Issuu on Google+

pub

pub

Vontade manifestada durante visita do secretário de Estado do Desporto e Juventude, que apoiou a ideia

Famalicão quer Centro de Educação Não Formal

P. 5

ANO 22 • Nº 1134

DE 30 DE JANEIRO A 5 FEVEREIRO DE 2014

DIRETOR: JOÃO FERNANDES

www.opiniaopublica.pt

opiniãoespecial

Gastronomia

Incêndio destrói armazém da antiga fábrica Macal P. 9

Tribunal de Famalicão condena nove arguidos por tráfico de pessoas P. 5

Câmara cria equipa para gerir o Parque da Devesa

Cláudia Pereira eTiago Costa conquistam ouro e bronze nos Jogos da Lusofonia, Ana Azevedo e Melissa entre as melhores do mundo em futsal

ATLETAS FAMALICENSES BRILHAM INTERNACIONALMENTE Uma medalha de ouro e outra de bronze foram arrecadadas por dois atletas famalicenses que estiveram ao serviço da seleção nacional de atletismo que participou na 3ª edição dos Jogos da Lusofonia, que terminaram ontem, em Goa, na Índia. Cláudia Pereira conquistou a medalha de ouro e Tiago Costa de bronze. Entretanto, já foi divulgada pelo site Futsal Planet a habitual lista das 10 melhores jogadoras de Futsal do mundo, candidatas ao prémio AGLA, onde Ana Azevedo, do Futebol Clube de Vermoim, e Melissa Antunes, da Associação Rede Jovem de Mogege, estão presentes pelo segundo ano consecutivo. Opinião Sport

P. 4

Fábrica das Casas conquista mercado com método inovador P. 8 pub


2

pública: 30 de janeiro de 2014

Escola Oficina recebe Semana da Fotografia O Curso de Operador de Fotografia da Oficina - Escola Profissional do Instituto Nun’Alvres vai realizar a sua 4ª edição da Semana da Fotografia, que decorrerá de 17 a 21 de fevereiro. Esta edição está subordinada ao tema “Fotografia e sentidos”, em que os alunos, através dos seus trabalhos, mostrarão as técnicas que aprenderam durante ano e meio de formação, bem como as suas criações artísticas. Durante a Semana da Fotografia, quem visitar a Oficina terá a oportunidade de apreciar as várias exposições temáticas, material fotográfico, o laboratório e o estúdio de fotografia. Poderá ainda tirar fotografias e participar nos ateliês e workshops de fotografia.

Associação Novo Rumo encerra quadra de Reis A tuna da Associação de Professores de Famalicão – Novo Rumo encerrou, no passado fim de semana, a quadra de Reis, depois de várias atuações durante o mês de janeiro. A quadra dedicada à tradição do Cantar dos Reis iniciou no dia 4 de janeiro, com a participação da tuna na “Noite de Reis” que decorreu na Casa das Artes, com a colaboração de Liberdade Futebol Clube. No dia 10 a tuna animou uma noite de Reis no Centro Social, em Joane, e no dia 11, na Quinta de Vinhós, participou numa iniciativa da Junta de freguesia de Negreiros e Chavão. A quadra encerrou no passado domingo com uma atuação no Colégio das Caldinhas, num evento organizado pelo Agrupamento de Escuteiros de Landim”. A tuna da Novo Rumo, bem como a direção da associação, agradece a todas as instituições referidas o carinho com que foram recebidas.

FICHA TÉCNICA CONSELHO EDITORIAL:

Alexandrino Cosme, António Cândido Oliveira, António Jorge Pinto Couto, Artur Sá da Costa, Cristina Azevedo, Feliz Manuel Pereira, Joaquim Loureiro, João Fernandes, Manuel Afonso e Almeida Pinto.

DIRECTOR: João Fernandes (CIEJ TE-95)

jfernandes@opiniaopublica.pt

CHEFE DE REDACÇÃO:

Cristina Azevedo (CPJ 5611) cristina@opiniaopublica.pt

cidade

Feira regressa no próximo dia 1 de fevereiro

Vai-me à Venda com edição dedicada aos namorados No próximo sábado, dia 1 de fevereiro, a feira urbana de Famalicão “Vai-me à Venda” regressa à Central de Camionagem. Este é um evento mensal, organizado pelo Grupo Informal de Jovens (Ginja), com o apoio do Pelouro da Juventude da Câmara Municipal e a entrada é livre. Em mês de S. Valentim, será uma edição dedicada aos namorados, traduzindo-se numa oportunidade para encontrar um presente para a sua cara metade. Assim, entre as 10 e as 20 horas, poderá encontrar na Central sabonetes artesanais, trabalhos em fel-

tro, origami, caixinhas de madeira, bordados, bijuteria, bombons, compotas e muito mais. Tudo feito à mão e personalizável. Do programa desta edição consta um ateliê para crianças, às 11 horas, intitulado “Decoração de Bolachas” e um workshop de artesanato, às 15 horas, subordinado ao tema “Caixinhas dos Namorados”, por Caixinhas Toc Toc. Porque é o mês dos namorados, haverá também um concurso dedicado a estes, intitulado “Quem vê caras… vê corações!”, em que o objetivo é tirarem uma fotografia na Venda, que depois fi-

cará em votação na página de Facebook do “Vai-me à Venda”. O vencedor será premiado com um Bolo dos Namorados e mais surpresas para o casal, oferecidas pelo Ginja. YUPI promove Comércio Justo A sssociação YUPI também nesta edição do “Vai-me à venda” a promover e a sensibilizar os visitantes da feira para o Consumo Crítico e Consciente. O Comércio Justo é uma parceria comercial baseada no diálogo, na transparência e no respeito, que procura uma maior

justiça no comércio internacional. A YUPI aliou-se a este movimento pois acredita que “o Comércio Justo é um poderoso instrumento de cooperação para o desenvolvimento sustentável, por que utiliza o mercado e o comércio como ferramenta de trabalho para combater a pobreza e a exploração das pessoas e dos recursos”. Os que não tiverem oportunidade para visitar o certame e pretenderem saber mais sobre o tema, podem dirigir-se à sede da YUPI, na central de camionagem, de segunda a sexta-feira entre as 10 e as 19 horas.

Nova estrutura definiu cinco eixos de intervenção

Constituída Comissão Inter-freguesias da Área Urbana de Famalicão Foi formalmente constituída, no passado dia 22 de janeiro, a nova Comissão Social Inter-freguesias da Área Urbana de Famalicão (CSIFAUVNF), provavelmente a maior comissão social do Norte de Portugal e talvez do país, conforme sublinham os seus responsáveis, em nota à imprensa. Nesta primeira reunião, que decorreu no edifício sede do município, na antiga sala de audiências do então tribunal da comarca, participaram mais de meia centena de delegados de 52 associações e instituições sem fins lucrativos. A nova Comissão Social Inter-freguesias é constituída pelas Uniões de Freguesias de Antas e Abade de Vermoim, de Vila Nova de Famalicão e Calendário, e de Brufe e Gavião, que até aqui estavam divididas em duas comissões. Competiu aos presidentes cessantes destas duas comissões, José Maria Carneiro Costa e Jorge Fernandes, conduzir os trabalhos desta primeira reunião e empossar os dirigentes da nova estrutura

EDITOR DE TURNO:

Magda Ferreira (CPJ 4625) magda@opiniaopublica.pt

REDACÇÃO:

informacao@opiniaopublica.pt Carla Alexandra Soares (CICR-248), Cristina Azevedo (CPJ 5611), Magda Ferreira (CPJ 4625) e Sofia Abreu Silva (CPJ 7474).

DESPORTO: Jorge Humberto, José Cle-

mente (CNID 297) e Pedro Silva (CICR220).

Momento da tomada de posse do órgão executivo da CSIFAUVNF

social eleitos nessa mesma reunião. O executivo da nova Comissão ficou constituído da seguinte forma: José Maria Carneiro da Costa, em representação da Associação de Moradores das Lameiras, é o presidente; Catarina Alexandra Leite Pereira da Silva (Centro Social de Calendário) é a coordenadora; e Joana Alexandra Marques Gomes (Agrupamento de Escolas

D. Sancho I) é a secretária; são qualificadores: Ricardo Ribeiro (Gabinete de Atendimento e Acompanhamento Social das Lameiras) e Vera Sá (Centro Social e Paroquial de Brufe). Nesta sessão foi também aprovado o regulamento interno da nova Comissão, bem como o seu plano de ação para o presente ano que tem cinco eixos de intervenção: ca-

pacitação e auto-organização da própria comissão em rede com as suas 52 instituições; qualificação inicial, de forma a garantir a frequência do ensino de todas as crianças e jovens em idade escolar; promoção da saúde e intervenção na vulnerabilidade social, destacando-se entre as ações previstas a criação de um abrigo temporário para inserção de pessoas após tratamento;

Carla Alexandra Soares, Pedro Silva.

DETENTORES DE MAIS DE 10% DO CAPITAL

Jorge Alexandre

SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS:

Rua 8 de Dezembro, 214 Antas S. Tiago 4760-016 VN de Famalicão

TÉCNICOS DE VENDAS:

www.opiniaopublica.pt

GRAFISMO:

APOIO À REDACÇÃO:

OPINIÃO: Adelino Mota, Barbosa da Silva,

Domingos Peixoto, Gouveia Ferreira, J. Mário Teixeira, Joaquim Loureiro, José Luís Araújo, Sílvio Sousa, Vítor Pereira.

GERÊNCIA: João Fernandes

CAPITAL SOCIAL: 350.000,00 Euros.

António Jorge Pinto Couto Francisco Araújo

comercial@opiniaopublica.pt Agostinha Bairrinho, Maria Fernanda Costa e Sónia Alexandra

PROPRIEDADE E EDITOR:

EDITAVE Multimédia, Lda. NIPC 502 575 387

SEDE, REDACÇÃO E PUBLICIDADE:

INTERNET

CONTACTOS Redacção:

Tel.: 252 308145 • Fax: 252 308149

Serviços Administrativos:

Tel.: 252 308146 / 252 308147 • Fax: 252 308149

convencer e sensibilizar os empresários para o papel ativo e importante que podem ter na promoção de uma cidadania para a inclusão; promoção da empregabilidade e aprendizagem ao longo da vida; desenvolver um trabalho com as minorias étnicas, promovendo a figura do mediador entre etnias e a população em geral, ao nível das escolas, serviços públicos e associações. IMPRESSÃO:

Celta de Artes Gráficas, S.L. Gárcia barbón, 87 Bajo - Vigo

DISTRIBUIÇÃO:

Motivação em Marcha - Publicidade, Lda.

TIRAGEM DESTE NÚMERO: 20.000 exemplares, nº 1134

NÚMERO DE REGISTO: 115673 DEPÓSITO LEGAL: 48925/91


publicidade

pĂşblica: 30 de janeiro de 2014 3


4

pública: 30 de janeiro de 2014

cidade

Assunto aqueceu a última reunião da Câmara Municipal

Oposição critica encontro de Paulo Cunha com mandatários O recente encontro de Paulo Cunha com os mandatários que apoiaram a sua candidatura à Câmara de Famalicão suscitou a crítica dos vereadores da oposição, na reunião do executivo camarário, realizada na quinta-feira da semana passada. Os vereadores do Partido Socialista não gostaram de saber que o presidente da Câmara reuniu com os seus mandatários para prestar contas do trabalho já realizado na autarquia e acusaram Paulo Cunha de não ser capaz de “separar as funções de presidente da Câmara com as de dirigente do PSD”. “Há uma crescente cumplicidade, e promiscuidade até, entre o exercício das funções de presidente de Câmara com as de dirigente partidário”, afirmou o socialista Luís Moniz aos jornalistas, no final da reunião”, acrescentando que o PS “tem vindo a chamar atenção para isso” e que “são vários os exemplos “desta ligação um pouco obscura e muito e muito pouco saudável para a democracia”. “A quem o senhor presidente decidiu prestar contas, enquanto pre-

que decorreu no dia 15 de janeiro, na Casa das Artes, garantindo que “a postura de diálogo e de prestação de contas” será sempre uma característica do seu mandato. “A reunião com os meus mandatários não foi diferente daquelas que tenho tido com as associações, com as empresas ou com os famalicenses, porque eu todas as quartas-feiras recebo os famalicenses no meu gabinete”, explica o edil, acrescentando que “é isso que incomoda o PS”. Paulo Cunha diz-se convicto de que “esta é postura que os famalicenses esperam de um presidente de Câmara”, ou seja, “um homem que não se isola num gabinete, que não se limita a falar com os seus vereadores e com um conjunto de assessores, mas que vai muito além disso, indo ao encontro dos famalicenses, partilhando com eles as suas ações e mentos”. A oposição solicitou, en- as suas motivações e recolhendo tão, que as iniciativas dos verea- deles, contributos para o exercício dores do PS possam também “ser do mandato”. divulgadas no portal”. O presidente da Câmara não veja em www.famatv.pt vê “nenhuma gravidade” em ter ou promovido o referido encontro, Arquivo

Cristina Azevedo

Maioria e oposição trocaram acusações

sidente da Câmara Municipal, foi aos seus mandatários políticos e não aos famalicenses. Isto indicia que o senhor presidente tem uma vocação de prestar mais contas aos seus partidários e aos seus mandatários do que a todos os famalicenses”, con-

Equipa multidisciplinar vai gerir o Parque da Devesa A Câmara Municipal de Famalicão aprovou, na quinta-feira da semana passada, em reunião do executivo, a constituição de uma Equipa Multidisciplinar de Gestão para o Parque da Devesa. A constituição destas equipas está prevista na lei, sendo que esta é a primeira do género a ser criada no município famalicense. A equipa que vai gerir o Parque da Devesa será composta por funcionários municipais, que já trabalham na autarquia, e surge “dada a complexidade com que se reveste uma estrutura como o Parque da Devesa”, justificou o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha. No final da reunião, aos jornalistas, o edil lembrou que os famalicenses “há mais de 50 anos que ansiavam pelo parque” e que, agora, é necessário saber cuidar e potencializar esse “legado fabuloso que nos foi deixado pelo arquiteto Armindo Costa, um homem com uma visão e um empenho notáveis, que conseguiu trazer para Famalicão esta grande infraestrutura”. Assim, a nova equipa, que será chefiada por Maria Manuela Araújo, terá como funções zelar pela manutenção, preservação e qualidade do parque, bem como pela segurança e bem estar dos utilizadores e visitantes. Terá ainda as competências de zelar pelo aumento da biodiversidade do parque, promover atividades e gerir as hortas urbanas, entre outras funções.

clui Luís Moniz. Os vereadores do PS criticaram ainda o facto de esse encontro ter sido publicitado no sítio da Internet do município, ao que Paulo Cunha respondeu que esse portal serve para “divulgar aconteci-

Com a presença do líder parlamentar Alberto Martins

PS Famalicão debateu situação económica e social do país Alberto Martins, membro do Secretariado Nacional do PS e líder da bancada socialista na Assembleia da República, esteve na passada sexta-feira na reunião da comissão política do PS de Famalicão para debater situação atual do país e do concelho. Na presença de muitos socialistas que encheram a sede do partido, Alberto Martins fez uma caracterização pormenorizada da situação económica, financeira e social do país, referindo que “tivemos o maior aumento da carga fiscal do Portugal democrático” e que, segundo dados do próprio Governo, contribuiu para um aumento da coleta em sede de IRS na ordem dos 30% a 35%, o que configura, em seu entender, “um confisco aos rendimentos de todos os portugueses”. O líder parlamentar socialista afirmou ainda que só dessa forma e com medidas extraordi-

Alberto Martins reuniu com militantes socialistas de Famalicão

nárias foi possível ao Governo reduzir défice nominal para os valores apresentados, mas que “o défice real e estrutural está muito acima do valor que a propaganda governamental quis passar”. Alberto Martins mostrou-se ainda perplexo com o facto de na semana em que muitos famalicenses, funcionários públicos e pensionistas, recebiam os seus rendimentos, o

Governo “sem uma palavra, uma referência de compreensão, enveredava por uma propaganda inacreditável e ilusória e que teve o seu clímax na expressão de um ministro do CDS-PP que apelidou de ‘milagre económico’”. “Tratase, de facto, de um milagre mas de todos os portugueses, que com a excessiva e contínua austeridade vêm-se confrontados todos os anos como uma diminuição

abrupta de rendimentos”, concluiu. Seguiu-se um período de debate em que muitos dos presentes usaram da palavra para questionar e informar Alberto Martins sobre situações sectoriais ligadas à saúde, educação e segurança social. O dirigente nacional ouviu e registou que levará essas mesmas preocupações à discussão nos órgãos internos do partido.


pública: 30 de janeiro de 2014 5

cidade

Secretário de Estado do Desporto e Juventude apoia a ideia

Famalicão quer Centro de Educação Não Formal Sofi fia a Abreu Silva Famalicão ambiciona ter um Centro de Educação Não Formal. A vontade foi manifestada, no passado sábado à tarde, durante uma visita do secretário de Estado do Desporto e Juventude, Emídio Guerreiro, acompanhado com do vogal do Conselho Diretivo do Instituto Português do Desporto e Juventude, Ricardo Araújo. A visita do governante a Famalicão teve lugar no âmbito da iniciativa nacional “O Roteiro do Associativismo”. A ação teve início no Algarve, no passado dia 22 de outubro, tendo vindo a percorrer o país com o objetivo de conhecer e promover as realidades associativas dos jovens e alguns dos seus projetos de referência dinamizados nas suas comunidades. No sábado, depois de Braga, Cabeceiras de Basto e Guimarães, Emídio Guerreiro esteve em Famalicão num encontro com dirigentes das associações juvenis da região, que teve lugar na Casa da Juventude. Antes disso, foi conhecer as atividades das associações famalicenses, PASEC e YUPI. Justamente, no decorrer da visita às associações, Mário Passos, vereador da Juventude, apontou o objetivo de a Câmara querer criar um Centro de Educação Não Formal. Uma medida que o presidente da Câmara, Paulo Cunha, reiterou, aproveitando a presença do governante em Famalicão para desafiar o apoio do Governo na criação deste novo projeto. “É um conceito de escola, que não é físico, mas imaterial, para que tudo o que os jovens possam fazer no seu processo de aprendizagem seja valorizado no mercado de trabalho”, explicou, considerando que

Paulo Cunha revelou a Emídio Guerreiro o desejo de criar um Centro de Educação Não Formal

os jovens são muito mais do que aquilo que aprendem nas escolas e o processo formativo não pode ser apenas padronizado e conservador. “O centro que queremos sedear em Famalicão pretende, sobretudo, validar e certificar as experiências e iniciativas, para criar condições para que essa formação que os jovens tiveram, como por exemplo nos escuteiros ou voluntariado, conte para o processo de inserção, em que eles possam ser valorizados”, acrescentou. Em resposta a este anseio do município famalicense, o secretário de Estado, Emídio Guerreiro, não quis assumir nenhum compromisso formal, mas mostrou abertura para

Tribunal de Famalicão condena nove arguidos por tráfico de pessoas O Tribunal de Famalicão condenou, na passada terça-feira, nove arguidos a penas de prisão até cinco anos, suspensas na sua execução, por tráfico de pessoas, lenocínio, auxílio à imigração ilegal e angariação de mão-de-obra ilegal. O coletivo de juízes considerou provada a acusação de que os arguidos se dedicavam ao tráfico de mulheres provenientes da América Latina, que depois exploravam na prática da prostituição num bar, na freguesia de Calendário, em Famalicão. Em comunicado, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) acrescenta que os arguidos, desde finais de 2007 até ao verão de 2008, trouxeram para Portugal mais

de 20 mulheres, "quase todas tendo como destino a casa de alterne e prostituição que exploravam". A "prática criminosa" foi interrompida no verão de 2008, após uma investigação do SEF que decorreu ao longo daquele período. Em tribunal, os arguidos, com idades compreendidas entre os 30 e os 55 anos, "confessaram todos os crimes" de que foram acusados na sequência da investigação do SEF, sendo sentenciados a pena suspensa. Entre os condenados pela decisão do Tribunal de Famalicão encontra-se o agente de viagens "que dava o apoio logístico na vinda das vítimas angariadas".

nis da região, Emídio Guerreiro visitou as instalações de duas associações famalicenses, a PASEC e a YUP, onde ficou a conhecer os projetos principais e os objetivos para o futuro. Em declarações aos jornalistas, o governante deixou elogios ao trabalho feito pelas associações famalicenses. “Há um conjunto muito bom de associações do distrito e também de Famalicão que transformam a sociedade e sem elas as comunidades não seriam as mesmas, portanto há que dar Boas práticas em Famalicão destaque a esse trabalho, porque Antes do encontro na Casa da Ju- ao darmos visibilidade, mais facilventude, que reuniu em debate os di- mente esse trabalho se multiplirigentes de várias associações juve- cará”, declarou, vincando o apoio apoiar a medida. “Há vontade política de intervir nessa matéria, tenho dito que educação não formal tem de ser reconhecida, é importante que se valorize todo o trabalho que se faz fora da educação formal”, reconheceu o governante. “Um jovem que, para além de estudar, consegue participar na comunidade local, tem um upgrade relativamente aos outros e isso tem de ser reconhecido do ponto de vista curricular, porque é uma mais-valia para onde vá”, defendeu.

da Câmara de Famalicão às diferentes associações. Também o presidente da Câmara, Paulo Cunha, mostrou-se satisfeito por Famalicão receber a visita do secretário de Estado, no âmbito de uma iniciativa nacional. “Este Roteiro é muito importante para uma noção empírica do nosso país e para assinalar uma vontade e preocupação do Governo de estar perto das instituições e de convocar os jovens para a resolução de questões importantes”. veja em www.famatv.pt ou

Autarquia declara Interesse Público Municipal aos novos investimentos das empresas

Vieira de Castro e Coindu querem ampliar instalações A Câmara Municipal de Famalicão deu, a semana passada, luz verde à ampliação da unidade industrial da empresa Vieira de Castro, S. A., declarando o investimento de relevante interesse público municipal. Trata-se de uma área com mais de 9 mil metros quadrados que se encontra classificada como Reserva Agrícola Nacional, no Plano Diretor Municipal. A decisão, aprovada por unanimidade na reunião do executivo municipal da passada quintafeira, tem como fundamento os estudos apresentados pela empresa, que assegura a criação de

novos postos de trabalho e um novo contributo para o crescimento da economia local. Os terrenos para onde a Vieira de Castro vai crescer são anexos à nova unidade fabril da empresa, em Gavião. No mesmo sentido, o coletivo autárquico aprovou também a declaração de interesse público de um novo investimento por parte empresa Coindu – Componentes para a Indústria Automóvel, a ser aplicado num terreno com perto de 5.00 metros quadrados, na freguesia de Joane. Neste caso, o terreno proposto para desafetação está clas-

sificado no Plano Diretor Municipal como Reserva Agrícola Nacional e Reserva Ecológica Nacional, destinando-se à construção de um parque de estacionamento de apoio à unidade fabril da empresa, permitindo libertar as ruas envolventes do estacionamento desordenado que se tem verificado. As declarações de Interesse Público Municipal seguem agora para a aprovação da Assembleia Municipal, passando depois para as mãos da Entidade Regional de Reserva Agrícola Nacional, que a submeterá à Administração Central do país.


