Page 1

Suplemento Especial da Revista Horse - N達o pode ser vendido separadamente


sumário janeiro 2010 | nº 11 Modesto Wielewicki

14

Capa Números superlativos marcaram a 31ª Exposição Nacional Mangalarga

Norberto Cândido

A Horse Mangalarga é um Suplemento Especial da Revista Horse, com conteúdo fornecido pelo departamento de comunicação da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos da Raça Mangalarga (ABCCRM) e dirigido a seus associados e leitores de forma geral. As opiniões expressas em artigos e reportagens são de plena responsabilidade de seus autores e não correspondem, necessariamente, aos conceitos da editora. Marketing Osvaldo V. Ruffino osvaldo.ruffino@cavalomangalarga.com.br Editor responsável Marcelo Mastrobuono marcelo@revistahorse.com.br Reportagem e Redação Pedro Rebouças Coordenação de textos Juliana Machado

30

Representante Comercial ABCCRM Norberto Cândido norberto.candido@cavalomangalarga.com.br

Norberto Cândido

Grandes Campeões Concorridos julgamentos elegeram os melhores exemplares da temporada 2009

Diagramação Rodrigo de Freitas Foto de capa Márcio Mitsuishi

40

Funcionalidade Excelência no andamento marca a final da Copa Matsuda

Seções 6 8 60 72 78

Editorial Mangalarganews Resultados Gente Fidelidade Mangalarga

4 ( horse ) Suplemento Especial Mangalarga janeiro 2010

Anúncios: Fone (11) 3673-9400 ABCCRMangalarga www.cavalomangalarga.com.br Av. Francisco Matarazzo, 455 - Pavilhão 4 “Dr. Fausto Simões” - Parque da Água Branca São Paulo - SP - CEP: 05001-300 Fone: (11) 3673-9400 - Fax: (11) 3862-1864

Diretor Editorial Marcelo Mastrobuono Administração Rogério Braga admin@revistahorse.com.br Circulação/ Promoção circulacao@revistahorse.com.br Assinaturas assinantes@revistahorse.com.br Atendimento ao leitor (15) 3261-5443 www.revistahorse.com.br Fone: (15) 3261-4810 Endereço: Rua José Alcalá, 10 - Bairro Célia Maria, Porto Feliz - SP - CEP 18540-000 Impressão: Prol Gráfica


palavra do presidente Sérgio Paiva

Um ano de conquistas Presidente Sergio Luiz Dobarrio de Paiva 1º Vice-Presidente Executivo Nelson Antonio Braido 2º Vice-Presidente Executivo Fernando Raucci Neto 1º Vice-Presidente Operacional João Pacheco Galvão de França 2º Vice-Presidente Operacional João Carlos Matta Diretoria Adjunta Diretoria de Cavalgadas Paulo Pacheco Silveira Diretoria de Comunicação Gilberto Diniz Junqueira Diretoria de Eventos Antonio Carlos Pestili Fonseca Diretoria de Exposição Fábio Alvim Ferreira Diretoria Financeira Vital Jorge Lopes Diretoria de Fomento João Luis Ribeiro Frugis Maurício José Costa Diretoria Jurídica Fernando Tardioli Lúcio de Lima Diretoria de Marketing Oswaldo Lopes do Nascimento Filho Sérgio Roberto Dias Diretoria Nova Geração Leonardo Novaes Figueiredo Augusto Diretoria de Núcleos Eduardo Faria Finco Paulo Roberto de Oliveira Vilela Filho Diretoria de Pelagem Marisa Iório Correa da Costa Conselho Superior de Administração Membros Eleitos Adaldio José de Castilho Filho, Antônio Caetano Pinto, Fernando Ferrucio Rivaben, José Luiz Junqueira Barros, Luiz Cintra Sutherland Membros Efetivos Célio Aschar, Celso Galletti Montalvão, Clodoaldo Antonângelo, Eduardo Diniz Junqueira, Élio Sacco, Felipe de Paula Cavalcanti de Albuquerque Lacerda Filho, Flávio Diniz Junqueira, Francisco Marcolino Diniz Junqueira, Geraldo Diniz Junqueira, Ivan Antônio Aidar, João Leite Sampaio Ferraz Júnior, Luiz Eduardo Batalha, Mário Alves Barbosa Neto - Presidente, Ottorino Marini, Reginaldo Bertholino Renato Diniz Junqueira Conselho Deliberativo Técnico André Fernando Freire, André Fleury Azevedo Costa, Luciano Pacheco de Almeida Prado, Marcelo Leite Vasco de Toledo - Presidente Marcos Sampaio de Almeida Prado Paulo Lenzi Souza Leite Não Técnicos Adolpho Júlio Camargo de Carvalho Eduardo Figueiredo Lima Filho Paulo Francisco Gomes Della Torre Roberto Antonio Trevisan Sebastião de Assumpção Malheiro Neto Serviço de Registro Genealógico - Stud Book Superintendente do Serviço de Registro Genealógico: Jayme Ignácio Rehder Neto Contato ABCCRM: (11) 3673-9400 e-mail: abccrm@cavalomangalarga.com.br

stamos terminando o ano de lá pode ser considerado um feito, pois 2009, que para a Raça Manga- ser finalista numa competição desta é larga foi pleno de eventos, discussões, muito mais do que se pode imaginar, erros e acertos. Aliás, como tudo na pois foram páreos duríssimos, onde vida, mas temos certeza que este é o os ganhadores chegaram a frente por processo natural da evolução. pequenos detalhes. Podemos destacar, mais recenA outra novidade é que estaremos temente, a XXXI Exposição Nacional colocando no ar, ainda neste final de que foi realizada em Avaré (SP), cujo 2009, o nosso novo site, o que vai tradestaque diríamos que foi sua di- zer à Associação um novo patamar de vulgação, pois lá estiveram quatro informação, comunicação e serviço canais de televisão, rádios, revistas ao nosso associado. Esta plataforma e jornais. E pela primeira vez tive- que estamos construindo para o site mos sua transmissão vai permitir, num futuao vivo pela internet, ro próximo, estarmos onde nossos associaatendendo via internet dos puderam acom- “Presença maciça dos uma série de serviços panhar as provas em que ora fazemos atranúcleos durante a tempo real. Tivemos vés de papel e correio. Nacional comprovou acessos representatiPretendemos com a expansão das vos de outros países, isto não só agilizar, como Estados Unidos, mas também moderfronteiras da raça Espanha, Egito etc. nizar nosso atendiMangalarga” Outros destaques mento, aumentando foram o número expresa nossa capacidade sivo de animais, quase de processamento, 500, e a presença “maciça” da maioria bem como diminuir nossos atuais de nossos núcleos de todo o Brasil. custos de operação interna. Além Lá estiveram os núcleos de Rio disso, esta nova base de site ora senGrande do Sul, Londrina, Goiás, do construído, vai nos permitir auBrasília, Bahia e o nosso querido mentar e sofisticar o atendimento, Núcleo do Sul de Minas, que já é dependendo para tanto de investiconsiderado “de casa”, pois está mentos adicionais que poderemos presente em todos os nossos even- fazer nos próximos períodos. tos. Também lá estiveram represenBom, o ano termina e temos que já tantes do Núcleo de Rio de Janeiro nos preparar para 2010, pois pretende(em formação), representantes de mos continuar a trabalhar pelo nosso outras partes do Estado de Paraná, Mangalarga. Nossos eventos têm agora Santa Catarina e Pará. É o Mangalar- uma interrupção, um merecido descanga expandindo suas fronteiras. so aos nossos associados, nossas equiA Copa de Marcha realizada na Fa- pes e nossos cavalos. zenda Barrinha teve 110 animais classiSó nos resta deixar um abraço a ficados para sua final, número recorde, todos, um feliz Natal e um próspero e o espetáculo de andamento que pre- ano novo, e que em 2010 estejamos senciamos foi sem dúvida admirável. todos juntos, reunidos em torno do Só o fato destes animais estarem nosso Mangalarga.

E

6 ( horse ) Suplemento Especial Mangalarga janeiro 2010


mangalarganews

Fotos: Divulgação

Giro pelo mundo do Mangalarga

natureza

Núcleo promove 12ª Cavalgada da Cidade de Goiás Núcleo Mangalarga de Goiás promoveu, nos dias 31 de outubro e 1º de novembro, a 12ª Cavalgada da Cidade de Goiás. Durante o trajeto, além de desfrutarem do convívio com a belíssima natureza da região, localizada nos contrafortes da Serra Dourada, os participantes puderam conhecer um pouco mais sobre a rica tradição dessa cidade goiana considerada patrimônio histórico da humanidade pela Unesco. Afinal, Goiás Velho, como é popularmente

O

conhecido o município de Goiás, antiga capital do estado, conserva a arquitetura de seu período áureo, vivido durante o século XVIII. O passeio, cuja organização esteve a cargo dos criadores Celso Jubé e Fábio Veiga, teve início com um suculento café da manhã na Fazenda Serra Dourada. Mais tarde, o grupo parou para almoçar à beira de um bucólico córrego, seguindo depois pela região por onde passou o desbravador Bartolomeu Bueno da Silva, o “Anhangue-

As belas paisagens da região acompanharam os participantes da cavalgada

ra”, com destino à Cidade de Goiás. Após o primeiro dia de cavalgada, os animais pernoitaram no Parque Agropecuário Vale da Serra, enquanto os cavaleiros se acomodaram em residências ou pousadas, tendo ainda a oportunidade de participar do Festival Gastronômico da Cidade de Goiás. No evento, patrocinado pelo Governo do Estado, os mangalarguistas puderam degustar delícias da culinária local, como o empadão goiano, o arroz com pequi, o pastel frito de carne com guariroba e o bolo de arroz, entre outras guloseimas. No segundo dia do passeio, a comitiva partiu da cidade, subindo pelo morro Cabeça de Touro, de onde se tem uma maravilhosa vista de Goiás Velho e região, inclusive da Serra Dourada, principal símbolo das maravilhas do cerrado goiano. Em seguida, os participantes seguiram até a Fazenda Ouro Quente, onde um delicioso almoço de confraternização marcou o encerramento da tradicional cavalgada, que contou com o apoio da ABCCRM.

valorização

Leilão Gênesis alcança média de R$ 18,4 mil Leilão Gênesis Mangalarga movimentou os negócios durante a 31ª Exposição Nacional. Realizado na noite da sexta-feira 30 de outubro, com chancela da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos da Raça Mangalarga, o remate reuniu centenas de pessoas nas dependências do salão nobre do Parque Doutor Fernando Cruz Pimentel, em Avaré (SP).

O

O lote mais valorizado da noite foi composto pela fêmea Botuporã OJC (T.E.), uma filha de Universitário OJC (T.E.) e Heréia OJC, nascida em 8 de março de 2000 no criatório de Orpheu José da Costa. Ofertada pelo selecionador Emiliano Abraão Sampaio Novais, da Espinhaço Agropecuária, a premiada matriz foi adquirida por R$ 64 mil pelo criador Nelson Antônio Braido, do Haras Braido.

8 ( horse ) Suplemento Especial Mangalarga janeiro 2010

No total, os 30 lotes negociados, entre os quais estavam machos, fêmeas, barrigas e embriões de consagradas reprodutoras da raça Mangalarga, movimentaram a expressiva receita de R$ 554 mil, alcançando a cotação média de R$ 18,4 mil. Promovido pelo zootecnista João Quadros, o leilão contou com a organização da Djalma Leilões e foi conduzido pelo leiloeiro rural Marcelo Junqueira.


mangalarganews

Foto: Modesto Wielewicki.

4 ases & cia

fim de ano

6º Leilão movimenta R$ 466 mil

Salvador fecha o calendário 2009

Moinho Eventos, localizado na Moóca, na capital paulista, recebeu a sexta edição do Leilão 4 Ases & Cia.. Realizado no dia 28 de setembro, o evento foi promovido por quatro criadores de destaque no meio mangalarguista: Antônio Caetano Pinto (Haras Otnacer), Armando Raucci (Haras Três Rios), Nelson Antônio Braido (Haras Braido) e Nilton Bartolli (Haras Leni). O lote mais valorizado do evento foi

O

composto pela bela alazã Cafelândia OJC (T.E.), uma descendente de Veleiro OJC (T.E.) e Vencedora DL, nascida em 8 de agosto de 2000 no criatório de Orpheu José da Costa. Negociada pelo mangalarguista Nelson Braido, a matriz foi adquirida por R$ 30 mil por Jorge Gabriel Isaac Filho. Foram negociados 37 lotes pelo valor médio de R$ 12,6 mil, movimentando uma receita total de R$ 466 mil.

rio de janeiro

Região Serrana tem representação Associação Brasileira de Criadores de Cavalos da Raça Mangalarga ganhou recentemente um novo núcleo no Rio de Janeiro. Presidido pelo selecionador Ricardo da Silva Erthal, de Bom Jardim, o Núcleo da Região Serrana irá fomentar e organizar a presença do Mangalarga em uma das mais nobres e charmosas áreas do País, que compreende tradicionais

A

municípios como Petrópolis, Teresópolis, Bemposta e Nova Friburgo. Os integrantes do núcleo, aliás, já vêm marcando presença nos principais eventos da ABCCRM. No fim de novembro, os mangalarguistas Pedro e José Augusto Erthal acompanharam a final da Copa Matsuda Mangalarga, dispostos a levar as últimas novidades da raça para a Serra Fluminense.

