Page 1

16 Serviços

O Repórter - Primeira Quinzena

Ano II – Edição: 30 - 01 de julho de 2010 – Fazenda Rio Grande - Distribuição Gratuíta - e-mail: pautaoreporter@hotmail.com

Menor acusado de vários crimes é executado em FRG Um menor, de 17 anos, envolvido em uma série de crimes em Fazenda Rio Grande, como assaltos, arrombamentos e de um homicídio, acabou sendo executado com três tiros na madrugada do domingo, dia 27. Ele passava por uma rua nas imediações da chamada raia quando foi cercado e morto. Joel Ferreira, o Joelzinho, foi executado com disparos de arma de fogo calibre 38. Segundo informações da

polícia, não há informações sobre os acusados, pois, ninguém presenciou o crime. Joelzinho tinha uma ficha criminal bastante extensa. Entre assaltos e arrombamentos, ele era acusado de ter participado do assassinato de uma jovem de 16 anos no bairro Iguaçu no ano passado. Na oportunidade os acusados faziam roleta russa e o tiro acabou acertando a cabeça da menina. De acordo com o delegado adjunto Leonar-

do Bueno, durante as muitas passagens do menor pela delegacia sempre procurava dialogar com o menor. "Conversei diversas vezes com Joelzinho e procurava orientá-lo a deixar o mundo do crime, mas ele, ao que parece, não dava ouvido a ninguém e seu destino foi esse, o cemitério. É lamentável observar que muitos menores de Fazenda Rio Grande estão no mundo do crime", finaliza o policial.

Acusado de latrocínio é preso 11 meses depois do crime

Fabio Aureliano Paixão

Policiais da delegacia de Fazenda Rio Grande prenderam um evadido da Colônia Penal Agrícola. Fabio Aureliano Paixão, 22 anos, o Fabinho é acusado do assassinato do vigilante aposentado Tarcisio de Oliveira, 45 anos, crime ocorrido em julho do ano passado e cumpria pena por receptação. O rapaz disse ser inocente. Uma denúncia anônima levou os policiais até a Rua Rio Jaú - 504, no bairro Iguaçu onde o acusado mora com

a esposa e filhos. Tarcísio de Oliveira foi morto nas primeiras horas do dia 13 de agosto de 2009. O vigilante, por volta das 7h30 estendia roupas no varal da casa.Embora estivesse armado com um revólver, o homem não teve chance de reação e foi baleado pelas costas, morrendo na hora. O crime aconteceu na Rua Rio Mandaçaí, próximo à esquina com a Rua Rio Açungui, Jardim Iguaçu. O criminoso levou a arma da vítima e fugiu sem ser

identificado. A esposa de Tarcísio contou que ele acordou cedo e foi ajudá-la a pendurar roupas no varal. Como não havia espaço em casa, o casal costumava usar o quintal do vizinho. Foi lá que Tarcísio foi surpreendido pelo assassino, que atirou nas costas do aposentado. Depois acertou tiros na cabeça e na nuca da vítima. Tarcísio não percebeu a chegada do bandido e morreu com os prendedores de roupa nas mãos. Por ter sido vigilante, Tarcísio costumava andar armado, conforme relatado por sua mulher. Anteriormente, ele já havia sido baleado durante um assalto, o que o deixou ainda mais apegado ao revólver. "A arma era a bíblia dele", disse a mulher à época. A polícia promoveu uma série de investigações e levantou que o assassino foi Fabio Aureliano Paixão. Ele cumpria pena por receptação de uma moto e acabou fugindo. Durante 11 meses a polícia fazendense procurou Fabio, que acabou localizado na semana passada.

Mata amigo a machadadas Após alguns goles de cachaça, um desentendimento fez com que amizade terminasse em tragédia. O brutal assassinato ocorreu na Zona Rural de Mandirituba. Página 15

Terminal de FRG já está pronto O terminal de transportes de Fazenda Rio Grande já está pronto e deve ser inaugurado nos próximos dias, já que a solenidade depende da agenda do governador Orlando Pessuti. No site do governo paranaense, a inauguração estava marcada para a tarde da quinta-feira, dia 1, porém, devido a um compromisso de última hora em Brasília , fez com que Pessuti adiasse a cerimônia. Foram investidos cerca de R$ 5,6 milhões, através do PIT, para construí-lo. Foi o deputado Strapasson, ainda na condição de secretário da RMC, quem implementou o programa de obras que estabelece um ponto final no grande desconforto que a população fazendense sofre ao utilizar o terminal que opera atualmente e um prédio particular e não atende a grande demanda de passageiros.

Corpo de menor foi encontrado no mato por populares

Denúncia faz policia civil descobrir morto vivo em FRG Foi preso em Fazenda Rio Grande Odilon Lopes, de 63 anos, acusado de tráfico de drogas. A policia chegou até ele através de denúncias anônimas no telefone 181. Além de traficar, Odilon responde processo por falsidade ideológica. Quando a equipe do superintendente Valdir chegou à rua Mali no bairro Nações, constatou a denúncia e encaminhou para a delegacia, o vovô do tráfico: Odilon Lopes vulgo (Buga). Na delegacia, o sistema apontou que Buga já responde processo por falsidade ideológica. Segundo superintendente Valdir, meses atrás, Odilon acabou dando o golpe no segura de vida quando acabou comprando um atestado de óbito. "Encontramos uma pessoa que estava morta viva. O golpe do Odilon não deu certo"

Página 6 Projeto arquitetônico do terminal é dos mais modernos da RMC

confira as ofertas

Festa do Paraná atrai multidão

Página 4

Aproximadamente 60 mil pessoas, segundo estimativa da PM, estiveram na Festa do Paraná realizada em Fazenda Rio Grande pela prefeitura entre os dias 24 a 27 de junho.

Página 6

ironizou Valdir. Na casa do acusado, a polícia descobriu várias bicicletas, que a polícia acredita que eram trocadas por drogas. Odilon continua preso e agora, além de responder

pelo crime de falsidade ideológica por ter falsificado um documento (atestado de óbito), responderá pelo crime de tráfico de drogas.


02 Opinião

O Repórter - Primeira Quinzena

EDITORIAL

Agricultor é assassinado a golpes de machadinha em Mandirituba

NOSTALGIA

Ficha Limpa ou Suja? É muito justa a iniciativa de tentar tirar do meio político aqueles que têm dívida com a Justiça. Mesmo amparados pela Constituição Federal, os que tiverem ficha suja enfrentarão o julgamento da opinião pública. O Tribunal Superior Eleitoral vai divulgar no site oficial o nome do candidato que responde a processo que ainda não foi julgado. O eleitor terá mais um motivo para decidir o seu voto. A intenção é 'varrer' da política os maus exemplos. Todo mundo sabe que no Brasil uma ação demora muito tempo para ser julgada e quando acontece o julgamento final a população nem toma conhecimento. Passado um tempo, esse mesmo político julgado e condenado volta à atividade com o consentimento do eleitor. Tornar público o nome do candidato com pendência judicial é um grande serviço à democracia e à sociedade. E está aprovado que os candidatos que respondem a processo criminal na Justiça ficarão de fora do processo. E em Fazenda Rio Grande e em cidades da região existem précandidatos lastimando a

decisão, pois com a aprovação do Ficha Limpa eles não podem disputar o pleito. E os eleitores poderão saber pela internet quais candidatos respondem a processo na Justiça e os que não podem lançar candidaturas. A Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) vai coordenar a lista com os políticos que têm a "ficha suja", em parceria com o TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Enfim, o eleitor ficará mais tranqüilo, pois sabem que os "candidatos ficha suja"estão devidamente impedidos de participar do processo eleitoral. O Brasil está entre os 30 países mais corruptos do mundo e é o mais corrupto da América Latina. Um quarto dos congressistas brasileiros respondem a processos na Justiça e esse índice se espalha entre governadores, deputados estaduais, prefeitos e vereadores pelo Brasil afora. O eleitor tem o direito de saber em quem está votando e, se quiser, optar pelo candidato que tem ficha limpa, colaborando para moralizar a nossa classe política. Pedro Bala é diretor e articulista do Jornal O Repórter

Polícia 15

O Repórter - Primeira Quinzena

Depois de negar insistentemente o assassinado do colega João Francisco de Lima, 53 anos, morto a golpes de machadinha em uma residência da localidade de Botiatuba, zona rural de Mandirituba, Valdir Rosa, 53 anos acabou confessando o homicídio. Ele ficou durante dois dias dando a versão de que três elementos invadiram a casa do vizinho e o golpearam na cabeça. Depois de passado o efeito da cachaça, o deu detalhes da morte. "Ele era violento e em 2005 ele tentou me matar. Sexta-feira a gente bebia e quando ela ficava embriagado, se tornava violento e me atacou. Fui até minha casa e peguei a ferramenta. Voltei na casa dele e dei os golpes", confessou Valdir. Valdir chamou vizinhos e contou que três elementos entraram na casa e tiraram João a força para fora. "Eles chegaram e bateram na porta e puxaram para o

