Page 1

pub

pub

Suspeito também atuou em Famalicão

PJ detém ‘solitário’ que assaltava bancos

P. 5

ANO 22 • Nº 1121

DE 31 DE OUTUBRO A 6 DE NOVEMBRODE 2013

DIRETOR: JOÃO FERNANDES

www.opiniaopublica.pt

opiniãosport: Especial: Equipas famalicenses no futsal nacional

Bárbara e Alexandr campeões da Taça de Portugal em Latinas Taça: clubes famalicenses esperam ronda complicada

Presidente da Câmara introduz algumas mudanças e cria pastas novas

PAULO CUNHA REFORÇA ÁREA SOCIAL NA DISTRIBUIÇÃO DE PELOUROS Já estão distribuídos os pelouros municipais pelo novo executivo mu- Social, e mantém a Cultura. No despacho proferido na passada quintanicipal de Famalicão. Paulo Cunha assume os pelouros da área social, feira, encontram-se também pelouros novos como os do Voluntariado, que concentrou num mega pelouro a que chamou de Solidariedade Eficiência Energética, Empreendedorismo e Mobilidade. p.6

Impostos e voto de louvor a Armindo Costa na primeira reunião da Câmara P. 4

Paulo Cunha reivindica variante em seminário da Adrave P. 7

‘Vai-me à venda’ já conta com adesão de 100 artesãos P. 6

Encontros de Outono regressam a Famalicão em novembro P. 14 pub


2

pública: 31 de outubro de 2013

cidade

Aluno do INA finalista de concurso dedicado ao empreendedorismo Rogério Costa, finalista do curso de Técnico de Frio e Climatização do INA, está na Fase Final do concurso promovido pela Câmara de Famalicão, intitulado “O Meu Projeto é Empreendedor”. O projeto “Protótipo de aquecimento instantâneo de águas sanitárias, através de um ciclo de refrigeração base de um ar condicionado” foi construído para a Prova de Aptidão Profissional do aluno, ao longo do passado ano letivo e foi candidatado pela escola “devido ao potencial que apresentou, não apenas ao nível da inovação, mas também ao nível da complexidade envolvida na sua

conceção e especialmente porque abre novas possibilidades numa área onde a redução de custos, não apenas domésticos, mas até ao nível industrial é fundamental”, explica o INA em nota à imprensa. O Rogério terá o seu protótipo exposto na semana de 11 a 16 de novembro, na Casa do Território, no Parque da Devesa. Ao longo dessa semana, todos os interessados poderão visitar a exposição, perceber melhor o funcionamento da sua máquina e, no dia 16, às 9h30, poderão assistir à apresentação oral do projeto, perante o júri do concurso que escolherá o vencedor.

Cior visita Mercedes na Alemanha

Coordenadores de catequese preparam novo ano pastoral A Equipa Arciprestal de Catequese de Famalicão promoveu, no passado dia 21, um encontro destinado aos catequistas coordenadores de todas as paróquias do Arciprestado, com vista à preparação do novo ano pastoral 2013-2014. O encontro contou com a presença de todos os elementos da Equipa Arciprestal de Catequese, nomeadamente o seu assistente, o padre António Loureiro, assim como um grupo de cerca de 40 catequistas coordenadores. O padre António Loureiro começou por apresentar todos os elementos da Equipa Arciprestal, que foi agora reforçada com mais dois catequistas, contando neste momento com um catequista responsável por cada uma das cinco Zonas Pastorais em que se divide o Arciprestado Famalicão. Seguiu-se o momento de apresentar os objetivos propos-

tos pelo Departamento Arquidiocesano da Catequese (DAC) para o novo ano pastoral, este ano subordinado ao tema da “Fé Celebrada”. O objectivo geral passa agora por “Purificar a Fé”, concretizável depois via objetivos específicos, tais como: tomar consciência da dimensão comunitária da celebração da Fé; reconhecer a Eucaristia como cen-

tro da vida. Foram também apresentadas algumas datas importantes para este ano pastoral, destacandose, o Encontro Arciprestal de Catequistas, a realizar a 1 de fevereiro de 2014, assim como dois encontros de recoleção por ocasião do Advento e da Quaresma, a 29 de novembro e a 14 de março.

