Issuu on Google+

pub.

GNR detém alegados traficantes em Castelões

Armindo Costa visitou a obra

Novo infantário da Júlio Brandão pronto em Maio

p. 1 0

p. 7

ANO 18 • Nº 932 DE 17 A 23 DE MARÇO 2010 DIRECTOR: JOÃO FERNANDES

www.opiniaopublica.pt

opiniãoespecial Escutismo e Dia do Pai

Numa habitação rural em Arnoso Santa Maria

FOGO DESTRÓI CASA E DEIXA 10 DESALOJADOS Um incêndio deflagrou numa habitação rural, em Arnoso Santa Maria, na tarde de terça-feira, deixando desalojada uma família de 10 pessoas. Não houve registo de feridos mas a família perdeu todos os seus bens. A acção social da Câmara Municipal esteve no local e comprometeu-se a ajudar. As chamas foram combatidas pelos Bombeiros Voluntários de Famalicão e os Famalicenses, num total de 9 viaturas e 21 homens. p.13

Fórum dos Media movimentou centenas de alunos p. 8

Escola de Cavalões recebe quadros interactivos p. 9

Câmara quer reduzir consumo de energia na cidade p. 3

opiniãosport: Joane, Oliveirense e Famalicão à conquista da subida de divisão Luís Silva quer somar títulos no campeonato do mundo de boccia

É já a terceira candidatura

Orlando Oliveira candidata-se à liderança do PS Famalicão

E Carminho encantou na noite de abertura

Homenagens marcaram arranque do Famafest 2010

p. 4

Famalicense quer mudança

Paulo Cunha avança para a distrital do PSD

p . 23

p. 7


02

pública: 17 de Março de 2010

espaço aberto

Conhece situações que podem ser retratadas na Objectiva Pública? Envie as suas fotografi fia as, acompanhadas de um pequeno texto com o local e a descrição, para o e-mail: informacao@opiniaopublica.pt ou entregue nas instalações do Opinião Pública, na Rua 8 de Dezembro, nº 214, em Antas.

Objectiva Pública

Agenda Quarta-feira, 17 1 5h 00 Associação de Dadores de Sangue de Famalicão promove uma dádiva de sangue na Escola Secundária Camilo Castelo Branco. 17 h3 0 Cooperativa de ensino Didáxis apresenta programa de actividades comemorativas do seu 35º aniversário.

Sábado, 20 Centenas de voluntários limpam as lixeiras do concelho, no âmbito da campanha “Limpar Portugal” que decorre ao longo do dia.

De uma moradora de Riba d’Ave recebemos esta “Objectiva Pública” referente, segundo a leitora, a uma nascente de água em plena Rua Miguel Martins. Conta a referida leitora do OP: “Há cerca de dois meses, seguramente, liguei para o serviço de avarias da Câmara Municipal de Famalicão, a dizer que havia uma fuga de água. Só ao fim de quatro telefonemas é que me disseram que não era uma fuga, mas resultado das obras de saneamento, e que a dita fuga era uma nascente de água. Disseram também que deram conhecimento à Junta de Freguesia que se limitou a pôr uma grade em cima da dita nascente. Cada vez há mais buracos junto da nascente e os vizinhos já têm de passar de galochas para não molharem os pés”. Fica o alerta.

Sábado, 21 15h00 Rancho Folclórico de S. Miguel-o-Anjo celebra 17º aniversário, na sua sede provisória.

Questão Pública Concorda com a alteração aprovada no congresso do PSD, no passado fim-de-semana, de punir os militantes que contestem a direcção do partido nos dois meses anteriores a eleições?

Custódio Oliveira

Ana Maria Oliveira

dirigente associativo Os partidos políticos são organizações que não gozam de boa imagem junto dos cidadãos. Uns mais que outros, como é óbvio! A liberdade de expressão na sua plenitude é a mais importante das liberdades. Limitá-la é sempre um atentado à sã convivência na sociedade ou nas organizações. Esta decisão do Congresso do PSD é uma má decisão e um erro. Espera-se que não passe de uma decisão precipitada e que rapidamente seja emendada. Se tal não acontecer e se algum líder a aplicar levantar-seá um coro de protestos dentro e fora do partido que só poderá prejudicá-lo. Santana Lopes vem dizer que Cavaco Silva fez algo de semelhante. O mal de alguns políticos é não perceberem que existe mudança. Hoje a situação é muito diferente de há 25 anos atrás. Hoje se Cavaco fosse líder partidário não faria o que fez nos anos 80. Alguém tem dúvidas?

FICHA TÉCNICA CONSELHO EDITORIAL: Alexandrino Cosme, António Cândido Oliveira, António Jorge Pinto Couto, Artur Sá da Costa, Cristina Azevedo, Feliz Manuel Pereira, Joaquim Loureiro, João Fernandes.

Maria Augusta Santos autarca

Não concordo. E apesar desta proposta de Santana Lopes ter passado com uma larga maioria de votos favoráveis dos congressistas, os três candidatos à liderança do PSD cedo mostraram o desconforto em relação a esta nova norma. Passos Coelho já propôs a revogação da norma, se for eleito. Paulo Rangel disse que “nunca aprovaria uma medida dessas”, e Aguiar Branco entende que não foi uma maneira feliz de resolver o problema da unidade e respeitabilidade do partido. Em suma, nenhum concorda com a medida aprovada pela maioria do congresso. E bem, na minha opinião. Eu entendo que os partidos devem ser o exemplo máximo do pluralismo democrático e devem transparecer para a sociedade uma imagem clara de liberdade de opinião, e num momento em que os partidos da oposição questionam o Governo a propósito da liberdade de expressão e opinião da comunicação social, não me parece que haveria pior momento para o PSD levantar internamente estas questões.

EDITOR DE TURNO:

GRAFISMO:

Magda Ferreira (CPJ 4625) magda@opiniaopublica.pt

Carla Alexandra Soares, Elisete Santos, Pedro Silva.

EDITOR DESPORTO: Bruno Marques (CPJ 8022) brunomarques@opiniaopublica.pt

professora O PSD circunscreveu quase toda a sua campanha, nas últimas eleições legislativas, a insurgir-se contra aquilo que designou de “claustrofobia democrática”/”asfixia democrática” e não se cansou de apregoar que era essa a situação que se vivia no nosso País, responsabilizando o PS por essa alegada situação. O mesmo PSD, com a mesma líder, veio agora aprovar no seu Congresso, realizado no fim-de-semana passado, alterações aos seus Estatutos, passando a classificar de “infracção grave” posições públicas contrárias às da direcção do partido, que vierem a ser tomadas pelos seus militantes, nos dois meses anteriores a eleições. Estes militantes sujeitar-se-ão, através destas alterações, a serem suspensos da militância por dois anos e, até, a serem expulsos do Partido. Ora, pareceme incrível que um partido democrático, 36 anos depois do 25 de Abril, seja capaz de introduzir na sua vida interna normas desta natureza, que constituem uma autêntica limitação à liberdade de expressão dos seus militantes e, como considera o penalista Costa Andrade, são “politicamente inaceitáveis” e “constitucionalmente insustentáveis”. Depois disto, não me parece que o PSD possa ter a veleidade de criticar seja quem for quanto à matéria de “liberdade de expressão”, nem autoridade moral para apregoar teorias sobre uma pretensa tentativa de “controlo da comunicação social”. Considero que esta cultura, que parece ser reinante em mentes de muitos responsáveis deste PSD, é grave para o nosso País e perigosa para a nossa democracia.

DETENTORES DE MAIS DE 10% DO CAPITAL

SEDE, REDACÇÃO E PUBLICIDADE:

EMBALAGEM E ETIQUETAGEM:

Feliz Manuel Pereira António Jorge Pinto Couto

Rua 8 de Dezembro, 214 Antas S. Tiago - Apartado 410 4760-016 VN de Famalicão

Almeida Pereira - Operador de Marketing e Impressão Documental, Lda Parque Industrial do Mindelo Vila do Conde

SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS:

INTERNET

TIRAGEM DESTE NÚMERO:

Francisco Araújo

www.opiniaopublica.pt

CONTACTOS Redacção:

APOIO À REDACÇÃO: Jorge Alexandre

REDACÇÃO:

OPINIÃO: António Cândido Oliveira, Avelino Leite, Carlos Sousa, Domingos Peixoto, Gouveia Ferreira, J. Silva Lopes, João Casimiro, Joaquim Loureiro, Luís Paulo Rodrigues, Miguel Moreira Silva, Paulo Cunha e Vieira Pinto.

TÉCNICOS DE VENDAS:

DIRECTOR: João Fernandes (CIEJ TE-95) jfernandes@opiniaopublica.pt

informacao@opiniaopublica.pt Carla Alexandra Soares (CICR-248), Cristina Azevedo (CPJ 5611), Magda Ferreira (CPJ 4625) e Sofia Abreu Silva (CPJ 10952).

CHEFE DE REDACÇÃO:

DESPORTO: Bruno Marques (CPJ 8022),

GERÊNCIA: João Fernandes

PROPRIEDADE E EDITOR:

Cristina Azevedo (CPJ 5611) cristina@opiniaopublica.pt

Jorge Humberto, José Clemente (CNID 297) e Pedro Silva (CICR-220).

CAPITAL SOCIAL: 350.000,00 Euros.

comercial@opiniaopublica.pt Agostinha Bairrinho, Maria Fernanda Costa e Sónia Alexandra

EDITAVE Multimédia, Lda. NIPC 502 575 387

20.000 exemplares, nº 932

Tel.: 252 308145 • Fax: 252 308149

NÚMERO DE REGISTO: 115673

Serviços Administrativos:

DEPÓSITO LEGAL: 48925/91

Tel.: 252 308146 / 252 308147 • Fax: 252 308149

IMPRESSÃO: Naveprinter - Indústria Gráfica do Norte, SA Estrada Nacional, 14 - Maia


pública: 17 de Março de 2010 03

cidade

No dia 27 de Março diversos equipamentos vão ficar às escuras

Câmara aposta na redução do consumo de energia

Famalicão volta a associar-se à “Hora do Planeta”

Carla Alexandra Soares A Câmara vai instalar mecanismos para reduzir o consumo de energia na iluminação da cidade. Este foi um dos assuntos da agenda da reunião de Câmara, que decorreu na quarta-feira da semana passada. A autarquia realizou um estudo para a instalação de reguladores do fluxo luminoso na zona urbana de Famalicão, tendo em vista a melhoria da eficiência energética. É que, além da redução do consumo energia, a aplicação desta medida contribuirá também para a redução das emissões de CO2. Na reunião, o vereador do Ambiente, José Santos, adiantou que, ao final de um ano, serão menos de 430 toneladas de CO2 só no núcleo urbano da cidade. No final, aos jornalistas, o edil destacou, precisamente, a necessidade de uma melhor eficiência energética. Armindo Costa explicou que não vão ser apagadas luzes e que, depois de estudado o processo, se evoluiu para um mecanismo que, depois de ligadas as lâmpadas, a sua intensidade vai diminuindo, sem que as pessoas sintam. “Os técnicos disseram que não podíamos ir por esse caminho, ou seja, não é possível apagarmos metade das lâmpadas. Naquela parte da noite não faz falta nenhuma porque ninguém vai ler o jornal debaixo do candeeiro, as pessoas têm apenas que ver para poder andar”,

explicou o edil. Assim, todos os vereadores votaram favoravelmente a abertura do concurso público para a instalação desses reguladores. A implantação desta medida tem um custo base de quase 530 mil euros e o prazo de execução é de 120 dias. Ainda a propósito da poupança de energia, o presidente da Câmara informou a vereação da adesão, uma vez mais, do município à iniciativa Hora do Planeta, que consiste em desligar as luzes durante uma hora. À semelhança do que aconteceu o ano passado, Famalicão volta a aderir e assim, no dia 27 de Março, durante uma hora, serão desligadas as luzes dos Paços do Concelho e jardim envolvente, Casa das Artes, Casa da Cultura e Largo dos Eixidos, Palacete Barão da Trovisqueira, Praça 9 de Abril, Centro de Estudos Camilianos, Casa-Museu de Camilo e Mosteiro de Landim [Ver notícia nesta página]. Numa reunião calma e sem discussões, o único assunto que motivou trocas de argumentos entre os vereadores da maioria e os socialistas foi o Festival Internacional de Cinema e Vídeo de Famalicão, que de resto já está a decorrer. Reis Campos disse que o PS iria abster-se tendo em conta que a edição deste ano “é mais do mesmo”. Na defesa, o vereador da Cultura, Paulo Cunha, refutou e disse que todos os anos são feitas alterações ao figurino do Famafest. A proposta foi aprovada, com as quatro abstenções socialistas.

