Page 1

Hóquei: FAC e Riba de Ave vencem

Paulo Marques Off Road com duas equipas nas 24 H TT Fronteira Com cerca de 95 equipas inscritas e mais de 350 pilotos, as 24 Horas TT de Fronteira, que decorreram a 30 de novembro e 1 de dezembro, foram um sucesso. Na mais emblemática prova de TT nacional estiveram várias equipas famalicenses inscritas. De todas elas houve duas que se destacaram pelo facto de terem chegado ao fim da grande maratona. A equipa feminina composta por: Elisa Marques, Patrícia Santos, Andreia Marques e Maria Gameiro, que conseguiram levar a Nissan Navara, preparada pela Auto Ribeirais Sport, até ao final das 24 Horas, tendo como prémio a vitória na Taça das Senhoras. Declarações da porta voz da equipa/Elisa Marques: “Depois de muitas adversidades lá conseguimos chegar ao final, não fosse a excelente assistência prestada pelo Bruno e seus pares. Todas ficamos com vontade de voltar a fronteira para 2014”. Na outra Nissan Navara da equipa PM Off Road, onde militavam Pedro Amado, Nuno Branco, Miguel Aguiar e João Silva, os problemas também foram sendo resolvidos e com bastante garra lá se chegou ao fim. “Muita mecânica pelo meio e alguns toques que sempre fazem parte da aventura, foram sendo resolvidos e o pódio final foi uma realidade. Estamos cansados mas felizes!”. Palavras de Nuno Branco no final de uma prova bastante competitiva, onde se assistiu à grande vitória da equipa Vodafone, com José Pedro Fontes e o campeão nacional de TT, Miguel Barbosa, a não deixarem o crédito por mãos alheias. O famalicense Paulo Marques, vencedor da edição de 2012, não teve a sorte do seu lado e acabou por desistir ainda na primeira volta, pelo facto de se ter envolvido num acidente que vitimou nove equipas. “Depois de um arranque bastante conseguido e quando seguia no pó de outros concorrentes, eis que não consigo evitar o piloto que me precedia em pista, pois encontrava-se parado por detrás de uma cortina de pó e acabaram por me abalroar de tal forma, que o meu carro ficou completamente destruído. Para o ano há mais…”, contou o piloto.

Clube não quer tomar decisões precipitadas

Sérgio Campelo continua a orientar o Nine Fernando Silva Após a rescisão do contrato com os três elementos da anterior equipa técnica, composta pelo treinador Rogério Amorim e pelos adjuntos Manuel Barbosa e Valério Miranda, a direção da Associação Desportiva (AD) Ninense promoveu o treinador da equipa júnior, Sérgio Campelo, para orientar a equipa sénior durante a última semana, que culminou com o jogo, no domingo passado, em Vila Verde, empatado pelo Ninense a uma bola. Até ao fecho desta edição, a direção da AD Ninense ainda se encontrava em contactos com alguns treinadores, não havendo ainda um nome em definitivo. O presidente Manuel Carvalho disse ao OPINIÃO SPORT que não pretende “tomar uma decisão precipitada”, e que vários fatores têm de ser ponderados para que a nova equipa técnica tenha todas as condições para ser bemsucedida. O presidente procura alguém com um perfil diferente dos dois anteriores técnicos desta época, João Salgueiro, que treinou a equipa de Nine nas duas primeiras jornadas, e está agora à frente do Terras do Bouro, na AF Braga, e Rogério Amorim, que saiu na passada semana. Assim sendo, é bastante provável que seja ainda Sérgio Campelo a orientar a equipa no próximo domingo, em Nine, frente ao poderoso Fafe, que vem a Famalicão com o único objetivo de vencer a partida. O técnico, natural de Viatodos, tem orientado a equipa ao longo desta semana, que, face aos castigos e lesões, viu algumas caras novas vindas dos juniores, tanto no banco do jogo de domingo, como nos treinos desta semana, sendo quase certo que será ele a ocupar o banco ninense no próximo

Sérgio Campelo a orientar os juniores do Ninense

jogo. Sérgio Campelo foi treinador adjunto dos juvenis, tendo sido promovido a treinador dos juniores no início deste defeso, estando a fazer um excelente trabalho, indo agora o clube em primeiro lugar isolado da 1ª divisão da AF Braga, após ter caído na época transata da divisão de honra da mesma associação. Mas, e voltando aos seniores, os parcos 4 pontos em 12 jogos são motivo de preocupação para as gentes de Nine, que esperam ver o clube da sua terra conseguir a primeira vitória, seja com Sérgio Campelo ou com outro treinador qualquer, e para isso têm apoiado incondicionalmente a sua equipa, deslocando-se centenas de quilómetros para a apoiar, esperando-se assim uma grande enchente no próximo domingo, em Nine, na receção ao Fafe.

Oliveirense-Joane no regresso dos dérbis

A equipa PM Off Road que esteve em Fronteira

Após duas jornadas sem dérbis, a emoção concelhia regressa à série B do Campeonato Nacional de Seniores, com o encontro entre a Associação Desportiva Oliveirense e o Grupo Desportivo de Joane, que está marcado para as 15 horas do próximo domingo, dia 15 de dezembro. A equipa de Oliveira Santa Maria tem praticado bom futebol, mas os resultados não têm sido os melhores, e espera regressar às vitórias já no domingo, onde poderá tirar partido do fator ‘casa’ para bater o Joane. Já a formação joanense tem sido a grande revelação desta série, sendo, neste momento, a equipa famalicense melhor colocada, ocupando a 5ª posição, com 17 pontos, a 6 do primeiro. A AD Oliveirense encontra-se em 9º, com 10 pontos. pub

BOAS FESTAS


34

sport: 12 de dezembro de 2013

futebol

Clube bateu também um recorde

Equipa ribeirense regressa aos deslizes

Ninense consegue primeiro ponto fora de casa

Ribeirão perde em Vizela com penálti polémico

1-1 Campo Cruz do Reguengo, em Vila Verde Árbitro: Emanuel Rocha (AF Viana) Auxiliares: César Peixoto e Hugo Puga

Vilaverdense Ninense Paulo Costa Sérgio Tony João Cunha (65’ Ricardinho) Paulo Ricardo Marcos (78’ Alenitchev) Cristophe Lamosa Tiago Graça Emanuel (89’ Denis) Bruno Filipe

André Ferreira Madior Tiago Fernandes China David César Marques Edu (85’ João Duarte) Pedrinho (75’ João Cruz) Renato Tigana Bruno Silva (65’ Capela)

1-0 Estádio do Vizela, em Vizela Árbitro: Albano Correia (AF Braga) Auxiliares: Pedro Costa e Júlio Moura

Vizela Ribeirão Tiago Oliveira Diogo Oliveira Talocha Tiago Ronaldo Diogo Machado (70’ Camara) (92’ Luís Ferraz) Hugo Oliveira Moreira André Pinto Zé Manuel Vilela Filipe (64’ Fininho)

Treinadores Tonau

Sérgio Campelo

Golo s: 0-1 (1’ China); 1-1 (27’ Bruno Filipe). Cartõe s Amare los: César Marques (54’); Tigana (81’); Ricardinho (90+3’). Cartõe s Vermelho s: Não houve.

