Page 1

NovaFisio.com.br • 1


Saída: 03/02 - Retorno: 10/02/2013 Santos • Punta del Este • Buenos Aires • Montevidéu Sorteio de um STUDIO DE PILATES COMPLETO entre os participantes

2 • NovaFisio.com.br


imagem meramente ilustrativa - msc magnífica fonte: http://www.msccruzeiros.com.br/br_pt/Navios/MSC-Magnifica.aspx

A D&D leva você ao 2º Cruzeiro da Fisioterapia

veja como participar em

www.dedpilates.com.br ou pelos telefones

21 2565 7690 / 0800 282 06 24

NovaFisio.com.br • 3


4 • NovaFisio.com.br


#89

novembro/dezembro 2012

nova

FISIO Editorial|

Mais um ano terminando e já vai deixando saudades. Neste ano tivemos muitas alegrias, eventos, amigos, encontros, anunciantes e leitores. Agora já estamos com a cabeça no ano que vem. Novos projetos, eventos e o 2º Cruzeiro em fevereiro que estamos contando os dias. Também teremos novidades na revista, nas entrevistas e novos anunciantes (muitos). Como agora só nos veremos novamente em 2013, já vou deixar aqui meus votos de um 2013 maravilhoso para todos nós e que as festas de fim de ano sejam fantásticas. Um grande abraço e até daqui a pouco com muitas novidades. Oston de Lacerda Mendes Fisioterapeuta - Editor

Índice|

Leia nesta edição.

06 Cartas. 08 Frases. 10 Entrevista com Flávio Peralta 14 Coluna do Dr. Luís Guilherme. 16 Coluna da Dra. Jullyana Almeida de Sousa. 18 Coluna do Dr. José da Rocha. 20 Coluna do Dr. Valmor Arêde Córdova Júnior. 21 Caderno Especial de Pilates. 30 Coluna do Dr. Geraldo Barbosa. 32 Coluna do Dr. André Luiz de Mendonça. 34 Coluna do Dr. Milton Brandão. 36 Avaliação do pico de pressão inspiratória fornecida pelo balão auto inflável neonatal em um modelo de pulmão artificial. 40 Classifisio. 42 Agenda. 44 Tininha. 46 FisioPerfil.

Artigos desta edição|

Os artigos são publicados também em nosso site.

01 - Álcool e saúde pública: uma revisão de literatura - Mirza Carolina Ferreira Santana; Wilmar de Oliveira Neto; Thiago Souza Capatti; João Pedro Moreira; Fabiano Moreira da Silva. 02- Alívio imediato da dor em paciente com Neuralgia do Trigêmeo utilizando a Acupuntura e a Carboxiterapia: relato de caso Cristine Keller Silva De Lima Cota 03 - Avaliação do pico de pressão inspiratória fornecida pelo balão auto inflável neonatal em um modelo de pulmão artificial 04 - Os benefícios da fisioterapia respiratória na melhora da qualidade de vida de indivíduo com doença pulmonar obstrutiva crônica - Kelen Rios Brand; Eloisa Dreyer Galina 05 - Fisioterapia inicialmente motora em paciente com insuficiência cardíaca - Michelle Trigo de Moraes

Equipe|

Veja quem faz a revista que você esta lendo.

EDITORES CHEFE: Dr. OSTON MENDES oston@novafisio.com.br & LUCIENE LOPES luciene@novafisio.com.br SECRETÁRIA: NINA LOPES MENDES nina@novafisio.com.br

EDITOR CIENTÍFICO: Dr. RODRIGO PERFEITO ENDEREÇO DA REDAÇÃO: R. JOSÉ LINHARES, 134 LEBLON - RIO DE JANEIRO - RJ CEP: 22430-220 TEL: (21) 4042-6107 CEL: (21) 8577-9908 revista@novafisio.com.br

ASSINAR E ANUNCIAR: Você pode assinar a revista através de nosso site e receber em casa com todo conforto. www.novafisio.com.br Se você deseja divulgar algum produto ou serviço para fisioterapeutas, esta é a revista ideal. Temos anúncios de vários tamanhos e valores e certamente um deles irá te atender. Além disso, nossos anunciantes são divulgados em nosso site e mídias eletrônicas assim como em envios de e-mails marketing. Ligue ou escreva e comece a se divulgar ainda hoje! NovaFisio.com.br • 5


Cartas|

Mande sua carta também e publicaremos aqui na próxima edição.

Responsabilidades e o papel da fisioterapia no tratamento da dor. Ao considerarmos a dor como o principal sintoma que faz as pessoas buscarem serviços de saúde, a fisioterapia tem a responsabilidade de atuar significativamente nos cuidados ao paciente com dor. Porém, se consideramos a dor como um problema de saúde, a atuação da fisioterapia depende da integração multiprofissional e interdisciplinar. Síndromes dolorosas como as cefaléias, lombalgias, fibromialgia e síndrome dolorosa miofascial, comuns a diversos serviços de saúde brasileiros, mantém pacientes incapacitados e afastados de suas atividades diárias. Em vista disso, a formação do fisioterapeuta brasileiro se encaixa nas necessidades dos pacientes com dor, principalmente quando falamos de controle da dor e recuperação físico funcional. Abordagens são propostas com o objetivo de modular a dor, modificar percepções distorcidas e comportamentos anormais, combater crenças, mitos e atitudes disfuncionais, ganho de função, retorno as atividades e melhora da qualidade de vida. Por isso, podemos dizer que a fisioterapia no tratamento da dor é uma intervenção física e cognitiva comportamental, baseada em estratégias de educação e manejo da dor. A atuação nos diversos níveis de atenção a saúde também são de responsabilidade do fisioterapeuta. Apesar da aceitação sobre a dor ser um problema de saúde mundial, a avaliação, tratamento e prevenção da dor são desafios a serem superados. Barreiras como a falta de conhecimento científico, a falta de pesquisas e de fundos financeiros contribuem para o subtratamento da dor por fisioterapeutas e outros profissionais. Eventos promovidos nos últimos 5 anos pela Associação Internacional para o Estudo da Dor concluíram que existe um grande déficit de conhecimento sobre a neurofisiologia e manejo da dor em todos os profissionais da saúde. Portanto, se faz necessária uma formação diferenciada e de educação continuada em dor. A responsabilidade social do fisioterapeuta vai além do tratamento da dor. O respeito e dedicação ao paciente com dor são pontos muitas vezes esquecidos pelos profissionais. Frequentemente, pacientes com dor são destratados, humilhados pelos serviços de saúde e ignorados pelo seu comportamento de estar doente. A busca incansável por tratamentos, pela cura e por diversos profissionais de saúde são características marcantes aos pacientes que sofrem de dores persistentes, adquirido a necessidade de mostrar a importância dos sintomas aos profissionais comportamento doloroso. Além disso, é dever do fisioterapeuta devolver aos pacientes o convívio social e estimular o retorno ao trabalho, com o objetivo de fortalecer a economia e valorizar o trabalho dos serviços de saúde brasileiros. Alívio da dor é um direito do paciente com dor, porém o alivio do sofrimento e das incapacidades é uma responsabilidade social e ética do fisioterapeuta. O papel da fisioterapia exige uma atuação holística com uma abordagem biopsicossocial, o qual traz uma visão mais abrangente e humana. O contato frequente com os pacientes em sofrimento, com a incapacidade funcional e com as dificuldades em lidar com a dor necessita que o fisioterapeuta seja um profissional diferenciado. Outro importante papel da fisioterapia no tratamento da dor é 6 • NovaFisio.com.br

desenvolver estratégias para uma boa relação com o paciente: comunicação eficaz, habilidades e educação em dor. Por diversas vezes, a relação entre o fisioterapeuta e o paciente com dor torna-se distorcida pela dificuldade que o fisioterapeuta tem em lidar com a dor e com os problemas trazidos dos pacientes, por expectativas opostas e irreais quanto ao tratamento, preocupação excessiva em aplicar técnicas e a pouca integração com outros profissionais de saúde. A maioria dos problemas trazidos pelo paciente com dor persistente não serão resolvidos com modalidades físicas. Portanto, a atuação do fisioterapeuta não deve se limitar somente a aplicação de técnicas para o alívio da dor. A compreensão, a forma de lidar com problemas e preocupações dos pacientes, o entendimento da proposta de tratamento, expectativas reais e as recomendações, bem como o ajuste das terapias as necessidades particulares aumentam as chances de adesão e efetividade do tratamento. O entendimento da definição de dor proposta pela Associação Internacional para o Estudo da Dor em 1994 resume as principais dimensões envolvidas na dor e mostra justamente as principais deficiências dos profissionais de saúde no conhecimento sobre a dor - “uma experiência sensorial e emocional desagradável associada a uma lesão real ou potencial dos tecidos ou descrita em termos de tais lesões”. Olhando para esta definição, vemos a importância de fatores emocionais, comportamentais e cognitivos, os quais somam-se aos aspectos físicos dos pacientes, tornando a dor uma experiência subjetiva e pessoal, influenciada por crenças, atitudes, cultura e religião. Portanto, não existe uma dor puramente física ou psíquica. Existem, na verdade, experiências dolorosas que ocorrem ao longo da vida das pessoas e que, em algum momento, podem tornar-se complexas, incapacitantes e sofridas. Cabe ao fisioterapeuta ter um papel profissional de educador, sendo responsável por atender as necessidades da população brasileira e para contribuir de forma integrada as equipes multiprofissionais e interdisciplinares de dor. Artur Padão Gosling Alessandra Evaristo Dantas Humberto Leal Cruz Neto Raphael Luz de Souza


2013

Anuncie aqui na NovaFisio em 2013 e tenha boas vendas! Nosso contrato de anuncio, não tem multas, taxas ou qualquer outra cobrança para cancelamento, então não se preocupe caso por algum motivo você queria ou precise cancelar os anúncios, nenhuma taxa será cobrada! Seja bem vindo e boas vendas.

OBS: Contratos fechados ainda em 2012 vão ganhar um disparo de mailling por mês, cortesia. Página Dupla 27,5 cm (altura) por 41 cm (largura) (contrato anual 12 parcelas de R$1.500,00)

Página inteira 27,5 cm (altura) por 20,5 cm (largura) (contrato anual 12 parcelas de R$1.000,00)

1/2 página (Pode ser vertical ou horizontal) 27,5 cm (altura) por 10,25 cm (largura) vertical 13,75 cm (altura) por 20,5 cm (largura) horizontal (contrato anual 12 parcelas de R$500,00)

1/3 de página (Pode ser vertical ou horizontal) 27,5 cm (altura) por 6,83 cm (largura) vertical 9,16 cm (altura) por 20,5 cm (largura) horizontal (contrato anual 12 parcelas de R$350,00)

1/4 de página (Pode ser vertical ou horizontal) 27,5 cm (altura) por 5,12 cm (largura) vertical 6,8 cm (altura) por 20,5 cm (largura) horizontal (contrato anual 12 parcelas de R$250,00)

Faixa (somente horizontal) 2,5 cm (altura) por 19 cm (largura) horizontal (Contrato anual 12 parcelas de R$200,00)

Distribuição em todo Brasil. Periodicidade bimestral. Todos os anunciantes também ganham banner em nosso site e 500 (quinhentos exemplares). 16 anos de sucesso.

Ligue: (21) 4042-6107 | 8577-9908 | revista@novafisio.com.br

NovaFisio.com.br • 7


Cartas|

Escreva sua carta também, mande para revista@novafisio.com.br e publicaremos na próxima edição.

Consulte.me oferece agendamento online de consultas em todo o Brasil Site do Grupo Minha Vida facilita a escolha de um profissional de confiança criando rede de busca que valoriza os especialistas indicados pelos usuários. Encontrar um especialista de confiança tornou-se mais fácil com o lançamento do Consulte.me (http://consulte.me/), novo site do Grupo Minha Vida, maior portal de saúde e bem-estar da internet brasileira. O Consulte.me traz ao usuário uma ferramenta de busca gratuita, reunindo informações sobre médicos de todo o país. A partir do portal, os dados são organizados de forma clara e simples, dispondo de informações como telefone, endereço de consultório e horários de atendimento com alto grau de precisão. A checagem das informações é feita por uma equipe interna do site, trazendo resultados de busca eficientes para o paciente e um benefício maior ao profissional cadastrado. “As informações sobre os especialistas já estão disponíveis na internet para consulta pública há bastante tempo. Os sites dos conselhos de medicina, das associações de classe e dos próprios especialistas contêm os dados que o Consulte.me traz, mas nem sempre há um fluxo de atualização ou uma apresentação simples e organizada. O Consulte.me realiza esse processo e facilita a consulta” diz Persio DeLuca, Diretor do Consulte.me. Para levar ainda mais tranquilidade ao usuário, o portal conta com a indicação das pessoas que acessam o portal Minha Vida regularmente para formar uma rede de profissionais de confiança. E, assim, somente os profissionais que são indicados recebem o convite para preencher o seu perfil. “Estas informações permitem que o usuário consiga tomar uma decisão com mais segurança e assertividade na hora de marcar uma consulta. Já com o selo exclusivo, tentamos aproximar o site do dia a dia das pessoas, que preferem um especialista indicado por um familiar ou amigo ao invés de escolher aleatoriamente”, acrescenta DeLuca. O site já conta com milhares de especialistas indicados pelos usuários do portal Minha Vida. A estimativa é alcançar a marca de 10.000 especialistas cadastrados nos próximos meses, listando profissionais em todas as regiões do país. “O nosso objetivo é trazer resultados de qualidade para os usuários, com alta relevância, principalmente, nas principais capitais do Brasil”, conclui DeLuca. Para conhecer o site, acesse: http://consulte.me/

Frases|Mande a sua frase: revista@novafisio.com.br

“Há 2 formas para viver sua vida. Uma é acreditar em milagre. A outra é acreditar que todas as coisas são um milagre!” Albert Einstein [Dra. Sylvia Helena Ferreira da Cunha Henriques.]