Conferências Vicentinas desafiadas à comunhão e à oração

Na continuação do projeto Leonardo da Vinci, a Escola Profissional Cior, com três professores, viajou novamente até Bremen e ao Technisches Bildungszentrum Mitte, onde aprofundou os seus conhecimentos sobre a forma como o ensino vocacional alemão funciona. No anterior encontro, realizado em Portugal, os parceiros europeus tiveram a oportunidade de visitar a, ACO, Vieira de Castro e Imperial, alguns exemplos reconhecidos da excelência da indústria portuguesa. Agora, de 21 a 25 de outubro, a organização germânica proporcionou visitas a uma fábrica pertencente a um grupo líder mundial de produção de cerveja e à Mercedes, ambas situadas em Bremen. Na primeira ação, os professores visitaram as instalações da Beck’s, pertencente à multinacional ABinBev, e conheceram o processo de fabrico e enchimento de cerveja. Na segunda visita, o grupo teve a possibilidade de contactar com as metodologias de formação no âmbito do ensino DUAL realizado na Mercedes, analisar as parcerias estabelecidas com as escolas e observar a produção integral de diversos veículos da marca da estrela, nas instalações onde irá ser produzido o novo classe C com lançamento mundial previsto para 2014. Neste encontro, os professores participaram igualmente em várias reuniões onde se discutiram as diversidades dos sistemas educativos e formativos implementados em cada país. Assistiram ainda a uma aula sobre pneumática e constataram que existe uma forte ligação entre a indústria que acolhe os alunos e a escola onde adquirem as competências teórico-práticas.

FICHA TÉCNICA CONSELHO EDITORIAL:

Alexandrino Cosme, António Cândido Oliveira, António Jorge Pinto Couto, Artur Sá da Costa, Cristina Azevedo, Feliz Manuel Pereira, Joaquim Loureiro, João Fernandes, Manuel Afonso e Almeida Pinto.

DIRECTOR: João Fernandes (CIEJ TE-95)

jfernandes@opiniaopublica.pt

CHEFE DE REDACÇÃO:

Cristina Azevedo (CPJ 5611) cristina@opiniaopublica.pt

EDITOR DE TURNO:

Magda Ferreira (CPJ 4625) magda@opiniaopublica.pt

REDACÇÃO:

informacao@opiniaopublica.pt Carla Alexandra Soares (CICR-248), Cristina Azevedo (CPJ 5611), Magda Ferreira (CPJ 4625) e Sofia Abreu Silva (CPJ 7474).

DESPORTO: Jorge Humberto, José Cle-

mente (CNID 297) e Pedro Silva (CICR220).

Realizou-se no passado sábado a Assembleia Geral do Conselho de Zona das Conferências Vicentinas de Famalicão, num encontro onde os presentes foram desafiados a “alicerçar a sua missão nos pilares da comunhão e da oração”. A Assembleia decorreu ao longo da tarde, no salão paroquial de Bairro, contando com a presença de inúmeras Conferências Vicentinas, bem como do arcipreste de Famalicão, padre Paulino Carvalho; do assistente espiritual das Conferências Vicentinas, padre Joaquim Mesquita; do pároco de S. Pedro de Bairro, e do presidente do Conselho de Zona, José Oliveira. No decorrer das intervenções, o padre Paulino Carvalho propôs “dois pilares” para os Vicentinos desempenharem bem a sua missão. Assim, referiu a importância da “comunhão no trabalho e unidade no grupo, paróquia, arciprestado e diocese na cons-

Lions Clube lança campanha solidária O Lions Clube de de Famalicão lançou, neste mês de outubro, a campanha “Ajude-nos a Colorir Esta Ideia”, que tem por objetivo a recolha de bens alimentares nos jantares e assembleias mensais do Clube, que reverterão a favor da Loja Social de Famalicão. Os companheiros do Lions aderiram à iniciativa e o primeiro cabaz que o “coloriram” foi entregue, na passada semana, à Loja Social, revertendo agora a favor daqueles que mais necessitam. A direção do Lions Clube continuará com a promoção desta iniciativa de modo a que todos os meses possa contribuir para ajudar as pessoas que recorrem ao apoio das Lojas Sociais.

GRAFISMO:

Carla Alexandra Soares, Pedro Silva.