Fernando Silva

Treinadores Emanuel Simõ es AD Ninense

A Associação Desportiva Ninense deslocou-se a Vila Verde no passado domingo para arrancar um empate, que acabou por saber a pouco, frente a um também aflito Vilaverdense FC, que pareceu congelado pelo frio, vivendo do mérito individual de alguns dos seus jogadores. Mas o Ninense não foi sozinho, pois, vindos de Nine, centenas de adeptos coloriram e animaram o ‘velhinho’ Cruz do Reguengo, dando a ideia de que o Ninense era quem jogava em casa, tamanha era a vontade dos famalicenses festejarem nas bancadas a estreia do comandante dos juniores, Sérgio Campelo, ao leme dos seniores de Nine. E essa festa não demorou muito a chegar, com China a bater o recorde de golo mais rápido desta Série A, aos 47 segundos de jogo, com um remate colocado, após livre de Pedrinho. Entrando a vencer, os bravos de Nine desceram as linhas, atuando naquilo a que estranhamente se chama de ‘pressão baixa’, quando na realidade deveria ser ‘posicionamento recuado’, e o Vilaverdense foi tentando mostrar qualquer coisa aos poucos adeptos da casa, que iam vaiando o treinador e alguns dos jogadores. Esta primeira parte acabaria por ser uma das melhores que se tem visto nos jogos do Ninense, com as duas equipas a atacarem de forma inteligente, com um jogo muito bem disputado a meio campo, e com o expoente máximo a ser atingido aos 27 minutos, quando Bruno Filipe, jogador dos de Vila Verde, recebe a

Pedro Albergaria Paulo Sampaio (55’ Bock) Varela Chico Nelsinho Tiago André Jefferson (70’ André Cunha) Buba Mendes (75’ Diego) Daniel Igor

Tigana, o novo reforço do Ninense, em ação

bola ainda fora da área, e, de costas para a baliza, faz um remate à meia-volta, fazendo a bola sobrevoar um André Ferreira esticado, com uma primorosa aterragem a selar o golo, bem no cantinho da baliza onde ‘dorme a coruja’. E com essa, estava pago o bilhete. Ainda houve tempo para uma boa desmarcação de Tigana, após trabalho de Bruno Silva, mas o avançado não deu o melhor rumo à bola. As equipas acabaram por recolher ao intervalo com reações diferentes do seu público: os de Nine a aplaudirem e os de Vila Verde críticos, aumentando a pressão nos da casa. Mas a segunda parte acabaria por ser bastante chata, apenas com dois pontos de destaque, mas já lá vamos. Antes, ainda houve tempo para Bruno Silva tentar chegar ao golo, mas os centrais vilaverdenses mostraram-se atentos, enquanto do outro lado seria Marco, o jogador mais criticado pelos adeptos da casa, a falhar escandalosamente frente a André Ferreira. Mas seria Tigana a ter a melhor oportunidade do jogo, após isolar-se numa excelente desmarcação do estreante Capela, que chegou esta semana ao Ninense vindo do Torreense. Tigana, jovem guineense de 18 anos que foi espalhando muito talento durante a partida, perdeu

ali a oportunidade de se tornar na figura do jogo, ao falhar no momento decisivo, pese embora a excelente capacidade que o guardião de Vila Verde teve para parar o remate do jovem avançado, que tentou rematar em jeito, após correr vários metros isolado com a bola. A verdade é que essa não entrou, e perigo, perigo, só voltaria a haver quase no final da partida e seria para o Vilaverdense, com um jogador a tirar André Ferreira do caminho, valendo a atenção do central ninense Tiago Fernandes que, de carrinho, evitou a derrota do Ninense.

NACIONAL SENIORES CLASSIFICAÇÃO

1. Fafe

2. Vianense 3. Limianos

4. Bragança

5. Mirandela

6. Valenciano

7. Santa Maria

8. Vilaverdense

9. P. Salgadas

10. AD NINENSE

RESULTADOS

J

12 12

12

12

12

12

12

12

12

12

Vianense, 3; P. Salgadas, 1 Fafe, 3; Santa Maria, 1

Limianos, 1; Valenciano, 2 Bragança, 1; Mirandela, 0

Vilaverdense, 1; AD NINENSE, 1

V

6 7

7

6

5 5

4

2

2

0

E

6 3

1

3

5 1

2

4

3

4

D

0 2

4

3

Serie A F

C

14

7

17 19

6

12

P

24 24

22

17

12

21

6

14

19

16

6

8

2 6

7

8

15

11

12 8

9

14

14

20

22

20

14

10

9

4

PRÓXIMA JORNADA P. Salgadas - Vilaverdense AD NINENSE - Fafe

Santa Maria - Limianos Valenciano - Bragança

Mirandela - Vianense

Flávio Neves

Golo s: 1-0 (2’ Moreira). Cartõe s Amarelos: Daniel (55’); Tiago André (59’); Tiago Ronaldo (74’); Varela (84’); André Cunha (86’). Cartõe s Vermelho s: Não houve.

Aristides Ferreira O Ribeirão interrompeu um ciclo vitorioso e ficou mais longe dos primeiros lugares da tabela classificativa. Domingo deslocou-se ao vizinho Vizela e perdeu pela margem mínima, com o árbitro de Braga a ser o grande protagonista do jogo ao assinalar uma grande penalidade logo no começo do jogo. Num lance dividido na área do Ribeirão, só o árbitro viu uma mão de Paulo Sampaio, mais ninguém conseguiu ver, gerando uma onda de protestos nas hostes ribeirenses. Chamado a converter, Moreira inaugurou o marcador e os forasteiros entravam praticamente a perder. Foram à procura do prejuízo e, ao minuto 7, Paulo Sampaio, de cabeça após a marcação de um livre, enviou a bola à barra. O Ribeirão jogava praticamente no meio terreno contrário, mas era evidente a ineficácia atacante e o Vizela, em contra-ataque, criava as melhores situações da primeira parte. Aos 17 minutos, André Pinto tentou o remate em arco mas a bola saiu para fora. Depois, aos 23 minutos, foi a vez de Moreira obrigar Albergaria a mostrar serviço e em cima do minuto 30, Igor caiu na área, o árbitro entendeu que foi simulação e mostrou o amarelo. Em contragolpe o Vizela era venenoso e mais uma vez André Pinto isolou-se obrigando novamente Al-

bergaria a evitar o pior para as redes ribeirenses. Já em cima do intervalo Chico a cair na área contrária com o árbitro a deixar seguir o lance. Na segunda metade, Flávio das Neves arriscou tudo mas a ansiedade ia cada vez mais tomando conta do jogadores do Ribeirão, que mesmo com muita gente na frente de ataque não conseguia chegar com perigo junto das redes de Tiago Oliveira. A primeira meia hora da segunda metade foi fria como o tempo e só no último quarto de hora o jogo voltou a aquecer. Aos 35 minutos, Fininho, que tinha entrado na partida, apareceu solto na área contrária mas rematou para as nuvens. No minuto seguinte foi Tiago André numa boa jogada na esquerda do seu ataque a obrigar Tiago Oliveira a mostrar serviço. Mais um minuto e Fininho, na marcação de um livre, enviou a bola à barra. Com o jogo a caminhar para o final, o desespero ia tomando conta dos homens de Ribeirão e o Vizela, a defender com muita calma, ia mantendo mais uma vitória, que coloca os vizelenses na perseguição aos líderes do campeonato e o Ribeirão vê esse objetivo cada vez mais longe. A pressão de ter que vencer traiu os homens do Passal e uma péssima arbitragem de Albano Correia, de Braga, contribuíram para mais este desaire dos ribeirenses, que não conseguiram manter a recuperação que vinham encetando nas duas últimas jornadas.

NACIONAL SENIORES CLASSIFICAÇÃO

1. V. Guimarães B

2. Varzim

3. Felgueiras

4. Vizela

5. GD JOANE

6. FC FAMALICÃO

7. GD RIBEIRÃO

J

12

12

12

12

12

12

12

8. Tirsense

12

10. Lixa

12

9. AD OLIVEIRENSE

RESULTADOS

12

Vizela, 1; GD RIBEIRÃO, 0 GD JOANE, 1; Tirsense, 1

V. Guimarães B, 1; OLIVEIRENSE, 0 FC FAMALICÃO, 1; Felgueiras, 1 Lixa, 0; Varzim, 1

V

7

7

6

6

5

4

3

2

2 1

E

2

2

4

3

2

3

5

7

4 2

D

3

3

2

3

5

5

4

Serie B F

22

18

20

15

14

15

16

C

15

12

12

10

14

14

16

P

23

23

22

21

17

15

14

3

10

14

13

9

9

25

5

6

5

12

10

PRÓXIMA JORNADA Varzim - Vizela

Tirsense - FC FAMALICÃO Felgueiras - Lixa

GD RIBEIRÃO - V. Guimarães B

AD OLIVEIRENSE - GD JOANE


sport: 12 de dezembro de 2013 35

futebol

Só podia dar empate 1-1 Estádio de Barreiros, em Joane Árbitro: Bruno Nunes (AF Viana)

Joane Tirsense Marafona Dinis Almeida Tiga (Pedro) Paulo Rola Herculano Eliseu Issouf Hélio Cruz Patrick (Zé Barbosa) Diogo Brandão Sócrates

Pedro Soares Pedro Eira André Pinto Pinheiro André Dias Carlos Eduardo (Mendonça) João Maia (Cuco) Fabinho Silvério Gilmar Dédé (Pedro Maurício)

Treinadores Pedro Hipólito

Pedro Monteiro

Golos: 1-0 (9’ Tiga); 1-1 (Gilmar). C artõ es Amarelos: 44’ Patrick; Pedro Eira, André Dias, Fabinho, Silvério, Gilmar, Dédé. C artõ es Vermelho s: Não houve.