“Perca com classe e vença com ousadia” [Ivonete Liberato Rio de Janeiro-RJ] E você? Mande a sua frase com uma foto para: revista@novafisio.com.br e publicaremos na próxima edição 8 • NovaFisio.com.br


NovaFisio.com.br • 9


Ele trabalhava em uma empresa que fazia troca de transformadores de alta tensão. No dia 21 de Agosto de 1997, logo após o almoço saiu para fazer uma troca de um transformador em uma chácara. Chegando ao local preparou as ferramentas para executar o serviço e logo em que subiu a escada, levou um choque de 13.800 volts ficando pendurado ao poste e preso ao cinto de segurança, o que evitou que ele caísse lá de cima. Graças à equipe de resgate, que chegou logo ao local, foi retirado lá de cima com vida. ...Aí começaria toda uma longa historia da fisioterapia em sua vida.

10 • NovaFisio.com.br


Flรกvio Lucio Peralta

Entrevista com|

NovaFisio.com.br โ€ข 11


Entrevista com| Após o acidente Chegando ao hospital com os braços queimados e parte do pé esquerdo machucado, fui parar direto na UTI, mas a preocupação não seria essa no momento, mas sim com a parte interna do meu corpo. Meu rim não estava funcionando e se ele não funcionasse, eu estaria morto hoje. Fazia três dias que estava urinando sangue, mas graças a Deus ele começou a funcionar. Após passar isso, os médicos se dedicaram à recuperação dos meus braços que estavam queimados, devido ao choque. Infelizmente não teria mais jeito e a única possibilidade seria a amputação dos braços. Eu estava inconsciente e não sabia o que estava acontecendo. A autorização para fazer a amputação ficou para os meus pais. O que não deve ter sido muito fácil para eles. Logo que sofri o acidente com o choque de 13.800 volts e fui para cirurgia voltei para o quarto do hospital sem dois braços. Após alguns dias já comecei fazer fisioterapia deitado na cama do hospital. Nessa primeira internação fiquei 45 dias e quando fui sair do hospital me colocaram numa cadeira de rodas e quando cheguei perto do carro me levantei e levei um tombo, pois estava sem equilíbrio devido a perda dos braços. Você já conhecia a fisioterapia antes do acidente? Quando somos jovens e temos uma vida ativa nem pensamos no nosso corpo. Eu nunca tinha tido nenhum atendimento com a fisioterapia. Nem de longe imaginava como seria um atendimento. Como foi o primeiro contato? Logo na minha primeira internação que foi de 45 dias eu já iniciei o processo de fisioterapia. Ali naquela cama, amputado dos braços e sem poder fazer mais nada para mim, dependendo das mãos de quem ficava comigo no quarto, meu corpo foi atrofiando e ficando cada vez mais enrijecido. Um dia uma fisioterapeuta veio me atender. E foi assim que conheci a Dra. Glauce Viviane, a primeira fisioterapeuta da minha vida. Foi com ela que passei dias e dias levantando meu coto, mexendo meu ombro, levantando as pernas para voltar a uma vida mais ativa. Após alguns meses eu já consegui adquirir equilíbrio, abrir e fechar os braços, agachar, sentar e me levantar sem muita dificuldade. Para o amputado, a fisioterapia é essencial. Quanto tempo você se tratou com ela e com que frequência? Nos víamos todos os dias, com exceção dos finais de semana. No começo ela ía 12 • NovaFisio.com.br

Flávio Lucio Peralta

em casa e eu abandonava a TV para ficar uma hora por dia com a Glauce. Quando eu pensava em desistir ela me animava: “Você consegue, não desista!”. Se não fosse pela sua insistência e perseverança eu não estaria tão bem hoje.

dores e alivia nossos pesos. Se preparam tecnicamente e emocionalmente para atender um amputado ou uma amputada. Você fará toda diferença na reabilitação dessa pessoa e vai ensinar que existe “Vida após a Amputação”.

Tinha momentos difíceis? Sim, claro, os momentos mais difíceis eram aqueles que ela precisava liberar meu cotovelo. Doía muito e estava tudo atrofiado. A Glauce fazia um esforço tremendo para esticar e puxar. Depois de muito trabalho conseguimos a vitória. No começo eu não ficava entusiasmado, mas aos poucos fui vendo os resultados e fui me animando. Eu sabia que o esforço me traria muitas recompensas. Depois passei a ir ao consultório dela. Era uma forma de sair de casa e passei a fazer a fisioterapia todos os dias no consultório. Isso durou dois longos anos e era uma forma de sair de casa e da frente da TV. Mas chegou um momento que não aguentávamos mais “olhar um para o outro”. Conversamos e achamos melhor eu fazer hidroterapia. Aí eu conheci a Silvana que passou a me atender na água. A parte mais difícil a Glauce tinha feito agora seria bem mais agradável. Por mais de um ano a piscina foi minha atividade principal, três vezes por semana.

E o seu site? Tive a ideia de criar o site amputados vencedores para ajudar as pessoas que se tornaram amputados, as pessoas com deficiência, familiares e os profissionais que lidam com essas pessoas, fisioterapeutas inclusive. Ao mês recebemos 50.000 mil visitas. Aos que quiserem visitar ou indicarem o site é: www.amputadosvencedores.com.br

Atualmente o que você tem feito para sua reabilitação? Fiquei um bom tempo sem fazer nenhuma atividade. Até que as dores falaram mais alto e comecei a ficar muito travado. Voltei com a fisioterapia agora com a Dra. Ariana, depois com a Dra. Gisele e também RPG com a Dra. Ligian Pelegrino. Com cada uma delas eu percebia que a dor sumia e meu corpo ganhava um novo ânimo. Agora por último estou fazendo relaxamento muscular com a Dra. Diana Geremias. Quando chego de viagem sinto muitas dores musculares e o relaxamento muscular solta minha musculatura e alivia minhas dores. Que recado você tem para os fisioterapeutas que estão te lendo neste momento? Atualmente viajo o Brasil fazendo palestras sobre segurança no trabalho, motivação e superação. Na palestra apresento um slide sobre esse momento da minha vida e abordo o que a fisioterapia fez por mim. Com o número cada vez mais expressivo de amputados no Brasil só posso dizer que você fisioterapeuta é o profissional que nos ajuda a voltar à vida, que nos ensina como caminhar de novo, como mexer os braços, como sentar, como levantar. Que tira nossas

Meu nome é Flávio Peralta, tenho 44 anos, sou casado e palestrante. Atualmente moro na cidade de LondrinaPR. Depois que me casei em 2001 criei o site www.amputadosvencedores. com.br com o objetivo de informar as pessoas sobre as questões da amputação da deficiência. Com a entrada no mundo das palestras, já completei mais de 550 palestras desde 2007, eu e minha esposa Jane Peralta elaboramos em 2008 a cartilha “Vamos Praticar Segurança do Trabalho” e em 2010 lancei o livro Amputados Vencedores contando a história do meu acidente e a vivência dos meus familiares com minha amputação e quase morte. No livro relato também toda minha vivência com a fisioterapia, algo muito importante na minha vida, e o que senti quando me tornei pai em 2003 com o nascimento de Vinicius Peralta.


NovaFisio.com.br • 13


Colunas|Leia nossos colunistas também no site www.novafisio.com.br

Feliz 2013.

M

ais um ciclo que se fecha! Nossa vida é feita de ciclos: nascer, morrer, tornar a nascer... dormir e acordar... inspirar e expirar... iniciar e terminar o ano! Interessante como as pessoas fogem da rotina, sendo que viver é uma grande e maravilhosa rotina. Maravilhosa porque se os sistemas não funcionarem dentro da rotina prescrita... um abraço! E é isso mesmo, vivemos ciclos e devemos fazer com que estes sejam sempre ascendentes, produtivos, melhores e mais úteis que os anteriores, porque os ciclos são de mudança se considerarmos que há renovação, não repetição. Novas amizades não significa o abandono dos amigos antigos, mas se considerarmos que a renovação é perene e que nossos amigos também estão ciclando teremos “novos amigos sempre”. É uma dádiva mesmo quando pensamos na imensidão do universo, na complexidade da vida, no que está lá fora, além do que sabemos hoje. Entretanto, muita gente ainda age como se “a Terra fosse quadrada e o centro do universo”, pois só olha para seu mísero e mal cuidado umbigo! Insiste no orgulho e na vaidade, usa aquela expressão: “- você sabe com quem está falando?!” Eu me lembro do Sérgio Cortella, em “Qual a Sua Obra?” e dá vontade de perguntar também: “- você tem um tempo?! Muito já caminhamos, imensurável o que ainda falta! Ainda mais quando ainda se briga por poder, por destaque...tá muito pobre ainda! É preciso rever esses conceitos! É preciso mudar, porque alguém já disse que erra-se totalmente quando faz-se a mesma coisa e espera-se resultado diferente! 2012 tá indo e chamando 2013 e chamando as mudanças, as transformações, as repaginadas, as releituras, as cicladas! Sem medo! Não tenha medo de mudar, mesmo que você continue a trabalhar no mesmo lugar trabalhe melhor, seja mais produtivo, mais criativo. Mesmo que continue casado com a mesma mulher, ame-a mais, seja mais carinhoso com ela...renove-se!

QUE VENHA 2013 COM MUITA RENOVAÇÃO PARA TODOS NÓS!!!

Quero deixar um Abraço Forte para meu Amigo/Irmão Fabiano Teixeira pelo arrojo na coragem de mudar e transformar tudo o que o cerca! Para o Fábio Marcelo pela vitória do Fluminense, pois mesmo sendo América doente torci muito para o Flusão! Para o Wilen e todo o pessoal do COFFITO pelo trabalho feito para a titulação de várias especialidades da Fisioterapia, no meu caso em Fisioterapia do Trabalho, oferecendo grande credibilidade ao processo, o que considero uma vitória muito desejada! E para meu amigo Oston, que nessa passagem de tempo já temos uma amizade de vinte anos (1993 a 2013)!

“Não é no silêncio que os homens se fazem, mas na palavra, no trabalho, na ação-reflexão.” Paulo Freire. Prof. Luís Guilherme Barbosa (ABERGO e ABRAFIT) Fisioterapeuta do Trabalho, Ergonomista, Professor Universitário, Diretor da GESTO-Ergonomia e Saúde no Trabalho Ltda 14 • NovaFisio.com.br

Mande seu e-mail. Contribua: críticas, discussões, opiniões e até elogios são bem vindos.


NovaFisio.com.br • 15


Colunas|Leia nossos colunistas também no site www.novafisio.com.br

Dicas para estudar fisioterapia na Espanha. (parte 3 final)

H

ola Chicos,

Quero dedicar esta edição de fim de ano, para escrever minhas últimas dicas de como estudar Fisioterapia na Espanha, e nada melhor que citar as BOLSAS DE ESTUDOS mais prestigiadas do país. BECAS MAEC-AECID é uma das bolsas de estudo mais conhecidas daqui, sendo constituída pelo Ministério de Assuntos Exteriores e Cooperação mais a Agência Espanhola de Cooperação Internacional. O Governo Espanhol abre suas inscrições uma vez ao ano, oferecendo uma grande variedade de ajudas tanto para estudantes espanhóis quanto para estrangeiros que desejem continuar sua formação acadêmica. O programa contempla diferentes tipos de bolsas de estudo, vejamos as principais: 1. Bolsa para estrangeiros para estudar pós-graduação, doutorado e investigações na Espanha: Esta é a bolsa de estudo mais conhecida, oferecendo oportunidades para titulados superiores a estudar aqui por um ano ou até mesmo por mais; se o aluno quiser ampliar seu tempo de estudo. Cada bolsa normalmente se subdividirá em outras, e em muitos casos também haverá a possibilidades de acedê-la em diversas modalidades diferentes, por exemplo, dentro desta tipologia também se contempla a BOLSA DE ESTUDO TORDESILLAS PARA ESTUDANTES BRASILEIROS, onde os inscritos concorrerão apenas com os seus compatriotas. 2.Bolsa de estudo para estrangeiros não “hispanohablantes” para cursos de verão de língua e cultura espanhola em universidades espanholas. 3.Bolsa de estudo para estrangeiros para estudar Mestrado (oficial ou título próprio), especialização, experto, investigação em universidades espanholas e outros centros. 4.Etc. Todas estas bolsas dispõem de uma interessante dotação econômica, que normalmente passa dos 1.200,00 euros mensal. Os requisitos e o tempo de duração para cada uma delas vão variar significativamente e fica impossível detalhar cada uma delas. O que posso aconselhar é que os interessados entrem no site (http:// www.aecid.es/es/convocatorias/becas/index.html) e se surgir qualquer dúvida, me enviem um e-mail. Os prazos de inscrição na maioria das bolsas finalizam entre 09 e 20 de Janeiro, existindo algumas que seu prazo se estende até o final de Fevereiro. Então não percam tempo e já comecem a avaliar e estudar as exigências de cada Bolsa; porque dentro de poucas semanas, abrirão as inscrições e o tempo para acedê-las é curto. Para finalizar, termino essa publicação, citando outros sites importantes: 1- www.universia.es 2- www.universia.com.br 3- www.becas-santander.com Espero que essas últimas matérias tenham lhes chamado atenção e despertado o interesse de ampliar seus estudos e conhecimentos em Fisioterapia, seja aqui na Espanha ou em qualquer outro país. Temos um ofício recente e ainda em ampla expansão, não falo só em âmbito nacional, mais também internacionalmente, sendo de grande valia que nunca percamos a vontade de estudar e crescer como profissional, ajudando assim ao avance da nossa profissão. Desejo-lhes desde já, Boas Festas e que 2013 seja um ano magnífico para todos...