APOIO À REDACÇÃO: Jorge Alexandre

OPINIÃO: Adelino Mota, Barbosa da Silva,

Domingos Peixoto, Gouveia Ferreira, J. Mário Teixeira, Joaquim Loureiro, José Luís Araújo, Sílvio Sousa, Vítor Pereira.

GERÊNCIA: João Fernandes

CAPITAL SOCIAL: 350.000,00 Euros.

ciência da construção da igreja universal unidos ao santo padre”. O outro pilar referido foi a “oração, um dos eixos do programa pastoral que deve estar no início e terminar na ação do vicentino”. A finalizar, Carla Santos, coordenadora do Departamento Arquidiocesano da Pastoral da Saúde, realizou uma reflexão subordinada ao tema “vi(VEMOS) a velhice?”. Citando Bento XVI que afirmou que “quem abre espaço para os idosos abre espaço à vida”, a oradora lembrou que “a sociedade em geral não sabe o que fazer aos mais velhos, pois não fomos educados a acolher a velhice”. Logo, “é urgente formar, é urgente aprender a viver a velhice”, acrescentando ainda que “há demasiada fisiologia da velhice e escassa antropologia”. O encontro terminou com a celebração da Eucaristia.

DETENTORES DE MAIS DE 10% DO CAPITAL Feliz Manuel Pereira António Jorge Pinto Couto

SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS: Francisco Araújo

TÉCNICOS DE VENDAS:

comercial@opiniaopublica.pt Agostinha Bairrinho, Maria Fernanda Costa e Sónia Alexandra

PROPRIEDADE E EDITOR:

EDITAVE Multimédia, Lda. NIPC 502 575 387

SEDE, REDACÇÃO E PUBLICIDADE:

Rua 8 de Dezembro, 214 Antas S. Tiago 4760-016 VN de Famalicão

INTERNET

www.opiniaopublica.pt

CONTACTOS Redacção:

Tel.: 252 308145 • Fax: 252 308149

Serviços Administrativos:

Tel.: 252 308146 / 252 308147 • Fax: 252 308149

IMPRESSÃO:

Celta de Artes Gráficas, S.L. Gárcia barbón, 87 Bajo - Vigo

DISTRIBUIÇÃO:

Motivação em Marcha - Publicidade, Lda.

TIRAGEM DESTE NÚMERO: 20.000 exemplares, nº 1121

NÚMERO DE REGISTO: 115673 DEPÓSITO LEGAL: 48925/91


publicidade

pĂşblica: 31 de outubro de 2013 3


4

pública: 31 de outubro de 2013

cidade

Novo executivo municipal de Famalicão reuniu pela primeira vez

Voto de louvor a Armindo Costa e impostos dominaram trabalhos Cristina Azevedo Impostos municipais e um voto de louvor e gratidão a Armindo Costa foram os assuntos que dominaram a primeira reunião do novo executivo municipal de Famalicão, liderado por Paulo Cunha. A reunião aconteceu na manhã de quinta-feira da semana passada, aliás as reuniões ordinárias da Câmara, abertas ao público, vão passar agora a ser realizadas sempre à quinta-feira, pelas 10 horas, com periodicidade quinzenal. Como se esperava, Custódio Oliveira renunciou ao mandato de vereador pelo Partido Socialista, em consonância com o que tinha dito durante a campanha eleitoral, sendo substituído por Ivo Sá Machado, o antigo autarca de Joane. Quanto às propostas, os impostos municipais geraram alguma discussão entre a maioria PSD/CDS-PP e a oposição. À reunião foram três propostas, referentes ao Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI), à participação do município no IRS e à Derrama. A opção da maioria foi manter os valores praticados nos últimos anos, mas não colheu a aprovação dos vereadores do PS que defendiam uma redução dos impostos. O presidente Paulo Cunha lembrou que estava a cumprir aquilo que prometeu na campanha eleitoral, entendendo que a estabilidade da política fiscal do município é benéfica para os famalicenses. “Os famalicenses sabem com o que contam, eu disse na campanha que iria manter os impostos e é o que estou a fazer”,

