Issuu on Google+

Futebol amador. Série A começa nestedomingo,comclássicos. Página 27

Vai na fé. Torcida betinense espera classificação na segunda. Página 28 DIVULGAÇÃO /INTERNET

REPRODUÇÃO / INTERNET

Betim

20 a 26 de junho de 2014 Ano XXXIX - Número 1616 - - www.otempobetim.com.br

Tiragem desta edição: 45.000 exemplares

Leoni se apresenta em shopping nesta quinta (26), com entrada franca. Página 19

FOTOS JOÃO LÊUS

Santa Isabel

PatrimônioHistórico estáabandonado Ameaçado. Os telhados da matriz estão comprometidos

A Igreja Matriz da Colônia Santa Isabel, tombada pelo Patrimônio Histórico municipal, está abandonada e corre risco de desabar, segundo denúncia da comunidade.

Um abaixo-assinado iniciado nesta quinta-feira (19) pelos moradores tenta salvar a igreja, construída em 1934 pelos próprios hansenianos. Página 10

Problemas. Igreja tem teto com infiltrações e forro caindo

Desmunicipalização. Com transferência, concurso público será descartado

Violência

Moradores temem onda de assaltos Moradores do bairro Jardim Casa Branca estão assustados coma ondade assaltos. Eles relatam que bandidos invadem prédioseroubamváriosapartamentos. Medidas de segurança têm sido adotadas. Página 12 MOISÉS SILVA

Gestão da hemodiálise passará para o Cismep Vereadoresesindicalistas denunciamquemedidaéo primeiropassoparaentregar comandogeraldoRegional

A prefeitura vai entregar o comando do setor de hemodiálisequefunciona dentrodoHospital Regional para o Consórcio Intermunicipal do Médio Paraopeba (Cismep). A informação foi confirmada em reuniãonaCâmaranessaterça-fei-

ra (17), pelo secretário de Saúde, Mauro Reis. Para vereadores e sindicalistas, a medida é aprimeirade umasériequevisa tirar do município de Betim a gestão do Hospital Regional. Sob o comando do Cismep, a contratação de pessoal ficará

flexibilizada e sem necessidade de concurso público, fato que assusta o funcionalismo. O Cismep, segundo o estatuto, sempre será presidido pelo prefeito de Betim. Secretário diz que medida vai melhorar atendimento. Página 3

NELSON BATISTA

Prorrogado

Governo dá mais prazo para IPTU e anistia

Proteção. Moradora mostra grade que colocou em sua casa

Reivindicação

Agricultores cobram promessas de prefeito Cerca de 40 trabalhadores ruraisde Betim foramaogabinete do prefeito na terça (17) cobrar promessas não cumpridas. Os agricultores reclamam falta de repasses por venda de alimentos deste 2011. Página 11

Página 7

Novos candidatos

SUSTO. Um motorista de 52 anos levou um susto no início da tarde de quarta-feira (18), depois que o caminhão que ele dirigia, carregado com botijões de gás, tombou na Alça Viária, no sentido São Paulo. Apesar de o veículo ter ficado totalmente destruído, Antônio Pereira da Silva não teve nenhum ferimento. PÁGINA 12

Elias quer disputar eleição para estadual Página 4


2

O TEMPO BETIM 20 a 26 de junho de 2014

Opinião

Tempo Bom

Vittorio Medioli vittorio.medioli@otempo.com.br Fax: (31) 2101-3903

Tempo bom para as mui-

Meninos azuis a primeira década do século passado, Charles Webster Leadbeater e Annie Besant escreveram vários livros em retiro no “ashram” de Adyar, no sudoeste da Índia. Declararam-se guiados por seres superiores das Fraternidades Brancas e ainda terem viajado no Akasha, uma esfera descrita na doutrina hinduísta como repositório de tudo que se passou e de tudo que ainda acontecerá. Contudo, a teoria teosófica não nega o livre-arbítrio, a vontade do homem de mudar seu destino e de alterar o próprio carma. Como diziam os romanos: “Faber est suae quisque fortunae”, ou seja, cada um faz a própria sorte, apesar de tudo e dos astros. Predestinação e capacidade (vontade) de mudar o destino geraram vasta literatura, e o mundo assiste a essa batalha infindável. Entretanto, a ideia de viajar no tempo, para trás ou para a frente, sempre encantou escritores e diretores de cinema. As tramas que tratam da máquina do tempo e das viagens dentro dela marcam muitas peças de sucesso. O filme que mais bilheteria fez na década de 90 foi exatamente “O Exterminador do Futuro”, de James Cameron, o mesmo diretor que se confirmou com o sucesso de “Titanic” e, mais recentemente, “Avatar”. Cameron não esconde sua atração pelo enigma da “relatividade do tempo”; procura em seus roteiros reviver o passado exatamente como se passou e antecipar o futuro. Acaba mesclando sem economias suspense e bom gosto. Evidentemente, acabou influenciado pela leitura “clarividente” com um toque de clarividência própria. Fez o exterminador de seu famoso filme ser interpretado pelo desconhecido Arnold Schwarzenegger, que em seguida casou-se com uma jo-

N

Contraponto

vem Kennedy, chegou a ocupar por vários anos a cadeira de governador da Califórnia, apoiando novas formas de sustentabilidade social e ambiental. Por sua vez, Albert Einstein deu a fórmula da relatividade do tempo, a dimensão “tempo” que se anula na velocidade da luz. Bastaria assim acelerar-se a fantástica velocidade de 299.792.458 m/s ou 1,079 trilhão de km/h para nos livrarmos das rugas e dos cabelos brancos. Pois é, perde-se facilmente a noção dos valores que nos apegam, e ficamos a ver nossa pequenez nessa imensidão. Nossos prazeres e dores ficam microscópicos, nossas veleidades, ridículas, sonhos e tristezas, sem sentido. A bordo desta terra, dizem os sábios, deveremos desvendar o segredo do sistema solar, depois nos aguardam ainda a galáxia com seus milhões de sistemas solares e em seguida o cosmo com bilhões de galáxias, permitindo crer que nessa espiral os trilhões de anos são apenas dias de uma epopeia sem fim. Vale a pena desesperar? Nunca. Haverá um amanhã e poderá ser glorioso para quem faz por merecer. Pensar que a luz que nos ilumina avança num dia mais de 26 trilhões de km/h e que a luz de uma galáxia demora alguns bilhões de anos para chegar aqui faz do homem mais poderoso desta terra menos que uma gota em 1 milhão de oceanos. Tem razão Qolet em dizer que tudo não passa de “fome de vento”. Daqui enxergamos apenas uma parte do Universo que existiu e nem sequer temos confirmação que ainda exista. Nem sabemos ainda o que aconteceu, e sua luz (sua imagem) não chegou. O que vemos é o retrato de quanto aconteceu há bilhões de anos, ou seja, o retrato do que já foi, antes de nós sermos, e só a pálida

Sobre a visita do secretário de Saúde, Mauro Reis, à Câmara, nesta semana, em que não foi aberto o debate para esclarecer questionamentos dos vereadores sobre a saúde

¼ Y “Na última reunião, eu já havia pedido uma audiência com o secretário. Não abrir o debate é um ataque à democracia e um desrespeito ao Poder Legislativo.” Antônio Carlos - vereador

“Como todos os vereadores querem fazer perguntas ao secretário e não temos tempo hábil, o ideal é fazermos uma audiência.” Marcão - presidente da Câmara

Lua e poucos planetas nos rodeiam em tempo real. C. W. Leadbeater pretendia ter atravessado alguns portais do Akasha e de lá teria trazido relatos fantásticos que, já depois de um século de terem sido revelados, acabam confirmando suas proféticas e abstrusas visões. Nos dias de Leadbeater nem se cogitava de rádio, quanto menos de televisão, muito menos internet e computadores. Ele escreveu em 1909, no livro “O Homem de Onde Vem para Onde Vai”, que no futuro que visitou os jornais chegavam às residências pelo éter e eram lidos em “caixas”, sendo permitido imprimir o conteúdo que mais lhe agradasse. Mais ainda está nessas páginas amareladas, e uma nota que pode nos confortar neste momento é que, depois de grandes distúrbios e desastres, surgirá uma alvorada de sabedoria e felicidade. Muitos perecerão, escórias serão deixadas para trás, dar-se-á o início de uma era de prosperidade, sem dinheiro nem trabalho remunerado, nascerão seres esplendorosamente melhores. “Meninos azuis” como aqueles que começam a aparecer em nossos dias (vejam no Google “meninos azuis”). Para abordar essa literatura futurista, vale lembrar alguns singelos conselhos. Nunca se firme um segundo na vaidade e na inveja; tenha poucos desejos, nunca seja hipócrita, mantenha-se firmemente fiel à palavra, aos compromissos e às obrigações; valorize a amizade e a conserve como um tesouro; olhe os maus com piedade, nunca com cólera; deixe os outros cantarem vitória e assuma a derrota para si; respeite a castidade e a piedade onde as encontra; não se conforme nunca com a multidão. Seja você mesmo. Dias melhores virão.

tas opções que os eleitores de Betim terão nas eleições proporcionais deste ano. Se todas as candidaturas a deputado federal e estadual forem aceitas pela Justiça, os eleitores de Betim terão opções variadas para os dois cargos.

Tempo bom para um possível embate que deve ocorrer nestas eleições. Com a candidatura de José Elias confirmada pelo PDT, ele deverá se confrontar com o delegado Edson Moreira, que, durante as investigações do atentado sofrido pelo ex-prefeito Jésus Lima, foi responsável pelo indiciamento de Elias como mandante. Edson é candidato pelo PSDC.

Tempo bom para a iniciativa da comunidade de Santa Isabel em tentar salvar a igreja matriz, Patrimônio Históricol que está ameaçado. Já que as autoridades não agem, então, não resta outra alternativa senão os próprios moradores buscarem alternativas.

Tempo Ruim Tempo ruim para a falta de debate sobre a saúde. Com sérios problemas na pasta, um dos raros momentos para discutir o assunto foi abortado pelo vereador Marcão Universal (PSDB), que impediu os vereadores de questionarem o secretário durante depoimento nesta semana na Câmara.

Tempo ruim para os pensionistas que perderam o direito ao benefício do cartão Cesta-Servidor. Até agora, apesar dos apelos de prejudicados e sindicatos, o prefeito ainda não recuou na medida, que gera economia menor do que os gastos com cargos de confiança, que foram aumentados nos últimos dias.

Tempo ruim para a admi-

¼ 2

nistração de Betim. Segundo estudo que apontou piora em todos os índices do município, cidade terá que melhorar para se recuperar a médio prazo.


O TEMPO BETIM 20 a 26 de junho de 2014

3

REPRODUÇÃO INTERNET

Política

Oficial Em convenção realizada neste sábado (14) entre PT, PMDB, PROS e PRB, o ex-prefeito de Belo Horizonte e ex-ministro Fernando Pimentel foi confirmado para encabeça a chapa da coligação nas eleições ao governo de Minas. O ex-ministro Antônio Andrade sai como vice.

