Page 1

pub

EB 2,3 Júlio Brandão tem novo polidesportivo P. 10

ANO 18 • Nº 988 DE 13 A 19 DE ABRIL DE 2011 DIRECTOR: JOÃO FERNANDES

www.opiniaopublica.pt pub.

Agrupamento garante que Luís Biscaia não tem funções lectivas

PROFESSOR ACUSADO DE PORNOGRAFIA TRABALHA EM CASA O professor do Agrupamento de Escolas Júlio Brandão que foi condenado pelo crime de pornografia infantil continua a pertencer ao agrupamento, mas está afastado das actividades lectivas. Isso mesmo foi confirmado ao OP pela directora do agrupamento. Tendo em conta que a decisão judicial ainda não

transitou em julgado, Luís Biscaia continua a integrar o quadro daquele agrupamento, enquanto professor na Escola Sede Nº 2. Porém, a directora assegura que “está sem funções lectivas”, uma vez que, por designação da DREN, “não pode estar em contacto com alunos” até todo o processo estar terminado. p.3

Famalicenses celebraram Comunhão Pascal mas não esqueceram cortes de meios

Bombeiros preocupados com época de fogos P. 3

opiniãosport:

Contas da Câmara aprovadas pela maioria e chumbadas pela oposição

Rali de Famalicão sai para a estrada no sábado

p. 4

Adriano Paço é o novo treinador do voleibol do FAC

Creche D. Elzira recebe certificado de qualidade p. 1 3 pub.


02

pública: 13 de Abril de 2011

espaço aberto

Conhece situações que podem ser retratadas na Objectiva Pública? Envie as suas fotografi fia as, acompanhadas de um pequeno texto com o local e a descrição, para o e-mail: informacao@opiniaopublica.pt ou entregue nas instalações do Opinião Pública, na Rua 8 de Dezembro, nº 214, em Antas.

Agenda

Objectiva Pública

Quarta-feira, 13 20h30 Casa do Povo de Lousado reúne-se em Assembleia Geral, pelas 20h30, para discussão e votação do Relatório de Actividade e das Contas de 2010. 21h30 Cineclube de Joane exibe na Casa das Artes o filme “O Grande Escândalo”, de Howard Hawks, inserido na rubrica “Já não há cinéfilos?!” e com entrada livre.

Quinta-feira, 14 21h30 Mais cinema na Casa das Artes pela mão do Cineclube de Joane com o filme “Whisky”, de Juan Pablo Rebella e Pablo Stoll.

Sábado, 16 9h00 Associação de Pais e Encarregados de Educação da EB 2,3 Dr. Nuno Simões promovem Caminhada Saudável com a participação de Paulo Marques. 10h00-16h00 Hospital Narciso Ferreira, de Riba d’Ave, promove campanha de angariação de medula óssea, aberta a tosas as pessoas saudáveis com idades entre os 18 e os 45 anos.

Domingo, 17 Associação de Pais das escolas e infantários de Cavalões realizam uma “feirinha”, junto à igreja paroquial.

Estamos em crer que não foram “os seus rapazes e raparigas” – como gosta de apelidar os alunos da Universidade Lusíada de Famalicão – que cometeram o lamentável e condenável acto de vandalismo que a foto documenta. A estátua do fundador da Lusíada de Famalicão, Martins da Cruz, localizada junto à universidade, foi alvo de um acto que em nada dignifica a cidade e o concelho. Para que actos como este não se repitam, fica o apelo ao civismo, ao respeito e ao bom senso… pub.

Questão Pública A ajuda externa pedida a ao Fundo de Resgate Europeu e ao FMI ajudará Portugal a sair da crise? Maria Augusta Santos

Custódio Oliveira

professora

dirigente associativo A realidade financeira e económica em Portugal e na Europa é muito complexa. A recuperação económica em Portugal depende em grande medida do que se passar na União Europeia. Se países como a Alemanha continuarem com a economia a crescer, isso será determinante para as nossas exportações e as hipóteses de recuperarmos serão elevadas. Se, por exemplo, a Espanha tiver que recorrer ao FMI, aí a situação piorará e ficaremos com mais dificuldades de recuperar. Quando uma empresa, uma organização ou um país estão em dificuldades é tonto pensar em cortar apenas nas despesas. É fundamental conseguir melhorar as receitas. Também Portugal precisa de melhorar a sua produtividade, as suas exportações, o seu comércio, a sua agricultura, a sua capacidade para acolher o turismo e prestar serviços. Portugal precisa de um Estado forte que possa apoiar na educação, na saúde e na solidariedade social os que dele necessitam. Os dinheiros emprestados pela Europa e pelo FMI são uma oportunidade. Há que saber utilizá-los também para fazer investimentos rentáveis. E o investimento mais rentável de todos é aquele que é feito na educação e formação das pessoas.

A rejeição na Assembleia da República - por todos os partidos da oposição do Programa de Estabilidade e Crescimento, conhecido por PEC IV, preconizado pelo Governo e negociado e acordado com a União Europeia (UE) e o Banco Central Europeu (BCE), tornou inevitável a Portugal ter de recorrer a ajuda externa. Por outro lado, a pressão dos mercados financeiros, que começou a agudizar-se após a rejeição do PEC IV e se intensificou nos últimos dias, precipitou esse pedido de ajuda. Portugal encontra-se agora numa situação grave, gerada pelo chumbo do PEC. E o que assistimos, então, é à situação estranha de alguns partidos da oposição, particularmente do PSD, que rejeitaram o PEC IV e se recusaram ao diálogo com o Governo, com o argumento de que não era possível pedir mais sacrifícios aos portugueses, virem agora, depois da demissão do Governo e da dissolução da Assembleia da República, clamar por pedido urgente de ajuda externa, obrigando a sacrifícios muito maiores e mais gravosos para os portugueses do que os contemplados no referido PEC. Com efeito, não me parece que nesta actual conjuntura política e económica, quer nacional e europeia, quer internacional, haja outra alternativa. E estou convencida que o Governo e o Partido Socialista não fugirão às suas responsabilidades e tudo farão para minimizar os efeitos originados pela demagogia dos partidos de oposição e pela pressa que, em especial, o PSD demonstrou em querer chegar ao poder. O País já passou por outras situações difíceis, como a história descreve, algumas delas ainda frescas na memória de muitos portugueses. E soube ultrapassá-las. Também agora Portugal vai sair da crise. Saibam os políticos corresponder à vontade do povo que irá ser manifestada já nas próximas eleições e agir sem demagogia, nem populismos, sem sede de “ir ao pote”, mas com responsabilidade e sentido de Estado!


pública: 13 de Abril de 2011 3

cidade

Professor acusado de pornografia trabalha em casa Magda Ferreira O professor do Agrupamento de Escolas Júlio Brandão que foi condenado pelo crime de pornografia infantil continua a pertencer ao agrupamento, mas está afastado das actividades lectivas. Isso mesmo foi confirmado ao OPINIÃO PÚBLICA pela directora do agrupamento, Fernanda Costa. Tendo em conta que a decisão judicial ainda não transitou em julgado, Luís Paulo Biscaia continua a integrar o quadro daquele agrupamento, enquanto professor na Escola Sede Nº 2, na cidade, onde já leccionou durante vários anos. Porém, a directora assegura que “está sem funções lectivas”, uma vez que, por designação da DREN (Direcção Regional de Educação do Norte), “não pode estar em contacto com alunos” até todo o processo estar terminado. “Está a executar tarefas técnico-pedagógicas no seu domicílio”, adiantou Fernanda Costa, explicando que tem colaborado na elaboração de vários documentos e dossiês, entre outras matérias. A directora relatou ainda que, também por indicação da DREN, Luís Paulo Biscaia desloca-se todos os dias à EB 2,3 Júlio Brandão (sede do agrupamento) para assinar o livro de ponto. “Vem ao final da tarde, quando já não há movimento na escola, para cumprir de forma discreta a ordem e não causar instabilidade”, esclarece Fernanda Costa, assegurando que escola não tem procurado branquear a si-

tuação. Fernanda Costa avança que logo que este caso veio a público, o professor foi suspenso preventivamente e foi-lhe instaurado um processo disciplinar interno. Porém, dado que o caso estava a ser investigado, a Polícia Judiciária advertiu a escola de que os envolvidos não poderiam falar sobre o caso, pois este encontrava-se em segredo de Justiça. Assim, sem poder haver conclusões, o processo disciplinar “foi suspenso” e ainda não foi retomado porque ainda não há decisão judicial definitiva. Só nessa altura “os meus superiores poderão tomar medidas”, refere a directora. Entretanto, o presidente da Confederação Nacional das Associações de Pais, Albino Almeida, já se pronunciou sobre este caso, defendendo que o docente não deve estar em contacto com os alunos e que o tribunal deveria ter ordenado que recebesse acompanhamento médico e psicológico. Recorde-se que Luís Paulo Biscaia foi detido em 2009 por suspeitas de abuso sexual sobre um menor de 16 anos, do qual era tutor, no âmbito da Comissão de Protecção de Crianças e Jovens em Risco de Famalicão. Em Março passado foi condenado pelo Tribunal de Famalicão a um ano e dois meses de prisão, com pena suspensa por igual período, pelo crime de pornografia com menor. Por provar ficaram dois crimes de abuso sexual sobre o menor dependente, dos quais o arguido foi, então, absolvido.

Associação de Moradores lança livro sobre as Lameiras

A direcção da Associação de Moradores das Lameiras (AML) apresenta, esta quarta-feira, dia 13, pelas 21h30, na Biblioteca Municipal de Famalicão, o li-

vro “Lameiras – Linhas do Tempo”. Uma obra que começou a ser trabalhada em 2007, mas que só agora foi possível publicar. Editado pela AML, o li-

vro tem uma nota introdutória do presidente da Câmara Municipal, Armindo Costa, e como autores José Maria Costa, presidente da Assembleia Geral da AML, e Fátima Lobo, docente e investigadora da Universidade Católica Portuguesa. A publicação apresenta a comunidade das Lameiras, com os seus 28 anos de existência, onde a associação de moradores nasceu em 25 de Maio de 1985, fazendo um percurso desde 1982 até aos dias de hoje. Uma obra que diz um dos seus autores, pode ser o “ponto de partida para outros estudos, outras histórias e, quem sabe, para a inspiração e publicação de novos títulos”. A sessão será presidida por Armindo Costa e a apresentação do livro estará a cargo de Fátima Lobo. No decorrer da cerimónia, haverá alguns momentos de intervenção cultural pela Secção Cultural da AML, Escola Profissional Cior e associação Pasec.

Corte nos meios não passou ao lado na Comunhão Pascal dos BV Famalicenses

Bombeiros preocupados com combate aos fogos

Cristina Azevedo

Agrupamento garante que não tem funções lectivas

Novos bombeiros fizeram juramento

A crise que o país atravessa e os cortes financeiros aos meios de combate aos fogos não foram esquecidos, no passado domingo, na Comunhão Pascal da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários Famalicenses. O dia foi de festa, mas também de reflexão sobre algumas preocupações. É o caso do corte financeiro anunciado pelo Governo no combate aos fogos florestais do próximo Verão. Uma situação que preocupa os soldados da paz e, naturalmente, os Bombeiros Famalicenses. “Estou com muito receio do que vai acontecer este ano porque o corte de meios e o corte de verbas para

esta área vai-nos prejudicar muito a acção”, disse ao OP António Meireles, presidente da Direcção dos BV Famalicenses, assegurando, contudo, que a sua corporação “irá dar o seu melhor e fazer das tripas coração a fim de que as populações do concelho não fiquem desprotegidas”. Também o vereador da Protecção Civil na Câmara Municipal, que participou nas celebrações, manifestou-se apreensivo com o que possa a vir a acontecer no próximo Verão. Ricardo Mendes assegurou que, da parte da autarquia, “tudo será feito para que o apoio aos corpos de bombeiros não seja diminuído”, mas não escon-

deu alguma preocupação pelos anunciados “cortes severos” por parte do Estado. De qualquer forma, na cerimónia, o vereador quis deixar “uma palavra de algum conforto” à corporação, manifestandose convicto que “com a dedicação e o empenho que costuma ter, irá ultrapassar essas limitações”. E, apesar de tudo, o dia foi de festa e de convívio. A Comunhão Pascal dos BV Famalicenses é já uma tradição de muitos anos, um momento aproveitado para reunir bombeiros, direcção e amigos e, também, para condecorar bombeiros pelos serviços prestados e receber novos voluntários. “É um dia muito importante e, apesar da crise, fizemos um esforço para o manter porque é um momento de encontro entre todos e entre nós e a sociedade”, vincou António Meireles. O programa teve como pontos altos um almoço de confraternização no salão pastoral de Famalicão, antecedido de uma missa na Igreja Matriz e, é claro, a cerimónia de imposição de divisas, condecorações e juramento dos novos bombeiros. C .A .

Cior presente em encontro na Alemanha A Escola Profissional Cior marcou presença num encontro transnacional realizado na cidade alemã de Mainz, no final do passado mês de Março. O evento, inserido no Projecto Skills, uma iniciativa do Programa Aprendizagem ao Longo da Vida, apoiado pela União Europeia, debruçou-se essencialmente sobre as políticas de inserção e apoio social às mães solteiras. Outra abordagem efectuada neste encontro, e que servirá de mote a futuras acções, abordou o regresso ao mercado laboral por parte de mulheres que, por vários motivos, estiveram afastadas durante bastante tempo do trabalho. As delegações da Alemanha, França, Holanda, Polónia e Portugal, países representados neste projecto, apresentaram os di-

ferentes tipos de abordagens efectuados nos seus estados e debateram ideias e medidas que protejam estas mulheres na sua actividade profissional e potenciem a sua reinserção no mercado laboral. Este encontro foi organizado pela organização nãogovernamental "Christliches Jugenddorfwerk Deutschlands" (CJD), fundada em 1947 e que ao longo destes

anos de existência tem adoptado como lema de trabalho “ninguém é deixado à margem!”. À margem dos trabalhos as delegações presentes tiveram oportunidade de conhecer a cidade de Mainz, banhada pelo Reno, e que, apesar de relativamente pequena, é uma urbe plena de História espelhada na sua imponente catedral ou nas ruínas romanas da cidade.


4

pública: 13 de Abril de 2011

cidade

Relatório de Gestão e Contas aprovado com os votos contra do PS

Câmara concretizou 83 milhões de euros em 2010 Cristina Azevedo A Câmara Municipal de Famalicão aprovou, por maioria, o relatório de gestão e contas de 2010, em reunião extraordinária do executivo, realizada na segunda-feira da semana passada. Em 2010, a autarquia geriu um orçamento total de mais de 105 milhões de euros, sendo que o grau de execução da receita atingiu os 83 milhões de euros (78,9%) e a execução da despesa os 82,9 milhões de euros (78,8%). O relatório foi aprovado com sete votos favoráveis da maioria PSD-CDS/PP e quatro votos contra dos vereadores do PS, e, como já vem sendo hábito, suscitou interpretações diferentes, com o presidente da Câmara a sublinhar a excelente capacidade de execução da autarquia e a oposição a dizer que o documento constitui uma decepção. Em 2010, a autarquia geriu um orçamento total de mais de 105 milhões de euros, sendo que o grau de execução, quer da receita quer da despesa ficou muito próximo dos 79%. “Os números indicam uma excelente capacidade de execução da Câmara Municipal, num ano profundamente marcado pela crise económica”, afirma Armindo Costa, que valoriza ainda a redução do passivo. Traçando uma linha comparativa desde 2001 – ano em que foi eleito – o presidente da Câmara sublinha a redução do passivo, afirmando que “ao longo destes últimos nove anos, a dívida a terceiros registou uma diminuição gradual, tendo passado de 55,8 milhões de euros em 2001 para os actuais 45,3 milhões de euros”. Outro dado relevante apon-

Maioria e oposição fazem uma interpretação diferente das contas

tado pelo executivo tem a ver com a subida do rácio de autonomia financeira do município, que este ano se fixou em 66,8%, em comparação com os 62% em 2006. Segundo Armindo Costa, “apesar dos tempos difíceis que vivemos, o município tem conseguido, graças a uma gestão rigorosa dos recursos públicos, prosseguir o seu desenvolvimento, tornando-se um concelho mais moderno, competitivo e solidário”. Numa análise comparativa da arrecadação de receita entre 2010 e 2009, a maioria PSD/PP destaca uma descida de 7,6% nos

“Impostos Directos”, que se justifica pela descida da Derrama, um imposto autárquico sobre os lucros das empresas, que se reflectiu em menos 2 milhões de euros. Facto que o executivo justifica como reflexo da crise que afecta as actividades económicas. Opinião diferente têm os socialistas que consideram que os documentos “constituem uma decepção”, já que apresentam “a mesma política e os mesmos resultados”. No que concerne às receitas correntes dizem que aumentaram

face a 2009 e até ao orçamentado para 2010 e preferem sublinhar que esse aumento se ficou a dever ao Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI), “que continua a ser a grande fonte de receita”, mais 6,3%, comparado com 2009. De igual forma, as receitas de capital também “aumentaram significativamente”, no entender da oposição, que atribuiu esse facto “à receita proporcionada com as comparticipações geradas pelas iniciativas do Governo, nomeadamente as relacionadas com a construção dos centros escolares”.

