Page 1

Ano 25 | Nº 1282 | De 30 de novembro a 6 pub de dezembro de 2016 | Diretor: João Fernandes | www.opiniaopublica.pt

pub

Fica em Ribeirão, nas instalações da Frutivinhos

Famalicão atrai primeira cooperativa de produtores de caracóis do Norte p. 5

Simbolismo e fé marcaram inauguração da nova Igreja

Impedimento Riba d’Ave terá de socorrer-se do Cemitério Municipal p. 9

Inauguração Hostel alarga oferta de alojamento na cidade p. 10

p. 7

Natal Mais de um milhão de leds iluminam Famalicão p. 6

Dois advogados e dois TOC “apanhados” em mega operação da PJ

QUATRO FAMALICENSES DETIDOS POR ALEGADA FRAUDE DE 15 MILHÕES Dois advogados famalicenses, Fernando Salgado, ex-diretor da Segurança Social de Braga, e o seu irmão Ernesto Salgado, estão entre os oito detidos de uma grande operação da PJ de Braga, por suspeita de fraudes fiscais. Detidos foram também

A próxima edição do OPINIÃO PÚBLICA estará nas bancas no dia 7 de dezembro, quarta-feira pub

três técnicos oficias de contas (TOC), sendo dois deles de Famalicão, um empregado de escritório e dois empresários. A investigação da PJ aponta para uma fraude na ordem dos 15 milhões de euros ao Estado. p. 3

Nuno Lopes e Cláudia Pereira vencem Meia Maratona de Famalicão José Azevedo volta a conquistar Mundial INAS FC Famalicão soma primeira vitória fora de portas pub


02

CIDADE

opiniãopública: 30 de novembro de 2016

Aluna da Escola Oficina premiada nos Jovens Repórteres do Ambiente A Oficina – Escola Profissional marcou presença no Seminário Jovens Repórteres do Ambiente (JRA) que decorreu em Santa Maria da Feira. Um dia em que Diana Caldas, aluna do curso Técnico de Comunicação/Marketing, Relações Públicas e Publicidade conquistou o 2.º lugar na categoria de melhor fotografia. Durante dois dias, professores e alunos de todo país trocaram experiências, participaram em workshops e testaram as suas competências na construção de reportagens, notícias e fotorreportagens sobre o ambiente. Na categoria de melhor fotografia sobre ambiente, Diana Caldas mostrou os seus dotes e arrecadou o 2.º lugar com a fotografia “Passos de Outono”. “É uma fotografia bastante simples que pretende mostrar dois movimentos, dois passos, o da natureza e o humano. O cruzamento destas duas realidades relembra-nos a nossa fragilidade. Com esta fotografia não quis falar de um problema ambiental, mas como podemos aprender a viver melhor olhando para a natureza”, descreveu a aluna.

Contabilista da ANEP acusado de 67 crimes O contabilista famalicense Mário Pena e o ex-colaborador do seu gabinete de contabilidade (ANEP) vão ser julgados por um total de 67 crimes. A acusação do Ministério Público ficou concluída, sendo que Mário Pena é acusado de ter lesado mais de 40 clientes, através da apropriação de dinheiro que estes lhe confiavam para pagamento de contribuições e impostos. No total, o contabilista e o seu ex-colaborador vão responder por 47 crimes de abuso de confiança agravado, oito crimes de fraude fiscal agravada, 11 crimes de falsificação de documentos e um crime de corrupção ativa. A julgamento vai também um funcionário da 2ª Repartição de Finanças de Famalicão, acusado de crime de corrupção passiva. A acusação aponta para que os arguidos se tenham apropriado de 1,5 milhões de euros dos seus clientes. Refira-se que Mário Pena, num outro processo, já foi condenado a quatro anos de prisão com pena suspensa por 40 crimes de emissão de cheques sem provisão.

Pista de gelo anima Natal em Famalicão A agência criativa Ulahlah - Creating Seductive Brands e o Classe Bar vão trazer à cidade de Famalicão, pela primeira vez, uma pista de gelo natural com 200 metros quadrados, numa iniciativa que conta com o apoio institucional da Câmara Municipal e da ACIF. A estrutura estará instalada na Praça D. Maria II, junto à Fundação Cupertino de Miranda e ao mercado de Natal. A pista de Gelo estará disponível de 3 de dezembro e 8 de janeiro e terá dois tipos de bilhetes, crianças até 12 anos e geral. Existirá também um horário especial para grupos, visita de escolas ou centros de estudos. Para além da patinagem livre, estão a ser preparadas surpresas e um grande sorteio no final.

FICHA TÉCNICA

CHEFE DE REDACÇÃO:

Alexandrino Cosme, António Cândido Oliveira, António Jorge Pinto Couto, Artur Sá da Costa, Cristina Azevedo, Feliz Manuel Pereira, Joaquim Loureiro, João Fernandes, Manuel Afonso e Almeida Pinto.

informacao@opiniaopublica.pt Carla Alexandra Soares (CICR-248), Cristina Azevedo (CPJ 5611) e Sofia Abreu Silva (CPJ 7474).

CONSELHO EDITORIAL:

DIRECTOR: João Fernandes (CIEJ TE-95) jfernandes@opiniaopublica.pt

Cristina Azevedo (CPJ 5611) cristina@opiniaopublica.pt

REDACÇÃO:

DESPORTO: Jorge Humberto, José Clemente (CNID 297) e Pedro Silva (CICR-220).

Jovens prestam provas na Cior para ensino em Moçambique A Escola Profissional Cior recebeu, na terça-feira da semana passada, dia 22 de novembro, alunos moçambicanos que apresentaram, perante um júri, provas finais de aptidão pedagógica de um curso de capacitação pedagógica para a docência nas escolas profissionais de Moçambique. Com o curso, os ex-alunos que possuem diploma do 12º ano e de qualificação profissional de nível IV ficam com competências técnicas e pedagógicas para exercerem as funções de monitores e de docência qualificada numa área de formação técnica nas escolas profissionais do seu país. O diretor pedagógico da Cior, José Paiva, considera que “este é um processo em que escola, disponibilizando meios e recursos técnicos e formativos, para além de fomentar o espírito e a prática da cooperação, constrói pontes e estabelece laços no espaço da lusofonia”.

Este projeto surgiu da falta de qualificação de recursos humanos essenciais à expansão do Projeto das Escolas Profissionais de Moçambique, necessidade diagnosticada pelo Ministério da Educação de Moçambique, e desenvolve-se no âmbito de um protocolo de cooperação,

em que a Cior se integra, e que envolve os Ministérios da Educação de Moçambique e de Portugal, o Instituto Português de Apoio ao Desenvolvimento e a Fundação Portugal África, contando ainda com a coordenação científica da Universidade Católica do Porto.

CHMA pede “um presente que salva vidas” apelando à doação de sangue No mês de dezembro o Centro Hospitalar do Médio Ave (CHMA) vai lançar uma campanha de angariação de dadores de sangue, sob o lema “Um presente que salva vidas”. Para além do principal objetivo que é a angariação de sangue, outro é sensibilizar as populações dos concelhos da Trofa, Santo Tirso e Famalicão para a necessidade de doarem sangue no hospital da sua área de residência, ajudando assim a fazer face às necessidades de sangue existentes. A campanha contempla três momentos para angariação de dadores: dia 3 de dezembro, na Unidade de Santo Tirso e, dias 10 e 17 de dezembro na Unidade de Famalicão, sempre entre as 9h e as 13h e entre as 14h e as 16h. Procurando estabelecer uma relação com a época festiva que se aproxima e apelando ao espírito de altruísmo e solidariedade, próprios da qua-

dra natalícia, “o CHMA relembra que, para muita gente, sangue é o melhor presente que podem receber neste Natal”, lê-se na nota enviada à redação. Esta campanha pretende também valorizar o ato de doar sangue, “um gesto simples mas de grande importância”. “É simples e não custa nada, mas para quem recebe a unidade de sangue colhida, pode significar muito”. As Câmaras Municipais de Santo Tirso, Trofa e Famalicão associaram-se, enquanto parceiros estratégicos na implementação e divulgação da campanha. Serão afixados e distribuídos cartazes e folhetos informativos, alusivos à campanha, com informações úteis e esclarecimentos sobre a doação de sangue. Para mais informações contactar o Centro Hospitalar do Médio Ave através dos números 252 300 800 ou 252 830 700.

Santa Casa aprova Orçamento para 2017 Na passada sexta-feira, 25 de novembro, realizou-se no Lar São João de Deus, a Assembleia Geral dos irmãos da Santa Casa da Misericórdia (SCM) de Famalicão. Foram aprovados o Orçamento e o Plano de Atividades para o ano de 2017. A SCM para 2017 prevê rendimentos e gastos na ordem dos 3 milhões e 280 mil euros e um resultado líquido previsional de 12. 985 euros. A SCM rege os “seus princípios e valores pela solidariedade, competência e modernidade”. Os investimentos para 2017 englobam obras de requalificação nas várias valências da misericórdia e a aquisição de equipamentos diversos. O plano de ação engloba o recurso a programas disponibilizados pelo Portugal 2020 “nomeadamente o acesso a candidaturas que promovam o crescimento e a valorização profissional”. Segundo nota à imprensa, “reduzir a taxa de absentismo é outro objetivo, dado ser um instrumento de grande importância na gestão institucional”. A Santa Casa intenta ainda promover a admissão de novos irmãos e a sua participação ativa, apelando ao apoio dos benfeitores na sustentação dos serviços prestados pela instituição.

GRAFISMO:

Carla Alexandra Soares e Pedro Silva.

OPINIÃO: Adelino Mota, Barbosa da Silva, Domingos Peixoto, Gouveia Ferreira, J. Mário Teixeira, Joaquim Loureiro, José Luís Araújo, Sílvio Sousa, Vítor Pereira.

GERÊNCIA: João Fernandes

CAPITAL SOCIAL: 350.000,00 Euros.

DETENTORES DE MAIS DE 10% DO CAPITAL António Jorge Pinto Couto

TÉCNICOS DE VENDAS:

comercial@opiniaopublica.pt Agostinha Bairrinho, Maria Fernanda Costa e Sónia Alexandra

PROPRIEDADE E EDITOR: EDITAVE Multimédia, Lda. NIPC 502 575 387

SEDE, REDACÇÃO E PUBLICIDADE: Rua 8 de Dezembro, 214 Antas S. Tiago 4760-016 VN de Famalicão

INTERNET

www.opiniaopublica.pt

IMPRESSÃO:

Celta de Artes Gráficas, S.L. Gárcia Barbón, 87 Bajo - Vigo

DISTRIBUIÇÃO:

Motivação em Marcha - Publicidade, Lda.

CONTACTOS Redacção:

TIRAGEM DESTE NÚMERO:

Serviços Administrativos:

NÚMERO DE REGISTO: 115673

Tel.: 252 308145 • Fax: 252 308149 Tel.: 252 308146 / 252 308147 • Fax: 252 308149

20.000 exemplares, nº 1282

DEPÓSITO LEGAL: 48925/91


opiniãopública: 30 de novembro de 2016

CIDADE

03

Operação “Trapos Soltos” fez buscas em Famalicão

Advogados detidos por alegada fraude de 15 milhões ao Estado Carla Alexandra Soares Dois advogados famalicenses, Fernando Salgado, ex-diretor da Segurança Social de Braga, e o seu irmão Ernesto Salgado, estão entre os oito detidos de uma grande operação da Polícia Judiciária (PJ) de Braga, por suspeita de fraudes fiscais. Detidos foram também três técnicos oficias de contas (TOC), sendo dois deles de Famalicão, um empregado de escritório e dois empresários. Na passada segunda-feira de manhã, a PJ avançou com cerca de uma centena de buscas, que denominou de operação “Trapos Soltos”, em vários pontos do país, incluindo nas ilhas, numa investigação que aponta para uma fraude na ordem dos 15 milhões de euros. Há suspeitas de crimes de associação criminosa, fraude fiscal qualificada, burla tributária contra a Segurança Social, burla qualificada, insolvência dolosa, corrupção e branqueamento de capitais. "Até ao momento foram já apurados prejuízos para o Estado, em sede de IVA, IRC e contribuições para a Segurança Social, estimados em mais de 15 milhões de euros", adiantou um comunicado da PJ que confirmou que foram cumpridos oito mandados de detenção, numa operação que envolve elementos da Polícia Judiciária das Diretorias do Norte e do Centro e dos departamentos

do Funchal, Leiria e Vila Real, além da Autoridade Tributária e Finanças. Segundo a edição de ontem do Jornal de Noticias ascende já a cerca de dois milhões de euros o património detetado e algum, entretanto, já apreendido, como várias viaturas e contas bancárias, para além de algum dinheiro. O Gabinete de Recuperação de Ativos da Diretoria do Norte da PJ e elementos das Finanças de Braga detetaram mais de um milhão de euros em património na posse dos arguidos que os seus rendimentos lícitos não justificam. Em Famalicão as buscas terão visado as casas e escritórios dos dois advogados, bem como os escritórios dos TOC Ana Maria Barroso e Joaquim Oliveira, de Famalicão, e Pedro Nuno Sousa, de Guimarães. Para além do grupo detido, há mais 20 pessoas singulares e coletivas já constituídas arguidas, sendo que, também segundo o JN, o esquema, identificado pelas autoridades, envolveria mais de meia centena de empresas, muitas delas têxteis, que seriam geridas por testas de ferro, cuja única função seria produzir faturas fictícias para ludibriar o Fisco. Recorde-se que um dos detidos, o advogado Fernando Costa Salgado, ex-diretor da delegação de Braga do Instituto de Gestão Financeira da Segurança Social,

Fernando Salgado

Ernesto Salgado

professor universitário e antigo dirigente da Concelhia do PS de Famalicão já tinha sido condenado, em 2011, a quatro anos de prisão efetiva, por crime de peculato, por desvio de 187 mil euros que seriam destinados ao pagamento de uma dívida à Segurança Social. Este processo ainda está em recurso, no Tribunal Constitucional. Já o seu irmão, Ernesto Salgado, tornou-se mais conhecido há cerca de um

ano, ao surgir como defensor das “irmãs” e do padre da Fraternidade Cristo Jovem em Requião, num caso mediático. Neste caso, três irmãs e o padre são arguidos por suspeitas de maus tratos a noviças, um inquérito que está ainda em investigação. À hora do fecho desta edição (terçafeira) ainda não eram conhecidas as medidas de coação a aplicar aos oito arguidos. pub


04

CIDADE

opiniãopública: 30 de novembro de 2016

PSD e CDS votaram a favor, PS absteve-se, BE e CDU votaram contra

Assembleia Municipal aprova Orçamento para o último ano do mandato Cristina Azevedo res municípios por distrito”. A Assembleia Municipal (AM) de Famalicão aprovou, na passada sexta-feira, o Orçamento para 2017 apresentado pela Câmara Municipal. O documento passou com os votos favoráveis do PSD e CDS, mas recebeu a abstenção dos deputados socialistas e o voto contra da CDU e do BE. Aliás, a oposição aproveitou o facto de se tratar do orçamento do último ano do mandato para fazer um balanço muito crítico à gestão que o executivo liderado por Paulo Cunha tem feito no município. Em contrapartida, os partidos que sustentam o executivo PSD/CDSPP não pouparam elogios, considerando que a coligação “está a cumprir com aquilo que prometeu aos famalicenses”. O deputado Paulo Pinto, do PS, abriu as hostes ao afirmar que com a eleição de Paulo Cunha “abriu-se um novo ciclo, mas os vícios mantêm-se”, considerando que este “foi um mandato de marketing e negociatas”. O socialista socorreu-se de alguns dados do Anuário Financeiro dos Municípios de 2015, publicado há dias pela Ordem dos Contabilistas Certificados, para dizer que, “ao contrário do que a máquina de marketing da Câmara tenta fazer passar para a opinião pública, Famalicão não está assim tão bem”, pois, “nem está no ranking dos cinco melho-

Rankings e números No anuário, Famalicão surge também como o 19º município com mais receita cobrada, à frente de Braga ou Barcelos, o que levou o deputado a concluir que “o esforço exigido aos famalicenses não é aceitável, só que, infelizmente, tem de se pagar algumas indemnizações.” E concluiu: “esta Câmara cobra um pão aos famalicenses e dá-lhes uma migalha”. Na resposta, o presidente da Câmara lembrou que foi eleito para um mandato de quatro anos, que ainda não terminou, entendendo que “os números e os rankings” trazidos pelo PS “deverão ser revistos no final de 2017”. Depois, Paulo Cunha contra-atacou ao dizer que quando chegou à Câmara, em 2013, Famalicão tinha 10.380 desempregados e que em setembro deste ano tinha 5.849. “Significa que o desemprego reduziu quase 50% e este é o número que mais me interessa”, concluiu. Apesar das críticas, o PS absteve-se na votação final do documento, por ver vertida no Orçamento a proposta que tinha apresentado para a requalificação da Via Intermunicipal. Mais à esquerda, o deputado da CDU e o do BE chumbaram o Orçamento. O bloquista Paulo Costa classificou-o de “propagan-

Famalicão vai avançar com instalação de 5 mil lâmpadas LED A Câmara Municipal de Famalicão aprovou, na quinta-feira da semana, em reunião de Câmara, a abertura de concurso público para a substituição das lâmpadas convencionais por lâmpadas LED na via pública. Trata-se de uma primeira fase do processo, que abrange a instalação e cinco mil lâmpadas nas zonas urbanas e nas principais vias públicas do concelho. Esta primeira fase deverá ficar concluída em 2017 e tem um custo estimado de 941 mil euros. Apesar deste investimento inicial, o presidente da Câmara, Paulo Cunha, acredita que a poupança em termos de fatura energética para o município será na ordem dos 40 a 50%. “Para o orçamento municipal é uma boa notícia e para os famalicenses também, porque vamos gastar menos recursos financeiros com iluminação pública”, afirma. O edil destaca também o facto de as novas luminárias “melhorarem a iluminação pública, porque têm melhores resultados”, bem como os ganhos para o ambiente. “Sabemos que os danos ambientais deste tipo de iluminação são muito menores e, portanto, também a este nível a Câmara de Famalicão está a dar um forte contributo”, acrescenta. Para já serão abrangidas as principais vias públicas do concelho, mas o objetivo é, mais tarde, “chegar ao maior número possível e luminárias por forma a que esta tecnologia chegue a toda a iluminação pública do concelho”. “É uma intervenção que vamos fazer de forma faseada, até porque a poupança que venhamos a ter com a fatura energética nesta primeira fase é importante para alavancar fundos municipais para fazermos novas intervenções”, completa o edil.

dista” porque “algumas medidas ou não têm financiamento definido ou transitam para 2018”, e lamentou que o projeto da ecopista “tenho sido abandonado”. Já Domingos Costa da CDU apontou o “incumprimento de grandes promessas, como o caso da loja do cidadão”. Paulo Cunha desafiado a recandidatar-se Do lado da maioria, a visão foi totalmente diferente. Álvaro Oliveira, do PSD, disse não ter dúvidas de que este “é o Orçamento que serve os interesses de Famalicão” e desafiou Paulo Cunha a “continuar a sua obra no executivo por muitos mais anos”, num claro apelo a uma recandidatura. O social-democrata acusou ainda o PS de “cair na política da suspeita, da coisa comezinha, do supõe-se que...”. “Ora, o que esta Câmara fez foi pôr em pé um projeto político e cumprir com as promessas que fez ao eleitorado”, atirou. Já Paulo Coelho, do CDS-PP, considerou que o Orçamento para 2017 “espelha a seriedade e o empenho com que este executivo encara os compromissos assumidos pelos famalicenses”. Os centristas elogiaram ainda a “estabilidade da política fiscal” do Município que faz com que “os famalicenses e os investidores saibam com o que podem contar”.