6

pública: 30 de janeiro de 2014

cidade

Na qualidade de presidente do Conselho Regional do Norte

Paulo Cunha desafia eurodeputados a defenderem Norte de Portugal e Galiza O presidente da Câmara de Famalicão desafiou, na passada segunda-feira, os eurodeputados do Norte de Portugal e da Galiza a "atuarem de forma concertada com as autoridades das regiões e dos municípios" na defesa desta eurorregião. Paulo Cunha falava em Baiona, Espanha, no no X Plenário da Comunidade de Trabalho Galiza-Norte de Portugal, na qualidade de presidente doConselho Regional do Norte. O autarca famalicense fez uma intervenção a propósito da "Cooperação territorial europeia no contexto da estratégia Europa 2020", defendendo que sendo certo "que as regiões têm hoje um papel fundamental na apresentação de propostas junto das instâncias europeias”, também os decisores políticos e os representantes da eurorregião nos organismos europeus, designadamente no Parlamento Europeu, “devem falar a uma só voz". A área do têxtil, a economia do mar e as indústrias criativas foram alguns dos setores destacados por Paulo Cunha como "importantes" no repto feito aos eurodeputados para que "atuarem de forma concertada com as autoridades das regiões e dos municípios" na defesa desta eurorregião. Paulo Cunha pediu ainda aos

O autarca famalicense participou em encontro na Galiza

deputados europeus que assumam “uma postura mais ativa na defesa do Norte de Portugal/Galiza”, concretamente, para investimentos nos transportes ferroviários, com destaque para o de mercadorias, que se interligam no espaço da Península Ibérica, mas também “no sentido da eliminação de custos de contexto que afetam a atividade empresarial nos espaços de fronteira". Paulo Cunha referiu, também, que os agora designados programas de Cooperação Terri-

torial Europeia, instituídos há 20 anos, são financiados pelo FEDER, lembrando que a dotação para 2014/2020 representa perto de nove mil milhões de euros, “dos quais 70% são destinados à cooperação transfronteiriça, mais 20% para a cooperação transnacional, o restante para a cooperação interregional". O X Plenário da Comunidade de Trabalho Galiza/Norte de Portugal reuniu políticos, empresários e representantes de instituições de ambas as regiões.

Lions Clube recebeu reunião do conselho divisional O Lions Clube de Famalicão realizou, no dia 23 de janeiro, na sua sede social, a segunda reunião da divisão 2, que contou com a presença do presidente da Direção e de elementos das direções dos Lions clubes de Braga, Fafe e Guimarães, assim como os elementos diretivos do clube local. Esta reunião serviu para debater o lionísmo e para compreender as necessidades emergentes na sociedade atual, com a partilha de ideias, opiniões e experiências, procurando otimizar a ação lionística nos concelhos em que os clubes estão inseridos. Houve ainda espaço para a apresentação de mais uma convenção nacional, que decorrerá em Fafe, nos dias 26 e 27 de abril, no qual estarão reunidos Lions de todo o país.

Num balanço à governação da autarquia

BE diz que Paulo Cunha apresenta “100 dias de muito pouco” O Bloco de Esquerda (BE) de Famalicão fez, esta semana, o balanço dos primeiros meses de governação da Câmara Municipal liderada por Paulo Cunha, considerando que são “100 dias de muito pouco”. Em comunicado à imprensa, o BE afirma que “depois de tantas promessas eleitorais da coligação PSD/CDS-PP durante a campanha eleitoral, seria de esperar um grande dinamismo do novo executivo municipal”. Contudo, verifica que “apenas a propaganda continuou em alta, tudo o resto deixa muito a desejar”. Neste balanço dos primeiros dias de governação, os bloquistas criticam também as visitas semanais de Paulo Cunha a empresas de sucesso no concelho, que classificam de “pura propaganda” e de “um descarado aproveitamento político da capacidade empreendedora de muitos empresários e dos colaboradores dessas empresas”. O BE diz que “não foi com o apoio desta Câmara Municipal que essas empresas se destacaram”, considerando mesmo que

“o exemplo da falta ou deficientes acessibilidades em diversas zonas do concelho é bem revelador da incapacidade desta Câmara Municipal em apoiar o tecido económico do concelho”. Para o BE, seria “mais oportuno” a autarquia apostar no apoio a empresas em dificuldades e na criação de novos postos de trabalho, “do que andar a fazer publicidade a empresas que felizmente estão bem”. As recentes nomeações para novas funções na autarquia também não escapam à crítica dos bloquistas, que acusam a coligação “de atribuir ‘jobs for boys’ a correligionários políticos”. E dão como exemplo a criação do Diretor Municipal de Auditoria e Gestão de Qualidade e do coordenador do gabinete de apoio ao empreendedor, “que irão ganhar vencimentos principescos ao mesmo tempo que são exigidos ainda mais sacrifícios a todos os famalicenses com aumentos nas taxas municipais, assim como o preço da água, do saneamento e da recolha do lixo”, afirmam.

Encontro de catequistas em Famalicão No próximo sábado, dia 1 de fevereiro, a Equipa Arciprestal de Catequese de Famalicão leva a efeito mais um Encontro Arciprestal de Catequistas. A iniciativa, que se realiza uma vez por ano, vai já na sua sétima edição, sendo desta feita subordinada ao tema “És Convidado para a Grande Festa”, em consonância com a temática proposta pela Arquidiocese de Braga para este ano

pastoral, “Fé Celebrada”. Trata-se de um momento de formação, partilha e convívio, destinado a todos os catequistas do Arciprestado, com início marcado para as 14 horas, com o acolhimento junto à Igreja Matriz Nova. Segue-se a dinâmica de rua com o mesmo tema do encontro, que conduzirá os catequistas participantes até ao Parque da Devesa, onde deverão chegar

por volta das 15h30. Às 16h00 está marcada a grande festa, isto é, a celebração da eucaristia, no auditório do Parque, aberta a todos que queiram participar. O encontro termina com o lanche. As inscrições podem ser feitas nas paróquias ou junto da Equipa Arciprestal. Para qualquer esclarecimento, a equipa pode ser contactada através do e-mail catequesefamalicao@gmail.com.


pública: 30 de janeiro de 2014 7

cidade pub

Vegas Cosmetics organiza Congresso Vegas e a Saúde

A empresa famalicense Vegas Cosmetics vai organizar o 1º Congresso Vegas e a Saúde. A primeira edição acontece no dia 8 de fevereiro no Porto (Hotel Tryp Porto Expo) e a segunda em Aveiro (Hotel Meliã Ria) a 22 de fevereiro. O programa arranca às 10 horas com uma palestra sobre a Utilização da Skin Cell Tronic na Fisioterapia, com a presença da reconhecida fisioterapeuta Martinha Lopes. A partir das 15 horas, segue-se uma sessão subordinada ao tema “Alimentação/Nutrição Saudável e importância dos suplementos alimentares”, com a intervenção da nutricionista Andreia Santos. A partir das 18h45 terá lugar o “Kick-of Vegas 2014 – Apresentação de novidades e reconhecimento de conselheiros. Para reservas e informações: www.vegascosmetiscs.pt; 252 302 100; e reservas@vegascosmetics.pt.

Encontro Nacional de Crianças e Adolescentes

PASEC sensibiliza mais novos para a sustentabilidade

Os participantes no encontro promovido pela PASEC

A PASEC promoveu, no passado fim de semana, mais um Encontro Nacional de Crianças e Adolescentes (ENCA), desta vez sobre “A importância da Sustentabilidade” e de que forma e crianças e adolescentes devem estar à altura de uma responsabilidade que sendo global, é de todos. A atividade teve lugar na Quinta da Costa, em Mouquim, com a presença de dezenas de delegados, entre os 8 e os 14 anos, de vários pontos do país. O desafio passava por, ao longo dos dois dias de trabalho, serem capazes de criar uma aldeia sustentável. Divididos em cinco grupos de trabalho, as crianças e os adoles-

centes abordaram, através da reflexão, expressão dramática e plástica, a forma como o que fazemos todos os dias tem impacto direto no planeta que nos acolhe. Refletiram que a sustentabilidade não é apenas uma escolha, é um imperativo que nos garantirá o futuro e o das gerações que se lhe seguirão. Na noite de sábado, em forma de espetáculo teatral, os vários grupos de trabalho mostraram as conclusões a que tinham chegado. Cada grupo apresentou o seu mapa de uma aldeia sustentável, as relações de proximidade que as suas populações mantinham com as comunidades em seu redor, as

profissões dos seus habitantes, os recursos que exploravam, a forma como faziam negócios, as formas de Democracia Representativa que exerciam, as roupas e indumentárias que utilizavam e sobretudo as boas práticas que desenvolviam no âmbito da gestão dos recursos ambientais. Foi focada a importância da reciclagem, do reaproveitamento dos recursos renováveis, da poupança energética e sobretudo da responsabilidade que cada um tem na máxima “Pensar Global, Agir Local”. O ENCA integrou o trabalho do “Projeto Dream Back”, apoiado pelo Programa Juventude em Ação da União Europeia. pub


8

pública: 30 de janeiro de 2014

freguesias

Empresa de Oliveira S. Mateus recebeu visita de Paulo Cunha

Espaço em Movimento muda de instalações e reforça serviços

Cristina Azevedo

Fábrica das Casas conquista mercado interno e externo

Paulo Cunha ouve as explicações de Márcio Paiva

Cristina Azevedo ceção interna que fazemos, na fábrica, sejam depois rápidos em terUma empresa famalicense da área mos de execução, sem retirar a quada construção civil deu a volta à lidade construtiva”, explica Márcio crise, criando um método de cons- Paiva, acrescentando que este métrução inovador, mais rápido e ba- todo construtivo é também “ecolorato que o tradicional. A Fábrica das gicamente responsável porque utiCasas, localizada em Oliveira S. Ma- liza muito menos meios”. teus, iniciou atividade em setembro Márcio Paiva há 10 anos que é do ano passado e é já considerada empresário da construção civil, posum caso de sucesso, o que levou o suindo uma empresa que segue o presidente da Câmara Municipal a método tradicional, em Santo Tirso. inclui-la no roteiro do “Made in Fa- Mas de há um ano a esta parte comalicão”. meçou a pensar no projeto da FábriA Fábrica das Casas é um pro- cas das Casas, que concretizou em jeto do arquiteto Márcio Paiva, que setembro de 2013. Neste momento, aposta num novo método de cons- a carteira de clientes da empresa é trução, assente em kits de peças vasta e inclui países como Portugal, completas, que faz reduzir os custos Angola, Itália, França, Moçambique e os prazos, sem prejudicar a quali- e Alemanha. dade e, sobretudo, a criatividade, “A recetividade tem sido muita “onde assenta toda a base da em- porque o produto, de facto, é bom… presa”, refere Márcio Paiva. é interessante em relação aquilo que As potencialidades de constru- é o conhecido da construção tradição deste novo método são amplas cional”, afirma o empresário, garane abrangem, desde moradias, bares tindo que a Fábrica das Casas “não de praia, clínicas, farmácias, stan- desvirtua a qualidade, nem retirades de automóveis, paragens de au- mos desenho ou arquitetura”. E estocarro ou mesmo candeeiros de ilu- clarece: “Não se trata de fazer pré-faminação pública. As peças saem bricados, o que fizemos foi pensar o “prontas” da Fábrica das Casas, método para ser mais fácil, mais sendo apenas necessário instalá-las simples e mais económico, utilino terreno do cliente. zando os mesmos materiais”. “O nosso pressuposto é fazer Márcio Paiva garante que o méedifícios simples que, pela precon- todo da Fábrica das Casas é 40%

mais económico que o tradicional e 90 % mais rápido, “ou seja, uma casa que demoraria quase um ano a construir, leva apenas cerca 35 dias”. Para o presidente da Câmara Municipal, “este é um verdadeiro exemplo de empreendedorismo e de como se pode dar a volta a um setor que muitos já classificavam de moribundo, como é o caso da construção civil”. Depois de uma visita à empresa, na passada sexta-feira, Paulo Cunha destacou também o facto de a empresa disponibilizar soluções “mais baratas” e, consequentemente “adaptadas às atuais capacidades financeiras das pessoas”. O autarca vincou ainda que o método apresentado pela Casa das Fábricas poderá, além do setor privado, “servir também soluções públicas”. “É uma opção a ter em conta em decisões que venhamos a tomar em investimentos futuros”, concluiu. Na fábrica de Oliveira S. Mateus trabalham atualmente 38 pessoas. A empresa espera, este ano, atingir um volume de negócios na ordem dos 50 milhões de euros. veja em www.famatv.pt ou

Landim festeja S. Brás em fevereiro A freguesia de Landim celebra nos primeiros dias de fevereiro o S. Brás. No próximo domingo, 2 de fevereiro, pelas 11 horas, terá lugar a bênção de velas, seguida de eucaristia. Na segunda, dia 3 de fevereiro, realizam-se três eucaristias, às 8, 11 e 18h30. No domingo, dia 9, a eucaristia das 9h30 realiza-se na Capela de S. Brás, já a eucaristia das 11 horas está agendada para a igreja paroquial. Segue-se a procissão de velas em honra de S. Brás. À tarde, pelas 18 horas, terá lugar a oração mariana e de vésperas, bem como a bênção do Santíssimo Sacramento.

A Associação Espaço em Movimento (AEM) mudou de instalações para a antiga escola primária de Outeiro, na freguesia da Portela. O espaço conta com melhores condições, salas mais adaptadas às necessidades da associação, nomeadamente na intervenção multidisciplinar à criança e ao idoso, e ainda atividade física orientada. Para além das atividades a decorrer como as aulas de danças de salão (Apolo Braga), yôga (escola Yôga Braga), karaté (Alex Ryu Jitsu), zumba e terapia da fala, a AEM pretende implementar, a partir de 3 de fevereiro, o prolongamento após horário escolar e um centro de convívio sénior no período da tarde, que funcionará na sede da AEM a custos simbólicos. O prolongamento escolar será das 17h30 até às 19h00, com a disponibilização de

transporte escolar gratuito da escola EB1 de Telhado até à associação. Serão desenvolvidas atividades de apoio escolar, atividades lúdicas e atividades recreativas, com a presença contínua de um professor de 1º ciclo. A AEM pretende ainda implementar um acompanhamento ao estudo individual para os alunos que necessitem de apoio mais personalizado. O centro de convívio será destinado a todos os adultos com mais de 60 anos, com boa mobilidade e que queiram desenvolver capacidades cognitivas, físicas e sociais. O horário do centro será das 13h30 às 17h30. As inscrições para os novos serviços podem ser feitas através dos telefones 252083005 e 920061739 ou no site www.aem.pt.

Unidança apresentou-se em Joane “Dançar não é só um desporto, dançar é arte e conhecimento”, foi desta forma que a Associação Joanense Unidança se apresentou, no passado dia 18 de janeiro, para cerca de 300 pessoas que assistiram ao evento. O público rendeuse aos encantos das performances apresentadas pelos pares de danças de salão, no salão de espetáculos da sede da associação, coordenados a nível técnico e artístico pela dupla Gémeos Moreira. O presidente de junta de Joane, António Oliveira, marcou presença e referiu que “a Unidança era a associação que faltava em Joane e que agora poderia colocar o nome da vila no mapa das danças de salão, sendo um forte impulsionador para o desenvolvimento e integração da comunidade nesta arte de espetáculo”. A Unidança deu ainda a conhecer os seus horários de aulas, que estão disponíveis na sua página do Facebook.


pública: 30 de janeiro de 2014 9

freguesias

Associação Cultura de Vermoim promoveu noite cultural

O Núcleo de Teatro da Associação Cultural de Vermoim (NUTEACV) promoveu uma noite cultural no passado dia 25 de janeiro, no salão paroquial de Vermoim. Foi mais uma noite cheia de cultura e animação, desta vez com a participação dos Controversos, alunos da Academia Contemporânea do Espetáculo do Porto, e do Grupo Recreativo e Cultural de Lemenhe (Greculeme). A primeira parte do espetáculo foi vocacionado para o público infantil com “As traquinices do lobo mau” dos Controversos e a sua leitura alternativa deste conto tradicional, seguindo-se um arranjo cénico da responsabilidade do Greculeme sob o título “A vida atribulada de um rei”, numa viagem até aos tempos do rei Herodes. As parcerias e os trabalhos do NUTEACV vão continuar com uma agenda recheada de novidades e participações deste jovem grupo de teatro vermoinense.

Escola de Pedome iniciou projeto “Mãos à Horta” A escola de Pedome arrancou, no passado sábado, com o projeto “Mãos à Horta”, que tem como principal objetivo o aproveitamento de uma parte do jardim da escola que estava subaproveitado, transformandoo numa horta biológica. Com a ajuda de uma escavadora e de um trator disponibilizado pelo pai de uma aluna, foram plantadas couves, batatas, morangos, cebolas e alhos; e semeadas favas, ervilhas, cenouras, salsa e alface. Até os vizinhos da escola quiseram ajudar e ofereceram mais couves para plantar. Segundo a escola, foi uma manhã de sábado fantástica e muito divertida, que todos os alunos adoraram. Este foi o primeiro passo de ação deste projeto, agora há que cuidar da horta até à colheita.

Incêndio destrói instalações da antiga Macal Um incêndio destruiu, na noite do passado sábado, o armazém da antiga fábrica de cobertores Macal, em S. Simão de Novais. A fábrica estava desativada há cerca de dois anos e no interior existia apenas alguma matéria-prima. O fogo não provocou vítimas. O alerta para os bombeiros foi dado pelas 19h30, mas o comandante dos Bombeiros Voluntários de Famalicão, Francisco Sampaio, aponta que o incêndio “possa ter começado algum tempo antes de

se ter dado conta, já que a estrutura é de parede dupla com chapa e é possível que tenha demorado algum tempo até o fogo ser visível". Ainda segundo Francisco Sampaio, a estrutura do pavilhão e o facto de haver pouca matéria-prima no interior fez com que o fogo fosse extinto rapidamente. A fábrica situa-se numa zona residencial e o incêndio chegou a causar alguma apreensão, que despareceu com a intervenção dos bom-

beiros. As chamas chamaram ainda a atenção de muitos curiosos, que acorreram ao local. No combate às chamas estiveram os Bombeiros de Riba d’ Ave, de Famalicão e os Famalicenses, num total de 55 elementos e 18 viaturas. A GNR de Joane e de Riba d’Ave também esteve no local, mas na altura não era possível determinar a origem do incêndio. A fábrica estava abandonada e já tinha sido alvo de atos de vandalismo.

Bruno Pereira da Silva preside à Fundação Castro Alves A Fundação Castro Alves, de Bairro, tem, desde o passado dia 25 de janeiro, um novo Conselho de Administração nomeado pelo seu novo presidente, Bruno Pereira da Silva. Em nota à imprensa, a instituição refere que o novo Conselho de Administração “pretende continuar o trabalho desenvolvido pelo anterior, não esquecendo o passado na obra e no homem do comendador Manuel Castro Alves”. Na base da sua ação estarão a educação e formação de crianças e jovens, as atividades ocupacionais dos seniores e a inclusão de pessoas com necessidades especiais. A Fundação Castro Alves pretende ainda, nesta nova fase, “fortalecer todas as colaborações existentes e alargar a sua rede colaborativa, no sentido de responder às necessidades atuais e de se afirmar como um polo de desenvolvimento cultural ao serviço da comunidade”.

