Page 1

Espaço provisório inaugurado em Brufe

Louro inaugura sede da Junta e capela No próximo dia 18 de Novembro, a freguesia do Louro vai viver um dia de festa, com a inauguração da nova sede da Junta e da capela mortuária. Os equipamentos ficam situados no centro da localidade e vêm colmatar duas grandes necessidades. p. 13

p. 8

Casa da Juventude já funciona

ANO 16 • Nº 807 • Gratuito 24 A 30 OUTUBRO DE 2007 DIRECTOR: JOÃO FERNANDES DIRECTOR ADJUNTO: FELIZ PEREIRA

opiniãoespecial:

A 1 de Novembro, os católicos celebram o Dia de Todos os Santos e lembram quem já partiu.

pp 21 a 25

Mundos de Vida avança na formação dos pais A Associação Mundos de Vida, de Lousado, assinou um acordo de cooperação com uma instituição espanhola, a Fundação Rádio ECCA. O objectivo é aproveitar a experiência desta na área da formação parental, que em Portugal está ainda a dar os primeiros passos. p. 10

Futuro aponta para aumento do número de efectivos na GNR e na PSP

REFORÇO DA SEGURANÇA NO CONCELHO Com a construção do novo quartel da GNR de Joane virá também um aumento do número de efectivos. A semana passada, durante uma visita do governador civil às obras de construção do novo edifício, que deverá estar pronto no Verão do próximo ano, o responsável pelo Grupo Territorial de Braga da Guarda adiantou que o posto de Joane passará dos actuais 18 milita-

res para, pelo menos, 27. Joane poderá também passar a ser sede de um destacamento territorial da GNR com novas valências, em especial ao nível da investigação criminal. Também o comandante da PSP de Famalicão espera receber um reforço dos efectivos no próximo ano, dado o alargamento da actuação da Polícia às freguesias do núcleo urbano. pp. 6 e 11

Oito mil idosos famalicenses em peregrinação

Fé e emoção em Fátima

p. 8

Adelino Mota na Assembleia Municipal Adelino Mota é o novo rosto do Bloco de Esquerda na Assembleia Municipal, substituindo Ana Marcelino. A mudança – promete – não vai alterar a postura do partido naquele órgão. O BE continuará “atento, interventivo e exigente”. p. 4

Centro Social de Seide pronto dentro p. 12 de dois anos

opiniãosport:

Em causa as verbas do PIDDAC

Armindo Costa atira-se ao Governo p. 7

Oliveirense foi a única equipa a vencer Clube Rugby continua na Taça de Portugal


02 opinião pública: 24 de Outubro de 2007

Agenda

espaço aberto

Objectiva Pública No Verão, o PND de Antas chamou a atenção para o não funcionamento dos semáforos colocados junto à escola do 1º ciclo do Pinheiral. Ainda decorriam as férias escolares… Entretanto chegou o mês de Setembro, as aulas começaram e as crianças a sentirem, todos os dias, a necessidade de atravessarem a ,cada vez mais movimentada, EM 573. Estamos em finais de Outubro e os ditos semáforos continuam sem funcionar, emitindo apenas uma luz amarela intermitente. Até quando?

Quinta, 25 18 horas António Marinho e Pinto apresenta candidatura à Ordem dos Advogados em Famalicão, na Biblioteca Municipal. 21h30 Conferência “A reforma do Código do Processo Penal”, na Biblioteca Municipal. 21h30 “Sangue e Ouro”, filme de Jafar Panahi a exibir no pequeno auditório da Casa das Artes.

Sexta, 26 15h e 21h30 “Auto da Barca do Inferno”, pela companhia Marionetas Mandrágora, no Centro Cultural de Joane, no âmbito do Festival de Teatro da ATC.

Sábado, 27 ao longo do dia Workshop de construção de marionetas, no Centro Cultural de Joane, no âmbito do Festival de Teatro da ATC.

Questão Pública Como analisa as verbas que o PIDDAC de 2008 contempla para o município de Famalicão? Custódio Oliveira

Maria Augusta Santos

dirigente associativo

professora

Domingo, 28 Sessão solene comemorativa do 80º aniversário dos BV Famalicenses

Há 20 anos atrás, a única forma de financiamento de equipamentos e infra-estruturas nos Concelhos era através do Orçamento de Estado (PIDDAC). Com a chegada das verbas dos fundos comunitários e com o aumento das receitas próprias dos Municípios, as verbas do PIDDAC foram reduzidas e perderam importância. Hoje, contam muito mais os investimentos comunitários, os resultantes da capacidade financeira dos Municípios e as parcerias público-privadas, que o PIDDAC. Nesta perspectiva, tem pouca importância a redução das verbas do Orçamento do Estado para o Concelho de Famalicão. O importante é que o Município e os privados (empresas e associações) saibam aproveitar ao máximo os programas comunitários.

FICHA TÉCNICA

CHEFE DE REDACÇÃO ADJUNTO:

CONSELHO EDITORIAL:

EDITOR DE TURNO:

Alexandrino Cosme, António Cândido Oliveira, António Jorge Pinto Couto, Artur Sá da Costa, Cristina Azevedo, Feliz Manuel Pereira, Joaquim Loureiro, João Fernandes

DIRECTOR: João Fernandes (CIEJ TE-95) jfernandes@opiniaopublica.pt DIRECTOR-ADJUNTO: Feliz Manuel Pereira (CIEJ TE-81) felizmp@opiniaopublica.pt

CHEFE DE REDACÇÃO: Cristina Azevedo (CPJ 5611) cristina@opiniaopublica.pt

Celso Campos (CPJ 4668) ccampos@opiniaopublica.pt Magda Ferreira (CPJ 4625) magda@opiniaopublica.pt

DESPORTO: Abílio Moreira (CNID 1844), Aristides Ferreira (CNID 1194), Bruno Marques (CPJ 8022), Jorge Humberto, José Carlos Fernandes (CNID 685), José Clemente (CNID 297), José Marques (CNID 731), Pedro Sá (CNID 1905) e Pedro Silva (CICR-220).

EDITOR DESPORTO: Bruno Marques (CPJ 8022) brunomarques@opiniaopublica.pt

REDACÇÃO: informacao@opiniaopublica.pt Arcindo Guimarães (CICR-56), Carla Alexandra Soares (CICR-248), Celso Campos (CPJ 4668), Cristina Azevedo (CPJ 5611), Magda Ferreira (CPJ 4625), Marta Marques (CICR320), Raquel Barbosa (CPJ 6924) e Sofia Abreu Silva (CPJ 10952).

FOTOGRAFIA: Andrade Lobo (CNID 1194) e Carlos Alberto Silva (CNID 1042).

GRAFISMO: Carla Alexandra Soares, Elisete Santos, Pedro Silva. INFORMÁTICA: Filipe Fragoso

O Plano de Investimento e Despesas de Desenvolvimento da Administração Central (PIDDAC) para 2008 caracteriza-se por um processo de reformulação face a 2007, que deve ser considerado na sua análise. Assim, as verbas destinadas a investimentos em Obras Públicas realizadas pela EP (Estradas de Portugal) deixaram de pertencer ao universo do PIDDAC; os investimentos na Educação, incluindo o Parque Escolar, serão enquadrados, sobretudo, no QREN (Quadro de Referência Estratégico Nacional); e os investimentos na área da Segurança Social e Protecção Social no PARES (Programa de Alargamento da Rede de Equipamentos Sociais). O PIDDAC para 2008 representa, face a esta reformulação, uma pequena parcela do investimento público, constituindo o QREN o principal instrumento de investimento. Neste contexto, enquanto não conhecermos, concretamente, todos os investimentos financiados pelo QREN para o município, será prematuro avaliar se Famalicão terá muito ou pouco financiamento. OPINIÃO: António Cândido Oliveira, Avelino Leite, Carlos Sousa, Domingos Peixoto, Gouveia Ferreira, J. Silva Lopes, João Casimiro, Joaquim Loureiro, Luís Paulo Rodrigues, Miguel Moreira Silva, Paulo Cunha e Vieira Pinto. GERÊNCIA: Feliz Manuel Pereira CAPITAL SOCIAL: 350.000,00 Euros. DETENTORES DE MAIS DE 10% DO CAPITAL Feliz Manuel Pereira António Jorge Pinto Couto

TÉCNICOS DE VENDAS:

Serviços Administrativos:

comercial@opiniaopublica.pt Agostinha Bairrinho, Maria Fernanda Costa e Sónia Alexandra

Tel.: 252 308146 / 252 308147 • Fax: 252 308149

IMPRESSÃO:

PROPRIEDADE:

Naveprinter - Indústria Gráfica do Norte, SA Estrada Nacional, 14 - Maia

EDITAVE Multimédia, Lda. NIPC 502 575 387

EMBALAGEM E ETIQUETAGEM:

SEDE, REDACÇÃO E PUBLICIDADE: Rua 8 de Dezembro, 214 Antas S. Tiago - Apartado 410 4760-016 VN de Famalicão

INTERNET

Almeida Pereira - Operador de Marketing e Impressão Documental, Lda Parque Industrial do Mindelo Vila do Conde

TIRAGEM DESTE NÚMERO:

www.opiniaopublica.pt

15.000 exemplares, nº 807

NÚMERO DE REGISTO: 115673

APOIO À REDACÇÃO:

SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS:

CONTACTOS Redacção:

Jorge Alexandre

Francisco Araújo

Tel.: 252 308145 • Fax: 252 308149

DEPÓSITO LEGAL: 48925/91


publicidade

opinião pública: 24 de Outubro de 2007 03


04 opinião pública: 24 de Outubro de 2007

cidade

Jantar com equipa de prevenção e combate aos incêndios

Adelino Mota substitui Ana Marcelino na Assembleia

BE diz que "incomodou interesses instalados"

Momento de convívio

A Câmara de Famalicão agradeceu, terça-feira, com a realização de um jantar, aos dirigentes das diferentes forças que compõem a Protecção Civil Municipal e a todos aqueles que fizeram parte da Comissão Especializada de Combate aos Fogos Florestais. Recorde-se que esta Comissão actuou entre Junho e Setembro, com brigadas e vigilância nas torres, por forma a prevenir e combater os incêndios no concelho. Este ano, Famalicão registou uma diminuição de 40% no número de fogos e também de área ardida em relação ao ano anterior, fruto das condições climatéricas, mas também graças ao trabalho de muitas forças, entre as quais a GNR, PSP, Bombeiros, Corpo Nacional de Escutas e membros da Protecção Civil da autarquia. No jantar, Armindo Costa, presidente da Câmara, lembrou que

é com a ajuda destas pessoas que o concelho está mais protegido. “Toda a Protecção Civil se envolve num esquema para evitar que Famalicão arda e isso tem sido conseguido com o esforço desta gente. Enquanto eu estou no Algarve ou noutro sítio qualquer a passar férias, sabendo que concidadãos meus ficam aqui a defender o que é nosso, é justo que haja um jantar para retribuir isso. E todos os anos isso acontece”, frisou o edil. Por seu turno, o vereador da Protecção Civil, Durval Tiago Ferreira, faz um “balanço claramente positivo” da actuação desta equipa. “O número de ignições e de fogos foi muito inferior ao ano passado. E este é um reconhecimento a estes homens que estiveram no combate aos fogos e também a preveni-los”, acrescentou. S.A.S./P.R.S.

Idosos de Santo Tirso vão à discoteca Pelo terceiro ano consecutivo, os idosos que frequentam o Lar Familiar da Tranquilidade, de Vila das Aves, e o Centro de Acção Social e Acolhimento à Terceira Idade de Roriz (CASATIR) vão à discoteca na próxima sexta-feira. A partir das 14h30, os cerca de 100 idosos deslocar-seão à discoteca “Pé Nervoso”, em S. Martinho do Campo, no município tirsense, para uma tarde de convívio diferente. Aos utentes daquelas duas instituições vão juntar-se ainda os de outras três: Associação do Infantário de S. Tomé de Negrelos (Centro de Dia), Centro Paroquial de Vilarinho e a Associação Humanitária de Monte Córdova.

