Issuu on Google+

Campo de Tiro de Esmeriz recebeu prova de fosso olímpico p. 26 Equipamento permite a prática de diversas modalidades

Ninense tem um novo polidesportivo Sofi fia a Abreu Silva Desde o passado sábado que a Associação Desportiva Ninense tem um novo polidesportivo, localizado junto ao campo de futebol da colectividade. O novo equipamento, inaugurado no passado sábado, foi construído na sequência de um protocolo entre a Câmara Municipal de Famalicão, o Instituto do Desporto de Portugal (IDP) e a Associação Ninense, tendo a autarquia investido 15 mil euros nas infra-estruturas, o que correspondeu a cerca de 40 por cento do investimento, cabendo ao instituto governamental a restante comparticipação. Na cerimónia estiveram presentes, o presidente da Junta de Freguesia de Nine, Domingos Ribeiro, o representante da Associação de Futebol de Braga (AFB), Leonel Rocha, vereador do Desporto e José Moreira Costa, e a direcção da Associação Desportiva Ninense. Manuel Carvalho, presidente da AD Ninense, congratulou-se por este novo equipamento, mas lembrou que a colectividade espera agora ver o seu campo de jogos com piso sintético. “Em Junho deste ano, a nossa associação comemora 40 anos. Espero nessa data inaugurar algo mais

arrojado, o tão desejado relvado sintético no campo de jogos”, pediu. Na mesma linha, Domingos Ribeiro lançou também o desafio à Câmara, lembrando que o piso sintético é um sonho “de muitos anos de todos os ninenses, em especial de todos os que amam o desporto”. E aproveitou a presença do vereador para solicitar o apoio na colocação do relvado, deixando a garantia de que a Junta tudo fará para concretizar este projecto. Perante as solicitações, na resposta, Leonel Rocha assegurou o apoio da autarquia famalicense. “Se a direcção se empenhar de forma a que consiga fazer as obras atempadamente, da parte da Câmara Municipal terá todo o apoio e no Verão já poderão ter o arrelvamento do campo”. Na sua intervenção, Leonel Rocha, salientou também a importância do novo espaço “para a ocupação saudável dos tempos livre dos jovens de Nine”. De referir que o novo polidesportivo possui piso sintético, tem 22 metros de cumprimento por 12 metros de largura, permite a prática de futsal, andebol e basquetebol. veja a reportagem www.famatv.pt

Após vitória em Lisboa por 3-1 frente ao CN Ginástica

FAC reforça liderança no voleibol Bruno Marques A equipa sénior masculina de voleibol do FAC continua a sua boa prestação no nacional da 2ª divisão da modalidade, tendo conquistado no passado sábado a quarta vitória consecutiva no campeonato. Após a vitória sobre o Ginástica por 31, em jogo realizado na Parede, em Lisboa, a formação famalicense reforçou a liderança do campeonato. A uma jornada do final da primeira volta é já garantido que o FAC será líder na entrada da fase decisiva do nacional de voleibol. Na deslocação a Lisboa, o Famalicense Atlético Clube não facilitou e confirmou-se como grande candidato a um dos dois lugares de acesso ao apuramento de campeão e consequente subida de escalão. O jogo esteve sempre ao alcance do FAC. No primeiro set a elevada concentração foi fundamental para o sucesso. No set seguinte, o Ginástica reagiu, venceu o set e empatou o encontro. A equipa liderada pelo Miguel Ferreira percebeu o perigo e não mais facilitou. Vitória nos sets seguintes, com um passeio no último set, vencido por 25-13. Na próxima jornada, o FAC recebe o Santo Tirso, provavelmente o grande adversário dos famalicenses nesta fase, mas que se encontram em dificuldades na classificação. Uma vitória no próximo sábado garante praticamente a qualificação enquanto o Santo Tirso ficará em dificuldades extremas para recuperar na segunda volta. Por isso, trata-se de um jogo muito interessante, em perspectiva,

Equipa sénior de voleibol do FAC

aquele que está marcado para as 19 horas no Pavilhão Municipal de Famalicão. Após realizada a quarta jornada, a classificação está ordenada da seguinte forma: 1º FAC, 8 pontos; 2º AEIS Técnico, 7 pontos; 3º GC Santo Tirso, 6 pontos; 4º SC Marinhense, 6 pontos; 5º CN Ginástica, 5 pontos; 6º CA Madalena, 4 pontos. O FAC é a única equipa só com vitórias e um parcial de 12-4 em sets. Responsáveis confi fia antes na subida A boa campanha dos seniores do FAC está a deixar entusiasmados os responsáveis pela secção que acreditam numa possível subida de divisão. “Desde o início da época que acreditávamos que podíamos disputar a subida de divisão. Não foi um objectivo posto à equipa logo desde o início, mas com os resultados positivos a avolumarem-se começa a ser

um bocadinho difícil fugir a esse objectivo”, diz Miguel Ferreira, técnico do voleibol do FAC. O treinador acredita que é possível lutar até ao derradeiro encontro pela promoção, sendo que depois de terminada a segunda fase do campeonato terá lugar uma final four que decidirá quem sobe. “Se continuarmos assim, temos fortes possibilidades de passarmos à fase final e aí é que tudo se vai decidir com uma equipa da Madeira, outra dos Açores e as duas melhores formações do Continente”, refere Daniel Madureira, coordenador de todo o voleibol do FAC. O segredo para o sucesso do voleibol sénior está no facto de “este ser um projecto que leva já quatro anos com uma estrutura de atletas formados na casa”, acrescenta ainda o coordenador. Aliás, o FAC aposta forte nas camadas jovens, tendo como principal objectivo formar novos valores para servirem a equipa sénior.

Grande Área: número de praticantes de golfe tem aumentado no concelho p. 26

Polidesportivo foi inaugurado no passado sábado

pub.

Famalicão

Barbosa: Rua Santo António, Tel. 252 302 120 Calendário: Rua da Liberdade, Tel. 252 378 400/1 Cameira: C. Mouzinho Albuquerque, Tel. 252 323 819 Central: Praça D. Maria II, Tel. 252 323 214 Nogueira: Av. Marechal H. Delgado, Tel. 252 310 607 Valongo: Rua Adriano Pinto Basto, Tel. 252 323 294 Gavião - Av. Eng. Pinheiro Braga, 72 - Telef. 252 317 301 Marinho: Edif. S. José - Estalagem - Telf. 252 921 182 Martins Ventura: R. C. Cerejeira - Lousado - Telf. 252 493 142 Estação: Largo da Estação - Nine - Telf. 252 961 118 Ribeirão: Largo de Bragadela - Ribeirão - Telf. 252 416 482 Joane: Rua S. Bento, nº 217 - Telf. 252 996 300

Famalicão

S e r vi ç o

R e f o rç o

Vale do Ave

Ser viço

Q u ar t a, 2 4

Barbosa

Valongo Joane

Q u i n t a, 2 5

Cameira

Gavião Joane

S e x t a, 2 6

Calendário

Barbosa Joane

Q u ar t a, 2 4 Q u i n t a, 2 5 S e x t a, 2 6 S áb ad o , 2 7 Do m i ngo , 28 S e g u n d a, 1 Terç a , 2

Almeida e Sousa Bairro Delães Riba d’Ave Faria Almeida e Sousa Bairro

S á bad o, 27

Nogueira

Do m i ngo , 28

Valongo Ribeirão

S e g u n d a, 1

Gavião

Cameira Marinho

Terç a , 2

Barbosa

Central Marinho

Vale do Ave

Almeida e Sousa: Covas - Oliv. Stª Maria - Telf. 252 931 365 Bairro: Av. Silva Pereira, Telf. 252 932 678 Delães: Portela - Delães - Telf. 252 931 216 Riba de Ave: Av. Narciso Ferreira, Telf. 252 982 124 Faria: Estrada Nacional 310 - Serzedelo - Telf. 252 532 346

Serviço de disponibilidade

Paula Reis: R. José Elisio Gonçalves Cerejeira, nº 629 Calendário - Tel. 252 378 057 Maceiras: Louro - Telf. 252 310 425 Marques: Largo da Igreja - Fradelos - Telf. 252 458 440 Oliveira Monteiro: Largo Igreja - Cabeçudos - Telf. 252 331 885 Pedome: Av. S. Pedro, 1139 - Pedome - Telf. 252 900 930 Pratinha: Largo do Cruzeiro - Cavalões - Telf. 252 375 423 Santiago da Cruz: Vale S. Cosme - Telf. 252 911 123 Arnoso: Av. Joaq. Azevedo - Arnoso Sta. Maria - Telf. 252 916 612


26

sport: 24 de Fevereiro de 2010

grande área

Associação de golfe de Famalicão quer dinamizar prática da modalidade

Número de praticantes tem aumentado no concelho Bruno Marques Surgiu recentemente em Famalicão a primeira associação desportiva ligada à modalidade de golfe. Com a designação de Associação de Golfe de Talvai (AGT), esta colectividade pretende atrair mais praticantes no concelho famalicense e procurar desenvolver infra-estruturas que possam servir de apoio ao crescimento do golfe em termos concelhios. “Têm surgido novos praticantes, gente mais nova, e a ideia foi criar uma associação que os juntasse de uma forma mais organizada e com isso prosseguir alguns objectivos”, começa por explicar o vice-presidente da associação, Durval Tiago Ferreira, ao Opinião Sport. Criar um driving range, ou saída de golfe, em Famalicão e procurar que a associação seja um veículo de divulgação da modalidade e atracção de novos praticantes são os principais intuitos

Famalicão tem a sua primeira associação ligada ao golfe

dos responsáveis pela Associação Golfe de Talvai. Em Famalicão, e segundo dados recolhidos pela AGT, o número de golfistas andará entre os 100 e os 150 praticantes. Já em termos nacionais e mundiais o interesse das pessoas têm sido crescente, levando a

que exista um cada vez maior número de adeptos e jogadores de golfe. “Achamos que Portugal pode seguir o caminho de outros países onde a implantação da modalidade é enorme, procurando desmistificar a imagem que existe de que é um desporto caro ou elitista. O golfe

Campo de Tiro recebeu prova de fosso olímpico

José João Mendanha foi o grande vencedor José Clemente O Campo de Tiro de Esmeriz recebeu no passado sábado a 3ª contagem do campeonato regional de tiro com armas de caça, na modalidade de fosso olímpico, prova organizada pela Associação de Caça e Pesca de V. N. Famalicão, tendo esta sido ganha pelo famalicense José João Mendanha com 47 pratos atingidos em 50 lançados. O atirador esteve em representação do Clube de Tiro da Fervença. O Campo de Tiro acolheu o maior número de atiradores, estando inscritos 110 no total. Esta prova contou ainda com a presença do vice-presidente da Federação Portuguesa de Tiro com Armas de Caça e a competição teve como objectivo o apuramento dos melhores atiradores para a participação nos Jogos Olímpicos. O famalicense José João Mendanha acabou por ser o atirador mais certeiro.Armindo Gomes, vice-presidente da direcção da Associação de Caça e Pesca de

