseguro ultimamente. Muitas vezes a rotina pode parecerdura echata, mastrazmuita segurança. Também é preciso mudar quando as coisas que estão velhas e cheias de “mofo”.

23/8 A 22/9

Levante a cabeça e enfrente a vida. Não perca seu valioso tempo com bobagens, discussões que não levarão a lugar algum. Enfrente o medo que pode paralisá-lo, acreditando mais em seu próprio potencial.

22/11 A 21/12

Concentre-se em terminar todas as tarefas que inicia, para que não se perca a energia despendida. Cada coisa deixada para trás, é como um projeto abandonado que não servirá para acrescentar nada em sua vida.

20/2 A 20/3

Não será positivo pensar somente em si, querendo fazer coisas somente para proveito pessoal. A vida está prometendo muito brilho, várias posições de destaque e possibilidades novas para você. Aproveite.


24

O TEMPO BETIM 7 a 13 de junho de 2013


O TEMPO BETIM 7 a 13 de junho de 2013

25

Sociedade ARQUIVO PESSOAL

Giselle Normand giselle.normand@otempobetim.com.br ARQUIVO PESSOAL

O amor está no ar O Betim Shopping promove até o Dia dos Namorados (12 de junho) um concurso cultural que promete despertar a criatividade dos casais românticos da cidade. Para participar é só enviar uma foto bem original para a página do shopping no Facebook e torcer. O melhor clique irá faturar um jantar em um restaurante escolhido pelo casal com direito a motorista particular, caixa de bombons, buquê de flores e um vale compras no valor de R$ 300,00. As imagens podem ser enviadas até a próxima terça-feira (11), só que a comemoração terá de aguardar, já que o resultado será divulgado apenas no dia 19 de junho.

Dia da indústria O empresário João Ricardo Gonçalves, diretor da Eccox Ambiental, promoveu, na última terça-feira (4), o primeiro Encontro e Café Industrial de Betim. Figuras importantes envolvidas com as indústrias locais e representantes do governo municipal estiveram presentes. Foram homenageadas na ocasião, a Toshiba, Fiat Automóveis e associações ligadas à indústria, entre outros, através de seus representantes. João Ricardo evidenciou a importância das parcerias para a cidade durante o evento, que ocorreu no auditório do restaurante Porteira Velha.

J Formatura. Clóvis Ciryllo Limongi Neto (ao centro) durante solenidade de formatura de oficiais, quando recebeu a patente de 1º Tenente/Dentista da Aeronáutica, no último dia 24, com os amigos Bruno, Dane, Cabeça, Gustavo e Japa ECCOX AMBIENTAL/DIVULGAÇÃO

Bodas de prata

J Grande comemoração. João Pedro, filho do empresário Geraldo Atenas (Mercado da Esquina) e Rose, festeja seu aniversário nesta sexta-feira (7) entre amigos e familiares. Parabéns!

A Tenco Shopping Center, presidida pelo empresário Eduardo Gribel, realizou, na noite da última segunda-feira (3), uma belíssima festa em comemoração aos 25 anos da empresa. O evento aconteceu no Teatro Bradesco, em Belo Horizonte, com show do cantor Milton Nascimento e Orquestra Opus, uma parceria que arrepiou os convidados. A confraternização, bastante prestigiada, contou com muita gente de expressão de todo Brasil, entre empresários,autoridadese algunsdos principaisnomesdo mercado do varejo. Para os anfitriões da festa, Eduardo Gribel, AdrianaGribel, Milton Colen e Marcelo Rainho, diretoresdaTenco Shopping Centers, a chegada dos 25 anos é um momento de muito orgulho e realização e consolida ainda mais o trabalho da empresa no mercado brasileiro.

J Café industrial. João Ricardo, diretor da Eccox, e o prefeito Carlaile Pedrosa prestaram homenagem à Toshiba através do seu superintendente administrativo, Tochio Takahashi Nonaka


26

O TEMPO BETIM 7 a 13 de junho de 2013


O TEMPO BETIM 7 a 13de junho de 2013

27

Estilo

Fernanda Lara Entre em contato com esta coluna e dê sugestões. estilo@otempobetim.com.br www.maisonloulou.com.br

Moda. Peça foi criada no século XIX e se tornou popular durante a Primeira Guerra Mundial