Exposição Mangalarga de Salvador (BA), que aconteceu entre os dias 3 e 5 de dezembro, fechou o calendário da raça no ano de 2009. Realizada durante a Fenagro, principal evento do agronegócio nas regiões Norte e Nordeste do País, a mostra soteropolitana foi organizada pela mangalarguista Andréa Seabra, com apoio do Núcleo Mangalarga da Bahia e da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos da Raça Mangalarga. Válidos para o ranking da próxima temporada, os julgamentos aconteceram nas pistas 3 e 5 do Parque de Exposições de Salvador, sob o comando do jurado Aloysio Miana Cid. No total, a exposição contou com a presença de 46 animais, provenientes de 12 dos principais criatórios baianos.

A

goiás

Núcleo ganha nova diretoria Núcleo Mangalarga de Goiás ganhou nova diretoria. O criador Rogério Cruz assumiu, no dia 10 de dezembro, o cargo de diretor-presidente, substituindo Leandro Canedo, que agora será responsável pela diretoria técnica da entidade. A diretoria conta ainda com Antônio Celso Jubé (dir. vice-presidente),

O

Fábio Veiga Jardim (dir. tesoureiro), Carlos Alberto Carrijo e Fernando Sarto Neto (dir. de cavalgada), Arédio Neves (dir. de fomento), Marcelo Ranulfo e Adalberto Borges Cunha (dir. de comunicação e marketing), Roberto Ribeiro (conselho fiscal), José Carlos Mendonça (diretor secretário) e Kleber, do Haras Kopenhagen.

10 ( horse ) Suplemento Especial Mangalarga janeiro 2010

Exposição mostrou a beleza do Mangalarga


mangalarganews Fotos: Divulgação

evento

Cavalgada em Campos do Jordão reúne grande público de famílias conteceu no final de semana de 18 a 20 de setembro, pelo segundo ano consecutivo, a cavalgada Mangalarga de Campos do Jordão, com apoio do mangalarga da Toada. Foram 78 participantes, sendo 51 cavaleiros. A primeira etapa partiu no sábado pela manhã e seguiu pela Fazenda Gravatá-Cadeia, de propriedade de Adolpho Julio e Maria Eduarda Carvalho, adentrando por belas trilhas de divisa com o parque nacional Horto Florestal. O público presente era eclético. Fazendeiros criadores tradicionais, criadores novos, profissionais liberais, usuários, crianças, mulheres, iniciantes, músicos, poetas e desocupados. Só foi gente apaixonada (ou que se apaixonou) por cavalo e pelo Mangalarga. Prova disso foi a vontade decisiva dos participantes na partida, debaixo de chuva. A turma cavaleira mais nova, com oito anos, bem representada por Paula Marcondes e Carolina Carvalho, animou o público durante

A

o percurso. A integrante mais “antiga” foi Dona Dirce, com 89 anos. Vale destacar presença da tropa andadeira Magabaia, a voz de Sebastião Malheiro Neto entoando “Tordilho Negro”, junto com seu Amadeu, família Tardiolli com o participante mais novo, Isabela (de 1 ano e meio) e tantos amigos cativos, eternos, que fizeram novamente a cavalgada acontecer, como sempre: Gilberto e filhos, Gabriel e família, os Ferreira de Camargo, todos cavaleríssimos, a turma iniciante dos Ranieri, e o povo de Campos do Jordão, cocheira do Zé Macaco, Rancho Alegre, a irmandade nascida no Paiol, Ditinho, João, Camila, Tião Barra. Valeu ainda a logística e cuidados, inclusive os culinários, do Rancho Santo Antônio. A meta para 2010 são 100 cavaleiros. Vale o passeio. Nas palavras de Paulo Silveira: “...adoro cavalgar e já fiz isso em diversos lugares do mundo. Essa trilha reputo com uma das mais lindas que já fiz na minha vida...”.

NÚCLEOS DO CAVALO MANGALARGA NO BRASIL Núcleo Mangalarga da Alta Noroeste Presidente: Maurício Corrêa Galhanone Fones: (11) 3835-3739 / (11) 9112-3310 mauricio2383@terra.com.br Núcleo Vale do Paraíba e Litoral Norte Presidente: Marisa Iorio Corrêa da Costa Fones: (12) 3956-934 / 3956-1403 haraslagoinha@uol.com.br Núcleo Mangalarga de Jundiaí e Região Presidente: Atílio Dangieri Neto Fones: Thiago (11) 7293-7000/ Thomas (11) 8527-0582 mangalargajundiai@gmail.com Núcleo Mangalarga da Alta Mogiana Presidente: Sérgio Luiz Dobarrio de Paiva Fone: (16) 3625-8516 nucleomangalarga@terra.com.br www.nucleomangalarga.com.br Núcleo Mangalarga de Jaú Presidente: João Pacheco Galvão de França Fones: (14) 3624-7717 / 3624-2506 / 3622-6166 contato@expojau.com.br / jpgf@terra.com.br Núcleo da Região Serrana (RJ) de Criadores de Cavalos da Raça Mangalarga - Novo Presidente: Ricardo da Silva Erthal Fone/Fax: (21) 8888-8200 / (22) 8141-1053 - Pedro Erthal ricardo.erthal@oi.net.br Núcleo Mangalarga Sul de Minas e Média Mogiana Presidente: Sérgio Arlindo Cerávolo Paoliello Fone: (35) 3571-3643 nucleomangalarga@veloxmail.com.br Núcleo Riograndense de Criadores de Cavalos da Raça Mangalarga Presidente: Eduardo Faria Finco Fone/Fax: (51) 3019-9292 - Patricia - 3022-2255 Celular: (51) 8433-2035 mangalargars@terra.com.br eduardo@rf.adv.br www.nucleomangalargars.com.br/ Núcleo Mangalarga Norte do Paraná Preseidente: Paulo Roberto de Oliveira Vilela Filho Fone: (43) 9911-0002 paulinhovilela@hotmail.com Núcleo Mangalarga de Brasília e Região GeoEconômica Presidente: José Junior Dias de Araújo Fones: (61) 3380-3142/82 - 9655-4505 valedoipe@yahoo.com.br Núcleo Mangalarga de Goiânia Presidente em exercício: Leandro Canêdo Guimarães Santos Fone: (62) 3241-9601 celso@tre-go.gov.br Núcleo Mangalarga da Bahia Presidente: Renato Souza Passini Salvador (BA)- CEP 40393-420 - Fone: (71) 9979-5361 deaseabra@terra.com.br Divulgue o seu Núcleo conosco. Entre em contato na ABCCRM pelo (11) 3673 9400

12 ( horse ) Suplemento Especial Mangalarga janeiro 2010


31ª nacional

Fotos: Noberto Cândido

Por Pedro Rebouças

Tradicional desfile das bandeiras foi uma das atrações da cerimônia de abertura

Um evento superlativo

Além de uma ampla cobertura da mídia, a 31ª Nacional Mangalarga registrou números expressivos, como os 15 mil acessos feitos por internautas de 18 países ao site da Associação

A

31ª Exposição Nacional da Raça Mangalarga foi um evento de números superlativos. Os jurados, por exemplo, precisaram avaliar 478 animais, divididos em 71 categorias e sub categorias, antes de eleger os grandes campeões deste ano. Além disso, cerca de 200 profissionais das mais diversas áreas precisaram dar sua colaboração para o êxito da mostra, que reuniu 115 expositores e se estendeu do raiar ao pôr do sol ao longo de nove dias, entre 24 de outubro e 1º de novembro. “O evento foi um sucesso. Além de ter reunido uma tropa de qualidade excepcional, a Nacional deste ano foi marcada por um forte incremento das disputas esportivas e funcionais, sempre com uma intensa participação do público. Além disso, nesta edição tivemos uma presença maciça dos núcleos da raça existentes país afora e recebemos uma ampla cobertura da mídia”, ressalta Sergio Luiz Dobarrio de Paiva, presidente da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos da Raça Mangalarga (ABCCRM). A presença da mídia no evento realmente impressionou. Para se ter uma ideia, passaram pela pista do Recinto Doutor Fernando Cruz Pimentel cinco programas de televisão, exibidos por três diferentes emissoras: Canal Rural, Terra Viva e TV Tem (afiliada da Rede Globo na região de Avaré). Outro sucesso foi a transmissão direta dos julgamentos. Durante os seis

14 ( horse ) Suplemento Especial Mangalarga janeiro 2010


31ª nacional

1

2

dias em que o evento foi apresentado ao vivo por meio do site da associação, aconteceram quase 15 mil acessos, feitos por internautas das cinco regiões brasileiras e também de outros 18 países, entre eles Estados Unidos e Egito. Abertura oficial

3

1. Mangalarguistas de todo país estiveram na 31ª Nacional Mangalarga 2. Rogélio Barcheti, prefeito de Avaré, felicita Sergio Paiva, presidente da ABCCRM, pelo sucesso da exposição 3. Gilberto Diniz Junqueira, autor do hino da raça Mangalarga, recebe homenagem do presidente Sergio Paiva

O tradicional desfile das bandeiras deu início à cerimônia de abertura da 31ª Nacional Mangalarga, realizada no fim da tarde da quinta-feira 29 de outubro. Conduzidos com elegância, os coloridos pavilhões dos 115 criatórios participantes formaram no centro da pista do Parque de Exposições um bonito mosaico, no qual também observavam-se cavalos das mais variadas pelagens. Logo em seguida, ainda com os conjuntos mangalarguistas perfilados, ocorreu a execução do hino nacional e o hasteamento das bandeiras do Brasil, de São Paulo, de Avaré e da Mangalarga. Comandada pelo presidente Sergio Paiva, a cerimônia também contou com a presença dos integrantes da diretoria executiva da ABCCRM e foi prestigiada pelas principais autoridades do município de Avaré. Em seu pronunciamento, além de dar as boas vindas ao público, o presidente da ABCCRM declarou que aquele era um dia de muito orgulho para ele e para toda a comunidade mangalarguista. “Este é um momento muito especial, que nos orgulha muito mas que também traz uma grande responsabilidade. Afinal, a ABCCRM está comemorando bodas de diamante, um feito que poucas entidades conseguem alcançar. São 75 anos de muito trabalho e dedicação que comprovam a relevância do nosso cavalo para o agronegócio brasileiro. Por tudo isso, nosso ob-

16 ( horse ) Suplemento Especial Mangalarga janeiro 2010

jetivo é realizar este ano uma exposição à altura de toda tradição da raça Mangalarga”, explicou o dirigente, desejando ainda uma boa mostra para todos os presentes. Já o prefeito Rogélio Barcheti ressaltou a importância da Exposição Nacional para a cidade de Avaré. “A presença do Mangalarga, um equino que possui tanta visibilidade nacional e internacionalmente, consolida Avaré como a capital brasileira do cavalo. Por isso, fica o convite para que os mangalarguistas venham sempre para cá, onde, além de um parque com uma das melhores infra-estruturas do País, encontrarão um povo de portas abertas para esse importante parceiro que é a raça Mangalarga”, ressaltou Barcheti. Momento de confraternização As bodas de prata da ABCCRM foram comemoradas com uma elegante festa na noite da sexta-feira 30 de outubro. A festa promovida pela associação foi prestigiada por criadores dos mais diversos pontos do País. Entre os presentes estavam representantes de diversos núcleos de criadores da raça, como Bahia, Rio Grande do Sul, Goiás, Brasília, Norte do Paraná, Vale do Paraíba, Jaú, Alta Mogiana, Jundiaí e Sul de Minas. “Estou bastante feliz com a participação dos núcleos nesta Nacional. Afinal, eu sei o quanto é difícil encontrar tempo para viajar e permanecer por tantos dias longe de casa. No entanto, este é sem dúvida um intercâmbio muito importante, que permite aos criadores levarem as novidades da raça para os mais diferentes pontos do País”, destacou o presidente Sergio Paiva. A gostosa noite de confraternização, realizada no salão nobre do Parque Fernando Cruz Pimentel, contou ainda com a cerimônia de apresentação do novo hino da raça Mangalarga. A canção, composta por Gilberto Diniz Junqueira e Sérgio Benito de Souza Júnior, foi a eleita após uma acirrada votação feita pelo site da associação. “Este hino, que foi produzido para representar toda a comunidade mangalarguista, é uma forma que encontramos para celebrar o passado da raça ao mesmo tempo em que projetamos e refletimos sobre o seu futuro”, destacou Junqueira.


31ª nacional Por Pedro Rebouças

Andamento:

uma constante

evolução Nave RB, exposta por Fábio Tarpinian, sagrou-se Grande Campeã de Andamento, enquanto Dunga Vargedo, de Luiz Henrique Souza Ribeiro, obteve o título de Grande Campeão de Andamento

ealizada na cidade paulista de Avaré, entre os dias 24 de outubro e 1º de novembro, a 31ª Exposição Nacional deixou clara a constante evolução do andamento no plantel da raça. Afinal, os julgamentos envolvendo esse quesito, cuja relevância é fundamental para a seleção do cavalo Mangalarga, foram marcados por disputas equilibradas, protagonizadas por animais de grande qualidade. Exposta por Fábio Tarpinian e originária da seleção de Reginaldo Bertholino, Nave RB (T.E.) brilhou entre as fêmeas que passaram pelo Parque de Exposições Doutor Fernando Cruz Pimentel. A filha de DL Uruguai da Alvorada (T.E.) em DL Alemanha da Alvorada sagrou-se Grande Campeã de Andamento, superando outras 105 candidatas, responsáveis por uma concorridíssima disputa na pista da 31ª Nacional Mangalarga.