Polêmica. Com medida, políticos dizem que município começa a abrir mão da gestão da unidade

Prefeitura vai entregar hemodiálise para Cismep Objetivodo governoseriao detransferir aadministração doRegional para consórcio presididopor Carlaile;Sindmeddiz queterceirizaçãofoiconfirmadapor secretário MOISÉS SILVA/ARQUIVO

Lisley Alvarenga

politica@otempobetim.com.br

Aprefeiturapode,embreve,iniciar o processo de transferência da gestão do Hospital Regional paraoConsórcioIntermunicipal de Saúde do Médio Paraopeba (Cismep). O primeiro passo paraissoocorrerfoidadonestasemana, quando o secretário municipal de Saúde, Mauro Reis, anunciou que o setor de hemodíalise da unidade começará a seradministradopeloconsórcio nos próximos dias. Conforme seu estatuto, o Cismep sempre será administrado pelo prefeito deBetim. Mauro Reis informou que o consórciosecomprometeuaassumiragerênciadessaalaapartir do dia 1º de julho. “Futuramente,aideiaéquetodoosetor de hemodiálise seja gerido pelo Cismep”,afirmou. ParaovereadorAntônioCarlos (PT), que tentou questionar o secretário sobre o assunto, masfoiimpedidopelopresidente da Casa, Marcão Universal (PSDB), com o apoio dos parlamentares da base governista, a intenção do município é repassar a gestão de todo o hospital paraoCismep. Com isso, explica o parlamentar, as contratações de funcionários da área de saúde e de médicos seria toda coordenada pelo Cismep, o que pode ter comoconsequência a dispensa da realização de concurso público para o preenchimento das vagasnaunidadehospitalar. “O risco é muito grande, pois o poder estaria concentrado sempre nas mãos do presidente do Cismep, que, no caso, é o próprio prefeito de Betim. Ele passa a ter todo o controle das contratações da área medica em Betim. Hoje, centenas de pessoas que passaram no último concurso da saúde aguardam para serem nomeadas. Em vezdisso,oprefeitoestáusando o Cismep para contratar profissionais. Essa transferência de gestãoéumamanobradogovernopara burlaro acessodas pes-

soasaoconcurso”. A preocupação de Antônio Carlos é compartilhada pelos sindicatos que representam os servidoresmunicipais.Segundo odiretordo SindicatodosServidores da Saúde (Sindsaúde), LeonildoFerreira, Mauro Reis já havia confirmado ao sindicato que o governo quer terceirizar o serviçodesaúdeemBetim. “Estão fazendo isso a conta gotas. Ja terceirizaram a lavanderia e o laboratório do Regional. Agora, querem terceirizar o serviço de nutrição e dietética dohospitaletambémaUPANorte. Mas transferir a gestão da saúde não resolve o problema, ao contrário, piora. O profissionalnãocriaumvínculocomopacienteeacontrataçãooneraainda mais os cofres públicos. Essa medida é uma jogada política do prefeito para tentar burlar a Lei de Responsabilidade Fiscal, já que o Cismep vai vender a prestação do serviço ao município. Com isso, o governo não compromete a sua folha de pagamento, pode criar mais cargos e, assim, conseguir cumprir seus compromissos políticos”, salientou. JáparaopresidentedoSindicato dos Servidores Municipais de Betim (Sindserb), Geraldo Teixeira, a medida do governo viola a Constituição Federal. “O município não pode deixar de cumprirseudeverdeabrigarefetivos, e o cidadão não pode deixar de ter o direito de participar de concursos. O governo está usando oCismep paracontratar comissionados”,disse. SegundoovereadorVinícius Resende (SDD), a medida precisaserdiscutida.“Como vaificar a situação dos efetivos que atuamnaunidade?OMinistério Públicoestácientedisso,jáque, comamudança,podenãohaver maisconcursopúblico?”. AntônioCarlos(PT)solicitou a realização de uma audiência públicaparaqueosecretáriode saúde e o prefeito expliquem melhor qual é o objetivo dessa transferênciaderesponsabilidade. “Não podemos assistir a tu-

Abandono. Mesmo com local amplo, cadeiras e equipamentos, parte do setor de hemodiálise permanece fechado para a população carente

do isso de forma passiva. O Cismep tem sua importância, mas passaragestãodoRegionaldessa forma é, no mínimo, temerário”, disse. A data da audiência aindanãofoiagendada. Outra versão Mauro Reis, ao ser entrevistado pela reportagem, negou que exista qualquer projeto do governo de tranferir a administraçãodoRegionalaoCismep.Adecisão de transferir a gestão da hemodiálise para o consórcio foiuma mediaçãosanitáriacom interveniênciadoMinistérioPúblico e do governo do Estado porcausadodéficitdevagasparadiálisenaregião metropolitana. “O Estado quer ampliar essas vagas. Foi feito um acordo para o Cismep assumir o setor, jáqueospacientesdahemodiálise,emsuagrandemaioria,são das cidades que fazem parte do consórcio”. Pacientesrenaisquenecessitam de tratamento no setor sofremcomafaltadeatendimento adequadonacidade.Umaalainteira, com equipamentos guardados em caixas fechadas, está desativadaháquasedoisanos.

Parlamentares protelam mais uma vez debate sobre a saúde A expectativa gerada em torno da visita do secretário de Saúde, Mauro Reis, e do diretor do Hospital Regional, Guilherme Carvalho, à Câmara dos Vereadores para prestar contas sobrea situação de calamidade em que se encontra a saúde de Betim, conforme vêm denunciando usuários e funcionários da rede municipal, frustrou os betinenses que compareceram à reunião doLegislativonaúltimaterçafeira (17). Apesar de pressionados poralgunsvereadoresdaoposição, como o petista Antônio Carlos, os parlamentares que compõem a base governista do prefeito Carlaile Pedrosa (PSDB) preferiram protelar o debate com os representantes do Executivo. Com isso, a visita dos ilustres se resumiu apenas a uma apresentação

da visão do governo sobre o quadrodasaúde hoje. “Impedirodebatecomosrepresentantes do Executivo foi um ataque à democracia e um desrespeito ao Poder Legislativo.Umamanobradabasedogoverno para não questionarmos

o secretário sobre as informaçõesfalsasqueforamapresentadas aos vereadores e ao público presente à última reuniãodaCâmara.Porisso,solicitei uma audiência. Essa situação tem que ser esclarecida”, afirmouAntônio Carlos. MOISÉS SILVA

Frustração. Em visita, secretário apenas mostrou quadro da saúde


4

O TEMPO BETIM 20 a 26 de junho de 2014

Política

Novidade. Daniel Costa (PT), Tião Neto (PDT) e Marcelo Contador (PSOL) estão no páreo

Novas candidaturas para deputado surpreendem Umadassurpresas éonomedeJosédo NascimentoElias, ex-presidente daCâmarae umdos envolvidosno atentado sofridopeloex-prefeitoJésusLima REPRODUÇÃO/FACEBOOK

FOTOS: MOISÉS SILVA

José Augusto politica@otempobetim.com.br

O cenário eleitoral continua movimentado em Betim para as eleições deste ano. Novidades continuam surgindo na disputa por uma cadeira na Assembleia Legislativa e para a Câmara Federal. Na última sexta-feira (14), foi homologada a candidatura a deputado estadual de José do Nascimento Elias, expresidente da Câmara de Betim. Ele será candidato pelo PDT. Ligado ao futebol amador da cidade e uma das figuras políticas que mais marcaram a história de Betim, Elias estava afastado da vida pública desde a condenação pelo envolvimento no atentado sofrido pelo ex-prefeito Jésus Lima, em 1997. Na época, o pistoleiro do crime acusou Elias de ser o mandante, ato que ele sempre negou. Em junho de 1998, ele foi condenado a 12 anos e meio de prisão. Segundo Elias, ele espera que a sua candidatura seja registrada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE). “Não tenho nenhum impedimento para me candidatar a deputado estadual. Então, após o registro, vou detalhar por que eu decidi voltar à política”, disse por telefone à reportagem de O Tempo Betim. O último cargo público ocupado por Elias foi o de vereador e presidente da Câmara, em 1996, quando era um dos políticos mais influentes

PDT. Afastado da vida política há 18 anos, José do Nascimento Elias homologou sua candidatura

PT. Daniel Costa anunciou na Câmara Municipal sua candidatura

da cidade. Ele tenta retornar, caso a Justiça Eleitoral aceite sua candidatura, 18 anos depois ao cenário político. Também do PDT, que confirmou a candidatura do engenheiro elétrico Tomaz Brum a deputado estadual, o então superintendente da Habitação no governo MDC, Sebastião Neto, também vai buscar os votos dos eleitores, só que para deputado federal. Outra novidade para o pleito deste ano é a candidatura do vereador Daniel Costa (PT) por uma cadeira na Assembleia Legislativa, que foi confirmada na convenção do partido, no sábado (14). Vereador por duas vezes, Costa, que é ligado à comunidade

PSDC. Renato Ti-Rei será candidato a deputado federal pela 1ª vez

evangélica da cidade, se candidatará pela primeira vez. “Estamos vendo um desgaste político e um apelo pela renovação. Por isso, vou colocar meu nome à disposição do eleitorado. A nossa dobradinha principal será com o candidato a federal Gabriel Guimarães (PT)”, disse. Outro político que também está apresentando sua candidatura é o vereador Renato Ti-Rei, que deve ser confirmado pelo PSDC, para deputado federal. “Vou me apresentar como opção a essa polarização que temos que enfrentar todo ano na cidade”, disse. Ele vai dobrar em Betim com o principal dirigente do

seu partido, Alessandro Marques, que concorrerá para deputado estadual. PSOL Já Sargento Peixoto, do PSOL, que, em 2010, foi candidato a deputado federal e, dois anos depois, a prefeito, ainda não definiu sua posição. “Na convenção do partido, ficou definida apenas a candidatura de Marcelo Contador a deputado estadual por Betim. Se seu sair candidato, será a vice-governador em uma chapa com o PSTU, mas isso ainda não está definido”, declarou. A convenção do PSOL aconteceu na última quartafeira (18).

NELSON BATISTA/ARQUIVO

Polêmica

Sindserb pede retorno do Cesta Servidor à pensionistas Lisley Alvarenga

politica@otempobetim.com.br

A polêmica medida tomada peloprefeitoCarlailePedrosa(PSDB) na semanapassada de acabarcomopagamentodoCartão Cesta Servidor a 278 pensionistas do Instituto de Previdência Social do Município de Betim

(Ipremb), dias após criar mais cargoscomissionadosnaprefeitura, gerou insatisfação entre osservidoresmunicipais.Naúltimaterça-feira(17),opresidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Betim (Sindserb), Geraldo Teixeira, enviou ao secretário municipal de Administração, Wagner Lara, um

ofício solicitando o retorno do pagamento do benefício aos pensionistas. “Tirar esse vale, que já é tão pouco, das pessoas que recebem menos, justificando ser uma medida de austeridade, é uma economia desrespeitosa. Se o governo quer cortar gastos, por que não tira daqueles

Indignação. Geraldo Teixeira enviou ofício à prefeitura com pedido

que ganham mais, como os servidoresquerecebemsupersalários, ou então para de criar cargos comissionados, inchando a máquina?Nãopodemosaceitar isso”,afirmou. ComovaloratualdeR$230, o cartão Cesta Servidor, benefício que também era concedido a dependentes de servidores municipais falecidos que recebiamatédoissaláriosmínimos, possibilitaarealização de compras em estabelecimentos do município. A prefeitura informouqueuma reuniãoentre representantes do Executivo e doSindserb está agendadapara a próxima semana.


O TEMPO BETIM 20 a 26 de junho de 2014

Política

5

Cenário. Gasto com pessoal, receita própria e baixo investimento foram os piores índices

Cidade precisa melhorar administração, diz estudo Apesarda altaarrecadação,Betim não temumaboa gestãofiscalde seus recursos, apontapesquisanacional realizadapelaFederaçãodas Indústriasdo Rio deJaneiro José Augusto politica@otempobetim.com.br

EDITORIA DE ARTE / O TEMPO

GESTÃO EM BETIM Avaliação geral

IFGF consolidado Receita própria Investimentos Gastos com pessoal Custo da dívida

0,6200 0,4252 0,5947 0,5852 0,7700

RANKING NACIONAL

RANKING ESTADUAL

1507º 972º 1.527º 3.186º 2.262º

203º 155º 292º 504º 439º

ARRECADAÇÃO DE BETIM EM R$ BILHÕES

0,6588

1,3 0,6373

PREVISÃO

1,7

HISTÓRICO DO IFGF

1,4

1,5

1,09

0,6314 0,5789

2007

2008

2009

2010

ENTENDA OS CONCEITOS Acima de 0,8

gestão de excelência

De 0,6 a 0,8

boa gestão

De 0,4 a 0,6

gestão em dificuldade

Abaixo de 0,4

gestão crítica

2010

2011

2012

2013

2014

FONTE: FIRJAN

ta elevada. Há cidades que possuem arrecadações limitadas, mas conseguem fazer bons investimentos, equilibrando gastos e gerando melhorias; conquistaram ótimos resultados fiscais”, salientou. Ranking Jeceaba, na Região Central, MOISÉS SILVA