Líder da distrital do PSD lança carta aberta O presidente da Comissão Política Distrital de Braga do PSD, o famalicense Paulo Cunha, escreveu aos cidadãos do distrito uma “Carta Aberta” sobre a situação política nacional e os seus impactos locais. Na missiva, Paulo Cunha aponta o dedo ao Governo, afirmando que actual situação “é fruto de um desgoverno que fez da prepotência, da arrogância e da mentira as suas principais linhas de acção”. Atitudes que, diz ainda, só não foram mais longe “porque se gerou uma frente de oposição de que fazem parte partidos e vários movimentos sociais”. No entender de Paulo Cunha, “a demissão do governo e a convocação de eleições antecipadas não são o problema, mas os primeiros

FICHA TÉCNICA CONSELHO EDITORIAL: Alexandrino Cosme, António Cândido Oliveira, António Jorge Pinto Couto, Artur Sá da Costa, Cristina Azevedo, Feliz Manuel Pereira, Joaquim Loureiro, João Fernandes.

DIRECTOR: João Fernandes (CIEJ TE-95)

Estrada Nacional, 14 - Maia

Feliz Manuel Pereira António Jorge Pinto Couto

Rua 8 de Dezembro, 214 Antas S. Tiago - Apartado 410 4760-016 VN de Famalicão

EMBALAGEM E ETIQUETAGEM:

SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS:

INTERNET

Francisco Araújo

www.opiniaopublica.pt

Almeida Pereira - Operador de Marketing e Impressão Documental, Lda Parque Industrial do Mindelo Vila do Conde

GERÊNCIA: João Fernandes

TÉCNICOS DE VENDAS:

CONTACTOS Redacção:

TIRAGEM DESTE NÚMERO:

CAPITAL SOCIAL: 350.000,00 Euros.

comercial@opiniaopublica.pt Agostinha Bairrinho, Maria Fernanda Costa e Sónia Alexandra

Tel.: 252 308145 • Fax: 252 308149

20.000 exemplares, nº 988

APOIO À REDACÇÃO:

Magda Ferreira (CPJ 4625) magda@opiniaopublica.pt

Jorge Alexandre

informacao@opiniaopublica.pt Carla Alexandra Soares (CICR-248), Cristina Azevedo (CPJ 5611), Magda Ferreira (CPJ 4625) e Sofia Abreu Silva (CPJ 10952).

DESPORTO: Jorge Humberto, José Cle-

CHEFE DE REDACÇÃO:

mente (CNID 297) e Pedro Silva (CICR220).

O famalicense Sérgio Lopes foi reeleito para a liderança da Comissão Política Distrital de Braga da Juventude Popular (JP). A eleição decorreu no II Congresso Distrital da JP que se realizou no passado dia 26 de Março, em Ofir. No encontro foram apresentadas e aprovadas três moções sectoriais de intervenção no distrito e uma moção global, denominada "Apostar no Minho", que estrutura todo o projecto político para os próximos dois anos. Relativamente à eleição dos novos órgãos políticos, Sérgio Lopes irá cumprir o seu segundo mandato como presidente da Distrital. No congresso foi reconhecido o seu esforço e dedicação pela maioria dos congressistas. A Mesa do Conselho Distrital também será presidida por um famalicense, Carlos Carvalho. Já a presidência da Mesa do Congresso Distrital foi entregue a Francisco Costa, de Fafe. O encerramento do congresso esteve ao cargo do eurodeputado do CDS/PP, Nuno Melo, e do deputado e recém-eleito presidente da Distrital de Braga do CDS/PP, Altino Bessa. SEDE, REDACÇÃO E PUBLICIDADE:

EDITOR DE TURNO:

jfernandes@opiniaopublica.pt

Cristina Azevedo (CPJ 5611) cristina@opiniaopublica.pt

Famalicense Sérgio Lopes lidera distrital da JP

passos para a solução”. Mais à frente, na carta, o dirigente distrital alerta para a necessidade de ter em conta a situação específica de cada uma das regiões do país, resumindo o trabalho de campo que a Distrital de Braga tem vindo a fazer junto de instituições e junto das populações no sentido de perceber quais são os seus reais problemas e que soluções podem ser aplicadas. Paulo Cunha deixa também uma mensagem de esperança, “convocando todos os militantes, simpatizantes, independentes, de todas as idades, profissões, áreas sociais e concelhos para que se mobilizem em torno do superior interesse de construir uma solução para a actual conjuntura de adversidade”.

REDACÇÃO:

OPINIÃO: Adelino Mota, Barbosa da Silva, Domingos Peixoto, Gouveia Ferreira, J. Mário Teixeira, Joaquim Loureiro, José Luís Araújo, Sílvio Sousa, Vítor Pereira.

DETENTORES DE MAIS DE 10% DO CAPITAL

PROPRIEDADE E EDITOR: GRAFISMO: Carla Alexandra Soares, Pedro Silva.

Mesmo assim, os vereadores do PS dizem que apesar do investimento promovido pelo Governo, “que é registado como sendo da Câmara”, “o valor do investimento realizado em 2010 continua ao nível do realizado em 2000”. “Dos 17 milhões de euros de despesas de investimento de 2010, mais de 5 milhões respeitam a centros escolares. Se lhes somarmos a Urbanização das Bétulas e o já velho Parque da Devesa, temos metade do investimento municipal em 2010 – todo ele comparticipado. O resto, são pequenas coisas”, concluem.

EDITAVE Multimédia, Lda. NIPC 502 575 387

Serviços Administrativos: Tel.: 252 308146 / 252 308147 • Fax: 252 308149

NÚMERO DE REGISTO: 115673

IMPRESSÃO:

DEPÓSITO LEGAL: 48925/91

Naveprinter - Indústria Gráfica do Norte, SA


pública: 13 de Abril de 2011 5

cidade

Jornalista de Economia participou numa conferência em Famalicão

Camilo Lourenço exorta famalicenses a poupar É preciso poupar. Este foi um dos principais conselhos que o jornalista de economia Camilo Lourenço deixou, na quinta-feira da semana passada, em Famalicão. Camilo Lourenço participou numa conferência intitulada “Finanças pessoais”, realizada na Casa das Artes, organizada pela empresa de consultoria financeira “Exchange” e promovida em parceria com o programa “A Cor do Dinheiro”, da RTPN. Precisamente, Camilo Lourenço é o apresentador do programa e tem já uma larga experiência na área da Economia. Foi fundador do “Diário Económico” e director editorial da revista “Exame”. No encontro, em Famalicão, deixou alguns conselhos para esta época de aperto económico. Camilo Lourenço diz que as pessoas têm que poupar, o que não fazem: “Se perguntarmos a alguém se consegue poupar, toda a gente diz que não, porque tem muitas despesas, porque lhe sobra mês em vez de sobrar salário, mas isso só significa uma coisa: as pessoas não fazem uma análise detalhada daquilo que é o seu orçamento”. O jornalista considera, sobretudo, que as pessoas não são capazes de determinar aquilo que são os seus objectivos, ou seja, quanto precisam de poupar.

António Freitas

Carla Alexandra Soares*

Camilo Lourenço defende a vinda do FMI

O especialista considera ainda que a economia não pode depender tanto do Estado e que o problema da população portuguesa é exactamente esse, ou seja, vive muita encostada àquilo que o Estado faz. “Hoje o Estado já representa praticamente 50% da Economia. E eu acho que estes cortes e aqueles mais graves que vamos ter no futuro, significa que temos de olhar para a forma que estamos a viver e confiar mais em nós e muito menos no Estado”, defende. Na conferência, Camilo Lourenço traçou também um cenário da difícil crise que o país atravessa, considerando que o cenário não é

tão negro como o Governo faz crer. Aliás, para o jornalista o primeiroministro, José Sócrates “especializou-se em traçar cenários negros”. “Eu acho que nós estamos numa fase em que podemos olhar para isto ou como o nosso enterro ou como um desafio. A minha vida foi sempre feita de desafios, a partir dos enterros que me quiseram fazer”, relatou. Por outro lado, entende não haver razões para temer a vinda do Fundo Monetário Internacional (FMI), porque, na sua perspectiva, depende exclusivamente de nós. “Temos que olhar para isto como um desafio e não como fonte de pub

pressão, seguramente. A história recente mostra-nos que é o contrário. Já tivemos duas vezes o FMI em Portugal e, ao contrário do que diz o primeiro-ministro, só nos fez bem e não mal”, afirmou. Na conferência marcou também presença o presidente da Câmara de Famalicão, que sublinhou que a autarquia já há algum tempo que age de acordo com a crise e, por isso, os subsídios estão a ser condicionados e as associações alertadas para esse factor. Apesar das medidas, Armindo Costa anteviu dias difíceis e lembrou que não se pode gastar o dinheiro da mesma forma que no pas-

sado. “Nós sempre resistimos às crises, sempre resolvemos os nossos problemas, mais uma vez vamos resolver, mas todos temos de nos convencer que as coisas estão muito difíceis, ninguém pode ir em ilusões”, alertou. Como já foi referido, esta conferência sobre finanças pessoais foi organizada pela empresa de consultoria financeira Exchange. A directora da empresa em Famalicão, Helena Cardoso, explicou que os serviços desta área são cada vez mais procurados, principalmente no último ano. “A publicidade facilitava muito o acesso ao crédito e as pessoas cometeram alguns erros. Neste momento a diferença entre os bancos e as financeiras torna-se brutal nalguns tipos de crédito e faz sentido perguntar, pedir segunda opinião a quem esteja dentro do mercado”, aconselhou. Helena Cardoso, tendo em conta os erros cometidos pelas pessoas, deixou ainda alguns conselhos: “Pensar muito antes de contrair algum empréstimo ou fazer algum acto de consumo. Acho que faz todo o sentido consultar um especialista nas áreas, antes de tomar algumas decisões que podem trazer consequências graves”. *J.C./S.C. veja a reportagem www.famatv.pt


6

pública: 13 de Abril de 2011

cidade

Ideia defendida na entrega dos prémios aos restaurantes vencedores

Conceito da Quinzena Gastronómica alargado ao ano inteiro É este o objectivo da Câmara Municipal que entregou, na segunda-feira da semana passada, os prémios da Quinzena aos restaurantes vencedores. AQuinzena da Gastronomia realizouse entre 1 e 15 de Fevereiro. A concurso estiveram quatro pratos. Na especialidade de bacalhau com broa, o restaurante Serenata venceu o grau de ouro; no cabrito assado, o grau máximo foi para a Cozinha do Gonçalves; nos rojões com papas de serrabulho, o ouro foi entregue ao Páteo das Figueiras. No cozido à portuguesa, em comparação com o ano anterior, o júri entendeu que baixou de qualidade e por isso só entregou o grau prata à Churrasqueira do António e ao Restaurante Moutados. Refira-se que o júri foi constituído pelo adegueiro-mor da Confraria dos Gastrónomos do Minho, Leite Gomes, e pelo presidente da Associação Comercial e Industrial de Famalicão, António Peixoto. A abrir a cerimónia, que decorreu no café-concerto da Casa das Artes, o vicepresidente da autarquia famalicense referiu que se pretende fazer da gastronomia um referencial turístico do concelho e por isso defendeu que é preciso dar condições aos restaurantes. Paulo Cunha lembrou que outras iniciativas são desenvolvidas para prolongar a quinzena gastronómica durante todo o ano com a “vantagem de os chefes de cozinha terem a liberdade de inventar e criar ementas capazes de surpreender o visitante”. O também vereador do turismo sublinhou que a Quinzena Gastronómica quer ser uma ponte para o resto do ano e aproveitar a “agricultura, os produtos típicos da nossa região, o que se vai produzindo ao longo do ano e em diferentes estações

António Freitas

Carla Alexandra Soares

Paulo Cunha, vereador da cultura abriu a cerimónia

do ano”. “Queremos criar condições para que haja sempre uma novidade e para que as pessoas cá voltem”, concluiu. A cerimónia ficou também marcada por uma sessão de esclarecimento sobre “Ementas da Época”, com a presença do chefe Pedro Amaral Nunes e de Leite Gomes. Para Pedro Amaral Nunes é preciso tirar todo o potencial dos produtos da época e defendeu que em Portugal é fácil criar uma cozinha de país. “Nós temos os produtos que nos aparecem na época, que são importantes, que temos com fartura e que são frescos. São produtos que

Alunos da Camilo participam em workshop da Microsoft A turma 11L do curso de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos da Escola Secundária Camilo Castelo Branco foi desafiada pela professora Inês Mateus a participar num workshop sobre programação, realizado pela Microsoft em colaboração com o Instituto Superior de Engenharia de Coimbra. Os alunos aceitaram a proposta e no passado dia 6 de Abril, iniciaram a viagem, acompanhados por Inês Mateus, com destino a Coimbra. Chegados lá, os participantes tiveram um momento de convívio com visita ao complexo da Universidade de Coimbra, Jardim Botânico e algumas repúblicas estudantis. Depois do almoço, foram, para o ISEC a fim participar no workshop. Durante o evento foi solicitado a colaboração de alguns participantes para desenvolverem algumas actividades sobre o que se tinha estado a falar, às quais os alunos da Camilo aderiram e superaram os desafios com destreza e rapidez. É de salientar que eram os únicos representantes do ensino secundário, pois toda a restante plateia era composta por alunos e professores ligados a universidades.

não precisamos de importar, têm o nosso paladar, têm o nosso gosto e nós vamos pegar neles e vamos transformá-los”. Lembrando que Portugal é um país estreito e o interior não é tão longe, o chefe defende que podemos ter a possibilidade de ter qualquer tipo de produto e fazer uma cozinha de país que seja boa. “Não estou a dizer para cozinharmos açorda da mesma forma como fazem os alentejanos. Estou a dizer que é extremamente importante termos a nossa identidade de região mas podemos ter uma cozinha global”. Já Leite Gomes abordou a dieta Medi-

terrânica e a Atlântica, referindo quais as suas grandes diferenças. O membro da Confraria dos Gastrónomos do Minho defende que, ao contrário do que se diz, em Portugal existe uma dieta Atlântica, apesar de reconhecer que esta não é reconhecida pela maior parte das pessoas. “Especialistas na culinária dizem que dieta mediterrânica é um conceito médico, dietético e que essa errada denominação foi deixada ficar já com uma ideia de dar algum lucro em termos de alimentação”. veja a reportagem www.famatv.pt

Famasete oferece computadores à EB 2,3 Nuno Simões A empresa famalicense de informática Famasete ofereceu, no passado dia 5 de Abril, computadores há escola EB 2,3 Dr. Nuno Simões, de Calendário. O dia foi de festa e foram muitos os alunos que aguardavam pelo material, entre computadores, material de jogos e enciclopédias. No acto da entrega, a directora da escola, Helena Pereira começou por “ agradecer à Famasete a oferta, sublinhando que este acto representava “efectivamente uma ligação da escola ao mundo empresarial”. “É também sinal que esta fronteira com as empresas está a funcionar porque nós, de facto, somos clientes da Famasete, mas somos ainda parceiros, e esta oferta represente que a Famasete está a trabalhar com a escola”, disse ainda Helena Pereira, explicando que a empresa de informática cede ainda de estágios para os nossos da escola. A directora não esqueceu também

a importância que o novo material informático representa, não só para a EB 2,3 mas para todos o Agrupamento de Escolas de Calendário. “As escolas têm sempre muita carência de material; os nossos orçamentos são curtos, há sempre muito pouco e a evolução é muito grande, pelo que cada vez mais necessitamos destas

dádivas”, afirma. Já o representante da Famasete, Alexandre Castro, esclareceu que a sua “empresa não está só para vender mas também para colaborar “, manifestando o desejo de que o material “seja útil para os alunos”. veja a reportagem www.famatv.pt pub.


publicidade

pĂşblica: 13 de Abril de 2011 7


8

pública: 13 de Abril de 2011

cidade

No decorrer da Assembleia Municipal de Crianças e jovens

Torre dos Pequeninos participa em seminário internacional O colégio a Torre dos Pequeninos foi convidada a participar no 1º Congresso de Auto-Avaliação de Organizações de Educação e Formação, que vai decorrer nos próximos dias 9 e 10 de Maio, na Universidade Católica Portuguesa (UCP), em Lisboa. A Torre dos pequeninos vai participar no painel dedicado às escolas do ensino básico e secundário, naquele evento que irá contar com a presença de diversos especialistas nacionais e internacionais na área do ensino e da formação e cujo objectivo é o debate e a troca de experiências sobre a aplicação de modelos de avaliação do desempenho organi-

Pequenos deputados debateram violência no meio escolar

zacional desenvolvidos especificamente para entidades deste sector. Para o director executivo do colégio, Amílcar Sousa, “trata-se de um inequívoco reconhecimento público do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido na Torre dos Pequeninos ao longo dos seus 10 anos de vida”, acrescentando que a instituição que dirige “tem pautado a sua actuação por uma constante procura da excelência, através da implementação de um rigoroso sistema de gestão baseado na qualidade e credibilidade, elementos facilmente identificáveis pelos seus clientes”.