R

O pódio da classe de éguas foi composto ainda por Nayara do Otnacer (T.E.), criada por Antônio Caetano Pinto e exposta por Reginaldo Bertholino, e Catarina da Marazul, originária da seleção de Moacir Aga Filho. Produto do cruzamento entre Premiado DL (T.E.) e Metanira OJC, Nayara foi eleita 1ª Reservada Grande Campeã de Andamento, enquanto Catarina, uma filha de Ornamento ACF e Araponga ACF, foi declarada 2ª Reservada Grande Campeã de Andamento. Com a participação de 54 exemplares, a disputa entre os machos também foi bastante equilibrada. No final, o título de Grande Campeão de Andamento ficou com Dunga Vargedo, exposto por Luiz Henrique Souza Ribeiro e criado pelos herdeiros de Geraldo de Souza Ribeiro. Demonstrando um talento bastante precoce, o animal de apenas 37 meses, filho

18 ( horse ) Suplemento Especial Mangalarga janeiro 2010


Fotos: Norberto Cândido

de Photô Vargedo e Rafaela Vargedo, precisou superar animais mais velhos e experientes para consagrar-se definitivamente nessa Nacional. Também destacaram-se na pista de julgamento da mais importante mostra mangalarguista os cavalos Almanaque M.E., criado por Mário Emílio Gonçalves e exposto por João Pacheco Galvão de França, e Gaio da Piratininga (T.E.), selecionado por Luiz Aparecido de Andrade. Produto do cruzamento entre Justiceiro M.E. e Maritaka do JEK, Almanaque obteve o 1º Reservado Grande Campeonato de Andamento, enquanto Gaio, filho de Aquidaban OJC (T.E.) e Disparada da Nata, conquistou o 2º Reservado Grande Campeonato de Andamento. Como já havia ocorrido na classe geral, o criador paulista Reginaldo Bertholino foi o principal nome entre os 69 mangalarguistas que inscreveram animais na disputa de andamento, seguido por Moacir Aga Filho, o segundo melhor expositor, e Fábio Tarpinian, o terceiro colocado. Além disso, Bertholino também foi o melhor criador de animais de andamento desta Nacional, categoria que teve Antonio Caetano Pinto e Moacir Aga Filho ocupando respectivamente o segundo e o terceiro lugares. Notória evolução

Cavaleiros e cavalos fizeram apresentações com elegância de estilo, cativando o público presente

Segundo Aloysio Miana Cid, integrante da comissão de jurados de andamento da 31ª Nacional ao lado de André Fleury e Leandro Canedo, os julgamentos desse segmento reuniram uma tropa de grande qualidade em Avaré. “Tive o privilégio de participar este ano da minha sexta Nacional como juiz. E ao longo desse tempo pude constatar um notório incremento no andamento dos exemplares da raça. Os páreos desta exposição estiveram, aliás, muito equilibrados, deixando clara essa evolução”, destacou Aloysio. Já o técnico Marcelo Leite Vasco de Toledo, que integrou a comissão de jurados de morfologia ao lado de Benedito Carlos da Silva e Maria Aracy de Oliva, também fez uma avaliação positiva das disputas de andamento em Avaré. “A qualidade do andamento dos animais que passaram pela pista de julgamentos esteve realmente muito boa, comprovando que essa é uma característica que está bem fixada na raça”, elogiou.

janeiro 2010 ( horse ) Suplemento Especial Mangalarga 19


31ª nacional

Foto: Norberto Cândido

Por Pedro Rebouças

Um espetáculo Padrão morfológico e funcional dos animais coloridos tem evoluído constantemente na raça Mangalarga O

de cores

julgamento de animais de pelagens diferenciadas foi uma das principais atrações da 31ª Exposição Nacional da Raça Mangalarga, realizada entre os dias 24 de outubro e 1º de novembro, na cidade paulista de Avaré. No total, as categorias destinadas aos cavalos coloridos, como são popularmente conhecidos esses exemplares, contaram com a participação de 160 animais. O maior contingente - com 107 animais, expostos por 38 criadores - foi composto por exemplares da pelagem pampa. No entanto, também aconteceram concorridos

julgamentos de alazões amarilhos, tordilhos, castanhos, baios, rosilhos, zainos e pretos. Segundo Marisa Iório Corrêa da Costa, diretora de pelagens da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos da Raça Mangalarga (ABCCRM), a participação do segmento vem evoluindo a cada edição da Nacional. “A mostra deste ano superou a de 2008 tanto no número de animais inscritos como na quantidade de expositores. Essa foi também a primeira exposição em que se precisou fazer subdivisões de categorias. Tudo isso comprova que o interesse pelos cavalos coloridos está realmente em alta na raça Mangalarga”, destaca Marisa. Por sua vez, Marcelo Leite Vasco de Toledo, um dos seis jurados que atuaram nesta Nacional, ressalta que o padrão morfológico e funcional dos exemplares de pelagens dife-

Participação da pelagem alazã amarilha foi bastante elogiada

22 ( horse ) Suplemento Especial Mangalarga janeiro 2010


31ª nacional

Padrão morfológico e funcional dos exemplares de pelagens diferenciadas vem evoluindo a cada edição da Nacional

renciadas tem evoluído constantemente nos últimos anos. “É gostoso ver o momento de evolução que esses animais estão atravessando. Os julgamentos estão cada vez mais concorridos e a distância para a classe geral é cada vez menor, por isso acredito que dentro de algum tempo caminharemos para uma unificação. Essa diversidade é muito boa para a raça”, conclui Toledo. Marisa Iório também ressalta a evolução no padrão dos animais coloridos. “Este ano já tivemos alguns exemplares participando também do julgamento geral. Alguns, aliás, conseguiram premiações tanto no andamento como na morfologia, comprovando que o trabalho dos criadores está no caminho certo”, explica a diretora. Grandes Campeões O título de Grande Campeão Cavalo Pampa da 31ª Nacional Mangalarga foi conquistado por Texas do Pec. Produto do cruzamento entre Monteblanco do Pec e Atlanta OB, Texas, que foi exposto por Luiz Aparecido de Andrade, é originário da seleção de Paulo Eduardo Corrêa da Costa. Entre os potros quem obteve o grande campeonato foi Zatec do Pec (Holofote DA em Ucrânia do Pec), criado por Paulo Eduardo Corrêa da Costa e exposto por Marisa Iório Corrêa da Costa. Já entre as fêmeas quem brilhou foi Maria Flor HB. Criada pelo Haras Barretos e exposta por Theophilo Duarte do Valle Júnior, a filha de Jorael do Jaó e Bora Bora HB conquistou o título de Grande Campeã Égua Pampa da mais impor-

28 ( horse ) Suplemento Especial Mangalarga janeiro 2010

Foto: Modesto Wielewicki

tante mostra do cavalo Mangalarga. Por sua vez, a categoria de potras da pelagem pampa teve como Grande Campeã Xavantina do Pec (T.E.). Fruto do cruzamento entre Monteblanco do Pec e Quixadá do Pec, a jovem fêmea, exposta por Hélcio Iório, também é originária do criatório de Paulo Eduardo Corrêa da Costa. Na área funcional, destacaram-se o macho Danúbio Kasongo, selecionado por Carlos Gontijo e exposto por Rogério Rino, e Lua do Urso Branco, selecionada por Jonas Montezel e exposta por Chebli Sadek. Filho de Xingu JB e Afrodite Lago do Cisne, Danúbio obteve o Grande Campeonato Cavalo Pampa de Andamento. Lua (Limoeiro OBC em Rapa Rapa Mangalarga), por sua vez, conquistou o Grande Campeonato Égua Pampa de Andamento. Repetindo a edição anterior do evento, Paulo Eduardo Corrêa da Costa foi o principal nome entre os selecionadores da pelagem pampa nessa Nacional, obtendo os prêmios de melhor expositor e melhor criador do evento. Costa foi ainda o melhor criador e expositor de animais castanhos e rosilhos, enquanto João Frugis foi melhor criador e expositor da pelagem baia e Paulo Pacheco da Silveira foi o melhor entre os selecionadores e expositores da pelagem alazã amarilha. Na pelagem tordilha, entretanto, o prêmio de melhor expositor ficou com Moacir Aga Filho e o de melhor criador com Antonio Caetano Pinto. Fabio Tarpinian, por sua vez, foi o melhor expositor da categoria de animais pretos ou zainos, cujo melhor selecionador foi Reginaldo Bertholino.


31ª nacional Foto: Norberto Cândido

Por Pedro Rebouças

Grandes

campeões 1

Concorridos julgamentos marcaram as disputas da 31ª Nacional

Emocionantes disputas elegeram os melhores exemplares da raça

m clima de grande expectativa tomava conta do Parque Doutor Fernando Cruz Pimentel, naquela ensolarada tarde de 1º de novembro, na charmosa Estância Turística de Avaré (SP). O compenetrado olhar do público, que cercava a pista principal ansioso pelos resultados, acompanhava os nove machos que naquele momento recebiam a atenta observação dos jurados. Campeões e reservados das três categorias de cavalos disputadas ao longo da semana, os animais demonstravam uma vez mais suas qualidades em busca do título de Grande Campeão Cavalo da 31ª Exposição Nacional da Raça Mangalarga. Após um breve momento de silêncio, a voz do locutor anunciou, pausadamente, o número que identificava o novo detentor do mais importante prêmio da raça: “trezentooos e seis”. A divulgação do resultado fez com que a equipe do Haras Piratininga, de Luiz Aparecido de Andrade, explodisse de alegria. Em poucos instantes, mais de dez pessoas se reuniam em um grande abraço cujo epicentro estava localizado sobre os ombros do satisfeito e contente apresentador que conduzia ao cabresto o

U

30 ( horse ) Suplemento Especial Mangalarga janeiro 2010

alazão Comandante da Piratininga (T.E.). Ainda vibrando e parando a cada passo para receber os cumprimentos de amigos e colegas, o apresentador conduziu o vitorioso animal até a o painel diante do qual eram feitas as premiações. Logo em seguida, o cavalo foi surpreendido por um apertado abraço, dado por um agradecido e comovido José Luiz de Andrade. Algumas lágrimas, aliás, ainda escorriam dos olhos do mangalarguista, responsável pela seleção do Haras Piratininga, quando a equipe de TV se aproximou para entrevistálo. Ofegante e visivelmente emocionado, ele descreveu a sensação de ver um dos animais de seu criatório eleito Grande Campeão. “Essa foi uma conquista muito difícil. Havia animais de enorme qualidade no páreo, expostos por grandes amigos, mas o Comandante estava lindo. Estou realmente muito feliz, nossa equipe trabalhou muito para alcançar esse feito”, comentou, sem esconder a alegria, o proprietário do Grande Campeão Cavalo. Filho de DL Uruguai da Alvorada (T.E.) e Júlia da Piratininga, o novo detentor do títu-


31ª nacional

Fotos: Norberto Cândido

A nova geração da raça também teve uma destacada participação nesta Nacional, com a presença de 124 animais: 42 potros e 82 potras 1

2

lo precisou enfrentar um julgamento bastante concorrido, do qual participaram outros oito animais que haviam se destacado durante a semana nas disputas das três classes destinadas aos machos adultos. Para Aloysio Miana Cid, um dos seis integrantes do corpo de jurados desta Nacional, o Grande Campeão Cavalo apresenta uma ótima estrutura, boas angulações e bastante temperamento. “Ele se destacou em um páreo muito difícil, com animais de grande qualidade. E, além de ser bastante equilibrado morfologicamente, é um animal com bastante andamento, que carrega a gente fácil”, destacou o juiz. Disputa concorrida As emoções dessa Nacional não se limitaram, entretanto, à categoria de cavalos. A disputa de éguas, que contou com 106 animais, quase o dobro do registrado no julgamento dos machos adultos, também foi concorridíssima, motivando a grande comemoração feita quando a égua Dama do Dado foi anunciada a Grande Campeã da 31ª Nacional. Originária da seleção de Eduardo Figueiredo Lima Filho, a

filha de Zinco LFL em Reforma EFL proporcionou uma grande alegria a Fernando Rivaben e ao Haras Origem, seus atuais proprietários. Bastante elogiada pelos jurados, a nova geração da raça também teve uma destacada participação nesta Nacional, com a presença de 124 animais: 42 potros e 82 potras. Entre os potros, o principal destaque foi Xangai ACF. Originário da seleção de Antônio Carlos Ferreira e exposto por Sergio Paoliello, o filho de Supremo ACF e Realidade ACF (T.E.) conquistou o título de Grande Campeão Potro. Por sua vez, Raridade da Sabaúna (T.E.) foi o destaque entre as fêmeas mais jovens, conquistando o Grande Campeonato Potra. Filha de Jambo da Sabaúna (T.E.) e Condessa RB, Raridade foi criada e exposta por Joaquim Bento de Souza Neto. Já entre os mangalarguistas quem brilhou foi Reginaldo Bertholino. Na categoria de melhor expositor, ele novamente foi o primeiro colocado, sendo seguido por ZCM Agropecuária (2ª) e pelo selecionador Luiz Aparecido de Andrade (3º). Além disso, Bertholino foi o melhor criador da Nacional à frente de Antônio Caetano Pinto (2º) e José Eduardo de Souza (3º).

janeiro 2010 ( horse ) Suplemento Especial Mangalarga 35

1. José Luiz dá um emocionado abraço no Grande Campeão Comandante da Piratininga 2. Dama do Dado foi eleita a Grande Campeã Égua


andamento Por Pedro Rebouças

Foto: Divulgação

Etapa de Londrina também contou com disputas de muares

Nove etapas classificatórias levaram à grande final da Copa Para chegar à decisão da mais importante disputa funcional da raça, concorrentes precisaram mostrar qualidade para atingir o índice exigido pela ABCCRM ntes de chegar à grande final disputada na Fazenda Barrinha, a Copa de Andamento Matsuda Mangalarga realizou um longo e exigente processo seletivo. No total, aconteceram nove etapas classificatórias, que passaram por oito cidades de três estados brasileiros: Jundiaí (SP), Guaxupé (MG), Uberaba (MG), Amparo (SP), São João da Boa Vista (SP), Londrina (PR), Mococa (SP) e Jaú (SP). A primeira etapa da competição aconteceu

