Issuu on Google+

3º Duatlo de Famalicão foi o maior a nível nacional com 700 participantes

FC Famalicão

Luís Teixeira foi o escolhido para substituir Jorge Batista no comando técnico da equipa sénior do Futebol Clube (FC) de Famalicão. A direção do clube decidiu que o treinador famalicense até ao final da temporada vai continuar a ser Luís Teixeira, que orientou a equipa a semana passada na preparação do jogo de domingo passado, frente ao líder Mirandela. Esta decisão prende-se, segundo a direção, com a política de apostar na prata da casa. Além disso, no último jogo, frente ao líder, Luís Teixeira conseguiu uma vitória importante, que valeu agora um voto de confiança ao jovem treinador, também ele formado nas escolas do Famalicão. “Pensamos que o mais importante é que esta malta que sente o clube, se aproxime cada vez mais dele e penso que com isso certamente que conseguiremos melhores resultados”, afirmou o presidente do Famalicão, João Araújo, em declarações ao OPINIÃO SPORT, manifestando total confiança na “qualidade” do jovem. “Além de todo o amor que ele manifesta pelo clube, penso que a qualidade que ele também revela é mais que suficiente para lhe darmos este voto de confiança”, reiterou. Por seu lado, Luís Teixeira confessou ter recebido este convite com “muita surpresa”. “Tínhamos um pacto que era até domingo fazer o melhor possível e foi o que fizemos, trabalhamos nesse sentido. Foi com muita surpresa e com muito agrado que recebi agora este convite para representar o clube do meu coração”, contou. O jovem treinador promete apresentar, todas as semanas, uma equipa como a que jogou frente ao líder no domingo: “com atitude, com vontade de trabalhar e de vencer”. M.F./J.C.

Iniciativa foi apresentada pelo presidente da autarquia, Armindo Costa

Câmara lança calendário concelhio de atletismo

António Freitas

Luís Teixeira novo treinador do Famalicão

Momento da apresentação do Calendário Concelhio de Atletismo

Magda Ferreira* A Câmara Municipal de Famalicão criou um Calendário Concelhio de Atletismo (CCA), cujo objetivo é organizar no tempo e no espaço as cerca de 20 provas promovidas anualmente no concelho, através das diversas associações e clubes desportivos. A iniciativa, intitulada “Corre Famalicão”, foi apresentada na passada sextafeira, em conferência de imprensa, pelo presidente da autarquia famalicense, Armindo Costa, que esteve acompanhado do vereador do Desporto, Leonel Rocha, e da atleta Rosa Oliveira. Sem que a autarquia interfira na organização das provas, o objetivo é “promover a qualidade logística e organizativa” de cada uma delas, conforme explicou o presidente da Câmara. “Com esta iniciativa, as associações têm garantidos quase a totalidade dos recursos logísticos necessários à organização das provas”, acrescentou Armindo Costa. O apoio logístico inclui cedência de pórticos e grades, isenção do licenciamento da prova, aquisição de troféus até ao valor máximo de 300 euros por prova, policiamento gratuito e requisição de bombeiros. Além

deste apoio, o CCA pretende também distribuir a realização das provas no tempo, para que não haja qualquer sobreposição. O presidente da autarquia salientou ainda “a grande dinâmica desportiva do concelho”, onde existem “cerca de duas centenas de associações e clubes desportivas em permanente atividade, nas mais diversas modalidades, que envolvem milhares de atletas, sobretudo jovens”. “Uma das modalidades com mais expressão, tanto pelo número de clubes e atletas envolvidos, mas sobretudo pelas inúmeras provas que decorrem no concelho, é o atletismo”, acrescentou ainda Armindo Costa, referindo que Famalicão é o concelho com o maior número de associações e atletas inscritos na Associação de Atletismo de Braga. Outro dos objetivos deste Calendário é a criação de um “Ranking Concelhio” que, no final de cada temporada, consagra os atletas e as equipas, mas apenas nos escalões de juniores, seniores e veteranos. Fazem parte do ranking todos os atletas e equipas que participem nas provas do CCA. O apuramento final apenas considerará os atletas que participem, no mínimo, em seis provas.

Outro objetivo desta medida do Gabinete de Desporto da autarquia é promover as várias disciplinas do atletismo, como o lançamento, salto em altura, salto em comprimento e barreiras, entre outras. Uma medida que agrada à atleta Rosa Oliveira, representante das associações que promovem o atletismo no concelho, que diz estar “muito satisfeita” com este projeto “único a nível nacional”. “Se continuasse na Câmara avançava com campos de treinos e pista de atletismo” “Se continuasse na Câmara de Famalicão, avançava com os campos de treinos e a pista de atletismo” que integravam a Cidade Desportiva. Declarações do presidente da Câmara, Armindo Costa, na conferência de imprensa de apresentação do CCA, onde foi questionado pelos jornalistas sobre aquele projeto. O edil recordou que a Cidade Desportiva era um objetivo deste executivo, mas que a crise financeira que se instalou no país impediu de ser concretizado. A primeira fase do projeto, que é, segundo Armindo Costa, a compra dos terrenos, avançou. Trata-se de uma parcela com cerca de 22 hectares, junto às instalações da antiga ETAR. “Fizemos o nosso trabalho, compramos esse terreno e quando a Câmara que vier em outubro entender, poderá lançar mãos e fazer os campos de treino, a pista de atletismo, isso representa pouco dinheiro, e deixar a parte cara da obra, que é o estádio municipal, para quando houver condições para que isso aconteça”, afirmou. *com Paulo Couto veja em www.famatv.pt ou pub


22

sport: 6 de março de 2013

Camadas jovens de Joane, Ribeirão e Famalicão As camadas jovens do Grupo Desportivo de Joane jogaram no passado fim de semana e conseguiram os seguintes resultados: Joane 2-1 Marca (juniores); Emilianos 1-7 Joane (juvenis); Joane 2- 0 Celoricense (iniciados); Joane 8-2 Ninense (infantis série H); Pevidém 41 Joane (infantis série J); Joane 3-4 Vitória (benjamins série H). Também os mais novos do Grupo Desportivo de Ribeirão estiveram em competição: Marinhas 0-1 Ribeirão (juniores); Ribeirão 2-3 (juvenis); Ribeirão 4-0 Merelinense (iniciados – div. honra); Ribeirão 0- 2 Braga (iniciados); Os Sandinenses 1-0 Ribeirão (infantis); Ribeirão 1-10 Tabuadelo (infantis série J); Operário 3-0 Ribeirão (benjamins série C); Ribeirão 1-4 Casa do Benfica (benjamins série H). No Futebol Clube de Famalicão os resultados das camadas jovens foram os seguintes: Famalicão 1-1 Brito (juniores); Famalicão 4-2 Fafe (juvenis A); Palmeiras 1-3 Famalicão (iniciados A).

Vitalinhos: 1 vitória, 1 empate e 1 derrota

futebol

Equipa do Passal não aproveitou empate do Chaves e derrota do Mirandela

Ribeirão deixa dois pontos em Gondomar 0-0 Estádio de S. Miguel, em Gondomar Árbitro : Rui Rodrigues de Lisboa Auxiliares: Hugo Ribeiro e Vítor Cruz

Gondomar Ribeirão César Tiago Graça Papa Mor Joel Marco André Luís Neves Pinto (90’ Ricardo Carvalho) Marcos (63’ Júlio) Tiago Gomes Tiago Gil Igor

Pedro Albergaria Nelsinho Cerdeira (75’ Hugo Cruz) Joel Varela (90’ Ansumane) Vitinha Paulo Rôla Andrew W. Junior (57’ João Beirão) Daniel Feliz

Treinadores José Alberto

Daniel Ramos

Go los: não houve. Cartões Amarelos: 41’ Nelsinho; 69’ Tiago Gil; 79’ Marco André; 80’ Tiago Gomes. Cartões Ve rmelhos: Não houve.

Aristides Ferreira No passado sábado, os minis da Escola de Futebol Francisco Vital tiveram jogo no GD Louro a contar para a Liga Vale do Ave, num jogo muito esforçado, mas onde acabaram derrotados por 4-2. Os benjamins, também no sábado, fizeram a sua deslocação ao campo da AD Oliveirense. Começaram o jogo a perder mas conseguiram reaver a confiança e dar a volta ao resultado, que ficou numa vitória por 6-5. Os infantis também jogaram com a AD Oliveirense, mas no domingo, e num jogo muito disputado conseguiram um empate a 3 bolas. No próximo domingo, dia 10, os infantis recebem em casa o CD Lousado, pelas 9h30, e os benjamins recebem o Vizela, às 11 horas, em jogos relativos à 17ª jornada das respetivas competições da AF Braga.