Paulo Couto A Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco recebeu, no dia 5 de Abril, a Assembleia Municipal de Crianças e Jovens, uma iniciativa inserida na Quinzena da Educação de Famalicão. Sob o tema “Violência em Meio Escolar” os pequenos deputados famalicenses debateram 11 moções apresentadas por outros tantos grupos parlamentares em representação das escolas do concelho. Incutir a ideia de cidadania e de intervenção política, promovendo a participação cívica dos jovens famalicenses, foi o principal objectivo do debate. “É preciso saber ensinar aos mais jovens aquilo que são as regras da democracia”, referiu Paulo Cunha, vice-presidente da Câmara de Famalicão, acrescentando que “eles sentem que são o problema mas não se julgam capazes de ser parte da solução e acho importante mostrar-lhes que têm um contributo muito grande para dar”. Os 90 jovens deputados apenas aprovaram duas das moções apresentadas, uma delas, elaborada pelo agrupamento de esco-

BE reuniu com utentes do Louro e S. Cosme O Bloco de Esquerda (BE) de Famalicão reuniu, no passado dia 5 de Abril, com as comissões de utentes das extensões de saúde do Louro e de S. Cosme. Em encontros separados, os dirigentes do BE Adelino Mota e José Luís Araújo apresentaram às referidas comissões a resposta enviada pelo Ministério da Saúde às perguntas formuladas pelo Grupo Parlamentar do Bloco sobre a situação da reorganização dos serviços de saúde em Famalicão. Para o BE, essa resposta foi muito “superficial” e limitou-se a referir que tudo será feito em diá-

logo e coordenação com o município e com os autarcas das freguesias afectadas. Os representantes bloquistas aproveitaram ainda para se inteirarem dos desenvolvimentos de todo o processo e manifestaram aos representantes dos utentes que continuam a acompanhar de perto a situação e que continuarão disponíveis para ajudar a que se consigam “as melhores condições de prestação dos serviços de saúde, a que a população famalicense e das freguesias envolvidas em particular têm direito”. pub

Paulo Cunha fala a assembleia

las de Calendário. Segundo disse ao OP a aluna/deputada Mónica, sua porta-voz, a violência em meio escolar é “um tema que preocupa alunos, professores e as famílias”, e este debate “é uma forma de nós, jovens, nos interessarmos pela democracia e pelas nossas escolas”. Embora actual, o tema do Bullying ou violência no meio escolar, não é um problema com expressão nas escolas do concelho. Segundo o vereador da Educação, Leonel Rocha, “não temos nem muitos nem relevantes casos de

Bullying”. Este debate “não aparece no contexto de uma situação existente mas sim de prevenção para que não aconteça em Famalicão o que acontece noutras escolas do país”, referiu. As ideias aprovadas nesta Assembleia Juvenil e que passam pela sensibilização, apoio às vítimas, aumento da vigilância e envolvimento dos alunos no combate ao flagelo, vão agora ser enviadas pelo pelouro da Educação às escolas do concelho. veja a reportagem www.famatv.pt

Jantar de encerramento do Programa QI PME Norte

25 empresários terminam projecto desenvolvido pela ACIF pub

Decorreu, na passada quintafeira, o jantar de encerramento do Programa de Formação/Acção QI PME Norte que integrou um total de 25 empresários do concelho, num projecto que teve a Associação Comercial e Industrial de Famalicão (ACIF) como umas das entidades beneficiárias na prossecução dos objectivos do mesmo. Na cerimónia, a ACIF realizou um balanço final do projecto e entregou os diplomas de participação às entidades que integraram este programa. O Projecto QI PME Norte – Qualificação e Inovação é promovido pela AIMinho, enquanto organismo intermédio, e esta parceria com a ACIF potencializou, segundo a associação, a obtenção de resultados positivos na melhoria dos processos de gestão das micro, pequenas e médias empresas que integraram o programa. “Num ano em que a palavra crise continuará a fazer parte do vocabulário da economia à escala local, nacional e global, são programas como este que permitem marcar a diferença e acreditar que é possível uma alteração da situação actual”, começou por referir presidente da ACIF, António

António Peixoto, presidente da ACIF

Peixoto. “A ACIF, em parceria com a AIMinho, termina um projecto que possibilitará renovadas perspectivas de gestão dos negócios a estas empresas, aumentando os conhecimentos dos seus recursos humanos e melhorando globalmente a qualidade funcional das mesmas”, acrescentou. Por seu lado, Fernando Xavier referiu-se ao histórico da

ACIF, que leva já mais de 60 anos de serviços prestados às empresas do concelho de Famalicão”, considerando que “o balanço final é muito positivo”. “Estamos certos que todos os esforços valeram a pena e contribuíram para o enriquecimento organizacional e institucional de todos os envolvidos”, concluiu.


publicidade

pĂşblica: 13 de Abril de 2011 9


10

pública: 13 de Abril de 2011

cidade

Investimento do Governo na ordem dos 200 mil euros

PEB recebeu mais de 20 mil pessoas na Feira Outlet Stock

EB 2,3 Júlio Brandão inaugura polidesportivo Magda Ferreira A Escola Básica (EB) do 2º e 3º ciclo Júlio Brandão, no centro da cidade, inaugurou, na sexta-feira, o novo espaço para a prática da educação física. O estabelecimento de ensino possuía um velho polidesportivo, mas que estava localizado em espaço pertencente agora à Secundária Camilo Castelo Branco e foi demolido aquando da recente reabilitação desta escola. Assim, o Governo, através da empresa Parque Escolar, construiu um novo polidesportivo na EB 2,3 Júlio Brandão, num investimento que rondou os 200 mil euros. “Tínhamos um ginásio muito antiquado, completamente degradado, não se justificava a sua manutenção porque já não tinha condições. Foi-nos prometido que, uma vez que ficamos sem mais uma valência, logo que fosse possível nos seria dado outro espaço para colmatar aquela lacuna”, afirmou a directora da escola, Fernanda Costa. O novo polidesportivo vem, assim, responder às necessidades do estabelecimento de en-

sino, tendo sido implantado junto ao campo desportivo da escola, que recebe cerca de 900 alunos. “O nosso sonho era termos um pavilhão a sério, um pavilhão gimnodesportivo, mas compreendemos que num período de crise e de contenção, termos um polidesportivo já foi uma grande conquista”, acrescentou a responsável, lembrando ainda que “houve muita persistência” por parte da direcção da escola para que este investimento se concretizasse, elogiando também o interesse demonstrado pela Direcção Regional de Educação do Norte (DREN). Na cerimónia, o director regional adjunto, Manuel Oliveira, sublinhou, precisamente, esse “esforço, querer e vontade” da direcção da Júlio Brandão, “a que a DREN e a Parque Escolar não podiam estar alheias”, por forma a que esta infra-estrutura fosse possível. Manuel Oliveira concordou ainda que “esta comunidade merecia um pavilhão gimnodesportivo, não um espaço para a educação física, como este, mas é o que foi possível na actual situação”.

Uma ideia que foi partilhada pelo vereador da Educação na Câmara de Famalicão, Leonel Rocha, que sublinhou que este novo equipamento, “apesar de não ser o ideal, pelo menos vai dar uma resposta bem melhor do que aquilo que existia”. De resto, o autarca aproveitou a presença de responsáveis da DREN na cerimónia para “relembrar que, para além da reconstrução das secundárias, também é preciso olhar para as EB 2,3, e concretamente esta é uma das que precisa de renovação e, sem dúvida, de modernização”. “Fica este pedido: que se olhe para Famalicão a este nível, muito particularmente para três das mais antigas escolas que temos, porque efectivamente estão a precisar de intervenção com alguma profundidade”, declarou. Além dos discursos, a inauguração do polidesportivo foi também preenchida por momentos artísticos, nomeadamente canto e dança, levados a cabo pelos alunos da EB 2,3 Júlio Brandão.

A Grande Nave do Parque de Exposições de Braga (PEB) contou com mais de 20 mil visitantes na III Grande Feira Outlet Stock. O evento começou na sexta-feira e terminou no passado domingo e a organização avalia de uma forma bastante positiva o volume de visitantes que passaram pelo PEB no fim-de-semana. “Trata-se de uma feira de Verão que tem as suas especificidades e chegar aos 20mil visitantes é sem dúvida uma resultado muito bom”, explica Alberto Ferreira, gerente da Stock Light. Miguel Corais, administrador do PEB, afirma, por seu lado, que “este tipo de eventos vai ao encontro do que pretendemos para reforçar o

veja a reportagem www.famatv.pt

calendário do PEB”. E continua: “na passada semana tivemos a Agro e está à porta o Topos e Clássicos e a Feira do Livro”. Alberto Lopes foi um dos comerciantes presentes e manifestou-se “bastante satisfeito com esta iniciativa que permite escoar todo o material que está em stock”. “Na situação económica que o país se encontra, este género de eventos são de louvar”, conclui. Já Paula Carvalho, de 45 anos, que se deslocou ao PEB para visitar a feira, estava satisfeita com o que encontrou: “É bom para os consumidores encontrarem muitos produtos em excelente estado, de marca e a um baixo preço”.

Agostinho Lopes encabeça lista da CDU no distrito

Magda Ferreira

Agostinho Lopes volta a ser o cabeça de lista da CDU pelo círculo eleitoral de Baga nas eleições legislativas do próximo dia 5 de Junho. O anúncio foi feito, esta semana, pela coligação que integra o PCP e Os Verdes, Em nota à imprensa a CDU identifica Agostinho Lopes como um homem “ligado à vida e às aspirações das populações do distrito de Braga, identificado com os principais sectores de actividade e as principais organizações de massas”. Diz ainda que a candidatura da CDU “dá expressão ao protesto e à exigência de uma mudança efectiva na vida política nacional e assegura uma combativa contribuição para a mobilização e esclarecimento indispensáveis à afirmação de uma política patriótica e de esquerda”.

Alunos dançaram no novo polidesportivo da escola

Yupi levou alunos da Camilo à Lituânia Um grupo de jovens da Escola Secundária Camilo Castelo Branco, da turma M, do 10º ano, esteve de 19 a 23 de Março na Lituânia, no âmbito do projecto “Empower Me”, sob a coordenação da associação Yupi. Através de jogos e actividades diversas, os jovens portugueses, búlgaros, polacos e lituanos foram desafiados a conhecer melhor a língua, locais e pessoas da cidade, aproveitando também para trocar ideias sobre as diferentes realidades no que toca a espaços de participação e ocupação dos tempos livres. O grupo também teve a oportunidade de conhecer algumas das cidades da Lituânia, tais

como Rokiskis, Panevezys e a capital Vilnius, bem como alguns dos sues monumentos mais importantes. Este projecto tem como objectivos a descoberta de novas culturas e tradições por parte dos jovens e o desenvolvimento da sua capacidade de aceitar e respeitar estas diferentes culturas, ao mesmo tempo que se divertem e passam por experiências únicas nas suas vidas. Ao abrigo deste projecto têm já sido promovidas diversas acções em vários países europeus onde a Yupi já tem raízes, tendo sido este, o último intercâmbio do projecto.

Famalicão promove fórum sobre saúde escolar O programa da Quinzena da Educação de Famalicão prossegue esta quinta-feira, dia 14, com a realização do Fórum “Saúde Escolar: Boas Práticas”. Os trabalhos têm início às 9 horas e prolongam-se por todo o dia, no Centro de Estudos Camilianos, em Seide S. Miguel. Saúde metal, saúde oral, alimentação saudável, saúde sexual e reprodutiva, prevenção da violência em meio escolar e prevenção de consumos nocivos e comportamentos de risco serão as áreas a abordar.

Encontro concelhio das associações de pais O auditório da EB 2,3 de Ribeirão é palco, na próxima sextafeira, dia 15, de mais um Encontro Concelhio das Associações de Pais, inserido na Quinzena da Educação de Famalicão. Este ano, o encontro, com início às 18h30, tem como tema a importância das “Novas Oportunidades” dos pais no sucesso educativo dos filhos. A oradora convidada é Lucília Salgado, docente da Escola Superior de Educação de Coimbra e coordenadora de um estudo sobre esta matéria.


cidade

Secundária D. Sancho I

Autismo e empreendedorismo foram temas de palestras

No passado dia 4 realizou-se, na biblioteca da Escola Secundária D. Sancho I, uma palestra intitulada “Deficiência – o autismo”, numa organização do grupo 1, da turma 1201, e que teve como oradora Ana Silva. O colóquio foi presenciado por alunos da escola e a actividade, que surgiu no âmbito da disciplina de área de projecto, foi alvo de críticas extremamente positivas por parte de professores, funcionários e estudantes. A oradora formou-se na Universidade Técnica de Lisboa, licenciando-se na faculdade de Motricidade Humana no curso de

Educação Especial e Reabilitação, em 2006. Enriqueceu ainda o seu currículo com um mestrado na Universidade do Minho com especialização em intervenção precoce. Actualmente exerce a profissão de técnica de reabilitação psicomotora no centro de desenvolvimento infantil “Diferenças”, nos pólos do Norte, Braga e Porto. Segundo o grupo organizador, este tipo de actividades permite dar a conhecer à comunidade educativa da Escola Secundária D. Sancho I como agir para que vivamos numa sociedade sem diferenças.

pública: 13 de Abril de 2011 11

Externato do Barreiro celebrou comunhão pascal No término do segundo período escolar, o Externato do Barreiro celebrou a sua Comunhão Pascal, presidida pelo padre Agostinho, pároco de Antas, a quem a direcção da escola agradece a disponibilidade e carinho com que sempre acolhe esta iniciativa. A celebração decorreu na capela de Santo António e contou com a presença dos alunos, professores, auxiliares, pais, encarregados de educação e familiares dos alunos, assim como da comunidade em geral. Os alunos animaram a eucaristia nas leituras e no ofertório. Terminada a celebração, as crianças regressaram ao Externato, onde foi servido um almoço especial, com muitas surpresas. Para a direcção da escola, a celebração pascal pretendeu, uma vez mais, estreitar os laços da comunidade escolar e fomentar valores humanos, culturais, pedagógicos e, sobretudo, familiares.