A

36 ( horse ) Suplemento Especial Mangalarga janeiro 2010

na Fazenda Rio das Pedras, nos dias 27 e 28 de junho, em Jundiaí. Com mais de cem inscrições, a prova comprovou que vem se firmando como uma das principais do calendário mangalarguista. Neste ano, a disputa promovida pelo Núcleo Mangalarga de Jundiaí e Região inovou ao dar premiação em dinheiro em todas as categorias, criar uma classe de fomento voltada à pelagem pampa e em premiar com duas motos zero quilômetro, patrocinadas pela Royal Horse, uma para o melhor macho e outra para a melhor fêmea. As motos, aliás, foram conquistadas pelo animal Falcão do Dado, criado por Eduardo Figueiredo lima Filho e alojado no Centro de Treinamento Manamá, e pela égua Escócia RAA, de propriedade do Haras AEJ. Na segunda etapa, realizada em Guaxupé (MG) nos dias 18 e 19 de julho, a Copa também teve uma excelente adesão, com animais de altíssimo nível técnico acirrando a disputa pelos primeiros lugares. As atrações, entretanto, não pararam por aí. Afinal, a prova também marcou


andamento

Região de Jaú recebeu duas etapas da competição

Fotos: Divulgação

o “batismo” da nova pista de andamento da cidade sul-mineira, que ganhou a sugestiva denominação de “La Bombonera”, em alusão ao estádio do Boca Juniors da Argentina, onde a pressão da torcida pode realmente fazer a diferença. “Agora, para andar por lá não basta ser bom, tem que ter sangue frio”, explicam os criadores da região. Berço de uma seleção bastante voltada à funcionalidade, a cidade paulista de Jaú recebeu a terceira etapa da competição. Os julgamentos aconteceram, nos dias 25 e 26 de julho, nas dependências do Recinto de Exposições Sebastião Ferraz de Camargo. Durante o evento, acompanhado por um significativo público, também aconteceram provas de tambor e baliza com premiação em dinheiro. Já a quarta etapa ocorreu no início de agosto na capital nacional do gado Zebu, a cidade mineira de Uberaba, no Triângulo Mineiro. Com o apoio do criador Ronaldo Andrade Bichuette, que não mediu esforços para a realização do evento, o Mangalarga voltou com força a essa importante região, provando mais uma vez que tem público cativo e potencial para crescer nes-

Prova de Jundiaí, que contou com a presença de cerca de 100 animais, inovou nas premiações

38 ( horse ) Suplemento Especial Mangalarga janeiro 2010

se importante mercado pecuário. Ainda em agosto, a Copa de Andamento chegou à cidade paulista de Amparo, onde aconteceu a quinta etapa da competição. Realizado no Centro Hípico Hipocampo, nos dias 22 e 23, o evento foi marcado pelo equilíbrio e pelo excelente nível técnico dos animais participantes. A programação contou ainda com provas de maneabilidade e team penning, que, além de confirmar a versatilidade do cavalo Mangalarga, atraíram um grande público. No mês de setembro, foi a vez do município de São João da Boa Vista, no interior de São Paulo, receber a sexta etapa da mais importante competição funcional da raça Mangalarga. Disputada nos dias 26 e 27, a prova organizada pelos mangalarguista Jairo Rodrigues e Marcelo Motta atraiu concorrentes de diversas regiões do País em busca de uma vaga para a grande final da Copa. Por sua vez, a região sul do País recebeu sua prova no início de outubro, quando a paranaense Londrina foi palco da sétima etapa da competição. Acontecida durante a Rural TecnoShow, importante evento do agronegócio do Paraná, nas dependências do Parque Ney Braga, a prova recebeu animais de São Paulo, Minas Gerais e dos estados sulistas. A oitava etapa classificatória aconteceu novamente no estado de São Paulo, mais precisamente no Parque de Exposições José André de Lima, situado na cidade paulista de Mococa. Aguardada com grande ansiedade, a disputa foi a penúltima oportunidade para os criadores que sonhavam em credenciar seus animais para a decisão da Copa. A programação do evento, cuja organização esteve a cargo dos mangalarguistas Danton de Andrade, Eduardo Lima Filho e Mário de Andrade, teve início às 8h da manhã do dia 14, prosseguindo até a tarde do domingo, 15 de novembro. A derradeira chance para os mangalarguistas que pretendiam levar seus cavalos e éguas à finalíssima da Copa, que este ano distribuiu R$ 160 mil em prêmios, aconteceu mais uma vez em Jaú, nos dias 21 e 22 de novembro. A disputa, cuja organização esteve a cargo dos criadores João Pacheco Galvão de França e Antonio Carlos Pestili Fonseca, classificou 25 animais para a grande final. Assim, após um longo processo classificatório, 109 exemplares da raça alcançaram o índice exigido pela associação para participar da decisão em Espírito Santo do Pinhal.


funcionalidade

Fotos: Noberto Cândido

Por Pedro Rebouças

A grande final da

Copa Matsuda Mangalarga Com uma premiação recorde de R$ 160 mil, a decisão da mais importante competição funcional da raça reuniu uma tropa de qualidade inquestionável A

Fazenda Barrinha, localizada na cidade paulista de Espírito Santo do Pinhal, recebeu nos dias 28 e 29 de novembro a grande final da Copa de Andamento Matsuda Mangalarga. A prova, que distribuiu uma premiação recorde de R$ 160 mil, contou com a presença dos 86 animais que mais se destacaram durante a fase

classificatória da competição. Durante o evento, promovido pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos da Raça Mangalarga, foram eleitos os campeões das sete categorias em disputa na competição, três delas destinadas às fêmeas, outras três dedicas aos machos e uma exclusiva para cavalos castrados. O

principal momento da programação, entretanto, foi a escolha dos grandes campeões da temporada. Grande Campeão O jovem Dunga Vargedo (Photô Vargedo em Rafaela Vargedo), de apenas 38 meses de idade, confir-

Comodidade foi um dos quesitos avaliados pelos jurados 40 ( horse ) Suplemento Especial Mangalarga janeiro 2010


mou que é um dos principais exemplares da raça na atualidade. O cavalo, que já havia conquistado no começo de novembro o Grande Campeonato de Andamento da 31ª Nacional, teve novamente um brilhante desempenho. Exposto por Luiz Henrique Souza Ribeiro, o animal originário da seleção dos herdeiros de Geraldo de Souza Ribeiro obteve com unanimidade o título de Grande Campeão da Copa de Andamento. Segundo Benedito Carlos da Silva, um dos jurados da competição ao lado de Aloysio Miana Cid e Paulo Della Torre, o grande campeão demonstrou muita qualidade em sua atitude de conjunto de frente. “Ele é um animal que posiciona muito bem a sua frente, facilitando assim a distribuição dos apoios. Além disso, ele possui um gesto de movimento de extraordinária qualidade e apresenta um trabalho muito bom de posterior”, destacou o juiz em suas considerações ao término do julgamento. A premiação dos machos incluiu ainda dois animais com ótimo desempenho durante a competição: Almanaque M.E., um filho de Justiceiro M.E. e Maritaka do Jek, e Falcão do Dado, produto do cruzamento entre Topázio J.O. e Pintura EFL. Exposto por João Pacheco Galvão de França e criado por Mário Emílio Carlos Gonçalves, Almanaque, que já havia conquistado no sábado o título de campeão entre os machos com mais de 60 meses, obteve o 1º Reservado Grande Campeonato Cavalo. Já Falcão, selecionado por Eduardo Figueiredo Lima Filho, arrebatou o 2º Reservado Grande Campeonato, após ter vencido a categoria de machos com mais de 48 a 60 meses. “Tanto o 1º Reservado Grande Campeão como o 2º Reservado Grande Campeão são ótimos animais. Ambos fizeram uma excelen-

te apresentação, exibindo muita comodidade e energia. Entretanto, o 1º Reservado, além de mostrar-se um pouco mais equilibrado nos seus posteriores, teve uma apresentação mais regular”, explicou Benedito Carlos da Silva. Grande Campeã O julgamento de fêmeas teve como principal nome a égua Pilar do Otnacer, uma filha de Premiado DL (T.E.) e Intriga HSE, originária da seleção de Antonio Caetano Pinto e exposta por José Carlos Moraes Abreu Filho. Comprovando a qualidade da nova geração, a fêmea, que vencera no sábado a categoria entre 36 e 48 meses de idade, arrebatou também o cobiçadíssimo título de Grande Campeã Égua da Copa Matsuda Mangalarga. Para Aloysio Miana Cid, jurado que fez as considerações finais sobre a disputa entre as fêmeas, a Grande Campeã somou em sua apresentação ótimos movimentos e muita qualidade em termos de temperamento e comodidade. “Trata-se de um animal com muito boa sustentação no conjunto de frente, com uma distribuição de peso bastante equilibrada, com um trabalho de posterior de muita qualidade e ainda com um trem posterior muito estável”, destacou o juiz. O pódio contou ainda com as talentosas Manada Saint Clair J.O., produto de Topázio J.O. e Matilha J.O., e Celeste do Taj, filha de Recado ACF e Tranca OB. Exposta por ZCM Agropecuária e criada por Turbante JO Criação e Comércio de Equinos, Manada foi eleita 1ª Reservada Grande Campeã, enquanto Celeste do Taj, de José Osvaldo Marques, obteve o título de 2ª Reservada Grande Campeã. Aloysio Miana Cid ressaltou ainda o equijaneiro 2010 ( horse ) Suplemento Especial Mangalarga 41

Animais de grande qualidade passaram pela pista da Fazenda Barrinha, onde Dunga Vargedo sagrouse Grande Campeão Cavalo


funcionalidade

líbrio que marcou a disputa pelos reservados Grandes Campeonatos. “A égua classificada como 2ª Reservada Grande Campeã teve até uma ligeira vantagem no movimento de posterior, mas no computo geral a 1ª Reservada Grande Campeã, que é um animal de ótimo temperamento, apresentou uma qualidade de comodidade superior”, explicou Cid. Incontestável evolução Na opinião de Sergio Luiz Dobarrio de Paiva, presidente da ABCCRM, a Copa Matsuda Mangalarga foi uma disputa muito difícil. “Recentemente me perguntaram se organizar a competição havia sido difícil. Na verdade, organizar foi fácil, o que foi mesmo difícil foram os julgamentos. Afinal, foi realmente uma luta escolher os campeões dentro desse naipe de cavalos. Isso é uma prova inconteste da qualidade e da nobreza dos animais. E é também o resultado final do árduo trabalho de valorização do andamento feito nos últimos anos”, destacou o dirigente. O jurado Benedito Carlos da Silva tem opinião parecida. “Nesse campeonato, todos os animais que se apresentaram em pista possuem uma extraordinária qualidade. Por isso, é com muita satisfação que chegamos ao final dos julgamentos dessa edição da Copa, constatando os rumos que a raça tomou a partir da valorização do andamento. Agora é importante que a raça continue neste caminho, porque nesses anos que se passaram a evolução foi muito grande. E o andamento é, afinal, a razão de ser do cavalo Mangalarga”, concluiu Silva. Aloysio Miana Cid, por sua vez, também mostrou-se bastante satisfeito com o evento. “Parabenizo os apresentadores, os criadores e com certeza toda raça Mangalarga pela ex-

“Foi realmente uma luta escolher os campeões dentro desse naipe de cavalos. Isso é uma prova inconteste da qualidade e da nobreza dos animais” (Sergio Paiva) 46 ( horse ) Suplemento Especial Mangalarga janeiro 2010

celente qualidade dos animais que passaram pela pista de julgamento nesses dois dias”, destacou o jurado. Prêmio recorde Graças a um intenso trabalho da diretoria e aos tradicionais parceiros da raça Mangalarga, a Copa de Andamento Matsuda Mangalarga distribuiu este ano a maior premiação de sua história: R$ 160 mil. “Além de despertar o interesse do público e da comunidade mangalarguista, essa expressiva premiação serve para reconhecer uma série de esforços feita pelos profissionais e criadores que participaram ao longo do ano dessa competição. A diretoria sabe que a dedicação das pessoas está muito acima do que a gente pode dar, mas essa é uma forma de tentar valorizar esse trabalho. Esperamos que cada vez mais pessoas venham competir”, explicou o presidente Sergio Paiva. As maiores premiações do evento foram concedidas aos grandes campeões, que receberam R$ 6 mil cada um. Já os primeiros reservados grandes campeões receberam R$ 4 mil cada, enquanto os segundos reservados grandes campeões foram premiados com R$ 3 mil. Os campeões de cada uma das sete categorias em disputa receberam R$ 2,5 mil. E os primeiros e segundos reservados campeões foram premiados com respectivamente R$ 2 mil e R$ 1,5 mil. Além disso, também foram remunerados os animais que obtiveram a primeira (R$ 1 mil), a segunda (R$ 800,00), a terceira (R$ 700,00), a quarta (R$ 600,00) e a quinta premiações (R$ 500,00). Já o restante do dinheiro foi destinado para devolver aos participantes da grande final o investimento feito com inscrições no decorrer da fase classificatória da competição.


entrevista

Foto: Noberto Cândido

Pelagens:

ampliando o prazer

de criar A

31ª Exposição Nacional, realizada na cidade paulista de Avaré, deu mais uma mostra do grande sucesso das pelagens na raça Mangalarga. Registrando um número recorde de participantes e uma crescente qualidade, o segmento vem comprovando o acerto da ABCCRM em acreditar e apoiar o Mangalarga colorido. Para conhecer um pouco mais sobre esse importante setor do meio mangalarguista, a revista fez uma entrevista especial com a criadora e diretora de pelagens da Associação, Marisa Iório Corrêa da Costa. Confira: Como você viu o comparecimento dos criadores de pelagens na exposição nacional? Foi muito bom. De um total de 478 animais na exposição, 160 eram de pelagem, algo como 33% dos animais apresentados. Todo ano tem havido evolução. Em 2007, foram 61 animais, em 2008, foram 139 animais e agora em 2009, chegamos a 160 animais, um crescimento de 15% em relação ao ano passado. Isso sem falar nos animais de pelagem que também foram inscritos nos alazões. O crescimento tem sido homogêneo nas várias pelagens? Infelizmente não. Na verdade, as pelagens tordilha e castanha precisavam de menos incentivo, porque tradicionalmente já existiam animais de alta qualidade nessas pelagens, muitos deles campeões nacionais. Por essa razão, temos três pelagens selecionadas por criadores especialistas (exatamente aquelas que precisavam ser mais incentivadas) e que estão em franco crescimento: a Pampa, que teve 107 inscrições, a Alazã Sopa de Leite (incluindo os Baios) com 20 inscrições e a Preta (incluindo a Zaina) com 18 inscrições. Elas representaram 90% das inscrições das pelagens nesta última exposição. Já a Tordilha e a Castanha diminuíram significativamente as inscrições em relação ao ano anterior.