José Carlos Fernandes Num encontro pautado pelo equilíbrio, o empate foi efetivamente o resultado mais justo, o que é normal para a formação de Santo Tirso, pois em 12 jogos somou o sétimo empate neste campeonato. Os minutos iniciais foram promissores para um grande jogo. Mas com o passar do tempo, apenas se registou a promessa, o futebol foi de qualidade mediana. Foram os forasteiros que abriram o ativo. Aos 6 minutos, na sequência de um canto, Gilmar, de cabeça, bateu Marafona. Foi rápida a resposta do Joane. Três minutos depois, na mesma moeda deram o troco, também na sequência de um canto, Tiga – que jogou em detrimento de Boa Morte que ficou de fora por castigo de Pedro Hipólito – fez o empate. A equipa de Santo Tirso aproveitou alguma apatia dos locais e sem forçar muito conseguiu o domínio do desafio, mas digase que só por duas vezes o pe-

rigo rondou a baliza joanense. Foi já perto do intervalo que Dinis Almeida mediu mal o passe e proporcionou grande situação de golo aos jesuítas. O empate ajustava-se no final da primeira parte. Após o intervalo, a mesma toada, melhor a equipa comandada por Pedro Monteiro, que substituiu Artur Jorge no comando da equipa. Aos 49 e 53 minutos, uma vez mais o perigo a rondar a baliza de Marafona. Demoraram a reagir os locais. Sem dúvida que se notava a ausência de André Carvalho, que tinha sido expulso no jogo com o Vitória B, o meio campo não funcionou como é habitual na equipa de Pedro Hipólito. Aos 28 minutos o Joane não aproveitou um brinde da defensiva do Tirsense, acabando por desperdiçar soberana oportunidade de golo. Três minutos depois, Tiga podia ter bisado, o remate saiu por cima da barra da baliza de Pedro Soares. O tempo passava sem que ninguém conseguisse a vitória. Foram os forasteiros que, a 5 minutos do fim, acabaram por desperdiçar mais uma oportunidade de conseguirem a vitória. Os 4 minutos de compensação acabaram por ser prejudiciais ao Tirsense: Gilmar viu duplo amarelo, acabando por ser expulso. Não fez falta para este desafio, mas certamente que é uma grande baixa para a próxima jornada. É verdade que nem sempre uma equipa pode estar bem, mas o Joane neste encontro esteve alguns furos abaixo, se recordarmos, por exemplo, o último encontro frente ao Vitória B. No final o empate acabou por agradar às duas equipas, pelo que se jogou ninguém merecia melhor. O Joane manteve a quinta posição, o Tirsense a oitava. Arbitragem com um ou outro erro, mas em nada influencia o resultado.

Equipa regressou aos pontos, mas foi só um

Famalicão merecia os três pontos 1-1 Estádio Municipal de Famalicão Árbitro : João Matos de Viana do Castelo Auxiliares: Pedro Lopes e José Rio

Famalicão Felgueiras Douglas Elvis Vilaça Mércio Reguila Perdigão Cristian Peixoto (69’ Lelo) Marco André Eder Diego André Soares (77’ Gomis)

Cajó Rafa (92’ Fábio) Samuel Orlando Pinto Nera Alex Indio (73’ David Bessa) Kinsley Tiago Carneiro Hélder Pedro (68’ Carlos)

FC Famalicão

Joane segue na frente por entre as equipas do concelho

Treinadores Jo sé Vieira

Alex

Golos: 0-1; (Alex 25’) 1-1; (Eder Diego 30’). Cartões Amarelos: 23’ Nera; 30’ Vilaça; 42’ Rafa; 52’ Orlando; 60’ Tiago Carneiro; 66’ Índio; 80’ Eder Diego. Cartões Vermelhos: 65’ Tiago Carneiro.

José Clemente O Famalicão recebeu, no Estádio Municipal, a formação do Felgueiras 1932, naquele que era considerado o jogo grande desta jornada. O Famalicão, que se apresentava frente ao seu público depois de quatro derrotas consecutivas, recebia nada mais nada menos que o líder Felgueiras e a expetativa era muito grande para esta partida. O Famalicão quase que se via na obrigação de vencer o jogo e só não o conseguiu por falta de pontaria dos seus atacantes. O Famalicão entrou muito bem no jogo e logo na primeira jogada do desafio poderia ter chegado ao

golo, não fosse a boa intervenção do guarda-redes do Felgueiras a evitar que Perdigão marcasse para o Famalicão. Aos 6 minutos foi a vez de Cristian rematar por cima; aos 7, Reguila de cabeça e a bola a bater num defensor do Felgueiras. O primeiro ataque da equipa do Felgueira só aconteceu aos 23 minutos e quase dava golo. Aos 25 minutos, o Felgueiras chega pela segunda vez até à baliza do Famalicão e Alex faz o golo para a sua equipa. O Famalicão não merecia este castigo, mas reagiu e muito bem, até que, aos 29 minutos, Reguila num pontapé de bicicleta leva muito perigo junto da baliza da Cajó. Aos 30, Éder Diego colocava a justiça no marcador ao restabelecer a igualdade. A partir daqui tudo igual, o Famalicão acreditou que era possível dar a volta ao marcador, foi para cima do seu adversário, construiu algumas jogadas de muito perigo, só que na finalização é que estava o mal. Na segunda parte o Famalicão não deu qualquer veleidade aos ho-

mens de Felgueiras e foram poucas as vezes que estes chegaram até à baliza de Douglas e quando o faziam nunca levavam qualquer perigo. Aos 65 minutos, Tiago Carneiro foi expulso e o Famalicão ficou a jogar com mais um homem. José Vieira, aproveitando a superioridade numérica, tirou um homem do meio campo e fez entrar Lelo, um atacante. O Famalicão era a equipa que mais atacava e num lance de bola parada o Felgueiras criou algum perigo para Douglas, foi esta a única vez que o Felgueiras chegaria até à baliza do Famalicão nesta segunda parte. Aos 77 minutos José Vieira tirou mais um homem e fez entrar mais o atacante Gomis. Era esta a última cartada do treinador do Famalicão na tentativa de chegar aos três pontos, mas o jogo chegaria ao final sem que o Famalicão conseguisse a tão desejada vitória. De recordar que o Famalicão, em 15 pontos possíveis, só conquistou um, o que é francamente muito pouco.

Futsal Nacional: Covense sobe na tabela Já são conhecidos os resultados da 9ª jornada dos Nacionais de Futsal, onde participam duas equipas famalicenses. Na 2ª divisão, série A, o Sporting Cabeçudense regressou às derrotas, perdendo por 4-2 no terreno do Paredes. Assim, o Cabeçudense mantém-se na penúltima posição desta série A, com apenas 5 pontos. Na próxima jornada, o Cabeçudense recebe o GDR Lameirinhas, pelas 15 horas do próximo domingo, dia 15. Na 3ª divisão, o GR Covense recebeu e venceu o Vila Pouca de Aguiar por 4-3, escalando assim mais um lugar na tabela, estando agora em 3º lugar, com 19 pontos, os mesmos dos dois primeiros classificados. Na próxima jornada, o GR Covense desloca-se ao terreno do Arsenal Parada, onde jogará pelas 18h30 do próximo sábado, dia 14. pub


36

sport: 12 de dezembro de 2013

futebol

AD Oliveirense não desenraíza

Finalização continua a não acontecer

1-0 Campo de Ribes, Oliveira de Santa Maria Árbitro : João Pinheiro de Braga Auxiliares: Jorge Fernandes e Miguel Silva

Guimarães B Oliveirense Miguel Oliveira Josué Sá Alex (71’ Tiago A.) Ricardo G. Fábio Vieira (89’ Mauricio) Cafú Pedro Lemos Gonçalo Bruno Alves (86’ João P.) Areias Jean Pablo

Murta Miguel Vaz Abdou (66’ André Pereira) Marco Ribeiro Beck Correia Zé Tiago (79’ Mokhtar) Tiago Moreira Marcelo Paulo Renato Marquinho (73’ Luís Costa)

Treinadores Armando Evangelista

António Carvalho

Golo s: 1-0 (75’ Areias). Cartõe s Amarelos: 26’ Marcelo; 37’ Marco Ribeiro; 60’ Paulo Renato; 78’ Josué Sá. Cartõe s Vermelho s: Não houve.