A Câmara Municipal de Famalicão vai voltar-se a associar-se, no próximo dia 27 de Março, à “Hora do Planeta”. A iniciativa organizada mundialmente pelo Fundo Mundial para a Natureza (World Wide Fund for Nature), tem como objectivo sensibilizar os cidadãos para a problemática das alterações climáticas. Durante 60 minutos, entre as 20h30 e as 21h30, diversos equipamentos municipais vão ficar às escuras, dando o seu contributo para esta acção mundial. O edifício dos Paços do Concelho, a Casa das Artes, a Casa da Cultura e Largo dos Eixidos, o Palacete Barão da Trovisqueira onde está instalado o Museu Bernardino Machado, a Praça 9 de Abril, o Centro de Estudos Camilianos e a CasaMuseu de Camilo, em S. Miguel de Seide e ainda o Mosteiro de Landim são algumas das estruturas que ficarão às escuras. As luzes também serão apagadas no Complexo de Piscinas de Famalicão, no Parque da

António Freitas

Proposta foi analisada e aprovada na última reunião do executivo

Museu Bernardino Machado será um dos que ficará às escuras

Juventude, nas piscinas de Oliveira S. Mateus e nas piscinas de Ribeirão. Segundo um comunicado enviado à imprensa, para o presidente da Câmara Municipal, Armindo Costa, através desta iniciativa, o município pretende dar o seu contributo para “a consciencialização pública perante a ameaça das mudanças climáticas”. Por outro lado, pretende-se “incentivar os famalicenses a reflectirem sobre esta problemática, começando por desligar as suas luzes por uma hora no próximo

dia 27 de Março”, assinala o autarca. Para isso, basta que entre as 20h30 e as 21h30, as pessoas apaguem as luzes que não são essenciais em casa. O objectivo não é o consumo zero, até porque não se pede que se desligue, por exemplo, o frigorífico ou o sistema de alarme. Em 2009, em todo o mundo, mais de quatro mil cidades, das quais onze portuguesas, 21 mil empresas e 1.200 milhões de pessoas aderiram à iniciativa. pub.


04

pública: 17 de Março de 2010

cidade

Militante de Joane quer um partido unido, mais forte e melhor

Torre dos Pequeninos associa-se aos encontros FLE

Orlando Oliveira candidata-se à liderança do PS Cristina Azevedo

O colégio A Torre dos Pequeninos associou-se aos Encontros FLE através da participação e divulgação regional dos mesmos. Os Encontros FLE “100 anos de República e o Futuro da Educação”, patrocinados pelo Presidente da República, têm como objectivo principal colocar a educação na agenda 2010 de todos os portugueses – alunos e pais, professores e directores de escola, académicos e especialistas da educação, empresários e decisores políticos – e assim contribuir para a melhoria da qualidade do ensino nas escolas. O encontro “A Educação no Regime Democrático: Direito à Educação ou Estado Educador?”, que teve lugar no passado dia 24 Fevereiro, na Fundação Calouste Gulbenkian em Lisboa, contou com a presença de fi-

“Um PS unido, mais forte, melhor” é o lema de mais uma candidatura à liderança da Concelhia de Famalicão do Partido Socialista, cujas eleições estão marcadas para 10 de Abril. Depois de Fernando Moniz ter anunciado a sua recandidatura e de Carlos Sousa ter avançado com um grupo de militantes dispostos a protagonizar também uma candidatura, confirma-se agora uma outra lista liderada pelo joanense Orlando Oliveira. Na moção, a que o OP teve acesso, Orlando Oliveira assegura que a sua candidatura “não é contra ninguém, antes pelo Partido Socialista, por Famalicão e pelo direito que os militantes têm à escolha”, frisando que, depois de eleita a Comissão Política Concelhia, da qual espera ser presidente, contará “com todos”. Se isso não acontecer, em caso de derrota, será “um militante solidário, leal e empenhado com o projecto vencedor”, assegura. Orlando Oliveira, que é actualmente vereador na Câmara Municipal, diz que se candidata “consciente dos problemas e conhecedor das esperanças dos militantes do

guras de relevo de várias áreas da sociedade portuguesa e com um painel de oradores composto por Mário Pinto, da Universidade Católica; e por Jorge Miranda e Viriato Soromenho-Marques, da Universidade de Lisboa. Segundo Amílcar Sousa, director executivo da Torre dos Pequeninos, “foi aqui, uma vez mais, demonstrado por personalidades de referência nacional, qual o caminho para a verdadeira reforma educativa. É tempo do Estado criar condições para que as escolas privadas possam competir com as públicas, dando a possibilidade às famílias, no exercício de um direito constitucional, escolherem livremente e sem aumento de custos, a escola que consideram com melhores condições para as ajudar na educação dos seus filhos”.

Homem detido por agredir agente da autoridade

Orlando Oliveira

PS”, considerando que o próximo mandato “reúne condições para ser um mandato de reflexão, organização e preparação do PS”, que “exige um presidente da Comissão Política com uma enorme serenidade e sentido de responsabilidade para perceber aquilo que é melhor para o partido”.

Uma tarefa que o joanense diz-se preparado para desempenhar, consciente de que é necessário “canalizar toda a energia para 2013”, ano de eleições autárquicas. Fazendo um balanço crítico à actual liderança da Concelhia, Orlando Oliveira apresenta também as suas ideias para

o partido, apontando como primeira grande tarefa “a mobilização geral de todas as estruturas, militantes e simpatizantes”. Depois, é preciso “abrir o partido e valorizar o papel dos militantes”, propondo o candidato algumas medidas, como a abertura de uma caixa de correio electrónico para acolher sugestões, opiniões ou reclamações dos cidadãos, procurando encaminhálos e dar-lhes uma resposta atempada, bem como a organização de ciclos de debates. A nível interno, Orlando Oliveira promete dar especial atenção aos militantes e quadros do partido, comprometendo-se a estruturar um programa de formação política, a criar uma revista electrónica também centrada nessa formação e a organizar aquilo que apelida de “Encontros com o Deputado”, em que os parlamentares socialistas eleitos pelo círculo de Braga apresentem regularmente as iniciativas legislativas em debate na Assembleia da República. Orlando Oliveira defende ainda que o PS precisa de “marcar posição, ter opinião e apresentar ideias”.

Recandidata-se a mais um mandato como líder da concelhia

Moniz apresenta candidatura perante centenas de militantes

A PSP deteve, na cidade, um homem de 28 anos por agressão a agente da autoridade. A detenção aconteceu no passado dia 12, pelas 14 horas, na Rua de Castela. O detido empregado fabril, natural e residente em Famalicão, foi notificado para comparecer nos serviços do Ministério Público no Tribunal de Famalicão. pub.

O socialista Fernando Moniz apresentou a sua candidatura à Comissão Política do PS de Famalicão, sob o signo “Famalicão vai ganhar”. A apresentação teve lugar na passada sexta-feira à noite, na sede do partido, numa sessão pública aberta a todos os militantes que teve o objectivo de discutir “o futuro do PS e, consequentemente, o futuro de Famalicão”. Segundo uma nota enviada à imprensa, estiveram na sede socialista cerca de “duas centenas de militantes, muitos deles de base, alguns na sede, pela primeira vez, a discutirem o futuro do PS”. Aliás, a candidatura de Moniz conta já com o apoio de todos os “vereadores eleitos pelo PS à Câmara de Famalicão, da generalidade dos autarcas da Assembleia Municipal e das freguesias e da Juventude Socialista”. Na reunião com os militantes, Fernando Moniz, que se recandidata à liderança do PS concelhio, mostrou-se “orgulhoso” por liderar um projecto que será o mais próximo possível dos militantes, baseado nas “suas opiniões, na sua experiência e na sua participação política”.

O socialista Moniz apresentou, conforme nota à imprensa, as bases de um projecto para o PS. Focou aspectos como a organização interna e o acompanhamento aos autarcas do PS. Falou ainda da necessidade de um partido que beneficie da experiência acumulada, “sempre de mãos dadas com uma juventude, empenhada e cheia de aspirações”. Na sua declaração, repetiu que Famalicão vai ganhar com “um PS empenhado e forte”. No encontro de sexta-feira, o passado foi abordado, bem como as eleições autárquicas de 2013. Aqui, ouviram-se sugestões dos militantes em prol “de um partido forte e verdadeiramente representativo e próximo das pessoas e dos seus problemas”. A candidatura de Fernando Moniz promete continuar a realizar outros fóruns de discussão, antes das eleições para a Comissão Política Concelhia que acontecem a 10 de Abril, dia em que os militantes escolherão o seu líder para os próximos dois anos. Juve ntude Socialista apoia M oniz Fernando Moniz iniciou as iniciativas de campanha com um en-

contro com jovens militantes do Partido Socialista num bar da cidade, numa tertúlia organizada pela JS de Famalicão. Moniz discutiu com os jovens socialistas o futuro do PS, referindo temas como a participação destes na vida política e o contributo que a JS tem dado a Famalicão e ao PS ao longo dos anos. Tal facto, reconheceu Moniz, deve-se à capacidade que a Juventude Socialista tem tido de formar jovens quadros políticos com valor e massa crítica. Nesse sentido, prometeu dar continuidade a esta aposta, chamando-os para a primeira linha da participação política do partido. Já Nuno Vieira, secretário-coordenador da JS de Famalicão, mostrou-se confiante na “vitória da candidatura encabeçada por Fernando Moniz”, defendendo que a liderança “forte e empenhada de Moniz aliada à irreverência e ao valor dos jovens formarão um PS ganhador e de futuro”. De resto, a sessão contou com também com a presença de Hugo Pires, vereador da Câmara de Braga, e Gilberto Anjos, presidente da Junta de Freguesia de Moure.


cidade

pública: 17 de Março de 2010 05 pub.

Tribunal não acreditou na versão da GNR

“China” condenado a 2 anos de prisão O Tribunal de Famalicão condenou Sérgio “China” a dois anos de prisão pelos crimes de condução perigosa, resultante de fuga à GNR, e condução sem carta. Segundo a agência Lusa, o colectivo de juízes absolveu o arguido dos crimes de roubo qualificado e de resistência e coação sobre funcionário, não tendo dado credibilidade ao depoimento de dois elementos da GNR. O caso em concreto prende-se com uma perseguição movida a “China” por dois militares da GNR de Joane, os quais, segundo a acusação, em Dezembro de 2007, à noite, mandaram parar o arguido, que guiava um automóvel, tendo este desobedecido e fugido. “China”, que estava evadido da cadeia de Guimarães e seguia com a namorada, terá avançado na direcção dos Guardas, obrigando-os a saltar para evitarem o atropelamento, e fugindo, de seguida. Os dois militares teriam, então, entrado numa viatura, accionando os si-

nais luminosos e sonoros, e encetado a perseguição pela Estrada Nacional 206 em direcção a Famalicão, tendo “China”, para os despistar, invertido a marcha, deixando-os para trás em Antas. Durante a fuga, os agentes dispararam cinco tiros, três para o ar e dois para a viatura, tendo perfurado o vidro traseiro. Aliás, um dos disparos ficou alojado no banco do condutor. O carro foi abandonado em Oliveira de S. Mateus. Porém, o Tribunal de Famalicão não deu credibilidade à versão dos GNR, segundo a qual teriam feito sinal de paragem ao arguido, tendo o colectivo, presidido por José Flores, acreditado na versão do acusado, que confessou parcialmente os factos, afirmando que se cruzara com o carro da GNR, e dado que os agentes o reconheceram, por estar evadido, resolveu fugir. O acórdão concluiu que “tem mais lógica a versão do arguido e da namorada”, que disseram terem-se cruzado com os agentes quando estes circulavam num Seat, em sentido

contrário ao seu. Em declarações à Lusa, o advogado Pedro Miguel Carvalho disse que “o tribunal avaliou correctamente a prova”, adiantando que “os militares mentiram em Tribunal para que o arguido fosse condenado por um crime que não praticou”. O causídico argumenta que o terão feito “para justificarem o excesso de força, ao usarem a arma de fogo, o que poderia ter causado a morte a dois jovens ou a terceiros”. “Espera-se que o Ministério Público e a própria GNR abram um inquéritocrime e um processo disciplinar, para que comportamentos destes, que serão excepções e não a regra, não fiquem impunes”. Se não o fizerem, acrescentou o advogado, “o meu constituinte pondera apresentar as competentes participações”. De resto, o acórdão sublinha que a pena não foi suspensa por o arguido, de 20 anos, não ser primário, já que tem outras condenações pelo crime de roubo e evasão da prisão.

Viajou para a Rússia há três meses e ninguém sabe dele

Professor suspeito de abuso está desaparecido O professor famalicense que é suspeito de abuso sexual está desaparecido. O docente viajou até à Rússia e desde então o seu paradeiro é desconhecido. A Polícia Judiciária (PJ) desconhece o paradeiro do professor de Famalicão que, em Junho do ano passado, foi detido por suspeita de abuso sexual de um menor de 16 anos, que acompanhava como membro da Comissão de Protecção das Crianças e Jovens em Risco de Famalicão (CPCJR). O docente – que após ter sido detido foi afastado da escola onde leccionava, a EB 2, 3 Júlio Brandão (na cidade), e da CPCJR – não foi ainda formalmente acusado, tendo a investigação sido concluída recentemente

pela PJ. Há três meses, segundo avançaram os jornais diários no início da semana, Luís Paulo B. pediu autorização ao juiz de instrução do Tribunal de Santo Tirso (o mesmo que em Agosto do ano passado deixou um pedófilo da Póvoa de Varzim escapar à Justiça, segundo evidencia o jornal Correio da Manhã) para realizar uma viagem à Rússia. Desde então, a PJ não mais conseguiu contactar o docente, pois este não atende o telemóvel e a sua morada é desconhecida, o que indica que já não residirá no edifício situado no centro de Famalicão, junto da Universidade Lusíada. Se o professor não for encontrado, será julgado à revelia. Na altura da detenção, o juiz su-

jeitou-o apenas a apresentações semanais. O magistrado teve, aliás, dúvidas quanto ao enquadramento legal do caso. A vítima tinha, à data dos abusos, 16 anos e o juiz entendeu que era preciso apurar se teria havido ou não consentimento, pois na opinião daquele, caso tal se verificasse, não se trataria de um crime de pedofilia. O professor é suspeito de um crime de abuso sexual de menor dependente. Luís Paulo B. era o tutor legal do jovem de quem terá abusado, por isso o menor residia em sua casa. Terá sido, aliás, nessa mesma casa, e também no seu computador, que a PJ encontrou vários vídeos, alguns dos quais mostrarão os momentos em que terá abusado do menor.