Deputados municipais recomendam requalificação da R206 A Assembleia Municipal de Famalicão aprovou, por unanimidade, na sessão da passada sexta-feira, um voto de recomendação ao Governo para a requalificação da R206, vulgarmente conhecida como estrada nacional Famalicão/Guimarães. O voto foi apresentado pela bancada do PSD e recebeu a concordância de todo os grupos parlamentares. No documento é referido que sendo a R206 uma das estradas com mais trânsito no concelho de Famalicão, “urge implementar medidas de acalmia de tráfego” nos troços com maior ocupação urbana e com maior índice de sinistralidade. Nesse sentido, a recomendação agora aprovada lembra que a beneficiação de pelo menos cinco cruzamentos e a construção e duas rotundas são também “soluções preconizadas pela Câmara Municipal e já propostas à tutela”. Sugere-se ainda a implementação de passeios e de ciclovias. No documento, é sublinhado que “não se pretende a construção de novas vias” nem “o esbanjamento de dinheiros públicos”, mas apenas “a requalificação e uma via que serve uma zona fortemente povoada”. Nesse sentido, é recomendado que o Orçamento do Estado para 2017 contemple, pelo menos, o iniciar dos estudos necessários à requalificação da R206. O voto de recomendação será agora enviado para a presidência da Assembleia da República, presidência do Conselho de Ministros, grupos parlamentares e Infraestruturas de Portugal.

Câmara e ACIF avançam para roteiro de auscultação do comércio de proximidade A rua Vasconcelos e Castro, no centro de Famalicão, serviu, na terça-feira da semana passada de ponto de partida para um novo roteiro de proximidade do presidente da Câmara Municipal visando a auscultação da sociedade civil famalicense. Segundo nota à imprensa, “os desafios, forças e fraquezas do comércio de proximidade são o novo alvo da atenção de Paulo Cunha”, que se faz acompanhar nesta dinâmica pelo presidente da Associação Comercial e Industrial de Vila Nova de Famalicão (ACIF), Fernando Xavier, e por representantes operacionais da Unidade de Gestão do Centro Urbano. A lógica deste novo programa passa por uma visita a todos os estabelecimentos comerciais situados no núcleo central urbano de Famalicão e por uma conversa infor-

mal com os comerciantes, para que ambos os responsáveis registem as suas preocupações e sugestões para um núcleo urbano mais atrativo. Foi isso que aconteceu nesta primeira jornada de trabalho, com Paulo Cunha

e Fernando Xavier a percorrerem, um a um, os cerca de vinte estabelecimentos comerciais da rua Vasconcelos e Castro, “uma rua particularmente bem situada na cidade”, já que liga o centro à entrada principal do Parque da De-

vesa e ao Centro Coordenador de Transportes. A próxima jornada de trabalho do roteiro pelo comércio de proximidade está agendada para o dia 6 de dezembro e incidirá sobre a rua Alves Roçadas.


opiniãopública: 30 de novembro de 2016

CIDADE

05

Cooperativa de helicicultores nasce em Ribeirão, nas instalações da Frutivinhos

Famalicão atrai primeiro grande investimento em produção de caracóis Em Famalicão nasceu a primeira cooperativa de produtores de caracóis do Norte de Portugal, que segundo nota da autarquia à imprensa é o “reflexo da cooperação institucional que a Câmara Municipal cultiva junto de quem quer abraçar iniciativas empresariais e investir no concelho”. A Widehelix, inaugurada pelo presidente da Câmara, Paulo Cunha, e pelo Diretor Regional de Agricultura e Pescas, Manuel Sousa Cardoso, na última sextafeira, 25 de novembro, reúne já catorze produtores heliciculas da região e quer abrir caminho para o desenvolvimento desta área de negócio do sector primário no concelho, num momento em que está a despontar no Norte do país. “Fico muito satisfeito por estarmos perante a concretização das intenções que estão na base deste projeto. É mais um bom resultado do Famalicão Made IN, que faz bem o interface entre os investidores e um concelho que tem potencial de investimento”, nota o autarca. A cooperativa de helicicultores tem em Miguel Oliveira o seu principal impulsionador. Natural do Porto, 45 anos, e a residir atualmente na Trofa, Miguel Oliveira era diretor de departamento num laboratório farmacêutico. O gosto pela agricultura fê-lo pensar em novos desafios profissionais. Até que, há cinco anos, enveredou numa aventura pela criação de caracóis para fins comerciais.

Paulo Cunha com Miguel Oliveira e Manuel Sousa Cardoso

Começou de raiz, numa exploração própria, ciente de que o caminho tinha que ser outro e mais arrojado, decidindo então convidar outros produtores para a criação de um projeto para dar escala ao negócio e enfrentar principalmente o mercado externo. Pouco tempo depois, da vontade e união de sinergias de catorze helicicultores da região, nasce a ideia da criação de uma cooperativa de helicicultores. A Wipub

dehelix é única no Norte de Portugal, com objetivos muito bem definidos: valorizar o sector da helicicultura, garantir mais qualidade ao produto e impulsionar a produção e o volume de vendas. Nenhum destes catorze helicicultores é de Famalicão, sendo que a cooperativa escolheu este concelho para a sua instalação – em concreto, nas instalações da Frutivinhos, em Ribeirão, onde tem a sua plataforma logística. “Porque foi em Fa-

malicão que encontrei resposta para a ambição que este projeto empresarial incorpora, tendo sido acompanhado desde a primeira hora pela Câmara Municipal”, explica Miguel Oliveira, na mesma nota. A Widehelix controla todo o processo do negócio, desde a produção e transformação à comercialização, e ainda dá formações e consultadoria. “Criamos os caracóis bebés (alevins), que vão para estufas, parrais ou parques ao ar livre para engorda, e depois apanhamo-los. Cerca de 95% vendemos para o exterior e os restantes usamos e vendemos como reprodutores”, esclarece Miguel Oliveira. Nestes primeiros três meses a cooperativa já comercializou 12 toneladas de caracóis (ultracongelados, cozidos e frescos), que tiveram como destino Itália, França e Espanha. Impulsionar as vendas para o exterior é principal meta para 2017, com previsões de vendas na ordem das 120 toneladas, a que se junta o aumento do número de associados. Miguel Oliveira tem na manga alguns subprodutos, como paté e caviar de caracol, que pretende começar a comercializar no próximo ano. A cooperativa desenhou a sua fórmula de farinha para a engorda dos caracóis e também a vende. Para dar a conhecer melhor esta iguaria, a Widehelix vai promover nos próximos dias 10 e 11 de dezembro, nas suas instalações, um festival do caracol (assado e cozinhado). pub


06

CIDADE

opiniãopública: 30 de novembro de 2016

Praça D. Maria II transforma-se em “Aldeia Natal” concentrando todas as atividades e divertimentos

Mais de um milhão de leds iluminam Famalicão para o Natal Mais de um milhão de leds iluminam desde a passada sextafeira, 25 de novembro, as principais ruas e edifícios de Famalicão. As luzes anunciam a chegada do Natal. Ao todo a iluminação brilha em 18 ruas do centro urbano, 4 rotundas nas entradas e saídas da cidade e vários edifícios municipais. Para além da cidade, as vilas de Joane, Ribeirão e Riba de Ave também irão ostentar as luzes de natal. Este ano, os vários elementos decorativos são iluminados com tecnologia LED, permitindo uma poupança no consumo de energia em comparação com a luz convencional. Para além das ruas, também a árvore de Natal, com 15 metros de altura, que será colocada na Praça D. Maria será revestida na totalidade com leds. A árvore que será colocada no sábado, dia 3 de dezembro ficará junto da Fundação Cupertino de Miranda. Aliás, a partir do dia 3, a Praça D. Maria II será transformada numa autêntica “Aldeia Natal”, com a concentração dos vários divertimentos e atividades natalícias. A grande atração será mesmo uma pista de gelo natural, com cerca de 200 metros quadrados e com uma capacidade para 50

pessoas, que fará as alegrias de miúdos e graúdos. Para além dos já habituais carrosséis e do comboio de Natal, este ano, haverá ainda charretes de cavalos para passeios turísticos. O mercadinho de Natal irá decorrer seguindo uma nova filosofia, com 25 cabanas de madeira onde artesãos e associações do concelho sugerem prendas de natal únicas e de grande beleza. À semelhança dos anos anteriores haverá recolha de géneros alimentares e de higiene na Cabana Solidária do Pai Natal, sempre acompanhado de grande animação. De resto, o Pai Natal chega à cidade no dia 11 de dezembro, rodeado de grande animação e festejos, seguido por um grupo de trinta motards vestidos a rigor. No dia 17, o Pai Natal chega às vilas de Joane e de Riba de Ave. Todas as atividades inserem-se no âmbito da Campanha de Natal 2016 promovida pela Associação Comercial e Industrial de Famalicão (ACIF) e Unidade de Gestão do Centro Urbano, com o apoio da Câmara Municipal. Este ano, a campanha é lançada sob o mote “Famalicão tem um presente para Si”.

Iniciativa abordou a temática no período entre a I República e o Estado Novo

Encontros de Outono atraem jovens ao debate sobre a censura

Momento da sessão de abertura dos Encontros de Outono, na Casa das Artes

Mais de uma dezena de investigadores passaram, a semana passada, por Famalicão para debater “A censura em Portugal (1910-1974)”, que este ano foi o tema dos Encontros de Outono promovidos pelo Museu Bernardino Machado e pela Câmara de Famalicão. A incursão sobre um período recente da história do país, mas também as lições para o presente e o futuro que daí se podem tirar, cativou muitos interessados à Casa das Artes de Famalicão, durante os dois dias de realização do evento (sexta-feira e sábado), entre eles mais de uma centena de alunos do ensino secundário e universitário. “É muito importante que as novas gerações tenham um conhecimento da nossa história e percebam o que foi a censura para que saibam defender os valores da liberdade e da justiça”, referiu o presidente da Câmara de Famalicão, que participou na sessão de abertura do Encontros. Visivelmente satisfeito, com a presença dos

estudantes na plateia, Paulo Cunha salientou que “a democracia precisa de continuar a ser regada e que o contributo dos jovens é essencial”. O edil elogiou ainda “a longevidade pouco comum de um evento com estas características”, que vai já na 20º edição, considerando que isso se deve “ à qualidade da iniciativa que já ganhou um lugar de destaque no espaço mediático e académico”. No total, os Encontros de Outono contaram com onze intervenções, que abordaram o impacto da censura na I República, nos governos republicanos, durante a I Guerra Mundial, durante a Ditadura Militar e o Estado Novo, e também a censura na literatura, no teatro e no cinema. Para o coordenador científico do Museu Bernardino Machado, Norberto Cunha, “é interessante fazer esta viagem ao passado recente da I República até ao Estado Novo para não só pensarmos esta

problemática num plano histórico mas, depois, daí retirarmos reflexões sobre o nosso quotidiano”. “A verdade é que passamos a vida a censurar-nos e a censurar os outros, a condicionar as nossas condutas tendo em conta determinados cânones que nos são apontados ou que herdamos. E é esta bipolaridade entre a liberdade de pensamento e o seu condicionamento que acaba por ser fundamental, até para nos reconhecermos a nós próprios”, acrescenta. Recorde-se que o Museu Bernardino Machado dedicou o ano de 2016 ao estudo e debate da censura em Portugal. Além dos Encontros de Outono, a temática tem estado presente na programação anual do Museu, refletindo-se nas mais diversas atividades, com destaque para o ciclo de conferências “A Censura na Ditadura Militar e no Estado Novo” e ainda para as exposições “Os livros proibidos pela ditadura” e “A repressão da imprensa na I República”.

Famalicão recebe pela quinta vez prémio de “Autarquia mais Familiarmente Responsável” O município de Famalicão foi pela quinta vez premiado pelo Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis como um município amigo das famílias. A organização deste prémio divulgou a notícia da atribuição do galardão referente ao ano de 2016 à autarquia famalicense na passada quinta-feira, dia 24 de novembro. Esta é a quinta vez consecutiva que Famalicão é reconhecido pela Associação Portuguesa de Famílias Numerosas pelas políticas municipais amigas das famílias e por isso o município vai voltar a receber a “Bandeira com Palma”, símbolo maior da organização que distingue não só a prática referente ao ano de atribuição do prémio, mas igualmente a permanência ao longos dos anos no território de políticas amigas das famílias. Segundo nota enviada à imprensa, o reconheci-

mento de Famalicão pela excelência das políticas sociais e de apoio às famílias, é justificado pelas medidas implementadas pelo município em várias áreas, como a educação, área social, matéria fiscal, fruição cultural e à prática desportiva. O Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis é uma iniciativa da Associação Portuguesa de Famílias Numerosas, em parceira com Instituto da Segurança Social, tendo como principais objetivos acompanhar, galardoar e divulgar as melhores práticas das autarquias portuguesas em matéria de responsabilidade familiar. O galardão será entregue no próximo dia 7 de dezembro, pelas 17h00, no auditório da no Auditório da Fundação CEFA em Coimbra sede da Associação Nacional de Municípios, em Coimbra.


opiniãopública: 30 de novembro de 2016

Cursos noturnos do Agrupamento D. Sancho no projeto Groww Sinergee

Entre os dias 16 e 20 de novembro, o Agrupamento de Escolas D. Sancho I, assim como representantes de escolas da Finlândia, França, Itália, Polónia e Roménia, estiveram presentes no primeiro encontro transnacional do projeto Erasmus+ “Groww – Sinergee”, que decorreu em Rusa, na Bulgária, país coordenador do projeto. Segundo nota enviada à imprensa, esta parceria, com a duração de dois anos, parte da convicção de que os jovens, provenientes de todas as culturas, enfrentam a mesma escolha fundamental relacionada com a obtenção de um futuro profissional enriquecedor. Deste modo, propõe-se formar uma parceria a partir da qual resultem aprendizagens não-formais que lhes permitam atingir o seu potencial como indivíduos e membros de uma equipa e, ao mesmo tempo, desenvolver o tipo certo de atitudes, competências e conhecimentos. “Assim, espera-se que todos os envolvidos se venham a tornar eficientes no seu futuro local de trabalho, para seu próprio benefício, da sua comunidade e da sociedade como um todo”. Estes resultados obter-se-ão a partir da aplicação de métodos de trabalho e tecnologias inovadoras e da partilha de boas práticas em ensino, baseadas em necessidades reais do mundo do trabalho. O primeiro encontro teve como objetivo a distribuição de tarefas, a calendarização de atividades, a planificação do próximo encontro na Finlândia e o esclarecimento de procedimentos normativos.