Adelino Mota é o novo representante do Bloco de Esquerda (BE) na Assembleia Municipal (AM) de Famalicão, substituindo Ana Marcelino. O anunciou foi feito, segunda-feira, em conferência de imprensa e esta mudança surge no âmbito de uma política de rotatividade dos seus eleitos que o Bloco assumiu quando se apresentou a votos nas últimas Autárquicas. A concelhia do partido faz questão de frisar que com esta substituição "nada muda na actuação" do Bloco na AM. "Continuaremos firmes na defesa dos interesses da população, cumprindo aquilo que nos propusemos nas eleições autárquicas de 2005", afirma Adelino Mota. O BE aproveitou para fazer também um balanço destes dois primeiros anos de mandato na AM. "Estivemos atentos, fomos exigentes, incomodámos. Fizemo-lo de forma frontal", pode ler-se no documento entregue aos jornalistas, no qual se acrescenta que o Bloco ainda hoje está à espera de respostas por parte da Câmara Municipal a alguns requerimentos que apresentou. "Sentimos que era nosso dever incomodar os interesses instalados", conclui. Ana Marcelino diz ter assumido o mandato "com responsabilidade", que se traduziu na apreciação de todas as propostas às quais o partido foi chamado a pronunciar-se, garantindo que isso foi feito "de forma isenta e imparcial". "Votámos favoravelmente as propostas que contribuíam, em nosso entender, para o desenvolvimento do concelho e para a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos; abstivemo-nos sempre que tivemos dú-

Arquivo

Cristina Azevedo

Adelino Mota é o novo rosto do BE na Assembleia Municipal

vidas; posicionámo-nos sempre contra qualquer proposta que não se pautou pela total transparência, que não servia os famalicenses ou que punha interesses privados acima do bem comum". PIDDAC com "valor insignificante" Numa altura em que são conhecidos os valores do Plano de Investimentos e Despesas de Desenvolvimento da Administração Central (PIDDAC), o BE faz uma análise muito negativa do documento, sublinhando "o desprezo a que o governo Sócrates vota o concelho no Orçamento de Estado para o próximo ano", considerando que o PIDDAC "chega a

um valor insignificante para as necessidades que o concelho enfrenta". Os bloquistas lamentam a exclusão de obras como o pavilhão da escola Camilo, o quartel da GNR de Riba d’Ave e a variante poente. Consideram "ainda mais grave" o facto de "a maior parte das poucas verbas previstas serem destinadas a pagar obras já concluídas", como o novo tribunal. Nesse sentido, o BE de Famalicão vai propor aos deputados do partido na Assembleia da República que, na discussão do Orçamento na especialidade, estas obras sejam integradas no PIDDAC.


publicidade

opinião pública: 24 de Outubro de 2007 05


06 opinião pública: 24 de Outubro de 2007

cidade

Comandante com expectativas para 2008

PSP espera obras e reforço de agentes A esquadra da Polícia de Segurança Pública (PSP) de Famalicão poderá sofrer obras de beneficiação no próximo ano. Esta é, pelo menos, a convicção do novo comandante da esquadra, Jorge Sá, manifestada, na passada quinta-feira, aos jornalistas, à margem de uma acção de demonstração das brigadas cinotécnicas para os utentes da APPACDM [Ver notícia nesta página]. Questionado sobre o estado em que encontrou a esquadra, Jorge Sá referiu que "em termos de espaço, as instalações são boas, a conservação do interior está razoável, mas o exterior necessita de uma lavagem", adiantando que o assunto já foi encaminhado, em termos de cadeia de comando. Jorge Sá espera que essas obras de renovação venham a ser incluídas no novo investimento em instalações policiais, anunciado recentemente pelo Ministério

da Administração Interna. "Julgo que Famalicão fará parte da lista das escolas que vão ser intervencionadas. A esquadra merece-o porque é um edifício grande, é uma cidade de referência a nível do Norte e do Minho, a nível do comando distrital de Braga", completa. Também no início de 2008 Jorge Sá espera receber um reforço de agentes. Neste momento, a PSP tem 64 homens, mas com o alargamento da sua área de intervenção às freguesias do núcleo urbano, surgiu a possibilidade de reforço dos meios humanos. "Ainda não sabemos quantos serão nem em que moldes vai ser feito, mas contamos com esse reforço porque está a ser concluída uma escola de alistados, de agentes novos, que vão ser distribuídos pelo território nacional", disse o responsável. C.A.

Virgílio Costa vice-presidente da bancada do PSD O deputado famalicense Virgílio Costa é um dos vice-presidentes de Santana Lopes na bancada parlamentar do PSD na Assembleia da República. Virgílio Costa, eleito pelo círculo de Braga, junta-se aos ex-secretários de Estado Patinha Antão e José Eduardo Martins, além de Pedro Duarte, o único que transita da anterior direcção parlamentar. Também os deputados Pedro Pinto, Hugo Velosa, Luís Montenegro e Ana Manso constam nos nomes propostos por Santana Lopes para vice-presidentes da bancada social-democrata. Em nota à imprensa, a concelhia de Famalicão do PSD congratula-se com esta eleição, vendo nela "o reconhecimento do trabalho político-partidário" de Virgílio Costa. "Conhecemos as suas capacidades políticas, inequivocamente demonstradas nas estruturas partidárias onde foi dirigente, com especial relevo para a presidência da Comissão Política Distrital de Braga, que actualmente exerce", diz a concelhia laranja. E conclui: "porque sabemos da sua capacidade de trabalho, não temos dúvidas do seu bom desempenho nas funções de que agora se encontra investido".

Esquadra de Famalicão foi palco de uma acção da Brigada Cinotécnica

Cães da PSP encantam jovens da APPACDM Cristina Azevedo A PSP de Famalicão promoveu, na manhã da passada quinta-feira, uma demonstração da sua actividade a crianças e jovens da Associação de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM). A iniciativa envolveu perto de 50 utentes da instituição e foi levada a cabo pela Brigada Cinotécnica do Comando Metropolitano do Porto da PSP. As crianças puderam ver os cães em acção em várias situações, desde busca de estupefacientes, perseguição e detenção de delinquentes. Assistiram à simulação de um assalto à mão armada a uma dependência bancária, que exigiu a libertação de um refém, além dos habituais exercícios de obediência. No final, Jorge Sá, comandante da PSP de Famalicão, mostrava-se satisfeito. "Os miúdos interagem muito bem com este tipo de espectáculo, além de que a cinotecnia é uma das nossas imagens de referência", começou por dizer o responsável, explicando que a acção surgiu depois de um pedido da própria APPACDM para visitar as instalações da Polícia. "O contacto com a comunidade é importantíssimo porque as pessoas têm que saber quais são as nossas dificuldades, mas também as nossas especialidades e

Momento de um exercício de obediência

as nossas mais valias", completa o comandante, garantindo que a sua esquadra estará sempre aberta a este género de realizações. Quem já tem uma larga experiência neste género de demonstrações é a Brigada Cinotécnica da Comando Metropolitano do Porto, que tem corrido todo o Norte a realizar este tipo de acções, sobretudo para as escolas. Só o ano passado, o trabalho do binómio homem-cão destas brigadas foi mostrado a cerca de 40 mil pessoas, segundo estimativa feita por Vítor Fonseca, chefe da Brigada, que no total é constituída por 14 agentes e 20 cães. "Muito trabalho, muito treino e muita paixão pelos cães". É assim que Vítor Fonseca explica o se-

gredo que faz com que estes animais sejam verdadeiras ajudas no combate ao crime e na manutenção da ordem pública. "É um trabalho prolongado que não se faz de um dia para o outro", dizia o responsável ao público que assistia aos exercícios, que decorreram no pátio da esquadra famalicense. "O que vocês estão a ver poderá andar entre seis a oito meses de trabalho, desde o conhecer o cão, criar um vínculo com ele, até ao simples trabalho de obediência inicial, para depois partir para toda a área técnica policial", continuou. Encantados, os jovens e as crianças não se cansavam de bater palmas no final de cada exercício. Os mais corajosos chegaram mesmo a acariciar os animais.

Amave aprova criação da Águas do Noroeste A Amave (Associação de Municípios do Vale do Ave) aprovou uma proposta no sentido da empresa Águas de Portugal prosseguir com as iniciativas e acções tendentes a uma eventual criação da empresa Águas do Noroeste, por fusão das Águas do Ave, Águas do Cavado e Águas do Minho e Lima. A proposta foi apresentada pelo presidente da Amave, Castro Fernandes, o autarca de Santo Tirso, na AssembleiaGeral da Águas do Ave, realizada no dia 12 de Outubro. Foi aprovada pela Associação de Municípios e pelas câmaras municipais de Santo Tirso, Trofa, Vieira do Minho, Póvoa de Lanhoso, Fafe, Guimarães, Vizela e Famalicão, merecendo ainda o acordo de princípio de todos os outros novos municípios que integraram re-

centemente o sistema (Amarante, Amares, Cabeceiras de Basto, Celorico de Basto, Esposende, Felgueiras, Lousada, Mondim de Basto, Póvoa de Varzim, Terras de Bouro, Vila do Conde, Vila Verde). Segundo nota à imprensa da Amave, na apresentação da proposta Castro Fernandes deixou bem claro que “o que está em jogo, neste momento, é, simplesmente, a legítima defesa, por parte da Amave e dos municípios que a integram neste processo, dos interesses de desenvolvimento económico e social desta região”. É por isso que, acrescentou, decidiram “dar um voto favorável a que a empresa Águas de Portugal prossiga com as iniciativas e acções relacionadas com a preparação do processo de uma eventual fusão”.

Lions organiza peditório O Lions Clube de Famalicão volta a organizar o peditório da Liga Portuguesa Contra o Cancro no território concelhio. O peditório nacional vai decorrer, como habitualmente, nos dias 31 de Outubro e 1,2 e 3 de Novembro.


08 opinião pública: 24 de Outubro de 2007

cidade

Oito mil idosos jubilaram com a igreja da Santíssima Trindade

Fé e emoção em Fátima A componente lúdica também não foi esquecida pelo edil que, durante o almoço, teve oportunidade de conversar com muitos idosos, concluindo que "este é o verdadeiro convívio, onde pessoas de várias freguesias se misturam, mostrando que o concelho é único, que somos todos famalicenses, que somos todos uma grande família". A boa-disposição e a alegria mantiveram-se durante toda a viagem de regresso.

António Freitas

recentemente inauguradas, que emocionaram os famalicenses. Como é hábito, Armindo Costa juntou-se à peregrinação e também se mostrou impressionado com "a beleza e monumentalidade da nova igreja". O presidente da Câmara aproveitou ainda para salientar a importância desta iniciativa, considerando-a "um momento de grande simbolismo para todos, um momento em que os seniores renovam e alimentam a sua fé e religiosidade".

Fé, convívio e emoção marcaram o tradicional passeio dos idosos famalicenses ao Santuário de Fátima, promovido no passado sábado pelo pelouro de Acção Social da Câmara Municipal. Oito mil seniores de todas as freguesias do concelho integraram a caravana de 157 autocarros, que chegaram entupir os acessos ao santuário, durante a manhã.

Este ano, o passeio teve a particularidade de permitir aos participantes a oportunidade de visitarem a recém-inaugurada igreja da Santíssima Trindade, momento que foi vivido com grande júbilo. Depois de assistirem à eucaristia internacional celebrada no recinto do Santuário, os peregrinos aguardavam ansiosamente

pelas 14 horas, momento em que se abririam as portas da maior igreja de Portugal e quarta maior do mundo católico. E enquanto não chegava a hora, os seniores aproveitavam para passear pelo Santuário, concentrando a sua atenção e admiração na grandiosidade da "Cruz Alta" e da estátua de João Paulo II, duas obras impressionantes,

António Freitas

Idosos assistiram à missa no recinto do Santuário

Armindo Costa à conversa com alguns idosos durante o almoço

Na inauguração das instalações provisórias, em Brufe

Armindo apela ao bom uso da Casa da Juventude adequa aos jovens", garantiu o autarca local. O espaço está disponível de terça a sábado, entre as 10 e as 19 horas.

