Issuu on Google+

Adélio Machado recupera com pensamento em Dakar Adélio Machado continua internado no Hospital de São João de Deus, em Famalicão. No entanto, o piloto famalicense está a recuperar de forma bastante positiva, após o acidente que sofreu em Marrocos, na passada semana, quando realizava testes tendo em vista a participação no Lisboa/Dakar 2008. Tal como o OPINIÃO SPORT conseguiu apurar junto de Arnaldo Marques, o director desportivo da Padock Competições " Adélio Machado está a reagir mui-

to bem". "Logicamente que o campeonato nacional é para esquecer, mas ele está com muita força de vontade e acredito que vamos ter homem para o Dakar". O piloto ainda deverá ficar internado durante mais alguns dias. Segundo Arnaldo Marques, Adélio Machado deverá ser operado ao cotovelo. " Se assim for é natural que fique no hospital mais uns dias. Caso contrário, poderá regressar a casa JH ainda esta semana".

Ribeirão, Joane e Famalicão somam primeiros triunfos da época pp. 23 e 24

João Fonseca vice-campeão nacional de wakeboard José Rodrigues falha prova dos mundiais O ciclista famalicense José Rodrigues foi impedido pela União Ciclista Internacional (UCI) de participar na prova de estrada masculinos elite, integrada nos Mundiais de Ciclismo que terminaram domingo em Estugarda, na Alemanha. Rodrigues ficou sem a sua licença e agora realiza nova análise dentro de 15 dias. Assim, Portugal fez-se representar nos Mundiais apenas por cinco corredores. Numa análise efectuada pela UCI foram detectados em José Rodrigues níveis acima dos permitidos pelo organismo que rege o ciclismo mundial, pelo que desde logo a participação do corredor foi colocada fora de hipótese. O ciclista famalicense explicou ao OPINIÃO SPORT o porquê da taxa de hematócritos ter sido tão elevada. Segundo José Rodrigues, "tudo se ficou a dever a uma gastroenterite que me afectou durante a noite e por isso quando de manhã realizei o exame, a taxa de hematócritos era mais elevada que o normal". O ciclista realça aliás que "não se trata de um controlo anti-doping positivo". Aliás, a medida da UCI visa mesmo proteger a integridade física do próprio corredor.Rodrigues, do Vitória ASC, ficou sem licença durante um prazo de quinze dias. Terminado esse período o ciclista será submetido a novo teste sanguíneo e, se os níveis forem normais, voltará a poder competir. A retenção da licença é provisória e durante o espaço de tempo necessário à realização de nova análise. Estes mundiais eram o culminar de uma excelente época do ciclista famalicense. "Ia ser a segunda vez a participar num Mundial e fiquei bastante triste, mas já tenho forças para continuar em frente e resolver isto o mais rapidamente possível. Quero recuperar a licença para voltar a fazer o que mais gosto que é andar de bicicleta e na alta competição", concluiu.O ciclista famalicense José Rodrigues efectua novo controlo 15 dias após a realização da primeira análise, na expectativa de que a taxa de hematócritos esteja normal.

Castelo de Bode recebeu no fim-de-semana de 16 e 17 de Setembro o Campeonato Nacional de Wakeboard, organizado pelo Centro Náutico do Zêzere, no qual esteve presente o famalicense João Fonseca que se sagrou vice-campeão nacional de wakeboard na classe juniores. Já no ano passado o famalicense havia ficado no derradeiro lugar do pódio. Sendo uma modalidade associada ao esqui aquático, o wakeboard é ideal para quem gosta de desporto radicais. A prova de Castelo de Bode foi muito disputada, tanto na fase de grupos como na final, em que houve uma grande competitividade entre os atletas das várias classes (Elite, Open Masculino/Feminino, Infantil), mostrando cada vez mais que o wakeboard é uma modalidade que tem vindo a crescer de ano para ano. Sobre o futuro, o famalicense João Fonseca espera "para o ano conseguir apoios da região, e não só, para fazer as provas do calendário do circuito nacional e para ganhar experiência que é muito importante para o Campeonato Nacional que se disputará em Setembro", disse.


22 opinião sport: 3 de Outubro de 2007

PÓDIO

1º Lito Vidigal

grande área

Grupo Desportivo de Natação de Famalicão forma nadadores

Uma escola de campeões José Clemente

Mais um caso de chegar, ver e vencer. Com menos de uma semana de trabalha em Ribeirão, Lito Vidigal já conseguiu a primeira vitória da temporada. A julgar pela estreia, o restante campeonato dos ribeirenses promete.

2º Grupo Desportivo de Joane Os joanenses conseguiram a primeira vitória em jogos oficiais e logo num terreno complicado como é o de Vidago. O Joane terá agora como objectivo manter a invencibilidade na série A da 3ª divisão.

3º Marta Jordão A nadadora do Grupo Desportivo de Natação de Famalicão deu nas vistas no circuito nacional de águas abertas na época de estreia. A prestação foi positivo em termos globais e para o ano o objectivo passa pelo título.

O Grupo Desportivo de Natação de Famalicão (GDNF) é uma autêntica escola de formar campeões. No Complexo Desportivo de Piscinas Municipais trabalha-se diariamente com o único intento de fazer cada vez mais e melhor pela natação, dando a conhecer novos valores para a modalidade. Exemplo do bom trabalho desenvolvido são as constantes chamadas de atletas às Selecções nacionais e os inúmeros campeões nacionais que fazem parte das fileiras dos famalicenses. Pedro Faia é o treinador e coordenador de toda a natação do grupo desportivo famalicense, comandando um grupo de cerca de 130 atletas divididos em três escalões: cadetes, infantis e escalão absoluto. Este último escalão engloba juvenis, juniores e seniores. Isto quer dizer que nas piscinas municipais existem nadadores desde os oito anos até aos 24, idade do sénior mais velho. Com seis treinadores, todos eles professores de educação física, a trabalharem na competição do clube famalicense, o trabalho é desenvolvido com o objectivo de se conseguirem sempre os melhores resultados. Expoentes máximos desse trabalho, entre outros, são Jorge Maia e Paulo Araújo que recentemente estiveram em Barcelona, Espanha, para um estágio de preparação da Selecção portuguesa com vista aos Jogos Olímpicos de Pequim em 2008. Jorge Maia revela que despertou para a natação “por intermédio dos pais” que sempre gostaram da modalidade. “Inscreveram-me na natação, comecei a ganhar gosto e agora cá estou para lutar sempre por títulos”, refere o nadador que calcula gastar quatro horas diárias, seis dias por semana, em treinos nas piscinas municipais. Já Paulo Araújo confessa grande influência “dos pais e do irmão” no início da sua carreira na competição em nata-

Natação famalicense obtém bons resultados ao nível nacional e internacional

ção. Os treinos e as competições são encaradas com naturalidade para quem “tudo é uma questão de hábito”, embora reconheça que “no princípio custou um pouco”. A preparação faz-se também em treinos bi-diários, à semelhança do seu companheiro de clu-

be, num nadador que já não consegue “viver sem a prática da natação”. É desde tenra idade que se começam a preparar os futuros campeões e essa máxima é seguida à risca pelo GDNF. Daí poder-se apelidar este clube como uma escola de campeões

dado o sucesso atingido em todos os escalões, quer em termos nacionais, quer em termos internacionais. Certo é que no começo de mais uma temporada desportiva, o principal objectivo é repetir os bons resultados de outras épocas.

Pedro Faia e o futuro da natação Pedro Faia é um treinador apaixonado pela natação e pelos jovens nadadores do GDNF. E é talvez por isso que traça um futuro risonho para a modalidade em Famalicão. Faia refere que “estão reunidas todas as condições para que se prossiga com o excelente trabalho que tem vindo a ser realizado”. “O grupo é bom, continuamos a fazer campeões, o que é muito bom, não só para o clube como também para a própria cidade de Famalicão. Por isso, dizemos que a natação está bem e recomenda-se”, conclui o treinador. O objectivo pretendido por toda a estrutura do GDNF é “tornar as vitórias cíclicas” e continuar “o trabalho desenvolvido em termos de escola nesta modalidade, dado que temos já bastantes nadadores com currículo nacional que entraram no clube com quatro anos de idade”. Os olhos estão agora postos nos Jogos Olímpicos de Pequim em 2008, onde se espera que existam nadadores famalicenses a integrarem a Selecção nacional.


opinião sport: 3 de Outubro de 2007 23

futebol

Estreia auspiciosa de Lito Vidigal no comando técnico

Ribeirão alcança primeiro triunfo da época 0-2 Parque Comen. Joaquim de Almeida Freitas Árbitro: Miguel Peixoto (Braga)

Moreirense Ribeirão Rui Marcos Tiago Lopes (64' N. Cavaleiro) João Duarte Hélio Serafim César Marques Bino Jonas (77' Zézé) Sérgio Gameiro (58' Marquinho) Nuno Fonseca Quim

Trigueira Luís Faria Luiz Alberto Paulo Rola Nelson (71' Bura) Costa Renato Narcisse Paulo Tavares (92' Vítor Hugo) Pires Pedro Moita (80' Varela)

Treinadores Dito

Lito Vidigal

Golos: 63' Paulo Rola (0-1); 84' Pires (0-2). Cartões Amarelos: 40' Serafim; 68' Nelson; 68' Nuno Fonseca; 78' Trigueira. Cartões Vermelhos: Não houve.

Bruno Marques Lito Vidigal não poderia desejar melhor estreia no banco do Ribeirão. Na deslocação a Moreira de Cónegos, os homens agora comandados por Vidigal foram superiores ao adversário e venceram por 2-0 com golos de Paulo Rola e Pires. Esta foi a primeira derrota do Moreirense em casa esta época e este facto valoriza ainda mais o triunfo dos ribeirenses. Com apenas uma alteração no onze inicial, Narcisse no lugar de Vítor Hugo, relativamente à derrota na segunda eliminatória da Taça de Portugal, o Ribeirão entrou no Parque Comendador Joaquim da

Almeida Freitas na expectativa. O Moreirense tomou conta dos acontecimentos, tinha mais posse de bola e levava mais vezes a bola com perigo à área contrária. À enorme vontade demonstrada pelos locais em conquistar os três pontos, os ribeirenses responderam com boa organização defensiva que foi suficiente para resolver todos os problemas criados pelos jogadores do Moreirense. Não foi de estranhar, por isso, que o final dos primeiros 45 minutos chegasse com um nulo no marcador. Na segunda parte, o Ribeirão entrou tranquilo nas acções defensivas e foi mais perigoso no ataque. Foi, por isso, com alguma naturalidade que os visitantes chegaram primeiro à vantagem e confirmaram o triunfo depois. Ao minuto 63, o defesa goleador Paulo Rola aproveitou uma desatenção da defensiva local para abrir o activo. A vantagem deu ainda maior motivação aos comandados de Lito Vidigal, tendo o efeito contrário nos pupilos de Dito. O Ribeirão procurou então fechar em definitivo as contas da vitória e à passa-

gem do minuto 84, nova desatenção da defesa moreirense, e Pires, na cara de Rui Marcos, não se fez rogado e apontou o segundo golo visitante. Dito ainda tentou alterar o rumo dos acontecimentos, lançando alguns homens de características ofensivas, caso por exemplo do exOliveirense Zézé, mas já nada havia a fazer. Os três pontos já não fugiam aos ribeirenses, que desta forma somaram a primeira vitória da época e logo fora de portas. O trabalho do árbitro Miguel Peixoto só ficou manchado por um lance em que parece haver falta merecedora de grande penalidade a favor do Moreirense. Tirando esse facto, nada mais aconteceu digno de registo. Apesar do resultado positivo, Lito Vidigal considera que “ainda há muito trabalho pela frente”. “Foi um bom resultado para nós, mas foi apenas um jogo e ainda temos muito caminho a percorrer. Mas também é sempre importante começar bem e o mérito é total dos jogadores porque tiveram uma atitude extraordinária e mostraram grande força mental para ganhar”, concluiu.

