Page 1

RAHC e FAC apuram-se para os oitavos da Taça de Portugal Colombiano bisou no reencontro com o FC Famalicão, que demonstrou pouca capacidade para inverter o resultado

Riascos pregou partida de Carnaval mostrou-se pouco capaz de anular a desvantagem. Willian teve nos pés uma soberana oportunidade para fazer reentrar o FC Famalicão na discussão do resultado, mas o brasileiro perdeu nos duelos com Coelho e Sérgio Silva. Esta seria mesmo a única verdadeira ameaça dos famalicenses no segundo tempo. A equipa ficou demasiado afetada com o segundo golo do adversário e esteve pouco afirmativa na procura do golo, parecendo, em determinados momentos, estar mesmo resignada com o resultado. A UD Oliveirense regressou, deste modo, aos triunfos e adensou uma tendência preocupante dos famalicenses, já que a equipa sofre golos há 10 jogos consecutivos.

2-0 Estádio Municipal de Aveiro Ár bitro: Sérgio Piscarreta (AF Algarve) Aux: Hugo Ribeiro e Luís Diogo

UD Oliveirense FC Famalicão Coelho Alemão Mathaus Sérgio Silva Ricardo Tavares M. Godinho João Mendes (Oliveira 68’) João Amorim (Boukassi 77’) Sérgio Ribeiro (Serginho 73’) B. Riascos Diogo Valente

Gabriel Joel (Vasco Costa 59’) Nuno Diogo Zé Pedro Jorge Miguel Deni Hocko Fabinho (Jordán 78’) Diogo Cunha (Willian 45’) João Mendes Jaime Poulson Feliz

Treinadores Pedro Miguel

Vasco Seabra

veja em www.famatv.pt

Cartões Amarelos: Diogo Cunha (45’); Nuno Diogo (55’); Boukassi (78’); Oliveira (84’) e Deni Hocko (87’)

ou

FC Famalicão

Golos: B. Riascos (11’ e 45’) Cartões Vermelhos: Não houve

Filipe Jesus O colombiano Brayan Riascos não será, por certo, um nome que traga boas sensações aos adeptos do Futebol Clube (FC) de Famalicão. Depois de passagem pouco produtiva (3 jogos) ao serviço do clube na segunda metade da última temporada, o avançado deixou uma imagem bem diferente no reencontro com os famalicenses. Em pleno período de festa carnavalesca, Riascos assumiu o papel de folião e assinou os dois golos da vitória da União Desportiva (UD) Oliveirense. A atuar num palco de largas dimensões, as duas equipas apresentaram-se com a intenção de confirmar as credenciais positivas que se lhes reconhece. Se o FC Famalicão queria dar sequência à vitória alcançada na jornada anterior, já a formação de Oliveira de Azeméis queria ganhar fôlego na fuga à

despromoção. Os intentos da UD Oliveirense começaram a ser concretizados aos 11 minutos. Os protestos sobre uma pretensa falta sobre Diogo Cunha não foram acedidos pelo árbitro Sérgio Piscarreta e Alemão aproveitou para gizar um rápido contra-ataque devidamente finalizado por Brayan Riascos. O FC Famalicão reagiu de forma positiva ao golo sofrido, mas sentia

alguns problemas para acercar-se da baliza do adversário. A equipa envolvia poucos jogadores no processo ofensivo, com particular relevo para o curto raio de ação de Deni Hocko e Fabinho. A dupla raramente se aventurou em termos atacantes e as despesas do ataque ficavam praticamente entregues ao quarteto formado por Mendes, Feliz, Diogo Cunha e Jaime Poulson. Os dois primeiros foram os mais

MELHOR Famalicão:

João Mendes Deu o exemplo enquanto capitão de equipa. Teve nos pés uma ocasião clara de golo e foi dos poucos que tentou remar contra o rumo do jogo. Continuou a ser competente mesmo quando desceu para lateral direito.

ativos na procura do empate, que esteve no pé direito de Mendes. A tabela com Feliz deixou o capitão na cara de Coelho, mas o chapéu saiu de aba larga. A UD Oliveirense, assente no futebol rendilhado de João Amorim e João Mendes, era bem mais objetiva. A audácia da equipa comandada por Pedro Miguel teve reflexos pouco antes do intervalo: a cobrança rápida de um livre apanhou desprevenidos os famalicenses e Riascos só teve de encostar para o segundo golo. O FC Famalicão pagou cara a desconcentração coletiva e foi para os balneários com uma missão ainda mais espinhosa. Esperava-se uma reação forte dos forasteiros na segunda metade, porém as previsões não se confirmaram. A UD Oliveirense entrou mais autoritária no regresso dos balneários e a equipa de Vasco Seabra

CLASSIFICAÇÃO

1. Porto B 2. Académica 3. Arouca 4. Ac. Viseu 5. Santa Clara 6. Leixões 7. Penafiel 8. Nacional 9. Sp. Covilhã 10. Benfica B 11. FC FAMALICÃO 12. Vitória B 13. Cova Piedade 14. Sporting B 15. Varzim 16. U. Madeira 17. UD Oliveirense 18. Gil Vicente 19. Braga B 20. Real Massamá

RESULTADOS

J

II LIGA

24 24 24 24 24 24 24 23 24 24 24 24 24 24 24 24 23 24 24 24

V

E

14 2 13 4 11 7 10 9 11 6 9 10 10 7 9 9 9 8 10 4 9 6 10 2 9 4 8 5 7 7 7 6 6 8 5 8 4 11 4 5

Benfica B, 1; Ac. Viseu, 5 Vitória B, 1; Cova da Piedade, 0 Penafiel, 2; Varzim, 3 Sporting B, 0; U. Madeira, 1 Arouca, 1; Real Massamá, 0 Santa Clara, 2; Porto B, 0 Leixões, 1; Braga B, 1 Nacional, 1; Sp. Covilhã, 1 UD Oliveirense, 2; FC FAMALICÃO, 0 Gil Vicente, 0; Académica, 4

D

8 7 6 5 7 5 7 5 7 10 9 12 11 11 10 11 9 11 9 15

F

37 42 25 33 31 31 32 38 23 34 33 32 24 30 25 29 22 19 23 28

C

28 27 21 24 26 28 30 30 21 37 33 36 24 40 27 32 29 27 31 40

PRÓXIMA

P

44 43 40 39 39 37 37 36 35 34 33 32 31 29 28 27 26 23 23 17

U. Madeira - Santa Clara Académica - Vitória B Sp. Covilhã - Leixões Gil Vicente - Sporting B Cova da Piedade - Penafiel Porto B - UD Oliveirense Real Massamá - Benfica B Varzim - FC FAMALICÃO Ac. Viseu - Nacional Braga B - Arouca pub


22

FUTEBOL

opiniãosport: 15 de fevereiro de 2018

FC Famalicão e Município reúnem-se para definir intervenções no Estádio

As equipas de formação do Clube Desportivo de Lousado disputaram, no passado fim de semana, mais uma ronda dos campeonatos em que militam: Avidos e Lagoa 0-7 CD Lousado (Juniores); GD Louro 1-8 CD Lousado (Juvenis); CD Lousado 1-1 GD Louro (Iniciados); Ruivanense AC 1-3 CD Lousado (Infantis A); CD Lousado 7-1 Ruivanense AC (Infantis B); Ribeirão FC 2-3 CD Lousado (Benjamins A) e CD Lousado 1-2 Operário FC (Benjamins B).

Trio na seleção FC Famalicão

Continua em marcha o plano de remodelação do Estádio Municipal de Famalicão. A direção e staff técnico do Futebol Clube (FC) de Famalicão estiveram reunidos, na passada segunda-feira, com os responsáveis do gabinete do projeto da Câmara Municipal que visa reestruturar o reduto do clube famalicense. A intenção desta intervenção passa por melhorar as condições de comodidade, tendo em vista o cumprimento das exigências definidas para as competições profissionais. O projeto está em fase final de estudo e a reunião teve o propósito de auscultar os responsáveis do FC Famalicão para fazer uma adaptação das necessidades do espaço à realidade do dia a dia. “A abertura do Município para discutir com o clube e com os nossos responsáveis as melhores soluções técnicas para que a obra seja funcional e adaptada à exigência das competições profissionais” foi

Resultados do CD Lousado

enaltecia pelo presidente do FC Famalicão. Jorge Silva regozijou-se pelo facto de o clube “ficar melhor servido e o concelho dotado de um equipamento para as próximas décadas”. Já o vereador do Desporto, Mário Passos, enalteceu a disponibilidade do Município para "escutar e encon-

trar as melhores soluções para uma obra que é importante para a dimensão territorial do concelho”. O vereador desvendou ainda terem sido “apresentadas alterações que vão ficar espelhadas no projeto e que vão contribuir para que esta obra sirva as reais necessidades do clube e do desporto".

Sub-19 do Ribeirão FC vitoriosas ao antigo treinador Hernâni Gonçalves. Depois de terem vencido o grupo em que estavam inseridas, fruto do empate (0-0) com o Hernâni B e das vitórias ante o Clube Albergaria (3-0) e Boavista (3-1), as jovens ribeirenses disputaram a final com a equipa A da Escola Hernâni Gonçalves na final. No jogo decisivo, o Ribeirão FC foi mais forte e venceu por 3-1. Empate no campeonato Já no Campeonato Nacional, as sub-19 do Ribeirão FC empataram a um golo em Lousada. Bia Alves marcou A equipa feminina sub-19 do Ribeirão Futebol Clube o golo da equipa ribeirense, que mantém o 5.º lugar, venceu, na passada terça-feira, a Hernâni Cup, presti- com 16 pontos. giado torneio internacional que serve de homenagem JT

Jéssica Ribeiro (FC Landim), Ana Costa e Andreia Ramos (FC Vermoim) participaram no Torneio Interassociações sub-18 de futsal feminino ao serviço da Associação de Futebol de Braga. O trio famalicense deu o contributo para o registo de imbatibilidade da formação bracarense na prova.

