Page 1

Bruno Alves foi o escolhido para comandar o corpo de bombeiros

BV Famalicenses têm novo comandante e projeto para centro de formação P. 4

ANO 22 • Nº 1152

DE 5 A 11 DE JUNHO DE 2014

DIRETOR: JOÃO FERNANDES

www.opiniaopublica.pt

opiniãoespecial

Festas Antoninas

Maioria fala em vantagens para os munícipes, PS teme pelos trabalhadores

CÂMARA VAI CONTRATAR SERVIÇO DE RECOLHA DE LIXO A PRIVADOS A Câmara de Famalicão vai contratar a recolha de lixo no concelho a uma empresa. A proposta de abertura de concurso para a prestação desse serviço foi aprovada na passada terça-feira, em reunião do executivo, com os votos contra da oposição. O presidente Paulo Cunha

lembrou que esta solução já é seguida em outros municípios, com vantagens financeiras. O PS defende que este serviço devia continuar sob a alçada municipal e manifesta-se preocupado com o futuro dos trabalhadores. p.3

2.500 caminharam de pijama para defender acolhimento familiar

opiniãosport:

P. 5

Paulo Vida é o novo treinador da AD Oliveirense

Ribeirão venceu e deu passo importante rumo à manutenção Andebol: Três equipas ACV e infantis da Didáxis nas fases finais

Paulo Cunha visitou empresa líder na produção de chávenas na Europa

Deputado questiona Governo sobre cedência do antigo Centro de Saúde de Delães

Ribeirão inaugurou Monumento às Mães e aos Combatentes do Ultramar

P. 15

P. 17

P. 11 pub


2

pública: 05 de junho de 2014

cidade

Em colaboração com a Iberdrola e o Centro de Reabilitação de Gaia

Crianças da Gerações pintam Miró

AFPAD entra em projeto para a eficiência energética A Associação Famalicense de Prevenção e Apoio à Deficiência (AFPAD) aderiu à campanha de sensibilização e educação para a eficiência energética, uma iniciativa que envolverá clientes e técnicos da organização. Esta iniciativa que está a ser promovida pela Iberdrola Portugal e pelo CRPG – Centro de Reabilitação Profissional de Gaia e que integra o PPEC - Plano de Promoção de Eficiência no Consumo 2013-2014, da ERSE - Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos, decorre num conjunto alargado de organizações de norte a sul de Portugal. Dirigida às pessoas com de-

Tudo começou na sala do Centro Educativo da Associação Gerações. Duas crianças finalistas do ensino pré-escolar entraram em contacto com pinturas de Miró e tentaram imitá-las. Levaram a ideia para a sua sala e foi a “explosão” total. Sob orientação da educadora Juliana Pinto começaram a pesquisar, não só obras de Miró, mas também de Salvador Dali e de outros artistas. Depois aconteceu o passo seguinte: cada menino e cada menina quis pintar, copiando uma pintura de Miró ou de Dali. Em 15 trabalhos, houve 14 que escolheram Miró e só um escolheu Dali. Houve também quem decidisse executar uma pintura original, baseando-se naquilo que tinham visto do seu artista predileto. Segundo a direção da Gerações, o resultado deste projeto “excedeu as expectativas mais otimistas”. “Os desenhos têm uma cor iluminada por luz, havendo dificuldade em acreditar que foram feitos por crianças de 3, 4 e 5 anos”, acrescenta. Agora, esses desenhos estão em exposição no átrio principal da Associação Gerações. Os pais vão ter oportunidade de as adquirir, pagando um preço, revertendo as receitas para a aquisição de tintas e outros materiais de pintura.

Dia do Dador de Sangue celebra-se a 10 de junho A Associação de Dadores de Sangue de Famalicão promove na próxima terça-feira, 10 de junho, o 8º Dia do Dador de Sangue Famalicense. O evento tem início pelas 9 horas com uma colheita de sangue pelo Instituto Português do Sangue e da Transplantação, que também fará recolha de amostras e inscrições de potenciais dadores de medula óssea, e que se prolonga até às 16h30. A colheita decorrerá nas instalações da Fundação Cupertino de Miranda, local onde também será feita pelas 10 horas a receção aos convidados, seguindo-se uma visita à sede da Associação. Às 11h30, na nova Igreja Matriz, é celebrada missa pelos dadores e diretores falecidos, solenizada pelo Orfeão Famalicense. Pelas 13 horas, realiza-se, no Centro Pastoral, o almoço e a entrega de Galardões a dadores de sangue que completaram, 10, 20, 40, 60, e 100 dádivas, animado pela Orquestra e Vozes do Agrupamento de Escolas Camilo Castelo Branco.

FICHA TÉCNICA CONSELHO EDITORIAL:

Alexandrino Cosme, António Cândido Oliveira, António Jorge Pinto Couto, Artur Sá da Costa, Cristina Azevedo, Feliz Manuel Pereira, Joaquim Loureiro, João Fernandes, Manuel Afonso e Almeida Pinto.

DIRECTOR: João Fernandes (CIEJ TE-95)

jfernandes@opiniaopublica.pt

CHEFE DE REDACÇÃO:

Cristina Azevedo (CPJ 5611) cristina@opiniaopublica.pt

EDITOR DE TURNO:

Magda Ferreira (CPJ 4625) magda@opiniaopublica.pt

REDACÇÃO:

informacao@opiniaopublica.pt Carla Alexandra Soares (CICR-248), Cristina Azevedo (CPJ 5611), Magda Ferreira (CPJ 4625) e Sofia Abreu Silva (CPJ 7474).

DESPORTO: Jorge Humberto, José Cle-

mente (CNID 297) e Pedro Silva (CICR220).

ficiências e incapacidades e à população idosa, esta campanha consiste na promoção de um conjunto de atividades de sensibilização e de educação, versando sobre a importância da adoção de comportamentos orientados por preocupações de eficiência energética. O principal objetivo é sensibilizar as pessoas para a adoção de comportamentos racionais e eficientes como consumidores de energia. A campanha decorre entre maio de 2014 e Julho de 2015, integrando um conjunto de ações de informação, aprendizagem e envolvimento dos des-

tinatários, culminando com a organização de uma ação de sensibilização que decorrerá nas instalações da instituição, envolvendo clientes e técnicos. Para aferir a mudança de comportamentos, será aplicado, antes e após a campanha, um questionário de avaliação. A AFPAD trabalha diariamente na promoção da igualdade de oportunidades e da inclusão social das pessoas com deficiências e incapacidades, defendendo a necessidade do acesso destas pessoas a todas as dinâmicas da sociedade civil, com vista à promoção de uma cidadania plena e esclarecida.

Associação Empresarial do Baixo Ave elegeu nova direção José Manuel Fernandes, presidente do grupo Frezite, foi eleito, na passada quinta-feira, dia 29 de maio, o novo presidente da Direção da Associação Empresarial do Baixo Ave (AEBA), para o triénio 2014/2017. A Lista A, apoiada pela direção cessante, foi eleita com 622 votos. Os novos Órgãos Sociais tomaram posse na passada terça-feira, 3 de junho, no auditório da AEBA, sedeado na Trofa. O programa de ação tem como lema "Valorizar a Empresa, Valorizar a Competitividade" e dos novos Órgãos Sociais eleitos fazem parte empresas como Eurico Ferreira, S.A. (Grupo PROEF), Metalogalva – Irmãos Silva, Lda. (Grupo Metalcon), Irmãos Vila Nova – Serviços Partilhados, Lda. (Salsa), PREH Portugal, Lda., Imobiliária do Coronado, Lda., Inapel Metal, S.A., LITEL – Litografia e Embalagens, Lda., Seguramos – Corretores De Seguros, Lda., Sociedade Turística Monte Santana, Bluebox – Comunicações, Lda.

CESPU realiza rastreios gratuitos Com o objetivo de atuar na prevenção e deteção de problemas para a saúde da população, a Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário (CESPU) vai realizar, no próximo sábado, uma Feira de Saúde em Famalicão, com rastreios gratuitos. Entre as 9 e as 13 horas e as 14 e as 18 horas, cerca de uma dezena de alunos e docentes da Escola Superior de Saúde do Vale do Ave (ESSVA) vão promover rastreios de audição, cardiorrespiratório, dermatologia, dentário, medição do colesterol, tensão arterial, glicémia, entre outros parâmetros, que podem ajudar a prevenir o aparecimento de determinadas patologias. No ano passado a iniciativa recebeu aproximadamente 300 pessoas. Almeida Dias, presidente da CESPU, afirma que este tipo de ações é essencial tanto para a população em geral como para os alunos. “Não podemos fingir que não sabemos que grande parte da nossa população não tem, por exemplo, condições económicas para fazer um check-up dentário, um exame muito dispendioso e que o Serviço Nacional de Saúde não cobre. Para além de ajudarmos a população, esta é também uma forma de os nossos estudantes colocarem em prática o que aprendem nas aulas, preparando-se melhor para o seu futuro profissional”. Ao longo dos anos, a cooperativa no âmbito do programa “CESPU Solidária“ tem realizado várias ações deste tipo.

Carla Alexandra Soares, Pedro Silva.

DETENTORES DE MAIS DE 10% DO CAPITAL

Jorge Alexandre

SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS:

Rua 8 de Dezembro, 214 Antas S. Tiago 4760-016 VN de Famalicão

TÉCNICOS DE VENDAS:

www.opiniaopublica.pt

GRAFISMO:

APOIO À REDACÇÃO:

OPINIÃO: Adelino Mota, Barbosa da Silva,

Domingos Peixoto, Gouveia Ferreira, J. Mário Teixeira, Joaquim Loureiro, José Luís Araújo, Sílvio Sousa, Vítor Pereira.

GERÊNCIA: João Fernandes

CAPITAL SOCIAL: 350.000,00 Euros.

António Jorge Pinto Couto Francisco Araújo

comercial@opiniaopublica.pt Agostinha Bairrinho, Maria Fernanda Costa e Sónia Alexandra

PROPRIEDADE E EDITOR:

EDITAVE Multimédia, Lda. NIPC 502 575 387

SEDE, REDACÇÃO E PUBLICIDADE:

INTERNET

CONTACTOS Redacção:

Tel.: 252 308145 • Fax: 252 308149

Serviços Administrativos:

Tel.: 252 308146 / 252 308147 • Fax: 252 308149

IMPRESSÃO:

Celta de Artes Gráficas, S.L. Gárcia barbón, 87 Bajo - Vigo

DISTRIBUIÇÃO:

Motivação em Marcha - Publicidade, Lda.

TIRAGEM DESTE NÚMERO: 20.000 exemplares, nº 1152

NÚMERO DE REGISTO: 115673 DEPÓSITO LEGAL: 48925/91


cidade

Abertura de concurso público para a prestação desse serviço foi aprovada, com voto contra do PS

Câmara Municipal vai contratar recolha de lixo a privados Cristina Azevedo tatamos, por análise comparativa com outros municípios que têm A Câmara de Famalicão vai con- soluções análogas a esta, é que tratar a recolha de lixo no conce- esta solução, de prestação de lho a uma empresa. A proposta serviços com recurso a terceiros, de abertura de concurso para a traz ganhos do ponto de vista fiprestação desse serviço foi apro- nanceiro assinaláveis”. O edil afirma que a Câmara vada na passada terça-feira, em reunião do executivo, com os vo- quer que o serviço “mantenha o padrão de qualidade, ou até que tos contra da oposição. Segundo a proposta, a Câ- o melhore, mas acima de tudo mara Municipal pretende entre- que diminua a fatura”. E isso, gar o serviço de recolha dos resí- continua o autarca, permitirá que duos sólidos urbanos a terceiros, a autarquia “alivie aos munícipes à semelhança do que já acontece os encargos que eles têm com a com a recolha seletiva. O contrato recolha dos resíduos”. Já em relação aos trabalhadoterá a duração de 10 anos, até ao montante total estimado de des- res municipais que fazem a recolha, Paulo Cunha diz que, “em pesa de 18 milhões de euros. O presidente Paulo Cunha condições normais, poderão ser lembrou que esta solução já é se- integrados na empresa que vier a guida em outros municípios, com efetuar o serviço”, embora sublivantagens financeiras. Contudo, nhe que “é uma questão que só o PS votou contra, defendendo se poderá colocar no final do proque este serviço devia continuar cedimento”. De qualquer forma, sob a alçada municipal e mani- assegura que “não há no ar nefestando-se preocupado com o nhum sinal de preocupação futuro dos trabalhadores munici- acerca do lhes irá acontecer porque estamos certos que o seu enpais afetos a este serviço. No final da reunião, aos jor- quadramento nessa empresa não nalistas, Paulo Cunha mostrou- significará perda de regalias e dise convicto de que esta solução reitos, quando comparado com a servirá melhor os interesses dos situação atual”. Segundo o presidente da Câfamalicenses. “O que nós cons-

mara, estarão em causa 15 a 20 trabalhadores. “São aqueles que estão estritamente afetos à recolha, porque a limpeza urbana executada na cidade e nas vilas continuará na dependência da Câmara Municipal”. Já o socialista António Barbosa tem muitas dúvidas acerca das virtudes desta opção. “Não sabemos que impacto vai ter na fatura dos famalicenses nem o que vai acontecer aos trabalhadores”, justificou, entendendo que “se os serviços não são eficientes é porque ainda não foi feito o esforço suficiente para que o sejam, e a principal preocupação da Câmara deveria ser essa”. “O serviço de recolha de resíduos sólidos urbanos tem sido sempre assegurado pela Câmara Municipal, há uma enorme experiência adquirida, há melhorias que é necessário introduzir nos próximos anos e temos dúvidas que um contrato com uma entidade externa inclua todas essas vertentes”, concluiu.

veja em www.famatv.pt ou

Programa já apoiou 50 projetos de micro e pequenas empresas no concelho

Famalicão avança com segunda edição do Finicia A Câmara Municipal de Famalicão provou, na passada terça-feira, em reunião do executivo, a adesão a um novo protocolo financeiro para avançar com uma segunda edição do programa Finicia, um fundo de apoio às micro e pequenas empresas do concelho. Este programa de apoio é gerido pelo IAPMEI através de parcerias público-privadas. Em Famalicão, o Finicia iniciou-se em 2009 e terminou recentemente, tendo, no total, disponibilizado um fundo de um milhão de euros, 200 mil dos quais comparticipados pela autarquia. Agora pretende-se renovar o protocolo, com um novo fundo de 250 mil eu-

ros, 50 mil dos quais caberão ao município. As restantes instituições parceiras são a Caixa de Crédito Agrícola Mútuo do Médio Ave e a Norgarante – Sociedade de Garantia Mutua, S.A. “Houve uma renegociação, temos neste momento “spreads” bancários muito interessantes, por forma a podermos apoiar empresas e projetos empreendedores”, referiu o presidente da Câmara, Paulo Cunha, no final da reunião, aos jornalistas, lembrando que no Finicia I foram apoiados mais de 50 projetos empesarias no concelho. “Estamos, assim, ligados à criação de dezenas de postos de trabalho e este projeto

tem a mesma ambição e continuar esse trabalho”, completou. O autarca sublinha ainda que dos projetos que foram contemplados anteriormente, “a esmagadora maioria foram bem sucedidos”, embora também haja exceções. “Nem todos os projetos empresarias têm o sucesso que os seus proponentes solicitam, por isso é que se fala em risco”, afirma, convicto de que “esse insucesso, que é muito excecional, não resulta de nenhuma inaptidão dos proponentes, mas da grande volatilidade que existe no mercado”. Nesse sentido, Paulo Cunha exulta essas pessoas “a recuperar essa vocação e a voltar a arriscar”.

De acordo com o protocolo financeiro e de cooperação que será celebrado entre as quatro instituições, o Finicia destina-se a ser utilizado no financiamento de pequenos projetos empresariais, aos quais seja reconhecido interesse para o município, nomeadamente projetos que contribuam para o crescimento e desenvolvimento da atividade empresarial no concelho de forma sustentada. Entre as condições de elegibilidade dos projetos destaque para aqueles que apresentarem características inovadoras ou de certa forma diferenciadoras face às empresas instaladas no concelho ou região. C.A.

pública: 30 de junho de 2014 3

Externato do Barreiro promove agricultura familiar com Rik & Rok

No passado dia 23 de maio o Rik&Rok visitou o Externato do Barreiro para o culminar de um projeto desenvolvido em parceria com o Jumbo, intitulado de “Somos Frescos”. Este concurso pretende promover junto das crianças o consumo de alimentos cultivados na própria escola, numa horta que pode ser de qualquer tamanho ou feitio, desde que feita com as crianças. No final será escolhida a horta mais criativa. Este é um projeto que pretende dar continuidade à nomeação feita pela ONU para o presente ano como sendo: “O Ano Internacional da Agricultura Familiar” e nada melhor que uma escola para incutir estes conceitos, como uma segunda família que é para os seus alunos. O momento alto da visita consistiu na apresentação de uma pequena peça de teatro em que os personagens que os alunos tanto gostam, o Rik e Rok, foram os protagonistas.

Escritora Palmira Martins visita pré-escolar da preparatória de Famalicão No passado dia 28 de maio, a escritora Palmira Martins visitou as crianças do pré-escolar do Infantário da Escola Preparatória de Famalicão. A convidada é autora de obras como “O Grilinho Tenor” e “O segredo da lagarta Serafina”. As histórias foram apresentadas numa linguagem adequada às crianças e deram a conhecer a vida destes animais. Nesta apresentação, as canções foram musicadas e dessa forma animaram o jovem público. No final houve tempo para a tradicional sessão de autógrafos nas obras adquiridas e o registo do testemunho da autora no Livro de Honra do Infantário.

Oficina organiza dia da Informática No passado dia 23 de maio realizou-se pela primeira vez na Oficina, Escola Profissional do INA, um dia alusivo ao curso de Técnico de Gestão e Programação Sistemas Informáticos. O dia contou com a participação de vários convidados da área das novas tecnologias, que trabalham em grandes empresas, sendo um deles antigo aluno da escola. O objetivo era criar um ambiente de conversa entre os profissionais e os alunos, para o contacto com as várias realidades empresariais, conhecer algumas novidades e esclarecer dúvidas sobre o trabalho de cada um deles. No sentido de inovar, a maioria dos convidados participaram nas conversas através da vídeo chamada, visto que estavam espalhados pelo mundo e era humanamente impossível deslocarem-se até à escola. Os representantes portugueses falaram de inteligência artificial e de como ganhar dinheiro na internet. De seguida foi efetuada uma ligação ao Dubai, através da qual foi abordado o desenvolvimento de jogos. “Passagem” ainda pela Inglaterra para se saber as diferenças e as semelhanças das condições de trabalho e terminamos nos Estados Unidos da América, questionando um engenheiro de Software da Nvidia, sobre as mais diversas curiosidades existentes.


4

pública: 05 de junho de 2014

cidade

Novo projeto orçado em 1,7 milhões de euros arrancará em breve

BV Famalicenses mostram projeto de centro de formação e Bruno Alves toma posse Sofi fia a Abreu Silva Os Bombeiros Voluntários (BV) Famalicenses querem criar um Centro de Formação e Base de Apoio Logístico em Outiz. O anteprojeto deste centro foi dado a conhecer pela corporação no sábado e implica a construção de múltiplos serviços inovadores, num espaço que foi cedido pela Junta de Freguesia de Outiz. A apresentação contou com a presença de várias entidades da área da Proteção Civil. Na prática, este novo centro, com 9.400 metros quadrados, terá salas de formação, espaços para recriar situações de salvamento e busca, bem como outros cenários possíveis de atuação para os bombeiros. Está ainda prevista a construção de um campo de jogos e de um heliporto. No total, o equipamento irá custar 1,7 milhões de euros, sendo que a primeira fase deverá arrancar em breve. “Será um investimento faseado, estando nós dependentes de financiamento, mas é minha intenção avançar com a obra já este ano”, afirmou António Meireles, presidente da direção dos BV Famalicenses. “Numa primeira fase o investimento andará à volta dos 440 mil euros, que incluirá a parte do treinamento”, revelou o dirigente, apontando que ficará, para já, de fora a parte da Base de Apoio Logístico e da formação. Entretanto, o campo de jogos será da responsabilidade da Câmara, tendo em conta o protocolo assinado. Augusto Lima, responsável pela formação dos Bombeiros Famalicenses, explica que este centro terá de

Bruno Alves

ser sustentável. Com efeito, para além daquilo que será a sua atividade diária com a formação direta para bombeiros, o espaço pretende atuar na área da higiene e segurança para empresas. Depois, segundo Augusto Lima, a ação do centro assentará em três eixos fundamentais: “por um lado constituir-se como entidade formadora certificada; em segundo lugar, sendo um centro de alto rendimento, podemos recorrer a técnicas e metodologias de formação de bombeiros para executivos e quadros superiores de empresas, trabalhando áreas como a liderança, motivação, autocontrolo e inteligência emocional; e finalmente o terceiro eixo, desenvolvendo projetos de investigação e desenvolvimento”. Sobre o projeto apresentado pelos Famalicenses, Paulo Esteves, Comandante Operacional de Agrupamento Distrital do Norte considerou-o uma mais-valia para a região. “Vai dinamizar não só o concelho de Famalicão e o distrito de Braga, como toda a região Norte, na-

Maquete do projeto do centro que nascerá em Outiz

quilo que diz respeito não só a formação dos bombeiros e de outras entidades, mas também ao suporte logístico que na altura de combate a incêndios florestais é necessário no apoio aos grupos de reforço que todos os anos o Norte recebe”. De igual forma, José Ferreira, presidente da Escola Nacional de Bombeiros, entende este projeto como muito positivo. “É um projeto em aberto, porque este centro de formação poderá vir a encontrar algumas respostas em determinadas áreas onde ainda existem lacunas, portanto vamos mantendo o diálogo para que se possa de facto fazer daqui um centro de formação e que possa constituir-se como uma unidade da Escola Nacional de Bombeiros na zona Norte”. Bruno Alves toma posse como comandante Ainda no sábado, ao final da tarde, tomou posse o novo comandante dos BV Famalicenses numa cerimónia onde estiveram muitos con-

vidados, entre eles representantes das forças de segurança e socorro do país e do distrito. Bruno Alves, de 32 anos, chega a comandante da corporação, depois de ter assumido, até agora, funções de adjunto de comando, sucedendo a Francisco Mesquita. O novo comandante dos Famalicenses revelou vontade em servir bem a comunidade, correspondendo às expectativas da direção. “Tenho de agradecer aos bombeiros que são pessoas extremamente competentes e com uma responsabilidade enorme”, declarou, garantindo que tudo fará para que o corpo de bombeiros esteja “dotado do melhor equipamento, da melhor formação, dos melhores homens para servir a comunidade famalicense”. De saída, Francisco Mesquita agradeceu o empenho dos bombeiros e respetivas famílias que apoiam esta “nobre causa do voluntariado”. A Bruno Alves desejou sorte “na espinhosa missão” de dirigir o corpo de bombeiros, reconhecendo que o

cargo pertence agora a “um jovem experiente”. Já o presidente da direção, António Meireles, agradeceu o trabalho feito por Francisco Mesquita ao serviço da corporação ao longo de 37 anos. A Bruno Alves elogiou a capacidade de trabalho para assumir as novas funções. Por seu turno, o presidente da Câmara de Famalicão, Paulo Cunha, acredita que a juventude Bruno Alves será “uma vantagem”. “É um elemento do corpo ativo desta corporação há alguns anos e a experiência que ele acumulou, integrando inclusive o comando liderado por Francisco Mesquita, dá-lhe condições para que possamos enraizar nele a confiança que é necessária para que esta instituição continue a desempenhar muito bem as suas funções”, referiu.

veja em www.famatv.pt ou

Governante esteve no sábado, em Famalicão, no Citeve

Bombeiros pedem a Miguel Macedo lei de financiamento das corporações Sofi fia a Abreu Silva Os Bombeiros Voluntários (BV) Famalicenses reclamaram junto do ministro Miguel Macedo a criação da lei de financiamento para as corporações de bombeiros. No passado sábado de manhã, os BV Famalicenses promoveram um seminário sobre “Equipamentos de Proteção Individual –Tecidos Inteligentes e Calçado Técnico”, numa parceria com o Citeve, que contou com a presença de Miguel Macedo, ministro da Administração Interna. Na abertura do seminário, e aproveitando a presença do governante, o presidente dos Bombeiros Famalicenses, António Meireles, apontou que a sua corporação gasta anualmente 2,3 milhões de euros na Proteção Civil, sustentando a urgência de uma lei de financiamento para