F L A G R A N T E D A QUINZENA

Valdir, “matei para não apanhar mais”

pátio. Escutei uns gritos e sai para fora e vi que os cara correndo. Chamei os vizinhos, que acionaram a polícia. A polícia civil de Fazenda Rio Grande, no local do crime, fez uma varredura na casa da vítima e desconfiada da história contada por Valdir, foi até a casa dele, que fica em

frente da de João Francisco. Lá encontraram a machadinha usada no crime. Apesar da localização da arma e de todas as evidências, Valdir negou o crime. O acusado acabou sendo detido e mesmo nas entrevistas negava o crime. Depois de um tempo, acabou

confessando o crime. "Agora ta feito e não adianta eu esconder. Fui eu quem matou o João Francisco. Ele bebia e era agressivo e vivia me batendo. Em 2005 ele me deu um tiro de espingarda e fiquei entre a vida e a morte no Cajuru. Na sextafeira bebemos três caipirinhas e depois ele tentou me bater. Fui até minha casa e peguei a machadinha e voltei na casa dele e o matei. Agora ele não me bate mais", finalizou o criminoso. O superintendente Valdir Ferreira disse que não tinha dúvidas de que o Valdir Rosa era o autor do assassinato. "Encontramos a arma do crime em uma caixa de ferramentas, suja com o sangue e com os cabelos da vítima. Só que ele deu a versão de que três homens tinham matado o senhor João, mas agora acabou confessando e fica mais fácil para concluirmos o inquérito", disse o policial Valdir.

Policiais de FRG localizaram carreta e carga roubadas Esta cena não chega a ser um flagrante, já que pode ser vista de domingo a domingo, pois ônibus da empresa de transporte coletivo andam alguns metros na contramão e não são multados A Rua Cesar Carelli tem sentido único, ou seja, mão única. Se um motorista fazer o percurso será multado e perderá pontos na sua carteira de habilitação. Porque a Faztrans permite esse tipo de infração? Então que sejam colocadas tartarugas no trecho usado pelos ônibus na contramão. Uma dica sensata!

CARTAS Quero parabenizar a administração municipal pela realização da Festa do Paraná. Os shows foram de primeira e o que é melhor, todos de graça. O povo precisa evidentemente de ruas boas, de escolas, saúde, mas precisa também de diversão. E essa festa veio em boa hora. Quero parabenizar os responsáveis e espero que tenhamos mais festas. Beatriz Terezinha da Silva - Eucaliptos Através da imprensa estadual e nacional, tomei conhecimento de que o projeto Ficha Limpa foi

sancionado pelo presidente Lula. Seria interessante a imprensa de Fazenda Rio Grande apresentar a relação de propensos candidatos que respondem a processos e, consequentemente não poderão participar da próxima eleição. O eleitor agradece. Ademar Santos Contabilista Participei, como espectador, da audiência sobre segurança pública realizada na Câmara de Vereadores. A intenção foi boa, mas depois de quase três horas de debates cheguei a conclusão de

que a situação vai continuar, pois não adianta ficar debatendo. O que precisa é da polícia nas ruas 24 horas, principalmente nos lugares onde a criminalidade acontece com maior freqüência. E o 190 precisa funcionar, ou seja, ligou atendeu! O debate é importante, mas as ações policiais são mais necessárias. João Cesar Dias Aposentado A cidade de Fazenda Rio Grande vem crescendo dia a dia e com ela crece o número de carros no trânsito. O

terminal de transportes acaba de ser inaugurado e quem vem de carro de Curitiba e deseja ir em direção aos bairros Nações e Eucaliptos encontra dificuldades para entrar à esquerda e passar sob o viaduto. Que tal se a FazTrans fizesse alguma coisa para melhorar a situação no local. O ideal é que se tornasse obrigatório que os motoristas fizessem a volta por trás do terminal e isso evitaria o cruzamento na trincheira. Ta ai uma sugestão! João C. Nogueira Comerciante

Policiais da Delegacia de Fazenda Rio Grande, em conjunto com policiais do 11º Distrito, na Cidade Industrial de Curitiba, conseguiram, no final da noite da quarta-feira (24), localizar e apreender, em um barracão da CIC, uma carreta roubada carregada com uma carga de presunto, avaliados em R$ 450 mil. De acordo com a polícia, a carreta foi roubada no inicio da manhã da terçafeira (23) no posto de combustíveis Oto, localizada na BR 153, em General Carneiro, a 270 quilômetros de Curitiba. O motorista dormia no posto quando foi surpreendido. Ele foi dominado e mantido amarrado em um matagal enquanto os marginais seguiam com o veículo carregado de presunto em direção a Curitiba. O policiais de Fazenda Rio Grande foram acionados e, através de informações, chegaram até um barracão localizado na rua Sebastião Ribeiro Batista, na CIC,

Roubo de cargas se tornou comum no Paraná

onde a carga e a carreta estavam escondidas. O local ficou sob observação durante toda a madrugada para que os ladrões fossem surpreendidos. Como ninguém apareceu, pela manhã o local foi invadido e os policiais constataram

que o veiculo e a carga estavam intactos. Foi instaurado inquérito. Em contato com o dono da carga e da carreta, na cidade de Seara (SC), os policiais foram informados que o motorista seguia com o proprietário para o 11º

Distrito. Os dois prestaram depoimento e depois de apresentarem notas e documentos, o veiculo e a carga foram entregues. As investigações continuam para levantar o proprietário do barracão e descobrir os autores do roubo.(AEN)

Acidente em que vitimou Maria dos Santos

Família de FRG denuncia funerária de Araucária A família de Maria dos Santos, de 31 anos, que morreu em acidente na BR-116 em Fazenda Rio Grande no inicio da tarde do sábado, dia 12, procurou a reportagem da Rádio Tropical para denunciar o desrespeito por parte da funerária São Gabriel de Araucária. Segundo Zaíra, tia da vitima e que reside em Fazenda Rio Grande, a funerária fez de tudo para ficar com o seguro DPVAT, cujo benefício é pago para famílias de pessoas mortas em acidentes. Ainda de acordo com Zaira, no velório a família abriu o caixão e ficou surpresa ao observar que Maria dos Santos estava enrolada em um saco plástico. "A funerária desrespeitou a nossa família, pois colocou o corpo da mesma forma que saiu do Instituto Médico Legal", denunciou a mulher que afirma que a funerária estava cobrando R$ mil reais pelo enterro. "Depois que descobrimos tudo, a Funerária São Gabriel nos cobrou R$ 1.500,00. Ficamos inconformados com a falta de respeito e profissionalismo de parte da empresa. Fizemos questão de denunciar o fato para que outras famílias não sejam vítimas de funerárias que se aproveitam

do desespero das famílias para tirarem proveito", vociferou Zaira. Outra denúncia da tia é de que o responsável pela Funerária São Gabriel fez de tudo para que a família assinasse um termo para a liberação do seguro DPAVT. Para quem não sabe a famosa e conhecida sigla DPVAT significa Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres. É o único seguro que protege todos os brasileiros, vítimas de acidentes de trânsito, não importando se são motoristas, passageiros ou até mesmo pedestres. O seguro do DPVAT é pago todos os anos pelos proprietários de veículos de passeio, microônibus, ônibus, motocicletas e similares. O DVPAT tem como função indenizar as vítimas de acidentes em três categorias, sendo elas: morte, invalidez permanente ou despesas de assistência médica e suplementares. No caso de morte a indenização corresponde a 40 salários minimos e é recebida pelos herdeiros da vítima.Não é necessário de maneira alguma contratar um advogado para poder receber o DPVAT, bastando somente entrar em contato com qualquer uma das seguradoras consorciadas.


14 Mandirituba

O Repórter - Primeira Quinzena

Mandirituba nega pedido de instalação de aterro sanitário A Prefeitura de Mandirituba negou este mês o pedido de licença solicitado pela Cavo Serviços e Saneamento S/A para instalação de aterro sanitário no município. A atual administração entende que o modelo de aterramento de resíduos contribui apenas temporariamente na destinação do lixo da cidade de Curitiba e Região Metropolitana, além de agredir o meio ambiente e não trazer nenhum benefício em prol da população. "Somos favoráveis à implantação de um sistema ou indústria de reciclagem, como o Sistema Integrado de Processamento e Aproveitamento de Resíduos (SIPAR), que usa tecnologia industrial apropriada para o aproveitamento de no mínimo 85% do lixo", explica o prefeito Antonio Maciel

Machado. Ele também ressalta que a aceitação do pedido da Cavo implicaria no descumprimento da legislação municipal vigente, que não permite a criação de um aterro de resíduos sólidos no município. Mandirituba é integrante do Consórcio Intermunicipal para Gestão de Resíduos Sólidos, que administra o SIPAR. Inédito no País, o novo sistema contempla tecnologias modernas de transformação e aproveitamento do lixo para Reciclagem (aproveitamento da matéria-prima), Compostagem (transformação do lixo orgânico em adubo) e Produção de Energia (utilização do material energético). Dessa forma, como os outros 19 municípios participantes, Mandirituba

Editais e Extrato

Machadinho diz não ao lixão em Mandirituba

firmou e preza pelo compromisso de organizar e promover ações e atividades para a gestão do tratamento e destinação correta desses resíduos. Atualmente, os 20 municípios aguardam o desfecho de licitação do SIPAR, assim como decisões judiciais que

definam o andamento do processo do Consórcio criado em 2001, com a finalidade de buscar alternativas de solução para a destinação dos resíduos gerados na Região Metropolitana de Curitiba, em substituição ao Aterro Sanitário da Caximba.