EDP remodela iluminação nas Lameiras Dando seguimento à requalificação das infra-estruturas eléctricas no concelho de Famalicão, a EDP procedeu à remodelação da rede de iluminação pública na zona interior do edifício das Lameiras. Em nota à imprensa, a empresa avança que foram “instalados 500 metros de cabo subterrâneo, substituídas 14 colunas e aplicadas 28 novas luminárias modernas e amigas do ambiente que garantem um nível de iluminação adequado à realidade local”.

BV Famalicenses celebram comunhão pascal Os Bombeiros Voluntários Famalicenses realizam a sua já tradicional Comunhão Pascal no próximo domingo, dia 21. O programa começa com uma missa, pelas 10h30, na Igreja Matriz, seguindo-se honras ao bombeiro no Parque 1º de Maio. Pouco depois do meio dia tem lugar a entrega de condecorações, terminado o dia com um almoço no Centro Paroquial de Famalicão.


6

pública: 17 de Março de 2010

cidade

Desafio deixado aos novos dirigentes da Associação Académica

Reitora da Lusíada quer alunos interventivos Sejam interventivos, irreverentes e optimistas. Foi este desafio que a reitora da Universidade Lusíada de Famalicão, Rosa Moreira, lançou aos novos elementos da Associação Académica. “Não tenham receio de abraçar um espírito inconformista, não devemos ficar passivamente à espera que tudo aconteça”, aconselhou a reitora, que falava sexta-feira à tarde, na cerimónia de tomada de posse dos novos órgãos sociais da Associação Académica da Universidade Lusíada de Famalicão (AAULF). Dirigindo-se aos alunos, Rosa Moreira frisou que começam hoje uma “etapa que se reveste de enorme responsabilidade” e desafiou-os a não se conformarem com a falta de vontade de mudar: “Sejam interventivos, mostrem a sadia irreverência que vos nasce de um espírito verdadeiro, um espírito académico, vejam no vosso serviço aos outros a oportunidade de melhorar a nossa universidade e o mundo”.

Magda Ferreira

Magda Ferreira

Luís Tomás é estudante do 3º ano de Arquitectura

“Dizem-nos que a vida é dura, que a crise não nos permite ter sonhos, que é preciso ser realista. Não se deixem enganar. Ser realista não pode ser sinónimo de comodismo, de egoísmo, de asfixia de novos projectos, ponham as vossas forças e os vossos projectos em

Formandos da D. Sancho visitam Museu D. Diogo de Sousa

acção”, afirmou ainda, mostrando confiança no trabalho que os novos dirigentes vão realizar. Luís Tomás, estudante do 3º ano de arquitectura, é o novo presidente da Associação Académica da Lusíada famalicense. Era vice-presidente no mandato

que terminou e assume agora a liderança do órgão que representa os estudantes. No seu discurso, o novo presidente, com 23 anos e natural de Famalicão, confessou que assumir este cargo era um grande passo na sua vida académica, mas que o faz “com grande orgulho e espírito forte”. “Não prometo fazer mais nem melhor, mas lutarei pelo interesse da academia com a mesma força e empenho com que o grupo que agora nos deixa fez”, declarou. Durante o seu mandato, Luís Tomás quer provar que a Associação de Estudantes é mais que uma comissão de festas. Assim, tem já vários projectos, nomeadamente o de retomar a instituição do cartão de sócio da Associação, que dará aos alunos descontos em várias lojas de Famalicão, nomeadamente livrarias e papelarias, médicos e farmácias. Na área cultural, está a ser organizada uma exposição no centro da cidade “com a intenção de dar a conhecer aos famalicenses os bons trabalhos

que se realizam nesta instituição” ao nível da engenharia e da arquitectura. Já existem contactos com a Câmara e a mostra deverá acontecer em Abril ou Maio na Praça 9 de Abril ou na Praça D. Maria II. Promover a prática de actividades desportivas e a criação de um espaço de crítica na Associação são outros projectos dos novos dirigentes, que querem ainda “dar bons momentos de descontracção, diversão e de grande espírito académico” aos alunos, “pois a vida de estudante não é só estudar.” Na cerimónia de tomada de posse estiveram presentes representantes da Fundação Minerva, que detém a Lusíada, vários professores e também alunos da universidade famalicense. Ausência sentida foi a de Martins da Cruz, o chanceler das Universidades Lusíada, que não pôde estar presente por motivos de saúde. Apesar disso, o professor fez questão de se dirigir aos novos membros da associação académica, numa breve intervenção efectuada por telefone.

Ciclo dedicado à Europa dos anos 60

Alunos da Camilo promovem ciclo de cinema

Os Formandos da Turma E2 do Curso EFA da Escola Secundária D. Sancho I, acompanhados pelos Formadores Mikael Anthony e Olga Ferreira e do Mediador do curso, Eugénio Oliveira, visitaram, no passado dia 10, o Museu de Arqueologia D. Diogo de Sousa em Braga. A iniciativa contou ainda com a colaboração de Evandro Semedo, aluno da licenciatura do Curso de Estudos Artísticos e Culturais da Faculdade de Filosofia de Braga, que se encontra a realizar o seu estágio na Associação Portuguesa de Ética e Filosofia Prática, tendo apresentado aos visitantes uma breve resenha histórica do museu. Os Formandos apropriaram-se assim de novos saberes; compreenderam que a arte é uma forma de expressão de uma época e de uma civilização; reconheceram como as raízes culturais são importantes para a compreensão de um povo, alargaram os seus horizontes artísticos, culturais e estéticos. pub

Arrancou no passado dia 26 de Fevereiro o ciclo “Cinema (a partir) da Europa nos anos 60: Ruptura e Novas Vagas”, promovido por um grupo de alunas do 12º ano da Escola Secundária Camilo Castelo Branco, em parceria com o Cineclube de Joane e a Fundação Cupertino de Miranda. A ideia partiu do gosto e interesse que estas alunas nutrem pelo cinema contestatário que se realizou na Europa dos anos 60, década que marcou profundamente o mundo e a sociedade contemporâneos, pela mão de ilustres cineastas franceses e italianos. Os objectivos passam por mostrar o cinema de qualidade que se fez, e ainda faz, na Europa e que, muitas vezes, é ofuscado pela massificação da indústria cinematográfica americana. O filme exibido foi “O Acossado” de Jean-Luc Godard, e contou com uma apresentação e contextualização por parte do director do Cineclube, Vítor Ribeiro. O ciclo de cinema prosseguirá às sextas-feiras, pelas 21h30, na Fundação Cupertino de Miranda, sendo que o próximo filme a exibir, no dia 19, “Viridiana”, de Luís Buñuel. A entrada é livre. Visitas d e Estudo a Lisboa e Coimbra No passado mês Fevereiro, os alunos do 9º ano da Camilo, acompanhados de sete professores, deslocaram-se Lisboa, com o patrocínio do Citeve, no âmbito do projecto Pense Indústria. Os alunos visitaram o Museu

Alunos visitaram Jardim Botânico de Coimbra

da Electricidade, onde lhes foi explicado toda a evolução do processo de produção de electricidade que iluminou Lisboa durante várias décadas. Depois, dirigiram-se ao Museu da Presidência da República, passando ainda pelo Mosteiro dos Jerónimos, Padrão dos Descobrimentos e Torre de Belém. Já os alunos do 8º ano visitaram o Exploratório, o Jardim Botânico e alguns espaços da Universidade de Coimbra, nomeadamente a Biblioteca Joanina, a Sala dos Capelos e a Capela de São Miguel. “Estas visitas, para além de enriquecedoras na consolidação de conhecimentos, são sempre frutuosas no campo das relações interpessoais”, adiantou o director da Escola, Joaquim Al-

meida. Já no dia 1 de Março, o testamento vital e a morte assistida foram os temas escolhidos pelas turmas de Direito do 12º ano para um debate, com o objectivo de proporcionar um conhecimento mais detalhado dos processos legislativos e o aprofundamento da reflexão sobre os temas em análise numa perspectiva legal e ética. Esta actividade contou com a presença do deputado do Bloco de Esquerda, João Semedo, que respondeu a questões dos alunos e professores. O deputado considerado fundamental a existência de uma consciência política e de cidadania sobre os cuidados paliativos e o atendimento para a dor, tão escassos no nosso país.


pública: 17 de Março de 2010 7

cidade

pub.

Armindo Costa visitou as obras

No princípio de Junho, as crianças que frequentam o infantário da EB 2,3 Júlio Brandão deverão mudarse para as novas instalações que estão a ser construídas junto àquela escola, num investimento que ronda os 600 mil euros e que tem a comparticipação do programa governamental PARES. A data foi avançada no decorrer de uma visita do presidente da Câmara de Famalicão ao novo edifício, que deverá ficar concluído em Maio. O equipamento – que recebeu uma comparticipação de 50 mil euros da Câmara Municipal – conta com as valências de creche para 33 crianças e de jardim-de-infância para 75 crianças. Armindo Costa visitou a obra acompanhado pela directora do infantário, Alice Castro, e pela directora da EB 2,3 Júlio Brandão, Fernanda Costa, e ficou a saber que o novo edifício vai permitir alargar o número de crianças que actualmente frequentam a instituição. “É uma necessidade que sentimos, tendo em conta que nos situamos no centro da cidade, numa área em crescimento demográfico”, explicou Alice Castro. O novo equipamento só foi possível porque a associação que gere o infantário constitui-se recentemente

Cristina Azevedo

Novo infantário da Júlio Brandão pronto em Maio

Armindo Costa ouve as explicações de Alice Castro

numa Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS), com contrato com a Segurança Social. Aliás, teve que ser assim, caso contrário, o infantário fechava. “Se não fizéssemos esta obra, o infantário, que tem 37 anos, teria fechado, porque não tínhamos as condições físicas exigidas por lei”, acrescenta Alice Castro, manifestando o desejo de que “o investimento agora realizado fique para o futuro”. Armindo Costa, que se fez acompanhar pelo vereador da Educação, também ficou satisfeito com o que

viu, sublinhando que o novo equipamento representa “mais um passo no bem-estar das crianças famalicenses”. “É aquilo que Famalicão tem de bom, porque quem vem viver para aqui tem bons locais para deixar os filhos e, por isso, é que Famalicão cresce”, comenta. Durante a visita, o autarca foi ainda solicitado a dar mais um apoio, desta vez para os arranjos exteriores, algo que prometeu analisar com os serviços. C.A.

Vereador famalicense encabeça uma candidatura de mudança

Paulo Cunha avança para a distrital de Braga do PSD Um partido que pense nas pessoas e nos interesses do distrito. É este o lema da candidatura do famalicense Paulo Cunha à liderança da distrital de Braga do Partido Social Democrata (PSD), cujas eleições estão marcadas para 23 de Abril. Paulo Cunha apresentou segunda-feira à imprensa a sua candidatura, que tem ainda Miguel Macedo como candidato à presidência da mesa da Assembleia distrital. O candidato à liderança tem como mandatário um outro famalicense, Fernando Costa, e apresenta ainda na sua lista o eurodeputado José Manuel Fernandes. A candidatura apresenta-se aos militantes social-democratas com dez objectivos. Um deles é afirmar o distrito de Braga no contexto do Minho, do país e do noroeste peninsular. “Braga é hoje um distrito mergulhado na indefinição”, referiu Paulo Cunha, sublinhando a urgência em “dimensionar

Cristina Azevedo

Cristina Azevedo

PauloCunha ladeado por Miguel Macedo, FernandoCosta e José Manuel Fernandes

o distrito para o patamar que ele merece”. Por isso, comprometese a reivindicar junto do poder central investimento “que nos permita recuperar a nossa competitividade no contexto regional” e a ser “exigente na defesa dos interesses dos jovens”. “Vamos colocar o distrito da agenda política nacional”, promete. Paulo Cunha quer ainda aglutinar os militantes em torno da candidatura, mas também que ir ao encontro de todos aqueles que se afastaram

da política. E deixa, desde já, alguns recados para o futuro líder nacional do partido: “Não vamos permitir que o nosso partido esqueça os anseios daqueles que, estando longe das instâncias, têm dificuldade em ser ouvidos. Vamos exigir ser parte nos processos decisórios, não só na escolha dos interlocutores políticos, mas muito particularmente na definição das políticas”. Observatório para o emprego A pensar na dimensão social, a candidatura

encabeçada pelo vereador famalicense anuncia a criação de um observatório focado nas questões do emprego. “A análise da evolução do desemprego no distrito, as suas causas e consequências, com especial incidência no desemprego entre os jovens e, principalmente, entre os jovens licenciados, serão preocupações diárias desta distrital”. Paulo Cunha compromete-se ainda a ajudar os deputados do partido à Assembleia da República a conhecerem melhor o distrito, criando para o efeito um programa de acções de contacto com as populações. Já para os autarcas do distrito, a candidatura promete a criação de um grupo de trabalho “especificamente vocacionado para auscultar os seus problemas e com capacidade para gerar soluções”, sendo dada especial atenção àqueles que sendo eleitos, são oposição nas freguesias ou municípios.