Miguel Macedo quer os privados a contribuir para a Proteção Civil

as corporações. “Somos subsidiários do Estado, substituímo-lo na proteção de pessoas e bens”, afirmou, referindo ainda que os bombeiros “são a solução mais eficaz e barata para o país”. “Para que possamos encarar o futuro com otimismo, é imprescindível que, com a maior brevidade possível, seja definida uma lei de financiamento dos corpos dos

bombeiros”, defendeu, alegando que essa “solução, conjuntamente com os meios financeiros resultantes do transporte de doentes urgentes e não-urgentes, deverá ser suficiente para assegurar o normal funcionamento das corporações”. Meireles sustentou, igualmente, a fixação de regras que determinem os equipamentos que cada região deve ter, para que não haja sobreposição de meios para as necessi-

dades identificadas. Na resposta, o ministro da Administração Interna não se comprometeu a dar diretamente mais verbas às corporações. Porém, Miguel Macedo defendeu que a Proteção Civil deve ser assegurada pela parte pública, da competência do Governo e das autarquias, mas também pelos privados, que devem ser chamados a contribuir. “Temos de chamar à participação deste sistema um conjunto de entidades que beneficiam das estruturas de Proteção Civil”, referiu, admitindo que houve já diligências que não surtiram efeito. No entanto, o ministro mostrou-se disponível para tomar medidas. “O que não podemos ter em Portugal é entidades privadas que beneficiam de uma estrutura 365 dias por ano e 24 horas por dia e que, no fim, como com-

pensação dessa disponibilidade pagam tanto ou menos do que aquilo que custa um carro de desencarceramento”, apontou. Presente no Citeve esteve também Ricardo Mendes, vereador da Proteção Civil do município, que sublinhou que a Câmara tem um orçamento anual para a Proteção Civil de 1 milhão de euros. O autarca elogiou a sinergia entre o Citeve e os Bombeiros Famalicenses, num protocolo assinado, tendo em vista soluções mais eficazes ao nível de equipamentos de proteção individual. “Esta colaboração irá trazer grandes resultados para os operacionais desta corporação, de outras corporações do país e até do estrangeiro”. veja em www.famatv.pt ou


pública: 05 de junho de 2014 5

cidade

Famalicão foi um dos municípios aderentes à iniciativa da Mundos de Vida

Mais de 2.500 na rua de pijama em defesa do acolhimento familiar Mais de 2.500 pessoas saíram à rua de pijama em Famalicão, no domingo passado, para participar na maior caminhada em pijama do mundo. A iniciativa foi promovida pela associação Mundos de Vida, de Lousado, e decorreu em simultâneo em dez concelhos do Norte do país, entre os quais o de Famalicão, onde nasceu a ideia desta caminhada solidária. Ao todo, 16.300 pessoas participaram nos 10 municípios. A “Maior Caminhada do Pijama do Mundo” decorreu, precisamente, no dia 1 de junho, Dia Mundial da Criança, e visou sensibilizar para a importância do acolhimento familiar de crianças e jovens institucionalizados, defendendo a causa de que “uma criança tem direito a crescer numa família”. Em Famalicão, a caminhada partiu do Parque da Devesa e depois percorreu as artérias do centro da cidade, terminando novamente no parque, num total de 4 quilómetros de percurso. Antes da partida, a responsável pelo serviço de acolhimento familiar da Mundos de Vida, Sofia Couto, deu conta da satisfação da organização pela “adesão fantástica”. “As pessoas aderiram em massa, temos aquilo que achamos que é um grande feito, que é quase 16 mil inscrições nos 10 concelhos, o que nos deixa orgulhosos”, afirmou. O desafio era participar nesta caminhada

António Freitas

Magda Ferreira

Foram muitas as famílias famalicenses que participaram

de pijama para levar “a sociedade a questionar o porquê de as pessoas estarem de pijama”. Os famalicenses não tiveram vergonha e responderam a esse repto, outro facto que também deixou a organização muito satisfeita. “É preciso coragem para sair de casa de pijama e isso orgulha-nos. Estamos mesmo muito contentes por esta adesão fantástica, é uma satisfação total”, disse, vincando que ali estavam “muitas famílias de pijama, são nossos amigos porque estão ao nosso lado nesta causa”. pub

No Parque da Devesa, à partida para esta caminhada, via-se pijamas para todos os gostos e houve até quem desse largas à imaginação e viesse em grupo com pijamas iguais. De pijama estava também, por exemplo, um grupo de pais, educadoras e auxiliares do Jardim de Infância de Seide. “Nós somos uma ‘Escola Pijama’, já participamos no Dia Nacional do Pijama e resolvemos também hoje aderir a esta caminhada. Desafiamos os pais, que como já são ‘Famílias Pijama’ também aderiram logo, portanto tivemos uma adesão

muito grande. Entre pais e outros familiares e amigos, estamos aqui um grupo de quase 85 pessoas”, contou a professora Elsa Mendanha. De resto, foram muitas as famílias que participaram nesta caminhada, trazendo os filhos consigo, fazendo desta iniciativa um verdadeiro momento familiar. “É uma caminhada que nos motiva a vir. É bom praticar exercício físico e também para virmos em família em convivo, pois é o Dia Mundial da Criança”, explicou Conceição Figueiredo, que veio de Ribeirão acompanhada do marido e dos dois filhos pequenos. Refira-se que esta caminhada surgiu no âmbito da campanha “Procuram-se Abraços” que a Mundos de Vida lançou há oito anos para encontrar famílias de acolhimento para as mais de 8 mil crianças institucionalizadas em Portugal. Neste momento, apenas 5% das crianças em risco em Portugal estão em famílias de acolhimento. No concelho de Famalicão, resultado da campanha “Procuram-se Abraços”, a percentagem ronda os 37%. A Mundos de Vida já assistiu à criação de 101 famílias de acolhimento, sendo que atualmente 32 famílias acolhem 49 menores. A instituição criou uma “bolsa de famílias de acolhimento” a que recorre sempre que recebe solicitações da Segurança Social. veja em www.famatv.pt ou pub


6

pública: 05 de junho de 2014

cidade

Intenção manifestada por Paulo Cunha nas Jornadas de Engenharia da Lusíada Ofertas de emprego

As ofertas de emprego divulgadas fazem parte da Base de Dados do Instituto do Emprego e Formação, IP. Para obter mais informações ou candidatar-se dirija-se ao Centro de Emprego indicado ou pesquise no portal www.netemprego.gov.pt utilizando a referência (Ref.) associada a cada oferta de emprego.

Oferta nº: 588423998 Profissão: Operador de máquinas de costura. Máquina de braço, corte e cose, ponto corrido, tecidos. Local: Ribeirão

Oferta nº: 588424695 Profissão: Calibrador e verificador de produtos (excepto alimentos e bebidas). Pretendese controlador de qualidademalhas-interno e externo. Visitas a malheiros. Desenvolvimento. Local: U.F. de Esmeriz e Cabeçudos

Oferta nº: 588425512 Profissão: Mecânico e reparador de veículos automóveis. Montagem/desmontagem pneus, serviços de mecanica, alinhamento de direção e eletricidade automove. Local: U.F. de Antas e Abade de Vermoim

Oferta nº: 588424329 Profissão: Trabalhador não qualificado da construção de edifícios. Pessoa responsável, pontual e organizado no trabalho. Local: Mogege Oferta nº: 588424452 Profissão: Outros carpinteiros e similares. Pessoas com alguns conhecimentos na área de carpintaria (carpinteiros) e construção civil (trolhas). Local: Pedome

Oferta nº: 588424206 Profissão: Vendedor de centros de contacto. Promotor de vendas para divulgação de produtos financeiros. Local: U.F. de Vila Nova de Famalicão e Calendário

Oferta nº: 588424390 Profissão: Cabeleireiro e barbeiro. Cabeleireira com experiência (candidatura estimulo 2013). Local: Fradelos Alerta-se para a possibilidade de ocorrência de situações em que a oferta de emprego publicada já foi preenchida devido ao tempo que medeia a sua disponibilização e a sua publicação.

Para mais informações contactar o Centro de Emprego de Famalicão, na Alameda Padre Manuel Simões, 222, ou pelo Telefone 252 501 100

Câmara quer fomentar investimento na reabilitação urbana Cristina Azevedo A Câmara Municipal de Famalicão quer aproveitar o próximo quadro comunitário para fomentar o investimento na reabilitação dos centros urbanos do concelho. A intenção foi manifestada, na passada sexta-feira, pelo presidente da autarquia, Paulo Cunha, na abertura das Jornadas de Engenharia da Universidade Lusíada de Famalicão. Subordinadas ao tema “Materiais e Energia na Engenharia de Edifícios”, as jornadas são promovidas pela Faculdade de Engenharia e Tecnologias e decorreram durante todo o dia com a presença de diversos especialistas. A qualidade das construções, a sustentabilidade ambiental, a eficiência energética e o ordenamento do território foram alguns dos temas das intervenções. Na sessão de abertura o presidente da Câmara garantiu que estas são questões que preocupam a autarquia, que tem “procurado criar condições” para que “os nossos centros urbanos, não só o da cidade, mas também das vilas e de outras zonas do concelho, sejam revitalizados e possam ter mais habitação e melhores condições para que as pessoas aí vivam”. “Só com vida na cidade é que nós temos dinamismo económico e podemos proteger o comércio local”, defendeu Paulo Cunha, anunciado que a autarquia se prepara para “implementar áreas de reabilitação urbana, que vão criar condições, desde logo do ponto e vista fiscal mas não só, para que essas intervenções surjam”.

Mesa que presidiu à abertura das Jornadas de Engenharia

Por outro lado, o edil lembra que no novo Quadro Comunitário de Apoio 2014/2020 “as matérias relacionadas com a eficiência energética, com a reabilitação e com o redimensionamento comercial dos centros urbanos são matérias acuteladas e protegidas” e, por isso, o município quer que “os anos que aí vêm sejam de investimento nos núcleos urbanos para que o nosso património edificado possa ser protegido”. Nesse sentido, lançou um apelo “aos empreendedores, aos profissionais do setor, aos proprietários e àqueles que tenham interesses comerciais no setor “para que aproveitem “esta janela de oportunidades que aí vem”. No mesmo sentido foi a intervenção do secretário de Estado do Ordenamento do Território e Conser-

Famalicão doa 19 toneladas para o Banco Alimentar O concelho de Famalicão doou, no passado fim de semana, perto de 19 toneladas de alimentos para o Banco Alimentar Contra a Fome. A campanha decorreu em todo o país, sendo que em Famalicão foram recolhidos 18.896 quilos de alimentos em vários hipermercados e supermercados do concelho. Já no total do distrito de Braga, foram recolhidas mais de 135 mil toneladas de alimentos, nas quais estão incluídas as de Famalicão, que vão agora ser distribuídos por 152 Instituições Particulares de Solidariedade Social que apoiam cerca de 13.784 mil pessoas carenciadas do distrito. Em nota à imprensa, o Banco Alimentar Contra a Fome de Braga agradece a todos os voluntários e doadores que colaboraram na recolha, transporte, triagem e armazenamento dos produtos doados pelos cidadãos, assim como o apoio dos vários beneméritos, particulares e empresas, que, ao longo de todo ano, tornam possível, com a doação de bens e serviços, o funcionamento do Banco Alimentar.

vação da Natureza, Miguel de Castro Neto, que sublinhou “a importância que o Governo tem dado a estas matérias”, legislando e criando incentivos à reabilitação e à criação de “cidades mais sustentáveis”. Castro Neto deu como exemplo, as alterações ao Regime Jurídico da Urbanização e Edificação, aprovadas no dia anterior, em Conselho de Ministros. “Este diploma apresenta mais um passo na política do Ministério do Ambiente, do Ordenamento do Território e da Energia para garantir um território mais sustentável, com uma ocupação baseada num planeamento responsável e na reabilitação urbana”, afirmou o responsável governamental, acrescentando que o novo diploma “estabelece seis inovações que irão reduzir substancialmente muitos dos constrangimentos em matéria de licenciamen-

tos que todos nós enfrentamos”. Para reitora da Lusíada de Famalicão, Rosa Moreira, estas jornadas “refletem o trabalho de investigação e o trabalho que é desenvolvido em termos académicos e científicos na Faculdade de Engenharia e Tecnologias”, manifestando-se ainda agrada com o tema escolhido. “A preocupação pelos materiais e pela energia estão na ordem do dia e muito contribuem para a reflexão sobre a sustentabilidade”, referiu. Dirigida por Rui Silva, a Faculdade de Engenharia e Tecnologias da Lusíada de Famalicão tem atualmente nove cursos e um centro de investigação.

veja em www.famatv.pt ou

Hermotor distinguida como uma das melhores concessões Ford Num processo de cariz anual, os clientes Ford pronunciaramse sobre o trabalho desenvolvido pelos concessionários ao longo do ano de 2013, sendo a Hermotor uma das concessões distinguidas com o mais importante galardão da Ford Motor Company a nível global, o conceituado 'Chairman's Award'. Em cerimónia realizada recentemente, a Ford Lusitana reconheceu o trabalho desenvolvido pela Hermotor que foi enaltecido pelos respetivos clientes em reconhecimento dos elevados padrões de serviço prestados, que vão desde a aquisição de um veículo novo até à assistência em pósvenda. Para o efeito, Raul Herculano, administrador daquela entidade, recebeu na presença dos seus colaboradores, o respetivo galardão das mãos de Diogo Rezende, na qualidade de presidente da Ford Lusitana. De salientar que Portugal

Raul Herculano, à esquerda, e Diogo Rezende

foi este ano o país anfitrião da cerimónia que reuniu os melhores 200 concessionários a nível europeu que em 2013 se destacaram na excelência do seu serviço ao cliente, cerimónia que coincidiu com a final da UEFA Champions League, onde teve lugar um jantar de gala que foi o corolário da edição 2013 destes troféus. Regularmente a Ford realiza inquéritos para auscultar a opinião dos clientes relativamente aos serviços que lhes são pres-

tados nas respetivas concessões quando aí se dirigem para comprar um automóvel novo ou fazer a assistência ao seu veículo. A informação obtida é depois divulgada aos Concessionários, através do programa 'A Opinião do Cliente', permitindolhes avaliar, a qualquer altura, os respetivos níveis de satisfação. De salientar que a Hermotor detém o recorde de ‘Chairman’s Awards’, registando já 11 galardões.


cidade

pública: 05 de junho de 2014 7 pub

Com um protótipo de carro elétrico

Cior vence prémio no Kartódromo de Braga Um protótipo de carro elétrico idealizado e construído pelos alunos dos cursos de Mecatrónica Automóvel e de Energias Renováveis da Escola Profissional Cior foi o grande vencedor de um concurso, realizado no passado dia 23 de maio, no Kartódromo Internacional de Braga. Esta iniciativa, patrocinada pela Câmara Municipal e Associação Comercial de Braga, contou com a presença de várias escolas profissionais do país e teve como grande objetivo divulgar as energias renováveis e o uso que podem ter na construção de veículos limpos. Para os formadores Manuel Vieira e Pedro Silva, este encontro foi mais uma oportunidade para que os alunos da Cior pudessem demonstrar o trabalho e os conhecimentos adquiridos no âmbito da sua formação, vincando, também a sensibilização da população para a utilização de veículos não poluentes, nomeadamente o carro elétrico. Protocolo com Câmara da Póvoa de Lanhoso Entretanto, a Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso e a Cior assinaram, recentemente, um protocolo de colaboração cultural, nos Paços do Concelho daquele município. “Esta parceria que vamos hoje formalizar, porque ela já existe na prática e está a funcionar bem de uma forma também informal, é importante para nós como poderá ser para o Município da Póvoa de Lanhoso”, sublinhou diretor da Cior, Amadeu Dinis, entendendo que esta colaboração poderá, no futuro, explorar outras

Protótipo com o qual a Cior venceu o concurso

áreas que não apenas a animação cultural. Já a vice-presidente da Câmara da Póvoa de Lanhoso, Gabriela Fonseca, considerou a parceria “muito positiva”, enquanto o vereador da Cultura, Armando Fernandes referiu que esta colaboração “surge da necessidade de fazermos algo de diferente na Póvoa de Lanhoso”.

“Parque dos Sonhos” encantou os mais pequenos na Devesa

No passado domingo, o Parque da Devesa transformou-se em “Parque dos Sonhos” para festejar o Dia Mundial da Criança. Por lá, passaram largos milhares de pequenos foliões, que viveram um dia animado e repleto de emoções. A animação ficou a cargo das várias entidades que se associaram ao município famalicense na comemoração desta data. Da prática de atividade física, com os

ritmos de Zumba e Yoga, aos ateliês de expressão plástica, workshops de dança, pinturas faciais e até aulas de inglês, foram inúmeras as atividades que deram cor e vida ao Parque da Devesa. Ao longo do dia o “Parque dos Sonhos” promoveu ainda várias atividades dedicadas ao património, à arqueologia e ao ambiente como forma de sensibilizar os mais pequenos para estas

áreas do conhecimento. O presidente da Câmara Municipal teve também a oportunidade de testemunhar a alegria dos mais pequenos. Visivelmente agradado com o ambiente que ali se vivia, Paulo Cunha mostrou o seu contentamento por ver que os famalicenses responderam ao convite do município e por ver que a Devesa continua a ser o local de eleição dos famalicenses para o convívio familiar.

Relação reduz pena de ex-comandante da Polícia Municipal O Tribunal da Relação do Porto reduziu de seis anos e meio para cinco anos de prisão efetiva a pena aplicada a Joaquim Leitão, antigo comandante da Policia Municipal (PM) de Famalicão. A Relação absolveu o sargento de seis crimes de denegação de justiça e proibiu-o de exercer funções na GNR durante quatro anos. O arguido foi condenado pelo Tribunal de Famalicão, em abril do ano passado, por falsificação, peculato e denegação de justiça. Em causa estavam as

falsificações de uma declaração do Comando da GNR que autorizava o prolongamento, por mais um ano, das suas funções na PM e da matrícula do seu carro, para não pagar portagens. Foi ainda condenado por apropriação de gratificação. Joaquim Leitão sempre negou os crimes e no recurso apresentado e alega, entre outros, “erro” na apreciação da prova, “violação ” do princípio “in dúbio pro reo” e enquadramento “errado” do crime de falsificação.


8

pública: 05 de junho de 2014

Última visita guiada aos Paços do Concelho decorre no sábado

Visitas decorreram ao longo de um ano

O Jarrão de coroamento do frontão dos antigos Paços do Concelho de Vila Nova de Famalicão é um dos raros objetos que resistiram ao violento incêndio que destruiu o imóvel na madrugada de 5 de abril de 1952 e que, agora, pode ser visto durante as visitas guiadas ao atual edifício dos Paços do Concelho. Desde há um ano, que uma equipa de técnicos da autarquia percorre, aos sábados, as salas, os gabinetes e os corredores do edifício dando a conhecer a história e o património que vive nos Paços do Concelho de Famalicão, uma casa projetada pelo arquiteto Januário Godinho e inaugurada em 1961. O Jarrão é apenas um dos muitos objetos repletos de história e histórias que atraem a atenção dos visitantes. O próximo sábado, dia 7 de junho, é a última oportunidade para efetuar uma visita guiada ao edifício dos Paços do Concelho e para ficar a conhecer a história deste património edificado. Por se tratar da última visita guiada, dispensa-se a inscrição prévia, sendo que os interessados devem comparecer pelas 10h30, na porta principal do edifício. Em jeito de balanço, o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, considera que a iniciativa foi “um sucesso”, tanto pela quantidade de “visitantes que participaram nas visitas como pelo interesse e aproximação afetiva que suscitou na população”. Para o autarca, “o edifício dos Paços do Concelho, projetado pelo arquiteto Januário Godinho e inaugurado em 1961, mantém as marcas do tempo, arrastando consigo fatos e episódios que fazem parte da memória coletiva famalicense”.

cidade

Autarca de Famalicão diz é preciso abrir um novo ciclo

Paulo Cunha não se recandidata à liderança da Distrital do PSD A concluir o segundo mandato, Paulo Cunha anunciou que não se vai recandidatar à presidência da Comissão Política Distrital de Braga do PSD. O eurodeputado José Manuel Fernandes já mostrou disponibilidade para avançar com uma candidatura, começando a ouvir as Concelhias laranja já esta semana. Paulo Cunha anunciou a sua decisão aos militantes numa Assembleia Distrital realizada na sexta-feira passada, em Braga. Questionado pelo OP, o dirigente, que é também presidente da Câmara de Famalicão, explicou esta decisão de não se recandidatar, apesar de os estatutos do partido lhe permitirem fazer mais um mandato, por entender que é necessário abrir um novo ciclo.

Paulo Cunha recorda que nos últimos quatro anos a direção distrital “criou condições para que, do ponto de vista eleitoral, o PSD saísse vitorioso no distrito em quatro eleições: presidenciais, legislativas, autárquicas e europeias”. Agora, entende que se encerrou um ciclo e que um novo deve começar. “Estatutariamente, eu tinha a possibilidade de fazer mais um mandato, o meu limite seria 2016, mas não sinto que fosse correto fazer mais dois anos e depois, quem chegasse a seguir, teria que continuar necessariamente o meu trabalho, nomeadamente para preparar eleições autárquicas, que são sempre um grande desfio para as distritais”, explica. Paulo Cunha quer, assim, “de-

volver ao partido a vontade de escolher uma nova equipa, que lidere o novo ciclo e que realize os atos eleitorais que aí vêm”. Quanto à disponibilidade já manifestada pelo eurodeputado José Manuel Fernandes, de Vila Verde, para liderar a Distrital, Paulo Cunha não quis adiantar qualquer posição pessoal, lembrando que ainda está em funções. De qualquer forma, sempre foi acrescentando que José Manuel Fernandes “reúne todas as condições para desempenhar esse cargo”. “Já foi presidente da distrital, foi autarca, é eurodeputado e, portanto, conhece bem o partido e conhece muito bem o distrito e a região”, completa. C.A.

Dirigente dos BV Famalicão agraciado pela Liga

Novos membros e nova direção tomam posse no Leo Clube de Famalicão Foi na passada sexta-feira que se realizou o jantar de tomada de posse de novos Leos do Leo Clube de Famalicão. Foram diversas as individualidades do Leonísmo e Lionísmo nacional, do município e da comunidade famalicense que estiveram presentes no evento marcado por momentos de alegria e emotividade. Segundo nota à imprensa, a cerimónia foi também pautada por discursos sentidos onde foram parabenizados os novos Leos pela coragem que demonstram ao abraçarem os desafios inerentes a um Clube Social, com forte presença na vida das comunidades locais e mundiais. Foram dez os novos sócios admitidos no Clube, tendo sido realizada também a cerimónia oficial de tomada de posse dos dirigentes do Leo Clube de Famalicão para o próximo ano. Davide Fernandes, um jovem famalicense “com forte capacidade de liderança”, será o presidente do Leo Clube; José Eduardo Fonseca, apresenta-se como vice-presidente; Jéssica Carvalho assume funções como Secretária; e Ana Luísa Barbosa como Tesoureira. “Uma direção com excelentes qualidades de trabalho e com sólidos valores morais, que certamente assumirão um papel preponderante na vida do Leo Clube, materializando as diretrizes de ação do mesmo, com vista ao desenvolvimento de ações na comunidade famalicense”, lê-se na nota enviada à imprensa.

Avelino Reis, dirigente dos Bombeiros Voluntários (BV) de Famalicão, foi agraciado com uma menção honrosa pela Liga de Bombeiros Portugueses no Dia Nacional do Bombeiro. A cerimónia, que decorreu na cidade do Barreiro, contou com as presenças do ministro e do secretário de Estado da Administração Interna e de todas as autoridades ligadas à Proteção Civil portuguesa. Para além das inúmeras atividades que decorreram ao longo de todo o final de semana, o ponto alto das cerimónias foi a entrega de condecorações a bombeiros e dirigentes. Avelino Silva Reis, presidente da Assembleia Geral dos BV de Famalicão e presidente da Junta da Freguesia de Fradelos, recebeu uma menção honrosa, que a direção dos BV Famalicão considera justa “pelos extraordinários serviços” que tem prestado à corporação. “É um homem de corpo inteiro, com inúmeros contributos cívicos e de cidadania, sempre disponível para apoiar causas em que acredita”, afirma ainda a direção daquela associação humanitária, em nota à imprensa.