José Clemente

"Aproveitem este espaço e façam bom uso dele." Foi este o apelo deixado por Armindo Costa aos jovens de Famalicão, na inauguração da Casa da Juventude, na passada quinta-feira. O equipamento fica instalado na antiga escola primária do Castanhal, em Brufe, e implicou um investimento de 51 mil euros em obras de adaptação e em aquisição de equipamento e mobiliário. Está dotado de um espaço Internet, de um centro de documentação, ateliê, espaço polivalente e gabinete de atendimento. No dia da inauguração, o presidente da Câmara referiu-se ao equipamento como "uma obra que se impunha", recordando que "a escola estava abandonada e que, se não sofresse uma intervenção rápida, seria alvo de vandalismo". Depois, em declarações aos jornalistas, criticou a oposição, sobretudo os vereadores do PS, "que não elogiam nenhum trabalho que a Câmara faça". Depois de assistir a

Armindo Costa, ladeado pelo vereador da Juventude e pelo autarca de Brufe, à conversa com o primeiro aluno da escola

uma pequena actuação da Tuna Académica da Universidade Lusíada, que participou na cerimónia, o edil aconselhou os jovens a "utilizarem o espaço pela positiva", frisando que a missão da Câmara "é criar espaços e condições", mas que "a forma como esses espaços vão ser utilizados

só depende das pessoas que deles fazem usufruto". Por isso, manifestou o desejo de os jovens "utilizarem esta sua casa de forma correcta e sadia", para que "Famalicão tenha uma juventude com projectos, com dinâmica e a olhar para o futuro". A Casa da Juventude em

Brufe é, porém, um espaço provisório. Armindo Costa fez questão de vincar isso, reafirmando que a casa definitiva é para instalar na antiga casa do senador Sousa Fernandes, na rua Adriano Pinto Basto, no centro da cidade. O presidente disse mesmo que as obras arrancarão, logo que

o diferendo com o inquilino do prédio esteja resolvido. Quando essa mudança acontecer, as instalações agora inauguradas passarão para a alçada da Junta de Freguesia que pretende continuar a dar-lhe o mesmo destino. "Será a Casa da Juventude de Brufe, porque é um espaço que se

Primeiro aluno regressa à escola José Dias tem 76 anos e foi aluno da primeira turma da Escola do Castanhal, tendo assistido à inauguração do estabelecimento de ensino já lá vão mais de 60 anos. Depois de terminada a instrução primária, nunca mais lá voltou, até à passada quinta-feira. "Soube das obras, de que isto ia abrir e vim cá por curiosidade", contou ao OP, manifestando-se agradado com o que viu. "A sala é a mesma, mas outras coisas foram mudadas, mas gostei… sobretudo do estado de conservação que ela tem. Está bonita." Entre as recordações de infância e os tempos modernos, o septuagenário não podia ser mais peremptório: "se há necessidade de uma Casa da Juventude e isto estava de vago, acho que é uma boa ideia".


cidade

opinião pública: 24 de Outubro de 2007 09

Em causa publicidade denunciando prolongamentos ilegais nas escolas

Moniz diz que União Distrital de IPPS’S está a ser injusta O governador civil de Braga, Fernando Moniz, falou, na passada sexta-feira, à margem do lançamento da primeira pedra do Centro Social de Seide, sobre a publicidade que tem surgido em alguns jornais, da autoria da União Distrital das Instituições Particulares de Solidariedade Social de Braga. Trata-se de um anúncio em que a União afirma que no distrito bracarense há prolongamentos ilegais nas escolas do 1º ciclo, alegando ainda a falta de condições e inspecção por parte das entidades estatais. Questionado sobre uma possível acção judicial contra aquela organização, Moniz rejeitou essa hipótese, uma vez que em seu entender o importante é ter consciência de que “o Estado está a fa-

zer um esforço considerável, nomeadamente no distrito de Braga, para criar almofadas sociais e investir na área social, através do programa PARES”, como é exemplo o Centro de Seide. O governador lembrou ainda que no ano passado o alargamento da rede social que representou um investimento a 20 milhões de euros e mais de 600 postos de trabalho. “Há um olhar atento face às dificuldades, que também não são escamoteadas”, advogou. Moniz diz-se, assim, surpreendido com esta postura da União Distrital que pagou publicidade na comunicação social para “criar situações artificiais, inventadas, irreais que induzem em erro os cidadãos, criando a ideia de que houve incidentes com as crianças”. “Isso é, no

Alunos de Castelões na Editave Multimédia

Alunos da escola do 1º ciclo de Castelões visitaram, na quarta-feira da semana passada, as instalações da Editave Multimédia. Dezassete crianças do 4º ano foram guiadas através dos estúdios da Rádio Digital e da Famatv e também da redacção do Jornal OPINIÃO PÚBLICA. A televisão captou as maiores atenções. Desde o teleponto à edição de imagens, tudo foi novidade e surpresa para os mais pequenos. VENDE-SE Andar Modelo T1+1 em Delães, 100 m2 área, cozinha equipada e mobilada, ar condicionado, recuperador de calor, aquecimento central, banheira hidromassagem

70.000€ Contacto: 916 647 952

mínimo, publicidade enganosa”, ataca. O representante do Governo no distrito fala ainda numa situação injusta, até porque, recorda, estas mesmas instituições “têm vivido muito à custa dos apoios que o próprio Estado lhe concede e apoios muito significativos”. “Sempre houve pontes de diálogo institucional entre a Segurança Social e as estruturas da educação, que agora parecem ter sido quebradas, o que é surpreendente entre entidades que devem ser responsáveis e que não devem criar a ilusão que aquilo que foi pensado para proteger a criança se vai converter numa luta para as próprias crianças”, evidencia. S. A . S.


10 opinião pública: 24 de Outubro de 2007

Festa reuniu 500 pessoas no seminário de Antas

Combonianos celebraram Dia das Missões

freguesias

Assina acordo com fundação espanhola com larga experiência nesta área

Mundos de Vida avança na formação de famílias Magda Ferreira

A eucaristia foi um dos momentos altos

No passado domingo, os Missionários Combonianos de Antas celebraram o dia Mundial das Missões, com um programa que reuniu no seminário pessoas de várias gerações, entre adolescentes, jovens e adultos. "Foi um dia em que, convidados pela Igreja, quisemos estar em comunhão com todos os missionários e missionárias espalhados nos quatro cantos do Mundo", diz o movimento em nota à imprensa. Recordando as palavras do Papa Bento XVI para esse dia – "não se trata simplesmente de colaborar na actividade de evangelização, mas de se sentir protagonista e co-responsavel da missão da Igreja" – os combonianos de Antas sentiram que também poderiam colaborar para essa causa. "Não podemos ficar indiferentes diante dos horrores e atrocidades que vivem irmãos nossos, não podemos

ficar parados diante da nossa televisão e chorar e lastimar as suas condições de vida com o nosso sentimento de piedade, dizendo ‘coitadinhos’. Algo temos de fazer", afirmam. Com esse espírito estiveram reunidas no seminário de Antas cerca de 500 pessoas, num dia marcado pelo testemunho do padre António Carlos, missionário comboniano, que trabalhou na Zâmbia durante nove anos e que agora regressa como colaborador nas revistas Audácia e Além Mar. Partilhou com todos a sua experiência de evangelização no meio deste povo que amou e ama. Momento alto foi também a celebração da Eucaristia, animada pelos seminaristas e pelos os jovens da paróquia de Santiago de Antas. A tarde foi de convívio e de alegria. Houve folclore, músicas populares, poesia e teatro.

A Associação Mundos de Vida, de Lousado, assinou esta semana um acordo de cooperação com uma instituição espanhola, a Fundação Rádio ECCA, que também visa a promoção e protecção da família. É o primeiro acordo internacional que aquela fundação assina com uma instituição portuguesa. Sedeada nas Ilhas Canárias, a Fundação Rádio ECCA existe há 42 anos e desenvolve actividades em toda a Espanha e também em alguns países de África e da América Latina, actuando sobretudo na área da formação parental através de um sistema específico de ensino à distância, ministrado essencialmente via rádio, mas também através da Internet e presencialmente. Anualmente, a instituição – que tem duas cadeias de rádio: uma formativa e outra de programação cultural e generalista – oferece, em média, alguma actividade formativa a 70 mil pessoas. Com objectivos semelhantes, a Mundos de Vida existe há 23 anos para proteger e promo-

ver os direitos das crianças, dos idosos e das suas famílias, principalmente as que se encontram em situação de maior dificuldade. A instituição lousadense já trabalha também há algum tempo na área da formação das famílias, destacandose neste âmbito a colaboração, há cerca de dois anos, com a Universidade do Minho e a Universidade La Laguna (Canárias). Aliás, foi através daquela universidade espanhola que a Mundos de Vida conheceu o trabalho da Rádio ECCA, chegando-se agora à celebração deste convénio internacional, "muito importante" para a instituição lousadense, segundo disse o presidente da direcção, Manuel Araújo, segunda-feira, em Lousado, durante a cerimónia de assinatura do acordo. Isto porque, acrescentou o responsável, a Mundos de Vida poderá beneficiar da longa experiência da fundação espanhola, adaptando-a à realidade portuguesa, sendo que no nosso país ainda se está a dar os primeiros passos na área da formação parental. "Quisemos

ser os primeiros", apontou ainda Manuel Araújo. A Mundos de Vida é a primeira instituição portuguesa com quem a Fundação Rádio ECCA estabelece um acordo e a sua representante, Carmen García, disse esperar que represente "o início de uma larga e intensa cooperação", que permita a todos os envolvidos na protecção e promoção das famílias "crescer", pois entende que "a partilha de boas práticas entre instituições produz maior impacto nas sociedades". O convénio assinado na segunda-feira, e que vigorará até final de 2010, estabelece a realização de acções de promoção e formação materializadas em cursos e outras acções orientadas para a formação de profissionais e da população em geral, no âmbito da protecção da família, da reunificação familiar, do acolhimento de crianças com necessidades especiais, no apoio e acompanhamento familiar, na protecção do menor e da família e da formação parental e sócio-familiar.

Incêndio consome três hectares em Requião Magda Ferreira

Um incêndio consumiu, no passado domingo, três hectares de mata na freguesia de Requião. O alerta foi dado por volta das 11 horas da manhã e os trabalhos só terminaram por volta da meia-noite e meia, mais de 12 horas depois. No local estiveram os Bombeiros Voluntários Famalicenses, com 21 homens e 7 viaturas. Já na tarde do dia anterior os bombeiros tinham estado a combater as chamas no mesmo local. Manuel Araújo entrega uma lembrança a Carmen García, ao seu lado


freguesias

Moniz visita obras do novo posto e da Unidade de Saúde Familiar

Quartel da GNR de Joane pronto em Junho

Fernando Moniz ouve explicações sobre quartel da GNR de Joane

Pedro Reis Sá O novo quartel da GNR de Joane deve estar pronto em Junho do próximo ano. A data foi avançada pelo governador civil de Braga, o famalicense Fernando Moniz, a semana passada durante uma visita às obras. A obra já foi lançada no Verão do ano passado, mas sofreu atrasos devido às más condições do terreno. O projecto teve que ser restruturado, tendo sido reforçadas as fundações do edifício, o que atrasou as obras. Os trabalhos já retomara, entretanto, o seu ritmo normal e Fernando Moniz mostrou-se mesmo surpreendido com os avanços que o novo posto da Guarda Nacional Republicana sofreu, recordando que “este edifício vai permitir à GNR de Joane melhores condições, quer a nível operacional, quer material”. O representante do Governo no distrito afirmou ainda que a reestruturação nacional da GNR “deverá trazer para Famalicão um destacamento territorial com novas valências, em especial ao nível da Investigação Criminal”. Na mesma linha, Barros Gonçalves, do Grupo Territorial de Braga da GNR, avançou que a mudança para o novo quartel deverão trazer um maior número de operacionais e maiores responsabilidades territoriais para a GNR de Joane. Passará dos actuais 18 militares

para, pelo menos, 27, embora nada ainda esta decidido em definitivo. Sabe-se, porém, que não é previsível que este reforço de operacionais aconteça logo na abertura do novo edifício, embora seja uma grande possibilidade, pois a freguesia famalicense deverá passar a ser o epicentro de algumas freguesias onde não actua hoje em dia, nomeadamente do concelho de Guimarães. Unidade de Saúde Familiar abre a 19 de Novembro No mesmo dia, o governador civil de Braga aproveitou para visitar as instalações da futura Unidade de Saúde Familiar (USF) de Joane, que abre as portas no próximo dia 19 de Novembro. Acompanhado pelo coordenador da Administração Regional de Saúde do Norte, Castro Freitas; pelo o director da USF de Joane, Rui Santos; pelo director do Centro de Saúde de Famalicão, Paulo Oliveira; e pelo vice-presidente da Câmara de Famalicão, Durval Tiago Ferreira, Moniz pôde constatar os melhoramentos efectuados naquela unidade de saúde. O governador civil referiu que essa intervenção “vai permitir que cerca de 3.200 utentes passem a ser cobertos por médico de família, numa estrutura organizativa integrante de uma nova modalidade de prestação de serviços médicos”.