Entretanto, no dia 6, a Secundária D. Sancho I abriu as portas ao empreendedorismo, pela mão das turmas EFA dos cursos Técnico de Apoio à Gestão e Técnico de Vendas. As referidas turmas, no âmbito da sua Actividade Integradora, organizaram uma palestra denominada “Como criar o seu próprio emprego”, que teve como oradores Pedro Xavier, da Cidade das Profissões/GAE, e Pedro Monteiro, da Associação de Empreendedores de Famalicão. A iniciativa continuará numa próxima palestra dedicada ao “Mercado de trabalho”. pub


12

Móvel ASIL cria novo espaço reforçando preocupação com o cliente pública: 13 de Abril de 2011

Ao longo de mais de vinte anos de experiência, a conceituada loja de mobiliário e decoração Móvel ASIL teve e continua a ter como prioridade a satisfação do cliente, o que incluiu um aconselhamento individualizado e personalizado. Trabalhando ao longo dos anos para conseguir oferecer aos seus clientes um serviço completo e de qualidade, a Móvel ASIL criou, há dois anos, espaços dentro da loja dedicados a temáticas específicas: o “ASIL ambientes” (espaço dedicado à decoração) e o “ASIL à sua medida” (espaço dedicado a projectos de decoração e mobiliário).

economia

“ASIL descanso”, cuidamos da sua saúde Dando seguimento à máxima da loja “satisfação das necessidades do cliente”, nasce agora o espaço “ASIL descanso”, dedicado ao descanso, ao relaxamento e à saúde dos clientes. O novo espaço tem uma gama variada de artigos de descanso, de relaxamento e de saúde, que inclui os colchões de molas ortopédicos, os colchões de monobloco com látex ou viscoelástica, bem como colchões com base articulada que se destacam pelo magnífico conforto que proporcionam e pela sua função terapêutica em várias doenças cardíacas, pulmonares, aparelho digestivo, varizes, enpub

tre outras. Por outro lado, com excelentes resultados na qualidade do sono das pessoas que padecem dessas doenças. Para além da gama variada de colchões, tem ao dispor do cliente variados modelos de cadeirões e de sofás reclináveis com accionamento manual ou eléctrico, que proporcionam qualidade de conforto e relaxamento nas horas de descanso. “ASIL à sua medida”, executamos os seus projectos Um conceito recente que consiste em desenvolver mobiliário e projectos de decoração à medida do cliente com o auxilio de um programa de desenho em 3D. Desta

forma a loja Asil está disponível para ir à casa do cliente, identificar as suas necessidades e projectar a solução mais desejada. “ASIL ambientes”, decoramos a sua casa É mais um espaço recente com uma série de artigos de decoração: tecidos para cortinados, colchas, estofos, papel de parede, carpetes, candeeiros e adornos à sua escolha. Não existindo tipos de decoração mais procurados, mas sim uma decoração personalizada, o lar tem que ser o espelho da pessoa que a habita e reflectir a sua história de vida, sendo decorada em função das suas necessidades. pub


pública: 13 de Abril de 2011 13

freguesias

Instituição comemorou 16 anos e recebeu certificado de qualidade

Homem esfaqueado num café em Ruivães

Creche D. Elzira segue exemplo de Cupertino de Miranda Magda Ferreira A Creche e Jardim Infantil D. Elzira Cupertino de Miranda, do Louro, comemorou, no sábado passado, o 16º aniversário e recebeu o certificado de qualidade. A instituição assinalou a data com uma sessão solene e uma missa em memória dos seus patronos: Elzira e Artur Cupertino de Miranda. Criada em 1987, a Creche e Jardim Infantil D. Elzira Cupertino de Miranda, só foi formalmente inaugurada em 1995. Foi instalada num terreno na freguesia do Louro doado para o efeito por Artur Cupertino de Miranda, que, através da fundação com o seu nome, contribuiu ainda com um apoio financeiro no valor de 200 mil euros para a construção do edifício, cujo custo global foi de 600 mil euros. De resto, a dimensão humana e social de Cupertino de Miranda foi evidenciada por todos durante a cerimónia. “Um homem que não apenas quis ser rico para ele e para a família, mas sim também distribuir a sua fortuna por quem era mais carenciado”, descreveu Jorge Carvalho, presidente da direcção da Creche D. Elzira, afirmando ainda que “se não fosse Cupertino de Miranda esta casa não existia”. Actualmente, esta instituição de solidariedade acolhe 182 crianças: 51 na valência de creche, 78 no jardimde-infância e 53 no ATL. “É obra”, declarou Jorge Carvalho, evidenciando que os utentes são oriundos de vários concelhos, nomeadamente Famalicão, Barcelos, Vila do Conde e Santo Tirso. “Move-nos essa vontade e esse exemplo de Cupertino de Miranda

para prosseguir”, assegurou. Jorge Carvalho contou ainda que é preocupação da direcção, alcançar o equilíbrio financeiro e garantir a viabilidade da instituição, que mensalmente recebe meios financeiros na ordem dos 50 mil euros. A qualidade é outra prioridade, daí que tenha sido uma satisfação receber o certificado de qualidade no dia da comemoração do 16 º aniversário. “É o culminar de um trabalho, que durou 2 anos, de preparação, especialmente nos métodos de gestão, pedagógicos e de administração desta casa”, resumiu. O certificado de qualidade foi entregue por Dora Gonçalo, da APCER (Associação Portuguesa de Certificação), que considerou não haver “melhor forma de assinalar os 16 anos” em que a Creche D. Elzira tem produzido “um trabalho bonito” porque é “feito por pessoas e para pessoas”. Definindo esta como uma “instituição de referência” na sua área de actividade e de actuação, Dora Gonçalo disse ainda esperar que este certificado “possa servir para reforçar esta dimensão de qualidade e, portanto, reforçar a imagem em termos de profissionalismo e de eficácia”. I n s t i t u i ç õ e s t ê m qu e p r o g r e d i r Na cerimónia estiveram presentes diversas individualidades, nomeadamente o governador civil de Braga, Fernando Moniz, que disse que recordar Cupertino de Miranda é, hoje em dia, “reflectir sobre o momento que passa, sobre a sociedade, que deve ser corrigida nas suas facetas tão negativas e que tantos males têm causado”. Depois, através desta instituição

Um homem foi esfaqueado, no passado sábado à noite, durante uma rixa num café em Ruivães. Segundo noticiou o jornal Correio da Manhã, a vítima, de 41 anos, foi esfaqueada, cerca das 22h30, no café Juventude, em Ruivães. O homem, Avelino Moreira, foi atingido no abdómen e acabou por ser internado no Hospital de Famalicão. Ainda segundo o Correio da Manhã, a rixa terá envolvido quatro homens e terá sido originada por dívidas relacionadas com a venda de estupefacientes, Além do homem que foi esfaqueado, outros dois indivíduos foram assistidos no hospital com ferimentos, alegadamente causados por um taco de basebol. A GNR de Joane esteve no local e está a investigar o caso.

quis valorizar o trabalho social do distrito. O governador civil diz que se impõe que este trabalho continue, bem como o apoio do Estado, embora entenda que não será possível manter o nível de investimento social. Defende, por isso, a necessidade de se fazerem adaptações e, nesse sentido, desafiou as instituições de solidariedade social a progredirem “para novos patamares de intervenção, para um cada vez maior empreendedorismo, e avançando para outras áreas de intervenção, para além da tradicional ajuda directa às pessoas”. Moniz sugeriu ainda que se criem “unidades no âmbito da economia social que possam ser auto-sustentadas”, que avancem “para uma crescente especialização, porque não se pode ter tudo em todo o lado, e também para uma crescente cooperação entre si”. “Estou convencido que só assim será possível manter o patamar de resposta social que hoje temos e que é bom”, concluiu. Por seu lado, o vereador da Educação na Câmara de Famalicão, Leonel Rocha, também se referiu ao exemplo que foi Cupertino de Miranda e ao património que deixou, em termos materiais e humanos. Entre eles está a Creche D. Elzira, que classificou de “instituição de referência no campo da solidariedade e do social, mas também no campo da educação”. “Não é por acaso que há aqui crianças de vários concelhos, é porque aqui no nosso concelho goza, sem dúvida alguma, de uma boa fama”, declarou.

Forave apresenta soluções alternativas na Qualific@ A participação da escola profissional Forave na Qualific@, a convite da Direcção Regional de Educação e da Agência Nacional para a Qualificação, destacou-se pela exibição de dois veículos movidos a energia solar que integraram a animação itinerante da feira de ensino, realizada na Exponor, de 31 de Março a 3 de Abril. Os projectos apresentados pela escola de Lousado, um Kart Ecológico e um Veículo Solar, são duas Provas de Aptidão Profissional do Curso de Electrónica, Automação e Comando. Ambos os veículos são motorizados por dois motores eléctricos e alimentados por sistemas solares fotovoltaicos, com autonomia para duas horas. Estes projectos captaram a atenção dos visitantes da Qualific@ que não resistiram a experimentar uma curta viagem num veículo alternativo e amigo do ambiente.

veja a reportagem www.famatv.pt

Magda Ferreira

Incêndio em Jesufrei queima 4,5 hectares de mata

Funcionários da instituição ofereceram um presente a Jorge Carvalho

Um incêndio florestal destruiu, a semana passada, cerca de 4,5 hectares de mata em Jesufrei. O fogo deflagrou na passada sexta-feira, no lugar do Xisto, junto à zona industrial de Jesufrei, no mesmo local onde na quarta-feira anterior tinha havido um outro incêndio florestal. Na sexta-feira, as chamas estiveram activas durante cera de 10 horas. Os bombeiros foram chamados por volta das 14h30 e os trabalhos só foram dados como terminados já depois da meianoite. No total arderam cerca de 4,5 hectares de mata. No combate às chamas estiveram 18 homens e seis viaturas das duas corporações de bombeiros da cidade.


14

pública: 13 de Abril de 2011

freguesias

Centro Social de Esmeriz celebrou aniversário

10 anos ao serviço da comunidade “Dez anos de serviço. Dez anos a ser Casa de Amor. Dez anos a ser Casa da Palavra”. Eram estas as palavras que, motivadas pela comemoração o 10ºaniversário do Centro Social da Paróquia, se podiam ler à entrada do salão paroquial de Esmeriz, na manhã do passado domingo. O programa comemorativo da data foi simbólico, constando de uma eucaristia de acção de graças pelos 10 anos decorridos, seguindo-se o descerrar de uma placa comemorativa, a apresentação do Hino Oficial do Centro Social, o partir de um bolo comemorativo e a inauguração da mais recente sala de ensino pré-escolar, uma das diversas valências da instituição. Na cerimónia estiveram presentes diversas entidades religiosas e civis, nomeadamente o arcebispo primaz de Braga, D. Jorge Ortiga, que presidiu à eucaristia e à inauguração da nova sala; o pároco de Esmeriz e presidente da instituição, padre Mário Martins; o vereador da Educação e do Desporto, na Câmara Municipal, Leonel Rocha; o Presidente da Junta de Esmeriz, Jorge Silva, assim como as direcções e conselhos fiscais, actuais e passados, colaboradores, fornecedores e amigos do Centro Social. Na eucaristia e tendo como base a liturgia dominical escutada, D. Jorge Ortiga realçou a importância da missão de uma instituição como este centro social, dizendo que “vivemos numa sociedade que necessita de atitudes, compromisso e obra” e “onde as respostas sociais estão sobretudo nas mãos de cada um”. Já o presidente do Centro So-

D. Jorge Ortiga e o padre Mário Martins

cial e Paroquial agradeceu a presença de todos e referiu que ”este projecto surgiu da necessidade da população em ser provida de um equipamento social com várias respostas”. Por isso, “continuar este projecto de forma sustentável dependerá sobretudo da capacidade de se continuar um

Visita de estudo passou pelo Convento de Cristo

Alunos da Bento Jesus Caraça em Tomar As turmas do Ensino Profissional e dos Cursos de Educação e Formação da Escola Bento de Jesus Caraça partiram, na passada quinta-feira, bem cedo, rumo à Golegã, capital do cavalo. Da parte da manhã visitaram a Casa-Estúdio de Carlos Relvas e, à tarde, o Convento de Cristo, em Tomar, classificado pela UNESCO Património da Humanidade Nesta visita, alunos e professores tiveram a oportunidade de conhecer um pouco mais da vida de Carlos Relvas, pioneiro da fotografia em Portugal, assim como entrar no seu ateliê fotográfico, que foi o primeiro a ser construído de raiz em território português e que apresenta características únicas a nível mundial. De igual importância foi a passagem pelo Convento de Cristo que permitiu conhecer melhor a história deste monumento, seus espaços, sendo de destacar a Charola e a Janela do Capítulo que são simplesmente deslumbrantes, e os diferentes estilos de arte arquitectónica que testemunha. Esta iniciativa, que surgiu no âmbito das disciplinas de Por-

tuguês, Artes Visuais, Fotografia, Revelação e Impressão, foi, segundo a escola, “muito agradável e profícua para todos, tendo largamente contribuído, não só para a aquisição e consolidação de conhecimentos, como também para estreitamento dos laços de amizade e melhoramento das relações interpessoais de todos os participantes”. Entretanto, os alunos das turmas finalistas dos cursos CEF e respectivos encarregados de educação participaram, no dia 25 de Março, na acção de sensibilização “Promoção da Saúde nos Jovens Adolescentes”, realizada no âmbito da disciplina Cidadania e Mundo Actual. Esta sessão teve como oradora Liliana Peixoto, enfermeira no hospital de S. João do Porto, que alertou todos os presentes para a importância da promoção da saúde, os cuidados a ter com as doenças sexualmente transmissíveis, o planeamento familiar e a higiene pessoal dos jovens. A iniciativa contou também com a colaboração da psicóloga do SPO da escola, Ana Cristina Ribeiro, e da professora da disciplina, Daniela Ferreira.

trabalho de serviço útil à comunidade, continuando a gerar dinâmica e desenvolvimento de qualidade” continuou o padre Mário Martins, sublinhando que é essa qualidade “a marca de registo, distinção e reconhecimento deste centro, dentro e fora da nossa comunidade”.

Para assinalar Dia Internacional dos Monumentos e Sítios

Câmara promove visita-guiada à Central de Caniços

A Câmara Municipal de Famalicão promove no próximo sábado, dia 16, pelas 15h30, uma visita guiada à Central de Caniços, a mini-hidrica da antiga Empresa Têxtil Eléctrica, situada em Bairro. A iniciativa insere-se no âmbito das comemorações do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios que, este ano, está subordinado ao tema “Água, Cultura e Património”. Criada pelo Conselho Internacional dos Monumentos e Sítios, a 18 de Abril de 1982 e aprovada pela

UNESCO, esta comemoração tem como objectivo sensibilizar o público para a diversidade e vulnerabilidade do património, bem como para o esforço envolvido na sua protecção e conservação. Neste âmbito, a autarquia convida todos os interessados a conhecer melhor a Central de Caniços, disponibilizando para o efeito transporte a sair dos Paços do Concelho, pelas 15 horas. A inscrição é obrigatória, sendo limitada a 40 pessoas. Os interes-

sados podem inscrever-se na Casa da Cultura, sita na Rua Direita, através do e-mail geral@patrimoniodefamalicao.org, ou ainda do telefone 252320954. A Central de Caniços nasceu com a Empresa Têxtil Eléctrica que foi fundada em 1905 por uma sociedade de que fazia parte, entre outras, a histórica Sampaio Ferreira, constituindo um marco no património da região e um testemunho do engenho e da capacidade empreendedora das gentes de Famalicão. Foi a primeira experiência de produção e utilização de energia eléctrica no Vale do Ave, através da construção de uma mini-hídrica que, a partir de uma barragem instalada no rio Ave e com um gerador de 500 volts, accionava a fábrica. A empresa chegou mesmo a produzir electricidade para a casa dos seus proprietários, já que o fornecimento de energia eléctrica pública no concelho só se viria a concretizar-se em 1909.