¡FELIZ NAVIDAD Y PRÓSPERO AÑO NUEVO!

Dra. Jullyana Almeida de Sousa Reside atualmente na cidade de Madri na Espanha E-mail: jullyanafisioterapeuta@gmail.com 16 • NovaFisio.com.br


Colunas|Leia nossos colunistas também no site www.novafisio.com.br

O que foi sem nunca ter sido.

H

á alguns meses atrás, lancei o chamado Movimento Brasileiro pela Salvação da Fisioterapia-MOBRASAFI. Milito na amada fisioterapia há trinta e seis anos como profissional, tendo passado pela assistência como pilar principal e, também, na área acadêmica, administrativa e de gestão. Sempre fui muito bem sucedido e pude viver até hoje daquilo que estudei, de forma digna, honesta e ética. Agradeço a Deus todos os dias pelas inúmeras oportunidades que me proporcionou e por esse feliz casamento. De alguns anos para cá, venho percebendo a curva descendente que a fisioterapia vem traçando e tenho manifestado essa preocupação de várias maneiras e para diversos grupos diferentes – não é possível ver o sonho de uma fisioterapia digna e reconhecida e ao alcance de todas as pessoas, principalmente as mais necessitadas economicamente, se diluindo em função da inoperância de uma categoria. Acreditei, mais uma vez, que poderia colaborar de alguma forma para alertar e levar à reflexão uma classe que necessita ser reconhecida e uma especialidade que merece ser levada a sério pelas autoridades da saúde do estado, município e governo federal. Elaborei vários textos, todos veiculados pela Revista Novafisio, periódico que me acolheu prontamente e que eu reconheço com respeito e carinho. Conclamei os colegas de todo o Brasil a participarem da organização de grupos de trabalho, os quais discutiriam uma longa pauta a qual necessitaria de uma abordagem interligada. Recebi palavras de apoio e incentivo vindas de ex-alunos, colegas conhecidos e desconhecidos, do Rio de Janeiro e de estados distantes. Infelizmente foi pouco; em relação à quantidade de profissionais que existem hoje no Brasil, o resultado foi pífio. O fisioterapeuta, me parece, não quer discutir a realidade cruel com a qual convive. Salários baixos e, muitas vezes, aviltantes, valores irrisórios pagos pelos planos de saúde, levando o profissional a se corromper, passando a dar mais valor à quantidade de atendimentos do que à qualidade dos mesmos – resultando em tratamentos inócuos porque o essencial não é realizado. Concursos públicos que oferecem poucas vagas para um quantitativo de pacientes muito além de uma relação tolerável de um fisioterapeuta para cada cinco pacientes. O que acontece? Os fisioterapeutas que ingressam nos hospitais públicos não conseguem dar conta de tantos atendimentos e a fisioterapia é exposta como ineficaz e desnecessária. Os governos das três esferas não conseguem perceber que fisioterapia à beira do leito é investimento, é redução de custos, é ênfase à atenção primária, assim como nos hospitais privados também; mas o fisioterapeuta não se apresenta para dizer isso; não se apresenta para mostrar o que ele sabe fazer e o espaço que lhe compete é dele. O que acontece? Profissionais de outras categorias estão ocupando espaço que seria do fisioterapeuta, porque ele está permitindo sem a mínima resistência que isso aconteça. Há colegas que não sabem a diferença de atuação do Conselho e do Sindicato, confundindo e acusando sem o mínimo critério as duas entidades representativas. A procura pela graduação é cada vez menor; a qualidade docente, com honrosas e sérias exceções, vem decaindo de forma significativa. Os cursos de pós-graduação estão esvaziados, assim como os de extensão – a maioria dos cursos dura um final de semana; o que aprender com uma carga horária dessas? Há uma corrida para os cursos de mestrado e doutorado; para que finalidade? Eles são muito importantes? Sem dúvida que sim, mas no patamar em que a fisioterapia se encontra qual vai ser o seu diferencial? Vamos analisar a realidade sem emoção. Racionalmente, eles não estão acrescentando à categoria de fisioterapeutas a visibilidade que necessita ter para alcançar credibilidade. Sei que muitos colegas discordam, mas sem uma assistência forte nada acontece nas outras esferas. A academia, seja em que nível for, só vai voltar a ser relevante quando a dignidade assistencial for alcançada, pois é ela que dita o crescimento acadêmico como a retroalimentação que volta para ela e parte dela, pois tudo gira em torno do melhor que possamos fazer pelo nosso paciente. A pesquisa parte da assistência e volta para ela. Se os profissionais pobremente atuam nessa assistência, como esperar qualidade e empenho em pesquisa. Sabemos que muitas conquistas profissionais necessitam de apoio e iniciativa políticas. Várias categorias possuem lobby forte dentro do Legislativo, garantindo importantes conquistas. Há pouco tivemos eleições municipais em todo o país; na fase de propaganda eleitoral vimos vários profissionais de várias categorias da saúde prometendo lutar pela sua classe e em prol da população. E o fisioterapeuta? Não vimos como candidatos nem como apoio a possíveis eleitos que dariam força à nossa causa. Ninguém se uniu em torno de nomes que pudessem mudar a realidade ou conclamou colegas a tomar alguma atitude que pudesse desembocar em alguma conquista a médio e longo prazos. É uma pena que tenhamos um quadro tão deprimente e grave; mas é uma pena maior ainda que a grande maioria dos colegas, salvo honrosas e respeitosas exceções, contribua para permitir a continuidade desse lastimável estado de coisas. Desta feita, apesar da tristeza e do desencanto, não vejo porque continuar a divulgar o MOBRASAFI, que colabou sem nunca ter distendido. Mesmo assim, continuo apaixonado pela nossa profissão e continuo acreditando que, em algum momento, a fisioterapia será respeitada, assim como a nossa categoria profissional. Como esta é a última edição do ano, quero agradecer ao amigo Oston Mendes todo o apoio que me foi dado em relação à coluna publicada regularmente na Novafisio e também on line e registrar o meu apreço e respeito pela sua pessoa como pelo trabalho que realiza em prol da fisioterapia. Desejo à equipe da revista e a todos os seus leitores, um Natal de Paz, Luz, Amor e Harmonia. Que a presença do nosso Mestre Jesus, assim como seus ensinamentos estejam presentes em todos os seres humanos. Que o Seu nascimento ocorra em cada um em todos os dias do novo ano, tornando cada dia um novo Natal. Grande abraço a todos.

Dr. José da Rocha E-mail: ze.rocha@oi.com.br 18 • NovaFisio.com.br


NovaFisio.com.br • 19


Colunas|Leia nossos colunistas também no site www.novafisio.com.br

O que é ser um fisioterapeuta empreendedor?

O

lá a todos os leitores da NovaFisio. Meu nome é Valmor Córdova Júnior, sou fisioterapeuta e nesta edição tenho o prazer de iniciar uma nova coluna sobre gestão, empreendedorismo, marketing e carreira, áreas em partes obscuras e desconhecidas dos fisioterapeutas, devido a nossa formação acadêmica ainda ser focada muito na temática técnica e subestimar a importância dos conceitos de empreendedorismo, gestão, marketing, finanças entre outros que compõem a área administrativa que é de vital importância para o sucesso de qualquer negócio. Para começar devemos inicialmente saber o que é ser um empreendedor? Muitos acreditam que ser empreendedor é ter um negócio, mas não é bem assim! Apenas ter mais uma clínica, mais um estúdio de pilates, não faz de você um empreendedor. O fisioterapeuta empreendedor é aquele que cria novos negócios e oportunidades, descobre novos nichos de mercado, tem ideias inovadoras e paixão pelo que faz. Quem empreende sempre busca novos desafios, motivado pela auto-realização e independência. Empreender envolve planejar minuciosamente cada passo numa estratégia para alcançar seus sonhos e superar desafios. Muitos pensam que empreender é uma aventura onde corre-se muitos riscos, mas é justamente o contrário, pois o empreendedor busca sempre se cercar do maior número de informações possíveis e corre riscos calculados. Empreender é um estilo de vida, onde a satisfação está na realização de sonhos. Se você ainda não sabe se você tem perfil para ser um fisioterapeuta empreendedor, aí vai mais algumas características: empreendedores são visionários, desejam fazer diferença na vida das pessoas, são otimistas, independentes, líderes natos, criam valor para a sociedade, persistentes e determinados. Um grande exemplo de fisioterapeuta empreendedor é Philippe Souchard que ao desenvolver a técnica RPG, criou novas oportunidades, foi independente e visionário e fez diferença para a sociedade com uma técnica que promove o bem-estar. Outro exemplo de empreendedorismo mais simples, todavia de suma importância para o nosso crescimento foi a adaptação dos vídeos games na reabilitação dos pacientes. Esses exemplos mostram que não é a grandiosidade do negócio o mais importante e sim a diferença que ele promove que será o motivo de realização para o fisioterapeuta empreendedor. A fisioterapia precisa muito de novos profissionais com espírito empreendedor, pois é através dessas pessoas que novos negócios e oportunidades aparecerão, novos mercados serão abertos e explorados e novas tecnologias e técnicas serão criadas para que continuemos o crescimento exponencial da fisioterapia e que assim sejamos mais valorizados e reconhecidos pela sociedade. Você está pronto para ser um fisioterapeuta empreendedor? Há um mundo de oportunidades a serem criadas esperando por você!

Dr. Valmor Arêde Córdova Júnior Fisioterapeuta E-mail: valmor_cordova@yahoo.com.br Especialista em Fisioterapia Respiratória e Cardiovascular Residente em Fisioterapia em Urgência e Emergência Gestão e Empreendedorismo em Fisioterapia Cursa MBA em Serviços de Saúde Consultor de carreiras, empreendedorismo e novos negócios em fisioterapia. 20 • NovaFisio.com.br

Autor do blog Fisio Ideia (www.fisioideia.wordpress.com)


CURSOS

O passado é história, o futuro é mistério, e hoje é uma dádiva. Por isso é chamado de presente! O provérbio chinês acima combina exatamente com a proposta da Metacorpus Studio Pilates, uma oportunidade única de investir na área profissional, de oferecer um curso completo que englobe desde a formação e aprimoramento para profissionais e estudantes de Fisioterapia, Educação Física e áreas afins, até direcionamentos para o sucesso de empreendimentos, como estratégias de publicidade e marketing, logística, consultoria no mercado de trabalho, montagem do Studio e o credenciamento oferecido pela Metacorpus. Os cursos "Pilates: uma visão atual na área de saúde" e "Pilates no tratamento das patologias da coluna vertebral", realizados em 16 estados, já formaram cerca de 8.000 profissionais.

O ano de 2013 está chegando, não deixe escapar essa chance!

Agora os Cursos de FORMAÇÃO e AVANÇADO

aceitam pagamento

INDIQUE UM AMIGO NA MESMA TURMA E

10%amigo

Ganhe

em cartão

em 10x e 12x.

por cada

Descontos POR ANTECIPAÇÃO

10% da 60reserva dias

www.metacorpuspilates.com.br

5%

em

da reserva em 30 dias

Para todos os CURSOS FORMAÇÃO e AVANÇADO.

NovaFisio.com.br • 21


CREDENCIAMENTO

Quer montar seu Studio de Pilates em 2013 ? A Metacorpus tem a solução para o seu negócio.

Studio Metacorpus Comprando os equipamentos Metacorpus, você credencia o seu studio sem qualquer custo e recebe vantagens únicas, como divulgação gratuita no maior portal de Pilates do país (o primeiro em todos os sites de busca) e obtenção de lucros diretos na indicação de alunos e venda de equipamentos.

PARCELAMENTO EM ATÉ

10x * SEM JUROS

no cheque * Sujeito a análise do cheque

PARCELAMENTO EM ATÉ

12x * SEM JUROS

O Credenciamento é o maior diferencial oferecido pela Metacorpus.

no cartão * Válido para os cartões Mastercard e Visa

Studio Metacorpus: funcionalidade e economia Fabricada em aço inoxidável, madeira maciça de reflorestamento e courvin náutico antimofo e antifungo nas mais variadas cores, a Linha Padrão combina funcionalidade e economia sem abrir mão da beleza e modernidade.

Linha Elite: qualidade insuperável Os aparelhos da Linha Elite oferecem alto grau de qualidade, com otimizações que facilitam o trabalho no dia a dia, além de dois anos de garantia contra defeitos de fabricação.