Famalicão tem hostel às portas da cidade Foi inaugurado, na passada segunda-feira, o “Hi!Go”, um hostel localizado junto à rotunda de Santo António, às portas da cidade, que vem dar uma nova resposta à oferta de alojamento em Famalicão. O hostel é constituído por quatro quartos e um dormitório com cinco camas, uma cozinha, uma sala de convívio e outra que pode servir como sala de refeição, e é promovido pelos mesmos investidores do Villa Prime Hotel, inaugurado há cerca de oito meses, também em Famalicão. “Com a abertura do Vila prime Hotel fomos notando que havia uma carência de alojamento a preços mais económicos e, portanto, achamos que um hostel seria uma boa aposta, mantendo sempre o conceito de um bom banho, uma boa cama, conforto e limpeza”, começa por afirmar a promotora do projeto, Catarina Silva. A promotora não tem dúvidas de que “há procura” para este género de oferta, desde “empresários a jovens, passando por praticantes de BTT ou outros desportos”. De resto, esta é apenas a primeira fase do projeto, que se espera venha a crescer para as 50

Paulo Cunha e Catarina Silva na visita ao hostel

camas dentro de meio ano. “Neste momento estamos a aguardar por algumas decisões do condomínio e, logo que sejam tomadas, vamos arrancar com o alargamento, com o objetivo de sermos o primeiro hostel do mundo com piscina e SPA, porque também teremos esses serviços aqui”, assegura Catarina Silva. Na cerimónia de inauguração esteve o presidente da Câmara de Famalicão, Paulo Cunha, que não escondeu a sua satisfação por ver o setor hoteleiro, que praticamente não existia, a crescer em

Famalicão. “Quando há uma oferta qualificada acaba por haver procura”, referiu o edil, para quem o aparecimento destes novos investimentos é “igualmente sinal que o concelho está dinâmico e proativo, o que suscita no investidor um contexto de oportunidade para lançar estes projetos”. Relativamente ao tarifário, o custo do quarto por noite situa-se entre os 42 e os 47 euros, dependendo se é com ou sem pequenoalmoço. Já no dormitório o custo é de 20 euros por cama. C.A.

Crianças da Gerações entregaram cartas para o Pai Natal No passado dia 22 de novembro, as crianças do pré-escolar da Associação Gerações foram aos correios de Famalicão entregar cartas ao Pai Natal. Depois, a experiência e a visita aos correios foram passadas para o papel. Os exercícios de construção de frases que retratassem aquilo que cada criança sentiu preencheram uma parte do dia. Ideias como “fiz a carta que levamos ao correio para o Pai Natal”, ou “escrevemos o nome de quem fez a carta, a morada e o nome do Pai Natal” refletem, para além da aprendizagem que a visita a este serviço proporcionou, o mundo imaginário das crianças, onde o

O Município de Famalicão vai aderir, novamente, ao evento “Cidades pela Vida – Cidades Contra a Pena de Morte”, que se assinala esta quarta-feira, 30 de novembro. Entre as 10 e as 12 horas, no Largo dos Eixidos, um “Hino à Vida”, vai marcar este dia com uma concentração de juventude ativista pela vida, num momento recheado de música e arte. Integram, desde já, o evento, nomes como Gil Cadeias e sua banda, Joana dos 4 Claves, André Carvalho e Carlos Ferreira, Pedro Maceiras, entre outros artistas. A iniciativa é promovida pela Amnistia Internacional (Núcleo de Crianças) e pelo Município de Famalicão. O evento “Cidades pela Vida – Cidades Contra a Pena de Morte” celebra-se todos os anos no dia 30 de novembro, data da primeira abolição da pena capital no Grão-Ducado da Toscana em 1786. Portugal foi o segundo estado moderno do mundo a fazê-lo. Neste dia, milhares de cidades do planeta iluminam um monumento ou um local simbólico, de forma a sensibilizar os cidadãos para a união do mundo em torno da abolição da pena de morte.

A Associação de Dadores de Sangue de Famalicão promove, no próximo dia 18 de dezembro, pelas 15 horas, na Casa das Artes, a sua “Festa de Natal” dedicada aos filhos de dadores. Nesse dia, as crianças até aos 10 anos recebem uma prenda e o respetivo lanche. Para tal, os pais interessados devem inscrevelas, através do 960360770, até ao dia 11 de dezembro, sendo as inscrições limitadas às primeiras 200 crianças, dado a grande afluência dos últimos anos. A entrada para o espetáculo também continuará a ser gratuita, mas sujeita à lotação da sala.

07

Nova oferta de alojamento foi inaugurada segunda-feira

Famalicão adere às ‘Cidades Contra a Pena de Morte’

Filhos de dadores de sangue com festa de Natal

CIDADE

Famalicão

Barbosa: Rua Santo António, Tel. 252 302 120 Calendário: Rua da Liberdade, Tel. 252 378 400/1 Cameira: C. Mouzinho Albuquerque, Tel. 252 323 819 Central: Praça D. Maria II, Tel. 252 323 214 Nogueira: Av. Marechal H. Delgado, Tel. 252 310 607 Valongo: Rua Adriano Pinto Basto, Tel. 252 323 294 Gavião - Av. Eng. Pinheiro Braga, 72 - Telef. 252 317 301 Marinho: Edif. S. José - Estalagem - Telf. 252 921 182 Martins Ventura: R. C. Cerejeira - Lousado - Telf. 252 493 142 Estação: Largo da Estação - Nine - Telf. 252 961 118 Ribeirão: Rua Quinta Igreja 9 - Ribeirão - Telf. 252 416 482 Joane: Rua S. Bento, nº 217 - Telf. 252 996 300

Vale do Ave

Almeida e Sousa: Covas - Oliv. Stª Maria - Telf. 252 931 365 Bairro: Av. Silva Pereira, Telf. 252 932 678 Delães: Portela - Delães - Telf. 252 931 216 Riba de Ave: Av. Narciso Ferreira, Telf. 252 982 124 Faria: Estrada Nacional

Famalicão Quinta, 1

Serviço Nogueira

Sexta, 2

Gavião

Sábado, 3

Barbosa/Ribeirão

Domingo, 4

Cameira

Segunda, 5

Central

Terça, 6

Calendário

Quarta, 7

Nogueira

Pai Natal tem sempre um lugar muito especial. Na Associação Gerações a semana terminou em grande, com a visita da “Oficina locomovente da poesia”, com coordenação de Isaque Ferreira, acompanhado por João Rios e Rui Spranger, numa sessão integrada na ação “Poesia na Rua”, desenvolvida no projeto da Fundação Cupertino de Miranda dedicado a Mário Cesariny. As sessões de declamação de poesia por estes três grandes artistas do som e da voz aconteceram no Clube Sénior e no Centro Educativo da Associação Gerações, provocando emoção em todos os que tiveram o prazer de assistir.

Vale do Ave

Serviço

Quinta, 1 Sexta, 2 Sábado, 3 Domingo, 4 Segunda, 5 Terça, 6 Quarta, 7

Bairro Almeida e Sousa Delães Bairro Riba de Ave Almeida e Sousa

Serviço de disponibilidade

Paula Reis: R. José Elisio Gonçalves Cerejeira, nº 629 Calendário - Tel. 252 378 057 Maceiras: Louro - Telf. 252 310 425 Marques: Largo da Igreja - Fradelos - Telf. 252 458 440 Oliveira Monteiro: Largo Igreja - Cabeçudos - Telf. 252 331 885 Pedome: Av. S. Pedro, 1139 - Pedome - Telf. 252 900 930 Pratinha: Largo do Cruzeiro - Cavalões - Telf. 252 375 423 S. Cosme: Vale S. Cosme - Telf. 252 911 123 Arnoso: Av. Joaq. Azevedo - Arnoso Sta. Maria - Telf. 252 916 612


08

CIDADE

opiniãopública: 30 de novembro de 2016

Falecimentos

Faleceu o padre António Fernandes

Maria da Glória Gomes Vilaça, no dia 24 de novembro, com 90 anos, viúva de Armindo Gomes Batista, de Ruílhe (Braga).

Virgínia de Jesus Pereira, no dia 22 de novembro, com 92 anos, viúva de Raúl Simões Lopes Ferreira, de Calendário.

Agência Funerária Arnoso - José Daniel Pereira Arnoso Santa Eulália - Telf. 91 724 67 03

Agência Funerária Rodrigo Silva, Lda Vila Nova de Famalicão – Tel.: 252 323 176

Paula Maria Dias de Lima, no dia 25 de novembro, com 49 anos, casada com Hermes Dias Rodrigues, de Rebordões (Santo Tirso).

Ana Rosa do Rosário Ferreira, no dia 11 de novembro, com 79 anos, solteira, de S. Cristóvão de Selho (Guimarães).

Agência Funerária de Burgães Sede.: Burgães / Filial.: Delães Telf. 252 852 325

Maria Olívia Fernandes Ferreira Pinto, no dia 15 de novembro, com 67 anos, solteira, de S. Cristóvão de Selho (Guimarães). Ana da Silva, no dia 20 de novembro, com 86 anos, solteira, de Pevidém (Guimarães)

Jerónimo Oliveira da Costa, no dia 24 de novembro, com 72 anos, casado com Maria José da Silva Ribeiro, de Oliveira S. Mateus. Deolinda Alberta Guedes de Azevedo, no dia 24 de novembro, com 69 anos, viúva de José Saldanha de Ferreira, de Oliveira Santa Maria. Maria Emília Almeida Ribeiro, no dia 25 de novembro, com 64 anos, casada com Delfim António Moreira de Carvalho, de Oliveira S. Mateus. Fernando de Oliveira Gonçalves, no dia 26 de novembro, com 79 anos, casado com Ana Ferreira de Araújo, de Oliveira Santa Maria. Agência Funerária Carneiro & Gomes Oliveira S. Mateus – Telm. 91 755 32 05

Armando Pinheiro de Oliveira, no dia 22 de novembro, com 82 anos, casado com Adelaide Oliveira e Silva, de Ruivães. Maria da Silveira Teixeira Roriz, no dia 23 de novembro, com 63 anos, casada com José Fernando da Costa Roriz, da Carreira. Padre António Lourenço de Oliveira e Castro Fernandes, no dia 24 de novembro, com 87 anos, da Carreira. Manuel Gameiro Simões, no dia 28 de novembro, com 75 anos, casado com Deolinda dos Anjos Afonso Simões, de Calendário.

Agência Funerária S. Jorge Pevidém– Tel.: 253 533 396

Maria do Carmo Verde Ferreira, no dia 25 de novembro, com 84 anos, solteira, de Nine. Agência Funerária do Calendário Calendário – Tel.: 252 377 207

Olinda Ferreira Lima, no dia 25 de novembro, com 100 anos, viúva de Adelino Dias da Silva, de Fradelos.

Faleceu na passada sexta-feira, dia 25 de novembro, aos 87 anos, o padre António Lourenço Fernandes, natural da paróquia da Carreira, concelho de Famalicão, onde nasceu a 5 de dezembro de 1928. O P.e Fernandes foi ordenado sacerdote a 15 de Agosto de 1954, tendo nesse mesmo ano iniciado o seu ministério sacerdotal como Vigário Cooperador de Guimarães. Posteriormente, em 1956, foi nomeado pároco de Nespereira e Gandarela, Arciprestado de Guimarães, onde exerceu funções até 1975, altura em que foi nomeado pároco de Serafão, no Arciprestado de Fafe. Cerca de um mês depois foi nomeado pároco de São Tiago de Carreira, no Arciprestado de Famalicão. A 15 de Julho de 2012, 37 anos depois, foi dispensado da paroquialidade de São Tiago de Carreira e São Simão de Novais, por razões de saúde e de idade. O funeral teve lugar no passado sábado, na Igreja Paroquial de São Tiago de Carreira. Presidiu à celebração da Eucaristia D. Nuno Almeida, o bispo auxiliar de Braga, estando também presentes na cerimónia vários sacerdotes. Em nota à imprensa, o Arciprestado de Famalicão, na pessoa de cada um dos seus sacerdotes e de todos os cristãos, reitera “à sua família as mais sentidas condolências”.

Greculeme leva teatro a Vilarinho das Cambas O grupo de teatro amador de Lemenhe, Greculeme, vai participar no próximo sábado, dia 3 de dezembro, na iniciativa municipal “Teatro na Aldeia”, com a apresentação da peça “Poli… Clínicos”, no salão paroquial de Vilarinho das Cambas, às 21h30. Com duração de 90 minutos, o novo trabalho do Greculeme é uma peça caricatural. D. Constança apoquenta-se com os sintomas de doença de Ernesto, seu enteado, e por isso acode a todos quantos julga que lhe possam valer. Nasce assim uma (des)ordem de policlínicos, terapias, mezinhas, achaques e opiniões.

Acidente provoca dois feridos em Ribeirão Uma colisão entre dois veículos ligeiros, na EN14, na freguesia de Ribeirão, provocou dois feridos ligeiros, no passado sábado. O acidente teve lugar pelas 19h40. No socorro estiveram os Bombeiros Voluntário Famalicenses, que transportaram os feridos ao Hospital de Famalicão.

Agência Funerária Palhares Balazar– Tel.: 252 951 147

António Joaquim Oliveira da Silva, no dia 23 de novembro, com 74 anos, casado com Maria da Conceição Simões de Oliveira, da Portela. Maria de Jesus Mota, no dia 24 de novembro, com 91 anos, viúva de José Rodrigues, de Airão Santa Maria (Guimarães). Agência Funerária da Portela Portela – Tel.: 252 911 495

Joane debate igualdade de género O Joannem Auditorium, em Joane, acolhe esta quarta-feira, dia 30, uma palestra sobre a igualdade de género. A iniciativa, promovida pela Câmara Municipal, através do pelouro da Família, em parceria com a Nova Acrópole de Famalicão e a Junta de Freguesia de Joane, decorre a partir das 21 horas e tem entrava livre. Sensibilizar os participantes para as questões da igualdade entre homens e mulheres, realçando as especificidades de cada género e a sua participação paritária na sociedade, é o grande objetivo desta ação.

Agência Funerária da Lagoa Lagoa – Telf. 252 321 594

Maria de Marques Barbosa, no dia 27 de novembro, com 98 anos, viúva, de Riba D’Ave. Jorge Manuel Ribeiro Ferreira, no dia 25 de novembro, com 50 anos, solteiro, de Riba D’Ave. Agência Funerária Riba D’Ave Riba D’Ave – 917 586 874 pub

pub


opiniãopública: 30 de novembro de 2016

Presidente da Junta diz que é a única solução face ao impedimento de usar o novo espaço

Riba d’Ave terá de socorrer-se do Cemitério Municipal Se alguém falecer em Riba d’Ave e não tiver jazigo terá que ser sepultado no cemitério municipal de Famalicão. A informação foi dada pela presidente da Junta de Freguesia de Riba d’Ave, Susana Pereira, na última sessão da Assembleia Municipal, realizada na passada sexta-feira. A intervenção da presidente de Junta aconteceu depois de alguns deputados municipais terem questionado o presidente da Câmara sobre o caso do cemitério ribadavense, que foi recentemente alargado mas sem resultado prático, uma vez que o espaço do alargamento não pode ser usado para fins cemiteriais, por decisão judicial. Susana Pereira revelou que, nos últimos anos, já foram sepultadas 72 pessoas em passeios no cemitério antigo que tem a sua capacidade totalmente esgotada. “Não existe um único local e, se for necessário, teremos que recorrer ao cemitério de Vila Nova de Famalicão, porque é assim que a lei determina”, afirmou. A autarca sublinhou que “este é um assunto muito sério, muito difícil e que está a causar muito transtorno à Junta de Freguesia e às pessoas que já adquiriram alguns dos espaços no alargamento”. Recorde-se que, em causa, está uma providência cautelar interposta por um vizinho do novo espaço cemiterial, que alega uma série de irregularidades da execução do referido alargamento, e à qual o Tribunal Administrativo e Fiscal de Braga deu provimento, no passado dia 2 de no-

vembro. A decisão é clara e diz que a Junta de Freguesia deve “abster-se de proceder à utilização do espaço correspondente à área de alargamento do cemitério para fins cemiteriais”. “É uma decisão do Tribunal, temos que respeitar”, disse Susana Pereira, vincando, contudo, que a Junta de Freguesia já apresentou a sua defesa e os documentos, que em seu entender, “provam que tudo foi feito dentro da legalidade”. A este propósito, a autarca lembrou que o seu executivo fez o alargamento “no terreno que já estava adquirido” e garantiu que “a obra respeitou todas as leis e foram feitas várias vistorias”. Disse ainda que a Junta de Freguesia “conversou com os vizinhos do alargamento no sentido de perceber o que queriam que fosse feito para não se sentirem prejudicados” e, nesse sentido “foram feitos muros, foi colocada sebe no espaço que confronta com um dos vizinhos e há compromissos da Junta de Freguesia para colar umas placas junto ao terreno de outro vizinho”. Já o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, lembrou que a gestão e a obra do cemitério são da responsabilidade da Junta de Freguesia, mas assegurou que a edilidade “tem acompanhado a situação”. Paulo Cunha recordou ainda que se trata de um “processo complexo, envolto em alguma polémica há alguns anos e que a senhora presidente de Junta tem abraçado com muita coragem e determinação”.

FREGUESIAS

9

Crianças da Engenho celebram dia da Floresta Autóctone As crianças da Engenho celebraram, no passado dia 23 de novembro, no Parque da Devesa, o Dia Nacional da Floresta Autóctone, numa iniciativa que se enquadra também no programa Eco Escolas desta Associação. Nas instalações de apoio ao parque, Ana Silva, do Departamento do Ambiente da Câmara Municipal de Famalicão, ensinou as crianças a reconhecerem sementes de várias espécies autóctones. Depois, pegaram nas bolotas e fizeram uma sementeira em pequenos vasos. Acabada a sementeira, as crianças efetuaram um percurso pelo parque onde identificaram uma série de árvores típicas da nossa região e do país, nomeadamente carvalhos e sobreiros.

