Issuu on Google+

pub

pub

Em 2014 serão 185 os alunos contemplados com este apoio

Câmara aumenta bolsas de estudo para ensino superior

P. 5

ANO 22 • Nº 1140

DE 13 A 19 DE MARÇO DE 2014

DIRETOR: JOÃO FERNANDES

www.opiniaopublica.pt

Escutismo

opiniãoespecial

Iniciativa marcou o encerramento da Semana da Proteção Civil de Famalicão

JOVENS RECOLHEM TONELADAS DE LIXO NO MONTE DE SANTA CATARINA Cinco toneladas de lixo foram recolhidas, no passado sábado, por cerca de 150 jovens, numa iniciativa que marcou o encerramento da Semana da Proteção Civil de Famalicão. Os voluntários arregaçaram as mangas e com engaços, luvas e sacos do lixo percorreram o Monte de Santa Catarina, em

Calendário. A ideia de limpar o monte surgiu no âmbito de uma Prova de Aptidão Profissional de três alunas da Secundária D. Sancho I. A iniciativa foi amplamente aplaudida pelo presidente da Câmara, que convocou os jovens a tornarem-se os “verdadeiros vigilantes da floresta”. P.6

Dignidade no feminino marcou Dia da Mulher em Famalicão

opiniãosport:

p. 8

Equipa feminina do Rugby Clube procura praticantes em Famalicão Armindo Araújo é campeão nacional de veteranos FC de Famalicão vence dérbi frente ao GD Joane GD Natação com mais três Externato Delfim Ferreira Vieira de Castro prepara-se Semana Santa com recordes nacionais motiva os alunos para a ciência para lançar novos produtos programação abrangente P. 11

P. 10

P. 4 pub


2

pública: 13 de março de 2014

cidade

Famalicão recebe sede da Associação de Clubes de Automóveis Antigos do Norte

BV Famalicenses asseguram madrugada de Carnaval

Com um dispositivo de prevenção e socorro composto por 50 operacionais e por cinco ambulâncias de socorro, os Bombeiros Voluntários Famalicenses asseguraram as festividades do Carnaval de Famalicão. De forma a garantir uma maior segurança às populações e, consequentemente, uma intervenção mais rápida e eficaz, circularam pelas ruas da cidade quatro equipas constituídas por cinco elementos cada, acompanhadas de material de primeira intervenção. Foram assistidas mais de 60 pessoas, 50 devido ao excesso de álcool, cinco a doenças súbitas, quatro a agressões e duas a quedas. Segundo os bombeiros “uma boa gestão de recursos e a rápida capacidade de resposta, evitou o transporte para uma urgência hospitalar, evitando um fluxo desnecessário àquela unidade de saúde”, concluindo que “os elementos envolvidos nas operações de socorro demonstraram, mais uma vez, o seu profissionalismo”.

Carnaval para todas as idades na Gerações

O concelho de Famalicão reforçou, no passado sábado, o estatuto de capital do automóvel antigo e clássico, com a inauguração da sede da Associação de Clubes de Automóveis Antigos do Norte (ACAAN), no Museu do Automóvel de Famalicão. A inauguração da sede da associação contou com a participação do presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, e do secretário de Estado do Desporto, Emídio Guerreiro, que durante a sua intervenção realçou a riqueza do espólio reunido naquele es-

paço, naquilo que considerou ser uma “feliz conjugação de esforços e vontades entre a Câmara Municipal e a ACAAN”. Paulo Cunha não tem dúvidas de que o Museu do Automóvel de Famalicão, inaugurado em setembro do ano passado, é hoje um espaço mais rico e interessante, com cada vez mais motivos de visita. “A nossa ambição é de corresponder à imagem que fomos herdando ao longo da história, de que Famalicão tem condições e meios para se assumir com uma responsabilidade maior ao nível

do automóvel antigo e clássico”, referiu o edil. Para Paulo Cunha, “o facto de aqui sediarmos a ACAAN é mais um passo nesse sentido”. A ACAAN, que integra 24 clubes de automóveis antigos da região Norte, está agora sedeada em Famalicão, num espaço, refere o presidente da Direção, Adriano Campos, “onde se respira automóvel”. “Com este passo, a ACAAN vai com certeza ter mais condições para consolidar e tornar mais consistente o seu trabalho”, concluiu.

“Cocktails sem álcool” no carnaval famalicense No passado dia 28 de fevereiro, a Associação Gerações festejou o Carnaval. A música e a dança foram uma constante durante a festa. As crianças apareceram vestidas a preceito. Os trajes carnavalescos variavam essencialmente entre os heróis de banda desenhada e as princesas. Os palhaços, polícias e diversos animais foram outros personagens que as crianças “transportaram” para esta festa. Os alunos de dança da associação apresentaram uma coreografia preparada exclusivamente para a data. Esta foi muito apreciada por toda a plateia que, após a atuação, se juntou aos bailarinos para um “pezinho de dança”. Este foi um momento partilhado por todas as gerações. O momento alto da festa foi a atuação musical da “Xana TOC TOC”. Todas as crianças presentes acompanharam a música e a coreografia da mesma. A Associação Gerações, em nota de imprensa, realçou que todos os colaboradores se empenharam em “proporcionar aos presentes mais um momento marcante”. Para a Associação “não há melhor recompensa para um dia de trabalho árduo como o sorriso de uma criança feliz e o olhar de um pai orgulhoso”.

FICHA TÉCNICA CONSELHO EDITORIAL:

Alexandrino Cosme, António Cândido Oliveira, António Jorge Pinto Couto, Artur Sá da Costa, Cristina Azevedo, Feliz Manuel Pereira, Joaquim Loureiro, João Fernandes, Manuel Afonso e Almeida Pinto.

DIRECTOR: João Fernandes (CIEJ TE-95)

jfernandes@opiniaopublica.pt

CHEFE DE REDACÇÃO:

Cristina Azevedo (CPJ 5611) cristina@opiniaopublica.pt

EDITOR DE TURNO:

Magda Ferreira (CPJ 4625) magda@opiniaopublica.pt

REDACÇÃO:

informacao@opiniaopublica.pt Carla Alexandra Soares (CICR-248), Cristina Azevedo (CPJ 5611), Magda Ferreira (CPJ 4625) e Sofia Abreu Silva (CPJ 7474).

DESPORTO: Jorge Humberto, José Cle-

mente (CNID 297) e Pedro Silva (CICR220).

O projeto “Mais Vale Prevenir” aproveitou o Carnaval de Famalicão para uma ação de sensibilização e prevenção para o consumo de bebidas alcoólicas. A atividade “Cocktails sem álcool” foi desenvolvida numa tenda, na qual foram distribuídos folhetos informativos e servidos cocktails sem álcool e alguns alimentos. O espaço contou com animação musical por parte da empresa Magic Smiles. Com esta atividade, o projeto pretendeu ir ao encontro dos jovens em contextos associados ao consumo de álcool, para sensibilizar que é possível o divertimento sem o recurso ao consumo de bebidas alcoólicas. Este é um projeto de prevenção na área das toxicodependências e nasceu no âmbito do Plano Operacional de Respostas Integradas. A entidade promotora é o Centro de Solidariedade de Braga do Projeto Homem e tem como parceiros a Câmara Municipal de Famalicão e os agrupamentos de escolas Camilo Castelo Branco e D. Sancho I. Esta ação enquadra-se num leque mais vasto de intervenções que irão decorrer até 2015 em Famalicão, que só é possível com o apoio de um grupo de voluntários e da Câmara Municipal.

Carla Alexandra Soares, Pedro Silva.

DETENTORES DE MAIS DE 10% DO CAPITAL

Jorge Alexandre

SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS:

Rua 8 de Dezembro, 214 Antas S. Tiago 4760-016 VN de Famalicão

TÉCNICOS DE VENDAS:

www.opiniaopublica.pt

GRAFISMO:

APOIO À REDACÇÃO:

OPINIÃO: Adelino Mota, Barbosa da Silva,

Domingos Peixoto, Gouveia Ferreira, J. Mário Teixeira, Joaquim Loureiro, José Luís Araújo, Sílvio Sousa, Vítor Pereira.

GERÊNCIA: João Fernandes

CAPITAL SOCIAL: 350.000,00 Euros.

António Jorge Pinto Couto Francisco Araújo

comercial@opiniaopublica.pt Agostinha Bairrinho, Maria Fernanda Costa e Sónia Alexandra

PROPRIEDADE E EDITOR:

EDITAVE Multimédia, Lda. NIPC 502 575 387

SEDE, REDACÇÃO E PUBLICIDADE:

INTERNET

CONTACTOS Redacção:

Tel.: 252 308145 • Fax: 252 308149

Serviços Administrativos:

Tel.: 252 308146 / 252 308147 • Fax: 252 308149

IMPRESSÃO:

Celta de Artes Gráficas, S.L. Gárcia barbón, 87 Bajo - Vigo

DISTRIBUIÇÃO:

Motivação em Marcha - Publicidade, Lda.

TIRAGEM DESTE NÚMERO: 20.000 exemplares, nº 1140

NÚMERO DE REGISTO: 115673 DEPÓSITO LEGAL: 48925/91


publicidade

pública: 13 de março de 2014 3


4

pública: 13 de março de 2014

cidade

Programa, que se estende até junho, foi apresentado na passada sexta-feira

Semana Santa chama toda a comunidade à participação Carla Alexandra Soares As solenidades da Semana Santa de Famalicão voltam a ter, este ano, uma programação mais vasta e abrangente. Na passada sextafeira, em conferência de imprensa, foram lançadas as matrizes para o programa da Semana Santa, Quaresma e Páscoa 2014 que arrancou já a 5 de março e que se prolonga até 7 de junho. Tal como tem acontecido em anos anteriores, as solenidades da Semana Santa pretendem ter, para além vertente religiosa, outra mais cultural, que não se dissociando da anterior, vai contar com a exibição de filmes, música, debates, conferências e exposições. Promovida pela Confraria das Santas Chagas da paróquia de Santo Adrião, o tempo da preparação para a Páscoa pretende ser, no contexto desfavorável em que se vive, um desafio aos cristãos para “ir beber à fonte a regressar à verdadeira vida”. Isso mesmo foi sublinhado pelo arcipreste Paulino Carvalho, que é também pároco de Santo Adrião, lembrando os desafios do Papa Francisco que apelam olhar o interior de cada um. Isso mesmo, sublinhou, manifesta-se na programação apresentada. “Quando fazemos festa é sempre numa atitude de alegria. Por isso, este ano o convite é irmos à fonte da alegria, que é a palavra de Deus, o que implica que comecemos por uma relação interior, para que depois a manifestação exterior possa ser o espelho daquilo que vivemos”. A conferência de imprensa contou com a presença da presidente da Junta de Freguesia de Famalicão, Estela Veloso; do presidente da Associação Comercial e Industrial de Famalicão, António Peixoto, e do presidente da Câmara Municipal. Precisamente, Paulo Cunha sublinhou a qualidade do programa da Semana Santa que chama forasteiros à cidade não descurando nenhuma oportunidade. Ou seja, o

Mesa que esteve na apresentação do programa da Semana Santa 2014

edil deixa clara a ambição, e sem querer rivalizar com outras localidades com a mesma tradição, de trazer as pessoas da periferia à cidade mas também de pessoas doutros concelhos a Famalicão. Defendendo a tradição vincadamente religiosa, o presidente da Câmara elogiou a dimensão cultural associada às solenidades pas-

o presidente da Confraria das Santas Chagas, fazendo uma analogia com a ressurreição de Cristo e as mudanças que o Homem precisa de fazer na sua vida, falou num programa que convida a um “sopro de espiritualidade”. LemParcerias mantêm-se brou ainda que sendo a prograPretendendo reforçar a ima- mação mais extensa, envolve uma gem apresentada o ano passado, grande quantidade de entidades cais. “É nossa convicção que a dimensão turística pode e deve estar associada. Eu acho que Famalicão tem um espaço próprio que pode e deve assumir mas deve saber capitalizar”, acrescentou.

Antiga Igreja Matriz à espera de obras de restauro A antiga Igreja Matriz continua à espera de sofrer obras de renovação. Já o ano passado foi anunciada essa intenção mas só agora o projeto para a renovação está a ficar concluído. Questionado sobre o atraso, o arcipreste de Famalicão reconhece as dificuldades financeiras e técnicas dum projeto desta dimensão. Mesmo assim está confiante que ainda no decorrer deste ano tal possa acontecer. Paulino Carvalho reforçou a necessidade do restauro total do templo, dado o avançado estado de degradação especialmente do seu interior. Implicando verbas avultadas, sem contudo especificar quantias, o padre Paulino Carvalho lem-

Colheita de Sangue na sede da Associação de Dadores No passado domingo, a Associação de Dadores de Sangue de Famalicão promoveu uma dádiva de sangue, que ocorreu, pela primeira vez, na sua sede social e que foi aberta à população em geral. Inscreveram-se 38 dadores, mas por motivos variados apenas 30 consumaram a doação. A recolha foi efetuada pelo Instituto Português do Sangue e da Transplantação. Entre os dadores destacam-se o presidente da Câmara, Paulo Cunha, e alguns vereadores, nomeadamente Sofia Fernandes, José Santos, Pedro Sena e Leonel Rocha. Os presidentes de Junta de Brufe e Vermoim, Jorge Fernandes e Manuel Carvalho respetivamente, também foram dadores. A receção aos dadores foi personalizada, com a presença de toda a Direção, liderada por Joaquim Vilarinho, Assembleia Geral e Conselho Fiscal. De registar ainda a presença de Carlos Silva, fundador e ex-presidente da Direção, assim como Joaquim Maia, o dador famalicense com 145 dádivas já efetuadas.

bra que é um edifício grande e que não pode ser restaurado de qualquer forma. “É a casa de todos e por isso temos esse desafio de fazer um projeto que seja aceite por todos, que mantenha a traça do edifício e que também corresponda àquilo que são as necessidades nos dias de hoje”. Neste momento está a ser concluído o projeto de restauro, com o qual a Câmara Municipal já está envolvida e comprometida. Aproveitando um dos pontos altos do calendário da Igreja Católica, o padre Paulino Carvalho espera que as pessoas se sintam sensibilizadas para ajudar na angariação de fundos para as obras de restauração.

do concelho e da cidade. Assim, e tal como tem já acontecido em anos anteriores, a Confraria das Santas Chagas estabeleceu parcerias com o Orfeão Famalicense, o Greculeme, a Arteduca, a Casa das Artes, a Fundação Cupertino de Miranda, os Bombeiros Famalicenses, o Cineclube de Joane, confrarias de várias paróquias famalicenses, a PSP e a Polícia Municipal. Tal como acontece todos os anos, os pontos altos das solenidades acontecem na Quinta e Sexta-feira Santas com a Procissão do Senhor Ecce Homo, no dia 17 de abril, e a Procissão do Enterro do Senhor, no dia 18 de abril. Quanto às restantes atividades que já estão a decorrer destaque para uma novidade: um ciclo de debates denominado “Conhecer para agir” em que se pretende despertar a consciência e atenção dos cidadãos para os problemas existentes nas suas comunidades. O primeiro acontece no sábado, dia 15 de março, pelas 21h30 e terá como tema “Direitos Sociais e Cidadania”. Para mais tarde, a 17 de maio, está programado outro sob o tema “Uma Igreja atenta à realidade em que vive”. Ambos vão decorrer na Fundação Cupertino de Miranda. Tal como já aconteceu o ano passado, o programa das solenidades inclui cinema. Depois de “Os Homens e os Deuses” exibido no passado sábado, no dia 22 deste mês será exibido o filme “A aldeia de cartão” do realizador Ermanno Olmi. A música também estará em destaque e no dia 4 de abril, pelas 21h30 vai decorrer, na nova Matriz, um concerto pelos coros paroquiais e Arteduca e no dia 16 de abril, com o apoio da Casa das Artes, haverá, também na nova Matriz, a “Paixão Segundo São João de Johann Sebastian Bach” pelo Coro Polifónico da Lapa e Orquestra Sine Nomine. No dia de Páscoa vai decorrer a habitual Visita Pascal e, pela cidade, vão andar 21 compassos.


pública: 13 de março de 2014 5

cidade

Em 2014 são 185 os alunos contemplados com este apoio

Câmara reforça verba das bolsas de estudo para ensino superior Magda Ferreira A Câmara de Famalicão reforçou a verba das bolsas de estudo para o ensino superior, que neste ano de 2014 vão apoiar 185 estudantes universitários, num investimento municipal de 156.350 euros. O apoio foi aprovado por unanimidade na reunião do executivo camarário, realizada na quinta-feira da semana passada. Em 2013 receberam bolsa 145 alunos, num investimento de 120 mil euros. Este ano a autarquia vai dar mais 40 bolsas de estudo, contemplando 185 alunos e investindo mais de 156 mil euros, o que representa um aumento de 25% da verba disponível para estes apoios, cujo objetivo é “proporcionar melhores condições de acesso e frequência do ensino superior aos jovens famalicenses”. “É uma aposta clara na formação dos nossos concidadãos e na valorização dos nossos recursos humanos. Criar condições para que 185 famalicenses possam concluir o seu plano de ensino é a melhor aposta que podemos fazer para que eles, no futuro, possam dar o retorno a esse investimento”, declarou o presidente da Câmara, Paulo Cunha. O edil lembrou ainda que este reforço vai de encontro a uma promessa eleitoral que fez de aumentar em 50% a verba disponível para as bolsas de estudo, tendo em conta o momento de dificuldades que o país vive. O PS votou favoravelmente a proposta. “É uma medida com a qual concordámos e que já reclamamos há algum tempo”, declarou o vereador Luís Moniz, recordando que há um ano atrás a maioria chumbou uma proposta socialista que ia, precisamente, nesse sentido. “Mas mais vale tarde que nunca e foi bom ver que hoje a câmara veio de encontro à nossa proposta e de encontro àquilo que são as expectativas dos jovens, em particular numa altura difícil para as famílias”, acrescentou, referindo ainda que esta foi uma “reunião muito produ-

Executivo aprovou atribuição das bolsas de estudo por unanimidade

tiva”, pois além das bolsas aprovou também a concretização do Projeto Educativo Local. Confrontado com a crítica de que este reforço das bolsas de estudo vem com um ano de atraso, o presidente da Câmara defendeu que “surge no tempo certo”. “Nós não direcionamos o apoio social por razões estatísticas”, atirou Paulo Cunha, explicando que todos os anos a autarquia avalia o impacto da medida. “Em 2013 tivemos um aumento dos pedidos de apoio e percebemos que para continuarmos a ter uma resposta acertada era preciso aumentarmos o envelope financeiro. E por isso aumentamos em 25% e conseguimos passar de 145 bolseiros para 185”, referiu ainda, lembrando que em 2009, quando este processo começou, foram atribuídas 84 bolsas. Projeto Educativo Local em andamento Nesta reunião camarária foi também aprovada a realização do Projeto Educativo Local (PEL), que vai ser desenvolvido pela Câmara Municipal, juntamente com os parceiros edu-

YUPI envolvida em projeto de investigação O “Empowerment Youth European Research Project” (EYERP) é um projeto de investigação na área da educação não formal que está a ser desenvolvido pela associação YUPI em parceria com organizações da Alemanha, Eslováquia e Áustria. O EYERP tem duas finalidades. A primeira passa por investigar de que forma as organizações juvenis, através das suas atividades e projetos, promovem o “empowerment “(capacitação dos jovens de modo a torná-los membros mais ativos na comunidade em que se inserem). A segunda consiste em desenvolver estratégias e ferramentas que potenciem essa participação. O EYERP está a decorrer desde março de 2013 e em janeiro deste ano foram iniciadas sessões na Escola Profissional Cior no sentido de implementar um método de educação não-formal de capacitação selecionado numa fase anterior do projeto. A segunda fase do mesmo terminou com o encontro com todos parceiros, trabalhadores da área juvenil, coordenadores e jovens na Áustria, na passada semana. Neste encontro foram reunidas todas as conclusões da primeira fase, foram trabalhados os conteúdos conseguidos e foram traçados os próximos passos. O objetivo da YUPI com esta investigação é obter “um forte instrumento” para medir a participação juvenil em Famalicão. A associação considera ainda este projeto de grande importância devido a dois dos pilares que trabalha: a educação não-formal e a participação ativa dos jovens na sociedade.

cativos e com a assessoria da Universidade de Coimbra. Assim, na sessão foi aprovada a proposta de realização do projeto, cujo custo é de cerca de 54 mil euros. “Queremos territorializar a educação, ou seja, criar uma dinâmica concelhia em que todos os agentes se sintam convocados para fazer parte do processo”, explicou Paulo Cunha, acrescentando que o objetivo é mudar o paradigma da educação: “Há uma ideia de que a escola se limita a um tempo, a um espaço e a um currículo. Esse tripé em que assenta a escola do passado não pode ser o tripé da escola do futuro e para o futuro queremos uma escola sem muros, sem tempos letivos e sem currí-

culos, onde tudo o que as crianças, adolescentes e jovens fazem integra um processo de aprendizagem”. Nesse sentido, a autarquia tem vindo a reunir com os vários agentes educativos, desde as escolas, professores, associações de pais e mesmo os partidos políticos, para os “estimular à participação no processo”. “Neste momento temos o concelho desperto para a necessidade de fazermos este trabalho e de que este deve ser feito em rede”, acrescentou, frisando que a principal preocupação é “o reforço da qualificação da aprendizagem”. “Somos hoje o melhor concelho para estudar mas queremos continuar a ser e para tal temos que ser agressivos e por projetos no terreno que envolvam a comunidade e que deem novas respostas”, concluiu. Nesta sessão camarária, no período antes da ordem do dia, o PS voltou ainda a trazer à baila o ranking da Bloom Consulting que coloca Famalicão como 102º município no país e o 32º na região norte, no que concerne à atratividade para fazer negócios, viver e receber turistas. Os socialistas defendem que a contestação da Câmara a este estudo, divulgado há cerca de um mês, já devia ter acontecido. O presidente da autarquia respondeu que está a ser elaborada uma resposta profunda e consistente, que precisa de tempo para ser concretizada. veja em www.famatv.pt ou pub


6

pública: 13 de março de 2014

cidade

Iniciativa partiu de três jovens do curso de Técnico de Secretariado Ofertas de emprego

As ofertas de emprego divulgadas fazem parte da Base de Dados do Instituto do Emprego e Formação, IP. Para obter mais informações ou candidatar-se dirija-se ao Centro de Emprego indicado ou pesquise no portal www.netemprego.gov.pt utilizando a referência (Ref.) associada a cada oferta de emprego.