08

pública: 17 de Março de 2010

cidade

Fórum dos Media movimenta centenas de alunos O jornal Opinião Pública (OP), a Rádio Digital e a FamaTV acolheram, a semana passada, mais uma edição do Fórum dos Media. Durante cinco dias, centenas de alunos de oito escolas do concelho passaram pelas instalações dos três órgãos de comunicação social e puderam, in loco, fazer um programa de rádio em directo, gravar uma entrevista na FamaTV, visitar a Redacção do OP e conhecer o funcionamento de toda a estrutura. Apesar de nervosos, todos tiveram uma prestação excelente tanto na rádio, como na FamaTV, órgão

que despertou especial curiosidade por parte de todos os alunos. Na segunda-feira, passaram por cá a Escola Bento de Jesus Caraça e a Forave, na terça-feira foi a vez da D. Sancho I e no dia seguinte o Fórum contou com a participação da Didáxis de S. Cosme. Já na quintafeira participaram as escolas Padre Benjamim Salgado e Camilo Castelo Branco. O Fórum terminou na sexta-feira com o Externato Delfi fim m Ferreira e a Didáxis de Riba d’Ave. Para o ano há mais!

Alunos conheceram a Rádio Digital FM

Camilo Castelo Branco

Externato Delfim Ferreira

Didáxis de Riba d’Ave

matv eceram a Fa

elo Branco Camilo Cast

Alunos conh

Didáxis S. Cosme

Forave

D. Sancho I

Didáxis de

Bento Jesus Caraça

Riba d’Ave

Alunos conheceram a Redacção do Opinião Pública

Camilo Castelo Branco

VEJA ALGUNS MOMENTOS E ENTREVISTAS

Forave

Padre Benjamim Salgado

Didáxis S. Cosme

www.famatv.pt


pública: 17 de Março de 2010 09

freguesias

Numa iniciativa da associação de pais

Escola de Cavalões recebe quadros interactivos

EB 1 de Cavalões recebeu dois quadros

A escola do 1º Ciclo de Cavalões recebeu, no passado dia 12, quadros interactivos. A Associação de Pais da Escola, também carinhosamente denominada de “Associação de Mães”, tendo em consideração que todos os seus elementos são mães, entregou ao estabelecimento de ensino dois quadros interactivos que o colocam na vanguarda das novas tecnologias educativas. A cerimónia contou com as presenças do vereador da Educação da Câmara Municipal, do

presidente da Junta de Freguesia de Cavalões, do presidente e da vice-presidente da Direcção e da presidente do Conselho Geral do Agrupamento de Gondifelos, bem como professores, funcionárias, encarregados de educação e alunos. A presidente da Associação Pais, Carmen Dolores, sublinhou que a aquisição destes quadros foi “o resultado de uma sinergia de esforços e vontades” e de “um desafio lançado pela professora Aurora Pais”. Destacou, igualmente, a

“contribuição desprendida” de alguns benfeitores que tornou possível levar este projecto adiante. Depois, um técnico de uma empresa famalicense fez uma pequena apresentação das mais-valias técnicas do quadro interactivo, complementada pela intervenção da professora Aurora Pais, que mostrou vários exemplos práticos da aplicação pedagógico-didáctica desta nova tecnologia. Já o director do Agrupamento, Jones Maciel, e o presidente da Junta de freguesia, Fernando Pinheiro, elogiaram a associação pela capacidade de iniciativa. Por fim, tomou a palavra o vereador Leonel Rocha, que elogiou a iniciativa da associação, sublinhando que a escola de Cavalões passa a ser o primeiro estabelecimento de ensino do 1º Ciclo do concelho a ter esta tecnologia ao seu serviço. O vereador disse ainda esperar que a iniciativa sirva de modelo à dinâmica de outras associações de pais. Entretanto, a Associação de Pais das Escolas e Infantários de Cavalões vai realizar, no próximo dia 28 (Domingo de Ramos), uma feirinha, junto à igreja paroquial de Cavalões. Estarão à venda todo o tipo de produtos, desde agrícolas até aos têxteis.

Dia da Mulher celebrado em Landim

O Centro Social de Landim promoveu, no passado dia 6, a 7ª edição da Noite da Mulher, actividade destinada a celebrar o Dia Internacional da Mulher. Animada pelo artista famalicense Costinha, a noite festiva contou com a participação de 150 mulheres que, além da música e do convívio, foram presenteadas com algumas surpresas durante o jantar.

Semana da leitura na EB 2,3 Bernardino Machado A EB 2,3 Bernardino Machado, de Joane, associouse à Semana da Leitura, que decorreu de 1 a 5 Março, com actividades direccionadas no sentido de promover a leitura. “Expusemos livros, contámos com a presença de escritores e homenageámos Camilo Castelo Branco lendo contos da sua autoria”, destaca a escola em nota à im-

prensa. O ponto alto foi o encontro com o escritor e ilustrador Pedro Seromenho, que contou, desenhou e encantou alguns alunos do 2º ciclo. A Biblioteca da escola foi pequena para tanto entusiasmo. Prova disso são as requisições dos alunos, que lêem todos os livros de Pedro Seromenho. pub.


10

pública: 17 de Março de 2010

freguesias

ficco Dois suspeitos de tráfi de droga detidos em Castelões A GNR de Joane deteve, na segunda-feira, perto das 11 horas, em Castelões, dois indivíduos por suspeitas de tráfico de estupefacientes. Trata-se de um homem com cerca de 30 anos e uma jovem de 22 anos, ambos residentes em Serzedelo, no concelho de Guimarães. O homem, conhecido por José Russo, está já referenciado pelas autoridades pelo mesmo crime. Aliás, foi um dos detidos no âmbito de uma megaoperação levada a cabo pela GNR no início do mês de Fevereiro, que culminou com a prisão de 36 suspeitos. No âmbito desse caso estava sujeito a Termo de Identidade e Residência e obrigado a apresentar-se às autoridades duas vezes por semana.

Desta vez, a detenção aconteceu quando os dois suspeitos se encontravam no lugar de Gorgulhão, em Castelões, um local referenciado pelo tráfico de droga. Ao avistarem uma patrulha da GNR, os dois indivíduos terão ficado nervosos, o que alertou os guardas, que depois de os revistarem, encontraram 12 doses de heroína. Os dois detidos foram ouvidos no Tribunal Judicial de Famalicão na tarde de segunda-feira e o homem viu ser-lhe decretada a medida de coação máxima, isto é, prisão preventiva, tendo sido levado para o Estabelecimento Prisional de Custóias. Já a mulher ficou sujeita a apresentações periódicas às autoridades e proibida de frequentar locais referenciados com o tráfico de droga.

Semana da Leitura na Didáxis de Riba d’Ave

Escritor Pedro Seromenho conversou com alunos

Derrame de óleo na Devesa Um derrame de óleo na Devesa, na quartafeira da semana passada, obrigou a cuidados na circulação. Tratou-se de um derrame de óleo de grande dimensão na zona da Devesa, mais ou menos entre a Ponte de Vilar e até onde termina o alcatrão. Terá sido causado por um tractor que terá sofrido uma avaria mecânica e derramou o óleo pela via, ao final da manhã daquele dia. Alertada para a situação, a PSP esteve no local e identificou o condutor, avisando também a Protecção Civil de Famalicão. Esta, por sua vez, procedeu à sinalização do perigo e à limpeza da via.

Pioneiros de Vermoim na Serra da Estrela

Pedro Seromenho com os alunos da Didáxis

Ler é saber… é prazer sem limites. Este foi o mote da Semana da Leitura que decorreu na Didáxis de Riba d’ Ave. No terceiro dia a biblioteca da escola teve lotação esgotada, com alunos e professores a quererem ver e ouvir Pedro Seromenho, escritor, ilustrador e bom conversador. Nascido em 1975 na República do Zimbabué, Pedro Seromenho reside actualmente em Braga. As suas obras transportam os leitores para um reino de fantasia e aventura. “Nascente de Tinta”, “O reino do Silêncio”, “900 História de um rei” são os títulos que encantam o público infanto-juvenil. Para 18 de Abril está previsto o lançamento do seu novo livro – “A estrelinha pálida” – no decorrer da Feira do Livro de Braga que foi pensado para as crianças porque “tem muitas ilustrações, capa dura e uma história diferente”, explicou.

O escritor/ilustrador conversou com os alunos sobre a sua criação e sobre os seus projectos. A sessão de autógrafos foi muito original. Ao contrário do que é costume, os alunos não levaram o livro para casa depois de o adquirirem. O autor ficou com o volume e o nome dos que queriam a obra autografada para poder fazer uma dedicatória ilustrada personalizada. Já os alunos do 1.º ano do Curso Profissional Técnico de Multimédia foram convidados pelo Grupo de Trabalho das Bibliotecas de Famalicão para ilustrarem textos no âmbito da Semana da Leitura que decorreu na Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco. Este desafio permitiu aos jovens da turma utilizarem, intencionalmente, toda uma panóplia de elementos visuais relacionados com as histórias e as suas interacções, o que con-

tribuiu de forma criativa para o enriquecimento da expressão e da recepção de mensagens contidas nos textos vs as palavras visuais”, explicou João Mota, o professor orientador do projecto. Outra actividade que marcou a semana aconteceu no Salão polivalente da Didáxis. Alunos, pais, funcionários, professores e directores juntaram-se para partilhar leituras. O vereador da Educação e Desporto, Leonel Rocha, que também esteve presente, felicitou a escola por se empenhar em estimular os alunos para a leitura, partilhou experiências enquanto leitor, leu poemas e ofereceu um livro à escola. O Núcleo de Dança e os professores de Educação Musical prepararam momentos de verdadeiro encanto e as alunas do 2º ano do Curso Técnico de Apoio Psicossocial dramatizaram um texto.

Festa de S. José em Oliveira S. Mateus A freguesia de Oliveira S. Mateus é palco, no próximo fim-de-semana, das festas de S. José. Na sexta-feira o destaque vai para a tradicional feira anual e, no sábado, tem lugar a procissão de velas, pelas 21 horas, seguindo-se o espectáculo de Tânia Bolero e de Luizão. No

domingo, a missa realiza-se pelas 11h30, na capela de S. José. As cerimónias religiosas prosseguem à tarde com a procissão em honra de S. José, havendo ainda espaço para a animação com a Banda de Música da Lixa e um rancho folclórico.

Noite de fado em S. Miguel-o-Anjo Os Pioneiros do Agrupamento de Escuteiros 125 de Vermoim desenvolveram uma actividade de Inverno na Serra da Estrela, no fim-de-semana de 6 e 7 de Março. O imaginário para esta actividade era “Skuar até à Estrela” e os escutas ficaram alojados “numa pequena mas acolhedora” casa situada no Vale Glaciar do Zêzere, “com o objectivo de reforçar a união do grupo”, explicam os res-

ponsáveis em nota à imprensa. A actividade não se limitou à Serra, estendendo-se também às localidades em redor, como Covilhã e Manteigas, por onde se realizaram também algumas actividades. Desta ida à Serra “resultou um aumento do espírito de equipa, novos conhecimentos (fauna e flora), novas experiências e novas expectativas para o futuro”.

O Centro Social, Cultural e Recreativo de S. Miguel-o-Anjo é palco, no próximo sábado, pelas 20 horas, de uma Noite de Fado, com os fadistas Rosita, Joaquim Carneiro, Zé Manel e Elisabete Martins, acompanhados à viola por Manuel dos Santos e á guitarra por António Cardoso. No local será também servida uma ceia regional.


pública: 17 de Março de 2010 11

freguesias

Centenário reside em Mouquim

Creche D. Elzira organiza corrida solidária

Manuel Carvalho celebra 100 anos Magda Ferreira

A Creche e Jardim Infantil D. Elzira Cupertino de Miranda, no Louro, organizou, no passado dia 8 de Março, uma Corrida Solidária com o objectivo de angariar fundos para apoiar as crianças de Timor Leste, aceitando assim o desafio proposto pela Organização Não Governamental “Médicos do Mundo”. Em nota à imprensa, a instituição conta que, logo pela manhã desse dia e devidamente equipados com fato de treino e sapatilhas, 80 corredores, com idades entre os 3 e os 5 anos, iniciaram a corrida. Esta decorreu numa quinta de um associado, junto à instituição, “e foi um sucesso”. Os donativos angariados serão enviados para os “Médicos do Mundo”, instituição que os fará chegar às crianças de Timor Leste.