Jéssica Ribeiro

Liga Futsal A 9.ª jornada do campeonato de Escolas decorreu no passado domingo e teve os seguintes desfechos: GCR Alvarelhos B 0-12 Recreio Desportivo; Sportfut/FC Vermoim B 4-2 GCR Alvarelhos A; Sportfut/FC Vermoim A 5-1 A2D-Didáxis; Estrelas do Ave-Ribeirão 2-8 Moc. Alegre Landim. O encontro entre AJ Joane e AD Esmeriz foi adiado para o dia 11 de março. Para o próximo domingo está agendada a 7.ª ronda da competição de Infantis: Recreio Desportivo-GCR Alvarelhos (10h-Pav. Lameiras); Barrimau FC-AD Castelões (11h-Pav. Lameiras); AJ JoaneFC Landim (12h-Pav. Lameiras). O domingo ficará ainda mar-

cado pelo arranque do campeonato de Minis e Iniciados. No primeiro vão decorrer os encontros Rec. Desportivo-ADC Caldinhas (14h30-Pav. Didáxis) e GCR Alvarelhos-Sportfut/FC Vermoim (15h15Pav. Didáxis). Já em Iniciados, está apenas agendado o jogo entre FC Landim e Barrimau FC, que terá lugar no Pavilhão das Lameiras, a partir das 9 horas. Para domingo está ainda marcado a disputa dos quartos de final de Pré-Escolas: Rec. DesportivoSportfut/FC Vermoim (16h) e AJ Joane-GCR Alvarelhos (17h). Os dois encontros estão agendados para o Pavilhão da Didáxis. pub


opiniãosport: 15 de fevereiro de 2018

AD Oliveirense consentiu empate nos derradeiros instantes

CSKA Sófia

Ukra oficializado no CSKA Sófia

Ukra foi confirmado, na passada terça-feira, como reforço do CSKA Sófia. O extremo famalicense foi submetido a um con-

Deitar tudo a perder nos descontos

junto de testes físicos nas últimas semanas para que o clube búlgaro pudesse avaliar a condição do jogador após a intervenção cirúrgica a que tinha sido sujeito. Ukra respondeu de forma positiva nos exames realizados e o clube decidiu avançar para a contratação. Será, deste modo, o regresso de Ukra ao ativo. Depois de um ano ao serviço dos sauditas do Al-Fateh, o internacional português não competiu na primeira metade da presente temporada, preparando-se agora para viver a segunda experiência no estrangeiro. Na Bulgária, Ukra irá tentar ajudar o CSKA Sófia, atual segundo classificado, a conquistar um título que já lhe foge desde 2007/2008.

2-2

Estádio Municipal de Mondim de Basto Árbitro: João Sousa (AF Bragança)

Mondinense Murta Beijinhos (R. Freitas 79’) Vila Chã Olger Guardo Raúl Babo Tokinho Rui Jorge João Miguel Diogo Alves (João Santos 70’) João Padi (Filipe Sousa 79’) Rooney

AD Oliveirense Miguel Palha Miguel Ângelo Lassina Touré Edgar Sá Gil Barros Olatunji Apolo Silva (Júlio Sambú 89’) Fabinho Fábio Zola (Aldair 88’) Fábio Pimenta (Tiago Silva 83’) Caleb

Treinadores

Francisco Saldanha contribui para conquista da seleção nacional

Carlos Magalhães

Emanuel Simões

Golos: Fábio Pimenta (36’); Tiago Silva (72’); Rui Jorge (90’) e Raúl Babo (90+3’ g.p.) Cartões Amarelos: Caleb (21’ e 70’) e Beijinhos (67’) Cartões Vermelhos: Não houve

A reta final do encontro foi nefasta para a Associação Desportiva (AD) Oliveirense. Num curto espaço de três minutos, a equipa comandada por Emanuel Simões viu esfumar-se uma vantagem de dois golos, gorando a possibilidade de regressar aos triunfos fora de portas, algo que já foge desde 12 de novembro.

Os famalicenses assumiram as despesas da partida ante o penúltimo classificado e o primeiro golo surgiu num lance digno dos compêndios do bom futebol. A jogada iniciou-se nos pés de Lassina Touré, passou ainda por Olatunji e Gil Barros, terminando com uma assistência primorosa de Fábio Zola para o avançado Fábio Pimenta empurrar para o fundo da baliza. Um golo de notável envolvimento coletivo e que ditou o resultado ao intervalo. A vantagem mínima mantevese no início da segunda parte, mas a AD Oliveirense sofreu um revés com a expulsão de Caleb. Os forasteiros souberam contornar essa contrariedade e conseguiram mesmo ampliar a vantagem. Apolo Silva roubou a bola na zona do meio-campo, serviu Tiago Silva e o jovem atacante arrancou para o segundo golo. Apesar de estar a atuar com menos um elemento, o conjunto de Emanuel Simões estava por cima na partida e a conquista dos três pontos parecia ser uma certeza. No entanto, tal não se confirmou. Num lance aparentemente inofensivo, Lassina Touré cortou de forma deficiente e Rui Jorge reduziu a desvantagem do Mondinense. A equipa da casa galvanizou-

se e o impensável surgiu já em período de compensação. Miguel Palha carregou um atacante na grande área e Raúl Babo assumiu a responsabilidade de marcar o empate da marca dos onze metros. A equipa de Oliveira Santa Maria resistiu à expulsão de Caleb e apenas iria soçobrar nos últimos minutos da partida. Um empate que deixou a AD Oliveirense na 10.ª posição, lugar imediatamente acima da linha de despromoção.

CAMP. PORTUGAL CLASSIFICAÇÃO

1. Vizela 2. Fafe 3. Vilaverdense 4. Mirandela 5. S. Martinho 6. Merelinense 7. P. Salgadas 8. Torcatense 9. Montalegre 10. AD OLIVEIRENSE 11. C. Lobos 12. Arões 13. Bragança 14. Atl. Arcos 15. Mondinense 16. Minas Argozelo

RESULTADOS

J

20 20 20 20 20 20 20 20 20 20 20 20 20 20 20 20

V

14 13 11 10 9 8 8 9 8 6 6 4 5 3 4 2

Torcatense, 3; Atl. Arcos, 0 Montalegre , 5; Minas Argozelo, 1 C. Lobos, 2; P. Salgadas, 1 Fafe, 3; Bragança , 0 Mondinense, 2;AD OLIVEIRENSE, 2 Arões, 1; Vilaverdense, 3 Mirandela, 1; Merelinense , 0 Vizela, 0; S. Martinho, 0

E

6 5 6 4 5 7 6 3 4 9 3 7 4 7 3 1

D

0 2 3 6 6 5 6 8 8 5 11 9 11 10 13 17

SÉRIE A

F

33 31 49 27 27 30 25 22 30 31 17 19 16 16 17 17

C

7 12 23 21 22 18 21 22 27 22 35 27 30 37 45 38

PRÓXIMA

P

48 44 39 34 32 31 30 30 28 27 21 19 19 16 15 7

Bragança - Torcatense Atl. Arcos - Montalegre Minas Argozelo - C. Lobos AD OLIVEIRENSE - Fafe Merelinense - Mondinense S. Martinho - Arões Vilaverdense - Mirandela P. Salgadas - Vizela

Resultados da AFSA FPF

Francisco Saldanha deu o seu contributo para a conquista do Torneio Internacional do Algarve por parte da seleção nacional sub-17. O famalicense, que representa o Sport Lisboa e Benfica, participou nos três jogos da competição, tendo sido titular nas vitórias frente à Inglaterra (4-0) e Alemanha (2-0) e suplente utilizado no desaire com a Holanda. Os dois triunfos permitiram à seleção lusa vencer a 41.ª edição da competição e revalidar o título alcançado no último ano. Os restantes lugares foram ocu-

23

FUTEBOL

pados por Alemanha (2.º), Inglaterra (3.º) e Holanda (4.º).

Tiago Cunha sai do Pevidém SC Tiago Cunha já não é treinador do Pevidém Sport Clube (SC). A série de quatro derrotas consecutivas, uma das quais custou a eliminação da Taça da Associação de Futebol de Braga aos pés do Ponte, terá motivado o pedido de demissão do treinador famalicense. Em nota comunicada na página oficial do Facebook, o clube de Guimarães revelou ter tentado demover Tiago Cunha e o adjunto Fina, mas “os dois técnicos mostraram-se irredutíveis” quanto ao pedido de demissão e a decisão foi mesmo aceite pela direção. Depois de um início muito positivo, em que reavivou a esperança do clube em subir de divisão, Tiago Cunha deixa o clube na 6.ª posição do Pró-Nacional, a nove pontos do líder Maria da Fonte.