Oferta nº: 588288058 Profissão: Operador de máquinas de costura. Local: Bairro Oferta nº: 588349737 Profissão: Pintor à pistola de superfícies. Local: Joane

Oferta nº: 588349758 Profissão: Serralheiro de moldes, cunhos, cortantes e similares. Local: Joane

Oferta nº: 588349778 Profissão: Mecânico e reparador de veículos automóveis. Local: Joane Oferta nº: 588350178 Profissão: Vendedor de centros de contacto. Local: Ribeirão Oferta nº: 588350203 Profissão: Operador de máquinas de costura. Local: Bente

Oferta nº: 588325317 Profissão: Operador de máquinas de costura. Local: U.f. de carreira e bente

Oferta nº: 588348599 Profissão: Regulador e operador de máquinas-ferramentas de comando numérico computorizado para trabalhar metais. Local: Louro

Oferta nº: 588351799 Profissão: Regulador e operador de máquinas-ferramentas de comando numérico computorizado para trabalhar metais. Local: Riba de ave Oferta nº: 588374582 Profissão: Operador de máquinas de costura. Local: Oliveira (são mateus) Oferta nº: 588377744 Profissão: Serígrafo e similar. Local: U.f. de esmeriz e cabeçudos Oferta nº: 588382831 Profissão: Esteticista Local: Pedome

Oferta nº: 588383318 Profissão: Mecânico e reparador de equipamentos electrónicos. Local: U.f. de vila nova de famalicão e calendário.

5 toneladas de lixo recolhidas no Monte de Santa Catarina Sofia fia Abreu Silva Cinco toneladas de lixo foram recolhidas, no passado sábado, por cerca de 150 jovens, numa iniciativa que marcou o encerramento da Semana da Proteção Civil de Famalicão. Assim, dezenas de voluntários, entre eles escuteiros de Lemenhe e Calendário, e alunos da Escola Secundário D. Sancho I arregaçaram as mangas e com engaços, luvas e sacos do lixo percorreram o Monte de Santa Catarina, em Calendário, para uma limpeza florestal. A ideia de limpar o monte surgiu no âmbito de uma Prova de Aptidão Profissional de três alunas da Secundária D. Sancho I, do 12º ano do Curso Profissional Técnico de Secretariado. A iniciativa foi amplamente aplaudida pelo presidente da Câmara de Famalicão, Paulo Cunha, que convocou os jovens a tornarem-se os “verdadeiros vigilantes da floresta”. “Por mais eficaz que seja o trabalho das nossas forças policiais e de proteção, como os bombeiros, é impossível assegurar que no futuro os vossos filhos e netos tenham aquilo que nós hoje temos, que ainda conseguimos apreciar, apesar dos incêndios que se têm registado”, referiu. O edil deixou, por isso, um agradecimento aos jovens que fizeram a limpeza no sábado. “Muito obrigado pelo sinal que nos ajudaram a dar à comunidade de envolvimento e de corespon-

Paulo Cunha elogiou a iniciativa dos jovens que limparam o Monte de Santa Catarina

sabilização, mas o trabalho não terminou, porque estas 5 primeiras toneladas não resolvem o problema. Seguem-se outros momentos em que é importante o vosso envolvimento”, invocou. O autarca aproveitou ainda a oportunidade para referir que de futuro, a acompanhar a legislação que obriga os proprietários a fazerem limpeza nas matas, possam existir benefícios fiscais que estimulem esse cuidado que tem implicações não apenas ao nível económico, como ao nível ecológico e social. Também Sandra Silva, uma

das professoras que coordenou os trabalhos da prova das três alunas de Técnico de Secretariado, sublinhou que esta foi uma “excelente iniciativa”, pois exigiu muito trabalho, “com contactos e vários patrocínios”. “É esta a geração que se deve consciencializar para a questão do ambiente”, concluiu. Cláudia Silva, uma das alunas responsáveis pela atividade, afirmou que o convite foi bem recebido pelos colegas de escola e escuteiros, num balanço “muito positivo”. Relativamente ao lixo, os jovens recolheram todo o tipo

Oferta nº: 588383547 Profissão: Mecânico e reparador de veículos automóveis. Local: Riba de ave

Oferta nº: 588383605 Profissão: Mecânico e reparador, de máquinas agrícolas e industriais. Local: U.f. de vila nova de famalicão e calendário. Oferta nº: 588383638 Profissão: Trabalhador qualificado em isolamentos acústicos e térmicos. Local: U.f. de vila nova de famalicão e calendário

O presidente da Câmara Municipal de Famalicão, Paulo Cunha, recebeu, na passada quinta-feira, nos Paços do Concelho, o presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira. A visita do autarca portuense insere-se na política de proximidade e de cooperação que Paulo Cunha tem vindo a incrementar com vários autarcas da região, informa a autarquia famalicense. O objetivo é, de acordo com Paulo Cunha, “estreitar as relações de parceria com autarquias vizinhas, estabelecendo pontes de desenvolvimento e cooperação”. Na conversa foram abordados temas da atualidade, mas principalmente assuntos relacionados com o desenvolvimento económico e social da região.

Oferta nº: 588384547 Profissão: Operador de máquinas de costura. Local: U.f. de vila nova de famalicão e calendário Oferta nº: 588180533 Profissão: Operador de máquinas de costura. Local: Oliveira (santa maria)

Oferta nº: 588143172 Profissão: Operador controlo de Exploração de Telecomunicações. Local: Porto (Trindade)

Para mais informações contactar o Centro de Emprego de Famalicão, na Alameda Padre Manuel Simões, 222, ou pelo Telefone 252 501 100

veja em www.famatv.pt ou

Paulo Cunha recebeu autarca do Porto

Oferta nº: 588383559 Profissão: Trabalhador qualificado em isolamentos acústicos e térmicos. Local: Requião

Alerta-se para a possibilidade de ocorrência de situações em que a oferta de emprego publicada já foi preenchida devido ao tempo que medeia a sua disponibilização e a sua publicação.

de resíduos: “plásticos, metais, vidros, pneus, sofás, materiais de construção, muita coisa, mas agora grande parte do monte está limpa”. De resto, refira-se que a Semana da Proteção Civil decorreu entre 1 e 8 de março, com um conjunto de atividades diversas, tendo como objetivo promover uma cultura de prevenção no sentido de uma sociedade mais segura para todos.

Gerações organiza visita ao Parque Biológico de Gaia A Associação Gerações está a organizar, através do Clube Sénior, um passeio ao Parque Biológico de Gaia para os seniores do concelho. O passeio irá decorrer no dia 21 de março, tendo como ob-

jetivo promover o convívio, a saúde e o bem-estar dos seniores e ainda dar a conhecer o Parque Biológico de Gaia, assim como, o Parque da Quinta do Conde das Devesas, também conhecido

como o Jardim das Camélias. As inscrições e pedidos de informações poderão ser realizados na sede da Associação Gerações ou através dos telefones 252374480 e 93 2886644.


pública: 13 de março de 2014 7

cidade

Lions Clube em crescimento

CIM do Ave procura ideias de negócio Estão abertas as inscrições para o “Desafio Empreendedor”, um concurso de ideias de negócio a desenvolver em Famalicão e nos restantes municípios da Comunidade Intermunicipal (CIM) do Ave. A iniciativa foi lançada a 27 de fevereiro pela Rede de Empreendedorismo do Ave, a IN.AVE. O desafio, explica a organização, pretende fomentar “a capacidade empreendedora da população do Vale do Ave e estimular o desenvolvimento de novos projetos empresariais que incorporem inovação e diversificação no tecido empresarial existente”.

Numa primeira etapa vão ser selecionadas ideias de negócio por município e os seus empreendedores vão poder participar em ateliês de ideias nos quais, durante dois dias, vão trabalhar com consultores no projeto que estão a desenvolver. Posteriormente, os vencedores de cada um dos municípios vão integrar um Programa de Imersão Empreendedora durante quatro dias, de onde sairá o vencedor do concurso. Podem candidatar-se pessoas individualmente ou em grupo, maiores de 18 anos. O prazo para apre-

sentação de candidaturas decorre até ao dia 22 de março. O formulário de candidatura e o regulamento do concurso encontram-se disponíveis no site da rede IN.AVE, em www.inave.pt. Assegurado está já um prémio monetário de 1500 euros para o primeiro classificado, assim como o apoio na elaboração do plano de negócio e um voucher de 20 horas de consultoria especializada, no âmbito da Rede IN.AVE. Para os 2º e 3º classificados está também assegurado o apoio na elaboração do plano de negócio e consultoria especializada. pub

Na última Assembleia Mensal, o Lions Clube de Famalicão viu o seu efetivo de sócios crescer com a admissão de Manuela Costa. Com provas dadas na política famalicense, a mais recente sócia do Lions de Famalicão ingressa agora no clube, disponibilizando o seu tempo para servir a comunidade. Foi precisamente a pensar na comunidade que o clube recebeu, na sua sede social, a Direção da Associação do Voluntariado Hospitalar do Hospital S. João de Deus. A reunião, que antecedeu a última Assembleia, serviu para traçar diretrizes de ação no campo da participação filantrópica do Lions numa parceria com a Oncologia do Hospital, através do trabalho desenvolvido pelo movimento “Viver e Vencer,” coordenado atualmente pelo Voluntariado hospitalar. Para a direção do clube, o Lions “continua o seu crescimento, não só em números, mas também em ações”.

Camilo recebe palestra sobre astronomia “A Ciência em Ação” é um projeto desenvolvido pela Associação de Pais da Escola Secundária Camilo Castelo Branco (ESCCB), com o apoio da escola e da Ciência Viva - Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica, que visa sensibilizar os mais novos para a ciência em geral, desenvolvendo atividades subordinadas à temática das Profissões da Ciência. O ciclo de conferências inserido no projeto contará, desta vez, com a presença do astrónomo José Matos, da Associação de Física da Universidade de Aveiro, que conduzirá os interessados numa viagem pelo Universo. A palestra “Os nossos vizinhos Cósmicos” realizar-se-á no auditório da ESCCB, no dia 14 de março pelas 17 horas. A Associação de Pais da ESCCB, a direção do Agrupamento, e os cientistas convidam alunos, pais e professores a participarem no evento.

Caminhada para realizar desejos de crianças Famalicão é palco, no próximo dia 30 de março, da 1ª “Caminhada no Parque Para Realizar Desejo de Criança”. A iniciativa, que está integrada na prova de BTT Famalicão Challenge AMOB-Transfradelos, tem como objetivo ajudar a fundação “Make-A-Wish”, que realiza desejos de crianças e jovens, entre os 3 e os 18 anos, com doenças graves, progressivas, degenerativas ou malignas. Confirmada está já a presença do jornalista da RTP, João Fernando Ramos. A caminhada tem partida marcada para as 9h15 do parque de Sinçães e tem um custo de 2 euros que revertem na totalidade para a fundação “Make-A-Wish”, com oferta de uma t-shirt A caminhada tem um limite de 500 participantes, que podem comprar o cartão no Ginásio Status Healt Club, Pastelaria Don Marco e na AFA Cycles.

Detenção por condução ilegal No dia passado dia 6, pelas 17h45, na cidade Famalicão, na Rua António Sérgio, a PSP deteve um cidadão com 35 anos de idade, por ter sido intercetado a conduzir um veículo sem estar legalmente habilitado para tal. O detido foi notificado para comparecer nos Serviços do Ministério Público, junto do Tribunal de Famalicão.


8

pública: 13 de março de 2014

cidade pub

60 mulheres famalicenses deram a cara pela afirmação feminina

Campanha “A dignidade tem um rosto” lançada no Dia da Mulher

Paulo Cunha com Vitória Triães no lançamento da campanha

pub

Sofia fia Abreu Silva número de mulheres. Se houver duas candidaturas a um A Câmara de Famalicão, em fundo comunitário, a que tiver parceria com o Núcleo de mais mulheres ao seu serviço Crianças da Amnistia Interna- ganha. É um argumento simcional, assinalou, no passado bólico, mas decisivo para afirsábado, o Dia Internacional da mar uma vontade e uma inMulher com a campanha “A tenção de que todas as Dignidade tem um Rosto”, lan- estruturas, nomeadamente çada no Parque da Juventude empresas e entidades públipelo presidente da Câmara, cas, tenham cada vez mais Paulo Cunha mulheres nos seus quadros”, Trata-se de uma iniciativa acrescentou. que, através da colocação de Justamente, uma das mudiversos suportes visuais na lheres que está no papel de zona do parque, visa a promo- decisora é Sofia Fernandes, veção da autoestima da mulher e readora da Ação Social na Câa sensibilização da comuni- mara de Famalicão, que acredade para o respeito pela dig- dita que a sensibilidade nidade no feminino. feminina pode ser uma maisNo lançamento da campa- valia em muitas questões. nha, Paulo Cunha evidenciou a “Quanto mais as mulheres se relevância da mulher na so- aproximarem da sociedade e ciedade atual, onde há cada das suas causas mais serão vez mais mulheres licencia- procuradas para os diferentes das. “A mulher é notada pela cargos”, disse, acrescentando sua competência, mas falta que a mulher “se deve dignifidar o passo seguinte, que é car” a ela mesma. colocar a sua sensibilidade no Na campanha intitulada “A processo decisório. É muito Dignidade tem um Rosto” coimportante que as estruturas laboraram 60 mulheres famatenham bem presente isso”, licenses, que surgem a sorrir, afirmou. colocando em destaque a sua “O novo quadro comunitá- afirmação enquanto mulherio Portugal 2020 vai introduzir res, em áreas de atuação dicomo critério de desempate o versificadas, como política, in-

vestigação, voluntariado, entre outras. Vitória Triães, do Núcleo de Crianças da Amnistia Internacional, afirma que esta iniciativa é feita pela positiva, promovendo a autoestima da mulher, não evidenciando tanto a violência, que surge muitas vezes retratada em campanhas. “Esperamos no próximo ano dar continuidade a esta iniciativa, com mais mulheres a participar”, revelou. As comemorações do Dia Internacional da Mulher contemplaram ainda uma venda de produtos realizada exclusivamente por mulheres. A esta ação juntaram-se também as artesãs do projeto “Vai-me à Venda” que assinalou um ano de atividade. De resto, a iniciativa contou com a colaboração do Lions Clube e da Delegação de Famalicão da Ordem dos Advogados, que promoveram, em conjunto, uma jornada de consulta jurídica gratuita exclusivamente aberta às mulheres do concelho. veja em www.famatv.pt ou

Secundária D. Sancho celebra aniversário A Escola Secundária D. Sancho I celebra o seu 57º aniversário, com um conjunto de iniciativas a realizar esta sexta-feira, 14 de março. Pelas 10 horas, tem lugar a conferência “Para quê uma aprendizagem profissional se não há emprego”, a cargo de Joaquim Azevedo. O programa prossegue às 15 horas com a apresentação do livro “Agrupamento de Escolas D. Sancho I – Mais de Meio Século ao Serviço da Comunidade”, pela autora, Antonieta Costa. Segue-se uma homenagem póstuma aos professores Cândida Madureira e Vasco Moreira. À noite há recital de poesia, também de tributo a Vasco Moreira.


pública: 13 de março de 2014 9

cidade

Unidade tornou-se numa referência nos cuidados de saúde

Hospital Privado da Trofa assinala 15º aniversário Sofia fia Abreu Silva O Hospital Privado da Trofa celebrou, no passado sábado, o seu 15º aniversário. Esta unidade de saúde foi, na realidade, o berço do Grupo Trofa Saúde que é uma referência no país. O aniversário foi assinalado com um jantar que juntou dezenas de convidados, entre eles profissionais daquela unidade e também clientes. Teve lugar ainda um desfile de grávidas, que foi abrilhantado pelo Quarteto Stretu. O Hospital Privado da Trofa surgiu há 15 anos, por iniciativa de um conjunto de empresários locais, contando hoje com um serviço de urgência para adultos e pediátrica, que funciona 24 horas em 365 dias do ano, reabilitação intensiva pós-AVC (única na zona norte), internamento, bloco operatório/cirurgia de ambulatório, bloco de partos, consulta externa, análises clínicas e imagiologia com TAC e ressonância magnética. O Grupo Trofa Saúde é líder de mercado na saúde privada no Norte do país e evoluiu para várias unidades: Hospital Privado da Trofa, Hospital Privado da Boa Nova, Hospital Privado de Braga e Hospital Privado de Alfena. Além das unidades hospitalares, importa referir as unidades em regime de clínica, uma em Famalicão e outra na Maia. “Temos ainda previsto para este ano a abertura de uma quinta unidade hospitalar, o Hospital Privado de Gaia”, revela Ricardo Rodrigues,

Ricardo Rodrigues, administrador

Cerimónia de aniversário contou com desfile de grávidas

administrador do Hospital Privado da Trofa. Atualmente, o Hospital Privado da Trofa assegura cerca de 400 postos de trabalho e conta com um quadro médico superior a 200 profissionais, contribuindo para a prestação de cuidados de saúde de qualidade certificada. “Temos resposta, praticamente, ao nível de todas as situações, com 42 especialidades”, afirma Ricardo Rodrigues. “Os clientes do Hospital da Trofa são de

várias zonas, da Trofa, Famalicão, Santo Tirso, Póvoa de Varzim, mas temos, inclusive, clientes de distâncias mais significativas, porque acreditam nos nossos cuidados de saúde e na equipa que temos”, sublinha o administrador. Questionado sobre o sucesso da unidade de saúde da Trofa, Ricardo Rodrigues é perentório. “Na saúde nada pode falhar, tudo é importante, desde os cuidados médicos aos

de enfermagem, ao atendimento, à higiene. Além disso, investimos milhões na tecnologia de vanguarda para que nada falhe a quem nos procura”. Desde que surgiu, o Hospital Privado da Trofa sempre privilegiou “uma forte ligação com a comunidade local”. Justamente, nesse sentido, neste mês de março, terão lugar um conjunto de rastreios gratuitos: cardiovascular, oftalmológico, auditivo e dentário. “Tínhamos disponibilizado muitas vagas e neste momento estamos completamente cheios, mas vamos aumentar a disponibilidade para dar resposta à procura que se tem verificado”, afirma o responsável, acrescentando que, em simultâneo, têm sido promovidos muitos workshops orientados para a medicina geral e familiar e para a comunidade. O Hospital Privado da Trofa faz, em média, 11 mil consultas por mês, sem contar com cirurgia. “É um número significativo. Temos diariamente entre 400 a 500 pessoas aqui no hospital”, aponta o administrador. Entre todas as especialidades, o Hospital da Trofa é uma referência em termos de obstetrícia. “Temos tido muitos partos aqui, pois são muitas as famílias que nos escolhem para terem aqui os seus filhos”. Para o futuro, a intenção do Hospital Privado da Trofa é, segundo Ricardo Rodrigues, continuar “a apostar no crescimento e, sobretudo, na qualidade de prestação de serviços”. pub


10

pública: 6 de março de 2014

cidade

Fábrica das bolachas recebeu visita de Paulo Cunha

Vieira de Castro prepara-se para lançar novos produtos e reforçar faturação Cristina Azevedo A fábrica famalicense Vieira de Castro vai lançar, este ano, novos produtos e espera reforçar a sua faturação, atingindo os 40 milhões de euros no final de 2014. Implantada em Famalicão há 70 anos, líder nacional na produção e bolachas, a Vieira de Castro tem conseguido fintar a crise e nos últimos três anos investiu 15 milhões de euros em instalações e equipamentos. Estes e outros motivos levaram o presidente da Câmara, Paulo Cunha visitar a empresa, na passada segunda-feira, no âmbito do ciclo “Made in Famalicão”, onde o autarca procura promover e dar a conhecer projetos de sucesso sediados no concelho. A Vieira de Castro iniciou a sua atividade no centro de Famalicão, em 1943, como pequeno produtor de pastelaria tradicional e regional. Hoje, a empresa é o maior fabricante português no setor das bolachas, das amêndoas e único produtor de drageias de chocolate. Mantendo a sua matriz familiar, a Vieira de Castro foi conquistando mercado e hoje exporta já 50% da sua produção, estando presente em 45 mercados, desde a Europa à Ásia, passando pelo continente americano. “Hoje podemos estar de uma forma tranquila no mercado porque, há 20 anos atrás, os admi-

Paulo Cunha acompanhado de Carlos e Raquel Vieira de Castro na visita à fábrica

nistradores de então tiveram tido a visão e a perspicácia de perceber que Portugal era muito pequeno para desenvolver uma indústria como a nossa”, refere Raquel Viera de Castro, membro da administração. A internacionalização da Vieira de Castro começou cedo e no Japão, um mercado difícil mas que, depois de conquistado, abriu novas portas. Hoje, as bolachas da Vieira estão presentes em mais de 45 mercados, destacando-se, além do Japão, também Angola, Brasil, Irlanda, Itália, França e Dinamarca como os mais fortes.

