Page 1

PUBLICIDADE 0339

QUINTA-FEIRA | 2.MAIO.2019 | N.º 159 | Ano I | 5.ª Série

PUBLICIDADE

SETÚBAL

P.3

12 MIL JÁ VIRAM FESTIVAL DE MÚSICA Edição deste ano afirma preocupação do evento com a inclusão

BAIXA DA BANHEIRA P.6

Comerciantes impacientes com fim das obras na Rua 1.º Maio

JOSÉ GALVÃO OS FINALISTAS DO 'GLOBAL TEACHER PRIZE' Setúbal sobeENTRE ao palco com todos em cena

P.4

SEIXAL P.7

1.º Maio com homenagem a trabalhadores sinistrados SETÚBAL P.5

Câmara diz que primeira fase termina em duas semanas PUBLICIDADE

Professor exemplo do Vale da Amoreira continua como docente contratado

Maratona Alegro no domingo com cortes de trânsito MOITA P.7 Literatura portuguesa nos 22 anos da biblioteca


2

FIGURA DO DIA

REPARO DO DIA

QUINTA-FEIRA, 02/05/2019

Û

MIRADOURO DA ARRÁBIDA JOSÉ GALVÃO

SETÚBAL MAIS BONITA

Professor do Vale da Amoreira é finalista do concurso que escolhe os melhores do pais. José Galvão é também exemplo para docentes de todo o mundo pelo canal de ensino digital que criou e que é visto por milhões. Parece mentira que em Portugal continue a ser um contratado.

CUSTÓDIO PINTO

Antiga sede da Associação dos Soldadores está à venda Edifício faz parte da história da indústria de conservas de Setúbal Na Av. Luísa Todi, junto ao edifício que foi o salão de recreio da classe dos trabalhadores do mar nos anos de 1930, está à venda um edifício que faz parte da história da indústria conserveira da cidade. Este belíssimo edifício, foi construído em 1903 pelos soldadores com a organização de acções entre os sócios e o projecto foi feito gratuitamente pelo distinto arquitecto Adães Bermundes, e o estilo arquitectónico é o mesmo do edifício do Banco de Portugal. Na realização de eleições da Associação dos Soldadores foi eleito presidente da direcção Francisco Fernandes Costa, e presidente da mesa da assembleia geral, o soldador Mariano Augusto Coelho. Nas eleições realizadas em 1905 foi eleito presidente da direção Mariano Coelho, mas por pouco tempo, pois ele fundou a fábrica de conservas Mariano, Lopes & Cº, Lda. Em 1 de Maio de 1910, foi publicado um artigo no jornal Terminal, sobre a história da Associação de Classe dos Operários Soldadores de Setúbal. Em Junho de 1911, a associação comemorou 20 anos com inauguração da nova sede na Av. Luísa Todi, com vários oradores, poesia e muita animação. Os soldadores, foram uma classe com muita força e fizeram muitas greves por melhores salários e condições de trabalho. Numa delas, em 1918, rebentaram duas bombas na Praça de Bocage, tendo a polícia efectuado várias prisões, entre as quais do director do jornal O SETUBALENSE, Faria Trindade, que foi libertado no dia seguinte. Este pequeno artigo dá a conhecer um pouco da luta da Associação dos Soldadores e da sua belíssima sede, na Av. Luísa Todi. É pena que este edifício histórico não seja adquirido por qualquer organismo oficial, pois seria mais uma casa para a cultura e e para o património da nossa cidade do Rio Azul.

Bloqueio ao trânsito na Avenida Europa Reparámos que um dos factores de entropia do transito na zona da Avenida Europa - via rápida entre Estrada da Baixa de Palmela e a Estrada dos Ciprestes - é o mau acolhimento das viaturas que entram na rotunda das Piscinas Municipais vindas do Charlot em direcção aos Ciprestes. A fila

à esquerda não permite a entrada de novos carros que, se não quiserem passar á frente, tem de aguardar na faixa da direita, impedindo a circulação a quem não precisa de entrar na fila. Solução, talvez roubar uma das duas faixas do sentido contrario para criar uma terceira neste lado.

OPINIÃO

“O 1º. de Maio”, dia do trabalhador

MÁRIO MOURA Médico

Ainda febril com os acontecimentos do “25 de Abril” surge a comemoração do primeiro “1º de Maio” em liberdade. Era uma data que nunca deixou de ser assinalada, mas que dava normalmente aso a prisões e choques com a polícia, nos tempos da ditadura que terminara sem derramamentos de sangue. E se a alegria do momento era simbolizada pelo ar festivo e exuberante dos soldados e do povo apinhado sobre as chaimites, e com a colocação dum cravo vermelho no cano das espingardas dos militares, foi verdadeiramente comovente ver, passados quatro dias, um estádio cheio de povo exuberante, esperando pela palavra dum Mario Soares e dum Álvaro Cunhal,

símbolos da resistência, regressados do exílio, e,simultaneamente voando sobre toda aquela mole de gente, a força aeria deitando uma chuva de cravos vermelhos sobre aquele povo entusiasmado – foi poético e comovente. Por sua vez, na nossa cidade, o povo veio igualmente para as ruas e percorreu os bairros da cidade, em filas compactas , de braço dado ou enlaçados sobre os ombros, de lado a lado das ruas, cantando canções dos baladeiros proibidos, do Zeca ou do P. Fanhais, e sem olhar a diferenças sociais. Respirava-se a fraternidade e a alegria da liberdade! É uma recordação inesquecível para mim, e que se confunde de imediato com os problemas reais dos trabalhadores nestes 45 anos e, especialmente, nos dias de hoje. Na realidade, neste quase meio século, a Europa e Portugal foram sendo impregnados por uma organização socio-política que progressivamente se tornou numa absorção do fator trabalho pelo capital reinante. Apesar disso os partidos socialistas tiveram um período importante na Europa mas , sentido-se em dificuldades, nasceu uma “segunda via” com Tony Blair, que

descaracterizou o socialismo que foi perdendo posição, face ao processo da globalização, e tornando os trabalhadores como elos de produção, esquecendo a sua qualidade e dignidade de pessoas – o capital manda, o capital e as suas organizações internacionais tudo controlam, o capital por meio dos fundos e dos bancos manejam os políticos, e apesar das organizações sindicais, a luta dos trabalhadores pela sua dignidade e pelos seus interesses foram perdendo voz ativa na vida social entrando presentemente numa crise também por sua culpa pois se partidarizaram e perderam a sua verdadeira identidade. Presentemente chega-se a uma situação , nomeu ver, insustentável, em que uma dúzia de multimilionários têm rendimentos superiores ao resto dos milhões de trabalhadores – onde vai aquela fraternidade, aquela igualdade, aquela alegria que se sentiu entre nós naquele primeiro”1º de Maio” pós revolução? A Igreja vinha há muitos anos chamando a atenção para este problema grave dos trabalhadores e do trabalho face ao capital, nalgumas das suas encíclicas sociais e nas conclusões

do Concílio vaticano II. Na Constituição Pastoral Gaudium et Spes (do Concílio), na Populorum Progressio (de Paulo VI) e na Pacem in Terris (de João XXIII) e num extraordinário documento de João Paulo II intitulado Laborem Exercens, exclusivamente dedicado aos problemas dos trabalhadores . Nela se afirma com veemência que o trabalho é que gera o capital, que o trabalho é uma continuação do poder criador de Deus, o que lhe dá uma dignidade excecional, e que os trabalhadores têm direito a remuneração que permita vida condigna, a proteção na saúde, e direito ao descanso. Diz-se literalmente que o trabalho é “uma das características que distinguem o homem das demais criaturas” e alarga-se nas consequências do crescimento da tecnologia, da robotização, da inteligência artificial, da existência de multinacionais, etc. sempre colocando a dignidade do trabalhador acima de tudo, devendo ser tratado em conformidade. Quando será que a alegria dos trabalhadores em futuros “1º de Maio” será sincera? E quando veremos os que se dizem cristãos à cabeça da luta?

FICHA TÉCNICA

PUBLICIDADE geral@osetubalense.com publicidade.setubal@gmail.com

SETÚBAL ALMADA SEIXAL PALMELA BARREIRO ALCOCHETE OUTROS CONCELHOS MONTIJO MOITA 212 383 228 265 520 716 265 094 354 265 092 725 212 318 392 212 047 599 212 047 599 212 384 894 937 081 515

Registo de Título N.º 107552 | Depósito Legal N.º 8/84

Propriedade: Outra Margem - Publicações e Publicidade, Lda. Contribuinte: 515 047 325. (Detentores de mais de 10% do capital social: Gabriel Rito e Carlos Bordallo-Pinheiro). Editor: Primeira Hora - Editora e Comunicação, Lda. Contribuinte: 515 047 031 (Detentores de mais de 10% do capital social: Setupress, Lda., Losango Mágico, Lda., Carla Rito e Gabriel Rito) Sede de Administração e Redacção: Travessa Gaspar Agostinho, 1 - 1.º, 2900-389 Setúbal. Conselho de Gerência: Carla Rito, Carlos Dinis Bordallo-Pinheiro, Gabriel Rito e Carlos Bordallo-Pinheiro.