Americanos prestam serviços odontológicos em Mandirituba Graças ao convênio firmado entre a prefeitura municipal de Mandirituba e Universidade Positivo, a ONG Meninos dos Quatro Pinheiro e a comunidade local que consiste em sua maioria de agricultores e pequenos empresários receberam atendimento médico e odontológico de qualidade. Recentemente na unidade de saúde dos Quatro Pinheiros, acadêmicos da Indiana University School of Dentistry estiveram atendendo 420 pacientes de diversas localidades do município, auxiliados por alunos da Universidade Positivo e

Americanos durante passagem por Mandirituba

por um cirurgião-dentista da Secretaria Municipal de Saúde, que farão o trabalho de tradutores para que os americanos possam se comunicar adequadamente com os usuários. A Indiana University é

uma das mais importantes instituições de ensino e pesquisa em todo o mundo, tendo em seu quadro docente atual e passado oito ganhadores de Prêmio Nobel, destes, 4 Nobel de Medicina. Neste mutirão,

todos os materiais e medicamentos necessários aos atendimentos são trazidos da Universidade de Indiana, de forma a não gerar custos desnecessários ao contribuinte de Mandirituba e nem para a Secretaria Municipal de Saúde. Os pacientes, previamente agendados, depois de triagem realizada nas escolas municipais, são prioritariamente os que têm maior dificuldade de acesso aos serviços de saúde. Caso o usuário atendido pelos americanos necessite de continuidade de atendimento, poderá fazê-lo na própria Unidade dos Quatro Pinheiros ou na Unidade de Saúde Municipal mais próxima da residência. Caso haja necessidade de encaminhamentos mais complexos a própria Universidade Positivo pode, em muitos casos, agendar o paciente para alunos de especialização, mestrado, doutorado ou mesmo graduação em seu campus.

Política 03

O Repórter - Primeira Quinzena

Chico Santos sanciona projeto de Marcelo Pelanda O prefeito Chico Santos sancionou nesta semana o projeto de lei ordinária de autoria do vereador Marcelo Pelanda, que institui na rede municipal de educação o programa Conhecimento para a Vida. Segundo Marcelo Pelanda, o objetivo do programa é a criação de semana voltada para estudos, palestras, seminários, projetos culturais e desenvolvimento de atividades educacionais complementares, focando-se na abordagem de temas como sexualidade, drogas e violência, meio ambiente, família, comunidade e trabalho e trânsito. "A educação é um direito de todos e

Projeto de Marcelo Pelanda beneficia estudantes

dever do Estado e da família. Assim queremos promover e incentivar, com a colaboração da sociedade o pleno desenvolvimento de uma pessoa, preparando-a para a cidadania e sua qualificação para o trabalho", comenta Pelanda. O vereador Marcelo Pelanda observa que a legislação brasileira obriga o município com apoio do Estado e da União a promoção e a defesa dos

direitos de suas crianças. Partindo desse conceito "cabe a nós representantes encontrar meios para demonstrar as nossas crianças e adolescentes, vivências que enriqueçam a sua vida e os tornem capazes de responder a diversos estímulos como pessoas, cidadãos e futuros profissionais", opina o autor. Ainda segundo Pelanda, "é incrí-

vel como ainda nos dias de hoje os jovens sofrem com a falta de informação e a maternidade precoce é uma realidade que assombra a sociedade onde vivemos". Segundo pesquisas da ONU - Organização das Nações Unidas - o Brasil está entre os países com maior índice mundial de incidência da gravidez precoce, que atinge meninas e adolescentes com idade entre 14 e 19 anos. O projeto Conhecimento para a Vida fará parte da grade curricular das escolas municipais ainda neste ano de 2010. "Temos certeza de que esse programa vai ajudar em muito na questão de conscientização dos nossos alunos", finaliza Marcelo Pelanda. (Da Assessoria).

Confirmada aliança entre PT, PDT e PMDB no Paraná Da reunião na sede estadual do PDT, Osmar e Lupi partiram para a casa do governador Orlando Pessuti (PMDB), para comunicá-lo pessoalmente da decisão. A desistência de Pessuti em disputar a reeleição é uma das condições para a formalização da aliança. Ao governador, caberá a indicação do nome do candidato a vice-governador na chapa que terá, ainda, Gleisi Hoffmann (PT) e Roberto Requião

Gleisi é candidata a senadora

(PMDB) como candidatos ao Senado. Com a confirmação da aliança, PT, PDT e PMDB também deverão

estar juntos nas eleições proporcionais, coligados com, até, outros cinco partidos. "Acabou a

angústia. Temos candidato do PDT ao governo do Estado. Osmar e Lupi já comunicaram a todos os prefeitos do PDT de que ele (Osmar) será nosso candidato. Agora não tem volta", disse o prefeito de Paranaguá, José Baka Filho (PDT). Na reunião da noite de ontem, o ex-governador Mário Pereira (PDT) também foi confirmado como o coordenador da campanha de Osmar Dias. A novela sobre a candidatura de Osmar Dias é uma das mais longas da política paranaense.

Beto Rocha destaca resultados da Agência do Trabalhador A melhora nos serviços prestados ao público pela Agência do Trabalhador de Fazenda Rio Grande é motivo de celebração para o vereador Beto Rocha. O representante do povo na Câmara de Vereadores destaca que a agência é uma das que

mais contrata no Paraná e isso motivo de orgulho para a comunidade. "A cada dia muitos funcionários são contratados e muitas vagas deixam de ser preenchidas pela falta de qualificação. Está de parabéns a Irani e sua equipe pelo brilhante trabalho realizado em Fazenda Rio Grande", destaca o vereador. A

eficiência na prestação do serviço resultou em um número maior de contratações nos últimos meses. "Se o número de contratações aumentou é sinal de que a Agência do Trabalhador vem cumprindo seu papel. Isso merece ser destacado", diz Beto. Entre os serviços que são prestados no local, a

intermediação de mão de obra, a emissão de seguro desemprego e da carteira de trabalho. "Antes tudo era feito em Curitiba, onde o candidato a uma vaga tinha que sair de madrugada de casa para ver se encontrava alguma vaga. Agora tudo isso é feito em nosso município", coloca o vereador.

Língua de Trapo Uma reunião aconteceu dia desses na Câmara de Vereadores para tratar da questão de segurança em Fazenda Rio Grande. Papo vai, papo vem, muita gente opinando, mas de concreto nada ficou decidido. No dia seguinte aos debates, mais um jovem era morto na saída da escola. Infelizmente podem realizar quantas audiências quiserem, mas acabar com a criminalidade, penso eu, é algo impossível. O Foca, sempre presente nos grandes acontecimentos, contou que o exprefeito Saul Carelli disse que a verba que veio do governo federal para a realização da Festa do Paraná, deveria ser aplicada na melhoria da segurança. Eita mundão! O ex deve saber que verba carimbada não pode ser desviada para outra finalidade, ou seja, a verba para a Festa do Paraná deve ser aplicada, como foi, na realização da festa e, em caso, dela (verba) ser desviada, caberá sanções ao governo municipal. E no afã do debate sobre segurança, o vereador Ariel da Agricultura, pelo menos duas vezes, contou o Foca, trocou as bolas. Pensou que estava falando com o secretário de segurança Pública do Paraná, Coronel Aramis Serpa, que estava representado pelo Coronel Daniel Carvalho. Vendo que Ariel estava batido, uma assessora foi e assoprou no ouvido do edil. "Quem está aqui é o Coronel Daniel e não o secretário Aramis". Ariel, então, logo se corrigiu. A vereadora Ana Lúcia, na audiência, reclamou e com razão, do péssimo atendimento pelo 190, que é o telefone de emergência da Polícia Militar. Segundo Ana, tempos atrás, a igreja que frequenta foi arrombada e ao ser informada, passou a madrugada toda ligando para o 190 e não foi atendida . Segundo ela, somente no clarear do dia é que conseguiu relatar o fato. Nessas alturas, os arrombadores deveriam estar chegando a outro Estado com os produtos furtados. Dia