O Ribeirão deixou dois pontos em Gondomar ao não conseguir vencer a equipa local, num jogo onde, em largos espaços da partida, o domínio pertenceu aos homens do Passal, mas faltou o golo para consolidar o segundo lugar isolado. Já o Chaves empatou em Vizela e o Mirandela perdeu em Famalicão. À partida para este jogo o Ribei-

rão era favorito. Depois de duas vitórias consecutivas esperava-se mais uma frente ao modesto Gondomar, que ocupava a 10ª posição na tabela classificativa. O Ribeirão entrou determinado, foi-se instalando no meio campo contrário e aos 14 minutos surgiu a primeira grande situação de golo: numa descida na direita do ataque ribeirense, Cerdeira recebeu à entrada da área e com um remate forte obrigou César a uma boa intervenção. A dominar, o Ribeirão voltou a estar perto do golo dois minutos depois, Daniel foi à linha, cruzou e Júnior não teve altura para bater o guarda-redes local. Mais dois minutos e Feliz esbarra num adversário, quando já se gritava golo. Com um caudal ofensivo bastante acentuado, o Gondomar ia defendendo como podia e aos 23 minutos o primeiro lance polémico na área do gondomarense: o árbitro não viu uma mão na área da equipa da casa. Nesta fase o Ribeirão não conseguiu marcar e o Gondomar acabou por subir as sua linhas e o último quarto de hora foi de domínio da equipa da casa. Primeiro foi Marcos a isolar-se na esquerda do seu ataque mas na hora da finalização não teve força para bater Albergaria; depois foi a vez de Igor aparecer na direita mas Albergaria conseguiu resolver. O nulo ao intervalo premiava os dois guarda-redes, que se mos-

tram intransponíveis. No segundo período curiosamente foi a equipa do Gondomar a entrar mais atrevida e em mais dois lances Pedro Albergaria a mostrar que é um excelente guarda-redes. Daniel Ramos sentiu necessidade de mexer na sua equipa e aos poucos o jogo ficou mais repartido, mas foi, mais uma vez, o Gondomar a desperdiçar uma oportunidade em cima do minuto 75. O último quarto de hora foi de domínio intenso do Ribeirão, que foi com tudo à procura dos três pontos. Aos 79 minutos, Andrew obrigou César a mais uma boa intervenção; aos 81, o mesmo Andrew foi nitidamente carregado na área do Gondomar, mas o árbitro deixou seguir; aos 85, Daniel, numa boa combinação com João Beirão, foi novamente carregado na área contrária mas desta vez o senhor Rui Rodrigues, de Lisboa, apontou para a marca de grande penalidade. Chamado a convertes, Paulo Rôla atirou à barra e deixou dois pontos em Gondomar, não aproveitando o empate do Chaves e a derrota do Mirandela. Por aquilo que fez o Ribeirão merecia os três pontos, mas não era o seu dia de sorte. Arbitragem complicada de Rui Rodrigues, tem que estar mais atento, porque só à terceira falta na área da equipa da casa é que se decidiu por marcar uma grande penalidade. pub


sport: 6 de março de 2013 23

futebol

Famalicão com vitória justíssima frente ao líder Mirandela

Joane vence Limianos em casa

Vitória justa, mas difícil Ár bitro : Sílvio Gouveia Auxiliares: Pedro Gonçalves e João Sá Vaz

Joane Limianos André Zé Pedro António Russo (63’ Tales) Marquinho (78’ Pedro) Sócrates Rui Pereira Bruno Peixe Marcelo (92’ André Costa) Moreira

Litos Vítor Hugo Beck Vasco (75’ Gustavo) Arnold Pedro Maciel Micael (75’ Ribeira) Boris Tanela Jean (45’ Lucas) JóJó

Treinadores Francisco Costa

Carlos Cunha

Golos: 1-0 Sócrates, 67’. Cartões Amarelos: 20’ Pedro Maciel; 27’ Marquinho; 28’ Vítor Hugo; 35’ Pedro Maciel; 41’ Arnold; 45’ Russo;49’ Litos; 65’ Peixe; 71’ JóJó; 76’ Peixe; 82’ Boris; 87’ Bruno; 93’ Tanela. C artõ es Vermelho s: 35’ Pedro Maciel; 76’ Peixe.

José Carlos Fernandes Um golo soberbo de Sócrates depois de um cruzamento com todas as medidas de Peixe, foi o suficiente para o Joane somar 3 pontos frente ao quarto classificado. A vitória foi sofrida mas justa, os pupilos de Francisco Costa tiveram que trabalhar muito para segurarem a vantagem. Durante a primeira parte os forasteiros não conseguiram um remate certeiro à baliza de André. O Joane entrou bem no jogo, a pressionar. Podia ter marcado logo aos 2 minutos, Sócrates e Marquinho não chegaram a tempo a um excelente cruzamento do lado direito. Aos 11 minutos, Marquinho, uma vez mais, não conseguiu a emenda. Passados os primeiros minutos, os forasteiros equilibraram, o jogo foi mais disputado a meio campo, a bola andou sempre muito longe das balizas. Aos 35 minutos, surge a expulsão do central Pedro Maciel e até ao intervalo, o Joane não conseguiu tirar dividendos da superioridade numérica. No reatamento o técnico forasteiro fez alguns ajustes na equipa e o Joane fez o que lhe competia: do-

2-0 Estádio Municipal de Famalicão

minar o jogo. A verdade é que o golo podia ter surgido logo aos 2 minutos da segunda parte, quando Sócrates, com a baliza escancarada, fez o mais difícil, rematou ao lado. Este lance serviu também de tónico para os forasteiros, que viam um Joanane nervoso e ansioso, a precisar de vencer. Mesmo assim foram os locais que continuaram a dominar. Francisco Costa dava instruções para circulação de bola e foi assim que, aos 67 minutos, Peixe cruzou com todas as medidas, Sócrates fez o resto e com um bom remate de cabeça bateu Litos, redimindo-se também do lance anterior. Com vantagem no marcador e com mais um elemento, a preocupação do Joane era aguentar e segurar a vitória. O jogo estava controlado, mas a 15 minutos do fim, Peixe com duplo amarelo, também foi expulso. A jogar novamente em igualdade numérica, o Joane neste período sofreu um pouco, o Limianos podia ter chegado ao empate. No último lance do jogo, já em período de compensação, teve muita sorte, a bola só por milagre não entrou na baliza de André. Quando o jogo terminou foi tremenda a alegria dos joanenses dentro e fora do relvado. Justa vitória dos locais, valorizada ainda mais pela excelente réplica dos homens de Ponte de Lima. A arbitragem tecnicamente esteve bem, mas disciplinarmente mal, o número de cartões mostrados foram exagerados.

II DI VI SÃO CLASSIFICAÇÃO

1. Mirandela 2. Chaves 3. GD RIBEIRAO 4. Vizela 5. Limianos 6. FC FAMALICAO 7. Tirsense 8. Boavista 9. Fafe 10. Vilaverdense 11. Amarante 12. Varzim 13. Gondomar 14. GD JOANE 15. Infesta 16. Padroense

RESULTADOS

J

22 22 22 22 22 22 22 22 21 22 22 21 22 22 22 22

Varzim, 2; Tirsense, 2 Amarante, 0; Infesta, 0 Boavista, 2; Fafe, 1 Gondomar, 0; GD RIBEIRAO, 0 GD JOANE, 1; Limianos, 0 FC FAMALICAO, 2; Mirandela, 0 Vilaverdense, 1; Padroense, 0 Vizela, 1; Chaves, 1

V

Zona Norte E

13 4 11 8 10 9 10 7 10 7 9 7 7 9 7 8 6 9 6 8 5 9 4 12 4 12 4 6 4 4 3 5

D

5 3 3 5 5 6 6 7 6 8 8 5 6 12 14 14

F

28 31 29 27 25 30 24 29 23 16 24 18 17 19 18 13

C

19 15 17 18 17 20 26 31 17 25 23 17 17 33 38 38

P

43 41 39 37 37 34 30 29 27 26 24 24 24 18 16 14

PRÓXIMA JORNADA Chaves - Varzim Tirsense - Amarante Infesta - Boavista Fafe - Gondomar GD RIBEIRAO - GD JOANE Limianos - FC FAMALICAO Mirandela - Vilaverdense Padroense - Vizela

Árbitro: Rui Fernandes de Viana do Castelo Auxiliares: Henrique Parente e José Rui

Famalicão Mirandela Paiva Marquinhos Rafa Palheiras Talocha Fina Luciano (65’ Pollo) Pipo (73’ André Ká) Rui Borges Ricardo Martins Bertinho (81’ Madureira)

Rui Nereu Filipe (45’ Lucas) Rondinele Corunha Alphonse Califa Danilo (75’ Billa) Nani (52’ Jair Leal) Toninho Rui Lopes Leandro

Treinadores Luís Teixeira

Vítor Maças

Golos: 1-0, Ricardo Martins, 25’; 2-0, Pipo, 48’. Cartões Amarelos: 30’ Danilo; 51’ Talocha; 70’ Palheiras; 71’Pipo; 86’ Rui Borges; 90’ Madureira; 93’ Alphonse. FC Famalicão

1-0 Campo dos Barreiros, em Joane

Com muito brilho

Cartões Vermelhos: 80’ Palheiras.