Raquel Vieira de Castro sublinha que a empresa está inserida numa indústria que “obriga a investimentos de elevada monta”, que para serem rentabilizados precisam de mercados muito mais alargados. “Para a Vieira de Castro, o universo mundial passou a ser o seu mercado natural”, acrescenta. A aposta num crescimento sustentando e numa estratégia de longo prazo são outras razões que contribuem para o sucesso da empresa, a par, é claro, da inovação. A este propósito, Raquel Vieira de Castro lembra que a empresa está inserida num setor que apresenta

“grandes grupos, com os quais não pode lutar”, pelo que “tem que preencher os espaços que vão existindo no mercado através da diferenciação e da inovação”. A estratégia tem dado resultados e, prova disso são os prémios que a empresa tem recebido, destacando-se, recentemente três prémios de inovação na SIAL, uma importante feira internacional do setor. O ano passado, a Vieira venceu também um concurso público em Espanha para fornecimento de bolachas para o Fundo Agrário Espanhol, que apoia pessoas carenciadas. Além disso, há dois anos, num

momento em que a economia era totalmente desfavorável, a Vieira de Castro teve capacidade de investir numa nova unidade, que ainda não labora a 100%. Atualmente, a fábrica produz 22 mil toneladas de bolacha por ano, mas com a nova unidade a funcionar em pleno espera chegar às 40 mil toneladas. Na visita à empresa, Paulo Cunha destacou precisamente a sua capacidade exportadora, vincado que se Famalicão é terceiro concelho mais exportador do país, “isso também se deve à Vieira de Castro”, que considerou “uma magnífico exemplo do que é ser um bom empresário”. “É isso que queremos com estas iniciativas, por um lado agradecer pelo que têm feito por Famalicão e, por outro, apontar como exemplo a seguir”, referiu o edil a Carlos Vieira de Castro, dono da empresa e à sua filha, Raquel, que assumiu a administração. Com perto de 200 trabalhadores, a Vieira de Castro faturou o ano passado 31,8 milhões de euros. Em 2014 a empresa assinala 70 anos de existência que serão assinalados com uma campanha promocional que abrangerá todos os seus produtos. veja em www.famatv.pt ou

pub

Encontro contou com o presidente da ANAFRE

I Convenção Autárquica Concelhia do PS reuniu autarcas A I Convenção Autárquica Concelhia do Partido Socialista (PS) de Famalicão, que decorreu a passada semana no auditório da Biblioteca Municipal, “saldou-se num êxito atendendo ao elevado número de participantes, à qualidade do painel de oradores e à riqueza das várias intervenções”, segundo comunicado enviado à imprensa pelo partido. Quem abriu Convenção foi o presidente da Comissão Política Concelhia do PS, Nuno Sá, que manifestou a sua satisfação pela realização do encontro de autarcas, mas sobretudo pela grande mobilização que esta iniciativa registou. Nuno Sá criticou ainda duramente a coligação PSD/CDS-PP pelo centralismo e cortes cegos feitos nas autarquias locais. Cândido Moreira, recém-eleito presidente da Associação Nacional de Freguesias (ANAFRE), foi o primeiro orador e defendeu que as freguesias necessitam de bons serviços administrativos e enfrentam novos problemas no serviço às populações. Assim, mostrou ser contra a reforma administrativa defendendo que primeiro tem de se definir quais as competências e meios a transferir para as freguesias, municípios e regiões para depois se fazer as adequadas extinções, “sendo que o governo PSD/CDS-PP fez tudo ao contrário”,

Mesa que interviu na I Convenção do PS

lê-se no mesmo documento. O presidente da ANAFRE comentou ainda a polémica questão dos presidentes de junta nas Assembleias Municipais em que defendeu que estes não deviam estar neste órgão nos atuais moldes, mas sim num órgão próprio do Município. “Os presidentes de junta na AM não estão lá como representantes da freguesia, mas sim como membros do seu partido”. O Bastonário dos Técnicos Oficiais de Contas, o famalicense Domingues Azevedo, fez uma intervenção em torno da transparência. Para o responsável a chamada accountability é hoje um conceito

importante para uma democracia de qualidade, na medida em que se preconiza uma transparência o que pode comprovar a boa gestão dos dinheiros públicos. A última oradora da tarde foi Maria José Fernandes, especialista em contabilidade pública do IPCA, que deixou aos presentes uma exposição de excelência sobre toda a legislação e princípios que se aplicam à gestão e elaboração de contas de uma Junta de Freguesia. Seguiu-se um espaço de debate que contou com praticamente todos os candidatos às freguesias de Famalicão pelo PS nas últimas autárquicas.


pública: 13 de março de 2014 11

freguesias

Alunos e professores participaram em experiências e assistiram a palestras

Externato Delfim Ferreira motiva os alunos para a ciência Cristina Azevedo Incentivar os alunos para a aprendizagem das disciplinas de ciência foi um dos objetivos das VI Jornadas Concelhias de Ciência que decorreram, a semana passada, no Externato Delfim Ferreira de Riba d’Ave. O evento, que se desenrolou ao longo três dias, dirigiu-se a alunos e professores do ensino secundário, com o objetivo de promover a troca de experiências entre escolas do concelho, promover o ensino das ciências e fomentar a apetência dos alunos pelo trabalho experimental. Uma das atividades realizadas foi o “Show de Física” orientado por professores da Universidade de Aveiro, que fez as delícias dos alunos. Do programa constaram ainda várias palestras de Matemática, Física, Química e Biologia direcionadas a alunos e professores. Carlos Folhadela Simões, professor de físico-química, participa na organização das Jornadas desde o seu início e faz um balanço “francamente positivo” da iniciativa. “Ao longo deste seis anos conseguimos trazer à escola

O show de Física entusiasmou os alunos

diversos vultos da ciência que se faz em Portugal, como o professor Alexandre Quintanilha ou o professor Nuno Crato, atual ministro da Educação ou Rogério Martins que veio este ano e que está a fazer um programa na SIC”, refere o responsável, vincando que a iniciativa pretende, sobretudo, “motivar os alunos para o estudo da

ciência, fazendo-os participar em eventos diferentes”. Mostrar que a ciência pode ser divertida foi, então, um dos propósitos da iniciativa, até porque Matemática, Física, Química e Biologia continuam a ser disciplinas que assustam os alunos, “e nos dias de hoje ainda mais, tendo em conta as indefinições ao nível das pub

saídas profissionais”, conta João Filipe, professor de Matemática que também participou na organização das Jornadas. O docente lembra que os alunos da área de ciências “são obrigados a esforço acrescido e temem que esse esforço não tenha retorno em termos de empregabilidade”. “É algo que preocupa os alunos e principal-

mente os pais”, sublinha. Quem não tinha dúvidas sobre o que queria ser no futuro era Marco António, aluno do 7º ano, que participou nas atividades. Apesar dos seus 12 anos, foi decidido na resposta: “quero ser um cientista molecular, que estude projetos medicinais, que tenha um contributo para a humanidade”. Aluno de topo, Marco António vê nas ciências “o futuro do nosso planeta, uma área que nos proporciona horizontes mais abertos”. Já Inês Guimarães, aluna do 10º ano, quer tirar um curso na área da Matemática, mas reconhece que o gosto pelas ciências não é comum entre os seus colegas. “Talvez porque as ciências exigem uma capacidade de raciocínio, de pensar, de trabalhar muito grande. Não é só decorar coisas e escrevê-las num teste, temos de ser capazes de pensar por nós próprios e refletir acerca das questões para responder de forma correta… e às vezes não é fácil”, conclui. veja em www.famatv.pt

Santa Casa da Misericórdia Vila Nova de Famalicão ou

pub

Assembleia Geral Ordinária CONVOCATÓRIA

Nos termos do Artigo 40º. e para efeitos do nº. 1, alínea a) do mesmo Artigo do Compromisso desta Santa Casa da Misericórdia, convoco os Irmãos a reunir em Assembleia Geral Ordinária, no Lar S. João de Deus, à rua 20 de junho, nº. 462, em Gavião, no dia 27 de Março de 2014, às 20,30 horas, com a seguinte: ORDEM DE TRABALHOS 1. Ordem do dia: Apresentação, discussão e votação sobre a prestação de Contas de Gerência de Mesa Administrativas, relativa ao exercício do ano de 2013. 2. Período depois da ordem do dia, para qualquer assunto do interesse para a Instituição. Se à hora designada não se encontrar presente a maioria dos Irmãos inscritos, a Assembleia Geral, nos termos do número 2 do Artigo 37º. do Compromisso, funcionará meia hora depois em segunda convocatória, desde que estejam presentes, pelo menos, quinze Irmãos. Vila Nova de Famalicão e Santa Casa Da Misericórdia, aos 07 de Março de 2014 O PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA GERAL (Dr. José Machado Nogueira)


12

pública: 13 de março de 2014

freguesias

Escola de ténis nasce em Cruz

Leonel Rocha preside ao PSD de Ribeirão

O Grupo Recreativo e Associativo de Cruz (GRAC), em parceria com a Junta de Freguesia de Cruz e o Ténis Coaching Academy, vai criar uma escola de ténis e oferecer treinos para todos que desejem praticar este desporto. Os treinos estarão a cargo da Ténis Coaching Academy, uma estrutura que reúne já alguns dos melhores tenistas da região e que desenvolve um método de ensino para pessoas de todas as idades. Assim, serão abertas turmas de vários níveis, desde a iniciação à competição, de forma a satisfazer as necessidades da comunidade escolar e local. Os treinos serão ministrados por João Negreiros, treinador certificado pela Federação Portuguesa de Ténis e especialista de treino mental e de alto rendimento. As aulas terão o auxílio de vários instrumentos, nomeadamente, uma máquina de lançar bolas inovadora, auxiliadores de aprendizagem adquiridos nos Estados Unidos e bolas adaptadas para os diferentes níveis de ténis dos alunos.

Decorreu, no passado dia 7 de março, o ato eleitoral para a Comissão Política do Núcleo do Partido Social Democrata de Ribeirão. Os militantes elegeram a lista da continuidade, liderada por Leonel Rocha, que desempenha as funções de vereador na Câmara de Famalicão. De destacar que Hélder Filipe Costa, após deixar a liderança da JSD de Famalicão, assume a vice-presidência do núcleo. Foram ainda eleitos Jorge Silva, com a função de tesoureiro e os vogais Filipe Fonseca, Carlos Paiva, Paula Santos, António Almeida, António Carlos, Rita Cruz, Pedro Oliveira, Álvaro Santos, Gracinda Sá, Renato Silva, Susana Araújo, Miguel Marques, Vitor Azevedo, Carla Vieira e Germano Araújo.

Alunos de Bente animam localidade

Os alunos, professoras e assistentes operacionais da escola de Bente realizaram, no dia 26 de fevereiro, um desfile de Carnaval pelas principais ruas da localidade. Todos os participantes desfilaram mascarados ao som da música. Os familiares dos alunos e pessoas da freguesia saíram à rua para assistir à passagem do desfile com muita alegria e satisfação.

Crianças mascaradas desfilam pelas ruas de Castelões No passado dia 28 de fevereiro realizou-se o desfile de Carnaval da Escola Básica de Castelões. No cortejo carnavalesco participaram alunos, professores e elementos da associação de pais. A segurança esteve a cargo do Posto Territorial da GNR de Joane, que ajudou que o cortejo se realizasse nas ruas da freguesia. “No final, os alunos divertiram-se no recinto escolar, com brincadeiras próprias da data”. De acordo com nota à imprensa, esta atividade visou desenvolver a “criatividade, o sentido estético e proporcionar o contacto com usos e costumes, bem como a aproximação à comunidade”. pub

pub


pública: 13 de março de 2014 13

freguesias

Formandos de Joane discutem a importância da alimentação na atividade física

No passado dia 27 de fevereiro, formandos e professores dos cursos de Educação e Formação de Adultos (EFA), do Agrupamento de Escolas de Padre Benjamim Salgado, em Joane, convidaram a nutricionista Tânia Tinoco para discutirem a necessidade de se juntar uma alimentação saudável à prática da atividade física.

Esta ação de sensibilização surge no âmbito da atividade integradora de nível básico e é dedicada ao tema “Prevenção na saúde”. Esta ação teve dois objetivos. O primeiro passou por mostrar que a alimentação saudável e o exercício físico devem coexistir para uma melhor qualidade de vida. O segundo consistiu em alertar todas

as pessoas para a necessidade de se exercitarem, independentemente da sua idade. Após a apresentação de temas ligados à necessidade de se aliar a nutrição com o exercício físico, seguiu-se um diálogo mediado com os presentes. O tema foi a alimentação dos jovens que praticam desporto. O professor Hermenegildo Almeida, na sua intervenção, apelou para que os jovens, especialmente os que praticam desporto, não trocassem a refeição da cantina da escola pelo consumo de “fast-food” ou outro tipo de produtos industrializados. O professor realçou ainda que “a alimentação saudável tem que ser preventiva e não curativa”. No final foram destacadas duas mensagens: a de que o “treino sem reeducação alimentar não traz os melhores resultados” e que “além de disciplina e determinação, a prática de exercício físico exige uma boa alimentação”.

Crianças da EB Mosteiro celebram Carnaval Mais uma vez, a EB Mosteiro (jardim de infância e 1.º ciclo) de Oliveira Santa Maria saiu à rua para festejar o Carnaval. Os mais pequenos participaram num cortejo desde a escola até ao Lucky Bar, onde alunos, professores e auxiliares, muito bem disfarçados, “divertiram-se e dançaram com grande entusiasmo”. Estiveram de parabéns todos os participantes, em especial os pequenos foliões, pois desfilaram com grande brilhantismo e originalidade”.

Desfile de Carnaval animou Bairro

10º Campeonato Nacional de Jogos Matemáticos na Didáxis

No passado dia 7 de março, realizou-se na escola Didáxis de Vale S. Cosme a Fase Escola do 10º Campeonato Nacional de Jogos Matemáticos. Os vencedores desta fase irão representar a escola na fase final do campeonato, no Pavilhão Municipal do Fundão,

no dia 14 de março. A Associação Ludus, a Associação de Professores de Matemática, a Sociedade Portuguesa de Matemática e a Ciência Viva, em conjunto com a Universidade de Évora, são as instituições responsáveis pela organização deste

evento. A realização do Campeonato Nacional de Jogos Matemáticos visa essencialmente desenvolver o raciocínio lógico-matemático e incentivar os alunos, através de uma vertente lúdica, a aplicarem a matemática. Os alunos da Didáxis de S. Cosme tiveram oportunidade de contactar com os jogos Rastros, Hex, Avanço e Produto. No 3º Ciclo os vencedores foram o Carlos Azevedo (9º8,Hex); a Rita Mesquita (9º8,Rastros) e o Rui Barreira (9º8,Avanço). No Ensino Secundário, os primeiros classificados foram o Nuno Marques (12º2,Hex); o Tiago Messias (11º2,Produto) e o Ivo Dias (10º2,Avanço). Os jogos matemáticos fazem parte do Plano Anual de Atividades da Escola e foi promovido pelo Departamento de Matemática.

No dia 26 de fevereiro decorreu, na freguesia de Bairro, o desfile de carnaval. Todos os elementos da comunidade escolar do jardimde-infância, da Escola Básica e do Centro Social estiveram envolvidos. O desfile decorreu de forma entusiástica e proporcionou momentos de convívio e alegria aos participantes e às pessoas que assistiam ao tradicional desfile. No final foi servido um lanche aos alunos, oferecido pela associação de pais.

Escola de Valdossos e escuteiros premiados em Fradelos

Gala de Talentos em Delães

No passado dia 8 de março, realizou-se a IV Gala de Talentos da Freguesia de Delães, no auditório do Sindicato Têxtil. O objetivo desta iniciativa passa por reconhecer e

premiar as pessoas e instituições que mais se destacaram no ano anterior. O presidente da Junta, Manuel Silva, em discurso de boas-vindas,

enalteceu os galardoados e relembrou a necessidade que a freguesia tem, de ter um espaço mais amplo. A Banda ICTHUS e o Grupo de Zés-Pereiras “Os Divertidos” associaram-se ao espetáculo “dando música” ao auditório que se encontrava lotado. A Câmara Municipal de Famalicão fez-se representar pelo seu presidente Paulo Cunha e pelo vereador Mário Passos. Paulo Cunha recordou que acompanha este evento desde a primeira gala e mostrou-se satisfeito pela melhoria contínua que tem verificado. O autarca incentivou ainda todos os galardoados e realçou o facto de o espetáculo ser realizado com a chamada “prata da casa”.

No passado dia 3 de março, nas ruas de Fradelos, realizou-se o XVII Desfile de Carnaval promovido pela Koklus. A escola de Valdossos foi a vencedora. Apesar da chuva, os foliões saíram à rua e desfilaram com entusiasmo. Inspirados no tema “Rio Ave-recordar é viver”, professores, auxiliares e encarregados de educação da EB1 de Valdossos, “construíram” um barco com valores alusivos à educação e ao património cultural de Fradelos. A embarcação foi denominada de “Barco da Aprendizagem”. Na categoria de Carro, o grupo 240 dos Escoteiros de Portugal conquistou o 3º prémio. O tema escolhido foi o Papa do Povo, em clara homenagem ao Papa Francisco. Além do Papa, o bispo e as beatas da igreja também fizeram parte deste carro alegórico.


14

pública: 13 de março de 2014

Crianças de Vale S. Martinho celebram Carnaval com Camilo

As crianças do jardim-de-infância de Vale S. Martinho visitaram o Centro de Estudos Camiliano, em Seide, no âmbito dos festejos de Carnaval e do Plano Nacional de Leitura. A atividade serviu para comemorar de forma diferente, mas pedagógica, o Carnaval com Camilo Castelo Branco. Após uma descrição sobre o percurso de vida do escritor, as crianças foram convidadas a ilustrar uma máscara do escritor, bem como a capa do livro “Amor de Perdição”.

Mega feijoada em Gavião O Agrupamento de Escuteiros de Gavião confecionam, no próximo domingo, dia 16, uma “Mega Feijoada” no adro da igreja paroquial. A iniciativa decorrerá entre as 10h00 e as 13h30. As encomendas podem ser feitas pelo telemóvel 967835460.

freguesias

Escolas de Arnoso Santa Eulália celebraram o carnaval No passado dia 27 de fevereiro, o Carnaval chegou mais cedo ao jardim de infância do Mosteiro, em Arnoso Santa Eulália. De manhã, os mais pequenos participaram num desfile e passaram uma manhã diferente, já à tarde, foi a vez dos alunos da EB1 de Quintão. Os alunos fizeram, previamente, as suas próprias máscaras de carnaval, com materiais reciclados e, de seguida, participaram num desfile para eleger as melhores máscaras. As vencedoras foram Sara Beatriz do 1º ano e Lília Campos do 4º ano. Na manhã de 28 de fevereiro a festa continuou e a escola foi invadida pelo entusiasmo das crianças que naquele dia foram princesas, palhaços, partilhado, para o qual a Associação de fadas e muitas outras personagens do Pais contribuiu. A manhã terminou com a eleição imaginário infantil. No fim do desfile, ainda houve direito a baile e um lanche das três melhores fantasias de Carna-

val, e as escolhidas foram: “Liliane Marise”- Juliana, 4ºano; “Abelha Maia”Inês, 3ºano; e “Madame Marie”- Maria, 1º ano.