desses,

uma

reunião aconteceu na sede da OHL, num prédio dos mais modernos localizados no centro de Curitiba. O assunto: a duplicação da BR116, entre Curitiba-Fazenda Rio Grande. A reunião ocorreu a pedido do vereador petista por Curitiba Pedro Paulo. A imprensa, que cumpre o seu papel de informar, foi "proibida" de cobrir o encontro, o que é lamentável. A assessora de imprensa da OHL, de nome Ana Carolina Bendlim, ao tomar conhecimento pela recepção de que a imprensa pedia permissão para entrar, desceu e simplesmente proibiu jornalistas e repórteres de entrarem no recinto. A Aninha deveria ter sido mais simpática. Perdeu uma grande oportunidade de convidar os jornalistas para um café ou uma água. O relações públicas, claro, cumpre ordens da chefia, mas nada impediria que a simpática jornalista convidasse os colegas para conhecer a sua sala no bonito prédio. Quem sabe em outra oportunidade, né Ana! O prefeito Machadinho de Mandirituba disse "não" a Cavo que queria de qualquer forma instalar um aterro sanitário. O acordo com a empresa ocorreu na gestão do ex-prefeito Adir Palú. Com essa atitude, a comunidade mandiritubense fica tranqüila, pois agora pode afirmar: "o lixão não vem mais para Mandirituba". Parabéns Machadinho! Falando em Adir Palú, todos devem lembrar do acidente que ele se envolveu na BR-116, no perímetro urbano de Fazenda Rio Grande, onde uma pessoa faleceu e ficou gravemente ferida a senhora Ariete. A família conta que Palú sequer apareceu na casa da vítima para saber se ela ficou boa ou precisa de algum tipo de auxílio. Claro, a família está indignada com o descaso. Quem esteve na Câmara de Vereadores de Mandirituba foi o secretário de saúde do município Antonio Paulo Maumam. Ele detalhou como está o setor de saúde na cidade, fazendo um raios-X da situação. Todos os vereadores elogiaram o desempenho do secretário, que respondeu todas as inquirições.


04 Oportunidade

O Repórter - Primeira Quinzena

Quitandinha 13

O Repórter - Primeira Quinzena

Prefeito Neco Prado inaugura novo Eleutério O município de Quitandinha ganhou no último final de semana a nova estrutura do Colégio Estadual Eleutério Fernandes de Andrade. A instalação educacional foi inaugurada no domingo (13), pelo prefeito de Quitandinha, Neco Prado, e pelo superintendente de Desenvolvimento Educacional (Sude), Carlos Alberto Rodrigues, que na ocasião representou o governador Orlando Pessuti e a secretária da Educação do Estado, Yvelise Arco-Verde. A cerimônia de inauguração, que aconteceu durante as comemorações do 49º aniversário do município, teve início com a Santa Missa, que reuniu centenas de fiéis e convidados na quadra do novo colégio. A missa foi ministrada pelo padre Lauro Kovalczyk, pároco da Igreja Matriz Senhor Bom Jesus da Cana Verde, que na seqüência abençoou as instalações. Entre os presentes na inauguração estavam o diretor do colégio Edinei Mlenek, a chefe do Núcleo Regional da Educação (NRE) da Área Metropolitana Sul, Maria Joana Pazzinatto Hunzicker; o deputado federal, Gustavo Fruet; o deputado estadual, Antonio Anibelli e seu filho, Antonio Anibelli Neto, autoridades regionais, locais, representantes de comunidades e população em geral, em especial as famílias do Monsenhor Miguel José Mickosz e Eleutério Fernandes de

População prestigia inauguração do Eleutério

Andrade. "Esse era um sonho antigo e que batalhamos muito para realizá-lo. Muitos duvidavam, mas agora essa conquista é real", frisou Edinei Mlenek, agradecendo o empenho do prefeito Neco Prado, do deputado Antonio Anibelli e de Anibelli Neto. "Foram principalmente essas pessoas que trouxeram o que todos os quitandinhenses queriam. Essa é uma realização para os pais, professores e alunos que por muito tempo viveram a expectativa da construção do novo colégio", acrescentou. Para Maria Joana, o novo Eleutério é a conquista de todo o município. "Quitandinha têm se destacado entre as 14 cidades que formam o Núcleo Regional da Educação. Isso se deve e muito as pessoas que estão à frente do município, que

neste caso é o prefeito Neco Prado, que têm garantido grandes conquistas para cidade", disse a chefe do NRE da Área Metropolitana Sul, que durante seu discurso também elogiou o trabalho do atual governo, além de citar algumas das principais conquistas e investimentos na área da educação nos últimos anos no Paraná. Já o representante do governo destacou a importância da educação. "Educar é um ato de imortalidade. A escola é a escola da comunidade", disse o superintendente de Desenvolvimento Educacional, Carlos Alberto Rodrigues. O prefeito Neco Prado fez seu pronunciamento frisando a importância de se investir na educação e também destacou o trabalho de sua equipe e do apoio que teve para a

liberação do colégio. "Não existe investimento mais certo do que o da educação, pois é o que forma as pessoas. E aqui em Quitandinha a educação passa por modificações e modernizações. Contamos com uma equipe de trabalho muito boa e os apoios que recebemos são de fundamental importância para darmos seqüência de investimentos nesta área", disse Neco, enaltecendo o trabalho dos deputados Gustavo Fruet e Antônio Anibelli, além de Orlando Pessuti e o exgovernador Roberto Requião. Durante o seu discurso, o deputado estadual Antônio Anibelli fez questão de enaltecer o trabalho de Requião em prol dos paranaenses. "Temos todos que agradecer pelos investimentos que Roberto

Requião fez no Estado e sua dedicação na área da educação", concluiu. Precursor de investimentos milionários na região metropolitana, em especial da Amsulep, o deputado federal Gustavo Fruet também enalteceu o trabalho de Neco em Quitandinha. "O prefeito Neco tem feito uma administração moderna e revolucionária no município. Como professor, ele (Neco) tem pensado na formação dos novos cidadãos e hoje Quitandinha tem o reconhecimento deste trabalho", disse Fruet. Mais emocionado e empolgado com a obra foi Anibelli Neto, que frisou seu compromisso de construção do novo colégio com o município. "Hoje é um dia especial, pois Deus me deu a graça de estar aqui com vocês (população) para a inauguração no novo Eleutério. É uma conquista de todos que acreditaram no trabalho do Neco e do Anibelli", revelou Neto. Emocionado, Neto ainda destacou a importância da política. "Nestes

oito anos de vida pública, hoje é o dia mais feliz da minha vida. Este foi meu primeiro compromisso com a população quitandinhense, o qual entregamos com grande orgulho. Isso mostra para todos que a política vale a pena quando se honra um compromisso firmado", encerrou. Na seqüência, ao som da Banda Marcial Municipal de Quitandinha, as autoridades se deslocaram até a entrada do colégio para a solenidade de inauguração do colégio. Novo Eleuterio Construída em uma área de 2.668.97 m² ao lado do Ginásio Municipal Hilário Gonçalves do Vale, o novo colégio conta com anfiteatro, quadra coberta, laboratórios de informática, biblioteca, sala de múltiplo uso, 16 salas de aula, elevador para deficientes físicos, além de um espaço para ampliação que no momento estará sendo utilizado para atividades de educação física. No local previsto para ampliação, o município construiu um campo de futebol suíço.

Prefeito Neco e autoridades na inauguração


12 Mandirituba

O Repórter - Primeira Quinzena

CAIXA vai liberar recursos para construção de casas Na manhã do dia 24 de junho, em reunião organizada pelo sindicato dos trabalhadores rurais de Mandirituba no salão da paroquial foram assinados os contratos do programa "Minha casa Meu sonho" que irá viabilizar subsídios para a construção de casas populares em áreas rurais em diversas localidades do município. No total 47 famílias serão beneficiadas graças a uma parceria entre o sindicato a agência da caixa econômica de Fazenda Rio Grande e da gerência de desenvolvimento urbano - GIDUR. Com subsídios do governo federal cada família terá uma linha de crédito de 15 mil reais para

Machadinho anuncia construção de moradias

construção das casas. É a primeira contratação deste tipo de empreendimento habitacional rural da

região leste do Paraná. Cada beneficiário é responsável pela construção de sua moradia

podendo pagar em até 4 anos apenas o valor de 600 reais. Segundo a gerente de desenvolvimento ur-

bano Elizabete Alessi Valter da Costa, o papel da caixa econômica é analisar cada caso dando prioridade para as famílias de pequenos agricultores e com renda de até 2 salários mínimos. Além disso, uma comissão eleita pelos próprios agricultores e com representantes da caixa econômica irão acompanhar se o recurso estará sendo empregado corretamente. Segundo o presidente do sindicato Júlio Carvalho mais de um milhão de reais serão aplicados no município gerando mais empregos, aquecendo o comércio e trazendo mais desenvolvimento. "O objetivo é que fiquem

prontas antes do natal, para que as famílias possam celebrar na casa nova" comentou Júlio. O prefeito Machadinho participou da reunião e elogiou o trabalho desenvolvido pelo sindicato e dea equipe formada para a execução do programa "Minha casa Meu sonho" que tem Ricardo Ziemer engenheiro da prefeitura, como responsável pelos projetos. Machadinho também afirmou que irá de facilitar no que for preciso para a construção das casas. "Faremos o serviço de terraplanagem para os que precisarem. De início, é o mínimo que podemos fazer" disse o prefeito de Mandirituba Machadinho.