José Clemente Depois da saída de Jorge Batista do comando técnico da formação famalicense, a semana passada, a equipa estava entregue ao seu adjunto Luís Teixeira e não poderia ter acontecido nada melhor que uma vitória e logo frente ao líder, o Mirandela. Um resultado justíssimo, fruto de uma exibição muito segura e unida. O Famalicão entrou na partida com algumas modificações, casos das saídas de Pedro Silva e Pastel (que abandonou o plantel famalicense) e das entradas de Marquinhos e Rafa. A equipa da casa deu a entender, logo no início do jogo, que queria bater o pé ao líder, entrou muito bem no jogo e aos 25 minutos beneficiou de uma grande penalidade, convertida em golo por Ricardo Martins. Com este golo esperava-se uma reação da equipa do Mirandela, só que a mesma não chegou e disso se

aproveitou o Famalicão e nesta fase do jogo continuou a ser sempre a equipa a mandar na partida. Os minutos iam passando rumo ao intervalo e o Famalicão tinha o controlo do jogo. Na segunda parte o Mirandela teria de fazer alguma coisa para mudar o rumo dos acontecimentos e fez entrar logo no início do reatamento Lucas, um homem de características atacantes e que viria a modificar alguma coisa no ataque da sua equipa. Só que o Famalicão entrou muito bem na segunda parte e logo na primeira jogada de ataque, pelo lado esquerdo, Pipo fez o segundo golo. A vencer por 2-0, o Famalicão procurou gerir a vantagem. O Mirandela cresceu no terreno em busca de reduzir só que a formação famalicense esteve muito bem organizada no seu setor mais recuado, que, muito unido, não dava

qualquer veleidade ao ataque adversário, que até estava a criar algumas dificuldades aos famalicenses, inclusive ainda mandou uma bola ao poste da baliza de Paiva. O tempo ia passando e estava a jogar a favor da equipa da casa. Luís Teixeira começou, então, a jogar com o banco e aos 65 minutos tirou Luciano e fez entrar Pollo, que viria a realizar uma jogada que encheu todo o campo com um forte aplauso, e para reforçar ou dar uma ajuda ao setor mais recuado, o que se justificava, aos 73 tira Pipo (excelente exibição) e fez entrar André Ká. A última foi a saída de Bertinho e a entrada de Madureira. O final da partida chegaria com a vitória a sorrir aos famalicenses, uma vitória que, de resto, não deixa margem para qualquer dúvida quanto à justeza do resultado. Quanto ao árbitro tem classe e categoria para fazer melhor.

Cabeçudense empate em Neiva O Sporting Clube Cabeçudense foi ao terreno do Neiva empatar a duas bolas, no passado sábado, em jogo da 16ª jornada do campeonato nacional de futsal da 3ª divisão. Apesar do empate, a formação de Cabeçudos continua na liderança da prova, com 37 pontos, mais 6 que o 2º classificado, o Gualtar, que nesta ronda folgou. A 17ª jornada disputa-se no próximo fim de semana e o Cabeçudense vai receber no domingo, dia 10, pelas 15h30, a formação do Nogueiró, que é o último classificado. pub


24

sport: 6 de março de 2013

futebol

Geração Benfica Famalicão soma vitórias

Golo madrugador de Correia valeu triunfo à Oliveirense em Vila Meã

Depressa e bem afinal há quem 0-1 Estádio Municipal de Vila Meã Árbitro: Rui Oliveira, do Porto Auxiliares: Jorge Silva e Carlos Silva

Vila Meã Oliveirense A Escola do Benfica em Famalicão cumpriu, no passado fim de semana, mais uma etapa na formação dos seus campeões com as equipas de traquinas “A” e petizes “A” a golearem em Pevidém, numa manhã de domingo “uma vez mais brilhante por parte dos atletas ‘encarnados’, que dominaram todos os momentos do jogo”, em mais uma jornada a contar para a Liga Vale do Ave. Já no sábado de manhã, as equipas de traquinas “A” e petizes “B” jogaram em Braga, diante da “O Boladas”, tendo os benfiquistas vencido todos os encontros. Para a AF Braga, a equipa “C” de infantis deslocou-se ao terreno do FC Famalicão para vencer com tranquilidade, enquanto a equipa

“A” do mesmo escalão perdeu na receção ao Crescer Mais. Os infantis “B” receberam o Delães, tendo a equipa de Dinis Moreira alcançando uma goleada. Ainda no sábado, os benjamins “B” deslocaram-se a Guimarães para jogar diante do Vitória SC, tendo os pupilos do professor Elias Pinto perdido o encontro, num jogo muito bem disputado e equilibrado. A equipa “A” do professor Paulo Ribeiro foi a Ribeirão vencer a equipa da casa. Os iniciados jogaram no Estádio do Bessa diante do Boavista tendo perdido o jogo pela margem mínima, em mais uma jornada a contar para a Liga Clip Sport, que proporciona muitos jogos aos atletas nascidos nos anos de 1998/1999.

Atletas famalicenses na seleção de sub-15 masculina da AF Braga Apesar dos resultados desportivos não serem os melhores e os desejados, a equipa de iniciados da ARPO (Associação Recreativa Pousadense) tem bons valores dentro do seu plantel, tendo os atletas Daniel Carvalho e Vasco Pereira sido convocados para a seleção de sub-15 da Associação de Futebol de Braga. Da lista de atletas convocados, que treinaram no pavilhão do Externato Carvalho Araújo, fizeram ainda parte mais cinco atletas de equipas do concelho de Famalicão. Do MAL de Landim foram os atletas João Matos e Simão Machado, e do FC Vermoim os atletas Pedro Silva, Simão João e Miguel Cunha.

ARPO perde no distrital de iniciados em futsal A equipa de iniciados da ARPO (Associação Recreativa Pousadense) recebeu, no passado domingo, no Pavilhão Municipal “Terras de Vermoim”, a formação do ADC Gualtar em partida da 15ª jornada do campeonato distrital de futsal no escalão de iniciados, tendo sido derrotada por 2-4. Os golos da ARPO nesta partida foram apontados por João Paulo Fernandes e Daniel Carvalho, numa partida em que ARPO chegou a estar a vencer por 2-1 nos primeiros minutos da segunda parte. A ARPO alinhou com Américo, Xico, Daniel Carvalho, André Marinho e João Paulo Fernandes, tendo jogado ainda Marcelo, Nelson, Daniel Rodrigues, Jorge, Simão e Pedro Silva.

Nélson Magalhães Daniel Ferreira Pinheiro (81’ Mirandinha) Marco Alves Dany Gustavo (60’ Andrezinho) Pedro Moreira Mica Perry (45’ Pedro Oliveira) Pedrinho Brito

João Cruz Tiago Moreira Paulo Sampaio China Ricardo Rocha Pedro Costa (77’ Keita) Rui Gonçalves Zé Tiago Cadete (45’ Cafú) Pedro Fontes (45’ Fifas) Correia

Treinado res Pedro Pinto

Paulo Rafael

Go los: 0-1 Correia, 1’. Cartões Amarelos: 25’ Gustavo; 32’ Rui Gonçalves; 40’ Marco Alves; 45’ Rui Gonçalves; 63’ Brito; 66’ Tiago Moreira; 72’ Correia; 87’ Pedro Moreira. Cartões Vermelhos: 45’ Rui Gonçalves; 72’ Pedrinho.

Joel Lima A Oliveirense soma e segue. Depois de um empate em Lordelo na jornada anterior e com a sua liderança em cheque, não tremeu nem vacilou e cumpriu os seus afazeres de líder, trazendo de Vila Meã três pontos em carteira, naquele que foi o último jogo fora da equipa famalicense nesta primeira fase do nacional da 3ª divisão. O seu adversário do passado domingo até vinha em alta, após alcançar 4 vitórias nos últimos 5 encontros, mas os pupilos de Paulo Rafael entraram em campo a todo o gás e nem deixaram os da casa respirar, porque ainda nem o primeiro minuto estava cumprido já Correia fazia mexer o placard. Após a sua primeira in-

cursão no ataque, a Oliveirense beneficiou de um pontapé de canto, que após cobrança de Pedro Fontes, encontrou ao primeiro poste a cabeça de Correia, que abriu o marcador. Os pupilos de Pedro Pinto bem tentaram reagir, mas atordoados com tão rude golpe, nunca conseguiram fazer mossa na defensiva dos visitantes. Antes pelo contrário, era a Oliveirense quem controlava os tempos de jogo e os espaço a seu belo prazer. Sem soluções ofensivas, os de Vila Meã tentaram transportar o jogo para uma dimensão mais física, tornando-o quezilento e de baixo nível do ponto de vista estético. Perigo junto das balizas, só quando Correia, já no cair do pano do primeiro tempo, obrigou Nelson Magalhães à estirada da tarde. Esteve à vista o dobrar da vantagem famalicense, que nem um minuto depois, e segundos antes de baixarem às cabines, se viram reduzidos a dez unidades, por expulsão de Rui Gonçalves, numa decisão algo exagerada do árbitro da partida, sempre muito inseguro, e que iria condicionar todo o segundo tempo. A consequência imediata desta expulsão foi o ajustamento que Paulo Rafael elaborou na sua equipa, deixando ficar no balneário Cadete e Pedro Fontes, lançando para a etapa complementar Fifas e Cafú. Era, claramente, uma aposta do técnico da Oliveirense por jogadores frescos, que povoassem mais o corredor central do terreno, impedindo, ou tentando impedir, que o Vila Meã, em vantagem numérica, partisse para cima do adversário. E para quem viu o jogo,

o técnico da Oliveirense acertou em cheio. Os forasteiros conseguiram congelar o jogo e o conjunto de Amarante, mesmo a perder e a jogar com mais um, nunca conseguiu criar nenhuma situação de perigo, nem tão pouco algo perto disso mesmo. Aliás, este jogo, excelente do ponto de vista tático dos famalicenses, só levou a que os nervos se apoderassem dos homens da casa, que talvez por isso tenham ficado reduzidos, também eles, a dez, ao minuto 77, após entrada absolutamente despropositada de Pedrinho, sobre o lateral direito da Oliveirense, Tiago Moreira. E assim a equipa de Paulo Rafael somou mais três pontos. Jogando de forma adulta, demonstrando uma maturidade apenas ao alcance de um líder em grande estado de graça e tranquilidade. Arbitragem muito irregular de Rui Oliveira.