Carnaval na escola de Louredo No passado dia 28 de fevereiro, a escola EB1/JI de Louredo, Calendário, festejou o Carnaval. Com o apoio da Associação de Pais realizou-se um concurso de fantasias onde as mais criativas foram premiadas. O júri do concurso foi constituído pelo presidente da Câmara, Paulo Cunha; pela presidente da Junta, Estela Veloso; pela vice-presidente do Agrupamento D. Sancho I, Helena Dias, e pela professora Rosa Dias Costa. Em nota de imprensa, a escola diz ter sido “uma honra” ter recebido este grupo de jurados. pub

pub


e s cu ti sm o Valdemar Magalhães, chefe do Núcleo de Famalicão

“O escutismo é uma escola de valores” Vald e m ar M agal hãe s é , d es de J ulh o d e 2009, o che fe da J unta d e N ú cl e o d e F a ma l i c ã o d o C o r p o N a c i o na l d e E s c u t a . D u ra n t e e s te s a n os v i u s e r e m co n c r e t i z a d o s v á r i o s p ro je t o s . M e s m o n o p e rí o d o e m que a natalid ad e baixou, o núcleo de Famalicão não para de c resce r. São 3400 aqu ele s que disse ram sim ao E sc utism o no conce lho. A l i á s , o ú l t i m o a gr u pa m e n t o a s e r c r i a d o, o d e R i b e i r ã o, é j á o ma i o r d o p aís. Sofi fia a Abreu Silva E s t á n o s e g un d o m a n d a to c o m o ch e f e d e J u n t a d e N ú c l e o d e F a ma l i cã o . Q u a l o b a l a n ço d a s u a a t i v i d ad e ? Faço um balanço bastante positivo, o núcleo de Famalicão já tem uma exigência muito grande, é difícil ser Chefe de Núcleo do Núcleo de Famalicão, mas como gosto de desafios difíceis tem sido um trabalho muito enriquecedor. N a su a op inião, qua is os obje tivos m a is i m p o r t an t e s q ue c o ns e g ui u co n c r e t i z a r ? Os principais objetivos concretizados foram a fundação de um agru-

Agenda escutista 2014  17 e 18 de abril: procissões da Semana Santa  31 de maio: lançamento do Rover e Acampamento de Núcleo  12 de outubro: abertura Regional da Região de Braga, onde participarão 10 mil escuteiros  30 de nove mb ro: Indaba d e Núcleo  19 e 20 de dezembro: Luz da Paz de Belém

pamento de escuteiros na paróquia de Ribeirão, a participação mais ativa nas procissões da Semana Santa, a aquisição de uma loja exclusivamente para o Depósito de Material de Fardamento, a renovação do protocolo da cedência do parque de campismo de Gondifelos, a formação das lideranças, de chefes de agrupamento e de guias. Qu ais são os p lanos p ara o cam po d e ca m p i s m o d e G o n d i f e l o s ? Neste espaço, as grandes prioridades é construir a ponte, construir mais uma casa de banho, uma receção, que também servirá de secretariado do espaço e ainda criar socalcos para ficarmos com mais zonas para montar as nossas tendas. A f o r m a ç ã o é u m a c o m p o n e n te muito impor tante para o escutismo. Qu ais são as p riorid ade s? Continuamos a realizar os cursos de guias das quatro secções. Para os adultos realizamos todos os anos o Indaba, geralmente é um fim de semana de formação, mas também motivamos os dirigentes a participar nos cursos específicos do papel que desempenham no agrupamento. Qu a n t o s e s c u t e i r o s p o s s u i o c on cel h o ? Somos 3400 escuteiros. É u m b o m n ú m er o ? Temos aumentado o efetivo do núcleo todos anos, o que é surpreendente, tendo em conta a diminuição da natalidade e a maior diversidade de associações desportivas, juvenis e culturais. É um excelente número. Aproveito para referir que o maior agrupamento do país é de Famalicão, Agrupamento n.º 1374 - Ribeirão. Também está em processo de formação dos adultos na paróquia de Gondifelos, con tin u a pa g.1 8 »»»»»»»


16

pública: 13 de março de 2014

publicidade


especial

pública: 13 de março de 2014 17

»»»»»»»

para a fundação de mais um agrupamento. H o j e , e m t e m p o s d e d i f i c u l d a d e s , os e s c u t e i r os co n t i n u a m a t e r u m p a p e l i m p or tante na soci ed ade ? Os escuteiros têm sempre um papel importante na sociedade, mas acredito que em tempos de dificuldades poderá notar-se mais. Porém, a missão do escutismo consiste em contribuir para a educação dos jovens, partindo de um sistema de valores enunciados na lei e na promessa escutistas, ajudando a construir um mundo melhor, em que as pessoas se sintam plenamente realizadas como indivíduos e desempenhem um papel construtivo na sociedade. No escutismo envolvemos os jovens, ao longo dos seus anos de formação, num processo de educação não-formal, utilizando um método original, segundo o qual cada indivÍduo é o principal agente do seu próprio desenvolvimento, para se tornar uma pessoa autónoma, solidária, responsável e comprometida. O e s cu t i s m o co n t i n u a a s e r e n t ã o u ma a t i vi d a d e i n t e r e s s a n t e ? O escutismo é uma atividade interessante e continuará a ser, porque o escutismo complementa a acção da escola e da família, preenchendo necessidades específicas dos jovens de ambos sexos. O escuteiro desenvolve o conhecimento individual, a necessidade de explorar para descobrir, para saber. Através de programas adequados aos vários escalões etários, o escutismo consegue os seus fins de forma a ajudar os jovens a desenvolverem-se física, intelectual, social e espiritualmente. O escutismo é uma escola de valores.

No ano passad o, falávamos na que stão f i n a n ce i r a q u e p r eo c u p a m u i t o o s a g r u pam entos. Com a crise tudo se agudizou? Sem dúvida, com a crise a questão financeira nos agrupamentos torna-se difícil, o que complica um pouco a realização de algumas actividades e a formação dos dirigentes. Mas como os escuteiros têm uma grande capacidade criativa e espírito de sacrifício e de trabalho, acabam

por minimizar estas questões. Aproveito, também, para agradecer às comunidades o apoio que têm dado aos nosso agrupamentos e ao município de Famalicão. U m a m en s a g e m q u e g o s t a r i a d e d e i xa r f i ca r … Sabemos que o verdadeiro amor só se manifesta pelas obras e que ninguém pode, por si só, mudar o mundo, mas

cada um de nós pode contribuir para esta mudança tão desejada. Partilho uma das mensagens simples, mas sublime de Madre Teresa de Calcutá. "Não podemos fazer grandes coisas; apenas pequenas coisas com amor, por muito que a nossa acção possa parecer uma insignificante gota de água no imenso oceano, não podemos esquecer que este seria menor se lhe faltasse uma só gota." pub


pública: 13 de março de 2014

especial pub

Baden Powell: fundador do escutismo

pub

Em 22 de Fevereiro de 1857 nasceu, em Londres, Robert Stephenson Smith BadenPowell, que mais tarde seria o fundador do Escutismo. Sendo o quinto de sete irmãos, Robert teve na companhia dos irmãos mais velhos uma infância muito divertida em Londres. Baden-Powell (BP) fez os seus estudos em escolas públicas, onde era muito popular e querido por todos, colegas e professores. Nas férias, aproveitava para acampar com os seus irmãos mais velhos. Quando terminou os estudos secundários, BP ingressou no exército. Graças à sua competência e exemplo como líder de homens, acabou por fazer uma carreira militar brilhante. Durante uma viagem a Inglaterra, BP viu alguns rapazes criarem brincadeiras através de um livro, que ele havia escrito para batedores do exército e que continha explicações sobre como acampar e sobreviver em regiões selvagens. Então, conversando com os amigos resolveu realizar, em 1907, na ilha de Brownsea, um acampamento com 20 rapazes, onde transmitiu conhecimentos técnicos, como primeiros socorros, observação, técnicas de segurança para a vida na cidade e na floresta. Face aos bons resultados deste acampamento, BP começou a escrever o livro “Escutismo para Rapazes”, que foi publicado em fascículos em 1908. Os jovens ingleses entusiasmaram-se tanto com o livro que Baden-Powell organizou e fundou o Movimento Escutista. Rapidamente o movimento alastrou-se por vários países do

mundo. O Corpo Nacional de Escutas, Escutismo Católico Português acabou por ser fundado 10 anos mais tarde, em 27 de Maio de 1923, na cidade de Braga. O Escutismo, nascido na Inglaterra, alastrou-se a outros países e em 1920, em Londres, reuniram-se num grande acampamento Escuteiros de várias nacionalidades. Foi neste primeiro acampamento mundial, denominado Jamboree, que 20 mil jovens aclamaram Baden-Powell como Chefe Mundial. Desde então, o crescimento do Escutismo foi grande e nem as duas guerras mundiais conseguiram enfraquecê-lo. Baden Powell faleceu a 8 de Janeiro de 1941, deixando aos escuteiros do mundo, não só uma enorme exemplo humano mas também uma última mensagem.

6º dia da Patrulha Cuco anima Parque da Devesa

CNE Famalicão

18

No passado sábado, dia 8 de março, realizou-se o 6º dia da Patrulha Cuco do CNE do Núcleo de Vila Nova de Famalicão. A atividade decorreu no Parque da Devesa e contou com cerca de 500 escuteiros pertencentes aos 10 agrupamentos que constituem a patrulha - Louro, Nine, Jesufrei, Lemenhe, Mouquim, Gavião, Santiago da Cruz, S. Cosme, Telhado e S. Martinho. Com o lema “Não tenhais medo”, as cinco centenas de crianças, adolescentes e jovens coloriram o seu dia e de quem com eles se cruzou, sempre com a vida do Beato João Paulo II como pano de fundo. Depois de várias atividades, o dia terminou com a eucaristia do I Domingo da Quaresma, onde foram convidados a colorir a sua caminhada quaresmal com o amarelo da simplicidade, o verde da esperança na busca da Terra Prometida, o azul de quem se orienta pelo e para o céu, procurando o norte da sua própria vida e o vermelho do fogo, que purifica o Homem Novo preparando-se para receber o Ressuscitado. O Chefe de Núcleo, Valdemar Magalhães, interpelou ainda os presentes a fazerem as suas próprias atividades e não a compra-las.


especial

pública: 13 de março de 2014 19

Dia celebra-se a 19 de março

O novo papel do pai No próximo dia 19 de março celebra-se o Dia do Pai. Esta é uma data importante, dado que o papel do pai tem vindo a alterar-se ao longo dos últimos tempos. No início do século passado o pai ainda desempenhava essencialmente uma função educadora e disciplinadora, segundo códigos frequentemente rígidos e repressivos, sendo a interação pai/filho reduzida nos primeiros anos de vida. Assim, historicamente, o pai nunca foi uma presença muito constante no quotidiano doméstico. Era à mulher que competia o cuidado com a casa e a educação dos filhos. Dessa forma, criava-se uma desigualdade enorme em relação ao papel desempenhado pelo pai e pela mãe na família. Com a entrada da mulher no mercado de trabalho, podemos dizer que houve uma revolução na vida familiar. Hoje, facilmente verificamos que o pai assume uma função mais ativa no acompanhamento dos filhos e exerce uma influência positiva no seu desenvolvimento cognitivo, emocional e social. Atualmente tem-se sublinhado o interesse pelo papel do homem na parentalidade, quer pelos técnicos, quer pela população em geral, podendo falar-se numa “nova paternidade”. Hoje, o pai facilmente partilha as tarefas domésticas com a mãe e trata também dos filhos, preparando as refeições, levando-os à escola, ao médico, ajudando-os nos trabalhos escolares. Na verdade, na sociedade contemporânea são muitos os pais divorciados que não têm qualquer problema em ficar com os seus filhos, ou até mesmo adotar crianças. Na realidade, ao contrário do passado, para a maioria dos pais o tempo passado com os filhos é sempre uma mais-valia e não tem preço. Ser pai não é uma tarefa fácil, mas com algum esforço e dedicação, consegue-se.

pub

pub


20

pública: 13 de março de 2014

publicidade

PRECISA-SE FUNCIONÁRIO/A PARA POSTO DE ABASTECIMENTO CONTATO: 252 961 281

DÁ-SE À EXPLORAÇÃO RESTAURANTE NO CENTRO DA CIDADE C/ ESTACIONAMENTO BOM PREÇO CONTATO: 914 503 828

URGENTE !!!

Vendo lote de terreno com 1037m2. Em Vale S. Cosme, lugar sossegado, bons acessos, boa exposição solar, vista desafogada, 20m de frente, plano, saneamento e estacionamento.

914 094 401

Taberna Santa Marinha de Landim

Associação de dadores de Sangue de V.N. Famalicão Edital ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA

Convocatória

Em conformidade com as disposições legais aplicáveis e os estatutos da Associação de Dadores de Sangue de Vila Nova de Famalicão, convoco todos os sócios a participarem na Assembleia Geral Ordinária, a realizar no dia 22 de Março de 2014, pelas 15 horas, na sua sede, sita na Av. Dr. Carlos Bacelar nº. 54 Loja 4 – Vila Nova de Famalicão, com a seguinte ordem de trabalhos:

1 – Apresentação, discussão e votação do Relatório de Atividades e Contas, relativos ao exercício do ano 2013. 2 – Apresentação, discussão e votação do Plano de Atividades e Orçamento para o exercício do ano 2014. 3 – Outros assuntos de interesse para a associação. Se à hora marcada não estiver presente o número de sócios legalmente previstos nos Estatutos, a Assembleia funcionará meia hora depois no mesmo local, com qualquer número de sócios presentes, e com a mesma ordem de trabalhos. Vila Nova de Famalicão, 5 de Março de 2014

Associação Humanitária Bombeiros Voluntários de Viatodos Edital

José Costa Araújo, Presidente da Assembleia Geral da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Viatodos, ao abrigo do art.º 47, ponto 2, alínea c), dos estatutos, a pedido da Direção, convoca uma assembleia geral ordinária, a realizar na biblioteca do quartel, no dia 22 de março de 2014, às 15 horas, com a seguinte

Ordem de trabalhos Ponto 1 – Leitura, discussão e votação da ata da assembleia anterior; Ponto 2 – Ratificação de Sócio Honorário; Ponto 3 – Apresentação, discussão e aprovação do Relatório e Contas/2013, com parecer do Concelho Fiscal; Ponto 4 – Outros assuntos Nota: se à hora marcada não estiver presente o número suficiente de sócios, a assembleia funcionará meia hora mais tarde, com qualquer número. Viatodos, 25 de Fevereiro de 2014

O presidente da Assembleia Geral (José Costa Araújo, Dr.)

O Presidente da Assembleia Geral Dr. Camilo Lopes Freitas

Vamos preparar as boas vindas à Primavera Dias 15 e 16 de Março

Sábado (dia 15)  Almoço Papas de Sarrabulho Sopa de Legumes/Caldo de Nabos Massa à Lavrador Petiscos  Jantar Bacalhau Assado na Brasa Arroz de Sarrabulho e Rojões

Domingo (dia 16)  Almoço Papas de Sarrabulho Sopa de Legumes/Caldo de Nabos Vitela Estufada com Ervilhas Bacalhau à Stª Marinha

No recinto funcionará a cozinha regional com os respetivos petiscos e bom vinho da região.

A Comissão de Festas, Agradece a sua colaboração e preferência

Entregam-se encomendas ao domicílio. Encomende através dos números 916 920 038 - 916 126 921 - 252 321 794


pública: 13 de março de 2014 21

cultura

Sessão de abertura decorreu na segunda, iniciativa prolonga-se até sábado

Semana da Leitura lembra a importância de ler para crescer Carla Alexandra Soares Ler é viajar, é crescer, é aprendizagem, é sonhar pela mão de outrem, é liberdade. Já todos leram ou ouviram estas afirmações, mas na abertura da V Semana das Leituras das Bibliotecas de Famalicão, que aconteceu na passada segundafeira, foi apelado para que sejam interiorizadas e levadas a sério. A sessão, que foi aberta pelo presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, contou ainda com as presenças do coordenador interconcelhio da Rede de Bibliotecas Escolares, António Pires, e do escritor e jornalista Manuel Jorge Marmelo, recentemente distinguido pelo Prémio Correntes d’Escrita 2014, que apadrinha o evento. A Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco e a Rede de Bibliotecas Escolares de Famalicão unemse, uma vez mais, para organizar e comemorar a Semana da Leitura 2014, uma iniciativa lançada anualmente pelo Plano Nacional de Leitura e que se centra, este ano, no tema Língua Portuguesa, pretendendo celebrar os 800 anos do conhecimento dos seus textos mais antigos. A iniciativa envolve um total de 28 bibliotecas públicas e escolares, espalhadas por todo o concelho e conta com um vasto programa de atividades educativas e culturais desti-

Paulo Cunha ladeado de Jorge Marmelo, à esquerda, e António Pires

nadas à promoção do livro e da leitura. Dirigindo-se aos professores e aos diversos agentes educativos presentes na sessão, o edil falou da necessidade de reforçar a virtude das bibliotecas e da leitura junto dos mais jovens. “Não basta termos bibliotecas e espaços de leitura de excelência, recheadas de estantes com bons livros, se não temos quem preencha esses espaços. É preciso que sejam enérgicos e motivadores para levarem os jovens a usufruírem da leitura”, afirmou sem deixar de fazer o paralelismo entre “entrar” num livro

e viajar. Paulo Cunha lembrou que ler significa bom conhecimento, boa aprendizagem, boa informação. “As viagens mais formidáveis fazem-se através dos livros. E trata-se de uma viagem low cost” salientou. A mesma linha seguiu António Pires que reforçou a ideia que as bibliotecas têm o papel de valorizar a curiosidade e a informação, mas também treinar as competências para a leitura e uso das ferramentas. “Não há resultados a qualquer disciplina que não passem pelas competências leitoras. Aos professores cabe ajudar à leitura e à descodificação deste complexo mundo”. O

coordenador defendeu, assim, que é cada vez mais difícil fazer leitores porque o tempo é mais rápido e, paralelamente, o tempo da leitura é lento. Semana da Leitura termina sábado Também Jorge Marmelo falou da experiência “mágica da leitura” e da sua ligação direta à escrita. “Do mesmo modo que um dia é composto pelo dia propriamente dito e pelo seu reverso que é a noite, também a escrita é uma atividade que só faz sentido quando composta por duas partes mais ou menos iguais,

aquela em que escrevo e aquela em que leio”. Falando na sua experiência a “leitura precede a escrita” e, neste âmbito, recordou os primeiros livros que lhe arrebataram a atenção, como “Cem anos de solidão” de Gabriel Garcia Marquez e “A Jangada de Pedra” de José Saramago. Marmelo contou também que, vários anos após o dia em que a escrituração da contabilidade lhe abriu as portas da literatura, escreveu e publicou um livro e “tornei-me escritor de verdade”. “Cada livro que escrevo é único e, ao mesmo tempo, múltiplo. Aqui nesta biblioteca cada livro pode ser mil livros ou dez mil. Todos juntos, depois de lidos, são um pedaço desse céu de história e sonho a que José Luís Borges chamava de paraíso. Os que eu escrevi também aqui estão e às vezes penso que isso é um pouco como estar no céu”. Para festejar a Língua, a leitura e os livros, até sábado realizam-se diversas iniciativas dirigidas tanto à comunidade educativa como à população, entre as quais se destaca encontros com escritores, uma exposição de pintura, ateliês, Horas do Conto, sessões de cinema, entre outras. veja em www.famatv.pt ou pub

The CityZens apresentam disco em Famalicão

The CityZens, banda de Famalicão, apresenta ao vivo, no próximo sábado, dia 15, no espaço CRU em Famalicão o seu primeiro EP. Este disco, com três temas é uma edição limitada e numerada. Este é o cartão-de-visita que mostra o universo sonoro dos The CityZens marcado pela presença de guitarras rock, teclas, percussões e vocais proeminentes, com referências Garage Rock, Surf Rock, Blues Alternative, Indie Rock e Soul Indie. O trio formado em 2013 em Famalicão é composto por Jorge Humberto (guitarra e voz), Luís Ribeiro (baixo) e Rui Pedro (bateria). A primeira parte da digressão dos The Cityzens passa a 15 março pelo Cru Espaço Cultural, Famalicão; 28 março pelo Café del Rock em Santo Tirso; 5 abril no Bar N101nas Taipas, e 1 maio no Hot Five no Porto. Mais info, www.facebook.com/thecityzens.pt

Cineclube exibe “O Gangue de Hollywood” “O Gangue de Hollywood”, de Sofia Coppola, é o filme proposto pelo Cineclube de Joane para esta quinta-feira, dia 13, às 21h45, na habitual sessão semanal de cinema na Casa das Artes de Famalicão. Com argumento e realização de Sofia Coppola, é um filme baseado em factos reais que, em 2008, fez correr muita tinta na imprensa de todo o mundo. Até ser descoberto, este grupo de jovens, na altura conhecido pelo nome de "The Bling Ring", assaltou um sem número de celebridades.