Magda Ferreira

Famalicão tem mais um centenário. Manuel Carvalho, de Mouquim, comemorou 100 anos de vida na passada quinta-feira, dia 11 de Março. Uma data memorável, que passou na companhia de familiares e amigos, que fizeram questão de o visitar neste dia. A festa propriamente dita, essa foi realizada ao almoço do passado domingo, tendo o aniversariante juntado toda a família e também alguns convidados num restaurante da Trofa. Pai de oito filhos, Manuel Carvalho trabalhou quase toda a vida na construção civil, como contou ao OP, que também o visitou no dia de aniversário. “Uma vida difícil”, recordou, que o fez percorrer várias zonas do país e a passar muito tempo longe de casa. “Estive em muitos lados: Bragança, Barca d’Alva, na terra do Salazar, Leiria, Lisboa, Viana. Andei pelo país todo”, contou, frisando que “naquela altura vinha a casa só de 3 em 3 meses”. Entre as várias obras em que participou, destaca-se a construção da Ponte da Arrábida, onde foi encarregado geral. “Na altura que eu nasci a vida era muito difícil”, apontou o centenário, que nasceu no início da segunda década do século XX. Essa dureza dos tempos, juntamente com a morte prematura do pai, obrigou-o a começar a trabalhar cedo. Aos oito anos, olhava já por oito cabeças de gado. Viúvo há 25 anos, Manuel Carvalho fez questão de cuidar da sua esposa, que esteve acamada durante muito tempo. Sozinho, está a viver há já 17 anos em Mouquim, em casa de uma das suas filhas, Alexandrina Carvalho. Esta fala do pai com muito carinho, recordando-o como “trabalhador, exemplar, e com muito respeito, mas não severo”. A família foi, entretanto,

Manuel Carvalho e a filha Alexandrina no dia em que fez 100 anos

crescendo, e aos oito filhos já se juntaram 21 netos e 26 bisnetos. “A família é minha amiga e eu também sou amigo deles”, garante Manuel Carvalho. Entre esses amigos está uma afilhada, Celeste Correia, que também o visitou no dia de aniversário e lhe ofereceu um presente especial: um poema de sua autoria. «O meu querido padrinho/uns versinhos lhe vou dar/ foi a forma que arranjei/de vos homenagear/Este meu pequeno gesto/é de emoção e alegria/em me encontrar junto de vós/nesta hora e neste dia», recitou. Hoje em dia, aos 100 anos, Manuel Carvalho leva, natural-

mente, uma vida muito mais descansada. Com alguns problemas nas pernas e na coluna, inerentes à idade, anda muito pouco e, por isso, passa a manhã na cama. As tardes são passadas à janela, a maior parte das vezes a ouvir rádio. Janta cedo, para cedo ir dormir. Na televisão, gosta apenas de ver os noticiários. “Eu gostava de trabalhar, de ter jardim em casa, de ter as coisas arrumadas. Agora sofro muito da coluna, não me posso baixar quase nada, mas ainda faço a barba e visto-me. Tenho bastante doença, mas para a idade que tenho, sinto-me bem”, diz, com orgulho. pub.

Escuteiros do Louro promoveram cortejo

QUINTA EM NINE / ARRENDA-SE

Os escuteiros do Louro, em colaboração com moradores de alguns lugares da freguesia, realizaram, no dia 7 de Março, o 5º cortejo de angariação de fundos para a conclusão da nova sede. Apesar da chuva, os objectivos do cortejo e do leilão foram plenamente atingidos, visto que todos os produtos foram leiloados e comprados. “Destaca-se a alegria de todos na participação, com um objectivo claro de ajudar este agrupamento escutista, em mais um importante passo no seu crescimento e na sua história”, diz o agrupamento em nota à imprensa, aproveitando para manifestar “a sua alegria e agradecimento a todos, em geral, e em particular àqueles que directamente estiveram envolvidos na preparação e dinamização da iniciativa”.

Arrenda-se terreno e/ou pavilhões agrícolas. Com ou sem vinha de 4,2 hectares aproximadamente Telem. 937 442 900 - Telef. 252 961 310 pub.

MALHAS DAM FABRICAMOS Todo o tipo de roupa de trabalho, batas para escolas, enfermagem, restauração, etc. Telefone: 252 302 000 ou 932 404 718 E-mail: fardamentoportugues@sapo.pt


12

pública: 17 de Março de 2010

freguesias

Turma da EB 2,3 de Pevidém entrega tampas a Salvador

A turma do 6º F da EB 2,3 de Pevidém, Guimarães, associou-se à campanha de solidariedade para com Salvador Castro, um tetraplégico de Joane que sofreu um grave acidente de trabalho. Os alunos entregaram, no dia 26 de Fevereiro, pela segunda vez, mais uma quantidade significativa de tampinhas à família do Salvador para a aquisição de uma cadeira de rodas trepadora, já que habita num 3º andar de um prédio sem elevador. Até este momento, o projecto de recolha de tampas de plástico intitulado “6º F, Turma Solidária” já conseguiu um total de 400 quilos, mas almeja atingir até ao final do ano lectivo uma tonelada. Sob o lema “Com uma tampa estás a ajudar, com milhares melhoras a vida de alguém”, os alunos empenharam-se de tal forma que chegavam a dizer aos pais que iam brincar quando o que na verdade faziam era tocar nas campainhas dos vizinhos a recolher tampas. Outros exemplos são os cartazes colocados nos próprios ecopontos, nos cafés e nas mercearias de familiares. O projecto envolveu ainda todo o Agrupamento de Escolas de Pevidém e uma turma de Educação e Formação de Adultos, da EBI de Vila Cova, Barcelos. No sentido de dar um novo impulso à campanha, foram criados dois “ecotampas” na escola.

Com muitos convidados

Didáxis de S. Cosme promoveu Semana da Leitura Na Didáxis de Vale S. Cosme, de 1 a 5 de Março, realizou-se, pela segunda vez, a Semana da Leitura. Sob o signo “Da palavra ao mito” deu-se voz aos encarregados de educação, aos alunos e aos convidados que não quiseram deixar de partilhar leituras e vivências literárias. Segundo uma nota enviada à imprensa, no primeiro dia, António Leite, director regional de Educação do Norte, enalteceu o evento e testemunhou o “quão importante é a leitura para o crescimento pessoal, para o conhecimento e para a vida”. Também os vereadores da Educação e da Cultura da Câmara Famalicão, Leonel Rocha e Paulo Cunha, respectivamente, trouxeram “as leituras que mais os marcaram” e falaram da importância de ter sempre um livro “à mão”. Demonstrando que a leitura não se resume só aos livros e à vivência pessoal, a responsável cultural da Associação “Os Bandeirantes”, Maria Luísa Lamela, agraciou este evento, com uma di-

Leonel Rocha deu a conhecer os seus preferidos da literatura

nâmica diferente, tornado a leitura um ponto de partida para a realização de actividades interactivas. Já José Marques, professor da Universidade do Minho, marcou o quarto dia com uma abordagem mais filosófica da leitura e dos mitos. No penúltimo dia realizou-se um Fórum de Poesia, com a presença de Ivo Machado e Agostinho Fernandes que entusiasmaram todos os presentes com a selecção de poemas e poesias. Neste espaço de tertúlia participaram, para além dos professores e alunos do ensino diurno, os alunos

dos Cursos EFA e de Segurança e Higiene no Trabalho, com a recitação de poemas, de autoria própria e de outros grandes poetas. No último dia, Luís Loureiro de Castro, director regional da Autoridade para as Condições do Trabalho, apresentou uma visão própria e fundamentada da “Metamorphose”, de Kafka, incentivando à leitura e reflexão. Debate Ambiente e Economia O II Debate Prós e Contras deste ano lectivo, na Didáxis de S. Cosme, colocou em confronto

duas dimensões fundamentais da existência humana: por um lado, a importância do desenvolvimento económico como forma de assegurar qualidade de vida a todos os seres humanos; por outro, a necessidade de respeitar e proteger a nossa casa comum, o Planeta. O debate, dinamizado por alunos do Ensino Secundário (Cursos Profissionais e Ciências e Tecnologias), mostrou que o tema não é tão consensual, “uma vez que são várias as dificuldades que se levantam, sobretudo por vivermos hoje um período de crise económica e de graves desigualdades entre os países mais desenvolvidos e menos desenvolvidos”. A actividade contou com a presença do vereador do Ambiente de Famalicão, José Manuel Santos, que participou na discussão, analisando o problema do ponto de vista dos órgãos de gestão da autarquia e enunciando algumas das medidas que o município de Famalicão pretende adoptar na área ambiental.

pub.

Sorteio em Vale S. Cosme No centro da cidade.

Dois armários embutidos.

Com garagem, cozinha mobilada e equipada. Sala de jantar e estar com lareira Quartos com armários embutidos Vidros duplos. Um terraço. Aquecimento central Óptimas áreas. Em Calendário.

Valor: 72.000,00 €

Valor: 95.000,00 €

Cozinha mobilada, tem placa e exaustor. Uma casa de banho completa. Sala de jantar com uma varanda.

Tem a área de 145 m2 com dois lugares de garagem e arrumos. Cozinha mobilada e equipada. Sala com lareira. Tem duas varandas. Ar condicionado e aquecimento central. Iluminação em focos. Valor: 150.000 €

Moradia T3 - Com garagem e arrumos Terraço nas traseiras. Jardim na frente da casa- Fica perto do Hospital. Valor: 200.000,00 € T2 como novo. Tem duas frentes. Garagem para um carro. Cozinha mobilada e equipada com electrodomésticos.Lavandaria e arrumos. Valor: 125.000,00 € T2 – Semi-novo. Tem a área de 122 m2. Garagem individual fechada com 23 m2. Cozinha com terraço e equipada com electrodomésticos. Uma casa de banho com hidromassagem. Valor: 99.750,00 € T2. Dois quartos com armários embutidos. Uma casa de banho completa. Sala de jantar e estar com lareira. Cozinha mobilada, lavandaria. Uma varanda. E ar condicionado. Valor: 85.000,00 € T3. Com a área de 130 m2. Com três frentes. Garagem fechada. Três quartos, dois deles com varanda. Sala de jantar e estar com lareira e recuperador de calor. Cozinha mobilada e equipada e lavandaria.Valor: 88.500,00 €

Com garagem. Tem a área de 102 m2. Uma suite mais duas casas de banho, uma com banheira de hidromassagens. Cozinha mobilada e equipada com electrodomésticos. Lavandaria.Caldeira para aquecimento central, aspiração central, radiadores. Excelente localização. Valor: 135.200,00 €

T 3 com aparcamento fechado. Com uma frente. Tem a área de 103 m2. Cozinha mobilada. Uma lavandaria e despensa. Uma varanda, soalho flutuante. Em Calendário. Valor: 83.500 € T 3 – No Vinhal. Com lugar de garagem. Tem a área de 130 m2. Com uma frente. Uma suite, mais duas casas de banho. Armários embutidos. Aquecimento central. Uma varanda com 33 m2Valor: 155.000 € Café e Snack-Bar para Trespasse No centro da cidade. Está todo equipado. Tem duas casas de banho. Sala de jogos. Valor: 45.000,00 € Café e Snack-Bar Está todo remodelado. Tem a área de 100 m2 Fica no centro da cidade. Valor: 50.000,00 €

Como nova. Garagem para dois carros. Cozinha mobilada e equipada, sala de jantar e estar com lareira. Casa de banho com banheira de hidromassagens. Aquec. e aspiração central, ar condicionado. Valor: 180.000 € (negociável).

Nem o dia cinzento, nem a chuva que persistiu em cair ao longo do dia, fizeram desanimar todas as pessoas, que assistiram ao cortejo a favor do Centro Paroquial Social de Vale S. Cosme, realizado no passado dia 7. Desde os segredos, aos tractores com lenha e aos petiscos, tudo foi vendido. Após o leilão, que terminou já de noite, foi realizado o a sorteio. Os números premiados foram os seguintes: 1346 (1º prémio), 2888 (2º prémio) e 2230 (3º prémio).

Escuteiros de Calendário entregam tampinhas para o Salvador

No Covêlo Garagem fechada para um carro. Cozinha mobilada e equipada. Tem um grande terraço. Aquecimento central. Soalho flutuante. Boa exposição solar e óptimas áreas. Valor: 95.000,00 €

Pavilhão para restauro – Tem a área de 880 m2. Valor: 235.000,00 € Terreno com a área de 1.550 m2. Aprovado para construção industrial. Já tem as infra-estruturas. Valor: 165.000,00 € Terrenos – Várias áreas. Para construção. Nos arredores da cidade. Loja 90 m2 centro cidade frente de rua – 550 € Apartamento T2 – mobilado, condomínio incluído. no centro da cidade: 325,00 € Apartamento T3+1 – No centro da cidade. Condomínio incluído. 375,00 € Apartamento T2 com terraço – Em Calendário. Cozinha com placa, forno, esquentador e exaustor. 250,00 €

Pavilhão com 300 m2 em fase de construção. Junto ao centro da cidade, com excelentes acabamentos. Valor de venda: 165.000,00 €

Apartamento T1+1 – No centro da cidade. 250,00 €

Pavilhão – Novo. Com a área de 400 m2. No centro da cidade. Valor: 220.000,00 €.