As equipas que competem na 1.ª e 2.ª divisões a nível sénior da Associação de Futebol de Salão Amador de Famalicão entraram em campo no passado fim de semana para disputar a 1.ª eliminatória da Taça. Nesta ronda, o destaque vai para as vitórias do Bente e Covense, equipas da 2.ª Divisão, que levaram de vencidos os primodivisionários AD Esmeriz (3-2) e S. Martinho (2-0), respetivamente. Nos restantes jogos, os resultados foram os seguintes: Outeirense 6-1 Bairrense; JASP 3-1 Barrimau; Landim 2-3 ADERM; AC Vermoim 1-4 Pedome; GRAC 1-6 Cajada e Flor do Monte 1-3 Novais. Os campeonatos regressam no próximo sábado. Na 1.ª Divisão vai disputar-se a primeira ronda da segunda volta: JASP-Castelões (16h); AC Vermoim-Cajada (16h); ADERM-S. Martinho (16h); Outeirense-ACURA (16h30); Esmeriz-Novais (17h); ADESPO-1.º Maio (18h) e Carreira-Pedome (18h). Na 2.ª Divisão, a 5.ª jornada terá os seguintes encontros: Bairrense-Flor do Monte (16h); ARPO-Covense (17h); GRAC-Barrimau (18h) e Bente-Landim (18h30). No escalão de Veteranos realizou-se a 4.ª jornada,

Seniores do Bente

na qual o Novais conquistou os primeiros pontos da temporada, depois de vencer, fora de portas, o Pedome, por 4-5. Os restantes jogos ditaram os seguintes desfechos: Barrimau 1-4 GRAC; Flor do Monte 8-7 Lameiras e Bairrense 4-4 S. Mateus. A competição regressa na sexta-feira, estando agendados os encontros Lameiras-Bairrense (20h30); Novais-Barrimau (21h) e S. Mateus-Pedome (21h30). Para sábado está marcado o jogo entre GRAC e Covense, a partir das 20 horas. pub


24

FUTEBOL

opiniãosport: 15 de fevereiro de 2018

Alma ninense destronou Vieira

Dérbi termina empatado O dérbi famalicense entre Ruivanense Atlético Club e Ribeirão Futebol Clube terminou tal como começou. O nulo foi mais prejudicial para os ribeirenses, visto terem descido para a terceira posição, pese embora tenham uma partida em atraso. A equipa de Ruivães esteve mais perigosa no primeiro tempo, muito por culpa da ação de Luizinho, que se revelou o jogador mais inconformado. A equipa da casa explorava o contra-ataque para chegar à baliza ribeirense, enquanto o Ribeirão FC tinha em Ricardinho o jogador

em maior evidência, com a barra da baliza do Ruivanense AC a ser o principal opositor dos forasteiros. Sem poder contar com o homem-golo, os ribeirenses estiveram melhor no segundo tempo mas o setor defensivo do conjunto ruivanense esteve bem e evitou o golo do adversário. Tendo em conta a performance das duas equipas, o empate ajusta-se, penalizando a falta de pontaria dos rematadores. JT

AD Gondifelos apura-se para os oitavos da Taça A Associação Desportiva Gondifelos recebeu e bateu (2-1) o GD Selho e carimbou o passaporte para os oitavos de final da Taça da Associação de Futebol de Braga. Já o Centro Recreativo e Popular de Delães disputou os 45 minutos em atraso do jogo frente ao Rossas. A equipa delaense entrou a vencer por 0-2 nesta segunda parte do encontro mas viria a permitir o empate da turma da casa. Na lotaria das grandes penalidades, o guarda-redes Pedro esteve em alta e permitiu ao Rossas seguir em frente na Taça. Desta forma, a AD Gondifelos juntou-se a GD Joane (defronta o Taipas), AD Ninense (mede forças com S. Paio d’Arcos) e Ruivanense AC (atua frente ao Ponte) na próxima eliminatória da competição, que está agendada para o dia 25 de fevereiro.

Dupla do FC Vermoim prepara Europeu

Ana Azevedo

Carla Vanessa

Ana Azevedo e Carla Vanessa fazem parte da convocatória elaborada por Luís Conceição para os encontros que a seleção nacional de futsal feminino vai realizar em Angra do Heroísmo, nos Açores. A dupla do Futebol Clube de Vermoim poderá ser utilizada nos encontros frente à Ucrânia (terça-feira) e à seleção sub-18 masculina da Associação de Futebol de Angra do Heroísmo (quarta-feira). Os dois encontros serão importantes para a seleção lusa preparar a qualificação para o primeiro Campeonato da Europa de futsal feminino.

peão de futsal feminino. Depois do desaire averbado frente ao Sporting CP, a equipa liderada por Francisco Paiva recebeu e bateu a Quinta dos Lombos por 2-1. As famalicenses entraram melhor na partida e adiantaram-se no marcador à passagem dos 7 minutos, por intermédio de Carla Vanessa. O marcador só iria voltar a funcionar no início da segunda parte, com a equipa de Carcavelos a restabelecer a igualdade, graças ao remate certeiro de Sara Tavares. O FC Vermoim não se rendeu e garantiu a vitória aos 32 minutos. Cátia Silva assinou o segundo golo e deu os primeiros três pontos à equipa famalicense na segunda fase do Campeonato Nacional.

FC Vermoim vence O Futebol Clube (FC) de Vermoim alcançou, no passado domingo, a primeira vitória na fase de apuramento de cam-

A Associação Desportiva (AD) Ninense valeu-se de muita qualidade e de uma enorme alma para bater o pé ao até então líder Vieira. Apesar de ter atuado durante toda a segunda parte com menos um jogador, em virtude da expulsão do guarda-redes Marafona, a equipa de Hugo Santos nunca se rendeu e viu premiado todo o esforço a dez minutos. A equipa da casa não prestou vassalagem ao comandante da prova e entrou decidida em conquistar os três pontos. Os dois golos de Nuno Afonso, obtidos ainda nos primeiros 20 minutos da partida, foram o melhor exemplo dessa postura. Em dois lances tirados praticamente a papel químico, o médio cedido pelo FC Famalicão apareceu ao segundo poste e finalizou com êxito dois cruzamentos do corredor direito. O Vieira estava um pouco atordoado com o início fulgurante do adversário e esteve perto de sofrer

recaísse sobre o Vieira mas a equipa de Miguel Paredes nunca demonstrou grande capacidade para superar o adversário. A AD Ninense mostrou-se intransponível em termos defensivos e, sempre que possível, procurava fazer estragos em rápidos contraataques. A atitude dos jogadores ninense seria recompensada nos últimos dez minutos, com Jonas a demonstrar muita classe no cara a cara com Pedro Silva, levando ao delírio os adeptos ninenses. Pela AD Ninense jogaram: Marafona, Novo, Pinheiro, Martins, Rochinovo golo perto da meia hora. O nha, Xavi, Jonas, Venú (Ventura 90’), guarda-redes Pedro Silva venceu o Nuno Afonso (Júnior 69’), Rui Gomes duelo com Sócrates e evitou que o (Tiago Oliveira 30’) e Sócrates. resultado ganhasse ainda maior exAlberto Barbosa pressão. Gorada esta possibilidade, a equipa de Nine atravessou, poste- AF BRAGA PRÓ-NACIONAL riormente, uma fase de algum desCLASSIFICAÇÃO J V E D F C P 1. Maria da Fonte 22 13 7 2 34 17 46 controlo emocional e disso se 22 13 6 3 40 22 45 2. Vieira aproveitou o Vieira para restabele3. Brito 22 11 6 5 30 19 39 4. S. Paio d'Arcos 22 12 3 7 33 24 39 cer a igualdade, na sequência de 5. AD NINENSE 22 9 10 3 38 24 37 6. Taipas 22 10 7 5 39 29 37 dois lances de bola parada. Primeiro 22 11 4 7 26 18 37 7. Pevidém foi Gostinho a cobrar, de forma 22 10 6 6 35 23 36 8. GD JOANE 9. Forjães 22 10 6 6 35 29 36 exemplar, um livre direto, seguindo- 10. Porto d'Ave 22 9 6 7 32 30 33 se o golo de Rafinha, que aproveitou 11. Cabreiros 22 8 6 8 20 21 30 12. Prado 22 8 3 11 33 38 27 uma defesa incompleta de Mara- 13. Esposende 22 7 6 9 33 41 27 22 7 3 12 21 27 24 fona. Na sequência do lance, o 14. A. Graça 15. S. Eulália 22 4 6 12 38 46 18 guarda-redes da equipa de Nine foi 16. Marinhas 22 3 4 15 14 32 13 22 4 1 17 22 45 13 17. Serzedelo expulso por protestos e deixou a for- 18. A. Urgeses 22 2 4 16 12 50 10 mação comandada por Hugo SanPRÓXIMA tos numa situação teoricamente RESULTADOS Serzedelo, 1; Esposende, 1 GD JOANE - Serzedelo preocupante. AD NINENSE, 3; Vieira, 2 Esposende - AD NINENSE Vieira - A. Urgeses O intervalo serviu, contudo, para A. Urgeses, 0; Taipas, 3 Maria da Fonte, 2; S. Paio d'Arcos, 0 Taipas - Maria da Fonte serenar os ânimos dos jogadores da Brito, 4; Porto d'Ave, 1 S. Paio d'Arcos - Brito Porto d'Ave - Pevidém equipa da casa. As circunstâncias Pevidém, 0; Cabreiros, 1 A. Graça, 0; Prado, 2 Cabreiros - A. Graça da partida fizeram com que a res- S. Eulália, 3; Forjães, 3 Prado - S. Eulália Marinhas, 0; GD JOANE, 2 - Marinhas Forjães ponsabilidade de lutar pela vitória

GD Joane afunda Marinhas Uma primeira parte de bom nível valeu ao Grupo Desportivo de Joane mais um triunfo no Pró-Nacional. O extremo Diogo Mendes foi o primeiro a aquecer a noite gélida que se viveu nas Marinhas, com a obtenção do primeiro golo à passagem do primeiro quarto de hora. O GD Joane controlou sempre as investidas dos locais e o goleador Totas conferiu ainda maior tranquilidade em cima do intervalo., vantagem que se manteve até ao final do encontro. As camadas jovens do GD Joane também entraram em campo no pretérito fim de semana, tendo alcançado os seguintes resultados: AD Ninense 1-4 GD Joane (Juniores); GD Joane 0-0 Ruivanense AC (Juvenis); Ruivanense AC 3-3 GD Joane (Iniciados A); Ases Stª Eufémia 1-13 GD Joane (Infantis – Série H); AD Oliveirense 1-7 GD Joane (Benjamins – Série J); GD Joane 4-2 FC Famalicão (Benjamins – Série K) e Ribeirão FC 5-4 GD Joane (Traquinas). A campanha dos Infantis (na foto)

AF BRAGA CLASSIFICAÇÃO

1. Berço 2. D. Ronfe 3. RIBEIRÃO FC 4. Airão 5. RUIVANENSE AC 6. São Paio 7. Ases Stª Eufémia 8. Ponte 9. Op. Antime 10. Celoricense 11. BAIRRO FC 12. Pica 13. Regadas 14. Prazins 15. CD LOUSADO 16. Emilianos