CONCELHO DE SETÚBAL Travessa Gaspar Agostinho, 1 - 1.º - 2900-389 Setúbal - Tel. 265 094 354 (geral) / 265092 633 (redacção) / 265 092 725 - 265 520 716 (dep. comercial) CONCELHO DE PALMELA Rua José Saramago, lote 26 - loja direita 2955-027 Pinhal Novo - Tel. 212 384 894 CONCELHOS DE MONTIJO E ALCOCHETE Praça da República, 63, Galerias Comerciais, Lj 18. Tel./Fax: 212 318 392

CONCELHO DO BARREIRO Intermarche da Moita - Quinta Santa Rosa Rua Classe Operário - Alhos Vedros - Moita Tel.: 212 047 599 - 939 050 535 CONCELHO DA MOITA Intermarche da Moita - Quinta Santa Rosa Rua Classe Operário - Alhos Vedros - Moita Tel. 212 047 599 / 939 050 535 REDACÇÃO Director: Francisco Alves Rito (CPJ 2292) diretor@osetubalense.com Redacção: Mário Rui Sobral (CPJ 3872 A),

Humberto Lameiras (CPJ 2321 A); Ana Martins Ventura (CPJ 7230 A). Colaboradores: Inês Antunes Malta (CPJ 7226 A); Miguel Nunes Azevedo (TP 2608); Fátima Brinca (CPJ 2574); Rogério Matos (CPJ 9929); Helga Nobre; André Rosa; Ricardo Lopes Pereira e José Pina. Fotografia: André Areias; Mário Prata, Alexandre Gaspar e Arsénio Franco. DEPARTAMENTO ADMINISTRATIVO Teresa Inácio, Dulce Lança e Branca Belchior. PUBLICIDADE Direcção Comercial: Carla Sofia Rito e Carlos Dinis Bordallo-Pinheiro. Setúbal: Ana Oli-

veira, Mauro Sérgio, Célia Felix e Rosália Baptista. Montijo: Graciete Rodrigues.Palmela: Liliana Santos. Barreiro: Carla Santos. Moita: Carla Santos. IMPRESSÃO Tipografia Rápida de Setúbal, Lda. - Travessa Jorge d’Aquino, 7 - 2900-427 Setúbal e-mail: geral@tipografiarapida.pt DISTRIBUIÇÃO VASP - Venda Seca, Agualva - Cacém Tel. 214 337 000 Tiragem média diária: 9.000 exemplares

Estatuto Editorial disponível em https://www.facebook.com/pg/ JornalOSetubalense/ about/?ref=page_internal

Edição online www.diariodaregiao.pt Digital Media Officer: José Luís Andrade

Os artigos assinados são da responsabilidade dos seus autores


BARREIRO Sessão vai ter transmissão em directo em várias plataformas online QUINTA-FEIRA, 02/05/2019

O executivo camarário do Barreiro, presidido por Frederico Rosa, volta a reunir-se já no próximo dia 8 de Maio (quarta-feira)

em sessão ordinária pública. A reunião de Câmara está agendada para as 17h30 e terá lugar na sala de sessões dos Paços

do Concelho. A edilidade apela à participação do público e lembra que a reunião “terá transmissão no site institucional da

DIREITOS RESERVADOS

ACTUAL

Reunião de Câmara realiza-se no próximo dia 8

SETÚBAL

3

autarquia, no canal do município do Barreiro, no Youtube, e através da página de Facebook do município”.

Aprovado por CDU. Oposição contra

DIREITOS RESERVADOS

Assembleia Municipal aprova regulamento de estacionamento tarifado

Músicos consagrados partilham palcos em vários locais da cidade, entre 23 e 27 de Maio

Festival de Setúbal quer levar música ao nível da terapia Músicos profissionais, outros amadores e muitas crianças vão partilhar palcos num festival que ao longo das suas nove edições é assumido como único a nível nacional por ser talhado na base da inclusão, seja qual for o nível de capacidades de quem nele participa

POR HUMBERTO LAMEIRAS

D

iferente nos sons e conteúdos”. Assim começou por ser apresentado o programa da 9.ª edição do Festival de Música Setúbal pela presidente da Câmara, Maria das Dores Meira. Para a autarca este é um festival “único” porque consegue juntar num mesmo palco artistas nacionais e internacionais, uns conceituados, outros amadores, crianças e jovens, e ainda pessoas com necessidade especiais. Os espectáculos decorrem em pal-

cos montados em vários locais do concelho de Setúbal entre 23 e 26 de Maio. Paralelamente a estes, nos dias 26 e 27, realiza-se o Simpósio Música, Saúde e Bem-Estar que no primeiro dia decorre na Escola de Hotelaria de Setúbal e depois passa para o Fórum Municipal Luísa Todi. Esta partilha de experiências e conhecimentos que reúne músicos e técnicos de desenvolvimento pessoal, passa agora a ocupar dois dias no programa. Para Ian Ritchie, director artístico do festival, é um reconhecimento da “música como terapia” e o objetivo é mesmo “fazer pressão para que seja assumida em Portugal tal como já acontece em Inglaterra”. Organizado pela A7M – Associação Festival de Música de Setúbal, com financiamento da autarquia, da Fundação Calouste Gulbenkian e da Fundação The Helen Hamlyn Trust, esta edição do Festival de Música de Setúbal começa no palco do Fórum Luísa Todi com a cantora de jazz Beatriz Nunes num espectáculo, marcado para as 21h00, com músicos do Conservatório Regional de Setúbal e Coral Infantil de Setúbal. Para além da consagrada cantora lírica e de jazz, o festival conta ao longo dos dias com o maestro Paulo Lourenço, a Orquestra Sinfónica Portuguesa, Clarence Adoo, John Kenny e Merit Ariane. São expoentes que vão ouvir-se em vários espaços do concelho em espectáculos gratuitos com inscrição obrigatória, e outros com entrada paga.

Dores Meira afirma que inclusão justifica custos do festival Somando todas as edições, Ian Ritchie referiu na apresentação do festival que ao longo destes nove anos nele já participaram “12 mil pessoas”, e a fazer uma comparação de número, reparou que em termos de percentagem estas participações representam “cerca de 10% da população do concelho de Setúbal”. Este ano o festival inclusivo “único no País”, como dizia Maria das Dores Meira, espera reunir cerca de 1 500 crianças, seja qual for a sua condição. Inspirado no tema “Home”, o programa conta com vários estabelecimentos de ensino e instituições de todo o concelho. O fundamento é um festival que transmite valores e conhecimentos sobre “educação, saúde e inclusão social”, refere a presidente. Em matéria de custos, para a autarca a projecção das relações sociais e direitos humanos conseguidas com o Festival Música Setúbal não pode ser medido financeiramente. “Neste caso o orçamento não se mede”, disse Maria das Dores Meira que acabou por revelar que a edição deste ano “vai para cima de 200 mil euros”, contando com apoio logístico e o envolvimento de diversos departamentos camarários. Mas para a presidente da Câmara de Setúbal está bem claro que a matéria financeira fica na sombra quando se pretende a “participação e envolvimento de todos para alterar mentalidades”.

PS diz que “mais de metade da cidade” passa a pagar e alerta para “aumento brutal” das tarifas

O

regulamento municipal de estacionamento tarifado na cidade foi aprovado na Assembleia Municipal de Setúbal, na segunda-feira, com os votos a favor da maioria CDU e contra de todos os partidos da oposição. O PS, em comunicado enviado a O SETUBALENSE – DIÁRIO DA REGIÃO, diz “concorda com os objectivos” mas que a versão final aprovada “não vão permitir atingi-los” e, se forem totalmente implementadas, vão “penalizar fortemente” os cidadãos. Os socialistas consideram tratarse de um “enorme aumento” das zonas a tarifar – com os lugares pagos a aumentarem “mais de 500%” de 1.487 para 8.300 – e de um “brutal e enorme aumento das tarifas

a cobrar em todas as zonas, para valores muito superiores aos praticados noutros concelhos da AML”. Na mesma nota, o PS refere ainda que das várias propostas que apresentou durante a consulta pública, “apenas” foram aceites duas, a de um segundo dístico para empresas e a inclusão das IPSS que prestam apoio domiciliário na cidade”. “Entre as restantes propostas rejeitadas, destacam-se a redução das tarifas em todas as zonas, a redução dos valores cobrados pelos dísticos de residente para todas as viaturas, o não tarifamento, na Zona Amarela, dos bairros Quinta Alves da Silva, Liceu, Vanicelos, Amoreiras, Urbisado, Bairro Santos Nicolau, Bairro da Conceição, Moinho do Frade, 4 Caminhos, Fonte do Lavra, Praça de Portugal, Av Jaime Cortesão, Av. Inf. Dom Henrique, Av. D. Manuel I. Já na Zona Azul propusemos que a zona ribeirinha poente (entre o edifício dos pescadores na avenida José Mourinho e até ao Parque Urbano de Albarquel), fosse tarifada apenas nos meses de Julho, Agosto e Setembro.”, Lê-se no documento.


Mundo da arqueologia apresentado na Capela de S. Sebastião

SOCIEDADE

No próximo Sábado, a Câmara Municipal da Moita promove a iniciativa Visita à Reserva - Oficina de Arqueologia, na Capela de

S. Sebastião, a partir das 15h30. Um evento aberto ao público em geral e dedicado à apresentação teórica do mundo da arqueologia

e dos procedimentos de trabalho arqueológico, com abordagem a técnicas e procedimentos no tratamento dos materiais.

[ DIREITOS RESERVADOS ]

4

MOITA Técnicas e procedimentos de investigação apresentados ao público QUINTA-FEIRA, 02/04/2019

MOITA José Galvão é um dos finalistas da segunda edição nacional do 'Global Teacher Prize'

Professor do Vale da Amoreira entre os 10 melhores do País enquanto docentes será difícil ensinar tal competência (essencial a meu ver) aos nossos alunos.