APPACDM também celebra as Antoninas

Novos membros e nova direção do Leo Clube de Famalicão

A Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental vai levar o espírito das Festas Antoninas até ao complexo da instituição em Famalicão. Será nos dias 11 e 12 de junho com um programa cheio de atividades e animação. O arranque está marcado para as 14 horas do dia 11, com a atuação do grupo de percussão do Complexo de Gualtar da APPACDM, a que se seguirão marchas de Santo António, a cargo do complexo de Famalicão. O dia termina com a atuação das Tunetas, grupo de dança do complexo de Famalicão. O dia 12 começa pelas 9h30 com a final da Liga Inclusiva de Boccia, no Pavilhão das Lameiras. À tarde, a partir das 14h30, há de novo animação, com o Rancho Folclórico do complexo de Famalicão e o Duo Irmãos Sanches. Refira-se que ao longo dos dias haverá uma exposição/venda de Santo António.


pública: 05 de junho de 2014 9

cidade

Em causa projeto para conectar parceiros que enfrentem problemas educativos

Agrupamento de Escolas D. Sancho I no Chipre para debater problemas educativos Nos passados dias 22, 23 e 24 de maio teve lugar o terceiro encontro do Projecto Grundtvig Think Tank - Creating Captivating Teaching Strategies for Vulnerable Learners, desta vez na cidade cipriota de Nicósia. No encontro participaram, além dos representantes locais, o Agrupamento de Escolas D. Sancho I, juntamente com instituições da Bélgica, Espanha, Itália, Letónia, Luxemburgo, Polónia e Turquia. O projeto em causa pretende conectar parceiros que, nos seus contextos particulares e nas suas práticas diárias de ensino-aprendizagem, enfrentem problemas educativos especí-

ficos, envolvendo pessoas adultas ligadas a grupos socialmente desfavorecidos. Durante o encontro anterior na Letónia, três dos países parceiros apontaram as suas dificuldades na motivação de pessoas pertencentes a grupos vulneráveis, que se sentem isoladas e deprimidas (Espanha), dependentes e com pouca capacidade de concentração (Itália) e que, por viverem em zonas rurais remotas, têm pouco ou nenhum contacto com as novas tecnologias (Chipre). No meeting dcoube aos restantes parceiros apresentar sugestões de práticas pedagógicas revesti-

das de aspetos lúdicos motivadores da aprendizagem, a serem testadas nas três instituições do Chipre, Espanha e Itália, de modo a colmatar as dificuldades referidas. Segundo nota à imprensa, de todas as sugestões metodológicas expostas pelos parceiros, aquelas que o Agrupamento de Escolas D. Sancho I exibiu, foram consideradas das mais relevantes. As diversas metodologias apresentadas em cada um dos encontros vão sendo compiladas num compêndio de boas-práticas, que fica à disponível para ser utilizado por outras instituições que se deparam com desafios semelhantes. pub

Master Chef Lígia Santos lança aplicativo móvel com receitas da sua autoria No passado sábado, 31 de maio, a primeira Master Chef portuguesa Lígia Santos apresentou-se na Praça D. Maria II, em Famalicão a sua nova aplicação móvel intitulada masterCOOK, ao mesmo tempo que realizou um showcooking. A aplicação grátis, desenvolvida em parceria com a Appylab, empresa especializada em aplicações móveis e soluções web, disponibiliza aos seus utilizadores receitas da sua autoria e acesso aos últimos workshops gastronómicos, que a chef realiza com regularidade como uma das principais atividades do Club masterCOOK. As receitas disponíveis na “app” estão desenhadas para que os utilizadores possam seguir passo a passo as instruções da criadora, incluindo o tempo médio de preparação, o número de pessoas, os ingredientes e, claro, uma fotografia do resultado final que se pretende atingir. Lígia Santos, criadora e diretora do Club masterCOOK, onde ensina às pessoas o prazer da cozinha, tem desenvolvido a sua atividade na área do Show Cooking, Workshops, Jantares Temáticos e Desenvolvimento de Eventos e Produtos Gastronómicos. Já no horizonte próximo, estão previstas atualizações periódicas para a aplicação, que incluem novas receitas exclusivas da autora, que os utilizadores poderão aceder e usar na sua app iOs, Android ou Tablet, enquanto preparam os apetitosos pratos sugeridos por Lígia Santos. A Engenheira Civil, ex-funcionária do município famalicense, venceu a primeira edição do concurso televisivo Masterchef em Portugal.

Famalicão assinala Semana Europeia da Hemocromato Nos dias 6 e 7 de junho comemora-se, em Famalicão, a Semana Europeia da Hemocromatose. A Associação Portuguesa de Hemocromatose (APH), o Instituto de Biologia Molecular e Celular (IBMC) e a Câmara Municipal associaram-se na organização de um conjunto de atividades em que se pretende sensibilizar a comunidade para a importância do diagnóstico precoce e prevenção da hemocromatose. A hemocromatose é uma alteração genética que provoca a absorção exagerada de ferro. Como doença genética, assintomática, se diagnosticada precocemente evitam-se muitas complicações, já que a sobrecarga do ferro pode implicar insuficiências cardíacas, artroses, cirrose hepática e cancro do fígado. Na sexta-feira, dia 6, pelas 14 horas, realiza-se, na Casa do Território, a cerimónia de entrega dos prémios aos que participaram no concurso escolar “Hemo… Quê?”, que decorreu entre os meses de março e maio nas escolas do concelho. No sábado realiza-se, pelas 10 horas, pelas ruas da cidade, com partida do Parque da Devesa, a caminhada de homenagem ao atleta olímpico António Leitão, sócio da APH, que contribuiu para a sensibilização da importância da divulgação precoce da doença. À tarde, partir das 16 horas, no Parque da Devesa, realiza-se um espetáculo de variedades que incluirá uma Mega Aula de Zumba e a atuação da Tuna Académica do ISAG.


10

pública: 05 de junho de 2014

cidade/freguesias

Sofászone de Famalicão apoia Associação de Deficiências Mentais e Raras Num gesto de solidariedade e responsabilidade social, a loja de Famalicão da Sofászone associase à Raríssimas - Associação Nacional de Deficiências Mentais e Raras na campanha para a construção da Quinta dos Marcos. Assim, por cada 500 euros de compras, a Sofászone oferece um bilhete do sorteio da Raríssimas aos seus clientes. O valor do bilhete reverte a favor da construção da Quinta dos Marcos. Os clientes da Sofászone ficam habilitados a ganhar um dos três automóveis Dacia ou uma Bimby. A Quinta dos Marcos é o maior projeto da Raríssimas e constitui-se como uma resposta inovadora às manifestações de necessidades comunicadas por doentes portadores de patologia rara, respetivas famílias, cuida-

dores e amigos. Este equipamento social, com serviços especializados, vai dar resposta a centenas de crianças com doenças raras e vai ser construído no Norte, na Maia. A campanha encontra-se em vigor em todas as lojas do grupo: Movizone Ribeirão (Lago Discount), Sofászone de Guimarães (Urgezes), Famalicão (Atlantic Park), Braga, Viana do Castelo (Intermarché de Mazarefes), Viseu (Retail Park), Maia, Leça da Palmeira, Gondomar, Vila Nova de Gaia (Zona Industrial da Feteira), Ovar (Retail Park) e Lisboa (Quinta Grande, Alfragide). Cada loja tem à sua disposição cinco cadernetas, tendo o grupo adquirido 60, num contributo total de 15.000€, a favor da construção da Quinta dos Marcos.

Núcleo de Teatro da ACV promoveu mais uma noite cultural

O Núcleo de Teatro da Associação Cultural de Vermoim (NUTEACV) recebeu, na noite do passado sábado, o Grupo de Teatro Amador Camiliano (Grutaca) em mais uma edição da iniciativa "Vamos ao Teatro", da responsabilidade do NUTEACV com o apoio da Junta de Freguesia de Vermoim. A viagem através da obra camiliana "Patologia do Casamento" encheu o Salão Paroquial de Vermoim. Levada a cena pelo Grutaca, grupo muito experimentado na obra de Camilo Castelo Branco, o arranjo teatral foi muito bem conseguido levando o público presente até aos meandros da alta sociedade portuense do século XIX magistralmente olhada através da luneta de Camilo. No próximo sábado, dia 7 de junho, o "Vamos ao Teatro" receberá o Grupo de Teatro da Aldeia Verde de Lazarim, de Lamego, naquele que será o último serão cultural do evento.

Mais uma “escolinha com os avós” na Torre dos Pequeninos No passado dia 23 de maio, o Colégio A Torre dos Pequeninos levou a cabo o último encontro da iniciativa “Na escolinha com os meus avós”, deste ano letivo. O projeto conta com 11 anos de existência e proporciona um encontro entre avós e netos, desde a creche até ao jardim de infância, num momento enriquecido pela partilha do espaço, dos saberes e afetos. Os avós do Guilherme participam pela terceira vez e confidenciam que “será sempre um prazer continuar a participar, pois esta é uma excelente forma de aproximar os avós dos netos”. Já os avós do Marco há 9 anos que se associam à iniciativa: “vimos com alegria e vamos com mais alegria, parabéns e obrigada pela dedicação que é dada aos nossos netos”. Este ano, a iniciativa reuniu

mais de 250 avós. “É muito motivador e também um sinal de esperança ver reunidos em redor das nossas crianças dezenas de avós, num dia de semana”, refere Amílcar Sousa, diretor executivo da instituição, acrescentando que “temas como envolvimento e responsabilização ativa das famílias, exigência, rigor, valorização do es-

forço e do trabalho, desenvolvimento do sentido crítico, intervenção precoce são, desde sempre, áreas estruturais e sobre as quais trabalhamos todos os dias”. “Nesse sentido entendemos que os avós possuem um património e um papel inigualável neste processo de transmissão de valores”, conclui.

Rumo Aventura realizou caminhada a Santo Tirso No passado dia 24 de maio, o grupo Rumo Aventura, de Lemenhe, realizou uma caminhada pelos trilhos de Santo Tirso. Foi a primeira vez que o Rumo Aventura caminhou nos montes de Santo Tirso, propriamente em Monte Córdova, o Trilho Castro de Padrão. O trilho cerca de 12 km de extensão, teve início pelas 10 horas com um imprevisto: um corte das estradas de acesso ao Monte Córdova devido a uma prova de rali. Nada que impedisse o grupo de caminhar. Andou 2 km por campos e ruelas para depois recomeçar o trilho na Capela de Valinhas. Os caminhantes subiram o monte e logo em seguida desceram e caminharam ao lado do rio Leça com as suas maravilhosas cascatas de água. Depois, subiram o monte Padrão para ver as Ruinas de Castro de Padrão, onde fizeram uma pequena paragem para comer e beber algo. Em seguida rumaram até ao cimo do monte para ver o santuário da Senhora de Assunção, onde decorreu o almoço. Continuaram o trilho com o regresso aos carros, com tempo ainda para visitar a Citânia de Sanfins.

Dia da Criança celebrado com teatro em Vermoim

Crianças e Idosos da Engenho comemoram Dia Mundial da Biodiversidade No âmbito do Projeto Eco-Escolas, no sentido de fomentar o gosto pela natureza, as crianças e os idosos da Engenho celebraram, no passado dia 22 de maio, o Dia Internacional da Biodiversidade com uma saída para o campo. Na Quinta da Costa, com sacholas, sachinhos e outras alfaias agrícolas, foram agricultores por um dia. Aprenderam a amanhar a terra, a plantar hortícolas, a descobrir sítios e ribeiros, a conhecer animais do campo, a usufruir a paisagem. Foi uma manhã de muito trabalho, compensada com uma merenda à maneira camponesa, com presunto, bolinhos de bacalhau e broa de milho.

No dia 2 de junho festejou-se, em Vermoim, o Dia Mundial da Criança. As 152 crianças que frequentam as Escolas do 1ºCiclo de Agra Maior e da Estalagem, do Agrupamento de Escolas Padre Benjamim Salgado, assistiram muito animadas à peça de teatro “O Gato das Botas”, apresentada pelo Grupo “Osmusiké” da Associação Musical do Centro de Formação Francisco de Holanda, de Guimarães. Esta atividade foi possível realizar-se com o patrocínio da Garagem Central de Vermoim.


freguesias

Na inauguração do Monumento às Mães e aos Combatentes do Ultramar em Ribeirão

Governo promete mais celeridade nos processos dos ex-combatentes Magda Ferreira essa dignidade e o reconhecimento como deficientes, quando obviaO Governo promete mais rapidez nos mente reúnem as condições”, acresprocessos de qualificação das defi- centou. ciências dos ex-combatentes do UlBerta Cabral referiu ainda que o tramar. A promessa foi deixada pela respeito do Estado perante estes hosecretária de Estado Adjunta e da mens “não se deve limitar aos Defesa Nacional, domingo, na inau- apoios sociais dos cerca de 13 mil guração do Monumento às Mães e beneficiários”. Nesse sentido, proaos Combatentes do Ultramar em Ri- meteu realizar várias atividades em beirão. conjunto com a Liga dos CombatenO monumento foi implantado no tes e a mais próxima é as comemojardim que rodeia a Capela de Santa rações nacionais do centenário da I Ana, por iniciativa do Núcleo da Liga Guerra Mundial. dos Combatentes daquela vila, com O presidente da Liga dos Como apoio da Câmara de Famalicão e da batentes, general Chito Rodrigues, Junta ribeirense. também frisou a importância de agiA cerimónia de inauguração, que lizar os processos de avaliação, mosfoi antecedida de uma missa e de trando-se, por isso, satisfeito com o uma romagem ao cemitério, foi pre- anúncio da secretária de Estado. O sidida pela secretária de Estado Ad- responsável reconheceu o trabalho junta e da Defesa Nacional, Berta Ca- do atual Governo nesta matéria, esbral, e contou ainda com a presença perando agora que as diligências do presidente da Liga dos Comba- que estão a ser feitas “resultem no tentes, general Chito Rodrigues; e do bom sentido e que os combatentes presidente da Câmara de Famalicão, que têm direito a esses apoios sejam Paulo Cunha, para além de outras reconhecidos”. “Desejamos que no entidades civis, religiosas e milita- próximo ano a justiça seja feita e este res. governo predispôs-se a fazê-lo”, suA secretária de Estado Adjunta e blinhou. da Defesa Nacional reassumiu o Monumento de homenagem compromisso do Governo em aceleO Monumento às Mães e aos rar os processos de avaliação das deficiências daqueles que combate- Combatentes do Ultramar, da autoria ram pelo país, anunciando a criação do professor escultor Salvador Vieira, de um grupo de trabalho para im- traduz sofrimento na hora da partida pulsionar esses procedimentos, e o desejo da chegada. É composto “pois queremos que até ao final da por três grandes figuras em bronze, legislatura terminem todos os pro- que representam uma mãe a despedir-se do filho que vai para a guerra e, cessos pendentes”. A governante disse que, ao todo, por outro lado, um soldado a regressão mais de dois mil os processos sar a casa. A dignidade e a emoção foram, pendentes. “Consideramos que é um ato de justiça reconhecer o trabalho por isso, os sentimentos fortes que realizado pelos ex-combatentes em estiveram presentes ao longo de nome de Portugal e esse reconheci- toda a cerimónia de inauguração, mento deve ser consagrado naquilo que contou com honras de parada que podemos fazer, que é dar-lhes militar e à qual se associaram muitos

ribeirenses. Todos os convidados foram unânimes em afirmar que este memorial representa um reconhecimento do valor dos combatentes e do sofrimento que a Guerra do Ultramar trouxe a muitas famílias. “Uma justa homenagem”, disse o presidente da Câmara Municipal, referindo-se ao monumento como um “sinal claro de reconhecimento a todos quantos combateram e sofreram por Portugal”. Paulo Cunha foi ainda mais longe e afirmou que “também hoje é preciso convocar os portugueses para que tenham o cuidado de defender a nossa nação”. O autarca realçou ainda o “contributo educativo” que o monumento vai prestar à comunidade, defendendo que “é fundamental que, de geração em geração, possamos transmitir ensinamentos, conhecimentos e legados históricos, enraizar as nossas memórias e fecundar a nossa história para que a nossa comunidade tenha memória”. Também a secretária de Estado da Defesa Nacional se referiu ao monumento como um “sinal de respeito que todos devemos a quem combateu por Portugal”. O presidente do Núcleo de Ribeirão da Liga dos Combatentes, José Ferreira dos Santos, explicou que aquele monumento traduz “o sentimento de dever e gratidão para com aqueles que tanto sofreram e lutaram pela pátria”, lembrando os momentos “muito dolorosos” porque passaram todos os soldados e suas famílias. “Foi uma tragédia terrível”, recordou, emocionado.

veja em www.famatv.pt ou

O monumento está implantando no Largo da Capela de Santa Ana

pública: 05 de junhode 2014 11

Jovem morre quando arranjava avaria num camião Um jovem mecânico de 18 anos morreu na passada sexta-feira, dia 30 maio, em S. Cosme do Vale, quando arranjava um camião em plena via pública. A vítima terá sido atingida por uma peça de ferro do veículo que lhe caiu sobre o peito, deixando-o inconsciente. O jovem foi assistido pelos bombeiros, que quando chegaram ao local encontraram a vítima em paragem cardiorrespiratória. Ainda foram feitas manobras de reanimação, mas o jovem acabaria por falecer no local. O cadáver foi para a morgue do Hospital de Braga. No socorro à vítima estiveram aos Bombeiros Voluntários Famalicenses e a VMER do Hospital de Famalicão. A GNR de Famalicão registou a ocorrência e alertou a Autoridade para as Condições de Trabalho.

Cortejo a favor da festa de Santa Catarina em Cabeçudos No próximo fim de semana, realiza-se o segundo cortejo de angariação de fundos para a festa de Santa Catarina, em Cabeçudos. Desta vez, a sua organização cabe à população residente na zona de Santa Catarina, no entanto, toda a comunidade é convidada a participar quer através da contribuição de oferendas quer na participação nos torneios ou leilão. Durante a tarde de sábado, dia 6, haverá torneio de sueca com prémios para os vencedores. No domingo, às 14 horas tem lugar a concentração do cortejo junto ao lugar do Souto, que seguirá em desfile até ao monte de Santa Catarina, onde se realizará o leilão. pub


12

pública: 05 de junho de 2014

freguesias pub

Paulo Cunha anuncia criação de gabinete de apoio para setembro

Câmara vai apoiar associações na captação de investimento

Paulo Cunha anunciou medida em encontro com associações do Louro e de Jesufrei

pub

O presidente da Câmara Municipal de Famalicão, Paulo Cunha, anunciou, a semana passada, a intenção do executivo autárquico de avançar com a criação de um gabinete de apoio técnico para as associações do concelho que estejam de olhos postos na captação de fundos do próximo quadro comunitário de apoio. O edil anunciou a medida em mais um encontro com o tecido associativo do concelho, que desta vez passou pelas freguesias de Jesufrei e Louro. A ideia, explicou Paulo Cunha, passa por constituir um gabinete de apoio às associa-

ções que pretendam candidatar-se a fundos comunitários para o desenvolvimento e realização de projetos. “Numa primeira fase o apoio será meramente informativo, de forma a tentar perceber que projetos estão a ser pensados pelas associações e de que forma os podemos tornar elegíveis para a captação de financiamento”. Posteriormente, acrescentou o edil, e depois de adaptados os projetos às características e exigências do quadro comunitário, “o objetivo do gabinete passará pelo auxílio na elaboração da própria candidatura”. Um apoio que Paulo Cunha considera ser importante

para o dinamismo do tecido associativo do concelho. “Muitos dirigentes associativos desconhecem os apoios atualmente existentes e a Câmara Municipal quer assumir-se como um parceiro em todo este processo de candidatura, que quando bem orientado tem mais possibilidades de ser bem-sucedido”. O presidente da Câmara Municipal aponta para setembro o arranque deste novo gabinete, que para além das associações, prestará também apoio na área do empreendedorismo, ajudando os jovens empresários do concelho na captação de investimento.

Agrupamento Benjamim Salgado levou teatro a Joane A Oficina de Leituras Encenadas (OLE) do Agrupamento de Escolas de Padre Benjamim Salgado apresentou, a peça “Maldito Cão”, no Centro Cultural de Joane. Foi no passado dia 30 de maio, no âmbito da comemoração dos “30 anos 30 eventos”, das Velhas Glórias do Liceu de Joane. Esta peça já tinha sido apresentada na Casa das Artes de Famalicão, por altura da Mostra de Teatro Escolar. No final do espetáculo, o diretor do Agrupamento, José Alfredo Mendes, procedeu à entrega dos certificados de participação naquela Mostra de Teatro aos alunos que fazem parte do elenco da peça e a todos os alunos dos Cursos Profissionais de Técnico de Multimédia e de Técnico de Eletrónica, Automação e Computadores que contribuíram para a realização da mesma, em palco. Agradeceu igualmente aos docentes ligados ao espetáculo: Helena Guimarães (autoria do texto, dramaturgia e encenação), João Freitas (cenografia), António Pereira (percussionista, sonoplastia), Inácio Silva e Sandro Alves (cobertura multimédia e apoio técnico). Já a caracterização facial contou com a ajuda do Curso Profissional de Animador Sociocultural (aluna Joana Carneiro e professora Manuela Silva). O desenho de luz ficou a cargo do aluno Vítor Mendes, do Curso Profissional de Eletrónica, Automação e Computadores. O coordenador da Biblioteca Escolar do Agrupamento, António Pires, apoiou novamente a iniciativa, assumindo um papel fundamental no acolhimento do público. A OLE sublinha o “desempenho profissional dos alunos envolvidos e congratular se pela adesão e presença calorosa dos seus familiares e colegas, dos professores e de toda a comunidade em geral”.