Linha Clinical: um trabalho diferenciado A Linha Clinical foi desenvolvida com a mesma tecnologia empregada na fabricação da Linha Elite e adaptada para um trabalho preventivo e de reabilitação.

Ligue agora! 0800

282 6051

www.metacorpuspilates.com.br Credenciamento uma prática sustentável!

10 anos fabricando o que há de melhor prá você!


CREDENCIAMENTO

Já imaginou CONQUISTAR CLIENTES sem fazer nada?

io ambien me te

Método Pilates

e AM

id éia

Lucros na VENDA de equipamentos. Lucros na INDICAÇÃO de alunos.

o

Prese

rve

www.metacorpuspilates.com.br

DIVULGAÇÃO gratuita no maior portal de Pilates do país.

ta co

rpus pratica

a es s

Studio Credenciado

1200 studios credenciados e mais de 50 MIL PRATICANTES de Pilates no Brasil. CREDIBILIDADE respaldada pela Metacorpus. Para se credenciar basta ter os EQUIPAMENTOS METACORPUS. É de graça e dá retorno! É só mandar email para wania@metacorpus.com.br.

Seja credenciado pela Metacorpus

www.metacorpuspilates.com.br


ARTIGO

INTERVENÇÃO DO PILATES NA

Hérnia de disco lombar: U m r e la t o d e c a s o

Rafael Peixoto e Renata Komorek

A

hérnia de disco consiste de um deslocamento do núcleo pulposo além dos limites do ânulo fibroso, dependendo do volume de material herniado, poderá haver compressão e irritação das raízes lombares e do saco dural. Em geral, as herniações do núcleo pulposo estendem-se póstero lateralmente, onde anel fibroso é relativamente menos espesso e não recebe sustentação do ligamento longitudinal posterior (LLP) ou anterior (LLA). Segundo Moore e Dalley (2006), aproximadamente 95% das protrusões de disco lombar ocorrem nos níveis L4-L5 ou L5-S1. Na região cervical, segundo Greenberge, 2% das hérnias acontecem em C4-C5, 19% em C5-C6, 69% em C6-C7 e 10% em C7-T1. Aldrich relatou, num total de 36 casos de hérnia de disco cervical, que 2,8% dos casos aconteceram no seguimento C4-C5, 50% em C5-C6, 41,7% em C6-C7 e 5,5% em C7-T1.

RELATO DE CASO Este Relato de Caso foi realizado no Studio da Metacorpus na cidade Goiânia, pelos Instrutores Rafael Peixoto e Renata Komorek. Paciente HRR, 44 anos, médico ginecologista realizou a avaliação no dia 05 de agosto de 2011. Relata dores em região lombar (lombalgia) com parestesia em membro inferior direito. Ao exame apresenta alteração de sensibilidade em área de dermátomo da raiz de S1, dor para flexão de tronco, extensão de tronco e ao ficar muito tempo sentado, sendo a extensão de tronco o movimento com maior nível álgico. Realizou laminectomia há aproximadamente oito anos para retirada do material herniado na altura de L5-S1. Ao exame de imagem, realizado dia 09 de março de 2011, apresenta os seguintes achados clínicos: Sinais de manipulação cirúrgica no nível L5-S1 à direita. Espondiloartrose lombar leve Abaulamento discal difuso em L4-L5 paramediano, com pequeno contato com a raiz descendente de L5 homolateral. Tendo leve redução no diâmetro látero lateral do canal vertebral deste nível de aspecto degenerativo. Abaulamento discal posterior difuso em L5-S1, com hérnia discal protrusa póstero lateral à direita, que associada a fragmento discal seqüestrado no recesso lateral deste lado, comprime o saco dural e notadamente o segmento intracanalar da raiz descendente de S1, com sinais de inflamação.

AO EXAME FÍSICO APRESENTA: Pés planos Joelhos rodados internamente, genoflexum e varos Retroversão pélvica Retificação lombar baixa Hiperlordose diafragmática Retificação torácica Retificação cervical Ombro esquerdo elevado Cabeça inclinada e rodada à direita Objetivos de aula à curto prazo (Fase 1): Alívio das dores Recuperar mobilidade de coluna Aumento do espaço intervertebral Estabilização do tronco Melhora da qualidade de vida Alongamento axial

Imagem de RNM mostrando hérnia discal nos seguimentos L4-L5 e L5-S1.

24 • NovaFisio.com.br www.metacorpuspilates.com.br

OBJETIVOS A MÉDIO E LONGO PRAZO (FASE 2): Fortalecimento muscular abdominal Fortalecimento muscular de eretores da espinha e transversos espinhais Fortalecimento muscular global Aumento da flexibilidade de tronco Alongamento de cadeia posterior Alongamento de cadeia anterior Manutenção do quadro sem dor


MONTAGEM DAS AULAS: Faseu Ÿ Ÿ Ÿ Ÿ Ÿ Ÿ Ÿ Ÿ Ÿ Ÿ Ÿ Ÿ Ÿ Ÿ Ÿ Ÿ

Ÿ Ÿ Ÿ Ÿ Ÿ

Arms triceps Spine stretch variação (em P.O.) Spine stretch variação (ajoelhado) Rolling Back (Flexão) Relaxamento

Rolling back em flexão (respeitando nível de dor) Mobilização de coluna com a bola na long box Estimulação de alongamento axial com a bola na parede Mermaid Utilização de técnicas do stabilizer simuladas com um esfigmomanômetro para transverso abdominal Ponte no solo Tower variação tendon stretch (alongamento de cadeia posterior + mobilização do tracto neural) Tower variação running (objetivo similar ao anterior) Body up and down (respeitando o limite de movimento) Leg circle na meia lua (visando trabalho abdominal) Leg lowers na meia lua (visando trabalho abdominal) The cat no solo (estabilização do transverso) Rolling back em flexão (volta do trabalho de mobilidade) Alongamento de cadeias posterior, anterior e adutores (Cadillac – trapézio móvel) Tração lombar Relaxamento (técnicas de terapia manual caso necessário visando a atenuação dos sintomas)

RESULTADOS O aluno relatou melhora dos sintomas álgicos e da parestesia no membro inferior. Aos movimentos não relata mais dor durante a flexão de tronco. Ainda relata lombalgia de origem muscular ao ficar por longo período na posição sentada e sente insegurança para o movimento de extensão de tronco, que tem sido trabalhada com exercícios inicialmente passivos (ex. body up and down, roll up com a meia lua, etc.) com objetivo de evolução para exercícios contra resistência gravitacional. À avaliação postural apresentou as seguintes mudanças em relação ao exame anterior (última reavaliação realizada dia 26 de julho de 2012): Recuperação da cifose torácica Recuperação da lordose cervical Ao restante da avaliação postural permanece com quadro similar ao anterior. Além disso, houve grande melhora nas atividades de vida diária.

CONCLUSÃO

Fase v Ÿ Ÿ Ÿ Ÿ Ÿ Ÿ Ÿ Ÿ Ÿ Ÿ Ÿ Ÿ Ÿ

Hamstring Stretch Side arm sit The cat (flexão) Horse back Pump one leg Going up front Leg lowers (Reformer) Leg circle (Reformer) The hundred (Reformer) Teaser (Reformer) The hundred variação (long Box) Body up and down Arms pull up and down

O Método Pilates tem se mostrado um excelente meio para exercícios físicos com alunos que tenham hérnia de disco, porém deve ser respeitada a limitação inicial do aluno. Deve-se evitar a prática de atividade durante o período inflamatório, sendo indicado o tratamento clínico com medicamentos antiinflamatórios e analgésicos. Existe uma escassez de trabalhos científicos sobre o Método, o que nos faz repensar o quanto é importante a realização de estudos para melhores esclarecimentos sobre os resultados do trabalho com Pilates em alunos com hérnia de disco.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 1. ALDRICH F. Posterolateral microdiscectomy for cervical monoradiculopathy caused by posterolateral soft cervical disc sequestration. J Neurosurg 1990;72:370-377. 2. KAPANDJI, A.I.; Fisiologia Articular. 6° Ed.; Guanabara Koogan - Rio de Janeiro, 2007. 3. MOORE, K.L.; DALLEY, A.F.; Anatomia Orientada para a Clínica. 5°ed. Guanabara Koogan- Rio de Janeiro, 2007

NovaFisio.com.br • 25 www.metacorpuspilates.com.br


Pratique Pilates!

Nos Studios Metacorpus você encontra equipamentos de qualidade e profissionais comprometidos com sua saúde e bem-estar.

Rio de Janeiro Copacabana Rua Barata Ribeiro, 668

Belo Horizonte Av. Afonso Pena, 3.355 – Loja 2 (31) 4103.4430

(21) 4124.2576

Curitiba

Ipanema

Santa Felicidade Av. Manoel Ribas, 5.600 - Sobreloja (41) 4141.4270

Rua Visconde de Pirajá, 595 - Sala 403 (21) 2239.2026 Tijuca Rua General Roca, 935 - Sala 403 (21) 2569.3361 Niterói Rua Luiz Leopoldo Fernandes Pinheiro, 521 sl. 603 (21) 2613.2485

Porto Alegre Auxiliadora Travessa Saúde, 22/203 (51) 3072.7266 / 3333.6543

Fortaleza Aldeota Rua Silva Paulet, 1963 (85) 3021.6371

Florianópolis Av. Othon Gama D´eça, 907 (48) 3224.3700

Faça uma aula experimental grátis e conheça!

Feliz

2013!

Batel Av. República Argentina 210, Sala 1001 (41) 3343.7519

São Paulo Cerqueira César Av. Paulista, 1.159 sls. 1503 a 1506 (11) 4115.4333 Jardim Paulistano Av. Brigadeiro Faria Lima, 1690 conj. 161 (11) 3034.3119 Higienópolis Rua Pará, 65 - 7ºandar - Conjunto 71 (11) 4119.8878 São José dos Campos Rua Euclides Miragaia, 433 – Sala 101 (12) 4141.2252

Goiânia Rua C-235, Quadra 135, Lote 16/17 - 79 (62) 3091.1769

www.metacorpuspilates.com.br


Em 2013 malhe com estilo! Moda fitness com mais conforto e leveza para malhar com estilo e elegância. Ÿ Costuras inteligentes com princípios do Pilates.

Modelos que organizam a postura. Ÿ Tecidos com elastano, compressão adequada e

liberda-de de movimentos.

Ÿ Ação termodinâmica, ajudam na absorção do suor. Ÿ Ação antibacteriana e Antipeeling, não dá bolinhas

e não machuca a pele. Ÿ Proteção contra raios UVA e UVB. Efeito firmador da

cor.

Ÿ T-Shirts e Babylooks de Fibras de Bambú. Ÿ Pratique seu exercício físico de forma mais

sustentável!

Conheça nossos combos de revenda e incremente o seu negócio com exclusivas peças de Moda Fitness! (21) 3525-3528 100 95 75

www. metacorpuspilates.com.br grife@metacorpus.com.br Faça seu pedido e lhe entregamos com toda a comodidade.

25 5 0

Pontos de Venda: Rio de Janeiro: Copacabana (21) 4124.2576 - São Paulo: Cerqueira César (11) 4115.4333 - São José dos Campos (11) 4141.2252 Belo Horizonte (31) 4103.4430 - Curitiba: Santa Felicidade (41) 4141.4270 - Rio Grande do Sul (51) 3072.7266 - Fortaleza (85) 3021.6371 - Goiânia (62) 3091.1769


AGENDA METACORPUS

Conheça as vantagens de comprar os EQUIPAMENTOS e ser um CREDENCIADO Metacorpus.

2013

Agenda do Curso de Pilates Metacorpus

QUALIDADE NA FORMAÇÃO E CREDIBILIDADE NO MERCADO DE TRABALHO

CURSO DE FORMAÇÃO

Pilates: uma visão atual na área da saúde

Agor a PAGA MEN TO DOS CURS OS EM C ARTÃ O EM

10X e 12

X

Carga horária: 120 a 200 horas/aula (Módulos + Estágio supervisionado) Para Profissionais e Acadêmicos de Fisioterapia, Educação Física e Área da Saúde (alunos a partir do 6º período)

SÃO PAULO 11, 12 e 13 JAN Mód. I 18, 19 e 20 JAN Mód. II RECIFE 18, 19 e 20 JAN Mód. I 25, 26 e 27 JAN Mód. II

CURITIBA 11, 12 e 13 JAN Mód. I 18, 19 e 20 JAN Mód. II

RIO DE JANEIRO 18, 19 e 20 JAN Mód. I 25, 26 e 27 JAN Mód. II

PORTO ALEGRE 18, 19 e 20 JAN Mód. I 25, 26 e 27 JAN Mód. II

BELO HORIZONTE 18, 19 e 20 JAN Mód. I 25, 26 e 27 JAN Mód. II

BRASÍLIA 18, 19 e 20 JAN Mód. I 25, 26 e 27 JAN Mód. II

GOIÂNIA 22, 23 e 24 FEV Mód. I 01, 02 e 03 MAR Mód. II

FORTALEZA

VITÓRIA 01, 02 e 03 MAR Mód. I 08, 09 e 10 MAR Mód. II

FLORIANÓPOLIS 22, 23 e 24 FEV Mód. I 01, 02 e 03 MAR Mód. II

22, 23 e 24 FEV Mód. I 01, 02 e 03 MAR Mód. II

CAMPINAS 01, 02 e 03 MAR Mód. I 08, 09 e 10 MAR Mód. II

SÃO JOSÉ DOS CAMPOS 08, 09 e 10 MAR Mód. I 15, 16 e 17 MAR Mód. II

CUIABÁ 08, 09 e 10 MAR Mód. I 15, 16 e 17 MAR Mód. II

MACAPÁ 19, 20 e 21 ABR Mód. I 26, 27 e 28 ABR Mód. II

CURSO AVANÇADO

QUER MONTAR SEU STUDIO DE PILATES?