Alunos da Bento Jesus Caraça em Tomar

Via Sacra reeditada em Ribeirão A Equipa da Pastoral Familiar, da Paróquia de Ribeirão, promoveu, no passado sábado, dia 10, uma Via Sacra no espaço contíguo à Capela de Santa Ana. Na celebração, presidida pelo pároco monsenhor Manuel Joaquim, participaram cerca de 200 fiéis. Esta celebração foi vivida de forma especial, pois foi revitalizada, após 14 anos de interregno. Para este facto muito contribui, por um lado, o espírito de iniciativa e empenho da Equipa Paroquial da Pastoral Familiar, bem como o facto de se realizar no renovado espaço do Souto de Santa Ana. O trajecto seguido por Jesus Cristo, carregando a Cruz do Pretório até ao Calvário, foi meditado com a ajuda dos 14 quadros colocados para o efeito. No final da celebração, monsenhor Manuel Joaquim, fez alusão à inauguração oficial do Souto de Santa Ana, que não chegou a acontecer por várias razões e que, desta forma passava a estar inaugurado com um acto da paróquia. Trata-se de um espaço aprazível que reúne, sempre que não chova, as condições ideais para a celebração da Via Sacra e de outros acontecimentos paroquiais. O pároco aproveitou ainda para agradecer, publicamente, à Junta de Freguesia e à Câmara Municipal “a excelente obra de requalificação” encetada naquele espaço.


pública: 13 de Abril de 2011 15

freguesias

Semana Intercultural e Mostra de Cursos Profissionalizantes envolveram alunos em múltiplas actividades

ATC abre inscrições para Corrida da Mãe

Didáxis deu-se a conhecer à comunidade

Estão abertas as inscrições para a VI Corrida da Mãe e o XI Famalicão-Joane dos Pequeninos, organizados pela Associação Teatro Construção (ATC). A iniciativa está marcada para o dia 8 de Maio, entre as 10h00 e as 11h30 e, como é hábito, para além das corridas e da caminhada, contará com demonstrações de step, jump fit, hip hop e uma mega aula de indoor cycling. As inscrições podem ser feitas até ao dia 7 de Maio, no FIT CLUB ATC ou no dia da prova, de manhã, junto à partida. Os interessados podem obter mais informações ou inscrições em desporto@atc.pt ou pelo telefone: 252 922175.

Cristina Azevedo

EBI de Pedome promove seminário sobre partilha Cristina Azevedo

Mostrar o trabalho que se faz na escola e desenvolver nos alunos o gosto por várias áreas foi o objectivo da Semana Intercultural e da Mostra de Cursos Profissionalizantes que decorreram, a semana passada, na Didáxis de Riba d’Ave. As ciências, o desporto, as artes e as línguas foram áreas onde se desenvolveram várias actividades, que acabaram por ser uma forma diferente de aprender. “O que se pretende é aliar a parte do conhecimento à experimentação, à arte e ao desporto”, afirmou ao OP Irene Alferes, directora pedagógica da Didáxis, sublinhando ainda que a semana e a mostra de cursos são também momentos privilegiados para dar a conhecer a cooperativa de ensino à comunidade, concretamente aos pais, já que muitas das actividades foram abertas à sua participação. Do programa destacou-se uma mostra de ciência experimental, inserida no projecto “Nossa Terra: Minha Mãe”, na qual alunos dos vários núcleos da Didáxis divertiam-se a fazer experiências e a mostrá-las a outros alunos, mais pequenos, do quarto ano, que visitavam a exposição. “Normalmente as ciências têm sempre, junto dos alunos, uma conotação muito negativa e o que pretendemos é levá-los a gostar da ciência e mostrar-lhes que a ciência tem muito de divertido”, explicou Luís Ferreira, coordenador do Departamento de Ciências Físico-Naturais da Didáxis. Na mostra houve ainda um espaço reservado à Matemá-

No átrio do polivalente decorreram workshops dedicados à ciência

tica, onde, através de jogos, cumprindo as regras, os alunos iam aprendendo Matemática. Mais uma vez o objectivo foi que os estudantes aprendessem Matemática, uma disciplina muitas vezes malamada, de forma divertida. Entretanto, no pavilhão da escola decorreu a IV Mostra de Cursos Profissionalizantes, uma actividade que se realiza de dois em dois anos, e que pretende mostrar, através de oficinas e trabalho ao vivo, toda a oferta formativa ao nível dos Cursos Profissionais, não só da Didáxis mas também de

outras escolas do concelho que foram convidadas a participar. “Orgulho-me de pertencer a um concelho que é tido como um exemplo nacional ao nível da rede do ensino profissionalizante”, afirma Irene Alferes, considerando que “é necessário, cada vez mais trabalhar mais em parceria e não estarmos de costas voltadas uns para os outros”, defendendo que “é isso que a Didáxis pretende”. Já o coordenador dos cursos profissionais da Didáxis não tem dúvidas de que este tipo de ensino está em cres-

cendo no país e no concelho: “na nossa escola já temos mais turmas do ensino profissional do que do ensino regular, o que demonstra que os alunos estão a enveredar por esta área para ingressar no mundo de trabalho, sendo que também lhes dá a possibilidade de prosseguir os estudos no ensino universitário”. No total, as actividades envolvem, durante três dias, mais de 2000 alunos e respectivas famílias e professores, além de instituições e empresas. veja a reportagem www.famatv.pt

Bicho-da-seda chega ao Agrupamento Nuno Simões

Alunos dos jardins-de-infância de Esmeriz e Cabeçucos, dos 5º e 8º anos e ainda do Clube de Ciências do Agrupamento de Escolas Dr. Nuno Simões estão envolvidos no projecto "Metamorfoses" que visa a criação do

bicho-da-seda e o estudo do seu ciclo de vida. Símbolo do dinamismo da vida e das diferentes formas que um mesmo ser vivo pode assumir, o bichoda-seda (Bombyx mori) constitui um exemplo fantástico das

transformações mágicas que ocorrem no mundo vivo. Neste sentido, surgiu a vontade de aproximar os alunos destes momentos tão especiais, propiciando condições para a investigação das metamorfoses do

Bombyx mori. Na concretização deste projecto, alunos e professores contam com a colaboração da professora Manuela Lopes, do departamento de Ciências Naturais da Escola EB 2,3 Augusto Gil, e do Departamento de Biologia da Universidade do Minho que dinamizará, com os alunos do 8º ano, sessões experimentais para estudo da anatomia externa da lagarta e da borboleta. Também o Serviço de Parques e Jardins da Câmara Municipal de Famalicão se disponibilizou para oferecer as folhas de amoreira (único alimento desta espécie). Com este projecto, o Agrupamento de Escolas Dr. Nuno Simões candidata-se ao prémio “Ciência na Escola”, promovido pela Fundação Ilídio Pinho.

O Agrupamento de Escolas de Pedome promove esta quinta-feira, dia 14, o II Seminário de Partilha Pedagógica, este ano subordinado ao tema “Partilhar e Reflectir para Melhorar”. Os trabalhos iniciam-se pelas 9h30, na EBI de Pedome e, ao longo da manhã, serão abordados temas como “viver em família na escola”, “partilha de um projecto de turma”, “a água, um tesouro” ou “água (com)vida”.

Seide S. Paio recebe bicicletas e motas antigas Há uma nova colectividade no concelho de Famalicão. É a Confraria de Bicicletas e Motas Antigas de Seide S. Paio que faz a sua apresentação oficial no próximo sábado, dia 16, com uma concentração dos clássicos de duas rodas. A iniciativa está marcada para as 15 horas, na Alameda da Igreja, seguindo depois, em passeio, pelos principais locais da freguesia.

Convívio do idoso e do doente em S. Cosme O Centro Social e Paroquial de Vale S. Cosme promove, no próximo domingo, dia 17, um convívio do doente e do idoso. O programa inicia-se pelas 10h30, com uma missa na igreja paroquial, seguindo-se um almoço na cantina da Didáxis. Pelas 15 horas arranca uma tarde recreativa para a qual estão convidados os familiares dos idosos. Entretanto, no final da Missa de Ramos do próximo domingo serão sorteados três cabazes de Páscoa, que estão em exposição nos cafés Koppus, Roseiral e Veiga, onde poderão ser adquiridas as rifas. A receita reverterá para o Centro Social.


16

pública: 13 de Abril de 2011

freguesias

Workshop para as férias da Páscoa

Secundária de Joane convida alunos a fazer ciência

Centenas de crianças passam férias na Didáxis

será a vez de apresentarem os trabalhos a um júri, bem como à comunidade escolar.

CNO da escola promoveu workshop sobre cuidados com as unhas

Nos próximos dias 19 e 20 de Abril, realiza-se na Escola Secundária Padre Benjamim Salgado um workshop intitulado: “Páscoa Três Sabores Vários Saberes”. O evento enquadrase num projecto, desenvolvido por um grupo de alunos do 12º ano, no âmbito da Área de Projecto e que concorreu à 9ª edição do Prémio Fundação Ilídio Pinho. Assim, esses alunos propuseram-se criar as condições necessárias para que, nos dois dias, outros alunos possam contactar activamente com os caminhos sinuosos da Ciência,

permitindo, deste modo, o enriquecimento do seu conhecimento científico. Assim, o projecto pretende trazer à escola os alunos, fora do tempo aulas, com vista à simulação do trabalho diário dos cientistas, em laboratório, estudando, experimentando, mas também interagindo com elementos da sua equipa. No dia 19, os alunos, quer da Escola Secundária PadreBenjamim Salgado, quer de outras escolas, trabalharão a partir de uma situação problema, em grupo e com a supervisão de alunos monitores. No 20,

Of i c i n a s o b r e s a ú d e e es t é t i c a No âmbito das Oficinas OPA – Oportunidade, Partilha, Aprendizagem –, promovidas pelo Centro Novas Oportunidades da Escola Secundária Padre Benjamim Salgado de Joane, cujo principal objectivo é partilhar saberes alcançados ao longo da experiência de vida dos adultos, Cristiana Pimenta que frequenta o processo de RVCC de nível secundário, dinamizou, em período pós-laboral, para formandos do CNO e elementos da comunidade educativa em geral, uma oficina intitulada “Saúde e Estética”. Nesta oficina, foram abordadas várias temáticas relacionadas as vertentes que estão associadas ao tratamento das unhas e as patologias que as afectam. Estas doenças compreendem fungos e micoses, psoríase, onicofagia (roer unhas) e deformações de relevo, e exigem o recurso a terapêuticas convencionais, como é o caso de medicação e acompanhamento de um profissional da saúde. Outro tema frisado foi os cuidados de higiene e segurança na actividade profissional em causa, entre eles a limpeza, desinfecção e esterilização de instrumentos de trabalho. Para além disso, numa óptica mais artística, falou-se da nail art que requer a imaginação e a criatividade no exercício deste ofício que para admiração da plateia já conhece alguns profissionais do género masculino. Na segunda parte da sessão, foi feita a demonstração das aprendizagens e competências da adulta, através da execução de uma manicure.

Docentes das escolas de Vale do Este terminam formação Os docentes do Agrupamento de Escolas de Vale do Este terminam a sua formação no âmbito da Educação Sexual. A acção, realizada pelos docentes dos 1º 2º e 3º ciclos, no âmbito do programa de Educação para a Saúde – Educação Sexual em Meio Escolar, teve inicio a 15 de Dezembro de 2010, decorreu durante a interrupção lectiva do Natal e concluiu-se a 30 de Março. A formação foi ministrada pelas enfermeiras Maria de Fátima Gomes e Maria do Sameiro Jorge do ACES – Ave III de Famalicão e pela psicóloga do agrupamento, Lucinda Fernandes.

A Didáxis de Riba de Ave tem sido destino de férias para duas centenas de crianças. Durante os primeiros três dias de férias da Páscoa, a Didáxis recebeu diariamente 200 meninos e meninas oriundos das escolas do 1ºciclo da Didáxis, da Avenida em Riba de Ave, de Bairro, da Carreira, de Ruivães, de Serzedelo e do Centro Social de Castelões/Pedome. Foram Férias Desportivas que colocaram as crianças a praticar andebol, voleibol, atletismo, ginástica e jogos tradicionais, cheias de energia e boa disposição. Uma actividade que se prolonga até, amanhã, quinta-feira, A organização destas férias esteve a cargo dos alunos do 12º ano do Curso Tecnológico de Desporto da Didáxis de Riba de Ave, em colaboração com os professores José Vaz e Jorge Gabriel. O é, em primeiro lugar, proporcionar bons momentos desportivos e divertidos aos mais novos. Em segundo lugar, preparar as Férias Desportivas da Câmara Municipal de Famalicão, já que eles efectuarão o seu estágio nesses moldes. Assim, a organização e a dinamização coube aos alunos; os professores apenas supervisionaram todos os passos.

ATC participa em torneio de basquetebol em Espanha Tal como nos últimos anos, os atletas das equipas da Academia de Basquetebol da ATC vão participar no Torneio Internacional Vilagarcia Basket Cup 2011, que se vai realizar nos próximos dias 21, 22 e 23 de Abril, em VilaGarcia de Arosa (Espanha). Considerado uma verdadeira festa do basquetebol, este ano o Vilagarcia Basket Cup é aberto apenas aos escalões de minibasquete (dos 6 aos 12 anos). Mesmo assim, contará com a participação de 72 equipas, reunindo mais de 800 atletas de diversos países da Europa. A ATC marcará presença no dia 22 de Abril com a participação de 3 equipas: Minis 10 Misto, Minis 12 Femininos e Minis 12 Masculino, num total de 36 atletas.

Centro Ciclista Avidos destaca-se em Roriz A equipa do Centro Ciclista de Avidos/A. Lemos esteve presente no passado domingo no 9º Prémio ACR Roriz, obtendo resultados positivos. Na categoria de benjamins, Ruben Rodrigues obteve o 5º lugar enquanto na categoria de infantis Nuno Faria alcançou um 2º lugar. Nas categorias de escalões superiores, David Ribeiro sprintou para um 3º lugar em cadetes e nos juniores João Gomes isolou-se para um 5º lugar. Na classificação por equipas, os cadetes obtiveram o 2º lugar da geral.

Doroteia Peixoto vence meia-maratona A atleta do Núcleo de Atletismo de Joane (NAJ), Doroteia Peixoto, foi a grande vencedora, no domingo, da Meia-Maratona de Vigo (Baiona-Espanha), com o tempo de 1h16m34s.Com partida na cidade espanhola de Vigo e a meta em Baiona, os milhares de atletas participantes percorrerem mais de 21 quilómetros, terminando a prova junto ao mar, em Baiona. Doroteia Peixoto obteve, assim, mais um triunfo na sua carreira numa prova internacional de grande prestígio.


pública: 13 de Abril de 2011 17

economia

Par4eam: líder em quiosques mul2média interac2vos e self-service

Empresa famalicense cresceu 20% em 2010

Miguel Soares, director executivo da PARTTEAM

Sofifiaa Abreu Silva

A empresa PARTTEAM, em Famalicão, nasceu no ano 2000. Hoje é uma empresa global de produtos e serviços interac2vos. A PARTTEAM surge na sequência do percurso profissional de Miguel Soares, licenciado em Engenharia Electrónica e Industrial pela Universidade do Minho. No fim do curso, Miguel Soares foi estagiar para uma empresa de telecomunicações, assumindo funções de director comercial. Mas, depressa o sonho PARTTEAM começa a desvendar-se. Em 2000 é criada a empresa, onde inicialmente se começou a trabalhar na área de sistemas de assiduidade, mas rapidamente “o paradigma alterou-se e passámos a trabalhar outras áreas, internet, mul2média e todos os serviços inerentes”. Em 2003, surge a oportunidade de entrarmos na área de negócio dos quiosques mul2média, algo que viria a alterar profundamente o des2no da PARTTEAM. “Hoje, essa área é o core business da empresa. É no fundo aí que nos sen2mos bem, somos fabricantes de todos os produtos que comercializamos

na área de quiosques mul2média, que tem pautado o sucesso da empresa ao longo destes úl2mos anos”, afirma o CEO Miguel Soares. A empresa PARTTEAM é uma empresa global de produtos e serviços interac2vos. Além dos quiosques mul2média, existem um conjunto de serviços que estão associados aos quiosques e nomeadamente à interac2vidade que fazem parte leque de soluções da empresa, “entre as quais mesas interac2vas, películas interac2vas para serem colocadas em vidro, sistemas de projecção para vidros e todo um conjunto de so!ware que permite desenvolver produtos interac2vos”. A aposta forte da PARTTEAM nos quiosques mul2média aconteceu em 2005, sobretudo quando a própria empresa começou a assumir a produção própria. “A par2r dessa altura começámos a ganhar muitos concursos públicos. Faço notar por exemplo que no ano passado ganhámos todos os concursos públicos em que par2cipámos”, evoca, mas a evolução mais posi2va, segundo Miguel Soares, “aquilo que foi o alavancar da empresa foi sobretudo a internacionalização”. Desde 2005/2006 que a empresa PART-