II DIVISÃO

CLASSIFICAÇÃO

Série A

R E S U LTA D O S

Moreirense, 0; Ribeirão, 2 Maria Fonte, 1; Lixa, 0 At. Valdevez, 0; Desp. Chaves, 1 Lousada, 2; Tirsense, 0

Camacha, 1; Portosantense, 1 União Madeira, 2; Fafe, 1 Merelinense, 1; Machico, 1

Ribeirão - Merelinense Lixa - Moreirense Desp. Chaves - Maria Fonte Tirsense - Atlético Valdevez

Portosantense - Lousada Fafe - Camacha Machico - União Madeira

PRÓXIMA JORNADA

1. Lousada 2. Tirsense 3. Maria Fonte 4. Desp. Chaves 5. Atlético Valdevez 6. União Madeira 7. Camacha 8. Portosantense 9. Moreirense 10. Merelinense 11. Ribeirão 12. Fafe 13. Machico 14. Lixa

J

5 5 5 5 5 5 5 5 5 5 5 5 5 5

V

4 4 4 3 3 3 2 1 2 1 1 1 0 0

E

1 0 0 1 0 0 2 3 0 2 1 0 2 0

D

0 1 1 1 2 2 1 1 3 2 3 4 3 5

F

9 9 8 4 11 13 10 7 4 5 6 4 2 0

C

0 5 4 1 4 7 5 5 6 7 10 9 7 22

P

13 12 12 10 9 9 8 6 6 5 4 3 2 0

Lito Vidigal entrou com o pé direito

Primeira vitória da temporada surge na quarta jornada

Joanenses quebraram o enguiço José Clemente

0-1 Campo João Oliveira (Vidago) Árbitro: Pedro Rocha (Viana do Castelo) Auxiliares: Paulo Vieira e José Luís Moreira

Vidago Joane Paulo Quinino Gonçalo Pedro Adão Bouças Nacho (78’ Nino) Portal João Teixeira (53’ Bessa) Lio (64’ Bráulio) Tiago

Sérgio Laureta André Hugo (88’ Álvaro) Romeu (60’ Carneiro) Mocas Hélder Sequeira (65’ Rúben) Ezequiel Mirra Luca Capucho

Treinadores Júlio Batista

José Lopes

Golos: 45’ Hélder Sequeira (0-1). Cartões Amarelos: 40’ Hélder; 66’ Mirra; 82’ Carneiro; 90’ Ezequiel. Cartões Vermelhos: Não houve

Sem qualquer vitória esta época, mas também sem derrotas no campeonato, o Grupo Desportivo de Joane teve no passado domingo uma longa e difícil deslocação ao terreno do Vidago, equipa que ocupava os lugares cimeiros da classificação. Os joanenses realizaram uma exibição segura e acabaram por trazer os três pontos graças a um golo de Hélder ainda na primeira parte. A jogar em casa, o Vidago prometia ser uma equipa difícil de ultrapassar, mas o Joane demonstrou também ter qualidade para alcançar os objectivos a que se propôs esta temporada, ou seja, terminar a primeira fase entre os seis primeiros classificados e garantir desde logo a manutenção. O campo pelado e de dimensões reduzidas tornava a tarefa dos pupilos de José Lopes ainda mais complicada. Mais habituada às condições do terreno, a formação local esteve perigosa no ataque

mas a vitória dos famalicenses começou a ser construída na solidez defensiva. O sector mais recuado realizou 90 minutos sem qualquer falha de grande nomeada. O Joane apostava em defender bem e depois nas saídas rápidas para o contra-ataque, procurando apanhar a defesa do Vidago em contra pé. Foi precisamente isso que aconteceu no golo que deu a vitória aos joanenses. O golo surgiu mesmo em cima do intervalo, ao minuto 45, com Hélder a concluir da melhor forma uma boa jogada de ataque. A vencer ao intervalo, o Joane entrou mais descontraído para a etapa complementar e soube segurar a vantagem da melhor forma. Fez muita posse de bola, soube colocar ritmos na partida, embora do outro lado tenha estado uma equipa que nunca baixou os braços e que vendeu cara a derrota. Os três pontos acabariam por não fugir aos visitantes, num triunfo justo pelo bom trabalho de-

senvolvido pelo Joane que demonstrou grande sentido colectivo. O Vidago esforçou-se ao máximo, deu trabalho ao seu opositor mas não conseguiu pontuar. Esta foi a primeira vitória do Joane na época 2007/2008, subindo ao sexto lugar da classificação com seis pontos amealhados. De referir o facto dos joanenses ainda não terem perdido nesta série A da 3ª divisão, estando agora mais moralizados depois desta deslocação a Vidago. Na próxima jornada, o Joane volta a jogar fora, des-

III DIVISÃO

Série A

R E S U LTA D O S

Prado, 1; Bragança, 1 Brito, 1; Vieira, 2 Vianense, 8; Morais, 0 Amares, 0; Marinhas, 1

Mondinense, 1; Mirandela, 1 M. Cavaleiros, 1; Valenciano, 3 Vidago, 0; Joane, 1

PRÓXIMA JORNADA

Prado - Brito Vieira - Vianense Morais - Amares Marinhas - Mondinense

Mirandela - M. Cavaleiros Valenciano - Vidago Bragança - Joane

ta feita no terreno do lanterna vermelha, o Bragança. No final da partida, o treinador joanense, José Lopes, disse esperar que “esta seja a primeira vitória de muitas���. “O triunfo é dos jogadores e é dedicada a eles por todo o trabalho que têm realizado nestas dez semanas que temos trabalhado juntos. Têm sido uns profissionais muito sérios e honestos. A vitória já podia ter aparecido há mais tempo, apareceu agora e penso que fomos melhores do que o Vidago”, disse. CLASSIFICAÇÃO

1. Vieira 2. Vianense 3. Mirandela 4. Marinhas 5. Vidago 6. Joane 7. Mondinense 8. M. Cavaleiros 9. Amares 10. Prado 11. Valenciano 12. Brito 13. Morais 14. Bragança

J

4 4 4 4 4 4 4 4 4 4 4 4 4 4

V

4 2 2 2 2 1 1 1 1 1 1 1 1 0

E

0 2 2 1 0 3 2 2 1 1 0 0 0 2

D

F

0 7 0 11 0 5 1 4 2 4 0 2 1 3 1 4 2 2 2 3 3 5 3 4 3 4 2 2

C

2 2 1 3 3 1 3 5 4 5 6 6 13 6

P

12 8 8 7 6 6 5 5 4 4 3 3 3 2


24 opinião sport: 3 de Outubro de 2007

futebol

FC Famalicão vence pela primeira vez em jogos oficiais

Triunfo não merece contestação 2-0 Estádio Municipal Famalicão Árbitro: José Rio (Viana Castelo) Auxiliares: Leandro Barbosa e Lucinio Alves

Famalicão P. Rubras Matos Vítor Bruno Artur Faria Pimenta Filipe Alves André Zé Miguel Nandinho (75’ Mané) Ruizinho Tiririca (81’ Moisés) Hélder Neto (90’ Santos)

César Magalhães Pereira Marco Aurélio João (82’ Mário) Sene Amílcar Rui Ramos Márcio Lima Pereira (75’ Tozé) Ricardo

Treinadores Abel Silva

José Paulo

Golos: 56’ Hélder Neto (1-0); 63’ Nandinho (2-0).

José Clemente

Cartões Amarelos: 50’ André; 53’ Magalhães; 89’ Ricardo; 90’ Zé Miguel. Cartões Vermelhos: Não houve.

José Clemente Primeiro onze do Famalicão que saiu vitorioso esta época

O Famalicão regressou ao Estádio Municipal, depois de cumprido um jogo de castigo disputado no Passal, e não podia desejar melhor regresso a casa. Venceu de forma convincente o Pedras Rubras, que ainda resistiu até à abertura da etapa complementar, conseguindo garantir a primeira vitória em jogos oficiais esta temporada. Hélder Neto e Nandinho foram os marcadores de serviço. Os famalicenses venceram porque no cômputo geral foram sempre superiores ao seu adversário, marcando dois golos e desperdiçando algumas boas oportunidades para construírem um resultado mais dilatado. O Pedras Rubras só conseguiu mostrar algum futebol durante os primeiros 15 minutos.