22

pública: 13 de março de 2014

Santiago de Bougado – Trofa

publicidade

José Ascensão Ferreira Reis Agradecimento e Missa de 7º Dia

No passado dia 6 do mês de Março faleceu, o Sr. José Ascensão Ferreira Reis, que residia na Freguesia de Santiago de Bougado. Sua esposa, D. Maria da Conceição Ferreira Maia, filhos, genros, netos e demais família vêm por este meio, muito sensibilizada, agradecer a todas as pessoas que se incorporaram no funeral do seu ente querido e comunicar que a missa de 7º Dia será celebrada, Sexta-Feira, dia 14, pelas 19:30 horas na igreja Matriz da Freguesia de Santiago de Bougado. Desde já agradecemos a todas as pessoas que se associaram à sua dor.

Santiago de Bougado, 13 de Março de 2014

Falecimentos Augusto Martins Moreira, no dia 6 de março, com 82 anos, viúvo de Virgínia Moreira da Silva, de Arnoso Santa Eulália.

António Ribeiro, no dia 9 de março, com 76 anos, casado com Ana Ribeiro da Silva, de S. Cristóvão de Selho (Guimarães).

Joaquim Ferreira de Azevedo, no dia 5 de março, com 81 anos, casado com Luísa de Araújo Pinto, de Priscos (Braga).

Jacinto Gonçalves de Oliveira, no dia 7 de março, com 76 anos, viúvo de Joaquina Pereira da Silva, da Carreira.

António Martins, no dia 5 de março, com 86 anos, solteiro, de Cambeses (Barcelos).

Rosa Ribeiro, no dia 11 de março, com 88 anos, viúva de Torcato Ribeiro Guimarães Júnior, de Serzedelo (Guimarães).

Agência Funerária Arnoso - José Daniel Pereira Arnoso Santa Eulália - Telf. 91 724 67 03

Antónia Mendes Monteiro, no dia 11 de março, com 78 anos, viúva de Francisco José de Azevedo, de Oliveira S. Mateus.

Abílio de Sá Silva, no dia 2 de março, com 52 anos, casado com Rosa Faria da Cunha, de Esmeriz.

Agência Funerária Carneiro & Gomes Oliveira S. Mateus – Telm. 91 755 32 05

Mário Gonçalves Branco, no dia 4 de março, com 92 anos, viúvo de Alice da Conceição Ramos, de Vila Nova de Famalicão. José de Sá Ferreira, no dia 6 de março, com 61 anos, casado com Maria da Graça Sousa da Silva, de Gavião. António Rodrigues de Carvalho, no dia 6 de março, com 88 anos, viúvo de Maria Figueiredo da Silva, de Mouquim. Felisbina Olga Simões Moreira Murgadinho, no dia 8 de março, com 85 anos, viúva de David Carvalho, de Gavião.

Margarida Maria Ribeiro, no dia 27 de fevereiro, com 82 anos, casada com António da Silva, de Brito (Guimarães). Dâmaso Mendes Martins, no dia 6 de março, com 76 anos, viúvo, de Ronfe (Guimarães). Laura Salazar Guimarães, no dia 6 de março, com 92 anos, solteira, de Ronfe (Guimarães). Agência Funerária S. Jorge Pevidém– Tel.: 253 533 396

Agência Funerária Rodrigo Silva, Lda Vila Nova de Famalicão – Tel.: 252 323 176 Maria Ricardina Pontes Correia Neves, no dia 3 de março, com 85 anos, viúva de José Maria Correia Neves, de Nogueiró (Braga). Ermelinda da Silva Carneiro, no dia 6 de março, com 97 anos, solteira, de Monte Córdova (Santo Tirso). Isaura Alves, no dia 7 de março, com 103 anos, viúva de Adelino Caldas, de Rebordões (Santo Tirso). Agência Funerária de Burgães Sede.: Burgães ´ Filial.: Delães Telf. 252 852 325

Cristina Maria Oliveira Serra, no dia 27 de fevereiro, com 50 anos, filha de Joaquim Fernando Campos Serra e de Maria Amélia Martins de Oliveira, de Santiago de Bougado (Trofa). José Ascensão Ferreira Reis, no dia 6 de março, com 80 anos, casado com Maria da Conceição Ferreira Maia, de Santiago de Bougado (Trofa). Luciana Dias de Oliveira, no dia 9 de março, com 86 anos, viúva de Adelino Gonçalves da Silva, de Ribeirão. Funerária Ribeirense Paiva & Irmão Lda Ribeirão – Telf. 252 491 433

Luís Maia Rodrigues, no dia 4 de março, com 48 anos, casado com Ludovina Oliveira Sousa, de Vale S. Martinho. Maria Emília Fernandes dos Santos, no dia 10 de março, com 90 anos, viúva de Domingos Simões, de Telhado. Agência Funerária das Quintães Vale S. Cosme – Tel.: 252 911 290

Rufino Gomes de Oliveira, no dia 9 de março, com 73 anos, casado com Elisa Lemos Martins de Oliveira, de Riba D’Ave. Agência Funerária Riba D’Ave Riba D’Ave – 917 586 874

Joaquim Pereira da Silva, no dia 6 de março, com 90 anos, viúvo de Maria Madalena Costa e Silva, de Vilarinho das Cambas. Joaquim Ferreira Vidal, no dia 7 de março, com 68 anos, casado com Maria Joaquina Castro Novo, de Gondifelos. Agência Funerária Palhares Balazar– Tel.: 252 951 147

Carolina da Silva, no dia 3 de março, com 80 anos, viúva de José Gomes Araújo, de Areias (Santo Tirso). Manuel Joaquim Gomes, no dia 5 de março, com 88 anos, viúvo de Emília de Jesus Moreira, de Areias (Santo Tirso). Maria Inês Sousa Fernandes, no dia 4 de março, com 80 anos, casada com Francisco da Silva Areias, de Seide S. Miguel. Mário da Costa Ferreira, no dia 5 de março, com 84 anos, casado com Ermelinda Carneiro Dinis, de Requião. José Machado Alves, no dia 6 de março, com 84 anos, solteiro, de Antas S. Tiago. Bernardino Correia da Costa Veiga, no dia 7 de março, com 76 anos, casado com Rosa da Silva Almeida, de Landim. Laurentina Ferreira de Araújo, no dia 9 de março, com 86 anos, viúva de Hilário Carvalho, de Castelões. Agência Funerária da Lagoa Lagoa – Telf. 252 321 594


pública: 13 de março de 2014 23

praça pública

Pelos Quatro Cantos da Ca(u)sa Joaquim Loureiro

Testamento de um advogado (II) (continuação do artigo anterior) uma Sentença. i.- Com uma vantagem Se é certo que mentir ou dizer a acrescida: este sistema de verdade também é uma questão apoio permite evitar a existênde cultura, também é verdade cia de contradições na matéria que a situação actual, intolerá- decisória. Quando procuramos vel, não se resolve com as solu- um Acórdão, por exemplo de ções dos últimos 20 anos: 1960, através da base de dados a.- Privatização dos mais di- do TEDH, encontramos mais de versos actos judiciais e/ou no- 100 decisões subsequentes: tariais; uma Sentença nunca é um caso b.- Meios alternativos de isolado no âmbito da produção “justiça”, que falharam; jurisprudencial do “Tribunal”! c.- Agravamento obsceno j.- O actual sistema de escodas custas, pondo em causa um lha dos advogados oficiosos é serviço que deveria ser tenden- disparatado, na medida em que cialmente gratuito; já se fala na não avalia minimamente a viaaplicação do princípio do “utili- bilidade do “pedido” e/ou da zador pagador”; ao mesmo “contestação”: o que vai autempo que o “apoio judiciário”, mentar a litigância nos tribucom a sua excessiva burocrati- nais. zação e dificuldade de controle k.- Daí que as mais recentes judicial, funcionava cada vez propostas de reforma do sispior; tema judicial (“mapa” dos trid.- Inflação legislativa, como bunais), aparecendo com presse os problemas da justiça não supostos nitidamente assentassem preeconomistas, dominantemente acabem por se na falta de meios traduzir em O fim do sistema técnicos, humamais uma nos e financeiros: “machadada” dos “assentos” veio nos direitos na maior parte agravar, ainda mais, dos cidadãos das vezes não se chega a saber se e nas perspeca anarquia a lei é boa ou má! tivas do dedecisória: a sua e.- O exemplo senvolvimento do funciona- “inconstitucionalidade” económico-somento disparacial do País. deveria ter sido tado do sistema l.Com informático dos uma agraresolvida através tribunais admivante: como da alteração nistrativos e fisum “govercais (Ex: TAFnante” se lida Constituição. Braga, chegou-se mita a estar ao ponto do “sisem funções tema” não funcionar durante durante poucos anos (às vezes mais de 4 meses durante um meses!), o mesmo acaba por ano!), evidencia a total ignorân- nunca prestar contas dos seus cia e irresponsabilidade de disparates legislativos e admiquem faz reformas e, por outro nistrativos. Quem se recorda lado, que não basta ter leis per- dos ministros responsáveis feitas! pela monstruosidade que é a f.- O fim do sistema dos “as- reforma da acção executiva! sentos” veio agravar, ainda Vou ver: mas, neste momento, mais, a anarquia decisória: a confesso que já esqueci! Etc., sua “inconstitucionalidade” de- etc.. veria ter sido resolvida através Sendo a justiça, boa e ráda alteração da Constituição. pida, um bem que se reveste de g.- Aliás, tal anarquia tam- protecção constitucional, cuja bém poderia ser resolvida com ausência tem reflexos directos e a generalização de gabinetes imediatos noutros sectores da de apoio, com “assessores ju- sociedade (economia, família, diciais”, na generalidade dos vida sindical, educação, cultura, tribunais: que ajudariam a com- etc.) continuar a pactuar com a bater a dualidade de critérios mentira e a anarquia, será a de decisão num mesmo tribu- maior das perversões que se ponal; para além de deverem ser o dem imaginar. Não temos, hoje, método principal de selecção justiça urgente: em época de inde novos magistrados. tensa aceleração histórica, se h.- Quando se comprara a compararmos a realidade juríprodutividade de um Juiz, em dica de há 40-50 anos, se comPortugal, comparando-a com a pararmos os “prazos” com idênde um Juiz, por exemplo, do TED ticas situações, verificamos que Homem, para minimizar aquela, estas se generalizaram e que um está a esquecer-se que, em atraso na aplicação da justiça Strasbourg, para 47 juízes, há tem, actualmente, reflexos mais mais de 200 “assessores judi- graves. ciais”, que realizam a maior ( co n t i n u a … ) parte do trabalho material de

Domingos Peixoto

A minha família de afinidade Pais, filhos e avós destes por geração daqueles; nalguns casos com bisnetos, quer pelo aumento da esperança de vida ou pela degradação familiar que “provoca o aparecimento de pais” cada vez mais novos, promovendo a contemporaneidade de um maior número de gerações familiares. Eis o quadro familiar paradigma do mundo desenvolvido em profunda crise económica, social e de valores. Mas não é deste aspeto que, contudo, muito me preocupa, que hoje me quero ocupar, não sem referir que, nas nossas famílias, em paralelo com as monoparentais ou abandonadas, nomeadamente em situação de quase catástrofe sociável como a que hoje vivemos, é cada vez maior o número dos seus “membros”, seja por agregação dos avós, dos pais ou dos filhos e de todos, uns e outros transformados, de um momento para outro, dramaticamente em sem recursos e sem esperança de uma vida melhor. Uma vida de trabalho no país e na emigração (que tantas honras dá aos trabalhadores portugueses) e - depois da realização de um pé-de-meia - , de novo na pátria, porque não se sabia fazer mais nada e para melhorar as condições de vida na velhice, nem sempre são sinónimo do alcance de tal desiderato. Todos conhecemos, como na minha família por afinidade, casos destes com situações economicamente desafogadas em que um dos cônjuges, debilitado fisicamente por razões de doença frequente com internamentos ou por mera avareza do outro cônjuge e, ou descendentes e afins, passa por “privações” vexatórias. O médico “recomenda” cuidado com o frio; não se compra lenha para o sistema de aquecimento, “decide quem manda”, com o argumento de que quatro familiares em situação económica precária, a viverem tipo coabitação, iriam usufruir mais do que o doente!

Se o estado de saúde, que impõe ausência de mobilidade no leito, “aconselha” o uso de um colchão adequado, decide o “gestor descendente”, não se compra que o (…) não está acamado! Se a ferida num calcanhar, provocada por uma queda numa das crises que levaria ao último internamento, há mais de um mês e meio a ser tratada por profissionais especializados, “manda” que não se pode andar, aconselhando a utilização de uma cadeira de rodas para não impor ao paciente uma clausura facilmente evitável, os avarentos não deixam comprar a dita porque (ele) não precisa de andar! Se a família mais chegada quer fazer visita ao doente, seja no hospital ou na residência, logo é interpelada se “não tem mais que fazer ou quer andar a fiscalizar”? Uma parte da descendência pode não ter as melhores opções de condução da sua economia pessoal e pode, até, ter algumas atitudes merecedoras de severos reparos. Nada justifica, porém, que outra parte da descendência lhe queira impor a miséria, alicerçada no seu estatuto do professorado, que permite uma gestão muito mais desafogada da crise e das dificuldades do dia-a-dia do lar. É isto significado de que não basta ser-se professor para ter uma atitude familiar irrepreensível! Desde logo pela falta de solidariedade, ainda por cima tratando-se de familiares muito próximos, alguns dos quais absolutamente indefesos e inocentes. Depois, pela avareza demonstrada, numa altura em que a situação de crise profunda mais justifica que se preste auxílio a quem precisa. É bem verdade que quem vê caras não vê corações. Pena é que a justiça “divina” se não imponha na terra, tanto quanto a maldade dos homens. Qualquer semelhança do texto com a realidade não é pura coincidência.

D’Esguelha

Outra Manif!

Gouveia Ferreira

Há quem se manifeste na rua, nas galerias da Assembleia da República, nas redes sociais, nos locais de trabalho e até em casa, consoante a comodidade, o atrevimento e a importância da serenidade que a pele do seu estatuto lhe confere. Desta vez, um grupo de cidadãos escolheu, segundo o Houaiss, emitir uma declaração pública e solene, expondo a sua posição sobre a estratégia de combate à crise. O denominado manifesto. Nomes da envergadura de Adriano Moreira, Alexandre Quintanilha, Bagão Félix, António Capucho, Boaventura Sousa Santos, Freitas do Amaral, Ferro Rodrigues, Fernando Rosas, Francisco Louçã, João Cravinho, Gomes Canotilho, Vera Jardim, Carvalho da Silva, Sobrinho Simões e Manuela Ferreira Leite, entre várias dezenas, defendem a reestruturação da dívida. Tal como já vinha fazendo qualquer cidadão devedor a bancos e a mercearias, ao sentir-se, efectivamente, grego, para governar o seu pequeno

Famalicão

Barbosa: Rua Santo António, Tel. 252 302 120 Calendário: Rua da Liberdade, Tel. 252 378 400/1 Cameira: C. Mouzinho Albuquerque, Tel. 252 323 819 Central: Praça D. Maria II, Tel. 252 323 214 Nogueira: Av. Marechal H. Delgado, Tel. 252 310 607 Valongo: Rua Adriano Pinto Basto, Tel. 252 323 294 Gavião - Av. Eng. Pinheiro Braga, 72 - Telef. 252 317 301 Marinho: Edif. S. José - Estalagem - Telf. 252 921 182 Martins Ventura: R. C. Cerejeira - Lousado - Telf. 252 493 142 Estação: Largo da Estação - Nine - Telf. 252 961 118 Ribeirão: Largo de Bragadela - Ribeirão - Telf. 252 416 482 Joane: Rua S. Bento, nº 217 - Telf. 252 996 300

Vale do Ave

Almeida e Sousa: Covas - Oliv. Stª Maria - Telf. 252 931 365 Bairro: Av. Silva Pereira, Telf. 252 932 678 Delães: Portela - Delães - Telf. 252 931 216 Riba de Ave: Av. Narciso Ferreira, Telf. 252 982 124 Faria: Estrada Nacional 310 - Serzedelo - Telf. 252 532 346

mundo do casal desempregado, com dois filhos estudantes e a ânsia mensal da chegada das reformas dos velhos. Lá reestruturaram, com os palpites do gerente de conta, sem grande terminologia económica, a prestação do empréstimo bancário, a ver se se aguentam nas quatro paredes que resolveram construir há alguns anos. Quando já se sabe que não haverá dinheiro tão cedo, para pagar o que se deve, pede-se mais prazo, sob pena de tudo se tornar impossível. Óbvio, simples e linear! É o dia a dia de quem sente a crise na pele. Todavia, o chefe do governo e os outros putos consideram irrealista a posição de Adriano Moreira e demais subscritores do manifesto, afigurando-se inoportuno para o candidato europeu da maralha, Emídio Rangel. Mas, porquê? Porque não têm pele!

Famalicão Qu i n t a, 1 3

Serviço Central

Sex ta, 14

Nogueira/Ribeirão

Sá bad o, 15

Valongo

Domi ngo, 16

Gavião

Segund a, 17

Barbosa

Terç a , 18

Cameira

Qua rta, 19

Central/Ribeirão

Vale do Ave

S e r v iç o

Qu i n t a, 1 3 Sex ta, 14 Sá bad o, 15 Domi ngo, 16 Segund a, 17 Terç a , 18 Qua rta, 19

Riba de Ave Almeida e Sousa Bairro Delães Riba de Ave

Serviço de disponibilidade

Paula Reis: R. José Elisio Gonçalves Cerejeira, nº 629 Calendário - Tel. 252 378 057 Maceiras: Louro - Telf. 252 310 425 Marques: Largo da Igreja - Fradelos - Telf. 252 458 440 Oliveira Monteiro: Largo Igreja - Cabeçudos - Telf. 252 331 885 Pedome: Av. S. Pedro, 1139 - Pedome - Telf. 252 900 930 Pratinha: Largo do Cruzeiro - Cavalões - Telf. 252 375 423 S. Cosme: Vale S. Cosme - Telf. 252 911 123 Arnoso: Av. Joaq. Azevedo - Arnoso Sta. Maria - Telf. 252 916 612


24

pública: 13 de março de 2014

publicidade


FC Famalicão vence dérbi frente ao GD Joane A equipa formada há dois anos já apresenta resultados

Rugby feminino procura praticantes Paulo Couto* não sabiam minimamente as regras de jogo e percebiam pouco”, explica Para alguns o Rugby é apenas uma o treinador, sublinhando que “tivemodalidade no meio de tantas ou- ram uma evolução custosa”, pois o tras, mas para outros é também uma ano passado não ganhavam jogo nefilosofia. Valores como o respeito nhum, “mas este ano em quase topelo outro, coragem e trabalho de dos os torneios temos uma vitória ou equipa são cruciais para o sucesso. duas”. Fundado em 1989, o Clube de A prova da evolução foi a chaRugby de Famalicão (CRF) tem, mada de quatro das suas atletas desde há dois anos, uma equipa fe- pelo selecionador regional. Para o minina. Neste momento são 12 as técnico, preocupado com a captaatletas inscritas, provando que este ção de novas atletas, “quem vem desporto não é só para homens. experimentar, gosta e fica”, refe“Achei que a ideia era interessante, rindo que a equipa tem utilizado o pois para além da prática do exercí- sintético do Estádio Municipal de Facio físico, temos muito o cultivo da malicão e “o horário não é o meequipa e da motivação de trabalhar lhor”. “Estamos a tentar melhorar em equipa. Isso são valores que isso, esse é que é o grande prohoje em dia são muito úteis”, refere blema”, aponta. a praticante Daniela Dias. A atleta, O CRF mantém o seu espírito de que também é responsável pela te- luta pela sobrevivência contando souraria da secção, foi uma das que muito com a dedicação dos seus há dois anos foi recrutada na cam- atletas e dirigentes e com alguns panha lançada pelo CRF. “Eu penso apoios, nomeadamente da autarque existe uma crença que, de facto, quia e de alguns patrocinadores. é um desporto impróprio para pes- Criar a secção feminina foi apenas soas mais frágeis. Mas nós, traba- mais um desafio que também está a lhando em equipa e atingindo a téc- ser vencido: “Isto é um processo granica ideal, conseguimos eliminar ou dual, evolutivo, que é como tudo na pelo menos reduzir a eventualidade vida. Antes de andar, gatinha-se”, de lesões que existem em qualquer diz João Pedro Araújo. Para este diridesporto”, acrescenta. gente este é “um grupo fantástico, A equipa feminina pratica Rugby trouxe o primor ao rugby e compleSevens, onde o jogo é disputado por tou também o masculino sénior sete atletas de cada equipa, durante sub16 e sub18”. 14 minutos, divididos por um minuto O Rugby Feminino de Famalicão de intervalo. As regras e o espaço de espera que mulheres famalicenses jogo são precisamente iguais ao audazes sintam curiosidade pela Rugby de 15. modalidade e vistam as cores azulO caminho para a máxima com- rosa do equipamento. petitividade das rugbistas famali*Com José Clemente censes tem sido orientado por Micael Guimarães. “A equipa de rugby feminino está boa, teve uma grande veja em www.famatv.pt evolução em relação ao ano pasou sado, que era o primeiro ano e elas

Filipe Brito inicia campeonato com a subida ao pódio Este ano, com as cores da Tomatubikeres/P.Desejos/VRC Warehouse Technologies, o famalicense Filipe Brito, alcançou o segundo lugar naquela que foi a primeira prova do Campeonato Regional do Minho, a maratona Lameirinha, inserida no Fafe Show Bike. O atleta refere que o seu objetivo “foi ir sempre gerindo o andamento em prova de acordo com as sensações”, pelo que o segundo lugar deixou-o “muito satisfeito por não estar a espera nesta altura de início de época”.