Marisa Iório Corrêa da Costa é criadora, diretora da ABCCRM e pioneira na seleção de pelagens

Você teria uma explicação para essa tendência? É natural. Como já disse, hoje temos diversos criadores que só criam Pampa, que só criam Sopa de Leite e que só criam Pretos. Essas pelagens viraram uma especialização e, por isso, tanto interesse na competição em separado, para que assim os criadores possam comparar a evolução de cada um na seleção. O mesmo não acontece com os tordilhos e castanhos. Eles já estão integrados nos criatórios com os alazões. Temos que nos lembrar que o objetivo da Associação quando criou as pelagens foi trazê-las de volta para o rebanho, pois elas haviam sido desprezadas duran-

48 ( horse ) Suplemento Especial Mangalarga janeiro 2010


te anos. E vem conseguindo. Isso sem falar no aparecimento de garanhões de qualidade nas pelagens, o que vem surpreendendo a todos. E para 2010. Quais são os planos? Bom, não posso me queixar do apoio às pelagens. A Associação confiou em nossa tese de que o julgamento das pelagens podia ser intercalado com o dos alazões e isso foi fundamental para integrar todos os grupos. O próximo passo é incentivar mais as exposições regionais. E isso não é só nas pelagens, mas em toda a raça. A diretoria vem pensando em diversas alternativas para incentivar a participação de um maior número de criadores nos eventos ao longo do ano. É preciso aumentar o número de animais inscritos nessas exposições para viabilizar firmemente as exposições e motivar seus organizadores regionais. E é exatamente nas exposições regionais que as pelagens diferenciadas, com destaque para a pampa, vêm auxiliando e muito a divulgação da raça. Esses animais trazem mais alegria aos eventos e exposições, pois são logo identificados, tanto pelos leigos admiradores como pelos consumidores usuários. Isso aumenta ainda mais o interesse pelo Mangalarga e deixa sempre plantada a semente para o surgimento de um novo criador e associado.   A que atribui o grande crescimento no interesse pelas pelagens, em especial a pampa? Através da troca de idéias com diversos criadores de pelagens, verifiquei que a principal motivação é o que chamamos de ‘aumento no prazer de criar’. O que queremos dizer é que o prazer da criação deriva da gratificação obtida ao se apurar a seleção. E isso parece que vem diminuindo na Mangalarga. A evolução morfológica foi tanta, que hoje pouco se consegue melhorar na conformação do Mangalarga, principalmente se considerarmos que não podemos prejudicar as características raciais de temperamento, andamento e rusticidade. Em cruzamento de dois animais de destaque, chegou-se a um ponto em que a torcida se limita ao desejo de que o novo produto tenha pelo menos o mesmo nível dos pais. Só isso já se comemora como conquista. Além disso, o investimento exigido para se melhorar pequenos detalhes de morfologia, possui um custo benefício absurdo, muitas vezes desestimulando os pequenos

criadores. Por incrível que pareça, é o preço que pagamos pela grande evolução. Com as pelagens - notadamente a pampa nada disso ocorre. Em decorrência das discriminações do passado, aí pouco se selecionou, propiciando agora um excitante e longo caminho a ser percorrido. As linhagens, os cruzamentos, as combinações morfológicas, tudo é retomado, fazendo voltar a ter maior importância a interferência da sensibilidade do criador em detrimento de uma hermética avaliação decorrente somente da tecnicidade hoje disponível. Os criadores de Mangalarga envolvidos também com a pelagem pampa, sopa de leite e preta, sabem perfeitamente do que estou falando. É como se fosse dada uma segunda chance para que se comece tudo de novo, porém agora, com o conhecimento das experiências adquiridas e muito mais possibilidade de se obter êxito sem incorrer nos erros antes cometidos. E tudo isso, num espaço de tempo muito menor. Acredita que nesse início, quando a evolução flui a passos mais largos, existe um maior estímulo entre os criadores? Muito maior. Só para começar, aumenta o intercâmbio dos criadores que, além de passarem a se visitar mais, também voltaram a trocar ideias com mais entusiasmo. Tudo é novidade, tudo é crescimento, tudo é evolução. Isso ocorre ainda mais na pelagem pampa, onde cada animal é absolutamente diferenciado, é único. O interesse com relação aos desenhos e detalhes da pelagem é enorme. Isto gera uma expectativa já no nascimento, pois se ela for bem exótica, já passa a partir desse momento a agregar maior Devemos parabenizar valor ao animal. A conformação a ABCCRM por ter e andamento continuam tendo o visualizado a nova seu peso, mas só poderão ser avaliados conclusivamente após um tendência e ter período de tempo. Seja por essa introduzido e aprovado razão, ou seja, principalmente, os campeonatos pela quase total carência de garanhões de exceção nessa pelagem, por pelagem um potrinho de apenas seis meses já é um animal de grande valor e, dependendo de suas qualidades, pode até ser precocemente objeto de condomínios como já se tem notícia de vários deles formados por criadores de destaque.

janeiro 2010 ( horse ) Suplemento Especial Mangalarga 49


entrevista

Falando em agregar valor, a parte econômica também vai bem? Ora, um princípio básico de economia é que tudo que é mais raro vale mais. Um animal de pelagem preta, por exemplo, é difícil de se obter ainda mais com qualidade. E por isso, tem que valer mais. O pampa, por exemplo, se cruzado com um alazão tem 50% de possibilidades de nascimento de um produto pampa. Se cruzado pampa com pampa, sobe para 75% e não 95% como muitos pensam. Então ele também vai ser mais raro. E com alta qualidade mais raro ainda. Portanto, tem que valer mais. Nesse raciocínio o grande diferencial é que os potrinhos pampa, igualmente como era no início da Mangalarga, passam a ter um valor razoável, seja para o criador pela esperança de obter um garanhão de pelagem, seja para o usuário que terá um animal a se destacar dos outros nos passeios e cavalgadas. Já nas fêmeas pampa, pela ainda escassez de altíssima qualidade, éguas de bom padrão já tem excelente valor no mercado. Imagine então as excepcionais. Só isso, já viabiliza economicamente a criação. No mais, ainda sobrarão ao criador os outros animais de pelagem não pampas que, se forem de qualidade, ainda lhe propiciarão a obtenção de recursos adicionais. Daí a importância de se ter um garanhão pampa de nível, pois ele garantirá bons produtos também nas outras pelagens. Isso sem falar do retorno que ele propiciará, Os animais de pelagem pois como deverá ser muito pampa trazem mais alegria procurado ainda deverá gerar receitas com coberturas, aos eventos e exposições, embriões e, por consequênpois são logo identificados cia, estadias, serviços e treinamento. Que não venham pelos leigos e usuários, os demagogos afirmarem que semente de novos criam só por hobby e não se criadores e associados interessam em vender. Então para você os grandes motivadores da criação seriam as possibilidades de se evoluir mais rapidamente na seleção e de se obter retorno econômico na atividade? Como disse anteriormente, prefiro sintetizar a resposta de forma genérica  resumindo tudo na frase: “O aumento no prazer de criar”. Se o criador conseguir aliar o prazer oriundo da gratificação de evoluir na seleção com o prazer de ver recompensado de forma

50 ( horse ) Suplemento Especial Mangalarga janeiro 2010

econômica o resultado de seu esforço, aí então ele obterá na plenitude o verdadeiro prazer na criação. Daí minha resposta às razões do grande crescimento verificado no interesse por se criar pelagens diferenciadas como a pampa, a sopa de leite e o preto, com destaque para criadores especializados em algumas delas. Em minha opinião, esta será uma escolha muito frequente dos criadores que surgirão nos próximos anos. Voltando a Associação, como está sendo sua experiência na diretoria? Sempre gostei de trabalhar em equipe e para mim é muito fácil a convivência. É lógico que por ser a única mulher e a única criadora especializada em pelagens na diretoria, no começo tive um pouco de dificuldade para me sentir totalmente à vontade como também para deixar meus pares na diretoria à vontade. Mas agora as coisas fluem normalmente, sou muito respeitada e minha voz é sempre ouvida. E não podia ser diferente. Com o crescimento do número de criadores de pelagens, principalmente os especializados, necessitamos cada vez mais sermos representados. Pois faço esse papel com muita dedicação e profissionalismo. Vários criadores de pelagens têm me trazido novas idéias para 2010. Vamos ver se conseguiremos implantar pelo menos algumas delas.   Qual o seu maior objetivo para as pelagens neste novo ano? Sem dúvida nenhuma, uma maior união dos criadores de pelagens. Em termos gerais, todos os criadores especializados em pelagens têm o mesmo objetivo, com pequenas variações nas preferências e idéias. Pretendo realizar mais reuniões com as “bases”, como fiz logo que assumi o cargo e procurar sintetizar os desejos e reivindicações de forma a tentar estruturá-los objetivando viabilizá-los na Associação. Ao contrário do que muitos pensam, nosso objetivo final é evoluirmos na qualidade de forma a que possamos, num futuro próximo, nos igualarmos morfologicamente aos alazões (no andamento sempre fomos equivalentes) e daí participamos, sem qualquer sentimento de discriminação ou constrangimento, do mesmo campeonato nas exposições.


ranking

Resultados da

XXXI Exposição Nacional Confira o ranking da 31ª edição da Exposição Nacional Mangalarga Campeonato Potranca Menor

Campeã: Zaga Acf (T.E.) Criador: Antonio Carlos Ferreira Expositor: Antonio Carlos Ferreira 1ª Reservada Campeã: Dl Parati da Alvorada (T.E.) Criador: Francisco Carlos de Luccia Expositor: Francisco Carlos de Luccia 2ª Reservada Campeã: Baunilha Rb (T.E.) Criador: Reginaldo Bertholino Expositor: José Eduardo de Souza

Campeonato Potranca

Campeã: Raridade da Sabaúna (T.E.) Criador: Joaquim Bento de Souza Neto Expositor: Joaquim Bento de Souza Neto 1ª Reservada Campeã: Luminosidade da Jauaperi (T.E.) Criador: Companhia Jauaperi de Imóveis Expositor: Haras Precioso Ltda. 2ª Reservada Campeã: Tiara do Mont Serrat Criador: Sergio Luiz Dobarrio de Paiva Expositor: Fernando Ferrucio Rivaben

Campeonato Potranca Maior

Campeã: Apartada Rb (T.E.) Criador: Reginaldo Bertholino Expositor: Sissa Nascimento Bertholino 1ª Reservada Campeã: Aruba Rb (T.E.) Criador: Reginaldo Bertholino Expositor: Rodrigo Dantas Barreto Bertholino 2ª Reservada Campeã: Atitude Rb (T.E.) Criador: Reginaldo Bertholino Expositor: Almiro Esteves Junior

Grande Campeonato Potra

Grande Campeã: Raridade da Sabaúna (T.E.) Criador: Joaquim Bento de Souza Neto Expositor: Joaquim Bento de Souza Neto 1ª Reservada Grande Campeã: Apartada Rb (T.E.) Criador: Reginaldo Bertholino

Expositor: Sissa Nascimento Bertholino 2ª Reservada Grande Campeã: Zaga Acf (T.E.) Criador: Antonio Carlos Ferreira Expositor: Antonio Carlos Ferreira

Campeonato Potro Menor

Campeão: Badejo Jes (T.E.) Criador: José Eduardo de Souza Expositor: Haigazun Sanazar 1º Reservado Campeão: Barão Jes (T.E.) Criador: José Eduardo de Souza Expositor: Almiro Esteves Junior 2º Reservado Campeão: Bolero França (T.E.) Criador: Eduardo Henrique Souza de França Expositor: Eduardo Henrique Souza de França

Campeonato Potro

Campeão: Jumbo do Orgin (T.E.) Criador: Rogério Camara Nigro Expositor: Rogério Camara Nigro 1º Reservado Campeão: Brasil Rb (T.E.) Criador: Reginaldo Bertholino Expositor: Rodrigo Dantas Barreto Bertholino 2º Reservado Campeão: Rei da Braido I (T.E.) Criador: Nelson Antonio Braido Expositor: Nelson Antonio Braido