Agostinho Fernandes apresenta livro “Olha o Rio Ave” O livro “Olha o Rio Ave”, de Agostinho Fernandes, será apresentado nos polos da biblioteca de Joane e Riba d’Ave no mês de fevereiro. A obra infanto-juvenil descreve o rio Ave e muitas das regiões por onde ele passa, desvendando também as memórias associadas ao seu autor. Agostinho Fernandes foi presidente da Câmara de Famalicão de 1983 a 2001e leva-nos, através deste livro, numa viagem geográfica e histórica. O autor estará presente no Polo da Biblioteca de Joane no próximo dia 7 de fevereiro, pelas 10 horas, e no Polo da Biblioteca de Riba de Ave no dia 19 de fevereiro, pelas 14h30. pub


10

pública: 30 de janeiro de 2014

freguesias

Presidente da Câmara reuniu com movimento associativo de Antas e Abade de Vermoim

ACIP realizou festa de reis para utentes e familiares

António Freitas

Mobilidade, Educação e Segurança dominaram preocupações

O presidente da Câmara na reunião com o movimento associativo de Antas

Segurança rodoviária, equipamentos escolares e acessibilidades foram os temas que dominaram os encontros do presidente da Câmara Municipal de Famalicão com os movimentos associativos de Antas e Abade de Vermoim, realizados na passada segunda-feira, dia 27 de janeiro, nas respetivas juntas de freguesia. O encontro em Antas foi particularmente concorrido, com a presença de perto de meia centena de pessoas, representativas de outras tantas associações e movimentos locais. A preocupação com a segurança dos peões nas passadeiras urbanas foi o assunto que mereceu um apelo maior por parte das entidades presentes, no

sentido de um reforço de segurança nas travessias. As obras na Escola das Lameiras, que o presidente da Câmara informou estarem para arrancar, as dificuldades financeiras com que se debatem os responsáveis pelo Centro Social e Paroquial e as preocupações com o espaço do Centro Escolar para prolongamento das atividades letivas, foram outros dos problemas transmitidos a Paulo Cunha. O edil reconheceu que não tem soluções “para os problemas todos, mas isso não significa que os não deva conhecer”, acrescentando que é esta a posição que assume junto da massa associativa, “com espírito aberto para co-

nhecer as dificuldades das freguesias e também para receber sugestões de intervenção”. Foi o que aconteceu em Antas com o problema sentido pela Associação de Pais do Centro Escolar em relação às condições do prolongamento dos alunos do 1.º Ciclo, que recebeu de imediato uma proposta de solução por parte da PASEC, que tem as suas instalações na proximidade do Centro Escolar, na antiga Escola do Cruzeiro. Em Abade de Vermoim as acessibilidades às freguesias e a conclusão das obras na residência paroquial e a requalificação exterior envolvente, foram as notas mais dominantes do encontro.

A ACIP – Ave Cooperativa de Intervenção Psicossocial, de Joane, realizou no passado dia 18 de janeiro a sua festa de reis na Casa das Artes, com o objetivo de proporcionar às crianças e jovens que frequentam a instituição, bem como às suas famílias, momentos de alegria e diversão. O pequeno auditório tornou-se pequeno para acolher todos os que quiseram participar, desta-

cando-se as presenças do presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, e dos vereadores Leonel Rocha e Pedro Sena. A Festa foi apresentada por Jéssica Ferreira e Óscar Mendes e iniciou com as reisadas cantadas pelos Técnicos da ACIP. De seguida, o Centro de Atividades Ocupacionais da Casa da Villa apresentou uma dança, depois houve um musical de “Santa Cata-

rina” com a participação de alguns pais e nova atuação do Centro de Atividades Ocupacional. Seguiu-se a peça de teatro “Ida ao Cinema” com a participação de pais e a construção de flores com pétalas colocadas pelas crianças e Jovens. No final todas as crianças e jovens receberam um presente pelo Rick Rock, terminando a festa com um lanche convívio.

Jantar de reis da Engenho junta direção e colaboradores

pub

Os colaboradores e membros dos órgãos sociais da Engenho organizaram no dia 24 de janeiro, no Centro de Apoio Comunitário da associação, uma ceia de reis. Foi um momento de partilha, encontro e convívio, aproveitado por diretores e colaboradores para reforçarem a identidade e o sentido de pertença à associação. No início da ceia os colaboradores foram presenteados com o cantar dos reis, com as vozes e instrumentos dos Amigos das Concertinas de Arnoso Santa Eulália, que têm mantido e avivada esta tradição. O momento foi de partilha de objetivos e metas que direção e colaboradores se

propõem a concretizar e tingir ao longo do ano, através das diferentes respostas sociais e serviços de proximidade que a associação disponibiliza à população local do seu território de intervenção, sempre com um olhar cada vez mais atento aos diferentes e complexos problemas que afetam as famílias e pessoas. Os colaboradores mostram-se determinados em contribuir mais para que a associação leve a cabo a sua missão, a sua visão e valores, independentemente dos serviços que integram e das funções que desempenham, segundo o presidente da direção Manuel Augusto de Araújo.


pública: 30 de janeiro de 2014 11

freguesias pub

Alunos de Requião cantam as “Janeiras”

Dançar é mesmo na PEDANÇA – Centro Jovem Santo Adrião

Os apaixonados pela dança podem agora usufruir de uma ótima PROMOÇÃO: 50% de desconto na 1ª inscrição e aprender algo novo e divertido. Podem já inscrever-se na PEDANÇA, que vai dar continuidade à sua atividade de danças de salão nos Bombeiros Voluntários de Famalicão (junto à rotunda do Lidl). Venha experimentar e ver de perto o excelente ambiente vivido na PEDANÇA. Uma oportunidade que a escola lhe oferece de forma gratuita. Assim, para os que quiserem experimentar, as próximas aulas grátis acontecem nas próximas terças-feiras, pelas 21h30, com Danças de Salão, e quintas-feiras e sábados com Danças Latino-americanas, pelas 21h30 e 20h15, respetivamente. Sem precisar de par, os interessados poderão ainda contactar com modalidades como o Tango, Valsa Inglesa e Vienense, Slowfox, Quickstep, Samba, Rumba, Paso Doble, Bolero, Chá-chá-chá, Tiriri, Kuduro, Kalemba, Forró e outras. Mais informações em www.pededanca.pt, ou em wwwfacebook.com/pededanca.pt . Podem também contactar os números 965 619 233 e 912 230 308. pub

Os alunos que frequentam o Jardim de Infância e a Escola Básica do 1º ciclo de Requião cantaram as “Janeiras” na tarde de sexta-feira da semana passada, dia 24 de janeiro. O espetáculo aconteceu no polidesportivo da freguesia, com a presença de pais e avós nas bancadas, que não quiseram deixar de assistir a este momento preparado pelas professoras e pelas auxiliares de ambos os estabelecimentos de

ensino. E nem a chuva que teimou em cair fez os “pequenos artistas” desafinar. Primeiro foram os meninos e meninas do Jardim de Infância, que cantaram e representaram. Seguiram-se os alunos do 1º ciclo, que atuaram em grupo: os do 1º e o 2º ano foram os primeiros, logo seguidos dos do 3º e do 4º ano – todos entoaram cânticos desta quadra, orientados pela professora de música. pub


12

pública: 30 de janeiro de 2014

VENDO

2 ARCAS FRIGORÍFICAS MARCA EUROFRIO COMO NOVAS 120 LITROS CADA E 1,62M COMPRIMENTO COM TAMPA OPACA EM CONJUNTO OU SEPARADAS

BOM PREÇO

CONTACTO: 912 36 33 22

Serviço de Finanças: VILA N.FAMALICAO 2. - [3590]

Teor do Edital

EDITAL

Manuel Augusto da Silva Correia, Chefe de Finanças do Serviço de Finanças Vila N. Famalicão 2.-3590, sito em Rua António Santos Oliveira 119, Calendário, faz saber que fica por este meio notificado Anselmo Pereira Mendes, NIF 127843434, executado por reversão nos termos do art.º 160º do CPPT – Código de Procedimento e de Processo Tributário, na qualidade de responsável subsidiário da executada originária Faimetal, NIPC 501299386, com sede no lugar de Ferreiros, freguesia de Ribeirão, deste concelho, com última residência conhecida na Rua Chaby Pinheiro, 106, Senhora da Hora, e actualmente residente em parte incerta, que aos 17-09-2009 e aos 08-01-2013, lhe foram penhorados, no âmbito do processo de execução fiscal n.º 359020001022601 e aps, respectivamente, os bens abaixo identificados, nos termos do 781.º do CPC - Código de Processo Civil e do artigo 232º do CPPT:

1 - Direito e acção a herança ilíquida e indivisa que o executado detém por óbito de seu pai Joaquim Antunes Mendes, a que corresponde o quinhão hereditário de 1/4 do acervo da herança constituída por 5/8 dos imóveis urbanos inscritos na matriz predial da freguesia de Joane, deste concelho, sob os artigos 305 e 560 e por 5/8 dos imóveis rústicos inscritos na matriz predial da freguesia de Joane, deste concelho, sob os artigos 783 e 837. 2 - Direito e acção a herança ilíquida e indivisa que o executado detém por óbito de sua mãe Maria Alves Pereira, a que corresponde o quinhão hereditário de 1/4 do acervo da herança constituída por 1/2 dos imóveis anteriormente mencionados. Fica também notificado de que foi nomeado (a) como fiel depositário (a) dos bens acima identificados no ponto 1 e 2, respectivamente, Júlia da Silva Peixoto, NIF 139184503, com residência na rua Professor Araújo N 124, freguesia de Joane, deste concelho, e Manuel Pereira Mendes, NIF 140203346, com residência na rua do Riopele, N 464, freguesia de Joane, deste concelho. Fica ainda notificado o aludido executado de que se irá proceder à venda, nos termos dos artigos 248.º e seguintes do CPPT, e da portaria n.º 219/2011 de 1 de Junho, dos bens acima referidos. Nos temos conjugados do art. 248.º/2 e art. 250.º do CPPT, a venda realiza-se por leilão electrónico, que decorre durante 15 dias, com inicio no dia 01-04-2014, e, pela ordem de identificação dos imóveis, fixo os valores base das vendas a publicitar, correspondente a 70% do valor patrimonial tributário (VPT) e respectivas horas, do seguinte modo: 1. Bens para venda referidos no ponto 1: Em 7.234,84€, com encerramento às 11:00h do dia 16-04-2014; 2. Bens para venda referidos no ponto 2: Em 5.787,87€, com encerramento às 11:30h do dia 16-04-2014; Inexistindo propostas nos termos antes fixados, determino, de acordo com o art. 248.º/3 do CPPT a venda judicial, na modalidade de propostas em carta fechada, que decorrerá durante 15 dias, com início no dia 15-05-2014, baixando o valor base da venda a publicitar para: 1. Bens para venda referidos no ponto 1: Em 5.167,75€, com encerramento às 11:00h do dia 30-05-2014; 2. Bens para venda referidos no ponto 2: Em 4.134,20€, com encerramento às 11:30h do dia 30-05-2014; A entrega das propostas em carta fechada, deverá ocorrer impreterivelmente até às 10H00 do dia imediatamente anterior ao de abertura das propostas e deverão ser entregues neste Serviço de Finanças, em sobrescrito fechado e devidamente identificado com o n.º do processo executivo ou enviadas por transmissão electrónica de dados através do site da Direcção-Geral dos Impostos (DGCI) “Venda Electrónica Bens Penhorados”, no endereço electrónico www.e-financas.gov.pt/vendas/. O pagamento de um valor mínimo de 20 % do valor da dívida instaurada suspende o procedimento de venda por um período de 15 dias (264.º/4 CPPT). Vila Nova de Famalicão, em 23-01-2014 O chefe do Serviço de Finanças, Manuel Augusto da Silva Correia

30/01/2014, Jornal Opinião Pública, 1ª publicação

publicidade

LANDIM

Lote para moradia Condomínio Fechado 1.300 m2 - 60.000€ TLM 969 010 914

União Ciclista Vila Nova de Famalicão Assembleia Geral Ordinária

Convocatória

Em conformidade com as disposições legais aplicáveis e os estatutos da Associação, convoco todos os sócios para se reunirem em Assembleia Geral, que terá lugar na sede da Associação, sita na Rua Conselheiro Santos Viegas, nº 153, 1º S 9, em V.N. Famalicão, pelas 19:00 horas, do dia 7 de Fevereiro de 2014, com a seguinte Ordem de Trabalhos:

1) Informações da Direcção; 2) Apresentação, discussão e deliberação das contas e balanço relativos ao exercício do ano 2013 3) Deliberação sobre a proposta da direcção de aquisição de duas viaturas, usadas para o transporte dos atletas. 4) Dar poderes a dois membros da direcção para celebrar um empréstimo junto de qualquer Banco para aquisição das respectivas viaturas. 5) Alteração dos Estatutos e alteração ou Eleição de novos corpos sociais. 6) Apresentação, discussão e deliberação sobre o Plano de Atividades e Orçamento para 2014; 7) Outros assuntos de interesse.

Se à hora indicada não houver quórum, a Assembleia funcionará meia hora depois no mesmo local, com qualquer número de sócios, e a mesma ordem de trabalhos.

V.N. Famalicão, 22 de Janeiro de 2014

O Presidente da Mesa da Assembleia Geral

CAFÉ ILHAS PARK (em S. Simão de Novais)

TORNEIO DE SUECA

SÁBADO DIA 1 FEVEREIRA , ÀS 14H30 1º PRÉMIO - 100 baralhos 2º PRÉMIO - 60 baralhos 3º PRÉMIO - 2 bacalhaus 4ºPRÉMIO - 2 garrafas de whisky PERDIDOS 1º PRÉMIO - 2 bacalhaus 2º PRÉMIO - 2 caixas de vinho

CONTATO: 252 931 266 Quer saber mais sobre a sua vida?

Peça uma consulta por telefone correspondências ou pessoal.Se vive problemas de amor ou familiares, com heranças, se tem problemas de saúde e que ninguém consegue explicar ou resolver. Se na sua família existem problemas de droga ou álcool. Se sofre e tem má sorte ou é alvo de invejas.

Para consultar o Professor Demba ligue: 968843055 | 911044288 | 220153654

Consulta o Professor DEMBA. Proteja-se e abra os seus caminhos. Não hesite ou desespere, o Professor DEMBA tem forças espirituais para resolver os seus problemas com toda a honestidade e eficácia.

Consultas em todo o país

PRECISA-SE

COSTUREIRA COM EXPERIÊNCIA DE MODISTA EM FAMALICÃO PART-TIME OU FULL-TIME

CONTATO 935 013 478

ALUGA-SE

APARTAMENTO T3 COMO NOVO C/ 2 WC’S E GARAGEM INDIVIDUAL EM CARDAL - BENTE. VALOR: 220 €

CONTATO 252 321 212

OFICINA AUTO

EM CAVALÕES

ADMITE FUNCIONÁRIO PARA TRABALHO DE ELECTRICISTA AUTO LIGUE: 252 310 200 OU 91 959 26 15 OU CANDIDATE-SE PELO EMAIL: autoelectricafa@sapo.pt

MONTAMOS SISTEMA GPL

Associação de Pais de V.N. Famalicão Assembleia-Geral

Convocatória

Nos termos do artº 18º, nº1 alinea a, dos estatutos da Federação Concelhia das Associações de Pais de V. N. de Famalicão - FECAPAF, convido todas as Associações de Pais para a Assembleia Geral Ordinária a realizar no próximo dia 8 de Fevereiro de 2014, pelas 15h30, no auditório da Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco, sita na Av. Dr. Carlos Bacelar em Vila Nova de Famalicão, com a seguinte ordem de trabalhos:

Ponto 1: Leitura da acta da Assembleia-geral anterior; Ponto 2: Apresentação, discussão e votação do relatório de actividades e contas do ano de 2013; Ponto 3: Apresentação, discussão do plano de actividades e orçamento para o ano de 2014. Ponto 4: Apresentação, discussão e votação de proposta de alteração dos estatutos da FECAPAF; Ponto 5: Apresentação, discussão e votação de proposta de alteração da quotização; Ponto 6: lnformações gerais. V.N. Famalicão, 20 de Janeiro de 2014

O Presidente da Mesa da Assembleia-Geral da FECAPAF Fernando Morais

Nota:Nos termos estatutários, se à hora marcada não existir o quórum necessário para o funcionamento da assembleia, servirá a presente como segunda convocatória para a assembleia recomeçar trinta minutos depois com os membros efetivos que se encontrem presentes.


freguesias

Crianças do Colégio ATC cantam os reis na Rádio Digital

As crianças da sala dos 5 anos do Jardim de Infância do Colégio ATC, de Joane, cantaram os reis, em direto, no programa “Clube da Rádio”, da Digital FM. Meninos e meninas, equipados com suas coroas reais, entraram no estúdio e cantaram e encantaram aos microfones da Rádio Digital FM, acompanhados da educadora e da auxiliar de ação educativa.

Importância da literatura infantil é tema de workshop O Polo de Riba d’Ave da Biblioteca Municipal de Famalicão recebe, no dia 7 de fevereiro, sexta-feira, pelas 17h30, o workshop formativo “O papel dos Clássicos da Literatura Infantil e Juvenil na Educação Literária”, orientado pelo docente da Universidade do Minho, Fernando Azevedo. O papel dos clássicos da Literatura Infantil e Juvenil e a sua relação com a educação literária como objeto de ensaio é o tema exposto nesta formação, dirigida aos professores do 1º, 2º e 3º Ciclos do Ensino Básico, educadores de infância e encarregados de educação. As inscrições são gratuitas.

pública: 30 de janeiro de 2014 13

Calcantes percorrem Caminhos da Senhora da Graça No passado domingo, os Calcantes partiram para mais uma aventura, realizando uma caminhada por caminhos muito antigos e com história, caminhos de fé e de sacrifício, os Caminhos da Senhora da Graça, num percurso de 17 quilómetros com alto grau de dificuldade. O grupo iniciou a caminhada em Mondim de Basto, numa longa subida em direção ao alto da Senhora da Graça, por antigas calçadas de romaria e caminhos florestais, passando pelos lugares de Trigal, Campos e Carvalhos, não deixando de visitar o Castro Castroeiro e de efetuar uma pequena paragem na Fonte da Costa. Após a passagem por três capelas, chegou finalmente ao alto, quase sempre acompanhado por um intenso nevoeiro, que impediu os participantes de apreciar as paisagens das terras de Basto. Depois de visitar o santuário da Senhora da Graça, o grupo deu início à descida até Mondim de Basto, com um pequeno desvio para visitar o Alto dos Palhaços, passando pela Pedra Alta (um curioso megalítico que alguém pintou de branco) pelo clube de parapente, pelo parque de merendas e, por último, pelo lugar de Pedra Vedra. Segundo os Calcantes foi “mais um dia bem passado, numa excelente caminhada e mais um desafio vencido”.

2º Comandante dos BV de Riba d’Ave toma posse no sábado Está agendada para o próximo sábado, dia 1 de fevereiro, a cerimónia de posse do 2.º Comandante, André Morais, que terá lugar no quartel dos Bombeiros Voluntários de Riba d’Ave, pelas 16 horas. Do programa, destaque ainda para a apresentação do projeto formativo da corporação ribadavense. pub


14

pública: 30 de janeiro de 2014

publicidade

Maria Vilela Dias

Maria de Jesus Moreira da Costa Missa de 1º Aniversário de Falecimento

Seu marido, filhos e demais família vêm por este meio, muito reconhecidos participar que na passagem do 1º Aniversário do falecimento do seu ente querido, serão celebradas missas em sufrágio da sua alma, no sábado, dia 1 de Fevereiro, pelas 18h30 na Igreja Paroquial de Vale S. Cosme e outra no domingo, dia 2 de Fevereiro, pelas 10h30, na Igreja Paroquial de Vale S. Martinho. Igualmente aqui deixam o seu agradecimento a todos aqueles que participarem neste piedoso acto, pelo seu eterno descanso.

Missa de 1º Aniversário de Falecimento

A família vem por este meio comunicar às pessoas de suas relações e amizade, que a missa do 1º aniversário de falecimento será celebrada sábado, dia 08 de fevereiro pelas 17 Horas na Igreja Paroquial de Seide S. Miguel. Igualmente aqui deixam o seu agradecimento a todos aqueles que participarem neste piedoso ato, pelo seu eterno descanso. Seide S. Miguel, 30 de Janeiro de 2014

Desde já, antecipadamente agradece

A Família

A Família

Sezures - Vila Nova de Famalicão

Estevão Marques Gomes Agradecimento e Missa 30º Dia

Seus familiares vêm por este meio, muito sensibilizados e na impossibilidade de o fazer pessoalmente, agradecer a todos os que se associaram à sua dor e pelas provas de carinho e amizade que lhes foram endereçadas aquando do falecimento e missa de 7º dia do seu ente querido. Aproveitam para comunicar que a missa de 30º dia será celebrada no dia 23 de Fevereiro (Domingo), pelas 8h30, na Igreja Paroquial de Sezures. Igualmente aqui deixam o seu agradecimento a todos aqueles que participarem neste piedoso acto, pelo seu eterno descanso. A Família

Agradecimento e Missa de 30º Dia

Maria Manuela Silva Moreira

(Nélinha Ulias - Mãe dos Gerentes da Vidraria do Côvelo)

Le o n e l d a S i l v a Ri b e i ro ( Le o p h o t o ) (58 Anos) Missas de 30º Dia

Sua família renova o seu agradecimento a todas as pessoas que se associaram à sua dor aquando do falecimento e missa de 7º dia, vem por este meio participar que as missas de 30º Dia serão celebradas, uma sábado, dia 1 de Fevereiro, pelas 19:30 na Igreja Paroquial do Louro, outra Domingo, dia 2 de Fevereiro pelas 12:00 horas, na Igreja Matriz (Nova), Vila Nova de Famalicão. Desde já o seu profundo reconhecimento a quantos se dignarem assistir a este piedoso acto. A Família

Sua família renova o seu agradecimento a todas as pessoas que se associaram à sua dor aquando do falecimento e missa do 7º dia, vem por este meio participar que a missa de 30º Dia será celebrada no Domingo, dia 2 de Fevereiro pelas 12:00 horas, no Salão Paroquial de Calendário. Desde já o seu profundo reconhecimento a quantas se dignarem assistir a este piedoso acto.