A atleta Daniela Dias

João Pedro Araújo

O treinador Micael Guimarães

Famalicão com mais três recordes nacionais na Natação O Grupo Desportivo de Natação (GDN) de Famalicão esteve em destaque nos Campeonatos Regionais de Infantis, realizados em Paços de Ferreira, nos dias 8 e 9 de março. Esta prova contou com a presença de 254 nadadores da região norte do país, num total de 17 clubes. O GDN de Famalicão foi o clube mais medalhado, tendo obtido 24 medalhas de ouro, 3 medalhas de prata e 6 medalhas de bronze, em infantis A, e 14medalhas de ouro, 11 de prata e 3 de bronze em infantis B, orientados por Sérgio Souto, Rui Correia e Diogo Coelho. O destaque desta prova foi para o quarteto famalicense, constituído por João Tinoco, Miguel Santos e Hugo Morais, que fixaram o novo máximo nacional

nas provas de 4x200 Livres, 4x100 Livres e 4x100 Estilos. De igual modo, foram estabelecidos novos máximos regionais por intermédio de José Freitas na prova de 200Livres; José Salgado na prova de 200 Costas; e Hugo Morais na prova de 100 Mariposa. Mariana Maia com 456 pontos, José Moreira com 430 pontos e José Freitas com 549 pontos foram os nadadores com melhor performance dos campeonatos. Os atletas que se sagraram campeões regionais foram: José Freitas, Afonso Cunha, João Tinoco, José Moreira, José Sousa, Hugo Morais, José Saraiva, Lara Matos, Francisca Carneiro, Mariana Maia, Clara Sousa, Maria Brandão e Mafalda Maia.


26

sport: 13 de março de 2014

Resultados do Vitalinhos Os iniciados do Vitalinhos deslocaram-se ao campo do Juventude Académico e regressaram com um empate a 2 bolas. Os infantis receberam o Vizela FC e também se ficaram pelo empate a 2 bolas, depois de uma boa recuperação de um resultado desfavorável a perder por 2 a 0. Os benjamins receberam o FC Famalicão e acabaram derrotados pela margem mínima, num jogo muito equilibrado em que a sorte ditou o resultado final. Os traquinas também receberam o FC Famalicão, em jogo a contar para a Liga Vale do Ave, e obtiveram o terceiro empate deste fim-de-semana, desta feita a 3 bolas. No próximo fim de semana os iniciados recebem em casa o S. Cosme, no sábado, pelas 15h00, enquanto os infantis vão jogar fora, com a Casa Benfica, no sábado, pelas 9h00. Já os benjamins deslocam-se a Joane no domingo, pelas 10 h00.

Traquinas da Geração Benfica vencem Lousado

futebol

Oliveirense arranca três pontos importantes na Lixa

Tranquilo, tranquilo 0-1 Estádio Senhora do Amparo, na Lixa Árbitro: Gonçalo Martins (AF Vila Real)

Lixa Oliveirense Vasco Viana Filipe (81’ Abreu) Edu Manel Jorginho Marco Raúl (46’ Paulo Gomes) Quinzinho Mauro Pedro Mendes Bessa

Murta Tiago Moreira Paulo Renato Marco Ribeiro André Pereira Beck Marcelo (82’ Hugo Teixeira) Abdou (56’ Seidi) Cerdeira Zé Tiago Correia (78’ Santiago)

Treinadores Filipe Mesquita

António Carvalho

Golos: 0-1 Cerdeira (69’). Cartões Amarelos: Beck (49’); Bessa (55’); Manuel Pedro (64’); Marco Ribeiro (72’); Marcelo (76’); Zé Tiago (84’); Jorginho (85’); Cartões Ver me lhos: Manuel Pedro (90+4’);

Fernando Silva A Escola do Benfica em Famalicão cumpriu, no passado fim d semana, vários jogos com as turmas de Traquinas, Benjamins, Infantis e Iniciados. Os Traquinas, de Paulo Rodrigues, jogaram para a Liga Vale do Ave. As “Águias” venceram de forma clara na receção ao Lousado. No sábado de manhã, os Benjamins, de Elias Pinto, receberam e venceram a equipa do Cavalões. Já no domingo de manhã, os Benjamins, de Nuno Santos, receberam a equipa do Ronfe e também venceram. Os Infantis, dos professores Dinis Moreira e Paulo Ribeiro, jogaram em Dume e perderam ambos os encontros. Por sua vez, os iniciados, de Carlos Fernandes, obtiveram um empate na visita ao terreno do Avidos e Lagoa.

A Associação Desportiva Oliveirense deslocou-se à cidade da Lixa, no passado domingo, com o objetivo de angariar três pontos num dos jogos mais difíceis para a equipa de Oliveira Santa Maria nesta segunda-fase, e conseguiuo com bastante inteligência e disciplina. A AD Oliveirense começou o jogo a pressionar, incutindo um ritmo frenético para os primeiros

15 minutos, tendo-se jogado mais no interior do meio campo lixense, com algumas respostas pelo Lixa de contra-ataque, fazendo com que o jogo não passasse muito pelos homens do centro do terreno. A primeira oportunidade flagrante, surgiu ao fim dos primeiros 10 minutos, com o capitão Marco Ribeiro a cabecear para grande defesa de Vasco Viana, e na resposta, o Lixa aproveitou um lance rápido pelo lado direito, mas Tiago Moreira foi imperial a desarmar, e a lançar logo um ataque. Aliás, durante toda a primeira parte, foi habitual ver-se a equipa da Oliveirense a recuperar algumas bolas na defesa, partindo rápido para um contra-ataque, isto quando não tinha a posse de bola, trocando-a por entre o centro do terreno. Do outro lado, Bessa foi tentando, mas Murta controlava tudo. A AD Oliveirense teria ainda algumas oportunidades, por Correia, Zé Tiago e Cerdeira, mas nenhuma teve o melhor desfecho. Na segunda parte, a Oliveirense começou com a mesma toada da primeira, controlando a posse de bola, e sempre à espreita de um deslize de Vasco Viana, que, com o passar dos minutos, foi ficando nervoso, como aliás toda a equipa do Lixa, equipa técnica e também os adeptos, que puxavam pela imaginação na hora de chamar pelo árbitro, tendo-lhes valido várias

repreensões da polícia, e algumas ‘cacetetadas’ no final, mas isso é outra história. À passagem dos 10 minutos da segunda parte, António Carvalho troca Abdou por Alberto Seidi, reforço surpresa vindo do Southampton, e internacional 21 português, reforçando assim o sector ofensivo, que se tornou mais endiabrado. Mas não foi surpresa para ninguém, quando a meio da segunda parte, os homens do ataque de Oliveira ganharam um livre à entrada da área, soberbamente cobrado por Cerdeira, que deu um trato tal à bola que esta só parou no ângulo da baliza lixense, sem hipóteses para Vasco Viana, que, pesado, não conseguia voar mais alto. A organização e a inteligência acabaram por valer 3 pontos à Oliveirense, que já se encontra a 2 do primeiro, Felgueiras, com quem disputará um jogo que se espera de risco, no próximo domingo, em Felgueiras.

CNS

CLASSIFICAÇÃO

1. Fc Felgueiras 2. OLIVEIRENSE 3. RIBEIRÃO 4. FAMALICÃO 5. Varzim 6.JOANE 7. Tirsense 8. Lixa

RESULTADOS

Manutenção - Série B J

4 4 4 4 4 4 4 4

Tirsense, 0; Fc Felgueiras, 0 Lixa, 0; OLIVEIRENSE, 1 Varzim , 0; RIBEIRÃO, 0 FAMALICÃO, 2; JOANE, 1

V

2 2 2 2 0 1 1 1

E

1 2 1 1 2 0 2 1

D

1 0 1 1 2 3 1 2

F

7 4 5 5 2 7 3 5

C

6 0 4 6 5 9 3 5

P

22 20 18 17 17 16 15 9

PRÓXIMA JORNADA Fc Felgueiras - OLIVEIRENSE RIBEIRÃO - Lixa Tirsense - FAMALICÃO JOANE - Varzim

pub


futebol

Vitória no dérbi permite troca de posição na tabela com os rivais

Famalicão ultrapassa Joane 2-1 Estádio Municipal, em Famalicão Árbitro : Ricardo Coimbra (AF Braga)

Famalicão Joane Tó Figueira José Alberto (57’ Mércio) Jorge Miguel (87’ Élvis) Palheiras José Vilaça Éder Diego Williams (57’ Chico) Nené Perdigão Marco André Reguila

Marafona Dinis Almeida Rui Filipe (87’ Diogo Brandão) Paulo Rola Eliseu Herculano Jorginho (64’ Sócrates) Hélio Cruz André Carvalho Patrick Aylton

Treinadores Daniel Ramos

Pedro Hipólito

Golos: 0-1 Aylton (46’); 1-1 Éder Diego (69’); 2-1 Perdigão (83’). C artõ es Amare los: Rui Filipe (36’); José Alberto (44’); Hélio Cruz (45’); André Carvalho (60’); Aylton (62’); Patrick (63’); Éder Diego (80’); Reguila (88’); Mércio (90’). C artõ es Vermelho s: André Carvalho (85’).

José Carlos Fernandes Um dérbi rasgadinho e emotivo culminou com a vitória dos famalicenses. Muito público e bom ambiente, teve como registo a ausência dos técnicos nos bancos, Daniel Ramos ainda não está inscrito, Pedro Hipólito continua de suspensão sem se saber ainda qual o castigo. Os locais, com a vitória moralizadora na jornada anterior frente ao Ribeirão, apresentaram o mesmo

onze, Pedro Hipólito mexeu um pouco na estrutura, com as entradas de Rui Filipe e Jorginho em detrimento de Diogo Brandão e Sócrates. Na primeira parte, poucos lances de perigo e de bom futebol, o Famalicão foi ligeiramente superior, conseguiu por duas vezes incomodar a baliza de Marafona. O Joane teve sempre muitas cautelas, defensivamente deu poucas veleidades ao seu adversário. A segunda parte abriu com o golo joanense. Boa Morte correu metros sem ninguém lhe sair ao caminho e aproveitou o ligeiro adiantamento de Tó Figueira para abrir o ativo. Foi o primeiro remate de registo dos forasteiros e o golo. O Famalicão por minutos passou por algum desnorte, mas a verdade é que o Joane também não forçou. Aos 53 minutos, o remate de Perdigão causou perigo na baliza de Marafona. A vantagem mínima não dava esperanças ao Joane de poder pontuar. Daniel Ramos acentuou o ataque, as entradas de Mércio e Chico forçaram o andamento, a equipa de Pedro Hipólito passou a ter mais trabalho defensivo. O empate até surgiu com naturalidade. Diego em perfeita e rápida rotação bateu Marafona, quando o relógio marcava 69 minutos. A igualdade levou as equipas a soltarem-se mais, beneficiou o espetáculo, o futebol foi mais rápido e mais atrativo. O Joane pretendia pontuar, o Famalicão demonstrou sempre mais inconfor-

mismo. Foi, contudo, o Joane que esteve perto de marcar, Eliseu em boa jogada rematou ao lado, foi também o melhor lance, do defesa, que jogou a médio. Dois minutos depois, surge o golo da vitória dos anfitriões. Num lance em que o Joane pediu falta, a jogada desenrolou-se. e diga-se a melhor do desafio, acabou por surgir Perdigão a bater pela segunda vez Marafona. Foi imensa a alegria fora e dentro do relvado, todos sentiam a necessidade de o Famalicão ter que pontuar nesta partida. O Joane ainda reagiu, mas a expulsão de André Carvalho por acumulação de amarelos retirou todas as hipóteses de discutir melhor resultado. No final Pedro Hipólito aceitou a derrota, mas frisou que a sua equipa foi algo empurrada para trás pela arbitragem, Daniel Ramos estava satisfeito referindo que o Famalicão foi justo vencedor. Este resultado coloca o Famalicão em quarto lugar, o Joane passa para sexto, ficando em situação mais complicada, mas a diferenças pontual deixa tudo em aberto, para todas as equipas. Ricardo Coimbra, o juiz de Braga, mostrou muitos amarelos e foi alvo de muitas críticas dos joanenses, principalmente no lance do segundo golo do Famalicão. veja em www.famatv.pt ou

Quartos de final da Taça AFSA Disputaram-se, no passado fim de semana, os quartos-de-final da Taça AFSA, havendo os seguintes resultados: FC Landim 2 -1 JASP; AD Pedome 3 - 4 AM Lameiras; S. Cosme 3 - 2 Cajada e S. Martinho 6- 0 ARCD Bente. As meias-finais da competição contarão assim com FC Landim, AM Lameiras, S. Cosme e S. Martinho.

Resultados camadas jovens do GD Joane Jogou-se, no passado fim de semana, mais uma jornada dos campeonatos jovens, onde o GD de Joane obteve os seguintes resultados: Delães 2-8 Joane (Juniores); Joane 5-0 Oliveirense (Juvenis); Taipas 2-0 Joane (Iniciados); Joane 6-0 J Académico (Infantis Serie H); Joane 0-6 Ruivanense (Infantis Série I); Joane 3.2 Oliveirense (Benjamins Série G); Joane 4-1 Oliveirense (Benjamins Série H).

sport: 13 de março de 2014 27

Ricardo Costa reconduzido no Cabeçudense Ricardo Costa foi reconduzido da presidência da Direção do Sporting Clube Cabeçudense. A eleição decorreu, no reuniu em Assembleia Geral na passada sexta-feira, dia 7, no decorrer de uma assembleia geral, destinada a eleger os corpos gerentes para o biénio 2014/2016. A reunião contou com muita participação dos sócios e ao ato eleitoral concorreu apenas uma lista, que foi eleita por unanimidade. Assim, a Direção, além de Ricardo Costa como presidente, é composta por Carlos Paulo Costa, vice-presidente, Luís Sá, tesoureiro, e Vítor Lopes e Carlos Ferreira como 1º e 2º secretários, respetivamente. A presidir à Assembleia Geral ficou Sílvio Granjo, enquanto Pedro Couto assume a presidência do Conselho Fiscal. Os objetivos desta nova direção passam pela conclusão da obra da parte social, manutenção da equipa sénior na 2ª divisão nacional de futsal, aumento do número de sócios e criação de mais escalões de formação de futsal.

Juniores do FC Famalicão vencem adversário direto O FC de Famalicão recebeu, no passado sábado, o Vitorino de Piães, um jogo do campeonato nacional da 2ª divisão de Juniores A. O Famalicão entrou mais forte no jogo, dominando a posse de bola e as iniciativas de ataque. À medida que o jogo se foi desenrolando, as situações foram sendo cada vez mais flagrantes até que surgiu o golo da vantagem, marcado pelo Lobo aos 24 minutos. A reação do adversário previa-se agressiva mas o Famalicão soube responder bem, mantendo a concentração no jogo e os índices de pressão. Numa jogada bem desenvolvida, pela esquerda, Luís isola-se para a baliza conseguindo aguentar a pressão o adversário e finalizar com sucesso aos 34 minutos. Na segunda parte, o bloco compacto que o Famalicão conseguiu apresentar dificultou imenso a ação do adversário, o que lhe permitiu chegar ao terceiro golo ao minuto 90, por Fábio, e sentenciar assim o jogo a seu favor. Os Juvenis A receberam o Gil Vicente e perderam por 1-0 com um golo de bola parada. Os Juvenis B foram a Pevidém jogar com a equipa local, vencendo por 2-0. Os iniciados A receberam o Santa Maria e empataram a uma bola. Os Infantis A receberam o sempre difícil SC Braga e perderam por 2-0 e os infantis B perderam em casa com GD Louro por 4-0. Já os infantis C, a jogar em casa, ganharam ao Bairro por 3-1. Nos escalões de Benjamins, a equipa A deslocou-se ao terreno do Ruivanense, ganhando por 3-1, a equipa B venceu por 1-0 a escola Francisco Vital e a equipa C foi Amares perder por 8-1. pub


sport: 13 de março de 2014

28

futebol

Ribeirão rubrica boa exibição na Póvoa

Dois penaltis no final ditam derrota do Ninense

Manutenção é cada vez mais uma miragem

Mais um passo pela manutenção 0-0 Estádio do Varzim, na Póvoa de Varzim Árbitro : André Almeida (AF Ponta Delgada) Auxiliares: Rui Cabral e Pedro Cabral

Varzim Ribeirão Vilacova Tiago Lopes Mário (Rui Figueiredo 55’) Roberto Nelsinho (Penela 81’) Vítor Hugo Agostinho Vasco (Gilberto 63’) Pedro Sá Hamilton João Paulo

André Rafael Vieira Diogo Caramelo João Paulo Penouço Vitinha (Sousa 81’) Pipo (James 60’) Mendes Ivo Alibacar (Isaiah 39’) Abulai

Treinadores Alexandre

Rui B atista

Golo s: Não houve. Cartõe s Amarelos: Alibacar (29’), João Paulo (40’), Mendes (63’), Mário (75’), Roberto (78’), André (79’), Rui Figueiredo (86’), Diogo Caramelo (87’). Cartõe s Vermelho s: Não houve.

Aristides Ferreira O Ribeirão está de regresso aos pontos. Na deslocação à Povoa de varzim os homens do Passal apresentaram-se desfalcados de três habituais titulares, Daniel, Varela e Igor, que cumprem castigo depois de serem expulsos no jogo anterior frente ao Famalicão, mas com uma equipa muito jovem e irreverente o Ribeirão, com uma bela exibição, conseguiu arrancar um precioso ponto na fuga à despromoção. Os primeiros minutos foram equilibrados, mas a equipa da casa, a partir dos dez minutos, tomou conta do jogo e aos dez minutos surgiu o primeiro lance perigo onde vasco não deu melhor seguimento a um cruzamento da esquerda do seu ataque. O mesmo jogador, dois minutos depois, tentou o remate fora da área mas a bola passou rente ao poste. O

Ribeirão, muito fechado no seu meio campo e a sair em contra ataque, podia ter inaugurado o marcador aos 14 minutos: Diogo Caramelo ofereceu o golo a Pipo mas este deslumbrouse e permitiu o corte de um defesa do Varzim. Sem espaço, os varzinistas tentavam alvejar a baliza de André de fora da área mas o resultado ia-se mantendo no nulo até que, à passagem do minuto 32, o arbitro viu uma mão dentro da área do Ribeirão apontando para a marca de grande penalidade. Chamado a converter, Tiago Lopes rematou para uma bela defesa de André. O Ribeirão respondeu de imediato e Alibacar desperdiçou o golo dos forasteiros. A primeira metade não ia terminar sem mais uma bela defesa de André a remate de Hamilton. Na segunda metade, o Varzim entrou determinado em chegar à vantagem e, logo nos primeiros instantes, Vítor Hugo ganhou espaço na direita do seu ataque mas rematou para fora. O Ribeirão, muito bem taticamente, respondia aos 53 minutos: Pipo foi carregado dentro da área mas o árbitro marcou um livre à entrada da área, na conversão do livre Mendes rematou à barra. O Varzim tentou o último folego para chegar ao golo, mas André, com um punhado de boas defesas, evitou que os varzinistas conseguissem arrecadar os três pontos. O guarda-redes do Ribeirão mostrou na Povoa de Varzim que já é uma mais-valia no plantel do Passal. O Ribeirão vestiu o fato-macaco trabalhou muito e foi premiado com um precioso ponto na luta árdua para se manter nesta divisão, com este resultado continua fora da linha vermelha e os próximos episódios prometem muita emoção. O árbitro de Ponta Delgada não está isento de erros mas tentou ser imparcial.

Inatel: UD Calendário 2-2 Meães A União Desportiva de Calendário deslocou-se ao terreno do Meães para um dérbi da freguesia de Calendário. O Meães entrou bem no jogo e o União não conseguia sacudir a pressão, sendo com normalidade que a equipa da casa chegou ao golo, ao minuto 12. Ao minuto 20, o União sofreu o segundo tento da partida. O jogo desenrolava-se muito no meio campo, e aos 35 minutos, Ivo reduzia a desvantagem na partida. O intervalo chegou com o Meães em vantagem no marcador. Na segunda parte o União entrou mais forte, com mais posse de bola e, ao minuto 65, André fez o segundo golo do União, empatando a partida. A partir daqui o jogo caiu de qualidade com muitos atritos entre os jogadores e o futebol não existia. O empate ajusta-se, mediante aquilo que ambas as equipas fizeram. Entretanto, no passado sábado, o União promoveu um jantar de convívio, na sua sede social, que juntou muitos sócios e amigos da coletividade. O jantar decorreu com muita alegria boa disposição e , segundo a coletividade, “ serviu para unir ainda mais todos os aqueles que estão a ajudar o União neste momento de transição”.

