Issuu on Google+

Ano II - Edição: 45 Primeira Quinzena de Março de 2011 Fazenda Rio Grande Distribuição Gratuita

A notícia da sua cidade

Marcelo Pelanda questiona construção de gabinetes para vereadores Logo na primeira reunião ordinária de 2011, a assessoria parlamentar da mesa diretora da Câmara de Vereadores de Fazenda Rio Grande apresentou projeto de ampliação do Legislativo, visando a instalação de 17 gabinetes para uso dos verea-

Ana Miranda quer construir gabinetes individuais. Marcelo Pelanda discorda, pois entende que o projeto vai onerar os cofres públicos

dores. Ao analisar detalhadamente o projeto, o vereador Marcelo Pelanda calcula valores astronômicos. Para ele, dinheiro deveria ser usado em setores como educação, saúde, entre outros. Página 03

Carro do vereador Zé Luiz é queimadonamadrugada Página 14

Após vários dramas, Campeonato amador Dona de casa é famílias comemoram envolve comunidade estrupada ao descer novas moradias em Quitandinha de ônibus em FRG “Nem dormia direito medindo à água que subia”. Com essas palavras Alexandra Rodrigues, 57, resumiu o que ela e sua família passaram por mais de 10 anos nos dias chuvosos. Segundo ela, foram mais

de cinco enchentes. Em várias delas, Alexandra chegou a perder tudo o que tinha dentro da casa de madeira. “Hoje tenho uma geladeira velha e que nem funciona mais”, afirma. Página 03

O Campeonato Amador de Quitandinha, promoção do Departamento de Esportes da Prefeitura tem atraido as atenções da comunidade. A cada rodada, cresce o número de tor-

cedores no estádio. Diante do sucesso, a prefeitura idealiza construir arquibancadas no Estádio Francisco Lechinoski, visando oferecer melhor conforto aos torcedores. Página 12

Uma mulher, de 23 anos, foi rendida e levada a um matagal no Bairro Iguaçu, em Fazenda Rio Grande, onde acabou sendo violentada. A jovem foi abordada por um homem de-

pois de descer do ônibus, na Rua São Benedito. A violência ocorreu na noite da quarta-feira, dia 9, por volta das 20 horas. Após algumas diligências, a PM prendeu o acusado. Pág 14


02

O Repórter - Primeira Quinzena

Opinião

Nostalgia

EDITORIAL

Cenas de terror no IML Cenas de horror e de descaso que nem mesmo o mais abusados filmes poderiam reproduzir, podem ser vistas naquele que deveria ser um dos órgãos de maior relevância da Secretaria de Segurança Pública (SESP), o Instituto Médico Legal (IML). Depois de três anos de intervenção, em que a administração esteve a cargo de um coronel da reserva da Polícia Militar do Paraná, o que deveria resultar em uma melhora operacional e de atendimento do público, não passou de pinturas nas paredes, colocação de câmeras de segurança e uma lista interminável de proibições, como dar informações à imprensa e impedir a entrada de carros de veículos de comunicação e de funerárias no pátio. Sucateado e vivendo um caos sem precedentes, além de prestar um péssimo serviço à população (inclusive com o extravio de cadáveres), as câmaras mortuárias do IML ainda representam um problema à saúde dos funcionários do órgão. Centenas de cadáveres estão literalmente amontoados em duas geladeiras, cujo funcionamento está muito longe do ideal.

Em uma delas estão os cadáveres mais recentes, identificados e com prazo para serem liberados. Entre os desaparecidos, o jovem Nilton Lopes Santana tinha, 27 anos, filho de dona Neuza, morto a facadas no dia 16 de janeiro, em um milharal na localidade de Passo Amarelo, em Fazenda Rio Grande. Dona Neuza está desesperada, pois quer enterrar o filho, mas não consegue informações onde foi para o corpo. O desrespeito é total, pois nem a direção do IML consegue justificar, não só o desaparecimento do corpo de Nilton como de tantos outros. Depois que o assunto ganhou repercussão, famílias passam todos os dias pelo Instituto em busca de algum tipo de informação. Uma família de Quitandinha vive o drama há mais de 1 ano, pois não consegue receber o resultado do laudo e consequentemente enterrar um rapaz encontrado em um lago da cidade. Enfim, algo urgente precisa ser feito no IML, pois as famílias esperam por um tipo de resposta. Pedro Bala é diretor e articulador de O Repórter

Publicação de responsabilidade da Empresa Midfaz Comunicação CNPJ: 04.460.773/0001-01 Direção Geral: Pedro E. Silva Depto Comercial: 41 9693-2591 Fotografias: Barbosa Junior e Deigo Plytovanicz Colaboradores: Hermes Hildebrand, Dílson Damas, Luis F. Kemp, Osmar Cardoso Rolim, Arthur Estefane e Carlos Forville. Contatos: www.oreporter.jor.br | oreporterfrg@hotmail.com Telefones: 41 3627-1059 / 9693-2591 Circulação: Dias 01 e 15 em Curitiba, Fazenda Rio Grande, Mandirituba, Agudos do Sul, Tijucas, Piên, Campo Tenente e Quitandinha.

As matérias assinadas não expressam necessariamente a opinião do jornal

Vista do Jockei Club, prédio das secretarias municipais e o da prefeitura onde hoje está a Câmara Municipal

Fazenda Rio Grande é uma cidade em pleno desenvolvimento. A foto não é tão antiga e nela é possível observar a Rua Cesar Carelli, com poucos prédios. No primeiro plano vemos a raia e logo atrás o prédio onde funcionava a prefeitura, atualmente Câmara Municipal. Ao fundo se vê a Avenida Araucária, ainda sem pavimento. Enfim, o município cresceu e atualmente todos os espaços vagos na fotografia são ocupados por modernas construções.

Programa do Rato: líder de audiência O Programa Manhã Cabocla, comandada pelo locutor Márcio Neri de Oliveira, o Rato, segue com os altos índices de audiência no município de Quitandinha. Durante o

programa musical, que vai ao ar de segunda a sábado, das 6h45 às 8h, na Rádio Comunitária (98,3 FM), são utilizadas apenas músicas raízes sertanejas, o que tem sido o diferenci-

Vendo as imagens pós-Carnaval, tento imaginar o que será deste país, que se permite três, quatro e em muitos lugares até sete dias ou mais de folia, quando até bem pouco tempo atrás, ocorreu a maior tragédia natural e humanitária da nossa história? Tudo bem que o "show tem que continuar", mas neste ano não havia motivos para festejar. É a falta que faz um(a) estadista no Palácio do Planalto. Mas um país que ainda assiste ao Big Brother, lê Paulo Coelho, vai ao cinema ver Bruna Surfistinha, escuta Luan Santana e elege Sarney, Tiririca, Collor e tantos outros(as) patifes, não poderia homenagear seus mortos de outra forma. De que adianta sermos a sétima, oitava ou quinta economia do planeta, se nos quesitos civilidade e cidadania, continuamos na lanterna do terceiro mundo? Sandro Ferreira sandroferreira94@hotmail.com Tenho passado pelo terminal de transporte de Fazenda Rio Grande a caminho do trabalho e tenho visto algumas salas vazias. Pelo que fui informado, ali deveriam estar funcionando uma farmácia, lanchonete e outros serviços. Claro, que para que este tipo de comércio passe a funcionar, precisa ser feita licitação. Quando isso será feito? Quem transita pelo terminal, muitas vezes precisa comprar um me-

al da programação. Participação dos ouvintes, causos, notícias, informações e muita música raiz são os ingredientes do descontraído programa do Rato, que além de locutor,

também se destaca nos atendimentos da Secretaria de Assistência Social. Na parte política, seu nome é um dos mais cogitados para a sucessão do prefeito Neco Prado.

dicamento ou mesmo comprar água para matar a sede. Oxalá este procedimento seja providenciado com urgência. Márcio Amaral Ramos marcinhosomar@gmail.com Li neste jornal, que duas pessoas morreram porque estavam com leptospirose. Isso é preocupante, pois temos a informação de que centenas de pessoas tiveram algum tipo de contágio com as águas das enchentes de janeiro. A saúde do município, acredito, deveria realizar um trabalho de conscientização visando orientar as pessoas que tiveram casas alagadas pelas chuvas. Vamos prevenir antes que aconteça novas mortes. Marcos Alexandre Lubacheski industrial Depois que o antigo terminal parou de ser usado, iniciaram a pavimentação do estacionamento. Não sei e nem faço idéia de quem é a responsabilidade pelo serviço, mas observo que o trabalho é lento e se depender da vontade dos funcionários contratos na empreitada, a conclusão do pavimento deve demorar meses e meses. Falta agilidade. Maria Eduarda Santos Empresária do setor lojista