Forave inicia projetos na Roménia e na Itália Entre os dias 10 e 16 de novembro, quatro professores da escola profissional Forave, participaram, em Bucareste e Palermo, nas primeiras reuniões dos projetos "Every Child MattersRefugees and Immigrants in Education” e “Teachnology in Education”. Com parceiros de escolas da Turquia, Reino Unido, Itália, Noruega e Grécia, foram planificados os intercâmbios de alunos, que ocorrerão em 2017, e apresentados os trabalhos sobre a problemática dos refugiados e emigrantes e a sua integração nos sistemas de ensino dos países de acolhimento e sobre a recurso às novas tecnologias de informação e comunicação na sala de aula. Todos os trabalhos realizados podem ser consultados no blog http://comeniusforave.blogspot.pt/.

Investimento com custo global de 3,2 milhões de euros

Nova Igreja de Antas inaugurada com celebração eucarística Maria João Mesquita

D. Jorge Ortiga presidiu à cerimónia

“É sempre um motivo muito grande de alegria proceder à Dedicação de uma Igreja. Fazê-lo nos tempos que correm é uma alegria muito maior”. Estas foram as palavras do arcebispo primaz de Braga aquando da inauguração da nova Igreja de Antas, no passado domingo. D. Jorge Ortiga congratulou a comunidade e os que permitiram que este espaço fosse concretizado, tendo em conta que “a Igreja é um lugar de acolhimento” e que “os tempos atuais exigem uma comunidade nova”. A nova igreja foi inaugurada com a celebração da eucaristia, que reuniu a população no novo espaço, e com o descerramento da lápide comemorativa da dedicação à igreja. O presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, satisfeito com a requalificação urbanística de Antas, considera que esta nova igreja “é um marco

histórico”, tendo a cidade ficado “mais rica”. “Do ponto de vista da fé cristã, estou certo de que se construiu um novo templo para o seu exercício”, pelo que “os paroquianos de Antas e das freguesias vizinhas estão de parabéns”, acrescentou o edil. O presidente da União de Freguesias de Antas e Abade de Vermoim, Manuel Alves afirmou, por sua vez, que esta obra “poderá atrair mais gente à freguesia”, salientando igualmente a beleza do espaço envolvente à nova igreja. A obra teve um custo global de 3 milhões e 200 mil euros, como referiu o padre Agostinho Alves, mas falta ainda pagar um milhão e 200 mil euros. A nova igreja de forma oval, projetada por Hugo Correia, está implantada numa encosta da cidade, junto ao Parque da Devesa e à igreja românica de Antas.


10

FREGUESIAS

opiniãopública: 30 de novembro de 2016

Agrupamento de Pedome participa no projeto Erasmus+ "With Mathematics through life" Uma delegação do Agrupamento de Escolas de Pedome, constituída por seis alunos do 7º ano de escolaridade da EB Pedome e três professores partiram, no domingo, dia 20, do Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto com destino à Polónia, para participarem na Mobilidade do Projeto Erasmus+ "With Mathematics through life", na cidade de Grybów, Polónia. “As famílias dos alunos compareceram no momento da partida desta verdadeira aventura que marcará indelevelmente a experiência escolar destes seis alunos que levamos à Polónia, e onde vão encontrar alunos parceiros da Polónia, Noruega e Turquia”, lê-se no comunicado enviado à redação. A viagem à Polónia foi apoiada pela autarquia de Famalicão e pela Fundação Castro Alves que forneceram as lembranças a serem trocadas entre as delegações participantes. pub

Promove ainda um concurso com cachecóis e recolha de mantas

Milho D’oiro encerra comemorações dos 25 anos com concerto A Associação Milho D’Oiro, de Gavião, encerra na próxima sexta-feira, dia 2 de dezembro, as comemorações dos 25 anos da constituição formal, com um concerto pelo Orfeão Famalicense, intitulado “notas em pauta de prata”, que terá lugar pelas 21h15, na Igreja Paroquial de Gavião. Segundo nota à imprensa, o presidente da direção da Milho D’Oiro, Sérgio Marques, salienta que “receber em Gavião uma instituição como o Orfeão Famalicense, que para além de ter celebrado este ano o seu centenário, teve intimamente ligado à sua existência dois vultos da cultura famalicense – o Padre Benjamim Salgado e o Padre Dr. Manuel Faria – é um enorme privilégio” e deixa o convite a todos os associados e população em geral, para participarem neste concerto. Recorde-se que, ao longo do corrente ano, têm acontecido diversas iniciativas para assinalar o centenário do nascimento destes dois famalicenses ilustres, e a associação Milho D’Oiro irá também recordá-los neste concerto. O evento conta com a colaboração da paróquia de Santiago de Gavião. Recolha de mantas para o Natal A associação cultural e artística de Gavião, em parceria com a Câmara Municipal de Famalicão, através do Banco Local do Voluntariado, está a promover um concurso intitulado “constrói um cachecol diferente”, num apelo a que toda a gente contribua para a construção de uma sociedade diferente. Assim, a Associação Milho D’Oiro e o Banco Local do Voluntariado, com a colaboração do Museu da Indústria Têxtil (MIT) e da Fundação Castro Alves, de Bairro, faz um convite a todas as instituições e pessoas para fazerem um “cachecol diferente” (ou vários) e entregá-los no gabinete do voluntariado da Câmara Municipal, ou mesmo a enviá-los pelo correio ou por qualquer outro meio, para o referido gabinete. Para qualquer dúvida, os interessados podem contactar a organização através do e-mail milhodoirogaviao@gmail.com ou voluntariado@vilanovadefamalicao.org, ou ainda pelos telefones 969024388 / 936977133 / 252320900. Todos os cachecóis serão expostos de 18 de dezembro a 14 de janeiro no MIT e ao mais original será atribuído um prémio. Ainda durante o mês de dezembro haverá uma recolha de mantas e gorros para “aquecer o Natal” daqueles que mais precisam. As mantas e os gorros devem ser entregues na tenda que funcionará na Praça D. Maria II (praceta Cupertino de Miranda). Estas atividades culminarão no dia 14 de janeiro, com uma grande troca de cachecóis entre os participantes no MIT.


Que friiiiio! Proteja-se! As temperaturas têm descido nos últimos dias, por isso a Direção Geral de Saúde (DGS) recomenda alguns cuidados com o frio.

Cuidados para as pessoas sozinhas Os familiares, amigos e vizinhos têm um papel importante no que diz respeito às pessoas sozinhas. Faça um telefonema ou contacte pelo menos uma vez por dia com pessoas sós/isoladas. Certifiquese que eles se encontram de boa saúde e em condições de conforto.

• Verifique os equipamentos de aquecimento da sua casa e mantenha a casa arejada, abrindo um pouco a janela/porta para evitar acumulação de gases; nunca use fogareiro a carvão; • Calafete janelas e portas para evitar a entrada de ar frio e a saída do calor acumulado; • Mantenha a temperatura da sua casa entre os 19 ºC e os 22ºC; instale um termómetro em local visível; • No caso de prever-se a aproximação de um período de grande frio ou neve forte, faça as suas compras alimentares e outras que cheguem para um período de 2 a 3 dias para evitar ter de sair de casa. Verifique se tem medicamentos suficientes; • Confirme ainda a necessidade de botijas de gás suplementares; • Não fique descalço no chão frio ou molhado por muito tempo; • Evite dormir/descansar muito perto do aquecimento e promova boa circulação de ar, principalmente durante a noite, não fechando completamente os aposentos, mas evitando correntes de ar frio; • Utilize os aparelhos elétricos de forma criteriosa devido ao risco de sobrecarga do quadro; • A utilização de botijas de água quente deve ser feita sempre sob vigilância para evitar o risco de queimadura. • No que respeita à roupa, use roupas folgadas e calçado adequados à temperatura ambiente, protegendo as extremidades (mãos, pés e cabeça); • Não use roupas justas que dificultam a circulação sanguínea; use várias camadas de roupa em vez de uma única muito grossa; • No Inverno, tome banho com água morna: água muito quente remove a camada protetora natural da pele; mantenha a pele hidratada; hidrate todo o corpo não esquecendo mãos, pés, cara e lábios; • Quando tomar banho, embrulhe-se na toalha e tenha a divisão aquecida; • No âmbito da alimentação, coma com mais frequência. Deve comer mesmo que não sinta muita fome, em especial sopas e bebidas quentes (leite, chá); • Se a sua saúde o permitir, inclua na sua alimentação alimentos calóricos como chocolates, azeite, frutos secos; coma alimentos ricos em vitaminas e sais que protegem contra infeções; • Evite bebidas alcoólicas, que causam aquecimento, mas provocam vasodilatação com perda de calor e arrefecimento do corpo; • Abstenha-se de produtos nocivos como o cigarro, bebidas alcoólicas e drogas. • Nos dias de frio, pode manter a prática de exercício físico, mas deve fazê-lo, de forma intensa, ao ar livre. Continue a beber água durante a atividade física para evitar a desidratação. • Evite caminhar sobre o gelo devido ao risco de lesões por queda • No caso de andar de carro tenha em conta que pode ficar bloqueado. Previna-se: leve um mapa, roupas quentes, mantas e roupa para troca bem como comida e bebidas quentes. • Evite entrar e permanecer em locais fechados e com grande concentração de pessoas, onde se transmitem os vírus, em particular, a gripe.

pub


12

ESPECIAL

opiniãopública: 30 de novembro de 2016 pub

Direção Geral de Saúde tem 1,2 milhões de vacinas gratuitas

A campanha de vacinação contra a gripe 2016/2017 que decorre no outono e no inverno. Pela primeira vez, os doentes a aguardar transplante e sob quimioterapia, entre outros, estão a receber gratuitamente a vacina, informa a Direção Geral de Saúde (DGS). Segundo a DGS, a campanha de vacinação contra a gripe 2016/2017, que decorre no outono e no inverno, tem disponíveis cerca de 1,2 milhões de doses de vacinas para distribuição gratuita, para além das existentes nas farmácias. Nunca é demais lembrar que idosos com 65 ou mais anos, doentes crónicos e imunodeprimidos, grávidas e profissionais de saúde são grupos prioritários. A vacinação continua a ser gratuita para pessoas a partir dos 65 anos e para internados em instituições. Pela primeira vez, os doentes a aguardar transplante, sob quimioterapia, com trissomia 21, fibrose quística, doença neuromuscular e com défice de alfa-1 antitripsina, recebem gratuitamente a pub

vacina contra a gripe, sem necessidade de receita médica ou de pagamento de taxa moderadora, informa a DGS. “As receitas médicas nas quais seja prescrita, exclusivamente, a vacina contra a gripe, emitidas a partir de 1 de julho de 2016, são válidas até 31 de dezembro de 2016”, revela ainda uma nota divulgada pela Direção Geral de Saúde. A vacinação é feita nos Centros de Saúde da área de residência. Em caso de dúvida, deve-se ligar para o ‘Saúde 24’, através do número 800242424. “Faça chuva ou faça sol, vacine-se de outubro até ao final do inverno”, alerta um vídeo promocional divulgado pela DGS. As vacinas gratuitas foram selecionadas em concurso e são de marcas comerciais que também estarão disponíveis em farmácias, mediante receita médica e com comparticipação. Entre 1 de outubro e 4 de novembro, foram administradas 560 mil nos centros de saúde. pub


opiniãopública: 30 de novembro de 2016

ESPECIAL

13

Higiene oral é fundamental Sorrir é algo que fazemos, por norma, diariamente. Por isso, a conservação dos nossos dentes é fundamental para uma melhor qualidade de vida. Aqui ficam alguns conselhos.  Escove os dentes pelo menos duas/três vezes por dia, preferencialmente após as refeições e antes de se deitar.  Utilize uma escova de tamanho adequado, macia e com uma cabeça pequena, para evitar lesões nos dentes e gengivas.  Procure utilizar sempre um dentífrico com 1.000 a 1.500 ppm de flúor.  Evite escovar os dentes na horizontal. Coloque a escova ligeiramente inclinada, na passagem pelos dentes, para que estes não se desgastem com o tempo.  Utilize diariamente fio dentário, antes da escovagem, para retirar restos alimentares e bactérias dos espaços que existem entre os dentes e entre estes e as gengivas.  Siga as recomendações do seu profissional de saúde oral na utilização de elixir para bochecho.  Procure manter os dentes bem limpos, sobretudo junto à linha gengival, evitando a placa bacteriana e tártaro.  Efetue uma revisão dentária regular, preferencialmente de 6 em 6 meses, e um check-up oral pelo menos uma vez durante o ano.  Mantenha uma dieta equilibrada e procure substituir os doces por alimentos mais nutritivos como o queijo, frutos ou vegetais frescos.  Se tem sensibilidade dentária visite o seu dentista porque pode ser um indicador de uma cárie dentária, um dente fraturado.

Há açúcar escondidos nos alimentos O desejo pelo sabor doce é natural e comum a todas as idades, raças e culturas. Mesmo antes do nascimento, parece haver uma capacidade para detetar o sabor doce aquando do consumo de açúcares pela mãe. Assim, a dieta materna durante a gestação, bem como durante o período de aleitamento materno, pode influenciar o desenvolvimento de preferências alimentares nas crianças. No que respeita ao impacto destes alimentos na saúde, tem-se verificado uma forte relação entre o consumo de açúcar e o aumento do risco de desenvolvimento de doenças crónicas não transmissíveis, como obesidade, diabetes mellitus tipo 2, dislipidemias, inflamação, doenças cardiovasculares e caries dentárias. Assim, por forma a diminuir a quantidade de açúcar da alimentação aconselha-se limitar o consumo de alimentos e bebidas açucaradas; ingerir frutas e vegetais crus em vez de lanches açucarados; reduzir a quantidade de açúcar adicionado a receitas e preparações culinárias; preferir sabores naturais como iogurte natural e leite simples; evitar o consumo de guloseimas (gomas, rebuçados, chocolates…); optar por fruta como sobremesa do dia a dia; comparar alimentos considerando os rótulos alimentares e preferir os que contêm menos açúcar ou outros substitutos. Sabia que….. uma colher de chá de ketchup contém 4 gramas de açúcar livre? E que uma única lata de refrigerante tem até 40 gramas?

Olhe para o rótulo! Sacarose, glicose, maltose, galactose, frutose… sabe o significado de cada uma das palavras? Todos significam açúcar. Quando pegar numa embalagem de um alimento tem de ter em mente que qualquer palavra que termine em “ose” é provavelmente um açúcar. Além dos ingredientes, olhe também para a informação nutricional. Uma das parcelas é a dos hidratos de carbono e, na linha de baixo, tem a continuação: “dos quais açúcares”. É esta linha que lhe diz a quantidade de açúcar. A Organização Mundial da Saúde (OMS) diz que o consumo diário de açúcares adicionados seja na ordem dos 25 gramas por dia. Porque, na realidade, já consumimos mais açúcar, natural e não adicionado, por exemplo na fruta, nos legumes e leite, valores que não estão incluídos nestas contas. pub


14

ESPECIAL

opiniãopública: 30 de novembro de 2016 pub

Alimente-se bem pela sua saúde!

 Coma, no mínimo, cinco refeições por dia. Se estiver muito tempo em jejum, na refeição seguinte irá comer mais e terá tendência para selecionar alimentos menos saudáveis.

 Opte pelas carnes brancas. O peru e o frango têm menor teor de gordura que as carnes vermelhas, como a de vaca. Quando estiver a comer retire qualquer gordura que esteja visível.

 Comece bem o dia com um bom pequeno-almoço. É a refeição principal pois quebra longas horas de jejum e fornece-lhe energia para todo o dia.

pub

 Ingira peixe branco e azul. São ricos em ácidos gordos essenciais (ómega 3), que diminuem os níveis elevados de colesterol e são fundamentais ao bom funcionamento do cérebro. O salmão, a sardinha e o atum  Reduza o tamanho das porções ingeri- são uma excelente alternativa. das, pois comer em demasia origina a obesidade e esta traz consigo variadíssimas  Evite os fritos, que são muito ricos em doenças. gordura. Cozinhar de forma saudável é fácil, para isso basta que aposte em ali Dê preferência aos vegetais e à fruta. São mentos cozidos, grelhados ou assados no ricos em nutrientes essenciais para o orga- forno ou então cozinhados a vapor ou esnismo, como as fibras, vitaminas e minerais, calfados. Nenhuma destas formas de cozie não fornecem muitas calorias, visto serem nhar necessita de adição de gordura na sua pobres em gordura e em açúcar. Recomenda- confeção. se a ingestão de três a cinco porções por dia.  Opte pelos cereais integrais. O pão,  Coma sopa antes do prato principal. Ge- massa, arroz e cereais têm mais fibra. Esta ralmente, a sua base são os legumes e é faz com que sejam digeridos de forma lenta pobre em gordura. pelo organismo e induz a saciedade.  Prefira as gorduras insaturadas, como o azeite e as que estão presentes no peixe e nos frutos secos, uma vez que estas têm propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes. Por sua vez, as gorduras saturadas, que existem sobretudo nos enchidos e na carne vermelha, estão relacionadas com o desenvolvimento de doenças cardiovasculares e também de alguns tipos de cancro. Também muito prejudiciais para a saúde são as gorduras vegetais hidrogenadas ou trans, presentes nas margarinas, nas bolachas e nos fritos.  Escolha laticínios magros em vez de gordos ou meio gordos, reduzindo assim a ingestão de gorduras e ingerindo a mesma quantidade de cálcio.