[ DIREITOS RESERVADOS ]

Distingue-se na Educação Musical e, apesar do valor que lhe é reconhecido, lecciona desde 2002 como contratado, o que o obriga a saltar de escola em escola ano após ano

Como se define como professor? Criativo, muito prático e exigente. Pouco amigo das burocracias e dos papéis cuja finalidade não seja efectiva.

POR MÁRIO RUI SOBRAL

É

o único docente a leccionar na região que está entre os 10 melhores professores do País. José Galvão, 46 anos, dá aulas de Educação Musical este ano no Agrupamento de Escolas do Vale da Amoreira, concelho da Moita, e é um dos 10 finalistas da segunda edição do 'Global Teacher Prize Portugal' – prémio que visa valorizar a importância dos professores no desenvolvimento local e nacional. Apesar do valor que lhe é reconhecido, está desde há 17 anos a desempenhar funções como contratado. “Por isso, todos os anos mudo de escola e o leque de disciplinas que lecciono varia em função das necessidades da escola e das minhas habilitações”, diz o docente. “Já leccionei 1.º Ciclo (Expressão Musical do 1.º ao 4.º ano); 2.º Ciclo (Educação Musical 5.º e 6.º ano); 3.º Ciclo (Música do 7.º ao 9.º ano); e Secundário (Expressões Artísticas do 10.º ao 12.º, turmas de Cursos Profissionais e/ou Oferta de Escola). Paralelamente à música, exerço cargos como o de director de turma, coordenador de projectos, delegado de grupo, entre outros”, adianta. Para já sente-se privilegiado por ter sido um dos escolhidos a passar à final do 'Global Teacher Prize Portugal', cujo vencedor arrecadará um prémio de 30 mil euros, conquistando ainda o direito de figurar na eleição da próxima edição mundial do 'Global Teacher Prize' – concurso promovido pela Fundação Varkey que é tido como uma espécie de Nobel da Educação e que premeia o vencedor com um milhão de dólares. O vencedor da edição portuguesa – que resultará da avaliação de um júri nacional composto, entre

outros, por Álvaro Laborinho Lúcio e Afonso Mendonça Reis (que fará parte do júri do prémio internacional) – será anunciado no próximo dia 6, no Pavilhão do Conhecimento, em Lisboa, e José Galvão acredita que “a música pode triunfar”, apesar de a disciplina que o trouxe até aqui ser, por vezes, encarada por alguns como parente pobre no sector educativo. Alcançar o lote de finalistas, porém, “já foi uma vitória gigantesca”, admite em entrevista a O SETUBALENSE - DIÁRIO DA REGIÃO, sem esconder satisfação. Que comentário lhe merece o facto de estar no top 10? Como se sentiu quando soube que figurava na lista? É uma honra, um privilégio. Foi uma surpresa muito agradável e uma felicidade que ainda perdura e certamente ficará por muito tempo. Sair vencedor é uma possibilidade. Está confiante? Quando parti para esta aventura disse logo aos meus colegas que deviam baixar as expectativas, não era por não acreditar no meu trabalho mas por ter consciência que, infelizmente, ainda existe um grande número de pessoas que considera a disciplina de Educação Musical algo menos importante, uma mera

Cria canal de ensino visto por milhões e seguido por docentes de todo o mundo No resumo de apresentação de José Galvão, entre os 10 finalistas, destaca-se o Canal de Educação Musical criado pelo docente, que disponibiliza on-line um livro/manual interactivo da disciplina e que já conta com oito milhões de visualizações e 27 mil seguidores, dos quais mais de dois mil são professores de Educação Musical de todo o mundo. “No âmbito do meu Mestrado [na Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal, onde se licenciou] em Educação Musical (Os alunos como músicos), consegui fundamentar teoricamente uma ideia que trago comigo desde criança. Ideia essa que, resumidamente, significa que considero que devemos ensinar/aprender música tal como fazemos na aprendizagem de uma língua materna: primeiro ouvir, depois experimentar (falar) e por fim escrever (criar)”, explica José Galvão. “Criei alguns recursos pedagógicos que partilhei on-line e que, com base nas centenas de comentários, representam uma mais-valia para o trabalho de milhares de alunos e professores”, conclui. disciplina de entretenimento. Assim sendo, seria impossível vencer as matemáticas, as ciências ou as línguas. Ter chegado aqui já foi uma vitória gigantesca para mim e por isso agora estou mais confiante e acredito que sim, a música tem hipótese de vencer. Olhando para trás, como se consegue chegar aos 10 melhores? Qual o "segredo" do sucesso? Penso que ainda não sei essa resposta, mas ainda bem! Tento sempre dar o meu melhor e convencer-me de que é possível ultrapassar as

dificuldades sejam elas quais forem. Amo a minha profissão. Julgo que isso é vital. Aliado à paixão pela música este triângulo amoroso faz-me andar motivado e lutar pelos alunos e pela educação. O que considera ter sido mais decisivo para conseguir estar entre os finalistas? Humildade. Não parar de inovar. O que hoje é novidade amanhã pode estar obsoleto. O espírito de partilha é igualmente importante. Aprendemos imenso uns com os outros, se não soubermos fazê-lo

Que peso acha que os estabelecimentos de ensino e os alunos tiveram neste seu trajecto que para já culminou com este sucesso? Este ano estou a dar aulas no Agrupamento de Escolas do Vale da Amoreira, mas ainda sou contratado. Já passei por 17 escolas diferentes e todas elas me marcaram. Os recursos materiais de cada estabelecimento são importantes, os recursos humanos (direcção, colegas, encarregados de educação, pessoal não docente) são ainda mais importantes, mas o que realmente faz a diferença são os alunos: com cerca de 200 alunos por ano, com turmas cada vez mais heterogéneas fui percebendo aos poucos que o professor depende muito dos seus alunos para ter menor ou maior sucesso. E quando digo sucesso não falo apenas do comportamento e aproveitamento dos alunos... falo de toda e qualquer evolução positiva que seja possível obter, ainda que, por vezes, seja algo menos visível, como por exemplo conseguir fazer com que um aluno queira vir para a escola quando antes não queria. Além da importância que referiu, como define, de uma forma geral, os seus alunos? “Grande parte” dos meus alunos, a maioria, passa por três fases comigo: Primeiro, a fase do ódio. Sou um professor que exige regras desde o primeiro momento e isso nem sempre é muito bem aceite. Especialmente numa disciplina onde os alunos esperam apenas diversão e entretenimento. Segundo, a fase da descoberta. Os alunos começam a ver resultados positivos e a perceber que compensa cumprir regras. Tornam-se mais interessados e participativos. Terceiro, a fase da paixão. Os alunos querem ficar nas aulas após o toque de saída e são eles que solicitam materiais e que fazem as suas próprias criações.


QUINTA-FEIRA 02/04/2019

SETÚBAL

SOCIEDADE

O DIÁRIO DA REGIÃO DE SETÚBAL

5

Prova corre-se no domingo de manhã

Mais de mil atletas vão correr desde o Centro Comercial Alegro até à Avenida Luísa Todi. Com passagem pela serra da Arrábida, no caso da meia maratona

[ ARQUIVO ]

Alegro Meia Maratona condiciona e interrompe várias estradas na cidade

V

árias estradas da cidade de Setúbal vão estar no domingo fechadas ou temporariamente interrompidas à circulação automóvel devido à Alegro Meia Maratona, com partida do Centro Comercial Alegro e chegada marcada para o Largo José Afonso. Em comunicado, a Câmara Municipal de Setúbal adianta que os ramais de saída da rotunda localizada na Avenida Coração de Maria, os acessos ao Viaduto da Arrábida e o próprio viaduto encerram entre as 07h00 e as 10h30 de domingo.

A alternativa de circulação passa pela Avenida Coração de Maria, Rua Nova Sintra, Avenida Mestre Lima de Freitas, Estrada das Galroas e Avenida dos Ciprestes. Já no lado sul da Avenida Luísa Todi, no troço compreendido entre a Rua da Cordoaria e a rotunda lo-

calizada junto do Mercado do Livramento, o trânsito está interdito entre as 07h00 e as 13h30. Como alternativa, a autarquia sugere que os automobilistas devem utilizar as Avenidas José Mourinho e Jaime Rebelo. A Avenida Luísa Todi encerra em

toda a extensão entre as 09h30 e as 13h30, com a alternativa de trânsito a passar pelas avenidas José Mourinho, Jaime Rebelo, Rua Engenheiro Ferreira da Cunha, Avenida D. Manuel I e EN10-4. Também as avenidas 22 de Dezembro e Dr. António Rodrigues Ma-

nito têm a circulação automóvel interrompida entre as 09h30 e as 10h30. O percurso alternativo passa pela Estrada de Palmela e pelas avenidas da Europa, Independência das Colónias, Alexandre Herculano e 5 de Outubro. A EN10-4, entre a Rua Amália Rodrigues e o cruzamento com a EN379-1, na Gávea, encerra ao trânsito automóvel entre as 09h30 e as 12h30. Neste caso, são alternativas a EN10, aquando da circulação em direcção a Azeitão, a EN104 e a EN379-1. Na nota, a autarquia indica também que os cortes temporários ocorrem, igualmente, mediante a passagem dos atletas, coordenados por agentes da PSP, entre as 09h30 e as 10h30, na Avenida Pedro Álvares Cabral, na Rotunda dos Quatro Caminhos, na Praça de Portugal, na Avenida Infante D. Henrique, na Praça Olga Morais Sarmento, na Avenida D. Manuel I, na Estrada da Graça, na EN 10-4 e na Comenda. LUSA

REGIÃO No ambito da 18º edição do programa ambiental Ecovalor promovido pela Amarsul