Geral 03

O Repórter - Primeira Quinzena

Marcelo Pelanda questiona construção de gabinetes na Câmara Logo na primeira reunião ordinária de 2011, a assessoria parlamentar da mesa diretora da Câmara de Vereadores de Fazenda Rio Grande apresentou projeto de ampliação do Legislativo, visando a instalação de 17 gabinetes para uso dos vereadores. A justificativa é de que na próxima eleição, o município poderá eleger no mínimo 15 representantes, já que a população passou dos 80 mil habitantes. Entretanto, antes do inicio das obras, já existem divergências sobre a necessidade de um investimento tão alto, num lugar que sequer pertence a Câmara, pois o prédio é da prefeitura e é usado por meio de comodato. Entre os que consideram investimento desnecessário está o vereador Marcelo Pelanda. Para ele, manter um gabinete em funcionamento vai custar perto de R$ 3 mil por mês e durante uma legislatura, a exorbitante importância de R$ 2,5 milhões. "Este cálculo, ao que parece, não foi feito, pois não é só a obra tem que funcionar e ainda por cima, os gabinetes e a Câmara passaram por refor-

“Será que a comunidade prefere gabinetes confortáveis ou postos de saúde, escolas ou creches na cidade”, disse o vereador

mas e já teve despesas. Acredito que este valor pode ser investido em obras como na educação, saúde e assistência social. Devolvemos o que sobrou no ano e indicamos para o prefeito onde gostaríamos que aplicasse a sobra. Se a cidade cresce, precisa de mais escolas, postos de saúde. Enfim, é necessário este tipo de investimento ', destaca Pelanda, que desde que assumiu a cadeira, mantém um gabinete em funcionamento na Rua César Carelli, com todas as despesas pagas do seu próprio

orçamento. Pelanda diz que além do R$ 1 milhão projetado para instalação de 17 gabinetes, ocorrerão outros investimentos como aquisição de mobiliários, frigobar, ar condicionado, internet, novos assessores, água, luz e telefone. "Pelo que fiquei sabendo, os gabinetes serão confortáveis". Ele acredita que cada vereador tem condições de manter um gabinete com suas rendas, "basta ter vontade de atender o povo". A população poderia opinar, por meio de uma

consulta popular, em torno da necessidade ou não de gabinetes para os vereadores. "Será que a comunidade prefere gabinetes confortáveis para seus representantes ou postos de saúde, escolas e creches na cidade e bons projetos por parte dos vereadores. Com certeza, se uma enquete, nesse sentido, for realizada, a comunidade vai querer escolas e creches. Porque somente agora a presidente Ana Miranda quer construir um prédio moderno e confortável para os vereadores? Eu, na condição de vereador, vou entrar com muitos pedidos de informações nesse sentido já que a mesa da casa não fala nada com os demais vereadoores que não fazem parte", garante Pelanda. E Pelanda vai além: "os vereadores não foram consultados e o que querem a obra milionária, eu pergunto porque até agora não montaram um gabinete se acham tão importante. Eu acho que não podemos ser gigôlo do dinheiro público só porque temos um cargo ou porque esta perto de uma nova eleição" finaliza Marcelo Pelanda.

Gleisi pede aposentadoria para as donas de casa A senadora Gleisi Hoffmann (PT) encaminhou Projeto de Lei ao Congresso, para beneficiar as donas de casa com um sistema de aposentadoria simplificada. Trata-se de uma adequação da Lei Complementar 123, sancionada em 14 de dezembro de 2006, que estabelece o regime simplificado da Previdência. "Nós fizemos uma emenda à Constituição reconhecendo que os trabalhadores domésticos tivessem aposentadoria e, portanto, um regime especial simplificado. A idéia é a seguinte: se a mulher

contribuir para a Previdência Social por 15 anos - e ela tem uma contribuição diferenciada, que é a metade da contribuição normal - e tiver 60 anos, ela tem direito a se aposentar", explicou Gleisi, que trabalha na proposta desde 2005. A preocupação da senadora é com as mulheres que não foram atingidas por essa lei - mulheres com 58, 59, 60 anos, que não tiveram nem condições de pagar aposentadoria, porque ela foi prevista a partir de 2006. "Elas vão ficar prejudicadas se tiverem de pagar

Senadora Gleisi na tribuna do Senado

por mais 15 anos", argumenta. Gleisi pretende fazer uma consulta ao censo de 2010, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

(IBGE), para levantar o número de mulheres na faixa etária referente ao projeto, mas acredita que a medida traria pouco impacto orçamentário para a União.

Poderemos ter novidades na Câmara de Vereadores de Fazenda Rio Grande e um novo cidadão poderá ser empossado no lugar do vereador Pepaki. Marcondes, primeiro suplente do PSDB, faz sondagem na Justiça Eleitoral, pois entende que deveria ocupar a cadeira deixada por Beto Rocha, que pediu desligamento para assumir uma função no primeiro escalão de Chico Santos. De acordo com o pretendente, a suplência é do partido e não da coligação. Por enquanto o que existe é uma possibilidade, mas uma pessoa ligada ao Marcondes garante que o suplente está correndo em busca daquilo que considera direito adquirido. Vamos aguardar os acontecimentos. Só para completar, o calado Pepaki foi eleito por um tal de "P não sei do que" e não pelo PSDB. Já de outro lado, a informação de que Beto Rocha já está preparando a travessia da BR-116 e retornar ao Legislativo. Falando em Câmara, o Legislativo fazendense deverá ter 15 vereadores na próxima legislatura. É o que diz o Supremo Tribunal Eleitoral, que observa que municípios com mais de 80 mil moradores pode eleger até 15 vereadores. A certeza é tão grande de parte da atual mesa diretora, que o prédio será ampliado e serão instaladas 15 cadeiras. Um propenso candidato a vereador, que já está em plena campanha eleitoral, ao ser informado do aumento no número de cadeiras na Câmara de Fazenda Rio Grande, saiu com essa. "Não importa se serão dez ou quinze cadeiras. As reuniões são tão rápidas que posso legislar em pé mesmo"! Essa informação vem do Foca. Segundo o dito cujo, um novo jornal passará a circular em Fazenda Rio Grande. Ótimo, pois afinal espaço existe para todos e com certeza é mais oportunidade de empregos para jornalistas, fotógrafos, diagramadores e outros profissionais da área de jornalismo. Só espero que não seja igual um ai, que circula a cada três, seis meses. A Estre acaba de comprar a Cavo. Até ai nada demais, mas a pergunta que se faz é em relação a possibilidade de instalação de aterro sanitário em Mandirituba. Pelo menos essa era a intenção da Cavo! A Estre vai prosseguir com o projeto ou vai por um ponto final nesta novela de muitos capítulos. Fazenda Rio Grande cresce e o comércio igualmente. Muitas lojas estão se instalando no município. Tá na hora da vinda de uma agência do Procon, pois recebemos a informação de que muitas pessoas precisam ir a Curitiba quando precisam reclamar da compra de alguma mercadoria com defeito. Fica aí a dica para os representantes da cidade junto ao governo estadual. Ah e podem pedir também a instalação de uma Ciretran para Fazenda Rio Grande, pois todos os dias dezenas de pretendentes a motoristas vão ao Detran em Curitiba fazer as aulas práticas para conseguir a carteira de habilitação.