Competição teve recorde de inscritos

Famalicão considerou que “esta foi uma prova bastante importante não só para a associação mas também para a própria cidade de Famalicão”. Tudo porque “Famalicão recebeu no campo de tiro os melhores atiradores deste país e pela primeira vez este campo bateu o recorde de inscrições e por tudo isto só poderemos estar bastante satisfeitos”, acrescentou ainda. Classificações em seniores: 1º José João Mendanha (Clube Tiro Fervença); 2º Carlos Manuel Pereira (Ovar); 3º Gonçalo Carvalho (Póvoa La-

nhoso); 4º José Carlos Pereira (Viseu); 5º Sérgio Campos (Fervença). Em senhoras: 1º Ana Rodrigues (Póvoa Lanhoso); 2º Mariana Serra (Braga); 3º Teresa Cardos (Braga); 4º Luciana Meireles (Fervença). Em juvenis: 1º João Machado (Pevidém); 2º Bruno Sousa (Ovar); 3º João Nuno (Fervença). Em juniores: 1º Pedro Peixoto (Braga); 2º Tiago Teixeira (Ovar); 3º José Cunha (Fervença). Em veteranos: 1º António Moura (Marco Canaveses); 2º José Santos (Viseu); 3º Sérgio Lourenço (Viseu). veja a reportagem www.famatv.pt

pode ser praticado por pessoas de todas as idades, praticamente durante todos os meses do ano, e até do ponto de vista estratégico para o país é um dos desportos que mais receitas cria”, avança. Há 15 anos atrás as infra-estruturas existentes para a prática de golfe em Portugal eram diminutas, tendo levado a que os praticantes fossem uma minoria. Daí ter surgido a ideia de que se tratava de um desporto de elites, algo que se tem desvanecido nos últimos anos. Actualmente existem muitos mais campos, de dimensões mais reduzidas o que facilita o dinheiro gasto em manutenção, permitindo também que um maior número de pessoas pratique a modalidade diariamente e a custos não muito elevados. Durval Tiago Ferreira gostaria que o concelho tivesse um campo de golfe, embora tenha consciência de que isso exige um investimento avul-

tado. “Exige uma área considerável, no mínimo de 40 hectares, e um investimento na ordem dos três milhões de euros pelo que seria um projecto a médio/longo prazo e que teria de ser bem idealizado”, acrescenta o vice-presidente da AGT. Mais acessível é a criação de pequenos campos para a prática do golfe, nomeadamente com a abertura às escolas, sendo este um projecto que Durval Tiago Ferreira acredita ser possível ter um impulso por parte de diversos municípios. A AGT está aberta a novos associados, que terão sempre de contribuir com uma quota simbólica, e em breve os responsáveis esperam ter um site na internet, bem como uma sede própria. Cumpridos esses primeiros formalismos, a Associação Golfe de Talvai pretende depois tornar-se mais visível junto da população do concelho de Famalicão.

Equipa famalicense garantiu sete títulos na modalidade

NXVSC-Didáxis domina distrital jovem Terminaram no passado dia 20 de Fevereiro as Finais Distritais de Jovens 2010 que decorreram nas instalações da Escola E.B. 2,3 Bernardino Machado, em Joane. Esta competição envolveu 100 participantes, distribuídos pelos escalões sub-08, 10, 12, 14, 16, 18 e 20 e o Núcleo Xadrez Vale S. Cosme-Didáxis (NXVSC-Didáxis) fez-se representar por 23 atletas que conseguiram o apuramento. Ao todo o núcleo famalicense garantiu sete títulos. No escalão sub-08, o grande destaque foi Alice Oliveira que obteve o 2º lugar, vice-título distrital absoluto, e sagrou-se campeã feminina, perdendo apenas com o vencedor nesta categoria: José Santos (Escola EB 2,3 João de Meira - Guimarães). Já em sub-10, Beatriz Rasteiro (Amigos Urgeses - Guimarães) venceu a prova com melhor coeficiente de desempate

que o seu colega de equipa, Luís Rodrigues, e desta forma acumulou o título absoluto e feminino. Destaque ainda para o famalicense Simão Barroso (NXVSC-Didáxis) que na sua primeira participação atingiu três pontos em seis possíveis, classificando-se em 8º lugar. No escalão sub-12, Ivo Dias alcançou o seu primeiro título distrital absoluto de jovens, terminando com meio ponto de avanço perante o seu adversário directo, Bruno Ribeiro (AMASGuimarães). Quanto à categoria sub-14, Inês Oliveira (NXVSC-Didáxis) não deu qualquer hipótese à concorrência e acumulou o título absoluto e feminino: seis vitórias em seis jogos. Em sub-16, Luís Silva (NXVSC-Didáxis) também terminou no 1º lugar (sete vitórias em sete jogos). O título feminino foi atribuído a Ana Meireles (AMAS) que preci-

sou de vencer, na última sessão, a estreante Inês Vilaça (NXVSC-Didáxis). Na categoria sub-18, Luis Romano (NXVSC-Didáxis) deixou o seu colega de equipa, Nelson Torres, a um ponto de distância e conquistou o seu primeiro título distrital absoluto de jovens na segunda época como jogador federado. Joana Ribeiro (AMAS) venceu na categoria feminina, com melhor coeficiente de desempate que Alice Marinho (NXVSC-Didáxis). Finalmente, no escalão sub-20, Carlos Novais (AMAS) e Catarina Cunha (NXVSC-Didáxis) revalidaram os respectivos títulos absoluto e feminino, respectivamente. Com todos estes resultados, o NXVSC-Didáxis dominou a competição, liderando o ranking distrital jovem com sete títulos, mais um que na época transacta, seguido do AMAS, com três títulos. pub.


sport: 24 de Fevereiro de 2010 27

futebol

Ribeirão conquistou primeiro triunfo no ano de 2010

Uma vitória muito saborosa 1-0 Estádio do Passal Árbitro : Rui Silva (Vila Real)

GD Ribeirão A . Lordelo César Hugo Pina João Faria Forbes Renato (35’ Gel) Pedro Caravana Paulo Rola Nivaldo (82’ Abílio) Diego Tiago Silva (89’ Adriano) Bruno Filipe

César Jorginho Filipe Jorge Lopes (83’ Hérnâni) Fernandes Correia Pedrinho Manuel Festas Wagner (69’ Toninho) Rui Costa

Treinadores José Lemos

José Augusto

Golos: 49’ Tiago Silva (1-0). C artõ es Amare los: 24’ Diego; 49’ Manuel; 63’ Festas; 89’ Hugo Pina; 94’ César. C artõ es Vermelho s: 55’ Pedrinho; 70’ Jorginho; 80’ Diego.

Aristides Ferreira Depois de um longo jejum, o Ribeirão regressou às vitórias no

Estádio do Passal, com golo de Tiago Silva à passagem do minuto 49, dando alento ao Ribeirão para as jornadas que ficam a faltar na 2ª divisão nacional frente a um adversário que é concorrente directo na luta pela manutenção. Numa primeira parte morna com o jogo dividido nos dois meios campos foi a equipa da casa a primeira a criar uma situação de perigo. Estavam decorridos sete minutos e numa triangulação perfeita entre Diego e Tiago Silva, este último cruzou para o coração da área e Forbes falhou por milímetros o primeiro golo do jogo. Respondeu o Aliados por Jorginho que solto na direita do seu ataque não conseguiu acertar no alvo. O jogo era repartido e embora com muita vontade de parte a parte o espectáculo não era de primeira água. Os lances repartiam-se e como ninguém conseguia colocar a bola na rede foi Fernandes quem tentou de longe, colocando à prova o guarda-redes César que fez uma

bela intervenção. Já perto do intervalo, e depois da marcação de um canto na direita, Diego colocou a bola na cabeça de Paulo Rola, mas este rematou por cima da barra. Na etapa complementar, o Ribeirão, beneficiando do vento, entrou determinado e logo no reatamento Pedro Caravana colocou a bola no centro da área e Diego protegeu bem a bola, entregando para Tiago Silva rematar forte para o primeiro golo do jogo. Tudo parecia bem encaminhado para uma vitória confortável dos coman-

II DI VI SÃO

Sé rie A

R E S U LTA D O S

Padroense, 2; Lourosa, 1 Merelinense, 0; Moreirense, 1 Tirsense, 2; Paredes, 1 Folgou: Vizela

Ribeirão, 1; A. Lordelo, 0 Vieira, 0; Lousada, 0 Gondomar, 0; Boavista, 1 Vianense, 1; Espinho, 1

PRÓXIMA JORNADA Espinho - Padroense Lourosa - Merelinense Moreirense - Tirsense Paredes - Vizela

Valdevez - Ribeirão A. Lordelo - Vieira Lousada - Gondomar Boavista - Vianense

À semelhança do que aconteceu no jogo da primeira volta

Campo de Ribes Ár bit ro : Francisco Vicente (Vila Real) Auxiliares: Bruno Costa e António Trindade

AD Oliveirense Leça FC Pedro Freitas Luís Miguel João Duarte China Fifas Nuno Sousa Arturinho João Cruz (78’ Leal) Ricardinho (92’ João Paiva) Pedro Moreira (57’ Meira) Cafú

Festas Magalhães José Soares Tiago Madalena João Pedro Carlos (82’ Sencadas) Magano Lima Pereira (80’ Patrão) José Augusto (63’ Benício) João André Sérgio

Treinadores António Remelgado

Pedro Mesquita

Golos: 77’ João Cruz (1-0). C artõ es Amarelo s: 2’ Cafú; 7’ Carlos; 44’ Tiago Madalena; 80’ João Duarte; 90’ Arturinho. C artõ es Vermelho s: Não houve.