Show gospel reúne multidão na Praça Bom Jesus Quem esteve neste último domingo, 27 de junho, na Praça Senhor Bom Jesus conferiu uma série de apresentações musicais e teatrais com temática gospel. O evento promovido pelo departamento de cultura faz parte da programação de eventos e atividades culturais em

celebração aos dos 50 anos do município de Mandirituba. Com um estilo bem jovem, a banda Astros de Deus abriu as apresentações. A atração principal ficou por conta da vereadora de Curitiba e cantora gospel Mara Lima que trouxe toda sua produção e emocionou o público presente, cantan-

do várias musicas de seus 30 anos de carreira. Atrações locais e o grupo Teatro do Centro de Treinamento Quadrangular apresentaram-se logo em seguida. O prefeito Machadinho e a vice-prefeita Sandra Mara Zimerman estiveram presentes e enfatizaram a importância da música

gospel como forma de aproximar o homem da palavra de Deus. No próximo sábado dia 3 de julho acontece o II Arraiá na Praça Bom Jesus à partir das 18horas. Haverá quadrilha, danças, pescaria, quentão, pipoca e muita diversão. Os ônibus irão sair de todas as localidades às 17h30.

Evento gospel movimentou Mandirituba

Rua Rio Piquiri, 976 - Iguaçu II Fazenda Rio Grande - PR

Fazenda Rio Grande 05

O Repórter - Primeira Quinzena

Festa do Paraná atrai milhares de pessoas em FGR A I Festa do Paraná entra para história da Fazenda Rio Grande como o maior evento que a cidade já viu, desde sua emancipação política, há vinte anos. Em quatro dias de festa, mais de 60 mil pessoas estiveram presentes na Praça Brasil para desfrutar de boa música, gastronomia, feira e diversão. De quinta-feira (24) a domingo (27), uma multidão, formada principalmente por jovens, mas também por famílias inteiras- inclusive crianças, estiveram na arena montada na Praça principal do município marcando presença nessa festa que foi um exemplo de organização e segurança. "Esta é uma Festa que veio pra entrar de vez no calendário do município de Fazenda Rio Grande", disse o prefeito Chico Santos, após o sucesso do evento. Além das cinco principais atrações, a I Festa do Paraná prestigiou também os artistas locais, que tiveram nesse evento, a oportunidade de tocar para um grande público e

Grupo Tradição se apresentou no encerramento da Festa do Paraná

com equipamentos de primeira qualidade. O evento foi batizado de "Festa do Paraná", como uma forma de homenagear os moradores de

Fazenda Rio Grande, que possuí em sua grande maioria, migrantes de outros municípios do estado, que contribuem com a experiência, boa

vontade e a cultura de sua região de origem, e que são peças essenciais para o desenvolvimento do município. A festa foi custeada através de verba

específica para este tipo de evento, do ministério do Turismo do Governo Federal, através de uma emenda parlamentar do deputado Ratinho Junior

e do esforço da Prefeitura de Fazenda Rio Grande em buscar viabilizar esta festa em homenagem ao povo fazendense. (Da Assessoria)

Segurança na festa esteve impecável Para garantir a segurança das famílias fazendenses e o bom andamento da Festa do Paraná, 80 homens da Polícia Militar estiveram presentes, incluindo a Cavalaria, tropa de Choque e Rotan. A Guarda Municipal e a Polícia Civil também reforçaram a segurança, além de uma empresa especializada em segurança contratada especialmente para o evento. Câmeras de vigilância também foram utilizadas no local do show. Resultado, nenhuma ocorrência

registrada relacionada à violência nos quatro dias de festa. “Não houve nenhum registro de briga ou violência durante a festa. A organização da Prefeitura e operação do comando da Polícia Militar contribuíram para que tudo ocorresse de forma tranqüila e ordeira”, disse o Tenente Stocchero, comandante da 2ª Companhia do 17º Batalhão da Polícia Militar. A população fazendense não só aprovou a festa como também elogiou a organização e a segurança. Como

é o caso de Everton Carvalho, que inclusive trouxe

sua filha de apenas nove meses para também pres-

Sua Empresa tem aqui o espaço certo. ANUNCIE, e venda mais

Telefone 9693-2591

tigiar o evento. “A organização dessa festa

esta excelente, e a segurança também, com vários policiais, seguranças com detector de metais, o que nos deixa muito tranquilos para vir com a família toda”, disse. Everton também parabenizou a Prefeitura pela iniciativa de promover junto ao ministério do Turismo, esse evento na cidade. “Nós nunca tínhamos muita opção de diversão por aqui, e uma festa desse tamanho e com tantas atrações é novidade”, concluiu.


06 Fazenda Rio Grande

O Repórter - Primeira Quinzena

Deputado Strapasson destaca novo terminal de Fazenda Rio Grande Estado conclui obra que vai modificar realidade do sistema de transporte coletivo no município O deputado estadual Edson Strapasson (PMDB) destacou nesta semana, na Assembleia Legislativa do Paraná, o término das obras de construção do Terminal Metropolitano de Fazenda Rio Grande. Localizado na margem da BR-116, pista sentido Curitiba, o novo terminal faz parte das obras do Programa de Integração do Transporte (PIT), realizado pelo governo do estado na Região Metropolitana de Curitiba (RMC) e implementado pelo deputado Strapasson a frente da Secretaria Especial para Assuntos Metropolitanos. Segundo a Coordenação da RMC (Comec), o governo estadual investiu cerca de R$ 5,6 milhões, através do PIT, para construí-lo. Foi o deputado Strapasson, ainda na condição de secretário da RMC, quem implementou o programa de obras que estabelece um ponto final no grande desconforto que a população fazendense sofre ao utilizar o terminal que opera atualmente e um prédio particular e não atende a grande demanda de passageiros.

Brasil (com investimento de R$ 3,7 milhões), da Avenida das Araucárias (R$ 2,5 milhões) e das ruas Francisco Ferreira da Cruz (R$ 2,1 milhões) e a transformação da Rua Nicola Pellanda (R$ 10,7 milhões) em um novo corredor de ligação entre o município e Curitiba. Strapasson relembrou a grande luta e empenho para que as obras fossem viabilizadas. "Trabalhamos na Secretaria Metropolitana de forma intensa,

Novo Terminal de Fazenda Rio Grande

"O governo do estado está concretizando mais um grande investimento em Fazenda Rio Grande. O novo terminal foi projetado priorizando o espaço, o conforto e a segurança da população. Foi isso que idealizamos quando secretário da RMC. O velho terminal não atende mais as necessidades de operação, o que acaba transformando a utilização do transporte coletivo em um grande tormento para o cidadão",

avalia o deputado Strapasson. De acordo com a Comec, o novo terminal tem 5.950 m² de área coberta com e capacidade para atender mais de 62 mil passageiros por dia. São 19 plataformas de embarque e desembarque, que deverão atender 17 linhas de ônibus, sendo 13 alimentadoras, três troncais e uma direta, além de salas comerciais, bicicletários e espaço para serviços públicos. PIT em Fazenda Rio

Grande - O novo Terminal Metropolitano de Fazenda Rio Grande faz parte do Programa de Integração de Transporte (PIT), que investiu cerca de R$ 24,6 milhões no município. Além do terminal, a gestão do deputado Strapasson como secretário Metropolitano viabilizou para a população fazendense, somente com recursos do programa, outras obras estratégicas como as pavimentações asfálticas da Avenida

Bolsa Família de FRG supera expectativas A aplicação do Bolsa Família pela Prefeitura de Fazenda Rio Grande está superando todas as expectativas do programa, e mais uma vez é citado como referência. "O município de Fazenda Rio Grande superou 100% do cadastro do programa em menos de um ano", lembra o prefeito Chico Santos. Devido ao sucesso do programa no município, o coordenador municipal do programa, Marcelo Voichiki foi convidado pela GISES Paraná junto a Caixa Econômica e Secretaria do Estado do Trabalho para ministrar

palestra aos municípios vizinhos de gestão administrativa. O convite veio também

do Ministério Público para ministrar capacitação aos promotores públicos do estado. Além do trabalho

de gestão administrativa são destaque também ações paralelas executadas no município como: capacitação intersetorial no acompanhamento das famílias beneficiarias; melhorias na infra-estrutura de abordagem e acolhimento das famílias; campanhas de mobilização na fiscalização e recadastramento das famílias; ampliação do direito a tarifa social da água de 1.400 para 4.986 famílias, sendo vinculado ao bolsa família; e a luz fraterna, de 3.255 para 6.503 direitos vinculados. (Da Assessoria)

com muita dedicação e empenho, tendo como objetivo contribuir com a melhoria da qualidade de vida do cidadão. Assim como em outros municípios da RMC, Fazenda Rio Grande foi contemplada pelo PIT com obras de infraestrutura estratégicas, como o novo terminal e a transformação da Nicola Pellanda, que valorizam a região e impulsionam o desenvolvimento", ressalta o deputado.