Pilates no tratamento de patologias da coluna vertebral

A Metacorpus tem a solução para o seu negócio.

A promoção METACOMBOS!

Curso em um módulo Para Fisioterapeutas com formação em Pilates.

SÃO PAULO 01, 02 e 03 FEV VITÓRIA 15, 16 e 17 MAR

FORTALEZA 08, 09 e 10 MAR RECIFE 15, 16 e 17 MAR

CURITIBA 22, 23 e 24 MAR

RIO DE JANEIRO 22, 23 e 24 MAR

GOIÂNIA 22, 23 e 24 MAR

PORTO ALEGRE 12, 13 e 13 ABR

FLORIANÓPOLIS 12, 13 e 14 ABR

BELO HORIZONTE 05, 06 e 07 JUL

DESCONTOS por da reserva em 60 dias

10%

5%

R$ 12.573,00 parcelado em 12 vezes nos cartões VISA ou MASTERCARD OU

da reserva em 30 dias

10%

MATRICULE-SE NO CURSO DE FORMAÇÃO AVANÇADO E GANHE DESCONTOS! 28 • NovaFisio.com.br

CADEIRA ELITE WALL UNIT ELITE REFORMER STUDIO METACORPUS MEIA LUA CX GD CADEIRA CX PQ CADEIRA PLATAFORMA BOLA 45 BOLA 55 THERASENSORY REFLEX BALL MAGIC CIRCLE

antecipação

INDIQUE UM AMIGO NA MESMA por cada TURMA E GANHE amigo

+

Studio Sport com foco em Wellness - Híbrido

+

R$ 11.550,00 à vista

10

anos

0800 2826051

www.metacorpuspilates.com.br


NovaFisio.com.br • 29


Colunas|Leia nossos colunistas também no site www.novafisio.com.br

Anatomia humana: uma viagem no tempo.

N

a Grécia antiga encontramos contribuições para o estudo da Anatomia Humana principiando com Pitágoras até Diógenes. Hipócrátes e seus discípulos acrescentam conhecimentos por meio de observações ocasionais. Por sua vez, Aristóteles dedica parte dos seus estudos aos animais, possibilitando o começo, com critérios científicos, de uma Anatomia Comparada. Galeno propõe uma Filosofia da Natureza e escreve “Sobre o método terapêutico”. Sua influência no Ocidente durou em torno de 1400 anos, tendo como contribuição para o estudo da Anatomia nomes de alguns ossos e a exata descrição dos Músculos Interósseos e do Poplíteo, entre outros estudos e trabalhos. O progresso da Anatomia foi por muito tempo impedido pela Igreja Católica. Somente com o Papa Sisto IV (século XV) houve autorização para a dissecção de cadáveres nos institutos universitários. Com Clemente VII houve expressa permissão para o estudo e a prática da Anatomia, com fins de ensino, utilizando-se seres humanos. Era então, o início do Renascimento. O estudo da Anatomia, a partir daí, livremente evoluiu. Essa viagem, partindo da Grécia Clássica (600 - 400 a.C.), percorre o tempo e chega aos primórdios dos anos 60 do século XX na Cidade do Recife, mais precisamente na Praça do Derby, onde encontrava-se o prédio ainda bem conservado da antiga Faculdade de Medicina, hoje Memorial da Medicina. Na rua lateral havia naquele tempo o acesso ao Anfiteatro de Anatomia. Nesse Anfiteatro, estudantes acomodados em seus lugares na arquibancada semicircular, com sofreguidão aguardavam o começo da aula. Olhavam todos para a mesa de aço inoxidável ocupada por um esqueleto esbraquiçado. Ao lado do esqueleto havia uma caixa alta, de madeira, sem verniz ou pintura, cheia de ossos, que aos poucos o professor arremessa aos ocupantes da arquibancada com precisão, num funcionamento sem falhas; finalmente, todos estudantes estão contemplados, cada um com um osso na mão. O objetivo? Aprender! Aprender, por exemplo que, as vértebras cervicais são todas do mesmo tipo, excetuando-se Atlas e Axis, diferentes entre si e também das outras vértebras. Tendo Axis uma apófise odontóide, conhecida como “Dente de Axis”, a qual serve de pivô para a articulação atlóido-axodiana. Aprendizado pelo método direto, ou seja, pelo contato manual com a peça anatômica, para “sentir” concavidades, protuberâncias, facetas articulares e orifícios. No caso de Axis, por um orifício passa e sobe a Artéria Vertebral. Para Telésio (1509 - 1588) o conhecimento humano é essencialmente um sentir. A consciência é uma sensação. Todos concordam? Outra aula: - Na mesa fria, o cadáver inerte; indiferente aos que o circundam. Um forte odor de Formol deixa o ar impregnado, causando uma leve sensação de náusea. Os alunos, de jaleco branco, luvas de látex, munidos de pinça e bisturí, ouvem do professor uma preleção sobre o profundo respeito devido ao cadáver; brincadeiras ou risos são inadmissíveis. Inicia-se a retirada da pele... Tudo isso, poder-se-ia indagar, é recordação? Sim! Do início do Curso de Fisioterapia, dos tempos idos. Que já não voltam mais. Diria o poeta.

Dr. Geraldo Barbosa E-mail: geraldobarbosa43@yahoo.com.br Blog14-F http://geraldobarbosa43.blogspot.com 30 • NovaFisio.com.br

Texto publicado originariamente no livro Herdeiros de Esculápio – História e organização profissional da Fisioterapia – Recife 2009


INCLUA EM SUA AGENDA UM EVENTO QUE JÁ FAZ PARTE DO CALENDÁRIO DA FISIOTERAPIA BRASILEIRA.

PALESTRAS, MESAS REDONDAS, APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS

e mais: 3 SIMPÓSIOS

12 OFICINAS

eletroterapia cosmetologia cirurgia plástica

evento paralelo:

com temas de grande interesse

1º MEETING MULTIDISCIPLINAR EM ESTÉTICA

VI FÓRUM DE PESQUISA CIENTÍFICA

Patrocínio Oficial

Mais informações e inscrições online: www.dermatofuncional2013.com.br Realização

Apoio

Patrocínio Ouro

Organização

(31) 3291-9899

(31) 3264-4864

Patrocínio Bronze NovaFisio.com.br • 31


Colunas|Leia nossos colunistas também no site www.novafisio.com.br

Q

Feliz 2013!!!

ueridas leitoras, queridos leitores, mais um ano está chegando ao fim e com ele se vão também muitas lembranças. E motivos para comemorar, temos? Perguntei ao Dr. Silvestre de Moura Júnior, Presidente da SOBRAFISA - Sociedade Brasileira de Fisioterapeutas Acupunturistas Seccional do Rio Grande do Norte, renomado representante da Fisioterapia e amigo pessoal de longa data, se tínhamos motivos para festejar ou não e eis a resposta: - “A realização da Prova de títulos pelo COFFITO por exemplo, o fortalecimento das sociedades de especialistas, a criação das associações de prestadores de serviço em Fisioterapia em todos os estados do Brasil, para assim lutarem para melhoria dos valores pagos pelos planos de saúde, além da inclusão dos códigos de consulta e de procedimentos da fisioterapia no TUSS e TISS...” - Depois de pedir para ele parar, pois não iria conseguir resumir todas as “conquistas” numa única coluna cheguei a uma conclusão: Estamos politicamente mais fortes. Estamos mais unidos e assim alcançamos muita coisa neste ano que passou. Este ano nos deixou a impressão de que finalmente estamos no caminho certo... no caminho de poder levar uma vida digna como Fisioterapeuta, no caminho de sermos profissionais valorizados e respeitados pela sociedade... no caminho de extirparmos de uma vez por todas com tudo e todos que se ocupam em nos por empecilhos e barreiras pelo caminho. Este ano deixou realmente a impressão que nos comportamos como num filme de ficção científica, daqueles bem apelativos mesmo. Durante toda a vida lutamos entre nós, mas dado o momento em que surgiu um inimigo comum nos unimos para abater o grande opositor que nos ameaçava. Já até posso imaginar um final Holiwoodiano: No alto da montanha um Homem lindo e com corpo trabalhado vestindo um jaleco branco e esvoaçando com o vento, no peito uma plaqueta dizendo: FISIOTERAPEUTA, o jaleco sujo e rasgado pela dureza de uma luta contra um inimigo cataclísmico chamado ato médico. Claro que para não perder o efeito, a bandeira da Fisioterapia tremula ao fundo da cena dando aquela imagem de SUPER-HOMEM. Porém apesar de tanta euforia e tantas conquistas ainda vejo uma grande luta a ser vencida pelo Super-Fisioterapeuta, uma luta árdua contra a precariedade financeira de muitos dos nossos colegas. Precariedade esta que esvazia as salas de aula, que faz com que muitos dos nossos colegas emigrem para outras profissões ou até mesmo para outros países, como este que vos fala por exemplo. Esta luta a ser travada será a mais dura, penosa e árdua... e sabem do melhor? Esta luta precisa ser vencida a qualquer custo!!! Pois como no filme... estes colegas são a frágil parcela do povo que espera em meio a cidade sitiada pelo terrível inimigo, que são o nosso sistema político e de saúde... juntos... sucateados... arcaicos... que devoram toda motivação dos recém formados e sugam como um vampiro toda a energia que nossos colegas mais antigos depositam através de tantos anos dedicados à Fisio. - “SUPER FISIO VENHA LOGO” !!! Agora queridas leitoras e leitores esperando o SUPER FISIO também podemos esperar pelo ano que vem. Se Deus quiser e o calendário Maia permitir o ano de 2013 será o ano da virada. O ano em que nós vamos dar o golpe final na precariedade e falta de reconhecimento social da nossa profissão. O ano em que perto do fim... um herói aparecerá... e guiará a nossa classe por um caminho de sucesso... prosperidade e reconhecimento. E nesta dia... Neste dia veremos os cursos de Fisio entre os mais concorridos do país, as salas de aula ficarão cheias de alunos motivados e dispostos a fazer parte de uma classe tão forte e unida. Venha logo 2013... Ich wünsche euch fröhliche Weihnachten und ein frohes neues Jahr!!! Feliz Natal e um próspero ano novo. São os votos de todos que fazem a revista NovaFisio.

Dr. André Luiz de Mendonça Fisioterapeuta. Mestrando em Motricidade Humana pela Universidade de Porto. Reside atualmente na cidade Alemã de Mainz contato:andremendonca@hotmail.de 32 • NovaFisio.com.br


Fisioterapia

1º SEMESTRE

2013

Pós-Graduação Lato Sensu

Cursos Presenciais e a Distância Acupuntura Aprendizagem, Desenvolvimento e Controle Motor Ergonomia Exercício Físico como Terapia para Demências Psiquiátricas Fisiologia do Exercício - Prescrição do Exercício Fisioterapia Cardiorrespiratória Fisioterapia Dermatofuncional Fisioterapia em Gerontologia Fisioterapia Integrada a Saúde da Mulher Fisioterapia Manipulativa Fisioterapia Neurofuncional Fisioterapia Oncológica Fisioterapia Pneumofuncional Fisioterapia Reabilitação Musculoesquelética e Desportiva Fisioterapia Traumato-Ortopédica Fisioterapia Pediátrica e Neonatal Massagem e Técnicas Corporais Contemporâneas MBA em Gestão Estratégica da Saúde Método Pilates - Prescrição do Exercício Físico Psicomotricidade Reabilitação de Lesões e Doenças Musculoesqueléticas Reabilitação Postural Uroginecologia Confira também nossos cursos de Extensão Universitária

ESCOLHA COM CERTEZA

ugf@posugf.com.br

4062-0642 (ligação local) . Bahia (71) 4062-8686 . Goiânia (62) 4052-0642 . São Paulo (11) 2714-5656 . Rio de Janeiro (21) 2599-7136 . Todos os Estados 0300 10 10 10 1 NovaFisio.com.br • 33 . Outros Estados 0800 772 0149


Colunas|Leia nossos colunistas também no site www.novafisio.com.br

O poder da luz nas mãos do fisioterapeuta!

Este é mais um recurso terapêutico importante respaldado pelo COFFITO.