Trench coat: casaco ícone e super fashion desta estação

REPRODUÇÃO INTERNET

Estilo clássico traz seriedade ao look e cai bem com vários tipos de roupas Em 1879, Thomas Burberry inventou uma capa feita com um tipo de gabardine que resistia à chuva. Em 1914, adicionou abas a outro modelo criado 13 anos antes, inventando um novo look para seu maior cliente: o exército inglês. Esses casacos mais compridos,dematerialresistente,serviam para proteger os soldados do frio, da chuva, do atrito comochãoetambémparaproporcionar um uniforme confortável e que desse mobilidade nahoradocombate.Assimnasceu o trench coat (na trdução literal, casaco de trincheira). Os concorrentes, então, co-

meçaramafazermodelosparecidoseas propagandasse multiplicaramtantoqueapeçaacabou virando uma marca registrada da Primeira Guerra Mundial. Os clássicos têm razões para serem chamados dessa forma: eles têm uma história por trás da sua criação. Comotrenchcoatnãofoidiferente. Atualmente, esse modelo é um verdadeiro ícone fashion e uma peça super versátil. Para usá-la não tem muito segredo: vai bem com tudo. É uma peça clássica e isso traz uma seriedade ao look. Sevocêéadeptadesseestilo, perfeito. Combine com cal-

çasdemodelagem simples,cores sóbrias e outras peças no mesmo estilo - blusas listradas, calças de alfaiataria, bolsas simples e camisas. Já se você curte o casac fique atenta a algumas dicas. Aposte nas estampas - tanto no próprio casaco quanto emoutraspeças-,coresvibrantes e acessórios-tendência, como maxi colar/brinco e óculos escuros estilosos. O trench coat pode ser bem sexy também. Usado como vestido, se forcompridosuficienteparaisso, claro, ou com shorts e saias, ele cumpre bem esse papel.

Trench coat. Casado se tornou uma das roupas mais populares entre as mulheres e é boa opção no frio


O TEMPO BETIM 7 a 13 de junho de 2013

28

Esportes

“A vitória não veio, mas alcançamos a marca de 50 jogos sem perder.” Victor - goleiro do Atlético, após empate por 0 a 0 com o São Paulo

MARIÂNGELA GUIMARÃES/O TEMPO

Copa Dadazinho. Cruzeiro vence rival que o havia derrotado na 1ª fase com apoio da torcida

Raposinha faz 2 a 1 na Liga Mineira e leva taça inédita MARCOS HENRIQUE/DIVULGAÇÃO

Final teve um ótimo público no São Cristóvão Evandro Teles

esportes@otempobetim.com.br

O Cruzeiro venceu a Liga Mineira por 2 a 1 e faturou a 5ª edição da Copa Super Dadazinho, em jogo realizado no sábado, 1º, no campo do São Cristóvão, em Betim. Os gols da Raposinha foram marcados por Caio Emerson e Victor Alexandre.

A China Azul compareceu em grande número ao campo e ajudou a garotada celeste a conquistar a taça da competição sub-15 pela primeira vez. A Raposinha entrou em campo com Jonathan Bráz; Gabriel Ribeiro (Emerson), Arthur Henrique, Gustavo Pereira e Lucas Sabará; Natan Ferreira (Fred), Victor Alexandre (José Francisco), Edson Júnior

(Felipe Nogueira) e César Luiz (Luiz Henrique); Caio Emerson e Bigú (Sérgio Murilo). O time celeste marcou 27 gols no torneio, o que deu uma ótima média de 3,8 tentos por partida. Criador da Copa, Ricardo Roneelogiou o apoiodo jornal Super Notícia, que ampliou o interesse na competição. “Várias equipes do país querem participar da edição nacional em outubro. Essa quinta edição, com certeza, foi a melhor, com um nível técnico excelente e ótima média de público nos estádios”, conclui.

Alegria. Atletas do pré-infantil do Cruzeiro vibraram muito com a conquista inédita da Copa Dadazinho


O TEMPO BETIM 7 a 13de junho de 2013

Esportes 29

Convocados. Dirigentes devem participar de arbitral no dia 13

Curtas

Liga faz esboço de campeonatos

Basquete A equipe masculina do Anjos Celestes foi campeã do Torneio de Basquete do Colégio Militar, ao vencer na final o Divinópolis por 47 a 20. O ala Gedeão, com três cestas consecutivas de três pontos, foi o destaque do time.

Fisiculturismo Três betinenses obtiveram ótimos resultados no campeonatomineirode fisiculturismo. Cléber Paranhos faturou o título, enquanto Letícia Karen e Genildo Ribeiro ficaram com o vice-campeonato da modalidade.