Primeira reunião do novo executivo aconteceu na passada quinta-feira

referiu o edil aos jornalistas, no final da reunião, lembrando que em Famalicão “há muitos anos que não há um aumento da carga fiscal”. “É isso que pretendo manter”, reforça. Os vereadores do PS votaram contra as propostas relativas ao IMI e à participação no IRS. “Depois de sabermos o contexto penalizador do Orçamento do Estado para 2014, pensamos que havia condições para serem baixados os impostos”, justificou Luís Moniz, recordando que “há uma taxa mínima que é praticada em muitos concelhos e que em Famalicão também poderia sêlo”. Divergências à parte, a taxas do IMI, para os prédios urbanos avaliados, vai manter-se nos 0,35%, a participação do municí-

pio no IRS será de 5% e a derrama fixa-se em 1,2% isentando do imposto as empresas com volume de negócios inferior a 150 mil euros. Voto de louvor a Armindo não reuniu consenso Outro assunto que mereceu discussão, e até a interrupção da reunião por cinco minutos, foi um voto de louvor a Armindo Costa, apresentado por Paulo Cunha no período antes da ordem do dia. Os vereadores do PS não concordaram com algumas expressões do documento e Paulo Cunha ainda concedeu cinco minutos para discutirem a proposta em privado, mas não foi possível o consenso. O voto de louvor acabaria por ser aprovado favoravelmente ape-

nas pela maioria, o PS optou pela abstenção. Paulo Cunha justificou esta distinção a Armindo Costa, relembrando que “a sua governação ficou fortemente marcada pelo desenvolvimento e progresso de todo o concelho, bem como pela sua afirmação territorial”. Para o autarca, “os méritos de Armindo Costa são uma evidência e foram expressivamente reconhecidos pelos famalicenses nas urnas, muito concretamente nas autárquicas de 2005 e 2009”, lamentando que a proposta não tenha tido o voto favorável da oposição. O socialista Luís Moniz também lamentou que a maioria não tenha aceitado os “pequenos acertos ao texto” que o PS propôs, acertos que não quis especi-

Relatório final considera-a “instituição com grande potencial”

AFPAD já tem diploma de certificação A Associação Famalicense de Prevenção e Apoio à Deficiência (AFPAD) é uma instituição com “um grande potencial, graças à forte interação com a comunidade”, diz o relatório final da auditoria da Agência Portuguesa para a Qualidade, no âmbito do processo de certificação EQUASS Assurance – Certificação da Qualidade dos Serviços Sociais. A AFPAD acaba de receber o diploma da Comunidade Europeia, acompanhado pelo relatório da auditoria final que realça que a organização começou o processo de certificação dos serviços como base vital para a realização de um trabalho estruturado que permita prestar serviços de qualidade na comunidade e aos seus utentes. Salienta o documento que “du-

rante o processo de auditoria, foi possível observar que há uma preocupação com a conformidade dos processos implementados que origina o cumprimento da missão e visão” da Associação. É referido também com destaque que “os utentes, relativamente à organização, sentem-na como uma segunda família”, verificando-se também que a instituição fornece atividades bastante diversificadas aos seus utentes. Os técnicos da Agência Portuguesa para a Qualidade salientam também que a organização funciona em conformidade com a legislação vigente em relação à segurança e higiene dos utentes e colaboradores. Em nota á imprensa a direção da AFPAD sublinha que “conseguiu dar

mais este passo, graças ao envolvimento dos colaboradores, das famílias dos utentes e dos parceiros da comunidade com quem tem relações privilegiadas, com destaque para a Segurança Social, Câmara Municipal de Famalicão e muitas instituições, organismos e empresas que a acompanham no seu dia a dia”. Para o futuro próximo a AFPAD tem já assumidos com a Agência Portuguesa para a Qualidade alguns compromissos que passam por ações, iniciativas e projetos que garantam a sustentabilidade da instituição, investimentos consequentes nas atividades socialmente úteis e pela reestruturação do Lar Residencial “A Minha Casa” que funciona em Vermoim.

ficar, garantindo apenas que o partido tem “respeito pelo arquiteto Armindo Costa e reconhece a dedicação que teve ao município”. Ricardo Mendes é o vice-presidente Na reunião, Paulo Cunha informou ainda que escolheu Ricardo Mendes para vice-presidente da Câmara. O vereador, que é dirigente da concelhia de Famalicão do CDS-PP, foi segundo na lista da coligação já tinha exercido estas funções no período de presidência de Armindo Costa. Ricardo Mendes diz estar “honrado e motivado” e agradece o voto de confiança manifestado por Paulo Cunha, garantindo que se irá “esforçar para prestar o melhor serviço aos famalicenses”.