Segunda economia mais importante do Estado, Betim é uma daquelas cidades em que nem sempre a alta arrecadação é sinônimo de boas administração e prestação de serviços públicos. Pelo menos foi o que apontou estudo desenvolvido em âmbito nacional pelo Índice Firjan de Gestão Fiscal (IFGF), realizado pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan). A avaliação teve como critérios a forma como os municípios arrecadam, como investem em melhorias, a capacidade de pagar suas dívidas e como os recursos são gastos. De acordo com a Firjan, o levantamento foi elaborado com base em dados do exercício fiscal de ano de 2011, declarados pelos próprios municípios à Secretaria do Tesouro Nacional. Segundo a pesquisa, o IFGF de Betim foi 0,6200. Quanto mais próximo o índice for de 1, mais bem-avaliada é a administração da cidade. Levando-se em conta todas as 5.164 cidades avaliadas no estudo no país, Betim ficou em 1.507ª posição no ranking nacional e foi a 203ª na listagem estadual. Uma das áreas avaliadas pelo estudo que mais com-

prometeu a nota da cidade foi a receita própria: 0,4252, índice que fez Betim receber o conceito C (gestão em dificuldade). Outro ponto em que a cidade também foi malavaliada, recebendo o mesmo conceito, C, foi na área de gasto com pessoal, cuja nota foi 0,5852. Isso pode ser comprovado no balanço apresentado pela Secretaria Adjunta da Fazenda no mês passado, no qual se registra que o município compromete 49,5% de sua arrecadação em gasto com pessoal. O especialista em desenvolvimento econômico da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro Jonathas Goulart Costa explicou a situação de Betim na pesquisa. “A administração dos recursos ainda precisa melhorar, pois metade da arrecadação é gasta com a folha de pagamento, o que acaba engessando a administração, pois sobra muito pouco para investir na cidade”, avaliou. “E essa é uma situação que tende a permanecer por algum tempo ainda. As ações para mudar esse cenário só começarão a dar resultado a médio e longo prazos”, completa. Ainda segundo o especialista, nem sempre uma boa arrecadação é sinônimo de boa administração. “É preciso aplicar bem os recursos, e isso não significa ter uma recei-

foi a melhor cidade de Minas Gerais avaliada no estudo, liderando o ranking mineiro e ficando em segundo no nacional, tendo recebido nota 0,9616. A vizinha Igarapé, com arrecadação bem menor que a de Betim, ficou em 26º lugar no ranking estadual, com IFGF 0,7354.

“A administração dos recursos ainda precisa melhorar, pois metade da arrecadação é gasta com a folha de pagamentos, o que acaba engessando a administração. Outro ponto que atrapalha Betim é a dívida, que reduz a capacidade de investimento.” Jonathas Goulart Costa, especialista em desenvolvimento econômico da Firjan

Pesquisa. Mesmo com a segunda arrecadação do Estado, Betim ainda sofre com a má gestão fiscal

Dívida ainda é um dos entraves Outra questão que tem prejudicado uma boa gestão fiscal deBetimé adívida milionária da cidade. Conforme balanço feito pela prefeitura, a dívida consolidadadomunicípiochega hoje a R$ 521 milhões. “Quanto maior a dívida, menor é a capacidade da cidade de investir em políticas públicas e em infraestrutura”, afirmouo especialista. A capacidade de investimento também é baixa, o que ficou comprovado pelo estudo da Firjan, recebendo pontuação0,5947.Emnota,aprefeitura informou que irá avaliar o estudo da Firjan, uma vezqueeleéreferentea2011. Sobre a questão do gasto enorme com a folha de pagamentos,aprefeituraressaltou que,“aoassumiragestãomunicipal, o índice de gastos com pessoal era de 53,4% – acima do limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal. Atualmente, esse índice é

de49,5%.Ametaéqueopercentualcheguea47%.Aredução foi possível devido à adequação,àextensão eàflexibilização de jornada dos servidores,alémdaextinçãodecargosadministrativos”. A administração municipal também ponderou que temfeitoaçõespara melhorar agestão fiscal,comoo contingenciamento de despesas, de contratos e de convênios com ONGs.“Alémdisso,aprefeitura tem controlado de maneira mais efetiva os gastos com a máquina pública por meio da JuntadeExecuçãoOrçamentária e Financeira (Jeof). Tambémhouveaumentodasreceitas patrimoniais do município,como o IPTU e o ITBI, por exemplo. Esse aumento foi possível devido a ações como a atualização da planta de valores do município, a anistia fiscal, a regulamentação de empresas e a implementação danotafiscal eletrônica”.


6

Sobe e desce

¼ I

O TEMPO BETIM 20 a 26 de junho de 2014

Leitores

Clique da semana

Mande fotos do seu cotidiano para fotografia@otempobetim.com.br

Gaudêncio Torquato

49,5%

Colunista do jornal O TEMPO

As forças sociais e a nação

Gasto com pessoal Balanço apresentado pela Secretaria da Fazenda em maio mostra que o município compromete esse percentual de sua arrecadação para suprir a folha com gasto de pagamentos. Índice cresce a cada ano.

¼ 7,4% m Crise

As vendas de veículos leves tiveram essa queda em maio, comparando-se ao mesmo mês do ano passado, segundo a Federação Nacional de Distribuidores de Veículos Automotores (Fenabrave).

Em destaque 1.507ª Pesquisa da Federação das Indústrias do Rio de janeiro (Firjan) aponta que Betim ficou nessa posição no ranking nacional das cidades mais bem-avaliadas do país e com a 203ª posição na listagem estadual.

R$ 30 mi Com a prorrogação por mais 30 dias da anistia fiscal, que prevê a redução de encargos fiscais para pagamento de créditos tributários ou não, a Prefeitura de Betim espera arrecadar, até o dia 10 de julho, esse montante com o IPTU.

Linha direta

2517-3900 Telefone/Fax Cartas Rua do Rosário, 182 Bairro Angola Betim/MG - Cep. 32.604-218 E-mails Se você tem alguma reclamação ou sugestão de matéria, encaminhe seu e-mail para a editoria correta: Assuntos políticos: politica@otempobetim.com.br Reivindicações/reclamações: cidades@otempobetim.com.br Matérias esportivas: esportes@otempobetim.com.br Denúncias/acidentes: policia@otempobetim.com.br Comercial: comercial@otempobetim.com.br Financeiro: financeiro@otempobetim.com.br

www.otempobetim.com.br

Artigo

“Rodovia-fantasma”. A prova de que os brasileiros são apaixonados por futebol se confirmou na terça (17). Durante o jogo Brasil e México, não havia praticamente nenhum veículo trafegando na BR–381. Foto: João Lêus

, Cartas

Para mandar um alô para a Redação envie e-mail para faleconosco@otempobetim.com.br. A redação se reserva o direito de resumir as cartas por questão de espaço.

Bons motoristas

Quero aproveitar este espaço para elogiar três motoristas que trabalham na linha 710, que passa pelos bairros São João e Santa Inês. Os condutores de coletivo Reis,Sangue e JoséIres devemservir de exemplo para todos aqueles que trabalham em setores de atendimento à população. Eles são extremamente atenciosos e educados e tratam todos com respeito, sejam crianças, jovens, adultos ou integrantes da melhor idade. Reis, Sangue e José Ires, parabéns, vocês são motivo de orgulho para essa maravilhosa profissão. Maritaca - Betim

Conscientização Estamos vivendo em um período considerado como de maior incidência de incêndios ambientais no país. Com o tempo seco e a baixaumidaderelativa doar, avegetação fica muito seca. O problema é que, além de os terrenos estarem repletos de matos e sujeira, a falta de conscientização da população contribuiparao aumentodo número de focos de incêndio. Essa situação causa muitos transtornos, além de aumentar a incidência de

problemasrespiratórios napopulação, principalmente nas crianças. Precisamos nos conscientizar e cobrar das autoridades ações mais efetivas para combater esse tipo de problema que aflige a sociedade como um todo. Como sugestão, o governo municipal precisa, com antecedência, definir estratégias, ações de prevenção e combate aos incêndios ambientais. Já a população também precisa contribuir e evitarocontatodebitucasdecigarro com a vegetação seca, ocorrências que são registradas, em sua grande maioria, em rodovias. Atear fogo a terrenos baldios também é outra grave atividade que precisa ser combatida. Vamos nos conscientizaretrabalhar juntospara buscar evitar esse tipo de situação de degradação. Maria Oliveira

Elogio Não poderia deixar passar em branco a bela iniciativa dos comerciantes da região Central, que, paraapoiara seleçãobrasileiranaCopa do Mundo, embelezaram uma das ruas da cidade, decorando uma das principais vias do centro, logoaoladodaIgrejaNossa Senho-

TELEFONES ÚTEIS

Moro no bairro Jardim da Cidade e gostaria de reivindicar uma ação efetiva dos Poderes Executivo e Legislativo. Apesar de haver em Betim uma legislação que proíbe que caçambas de entulho permaneçam por mais de uma semana em frente às residências e aos pontos comerciais, as empresas do ramo insistem em descumprir a lei municipal. No meu bairro, por exemplo, constantemente são feitasobras, eessascaçambaspermanecem no mesmo local por meses a fio. É um desrespeito com os moradores. Além de deixarem as ruas da cidade mais feias, elas podem ocasionar graves acidentes e ainda servirem de esconderijo para bandidos. É preciso que as autoridades tomem providências. Lílian Oliveira

Utilidades (31) 3511.8533 (31) 3594.5424 (31) 3531.2300 (31) 3539.8241 (31) 3597.8270 (31) 3268.1800 192 (31) 3511.8525 (31) 3592.2345 (31) 3531.3930 (31) 3531.3822

Unidades Policiais Delegacia de Mulheres Detran Guarda Municipal PM (33º Batalhão) PM (urgência) Polícia Ambiental Polícia Civil (Plantão) Pol. Rodoviária Federal Pol. Rodoviária Estadual

Denúncia

Combata os trotes. Ligue somente em casos de necessidade.

Sistema de Saúde Cersam Zoonozes Divino Braga Hospital Regional Hospital do Teresópolis Hospital Unimed Samu UAI Alterosas UAI Guanabara UAI Sete Vigilância Sanitária

ra do Carmo. A rua ficou totalmenteverde eamarelo. É muitobacana esse espírito de nacionalidade que tomou conta de todo o país e presenciar iniciativas particulares como essa. Tenho certeza de que vamos levantar a taça neste ano e levar o título de hexacampeão! Guilherme de Araújo

(31) 3531.3056 353 (31) 3531.4054 (31) 2191.7400 190 (31) 3532.1748 (31) 3532.2722 (31) 3064.5386 (31) 2123.1926

Alcoólicos Anônimos Câmara Municipal (geral) Cemig Copasa Corpo de Bombeiros Correios Defesa Civil Inss Meio Ambiente Procon Prefeitura (geral) Receita Federal Telefônica GVT Telefônica Oi Telefônica Tremnet Transbetim

(31) 3531.1455 (31) 2129.6100 116 115 193 (31) 300.30100 199 135 (31) 3593.9606 (31) 3531.1188 (31) 3539.4600 146 10325 10331 (31) 3544.0000 (31) 3593.1511

Imprensa Jornal O Tempo Betim Jornal Super Notícia Jornal O Tempo (Diário) Rádio Liberdade TV Betim

(31) 2517.3900 (31) 2101.3000 (31) 2101.3000 (31) 3532.3400 (31) 3544.0053

A expressão da vendedora de loja, na ligeira conversa que mantinha com o cliente, é uma síntese do momento: “Parece que o país vai explodir”. Essa é a percepção que preocupa milhões de brasileiros. Mas a explosão a que se referia a lojista não dizia respeito aos urros cívicos de torcedores, face às eventuais vitórias da seleção canarinho nas exuberantes arenas esportivas que passam a acolher o maior evento esportivo mundial. Referia-se à tensão das ruas, às manifestações e aos movimentos que se espraiam por todos os lados. Seu olhar era para a dura realidade que a fez chegar ao trabalho três horas após sair de casa. O imenso contraste entre o ar pesado do momento e o clima descontraído aponta para múltiplos significados. O primeiro deles é o de que a batizada “Copa das Copas” se desenvolverá sob um tecido social esgarçado, a exibir a incapacidade do Estado no acolhimento às demandas da sociedade. Causa perplexidade o corpo social em intensa ebulição e por tanto tempo. Alguns perguntam: onde estaria o espírito cordato, a tendência à harmonia, ao diálogo, à confraternização, quando movimentos contestatórios fluem em todas as direções e sob a atenção de um Estado sem condições de acolher reivindicações de setores e categorias? Para começo de conversa, nossa alma pacífica é uma quimera. Se há um traço de união entre os eventos que pontuaram nossa história, ele é a ineficiência do Estado na administração das demandas populares. O clamor das ruas não é de hoje. O fato é que o Brasil moderno flagra uma sociedade correndo à frente das instituições. Dentro dessa moldura, é possível interpretar o que se passa. Primeiro, é oportuno lembrar os valores que contribuíram para balizar o ethos social. Por aqui, a “estadania” fixou-se antes da cidadania. Os direitos sociais vieram antes dos direitos civis e dos direitos políticos. Tal situação gerou a dependência para com o Estado, que foi obrigado a ampliar os braços assistencialistas que, na esteira da competição política, incorporaram um viés populista. Infelizmente, o cobertor, em vez de diminuir, aumenta. Veja-se o programa Bolsa Família, que começou com 8 milhões de famílias e, atualmente, conta com 13 milhões, quando a lógica aponta para a diminuição dos assistidos. Chega-se, assim, à esfera da política, que não se renova. Os métodos são os mesmos do passado. Escândalos explodem. A corrupção campeia. Os problemas se repetem. Sobressaem, na radiografia, o país da sociedade organizada e a estampa de um território de gastos superlativos, obras inacabadas, desvios de dinheiro e escândalos. Ora, não resta outro caminho que o protesto, a indignação. A pimenta nesse caldo é o pleito eleitoral. A violência faz parte da estratégia. A ciência política mostra que, na maior parte das sociedades, a paz cívica é impossível sem alguma reforma, e a reforma é impossível sem alguma violência. Já os flagrantes de nossas ruas estão a indicar que os confrontos só amainarão quando as estruturas governativas atenderem o clamor social e quando as reformas forem feitas. Enquanto isso não ocorrer, as forças sociais, como locomotiva, continuarão a puxar as instituições.