Amarsul valoriza anualmente 459 mil toneladas de resíduos

D

esde o início do ano o programa Ecovalor da Amarsul já recolheu 50 toneladas de resíduos recicláveis junto da comuni-

dade escolar e Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) da península de Setúbal. No total, foram recolhidos 30 000 quilos de papel e cartão e perto de 20 000 quilos de embalagens plásticas nos municípios de Alcochete, Almada, Barreiro, Moita, Montijo, Palmela, Seixal, Sesimbra e Setúbal. Como recompensa pela participação neste programa as entidades participantes recebem o valor correspondente às quantidades entregues. A Amarsul valoriza anualmente

459 000 toneladas de resíduos, através de recolha directa ou no âmbito de programas como o Ecovalor, realizado com o apoio do POSEUR - Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos. Para além do trabalho de recolha e tratamento de resíduos recicláveis, a Amarsul também dedica a sua actividade à valorização energética a partir da extracção de biogás, produzindo 29GWh de energia eléctrica injectada na Rede Eléctrica Nacional

[ DIREITOS RESERVADOS ]

Escolas da península angariam 50 toneladas de resíduos recicláveis

C/0127

PUBLICIDADE


6

MOITA

Rui Garcia ouve munícipes de Sarilhos Pequenos e Chão Duro

QUINTA-FEIRA, 02/05/2019

REGIONAL MOITA

Presidente da Câmara em atendimento descentralizado

Nos dias 3 e 17 Maio, o presidente da Câmara Municipal da Moita, Rui Garcia, vai estar a receber os munícipes em duas sessões de atendimento des-

centralizado. O primeiro atendimento, amanhã, tem lugar no Grupo Desportivo Popular do Chão Duro, na Moita, a partir das 18h00.

O segundo, dia 17, decorrerá no 1º de Maio Futebol Clube Sarilhense, em Sarilhos Pequenos, também a partir das 18h00.

Câmara diz que esta fase de obras termina dentro de 15 dias

DIREITOS RESERVADOS

Baixa da Banheira espera impaciente nova vida para Rua 1.º de Maio

POR ANA MARTINS VENTURA

A

Rua 1º de Maio, uma das principais vias da Baixa da Banheira, está a passar por um processo de requalificação que tem originado reclamações por parte de comerciantes. Em causa estará a velocidade a que decorrem os trabalhos e uma alegada falta de segurança no espaço da obra. Situações que estarão a dificultar a mobilidade e, segundo os comerciantes, têm levado a quebras consideráveis nas vendas. Entretanto, a autarquia informou

MOITA

moradores e empresários que as obras iniciadas em Fevereiro estariam para terminar no fim de Abril. Uma data que Miguel Canudo, vereador da Câmara Municipal da Moita, vem agora adiar indicando que o termino desta fase das obras, será na segunda semana de Maio. Desde o início das obras, Inácio Bruno Miguel, proprietário da loja “Cantinho do Prega Saltos”, avalia uma quebra no seu volume de negócio em cerca de 70 a 80%. “Antes das obras iniciarem tinha uma média de facturação de 500,00 Euros por dia. Agora estou a facturar cerca de 200,00 Euros e nem sempre”, comenta. Outro factor que Inácio Miguel comenta como “crucial” para o protelar das obras na Rua 1º de Maio foi “não aproveitarem os bons dias de sol de Fevereiro e Março. Agora com condições meteorológicas adversas querem avançar, mas já não é possível concluir no prazo previsto. Basta ob-

servarmos o estado da rua”. O comerciante refere mesmo que, “em alguns dias estão apenas duas pessoas a trabalhar na obra e ficam por poucas horas”. No entanto, também admite “desconhecer qual é a organização da empresa, embora não pareça suficiente para agilizar o que está por fazer”. Entre outros problemas que a requalificação da Rua 1º de Maio originou, Joaquim Lopes, proprietário da Ourivesaria Turquesa refere ainda, “os muitos dias em que moradores e comerciantes não foram informados sobre o corte de água, o que causou inúmeros transtornos”. Joaquim Lopes comenta, “têm ocorrido sempre situações fora do comum que afectam o quotidiano, como cortes de água sem aviso”. Quanto a condições de segurança que, alegadamente, não estariam asseguradas, Inácio Miguel recorda “uma mulher que transportava uma criança

Visitas guiadas ao Sítio das Marinhas

Património ambiental do Estuário do Tejo em destaque

M

aio começa forte promoção do património ambiental na Moita. No próximo Sábado, a autarquia promove a primeira de quatro visitas ao Sítio das Marinhas – Centro de Interpretação Ambiental. A partir das 9h30 o público pode conhecer a história do sal no concelho e na região, como é realizado o seu

processo de extracção e outras curiosidades sobre a fauna e a flora do Estuário do Tejo. O Sítio da Marinhas - Centro de Interpretação Ambiental encontra-se localizado num território de reconhecido valor ecológico e arqueológico, no que se refere à avifauna e às características particulares da ocupação e modelação humana, junto à estrada do Rosário.

As visitas ao Sítio das Marinhas repetem-se nos dias 11, 18 e 25 de Maio, sempre a partir das 9h30. Um equipamento que a Câmara Municipal caracteriza como “singular, no âmbito da preservação e promoção do património cultural e natural, pela perspetiva integrada que apresenta da história e do ambiente, do homem e do território”.

num carrinho e sofreu um acidente porque o piso estava escorregadio e quando se apoiou na vedação da obra a mesma cedeu”. No parecer dos comerciantes tal situação deve-se a “uma falta de reforço na estrutura da vedação e vigilância”. Isto porque, “ao fim do dia, quando os trabalhos da obra encerram, muitas pessoas movem a vedação para atravessar o estaleiro e evitarem contornar a rua”. Autarca apela a civismo e bom senso Sobre a segurança no local da obra, Nuno Cavaco, presidente da União de Freguesias da Baixa da Banheira e Vale da Amoreira também confirma que, “de facto ocorreu uma situação complicada com uma senhora que se acidentou. Mas desde então temos estado muito atentos e realizamos fiscalizações frequentes”, explica. Quanto à mobilidade e acessos o

DIREITOS RESERVADOS

Comerciantes queixam-se de que falta de acessibilidade afasta clientes e prejudica vendas

autarca pede civismo por parte de moradores, comerciantes e clientes. “Apelamos às pessoas para que não movam as vedações e evitem considerações, porque não somos engenheiros e temos que esperar que corra tudo pelo melhor”, afirma. “A intervenção está a ser realizada com base em uma discussão pública, resultado de um processo de participação dos fregueses. E na época não houve oposição”. Quanto a prazos o autarca ressalva que esta fase terminará em breve, mas apenas esta fase. “As obras na Rua 1º de Maio vão prosseguir até Julho, entre a igreja e o Largo João de Deus”. Para Nuno Cavaco era essencial proceder à requalificação da Rua 1º de Maio, sendo uma via emblemática que começou a declinar com a crise. “O novo espaço que nascerá irá trazer uma nova vida ao coração da Baixa da Banheira e penso que vai ser muito positivo para todos”.


QUINTA-FEIRA 02/05/2019

LOCAL

O DIÁRIO DA REGIÃO DE SETÚBAL

MOITA

7

Autores nacionais em destaque

DIREITOS RESERVADOS

Biblioteca Bento de Jesus Caraça celebra aniversário com literatura portuguesa

Aldeia de Paio Pires inaugura monumento único na União Europeia

Seixal comemora 1.º de Maio com escultura aos Sinistrados no Trabalho Portugal é dos países da União Europeia com maior número de acidentes de trabalho. Para ajudar a inverter este indicador, a Câmara do Seixal decidiu assinalar o Dia do Trabalhador com um monumento que alerta todas as entidades, e o Governo, para que sejam tomadas medidas POR HUMBERTO LAMEIRAS

O

primeiro monumento aos Sinistrados no Trabalho, em todo o espaço da União Europeia, foi erguido ontem na Aldeia de Paio Pires. Quem o afirma é o presidente da Associação Nacional dos Deficientes Sinistrados no Trabalho que elogiou a decisão da Câmara do Seixal em celebrar o 1.º de Maio com esta obra escultórica. “Este memorial é o primeiro na União Europeia dedicado a este motivo, e desejamos que seja replicado por todo o país”, dizia ontem Luís Machado sobre esta escultura erigida na rotunda no entroncamento da Avenida dos Metalúrgicos (EN378-1) com a Avenida General Humberto Delgado (EN10-2). Ao lado do presidente da Câmara, Joaquim Santos, e de outros autarcas, Luís Machado realçava a importância

deste monumento “há muitos anos desejado pela associação”, principalmente quando “Portugal é dos países europeus onde mais acidentes de trabalho ocorrem”. E referindo dados estatísticos de 2018, lembrou que no país “registaram-se mais de 200 mil acidentes de trabalho”, número que afirma “pecarem por defeito”. O relatório regista ainda que destes acidentes “mais de 130 resultaram em mortes no local de trabalho”. Acrescentava este responsável que uma parte dos acidentes de trabalho “são causados por insuficiente fiscalização e por não serem cumpridas as leis da República”. Assim sendo, “a prevenção é o princípio de tudo”. Esta foi a matéria que deu inspiração ao escultor Sérgio Vicente para o monumento aos Sinistrados no Trabalho. Um processo criativo “difícil”, assumia durante a inauguração. “Quis demonstrar a necessidade de defender as questões de higiene e segurança no trabalho”. A isto o presidente da União de Freguesias do Seixal, Arrentela e Aldeia de Paio Pires, António Santos, acrescentava que este fundamento “faz parte do Direito Constitucional”. Réplicas do monumento vão ser oferecidas a vária entidades e a membros do Governo Situada em duas artérias EN10, no caminho para a Siderurgia Nacional, a rotunda onde agora se ergue o monumento que homenageia todos os homens e mulheres vítimas de acidente de trabalho ou de doença