Bruno Marques Um golo solitário do avançado João Cruz foi o suficiente para a Oliveirense derrotar o Leça e dar mais um passo importante rumo a um lugar nos seis primeiros. No jogo da primeira volta o jogador já tinha sido decisivo, ao apontar o golo do triunfo, e agora no Campo de Ribes repetiu a proeza. O encontro foi muito disputado e terminou com uma vitória justa dos famalicenses. A partida começou muito movimentada e com duas equipas a quererem mostrar bom futebol. A Oliveirense assumiu a iniciativa do jogo perante um Leça a tapar bem

os caminhos para a sua baliza e a tentar explorar o contra-ataque. Apesar de terem mais posse de bola, os locais sentiram sempre grandes dificuldades no capítulo do passe, tendo por isso maiores dificuldades para criar oportunidades de golo. Durante a primeira metade registo para alguns livres e cantos perigosos por parte da Oliveirense, bem como para dois remates de fora da área dos visitantes. Lima Pereira e Carlos obrigaram Pedro Freitas a intervir, ainda que não possam ser considerados lances flagrantes de golo. Ao intervalo registava-se um nulo que se aceitava face à produção das duas equipas. Na segunda parte os visitados apresentaram-se com a mesma disposição, assumindo as rédeas do jogo. No entanto, a falta de inspiração e alguma ansiedade do sector ofensivo dos locais fez com que a decisão quanto ao vencedor fosse sendo adiada. O Leça não conseguiu criar qualquer oportunidade de golo na etapa complementar, apesar de se ter revelado uma equipa muito consistente.

III DI VI SÃO

Sé rie B

Joane, 0; Vila Meã, 1 T. Moncorvo, 1; Famalicão, 1 Fafe, 2; Serzedelo, 1

J

V

E

D

F

C

P

9

8

2

28

18

35

2. Fafe

19 10

4

5

28

20

34

Pedrouços, 2; Rebordosa, 2

3. Vila Meã

19

9

5

5

27

20

32

Oliveirense, 1; Leça, 0

4. Oliveirense

19 10

2

7

28

22

32

Amarante, 2; Infesta, 0

5. Joane

19

8

7

4

28

24

31

6. Leça

19

7

6

6

21

18

27

7. Famalicão

19

7

5

7

28

23

26

8. Torre Moncorvo

19

5

9

5

19

19

24

9. Rebordosa

19

5

7

7

27

31

22

10. Infesta

19

3

9

7

27

35

18

11. Serzedelo

19

5

2

12

22

31

17

12. Pedrouços

19

2

4

13

21

43

10

PRÓXIMA JORNADA Famalicão - Vila Meã Serzedelo - Torre Moncorvo Rebordosa - Fafe

A entrada de Meira para o lugar de Pedro Moreira ajudou à melhoria da Oliveirense no capítulo do passe e aos 77 minutos surgiu o 10. Ricardinho recebeu a bola na esquerda, na quina da área, rematou em arco e Festas defendeu para a frente. No sítio certo apareceu João Cruz a empurrar para o único tento do encontro. A partir do golo, o domínio da Oliveirense acentuou-se e os comandados de António Remelgado poderiam mesmo ter ampliado a vantagem. Num cruzamento de Fifas da esquerda, o ponta de lança Cafú cabeceou para a baliza e José Soares tirou a bola, também de cabeça, em cima da linha de golo. Pouco depois chegava o apito final, com a vitória a sorrir aos de Oliveira Santa Maria. O triunfo permitiu aumentar a distância pontual para o Leça e dar um passo quase decisivo para a manutenção nos seis primeiros lugares no final da primeira fase do campeonato. No próximo domingo a Oliveirense desloca-se a Infesta e espera nessa partida resolver já matematicamente a questão da permanência. 19

R E S U LTA D O S

Leça - Pedrouços Infesta - Oliveirense Amarante - Joane

CLASSIFICAÇÃO

1. Moreirense 2. Gondomar 3. Vizela 4. Tirsense 5. Espinho 6. Vianense 7. Padroense 8. Ribeirão 9. A. Lordelo 10. Paredes 11. Boavista 12. Lousada 13. Merelinense 14. Lourosa 15. Vieira 16. Valdevez

F

C

P

19 15 2 2 32 20 11 4 5 31 19 9 7 3 30 19 10 4 5 29 20 7 7 6 29 20 7 5 8 24 19 8 2 9 21 20 5 10 5 21 20 7 3 10 15 19 6 5 8 21 19 5 7 7 19 19 6 4 9 19 19 5 6 8 17 19 5 6 8 19 20 4 6 10 16 13 2 2 9 11

J

V

E

D

9 20 14 19 26 29 30 22 15 23 22 25 20 26 26 28

47 37 34 34 28 26 26 25 24 23 22 22 21 21 18 8

Hugo Pina quase conseguia, aos 79 minutos, na marcação de um livre, fazer o 2-0 mas do outro lado estava um guardaredes em tarde muito inspirada, tendo enviado o esférico para canto. Aos 80 minutos, Diego entrou duro sobre um adversário e o árbitro mandou o novo reforço do Ribeirão tomar banho mais cedo. Aos 88 minutos, Toninho apareceu isolado, mas não conseguiu acertar na baliza de César e já nos descontos aconteceram duas oportunidades para o Ribeirão. Primeiro foi Tiago Silva a beneficiar do adiantamento da defesa do Lordelo e a rematar à figura do guarda-redes e depois foi a vez de Forbes permitir o corte em cima da linha de golo. O árbitro Rui Silva apitou muito, mas nem sempre acertado. Demasiado autoritário durante o jogo e algum excesso de zelo pelo menos em duas expulsões. veja a reportagem www.famatv.pt

Resultados do FC Famalicão…

João Cruz volta a resolver 1-0

dados de José Lemos e melhor ficou quando Pedrinho, por carga sobre Tiago Silva, viu vermelho directo. Em superioridade numérica, o Ribeirão foi à procura do golo da tranquilidade. Aos 61 minutos, Forbes lançou o perigo na área contrária e volvidos dois minutos foi a vez de Tiago Silva tentar mais uma vez a sua sorte mas. A equipa do Lordelo nuca atirou a toalha ao chão e sempre que podia incomodava o último reduto dos donos do Passal, mas tudo se complicou aos 72 minutos, após expulsão de Jorginho.

CLASSIFICAÇÃO

1. Amarante

Os resultados das camadas de formação do FC Famalicão na jornada do passado fim-de-semana foram os seguintes: Famalicão 1-1 Limianos (juniores); Varzim 1-3 Famalicão (iniciados); Famalicão A 4-4 Cabeceirense (juvenis); Marinhas 6-0 Famalicão B (juvenis); Famalicão 6-0 Reluzentes (iniciados); Ribeirão 4-3 Famalicão (infantis); Famalicão A 5-1 Ribeirão (escolas); Famalicão C 0-6 Ribeirão (escolas); Ribeirão 9-1 Famalicão B (escolas). Jogos da próxima jornada: Famalicão-Barroselas (iniciados); Famalicão B-Vilaverdense (juvenis); Ribeirão-Famalicão A (juvenis); Ribeirão B-Famalicão (iniciados); Famalicão-Oliveirense (infantis); Famalicão B-Vitória FC (escolas); Louro-Famalicão A (escolas); Arões-Famalicão C (escolas).

…do GD Joane… As camadas jovens do GD Joane também actuaram no passado fim-de-semana, com os resultados: Operário 3-3 Joane (juniores); Joane 0-0 Brufense (juvenis); Maria Fonte 1-0 Joane (iniciados); Joane 0-2 Ruivanense (infantis,

série F); Joane 9-0 Ruivanense (infantis, série G). Próxima jornada: Joane-Cavalões (juniores); Ruivanense-Joane (juvenis); TaipasJoane (iniciados); Fradelos-Joane (escolas, série E); Ponte-Joane (escolas, série F).

…e da AD Oliveirense Também as camadas de formação da AD Oliveirense estiveram em competição. Os resultados foram: Torcatense 2-1 Oliveirense (juniores); Oliveirense 2-0 Bairro (juvenis); Oliveirense 1-0 Vimieiro (iniciados); Oliveirense 6-3 Fradelos (infantis, série F); Oliveirense 1-2 Ronfe (infantis, série G); Delães 2-7 Oliveirense (escolas, série E).

João Fernandes convocado para a Selecção de ciclismo O ciclista João Fernandes, da Associação de Ciclismo de Pousada de Saramagos/Escola de Ciclismo Carlos Carvalho, foi convocado para o primeiro estágio da época da Selecção nacional de cadetes. O ciclista às ordens de Nuno Silva vai estar com a Selecção nacional de quarta até sextafeira, com concentração marcado para Sangalhos. Entre-

tanto, no próximo sábado, dia 27 de Fevereiro, pelas 15 horas, em frente à Junta de Freguesia de Pousada de Saramagos, a Associação de Ciclismo de Pousada

de Saramagos/Escola de Ciclismo Carlos Carvalho vai apresentar a sua equipa, estando convidados todos os associados e familiares dos ciclistas.


sport: 24 de Fevereiro de 2010

28

futebol

Juniores do Famalicão empataram na recepção ao Limianos (1-1)

Joane perdeu já em tempo de compensação, tal como aconteceu em Vila Meã

Tudo como na primeira volta

Jogo de despedidas

0-1 Campo de Barreiros Árbitro : Sílvio Gouveia (Bragança)

GD Joane Vila Meã Sérgio André Marquinho (60’ Gil) Miguel Lemos Carneiro Sócrates Hugo Hélder Daniel (57’ Laureta) Carlos Manuel Álvaro (75’ Batista)

Torcato Pedro Valente Maniche (58’ Cajú) Luciano (78’ Igor) Quim Hélder Neto Franco Chico Gouveia Marco Joca

Treinadores Paulo Rafael

Pedro Pinto

Carlos Alberto

Golos: 92’ Quim (0-1). Cartões Amarelos: 45’ Pedro Valente; 67’ Igor; 77’ Sócrates. Cartões Ver me lhos: Não houve.

José Carlos Fernandes

Momento do jogo entre Famalicão e Limianos

José Clemente Este foi o jogo em que o Famalicão não dependia só do seu resultado, tinha de esperar por terceiros, e no final do jogo o empate não serviu para nada a não ser confirmar que este Famalicão não conseguiu fazer aquilo a que se tinha proposto, ou seja, disputar uma possível subida de divisão. Depois disto tudo, a formação famalicense vai ter pela frente a dura tarefa de disputar um campeonato a que não está habituado, isto é, uma competição para tentar manter-se na 2ª divisão, evitando os campeonatos distritais de juniores. Quanto ao jogo pode dizerse que esta formação do Limianos estava ao alcance da formação famalicense e o empate final não corresponde em nada ao que se passou dentro das quatro linhas. Curiosamente, o Limianos ainda teve uma boa oportunidade para vencer a partida ao não converter uma grande penalidade já muito perto do final do jogo quando a partida estava empatada a uma bola. Ao intervalo, o Limianos vencia por 1-0 e na segunda parte o Famalicão, e à passagem do minuto 75, Bruno Carvalho restabeleceu a igualdade.