Apar tamento T 2 com garagem. Perto do centro. Condomínio incluído.

No passado sábado, 31 escuteiros de Calendário entregaram dezenas de garrafões de tampinhas nas instalações da Editave Multimédia, em S. Tiago de Antas, que agrega o jornal OPINIÃO PÚBLICA, a Rádio Digital e a Famatv. Os lobitos daquele agrupamento deram assim um importante contributo para ajudar o Salvador, um joanense que precisa de juntar 7 toneladas para uma cadeira de rodas que lhe permite uma maior qualidade de vida. Os lobitos do agrupamento 291 de Calendário cumpriram, com esta acção, a verdadeira missão escutista de fazer bem ao próximo. Os mais pequenos gostaram de ajudar e prometeram, desde já, continuar a ajudar nesta campanha de recolha de tampinhas.


pública: 17 de Março de 2010 13

freguesias

Habitação rural ardeu, mas não houve feridos

Ministra do Trabalho e Solidariedade inaugura Casa de Telhado

Incêndio em Arnoso deixa 10 pessoas sem casa Uma casa ficou totalmente destruída, ontem à tarde, terçafeira, em Arnoso Santa Maria. Um incêndio deflagrou numa habitação rural, deixando desalojada uma família de 10 pessoas. Não houve registo de feridos, uma vez que, naquele momento, apenas se encontrava uma pessoa no exterior da habitação. O alerta foi dado pelas 15 horas e no local estiveram os Bombeiros Voluntários de Famalicão e os Famalicenses, num total de 9 viaturas e 21 homens, que deram o fogo como extinto após duas horas. A habitação era arrendada e José Fernandes, que vivia ali há 25 anos, não consegue perceber a origem do incêndio. “Eu estava a atar uns sacos e veio um vizinho avisar-me que eu tinha a casa a arder. Eu não me apercebi…nem senti o cheiro de fumo, mas quando eu vi já era uma fumaceira”, contou, lembrando que nem “sequer a lareira estava acesa”. “Deve ter sido um curto-circuito”, supõe. Apesar de perder todos os bens, ficando “apenas com a roupinha”, porque “o ouro, a carteira ficaram lá dentro”, José Fernandes reconhece que todos tiveram sorte porque os netos e a esposa

Foto: Joel Braga

Jorge Humberto Bastos*

Habitação foi totalmente consumida pelas chamas

tinham-se deslocado às compras a Famalicão uma hora antes do incêndio ter começado. No local esteve Ademar Carvalho, adjunto do presidente para a Acção Social, que garantiu que a família desalojada vai ser realojada e ajudada com bens essenciais pela Câmara Municipal de Famalicão. No combate ao incêndio estiveram as duas corporações de bombeiros da cidade. Quando chegaram já pouco havia para salvar. Manuel Alves, 2º comandante dos Famalicenses,

explicou que houve algumas dificuldades de acesso ao local, nomeadamente porque a entrada era estreita e dificultou a entrada das viaturas de maior dimensão. “Tivemos dificuldades porque não havia energia e a água depressa acabou. Esperámos por uma viatura que demorou algum tempo a chegar, por causa do trânsito. Ainda esperámos cinco minutos”, explicou aquele responsável.

A cerimónia de inauguração das novas instalações da Casa de Telhado da ATC está marcada para o próximo domingo, pelas 14h45, com a presença da ministra do Trabalho e Solidariedade Social, Helena André; do presidente da Câmara Municipal de Famalicão; do presidente da Junta de Joane e outras individualidades. A partir da inauguração será ainda lançada uma nova imagem da instituição que alia esta cerimónia ao surgimento de uma nova campanha de comunicação de divulgação das novas infra-estruturas e de imagem interna através da remodelação da indumentária dos funcionários do Colégio ATC.

Encontro da Patrulha Corvo juntou cerca de 300 escuteiros Os escuteiros da Lagoa receberam no passado sábado, dia 13 de Março, a Patrulha Corvo do Núcleo de Vila Nova de Famalicão. O encontro decorreu durante a manhã, junto à sede dos escuteiros da Lagoa, onde nove dos onze agrupamentos que fazem parte desta patrulha participaram em jogos de escutistas e actividades diversas. O programa contou ainda com ainda com um desfile pelas ruas da freguesia e com uma eucaristia presidida pelo Padre Manuel António. No final os responsáveis pela organização estavam satisfeitos com o balanço positivo deste encontro.

* c o m J o s é Cl e m e n t e pub.


14

pública: 17 de Março de 2010

publicidade

Transportes

VENDO T2

de Mercadorias Mudanças - Distr. de Publicidade

Próximo do centro (S. Tiago de Antas por cima do Restaurante Portuguesa no 3º andar), com 2 lugares de garagem, com móveis de cozinha e electrodomésticos, Aquecimento eléctrico por meio de acumuladores estáticos.

ALVARÁ N.º 14030/2007

Um estudo sobre o retorno da formação profissional, conduzido por uma equipa de pesquisadores da Sociedade de Estudos Económicos e Sociais, envolve uma análise aprofundada dos dados do relatório social (Balanço Social) e registos de pessoal (Quadros de Pessoal) das empresas portuguesas para o período 19962005. Estes dois instrumentos dão acesso a dados anuais sobre as empresas, como o sector de actividade económica, o número de estabelecimentos, as despesas de pessoal, o número de empregados, novos recrutamentos e demissões, promoção e mobilidade interna, informações sobre a estrutura etária, habilitações, género, tudo junto com pormenores sobre o número de cursos de formação, horas de formação e capacitação dos beneficiários.O estudo calcula os resultados da formação profissional realizada em Portugal durante o período em análise. O banco de dados inclui informação sobre 3 920 empresas com mais de 100 funcionários.Os resultados do estudo estão em conformidade com a informação já existente, apontando para um efeito positivo da formação profissional sobre a produtividade e os salários, embora esses efeitos pareçam ser menores do que geralmente se julga.O estudo dá também uma nova visão a respeito dos efeitos positivos da formação sobre a mobilidade dos trabalhadores, uma vez que as empresas que fornecem formação profissional aos seus trabalhadores também mostram uma maior percentagem de trabalhadores que deixam a empresa depois de concluir a formação. Quanto a ofertas de emprego para esta semana, seleccionámos as seguintes: A oferta nº 587686150 selecciona um mecânico de automóveis de 1ª (multimarcas), com experiência. A oferta nº 587686152 procura um técnico de vendas para efectuar atendimento ao público em “stand” de automóveis. Oferta nº 587686250 que procura um ladrilhador (azulejador) com experiência na colocação de cerâmica e pedra. Oferta nº 587686303 que deseja recrutar um engenheiro electrotécnico para departamento da produção e orçamentos. Oferta nº 587686350 que procura um canalizador. A oferta nº 587686413 procura um mecânico de automóveis, com experiência na reparação de avarias mecânicas e eléctricas. A oferta nº 587686535 selecciona um condutor de máquinas de nivelamento e terraplanagem. Oferta nº 587686549 selecciona serralheiros de 2ª com experiência. A oferta nº 587686623 procura um torneiro mecânico com conhecimentos em torno semiautomático e paralelo. A oferta nº 587686821 procura um ajudante de cozinha para ajudar em todas as tarefas de preparação de alimentos e limpeza. Como sempre, já sabe: para se candidatar a estas e outras ofertas de emprego, basta dirigir-se ao Centro de Emprego de Vila Nova de Famalicão.

Tlm. 968 380 719 - 916 938 215 E-mail: franciscopinto_@hotmail.com

Tudo em muito bom estado.

75 000.00€ Contacto: 252 378 610 917 522 130

VENDE-SE Última vivenda T3 de gaveto em Outiz na Urb. Valverde - 2 minutos de Famalicão - constituida por cave / r/chão / andar, com aquecimento central, gás natural, e todas as pré-instalações a informar oportunamente, em fase de acabamentos com possibilidade de ainda escolher materiais.

175 000.00€ Contacto: 252 378 610 OU 917 522 130

Associação Desportiva Barrimau Futebol Clube Assembleia Geral Ordinária Convocatória Convocam-se todos os sócios desta colectividade para a assembleia que se irá realizar no próximo dia 26-03-2010 pelas 21:15h, com a seguinte ordem de trabalhos: 1º - Apresentação e votação do relatório de contas referente ao ano de 2009. 2º - Eleição dos corpos gerentes para o próximo triénio. 3º - Outros assuntos de interesse para a colectividade. Nota: Se à hora marcada não se encontrarem presentes o n.º de sócios conforme regem os estatutos. A Assembleia terá inicio meia hora mais tarde, com o n.º de sócios presentes.

O Presidente da Assembleia Geral Joaquim Moniz Ferreira

JUSTIFICAÇÃO Certifico narrativamente para efeitos de publicação que por escritura de hoje exarada de fls. 83, do livro de escrituras diversas n.º 124-G, deste cartório a cargo da Notária, Lic. Margarida Maria Nunes Correia Pinto Regueiro, foi lavrada uma escritura de justificação notarial em que foram justificantes: a) Armindo Ferreira Leal, cont. 143 733 672, divorciado, natural da freguesia de Gondifelos, concelho de Vila Nova de Famalicão, onde reside na Rua do Barroco, 354. b) Lúcia Novais da Silva Oliveira, cont. 175 667 659, divorciada, natural da freguesia de Gondifelos, concelho de Vila Nova de Famalicão, onde reside na Alameda Pinho Verde, nº 100. E por eles foi dito que, Que são donos, com exclusão de outrem, do seguinte prédio, omisso na Conservatória do Registo Predial de Vila Nova de Famalicão, prédio urbano, casa e quintal, destinado à habitação, no Lugar de Campelos, da freguesia de Gondifelos, concelho de Vila Nova de Famalicão, com a área coberta de duzentos e setenta metros quadrados, e descoberta de trezentos e vinte metros quadrados, a confrontar do norte e poente com Alzira Maria Gomes Oliveira Novais, sul e nascente com caminho público, inscrito na respectiva matriz sob o artigo 511, com o valor patrimonial de 16.746,97€ e atribuído de dezassete mil euros. Que iniciaram a posse do prédio há mais de vinte anos, em mil novecentos e oitenta e três, tendo adquirido a posse por compra verbal, nunca formalizada, pelo que não são detentores de qualquer título formal que legitime o seu domínio, razão pela qual se encontram impossibilitados de comprovar a aquisição pelos meios normais. Que desde então sempre os têm usufruído, habitando e fazendo obras de conservação, gozando todas as utilidades por ele proporcionadas, com ânimo de quem exerce direito próprio, pagando os respectivos impostos, fazendo-o de boa-fé por ignorar lesar direito alheio, pacificamente porque sem violência, contínua e publicamente, à vista de eventuais interessados e de toda a gente e sem oposição de ninguém, sendo reconhecidos como seus donos por todos. Que, dadas as características de tal posse, adquiriram a propriedade do referido prédio por usucapião. ESTÁ CONFORME O ORIGINAL, O QUE CERTIFICO. Cartório Notarial de Margarida Correia Pinto Regueiro, 8 de Março de dois mil e dez. A Notária, Margarida Correia Pinto Regueiro PUBLICAÇÃO OBRIGATÓRIA - Jornal Opinião Pública 17 de Março de 2010

TORNEIO DE SUECA Em Ruivães na Casa do Povo para beneficio da Festa do Divino Salvador Dia: 20/03/2010 Inicio do torneio: 15h 1º Prémio: 2 Máquinas de Café 2º Prémio: 2 Presuntos 3º Prémio: 2 Bacalhaus 4º Prémio: 2 Frangos Nota: no local temos um bar com bolo no forno, bons vinhos e petiscos. BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS FAMALICENSES

ASSEMBLEIA-GERAL ORDINÁRIA

EDITAL ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA

CONVOCATÓRIA António Alberto Simões da Costa, presidente da Assembleia-Geral, do Grupo Recreativo e Associativo de Cruz (G.R.A.C.), convoca todos os associados para uma reunião da Assembleia, a realizar no dia 27 de Março de 2010, pelas 14 horas e 30 minutos, na sede da Junta de Freguesia de Cruz e com a seguinte ordem de

Nos termos da alínea a) do Artigo 19º. e Artº. 21º. dos nossos Estatutos, convoco a Assembleia Geral Ordinária para reunir no próximo dia 29 de Março de 2010 (Segunda-Feira), pelas 21 horas, na sede desta Associação, à Avenida Dr. Carlos Bacelar, com a seguinte ordem de trabalhos: - PONTO 1 APRECIAÇÃO, DISCUSSÃO E VOTAÇÃO DO RELATÓRIO E CONTAS DE GERÊNCIA DO ANO DE 2009 - PONTO 2 OUTROS ASSUNTOS DE INTERESSE PARA A ASSOCIAÇÃO Se à hora marcada não se encontrar número de sócios suficientes, a Assembleia reunirá meia hora mais tarde com qualquer número de sócios (§ 1º.do Artº. 21º). VILA NOVA DE FAMALICÃO, Aos 01 de Março de 2010 O PRESIDENTE DA MESA DA ASSEMBLEIA GERAL, Amândio Oliveira Carvalho NOTA: As contas encontram-se à disposição dos sócios, durante as horas de expediente, na secretaria desta Associação.