PARTTEAM recebeu o Estatuto PME Excelência 2010 em 14 de Dezembro de 2010

TEAM está no mercado internacional. “Começámos por Espanha, mas neste momento temos os nossos produtos a serem comercializados em 34 países, em alguns dos quais temos parceiros e distribuidores autorizados que os comercializam em regime de exclusividade”. A mul2plicidade de produtos é, na verdade, algo que tem servido para apontar em todas os sectores de ac2vidade. “Não estamos restringidos a uma área ou sector de ac2vidade. Temos produtos que estão orientados para determinado sector de ac2vidade, mas o nosso produto forte, que são os quiosques mul2média interac2vos, podem ser aplicados em qualquer 2po de empresa ou ins2tuição, pública ou privada”, refere. “Ao conseguirmos abranger todo o mercado essa poderá ser, eventualmente, uma das razões do nosso sucesso”, sustenta o CEO. Inovação em primeiro lugar Pelo currículo da PARTTEAM é fácil perceber por que razão esta empresa está entre as 1105 dis2nguidas com o Estatuto PME Excelência 2010, que assim se evidenciaram pelos

melhores desempenhos do universo das PME Líder nacionais. O reconhecimento entregue no passado dia 14 de Dezembro representa, para Miguel Soares, um crescimento sustentado. “Já há três anos que 3nhamos o estatuto de PME Líder. É, no fundo, a evolução con3nua da empresa a nível de resultados e é sobretudo o que nós procuramos con2nuamente, a excelência”. Em 2010, a PARTTEAM cresceu 20%, o que é “muito bom para um ano de crise, com diversos problemas económicos a todos os níveis”. Entretanto, para os próximos anos, a aposta é clara e passa por aumentar os “recursos humanos e tentar novas áreas de mercado”. Algo que já está a ser feito: “estamos no mês de Março e já contratámos mais três pessoas”. A empresa conta 15 colaboradores, sendo 80 a 90% quadros superiores. “Procuramos acima de tudo não perder o conceito de inovação, isso é fundamental na nossa empresa, portanto estamos sempre à procura de novos produtos. Em 2011 iremos lançar novos produtos, alguns dos quais bastante inovadores”. pub


18

pública: 6 de Abril de 2011

publicidade

Falecimentos Cândido Maria Marques, no dia 6 de Abril, com 85 anos, casado com Conceição Correia da Silva, da freguesia de Cavalões. Maria Amél ia Lopes Moreira, no dia 9 de Abril, com 84 anos, solteira, da freguesia de Gondifelos. Agência Funerária Palhares Balazar– Tel.: 252 951 147

Maria Amélia da Silva Marques, no dia 30 de Março, com 74 anos, viúva de José Maria Gomes de OIiveira, da freguesia de Vilarinho (Santo Tirso). Alzira Teresa Ferreira, no dia 30 de Março, com 84 anos, viúva de António de Oliveira, da freguesia de Serzedelo (Guimarães). João Mar tins da Costa, no dia 4 de Abril, com 70 anos, casado com Rita Freitas de Lemos, da freguesia de Serzedelo (Guimarães).

Maria Cândida, no dia 8 de Abril, com 95 anos, viúva de Joaquim Filipe, da freguesia de Ruílhe (Braga). Agência Funerária Arnoso - José Daniel Pereira Arnoso Santa Eulália - Telf. 91 724 67 03

Josefina Pereira da Costa e Silva, no dia 8 de Abril, com 84 anos, solteira, da freguesia de Vale S. Cosme.

Alípio Martins dos Santos Costa, no dia 6 de Abril, com 80 anos, viúvo de Zulmira Augusta da Costa, da freguesia de Vilarinho (Santo Tirso). Maria Cardoso Sampaio, no dia 9 de Abril, com 90 anos, viúva de Avelino da Costa, da freguesia de Serzedelo (Guimarães). Rosa Maria Castro de Araújo, no dia 9 de Abril, com 45 anos, casada com Joaquim Couto da Silva, da freguesia de Oliveira Santa Maria.

Agência Funerária Carneiro & Gomes Oliveira S. Mateus – Telm. 91 755 32 05

Agência Funerária das Quintães Vale S. Cosme – Tel.: 252 911 290

Manuel Gomes Ferreira, no dia 7 de Abril, com 57 anos, da freguesia de Barcelos. Isaura Teixeira de Azevedo, no dia 8 de Abril, com 85 anos, viúva de Manuel Ribeiro, da freguesia de Castelões. Carlos Gonçal ves Ferreira, no dia 9 de Abril, com 87 anos, casado com Maria Gonçalves da Silva, da freguesia de Areias (Santo Tirso). Maria da Purificação da Cunha Almeida, no dia 10 de Abril, com 63 anos, viúva de José Hilário Azevedo, da freguesia de Landim. Agência Funerária da Lagoa Lagoa – Telf. 252 321 594

Ermelinda Rosa de Sá, no dia 10 de Abril, com 96 anos, viúva de Manuel da Silva Maia, da freguesia de Ribeirão. Funerária Ribeirense Paiva & Irmão Lda Ribeirão – Telf. 252 491 433

José Gonçalves Sabino da Costa, no dia 6 de Abril, com 64 anos, casado com Rosa da Costa Pinho, da freguesia de Calendário. Carlos Alberto da Mota Dias Padrão, no dia 7 de Abril, com 89 anos, solteiro, da freguesia de Outiz. Agência Funerária Rodrigo Silva, Lda Vila Nova de Famalicão – Tel.: 252 323 176

David da Costa Ferreira, no dia 6 de Abril, com 91 anos, casado com Palmira Augusta Liberal, da freguesia de Lousado. Felix Moreira da Costa, no dia 8 de Abril, com 91 anos, viúvo de Olinda Alves Gil, da freguesia de Lousado. Agência Funerária Trofense, Lda (S. Martinho de Bougado) Trofa – Tel.: 252 412 727

Ermelinda Rosa de Sá

Dr. Gentil Dias Coelho, no dia 8 de Abril, com 73 anos, casado com Maria Celeste Martins de Brito Coelho, da freguesia de Fafe. Manuel Martins da Costa Júnior, no dia 7 de Abril, com 79 anos, casado com Maria Isabel da Costa e Silva, da freguesia de Burgães (Santo Tirso). Agência Funerária de Burgães Sede.: Burgães / Filial.: Delães Telf. 252 852 325

Jo sé da Silva Bar ros o M i ssa s d o 1 º A n i v e rs á r i o

Agradecimento e Missa 7º Dia No passado dia 10 do mês de Abril faleceu a D. Ermelinda Rosa de Sá, que residia na freguesia de Ribeirão. Seus filhos, noras, netos, e demais família, vêm por este meio agradecer a todas as pessoas que se incorporaram no funeral do seu ente querido e comunicar que a missa de 7º Dia será celebrada Sábado, dia 16, pelas 19 horas na Igreja Paroquial da Vila de Ribeirão. Desde já agradecem a todas as pessoas que se associaram à sua dor. Ribeirão, 13 de Abril de 2011

Sua esposa, filhos, genro e neta, vêm por este meio participar as missas do 1º Aniversário do seu falecimento, que serão celebradas dia 16 de Abril (sábado) pelas 18 horas na Capela Sr. dos Aflitos em Cruz, e no dia 17 de Abril (domingo), pelas 10:30 horas, na Igreja Matriz Nova de V.N. Famalicão. Desde já o seu profundo reconhecimento a quantas se dignarem assistir a este piedoso acto.

V.N. Famalicão, 13 de Abril de 2011 A Família


pública: 13 de Abril de 2011 19

publicidade

Feliz Páscoa

Gavião – Vila Nova de Famalicão

Joaquim Moreira Pinto MISSA DO 6º ANIVERSÁRIO DO FALECIMENTO

A Família de Joaquim Moreira Pinto vem por este meio comunicar às pessoas de suas relações e amizade que será celebrada Missa pela alma do seu ente querido, Domingo, dia 17 de Abril, pelas 11,15 horas, na Igreja de Paroquial de Gavião. Desde já agradecemos a todos quantos participem neste acto religioso. A Família

Fábrica Serração dos Moutados, Lda.

FUNERÁRIA S. JORGE RIBEIRO & SALAZAR, LDA. Rua Padre José Gonçalves - Pevidém Tel.: 253 533 396 Filial: Rua S. João Batista - Brito Tel.: 253 572 407 Resid.: Lugar das Fontainhas - Pedome

Manuel Correia Marinho

Tel.: 252 987 659 • Telm.: 917 570 657 / 917 268 696

10º Aniversário Falecimento

SERVI ÇO PER MA NEN TE

A Fábrica de Serração dos Moutados, Lda. vem por este meio comunicar que irão realizar-se duas Missas de Sufrágio. Dia 21 pelas 19h15 será celebrada uma missa, na Igreja Matriz Nova de Vila Nova de Famalicão, e outra pelas 19:30h na Igreja Paroquial de Jesufrei.

V.N. Famalicão, 13 de Abril 2011 A Gerência

E-mail: funerariasjorge@mail.telepac.pt

MARIA DE FÁTIMA SOUSA RIBEIRO

PÁSCOA FELIZ Rua Albano Coelho Lima - Pevidém Tel.: 253 533 396


20

pública: 13 de Abril de 2011

freguesias pub

Patrulha Pombo levou 500 escuteiros até Gaia No passado dia 26 de Março, realizou-se o IV Dia da Patrulha Pombo do núcleo escutista de Famalicão, constituída pelos agrupamentos de Areias, Bairro, Landim, Avidos, Sequeirô, Lama, Vila das Aves, Palmeira, Seide, Carreira e Bente. A iniciativa levou até Vila Nova de Gaia mais de 500 escuteiros sob o imaginário de Robin dos Bosques e o seu lema de “roubar aos ricos para dar aos pobres”. Os contingentes dos agrupamentos (“os valentes”) saíram das suas “províncias” cerca das oito horas da manhã e, já junto ao Cais de Gaia, realizouse a cerimónia de abertura, animada pelos “bobos da corte” e com a mensagem de “D. Sancho I, Rei de Portugal” que, no imaginário, enviou os “valentes até terras de sua majestade para a libertação do Rei Ri-

cardo”, com a ajuda do herói Robin dos Bosques. Assim, uma visita às caves do Vinho do Porto, antecedeu um cruzeiro nas águas do douro, simbolizando a viagem para Inglaterra e que foi sem dúvida um dos momentos altos do dia, com animação, alegria e apreciação de uma paisagem encantadora das pitorescas zonas ribeirinhas do Porto e Gaia, passando pelas seis pontes que ligam as margens. Após o almoço, quando se preparava a libertação do Rei Ricardo em pleno quartel da Serra do Pilar, o mau tempo obrigou à anulação da caminhada e respectivos jogos, mas não anulou o entusiasmo dos “valentes” que fizeram uma festa no parque Zé da Micha, terminando o dia com a celebração da eucaristia na Igreja de Santa Marinha.

Lacabi: um conceito diferente e inovador Abriu oficialmente ao público no passado dia 2 de Abril, um novo espaço comercial, que apresenta um conceito inovador. Instalada na antiga outlet da Tiffosi, na Avenida 3 de Julho, na vila de Ribeirão, a Lacabi-Sociedade Comercial, Lda. comercializa, no mesmo espaço, vestuário, calçado, têxteis lares e chocolates gourmet. Com uma decoração moderna e muito atraente o espaço comercial alia a qualidade aos preços que são acessíveis a toda a gente. Tendo como objectivo apresentar algo diferente e inovador, a gerência apresenta o espaço como uma novidade para o público porque não se optou só pelo vestuário, já que é um sector com muita oferta. Foi aliado um conjunto de outros artigos que interessam a todos. O estabelecimento ficou instalado num lugar com muita história na vila e no dia da inauguração as pessoas foram recebidas com champanhe e chocolate e deixaram muitos elogios, apelidando a loja de “O novo Centro Comercial de Ribeirão”. Na Lacabi poderão encontrar vestuário de Homem, Senhora e Criança, pijamas, uma vasta variedade de chocolates, peças de decoração, utilitários de cozinha, vidros de mesa e decoração, atoalhados, velas, sabonetes, ambientadores, etc… ali é fácil encontrar o presente prefeito.

Céu Cabeleireiros organiza evento para noivos Decorreu na Quinta de Vila Verde, no passado sábado, dia 2 de Abril, um desfile de penteados artísticos organizado por Céu Cabeleireiros, em parceria com a Quinta de Vila Verde e com a colaboração de Risca Design, Noivartis e Susana Mendes Beauty Center. Antes do desfile propriamente dito, o evento foi animado pelas actuações da cantora Cristina Faria e dos bailarinos Let’s Dance. No final da noite houve bolo, champanhe e novamente música. Entretanto, no domingo, dia 3, decorreu uma exposição de vestidos e fatos para noivos, de alianças de casamento e de outros artigos para noivos. A mostra foi ainda acompanhada de elaboração de penteados ao vivo. Mais uma vez a iniciativa foi promovida pela Céu Cabeleireiros e Quinta de Vila Verde, em parceria com a Noivartis, Ourivesarias Milenium, Susana Mendes Beauty Center e Grande Angular Fotografia e Vídeo. Durante os dois dias foram ainda realizadas apresentações e visitas à Quinta de Vila Verde. pub


FELIZ PÁSCOA Páscoa: uma das datas mais importantes do calendário litúrgico

Da Quaresma ao domingo da Ressurreição A Páscoa está a chegar. Esta é a data mais importante (a par do Natal) do calendário religioso dos cristãos: simboliza a morte e ressurreição de Jesus Cristo. A origem da palavra em hebraico é “Pessach”, que significa passagem, neste caso a passagem da morte para a vida, simbolizada na ressurreição de Cristo. Este período está repleto de celebrações que culminam com a visita do Compasso no domingo de Páscoa, ainda com muita tradição na região do Minho. Mas há outros momentos importantes. A quaresma, período que agora atravessamos, decorre 40 dias antes da Páscoa e pretende ser um tempo de reflexão, de penitência e de oração, que convida os cristãos a prepararem-se para a alegria pascal da ressurreição de Cristo. Já no próximo domingo, dia 17, acontece outro momento importante destas celebrações: o domingo de Ramos, que marca também o início da Semana Santa. O domingo de Ramos é a festa litúrgica que celebra a entrada de Jesus Cristo na cidade de Jerusalém. Nesse dia, são comuns procissões em que os fiéis levam consigo ramos de oliveira, o que originou o nome da celebração. Segundo os Evangelhos, Jesus foi para Jerusalém para celebrar a Páscoa Judaica com os discípulos. Ao entrar na cidade foi aclamado pela

população como o Messias, o Rei de Israel. A multidão aclamava: "Hosana ao Filho de Davi!". Isto aconteceu alguns dias antes da sua Paixão, Morte e Ressurreição O domingo de Ramos é também um dia especial para padrinhos, madrinhas e afilhados. A tradição manda que os afilhados, sobretudo os mais pequenos, enfeitem os ramos de oliveira que vão benzer e os entreguem aos padrinhos ou madrinhas. Ainda hoje é comum verse esses raminhos enfeitados com papelinhos multicolores, em forma de laços ou flores. Também já há floristas que enfeitam e vendem os ramos de oliveira. Há também quem pre-

fira oferecer ramos de flores ou vasos aos padrinhos e às madrinhas, sempre à espera de receber o folar e as amêndoas ou ovos de chocolate. Para personalizar os seus raminhos, os afilhados podem sempre juntarlhes um cartão, onde poderão fazer um desenho e escrever uma mensagem de boa Páscoa. A quadra pascal é também aproveitada por muitos para gozarem umas mini-férias. E este ano o calendário veio mesmo a calhar. São quatro dias seguidos, entre o feriado de Sexta-feira Santa (dia 22 de Abril), o sábado, o domingo de Páscoa e a segunda-feira que coincide com o feriado do 25 de Abril.