Quitandinha 11

O Repórter - Primeira Quinzena

Biblioteca Cidadã será instalada em Quitandinha O município de Quitandinha estará recebendo nos próximos meses mais um grande investimento do Governo do Estado: a Biblioteca Cidadã. A obra, anunciada pelo governador Orlando Pessuti, deverá ter início nos próximos dias. O investimento será de aproximadamente R$ 310 mil. De acordo com o prefeito de Quitandinha, Neco Prado, o município agora trabalha com a escolha do terreno que abrigará a unidade. "Acreditamos que nos próximos Biblioteca Cidadã Luz do Saber dias já teremos o local certo Cidadã foi criado em de livros, ou mesmo pela para darmos início às obras 2004 pela Secretaria de inclusão digital, por meio desta importante obra que Estado da Cultura do dos telecentros. Para contribuirá na melhora da Paraná e é considerado tornar a Biblioteca Cidadã educação e cultura dos o maior projeto de uma realidade nos municíquitandinhenses. Essa é construção de bibliotepios mais carentes do mais uma grande conquis- cas públicas já realizado Estado, o Governo consta para Quitandinha", na Brasil. O objetivo é trói um prédio de 184 explicou o prefeito, que oferecer às regiões mais metros quadrados, num contou com o apoio de carentes do território terreno oferecido pela Anibelli Neto, filho do paranaense um equipaprefeitura de cada cidade deputado estadual Antônio mento cultural que atendida. A qualificação Anibelli, nesta importante promova a democratizadas pessoas que vão trabaconquista para o municí- ção do conhecimento lhar nestes espaços é feita pio. O projeto Biblioteca seja pelo valioso acervo com um treinamento

Biblioteca Pública do Paraná. Essa ação conjunta estreita a parceria entre a estrutura pública estadual e municipal. A edificação depois de pronta reúne cultura e tecnologia e concentra, no mesmo espaço, acervo inicial de 2 mil livros que contempla todos os gêneros literários com grandes autores da literatura nacional e estrangeira. (Da Assessoria)

Produtores recebem tratores O prefeito de Quitandinha, Neco Prado e o secretário geral do PMDB do Estado, Antônio Anibelli Neto, entregaram no domingo (13), as chaves de mais três tratores para os produtores quitandinhenses que foram contemplados pelo programa ‘Trator Solidário’, do Governo do Estado. A entrega dos maquinários aconteceu após a inauguração da nova estrutura do Colégio Estadual Eleutério Fernandes de Andrade. Foram contemplados pelo programa os produtores: Paulo Senn, da comunidade do Doce Grande; Itamar Cius, da comunidade da Roseira e Loraci Vieira, da comunidade da Água Clara de Baixo. Com a entrega destes maquinários, Quitandinha segue se destacando por estar entre as cidades de todo o Estado que mais entregaram tratores. Somados os contemplados do programa ‘Trator Solidário’ e ‘Mais Alimentos’, já foram entregues mais de 160 tratores no município. De acordo com o vereador Marquinho da Acarpa, outros 40 tratores deverão

ser entregues nos próximos dias. “Vários produtores já estão com a documentação sendo avaliada e nos próximos dias poderemos estar novamente entregando novos maquinários”, explica o vereador. O Trator Solidário consiste no financiamento de tratores para agricultores familiares, permitindo a compra individualmente ou em grupo com preços abaixo do mercado, juros baixos, prazo longo e pagamento com suas produções. Os tratores solidários estão sendo financiados com potência de 50 cv a 75 cv e também tratores multicultivadores, indicados para cultivo de olerícolas. O prazo de financiamento pode chegar a até dez anos, com até cinco anos de carência. Nos outros cinco, os pagamentos serão anuais com juros médios de 3% ao ano, podendo ainda os produtores efetuar o pagamento com suas produções. A solenidade de entrega destes tratores também contou com a presença de Manoel Eduardo da Silva, gerente da unidade do Banco do Brasil de Quitandinha.

Engenho Velho vai ganhar escola Deputado Edeson Strapasson

Após a inaugurar o maior investimento da área da educação do município de Quitandinha, a nova estrutura do Colégio Estadual Eleutério Fernandes de Andrade, o prefeito Neco Prado acompanhou na quintafeira (24), o início das obras da nova escola municipal que será construída na comunidade do Engenho Velho. O investimento para a construção é de aproximadamente R$ 2,5 milhões. A autorização da obra escola foi liberada pelo governador Orlando Pessuti durante encontro realizado no auditório da Secretaria do Desenvolvimento Urbano. Na quartafeira (23), membros da Oros Engenharia e Construção, empresa vencedora da licitação, visitaram Quitandinha e conheceram a área onde será construída a nova escola. Durante a visita os empresários Carlos Augusto Emery Cade e Antônio

Carlos Alves Sampaio assinaram o contrato de construção com o prefeito Neco Prado. A empreiteira realizou a sondagem do local para o início dos trabalhos de terraplanagem. "A construção desta nova escola comprova mais uma vez que a nossa administração tem batalhado constantemente na evolução e desenvolvimento da educação de nossa cidade. São investimentos históricos que vão contribuir futuramente na formação dos cidadãos quitandinhenses", comemora Neco Prado, que nesta semana também anunciou a construção da Biblioteca Cidadã. Através de um estudo feito pela Secretaria de Educação, a região do Engenho Velho, localizada a cerca de dois quilômetros da área central do município, foi apontada como uma das comunidades que mais cresce e mais valorizada atualmen-

Operários realizam sondagem do local da futura construção

te, além de ser de fácil acesso para a população, o que é favorável para a localização de uma nova estrutura educacional. A pavimentação asfáltica também chegará na comunidade nos próximos meses, o que valorizará ainda mais a região. Além destes fatores, o bairro foi

o que mais apresentou índices positivos, conforme critérios da Secretaria de Estado de Educação, para que fosse selecionado para o recebimento deste investimento milionário do Governo do Estado. A nova escola municipal de Quitandinha contará com cinco blocos.

Um deles terá 10 salas de aula, sala de múltiplo uso, salas para defasagem de ensino e educação especial, além de laboratórios de informática e de ciências. Já o outro bloco, segundo o projeto do Estado, terá refeitório, cozinha, dispensa, depósito, vestiário, sanitários e

sala de serviços. Um terceiro bloco será composto por pátio coberto e auditório para aproximadamente 65 lugares. O quarto bloco vai abrigar a administração e biblioteca informatizada e no quinto será construída uma quadra de esportes coberta. (Da Assessoria)


10 Geral

O Repórter - Primeira Quinzena

Vereador Pedro Paulo discute duplicação da BR-116 com OHL O vereador Pedro Paulo (PT) reuniu-se na terça-feira (22), com o diretor superintendente da Autopista Planalto Sul do Grupo OHL, Arthur de Vasconcellos Netto, e o gerente de engenharia, Fernando Macluf, para verificar como estão os prazos para iniciar as obras na BR-116. A concessionária tem uma obrigação contratual de duplicar a estrada no trecho entre a Vila Pompéia, em Curitiba, e Mandirituba. A empresa informou que deve iniciar a obra em 2011 para terminá-la em 2014. Ao resumir o encontro, o vereador Pedro Paulo, resumiu: "Eu esperava uma resposta concreta e objetiva de quando as obras iriam iniciar e como estão os projetos e neste sentido a reunião foi satisfatória", disse o vereador curitibano. O vereador informou que a comunidade tem pressa que a obra aconteça por ser um trecho muito perigoso, onde ocorrem muitos acidentes, além do congestionamento que se forma frequentemente. No perímetro da BR-116 que vai de Curitiba até Fazenda Rio Grande existe a previsão

de prolongamento da Linha Verde. A empresa informou que está aguardando um projeto do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc) para realizar a implantação da linha exclusiva do ônibus. "As vias laterais é a OHL quem vai realizar, mas a via do transporte coletivo é a prefeitura, até o trecho correspondente a Curitiba. Vamos fazer um contato com o Ippuc para ver como este processo está", informou Pedro Paulo. A concessionária deve ainda construir duas trincheiras: uma próxima à Ceasa e outra na Vila Pompéia. As obras estão programadas para 2011. Estão previstas no contrato também seis passarelas: três em Curitiba, duas em Fazenda Rio Grande e uma em Mandirituba. "Pretendemos formar um grupo de vereadores para acompanhar todas estas obras", complementou o líder do PT. Em 2008, a empresa ganhou a concessão para a exploração de 412 km de rodovia, por 25 anos. O trecho compreende a saída da BR-116 de Curitiba até os limites de

pela concessionária não estão acontecendo. Os acidentes com vítimas fatais são uma constante, principalmente no trecho urbano de Fazenda Rio Grande. O jornal O Repórter e a produção do programa Show da Tropical, no comando do vereador Marcelo Pelanda, além de outros órgãos de imprensa da Capital foram convidados

Coleta de embalagens de agrotóxico Neste dia 5 de julho a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente de Piên dará inicio ao programa de coleta de embalagens de agrotóxicos. Desde 2000, uma lei federal obrigada os agricultores a devolverem as embalagens de defensivos agrícolas. Durante a ação, uma equipe da Secretaria percorrerá as localidades do município para recolher as embalagens. "É importante que os produtores

fiquem atentos ao cronograma de entrega e não esqueçam de apresentar as notas fiscais de compra", alerta Josnei Grosskopf, da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente."Além de ajudar os agricultores e dar a correta destinação às embalagens, o objetivo do programa é promover a conscientização de proteção ao meio ambiente e da própria saúde", lembra o prefeito, Gilberto Dranka.