Circulação interdita na Ecopista A Câmara Municipal de Famalicão informou, esta semana, que a circulação na Ecopista que liga Famalicão à Póvoa de Varzim encontra-se encerrada, devido aos estragos provocados pelo mau tempo sentido nas últimas semanas. Em nota à imprensa, a autarquia recorda que tem já adjudicada uma empreitada de requalificação desta infraestrutura, denominada “Ecopista Famalicão – Póvoa”, estando o início dos trabalhos previstos para o início do próximo ano. A obra foi já adjudicada pela autarquia à empresa DACOP S.A. pelo valor de 1,5 milhões de euros e implica a pavimentação da Ecopista em toda a sua extensão, entre Famalicão e o limite do concelho, em Gondifelos, e a construção de todas as infraestruturas necessárias para o seu bom funcionamento, como rede de drenagem de águas fluviais, zonas de descanso, equipamentos de segurança nas zonas de maior declive, entre outros. A Ecopista Famalicão-Póvoa está implantada na antiga linha férrea que ligava Famalicão à cidade balnear da Póvoa de Varzim. A intervenção do município de Famalicão será complementada com uma intervenção similar da parte do município poveiro, no percurso da área do seu território.


pública: 31 de outubro de 2013 5

cidade

BICMINHO promove “Comércio Investe” em Famalicão O BICMINHO -Centro Europeu de Empresas e Inovação para a região do Minho está a promover, junto de empresários de Famalicão, o novo programa de incentivos à modernização do comércio local denominado “Comércio Investe”. A nova medida oferece incentivos monetários, a fundo perdido e até 40% das despesas elegíveis, aos proprietários de micro e pequenas empresas que se dedicam ao comércio a retalho e que estejam interessados em modernizar e acrescentar valor à sua atividade comercial. O valor do apoio aos projetos aprovados ascende até aos 35 mil euros e pode ser aplicado a despesas decorrentes da remodelação de fachadas e interiores, criação de conteúdos de marketing e aquisição de equipamen-

tos. Este programa de incentivos a fundo perdido, cujo prazo para apresentação de candidaturas termina a 25 de novembro, representa a última oportunidade que os comerciantes vão ter para aceder a fundos do QREN, no atual quadro de investimentos. O BICMINHO disponibiliza uma equipa de consultores para apoiar os empresários da região na avaliação das condições e preparação da candidatura a este programa de incentivos. O BICMINHO é um centro de competências especializado na orientação, apoio e acompanhamento técnico à criação de empresas inovadoras e à modernização de pequenas e médias empresas, contribuindo assim para o desenvolvimento e a competitividade da região do Minho.

PJ detém “solitário” que assaltava bancos A Polícia Judiciária (PJ), através da Diretoria do Norte e com a colaboração da PSP de Barcelos, identificou e deteve um homem suspeito de, pelo menos, 11 crimes de roubo agravado em agências bancárias e que ficou conhecido como “o solitário”. Em comunicado, a PJ diz que os crimes foram perpetrados no período compreendido entre 17 de setembro último e o passado dia 23 de outubro, quando consumou os dois últimos assaltos, todos na zona litoral norte, entre as localidades de Barcelos, Famalicão e Porto. O detido terá atuado sempre sozinho, com o rosto parcialmente disfarçado e fazendo ameaças quanto à posse de uma arma de

fogo. Das diligências entretanto realizadas pela polícia e para além da detenção atrás referida, resultou a apreensão de uma pistola de alarme, a recuperação de parte substancial do dinheiro roubado nos dois últimos assaltos e vários outros objetos relacionados com a prática dos factos. O detido, com a idade de 30 anos, sem qualquer atividade profissional conhecida e sendo já possuidor de significativos antecedentes policiais e criminais pela prática de crimes de furto e roubo, foi entretanto presente às competentes autoridades judiciárias para efeitos de interrogatório judicial e submissão às medidas de coação. pub

Cavaquinhos do Liberdade atuam na Casa das Artes Os Cavaquinhos do Liberdade FC atuam no próximo sábado, dia 2 de novembro, no grande auditório da Casa das Artes, a partir das 21h30. O espetáculo pretende assinalar o 10º aniversário daquele grupo de cavaquinhos.