Paulo Couto mação da casa também mudou de postura. O remate de Marcelo, aos A finalização continua a falhar e a 48 minutos, passou pouco ao lado Oliveirense segue como a equipa da baliza vitoriana e parecia que com menos golos marcados nesta estava dado o mote. No entanto, a série, apenas cinco. A jogar contra partida aberta e mais veloz deu esuma das mais fortes formações, o paço às mais-valias de Guimarães Guimarães B, agora líder, a equipa que responderam de imediato, de Oliveira Santa Maria fez um bom apontando baterias à baliza de jogo mas mais uma vez sem a efi- Murta. cácia que procura para abandonar O jogo de parada e resposta o penúltimo lugar da classificação. acabou contudo por pender para Na primeira metade deste en- os da casa, que aos 75 minutos contro foram poucas as oportuni- concretizaram por intermédio de dades. A mais clara aconteceu aos Areias que, praticamente caído no 31 minutos quando Marquinho in- terreno, acabou por corresponder vestiu no corredor central, assistiu da melhor forma a um cruzamento Zé Tiago, que rematou para uma de Fábio Vieira. defesa de recurso do guardião viA Oliveirense respondeu mas toriano, Miguel Oliveira. sem criar claras oportunidades de De resto, o maior número de golo, com exceção para um grande ocasiões de golo foi mesmo para a remate de Miguel Vaz, aos 82 miequipa do Vitória, valendo a aten- nutos, que levou a bola a roçar o ção do guarda-redes Murta, sem- poste da baliza adversária. pre seguro entre os postes. O jogo acabou matemático com Na segunda parte da partida os a vitória, em casa, da equipa líder e orientados por António Carvalho mais concretizadora da série sobre impuseram outro ritmo ao jogo en- a equipa que menos tentos tem astrando mais aguerridos, mas a for- sinalados.

Resultados das camadas jovens Jogou-se no passado fim de semana mais uma jornada das camadas jovens das equipas famalicenses. No Grupo Desportivo de Joane os resultados foram os seguintes: Joane 4-1 Arnoso Santa Maria (juniores); Ases de São Jorge 0-3 Joane (juvenis); Joane 3-0 Ribeirão (iniciados); Joane 4-3 Cavalões (infantis série H); Joane 8-0 Operário (infantis série I); Operário 13 Joane (benjamins série G). No Grupo Desportivo de Ribeirão, os mais novos alcançaram os seguintes resultados: Ribeirão 1-1 Marinhas (juniores); Marinhas 0-3 Ribeirão (juvenis A); Ribeirão 4-0 Esposende (juvenis B); Vitória 2-4 Ribeirão (iniciados A); Joane 3-0 Ribeirão (iniciados B); Ferreirense 2-1 Ribeirão (infantis A); Operário 5-1 Ribeirão (infantis B); Ribeirão 11-0 Operário (benjamins A); Ribeirão 3-2 Cavações (benjamins B); Ribeirão 1-10 Guimarães (benjamins C); Ribeirão 0-8 Porto (traquinas).

As camadas jovens do Futebol Clube de Famalicão também jogaram, com os encontros a terminarem assim: Fafe 3-0 Famalicão (juniores); Sp. Braga 4-0 Famalicão (juvenis A); Moreirense 9-0 Famalicão (juvenis B); Sp. Braga 0-0 Famalicão (iniciados A); Famalicão 3-1 Cavalões (iniciados B); Sp. Braga 20 Famalicão (infantis A); Famalicão 2-7 Academia Elite Sport (infantis – Vítor); Famalicão 1-4 Vizela (infantis – Filipe); Famalicão 1-11 Aveleda (benjamins – Bruno); Academia Elite Sport 6-0 Famalicão (benjamins – Maia); Barco Academia 4-6 Famalicão (benjamins – Jaime). No Bairro Futebol Clube, referência para os juniores sub19, que venceram fora de portas do GR Avidos e Lagoa por 1-3, em jogo da 9ª jornada do campeonato distrital do escalão, série C. com esta vitória, o Bairro subiu ao 4º lugar.

AFSA: mudança de líderes na 1ª e na 2ª divisões No passado fim de semana disputou-se mais uma jornada dos vários campeonatos da Associação de Futebol de Salão Amador (AFSA). Na 1ª divisão, 7ª jornada, o jogo entre o FC Landim e o União Louredo foi adiado, enquanto o AD Pedome empatou em casa com a ACURA, perdendo assim o primeiro lugar para a AM Lameiras, que foi ao terreno do ADRO vencer por 7-1. A ADECA recebeu e venceu a ADC Novais por 4-3, enquanto a AM Colina do Ave perdeu em casa com a JASP por 13. O outro empate desta divisão deu-se no terreno do GD Carreira, que marcou 5 golos, os mesmos que os visitantes UD Bairrense, dando um 5-5 no final. Já a ADERM foi vencer ao terreno do São Cosme por uns emocionantes 5-6. A AM Lameiras está agora em 1º, com 19 pontos, enquanto a AD Pedome caiu para 2º, tendo agora 17 pontos. Na 2ª divisão também há novo líder, após um emocionante jogo entre o São Martinho e a ADESPO, vencido pelos primeiros por 5-4, que passam para 1º da tabela. A AC Vermoim recebeu e venceu a Flor do Monte por 4-2, enquanto a AM Lameiras “B” go-

leou no seu terreno a ARCD Bente por 7-2. A Gente Fantástica foi vencer por 1-4 ao terreno do S. Martinho de Brufe, enquanto a Cajada não teve resposta da AD Esmeriz, vencendo no terreno destes por 0-5. Por fim, a União Louredo “B” perdeu em casa por 1-5 contra a AD Barrimau. A ADESPO mantém os 12 pontos, perdendo assim o 1º lugar para o São Martinho, que embora tendo os mesmos pontos vence no confronto direto. Em iniciados, o União Louredo recebeu e venceu a AD Barrimau por 4-1, enquanto o GD Carreira foi golear ao terreno do FC Landim por 1-9. A AD Pedome venceu o Cabeçudense por 6-5, mantendo assim o 1º lugar na tabela, com 12 pontos. Já em veteranos, a Flor do Monte perdeu em casa contra a ADERM, por 1-3, enquanto a UD Bairrense venceu o União Louredo por 7-3. A AD Barrimau recebeu e venceu o AC Vermoim por 6-3, assim como a ADC Novais, que recebeu a AD Pedome, vencendo por 4-1. O FC Landim perdeu em casa com o Covense por 1-3. A UD Bairrense segue na frente com 15 pontos.