Campeonato Potro Maior

Campeão: Xangai Acf Criador: Antonio Carlos Ferreira Expositor: Sergio Arlindo Ceravolo Paoliello 1º Reservado Campeão: Gerb Vjc Criador: Vinicius João Curi Expositor: Vinicius João Curi 2º Reservado Campeão: Gramado Vat (T.E.) Criador: Victor Arnaldo Torresan Junior Expositor: Haigazun Sanazar

Grande Campeonato Potro

Grande Campeão: Xangai Acf Criador: Antonio Carlos Ferreira Expositor: Sérgio Arlindo Ceravolo Paoliello

60 ( horse ) Suplemento Especial Mangalarga janeiro 2010

1º Reservado Grande Campeão: Badejo Jes (T.E.) Criador: José Eduardo de Souza Expositor: Haigazun Sanazar 2º Reservado Grande Campeão: Barão Jes (T.E.) Criador: José Eduardo de Souza Expositor: Almiro Esteves Junior

Campeonato Égua Jovem

Campeã: Palida da Malagueta Criador: Wladimir Alvares de Mello Expositor: Celso Cerávolo Paoliello 1ª Reservada Campeã: Porcelana da Braido I (T.E.) Criador: Nelson Antonio Braido Expositor: Nelson Antonio Braido 2ª Reservada Campeã: Pilar do Otnacer Criador: Antonio Caetano Pinto Expositor: José Carlos Moraes Abreu Filho

Campeonato Égua

Campeã: Xiabata Jes (T.E.) Criador: José Eduardo de Souza Expositor: José Eduardo de Souza 1ª Reservada Campeã: Quamayura do Mont Serrat Criador: Sergio Luiz Dobarrio de Paiva Expositor: Sergio Luiz Dobarrio de Paiva 2ª Reservada Campeã: Primavera França Criador: Eduardo Henrique Souza de França Expositor: Eduardo Henrique Souza de França

Campeonato Égua Sênior

Campeã: Dama do Dado Criador: Eduardo Figueiredo Lima Filho Expositor: Fernando Ferrucio Rivaben 1ª Reservada Campeã: Manada Saint Clair J.O. Criador: Turbante Jo Criação e Com. de Equinos Ltda Expositor: Zcm Agropecuária Ltda 2ª Reservada Campeã: Nayara Do Otnacer (T.E.) Criador: Antonio Caetano Pinto Expositor: Reginaldo Bertholino


ranking Grande Campeonato Égua

Grande Campeã: Dama do Dado Criador: Eduardo Figueiredo Lima Filho Expositor: Fernando Ferrucio Rivaben 1ª Reservada Grande Campeã: Manada Saint Clair J.O Criador: Turbante J.O. Criação e Com. de Equinos Ltda. WxposiTor: Zcm Agropecuária Ltda 2ª Reservada Grande Campeã: Palida da Malagueta Criador: Wladimir Alvares de Mello Expositor: Celso Cerávolo Paoliello

Campeonato Cavalo Jovem

Campeão: Vermute Acf (T.E.) Criador: Antonio Carlos Ferreira Expositor: Antonio Carlos Ferreira Reservado Campeão: Guara Saint Clair J.O. Criador: Turbante J.O. Criação e Com. de Equinos Ltda. Expositor: ZCM Agropecuária Ltda 2º Reservado Campeão: Protegido do Otnacer (T.E.) Criador: Antonio Caetano Pinto Expositor: Antonio Caetano Pinto

Campeonato Cavalo

Campeão: Tapete Rb (T.E.) Criador: Reginaldo Bertholino Expositor: Reginaldo Bertholino 1ª Reservado Campeão: Falcão do Dado Criador: Eduardo Figueiredo Lima Filho Expositor: Eduardo Figueiredo Lima Filho 2º Reservado Campeão: Galileo Ta Criador: Tourinho de Abreu e Filhos Ltda Expositor: Nivaldo Batista Queiroz

Campeonato Cavalo Sênior

Campeão: Comandante da Piratininga (T.E.) Criador: Luiz Aparecido de Andrade Expositor: Luiz Aparecido de Andrade 1º Reservado Campeão: Jordan do Otnacer Criador: Antonio Caetano Pinto Expositor: Reginaldo Bertholino 2º Reservado Campeão: Vesúvio da Província Criador: Nilo Wander Vieira Expositor: Zcm Agropecuária Ltda

Grande Campeonato Cavalo

Grande Campeão: Comandante da Piratininga (T.E.) Criador: Luiz Aparecido de Andrade Expositor: Luiz Aparecido de Andrade 1º Reservado Grande Campeão: Tapete Rb (T.E.) Criador: Reginaldo Bertholino Expositor: Reginaldo Bertholino 2º Reservado Grande Campeão: Falcão do Dado Criador: Eduardo Figueiredo Lima Filho Expositor: Eduardo Figueiredo Lima Filho

Campeonato Égua Jovem/Andamento

Campeã: Pilar do Otnacer Criador: Antonio Caetano Pinto

Expositor: José Carlos Moraes Abreu Filho 1ª Reservada Campeã: Palida da Malagueta Criador: Wladimir Alvares de Mello Expositor: Celso Cerávolo Paoliello 2ª Reservada Campeã: Porcelana da Braido I (T.E.) Criador: Nelson Antonio Braido Expositor: Nelson Antonio Braido

Campeonato Égua/Andamento

Campeã: Xiabata Jes (T.E.) Criador: José Eduardo de Souza Expositor: José Eduardo de Souza 1ª Reservada Campeã: Quamayura do Mont Serrat Criador: Sergio Luiz Dobarrio de Paiva Expositor: Sergio Luiz Dobarrio de Paiva 2ª Reservada Campeã: Quaresma do Mont Serrat Criador: Sergio Luiz Dobarrio de Paiva Expositor: Sergio Luiz Dobarrio de Paiva

Campeonato Égua Sênior/Andamento

Campeã: Nave Rb (T.E.) Criador: Reginaldo Bertholino Expositor: Fabio Tarpinian 1ª Reservada Campeã: Nayara do Otnacer (T.E.) Criador: Antonio Caetano Pinto Expositor: Reginaldo Bertholino 2ª Reservada Campeã: Catarina da Marazul Criador: Moacir Aga Filho Expositor: Moacir Aga Filho

Grande Campeonato Égua/Andamento

Grande Campeã: Nave Rb (T.E.) Criador: Reginaldo Bertholino Expositor: Fabio Tarpinian 1ª Reservada Grande Campeã: Nayara do Otnacer (T.E.) Criador: Antonio Caetano Pinto Expositor: Reginaldo Bertholino 2ª Reservada Grande Campeã: Catarina da Marazul Criador: Moacir Aga Filho Expositor: Moacir Aga Filho

Campeonato Cavalo Jovem/Andamento

Campeão: Dunga Vargedo Criador: Herdeiros de Geraldo de Souza Ribeiro Expositor: Luiz Henrique Souza Ribeiro 1º Reservado Campeão: Gaio da Piratininga (T.E.) Criador: Luiz Aparecido de Andrade Expositor: Luiz Aparecido de Andrade 2º Reservado Campeão: Guara Saint Clair J.O. Criador: Turbante J.O. Criação e Com. de Equinos Ltda. Expositor: ZCM Agropecuária Ltda

Campeonato Cavalo/Andamento

Campeão: Tapete Rb (T.E.) Criador: Reginaldo Bertholino Expositor: Reginaldo Bertholino 1º Reservado Campeão: Falcão do Dado Criador: Eduardo Figueiredo Lima Filho

62 ( horse ) Suplemento Especial Mangalarga janeiro 2010

Expositor: Eduardo Figueiredo Lima Filho 2º Reservado Campeão: Zumbi da Bica (T.E.) Criador: João Pacheco Galvão de França Expositor: Mário Alves Barbosa Neto

Campeonato Cavalo Sênior (machos com mais de 60 meses) Campeão: Almanaque M.E. Criador: Mario Emilio Carlos Gonçalves Expositor: João Pacheco Galvão de França 1º Reservado Campeão: Jordan do Otnacer Criador: Antonio Caetano Pinto Expositor: Reginaldo Bertholino 2º Reservado Campeão: Barcelos do Torquato Criador: Plinio Brotero Junqueira Expositor: Fernando Ferrucio Rivaben

Grande Campeonato Cavalo/Andamento

Grande Campeão: Dunga Vargedo Criador: Herdeiros de Geraldo de Souza Ribeiro Expositor: Luiz Henrique Souza Ribeiro 1º Reservado Grande Campeão: Almanaque M.E. Criador: Mario Emilio Carlos Gonçalves Expositor: João Pacheco Galvão de França 2º Reservado Grande Campeão: Gaio da Piratininga (T.E.) Criador: Luiz Aparecido de Andrade Expositor: Luiz Aparecido de Andrade

Andamento Cavalo Castrado

Campeão: Sócrates da Janga Criador: Paulo Sergio Barros Barbanti Expositor: José Carlos Moraes Abreu Filho 1º Reservado Campeão: Portal Rb (T.E.) Criador: Reginaldo Bertholino Expositor: Reginaldo Bertholino 2º Reservado Campeão: Zorro do Mangabaia Criador: Paulo Pacheco Silveira Expositor: Paulo Pacheco Silveira

Progênie de Pai

1º Prêmio: Jambo da Sabaúna (T.E.) 2º Prêmio: Topázio J.O. (T.E.) 3º Prêmio: Premiado Dl (T.E.) 4º Prêmio: Cristal da Jauaperi (T.E.) 5º Prêmio: Quartzo Jes (T.E.)

Progênie de Mãe

1º Prêmio: Cascata J.O. (T.E.) 2º Prêmio: Virada Jes (T.E.) 3º Prêmio: Condessa Rb 4º Prêmio: Musa da Copi 5º Prêmio: Maratona da Santa Marina

Conjunto de raça

1º Prêmio: Tapete Rb (T.E.)/Jordan Do Otnacer/ Nayara do Otnacer (T.E.) Expositor: Reginaldo Bertholino 2º Prêmio: Guara Saint Clair J.O./Manada Saint Clair J.O./Vesúvio da Província Expositor: ZcM Agropecuária Ltda 3º Prêmio: Baunilha Rb (T.E.)/Zezo Jes (T.E.)/ Xiabata Jes (T.E.)


ranking Expositor: José Eduardo de Souza 4º Prêmio: Tél Kelly da S.L.G./Pálida da Malagueta/Regalo do São Roberto (T.E.) Expositor: Celso Cerávolo Paoliello 5º Prêmio: Luminosidade da Jauaperi (T.E.)/ Maldivas Da Jauaperi (T.E.)/Furacão da Jauaperi (T.E.) Expositor: Haras Precioso Ltda

Campeonato Potranca Mirim/Pampa

Campeã: Atenas do Pec Criador: Paulo Eduardo Correa da Costa Expositor: Helcio Iorio 1ª Reservada Campeã: África do Pec (T.E.) Criador: Paulo Eduardo Correa da Costa Expositor: Marisa Iorio Correa da Costa 2ª Reservada Campeã: Primavera do Efi (T.E.) Criador: Eduardo Figueiredo Augusto Expositor: Eduardo Figueiredo Augusto

Campeonato Potranca Menor/Pampa

Campeã: Zelândia do Pec (T.E.) Criador: Paulo Eduardo Correa da Costa Expositor: Helcio Iorio 1ª Reservada Campeã: Isabele da Piratininga Criador: Luiz Aparecido de Andrade Expositor: Luiz Aparecido de Andrade 2ª Reservada Campeã: Zaragoza do Pec (T.E.) Criador: Paulo Eduardo Correa da Costa Expositor: Maria Sueli Linces Santos

Campeonato Potranca/Pampa

Campeã: Zambia do Pec (T.E.) Criador: Paulo Eduardo Correa da Costa Expositor: Helcio Iório

Campeonato Potranca Maior/Pampa

Campeã: Xavantina do Pec (T.E.) Criador: Paulo Eduardo Correa da Costa Expositor: Helcio Iorio 1ª Reservada Campeã: Xayar do Pec (T.E.) Criador: Paulo Eduardo Correa da Costa Expositor: Helcio Iorio 2ª Reservada Campeã: Xincai do Pec Criador: Paulo Eduardo Correa da Costa Expositor: Marisa Iorio Correa da Costa

Grande Campeonato Potranca/Pampa

Grande Campeã: Xavantina do Pec (T.E.) Criador: Paulo Eduardo Correa da Costa Expositor: Helcio Iorio 1ª Reservada Grande Campeã: Zelândia do Pec (T.E.) Criador: Paulo Eduardo Correa da Costa Expositor: Helcio Iorio 2ª Reservada Grande Campeã: Isabele da Piratininga Criador: Luiz Aparecido de Andrade Expositor: Luiz Aparecido de Andrade

Campeonato Potro Mirim/Pampa

Campeão: Acapulco do Pec (T.E.) Criador: Paulo Eduardo Correa da Costa Expositor: Maria Sueli Linces Santos 1º Reservadp Campeão: Jabal Atr

Criador: Anibal Baptista Teixeira Rodrigues Expositor: Haras Leni Ltda 2º Reservado Campeão: Antares do Pec (T.E.) Criador: Paulo Eduardo Correa da Costa Expositor: Helcio Iorio

Campeonato Potro Menor/Pampa

Campeão: Zatec do Pec (T.E.) Criador: Paulo Eduardo Correa da Costa Expositor: Marisa Iorio Correa da Costa 1º Reservado Campeão: Zeti do Pec (T.E.) Criador: Paulo Eduardo Correa da Costa Expositor: Helcio Iorio 2º Reservado Campeão: Zell do Pec (T.E.) Criador: Paulo Eduardo Correa da Costa Expositor: Maria Sueli Linces Santos