Trabalhos: 1º Discussão e aprovação do Plano de Actividades para o ano de 2010. 2º Discussão e aprovação das Contas de Gerência referentes ao ano de 2009 e respectivo parecer do Conselho Fiscal. 3º Outros assuntos de interesse para a colectividade. Notas: a) Nos termos dos estatutos e da legislação em vigor do código que regulamenta as associações, é condição de participação, que os sócios comprovem a qualidade de associado e que as suas quotas estejam em dia (28 de Fevereiro de 2010). b)Se à hora marcada da Assembleia-Geral, não se encontrarem presentes, pelo menos, 40 dos associados no pleno gozo dos seus direitos; a Assembleia funcionará, meia hora depois, com qualquer número de sócios. Cruz, 06 de Março de 2010 O Presidente da Mesa da Assembleia-Geral (António Alberto Simões da Costa)


pública: 17 de Março de 2010 15

freguesias

Rancho de Oliveira tem nova direcção O Rancho Folclórico de Oliveira Santa Maria elegeu, no passado dia 13, novos membros para os seus órgãos sociais. A Direcção continua a ser presidida por Lúcia Fátima Oliveira, tendo como tesoureiro Manuel Domingos Ferreira e como secretário Tomás Gonçalves. Para presidir à Assembleia Geral foi eleita Ângela Simões, enquanto o Conselho Fiscal é presidido por Domingos Carneiro Ferreira. Segundo nota enviada à imprensa, a Direcção agora empossada tem como objectivos

imediatos “exigir” a apresentação das contas à anterior direcção para as poder apresentar aos sócios, verificar a listagem de sócios existente, apresentar à assembleia o plano de actividades para o ano de 2010 e tentar afixar mensalmente a conta corrente do rancho. A Direcção avança também algumas das actividades já programadas para 2010, destacando-se, em Maio, uma Peregrinação a Fátima, organizada da Federação

Portuguesa de Folclore Português. Em Julho terá lugar o festival de folclore do rancho e em finais de Setembro, a colectividade conta participar na Feira de S. Miguel, em Famalicão, com uma tasquinha. A colectividade vai também levar a efeito uma série de actividades de angariação de fundos para a sede, sendo ainda sua intenção efectuar protocolo com uma instituição musical para, aos sábados, dar aulas de aprendizagem musical para instrumentistas.

Rotaract consegue fundos para a cadeira eléctrica de Anita O Rotaract Club de Famalicão, com o apoio do Interact Club, organizou o segundo jantar de angariação de fundos, em Arboso Santa Eulália, no passado dia 6, que contou com a presença de 230 pessoas. Segundo o Rotaract, a adesão “revelou-se muito acima das expectativas, uma vez que a receita conseguida foi de 5.250 euros, dos quais 1.700 foram encargos com o restaurante. Com este valor será possível dar a Anita a cadeira de rodas eléctrica inicialmente pensada, bem como acrescentar, desde já, um conjunto de extras que estava previsto incluir na cadeira ao longo do

tempo que a tornam mais confortável, nomeadamente, ao nível do encosto. O Rotaract agradece, assim, a todas as entidades que apoiaram esta iniciativa, nomeadamente, a empresa Joaquim Novais Miranda (JNM), o Restaurante Solar da Rocha, a Tipografia de Priscos, a Associação Desportiva e Cultural de Arnoso Santa Eulália, a Associação de Pais de Arnoso Santa Eulália, a Associação Quebra Ritmos, o Clube Desportivo Cultural de Priscos e a todos os que aderiram à iniciativa. Deixa ainda um agradecimento especial ao grupo Pedro e Serginho e Grupo de danças do Prof. Carlos, que animaram o jantar.

Alunos do INA visitam Faculdade de Engenharia

Os alunos do 2º ano do curso profissional de Técnico de Informática de Gestão, do Instituto Nun’Alvres (INA), nas Caldas da Saúde, visitaram, no passado dia 4 de Março, a Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), no âmbito do projecto “Fazemos Futuro – Profissão Engenheiro”, inserido nas disciplinas de Linguagem de Programação, Sistemas de Informação e Aplicações Informáticas e Sistemas de Exploração. Este projecto tem como objectivo motivar os alunos pelas diversas áreas da Engenharia, tentando facilitar as suas escolhas e clarificar as saídas profissionais de cada curso disponível. Depois da visita, os alunos do INA puderam interagir com estudantes da FEUP – que dispõe de dez cursos de licenciatura e mestrado integrado – através da troca de ideias, colocação de questões e esclarecimento de dúvidas. “Por tudo isto, concluímos que foi uma experiência bastante positiva, enriquecedora e esclarecedora”, dizem os alunos em nota à imprensa. pub

Serviço de Finanças de VILA N.FAMALICAO-1.-0450 ANÚNCIO

pub.

Empresas famalicenses estão na Texmaq’2010 Depois do sucesso registado aquando da 1ª edição realizada em 2007, Paços de Ferreira organiza a 2ª Texmaq, a maior exposição ibérica de máquinas para as indústrias têxtil, confecção, vestuário, malha e bordados, endereçada a profissionais da área. O certame que começa hoje, dia 17, e decorre até sábado, 20 de Março, conta com a presença de grandes marcas mundiais do sector. A Texmaq promete, assim, ser um acontecimento tecnológico da máxima relevância, mostrando as novidades em maquinaria mais eficiente e produtiva, a única capaz de ajudar as empresas portuguesas a competir no difícil mercado externo em que se encontram. Do concelho de Famalicão participam várias entidades: ATP (Associação Têxtil e do Vestuário de Portugal); Citeve (Centro Tecnológico das Indústrias Têxtil e do Vestuário de Portugal); EASI Internacional, comércio de máquinas têxteis; Jomarca Lda; Magnapeças Lda; Mansilhas & Cª; Manuel Gonçalves Sucrs; e MIB – máquinas industriais para bordados. Não deixe de visitar a Texmaq’2010 até 20 de Março. Todos os dias das 11 horas às 19 horas, no parque de exposições de Paços de Ferreira. Só para profissionais.

IDENTIFICAÇÃO DO(S) BEM(NS) - Uma esquadrejadeira (máquina de carpintaria), marca ALTENDORF - F45CE, nº 00-11-179;- Uma topia, marca SCM, mod.T110 A, nº AB41651, refº 100505;- uma máquina de carpintaria radial, marca FRAMA, type BCT/DR, motor 255412, cor verde; - Uma máquina de carpintaria, desengrosso, marca MIDA, cor verde;- Uma garlopa, marca MIDA, cor verde.

TEOR DO ANÚNCIO Gabriel Torres Bezerra , Chefe de Finanças do Serviço de Finanças VILA N.FAMALICAO-1.-0450, faz saber que no dia 2010-04-27, pelas 10:00 horas, neste Serviço de Finanças, sito em R. ERNESTO CARVALHO EDIF. MILAO R/C, VILA N. FAMALICAO, se há-de proceder à abertura das propostas em carta fechada, para venda judicial, nos termos dos artigos 248.º e seguintes do Código de Procedimento e de Processo Tributário (CPPT), do bem acima designado, penhorado ao Executado infra indicado, para pagamento da dívida no valor de 17.523,09€, sendo 14.824,86€ de quantia exequenda e 2.698,23€ de acréscimos legais. Mais, correm anúncios e éditos de 20 dias (239.º/2 CPPT), contados da 2.ª publicação, citando os credores desconhecidos e os sucessores dos credores preferentes para reclamarem, no prazo de 15 dias, contados da data da citação, o pagamento dos seus créditos que gozem de garantia real, sobre o bem penhorado acima indicado. (240º/CPPT) O valor base da venda é de 16.100€, calculado nos termos do artigo 250.º do CPPT. É fiel depositário(a) o(a) Sr(a) MANUEL JOSE ALVES PINHEIRO, residente em R DO CLUBE DESPORTIVO DA POVOA N 266 3 ESQ - POVOA DE VARZIM, o(a) qual deverá mostrar o bem acima identificado a qualquer potencial interessado, entre as 15:30 horas do dia 2010-03-12 e as 10:00 horas do dia 201004-27 (249º/6 CPPT). Todas as propostas deverão ser entregues no Serviço de Finanças, até às 10:00 horas do dia 2010-04-27, em carta fechada dirigida ao Chefe do Serviço de Finanças, devendo identificar o proponente (nome, morada e número fiscal), bem como o nome do Executado e o n.º de venda 0450.2010.43. As propostas serão abertas no dia e hora designados para a venda (dia 201004-27 às 10:00h), na presença do Chefe do Serviço de Finanças (253.º CPPT). Não serão consideradas as propostas de valor inferior ao valor base de venda atribuído a cada verba (250º Nº4 CPPT). No acto da venda deverá ser depositada a importância mínima de 1/3 do valor da venda, na Secção de Cobrança deste Serviço de Finanças. Os restantes 2/3 deverão ser depositados na mesma entidade, no prazo de 15 dias (256.º CPPT). Se o preço oferecido mais elevado for proposto por dois ou mais proponentes, abrir-se-á logo licitação entre eles, salvo se declararem adquirir o bem em compropriedade. Estando presente só um dos proponentes do maior preço, pode esse cobrir a proposta dos outros, caso contrário proceder-se-á a sorteio para apurar a proposta que deve prevalecer (253.º CPPT).

IDENTIFICAÇÃO DO EXECUTADO Nome: OLGA E PINHEIRO ELECTRODOMESTICOS LDA. Morada: AV ALBINO MARQUES - EDIFICIO EUROPA II N 175 LOJA 1 - DELAES. Data: 12-03-2010 O Chefe de Finanças

Gabriel Torres Bezerra 1ª Publicação - Jornal Opinião Pública 17 de Março de 2010


16

pública: 17 de Março de 2010

publicidade

Centro Social e Cultura de Riba de Ave Instituição Particular de Solidariedade Social

ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA DO CENTRO SOCIAL E CULTURAL DE RIBA DE AVE

31 de Março de 2010, pelas 20.30 horas CONVOCATÓRIA Ao abrigo do Artigo 15º dos Estatutos, convoco os associados do Centro Social e Cultural de Riba de Ave para uma Assembleia Geral Ordinária, a ter lugar no dia 31 de Março de 2010, pelas 20.30 horas, nas instalações do Centro, e com a seguinte ordem de trabalhos: 1) Apreciar e votar o relatório e contas da Direcção e o parecer do Conselho Fiscal relativo ao exercício de 2009; 2) Outros assuntos de interesse para a Associação. Nota: Quando à hora designada não se encontar presente mais de metade dos Associados no pleno gozo dos seus direitos, a Assembleia reunirá uma hora depois com qualquer número de presenças. Riba de Ave, 15 de Março de 2010 O Presidente da Assembleia Geral José Manuel Soares Cerqueira (Dr.)

Páscoa Feliz


praça pública

pública: 17 de Março de 2010 21

Modus Vivendi J. Mário Teixeira

Presente e futuro da advocacia (6) Existe, como referi a semana passada, uma questão conexa à matéria da restrição do acesso à Advocacia em face da sua massificação: quem se licencia em Direito só tem a Advocacia como solução profissional? Tal questão reporta-se às saídas profissionais para aqueles que tiram o curso de Direito. Na verdade, nem todos os licenciado em Direito têm de ser todos Advogados. Podem tentar ser Magistrados, ou Notários ou Conservadores. Ou simplesmente Juristas. Podem, até, exercer funções diplomáticas. Há muitos Juristas em muitas empresas privadas e públicas, que não exercem a Advocacia. Mas nem todos, apesar de terem o curso

de Direito, podem ser Magistrados, Notários ou Conservadores. Porquê? Porque não há lugar para todos. Mas nada os impede de tentar. Há quem coloque a questão do respeito pelas expectativas de todos aqueles que optaram pelo curso de Direito na ideia de virem a exercer a Advocacia. Ora, começa a ser hora das pessoas terem, também, um pouco de sentido de responsabilidade, e não fazerem finca-pé em cursos que não tem saída, escolhendo melhores opções. Hoje, ao contrário de outros tempos, essa informação já existe. Por isso é exigível maior responsabilidade por parte de quem escolhe. Hoje, ao contrário de outros tempos, a Advocacia sofre não só com os males da

Justiça – morosidade, descrédito, custas exorbitantes, etc -, que são conhecidos por qualquer cidadão, que se afasta tanto quanto pode de tribunais, como também sofre com o crescente número de profissionais num mercado com cada vez menos trabalho por força, até, desse afastamento do cidadão em relação à Justiça. Exige-se, pois um outro sentido de responsabilidade quer a quem escolhe um rumo nos estudos e uma profissão quer dos próprios pais que têm por obrigação estarem atentos à realidade do país e alertar os filhos. Se alguém sente que a sua vocação é a Advocacia, pois que estude, que se aplique e se for bom, pois que tente ser seleccionado. Não

pode é continuar a ser mais de 80% dos que se licenciam em Direito – não é dos que se candidatam, é dos que se licenciam – a tornaremse Advogados e a saturar, ano a ano, o mercado. O que a Advocacia não pode é continuar a ser o sumidouro de todos quantos se licenciam em Direito. Até para sobrevivência da própria profissão. Se o Estado não cumpre o seu papel; se quem escolhe um curso não o faz com sentido de responsabilidade; se os pais não se preocupam tanto com o mercado de trabalho quanto se preocupam com o título académico dos filhos, então, se calhar, alguém vai ter de forçar todos a repensar o rumo das coisas. Sobre o estado da Justiça e a sua repercussão no presente e futuro da Advocacia, começarei a falar para a semana. pub.