RESULTADOS

J

18 18 17 18 18 18 18 18 18 18 18 18 18 17 18 18

V

13 11 10 11 10 8 6 6 7 7 5 6 3 4 2 0

RUIVANENSEAC, 0; RIBEIRÃO FC, 0 Berço, 4; Ases Stª Eufémia, 2 BAIRRO FC, 2; Pica, 1 Prazins, 0; D. Ronfe, 2 Celoricense, 2; Op. Antime, 1 CD LOUSADO, 0; São Paio, 0 Airão, 1; Regadas, 0 Ponte, 3; Emilianos, 0

Honra - Série B E

3 5 7 3 4 4 7 6 3 3 8 4 5 2 3 1

D

2 2 0 4 4 6 5 6 8 8 5 8 10 11 13 17

F

44 40 33 40 33 29 29 26 30 30 18 27 9 17 16 10

C

17 20 18 20 22 27 33 24 30 32 22 26 25 33 45 37

DESFECHO

P

42 38 37 36 34 28 25 24 24 24 23 22 14 14 9 1

D. Ronfe - RUIVANENSE AC RIBEIRÃO FC - Berço Ases Stª Eufémia - BAIRRO FC Op. Antime - Prazins Regadas - Celoricense Emilianos - CD LOUSADO São Paio - Airão Pica - Ponte

AF BRAGA CLASSIFICAÇÃO

1. Marca 2. GD LOURO 3. Pousa 4. Viatodos 5. Guisande 6. Figueiredo 7. Ucha 8. AD GONDIFELOS 9. Granja 10. Maximinense 11. ADJ MOUQUIM 12. Realense 13. Carreira 14. Cabanelas

RESULTADOS

J

que compete na Série H da AF Braga merece amplo destaque, tendo em conta o facto de terem saído vencedores de todas as partidas.

1ª Divisão - Série A

15 15 15 15 15 15 15 15 15 15 15 15 15 15

Viatodos, 2; Carreira, 1 AD GONDIFELOS, 0; Marca, 1 Pousa, 2; Ucha, 2 ADJ MOUQUIM, 0; GD LOURO, 1 Realense, 2; Maximinense, 2 Guisande, 0; Figueiredo, 1 Cabanelas, 0; Granja, 1

V

9 10 8 6 7 7 5 7 5 4 5 3 0 0

E

5 1 6 7 3 2 7 1 5 6 3 4 5 3

D

1 4 1 2 5 6 3 7 5 5 7 8 10 12

F

30 30 25 24 17 19 21 19 21 26 21 21 12 14

C

15 14 13 20 23 20 16 18 16 17 22 33 32 41

PRÓXIMA

P

32 31 30 25 24 23 22 22 20 18 18 13 5 3

Marca - Viatodos AD GONDIFELOS - Cabanelas Carreira - Pousa Ucha - ADJ MOUQUIM Figueiredo - Realense GD LOURO - Guisande Maximinense - Granja

AF BRAGA CLASSIFICAÇÃO

1. Os Sandinenses 2. S. Mascotelos 3. Polvoreira 4. Op. Campelos 5. DESP. S. COSME 6. GD FRADELOS 7. Gonça 8. Valinha 9. CRP DELÃES 10. OPERÁRIO FC 11. Selho 12. Ág. Tabuadelo 13. FórumAirão 14.ADC TELHADO

RESULTADOS

J

15 15 15 15 15 15 15 15 15 15 15 15 15 15

1ª Divisão - Série C V

13 9 8 7 8 7 7 7 6 5 5 2 1 1

OPERÁRIO FC, 4;ADC TELHADO, 0 Polvoreira, 1; Ág. Tabuadelo, 0 DESP.S.COSME,2;GDFRADELOS,0 FórumAirão, 1; Os Sandinenses, 4 Op. Campelos, 1; S. Mascotelos, 1 Gonça, 0; Selho, 1 CRP DELÃES, 0; Valinha, 2

E

2 4 6 5 1 3 2 1 1 3 3 2 3 2

D

0 2 1 3 6 5 6 7 8 7 7 11 11 12

F

46 39 32 37 21 31 25 25 25 26 21 14 11 7

C

11 15 15 28 18 20 20 25 29 27 27 35 38 52

PRÓXIMA

P

41 31 30 26 25 24 23 22 19 18 18 8 6 5

Ág. Tabuadelo - OPERÁRIO FC Polvoreira - CRP DELÃES ADC TELHADO - DESP. S. COSME GD FRADELOS - FórumAirão Selho - Op. Campelos Os Sandinenses - Gonça S. Mascotelos - Valinha


opiniãosport: 15 de fevereiro de 2018

RAHC surpreende na Taça de Portugal equipa da casa, que festejou os golos de Hugo Azevedo, Bruno Serôdio e Miguel Castro. O RAHC não tirou o pé do acelerador na etapa complementar e o resultado começou a ganhar contornos ainda mais surpreendentes. Bruno Serôdio completou o hat-trick e Raul Meca fez um golo e a passagem à próxima eliminatória ficou definitivamente consumada. O HC Turquel estava atónito com o avolumar do resultado e o melhor que conseguiu foi a redução do marcador a dois minutos do final, por intermédio de André Moreira. O RAHC foi, desta forma, um dos tomba-gigantes dos 16 avos de final da Taça de Portugal, somando a boa participação nesta prova à liderança que ostenta atualmente na 2.ª Divisão Nacional – Zona Norte. O Riba d’Ave Hóquei Clube (RAHC) protagonizou uma das surpresas dos 16 avos de final da Taça de Portugal, ao golear o Hóquei Clube (HC) Turquel por 6-1. O teórico favoritismo da equipa que milita na 1.ª Divisão não imperou e o conjunto ribadavense selou o apuramento para os oitavos de final da prova graças a um forte espírito competitivo e capacidade de abnegação. O conjunto de Hugo Azevedo demonstrou desde cedo que queria assumir protagonismo nesta partida. O resultado ao intervalo (3-0) espelhava a qualidade da

Duo na Seleção do Minho João Pedro Gonçalves e Pedro Rocha participaram, no passado fim de semana, no Torneio Internacional de Carnaval ao serviço de Seleção do Minho de sub-15. A prova reuniu ainda as seleções da AP Porto, AP Aveiro e a seleção da Galiza, tendo o conjunto minhoto terminado no último lugar. A participação neste torneio serviu de ensaio para o Torneio Inter-Regiões 2018, que se vai disputar em Bragança.

FAC confirma favoritismo O Famalicense Atlético Clube (FAC) tem presença garantida nos oitavos de final da Taça de Portugal. O clube famalicense confirmou o favoritismo no duelo frente ao Clube Académico (CA) da Feira, que atua na 3.ª Divisão, e carimbou o passaporte com uma vitória por 2-3. As duas equipas não estiveram muito inspiradas na primeira parte

e o nulo ao intervalo espelhava as poucas oportunidades de perigo criadas por ambos os conjuntos. O FAC assumiu as rédeas da partida na etapa complementar e Hélder Gomes, com um bis, colocou os famalicenses numa posição muito favorável para passar à próxima fase. O CA Feira não baixou os braços

e readquiriu alguma esperança com a redução no marcador. No entanto, um desvio certeiro de Rui Silva à boca da baliza deu nova vantagem de dois golos para os famalicenses, que viriam a sofrer o segundo tento a três minutos do final, que se revelou, ainda assim, insuficiente para evitar a passagem do FAC.

Sónia Gonçalves sobe no ranking Sónia Gonçalves continua a palmilhar terreno nas provas internacionais. A atleta do FAC, que lidera o ranking nacional e está na 164.ª da classificação mundial, foi uma das cabeças de série no The 27th Iran Fajr International Challenge, que se realizou na cidade de Zanjan, no Irão. A famalicense venceu a primeira ronda frente a uma adversária local (Nastaran Karamie) por 11-8, 8-11, 11-7 e 11-8. O grau de dificuldade subiu nos oitavos de final, com a atleta Thet Htar Thuzar (Myanmar) a revelar-se mais forte (11-5; 11-7 e 11-3). Esta participação na prova internacional fará com que Sónia Gonçalves ascenda cerca de 20 lugares no ranking, perspetivando-se uma subida até à 143.ª posição.

FAC/Crédito Agrícola no 6.º lugar O FAC/Crédito Agrícola mantém-se determinado em assegurar um lugar entre os seis primeiros do campeonato. Os famalicenses dominaram a partida frente ao Guifões SC e alcançaram um triunfo relativamente tranquilo (70-56). A superioridade da equipa da casa foi notória em todos os períodos, os quais terminaram com vitórias dos famalicenses (20-15 16-14 21-17 13-10). O FAC/Crédito Agrícola é sexto classificado quando ainda faltam disputar quatro jornadas até ao final da primeira fase.

MODALIDADES

25

Benfica visita Famalicão e RAHC viaja até Coimbra As equipas famalicenses já conhecem os adversários dos oitavos de final da Taça de Portugal. A principal nota de destaque do sorteio vai para o confronto entre Famalicense Atlético Clube e o Sport Lisboa e Benfica. A equipa orientada por Paulo Morais vai receber o atual líder do Campeonato Nacional, num duelo que já se disputou este ano, ainda em plena pré-época, referente ao Torneio Cidade de Famalicão. O vencedor da partida irá defrontar a equipa que sair vitorioso do clássico entre Sporting Clube de Portugal e Futebol Clube do Porto. Já o Riba d’Ave Hóquei Clube, depois de protagonizar uma das surpresas dos 16 avos de final, ao bater o HC Turquel, vai medir forças com a Académica de Coimbra. Um encontro entre duas equipas que militam na 2.ª Divisão – Zona Norte. O favoritismo desta eliminatória pode ser atribuído ao conjunto ribadavense, visto ser o atual comandante da prova. O vencedor da eliminatória já sabe que irá defrontar a equipa que sair a sorrir do encontro entre GD Sesimbra e Valença Hóquei Clube. Os encontros dos oitavos de final estão marcados para 17 de março.