A Família


pública: 30 de janeiro de 2014 15

publicidade

Falecimentos Estevão Marques Gomes, no dia 21 de janeiro, com 80 anos, viúvo de Amélia de Jesus Portela, de Sezures. Agência Funerária Arnoso - José Daniel Pereira Arnoso Santa Eulália - Telf. 91 724 67 03

Alcides Martins de Araújo Maia Agradecimento e Missas de 7º Dia (Casado com D. Maria de Lurdes Matos de Araújo) (Rua São João de Deus nº 29 6º Ditº V.N. Famalicão)

Sua Família, na impossibilidade de o fazer pessoalmente, vem, por este meio, agra-

decer reconhecidamente a todas as pessoas que a acompanharam em tão grande

desgosto e participar que serão celebradas missas do Sétimo Dia, uma SextaFeira, dia 31 de Janeiro, às 19:15 horas na Igreja Matriz (Nova), Vila Nova de Fa-

malicão, outra Domingo dia 2 de Fevereiro pelas 12:00 na Igreja Paroquial de Vermoim V.N. de Famalicão.

A Família

Manuel Fernandes, no dia 22 de janeiro, com 91 anos, casado com Virgínia da Silva Nunes, de Sequeirô (Santo Tirso). José António Alves Roriz, no dia 24 de janeiro, com 84 anos, casado com Margarida Moreira dos Santos, de Burgães (Santo Tirso).

Manuel Machado, no dia 24 de janeiro, com 80 anos, casado com Maria Arminda da Cunha Alves, de S. Martinho do Conde (Guimarães).

Maria da Conceição Souto Moreira, no dia 26 de janeiro, com 67 anos, viúva de Manuel Fernando Ferreira Leal, de Monte Côrdova (Santo Tirso).

Júlia Pereira de Almeida, no dia 24 de janeiro, com 84 anos, viúva de Manuel Leite Azevedo, de Oliveira Santa Maria.

José da Silva Morais, no dia 28 de janeiro, com 77 anos, viúvo de Gracinda Pinho da Costa, de Lama (Santo Tirso).

Filomena da Silva, no dia 26 de janeiro, com 85 anos, viúva de Manuel Abreu, de S erzed elo ( Guimar ãe s).

Agência Funerária de Burgães Sede.: Burgães / Filial.: Delães Telf. 252 852 325

José Gomes, no dia 27 de janeiro, com 85 anos, casado com Margarida de Oliveira Fernandes, de Riba D’Ave. António da Costa Mar tins, no dia 28 de janeiro, com 66 anos, casado com Maria de Belém Alves Salgado Martins, de Serzedelo (Guimarães). Agência Funerária Carneiro & Gomes Oliveira S. Mateus – Telm. 91 755 32 05

Isaura da Silva Barbosa, no dia 21 de janeiro, com 88 anos, viúva de Climério José Alves, de Vila Nova de Famalicão. Joaquim Lima da Costa, no dia 22 de janeiro, com 55 anos, casado com Maria Joaquina Lopes Pinheiro, de Calendário. Gaspar Américo Simões de Carvalho, no dia 22 de janeiro, com 55 anos, casado com Maria da Glória Sampaio Moreira Carvalho, de Calendário. Raquel Gomes de Car valho de Meireles Duque, no dia 23 de janeiro, com 89 anos, viúva de José Alexandre de Meireles Duque, de Prado Repouso (Porto). Alcides Martins de Araújo Maia, no dia 23 de janeiro, com 84 anos, casado com Maria de Lurdes Matos de Araújo, de Vermoim. José Ferreira de Araújo, no dia 27 de janeiro, com 87 anos, viúvo de Joaquina da Costa Fernandes, de Viatodos (Barcelos). Agência Funerária Rodrigo Silva, Lda Vila Nova de Famalicão Tel.: 252 323 176

Manuel Tinoco de Sousa, no dia 22 de janeiro, com 72 anos, viúvo de Maria Amélia Pereira de Oliveira, de Requião. Agostinho Alves da Costa Fontes, no dia 21 de janeiro, com 57 anos, de Esmeriz. Maria de Fátima Mesquita Machado do Vale Pimenta Veloso, no dia 25 de janeiro, com 78 anos, viúva de José Maria Adolfo Pimenta Veloso, de Bente. Avelino de Faria Dinis, no dia 27 de janeiro, com 84 anos, casado com Carolina Pereira Ferreira, de Vermoim. Maria Virtuosa Oliveira e Silva, no dia 28 de janeiro, com 78 anos, casada com Fernando Couto Azevedo, de Ruivães. Agência Funerária da Lagoa Lagoa – Telf. 252 321 594

Joaquim Teixeira de Sousa, no dia 23 de janeiro, com 74 anos, casado com Laura da Costa e Sá, de S. Martinho de Bougado (Trofa). Maria Manuela Saturnino Martinho, no dia 27 de janeiro, com 82 anos, viúva de António Joaquim Rodrigues Martins, de S. Martinho de Bougado (Trofa). Francisco António Barbosa de Sousa, no dia 27 de janeiro, com 73 anos, solteiro, de Santo Tirso. Agência Funerária Trofense, Lda (S. Martinho de Bougado) Trofa Tel.: 252 412 727

Maria de Lurdes Ferreira Car valho, no dia 26 de janeiro, com 79 anos, casada com Joaquim Rodrigues da Costa, de Vale S. Cosme. Agência Funerária das Quintães Vale S. Cosme – Tel.: 252 911 290


16

pĂşblica: 30 de janeiro de 2014

publicidade


pública: 30 de janeiro de 2014 17

praça pública

Pelos Quatro Cantos da Ca(u)sa Domingos Peixoto

Ofertas de emprego

As ofertas de emprego divulgadas fazem parte da Base de Dados do Instituto do Emprego e Formação, IP. Para obter mais informações ou candidatar-se dirija-se ao Centro de Emprego indicado ou pesquise no portal www.netemprego.gov.pt utilizando a referência (Ref.) associada a cada oferta de emprego.

Oferta nº: 588301838 Profissão: Costureira, trabalho em série. Pretende-se costureira de malhas com experiência em ponto corrido e / ou recobrimento. Local: Esmeriz Oferta nº: 588311617 Profissão: Serralheiro civil. Pretendem contratar serralheiro civil com experiência em estruturas metálicas e soldas com mig-mag. Local: Vila Nova de Famalicão

Oferta nº: 588302078 Profissão: Veterinário. Médico veterinário ou eng. Zootécnico com experiência em vendas do ramo agrícola, preferencialmente concentrado para alimentação animal. Local: Fradelos

Oferta nº: 588302037 Profissão: Costureira, trabalho em série. Com conhecimentos em ponto corrido. Local: Bairro Oferta nº: 588298198 Profissão: Atador de teias. Atador de teias, com experiência na preparação e rematagem - processo de tecelagem. Local: Pousada de Saramagos

Oferta nº: 588309237 Profissão: Serral de ferram,moldes,cunhos e cortant. Serralheiro de moldes de plastíco. É obrigatório ter experiência em moldes de plástico. Disponibilidade para trabalhar por turnos. Local: Vila Nova de Famalicão

Oferta nº: 588309317 Profissão: Condutor de empilhador. Condutor de empilhador . Preferencialmente com experiência. Disponibilidade para trabalhar por turnos Local: Avidos

Oferta nº: 588309481 Profissão: Encar - caldeir,lat e batechapas.Pretende-se chefe de turno para equipa trabalhando em reciclagem com forte capacidade de liderança de equipas. Experiência de condução de empilhadores. Disponibilidade para trabalhar por turnos Local: Avidos Oferta nº: 588303645 Profissão: Serralheiro mecânico. Pretende-se serralheiro mecanico com conhecimentos básicos de solda-semiautomático-electro-para trabalhar em serralharia-reparação de máquinas, empilhadores e outras máquinas. Local: Gavião Oferta nº: 588286561 Profissão: Embalador (enfardador) manual. Para embalagem e engomador. Ter capacidade para aprender, em ambiente de trabalho e saber trabalhar em equipa. Preferencialmente com experiência. Têm que reunir condições para medida estímulo 2013 e reembolso tsu. Local: Gondifelos

Alerta-se para a possibilidade de ocorrência de situações em que a oferta de emprego publicada já foi preenchida devido ao tempo que medeia a sua disponibilização e a sua publicação. Para mais informações contactar o Centro de Emprego de Famalicão, na Alameda Padre Manuel Simões, 222, ou pelo Telefone 252 501 100

Gouveia Ferreira

Reguadas Os casos de agressividade nas escolas, em Portugal, acontecem a um ritmo pouco comum. Claro… nos EUA é pior, mas, costuma dizer-se, com o mal dos outros podemos nós bem. O “caso Meco”, que parece associado a praxes académicas, instalou uma “guerra” de audiências televisivas com azáfama noticiosa apaixonante, programas sobre casos recentes e debates; multiplicou opiniões escritas e verbais; e, parece, desencadeou ação legislativa que, espera-se, venha por termo a tantos e brutais desmandos. Hoje, p o r é m , quero alvitrar sobre violência nas escolas primárias ( i n cl u i n d o jardins de infância) e secundárias. Recordo da primária, I à III classes, no Posto Escolar de Barradas, pequena sala, exíguo recreio de metro e meio de largura à face da sala e porta para o caminho estreito. O senhor Costa, solitário, trolha, caminhando apoiado pelos sovacos e mãos num par de muletas, “cozinha” térrea no topo oposto à entrada, de onde subia íngremes escadas de madeira para o sótão da escola, “arrastando-se” para dormir. Vistosa, redondinha, roupas largas e saia abaixo do joelho, bolsa na mão, cabeça sempre levantada para melhor mostrar os grossos lábios carregados de vermelho, deslocando-se da zona da Magida, em Calendário, e de comboio de Famalicão a Barradas e vice-versa, a Dona Cila era muito peculiar, aliás paradigma da época, na forma de ensinar: voz estridente, fortes reguadas nas palmas das mãos por erros na redação, no ditado e falta dos deveres de casa e canadas de “criar bicho” na cabeça por supostas faltas de atenção e respostas erradas na sala de aula. Já fiz diligências para reencontrar a senhora que, se for viva, será uma anciã, mas até hoje não me foi possível. Da IV classe, numa sala particular já desativada, não tenho más recordações, já que a Dona Elvira Zulmira Pires Ferreira Botelho Gonçalves Gomes era espetacular, recebendo a quem quisesse, num espaço da sua residência em Travassos, à tarde, para ajudar a fazer os deveres. Também lhe perdi o “rasto”. Da preparação para a admissão ao Ciclo Preparatório re-

D’Esguelha

cordo, para além de coisas boas, uma chapada da Dona Celeste Maia, por estar a tentar fazer cair à pedrada uma maçã para comer. Uma boa e solidária pessoa a quem muitos Lourenses tanto devem. Louro, aliás, que tarda em fazer-lhe a homenagem mais que merecida! Da Escola Industrial, o diretor Oliveira Duarte dizia: os vossos pais fazem muitos sacrifícios por vossa causa, pelo que, para punir “faltas de respeito e indisciplina, umas “lapadas” são o melhor meio e multas de “um selo” por infração nos corredores. Um selo era um escudo, do dinheiro que tivéssemos para as nossas coisas; era m u i t a massa se tivermos presente que, na altura, no intervalo de quatro horas de oficinas, quando conseguia amealhar, eu ia à padaria da esquina da avenida com a rotunda comprar um quarto de sêmea (uma espécie de mistura escura de trigo com centeio) que custava cinquenta centavos; comparado com hoje, um cêntimo corresponde ao dobro do custo do selo de então, mas não falta quem diga que “isto não vale nada” guardando as moedas num saco ou gaveta em casa! Do mestre Carvalho há que falar. Foi um ótimo professor, mas fartou-se de dar “porrada” a alguns; eu levei muita, até um dia chegar a casa de cara e olhos inchados e, em resposta à minha mãe dizer: o mestre Carvalho não me volta a bater sem que eu me defenda. A certa altura, numa aula com risos na oficina, diz-me: senhor Peixoto pode arrumar as suas coisas e sair. Sem qualquer palavra cumpri a ordem. Estrategicamente, quando saía, deita-me a mão esquerda ao braço direito e questiona: o senhor sabe por que vai para a rua… (vai ser agora, pensei) Não! Acho que o senhor mestre não tem razão para me castigar… (mal tive tempo de acabar) Eu explico-lhe… num repente a sua mão direita atinge violentamente a minha face esquerda deixando-me quase tonto. Um salto à direita e fujo pela esquerda. As peripécias seguintes levaram a que o mestre Carvalho jamais pusesse as mãos em alguém! Por hoje fico-me por aqui.

O “caso Meco”, que parece associado a praxes académicas, instalou uma “guerra” de audiências televisivas com azáfama noticiosa apaixonante, programas sobre casos recentes e debates

Sempre a chutar! Concorda que o cônjuge ou unido de facto do mesmo sexo possa adoptar o filho do seu cônjuge ou unido de facto? Concorda com a adopção por casais, casados ou unidos de facto, do mesmo sexo? Ele é muito cônjuge e muito facto, para tão pouco sexo! As perguntas da próxima votação nacional, que vai eleger a consciência dominante nos descendentes de Viriato, provêm dos actuais representantes da Nação, reunidos naquele areópago a que chamam Assembleia da República. Como não se quiseram comprometer no assunto, chutaram a matéria para referendo, entregando ao povo o que o povo não pediu. Entretanto, o Presidente desta mesma República, no exercício do seu poder maça-

dor, deu mais um chuto na matéria, desviando-a para canto, ou seja, para o Tribunal Constitucional, que parece encarnar o outro governo de Portugal. E, na marcação do canto, pode ser que o TC chute outra vez a matéria para o poder maçador, que, por sua vez, a chutará para o ditoareópago, a fim de ser novamente chutada nos corr e d o r e s laterais do campo adversário. Coitada da matéria! No fim do jogo, será sempre interessante ouvir os comentadores, Zeca Paranoico e Lucrécia Violada, residentes na pacata vila de Enxurradas de Cima, a rezingar com os nomes dos candidatos, porque não se entenderam com os cônjuges e os unidos, nem perceberam qual era o sexo do facto. Que raio de matéria!

(...)porque não se entenderam com os cônjuges e os unidos, nem perceberam qual era o sexo do facto

Chão Autárquico Vieira Pinto

…E o povo é que paga O discurso do empobrecimento dos portugueses, trazido ao quotidiano por este governo, por aí anda, por tudo quanto é sítio. Ele existe na redução dos salários, na redução das pensões, na redução dos subsídios sociais mínimos, etc. Ou seja, tudo o que seja rendimento das pessoas sofre uma redução “ex radice”, colocando a maioria das pessoas, dependentes da “dependência”. Assim, as pessoas, objeto daqueles desmandos, ficam, desde logo, ao sabor dos favores da caridade de outros. Os pobres são, assim, limitados nos seus direitos de cidadania. Por conseguinte, com a sua liberdade limitada. Contudo, lá pelas bandas do poder

vão-se cantando hinos de vitória, deixando para trás as marcas da fome e suas consequências. O direito ao pão, à saúde, à assistência medicamentosa e ao ensino definha e começa a ser para alguns. Os pobres, esses, vão olhando daqui para os euromilhões de alguns dos BPNs e suas esposas, as PPP-Parcerias Público Privadas, grandes culpados da situação, além de outros desmandos dos poderes. Mas há algo que muito nos intriga neste modesto pensamento. E consiste nisto. Este governo instituiu o empobrecimento dos portugueses. Porém, instituiu também os pagamentos mais caros dos bens essenciais na vida das pessoas. De facto,

assim se passa com a água, com o gás, com a eletricidade, com o telefone, com o crédito, etc. Preços que, muitos deles são, aqui, dos mais caros dos cidadãos europeus. Diz pois, o poder - Obrigo-te a seres pobre, mas pagas como rico - Espanto! Voltamos aos tempos de antanho. Voltamos aos tempos em que meia dúzia de ricos mandava nos pobres. Mas com a doutrina Salazar bem presente, quando aquele dizia: “dailhes fome para serem humildes…”. PS: se alguém vir por aí o PS e seu secretário-geral, por favor, deem notícias, e, se possível, que tragam, uma réstia de esperança, a estes da retaguarda, o povo. Obrigados.


18

pública: 30 de janeiro de 2014

cultura

“Um Livro, Um Filme” com o escritor Jorge Marmelo

Jorge Marmelo vem apresentar “Apocalypse Now”

O escritor Jorge Marmelo é o convidado da próxima sessão da iniciativa “Um Livro, Um Filme”, que irá decorrer no Centro de Estudos Camilianos, em Seide, esta sexta feira, dia 31 de janeiro. “Apocalypse Now”, do realizador Francis Ford Coppola, é o filme escolhido pelo escritor. A sessão tem início marcado para as 21h30. Manuel Jorge Marmelo nasceu em 1971, no Porto. Estreou-se na Literatura em 1996 e de então para cá já publicou mais de 20

títulos, entre os quais se contam os romances “Uma Mentira Mil Vezes Repetida”, “Somos Todos Um Bocado Ciganos”, “Aonde o Vento Me Levar” e “As Sereias do Mindelo”. Em 2005 conquistou o Grande Prémio do Conto Camilo Castelo Branco com o livro “O Silêncio de Um Homem Só”. O filme, de 1979, relata a aventura do capitão Willard (Sheen), um oficial da inteligência do exército americano, enviado numa perigosa mis-

são até o Camboja para destruir um coronel americano desertor chamado Kurtz (Brando). Kurtz, figura musculosa e enigmática, semelhante a Buda, controla uma tribo de montanheses numa selva remota repleta de crânios e corpos em decomposição. A missão de Willard torna-se numa jornada épica de descoberta interior, quando ele acaba por reconhecer um aspeto da sua própria alma, no estranho Coronel Kurtz.

Programação da Casa das Artes para fevereiro

Fado de Camané e humor de “Os Idiotas” são destaque O regresso de Camané é o grande destaque da programação da Casa das Artes para o próximo mês de fevereiro, que recebe também a peça “Os Idiotas”, que coloca Famalicão na rota dos grandes espetáculos de humor. A programação abre no dia 7 com o Grande Auditório a receber, a partir das 14 horas, o “Encontro Florbela Espanca” que promete descortinar a vida e a obra daquela que é uma das maiores referências da literatura portuguesa. Para além da exibição do filme “Florbela”, a sessão inclui ainda a representação da peça “À Flor da Pele”, pelos alunos do 1º ano da Escola de Teatro do Externato Delfim Ferreira, e a realização de um debate com o realizador do filme, Vicente Alves do Ó, o ator Albano Jerónimo e a ex-ministra da Cul-

tura, Isabel Pires de Lima. A entrada é livre, mas sujeita à lotação da sala. Também numa sexta feira, mas desta vez no dia 14, os Colibri, que no ano passado integraram a seleção dos “Novos Talentos Fnac”, atuam no Café-Concerto, num “Duo de Pimba Lixado” que promete dar uma nova roupagem ao romantismo sentimental e simplista da música folk portuguesa. A entrada tem o custo de 5 euros, reduzindo para metade para os portadores do Cartão Quadrilátero Cultural. No dia seguinte, o humor sobe ao palco do Grande Auditório com a peça “Os Idiotas”, que conta com a interpretação de Aldo Lima, José Pedro Gomes, Jorge Mourato e Ricardo Peres. O bilhete tem o custo de 12 euros, reduzindo para metade para os

portadores do Cartão Quadrilátero Cultural. Depois, no dia 21, a Casa das Artes assinala o Dia Internacional da Língua Materna com um tributo a Luís de Camões intitulado “Para Tão Longo Amor, Tão Curta a Vida”. Um espetáculo musical, com a interpretação de alguns dos sonetos, canções e vilancetes do poeta maior da língua portuguesa, pela voz do famalicense Ivo Machado. Mas os destaques musicais de fevereiro vão para as atuações de JP Simões e Camané. No dia 22, JP Simões apresenta no Grande Auditório o seu mais recente trabalho, “Roma”, acompanhado por um espetáculo multimédia, totalmente ilustrado ao vivo e em tela pelo artista plástico Luís Lázaro. A entrada tem o custo de 10 euros, reduzindo para 5, para os portadores do Car-

tão Quadrilátero Cultural. No dia 28, é a vez dos acordes da guitarra portuguesa e do fado de Camané invadirem o Grande Auditório, num concerto em que o fadista português revisita os grandes clássicos da sua carreira, depois do lançamento do álbum “O Melhor – 1995|2013”. A entrada custa 15 euros, com 50%de desconto para os portadores do Cartão Quadrilátero Cultural. Fevereiro marcará também a inauguração da exposição “Oblio” da autoria da artista italiana Alessandra D’Agnolo, patente até ao dia 30 de março. Por último, destaque para o cinema, com a exibição do filme “Diana”, no dia 24 de fevereiro, e as habituais sessões de cinema no Cineclube de Joane.