04 Fazenda Rio Grande

O Repórter - Primeira Quinzena

Estre Ambiental compra a Cavo por R$ 610 milhões Depois de uma negociação que durou apenas dez dias, a paulista Estre Ambiental comprou, por R$ 610 milhões, a Cavo Serviços de Saneamento, responsável pela coleta de lixo de Curitiba. O negócio dá à Estre a posição de maior gerenciadora de lixo do país, com faturamento de R$ 1,2 bilhão por ano e posição dominante no mercado da capital paranaense, que coleta cerca de 40 mil toneladas por mês de lixo. A venda, que envolveu 100% do capital da Cavo, ocorreu em meio ao imbróglio envolvendo a licitação do lixo de Curitiba. O contrato com a Cavo, que já recebeu 22

aditivos, vence em meados de abril e a licitação que definirá a operadora que vai cuidar da limpeza urbana está paralisada desde que o Tribunal de Contas do Estado do Paraná suspendeu a abertura dos envelopes das concorrentes, há um mês. A Cavo disputa o contrato - avaliado em R$ 645,5 milhões em cinco anos - com a Revita Engenharia (da Camargo Corrêa e Solví) e Vital Engenharia Ambiental (do Grupo Queiroz Galvão). O negócio com a Cavo amplia a área de atuação e concede ganhos de escala à empresa paulista, que já era uma das maiores do setor no país. Especializada na destinação

O negócio dá à Estre a posição de maior gerenciadora de lixo do país, com faturamento de R$ 1,2 bilhão por ano e posição dominante no PR

final de resíduos, a Estre tem atualmente 12 aterros sanitários, dentre eles um localizado em

Placas engraçadas com erros de português É comum observarmos variadas placas de anúncios em diversos pontos de Fazenda Rio Grande com erros gritantes de português. Sem contar as falhas de concordância. Na rede mundial de computadores existem muitos sites com fotos mostrando erros na ortografia. Enfim, no Brasil a fora é recheado de placas e anúncios com os mais diversos erros de português possíveis. Afinal temos que concordar

a língua portuguesa não é uma língua fácil de ser aprendida. Cada um faz o que pode, até placa que para o dono é correta, mas para quem lê é uma ver-

dadeira salada de escrita errada. "Não jogi lixo nesta aria". Esta placa foi encontrada em uma área de mata na Rua Guaritá, centro de Fazenda Rio Grande. Apesar do pedido sugestivo, o local está tomado pelo lixo, o que demonstra que os moradores do entorno da floresta não conseguiram entender muito bem o que está escrito na placa, pois, muito embora o erro seja gritante, o pedido está claro: "Não jogi lixo nesta aria"

Fazenda Rio Grande. Com faturamento estimado em R$ 630 milhões, controla várias empresas e

tem mais da metade dos seus negócios gerados pelo setor privado. De acordo com David,

o foco da Estre é crescer fortemente também por meio de aquisições. O mercado de coleta e tratamento de lixo vem crescendo a taxas superiores às do Produto Interno Bruto (PIB) no Brasil, tendência que deve se manter nos próximos anos. Entre seus concorrentes estão Haztec, Foz Brasil/Odebrecht e Queiroz Galvão. De acordo com o presidente da Cavo, a venda envolve também a participação da Cavo em outras empresas, como os 50% que detém na Essencis, que trata resíduos industriais; os 37,6% na Loga, que atua na coleta de lixo em parte da cidade de São Paulo; e os 54% na UTR, que opera com resíduos hospitalares.

Prefeitura homenageia funcionárias pelo Dia da Mulher Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, o prefeito de Fazenda Rio Grande, Chico Santos promoveu na última sextafeira (4), diversas homenagens às mulheres que estão no quadro da atual administração. Enquanto no prédio administrativo as funcionárias receberam rosas, a Secretaria de Educação entregou em todas as escolas e Centros Municipais de Ensino Infantil um cartão com dedicatória nominal desenvolvido pela equipe de tecnologias da secretaria, além de um botão de rosas.

Durante a homenagem, o prefeito Chico Santos ressaltou a importância da mulher em todos os setores, com a sua delicadeza e polidez, enquanto o secretário de Educação, Ednelson Queiroz Sobral, comentou da sutileza e a sensibilidade das mulheres, a qual é a diferença no trato dos diversos assuntos

e, especificadamente no caso da educação, é visível a dedicação em busca da excelência. Atualmente, segundo dados do Departamento de Recursos Humanos da Prefeitura de Fazenda Rio Grande, cerca de 1.780 mulheres estão do quadro de funcionárias do administrativo.


Fazenda Rio Grande 05

O Repórter - Primeira Quinzena

Após vários dramas, famílias comemoram novas moradias “Nem dormia direito medindo à água que subia”. Com essas palavras Alexandra Rodrigues, 57, resumiu o que ela e sua família passaram por mais de 10 anos nos dias chuvosos. Segundo ela, foram mais de cinco enchentes. Em várias delas, Alexandra chegou a perder tudo o que tinha dentro da casa de madeira. “Hoje tenho uma geladeira velha e que nem funciona mais”, afirma. Alexandra é uma das famílias que estavam em situação de vulnerabilidade social no município de Fazenda Rio Grande e que a prefeitura local ajudou com a construção de novas casas. Hoje essas famílias moram no Jardim Angico, longe de riscos como enchentes e de outros problemas. Em frente à nova casa onde reside desde o final do último ano, Alexandra lembra das dificuldades que ela e a família teve durante o período em que morou na rua Rio Piraí, no Bairro Iguaçu. “Eu lavava a roupa no banhado, com água suja, podre e fedida. Cheguei a ficar doente”, disse ela, se referindo aos sofrimentos

Dona Lifoncina na antiga moradia...

que teve com a Hepatite. E Alexandra vai ainda mais longe. “Sofri muito. Fiquei quatro anos tomando água de um poço velho no meio do mato. Pedia pelo o amor de Deus aos vizinhos para conseguir água”, revela ela, lembrando que para tomar água potável e ser beneficiada com energia elétrica, o filho teve que desembolsar R$ 1 mil. “Dizia para ele nem que passemos fome, mas tínhamos que ter água e luz”, contou, afirmando que ela tinha medo de ficar doente novamente. Além destes problemas, segundo Alexandra, a convivência com animais também eram freqüentes.

“Junto com a enchente, também tinham os ratos e cobras. Cheguei a matar uma cobra dentro de minha casa”, acrescentou ela, lembrando ainda da falta de apoio que teve durante o período em que morou na rua Rio Piraí. “Saia um e entrava outro (prefeito) dizendo que eu tinha que sair. Mas de que jeito”, questionou ela. “Quando o Chico se elegeu, fomos conversar com ele e logo deram um jeito”, completou Alexandra. Problema similar também passou a família de Lifoncina Francisca dos Santos Fernandes, de 65 anos. “Tínhamos uma casa de madeira, o lote era gran-

... e agora na nova residência

de, mas quando chovia a gente tinha que correr. E tinha que correr, porque enchia mesmo”, lembra ela. “Quando chovia, começava o nosso drama e a gente não dormia. Já ficávamos apavorados com medo da água porque ela entrava mesmo. Perdi tudo nas enchentes”, se recorda Lifoncina, indicando cinco ou seis enchentes. “Nem me lembro mais. Foram tantas”, disse. Como Alexandra, Lifoncina também aponta o descaso que teve quanto à sua situação. “Foram 12 anos sofrendo com essas situações e com as enchentes. Quando alagava, ia para casa de amigos e parentes

e só voltava quando a água baixava. Essa era minha única ajuda”, lamentou. Entre as duas, algo em comum foi determinante para que a situação de ambas fosse resolvida: a fé. “Graças a Deus estamos aqui”, comemora Lifoncina, enquanto Alexandra destaca que até mesmo promessas foram feitas para que essa situação fosse resolvida. “Até jejum eu fiz. Hoje choro e agradeço a Deus. Agradeço muito a Deus e ao prefeito. Não tenho nem palavras”, disse ela emocionada e olhando, constantemente, a fachada da casa. “A casa nova é uma benção. É maravilhosa. Às vezes não acredito e

venho aqui na frente para ver se é verdade mesmo”, completou. Procurando mudar o visual das casas, ambas também comemoram poderem ter o espaço para o plantio de hortaliças e flores. “Aqui também posso plantar minhas plantas e ter o meu jardim”, disse Alexandra, enquanto Lifoncina diz que isso “dá um visual diferente para a casa”. Atualmente ambas moram em um lugar regularizado pela prefeitura de Fazenda Rio Grande e próximo a locais como escola, supermercados e farmácia. “Agora ta tudo mais perto. Muito melhor”, comemora Alexandra. Nos últimos meses a Prefeitura de Fazenda Rio Grande, por meio da Secretária de Ação Social, tem investido na recolocação das famílias que estão em situação de risco ou de vulnerabilidade social. “É um importante investimento que a prefeitura faz com o objetivo de resgatar a dignidade destas famílias. Casa própria é o sonho de toda família”, concluiu o secretário de Ação Social, José Roberto Zanchi.