Time4U promove sessão sobre potencialidade das hortas solidárias Os voluntários da Bolsa de Voluntariado e Participação Ativa Juvenil Time4U promovem, no próximo domingo, dia 3 de novembro, pelas 10h30, nas hortas urbanas do Parque da Devesa, uma sessão informativa sobre a potencialidade das hortas solidárias no desenvolvimento das comunidades. A sessão, de entrada livre, será dinamizada por He-

lena Sousa, especialista em permacultura e formadora na Escola Ambiental da Carriça de Felgueiras. A iniciativa culminará com a atuação do grupo “Favela 31”, grupo de jovens formado através do projeto “M&M’s – Move-te com Música Ecológica” dinamizado pela Associação YUPI, em parceria com a Câmara Municipal de Famalicão, na Urbanização da Cal.

Gindança celebra 10º aniversário A Gindança – Associação de Ginástica e Dança de Famalicão, vai celebrar, no próximo sábado, dia 2 de novembro, o seu 10 º aniversário, proporcionando aos seus alunos, ex-alunos e amigos algumas atividades. Assim, a partir das 21h30 decorrerá uma festa convívio nas instalações da Gindança, com magusto, castanhas, bebidas, música, atuações, bolo de aniversário, champanhe e muita animação.


6

pública: 31 de outubro de 2013

cidade

Paulo Cunha distribui pelouros pelo novo executivo municipal

As ofertas de emprego divulgadas fazem parte da Base de Dados do Instituto do Emprego e Formação, IP. Para obter mais informações ou candidatar-se dirija-se ao Centro de Emprego indicado ou pesquise no portal www.netemprego.gov.pt utilizando a referência (Ref.) associada a cada oferta de emprego.

Oferta nº: 588180196 Profissão: COSTUREIRA, TRABALHO EM SÉRIE Local: Bairro Oferta nº: 588180533 Profissão: COSTUREIRA, TRABALHO EM SÉRIE Local: Oliveira Santa Maria Oferta nº: 588177443 Profissão: COSTUREIRA, TRABALHO EM SÉRIE Local: Esmeriz Oferta nº: 588182089 Profissão: BATE-CHAPAS DE VEÍCULOS AUTOMÓVEIS Local: Outiz Oferta nº: 588183994 Profissão: COSTUREIRA, TRABALHO EM SÉRIE Local: Arnoso Santa Maria Oferta nº: 588184174 Profissão: DISTRIBUIDOR Local: Vilarinho das Cambas

Oferta nº: 588178634 Profissão: COSTUREIRA, TRABALHO EM SÉRIE. Local: Gondifelos

Oferta nº: 588179433 Profissão: IMPERMEABILIZADOR DE CONSTRUÇÕES Local: Requião Oferta nº: 588178956 Profissão: SERRALHEIRO CIVIL Local: Bairro

Oferta nº: 588183714 Profissão: OPERADOR DE MÁQUINA DE COSTURA Local: Oliveira Santa Maria Oferta nº: 588181235 Profissão: EMPREGADO DE MESA Local: Vila Nova de Famalicão Oferta nº: 588185154 Profissão: CANALIZADOR Local: Vale São Cosme

Oferta nº: 588187661 Profissão: COSTUREIRA, TRABALHO EM SÉRIE Local: Riba de Ave

Oferta nº: 588188577 Profissão: COSTUREIRA, TRABALHO EM SÉRIE Local: Pousada de Saramagos

Oferta nº: 588189182 Profissão: COSTUREIRA, TRABALHO EM SÉRIE Local: Gondifelos

Oferta nº: 588189240 Profissão: COSTUREIRA, TRABALHO EM SÉRIE Local: Oliveira São Mateus

Oferta nº: 588189246 Profissão: MAQUINISTA DE MALHAS (tecelão de malhas) Local: Pousada de Saramagos

Oferta nº: 588189271 Profissão: AJUDANTE DE PADARIA Local: Antas

Oferta nº: 588143172 Profissão: OPERADOR CONTROLO DE EXPLORAÇÃO DE TELECOMUNICAÇÕES Local: Porto

Alerta-se para a possibilidade de ocorrência de situações em que a oferta de emprego publicada já foi preenchida devido ao tempo que medeia a sua disponibilização e a sua publicação. Para mais informações contactar o Centro de Emprego de Famalicão, na Alameda Padre Manuel Simões, 222, ou pelo Telefone 252 501 100