Cineclube exibe “Não” de Pablo Larraín O filme “Não”, de Pablo Laraín, é o filme proposto pelo Cineclube de Joane para a habitual sessão de cinena na Casa das Artes de Famalicão, esta quinta-feira, dia 30, pelas 21h45. Baseado num dos mais importantes acontecimentos da História do Chile, “Não” é, depois de "Tony Manero" e "Post Mortem", o filme que completa a trilogia sobre a ditadura militar naquele país. A ação passa-se no Chile, em 1988. Devido a várias pressões internacionais, o general Augusto Pinochet é forçado a convocar um referendo sobre a sua presidência. Os cidadãos votarão o "sim" ou o "não" que determinará o seu direito de concorrer a um novo mandato. É então que, encontrando ali a última oportunidade de derrotar o ditador, os líderes da oposição persuadem René Saavedra, um jovem publicitário, a liderar a sua campanha pelo "não". Assim, contra todas as expectativas, Saavedra e a sua equipa de homens corajosos conseguem ganhar e libertar o Chile de uma longa ditadura de 17 anos.

O elenco da peça “Os Idiotas”

pub

Famalicão

Barbosa: Rua Santo António, Tel. 252 302 120 Calendário: Rua da Liberdade, Tel. 252 378 400/1 Cameira: C. Mouzinho Albuquerque, Tel. 252 323 819 Central: Praça D. Maria II, Tel. 252 323 214 Nogueira: Av. Marechal H. Delgado, Tel. 252 310 607 Valongo: Rua Adriano Pinto Basto, Tel. 252 323 294 Gavião - Av. Eng. Pinheiro Braga, 72 - Telef. 252 317 301 Marinho: Edif. S. José - Estalagem - Telf. 252 921 182 Martins Ventura: R. C. Cerejeira - Lousado - Telf. 252 493 142 Estação: Largo da Estação - Nine - Telf. 252 961 118 Ribeirão: Largo de Bragadela - Ribeirão - Telf. 252 416 482 Joane: Rua S. Bento, nº 217 - Telf. 252 996 300

Vale do Ave

Almeida e Sousa: Covas - Oliv. Stª Maria - Telf. 252 931 365 Bairro: Av. Silva Pereira, Telf. 252 932 678 Delães: Portela - Delães - Telf. 252 931 216 Riba de Ave: Av. Narciso Ferreira, Telf. 252 982 124 Faria: Estrada Nacional 310 - Serzedelo - Telf. 252 532 346

Famalicão Qu i n t a, 3 0

Serviço Calendário

Sex ta, 31

Valongo

Sá bad o, 1

Gavião

Domi ngo, 2

Barbosa/Ribeirão

Segund a, 3

Cameira

Terç a , 4

Central

Qu a r t a, 5

Calendário

Vale do Ave

S e r v iç o

Qu i n t a, 3 0 Sex ta, 31 Sá bad o, 1 Domi ngo, 2 Segund a, 3 Terç a , 4 Qu a r t a, 5

Bairro Delães Gavião Almeida e Sousa Bairro Delães

Serviço de disponibilidade

Paula Reis: R. José Elisio Gonçalves Cerejeira, nº 629 Calendário - Tel. 252 378 057 Maceiras: Louro - Telf. 252 310 425 Marques: Largo da Igreja - Fradelos - Telf. 252 458 440 Oliveira Monteiro: Largo Igreja - Cabeçudos - Telf. 252 331 885 Pedome: Av. S. Pedro, 1139 - Pedome - Telf. 252 900 930 Pratinha: Largo do Cruzeiro - Cavalões - Telf. 252 375 423 S. Cosme: Vale S. Cosme - Telf. 252 911 123 Arnoso: Av. Joaq. Azevedo - Arnoso Sta. Maria - Telf. 252 916 612


Quinzena Gastronómica começa no sábado, 1 de fevereiro

Famalicão: “aqui come-se bem”

Está aí, como é habitual no mês de fevereiro, a Quinzena Gastronómica de Famalicão, promovida pela Câmara Municipal, entre 1 e 15 de fevereiro. Assim, todos os caminhos, durante os próximos dias, dão a Famalicão. Aliás, o cartaz desta edição anuncia justamente que é aqui que “se come bem”. Na verdade, o concelho é rico

em muitos e bons restaurantes, que apresentam uma excelente gastronomia. Para o ano de 2014, Cabrito Assado no Forno, Rojões com Papas de Sarrabulho e Bacalhau com Broa são os três pratos a concurso em nove restaurantes do concelho. São eles: na freguesia de Calendário, os restau-

Vencedores do ano passado Na edição de 2013 da Quinzena Gastronómica foram vários os restaurantes famalicenses que viram a sua boa cozinha reconhecida. Assim, no Arroz de Cabidela, o ouro foi para o Churrascão do Sousa e a prata para o Restaurante Moutados de Baixo. Já o Cabrito Assado no Forno valeu o ouro ao restaurante Prato das Oliveiras e a prata ao restaurante A Malcriada. No Cozido à Portuguesa, a Casa de Pasto O Tosco foi contemplada com o ouro e a Churrasqueira do António com o bronze. Nos Rojões com Papas de Sarrabulho, o ouro foi para a Sara Cozinha Regional, a prata para o restaurante Com Requinte e o bronze para o restaurante O Fumeiro. Leite Gomes, presidente da Confraria dos Gastrónomos do Minho e presidente do júri, presidente na cerimónia, na ocasião, congratulou-se “pelo elevado grau de qualidade com que o concurso decorreu”, destacando a “crescente preocupação na excelência dos ingredientes utilizados na confeção dos pratos” e o “empenho que os participantes têm demonstrado para com o evento”.

rantes “A Malcriada” e a “Churrasqueira do António”; na freguesia de Avidos, os restaurantes “Churrascão Sousa” e o “Prato das Oliveiras”, e em Gavião, os restaurantes “Moutados de Baixo” e “O Pateo das Figueiras”. Por fim, em Riba d’Ave, o restaurante “O Tosco”; em Joane, o “Serenata” e em Famalicão, o restaurante “Sara Cozinha Regional”. A gastronomia regional é para o presidente da Câmara Municipal, um “importante elemento de atração turística”. Paulo Cunha reconhece o trabalho e a importância dos restaurantes do concelho na promoção e valorização do município e lança ainda o desafio para que os famalicenses participem nesta iniciativa e comprovem eles próprios, “o quão deliciosa é a nossa cozinha”. Além da avaliação do público, todos os pratos confecionados pelos restaurantes a concurso, serão sujeitos à apreciação de um júri, composto por representantes da Câmara Municipal, da Confraria dos Gastrónomos do Minho e da Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte.

Restaurantes da Quinzena Gastronómica  CABRITO ASSADO NO FORNO Restaurante "A Malcriada" (Calendário) Restaurante Prato das Oliveiras (Avidos) Restaurante Serenata (Joane) Churrascão do Sousa (Avidos)  BACALHAU COM BROA Restaurante "A Malcriada" (Calendário) Churrascão do Sousa (Avidos) Churrasqueira do António (Calendário) Restaurante Moutados de Baixo (Gavião) Casa de Pasto "O Tosco" (Riba de Ave) Restaurante Pateo das Figueiras (Gavião) Restaurante Prato das Oliveiras (Avidos) Restaurante Serenata (Joane) Sara Cozinha Regional (Vila Nova de Famalicão)  ROJÕES COM PAPAS DE SARRABULHO Restaurante Moutados de Baixo (Gavião) Churrasqueira do António (Calendário) Casa de Pasto "O Tosco" (Riba de Ave) Restaurante Pateo das Figueiras (Gavião) Sara Cozinha Regional (Vila Nova de Famalicão) pub


20

pĂşblica: 30 de janeiro de 2014

publicidade


Gastronomia portuguesa

pública: 30 de janeiro de 2014 21

especial

País rico em bons produtos

uma das melhores do mundo

possibilidades de evolução. A chef destacou que Portugal, país que teve muitas colónias, conta hoje com “uma cozinha popular muito rica e muito interessante, sobre a qual é importante evoluir e que vai constituir o futuro”. Como não podia deixar de ser, a cozinheira elogiou em particular a qualidade dos vinhos e o bacalhau, peixe que goza de grande popularidade entre os bascos, como acontece em Portugal. “É incrível tudo o que há em Portugal sobre o bacalhau, mas na gastronomia portuguesa há mais que bacalhau”, lembra.

Come-se bem em todas as regiões do país. Na verdade, a gastronomia de Portugal é muito variada e marcante, além de também possuir ricas produções de vinhos e azeites. Alguns pratos têm como base a pimenta, noz-moscada, canela, entre outras especiarias trazidas por navegadores. É costumeiro iniciar uma refeição com aperitivos, como azeitonas, queijos, saladas de polvo, bolinhos ba-

calhau ou moelas. No nosso país, dada a localização na costa do Atlântico, os portugueses sabem aproveitar o que ele tem a oferecer: mariscos, ostras, camarão, lagosta, peixes variados e claro, o famoso bacalhau. Na verdade, o bacalhau possui um lugar de destaque na cozinha portuguesa, tanto pelo seu sabor como pela infinita quantidade de maneiras para pre-

pará-lo. Se os pratos principais são maravilhosos, as sobremesas são consideradas uma verdadeira tentação e incluem bolos, tortas, pastéis variados. Ainda recentemente, a chef basca Elena Arzak, eleita a melhor cozinheira do mundo, considerou a gastronomia portuguesa “uma das grandes cozinhas na atualidade e no futuro”, com grandes

Famalicão tem o melhor do Minho São várias as regiões que contribuem para a riqueza gastronómica nacional. O Minho é uma delas, onde encontramos pratos únicos. O Minho é uma região de gente de garra. É um lugar de verdes campos, de trabalho, romarias, de bom vinho e de uma magnífica gastronomia. Uma refeição típica do Minho pode ser muito variada. Legumes saborosos, carnes de animais criados em casa, ladeados por sobremesas de receitas conventuais de doçaria re-

gional e o acompanhamento do bom vinho verde. Nesta região cheia de tradição pode-se comer um delicioso bacalhau, as famosas papas de sarrabulho acompanhadas de rojões, o cozido à portuguesa assim como um delicioso arroz doce, aletria, sonhos e pãode-ló. E, justamente, no coração do Minho está o concelho de Famalicão, rico em restaurantes. Muitos e bons. Famalicão possui uma gastronomia muito diversificada, tendo sempre como garante a qualidade e autenticidade, que poderão ser saboreadas e apreciadas em qualquer espaço de restauração, desde as típicas tasquinhas aos restaurantes mais modernos, de vanguarda. No fundo, mais ou menos tradicional, o que todos pretendem é que o cliente “coma bem e saia satisfeito”. Na realidade, a arte de bem comer nesta região vem do passado e tem vindo a ser preservada e valorizada nos restaurantes famalicenses. É claro que o carácter da gastronomia é feito, sem dúvida, pela qualidade dos próprios produtos utilizados na sua confeção e pela forma como os alimentos são preparados e servidos nos diversos espaços. pub


22

pública: 30 de janeiro de 2014

Carne ou peixe?

Ambos

especial pub

Alimentação saudável deve ser variada

pub

É preciso deixar claro que uma alimentação saudável deve ser rica e variada e tanto a carne, como o peixe apresentam vantagens numa alimentação equilibrada. A carne apresenta várias propriedades nutritivas, é rica em sabor e presta-se a inúmeros usos culinários. Na pirâmide alimentar está contemplado que devemos consumir carne para termos um crescimento adequado e para resistirmos melhor às infeções e cansaço. Todos sabemos que na hora da escolha, devemos preferir as carnes brancas (frango, peru, coelho) às vermelhas (vaca, vitela, porco). No entanto, as carnes vermelhas devem também ser incluídas, nomeadamente na alimentação de grávidas, que precisam de muito ferro no período de gestação. Para um bom crescimento intelectual e físico, as crianças e adolescentes devem também consumi-las, bem como os atletas. Também os idosos devem consumir carnes vermelhas porque será uma forma de garantir o consumo de proteínas de qualidade. As carnes brancas são particularmente ricas em baixo teor de colesterol e de gordura saturadas na sua composição, características que as distinguem das outras e as aproximam dos peixes (ricos em insaturados e pobres em saturados). No entanto, é importante eliminar a pele das carnes de aves, pois é rica em colesterol. A carne é um alimento muito valorizado e

apreciado pelos humanos. Cozer, assar, grelhar, guisar e estufar são algumas das formas de preparar carne. Aliás, os médicos aconselham a que confeção dos alimentos seja variada, mas sem grande adição de sal ou gordura. Já em relação ao peixe, a melhor notícia é que este tem pouca gordura e é muito nutritivo. Deve ser consumido, pelo menos, duas vezes por semana, intercalando com outros tipos de carnes, como bovina, suína e aves. Os peixes apresentam gordura polinsaturada, de onde se destaca o ómega 3, que proporciona a diminuição dos riscos de doenças cardiovasculares e a redução da pressão arterial. O ómega 3 está presente, em maior quantidade, nos peixes de águas salgadas e frias, como: atum, arenque, bacalhau, sardinha e salmão. Os de águas doces, também apresentam ómega 3, mas em quantidade inferior quando comparados aos primeiros. Os peixes frescos cozinham em pouquíssimo tempo e podem ser usados em diversas preparações, como ensopado, cozido, grelhado, frito, ao molho, panado, assado e até mesmo cru. Além do peixe fresco, podemos escolher o peixe congelado, uma vez que os estudos mostram que esta é uma alternativa saudável e saborosa que preserva todo o sabor e valor nutritivo deste alimento.

Dieta mediterrânica é património da humanidade A Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura classificou, em dezembro de 2013, a candidatura da dieta mediterrânica a património imaterial da humanidade. A candidatura da dieta mediterrânica, apresentada em conjunto por Portugal, Chipre, Croácia, Espanha, Grécia, Itália e Marrocos foi aprovada durante a reunião da Unesco. A dieta mediterrânica, com origem no termo grego "daiata", é um estilo de vida transmitido de geração em geração, que abrange técnicas e práticas produtivas, nomeadamente de agricultura e pescas, formas de preparação, confeção e consumo dos alimentos, festividades, tradições orais e expressões artísticas No caso concerto da culinária portuguesa, ainda que esteja restrita a um espaço geográfico relativamente pequeno, mostra influências mediterrânicas e também atlânticas, como é visível na quantidade de peixe consumida tradicionalmente. Muito mudou desde que Estrabão se referiu aos Lusitanos como um povo que se alimentava de bolotas. A base da gastronomia mediterrânica, assente na trilogia

do pão, vinho e azeite, repete-se em todo o território nacional, acrescentando-se-lhe os produtos hortícolas, como em variadas sopas, e os frutos frescos. A carne e as vísceras, principalmente de porco, compõem também um conjunto de pratos e petiscos regionais, onde sobressaem os presuntos e os enchidos. Com o advento das descobertas marítimas, a culinária portuguesa rapidamente integrou o uso, por vezes quase excessivo, de especiarias e do açúcar, além de outros produtos, como o feijão e a batata, que foram adotados como produtos essenciais. Note-se que a variedade de pratos regionais se verifica mesmo em áreas restritas. Duas cidades vizinhas podem apresentar, sob o mesmo nome, pratos que podem diferir bastante na forma de confeção, ainda que partilhem a mesma receita de base. As generalizações nem sempre estão corretas: as diversas culinárias regionais variam muito na mesma região. De resto, estudos diversos parecem indicar que Portugal é o país "mediterrânico" que menos alterou os seus hábitos alimentares tradicionais, apesar de nem ser banhado por este mar.


especial

Entradas Com as entradas deve ser servido vinho branco seco, vinho verde branco, vinhos generosos secos ou ainda vinhos espumosos secos. Sopa Com sopa é clássico "molhar-se a boca" com generosos secos. No entanto, os vinhos rosados e os espumosos podem servir de vinho único ao longo de uma refeição. Mariscos Os mariscos servem-se, normalmente, com o mesmo vinho servido para os aperitivos (vinho branco seco ou verde) ou, se forem acompanhados por molhos picantes, com vinho branco suave, adamado. Saladas e escabeches Aos pratos avinagrados, como saladas muito temperadas ou escabeches, não convém nenhum tipo de vinho. Peixes Com peixe serve-se normalmente o mesmo vinho que serviu para os aperitivos (vinho branco seco ou verde). Se forem servidos com molhos picantes, aconselha-se um vinho branco suave, adamado. Peixe estufado e caldeiradas Com peixe estufado ou em caldeirada, convém apresentar vinhos tintos ligeiros (ou mesmo encorpados, se a caldeirada for picante). Carnes frias Com carnes e aves frias serve-se vinho branco adamado ou tinto ligeiro.

pública: 30 de janeiro de 2014 23

Massas Com massas, legumes, arroz e ovos servem-se vinhos brancos adamados ou tintos ligeiros. Carnes vermelhas e caça As carnes vermelhas e a caça, assadas ou guisadas ou em pasta (tortas recheadas, empadas), servemse acompanhadas por vinho tinto encorpado. As carnes assadas também combinam com vinhos espumosos secos. Carnes grelhadas Com carnes grelhadas ou assadas (desde que sem molho) serve-se vinho tinto leve. Chanfana Um prato confecionado com um determinado vinho serve-se sempre acompanhado pelo vinho utilizado na sua preparação. Queijos Com queijos fermentados (crus) servem-se vinhos tintos fortes. Queijos de pastas cozidas (tipo gruyére) pedem vinhos tintos mais leves. Com queijos frescos servem-se vinhos brancos suaves. Doces Com doces não alcoolizados servem-se vinhos doces brancos, espumosos doces ou ainda generosos doces e meio-doces. Com doces confecionados com licores ou aguardentes, só devem servir-se as bebidas utilizadas na sua preparação. Fruta Com fruta nunca se servem vinhos. Café Com café devem servir-se aguardentes. pub

Se servir vários vinhos numa mesma refeição, deve começar pelo mais leve e fraco e acabar pelo mais forte e encorpado. O vinho que vai servir deve estar em harmonia com a comida que acompanha: os vinhos suaves devem acompanhar pratos pouco temperados e os vinhos fortes e encorpados convêm mais aos pratos pesados e temperados. www.netmenu.pt pub


24

pĂşblica: 30 de janeiro de 2014

publicidade


Nacional de Seniores: últimos jogos da primeira volta Ana Azevedo e Melissa entre as 10 melhores do Mundo Já foi divulgada pelo site Futsal Planet, a habitual lista das 10 melhores jogadoras de Futsal do mundo, candidatas ao prémio AGLA, onde Ana Azevedo, do FC Vermoim, e Melissa Antunes, da ARJ Mogege, estão presentes pelo segundo ano consecutivo. “Estar entre as 10 melhores do mundo para o site futsalplanet é, para mim, motivo de grande satisfação” disse Melissa Antunes após saber que integrava novamente a lista do conceituado portal. A atleta da ARJ Mogege, natural da cidade canadiana de Montreal, sentiu-se “muito honrada com o reconhecimento”, e aproveitou para felicitar a vencedora da edição deste ano, entretanto divulgada, a atleta da Lazio, Lú. Já Ana Azevedo, natural de Famalicão que figura pelo terceiro ano consecutivo nesta lista, mostrou satisfação pela nomeação: “É sempre muito bom estar entre as melhores do mundo, pois é sinal que o futsal continua a evoluir em Portugal” declarou Ana Azevedo ao OPINIÃO SPORT, reforçando que “é importante para o futsal português ter duas jogadoras entre as melhores do

mundo.” Questionada sobre não ter vencido o prémio, a atleta famalicense (???) desvaloriza, dizendo que a vitória da brasileira Lu “foi justa” acrescentando que “é uma ótima jogadora, por isso fica sempre bem entregue.”. Para o futuro, Ana Azevedo pretende “ganhar títulos pelo clube e pela seleção”, prometendo “evoluir e tentar com que o futsal feminino português seja ainda mais conhecido a nível internacional”. Recorde-se que Ana Azevedo, atleta do FC Vermoim, conseguiu o terceiro lugar na época passada, não se sabendo, até ao momento, o lugar que ambas ocuparam nesta lista de 10 jogadoras. A vencedora da edição deste ano foi a brasileira Lú, que destronou do trono a compatriota Vanessa, vencedora das três últimas edições deste prémio. Estes prémios já vão na sua 14ª edição, e são organizados pelo maior portal de futsal do mundo, o Futsal Planet, que disponibiliza uma votação online para se chegar aos 10 nomes mais votados.