“Embora não sendo a solução ideal, esta foi a solução possível para que esta Unidade de Saúde Familiar dignifique tanto os seus profissionais como os seus utentes”, referiu, por seu lado, o coordenador da ARS-Norte, Castro Freitas. Esta nova valência vai contar com nove médicos, onze enfermeiros e sete administrativos, sendo que o nono médico só irá ser colocado posteriormente ao dia 19 de Novembro. Realce para o facto de ter sido ultrapassado um problema “físico” da estrutura, uma escadas interiores, com a colocação de um elevador que permite o acesso ao piso superior, sobretudo às pessoas idosas e com problemas motores. O presidente da Junta de Joane estava contente com a concretização desta unidade, em especial pelo facto de possibilitar que mais de três mil pessoas passem a ter médico de família, mas não deixou de apelar para se pensar, desde já, num centro de saúde de raiz para a vila. Na ocasião, o coordenador da ARS adiantou que a USF que estava perfilada para Delães não se irá concretizar dada a desistência dos promotores da candidatura. Entretanto, disse ainda Castro Freitas, foi apresentada nova candidatura para a instalação de uma unidade em S. Miguel-o-Anjo, Calendário, que será coordenada por Helena Marques.

Estação dos CTT de Nine assaltada O posto dos Correios de Nine foi assaltado na tarde da passada sexta-feira. Um jovem, aparentando ter entre 25 a 30 anos de idade, entrou na estação dos CTT daquela freguesia, levando consigo uma quantia de dinheiro ainda indeterminada. Segundo a queixa apresentada à GNR de Famalicão, foi levado todo o dinheiro que estava na caixa, mas a quantia que o ladrão roubou ainda não foi determinada, pois a funcionária ficou em estado de choque e não conseguiu dizer o montante. O assaltante, que estava sozinho e ameaçou a

funcionária com uma pistola, falava português e vestia calças de ganga e uma camisola. Fugiu rapidamente depois de fazer o roubo. A estação dos CTT de Nine, que já foi alvo de vários assaltos, costuma ter muito movimento, mas desta vez estava quase vazia, segundo fonte da GNR ao jornal Correio da Manhã de domingo. O caso passou já para a Directoria do Porto da Polícia Judiciária, que foi ao local no próprio dia, estando as suas investigações a cargo da Secção Regional de Combate ao Banditismo.

opinião pública: 24 de Outubro de 2007

11


12 opinião pública: 24 de Outubro de 2007

freguesias

Primeira pedra lançada na passada sexta-feira

Centro Social de Seide pronto em dois anos Sofia Abreu Silva Está lançada a primeira pedra do Centro Social Paroquial de S. Miguel de Seide. A cerimónia teve lugar na passada sextafeira e contou com a presença de Armindo Costa, edil famalicense, dos vereadores Leonel Rocha e Jorge Paulo Oliveira, além de Jorge Ortiga, arcebispo primaz de Braga, Fernando Moniz, governador civil, e de outras entidades ligadas àquela freguesia. O novo equipamento social vai custar mais de um milhão de euros e terá duas vertentes. Uma social, que rondará cerca de 450 mil euros, sendo que será comparticipada em 60% pela Segurança Social, através do programa PARES, e uma outra que será um complexo paroquial, que custará cerca de 600 mil euros. A nova Instituição Particular de Solidariedade Social irá nascer junto à Igreja da freguesia e terá como valências principais uma creche para 45 crianças e Serviço de Apoio Domiciliário para 20 utentes. Já a parte paroquial contemplará um cartório, um arquivo, uma

tante é o que virá. Nós vamos fazer tudo para que esta obra se constitua num apoio fundamental para aqueles mais precisam, como são os idosos e crianças”. O padre Manuel Magalhães, pároco da freguesia, lembrou no seu discurso o longo caminho percorrido até ao lançamento da primeira pedra: “Depois de tanta navegação, parece que o Cabo da Boa Esperan-

ça está à vista”, disse. Por seu lado, o arcebispo primaz de Braga classificou o momento como de “alegria”. D. Jorge Ortiga lembrou que aquele centro paroquial será, para a Igreja, “um centro pastoral” onde a paróquia poderá dar seguimento à sua tarefa de formar homens e mulheres para construir o futuro da humanidade, através da catequese ou da evangelização.

Siza Vieira satisfeito com o trabalho Momento da benção do terreno

sala de estar, um salão polivalente para 400 pessoas e uma capela mortuária. A obra deve estar pronta em dois anos. Na cerimónia, Armindo Costa, presidente da Câmara de Famalicão, referiu-se ao novo projecto como um grande investimento na qualidade de vida. “Desta vez, estamos a viver um dia único para as crianças e para os idosos desta paróquia. Seide é conhecida como a terra de Camilo e passa, a partir de

hoje, a ser a terra da solidariedade”, declarou. Por seu turno, Fernando Moniz, governador civil de Braga, mostrou-se agradado pelo empenho da freguesia na concretização desta obra social: “Enquanto representante do Governo no distrito sei que não podemos estar distraídos perante este dinamismo e este olhar para o próximo. Uma comparticipação de 60% é significativa, mas o mais impor-

O arquitecto Siza Vieira, responsável pelo projecto, descreveu, com carinho, o Centro Social Paroquial de de S. Miguel de Seide, que está integrado no processo de requalificação da zona envolvente à Casa-Museu Camilo Castelo Branco. “O edifício estará implantado num espaço amplo em relação à igreja, espaço necessário porque há crianças. Trata-se de um único piso, longo, mas não muito largo”. Siza confessou ainda que aquela zona junto à Casa-Museu de Camilo é um local muito especial: “Estive aqui a falar com o sr. Presidente [Armindo Costa] e é um velho desejo meu fazer o arranjo deste parque, porque assim ficará um conjunto belíssimo. Gostava de refazer o muro como ele era… Isto é um trabalho muito gratificante, porque não há nada que perturbe a harmonia das construções”.


opinião pública: 24 de Outubro de 2007 13

freguesias

Cerimónia marcada para o dia 18 de Novembro

Louro inaugura sede da Junta e capela mortuária A freguesia do Louro vai inaugurar, no próximo dia 18 de Novembro, a nova sede da junta e a capela mortuária. Será um "dia de festa", segundo o presidente da Junta, Arménio Macedo. A sede da Junta está instalada no antigo edifício da Casa do Povo, que foi adquirido pela Câmara Municipal à Fundação Cupertino de Miranda. Aí foi também instalado um pólo da biblioteca municipal, inaugurado já no início do ano. O edifício foi remodelado, num investimento que ronda os 150 mil euros. O equipamento e os computadores foram adquiridos com a verba de uma candidatura ao programa de modernização das Juntas de Freguesia, que a autar-

quia do Louro apresentou e viu ser aprovada. A nova sede está situada junto à Igreja do Louro, "um sítio dos melhores" da freguesia, na opinião de Arménio Macedo. "Fizemos uma obra excelente, tanto no interior como no exterior, um restauro dentro dos possíveis bom, agradável", acrescenta o autarca, lembrando que está assim satisfeito "um grande anseio de há anos da freguesia do Louro, porque a antiga sede não tinha condições". A iluminação da área envolvente foi oferecida pela Cooperativa Eléctrica do Vale d'Este. O novo edifício já está a funcionar há praticamente um ano e além de servir de sede ao executivo do Louro, tem também servido

para a realização de várias actividades, como música, dança e alguns cursos, entre outras. A inauguração só vai realizar-se agora, para acontecer ao mesmo tempo que a abertura da capela mortuária. A ausência deste equipamento era uma lacuna há muito sentida na freguesia, dado que os velórios são realizados na igreja paroquial e "é incómodo", explica Arménio Macedo, " durante a missa estar lá alguém de corpo presente". Assim, dois empresários do Louro – Alberto Rego, da Louropel, e Manuel Leitão, da Cimenteira do Louro – adquiriram à freguesia o edifício onde funcionava a Junta e transformaram-no em capela mortuária. Um acto

que o autarca do Louro aproveitou para agradecer. Neste dia da festa, a Junta do Louro vai também apresentar o projecto de alargamento da Rua Comendador Artur Cupertino de Miranda, junto à Igreja da freguesia, que deverá arrancar no próximo ano. A via vai ser alargada no percurso entre a passagem superior junto ao apeadeiro do Louro e o campo de futebol. Trata-se de uma artéria muito movimentada, mas que é estreita, o que dificulta a circulação automóvel e o estacionamento, sobretudo no Dia de Todos os Santos (dia 1 de Novembro) quando aumenta a afluência de pessoas ao cemitério. M .F .

Águas do Ave testa Plano de Prevenção e Emergência

Simulacro na ETAR de Queimados

Plantas de cannabis apreendidas em Requião A GNR apreendeu, a semana passada, plantas e folhas secas de cannabis em Famalicão. O Núcleo de Investigação Criminal da GNR de Braga anunciou, quinta-feira, a apreensão em Famalicão de duas plantas de cannabis, na sequência de uma busca domiciliária na freguesia de Requião. As plantas tinham, respectivamente, oito e cinco quilos de peso. Foi ainda apreendido um saco plástico contendo diversas folhas de cannabis, secas e prontas para consumo, acrescenta a GNR em comunicado. Na sequência desta operação, concretizada na quarta-feira passada, foi constituído arguido e sujeito a Termo de Identidade e Residência um homem de 31 anos.

JS de Antas faz balanço do mandato da coligação Quando passam dois anos do actual mandato autárquico, a Juventude Socialista (JS) de Antas distribuiu um panfleto pela população da freguesia onde enumera as promessas que a coligação PSD/PP – que lidera o executivo da Junta – lançou durante a campanha eleitoral e que, segundo a jota, ainda não cumpriu, apesar de “algumas delas serem já bem antigas”. Como exemplos, os jovens socialistas apontam o Campo da Bóca, “que se encontra ao abandono”; os fontanários “que nem sequer são limpos”; o jardim-de-infância

“que se encontra abandonado”; a falta de limpeza das bermas; os vários caminhos “ainda por pavimentar”; a passagem aérea das Lameiras “que ficou esquecida”; e ainda a “famosa” rotunda “S. Pedro de Esmeriz”, “que pelos vistos foi mesmo 'doada'”, acusam, pois defendem que a estrutura está construída, em grande parte, em território de Antas. No panfleto, a JS diz apontar também as principais carências e problemas da freguesia de Antas, “alertando para a necessidade da sua resolução”.

Interact organiza desfile de solidariedade O Interact Clube de Famalicão organiza, no próximo sábado, dia 27, um café concerto/desfile de moda, a ter lugar a partir das 21 horas, nas instalações da escola profissional Forave, em Lousado. O evento visa, em primeiro lugar, a angariação de fundos para ajudar o pequeno Marco André, uma criança de Ribeirão que sofre de paralisia cerebral e que tem que fazer tratamentos em Guimarães com um médico cubano. Por outro lado, a iniciativa pretende também divulgar o movimento rotário.

Exercício contou com a participação dos BV de Famalicão

Tendo como objectivo comprovar a operacionalidade do Plano de Prevenção e Emergência, a empresa Águas do Ave realizou recentemente um simulacro na Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) de Queimados, em Famalicão. No âmbito da Implementação do Sistema Integrado de Qualidade, Ambiente, Segurança e Responsabilidade Social, a Águas do Ave tem em curso um Programa Anual de Exercícios e Simulacros que visa treinar os seus colaboradores e avaliar a sua capacidade de resposta face a situ-

ações de emergência. A simulação do exercício consistiu na avaria de um poço de bombagem, e a sua consequente retirada para reparação. Com a descida ao poço, um colaborador da ETAR perdeu os sentidos, tendo a vítima sido resgatada e aplicados os primeiros socorros. O exercício contou com a participação de todos os colaboradores afectos à ETAR de Queimados e, segundo nota da empresa à imprensa, "revelouse um sucesso já que fomentou o espírito de equipa tão importante neste tipo de situações".

A realização do simulacro evidenciou ainda "a necessidade da Águas do Ave proceder a alguns ajustes nos procedimentos de segurança e efectuar mais treinos de forma a consolidar a componente teórica com a prática". O exercício foi realizado em colaboração com os Bombeiros Voluntários de Famalicão que, segundo a empresa, conseguiram "criar uma atmosfera realista que em muito contribui para uma melhor preparação de todos quantos participaram na referida acção".


14 opinião pública: 24 de Outubro de 2007

freguesias

Jorge Moreira completou 101 anos de vida

Jorge Humberto Bastos Jorge Moreira, o idoso mais velho do concelho completou, no passado dia 14 de Outubro, o seu centésimo primeiro aniversário. Este será um verdadeiro exemplo de longevidade, boa disposição e saúde, apenas afectada por uma debilitada audição. O OP encontrou Jorge Moreira, na festa do seu aniversário no Centro Social da Paróquia de Esmeriz, instituição da qual é utente, rodeado por familiares, amigos, funcionários da instituição e colegas, na passada quarta-feira, 17, dia escolhido para celebrar a data. Sempre bem disposto, o idoso explicou o segredo da sua longevidade: "passei muita fome, agora não me falta nada". Jorge Moreira nasceu ainda antes da implantação da República, a 14 de Outubro de 1906, na freguesia de Requião e trabalhou na "A Boa Reguladora", até se reformar. Hoje, está no Centro Social e Paroquial de Esmeriz, instituição que frequenta há já cinco anos. Jorge Moreira gosta muito de recordar os tempos em que fazia a pé o percurso de Requião para Vila Nova de Famalicão, percorrendo 5 quilómetros.