III DI VI SÃO CLASSIFICAÇÃO

J

V

E

1. AD OLIVEIRENSE

21

13

7

3. Paredes

21

10

7

5. Santa Eulália

21

2. CA Felgueiras 4. Lousada

6. Pedras Rubras 7. Serzedelo 8. Vila Real

9. A. Lordelo

10. Vila Meã

11. Rebordosa

12. Leça

RESULTADOS

21

21 21 21

21

21

21

21 21

Vila Meã, 0; AD OLIVEIRENSE, 1

Serzedelo, 3; Pedras Rubras, 1

Santa Eulália, 3; Vila Real, 1

Leça, 0; CA Felgueiras, 3

Rebordosa, 2; Paredes, 2 Lousada, 2; A. Lordelo, 0

14 9 9

9 7

7

5

5

4 2

3 7 5

4 5

Sé rie B D

19

27

22

33

5 7

8 9

5

11

7

40

4

4

12

5

C

27

2

7

F

1

9

12 12

32

29 20

26

21

26

21 16

P

9

46

17

37

30

29 19

31

30

45

30 37

45 34 32

31 26

23

22

20

17 13

PRÓXIMA JORNADA Pedras Rubras - Vila Meã Vila Real - Serzedelo

CA Felgueiras - Santa Eulália Paredes - Leça

A. Lordelo - Rebordosa

AD OLIVEIRENSE - Lousada

AFSA: jogou-se para a taça No passado fim de semana, na Associação de Futebol de Salão Amador de Famalicão (AFSA) jogou-se para a taça. Na taça seniores masculinos, os resultados foram: ACURA 5-4 (a.prolg.) AD Pedome; ADERM 7-4 Lameiras; ADESPO 0-2 ADECA; AC Ramil 6-4 UD Bairrense. Na Taça Veteranos, os jogos terminaram assim: ADC Novais 1-1 (3-1 g.p.) União Louredo; AC Vermoim 0-7 Covense; ADERM 2-1 Barrimau; MAL 2-2 (6-7 g.p.) Bairrense. Na Taça Iniciados, os resultados foram os se-

guintes: AD Esmeriz 3-12 ADERM; GD Carreira 5-1 FC Landim; AD Pedome 6-3 ADECA; União Louredo 4-5 (a.p.) Cabeçudense. Para o campeonato feminino, jogou-se a jornada 5 e os resultados foram: AD Esmeriz 2-2 ADRO; AD Oliveirense 8-6 União Louredo. Em juvenis também se jogou para o campeonato a 5ª jornada: AD Pedome 2-4 União Louredo; Barrimau 92 UD Bairrense.

Ninense recebe Celeirós para a Taça AFB

Futsal distrital masculino

O Ninense vai receber o Celeirões, em jogo dos quartos de final da Taça da Associação de Futebol de Braga, eliminatória que está marcada para o próximo dia 30 de março. O sorteio decorreu a semana passada e os restantes jogos são: Dumiense-Arões; Forjães-Vieira; Terras Bouro-Brito. A eliminatória é jogada num único jogo, seguindo-se as meias-finais novamente em dois jogos, até à final agendada para junho, no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães.

A 16ª jornada do campeonato distrital de futsal feminino disputou-se no fim de semana passado e os resultados das equipas famalicenses foram os seguintes: MAL 9-3 Núcleo Rio Homem; Covense 5-3 Priscos; Delães 2-6 AEIPCA; Caldelas 4-4 S. Mateus; Vieira Futsal 2-2 Mouquim; AST Futsal 3-4 AD Esmeriz. Na tabela classificativa, o Covense continua em 1º, com 44 pontos; o S. Mateus é 2º, com 39 pontos; em 4º está o MAL, com 31; a AD Esmeriz segue em 6º, com 25; em 7º está o Delães, com 20; e o Mouquim é 13º, com 12. A jornada 17 disputa-se no próximo fim de semana: Núcleo Rio Homem-Covense (dia 9, 18h); S. Mateus-Vieira Futsal (dia 9, 18h45); Priscos-Delães (dia 9, 21h); Mouquim-MAL (dia 9, 21h30); AD Esmeriz-CCS St. Adrião (dia 10, 19h).


sport: 6 de março de 2013 25

futebol

Operário vence dérbi concelhio com Lagense

AF BRAGA CLASSIFICAÇÃO

1. Brito 2. Torcatense 3. Vieira 4. NINENSE 5. Arões 6. Celeirós 7. Porto d'Ave 8. Celoricense 9. Prado 10. Pica 11. Travassós 12. Forjães 13. Amares 14. Gerês 15. Fão 16. Águias Alvelos

RESULTADOS

J

21 21 21 21 21 21 21 21 21 21 21 21 21 21 21 21

V

14 14 13 13 10 10 9 10 8 7 6 6 5 3 1 1

CLASSIFICAÇÃO

1. RUIVANENSE 2. Pevidém 3. Silvares 4. Antime 5. Emilianos 6. Carreira 7. Stº Adrião 8. BAIRRO 9. LOURO 10. O. Campelos 11. DELÃES 12. S. COSME 13. Amigos Urgeses 14. Ases Stª Eufémia 15. Agrupamento 16. Fermilense

RESULTADOS

J

19 19 19 19 19 19 19 19 19 19 19 19 19 19 19 19

CLASSIFICAÇÃO

1. Guisande 2. S. Verissimo 3. Sequeirense 4. OPERARIO FC 5. Marca 6. Ucha 7. Viatodos 8. Granja 9. ADJ MOUQUIM 10. GD LAGENSE 11. Ferreirense 12. ARNOSO SM 13. Lomarense

RESULTADOS

J

17 16 17 16 14 17 17 17 16 17 16 16 16

D

3 5 5 6 5 6 5 7 8 9 8 10 9 10 16 18

F

43 35 35 30 29 23 37 28 23 20 22 26 22 19 13 22

C

24 20 17 21 16 19 24 25 22 23 26 27 25 33 44 61

P

46 44 42 41 36 35 34 34 29 26 25 23 22 17 7 5

Águias Alvelos - Travassós Amares - NINENSE Celeirós - Vieira Porto d'Ave - Brito Pica - Celoricense Torcatense - Arões Forjães - Gerês Fão - Prado

V

12 10 10 9 10 9 8 7 7 8 8 7 6 4 4 1

Pevidém, 0; Stº Adrião, 0 Ases Stª Eufémia, 1; Antime, 1 Silvares, 2; Carreira, 2 Amigos Urgeses, 3; S. COSME, 2 LOURO, 1; RUIVANENSE, 2 Operário Campelos, 1; DELÃES, 1 BAIRRO, 1; Emilianos, 3 Agrupamento, 4; Fermilense, 3

AF BRAGA

E

4 2 3 2 6 5 7 4 5 5 7 5 7 8 4 2

PRÓXIMA JORNADA

Prado, 1; Travassós, 0 NINENSE, 2; Águias Alvelos, 0 Vieira, 3; Amares, 1 Brito, 4; Celeirós, 3 Celoricense, 1; Porto d'Ave, 0 Arões, 2; Pica, 0 Gerês, 1; Torcatense, 2 Fão, 0; Forjães, 1

AF BRAGA

Divisão Honra

I Divisão-Série B E

3 6 5 7 2 4 3 5 5 2 2 3 4 5 5 3

D

4 3 4 3 7 6 8 7 7 9 9 9 9 10 10 15

F

43 39 31 32 35 31 24 26 21 31 26 31 27 14 22 14

C

28 19 20 19 30 40 27 21 22 32 30 35 38 23 33 30

P

39 36 35 34 32 31 27 26 26 26 26 24 22 17 17 6

PRÓXIMA JORNADA Emilianos - Operário Campelos Antime - Pevidém Fermilense - Ases Stª Eufémia Agrupamento - Silvares S. COSME - Carreira RUIVANENSE - Amigos Urgeses DELÃES - LOURO Stº Adrião - BAIRRO

V

12 12 11 9 8 7 6 7 6 5 4 3 2

S. Verissimo, 0; Marca, 1 Ucha, 2; ARNOSO SM, 1 OPERARIO FC, 3; GD LAGENSE, 0 Sequeirense, 0; Viatodos, 0 Ferreirense, 0; Granja, 1 ADJ MOUQUIM, 2; Guisande, 1 Folga-Lomarense

dade e chegava com muita facilidade a sua zona ofensiva. Fruto desse domínio, ao minuto 15 ampliou a vantagem com um remate certeiro. Ao minuto 30, os homens de Mões sentenciaram o jogo ampliando a vantagem para três golos. O Lagense não reagia aos golos sofridos e foram para as cabines com jogo praticamente definido. Na segunda parte os comandados por Serginho vieram com outra atitude porque os seus adeptos merecem todo o respeito. Após alguns ajustes na equipa, os homens de Calendário conseguiram fazer trocas sucessivas de bolas, a sua defesa acertou nas marcações e o seu meio campo conseguiu algum

ascendente no jogo, mas os homens mais avançados não tiveram uma tarde de grande inspiração. O Operário fazia aquilo que lhe competia, com uma toada mais lenta, reposições de bola mais demoradas e os minutos passavam. Até final um ou outro lance de mais perigo em ambas as balizas mas o marcador final não mais foi alterado. No próximo sábado, às 15 horas o Lagense recebe no seu terreno o Sequeirense, jogo de entrada livre para quem quiser assistir. Já o Operário tem novo dérbi, desta feita no terreno do Arnoso.