Depois os locais tomaram conta das operações e foram a única equipa a merecer vencer o encontro. À medida que os minutos corriam no relógio, adivinhavase o primeiro golo dos visitados. Apesar de ter enviado duas bolas à barra da baliza de César, o intervalo iria chegar com o nulo no marcador. Um resultado injusto para a formação que maior perigo criou no ataque, apesar dos visitantes terem criado por Amílcar uma ocasião para marcar, negada de forma superior por Matos. Para a segunda parte estava ainda guardado o melhor momento dos famalicenses já que foi nesta etapa que os comandados de Abel Silva marcaram

os dois golos que garantiram a vitória. O primeiro por intermédio de Hélder Neto e o segundo por Nandinho e é caso para perguntar qual deles foi o mais bonito. O primeiro resultou de uma boa jogada de Tiririca do lado direito e o segundo de um pontapé livre muito bem executado por Nandinho que não deu qualquer hipótese de defesa ao guarda-redes do Pedras Rubras. A partir do segundo golo houve uma reacção natural do Pedras Rubras que colocou em sentido a defensiva famalicense. A partir daqui, a equipa orientada por José Paulo atirou a toalha ao chão e se com a igualdade no marcador já tinha dificuldades em contrariar o Fa-

malicão, em desvantagem nunca conseguiu chegar perto da baliza de Matos. No cômputo geral pode dizer-se que foi uma vitória justa da equipa famalicense que tinha neste jogo uma boa oportunidade de fazer as pazes com

III DIVISÃO

Série B

R E S U LTA D O S

T. Moncorvo, 0; S. P. Cova, 0 Maia, 3; Amarante, 1 Famalicão, 2; P. Rubras, 0 A. Lordelo, 2; O. Douro, 2

Paredes, 2; Padroense, 0 Nogueirense, 1; Rebordosa, 0 Serzedelo, 2; Oliveirense, 0

PRÓXIMA JORNADA

Torre Moncorvo - Maia Amarante - Famalicão P. Rubras - Aliados Lordelo Oliveira Douro - Paredes

Padroense - Nogueirense Rebordosa - Serzedelo S. Pedro Cova - Oliveirense

a sua massa associativa. Tudo correu bem para as cores locais que venceram e convenceram, garantindo uma vitória há muito procurada. Agora é só pensar no próximo jogo que é frente a um dos líderes da série B, o Amarante. CLASSIFICAÇÃO

1. Amarante 2. Oliveirense 3. Padroense 4. S. Pedro Cova 5. Rebordosa 6. Paredes 7. Oliveira Douro 8. Nogueirense 9. Famalicão 10. Maia 11. P. Rubras 12. Serzedelo 13. A. Lordelo 14. T. Moncorvo

J

4 4 4 4 4 4 4 4 4 4 4 4 4 4

V

3 3 3 2 2 2 1 2 1 1 1 1 0 0

E

0 0 0 1 1 0 3 0 1 1 1 0 2 2

D

1 1 1 1 1 2 0 2 2 2 2 3 2 2

F

9 7 7 6 4 6 5 4 5 5 3 4 2 1

C

4 4 4 5 3 5 4 6 5 6 5 7 5 5

P

9 9 9 7 7 6 6 6 4 4 4 3 2 2

Na pior exibição da época

Oliveirense perde pela primeira vez Pedro Reis Sá

2-0 Campo das Oliveiras (Serzedelo) Árbitro: José Carlos Silva (Braga) Auxiliares: Luis Branco e Sérgio Silva

Serzedelo Oliveirense Paulo Jorge Pedro Barroso Carlos Martins Quim Duarte Luís Miguel Rui Novais Guilhaume Maurício Luís (84' Salgado) Ricardinho (68' H. Silva) Miguel Mota (65' Jean)

F.Jorge Zé Pedro (75' Russo) Soares Carvalhinho Jorge Miguel Xavier (45' Meira) João Dias Leal (45' Paulinho) João Cruz Cadete Pedro Carvalho

Treinadores Marco Alves

Mário Jorge

Golos: 18' Luís (1-0); 31' Luís (2-0). Cartões Amarelos: 7´Luís; 15' Maurício; 29' João Dias; 61' Carlos Martins; 88' Jorge Miguel. Cartões Vermelhos: Não houve.

O Campo das Oliveiras, em Serzedelo, recebeu uma boa moldura humana para presenciar um desafio entre vizinhos. Serzedelo e Oliveirense encontravam-se em situações opostas, com os da casa sem pontos para o campeonato e a equipa de Oliveira Santa Maria só com vitórias. Numa das piores exibições da época, os homens de Mário Jorge saíram derrotados por 2-0. Sem alterações no onze, a Oliveirense até iniciou melhor a partida e logo no primeiro minuto viu um golo mal anulado a Pedro Carvalho. Mesmo assim, a equipa de Mário Jorge não esmoreceu e continuou à procura do golo que lhe permitia sair na frente do marcador. Do outro lado estava uma formação perigosa na contra ofensiva com Ricardinho em figura de destaque, revelando-se no decorrer do jogo como o melhor jogador em campo. Foi ainda nos primeiros dez minutos que a Oliveirense beneficiou de uma

grande penalidade por mão de Luís. Com a bola já perto da linha de fundo, o ponta de lança do Serzedelo fez de guarda-redes e permitiu a Leal ter uma grande oportunidade para desfazer a igualdade. O capitão encarnado acabaria por rematar denunciado e Paulo Jorge defendeu. Foi precisamente a partir do momento da grande penalidade desperdiçada que a Oliveirense desapareceu do terreno de jogo, permitindo um maior ascendente ao seu adversário. Mesmo assim Cadete surgiu isolado e mais uma vez o auxiliar, mal, detecta um fora de jogo ao avançado da Oliveirense não o deixando concluir a jogada. O golo dos locais chegava praticamente de seguida. À passagem do minuto 18, Luís, o mesmo que tinha cometido a grande penalidade, redimiu-se e no meio dos centrais conseguiu inaugurar o marcador, com assistência de Ricardinho. Esperava-se uma reacção da equipa forasteira mas era Ricardinho que dava trabalho à defesa de Mário Jorge. Quase

sempre pela esquerda, e com mudanças de velocidade repentinas, o número 10 do Serzedelo foi, sem dúvida, o mais produtivo. À passagem do minuto 31, Luís voltou a facturar. Depois de uma boa transição defesa/ataque dos locais, com Maurício a tocar para Ricardinho, este assiste Luís dentro da área que volta a marcar, colocando o desafio em 2-0. O intervalo chegava pouco depois, mas antes Mário Jorge ainda viu a sua equipa a ter três hipóteses para marcar. João Cruz e Cadete permitiram a defesa de Paulo Jorge e Pedro Carvalho viu mais um golo anulado, mas desta feita o árbitro parece ter acertado. Na segunda metade o técnico famalicense colocou Paulinho e Meira em jogo, tirando Leal e Xavier, e teve mais posse de bola. Cadete falhou por duas vezes, uma delas na cara de Paulo Jorge. Também a equipa da casa teve duas boas oportunidades para aumentar a contenda. Aliás, foi depois da saída de Ri-

cardinho que a equipa da Oliveirense respirou melhor na sua defensiva e aventurou-se mais no ataque. Os visitantes não se conseguiram encontrar durante toda a partida, não revelando os bons automatismos que demonstraram nos primeiros jogos da época, dando uma pálida imagem do que valem. Mesmo perdendo, a equipa de Oliveira Santa Maria não descolou do primeiro lugar, beneficiando também das derrotas das equipas emparelhadas no topo da classificação. O Serzedelo, que já tinha demonstrado um bom grupo de trabalho no desafio com o Ribeirão, deixou a parte mais baixa da classificação e conseguiu o que lhe faltava no campeonato: uma vitória. Quanto ao trio de arbitragem que viajou de Braga acabaria por prejudicar o jogo com inúmeros erros, alguns deles de palmatória, podendo a Oliveirense queixar-se de um golo anulado e um lance perigoso cortado sem razão aparente. Má arbitragem.


opinião sport: 3 de Outubro de 2007 25

futebol

Na jornada inaugural da 1ª divisão distrital

Só os iniciados somaram os três pontos

Lousado perde em casa O Clube Desportivo Lousado entrou com o pé esquerdo no campeonato da 1ª divisão distrital da AF Braga, perdendo por 1-0 na recepção ao Operário de Antime. Num jogo que nem sempre foi bem jogado, a equipa da casa tentou desde muito cedo chegar à vantagem, mas acabou por sair derrotado pela margem mínima. O primeiro golo do encontro poderia ter acontecido logo aos 22 minutos não fosse uma grande defesa do guarda-redes forasteiro a remate de Ivan. Mas aos 35 minutos, e na primeira vez que chegou à baliza lousadense, os homens de Antime chegariam ao golo por intermédio de Nelo num lance irregular. A equipa de arbitragem deixou passar em claro duas faltas dos visitantes. Até ao intervalo, o Lousado tentou chegar ao empate e só não o conseguiu porque mais uma vez o árbitro da partida não marcou

J

V

PRÓXIMA

1. Pico Regalados 1 1 2. Águias Graça 1 1 3. NINENSE 1 1 4. Terras Bouro 1 1 5. Tibães 1 1 6. Viatodos 1 1 7. Apúlia 1 0 8. Fragoso 1 0 9. Pousa 1 0 10. Soarense 1 0 11. Arentim 1 0 12. Palmeiras 1 0 13. T. Caldelas 1 0 14. Catel 1 0 15. Roriz 1 0 16. Águias Alvelos 1 0 Tibães - Arentim Fragoso - Termas Caldelas Palmeiras - Apúlia Soarense - Viatodos

R E S U LTA D O S

AFB II DIVISÃO

Marca, 0; TELHADO, 0 Bastuço, 2; Juv. Belinho, 2 Celeirós, 1; MOUQUIM, 0 Tebosa, 2; Fonte Boa, 3

CLASSIFICAÇÃO

J

PRÓXIMA

1. Vila Chã 1 2. Fonte Boa 1 3. OPERÁRIO 1 4. Celeirós 1 5. Bastuço 1 6. Juv. Belinho 1 7. Antas 1 8. Marca 1 9. São Veríssimo 1 10. TELHADO 1 11. Tadim 1 12. Tebosa 1 13. MOUQUIM 1 14. Granja 1 TELHADO - Tadim Juv. Belinho - Marca MOUQUIM - Bastuço Fonte Boa - Celeirós

P

Série A

Á. Alvelos, 1; P. Regalados, 4 NINENSE, 2; Roriz, 0 Águias Graça, 3; Catel, 1 Arentim, 0; Terras Bouro, 1 E

D

F

C

0 0 4 1 0 0 3 1 0 0 2 0 0 0 1 0 0 0 1 0 0 0 1 0 1 0 1 1 1 0 1 1 1 0 0 0 1 0 0 0 0 1 0 1 0 1 0 1 0 1 0 1 0 1 1 3 0 1 0 2 0 1 1 4 Pico Regalados - Pousa Roriz - Águias Alvelos Catel - NINENSE T. Bouro - Águias Graça

P

3 3 3 3 3 3 1 1 1 1 0 0 0 0 0 0

Série 1

São Veríssimo, 0; Antas, 0 Granja, 1; Vila Chã, 4 Tadim, 1; OPERÁRIO, 2

V

1 1 1 1 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0

E

D

F

C

0 0 4 1 0 0 3 2 0 0 2 1 0 0 1 0 1 0 2 2 1 0 2 2 1 0 0 0 1 0 0 0 1 0 0 0 1 0 0 0 0 1 1 2 0 1 2 3 0 1 0 1 0 1 1 4 Antas - Tebosa Vila Chã - São Veríssimo OPERÁRIO - Granja

O Louro recebeu e venceu o Forjães por 2-1 e ocupa o quarto lugar com seis pontos. O líder continua a ser o Vilaverdense que somou o terceiro triunfo na competição depois de bater fora de portas o Arões por 1-0. De referir que o Louro tem menos uma partida disputada e em caso de vitória poderá ascender ao primeiro posto da classificação . A mesma situação verifica-se com Fão e Taipas. AFB I DIVISÃO

Pica, 4; Tabuadelo, 2 Santo Adrião, 0; Pedralva, 0 Ronfe, 3; S. Paio d'Arcos, 0 Silvares, 3; GONDIFELOS, 2