Piscinas da CESSN promovem tarde de convívio e homenageiam mães economia

Equipamento desportivo pertence à Cooperativa Eléctrica de Novais

As piscinas da Cooperativa Elétrica de S. Simão de Novais (CESSN) foram palco, no passado sábado à tarde, da iniciativa “Competição CESSN 2014”, promovida pelos docentes daquele espaço. Foi uma tarde recheada de provas de natação, entre os seus utentes com idades compreendidas entre os 5 e os 75 anos de idade, mas também de muito convívio. Por ser o último dia do mês de maio, a CESSN prestou igualmente uma homenagem a todas as mães, nomeadamente com a leitura do poema “Mãe” de Mário Quintana. Álvaro Ramos, um dos docentes responsáveis pela iniciativa, explica que as piscinas quiseram homenagear a “grandeza das mães”. Aliás, o evento serviu também para assinalar, de forma simbólica, os 82 anos da CESSN no dia 1 de junho, também Dia Mundial da Criança. Na opinião do docente, o balanço da iniciativa foi positivo.“Vimos a satisfação dos nossos utentes e acompanhantes. Sendo uma iniciativa idealizada pelos professores, não podemos esquecer do apoio dado pela direção da piscina da CESSN”, frisou. O docente defende que o verdadeiro sentido de uma prática não reside no resultado, mas muito mais na atividade, no jogo de capacidades, nos desafios, exigências e possibilidade de desenvolvimento que lhe são colocadas. “Tudo isto justifica o contentamento com o desempenho dos nossos professores, utentes e funcionários. A todos estamos reconhecidos. São poucos, mas fazem tanto que até parece que são mais”, disse. Também Manuel Vilela, presidente da Cooperativa, mostrou-se satisfeito por ver o complexo das piscinas completamente cheio de utentes e famílias. “É um dia de grande emoção, esta obra foi pensada para servir as pessoas. Não temos dúvidas de que temos sido completamente correspondidos, dado o número de utentes que temos”, apontou. De resto, também a direção acabou por ser homenageada pelos professores e restante funcionários pelo trabalho desenvolvido até hoje, recebendo uma placa com palavras de agradecimento.

pública: 05 de junho de 2014 13


14

pública: 05 de junho de 2014

publicidade

MEDIUM encontra novas instalações para a Carplic A MEDIUM acabou de finalizar a comercialização de um espaço industrial, que se destina à sede da empresa famalicense Carplic, situado na zona industrial de Sobreiro Grosso, em Gavião, cujo valor total da operação rondou os 500 mil euros. O imóvel, implantado num terreno com cerca de 7.000 m2, é composto por zona de exposição e administrativa, possuindo um pavilhão destinado à produção. O espaço está situado junto à E.N. 14, o que lhe confere excelente visibilidade e acessos facilitados à Variante Nascente e à A3 e A7, cuja portagem dista cerca de 2 quilómetros. Anteriormente, ocupado pelas antigas instalações dos “Móveis Moniz”, o local esteve em comercialização desde meados de 2013, tendo sido alvo de visita e estudo por diversas empresas. A Carplic atua na área da carpintaria executando todo o tipo de trabalhos relacionados com transformação da madeira e derivados, desde a recuperação à criação de novos trabalhos (carpintaria, mobiliário, fachadas exteriores e pavimentos). Segundo o sócio e director geral da Carplic, Agostinho Cruz, “estas no-

vas instalações constituem um passo em frente na expansão contínua e sustentável da empresa e uma aposta crescente na produção de mobiliário à medida de cada cliente”. Para Adriana Cruz, sócia e responsável administrativa da empresa, “este imóvel vai pemitir criar um showroom com cerca de 500m2, possibilitando aos nossos clientes um contacto mais direto com o portfólio da Carplic”. A MEDIUM atua no ramo imobiliário e tem como uma das áreas de especialização o mercado industrial, apresentando um serviço profissional na pesquisa de soluções à medida de cada empresa. O serviço passa pela selecção de várias opções disponíveis em carteira, tratamento do processo de financiamento bancário (através das melhores soluções financeiras do mercado) e apoio em toda a burocracia inerente. O objectivo é apresentar um serviço especializado indo de encontro às necessidades apresentadas pelo tecido empresarial. Para além disto, a MEDIUM dedica-se ao mercado residencial, novo e usado, em Vila Nova

Da esquerda para a direita, Adriana Cruz e Agostinho Cruz da Carplic e Rodrigo

de Famalicão e concelhos limítrofes, sendo reconhecida por ter em comercialização uma carteira de imóveis com excelente relação qualidade/preço, criteriosamente selecionados no mercado, tendo como único objectivo a satisfação dos seus clientes. Constituída por uma equipa de vendas profissional devidamente motivada e preparada para respub

ponder às exigências dos seus potenciais clientes, está apetrechada das ferramentas mais sofisticadas atualmente existentes no mercado, as quais lhe permitem uma ampla divulgação da sua carteira de imóveis, tendo como resultado uma boa percentagem de concretização de negócios. A MEDIUM tem vindo a apostar no crescimento cons-

Silva da MEDIUM

tante e na conquista de quota de mercado, através da dinamização da sua equipa de vendas e no investimento em meios de divulgação, pretendendo posicionar-se como uma empresa de referência no mercado imobiliário de Vila Nova de Famalicão, distinguindo-se pela qualidade de atendimento e elevado profissionalismo dos seus serviços. pub


14

pública: 05 de junho de 2014

publicidade

MEDIUM encontra novas instalações para a Carplic A MEDIUM acabou de finalizar a comercialização de um espaço industrial, que se destina à sede da empresa famalicense Carplic, situado na zona industrial de Sobreiro Grosso, em Gavião, cujo valor total da operação rondou os 500 mil euros. O imóvel, implantado num terreno com cerca de 7.000 m2, é composto por zona de exposição e administrativa, possuindo um pavilhão destinado à produção. O espaço está situado junto à E.N. 14, o que lhe confere excelente visibilidade e acessos facilitados à Variante Nascente e à A3 e A7, cuja portagem dista cerca de 2 quilómetros. Anteriormente, ocupado pelas antigas instalações dos “Móveis Moniz”, o local esteve em comercialização desde meados de 2013, tendo sido alvo de visita e estudo por diversas empresas. A Carplic atua na área da carpintaria executando todo o tipo de trabalhos relacionados com transformação da madeira e derivados, desde a recuperação à criação de novos trabalhos (carpintaria, mobiliário, fachadas exteriores e pavimentos). Segundo o sócio e director geral da Carplic, Agostinho Cruz, “estas no-

vas instalações constituem um passo em frente na expansão contínua e sustentável da empresa e uma aposta crescente na produção de mobiliário à medida de cada cliente”. Para Adriana Cruz, sócia e responsável administrativa da empresa, “este imóvel vai pemitir criar um showroom com cerca de 500m2, possibilitando aos nossos clientes um contacto mais direto com o portfólio da Carplic”. A MEDIUM atua no ramo imobiliário e tem como uma das áreas de especialização o mercado industrial, apresentando um serviço profissional na pesquisa de soluções à medida de cada empresa. O serviço passa pela selecção de várias opções disponíveis em carteira, tratamento do processo de financiamento bancário (através das melhores soluções financeiras do mercado) e apoio em toda a burocracia inerente. O objectivo é apresentar um serviço especializado indo de encontro às necessidades apresentadas pelo tecido empresarial. Para além disto, a MEDIUM dedica-se ao mercado residencial, novo e usado, em Vila Nova

Da esquerda para a direita, Adriana Cruz e Agostinho Cruz da Carplic e Rodrigo

de Famalicão e concelhos limítrofes, sendo reconhecida por ter em comercialização uma carteira de imóveis com excelente relação qualidade/preço, criteriosamente selecionados no mercado, tendo como único objectivo a satisfação dos seus clientes. Constituída por uma equipa de vendas profissional devidamente motivada e preparada para respub

ponder às exigências dos seus potenciais clientes, está apetrechada das ferramentas mais sofisticadas atualmente existentes no mercado, as quais lhe permitem uma ampla divulgação da sua carteira de imóveis, tendo como resultado uma boa percentagem de concretização de negócios. A MEDIUM tem vindo a apostar no crescimento cons-

Silva da MEDIUM

tante e na conquista de quota de mercado, através da dinamização da sua equipa de vendas e no investimento em meios de divulgação, pretendendo posicionar-se como uma empresa de referência no mercado imobiliário de Vila Nova de Famalicão, distinguindo-se pela qualidade de atendimento e elevado profissionalismo dos seus serviços. pub


pública: 05 de junho de 2014 15

freguesias

Banda de Riba d’Ave edita um novo disco A Banda de Musica de Riba d’Ave vai editar um novo CD, o segundo da sua história. A gravação decorrerá nos dias 6 e 7 de junho, no auditório da Fundação Castro Alves, em Bairro. O novo disco da Banda terá um reportório multifacetado. As músicas que o constituem variam entre o clássico, ligeiro e o popular português. O CD contará com a participação dos grupos corais de Riba d’Ave. O disco surge agora porque a direção da Banda, liderada por Artur Duarte Silva, entendeu que era a altura certa. O último CD editado tinha sido há cerca de 11 anos e, por isso, a direção entendeu que havia a necessidade de fazer algo de novo. Apesar das dificuldades finaceiras, a Banda não desistiu da intenção de fazer este trabalho. As dúvidas foram uma constante ao longo do projeto, mas a colaboração dos elementos do grupo e dos grupos corais participantes proporcionou o desenvolvimente deste trabalho musical. A Banda de Música de Riba de Ave começou a trabalhar neste CD em fevereiro passado. Com ensaios intensos, ora em cojunto, ora individuais, o resultado aproximase agora do esperado. A direção pretende ter este trabalho concluído em setembro e a intenção é vender disco para poder angariar fundos que permitam a sustentabilidade do grupo. Além disso, a Banda também pretende renovar os seus intrumentos. Também em setembro, a Banda tenciona organizar um concerto de apresentação do novo disco. Em nota à impensa, a direção da Banda agradece “à Fundação Castro Alves pela disponibilidade demontrada para a cedência do auditório n.º 1 para os dias da gravação, bem como para ensaios de grupo”. A Banda de Riba d’Ave, ainda em nota de imprensa, também agradeceu à Câmara Municipal de Famalicão e à Junta de Freguesia de Riba d’Ave pelo apoio prestado.

Dia do Patrono e da Família no Agrupamento de Escolas D. Maria II O agrupamento de Escolas D. Maria II realizou, no passado dia 23 de maio, o Dia do Patrono. A festa, integrada nas atividades do Mês da Família, teve a “presença” da Rainha D. Maria II e do seu marido, D. Fernando. A realeza improvisada chegou num carro Milord, puxado por cavalos lusitanos. Esta iniciativa contou com a presença de cerca de 1500 pessoas. Na abertura do evento discursaram Cândida Pinto, diretora do agrupamento de escolas, e Leonel Rocha, vereador da Educação e Conhecimento e do Empreendedorismo na Câmara Municipal. Seguiram-se diversas atividades de palco, em que as escolas do agrupamento se fizeram representar. Foi servido um mega churrasco, com caldo verde, oferecido a todos os presentes. A refeição foi saboreada ao som das Concertinas de Arnoso Santa Maria. O recinto estava repleto de Exposições de todos os departamentos e ciclos de escolaridade. Nesta festa, decorreu ainda a feira do livro, com a entrega de prémios pela “rainha”, aos melhores leitores de poesia. O Dia do Patrono e da Família terminou com muita música e dança, ao som do karaoke de Camilo Oliveira.

Empresa Cup & Saucer recebeu a visita do presidente da Câmara Municipal

Maior produtor de chávenas da Europa está em Famalicão

Paulo Cunha ouve as explicações de Ângelo Mesquita

Cristina Azevedo pulsionado pela aquisição da SPAL, empresa de porcelanas O presidente da Câmara Mu- de Alcobaça, que permitiu à nicipal, Paulo Cunha, visitou, fábrica famalicense alargar o na passada segunda-feira, o seu mercado. maior produtor de chávenas Ângelo Mesquita, propriede café da Europa, a empresa tário da Cup & Saucer, comeCup & Saucer, localizada em çou a trabalhar aos 11 anos de Vilarinho das Cambas. idade no armazém de louças A Cup & Saucer surgiu no dos seus pais, no Porto. Desde mercado há 26 anos, desta- muito cedo percebeu que cando-se pela sua capaci- mais do que comercializar prodade de produzir bens de por- dutos queria fabricá-los. Foi celana de elevada qualidade então que lançou a Cup & Saue pelo seu vasto portefólio, cer há 28 anos atrás, na altura onde constam perto de 300 com apenas três trabalhadomodelos de chávenas. A em- res, incluindo ele próprio. presa produz mensalmente “Vi que no mercado havia cerca de 2 milhões de peças, espaço para uma empresa estando presente em mais de deste género e, ao longo des35 países do mundo. Tem as- tes anos, nunca me desviei sim uma forte componente ex- dessa ideia”, conta o empreportadora, já que apenas 15% sário, sublinhando, contudo, do que produz se destina ao “as muitas dificuldades enmercado nacional e os restan- contradas ao longo deste trates 85% ao mercado estran- jeto”. O sucesso foi-se consegeirto. guindo através “da A empresa registou um modernização, da inovação e crescimento na ordem dos do trabalho, características 50% no ano passado e nos pri- fundamentais da empresa” meiros meses deste ano, es- que atualmente conta com perando atingir, no final de 200 colaboradores na unidade 2014, um volume de negócios de Vilarinho das Cambas. na ordem dos 13 milhões de Depois de uma visita à fáeuros. Este crescimento foi im- brica, no âmbito do ciclo

“Made In Famalicão”, o presidente da Câmara não teve dúvidas em afirmar que “é um orgulho para Famalicão ter uma empresa como esta”, considerando que o sucesso da Cup & Saucer é resultado de “muito trabalho, muito arrojo e de muito risco também”. “Esta não é uma empresa que anda ao sabor do mercado mas que procura criar mercado, sendo exemplo disso mesmo o facto de ter o seu próprio departamento de design”, vincou. Paulo Cunha elogiou também a capacidade de expansão da empresa, dando como exemplo a aquisição da SPAL, para dizer que, à semelhança de Ângelo Mesquita, “são já muitos os empresários famalicenses que vão além-fronteiras concelhias e adquirem outras empresas para aumentarem a sua capacidade produtiva”, o que é “sinal da vitalidade económica e empresarial do concelho”.

veja em www.famatv.pt ou

Festival de folclore em Joane

Lagoa celebra festas do Divino Espírito Santo

O Grupo Folclórico de Danças e Cantares de Joane realiza no próximo sábado, 7 de junho, o seu 30º festival de folclore. O espetáculo está marcado para as 21 horas, no Parque da Ribeira, abrindo com o Grupo de Danças da escola secundária Padre Benjamim Salgado. Seguem as atuações do Grupo Folclórico de Danças e Cantares de Joane, do Rancho Folclórico de Danças e Cantares do Furadouro (Torres Vedras), do Grupo Folclórico Camponeses do Mondego (Coimbra), do Grupo Etnográfico do Arneiro de Fora (Figueira da Foz) e Grupo Cultural e Recreativo de Danças e Cantares de Ponte de Lima.

A freguesia da Lagoa celebra, no próximo fim de semana, as festas em honra do Divino Espírito Santo. O programa inicia na sexta-feira, dia 6 de junho, com a procissão em honra de Nossa senhora de Fátima. No sábado, o destaque vai para o arraial, à noite, com a atuação da banda Europa Multishow, seguindo-se uma sessão de fogo de artifício. No domingo, a missa solene está marcada para as 11 horas, prosseguindo as cerimónias religiosas às 15 horas, com a realização da procissão composta por 13 andores. No final, regressa a música com as atuações da LAC BUM e da Banda Filarmónica de Riba d’Ave.


16

pública: 05 de junho de 2014

publicidade/freguesias

Falecimentos Maria da Conceição Pinheiro Gonçalves, no dia 18 de maio, com 78 anos, viúva de Alberto Soares da Silva, de Silvares (Guimarães).

Noémia da Silva Couto, no dia 2 de junho, com 87 anos, viúva de Paulino Ferreira Leite, de S. Martinho de Bougado (Trofa).

Laurinda Freitas Ribeiro, no dia 20 de maio, com 78 anos, casada com Francisco Pereira Gonçalves, de Pedome.

Rosana Maria Schuh, no dia 29 de maio, com 59 anos, divorciada de José Normélio Schuh, de S. Martinho de Bougado (Trofa).

Emília da Silva Martins, no dia 22 de maio, com 86 anos, viúva de José de Abreu, de Serzedelo (Guimarães).

Serafim de Jesus Silva, no dia 28 de maio, com 79 anos, casado com Maria Arminda Pereira de Araújo, de S. Martinho de Bougado (Trofa).

Maria Belém Salgado da Cunha, no dia 26 de maio, com 97 anos, viúva de António Manuel Lopes Oliveira, de Pevidém (Guimarães).

EBI de Pedome participa no projeto Europa Sustentável ...

Agência Funerária Trofense, Lda (S. Martinho de Bougado) Trofa – Tel.: 252 412 727

Manuel de Oliveira, no dia 28 de maio, com 84 anos, casado com Rosa da Silva Machado, de Ronfe (Guimarães). Agência Funerária S. Jorge Pevidém– Tel.: 253 533 396

António Augusto Carvalho Vasques, no dia 29 de maio, com 70 anos, casado com Maria Luciana Marques Pereira Vasques, de Calendário. Maria dos Prazeres Pereira Gomes, no dia 30 de maio, com 64 anos, casada com Augusto de Araújo Costa, de Antas.

Joaquim Gomes de Azevedo, no dia 1 de junho, com 87 anos, casado com Maria Cecília Borges Guedes, de Santo Tirso. José Maria de Azevedo Teixeira, no dia 1 de junho, com 67 anos, casado com Balbina Fernandes Faria, de Vila das Aves (Santo Tirso). Andreegenevieve Marie Helene Guitton, no dia 27 de maio, com 77 anos, divorciada, do Porto. Agência Funerária de Burgães Sede.: Burgães Filial.: Delães Telf. 252 852 325

Manuel Monteiro Granja, no dia 30 de maio, com 52 anos, solteiro, de Calendário. António Carvalho da Silva, no dia 31 de maio, com 83 anos, viúvo de Albina Alzira Nogal, de Brufe. Alice Moreira de Macedo, no dia 31 de maio, com 84 anos, viúva de Augusto Antunes Ferreira, de Gavião. Raul Rocha de Oliveira, no dia 2 de junho, com 80 anos, viúvo de Ana da Cunha Magalhães, de Ruivães.

Maria Alice Ferreira, no dia 29 de maio, com 74 anos, solteira, de Vila das Aves (Santo Tirso). Francisco de Sousa Moura, no dia 30 de maio, com 77 anos, viúvo de Maria José de Almeida, de Delães. António Pereira, no dia 3 de junho, com 89 anos, viúvo de Rosa Ferreira, de Oliveira Santa Maria. Agência Funerária Carneiro & Gomes Oliveira S. Mateus – Telm. 91 755 32 05

Agência Funerária da Lagoa Lagoa – Telf. 252 321 594

Arminda Lages, no dia 29 de maio, com 87 anos, viúva de José Pereira de Sousa, de Antas. Lucinda Maria Correia Fernandes, no dia 29 de maio, com 51 anos, de Calendário. Joaquim Ferreira de Azevedo, no dia 30 de maio, com 92 anos, viúvo de Rosa Machado Correia de Mesquita, de Vermoim. Maria das Dores Alves Carvalho, no dia 31 de maio, com 88 anos, viúva de Manuel Pereira, de Antas.

Maria Barbosa Ribeiro, no dia 28 de maio, com 88 anos, viúva de António Simões de Araújo, de Jesufrei. Arlindo Pereira da Silva Costa, no dia 28 de maio, com 65 anos, casado com Maria da Silva Fernandes Costa, de Vilarinho das Cambas. António Barbosa Machado, no dia 2 de junho, com 74 anos, casado com Maria Cassilda Ribeiro Ferreira, de Joane. Agência Funerária Palhares Balazar– Tel.: 252 951 147

Maria Pereira Carneiro, no dia 2 de junho, com 82 anos, viúva de José Gomes da Silva, de Gavião.

Amândio de Araújo e Sá, no dia 1 de junho, com 79 anos, casado com Maria Helena Nunes Paulo e Sá, de Calendário.

Maria Celeste Correia Pedrosa, no dia 2 de junho, com 89 anos, viúva de José de Carvalho Moreira, de Vila Nova de Famalicão.

Agência Funerária do Calendário Calendário – Tel.: 252 377 207

António Rodrigues Vilhena, no dia 3 de junho, com 71 anos, casado com Adelaide Costa Leitão, de Mouquim. Agência Funerária Rodrigo Silva, Lda Vila Nova de Famalicão Tel.: 252 323 176

Joaquim de Sá Meira, no dia 29 de maio, com 66 anos, casado com Gracinda da Costa Ferreira, de Vale. S. Cosme. Agência Funerária das Quintães Vale S. Cosme – Tel.: 252 911 290

A escola EBI de Pedome esteve representada, no dia 23 de maio, no Centro de Informação Europe Direct Barcelos, na fase distrital do Rota 2020, concurso inserido no projeto “Europa Sustentável”. Este projeto, concebido e desenvolvido pela “Science4you”, é uma iniciativa da Comissão Europeia, promovida pelo Centro de Informação Europeia Jacques Delors. A participação da EBI de Pedome nesta iniciativa responde a alguns dos objetivos preconizados pela mesma, que passam pela sensibilização dos alunos para questões relacionadas com o desenvolvimento sustentável e as estratégias que facilitem e promovam a aquisição de conhecimentos sobre a União Europeia. “Partindo do pressuposto que os alunos de hoje são os decisores de amanhã, pretende-se com a participação neste tipo de iniciativas que a escola contribua para a construção de uma cidadania responsável e esclarecida”, acrescenta a escola em nota à imprensa. A EBI de Pedome esteve representada com dois alunos do 5º ano, que demonstraram conhecimentos sobre a Europa e temas relacionados com o desenvolvimento sustentável, num convívio com alunos de outras escolas.

... e recebe delegações de vários países Delegações da Turquia, Dinamarca, República da Irlanda, Lituânia e Roménia visitam a escola EBI de Pedome, entre os dias 9 e 14 de junho, no âmbito do Programa Commenius. O programa da visita inicia pelas 9h30 do dia 9, com a receção às delegações que incluirá o içar da bandeira da Europa, dança tradicional portuguesa e visita às instalações da escola. Á tarde tem lugar um workshop de dança e outro de canto. Já no dia 14 de junho, a manhã começa com um workshop de culinária, seguido de um mega piquenique, no Parque de Calça Ferros. À noite realiza-se um arraial minhoto.


pública: 05 de junho de 2014 17

freguesias

Associação vai finalizar Caminhos de Santiago 2014 com atividades junto à catedral

ATC leva cultura famalicense a Compostela A Associação Teatro Construção (ATC) de Joane vai finalizar, este ano, a iniciativa “Caminhos de Santiago” com a organização de algumas iniciativas culturais em Santiago de Compostela. A última etapa do percurso do Caminho Francês, que foi iniciado na Páscoa, vai agora ser cumprida, com a partida esta quinta-feira, dia 5, de 40 peregrinos para Astorga, para chegar a Santiago no dia 14 de junho. Para esse fim de semana da chegada, a ATC preparou um programa especial, com várias atividades culturais, que foi apresentado na passada terça-feira à imprensa, com a presença de Leo-

nel Rocha, vereador da Câmara de Famalicão; António Oliveira, presidente da Junta de Joane; Gouveia Santos, presidente da CCD Porto; e Custódio Oliveira presidente da ATC. Assim, no sábado, dia 14, na última etapa, mais 30 pessoas irão juntar-se aos 40 peregrinos para fazer os últimos 15 quilómetros, subindo e descendo o Monte Gozo até Santiago. À noite, o Teatro Construção, no centro da cidade de Santiago, numa praça atrás da Catedral, apresentará a peça de teatro “O Caminho”, que versa precisamente sobre os Caminhos de Santiago e que será aberta ao público.

I Feira do Associativismo de Delães reuniu 19 associações A comunidade de Delães festejou no passado fim de semana, pela primeira vez, o Dia da Freguesia. A população marcou presença em grande número na Avenida Albino Marques para assistir às comemorações preparadas Junta de Freguesia, presidida por Manuel Silva, e às quais se associou o presidente da Câmara Municipal de Famalicão, Paulo Cunha. O dia ficou também marcado pela realização da I Feira do Associativismo, um certame envolveu a participação de 19 associações locais que aproveitaram a oportunidade para dar a conhecer o trabalho que desenvolvem e os projetos futuros, motivando o interesse de toda a comunidade. Em resposta ao desafio lançado pelo autarca famalicense, que demonstrou o seu contentamento pelo dinamismo associativo da freguesia e pela importância que assume junto da comunidade, a organização da Feira do Associativismo, que inicialmente foi pensada para ter uma periodicidade bienal, aceitou realizar o certame todos os anos. Entretanto, no próximo fim de semana, a autarquia de Delães organiza a I Feira do Artesanato e Comércio Tradicional, também na Avenida Albino Marques, e espera voltar a mobilizar a população.

No domingo, dia 15, pela manhã, antes da missa do peregrino, na Praça do Obradoiro em frente à Catedral, haverá animação cultural com folclore, música de sopro e artes circenses. No encontro com os jornalistas, Custódio Oliveira sublinhou que “os caminhos são mais uma forma da ATC estar ao serviço da comunidade e de dar o seu contributo para a realização humana e para uma sociedade melhor”, anunciando que é intenção da associação publicar um livro para mostrar imagens e contar algumas histórias vividas ao longo dos dez anos de existência desta iniciativa.

De resto, no próximo ano, a ATC continuará esta atividade, sendo que o próximo desafio, “de grande dimensão, é iniciar um projeto, começando por Marrocos, onde não existe a tradição dos Caminhos de Santiago, para chegar a Compostela no ano de Jacobeu de 2021”, adiantou Custódio Oliveira. A Câmara Municipal é parceira da ATC nesta iniciativa que o vereador Leonel Rocha considerou de “grande importância, enquanto fator de divulgação do concelho e de divulgação da nossa cultura”. Recorde-se que a ATC organizou, pela primeira vez, na Páscoa de 2004, os “Caminhos de San-

tiago”, com um caminho iniciado na Sé de Braga e que envolveu cerca de 60 pessoas. Passados dez anos, algumas centenas de pessoas já fizeram os caminhos com o apoio da ATC. Em 2010 a ATC iniciou o projeto de, em quatro anos, fazer os caminhos entre Lurdes e Santiago percorrendo mais de mil quilómetros, numa média de dez dias por ano. Quarenta pessoas iniciaram este projeto de fazer o também denominado Caminho das Estrelas. Ano após ano, ultrapassaram os obstáculos de grandes montanhas. É este grupo que parte agora para Astorga para chegar a Santiago no dia 14.

Jorge Paulo Oliveira questiona Governo sobre cedência do antigo Centro de Saúde de Delães

Deputado considera atraso “incompreensível” O deputado famalicense, Jorge Paulo Oliveira, considera ”incompreensível” que a Direção-Geral do Tesouro e Finanças, não tenha ainda procedido à regularização matricial e registral do edifício do antigo Centro de Saúde de Delães, o que tem impedido a cedência do mesmo à Câmara Municipal de Famalicão. Numa Pergunta dirigida à secretária de Estado do Tesouro, Isabel Castelo Branco, o deputado do PSD, recordou que em fevereiro de 2000 a Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte celebrou com a autarquia famalicense um acordo para a construção de um novo Centro de Saúde em Delães. Nos termos desse

acordo, a ARS-Norte comprometiase a ceder à Câmara as antigas instalações e o terreno do Centro de Saúde, desde que a autarquia cedesse o terreno necessário à construção do novo equipamento, assumisse os encargos com o projeto e dotasse o terreno das infraestruturas exteriores indispensáveis. Jorge Paulo Oliveira sublinha que a Câmara Municipal “deu integral cumprimento” a todos os compromissos que assumiu, tendo o novo Centro de Saúde de Delães sido inaugurado em março de 2007, encontrando-se devoluto, desde então, o antigo edifício “que se deteriora a cada dia que passa”.