ADESPO perde a liderança A ADESPO jogou, no passado sábado, a 5ª jornada do campeonato da 2ª divisão da AFSA em casa do São Martinho e embora não sirva de desculpa para o desaire da ADESPO, o certo é que a maior dificuldade que a ADESPO encontrou foi o piso, pois sendo em relva sintética foi uma grande condicionante. Enquanto os atletas da ADESPO não se adaptaram ao terreno de jogo passaram por muitas dificuldades. A equipa do São Martinho também esteve muito bem no jogo e encarou a partida de forma muito séria, tendo conseguido dominar quase toda a 1ª parte, indo mesmo para o intervalo a vencer por 4-1. Na 2ª metade, a equipa da ADESPO, que já nos últimos 5 minutos da 1ª parte estava a subir de rendimento, entrou totalmente diferente e com uma garra e determinação bem diferentes, marcando o 4-2, e logo de seguida o 4-3. Mas contra a corrente do jogo e numa das melhores fases da ADESPO, num lance infeliz, numa distração, acaba por sofrer o 5-3 e de autogolo! A equipa voltou a pegar no jogo e ainda conseguiu o 5-4, resultado com que terminou a partida. Com este resultado a ADESPO passa a dividir a liderança com o São Martinho em igualdade pontual. Por ter vencido o encontro, o São Martinho está na frente, pelo que está de parabéns. De ressalvar a prestação da equipa de arbitragem que esteve muito bem na partida e a atitude de desportivismo e fair-play das duas equipas que no final se cumprimentaram e mantiveram em ambiente de “futebol”. No próximo sábado a ADESPO recebe em casa a equipa do AC Vermoim, em jogo marcado para as 19 horas, e conta com o apoio de todos os amigos e simpatizantes. R a u l F er r e i r a ( A D E S PO )


sport: 12 de dezembro de 2013 37

futebol

Disputou-se, no passado sábado, a 6ª jornada da 1ª fase da Inatel de Braga, série A, onde militam várias equipas famalicenses. O líder CD Lousado foi a equipa isenta desta jornada, seguindo na frente com 13 pontos, com menos um jogo. O São Cláudio recebeu o Juventude Académico, perdendo por 2-3, enquanto o Meães recebeu e venceu o Esporões por 4-2. O Telhado foi goleado no terreno do Mikaelense, por 10-1, enquanto o Vilarinho recebeu e venceu o Marrancos por 3-2. A classificação das equipas famalicenses é a seguinte: 1º CD Lousado, 13 pontos; 2º Juventude Académico, 12; 4º CD Vilarinho, 10; 6º Meães, 8; 8º São Cláudio, 1; 9º ADC Telhado, sem pontos. Na próxima jornada, o Meães desloca-se ao terreno do Juventude Académico, no dia 14, pelas 15h00. No dia 15, o São Cláudio visita o Marrancos, em jogo marcado para as 10h00, enquanto o Telhado recebe o Vilarinho, pelas 15h00, e o CD Lousado recebe o Mikaelense, à mesma hora.

Futsal Distrital: S. Mateus consolida liderança No fim de semana passado disputou-se a 8ª jornada da 1ª divisão de futsal da AF Braga. O CRP Delães perdeu em casa por 1-3 com o Nogueiró, enquanto o FC Vermoim perdeu em casa por 2-3 contra o MAL, no único dérbi famalicense desta jornada. A AD Esmeriz foi perder ao terreno do GD Caldelas por 6-2, enquanto o Mouquim conseguiu um empate por 4-4 no terreno do Futsal de Barcelos. O líder São Mateus recebeu e goleou o Nun’Álvares por 9-3. Com a vitória, o São Mateus consolidou a liderança, com 22 pontos. O MAL subiu um lugar, estando agora em 3º, com 18 pontos, enquanto o FC Vermoim caiu para o 4º posto, com 16 pontos. O Mouquim caiu para o 8º, com 12 pontos, enquanto a AD Esmeriz também desceu na tabela, estando agora em 11º com 10 pontos. Já em 13º, com 4 pontos, segue o CRP Delães, mantendo a mesma posição. Na próxima jornada, na sexta-feira, dia 13 de dezembro, o MAL volta a participar num dérbi famalicense, recebendo o líder São Mateus, no jogo grande da ronda, pelas 21h30. Já no dia 14, o Mouquim recebe o GD Caldelas, enquanto a AD Esmeriz desloca-se ao terreno do Vieira Futsal, pelas 14h30, e o CRP Delães joga fora contra o Nun’Alvares, pelas 17h00. No dia 15, o FC Vermoim vai ao terreno do AEIPCA fechar esta jornada, pelas 21h00.

Divisão honra distrital: Delães 1-1 Silvares

CLASSIFICAÇÃO

1. Amares 2. Gerês 3. RUIVANENSE 4. Antime 5. S. COSME 6. T. Bouro 7. Emilianos 8. Regadas 9. Silvares 10. DELÃES 11. GD LOURO 12. Pica 13. A Urgeses 14. Op. Campelos 15. BAIRRO 16. St Adrião

RESULTADOS

Divisão Honra-Série B

J

12 12 12 12 12 12 12 12 12 12 12 12 12 12 12 12

V

11 7 7 6 7 7 5 4 4 3 3 2 2 1 1 2

Gerês, 2; Pica, 1 Antime, 3; BAIRRO, 0 RUIVANENSE, 2; GD LOURO, 0 Regadas, 5; S. COSME, 0 T. Bouro, 1; Op. Campelos, 0 DELÃES, 1; Silvares, 1 St Adrião, 3; Emilianos, 3 Amares, 1; A Urgeses, 0

E

0 4 3 4 1 0 3 3 3 4 4 6 3 5 4 1

D

1 1 2 2 4 5 4 5 5 5 5 4 7 6 7 9

F

35 21 20 18 16 16 20 13 20 18 15 11 11 16 14 14

C

6 10 15 12 17 14 16 13 22 19 20 14 18 24 27 31

P

33 25 24 22 22 21 18 15 15 13 13 12 9 8 7 7

PRÓXIMA JORNADA Op. Campelos - St Adrião S. COSME - T. Bouro BAIRRO - Regadas Emilianos - DELÃES Silvares - Amares Pica - A Urgeses GD LOURO - Antime Gerês - RUIVANENSE

AF BRAGA CLASSIFICAÇÃO

J

V

I Divisão-Série A E

D

F

C

21

13

14

13

1. Roriz

10

6

4

0

26

3. Ucha

10

5

2

3

19

2. MARCA 4. Granja

5. Sequeirense 6. Viatodos

10

10

10

RESULTADOS

10

3

3

2

1

5

9

3

1

1

8

ADJ Mouquim-Viatodos (adiado) GD Fradelos, 0; Guisande, 5

11

14

10

1

17

18

4

2

10

4

5

2

10

22

13

3

MARCA, 5; Ferreirense, 1

Roriz, 0; Lomarense, 0

4

17

7

11

12

10 10

P

9

14

9

Sequeirense, 2; Granja, 2 Operario FC, 0; Ucha, 1

3

4

10

12. GD Fradelos

3

2

0

9. Lomarense

11. Ferreirense

4

4

2

5

10

10. ADJ Mouquim

4

2

9

7. Operario FC 8. Guisande

6

16

13 13

22 34

20

16

15

15

13

12

11 11

7 4

PRÓXIMA JORNADA Lomarense - ADJ Mouquim Granja - MARCA

Ferreirense - Roriz

Ucha - Sequeirense

Viatodos - GD Fradelos

Guisande - Operario FC

A União Desportiva de Calendário, representada pelo Juventude Académico, visitou e venceu o S. Cláudio por 3-2, em jogo da Taça Inatel, numa tarde desinspirada das três equipas. Um jogo muito disputado e duro a meio campo. Começou melhor a União e fez o 0-1 aos 15 minutos por Mota, com remate de fora da área. Continuou a batalha no meio campo e na conversão de um livre direto à entrada da área empataram os da casa, aos 30 minutos. Apesar dos protestos dos visitantes de que a bola após embater na barra não transpôs a linha de golo na totalidade, não foi esse o entendimento da equipa de arbitragem, que não entendeu novamente que a mão na bola de um defesa local na área não era motivo para penalidade. 1-2 aos 44 minutos na conversão de penalti por falta sobre Ivo sobre a direita e na conversão Américo não perdoou: bola para um lado, guarda-redes para o outro. Iniciou melhor a segunda parte a União e numa sucessão de jogadas, à esquerda com Mota, e na direita com Ricardo a centrar atrasado para André marcar, mas o golo foi anulado por pretenso fora de jogo. Empatou o S. Cláudio aos 52

minutos na conversão de penalti duvidoso, com o jogador da casa a marcar sem hipótese para o guarda-redes. Continuou e piorou a qualidade de jogo das duas equipas com a batalha no meio campo bastante dura, com algumas lesões de jogadores influentes na União a obrigarem a substituições de recurso com jogadores com pouca experiência. 2-3 aos 70 minutos em novo penalti duvidoso, agora a favor dos visitantes, com Américo novamente chamado à conversão a não vacilar e a marcar. Vitória sofrida da equipa mais eficaz numa tarde pobre em

termos de futebol e de arbitragem. No próximo fim de semana a União recebe o vizinho de freguesia, o SC Meães. Nas camadas jovens, os juvenis da UD Calendário receberam no seu terreno o S. Cosme e empataram a uma bola; os iniciados receberam o GD Louro e perderam por 4-0; os benjamins regressaram ao seu campeonato após a paragem, receberam o Arnoso e venceram por 14-1. Na Liga de Futsal, os pré-escolas defrontaram o Recreio Desportivo e venceram por 7-0. Amade u Soares