RE SULTA DOS

JUNIORES

Famalicão, 1; Limianos, 1 Chaves, 3; Moreirense, 0 Diogo Cão, 2; Bragança,1

CLASSIFICAÇÃO

PRÓXIMA

1. Freamunde 2. Fafe 3. Trofense 4. Moreirense 5. Limianos 6. Chaves 7. Vizela 8. Famalicão 9. Diogo Cão 10. Bragança 11. Taipas

J

V

20 10 20 10 20 8 20 9 20 8 20 8 20 7 20 8 20 6 20 5 20 4

II Divisão

Folgou: Vizela Trofense, 2; Taipas, 1 Fafe, 1; Freamunde, 0 F

C

P

5 5 36 3 7 24 8 4 34 5 6 22 6 6 35 5 7 29 7 6 37 3 9 23 4 10 26 3 12 28 5 11 28

E

D

24 17 24 27 28 22 33 27 43 39 38

35 33 32 32 30 29 28 27 22 18 17

Os quatro primeiros classi- restantes equipas lutam ficados vão lutar pela subi- pela permanência. da de divisão enquanto as

Em jogo realizado no Campo de Treinos do FC Famalicão, sob arbitragem de Pedro Estela (Porto), o Famalicão alinhou com: Maia, Sousa, Carlos, Bruno Carvalho, Alex, Adriano, Álvaro, Nelson, Dia, Branco e Bruno. Jogaram ainda, Kauskas, Hélder e Veiga. Já o Limianos actuou com: Nuno, João, Manuel, André, Pedro, Cláudio, Sousa, Jaime, Gustavo, Malheiro e Vasco. Jogaram ainda, Ricardo e Zé. J o s é M e i r e l e s é o n ov o t r e i n a d o r d o s j u n i o r es O empate dos juniores do Famalicão provocou mexidas no departamento juvenil dos famalicenses. Bruno Salgado, coordenador de todo o departamento juvenil do clube, abandonou as suas funções no final do jogo do passado sábado, um cargo que já exercia desde a última época desportiva. Consigo saiu também o treinador dos juniores, José Lopes, não aguentando a sucessão de maus resultados. A direcção do FC Famalicão não perdeu muito tempo e em reunião realizada na noite da passada segunda-feira deliberou contratar José Meireles, até aqui técnico dos iniciados, e o seu adjunto para treinar a equipa júnior. José Meireles só vai para os juniores no final do nacional de iniciados, uma vez que faltam apenas dois jogos para o campeonato terminar e que o campeonato júnior vai parar durante um mês. José Meireles leva consigo o seu adjunto João Almeida e o treinador de guarda-redes Navio. Também no escalão de juvenis tudo foi alterado. Na equipa A saiu Luís Filipe Fragoso e entrou o seu adjunto André Gonçalves e na formação B também houve chicotada psicológica, saindo Rui Batista e em princípio vai entrar Tiago Silva para o seu lugar.

Quando se diz que não há jogos iguais, efectivamente não há. Mas este encontro entre Joane e Vila Meã foi muito idêntico ao da primeira volta. O resultado foi diferente, neste jogo o Joane perdeu por uma bola a zero, no outro perdeu por duas bolas a uma. Mas foi o mesmo jogador e no mesmo pe-

ríodo de tempo que o Vila Meã conseguiu chegar à vitória. Num jogo equilibrado, a sorte acabou por bater à porta da formação de Amarante. O equilíbrio verificou-se durante quase toda a partida, as equipas respeitaram-se, mas sempre com o intuito de alcançarem a vitória. Foi o Vila Meã que dominou durante os primeiros minutos, mas nunca conseguiu criar perigo na baliza de Sérgio. Foi o Joane que aos 27 minutos teve a primeira situação de perigo. Carneiro, em excelente jogada, passou por quatro adversários, mas claudicou na hora do remate. Aos 36 minutos, Marquinho fez tudo bem e Hélder, em boa posição, rematou ao lado. Durante a primeira parte, o Joane até acabou por usufruir das únicas oportunidades de golo. Contudo, o empate ajustava-se. No reatamento, a formação forasteira entrou bem, desperdiçando logo no início uma boa oportunidade de golo. Hélder Neto chegou tarde a um bom cruzamento de Quim. O Joane respondeu e André, na sequência de um canto, rematou para um defensor forasteiro cortar uma bola que levava selo de golo. Estava aberto o jogo. Apesar das cautelas serem mútuas, o golo esteve sempre presente na cabeça das duas equipas.

Com as alterações efectuadas, a partida ficou ainda mais dividida. Contudo, Paulo Rafael demonstrou mais arrojo. Sem descurar a defensiva apostou em jogadores com características mais ofensivas. Só que o Vila Meã é efectivamente uma equipa de grandes valores. Hélder Neto, Quim e Gouveia foram sempre jogadores a quem não se podia dar um palmo de terreno. O jogo caminhava para o final e foi precisamente em período de compensação que estes três jogadores fizeram a diferença. Gouveia cruzou para Quim e este à boca da baliza rematou para o golo da vitória. Dos dois minutos que faltavam para terminar o jogo, Batista, que tinha entrado para o lugar de Álvaro, ainda rematou à barra da baliza de Torcato. O Joane acabou por perder um jogo que em muito foi semelhante ao da primeira volta. A sorte acabou por bater à porta da equipa forasteira que somou os três pontos, ultrapassando também o Joane na tabela classificativa que assim caiu para a quinta posição. Pelo futebol praticado, a divisão de pontos era o mais justo. Arbitragem com alguns erros e muitos lances mal ajuizados. No lance que dá origem à jogada do golo ficou a sensação que Hélder Neto jogou a bola com a mão.

Famalicão averbou empate (1-1) em Moncorvo

E a vitória ali tão perto 1-1 Estádio Municipal de Moncorvo Árbit ro : António Resende (Aveiro)

T. Moncorvo FC Famalicão Vítor Bruno Zé Borges (67’ Leandro) Glauber Fernando Pedro Borges Filipe Mesquita (60’ Joca) Flávio Valdinho (76’ Rafa) Jaime Elísio

Rui Forte Nuno Cavaleiro (53’ Magalhães) Gualter Tó Talocha César Marques Tozé (65’ Diop) Ruizinho Madior Rui Filipe (75’ Luís Carlos) Bacari

Treinadores Silvio Carvalho

Artur Jorge

Golos: 37’ Ruizinho (0-1); 45’ Valdinho (1-1). Cartões Amarelos: 85’ Joca; 94’ Talocha. Cartões Ver me lhos: Não houve.

José Clemente O Famalicão tinha nesta sua deslocação a Moncorvo uma tarefa bastante difícil e quase que a obrigação de vencer o jogo. No final da partida, a divisão de pontos foi até um mal menor para os

comandados de Artur Jorge que mesmo assim ainda tiveram a felicidade de marcar primeiro e por sinal um grande golo de Ruizinho. Isto quando estavam decorridos 37 minutos de jogo. Mas ainda antes do golo já Rui Forte, que foi chamado à titularidade da baliza famalicense, tinha realizado uma boa defesa ao enviar para canto aquele que seria o golo dos locais. Durante os primeiros 45 minutos o Famalicão foi uma equipa com bastante personalidade, conseguiu um golo e teve ainda duas boas oportunidades para dilatar ainda mais a vantagem só que Vítor Bruno, com duas boas defesas, conseguiu evitar. Quando já toda a gente estava à espera do apito do árbitro para o intervalo aconteceu o primeiro caso do jogo, o golo do empate da equipa da casa, com toda a gente a dizer que a bola não chegou a entrar na baliza de Rui Forte. O árbitro assim não entendeu e mandou a bola para o centro do terreno. Para a segunda parte, e sem nada a perder, o Moncorvo foi uma equipa muito mais atrevida, criou muitas dificuldades à defensiva famalicense que nalgu-

mas jogadas complicou e muito. Os visitados acreditaram que era possível chegar à vitória e Sílvio Carvalho começou então a jogar com o banco, lançando dois avançados no encontro. Com estas alterações, o Moncorvo tornou-se ainda mais perigoso e o Famalicão começou a jogar em contra-ataque, levando dessa forma sempre algum perigo junto da baliza dos donos do terreno. Artur Jorge, ao aperceberse que o Moncorvo tentava a todo o custo chegar ao segundo golo, voltou a mexer na equipa, desta vez tirando um médio defensivo, Tozé, e fazendo entrar um avançado, Diop. A partir daqui o jogo entrou numa fase de equilíbrio e até ao final ainda houve tempo para os donos do terreno pedirem uma grande penalidade, só que o árbitro, muito bem colocado, deixou prosseguir a jogada. Na saída para o contra-ataque foi a vez do Famalicão pedir também uma grande penalidade. Esta sim existiu, só que António Resende fez vista grossa. Este empate deixa tudo em aberto para as últimas três jornadas que faltam até ao final da primeira fase do campeonato.


sport: 24 de Fevereiro de 2010 29

futebol

Iniciados do Famalicão venceram Varzim por 3-1

Ninense goleou o líder da 1ª divisão marcavam mais dois golos. A equipa esteve muito sólida a defender, com João a ser praticamente um mero espectador durante o jogo, e muito criativa a atacar, com Luís Tiago em especial destaque, acabando por conseguir um resultado com contornos de goleada num jogo onde se esperaria mais equilíbrio. No próximo sábado o Ninense visita o Soarense em Braga.

Objectivo quase conseguido José Clemente A formação de iniciados do Famalicão tinha nesta deslocação ao terreno do Varzim um jogo deveras importante e só a vitória interessava aos famalicenses que em caso de vencerem conseguiam dar um passo importante rumo à permanência. O Famalicão venceu por 31 devido a uma segunda parte de alto nível em que conseguiu operar a reviravolta no marcador. Com este resultado, a equipa famalicense ficou a apenas um ponto de conseguir a manutenção, isto porque no outro jogo de discussão da manutenção o Gil Vicente foi perder ao terreno do Chaves por 3-1, o que deixou tudo em aberto para as duas últimas jornadas do campeonato. Quanto ao jogo, o Famalicão entrou para vencer e nos primeiros dez minutos falhou três grandes oportunidades. E como no futebol quem não marca, sofre foi o que aconteceu. Aos 20 minutos, o Varzim, na sua primeira oportunidade, inaugurou o marcador.

Alberto Barbosa

Delães 1-1 S. Paio d’Arcos nulo e na segunda parte o árbitro assumiu algum protagonismo ao expulsar dois jogadores do Delães com duplo amarelo. Mesmo com duas unidades a menos os locais nunca desistiram, mostrando muita vontade de triunfar, apesar de terem sofrido um golo e ficado em desvantagem no marcador. A dois minutos do final da partida, Pinho conseguiu restabelecer a igualdade e dar um ponto aos delaenses, depois de um remate forte de fora da área que trouxe justiça ao marcador. V. C.