Questionado em tempos o Ministério da Saúde sobre a demora na transferência do imóvel, o mesmo informou que processo fora remetido à Direcção-Geral do Tesouro e Finanças para efeitos de regularização matricial e registral dos imóveis a permutar. O último pedido de documentos à Câmara Municipal para aquele fim aconteceu em 2011, pelo que Jorge Paulo Oliveira solicita à secretária de Estado do Tesouro que o informe das razões que, objetivamente, têm impedido a Direcção-Geral do Tesouro e Finanças de proceder à referida regularização e, ainda, de quanto tempo carecerá a mesma para que aquela se concretize.

Seniores e crianças de Novais com novo parque de lazer Nem a manhã chuvosa conseguiu impedir que a freguesia de Novais vivesse, no passado dia 29 de maio, um dia de festa. O presidente da Câmara Municipal inaugurou o novo parque infantil e geriátrico da freguesia, um equipamento que vem servir toda a comunidade local, “pronto para receber cidadãos dos oito aos oitenta”. “Um espaço que em tempos era um canto maltratado”, recordou Paulo Cunha, “mas que agora se tornou numa zona aprazível, que pode e deve ser utilizado como espaço de convívio intergeracional”. O autarca famalicense lançou o repto à população para que desfrutem do novo equipamento e para que o preservem, lembrando que a qualidade de vida dos habitantes da freguesia também depende da manutenção de espaços como este. Para além do parque infantil com zona verde para os mais pequenos, o espaço contém ainda um circuito de manutenção geriátrico destinado à atividade física dos seniores. O novo parque representa um investimento que ronda os 44 mil euros, tendo contado com um apoio municipal de 10 mil.


18

pública: 05 de junho de 2014

praça publica

D’Esguelha

Chão Autárquico Gouveia Ferreira

Vieira Pinto

A “mudança por entre pedras” no PS Afigura-se-nos, indiscutível, a necessidade de mudança na direcção do Partido Socilaista. Urge mesmo tal realidade. Tem razão José Seguro ao dizer que fez o “caminho das pedras”. Porém, não deixa caminho livre, por entre escolhos, ainda a desbravar! Convenhamos que, ao longo do seu reinado, o Secretário Geral do partido terá sido uma pessoa envergonhada com o seu antecessor, não tendo havido, por si, as tomadas de posição acerca do ódio, sempre em crescendo, a José Sócrates, alimentado pelo atual governo e estimulado pela maioria atual. Este homem foi transportado e chicoteado pelos homens do Caifás, até ao Calvário, com a indiferença quase total do actual secretário geral. Cometeu erros? Claro que sim, mas deixou muito trabalho que orgula o PS, designadamente na área social, na Educação, na Ciência, no investimento das áreas profissionais, etc. Na verdade, o país e os militantes careciam de um discurso explicativo do atual líder, pela “amarra ao pelourinho” onde o atual poder, permanentemente o conduziu com atos e palavras vergônteos. Eis, o erro maior. Depois, a sua equipa tinha sempre ou quase sempre um discurso sem acervo e pouco assertivo. Nos debates, não quinzenais, mas os dos ecrãs, eram, salvo

muito raras exceções, de postura, no mínimo sóbria, pelos seus próximos. Sempre me restaram muitas dúvidas acerca da capacidade da organização e do gabinete de estudos. Aqui, as acções do “Novo Rumo” terão tido falta de visibilidade para um melhor aplauso, a não ser o de circunstância. O anúncio das oitenta medidas foi um momento politicamente alto e legítimo, talvez fora de tempo.

cia ao PS com este Secretário Geral. E, tantas eram as razões para tal. Por estas e outras razões, urge dar a voz ao partido, nos seus orgãos, para dar a vez a uma melhor competência, capacidade e dinamização do partido, agora, tão amorfo. Mas, sem dramatismos ou vitimização, como já é bem visível. Na democracia não há subversão. Há poderes legítimos que se repõem pelos me-

Ainda hoje há acontecimentos facticos que não mereceram ao PS o devido tratamento político. A quase unidade do partido foi um trabalho notório, mas, sem dúvida, que ficou muita militância de fora… Tudo isto, em nossa mui modesta opinião, claro. Ainda hoje há acontecimentos facticos que não mereceram ao PS o devido tratamento político. A quase unidade do partido foi um trabalho notório, mas, sem dúvida, que ficou muita militância de fora… A visísivel e notória falta de adesão das gentes à figura do secretário Geral, era e é um facto. Não era previsível uma tamanha descida de votação no Partido Socialista, entre as Autárquicas de setembro de 2013, até maio de 2014. Os descontentes, com tanta insensibilidade social do governo nos cortes permanentes, ao longo destes três anos, não vislumbraram razões de aderên-

canismos e procedimentos legais, quando se verifique, em crise a incompetência e incapacidade dos atores do poder. Lembremos, aqui, uma passagem, do Magnificat: “Deposuit potentes de sede”, ou seja, “derrubou de seus tronos os poderosos”. Um dos princípios básicos de quem habita a “Casa de Mãe Democracia” consiste na alternância do poder. Quem não quiser dar entendimento a esta realidade, aqui e agora, no mínimo, duvidase que tenha condições de exercer o poder em nome do povo. Povo que hoje, vive na incerteza e angústia, pela falta de alternância democrática, pelo que tanto anseia.

Afinal… Afinal, o governo, que é como quem diz, o Estado, também utiliza expedientes para empatar processos, a fim de atrasar o cumprimento das suas obrigações. Ainda por cima, recorre a expedientes que ele próprio aboliu, há menos de um ano, para evitar, precisamente, as delongas das manobras processuais, que não deixam chegar ao fim, em tempo útil, uma qualquer decisão judicial. Eis-nos perante a xicusperteza governamental de pedir, por interposta pessoa, a Assembleia da República, uma aclaração, a cheiriscar a nulidade, da última sentença do Tribunal Constitucional, que declarou a inconstitucionalidade de normas do Orçamento de Estado. Primeiro, tendo o próprio governo acabado com a possibilidade de se pedir aclaração de sentença, para evitar o arrastamento dos processos, não se compreende que os xicuspertos com quem se aconselha, certamente altos coturnos da ciência jurídica da capital, se tenham disponibilizado a prestar tão atrengalhada figura. Segundo, ainda que tal fosse possível, é completamente execrável ver o Estado a fingir de ceguinho, pedindo clarificação daquilo que todos perceberam: as normas são inconstitucionais. Não podem ser aplicadas. O Tribunal constitucional também tem juízes indicados pelos partidos da coligação do governo. É demais! Terceiro, o governo é mal agradecido, porque, em vez de se calar e cumprir, já beneficiando da oferta de milhões de euros, provinda do Tribunal Constitucional, por não ter que repôr os retroactivos, face á decisão de

Eis-nos perante a xicusperteza governamental de pedir, por interposta pessoa, a Assembleia da República, uma aclaração, a cheiriscar a nulidade, da última sentença do Tribunal Constitucional, que declarou a inconstitucionalidade de normas do Orçamento de Estado. só se aplicar a inconstitucionalidade, a partir da data da sentença, ainda se põe a cacarejar. O verdadeiro pobre e mal agradecido! E, afinal, verifica-se que a limpeza da saída não foi lá muita, porque a troika/Bruxelas continua a querer impôr-nos restricções salariais, intrometendo-se na contratação colectiva do mais baixo salário mínimo da alegada União Europeia, desconhecendo a existência da nossa Constituição da República. Os verdadeiros ricos, eternamente intrometidos. Verdadeiros?!

Homenagem ao Dr. Joaquim Loureiro A vida de advogado não é fácil. Como toda a gente sabe, o advogado ao tomar conta de uma questão está logo, em regra, a sofrer críticas. Tem por si a parte que o procurou mas tem contra toda a outra a parte. E depois, até à própria parte nem sempre agrada. Ou porque não conseguiu tanto como a parte pretendia (esta pretende quase sempre o máximo) ou porque lhe parecem excessivos os honorários. O advogado, por outro lado, tem de convencer um juiz e isso também não é tarefa fácil. Quantas vezes está convencido de que a prova se fez a favor do seu cliente e o juiz decide de outro modo ou interpreta a lei de uma forma diferente. De um advogado, como de outras profissões, exige-se, desde logo, competência. Ele tem de dar ao cliente a confiança de que sabe direito e está preparado para levar a bom termo a causa que lhe foi entregue, quer na sala de audiências quer nas peças processuais que escreve, agindo sempre honestamente. Famalicão é uma terra com bons advogados. Tem essa tradição de há várias décadas do tempo que eram cerca de uma dúzia no total. Não os vou citar porque posso omitir alguns deles. Aliás, Famalicão integra-se numa região que tem igualmente tradição de bons profissionais da justiça e lembro, por mais próximos, os de Guimarães, Braga e Barcelos. Hoje a profissão de advogado mudou muito. Por um lado já não

falamos de uma actividade exercida por poucos mas por largas dezenas, ultrapassando mesmo, no nosso concelho as duas centenas, o que dificulta a escolha e a avaliação de competências. Joaquim Loureiro faz a ponte entre os advogados de há mais de 40 anos e os de hoje e deixa um legado inestimável. Desde logo, o da competência. Entregar-lhe uma questão jurídica era ter a certeza de que ela não entraria em Tribunal sem ser devidamente estudada. Para isso não olhava a cuidados, desde logo, num aspecto essencial: os livros e revistas. Seguramente, compraria um livro ou adquiriria uma revista se não a tivesse, para preparar bem as peças processuais. Daí que não seja de admirar que o seu escritório possua uma das melhores bibliotecas não só de Famalicão como da região, pedindo meças a qualquer biblioteca de escritório individual ou familiar do país inteiro. Repito: do país inteiro Muito tenho eu beneficiado, como professor universitário, da biblioteca jurídica que possui. Acresce que Joaquim Loureiro não era (agora que deixou de exercer essa exigente atividade) só um advogado com excelentes qualidades que chegou a pleitear com sucesso no Tribunal Europeu dos Direitos do Homem, em Estrasburgo. Ainda que profissionalmente se tivesse entregado a esta profissão por inteiro, depois de expulso do ensino por lutar pela democracia, não descurou as questões da cida-

dania, da cultura e da religião para além de uma intensa atividade na política (esta em certa fase da sua vida até ocorrer a desilusão com o modo como se faz política partidária no nosso país) e nas instituições famalicenses, nomeadamente o FAC. Hoje continua felizmente ativo, interessado e preocupado com a qualidade da democracia, estudando (há-de estudar até morrer e não por acaso se inscreveu recentemente num curso de pós-graduação na Universidade do Minho) e sentindo-se um famalicense, sem abandonar a ligação afectiva à terra onde nasceu e cresceu (Alcobaça). De Joaquim Loureiro muito, muito mais se poderia (e deveria) dizer. Sou como sabem muito contido no que escrevo (estou sempre a ver onde cortar) mas não posso de deixar de lembrar as suas qualidades humanas, desde logo o querer o bem dos outros e a tolerância. E também por isso é um amigo de eleição para muitos. Estão de parabéns os advogados de Famalicão que promoveram a homenagem do dia 30 de Maio de 2014 (dia seguinte àquele em que fez 78 anos) e sentimo-nos todos bem naquele jantar que juntou mais de uma centena de participantes, convivendo principalmente advogados e magistrados e também amigos, tendo terminado com música e canções de Coimbra como tinha de ser. E muito bem foi. António Cândido de Oliveira


pública: 05 de junho de 2014 19

cultura

Programação mensal com peças “40 e então?” e “As preciosas ridículas”

4ª Gala do BGREEN Ecological Film Festival acontece amanhã

Teatro marca junho na Casa das Artes

O grupo numa ação de rua em Famalicão

A gala da 4ª edição do BGREEN Ecological Film Festival realizase esta sexta-feira, dia 6 de junho, pelas 21h, na Fábrica de Santo Thyrso, na vizinha cidade de Santo Tirso. O evento é organizado pela Oficina – Escola Profissional do INA, que promete uma noite repleta de surpresas, que será o culminar de um projeto que envolveu centenas de jovens e que atingiu o seu principal objetivo: sensibilizar os jovens europeus para as questões ambientais, quer através do projeto social quer pela divulgação e participação de escolas de vários países, nomeadamente Portugal, Noruega, Espanha, França, Alemanha, Itália e Croácia. No decorrer da gala serão conhecidos os vencedores, avaliados previamente pelo painel de jurados que nesta 4ª edição é constituído por 9 elementos, um representante de cada uma das seguintes entidades: Câmara Municipal de Santo Tirso, Câmara Municipal de Famalicão, Governo Regional dos Açores, Quercus, BES, Meed Brand, YouOn – creativity and technology, a produtora Jumpwilly e a OFICINA – Escola Profissional do INA. Os jurados serão responsáveis pela atribuição dos seguintes prémios: grande prémio

BGREEN Ecological Film Festival que é uma viagem ecoaventura aos Açores; Melhor mensagem; Menção Honrosa; Melhor making of; Prémio Pe. Alphonse Luisier. Há ainda o Prémio do Público que fica, como o próprio nome indica, a cargo do público, que terá a oportunidade de acompanhar todos os acontecimentos, pois a Gala será transmitida em direto através do nosso site www.bgreenfestival.com. As votações para este prémio serão abertas durante a gala. Projeto social Refira-se que nesta 4ª edição o BGREEN Ecological Film Festival continua a realizar o seu trabalho na defesa dos valores ecológicos e de solidariedade. Nas últimas duas semanas, as iniciativas do Projeto Social do evento foram intensas e contaram com a concretização de três atividades: a realização de um workshop de mini-hortas de varanda, para cerca de 60 crianças da Escola Básica de Sequeirô, em Santo Tirso; a limpeza da praia da Lagoa, na Póvoa de Varzim; e uma ação de rua de sensibilização ambiental, no centro de Famalicão. Estas três atividades envolveram 100 alunos voluntários.

Ana Brito e Cunha, Fernanda Serrano e Maria Henrique regressam este mês de junho à Casa das Artes de Famalicão, dez anos depois do sucesso de “Confissões das Mulheres de 30”, desta vez com “40 e então?”. Tratase de uma peça de teatro com histórias comoventes, divertidas e de afetos e onde as atrizes dão voz a textos próprios e de autoras como Ana Bola, Helena Sacadura Cabral, Sílvia Baptista, Inês Maria Meneses, Rita Ferro ou Rute Gil. A peça “40 e então?”, concebida a partir da ideia de que a idade é um posto, retrata a vida sem tabus e pode ser vista no dia 28 de junho, pelas 21h30, no grande auditório. A entrada custa 13 euros (estudantes e portadores do Cartão Quadrilátero Cultural pagam metade). O teatro volta a estar em destaque este fim de semana, dias 6 e 7, com “As preciosas ridículas”, de Molière, numa interpretação dos alunos da Escola de Teatro do Externato Delfim Ferreira. Trata-se de uma comédia escrita em 1658 baseada na história de Cathos e Magdelon, duas ‘précieuses’ acabadas de chegar a Paris que vivem obcecadas pela aparência e que tentam ser como as ‘habitués’ dos salões da capital francesa, mu-

lheres socialmente superiores a elas. O bilhete custa 4 euros (estudantes e portadores do Cartão Quadrilátero Cultural pagam metade). No dia 21 duas óperas de temática ibérica prometem deliciar o público. “O auto da Índia”, de Gil Vicente, e “A hora espanhola”, de Maurice Ravel, podem ser apreciadas a partir das 21h30 no grande auditório. O bilhete custa 10 euros (estudantes e portadores do Cartão Quadrilátero Cultural pagam metade). Na dança o destaque vai para o projeto “Educação pela arte” que a Fundação Narciso Ferreira, com o apoio da autarquia famalicense, desenvolve há mais de 20 anos junto de alunos e professores do 1º Ciclo do Ensino Básico. O tema deste ano

é a prevenção rodoviária e no espetáculo estão envolvidas 11 turmas de seis escolas do concelho (EB1 de Delães, EB1 de Mões, EB1 de Oliveira S. Mateus, EB1 de Pedome, EB1 de S. Miguel-o-Anjo e EB1 de Seide S. Miguel). A programação de junho contempla ainda a peça músico-teatral dirigida à infância, “Opus 7”, concebida para estimular os sentidos e a comunicação de crianças maiores de três. Esta peça da Companhia de Música Teatral chega à Casa das Artes esta sexta, dia 6, com sessões às 10h00, 11h00 e 14h30. Entretanto, até dia 29 está patente a exposição de fotografia “Um dia com Luisita”, de Paulo Pimenta, baseado no tema da inclusão social através da arte. A entrada é livre.

Cineclube de Joane exibe curtas de realizadores joanenses O Cineclube de Joane tem para amanhã, sexta-feira, dia 6 de junho, uma programação especial que consiste na exibição de curtas-metragens de Mário Macedo e Hélder Faria, pelas 21h30, no salão nobre da antiga sede da Junta de Freguesia de Joane. A entrada é livre. Em nota de imprensa, o Cineclube explica que esta programação de um conjunto de curtas-metragens destes dois realizadores oriundos de Joane surgiu na sequência de um convite da organização da iniciativa “30 Anos 30 Eventos”, que assinala a comemoração do 30º aniversário da Escola Secundaria de Padre Benjamim Salgado, de Joane. Assim, de Hélder Faria serão exibidas as seguintes curtas-metragens: “Arpeggio” (22 min); “Cinema por Sombras” (4 min); “Serenata à Covilhã – C’a Tuna aos Saltos” (4 min); “O Quadro” (6 min). Já de Mário Macedo estarão em exibição: “Platoon” (13 min); “The Complex

of Elvin Theodor” (9 min); “Utter In the End” (4 min); “Colibri” (4 min) Entretanto, esta quinta-feira, dia 5, no âmbito da sua programação mensal, a escolha do Cineclube recaiu sob o filme “O Congresso”, de Ari Folman. A sessão está marcada para as 21h30, na Casa das Artes de Famalicão. O filme, estreado em 2013, conta a história da atriz Robin Wright que há já vários anos está afastada das luzes da ribalta. Por esse motivo, recebe uma proposta de um importante estúdio de Hollywood para que venda a sua identidade cinematográfica. A ideia é que, em troca de uma avultada quantia em dinheiro, a sua imagem possa ser digitalizada e usada sem quaisquer limitações. Esse contrato, válido por 20 anos, inclui ainda mais uma cláusula: a sua identidade virtual não envelhecerá. Vinte anos após o acordo, o mundo já não é o mesmo, mas Robin também não…

pub

Famalicão

Barbosa: Rua Santo António, Tel. 252 302 120 Calendário: Rua da Liberdade, Tel. 252 378 400/1 Cameira: C. Mouzinho Albuquerque, Tel. 252 323 819 Central: Praça D. Maria II, Tel. 252 323 214 Nogueira: Av. Marechal H. Delgado, Tel. 252 310 607 Valongo: Rua Adriano Pinto Basto, Tel. 252 323 294 Gavião - Av. Eng. Pinheiro Braga, 72 - Telef. 252 317 301 Marinho: Edif. S. José - Estalagem - Telf. 252 921 182 Martins Ventura: R. C. Cerejeira - Lousado - Telf. 252 493 142 Estação: Largo da Estação - Nine - Telf. 252 961 118 Ribeirão: Largo de Bragadela - Ribeirão - Telf. 252 416 482 Joane: Rua S. Bento, nº 217 - Telf. 252 996 300

Vale do Ave

Almeida e Sousa: Covas - Oliv. Stª Maria - Telf. 252 931 365 Bairro: Av. Silva Pereira, Telf. 252 932 678 Delães: Portela - Delães - Telf. 252 931 216 Riba de Ave: Av. Narciso Ferreira, Telf. 252 982 124 Faria: Estrada Nacional 310 - Serzedelo - Telf. 252 532 346

Famalicão Qu i n t a, 5

Serviço Barbosa

Se xta, 6

Central

Sá ba do, 7

Calendário/Ribeirão

Dom ingo, 8

Nogueira

Se gun da, 9

Valongo

Terç a , 10

Gavião/Ribeirão

Qu a r t a, 1 1

Barbosa

Vale do Ave

S e r v i ço

Qu i n t a, 5 Se xta, 6 Sá ba do, 7 Dom ingo, 8 Se gun da, 9 Terç a , 10 Qu a r t a, 1 1

Delães Riba de Ave Almeida e Sousa Delães Bairro Riba de Ave

Serviço de disponibilidade

Paula Reis: R. José Elisio Gonçalves Cerejeira, nº 629 Calendário - Tel. 252 378 057 Maceiras: Louro - Telf. 252 310 425 Marques: Largo da Igreja - Fradelos - Telf. 252 458 440 Oliveira Monteiro: Largo Igreja - Cabeçudos - Telf. 252 331 885 Pedome: Av. S. Pedro, 1139 - Pedome - Telf. 252 900 930 Pratinha: Largo do Cruzeiro - Cavalões - Telf. 252 375 423 S. Cosme: Vale S. Cosme - Telf. 252 911 123 Arnoso: Av. Joaq. Azevedo - Arnoso Sta. Maria - Telf. 252 916 612


20

pĂşblica: 05 de junho de 2014

publicidade


Ribeirão vence primeira mão do Play-off de manutenção Luís Silva vice-campeão de Portugal Boccia 2014 A Associação de Boccia Luís Silva esteve presente no Campeonato de Portugal de Boccia 2014, que se disputou no passado fim de semana, em Santa Maria da Feira, e que foi a última prova da época desportiva de Boccia. Os atletas Luís Silva e Cristiana Marques, da famalicense Associação de Boccia Luís Silva, participaram neste evento alcançando mais uma vez bons resultados. Luís Silva, depois de somar só vitórias tanto na fase de grupos como nas eliminatórias, viu-se derrotado na final pelo seu companheiro de seleção José Carlos Macedo. Este foi um jogo de alto nível técnico tático e na última bola a estrelinha da sorte caiu para o adversário, sendo resultado final 3-2. Já a atleta Cristiana Marques viu-se desta vez arredada das grandes decisões do Campeonato de Portugal deste ano ao não conseguir apurar-se para as eliminatórias, ficando-se assim pela fase de grupos.

Infantis masculinos são a terceira equipa do ACV Andebol nas finais nacionais

Os Infantis masculinos foram a última equipa a apurar-se para a fase final

A equipa de Infantis Masculinos do ACV Andebol Clube garantiu a sua presença no Encontro Nacional de Infantis Masculinos 20132014, sagrando-se, assim, a terceira equipa de andebol da Associação Cultural de Vermoim a conseguir o feito de alcançar as fases finais das competições nacionais esta época. Já as equipas Júnior e Infantil Femininas tinham alcançado o mesmo feito, inédito na vida deste jovem clube. No passado dia 31 de maio, a equipa do ACV recebeu o Callidas Clube e perdeu por 20-21. A equipa vizelense com este resultado renovou o título de campeão regional. Já no passado dia 1 de junho, no terreno do histórico Xico Andebol, o ACV venceu por 18-25. Ainda no mesmo dia, a vitória do

ABC sobre o CCR Fermentões consumou-se e garantiu a presença da equipa do ACV na fase final da competição nacional desta época. Este projeto do ACV Andebol Clube tem apenas três anos e neste momento conta já com três das suas equipas a competir ao mais alto nível. Em nota de imprensa, a direção do clube afirma que este facto é motivo de “enorme orgulho e regozijo” e agradece “a todos os atletas, técnicos, oficiais e familiares”. Entretanto, o ACV participou no Dia do Andebol celebrado no passado dia 24 de maio, em Vila Verde, onde marcaram ainda presença a AAPL e o Vila Verde. Através de vários jogos de andebol de 5 e de 7, estas equipas promoveram o Andebol.