O padre Mário Martins, presidente do Centro, referiu-se a Jorge Moreira, como uma "mais-valia" para a instituição e sobretudo para os seus colegas. "É admirado por todos. Ele é nosso cartão de visita e está sempre bem disposto". Jorge Moreira tem seis filhos, vinte e seis netos e dez bisnetos. O mais velho dos seus filhos, Artur Moreira, salientou a vitalidade do seu pai, referindo que ele "continua a lavar-se, a vestir-se e a apertar os cordões dos sapatos sozinho todos os dias". E Jorge Moreira, apesar de não saber ler, nem escrever, "sabe como ninguém fazer a conversão do escudo para o euro". Presente também na festa, esteve o Presidente da Câmara Municipal, Armindo Costa, que fez questão de felicitar o aniversariante pelos seus 101 anos. "O sr. Jorge Moreira é o homem mais importante no concelho. É uma referência, sendo um produto de Famalicão. O seu espírito alegre e bem-disposto é um exemplo para todos nós" referiu. Jorge Moreira recebeu de Armindo um presépio elaborado pelos alunos da Fundação Castro Alves, além de uma lembrança da Junta de Freguesia de Esmeriz.

Irmandade da Santa Casa da Misericórdia de Vila Nova de Famalicão Fundada em 3 de Março de 1874

Convocatória de Assembleia-Geral Extraordinária da Santa Casa da Misericórdia de V. N. Famalicão A pedido do Exmº. Senhor Provedor desta Santa Casa, convoco a reunião extraordinária da Santa Casa da Misericórdia de Vila Nova de Famalicão para o dia 09 de Novembro de 2007, na sede social – tal como recomenda o Compromisso – pelas 21h00 e, se a essa hora não houver quórum suficiente, fica desde já também convocada a prevista reunião para as 21h30, com a seguinte ordem de trabalhos: 1 – Período antes da ordem do dia limitado a 10 minutos; 2 – Apreciação da necessidade ou conveniência de apresentação de candidatura a quaisquer dos membros actuais dos corpos gerentes porventura abrangidos pela limitação prevista no artº. 34 do mencionado Compromisso, a fim de possibilitar a quaisquer dos membros capacidade para integrar a lista a apresentar pela Mesa Administrativa (a votação desta deliberação é secreta); 3 – No período posterior à ordem do dia haverá 10 minutos para tratar de qualquer assunto ou de prestação de esclarecimentos. Finalmente esclarece-se que esta convocação foi solicitada pelo Senhor Provedor, estando-se em ano de eleições, conforme prevê o artº. 40, nº 2 e 3, e os artº.s 58, 59, 60 e o nº 6 do 62º. Do Compromisso. Vila Nova de Famalicão, 22 de Outubro de 2007 O Presidente da Mesa da Assembleia-Geral a) Dr. José Mário Machado Ruivo

António Freitas

"O homem mais importante do concelho"

Jorge Moreira, 101 anos, um exemplo de longevidade e alegria


freguesias

Numa palestra sobre a Europa

Didáxis recebe técnico científico da Comissão Europeia A escola Didáxis de Riba d'Ave recebeu, no passado dia 9 de Outubro, a visita de Jorge Pereira, funcionário científico da Comissão Europeia, cujo trabalho se prende com os programas de pesquisa, competitividade e inovação. O técnico participou numa palestra subordinada ao tema "Europa". Perante uma plateia de cerca de cem alunos do ensino secundário, segundo nota à imprensa da Didáxis, Jorge Pereira relembrou a História da União Europeia e explicou o que é e como funcionam a Comissão Europeia e o Conselho Europeu – cujas presidências estão a ser exercidas por portugueses – para contextualizar a mensagem que queria transmitir aos estudantes: "A Europa é cada um de nós e, como tal, temos responsabilidade na sua construção". O palestrante aproveitou para referir que existe uma representação da Comissão Europeia em Portugal, sediada em Lisboa, que se queixa de não receber qualquer contacto. "Têm uma quantidade enorme de informação dos 50 anos da União que está encaixotada porque ninguém a solicita. É uma informação pertinente e diversificada", informou Jorge Pereira. E apelou: "Se precisarem de informação, peçam-na. Ela está em Lisboa, não está em Bruxelas". Solicitado pelos presentes, Jorge Pereira deu a conhecer alguns programas que a União financia no âmbito da pesquisa e da formação. Neste contexto, desafiou a Didáxis a aderir a programas de inovação no âmbito da formação em novas tecnologias, uma vez que a escola

A Rádio DIGITAL FM vai transmitir o programa

GENTES DA TERRA na freguesia da

Carreira

Domingo, dia 28 de Outubro, a par tir das 9H00

Jorge Pereira elogiou envolvimento da Didáxis em projectos europeus

ministra o Curso Profissional de Energias Renováveis. Antes de terminar a sessão, Jorge Pereira elogiou o facto de a Didáxis estar envolvida em projectos europeus, nomeadamente "Bom Dia, Europa" – um programa de intercâmbio que envolve países como Espanha,

Bulgária, Roménia, Polónia e Áustria – "porque este tipo de actividades estabelece um espírito europeu entre os participantes; é enriquecedor trabalhar/conviver com pessoas de outros países. As competências das escolas participantes podem ser complementadas".

Seminário decorre sábado, na Escola Superior de Saúde

Importância dos espaços verdes na qualidade de vida em debate "Espaços verdes na qualidade de vida", é este o tema dum seminário que vai decorrer sábado, dia 27 de Outubro, em Famalicão. A iniciativa é organizada, pela terceira vez, pela empresa Mesquita Guimarães, Agro Florestal que este ano conta com a parceria da Escola Cooperativa Didáxis, de Vale S. Cosme. O evento pretende seguir uma política de Cidadania e Educação Ambiental já praticada tanto pela empresa como pela escola, e visa promover uma iniciativa de âmbito cultural destinada a informar e sensibilizar a comunidade em geral para a multifuncionalidade

opinião pública: 24 de Outubro de 2007 15

dos espaços verdes. Vários especialistas na área vão divulgar e debater sobre os conhecimentos científicos, técnicos e culturais de forma a chegar à população. Aliás, este é um dos principais objectivos da iniciativa, tal como adianta Artur Mesquita, sóciogerente da empresa organizadora: "Queremos que se perceba a importância dos espaços verdes na qualidade de vida das pessoas. A questão de fundo é proporcionar uma seminário de grande nível cultural e cientifico, mas tentar traduzir para chegar ao cidadão comum e que não são propriamente técnicas

de espaços verdes para termos uma sociedade crítica e informada". Moderado pela arquitecta paisagista Maria João Dias Costa, do Instituto Português Património Arquitectónico (IPPAR), o seminário vai ainda contar com docentes de várias universidades portugueses e que vão falar de temas tão diversos como a estrutura verde na cidade, as abordagens aos benefícios dos espaços verdes no meio urbano e reflexões sobre alguns espaços, algures no mundo e a qualidade do exterior urbano. O debate decorre durante todo o dia no

auditório da Escola Superior de Saúde do Vale do Ave (ESSVA). Começa às 9h30 e termina às 17 horas. A entrada é gratuita e aberta a todos os interessados. Sobre o futuro, Artur Mesquita refere que com este seminário não ficam esgotados os objectivos que existem referentes a este tema: "Num dia não conseguimos explorar os objectivos a que nos propomos, por isso irá ser com um conjunto de seminários que iremos fazer no futuro. Já temos projecto para o seminário que se seguirá a este", concluiu o responsável. C. A .S .


16 opinião pública: 24 de Outubro de 2007

publicidade

P o st o s d e D is t rib u i ç ã o Abade de Vermoim Restaurante Costa e Silva Rua 25 de Abril Antas Quiosque Capões Lugar da Portela Quiosque Central Central Camionagem Sede do A.R.C.A. Lugar da Portela Quiosque Espaço Verde Rua 8 de Dezembro Anta’s Café Edif. Jardins do Lago Arnoso Santa Eulália Café Santo Amaro Rua Dr. Agost. Fernandes Café Bastos Rua da Carvalheira, 111 Arnoso Santa Maria Café do Altinho Rua do Altinho Posto de Abastecimento Junto à Engenho Supermerc. Diamantino Lugar de Lages Casa Bola d’ouro Av. Conde Arnoso Mini Mercado Costa Rua 8 de Dezembro Restaurante do Altinho Lugar do Altinho Foto Look Av. dos Moinhos Avidos Café-Restaurante Amaury Estrada Nacional 204/5 Fatipão Travessa Quinta da Ponte Pão & Companhia Estrada Nacional 204/5 Churrascão Sousa Rua Estrada Nacional 204/5

Quiosque junto à igreja Supermercado Belita Rua da Igreja Pastelaria Carmita Av. Albino Marques, nº 366 Pastelaria Doce Marco Zona Industrial Pocinhos Peixoto Sport Junto aos Correios Sapataria Peixoto Junto aos Correios Esmeriz Café Principal Avenida Carlos Bacelar Café Jota Largo do Souto, 86 Livraria e Papelaria Grafiarjo Junto às escolas primárias Fradelos Posto Galp Junto à Junta de Freguesia Quiosque Reis Rua Sta. Leocádia TF Gest - Posto Combustíveis Lugar da Quinta Gavião Estrela da Sorte Lotarias Junto à Rot. Stº António Posto Repsol Estrada N14 Mini-Mercado S. Vicente Rua 20 de Junho Gondifelos Casa das Prendas Parque das Tílias P. Abastecimento Sopor Av. São Félix

Brufe Electrokioske Rua Joaquim Pereira Supermercado Azevedo Rua D. Jorge Ortiga Mini-mercado Né Rua Manuel Moreira Maia Supermercado Teresinha Av. dos Emigrantes, nº 1707

Joane Bar ATC Biblioteca ATC Rua Dr. Agostinho Fernandes Café Central Lugar de Telhado Petro Joane Rua S. Bento Mercearia Olivia Lopes Lugar Ruivos Piscinas Rua de Leognan Quiosque da Feira Largo da Feira Quiosque Central de Joane Largo da República Snack-Bar O Rei dos Cachorros R. dos Laburins - Ed. Pérola do Vau Supermercados Dá-Cá Tv. Padre Silva Rego, Lj.11 Supermercado Henrique Avenida dos Laborins Informarbelo Travessa de Barreiros, nº 105 Churrasco da Ponte Labruge Posto de Combustível de Joane Av. Dr. Mário Soares

Cabeçudos Quiosque Central Lugar do Souto Casa Carlos Rua 25 de Abril, 145

Jesufrei Café Mercearia Ramos Rua da Igreja Café S. Miguel Rua P. Domingos A. Pereira

Calendário Casa Magote Rua de Rorigo Eugénios Health Club R. P. Avis de Brito Quiosque das Oliveiras Rotunda das Oliveiras Restaurante D. Antónia Ribaínho Sede Barrimau R. José Elísio G. Cerejeira Bodyline - Training Center Rua Visconde de Gemunde Casa FC Porto de Famalicão Rua S. Julião - Ed. Jardins Penedo Talho Morado Rua José GonçalvesCerejeira, 61 Supermercado Horácio & Sousa Av. D. Afonso Henriques, nº 3680 Dom Marco – Padaria Pastelaria R. Saint Fargeau Ponthierry - Ed. Eurofama

Lagoa Casa Carvalho Rua EN 204 Café Europa Av. dos Lamosos

Bairro Papelaria Compasso Avenida Silva Pereira Café Pastelaria Sonho Azul Av. Joaquim Leite Bente Supermercado Belita Lugar de Cardal Churrasqueira O Toneco Avenida dos Emigrantes Café Sampaio Rua da Praça, 385