Base forte As categorias de base do Betim Esporte Clube estão fazendo bonito no campeonatomineiro. Nosábado (1º), o infantil goleou o Santa Cruz por 4 a 0, enquanto o juvenil venceu o mesmo adversário por 1 a 0.

Série C O Betim Esporte Clube estreou no Brasileiro da Série C com um empate por 0 a 0 com o Crac-GO, na casado rival. Neste sábado (8), às 16h, em Nova Serrana, o time encara o Caxias pela 2ª rodada do torneio.

ANSELMO UBL/ARQUIVO

Séries A, B e C, que devem começar no início de julho, mobilizam 140 equipes Evandro Teles esportes@otempobetim.com.br

A realidade financeira da Liga de Desportos de Betim (LDB) e o calendário apertado levaram a coordenação técnica da entidade a elaborar fórmulas de disputas mais curtas dos campeonatos deste ano das sériesA, B eC. Os torneiosmobilizarão 140 times. “Vamos assinar o convênio com a Prefeitura de Betim, que garante os recursos para os torneios, nos próximos dias.Emseguida,apresentaremos aos dirigentes de clubes asfórmulas de disputa que co-

meçamos a elaborar”, explica o coordenador técnico da LDB, Henrique Carvalho. A Série A terá 24 equipes, enquanto a Série B contará com 52 times, e a C, com 64. Carvalho lembra que o cronograma de inscrição para os atletas que irão disputar a Série A terá as seguintes datas: 13 de junho acontece o arbitral, às 19h, na Liga. No dia 20,tem orecolhimento da préficha de inscrição na sede da LDB, das 9h às 18h. “No dia 27 de junho, teremos novo arbitral. As inscrições de atletas para a Série A podem ser feitas até o dia 4 de julho”.

Regional. Jogos definem classificados

Taça Guanabara tem rodada decisiva domingo

Artilheiro. Gui, atacante do Renascença, atual campeão da Série A

A 4ª Taça Guanabara de Futebol prossegue neste domingo (9). No campo do Vila Kennedy, jogam Crovista e Flamengo, às 15h. No mesmo horário, no São João, se enfrentam Palmeiras e 5 Estrelas. Às 10h, jogam Paulo Camilo e Capelinha

(Kennedy). No Alvorada, tem Renascer x Portuguesa às 14h. Às 10h: Parque Ipiranga x Boa Esperança (Petrópolis), Petrox contra Ferroviário (Petrovale) e Primavera x Guanabara (São João). Às 15h: Naza x Palestra (Petrovale). (ET)


O TEMPO BETIM 7 a 13 de junho de 2013

30 Esportes

Toque de bola

Marcos Russo russo@otempobetim.com.br

Base forte do Betim Festival Fifa divulga tabela Felipão RS Sports do Mundial de Clubes grosseiro O meu amigo, o professor Elias Moisés, o Boi, enviou-me um e-mail agradecendo o que escrevinasemana passada sobre a bela campanha do Betim Esporte Clube, em disputa recente. Gosto de publicar esse tipodee-mail,porquesãopoucos aqueles que têm reconhecimentoegratidãosobreoscomentários e elogios publicados na coluna. Através desse espaço, Boi também agradece ao Getúlio Borges, da Secretaria de Esportes, ao Leandro e ao Dinho, do Vera Cruz; ao Wiliam, do Parque das Indústrias, e ao Márcio, do Cidade Verde, por disponibilizarem

campos para treinamentos do Betim, que está em segundo lugar em sua chave, no campeonato mineiro infantil, atrás do América. Do professor Boi vamos para outro jovem professor de educação física, o Renato Andrade, que pede para divulgar que neste sábado (8) vai acontecer um festival em comemoração ao primeiro aniversário da RS Sports, no PTB. Os dois jovens professoresfazem umbelotrabalhocom garotos em suasescolas de futebol a Cromos e RS Sports, e são confiáveis. Parabéns e continuem com essa missão tão importante.

Ainda sobre o festival de aniversário da escolinha RS Sports, vale conferir a programaçãode jogosparaestesábado(8),noPTB:RSSports xCromos sub-6, RS Sports x Cromos sub-9, RS Sports x Citrobol sub-11, RS Sports x Citrobol sub-13, RS Sports x Família sub-14, e RS Sports x Família sub-16. A festa prossegue neste domingo (9), a partir das 11h, quando acontece no campo do Alterosas o jogo do RS Sports contra o time de base do Comercial, do Barreiro.