3-1 Estádio São Sebastião, em Mirandela Árbitro: Pedro Vilaça (AF Porto) Auxiliare s: Tiago Leandro e Hélder Casanova

Mirandela Ninense Pedro Fernandes Adriano Bruno Graça Corunha Filipe Sérgio Duarte (João Amaral 69') Ruca Billa Fábio Fortes (Edgar Abreu 83') Rui Lopes Nuno Paulo (Gradíssimo 69')

André Ferreira China David Lourenço Diop (Bruno Silva 67') Capela Renato Tiago Fernandes Badara João Cruz (Emerson 45') Hélder Rocha (Hélder Guimarães)

Treinadores Nuno Lima

Paulo Rafael

Golo s: 1-0 Corunha (36'), 2-0 Gradíssimo (76' g.p. ); 3-0 Gradíssimo (85' g.p.); 3-1 Bruno Silva (90+3') Cartõe s Amarelos: Adriano (21'), João Cruz (27'), Filipe (31'), Hélder Oliveira (35'), Sérgio Duarte (46'), Émerson (54'), Diop (56'), Corunha (60'), Hélder Guimarães (70'), Bruno Silva (70'), Fábio Fortes (80'), Tiago Fernandes (85'), Edgar Abreu (89'). Cartõe s Vermelho s: China (88').

Alberto Barbosa Após a derrota caseira da semana passada, pouco restava aos ninenses senão levantar a cabeça e encarar a difícil deslocação a Mirandela como mais uma final. Paulo Rafael promoveu algumas alterações, com a inclusão de Hélder Rocha a titular e o regresso de Badara na frente de ataque. O jogo começou com um Ninense atrevido, procurando equilibrar as operações no meio campo. O primeiro sinal de perigo surgiu ao quarto de hora, com Diop a centrar para a área, mas Capela a chegar atrasado à bola. Os lances de perigo sucediam-se na área ninense, e já perto do intervalo, Billa escapa pela esquerda, com Hélder Rocha a cortar a bola de carrinho e com o árbitro a sancionar falta perigosa à entrada da área ninense. O lance

Mirandela levou a melhor sobre os de Nine

acabaria por ser letal para os famalicenses, já que na marcação do livre, Corunha aparece livre de marcação, e cabeceia com alguma facilidade para o golo inaugural do Mirandela. Já perto do intervalo, Capela tem nos pés o golo do empate, mas Pedro Fernandes negou. Paulo Rafael mexe na equipa ao intervalo, fazendo entrar Émerson para o lugar de João Cruz. Logo aos dois minutos, Lourenço teve no pé direito o tento da igualdade, mas o remate acabou por sair ao lado. Em vantagem, os da casa optaram por adormecer o jogo. Ao quarto de hora do segundo tempo, Billa quase marca, mas David desarma o atacante na hora certa, adiando novo golo do Mirandela. Aos 30 minutos, Billa remata contra David à queima-roupa e o árbitro decide-se pelo castigo máximo, cobrado por Gradíssimo. O mesmo jogador cobraria nova grande penalidade, dez minutos depois. Tiago Fernandes comete falta, mas o lance ocorre bem fora da área, com o árbitro novamente a apontar para a marca de grande penalidade. Incrédulos com estas decisões, numa fase onde até era o Mirandela quem tinha o domínio de

jogo, os jogadores famalicenses ficaram desnorteados, e China acabaria por ser expulso com vermelho direto por palavras ao Juiz da partida. Hélder Guimarães ainda tentou remar contra a maré, cobrando um canto e um livre direto que proporcionaram a Pedro Fernandes duas defesas de bom recorte técnico. Já nos descontos, o Ninense chegaria mesmo ao tento de honra, com Bruno Silva a dominar a bola e a rematar colocado fora da área, marcando um golo de belo efeito. Faltam dez jogos para acabar o campeonato, e face aos resultados das outras equipas, o sonho da manutenção nos campeonatos nacionais é cada vez mais uma utopia.

CNS

CLASSIFICAÇÃO

1. Fafe 2. Mirandela 3. Vianense 4. Vilaverdense 5. Santa Maria 6. P. Salgadas 7. Valenciano 8. AD NINENSE

RESULTADOS

Manutenção - Série A J

4 4 4 4 4 4 4 4

Mirandela, 3; AD NINENSE, 1 Santa Maria, 1; Fafe, 0 Vianense, 2; Valenciano, 0 P. Salgadas, 1; Vilaverdense, 1

V

2 2 2 2 2 1 0 0

E

1 1 1 2 1 2 0 2

D

1 1 1 0 1 1 4 2

F

6 8 6 5 4 3 2 3

C

3 5 4 1 3 4 11 6

P

24 22 20 19 18 13 11 6

PRÓXIMA JORNADA Mirandela - Santa Maria Fafe - Vianense Valenciano - P. Salgadas AD NINENSE - Fafe

Tudo igual no Futsal Distrital Disputou-se no passado fim de semana a 19ª jornada da 1ª Divisão de Futsal da AF Braga, com os seguintes resultados para as equipas famalicenses: MAL 7-3 FC Amares; AD Esmeriz 3-6 FC Vermoim; GD Caldelas 1-5 S. Mateus; Mouquim 5-3 AST Futsal e Futsal Barcelos 3-3 DRP Delães. Com estes resultados, a posição mantém-se igual na tabela para todas as equipas de Famalicão. O S. Mateus segue em 2º, com 52 pontos, enquanto

o FC Vermoim está em 3º, com 46. O MAL é 4º, com 43 pontos, e o Mouquim segue em 8º, com 27 pontos. Já a AD Esmeriz mantém o 11º lugar, com 16 pontos, enquanto a CRP Delães está em 13º, com 15 pontos. Na próxima jornada teremos os seguintes jogos: no dia 14, Rio Caldo - Mal (21h45), no dia 15 o S. Mateus - AD Esmeriz (17h) e o FC Vermoim - Mouquim (21h30).

Resultados Inatel Disputou-se no passado fim de semana, a 16ª jornada do Inatel de Braga – Série A, com os seguintes resultados para os clubes famalicenses: Meães 2-2 Juventude Académico; S. Cláudio 0-3 Marrancos; Mikaelense 2-3 CD Lousado e CD Vilarinho 2-0 ADC Telhado. O CD Lousado segue em primeiro, com 34 pontos.


futebol

Equipas famalicenses vencem nos nacionais de Futsal Disputou-se no passado fim de semana a 18ª jornada da II e III divisões dos Nacionais de Futsal, com resultados muito positivos para Cabeçudense e Covense. Na II Divisão, a ACDSC Cabeçudense recebeu um adversário que luta pela promoção, o Viseu 2001, e obteve uma excelente vitória, por 6-3. A equipa famalicense começou melhor, pondo-se em vantagem logo nos primeiros minutos, mas acabaria por ceder o empate pouco depois. Mas, inspirado e com a sorte a seu favor, o Cabeçudense foi aumentando a

vantagem até aos 4-1, altura em que voltou a sofrer um golo, para marcar ainda mais dois. O melhor resultado possível para esta equipa que tem sofrido muito para ombrear com equipas melhor apetrechadas financeiramente. O Cabeçudense mantém assim a 12ª posição, mas agora com 16 pontos, estando cada vez mais perto dos lugares de meio da tabela. A equipa de Cabeçudos deslocase ao Porto, para jogar com o Freixieiro, no próximo dia 16, às 17 horas. Na III Divisão, o GR Covense

também venceu, escalando assim para os lugares de promoção deste campeonato, após uma excelente vitória em Macedo de Cavaleiros, por 3-4, guardando a vantagem mínima que já trazia desde o intervalo. A equipa de Ruivães está cada vez mais perto de consumar o sonho da promoção e encontra-se agora em terceiro lugar da tabela, com 32 pontos. Na próxima jornada, a disputar dia 15, pelas 16 horas, o Covense recebe o rival direto Caxinas, que está em 4º com os mesmos pontos.

sport: 13 de março de 2014 29

Liga Futsal de Famalicão Disputou-se mais uma jornada da Liga de Futsal de Famalicão, no passado fim de semana, com jogos no Pavilhão das Lameiras, no escalão de infantis, e os resultados foram os seguintes: FC Vermoim2-4 A2D Didaxis; Arnoso Sta Eulália 0-11 AJ Joane; Barrimau FC 1-3 Sportfut; CRC 3-7 S. Martinho. Na próxima jornada, a realizar no dia 16 de março, o escalão de infantis joga no Pavilhão de Vermoim, com organização a cabo da AJ Joane, e conhece os seguintes jogos: Recreio Desportivo - Arnoso Sta Eulália (9h); FC Vermoim - Barrimau FC (10h); S. Martinho - AD Esmeriz (11h) e AJ Joane - Sportfut (12h). Já no escalão de pré-escolas, os seguintes jogos são organizados pelo MAL, e disputam-se no Pavilhão de Brufe: CRC - AJ Joane (9h); UD Calendário – S. Cosme B (10h); Sportfut - Recreio Desportivo (11h) e Sporfut B – S. Cosme A (12h). pub

Tudo igual para ARJ Mogege e FC Vermoim Disputou-se, no passado dia 8, a 2ª jornada do Nacional de Futsal (Feminino) – Fase de Campeão, onde estão presentes duas equipas famalicenses. O FC Vermoim, que vinha de um importante empate frente ao Benfica, foi empatar a 4 bolas no terreno do Novasemente, atrasando-se dois pontos na luta pelo campeonato. A equipa de Vermoim esteve a perder por 3-0 até aos 19 minutos, altura em que começou a reviravolta, tendo chegado aos 3-4. Perto do fim, as adversárias empataram, após vários erros da equipa de arbitragem, que foi muito contestada pela equipa de Vermoim, no final da partida. O FC Vermoim segue em 5º lugar, com 2 pontos.

Já a ARJ Mogege deslocou-se ao Pavilhão Império Bonança (Luz) para defrontar o SL Benfica, tendo arrancado um importantíssimo empate, que pode ser muito positivo para o que resta do campeonato. A equipa de Mogege sofreu para arrancar este empate, mas poderia ter conseguido mais, não fosse alguma ineficácia ofensiva. Com este empate, a equipa famalicense caiu para o 8º lugar, com 1 ponto. Na próxima jornada, a disputar dia 15 de março, as equipas famalicenses jogam em casa, com o FC Vermoim a receber os Restauradores Avintenses, pelas 16h00, e a ARJ Mogege a receber a Novasemente, pelas 17h00.

Divisão de Honra: Terras de Bouro 2 - 0 CRP Delães O CRP Delães perdeu no reduto do Terras de Bouro, segundo classificado por duas bolas a zero. O jogo começou praticamente com um lance duvidoso, uma vez que o juiz da partida logo aos 2 minutos marcou penálti a favor do Terras de Bouro, por alegado empurrão de um homem do Delães. No entanto, na conversão do penálti, o avançado do Terras atirou ao lado. O Delães perdeu alguma tranquilidade e à passagem dos 20 minutos, o Terras inaugura o marcador. A partir deste momento, o Delães soltou-se e tentou reagir, tendo criado algum perigo junto da baliza dos da casa mas sem conseguir fazer o golo da igualdade.

AF BRAGA CLASSIFICAÇÃO

1. Amares 2. T. Bouro 3. S. COSME 4. GD LOURO 5. RUIVANENSE 6. Gerês 7. Antime 8. Pica 9. Emilianos 10. Regadas 11. DELÃES 12. St Adrião 13. A Urgeses 14. Silvares 15. Op. Campelos 16. BAIRRO

RESULTADOS

J

22 22 21 22 22 22 22 22 21 22 22 22 22 22 22 22

Antime, 2; A Urgeses, 0 GD LOURO, 2; Op. Campelos, 0 BAIRRO, 3; S. COSME, 3 Gerês, 1; Emilianos, 1 RUIVANENSE, 3; Silvares, 0 T. Bouro, 2; DELÃES, 0 Regadas, 2; Amares, 2 St Adrião, 1; Pica, 2

Na segunda parte, o Delães entrou com espírito guerreiro e tentou chegar perto da baliza dos da casa. Depois, um homem do Terras de Bouro mete mão à bola, mas o juiz da partida mandou seguir. No seguimento do lance e em contra ataque, o Terras de Bouro fez o 2-0 final. O Delães alinhou com: Samu, Hélder, Tiago, Marco Sousa e Alves, Zé Vitor, Marques, Luisinho, Vitinha, Marquinho e Vale. Jogaram ainda: Anisio, Jassa e Moreira. Na próxima jornada o Delães recebe o Santo Adrião, no domingo, às 15 horas.

Resultados da 1ª divisão Futsal AF Braga Divisão de Honra V

18 15 12 11 10 9 8 7 8 7 6 7 6 5 3 3

E

2 1 4 4 7 8 6 8 5 6 5 2 4 4 7 7

D

2 6 5 7 5 5 8 7 8 9 11 13 12 13 12 12

F

65 34 31 42 31 30 26 31 36 27 35 26 21 24 27 26

C

15 20 27 32 27 23 24 28 34 31 37 45 30 49 43 47

P

56 46 40 37 37 35 30 29 29 27 23 23 22 19 16 16

PRÓXIMA JORNADA Pica - BAIRRO Op. Campelos - Gerês S. COSME - GD LOURO Emilianos - RUIVANENSE Silvares - Antime Amares - T. Bouro A Urgeses - Regadas DELÃES - St Adrião

AF BRAGA CLASSIFICAÇÃO

J

1. Roriz

19

3. Viatodos

19

2. MARCA

V

I Divisão-Série A

11

19

12

4. Ucha

19

9

6. Granja

19

5. Sequeirense 7. Operario FC

18

MARCA, 2; Sequeirense, 3 Granja, 3; GD Fradelos, 1 Roriz, 3; Viatodos, 4

Ucha, 3; ADJ Mouquim, 0

3

4

42

22

39

3

5 5

6

4

9

19

2

4

18

Ferreirense, 1; Operario FC, 2 Guisande, 2; Lomarense, 2

P

19

19

RESULTADOS

C

3

10. ADJ Mouquim 12. GD Fradelos

F

8

19

11. Ferreirense

8

7

D

6

19

8. Lomarense

9. Guisande

11

E

6 5

2

8 3

1

2 5

50 41

23 27

39 36

5

33

24

32

6

26

23

27

5

8

33

25

27

30

25

17

65

5

25

11

17

6

13 15

21

38

29

27

26

26

32

18

62

21

10

7

PRÓXIMA JORNADA Sequeirense - Ferreirense Operario FC - Granja MARCA - Roriz

GD Fradelos - Ucha

Lomarense - Viatodos

ADJ Mouquim - Guisande

Disputou-se, no passado fim de semana, a 19ª jornada da 1ª divisão da AF Braga, com os seguintes resultados para as equipas famalicenses presentes na Série A: Granja FC 3 -1 GD Fradelos; Ucha 30 ADJ Mouquim e FC Ferreirense 12 Operário FC. Com estes resultados, o Operário sobe um lugar na tabela, estando agora em 7º com 27 pontos. Já a ADJ Mouquim mantém-se no 10º lugar, com 18 pontos, enquanto o GD Fradelos segue em último, com 5 pontos. Na próxima jornada, a 16 de março, disputam-se os seguintes jogos: Operário FC - Granja FC; GD Fradelos - Ucha; e ADJ Mouquim GD Guisande.

pub


30

sport: 13 de março de 2014

modalidades

Badminton: Sónia na seleção nacional A atleta do FAC, Sónia Gonçalves, participou no Open Internacional de Portugal, disputado no Centro de Alto Rendimento das Caldas da Rainha. Em representação de Portugal, Sónia foi a única portuguesa com entrada no quadro principal de senhoras, e embora afastada na primeira ronda pela checa Katerina Tomalova, vai ascender ao seu melhor ranking mundial na próxima semana, onde figurará muito perto do lugar 215. O open realizou-se de 6 a 9 de Março e Sónia participou nas três variantes: singulares, pares senhoras e pares mistos. Entretanto, Sónia Gonçalves vai participar no “International Series”, em Timisoara, na Roménia. A atleta do FAC tem entrada direta no quadro principal da prova de singulares senhoras e tem como grande objetivo a entrada nas 200 melhores do mundo após esta prova.

Academias Alex Ryu Jitsu de Calendário, Lousado e Antas festejaram 15º aniversário

Paredes com um pé na 1ª divisão de Bilhar No passado fim de semana, disputou-se o 3º open da 2ª divisão de bilhar carambola. A fase inicial realizou-se nos salões do Fenianos, no Porto, e em Matosinhos no salão do Leixões SC. A fase final realizou-se no salão da Academia do FAC. Destacou-se Adelino Paredes que conseguiu a presença na fase decisiva da competição. Foram quatro os atletas do FAC presentes na prova e com objetivos diferenciados. David Veloso, ainda na luta pela manutenção, necessitava de pelo menos um triunfo para se manter acima da linha de água. Conseguiu essa vitória e está no 24º lugar, o último que dá a manutenção. Rui Gomes também venceu uma partida e encontra-se no 16º lugar. Paulo Oliveira atingiu os oitavos de final, insuficiente para se manter nos oito primeiros, que dão acesso à subida de divisão. Finalmente, Adelino Paredes, que atingiu as meias finais, está no 3º lugar e tem a subida praticamente garantida. O último open da temporada, onde todas as decisões serão definitivas, realiza-se a 12 e 13 de abril.

Voleibol: CD Fiães 1-3 FAC O Famalicense Atlético Clube deslocou-se a Fiães para defrontar a equipa local na 5ª jornada, última da primeira volta, do campeonato nacional da 2ª divisão de Voleibol. A oposição da equipa adversária e a pressão do público local, não foram suficientes para derrotar o FAC que conseguiu um justo triunfo por 3-1. Com estes três pontos, o FAC soma 14 pontos, menos três que o líder CV Oeiras e menos dois que os perseguidores, Leixões SC e Académica S. Mamede. No sábado, o FAC desloca-se S. Mamede de Infesta, com jogo às 18 horas.

Lideradas pelo mestre Manuel Cunha (6º DAN), as Academias de Calendário, Lousado e Antas da Associação de Artes Marciais de Famalicão – Alex Ryu Jitsu festejaram o seu 15º aniversário, num convívio que juntou alunos, instrutores, mestres, pais e muitos familiares. Presente na efeméride estive ainda o presidente da Federação Portuguesa de Alex Ryu Jitsu, o mestre Alexandre Carvalho. Durante esta confraternização procedeu-se à entrega de diplomas e distinções. Como tem sido tradição, es-

tas academias atribuíram ainda um prémio especial denominado “Atleta do Ano” às atletas Marta Borges e Catarina Martins, que se sagraram campeãs do Mundo em Segóvia, Espanha, em 2013. Na hora dos discursos, Alexandre Carvalho enalteceu “o excelente trabalho que tem vindo a ser desenvolvido nas três academias aniversariantes pelos mestres, instruidores e um vasto grupo de homens e mulheres, na formação de atletas que garantem o brilhantismo da modalidade”. Para o mestre Manuel

Cunha, este 15º aniversário reflete “a vontade de vencer e ver crescer os nossos projetos”. “Estes miúdos dãonos força para a vida, e mesmo em tempo de crise, os atletas e as academias procuram não esquecer quem lhes dá vida, prometendo dedicação e honra às cores, contribuindo com títulos que consagram os campeões”, salientou o líder das três academias. Refira-se que Manuel Cunha irá liderar um grupo de 15 atletas, em representação das três academias, no World Championship de Artes Marciais, que se vai realizar entre os dias 10 e 13 de abril, em Aveiro. As Academias de Calendário, Lousado e Antas continuam a aceitar inscrições, nos locais e horários de treinos, ou, pelo telemóvel: 917300626. Os treinos são ministrados nos seguintes locais: na Escola Dr. Nuno Simões, em Calendário (segunda e quinta-feira); na Fundação Mundos de Vida, em Lousado, (quarta-feira e sábado); e na Escola Júlio Brandão (terça e sexta-feira).

pub

FAC em prova Internacional de Ciclismo DHI

CONVOCATÓRIA

NOS TERMOS DOS ESTATUTOS DA CASA DO F.C. PORTO DE VILA NOVA DE FAMALICÃO, CONVOCO UMA ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA PARA O DIA 25 DE MARÇO DE 2014, PELAS 21H15, NA SEDE DESTA ASSOCIAÇÃO SITA NA RUA DE S. JULIÃO, Nº 465 – 4760-384 CALENDÁRIO, COM A SEGUINTE ORDEM DE TRABALHOS: 1. Período antes da ordem de trabalhos;

2. Leitura, discussão e votação da acta da Assembleia Geral anterior;

3. Apreciação, discussão e votação do Relatório e Contas, relativo ao ano de 2013;

4. Eleição dos Corpos Sociais;

5. Tomada de posse;

NOS TERMOS DA ALÍNEA B) DO ARTº. 15º. DOS ESTATUTOS SE DECLARA QUE, SE À HORA MARCADA, NÃO ESTIVER PRESENTE UM TERÇO DOS SÓCIOS, ELA REUNIR-SE-Á, COM QUALQUER NÚMERO DE SÓCIOS MEIA HORA DEPOIS. NOTA: ESCLARECIMENTOS SOBRE O ACTO ELEITORAL DEVERÃO SER PEDIDOS NA SEDE SOCIAL. Vila Nova de Famalicão, 10 de Março de 2014 O Presidente da Assembleia Geral José Mário Miranda) CASA FC PORTO FAMALICÃO – 252 331 888 / 960 486 552 – famalicao.fcporto@gmail.com

Decorreu no passado fim de semana a prova do “International Downhill no Bike Park” de Ponte de Lima, com alguns dos melhores pilotos da atualidade a correr em Portugal. O FAC não deixou passar a oportunidade de treinar e competir com os melhores, fazendo alinhar Alexandre Cunha, José Ferreira e Vítor Sotto Mayor em Elites e João Carvalho em Master 30. Com a nata dos pilotos de top mundial, as prestações dos pilotos FAC deixam antever bons resultados nas próximas provas a disputar. Assim, Alexandre Cunha ocupou a 89 ª posição geral final. José Ferreira ocupou a 100 ª posição, Vítor Sotto Mayor a 105ª, e João Carvalho a 140 ª.