O TEMPO BETIM 20 a 26 de junho de 2014

7

Economia

¼ m

Comercial Compra 2,2288

Paralelo Compra 2,1600

Turismo Compra 2,2100

Dólar

Venda 2,2300

Venda 2,4000

Venda 2,3800

18/06/2014

¼ m ¼ m ¼ I Ouro

Euro

Bovespa

0,1% 18/06/2014

1,39% 18/06/2014

1,66% 18/06/2014

Prorrogação. Betinenses terão até o dia 10 de julho para acertar suas contas com a prefeitura

Anistia fiscal e prazo para pagar IPTU são adiados Objetivodo descontonas dívidas dos contribuintesé gerarfluxodecaixa José Augusto economia@otempobetim.com.br

O prazo para que os contribuintesbetinensesquitemsuasdívidas com o município foi prorrogado por 30 dias. A anistia fiscal, que prevê a redução de encargos fiscais para pagamento de créditos tributários ou não, mesmo que em fase de execuçãofiscaljáajuizada,foiprorro-

gadapara o dia 10 de julho. Quem está em débito com a prefeitura e quitar sua dívida à vistaterá90%dedesconto.Para quem quiser dividir o valor em seis vezes, o desconto será de50%.Jáparaquemrealizaro pagamento em 12 parcelas, o desconto será de 40%; e, por fim, para os contribuintes que dividiremadívidaematé24vezes,o desconto seráde 20%.

Segundo o secretário municipal adjunto da Fazenda, Luiz Paulo Barros, o objetivo é gerar fluxo de caixa. “As dívidas são, geralmente, parcelas de IPTU ou ISSQN e, também, oriundas do descumprimento do Código de Postura do município, além demultas ambientais”,disse. IPTU O prazo para pagar o Imposto

MOISÉS SILVA

Predial Territorial Urbano também foi prorrogado para o dia 10dejulho.Quemquitarovalor à vista terá desconto de 5%. Há aopçãotambémdedividirotributoemseisparcelas.Aprimeiraparcelatambémvenceránessadata. “É importante ressaltar que apenas proprietários de lotes vagos, comércio, indústrias e casas de padrão luxo pagam IPTU em Betim”, afirmou Barros. A expectativa é arrecadar R$ 30 milhões com o IPTU. Outras informações: (31) 3512-3090ou(31) 3512-3069.

Dinheiro. Secretário enfatiza que objetivo é gerar fluxo de caixa


O TEMPO BETIM 20 a 26 de junho de 2014

9


O TEMPO BETIM 20 a 26 de junho de 2014

10

REPRODUÇÃO/INTERNET

Cidade

Curso grátis A instituição Ramacrisna, em parceria com o Senac-MG, está com inscrições abertas até o dia 1º de julho para o curso de vendedor. A faixa etária é a partir de 16 anos, sendo necessário possuir ensino fundamental completo. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site www.ramacrisna.org.br.

ColôniaSanta Isabel. Abaixo-assinado visando à reforma será entregue a políticos e empresários

Matriz erguida na década de 30 está abandonada TombadapeloPatrimônioHistórico domunicípio, igreja construídapor hansenianos estácom estruturaabalada etelhadoscomprometidos, alémde bancos danificados FOTOS JOÃO LÊUS

Perigo. Várias placas do forro do teto, de isopor, já se desprenderam

Dayse Resende

cidades@otempobetim.com.br

Patrimônio Histórico de Betim, a Matriz de Santa Isabel, localizada na Colônia Santa Isabel, na região do Citrolândia, está em ruínas e corre o risco de desabar. Construída por hansenianos e inauguradaem 1934, a igreja, que já foi palco de grandes celebrações, está abandonada e precisa ser restaurada.Por causadasituação, moradores começaram a colher,na quinta-feira(19),assinaturasparaum abaixo-assinado que deverá ser entregue às autoridades políticas e empresariais do município nos próximos dias. O objetivo da iniciativa é arrecadar fundos para a manutenção da capela, que deve custar aproximadamente R$ 1 milhão. A iniciativa partiu da própria população local. “A igreja vai desmoronar a qualquer momento. A bela capela foi construída há 80 anos e merece ser conservada. Ela é um ponto de referência para todosda Colônia, independentemente de religião”, justifica o radialista Lindoar Barroso, que mora no Citrolândia há quase 40 anos. Segundo o frei Agnaldo Querobino, que está há pouco maisdeumanoàfrente damatriz, a obra mais urgente é a construção de um muro de contenção nos fundos da igreja, que teve parte do terreno levada pelas águas que trans-

bordam do rio Paraopeba na épocadaschuvas.“Essa éa intervençãomais urgente.Precisamos que ela seja concluída antes que as chuvas se iniciem, no fim do ano. Caso contrário, corremos o risco de o prédio desabar”, alerta. Devido às infiltrações, a laje da igreja também está comprometida. Há muito mofo no teto, causando mau cheiro, e as paredes estão descascadas. “Noutro dia, durante uma celebração, o forro do teto caiu sobre uma fiel. Por sorte, o material é de isopor, e ela não se feriu”, conta o frei. Já na parte da frente do imóvel,épossívelverumatrinca bem grande na parede. Outro ponto que preocupa é a parte elétrica. “É preciso que a fiação seja trocada. Tudo aqui é muito antigo”, justifica Querobino. Ele ressalta que, por causa da falta de segurança no local, 15quadros que mostram a viasacra de Jesus Cristo, pintados por um artista da colônia, foram retirados das paredes e guardados. “Infelizmente, a igreja já foi arrombada algumas vezes. Com medo de que eles fossem roubados, preferimos guardá-los. Com a reforma, vamos precisar reforçar a segurança da igreja”, ressalta o frei. Quermesses Com o objetivo de arrecadar fundos para as obras, cinco eventos já foram realizados

Abalo. Frei Querobino mostra trinca interna na parede do imóvel

Desumano. Infiltrações nas paredes causam mofo e mau cheiro

Imóvel deverá ser vistoriado

Abandono. Tijolos da fachada estão se desprendendo; paredes do imóvel estão se descascando

na comunidade pela matriz ao longodo último ano. Noentanto, de acordo com Querobino, até então, foram arrecadados apenas R$ 29 mil. “A gente valoriza o apoio dos moradores da Colônia, mas, infelizmente, não é possível fazer essa restauração só com o dinheiro arrecadado com as quermesses. Porissoa ideiado abaixo-assinado. Nosso objetivo é sensibilizar todos do município”, diz ele, ao ressaltar que o Corpus Christi celebra o mistério da eucaristia, “o sustento da caminhada”. Apesar dos riscos, ainda

Números

R$ 1 mi

80

Reforma. É esse o valor que deve ser gasto na restauração da paróquia.

Patrimônio Histórico. É a idade da matriz da colônia desde que foi inaugurada.

são celebradas missas na matriz às terças e aos domingos. Moradora da Colônia há mais de 40 anos, a aposentada Maria Antônia Silva Santos espera ansiosa a restauração do imóvel. “Me casei na matriz nadécadade70. Naquelaépo-

ca, as famílias saíam cedo de casa para conseguir um lugar na igreja e assistir às celebrações. Por isso, é tão triste vêla abandonada dessa maneira. Meu desejo é que ela volte a ficar lotada, como em anos anteriores”, conclui.

A assessoria de imprensa da prefeitura informou, atravésde nota, que oimóvelondefoi erguidaaparóquia não é de propriedade do município, e, sim, da FundaçãoHospitalardoEstado de Minas Gerais (Fhemig). Ainda segundo a assessoria, conforme a Lei 2.944,de1996,casooproprietário do patrimônio histórico não tenha condiçõesde arcar comarestauração do espaço, o Conselho Deliberativo do Patrimônio Cultural do Município deve ser acionado paraqueseja solicitada arestauração do local. “Nesse caso, o conselho não foi acionado pelo proprietário”, informou a nota, ao ressaltar que, de qualquer forma, a Fundação Artístico-Cultural de Betim (Funarbe), por meio do conselho, solicitou ao Executivo a elaboração de um projeto de recuperação do prédio e afirmou que um estudo está sendo realizado. Umavistoriadeveráserfeitanamatrizatéestasegunda-feira (23). (DR)


O TEMPO BETIM 20 a 26 de junho de 2014

Cidade 11

Polêmica. Verduras que deveriam ser compradas pelo município estão apodrecendo nas hortas

Agricultoresvãoaogabinete doprefeitocobrarpromessas Trabalhadoresrurais reclamamdeque algunsnão recebempelos alimentos desde 2011;eles reivindicamaindasolução deantigos problemasque prejudicamcategoria MOISÉS SILVA

Dayse Resende

cidades@otempobetim.com.br

Cerca de 40 agricultores filiados ao Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Betim (STRB) procuraram o gabinete do prefeito Carlaile Pedrosa, na manhã de terça-feira (17), para cobrar promessas feitas à categoriaemépocade campanhaeleitoral e soluções relacionadas à administração do Programa de Aquisição de Alimento (PAA) no município. Os trabalhadores também exigiram um parecer sobre a pauta de reivindicações protocolada pelo sindicato no dia 11 defevereirodesteano.Acategoria pede a manutenção das estradas da zona ruralde Betim,a aquisiçãode tratores,a implantação de uma linha de ônibus que ligue o centro ao Bandeirinhas, ao Campos Elíseos e ao PTB, além da construção de uma creche nos assentamentos paracriançasde0a6anose de um centro de distribuição dos produtosoriundosdaagricultura. “Viemos para falar com o prefeito. Não vamos sair daqui até que ele nos receba. Nem acesso às políticas públicas do governo federal em parceria com o município, como o PAA e o Pnae (Programa Nacional de Alimentação Escolar), os agricultores estão tendo. Isso os tem deixado endividados. As leis não estão funcionando. O Executivo não tem dado a devida importância a essas famílias”, disse a presidente do sindicato, Júlia dos Anjos Pego. Porcausa da situação, guardas municipais foram acionadosparatentarimpediraentradadosmanifestantesnogabinete. O fato causou ainda mais revolta entre os lavradores. “Não viemos aqui para fazer bagunça.Nãosomosbandidos.Queremos apenas o que é de direito nosso”, esbravejou Júlia. Apesar da manifestação os agricultores não foram recebidos pelo prefeito. Perda de alimentos O agricultor Adão Teodoro da SilvaressaltouqueoPAAficava entre os melhores programas doBrasil,porém,hoje,segundo ele, é possível observar que tudo está se perdendo. “A gente planta,e, na horade entregar,o

Discussão. Clima esquentou na porta do gabinete do prefeito Carlaile Pedrosa, na terça-feira (17), e guardas municipais iniciaram uma discussão com os trabalhadores rurais EDITORIA DE ARTE / O TEMPO BETIM

REIVINDICAÇÕES DOS AGRICULTORES AGRIICULT TORES S Manutenção das estradas da zona rural de Betim; Aquisição de tratores; Implantação de uma linha de ônibus que ligue ue o centro ao Bandeirinhas, ao Campos Elíseos e ao o PTB; TB; Abertura de uma creche nos assentamentoss para ara crianças de 0 a 6 anos; de um centro de distribuição dos Criação Criaçã Cri ação od produtos pro dutos oriundos da agricultura; Política Políti Pol ítica de saúde voltada paraa a categoria; par ca Soluçõ Soluções Sol uçõ relacionadas à administração do Programa rogram rograma ramaa de d Aquisição Aqu isição de Alimento (PAA)* e do Programa ama Nacional Nacio cional nal de Alimentação Escolar (Pnae)** no município; io;

*Sobre o PAA Criado em 2003, o PAA, um programa do governo federal, tem por objetivo colaborar com o enfrentamento da fome e da pobreza no Brasil e, ao mesmo tempo, fortalecer a agricultura familiar. Parte dos alimentos é adquirida pelo governo diretamente dos agricultores familiares, assentados da reforma agrária, comunidades indígenas e demais povos e comunidades tradicionais, para a formação de estoques estratégicos e distribuição à população em maior vulnerabilidade social.