A

Luz Intensa Pulsada (LIP) é uma fonte de energia luminosa que tem várias aplicações. Diferente do Laser, o LIP apresenta vários comprimentos de onda, isto é, todo ou parte do espectro luminoso (420nm à 1200nm), enquanto que o laser apresenta apenas um único comprimento de onda. Os modernos tratamentos com a LIP seguem uma nova tecnologia NÃO ABLATIVA. .Assim são chamados porque pretendem melhorar a pele sem provocar alterações que obriguem ao afastamento do trabalho e das atividades cotidianas. Esta radiação luminosa provoca o aquecimento da pele, atingindo vários cromóforos alvos (células alvos): melanina (sardas ou manchas), vasos sanguíneos (microvarizes da face e colo), colágeno (flacidez e rugas) e os pelos (bulbo). Um equipamento que nasce com esta competência, acaba tornando-se de extrema importância para o profissional fisioterapeuta. Uma vez que, a pele com passar dos anos adquiri uma aparência envelhecida influenciada por vários fatores. Os sinais da idade e o fotoenvelhecimento são mais visíveis na face, colo, pescoço e mão. A pele passa torna-se mais áspera, espessa, amarelada, inelástica, fosca, seca, surgem pequenos vasos sanguíneos (telangectasias) e pelos indesejáveis. Aparecem as melanoses solares (pigmentações tipo sardas) os poros se dilatam e para completar, surgem às rugas. De um modo geral, mecanismo de ação da LIP no procedimento de fotoepilação se dá através da absorção e conversão do calor pela melanina presente no pelo, enfraquecendo progressivamente os folículos pilosos e inibindo desta forma, o seu crescimento. A eficácia do tratamento depende do tipo de pele, da cor, espessura, diâmetro e crescimento do pelo e do tamanho da área a ser tratada. “O case de maior sucesso, é aquele em que a pele é mais clara que o pelo, em outras palavras, o padrão “God Stander” seria - Pele Branca, Pelo Escuro e Grosso”. Vale ressaltar que, para casos que apresentem pelos loiros, brancos e finos a eficácia acaba sendo reduzido de 30 a 45% nos resultados. Nesta matéria o LIP torna-se especialista e único que realmente atingi os pelos brancos e finos. Um dos grandes diferenciais da Luz Intensa Pulsada é possibilidade de realizar diversos tipos de tratamentos em uma mesma sessão. Vale ressaltar que, esta versatilidade presente no LIP é impossível com a maioria dos equipamentos de laser disponível no mercado atualmente. Os efeitos da Luz Intensa Pulsada são obtidos por emissão de energia com determinadas características físicas que agem sobre a cor vermelha e a cor escura. Atinge a superfície da pele. As lesões superficiais são tratadas. A pigmentação vermelha (vasos), e a cor escura das pigmentações superficiais são atingidas e eliminadas sem causar qualquer tipo de lesão ablativa na pele. Vale ressaltar que, o paciente antes de submeter ao tratamento com o LIP deverá evitar exposição ao sol por 30 dias antes procedimento e neste período utilizar protetor solar, além de não fazer uso de medicações do tipo isotretinoína, tretinoína, aspirina, anti-inflamatório, antibióticos (principalmente tetraciclina) e anticoagulantes ou qualquer medicações que poderá interferir com a resposta terapêutica da Luz Intensa Pulsada. Como medida de precaução, os olhos do paciente, do profissional e dos respectivos auxiliares de sala deveram estar usando protetor contra a radiação emitida pela LIP. Já a pele do paciente, deverá ser aplicada um gel de Carbopol, de preferência gelada com intenção de proteger a pele do paciente. Os equipamentos mais modernos apresentam uma tecnologia de resfriamento à água, através de um sistema - cooler, no qual o próprio o LIP mantêm a ponteira resfriada, com finalidade de proporcionar proteção à pele do paciente e conforto no momento dos respectivos disparos. De um modo geral, a sensação relatada pelo paciente é de como um elástico atingindo de forma sutil a pele. Para os pacientes mais sensíveis pode ser recomendado o uso de anestésico tópico, mas raramente é necessário. Ao termino da sessão o paciente deverá evoluir com um ligeiro rubor, no qual é atenuado em questão de alguns minutos e logo em seguida deverá ser aplicado um protetor solar e orientado o uso de forma diária. Vale salientar que, as sessões têm duração em media de 20 a 40 minutos. E o paciente deve evitar a exposição ao sol durante o tratamento. Em relação à expectativa de melhora com o tratamento, são bastante variáveis, mas as melanoses, telangectasias, linhas de expressão, hemangioma, flacidez e fotoepilação costumam responder de forma muito favorável ao tratamento com LIP.

Dr. Milton Beltrão Jr Esp. Fisioterapia Dermato-Funcional – FMU-SP Bacharel Fisioterapia – Centro Universitário São Camilo-SP Sócio e Diretor Clínico – Beltrão Esthetic – SP Docente – Projeta Cursos Profissionalizantes – SP Docente – Universidade Gama Filho, Qualifica, Grupo Posture, Physio Studio, Consultor Técnico – Onodera Brasil. Palestrantes dos seguintes temas Aprimoramento no Tratamento de Estrias e Rugas, Pré e Pós-Operatório em Cirurgia Plástica, Carboxiterapia, Peeling Químico e Físico, Radiofreqüência, Ultracavitação e Laser - Diodo e Luz Intensa Pulsada; Tel. (11) 5528-0727 / 6990-0057 www.beltraoesthetic.com.br E-mail: fisiobeltrao@yahoo.com.br 34 • NovaFisio.com.br


1 página

Anuncie aqui na NovaFisio em 2013 e tenha boas vendas! Nosso contrato de anuncio, não tem multas, taxas ou qualquer outra cobrança para cancelamento, então não se preocupe caso por algum motivo você queria ou precise cancelar os anúncios, nenhuma taxa será cobrada! Seja bem vindo e boas vendas.

OBS: Contratos fechados ainda em 2012 vão ganhar um disparo de mailling por mês, cortesia. Página Dupla 27,5 cm (altura) por 41 cm (largura) (contrato anual 12 parcelas de R$1.500,00)

Página inteira 27,5 cm (altura) por 20,5 cm (largura) (contrato anual 12 parcelas de R$1.000,00)

1/2 página (Pode ser vertical ou horizontal) 27,5 cm (altura) por 10,25 cm (largura) vertical 13,75 cm (altura) por 20,5 cm (largura) horizontal (contrato anual 12 parcelas de R$500,00)

1/3 de página (Pode ser vertical ou horizontal) 27,5 cm (altura) por 6,83 cm (largura) vertical 9,16 cm (altura) por 20,5 cm (largura) horizontal (contrato anual 12 parcelas de R$350,00)

1/4 de página (Pode ser vertical ou horizontal) 27,5 cm (altura) por 5,12 cm (largura) vertical 6,8 cm (altura) por 20,5 cm (largura) horizontal (contrato anual 12 parcelas de R$250,00)

Faixa (somente horizontal) 2,5 cm (altura) por 19 cm (largura) horizontal (Contrato anual 12 parcelas de R$200,00)

Distribuição em todo Brasil. Periodicidade bimestral. Todos os anunciantes também ganham banner em nosso site e 500 (quinhentos exemplares). 16 anos de sucesso.

Ligue: (21) 4042-6107 | 8577-9908 | revista@novafisio.com.br

NovaFisio.com.br • 35


Artigo|Recém-nascidos, válvulas limitadoras de pressão, ventilação pulmonar.

Avaliação do pico de pressão inspiratória fornecida pelo balão auto-inflável neonatal em um modelo de pulmão artificial. |

Alessandra P Duarte; Rodrigo Grossi Lopes; Tatiana Dias de Carvalho; Isadora Lessa Moreno; Franciele Marques Vanderlei; Elias Xavier; Luiz Carlos de Abreu; Rodrigo Daminello Raimundo. Por

O

objetivo do estudo foi de verificar o desempenho da válvula limitadora de pressão do balão auto-inflável (BAI) neonatal em aliviar a pressão quando esta atingisse o limite de 40 cmH2O a partir de dados obtidos através de um pulmão artificial. Métodos: O estudo foi realizado em uma Instituição de Ensino Superior em parceria com um laboratório onde participaram cinco voluntários sem prática em manusear o BAI neonatal. Cada participante comprimiu cinco vezes um BAI neonatal conectado a um modelo de pulmão artificial neonatal. Um computador foi ligado ao pulmão artificial e este forneceu os picos de pressão inspiratória (PIP) que eram geradas a cada compressão do balão através de um Software. Resultados: A mediana da PIP fornecida pelo balão foi de 44,66 cmH2O no total de 25 curvas analisadas, em 44% das vezes em que o balão foi comprimido este gerou pressões acima de 40±5 cmH2O (p=0,016). Conclusão: A válvula limitadora de pressão não corresponde corretamente ao valor descrito em seu rótulo o que aumenta os riscos de lesões pulmonares. Introdução Em cerca de 85% a 90% dos nascimentos, a adaptação do recém nascido (RN) do ambiente intra para o extra uterino ocorre em um período rápido, de maneira fisiológica, atingindo a estabilização. Porém, alguns RN’s podem apresentar intercorrências. O neonato necessita assumir suas funções vitais que, durante a vida intra uterina, eram realizadas pela placenta. O período de transição fetal para o neonatal representa uma das fases mais dinâmicas e difíceis do ciclo vital humano que demanda a transformação de uma condição de completa dependência para outra de auto suficiência em relação à oxigenação e nutrição (FERNANDES et al., 2005). Aproximadamente 3 a 5% dos RN’s (4 a 7 milhões ao ano, no mundo) necessitam de reanimação ao nascimento, fazendo da reanimação neonatal uma das mais frequentes intervenções médicas; a necessidade de ventilação com pressão positiva (VPP) acontece em 10,6% das reanimações e o balão auto inflável (BAI) é o instrumento mais frequentemente empregado (NETO, 2006). 36 • NovaFisio.com.br

A assistência adequada ao RN na sala de parto é fundamental para prevenir o aparecimento das lesões asfíxicas, que levam ao óbito neonatal e, nos sobreviventes, à presença de sequelas neurológicas, que acarretam prejuízos para a qualidade de vida da criança e de sua família. Além dos aspectos relacionados à fisiopatologia da doença pulmonar nos RN’s que dificultam a otimização da ventilação ao nascimento. Um dos pontos mais recentes em discussão refere-se ao material disponível para ventilá-los adequadamente (ALMEIDA & GUINSBURG, 2005). O ponto crítico para o sucesso da reanimação neonatal é o estabelecimento adequado da ventilação. É o procedimento mais simples, importante e efetivo na reanimação do RN em sala de parto. A VPP é indicada quando, após a realização dos passos iniciais em no máximo 30 segundos, o recém nascido apresenta pelo menos uma das seguintes situações: apnéia e/ou respiração irregular e/ ou frequência cardíaca menor que 100 bpm e/ou cianose persistente, apesar da administração de oxigênio inalatório (ALMEIDA & GUINSBURG, 2006). Como referido, os BAI’s são frequentemente utilizados como instrumento de reanimação imediata (NETO, 2006). O balão desses reanimadores manuais é capaz de se reexpandir após ser comprimido e, portanto, não necessita de uma fonte de fluxo contínuo de gás. Essa característica diferencia os reanimadores manuais com BAI dos reanimadores com balão fluxo inflável e dos reanimadores com balão alimentado por gás, os quais têm que receber um fluxo contínuo de gás para funcionar adequadamente. Têm duas partes principais: o balão e a porta de conexão do paciente. O balão é a parte que é comprimida pelo operador para fornecer volume de ar ao paciente. O aumento da pressão no balão durante a compressão faz com que a válvula do paciente feche a porta de expiração, permitindo que o ar do balão entre na porta de conexão do paciente. Ao mesmo tempo, a válvula de reenchimento do balão se fecha para evitar a expiração. Quando, dada a sua elasticidade intrínseca, o balão se reexpande, criando uma pressão negativa, ele retrai a válvula do paciente, abrindo a porta de

expiração e permitindo que o paciente expire. A maioria dos reanimadores manuais com BAI pode ser conectada a um reservatório de oxigênio que tem uma válvula de reenchimento do balão. A mistura resultante é então fornecida ao paciente (GODOY et al., 2008). É usado em atendimento de RN’s em sala de parto; na ressuscitação respiratória, durante parada cardiorrespiratória; nas unidades de emergência; nas unidades de terapia intensiva (UTI); nos centros cirúrgicos; no transporte de pacientes com insuficiência respiratória e; em fisioterapia respiratória (RESENDE et al., 2006). O manual do Curso de Reanimação Neonatal da Sociedade Brasileira de Pediatria (ALMEIDA & GUINSBURG, 2006), que segue as normas do Programa de Reanimação Neonatal da Academia Americana de Pediatria e da Associação Americana de Cardiologia, orienta que o pico de pressão inspiratória (PIP) para RN’s seja próximo de 30 cmH2O, com limites entre 20 e 40 cmH2O. Nos BAI’s o pico de pressão inspiratória é limitado por uma válvula de alívio de pressão, programada para aliviar a pressão em aproximadamente 40 cmH2O. No entanto, essas válvulas têm demonstrado serem ativadas de maneira inconsistente, algumas com níveis elevados de pressão (NETO, 2006). Segundo American Society for Testing and Materials (ASTM, 2007) as válvulas de alívio denominadas pop off devem ser reguladas pelo fabricante para liberarem a pressão quando atingirem 40±5 cmH2O. Características relacionadas ao uso dos BAI’s têm sido questionadas, pois apesar da reexpansão automática e da facilidade da sua aplicação, não é possível fornecer um pico de pressão inspiratória constante, pois este depende da força e da velocidade da compressão do balão, da quantidade de escape de ar, principalmente entre face e máscara, e da complacência pulmonar. O máximo de pressão inspiratória que pode ser administrado é limitado pela válvula de escape ativada de 30 a 40 cmH2O para evitar o barotrauma, que é causa importante de lesão pulmonar aguda e crônica em pacientes pré termo (ALMEIDA & GUINSBURG, 2005). O objetivo do estudo foi de verificar o desempenho da válvula limitadora de pressão do BAI neonatal em aliviar a pressão quando esta atingisse o limite


1/2 página Anuncie aqui na NovaFisio em 2013 e tenha boas vendas!