06 Mandirituba

O Repórter - Primeira Quinzena

Zé Luiz sugere mudanças no Regimento Interno O presidente da Câmara de Vereadores de Mandirituba, José Luiz de Oliveira, está sugerindo algumas mudanças no Regimento Interno da Casa, principalmente depois da votação do veto do prefeito Machadinho que, amparado em Lei, impediu a realização de plebiscito no município para que o povo decidisse, por meio do voto, a instalação ou não

de aterro sanitário. A votação foi secreta e o resultado de 5x4 foi pela manutenção do veto. Para a realização de consulta popular, o resultado teria que ser 6x3. O resultado gerou alguns protestos, ou seja, as pessoas que estavam no plenário e em frente da Câmara promoveram à quebra de vidros da porta principal e na madrugada seguinte a votação,

Voto secreto é criticado pelo presidente Zé Luiz

tiros foram disparados contra o prédio do Legislativo, numa forma de intimidação. Diante dos fatos, o presidente Zé Luiz está sugerindo algumas mudanças no Regimento Interno. "Penso que o voto deva ser aberto, pois dessa forma o povo sabe se o vereador está votando favorável ou contrário. Estamos analisando o assunto com nosso departamento jurídico e se for possível a mudança, com certeza vamos fazer a alteração, pois queremos que cada vereador possa manifestar abertamente o seu voto. Afinal, ao assumir a presidência do Legislativo, prometi transparência nesta Casa de Leis e se a votação aberta vem de encontro aos anseios do povo, vamos fazer a alteração", finaliza Zé Luiz.

Felipe Moro participa da gravação do DVD do grupo Tradição Milhares de pessoas participaram na sexta-feira (04), da gravação do DVD ao vivo do grupo Tradição nas areias de Balneário Camboriú. O talento mandiritubense, Felipe Moro, participou da gravação do famoso grupo. O sertanejo Felipe, que é de Mandirituba, ainda este mês lança seu primeiro CD.

Ele participou do show cantando uma música para o DVD do Grupo Tradição, mas foi o suficiente para mostrar seu talento e ani-

mar o público que acompanhava o tradicional carnaval da cidade. Várias autoridades participaram da gravação do DVD ao vivo, entre eles o prefeito de Mandirituba, Machadinho, a primeira dama, Joana Rita e o prefeito de Balneário Camboriú, Edson Renato Dias, o popular Piriquito. (Da Assessoria)

População promoveu manifesto durante votação na Câmara de Mandirituba

Abertas as inscrições ao Festival de Música de Mandirituba Desde a segundafeira, dia 14, estão abertas as inscrições para a 5ª edição do Festival de Música de Mandirituba, um dos maiores festivais do gênero da região. A promoção e organização são da prefeitura do município e o evento será desenvolvido entre os dias 12 a 15 de abril no Teatro Municipal. O início das eliminatórias está marcado para o dia 12 nas categorias MPB e Gospel; dia 13 Sertanejo e Composições Próprias; dia 14

Festival de Música de Mandirituba é aguardado com expectativa

Conjuntos e Bandas e no dia 15, a grande final com os todos os classificados. As inscrições podem ser feitas através do site

www.mandirituba.pr.gov.br ou no Departamento de Cultura. Maiores informações (41) 3626-1122 ramal 234.


Pinhais 07

O Repórter - Primeira Quinzena

Noite de louvor e variedade musical abriram as festividades em Pinhais Eram 21 horas e 5 minutos, quando Elaine de Jesus, uma das mais conceituadas cantoras gospel do país subiu ao palco montado ao lado do Bosque Municipal de Pinhais para cantar seus maiores sucessos. Com esta apresentação, foi finalizada no sábado, a noite de louvor organizada pela Prefeitura em parceria com as igrejas evangélicas do município. O evento faz parte da programação alusiva ao aniversário de Pinhais, que prevê uma série de festividades e ações. Além de Elaine de Jesus, mais 10 atrações fizeram parte da noite de louvor. Subiram ao palco: Cia de Teatro Blessing, Ministério Usame, Grupo de Dança Templo de Adoração, Templo das Águias, Evangelistas da

O prefeito Luizão diz que a programação foi idealizada de acordo com as sugestões dos pastores e membros das igrejas evangélicas de Pinhais

Alegria, Coral Jovens da Assembléia de Deus, Cia de Teatro Impactart, banda 60º I.E.Q, cantora Cintia Bender e banda Aproximese. Para a jovem Gisele Teixeira, 17 anos, a oportunidade para as igrejas demonstrar seus talentos é muito válida. "Muito le-

gal esta iniciativa da prefeitura. Esta é uma maneira da igreja mostrar para as pessoas o que tem de bom", disse. Gisele que foi ao evento, principalmente, pela apresentação da atração principal Elaine de Jesus, demonstrou muita expectativa e entusiasmo. "Nossa, a Elaine é uma re-

ferência para nós. O dia que eu fiquei sabendo que ela estaria em Pinhais, fiquei muito feliz", completou. E oferecer estas oportunidades para a comunidade evangélica é o que o prefeito Luizão Goulart destacou em seu discurso. Segundo Luizão, a programação foi idealizada de acordo com as sugestões dos pastores e membros das igrejas evangélicas de Pinhais. "Este é o nosso terceiro ano de mandato e, é o terceiro ano que as atrações para a comunidade evangélica fazem parte da programação de aniversário. Nós priorizamos estas manifestações de fé, pois respeitamos e valorizamos as igrejas e seus seguidores", salientou.

Variedade musical marcou o segundo dia de festas A diversidade de estilos musicais marcou o segundo dia de comemorações. Durante a tarde e a noite deste domingo (13), a Praça Maria Antonieta foi palco de diversos shows e apresentações artísticas. Sertanejo universitário, música de raiz, modas antigas, e muito rock and roll ditaram o ritmo da festa que reuniu centenas de pessoas. O bom público que compareceu na praça pode conferir as novidades da música local com Seu Bodon, Astrolábicos, Conexão Rural, Percepção, Cidinha Alves. Para fechar a noite, o presente ficou por conta da Banda Blindagem, o consagrado grupo de rock para-

naense contagiou a galera com grandes sucessos, como Cheiro de Mato, Trem do Paraná, Se eu tivesse, entre outras canções. “Na festa da cidade não poderia faltar à participação dos artistas locais, pessoas que vivem aqui, representam e levam o nome do município para outras localidades. A Banda Blindagem foi um presente para o público, que pode prestigiar este legitimo e consagrado grupo paranaense,”, finalizou o Prefeito Luizão Goulart. A comemoração terá continuidade no próximo final de semana, confira a programação no www.pinhais.pr.gov.br.


08 Especial

O Repórter - Primeira Quinzena

Colorimetria, uma técnica para mulheres exigentes

Colorir o cabelo parece simples, mas essa arte exige muito mais do que misturar ingredientes e aplicar na cabeça. A colorimetria rege as regras da boa coloração: é uma ciência que vai fundo no estudo das cores, analisa sua composição e suas combinações, levando em conta a forma como são vistas. Um bom colorista sabe identificar a cor que está nos fios, o que precisa ser melhorado para que ela ganhe brilho e luz ou quais os recursos necessários, como a decapagem, por exemplo, para se conseguir uma nova tonalidade. São exigências das

mulheres modernas e que adoram brilhar. Pensando nessas mulheres e mesmo àquelas que desejam melhorar o visual, o cabeleireiro Clayton Lima, da Lady Hair, participou de curso de colorimetria na Bio Life. Segundo eles, algumas mulheres vivem colorindo e fazendo mechas em cabelos e na maioria das vezes, um simples retoque já é suficiente . Essa é a chamada técnica da colorimetria, que é um retoque na raiz. Ele convida as mulheres a conhecer esse sistema, bastante eficaz, principalmente em cabelos cacheados.