CLASSIFICAÇÃO

J

V

1. Ronfe 1 1 2. Pica 1 1 3. Arco Baúlhe 1 1 4. Silvares 1 1 5. Antime 1 1 6. Airão 1 0 7. Briteiros 1 0 8. Gandarela 1 0 9. Pedralva 1 0 10. Porto d'Ave 1 0 11. Santo Adrião 1 0 12. GONDIFELOS 1 0 13. LOUSADO 1 0 14. Tabuadelo 1 0 15. Polvoreira 1 0 16. S. Paio d'Arcos 1 0 Tabuadelo - LOUSADO Pedralva - Pica S. Paio d'Arcos - S.Adrião GONDIFELOS - Ronfe

P

3 3 3 3 1 1 1 1 1 1 0 0 0 0

AFB II DIVISÃO

SÃO CLAUDIO, 2; DELAES, 0 Gonça, 2; Ases Stª Eufémia, 1 Panteras Matamá, 2; LAGENSE, 2

CLASSIFICAÇÃO

J

V

1. Campelos 1 1 2. SÃO CLAUDIO 1 1 3. Gonça 1 1 4. Pevidem 1 1 5. RUIVANENSE 1 1 6. LAGENSE 1 0 7. P. Matamá 1 0 8. BAIRRO 1 0 9. Selho 1 0 10. A. Stª Eufémia 1 0 11. VITORIA 1 0 12. À. S. Romão 1 0 13. DELAES 1 0 14. S. COSME 1 0 DELAES - Campelos A. Stª Eufémia - S. CLAUDIO LAGENSE - Gonça VITORIA - Panteras Matamá

JUNIORES RESULTADOS

0 0 5 1 9 0 0 4 0 6 0 0 4 0 6 0 0 3 1 6 0 1 3 1 6 2 0 3 1 5 1 1 1 2 4 1 1 1 2 4 0 2 3 4 3 0 2 3 5 3 2 0 4 4 2 2 1 1 2 2 1 2 1 3 1 1 2 1 4 1 1 2 3 6 1 1 2 1 5 1 Stª Eulália - Cabeceirense Forjães - Esposende Fão - Louro Taipas - Laje

Infantis A do Famalicão em preparação

Famalicão derrotou o Operário por 4-2

Série B

Gandarela, 0; Briteiros, 0 Arco Baúlhe, 2; Polvoreira, 0 Airão, 0; Porto d'Ave, 0 LOUSADO, 0; Antime, 1 E

D

F

C

P

0 0 3 0 3 0 0 4 2 3 0 0 2 0 3 0 0 3 2 3 0 0 1 0 3 1 0 0 0 1 1 0 0 0 1 1 0 0 0 1 1 0 0 0 1 1 0 0 0 1 1 0 0 0 1 0 1 2 3 0 0 1 0 1 0 0 1 2 4 0 0 1 0 2 0 0 1 0 3 0 Briteiros - Silvares Polvoreira - Gandarela Porto d'Ave - Arco Baúlhe Antime - Airão

Série 4

RUIVANENSE, 1; VITORIA, 0 Pevidem, 1; À. S. Romão, 0 BAIRRO, 1; Selho, 1 Campelos, 4; S. COSME, 0 E

D

F

C

Diogo Cão, 6; Valdevez, 2 Maia, 1; FAMALICÃO, 0 Taipas, 2; Paços Ferreira, 1

CLASSIFICAÇÃO

P

0 0 4 0 3 0 0 2 0 3 0 0 2 1 3 0 0 1 0 3 0 0 1 0 3 1 0 2 2 1 1 0 2 2 1 1 0 1 1 1 1 0 1 1 1 0 1 1 2 0 0 1 0 1 0 0 1 0 1 0 0 1 0 2 0 0 1 0 4 0 À. S. Romão - RUIVANENSE Selho - Pevidem S. COSME - BAIRRO

O Operário recebeu o Famalicão numa partida amigável que serviu de preparação para o campeonato distrital de infantis A. O Famalicão venceu por 4-2 naquele que foi o primeiro encontro de preparação. Os visitantes iniciaram o jogo com uma formação já muito habituada a jogar em conjunto, visto já o fazerem há quatro anos, desde as escolinhas. Apesar das más condições do terreno, cedo os comandados de Paulo Machado se adaptaram e lançaram uma série de ataques à baliza da equipa da casa. Ao intervalo o Famalicão vencia por 4-1, com golos de Diogo Lobo, que bisou, João Sampaio e Luís Peixoto.

Na segunda metade, o Operário entrou melhor e criou mais oportunidades frente a um Famalicão que nesta fase do jogo optou por uma formação mais defensiva, deixando a equipa da casa tomar conta dos acontecimentos. A barreira defensiva do Famalicão só foi ultrapassada por uma vez no segundo tempo, terminando o jogo com o resultado de 2-4. Pelo Famalicão jogaram: Ricardo Ribeiro, Diogo Nogueira, Pedro Veloso, João Sampaio, Luís Peixoto, Carlos Paneira e Diogo Lobo. Jogaram ainda: Rui Ferreira (guarda-redes), João Lobo, Nuno Monteiro, Tiago Borges, Pedro Rafael, Cristiano, Renato Lobo e João Paulo.

Juniores e juvenis jogaram 1ª mão da Taça Realizou-se no passado fim-de-semana a primeira-mão da Taça da Associação de Futebol de Braga em juniores e juvenis. O destaque vai para os jogos que colocaram frente a frente as equipas famalicenses. Assim, o Arnoso venceu o Bairro por 3-0, igual resultado conseguido pelo Ribeirão frente ao Brufense. O Operário foi derrotado em casa pelo Joane também por 3-0, o Avidos e Lagoa perdeu também em casa frente ao Meães por 4-1 e por último o Ruivanense foi vencer ao terreno do Cavalões por 3-2. Já em juvenis também se disputou a primeira-mão da competição e quanto às equipas famalicenses os resultados foram os seguintes: Delães 2-1, Arnoso 1-1 FC Famalicão, S. Cosme 1-0 Ninense, Ruivanense 0-3 Operário, Fradelos 3-2 Joane, Oliveirense 1-0 Bairro. O destaque destes jogos vai para a segunda eliminatória onde tudo pode ser possível, excepção para o Operário que tem praticamente garantida a passagem para a segunda eliminatória.

1. Infesta 2. Gondomar 3. Maia 4. Tirsense 5. Diogo Cão 6. Taipas 7. Vila Real 8. FAMALICÃO 9. Chaves 10. Paços Ferreira 11. Valdevez 12. Cachão PRÓXIMA

CLASSIFICAÇÃO

C

J

4 4 4 4 4 4 4 4 4 4 4 4

II Divisão

V

4 3 3 2 1 2 2 1 1 0 0 0

Diogo Cão - Maia FAMALICÃO - Taipas Paços Ferreira - Chaves

JUVENIS RESULTADOS

Termas Caldelas, 0; Tibães, 1 Apúlia, 1; Fragoso, 1 Viatodos, 1; Palmeiras, 0 Pousa, 0; Soarense, 0

F

Mirandela, 3; Amares, 1 Varzim, 0; V. Guimarães, 1 Chaves, 3; P. Ferreira, 3

CLASSIFICAÇÃO

1. V. Guimarães 2. Sp. Braga 3. Freamunde 4. Penafiel 5. Vianense 6. P. Ferreira 7. Varzim 8. Chaves 9. Famalicão 10. Mirandela 11. Amares 12. Cerveira PRÓXIMA

R E S U LTA D O S

AFB I DIVISÃO

D

J

6 6 6 6 6 6 6 6 6 6 6 6

V

4 4 4 3 3 2 2 2 1 1 0 0

Mirandela - Varzim V. Guimarães - Chaves P. Ferreira - Famalicão

1. Sp. Braga 2. Vizela 3. V. Guimarães 4. Gil Vicente 5. Moreirense 6. FAMALICÃO 7. Chaves 8. Varzim 9. Limianos 10. Vianense 11. Bragança 12. Trofense 14. Fafe

J

3 3 2 2 3 3 3 3 2 3 3 3 3

E

0 1 0 1 3 0 0 2 1 2 0 0

D

F

0 20 0 12 1 7 1 5 0 12 2 7 2 5 1 7 2 7 2 7 4 6 4 2

C

2 5 6 6 8 6 7 7 8 9 18 15

Gondomar - Infesta Cachão - Tirsense Valdevez - Vila Real

P

12 10 9 7 6 6 6 5 4 2 0 0

Famalicão, 2; Penafiel, 4 Vianense, 1; Sp. Braga, 2 Cerveira, 3; Freamunde, 8

E

1 1 0 2 1 3 2 1 3 1 3 2

D

1 1 2 1 2 1 2 3 2 4 3 4

F

17 16 18 21 11 13 4 9 10 4 5 8

C

5 4 7 9 10 10 4 13 11 30 15 18

Penafiel - Vianense Sp. Braga - Cerveira Amares - Freamunde

P

13 13 12 11 10 9 8 7 6 4 3 2

I Divisão

V. Guimarães, 3; Varzim, 1 Fafe, 0; FAMALICÃO, 2 Moreirense, 1; Trofense, 0 Sp. Braga, 3; Chaves, 0

CLASSIFICAÇÃO

Chaves, 2; Gondomar, 4 Infesta, 7; Cachão, 1 Tirsense, 1; Vila Real, 0

I Divisão

INICIADOS RESULTADOS

PRÓXIMA

1. Vilaverdense 3 3 2. Fão 2 2 3. Taipas 2 2 4. Louro 2 2 5. Santa Maria 3 2 6. Martim 3 1 7. Ponte 3 1 8. Torcatense 3 1 9. Alegrienses 3 1 10. Forjães 3 1 11. Stª Eulália 2 0 12. Esposende 3 0 13. Arões 3 0 14. Cabeceirense 3 0 15. Laje 3 0 16. São Paio 3 0 Vilaverdense - São Paio Ponte - Arões Martim - Torcatense Santa Maria - Alegrienses

E

Carlos Figueiredo

PRÓXIMA

V

R E S U LTA D O S

J

Louro de vitória em vitória

PRÓXIMA

CLASSIFICAÇÃO

ti-jogo. Com constantes perdas de tempo e várias entradas do massagista para assistir os seus jogadores o ritmo de jogo baixou consideravelmente, dificultando uma possível recuperação do Lousado. O tempo foi passando, com os homens da casa a tudo fazerem

Jogou-se mais uma jornada dos campeonatos dos mais novos, com os iniciados do FC Famalicão a serem os únicos a vencer, derrotando fora de casa o Fafe por 2-0. Com mais esta vitória, a formação dos iniciados encontram-se na terceira posição com seis pontos e na próxima jornada recebem a forte equipa do Vitória de Guimarães. Em juniores, o Famalicão deslocou-se ao terreno do Maia e perdeu por uma bola a zero. Com este desaire, a formação famalicense ocupa a oitava posição com cinco pontos em quatro jornadas realizadas. O próximo encontro é em casa frente ao Clube Caçadores das Taipas. Por fim, a equipa juvenil recebeu no Campo do Lajense o Penafiel e perdeu por quatro bolas a duas. Com esta derrota, a formação famalicense encontra-se na nona posição com seis pontos em outras tantas jornadas, defrontando o Paços de Ferreira na sétima ronda.