OBS: Contratos fechados ainda em 2012 vão ganhar um disparo de mailling por mês, cortesia.

1/2 página (Pode ser vertical ou horizontal) 27,5 cm (altura) por 10,25 cm (largura) vertical 13,75 cm (altura) por 20,5 cm (largura) horizontal (contrato anual 12 parcelas de R$500,00)

Todos os anunciantes também ganham banner em nosso site e 500 (quinhentos exemplares) para distribuir entre amigos, clientes, faculdades ou onde quiserem. Distribuição em todo Brasil. Periodicidade bimestral.

Ligue: (21) 4042-6107 | 8577-9908 | revista@novafisio.com.br

NovaFisio.com.br • 37


Artigo|Recém-nascidos, válvulas limitadoras de pressão, ventilação pulmonar. de 40 cmH2O a partir de dados obtidos através de um pulmão artificial. Metodologia Trata-se de um estudo experimental descritivo que foi realizado em uma instituição de ensino superior em parceria com um laboratório de análises de uma empresa fabricante de produtos médicos, na qual assinou um termo de compromisso concedendo o uso dos equipamentos do Departamento de Metrologia para a realização dos testes e coleta de dados. Participaram do estudo cinco voluntários, três do sexo masculino e dois do sexo feminino, dos quais não eram da área de saúde. A média de idade total dos voluntários é de 31,2+5 anos. A ventilação foi feita diretamente na “via aérea” simulando um paciente intubado. Para tanto, foi utilizado um modelo de pulmão artificial da marca Michigan Instruments 560i (Cuja calibração está rastreada a padrões do National Institute of Standards and Technology (NIST)) para simular o pulmão neonatal com uma complacência de um lactente normal (3 mL/cmH2O), este foi conectado a um BAI neonatal novo (Figura 1) interligado a um fluxômetro ajustado para 5 L/min sem bolsa reservatória de oxigênio.(Figura 2)

Figura 1. Foto do BAI Neonatal Entre o pulmão artificial e o BAI colocouse uma resistência de 50 cmH2O / L/ s, para simular as barreiras de passagem de ar de um tubo endotraqueal normalmente encontrada em lactentes intubados. Um computador foi ligado ao pulmão artificial e este forneceu as informações que eram geradas a cada compressão do balão através do Software Pneuview (responsável por ler as informações e gerar gráficos dos dados do pulmão artificial). Figura 2. Esquema montado para a captação dos dados (BAI Neonatal interligado a um fluxômetro e conectado 38 • NovaFisio.com.br

ao pulmão artificial Michigan Instruments).

Os cinco voluntários não tinham nenhuma prática em manusear o BAI, foi realizado desse modo intencionalmente, pois a ideia principal da pesquisa era que independentemente de ter a prática ou não, a válvula limitadora de pressão deve seguir as normas que preconizam que esta alivie a pressão quando atinge os 40 cmH2O. Antes da participação dos voluntários, os mesmos assinaram um termo de consentimento autorizando o uso de dados e imagens coletados para o estudo. Os objetivos da pesquisa foram explicados a todos os participantes (pré e pós procedimentos), bem como a forma como os dados seriam utilizados na divulgação. A cada participante foi solicitado que manuseasse o BAI neonatal comprimindo-o cinco vezes em seguida e o comando verbal era: “aperte o máximo e o mais forte que puder, segure e solte”. Isso foi feito propositalmente para que o balão atingisse o máximo de pressão. O computador captou as pressões que eram geradas no pulmão artificial pelo BAI e estas informações eram visualizadas no Software Pneuview (próprio do pulmão artificial Michigan Instruments para leitura dos dados, que é instalado no computador e conectado no pulmão artificial), este por sua vez registrou os dados (Figura 3) e gerou gráficos (Figura 4) de cada curva de pressão. Figura 3 - Tela do Software Pneuview (Captação dos Dados).

Figura 4 - Gráfico de uma curva de pressão (Software Pneuview).

Dados como de: pressão basal (Pep), pico de pressão proximal (Ppp), pico de pressão pulmonar (Plp), volume corrente (Vt), volume minuto (Vm), média de fluxo inspiratório (Fia), pico de fluxo inspiratório (Fip), tempo inspiratório (Ti), relação expiratória (I:E), taxa de respiração (BR), foram coletados, mas somente os dados de pico de pressão pulmonar, ou seja, a PIP, que são de interesse para a pesquisa foram lançados em uma planilha no Software Excel enviados para estatística e realizado os testes de Kruskal-Wallis e Mann-Whitney. Resultados Para o pulmão artificial neonatal, baseando-se em um total de 25 curvas analisadas, a mediana do PIP foi de 44,66 cmH2O e sua média foi de 44,53 cmH2O. O mínimo de pressão gerada pelo BAI foi 35,07 cmH2O e o máximo atingido foi de 53,04 cmH2O. Em 72% das vezes em que o BAI foi comprimido este gerou pressões acima de 40 cmH2O, considerando o desvio padrão de 40±5 cmH2O. Segundo as normas da ASTM (1993) este valor cai para 44%. O primeiro participante manteve a pressão abaixo dos 40 cmH2O durante as cinco compressões, sua mediana e média foram as menores dos cinco participantes sendo respectivamente de 36,18 cmH2O e 36,25 cmH2O. Já o quinto voluntário foi o que atingiu níveis mais elevados em relação aos outros participantes durante as cinco compressões, sendo que a mediana foi de 49,78 cmH2O e média de 47,68 cmH2O. Utilizou-se o teste de Kruskal-Wallis para comparar os cinco sujeitos. Vale ressaltar que para realizar esta análise teve-se de considerar em cada sujeito, os valores das cinco medições de pressão geradas pelo balão conforme Tabela 1. Existe diferença estatisticamente significante entre os sujeitos para as medições de “Pico de Pressão Pulmonar”. Desta forma, precisa-se comparar todos os sujeitos aos pares para determinar com precisão onde ocorrem as diferenças. A tabela abaixo mostra somente os p-valores destas comparações, através do teste de Mann-Whitney.


Tabela 1 – Comparação entre o Pico de Pressão Pulmonar

Tabela 2 – Comparação entre os sujeitos (p-valor)

Discussão Este estudo testou a segurança de um BAI neonatal, e o PIP atingido variou de 35,07 cmH2O a 53,04 cmH2O. O International Liaison Committee on Resuscitation (ILCOR) (KATTWINKEL, J. et al., 1999) recomenda que as pressões iniciais de insuflação pulmonar nos RN’s de termo devam ser de 30 cmH20. Nos BAI’s o PIP é limitado por uma válvula limitadora de pressão, programada para aliviar a pressão em 40 cmH2O, porém, essas válvulas têm demonstrado funcionarem inadequadamente, ultrapassando o limite recomendado. Essa variabilidade de valores encontrados na pesquisa deixa claro que a válvula limitadora de pressão do BAI Neonatal Healthcare Partner não funciona adequadamente quando esta atinge pressões elevadas. Somente um único exemplar de BAI foi testado, representando uma limitação do estudo. Para obter um resultado mais fidedigno de que os BAI’s não funcionam corretamente, esta pesquisa poderia ser complementada testando a competência de outras marcas de BAI’s. A segurança das válvulas limitadoras de pressão dos BAI’s vem sendo testada por alguns autores como Resende et al. (2006) e Neto (2006), que demonstram também, que há variabilidade nos valores quando testadas, aliviando as pressões em valores diversos e diferentes daqueles definidos pelos fabricantes. Nesse estudo foram encontradas taxas diferentes dos desejados, fácil imaginar que em uma situação real, isso pode provocar lesões estruturais no pulmão. Está demonstrado que com o uso de pressões positivas de platô superiores a 35 cmH2O surge precocemente edema

alveolar com aparecimento de líquido entre a célula alveolar e endotelial. Com o uso prolongado da pressão positiva com altos volumes e grandes pressões há distensão alveolar com ruptura alveolar e formação de bolhas (BETHLEM, 2009). Segundo Marcondes et al (2010) o balão deve estar conectado a um manômetro ou uma válvula de escape, regulado para permitir no máximo pressões de 30 a 40 cmH2O, esse cuidado evita o uso de pressões mais elevadas, diminuindo o risco de barotrauma. Resende et al. (2006), avaliou o desempenho de 15 médicos neonatologistas, experientes em reanimação neonatal, ventilando um simulador pulmonar neonatal de termo e pré termo utilizando o BAI com a válvula de alívio, e em 29,7% das vezes para pulmão teste de termo e 33,6% para pré termo, os médicos ultrapassaram o PIP de 40 cmH2O. A variabilidade dos valores encontrados nesse estudo guarda semelhança com que Neto (2006) encontrou quando avaliou o desempenho mecânico de seis balões auto infláveis neonatais, em condições de ventilação agressiva, com a válvula de alivio de pressão funcionando e bloqueada, cujas válvulas foram calibradas para aliviar a pressão em 40 cmH2O. Com a válvula funcionando, as pressões atingiram 60±3,9, 50,8±1,1; 65,2±1,6; 52,1±10,2; 52±9,9 e 44±2,7 cmH2O, respectivamente, com o LIFESAVER®, o AMBU®, o FANEN®, o OXIGEL®, o MERLIM® e o LAERDAL®. Com a válvula bloqueada, as pressões foram 125±0; 122,5±7,8; 107,9±6,3; 119,5±7,9; 63,4±3,7 e 125±0 cmH2O. Quando o dispositivo de ventilação manual não permite predefinir as

pressões, costuma-se adequar a pressão de ventilação avaliando a expansão da caixa torácica e a resistência à expansão, percebida na mão do operador. Na prática, o profissional nem sempre consegue visualizar a expansibilidade torácica de modo contínuo. Ambas as avaliações expansão torácica e percepção tátil - são subjetivas (RESENDE et al., 2006). Devido à dificuldade de controlar a saída de ar e a compressão do balão, as pressões podem variar muito, por isso é tão importante que a válvula funcione corretamente, principalmente em uma situação de emergência, como uma reanimação neonatal, por exemplo, pois independentemente da pressão exercida no balão pelo manuseador, o equipamento deve oferecer segurança respeitando os valores limites de pressão. Carvalho (2006) cita que quando se utiliza a pressão positiva há uma inversão de padrão respiratório comparado a ventilação espontânea, este padrão modificado expõe as estruturas intratorácicas a um gradiente pressórico aumentado que repercutirá de forma adversa não só no sistema respiratório, mas também em outros órgãos. Marcondes et al. (2010) cita também, que o uso de pressão positiva pode prejudicar a ventilação alveolar e a perfusão arterial pulmonar. No RN de pré termo devido à imaturidade do sistema respiratório, os efeitos indesejáveis são mais frequentes e de maior gravidade. Quando os picos de pressão nas vias aéreas são muito elevados, ocorrerá hiperinsuflação alveolar, aumento do espaço morto, diminuição da complacência pulmonar, acúmulo de líquido no pulmão e diminuição do fluxo arterial pulmonar nos capilares dos alvéolos hiperdistendidos. Essas alterações resultam no aparecimento de shunt intrapulmonar. As complicações podem ser de vários tipo: barotrauma, volutrauma, comprometimento da função de outros órgãos e sistemas, problemas relacionados a intubação traqueal e infecção. Portanto os BAI’s devem ser desenvolvidos a fim de melhorar a administração desses parâmetros e minimizar a lesão pulmonar no início da vida extra uterina. Considerações finais A válvula limitadora de pressão não corresponde corretamente ao valor descrito em seu rótulo, sendo um importante fator para uma situação de emergência ou na sala de parto propriamente dita, pois os riscos de lesões pulmonares aumentam significativamente quando a válvula não funciona adequadamente acarretando prejuízos ao paciente. Referências bibliográficas As referências bibliográficas deste artigo, se encontram no site da Revista NovaFisio www.novafisio.com.br NovaFisio.com.br • 39


CLASSIFISIO Nome: Suzana Mundim Netto Cidade: Goiânia-GO Anuncio: Vendo Studio de Pilates com empresa registrada e regularizada, nome patenteado e reconhecido no mercado de Pilates em Goiânia. Sala ampla com 80m2, climatizada e super bem equipada com equipamentos e acessórios da Physio Pilates. Ofereço suporte técnico nas aulas e na gestão nos primeiros 6 meses. Agende um horário para conhecer o Studio. Valor negociável. Aceito propostas. Email: sumundim2@gmail.com Nome: Átila Jordão Caldellas Cidade: Angra dos Reis-RJ Anuncio: Vendo turbilhão de 80 litros em aço inóx em bom estado por 1.000,00. Devido a fechamento de clínica. Email: atila-caldellas@bol.com.br Nome: Almir Jose de Carvalho Cidade: Rio de janeiro-RJ Anuncio: vendo uma maca de RPG portatil sophisa seminova (excelente estado )por 700,00 com mais de 50% de desconto em relação á nova. ultrason sonopulse II ibramede geração 2000 novíssimo nunca foi usado. faixa marca thera band cinza e preto 10,00 o metro o preço normal é 32,00 o metro (motivo mudança de estado). Email: medfisio.rn@oi.com.br Nome: Caio Soares Cidade: Salvador-BA Anuncio: Compro clinica de fisioterapia (CNPJ + convênios) Bahia ou Sergipe. Email: caiosr@hotmail.com Nome: Tatiana Lago Cidade: Rio de Janeiro-RJ Anuncio: Estou vendendo alguns livros usados em perfeito estado. São eles: Fisioterapia Respiratória No 40 • NovaFisio.com.br