FC Vermoim é pentacampeão distrital de futsal feminino

GD Lagense

Ninense alcança triunfo suado Após três jogos fora de portas, este jogo frente ao Alvelos era, porventura, o ideal para a equipa do Ninense voltar aos triunfos depois do desaire da semana passada. No entanto, há que dizer que esteve longe de ser uma vitória fácil. Sem surpresas, foi o Ninense quem pegou no jogo e logo aos cinco minutos criou um lance de perigo na grande área do Alvelos, mas João Cruz rematou por cima. De seguida, foi Cesário quem rematou fraco. O Ninense tinha maior posse de bola, mas as jogadas perdiam-se no último terço do terreno. O Alvelos, por sua vez, foi perdendo a timidez, dando aqui e ali o ar da sua graça, sem no entanto causar real perigo para as redes de João. O nulo ao intervalo penalizava sobretudo os homens da casa pela falta de eficácia. Segunda parte com mais do mesmo, a equipa do Alvelos a defender em bloco baixo e a atacar somente pela certa. Aos dez minutos da segunda parte, lance capital na partida, com o jogador do Alvelos, Cascalho, a simular agressão de Zé Luís e o árbitro a ser iludido pelo teatro do joga-

dor, expulsando o homem do Nine com vermelho direto. Empatados a zero e ainda com mais de meia hora pela frente, foi o despertar da alma ninense, que foi a única equipa a procurar outro resultado. Os famalicenses acabariam por chegar à vantagem aos 75 minutos. João Cruz escapa bem à marcação e ao receber a bola é tocado pelas costas. O árbitro não teve dúvidas e marcou grande penalidade com Luís Salgueiro a abrir o ativo. O Ninense estava na frente com inteira justiça, mas João Salgueiro tratou de refrescar o meio campo. Pouco depois, o recémentrado Álvaro quase chegava ao golo. Logo de seguida, João Cruz desfaz-se com classe do último defesa barcelense, mas a bola embate no ferro da baliza. Já perto do final, Álvaro escapa novamente aos centrais e desmarca-se para a baliza, mas Flávio derruba-o ostensivamente, causando nova grande penalidade e ordem de expulsão. Luís Salgueiro foi chamado novamente a converter e selou assim uma vitória que teve tanto de justa como de sofrida. Alberto Barbosa

FC Vermoim

O GD Lagense foi ao terreno do Operário perder por 3-0, em jogo a contar para a 18ª jornada do campeonato distrital da 2ª divisão, série A. Um dérbi concelhio que a equipa visitada ganhou com alguma naturalidade. O Operário entrou no jogo praticamente a ganhar, já que inaugurou o marcador ao segundo minuto de jogo, um golo muito consentido pela defensiva de Calendário, que não fez a marcação devida após um canto e o avançado do Operário cabeceou sem oposição e atirou para o fundo das redes. O Lagense sentia muita dificuldade em trocar a bola entre os seus jogadores, ao contrário do Operário, que o fazia com alguma tranquili-

Venceu os dois jogos do apuramento frente à ARJ Mogege

O Futebol Clube de Vermoim sagrou-se, no fim de semana, pentacampeão de futsal feminino da Associação de Futebol de Braga. A formação vermoinense venceu os dois jogos da fase de apuramento do campeão distrital, disputados no fim de semana frente a outra equipa famalicense, a Associação Rede Jovem de Mogege. No primeiro jogo do play-off, disputado no sábado no Pavilhão da Coelima (a ‘casa’ da ARJ Mogege), em Pevidém, o FC Vermoim, detentor do título, venceu por 3-4. Um jogo que contou com a presença na assistência do selecionador nacional de futsal feminino, Jorge Braz. Pela ARJ Mogege, treinada por Bruno Azevedo, jogaram: Andreia, Tópi, Bea, Dani, Nuskinha, Ju, Jozita, Mélissa, Olga, Sofia e Rita; os golos foram apontados por Mélissa, Jozita e Ju. O FC Vermoim, treinador por Francisco Paiva, alinhou com: Andreia, Joana, Susy, Patrícia, Ana Azevedo, Filipa, Bruna, Elsa, Paula, Liliana, Marlene e Carla; golos de Carla (3) e

Susy. No domingo, o segundo jogo do play-off jogou-se no Pavilhão Municipal “Terras de Vermoim” e a equipa da casa voltou a vencer, desta feira por 4-2. Neste encontro, pelo FC Vermoim jogaram: Andreia, Joana, Susy, Patrícia, Ana, Filipa, Bruna, Elsa, Paula, Liliana, Marlene e Carla; sendo os golos da autoria de Bruna, Carla, Susy e Ana. A ARJ Mogege alinhou com: Andreia, Tópi, Bea, Dani, Nuskinha, Ju, Jozita, Mélissa, Olga, Sofia e Rita; com os golos a pertencerem a Ju e Nuskinha. Foram dois dias onde o futsal feminino esteve ao mais alto nível na Associação de Futebol de Braga e onde o público não faltou. As duas equipas deram o melhor de si em prol do seu coletivo e o resultado ficou à vista de todos: golos fantásticos, reviravoltas no marcador e jogadas mágicas. Antevê-se, por isso, uma grande final da taça distrital, onde as duas equipas se vão voltar a encontrar.

II Divisão-Série A E

2 0 3 4 3 1 4 1 2 4 2 2 0

D

3 4 3 3 3 9 7 9 8 8 10 11 14

F

34 34 27 33 26 24 21 18 22 22 18 20 16

C

14 9 11 15 12 25 25 23 27 34 39 31 50

P

38 36 36 31 27 22 22 22 20 19 14 11 6

PRÓXIMA JORNADA Marca - Ucha ARNOSO SM - OPERARIO FC GD LAGENSE - Sequeirense Viatodos - Ferreirense Granja - ADJ MOUQUIM Guisande - Lomarense Folga - S. Verissimo

1ª divisão distrital: Louro 1-2 Ruivanense Muito público para assistir ao dérbi entre Louro e Ruivanense, na 19ª jornada do campeonato distrital da 1ª divisão, série B. O Louro entrou a dominar e foi fazendo a circulação da bola, faltando chegar à baliza de Marco com perigo. O Ruivanense também não conseguia chegar à baliza de Pizarro, mas aos 20 minutos Peixoto, de ressaca a um canto, remata à entrada da área e faz o golo, no primeiro remate de que o Ruivães dispôs. O Louro continuou o seu jogo e aos 25 minutos André cobra o livre e Rui, mais alto que todos, cabeceia mas Marco segura. Aos 30 minutos, Canigia, do meio da rua, atira uma bomba e faz o empate para o Louro, resultado merecido pelo que a equipa da casa vinha a fazer. No último mi-

nuto antes do intervalo Márcio aproveita uma bola perdida à entrada da área e faz o segundo golo para o Ruivães, no segundo remate à baliza. Regressados do intervalo, Luís Tiago obriga Marco a aplicar-se aos 50 minutos, e aos 52, Pizarro com uma grande defesa evita novo golo para os forasteiros. O Louro procurava o empate e dava mais espaço para os contra ataques do adversário. Tentava chegar à baliza de Marco mas nem sempre com as melhores opções. No minuto 80 Luís Tiago vai-se a isolar na cara de Marco e Vitó trava o avançado do Louro, vê o vermelho direto e André, na marcação do livre, assusta Marco. Aos 85, Vitinha é expulso vendo o segundo amarelo e ficam dez contra dez. Aos 89, Bruno Santos tam-

bém vê o segundo amarelo, num exagero do árbitro da partida, e a consequente ordem de expulsão. Até ao final o jogo foi divido com o Louro na busca do empate e o Ruivanense a segurar os três pontos. O Louro alinhou com: Pizarro, Borges, Rui, Ricardo, Bi (75’ Vitinha), Martins (60’Bruno Santos), Bruno (75’ Paulo), Tiago Pinto, André, Luís Tiago e Canigia. Treinador: Tavares. Pelo Ruivanense jogaram: Marco, Ricardo, Macedo, Hélder, Marco, Vitó, Peixoto, Nandinho (70’ Eskimu), Tiago, Márcio (60’ Bezerra), Adriano (86’ Serginho). Treinador: Nani. Tiago Gomes


26

sport: 6 de março de 2013

João Pereira na seleção nacional de juniores O ciclista João Pereira, da Escola Ciclismo Carlos Carvalho, de Pousada de Saramagos, foi convocado para o estágio da seleção nacional de juniores, que decorreu de 1 a 3 de março, no Velódromo em Sangalhos. O selecionador nacional de estrada, José Poeira, convocou 22 corredores para o primeiro estágio da época dirigido às categorias de sub-23 e de juniores, e o jovem ciclista que representa aquela escola famalicense foi um dos convocados. Durante o estágio foram feitos testes, avaliações, análises clínicas e foi dado aconselhamento nutricional a todos os corredores. No último dia realizou-se um treino conjunto.