Liga de Futsal de Famalicão

Numa tarde de sol no domingo passado, o jogo em Delães e Silvares iniciou com a formação delaense balanceada para o ataque, com o guarda-redes do Silvares a fazer boas intervenções. Contra a corrente do jogo, o Silvares marca num desentendimento entre o central e o guarda-redes do Delães e a bola sobra para o avançado do Silvares marcar. O Delães, a jogar em casa, continuou a atacar e numa jogada bem construída por Vitinha, este centra e Luisinho marca de cabeça no centro da área, dando o empate para o Delães. Na segunda parte assistiu-se a um jogo de sentido único, pois o Delães atacou muito e falhou muitas oportunidades de golo. O guarda-redes do Silvares fez uma grande exibição. De notar o forte antijogo da equipa do Silvares permitido pelo árbitro. Um resultado injusto para o Delães que tudo fez para merecer a vitória e assim ganhar os três pontos. O Delães jogou com: Dani, Hélder, Marco Sousa, Tiago e Alves, Zé Vítor, Maia, Moreira, Luisinho, Vitinha e Marquinho. Jogaram ainda Anísio, Marques e Diogo. CRP Delães

AF BRAGA

UD Calendário com vitória sofrida frente ao S. Cláudio

Carlos Alberto

Resultados da Inatel

Disputou-se neste fim de semana mais uma ronda da Liga de Futsal de Famalicão. Em pré-escolas, a Sportfut B venceu a AJ Joane por 3-1, enquanto a UD Calendário venceu o Recreio Desportivo por 7-0. O MAL cilindrou o São Cosme B por 14-0, enquanto o Barrimau perdeu com o São Cosme A por 1-12. Em infantis, o Barrimau FC empatou com o FC Vermoim por 3-3, enquanto o CRC venceu a A2D Didáxis por 5-1. O São Martinho venceu a AD Esmeriz por 0-9, enquanto a AJ Joane venceu a SPORTFUT por 2-6.

Na próxima jornada, no próximo domingo, dia 15 de dezembro, ocorrem os seguintes jogos: Arnoso Stª Eulália-Recreio Desportivo (9h), em infantis; e em escolas grupo A: Recreio Desportivo-Barrimau FC (10h) e FC Vermoim-AD Esmeriz (11h). Estes jogos realizar-se-ão no Pavilhão de Vermoim. No mesmo dia, mas da parte de tarde, decorrem os jogos do grupo B de escolas, desta vez no Pavilhão de Brufe: A2D Didáxis-MAL (15h); Arnoso Stª Eulália-ARPO (16h) e Sportfut B-AJ Joane (17h).

Geração Benfica de Famalicão soma vitórias A Escola do Benfica em Famalicão cumpriu, no passado fim de semana, mais uma série de jogos que colocou à prova a maioria das suas turmas. No sábado de manhã, em Amares, os infantis do professor Dinis Moreira venceram a Soares Soccer num jogo difícil devido às condições do terreno; os benjamins treinados por Elias Pinto receberam e venceram a Oliveirense, mantendo-se 100% vitoriosos no campeonato; em Braga, a turma de infantis do professor Paulo Ribeiro perdeu diante do Águias; à tarde foi a vez dos pupilos do professor Carlos Fernandes jogarem em Braga, desta feita em casa do Dumiense para se registar um empate. No domingo de manhã, os infantis treinados por David Ferreira deslocaram-se ao terreno

A equipa de benjamins do professor Nuno Santos

do Amigos de Urgeses para vencer com tranquilidade, mantendo assim a veia vitoriosa na presente época desportiva. Na mesma manhã, mas em Gavião, a turma de benjamins do professor Nuno Santos recebeu e venceu de uma forma convincente a equipa do Vitória de Guimarães.

À tarde concluiu-se mais um fim de semana à campeão, com a turma de traquinas de Paulo Rodrigues a estrear-se na Gondim Cup, tendo as “águias” alcançado uma vitória expressiva diante do Rio Tinto, perdendo pela margem mínima com o Fiães.


38

sport: 12 de dezembro de 2013

Andebol ACV prossegue firme nos seus objetivos

Com presenças bem conseguidas em todos os jogos e em todos os escalões, o projeto de Andebol ACV reafirmou-se de novo neste fim de semana de 7 e 8 de dezembro. Infantis masculinos frente à Associação de Andebol da Póvoa de Lanhoso, infantis femininas frente à Juventude do Mar de Esposende; e juniores femininas na Maia frente às campeãs Maiastars, “todos sem exceção honraram a sigla ACV”, afirma a coletividade em nota à imprensa. Numa altura em que os escalões infantis de ambos os géneros finalizam os respetivos Torneios de Abertura e em que os escalões mais velhos se encontram numa fase avançada das respetivas fases iniciais dos campeonatos nacionais em que estão envolvidos, a direção do ACV Andebol Clube aproveita “para manifestar o seu reconhecimento e orgulho em todos e em cada um dos atletas de Andebol ACV”.

AVC com um fim de semana quase perfeito Dos quatro jogos disputados no passado fim de semana, as equipas do AVC ganharam três e perderam um. As seniores, que jogaram jornada dupla, ganharam facilmente à equipa madeirense do Câmara de Lobos por 3-0, no sábado. No domingo, frente à equipa campeã nacional, as famalicenses tiveram mais dificuldade e não conseguiram ganhar qualquer set perdendo por 3-0 (14-25, 16-25 e 21-25). As juvenis foram ganhar por 3-1 (26-16, 7-27,19-26 e 17-25), no reduto do Vitória de Guimarães. As iniciadas foram a Viana do Castelo ganhar por uns claros 3-0 ( 12-25, 12-25 e 20-25). As equipas de formação do AVC encontram-se as duas em primeiro lugar nos campeonatos do Minho. Quanto aos próximos jogos, as seniores irão ao Castêlo da Maia, no domingo, às 15h; as juvenis receberão o Amares, no domingo as 11h, nas Lameiras; e as infantis receberão o CART no domingo, às 17h30, também nas Lameiras.

modalidades

Treze “saborosas fogaças” na vitória ribadavense O Riba d’ Ave Hóquei Clube deslocou-se, no passado sábado, à bonita cidade de Santa Maria da Feira, onde disputou a 10ª jornada do campeonato nacional da 2ª divisão – zona Norte de hóquei em patins. Horácio Ferreira montou e geriu bem a equipa, que se exibiu a bom nível e venceu de forma convincente o Clube Académico da Feira por 5-13. O RAHC contou com o apoio de duas dezenas de adeptos, que viram a equipa famalicense realizar uma 1ª parte muito boa, coletivamente exemplar e que culminou com um parcial de 0-6 ao intervalo. Logo no 1º minuto, Raul Meca, que assinou um “poker”, abria o ativo. Aos 8', André Alves fazia o 0-2. O RAHC era a equipa com mais hóquei em pista e Jorge Maceda, aos 12', alargava o marcador para 3-0. O Feira podia ter reduzido, mas David Sá acertou no poste após penalti. Aos 17', Raul Meca bisava e 5 minutos depois assinava o hat-trick. A 38 segundos do intervalo, Ricardo Lopes, na recarga a livre direto, estabelecia o 0-6. A segunda parte começou com

alguma reação dos visitados, mas o RAHC não concedeu veleidades. Aos 2', João Moreira reduzia a desvantagem, mas 1 minuto depois Raul Meca respondia e fazia o 1-7. Aos 4', Raul Meca desperdiçava penalti. Eram os jogadores os protagonistas em pista, mas a dupla de arbitragem também quis participar, mostrando muitos cartões azuis injustificados e descaracterizando o jogo. Foi o caso de Bruno Castro, que viu azul aos 5', mas Filipe Miranda muito bem a defender. Aos 8', Pedro Silva fazia o 2-7, mas um minuto depois André Alves bisava. Aos 10', novo cartão azul desta vez para Raul Meca, mas novamente Filipe Miranda a defender. Quatro minutos depois, Jorge Maceda desperdiça livre direto após 10ª falta dos locais e no minuto seguinte novo azul, mas para Vítor Hugo. Na recarga a livre direto, Tiago Pinto batia João Aurélio que havia entretanto entrado. Aos 17', David Sá fazia o 4-8, mas no mesmo minuto Jorge Maceda bisava. Pouco depois Vítor Hugo falhava livre direto. O RAHC rodou a equipa toda e