Melissa Antunes

Ana Azevedo

Cláudia Pereira conquistou medalha de ouro e Tiago Costa de bronze

Famalicenses brilham nos Jogos da Lusofonia

Cláudia Pereira conquistou a medalha de ouro

Magda Ferreira Uma medalha de ouro e outra de bronze foram arrecadadas por dois atletas famalicenses que estiveram ao serviço da seleção nacional de atletismo que participou na 3ª edição dos Jogos da Lusofonia, que terminaram ontem, dia 29 de janeiro, em Goa, na Índia. Nesta competição internacional, a seleção portuguesa de atletismo foi composta por oito elementos, que conquistaram ao todo seis medalhas nesta modalidade: três de ouro e outras tantas de bronze. Destas seis, duas foram ganhas por dois famalicenses que representaram Portugal nestes jogos, que decorreram de 18 a 29 de janeiro: Cláudia Pereira e Tiago Costa. A atleta famalicense Cláudia Pereira ganhou, na segunda-feira, a medalha de ouro na prova de 10 quilómetros de estrada, que correu em 34.39,24 minutos, alcançando assim o lugar mais alto do pódio, e deixando para trás a atleta angolana Ernestina Maria Paulino (35.16,88) e a indiana Swati Haridas Gadhave (35.35,40). Refira-se que Cláudia Pereira, 37 anos e natural de Joane, representava, a época passada, a Associação Moinho de Vermoim e esta temporada está ao serviço do JOMA, de Lisboa, clube pelo qual se sagrou recentemente vice-campeã nacional de estrada. Já o jovem Tiago Costa, de 19 anos, esteve em grande plano ao conquistar a medalha de bronze no salto em altura, na competição disputada no sábado. O atleta do Clube de Cultura e Desporto de Ribeirão

Tiago Costa e a sua treinadora Alexandra Sarmento

(CCDR) esteve ao mais alto nível nesta sua primeira experiência internacional em representação de Portugal, ao saltar 2,06 metros, numa prova que foi ganha por dois atletas da Índia, com as marcas de 2,13 e 2,11 metros. Tiago Costa alcançou, assim, um resultado muito próximo do seu recorde pessoal de 2,07 metros. O jovem ribeirense não escondeu a felicidade e emoção sentida ao ver subir a bandeira de Portugal, referindo que foi fantástico ter realizado 2,06m e manifestando que vai continuar a treinar para saltar mais alto e conseguir mínimos para participar este ano nos Campeonatos da Europa de sub23. “O Tiago está a subir de forma e conseguimos continuar a treinar em Goa com muito calor. Estava muito confiante que o Tiago ia alcançar um bom resultado, é um atleta com talento, que se dedica ao treino e, por isso, acredito que vai conseguir mais medalhas para Portugal e para Vila Nova de Famalicão”, declarou a treinadora do jovem, Alexandra Sarmento, que o acompanhou em Goa. Em Goa esteve ainda um outro famalicense, o treinador Alexandre Oliveira, da Jing-She Associação Desportiva de Wushu de Famalicão, que integrou a seleção nacional de Wushu como treinador adjunto. À hora de fecho desta edição, o Wushu tinha já arrecadado nove medalhas. A competição terminou na quarta-feira, já depois do fecho desta edição do OPINIÃO SPORT, sendo que a chegada da comitiva portuguesa ao Porto estava prevista para as 19h30 desta quinta-feira, dia 30 de janeiro. pub


26

sport: 30 de janeiro de 2014

Benjamins B do Famalicão vencem o Bairro FC

futebol

Termina na 3ª posição da tabela

Joane acaba a primeira fase com vitória difícil 1-0 Estádio de Barreiros, em Joane Árbit ro : David Rodrigues (AF Angra Heroísmo)

Os benjamins “B” do Famalicão deslocaram-se ao campo da Ribeira, a casa do Bairro FC, para disputarem o jogo da 11ª jornada do campeonato distrital do escalão. Para esta partida o mister Maia contou com o Dani na baliza, Zé e Dani na defesa, a meio campo jogou com o André e Duarte e para avançados contou com o Luís e Tomás para o início da partida. No banco tinha como outras opções Simão, Mário, Zé Maia, João e Vasco. O Famalicão entrou muito bem no jogo, em que abriu o ativo do marcador aos dez minutos da partida e ao intervalo vencia os da casa por 4-1. A formação do Famalicão manteve sempre a supremacia do jogo, perante um adversário teoricamente mais frágil, mas que demonstrou em campo ser uma equipa com muita determinação e disciplinada, em que lutou sempre até ao apito final do árbitro à procura de um resultado diferente. O Famalicão chegou ao final do jogo com uma vitória por 7-2, tendo sido os marcadores dos golos o Duarte e o Luís com dois tentos cada um, e os restantes foram apontados por Zé, João e André.

Joane Lixa Marafona Dinis Almeida Paulo Rola Rui Herculano Eliseu Hélio Cruz André Carvalho Patrick (85’ Dinis Lopes) Diogo Brandão (74’ Rui Filipe) Sócrates (89’ Ivanildo Vaz) Aylton

Vasco Viana Manuel Pedro Costa Pinto Eduardo Areias Jorginho Marco Rúben Pedro Mendes Quinzinho (36’ Paulo Gomes) Mauro (76’ André Mendes) Bessa

Treinadores Pedro Hipólito

Filipe Mesquita

Go los: Eliseu (26’). Cartões Amarelos: Herculano (19’); Manuel Pedro (51’); Marco (59’); Bessa (74’).

Camadas jovens do Joane No passado fim de semana, as camadas jovens do Grupo Desportivo de Joane obtiveram os seguintes resultados: Joane 2-2 Lousado (juniores); Joane 4-0 Ninense (juvenis – Taça AF Braga); Joane 8-1 Ruivanense (infantis série H); Joane 11-1 E. Francisco Vital (infantis série I); J. Académico 3-1 Joane (benjamins série G); Ruivanense 14 Joane (benjamins série H).

Cartões Vermelhos: Não houve.

José Carlos Fernandes Ora aí está o final da primeira fase deste campeonato, com o Joane a superar as expectativas, acabando por ser, até esta altura, a melhor equipa do concelho. Um golo de Eli-

seu, que poderá ter feito o último jogo ao serviço do Joane, mas que grande golo, bastou para que a formação de Pedro Hipólito conseguisse a vitória frente ao lanterna vermelha. Depois de uma semana atribulada, com o roubo das botas de todo o plantel, o objetivo era mesmo somar os pontos e deixar para trás a tal famosa nota artística. O jogo até começou com o domínio dos locais, mas foi o Lixa que construiu as duas primeiras oportunidades de golo. Marcava o relógio 26 minutos quando Eliseu, num lance só mesmo ao alcance dos melhores, fez um grande golo. Na quina da área rematou de pé esquerdo, com a bola a entrar no ângulo superior esquerdo da baliza de Vasco Viana, que nada pôde fazer. A vantagem do Joane até nem se justificava, contudo, 8 minutos depois, grande cruzamento de Herculano e Sócrates rematou para boa defesa de Vasco Viana. Antes do intervalo já o técnico forasteiro tinha mexido na equipa e podia ter chegado à igualdade, quando Costa Pinto, no segundo poste, obrigou Marafona a grande defesa. Depois do intervalo, o Lixa apos-

tou forte no ataque, mas a verdade é que apesar de ter mais posse de bola não conseguia jogadas de perigo na baliza de Marafona. Com o decorrer do tempo, o perigo voltou de novo às balizas. O Lixa foi novamente quem esteve perto de marcar, aos 69 minutos, Pedro Mendes, o mais mexido da sua equipa, em boa posição, obrigou Marafona a grande defesa. Mas a melhor oportunidade surgiu aos 84 minutos: num lance duvidoso, o árbitro assinalou penálti; chamado a marcar, Ruben rematou para mais uma grande defesa de Marafona, que assim evitou o empate. Na parte final, assistiu-se às melhores situações de golo deste segundo tempo. Boa Morte e Eliseu, que já jogava a médio, obrigaram Vasco Viana a boas defesas. Acabou por ser uma vitória preciosa para os locais, mas o Lixa, pelo empenho, entrega e até pelas oportunidades que usufruiu, podia ter chegado ao empate. A vitória do Joane deixa a equipa na terceira posição para a fase de subida, o Lixa vai continuar em último. Arbitragem regular de David Silva Rodrigues, dos Açores, fica a dúvida no penálti, onde nos pareceu haver algum exagero. pub


sport: 30 de janeiro de 2014 27

futebol

Equipa do Ribeirão com muitos jovens

Segunda parte de grande nível não chegou 1-2 Estádio do Passal, em Ribeirão Ár bitro : Nuno Roque de Coimbra Auxiliares: Luís Coelho e João Martins

Ribeirão Felgueiras André Varela Carlos (45’ Sousa) João Paulo (85’ Alibacar) Vitinha Buba Pipo Mendes Ivo (75’ Rafa) Abulai Igor

Cajó Rafa Orlando Pinto Joel Filipe Carvalho Alex Porto Tiago Carneiro (63’ David Bessa) Índio (62’ Hélder Pinto) Diego Mourão (77’ Carlinhos) Zamorano

Treinadores Rui Baptista

Alex

Golos: 0-1 Tiago Carneiro (5’); 1-1 Carlos (13’); 1-2 Pinto (31’). C artõ es Amarelos: 1’ (Buba); 26’ 30’ (Diego Mourão); (Alex Porto); 39’ (Abulai); 40’ (Pinto); 54’ (Tiago Carneiro); 75’ (Varela); 92’ (Joel). C artõ es Vermelho s: Não houve.

José Clemente O Grupo Desportivo de Ribeirão apresentou, nesta última partida da primeira fase do Campeonato Nacional de Seniores, um novo treinador, Rui Baptista, que não foi nada feliz na sua estreia, pois perdeu por 2-1 frente ao Felgueiras. O resultado final da partida não condiz, porém, em nada com o grande jogo realizado pelos homens do Passal, e em especial durante a segunda parte. Para esta partida, o Ribeirão, numa convocatória de 18 jogadores, 12 faziam parte da formação do clube, o que é obra, e terminou a partida com 8. Por aqui se pode concluir o excelente trabalho que se realiza em Ribeirão no que diz respeito à formação. O Ribeirão entrou no jogo a perder, isto porque aos cinco minutos já Tiago Carneiro tinha colocado o Felgueiras na frente do marcador. A formação ribeirense ainda demorou um pouco a reagir à desvantagem, até que aos 13 minutos Carlos colocava a jus-

tiça no marcador ao empatar o jogo. A partir daqui a partida entrou numa fase de equilíbrio, só que aos 31 minutos e numa desatenção da defensiva do Ribeirão, Pinto, e com alguma facilidade, voltava a colocar o Felgueiras em vantagem. O Ribeirão reagiu de imediato e Abulai, num forte remate à entrada da área, obrigou Cajó a fazer a defesa da tarde para canto. Esta era a melhor fase do Ribeirão nesta primeira parte e teve, inclusive, por várias vezes a possibilidade de voltar a empatar o jogo, mas o intervalo chegaria sem que o resultado se alterasse. Na segunda parte e com a alteração efetuada na equipa, com a saída de Carlos e a entrada de Sousa – não é que Carlos estivesse mal, mas Rui Baptista teria de fazer alguma coisa na sua equipa –, o Ribeirão foi muito mais forte, dominou por completo toda a segunda metade do jogo, encostou o Felgueiras cá atrás e criou muitas situações de perigo. O Felgueira apenas por uma única vez é que chegou com perigo junto da baliza de André. Adivinhava-se a qualquer momento o golo do empate e Pipo teve nos pés essa possibilidade quando apareceu sozinho frente a Cajó, mas rematou por cima. O Ribeirão era dono e senhor do jogo, só que no capítulo da finalização é que está o mal desta equipa. No cômputo geral, mas sobretudo por aquilo que o Ribeirão fez durante a segunda parte, o resultado final acaba por ser injusto para a equipa da casa que tudo fez para que o resultado fosse outro. Para a história fica o resultado final: uma vitória para o Felgueiras e uma grande segunda parte dos jovens do Passal. Quanto ao árbitro esteve muito bem, excelente o trabalho de Nuno Roque.

Famalicão rescinde com três jogadores A entrada do novo técnico José Vilaça terá sido o mote para um reajustamento do plantel do Futebol Clube de Famalicão. Nessa linha, a direção do clube famalicense chegou a acordo para a rescisão por mútuo acordo com o defesa esquerdo Raúl Babo, com o defesa direito Queirós, com o avançado brasileiro Lelo. No caso de André Padrão, o jogador foi cedido ao Celeirós.

No Campo de Ribes, somou vitória importante frente ao Famalicão

Oliveirense vence mais um dérbi 2-1 Campo de Ribes, em Oliveira Stª Maria Árbitro : António Filipe Alves, de Vila Real Auxiliares: Ilídio Silva e Luís Sousa

Oliveirense Famalicão Murta Tiago Moreira Paulo Renato Marco Ribeiro André Pereira Bek Luís Costa Abdou Cerdeira (81’ Luís Costa) Marquinho (74’ Zé Tiago) Correia (91’ Mochatar)

Tó Figueira Élvis Mércio Palheiras Perdigão (81’ Luís Henrique) Cris (75’ Diego) Peixoto Miguel (56’ André Soares) Marco Nené Gomis

Treinadores António Carvalho

José Vilaça

Golos: 1-0 Correia (46’); 2-0 Paulo Renato (57’); 2-1 Palheiras (61’). Cartões Amarelos: Nené (7’); Marco Ribeiro (11’); Cris (48’); Paulo Renato (75’); Mércio (82’); André Pereira (87’). Cartões Ver me lhos: Não houve.

Aristides Ferreira No último dérbi da primeira fase do Campeonato Nacional de Seniores, a Oliveirense mais uma vez levou a melhor sobre o Famalicão vencendo no Campo de Ribes por 2-1, num jogo que valeu essencialmente pelos segundos 45 minutos. Numa primeira metade algo cinzenta, onde rarearam as situações de perigo em ambas as áreas. A primeira surgiu só aos 10 minutos, num cruzamento da direita do ataque da Oliveirense, quando Abdou tentou o

remate de primeira mas não acertou na bola, deixando escapar para a linha de fundo. O Famalicão respondeu aos 25 minutos, depois de um mau alívio da defesa da equipa da casa, Perdigão não aproveitou o brinde, rematando para a malha lateral. Pouco mais houve durante os primeiros 45 minutos, apena dois lances de perigo mesmo em cima do intervalo e para os donos da casa. As defesas saíam em vantagem em relação aos ataques. No segundo período tudo mudou e para melhor. Logo no primeiro minuto, Correia foi mais rápido em relação à defesa do Famalicão, passou por Tó Figueira e depois, já em desequilíbrio, rematou para a baliza deserta. O Famalicão ficou um pouco apático, não conseguindo reagir, e a Oliveirense aproveitou para fazer o segundo golo. Aos 57 minutos, Tó Figueira defende o primeiro remate mas largou a bola para a frente, onde surgiu Paulo Renato, em missões ofensivas, rematando para o 20. Tocou o alarme na equipa do Famalicão, que de imediato foi à procura do prejuízo e cinco minutos mais tarde, numa jogada confusa na área da Oliveirense, Palheiras ganhou a bola e rematou para o primeiro golo do Famalicão. O espetáculo era mais bonito e a Oliveirense queria o golo da tranquilidade e Correia esteve perto de o conseguir por duas vezes, aos 74 e 78 minutos, mas em ambas as situações não conseguiu alvejar a ba-

liza contrária.Com o jogo a caminhar para o seu final o Famalicão tentou o último folego para chegar ao golo do empate e já em cima dos 90 minutos criou duas boas situações para o conseguir. A vantagem da Oliveirense aceita-se, mesmo nos minutos finais em que teve que defender a vantagem, soube sofrer para manter uma vitória importante que lhe dá mais dois pontos para a segunda fase, onde a luta pela permanência vai ser titânica entre as equipas envolvidas no campeonato da manutenção. Arbitragem razoável de Filipe Alves, de Vila Real. veja em www.famatv.pt ou

NACIONAL SENIORES CLASSIFICAÇÃO

1. V. Guimarães B

J

V

E

D

Serie B F

C

P

18

11

2

5

33

19

35

3. Felgueiras

18

8

6

4

28

17

30

5. GD JOANE

18

7

4

7

19

20

25

2. Vizela

4. Varzim

6. AD OLIVEIRENSE

18

18 18

9

9 6

5

3 5

4

6 7

23

25 16

16

21 21

32

30 23

7. GD RIBEIRÃO

18

5

6

7

25

26

21

9. Tirsense

18

3 10

5

16

25

19

8. FC FAMALICÃO 10. Lixa

RESULTADOS

18 18

5

2

Guimarães B, 4; Vizela, 0

5 4

8

12

20 15

21 34

20 10

PRÓXIMA JORNADA

GD Joane,1; Lixa, 0

AD Oliveirense, 2; FC Famalicão, 1 GD Ribeirão, 1; Felgueiras, 2 Tirsense, 0; Varzim, 4

Jorge Mendes compra passes de Eliseu e Dinis Almeida O conhecido agente de jogadores Jorge Mendes, considerado o melhor empresário do mundo do futebol, não se ficou pela compra de André Gomes, jogador do Benfica, e terá investido uma boa quantia na totalidade do passe de Eliseu, de quem já era agente, e de Dinis Almeida, ambos jogadores do Grupo Desportivo de Ribeirão e que alinham esta época no GD Joane, por empréstimo. A fantástica campanha do coletivo joanense neste Campeonato Nacional de Seniores fez com que estes dois jovens se destacassem, sendo até convocados para a seleção nacional, tendo aí dado nas vistas pe-

rante o conhecido empresário, que não perdeu tempo. Esta notícia foi confirmada pelo presidente do GD Ribeirão, Adriano Moreira, aquando da apresentação da nova equipa técnica do clube ribeirense. Recorde-se que Eliseu já alinhou no Benfica, mas foi dispensado para o GD Ribeirão no início desta época, que o emprestou aos joanenses. Quanto a Dinis Almeida, era um desconhecido até ao início desta época, onde tem marcado muitos golos e feito exibições seguríssimas, ao lado de Paulo Rola. Ambos os jogadores continuarão no GD Joane até que surja alguma proposta que agrade ao empresário e aos jogadores.

FC Vermoim e ARJ Mogege vencem O Futebol Clube (FC) de Vermoim e a Associação Rede Jovem (ARJ) de Mogege mantém as posições na tabela do campeonato nacional de futsal feminino, zona Norte, depois de na última jornada, no fim de semana passado, terem vencido as respetivas partidas. A contar para a 11ª jornada da competição, o FC Vermoim foi ao terreno do Novasemente vencer por 56 e mantém assim a liderança da tabela, somando 28 pontos. Já a ARJ Mogege venceu, em casa, o Diogo Cão por 3-0 e continua na 3ª posição, com 24 pontos. No próximo fim de semana disputa-se a 12ª jornada e o FC Vermoim volta a jogar fora, sendo que no sábado, dia 1 de fevereiro, pelas 17h30, joga no pavilhão do Diogo Cão, o penúltimo classificado. A ARJ Mogege tem uma deslocação ao pavilhão do EDCG, que segue no 6º lugar, marcada para as 16 horas de domingo.


sport: 30 de janeiro de 2014

28

futebol

Bruno Silva lesto a fazer história no clube

Quem quer festa, que lhe sue a testa 1-0 Complexo Desportivo, em Nine Árbitro : André Neto (AF Vila Real) Auxiliares: Marco Teixeira e Israel Lopes

Ruben Nogueira Jorge Humberto Hélder Manuel Gomes Linhares Ricardinho Edu Gerson (52’ Paulinho) Hermes Marco (65’ Júnior) Zeca (76’ Francês)

Treinadores Paulo Rafael

Rogério Brito

Golos: Bruno Silva (83’). Cartões Amarelos: Ruizinho (25’); Gerson (36’); Hélder Manuel (41’); Madior (51’); Linhares (76’); Ricardinho (80’); Hélder (90’). Cartões Vermelhos: Não houve.

Fernando Silva Cenário perfeito para um desafio derradeiro, a última jornada da 1ª fase do Nacional de Seniores, com a chuva amiúde quedando-se no terreno, criando um filtro que desfocava os guerreiros na arena. Os dois lados já se haviam encontrado num ambiente de batalha,

AD Ninense

Ninense Valenciano André Ferreira Renato China David Madior Luís Tiago Tiago Fernandes Diop (80’ Hélder) Capela Émerson (55’ João Cruz) Ruizinho (55’ Bruno Silva)

para a Taça dos Campeões do Minho, sendo que cada um dos esquadrões representou a sua identidade, o Ninense como senhor dos terrenos de além Ave até ao Lima, e o Valenciano, senhor dos terrenos de além Lima até Espanha. Mas isso é história, e agora era a honra ninense que estava em jogo, e como diria um qualquer general debandado, quem aceita a derrota não merece vencer, e o Ninense mostrou que ainda respira, fazendo de seu lema o mesmo de Che Guevara – de derrota em derrota até à vitória final. A primeira investida foi de Capela, a esgueirar-se por entre a última trincheira, não conseguindo fu-

zilar o guardião de Valença porque lhe fugiu a força no apuro. Mas não esmoreceu e, minutos depois, acorreria a um movimento inspirado de Ruizinho, porém não se aligeirando, chegando tarde ao ‘comboio’ que já ia em ‘Contumil’, ficando o guardaredes com o esférico. Acabavam os primeiros 10 minutos e o público clamava por maior batalha. Mas não se via valência ao Valença e o Ninense é que investia, ora por terra ora por ar, primeiro com o mais levado de Nine, Luís Tiago, aparceirando-se com o galgaz Renato, mas a defensiva foi mais eficaz, anulando a carga. Um minuto depois seria Ruizinho a desengatilhar o esférico para China, que, com

Futsal: Covense goleia e Cabeçudense perde Disputou-se, no passado fim de semana, a 13ª jornada do campeonato nacional da 2ª divisão de futsal – série A, onde está inserido o Sporting Clube Cabeçudense. A equipa da freguesia de Cabeçudos deslocou-se a Coimbra, para jogar com o CS São João, e perdeu por 5-3, num jogo muito emotivo, onde o resultado só ficou definido nos últimos instantes da partida, com muitas queixas por parte dos atletas do clube famalicense, que viu dois jogadores expulsos nos últimos minutos. O Cabeçudense mantém, assim, o 12º lugar da tabela, com 8 pontos, mais um que o último classificado, o ‘histórico’ Freixieiro. A próxima jornada disputa-se este sábado, dia 1 de fevereiro, e o Cabeçudense tem outra deslocação,

desta vez a Aveiro, onde defrontará a equipa do Covão Lobo, pelas 18 horas. Já o Grupo Recreativo Covense, que milita na 3ª divisão nacional de futsal – série A, levou de vencida o Neiva, por 6-2, num jogo disputado em sua casa e com tranquilo domínio da equipa de Ruivães. Com este resultado, o Covense trepa para o 4º lugar da tabela classificativa, tendo agora 23 pontos, os mesmos do 3º classificado, e a 3 pontos do 1º lugar do pódio, que é ocupado quase desde o início do campeonato pelo CDC Priscos, que teve um deslize nesta jornada. A próxima jornada disputa-se também este sábado, 1 de fevereiro, e o Covense desloca-se à região transmontana, para defrontar o Mogadouro, pelas 16 horas.