FAC em 12º na Maratona de Fafe Realizou-se a primeira prova do Campeonato do Minho de BTT XCM, a Maratona BTT Fafe – Lameirinha, que teve como pontos de partida e de chegada o Parque da Cidade em Fafe. O FAC apresentou-se com quatro atletas que terminaram coletivamente na 12ª posição. O percurso da maratona teve uma extensão total de cerca de 60 quilómetros com alguma dureza, um percurso bem marcado e excelentes paisagens. José Barros em Masters 40 foi o melhor classificado terminando na 11ª posição. Na mesma categoria, Joaquim Barbosa finalizou em 18º. No mesmo lugar mas em elites/sub23, terminou João Alves. Marco Marques acabou em 26º nos Masters30. A próxima prova realiza-se no dia 6 de abril com a Maratona do Facho.

FAC inicia temporada em Patinagem Artística Iniciou-se a temporada 2014 para o Famalicense Atlético Clube na modalidade Patinagem Artística. Em Guimarães, realizou-se uma prova de testes e disciplina e o FAC esteve presente com 10 atletas que obtiveram sucesso quase total. Foram seis equipas participantes num total de 148 provas. No sábado, dia 8, Ana Margarida Vivas, Letícia Marinho, Maria Luís Pereira, Maria Vitória Correia e Rafaella Martins obtiveram o nível I e Diana Mesquita e Maria Luís Pereira o nível II. No domingo, Mafalda Morais, Maria Francisca e Maria Sofia Correia conseguiram o nível III e as duas últimas ainda o nível IV. A próxima prova é nos dias 5 e 6 de abril, em Fafe.


sport: 13 de março de 2014 31

modalidades

Armindo Araújo sagra-se campeão nacional de veteranos No passado dia 8 de março, o atleta do Liberdade FC, Armindo Araújo, participou no Campeonato Nacional de Veteranos (V50) em Pista Coberta que decorreu em Pombal. O famalicense sagrou-se campeão na distância dos 3000 metros e vice-campeão nos 1500 metros. No dia seguinte, o Liberdade FC voltou a vencer. Desta vez no I Corta Mato ATC, em Famalicão. Foram 7 as vitórias individuais do clube, nomeadamente do Pedro Oliveira (benjamin), Susana Malheiro (iniciada), João Sousa (iniciado), Catarina Araújo (juvenil), Jéssica Lopes (júnior), Tânia Silva (sénior) e do recente Campeão Nacional de Veteranos Armindo Araújo. No próximo fim de semana os atletas do Liberdade participarão no Campeonato Nacional de Corta Mato Curto/ Escolar/ Universitário em Portalegre.

Carlos Pereira campeão nacional M50 O atleta Carlos Pereira da Escola de Atletismo Rosa Oliveira (EARO) sagrou-se, no passado sábado, Campeão Nacional M50 no salto em comprimento, com 5,41 metros, e no salto em altura, com 1,70 metros, nos Campeonatos Nacionais Masters de Pista Coberta que decorreram em Pombal. Nestes campeonatos participou ainda Luís Faria, M45, que foi 4º nos 3000 e 3º nos 1500. Entretanto a EARO participou no I Corta-Mato da ATC com alguns dos seus atletas da formação. Principais resultados: 1º lugar minis femininos Lara Pereira; 2º lugar benjamim para Ana Marinho; 2º lugar infantil masculino para Rui F Oliveira; 2º lugar infantil feminina para Bruna Ortiga e 3º para Lara Silva; 2º lugar juniores masculinos para Hugo Azevedo. Por equipas, venceu em Infantis femininos e masculinos.

Boccia: Luís Silva ganha na Póvoa pelo 3º ano consecutivo A Associação de Boccia Luís Silva participou, no passado dia 1 de março, no 3º Torneio “Boccia na Rocha”, organizado pelo clube de boccia MAPADI e realizado na Escola Secundária Rocha Peixoto, na Póvoa de Varzim. Os atletas famalicenses da Associação de Boccia Luís Silva continuam a sua preparação para a nova época desportiva 2014, alcançando mais uma vez bons resultados. Luís Silva foi o grande vencedor, saindo invicto do torneio, alcançando vitórias volumosas e exibições convincentes, tanto nos jogos da fase de grupos como nas eliminatórias. Na final superou o colega de seleção Domingos Vieira (SC Braga) por 6-3, num jogo de elevado nível técnico e tático, decidido no detalhe. O atleta famalicense dedicou a vitória ao sogro, falecido há um mês, “pessoa que vibrava com as minhas vitórias”. Também da Associação de Boccia Luís Silva, a atleta Cristiana Marques ficou desta vez pelos quartos-de-final da prova. Depois de ter passado o seu grupo, nas eliminatórias perdeu com João Pedro (FC Porto), tendo contudo realizado boas exibições e deixado bons apontamentos ao longo torneio.

Tiger Gim promoveu mais uma gala de combates KO A associação Autênticos Camaleões Clube Desportivo, de Delães, organizou mais uma Gala Tiger Gim de combates KO, no passado dia 22 de fevereiro. Além da equipa da casa, a gala contou com a participação dos clubes Perfect Form, Viva Light, Gio Boxing, Arte Nobre, Kempower Team e Clube de Macedo de Cavaleiros. Em nota à imprensa, a organização relata que foi uma gala composta por 10 combates KO de grande nível que levaram ao rubro a plateia devido à intensidade de cada combate e à boa forma física e excelente desempenho de todos os atletas. “Foi, sem dúvida, uma grande noite, repleta de ótimos combates”, afirmou o mestre a presidente da associação, António Lobo, agradecendo ainda a todos quantos colaboraram nesta organização.

Iniciativa seduziu duas centenas de senhoras

Passeio de BTT Feminino saldou-se num êxito O 2º Passeio de BTT Feminino saldou-se num êxito com mais de duas centenas de mulheres a participarem na iniciativa da equipa TomatuBikers. Com partida e chegada junto ao Parque da Devesa, as participantes percorreram um pouco mais de 20 quilómetros por caminhos traçados fora de estrada com o objetivo de as levar a disfrutar, em conjunto, dos trilhos que Famalicão proporciona. Pelo número de inscrições registadas, cerca de duas centenas contra a centena e meia do ano passado, e pela forma como decorreu a iniciativa “as expectativas foram mais que superadas”, considerou Mónica Soares, da organização. “Tentamos tranquilizar as senhoras, que têm todo o apoio de logística em redor do nosso passeio” e a intenção é sempre “dizer que não é uma prova, mas um passeio e vai continuar assim”, acrescenta a mesma responsável que garante novas edições da iniciativa. Antes do passeio as participan-

tes disfrutaram de uma aula de Zumba como forma de aquecimento mas tiveram ainda momentos de confraternização e reforço alimentar a meio da tirada, assim como aulas de alongamento, no final, sorteio de prémios, brindes e muitas fotos. A Tomatubikers contou com o apoio da Câmara Municipal de Fa-

malicão, Mcsdesign e Associação de Ciclismo do Minho e parte da receita obtida, com o valor das inscrições, reverteu para o Núcleo Regional do Norte da Liga Portuguesa Contra o Cancro. veja em www.famatv.pt ou

Hóquei em Patins: Paço de Rei 5-4 Riba d' Ave O Riba d' Ave HC deslocou-se, no passado sábado a Gaia, onde defrontou o HC Paço de Rei, em jogo a contar para a 22ª jornada do Campeonato Nacional da II Divisão – Zona Norte de Hóquei em Patins. Num ringue antigo, de dimensões reduzidas e onde não é fácil jogar, o RAHC acabou por ser infeliz e, uma vez mais, muito penalizado pela ineficácia em lances de bola parada, saindo derrotado por 5-4. Os primeiros minutos da partida foram equilibrados, mas com sinal mais para os da casa. Aos 9 minutos, os locais poderiam ter marcado, mas a bola ia ao poste. O RAHC reagiu bem e, aos 14 minutos, Raul Meca colocava a equipa ribadavense em vantagem. A pouco menos de 4 minutos do intervalo, o árbitro Jorge Machado assinala um penálti inexistente para os locais e Luís Peralta igualava o jogo. Galvanizado, o mesmo jogador

bisava poucos segundos depois e colocava os locais a vencer por 2-1. O RAHC respondia em força e o capitão André Alves repunha a igualdade na partida de imediato. Ainda antes do intervalo, André Alves fazia o seu bis em nova vantagem ribadavense. A segunda parte começou com os locais novamente mais perigosos. O guarda-redes do RAHC esteve em foco neste período e segurava a vantagem do RAHC. Aos 6 minutos, Raul Meca rematava ao poste e, segundos depois, Jorge Maceda marcava e dava vantagem de 2 golos para o RAHC. Os locais reagiram um minuto depois, Luís Peralta reduzia para 3-4. Os locais espevitavam e conseguiam aumentar o ritmo da partida, chegando ao empate por Filipe Guimarães aos 10 minutos. O RAHC acercava-se da baliza dos locais, mas o golo não acontecia. A 3 minutos do fim, o RAHC co-

metia a sua 10ª falta. Na cobrança de livre direto, Luís Peralta marcava e colocava o Paço de Rei a vencer por 5-4, o resultado final. O jogo da 23ª jornada acontece no Parque das Tílias, com o RAHC a receber a AD Sanjoanense (2º classificado) no dia 22 de março, às 18 horas. Nas camadas jovens, os Infantis do RAHC receberam o HC Braga para a 3ª jornada do Campeonato Nacional de Sub-13 - Zona Norte A, e perderam por 2-3. Em jogos a contar para a Taça do Minho, os Iniciados, Infantis e Escolares do RAHC deslocaram-se a Campo (Barcelos). Frente à ADB/Campo, os Iniciados empataram 2-2, já os Escolares e os Infantis perderam por 4-3 e 6-1, respetivamente. Os Juvenis/Juniores dos RAHC também jogaram, na casa do OC Barcelos, tendo sido derrotados por 9-4.

Hóquei em Patins: J Pacense 6-3 FAC O Famalicense Atlético Clube foi a Paços de Ferreira defrontar a Juventude Pacense em jogo da 22ª jornada do campeonato nacional da segunda divisão. A primeira parte foi de domínio repartido com as defesas a serem dominadoras, até ao golo de João Pinheiro, decorria já o minuto 18. De imediato, a dupla de arbitragem sancionou o FAC com penálti e assim foi restabelecido e empate. Antes do intervalo, o Pacense fez o 2-1. Muito penalizado disciplinarmente, o FAC via os locais, de livre direto, a fazer o 3-1. Crespo ainda reagiu e fez o 3-2 aos 8 minutos, mas o treinado do FAC foi "forçado" a retirar da pista alguns elementos importantes para os resguardar para as próximas partidas, dada a vocação dos árbitros para a amostragem de cartões azuis. Até ao final marcaram-se mais alguns golos de livre direto. O Pacense chegou ao 6-2 e André Barbosa a fazer mais um golo para o FAC terminando com o 6-3.

Com este resultado, O FAC baixou ao 7º ugar. No sábado, dia 15, às 19 horas, recebe o CART em jogo a contar para a Taça de Portugal. Nos escalões de formação foram vários os jogos. No sábado, em Fão, os sub17/20 empataram a 7 golos em jogo da Taça do Minho. No domingo, em Famalicão, os sub15 triunfaram perante o mesmo HC Fão por escasso 1-0 e os sub13 por 5-4 depois de estarem a vencer por 5-1. Os escolares não foram tão felizes e perderam por 6-7. À tarde, em jogo da 3ª jornada do campeonato nacional de sub20, o FAC recebeu o CD Póvoa e não conseguiu pontuar, perdendo por 3-2. Para a semana, os sub15, sub13 e escolares recebem o CART no sábado à tarde e no domingo (15h00), os sub17/20 também recebem o CART, todos para a taça do Minho. Depois, às 17 horas, os sub 20 recebem o OC Barcelos a contar para o campeonato nacional.


32

sport: 13 de março de 2014

AA Didáxis vinca a sua supremacia no Xadrez

A Associação Académica da Didáxis (AAD) participou no Torneio Universidade do Minho – Desporto Escolar, na modalidade de Xadrez em ritmo de partidas rápidas, que decorreu no passado dia 25 de fevereiro, no Campus de Gualtar da Universidade do Minho, organizado por aquela universidade no âmbito do seu 40º aniversário. Este torneio foi disputado em sistema suíço de 6 rondas, em partidas de 10 minutos por jogador, registando a participação de 20 alunos provenientes de 5 escolas do distrito de Braga. O clube escolar de Xadrez da AAD vincou a sua supremacia ao conquistar os três primeiros lugares do pódio absoluto: Bruno Ribeiro, Ivo Dias e a WCM Maria Inês Oliveira classificaram-se em 1º, 2º e 3º lugares, respetivamente. Por escalões, o NXVSC-Didáxis conquistou os primeiros lugares, já que os prémios atribuídos eram acumuláveis: 1º lugar juvenil (Bruno Ribeiro), 1º lugar júnior e 1º lugar feminino (Maria Inês Oliveira). No que diz respeito a classificação coletiva (pontuações obtidos pelos quatro melhores alunos classificados) a AAD conquistou o 1º lugar (total de 19 pontos), sendo que em 3º lugar ficou outra escola de Famalicão, a Escola Secundária Padre Benjamim Salgado. A AA Didáxis fez-se ainda representar pelos alunos Rui Barreira (4 pontos, 7º lugar), Tiago Messias (3 pontos, 9º lugar), Carlos Azevedo (3 pontos, 10º lugar), João Guedes (2 pontos, 14º lugar) e Luís Miguel Pereira (2 pontos, 15º lugar).

Mariana Silva sagra-se campeã distrital de Xadrez Feminino A atleta Mariana Silva, da Associação Académica da Didáxis (AAD) conquistou o seu terceiro título de campeã distrital de Xadrez, no Campeonato Distrital Feminino que decorreu entre 1 e 3 de março, na Sala de Xadrez da Didáxis de Vale S. Cosme. Com organização levada a cabo pela Associação de Xadrez do Distrito de Braga e do Clube Escolar de Xadrez da AAD, a arbitragem esteve a cargo do presidente da AXDB, Carlos Dias, e o diretor de prova foi o professor responsável pelo Xadrez da AAD, Mário Oliveira. Este torneio contou com a participação de 6 atletas e Mariana Silva (AAD), atual vice-campeã nacional sénior, conquistou novamente o título de campeã distrital, totalizando 4,5 pontos em 5 sessões. Em 2º lugar classificou-se a sua irmã, Inês Silva (4 pontos), também da AAD, que constituiu uma agradável surpresa ao superiorizar-se na tabela classificativa à 3ª classificada, a xadrezista vimaranense Ana Beatriz Ribeiro, que defendia nesta prova o título distrital feminino conquistado na época transata. A AAD fez-se representar também por Ana Rita Dias e Carolina Melo, as mais jovens jogadoras neste campeonato, que se classificaram em 5º e 6º lugar, respetivamente.

Andebol ACV com vitória dos Infantis masculinos O passado fim de semana do Andebol ACV iniciou-se na tarde de sábado com nova vitória da equipa de Infantis Masculinos frente aos reguenses da AD Godim. Esta equipa ACV garante, assim, o 1º lugar do seu grupo nesta fase da competição, em que se mantém invicta. No domingo à tarde a equipa de Infantis Feminina deslocou-se à Maia e a equipa de Juniores Femininas ao Colégio de Gaia. Num jogo confuso e extremamente duro, as Infantis foram vencidas pela formação local mas batendose de igual para igual. Surpreendente foi também a postura das Juniores, única equipa do distrito de Braga na competição nacional do escalão.

modalidades

Seniores do AVC triunfam em dupla jornada No passado fim de semana, as seniores do Atlético Voleibol Clube (AVC) saíram triunfantes da jornada dupla. No sábado receberam e venceram o Gueifães por 15-13. Foi um jogo muito emotivo para o público presente já que só ficou decidido no 5º set. Já no domingo, enfrentou os madeirenses do Câmara de Lobos. O jogo contra o último classificado acabou por terminar com a vitória do AVC por 3-1. Neste jogo a equipa do Atlético optou por descansar parte das jogadoras e dar uma oportunidade a outras menos utilizadas.

Na 2ª jornada do Campeonato Nacional de Juvenis, o AVC recebeu o Académica de S. Mamede e perdeu por 3-0. A equipa famalicense, com muitos adeptos na bancada, lutou para tentar anular a superioridade dos candidatos ao título. No passado sábado, as iniciadas do AVC principiaram a sua participação no Campeonato Nacional do seu escalão. A equipa viajou até Vagos para defrontar o Colégio Calvão, vice-campeão nacional a época passada. Foi difícil contrariar o favoritismo dos candidatos ao título que venceram o AVC por

3-0. Já as Minis B participaram num torneio organizado pelo Vitória de Guimarães que contou com 12 equipas. A equipa famalicense, que participou pela 3ª vez, venceu o torneio depois de nos últimos dois anos ter conquistado o 3º lugar. No próximo dia 16, as juvenis do AVC recebem o CA Bragança pelas 16 horas, no Pavilhão das Lameiras. Por sua vez, as iniciadas deslocam-se ao pavilhão municipal Atlântico Madalena para defrontar o CA Madalena.

ARCV S. Cosme vence corta-mato ATC A ARCV S. Cosme venceu coletivamente a prova principal de seniores masculinos do 1º Corta-Mato da ATC, disputado em Joane no passado domingo. Para este resultado contribuíram as prestações de Ruben Costa, 2º classificado; Miguel Guimarães, 3º; Roberto Machado, 5º, e Hélder Ferreira, 7º classificado. Entretanto, Simão Mendes conseguiu, pela terceira vez consecutiva, um lugar no pódio em Campeonatos Nacionais de Veteranos, numa prova disputada no Centro de Exposições de Pombal. Com uma concorrência de peso, Simão Mendes foi 2º classificado nos 400 metros do escalão M35 a pouca distância do

vencedor, tendo batido o seu recorde pessoal em Pista Coberta com um tempo de 55.87 segundos. Nos 200 metros, o atleta da ARCV S. Cosme bateu de

novo o seu recorde pessoal de Pista Coberta com um tempo de 25.31, ficando a um centésimo do 2º classificado, numa prova ganha pelo atleta

olímpico Edivaldo Monteiro. Simão Mendes participou ainda na estafeta mista dos 4x200m, onde a sua equipa saiu vencedora.

Infantis da A2D vencem Vermoim Os Infantis da A2D Didáxis venceram os infantis do FC Vermoim por 4-2, no passado fim-desemana, em jogo a contar para os escalões de Infantis da Liga Futsal de Famalicão, com uma boa exibição da equipa que se estreia esta época em Futsal.

CRC consegue 2º lugar em Fafe O CRC Famalicão participou, no passado domingo, no Chalenge Fafe Show Bike, uma prova em circuito fechado em que os atletas veteranos de cada categoria percorriam dez voltas ao percurso. O veterano A da equipa de ciclismo do CRC, Nuno Vieira, terminou a prova em 2º lugar. Nos veteranos B, Manuel Costa sofreu uma queda mesmo na entrada para a reta da meta, quando estava posicionado para terminar a corrida bem classificado. Os atletas cadetes da equipa CRC Garbo / Vegas Cosmetics deslocaram-se, também no passado domingo, ao Velódromo Nacional de Sangalhos para disputar o Campeonato Nacional de Pista. Participaram nas disciplinas de Scratch e Corrida por Pontos. No Scratch, Pedro Martins terminou em 10º lugar e Tiago Araújo em 12º lugar. Na Corrida por Pontos, Pedro Martins ficou em 14º lugar e Tiago Araújo desistiu devido a dor muscular. O CRC Famalicão tem agora uma nova modalidade, o Paintball, que entrou em ação no passado domingo. É uma equipa nova, com alguns elementos que nunca tinha jogado Paintball de competição. A prova correu bem e todos os elementos esperam melhores resultados quando tiverem condições de treino.


Op1140