Carreira Mini Mercado Bezerra Rua do Monte Café Santiago Rua da Estrada 204/5 Cafetaria Franlu Rua do Fojo, 152 Cabeleireiro Novo Visual Rua do Fojo, 152 Castelões Casa Chico Rua Álvaro de Castelões Pastelaria Flôr da Ribeira Prta Álvaro de Castelões Pastelaria P. Quente Castelões Rua Georgiana Neto Pastelaria Sta Catarina Rua Vera Cruz Café Tocano Rua de S. josé, 152 Cavalões P. Repsol Os Emigrantes R. Dr. José A. Carneiro Cruz Mercearia Rego Av. S. Tiago da Cruz Peluche - Pastelaria Largo Sr. dos Aflitos Delães Papelaria Marques Avenida da Portela (Posto Galp) Pavilhão Delães Bairro Augusto Correia

Landim Lucyland Rua da Estrada Nacional Mercado Stª Marinha Rua Santa Marinha, 273 Quiosque Landinense Junto ao Mosteiro Cervejaria das Campas Rua do Sobreiral, nº 12 Junta Freguesia de Landim Alameda do Mosteiro, nº 62 Café Carvalhal Largo da Senhora das Dores, nº2 Café Vida Nova Lugar de Segures Lemenhe Café Avenida R. P. Domingos A. Pereira Café Costa Verde Aldeia Nova Restaurante Fervenças Rua Papa João Paulo II Louro Taberna Ilha do Fogo Barradas Café Central Travassos Bar do GD Louro Rua Martires do Ultramar Carfoto R. Padre DomingosJ. Pereira , 1155 Lousado Quiosque do Souto R. Cardeal Cerejeira Restaurante Linha Lugar do Souto Café Tae-Kwon-Do Loteamento Mabor, 52 Mogege Café Boavista Lugar da Boavista Pastelaria Celiana Av. Padre António Ferreira, 470 Café Águia Rua da Liberdade, 166

Mouquim Adega Reg. Stª Filomena Ançariz

Mini Mercado Igreja Largo da Igreja

Sezures Café Mercearia Central Rua N. Srª Fátima

Estação Serviço Cepsa Lugar da Estação Café Santos Quintães CP Quiosque Edifício Estação Caminhos Ferro Nine

Telhado Posto de Abastecimento Carneiro Araújo Avenida Principal Mercearia Barbosa Rua do Azideiro

Nine

Novais Mini Mercado Azevedo Largo S. Simão Café Reguila Rua das Almas Oliveira Santa Maria Café Riera São Cristovão Delnet, Lda Av. 25 de Abril Scam- Posto Gasolina Rua do Sestêlo Oliveira São Mateus Café Esplanada R. Estrada Municipal 574 Mini Mercado Vieira Lugar do Quinteiro Piscinas Lugar do Quinteiro Pizzaria Topo Gigio Rua S. José Mini Mercado das Casas Rua 1º Dezembro, 64 Papelaria Andrade Rua da Santana Outiz Papelaria Fernandes Av. Jorge Reis Pedome Café S. Cristovão Rua da Bemposta Café Centro Av. S. Pedro Portela Café Snack-Bar Nova Era Rua da Igreja Pousada Saramagos Pap. Carlos Carvalho Av. Stª Justa Quiosque Pousada Avenida da Riopele Papelaria Livraria Nove Av. do Cruzeiro, 171 Requião Bar do Salão de Festas Lugar do Mosteiro Estação Serviço Portela Estrada 206 Mini-Bazar da Portela Lugar da Portela Talho Ribeirais Rua de Ribeirais Restaurante Zé Costa Avenida S. Silvestre Riba d’ Ave Café Latitude Trav. Camilo Cast. Branco Café Para Pedro Rua Joaquim Ferreira Junta de Freguesia de Riba d’Ave A. Tílias, nº 39 Parque das Tílias Pavilhão Riba d’Ave Papelaria Riscos e Rabiscos Av. Narciso Ferreira Papelaria Maria Aurora Silva R. 25 de Abril - R/C - Dir Azoria - P. de Combustiveis Av. Cidade Abreu & Lima, nº2 Café Central Rua 25 de Abril Ribeirão Bar do GD Ribeirao Campo do Passal Quiosque Central Frente à Junta de Freguesia Restaurante Colina do Ave Rua do Vau, 11 Mercado Azevedo Av. 3 de Julho Café Paris Compl. Hab. Bragadela, Loja 28 Charly Pastelaria e Padaria Rua da Bragadela, nº3 Ruivães Café Juventude Rua Domingos Monteiro Café Sede Ruivanense Rua do Pereiró Livraria Pap. Campos Rua do Pereiró nº 68 Pastelaria Pão do Monte Rua Domingos Monteiro Vinha Super Lugar da Vinha JM Café Pastelaria Rua da Vinha Café Arco-Íris Rua Vasco da Gama, 209 Supermercado Rosa de Fátima Rua do Souto, 243 Seide S. Paio Café Snack-Bar Novo Milénio Edf. Agrinha, 879 Associação Juventude Alegre Largo Nossa Sra. Parto Seide S. Miguel Café Snack-Bar Camiliano Largo Dona Plácido Café Popular Covas Café São Miguel Rua Santo Amaro

Vale S. Cosme Café da Pedra Rua da Pedra Pastelaria Miga Doce Avenida Central Café Restaurante Veiga Av Tibães Talho S. Cosme Av. Tibães Café Pão Quente Lamela Doce R. Sr. dos Bons Caminhos, 644 Café Tulipa R. Conde Vale S. Cosme Vale S. Martinho Auto – Mercado Minda Lugar do Outeiro Koppus Caffe Rua do Passo Vermoim Avelino Lomba Pimenta Junto à Capela Café Floresta Lugar da Floresta Café FM Rua António Oliveira Costa Estação Serviço Esso Av. João XXI Café Zé Ringo Av. Monte dos Combros Café Breia Av. Breia de Cima, 90 Infor Bit Av. D. João XXI, 1820 Supermercado Flor de Liz Rua de Penelas Restaurante Rony Av. João XXI Fargriccop Rua Sr. da Agonia, 372 Arriva Central Camionagem Vila Nova Famalicão A Mascotinha da Sorte Praça D. Maria II Bar Pavilhão Municipal Av de França Casa Voga R. Adriano Pinto Basto Quiosque Abanca Av. Dr Carlos Bacelar Quiosque Avenida Centro Comercial Aro Quiosque E. Leclerc Hipermercado E. Leclerc Quiosque Hospital Junto ao Hospital Quiosque Kalifa Av. Rebelo Mesquita Tabacaria Fernandes Rua Santo António Tabacaria França Rua Ernesto Carvalho Tabacaria Sampaio Rua Narciso Ferreira Quiosque Sagres Parque da Juventude Café Sousa Balaída - Mões Vida Sá Rua Barão da Trovisqueira Papelaria Armanda Lima Rua Cons. Santos Viegas, 58 Supermercado Bandeirinha Rua Cons. Santos Viegas, 162 Café Snack-Bar Luso Brasileira Av. 25 de Abril Café D. Sancho I Rua Augusto Corrreia Parque Estacionamento Sagres Rua Luís Barroso Casa Benfica de Famalicão Praça D. Maria II Versentido, Lda Rua Camilo Castelo Branco Cartercombe - P. Abastecimento Rua S. João de Deus Papelaria Quinta do Vinhal R. P. Freitas reis, Ed. Vénus Lj 12 Latino’s Bar Restaurante Av. do Brasil Fagricoop Rua Sr. da Agonia, 372 Quiosque da Estação Estação CP Famalicão Vilarinho Cambas Café Castanhal Lugar de Castanhal Café Millénium Rua do Monte, 400 Junta Freguesia Vilarinho Rua da Saudade, 45 Pastelaria S. Paulo Rua da Roederstein 5 Café Snack-Bar Barreiras Rua da Cumieira, 659 Trofa Quiosque do Pedro Rua Conde S. Bento Bazar Tina Rua Júlio Dinis Quiosque Desporto 2004 Rua D. Pedro V Santo Tirso Pão Quente Areias Junto à igreja de Areias Viatodos P. Abastecimento Galp Viatodos R. S. Pedro, 201 - Monte Fralães

URGENTE

VENDO / ALUGO

Oportunidade de Part-Time Desempregados/Reformados, etc.

- Ribeirão Armazém c/ 850 m2

250€ a 450€

Excelente Localização

Contactos: 914 258 486 963 368 581

TELF.

967 150 367

A CIMENTEIRA DO LOURO, LDA Lugar de Meães - Lousado Vila Nova de Famalicão

ADMITE SERRALHEIRO Para marcação de entrevistas; Contactar Departamento de Recursos Humanos Telefone - 252 301 000 ou dirigir-se à empresa sita no lugar de Meães - Lousado - VNF

ARRENDA-SE Apartamento T3 - 1º Andar C/ garagem fechada num bloco de 4 apartamentos no lugar Monte de Barro Castelões Contacto: 912 116 488

VENDE-SE T3 (Famalicão) Como novo, sala e cozinha espectaculares, c/ suite, amplas varandas, garagem fechada p/ 2 carros, excelente vista sobre a cidade. Telm.: 968 791 977

VENDO Loja - 60 m2 Edifício Serafim Carvalho em Viatodos Contacto: 916 391 124

Especialistas em Créditos Novos, Transferências e Créditos Pessoais. Serviço rápido e eficaz, com as melhores condições de crédito. Independentes e idóneos na defesa dos seus interesses junto da Banca. VANTAGENS: - Baixar e reduzir as prestações mensais; - Poupar tempo e dinheiro; - Honorários contra resultados.

Contacte-nos hoje mesmo Telefone: 252 378 090 Fax: 252 378 092 Tlm: 918 919 638 E-mail: kvpropriedades@vodafone.pt


praça pública De vez em quando

opinião pública: 24 de Outubro de 2007

Pelos quatro cantos da ca(u)sa

Sílvio Sousa

Domingos Peixoto

Variantes Por vezes até parece que passou muito tempo, habituados que estamos à ideia, mas a Variante Nascente do concelho tem apenas pouco mais que uma meia dúzia de anos. Lembram-se de como era antes difícil atravessar o concelho para quem seguia no sentido Porto-Braga-Guimarães-Póvoa, ou o difícil que era a comunicação rodoviária directa, entre as freguesias agora atravessadas pela variante. Sem dúvida que se fosse chamado a eleger uma obra estruturante do concelho, eu seria obrigado a escolher a Variante, pela mobilidade que proporcionou, pelo descongestionamento de trânsito que provocou, até pela dinâmica empresarial que criou. Famalicão ficou a ganhar, e muito, com a construção da variante nascente. No entanto esta obra está incompleta, falta o resto, a muito

propagandeada e adiada Variante a Poente. Há muitas outras questões, também importantes, em discussão na actual gestão autárquica: o parque da cidade, o estádio municipal (o novo e o velho), a revisão do PDM, a renovação urbana dos outros pólos urbanos famalicenses, a gestão do parque escolar, o prolongamento da VIM, a alternativa à ponte da Lagoncinha, a conservação do nosso património (como é exemplo magnífico o antigo Colégio Camilo Castelo Branco), etc., etc., mas a construção da Variante Poente, é indiscutivelmente, um dos projectos mais ambiciosos e importantes a que nos podemos lançar. Já imaginaram a diferença que fará a construção da Variante a Poente para as populações e para a competitividade económica das freguesias de Ribeirão, Fradelos, Vilarinho das Cambas, Calendário, Outiz, Gondifelos, Cavalões e

Andam ferozes Louro isto para não falar dos benefícios para o resto do concelho, que sem dúvida também beneficiará com a construção desta obra. Sim, porque se de facto encararmos esta obra como estruturante, que é, a mesma deverá estar ligada à Variante a Nascente e dessa forma passaremos a ter um anel rodoviário à volta do centro urbano, com saídas/entradas para todas as estradas nacionais que passam no concelho e com ligação directa entre várias freguesias, algumas delas bem distantes da realidade do centro urbano. É urgente que passemos a encarar a construção da Variante a Poente como uma necessidade imediata e a passemos a reivindicar junto dos poderes instituídos. Pensem bem, o que é mais importante, o TGV (que afinal só poderá circular a menos de 250 km/h entre Porto - Vigo), a nova "cidade desportiva", ou a construção da Variante a Poente?