 Substitua as bebidas gaseificadas e bebidas alcoólicas pela água, sumos naturais ou chá, mas sempre sem adicionar açúcar.  Reduza a quantidade de sal que usa para temperar a comida e evite refeições pré-cozinhadas, muito ricas em sódio e em gordura. A OMS recomenda que não se ingira mais de 5 g por dia, pois o sal está associado à hipertensão e, consequentemente, às doenças cardiovasculares, para além de provocar a retenção de líquidos.  Mastigue lentamente todos os alimentos. Assim, melhora o processo digestivo e dá tempo ao cérebro de receber a informação de saciedade. Em média, este processo demora 20 minutos desde o início da refeição.

Europeus estão a viver mais, mas não com boa saúde A proporção de pessoas com mais de 65 anos na União Europeia passou de menos de 10% em 1960 para cerca de 20% em 2015, e pode chegar a 30% em 2060, de acordo com as projeções. Em 18 estados do bloco (só um do leste, a Eslovénia), a esperança média de vida é superior a 80 anos. Porém, isso nem sempre é sinal de boa saúde, visto que na União Europeia há cerca de 50 milhões de pessoas com doenças crónicas, indica o relatório. Além disso, cerca de meio milhão de europeus em idade ativa morrem todos os anos por doenças crónicas, o que gera perdas de cerca de 115 mil milhões de euros. Os gastos de saúde na União Europeia representam 9,9% do PIB em 2015, em comparação com 8,7% em 2005.


opiniãopública: 30 de novembro de 2016

Encontros dedicados ao artista do Surrealismo

Fundação leva obra e vida de Cesariny a todos

A poesia foi lida em diferentes espaços da cidade de Famalicão

Sofia Abreu Silva pintor, representando exemplarmente o Surrealismo como uma Levar Cesariny ao público em forma revolucionária de ver, engeral. Foi um dos objetivos dos tender e viver a vida. Assim, duEncontros Mário Cesariny que de- rante os Encontros, destaque correram entre 24 e 26 de novem- para a atividade “Poesia na Rua”, bro, numa iniciativa da Fundação com declamação de poemas em Cupertino de Miranda (FCM). vários locais da cidade, no senEste ano, os Encontros pre- tido de levar a obra de Cesariny tenderam assinalar o 10º aniver- aos locais mais improváveis. sário do falecimento daquele que Na verdade, estes Encontros foi um dos grandes mestres do têm conquistado cada vez mais Surrealismo português, com a pessoas. “Há um crescendo de realização de diversas atividades público a chegar, cada vez, mais gratuitas, entre poesia, exposi- à Fundação, quer pelos Enconções e concertos. tros, quer pelas atividades que António Gonçalves, diretor ar- temos vindo a desenvolver”. tístico da FCM, considera que o Para António Gonçalves, Cebalanço destes 10 anos de En- sariny não é um autor que se contros de Mário Cesariny é prende apenas com o universo muito positivo, pelo facto, desde académico, daí a vontade de o logo, de “já termos dez edições”. fazer chegar a um público em “É um sentido de continuidade, é geral: “pomos a poesia na rua, a forma de darmos a conhecer a promovemos os ateliês nas escosua obra, os seus poemas, a lite- las e apresentamos documentáratura e parte plástica”, afirmou, rios… estamos sempre de portas sublinhando que Cesariny deixou abertas”. um legado importante, que tem Recorde-se que a FCM incorsido alvo de estudo por parte de pora uma grande parte da bibliopessoas que estão a executar as teca e do acervo artístico e suas teses de mestrado e douto- documental de Mário Cesariny ramento. (1923-2006), adquirida quer por Mário Cesariny foi poeta e compra, doação e legado.

15

“A Bela Adormecida” e “Pinóquio: Um Musical para Sonhar”

Espetáculos de Natal na Casa das Artes Já a pensar nos mais pequenos e no Natal, a Casa das Artes de Famalicão reservou para o este mês de dezembro dois grandes espetáculos repletos de fantasia para toda a família: o bailado “A Bela Adormecida” e “Pinóquio: Um Musical para Sonhar”. O primeiro é já no dia 9, sexta-feira, com “A Bela Adormecida”. Uma deslumbrante obraprima do bailado clássico, interpretado pela prestigiada companhia do Russian Classical Ballet, de Moscovo. Baseado no conto de Charles Perrault, é considerado um dos bailados que maior interesse desperta no grande público. Uma produção clássica com uma cenografia de uma beleza e um realismo incríveis, figurinos manufaturados com detalhes sumptuosos e um elenco de solistas e corpo de baile irrepreensíveis liderados por dois grandes nomes da dança internacional – Evgeniya Bespalova e Denis Karakashev. O espetáculo sobe ao

palco do grande auditório pelas 21h30. O bilhete tem o custo de 18 euros, reduzindo para metade para estudantes e portadores do Cartão Quadrilátero Cultural. Já nos dias 15 e 16, quinta e sexta-feira, é a vez do musical “Pinóquio: Um Musical para Sonhar” subir ao grande auditório. Uma aventura musical, sobre a mais conhecida marioneta de madeira do mundo, com todos os ingredientes

para assegurar um serão em família bem divertido. Produzido pela Plateia de Emoções, o espetáculo conta com a participação de 6 atores que se desdobram em várias personagens utilizando mais de 25 figurinos. O espetáculo vai estar em cena na quintafeira, às 10h30 e 14h30, e na sexta, pelas 14h30 e 21h30. O bilhete tem o custo de 4 euros, reduzindo para metade para

estudantes e portadores do Cartão Quadrilátero Cultural. Ainda a pensar nos mais pequenos, a Casa das Artes de Famalicão reservou para dezembro uma sessão de cinema infantil, com a nova princesa da Disney – Vaiana. A exibição do filme está marcada para o dia 17, às 15h00, 18h00 e 21h30. Mais informações no site oficial da Casa das Artes de Famalicão, em www.casadasartes.org.

Com dois anos de existência, a banda pretende dar a conhecer o projeto “Reviver”

Grupo Musical FOLK5 atuou na Casa das Artes

Centro de Estudos do Surrealismo continua a ser um sonho É público que Famalicão quer avançar com o Centro de Estudos Surrealismo na Fundação Cupertino de Miranda (FCM) num espaço que será criado, através de uma ampliação, para esse efeito. António Gonçalves, diretor artístico da FCM, diz que o projeto já existe há 16 anos e acredita que este é o momento para reforçar essa marca do Surrealismo em Famalicão. “Neste momento há um trabalho feito, um núcleo de edições, exposições e uma coleção que foi muito ampliada e só agora é que começam a existir novas condições para termos essa afirmação, porque agora temos essa capacidade e espólio”. Para já, a candidatura ao programa Portugal2020 não mereceu aprovação, mas a Fundação espera uma nova possibilidade para obter financiamento para, depois, avançar com o projeto que está já definido.

CULTURA

Banda famalicense Folk5

O grande auditório da Casa das Artes acolheu, no passado dia 25 de novembro, o espetáculo musical da banda famalicense FOLK5. “É sempre um desafio muito grande sermos do concelho e tocarmos no concelho”, disse, a propósito desta atuação, Jorge Guerreiro, membro da banda. Para além de outros trabalhos, apresentaram o mais recente pro-

jeto “Reviver”, que tem já um ano e meio e que consiste numa amostra dos maiores êxitos mundiais dos anos 60, 70, 80 e 90. De acordo com os membros da banda, o objetivo é fazer reviver o passado. O grupo musical FOLK5 foi criado por um grupo de amigos que anda nas lides musicais desde a juventude e é constituído

por seis elementos: Américo Torrinha, Jorge Guerreiro, Manuel Brandão, Renato Rego, Tiago Barbosa e Vítor Oliveira. A apresentação oficial da banda ocorreu há cerca de dois anos no auditório do Teatro Construção, em Joane. Depois disso, já atuaram no salão nobre do casino da Póvoa de Varzim, nas festas da cidade de Penafiel, na festa Flores e Trocas em Famalicão, no parque de campismo de Vila do Conde e ainda em Andorra. Numa entrevista à Rádio Digital FM, a banda comunicou que três dos instrumentos utilizados são cavaquinhos, não esquecendo a guitarra clássica. A música popular portuguesa, representada por estes instrumentos, não constitui, contudo, o grosso do repertório da banda, que foi evoluindo ao longo dos dois anos de existência. Refira-se que o grupo tem já uma claque de simpatizantes e apoiantes que os acompanham para todo o lado e que têm tido casas cheias nos locais por onde passam.


16

PUBLICIDADE

opiniãopública: 30 de novembro de 2016


4000 na 3ª Meia e Mini Maratona de Famalicão Gindança na final da Taça de Portugal de dança desportiva A Gindança fechou com chave de ouro a época desportiva. A equipa famalicense marcou presença na final da Taça de Portugal, onde obteve bons resultados: Tomás Gomes sagraram-se vice-campeões em Juvenis 1 Standard e o 4º lugar em Latinas; Filipe Gomes e Lara Batista ficaram em 2º em Juniores 1 Open Standard e Latinas; Gonçalo Conde e Bruna Matos foram vice-campeões de Juniores 2 Iniciados Standard e 5ºs classificados em Latinas; Telmo Teixeira e Sara Teixeira ficaram em 7º e 9º lugar em Juniores 2 Iniciados Standard e Latinas, respetivamente e, por fim, Rafael Almeida e Sara Peixoto ficaram na 3ª posição em Adultos Open Standard e na 4ª em Adultos pre-open. A prova serviu ainda para a Federação Portuguesa de Dança Desportiva homenagear todos os dançarinos da seleção nacional, entre os quais os pares famalicenses Sérgio Costa/Rita Almeida e Rafael Almeida/Sara Peixoto.

Superou forte concorrência e voltou a subir ao lugar mais alto do pódio da competição internacional

José Azevedo revalida título mundial INAS Filipe Jesus os 11 e 12 km, senti grandes dificuldades, mas acabaria por me José Azevedo foi protagonista sentir melhor a partir dos 14 km. principal do 7º Campeonato do Depois, perto dos 18 km, lancei o Mundo para a Deficiência Inte- ataque e dei tudo, tendo feito um lectual, que decorreu em Évora. esforço muito grande”, revelou. O famalicense foi o primeiro a O famalicense sublinhou ter cortar a meta, com o tempo de sido “uma vitória tática, pois sa1.11.14, e renovou assim o título bia que não poderia colocar um mundial que havia arrecadado ritmo forte desde início”. José no ano passado, no Peso da Ré- Azevedo admitiu que “não engua. trou no jogo pretendido pelo jaEm representação da Sele- ponês Kaneko” tendo guardado ção Nacional de Meia Maratona alguns trunfos para a fase final ANDDI, o atleta bateu a forte con- da prova, onde “foi mesmo ao licorrência do japonês Ryo Kaneko mite para garantir uma das vitóe do espanhol Asier Santos e rias mais sofridas”. contribuiu, deste modo, para a A alegria transbordava no fivitória coletiva da seleção lusa, nal da prova, pois o atleta iria que venceu com apenas quatro “sentir tristeza se não consesegundos de diferença em rela- guisse revalidar o título no nosso ção à formação nipónica. país”. Garantido mais um triunfo Na antecâmara da prova, em provas de grande prestígio, José Azevedo confidenciou que José Azevedo já aponta baterias iria lutar por um lugar no pódio, para outros desafios: “já estou a pese revelar ainda algumas limi- preparar a São Silvestre e o Camtações físicas decorrente da par- peonato da Europa de Pista Coticipação na Maratona do Porto. berta, que vai realizar-se na ReO estado físico foi, porém, um pública Checa. Antes disso, irei importante fator para o famali- competir este fim de semana cense definir uma estratégia de numa prova emblemática da sucesso. Suíça”. Provas em que o famali“Estava um pouco desgas- cense irá encarar, claramente, tado e, por isso, tentei defender- com níveis elevados de conme ao máximo do Kaneko. Entre fiança. pub


18

opiniãosport: 30 de novembro de 2016

FUTEBOL

A uma semana de defrontar o líder, oliveirenses somam quinta vitória consecutiva

Vinte minutos de intenso domínio embalam AD Oliveirense Campo de Ribes Árbitro: Daniel Cardoso (AF Aveiro) Auxiliares: Carlos Martins e Nélson Cardoso

AD Oliveirense Limianos André Fonseca Paulinho Manuel Pedro Nélson Sampaio André Pereira Jacob Neves (Kingsley 23’) James Jorginho (Fininho 63’) Vítor Hugo (Dibola 83’) João Rodrigues

Bean Zé Santos Zé Nando João Ribeiro Ken Bicho Rafa Kiko (Chiquinho 79’) Jójó Moreira (Darson 36’) Marco Amorim

Treinadores Alexandre Ribeiro

Sérgio Campelo

Golos: 1-0 Jorginho (8’); 2-0 James (9’); 3-0 João Rodrigues (18’); 3-1 Bicho (45’ g.p.). Cartões Amarelos: Neves (4’); Jójó (41’); Paulinho (44’); João Ribeiro (59’) e Fininho (90+2’). Cartões Vermelhos: Não houve.

Aristides Ferreira meio-campo e aproveitou o espaço concedido pelo adversário Sem desarmar na luta pelo acesso para elevar para 2-0. à fase de subida. A vitória inquesOs pupilos de Sérgio Campelo tionável da Associação Desportiva estavam atónitos com o início de (AD) Oliveirense frente ao Limia- jogo e esboçaram uma ténue reanos foi mais um sinal da quali- ção, mas sem consequências para dade do conjunto famalicense, o último reduto da equipa da que cedo resolveu a contenda e casa. garantiu o quinto êxito seguido. A tarde parecia pertencer, por A equipa de Alexandre Ribeiro inteiro, à AD Oliveirense, já que entrou determinada em conquis- João Rodrigues balançou novatar mais uma vitória frente ao pe- mente as redes do opositor ainda núltimo classificado. Apesar de antes dos 20 minutos. O extremo ter novo timoneiro, a formação de recebeu o esférico no corredor diPonte de Lima resistiu apenas 7 reito e, num cruzamento-remate, minutos: depois de uma primeira colocou a bola no ângulo superior tentativa infrutífera, Vítor Hugo da baliza de Bean. Um golo de ofereceu o primeiro golo da tarde belo efeito que levou os adeptos a Jorginho. oliveirenses ao delírio, pois já A entrada a todo o gás da AD sentiam o cheiro a goleada. Oliveirense não permitiu reação O conjunto de Alexandre Riaos forasteiros, pois o Limianos beiro não se deu por satisfeito e ainda não se tinha refeito do pri- continuou a carregar. No entanto, meiro golo quando surgiu o se- a falta de pontaria dos avançados gundo. James roubou a bola a e a inspiração do guarda-redes

Márcio Sousa é o novo presidente da AFSA Márcio Sousa foi eleito, na passada sexta-feira, como novo presidente da Associação de Futebol de Salão Amador de Famalicão. A lista encabeçada pelo novo responsável diretivo foi a única a apresentar-se a sufrágio e foi, por isso, eleita por unanimidade. A Mesa da Assembleia Geral será presidida por Domingos Azevedo, enquanto José Alves irá liderar o Conselho Fiscal. Para além das eleições, foram aprovadas, por unanimidade, em assembleia geral, as contas relativas à época passada, bem como o orçamento e plano de atividades para a presente época.

Resultados da AFSA A 5ª jornada do Campeonato Concelhio de futsal da 1ª Divisão, organizado pela Associação de Futebol de Salão Amador (AFSA), realizou-se no passado sábado e terminou com os seguintes resultados: ADESPO 0-1 S. Martinho; ARPO 5-1 Flôr do Monte; Esmeriz 2-1 Gente Fantástica; Carreira 2-2 Novais; JASP 4-4 Outeirense; Pedome 1-1 Cajada e ADERM 36 ACURA. O Cajada mantém-se no 1º lugar, com 11 pontos, perseguido pelo Pedome, que tem menos um ponto. A próxima ronda disputa-se no sábado e contempla os seguintes duelos: S. Martinho – Esmeriz (16h);Gente Fantástica – JASP (16h30); Flôr do Monte – Pedome (17h); Outeirense – ARPO (17h); Novais – ADESPO (17h); ACURA – Carreira (18h) e Cajada – ADERM (18h). No torneio de abertura de Veteranos, a ronda 3 teve os seguintes desfechos: Bairrense 23 Flôr do Monte; Covense 5-4 GRAC; Novais 4-8 Pedome e Barrimau 2-7 S. Mateus. O Covense lidera a classificação da Série A, com 6 pon-

tos, seguido do S. Mateus, que tem menos um jogo. Já a Série B é comandada pela Flôr do Monte, que soma três jogos em outros tantos jogos. Na próxima jornada, agendada para sexta-feira, estão agendados os jogos S. Mateus – GRAC (20h30); Barrimau – Covense (20h30); Flôr do Monte – Pedome (21h) e Bairrense – Novais (21h). Em Seniores, os resultados foram os seguintes: 1º Maio 21 Bente; Vermoim 0-4 Landim e Barrimau 3-4 Castelões. A equipa de Landim lidera, fruto das vitórias nos dois jogos realizados. A próxima jornada terá os duelos Landim – 1º Maio; Bente – Castelões e Barrimau – Vermoim. Por fim, em Juvenis, os resultados da 2ª jornada foram os seguintes: ARPO 3-2 Pedome; Castelões 4-2 1º Maio; Outeirense 2-3 GRAC. O calendário ditou que a jornada 3 se disputasse no domingo: 1º Maio – GRAC (10h30); Outeirense – ARPO (10h30) e Pedome – Castelões (11h).