Série 1

Esposende, 1; Stª Eulália, 1 Louro, 2; Forjães, 1 Laje, 0; Fão, 1 São Paio, 0; Taipas, 1

R E S U LTA D O S

Arões, 0; Vilaverdense, 1 Torcatense, 0; Ponte, 0 Alegrienses, 0; Martim, 2 Cabeceirense, 0; S. Maria, 2

uma grande penalidade a favorecer os locais por mão na bola por parte de um jogador do Operário. Na segunda parte, os visitantes recuaram as suas linhas, limitando-se a impedir a entrada dos jogadores de Lousado perto da sua baliza e a usar e abusar do an-

PRÓXIMA

R E S U LTA D O S

AFB DIVISÃO HONRA

Lousado entrou no campeonato com derrota em casa

para obterem o tento da igualdade, ainda que por vezes mais com o coração do que com a cabeça. Daí o resultado desfavorável na primeira ronda da 1ª divisão distrital. A arbitragem não esteve bem, mostrou demasiados cartões amarelos por um lado e por outro permitiu que o Operário de Antime recorresse muito ao antijogo para segurar a magra vantagem conseguida. Sob arbitragem de António Oliveira, o Lousado alinhou com o seguinte onze: Edgar II, Daniel, Filipe, Edgar I, Julinho (75’ China), Tony, Avelino (65’ Pedro Torres), Ivan, Vítor Hugo, Morgado (77’ Hugo Couto) e Vieira. Já o Operário de Antime alinhou com: Bruno Pinto, Ismael (75’ Rafael), Noca, Ricardinho, Pacheco, Nelo (85’ Litos), Pardilha, Hugo, Dani, Billa e Fábio (80’ Filipe).

Vizela, 1; Vianense, 0 Bragança, 2; Gil Vicente, 3 FOLGA-Limianos

V

3 2 2 2 2 2 1 1 1 0 0 0 0

E

0 1 0 0 0 0 1 0 0 1 1 0 0

D

F

0 10 0 4 0 7 0 6 1 3 1 6 1 3 2 6 1 2 2 1 2 2 3 0 3 1

C

0 1 2 2 4 7 4 4 4 3 5 4 11

Varzim - FOLGA Vianense - Sp. Braga FAMALICÃO - V. Guimarães Gil Vicente - Vizela Trofense - Fafe Limianos - Bragança Chaves - Moreirense

P

9 7 6 6 6 6 4 3 3 1 1 0 0


26 opinião sport: 3 de Outubro de 2007

Mouquim venceu no distrital de futsal A formação do Mouquim Unida foi a única famalicense a vencer na jornada dois do nacional da 1ª divisão distrital de futsal. O Mouquim bateu, em casa, o Priscos por 5-3, enquanto que as outras duas formações famalicenses perderam. O Pousadense saiu derrotado do pavilhão do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave por 4-1 e o Esmeriz perdeu em casa com o Guimarães Futsal por 5-4. Ao cabo de duas jornadas, o Contacto Futsal lidera a classificação, seguido de Gualtar, Cabreiros e Guimarães Futsal. O Mouquim está no oitavo posto, com três pontos, os mesmos do Pousadense. Pior está o Esmeriz que ainda não somou qualquer ponto, ocupando o último posto da tabela classificativa.

Casa do FC Porto comemora 4º aniversário A Casa do FC Porto de VN Famalicão comemora, no próximo sábado, 6 de Outubro, o seu quarto aniversário. A festa começa pelas 20 horas nas instalações da CIOR, junto à sede dos portistas, e terá um arraial nocturno com as presenças de Costinha,

do Grupo Musical Santa Cruz e da Ex-Tuna da Lusíada. As inscrições podem ser feitas na sede até amanhã, dia 4 de Outubro. O preço para sócios é de 10 euros, para não sócios 12 euros e para crianças até aos 10 anos a entrada é gratuita.

Encontro Motard em Esmeriz A freguesia de Esmeriz recebe, no próximo sábado, 6 de Outubro, o 3º Encontro Motard, numa organização do Moto Clube de Esmeriz e da Associação Desportiva de Esmeriz. A concentração realiza-se às 15 horas, junto à igreja local. O programa da concentração inicia-se com um Freestyle protagonizado por Jacques, às 15 horas, seguindo-se uma demonstração de Mini's, às 16 horas, uma perícia de Karting, às 17 horas e para as 18 horas está marcado um concerto com os Hunted Scriptum. O encerramento estará a cargo de um DJ convidado. A abertura do recinto está marcada para as 13h30 e a entrada custa 2,50 euros por pessoa. No interior existirão as habituais barraquinhas com comida e bebida.

modalidades

No campeonato nacional de águas abertas

Marta Jordão subiu ao pódio A nadadora do Grupo Desportivo de Natação de Famalicão (GDNF), Marta Jordão, esteve em destaque na última prova do circuito nacional de águas abertas organizado pela Federação Portuguesa de Natação, classificando-se no terceiro lugar da campeonato nacional júnior e no sexto posto do campeonato nacional absoluto. A prova realizou-se na Barragem de Castelo de Bode, com cerca de 330 atletas participantes, no passado domingo, dia 30 de Setembro. Marta Jordão disputou a prova de 3 kms e obteve um brilhante oitavo lugar da geral. Com esta classificação, a nadadora famalicense somou pontos importantes para o circuito nacional de águas abertas, permitindo-lhe subir ao terceiro lugar do nacional júnior e sexto absoluto no conjunto das quatro provas que realizou. Tendo em conta que esta é a primeira participação de Marta Jordão no campeonato nacional de águas abertas, a estreia pode ser considerada positiva, tendo em conta todos os resultados obtidos. A subida da nadadora do GDNF ao terceiro lugar do pódio, o que abre fortes perspectivas de obter excelentes resultados na próxima edição. Recorde-se que Marta Jordão iniciou a sua participação

Na próxima época, o objectivo é o título

nas provas de águas abertas com uma vitória na Barragem da Queimadela, em Fafe, na prova de 5 kms, tendo alcançado resultados muito positivos na Travessia de Castelo de Bode, na Travessia de SetúbalTróia, na Travessia de OeirasCascais e agora na Travessia dos Templários. A atleta sentiu algumas dificuldades nas provas realizadas no mar, quer pe-

las temperaturas bastante baixas, quer pela dificuldade em se orientar e nadar com ondulação acentuada. Após esta brilhante classificação no circuito nacional de águas abertas, espera-se um futuro promissor da Marta Jordão, tendo como objectivo sagrar-se num futuro próximo campeã nacional da modalidade.


modalidades

28 atletas no Campeonato Distrital absoluto

Didáxis com recorde de participação

Grupo de jogadores do núcleo de xadrez da Didáxis

O Núcleo de Xadrez de Vale S. Cosme-Didáxis (NXVSC-Didáxis) voltou a entrar em competição no início deste ano lectivo, participando no Campeonato Distrital Absoluto de Xadrez, vertente semi-rápidas. O torneio, organizado e arbitrado pela Associação de Xadrez do Distrito de Braga, decorreu nas instalações do Operário FC no passado sábado. Dos 61 participantes, 28 atletas pertenciam ao NXVSC-Didáxis, constituindo um recorde absoluto de participação em competições distritais. O iraniano Orfeh Bolhari (AMAS-Guimarães) venceu isolado com seis vitórias e um empate, seguido de Fernando Pereira (CAR) e o último lugar do pódio foi ocupa-

do por um quarteto de jogadores que obtiveram 5,5 pontos: Rui Azevedo (CAR), Carlos Novais e Fernando Silva (AMAS) e Mário Oliveira (NXVSC-Didáxis). De destacar a nível individual, também, a participação de Yarolslav Minakov (NXVSC-Didáxis), um jovem de 16 anos de nacionalidade russa, que obteve 4,5 pontos na sua estreia em competições federadas, tendo sido o único jogador a empatar com o campeão distrital neste evento. Bruno Gomes (17º), Rui Pedro Gomes (18º), Manuel Antunes (20º), Alice Marinho (23º e melhor classificação feminino) e Sérgio Fonseca (28º) obtiveram prestações satisfatórias atingindo os quatro pontos.

Rita Vilaça discute título espanhol A actual campeã nacional de sub-14, Rita Vilaça, participou no Masters Nike Júnior, Tour Ibiza 2007, na prova de infantis, em Espanha. A competição contou com a presença das espanholas mais bem classificadas do ranking Nike do escalão, englobando seis torneios, sendo um deles o Campeonato Nacional de Espanha. Rita Vilaça foi a única não espanhola em competição, perdendo o primeiro jogo frente a Patrícia Fargas Osório, vencendo o segundo desafio a Paula Mocete, para na final 2, ou seja, no terceiro jogo acabar por perder

Famalicense destacou-se no ténis

com Cllaudia Lorenzo. A jogadora do Ténis Clube de Famalicão foi a primeira portuguesa a conseguir apurar-se para o Masters e a única estrangeira que não treina em Espanha a conseguir o

apuramento para participar neste Masters. Este foi mais um motivo de orgulho para o ténis nacional que vê uma das suas promessas a discutir um título espanhol, sendo uma potência mundial.

Exercício físico nas Piscinas Municipais Estão abertas as inscrições para aulas de actividade física e de defesa pessoal, para adultos de ambos os sexos, que decorrem no Ginásio das Piscinas Municipais. Os horários propostos são às segundas e quintas-feiras, das 21 horas às 22h30, sob orientação técnica do Mestre Manuel Cunha (5º Dan).

As aulas têm como objectivo principal manter uma boa forma física e robusta para seguir um ciclo de vida saudável, obter autoconfiança, equilíbrio psico-físico, aliviar o stress e aprender a defesa da integridade física de cada um contra todo o tipo de armas brancas ou de fogo, assaltos, raptos, violações, entre outras.