Liga de Futsal de Famalicão Disputou-se no passado fim de semana mais uma jornada da Liga de Futsal de Famalicão, com os seguintes resultados: na categoria de infantis – FC Vermoim 0-7 AJ Joane; A2D-Didaxis 1-1 Recreio Desportivo; CRC 4-5 Sportfut; Barrimau FC 1-4 São Martinho. Já no escalão de minis, os resultados foram: Arnoso Sta Eulália 1-2 Sportfut; FC Vermoim 1-2 Sportfut; UD Calendário 0-9 AJ Joane; FC Vermoim 1-1 Recreio Desportivo; UD Calendário 0-5 Recreio Desportivo. A próxima jornada disputar-se-á no domingo, dia 2 de fevereiro, e contará com os seguintes jogos no Pavilhão Municipal de Vermoim, organizados pelo AJ Joane: em escolas “B” temos o A2D Didaxis-Sportufur B, às 9h. Em infantis, temos às 10h o FC Vermoim-CRC, e às 11h, o AD EsmerizArnoso Sta Eulália. Da parte da tarde, desta vez no Pavilhão de Brufe e com organização do Barrimau FC, temos os seguintes jogos em escolas “A”: Recreio Desportivo-AD Esmeriz, às 15h, e o Barrimau FC-Sportufut A, às 16h. Pelas 17h, realiza-se o jogo em atraso dos infantis: A2D Didaxis-Sportufut.

cabeça, posicionou-se para dar uma tolada na bola, que ainda suspirou pelo poste, antes de bater no muro do Complexo. Quem também deu uma tolada foi o Gerson, de Valença, que escangalhou-se contra o muro, mas foi célere a voltar à briga. Durante a primeira meia hora, vários passes a rasgar da lateral, um Madior incansável a auxiliar a retaguarda, e um amarelo a Ruizinho por ter anulado aquele que poderia ter sido o cantar de Valença por cá. Mas só depois da meia hora é que os do Alto Minho acordaram, e não fosse a atenção de Tiago Fernandes, o sarrabulho que foi naquela área poderia amargar a tarde ninense. Até final da primeira parte seria Luís Tiago a endiabrar, com Capela a precisar de ajuda na lide com os adversários. A segunda parte traria isso, uma audácia de Paulo Rafael, que lançou a solução para este complicado desafio, Bruno Silva e João Cruz. E assim o Ninense foi tentando, primeiro quando Bruno Silva colou a bola ao pé, agraciando um passe de André Ferreira, e depois com um remate de Luís Tiago, mas o guardião de Valença mandou-o passear. Toda a equipa suou muito, mas o momento da batalha estava reservado a três jogadores. Nos minutos finais, já o público punha a barba

de molho, David marcou um canto, João Cruz recebeu a redonda, expediu para Bruno Silva, que heroicamente a cravou nas redes, cravandose também ele na história deste clube, dando a primeira vitória ao Ninense em campeonatos nacionais. Ainda deu para o mesmo Bruno Silva lançar um balão de meio campo, mas ficou-se na barra, rendendo-lhe uma grande ovação dos de Nine que, com o gosto da vitória, anseiam pela segunda fase.

NACIONAL SENIORES CLASSIFICAÇÃO

1. Limianos

2. Bragança

3. Fafe

4. Mirandela

5. Vianense

6. Santa Maria

7. Valenciano

8. Vilaverdense

9. P. Salgadas

10. AD NINENSE

RESULTADOS

J

V

E

D

9

6

3

18

10

18

8

18

18

18

18

18

18

18 18

Vianense, 1; Bragança, 1

7

7

6

6

5

4 0

4

8 8

5

4

4

6

5 6

4

2 3

6

8

8

7

9

12

Serie A F

C

P

25

17

33

21

13

29

27

20 15

17

17

12

17

11

16 9

12

21

23

15

26 30

34

32

26

22

22

21

17

6

PRÓXIMA JORNADA

Vilaverdense, 0; Limianos, 0

P. Salgadas, 1; Fafe, 1

Mirandela, 2; Santa Maria, 0 Ninense, 1; Valenciano, 0

“Encarnados” cumpriram 8 encontros no fim de semana

A Escola do Benfica em Famalicão cumpriu, no passado fim de semana, 8 jogos entre as turmas de traquinas e infantis. No sábado de manhã, os pupilos de infantis do professor Dinis Moreira receberam e golearam a equipa do Terras de Bouro. No mesmo dia, a turma de traquinas de Paulo Rodrigues cumpriu mais uma jornada vitoriosa na Liga Elite Famalicão, com os pequenos craques “encarnados” a vencerem os três jogos em que participaram, nomeadamente diante do Ninense, Ruivanense e Dragon Force Famalicão. No domingo de manhã os benjamins fizeram uma vez mais o pleno em vitórias, com a turma do professor Elias Pinto a vencer por números

alargados em casa do São Cosme, tendo a equipa orientada por Nuno Santos vencido com tranquilidade diante do Barco Academia. Os infantis viveram uma manhã mais difícil, com a turma do professor David Ferreira a perder em casa do Ruivanense, tendo os pupilos de Paulo Ribeiro empatado na receção ao Ferreirense. Ainda na manhã de domingo, três atletas nascidos em 2004 viajaram até Lisboa para participar numa ação promovida pelo departamento de escolas de futebol e de prospeção do Sport Lisboa e Benfica, com os atletas famalicenses a exibiremse uma vez mais em grande nível, anuncia a Geração Benfica Famalicão em nota à imprensa.


sport: 30 de janeiro de 2014 29

futebol

Futsal distrital: 3 equipas famalicenses nos 4 primeiros lugares Disputou-se, no passado fim de semana, a 13ª jornada da 1ª divisão da AF Braga, em futsal, e as equipas famalicenses obtiveram os seguintes resultados: MAL 4-0 AD Esmeriz; Rio Caldo 3-1 CRP Delães; ACR Lordelo 2-6 São Mateus, Nun’Álvares 6-2 Mouquim e AST Futsal 0-3 FC Vermoim. Com estes resultados, o São Mateus segue bemsucedido na caminhada para a promoção, mantendo o 1º lugar com 37 pontos. O MAL também mantém o 3º lugar, com 31 pontos, os mesmos do FC Vermoim,

que segue em 4º. Com a derrota no dérbi, a AD Esmeriz caiu para o 9º posto, mantendo os mesmos 16 pontos. O Mouquim é 10º, com 13 pontos, e o CRP Delães segue no 13º lugar, com 10 pontos. A próxima jornada, 14ª, a disputar no próximo fim de semana, conhecerá os seguintes desafios das equipas do concelho: CRP Delães-ACR Lordelo (dia 31, 21h); Vieira Futsal-FC Vermoim (dia 1); AD Esmeriz-AEIPCA (dia 1, 17h30); Mouquim-MAL (dia 1, 21h30); São Mateus-AST Futsal (dia 2, 16h).

Lousado segue em primeiro no Inatel Realizou-se, no passado fim de semana, a 11ª jornada da série A da 1ª fase do campeonato da Inatel de Braga, com os seguintes resultados: Juventude Académico 5-0 ADC Telhado; Meães 5-2 Mikaelense; São Cláudio 3-2 CD Vilarinho e GDR Esporões 0-3 CD Lousado. O CD Lousado segue invicto no 1º lugar, com 24 pontos, mais quatro que o Juventude Académico, que subiu agora ao 2º posto. O Meães também trepou na tabela, estando agora em 4º com 15 pontos, mais 1 que o CD Vilarinho, que caiu para o 5º lugar. O São Cláudio mantém-se em 7º, com 10 pontos, enquanto a ADC Telhado continua no último posto, sem qualquer ponto neste campeonato. A próxima jornada disputa-se no dia 11 de fevereiro, com os seguintes jogos: ADC Telhado-Marrancos; CD Lousado-Juventude Académico e o CD Vilarinho-Meães.

Carlos Alberto

Inatel: UD Calendário vence

Plantel prestou homenagem a dirigente falecido

A União Desportiva de Calendário, através do Juventude Académico, recebeu no seu terreno, no passado fim de semana, o Telhado e venceu por 5-0 em jogo a contar para o campeonato da Taça Inatel. Um jogo com muitas emoções fortes já que passou um bocadinho ao lado em termos de competição. Na primeira parte, a União dominou os acontecimentos do jogo e inaugurou o marcador por intermédio de

Ivo. O Telhado era presa fácil e não conseguia criar perigo na defensiva contrária. Perto do intervalo, Mota ampliou a vantagem fazendo o segundo golo da União. Na segunda parte o jogo caiu de qualidade. Pedro fez o terceiro golo, volvidos alguns minutos Staline fez o quarto golo para a União. Ao cair do pano, Filipe fechou a contagem. Na formação os resultados da

UD Calendário foram: os juvenis deslocaram-se ao terreno do Gondizalves, onde disputaram a 2ª eliminatória da Taça AF Braga e perderam por 5-0, ficando assim afastados da competição; os infantis receberam o GD Ribeirão e goelaram por 8-1; os benjamins receberam o GD Joane e venceram por 3-1. Em nota à imprensa, a direção da UD Calendário vem agradecer ao colega de direção Gaspar Carvalho, falecido no passado dia 15 de janeiro, “por todo o seu empenho, trabalho e dedicação ao longo do serviço prestado em prol da coletividade”. Como forma de homenagem, antes do jogo da equipa sénior, na presença de cerca de uma centena e meia de sócios e simpatizantes, efetuou um minuto de silêncio e também uma largada de balões brancos “como símbolo da Paz”. Também antes dos jogos das equipas de formação se realizou um minuto de silêncio.

Divisão Honra: Delães 0-1 Louro Numa tarde de chuva, o jogo entre Delães e Louro iniciou com a equipa delaense balanceada para o ataque

AF BRAGA CLASSIFICAÇÃO

1. Amares 2. T. Bouro 3. S. COSME 4. RUIVANENSE 5. Gerês 6. GD LOURO 7. Emilianos 8. Antime 9. Regadas 10. Pica 11. DELÃES 12. Silvares 13. St Adrião 14. Op. Campelos 15. A Urgeses 16. BAIRRO

RESULTADOS

Divisão Honra-Série B

J

17 17 17 17 17 17 17 17 17 17 17 17 17 17 17 17

Regadas, 1; Antime, 0 Silvares, 0; Op. Campelos, 2 St Adrião, 2; Gerês, 0 A Urgeses, 0; S. COSME, 1 Pica, 1; Emilianos, 2 Amares, 6; BAIRRO, 1 DELÃES, 0; GD LOURO, 1 T. Bouro, 3; RUIVANENSE, 0

V

15 11 10 8 7 8 8 6 6 5 4 4 5 3 3 1

E

1 0 2 6 7 4 3 6 5 6 5 4 1 5 4 5

D

1 6 5 3 3 5 6 5 6 6 8 9 11 9 10 11

F

55 25 23 26 24 29 31 20 22 24 28 22 21 22 16 18

C

10 17 21 23 16 24 25 18 22 21 30 39 40 34 25 41

P

46 33 32 30 28 28 27 24 23 21 17 16 16 14 13 8

PRÓXIMA JORNADA Regadas - Pica Gerês - DELÃES RUIVANENSE - St Adrião GD LOURO - Amares BAIRRO - A Urgeses Op. Campelos - Emilianos S. COSME - Silvares Antime - T. Bouro

e com a formação do Louro a tentar suster o melhor início do Delães de qualquer forma.

AF BRAGA CLASSIFICAÇÃO

J

V

I Divisão-Série A E

D

F

C

1. Roriz

14

9

5

0

40

12

3. MARCA

14

8

3

3

27

16

2. Viatodos 4. Ucha

5. Sequeirense 6. Granja

14 14 14

14

9 7 5

5

0 4 5

5

5 3 4

4

29 25 22

19

17 13 14

18

7. Lomarense

14

4

7

3

17

16

9. ADJ Mouquim

14

4

3

7

13

21

11. Ferreirense

14

9

12

8. Operario FC 10. Guisande

12. GD Fradelos

RESULTADOS

14

14 14

Ucha, 3; Granja, 1

ADJ Mouquim, 1; Operario FC, 1 GD Fradelos, 2; Roriz, 4

Lomarense, 1; Sequeirense, 1 Viatodos, 2; MARCA, 1

Guisande, 1; Ferreirense, 1

5 3 2

1

3 5 3

1

6 6 12

15

21 14

P

32 27 27

25 20

20

19

20

18

21

14

35

51

15 9

4

PRÓXIMA JORNADA Sequeirense - ADJ Mouquim MARCA - Lomarense

Operario FC - GD Fradelos Ferreirense - Viatodos Roriz - Ucha

Granja - Guisande

Contra a corrente do jogo, e na primeira vez que se aproxima da baliza delaense, o Louro marca e inaugura o marcador. O Delães acusou momentaneamente o golo sofrido, mas depressa voltou a tomar conta do jogo e a atacar no sentido de tentar chegar à igualdade. Algo que não aconteceu até ao intervalo, apesar de várias oportunidades. Na segunda parte assistiu-se a um jogo de sentido único pois o Delães atacou muito e teve o domínio absoluto do jogo, mas não conseguiu marcar. Um resultado injusto para o Delães que tudo fez para merecer a vitória e assim ganhar os três pontos. O Delães alinhou com: Samu, Hélder, Jean, Tiago e Alves, Zé Vítor, Marques, Vale, Luisinho, Vitinha e Marquinho. Jogaram ainda Jassa, Diogo Amorim e Moreira.

S. Mateus goleia na deslocação a Lordelo No sábado passado, a equipa sénior do S. Mateus viajou até à freguesia de Lordelo para defrontar a equipa local, num terreno sempre muito complicado, em jogo do campeonato da Inatel. A equipa liderada por Samuel iniciou a partida com André, Fabrício, Ivo Ortiga, Ciganinho e Pedro Magalhães. Aos 3 minutos Fabrício fez o gosto ao pé, acabando com seis jogos de jejum, ainda que contando com ajuda de um jogador do Lordelo que meteu a bola na própria baliza. O Lordelo não baixou os braços e dois minutos depois empata num lance de bola parada. Aos 9 minutos, o S. Mateus viu Fabrício, a 12 metros da baliza, num remate potente, bisar na partida. O Lordelo tentava desfazer o favoritismo da formação famalicense e depois do guarda-redes do S. Mateus, André, ser expulso, acabou por empatar e levar o re-

sultado de 2-2 para o intervalo. Na segunda parte o S. Mateus entrou muito forte e cedo marcou, por intermédio de Ivo Ortiga. Dois minutos depois Ciganinho aumenta a vantagem. Aos 10 minutos de jogo Fabrício faz o hat-trick e aumenta para 2-5, deitando por terra todas as esperanças da equipa da casa. Mas não sem antes Ciganinho também bisar, colocando o resultado final em 2-6. Uma boa exibição da equipa famalicense, que recebe o Santo Tirso Futsal, no domingo, pelas 16 horas, no Pavilhão de Delães. O S. Mateus informa ainda que no sábado será disponibilizado um autocarro para quem quiserem acompanhar a equipa júnior na difícil deslocação a Vizela. O jogo é às 17h15 e o autocarro sairá de S. Mateus pelas 15h30. Quem quiser reservar lugar pode contactar o número 918473873.

Resultados do Operário No passado fim de semana, as equipas do Operário Futebol Clube obtiveram os seguintes resultados: Mouquim 1-1 Operário (seniores); Operário 5-4 (a.p.) AD Ninense (juniores – Taça AF Braga); FC Famalicão 0-1 Operário (juvenis – Taça AF Braga); Vizela 2-2 Operário (infantis A); CRP Delães 0-4 Operário (infantis B); CRP Delães 1-6 Operário (benjamins 03); FC Famalicão 1-5 Operário (traquinas A).

Oitavos de final da Taça da AFSA No fim de semana passado disputaram-se os oitavos de final da Taça da Associação de Futebol de Salão Amador de Famalicão (AFSA) e os resultados foram os seguintes: ADRO 1-3 FC Landim; GRV São Martinho 4-2 ACURA; ARCD Bente 4-1 S. Martinho Brufe; ADECA 2-3 JASP; Cajada 3-3 (6-4 g.p.) AC Vermoim; GD União Louredo 2-5 AD Pedome; ARCV São Cosme 3-2 GD Carreira; ADESPO 3-9 AM Lameiras. Assim, com estes resultados, para os quartos de final da Taça seguem as seguintes equipas: FC Landim, GRV São Martinho, ARCD Bente, JASP, Cajada, AD Pedome, ARCV São Cosme e AM Lameiras. Entretanto, no dia 22 de janeiro disputou-se a 1ª jornada do

Grupo B do novo troféu “AFSA Prestígio”, em que o FC Landim foi ao terreno da ADECA vencer por 51, seguindo assim na frente da classificação. A 2ª jornada está marcada para o dia 5 de fevereiro, com a ADRO a receber a ADECA, pelas 20h30. Em iniciados jogou-se para o campeonato e os resultados foram os seguintes: GD União Louredo 0-3 AD Pedome; GD Carreira 3-2 AD Castelões; FC Landim 1-7 Barrimau. Em 1º lugar segue o Barrimau, com 9 pontos. No campeonato de veteranos os jogos terminaram assim: AC Vermoim 2-2 FC Landim; AD Pedome 3-4 Barrimau. A tabela é comandada pela ADERM, que soma 22 pontos.

ADESPO 3-9 Lameiras A ADESPO sofreu uma pesada derrota frente à formação das Lameiras, no fim de semana passado, em jogo a contar para a 2ª eliminatória da Taça da AFSA, ficando assim afastada desta competição. Num jogo em que a ADESPO entrou muito bem, tendo mesmo por duas vezes estado na frente do marcador, a coletividade defende que só devido à passividade com que o árbitro esteve em todo jogo é que a formação da Portela Stª Marinha acabou por se enervar, tendo em momentos baixado mesmo os braços. De ressalvar que a prestação do árbitro não foi de todo boa, mas também não retira a clara qualidade à formação das Lameiras e o mérito pela vitória. No próximo sábado a ADESPO volta a jogar, desta feita para a 10ª jornada da 2ª divisão da AFSA, com a equipa sénior a defrontar a formação do Cajada. ADESPO


30

sport: 30 de janeiro de 2014

modalidades

A2D Didáxis empata em futsal Em jogo do escalão de infantis, no último domingo, a equipa da A2D Didáxis empatou com o Recreio Desportivo a uma bola, no âmbito da Liga de Futsal de Famalicão. Este foi o primeiro empate da equipa de infantis. Apesar da pouco experiência dos jovens atletas e da maioria serem do primeiro ano deste escalão, a equipa da A2D apresentou-se concentrada e organizada tendo inclusive hipóteses de conseguir a vitória, pecando pela ineficácia.

Andebol ACV vence todos os jogos

Hóquei: FAC merecia mais A 17ª jornada do campeonato nacional da 2ª divisão de hóquei em patins tinha um ponto de interesse suplementar para a equipa do Famalicense Atlético Clube (FAC), depois da exibição negativa na jornada anterior. Em Espinho, frente a um fortíssimo adversário, a resposta foi muito boa, com uma exibição muito adulta e segura e que não teve reflexo no marcador como toda a equipa merecia. Com muita posse de bola e muita circulação, a equipa do FAC construiu oportunidades suficientes na primeira parte para ganhar vantagem no marcador. O nulo ao intervalo premiava a excelente prestação do guarda-redes adver-

sário, num jogo muito correto e com poucas faltas. Na segunda parte, a eficácia local alicerçou uma vantagem injusta de três golos. O conjunto do FAC manteve-se concentrado, reduziu para 3-2 e sentia-se que o resultado não foi justo. Pelo FAC marcaram André Ferreira e Celso Silva. O FAC mantem o 5º lugar e no próximo jogo recebe o Riba d’Ave, atual 3º da tabela classificativa. O dérbi concelhio está marcado sábado, às 19 horas. Em termos de formação, os campeonatos regionais do Minho estão já em fase terminal e apenas três conjuntos estiveram em competição. Na sexta-feira, os sub17 do

FAC visitaram Fão e empataram a cinco golos. No domingo, em Braga, os sub13 venceram o HC Braga “B” por 4-3 com alguma surpresa, pois na primeira volta o Famalicense havia perdido por 4-1 em Famalicão. Brilharam os jovens ainda escolares que assinalaram os golos da equipa (Martim Almeida – 2 –, João Nuno e João Neves). Os sub20 também jogaram com o HC Braga “B” e perderam por 6-4. Na próxima semana, jogam estas três equipas. Os sub17 fazem jornada dupla: na sexta vão a Valença e no domingo recebem a ADB/Campo. No domingo, os sub13 recebem o RAHC e os sub20 o CART.