Juventude Académico soma e segue terceira vitória seguida da equipa de Calendário. somando assim 11 pontos em 7 jogos terminando assim a 1ªvolta no 3ºlugar da prova. Em jogo realizado no Campo do Tadim, a Juventude Académico actuou com: Teixeira, Victor, Mário, Zé Ricardo, Pedro, Fredy, Américo, Vitinha, Ruben, Nelinho e Ivo. Jogaram ainda: Marcos, Staline, Ricardo e Calisto. Na próxima jornada, a Juventude Académico desloca-se a Marrancos, Vila Verde.

Iniciados do Ribeirão bateram Paçô

S. Cláudio goleia e assume liderança Na 7ª jornada da Taça Fundação Inatel o S. Cláudio recebeu a equipa do Marrancos, goleando por 4-0 e ascendendo ao 1º lugar da tabela classificativa. Antes do inicio deste jogo fez-se um minuto de silêncio em memória do sócio António Costa, falecido no dia anterior. A equipa de Antas esperava muitas dificuldades para este jogo face à igualdade pontual das duas equipas. Aos 29 minutos, os famalicenses fizeram o primeiro golo depois de um cruzamento do Luca finalizado ao primeiro poste de cabeça por Miguel. Aos 33 minutos, Prego fez o segundo golo num chapéu ao guarda-redes adversário que estava adiantado e acabou por ser surpreendido. Aos 40 minutos, Miguel, antecipando-se ao

J

V

PRÓXIMA

1. Taipas 19 12 2. Esposende 19 10 3. Torcatense 19 8 4. Arões 19 8 5. Martim 19 8 6. Prado 19 8 7. Ronfe 19 9 8. Porto d'Ave 19 6 9. Vilaverdense 19 7 10. Águias Graça 18 6 11. Apúlia 19 6 12. Santa Eulália 19 5 13. Pica 19 7 14. Louro 19 4 15. Silvares 19 2 16. Cabeceirense 18 0 Louro - Taipas Arões - Cabeceirense Porto d'Ave - Torcatense Pica - Martim

E

D

F

C

P

2 5 52 24 38 5 4 35 24 35 8 3 25 15 32 7 4 30 21 31 7 4 29 20 31 7 4 23 16 31 4 6 26 22 31 9 4 33 19 27 5 7 30 26 26 6 6 20 21 24 5 8 21 28 23 7 7 30 26 22 1 11 20 36 22 8 7 19 21 20 6 11 10 26 12 3 15 13 71 3 Prado - Águias Graça Esposende - Santa Eulália Vilaverdense - Ronfe Silvares -Apúlia

Série A

Merelim, 2; Laje, 1 Ág. Álvelos, 0; Soarense, 2 Ninense, 4; T. Bouro, 1 Tadim, 0; Palmeiras, 1

Gerês, 0; Vila Chã, 1 Gondifelos, 1; Viatodos, 2 MARCA, 2; Forjães, 3 Roriz, 4; Panoiense, 1

CLASSIFICAÇÃO

J

V

1. T. Bouro 17 2. Vila Chã 18 3. Palmeiras 18 4. Forjães 17 5. Ninense 18 6. Soarense 18 7. Viatodos 18 8. Gerês 18 9. Panoiense 18 10. Tadim 18 11. Ág. Álvelos 18 12. MARCA 18 13. Roriz 18 14. Merelim 17 15. Laje 17 16. Gondifelos 18 Palmeiras - Gerês Vila Chã - Gondifelos Viatodos - MARCA Forjães - Roriz

13 13 12 11 10 10 8 8 7 7 4 4 4 3 2 1

C

P

2 2 43 16 2 3 25 10 4 2 37 12 5 1 34 14 5 3 23 15 0 8 30 27 4 6 26 24 3 7 26 20 5 6 31 33 2 9 21 23 5 9 23 30 3 11 23 38 1 13 22 33 3 11 14 35 3 12 16 33 3 14 12 43 Panoiense - Merelim Laje - Ág. Álvelos Soarense - Ninense T. Bouro - Tadim

E

D

F

41 41 40 38 35 30 28 27 26 23 17 15 13 12 9 6

AFB I DIVISÃO R E S U L TA D O S

AFB I DIVISÃO

Ruivanense, 2; Pedralva, 1 Maximinense, 0; Pevidém, 2 Tabuadelo, 2; Campelos, 2 S. Paio, 1; StAdrião, 1

CLASSIFICAÇÃO

J

V

Série B

Ponte, 2; Polvoreira, 1 Enguardas, 1; Celoricense, 4 Airão, 1; Travassós, 1 Guilhofrei, 1; Bairro, 2 E

D

F

C

P

1. Celoricense 17 12 3 2 34 12 39 2. Pevidém 18 12 2 4 50 19 38 3. Polvoreira 18 11 2 5 35 19 35 4. L. Enguardas 18 8 4 6 21 27 28 5. Bairro 18 6 7 5 21 19 25 6. Maximinense 18 7 4 7 18 19 25 7. Ruivanense 18 7 3 8 25 26 24 8. Tabuadelo 18 6 6 6 21 23 24 9. Campelos 18 6 5 7 23 23 23 10. Travassós 18 4 10 4 21 20 22 11. Ponte 18 5 7 6 24 25 22 12. Guilhofrei 18 6 4 8 24 33 22 13. Airão 18 3 11 4 21 19 20 14. St Adrião 18 4 7 7 16 22 19 15. S. Paio 18 2 6 10 18 38 12 16. Pedralva 17 1 5 11 18 46 8 Bairro - Ruivanense StAdrião - Ponte Pedralva - Maximinense Polvoreira - L. Enguardas Pevidém - Tabuadelo Celoricense -Airão Campelos - S. Paio Travassós - Guilhofrei PRÓXIMA

CLASSIFICAÇÃO

Série 1

Apúlia, 1; Prado, 2 Martim, 2; Silvares, 1 Torcatense, 3; Pica, 0 Arões, 3; Porto d'Ave, 1

R E S U L TA D O S

Cabeceirense, 0; SEulália, 11 Ronfe, 0; Esposende, 0 Taipas, 3; Vilaverdense, 2 Águias Graça, 1; Louro, 0

PRÓXIMA

R E S U L TA D O S

AFB DIVISÃO HONRA

guarda-redes adversário, fez o seu segundo golo, terceiro do jogo. Na segunda parte a equipa de Antas abrandou o ritmo de jogo, mas mesmo assim dispôs de algumas oportunidades para fazer o quarto golo o que acabou por acontecer aos 60 minutos na marcação de uma grande penalidade por Maia. Com este resultado, o S. Cláudio ascendeu ao primeiro lugar com 14 pontos no último jogo da 1ª volta. O S. Cláudio jogou com: Hélder, Ginho (Peneda), Rui Faria (Hugo), Maia, Salgado, Prego, Avelino, Vítor, Diogo (Bruno), Luca (Mix) e Miguel (Couto). No próximo sábado, a equipa de Antas visita o Mikaelense, em S. Miguel da Morreira (Braga) para disputar a 8ª jornada às 15 horas.

AFB II DIVISÃO

Série A

Arentim, 0; Carreira, 1 Operário, 1; Antas, 0 Mouquim, 1; Pousa, 2 Tebosa, 1; Arnoso, 6

CLASSIFICAÇÃO

Sequeirense, 1; Granja, 1 S. Veríssimo, 0; Gandra, 0 Belinho, 4; Necessidades, 2 Lemenhe, 0; Cabreiros, 5

J

V

1. Pousa 18 2. Gandra 17 3. Cabreiros 18 4. Carreira 17 5. S. Veríssimo 18 6. Operário 18 7. Sequeirense 17 8. Mouquim 18 9. Necessidades 18 10. Arentim 17 11. Antas 18 12. Arnoso 18 13. Granja 18 14. Lemenhe 18 15. J. Belinho 18 16. Tebosa 16 Cabreiros - Arentim Carreira - Operário Antas - Mouquim Pousa - Tebosa

14 13 12 11 9 10 9 7 5 4 5 4 4 4 4 0

E

D

F

C

P

1 3 44 16 43 2 2 41 14 41 3 3 43 10 39 2 4 31 19 35 7 2 32 16 34 3 5 35 23 33 5 3 27 14 32 3 8 25 26 24 3 10 24 33 18 5 8 28 31 17 2 11 25 33 17 5 9 21 33 17 4 10 29 45 16 3 11 26 41 15 3 11 26 51 15 1 15 18 70 1 Arnoso - Sequeirense Granja - S. Veríssimo Gandra - J. Belinho Necessidades - Lemenhe

alinhou com: Sérgio, Monteiro, Paulinho, Dani, Emanuel, Costinha, Pacheco, Pedro, Ricardo, Mendes e João. Jogaram ainda: Luís Moreira, Ricardinho e Alberto. O Paçõ jogou com: Nando, Daniel, Marco, Norberto, João, Pedro Braga, Cláudio, David Barbosa, Reis, Esteves e Paulinho. Jogaram ainda: David e Abel.