profissional, foi pensada para “resolver um problema de sinistralidade”, explicou o presidente Joaquim Santos. E, ao tratar-se da confluência de duas estradas nacionais, a sua construção “não deveria ser competência do município” mas, “mais uma vez depois de tantos impasses, a Câmara decidiu avançar”. Com a obra feita, a autarquia decidiu aproveitar a rotunda para, no seu centro, pôr de pé um monumento que merecia ser feito. “Há muito que queríamos fazer uma homenagem a esta realidade do mundo dos sinistrados do trabalho”, dizia o autarca acrescentando que este monumento “envolveu o trabalho conjunto de muitos, entre Câmara Municipal, Associação Nacional dos Deficientes Sinistrados no Trabalho e também empresas”. Por todas as pessoas e entidades que persistiram para que esta obra escultórica fosse uma realidade, o presidente Joaquim Santos considera-a também “mais uma prova do espírito de equipa que existe no concelho”. Foi este trabalho de equipa que “fez o concelho passar de um território rural para, 45 anos depois do 25 de Abril, ser um dos municípios mais desenvolvidos do país”. Entretanto, por indicação do executivo da Câmara do Seixal, vão ser feitas “réplicas deste monumento para oferecer a vários decisores, e assim mobilizar outras localidades e instituições, nomeadamente o Governo e entidades patronais, para que o país consiga reduzir a sinistralidade no trabalho”, disse Joaquim Santos.

A celebração do 22º aniversário da Biblioteca Bento de Jesus Caraça promete um mês inteiro dedicado a autores portugueses como Jorge Serafim, Pedro Peixinho, Ana Margarida de Carvalho e Manuela Ribeiro

POR ANA MARTINS VENTURA

A

Biblioteca Municipal Bento de Jesus Caraça, na Moita está a celebrar o seu 22º aniversário. Durante este mês, são várias as iniciativas desde exposições, a contadores de estórias. A começar as celebrações deste aniversário os mais jovens podem contar com a presença do autor Paulo Freixinho e as suas “Palavras Cruzadas” na Biblioteca Bento de Jesus Caraça, no dia 4 de Maio, a partir das 22h00. Um evento realizado no âmbito da iniciativa Biblioteca Fora D’Horas. Já na próxima terça-feira, a partir das 10h00 chega o momento de inaugurar a exposição Cubos “Objectivos de Desenvolvimento Sustentável”. Uma mostra cedida pela RICD – Rede Intermunicipal de Cooperação e Desenvolvimento, dirigida ao público em geral e à comunidade educativa, que ficará patente até 18 de Maio. Esta exposição procura ser um instrumento de conhecimento e sen-

sibilização, no âmbito da Agenda 2030 para o desenvolvimento global dos próximos 12 anos. O habitual Leitura às Quintas regressa no dia 9, pelas 21h30, desta vez com a participação da jornalista e escritora, Ana Margarida de Carvalho, vencedora do prémio Associação Portuguesa de Escritores em 2013, autora reconhecida de reportagens, contos e poemas. A sua obra “Não se Pode Morar nos Olhos de um Gato” foi considerado livro do ano em 2017, pela Sociedade Portuguesa de Autores. “Os Maias: Episódios da Vida Romântica” chegam à biblioteca no dia 10, a partir das 15h30. Uma homenagem ao autor Eça de Queiroz, numa adaptação da obra original pelos actores João Loy, Vania Formas e Paulo Oliveira, do grupo “Há Cultura”, dirigido aos alunos do Ensino Secundário. E no dia 11, a partir das 15h00, os “Sábados a ler em família” contam com um “Especial Aniversário” pela participação do reconhecido contador de histórias, Jorge Serafim. No mesmo dia, pelas 17h00, o grupo de alunos da Banda Filarmónica da Moita canta os parabéns à biblioteca neste 22º aniversário. A escritora Manuela Ribeiro participa no evento Escolas a Ler, nos dias 21 e 22. Um evento direccionado para os alunos das escolas básicas do 1º ciclo do concelho que recebe esta escritora, com a carreira dedicada à dinamização de sessões de promoção da leitura em escolas e bibliotecas de todo o país. Autora dos romances juvenis “Horas de Acordar” e “Eu Sou Bom mas não me Gabo” e da colecção “Aventuras de Miguel e Ricardo”.


8

PUBLICIDADE

TERÇA-FEIRA 02/04/2019

O DIÁRIO DA REGIÃO DE SETÚBAL

SETÚBAL Fashion Weekend 2019 de sexta a domingo no porto

Lojas da baixa e criadores de moda vão estar na passerelle de sexta-feira a domingo para mostrar as tendências de primavera/verão em roupa e acessórios. Um evento dedicado também à área da estética

[ DIREITOS RESERVADOS ]

Moda para dias quentes desfila no Cais 3

O

Setúbal Fashion Weekend 2019 vai estar no Cais 3 do Porto de Setúbal com mais de duas dezenas de desfiles. Desta sexta-feira a domingo, as lojas da baixa da cidade, e outros estabelecimentos comerciais vão mostrar a tendência da moda primavera/verão em roupa e acessórios. Vão ainda ser apresentadas as criações de novos designers locais. Os desfiles vão decorrer entre as 15h00 e a meia-noite, com exceção do último dia, que encerra às 20h00. Este evento de moda arranca sexta-feira, às 18h00, com “Fashion Jive”, espetáculo realizado pela Associação de Setúbal de Dança Desportiva, que inclui uma atuação de Carla Ribeiro. O desfile inaugural está previsto para as 19h15 com a apresentação da coleção “Ablesia”, composta, essencialmente, por peças sustentáveis, assinadas pela jo-

vem setubalense Ana Evaristo. Entre as 21h30 e as 23h00, desfilam pela passerelle as mais recentes coleções de fitness de Susana Gaiteira, roupas de Susana Sousa e Do It, e peças de banho, maioritariamente direcionadas para o público feminino, da marca Waterkini. Noite de sábado termina com música No segundo dia o destaque vai para as novas coleções da próxima

estação quente de quatro lojas localizadas na baixa sadina. A tarde de moda abre com desfiles da Dona Fit, às 16h45, e da Duo Versalhes, às 17h30, seguidos, meia hora depois, da Hippy Chic. Pelo meio, há demonstrações de zumba e de danças africanas. À noite os desfiles começam pelas 21h15 com a nova coleção da C&Mar, seguindo-se, quinze minutos depois, a apresentação das novas indumentárias da SMS. A loja de marcas sustentáveis

Ciclo Concept Store vai estar também presença no renovado Setúbal Fashion Weekend, com desfile marcado para sábado, às 21h45, no Cais 3 do Porto de Setúbal. O recinto inclui ainda zonas de street food. Seguem-se as coleções de Classic Man, às 22h00, e da Casa das Manteigas/Due Colori, que encerra o alinhamento às 22h30. O duo de voz e guitarra elétrica Beatriz Dantas e Francisco Neves e o DJ Tó Patronilho garantem a música na noi-

te de sábado. No domingo as coleções de Kido, Aquarella e Waterkini são exibidas na passadeira a partir das 17h00, depois de uma tarde dedicada ao vestuário infantil, com crianças do concelho a representarem as marcas Totinhas, Puro Mimo e Activo Kids. Além dos desfiles, estão igualmente previstos concursos de modelos, tatuagens ao vivo e workshops nas áreas da estética, cosmética, cabeleireiro e bijutaria.

Campanha “Seja Jardineiro por um Dia” decorre até final de Maio

Vários voluntários responderam ao desafio da Câmara de Setúbal e plantaram centenas de árvores e arbustos em espaços verdes devolutos. Dia 11 será na Avenida Bento Gonçalves, em São Sebastião

E

spaços verdes devolutos das freguesias do Sado e de Azeitão receberam mais de uma centena de árvores e arbustos plantados por voluntários. Uma iniciativa no âmbito da campanha municipal “Seja Jardineiro

[ FOTOS: DIREITOS RESERVADOS ]

Freguesias de Setúbal mais verdes

AMBIENTE. A população tem aderido à campanha promovida pela autarquia sobre estratégia ambiental no âmbito de Setúbal Rio Azul, Cidade Verde

Por Um Dia!”. A campanha que integra a estratégia ambiental dinamizada pelo município no âmbito de Setúbal: Rio Azul, Cidade Verde, está a decorrer desde Março, nas várias freguesias,

contando com o envolvimento da população. Na última acção os voluntários embelezaram o Jardim de Santo Ovídio, na freguesia do Sado, e uma zona residencial, em Pinhal de Negreiros, Azeitão.

A próxima acção da campanha municipal que pretende apoiar e reconhecer o importante papel da comunidade na criação de uma cidade mais verde realiza-se no dia 11 das 9h00 às 12h00, na Aveni-

da Bento Gonçalves, perto do cruzamento com a Avenida Jaime Cortesão, freguesia de São Sebastião. A campanha “Seja Jardineiro Por Um Dia!” desenrola-se até ao final de Maio.