RAHC vence Fânzeres Todas as equipas do ACV Andebol Clube em competição durante o fim de semana passado conseguiram “expressivas e esclarecedoras vitórias”, anuncia o clube em nota à imprensa. No sábado, no Pavilhão Municipal “Terras de Vermoim” a equipa de infantis masculinos bateu o Clube de Andebol de Barrosas por uns esclarecedores 40-04. Com esta vitória, o ACV isola-se no 1º lugar do Campeonato Regional Infantis Masculinos, como isolado está também o seu atleta João Oliveira na lista de melhores marcadores. No domingo, numa jornada de festa na cidade de Chaves (ver fo-

tografia), as equipas femininas de infantis e juniores do Andebol ACV venceram ambas as respetivas adversárias flavienses, naquela que foi a jornada de consagração para a equipa júnior e de início de competição para as infantis. A vitória por 14-31 das juniores consagrou a equipa para participação na fase nacional e a sua capitã, a atleta Mélanie Oliveira, como a melhor marcadora desta fase da competição. A equipa infantil ACV também venceu, por 14-21, iniciando assim da melhor forma a participação no Campeonato Regional de Infantis Femininos.

Fim de semana quase perfeito para AVC

Na 17ª jornada do campeonato nacional da 2ª divisão – zona Norte de hóquei em Patins, o Riba d’ Ave Hóquei Clube (RAHC) recebeu a equipa do GDC Fânzeres, vencendo os visitantes por 5-0, repetindo o score final pelo terceiro jogo consecutivo e somando a sexta vitória seguida. Num sábado, que antecedia a semana de aniversário do clube (28 de janeiro), foram muitas as pessoas que se deslocaram ao Parque das Tílias para apoiar o seu clube. Aos 6 minutos, o ribadavense Raul Meca materializou uma melhor entrada do RAHC no jogo e abriu o ativo. Quatro minutos depois, o mesmo jogador bisava na partida. O RAHC não abrandou, e aos 15 minutos, Jorge Maceda colocava a bola por entre as pernas do guarda-redes visitante, fazendo assim o 3-0. O Fânzeres poderia ter reduzido no minuto seguinte, mas a bola acabou por bater no poste. A 5 minutos do intervalo, nova possibilidade para os visitantes num penálti muito duvidoso, mas a bola acabaria por ir de novo ao poste. A 2ª parte do jogo foi muito “acidentada” e sem história. Com uma grande concentração de humidade na pista, as equipas jogaram no limite do possível. Aos 5

Infantis da Didáxis começam Regional a vencer A equipa de infantis iniciou o Campeonato Regional de Andebol com uma vitória no reduto do AC Godim por 21-11. Se na 1ª parte o jogo foi equilibrado, tendo terminado com uma vantagem de apenas dois golos favoráveis à equipa da Didáxis, já na segunda metade as atletas da Didáxis conseguiram um parcial de 134, revelando a diferença entre os dois conjuntos. Realce para a atleta

As seniores do AVC (Atlético Voleibol Clube) tiveram jornada dupla no passado fim de semana. No sábado receberam o Leixões e o jogo não correu nada bem (0-3), com muitos erros ao nível do serviço e da receção. No domingo, receberam o CF Belenenses e entraram em campo muito determinadas mas também algo ansiosas em corrigir a exibição do dia anterior. No 1º set voltaram a cometer os mesmos erros, acabando por perder o set. No 2º set entraram muito bem, com muito rigor ao nível do serviço e do bloco, e conseguiram igualar o marcador a 1. No 3º set voltaram a cometer erros na receção e perderam com larga desvantagem. No 4º e 5º sets, o serviço tático aliado a “alma” AVC e

ao apoio do público transfigurou a equipa e venceram o jogo com muito mérito. 3-2 foi o resultado final. As juvenis do AVC deslocaramse a Amares para defrontar a equipa local e venceram por 3-0. As iniciadas também se deslocaram a Amares e venceram a equipa local pelo mesmo resultado, ficando, com esta vitória, a um pequeno passo de garantir a passagem à fase nacional do escalão, apuramento que pode ser já alcançado na próxima jornada. Na próxima ronda, as juvenis recebem, pelas 15 horas de sábado, o SC Braga; as iniciadas recebem, no domingo, à mesma hora, o VC Viana; já as seniores jogam no domingo, às 17h30, em casa com o SC Braga.

minutos, Jorge Maceda desperdiçava livre direto. No mesmo minuto, Ricardo Lopes alargava a vantagem para 4-0. Aos 17 minutos, Jorge Maceda enviava a bola ao poste. Melhor fazia Ricardo Lopes, que bisava 3 minutos depois. O Fânzeres poderia ter chegado ao tento de honra, após 10ª falta do RAHC, mas João Aurélio, que havia entretanto entrado para o lugar de Filipe Miranda, não permitiu com uma boa intervenção. O RAHC continua na 3ª posição do campeonato e na próxima jornada desloca-se ao Pavilhão Municipal de Famalicão para um sempre apetecível dérbi concelhio e minhoto com o FAC. O jogo tem início às 19 horas do próximo sábado. Para os campeonatos regionais jovens, os infantis “B” deslocaram-se, na tarde de sábado, a Esposende e empataram 6-6 com o HC Fão. Na manhã de domingo, os iniciados, os infantis “A” e os escolares foram a Braga e frente ao hóquei local perderam por 11-1, 7-2 e 8-1, respetivamente. Já os juvenis receberam a ED Viana e registaram uma espetacular reviravolta, depois de terem estado a perder por 0-4 e 2-6, acabaram a vencer por 8-6. Os infantis “B” receberam, à tarde, o OC Barcelos e foram derrotados por 0-13.

Inês Ferreira que apontou 10 golos na formação de Riba d’ Ave. Já as juvenis terminaram a 1ª fase da prova, tendo conseguido o apuramento para o campeonato nacional, com uma vitória no recinto do AC Fafe. A Didáxis apresentouse com uma equipa com muitas ausências fruto de lesões mas mesmo assim venceu o encontro. Com diversas jovens atletas iniciadas, que

Filipe Brito vence Maratona da Sobreira em master A O famalicense Filipe Brito, em representação da equipa Tomatubikers, venceu, domingo passado, a Maratona da Sobreira, em Penafiel, em master “A”. O ciclista terminou esta dura maratona em 1º lugar em master “A” e na geral foi 2º, um lugar decidido nos 500 metros finais numa disputa entre Filipe Brito e José Dias. “Para os meus objetivos terminei satisfeito”, diz o ciclista, que voltou assim àquela que foi a sua primeira prova no mundo do BTT.

subiram ao escalão superior, a demonstrarem argumentos para lutar por um lugar entre as mais velhas, a Didáxis acabou por vencer contrariando a equipa do Fafe no seu reduto. As atletas Filipa Gonçalves, Andreia Pereira e Francisca Araújo contribuíram com sete golos cada para o resultado final, que registou 26-22 a favor da Didáxis.


sport: 30 de janeiro de 2014 31

modalidades

Contas complicadas para o FAC em basquetebol

Quatro recordes nacionais e vários títulos de campeão nacional de Masters para Famalicão

A 10ª jornada do campeonato nacional da 1ª divisão de basquetebol poderia recolocar o FAC/Crédito Agrícola na 3ª posição da zona Norte mas tal não sucedeu, apesar do bom início de partida frente ao Académico do Porto, no Pavilhão Municipal de Famalicão. Com um parcial de 15-2, tudo indicava que o FAC iria regressar aos triunfos. Mas os academistas recuperaram e no final do período o Famalicense apenas vencia por três pontos (19-16). E ao intervalo estava na frente por um ponto depois do 16-18 no segundo período. O marcador assinalava 35-34. Após o intervalo, os visitantes passaram para a frente e à entrada dos últimos dez minutos, o resultado era 50-55. Muitas perdas de bola e pouca inspiração resultaram no 66-72 final. Na próxima semana não há campeonato, regressando no dia 6 de fevereiro, em Braga. Apesar dos resultados negativos nas últimas jornadas, o FAC/Crédito Agrícola depende exclusivamente de si para conseguir o 3º lugar. Faltam quatro jogos e quatro vitórias garantem o apuramento.

O Grupo Desportivo de Natação de Famalicão (GDNF) conquistou vários títulos de campeão nacional e estabeleceu 4 recordes nacionais de masters, nos Campeonatos Nacionais de Masters, realizados nas piscinas municipais da Mealhada, no passado fim de semana. Pelo clube famalicense participaram Francisco Zamith, Adriano Niz, Ricardo Silva, Frederico Azevedo, Sara Meneses e Margarida Malvar. Os atletas que se sagraram campeões nacionais foram Francisco Zamith aos 400 Livres e 4x50L; Adriano Niz na prova de 200 Livres, 100 Costas, 100 Livres, 100 Estilos e 4x50Livres; Ricardo Silva na prova de 4x50Livres; e Frederico Azevedo na prova de 4x50Livres. Francisco Zamith e Sara Meneses arrecadaram ainda mais duas medalhas de bronze. Os recordes nacionais da categoria de masters foram alcançados pelo Adriano Niz, que estabeleceu quatro novos máximos nacionais nas provas de 200 Livres, 100 Livres, 100 Costas e 100 Estilos. Para a sua treinadora Margarida Malvar, a obtenção de mais estes títulos nacionais, acompanhados de mais quatro recordes nacionais, “significam os primeiros títulos da categoria masters para Famalicão”. “Penso abrir portas a muitos mais atletas aderirem a este proque começamos da melhor forma esta nova secção de jeto, divertirem-se, reviver amizades e fazerem o que competição do Famalicão e que servirá certamente para sempre gostaram, que é nadar!”, afirmou.

Bilhar: Jornada difícil e equipa B afastada da taça A 3ª jornada dos campeonatos da 1ª e 2ª divisões nacionais de bilhar antevia-se muito difícil para as duas equipas do Famalicense Atlético Clube. Em Matosinhos, a equipa “B” defrontou o superfavorito à subida de divisão, o Leixões SC, e perdeu por 3-1, com uma magnífica exibição de Manuel Figueiredo que marcou o ponto famalicense. Jogaram ainda Rui Gomes, David Veloso e Camilo Silva. A equipa “A” recebeu o Clube Fenianos Portuenses, na 1ª divisão, e Adolfo Pereira marcou o ponto do FAC num encontro onde Mário Aranha, atual campeão nacional, defendeu aos cores visitantes. No final, o mesmo desfecho de 1-3, com Carlos Veloso, Jorge Bastos e Adelino Paredes nas outras partidas. Na Taça de Portugal, o sorteio determinou que a equipa “B” do FAC jogasse em Matosinhos com a forte equipa do

Leixões SC na primeira eliminatória. O capricho do calendário quis que no passado dia 20, as mesmas equipas se defrontassem no mesmo local para o campeonato nacional da 2ª divisão e que terminou com o triunfo dos locais por 31. Desta vez, na competição a eliminar, o resultado final foi de 2-0. Rui Gomes e Carlos Sampaio não conseguiram suster os seus adversários e perderam dois sets cada um e Manuel Figueiredo e David Sampaio estavam empatados a um set com os seus oponentes quando a partida foi dada como finalizada já que não era possível a reviravolta famalicense. A equipa principal apenas entra em competição na segunda eliminatória, também com uma tarefa muito complicada, já que vai defrontar a Portuguesa de Leça na casa desta, no dia 5 de fevereiro.

FAC joga em casa no arranque da série dos primeiros em voleibol Realizou-se no passado dia 22 de janeiro, na sede da Federação Portuguesa de Voleibol, o sorteio da série dos primeiros do campeonato nacional da 2ª divisão de voleibol. Com direito a participar nesta fase que apurará o representante do continente para a final do campeonato e discutir o acesso à 1ª divisão com o representante dos Açores, estão seis clubes: FAC, Académica S. Mamede, Leixões SC, CD Fiães, CV Oeiras e CV Lisboa. O sorteio determinou que na primeira jornada, marcada já para este sábado, dia 1 de fevereiro, o FAC receba, pelas 16 horas, a Académica de S. Mamede e a primeira deslocação seja a Matosinhos, terminando o campeonato a 12 de abril, com o FAC a receber o CD Fiães. Para esta fase, os clubes partem com 20% dos pontos conquistados na 1ª fase, o que colocou o FAC em 3º, com 5 pontos.

Resultados do basquetebol da ATC Com duas vitórias nos dois jogos realizados face à ADCE Diogo Cão de Vila Real, os sub18 masculinos da ATC passaram à 2ª fase da qualificação para o Campeonato Nacional de Basquetebol. No passado dia 18 de janeiro, no primeiro jogo (em Vila Real) a vitória da equipa da ATC foi apenas por 8 pontos de diferença. Em casa, a vitória foi por 38 pontos de diferença. Já os sub16 masculinos da ATC tiveram um final inglório na caminhada para o Nacional. Depois das vitórias em Vila Real e Viana do Castelo, os sub16 da ATC não consegui-

ram passar à fase seguinte do apuramento para o Campeonato Nacional. Foi um final inglório, pois a eliminação dos jovens da ATC acaba por ser feita no confronto direto com a equipa do BCVR e por apenas 1 ponto de diferença (vitória por 4 de diferença em Vila Real e derrota por 5 de diferença em casa). No dia seguinte, dia 19 de janeiro, num jogo no mesmo estilo do anterior e com os 12 atletas a darem o seu contributo, os sub16 da ATC venceram claramente o CB Viana por 80-47. Os sub16 da ATC vão agora disputar a Taça Nacional.

Em sub12, novo jogo e nova vitória. Desta feita, a jogar em casa frente ao SC Maria da Fonte, os sub12 da ATC alcançaram a 7ª vitória em 7 jogos realizados, o que lhes permite garantir, a 3 jornadas do final, o 1º lugar na fase regular no Torneio Distrital. Menos felizes foram as sub14 femininos no jogo de abertura do Torneio Inter Associações. A jogar em Vermoim frente ao Basket Condeixa, as meninas da ATC foram demasiado frágeis face às Conimbricenses, especialmente na eficácia do lançamento.

Mouquimbiketeam/Afacycles em Ponte de Lima A equipa Mouquimbiketeam/Afacycles voltou, este fim de semana, a marcar presença com os seus nove atletas em provas de Resistência. Desta vez o local foi Ponte de Lima e as famosas 3 Horas de Resistência Limianas, participando com uma dupla feminina (Andreia Marques e Cláudia Costa),uma dupla masculina (Rui Silva e Sérgio Martins), uma tripla mas-

culina (Sérgio Fernandes, Francisco Macieira e Nuno Silva), e um solo (André Ribeiro), tendo também um atleta a participar com a equipa Triopower. A equipa fala em “mais uma prestação fabulosa”, apontando um “majestoso” 4º lugar em duplas femininas, o 6º lugar em triplas masculinas, o 20º em duplas masculinas e o 52º a solo.

Bikemania Sport em grande em Ponte de Lima A Bikemania Sport participou, no passado domingo, na 3ª Resistência BTT Limiana, que como o nome indica se realizou em Ponte de Lima. Tratouse de uma prova de 3 horas, num circuito de 7,5 km por volta, aproximadamente. A Bikemania Sport participou com uma equipa tripla feminina e com quatro atletas a solo. “Mediante a qualidade e quantidade dos atletas de excelência presentes, os resultados foram fantásticos, principalmente se atendermos que estamos em início de época”, sublinha a equipa famalicense, em nota à imprensa. No setor feminino, as atletas Cristina Oliveira, Alice Sousa e Elisete Ferreira dominaram a prova desde início, atingindo o lugar mais alto do pódio findas as 3 horas de prova. No setor masculino, a dro Fernandes (74º), Filipe Sousa (75º) e Francisco solo participaram os atletas Xavi Ballas (69º), Pe- Morais (85º).


32

sport: 30 de janeiro de 2014

modalidades/motores

Em Portela de Santa Marinha, Landim e Antas

Novas academias de Alex Ryu Jitsu no concelho Prosseguindo uma política de desenvolvimento e cultura do estilo português e famalicense Alex Ryu Jitsu, a Associação de Artes Marciais de Famalicão, a Associação Portuguesa de Alex Ryu Jitsu e a Federação Portuguesa de Alex Ryu Jitsu (FPARJ) promoveram a constituição de mais três academias, “contribuindo desta forma para ampliar, ainda mais, o prestígio, a eficácia e a unidade da organização de Alex Ryu Jitsu, detentora de um curriculum desportivo invejável”, informa a federação, em nota à imprensa. Portela de Santa Marinha, Landim e Antas, são, assim, as freguesias onde as respetivas academias já deram início às suas atividades. O leccionamento desta arte marcial protagonizado por mestres instrutores, cinturões negros, formados e diplomados pela FPARJ desenrolar-se-á na antiga

escola primária da Portela de Santa Marinha, às terças e sextas, das 19h30 às 21h00; no Fitness Club de Landim, às segundas e quintas, das 19h15 às 21h00; e no salão paroquial de Antas, às segundas e quintas, das 18h00 às 19h00. Podem inscrever-se crianças com idades a partir dos 6 anos, sendo que as inscrições podem ser efetuadas nos dias das aulas. Refira-se que a arte marcial portuguesa Alex Ryu Jitsu foi fundada em 1973 e desde aí muito cresceu. A Federação Portuguesa de Alex Ryu Jitsu, sedeada em Famalicão, conta já com um elevado número de academias, perfazendo a totalidade de 750 alunos distribuídos pelos diversos escalões etários, “num número que tem feito desta Federação famalicense uma das coletividades, nesta modalidade, mais forte a nível nacional”.

Prova a contar para o CIN contou com vários famalicenses

Edgar Reis foi segundo da geral no 6º CAM Rali Festival Decorreu, no passado fim de semana, a 6ª edição do CAM Rali Festival, a contar para o Campeonato Inter-Municipios, zona Norte. Esta competição, que teve lugar no Circuito Vasco Sameiro, em Braga, contou com mais de centena e meia de inscritos, entre os quais alguns pilotos famalicenses, em diferentes classes, que obtiveram bons resultados. Edgar Reis, experiente piloto famalicense, obteve um fantástico 2º lugar na sua classe, e na geral, após ter disputado o primeiro lugar até à Filipe Silva venceu a sua classe última. Ao volante do seu Renault Clio RS, o piloto da Transfradelos foi o mais rápido na classificativa, mas perdeu o 1º lugar para o piloto vimaranense José Rodrigues, por duas décimas. Outro famalicense, Filipe Silva, que conduziu um Mitsubishi Lancer Evo VI e com a sobrinha Catarina Silva a copiloto, terminou a sua classe em 1º lugar, ficando em 6º na geral. “Vim para esta prova sem testar o carro”, disse Filipe Silva, que foi forçado a fazer a corrida com pneus de piso seco, num dia de Fernando Moreira regressou aos ralis muita chuva. “Foi a minha primeira vez ao volante deste tipo de viatura”, realçou o piloto, acrescentando que “é provável a participação pontual no Campeonato de Montanha 2014 e no CIN 2014”. O piloto anunciou ainda que participará no próximo Rali de Famalicão, uma vez mais na companhia de Catarina Silva. Já Fernando Moreira, que esteve afastado dos ralis nos últimos tempos, regressou às competições com um excelente 4º lugar na sua classe, atingindo o 13º na geral. “A estreia da viatura correu muito bem, face às Bruno Silva também participou habituais condicionantes da estreia de um automóvel de competição”, explicou Fernando Moreira. O piloto, que pertencente à FMRacing, pretende participar em todas as provas do CIN 2014. Já o piloto Bruno Silva não teve tanta sorte e após alguns problemas elétricos concluiu a prova no 11º posto da sua classe. O piloto queixa-se do azar e lamenta não ter participado nos treinos de domingo. Embora com alguns azares, Bruno Silva manifestou satisfação por ter terminado a prova e pela classificação por entre a sua classe.

Paulo Machado segundo em Ponte de Lima

No passado domingo realizou-se a 3ª edição das 3H de Resistência de Ponte de Lima, onde o atleta famalicense Paulo Machado, integrado numa equipa de três elementos em representação da ASC/Focus Team, conquistou a 2ª posição nesta categoria. “Esta prova serviu essencialmente para testar e treinar aspetos que visam o aumento da capacidade física, a opção de fazer em tripla foi para trabalhar os níveis anaeróbicos”, refere o ciclista. Com um total de 10 voltas, Paulo Machado foi determinante no desfecho desta prova ao alcançar o 2º e 3º classificados na última volta e, assim, conseguir a 2ª posição do pódio.

Cecília Araújo em 5º no Nacional de Ciclocrosse

A atleta famalicense Cecília Araújo, da equipa BTT4ALL/Motocar, na sua primeira prova como federada em 2014, participou no Campeonato Nacional de Ciclocrosse, que se realizou na Benedita, no passado dia 12 de janeiro. A competir contra atletas de gabarito nacional, Cecília não se fez rogada e conseguiu terminar em 5º lugar em elites femininas. Ainda em preparação para a época de 2014, a equipa BTT4ALL/Motocar continua a treinar com afinco de forma a obter mais resultados e dignificar o desporto.

Whiskytistas no Trilhos dos Abutres

O grupo de amigos Whiskytistas esteve presente, através de Ricardo Oliveira, no Trilho dos Abutres, realizado em Miranda do Corvo, no passado sábado, dia 25 de Janeiro. A prova, que contou para a 1ª etapa do Circuito Nacional de Ultra Trail 2014, teve a extensão de 48 quilómetros com 5.000 metros de desnível por entre trilhos da Serra da Lousã.


Op1134