Futsal masculino A equipa sénior da Associação Desportiva e Cultural de São Mateus terminou a primeira fase da II Divisão – Série B na 5.ª posição. A derrota (4-0) averbada em Paredes, na última jornada da fase inicial, fez a equipa famalicense cair para o quinto posto, tendo sido ultrapassada precisamente por este adversário. A ADC S. Mateus irá agora disputar o play-off de despromoção, onde irá medir forças com GD Viso, CA Mogadouro, Paredes, Freixieiro, Arsenal Parada, Póvoa Futsal, Mo-

radores da Granja e Desp. Ordem. Competição distrital Na 1.ª Divisão da Associação de Futebol de Braga, o Sporting Clube Cabeçudense perdeu (2-0) no reduto da ACR Marretinhas, ao passo que a Mocidade Alegre de Landim empatou a cinco bolas em casa do Vieira Futsal. Na tabela classificativa, a equipa de Cabeçudos está na 4.ª posição, com 26 pontos, enquanto o emblema de Landim continua no último lugar, com 7 pontos.

Beatriz Pereira lidera Taça de Portugal de Pista A famalicense Beatriz Pereira venceu a prova de cadetes femininos do Troféu Alves Barbosa, realizada no passado fim de semana, no Velódromo Nacional, em Sangalhos. A ciclista da Bairrada Cycling Team levou a melhor sobre a restante concorrência e garantiu um triunfo que lhe permite ser a atual líder do ranking da Taça de Portugal de Pista, com 47 pontos.

João Dinis em 2.º lugar na Taça de Portugal

Artur Figueiredo na fase final Artur Figueiredo é, para já, o único jogadore do FAC com presença garantida na fase final da prova, que terá lugar em Leça, nos dias 24 e 25 deste mês. Nesta fase já não vão participar Amândio Marinho, Carlos Veloso, Camilo Silva, Rui Gomes e Jorge Lopes. Por decidir continua o futuro de Paulo Oliveira e Jorge Bastos, que disputam esta quinta-feira a primeira fase desta prova. Entretanto, A 8.ª jornada do Campeonato Nacio-

nal da 2.ª Divisão colocou frente a frente FAC e Bilhar Clube do Porto, os dois primeiros classificados. O espetáculo correspondeu às expectativas, com o FAC a revelar-se mais forte, ao conquistar uma vitória por 2,5-1,5. Carlos Veloso, Rui Gomes e Manuel Figueiredo estiveram a um nível alto nesta prova, por contraponto com Artur Figueiredo, que não conseguiu confirmar as credenciais que lhe são reconhecidas.

João Dinis esteve em destaque no concurso de omnium de elite do Troféu Alves Barbosa, que teve lugar no Velódromo Nacional, em Sangalhos, em Anadia. O jovem famalicense, que veste as cores do Bike Clube de Portugal, terminou a segunda prova da Taça de Portugal em segundo lugar, totalizando 142 pontos. No ranking da competição, João Dinis está em segundo lugar, com 37 pontos, tendo uma desvantagem de sete pontos para o líder João Matias.


26

MODALIDADES

opiniãosport: 15 de fevereiro de 2018

Papa Léguas de Famalicão sagra-se campeão regional de lançamentos

Eduardo Sá volta a subir ao pódio

organizado pela Associação de Atletismo de Braga e disputado nas pistas de Atletismo Gémeos Castro, no dia 3 de fevereiro. Ao triunfo coletivo, o Papa Léguas de Famalicão somou ainda nove títulos individuais: Ana Araújo (lançamento do peso e martelo), Francisco Mendes (lançamento do peso e dardo), Diogo Enes (lançamento do disco e martelo), Guilherme Enes (lançamento do peso), João Cunha e Leonor Barros (lançamento do martelo). A performance da equipa famalicense contemplou ainda seis segundos lugares e seis terceiros lugares, graças às prestações de Rafael Queiroz, Joana Costa, O clube Papa Léguas de Famalicão foi o vencedor cole- Joana Pimenta, Hélder Faria, Afonso Dias, Daniel Petivo do Campeonato Regional de Lançamentos, evento reira, José Oliveira e Gonçalo Ribeiro.

Eduardo Sá juntou mais uma medalha ao seu vasto palmarés no passado fim de semana. O atleta do Sporting Clube de Braga completou a prova de 200 metros dos Campeonatos de Portugal de atletismo de pista coberta, que decorreram na Expocentro de Pombal, em 21.82 segundos e ficou em 3.º lugar, apenas superado pelos benfiquistas Frederico Curvelo e André Costa. Esta foi a oitava medalha alcançada pelo jovem famalicense em campeonatos nacionais e mais um estímulo para o atleta do Sp. Braga alcançar resultados que lhe possibilitem participar em competições internacionais. Orientado pela professora Alexandra Sarmento, Eduardo de alto rendimento da FederaSá integra atualmente o projeto ção Portuguesa de Atletismo.

Equipas famalicenses com resultados positivos no Corta-Mato Distrital O saldo das escolas famalicenses que participaram no Corta-Mato da Coordenação Local do Desporto Escolar de Braga, realizado no dia 8 de fevereiro, em Guimarães, foi bastante positivos. O Agrupamento de Escolas Camilo Castelo Branco fez-se representar por 48 atletas (Infantis A, Infantis B, Iniciados e Juvenis), que conseguiram arrecadar 33 medalhas, graças à obtenção de cinco pódios coletivos e três individuais. A nível individual, Hugo Azevedo foi segundo classificado na prova de Iniciados masculinos, ao passo que Alice Oliveira (Juvenis femininos) e Margarida Martins (Infantis B) terminaram no terceiro posto dos respetivos escalões. No plano coletivo, o AECCB foi o vencedor dos escalões de Infantis B femininos, Iniciados masculinos, Juvenis masculinos, tendo ainda ficado em segundo lugar na prova de Juvenis femininos. O agrupamento famalicense já tem no horizonte a participação no Corta-Mato Nacional, que se disputa em Açoteias, no Algarve, nos dias 23 e 24 de fevereiro. A comitiva do AECCB será composta por 20 alunos, um número que lhe permite deter ser o agrupamento do

Moinho de Vermoim vence em dose dupla

distrito de Braga com maior número de atletas apurados para a final nacional. Já a Escola Básica (EB) de Pedome colocou em competição 41 alunos, cuja prestação resultou na obtenção de algumas classificações relevantes. Em Infantis A femininas, a prova sorriu à EB Pedome. Gabriela Gomes, Maria Machado, Raquel Mendes, Janira Monteiro, Sofia Silva e Soraia Fonseca estiveram em bom nível e permitiram à escola famalicense sagrar-se campeã distrital de corta mato neste escalão. Já em Infantis B, a EB Pedome

ficou a poucos pontos de subir ao pódio coletivo. Ana Faria foi uma das responsáveis pela boa classificação nesta categoria, dado ter-se sagrado campeã distrital. Desta forma, a aluna da escola de Pedome garantiu o apuramento para o Corta Mato Nacional de Desporto Escolar, que irá decorrer em Açoteias, no Algarve, nos dias 23 e 24 de fevereiro. Por fim, os alunos da Didáxis Riba d’Ave também participaram no Corta Mato Distrital 2018. nos escalões de infantis (A e B), iniciados, juvenis e juniores, de ambos os géneros.

Selecionador nacional atento a atletas da ACV

A secção de BTT da Associação Moinho de Vermoim (AMVE/Avebikers/Remax/Rodimérito) conquistou bons resultados no XCO de Vila do Conde. Daniela Araújo e Ana Soliz foram as principais figuras da equipa famalicense, ao vencerem em sub-23/elites e master, respetivamente. Para além destas vitórias, merece realce as classificações de Nuno Silva (2.º em elite); Sérgio Nogueira (5.º em elite); Bruno Carneiro (6.º em elite); Davide Silva (8.º em elite); Rafael Faria (12.º em cadetes) e Ricardo Silva (13.º em master).

Atletas da ACV em trail solidário

tiu-me constatar, de forma mais aprofundada, as qualidades das diferentes atletas e a realidade do clube”, referiu, garantindo que continuará a prestar atenção à evolução da ACV. As atletas receberam desta forma um importante estímulo para o futuro, tendo ainda desfrutado da possibilidade de serem orientadas, durante o treino, pelo selecionador Ulisses Pereira.

Ulisses Pereira, selecionador nacional de seniores femininos de andebol, visitou as instalações da Associação Cultural de Vermoim na passada segunda-feira. O responsável máximo da equipa portuguesa esteve em contacto com as atletas do clube famalicense, algumas das quais estão inclusivamente no radar do selecionador nacional. "Conhecia os nomes de algumas atletas pelos boletins de jogo e acompanho o percurso interessante que o clube tem feito, tal como na edição desta época da Taça de Portugal. Esta visita permi-

ACV renova parceria com AIMA/Mobiliário A secção de andebol da Associação Cultural de Vermoim estendeu a sua ligação ao Grupo AIMA/Mobiliário. Parceiros há oito anos, as duas partes renovaram o elo que os une, sendo que o grupo imobiliário continuará a ser o patrocinador principal da equipa sénior, tendo ainda a sua imagem estampada nos equipamentos de todos os escalões de formação. Em nota à imprensa, a direção da ACV considerou que “a renovação do apoio reveste-se não só de importância material, mas essencialmente de importância simbólica e de verdadeiro espírito de parceria entre entidades amigas que acreditam e partilham máximas e ideais”.