O amigo e assessor Jurídico da Câmara de Mandirituba Fernando Kemp e sua namorada curtindo o carnaval no Camarote Brahma em São Paulo

Parabéns ao amigo Carlos Forville, pela passagem de seu aniversário neste dia 15. Carlão é colaborador que vem trabalhando forte para o jornal O Repórter no município de Tijucas do Sul. Felicidades!

Parabéns à pequena Joulie Rodrigues da Paz, que no último domingo (13), comemorou o seu primeiro aniversário. Os parabéns especial vêm dos pais Luíz Gustavo e Daniele


Especial 09

O Repórter - Primeira Quinzena

15º Rodeio Crioulo FRG Diretor de Obras da Cohapar Luciano Machado, prefeito de Mandirituba Machadinho e o prefeito de Fazenda Rio Grande, Chico Santos

Prefeito Chico Santos foi um dos articuladores da volta do evento para o município

Deputado Chico Buhrer, prefeito Chico Santos e o patrão do CTG Fazenda Rio Grande, Kiko

Premiação Troféu Cidade

Vereador Gima também foi um dos premiados

O evento contou com muita emoção

Centenas de pessoas participaram do evento

O evento teve a participação de muitas crianças

Público de divertiu e ficou com gostinho de quero mais

A guarda municipal esteve presente, contribuindo para a segurança do evento

Os peões fizeram um belo rodeio na arena country

Os tradicionalistas aproveitaram a oportunidade para degustar um bom churrasco de chão


10 Agudos do Sul

O Repórter - Primeira Quinzena

Prefeitura de Agudos do Sul conclui pavimentação de ruas no centro Os moradores de Agudos do Sul estão em clima de satisfação, com a conclusão da pavimentação de ruas importantes do centro. A prefeitura concluiu as obras recentemente, que consistiram na captação de águas pluviais e implantação de pavimentação asfáltica na Avenida Brasil, entre as avenidas Getúlio Vargas e Rui Barbosa e ainda pavimentação da Rua José Bialbock Sobrinho, que era uma via tomada por buracos e que hoje se encontra em condições de trafegabilidade. "A Avenida Brasil era revestida de blocos de lajotas de cimento e cheia de imperfeições. Agora, com a

Por. Dílson Damas Relações Públicas As obras consistiram na captação de águas pluviais e implantação de pavimentação asfáltica na Avenida Brasil

aplicação do asfalto, ficou perfeita para o trânsito de veículos", comenta satisfeito o Secretário de Administração e Finanças, Genézio Gonçalves da Luz. Foram investidos R$ 333.357,46 na pavimentação das ruas, por meio

de recursos oriundos da Agência de Fomento. De acordo com Genézio, a pavimentação das Avenidas Brasil e Rua José Bialbock Sobrinho era uma das principais metas do governo municipal. "A pavimentação melhorou o dia a dia da população

local e facilita o trânsito de veículos. Com o asfalto novo, tudo fica mais bonito e a comunidade está satisfeita com as melhorias", destaca Genézio, acrescentando que o programa de pavimentação seguirá para outras vias.

Viatura da PM permanece no município e segurança melhora Gestões do prefeito Antonio Gonçalves da Luz, de Agudos do Sul, junto aos responsáveis pelo Batalhão Metropolitano de Curitiba renderam ao município avanços na segurança. A viatura da Polícia Militar, que atendia ocorrências em outros municípios da região, como Quitandinha, Mandirituba e Fazenda Rio Grande, agora permanece quase que integralmente na cidade. "Com cer-

Bastidores da Notícia

Antonio Gonçalves, prefeito de Agudos do Sul

teza enfrentávamos dificuldades, pois a viatura permanecia mais fora do que em Agudos do Sul. Muitas ocorrências demoravam em ser atendidas e depois de que pleiteamos de que o veículo permanecesse na cidade,oserviçomelhorouconsideravelmente", comemora o prefeito Antonio. Outra falha que acontecia era a troca das escalas em Fazenda Rio Grande. De acor-

do com o Chefe do Executivo, se o plantão terminava às 19 horas,aviaturadeixavaacidade às 18 horas e retornava depois das 20 horas, isso se não atendesse ocorrências em outras cidades. "Hoje a troca do plantão éfeitaemAgudosdoSul,ouseja, essa é a forma correta. Enfim, a segurança melhorou acentuadamenteeesperamosquemelhore ainda mais", opina Antonio Gonçalves da Luz.

Visita Em viagem a Telêmaco Borba, Centro Oeste do Estado, realizando seminários para lideranças evangélicas, visitamos seu José Nascimento pai do falecido Reginaldo Nascimento, o eterno "Zé do Povo". Fui bem recebido. Juntos oramos a Deus. É bom frisar que seu Zé é um homem de fé e pertence ao movimento carismático da Igreja Católica. Na Escada Edinei Mlenek, diretor do Colégio Eleutério Fernandes de Andrade, se destaca na cidade pela forma como conduz a instituição de ensino e tem grandes possibilidades de nos próximos anos colocar os pés em outras escadarias. Na boca do povo O comunicador e assessor Márcio Rato (PMDB), vem tendo seu nome comentado em todas as localidades do município como um dos possíveis nomes para dar continuidade nos trabalhos do executivo municipal. Ele nunca assume nada e sempre frisa: "estou à disposição do grupo e tem gente mais preparada do que eu". Mas quando as pessoas comentam isso seus olhos brilham. Vamos ver o que vai dar no futuro. Lembrado Em todas as cidades vizinhas, basta chegar a qualquer lugar e falar que é de Quitandinha para as pessoas perguntarem do prefeito Neco Prado (PMDB), e parabenizâ-lo pelo excelente trabalho que vem realizando na cidade. Com o povo Clinton Hubner (PSDB), vereador no terceiro mandato no município de Campo do Tenente, sempre está junto do povão e cresce a cada dia no conceito da comunidade. Balança A próxima eleição poderá ser acirrada na cidade de Campo do Tenente e o vereador Celso Pequenez (PTB) pode decidir o pleito, pois realiza um trabalho fantástico. Não tem dia e hora para atender o povão. Comentários Vem surgindo muitos comentários no município de Mandirituba, que o vereador Zé Luiz (PCdoB), presidente da Câmara Municipal, amigo pessoal do ex-deputado estadual Geraldo Cartário (PDT), estaria se preparando para encabeçar uma possível chapa em 2012. Mas por outro lado o prefeito Machadinho sempre apoiou o Cartário. Vamos aguardar o desenrolar do novelo de fio. Mas a região vai pegar fogo nos próximos meses e nós estaremos aqui para informar todas as novidades. Saúde O atendimento médico nos centros de saúde do município de Mandirituba melhorou com as mudanças, desde que o prefeito Machadinho assumiu o comando da cidade. Ele busca recursos para melhorar ainda mais.


Tijucas do Sul 11

O Repórter - Primeira Quinzena

Diretores da Copel visitam prefeito Gringo O prefeito de Tijucas de Sul, Jose Altair Moreira recebeu eu seu gabinete os diretores da Copel, administrador Antonio Jorge Gabriel da Silva e o engenheiro elétricoJorge Eduardo Vasconcelos Schorr. A visita foi acompanhada pelo vice-prefeito Helio Marcos e por diversos secretários. Na oportunidade, o prefeito Gringo tomou conhecimento do PLAMGE - Plano

Municipal de Gestão da Energia Elétrica. O Plano Municipal de Gestão da Energia Elétrica é o instrumento que busca levantar e organizar as diferentes atividades desenvolvidas pela prefeitura, identificar áreas da competência municipal com potencial de redução de consumo de energia elétrica, bem como permitir a implementação de novas atividades com qualidade de eficiência energé-

O prefeito Gringo tomou conhecimento do PLAMGE - Plano Municipal de Gestão da Energia Elétrica

Trânsito quadriplica na PR281 com interdição da BR-376 As fortes chuvas que atingiram a região na semana passada provocaram quedas de barreiras na BR-

376, entre o Paraná e Santa Catarina. As interdições próximas de Guaruva, fez com que o trânsito fosse

desviado pela PR-281, que passa por Tijucas do Sul. A população, acostumada com fluxo baixo de veículos em trânsito pela mencionada rodovia, ficou preocupada, principalmente com o número de carretas, pois existem escolas no entorno da via estadual. A PR-281é ma das principais ligações entre o norte de Santa Catarina e as regiões sul e oeste do Paraná. Porém, por ser uma rodovia de pista simples, os motoristas, na maioria, preferem passar por Curitiba, que é pista duplicada. Pela referida via, é possível ligar a BR-101 com a BR116. Além de Tijucas do Sul, passa por Piên, Agudos do Sul e São Bento. "O movimento está quatro vezes maior do que o normal em nossa cidade e o perigo é grande, mas a rodovia existe para ser usada", comentou um morador, que estava na praça observando o vai e vem de carros e de caminhões em Tijucas do Sul.

tica. Para elaboração do PLAMGE, segundo informa Antonio Jorge, são necessários: levantamento de informações gerais do município: caracterização socioeconômica, geoclimática e administrativa; levantamento do consumo e despesas da energia elétrica nos vários segmentos de consumo do município: iluminação pública, sistemas de saneamento e prédios públicos; levantamento das

características físicas do patrimônio da Prefeitura Municipal; criação e levantamento de indicadores de consumo de energia elétrica; definição de estratégias para o combate ao desperdício de energia elétrica (ações específicas, análises de custo/benefício, possíveis esquemas de financiamento e potenciais de economia) e incorporação da definição da política energética do município.