Paciente Crítico Sarmento, George Jerre Vieira – R$ 100,00 Reabilitação Neurológica PráticaUmphred, Darcy A.; Carlson, Connie R$ 50,00 Fisiologia Articular – Vol. 1 – 6ª Ed. 2007Kapandji, I. A. R$ 100,00 Trilhos Anatômicos -Myers, Thomas W. R$ 80,00 Os Desequilibrios Estaticos: Fisiolog.patologBienfait, Marcel / SUMMUS r$ 30,00 Bases da Fisiologia da Terapia ManualBienfait, Marcel R$ 40,00 Fisioterapia – Avaliação e Tratamento O’sullivan, Susan B.; Schmitz, Thomas J. R$ 160,00 Exercícios Terapêuticos – Fundamentos e Técnicas – 4ª Ed. 2004Kisner, Carolyn R$ 150 Email: tianalp@yahoo.com.br Nome: Fernanda da Paz Cidade: Rio de Janeiro-RJ Anuncio: VENDO EQUIPAMENTO DE PILATES E RPG usados, mas bem conservados. Reformer, Wall-Unit, Cadeira, Transport, cama elástica, bolões, tapeta de EVA, acessorios e molas. Mesa de RPG com banquetas e rampa. Tudo R$ 8.000,00. Email: nandapaz@gmail.com Nome: Catiane Cidade: Salvador-BA Anuncio: Olá eu sou estudante do curso de fisioterapia 4º semestre e procuro estagio renumerado. Email: meu_anjo21@hotmail.com Nome: Igor Queiroz Cidade: Rio de Janeiro-RJ Anuncio: Vendo Aparelhos de Pilates PHYSIO PILATES em perfeito estado de conservação,sendo: 01 Reformer 01 Trapézio com caixa alta de extensão 01 Cadeira OBS: Acompanha caixas e acessórios. Os aparelhos possuem estofado na cor azul

claro, sem rasgos, marcas ou qualquer danificação. Ótima oportunidade pois vendo com 50% de desconto sobre o valor pago. Aparelhos encontram-se na Tijuca-RJ. Tel: (21) 8854-2644 Email: igorfqueiroz@yahoo.com.br Nome: Leila Cidade: Porto Alegre-RS Anuncio: Olá Colegas. Alugo/ Vendo Cpaps e Bipaps Preços com 50% do mercado. Aparelhos semi-novos. Marcas Resmed e Respironics, para atendimento ou para cursos. Também, temos cursos na area da assistência respiratória. Interessados entrarem em contato pelo fone (51) 8220-0147 ou email contatocursos2012@hotmail. com Email: style.friend@hotmail.com Nome: Brigida Cassetari Zanola Cidade: São Paulo-SP Anuncio: Vendo mini bicicleta ergométrica portátil Ideal para fisoterapia domiciliar pacientes idosos e neurológico produto novo. www.royalfisio.com.br Tel : 11 2825-2293 Email: royalfisio@ig.com.br Nome: Lipocenter Centro de Emagrecimento e Estética Cidade: Porto Alegre-RS Anuncio: Vaga de fisioterapeuta para trabalhar na Zona Sul de Porto Alegre em uma clínica de emagrecimento e estética. Interessadas enviar curriculo para: andsanson@yahoo.com.br Email:turri.ale@gmail.com Nome: Gisele Cidade: Macaé-RJ Anuncio: Vendo maca profissional Beltex na cor marfim, sem uso! Email:gimalheiro@gmail.com Nome: Gustavo Barcelos Cidade: Vitória-ES

Anuncio: Procuro por fisioterapeutas com disponibilidade para trabalhar com atendimento domiciliar. 30h semanais, auxilio combustível, horas extras pagas diferencialmente. Bom salário…. Atuação na grande Vitória. Email: Gustavofbarcelos@yahoo.com.br Nome: Alessandra Farias Cidade: Rio de Janeiro-RJ Anuncio: Procuro profissional de fisioterapia que queira fazer parceria de trabalho Estúdio de Pilates, Fisioterapia estética na Barra da Tijuca. Prédio de luxo com excelentes instalações. Fisioterapeuta com disposição, pois o salário depende só do profissional. Email:fisiotower@hotmail.com Nome: Douglas Martinez Cidade: Ribeirão Preto-SP Anuncio: Vendo aparelhos de estética: Luz Pulsada - Bioflash Radiofrequencia Hertix Manthus Peeling de cristal Dermovac Chronos - Vapor de ozonio - Dermosteam Manta térmica - Biotermic. Todos com garantia. Praticamente não foram usados. Email: douglasmartinez.fisio@gmail.com Nome: Victor Yasbek Cidade: São Paulo-SP Anuncio: Vendo Maca com cabeceira regulável, regulagem de cabeça, armário com 2 portas e 3 gavetas embutidos. Revestida com courvim preto. Armário e gavetas cor branca. Produto localiza-se na zona sul de São Paulo - Metrô São Judas Valor R$ 600,00 Email: victoryasbek@gmail.com Mande seu anúncio agora mesmo por torpedo para 21|8577-9908 Veja todos os anúncios e anuncie gratuitamente também no site: www.novafisio.com.br


NovaFisio.com.br • 41


Agenda|

Divulgue seu curso ou evento gratuitamente aqui, mande um torpedo para 21 | 8577-9908

DIA CURSO JANEIRO 2013

CIDADE- UF

CONTATO

Você organiza cursos ou eventos? Já tem sua programação para 2013? Então entre no site

www.novafisio.com.br

e procure nossa Agenda de Eventos. Cadastre gratuitamente todos os seus cursos e eventos. Eles serão divulgados em nosso site e aqui na agenda da revista na próxima edição! Sejam todos bem vindos!!!

DIVULGUE SEU CURSO GRATUITAMENTE NO SITE WWW.NOVAFISIO.COM.BR E VEJA TAMBÉM NOSSA AGENDA COMPLETA 42 • NovaFisio.com.br


NovaFisio.com.br • 43


Tininha | Humor - passa-tempo - game - novidades - música - cinema - moda - TV - DVD Uhuhuhuhuh última revista do ano. Olá pessoal, esta é nossa última edição de 2012 e agora só nos veremos novamente ano que vem. Eu estou feliz porque este ano foi muito bom pra mim e estou muito otimista pra 2013. Quero agradeçer e desejar ótimas festas de fim de ano a todos que me mandaram mensagens e imagens para publicar, e aproveitar para pedir pra você que está lendo esta edição para sempre que achar alguma coisa legal no Facebook ou na Internet, me enviar que irei publicá-las aqui em 2013. Obrigado e beijos a todos. Tininha. Até 2013 Uhuhuhuhuhuhuhuh.

VAI VIAJAR NO FIM DO ANO? PENSE NISSO! TESTE SIMPLES PARA ALZHEIMER

VÁRIAS POSIÇÕES

44 • NovaFisio.com.br


tendências - automóvel - compras - economia - turismo - esporte e muito Facebook.

COLA PRA PROVA

NovaFisio.com.br • 45


FisioPerfil Com Rodrigo Peres rodrigo.peres@centraldafisioterapia.com.br

T

udo o que fiz na fisioterapia até hoje foi relevante, pois me proporcionaram experiências adversas que colaboraram no profissional que sou hoje. Desde os estágios durante a faculdade, os cursos extracurriculares, a primeira pós-graduação em ortopedia no IOTHCFM/USP, a segunda pós em neurologia na EPM/UNIFESP, fui supervisor de estágio na UMESP, o primeiro emprego numa instituição especializada em neuropediatria, dentre outras clínicas e hospitais que pude desenvolver meu trabalho, mas principalmente hoje poder atuar no meu maior projeto em atender pacientes na própria residência proporcionando praticidade, comodidade e resultados com qualidade aos pacientes. Qual ano e em qual faculdade que se formou? Me formei em 2001 na Universidade Bandeirante de São Paulo - UNIBAN - São Paulo - SP. Qual foi a melhor coisa que fez na vida? Sem dúvidas seguir na área de fisioterapia neurológica, a melhor coisa do mundo é você poder mostrar o caminho para que o paciente possa recuperar um movimento. Qual foi a pior coisa que fez na vida? Desde que me formei passei por vários lugares onde cada um pode me proporcionar diferentes experiências, boas e ruins, mas a pior talvez tenha sido trabalhar por apenas R$ 19,47 por consulta domiciliar, ou seja, pagava pra trabalhar. O que você mais gosta na profissão? O que mais gosto, o que me emociona, é o momento em que um paciente consegue dar seu primeiro passo (em relação a pacientes que perderam movimentos por conta de uma sequela neurológica). O que você odeia na profissão? A subvalorização da profissão, muitas pessoas só dão valor quando necessitam de fisioterapia, esta informação é escassa, e as pessoas ainda não sabem o que faz um fisioterapeuta. Que qualidade mais admira nos profissionais que te cercam? O comprometimento. Que qualidade mais detesta nos profissionais que te cercam? Quando me chamam a atenção “risos” Qual sua maior virtude? Alegria. Qual seu pior defeito? Ansiedade. Se pudesse mudar algo, o que seria? O piso salarial do fisioterapeuta. Qual maior mentira já contou? Disse a um paciente que ele voltaria a andar em 1 ano e ele voltou em 1 mês. “risos”. Qual fato foi mais inusitado em sua carreira? Há mais ou menos 2 anos, numa segundafeira a filha de uma paciente me disse: 46 • NovaFisio.com.br

meu maior presente de aniversário seria minha mãe voltar a andar; perguntei: quando é o seu aniversário? Ela: segunda que vem. Naquele momento pensei “impossível”, mas aquilo não saiu da minha cabeça, durante toda a semana fizemos fisioterapia todos os dias e nenhum resultado significante, a segunda do aniversario chegou, mais um dia de fisioterapia e não é que a mãe voltou a andar naquele dia (nenhum um dia a mais ou a menos). Inusitado? Acredite em Deus, acredite no seu paciente, acredite na fisioterapia, acredite em você. Qual fato foi o mais cômico? Na época do TCC trabalhei como voluntário numa equipe de basquetebol em cadeira de rodas e, durante uma apresentação da equipe faltaram 2 atletas e tivemos (eu e o preparador físico) que completar o time durante o jogo. O fato cômico na ocasião foi entrar na quadra conduzindo a cadeira e ao receber a bola caí na primeira jogada, que foi motivo de muitos risos para todos os atletas (cadeirantes) da nossa equipe. Este é um momento inesquecível em que pude aprender mais ainda a respeitar o próximo, perceber que o deficiente naquele momento era eu, pois não consegui realizar o que aqueles que ainda, infelizmente são rejeitados pela sociedade conseguem tranquilamente, ou seja, todos nós somos deficientes em algo, todos sempre teremos dificuldades na vida, somos todos iguais. Qual seu maior arrependimento? Não me arrependo de nada que tenho feito na fisioterapia, pois tudo proporcionou muita experiência. Talvez me arrependa do que não tenha feito, como terminar o mestrado em Neurociências na EPM/ UNIFESP, tive que parar, pois a demanda de trabalho tomou conta do meu tempo e a melhor opção na ocasião foi trabalhar. Mas pretendo voltar em breve. Qual dica daria aos colegas?

Não basta cursar fisioterapia, tem que ser fisioterapeuta, avalie se você realmente serve pra isso. Se você disser que tem que ter paciência pra atender qualquer paciente saberá que não está no lugar certo. Não faça pelo dinheiro, isto será consequência de um bom trabalho e, um bom trabalho só faz quem é fisioterapeuta de verdade. Pense nisso! Qual sua aquisição mais recente? Minha última aquisição foi um equipamento que simula os movimentos do corpo, tem sido essencial no tratamento dos pacientes com sequelas neurológicas, pois auxilia e facilita efetivamente a recuperação de movimentos. Qual objeto de desejo? Hoje atuo com o projeto da minha empresa Central da Fisioterapia “Clinica em Casa” que está dando muito certo, mas independente disso pretendo montar uma central de atendimento móvel levando tratamento e informação às pessoas mais carentes. Qual seu maior sonho? Quero muito que um dia todas as pessoas que precisarem de fisioterapia possam ser atendidas e tratadas adequadamente, pois muito deixam de se recuperar (melhorar) por falta de oportunidade de tratamento. Creio que tenho feito a minha parte, no mínimo informando a todos aqueles que me procuram. Nunca vou esquecer uma frase de um professor no primeiro ano da faculdade “Por menos que você saiba, saberá mais que muitos, a sua ajuda poderá mudar a vida de alguém”. Quer fazer alguma divulgação? Sim, meu site www.centraldafisioterapia.com.br


NovaFisio.com.br • 47


48 • NovaFisio.com.br

Edição 89  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you