**Sobre o Pnae O Pnae é um programa de assistência financeira suplementar, com vistas a garantir no mínimo uma refeição diária aos alunos beneficiários. A criação do Pnae ocorreu em 1983. Contudo, a origem do mesmo remonta à 1954, com a Campanha da Merenda Escolar, no governo de Getúlio Vargas.

Repercussão “A gente planta, e, na hora de entregar, o programa não funciona. Queremos saber onde está o dinheiro que o governo federal repassou para o município comprar os alimentos que produzimos.” Adão da Silva Agricultor

“É muito triste essa situação. A gente trabalha muito no campo e não tem retorno algum. As minhas verduras estão morrendo na horta. Isso é um desperdício. Falta apoio da prefeitura.” Maria Cecília Barbosa Lavradora

Fonte: STRB

programa não funciona. Queremos saber onde está o dinheiro que o governo federal repassou paraomunicípiocomprarosalimentosqueproduzimos.OPAA garantiaanossa renda, e, como a prefeitura não nos repassa o pagamento desde 2011, estamos endividados. Além disso, as verduras estão se perdendo nas hortas”, denunciou. Silva destacou ainda que, sem investimentos na zona rural, os jovens estão migrando

para a cidade grande em busca demelhorescondiçõesdetrabalho. “Dos sete filhos que tenho, quatrosemudaramparaacapital, pois eles estão desacreditados na agricultura”, ressaltou. A lavradora Maria Cecília Barbosa da Silva, que tem outras sete pessoas em casa dependendo da agricultura, lamentou a falta de investimentos no setor. “É muito triste essa situação. A gente trabalha muitonocampoenãotemretor-

no algum. As minhas verduras estãomorrendo na horta.Isso é um desperdício. Falta apoio da prefeitura”, disse. Ela ainda lembrou que, apesar de a presidente Dilma RouseftervindoaBetimemfevereiro deste ano para entregar 226 máquinas agrícolas e caminhõesparamaisde200municípios mineiros, o município não foi contemplado. “Trabalhamoscomasnossasprópriasmáquinas.Issoélamentável”,criti-

cou Maria Cecília. Resposta A prefeitura informou, através de nota, que representantes da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (Seadec) receberam os agricultores ainda na terça-feira (17) e que outra reunião foi agendada para acontecer nesta segunda-feira (23). O Executivo ressaltou ainda que, em 2013, quando a atual

gestão assumiu a administração municipal, o PAA passou por uma atualização nacional no sistema, o que gerou mais de oito meses de atraso na aplicabilidade do programa no município. Em relação às estradas, a prefeitura informou que elas sãovicinaisedeterraeque,por isso, passam por constantes reformas.Sobreostratores,oExecutivo ressaltou que eles foram recebidos pela atual gestão completamente sucateados.


12

O TEMPO BETIM 20 a 26 de junho de 2014

Cidade

Violência. Moradores reclamam da falta de segurança e do excesso de mato em lotes vagos

População está assustada com a onda de assaltos Bandidostêminvadido,comfrequência, residenciaislocalizados no bairroJardim CasaBranca; emumaúnica ação, uma “limpa”foifeita emquatro apartamentos MOISÉS SILVA

Dayse Resende

cidades@otempobetim.com.br

MoradoresdoBairroJardimCasa Branca estão apavorados com a onda de assaltos que vem acontecendo na região nos últimos meses. Bandidos, cadavez mais ousados, arrombam as residências. Muitos casos estão sendo presenciados pela população em plena luz do dia. As vítimas contam que, na maioria das casas arrombadas, os alvos dos ladrões são os eletroeletrônicos. Hápouco maisde 15dias,a dona de casa Leia Tavares, 30, teve o seu apartamento,localizado na rua da Áustria, invadido por volta das 16h. Na ocasião, os bandidos fizeram uma verdadeira “limpa” no prédio. Segundo a dona de casa, outros três imóveis foram alvo da ação dos bandidos no mesmo dia. Somente na casa de Leia, eleslevaramtelevisão,Playstation, roupas, tênis, chaves-reserva de veículos e até comida. Toda a ação teria durado menos de 20 minutos. “Estamos com medo de que eles retornem e cometam mais crimes. A sensação é de total insegurança”, disse a dona de casa, ao ressaltar que, desde então, há veículos com os vidros escuros, dirigidos por homens desconhecidos de moradores da região, fazendo rondanobairro.Váriasmotocicletas sem placa também têm amedrontado a população do Jardim Casa Branca.

Ummorador, quepediupara não ser identificado por medo de represálias, contou ainda que é comum pessoas tocarem o interfone e chamarem por nomes desconhecidos. “Noutro dia, um homem tocou o interfone e pediu para falar com um morador que não tem aqui. Eu coloquei o interfone noganchoefiqueipresoemcasa, com medo de sair e ser rendido por algum criminoso”, disse. AvendedoraSamaradeOliveira Franco lembrou, ainda, que, em menos de um ano, o residencial onde ela mora, na avenida Padre Ozório Braga, jásofreutrêstentativasderoubo. Em duas delas, os criminosos também arrombaram diversos apartamentos. “Da última vez, os ladrões passaram pormimnoscorredoresdoprédioquandoeuvoltavadaescola da minha filha. Eu estranhei a presença dos homens desconhecidos e, do olho-mágico do meu apartamento, os vi passando com diversas mochilas nas costas, carregando as coisas do meu vizinho. Foi uma sensação horrível, mas, sozinha, não podia fazer nada”, contou. Lotes abandonados Para aumentar ainda mais a sensação de insegurança dos moradores no Jardim Casa Branca, bairro bem próximo à BR–381, rodovia que liga Betim a diversos Estados, há diversos lotes vagos que servem

“Da última vez, os ladrões passaram por mim nos corredores do prédio quando eu voltava da escola da minha filha. Eu estranhei a presença dos homens e, do olho-mágico do meu apartamento, os vi passando com diversas mochilas nas costas. Foi uma sensação horrível, mas não podia fazer nada.” Samara de Oliveira Franco Vendedora Prejuízo. Desde que sua casa foi arrombada, Leia Tavares gastou R$ 2 mil em grades em portas e janelas

de esconderijo para marginais.SegundoSamara, alguns, de propriedade da prefeitura, estão em estado de completo abandono. “Há muito mato, servindo de esconderijo para os marginais. O que a gente queria é que fosse feita a capina desses terrenos com mais frequência”, destacou. Diante de tanta insegurança, o jeito tem sido a população investir em segurança. Leia, por exemplo, disse que, desde que sua casa foi invadida, ela já gastou cerca de R$ 2.000 com grades nas janelas

e nas portas, além de serviço de monitoramento. “É uma situação de desespero. Em menosdeum mês, omeu prejuízo ultrapassa R$ 12 mil”, ressaltou. JáSamara,quetinhaohábito de ir à igreja às quartas-feiras, disse que tem evitado sair decasa.“Saircommedoémuito ruim. Por causa disso tudo, tenho evitado sair de casa. Estamos reféns dos criminosos”. Os moradores também reclamam da impunidade. “Os bandidos estão se sentindo livres para agir. Na última vez

que fizeram a ‘limpa’, por exemplo, ninguém foi preso. Nós já não sabemos mais o que fazer. A região está muito abandonada.Éissoquefomenta, cada vez mais, a violência”, concluiu Leia. Respostas A Polícia Militar (PM) informou que os índices de roubos e furtos no Jardim Casa Branca não são alarmantes, segundo dados estatísticos da corporação. Denúncias podem ser feitas, anonimamente, através do telefone 181.

Já a prefeitura informou que já foi realizada a retirada de excesso de mato nos passeios das ruas Áustria, França e Finlândia, conforme solicitação de moradores à Regional Administrativa Centro. O ExecutivoressaltouaindaqueaDivisão de Limpeza Urbana não recebeu solicitações de limpeza de lotes vagos, mas que irá identificar e notificar os proprietários dos imóveis. Em relaçãoàáreapública,aprefeitura garantiu que a limpeza será realizada ainda na próxima semana. NELSON BATISTA

Granja São João

Caminhão carregado com botijões de gás tomba na Alça Um motorista de 52 anos levou um susto, no início da tarde de quarta-feira (18), depois que o caminhão que ele dirigia, carregado com botijões de gás, tombou na Alça Viária de Betim, no sentido São Paulo, na altura do bairro Granja São João. Apesardeoveículoterficadototalmente destruído,Antônio Pereira da Silva não teve

nenhum ferimento. À reportagem de O Tempo Betim, ele contou que vinha dacidade de Divinópolis quando passou mal ao volante. “Estava passando mal, mas tomei um remédio em casa e fui trabalhar mesmo assim. De repente, na rodovia, me deu um apagão. Quando vi, o acidente já havia acontecido”, disse Silva. Pai de quatro filhos, ele

acredita que sobreviveu graças a um milagre. “O caminhão ficou destruído. Agradeço a Deus por ter permitido queeu continue vivo esem nenhum ferimento”, disse. Devidoaos riscos de explosão, bombeiros estiveram no local do acidente realizando prevenção até a chegada da empresa responsável pelo recolhimento dos botijões. (DR)

Milagre. Apesar de o caminhão ter sido destruído com o acidente, motorista não teve ferimentos


O TEMPO BETIM 20 a 26 de junho de 2014

Cidade 13

Desumano. Jovens foram flagrados em “jaula” de 3 m²; eles estavam há 5 dias sem banho

Menores infratores são mantidos em cela comum MOISÉS SILVA

Situaçãoocorre háanos porqueBetim aindanão temum espaçoadequado Dayse Resende

cidades@otempobetim.com.br

A falta de estrutura no atendimento aos menores infratores nasunidadesdeinternaçãoprovisória coloca à prova a eficácia dosistemanaregiãometropolitana de Belo Horizonte. Na última semana, a reportagem de O Tempo Betim voltou a flagrar dois adolescentes apreendidos emumacelaimprovisadadaDelegacia Regional de Betim, no centro. Àreportagem,osjovenscontaram, na terça-feira (10), que estavam há cinco dias dividin-

do um espaço de apenas 3 m² no local. Eles disseram, ainda, queestavamsem tomar banho. No sábado (14), a mãe de um deles, que não será identificada, contou que chegou a procurar o Ministério Público (MP) para pedir ajuda. “Eles só comiam porque eu levava comida até a delegacia”, disse ela, ao ressaltar que os jovens já haviamsidoliberados. Em2012,nossaequipejáhavia flagrado menores infratores mantidos em condições desumanas na mesma delegacia. A cena,quejáestásetornandocomum no município, acontece

Improviso. Desde 2012, quando cela do 2° DP foi desativada, menores são encaminhados para a Regional

porque Betim ainda não tem umespaçoadequadoparareceber os menores que cometem delitos.