Prefeito Gringo quer disciplinar aplicação do dinheiro público Por determinação do prefeito Altair Gringo, foi criada no ano passado uma equipe especial de auditoria formada por servidores dos departamentos jurídicos, financeiro, contabilidade e controle interno. A intenção foi de implantar um programa especial de revisão, estudos e programação de custos, despesas e investimentos em todas as áreas do poder público municipal. Segundo o vice-pre-

feito Hélio Marcos de Oliveira, os primeiros trabalhos estão sendo promovidos nas secretarias de Saúde e Educação, já que são os setores que dependem do maior volume de recursos da prefeitura. "Precisamos disciplinar a aplicação do dinheiro público e ter esse controle e fiscalização será fundamental para resultados mais positivos na administração pública do município", destaca.

O prefeito Altair Gringo ainda não fala em números, mas avalia de forma positiva a auditoria. "Essa equipe tem a responsabilidade de identificar eventuais falhas, corrigir e apontar os caminhos. A prefeitura de Tijucas vive hoje uma realidade bem diferente daquela que conhecemos no início do mandato, agora é trabalhar e melhorar ainda mais esse quadro" comentou.


12 Quitandinha

O Repórter - Primeira Quinzena

Praça da Bíblia vira ponto de encontro A Praça da Bíblia, em Quitandinha, definitivamente se consolidou como o principal "point" de encontro na cidade. Aos finais de semana, em especial, muitas pessoas se deslocam para o logradouro a fim de trocar idéias, fazer amizades ou para passear. Inaugurada em 2008 pelo prefeito Neco Prado, a praça é considerado um cartão postal.

Antes de ser transformada em praça, no local funcionava o parque de máquinas da prefeitura e o que se via no local eram veículos sucateados, o que causava certa indignação para os moradores e visitantes. A transformação era um anseio da comunidade, que desejava um local bonito e aprazível para encontros de famílias e da ju-

ventude local. Pensando nisso, o prefeito Neco decidiu transformar o parque de máquinas numa bonita praça, uma das mais belas da região. "Aqui é um lugar encantador e dá gosto passar o dia ao lado da família e dos amigos. Uma praça era tudo o que queríamos para nossa cidade,", comenta Marquinhos, funcionário público.

Vereador Gilson enaltece as obras em Quitandinha O Vereador Pedro Gilson Ribas (PP) (foto,) eleito presidente da Câmara de Quitandinha, pela segunda vez nos últimos seis anos, trabalha no atendimento das comunidades, que o procuram no dia a dia, apresentando proposições visando

beneficiar os munícipes. Ribas é da base de apoio do governo municipal e tem um bom relacionamento com o prefeito Neco Prado. O vereador sempre foi companheiro do prefeito por dois mandados no Legislativo, entre os anos de

1996 à 2004. Os laços de amizade e companheirismo contribuem na hora em que chegam às solicitações do legislador na sede do Executivo. Ribas, não poupa elogios ao prefeito Neco. “Nossa cidade passa por um bom momento, obras são vistas em todos os

cantos do município” destaca Gilson. Ele ainda comenta a importância do povo participar das sessões ordinárias e extraordinárias na Câmara, para acompanhar o desempenho de cada vereador e ficar sabendo dos projetos de Leis votados na casa.

As reuniões são realizadas todas as quintas-feira ás 19h e são abertas ao público. Maiores informações podem ser obtidas no horário de expediente, de segunda a sexta-feira, entre 8 e 16h30 ou pele telefone 36231443.

ESPORTES

China faz dois gols e garante vitória da equipe do Doce Grande Enganam-se aqueles que pensam que gordinho não consegue jogar um bom futebol. Ao contrário de Ronaldo Fenômeno, os desportistas quitandinhense tem um eslogan para o gordinho China: "em uma partidada de futebol que China disputar, pode até faltar a bola mais não o gol do artilheiro China". E não é que eles tem razão, pois no último domingo, dia 13, China fez dois golaços que garantiram a vitória do Doce Grande por 4x0 diante da equipe do Vista Ale-

gre. Erenilson e Josnei marcaram os outros gols. No jogo preliminar, o Nacional venceu o Salso por 4x1, com dois gols de Fernando e marcaram ainda Reginaldo Vanderlei. O gol de hora do Salso foi anotado por Everson. Depois de empatar na primeira partida do campeonato em 3x3 com o Aventureiros, o time do Turvo conseguiu uma boa vitoria e até o próximo domingo, estará soberano na liderança da segundona de Quitandinha. A façanha foi con-

quistada após a vitória esmagadora em cima do Esportivo Futebol Junior pelo placar de 5x1. Os gols do Turvo foram marcados por Rafael (2), Coruja (2) e Reginaldo. O gol de honra do Esportivo foi anotado por Sandro. O campeonato terá sequência no domingo, dia 20, com a seguinte programação: 10 horas jogam Esporte Clube Matão x Salso; 13h:30 Várgea Grande x Aventureiros e as 15h:30 se enfrentam Reis x Doce fino.

Estádio municipal Francisco Lechinoski recebe melhorias

O artilheiro China

O estádio municipal Francisco Lechinoski, onde são realizadas as partidas dos campeonatos da primeira e segunda divisão de Quitandinha, está cada vez melhor. Foram colocadas redes de proteção em toda extensão do campo, garantindo a segurança do público, que sempre prestigia em massa os

jogos. "O esporte é prestigiado por centenas de pessoas em nossa cidade. A cada rodada temos observado a presença de muitos torcedores e estamos investindo em melhorias no estádio, justamente para garantir o conforto daqueles que comparecem para assistir as partidas", comenta o prefeito Neco Prado.


O Rep贸rter - Primeira Quinzena

Servi莽o 13


14 Policial

O Repórter - Primeira Quinzena

Estuprador é preso em flagrante após atacar mulher em matagal Uma mulher, de 23 anos, foi rendida e levada a um matagal no Bairro Iguaçu, em Fazenda Rio Grande, onde acabou sendo violentada. A jovem foi aborda por um homem depois de descer do ônibus, na Rua São Benedito. A violência ocorreu na noite da quarta-feira, dia 9, por volta das 20 horas. Depois do abuso sexual, ela comu-

nicou o fato ao marido, que por sua vez chamou a Polícia Militar. Algum tempo depois o responsável era preso em flagrante. A auxiliar de cozinha, cujo nome foi preservado, conta que foi rendida ao descer do ônibus. O rapaz apontou uma faca e disse que se tratava de um assalto. A jovem senhora foi levada

até um matagal, onde foi violentada. Logo depois que o estuprador a deixou no matagal, a vítima conseguiu avisar o marido que chamou a polícia. Durante patrulhamento, já com a descrição feita pela mulher, os PMs conseguiram prender Valdair Inhaia, de 23 anos, que mora na Rua Mascate. Levado à delegacia, acabou reconhecido pela vítima.