Joaquim Ferreira e Francisco Miranda, atletas da Associação Cultural de Vermoim associou-se à campanha “Vamos ajudar o Rodrigo”, iniciativa que visava angariar fundos para ajudar uma criança com necessidades especiais tendo em vista a aquisição de uma cadeira de rodas com características específicas. Cerca de 1200 atletas e caminhantes não faltaram à chamada e contribuíram para angariar um valor aproximado de 8.350 euros.


opiniãosport: 15 de fevereiro de 2018

MOTORES

27

Prova, que decorre nos dias 20 e 21 de julho, é a principal atração do plano de atividades do Team Baia

Rali de Famalicão vai passar por Nine, Arnoso Santa Eulália e Arnoso Santa Maria A associação famalicense Team Baia apresentou, no passado domingo, na Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco, o plano de atividades para o presente ano, no qual o principal destaque incide sobre o Rali Município Vila Nova de Famalicão, que se insere na 11ª edição do Troféu CIN, a principal competição de 2018. Este ano, a prova, que vai para a estrada nos dias 20 e 21 de julho, tem como novidade o facto de passar por Nine, Arnoso Santa Eulália e Arnoso Santa Maria. O Rali de Famalicão inclui cinco classificativas diurnas e ainda uma classificativa noturna, que contempla um percurso de 10,5 km, num trajeto que, pretende a organização, contemple a passagem por alguns pontos principais da cidade. O rali é a principal nota de destaque de um leque alargado de eventos organizados pela associação famalicense e que irá constar no calendário dos aman-

Maria João Mesquita

Maria João Mesquita

Team Baia apresentou plano de atividades para o presente ano

tes dos desportos motorizados de Famalicão e de outros pontos do país. Para além do rali, a associação famalicense irá ainda organizar o Especial Sprint Bom-

Dupla famalicense com duplo desafio

O piloto Daniel Silva e o navegador Filipe Martins já tem os olhos apontados para a época que está prestes a iniciar-se. Daniel Silva tem sido presença assídua no troféu CIN de ralis, no qual tem pilotado um Renault Clio RS2000. Para além desta competição, o piloto vai ainda estrear-se no Campeonato Regional de Ralis Norte, considerando que esta situação representa “o subir de mais um degrau”. O facto de algumas provas do CIN coincidirem com as do Regional fez com que a dupla do Team Transfradelos optasse por entrar em ambos os campeonatos. Daniel Silva espera “andar o mais à frente possível e aprender um pouco mais para me tornar

mais competitivo”. Filipe Martins será o braço direito de Daniel Silva. O navegador mantém-se ao serviço da equipa famalicense, transitando do Todo o Terreno para os ralis. “É mais um desafio na minha carreira”, começou por dizer, acrescentando: “conheço o Daniel e sei que tem muito potencial e, nesse sentido, espero ajudá-lo a crescer como piloto”, admitiu o navegador, que comemora 20 anos de carreira. A estreia na presente temporada está marcada para o próximo mês de março. Até lá, a dupla irá realizar mais uma série de testes para ensaiar o automóvel para as duas provas.

beiros Voluntários de Famalicão, em data ainda a definir, e o 4º Especial de Riva de Ave, que se realiza no dia 22 de julho, com o apoio da Ave Motor – Clube de

Eventos Motorizados. Um conjunto de iniciativas que coloca o concelho num patamar assinalável do mundo automóvel em solo nacional. “Este

calendário é muito apelativo” segundo “o feedback que temos recebido dos pilotos e de todos os que estão envolvidos no evento”. Presente nesta apresentação esteve também o vereador do Desporto da Câmara Municipal de Famalicão, que revelou a presença de um piloto famalicense na iniciativa. Mário Passos enfatizou “o papel das organizações que, ano após ano, vão tendo mais capacidade de trabalho e de disciplina, por forma a que tenhamos em Famalicão e noutros territórios atividades com mais segurança, visibilidade e envergadura”. Para além disso, o vereador declarou que “estas iniciativas são o orgulho famalicense”, porque, por um lado, “os famalicenses querem estes eventos” e, por outro, “são atraídas várias pessoas e aficionados do desporto motorizado ao concelho de Famalicão”.

veja em www.famatv.pt ou

Pedro Almeida com boas sensações para o Campeonato de Portugal A temporada desportiva Pedro Almeida está marcada para o próximo fim de semana, com a disputa do Rali Serras de Fafe. Acompanhado pelo navegador Nuno Almeida, o piloto famalicense vai cumprir a primeira prova do Campeonato de Portugal de Ralis, num troço que é tido como um dos mais entusiasmantes do desporto automobolístico em Portugal. “Estamos ansiosos pelo momento da partida, num palco carismático e que ficará para sempre marcado na minha carreira. Muito para além dos resultados desportivos, este projeto passa por proporcionar excelentes momentos competitivos numa modalidade de exposição privilegiada como é o rali em Portugal”, afirmoo Pedro Almeida, que irá competir na prova nacional ao volante de um Skoda Fabia S2000. “Será a concretização de mais um sonho. Sempre tive por ambição vingar numa carreira no nacional de ralis. Esta será a minha primeira temporada no principal Campeonato de Ralis em portugal e o Rali Serras de Fafe será o batismo desta nova etapa”, acrescentou, mostrando-se confiante para esta nova experiência na carreira: “Nestes anos que passaram antes da minha estreia no Campeonato de Portugal provei que consigo andar depressa e fazer algo de muito positivo. Agora, tenho de provar que tenho maturidade suficiente para chegar aos

objetivos que temos para este ano, que passam por aprender com os melhores, para que um dia possa ser tão bom quanto eles”. A prova de Fafe irá marcar o arranque do famalicense no Campeonato Portugal de Ralis, num evento que, espera Pedro Almeida, seja o primeiro de muitos na principal competição em solo luso. "O nosso principal objetivo consiste em respeitar os nossos adversários e sentir o respeito deles, de forma a consolidar uma

carreira duradoura no Campeonato de Portugal de Ralis. É nisso que estamos concentrados e focados, apesar das enormes qualidades dos nossos adversários, que são muitos e de grande qualidade”. Pedro Almeida está bastante confiante e não esconde o desejo de ser o melhor rookie em 2018, pese embora reconheça que “há ainda um longo caminho a percorrer”, para o qual, adverte, sentirse “preparado para enfrentar este grande desafio”.


28

MODALIDADES

opiniãosport: 15 de fevereiro de 2018

Quatro títulos para o CX A2D Quatro atletas do Clube de Xadrez da Associação Académica da Didáxis (CX A2D) celebraram vitórias nas finais distritais de jovens de xadrez federado, que decorreram no passado fim de semana, no Colégio do Ave, em Guimarães. João Diogo Pereira (na foto) venceu os três jogos que realizou e sagrou-se campeão distrital em sub08. Já José Santos foi o mais forte em sub-16 (cinco vitórias em cinco jogos) e juntou mais um título distrital ao seu vasto palmarés (2 títulos Sub-08, 2 títulos de Sub-10, 1 título Sub-12, 1 título Sub-14, 1 título Sub-16). O escalão sub-18 foi dominado por Simão Barroso, que venceu o terceiro título distrital seguindo, ao passo que Ivo Dias cantou vitórias nos sub-20, repetindo os triunfos já alcançados em sub12, sub-14 (dois títulos), sub-16 (dois títulos) e sub20. O CX A2D foi a equipa com maior número de participantes (17), salientando-se as prestações de Martim Campos e Salvador Pereira (vice título distrital sub-08); Gonçalo Salgado (4º em sub-08); Duarte Abreu (4.º em sub-10); José João Pinto (5.º em sub10); Tiago Sousa (7.º em sub-10) e Dinis Pinto (9.º em

sub-10); Pedro Lima (5.º em sub-12); Carlos Daniel Sampaio (vice-campeão distrital sub-14); Miguel Jorge (4.º em sub-18); Hugo Fernandes (5.º em sub18); Tiago Dias (6.º em sub-18); Phoenix Campos (vice-campeão distrital sub-20).

João Romano e Ivo Dias em destaque

João Romano e Ivo Dias, atletas do Clube de Xadrez da Associação Académica da Didáxis (CX A2D) estiveram em evidência nos últimos dias. O primeiro venceu o primeiro prémio na categoria de elo sub2000 do Torneio de Xadrez Aberto,

ao passo que o MN Ivo Dias se cotou como o segundo melhor português no Torneio de Xadrez Aberto, na vertente semirrápidas. João Romano esteve presente no Torneio de Xadrez Aberto, que se realizou entre os dias 3 e 9 de

fevereiro, no Complexo Desportivo Municipal do Casal Vistoso, em Lisboa. O jovem somou 5,5 pontos e superou as expectativas, ao garantir o 49.º lugar, após ter sido o 145.º cabeça de série. Nesta competição, o CX A2D esteve ainda representado por MN Ivo Dias (69.º lugar); GM Daniel Cámpora (77.º); WCM Mariana Silva (115.º); Inês Silva (133.º) e Bruno Ribeiro (177.º). Já no dia 10 de fevereiro, o Complexo Desportivo Municipal do Casal Vistoso foi palco do Torneio de Xadrez Aberto, na vertente semirrápidas. O MN Ivo Dias obteve 5,5 pontos, performance que lhe valeu o 22.º lugar, cotando-se como o segundo melhor português na tabela classificativa. Para além do jovem, participaram ainda GM Daniel Cámpora (24.º); Bruno Ribeiro (65.º); Inês Silva (71.ª) e WCM Mariana Silva (74.ª).

Agrupamento de Pedome alcança vários pódios A Escola Secundária Padre Benjamim Salgado, em Joane, recebeu, no passado dia 3 de fevereiro, o II Encontro de Xadrez Escolar – Série B. A iniciativa reuniu alunos de 4 agrupamentos de Escolas do distrito de Braga (Agrupamento de Escolas de Pedome; Trigal Santa Maria – Tadim; Padre Benjamim Salgado e Ribeirão), perfazendo um total de 88 estudantes. Os alunos do Agrupamento de Escolas de Pedome tiveram um bom desempenho, ao dominarem os lugares de pódio nos escalões de Infantis A masculino, Iniciados feminino e Juvenis masculino. Além deste registo notável, mais dois alunos do

agrupamento chegaram igualmente ao pódio, conferindo 11 lugares de pódio em 21 possíveis.

Paulo Capela Marques compete na Rússia Bruno Oliveira, que estará acompanhado pelo famalicense Paulo Capela Marques, vai participar na Baja da Rússia, que se vai disputar entre os dias 16 e 18 de fevereiro. A dupla, que será apoiada pelas termas da Ferraria e pelos Açores, irá competir na classe T2, ao volante de uma Nissan Navara, numa prova integrada na Taça do Mundo de Todo o Terreno. Bruno Oliveira e Paulo Capela Marques serão os únicos representantes portugueses a competir em solo russo, onde se aguardam temperaturas abaixo de zero, com previsão de queda de neve.