Hugo Oliveira marcava também aos 18'. A cinco do fim, Ricardo Lopes desperdiça livre direto após 15ª falta do Feira e na resposta novo cartão azul para Vítor Hugo. Muito bem João Aurélio a negar o golo. Respondia o RAHC segundos depois com o hat-trick de Jorge Maceda. Aos 22', David Sá bisava para os locais. Não foi de modas Hugo Oliveira, que com 2 golos no último minuto estabelecia também ele o hat-trick e o resultado final. Na próxima jornada, o RAHC recebe o CP Sobreira, às 18h de sábado, dia 14 de dezembro. Nas camadas jovens, na sextafeira passada, os iniciados do RAHC realizaram jogo treino com a seleção sub-15 de Inglaterra e venceram por 10-5. No sábado e domingo a equipa de juvenis participou no Torneio Eixo Atlântico na Corunha tendo realizado uma boa prestação. No entanto, e por questões de regulamento, foi desclassificada. Para os campeonatos regionais jovens e em jogos disputados na tarde de domingo, vitórias dos iniciados, infantis “A” e escolares frente ao CART, por 53, 7-1 e 3-0, respetivamente.

FAC vence no pavilhão do Paço Rei em hóquei

Atletismo ACV na 56ª Volta da Paranhos O plantel sénior do FAC

O Atletismo ACV esteve presente, de novo, numa das mais populares e mais antigas prova de 10 km da região Norte, a Volta da Paranhos, este ano na sua 56ª edição, organizada pelo SC Salgueiros no passado domingo, dia 8 de dezembro. “Foi mais uma oportunidade para correr pelas ruas da cidade do Porto e em que o Atletismo ACV participou com o seu habitual convívio, amizade e companheirismo”, sublinha a coletividade em nota à imprensa.

O Famalicense Atlético Clube jogou mais uma vez muito bem e desta vez foi premiado com os três pontos em disputa, na deslocação a Gaia onde defrontou o Paço de Rei, em jogo da 10ª jornada do campeonato nacional da 2ª divisão de hóquei em patins. Ao intervalo o marcador assinalava um curto 0-1 para o FAC e na segunda parte a inspiração de André Ferreira e o co-

letivo levaram o resultado para os 4-0 a 15 minutos do fim, com todos os golos apontados pelo jovem André. O Paço de Rei reagiu até ao 4-2, mas Pinheiro por mais duas vezes marcou para o FAC e no final o 6-3 é justo. Com estes três pontos, o FAC mantem o 5º lugar da classificação geral, com 18 pontos, a 9 do líder AD Sanjoanense, que vai receber no próximo sábado, às 19 horas.

Em sub20, o FAC recebeu o Valença HC em jogo referente ao campeonato regional do Minho. O FAC defendia a liderança e conseguiu o objetivo principal que era a conquista dos três pontos, tendo vencido por 6-4, com golos apontados por Tiago Azevedo (3), Nuno Dias (2) e Bruno Costa. A equipa orientada por Quim Zé Fonseca tem agora uma longa paragem. Apenas regressa em

janeiro, onde tudo se decidirá. As equipas mais jovens do FAC foram disputar três encontros a Fão e em todas saíram vencedoras. Em sub15, o FAC triunfou por 4-3; nos sub13, a partida finalizou com 5-3; e nos escolares, o encontro mais emotivo, com muitos golos e que terminou num inusitado 10-9. No próximo domingo, o FAC recebe a AD Limianos.


sport: 12 de dezembro de 2013 39

modalidades

Famalicense Paula Monteiro sagra-se campeã regional em karaté

Paula Monteiro e Diana Ribeiro

Quatro atletas famalicenses marcaram presença no Campeonato Regional Norte de Karaté nos escalões etários de cadetes e juniores, que decorreu no passado domingo, dia 8 de dezembro, no Pavilhão Bernardino Coutinho, em Marco de Canaveses. Uma das atletas famalicenses, Paula Monteiro, da Escola de Karaté de Delães, sagrou-se campeã regional. A Federação Nacional de Karaté divide o país em 6 zonas: Norte, Centro Norte, Centro Sul, Sul, Açores e Madeira. A zona Norte inclui os distritos de Braga, Porto, Viana do Castelo, Vila Real e Bragança. O Campeonato Regional, para além de atribuir os títulos regionais, apura os 8 primeiros classificados para o campeonato nacional a realizar no próximo sábado, dia 14 de dezembro, na Maia. Neste campeonato competiram: Paula Monteiro, de Escola de Karaté de Delães (EKD), foi a 1ª classificada e campeã regional na prova de kumite feminina -59 kg; Diana Ribeiro, da Associação Desportiva de S. Mateus (ADSM) ficou em 2º lugar e sagrou-se vice-campeã regional na prova de kata juniores femininos; Hugo Pinto, da EKD, foi 7º classificado na prova de kata cadetes masculinos; João Miranda, da ADSM, ficou em 7º lugar na prova de kumite juniores masculinos.

Floresta BTT e AD Castelões promovem 2ª Rota das Tascas Na sequência do êxito da primeira edição, o Floresta BTT, de Vermoim, em parceria com a Associação Desportiva de Castelões (ADECA), promove no próximo dia 28 de dezembro, pelas 14 horas, a 2ª Rota das Tascas. Trata-se de um passeio-convívio de bicicleta em que a competição dá lugar à confraternização, tendo como propósito proporcionar uma tarde de pleno divertimento para os adeptos do BTT e do cicloturismo. “Esta iniciativa surgiu para assinalar o 10º aniversário da S. Silvestre da Juventude de Castelões, mas em face da adesão que teve e do interesse suscitado pelos que nela participaram, tivemos que abraçar a segunda edição”, refere Paulo Branco, responsável pelo grupo Floresta BTT, adiantando que o percurso é de baixa dificuldade, acessível a qualquer pessoa. De acordo com o regulamento, os concorrentes têm que formar equipas de 3 ou 4 elementos, devendo respeitar o itinerário pré-definido, que os vai conduzir até diversos estabelecimentos comerciais da região, onde terão de cumprir determinadas tarefas. O evento, que tem partida e chegada à sede da ADECA, junto ao Centro Social de Castelões, não tem carácter de competição desportiva, mas estão previstos prémios para as equipas que revelarem maior destreza no cumprimento das atividades incluídas, além de brindes surpresa a sortear por todos os concorrentes. As inscrições estão abertas até ao dia 25 de dezembro e podem ser feitas na sede da AD Castelões e do Floresta BTT ou via email para rota.tascas@gmail.com. A participação pressupõe o pagamento de 5 euros por pessoa. O regulamento pode ser consultado em www.facebook.com/adeca2011 ou facebook.com/floresta.btt.

Sónia Gonçalves nos Internacionais de Botswana Sónia Gonçalves, atleta de badminton do Famalicense Atlético Clube, participou nos Internacionais do Botswana, competição designada como International Series e com organização da Badminton World Federation (BWF). No Lobatse Satdium, em Gaborone, Sónia Gonçalves passou a primeira eliminatória afastando a atleta local Mapesa Dintle. Nos oitavos de final, defrontou a sérvia Sandra Halilovic e perdeu por 14-21/23-25, não conseguindo levar o jogo para o terceiro set e sentindo a atleta que seria possível atingir os quartos de final. Após este torneio, Sónia Gonçalves vai para Pretória, na África do Sul, onde já esta sexta-feira se inicia no South Africa International, designado como Future Series na ordem da BWF. A sua primeira adversária é a africana Demi Botha, atleta que estará ao alcance da Sónia nesta sua aventura à procura de pontos que lhe permitam subir ainda mais no ranking mundial.