Bean evitaram novos festejos no Campo de Ribes. Apesar da clara supremacia dos locais, o intervalo não chegaria sem o golo do Limianos. Paulinho derrubou Zé Nando na grande área e Bicho converteu a grande penalidade. Na etapa complementar, o jogo foi mais equilibrado. O Limianos dispôs de duas ocasiões de golo nos primeiros 15 minutos e a equipa da casa sentiu o perigo. A AD Oliveirense voltou a pressionar, mas as facilidades conseguidas na primeira metade não voltaram a surgir. A vantagem de 3-1 prevaleceu até ao final, pese o jogo ter entrado numa toada de parada e resposta. No entanto, a vitória acaba por saber a pouco, dado que os primeiros 20 minutos deram a sensação de que a equipa de Oliveira Santa Maria iria alcançar uma goleada. Ainda

assim, o triunfo permitiu distanciar-se do Bragança e não deixar fugir o líder Merelinense, precisamente o próximo adversário. CAMPEONATO DE PORTUGAL CLASSIFICAÇÃO

J

1. Merelinense

11

3. Vilaverdense

11

2. OLIVEIRENSE 4. Bragança

5. Torcatense

6. Montalegre

7. Pedras Salgadas

8. Mirandela

9. Limianos

10. Ponte da Barca

RESULTADOS

11

11

11

11

11

11

11

11

Bragança, 1; Mirandela , 1

V

9

9

6

6

4

3

3

2

1

1

Montalegre, 2; Ponte da Barca, 0

P. Salgadas, 0; Vilaverdense, 1

Torcatense, 0; Merelinense, 2

OLIVEIRENSE, 3; Limianos, 1

E

2

0

1

1

2

3

2

4

4

3

D

F

0

27

4

17

2

4

5

5

6

5

6

7

23

25 9

12

12

12

13 11

Serie A C

P

5

29

10

19

11

20

14

27

19

14

16

12

15

10

26

6

19

25

11 7

PRÓXIMA JORNADA Bragança - Pedras Salgadas

Mirandela - Montalegre

Limianos - Vilaverdense

Ponte da Barca - Torcatense

Merelinense - OLIVEIRENSE

Liga de Futsal e AFSA passam a estar regulamentadas pelas diretrizes definidas pelo órgão federativo

Campeonatos famalicenses homologados pela FPF Filipe Jesus A Liga de Futsal de Famalicão (LFF) e a Associação de Futebol de Salão Amador (AFSA) assinaram, na passada quinta-feira, um protocolo com a Câmara Municipal de Famalicão, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e a Associação de Futebol (AF) de Braga. Desta forma, as duas entidades famalicenses passam a estar sujeitas às condições de homologação definidas pela FPF, em que todos os participantes são portadores de seguro desportivo obrigatório e de exame médico, para além da possibilidade de organizar provas e atividades desportivas sob a égide do órgão federativo. As duas competições reúnem cerca de 1100 atletas, que engrossam, deste modo, o número de praticantes federados. Esta é, precisamente, uma das bandeiras do atual mandato do presidente da FPF, Fernando Gomes, que tem como objetivo subir o número de atletas até aos 200 mil. O líder federativo julga que “este tipo de protocolos tem uma importância fundamental para o cumprimento destas definições estratégicas e, sobretudo, para sensibilizar as entidades que organizam competições de recreação e lazer da importância de estarem integradas na FPF”. O vigor desportivo do concelho famalicense ganha novo ânimo com este reconhecimento por parte do maior órgão do futebol português. O edil Paulo Cunha reconhece que

António Freitas

3-1

Protocolo assinado permite à LFF e à AFSA reger-se pelas diretrizes definidas pela FPF

“estas parcerias vêm dar um enorme apoio às associações que se mobilizam diariamente para cativar cada vez mais pessoas para praticar desporto”. O autarca sublinha que “são passos que estão a ser dados para que os famalicenses vivam melhor”, dado o apelo que é feito à prática do desporto e, por inerência, o combate à problemática do sedentarismo. Maior segurança e tranquilidade aos atletas Os contratos celebrados revestem-se, igualmente, de enorme relevância para as entidades responsáveis pela organização das competições. O presidente da LFF, Manuel Paiva, destacou “a maior segurança e tranquilidade que a nova regulamentação vai dar para os jovens atletas e par os próprios pais”.

Contentamento foi igual sentimento que o contrato provocou ao responsável da AFSA. José Alves louvou “o impacto positivo destas parcerias, pois é um estímulo e incentivo à prática do futebol”. A AF Braga foi uma das entidades intervenientes neste protocolo. O presidente Manuel Machado realça o trabalho de cooperação entre Federação, associações e autarquias para que “se consiga movimentar a atividade física nos jovens”. Recorde-se que este protocolo resulta do disposto no DL 45/2015 de 9 de abril, que define os direitos exclusivos das federações com utilidade pública desportiva, através da emissão de parecer prévio (homologação) por parte das federações (neste caso, a FPF), relativamente às suas atividades desportivas.


opiniãosport: 30 de novembro de 2016

Equipa de Nandinho mostrou personalidade e confiança no duelo com a equipa-sensação da II Liga

A Associação Desportiva e Juventude de Mouquim está a promover treinos de captação para o escalão de sub-17 de futebol feminino. Os treinos realizam-se às 2ªs, 4ªs e 6ªs feiras, no Complexo Desportivo Arnaldo Fernandes, em Mouquim.

Cosme Machado encerra carreira de árbitro Cosme Machado, de 40 anos, anunciou a despedida do setor da arbitragem no passado domingo. O desafio entre Sporting Ideal e Sertanense, relativo à Série E do Campeonato de Portugal, ficará marcado como o último jogo de uma carreira de 23 épocas ligada ao mundo do futebol. Despromovido à 2ª categoria no final da última época, o famalicense decidiu pendurar o apito e prepara-se para um novo desafio. Segundo alguma imprensa desportiva, Cosme Machado deverá assumir funções no Sporting de Braga como consultor para o setor da arbitragem.

1-2 Estádio Mun. José Martins Vieira Árbitro: Tiago Martins (AF Lisboa) Auxiliares: André Campos e Pedro Mota

Cova Piedade FC Famalicão Victor Braga Joel Quichini Nuno Diogo Nera Vítor Lima André Perre Diogo Cunha (Naílson 71’) Feliz (Kisley 61’) Carlão (Correia 83’) Medeiros

Futsal feminino

Treinadores Sérgio Boris

19

Captações na ADJ Mouquim para futebol feminino

FC Famalicão “escava” primeiro êxito fora de portas Pedro Alves Filipe Godinho (Chico Gomes 46’) Danielson (Ning 80’) Bruno Bernardo Evaldo Soares Siaka Bamba (Ricardo Barros 69’) Robson Silas Rui Varela Dieguinho

FUTEBOL

Nandinho

FC Famalicão

Golos: 0-1 Diogo Cunha (41’); 1-1 Robson (52’); 1-2 Carlão (67’). Cartões Amarelos: Soares (28’); Silas (37’); Quichini (39’ e 89’); Siaka Bamba (49’); Pedro Alves (62’); Dieguinho (85’); Chico Gomes (90+1’) e Bruno Bernardo (90+2’). Cartões Vermelhos: Quichini (89’) .

Filipe Jesus O resultado do encontro entre o Cova da Piedade e Futebol Clube (FC) de Famalicão refutou as tendências das duas equipas. Até aqui invicto nos jogos em casa, o conjunto piedense foi derrotado por uma formação que apresentava dois empates como o melhor pecúlio na condição de visitante. Em estreia nas competições profissionais, o Cova da Piedade está a ser a principal sensação da II Liga. No entanto, este rótulo não foi problema para a equipa liderada por Nandinho, que se mostrou muito confiante e personalizada ao longo dos 90 minutos. Os famalicenses estavam conscientes da qualidade dos intérpretes do clube de Almada e, desse modo, tentaram contrariar o natural favoritismo do opositor. A primeira parte pertenceu aos forasteiros, que nunca concederam veleidades em termos defensivos. Por contraponto, com um futebol mais rendilhado, o FC Famalicão tentou, invariavelmente, penetrar no setor mais recuado do adversário. Os constantes livres nas imediações da área piedense comprovaram a atitude positiva

MELHOR Famalicão:

dos famalicenses, pese terem sido, na maioria deles, infrutíferos. O ascendente visitante viria a ter frutos apenas bem perto do intervalo. Medeiros sentou literalmente o lateral Godinho e cruzou para um inusitado golo de cabeça de Diogo Cunha, que tirou proveito da preocupação dos centrais em cobrir o raio de ação de Carlão. O Cova da Piedade apareceu de cara lavada na segunda parte e os minutos iniciais foram complicados para os famalicenses. Mais acutilante em termos ofensivos, os piedenses empataram aos 52 minutos, num lance em que Robson apareceu solto de marcação na área contrária e fuzilou autenticamente Victor Braga. A equipa de Almada justifica, enfim, o lugar na tabela classificativa, fruto, em grande parte, ao dinamismo do flanco esquerdo. Nandinho percebeu isso mesmo e fez entrar Kisley, que conseguiu estancar o frequente apoio dado pelo lateral Evaldo no processo ofensivo. O FC Famalicão reagrupou-se e voltou a colocar em sentido a defensiva contrária. A fase de cresci-

Medeiros

Dividiu esta distinção com Carlão. No entanto, as duas assistências para os golos fizeram pender o prato da balança para o extremo. Porém, a exibição foi muito para além disso: apoiou Nera em termos defensivos e deixou sempre a sua marca ofensivamente. Ainda esteve perto de completar o triplete em termos de assistências, mas o remate de Vítor Lima saiu por cima.

mento coincidiu com o segundo golo, que surgiu através de um rápido contra-ataque: Diogo Cunha descobriu Medeiros na esquerda, o brasileiro, com muita classe, cruzou atrasado para Carlão desviar, subtilmente, para o fundo das redes. Os piedenses sentiram, sobremaneira, este tento e os minutos finais revelaram uma equipa algo descrente. O futebol direto foi prática recorrente, ao qual o FC Famalicão respondeu com grande assertividade. Nem a expulsão de Quichini, embora já em cima do minuto 90, colocou em causa o primeiro triunfo famalicense fora de portas. CLASSIFICAÇÃO

1. Portimonense 2. Desp. Aves 3. Cova da Piedade 4. Santa Clara 5. Penafiel 6. Benfica B 7. Académica 8. Sporting B 9. Vizela 10. GIl Vicente 11. Porto B 12. FC FAMALICÃO 13. U. Madeira 14. Varzim 15. Braga B 16. Sp. Covilhã 17. V. Guimarães B 18. Fafe 19. Ac. Viseu 20. Leixões 21. Freamunde 22. Olhanense

RESULTADOS

II LIGA

J

16 16 16 16 16 16 16 16 16 16 16 16 17 16 16 16 16 16 17 16 16 16

V

12 10 8 8 8 7 6 7 4 4 5 5 4 4 3 4 5 4 3 2 1 2

C.Piedade, 1; FC FAMALICÃO, 2 Ac. Viseu, 0; Sp. Covilhã, 1 Sporting B , 1; Penafiel, 2 Vizela, 1; U. Madeira, 1 Varzim, 1; V. Guimarães B, 1 Freamunde, 0; Académica, 0 Leixões, 1; Santa Clara , 1 Benfica B, 0; Fafe, 1 Desp. Aves, 1; Portimonense, 0 Braga B, 2; Olhanense, 2 GIl Vicente, 1; Porto B, 0

E

3 5 4 4 4 5 6 3 9 8 5 5 7 6 9 6 3 6 6 7 8 3

D

1 1 4 4 4 4 4 6 3 4 6 6 6 6 4 6 8 6 8 7 7 11

F

32 27 20 19 18 18 13 27 15 11 17 20 13 19 20 14 17 19 15 11 11 19

C

12 13 17 16 15 16 10 26 14 12 19 22 16 21 18 18 23 26 20 14 16 31

P

39 35 28 28 28 26 24 24 21 20 20 20 19 18 18 18 18 18 15 13 11 9

PRÓXIMA JORNADA

Penafiel - Freamunde Cova da Piedade - GIl Vicente U. Madeira - Santa Clara Porto B - Benfica B Olhanense - Leixões FC FAMALICÃO - Desp. Aves Académica - Braga B Fafe - Vizela Sp. Covilhã - Varzim V. Guimarães B - Sporting B Portimonense - Ac. Viseu

A 7ª jornada da Zona Norte do Campeonato Nacional foi muito profícua para o Futebol Clube de Vermoim. O campeão nacional bateu o Santa Luzia por 5-3, triunfo que, aliado ao empate do Novasemente, permitiu ao conjunto famalicense isolar-se no topo da tabela. O jogo frente à equipa de Viana do Castelo não foi fácil. O Santa Luzia esteve em vantagem por duas ocasiões, mas a mesma seria anulada pelos golos de Ana Azevedo e Carla Vanessa. A equipa de Vermoim pas-

sou para a frente do marcador na 2ª parte, graças ao golo de Patrícia Magalhães. A formação forasteira ainda empatou, mas a turma orientada por Francisco Paiva haveria de garantir um triunfo, com mais um golo de Ana Azevedo e Carla Vanessa. Camadas jovens Nos escalões mais jovens, o clube de Vermoim averbou os seguintes resultados: GTeam 53 FC Vermoim (Juniores femininos) e Sportfut/FC Vermoim 0-2 SC Cabeçudense (Iniciados masculinos).

Futsal masculino A Associação Desportiva e Cultural (ADC) de S. Mateus empatou a duas bolas na receção ao Nogueiró, em jogo relativo à 9ª jornada da II Divisão Nacional. A equipa de Oliveira São Mateus volta a jogar em casa na próxima ronda. No duelo que marca o início da 2ª volta do campeonato, a ADC S. Mateus recebe o Gualtar, naquela que poderá constituir-se como uma oportunidade para diminuir a distância para o 3º classificado. A partida tem pontapé de saída marcado para as 16 horas. Já na 1ª Divisão Distrital, a jornada 7 não foi muito positiva

para as equipas famalicenses. O Sporting Clube Cabeçudense perdeu por 4-6 frente ao Candoso e continua sem vencer na prova, ocupando, por esta altura, a 9ª posição. Já a equipa do Mouquim Associação Unida empatou no reduto do lanterna vermelha Rio Caldo a três bolas. Apesar da igualdade, os famalicenses subiram ao 7º lugar, em igualdade pontual com a AST Futsal. Na próxima ronda, o SC Cabeçudense defronta, precisamente, a equipa de Santo Tirso, numa jornada em que o MAU irá folgar.

Fut. Feminino: Ribeirão FC avança na Taça de Portugal A equipa feminina do Ribeirão Futebol Clube aproveitou da melhor forma a repescagem na Taça de Portugal para seguir em frente na Taça de Portugal. A formação ribeirense bateu, fora de portas, o Lordemão por 1-2, graças aos golos de Dani, um deles de grande penalidade e outro na sequência de uma virtuosa jogada individual. A equipa de Ribeirão deixou assim boas indicações num jogo que foi seguido atentamente pelo selecionador nacional Francisco Neto. José Teixeira


20

FUTEBOL

opiniãosport: 30 de novembro de 2016

AD Ninense perto de quebrar invencibilidade do GD Joane

Camadas Jovens do GD Joane

taticamente quase perfeito dos ninenses não tivesse o desfecho mais desejado. Pelo GD Joane jogaram: Sérgio, Duarte Nuno, Cadete, João André, Meira (Bruno Machado 48’), Joãozinho (Rui Machado 68’), Rúben (Pereira 82’), Zezé, Cesário, Cunha e Tiago Gomes. Pela AD Ninense atuaram: João Sampaio, Paulo Ricardo, Tiago Oliveira, Martins, David, Xavi, Venú, Nélson Oliveira, Jorginho (Tito 68’), Rui Gomes e Sócrates (André 88’).

Os jovens da formação do Grupo Desportivo de Joane estiveram em ação no passado fim de semana, tendo alcançado os seguintes resultados: GD Joane 1-2 Maria da Fonte (Juniores); CD Lousado 41 GD Joane (Juvenis); GD Joane 0-1 AD Fafe (Iniciados – 1ª Divisão); São Cosme 7-0 GD Joane (Iniciados – 2ª Divisão); Operário 2-1 GD Joane (Infantis A); GD Joane 15-1 Avidos e Lagos (Infantis B); GD Joane 4-2 UD Calendário (Benjamins A) e E. Soccer Academy 5-2 GD Joane (Benjamins B).

Fut. Feminino: Jogadoras do Ribeirão FC chamadas à seleção distrital

As jogadoras Joana Mota, Mariana Moreira, Érica Pedrosa, Maria Barbosa, Beatriz Alves, Soraia Gomes e Maria Oliveira foram convocadas para participar em treinos da Seleção Distrital de Futebol 7 Sub-16 da Associação de Futebol de Braga.