Círculo vicioso O Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) determina que ascriançasflagradasematosin-

fracionais devem ser apreendidas pela polícia, mas encaminhadas imediatamente a um serviço especializado de prote-

çãoaomenor infrator. Porém,comoBetimnãotem esse espaço, os menores, por muitosanos, foram encaminhados para o 2º Distrito Policial, onde também ficavam em uma cela.Em2012,apósmuitapolêmica, essa cela foi desativada. Desde então, a maior parte dos jovens apreendidos é liberada por falta de um local adequado pararecuperação. A prefeitura informou que, dentro de dez dias, uma reunião será agendada com a Secretaria Estadual de Defesa Social (Seds) para a apresentação deoutrostrêslocaiscomcapacidadeparaabrigar40adolescentes cada. Desde 2013, vários imóveis já foram disponibilizados pelo Executivo para que o governodo Estadoconstruaum centro socioeducativo no município. No entanto, nenhum delesfoiaprovado.


14

O TEMPO BETIM 20 a 26 de junho de 2014


O TEMPO BETIM 20 a 26 de junho de 2014

15


16

O TEMPO BETIM 20 a 26 de junho de 2014


O TEMPO BETIM 20 a 26 de junho de 2014

17

REPRODUÇÃO/FACEBOOK

Cultura

Premiação O músico, compositor, instrumentista e professor betinense Welbert Almeida teve três de suas inúmeras composições selecionadas para a trilha sonora de um jogo de videogame produzido no Canadá pela empresa G4 Box Inc.

Música. Centro de compras espera que mais de 2.000 pessoas assistam à apresentação

Leoni faz show gratuito na próxima quinta-feira (26) REPRODUÇÃO INTERNET

Cantorcantará seussucessosno Monte CarmoShoppinga partirdas 19h30 Da Redação cultura@otempobetim.com.br

O cantor Leoni será atração em Betim na próxima quintafeira (26), às 19h30, no Monte Carmo Shopping. A apresentação, que tem entrada franca, faz parte do projeto cultural do centro de compras, que, a cada mês, traz um artista para fazer show na cidade. Responsável por cantar e encantar o público nos anos 80, um de seus maiores sucessos é a canção “Garotos São Só Garotos”, música que deu a ele topo nas paradas musicais e uma legião de fãs fiéis. Leoni rodou o país com a turnê “A Noite Perfeita” e, agora, entra em cena com um novo show um tanto quanto questionador. Intitulado “#comomudaromundo?”, o show, que não traz respostas à pergunta-título do seu novo projeto de trabalho, convida o público a sair da inércia através de algumas provocações musicais complementadas por projeções de imagens e textos. A apresentação reúne um repertório de músicas mais

rápidas, amarradas num roteiro que trata de assuntos como consumismo, individualismo, solidariedade, ditadura da felicidade, dependência digital, preconceito e as diversas formas de amor. Com ritmo mais festivo e trazendo algumas novas canções, como “Gentileza Gera Gentileza”, “As Coisas Não Caem do Céu” e “Hotel de Garlande”, Leoni ainda vai relembrar grandes sucessos, como “Garotos II”, “Só pro Meu Prazer” e “Alice”, dentre outros. Apesar de o show ser gratuito, o shopping vai arrecadar um quilo de alimento não perecível no dia da apresentação. As doações serão encaminhadas para a Organização Regional de Combate ao Câncer (Orcca), instituição que ajuda no tratamento de pacientes com câncer. Carreira Leoni começou a carreira na década de 80, quando fez parte da formação inicial da banda Kid Abelha e Abóboras Selvagens, grupo que ganhou fãs em todo o país com canções como “Fixação”, “Como Eu Quero” e “Pintura

Íntima”. Em 1986, ele decidiu criar sua própria banda, intitulada Heróis da Resistência, na qual voltou às paradas musicais com as canções “Só pro Meu Prazer” e “Double do Corpo”. Sete anos depois, ingressou na carreira solo e ficou seis meses nas paradas de sucesso com a música “Garotos II”. Além de cantar, Leoni também já compôs para várias bandas, como Os Paralamas do Sucesso e Barão Vermelho.

Saiba mais Atração. Leoni. Data: quinta-feira, dia 26. Horário: 19h30. Local. Monte Carmo Shopping. Endereço. Avenida Juiz Marco Tulio Issac, 1.119, Ingá Alto. Informações: (31) 3596-0384.

Show. Leoni promete encantar o público betinense em apresentação gratuita no Monte Carmo Shopping

Evento está na 4ª edição O show do cantor Leoni seráa quarta edição do projeto Monte Carmo Cultural. A última, que aconteceu no dia 11 de junho, quando o cantorEd Mottaseapresentou, contou com um público de mais de 2.000 pessoas, de acordo com a assessoria de imprensa do shopping. Antes, o mall recebeu Pedro Lima e Eduardo Dussek. Para a coordenadora de

marketing do Monte Carmo Shopping, Maíra Santos, além de atender à expectativa do mall, o projeto tem como objetivo trazer ao público betinense músicos que fazem sucesso em âmbito nacionale que são queridos pelos oradores de Betim. “Percebemos a necessidade de trazer para perto da população betinense cantores que dificilmente se apresentariam aqui. Queremos

mostrar a eles que podem continuarconfiando eapostando em nosso evento”, conta Maíra. Ainda não háprogramação decidida para o mês de julho, mas, de acordo com a coordenadora, o projeto irácontinuar.“Vamosmanter um show mensalmente, e, mesmo que não haja uma programação confirmada, posso dizer que será um show legal”.


18

O TEMPO BETIM 20 a 26 de junho de 2014

Cultura

Garotada. Shoppings também são opção

Vale Verde inicia programação especial de férias Parquevai terváriasatrações,eCopa do Mundoserá um dostemas do espaço ELDERTH THEZA/DIVULGAÇÃO

Da Redação cultura@otempobetim.com.br

Quem for ficar em Betim durante o feriado terá algumas opções para se divertir. Uma delas é no Vale Verde Parque Ecológico, que iniciou sua programação especial nessa quinta (18). As atrações vão continuar até o dia 13 de julho, durante o período de férias. Em clima de Copa do Mundo, os visitantes podem participar de uma divetida competição de futebol de botão. Além disso, outra atração é o Jogo do Caos, em que os participantes são peças de um tabuleiro gigante. Uma gincana também será realizada no parque, em que serão premiados os vencedores. Além disso, o espaço terá atrações que já são conhecidas, como o Papo Animal, o Bosque do Mestre e Espaço Aventura, várias brinquedos e oficinas culturais, como de desenho e pintura, dentre outras. Outras informações, pelo

Diversão. Garotada terá várias brincadeiras no Vale Verde nas férias

telefone (31) 3071-7959. Shoppings Os shoppings continuam com suas programações de férias. NoBetim Shopping,foimontado o Espaço Mascotinhos, uma área em que a garotada tem à disposição mesas de pebolim,vídeogameseváriasoficinas.Alémdisso, natransmissãodosjogos doBrasil,há sorteio de brindes para quem as-

sistir aos jogos no local. Outras informações: (31) 3594-4055. No Metropolitan Shopping Betim, as transmissões das partidasdaCopadoMundo estãosendocomentadas enarradas por grandes nomes do humor mineiro. Já aos sábados, continuaa programaçãovoltada para o público infantil, com música e teatro. Informações: (31) 3117-1063.

Tradição

Festas juninas agitam os clubes da cidade O mês de junho é marcado pelas festas juninas em todo o país. Em Betim, não é diferente.Osclubes,porexemplo,prepararam uma programação com direito a show, comidas e bebidas típicas, além da tradicional quadrilha. No clube do Teuto, a festa acontecenosábado(21),apartirdas21h.Oshowficaporconta da dupla betinense Marquinho & Danilo. O ingresso para quem não é sócio custa R$ 10. Já no Clube Atlético Rodoviário, o “Arraiá do Rodô” será realizado no dia 19 de julho, às 19h. Os ingressos para quem não é sócio do clube custam R$5 e só poderão ser retirados por algum sócio, na secretaria do clube.

Laura Medioli Mail: laura@otempo.com.br Fax: (31) 2101-3826

Rafinha e Rafão ACIR GALVÃO

Para o desespero da família, saiudefériaspara Mauá, no Rio deJaneiro,esimplesmente não voltou. Ficou por lá, respirando o ar puro das montanhas,curtindoanatureza e o novo affaire, um rastafári “Made in Bahia” que, assim feito ela, foi conhecerolugareseencantou. racasa ciente de que deveria mudar o mundo. Só Oqueeraparadurarumasemana,nomáximo que, antes de mudar o mundo, resolveu ir para uma quinzena, se estendeu por um mês, dois, Mauáespaireceracabeça.Eaí,nãodeuoutra.Pastrês,atéamãe,enlouquecida,daroultimato. seando pelas ruelas da cidade, deu com o Rafão, –Filha,explicaoqueestáacontecendo...Con- sentadonochãodapracinha,vendendobrincose ta para sua mãe o que é que tem aí que não te bugigangascomaquelesorrisolargoquetãologo deixavoltar. Eujá nãosei mais oque dizerao seu aencantou. pai... –Ei,quantocustaessetremaqui? – Calma, mãe! Já falei que estou ótima. Como –Tuémineira? diriaavóLenir...amandoloucamente! Efoiassim,apósoprimeirocontato,queame– Mas quem é o rapaz? Traz ele aqui para co- nina cismou que o baiano seria a tampa do seu nhecermos... Quem sabe assim seu pai sossega balaio. Papo vai, papo vem, tornaram-se amigos, umpouco? ficantes,namorados,juntadoseagora,napresen– Mãe, eu já disse que o Rafão é um cara óti- ça dos pais da moça, o rapaz decide “legalizar” a mo,nosconhecemos,nosapaixonamos,epronto! união. Qualoproblema? –CASAR???–gritaopaihorrorizado. –Mas,mas... – Na verdade isso para nós não tem a menor – Tudo bem, mãe. Vou ver se passamos um importância. Falei em casar só para tranquilizar, tempoaí emBeagá. Omeu medo é em relaçãoao senãoficacomoestá,queestádebomtamanho– papai... Se ele já está nervoso, pode ser que fique disse o quase noivo com cara de apaixonado, enaindamais. quanto a quase noiva, emocionadíssima, já que –Comoassim?Maisdoqueesnão esperava por essa, entra na tá, é impossível! – disse a mãe de- O que era para durar conversa. salentada. Decidem que, por enquanto, é uma semana, no E,comojápreviaafilha,oinevi- máximo uma cedoparadecisõesdotipo;recémtável aconteceu. Ameaça de infar- quinzena, se formada, 22anos, a vida pela frento foi o mínimo sucedido ao pai, estendeu por um te,nãovaleriaapenaprecipitar-se, que, ao abrir a porta de casa, deu mês, dois, três, até a alémdomais,nãoseriaumaaliancomafilha,Rafaela,eosujeito,Ra- mãe, enlouquecida, çanodedoqueostornariaunidos. fão.Osustofoitãograndequemal dar o ultimato. Voltaram para Mauá, onde ela, conseguiu abraçá-la, muito menos dando aulas numa escola, e ele, oferecerasmãosaonovoeinusitavendendoseusbadulaques,mudadogenro. ram-se para morro acima, um pontinho branco – Pai, este é o Rafão! – repetiu pelo menos com fumacinha no meio da mata, onde, envolviduasvezes,paraqueele sedesse contadisso,en- dospelanatureza,vivemsuahistória.Semluzeléquantoorapaz,semseincomodar,abriuumlargo trica, a “geladeira” é um riacho de água gelada sorriso,entrandosalaadentro. que passa rente à cozinha, onde deixam embalaQuemacudiufoiamãe,que,olhandoassusta- dos os produtos perecíveis. Macrobióticos radidaparaafilha,pôdeenfimcompreendersuaante- cais, cultivam alguns alimentos yins, alternados cipada preocupação. A filha pelo jeito estava óti- com outros yangs, além de raízes e ervas medicima,comaquelesvestidinhosdesempre,penduri- nais.Tudoassim,muitonatural. calhos mil e cabelos soltos. O problema era o RaO tempo passou, os pais acostumados com a fão,comseusmilhõesdetranças,oufosseláoque situação,jánãomaisseimportavam,pelocontráeraaquilonoseucabelo(seéqueaquiloeracabe- rio,descobriramnogenroumapessoaíntegra,corlo), meia dúzia de brincos, colares, camisetinha retaeamorosa.Tudobemqueeraumtantoquansurrada,chinelinhobásico,enfim,umpesadelovi- to fora do padrão, na verdade nada daquilo que voparaopaidamoça,que,olhandoafiguraàsua tinham imaginado para a filha, mas o importante frente, se perguntava onde é que tinha errado na é que ela estava feliz, realizada e, pela primeira criaçãodafilha. vez,sossegadanoseucanto. Lembrou-se de que no começo tudo nela era Noitefria.Ela,sentindo-seindispostacomum normal: menina comportada, com suas vaidades enjoorepentino,aconchega-seaele. juvenis, gostando de se vestir bem, perfumes flo–Rafão! rais,cheiadecaprichos–atémaisdoquedeveria. –Quefoi,Rafinha? De repente, não se sabe como nem por quê, sua –Nada!Sóestavapensando... vidadeuumgirode180graus.Entrounafaculda–Oquê? dedesociologia,engraçou-secomumanarquista, – Nacerteza que tivenaquele dia... No diaem militante do PSTU, e, fazendo estágio em um quenosconhecemos... acampamento do MST, acabou trocando o anar–Quêissoquetutáfalandoaí,menina? quista por um gaúcho sem-terra, mas cheio de –Nada!–ecomumsorrisinhotranquilo,acaricharme, até acabar presa por se meter em confu- ciavaoventre,nacertezadequerealmenteenconsão.Enfim,apósexperiênciasdiversas,voltoupatrouatampadoseubalaio.