Adriana brilha em Espinho no badminton O Famalicense Atlético Clube participou no Torneio de Clubes, em badminton, organizado pela Associação Académica de Espinho e que conta para o ranking nacional. Foram 14 os atletas convocados pelo professor Bruno Gomes e entre eles sobressaiu Adriana Gonçalves, que foi a vencedora incontestada em sub15, triunfando nas três variantes: singulares, pares senhora e pares misto. Com os resultados obtidos, Adriana vai subir ao 2º lugar do ranking nacional.

Os outros vencedores foram Catarina Martins e Eduardo Pereira e completaram os pares. Eduardo ainda foi finalista em singulares e em pares homens. Francisca Mendes e Filipa Mesquita foram finalistas em pares senhoras. Participaram ainda Ana Luísa Cunha, Rita Pinheiro e João José Azevedo. Nos sub17 estiveram presentes Ricardo Guimarães, Daniel Cruzeiro e João Ferreira (semifinalista) e nos sub19, Joana Vilaça (semifinalista), Rui Mesquita e Miguel Pereira.

Basquetebol: FAC/Crédito Agrícola 64-62 BC Vila Real Na 6ª jornada do campeonato nacional da 1ª divisão de basquetebol, o FAC/Crédito Agrícola recebeu o BC Vila Real. Em confronto o 3º e 4º classificado da zona Norte. Num jogo emocionante até ao último segundo, o FAC foi feliz e triunfou na última jogada da partida, com o resultado final a ficar em 64-62. O primeiro período foi desastroso e podia pensar-se que nesta partida, o vencedor cedo estava encontrado. Os transmontanos

venciam por 22-8 no final dos primeiros dez minutos. No segundo período inverteu-se tendência e com 21-10 no parcial, chegou-se ao intervalo com 29-32, o que deixava o vencedor em aberto. Ponto a ponto e com muitas falhas, o resultado mantinha-se com curta vantagem permanente dos visitantes e o 9-9 do terceiro período deixava para o quarto período a decisão. Entrou-se assim nos últimos dez minutos com 3841. O primeiro empate do jogo sur-

giu ao 48-48 e o FAC apenas a 1:20 do final passou para a frente com 60-59. Um triplo do Vila Real, a quatro segundos, do fim empatou a 62 pontos, mas uma jogada magistral sobre o apito final deu o triunfo ao FAC. Com este triunfo, o FAC/Crédito Agrícola ascendeu ao 2º lugar da classificação geral e no próximo sábado discute a liderança frente ao CD Póvoa, na Póvoa do Varzim, na última jornada da 1ª volta. O jogo está marcado para as 21h30.

FAC dá bons indicadores no voleibol Dois bons jogos da equipa de voleibol do Famalicense Atlético Clube no fim de semana passado. No sábado venceu o líder do campeonato nacional da 2ª divisão, a Académica de S. Mamede, por 3-1, na 8ª jornada, e impôs o primeiro desaire da temporada, ficando apenas a dois pontos da liderança e consolidando o segundo lugar. No domingo defrontou o GC Vilacondense em jogo dos 1/16 final da Taça de Portugal e teve três bolas de jogo que não concretizou e acabou eliminado por 3-2, com 20-18 na negra. No próximo sábado, o FAC disputa, em Santo Tirso, pelas 15 horas, o último jogo de 2013.

Associação Desportiva de Esmeriz organiza 26ª S. Silvestre a 21 de dezembro A Associação Desportiva de Esmeriz vai promover, no próximo dia 21 de dezembro, a partir das 15 horas, a 26ª edição da S. Silvestre, nos escalões de infantis, iniciados, juvenis, juniores/seniores, todos masculinos e femininos; veteranos I e II masculinos; e veteranos III femininos. Haverá prémios individuais em todos os escalões, prémios coletivos nos seniores e veteranos e ainda um prémio surpresa para quem bater o recorde da prova rai-

nha, que tem um percurso de 6,25 quilómetros, que pertence a Óscar Mendes, com o tempo de 20m05s. a organização oferece ainda lanche a todos os participantes e coloca balneários à disposição. As inscrições podem ser efetuadas até ás 14 horas do dia 21 de dezembro, na sede da AD Esmeriz ou no site Corre Famalicão, em www.vilanovafamalicao.org. Mais informações podem ser obtidas pelo contato 917445762.


40

sport: 12 de dezembro de 2013

modalidades

Alex Ryu Jitsu arrecada 65 medalhas no Nacional de Lohan Tao All Styles A Federação Portuguesa de Alex Ryu Jitsu, sedeada em Famalicão, participou, conjuntamente com outros estilos marciais, no Campeonato Nacional Lohan Tao All Styles, que se realizou, no passado dia 30 de novembro, no Pavilhão Municipal da cidade de Vagos, organizado pela Federação Portuguesa de Lohan Tao. A Federação Portuguesa de Alex Ryu Jitsu participou nas vertentes de combate Light e K.O., bem como de defesa pessoal de rua e militar/policial. Este evento contou com a participação de mais de 500 atletas provindos de todas as regiões do país e de vários estilos de artes marciais, sendo que a Federação Portuguesa de Alex Ryu Jitsu se apresentou no evento com um efetivo de, aproximadamente, 100 competidores. Em nota à imprensa, a Federação de Alex Ryu Jitsu sublinha que “a supremacia absoluta” dos seus atletas “rapidamente se fez sentir na prova” e foi materializada neste campeonato nacional nas 65 medalhas conquistadas por este estilo marcial, sendo 30 delas medalhas de ouro (campeões nacionais), 24

de prata (vice-campeões nacionais) e 11 de bronze (terceiro lugar). Foram campeões nacionais pela Federação de Alex Ryu Jitsu, com medalhas de ouro, os seguintes famalicenses: Filipe Ferreira, Ana Andrade, Digo Moreira, João Fonseca, Alberto Mahomedov, Ricardo Mesquita, Maria Reis, Jéssica Rodrigues, Marta Borges, Marlene Araújo (bicampeã), José Ferreira, Bruno Azevedo, Helena Abreu, Jorge Abreu, Simão Pontes, João Faria, Ana Novais (bicampeã), Gabriela Cunha,

Miguel Leitão (bicampeão), Tiago Sabino, César Mendes, José Costa (bicampeão), Maria Gonçalves (bicampeã), Filipa Costa e Nelson Machado. “Estes brilhantes resultados conquistados pelos atletas da Federação Portuguesa de Alex Ryu Jitsu são um grande estímulo e fonte de motivação para a participação deste estilo marcial no campeonato mundial ‘All Styles World Championships’ que se irá realizar, também em Vagos, em abril de 2014”.

Fim de semana com excelentes resultados para a EARO A Escola de Atletismo Rosa Oliveira (EARO) participou, no passado domingo, no Corta-Mato de Abertura da Associação de Atletismo de Braga, disputado no parque anexo à Pista de Atletismo Gémeos Castro, em Guimarães. Na prova, a EARO obteve “excelentes resultados com os escalões de benjamins e veteranos, tendo conquistado alguns pódios”, anuncia em nota à imprensa. Os atletas da EARO no Corta Mato de Abertura A EARO esteve ainda presente na 56ª Volta a Paranhos, a prova mais antiga de Portugal, com os seus atletas André Silva e Vasco Batista, “tendo eles efetuado uma boa prova”.

Whiskytistas no Trail de S. Silvestre Os Whiskytistas estiveram presentes, no passado domingo, no Trail de S. Silvestre, realizado em Cardielos, Viana do Castelo. Pedro Pinto foi o elemento que representou este grupo, tendo percorrido os 42 quilómetros em 4h29minutos, alcançando o 34º lugar entre os 150 atletas que alinharam nesta prova. Esta foi a última prova de trail do ano 2013 para este grupo. Em 2014, os Whiskytistas vão mais uma vez participar no circuito nacional de Ultra Trail, estando a 1ª etapa agendada para 25 de janeiro, no Ultra Trail dos Abutres, em Miranda do Corvo.

Os1127  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you