INICIADOS RE SULTA DOS

Os iniciados do GD Ribeirão deslocaram-se no passado domingo a Arcos de Valdevez para defrontarem a equipa do Paçô, tendo vencido por 3-2, naquela que era mais uma partida para cumprir calendário, uma vez que as duas equipas já tinham o seu trajecto traçado, descendo ambas aos campeonatos distritais. O Ribeirão conseguiu vencer o seu adversário mesmo entrando praticamente a perder. O golo da equipa da casa aconteceu aos seis minutos de jogo. Reagiu de imediato a equipa do Ribeirão, mas até ao intervalo não conseguiria dar a volta ao resultado. Para a segunda parte tudo foi diferente e para melhor. O Ribeirão empatou logo no reatamento, mas o Paçô voltou para a frente do marcador com um golo de Reis aos 55 minutos. Os ribeirenses empataram aos 69 minutos por intermédio de Dani e já em período de descontos, por Ricardinho, chegariam finalmente à vitória. Nesta partida o Ribeirão

Chaves, 3; Gil Vicente, 1 Varzim, 1; Famalicão, 3 Barroselas, 2; Marinhas, 1

I Divisão

Paço, 2; Ribeirão, 3 V. Guimarães, 1; Braga, 1 Bragança, 2; Vizela, 0

CLASSIFICAÇÃO

J

V

E

D

F

C

P

1. V. Guimarães 2. Braga 3. Bragança 4. Barroselas 5. Gil Vicente 6. Varzim 7. Vizela 8. Marinhas 9. Famalicão 10. Chaves 11. Ribeirão 12. Paço

20 20 20 20 20 20 20 20 20 20 20 20

17 13 12 10 9 9 8 6 7 5 4 2

3 6 3 3 3 2 2 5 2 3 3 1

0 1 5 7 8 9 10 9 11 12 13 17

73 54 35 33 32 29 21 19 20 13 15 5

4 6 23 20 22 29 29 29 34 38 34 81

54 45 39 33 30 29 26 23 23 18 15 7

PRÓXIMA

ben. A equipa famalicense ganhou confiança com o empate e chegou à vantagem mesmo antes do intervalo, numa jogada individual de Nelinho que assim colocou justiça no marcador. No segundo tempo, os academistas pressionaram mais e as oportunidades de golo surgiam mas sem concretização. Até que ao minuto 70 Staline respondeu da melhor maneira a um cruzamento milimétrico do defesa Pedro, fazendo o golo da tranquilidade e carimbando assim a

Chaves - Vizela Gil Vicente - Varzim Famalicão - Barroselas

Marinhas - Paço Ribeirão - V. Guimarães Braga - Bragança

AFB II DIVISÃO R E S U L TA D O S

A formação famalicense da Juventude Académico deslocou-se ao terreno do Malmequeres e venceu por 3-1, conquistando o terceiro triunfo consecutivo. Os golos da vitória foram apontados por Ruben, Nelinho e Staline. Em jogo emotivo, com muita entrega das duas partes, foi a equipa da casa a inaugurar o marcador aos 20 minutos na sequência de um pontapé de canto. Respondeu forte o Académico que assim igualou o marcador volvidos dois minutos, através de Ru-

Ao intervalo o treinador famalicense José Meireles faz alguns ajustes na sua equipa e conseguiu tirar dividendos da iniciativa, fazendo entrar Paneira, Ricardinho e Tiago. Com estas alterações, o treinador famalicense tornou a equipa mais consistente e a partir daqui só foi dando Famalicão. Nesta segunda parte só uma equipa quis mudar o rumo dos acontecimentos e era naturalmente a formação famalicense que conseguiu ser eficaz a cem por cento, dando a volta ao resultado com três grandes golos, produto de um colectivo mais forte e da grande atitude dos seus jogadores. Na próxima jornada tudo pode ficar decidido. O Famalicão recebe o Barroselas naquele que pode ser o jogo da manutenção. Pelo Famalicão jogaram: Ferreira, Vidal (Paneira), Tigas, Simão, Diogo Nogueira, Cigano, Diogo Freitas, Cristiano, Luís (Ricardinho), Dany e Totas (Tiago). Já pelo Varzim actuaram: Manuel Torres, Diogo, Roberto, Peliteiro, Bruno, André, Nuno, João, Bruno, José e César.

Série C

Rendufinho, 0; Espinho, 2 Doniense, 1; Lagense, 2 Longos, 1; Brito, 1 Figueiredo, 3; Guisande, 3

CLASSIFICAÇÃO

J

Delães, 1; SPArcos, 1 Briteiros, 0; S. Cosme, 3 Vitória, 0; Emilianos, 3 Sobreposta, 1; SM Este, 0 V

E

D

F

C

1. S. Cosme 18 16 1 1 50 12 2. Brito 18 11 4 3 41 16 3. Lagense 17 11 3 3 31 20 4. SP Arcos 18 9 4 5 38 24 5. Figueiredo 18 8 6 4 21 15 6. Emilianos 18 7 4 7 25 15 7. SM Este 18 5 10 3 31 25 8. Doniense 17 6 6 5 26 20 9. Delães 18 7 3 8 35 33 10. Longos 17 6 4 7 29 29 11. Guisande 18 6 4 8 25 32 12. Sobreposta 17 6 1 10 16 42 13. Briteiros 16 4 3 9 16 28 14. Espinho 17 4 3 10 22 34 15. Vitória 16 2 1 13 11 37 16. Rendufinho 17 2 1 14 17 52 SM Este - Rendufinho Guisande - Delães Espinho - Doniense SPArcos - Briteiros Lagense - Longos S. Cosme - Vitória Brito - Figueiredo Emilianos - Sobreposta PRÓXIMA

Realizou-se no passado domingo o encontro entre o CRP Delães e o São Paio d’Arcos, a contar para 18ª jornada do campeonato distrital da 2ª divisão da AF Braga. O encontro terminou com um empate a uma bola. Os primeiros 45 minutos tiveram maior ascendente para a equipa da casa que continua a pecar na finalização, mas a praticar bom futebol. Perante tal facto são sete os jogos consecutivos e apenas uma derrota, com o primeiro classificado. Mas este jogo em questão trouxe mais um empate para os homens comandados por Vítor. No final da primeira parte registava-se um

R E S U L TA D O S

tar e vencer (1-3) o Guilhofrei. Em Nine, o Terras de Bouro ainda se adiantou no marcador aos 15 minutos, vantagem logo desfeita por Cannigia que igualou passados cinco minutos. Ainda na primeira parte, Nuno daria a volta ao marcador, apontando o segundo tento famalicense na sequência de um canto. Na segunda parte, o domínio dos comandados de Canário foi avassalador, fruto de uma elevada eficácia. Nos dez minutos iniciais, Luís Tiago e Kaká

PRÓXIMA

Realizada mais uma jornada do campeonato da AF Braga, as equipas de Famalicão tiveram nota positiva na ronda. Na série A, destaque para a goleada imposta pelo Ninense no seu reduto (4-1) ao líder da prova. Na mesma série, o Gondifelos perdeu em casa (1-2) frente ao Viatodos e a despromoção é cada vez mais uma certeza. Na série B, dupla vitoria para os famalicenses Ruivanense e Bairro, com os de Ruivães a baterem em casa (2-1) o Pedralva e o Bairro a visi-

P

49 37 36 31 30 25 25 24 24 22 22 19 15 15 7 7


30

sport: 24 de Fevereiro de 2010

GD Natação de Famalicão obteve 18 medalhas em Braga

Simão Alves e Luís Fernandes são campeões regionais O Grupo Desportivo de Natação de Famalicão (GDNF) obteve 18 medalhas nos campeonatos regionais de juvenis que se realizaram nos passados dias 19 a 21 de Fevereiro de 2010, nas Piscinas Municipais da Rodovia, em Braga. Em plano de destaque estiveram Simão Alves e Luís Fernandes que se sagraram campeões regionais. A equipa de Famalicão teve a participação de 14 nadadores juvenis, nomeadamente Simão Alves, Rui Faria, Carlos Araújo, Pedro Romanoski, Luís Fernandes, André Isaías, Alexandre Paiva, Nuno Martins, José Antunes, Andreia Granjo, Patrícia Granjo, Ana Fernandes, Catarina Azevedo e Teresa Pedroso, alcançando 18 medalhas, das quais quatro medalhas de ouro, 11 de prata e três de bronze, sendo o segundo clube mais medalhado, atrás do FC Porto. Os atletas que se sagraram

campeões regionais individuais foram Simão Alves, na prova de 100 metros Livres, e Luís Fernandes, nas provas de 100 metros Bruços e 200 metros Estilos, assim como a estafeta de 4x100 metros Estilos masculina constituída por André Isaías, Luís Fernandes, Alexandre Paiva e Nuno Martins. Para o treinador famalicense Pedro Faia, do GDNF, foram “uns campeonatos repletos de emoção, com elevado número de títulos obtidos, quer a nível individual quer colectivo, boas marcas, a obtenção de mínimos de acesso aos nacionais por parte de alguns atletas que ainda não o tinham conseguido, assim como 99 recordes pessoais”. “Tratou-se de um momento importante de avaliação dos nadadores para os próximos campeonatos nacionais a realizar no mês de Março”, concluiu ainda o técnico.

Atletas famalicenses em evidência no karaté Decorreu no passado sábado, no Pavilhão Rota dos Móveis, em Lordelo, o VIII Torneio NPK de karaté. Esta competição, que pela primeira vez foi internacional, teve organização do Núcleo Português de Karaté, Associação Desportiva e de Clubes, tendo o apoio da Federação Nacional de Karaté, quer na presença do seu presidente, quer na participação dos seus agentes de arbitragem. Na prova competiram atletas de todo o país e uma equipa espanhola de Santander, de todos os escalões etários em provas de kata e kumite open. Na prova competiram atletas famalicenses da Escola de Karaté de Delães e da Associação Desportiva de S. Mateus. Da Escola de Karaté de Delães, as classificações foram as seguintes: Cristina Monteiro, 3ª classificada na prova de kata juvenis e kumite juvenis; João Batista competiu nas provas de kata e kumite cadetes; Miguel Dinis competiu na prova de kumite cadetes; Andreia Silva competiu na prova de kumite juniores; Stéphanie Paiva foi 5ª classificada em kata juniores, competindo ainda na prova de kumite juniores; Tânia Magalhães competiu em kumite seniores. Quanto à Associação Desportiva de S. Mateus competiram: João Miranda, 3º classificado em kata juvenis, competindo ainda em kumite juvenis; Diana Ribeiro, 3ª classificada em kata juvenis e 2ª classificada em kumite juvenis; Ricardo Oliveira competiu em kumite cadetes; António Oliveira competiu na prova de kumite seniores. Devido à proximidade do campeonato nacional de seniores e às competições dos escalões de formação, esta competição teve um elevado nível de competitividade.