Novo técnico tem a missão de lutar pela manutenção

Paulo Vida é o novo treinador da AD Oliveirense Sofi fia a Abreu Silva Com 42 anos e depois de uma longa carreira ao serviço do futebol como atleta, Paulo Vida assinou contrato com a Associação Desportiva (AD) Oliveirense, formação que terminou a última edição do Campeonato Nacional de Seniores na segunda posição da Zona de Manutenção/Descida, Série B. O acordo já foi assinado e Paulo Vida foi apresentado, em conferência de imprensa, na passada quinta-feira, ao fim do dia, nas instalações do clube, em Oliveira Santa Maria. Paulo Vida vem substituir António Carvalho, que terminou o seu contrato com a Oliveirense no final da época. Com passagens por clubes como Sport Lisboa Benfica, União de Leiria, Paços de Ferreira e Campomaiorense, entre outros, Paulo Vida teve ainda uma passagem pelo futebol francês, no Châteauroux e no Créteil Lusitanos. Como treinador, o novo técnico da AD Oliveirense começou a sua experiência na formação do Gil Vicente, passando também pelo Marinhas. Agora, testará a sua mestria num patamar superior, abraçando um projeto no Campeonato Nacional de Seniores. Em declarações aos jornalistas, Paulo Vida considerou a sua entrada na Oliveirense como um desafio aliciante ao qual ambiciona entregar-se totalmente. “É o regresso a um mundo que eu conheço bem, em que me sinto bem, onde tenho muitos amigos, mas também uma imagem a defender. Vou fazer o que costumo fazer, que é não gorar as expetativas e respeitar ao máximo a instituição que represento, fazendo o melhor que posso para dignificar o nome da Oliveirense”, referiu. O novo técnico considera que projeto da Oliveirense é muito interessante. “Vamos iniciar a época com um projeto como todos os treinadores gostam, que é trabalhar desde o início para puderem aplicar as suas ideias e escolher os seus ativos, conhecendo os jogadores como atletas e como homens”. Para já, garante Paulo Vida, o trabalho tem decorrido bem. “Já começámos a fazer algumas renovações. É importante haver alguma continuidade para a estrutura não se sentir muito abalada, mas os jogadores novos irão encaixar-se perfeitamente naquilo que é preten-

Paulo Vida tem como objetivo a luta pela manutenção da Oliveirense

dido”, disse, acrescentando que haverá um trabalho para constituir “uma família o mais rapidamente possível e em conjunto lutarmos todos pela Oliveirense e pelo objetivo da manutenção”. Justamente, Nelson Pereira, presidente da Associação Desportiva da Oliveirense, pediu ao novo treinador a luta pela permanência. “Na época passada fizemos um bom caminho, foi basicamente como subir de divisão, por isso o que eu peço ao Paulo Vida é a manutenção”, apontou. O responsável máximo da coletividade revelou que, face à qualidade de alguns jogadores, é natural que alguns “deem o salto” para outras equipas, o que é um “grande orgulho para o presidente e para a associação”. “Levámos

dois meninos, o Zé Tiago e Tiago Moreira, à Liga e isso é importante para a Oliveirense”, verbalizou, mencionando que o jogador Correia poderá também sair do clube. De resto, Paulo Vida terá como seu treinador-adjunto o professor Jorge Prisca, que, entre outros clubes, esteve ao serviço do Lousada, Penafiel, Vizela e Feirense e, no estrangeiro, trabalhou em países como Angola e Índia. Mais recentemente representou o Trofense, como adjunto do professor Neca. Entretanto, Carlos Alberto fica, novamente, como treinador de guarda-redes, enquanto Fernando Ribeiro será o treinador-adjunto. veja em www.famatv.pt ou


22

sport: 05 de junho de 2014

futebol

GD Joane celebra 84 anos O Grupo Desportivo (GD) Joane nasceu no dia 10 de junho de 1930. O grupo famalicense comemora, assim, no próximo dia 10 de junho, 84 anos de existência. O GD Joane vai iniciar o dia de aniversário com a realização de uma Assembleia Geral. A ordem de trabalhos passa, essencialmente, por eleger os órgãos sociais do clube para 2014/2015 e 2015/2016. Ainda na manhã deste dia festivo decorrerá uma missa na sede do clube, seguida de uma romagem ao cemitério. A manhã encerrará com um almoço de confraternização. Da parte da tarde, por volta das 16 horas, terá início um torneio de futebol infantil. O GD Joane vai festejar o seu 84º aniversário e conta com todos para a festa, já que a atividade é aberta aos associados.

Formação do Famalicão realiza captações O Departamento de Formação do Futebol Clube de Famalicão está a realizar, desde o passado dia 3 e até ao dia 26 de junho, treinos de observação e captação para as suas camadas jovens. Os jovens atletas interessados devem marcar presença no Estádio Municipal de Famalicão, nos seguintes dias e horários: Juniores (1996/97) e Juvenis A (1998) nos dias 3, 4 e 6 às 19h00, e dia 5 às 20h15; Juvenis B (1999) e Iniciados A (2000) nos dias 10, 11 e 14

às 19h00; Iniciados B (2001) e Infantis (2002/03) nos dias 17, 18 e 20 às 19h00; Benjamins, Traquinas e Petizes (2004 a 2009) nos dias 16, 19, 23 e 26 de junho às 19h00. De referir que é necessário levar equipamento adequado, nomeadamente camisola, calções, meias e chuteiras/sapatilhas. Mais informações podem ser obtidas através do email comunicacao@fcfamalicao.pt ou telefone 252 315 026.

UD Calendário comemorou 1º aniversário A União Desportiva de Calendário celebrou, no sábado passado, dia 31 de maio, o seu 1º aniversário com uma Gala Desportiva e a atribuição do troféu “O Calendunido”. O primeiro aniversário da coletividade, que resultou da fusão de duas associações de Calendário, juntou cerca de 120 pessoas de todas as faixas etárias. De salientar a presença da presidente da Junta da União de Freguesias de Famalicão e Calendário, Estela Veloso, que na sua intervenção disse que o relvado sintético no parque de jogos da União é uma realidade, deixando os seus associados em delírio. Presente esteve também o vereador do Desporto na Câmara

Municipal de Famalicão, Mário Passos, tendo deixado algumas palavras de entusiasmo em relação ao projeto da UD Calendário, que passa por fazer algumas obras de requalificação no parque desportivo e colocar o relvado sintético. O ex-presidente da Junta de Calendário, Armindo Gomes, também fez questão de estar presente e incentivou a massa associativa de Calendário a lutar pelos seus sonhos, considerando que podem ser concretizados. Por seu lado, o presidente da Direção da UD Calendário, Eduardo Oliveira, agradeceu as palavras proferidas por todos os intervenientes e apelou, uma vez

mais, à ajuda de todos para o projeto da União se tornar mais coeso. Em relação ao troféu “O Calendunido”, na categoria de Traquinas o vencedor foi o Nuno; na categoria de Benjamins ganhou o Jorge; em Infantis o vencedor foi o João; na categoria de Iniciados venceu o Granjo; em Juvenis o vencedor foi o Neta; na categoria de seniores o vencedor foi o Ivo; na categoria da Aeróbica a vencedora foi a Liliana. Em nota de imprensa, a UD Calendário agradece “a todos os presentes e também a todos os patrocinadores que nos ajudaram ao longo da época desportiva 2013/14”.

Escola do Benfica participou no 9º Encontro Nacional na Luz

AFSA volta a reunir em assembleia eleitoral A Associação de Futebol de Salão Amador de Famalicão (AFSA) volta a reunir em assembleia geral, desta feita extraordinária, no próximo dia 18 de junho para a realização de eleições. Estava marcada para o passado dia 28 de maio uma sessão ordinária para eleger os novos órgãos sociais da

coletividade, mas nenhuma lista se apresentou, pelo que foi decidido unanimemente, conforme consta na página da AFSA, marcar uma nova assembleia para as 21 horas do dia 18 de junho, na sede da AFSA, em Novais. O prazo para a apresentação de listas candidatas aos órgãos sociais da AFSA estende-se agora até ao dia 16.

Assembleia do Ninense continua A Associação Desportiva Ninense dá continuidade esta sextafeira, dia 6 de junho, à sessão da Assembleia Geral iniciada no passado dia 30 de maio. Da ordem de trabalhos continua a constar a eleição dos novos corpos gerentes da associação de Nine. A sessão desta sexta-feira tem início marcado para as 21 horas, no salão do Complexo Desportivo do Ninense.

Resultados da Liga de Futsal No domingo passado disputaramse as primeiras mãos das meias finais dos escalões de Escolas e Pré-escolas da Liga de Futsal de Famalicão 2013/2014. Os jogos aconteceram no Pavilhão de Brufe e em Pré-escolas os resultados foram os seguintes: Desp. S. Cosme A 3-4 União Desp. Calendário; Sportfut A 4-0 CRC. Já em Escolas, os jogos terminaram assim: FC Vermoim 4-2 Sportfut B; Arnoso Stª Eulália 4-2 Sportfut A. No próximo fim de semana vão disputar-se as segundas

mãos das meias finais dos mesmos escalões. No sábado, dia 7 de junho, no Pavilhão de Arnoso Santa Maria os jogos são os seguintes: Sportfut A-Arnoso Stª Eulália, pelas 9h30, no escalão de Escolas; e União Desp. Calendário-Desp. S. Cosme A, pelas 10h30, em Pré-escolas. No domingo, dia 8, os encontros são no Pavilhão Municipal das Lameiras: em Pré-escolas vão defrontar-se CRC e Sportfut A, pelas 9h, e em Escolas Sportfut B-FC Vermoim, pelas 10h.

A Escola do Benfica em Famalicão participou, pela quarta vez, no Encontro Nacional de Escolas de Futebol Geração Benfica, com os muitos atletas a viverem um dia de sonho dada a oportunidade de pisar e jogar no relvado que normalmente é reservado apenas aos seus ídolos. Nesta atividade participaram 33 escolas de futebol do clube, não havendo aqui qualquer associação ao número de títulos conquistados pelo plantel sénior de futebol, esclarece a escola de futebol. Os atletas, que viajaram com familiares e amigos desde Famalicão tiveram ainda a oportunidade de, como é habitual nas deslocações a Lisboa, conviverem num piquenique realizado em Fátima e que juntou mais

de 200 benfiquistas. No final do encontro todos assistiram ao vivo ao voo da águia Vitória. Para o que resta da época desportiva, que termina no final do mês de julho, a Escola do Benfica está a preparar várias atividades, entre as quais muitos momentos de avaliação e integração de novos atletas, desde os 4 aos 14 anos de idade, onde todos podem participar. O projeto da continuidade no futebol 11 será para manter e para crescer e por isso todos os jovens nascidos nos anos de 2000 e 2001 podem experimentar. Para mais informações os interessados devem entrar em contato com a secretaria da escola de futebol através do 918 081 073 ou pelo email efbfamalicao@slbenfica.pt.

São Mateus perde final da Taça AF Braga em Futsal O São Mateus perdeu, no fim de semana passado, a final da Taça da Associação de Futebol de Braga em Futsal, saindo derrotado por 43 no encontro frente ao Nogueiró, equipa que conquistou, assim, a taça. A Taça da AFB termina da mesma forma que o campeonato, em que o Nogueiró ficou em 1º lugar e o São Mateus em 2º. A formação bracarense completou, assim, a dobradinha esta época. O jogo disputou-se no Pavilhão da Universidade do Minho, que esteve muito bem composto. A partida foi equilibrada, com o triunfo a poder cair para qualquer lado. O Nogueiró entrou muito forte e aproveitou algum desacerto dos forasteiros para se colocar muito

cedo na frente do marcador e aumentar para uma vantagem de 3-0 nos primeiros 8 minutos do encontro. Mas o São Mateus nunca baixou os braços, não se deixou afetar pela desvantagem no marcador, corrigiu alguns aspetos e, ainda antes do intervalo, conseguiu reduzir para 3-2, com golos de Vitinha e Ivo Mestiço. No segundo tempo, o equilíbrio voltou a ser nota dominante e desta vez foi a equipa famalicense que entrou melhor. Ivo Mestiço, logo aos quatro minutos, bisou na partida e empatou o encontro a três golos. Estava assim relançado o jogo e o S. Mateus demonstrava vontade de dar a volta ao resultado.

No entanto, aos 29 minutos, o Nogueiró voltou a marcar e segurou a vantagem até ao final. O S. Mateus jogou com: Cirilo (GR), Fabrício, Ivo Mestiço (2), Pedrinho e Cigano. Jogaram ainda Carlos Leite, Vitinha (1), Vítor Couto, Matateu, Flecha, Silva e Júlio. No final da partida, o treinador do S. Mateus, Samuel Salgado resumia assim o jogo, em declarações ao jornal Correio do Minho: “Numa final há sempre dois resultados possíveis. Infelizmente a nós calhou-nos a derrota. Demos cinco minutos de vantagem aos adversários que aproveitaram bem. Depois conseguimos responder muito bem e até podíamos ter passado para a frente do marcador, mas faltou também sorte”.


sport: 05 de junho de 2014 23

futebol

Leva para os Açores vantagem de três golos na primeira mão do play-off

Arrancou torneio “Primavera Desportiva”

Ribeirão dá passo de gigante rumo à manutenção 3-0 Estádio do Passal Árbitro: António Costa de Aveiro Auxiliares: Alcino Sousa e Ricardo Pinho

Ribeirão Sp. Ideal João Cruz Varela Isaiah (Sousa 74’) Rafael Vieira Tiago Silva James (Pipo 62’) Vitinha Buba Mendes Ivo Igor (Abulai 81’)

Gustavo Luís Soares Eurico Paulo Dinarte Ivo Bruno Melo Artur Santos São Pedro (João Brum 63’) Samuel Ariston Paulo César (João Pedro 63’)

Treinadores Rui Baptista

Luís Roquete Carlos Alberto

Golos: 1-0 Mendes (3’ g.p.); 2-0 Mendes (42’); 3-0 Tiago Silva (60’). C artõ es Amarelos: Gustavo (3’); Paulo César (24’); João Cruz (28’); Mendes (28’); Buba (37’). C artõ es Vermelho s: Não houve.

Aristides Ferreira à defesa açoriana e quando se preparava para rematar foi placado pelo Na primeira mão do play-off da ma- guarda-redes contrário. O árbitro nutenção o Ribeirão deu um passo apontou a marca de grande penalide gigante rumo à manutenção ao dade e Mendes, chamado a converbater o Sporting Ideal, dos Açores, ter, não perdoou inaugurando o marpor três bolas a zero. Com este re- cador e colocando em delírio os sultado o Ribeirão praticamente está muitos adeptos presentes no Estácom presença garantida no Cam- dio do Passal. peonato Nacional de Seniores na A perder, os forasteiros tentaram próxima temporada. reagir e por três vezes estiveram Ao longo da partida o Ribeirão muito perto de chegar ao tento da demonstrou ser uma equipa mais igualdade, mas a partir do minuto completa e logo aos quatro minutos 20 o Ribeirão voltou a pegar no coadiantou-se no marcador. Igor fugiu mando da partida e aos 23 minutos

Isaiah com um remate à entrada da área obrigou Gustavo à defesa da tarde. Mais alguns minutos, Igor conseguiu isolar-se mas permitiu a defesa de Gustavo. Já perto do intervalo, Rafael Vieira pegou na bola à saída da grande área passou por vários adversários e com um passe magistral isolou Mendes, que passou pelo guarda-redes contrário rematando para o segundo golo do Ribeirão. Na segunda metade os açorianos entraram determinados em reduzir a vantagem ribeirense e logo

no primeiro minuto São Pedro com espaço para rematar não acertou na baliza contrária. Mas não durou muito o domínio do Sporting Ideal, pois aos 11 minutos Mendes, numa boa investida, deu sinal que ia acontecer uma obra de arte e quatro minutos depois Tiago Silva viu Gustavo adiantado e, ainda no seu meio campo, tirou as medidas e com um chapéu monumental colocou o resultado em 3-0 e praticamente selou a permanência do Ribeirão nos campeonatos nacionais. Com este golo os açorianos ficaram completamente atordoados e o Ribeirão ainda dispôs de mais três boas situações. Aos 20 minutos Tiago Silva, solto na área contrária, tentou o remate em arco mas a bola foi para fora. Depois foi a vez de Igor aparecer no coração da área e com o guarda-redes batido rematou ao lado. A mais flagrante aconteceu aos 69 minutos, quando Pipo no interior da área e com a baliza à sua mercê rematou para fora. Até ao final o Ribeirão foi controlando o jogo com a equipa adversária a não mostrar argumentos para contrariar um Ribeirão numa tarde inspirada. Este resultado não é intransponível mas é suficiente para uma viagem mais tranquila até à ilha de S. Miguel. É evidente que os famalicenses têm que levar o segundo jogo a sério, mas têm uma oportunidade de ouro para continuar entre os maiores do nosso futebol. Arbitragem aceitável de António Costa, de Aveiro.

A 27ª edição do torneio infantil “Primavera Desportiva”, organizado pelo Operário Futebol Clube, arrancou no fim de semana passado com a disputa dos jogos no escalão de Benjamins. A classificação final deste escalão ficou assim organizada: 1º classificado GD Ribeirão; 2º Ruivanense AC; 3º AD Oliveirense; 4º Operário FC “A”; 5º FC Famalicão; 6º GD Joane; 7º Operário FC “B”; 8º CRP Delães; 9º AD Ninense; 10º GD Louro; 11º Desp. S. Cosme; 12º Bairro FC.

Captações de atletas na UD Calendário A União Desportiva de Calendário vai fazer captações de atletas no seu parque desportivo, durante os meses de junho e julho, nos seguintes escalões: Traquinas, Benjamins e Infantis, às quartas e sextas-feiras às 19h00; Iniciados às terças e quintas-feiras, às 19h00; Juvenis e Juniores, quartas e sextasfeiras às 20h00. Todos os atletas têm que levar equipamento completo. Para mais informações os interessados devem contatar o responsável pelo Departamento de Formação, José Moreira, através do número 914 838 722.

FC Vermoim perde e afasta-se da liderança O Futebol Clube de Vermoim perdeu novamente, no fim de semana passado, com o CR Golpilheira e ficou, assim, mais longe da liderança da fase de apuramento do campeão do Nacional Feminino de Futsal. Em jogo da 11ª jornada, o Vermoim recebeu o Golpilheira e perdeu por 4-2. As visitantes entraram a “matar” e nos 2 minutos iniciais já venciam por 2-0, resultado

que seria avolumado para 3-0 aos 17 minutos. Ainda antes do intervalo, o Vermoim conseguiu reduzir para 1-3. Na 2ª parte, a formação famalicense marcou novamente e com a desvantagem de um golo, o jogo ficou relançado. Mas na resposta, e no mesmo minuto, o Golpilheira fez o 4-2, resultado com que terminou a partida. A três jornadas do fim da competição, o

Golpilheira ficou bem posicionado para conquistar o título de campeão nacional, na liderança com 24 pontos, pois já usufruem de um avanço de 5 pontos sobre o 2º classificado, o SL Benfica. Já o FC Vermoim desceu par o 3º posto, com 18 pontos somados. A outra equipa famalicense em prova, a Associação Rede Jovem de Mogege, rece-

beu os Restauradores Avintenses e venceu por 2-1. A 12ª jornada disputa-se no próximo sábado, dia 7 de junho, com o FC Vermoim a receber o Quinta dos Lombos, pelas 16 horas. Já a ARJ Mogege tem uma partida difícil, pois desloca-se ao terreno do líder, o Golpilheira, com o encontro marcado para as 18h30. pub


24

sport: 05 de junho de 2014

modalidades

FAC dinamiza Judo com treinador Tiago Lopes

MouquimBikeTeam conquista 5 pódios em duas provas A MouquimBikeTeam/Afacycles entrou, nos passados dias 31 de maio e 1 de junho, em duas provas. A equipa famalicense, no conjunto dos dois eventos, participou com 7 atletas, entre os quais 5 alcançaram o pódio. A MouquimBikeTeam/Afacycles competiu no XCO Campeonato da Maia com 5 atletas. Destaque para Rui Silva que obteve o 2º lugar em Juniores e desta forma passou para a liderança do campeonato. Ainda nesta prova, de realçar os terceiros lugares alcançados por Daniel Santos (Elites), André Ribeiro (sub23) e Andreia Marques (Elites). Uma nota ainda para Francisco Macieira que ficou a um lugar do pódio ao terminar no 4º posto em Master A. A equipa famalicense participou também na XCM Maratona de Ponte de Lima, desta vez com apenas 2 atletas. Sérgio Fernandes destacou-se ao conquistar o 3º lugar do pódio. Já Rúben Rocha terminou no 19º posto. Ambos os atletas competiram em Geral Maratona.

Quatro duplas do FAC no Regional de Gira Vólei O mestre Tiago Lopes

Uma nova modalidade faz parte do Famalicense Atlético Clube: o Judo. Embora existisse uma secção no clube, esta tinha pouca atividade, um cenário que mudou desde que a mesma é treinada pelo mestre Tiago Lopes. O jovem judoca é atualmente atleta e um dos treinadores do Judo Clube de Barcelos, um dos clubes mais mediáticos da Zona Norte nesta modalidade. Após um entendimento entre os atuais responsáveis do FAC e o atleta, Tiago Lopes assumiu o comando técnico dos treinos, abraçando um projeto ambicioso e com objetivos. Ao longo do mês de maio, o agora treinador efetuou várias demonstrações nas escolas mais próximas do FAC, com maior adesão da EB 2/3 Júlio Brandão. Proporcionou aos jovens a oportunidade de contactar com a modalidade, referindo o entusiasmo por eles revelado. Segundo o técnico, “a altura para arrancar não foi a perfeita, tendo em conta que o período de férias está próximo e não houve tempo para uma grande divulgação”. No entanto, tem como objetivo recomeçar com

as demonstrações nas escolas no mês de setembro. Em defesa da sua modalidade, Tiago Lopes diz que “o Judo é uma modalidade muito completa e que contribui para o crescimento das crianças e jovens”. “É considerado pela UNESCO como o melhor desporto de formação e desenvolvimento, pois não conta apenas com as exigências físicas, mas possui um elevado valor educativo, incutindo nos jovens o respeito por si mesmo, pelo meio e pelo seu adversário”, acrescenta, esclarecendo ainda que o Judo não é uma modalidade violenta. “Judo traduzido do japonês significa ‘o caminho suave’. Temos como objetivo principal projetar o adversário, não é magoá-lo! Das primeiras coisas que aprendemos é a cair sem nos magoarmos. Não promovemos a violência, antes pelo contrário, ajudamos o jovem a controlar-se e a manter a postura”, explica. O treinador convida todos os jovens a experimentar a modalidade, de forma gratuita. Atualmente os treinos são às segundas-feiras, entre as 18h00 e as 19h30h, no Pavilhão Municipal de Famalicão.

João Abreu do RAHC chamado à seleção do Minho de sub16 O atleta dos Juvenis do Riba d’ Ave Hóquei Clube (RAHC), João Abreu, foi de novo convocado para os treinos da seleção do Minho de sub16 em hóquei em patins, que decorreu ontem, dia 4 de junho, em Barcelos. Este treino inseriu-se na preparação para o Torneio Luso Galaico, que se realizará em Vigo no próximo fim de semana, dias 7 e 8 de junho. Entretanto, disputou-se no passado fim de semana a 2ª jornada do Torneio de Encerramento da Associação de Patinagem do Minho (APM) em escalões jovens. Os primeiros a entrarem em ação foram os Infantis A do RAHC, que na manhã de domingo derrotaram por 2-0 o OC Barcelos em jogo realizado em São Salvador do Campo, Barcelos. Na mesma localidade, mas à tarde, os Escolares derrotaram a ADB Campo por 2-10. Já os Infantis B e os Iniciados perderem os seus jogos com a ADB Campo por 5-3 e 3-2, respetivamente.

O Regional de Gira Vólei realizouse no dia 31 de maio, em Esposende. Depois do apuramento concelhio no Parque da Juventude de Famalicão, o Famalicense Atlético Clube esteve representado com quatro duplas, divididas pelos escalões de 11/12 anos (feminino – Ana João Silva/Catarina Machado, masculinos – Duarte Teixeira/Diogo Machado e António Silveiras/António Carlos Almeida) e de 13/15 anos (masculino – Tiago Pereira/Daniel Pereira) e acompanhados pela professora Suzy e por Carlos Lima. Com a fase de grupos disputada durante a manhã e a fase

eliminatória na tarde, a melhor dupla foi Duarte Teixeira/Diogo Machado, que atingiu os quartos de final. Já Catarina Ma-

chado/Ana João Silva conseguiram chegar aos oitavos de final. As duas duplas são do escalão 11-12 anos.

FAC na 4ª etapa da Taça de Portugal Down Hill 2014 O Famalicense Atlético Clube esteve em Porto de Mós para a 4ª etapa da Taça de Portugal Down Hill 2014, no fim de semana passado. Com o mesmo traçado de anos anteriores, o percurso esperava-se muito físico e traiçoeiro. A tipologia do terreno faz com que cada descida seja uma verdadeira lotaria, não sendo fácil ser consistente num percurso com as características rochosas deste. Mas foi precisamente isto que os atletas FAC tentaram ao longo de todo o fim de semana. Os treinos não correram da melhor forma, pois os problemas mecânicos afetaram a maioria dos atletas da equipa, condicionando as mangas finais.

Ainda assim os atletas FAC não baixaram os braços e Gil Marques obteve o 14º lugar, com 3:24.802; Alexandre Cunha e Vítor Sotto Mayor, que também representaram o FAC na categoria de Elites, conseguiram o 21º e 28º lugares com os tempos de 3:36.323 e 3:53.820, respetivamente. João Carvalho, na categoria de Master 30, viu o seu fim de semana bastante condicionado por problemas físicos, ainda a recuperar de uma queda sofrida em treinos, obtendo o 13º lugar, com o tempo de 4:02.268. A próxima prova é já no domingo, dia 8 de junho, em Arcos de Valdevez, na localidade de Prozelo. Será a terceira prova do Campeonato do Minho.