Apesar de reconhecido, Valdair negou as acusações

Número de homicídios não cai e nem cresce em FRG O número de homicídios nos dois primeiros meses de 2011, em Fazenda Rio Grande, cresceu de forma tímida em relação ao mesmo período do ano passado. Em janeiro e fevereiro de 2010 foram 12 assassinatos e neste ano, no mesmo período 14. Os números fazem parte do arquivo deste jornal e contraria informações de que a criminalidade caiu no município. Além de assassinatos, o número de roubos a transeuntes e arrombamentos a lojas e residências cresceu vertiginosamente. Não há uma explicação lógica e o crime de homicídio oscila bastante em de-

Homicídio registrado no Nações, entra nas estatísticas da criminalidade em FRG

terminados períodos e épocas do ano. É um crime que não tem prevenção imediata. Resta à polícia elucidar rapidamente o caso e colocar na cadeia os autores", afirmam os responsáveis pela segurança em Fazenda Rio Grande. A polícia, segundo jornalistas que cobrem o setor policial, não pode ser

crucificada porque aconteceram mais mortes ou ser valorizada porque foram menos mortes. O efetivo e as ações são determinantes para fazer comparativos. "A criminalidade é complexa e passa pelo tráfico de drogas", aponta o superintendente Valdir Ferreira. o. De acordo com ele, os índices de homicídios somente terão queda acentuada quando as autoridades públicas investirem mais e melhor em tratar o consumo de drogas como doença. "Tenho sempre levantado a questão da necessidade do tratamento dos dependentes químicos. O usu-

ário de drogas precisa de tratamento e não de cadeia", enaltece. De acordo com ele, a prisão de traficantes não resolve o problema. "Ninguém deixa de usar drogas porque um traficante foi preso." Críticos do sistema defendem a criação de uma pena ao usuário de drogas: o internamento obrigatório. "Vamos diminuir a violência quando começarmos a atacar com mais seriedade essa questão. Não vejo locais apropriados para isso", avalia Nilton Ernesto, que já trabalhou com dependentes químicos. "São necessárias políticas públicas eficientes", disse.

Araucária terá abrigo para dependentes de crack Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack, lançado em maio do ano passado pelo governo federal, trouxe novidades para o Paraná em 2011. Os municípios de Araucária, na região metropolitana de Curitiba, de Cascavel, no Oeste, e de Paranavaí, no Norte, serão os primeiros do estado a ter as Casas de Acolhimento Transitório (CAT) para abrigar dependentes que estão na fase de reinserção social após o início do tratamento. As unidades abrirão 40 vagas para dependentes químicos que não podem voltar

para suas casas por estarem em situação de risco ou serem rejeitados pela família. O abrigo será mantido pelo governo federal, por meio do Ministério da Saúde, em parceria com os municípios. Em todo o país, 16 estados receberão 38 projetos neste ano. Os municípios foram escolhidos a partir da aprovação de projetos enviados à Secretaria Nacional Antidrogas (Senad), ligada ao Ministério da Justiça, após editais lançados em setembro. Os resultados foram divulgados no início de janeiro, mas os con-

vênios ainda não foram assinados e os recursos ainda não foram enviados às prefeituras. Até o final deste ano, as comunidades terapêuticas do Paraná terão mais 189 leitos para dependentes de crack e outras drogas. A oferta está prevista no Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack. Hoje, o número de leitos nas comunidades é desconhecido. Segundo o presidente do Centro de Recuperação Água da Vida (Cravi), de Curitiba, Flávio Lemos, fala-se em 8 mil comunidades terapêuticas no Brasil e cerca de

60 em Curitiba e região metropolitana, podendo uma ser em Fazenda Rio Grande. As CATs servirão como um abrigo e terão equipes de apoio para atender os dependentes. Como a aprovação dos projetos pela Senad estava atrelada à existência de um Centro de Atenção Psicossocial para Álcool e Drogas (Caps-AD) nos municípios, os dependentes encaminhados para as casas deverão ser tratados nos Caps, que funcionam pela manhã e à tarde com oficinas terapêuticas e assistência psicológica e médica.

Apesar de reconhecido, Valdair negou as acusações. "Ele falou que nunca tinha visto a mulher, mas ela o reconheceu e a descrição feita bate com as características dele", afirmou o soldado Moura, da Polícia Militar. Preso em flagrante, Valdair responderá pelo crime de estupro, pelo artigo 213, cuja pena prevê de 6 a 10 anos de reclusão.

Carro do vereador Zé Luiz é incendiado na madrugada O carro do vereador José Luiz de Oliveira, de Mandirituba, foi incendiado na madrugada do sábado, dia 12. O autor ou autores ainda não foram identificados pela polícia. O carro, um Santana, placa BJM-1117 estava emprestado para Carlos Alberto da Silva, que mora na Estrada do Campestrinho. A perda, de acordo com Zé Luiz, foi total. Segundo o vereador, o incêndio não tem conotação

política em razão da recente votação ocorrida na câmara de Vereadores, quando foi votado o veto do prefeito Machadinho, que amparado em lei, optou pela não realização de consulta popular para a instalação ou não de aterro sanitário em Mandirituba. "Foi uma situação isolada, mas a polícia está investigando e espero que prenda os responsáveis por este ato criminoso", comentou Zé Luiz.

Adolescentes são baleados no Gralha Azul Três pessoas acabaram sendo baleadas no Bairro Gralha Azul, em Fazenda Rio Grande e precisaram ser removidas para atendimento médico no Pronto Atendimento da cidade. A polícia já tem pistas dos atiradores, que pelas primeiras informações, seriam amigos de Paloma, morto recentemente em um ponto de ônibus localizado na BR-116, imediações do Parque Verde. Pelo que a Polícia Militar levantou, os autores ocupavam

um Ford Fiesta com placa de Mandirituba e seriam conhecidos pela alcunha de Escolinha e por Cristian. Eles efetuaram disparos contra o menor L.A.F. ,de 17 anos, Maycon Vinicius Alves, de 19 anos. A terceira vítima seria um garoto de apenas 12 anos, que levou um tiro no pé direito. De posse de informações repassadas pela Polícia Militar, investigadores da Polícia Civil já investigam o caso. A motivação deve ter relação com as drogas.


Classificados 15

O Repórter - Primeira Quinzena

CL ASSIFICADOS AUTOMÓVEIS

4136 Eliauto Veículos Gol G4 Total Flex, Completo, ano 2009, 04 portas, preto. Entr + parc de R$ 498,00 fixas. F: (41) 3604-4136 Eliauto Veículos Gol Total Flex, ano 2007, 04 portas, placa A. Entr + parc de R$ 489,00 fixas. F: (41) 3604-4136 Eliauto Veículos Honda Civic 1.7, Automatico, Completo + couro, ano 2002, preto. Financiamos em ate 60x fixas. F: (41) 3604-4136 Eliauto Veículos Palio Fire, 04 portas, ano 2004, ar cond, vidros e travas, ar qt, isulfim, com GNV. Entr + parc de R$ 389,00 fixas. F: (41)3604-4136EliautoVeículos Palio Fire Flex, ano 2009, 04 portas, completo, placa A, cor prata. Financia em ate 60x com a melhor taxa da região. F: (41) 3604-4136 Eliauto Veículos

Astra Hatch, dh, vidros e travas, ar qt, limp, desemb, isulfilm, placa A. Entr + parc de R$ 479,00 fixas. F: (41) 3604-4136 Eliauto Veículos Corsa Wagon GL 1.6, ano 1998, prata, vidros e travas eletr, ar qt, limp, desemb, isulfilm, pára-choque personalizados. Entr + parc de R$ 349,00 fixas. F: (41) 3604-4136 Eliauto Veículos Corsa Sedan Maxx 1.8 Flex Power, Completo, ano 2007. Entr + parc de R$ 489,00 fixas. F: (41) 36044136 Eliauto Veículos Corsa Sedan 1.8 Modelo Novo, ano 2003, dh, vidros, travas eletr, desemb, placa A, prata. Entr + parc de R$ 429,00 fixas. F: (41) 36044136 Eliauto Veículos Focus 1.6 Hatch, completo, ano 2006, cor preto. Financia em ate 60x fixas com a melhor taxa da região. F: (41) 3604-4136 Eliauto Veículos Gol G4 Power 1.6 Total Flex, ano 2008, dh, ar cond, ar qt, travas eletr, limp, desemb, isulfilm, placa A, cor grafite. Financia em ate 60x com a melhor taxa da região. F: (41) 3604-