Juventude Joane derrotada por 2-1 Realizou-se no passado fim-desemana a 4ª jornada da Liga Futsal Famalicão (LFF), no escalão de infantis, e a equipa da Associação Juventude de Joane (AJJ) mediu forças com a Sportfut, duas formações que mantinham os mesmos pontos na classificação. A partida, considerada pelos responsáveis de ambas as equipas como uma das melhores desta Liga, terminou com o triunfo da Sportfut por 2-1. O jogo ficou também marcado pela demonstração de qualidade dos atletas e organização

de jogo das duas formações, evidenciando também qualidades individuais que nestas idades os jogadores começam a demonstrar. A Juventude Joane voltou a não ter a sorte do seu lado após ter feito mais um golo na própria baliza. O empate seria o resultado mais justo. No próximo domingo realizarse a 7ª jornada da LFF, no escalão de pré-escolas, no Pavilhão de Vermoin, e a AJJ vai defrontar o conjunto da Artes de Movimento, tendo mais uma vez a seu cargo a organização da jornada.

modalidades

Em prova realizada no Pombal e que juntou os melhores clubes nacionais

CCDR sagra-se vice-campeão nacional de pista coberta O Clube de Cultura e Desporto de Ribeirão (CCDR) destacou-se, uma vez mais entre os melhores, no campeonato nacional de clubes de pista coberta, realizado no fim-desemana de 13 e 14 de Fevereiro, no Pombal. A competir na 2ª divisão, juntamente com Marítimo, Clube de Campismo, Clube Natação de Rio Maior, Estreito, Académica, Ilha Azul e GRECAS, o CCDR sagrou-se vicecampeão nacional com 79,5 pontos, muito perto do clube madeirense do CS Marítimo, com 82 pontos, que foi o primeiro classificado. À semelhança da época anterior, a colectividade ribeirense voltou a classificar-se no 2º lugar nacional em pista coberta, destacando-se as vitórias do atleta internacional Renato Silva, nos 800 e nos 1500 metros. Destaque ainda para o triunfo do CCDR na estafeta de 4x400 metros e os segundos lugares alcançados pelo velocista Raúl Veloso nos 60 e nos 200 metros. A treinadora do CCDR, Alexandra Sarmento, referiu que “mais uma vez é muito prestigiante esta colectividade sagrar-se vice-campeã nacional colectivamente”. “Sabía-

Atletas do Clube de Cultura e Desporto de Ribeirão

mos que o Marítimo iria ser um adversário forte e foi o que se verificou. Estivemos muito perto da vitória, mas os resultados dos nossos atletas não foram suficientes para ultrapassar o nosso maior adversário que está também de parabéns”, acrescentou. A formação ribeirense vai continuar a tentar conquistar títulos esta temporada. No último fim-desemana do mês de Fevereiro a pista coberta vai terminar, com a realização dos campeonatos de Portugal, na pista de Espinho, onde se vão reunir os melhores atletas nacionais

e o CCDR estará presente com alguns dos seus atletas masculinos. Já no mês de Maio será a vez do apuramento para o campeonato nacional de clubes de pista ao ar livre, onde o CCDR promete “trabalhar para conseguir estar novamente entre os melhores clubes nacionais”. Entretanto, e paralelamente com o nacional da 2ª divisão de clubes de pista coberta, realizou-se também o campeonato nacional de clubes da 1ª divisão e na competição masculina o Sporting renovou o título enquanto na competição feminina a vitória sorriu ao FC Porto.

Em causa ainda as informações divulgadas pela AF Braga

Cabeçudense nega ter dívidas Na sequência das informações divulgadas pela Associação de Futebol de Braga sobre a suspensão de 49 clubes por alegadas dívidas à associação minhota, a Associação Cultural e Desportiva Sporting Clube Cabeçudense vem também agora desmentir a essas informações. Ao todo dez clubes do concelho de Famalicão eram mencionados no comunicado da Associação de Futebol de Braga, sendo que desses Ruivanense, Juventude de Mouquim e Cabeçudense já negaram que devam qualquer verba à associação. “É com profundo pesar e com imensa indignação, que vemos o nome do nosso clube inscrito em algo que não é verdadeiro e que desonra todo o espírito e valores que norteiam o trabalho da direcção”, pode ler-se no comunicado enviado às redacções. Contactado pelo Opinião Sport, o presidente do Cabeçudense, Ricardo Costa, negou também a existência de qualquer valor em dívida. “Quanto entramos no futsal, a parte da tesouraria da AF Braga disse pessoalmente que não valeria a pena deslocarmo-nos todas as sema-

nas para pagar as arbitragens e que estávamos à vontade para juntar duas os três arbitragens e efectuar depois a liquidação. Curiosamente, na semana em que saiu a notícia tínhamos feito o pagamento”, esclareceu. “É de lamentar, que devido a um valor irrisório, e sem ter havido um aviso prévio sobre algum incumprimento, que o nome do Cabeçudense apareça manchado nos órgãos de comunicação social”, refere ainda o comunicado. Agora, Ricardo Costa vai mais longe e diz que espera um pedido de desculpas da AF Braga. “Farei tudo para que a associação peça desculpa pela situação que causou ao nosso clube e iremos até às últimas consequências para reparar os problemas causados”, disse. O presidente do Cabeçudense acrescentou ainda que a situação do clube é perfeitamente estável em termos financeiros, referindo que os princípios de todas as pessoas que servem a colectividade famalicense são “andar de cabeça levantada e respeitar os compromissos assumidos”. B.M.

Luís Silva foi 3º na zona Norte de boccia O atleta de boccia famalicense Luís Silva, do Sporting Clube de Braga, conquistou o terceiro lugar regional, da zona Norte, em prova realizada nos passados dias 20 e 21 de Fevereiro, em S. Romão do Coronado, na Trofa, entre 40 atletas de nove clubes. A prova foi ganha por Armando Costa, do CRPC Porto. O maior destaque da equipa bracarense foi José Gonçalves que venceu todos os jogos efectuados até à final, tendo eliminado os seus colegas de clube Mário Peixoto (5-4), nos quartos-de-final, e Luís Silva (3-1), na meiafinal. Na final da prova, José Gonçalves encontrou Armando Costa, que tinha vencido o atleta do SC Braga, José Macedo, na meia-final, por 4-3. Foi batido na final por 4-5, num jogo muito disputado. Na discussão dos 3º e 4º lugares estiveram dois atletas do Braga, José Macedo e Luís Silva, tendo a vitória sorrido a Luís Silva por 4-1, garantindo assim o derradeiro posto do pódio. O famalicense que teve em Vânia Pinheiro a sua acompanhante técnica. De realçar ainda que esta prova contava para o apuramento dos quatro primeiros atletas da zona Norte para a fase final do campeonato nacional, sendo que o Braga conseguiu apurar três: José Gonçalves, Luís Silva e José Macedo.


modalidades

Riba d’Ave segue em frente na Taça A equipa do Riba d’Ave Hóquei Clube (RAHC) carimbou o passaporte para a terceira eliminatória da Taça de Portugal em hóquei em patins, tendo recebido, no passado sábado, no Parque das Tílias, a formação do Lavra e vencido por 4-2. Os ribadavenses deram assim seguimento aos bons resultados conseguidos no campeonato, conseguindo garantir também a permanência na segunda competição nacional do hóquei patinado português. O sorteio da terceira eliminatória da Taça de Portugal está agendado para o próximo dia 1 de Março, segunda-feira, na sede da Federação Portuguesa de Patinagem. O RAHC vai ficar assim a conhecer o próximo adversário na competição. Entretanto, as camadas jovens do RAHC actuaram no passado fim-de-semana, registando-se os seguintes resultados: Taça do Minho, RAHC 5-1 FAC (escolares); RAHC 17-1 FAC (infantis); RAHC 6-1 FAC (iniciados); Taça Aveiro/Minho, HC Cambra 6-5 RAHC

(juniores). Marítimo-FAC adiado devido ao mau tempo O jogo referente à segunda eliminatória da Taça de Portugal entre o SC Marítimo e o Famalicense Atlético Clube (FAC) foi adiado devido ao mau tempo na Ilha da Madeira. A equipa do FAC ainda saiu do Aeroporto Sá Carneiro (Porto) rumo ao Funchal, mas o voo foi desviado para Lisboa quando já se encontravam perto do destino. A comitiva famalicense chegou à capital portuguesa antes do meio-dia de sábado e regressou ao Porto apenas ao final da noite. O jogo terá de ser, agora, calendarizado pela Federação de Patinagem de Portugal. Curiosamente, estas equipas vão defrontar-se no próximo sábado, no Pavilhão Municipal de Famalicão, num encontro determinante para o futuro do FAC no nacional da 2ª divisão. O jogo tem o seu início marcado para as 17 horas.

FAC na Turquia a disputar a Taça do Mundo O bilharista Francisco Graça, do FAC, esteve perto de alcançar a proeza de ultrapassar a segunda jornada da Taça do Mundo de bilhar que se realizou em Antalya, na Turquia. No primeiro jogo da jornada, o famalicense venceu o turco Gulek por 2-1, com a vitória no set derradeiro a ser alcançada em apenas cinco entradas e com uma série de oito carambolas. No segundo encontro frente ao favorito Tasdogan, também turco, não teve hipóteses e o adversário seguiu em frente. Quanto a Carlos Veloso, também jogador do FAC, esteve perto de vencer um set e um jogo na sua estreia em taças do Mundo. Perdeu com o turco Kuscu por 15-14 e 15-13 no primeiro e segundo jogo. Ainda com hipóteses de qualificação defrontou outro turco (Arslan) que fez uma boa partida e venceu por 15-12, em apenas 13 entradas, e 15-1, em sete. Jorge Bastos também jogou no

Atletas do FAC que estiveram na Turquia

primeiro dia de competição e teve a mesma sorte do seu colega. Gubatti e Subasi, ambos turcos, foram muito fortes para o famalicense que teria em Subasi um adversário à sua altura, mas o primeiro é de um nível mais elevado. Frente a Subasi, 15-

10 e 15-9 foram os parciais e frente a Gubatti, 15-8 e 15-13. Desta forma terminou a aventura dos atletas do Famalicense Atlético Clube pelo mediterrâneo. A próxima presença será na Taça do Mundo, em Matosinhos, no mês de Julho.

Resultados da AFSA Realizou-se no passado fim-de-semana mais uma jornada dos campeonatos da Associação de Futebol de Salão Amador de Famalicão (AFSA) e na 1ª divisão a jornada foi a 15ª, com os seguintes resultados: S. Martinho 1-3 Pedome; JASP 6-2 Gavião; Covense 7-2 Vermoim; Castelões 1-2 Floresta; Outeirense 3-4 Landim; S. Cosme 1-1 Carril; Lameiras 5-3 Bente. Comanda o Pedome com 36 pontos. Na 2ª divisão a jornada foi a 16ª, com os resultados: ADESPO 3-6 Lousado; Gente Fantástica 0-13 ACURA; Louredo 2-3 Flor Monte; Carreira 21 Bairrense; 1º Maio 1-3 Barrimau; ADERM 3-0 Esmeriz; Ramil 9-0 Colina Ave. Comandam três equipas: ACURA,

Carreira e Novais, todas com 36 pontos. No sector feminino, realizou-se a segunda eliminatória da taça, com os resultados: Barrimau 0-9 Landim; Esmeriz 0-4 Oliveirense; Outeirense 6-4 S. Martinho; ADERM 1-2 Pedome. Em juvenis também se jogou a segunda eliminatória, registando-se os resultados: Outeirense 51 ADERM; Lameiras 4-3 Castelões; Cabeçudense 3-5 Juv. Académico; Barrimau 3-2 Pedome. Em iniciados também se realizou a segunda eliminatória da taça, com os resultados: 1º Maio 10-1 ADERM; Cabeçudense 0-16 Lameiras; Barrimau 8-6 Pedome; Juv. Académico 2-9 Outeirense.

sport: 24 de Fevereiro de 2010 31

Culpas e Desculpas Por lapso na última edição do Opinião Sport surgem dois resultados desportivos que não correspondem à verdade. O resultado da Oliveirense em Rebordosa foi uma derrota por 2-1 enquanto a vitória do Desportivo de S. Cosme sobre o Delães foi por 4-0. Aos clubes visados e aos leitores, o OP pede as mais sinceras desculpas.