Campeonato Potro/Pampa

Campeão: Sultão Hef Criador: Francisco Horácio Fernandes Expositor: Francisco Horácio Fernandes 1º Reservado Campeão: Zurich do Pec Criador: Paulo Eduardo Correa da Costa Expositor: Marisa Iorio Correa da Costa 2º Reservado Campeão: Italiano da Piratininga Criador: Luiz Aparecido de Andrade Expositor: Luiz Aparecido de Andrade

Campeonato Potro Maior/Pampa

Campeão: Hugo da Piratininga Criador: Luiz Aparecido de Andrade Expositor: Luiz Aparecido de Andrade 1º Reservado Campeão: Jobison do Jaó Criador: Jamir Alves de Oliveira Expositor: André Yuri Murrins 2º Reservado Campeão: Tornado do A.E.J. Criador: Almiro Esteves Junior Expositor: Willian Carlos Giglio Mira

Grande Campeonato Potro

Grande Campeão: Zatec do Pec (T.E.) Criador: Paulo Eduardo Correa da Costa Expositor: Marisa Iorio Correa da Costa 1º Reservado Grande Campeão: Zeti do Pec (T.E.) Criador: Paulo Eduardo Correa da Costa Expositor: Helcio Iorio 2º Reservado Grande Campeão: Zell do Pec (T.E.) Criador: Paulo Eduardo Correa da Costa Expositor: Maria Sueli Linces Santos

Campeonato Égua Jovem/Pampa

Campeã: Verona do Pec (T.E.) Criador: Paulo Eduardo Correa da Costa Expositor: Paulo Eduardo Correa da Costa 1ª Reservada Campeã: História R.M. Criador: Roberto Montenegro e Filhos Expositor: Roberto Montenegro e Filhos 2ª Reservada Campeã: Imagem Wrp Criador: Waldeci da Rocha Pereira Expositor: Waldeci da Rocha Pereira

Campeonato Égua/Pampa Campeã: Maria Flor H.B.

64 ( horse ) Suplemento Especial Mangalarga janeiro 2010

Criador: Haras Barretos Expositor: Theophilo Duarte do Valle Junior 1ª Reservada Campeã: Samantha da Janga (T.E.) Criador: Paulo Sergio Barros Barbanti Expositor: Almiro Esteves Junior 2ª Reservada Campeã: Umuarama do Pec (T.E.) Criador: Paulo Eduardo Correa da Costa Expositor: Paulo Eduardo Correa da Costa

Campeonato Égua Sênior/Pampa

Campeã: Ucrânia do Pec (T.E.) Criador: Paulo Eduardo Correa da Costa Expositor: Paulo Eduardo Correa da Costa 1ª Reservada Campeã: Ferrari R.M. Criador: Roberto Montenegro e Filhos Expositor: Roberto Montenegro e Filhos 2ª Reservada Campeã: Sri Lanka do Pec Criador: Paulo Eduardo Correa da Costa Expositor: Paulo Eduardo Correa da Costa

Grande Campeonato Égua/Pampa

Grande Campeã: Maria Flor H.B. Criador: Haras Barretos Expositor: Theophilo Duarte do Valle Junior 1ª Reservada Grande Campeã: Samantha da Janga (T.E.) Criador: Paulo Sergio Barros Barbanti Expositor: Almiro Esteves Junior 2ª Reservada Grande Campeã: Umuarama do Pec (T.E.) Criador: Paulo Eduardo Correa da Costa Expositor: Paulo Eduardo Correa da Costa

Campeonato Cavalo Jovem/Pampa

Campeão: Guapo da Piratininga (T.E.) Criador: Luiz Aparecido de Andrade Expositor: Luiz Aparecido de Andrade 1º Reservado Campeão: Ghetto da Piratininga (T.E.) Criador: Luiz Aparecido de Andrade Expositor: Luiz Aparecido de Andrade 2º Reservado Campeão: Vietnan do Pec Criador: Paulo Eduardo Correa da Costa Expositor: Paulo Eduardo Correa da Costa

Campeonato Cavalo/Pampa

Campeão: Galileo R.M. Criador: Roberto Montenegro e Filhos Expositor: Natal Francisco Ribeiro 1º Reservado Campeão: Danúbio Kasongo Criador: Carlos Henrique de Queiroz Gontijo Expositor: Rogério Cardoso Rino 2º Reservado Campeão: União do Pec (T.E.) Criador: Paulo Eduardo Correa da Costa Expositor: Paulo Eduardo Correa da Costa

Campeonato Cavalo Sênior/Pampa

Campeão: Texas do Pec Criador: Paulo Eduardo Correa da Costa Expositor: Luiz Aparecido de Andrade 1º Reservado Campeão: Quiroga do Pec Criador: Paulo Eduardo Correa da Costa Expositor: Paulo Eduardo Correa da Costa


ranking 2º Reservado Campeão: Vitorioso de N.H. Criador: Adaldio José de Castilho (Esp.) Expositor: Altair Maria Pedrosa Castilho

Campeonato Cavalo Jovem Andamento/Pampa

Campeão: Endro do Mamu Criador: Edson Luiz Daldon Grande Campeonato Cavalo/Pampa Expositor: Eduardo Henrique Souza de França Grande Campeão: Texas do Pec 1º Reservado Campeão: Guapo da Criador: Paulo Eduardo Correa da Costa Piratininga (T.E.) Expositor: Luiz Aparecido de Andrade Criador: Luiz Aparecido de Andrade 1º Reservado Grande Campeão: Quiroga do Pec Expositor: Luiz Aparecido de Andrade Criador: Paulo Eduardo Correa da Costa 2º Reservado Campeão: Ghetto da Expositor: Paulo Eduardo Correa da Costa Piratininga (T.E.) 2º Reservado Grande Campeão: Vitorioso de N.H. Criador: Luiz Aparecido de Andrade Criador: Adaldio José de Castilho (Esp.) Expositor: Luiz Aparecido de Andrade Expositor: Altair Maria Pedrosa Castilho

Campeonato Égua Jovem Andamento/Pampa

Campeonato Cavalo Andamento/Pampa Campeão: Danúbio Kasongo Criador: CarlOs Henrique de Queiroz Gontijo Expositor: Rogério Cardoso Rino 1º Reservado Campeão: Galileo R.M. Criador: Roberto Montenegro E Filhos Expositor: Natal Francisco Ribeiro 2º Reservado Campeão: União do Pec (T.E.) Criador: Paulo Eduardo Correa da Costa Expositor: Paulo Eduardo Correa da Costa

Campeã: Venezuela do Pec (T.E.) Criador: Paulo Eduardo Correa da Costa Expositor: Marisa Iorio Correa da Costa 1ª Reservada Campeã: Verona do Pec (T.E.) Criador: Paulo Eduardo Correa da Costa Expositor: Paulo Eduardo Correa da Costa 2ª Reservada Campeã: Imagem Wrp Criador: Waldeci da Rocha Pereira Expositor: Waldeci da Rocha Pereira Campeonato Cavalo Sênior 2ª Reservada Campeã: Venezuela do Pec (T.E.) Andamento/Pampa Criador: Paulo Eduardo Correa da Costa Campeão: Quirogado Pec Expositor: Marisa Iorio Correa da Costa Criador: Paulo Eduardo Correa da Costa Expositor: Paulo Eduardo Correa da Costa Campeonato Égua Andamento/Pampa 1º Reservado Campeão: Texas do Pec Campeã: Maria Flor H.B. Criador: Paulo Eduardo Correa da Costa Criador: Haras Barretos Expositor: Luiz Aparecido de Andrade Expositor: Theophilo Duarte do Valle Junior 2º Reservado Campeão: Vitorioso de N.H. 1ª Reservada Campeã: Umuarama do Pec (T.E.) Criador: Adaldio José de Castilho (Esp.) Criador: Paulo Eduardo Correa da Costa Expositor: Altair Maria Pedrosa Castilho Expositor: Paulo Eduardo Correa da Costa 2ª Reservada Campeã: Samanthada Janga (T.E.) Grande Campeonato Cavalo Criador: Paulo Sergio Barros Barbanti Andamento/Pampa Expositor: Almiro Esteves Junior Grande Campeão: Danúbio Kasongo Criador: Carlos Henrique de Queiroz Gontijo Campeonato Égua Sênior Expositor: Rogério Cardoso Rino Andamento/Pampa 1º Reservado Grande Campeão: Endro do Mamu Campeã: Lua do Urso Branco Criador: Edson Luiz Daldon Criador: Jonas Antonio Montezel Expositor: Eduardo Henrique Souza de França Expositor: Chebli Sadek Yaassoub 2 Reservado Grande Campeão: Galileo R.M. 1ª Reservada Campeã: Sri Lanka do Pec Criador: Roberto Montenegro E Filhos Criador: Paulo Eduardo Correa da Costa Expositor: Natal Francisco Ribeiro Expositor: Paulo Eduardo Correa da Costa 2ª Reservada Campeã: Ucrânia do Pec (T.E.) Alazã Amarilha/Campeonato Potranca Criador: Paulo Eduardo Correa da Costa Campeã: Mazurca Mangalarga Expositor: Paulo Eduardo Correa da Costa Criador: Geraldo Diniz Junqueira Expositor: Geraldo Diniz Junqueira Grande Campeonato Égua 1ª Reservada Campeã: Ana da Itacumbi Andamento/Pampa Criador: Léo Steinbruch Grande Campeã: Lua do Urso Branco Expositor: Léo Steinbruch Criador: Jonas Antonio Montezel 2ª Reservada Campeã: Bambina do Mangabaia (T.E.) Expositor: Chebli Sadek Yaassoub Criador: Paulo Pacheco Silveira 1ª Reservada Grande Campeã: Maria Flor H.B. Expositor: Paulo Pacheco Silveira Criador: Haras Barretos Expositor: Theophilo Duarte do Valle Junior Alazã Amarilha/Campeonato Potro 2ª Reservada Grande Campeã: Umuarama do Pec (T.E.) Campeã: Quelonio da Norma Criador: Paulo Eduardo Correa da Costa Criador: Norberto Maia Expositor: Paulo Eduardo Correa da Costa Expositor: Norberto Maia

66 ( horse ) Suplemento Especial Mangalarga janeiro 2010

1º Reservado Campeão: Átila Mangabaia Criador: Paulo Pacheco Silveira Expositor: Paulo Pacheco Silveira

Alazã Amarilha/Campeonato Égua

Campeã: Gabriela Mab Criador: Mário Alves Barbosa Neto Expositor: Mário Alves Barbosa Neto 1ª Reseervada Campeã: Cora Coralina 42 (T.E.) Criador: Ronaldo Andrade Bichuette Expositor: Ronaldo Andrade Bichuette 2ª Reservada Campeã: Violeta Mangabaia Criador: Paulo Pacheco Silveira Expositor: Paulo Pacheco Silveira

Alazã Amarilha/Campeonato Cavalo

Campeão: Rio Pardo 42 Criador: Ronaldo Andrade Bichuette Expositor: Ronaldo Andrade Bichuette 1º Reservado Campeão: Poema M.E.2 Criador: Joaquim Carlos Atra Gonçalves Expositor: Joaquim Carlos Atra Gonçalves 2º Reservado Campeão: Junco da Sabauna Criador: Joaquim Bento de Souza Neto Expositor: Sergio Luiz Dobarrio de Paiva

Alazã Amarilha/Campeonato de Andamento Égua

Campeã: Gabriela Mab Criador: Mário Alves Barbosa Neto Expositor: Mário Alves Barbosa Neto 1ª Reservada Campeã: Cora Coralina 42 (T.E.) Criador: Ronaldo Andrade Bichuette Expositor: Ronaldo Andrade Bichuette 2ª Reservada Campeã: Belladonna Santa Eudóxia Criador: Mário Baldassari Expositor: Geraldo Diniz Junqueira

Alazã Amarilha/Campeonato de Andamento Cavalo

Campeão: Poema M.E.2 Criador: Joaquim Carlos Atra Gonçalves Expositor: Joaquim Carlos Atra Gonçalves 1º Reservado Campeão: Rio Pardo 42 Criador: Ronaldo Andrade Bichuette Expositor: Ronaldo Andrade Bichuette 2º Reservado Campeão: Junco da Sabauna Criador: Joaquim Bento de Souza Neto Expositor: Sergio Luiz Dobarriode Paiva

Pelagem Tordilha/Campeonato Potranca Campeã: Himalaia Vat Criador: Victor Arnaldo Torresan Junior Expositor: Luis Augusto de Camargo Opice 1ª Reservada Campeã: Havana da Viva (T.E.) Criador: Carlos Eduardo Purchio Expositor: Carlos Eduardo Purchio 2ª Reservada Campeã: Saphira Tlb (T.E.) Criador: Turíbio Leite de Barros Neto Expositor: Turíbio Leite de Barros Neto

Pelagem Tordilha/Campeonato Égua Campeã: Carisma do H.I.C.


ranking

1ª Reservada Campeã: Atriz Jes (T.E.) Criador: José Eduardo de Souza Expositor: Sernapo Comércio Exterior e Transportes Ltda.