O TEMPO BETIM 20 a 26 de junho de 2014

Cultura 19

Cinema. Cientista vivido pelo ator constrói uma máquina que mexe com emoções humanas REPRODUÇÃO INTERNET

Lançamento. Johnny Deep e Morgan Freeman estão no elenco de “Transcendence - A Revolução”, filme de ficção científica que estreiou nessa quinta-feira (18) no Metropolitan Shopping Betim

Johnny Deep estrela filme de ficção e suspense ‘Transcendence- A Revolução’está emcartaz Da Redação cultura@otempobetim.com.br

OatorJohnnyDeepestáemcartazemum novofilme.O astroé o protagonista de “Transcendence - A Revolução”, que estreou nessa quinta (18). O filme traz a história de

Will Caster,o mais famoso pesquisador de inteligência artificial da atualidade. No momento, ele está trabalhando na construção de uma máquina consciente que conjuga informaçõessobretodo tipode conteúdo com a grande variedade de emoções humanas.

O fato de se envolver sempre em projetos controversos fez com que Caster ganhasse notoriedade, mas, ao mesmo tempo, o tornou o inimigo número 1 dos extremistas que sãocontraoavançodatecnologia, que, por isso, mesmo tentamdetê-loatodocusto.Noentanto, ele viva em conflito quando decide testar a máquina em si mesmo. Ofilmeestáemcartaznasala 5 do Metropolitan, às 12h50 e às 17h50; e na sala 6, às 21h.

Programe-se. Confira os filmes que estão em cartaz EM CARTAZ A CULPA É DAS ESTRELAS Direção: Josh Boone Sinopse: Diagnosticada com câncer, a adolescente Hazel (Grace Lancaster) se mantém viva graças a uma droga experimental. Após passar anos lutando contra a doença, ela é forçada pelos pais a participar de um grupo de apoio cristão. Lá, conhece Augustus Waters, um rapaz que também sofre com câncer. Apesar das diferenças, eles se apaixonam. Juntos, atravessam os principais conflitos da adolescência e do primeiro amor, enquanto lutam para se manter otimistas e fortes um para o outro. Betim 3: 13h20, 15h50, 18h20 e 20h50 Metropolitan 3: 13h, 15h50, 18h50 (exceto segunda) e 21h50.

OS HOMENS SÃO DE MARTE...E É PRA LÁ QUE EU VOU Direção: Marcus Baldini Sinopse: Ironia. Essa é a definição ideal para a situação de Fernanda, de 39 anos, que trabalha organizando a cerimônia mais importante do imaginário feminino, o casamento, mas é solteira. Forte devota do amor, a produtora lida com os mais diversos tipos de homem e reserva grande parte do seu tempo à procura do par perfeito. Metropolitan 7: 11h30 (somente sábado e domingo), 14h, 16h30 e 19h (exceto segunda), 21h30

X-MEN: DIAS DE UM FUTURO ESQUECIDO Direção: Bryan Singer Sinopse: No futuro, os mutantes são caçados impiedosamente pelos Sentinelas, gigantescos robôs criados pelo cientista Bolívar Trask. Os poucos sobreviventes precisam viver escondidos, caso contrário,

serão também mortos. Para que possam ser salvos, o meio encontrado por eles é enviar a consciência de Wolverine em uma viagem no tempo rumo aos anos 70. Lá, ela ocupa o corpo do Wolverine da época, que procura os ainda jovens Xavier e Magneto para que, juntos, impeçam esse futuro trágico. Betim 2: 20h40 Metropolitan 2 (3D): 22h10 Metropolitan 4 (3D): 12h10, 15h, 18h10 (exceto segunda) e 21h10.

MALÉVOLA Direção: Robert Stromberg Sinopse: Baseado no conto da “Bela Adormecida”, o filme conta a história de Malévola, a protetora do reino dos Moors. Ela mantém a paz entre dois reinos até se apaixonar por Stefan. Eles iniciam um romance, mas Stefan abandona Malévola para conquistar seus planos. A garota torna-se uma mulher vingativa, que decide amaldiçoar a filha recém-nascida de Stefan, Aurora. Aos poucos, no entanto, Malévola começa a desenvolver sentimentos de amizade em relação à jovem e pura Aurora. Betim 1: 14h, 16h30 e 18h30. Metropolitan 1 (3D-XD): 22h10 Metropolitan 2 (3D): 12h40, 15h10, 17h30 e 19h50 (exceto segunda).

COMO TREINAR O SEU DRAGÃO 2 Direção: Wally Pfister Sinopse: Cinco anos após convencer os habitantes de seu vilarejo de que os dragões

não devem ser combatidos, Soluço convive com seu dragão, Fúria da Noite, o Banguela. Ele e esses animais integraram pacificamente a rotina dos moradores da ilha de Berk. Entre viagens pelos céus e corridas de dragões, Soluço descobre uma caverna secreta, onde centenas de novos dragões vivem. O local é protegido por Valka, mãe de Soluço, que foi afastada do filho quando ele ainda era um bebê. Juntos, eles precisarão proteger o mundo que conhecem do perigoso Drago Bludvist, que deseja controlar todos os dragões existentes. Betim 2: 13h40, 16h, 18h20 e 20h30. Metropolitan 1 (3D - XD): 12h, 14h30, 17h e 19h30 (exceto na segunda, 23). Metropolitan 6 (3D): 11h (apenas sábado e domingo), 13h30, 16h e 18h30 (exceto segunda).

VIZINHOS Direção: Nicholas Stoller Sinopse: Mac e Kelly Radner acabaram de se mudar para uma casa nova, junto com o filho recém-nascido deles. Aparentemente, trata-se do local perfeito para criar uma família, mas logo o casal percebe que as aparências enganam. Especialmente quando um dos vizinhos é Teddy Sanders , que lidera os jovens das redondezas nas confusões aprontadas por eles. Metropolitan 5: 15h30 e 20h30 (exceto segunda) e 20h50 (somente segunda) REPRODUÇÃO INTERNET

Longa. “Como Treinar o Seu Dragão” é um dos filmes em cartaz


O TEMPO BETIM 20 a 26 de junho de 2014

20 Cultura Programe-se. Confira a programação dos bares QUATRO CANTOS

CAIPIRÃO DO LAPINHA

Rua inspetor Jaime Caldeira,457, Brasileia Tel.: (31) 3532-3290 Sexta: Robson Foca ( pop rock e MPB), às 19h Entrada: R$ 5 Sábado: Maycon Oliveira,às 19h Entrada: R$ 5,00 Domingo: Udstok Project (pop rock), às 19h Entrada: R$ 5,00

Rua João Silva Evangelista, 16, Novo Horizonte Tel: (31) 3595-5995 Sábado: Cristiano Silva (sertanejo) e banda 5 Elementos (pagode), a partir das 21h Entrada: R$20 (masculino) e R$ 15 (feminino) Obs: Mulheres com nome na lista não pagam entrada.

ARRASTA-PÉ Rua Capela Nova, 431,Betim Industrial Tel.: (31) 3592-3738 Sexta: Fábio Henrique & Alessandro e Danilo Reis & Rafael (sertanejo), às 21h Sábado: Banda Hawaiana (forró) e Alexandre Mendes (sertanejo), às 21h. Entrada: R$ 20 (masculino) e R$ 15 (feminino), todos os dias

USINA CHOPPERIA E RESTAURANTE Avenida Nossa Senhora do Carmo, 739, centro Tel: (31) 3544-9200 Sexta: Alexandre Mendes (sertanejo) às 21h Couvert: R$ 3,50 Sábado: Udson Marlon (pop rock e MPB), às 21h; Couvert: R$3,50 Domingo: Rodrigo, às 19h Couvert: R$ 3,50 REPRODUÇÃO/FACEBOOK

Forró. Banda Hawaianna faz show no Arrasta-Pé no sábado (21)

Festa. No Driive se apresenta neste domingo (22), às 15h

Bar do Renato comemora 23 anos Umdosmais tradicionaisbaresdacidade preparou uma festaparacomemorar maisum anode sucesso NO DRIIVE/DIVULGAÇÃO

Da Redação cultura@otempobetim.com.br

O tradicional Bar do Renato completa no mês de junho 23 anos de existência. No mesmo local e com o mesmo nome desde a sua criação, o espaço, que tornou-se referência para os betinenses, está entre os mais frequentados da cidade. Para comemorar a data importante, durante todo o mês de aniversário, o estabelecimento oferece aos clientes, sempre aos domingos, shows e muita diversão para o público. No domingo (22), o projeto cultural No Driive faz a fes-

ta do público, a partir das 15h. O proprietário Renato Freitas diz que completar mais um ano de vida do bar é motivo de muito orgulho para ele. “Não é fácil manter um bar durante todo este tempo sem mudar ao menos o nome. Vejo gerações passarem por aqui e os meus clientes se tornam cada vez mais fiéis. Fico orgulhoso”, disse. Para encerrar as comemorações, a tradicional quadrilha desorganizada será realizada no primeiro fim de semana de julho. Para participar da dança, que já existe há 12 anos e é realizada sem ensaios, basta os interessa-

Música. Banda No Driive é atração em aniversário do Bar do Renato

dos chegarem ao local vestidos a caráter. O Bar do Renato fica na praça do Óleo, localizada na

rua do Rosário, no bairro Angola. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (31) 3531-4567.


O TEMPO BETIM 20 a 26 de junho de 2014

21


22

O TEMPO BETIM 20 a 26 de junho de 2014


O TEMPO BETIM 20 a 26 de junho de 2014

23

Sociedade

Giselle Normand giselle.normand@otempobetim.com.br

MÁRCIA WERNECK

PRESS COMUNICAÇÃO / DIVULGAÇÃO

Curtas e finas 1 Você já está preparado para o “sim”? Se não, é bomficar atento.Cerca dedezempresasbetinenses com amplo conhecimento e experiência no mercado de eventos se aliaram para apresentar e oferecer, no próximo mês, as últimas tendências para casamentos. Esse grupo de profissionais liberais promete apresentar, pela primeira vez em Betim, um trabalho inovador, com estrutura,formato eproposta inéditos.Noentanto, tudo ainda é mantido em sigilo. Estamos de olho.

J Entretenimento. A gerente de relacionamento do Monte Carmo Shopping, Maria Tereza Luttembarck, a superintendente Malu Spinola, o cantor Ed Motta, a gerente de marketing corporativo da Saphyr Shopping Centers, Eliza Santos, a analista de marketing do Monte Carmo, Giselli Tavares, e a produtora carioca Nélia, durante show do artista no último dia 11. GISELLE NORMAND

1 A igreja de São Geraldo, localizada no bairro Chácara, comemora seu Jubileu de Prata neste ano.Parafestejar os25 anosde consagração, haverá, no próximo dia 25, a partir das 19h, uma celebração eucarística comandada pelo arcebispo metropolitano de Belo Horizonte, Dom Walmor Oliveira Azevedo.