Moinho Vermoim competiu em Felgueiras A Associação Moinho de Vermoim (AMVE) participou, com a sua secção de atletismo, no Campeonato Regional de Corta Mato Longo, em Felgueiras, que decorreu simultaneamente com o zona Norte de Cross, ou seja, participaram nestes campeonatos a Associação de Atletismo de Braga, Bragança, Rosa Oliveira subiu uma vez mais ao pódio Vila Real, Porto e Viana do Castelo. A atleta Rosa Oliveira conseguiu realizar uma prova positiva, ficando no 2º lugar no Regional de Braga, em seniores femininos, e um 4º lugar, na zona Norte de Corta Mato Longo. De realçar que Rosa Oliveira está de partida para Kamloops, no Canadá, onde participará nos Campeonatos do Mundo de Atletismo de Cross e Pista Coberta para veteranos. Em relação aos restantes atletas da AMVE, André Machado, em juniores, foi 5º classificado no Regional de Corta Mato Longo, Hermínia Pereira ficou em 10º lugar, em seniores femininos, e nos seniores masculinos participaram os atletas Paulo Oliveira, Américo Oliveira e Custódio Mota. Na próxima semana a secção de atletismo participa no Cross do Moreirense.

Sub-16 femininos da ATC vencem fora A contar para a segunda jornada do Torneio Inter Associações, as cadetes da Associação Teatro Construção (ATC) foram vencer à casa do Colégio Luso Internacional do Porto (CLIP). O resultado final foi de 4640 favorável às joanenses. Já no jogo de abertura da Taça do Minho, os cadetes da ATC perderam em casa com o GDAS. Com uma boa entrada, os jovens da ATC dominaram o primeiro quarto (22-15). Contudo, aos poucos o GDAS reagiria, acabando por vencer o segundo parcial por 17-13. Ao intervalo o marcador registava 35-32. Na segunda parte, os atletas joanenses não foram capazes de segurar a vantagem nos momentos finais, o que acabaria por ser fatal, perdendo por 74-73. Entretanto, na primeira jornada do Torneio Inter Associações de basquetebol, os juniores da ATC deslocaram-se no passado domingo a Vila Real onde conseguiram uma importante vitória frente à Escola Diogo Cão. A equipa da ATC manteve-se sempre muito concentrada no seu objectivo, acabando por conseguir fazer a diferença no marcador no último quarto de tempo. Resultado final de 47-60 a favor da ATC. No próximo sábado às 17h30, os juniores da ATC recebem o FC Gaia no Pavilhão de Vermoim. pub.


32

sport: 24 de Fevereiro de 2010

modalidades

II Raid 4x4 BoTTa Fio Ruivães

24 viaturas pelos trilhos da pedra No passado sábado, 20 de Fevereiro, o BoTTa Fio Clube TT de Ruivães, em parceria com o Moto Clube “Os Desgraçados” levou a efeito o seu II Raid 4x4 com destino à localidade de Seroa, no concelho de Paços de Ferreira. À chamada compareceram 24 viaturas 4x4 para a partida para mais um dia de aventura que teve início junto à nova sede do clube. A caravana partiu em direcção à Assunção, passando pelo Monte Padrão e com paragem na Serra do Pilar, a 532 metros de altitude e donde se podia avistar o mar e a zona costeira do Porto. Esta zona, conhecida pela elevada concentração de pedra e rochedos, serviu para pôr à prova as viaturas mais preparadas e os condutores mais aventureiros na

transposição de alguns obstáculos naturais. Depois do almoço, a viagem de regresso fez-se pela Serra da Agrela com passagem pelo Monte do Pizão, tendo como ponto alto a paragem em Valinhas para apreciar a beleza da nascente do Rio Leça. Já com a noite a cair fez o regresso até à sede do BoTTa Fio Clube TT de Ruivães, onde foi servido

um jantar à comitiva de cerca de 60 pessoas. No final, a direcção do clube fez um balanço positivo da actividade, a primeira do corrente ano. Para 2010 o clube tem no seu calendário de actividades a realização de um passeio nocturno, a organização da terceira prova pontuável para o Troféu Trial Nort4x4 e o Encontro de S. MarTTinho.

Mariana Neves de Carvalho abandonou com problemas eléctricos A segunda edição do Rali de Barcelos, organizado pelo Clube Automóvel do Minho, foi negativa para a dupla da Macominho Sport, Mariana Neves de Carvalho/Filipe Martins, que abandonaram a prova no decorrer da segunda especial de classificação devido a problemas eléctricos. Aos comandos do Peugeot 206 GTI, Mariana e Filipe quase não tiveram tempo de aquecer e depois de uma primeira especial de Piloto famalicense teve jornada azarada em Barcelos grande nível, face ao tempo que a piloto tem com o Peugeot, as classificativas seguintes deixavam antever uma boa prestação por parte da dupla de Famalicão. Foi então que no arranque do segundo troço o carro francês começou a deixar de colaborar. “Ainda arrancamos, mas logo começamos a sentir problemas com o desenvolver do carro e não nos estava a dar as informações correctas. Ainda assim íamos tentar chegar ao fim da PEC e tentar ver o que se estava a passar, mas isso não aconteceu porque ao km 2,5 da especial ficámos sem corrente”, confessou Mariana Neves de Carvalho. Como nota final fica a grande adesão de público às classificativas e sempre bem colocado. “Este rali tinha um significado especial para mim uma vez que foi aqui que me estreei no Open e queria conquistar um bom resultado, mas desta vez a sorte não quis nada connosco”, prosseguiu a piloto que já pensa próxima prova do campeonato Open de ralis que se realiza dentro de um mês na região de Proença-a-Nova.

Juvenis do S. Mateus mais fortes que Piratas Creixomil Realizou-se no passado sábado no Pavilhão Municipal de Delães mais um confronto do campeonato distrital de futsal que opôs os juvenis do S. Mateus aos dos Piratas de Creixomil. O encontro terminou com o triunfo dos famalicenses por 1-0. O S. Mateus começou o encontro com: João Paulo, Andrezinho, Pedrinho, Deco e Ricardinho, numa equipa que registou várias ausências. Os locais começaram desde cedo a premiar os adeptos com boas jogadas e grandes combinações ofensivas, mas na hora de fazer o golo o S.

Mateus foi sempre uma equipa muito perdulária. O intervalo chega com o 0-0 no marcador. No início da segunda parte o S. Mateus entrou ainda mais forte e ameaçou a baliza contrária, obrigando o guardaredes adversário a fazer boas exibições. A cinco minutos do fim, Andrezinho roubou bola no meio campo, avançou em direcção à baliza e de fora da área colocou a bola por entre as pernas do guarda-redes dos Piratas que desta vez não conseguiu negar o golo mais do que justo ao S. Mateus.

Cumprida jornada na Liga de Futsal de Famalicão No passado fim-de-semana disputou-se mais uma jornada do escalão de infantis da Liga de Futsal de Famalicão, com os resultados: Juv. Académico 2-2 Esc. F.T.P./GR Covense; AJ Joane 1-2 Sportfut; Barrimau FC 4-0 Arnoso Sta Eulália. No próximo domingo, no Pavilhão de Vermoim, terá lugar mais uma jornada no escalão de pré-escolas, com os seguintes jogos: 9h00, Juv. Académico-Barrimau FC; 10h00, FC Vermoim-ADC Sta Eulália; 11h00, CD Lousado-R. Desportivo; 12h00, AJ Joane-A. Movimento; Folgam: Sportfut e Esc.F.T.Paiva/GR Covense.

Nuno Pina cumpriu objectivo com vitória A dupla de Famalicão Nuno Pina e Sérgio Rocha, aos comandos do Peugeot 206 GTI, venceram no fim-de-semana de 13 e 14 de Fevereiro o Rali de Barcelos no Desafio Modelstand ao que juntaram ainda o terceiro lugar da geral. Os pilotos da SFR Motorsport entraram na prova com uma toada calma e foram aumentando o ritmo conforme o desenrolar dos acontecimentos. Pina e Rocha realizaram uma prova igual a si próprios e mostraram uma vez mais que a classificação geral do Open pode contar com eles na disputa dos lugares cimeiros. A dupla do Peugeot apenas teve um pequeno susto com o alternador que de pronto foi solucionado pelos pilotos. De resto, a prova dos famalicenses foi realizada isenta de problemas. “Tudo correu conforme tínhamos planeado, atacamos no sítio

Nuno Pina começou Desafio Modelstand da melhor forma

e na altura certas, para depois controlarmos os acontecimentos, mesmo que a vitória no troféu fosse por oito décimas”, confessou Nuno Pina. Neste regresso às vitórias, a dupla Nuno Pina e Sérgio Rocha não esquecem aqueles que na retaguarda desempenham um trabalho para que tudo nas provas corra sobre rodas. “Esta vitó-

ria vai inteiramente para a equipa técnica da SFR Motorsport que tudo tem feito para que o carro esteja sempre ao melhor nível”, acrescentou o piloto. A próxima prova em que a dupla Nuno Pina e Sérgio Rocha regressam à acção é o Rali Rota do Medronho que se realiza dentro de um mês na região de Proença-a-Nova e Oleiros.

Sportfut soma mais um triunfo No passado dia 21 de Fevereiro decorreu no Pavilhão da Escola EB 2/3 de Arnoso Santa Maria a 4ª jornada da Liga de Futsal de Famalicão no escalão de infantis, organizada pela ADC Arnoso Stª Eulália. A E.F. SPORTFUT venceu o AJ Joane por 2-1, num jogo que decidiu a liderança da Liga de Futsal de Famalicão neste escalão, já que as duas equipas se encontra-

vam com o mesmo número de pontos. Quanto ao jogo, foi muito equilibrado, disputado e bem jogado, de princípio a fim. De realçar, como tem vindo a ser hábito e apesar de ter sido um jogo intenso e cheio de emoções, a ética desportiva demonstrada por todos os intervenientes, imperando o respeito e fair-play de parte a parte. pub.


OS929