FAC na Maratona Limiana A equipa de Maratonas do Famalicense Atlético Clube participou na 1ª Maratona Limiana, a 4ª prova do Campeonato do Minho XCM e com organização do clube local “Batotas” e da Associação de Ciclismo do Minho. A Maratona foi disputada em trilhos da vila mais antiga de Portugal, começando e terminando junto ao Clube Náutico de Ponte de Lima. O FAC teve três atletas em prova: João Alves em Elites,

Marco Marques em Masters30 e José Barros em Masters40. No início da corrida, os três ainda andaram no pelotão da frente mas a dureza da prova foi fazendo a seleção. João Alves acabou no 17º na sua categoria, sendo o primeiro do FAC a finalizar. Marco Marques foi 21º no seu escalão e José Barros foi o que melhor classificação conseguiu, acabando em 12º nos Masters40. Coletiva-

mente, o FAC terminou na 12ª posição. Na classificação geral do Campeonato do Minho, José Barros mantem o 10º lugar em Masters40 e o FAC está na 11ª posição coletiva entre as 20 equipas classificadas. A próxima prova dos maratonistas será no dia 29 de junho, na 6ª Maratona de Lagares, em Penafiel, pontuável para o Campeonato Regional do Porto.

FAC na “Mostra de Modalidades” O Famalicense Atlético Clube vai participar na 2ª Mostra Desportiva do Agrupamento de Escolas Camilo Castelo Branco, que se realiza esta quintafeira, dia 5 de junho. O FAC estará representado com as modalidades Badminton no pavilhão es-

colar da Camilo, Basquetebol no exterior da escola, e Hóquei no campo de treinos do Estádio Municipal. Entre os objetivos da mostra está o contacto dos alunos do 1º ciclo com novas modalidades e o incentivo à prática desportiva.


sport: 05 de junho de 2014 25

modalidades

16ª edição da prova considera mais um êxito

Milha Urbana do Liberdade encheu cidade de atletas o evento foi considerado mais um êxito e, como tal, vai continuar a realizar-se. O presidente do Liberdade FC, Zeferino Pinheiro, salientou “que Famalicão e o Liberdade FC estão de parabéns por mais esta excelente organização”. Também o vereador do Desporto na Câmara de Famalicão, Mário Passos, classificou esta Milha como “uma prova fantástica”, garantindo que a autarquia “vai continuar a apoiar”.

Os vencedores femininos

O pódio masculino

José Clemente e femininos, Infantis, Iniciados, Juvenis, Juniores, Seniores e VeteraA cidade de Famalicão acolheu, nos. no sábado passado, dia 31 de No setor feminino a vencedora maio, a 16ª Milha Urbana Cidade foi Catarina Lima, da União Desde Famalicão, numa organização portiva da Várzea. “Não estava à do Liberdade Futebol Clube (FC) e espera de vencer porque o perque contou com o apoio da Câ- curso era um pouco difícil”, disse, mara Municipal de Famalicão. no final, em declarações ao OPIA contar para o Calendário Na- NIÃO SPORT, mostrando-se, natucional da Federação Portuguesa ralmente, satisfeita por mais esta de Atletismo, a prova encheu a vitória. Avenida de França de atletas de Na prova masculina o venceelite, federados e não federados dor foi João Cruz, do Sport Lisboa de vários pontos do país. Foi tam- e Benfica, salientando que bém, uma vez mais, aberta à par- quando entra numa prova “é semticipação das escolas do conce- pre para vencer”. “Sou um atleta lho. mais de pista um pouco difícil”, Com muito público para assis- acrescentou. tir, nesta prova competiram sete Tanto a organização como a escalões: Benjamins masculinos autarquia, que apoiou a iniciativa,

Alguns resultados Numa Milha Urbana já considerada a melhor a nível nacional, os atletas do Liberdade também marcaram presença. Em Benjamins, Diana Costa, que regressa às competições após lesão, foi 8ª, e em masculinos, Pedro Oliveira ficou em 2º, Martim Tomás em 8º, Eduardo Salazar em 10º e Daniel Oliveira em 12º, obtendo assim o 1º lugar do pódio por equipas. A atleta Infantil Eduarda Rodrigues obteve o 14º lugar, e em Iniciados Filipa Costa foi 10ª e Nuno Azevedo 17º. Referência para a dupla de Iniciados Susana Malheiro, que foi 2ª, e João Sousa 1º. Participaram ainda a atleta juvenil Catarina Araújo (8ª), os atletas juniores Hélder Salazar (6º), Jéssica Lopes (5ª), Marta Oliveira (8ª) e os veteranos Armindo Araújo (9º) e Mário Barbosa (10º). Já nas provas de elite, e de regresso às competições, Tânia Silva obteve o 4º lugar, Óscar Mendes foi 8º, André Silva 9º e Miguel Moreira 17º. A Escola de Atletismo Rosa Oliveira (EARO) também esteve presente na 16º Milha, onde obteve o 2º lugar na geral por entre as 30 equipas entre as trinta equipas presentes. Em destaque esteve Ana Marinho, que foi 3ª em Benjamim A; Bruna Ortiga terminou em 2º em Infantis; Sílvia Dulce Oliveira foi 3ª em juniores; Rosa Oliveira terminou em 1º em Veteranos e Hermínia Pereira foi 3ª.

Classificação Be njamins Femininos: 1ª Inês Silva 2ª Margarida Araújo 3ª Ana Marinho Masculinos: 1º Paulo Soares 2º Pedro Oliveira José Pedro Lima Infantis Femininos: 1ª Beatriz Moura 2ª Bruna Ortiga 3ª Mariana Bessa Masculinos: 1º André Natário 2º Gustavo Sá 3º Marco Magalhães Iniciados Femininos: 1ª Marta Silva 2ª Suzana Malheiro 3ª Sara Duarte Masculinos: 1ºJoão Sousa 2º Luís Santos 3º Marcelo Dias J u ve n i s Femininos: 1ª Helena Alves 2ª Sofia Teixeira 3ª Eduarda Barbosa Masculinos: 1º Joaquim Antunes 2º Fábio Gomes 3º Francisco Coimbra Juniores Femininos: 1ª Diana Ribeiro 2ª Andreia Rodrigues 3ª Sílvia Oliveira Masculinos: 1º Álvaro Carvalho 2º João Ferreira 3º João Lopes S e n i or e s Femininos: 1ª Catarina Lima 2ª Daniela Cunha 3ª Catarina Gonçalves Masculinos: 1º João Cruz 2º João Ferreira 3º João Lopes Veteranos Femininos: 1ª Rosa Oliveira 2ª Carla Machado 3ª Hermínia Pereia Masculinos: 1º António Costa 2º Carlos Monteiro 3º Manuel Pacheco

Famalicense Artur Figueiredo é campeão nacional de bilhar No passado dia 31 de maio, no salão de bilhar do Sport Lisboa e Benfica, o famalicense Artur Figueiredo, atleta do Bilhar Clube do Porto, conseguiu o feito de se tornar campeão nacional da 1ª divisão de bilhar às 3 tabelas. Além disso é o primeiro famalicense a pertencer à elite do bilhar nacional. No jogo final venceu Fernando Tomás, do Sport Lisboa e Benfica, por 35-28 em 25 entradas, conseguindo a fabulosa média de 1,4. Na próxima época Artur Figueiredo estará entre os 32 melhores jogadores do país.

Zé Nuno do FAC na seleção do Minho de sub16 O atleta do Famalicense Atlético Clube, José Nuno Azevedo, voltou a ser um dos eleitos pelo selecionador regional para integrar o treino da seleção do Minho de sub16 de hóquei em patins. O treino disputou-se ontem, quartafeira, dia 4 de junho, em Barcelos, e visa a preparação para o Torneio Luso-Galaico que se realiza em Vigo no próximo fim de semana, dias 7 e 8 de junho, com organização pela Federação Galega de Patinagem.

QuebraRitmo organiza prova de karting A Associação Juvenil QuebraRitmo organiza, no próximo dia 15 de junho, um evento desportivo com demonstração e prova de karting na freguesia de Arnoso Santa Eulália, onde fica a coletividade. O evento terá lugar na Urbanização Santa Eulália Park. O evento decorrerá entre as 10 e as 19 horas. Na parte da manhã, os participantes terão os treinos de qualificação, sendo que a partir das 14 horas irá ter início a prova de karting. A organização informa, em nota de imprensa, que todos os interessados deverão “fazer-se acompanhar do seu kart e equipamento adequado”. As inscrições podem ser individuais ou em equipa.

III Torneio de Futsal “Troféu da Amizade” em Brufe A Liga de Amigos do Centro Social e Paroquial de S. Martinho de Brufe está a organizar o III Torneio de Futsal “Troféu da Amizade”, a disputar no Pavilhão Multiusos de Brufe. As equipas interessadas devem procurar informações e fazerem as suas inscrições até ao dia 11 de junho, nos serviços administrativos do Centro Social e Paroquial ou pelos seguintes contatos: 252501900 ou 919375668. Com esta iniciativa a Liga de Amigos pretende fomentar e alargar a amizade em torno do Centro Social e Paroquial, promover a prática do desporto e colocar ao serviço da comunidade o Pavilhão Multiusos.


26

sport: 05 de junho de 2014

publicidade

Empresa com sede em V. N. de Famalicão, admite para entrada imediata Para montagem e manutenção de equipamentos industriais

Funções a desempenhar - Montagem e manutenção de equipamentos eletromecânicos e electro-hidráulicos;

Perfil pretendido - Habilitações académicas ao nível do 10º ano (mínimo); - Conhecimento de serralharia e eletricidade; - Capacidade para análise e resolução de problemas técnicos; - Forte sentido de responsabilidade e autonomia; - Disponibilidade para trabalhar em todo o pais; - Flexibilidade de horários; - Carta de condução de ligeiros; Oferece-se - Formação adequada à função; - Vencimento compatível;

Contato curriculumfamalicao@gmail.com

ALUGA-SE T1

na Rua Ernesto Carvalho, 1098-A Edifício Milão - VNF por cima das Finanças - 3º andar

MUITO BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO

RENDA - 220 € CONTACTO: 252 321 212

ADMITIMOS MENINA COMUNICATIVA, DINÂMICA E DE APRESENTAÇÃO CUIDADA PARA VENDA DE VESTUÁRIO NAS FEIRAS DE FAMALICÃO E DA REGIÃO Transporte assegurado a partir de Famalicão

PREFERENCIALMENTE A RESIDIR EM FAMALICÃO MARQUE ENTREVISTA PELO 911 511 372


sport: 05 de junho de 2014 27

modalidades

Atleta conquistou 5 pontos em 5 possíveis na fase final

Bruno Gomes sagra-se tricampeão distrital absoluto de xadrez

Andebol infantil da Didáxis pela primeira vez na fase final

Paulo Moreno* Bruno Gomes venceu a fase final do Campeonato Distrital Individual Absoluto de Xadrez de Braga. A final desta competição, que teve início em novembro do ano passado com a fase de apuramento, decorreu na sala do Clube Escolar de Xadrez da Associação Académica Didáxis (AAD) durante o passado o mês de maio. O jovem capitão da AAD, Bruno Gomes obteve 5 pontos em 5 possíveis, uma performance 100% vitoriosa. Desta forma, o famalicense conquistou o maior título distrital absoluto individual de Xadrez pela terceira vez. Já o tinha conseguido na época transata e na época 2010/2011. O xadrezista famalicense, em declarações ao OPINIÃOSPORT, fala numa “sensação boa” ao ver o “trabalho reconhecido”. O jovem atleta explica que tem de “estudar o jogo, as linhas e os adversários” para conseguir vencer e alcançar títulos como este. Para estudar o Xadrez da forma que Bruno o faz, são necessários meios. Desde o material ao dinheiro, o apoio da escola é essencial. O tricampeão distrital afirma mesmo que para além desses apoios a escola dá aos atletas a “estabilidade emocional e psicológica para conseguirmos estudar e sermos melhores ”. Depois de se sagrar tricampeão distrital, Bruno Gomes já pensa em conquistar o título de Mestre Nacional de Xadrez. Apesar de jogar apenas em Portugal, o atleta da AA Didáxis fala num sonho possível.

Bruno Gomes acredita que a época que tem feito lhe permitirá concretizar este sonho que persegue “há muito tempo”. Os xadrezistas que atuam no estrangeiro têm mais condições para evoluir e, por isso, é que o jovem famalicense teve de esperar mais tempo para estar perto de se sagrar Mestre Nacional de Xadrez. Bruno Gomes espera agora ter estabilidade pessoal e profissional para cumprir mais um objetivo de vida: jogar no estrangeiro. Mesmo conseguindo o título de Mestre Nacional esta época, o jovem famalicense ambiciona jogar noutro país. O atleta explica que “o Xadrez em Portugal é pouco visível”. Lá fora existem “mais oportunidades” e por

isso Bruno Gomes tenciona ser mais um atleta português emigrante. Espanha poderá ser a escolha do atleta famalicense que afirma que no país vizinho o Xadrez tem maior visibilidade. No Campeonato Distrital Individual Absoluto de Braga, o Clube Escolar de Xadrez da AA Didáxis participou com cinco atletas. Além do tricampeão Bruno Gomes, o clube famalicense conquistou também o 2º lugar com Ivo Dias a sagrar-se vice-campeão distrital absoluto. Maria Inês Oliveira classificou-se no 4º posto e os irmãos Gonçalo e Diogo Martins terminaram no 5º e 6º lugar, respetivamente.

A equipa de andebol infantil feminina (A2D) da Didáxis apurouse para a fase nacional ao vencer o Maiastars. A formação famalicense vai-se deslocar a Leiria nos próximos dias 27, 28 e 29 de junho para participar pela primeira vez numa fase final. A A2D alcançou este feito ao vencer a equipa maiata por 138. O escalão infantil feminino da Didáxis vai então discutir o título nacional na próxima fase. Nas épocas anteriores, outros escalões chegaram a essa fase. As atletas iniciadas já se sagraram vice-campeãs nacionais por duas vezes e as juvenis alcançaram também o 2º lugar no campeonato do desporto escolar da presente época. São mais resultados positivos para a instituição Didáxis que alia o desporto à formação escolar.

Famalicenses organizam encontro Inter-Bombeiros

*com Liliana Nunes

Luís Vaz conquista duas medalhas de prata No decorrer do VII Meeting Internacional da Queima das Fitas, que decorreu nos passados dias 31 de maio e 1 de junho, em Coimbra, Luís Vaz, nadador do Grupo Desportivo de Natação de Famalicão, alcançou 2 medalhas de prata. Foi aos 100 Livres com o tempo de 51,45 e aos 200 Livres com o tempo de 1,51.19. A equipa famalicense participou nesta prova com 8 nadadores. Para além de Luís Vaz, competiram ainda Luís Fernandes, Pedro Romanoski, João Carlos Silva, Rita Ferreira, Ana Costa, Graça Araújo e Beatriz Martins. “Foi um Meeting extraordinário, no qual os nossos nadadores demonstraram uma excelente preparação, obtendo alguns recordes pessoais e conquistando medalhas. Obter um leque tão alargado de bons resultados ao longo da presente época desportiva só nos faz concluir que em Famalicão há extraordinários valores desportivos, que quando realizam um desenvolvimento do processo do treino sustentado existe um forte potencial de realizarem os objetivos a que se propõem. Será um final de época desportiva muito desgastante e emotivo”, afirma o treinador famalicense, Pedro Faia.

Decorreu no passado dia 24 de maio o II Encontro Inter-Bombeiros de Orientação Pedestre 2014. A prova foi organizada pela Secção Desportiva e Cultural dos Bombeiros Famalicenses. Esta atividade consiste na execução de provas relacionadas com o dia-a-dia dos bombeiros. Cada equipa teve de percorrer um trajeto através de carta militar. Pelo caminho os participantes tiveram de passar em pontos de controlo onde eram sujeitos a testes de conhecimento e prática de funções do quotidiano. A prova arrancou

no quartel dos Bombeiros Famalicenses e passou pelas freguesias de Brufe, Louro, Mouquim, Lemenhe, Gavião e Antas. Participaram neste desafio várias equipas de bombeiros dos distritos de Braga, Porto e Viana do Castelo. No final, procedeuse à cerimónia de entrega de prémios aos participantes, sendo que a equipa dos B.V. Braga foi a vencedora. A prova terminou com um balanço positivo feito por parte da organização, tendo tudo corrido dentro das expetativas e ficando no ar a promessa de uma nova edição da prova no futuro.


28

sport: 05 de junho de 2014

modalidades

Valter Martins vence Torneio de Ténis Antoninas 2014

Nos passados dias 31 de maio e 1 de junho, em Famalicão, realizouse o Torneio de Ténis Antoninas 2014. Uma prova de Veteranos +35 que faz parte do calendário da Federação Portuguesa de Ténis e que foi organizada pelo Ténis Clube de Famalicão. O grande vencedor do torneio, em singulares e pares masculinos, foi o Valter Martins do Club Sportivo N’Alvares do Porto. Não sendo cabeça de série conseguiu ultrapassar em singulares os seus adversários sem perder qualquer set. Nas meias-finais impôs um resultado de 6/1 e 6/0 ao segundo cabeça de série do Torneio Pedro Lebreiro e na final venceu o primeiro cabeça de série por 6/2 nos dois sets. No quadro de pares a vitória também sorriu a Valter Martins, que fez dupla com o colega de clube Pedro Marinho, derrotando na final Pedro Lebreiro do Future T. Academy e Rafael Feliciano do C.T. Chaves por 6/4 e 6/2.

Joane recebe 6º BTT XCO no domingo A vila de Joane recebe, no próximo domingo, dia 8 de junho, o 6º BTT XCO – Clube de Cicloturismo Joane BTT, a sexta prova do Campeonato do Minho de BTT XCO 2014. A prova é organizada pelo Clube de Cicloturismo Joane BTT e pela Associação de Ciclismo do Minho (ACM). A sexta etapa do Campeonato do Minho de BTT XCO decorrerá em Joane (Rua de Romão, junto à Crisportas) e é aberta à participação na vertente de promoção, além das categorias de competição e de paraciclismo. O programa da prova começará com um período para treinos entre as 10 e as 12 horas, realizando-se a partir dessa hora atividades para

crianças dos 5 aos 14 anos, extra campeonato. Pelas 14 horas começará a prova para cadetes, femininos, paraciclismo e promoção e às 15h30 a corrida de juniores, seniores e masters. A cerimónia protocolar está prevista para as 17 horas. O 6º BTT XCO – Joane BT tem vários apoios, entre os quais está o da Câmara Municipal de Famalicão. No ano passado, com a participação de cerca de 200 betetistas, o 5º XCO Joane BTT foi ganho por Jorge Salgado, Ilda Pereira, Hélder Braga, Rui Lavarinhas, João Santos, António Azevedo, Diana Ferreira, Vinício Rodrigues, César Costa, Tiago Dias, Rúben Oliveira e Mário Ferreira.

CC Avidos conquista 2º e 3º lugar por equipas O Centro Ciclista (CC) de Avidos participou, no passado dia 1 de junho, no 19º Prémio de Ciclismo do FC Ramalde, em Gondomar. A equipa famalicense conquistou o 2º lugar em juniores e o 3º em escolas, ambos por equipas. O grande destaque vai para Miguel Coelho. O atleta júnior foi o melhor classificado do CC Avidos ao terminar no 2º posto. No mesmo escalão, Álvaro Ferreira teve um furo mesmo ao aproximar-se da meta, mas ainda assim foi 8º classificado. De destacar também que João Ferreira, Rúben Rodrigues e Diana Marques terminaram no 3º lugar nos respetivos escalões. Fábio Silva, nos cadetes, também teve um furo e ficou em 5º lugar.

Associação Jing-She alcança 26 medalhas nos Campeonatos Nacionais

A Jing-She Associação Desportiva Wushu Kung Fu alcançou 18 medalhas de ouro, 5 de prata e 3 de bronze. Os prémios foram obtidos por 8 atletas famalicenses, num total de 20 provas nos Campeonatos Nacionais de Wushu Kung Fu Tradicional Juniores da Federação Portuguesa de Artes Marciais Chinesas UPD, que se realizaram no passado dia 31 de maio, em Arouca. Na modalidade de Kung Fu Tradicional este foi o melhor resultado de sempre da equipa, consagrando a Associação Jing-She como vicecampeã nacional. De destacar Tomás Marques que, nos infantis, se sagrou campeão nacional em 5 categorias. O jovem famalicense venceu em Formas de Punhos Estilos Sul da China, Armas Curtas, Armas Longas, Duelo e Jiti (prova de sincronização). Ainda neste escalão, de realçar também

Bernardo Vieira que se tornou campeão nacional em Formas de Punhos Estilos Norte da China, Duelo e Jiti. O jovem famalicense sagrou-se também vice-campeão nacional em Armas Curtas e Armas Longas. Também nos infantis, Bernardo Freitas é campeão nacional em Duelo e Jiti e vice-campeão nacional em Punhos Estilos Norte e alcançou o bronze em Armas Curtas. No mesmo escalão, nota ainda para Duarte Pinto que é medalha de bronze em Punhos Estilos Sul e para Francisco Pereira que alcançou a medalha de bronze em Punhos Estilos Norte. Já nos Juvenis o destaque vai para Sérgio Gabriel Cunha que conquistou o ouro nas categorias de Punhos Estilos Norte, Duelo e Jiti. O jovem ainda conquistou também o 2º lugar em Armas Curtas e Armas Longas, tornando-se assim vice-campeão nacional nestas categorias.

Neste escalão, José Carlos Amorim é agora campeão nacional de Armas Curtas, Armas Longas, Duelo e Jiti. O atleta é também o novo vice-campeão nacional em Punhos Estilos Norte. Ainda nos juvenis, mas femininos, Carlota Silva conquistou o 1º lugar em Formas de Punhos Estilos Sul e é a nova campeã nacional da categoria. A associação famalicense inicia desta forma o calendário competitivo nacional do ano. Nestes nacionais, a Jing-She alcançou o maior número de medalhas e atletas campeões nacionais de sempre. Alexandre Oliveira, treinador da Jing-She e adjunto da seleção nacional, congratula “o grande empenho dos atletas e das suas famílias e o sucesso do trabalho diário da equipa técnica que se refletem nos resultados obtidos e que colocam a Jing-She no topo nacional”.

Pedro Pereira estreia-se no Nacional de Ralicross com 3º lugar Depois de Mação, o Campeonato Nacional de Ralicross rumou a Lousada para a segunda prova da temporada, que se disputou no passado fim de semana. O famalicense Pedro Pereira estreou-se na modalidade, levando o Renault Super 5 da A. Pereira Competições ao 3º lugar na final. O mais jovem piloto do clã Pereira rodou entre os melhores na categoria Iniciação, chegando mesmo a vencer uma manga de qualificação. Um acidente na derradeira qualificação acabaria por condicionar o resultado na final, onde alcançou o pódio. “Entrei bem logo no sábado, fui o segundo mais rápido nos treinos cronometrados e também segundo classificado na primeira manga de qualificação, embora o carro estivesse a falhar. Já no domingo, fui ganhando confiança e venci a segunda manga. As expectativas eram elevadas e arranquei bem na terceira manga, mas levei um toque de outro piloto – que sinceramente considero evitável – o que deixou o meu carro muito danificado. A equipa recuperou o carro para a final, mas ficou ‘inguiável’ e eu sem confiança para atacar acabei por alinhar com o objetivo de para marcar pontos, para o campeonato”, resumiu o jovem piloto de 15 anos, considerando, ainda assim, que “o pódio final acaba por ser um resultado positivo para a minha estreia no ralicross”.