O DIÁRIO DA REGIÃO DE SETÚBAL

PUBLICIDADE

9

C/0923

C/0922

C/0924

C/0921

TERÇA-FEIRA 02/04/2019


LOCAL

QUARTA-FEIRA 02/05/2019

O DIÁRIO DA REGIÃO DE SETÚBAL

DIREITOS RESERVADOS

MOITA

200 praticantes de atletismo participam em diferentes provas ao longo do ano

AtletisMoita regressa com força associativa O Grande Prémio de Atletismo espera dezenas de participantes no próximo Sábado, em prova na Quinta Fonte da Prata

O

26º Grande Prémio de Atletismo da Fonte da Prata, realizado no âmbito do AtletisMoita - Torneio em Atletismo das Colectividades do Con-

celho da Moita tem lugar a 4 de Maio, a partir das 15h00, na Quinta Fonte da Prata, em Alhos Vedros. Quanto às inscrições são gratuitas através do e-mail atletismoita@mail.cm-moita.pt. Actualmente são cerca de 200 os munícipes que participam no AtletisMoita. Um projecto dinamizado pela Câmara Municipal, juntas de freguesia e movimento associativo, o AtletisMoita foi criado com o objectivo de estimular o aparecimento de novos clubes, secções e praticantes de atletismo e promover a participação em provas de atletismo. “Objectivos que têm vindo a ser atingidos, na opinião dos promotores, tendo

em conta a grande adesão de atletas”, revela a autarquia. No âmbito do AtletisMoita são ainda promovidas outras provas de grande reconhecimento no concelho da Moita e na região como o Corta Mato Juvenil, a Corrida dos Reis, o Corta Mato do Vale da Amoreira, o Grande Prémio de Atletismo da Associação Amizade Arroteense, o Grande Prémio de Atletismo do Penteado, a Milha Ribeirinha da Baixa da Banheira, o Grande Prémio de Atletismo da Fonte da Prata, a Milha Nocturna da Moita, o Grande Prémio de Atletismo de Alhos Vedros, os 8 Kms Ribeirinhos e a Corrida do Fragateiro.

PUBLICIDADE

CLASSIFICADOS

Precisa-se cozinheiro/a de 2ª para Pastelaria Snack-bar C. C. Alegro Setúbal, com muita prática, bom vencimento e outras regalias sociais. Horário seguido. Entrada imediata. 265 591 525 - 265 098 082

C/1037

C/1036

Assador e ajudante de cozinha com prática. Tlm. 918 167 391 Setúbal

C/1042

Precisa-se Empregada/o de balcão para Pastelaria Snack-bar C. C. Alegro Setúbal, com muita prática, bom vencimento e outras regalias sociais. Horário seguido. Entrada imediata. 265 591 525 - 265 098 082

Precisa-se

C/1042

Cavalheiro, 49 anos, empregado pretende conhecer senhora para amizade. Tlm 964 983 454 Setúbal

C/0919

10


QUINTA-FEIRA 02/05/2019

PUBLICIDADE

O DIÁRIO DA REGIÃO DE SETÚBAL

FLORÊNCIO SERAFIM RAMINHOS

BELMIRA DA ESTRELA MENDES FERNANDES

(1932 – 2019) (1936 – 2019) Participação e Agradecimento A funerária Armindo lamenta informar o falecimento do Capitão Florêncio Serafim Raminhos. Mais informa que o corpo do Capitão Raminhos se encontra em câmara ardente na capela de São Paulo. O funeral realiza-se hoje, dia 02/05/19. As Cerimónias Oficiais começam pelas 14h45 e terminam às 15h30 no cemitério da N. S. da Piedade. A família vem por esta via agradecer a todas as pessoas que se dignaram a acompanhar o funeral ou que, de qualquer outra forma, manifestaram as suas condolências.

Participação e Agradecimento

A funerária Armindo lamenta informar o falecimento de Belmira da Estrela Mendes Fernandes. A família vem por esta via agradecer a todas as pessoas que se dignaram a acompanhar o funeral ou que, de qualquer outra forma, manifestaram as suas condolências.

11

JOSÉ VELEZ CONTRERAS LEÃO

FRANCISCO FERRO ANDORINHA

(1934 – 2019)

(1931 – 2019)

Participação e Agradecimento

Participação e Agradecimento

A funerária Armindo lamenta informar o falecimento de José Velez Contreras Leão. A família vem por esta via agradecer a todas as pessoas que se dignaram a acompanhar o funeral ou que, de qualquer outra forma, manifestaram as suas condolências.

A funerária Armindo lamenta informar o falecimento de Francisco Ferro Andorinha. A família vem por esta via agradecer a todas as pessoas que se dignaram a acompanhar o funeral ou que, de qualquer outra forma, manifestaram as suas condolências.

0005

BLOCO CLÍNICO Farmácia Portugal DIRECTOR TÉCNICO Fernando Gamito Rodrigues Av. Jaime Cortesão, 77-B Tel. 265 539 060 • Setúbal Horário: 09h00 - 13h00; 14h00 - 20h00 Sábado: 09h00 - 13h00

ANUNCIE AQUI

LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS DRA. MARIA FILOMENA LOPES PERDIGÃO DR. ALFREDO PERDIGÃO Horário 2ª a 6ª-feira: 08.00/12.30 - 14/18.00h Sábado: 09.00/12.00h

265 520 716

Rua Jorge de Sousa, 8 | 2900-428 Setúbal www.precilab.pt | tel. 265 529 400/1 telm.: 910 959 933 | Fax: 265 529 408


12

MOITA Autor local apresenta novo livro de poesia

“Bocadinhos de uma Vida” na escrita de José Maria da Conceição

QUINTA-FEIRA, 02/04/2019

SOCIEDADE

José Maria da Conceição, autor do concelho da Moita, apresenta no próximo dia 4 o livro “Bocadinhos de

uma Vida”, na colectividade União Desportiva e Cultural Banheirense, na Baixa da Banheira.

O lançamento desta obra tem início pelas 16h00 e conta com a leitura de poemas pelos também autores Diamantino Cabri-

ta e Helena Mira e com a participação da Escola de Fados da União Desportiva e Cultural Banheirense.

9ª edição de “7 Dias do Coração” do Centro Hospitalar de Setúbal

Dirigida à população em geral, este mês decorrem várias acções de educação para a saúde e rastreios. Técnicos vão estar em vários pontos da cidade de Setúbal

[ DIREITOS RESERVADOS ]

ACES Arrábida e autarquia na rua para prevenir doenças cardíacas

POR HUMBERTO LAMEIRAS

A

Liga dos Amigos do Serviço de Cardiologia do Centro Hospitalar de Setúbal (CHS) promove durante este mês no concelho a 9ª edição de “7 Dias do Coração”. Até dia 25 são muitas as iniciativas a decorrer, as quais contam com a colaboração da Câmara Municipal de Setúbal e do Agrupamento de Centros de Saúde Arrábida. O “7 Dias do Coração” em 2019 tem

CORAÇÃO. As pessoas que tiverem comportamentos de risco devem estar mais atentas

o lema “para um ano com saúde”, sendo um evento “destinado à população em geral”, refere nota informativa do CHS. A excepção é a acção a desenvolver na Escola Básica 2,3+S da Bela Vista, Setúbal, que se destina a alunos e funcionários.

“Esta iniciativa tem como principais objectivos promover a educação para a saúde e rastreio de factores de risco cardiovascular como tabagismo, hipertensão arterial, hipercolesterolemia, obesidade e diabetes”. Tem ainda como missão “avaliar

o risco de diabetes e o risco cardiovascular a 10 anos e promover medidas de estilo de vida saudável”. Pretende ainda “rastrear a fibrilhação auricular e prestar esclarecimentos sobre hipocoagulação oral, informar sobre a angina de peito e o enfarte agudo do miocárdio e ras-

trear a insuficiência cardíaca e informar sobre a doença”. Assim, nos próximos dias 8, 9 e 10, na placa central da Av. Luísa Todi vai estar uma unidade entre as 9h30 e as 17h00 onde vão decorrer acções de educação para a saúde, rastreio de fatores de risco cardiovascular, rastreio de fibrilhação auricular e divulgação de medidas de suporte básico de vida. Para dia 17, no Mercado do 2 de Abril, entre as 9h00 e as 14h30 estão marcadas acções de educação para a saúde, rastreio de fatores de risco cardiovascular e rastreio de fibrilhação auricular. E no dia seguinte será promovido o exercício físico com local marcado para o Parque Verde da Bela Vista, das 9h30 às 12h00. A 22 Maio na Escola Básica 2,3 + S Bela Vista decorrem acções de educação para a saúde e divulgação de medidas de suporte básico de vida. E dia 25 das 9h30 até às 12:00 horas, o desfio é descobrir os caminhos de Cetóbriga, numa acção pela promoção do exercício físico.

Dermatologistas vão estar na sede do grupo de apoio da Liga Portuguesas Contra o Cancro

A incidência de cancro de pele está a aumentar entre os portugueses, os mais expostos são os que trabalham com exposição ao sol ou têm pele e olhos claros, mas há mais razões para que o problema surja. Parte da prevenção passa pelo rastreio

E

ste sábado decorre um rastreio de cancro de pele realizado pelo Grupo de Apoio de Setúbal da Liga Portuguesas Contra o Cancro. O rastreio é feito na sede do grupo, em Setúbal, na Rua Gama Braga. Esta acção faz parte do programa de prevenção que o Núcleo Regional do Sul da Liga Portuguesa Contra o Cancro está a levar ao terreno,

que tem por objectivo realizar um diagnóstico precoce do cancro de pele às populações mais vulneráveis. Segundo informação do Grupo de Apoio de Setúbal, a missão deste diagnóstico é “detetar lesões pré-malignas e cancro de pele não-melanoma e melanoma, assegurando, em tempo útil, o seu seguimento no Serviço Nacional de Saúde”. Esta acção conta com a contribui-

[ DIREITOS RESERVADOS ]

Rastreio ao cancro de pele em Setúbal

SAÚDE. As pessoas que apresentem certos sinais devem ir ao rastreio

ção de dois médicos dermatologistas, e tem capacidade para rastrear cerca de 180 pessoas, é gratuito e

destinado a pessoas com mais de 50 anos. No caso das pessoas com idade

inferior, indica o grupo de apoio que devem possuir, pelo menos, uma característica entre histórico de cancro da pele na família, mais de 50 sinais, pele e olhos claros e profissão que implique grande exposição solar. Refere ainda que os casos detetados no rastreio são encaminhados para o Centro Hospitalar de Setúbal. Em termos de incidência do cancro de pele a nível nacional, os dados da Liga Portuguesa Contra referem que este está a “aumentar em Portugal”, sendo que por ano “surgem cerca de 12 mil novos casos desta patologia, que mata anualmente cerca de 250 portugueses”.