CD Lousado tem secção de BTT O Clube Desportivo Lousado criou recentemente uma secção de BTT. A colectividade famalicense convida todos aqueles que gostam de BTT e que têm espírito de aventura a comparecerem no próximo domingo, 7 de Outubro, na sede do CD Lousado pelas 10 horas.

opinião sport: 3 de Outubro de 2007 27


28 opinião sport: 3 de Outubro de 2007

modalidades

Associação Desportiva Pedome tem novo elenco directivo

Parque desportivo está a ser renovado

Aspecto geral do renovado parque desportivo

A Associação Desportiva de Pedome, a militar no campeonato concelhio de futebol de salão amador, tem uma nova direcção. Luís Alves é o novo presidente da colectividade de Pedome, sendo que paralelamente o clube está a melhorar o seu parque desportivo para a nova época que se avizinha. Na totalidade vão ser gastos cerca de 20 mil euros em melhoramentos no piso, na colocação de uma nova vedação e de uma nova bancada, assim como na remodelação dos balneários. Estes melhoramentos eram um desejo antigo da colectividade de Pedome que, com a "cara lavada", espera chamar mais gente de Pedome para perto do clube. Esta é "uma grande reviravolta na associação", referiu Luís Alves, presidente do clube, que contou "com os apoios mais diversos como da população em geral, da Junta de Freguesia e da Câmara Municipal". "Todos têm sido incansáveis para nos ajudar neste nosso objectivo", esclareceu o novo presidente. Embora as obras sejam significativas, Luís Alves referiu ao OPINIÃO SPORT que "os resultados a nível desportivo podem ainda ser melhores". "Para além das obras também a nossa equipa não vai sofrer muitas alterações e vamos procurar fazer melhor do que no ano passado. O objectivo é isso uma vez que depois de termos ficado nos últimos dois anos em segundo lugar, agora queremos tentar vencer. Vamos também criar duJá pensou na mudança radical com novos métodos de aprendizagem, onde Motivação – Preço Nível de Aprendizagem se encontram especiais? E Ainda… com educadores Excelentes, nas áreas Científicas mais problemáticas? E o Português? E encontrar-se num espaço cibernético, onde comodidade aliada a um design diferente, e sempre com um sorriso Motivante e Empreendedor? E ainda… com Preços Super Acessíveis, a partir do 2º ciclo até final da Universidade. Aceitam-se, casos especiais do 1º ciclo pois o nosso lema é ajudar quem necessita, mesmo quando monetariamente existam dificuldades. Os preços variam consoante o número de alunos por sala e do número de dias/horas que nos visitem! Preços especiais até 9º ano, de 2€/Tardes ou manhãs, para alunos que venham de segunda a sábado (ajuda nos trabalhos de casa). 3€/Tardes ou manhãs para alunos que nos visitem de segunda a Sexta. Preços especiais para explicações em turmas de 8 alunos. Podem vir já para preparação para os exames nacionais e de Português! Somos um novo Centro, com educadores cheios de motivação a proporcionar, com um nível pedagógico Excelente e com novos métodos de aprendizagem. Colocado no Centro da Cidade, onde sob orientação experiente, competente e responsável de Educadores, que estudaram a nível Europeu, e se comprometem a proporcionar, a nível científico, nas disciplinas de Matemática, Física, Geometria Descritiva e Química: Aceitam-se propostas em disciplinas relacionadas: Estatística, Termodinâmica, Mecânica dos Fluidos, Bioquímica, Biologia, Microbiologia, Biomateriais para Bio medicina, etc. Apareçam e proponham as disciplinas, num grupo com a Vossa hora (entre 6 e 8 máximo) e proponham o vosso preço). Efectuam-se trabalhos em computador (Apresentações em Powerpoint, relatórios, relatórios laboratoriais, relatórios de Estágio, Teses Mestrado e Doutoramento) para estudantes ou empresas. Efectuam-se Traduções técnicas de todo o tipo, de livros e revistas de/para Inglês, Francês, Espanhol, Italiano, Alemão, Holandês … Somos super flexíveis! VENHAM DAÍ …

as novas equipas, de juvenis e iniciados, o que será importante para a dinamização da nossa freguesia", referiu. A Associação Desportiva de Pedome pretende entrar na nova temporada do futebol de salão concelhio com o pé direito, contando com novo fôlego. A juntar à recém eleita direcção, liderada por Luís Alves, o parque desportivo de Pedome terá uma imagem renovada depois de concluídas as obras agora em andamento.

Novo elenco directivo AD Pedome Direcção Presidente: Luís Alves Vice-presidente: João Silva Secretário: Leonel Silva Tesoureiro: Vitorino Azevedo Assembleia-Geral Presidente: Júlio Rodrigues 1º Secretário: Pedro Carvalho 2º Secretário: Joaquim Peixoto Conselho Fiscal Presidente: Adriano Pereira Vogal: Avelino Leal Vogal

Distinguidos os vencedores do Open de Ténis O Open de Ténis de Famalicão terminou no passado sábado, dia 29 de Setembro, com um jantar convívio com todos os participantes, familiares e amigos. Depois da competição, o Clube de Ténis de Famalicão aproveitou para unir ainda mais os amantes da modalidade do concelho. Neste encontro foram distinguidos os vencedores do Torneio. No escalão para menores de 15 anos, Sofia Mesquita foi a vencedora enquanto que no escalão para maiores de 15 anos Hugo Fernandes garantiu o triunfo final. Em pares mistos a dupla vencedora foi Graça Antas e Hugo Fernandes. Na cerimónia final do torneio de Verão foram ainda distinguidos todos os participantes com um prémio de presença. João Antas, presidente do Ténis Clube de Famalicão, na sua intervenção, agradeceu o apoio da Câmara Municipal de Famalicão pela cedência dos campos de ténis, e ainda deixou palavras de reconhecimento à empresa patrocinadora do evento, Vieira de Castro S.A, à comunicação social e à organização que tudo fez para que os jogos decorressem da melhor forma. A promessa de João Antas foi para que brevemente se volte a realizar novo evento semelhante.


motores

Padock e Fernando Rito vencem agrupamento T8

Hélder Oliveira ficou perto do pódio

Fernando Rito e Filipe Martins deram triunfo à Padock Competições

A cidade de Castelo Branco consagrou mais uma equipa da Padock Competições no lugar mais alto do pódio. Desta feita, coube a Fernando Rito e Filipe Martins levar de vencido o agrupamento T8 do Rali TT FAMO Castelo Branco, penúltima prova do Nacional de Todo-o-Terreno. Hélder Oliveira e Francisco Espero ficaram a 30 quilómetros de conquistarem o terceiro lugar à geral. A vitória conquistada pela dupla Fernando Rito/Filipe Martins premiou o trabalho que está a ser feito já desde a jornada de Beja, em que a vitória falhou por uma infelicidade de um concorrente mais lento. Desta feita, os campeões nacionais em titulo justificaram o favoritismo, ao vencer com uma larga margem para o segundo classificado.

"Este é um resultado do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pela excelente equipa de mecânicos que a Padock tem. Este triunfo vou dedicá-lo à minha família e ao Adélio Machado porque foi ele um dos grandes impulsionadores do meu regresso e muito tem feito pelo Todo-o-Terreno em Portugal. Espero que recupere rápido porque o Nacional precisa dele", desejou Fernando Rito. Já Hélder Oliveira e Francisco Espero ficaram frustrados com o desfecho final da jornada de Castelo Branco. Quando tinham praticamente assegurado o terceiro lugar, a correia da caixa de transferência cedeu, a 30 kms para o final da prova. "Ficamos desolados.

Queria terminar o meu campeonato em beleza, com um lugar no pódio, aproveitando para o dedicar ao nosso Adélio. Para o ano cá estarei de novo, parabéns aos vencedores, e aos novos campeões nacionais", afirmou Hélder Oliveira que será uma ausência notada na derradeira prova do campeonato quando a caravana se deslocar a Portalegre. Classificação final: 1º Miguel Barbosa/Miguel Ramalho (Proto Dessoude); 2º Nuno Inocêncio/Sérgio Cosme (Mitsubishi Pajero); 3º Bernardo Moniz da Maia/ Bernardo S. Mayor (Proto Dessoude); (…) 8º Fernando Rito/Filipe Martins, Padock Competições (Toyota Land Cruiser), primeiro no T8.

José Pedro Gomes foi segundo na Penha

Escort esteve à altura da Penha

A Rampa da Penha regressou ao Campeonato Nacional de Montanha, depois de seis anos de ausência, tendo a prova do fim-desemana ficado marcada pelo mau tempo. O piloto famalicense José Pedro Gomes aspirava vencer e acabou no segundo posta da categoria 1. Apesar da chuva que caiu durante a prova, os aficionados da modalidade não deixaram de marcar presença e foram muitos os

espectadores presentes ao longo dos 2,8 km de extensão. José Pedro Gomes alcançou o segundo posto da categoria 1 e o seu Ford Escort esteve à altura num traçado difícil e sinuoso, permitindo ao piloto alcançar mais um bom resultado. "Este é um bom resultado e parece que não consigo vencer esta temporada, pois o António Nogueira está inalcançável com o seu Porsche. Mesmo assim, tenho que estar

satisfeito, pois andei sempre entre os mais rápidos e consegui bons tempos. Claro que gostava de triunfar, mas espero ainda este ano subir ao lugar mais alto do pódio", avançou o famalicense. Sobre o regresso da prova vimaranense ao calendário nacional, Gomes revelou estar "satisfeito" já que se trata de uma competição "disputada junto a uma grande cidade e os espectadores aparecem em grande número", situação que "é muito positiva para a modalidade". "Agora temos de nos preparar para os próximos desafios, onde darei o meu melhor na procura dos bons resultados," rematou José Pedro Gomes. A próxima etapa será realizada nos dias 27

a 28 de Outubro em Murça e será a derradeira etapa do Campeonato Nacional de Montanha.

opinião sport: 3 de Outubro de 2007 29

Pedro Almeida perto do pódio na Poiares Kart Cup Um mês depois de cumprir com êxito a jornada inaugural do Poiares Kart Cup, integrado na Escola Nacional de Kart, Pedro Almeida terminou no quarto lugar final na segunda passagem pela pista de Poiares. O jovem piloto mostrou estar a adaptar-se rapidamente à modalidade. Ao contrário da jornada inaugural, Pedro Almeida, piloto do Team NorteHotelaria/NHClima/NHDecor, sentiu dificuldades de adaptação ao traçado alternativo, dificultado pelas inconstantes alterações climatéricas. Mesmo assim, o piloto famalicense foi uma agradável surpresa ao manter um andamento muito vivo e controlado ao longo de todo o dia. "Fui-me adaptando a cada volta que realizava, começando logo pelos treinos livres e cronometrados, onde consegui o quarto tempo. Apenas perdi este lugar nas duas mangas de qualificação, descendo para quinto", começou por contar Pedro Almeida que viria a melhorar a sua prestação na corrida final. Na formação da grelha estiveram presentes 19 pilotos, tendo Pedro Almeida chegado na quarta posição final, apenas falhando um lugar em relação à prova inaugural da competição. Apesar de tudo, o piloto considerou a prestação "positiva" falhando o pódio por muito pouco.