AVC em fase menos positiva O Porto Vólei saiu a sorrir do encontro mais aguardado da 19.ª jornada da 1.ª Divisão de voleibol feminino, ao derrotar o AVC Famalicão/Leica por 3-0. A equipa famalicense comandou a partida durante um largo período de tempo nos dois primeiros sets mas revelou-se incapaz de conservar a vantagem, acabando por perder ambos os parciais. O terceiro set foi diferente, já que o AVC Famalicão/Leica foi obrigado a correr atrás do prejuízo mas as portuenses fecharam mesmo o resultado neste set. A atravessar uma fase menos positiva ao nível dos resultados, o

AVC Famalicão/Leica mantém-se, ainda assim, no segundo posto, a seis pontos do líder Leixões. Resultados da formação Na formação, os resultados foram os seguintes: Vitória SC 3-1 AVC (Juniores) e AVC 3-0 CART (Cadetes). De resto, Maria Marquês e Daniela Pinto competiram na seleção regional de sub-15, que participou na 1.ª mão do Troféu Minho/Galiza, na passada segunda-feira. A equipa galega foi superior nesta primeira mão e venceu por 3-2 (25-12; 18-25; 2225; 26-24 e 15-13).


Manuel Paiva, presidente da Liga Futsal de Famalicão

“O futsal é uma importante ferramenta para a formação social e desportiva das crianças” O título europeu conquistado pela seleção de futsal masculino foi a mais recente proeza do desporto português. A épica vitória frente à Espanha foi considerada, de forma unânime, como corolário do crescimento sustentado da modalidade em Portugal nos últimos anos. O trabalho realizado junto de crianças e jovens conferiu uma dimensão assinalável ao futsal, que já é, por estes dias, o segundo desporto com maior número de praticantes em Portugal, apenas superado pelo futebol. A criação de competições muitas delas com uma componente bem mais lúdica - foi um importante impulso para cativar maior interesse junto das crianças. Em Famalicão, se o futsal já era prática comum entre os graúdos, também passou a sêlo, de forma mais vincada, entre os miúdos a partir de 2008. O nascimento da Liga Futsal de Famalicão (LFF) revelou-se fundamental para criar uma envolvência notável do concelho em redor do futsal, fazendo com que figuras como Ricardinho ou Cardinal já sejam idolatrados por crianças e adolescentes. Num ano em que cumpre o 10.º aniversário, a LFF mantémse ativa na promoção da modalidade. A associação tem a seu cabo a organização de competições para os escalões de Minis, Pré-Escolas, Escolas, Infantis e Iniciados, nas quais participam 12 associações. Em atividade

estão perto de 500 atletas, que, domingo após domingo, entram em campo com o firme propósito de vencerem os jogos mas, sobretudo, divertirem-se. “O futsal é uma importante ferramenta para a formação social e desportiva das crianças, pois aprendem a cumprir regras e a interagir com outros miúdos”, sustenta Manuel Paiva, presidente e um dos fundadores da LFF. Ligado à modalidade há muitos anos, o representante máximo da associação frisa que o ingresso no futsal em idades tão precoces pode ter mais benefícios do que uma eventual passagem pelo futebol: “nos escalões inferiores, o mais importante é os miúdos estarem em permanente contacto com a bola e isso é potenciado no futsal”. Manuel Paiva aponta mesmo o exemplo do Brasil para lembrar que o futsal pode ser encarado como uma boa porta de entrada dos jogadores para o futebol. “Considero que pode existir um seguimento entre futsal e futebol e, nesse sentido, as equipas de futebol podem aproveitar o trabalho efetuado no futsal”. Logística a quanto não obrigas A LFF soube acompanhar o crescimento do futsal e já colhe, por isso, muitos elogios por parte das equipas participantes na competição. A homologação dos campeonatos, através de um protocolo celebrado com a Câmara Municipal de Famalicão,

a Associação de Futebol de Braga e a Federação Portuguesa de Futebol, foi o capítulo mais recente de uma história de que os responsáveis da LFF se

podem orgulhar. A máquina começou a trabalhar há dez anos e parece estar devidamente oleada. “A logística é muito simples, pois já

está tudo automatizado. As associações têm a tarefa de organizar uma jornada e tudo corre às mil maravilhas”, rejubila Manuel Paiva. Domingo é dia de jogo na LFF e sinónimo de romaria aos pavilhões nos quais se jogam os encontros do campeonato. “As partidas têm sempre uma assinalável moldura humana. Os familiares dos atletas criam uma envolvência muito interessante e indispensável nestas idades”. Entre o grupo de 12 associações, apenas o Grupo Cultural e Recreativo de Alvarelhos não pertence ao concelho de Famalicão. Apesar de a organização não ter “a pretensão de crescer desalmadamente”, Manuel Paiva admite que a competição se poderá alargar a mais equipas do concelho de Trofa. No entanto, alerta, existem ainda arestas por limar. “Poderemos fazê-lo desde que a autarquia trofense esteja disposta a colaborar, tal como faz a Câmara de Famalicão, nomeadamente com a cedência de pavilhões, na atribuição de subsídios financeiros e no pagamento de exames médicos dos jogadores”, ressalva o dirigente. Enquanto isso não se efetiva, a LFF olha para o futuro com otimismo e, simultaneamente, pragmatismo. Manuel Paiva reitera a intenção de manter “uma competição forte”, composta por “um número racional de equipas, de modo a que não se perca a atual organização da liga”. pub


II

PUBLICIDADE

opiniãopública: 15 de fevereiro de 2018


opiniãopública: 15 de fevereiro de 2018

ESPECIAL

III

Associação Juventude Joane A Associação Juventude (AJ) de Joane olha para a Liga Futsal de Famalicão (LFF) como um complemento perfeito às provas organizadas pela Associação de Futebol (AF) de Braga. A equipa joanense tem inscritas três equipas (Pré-Escolas, Escolas e Infantis) na competição, na qual participam cerca de 40 atletas. “É um bom incentivo para as crianças envolvidas”, frisa Fernando Lima, que evidencia “a boa organização” levada a cabo pela LFF. Além do natural entusiasmo que a prova gera nas crianças que competem todas as semanas, o responsável da AJ Joane demonstra satisfação pela forte adesão dos pais. Esta competição é vista como um importante veículo de aprendizagem desportiva e, simultaneamente, uma boa ferramenta para a formação pessoal das crianças. Desse modo, a associação joanense quer continuar a proporcionar momentos de confraternização aos jovens, até porque, lembra Fernando Lima, a AJ Joane tem igualmente uma equipa de Juvenis federada na AF Braga. Pré-escolas

Escolas

Infantis pub


IV

ESPECIAL

opiniãopública: 15 de fevereiro de 2018

Grupo Cultural e Recreativo de Alvarelhos

Escolas A

Infantis

Escolas B

Iniciados pub


opiniãopública: 15 de fevereiro de 2018

ESPECIAL

V pub

A Liga Futsal de Famalicão (LFF) é, como atesta o próprio nome, um campeonato destinado a albergar equipas do concelho. No entanto, a organização mostrou-se recetiva a abrir exceções e o Grupo Cultural e Recreativo (GCR) de Alvarelhos, do concelho da Trofa, tornou-se igualmente participante da prova. O vazio competitivo no concelho vizinho para atletas mais jovens foi, de resto, compensado com o acesso à LFF. Com um lote considerável de equipas (6 – dos Minis aos Iniciados) e de atletas (60), a equipa trofense dá nota positiva à organização. Bruno Silva, um dos responsáveis da associação de Alvarelhos, equipara mesmo este campeonato às ligas organizadas pelas associações de futebol de Braga e do Porto. A decisão de entrar na LFF enquadrou-se ainda na política de proporcionar competição aos jovens, tendo em vista a futura passagem para os escalões de Juvenis e Juniores, nos quais a equipa trofense compete na AF Porto.

pub

Minis

Pré-escolas


VI

ESPECIAL

opiniãopública: 15 de fevereiro de 2018

Associação Académica Didáxis - A2D À reconhecida função de contribuir para a formação académica de crianças e jovens, a Didáxis dedica igual atenção à prática do desporto. Além da notoriedade adquirida pelos constantes sucessos obtidos no xadrez, a escola famalicense encontrou no futsal uma nova forma de estimular os alunos a praticar desporto. Uma simbiose que tem dado resultados no xadrez e que os responsáveis pretendem que se estenda ao futsal. A entrada no lote de associações inscritas na Liga de Futsal de Famalicão (LFF) foi motivada por essa tentativa da A2Didáxis alertar os jovens para o bem-estar físico e mental. Ao todo, o clube tem duas equipas (Escolas e Infantis) a competir na LFF, nas quais estão reunidos cerca de 24 atletas. “A participação na LFF é uma mais-valia para o clube e para o próprio concelho, pois permite que os jovens estejam ocupados de forma positiva”, sublinhou Marco Brandão. O responsável pela equipa sente que os treinos e jogos são fundamentais para a formação desportiva dos jovens, algo que se repercute nos escalões etários superiores, em que o nível de competitividade aumenta significativamente.

Associação Desportiva de Castelões A direção da Liga de Futsal de Famalicão (LFF) tem conseguido angariar novos parceiros ao longo das temporadas. O sucesso e a boa organização da prova são reconhecidos pelos responsáveis das várias associações que integram a competição, fazendo com que a mesma se torne atrativa para quem está a apostar na modalidade. A Associação Desportiva Castelões é um dos mais recentes membros da liga famalicense, tendo constituído equipas de Pré-Escolas e Infantis. “Depois de competirmos durante vários anos no futebol de salão, optámos este ano por inscrevermo-nos no futsal e o primeiro ano está a ser muito positivo”, confidenciou Pedro Guedes. O arranque está a ir, de resto, ao encontro das expectativas dos dirigentes da associação de Castelões, para quem a aposta no futsal é para continuar. “Já temos uma equipa de juniores a competir na AF Braga e a nossa pretensão é que se efetive esta ligação dos jovens à modalidade até ao final das camadas jovens”.