Afinal, porque é que a Páscoa é tão tarde? A Páscoa é, este ano, celebrada no dia 24 de Abril. Uma data “alta” que levou, inclusive, a que a pausa no ano lectivo se fizesse nas duas semanas que antecedem o domingo de Páscoa e não uma semana antes e outra depois, como é hábito. E porque é que isso acontece? Lembra-se da magnífica lua cheia do passado dia 19 de Março e que foi a maior dos últimos 18 anos? Pois, foi por culpa dela que a Páscoa se viu empurrada para mais tarde no calendário. A Páscoa é um feriado católico, mas a data é calculada em função da astronomia: celebra-se no primeiro domingo a seguir à primeira lua cheia após o equinócio da Primavera, que aconteceu a 20 de Março. Uma vez que este ano houve uma lua cheia imediatamente antes do equinócio, há que esperar pela próxima lua cheia e pelo domingo que se segue para celebrar a Páscoa. E esse domingo é o dia 24 de Abril. pub


22

pĂşblica: 13 de Abril de 2011

publicidade


especial

Via sacra vai percorrer a cidade na sexta-feira

pública: 13 de Abril de 2011 23

Freguesias também assinalam Paixão e Morte de Cristo J o ane O agrupamento do Corpo Nacional de Escutas de Joane, com a colaboração da Fraternidade Nuno Álvares e da paróquia, realiza no próximo sábado, dia 16, às 21 horas, uma viasacra ao vivo. Serão 14 estações encenadas pelos escuteiros, que terão início à saída da igreja paroquial, percorrendo o Cruzeiro, Largo 3 de Julho (parte de cima) e terminando no interior da igreja. Cr u z Um grupo de jovens da freguesia de Cruz realiza, pelo quarto ano, uma via-sacra encenada, no próximo domingo, dia 17, pelas 21 horas, no Largo do Senhor dos Aflitos. O grupo tentará transmitir, com o máximo de realismo, as 14 estações vividas por Jesus, no caminho para o Calvário, até à sua morte na Cruz.

A Confraria das Santas Chagas e a Paróquia de Santo Adrião, responsáveis pelas celebrações da Semana Santa na cidade de Famalicão, promovem uma via sacra, na próxima sexta-feira, dia 15, com início às 21h30, na antiga Matriz. A via sacra vai percorrer as 12 estações assinaladas por uma cruz nas ruas da cidade. As cruzes, que nesta altura já se encontram colocadas pela cidade, pretendem ser símbolo da “passagem da morte à vida”. A presença das cruzes pretende também fazer parar as pessoas apressadas que passam e levá-las a interrogar-se “O que faz aqui esta Cruz?”. Por isso, este

ano, a organização das celebrações convidou todos os movimentos da paróquia a decorar essas mesmas cruzes que surgem pintadas, com flores, com Cristos, sem Cristos, apenas de madeira negra… “Não estão ali para decorar, mas para incomodar, chamar a atenção, interpelar”, afirma, a propósito, José Pedro Sousa, juiz da Confraria das Santas Chagas. Depois, no dia de Páscoa, será colocada em cada uma dessas cruzes uma coroa de flores brancas. Quanto à Via Sacra, terá início na antiga Igreja Matriz, seguindo pela Rua de Santo António, Praça D. Maria II, Rua Alves Roçadas,

Avenida 25 de Abril, Rua Direita, Rua Francisco Alves, Rua Álvaro Castelões e encerrando na nova Matriz. Bênção e Missa dos Ramos Entretanto, no domingo celebra-se o Dia de Ramos, que pretende lembrar a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, dias antes da Sua Paixão e Morte na cruz. Este dia é também vivido com particular intensidade na cidade. As celebrações iniciam-se pelas 9h30 com a bênção dos ramos, na Praça 9 de Abril, seguindo depois em procissão até à nova Igreja Matriz, onde será celebrada a Missa de Ramos. pub

La go a A Associação Cultural S. Salvador da Lagoa (LACS) vai levar a efeito, no próximo domingo, dia 17, uma representação ao vivo, em oito actos, dos momentos mais dramáticos da vida de Jesus Cristo. Tratando-se da primeira iniciativa do género que esta jovem associação leva à cena, a representação, que conta com a presença de aproximadamente 80 figurantes, percorrerá diversas ruas da freguesia, ao longo das quais serão representados os diversos quadros da via sacra. O início está marcado para as 16h30, na Rua Urbanização da Pena, terminando junto à Igreja Paroquial. L em e n h e No próximo domingo, dia 17, pelas 18 horas, o recinto da Nossa Senhora do Carmo, em Lemenhe, será palco para uma encenação sobre os quadros bíblicos que narram a Paixão de Cristo. Trata-se de uma iniciativa do Conselho Pastoral de Lemenhe, na qual participam cerca de 30 personagens, pertencentes às várias forças vivas da freguesia, em especial o Greculeme, Grupo de Jovens, Grupo Coral e Escuteiros. pub


24

pĂşblica: 13 de Abril de 2011

publicidade


especial

pública: 13 de Abril de 2011 25 pub

Para crianças e jovens

Associação Gerações promove “Ludoférias” da Páscoa

A Páscoa é também sinónimo de pausa nas actividades lectivas e, por isso, uma preocupação acrescida para os pais. Como ocupar as crianças durante as férias, é a pergunta que muitos colocam. A pensar nisso, algumas associações e instituições já promovem actividades para as pausas escolares. È o caso da Associação Gerações que, na passada segunda-feira iniciou o programa “Ludoférias da Páscoa”, que consiste num conjunto de iniciativas lúdicas, culturais e desportivas destinadas às crianças e aos jovens de Famalicão. Desporto, jogos tradicionais, ecologia, actividades culturais, música, “ateliers” de culinária, actividades de expressão plástica, visitas de estudo, leitura e uma caminhada pelo Parque Nacional da Peneda Gerês, são os “ingredientes” principais destas “Ludoférias” que vão decorrer até ao dia 21 de Abril. As actividades começam logo pela manhã e estendem-se por todo o dia, numa resposta que se pretende de grande qualidade para to-

das as famílias que procuram uma alternativa para os seus filhos em tempo de férias. Animadores culturais e outro pessoal técnico da Associação Gerações estarão em permanência na dinamização das várias actividades. A alimentação, com excepção do lanche da manhã, é fornecida diariamente pela associação e as deslocações ao exterior estão também garantidas em meios de transporte da “Gerações”. Workshop de arranjos fl flo orais Entretanto, também a pensar na Páscoa a Associação Gerações promove, esta quintafeira, dia 14, um workshop de Artes Florais, entre as 19 e as 21 horas, na sua sede. A actividade terá como principal objectivo transmitir algumas técnicas de elaboração de arranjos florais, voltados para a temática do Domingo de Ramos. O workshop será realizado por uma florista, e tem um custo de participação de 5 euros.

Mesas de Páscoa na Forave Foi a forma original que a Forave, de Lousado, encontrou para celebrar a Páscoa e encerrar o segundo período lectivo do ano escolar: lançou um desafio a todos os alunos para participarem no concurso “Mesas de Páscoa. Todas as turmas empenharam-se em decorar as mesas de acordo com as regras do concurso, com muita criatividade, originalidade,

doces tradicionais, tapetes de flores, o alegre tilintar da campainha da Páscoa, a cruz e o Cristo executados pelos formandos do EFA de Serralharia Mecânica e até dois lindos exemplares de roedores, os verdadeiros coelhos da Páscoa. A actividade resultou numa manhã competitiva, mas muito saudável e divertida. Todos partilharam as iguarias das suas me-

sas, incluindo a dos funcionários da escola que também quiseram participar. Todas as mesas foram vencedoras pela beleza e pelo recheio. No entanto, o prémio foi para a da turma de Electrónica, Automação e Comando do 1º ano que, para além de cumprir com todos os requisitos, teve um pitada deliciosa de humor.

Câmara proporciona Férias Desportivas Todos os anos, por altura das férias escolares de Natal e da Páscoa, a Câmara Municipal de Famalicão, através do pelouro do Desporto, proporciona as Férias Desportivas, uma iniciativa dirigida a todas as crianças que frequentam o 1.º ciclo do ensino básico do concelho, e que pretende ocupar de forma sadia e divertida este período de pausa escolar. Este ano não é excepção e entre 18 e 21 de Abril, a autarquia promete para os mais novos dias repletos de surpresas e actividades desportivas. Entre o pavilhão municipal e as piscinas, as crianças

praticam diversas modalidades como o basquetebol, o voleibol, o andebol, o futebol e a natação, mas os jogos tradicionais e a dança também marcam presença. Todas as actividades são vigiadas por técnicos municipais de Educação Física que acompanham de perto todas as brincadeiras e apoiam os mais novos na aprendizagem de novos desportos, proporcionando um maior enriquecimento desportivo. No último dia será proporcionada uma viagem à Bracalândia, em Penafiel.

pub


26

pública: 13 de Abril de 2011

publicidade

Serviço de Finanças de VILA N.FAMALICAO-1.-0450

Serviço de Finanças de VILA N.FAMALICAO-1.-0450

Anúncio Venda e Convocação de Credores

Anúncio VENDA

N.º da Venda: 0450.2010.197 - Fracção autónoma designada pela letra C, composto por aparcamento automóvel, com o n.º 3, no bloco 1, na cave, com uma área bruta privativa de 12,50m2, sito no Lugar de Casa Nova, Lt 12, Edifício Casa Nova. Inscrito na matriz predial urbana sob o artigo 1222, fracção C da freguesia de Riba de Ave, concelho de Vila Nova de Famalicão e descrito na Conservatória do Registo Predial de Vila Nova de Famalicão sob a descrição n.º 399/19970205-C. Processo Executivo 0450201001060856. TEOR DO ANÚNCIO Gabriel Torres Bezerra, Chefe de Finanças do Serviço de Finanças VILA N.FAMALICAO-1.-0450, sito em R. ERNESTO CARVALHO EDIF. MILAO R/C, VILA N. FAMALICAO, faz saber que irá proceder à venda por meio de propostas em carta fechada, nos termos dos artigos 248.º e seguintes do Código de Procedimento e de Processo Tributário (CPPT), do bem acima melhor identificado, penhorado ao executado infra indicado, para pagamento de divida constante em processo(s) de execução fiscal. É fiel depositário(a) o(a) Sr(a) MOBELITE - EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS LDA, residente em BAIRRO, que deverá mostrar aquele bem a qualquer potencial interessado (249.º/6 CPPT), entre as 10:00 horas do dia 2011-04-13 e as 10:00 horas do dia 2011-05-30 O valor base da venda (250.º CPPT) é de € 1.834,00. As propostas deverão ser enviadas via Internet, mediante acesso ao “Portal das Finanças”, em www.portaldasfinancas.gov.pt na opção “Venda de bens penhorados” ou entregues neste Serviço de Finanças, em carta fechada dirigida ao Chefe do Serviço de Finanças, mencionando o número da venda no envelope e na respectiva proposta, indicando nesta ultima, nome, morada e número de identificação fiscal do proponente. O prazo para recepção de propostas termina às 10:00 horas do dia 2011-05-31 procedendo-se à sua abertura pelas 10:00 horas do dia 2011-05-31, na presença do Chefe do Serviço de Finanças (253.º/a CPPT). Não serão consideradas as propostas de valor inferior ao valor base da venda (250.º/c CPPT). Se o preço mais elevado, com o limite mínimo do valor base para venda, for oferecido por mais de um proponente, abre-se licitação entre eles, salvo se declararem que pretendem adquirir o(s) bem(ns) em compropriedade (253.º/b CPPT). Estando presente só um dos proponentes do maior preço, pode esse cobrir a proposta dos outros, caso contrário proceder-se-á a sorteio (253.º/c CPPT). A totalidade do preço deverá ser depositada, à ordem do órgão de execução fiscal, no prazo de 15 dias, contados do termo do prazo de entrega das propostas, mediante guia a solicitar junto do órgão de execução fiscal, sob pena das sanções previstas na lei do processo civil (256.º/e CPPT e 898.º Código de Processo Civil - CPC). No caso do montante superior a 500 unidades de conta, e mediante requerimento fundamentado, entregue no prazo de 5 dias, contados do termo do prazo de entrega de propostas, poderá ser autorizado o depósito, no prazo mencionado no parágrafo anterior, de apenas a uma parte do preço, não inferior a um terço, e o restante em até 8 meses (256.º/f CPPT). A venda pode ainda estar sujeita ao pagamento dos impostos que se mostrem devidos, nomeadamente o Imposto Municipal Sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis, o Imposto do Selo, o Imposto Sobre o Valor Acrescentado ou outros. Mais, correm anúncios e éditos de 20 dias (239º/2 e 242º/1 CPPT), contados da 2.ª publicação (242º/2), citando os credores desconhecidos e os sucessores dos credores preferentes para reclamarem, no prazo de 15 dias, contados da data da citação, o pagamento dos seus créditos que gozem de garantia real, sobre o bem penhorado acima indicado (240º/CPPT).

PRECISA-SE

N.º da Venda: 0450.2011.54 - Uma máquina de bordajar, de cor verde da marca NATALE PARMA, em razoável estado de conservação e em funcionamento. Proc. Exec. 0450200801017268

DE CHAPEIRO ZONA DE GONDIFELOS BEM REMUNERADO

TEOR DO EDITAL

Contactar: 96 357 18 05

Gabriel Torres Bezerra, Chefe de Finanças do Serviço de Finanças VILA N.FAMALICAO-1.-0450, sito em R. ERNESTO CARVALHO EDIF. MILAO R/C, VILA N. FAMALICAO, faz saber que irá proceder à venda por meio de propostas em carta fechada, nos termos dos artigos 248.º e seguintes do Código de Procedimento e de Processo Tributário (CPPT), do bem acima melhor identificado, penhorado ao executado infra indicado, para pagamento de divida constante em processo(s) de execução fiscal. É fiel depositário(a) o(a) Sr(a) FERNANDO MANUEL DA SILVA TEIXEIRA, residente em VILA NOVA DE FAMALICAO, que deverá mostrar aquele bem a qualquer potencial interessado (249.º/6 CPPT), entre as 10:00 horas do dia 2011-03-02 e as 18:00 horas do dia 201105-03 O valor base da venda (250.º CPPT) é de € 1.400,00. As propostas deverão ser enviadas via Internet, mediante acesso ao “Portal das Finanças”, em www.portaldasfinancas.gov.pt na opção “Venda de bens penhorados” ou entregues neste Serviço de Finanças, em carta fechada dirigida ao Chefe do Serviço de Finanças, mencionando o número da venda no envelope e na respectiva proposta, indicando nesta ultima, nome, morada e número de identificação fiscal do proponente. O prazo para recepção de propostas termina às 10:00 horas do dia 2011-05-04 procedendo-se à sua abertura pelas 10:00 horas do dia 2011-05-04, na presença do Chefe do Serviço de Finanças (253.º/a CPPT). Não serão consideradas as propostas de valor inferior ao valor base da venda (250.º/c CPPT). Se o preço mais elevado, com o limite mínimo do valor base para venda, for oferecido por mais de um proponente, abre-se licitação entre eles, salvo se declararem que pretendem adquirir o(s) bem(ns) em compropriedade (253.º/b CPPT). Estando presente só um dos proponentes do maior preço, pode esse cobrir a proposta dos outros, caso contrário proceder-se-á a sorteio (253.º/c CPPT). A totalidade do preço deverá ser depositada, à ordem do órgão de execução fiscal, no prazo de 15 dias, contados do termo do prazo de entrega das propostas, mediante guia a solicitar junto do órgão de execução fiscal, sob pena das sanções previstas na lei do processo civil (256.º/e CPPT e 898.º Código de Processo Civil - CPC). No caso do montante superior a 500 unidades de conta, e mediante requerimento fundamentado, entregue no prazo de 5 dias, contados do termo do prazo de entrega de propostas, poderá ser autorizado o depósito, no prazo mencionado no parágrafo anterior, de apenas a uma parte do preço, não inferior a um terço, e o restante em até 8 meses (256.º/f CPPT). A venda pode ainda estar sujeita ao pagamento dos impostos que se mostrem devidos, nomeadamente o Imposto Municipal Sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis, o Imposto do Selo, o Imposto Sobre o Valor Acrescentado ou outros. IDENTIFICAÇÃO DO EXECUTADO N.º de Processo de Execução Fiscal: 0450200801017268 (e apensos) NIF/NIPC: 507621212 Nome: EUROSTIMULO FABRICO E COMERCIO DE MARMORES LDA Morada: R JOSE FREITAS DIAS, NR 4001 - V N FAMALICÃO - VILA NOVA DE FAMALICAO O Chefe de Finanças Gabriel Torres Bezerra 2ª Publicação - Jornal Opinião Pública, 13 de Abril 2011

CRIANÇAS E JOVENS MODELOS FOTOGRÁFICOS

PARA PUBLICIDADE E PASSERELLE TLM: 915 363 552 OU 969 581 488

ARRENDA-SE Apartamento T1 com garagem na cidade 360,00 euros (cond. Incluido) Tlm 919 052 347

PRECISA-SE COMERCIAIS(M/F) Produto Sem Concorrência Boa Apresentação Viatura Serviço Ordenado Base+Prémios Elevado Sistema Comissões

Contacto: 935 232 668

ARRENDA-SE A partir de Maio de 2011 ficará disponível para exploração de actividade comercial espaço que compõe a sede do centro social, cultural e desportivo de S. Cláudio, freguesia de Antas. Para mais informações os interessados deverão contactar a presidente da assembleia da associação através do tlm: 919768510

IDENTIFICAÇÃO DO EXECUTADO N.º de Processo de Execução Fiscal: 0450201001060856 NIF/NIPC: 504688111 Nome: MOBELITE - EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS LDA Morada: R DE LAGOÇOS N 364 - BAIRRO - BAIRRO O Chefe de Finanças Gabriel Torres Bezerra

“A7” SEIDE A 500 m ESPAÇO GENERALISTA 1.000m2 OBRA+VIAB. AMPL 3.200 m2 TERRENO - 100 mFrt. DÁ PARA TUDO 969 010 914

1ª Publicação - Jornal Opinião Pública, 13 de Abril 2011

Transportes

OPORTUNIDADE ÙNICA

de Mercadorias

Gabinete de Contabilidade Em V.N. de Famalicão Constituído há 20 anos, Carteira garantida clientes Totalmente equipado e bem Situado, instalações alugadas, renda Antiga e sem encargos c/pessoal Livre de ónus ou encargos Procura economista / TOC Trabalhador ou investidor Para negociar quota 50% ou 100% Preço a combinar c/ facilidades de Pagamento.