Mauro Marques prepara Taça de Portugal

O piloto famalicense Mauro Marques está a preparar a Taça de Portugal de Karting na categoria Júnior/KF3 que se vai realizar este fimde-semana em Fátima. Mauro espera conseguir um bom resultado nesta prova, contando com o total apoio de toda a estrutura que constituiu a sua equipa. "Vou dar o meu melhor, como o tenho feito até aqui em todas as provas. A Taça de Portugal de Karting é sempre uma prova que conta com muitos pilotos experientes e sabe-se que a competitividade é muito alta", começou por referi o

piloto. Fruto da qualidade já demonstrada por alguns dos pilotos que irão estar presentes, Mauro prevê que "a competição seja bastante renhida". Quanto à pista, "o circuito de Fátima é bastante interessante e rápido. Terá que estar tudo preparado ao pormenor. Além disso esperemos que o tempo ajude para fazermos boas afinações", concluiu. A Taça de Portugal será a última prova do calendário do Campeonato Nacional de Karting, com o famalicense Mauro Marques a procurar um resultado positivo.


30 opinião sport: 3 de Outubro de 2007

Novo Ford Mondeo bem cotado na segurança

O novo Ford Mondeo obteve 35 pontos na protecção de ocupantes adultos, correspondendo a um lugar nos dez primeiros nas avaliações de cinco estrelas dos testes Euro NCAP. O Mondeo juntou-se assim a outros três modelos Ford, Focus, Galaxy e S-MAX, na lista dos dez mais da Euro NCAP, reforçando a posição da Ford Europa como o construtor com o maior número de veículos nesta classificação. O Mondeo conseguiu um bom resultado de quatro estrelas na protecção de ocupantes crianças e ainda duas estrelas na protecção de peões. rança da Euro NCAP, foi hoje anunciado. O resultado obtido pelo Mondeo integra-se nos dez melhores de sempre nos conceituados crash tests independentes e respectivas avaliações. No novo Ford Mondeo, agora distinguido pelo Euro NCAP com cinco

estrelas, a base assenta numa estrutura ultra-rígida, que reduz a deformação da célula reservada aos passageiros. O novo Mondeo também introduziu um novo airbag de protecção dos joelhos do condutor como parte integrante do seu Intelligent Protection System, que oferece agora sete airbags como equipamento de série ao longo de toda a gama. Os outros dispositivos de segurança passiva presentes no Mondeo são: coluna de direcção de colapso horizontal para maior protecção do condutor, pedais retrácteis, abertura optimizada dos airbags, sistema melhorado de cintos de segurança, com pré-tensores para os passageiros da frente, design avançado dos bancos, avançado sistema de protecção do pescoço para os passageiros da frente e um elevado grau de protecção de crianças.

motores

I Trial 4x4 "Bota Fio" em Ruivães

Resistência na lama Foram duas horas de pura adrenalina e resistência de máquinas e pilotos. O I Trial 4x4 do Clube TT "Bota Fio", de Ruivães, atraiu centenas de pessoas à pista de Rebordelo e nem a chuva, que também insistiu em marcar presença, fez afastar os entusiastas da modalidade. Esta foi a primeira iniciativa do recémcriado clube ruivanense que começou logo pela manhã do passado sábado, com 24 viaturas presentes. A iniciativa começou com um passeio de orientação por road-book que percorreu alguns locais dos trilhos fora de estrada do concelho. Alinharam à partida 24 viaturas 4x4 que enfrentaram com distinção o desafio. Depois do almoço volante, as "máquinas" regressaram ao ponto de partida, junto à Pista de Trial de Rebordelo, onde se iria dar início a duas horas de uma competição de resistência. A pista de trial era composta por dez obstáculos com vários níveis de dificuldade, onde os pilotos iriam ser pontuados quando ultrapassassem os obstáculos ou penalizados caso optassem pelas alternativas. Na dezena de obstáculos destacava-se a

Freguesia recebeu espectáculo de todo-o-terreno

"Pedreira", com uma escalada em pedra a dar muito trabalho aos concorrentes, assim como o "Charco" que pelas dificuldades criadas fez as delícias dos espectadores. As treze viaturas que durante as duas horas de prova evoluíram na pista sofreram várias adversidades, obrigando alguns a deslocarem-se às boxes para reparações de urgência. O azarado do dia foi a formação "Stand Magalhães" que viu o seu Toyota capotar e ficou impedido de continuar em prova, não se registando qualquer dano físico. No final, contabilizados os pontos, a vitória foi para

Paulo Miranda, seguido de "Valete" e com Filipe Guimarães na terceira posição. O lote dos cinco primeiros ficou preenchido com dois pilotos da casa, Zé Manel e Raúl Moreira, na quarta e quinta posições, respectivamente. O dia de sábado terminou com um jantar de confraternização entre as 32 equipas que estiveram presentes na iniciativa. O Clube TT "Bota Fio" de Ruivães fez um balanço positivo desta organização, onde nem a chuva conseguiu estragar a festa do Todo-oTerreno. O objectivo desta colectividade passa por colocar Ruivães no mapa do TT nacional.


opinião sport: 3 de Outubro de 2007 31

lazer

Cinema O Caminho do Guerreiro Pacífico Carneiro

21/03 a 20/04

Balança

24/09 a 23/10

Número da Sorte: 2

Número da Sorte: 50

Carta Dominante: A Papisa que significa Estabilidade, Estudo e Mistério. Amor: Concentre a sua atenção nas necessidades da sua cara-metade. Saúde: Evite estar muito tempo sentado ou em pé. Dinheiro: Pense bem no que realmente deseja para a sua vida profissional e opte pelo melhor. Números da Semana: 3, 14, 27, 45, 60, 61

Carta Dominante: Rei de Copas, que significa Poder de Concretização, Respeito. Amor: A sua boa capacidade de compreensão ajudá-lo-á a reforçar o amor que partilha com o seu par. Saúde: Dê especial atenção ao que come e bebe. Não cometa excessos. Dinheiro: A sua vida financeira estará protegida. Números da Semana: 1, 2, 5, 6, 8, 9

Touro

21/04 a 21/05

Escorpião

24/10 a 22/11

Número da Sorte: 31

Número da Sorte: 24

Carta Dominante: 9 de Paus, que significa Força na Adversidade. Amor: Não se desentenda com uma pessoa querida por meros boatos. Saúde: Procure relaxar e meditar mais, de forma a reencontrar a sua estabilidade emocional. Dinheiro: Tenha um maior controlo sobre os seus rendimentos. Números da Semana: 6, 11, 25, 26, 39, 44

Carta Dominante: 2 de Paus, que significa Perda de Oportunidades Amor: Para tomar uma decisão importante siga as indicações do seu coração e oiça a sua intuição. Saúde: Aproveite o tempo livre para acentuar o contacto com a natureza. Dinheiro: Seja mais organizado nas suas tarefas profissionais. Números da Semana: 4, 7, 8, 17, 27, 45

Gémeos

22/05 a 21/06

Sagitário

23/11 a 22/12

Número da Sorte: 33

Número da Sorte: 23

Carta Dominante: Valete de Paus, que significa Amigo, Notícias Inesperadas Amor: Aproveite a tranquilidade do lar para dar asas à imaginação e revolucionar a sua vida afectiva. Saúde: Melhore o seu auto-controlo, para bem do seu sistema nervoso. Dinheiro: Gaste o seu dinheiro apenas em coisas úteis. Números da Semana: 1, 2, 3, 6, 10, 11

Carta Dominante: Ás de Paus, que significa Energia, Iniciativa Amor: Aja menos com a razão e mais com o coração. Saúde: Esteja atento a algumas susceptibilidades do seu organismo. Dinheiro: Procure agir de forma consciente a oportunidades que possam surgir, pois nem tudo que luz é ouro. Números da Semana: 6, 9, 10, 18, 24, 31

Caranguejo

22/06 a 22/07

Capricórnio

23/12 a 20/01

Número da Sorte: 42

Número da Sorte: 57

Carta Dominante: 6 de Copas, que significa Nostalgia Amor: Poderá sentir-se carente. Procure a companhia dos amigos e familiares. Saúde: Evite pesos excessivos, tenha consciência dos seus limites. Dinheiro: Esteja atento às suas finanças, pois pode ocorrer um desequilíbrio pela sua falta de atenção. Números da Semana: 1, 4, 16, 22, 24, 25

Carta Dominante: 7 de Espadas, que significa Novos Planos, Interferências Amor: Aja de forma determinada para reconquistar a pessoa amada. Saúde: Não terá muitas razões para ficar preocupado, no entanto, mantenha os seus cuidados habituais. Dinheiro: Tenha muita cautela na forma como gere as suas finanças. Números da Semana: 3, 11, 14, 25, 36, 39

Leão

23/07 a 23/08

Aquário

Número da Sorte: 64

Carta Dominante: Rei de Espadas, que significa Poder, Autoridade. Amor: Mime e acarinhe a pessoa amada. Saúde: O optimismo e a alegria marcarão este período. Dinheiro: Acredite mais em si e nas suas competências para conseguir alcançar as metas que deseja. Números da Semana: 11, 13, 15, 22, 25, 26

Virgem

24/08 a 23/09

Número da Sorte: 76

Carta Dominante: Cavaleiro de Ouros, que significa Pessoa Útil, Maturidade. Amor: Abra a sua mente e o seu coração para o amor. Saúde: Poderá sentir-se esgotado e cansado. Pense mais em si e procure descansar mais. Dinheiro: Poderá receber uma boa notícia a nível financeiro. Números da Semana: 1, 4, 6, 7, 10, 20

acaso. Passando pela vizinhança adormecida e desorientado pelo nevoeiro, vai dar a uma estação de serviço, onde as luzes acesas iluminam um velho atrás do balcão, Dan nunca viu ninguém assim quando dá por ele, está a levitar no telhado da estação de serviço… Começa uma viagem de descoberta para Dan Millman, guiado pelo homem a quem chamou de Sócrates e que oferecerá ao jovem uma nova filosofia de vida: valorizando a consciência mais do que esperteza, o espírito mais do que o corpo.

Música Siouxsie - Mantaray Uma referência incontornável, Siouxsie é, ainda hoje, citada por nomes tão importantes na música como os The Cure, Morrissey, Massive Attack, LCD Soundsystem, Ana Matronic dos Scissor Sisters, entre muitos outros. Vocalista de duas das bandas mais emblemáticas de sempre, Siouxsie & The Banshees e os The Creatures, Siouxsie edita agora o seu primeiro álbum a solo, “Mantary”, depois de nos últimos anos ter reaparecido em colaborações com outros artistas, como Hector Zazou ou os Basement Jaxx. Este será o primeiro álbum de Siouxsie depois do último com os The Creatures, “Hai!”, em 2003.