Chão autárquico Vieira Pinto

A despesa pública nas autarquias No âmbito das atribuições e competências das autarquias locais, estas têm como objectivo principal o investimento público-municipal. Investimento este, criador de riqueza no respectivo município. Ora, para se criar riqueza, têm que haver instrumentos de vária ordem. E um desses instrumentos é precisamente a realização de despesa, de despesa público-municipal. E, então, o que será a despesa pública dos municípios? Bom,

17

grosso modo, será o dispêndio de meios (dinheiro ou bens), efectuados pelos executivos municipais para que estes possam adquirir os bens de natureza pública, com vista à satisfação das necessidades dos munícipes. Mas, a realização da despesa pública nos municípios tem (infelizmente nem sempre tem) como consequência, directa e imediata, o desenvolvimento. De resto, desenvolvimento, este, que todos anseiam porque o querem para

as suas terras. É, com efeito, através do desenvolvimento que podemos encontrar a realização material das pessoas. Seja o desenvolvimento materializado na construção, reconstrução ou remodelação de um caminho, de uma creche, de um infantário, de uma escola; seja o desenvolvimento materializado no abastecimento de água às aldeias, na realização do saneamento; seja o desenvolvimento materializado na oferta de transporte público a todas as aldeias,

etc. Convenha-se, pois, que todas estas e outras realidades da actividade autárquica impôem despesa pública municipal. Porém, estas despesas públicas de cada município, é imperativo que se realizem, obedecendo a três princípios fundamentais: garantia da concorrência, simplificação de prodedimentos e, uma boa gestão dos dinheiros públicos. Só assim se fará uma gestão transparente dos dinheiros públicos, essência da despesa pública municipal.

Com honras de transcrição em "Lido", do Diário do Minho, Adão Coelho insurge-se contra o PS do Governo, nomeadamente, na sua "leitura", contra a política de falta de liberdade e de opressão imposta ao povo, indo ao ponto de a comparar aos piores anos da ditadura de Salazar. Enfatiza que é ainda pior que aquela, pois eles sabiam fazer tudo muito bem feito! É de muito mau gosto, vindo de quem até parece preocuparse algo com a solidariedade, a verdade e a democracia... O PS até pode vir a degenerar, mas jamais há-de chegar à situação intolerável a que chegou o PC, no qual muitos que hoje vociferam por lá andaram de "armas" atiçadas, fugindo em debandada apenas quando o regime que defendiam era engolido, por força de atitudes e posturas que nada tinham de consentâneo com as posições que sempre foram apregoadas. Na convicção de que cada partido é, em cada momento, aquilo que a sua direcção quiser, tenho a certeza que se o PS se estiver a desviar da sua base programática e dos seus estatutos, aparecerão Socialistas capazes de evitar o precipício. Os Sindicatos têm uma função muito importante. Mas os interesses de cada grupo de trabalhadores não são sempre coincidentes, sendo por isso que quando muitas classes operárias desenvolviam as suas lutas, outras classes de quadros se lhes opunham reivindicando e "jogando" na divisão, criando fossos tais que, muitos diziam ser necessário erradicar, mas só o PS, este PS, teve coragem de levar por diante, na convicção de

que há muita "dor", mas, solidário como é, se encarregará de criar alternativas para ajudar a debelar as necessidades e carências dos mais desfavorecidos. Opiniões como as de Adão são uma "estranha e santa aliança" com as forças mais retrógradas, que levaram o país à banca rota, de onde o PS, aliás por mais de uma vez, o tem vindo a salvar. Mas não tenhamos dúvidas, a situação dos Trabalhadores e para os Trabalhadores é muito difícil, tornando-se necessárias medidas correctivas e ajustadas. Numa empresa em que trabalhei, um dirigente sindical quis fazer uma "latada" nas suas instalações, frente ao edifício administrativo. Outro quis paralisá-la para ajudar os trabalhadores duma congénere a lutarem por um AE. Curiosamente, nas suas respectivas empresas não propunham destas medidas, vá lá saber-se porquê. Hoje estão os dois muito bem instalados na vida. Não sei se também estarão na política. É estranho, não é, que o marasmo, as festinhas, as fotografias dos jornais e a situação económica do Município, cuja autoria é da maioria que governa o concelho, não motivem opiniões, antes pelo contrário motivam a inacção de certos "actores" da vida famalicense. Percebe-se por que andam ferozes: o PS no Governo tem vindo a somar pontos preciosos para o futuro do País. Em Famalicão tem vindo a resolver os problemas fratricidas, começando a posicionar-se vantajosa e humildemente, com vista à reconquista do município. Louro, 2007.10.22


18 opinião pública: 24 de Outubro de 2007

publicidade

Falecimentos

Maria Prazeres Ferreira Agradecimento e Missa de 1º Aniversário

Rosa Emília Barbosa de Araújo, no dia 18 de Outubro, com 85 anos, casada com José de Araújo dos Santos, da freguesia Couto Cambeses. Agência Funerária Armando Cunha Pereira Arnoso Santa Eulália - Telf. 252 961 428

Um Ano de Eterna Saudade Há um ano que partiste Tantas saudades deixaste Para junto de Deus tu foste E parte de nós levaste.

Alexandrina Ferreira da Silva, no dia 14 de Outubro, com 79 anos, solteira, da freguesia de Lousado.

Após um ano do teu Falecimento com profunda saudade nos deixaste para viver com Deus, teus Filhos, Noras, Netos, e Bisneta e restante Família, participam a todas as pessoas amigas que na Terça-feira pelas 9 horas na Igreja Matriz Velha de V. N. Famalicão, dia 30 de Outubro de 2007 será rezada missa em sufrágio da sua Alma. Famalicão, 24 de Outubro de 2007 Desde já agradecemos a todas as pessoas que se dignem assistir a esta Santa Eucaristia. A Família

Zulmira da Costa Oliveira, no dia 14 de Outubro, com 71 anos, solteira, da freguesia de Ribeirão. Funerária Ribeirense Paiva & Irmão Lda Ribeirão – Telf. 252 491 433

A família

Al bino Ro dr ig ues Perei ra , no dia 19 de Outubro, com 84 anos, casado com Maria Dias Pereira, da freguesia de S. Tia go de B ouga do ( Trof a ). Antó ni o Rodr ig ues P erei ra , no dia 19 de Outubro, com 75 anos, viúvo de Blandina Moreira Torres, da freguesia de S . Ti ag o de B oug ado ( T ro fa ). Agência Funerária Trofense, Lda (S. Martinho Bougado) Trofa – Tel.: 252 412 727

Agência Funerária Calendário Calendário - Telf. 252 377 207

Deolinda Alves de Andrade, no dia 19 de Outubro, com 84 anos, viúva de Serafim Moreira Ferreira, da freguesia de Santo Tirso.

José Pereira de Oliveira, no dia 17 de Outubro, com 81 anos, viúvo de Palmira da Costa Soares, da freguesia de Lama (St.º Tirso).

Agência Funerária da Lagoa Lagoa – Telf. 252 321 594

Lembrança do 13º Aniversário Sua família recorda com saudades José da Costa Salgado e convidam todas as pessoas de suas relações e amizade a assistirem à missa do 13º aniversário do seu falecimento, que será celebrada na Igreja Paroquial de Requião, sábado, dia 27 de Outubro, pelas 19 horas.

Ri ta Isa bel da Si lva Rodri g ue s, no dia 20 de Outubro, com 43 anos, divorciada, da freguesia de S. Ma rtin ho d e Bo u g a do ( T r o fa ) .

Meni no Artur I zote nk o, no dia 15 de Outubro, com 15 dias, da freguesia de Ca lendá rio.

Arminda das Dores Silva Salgado, no dia 20 de Outubro, com 88 anos, casada com António Alves da Silva, da freguesia de Antas (S. Tiago).

José da Costa Salgado

Adr ia no Ca r nei ro Mo nt eiro , no dia 21 de Outubro, com 70 anos, viúvo de Lúcia do Vale Dinis, da freguesia de Ref ogo s (S tº Tir so).

Bartolomeu dos Anjos Filho, no dia 20 de Outubro, com 54 anos, casado com Maria Eliane Mello dos Anjos, da freguesia de Calendário. Agência Funerária Rodrigo Silva, Lda Vila Nova de Famalicão – Tel.: 252 323 176

João António de Sousa Costa, no dia 21 de Outubro, com 46 anos, divorciado de Maria Glória da Silva Aires Costa, da freguesia de Santo Tirso. Sandra da Silva Pimenta, no dia 21 de Outubro, com 28 anos, solteira, da freguesia de Rebordões (Stº Tirso). Etelvina Ribeiro, no dia 22 de Outubro, com 95 anos, viúva de António José Maria, da freguesia de Burgães (Stº Tirso). Agência Funerária de Burgães Sede.: Burgães / Filial.: Delães Telf. 252 852 325

Alberto Martins Carvalho Faria, no dia 18 de Outubro, com 83 anos, casado com Maria Menezes Araújo Lemos, da freguesia de Outiz. Deolinda Augusta Costa Azevedo, no dia 22 de Outubro, com 64 anos, casada com José Pereira de Azevedo, da freguesia de Fradelos. Agência Funerária Palhares Balazar– Tel.: 252 951 147

Ri ta Fe rrei ra da Si lva , no dia 21 de Ou-tubro, com 80 anos, viúva de Joaquim Pereira Coelho, da freguesia de Riba d’A v e. Car oli na Perei ra Costa , no dia 18 de Ou-tubro, com 69 anos, casada com Avelino Lemos Fernandes, da freguesia de Gua r di zel a ( Gui ma rã es). Agência Funerária de Riba D’ Ave Riba D’Ave – Tel.: 252 982 032


opinião pública: 24 de Outubro de 2007 19

praça pública Maré Alta

D’Esguelha

Paulo Costa

Gouveia Ferreira

“Trago a minha vida presa/às promessas que morreram…” São palavras de Manuel Alegre, musicadas por Luiz Goez e cantadas por Adriano Correia de Oliveira. Aqui, fica uma humilde e grata lembrança dessa esquecida voz, mesmo que de um Portugal que já nos pareça (aparentemente) distante. E aqui se dá o mote: o PS prometia uma consulta referendária quanto ao novo “vade mecum” dos 27 países da União – agora remete para o Natal. Vislumbro fava. Parecia que finalmente, e ao cabo de vinte anos, o povo português se poderia expressar directa, mesmo que desinteressadamente, sobre matérias europeias e também o recém-eleito líder do PSD desfazia a promessa desse partido de dar a voz aos eleitores, por uma única vez que fosse. Mas não, é demasiado arriscado dar voz à plebe, ignorante sobre tão complexos assuntos, e aqui não se controlam quaisquer pagamentos de quotas. Qual paradoxal neófito da política – sendo, afinal, profissional da mesma há

vinte e tal anos, desde deputado, secretário de estado de Marques Mendes (um quê psicanalítico neste combate pela liderança do PSD) em governo de Cavaco Silva, a presidente de câmara municipal –, pretende chegar agora impoluto, e traz mais do mesmo: a mentira do bloco central. Ou a hipocrisia da vergonha presidencial com a portuguesa pobreza ou o despautério deste socialismo que agrava despudoradamente a desigualdade de rendimentos destes pacatos dez milhões. E contou com o apoio dos famalicenses, que começaram pelos ‘futebóis’ e agora chegam ao pote central dos interesses. Há dias mais verrinosos, será certamente um deles, mas não é que no ‘sítio oficial’ da nossa querida Câmara se noticia que a casa da juventude, mesmo que provisória, fica situada “no perímetro urbano da cidade” – só para rir, ou evidente falta de decoro, esperar que aquele espaço sirva alguma juventude famalicense (in-

dependentemente de transportes públicos ou privados); bem, os brufenses não deixam de ser famalicenses! Assim como a visita cultural a Fátima, e cito: “Os peregrinos poderão apreciar obras de Siza Vieira, Pedro Calapez, Kerry Joey Kelly, Maria Loizidou e Catherine Green, entre outros autores”. Há quem cumpra promessas!! Agora, alguma seriedade: a Concelhia de Lisboa do BE chamou-nos a atenção para o escandaloso aumento dos vencimentos de assessores de vereadores lisbonenses, de 3 mil para 4 mil euros, proposta essa viabilizada por PS, PSD, PCP, Carmona Rodrigues e Helena Roseta, com um único voto contra, o do vereador Sá Fernandes. É inconcebível que, num cenário de contenção financeira, se aprovem vencimentos desproporcionados como estes, para alguns dos profissionais mais bem remunerados da CML. Tinha dado conta? paulolitoral@gmail.com

Como tratá-lo? Não há dúvida que o Tratado de Lisboa foi uma vitória de gajos porreiros. Aliás, porreiríssimos! O tratado dos Zés: do Zé Manel e do Zé Sócrates. O novo "Código da Europa" é de tal modo peculiar, que nem os próprios anunciantes do fumo branco têm a noção exacta daquilo que aprovaram. Face à exigente especialização do reduzido núcleo de tratadistas, que consegue ter pachorra para abarcar um sem número de remissões,

aditamentos e supressões dos textos de duas codificações anteriores, tenho a certeza de que nem a maioria dos deputados da Assembleia da República estará em condições de se pronunciar sobre a matéria, dita de Lisboa. Neste contexto, será defensável o referendo? Ó senhor de esquerda: perguntar não ofende. Já leu?