Infantis

Infantis

Escolas

Pré-Escolas pub


opiniãopública: 15 de fevereiro de 2018

ESPECIAL

VII

Recreio Desportivo A intenção de estimular crianças e jovens a praticar futsal é um dos desígnios do Recreio Desportivo. O maior mediatismo do futebol dificulta, por vezes, esta tarefa, para a qual o clube famalicense tem vindo a envidar esforços junto dos 35 atletas que compõem atualmente o elenco das quatro equipas que competem na Liga Futsal de Famalicão (LFF). Figura conhecida do universo futebolístico do concelho, pelas ligações ao FC Famalicão e SC Cabeçudense, Ricardo Costa é o rosto principal do projeto desta associação. O dirigente considera que a competição “tem vindo a crescer de forma gradual”, reconhecendo-lhe maior

responsabilidade após a parceria estabelecida com a FPF. No entanto, nesse caminho de desenvolvimento, é apontado um pequeno obstáculo: a tentação dos atletas em optar pelo futebol de sete ou onze retira algum protagonismo e qualidade à LFF. Ainda assim, para aqueles que resistem e decidem manter-se no futsal, o Recreio Desportivo tem um caminho traçado. Terminada a participação na LFF devido ao limite de idade, os jogadores podem continuar a jogar no SC Cabeçudense.

Pré-escolas

Infantis

Escolas

Minis pub


VIII

ESPECIAL

opiniãopública: 15 de fevereiro de 2018

Associação Desportiva do Colégio das Caldinhas

Futebol Clube de Landim A Liga Futsal de Famalicão (LFF) é vista com especial importância pelo Futebol Clube de Landim. Para além de competir nos campeonatos organizados pela Associação de Futebol de Braga, o emblema landinense decidiu integrar o lote de associações inscritas na competição famalicense. Uma opção com o objetivo claro de proporcionar oportunidades aos atletas mais novos dos escalões de Infantis e Iniciados. A perspetiva de os jogadores encontrarem um palco para dar os primeiros passos no futsal e desenvolver competências a nível técnico e tático motivou este ingresso na LFF. Uma experiência entendida como “enriquecedora” por parte de Ricardo Pereira, responsável pelo emblema de Landim, que dedica especial atenção às camadas jovens: “temos a intenção de formar jogadores que cheguem à equipa sénior”. Esse desejo é sustentado pelo número elevado de equipas do clube, para as quais os responsáveis tentam não faltar com nada. Uma situação que obriga a uma cuidada logística mas que, por contraponto, deixa os responsáveis do clube com um sorriso no rosto quando a formação futebolística e social de jovens se torna uma realidade.

A prática de qualquer desporto por parte de crianças está a ser, regra geral, fomentada pelas famílias em idades cada vez mais prematuras. Os benefícios do exercício físico bem como a dimensão social potenciada pelo desporto na formação pessoal das crianças e jovens são recordados de forma permanente. Os clubes/associações assumem, por isso, um importante papel para estes se renderem ao desporto desde bem cedo. Ciente dessa função, a Associação Desportiva do Colégio das Caldinhas criou uma equipa de Minis (12 atletas) e uma de Pré-Escolas (15 atletas). Perto de 30 crianças que, mais do que ganhar, querem divertir-se. “A Liga Futsal de Famalicão é uma competição muito boa, pois permite aos atletas competirem numa fase tão precoce da vida”, evidencia Paulo Cardoso, acrescentando a “componente lúdica” como um importante aliado para terem cada vez mais crianças interessadas em ir para a equipa. Após entrarem, a expectativa é que as crianças se mantenham ligadas ao clube até aos Juniores, de forma a terminar o longo processo de formação desportiva.

Benjamins

Minis

Iniciados

Pré-Escolas pub


opiniãopública: 15 de fevereiro de 2018

ESPECIAL

IX

Mocidade Alegre de Landim

Barrimau Futebol Clube O Barrimau Futebol Clube atravessa atualmente uma fase de revitalização. Depois de um período de menor fulgor e entusiasmo, a direção recentemente empossada está apostada em voltar a dar vida a um clube com tradição no futsal. O desejo de reerguer o clube tem levado os responsáveis a cativar crianças e jovens para a prática da modalidade, alguns dos quais a representar o emblema famalicense na Liga Futsal de Famalicão. “Damos nota muito positiva à competição. A organização tem uma preocupação constante para reunir condições ótimas para os miúdos jogarem a um nível alto”, refere Carlos Bezerra. Os jovens jogadores do Barrimau FC têm a oportunidade de treinar em piso sintético, algo que ajuda para que a intenção de reestruturar a formação seja bem-sucedida. “Os miúdos estão a gostar da experiência, na qual é possível começar a perceber a filosofia do futsal nas crianças”, frisa Carlos Bezerra, que reconhece que o clube está a viver o ano zero ao nível da formação.

Iniciados

À Mocidade Alegre de Landim (MAL) é reconhecida uma estreita ligação ao futsal ou ao futebol de salão. A associação de Landim fomenta, há largos anos, a prática do desporto entre a comunidade infantil, sendo esta uma das marcas identificativas do clube. Esta promoção do desporto foi igualmente um dos desígnios que esteve na origem da criação da Liga de Futsal de Famalicão e, nesse sentido, o ingresso na competição tornou-se uma opção natural. “É um liga com um nível de qualidade acima da média e com muita competitividade”, afirmou Celso Amorim. O dirigente estendeu-se nos elogios à organização, aconselhando mesmo as associações desportivas do concelho a juntarem-se a esta competição. A participação na competição insere-se na política de valorização da modalidade por parte da MAL. Celso Amorim entende que as crianças até aos 10 anos devem “competir numa liga com esta componente competitiva, até porque é proveitosa para o processo de aprendizagem dos jovens atletas”. Finalizada este primeiro contacto com o futsal, defende o dirigente, “a vontade dos pais será decisiva para o futuro desportivo dos miúdos”.

Escolas pub

Infantis pub


X

ESPECIAL

opiniãopública: 15 de fevereiro de 2018

Associação Desportiva de Esmeriz

Estrelas do Ave

A Associação Desportiva de Esmeriz é uma das equipas que está particularmente satisfeita com o nível organizativo da Liga de Futsal de Famalicão (LFF). Jorge Teixeira, um dos responsáveis do clube de Esmeriz, considera que a competição atingiu um nível bastante positivo, sobretudo após a assinatura de um acordo com a Associação de Futebol (AF) de Braga e da Federação Portuguesa de Futebol (FPF). “A LFF está a trabalhar muito bem, sobretudo depois do protocolo que envolveu a AF Braga e FPF”, realçou o dirigente, sublinhando que o clube, que tem uma equipa de Escolas inscrita na LFF, já está perfeitamente adaptado à dinâmica da competição, nomeadamente o facto de as equipas terem a seu cargo a organização de uma jornada da prova. Embora não esconda que a realização dos treinos ao ar livre dificulta o trabalho da associação, Jorge Teixeira frisa, ainda assim, a importância das crianças competirem neste campeonato, uma vez que tal permite que depois exista uma continuidade da evolução dos atletas noutras competições.

Escolas

A vila de Ribeirão ganhou mais uma equipa desportiva no início da presente temporada, com a criação da escola de futsal das Estrelas do Ave. Depois de ter iniciado a sua atividade no ténis, a associação ribeirense quis alargar a oferta e decidiu ingressar no futsal. Ainda a dar os primeiros passos, a equipa Estrelas do Ave tem 10 atletas nas suas fileiras, que estão a competir no campeonato de Escolas da Liga Futsal de Famalicão. Apesar de ser ainda um projeto em fase embrionária, Avelino Campos está satisfeito com a dinâmica imposta. Depois da natural fase de adaptação a uma nova realidade, o responsável entende que “a logística é fácil” e que esta experiência pode cativar mais crianças e jovens na próxima época. Avelino Campos desvenda que a ideia da direção passa por crescer de forma sustentada e, nesse sentido, aponta a novos horizontes para a próxima temporada: “queremos continuar a evoluir e, dessa forma, já estamos a preparar a próxima temporada, na qual tentaremos formar mais uma equipa”.

Escolas pub

CAMPOS, CARVALHO & FERNANDES, LDA.

S er r a l ha ri a

• Serralharias Metálicas • Revestimentos • Tectos Falsos e Coberturas • Montagens industriais

R u a Tr á s- d o - Po m a r, n º 1 - Br a g a d e l a R I BEI R ÃO Te l f. 2 5 2 4 9 2 5 5 4 4 7 6 0 V.N . Fa m a l i cã o

pub


opiniãopública: 15 de fevereiro de 2018

Sportfut FC Vermoim

A Sportfut Escola de Futebol e o Futebol Clube de Vermoim foram duas das associações que estiveram na origem da Liga Futsal de Famalicão (LFF). A competição cresceu e as duas equipas decidiram agregar-se, num projeto conjunto que tem conquistado os resultados desejados. A Sportfut/FC Vermoim tem cinco equipas a competir na LFF, colocando em ação cerca de 70 atletas todos os fins de semana numa prova que se tem afirmado igualmente no capítulo desportivo do concelho. “A competição tem evoluído imenso ao

Pré-escolas

Infantis

Escolas A

Iniciados

ESPECIAL

XI

longo dos anos. As jornadas concentradas fazem com que os miúdos estejam no mesmo pavilhão e vejam muitos jogos”, vinca Miguel Sousa. O nível organizativo tem merecido muitos elogios por parte das equipas inscritas. O responsável da Sportfut/FC Vermoim alinha pelo mesmo discurso dos homólogos e as mudanças que a competição foi conhecendo ajudaram a que “a mesma se tornasse mais popular, cative mais equipas e contribua para que os miúdos evoluam”.

pub

Escolas B

Os 1345  
Os 1345  
Advertisement