Luís Tiago sai da AD Ninense O avançado Luís Tiago já não é jogador da Associação Desportiva Ninense. A informação foi anunciada pela direção do clube de Nine, que revelou que esta decisão partiu do jogador, que irá fazer uma pausa na carreira futebolística. Luís Tiago era um dos capitães e dos jogadores com mais anos de clube, levando a que a direção ninense agradecesse, em comunicado, “o empenho, carácter e dedicado que o jogador revelou ao longo dos anos que representou as cores alvinegras”.

Liga de Futsal Teve início, no passado fim de semana, o campeonato de Pré-Escolas da Liga de Futsal de Famalicão. A jornada inaugural terminou com os seguintes resultados: ADC Caldinhas 3-6 GCR Alvarelhos; Sportfut/FC Vermoim A 11-1 Sportfut/FC Vermoim B e AJ Joane 3-6 MA Landim. O Recreio Desportivo folgou nesta ronda. A competição regressa no próximo domingo, com os seguintes desafios: Sportfut/FC Vermoim B – Rec. Desportivo (9h30 – Pav. Lameiras); MA Landim – ADC Caldinhas (11h30 – Pav. Lameiras) e GCR Alvarelhos – Sportfut/FC Vermoim A (14h30 – Pav. Da Didáxis). Para além da competição de Pré-Escolas, o próximo domingo ficará ainda marcado pela disputa de mais uma jornada do campeonato de Infantis: A2D-Didáxis – Sportfut/FC Vermoim A (10h30 – Pav. Lameiras); Sportfut/FC Vermoim B – GCR Alvarelhos (15h30 – Pav. Didáxis); AD Esmeriz – AD Barrimau FC (16h30 – Pav. Didáxis); ADC Arnoso Stª Eulália – Rec. Desportivo (17h30 – Pav. Didáxis).

O percurso imaculado do Grupo Desportivo de Joane no Pró-Nacional foi posto verdadeiramente à prova no passado domingo. A jogar em casa, a formação de Tiago Cunha chegou ao empate no último lance do dérbi com a Associação Desportiva Ninense, num jogo de grande montra do futebol distrital. Deste modo, o conjunto joanense mantém-se como a única equipa com estatuto de invencível. Os locais começaram mais pressionantes e a ter a bola em maiores períodos de tempo. No entanto, os primeiros lances de perigo aconteceram perto da baliza de Sérgio, em lances em que Tiago Oliveira e Sócrates não conseguiram bater o guarda-redes anfitrião. Porém, o guardião nada pôde fazer no livre superiormente cobrado por Martins, que inaugurou assim o marcador e deu cor à supremacia ninense.

Os joanenses estiveram pouco ativos em termos ofensivos, acabando um remate fraco de Zezé por revelar-se como a principal ameaça dos anfitriões. O registo da 1ª parte mantevese na etapa complementar, com o GD Joane a ter mais bola, em parte consentida pela postura solidária e compacta da equipa de Nine. Neste período, o guarda-redes João Sampaio puxou dos galões para manter a vantagem ninense. A equipa de Nine não se remeteu ao processo defensivo e deixou alguns avisos à navegação joanense. No segundo minuto do tempo extra, Venú apareceu na cara do guarda-redes contrário mas rematou ao lado. O desperdício iria sair caro aos ninenses. No último minuto de compensação, Cadete centrou atrasado e Bruno Machado rematou em jeito para o empate e fez com que o jogo

Alberto Barbosa

AF BRAGA CLASSIFICAÇÃO

1. GD JOANE 2. Brito 3. Maria da Fonte 4. AD NINENSE 5. Arões 6. Vieira 7. Porto d'Ave 8. Santa Eulália 9. Serzedelo 10. Caç. Taipas 11. Esposende 12. S. Paio d'Arcos 13. Marinhas 14. Vila Chã 15. Amares 16. Terras de Bouro 17. Santa Maria 18. Forjães

RESULTADOS

J

V

15 15 15 15 15 15 15 14 15 15 15 15 15 15 15 15 14 15

9 8 7 8 7 7 6 6 6 4 4 4 3 3 3 2 2 3

Vieira, 1; Santa Maria, 0 Esposende, 1; Brito, 1 Porto d'Ave, 0; Arões , 0 GD JOANE, 1; AD NINENSE, 1 Marinhas, 2; Forjães, 1 S. Paio d'Arcos, 2; Caç. Taipas, 2 Amares, 0; Maria da Fonte, 0 Terras de Bouro, 2; Vila Chã, 2 Serzedelo, 0; Santa Eulália, 1

E

6 6 6 2 5 4 6 5 3 7 4 4 5 4 4 6 5 2

Pró Nacional D

0 1 2 5 3 4 3 3 6 4 7 7 7 8 8 7 7 10

F

19 23 24 26 15 18 14 17 16 21 20 17 18 14 11 14 13 15

C

7 11 13 21 10 13 11 10 15 16 23 23 27 22 21 23 20 29

PRÓXIMA

P

33 30 27 26 26 25 24 23 21 19 16 16 14 13 13 12 11 11

Santa Maria - Marinhas Brito - Vieira Arões - Esposende AD NINENSE - Porto d'Ave Forjães - S. Paio d'Arcos Caç. Taipas - Serzedelo Maria da Fonte - Terras de Bouro GD JOANE - Vila Chã Santa Eulália - Amares

Ribeirão FC sobe à liderança Numa partida aguardada com enorme expectativa, o Ribeirão Futebol Clube (FC) recebeu os vimaranenses do Polvoreira, que estava no 1º lugar há várias jornadas consecutivas. A equipa ribeirense aproveitou o fator casa e venceu por 3-0, resultado que permitiu ascender ao topo. O entusiasmo era grande entre o público afeto às duas equipas. A fase inicial foi de estudo mútuo, com ambos os conjuntos a não quererem ser surpreendidos. No entanto, os locais adiantaram-se no marcador, num bom lance de Hilário, que furou a defesa contrária e bateu o guardião Bento. A equipa ribeirense imprimiu uma boa dinâmica, pese a boa réplica do então líder. O ascendente dos anfitriões viria a refletir-se pouco depois, com Vitó a aproveitar uma grande penalidade cometida sobre Hilário para ampliar a vantagem. Apesar da reação do Polvoreira, o ataque ribeirense, no qual o júnior Francisco estava em destaque, conti-

AF BRAGA CLASSIFICAÇÃO

1. São Paio 2. A. Urgeses 3. Pica 4. Pevidém 5. BAIRRO FC 6. Emilianos 7. D. Ronfe 8. Candoso S. Tiago 9. GD LOURO 10. Airão 11. RUIVANENSE AC 12. OPERÁRIO FC 13. Op. Antime 14. Ponte 15. Regadas 16. S. COSME

RESULTADOS

J

12 12 12 11 12 12 12 12 12 12 12 11 12 12 12 12

V

São Paio, 3; Emilianos, 2 BAIRRO FC, 1; OPERÁRIO FC, 0 Pica, 2; Pevidém, 2 S. COSME, 2; Airão, 3 Ponte, 1; Candoso S. Tiago, 3 GD LOURO, 0; RUIVANENSE AC, 1 A. Urgeses, 1; D. Ronfe, 0 Op. Antime, 1; Regadas, 1

7 7 6 7 7 5 4 4 4 4 3 4 3 3 2 1

HONRA-Série B E

3 2 5 1 1 1 4 3 2 2 5 2 4 4 3 6

D

2 3 1 3 4 6 4 5 6 6 4 5 5 5 7 5

F

32 19 19 23 15 19 18 20 16 18 18 10 13 19 12 14

C

18 11 12 14 13 18 19 22 17 21 22 17 16 23 20 22

PRÓXIMA

P

24 23 23 22 22 16 16 15 14 14 14 14 13 13 9 9

São Paio - BAIRRO FC OPERÁRIO FC - Pica Pevidém - S. COSME Airão - Ponte Candoso S. Tiago - GD LOURO RUIVANENSE AC - A. Urgeses D. Ronfe - Op. Antime Emilianos - Regadas

AF BRAGA CLASSIFICAÇÃO

1. Prado 2. Cabreiros 3. Águias da Graça 4. CD LOUSADO 5. Soarense 6. Martim 7. Este 8. Celeirós 9. Sequeirense 10. Águias Alvelos 11. Carreira 12. Dumiense 13. Guisande 14. Pedralva 15. Aboim

RESULTADOS

J

12 11 11 11 11 11 11 11 11 11 12 11 12 11 11

Martim, 1; CD LOUSADO, 2 Cabreiros, 5; Este, 0 Pedralva, 9; Aboim, 1 Dumiense, 2; Sequeirense, 1 Carreira, 2; Celeirós, 1 Soarense (folga) Guisande, 1; Águias da Graça, 3 Prado, 2; Águias Alvelos, 1

nuou com o pé no acelerador e Hilário bisou na partida. A equipa de Guimarães entrou determinada na 2ª parte, à procura de reduzir a desvantagem. No entanto, o Ribeirão FC manteve-se firme e segurou uma vantagem confortável e que permitiu aos ribeirenses ocupou o topo da tabela classificativa. José Teixeira

V

9 7 7 6 6 5 5 4 3 2 3 2 2 2 0

Honra - Série A E

2 2 2 2 2 2 2 2 4 7 3 6 3 2 1

D

1 2 2 3 3 4 4 5 4 2 6 3 7 7 10

F

27 27 19 17 15 19 13 23 14 11 21 13 14 17 6

C

13 13 8 12 11 11 14 16 14 13 19 12 24 23 53

PRÓXIMA

CD LOUSADO - Cabreiros Soarense - Aboim Sequeirense - Martim Este - Pedralva Celeirós - Dumiense Águias Alvelos - Carreira Guisande (Folga) Águias da Graça - Prado

P

29 23 23 20 20 17 17 14 13 13 12 12 9 8 1

AF BRAGA CLASSIFICAÇÃO

1. RIBEIRÃO FC 2. Polvoreira 3. Ases Stª Eufémia 4. Prazins e Corvite 5. GD FRADELOS 6. Os Sandinenses 7. AD GONDIFELOS 8. Operário Campelos 9. Valinha 10. CRP DELÃES 11. Selho 12. Longos 13. ADJ MOUQUIM 14. Gonça

RESULTADOS

J

1ª Divisão - Série C

10 10 9 10 10 10 9 9 9 9 10 10 9 8

GD FRADELOS, 3; Selho, 0 RIBEIRÃO FC, 3; Polvoreira, 0 Gonça, 3; CRP DELÃES, 3 Op. Campelos-GONDIFELOS (ad.) ADJ MOUQUIM, 0; Sandinenses, 1 Ases Stª Eufémia , 2; Longos, 1 Prazins e Corvite, 2; Valinha, 1

V

7 6 6 6 5 4 4 3 3 2 3 2 1 0

E

1 3 3 1 3 3 2 2 1 3 0 1 3 2

D

2 1 0 3 2 3 3 4 5 4 7 7 5 6

F

21 24 14 15 21 15 12 16 12 15 14 12 10 6

C

10 16 7 12 8 10 9 17 17 18 20 26 15 22

PRÓXIMA

P

22 21 21 19 18 15 14 11 10 9 9 7 6 2

Selho - Gonça CRP DELÃES - RIBEIRÃO FC GONDIFELOS - GD FRADELOS Longos - Polvoreira Os Sandinenses - Op. Campelos Ases Stª Eufémia - Prazins e Corvite Valinha - ADJ MOUQUIM


opiniãosport: 30 de novembro de 2016

MODALIDADES

21

Prova de atletismo reuniu cerca de 4.000 pessoas

Nuno Lopes e Cláudia Pereira alcançam 1º lugar na Meia Maratona de Famalicão

António Freitas

Nuno Lopes e Cláudia Pereira venceram a 3ª edição da Meia Maratona de Famalicão, organizada pela Runporto, em parceria com a Câmara Municipal de Famalicão e a Associação de Atletismo de Braga, e realizada na manhã do passado domingo. A iniciativa contemplou uma corrida cronometrada de 21 quilómetros, bem como uma mini maratona, sem carácter competitivo, de sete quilómetros. Foram cerca de 4.000 pessoas que, ora a correr, ora a caminhar, participaram nesta prova desportiva. Hélder Santos, Nuno Lopes e Rui Teixeira foram os primeiros a cortar a meta Filomena Costa, Cláudia Pereira e Daniela Cunha subiram ao pódio Nuno Lopes, do Centro de Atletismo de Seia, foi o primeiro atleta a com a comunidade”. O edil salien- porto, destacou o facto de “FamaliA prova, que se assume como ternacional, iniciou-se na Avenida cortar a meta em 01:05:58. O vence- tou a importância do desporto para cão ter um evento do qual se deve um importante fator de captação de do Brasil e terminou no Parque de dor participou pela primeira vez a qualidade de vida das pessoas. orgulhar”, principalmente pelo nú- turismo desportivo para a cidade, Estacionamento da Casa do Territónesta prova, afirmando ter dado “o quer a nível nacional, quer a nível in- rio, no Parque da Devesa. Jorge Teixeira, diretor da Run- mero de participantes. seu melhor” e cumprindo os seus objetivos. Seguiram-se Hélder Santos e Rui Teixeira, ambos do Sporting CP, que terminaram a prova em 01:07:42 e 01:08:06, respetivamente. À semelhança das anteriores edições, a 3ª sica Pontes (10ª sénior), Carlos Guimarães M50) e Manuel Costa (26º em Veteranos M55). No setor feminino, Cláudia PeMeia Maratona de Famalicão contou com uma (49º sénior), Marco Silva (52º sénior), ArJá na corrida de 7 km, sem fins competitireira, do GFD Running, foi a venceforte presença de atletas de equipas famalimindo Araújo (58º veterano M50), Catarina vos, a equipa de Vermoim fez-se representar dora, com o tempo de 01:15:38, censes. Araújo (14ª sénior) e Joaquim Silva (36º em por Fátima Azevedo e Assunção Ribeiro. seguindo-se Filomena Costa, da Pela Escola de Atletismo Rosa Oliveira par- veteranos M55). Já Susana Malheiro, a recuA ADECA Beat participou igualmente na 3ª ACD Jardim da Serra, com 01:17:45 e ticiparam Leandro Mendes (15º), Rosa Oliveira perar de lesão, e Nuno Azevedo competiram Meia Maratona de Famalicão, fruto da preDaniela Cunha, do Sporting CP, com (1ª em F45), Luís Faria, Henrique Paredes, em modo de treino. sença de José Teixeira, José Araújo, Paulo Ma01:20:27. Paulo Reis, Hélder Silva, Emanuel Machado, Presente na prova esteve ainda a Associagalhães, Sérgio Peixoto, Manuel Ribeiro, Abílio Cláudia Pereira considera igualJoaquim Coelho, Romeu Carvalho e Miguel ção Cultural de Vermoim, que obteve as se- Faria, Delfim Monteiro, Francisco Morais, mente ter atingido os seus objetiFerreira. guintes classificações: Vítor Fernandes (265º Bruno Ribeiro, Agostinho Barros, José Castro, vos, mas assegurou a existência de O Liberdade Futebol Clube foi outra das em Seniores M20), Filipe Ribeiro (58º em Ve- José Leitão, Francisco Gomes e Ângela Abreu. forte competição. equipas presentes, destacando-se as presta- teranos M40), José Costa (100º em Veteranos Por fim, realce para a participação dos faTambém o presidente da Câções de Óscar Mendes (1º em Veteranos com M45), Joaquim Ferreira (63º em Veteranos malicenses Carlos Osório, Hilário Martins, mara Municipal, Paulo Cunha, fez 35 anos e 10º da geral) e Tânia Silva (7ª sénior M50), Herculano Cardoso (92º em Veteranos José Fernandes e José Azevedo, atletas da questão de participar nesta Meia e 8ª da geral). Na prova competiram ainda Jés- M50), António Ferreira (110º em Veteranos equipa Cyclones. Maratona, até porque “participar é uma forma de conviver, de interagir

Presença massiva de famalicenses

Hóquei: Riba d' Ave HC perde em Tomar Sem contar com o lesionado Tiago Pimenta, o Riba d’ Ave Hóquei Clube (RAHC) somou a terceira derrota consecutiva na deslocação ao reduto do Sporting Clube de Tomar, na 8º jornada do Nacional da 1ª Divisão. O conjunto ribadavense deixou uma pálida imagem do seu real valor, especialmente na 1ª parte, e perdeu por 7-4. A nabantina aproveitou bem a entrada displicente da formação de Diogo Pereira na partida e João Alves abriu o ativo logo aos 2 minutos. O mesmo jogador haveria de repetir o feito pouco depois, a que se seguiu um golo de Ivo Silva na cobrança de um livre direto. O RAHC ainda tentou responder no primeiro tempo, mas a desinspiração foi letal para as aspirações ribadavenses. A isto juntou-se a assertividade do Tomar, que festejou novo golo ainda antes do intervalo, num bis de Ivo Silva. Apesar de terem algumas razões de queixa da ar-

bitragem, o RAHC regressou aos balneários com uma larga desvantagem, algo que quis inverter na 2ª parte. A boa reentrada teve reflexos aos 11 minutos, com o golo de Vítor Hugo. No entanto, a reação do Tomar foi célere e Paulo Passos fez o 5-1. O jogo abriu e Vítor Hugo aproveitou para bisar na partida, na marcação de um livre direto. O hoquista do conjunto ribadavense estava endiabrado e somou novo golo poucos minutos depois, o que deu a sensação de que o RAHC poderia relançar a partida. O Tomar não estava de acordo. João Alves voltou à carga e fez mais dois golos e colocou uma pedra sobre a discussão do vencedor. Hugo Azevedo ainda reduziu para 7-4, mas serviu apenas para minorar os estragos. O RAHC continua na cauda da tabela, tendo novo agendado para o próximo sábado, em casa, pelas 18h30, frente ao Valença HC.