Final Six realiza-se em Joane no fim de semana Numa organização conjunta da Academia de Basquetebol da ATC e da Associação de Basquetebol de Braga, vai realizar-se no fim de semana, dias 9 e 10 de março, a Final Six do Torneio Distrital de Sub12 “Prof. Mário Costa”. A fase final terá lugar no Pavilhão do Complexo Desportivo Municipal de Joane e contará com a participação das equipas da ATC, BC Barcelos, GDAS, SC Braga, SC Maria da Fonte e VSC Guimarães. Os jogos realizar-se-ão no sábado à tarde, entre as 14h30 e as 18h00, e no domingo a partir das 9h00. O encerramento e entrega de prémios terão lugar no domingo, às 18h00, logo após o último jogo da fase final. Para além da competição pelo título de campeão distrital, a organização espera que a Final Six seja mais um ponto alto de promoção e divulgação do minibasquete.

Camaleões Clube Desportivo com muitas vitórias

modalidades

Taça Fundação Inatel Os resultados das equipas famalicenses na 17ª jornada da Taça Fundação Inatel, disputada no fim de semana passado, foram os seguintes: Meães 1-1 Sete Fontes; S. Cláudio 1-1 Marrancos; Mikaelense 0-1 Vilarinho; Juventude Académico 4-0 Fradelos. Na tabela classificativa, o Vilarinho continua em 1º lugar, com 40 pontos; em 4º está o Meães, com 32; o Fradelos é 7º, com 22; em 8º está o Juventude Acadé-

mico, com 21; o S. Cláudio é 11º, com 15; e o Brufense segue em 12º, com 6. A próxima jornada, a 18ª, disputa-se no fim de semana: Fradelos-Mikaelense (dia 9, 15h); MarrancosMeães (dia 10, 10h); Crespos-Juventude Académico (dia 10, 15h); Vilarinho-S. Cláudio (dia 10, 15h); Sete FontesBrufense (dia 10, 15h).

Inatel: Juventude Académico 4-0 Fradelos No passado sábado, o Juventude Académico recebeu e venceu o Fradelos por 4-0, em jogo da Taça Fundação Inatel. Entrou forte a equipa da casa e cedo chegou ao golo, ao minuto 5, com alguma felicidade, aproveitou um autogolo com 1 corte defeituoso da defesa contrária. Motivada pelo golo a equipa de Calendário chegou ao 2 golo através de Nelinho, que numa jogada rápida pela esquerda fez 1 chapéu de belo efeito. O Fradelos não bai-

xou os braços e tudo fez para mudar o rumo do jogo, mas o resultado não se alterou até ao intervalo. Na segunda metade, o início do jogo foi mais equilibrado com ambas equipas a lutaram pela posse da bola e domínio de jogo. Foram mais felizes e eficazes os academistas, que marcaram o 3º golo da partida, acabando assim com as esperanças do adversário. A partir daqui este dérbi tornou-se menos bem jogado, muitas faltas e algumas picardias

entre jogadores. De salientar pela positiva o melhor golo do jogo: Patrício quebrou a monotonia e de fora da área, num remate potente e colocado, fez 1 “golaço” premiando assim a superioridade da equipa visitada. Na próxima jornada o Juventude Académico visita o Arsenal de Crespos e o Fradelos recebe o Mikaelense. Juv. Académico

Vilarinho consolida a liderança da Inatel O Vilarinho deslocou-se a Morreira para defrontar o 2º classificado, o Mikaelense, e venceu por 1-0. O Vilarinho entrou muito bem no jogo, controlandoo por completo e durante a 1ª parte teve três claras ocasiões de golo, enquanto o Mikaelense não criou perigo. Patife foi o primeiro a ter o golo no pés mas não conseguiu marcar quando estava cara a cara com o guarda-redes adversário. Passado pouco tempo, o mesmo Patife apareceu de novo isolado, fez o chapéu mas a bola passa por cima da barra. O Vilarinho tinha o controlo total do jogo e Álvaro apareceu novamente na cara do guarda-redes, fez-lhe novo chapéu mas a bola caprichosamente foi ao poste. Chega-se ao intervalo com 0-0. A 2ª parte foi mais equilibrada mas mesmo assim as

melhores oportunidades continuaram a pertencer ao Vilarinho. O Mikaelense tentava remates de longe sem criar perigo. Quando já nada fazia prever, o Vilarinho vai fazer o golo numa fífia do guarda-redes do Mikaelense, que Pedro aproveitou para dar os três pontos ao Vilarinho, para grande alegria dos muitos adeptos do da formação famalicense que se deslocaram a Morreira. Vitória justíssima da melhor equipa em campo. O Vilarinho alinhou com: Paulo, Abílio, Lipa, Fábio, Flecha, Ivo, Renato, Pedro, Diogo, Patife, Álvaro. Jogaram ainda Diogo, Cardoso, Egídio e Carlos Na próxima jornada o Vilarinho recebe o S. Cláudio, em mais um dérbi concelhio. CD Vilarinho

Liga de Futsal de Famalicão Na 7ª jornada do escalão de escolas, grupo “B”, da Liga de Futsal de Famalicão, disputada no passado domingo, os resultados foram os seguintes: Recreio Desportivo 4-2 FC Vermoim A; AJ Joane 1-4 Sportfut; Barrimau 7-3 CD Lousado. Na liderança segue a Sportfut A, com 12 pontos. Disputou-se ainda um jogo da 7ª jornada do grupo “A” de escolas: CRC-Escola Toni Paiva 1-7 GRVS Martinho. No escalão de minis, jogou-se a 9ª e 10ª jornadas, com os seguintes resultados: Sportfut 0-1 CD Lousado; AJ Joane B 0-1 CRC-Escola Toni Paiva; AD Esmeriz 0-6 CD Lousado; CRC-Escola Toni Paiva 0-2 Recreio Desportivo; AJ Joane A 1-2 Sportfut; Recreio Desportivo 4-1 AD Esmeriz. No próximo domingo, joga-se a 12ª jornada de infantis, no Pavilhão Municipal “Terras de Vermoim”, organizada pela Associação Juventude de Joane: Barrimau-FC Vermoim B (9h); Recreio Desportivo-FC Vermoim A (10h); AJ Joane-CRCEscola Toni Paiva (11h); AD Esmeriz-GRVS Martinho (12h).

AJJ sofre derrota pesada com pré-escolas B A AJJ (Associação Juventude de Joane) continua sem conseguir vencer na Liga de Futsal de Famalicão, a atravessar uma fase de várias derrotas seguidas. A AJJ até nem estado mal nas partidas, mas mais com falta de sorte, “mas o importante é manter a alegria, a dedicação e o empenho, e logo se volta às vitórias”, dizem os seus responsáveis. Este fim de semana jogaram os escolas e minis “A” e “B”. Os escolas cederam frente à formação da Sportfut por 4-1; os minis “B” por 1-0 frente à formação do CRC-Toni Paiva; já o minis “A” foi por 2-1 também frente à Sportfut. Os minis “A” mesmo tendo cedido pontos, continuam na frente e ainda assim com menos um jogo que o 2º classificado. No próximo fim de semana jogam os infantis para a 12ª jornada. pub

A Associação Autênticos Camaleões Clube Desportivo esteve, mais uma vez, representada no Open José Pina, que se realizou em Mirandela no passado dia 24 de fevereiro. Nesta competição de kickboxing estiveram presentes sete participantes da associação de Delães: Sofia Lobo, Adriana Meira, Hugo Costa, Domingos Costa, Ricardo Cunha, Hélio Duarte e Bruno Campos. Todos estes atletas saíram vitoriosos dos combates em que participaram. “Os atletas estiveram fantásticos e são para o clube um grande orgulho, mas este resultado só mostra o quanto eles se têm esforçado e dedicado nos treinos. Agora temos que trabalhar para os combates que virão e espero que continuem com estes bons resultados”, afirma o mestre António Lobo.


sport: 6 de março de 2013 27

modalidades

FAC perde com CD Póvoa em hóquei Na 19ª jornada do campeonato nacional da 2ª divisão de hóquei em patins, o FAC recebeu o CD Póvoa e a malapata dos jogos em casa manteve-se, perdendo por 4-6. Mais uma vez, os últimos minutos foram fatídicos e o Famalicense não conseguiu consolidar o bom jogo que realiza. Depois do bom jogo da semana anterior, a equipa estava um pouco nervosa, acusando a responsabilidade de ainda não ter vencido em casa. O CDP, antes do intervalo marcou por duas vezes e vencia por 3-1 no final dos primeiros 25 minutos. Manteve-se o resultado nos primeiros dez minutos da segunda parte e quando os visitantes fizeram o quarto golo, pensou-se que o jogo estava resolvido. Puro engano. Numa grande resposta do coletivo, em dois minutos, o FAC empatou o jogo. Faltavam quase nove minu-

tos para o final e o FAC estava por cima, acreditando no triunfo. Mas a intranquilidade voltou no final e o CDP aproveitou e marcou o quinto golo a três minutos do fim e a dois minutos do último apito, sentenciou o jogo. O FAC desceu para o 12º lugar. Na próxima semana vai a Viana do Castelo defrontar a Juventude. O jogo é sábado, às 21h30. Na formação, neste fim de semana apenas duas equipas estiveram em competição. Os juvenis, num jogo muito equilibrado, como já era esperado, não conseguiram vencer em Viana do Castelo frente à ED Viana, com o resultado final de 6-5 para os locais. Os juniores receberam o HC Fão e triunfaram por 5-2. Na próxima semana, ambos os conjuntos jogam em casa, com os juvenis a jogarem contra o Riba d’Ave (15h) e os juniores com a AD Limianos (16h30).