D’esguelha Gouveia Ferreira

Autocensura A crise não é só económico-financeira, como se viu, no último congresso do PPD, ao ser votada, favoravelmente, por expressiva maioria, a proibição da crítica pré eleitoral. Um partido popular, que se reclama da social-democracia, entra num inconcebível contraciclo, antes da iminente ida às urnas, perdendo capacidade de vociferar contra eventuais práticas estalinistas, apesar de ter acolhido a experiente Zita Seabra, nesse restrito círculo de arrependidos intelectuais marxistas-leninistas. Não se compreende a necessidade, nem o período de tempo escolhido, para a imposição do silêncio a quem vote contra o pensamento oficial do partido, antes dos actos eleitorais, que se pretendem absolutamente livres. Logo sob proposta de Santana Lopes, o último exemplo de coerência e dedicação à causa pública, um sacrificado sofredor popular, mais na Linha de Cascais, do que em qualquer outra frente de intervenção política. É caso para pensar: se, internamente, aprovaram a autocensura, para calar os seus, o que não farão para calar os outros, se algum dia chegarem ao poder. Coitados dos estalinistas nas mãos desta gente! Há excepções!


22

pública: 17 de Março de 2010

publicidade/cultura

Falecimentos J oa q u im da S il va Ol ive ira , no dia 14 de Março, com 66 anos, casado com Maria da Conceição da Silva Oliveira, da freguesia de Br u f e. D o mi ngo s da Sil va Vila ç a , no dia 14 de Março, com 89 anos, viúvo de Maria Alzira Marques da Cunha, da freguesia de R u íl h e ( B ra g a ) . Agência Funerária Armando Cunha Pereira Arnoso Santa Eulália - Telf. 252 961 428

Rosa da Glória da Silva, no dia 15 de Março, com 77 anos, casada com António Fernandes Martins, da freguesia de Rebordões (Santo Tirso). Mercedes Dias Meira, no dia 12 de Março, com 81 anos, divorciada de Armando Palhares Magalhães, da freguesia de Afife (Viana do Castelo). João Manuel Ferreira Monteiro, no dia 14 de Março, com 36 anos, divorciado, da freguesia de Santo Tirso. Agência Funerária de Burgães Sede.: Burgães / Filial.: Delães Telf. 252 852 325

José Martinho Pereira Salgado, no dia 13 de Março, com 18 anos, solteiro, da freguesia de Pedome. Agência Funerária Carneiro & Gomes Oliveira S. Mateus – Telm. 91 755 32 05

Maria da Conceição Moreira de Sá, no dia 12 de Março, com 81 anos, viúva de Mário Costa Fontes, da freguesia de Palmeira (Santo Tirso). Joaquim Miranda Marinho, no dia 13 de Março, com 67 anos, casado com Beatriz e Almeida Fernandes, da freguesia de Delães.

Artur Cardoso, no dia 13 de Março, com 82 anos, casado com Aurora da Costa Azevedo, da freguesia de Vilarinho das Cambas.

António Leite, no dia 14 de Março, com 80 anos, casado com Constança Ribeiro, da freguesia de Landim.

Agência Funerária Palhares Balazar– Tel.: 252 951 147

Agência Funerária da Lagoa Lagoa – Telf. 252 321 594

Prémio Eduardo Prado Coelho distingue Vítor Aguiar e Silva O Grande Prémio de Ensaio “Eduardo Prado Coelho”, patrocinado pela Câmara Municipal de Famalicão, foi atribuído, pela primeira vez, ao livro “Jorge de Sena e Camões – Trinta Anos de Amor e Melancolia”, de Vítor Aguiar e Silva. A obra, editada pela Angelus Novus Editora, mereceu a unanimidade do júri, constituído por António Pedro Pita, José Cândido Martins e Paula Cris-

tina Costa, revelou, em comunicado enviado à Lusa, a direcção da Associação Portuguesa de Escritores (APE). O prémio, no valor 7.500 euros, foi instituído pela APE com o patrocínio da Câmara de Famalicão, distinguindo, anualmente, uma obra de ensaio literário publicado em livro. A decisão do júri foi tomada segunda-feira e ainda não foi divulgada a data da entrega do galardão.

Fundação Cupertino celebra Dia Mundial da Poesia A Fundação Cupertino de Miranda associa-se, no próximo domingo, ao Dia Mundial da Poesia com a promoção de várias actividades. Assim, entre as 11h30 e as 18 horas, haverá distribuição de poemas nas ruas da cidade. Já entre as 14 e as 18 horas, estará aberta a livraria da Fundação com edições de poesia, e no museu pode ser visitada a exposição “Retratos na Colecção Fundação Cupertino de Miranda”. A entrada é gratuita.

“Uma floresta Animada” na Casa das Artes

Manuel Pinto de Carvalho (83 Anos)

Missa do 30º Dia Sua esposa, filhos, netos e demais família, renovam o seu agradecimento a todas as pessoas que se associaram à sua dor aquando do falecimento e missa do 7º dia, vêm por este meio participar que a missa do 30º Dia será celebrada Domingo dia 21 de Março pelas 11:15 horas na Igreja Paroquial de Gavião – V. N. de Famalicão. Desde já o seu profundo reconhecimento a quantas se dignarem assistir a este piedoso acto. A Família Gavião - Vila Nova de Famalicão, 17 de Março de 2010

Especialmente dedicado às crianças que frequentam o ensino pré-escolar e 1º ciclo, a Casa das Artes de Famalicão apresenta, na próxima terça-feira, dia 23, pelas 10h30 e pelas 15 horas, o filme-concerto “Uma Floresta Animada – Space Ensemble”. A partir de uma parceria com o Finnish Film Contact, instituição de apoio à divulgação da cinematografia fin-

landesa e a Embaixada da Finlândia em Lisboa, o Space Ensemble criou um filme-concerto de forte apelo à imaginação e curiosidade. Um programa que vai agradar a toda a família, pelos filmes infantis e educativos, pela música ao vivo e pela diversidade de instrumentos utilizados (harpa, piano, serrote, saxofone, theremin). A entrada custa dois euros.

Festival de teatro prossegue em Seide O Grupo Paroquial de Teatro de Leça da Palmeira leva à cena, no próximo sábado, a peça “No Crepúsculo da Vida”, de António R. Paiva, no Centro de Estudos Camilianos, em Seide S. Miguel. O espectáculo insere-se o 4º Festival de Teatro Amador “Terras de Camilo” promovido pelo Grutaca. Começa às 21h30 e a entrada é livre.


pública: 17 de Março de 2010 23

cultura

pub.

Carminho, Beatriz Batarda e Valter Hugo Mãe foram os escolhidos

António Freitas

Homenagens marcam arranque do Famafest

pub.

Lauro António, Carminho, Eduardo Agualusa, Beatriz Batarda, Valter Hugo Mãe e Armindo Costa

Sofifiaa Abreu Silva Foi com a voz de Carminho que arrancou a 12ª edição do Famafest. O grande auditório da Casa das Artes encheu-se, no passado sábado à noite, para assistir à abertura do Festival Internacional de Cinema e Vídeo de Famalicão. Um concerto da fadista Carminho marcou o início do festival. Aliás, a fadista foi homenageada com a atribuição de uma réplica da pena de Camilo Castelo Branco, um galardão destinado a consagrar carreiras de figuras da cultura portuguesa. Também a actriz Beatriz Batarda e o escritor Valter Hugo Mãe foram homenageados. Todos têm agora o seu nome no “Passeio do Famafest” da Casa das Artes. No início de mais uma edição, Armindo Costa, presidente da Câmara de Famalicão, falou em 12 anos de formação cultural: “O balanço é extremamente positivo. O Famafest é a prova de que a dimensão cultural de Famalicão permite desenvolver projectos que só estão ao alcance de grandes cidades como Lisboa ou Porto”, defendeu.

Sobre a homenagem às figuras da cultura portuguesa, Armindo Costa afirma que “uns estão no auge das suas carreiras, outros estão ainda a começar”. Entretanto, no próximo sábado, 20 de Março, serão também homenageados o escritor José Eduardo Agualusa e os encenadores Joaquim Benite e Jorge Silva Mello. Perante um auditório completamente lotado, o edil mostrou ter boas expectativas para a edição de 2010. “Encheu-se e vai encher-se noutras sessões de cinema, porque nas alturas em que há menos dinheiro, as pessoas usufruem de momentos de cultura, que não custam dinheiro, o que é óptimo”. Do Famafest, destaque para os mais de 30 filmes que vão estar a concurso e que foram seleccionados pelo júri de entre as mais de 300 obras que se inscreveram. São películas de países como França, Itália, Brasil, Alemanha, Bélgica e Portugal, entre outros. Lauro António, director do Famafest, destacou, assim, o crescimento da qualidade. “Podia fazer dois ou três festivais, porque tivemos de deixar de fora muitos filmes de grande

qualidade. Há realizadores de todo o mundo a aparecer e a dizer que gostavam muito de participar no Festival, que é reconhecido internacionalmente”, frisou. Numa noite de homenagens, Carminho falou num reconhecimento por parte do município famalicense que não esperava. “Sinto-me honrada, porque nunca pensei ser homenageada tão nova. É uma grande responsabilidade perante esta casa que me reconhece e que me recebeu tão bem. Foi uma noite muito bonita”, declarou ao OPINIÃO PÚBLICA. Recorde-se que Carminho é também protagonista de um dos filmes a concurso no festival “5 Vídeo Clips”, de João Botelho. De resto, até domingo, 21 de Março, no Famafest serão exibidos mais de 150 filmes em diversas salas do concelho, nomeadamente na Casa das Artes, Biblioteca Municipal e Casa de Camilo, em Seide. A entrada para todas as sessões é gratuita. O encerramento acontece no sábado, à noite, com a peça de teatro “As Vampiras Lésbicas de Sodoma” pela Companhia Teatral do Chiado. pub.

Famalicão

Barbosa: Rua Santo António, Tel. 252 302 120 Calendário: Rua da Liberdade, Tel. 252 378 400/1 Cameira: C. Mouzinho Albuquerque, Tel. 252 323 819 Central: Praça D. Maria II, Tel. 252 323 214 Nogueira: Av. Marechal H. Delgado, Tel. 252 310 607 Valongo: Rua Adriano Pinto Basto, Tel. 252 323 294 Gavião - Av. Eng. Pinheiro Braga, 72 - Telef. 252 317 301 Marinho: Edif. S. José - Estalagem - Telf. 252 921 182 Martins Ventura: R. C. Cerejeira - Lousado - Telf. 252 493 142 Estação: Largo da Estação - Nine - Telf. 252 961 118 Ribeirão: Largo de Bragadela - Ribeirão - Telf. 252 416 482 Joane: Rua S. Bento, nº 217 - Telf. 252 996 300

Famalicão

S e r vi ç o

R e f o rç o

Vale do Ave

Ser viço

Q uar ta, 17

Calendário

Marques

Q u i n t a, 1 8

Nogueira

Cameira Marques

S e x t a, 1 9

Gavião

Valongo Marques

Q uar ta, 17 Q u i n t a, 1 8 S e x t a, 1 9 S áb ad o , 2 0 Dom i ngo, 21 S e g u n d a, 2 2 Terç a , 23

Bairro Delães Riba d’Ave Faria Almeida e Sousa Bairro Delães

S á ba d o , 2 0

Barbosa Ribeirão

Dom i ngo, 21

Cameira

S e g u n d a, 2 2

Central

Nogueira Oliveira Monteiro

Terç a , 23

Calendário

Gavião Oliveira Monteiro

Vale do Ave

Almeida e Sousa: Covas - Oliv. Stª Maria - Telf. 252 931 365 Bairro: Av. Silva Pereira, Telf. 252 932 678 Delães: Portela - Delães - Telf. 252 931 216 Riba de Ave: Av. Narciso Ferreira, Telf. 252 982 124 Faria: Estrada Nacional 310 - Serzedelo - Telf. 252 532 346

Serviço de disponibilidade

Paula Reis: R. José Elisio Gonçalves Cerejeira, nº 629 Calendário - Tel. 252 378 057 Maceiras: Louro - Telf. 252 310 425 Marques: Largo da Igreja - Fradelos - Telf. 252 458 440 Oliveira Monteiro: Largo Igreja - Cabeçudos - Telf. 252 331 885 Pedome: Av. S. Pedro, 1139 - Pedome - Telf. 252 900 930 Pratinha: Largo do Cruzeiro - Cavalões - Telf. 252 375 423 Santiago da Cruz: Vale S. Cosme - Telf. 252 911 123 Arnoso: Av. Joaq. Azevedo - Arnoso Sta. Maria - Telf. 252 916 612


24

pública: 17 de Março de 2010

Desejamos a todos os clientes, fornecedores e amigos

publicidade

Santa e Feliz Páscoa


OP932