Livro “Descascando a Cebola”, de Gunter Grass Esta é autobiografia do Prémio Nobel da Literatura. Na verdade, trata-se da polémica autobiografia de Günter Grass que aborda a vida do escritor entre 1939 e 1959. A história começa quando, ao completar 12 anos, a Alemanha entra em guerra. Confessa ter integrado as Waffen-SS quando a guerra já estava perdida para a Alemanha, mas o delírio

Carta Dominante: 10 de Ouros, que significa Prosperidade, Riqueza e Segurança Amor: Nesta fase o amor será abençoado. Saúde: A boa disposição será uma constante. Dinheiro: Aproveite as suas energias para se concentrar ao máximo nas suas tarefas profissionais. Números da Semana: 1, 2, 4, 5, 7, 8

ainda fazia supor outro destino para o seu povo e país. Grass relembra também a sua adolescência na destruída Alemanha do pósguerra, a fome e as privações, o seu trabalho como mineiro e a decisão de exilar-se em Paris onde escreveu O Tambor, a obra que lhe deu notoriedade internacional e permitiu que recuperasse a auto-estima após a derrota.

Telefones úteis

Farmácias de serviço e reforço

21/01 a 19/02

Número da Sorte: 74

Peixes

Dan Millman parece ter a vida perfeita, um universitário: um corpo de ginasta capaz de atrair todas as raparigas que ele quiser, boas notas, muito dinheiro e uma forte probabilidade de integrar a equipa olímpica. No entanto, Dan acorda todas as noites com terríveis pesadelos e estranhas visões que não consegue explicar nem esquecer com todas as colegas com quem dorme. Uma dessas noites, Dan deixa sozinha na cama a mais recente conquista e sai para a rua a correr, no que pensa ser um percurso ao

Famalicão Barbosa: Rua Santo António, Tel. 252 311 265 Calendário: Rua da Liberdade, Tel. 252 378 400/1 Cameira: C. Mouzinho Albuquerque, Tel. 252 323 819 Central: Praça D. Maria II, Tel. 252 323 214 Nogueira: Av. Marechal H. Delgado, Tel. 252 310 607 Valongo: Rua Adriano Pinto Basto, Tel. 252 323 294

Vale do Ave Almeida e Sousa: Covas - Oliv. Stª Maria - Telf. 252 931 365 Bairro: Av. Silva Pereira, Telf. 252 923 678 Faria: Estrada Nacional 310 - Serzedelo - Telf. 252 532 346 Delães: Portela - Delães - Telf. 252 931 216 Riba de Ave: Av. Narciso Ferreira, Telf. 252 982 124

Setembro Quarta, 3 Quinta, 4 Sexta, 5 Sábado, 6 Domingo, 7 Segunda,8 Terça, 9

S e r v iç o Cameira Central Calendário Nogueira Barbosa Valongo Cameira

Quarta, 3 Quinta, 4 Sexta, 5 Sábado, 6 Domingo, 7 Segunda, 8 Terça, 9

Faria Delães Bairro Riba D’Ave Bairro Faria Delães

R e f o rç o Nogueira Barbosa

Calendário Nogueira

20/02 a 20/03

Número da Sorte: 19

Carta Dominante: O Sol, que significa Glória, Honra. Amor: Seja feliz ao lado de quem ama, a paixão está no ar! Saúde: Procure não exceder os limites físicos do seu corpo. Dinheiro: Avalie aquilo que é mais importante para o seu futuro profissional e não tenha medo de arriscar. Números da Semana: 4, 5, 7, 14, 25, 26

Serviço de disponibilidade Gavião - Ed.S. Vicente - Picoto - Telef. 252 317 301 Paula Reis: R. José Elisio Gonçalves Cerejeira, nº 629 Calendário - Tel. 252 378 057

Concelho Estação: Largo da Estação - Nine - Telf. 252 961 118 Maceiras: Louro - Telf. 252 310 425 Marinho: Edif. S. José - Estalagem - Telf. 252 921 182 Marques: Largo da Igreja - Fradelos - Telf. 252 458 440 Martins Ventura: R. C. Cerejeira - Lousado - Telf. 252 493 142 Oliveira Monteiro: Largo Igreja - Cabeçudos - Telf. 252 331 885 Pedome: Av. S. Pedro, 1139 - Pedome - Telf. 252 900 930 Pratinha: Largo do Cruzeiro - Cavalões - Telf. 252 375 423 Ribeirão: Largo de Bragadela - Ribeirão - Telf. 252 416 482 Santiago da Cruz: Vale S. Cosme - Telf. 252 911 123 Arnoso: Av. Joaq. Azevedo - Arnoso Sta. Maria - Telf. 252 916 612

Horários 9h às 20h30 - Dom. e feriados - 10h às 12h30 8h30 às 20h - Sábados: 8h30 às 19h Horários 9h às 13h - 14h às 21h/ Sáb. 9h às 13h - 15h às 19h/ Dom. e fer. 10h às 12h

9h às 20h - Sáb. 9h às 19h 9h às 21h - Sáb. 9h às 20h30 - Dom. 10h às 12h 9h às 21h - Sáb. e Dom. 9h às 20h 9h às 21h - Sáb. das 9h às 20h - Dom. 9h30 às 13h 9h às 20h - Sáb. 9h às 17h30 9h às 20h - Sáb. 9h às 19h 9h às 20h - Sáb. e Dom. das 9h às 19h 9h às 20h - Sáb. 9h às 13h 8h30 às 23h - Sáb. e Dom. das 9h às 22h 9h às 20h - Sáb. das 9h às 19h

1ª Repartição de Finanças 252 322483 2ª Repartição de Finanças 252 323919 Acção Social 252 301233 ACIF 252 315409 Biblioteca Municipal 252 319684 Bombeiros V. Famalicão 252 301112 BombeirosV. Famalicenses 252 322055 Bombeiros V. Riba de Ave 252 900200 Câmara Municipal Geral 252 320900 Número Verde 800 292827 Caminhos de Ferro 252 323289 Casa das Artes 252 371297 Casa de Camilo 252 327186 Cemitério Municipal 252 319888 Central de Camionagem 252 373464 C.de Saúde Famalicão 252 313645 C. de Saúde Delães 252 907030 CITEVE 252 300300 Conservatória Reg, Civil 252 373336 Conservatória Reg. Predial 252 322560 EN - Electricidade do Norte 252 374323 ESSVA 252 301720 Extensões de Saúde Arnoso Santa Maria 252 916226 252 458061 Fradelos Gondifelos 252 952139 Joane 252 990580 Landim 252 321462 Louro 252 330220 Lousado 252 493209 Requião 252 323954 Ribeirão 252 492707 Ruivães 252 993150 Seide S. Miguel 252 323880 Vale São Cosme 252 912624 Fund. Cupertino Miranda 252 301650 GNR de Famalicão 252 501360 GNR de Joane 252 996514 GNR de Riba de Ave 252 982385 Hospital S. João de Deus 252 300800 Hospital Narciso Ferreira 252 900800 Inspecção de Trabalho 252 323041 IEFP 252 501100 Ludoteca 252 319684 Polícia Municipal 252 320999 Posto de Turismo 252 312564 Protecção Civil 252 317336 PSP 252 373375 Segurança Social 252 301230 Serviço Águas - Avarias 252 322971 Táxis: Famalicense 252 311642 Taxitel 252 372724 TUF 252 310004 Tribunal Cível 252 501400 Tribunal de Trabalho 252 311691 Tribunal Judicial 252 302950 Universidade Lusiada 252 309200


32 opinião sport: 3 de Outubro de 2007

últimas

Keifer foi preso por conduzir alcoolizado

Isabel Figueira protagoniza campanha internacional

Keifer Sutherland, a estrela da série “24”, foi preso na madrugada de terça-feira (25 de Setembro), por dirigir alcoolizado. Segundo a revista People, o actor foi abordado pelos polícias por volta da 1h10 e, ao passar pelo teste do balão, as autoridades perceberam que ele estava sob efeito de álcool. Mais tarde foi submetido a um teste de sangue. Keifer saiu das celas por volta das 5h, mas só depois de pagar uma fiança de 25 mil dólares. Ainda de acordo com a People, antes de ser parado pela polícia, Sutherland estava numa festa, num clube nocturno. E nesse local, foi fotografado com as calças abaixadas, com amigos. Esta não é a primeira vez que Keifer é apanhado a conduzir sob o efeito do álcool. Aconteceu o mesmo em 2004, onde foi igualmente detido. E o actor ainda terá que cumprir presença em Tribunal no dia 16 de Outubro. Certo é que isto não prejudicou a sua carreira, pois foi homenageado logo no dia seguinte pela Associação Canadiana de Cinema, Televisão e Rádio.

A manequim e apresentadora de televisão Isabel Figueira esteve em Barcelona a fotografar com Miquel Arnal, fotógrafo catalão, a próxima campanha publicitária da Corporación Dermoestética, de que é protagonista. Isabel já é imagem da companhia desde o início deste ano, data em que procurou a Corporación Dermoestética para recuperar o corpo depois da gravidez, mas só agora vai protagonizar uma campanha publicitária. A Isabel conhece muito bem o seu corpo e sabe perfeitamente como fazer para tirar o melhor partido dele. Não me deu trabalho nenhum. Adorei trabalhar com ela e estou certo de que voltaremos a trabalhar juntos», comentou Miquel, no final da sessão fotográfica que durou mais de 13 horas.

Seu Jorge lança novo disco Chama-se Jorge Mírio da Silva, mais conhecido como o famoso músico Seu Jorge, considerado pela imprensa inglesa como o homem mais cool de 2006. Mesmo com uma infância sofrida e pobre, Jorge frequentou a escola, além de ajudar a mãe a tomar conta dos irmãos, começando a trabalhar aos 10 anos numa borracharia. Apesar de todas as dificuldades na infância, Seu Jorge nunca desistiu do seu sonho: ser músico. Com os primeiros salários comprou um saxofone e começou a cantar em bares nocturnos. A partir daí foi convidado para vários projectos, como um disco de tributo a Tim Maia, parceria com outros cantores, entre outros. Após ser catapultado pelo sucesso do filme “Cidade de Deus”, Seu Jorge virou referência entre os novos artistas brasileiros. As suas canções formam um mosaico de ritmos como o reggae, MPB e rock, elementos que norteiam o seu novo disco “América Brasil”.

Julia Roberts prepara o regresso Julia Roberts vai finalmente voltar ao grande ecrã, no drama familiar Fireflies in the Garden, que já acabou de filmar. O último trabalho de Roberts no cinema foi Ocean’s Twelve, em 2004, quando se retirou para dar à luz os gémeos e ficar com eles enquanto ainda eram bebés.Segundo boatos, Julia só concordou em trabalhar em Fireflies in the Garden depois de ficar extremamente comovida com o roteiro, que de certa forma conta a vida do director Dennis Lee. Mas a actriz já afirmou que este pode ainda não ser um regresso definitivo. Julia já conta com 39 anos de idade e quer se dedicar mais à família, o que não a deve impedir de participar em filmes periodicamente.


OS804