Riba d’Ave obtem a sexta vitória consecutiva em hóquei Na deslocação ao aflito Lavra, o Riba d’Ave venceu por esclarecedores 9-0, mantendo-se assim na 3ª posição do nacional da 2ª divisão de hóquei em patins, a apenas dois pontos do 2º classificado. Acrescente-se que a turma ribadavense tem um jogo por realizar e que será disputado em abril na receção ao Marítimo relativo à 13ª jornada. O jogo prometia emoção com duas equipas a jogarem por objetivos diferentes. A primeira parte foi equilibrada onde apenas se registaram dois golos e para o Riba d’Ave. Nota de registo para os três cartões azuis mostrados aos locais, um deles logo no primeiro minuto. Na etapa final o Lavra cresceu mas a finalização não foi a melhor, tendo desperdiçado um livre direto antes de o Riba d’Ave aumentar para 3-0 em igual lance. O minuto 13 trouxe mais dois golos dos minhotos que praticamente sentenciaram o vencedor da partida. A turma da casa tentava reduzir mas nem de livre direto conseguia esse objetivo, mas quem acabou por marcar e por mais quatro vezes foram os ribadavenses. Com esta vitória, o Riba d’Ave mantêm a 3ª posição. Na próxima ronda recebe o Paço de Rei. Fonte: hoqueim inhoto. blogspot. pt

Cavaleiro famalicense vence GP Classic Tour No passado domingo, dia 3 de março, o jovem cavaleiro João Pedro Gomes alcançou o 1º lugar do Grande Prémio Classic Tour, jumping, de 1,40m, inserido no XIX Sunshine Tour 2013, que se realizou em Vejer de la Frontera, em Espanha. Participaram nesta competição 60 cavaleiros, provenientes de todo o mundo, tendo 12 deles ido a uma prova de desempate, acabando o cavaleiro famalicense por ganhar por uma diferença de 2 segundos. O pódio completou-se com uma inglesa, que ficou em 2º lugar, e um francês, que alcançou o 3º lugar.

Grande estreia do FAC na patinagem artística A estreia da escola de patinagem artística do Famalicense Atlético Clube em competição oficial ocorreu no passado sábado, dia 2 de março, no Pavilhão Desportivo de Campo, em Barcelos. Sete atletas participaram nos testes de iniciação: Joana Santos, Sofia Ruivo, Ana Rita Monte, Gabriela Nunes, Barbara Nunes, Rita Carneiro e Catarina Pereira. O FAC diz que “foi fantástica” a prestação das suas atletas. “Fizeram atuações de grande nível, conseguindo todas a aprovação no teste de nível I”, conta. Joana Santos, Bárbara Nunes e Sofia Ruivo, inscritas igualmente para o nível II, também o alcançaram. “Todos os objetivos propostos foram alcançados, sendo natural a satisfação de todas as atletas e da professora Sofia Marques”, afirmam os responsáveis do FAC. A próxima prova é em Braga, nos dias 6 e 7 de abril.

Paulo Oliveira nos quartos de final em bilhar Disputou-se neste fim de semana, a primeira fase do 3º open da 3ª divisão de bilhar. Dividido por três salões (Fenianos, Leça e Leixões) culminará na próxima semana no salão do FC Porto. O FAC participou com seis atletas: Rui Gomes, Camilo Silva, JM Silva, Paulo Oliveira, Luís Dias e Tiago Moreira. Todos com presença positiva, com destaque para Paulo Oliveira que conseguiu o apuramento para os quartos de final numa “luta” com Rui Gomes. Tiago Moreira também chegou aos oitavos de final. JM Silva apesar de vencer o primeiro encontro não conseguiu a passagem para o segundo dia e Luís Dias e Camilo Silva não chegaram à fase eliminatória. Rui Gomes muito regular vai manter-se em posição de subida de divisão e Paulo Oliveira vai re-

colocar-se perto dos 10 primeiros do ranking ou superar, dependendo da sua prestação no dia 9. No campeonato regional da 1ª divisão de bilhar, a 6ª jornada colocou Adolfo Pereira numa posição invejável para alcançar o apuramento para a fase final da competição. No salão do Leixões SC fez uma exibição ao seu nível e venceu o atleta da casa Paulo Veloso, em 42 entradas, por 4023. Com este triunfo, quando falta disputar apenas uma jornada e que se vai realizar em Famalicão, Adolfo lidera o seu grupo e um empate serve para a qualificação. Carlos Veloso, que ainda alimentava a esperança de também conseguir a qualificação, no mesmo salão perdeu com Fernando Monteiro (Portuguesa Leça) por 40-36 em 48 entradas e

já não estará nos oito melhores da prova. No Porto, Jorge Bastos que já não estava nas contas do apuramento, perdeu com Miguel Menezes (Leça FC) por 32-35. A última jornada disputa-se a 12 de Abril. Na Taça de Portugal, o FAC recebeu o BC Porto, equipa da 1ª divisão nacional, em jogo dos 1/16 final da Taça de Portugal, e faltou muito pouco para uma grande surpresa. Foram precisas mais de duas horas de jogo para definir o vencedor e com a vantagem do BC Porto a diminuir na parte final, ficou no ar um sentimento de dever cumprido e a sensação de que poderia ter acontecido “taça”. Adelino Paredes, Carlos Veloso, Jorge Bastos e Adolfo Pereira foram os jogadores a representar o FAC.

Voleibol: FAC 2-3 AASM Num jogo importantíssimo para ajudar a decidir qual o clube que se manteria mais perto do líder da 2ª divisão nacional, FAC e Académica de S. Mamede realizaram mais um grande jogo de voleibol, que terminou com o triunfo dos academistas por 3-2. Com este resultado, o FAC mantém a 3ª posição e na próxima jornada desloca-se à Parede, em Lisboa, para defrontar o CN Ginástica. Jogo marcado para as 18 horas de sábado.

FAC perde em basquetebol Na 18ª jornada do campeonato nacional CNB2, o FAC deslocou-se a Alfena para defrontar o clube local. Num jogo em que tinha a legítima ambição de discutir a partida, o FAC conseguiu realizar uma boa primeira parte, chegando ao intervalo a vencer por 30-35. A segunda parte foi um desastre e o FAC não conseguiu jogar, sofrendo 40 pontos e apenas marcando 11. No final o resultado espelha o desnível do segundo tempo: 70-46. No sábado, o FAC recebe a equipa transmontana do Diogo Cão, às 19 horas.

Sónia vence par senhora e Carolina e Silvina foram finalistas O zonal de apuramento sénior para a 4ª jornada do circuito nacional de badminton disputou-se na Nave de Espinho, com a presença de 13 atletas do FAC. Sónia Gonçalves desta vez acusou a elevada carga de treinos de preparação para o Europeu e “apenas” foi finalista em singulares e venceu o par senhora. Na final de pares senhoras esteve a dupla do FAC, Silvina Guimarães e Carolina Amaral que con-

seguiu mais uma brilhante prestação. Esta dupla e Sónia estão qualificadas para a fase final que se realizará nos dias 6 e 7 de abril, no Centro de Alto Rendimento das Caldas da Rainha. Boa prova também de Bruno Gomes que chegou às meias-finais em singulares. Na próxima semana é a vez dos não seniores realizarem o zonal da 4ª jornada. Será no próximo sábado em São João da Madeira.

CRC no 4º XCO Internacional Vale Rans A equipa CRC AfaCycles/Vegas Cosmetics esteve presente no 4º XCO Internacional Vale Rans com dois atletas cadetes: João Antunes e Tiago Araújo. João Antunes destacou-se da concorrência e alcançou o 1º lugar na corrida. Tiago Araújo foi obrigado a desistir devido a um problema mecânico.