QUINTA-FEIRA 02/04/2019

SOCIEDADE

SETÚBAL Triunfo inédito alcançado em torneio disputado em Sines

Onda Azeitão nadou para conquistar Litoral Alentejano Equipa orientada por Tiago Venâncio arrebatou o 1.º lugar por equipas e, em termos individuais, subiu seis vezes ao pódio

em representação de 12 clubes. O resultado constituiu feito inédito para a Onda Azeitão, que, em termos individuais, subiu seis vezes ao pódio, conquistando dois primeiros lugares, um segundo e três terceiros postos. No escalão de juniores/seniores, Diogo Mateus saiu vitorioso nos 200 metros bruços e no escalão de infantis/juvenis Rodrigo Lopes triunfou nos 200 metros mariposa. A estes dois primeiros lugares somaram-se ainda, em infantis/juvenis, os lugares de pódio alcançados por Ricardo Ferreira (foi segundo classificado nos 200 metros estilos e terceiro nos 200 metros costas e 200 metros livres) e por Hugo Silva (terceiro classificado nos 200 metros bruços). A equipa Onda Azeitão fez-se representar na competição por um to-

A

Onda Azeitão venceu por equipas o 7.º Torneio de Natação do Litoral Alentejano, disputado no passado dia 25, em Sines. A equipa que tem como técnico principal o antigo nadador olímpico Tiago Venâncio alcançou o triunfo colectivo ao somar um total de 438 pontos na competição que contou com a participação de 239 atletas

tal de 24 atletas, nos vários estilos de natação. Além dos nadadores atrás referidos, a equipa de Vila Nogueira de Azeitão integrou ainda Ana Braga, Bernardo Augusto, Carolina Oliveira, Catarina Belchior, Catarina Ferreira, David Lopes, Diogo Marques, Gonçalo Raposo, João Mateus, Luciana Moura, Lourenço Lopes, Mariana Ferreira, Martim Cortes, Martim Vilaça, Matilde Cortes, Miguel Silva, Rafaela Moura, Rita Costa, Rostislav Kozlov e Sara Sousa. Recorde-se que a Onda – Associação Orientadora para a Natação Desportiva em Azeitão é responsável pela gestão da valência da referida modalidade desportiva nas Piscinas Municipais de Azeitão, no âmbito de um protocolo de colaboração celebrado com a Câmara Municipal de Setúbal.

13

[ FOTOS: DIREITOS RESERVADOS ]

O DIÁRIO DA REGIÃO DE SETÚBAL

EM FORMA. Os atletas da Onda Azeitão mostraram-se a alto nível em Abril

Iniciadas femininas arrebatam título em ano de estreia

Beatriz Raposo, Carolina Reis, Cátia Lutsiva e Matilde São Miguel alcançaram triunfo colectivo em Santa Maria de Lamas. Bruno Baptista, em seniores, conquistou o bronze

O

Clube Naval Setubalense sagrou-se Campeão Nacional de Duplo Mini-trampolim, por equipas, em iniciados femininos, no passado fim-de-semana (27 e 28 de Abril), em Santa Maria de Lamas, e ainda viu o seu ginasta Bruno Baptista arrebatar o bronze (3.º lugar) no escalão de seniores. As classificações obtidas pelas iniciadas, em ano de estreia, Beatriz Raposo (4.º lugar “ex aequo” com o 3.º), Carolina Reis (5.º

[ FOTOS: DIREITOS RESERVADOS ]

Clube Naval Setubalense é Campeão Nacional em Duplo Mini-trampolim

CAMPEÃES. As quatro atletas que garantiram o título em Santa Maria de Lamas

ESTREIA. Beatriz Resende e Carolina Teixeira destacaram-se em acrobática

posto), Cátia Lutsiva (9.°) e Matilde São Miguel (12.º lugar) permitiram ao Clube Naval Setubalense triunfar colectivamente no Campeonato Nacional Base de Duplo Mini-trampolim, que juntou, no Pavilhão do Colégio de Lamas, mais de 500 atletas em representação de 60 clubes. A participação do clube setuba-

lense estreou-se em competição no “Torneio Acro Euterpe”, em Vialonga, deixando excelentes indicações para o futuro, com o par feminino nível 1 formado pelas atletas Beatriz Resende e Carolina Teixeira a rubricar um exercício sem falhas que mereceu um assinalável 5.º lugar. Este, de resto, foi um mês de êxitos para a ginástica do Clube Na-

lense na competição foi ainda abrilhantada pelo 3.º lugar conquistado por Bruno Baptista, em seniores masculinos, e pelo 7.º posto alcançado, em juvenis, pela estreante Teresa Sebastião. À margem deste campeonato, mas no mesmo fim-de-semana, a recém-criada classe de ginástica acrobática do Clube Naval Setuba-

val Setubalense. Recorde-se que logo no início de Abril, João Bola arrebatou o 1.º lugar no Campeonato Nacional de Tumbling (1.ª Divisão), realizado no Pavilhão Municipal de Loulé, carimbando assim o passaporte para as Superfinais de ginástica que vão ter lugar no próximo mês de Junho em Guimarães.


14

GINÁSTICA No Pavilhão Municipal Cidade de Almada, no Feijó

Sarau para angariação de fundos para o Gimnaestrada

QUINTA-FEIRA, 02/05/2019

DESPORTO

A Classe de Rítmica "Almalusa", da Academia Almadense à semelhança do que aconteceu o ano passado, vai realizar a segunda edição da Gala ALMAGYM, no dia 4 de Maio, às 17 horas, no Pavi-

lhão Municipal dos Desportos "Cidade de Almada", no Feijó. No Sarau, que tem como objectivo a angariação de fundos para ajuda à participação da Classe "Almalusa" na XVI Gimnaestrada

Mundial que este ano se realiza em Dornbirn, na Áustria, participam mais de uma dezena de classes de ginástica do concelho de Almada e zonas envolventes. A 16.ª Gymnaestrada Mundial,

que decorre de 7 a 13 de Julho, é considerado o maior evento de ginástica desportiva do Mundo. E, nesta edição, está prevista a participação de 20.000 ginastas em representação de 60 países.

Jhonder Cádiz soma 9 golos pelos sadinos e quer marcar mais para ajudar o clube a garantir a permanência

A

pesar de a administração da SAD do Vitória FC ter negado recentemente a existência de negociações para a transferência do avançado Jhonder Cádiz, a saída do venezuelano no final da época é praticamente um dado adquirido. Segundo toda a imprensa desportiva nacional, o Benfica é o destino do melhor marcador dos sadinos na I Liga (nove golos), ainda que possa vir a ser cedido a outro emblema. A boa temporada de Jhonder Cádiz, de 23 anos de idade, não passou despercebida ao clube da Luz que estará disposto a pagar uma verba de 3 milhões de euros (a dividir por várias partes, incluindo o Vitória, claro) pela aquisição do atleta até 2023. O negócio também envolve a Sanjoanense, que tinha estado envolvido na transferência do jogador para Setúbal. Recorde-se que o atacante tinha rubricado um vínculo de dois anos com os setubalenses no início da presente temporada. Independentemente do que venha a acontecer no seu futuro, Jhonder Cádiz está determinado a ajudar o Vitória nas três batalhas que o clube tem pela frente até ao final do campeonato de forma a assegurar a continuidade do clube na I Liga. O acerto que o atacante venha a ter na finalização será determinante para os sadinos obterem resultados positivos com o Boavista (já na segunda-feira) e, depois, em Chaves, e da recepção ao Rio Ave na derradeira ronda. Concentração máxima em Tróia Entretanto, tal como aconteceu ontem, o plantel sadino volta hoje a fazer a travessia do Rio Sado para continuar em Tróia a preparar, com tranquilidade absoluta, a estratégia a utilizar para o duelo de segundafeira (20:15 horas) com o Boavista. A novidade da semana de trabalho prende-se com a integração do médio Mikel Agu. Nas sessões que se seguiram ao empate (0-0) de sábado no reduto do Santa Clara, o jogador nigeriano, cedido pelo FC Porto, voltou a estar

DIREITOS RESERVADOS

Goleador do Vitória é dado como certo no Benfica

Fundação ajuda compatriotas venezuelanos Atento ao período conturbado que atravessa a sua Venezuela natal, o avançado criou recentemente a Fundação Jhonder Cádiz. Com o objetivo de ajudar os seus compatriotas, o o avançado do Vitória tornou esta semana pública, nas redes sociais, a criação da

às ordens do treinador Sandro Mendes. Depois de debelar lesão muscular, Mikel Agu, que está há cerca de quatro meses afastado da competição, poderá vir a ser opção para as três últimas jornadas da Liga NOS. Entretanto, com o objetivo de atrair mais adeptos ao Bonfim na partida com o Boavista, que encerra a 32.ª jornada, os associados vito-