Peugeot 206 Passion 1.6, ano 2001, cor grafite. Entr + parc de R$ 459,00 fixas. F: (41) 3604-4136 Eliauto Veículos Santana Quantum Evidence 2.0, dh, vidros e travas eletr, alarme, ar qt, limp, desemb, placa A, cor azul. Entr + parc de R$ 329,00 fixas. F: (41) 3604-4136 Eliauto Veículos Uno Mille Fire Flex, ano 2007, placa A. Financia em ate 60x SEM ENTRADA. F: (41) 3604-4136 Eliauto Veículos Vectra Challenge, ano 2001, completo, banco de couro, volante escamoteavel, som DVD. Financia em ate 60x com a melhor taxa da região. F: (41) 3604-4136 Eliauto Veículos F 1000 Turbo Diesel, motor MWM, ano 1994, dh, vidros e travas eletr, ar qt, cor azul. Financiamos em ate 60x. F: (41) 3604-4136 Eliauto Veículos Jeep 4cc 8 velas 4x4, traçado e reduzido, controle de tração, freio a disco nas 4 rodas, freio ABS, dh, volante escamoteável, engate reboque, estribo, mata cachorro, quebra mato, santo Antonio, farol de milha, cibie, farol de neblina traseira, transmissor px, reservatório de gasolina personalizado, placa A, ano 1962, cor verde, JEEP PARA QUEM CO-

NHECE DE JEEP! F: (41) 36044136 Eliauto Veículos Jeep Bandeirante Toyota Longo, motor 608 Diesel 4x4, traçado, ano 1978, banco bi-partido, bancos de couro, reclinável, cambio F1, capota de fibra, cibie, controle de tração, descanso de braço central, engate, esguicho de farol, estribo, farol de milha, frisos laterais, mata cachorro, santo Antonio, cor vermelha. F: (41) 3604-4136 Eliauto Veículos Saveiro Super Surf 1.6 Flex, ano 2006, dh, vidros e travas, alarme, proteção de caçamba, capota marítima, bancos de couro, rodas, placa A, prata. Financia em ate 60x fixas com a melhor taxa da região. F: (41) 3604-4136 Eliauto Veículos Strada 1.4 Flex, modelo Celebration, ano 2007, trava eletr, cd player, capota marítima, protetor de caçamba. Entr + parc de R$ 499,00 fixas. F: (41) 3604-4136 Eliauto Veículos MAREA ELX, 99, completo, couro. Fone: 9188-2986. GOL, 90, roda Acapulco. F: 9188-2986

IMÓVEIS Vende-se urgente uma Kombi furgão de cor branca, ano 92, em ótimo estado,valor: R$6.200,00. Interessados entrar em contato pelos telefones:(41)3378-2293ou(42)99004843. Residência em Alvenaria - 02 quartos, sala, cozinha, wc e área de serviço 47,30m² -Rua Cascavel, 609-Bairro Estados. Valor R$ 82.000,00. Entrada a partir de R$ 1.000,00 e saldo financiado pela CEF - www.imobiliariarm.com - 36272444 / 9902-3854 (plantão) - creci 12.133 Residência em Alvenaria - 02 quartos, sala, cozinha, wc e área de serviço 54,00m² -Rua Tangara - Bairro Gralha Azul. Valor R$ 85.000,00. Entrada a partir de R$ 1.000,00 e saldo financiado pela CEF www.imobiliariarm.com - 3627-2444 / 9902-3854 (plantão) - creci 12.133 Residência em Alvenaria - 02 quartos, sala, cozinha, wc e área de serviço 45,00m² -Rua Cucos Jardim

Palmeiras - Bairro Gralha Azul. Valor R$ 90.000,00. Entrada a partir de R$ 1.000,00 e saldo financiado pela CEF - www.imobiliariarm.com - 3627-2444 / 9902-3854 (plantão) - creci 12.133 Residência em Alvenaria - 02 quartos, sala, cozinha, wc e área de serviço 52,00m² -Rua Alecrim - Bairro Eucaliptos. Valor R$ 91.500,00. Entrada a partir de R$ 1.000,00 e saldo financiado pela CEF www.imobiliariarm.com - 3627-2444 / 9902-3854 (plantão) - creci 12.133 Pronta entrega Residência em Alvenaria - 02 quartos, sala, cozinha, wc e área de serviço 54,0m² -Rua Alcatraz, 1861Bairro Gralha Azul. Valor R$ 88.000,00. Entrada a partir de R$ 1.000,00 e saldo financiado pela CEF - www.imobiliariarm.com - 3627-2444 / 9902-3854 (plantão) - creci 12.133 Residência em Alvenaria - 02 quartos, sala, cozinha, wc e área de serviço 54,0m² -Rua Alcatraz, 1861Bairro Gralha Azul. Valor R$ 88.000,00. Entrada a partir de R$ 1.000,00 e saldo financiado pela CEF - www.imobiliariarm.com - 3627-2444 / 9902-3854 (plantão) - creci 12.133 Sobrado - 02 quartos, sala, cozinha, wc e área de serviço 60,00m² -Rua São Romão - Bairro Santa Terezinha. Valor R$ 108.000,00. Entrada a partir de R$ 1.000,00 e saldo financiado pela CEF www.imobiliariarm.com - 3627-2444 / 9902-3854 (plantão) - creci 12.133 Residência em Alvenaria - 02 quartos, sala, cozinha, wc e área de serviço 49,80m² -Rua Rio Barigui Bairro Iguaçu. Valor R$ 90.000,00. Entrada a partir de R$ 1.000,00 e saldo financiado pela CEF www.imobiliariarm.com - 3627-2444 / 9902-3854 (plantão) - creci 12.133 Residência em Alvenaria - 02 quartos, sala, cozinha, wc e área de serviço 54,00m² -Rua José Silvano Baldam - Bairro Pioneiros. Valor R$ 88.000,00. Entrada a partir de R$ 1.000,00 e saldo financiado pela CEF - www.imobiliariarm.com - 3627-2444 / 9902-3854 (plantão) - creci 12.133 Residência em Alvenaria - 02 quartos, sala, cozinha, wc e área de

serviço 54,00m² -Rua Coqueiros, 157 - Bairro Eucaliptos. Valor R$ 95.000,00. Entrada a partir de R$ 1.000,00 e saldo financiado pela CEF - www.imobiliariarm.com - 3627-2444 / 9902-3854 (plantão) - creci 12.133

Bairro Gralha Azul. Valor R$ 95.000,00. Entrada a partir de R$ 1.000,00 e saldo financiado pela CEF - www.imobiliariarm.com - 36272444 / 9902-3854 (plantão) - creci 12.133

Residência em Alvenaria - 02 quartos, sala, cozinha, wc e área de serviço 54,00m² -Rua Guiana - Bairro Nações. Valor R$ 98.000,00. Entrada a partir de R$ 1.000,00 e saldo financiado pela CEF www.imobiliariarm.com - 3627-2444 / 9902-3854 (plantão) - creci 12.133

Residência em Alvenaria - 02 quartos, sala, cozinha, wc e área de serviço 46,45m² -Rua Rio Nhundiaquara - Bairro Iguaçu. Valor R$ 90.000,00. Entrada a partir de R$ 1.000,00 e saldo financiado pela CEF - www.imobiliariarm.com - 36272444 / 9902-3854 (plantão) - creci 12.133

Residência em Alvenaria - 02 quartos, sala, cozinha, wc e área de serviço 47,95m² -Rua Padre Nilson - Bairro Gralha Azul. Valor R$ 90.000,00. Entrada a partir de R$ 1.000,00 e saldo financiado pela CEF - www.imobiliariarm.com - 3627-2444 / 9902-3854 (plantão) - creci 12.133 Residência em Alvenaria - 02 quartos, sala, cozinha, wc e área de serviço 46,87m² -Av. Condor, 971 -

Residência em Alvenaria - 02 quartos, sala, cozinha, wc e área de serviço 42,60m² - Av. São Pedro, 606 - Bairro Santa Terezinha . Valores a partir de R$ 78.000,00. Entrada a partir de R$ 1.000,00 e saldo financiado pela CEF www.imobiliariarm.com - 36272444 / 9902-3854 (plantão) - creci 12.133.


16 Servi莽o

O Rep贸rter - Primeira Quinzena


Jornal O Reporter n°45