Confira o cronograma: 05/07 - Campo Novo (no pátio da igreja) das 8:30hs às 11:30hs. 05/07 - Lageado dos Martins (no pátio da igreja das 13:30hs às 16hs. 06/07 - Quicé (no pátio da igreja) das 8hs às 9:45hs. 06/07 - Poço Frio dos Moreiras (no pátio da igreja) das 10hs às 11:30hs. 06/07 - Mosquito (no pátio da igreja) das 13:30hs às 14:30hs 06/07 - Aterrado Alto (no pátio da igreja) das 15hs às 16:30hs. 08/07 - Gramados (no pátio da igreja) 8:30hs às 11:30hs. 08/07 - Boa Vista (no pátio da igreja) 13:30 às 14:30hs. 08/07 - Palmitos de Baixo (na antiga escola) das 15hs às 16:30hs. 09/07 - Campina dos Maias (no pátio da igreja) das 8hs às 9:40hs. 09/07 - Picacinho (casa do Zicão) das 10hs às 11:30hs. 09/07 - Poço Frio dos Souzas (no pátio da igreja das 13:30hs às 15:45hs. 09/07 - Piên (na praça da prefeitura) das 16hs às 17hs.

Casas enfeitadas com as cores do Brasil

Brasileiros querem chupar "laranja" A Holanda, a chamada laranja, entrou mais uma vez no caminho do Brasil em uma Copa do Mundo. E mais uma vez o confronto ganha o rótulo de final antecipada. Pelo menos esse foi o discurso de alguns jogadores logo depois da vitória sobre o Chile. "Tratando-se de Copa, todos são grandes adversários. A Holanda é mais um deles. Será um grande jogo, uma final antecipada", afirmou o

lateral-direito Maicon. "Eles têm jogadores de muita qualidade." O atacante Robinho concordou com o companheiro, ignorando que Argentina e Alemanha estão do outro lado da chave e também se enfrentam. "A Holanda é uma grande seleção, será um clássico do futebol mundial. Vejo sim uma final antecipada, mas o Brasil está preparado." Os outros jogadores não foram tão

incisivos ao rotular o jogo desta sexta-feira, dia 2, em Port Elizabeth, como "final antecipada". Mas elogiaram bastante o rival. "É uma seleção com grandes jogadores. Espero que joguem no ataque como fizeram até aqui. Jogando de igual para igual com o Brasil, somos muito perigosos", disse o atacante Luís Fabiano. O lateral-esquerdo Michel Bastos foi pelo

mesmo caminho. "O Robben voltou muito bem de contusão. Tem o Van Persie, o Sneijder. Mas, se eles têm jogadores de qualidade, nós também temos, vai ser um grande jogo."Ocapitão Lúcio pediu atenção redobrada dos companheiros para o confronto. "A gente sabe que não tem só o Sneijder, tem o Robben e o Van Persie, temos de analisar bem o time deles, pois não vai ser fácil."

Congestionamente é uma constante no trecho entre Fazenda e Curitiba

Santa Catarina com Rio Grande do Sul. De acordo com o contrato, além de

realizar a manutenção da estrada, a OHL deve executar algumas obras,

como a duplicação de 25,4 quilômetros de rodovia, 48,3 quilômetros de

terceiras faixas e 10,2 de vias laterais.

Imprensa é barrada pela OHL A imprensa foi barrada pela assessoria de imprensa da OHL para cobrir a reunião entre o vereador Pedro Paulo (PT) com os diretores da OHL, empresa responsável pela cobrança de pedágio na BR-116. Desde que o pedágio começou a ser cobrado, aqueles que se utilizam da rodovia reclamam que as obras de benfeitorias prometidas

Geral 07

O Repórter - Primeira Quinzena

a cobrir a reunião, porém ninguém teve acesso. A jornalista Ana Carolina Bendlim, da OHL, ao tomar conhecimento da presença de jornalistas no prédio, saiu da sala onde era realizada a audiência e sem rodeios emendou: "É uma reunião fechada e a imprensa não foi convidada. Se desejarem fazer algum tipo de questionamento que o

façam por e-mail, mas não estou autorizada a permitir o acesso de vocês", disse em volta alta a funcionária. Mesmo anotando o e-mail da redação de O Repórter, a "jornalista" prometeu que iria remeter material em torno da reunião, porém, até o fechamento desta edição, nenhum material havia sido recebido. "Para que serve uma assessoria de imprensa? Pelo visto a

OHL divulga apenas aquilo que considera conveniente e não o que é de interesse da comunidade, especialmente dos motoristas que pagam caro para transitar pela BR-116. Acredito que deva haver uma manifestação popular contra os mandos e desmandos dessa empresa, que ao que parece, está apenas interessada em faturar e realizar pequenas

roçadas às margens da rodovia", desabafou Pedro Bala, diretor deste jornal, indagando sobre as passarelas, as trincheiras e a duplicação da rodovia. "São perguntas que são feitas pelos usuários e parentes de vítimas da rodovia, mas que apesar da gravidade, a OHL insiste em ficar calada", reclamou Pedro.

Empresa de energia limpa anuncia instalação em Piên Na quarta-feira, 23, foi lançada a pedra fundamental da Timber Creek Farms, empresa de negócios na área de energia limpa que será instalada em Piên. A nova fábrica, com tecnologia canadense e administração brasileira, iniciará exportações ao final do quarto trimestre deste ano e contribuirá para o desenvolvimento do Piên e região. O evento reuniu autoridades e empresários locais no Distrito Industrial Sul, onde está sendo preparado o terreno para instalação da indústria e prosseguiu com

solenidade de assinatura da escritura pública e do contrato de doação da área, realizada no Recanto do Piazito. Destinada exclusivamente à exportação para Europa e America do Norte, o novo empreendimento é fruto da associação entre a brasileira Arbeit Investimentos S. A. e a canadense Ontário Incorporated. Com investimentos iniciais de cerca de 10 milhões, a nova unidade de fabricação de pellets de madeira, terá capacidade de produzir até 90 mil toneladas/ano. "A energia limpa é a energia do futuro", destacou o sócio da Arbeit, Sérgio Brandão. "E é esse futuro que

Solenidade da assinatura do contrato de doação de área

queremos trazer para Piên, com a produção de energia renovável e ecologicamente correta". O material produzido pela indústria será usado basicamente na substituição de carvão

mineral em termoelétricas, reduzindo a emissão de gazes poluentes. De acordo com Marco Nishigaki, também da Arbeit, a preocupação com o meio ambiente faz parte

da concepção da empresa, que pretende iniciar suas operações já com a certificação ISO 14001. "Receber um empreendimento inovador como esse é um privilégio para

o nosso município", disse em seu discurso o prefeito, Gilberto Dranka, que não mediu esforços para viabilizar a instalação da Timber Creek Farms. "É um marco histórico, que vem de encontro aos interesses de desenvolvimento e geração de emprego", conclui. Serão gerados 50 empregos diretos, além de empregos indiretos, aumento da participação do fundo de renda municipal e incremento no segmento rodoviário de carga. "Até 2012 esperamos duplicar nossa linha de produção e oferecer ainda mais postos de trabalho", Explica Brandão. (Da Assessoria)


08 Social

Entrevista 09

O Repórter - Primeira Quinzena

Quem é Eduardo Pimentel Slaviero? Festa do Paraná agitou Fazenda Rio Grande A I Festa do Paraná entrou para história de Fazenda Rio Grande como o maior evento que a cidade já viu. Mais de 60 mil pessoas estiveram presentes na Praça Brasil para desfrutar de boa música, gastronomia, feira e diversão. Uma multidão, formada principalmente por jovens e famílias estiveram na arena montada na praça principal do município . Na foto abaixo a Banda Inimigos do HP, que agitou uma multidão na Festa do Paraná. Na foto o garoto Antony com o grupo

O Diretor de O Repórter Pedro Bala e a filha Priscila com o Grupo Tradição, uma das atrações da Festa do Paraná

O casal Jaque e Joquesan disseram sim este mês em Camboriú para alegria dos amigos e familiares.

Os Vereadores Beto Rocha, Marcelo Pelanda e esposa, Luciane e o filho Antony, ladeados por Marcia e o vereador Marcio Wozniack. Animação do grupo na Festa do Paraná.