Carta ao director

Tratado"ao terreiro do paço" De opinião; não sou ouvido nem achado… Talvez por ser relevante; contribuinte Indagado!?... Esta nova e ambígua filosofia maquiavélica, Global, impõe um "negócio" tratado aceitar… Mas que tratado me querem cunhar!? Se outra coisa de mim cidadão, Ignoram falar!... Não contem comigo. Contudo, Cá estarei na volta do correio, Até que a memória os ossos possam julgar…

Tumulto estrépito à minha cidade… Vem, arrogante, agora e em segredo, Porque nunca dela a honra foi cumprida, Acenar o espectro da nacionalidade!... Misteriosa, força oculta submersa, Ungida no raciocínio da junção do espaço Sobre influência demagógica da promessa; Que outra visão a verdade não entende, Senão a convergência do terrível gemer, Prescrito sob ordem obtusa da mente… O mundo, está doido!...

Toda a minha cidade efectiva, Amargou só de entender Cozinhar elites, Para engordar famílias no poder… Hilariante e diabólica tontura,

Não contem comigo, As minhas águas, serão sempre a minha razão…

Augusto Canetas

. T0 V.N.Famalicão – (centro) . T1 Ed. EurofamaI (Calendário) . T1 Ed. EurofamaII (Calendário) . T1 C/Lugar de garagem – Ed. Lusíadas . T2 C/Lugar de Garagem Ed. Alameda . T2 C/Garagem V.N.Famalicão (Próximo do Hospital) . T2 Ed.Eurofama II (Calendário) . T2 V.N.Famalicão (centro) . T3 Mobilado - Calendário . Loja – Calendário – Ed. Eurofama I área: 120m2 + cave: 80m2 . Loja - Ed. Sagres - 90m2 (centro) . Escritório – Ed.Saza (45M2) (Rotunda Stº António) – VNF . Escritório - Ed. Saza (110m2) (Rotunda Stº António) – VNF . Escritório – Ed.Las Vegas (118 M2) C/Garagem P/2 carros . Garagem V.N.Famalicão

Arrendam-se armazéns (novos) Localizados em Cabeçudos Áreas desde: 629m2

225€ 275€ 325€ 310€ 325€ 375€ 375€ 325€ 362€ 750€ 275€ 500€ 700€ 60€


20 opinião pública: 24 de Outubro de 2007

publicidade


cultura

Voluntariado abrilhantado com música de Coimbra A Associação do Voluntariado Hospitalar promoveu, na sextafeira passada, um espectáculo de beneficência, na Casa das Artes de Famalicão. Sob o signo “Sons de Outono”, o evento dedicado às músicas de Coimbra teve lotação esgotada. O objectivo foi angariar fundos para a associação e sensibilizar a comunidade para a tarefa que é o voluntariado. Com 65 artistas a passar pelo palco do grande auditório, em quase três horas e meia de espectáculo, o público pôde apreciar quatro momentos diferentes: um de piano e poesia, seguindo-se “piano em fado”, grupos de fados e baladas, e o grupo “nunomontaltojazz”. Nuno Montalto, responsável por esta iniciativa, estava “satisfeito por toda a envolvência do público e dos artistas que aderiram em grande número”. Além

opinião pública: 24 de Outubro de 2007 27

“Ópera dos Três Vinténs” na Casa das Artes “Ópera dos Três Vinténs”, de Kurt Weil/Brecht, estreia na Casa das Artes de Famalicão no próximo sábado. Trata-se de uma co-produção entre a Fundação João Jacinto Magalhães, a Casa das Artes e a Orquestra da Escola Superior de Artes e do Espectáculo. Apresenta-se como um novo género musical que oferece ao público música de Kurt Weil (1900-1950) e libreto de Bertold Brecht (1898-1956), procurando chegar a um público mais alargado, que, ou desconhecia a ópera, ou que os pro-

disso, segundo aquele responsável, foram criados, pela primeira vez, vários ambientes em relação à música de Coimbra. “Foi uma mistura que nunca tinha sido criada e foi materializada na Casa das Artes. É um projecto que já andávamos a delinear há já al-

gum tempo e que se concretizou neste espectáculo “Sons de Outono”. E como não podia deixar de ser, a noite e o espectáculo terminou com a mítica música “Balada da despedida” - um verdadeiro hino à música de Coimbra.

Luís Serguilha em festival ibero-americano O escritor famalicense Luís Serguilha vai estar presente no Festival Ibero-Americano de Poesia Contemporânea, que vai decorrer em Tordesilhas, Espanha, de 30 de Outubro a 4 de Novembro. Subordinado ao tema “Linguagens e Fronteiras”, o certame conta com a presença de vários escritores espanhóis, portugueses, brasileiros e da América

latina. Concretamente, Luís Serguilha vai apresentar o seu novo livro “Hangares do Vendaval”, no dia 31. Entretanto, Serguilha vai também participar numa conferência sobre poesia contemporânea portuguesa, agendada para amanhã e sexta-feira, na Universidade Federal do Paraná, onde apresentará também a sua mais recente obra.

Artave dá concerto de abertura da ano lectivo A Orquestra Artave deu um concerto de abertura do ano lectivo na noite da passada sexta-feira, no auditório Padre António Vieira, no Colégio das Caldinhas. Sob direcção do maestro Luís Machado, o concerto teve como solistas os melhores alunos finalistas de 2007. Luís Machado iniciou os seus estudos aos 12 anos, o mesmo ano em que entrou na Artave para estudar violino. Hoje, depois de vários anos de estudo, é maestro da Orquestra Artave.

dutores pensavam não ser possível conquistar. Com direcção musical de António Saiote, a ópera é encenada por Marcos Barbosa e conta com cenografias de Sara Amado e designer de luz de José Álvaro Correia. António Salgado, Janete Ruiz, Raquel Camarinha, Alberto Sousa, Valter Mateus, Liliana Coelho e Joana Valente dão voz ao espectáculo. A ópera começa às 22 horas, no grande auditório da Casa das Artes, com a entrada a custar 15 euros.

Sandy Kilpatrick actua no café concerto Sandy Kilpatrick and the Pilgrims of Light lançam, sábado à noite, na Casa das Artes, o mini-álbum “The Ballad of The Stark Miner”. Nascido na Escócia, Sandy Kilpatrick estudou Literatura Inglesa e Americana na Universidade de Lancaster, período durante o qual formou uma banda com alguns amigos que eventualmente se tornou em Sleepwalker – banda de culto em Manchester. O álbum de estreia, “Incandescent Night Stories”, foi lançado em 2005 no Festival Tímpano na Casa das Artes em Famalicão. Um ano depois foi convidado por André Tentugal para fazer a banda sonora de uma curta-metragem, realizada por ele, “Finally I am no-one”, que resultou no mini-álbum de alternative folk que Sandy vai dar a conhecer no próximo sábado, na Casa das Artes. O espectáculo está marcado para as 23h30, no Café Concerto. A entrada custa cinco euros. No dia anterior, Sandy e a sua banda (os Pilgrims of Light são: Zinha Barros – piano e voz; Eva Parmenter – concertina, flauta transversal e voz; André Tentugal – guitarras e voz) actuam no Theatro Circo, em Braga.


28 opinião pública: 24 de Outubro de 2007

publicidade


cidade

Autarca de Famalicão não poupa críticas ao Governo

Armindo desagradado com o PIDDAC "Os autarcas deste país são os filhos pobres de um pai rico, que é o Governo". É desta forma que o presidente da Câmara de Famalicão demonstra o seu desagrado pelas verbas previstas para Famalicão no Plano de Investimentos e Despesas de Desenvolvimento da Administração Central (PIDDAC) para 2008. Tal como o OP noticiou a semana passada, o concelho vai receber menos um milhão de euros no PIDDAC de 2008 e vê retirado do plano de investimentos do Governo o pavilhão gimnodesportivo da Escola Secundária Camilo Castelo Branco, além de não ver contemplada qualquer obra nova. Questionado pelos jornalistas, à margem de uma visita ao Centro Social de Esmeriz [Ver notícia na

página 14], Armindo Costa não poupou críticas ao executivo de José Sócrates. "Temos um Governo que começa a ser todo poderoso, rico, que faz o que quer e o que lhe apetece", desabafou, acrescentando que, relativamente ao PIDDAC, não conta com "nada de bom" e que "há preocupações que não estão a ser tidas em conta pelo Governo, como o trabalho e a ocupação para os jovens". O edil mostra-se ainda desagradado com a retirada do pavilhão da escola Camilo, afirmando que "mais importante do que termos um milhão a mais ou o menos, é que, no mínimo, cumpram com aquilo que está em PIDDAC". Não é, em seu entender, o que aconteceu com o pavilhão da escola, "que estava em PIDDAC, não se concretizou e

agora foi retirado". Por isso, questiona: "Que interessa ter as obras em PIDDAC, se depois não se concretizam?". G ov er na dor de sva l or iz a r edu ção de v er b as Já o Governador Civil de Braga, o famalicense Fernando Moniz, numa visita à freguesia de Joane [Ver notícia na página 11], não se mostrou surpreendido com a falta de verba do PIDDAC para o pavilhão desportivo da Secundária Camilo Castelo Branco. Moniz apontou que este equipamento poderá fazer parte do novo Quadro de Referência Estratégica Nacional (QREN), "que tem várias componentes, uma delas a valorização do capital humano e os projectos na área da formação, que poderão vir a ser enquadrados

nesse contexto". O representante do Governo no distrito admite que esta obra possa "não ser a prioridade das prioridades", mas considera que "é necessária", pelo que mantém a "esperança na sua construção a curto prazo". De resto, Fernando Moniz crê que Famalicão não sai prejudicado com o PIDDAC. Prefere afirmar que as verbas para as obras necessárias poderão vir dos quadros comunitários de apoio ou de contratos programa. "Portanto, não vamos ficar agarrados a uma análise estática. Sabemos que, de uma forma geral, a importância do PIDDAC no contexto do Orçamento de Estado vem sendo progressivamente diminuída, mas isso não significa que tenha reflexos na concretização de investimento e de obras públicas", conclui.

opinião pública: 24 de Outubro de 2007 07

“Duda” tem que cumprir pena de prisão A dona de um bar de alterne em Famalicão vai ter que cumprir a pena de prisão. Conhecida por “Duda”, é considerada a cabecilha de uma rede de prostituição, que operava em Famalicão. A mulher, uma cidadã brasileira, já tinha sido julgada em 2005 e condenada a cinco anos e meio de prisão. Recorreu ao Supremo Tribunal de Justiça, mas este rejeitou o recurso, o que obriga ao cumprimento da pena. Segundo a Lusa, a mulher entregou-se, há duas semanas, voluntariamente, na cadeia de Santa Cruz do Bispo, onde irá cumprir nove meses de cadeia, já que o restante período da pena foi passado em prisão preventiva. A arguida, conhecida pela alcunha de “Duda”, foi julgada pelos crimes de lenocínio, auxílio à imigração ilegal e à permanência ilegal de cidadãos estrangeiros – crimes que ela negou durante o julgamento. Era a alegada cabecilha de uma rede de prostituição, que operava em Riba d'Ave e que recrutava mulheres no Brasil, que viajavam para Portugal através de Paris, em França.

PS começa preparação para as Autárquicas de 2009 O Partido Socialista (PS) de Famalicão vai lançar um novo projecto de acção política, denominado “PS um partido de futuro!”. O projecto baseia-se no trabalho que vem sendo desenvolvido pelo Secretariado da Concelhia famalicense “de preparação e construção de uma alternativa sólida e credível, com capacidade de assumir no futuro as responsabilidades decorrentes de uma nova maioria para a gestão municipal”. Em preparação para as Autárquicas de 2009, o PS quer merecer a confiança dos fama-

licenses, conquistando-a “pela seriedade e mérito das propostas e pelo valor e qualidade dos seus protagonistas”. “PS um partido de futuro!” é apresentado no sábado à noite, pelas 20 horas, no Restaurante Miranda, no centro da cidade. Neste encontro/jantar participarão vários dirigentes e quadros do partido, a nível concelhio e distrital, sublinhando-se ainda a presença de Fernando Rocha Andrade, membro da Comissão Política Nacional do PS e sub-secretário de Estado da Administração Interna.

OP807  

Clube Rugby continua na Taça de Portugal Mundos de Vida avança na f fo or rm ma aç çã ão o dos pais Oliveirense foi a única equipa a vencer...