Mudanças Distr. de Publicidade ALVARÁ N.º 14030/2007 Tlm. 968 380 719 - 916 938 215 E-mail: franciscopinto_@hotmail.com

Resposta a este jornal ao anúncio: 987

VENDO MORADIA GEMINADA COMO NOVA ARREDORES DE FAMALICÃO ÁREA - 300M2 PREÇO - 117,50€ CONTACTO: 91 22 69 724 / 91 49 46 141

Empresa do ramo alimentar, sita no concelho de Vila Nova de Famalicão, procura

ADMINISTRATIVO (M/F) Pretende-se pessoa habilitada para executar tarefas de escritório, gestão de contas correntes, facturação. Requisitos: - Habilitações mínimas ao nível do 12º Ano - Experiência a trabalhar com o Microsoft Office, principalmente, com o Excel e Word; - Experiência de utilização do software de Gestão PHC (factor preferencial) - Conhecimentos de contabilidade - Residente na área geográfica da empresa - Dinâmico e com disponibilidade e responsabilidade Oferece-se: Possibilidade de integração numa equipa jovem e dinâmica e de progressão na carreira profissional. Retribuição de acordo com a experiência demonstrada. As respostas devem ser enviadas por e-mail, acompanhadas do currículo, para o endereço electrónico rh.administrativo@mail.telepac.pt


pública: 13 de Abril de 2011 27

praça pública

Pensam que eu sou preto

Pelos quatro cantos da ca(u)sa Domingos Peixoto

A revolução de Abril trouxe, para quem tem mais de 50 anos, a esperança na liberdade, democracia, responsabilidade e direitos. Nomeadamente passou a dizer-se que os representantes do povo – os executores do poder – aos vários níveis, haviam de sê-lo de corpo inteiro; na dignidade, respeito, honestidade, desempenho e na honra. Porém, face ao que vemos à volta e às notícias que a comunicação social dá conta, tal não passa de miragem, sendo corrupção, má educação, imoralidade e descalabro no desempenho da coisa pública os vértices do paradigma actual. Em breve estadia em Madrid, 5ª feira, ao pequeno-almoço pude ler, no El País, a propósito de medidas de contenção da crise, que apenas 4 dos euro deputados espanhóis haviam votado a favor da obrigatoriedade das suas viagens em classe turística. Noutro passo apresentava a fotografia de uma jovem deputada, resumindo: “entrou no Parlamento e lá se manteve apenas alguns minutos, suficientes para garantir a sua dieta”; leia-se os abonos por ter estado presente... Como se vê – o exemplo não será diferente em todos os outros grupos nacionais – crise e sacrifícios sim, mas para os que pagam todas estas mordomias! A AR, aprovou lei que “alarga” as despesas que certos titulares públicos podem autorizar, sem controlo dos órgãos respectivos, arguindo a celeridade e interesse público... Havia poucas derrapagens...

E poucas colocações nos privados após saída do poder... É preciso esvaziar o Tribunal de Contas... O edifício, porventura mais antigo e bonito do concelho, concebido de raiz, ainda em funções, para escola primária, tem sido objecto de algumas remodelações, nomeadamente propagandísticas, apresentando no seu recinto alguns obstáculos que já causaram acidentes de certa gravidade. No último, uma criança caiu tendo sido suturada no hospital com 18 pontos, num joelho. Procurando prevenir novos acidentes, a responsável da escola liga ao Presidente da Junta: “Aconteceu um acidente naquele sítio... “. Argumenta o dito: “...que quer que lhe faça, quer que vá aí fazer-lhe o curativo? Essa escola só me dá problemas...” remata, arrogante. Pelo S. Martinho, levando castanhas à mesma escola, para o magusto, o Presidente da Junta parou a viatura enfrente ao edifício e anunciou-se; quando chegava uma auxiliar, estando por perto uma professora “mulata”, indagou: Vem sozinha, é preciso mais alguém... Ou pensam que sou preto?! Fim de Fevereiro, início de Março, a viatura de 9 lugares de uma junta de freguesia – por acaso, no livrete, apenas de 3 lugares e caixa – foi em longo passeio com 5 casais, alegadamente “à procura” de local de convívio para a respectiva freguesia... São – tudo – exemplos de corpo inteiro; na dignidade, respeito, honestidade, desempenho e honra.

Modus Vivendi J. Mário Teixeira

Estes, foram dias de autênticos prodígios. O Congresso do PS esmerou-se na árdua tarefa de demonstrar que os socialistas não têm estado na governação. Sim, é verdade: nada do que aconteceu lhes diz respeito. Por outras palavras, a culpa do que vai mal, é dos doutros partidos. Nada se deve à governação socialista. O prodígio da falácia. Fernando Nobre aceitou encabeçar a lista de Lisboa do PSD. O independente que quer distâncias de lógicas partidárias, depois de ter sido candidato contra Cavaco Silva, visará agora rumar para a Presidência da Assembleia da República na senda da máquina laranja. A continuar a este ritmo ainda veremos Fernando Nobre a tentar recuperar a Câmara da mítica Grândola para o PCP nas próximas autárquicas. O prodígio da cidadania. Depois, o FMI e a União Europeia, a vasculhar as nossas contas, fare-

D’Esguelha Gouveia Ferreira

Os dias dos prodígios jando em busca dos ficheiros secretos das Contas Públicas, para se quantificar até onde vai a extensão dos nossos males financeiros. Será bom que tenham trazido ferramenta pois vai ser preciso escavar fundo. Pois é longa e antiga a nossa tendência de esbanjamento e de gastar o que não se produz ou ganha. Se recuarem ao tempo dos Descobrimentos, não se admirem. O prodígio da nossa mentalidade. Depois de ser traçado e firmado como desígnio nacional, o TGV acabou por levar sinal vermelho. Tocou-se no intocável, fez-se aquilo que “jamé” seria pensável ou admissível ser feito. Mas foi. O prodígio de parar o que era imparável. Enfim, prodígios para muitos gostos. Talvez não todos, porque é missão impossível agradarmos a toda gente. Mas, ainda assim, prodígios quanto baste para explicar, em boa parte, a nossa prodigalidade.

Contraqueijos - I

Maré Alta Adelino Mota

Este PS nada tem de esquerda para oferecer aos trabalhadores No último fim-de-semana os portugueses assistiram a uma maratona de propaganda política (congresso do PS) em defesa da actual situação em que vivemos e da necessidade de imposição das políticas do FMI, com mais medidas de austeridade, agravamento social e desemprego, cujo início é o famigerado PEC IV, que como todos sabem é o corte nos salários, o congelamento das pensões mínimas, etc. Sócrates, defensor das políticas neo-liberais que tem aplicado em Portugal, pretendeu aparecer aos olhos dos portugueses como defensor de política social e de esquerda. Diga-se em abono da verdade que já estou, e penso que tal como eu milhares de portugueses, cheio de ouvir os responsáveis pelas políticas mais de direita dos últimos anos falar em nome do povo de esquerda. A acrobacia que este PS, nesta altura, tenta fazer ao arranjar uma agenda de esquerda, contra a agenda liberal do PSD, é um gesto de hipocrisia do partido de todas as cedências no estado social. Um partido que corta os apoios sociais no meio da maior crise de desemprego, da maior pobreza, não tem sequer a legitimidade de reclamar o que quer que seja de esquerda. A esquerda sempre foi defensora e protectora dos mais desfavorecidos, jamais o seu abandono. O PS escolheu o sistema financeiro, as Parcerias Público-Privadas, onde injecta os recursos que espolia ao povo, do qual o

BPN é o melhor exemplo, embora existam mais. A grande batalha dos homens de esquerda nas próximas eleições é garantir aos trabalhadores, aos reformados, aos desfavorecidos, que há alternativa à esquerda contra o FMI. Essa é uma batalha que vai ser difícil de enfrentar, tal é a massiva operação de terrorismo informativo realizada nos jornais e TVs para que as vítimas do FMI o encarem como algo de inevitável. O programa do FMI e dos partidos que o apoiam, PS, PSD e CDS, é um programa que nos querem esconder até às eleições de 5 de Junho, mas todos percebemos que é para viver pior. Temos a responsabilidade de mostrar que há escolhas agora e não num qualquer futuro! O Bloco de Esquerda, e nisso não está sozinho, sabe como aliviar a dívida e criar emprego, eixo essencial de um governo de Esquerda. É nas propostas políticas e não na retórica que se clarifica quem é de esquerda. Este PS nada tem de esquerda para oferecer aos trabalhadores: a única coisa que oferece é mais miséria, mais fome, mais desemprego e mais injustiça social. Compete aos trabalhadores, aos desempregados, aos mais desfavorecidos, aos democratas e a todos aqueles que são vítimas desta política, darem uma nega definitiva a estas políticas de direita e contribuírem, com o seu voto, para a mudança real de política, para uma política que seja de facto de esquerda e ao serviço das vítimas do capital.

Como já perceberam, o tempo é-me curto para passar a esguelha ao papel e, volta e meia, os sistemas informáticos trocam pontuações ou palavras que lhes são politicamente incorrectos. Na semana passada, sabe-se lá porquê, o senhor sistema, no sinuoso caminho do estafeta electrónico, fez chegar à redacção algumas interrogações, exclamações e omissões, onde estavam, apenas, reticências. Dito isto, continua tudo cada vez mais reticente … Impõe-se-me a obrigação, decorrente do privilégio semanal, de acesso a estas colunas, no Portugal que gastou 5 vezes mais em 7 anos de pareceres do que aquilo que nos custaram os estádios do Euro 2004, impõe-se-me, dizia eu, dar a conhecer, durante a campanha eleitoral, que já fervilha, a evolução estagnante dos governos democráticos, face às queijarias instaladas nas cabeçorras dos eleitores. Cá vai: Junta de Salvação Nacional, de 25 de Abril de 1974 a 16 de Maio de 1974 Palma Carlos, Primeiro-Ministro, de 16 de Maio a 18 de Julho de 1974 Vasco Gonçalves, Primeiro-Ministro, de 18 de Julho a 19 de Setembro de 1975 Pinheiro de Azevedo, Primeiro-Ministro, de 19 de Setembro de 1975 a 23 de Julho de 1976 Mário Soares, Primeiro-Ministro, de 23 de Julho de 1976 a 29 de Agosto de 1978 Nobre da Costa, Primeiro-Ministro, de 29 de Agosto a 22 de Novembro de 1978 Mota Pinto, Primeiro-Ministro, de 22 e Novembro de 1978 a 7 de Julho de 1979 Lurdes Pintasilgo, Primeira-Ministra, de 7 de Julho de 1979 a 3 de Janeiro de 1980 Sá Carneiro, Primeiro-Ministro, de 3 de Janeiro de 1980 a 4 de Dezembro de 1980, na sequência do seu falecimento, tendo o governo ficado em funções até 9 de Janeiro de 1981 Pinto Balsemão, Primeiro-Ministro, de 9 de Janeiro a 4 de Setembro de 1981; de 4 de Setembro de 1981 a 9 de Junho de 1983 Mário Soares, Primeiro-Ministro, de 9 de Junho de 1983 a 6 de Novembro de 1985 Cavaco Silva, Primeiro-Ministro, 6 de Novembro de 1985 a 28 de Outubro de 1995 António Guterres, Primeiro-Ministro, de 28 de Outubro de 1995 a 6 de Abril de 2002 Durão Barroso, Primeiro-Ministro, 6 de Abril de 2002 a 17 de Julho de 2004 Santana Lopes, Primeiro-Ministro, 17 de Julho de 2004 a 12 de Março de 2005 José Sócrates, Primeiro-Ministro, de 12 de Março de 2005 até… sabe Deus! Pensem melhor, antes de 5 de Junho, o próximo dia de todas as cruzes. Mas, pensem! pub

Famalicão

Barbosa: Rua Santo António, Tel. 252 302 120 Calendário: Rua da Liberdade, Tel. 252 378 400/1 Cameira: C. Mouzinho Albuquerque, Tel. 252 323 819 Central: Praça D. Maria II, Tel. 252 323 214 Nogueira: Av. Marechal H. Delgado, Tel. 252 310 607 Valongo: Rua Adriano Pinto Basto, Tel. 252 323 294 Gavião - Av. Eng. Pinheiro Braga, 72 - Telef. 252 317 301 Marinho: Edif. S. José - Estalagem - Telf. 252 921 182 Martins Ventura: R. C. Cerejeira - Lousado - Telf. 252 493 142 Estação: Largo da Estação - Nine - Telf. 252 961 118 Ribeirão: Largo de Bragadela - Ribeirão - Telf. 252 416 482 Joane: Rua S. Bento, nº 217 - Telf. 252 996 300

Famalicão

Se r vi ç o

Re f o rç o

Vale do Ave

Ser viço

Q u a r t a, 1 3

Calendário

Gavião Marinho-Vermoim

Q u i n t a, 1 4

Nogueira Ribeirão

Central

S ex t a , 1 5

Gavião

Calendário

Q u a r t a, 1 3 Q u i n t a, 1 4 S ex t a , 1 5 S á ba d o , 1 6 D omi ngo, 17 S e g u n da , 1 8 Terç a , 19

Bairro Delães Riba de Ave Faria Almeida e Sousa Bairro Delães

S á ba do , 1 6

Barbosa

D omi ngo, 17

Cameira

S e g u n da , 1 8

Central

Nogueira Martins Ventura

Terç a , 19

Calendário Ribeirão

Gavião Martins Ventura

Marinho-Vermoim

Vale do Ave

Almeida e Sousa: Covas - Oliv. Stª Maria - Telf. 252 931 365 Bairro: Av. Silva Pereira, Telf. 252 932 678 Delães: Portela - Delães - Telf. 252 931 216 Riba de Ave: Av. Narciso Ferreira, Telf. 252 982 124 Faria: Estrada Nacional 310 - Serzedelo - Telf. 252 532 346

Marinho-Vermoim

Serviço de disponibilidade

Paula Reis: R. José Elisio Gonçalves Cerejeira, nº 629 Calendário - Tel. 252 378 057 Maceiras: Louro - Telf. 252 310 425 Marques: Largo da Igreja - Fradelos - Telf. 252 458 440 Oliveira Monteiro: Largo Igreja - Cabeçudos - Telf. 252 331 885 Pedome: Av. S. Pedro, 1139 - Pedome - Telf. 252 900 930 Pratinha: Largo do Cruzeiro - Cavalões - Telf. 252 375 423 Santiago da Cruz: Vale S. Cosme - Telf. 252 911 123 Arnoso: Av. Joaq. Azevedo - Arnoso Sta. Maria - Telf. 252 916 612


28

pĂşblica: 13 de Abril de 2011

publicidade

OP988  

opiniãosport: Famalicenses celebraram Comunhão Pascal mas não esqueceram cortes de meios Creche D. Elzira recebe certificado de qualidade ANO...

Advertisement