28

sport: 6 de março de 2013

modalidades

Presidente da Federação de Triatlo já fala em trazer para o concelho famalicense europeu da modalidade

Confirmaram-se as melhores expectativas que envolveram a realização da terceira edição do Duatlo de Famalicão, que a associação “Amigos do Pedal” e a Federação de Triatlo de Portugal promoveram no domingo, dia 3 de março, com o apoio da Câmara Municipal, e que este ano teve o Parque da Devesa como epicentro. A prova, que junta atletismo e ciclismo BTT, reuniu cerca de 700 participantes divididos por atletas individuais e equipas de estafetas masculinos, femininos e mistos, não federados e federados, pontuando para o Circuito Regional Norte. “Mais uma vez batemos um recorde de inscritos, o público aderiu de uma maneira extraordinária, ‘mete medo’ estar aqui na Devesa hoje, a Federação está sem palavras. Portanto, estamos de parabéns. Estou muito babado porque só tenho rasgados elogios”, declarou Paulo Ruivo, dos “Amigos do Pedal”. Por seu lado, o presidente da Federação de Triatlo de Portugal, Fernando Henriques Feijão, não teve dúvidas em classificar a prova como “a maior competição de duatlo que se realiza neste momento no país”, enaltecendo o trabalho desenvolvido pelos “Amigos do Pedal”. Fernando Henriques Feijão considerou mesmo que o evento tem “um potencial extraordinário”, tendo deixado ficar em Famalicão o desafio para a cidade acolher o Europeu da modalidade, que acontece de dois em dois anos e cuja última edição

António Freitas

Famalicão recebeu o maior duatlo de Portugal

3º Duatlo contou com cerca de 700 participantes

teve lugar em 2011 na Irlanda. O vice-presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, que participou na competição, registou com agrado as palavras do responsável. O percurso de 5km de corrida, mais 20km de ciclismo e que finalizou de novo com 2,5km em corrida, teve a dupla de estafetas Filipe Brito/Ricardo Vale (Tomatubikers/Padaria Desejos/Sporting CP) a cortar a meta em primeiro lugar, completando o circuito em 1h03. A nível individual as vitórias pertenceram a Ester Alves (Afacycles sport) e António Mesquita (McDonalds/TriBraga).

O ciclista de estrada Luís Machado, campeão europeu de masters, foi um dos notáveis no Duatlo de Famalicão. A correr com uma bicicleta de ciclocrosse, o atleta, que alinhou nas estafetas, não chegou ao resultado que esperava devido a um furo, mas elogiou a prova. Famalicenses no 3º Duatlo de Famalicão Foram muitos os famalicenses que participaram, individualmente e por equipas, no 3º Duatlo de Famalicão. Os Tomatubikers dominaram a prova na categoria estafetas, ocupando dois dos três lugares do

Luís Silva revalida título A Associação de Boccia Luís Silva, em parceria com a Câmara Municipal de Famalicão, realizou no passado sábado, no Pavilhão Municipal das Lameiras, o 3º Torneio de Boccia Cidade de Famalicão. Este torneio contou com a presença de 12 atletas em representação de seis clubes: Associação de Boccia Luís Silva, Cerciaz – Oliveira de Azeméis, AFDA – Santa Maria da Feira, Estrela e Vigorosa Sport, SC Braga e MAPADI – Póvoa de Varzim. O atleta famalicense Luís Silva, da Associação de Boccia Luís Silva, provou mais uma vez toda a sua qualidade ao sagrar-se o grande vencedor. Depois de demonstrar uma regularidade espantosa durante toda a competição, somou vitórias atrás de vitórias na fase de grupos. Na final superou o atleta José Paiva (AFDA), num jogo muito bem disputado e que teve que recorrer a um parcial de desempate. A atleta Cristiana Marques, também da Associação de Boccia Luís Silva, continua a alcançar bons resultados na sua fase de

Luís Silva no 1º lugar do pódio

preparação para a nova época desportiva 2013. Depois de ter vencido há um mês o Torneio “Boccia na Rocha” realizado na Póvoa de Varzim, desta vez venceu todos os jogos disputados na fase de grupos, ficando assim em primeiro lugar no seu grupo. Na fase a eliminar não conseguiu superar-se no jogo dos 1/4 final diante do atleta José Diogo do MAPADI. Ao mesmo tempo decorreu também o 1º Torneio de Desporto Adaptado de Famalicão. O torneio contou com a participação de 4 instituições famalicenses de apoio à deficiência: AFPAD,

APPACDM, Lar Residencial de Vermoim e Centro Social Ribeirão. A organização conta que o entusiasmo demonstrado pelos participantes foi por demais evidente, sendo já possível verificar-se uma grande empatia destes para com a modalidade de boccia e com a prática desportiva. No final apuraram-se os vencedores num ambiente de grande festa e confraternização entre os participantes, familiares e responsáveis institucionais. O pódio foi assim constituído: 1º Lar Residencial de Vermoim; 2º AFPAD; 3º APPACDM.

pódio. De destacar a vitória da dupla composta pelos atletas Filipe Brito Ricardo Vale. A dupla composta pelo atleta Tomatubiker, António Azevedo, e por André Silva, da Escola de Atletismo Rosa Oliveira (EARO), conquistou o 3º lugar do pódio. As restantes duplas Tomatubikers/EARO presentes também não deixaram os seus créditos por mãos alheias: Nuno Costa/José Pereira ficaram em 19º, Ricardo Pereira/Manuel Peixoto em 32º, Manuel Ferreira/Pedro Silva em 35º, Amadeu Silva/Joaquim Pereira em 59º; Rosa Fernandes/Carlos Machado em

102º; André Esteves/Rui Oliveira em 111º e Ricardo Carneiro/Francisco Oliveira em 112º. Participaram ainda na prova de estafetas as duplas compostas por atletas Tomatubikers: Bruno Moreira/Sérgio Moreia obtiveram o 45º lugar, André Cortinhas/Rui Aurélio o 92º e a dupla mista Tomatubikers/Moutados, composta por Carmo Moreira/Carlos Sousa, obteve o 74º lugar. Estiveram ainda presentes a competir na categoria solo os atletas Tomatubikers: Ricardo Costa, em 41º lugar e Armando Costa em 435º. Do Famalicense Atlético Clube (FAC), João Alves conseguiu um magnífico 2º lugar na categoria de juniores e Joaquim Barbosa melhorou o seu 5º lugar da edição anterior para o 4º conquistado agora. Alves fez o 25º na geral e Barbosa o 58º. Também participaram a representar o FAC: Victor Almeida, Ricardo Mendes, Pedro Machado e Tiago Fernandes. A Associação Cultural de Vermoim (ACV) também esteve em força neste evento, participando na vertente de estafetas com quatro equipas de dois atletas e com dois atletas na vertente individual. A equipa BTT4All/Motocar também esteve no Duatlo de Famalicão, onde David Sousa e Tiago Oliveira, em estafetas, ficaram em 21º. A solo, António Morais, Nelson Silva e Luís Santos, obtiveram o 60º, 61º e 92º lugar, respetivamente. veja em www.famatv.pt ou

Taça de Portugal 2012/2013 de xadrez

Equipas A e B do NXVSC-DIDÁXIS nos 1/16 avos de final As equipas NXVSC-Didáxis A e NXVSC-Didáxis B conseguiram o apuramento para os dezasseis-avos de final da XXXV Taça de Portugal de Xadrez. Na 3ª ronda (1/32 avos de final) da prova, realizada no passado dia 23 de fevereiro, participaram 52 equipas. Num dos jogos grandes do dia dos 32 avos de final, a jovem equipa famalicense visitou a cidade do Porto e voltou a fazer história depois de levar por vencida a equipa A do histórico clube GX Porto por 3-1. Desta forma, apenas Luís Silva (NXVSC-Didáxis) não contrariou o favoritismo inicial do MN António Silva (GX Porto), tendo Bruno Gomes, a WCM Inês Machado Oliveira e António Silva (NXVSC-Didáxis) vencido os seus adversários de forma categórica. Outra das surpresas desta ronda foi a vitória por 3-1 da equipa B do NXVSC-Didáxis face ao, também, histórico clube matosinhense, Grupo Desportivo Dias Ferreira B. Após duas vitórias no 2º e 4º tabuleiros pelos jovens atletas Luís Romano e Afonso Fernandes (NXVSC-Didáxis), Ivo Dias (NXVSCDidáxis) assegurou o empate no 1º tabuleiro. Com a vitória já assegurada para o NXVSC-Didáxis B, na 3ª mesa, Mariana Silva não resistiu à tenacidade evidenciada no final da partida pelo adversário, fixando-

se o resultado final em 2,5-1,5. Os 1/16 avos de final da XXXV Taça de Portugal realizam-se no próximo dia 6 de abril e já contarão com a participação das melhores equipas que militam atualmente na 1ª divisão nacional. Uns dias antes, a 21 de fevereiro, o NXVSC-Didáxis participou no Torneio Universidade do Minho – Desporto Escolar, na modalidade de xadrez em ritmo de partidas rápidas, que decorreu no Pavilhão Gimnodesportivo da Universidade do Minho, em Braga, integrado nas comemorações do 39º aniversário da universidade. O NXVSC-Didáxis vincou a sua supremacia ao conquistar o 1º e 2º lugares absoluto: Ivo Dias (6,5 pontos) e Luís Miguel Silva (6 pontos). Por escalões, o NXVSC-Didáxis conquistou os primeiros lugares, já que os prémios atribuídos eram acumuláveis, 1º lugar juvenil (Ivo Dias) e 1º lugar júnior (Luís Miguel Silva). No que diz respeito a classificação coletiva, o NXVSC-Didáxis conquistou o 1º lugar coletivo (total de 22 pontos) que foi formado pelos atletas Ivo Dias, Luís Miguel Silva, Afonso Fernandes (5 pontos e 4º lugar absoluto) e Luís Romano (4,5 pontos e 10º lugar absoluto).


OS1087