Antoninas 2014 Chegaram as maiores festas do concelho Vila Nova de Famalicão já fervilha à espera das Festas Antoninas. A edição de 2014 decorre entre 6 e 13 de junho e promete chamar milhares de pessoas de toda a região Norte à cidade, atraídas por um programa pensado para diversos públicos que privilegia as tradições e os costumes populares e convida à prática de desporto e à animação musical. Ao longo de oito dias as Festas Antoninas de Famalicão, consideradas umas das maiores e mais divertidas romarias do Norte do país, mobilizam todo o concelho. A festa faz-se na rua e convida ao reencontro de costumes, sentimentos e sabores. Os concertos, as marchas dos adultos e das crianças e as atividades desportivas preenchem um cartaz rico e diversificado. As marchas dos adultos saem para a rua na noite do dia 7 num grandioso cortejo de cor, brilho e alegria. Também as crianças protagonizam um dos momentos altos com as

marchas infantis, no dia 9, a partir das 14h30, pelo centro da cidade. Na música o grande destaque vai para os concertos dos Amor Electro, dia 9, pelas 21h30, no Parque da Devesa, e da Quinta do Bill, dia 12, à mesma hora, na Praça D. Maria II, ambos com entrada livre. A vertente desportiva tem vindo a adquirir uma relevância assinalável

nas Festas Antoninas graças ao empenho cada vez mais interessado e dinâmico das associações do concelho. O programa deste ano volta a trazer iniciativas como o Grande Prémio de Atletismo Bernardino Machado e o XX Raid Todo-o-Terreno (ambas no dia 7), a Caminhada Camiliana e a Descida Mais Louca (ambas no dia 10)

Textos: Sodia Abreu Silva

e outras com carácter mais tradicional de que é exemplo a Corrida de Galgos (também no dia 10). As iniciativas programadas não esquecem também os momentos mais tradicionais e populares, como o folclore, as fogueiras e os arraiais pela noite dentro com caldo verde, sardinha assada na brasa e vinho tinto. As cerimónias religiosas ficam re-

servadas para o feriado municipal de 13 de junho, dia de Santo António, tendo como momentos de maior relevância a missa solene e a distribuição do pão do santo padroeiro, bem como a procissão religiosa durante a tarde pelas principais ruas da cidade. As Festas Antoninas 2014 terminam à meia-noite com uma sessão piromusical no Parque da Devesa. pub


II

pĂşblica: 05 de junho de 2014

especial


especial

Dez marchas saem à rua no próximo sábado

No próximo sábado, na noite de 7 para 8 de junho, Famalicão vestese de cor, brilho e alegria. Meses de trabalho culminarão, assim, num grandioso cortejo que percorrerá o centro da cidade em direção ao estádio municipal, numa

animada e saudável disputa entre as diversas associações do concelho. Famalicão veste-se novamente de cor, brilho e alegria. Imponentes, belas e apaixonantes, as Marchas Antoninas são o mo-

mento mais emblemático das festividades, demonstrativo do orgulho dos famalicenses nas festas do seu concelho. Este ano as dez marchas participantes trabalham há já muito tempo com afinco, renovando a aposta na qualidade e procurando atrair a atenção dos milhares de pessoas que são esperadas. Nos últimos três anos a Associação Unida de Avidos conquistou o prémio da melhor marcha das festas do concelho, pelo que se adivinha exigente para as outras marchas o desafio de a destronar do pódio. Na edição de 2014 desfilarão dez marchas: Associação Cultural e Desportiva de São Martinho de Brufe, Associação Desportiva e Cultural de Arnoso Santa Eulália, Associação de Pais de Vilarinho das Cambas, Associação Recreativa e Cultural de Antas, Associação Cultural e Recreativa Flor do Monte, Associação Unidos de Avidos, Associação Unidos por Calendário, Freguesia de Mogege, Clube de Cultura e Desporto de Ribeirão e Freguesia de S. Mateus. Os prémios serão entregues no Parque da Devesa na sextafeira, no anfiteatro do Parque da Devesa, pelas 21 horas.

pública: 05 de junho de 2014 III

Marchas Infantis saem à rua na tarde de segunda-feira

Nas Antoninas um dos pontos altos do programa são as Marchas Infantis. Na verdade, também as crianças protagonizam um desfile cheio de cor e alegria pelo centro da cidade. Assim, na próxima segunda-feira, a partir das 14h30, numa iniciativa de beleza, ternura e criatividade, os mais pequenos dos jardins-de-infância e das escolas do 1º Ciclo mostram que também têm lugar garantido nas festas do concelho. No ano passado, a Escola Básica do 1.º Ciclo de S. Miguel-O-Anjo, de Calendário, foi a eleita do júri como a melhor marcha, enquanto o Centro Social e Cultural Dr. Nuno Simões, também de Calendário, conquistou o prémio do melhor guarda-roupa e arcos. Por norma, as Marchas Infantis contam com centenas e centenas de crianças e são acompanhadas por milhares de pessoas. A concentração das crianças está marcada para o Parque 1.º de Maio, passando o desfile pela Avenida 25 de Abril, rua Adriano Pinto Basto, Alameda D. Maria II, Rotunda D. Sancho I, Avenida de França, terminando o percurso nas piscinas municipais com um lanche oferecido aos mais pequenos.

pub


IV

pĂşblica: 05 de junho de 2014

publicidade


especial

ARCA realiza a segunda edição da “Descida Mais Louca”

A Associação Recreativa e Cultural de Antas (ARCA) vai promover, a 10 de junho, a segunda edição da Descida Mais Louca de Famalicão, integrada novamente no programa das Festas Antoninas. A edição deste ano apresenta algumas novidades, nomeadamente mais carros a competir (passam de 20 para 30), havendo ainda uma prova

dedicada a trikes. Haverá, igualmente, mais prémios em disputa. O local da realização da descida é o mesmo: a Alameda Caminhos de Santiago, com o percurso de um quilómetro, que terá obstáculos para máquinas e pilotos e que prometem criar momentos hilariantes ao longo de todo o dia. Para participar basta construir um carro puramente artesanal,

com apontamentos de criatividade e humor. À semelhança do ano passado, esta segunda edição também tem um carácter solidário, pretendendo reunir o maior número de bens, sobretudo alimentares, que possam depois ser distribuídos pelos serviços sociais da autarquia às famílias mais carenciadas do concelho. Além da Câmara Municipal, a “Descida Mais Louca” conta com o apoio da Junta de Freguesia de Antas e Abade Vermoim e de vários patrocinadores, dos quais se destaca o E.Leclerc de Famalicão como parceiro estratégico na vertente solidária. O hipermercado destina um dia para que os seus clientes ofereçam bens para a Loja Social de Famalicão, no âmbito desta prova e vai patrocinar também um dos prémios. Este ano, a “Descida Mais Louca” tem como padrinho o guarda-redes famalicense Quim, que disse ter aceitado o convite “com muita satisfação, tendo em conta que é também um evento solidário”, vincando que “neste momento difícil que o país atravessa é preciso que todos participem e contribuam”.

pública: 05 de junho de 2014 V

Grande Prémio de Atletismo Bernardino Machado marcado para sábado De caráter essencialmente popular e com participação livre, o V Grande Prémio de Atletismo Bernardino Machado realiza-se no próximo sábado, dia 7 de junho, a partir das 18 horas, e será disputado nos escalões juniores, seniores e veteranos, masculinos e femininos, numa extensão de 10km. A competição vai este ano para a quinta edição e será disputada em circuito urbano no coração da cidade. A participação é livre mas está sujeita a inscrição prévia.

Inauguração das Cascatas Como é habitual, são inauguradas no primeiro dia do programa, 6 de junho, das Antoninas as Cascatas a Santo António, com a participação da Escola Camilo Castelo Branco, Escola Bernardino Machado e Escola de Artes Plásticas e A Casa ao Lado. A inauguração está prevista para as 17 horas, na Praça 9 de Abril.

Open Taça de Portugal Alex Ryu Jitsu No próximo sábado, a partir das9 horas, o Pavilhão Municipal das Lameiras acolhe o Open Taça de Portugal Alex Ryu Jitsu, numa organização da Associação Alex Ryu Jitsu 2. pub


VI

pública: 05 de junho de 2014

especial

Paulo Cunha, presidente da Câmara de Famalicão

“As Antoninas são as festas dos famalicenses” A poucas horas de arrancar mais uma ediç ão das F estas Antoni nas, o OP IN IÃO ESP EC IAL e ntre vis tou o p re sid e nte da C âm a r a d e F a m a l i c ã o , P a u l o Cu n h a , q u e fala de stas fe stivi dade s como um motivo para atrair cad a ve z m ais tu ristas ao conce lh o. As Antoninas s ão as fe stivid ad e s com ma is e x pre ssão no conce lh o, ond e n u n ca f a l t a a n i m a ç ã o, e x ce l e n t e g a s t r o n o m i a e a a l e g r i a d os f a ma l i ce n s e s . Sofia fia Abreu Silva Qual é a im p ortâ ncia que as Festas Antoninas tê m , nos d ias d e hoje , pa ra o conce l h o d e F a m a l i c ã o ? As Festas Antoninas têm uma grande im-

portância para o concelho e para todos os famalicenses. Porque dignificam o concelho e preservam a história e a memória deste povo. As Antoninas são as festas dos famalicenses, preparadas pelos famalicenses, são eles os autores das festas. E, cada vez mais, queremos que assim seja. Queremos envolver todas as gerações na preparação deste grande evento. Queremos que os mais novos conheçam esta força identitária, mas mais importante queremos que a sintam e a vivam.Claro que nos dias de hoje, as Antoninas ganham um argumento atrativo do ponto de vista turístico. São uma oportunidade de darmos a conhecer a nossa cidade e o nosso concelho aos milhares de pessoas que nos visitam por estes

dias. De q ue form a carate riza as Fe stas Anton i n a s de s t e a n o ? Queremos fazer as melhores Antoninas de sempre e as mais baratas de sempre. Não é fácil. Mas com o envolvimento e empenho de todos os famalicenses, através das várias associações, juntas de freguesia e instituições já estamos a conseguir. Posso garantir que não vai faltar animação, divertimento, criatividade e alegria, nem vai faltar a sardinha assada e o manjerico.

vindo praticamente sempre em decrescendo. Num contexto de adversidades financeiras e económicas, a Câmara Municipal continua comprometida com o objetivo de bem gerir e racionalizar ao máximo os seus recursos financeiros, programando as festas com a dignidade que merecem.

Diss e q ue estas s er iam a F estas An toni nas m ais baratas de s em p re. A s fest ivi d a d es n ã o d e i xa r ã o d e t e r q u a l i d a d e … Mas também disse que seriam as melhores de sempre. É claro que menos dinheiro obriga-nos a ser mais criativos e imaginaQual é o or çam e nto d e sta e d iç ão? tivos, a mobilizar freguesias e população. O orçamento deste ano é de 225 mil eu- O facto de conseguirmos mobilizar e enros, um valor que nos últimos anos tem volver os famalicenses na preparação das pub


especial Antoninas faz com que a fatura das festas seja mais baixa. Apesar da redução dos custos que somos obrigados a fazer a vários níveis, nomeadamente ao nível de iluminação e dos espetáculos musicais e do fogo-de-artifício, este envolvimento dos famalicenses assegura-nos uma bitola de qualidade muito alta. Este ano m anté m-se a ap osta de a t r a i r ma i s t u r i s m o p a r a o c on ce l h o? As Antoninas são um trunfo do ponto de vista turístico. As festas são um trunfo em si mesmas porque atraem milhares de pessoas durante estes dias, mas também porque nos dão a oportunidade de dar a conhecer o melhor da nossa terra, que é a nossa cultura, o nosso património, a nossa história e a nossa vida. É ca d a v e z ma i s i m p o r t a n t e e s tender as festividades a espaç os n ovo s co m o o Pa r q u e da D ev es a ? Sim. Temos de aproveitar todas as potencialidades destes novos espaços. E o Parque da Devesa é um espaço magnífico com excelentes condições para a promoção dos mais variados espetáculos. O qu e é q ue m ais gosta nas Anto ninas? Tenho um gosto muito especial pelos momentos mais tradicionais e emblemáticos das festas, aqueles que são a espinha dorsal das Antoninas como as Marchas infantis, as Marchas populares e os eventos religiosos. E enquanto atleta e desportista, tenho também um particular apreço pelas atividades desportivas. Q u e m e n s a g e m g os t a r i a d e d e i x a r a o s f a ma l i ce n s e s ? Quero dizer aos famalicenses que aproveitem estes dias repletos de festa e se divirtam. O país vive momentos difíceis e as populações estão cansadas dos problemas. Espero que durante esta semana, os famalicenses consigam esquecer as preocupações e se deixem levar pelo ambiente de alegria das nossas Antoninas. Saltem as fogueiras, apreciem as marchas, dancem e cantem nos concertos, comam a sardinha assada e ofereçam manjericos.

pública: 05 de junho de 2014 VII

Caminhada Camiliana realiza-se a 10 de junho Envolver o grande romancista de Seide nas festas concelhias é o principal propósito da IX Caminhada Camiliana. A iniciativa, prevista para o dia 10 de junho, pelas 9h30, pretende recordar o trajeto tantas vezes percorrido por Camilo Castelo Branco, entre a estação de caminhos-de-ferro de Famalicão e a sua casa em S. Miguel de Seide, numa extensão de mais de sete quilómetros, e espera contar novamente com a participação de centenas de pessoas. A Caminhada Camiliana permite aliar a cultura à prática de exercício físico, resultando numa verdadeira aula de literatura camiliana ao ar livre.

Caminhada António Leitão é no sábado Realiza-se no próximo sábado a Caminhada António Leitão. A concentração será no Parque da Devesa (entrada pela Central de Transportes). O percurso começa no Parque da Devesa, Rua Mário Cesariny, passagem pela Avenida do Brasil para o Parque de Sinçães, passagem na ponte pedonal, Rua António Carvalho Faria, Rua S. João de Deus, Rua Adriano Pinto Basto, Alameda D. Maria II, Rua José Gomes de Matos, Avenida Manuel Gomes Marques, e Parque da Cidade (entrada pela Alameda Caminhos de Santiago, terminando junto ao anfiteatro). Esta iniciativa é promovida pelo Pelouro da Saúde Pública e Associação Portuguesa de Hemocromatose e começa às 10 horas.

Dança na Praça Na próxima sexta-feira, a partir das 21 horas, há Dança na Praça, com a participação das escolas e academias famalicenses Gindança, Open Dance, UnIdança e Dance Box. Para ver na Praça D. Maria II.

8º Dia do Dador de sangue famalicense Na terça-feira, dia 10 de junho, a partir das 9 horas, a Associação de Dadores de Sangue de Famalicão organiza o 8º Dia do Dador de Sangue Famalicense, com uma colheita e inscrição de potenciais dadores de medula óssea, na Fundação Cupertino de Miranda. Às 11h30 terá lugar uma missa de ação de graças pelos dadores, solenizada pelo Orfeão Famalicense, na Igreja Matriz nova. Para as 13 horas está marcada a sessão solene, com a participação musical da Orquestra e Vozes do Agrupamento de Escolas Camilo Castelo Branco, no Centro Cívico de Famalicão. pub


VIII

pública: 05 de junho de 2014

especial

No dia 9 e 12 de junho, com entrada gratuita

Amor Electro

Quinta do Bill pub

Amor Electro e Quinta do Bill atuam nas Antoninas Na edição de 2014, as Antoninas recebem os Amor Electro e Quinat do Bill, duas bandas bem conhecidas do grande público. Os Amor Electro são uma banda portuguesa composta por Marisa Liz, Tiago Pais Dias, Ricardo Vasconcelos e Rui Rechena. Todos os elementos do grupo já passaram por diversos projectos de referência do panorama musical português. Marisa Liz foi a voz dos Donna Maria, Rui Rechena o homem do baixo dos Homens da Luta e de Rita Guerra, Ricardo Vasconcelos esteve na guitarra dos Balla e Tiago Pais Dias foi multi-instrumentista e produtor dos Amália Hoje, The Gift e Ghost in the Machine. Os Amor Electro fundem a música pop (com elementos de electrónica) com a música tradicional portuguesa, recorrendo a instrumentos típicos como o acordeão e a guitarra portuguesa. Há ainda uma viagem pelo imaginário da música portuguesa da década de 80, através das versões de músicas dos Sétima Legião e GNR, com uma nova e mais apelativa roupagem para as novas gerações. "Cai o Carmo e a Trindade" é o disco de estreia dos Amor Electro, lançado a 14 de Março de 2011, e que os coloca entre os grupos de referência de uma nova onda de artistas e bandas que insistem em recuperar música repleta de atualidade e frescura, sem nunca abandonarem a tradição e a alma portuguesa. Depois de dois anos na estrada em espetáculos de apoio ao álbum de estreia, "Cai o Carmo e a Trindade", Marisa Liz, Tiago Pais Dias, Rui Rechena e Ricardo Vasconcelos lançaram, no ano passado, um novo disco: "(R)evolução". O cruzamento entre a música popular portuguesa e a pop eletrónica volta a ser a marca sonora dos Amor Electro, que atuam na próxima segunda-feira à noite no Parque da Devesa, pelas 21h30. Também a banda portuguesa Quinta do Bill vão passar por Famalicão na quinta-feira à noite, no centro da cidade, na Praça D. Maria II. A banda comemorou no ano passado 25 anos de carreira. Em Famalicão, o espetáculo deve incluir os seus maiores êxitos, como “Os Filhos da Nação”, “Voa”, “Vai e Sê Feliz” e “Se te Amo”. A essência folk-rock do grupo de Tomar, liderado por Carlos Moisés, é o mote para uma noite dedicada à música portuguesa, num estilo muito próprio. Ambos os concertos são de entrada gratuita.

Música, fogo de artifício e vencedores na última noite No último dia de programa, 13 de junho, o Parque da Devesa acolhe o concerto de encerramento com CláudioBraga, 4Clave e Gil Cadeias, pelas 21 horas. Na mesma altura serão anunciados os vencedores das Marchas Antoninas. A noite fecha com uma sessão piromusical.


especial

pública: 05 de junho de 2014 IX pub

26º Circuito de Avidos realiza-se no sábado

Está agendado para o próximo sábado, dia 7 de junho, o 26º Circuito de Avidos, prova de ciclismo para as categorias de cadetes e juniores promovida pela Associação de Ciclismo do Minho e pelo Centro Ciclista de Avidos. O Circuito de Avidos, pontuável para o Troféu Revelações de Ciclismo de Estrada - Herdmar, integrará corridas para as categorias de cadetes e de juniores, começando ambas junto à sede do Centro Ciclista de Avidos e terminando no mesmo local. A corrida de cadetes terá início às 14h30 e a de juniores às 16 horas, prevendo-se a chegada, respetivamente, para as 15h45 e para as 18 horas. As provas serão disputadas em circuito, tendo os cadetes para percorrer 3 voltas (40 quilómetros) e os juniores 4 voltas (53,5 quilómetros). O percurso do circuito é o seguinte: Lugar da Ponte (Avidos), EN 204, à direita para Abade de Vermoim, Lagoa, à direita para Seide São Miguel, Seide São Miguel (Igreja), Ruivães, rotunda

à direita para Landim, rotunda à direita para Landim, EN 204-5, Avidos, à direita para Famalicão EN 204 (Meta). No ano passado, Ivo Oliveira e Francisco Campos venceram o 25º Circuito de Avidos, respetivamente, nas categorias de juniores e cadetes. Na corrida de juniores, Ivo Oliveira (Escola de Ciclismo Venceslau Fernandes) repetiu em Avidos a vitória de 2012, na altura a competir na categoria de cadetes pela formação Liberty Seguros/Autoribeiro. Gaspar Gonçalves (Anicolor) terminou em segundo lugar e Luís Rodrigues (Alcobaça CC / Crédito Agrícola) em terceiro. A corrida de cadetes foi decidida ao sprint com Francisco Campos (Silva Vinha /ADRAP/ Sentir Penafiel) a ser o primeiro a cortar a linha de meta depois de percorridos 40 quilómetros. Em segundo lugar classificou-se Gonçalo Carvalho (Anicolor) e em terceiro Pedro Preto (Escola de Ciclismo Venceslau Fernandes).

II Torneio Internacional Capitão CUP No sábado, a partir das 9 horas, terá lugar, em Ruivães, o Capitão CUP – II Torneio Internacional, numa organização do Ruivanense Atlético Clube.

Praça D. Maria II cheia de música e animação A Praça D. Maria II será palco de vários concertos ao longo das Antoninas. No sábado, destaque para o folclore com a atuação do Grupo Etnográfico Rusga de Joane, que sobe ao palco a partir das 16 horas. No domingo, às 15 horas, há folclore na praça com a atuação do Rancho Folclórico de São Pedro de Bairro, seguindo-se a iniciativa Viagens pela Memória “Sons e Pregões de Outrora”, na Alameda D. Maria II. Entretanto, Maria do Sameiro é a cantora que animará a noite às 21h30 na Praça D. Maria II. No dia 10 de junho, terça-feira, atua, a partir das 21h30, o Grupo Alvorada Musical, enquanto no dia 11 cabe à Orquestra Millennium animar a noite a partir das 21 horas.

Desfile de Bombos e Gigantones No feriado de 10 de junho, a cidade enche-se de bombos e gigantones, a partir das 15h30. O desfile começa nos Paços do Concelho, passando também pela Rua Adriano Pinto Basto, Alameda D. Maria II e Praça D. Maria II, Rua de Santo António e Praça 9 de Abril.


X

pĂşblica: 05 de junho de 2014

especial


especial

Corrida de Galgos “Antoninas 2014”

pública: 05 de junho de 2014 XI

Raid Antoninas promete muita ação Como é habitual nas Antoninas, o CAF - Clube Aventura de Famalicão realiza o Raid Antoninas 2014. Esta será a 20ª edição que promete, mais uma vez, atrair centenas de pessoas. No dia 6 de junho, sexta-feira, o secretariado abre às 20 horas, sendo que a saída para a primeira etapa acontece às 21h30, regressando as viaturas ao parque fechado pelas 0h30. No sábado, a saída para a segunda etapa terá lugar as 9h30, sendo o almoço volante às 13 horas. Para as 14h30 está agendada a terceira etapa, prolongando-se a prova pelas 18 horas, em parque fechado. Às 20 horas realiza-se o jantar comemorativo 20 anos CAF, com entrega de lembranças.

Missa, pão e procissão no feriado No feriado de Santo António, dia 13 de junho, às 10h45 realiza-se a missa, a bênção e distribuição do pão de Santo António na Capela de Santo António, sita na Capela de Santo António. Depois, à tarde, pelas 17 horas, realiza-se a procissão em honra deste santo padroeiro do concelho e do arciprestado de Famalicão. A procissão inicia e termina, como habitualmente, na Capela de Santo António, situada na cidade de Famalicão, percorrendo a Rua Alves Roçadas, Rotunda da Água, Rua S. João de Deus, Praça Álvaro Marques, R. Adriano Pinto Basto, Av. 25 de Abril, Praça 9 de Abril, Rua de Santo António, Praça D. Maria II e novamente a Rua Alves Roçadas. Refira-se que antes da procissão, atua na Praça D. Maria II, pelas 15 horas, a Banda de Música de Famalicão. pub

Na próxima terça-feira, dia 10 de junho, a partir das 9 horas, realiza-se na Quinta de Queimados, em Esmeriz, a Corrida de Galgos, numa organização da Associação Galgueira e Lebreira do Norte de Portugal.

Toninhos animam Antoninas Em 2014, as noites das Antoninas de Famalicão voltam a ganhar muita vida com os “Toninhos”. A terceira edição do arraial “Toninhos” vai animar a cidade de Famalicão entre 6 e 13 de junho. Localizado na Praça D. Maria II, o recinto vai receber, ao longo de várias noites, milhares de famalicenses que irão, uma vez mais, desfrutar de muita animação, música, a tradicional sardinhada, entre outras atividades. O arraial juntará, assim, diversos bares e cafés do concelho famalicense, integrando, pelo terceiro ano consecutivo, a programação das Festas Antoninas, tornando-se uma mais-valia para os jovens que aderiram às festividades.

Exposição de Cataventos na Devesa Na próxima segunda-feira, pelas 10 horas, é inaugurada, no Parque da Devesa, uma exposição de cataventos, numa organização da Didáxis Cooperativa de Ensino. A mostra estará patente até ao próximo dia 16 de junho.

Atelier de olaria “Esculturas de Santo António” Na próxima quarta-feira, dia 11, pelas 10 horas terá lugar um atelier de olaria “Esculturas de Santo António” no Museu Nacional Ferroviário – Núcleo de Lousado.

“Passeio BTT Trilhos de Esmeriz” sai para a estrada no domingo A quarta edição do “Passeio BTT Trilhos de Esmeriz” sai para a estrada no próximo dia 8 de junho, domingo, a partir das 9 horas, com algumas novidades, entre as quais um novo trilho. A prova é organizada pelo Centro Social e Paroquial de Esmeriz. O valor das inscrições reverte na totalidade para o Centro Social. Este ano o passeio vai desenrolar-se em dois percursos: um de 30 quilómetros com dificuldade física e técnica média e outro de 40 quilómetros com dificuldade física alta e técnica média, percorrendo as freguesias de Esmeriz, Cabeçudo e Lousado. Novidade será a inauguração de um novo trilho, que se pretende seja surpresa. A prova conta já com mais 200 participantes inscritos.


XII

pĂşblica: 05 de junho de 2014

publicidade

Op1152  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you