A Fifa divulgou a tabela do Mundial de Clubes. A final será no dia 21 de dezembro e o mundial vai acontecer no Marrocos, com início previsto para o dia 11 do mesmo mês. O primeiro jogo será entre o Raja Casa Branca, campeão do Marrocos, e o Auckland City, vencedor da Oceania. O Bayern de Munique, campeão daLigadosCampeõesdaEuropa,estréiano dia17 de dezembro. O campeão da Libertadores,esperando queseja o Galo paravalorização dofutebolmi-

neiro, que só será conhecido no dia 24 de julho, jogará no dia 18 de dezembro. O campeão da Ásia será conhecido dia 9 de dezembro e, no dia 10, sai o vencedor da África. Quatro clubesestão classificados e garantidos no Mundial: Raja, campeão marroquino; Auckland City, representante da Oceania; o Monterrey, do México; campeão da Concacaf,e o Bayern, campeão europeu. Já imaginaram o Galo campeão do mundo? Porém, é preciso voltar a jogar bola.

O técnico Felipão, mais uma vez, deu um ‘coice’ em um repórter após o jogo do Brasil contra a Inglaterra. Ele não gostou da pergunta feita pelo profissional de TV, mostrando toda sua arrogância e prepotência ao lidar com a imprensa. Jô Soares, torcedor do Fluminense entrou no programa ‘Bem Amigos’, do SporTV e fez um pedido para que ele deixe de ser mal-educado, ou então, que não dê entrevista, e disse: “Felipão acha que é mais inteligente que todos”.


O TEMPO BETIM 7 a 13de junho de 2013

31


O TEMPO BETIM 7 a 13 de junho de 2013

32 Esportes

Talento. Piloto de 17 anos atualmente disputa o campeonato paulista

Conquistas JOÃO LÊUS

Prodígio do bicicross de olho nas Olimpíadas WILSON BRANDÃO/DIVULGAÇÃO

Campeão pan-americano e penta do Brasileiro, Lucas Augusto mira 2016 Evandro Teles esportes@otempobetim.com.br

Betim possui vários pilotos de bicicross que integram a elite damodalidadenopaís.Umdeles é o prodígio Lucas Augusto, o Bokinha, de 17 anos, que começou a pilotar com apenas 5 anos. Ainda recuperando-se de umacontusão no ombro, Bokinha compete atualmente no Campeonato Paulista de Bicicross, na categoria junior men, graças ao apoio de um empresário do interior daquele Estado. “Em Betim, ainda não consegui patrocínio com nenhuma empresa. Seria mais interessante estar disputando

competições pela cidade, mas semesseapoio, ficamuitodifícildisputar provas nacionais e internacionais”. Além do campeonato paulista,Bokinhapretendeparticipar, em 2013, do mineiro, do brasileiro, daCopa do Brasil,e do campeonato latino-americano. Para aguentar a maratona de provas, o piloto betinense treina de segunda a sextafeira na Pista Internacional Aquileu Franco do Amaral, no bairro Bueno Franco. “Nos fins de semana, treino também em Contagem e em outras cidades. Pratico seis dias na semana”. Em 2012, Bokinha participou do Campeonato Mundial

de Bicicross, em Londres, na Inglaterra. “Não fui tão bem quanto esperava, pois fiquei meio assustado com a dimensão do evento. Além disso, essa era a minha primeira prova fora do país. Um mês após essa competição, consegui vencerum finalistada minhacategoria várias vezes”. Na Copa Internacional 2013, disputada em Paulínia, no interior paulista, o prodígio betinenseconseguiu ser finalista em sua categoria. “Isso me motivou a manter o foco nas Olimpíadas de 2016. Treino forte para ser convocado para a seleção brasileira. São apenas três vagas, mas vou lutar por uma delas”.

Pan-Americano Imbatível. Em 2008, Bokinha venceu a competição com ótima performance. Copa Internacional Superação. Com apenas 9 anos, Lucas Augusto conquista competição. Brasileiro Pentacampeão. Bokinha já faturou a mais importante disputa do país em 2004, 2005, 2007, 2008 e 2011. Copa do Brasil Tricampeão. Piloto betinense ficou com as taças em 2004, 2008 e 2009. Mineiro Deca. Bokinha já foi o melhor do Estado em dez ocasiões.

Ambição. Bokinha treina forte para obter vaga na seleção brasileira


O Tempo Betim - Sex, 07/06/2013