Fundação Jhonder Cádiz. O objectivo está bem definido: “a missão é trabalhar para o bemestar social da população mais vulnerável do país”. Na página de Instagram criada pela organização, foram colocadas fotografias de familiares e amigos do jogador, vestidos

rianos que comprarem os seus ingressos até sábado pagam três euros por cada um em vez dos habituais cinco euros, podendo cada sócio adquirir dois bilhetes cada. Sub-23 empatam na Madeira e garantem primeiro lugar A equipa de sub-23 do Vitória empatou (1-1) ontem no reduto do Ma-

com camisolas do Vitória e U. Madeira [clube que representou em 2015/16], a distribuir comida aos mais necessitados nas ruas de Caracas, capital do país. Na página da Fundação Jhonder Cádiz, que já tem um princípio de acordo para rumar ao Benfica na

rítimo e assegurou o primeiro lugar na fase de manutenção da Liga Revelação, com 42 pontos mais três que os madeirenses, que terminaram na segunda posição. Ao intervalo da partida no Funchal, os comandados de Chiquinho Conde perdiam por uma bola a zero, mas Rodrigo Mathiola, aos 88 minutos, apontou o golo da igualdade vitoriana que garantiu o primeiro lugar

próxima época, é lançado um repto para que os interessados se possam unir à causa. “Qualquer ajuda é sempre bem-vinda e esta fundação sem fins lucrativos. O único lucro é a ajuda que se pode dar às pessoas que estão a passar por dificuldades”.

aos setubalenses nesta fase da competição. Por ter vencido a fase de manutenção, o Vitória assegurou presença na Taça Revelação onde vai no próximo sábado defrontar o o Sporting, segundo classificado da fase de apuramento de campeão da Liga Revelação que foi ganho pelo Desportivo das Aves. RICARDO LOPES PEREIRA


QUINTA-FEIRA 02/05/2019

DESPORTO

DIREITOS RESERVADOS

O DIÁRIO DA REGIÃO DE SETÚBAL

FUTSAL Escola D. João, CR Piedense, Vendas de Azeitão e Casa do Benfica Charneca

Equipas da região na 2.ª fase da Taça Nacional

D

BASQUETEBOL

Campeonatos entram na fase derradeira

Barreirense defronta Academia do Lumiar nas meias-finais da Proliga

epois do sorteio realizado na Cidade do Futebol, o Grupo Desportivo da Escola Básica D. João I ficou a conhecer os seus adversários na segunda fase da Taça Nacional de Juniores - Zona Sul, Série C. De referir que nesta competição o primeiro classificado terá acesso ao campeonato nacional da respectiva categoria na próxima época e também à final four da Taça Nacional que se disputa este ano no inicio de Junho, em Fafe. A equipa da Baixa da Banheira começa a competição em Lisboa defrontando a AM Portela; depois tem dois jogos em casa com o CD Patos e o Albufeira. Na segunda volta recebe a AM Portela e desloca-se a Santarém para defrontar o CD Patos e ao Algarve para jogar com o Albufeira. Os jogos realizam-se a 5, 12, 19, 26 de Maio, 2 e 9 de Junho. CR Piedense Em juvenis, o representante da AF Setúbal é o Clube Recreativo Piedense que integra a Série I juntamente com a Quinta dos Lombos

KAYAK POLO Na Liga Placard o Galitos tem este fim-de-semana jornada dupla com jogos na sextafeira e domingo. Fora de competição está o GDESSA que foi derrotado na ‘negra’ do play off da Liga Feminina, pelo Olivais de Coimbra

POR JOSÉ PINA

O

Barreirense, com o primeiro lugar já assegurado há algumas jornadas, terminou a segunda fase do Campeonato da Proliga com uma derrota, por 80-84, na recepção ao Maia Basket. A equipa maiata, que andou sempre na frente do marcador, chegou ao intervalo a vencer por 45-38. O Barreirense reagiu, sobretudo no último período, mas não foi suficiente para evitar a vitória do adversário que terminou esta fase na segunda posição.

Agora seguem-se os playoffs das meias-finais com o Barreirense a disputar com a Academia do Lumiar, à melhor de três, a presença na final que se realizará com o vencedor do Belenenses - Maia Basket. O primeiro jogo do Barreirense disputa-se no próximo domingo, às 16h 30m, no Pavilhão da Escola Secundária do Lumiar, em Lisboa. Galitos tem jornada dupla No Grupo B da Liga Placard, o Galitos Barreiro recebe esta sexta-feira, às 21 horas, no Pavilhão Municipal Luís de Carvalho, a equipa do Vitória de Guimarães em jogo a contar para a 9.ª jornada e, no domingo, às 16 horas, desloca-se a Esgueira. Esta jornada dupla surge depois dos jogos realizados com o Imortal em Albufeira que terminou com a vitória do Galitos (92-85) e da derrota sofrida com o CAB, na Madeira, por 94-90, num jogo em que a equipa da margem sul andou grande parte do tempo na frente do marcador. Ao intervalo o Galitos vencia por 51-44 e no último quarto chegou a ter 10 pontos de vantagem mas os ‘madei-

renses’ reagiram e acabaram por vencer por quatro pontos de diferença. No Galitos em destaque estiveram Diogo Ventura com 22 pontos, três ressaltos, nove assistências e um roubo de bola, Daniel Machado (16 pontos), Muusa Dama (14), Michael Mendes (13) e Malcolm Walters (11). Na classificação, o Galitos segue em 5.º lugar em igualdade pontual com o V. Guimarães, o seu próximo adversário. GDESSA afastado na ‘negra’ Na Liga Feminina, o GDESSA foi afastado pelo Olivais de Coimbra, na ‘negra’. A equipa do Barreiro, que venceu o primeiro jogo em casa, perdeu o segundo na cidade dos estudantes (87-76) e voltou a perder no encontro decisivo, disputado igualmente no Pavilhão Eng.º Augusto Correia, em Coimbra, por 75-57, num jogo que foi inteiramente dominado pela equipa do Olivais de Coimbra, que está a disputar a conquista do título com a Quinta dos Lombos. À hora do fecho desta edição decorria o primeiro dos três jogos do play off da final.

15

(Carcavelos), Polenenses (Custóias) e Boavista FC (Porto). A equipa piedense começa a jogar em casa com o Boavista (5 de Maio), depois desloca-se à Quinta dos Lombos (12 de Maio) e recebe o Polenenses (19 de Maio). Na segunda volta vai ao Boavista (26 de Maio), recebe a Quinta dos Lombos (02 de Junho) e desloca-se ao recinto do Polenenses (09 de Junho). Vendas de Azeitão e Charneca de Caparica Na categoria de Iniciados a nossa região vai estar representada pelo União e Progresso (Vendas de Azeitão) e pela Casa do Benfica da Charneca de Caparica que ficam no mesmo grupo juntamente com CS São João (São Martinho do Bispo) e CCD Telheiro (Leiria). Jogos: CB Charneca – S. João e U. Progresso – Telheiro, na 1.ª jornada (4 de Maio); S. João – U. Progresso e Telheiro - CB Charneca (11 de Maio); U. Progresso – CB Charneca (18 de Maio). Os jogos segunda volta realizam-se 25 de Maio, 1 de Junho e 8 de Junho. JOSÉ PINA

Na categoria de Sub-16

Associação Náutica do Seixal lidera Campeonato Nacional

A

equipa Sub-16 da Associação Náutica do Seixal segurou o 1.º lugar do Campeonato Nacional de Kayak Polo, após a realização da segunda jornada que decorreu na Piscina Municipal das Manteigadas, em Setúbal. No final da segunda ronda, a Associação Náutica do Seixal e o Clube Fluvial de Coimbra seguem lado a lado, com 26 pontos, depois de terem conquistado mais quatro vitórias e um empate, (3-3) precisamente no jogo disputado entre elas. O ‘goal average’ favorável, de 11 tentos, levou a que a Associação Náutica do Seixal mantivesse a primeira posição. A fechar o pódio de sub-16, está o Clube Náutico de Arcos de Valdevez, com 15 pontos, uma vez que, na segunda ronda, alcançou três triunfos e dois desaires. O Clube Kayak Polo da Barra, com duas vitórias e três derrotas em Setúbal, também contabiliza 15 pontos. A selecção nacional feminina voltou a obter uma vitória e quatro derrotas, enquanto o Alhandra Sporting

Club fecha a classificação dos sub16 na 6.ª posição. Em 2019, o campeão nacional de kayak polo, em cada categoria, será a equipa que obtiver, no final de todas as etapas, o maior número de pontos. De referir que são atribuídos três pontos por vitória, um por empate e zero por derrota. CC Setúbal em 3.º lugar Na competição sénior a liderança está entregue ao Clube Kayak Polo da Barra A que conquistou mais cinco vitórias e um empate, seguindo agora com 35 pontos, logo a seguir com menos um ponto está o Clube Fluvial de Coimbra A, que também obteve cinco vitórias e um empate. O pódio fecha com o Clube de Canoagem de Setúbal (28 pontos) que obteve quatro triunfos, um empate e duas derrotas. Campeonato Nacional de Kayak Polo ainda vai contar com as etapas de Coimbra (8 e 9 de Junho) e Arcos de Valdevez (13 e 14 de Julho). JP


C/0920

C/0373

C/0379

C/0717

C/0920

Profile for O Setubalense

O Setubalense, diário regional de setubal nº 159  

O Setubalense, diário regional de setubal nº 159  

Advertisement