DIVULGAÇÃO

1 O cantor Leoni desembarca na cidade no próximo dia 26, mais uma atração do projeto Monte Carmo Cultural, que promete ainda muitas surpresas para Betim. A partir de julho, o projeto passa a ocorrer mensalmente, com programação gratuita e sempre um artista de peso. A novidade é a arrecadação de 1kg de alimento não perecível nos dias de show, com as doações sendo encaminhadas para a Organização Regional de Combate ao Câncer (Orcca).

J Flash. A artista plástica Fátima Miranda junto ao artista Newman Rodrigues, durante exposição na Casa da Cultura Josephina Bento.

J Show. O cantor Leoni se apresenta gratuitamente no dia 26 no Monte Carmo Shopping.

1 Os amantes dos Beatles não podem perder a apresentação da Abbey Road - Official Brasil, um dos covers mais fiéis da banda, conhecida internacionalmente pela caracterização impecável. Ela se apresenta no próximo dia 27, na Casa da Cultura Josephina Bento, dentro do projeto Sexta Betim Cultural. Os ingressos devem ser trocado por dois quilos de alimentos não perecíveis.

J Reconhecimento. O coordenador da Unimed BH, Marcel Moreira Vale, e o gestor de relacionamento com clientes individuais, durante cerimônia de premiação na qual a cooperativa conquistou o XV Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente, na categoria Saúde. GISELLE NORMAND

J Campeonato do Teuto. Rosana Oliveira, diretora do futebol feminino do Teuto, e a filha Thaís, capitã do time vencedor, apresentam o troféu de campeão do primeiro semestre de 2014.


24

O TEMPO BETIM 20 a 26 de junho de 2014


O TEMPO BETIM 20 a 26 de junho de 2014

25

GIU SUCUPIRA/DIVULGAÇÃO

Esportes

Vôlei de praia A betinense Ana Patrícia Ramos vai integrar a equipe brasileira que disputará o Campeonato Mundial Sub-19 de Vôlei de Praia, que será realizado em Portugal, entre os dias 29 de julho e 3 de agosto. Ela é treinada pelo técnico Giu Sucupira.

Expectativa. Atual campeão, o Minas busca o bicampeonato do torneio

Clássicos marcam o início da Série A 2014 JOSÉ RESENDE/DIVULGAÇÃO

Divisãoespecialtem12 jogosneste domingo(22) Evandro Teles

esportes@otempobetim.com.br

O Campeonato Betinense da Série A começa neste domingo (22), e a Liga de Desportos de Betim (LDB), organizadora do torneio, inicia a competição com vários clássicos, como o que reúne o atual campeão, Minas, e o Oeste. O jogo acontece às 10h, no campo do

Reuminas. Confira os outros confrontos que marcam a abertura da divisão especial de Betim e que começam às 10h: Sete de Setembro X A. E. Roma (campo do Sete), Vernópolis X Renascença (Vianópolis), Limense X São Cristóvão (Citrolândia),Capelinha X Dom Bosco (Capelinha), São Lourenço X Novo Cristina (Vila Kennedy),

Boquira X São Luiz (campo do São Luiz), São Caetano X Paulo Camilo (Estádio Domingão), Internacional X BeijaFlor (Laranjeiras). A partir das 15h estão programados os seguintes duelos: Santa Izabel X Industrial (campo do Santa Izabel), Vera Cruz X Cavaleiro Negro (EstádioCapelão), Boa Esperança X Roma (Laranjeiras). “Esperamosqueacompetição deste ano tenha um nível técnico ainda melhor. Vamos torcerparaque adisciplinaimpere nos jogos”, diz o diretor da LDB, Henrique Carvalho.

Supremacia. Atual campeão, o Minas promete lutar pelo bi da Série A

Oitavas de final

Liga adia jogos de ida da Série B A Liga de Desportos de Betim (LDB) suspendeu os jogos de ida das oitavas de final do Campeonato Betinense da Série B, que aconteceriam neste fim de semana. “Tivemos três jogos definidos por W.O., ou seja, situação em que uma das equipes nãocompareceaolocal dapartida, na última rodada da primeira fase da competição. Apesar de o regulamento prever a vitória por 3 a 0 para a equipe presente, este resultado tem que ser respaldado peloTribunal de JustiçaDesportiva (TJD), em julgamentos que acontecerão nesta terça-feira (23)”, explica. Com essas indefinições, a LDB só deverá determinar as equipes que cairão para a Série C em 2015 na próxima semana. (ET)


O TEMPO BETIM 20 a 26 de junho de 2014

26 Esportes

Garotas. No feminino, o Number One ficou com o título ao derrotar o Masb na grande final

Clube Teuto define os times campeões de 2014 FOTOS TEUTO/DIVULGAÇÃO

Frigonemavencenoveteranos, enquantoaVidraçaria São Cristóvãofatura nomaster eoPetrovila, no jovens Evandro Teles esportes@otempobetim.com.br

O Clube Teuto definiu no domingo (15) os vencedores do Campeonatode FutebolSociety 2014, que, neste segundo

semestre, tevea Copado Mundo como tema. Na categoria veteranos, o título ficou com o Frigonema, que jogou com a camisa da Argentina, após superar a Asteng, que jogou com a camisa

Veteranos. Nessa categoria, a vitória na decisão ficou com o Frigonema (Argentina), que superou a Asteng (Brasil)

do Brasil. No master, vitória da Vidraçaria São Cristóvão (França), que bateu o Damasco Transportes (Brasil) na grande decisão. Na categoria jovens, a taça ficou com o Petrovila (Brasil),

que superou a Adin Contabilidade (Argentina) na final. Nofeminino,o títulodotorneio ficou com o Number One, que não representou nenhuma seleção, com o vice ficando com o Masb.

Master. Categoria teve no alto do pódio a Vidraçaria São Cristóvão (França), que bateu o Damasco Transportes (Brasil) na final

Feminino. Categoria foi vencida pela boa equipe do Number One, que superou o time do Masb na grande decisão

Jovens. No torneio dos mais novos, vitória do Petrovila (Brasil), que venceu a Adin Contabilidade (Argentina) na final


O TEMPO BETIM 20 a 26 de junho de 2014

27

Editais, atas e condolências Pitágoras Sistema de Educação Superior Sociedade Limitada - Unidade Betim, por determinação da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, torna público que foi solicitado através do Processo Administrativo n° 32600/2013, a Licença Ambiental Simplificada (LAS), as atividades da Clínica Escola e Núcleo de Práticas Jurídicas, localizados à Avenida Juscelino Kubtschek n° 229, Bairro Centro, município de Betim, Minas Gerais, CEP 32600-225.

EDITAL DE PRIMEIRO PÚBLICO LEILÃO E INTIMAÇÃO MATEUS LEME - MG Data do leilão:09/07/14 - A partir das: 14:45 Local: CAIXA ECONOMICA FEDERAL - AGENCIA MATEUS LEME - AVENIDA GETULIO VARGAS NUM 367, CENTRO, MATEUS LEME , MG FLAVIO DUARTE CERULI., Leiloeiro Oficial matrícula 496 estabelecido a AV. FRANCISCO DE PAULA FERREIRA, Nº 959 , PATOS DE MINAS ,MG, telefone 3438142286 , faz saber que devidamente autorizado pelo Agente Fiduciário do EX_BNH, venderá na forma da lei Nº 8004, de 14/03/1990 e Decreto Lei Nº 70 de 21/11/1966 e regulamentação complementar RC 58/67, RD 08/70 e CFG 10/77, no dia e local acima referidos, os imóveis adiante descritos para pagamento de dívidas hipotecárias em favor de EMPRESA GESTORA DE ATIVOS - EMGEA. A venda à vista, sem utilização de recursos do FGTS ou Carta de Crédito, será feita mediante pagamento à vista, podendo o arrematante pagar, no ato, como sinal 20% (vinte por cento) do preço de arrematação e o saldo no prazo impreterível de 08 (oito) dias devidamente corrigido pelo índice que remunera as cadernetas de poupança do dia do aniversário do contrato, sob pena de perda do sinal dado além da comissão legal do leiloeiro. Os lances mínimos para venda serão no valor dos créditos hipotecários e acessórios, ou avaliação do imóvel, nos termos do Art. 1484 do CC, sendo o maior dos dois valores, sujeitos, porém, a atualização até no momento da realização da praça. As despesas relativas a comissão de leiloeiro, registro, imposto e taxas, inclusive condomínio, e despesas com execução extrajudicial correrão por conta do arrematante. Caso o imóvel esteja ocupado, o arrematante fica ciente que será o responsável pelas providências de desocupação do mesmo. O leiloeiro acha-se habilitado a fornecer aos interessados, informações pormenorizadas sobre os imóveis. Ficam desde já intimados do presente leilão, os mutuários, caso não sejam localizados. SED:75812- CONTRATO: 8169880000691- EMPRESA GESTORA DE ATIVOS EMGEA- AGENCIA: 1698 MATEUS LEME ADILSON DE FATIMA DE OLIVEIRA, BRASILEIRO(A), MOTORISTA, CPF 56845219672, CI M-4228944 SSP/MG, CASADO(A) COM MONICA CASSIA ALBUQUERQUE OLIVEIRA, BRASILEIRO(A), PEDAGOGA, CPF 67763057653, CI M-3254619 SSP/MG. DESCRIÇÃO DO IMÓVEL: CASA, A RUA CARIRI, Nº 298, LOTE Nº 11, QUADRA 93, VILA SUZANA, EM MATEUS LEME, COM A AREA CONSTRUIDA DE 152,58M2, AREA DE 354,00M2, COM TODAS AS SUAS INSTALACOES, BENFEITORIAS, PERTENCES, ACESSORIOS E GARAGEM SE HOUVER. SALDO DEVEDOR + ACESSÓRIOS: R$ 90.074,58 VALOR AVALIAÇÃO art. 1484 CC: R$ 123.000,00 PATOS DE MINAS, 20/06/14 FLAVIO DUARTE CERULI.


O TEMPO BETIM 20 a 26 de junho de 2014

28 Esportes

Expectativa. Fãs esperam classificação contra Camarões

Jogos estudantis

Empate deixa torcida frustrada JOÃO LÊUS

Betinenses voltarama lotarbarese shoppings

Betim vence etapa regional em Arcos A equipe de Betim dos Jogos EstudantisdeMinasGerais(Jemg), representada por alunos da Escola Estadual Nossa Senhora do Carmo e pelo programa Viva o Esporte, venceu a etapa regional do torneio, disputada na cidade de Arcos, na região Centro-Oeste de Minas. Os jogos terminaram no dia 12 de junho. Na fase classificatória,Betim venceuItabiri-

to por 2 a 0 e Nova Serrana por 2 a 1. Na fase seguinte, a equipe betinense venceu Caetanópolis por 2 a 0 e sagrou-se campeã ao vencer Nova Serrana por 2 sets a 0. A etapa final do Jemg será realizada em Uberaba, no Triângulo Mineiro,com asoito melhores equipes do Estado, entre 4 e 10 de agosto. (ET) RICARDO ALEXANDRE/DIVULGAÇÃO

Evandro Teles esportes@otempobetim.com.br

Os betinenses voltaram a lotar bares e shoppings da cidade nessa terça-feira (17), mas, ao contrárioda euforia verificada após a vitória na estreia do Brasil na Copa, os torcedores ficaram frustrados com o empate contrao México em0 a 0. O Metropolitan Shopping, às margens da BR–381, foi o centro de compras que mais reuniu torcedores.

Lotado. Espetin do Tortin, no Angola, tem sido um dos bares preferidos do torcedor betinense

O Espetin do Tortin, no bairro Angola, o bar que reuniu o maior número de pessoas no primeiro jogo da sele-

ção,manteveamédiadepúblico do duelo contra a Croácia. “Tivemos cerca de 500 pessoas. Caso o Brasil avance

para as oitavas, teremos um público maior”, conclui o empresário Juliano Henrique Barbosa da Silva.

Basquete. A equipe feminina sub-13 dos Anjos Celestes, treinada por Ricardo Alexandre, fará dois amistosos com o Santa Luzia, campeão regional do Jemg, no próximo mês de julho


O Tempo Betim - Sex, 20/06/2014