Hóquei: FAC derrotado por candidato à subida Em jogo da 7ª jornada do Campeonato Nacional da 2ª Divisão, o FAC foi a Cambra defrontar um conjunto valoroso e candidato à subida de divisão. Os locais marcaram dois golos no início da partida, algo que lhes conferiu alguma tranquilidade. Já o FAC viu-se obrigado a correr atrás do prejuízo e o intervalo chegou com a vantagem do Cambra em 3-2 (golos de Chumbinho e Gabi). Na 2ª parte, os famalicenses procuraram o empate, mas pagariam caro a falta de eficácia. Mais assertiva foi a equipa da casa, que ampliou a vantagem até aos 5-2 final. Com este resultado, o FAC baixou para o 9º lugar, tendo novo compromisso às 21 horas do próximo sábado, em casa, ante o Vila Praia.

Hóquei: Pav. Municipal recebeu 2ª jornada do Nacional de Veteranos

O Pavilhão Municipal de Famalicão recebeu, no passado domingo, a 2ª jornada do Campeonato Nacional de Veteranos de Hóquei em Patins da Zona Norte. Promovido pelo FAC, com o apoio da Câmara Municipal e de alguns patrocinadores, o evento proporcionou quatro jogos entre atletas que voltaram a calçar os patins. De salientar que o FAC perdeu 2-13 com o Futebol Clube do Porto Vintage. José Paulo Rocha, da organização, considerou que estes torneios são “um sonho realizado”, destacando que o próximo está agendado para o dia 10 de dezembro.

António Freitas

Maria João Mesquita


PRECISA-SE

22

PUBLICIDADE

VENDE-SE

opiniãosport: 30 de novembro de 2016

ELETRICISTA C/ EXPERIÊNCIA CONTACTO: 966839944

PRECISA-SE

MOTORISTAS COM ADR/CAM ZONA FAMALICÃO/GUIMARÃES ENTRADA IMEDIATA CONTATO 252 501 550 Enviar CV:porta1524vnf@gmail.com

CASA E TERRENO COM 1230m2 e 19500m2 EM VERMOIM, V.N. FAMALICÃO CONTACTO: 965 437 093

ALUGA-SE

CASA/APARTAMENTO TIPO T2, em Calendário

Com garagem. Móveis de Cozinha CONTACTO: 917 500 258

PRECISA-SE

Empresa do sector metalúrgico/metalomecânica com perfil fortemente exportador pretende admitir para os s/ quadros:

• SERRALHEIRO (experiência mínima 3 anos) Pretende-se: • Escolaridade mínima 9º ano • Idade: dos 20 aos 45 anos • Sexo masculino

Oferece-se: • Remuneração compatível com a função • Formação Profissional • Refeições em cantina própria • Prémio de assiduidade

Resposta: Apartado 5012 - 4760-648 LOUSADO Telefone: 252490020 - Fax: 252490029 - Email: cmw@cmw.pt

PRECISA-SE VENDEDOR (M/F)

Empresa do ramo alimentar pretende recrutar para trabalhar na região: - Vendedor de Produtos Alimentares

Para venda em supermercados, mercearias, restaurantes, cantinas, etc Dá-se preferência a quem possuir experiência no sector.

No caso de estar empregado guarda-se sigilo.

Os interessados deverão enviar C.V./ Carta de Apresentação para Apartado104 4786-909 Trofa

ASSOCIAÇÃO HUMANITÁRIA BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE VIATODOS

EDITAL

José Carlos Araújo, Presidente da Assembleia Geral da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Viatodos, ao abrigo do artigo 47º, ponto 2, alínea b), dos estatutos, a pedido da Direcção, convoca uma assembleia geral ordinária, a realizar na biblioteca do quartel, no dia 10 de dezembro de 2016, às 14.30 horas, com a seguinte: ORDEM DE TRABALHOS

Ponto 1 - Leitura, discussão e votação da ata da assembleia anterior;

Ponto 2 - Apresentação, discussão e aprovação do 1º Orçamento Suplementar para o ano de 2016;

Ponto 3 - Apresentação, discussão e aprovação do Plano de Atividades Orçamento Ordinário para o ano de 2017;

Ponto 4 - Apresentação, discussão e aprovação de proposta de nomeação de Sócio Benemérito.

Ponto 5 - Outros assuntos.

Nota: Se à hora marcada não estiver presente o número suficiente de sócios, a assembleia funcionará meia hora mais tarde, com qualquer número. Viatodos, 12 de novembro de 2016

O Presidente da Assembleia Geral José Costa Araújo, Dr


opiniãosport: 30 de novembro de 2016

MODALIDADES

23 pub

Badminton: Irmãs Gonçalves continuam em destaque A 2ª jornada nacional, realizada no Centro de Alto Rendimento das Caldas da Rainha, destacou, ainda mais, a dupla Gonçalves (Sónia e Adriana) como líderes nacionais na variante de pares senhoras. A dupla campeã nacional foi finalista e cimentou a liderança. Em singulares, a bicampeã nacional Sónia Gonçalves não conseguiu vencer na final. O destaque nesta variante vai para Adriana Gonçalves, ainda sub19, e que foi semifinalista e subiu ao 5º lugar absoluto. Catarina Martins também participou e foi afastada na primeira ronda. Na variante de pares mistos, Sónia Gonçalves foi a vencedora, fazendo dupla com Bruno Carvalho, da CHEL (Algarve). Mais duas atletas do FAC estiveram nas Caldas da Rainha, nomeadamente Joana Oliveira, líder do ranking da categoria D, onde foi semifinalista e Maria Fátima Moreira, que chegou aos quartos de final. Entretanto, Catarina Martins e Adriana Gonçalves cumpriram um estágio internacional, promovido pela Federação Portuguesa de Badminton. Entre sexta-feira e domingo, as atletas do FAC, a que se juntará Joana Oliveira Martins, vão participar nos VIII Internacionais de Portugal.

Voleibol: FAC compromete O FAC perdeu por 3-1 no reduto do ALA Nun’Álvares, em jogo relativo à 4ª jornada do Campeonato Nacional da II Divisão. Este resultado, com os parciais de 25-21, 2521, 21-25 e 25-18, deixam o clube famalicense numa posição incómoda na tabela. Dessa forma, a receção do FAC ao GDC Gueifães ganha maior importância para as aspirações do clube. O jogo tem início marcado para as 17 horas. Na formação, os Minis B garantiram o 3º lugar e consequente apuramento histórico para a final do Torneio de Natal, organizado pela Associação de Voleibol do Porto.

Bilhar: Carlos Veloso perto do top 20 O salão do FC Porto, no estádio do Dragão, recebeu a quarta série da 5ª fase do 2º open nacional. Pelo FAC estiveram presentes Artur Figueiredo, Carlos Veloso e Camilo Silva. Surpreendentemente, Artur Figueiredo foi afastado na primeira ronda, o mesmo sucedendo com Camilo Silva. Já Carlos Veloso foi o melhor, alcançando o jogo de apuramento, que decidia quem jogaria em Évora na próxima semana, na fase final. Este resultado vai mantê-lo muito perto do top 20 nacional.

Basquetebol: FAC regressa aos triunfos O FAC/Crédito Agricola regressou às vitórias no jogo da 5ª jornada do Campeonato Nacional da 1ª Divisão, frente à Juventude Pacense (62-50). Um resultado que mantém a equipa liderada por Ricardo Rocha nos lugares que permite a passagem à segunda fase da competição. O FAC/Crédito Agrícola chegou ao intervalo a vencer por 30-17, mas um excelente terceiro período da Juventude Pacense permitiu a reviravolta, algo que viria a ser anulado pelos famalicenses na reta final da partida, acabando por vencer por 62-50. Na formação, duas equipas do FAC estiveram em competição em jogos do Campeonato Regional do Minho. Os sub-14 confirmaram o favoritismo em Monção e venceram por 29-80. Já os sub-16 perderam por 59-58 ante a equipa B do SC Braga, numa partida fundamental para o acesso ao play-off.

EARO de pódio em pódio A Escola de Atletismo Rosa Oliveira deu sequência ao seu percurso de sucesso no pretérito sábado. A equipa famalicense conquistou seis pódios no Corta-Mato Regional das 4 e dos 8 e o Corta-Mato Jovem, duas provas que decorreram em Leça do Balio. Destinado a atletas da Associação de Atletismo do Porto, Desporto Escolar e atletas de outras associações regionais, este evento premiou as prestações de Maria Machado (3ª em Benjamins A), Simão Azevedo (3º em Benjamins A), João Azevedo (2º em Benjamins B), Ana Marinho (1º em Iniciados), Beatriz Fernandes (2º) e Rui Filipe (2º). Entre as equipas de formação, a EARO conquistou o 3º lugar.


24

MODALIDADES/MOTORES

opiniãopública: 30 de novembro de 2016

Jovem tenista conquistou título nacional em singulares e pares

Gonçalo Marques sagra-se campeão nacional de ténis

Gonçalo Marques conquistou o título nacional de ténis no escalão de sub-10, na vertente de singulares e pares, nos Masters Nacional que decorreu no Centro de Alto Rendimento do Jamor, em Oeiras. Numa prova que reúne os três melhores tenistas de cada reunião do país, o jovem ostentou o estatuto de campeão regional da Zona Norte e acabou por dar sequência ao bom desempenho que teve na prova distrital. O jovem atleta, natural da Trofa e que conta com o apoio da empresa famalicense Virtugal, acrescentou, deste modo, mais dois troféus à sua ainda curta carreira de tenista, onde já constam o título de vice-campeão nacional de singulares no ano

passado e o estatuto de campeão nacional em pares. Ser bicampeão nacional confere, segundo Gonçalo Marques, “uma enorme alegria e motivação para continuar a trabalhar”, pois, revela, “só com muito trabalho e sacrifício irá conseguir atingir os objetivos e sonhos”. Com apenas 10 anos – completa 11 em janeiro -, Gonçalo Marques começou a praticar a modalidade desde os 5 anos, tendo entrado em competição oficial a partir dos 6. A paixão pelo ténis surgiu de forma surpreendente, já que, estando a assistir ao treino do irmão mais velho, foi convidado pelo treinador do GC Stº Tirso para jogar um pouco. Os primeiros sinais foram muito positivos e a equipa tir-

sense ganhou, logo ali, mais um atleta. O percurso na equipa de Santo Tirso conheceu o seu epílogo no ano passado. As melhores condições de treino oferecidas pela Escola de Ténis da Maia fizeram com que Gonçalo Marques experimentasse um novo desafio. O jovem treina diariamente, de forma a preparar as competições que, habitualmente, têm lugar aos fins de semana. Todos os esforços que despende para treinar e jogar justificam-se por um sonho: ser tenista profissional. O jovem reconhece ser “difícil atingir esse estatuto”, mas promete tudo fazer para o conseguir. Apesar de revelar alguma desilusão pelo facto de “Portugal só olhar para o futebol”, Gonçalo Marques é, atualmente, um dos melhores tenistas no escalão de sub-12. O jovem já participou em vários estágios da seleção nacional, bem como em duas das melhores academias mundiais (França e Espanha), onde lhe reconhecerem enorme potencial. Nesta fase de afirmação na modalidade, Gonçalo Marques já tem definido uma participação mensal num torneio internacional a partir do próximo ano. .

AVC vence tranquilamente O Famalicão Vólei – AVC venceu confortavelmente na casa do Lusófona VC por 0-3. A equipa de Óscar Barros cimentou a sua superioridade perante o rival e triunfou pelos parciais de 14-25 12-25 e 13-25. Com esta vitória, o AVC subiu à 3ª posição, com 13 pontos, a cinco do líder Leixões. A formação famalicense tem nova deslocação no próximo sábado, viajando até aos Açores para defrontar o Ribeirense. A partida tem início marcado para as 19 horas. Camadas jovens As equipas de Cadetes e Juniores do Famalicão AVC garantiram duas vitórias nos jogos agendados para o passado fim de semana. As Cadetes receberam, no Pavilhão das Lameiras, o Vitória SC, em jogo em atraso da 1ª jornada do inter-regional do escalão, e venceram por 3-0 (25-17, 25-13 e 2518). Já as Juniores disputaram a 5ª jornada do campeonato e foram ao reduto do Amares Vólei garantir um complicado triunfo por 3-2, pelos parciais de 25-14, 16-25, 25-15, 15-25 e 15-12.

Crianças brincam ao atletismo em evento promovido por associações famalicenses

O Clube de Cultura e Desporto de Ribeirão (CCDR), o Centro de Formação Desportiva de Atletismo do Agrupamento de Escolas Camilo Castelo Branco e Agrupamento de Escolas D. Maria II e a Associação de Atletismo de Braga organizaram, no

passado sábado, na Escola Secundária Camilo Castelo Branco, o XV Torneio de Atletismo de Pavilhão. Composto por provas de corridas, saltos e lançamento, o evento contou com a participação de cerca de 350 alunos, com idades com-

preendidas entre os 5 e os 13 anos, de 19 escolas e clubes do distrito de Braga. Entre os participantes, destaque para a presença de alunos com necessidades educativas especiais que se integraram em todos as provas. Todos os participantes tiveram direito a uma medalha de participação, sendo que aos 10 primeiros classificados foram atribuídos medalhões e troféus. Na cerimónia de entrega de prémios, para além dos representantes das entidades organizadoras, estiveram presentes os atletas Elsa Cruz, campeã nacional de lançamento do peso, e Eduardo Sá, campeão nacional de 200m. Estes atletas iniciaram a prática da modalidade no CCDR e atualmente representam o SC Braga.

Team Transfradelos faz história nas 24 Horas TT de Fronteira

Tiago Reis, Avelino Reis, Edgar Reis, Rui Fernandes e Sérgio Faria completaram a clássica de Resistência no 9º lugar da geral e no pódio (3º lugar) da categoria Promoção C. A equipa do Toyota RAV voltou a comprovar a dureza da prova alentejana. Tal como no ano passado, a família Reis juntou-se aos amigos Rui Fernandes e Sérgio Faria para competir nas 24 Horas TT de Fronteira, uma prova de Resistência que normalmente encerra a temporada do todo-o-terreno nacional. A equipa do Toyota RAV4 rodou quase sempre num bom ritmo ao longo da prova, tendo apenas de parar por volta das 18 horas de sábado, devido a um problema elétrico que reteve a equipa nas boxes durante cerca de 1h30m. A partir daí, o Team Transfradelos voltou a impor um andamento regular e terminou no pódio da categoria Promoção C (3º lugar) e num positivo 9º lugar da geral, numa prova recheada de protótipos vindos do campeonato francês. O famalicense afirmou que a equipa ficou “contente porque este é o nosso melhor resultado de sempre e, além disso, foi mais um fim de semana de convívio e companheirismo, como já é tradição nas 24 Horas”, analisou Tiago Reis, que, em 2016, foi o melhor rookie do Campeonato Nacional de TT. Com mais uma edição das 24 Horas de TT, a temporada de 2016 chegou ao fim e, agora, o Team Transfradelos já prepara a próxima época, onde surgirão novidades para a presença no Campeonato Nacional.

Alex Ryu Jitsu promove campeonato de defesa Realizou-se, no passado sábado, no Pavilhão da Escola EB 1 de Arnoso Santa Maria, o Campeonato Nacional de Defesa Pessoal de Rua, Policial e Militar de Alex Ryu Jitsu, organizado pela Federação Portuguesa de Alex Ryu Jitsu. Este evento contou com a participação de cerca de 30 equipas provindos das academias Alex Ryu Jitsu, de todos os escalões, masculinos e femininos, nas vertentes de defesa pessoal de Rua, Policial e Militar. O elevado nível técnico demonstrado pelos competidores abrilhantou a prova e provocaram enorme expectativa e entusiamo até ao final, para se saber quem sairia vitorioso na competição. Várias foram as técnicas demonstradas, desde defesa pessoal, contra ataques de mão nua ou com armas brancas e de fogo, bem como defesas policiais, com tonfa e algemagem do agressor. Na vertente de defesa pessoal de Rua, sagraram-se campeões nacionais: Hugo Gomes (academia A R J Lousado), Rui Lima (academia A R J PSP Famalicão), Catarina Martins (academia A R J Antas), Beatriz Pinho (academia A R J Louro), Dora Pontes (academia A R J Vermoim), João Simões (academia A R J Louro), Ana Novais (academia A R J Cavalões), Tiago Azevedo (academia A R J Vermoim) e César Araújo (academia A R J Vermoim). Já na vertente de defesa pessoal policial e militar, destaque para o triunfo de António Lima (academia A R J PSP/Famalicão). Por equipas, a academia Alex Ryu Jitsu da PSP de Famalicão foi campeã nacional, seguida pela academia de Alex Ryu Jitsu de Cavalões.

Liberdade FC no Torneio de Pavilhão O Liberdade Futebol Clube foi uma das equipas presentes no Torneio de Pavilhão da Escola Camilo Castelo Branco, local onde se promoveu a formação de jovens atletas. Entre centenas de jovens, o Liberdade FC conseguiu classificar três atletas nos dez primeiros classificados, com a participação de Leandro Gonçalves, Daniel Oliveira, Gonçalo Carvalho, Inês Sousa, Beatriz Ferrão e Jéssica.

Op 1282  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you