Wallysson comemorou aniversário no dia 15 último ao lado dos amigos e familiares

Você também pode aparecer nesta coluna. Envie foto para: oreporterfrg@hotmail.com S10 CAB DUPLA 2005 diesel,preta,completa,r odas,sto antonio,cap. maritima,estribo lateral,ar quente,impecavel. avista ou financia ate 60x. rotta 8 - 36081000 PALIO FIRE 2004 placa a,vidro elet.,trava elet.,ar quente,impecavel. avista ou financio ate 60x. rotta 8 - 36081000 CLIO HATCH 2003 cinza metalico,trava elét.,4portas,ar qte,desemb.,impecavel. avista ou s/ ent. + parcelas de 473.00. rotta 8 - 3608-1000 FIESTA 2005

metalico,direção,vidro,trava elét.,ar quente,limpador, desembacador,otimo estado. avista ou financio ate 60x. rotta 8 - 3608-1000 PALIO FIRE FLEX 2007 4PORTAS ar quente,limp.,desemb.,otimo estado. avista ou finacio ate 60x - aceito -valor. FOX 1.0 FLEX 2007 vermelho,placa ,impecavel,ar quente,limpador,desemb. avista ou finacio ate 60x - aceito -valor. PARATI 1.8 G3 2000 completa,4 portas,direcao,vidro,trava,ar quente,desembacador, Limpecavel. avista ou

financio ate 60x. CORSA SEDAN 1999 prata,ar quente,desemb.,vidro,trava elét.,impecavel. avista ou financio ate 60x. MERIVA 1.8 2003 completa,dir,vidro,trava elet.,isofilme,impecavel. avista ou financio ate 60x. ASTRA SEDAN 2001 completo,rodas,direcao, vidro,trava elet.,ar quente,alarme,otimo estado. avsita ou financio ate 60x. VISITE NOSSO SITE www.rotta8veiculos.com.br ou pelo Telefone:

3608-1000.

O Vereador Marcelo Pelanda recebeu este mês as homenagens dos familiares e amigos por ocasião do seu aniversário, felicidades!

“Tenho 25 anos, sou formado em administração de empresas e pósgraduado com MBA em Agronegócio. Fui diretor de marketing da FundaçãoCultural de Curitiba” Na história política do Paraná, os grandes líderes geralmente deixaram sucessores. Embora não seja uma regra imutável, ela está presente na política atual. Abelardo Lupion descende do exgovernador Moisés Lupion; o ex-prefeito de Curitiba, Beto Richa, é filho do ex-governador do Estado, José Richa; o deputado federal Gustavo Fruet, é filho do exprefeito de Curitiba, Maurício Fruet, e assim por diante. Esta tradição também estásendo mantida por Eduardo Slaviero Pimentel, neto do exgovernador Paulo Pimentel, que debuta na política postulando uma vaga na AssembléiaLegislativa. Sobre ele, diz Paulo Pimentel: “É meu sucessor. Está preparadoe acredito que tem tudo para contribuir para a política do Estado”. Nesta entrevista Eduardo explica as razões pelas quais decidiu estrear na disputa eleitoral. O sobrenome Pimentel volta à política este ano? Paulo Pimentel: Estou apresentando o meu neto, Eduardo Pimentel Slaviero,que pretende ser candidato a deputado estadual. Faço essa apresentação e vou acompanhá-lo nessa caminhada não somente pelos laços familiares, mas porqueele está preparado, é um rapaz digno, com excelente formação moral e, portando, habilitado em todos os sentidos para ingressar na vida pública commuita dignidade. Não terei dúvida em participar de sua campanha, vou ajudá-lo no que puder e já o credencio para me suceder na política paranaense. E que características Eduardo herdou de

Paulo Pimentel? PP - Tenho a impressão que investi muito no meu nome. Durante todos osperíodos que exerci mandatos, seja de governador ou de deputado federal, mebaseei muito numa conduta moral elevada e na linha de servir à população.Quero e tenho certeza que o Eduardo vai nessa mesma linha. Servir o Paraná, sempre consciente que o homem público investe mais no seu prestígio, no seu nome, no seu conceito. Mas ele já sabe disso E quem é Eduardo Pimentel Slaviero? Eduardo - Tenho 25 anos, sou formado em administração de empresas e pósgraduado com MBA em Agronegócio. Fui diretor de marketing da FundaçãoCultural de Curitiba até 31 de março, quando saí para poder participar daseleições. Com a crise que a Assembleia vive, é um bom momento para novos políticos seapresentarem? EPS - É um período muito conturbado, com denúncias em cima de denúncias, quenos levam a crer que algo de muito errado está acontecendo. Mas eu não generalizo, tem muita gente boa lá, e, até que se prove o que aconteceu, ninguém pode ser considerado culpado. Não podemos pré-julgar ninguém. Mas eu me apresento como agente para a renovação. Não só por ser novo de idade, mas por trazer novas ideias, com um novo ânimo, sem vícios políticos, sem vícios de cargos, sem currais eleitorais. Esse período que a Assembleia está passando é um incentivo a

mais para quem quer entrar, pois vejo que dá paramudar. E, pelo seu histórico na Fundação Cultural e seu MBA em agronegócio, Culturae campo serão suas principais áreas de atuação? EPS - Agricultura e Cultura são minhas duas

assunto quegosto e entendo, visto o tempo que passei na Fundação Cultural de Curitiba.Sinto que todo cidadão tem que ser criado com cultura. A principal ideia édesenvolver a lei estadual de incentivo à cultura, que no Estado estáengavetada. Em Curitiba tem e dá muito certo para incentivar

principais bandeiras, fora a renovação. O agronegócio sempre despertou meu interesse desde pequeno. Eu gosto, me especializei nisso, e tenho muitas ideias que pretendo apresentar. A primeira seria discutir o código florestal no âmbito do estado também.Como sempre tive muita presença no campo, sei das dificuldades do agricultor paranaense e isso será uma das minhas plataformas de campanha e uma das bandeiras que pretendo trabalhar lá dentro da Assembleia. E no aspecto cultural? EPS - Cultura, também, com a mesma força do agronegócio, é outro

a produçãocultural e democratizar a cultura. Queremos essa lei não só com os editais,em que você se adéqua a algum projeto do Estado, como também o apoio aprojetos próprios dos produtores culturais que receberiam incentivos doestado para buscar patrocínios na iniciativa privada. O que mais a população pode esperar de um novo deputado? EPS - A gente também tem que trabalhar com o básico: saúde, educação esegurança pública. A saúde precisa de mais estrutura, mais médicos, principalmente nos municípios menores. A educação é fundamental, pois é oque pode mudar o

nosso futuro. E a segurança pública está um caos. Desestruturada, com efetivo aquém do necessário, menor que o da década de1980, enquanto a população cresceu muito nessas duas décadas. Então, vamos brigar também pelo aumento do efetivo e da estrutura para os policiais trabalharem. Eu também me preocupo bastante com as estradas. A grande maioria está em péssimo estado de conservação. E como está estruturando sua campanha? EPS - Tem que gastar sola de sapato, tem que rodar. A população quer ver ocandidato, quer conhecer, discutir ideias. Não quer votar num poste. Quer ter contato. Não adianta eu ser apenas o candidato avalizado pelo Paulo Pimentel, se o povo não souber quem sou eu. Também vamos usar a internet, já que aposto no eleitorado jovem, que também é quem eu quero defender na política e é quem está atento aos debates virtuais. Você é jovem, de família tradicional, com boa formação e um grande campo naárea empresarial. Por que a política? EPS - Porque eu acredito. Às vezes me perguntam por que entrar na polícia,se eu sou louco. Mas não sou. Sinceramente, acredito que dá para fazer uma boa política. Tenho o exemplo dos valores do Paulo Pimentel e quero levar esse nome para o Estado. Eu me espelho muito nele, tenho certeza que dá para fazer um bom trabalho. E me espelho também nos

outros descendentes de grandes políticos paranaenses que já atingiram reconhecimento nacional, como Beto Richa e o Gustavo Fruet. Espelhome neles para construir minha carreira política. Sei que teria outras oportunidades no meio empresarial.Mas quero tentar, quero apresentar minhas boas propostas, pois acredito que dá para fazer um bom trabalho. E tenho exemplos para isso. O primeiro é o Paulo Pimentel, e também o outro lado da minha família, os Slaviero, que são ícone de seriedade no mundo empresarial. Então, sei da minha responsabilidade. Sei o nome que carrego e não posso manchar. O Beto Richa levou conceitos empresariais para administração de Curitiba. Pretende fazer o mesmo, aproveitando sua experiência? EPS - O Beto inovou o jeito de administrar o dinheiro público. Implantou padrões empresariais que funcionaram e resultaram na reeleição consagradora e no favoritismo para governar o Estado. E acho que minha experiência empresarial pode ajudar sim na carreira política, pode sim ser transferido para a carreira pública Com o chapão que o PSDB está montando, não fica difícil para eleger um nomenovo? EPS - A prioridade é eleger o Beto governador e, para isso, uma grande chapa é fundamental. Sabemos dessa prioridade, sabemos que pode até dificultar, mas nada que inviabilize nossa tentativa. Vai ser uma disputa interna saudável. E estou entrando não para firmar nome, mas para vencer a eleição.

Jornal o Reporte n°30  

Jornal o Reporte n°30

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you