Criador: Israel Iraides da Costa Expositor: Davidson Severino de Oliveira 1ª Reservada Campeã: Derme do Gre (T.E.) Criador: José Raimundo Silva Expositor: José Raimundo Silva 2ª Reservada Campeã: Qualidade do Otnacer (T.E.) Criador: Antonio Caetano Pinto Expositor: Geraldo Zinato

Pelagem Castanha/Andamento Cavalo

Pelagem Tordilha/Campeonato Cavalo

Pelagem Preta ou Zaina/Campeonato Potranca

Campeão: Fidalgo da Marazul (T.E.) Criador: Moacir Aga Filho Expositor: Moacir Aga Filho 1º Reservado Campeão: Ópio do Otnacer Criador: Antonio Caetano Pinto Expositor: Flávio Oliva

Pelagem Tordilha/Andamento Égua

Campeã: Carisma do H.I.C. Criador: Israel Iraides da Costa Expositor: Davidson Severino de Oliveira 1ª Reservada Campeã: Derme do Gre (T.E.) Criador: José Raimundo Silva Expositor: José Raimundo Silva 2ª Reservada Campeã: Qualidade do Otnacer (T.E.) Criador: Antonio Caetano Pinto Expositor: Geraldo Zinato

Pelagem Tordilha/Andamento Cavalo Campeão: Fidalgo da Marazul (T.E.) Criador: Moacir Aga Filho Expositor: Moacir Aga Filho 1º Reservado Campeão: Ópio do Otnacer Criador: Antonio Caetano Pinto Expositor: Flávio Oliva

Pelagem Castanha/Campeonato Potro

Campeão: Sombrio Saint Clair J.O. Criador: Turbante J.O. CrIação e Com. de Equinos Ltda. Expositor: José Luiz da Penha Moreira

Pelagem Castanha/Campeonato Égua

Campeã: Hália do Orgin (T.E.) Criador: Rogerio Camara Nigro Expositor: Rogerio Camara Nigro 1ª Reservada Campeã: Atriz Jes (T.E.) Criador: José Eduardo de Souza Expositor: Sernapo Comércio Exterior e Transportes Ltda.

Pelagem Castanha/Campeonato Cavalo Campeão: Quilombo do Pec Criador: Paulo Eduardo Correa da Costa Expositor: Paulo Eduardo Correa da Costa

Pelagem Castanha/Andamento Égua Campeã: Hália do Orgin (T.E.) Criador: Rogerio Camara Nigro Expositor: Rogerio Camara Nigro

Campeão: Quilombo do Pec Criador: Paulo Eduardo Correa da Costa Expositor: Paulo Eduardo Correa da Costa

Campeã: Amiga Jes (T.E.) Criador: José Eduardo de Souza Expositor: Marina Dall’ara de Souza 1ª Reservada Campeã: Jade do Orgin (T.E.) Criador: Rogerio Camara Nigro Expositor: Rogerio Camara Nigro 2ª Reservada Campeã: Orquestra do Efi (T.E.) Criador: Eduardo Figueiredo Augusto Expositor: Eduardo Figueiredo Augusto

Pelagem Preta ou Zaina/Campeonato Potro Campeão: Jaguar do Orgin Criador: Rogerio Camara Nigro Expositor: Rogerio Camara Nigro 1º Reservado Campeão: Rhódio da Norma Criador: Norberto Maia Expositor: Chebli Sadek Yaassoub

Pelagem Preta ou Zaina/Campeonato Égua

Campeã: Viagem Rb (T.E.) Criador: Reginaldo Bertholino Expositor: Fabio Tarpinian 1ª Reservada Campeã: República do Mont Serrat Criador: Sergio Luiz Dobarrio de Paiva Expositor: Sergio Luiz Dobarrio de Paiva 2ª Reservada Campeã: Aldeia Rb (T.E.) Criador: Reginaldo Bertholino Expositor: Haigazun Sanazar

Pelagem Preta ou Zaina/Campeonato Cavalo Campeão: Urutu Acf Criador: Antonio Carlos Ferreira Expositor: Fabio Tarpinian 1º Reservado Campeão: Momento do Efi Criador: Eduardo Figueiredo Augusto Expositor: José Carlos Moraes Abreu Filho 2º Reservado Campeão: Jota do Jaó Criador: Jamir Alves de Oliveira Expositor: Corumbau Participações e Serviços Ltda.

Pelagem Preta ou Zaina/Campeonato de Andamento Égua Campeã: Viagem Rb (T.E.) Criador: Reginaldo Bertholino Expositor: Fabio Tarpinian 1ª Reservada Campeã: República do

68 ( horse ) Suplemento Especial Mangalarga janeiro 2010

Mont Serrat Criador: Sergio Luiz Dobarrio de Paiva Expositor: Sergio Luiz Dobarrio de Paiva 2ª Reservada Campeã: Videira Rb (T.E.) Criador: Reginaldo Bertholino Expositor: Eduardo Figueiredo Augusto

Pelagem Preta ou Zaina/Campeonato de Andamento Cavalo

Campeão: Urutu Acf Criador: Antonio Carlos Ferreira Expositor: Fabio Tarpinian 1º Reservado Campeão: Momento do Efi Criador: Eduardo Figueiredo Augusto Expositor: José Carlos Moraes Abreu Filho 2º Reservado Campeão: Jota do Jaó Criador: Jamir Alves de Oliveira Expositor: Corumbau Participações e Serviços Ltda

Pelagem Baia/Campeonato Cavalo

Campeão: Bonaparte da Fazenda Pinhal Criador: João Luis Ribeiro Frugis Expositor: João Luis Ribeiro Frugis

Pelagem Baia/Campeonato de Andamento Cavalo

Campeão: Bonaparte da Fazenda Pinhal Criador: João Luis Ribeiro Frugis Expositor: João Luis Ribeiro Frugis

Pelagem Pampa - Progênie de Pai 1º Prêmio: Vanerão do H.I.C. (T.E.) 2º Prêmio:  Texas do Pec 3º Prêmio: Jorael do Jaó 4º Prêmio: Monteblanco do Pec 5º Prêmio: Quebec do Pec

Pelagem Pampa - Progênie de Mãe 1º Prêmio: Ucrânia do Pec (T.E.) 2º Prêmio: Gala D’este 3º Prêmio: Sucupira do Bonfim 4º Prêmio: Rochelle do Pec

Pelagem Pampa - Conjunto de Raça

1º Prêmio: Vietnan do Pec/Verona do Pec (T.E.)/Ucrânia do Pec (T.E.) Expositor: Paulo Eduardo Correa da Costa 2º Prêmio: Xavante Mfg/Carismática Hgf/Quiba da Norma Expositor: Chebli Sadek Yaassoub 3º Prêmio: Zeti do Pec (T.E.)/Xavantina do Pec (T.E.)/Zelândia do Pec (T.E.) Expositor: Helcio Iorio 4º Prêmio: Texas do Pec/Imaculada da Piratininga (T.E.)/Isabele Da Piratininga Expositor: Luiz Aparecido De Andrade 5º Prêmio: Zatec do Pec (T.E.)/Xincai do Pec/ África Do Pec (T.E.) Expositor: Marisa Iorio Correa da Costa


patrocinadores

Fotos: Norberto Cândido

Por Pedro Rebouças

Parcerias de sucesso Apoio de grandes empresas garantiu o êxito da Nacional O

bom momento do cavalo Mangalarga foi confirmado recentemente pelas prestigiosas empresas que associaram suas marcas ao mais importante evento da raça: a Exposição Nacional. A mostra, realizada no fim de outubro, contou com parceiros de peso como o Grupo Bunge, a Ambev, a Nestlè, o Grupo Matsuda e a Oi. O apoio dessas empresas foi, aliás, fundamental para o êxito dessa 31ª edição da Nacional. Por meio dele, a

ABCCRM pôde oferecer uma estrutura confortável ao público que compareceu ao Parque Doutor Fernando Cruz Pimentel, durante os nove dias de duração do evento. Tradicional parceiro da raça Mangalarga, o Grupo Bunge esteve representado pela Serrana Fertilizantes. A empresa ofereceu aos visitantes um confortável ponto de encontro em seu estande, montado em ponto nobre ao lado da pista de julgamento. A Ambev levou uma de suas marcas mais sofisticadas, a Bohemia. Nascida na região de Petrópolis (RJ) em 1853 e fabricada de modo diferenciado, a saborosa cerveja ajudou a refrescar os dias dos mangalarguistas que acompanharam a principal mostra do País. Considerada uma das maiores em-

1. Estande da Serrana Fertilizantes foi novamente o principal ponto de encontro dos mangalarguistas presentes à Nacional

presas de alimentos do mundo, a Nestlè também marcou presença na Nacional. Este ano, a empresa optou por divulgar sua ampla linha de sorvetes. Já a Oi, uma das maiores empresas de telefonia do País, buscou divulgar sua marca estabelecendo um contato bastante próximo com o público presente à Nacional. Durante o evento, seus promotores fotografavam os espectadores, oferecendo-lhes as fotos impressas em poucos minutos, proporcionando assim uma simpática recordação da mostra. A Matsuda Sementes e Nutrição Animal também marcou presença na Exposição Nacional. Dessa forma, a empresa do Grupo Matsuda deu mais uma mostra da sólida relação que possui com a raça Mangalarga.

1

2

2. A Ambev divulgou uma de suas marcas mais sofisticadas, a Bohemia 3. A Oi investiu no relacionamento com o público presente à exposição 4. Grande parceira da raça, a Matsuda também marcou presença em Avaré 5. A Nestlè optou por divulgar sua linha de sorvetes

5

3

4 70 ( horse ) Suplemento Especial Mangalarga janeiro 2010


gente

72 ( horse ) Suplemento Especial Mangalarga janeiro 2010

Fotos: Norberto C창ndido


gente

74 ( horse ) Suplemento Especial Mangalarga janeiro 2010

Fotos: Norberto C창ndido


gente

76 ( horse ) Suplemento Especial Mangalarga janeiro 2010


Fotos: Norberto C창ndido

janeiro 2010 ( horse ) Suplemento Especial Mangalarga 77


Fidelidade Mangalarga

78 ( horse ) Suplemento Especial Mangalarga janeiro 2010


janeiro 2010 ( horse ) Suplemento Especial Mangalarga 79


31ª nacional Por Pedro Rebouças

Crianças fizeram uma bela exibição na prova de andamento

Funcionalidade

a toda prova aptidão funcional da raça Mangalarga também esteve em destaque durante a 31ª Exposição Nacional. Concentrada no sábado 31 de outubro, a programação esportiva contou com disputas de quatro modalidades: maneabilidade, andamento, três tambores e seis balizas. Com R$ 12 mil de premiação, a disputa de maneabilidade abriu o dia de competições. Divididos em quatro categorias - jovem, feminina, amador e aberta -, os concorrentes precisaram exibir muita destreza e agilidade para superar, no menor tempo possível, o percurso composto

A

80 ( horse ) Suplemento Especial Mangalarga janeiro 2010

por obstáculos típicos do trabalho na fazenda. Já a disputa de andamento, considerada a mais popular modalidade funcional do meio mangalarguista, levou muitas crianças e jovens à pista do Parque Doutor Fernando Cruz Pimentel. Essa competição, afinal, incluiu duas categorias exclusivas para a garotada: a mirim e a mini-mirim. Além disso, as mulheres e os criadores também puderam demonstrar sua habilidade na condução dos exemplares da raça nas classes feminina e do patrão. Disputadas em categorias únicas, as provas


Fotos: Norberto Cândido

Prestigiadas por mangalarguistas de todo País, as disputas esportivas da mais importante mostra da raça também contaram com uma expressiva participação de crianças e jovens de seis balizas e três tambores garantiram uma dose extra de emoção à programação funcional da mais importante mostra da raça Mangalarga. Nelas, os concorrentes esbanjaram dedicação e habilidade na luta pelos R$ 6 mil que cada uma das modalidades distribuiu entre os conjuntos mais velozes da competição. “Este ano, a comissão organizadora decidiu incrementar a programação esportiva da Nacional. Dessa forma, além de apresentar toda a funcionalidade da raça, também atendemos às solicitações feitas por diversos núcleos de cria-

dores, que possuem um grande envolvimento com essas modalidades em suas regiões de origem”, explica o presidente da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos da Raça Mangalarga (ABCCRM), Sergio Luiz Dobarrio de Paiva. O Núcleo do Rio Grande do Sul, que marcou presença em quase todas as modalidades em disputa, foi um bom exemplo do interesse dos mangalarguistas das mais diferentes regiões do país pela programação esportiva. “Além de bonito, o Mangalarga é um cavalo extremamente versátil, que se adaptou muito bem ao Rio Grande do Sul, onde a cultura equestre está toda baseada na funcionalidade. Dessa forma, é bastante natural que sejamos tão apaixonados por essas provas”, conta Elisandra de Aguiar da Cruz. Criadora da raça há quatro anos, na cidade de Cambará do Sul (RS), a mangalarguista gaúcha acompanhava com toda a atenção o desempenho de seu marido, Cristiano Antunes dos Santos, que competiu nas provas de maneabilidade, três tambores e seis balizas. Por sua vez, Marcelo Leite Vasco de Toledo, um dos jurados desta Nacional e integrante do Conselho Deliberativo Técnico da ABCCRM, destacou a importância das disputas esportivas para a raça. “Essas provas, além de melhorarem o temperamento da tropa, são muito importantes para o nosso mercado. Elas, afinal, nos ajudam a abrir o leque de consumidores do Mangalarga, atraindo principalmente o usuário de cavalo”, ressalta Toledo.

janeiro 2010 ( horse ) Suplemento Especial Mangalarga 81

Cristiano dos Santos, do Rio Grande do Sul, marcou presença em três modalidades


Revista Horse Mangalarga Ed.11 - 01/2010  

Revista Horse Mangalarga Edição 11 - 01/2010

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you