Cristina Azevedo Já estão distribuídos os pelouros municipais pelo novo executivo municipal de Famalicão. Paulo Cunha assume os pelouros da área social e mantém a Cultura. No despacho proferido pelo novo presidente da Câmara na passada quinta-feira, no final de reunião do executivo, encontram-se também pelouros novos como os do Voluntariado, Eficiência Energética, Empreendedorismo e Mobilidade. Dando cumprimento ao que disse durante a campanha eleitoral, Paulo Cunha chama a si a Solidariedade Social, o Voluntariado e os Seniores, pelouros transversais à área social. “Há uma concentração de tudo o que é social e, por isso, criei o pelouro da Solidariedade Social, que abrange não só a ação social como muitas outras pastas, que estão afetas à dinâmica social e que estavam distribuídas em muitos setores”, explica o edil, que assume ainda os pelouros Administrativo e Financeiro; Planeamento, Urbanismo e Fiscalização; Recursos Humanos, Asso-

O presidente da Câmara assume a área social e mantém a cultura

ciativismo e Cultura. Ricardo Mendes assume a vicepresidência e vai manter Assuntos Jurídicos e Contencioso; Património, Mercados e Feiras, e a Proteção Civil. Fica ainda com as pastas de Atividades Económicas e Segurança. José Santos mantém os pelouros das Obras Municipais, Trânsito e Vias e fica também responsável pela Habitação e Eficiência Energética. Já Leonel Rocha vai prosseguir

com o trabalho na área da Educação e assume ainda a pasta do Empreendedorismo, um dos pontos fortes do programa autárquico de Paulo Cunha. Pedro Sena permanece responsável pelo Ambiente, Salubridade e Higiene Pública, iniciando a direção do Turismo e Defesa do Consumidor. Mário Passos vai prosseguir com o trabalho na Juventude, mas ganha

a responsabilidade de dirigir os pelouros das Freguesias, Desporto e Modernização Administrativa. Por fim, Sofia Fernandes, que se estreia na vereação da Câmara, fica responsável pela Saúde Pública, Mobilidade e Família. Para o Presidente da Câmara Municipal, “estão reunidas todas as condições para o desenvolvimento de um excelente trabalho em prol do desenvolvimento do concelho”, falando numa “equipa experiente, ambiciosa e plenamente consciente da realidade concelhia”. Paulo Cunha acredita ainda que com esta distribuição das pastas conseguirá uma maior aproximação entre os munícipes e a autarquia e dá como exemplo a modernização administrativa que está afeta ao vereador que tem o pelouro das freguesias. “É um sinal claro… eu quero que a modernização passe também pelo reforço das competências das juntas de freguesia”, vincou, dizendo acreditar que “este reforço da proximidade em relação às populações vai trazer uma melhor capacidade de atuação da Câmara Municipal”.

8ª edição da feira decorre no sábado na Central de Camionetas

“Vai-me à Venda” já reúne 100 artesãos Cristina Azevedo género e resolvemos fazê-lo”, recorda Joana Gomes. Surgiu, assim, o No próximo sábado, 2 de novem- GINJA que hoje reúne 13 jovens artebro, a Central de Camionetas de Fa- sãos que colaboram diretamente malicão volta a ser palco de mais com um grupo de cerca de uma cenuma edição do “Vai-me à Venda”, tena que participam no “Vai-me à uma feira de artesanato urbano, que Venda”. vai já na sua oitava edição e que é A adesão do público ao certame promovida por um grupo informal começou tímida mas tem vindo em de jovens. crescendo. “Gostávamos de ter mais O “Vai-me à Venda” surgiu em afluência, mas também reconhecefevereiro passado, realizando-se mos que este é um evento novo em sempre no primeiro sábado de cada Famalicão, ao qual as pessoas ainda mês. De lá para cá, foi crescendo e não estão habituadas. Porém, senhoje é muito mais do que uma sim- timos que está a começar a ganhar ples feira, é um evento que congrega adeptos”, afirma Carla Martins. também atividades culturais e de Depois, a Central de Camioneanimação, dirigidas a todos os pú- tas não é propriamente um local e blicos. passagem, como é, por exemplo, a “Queremos sempre introduzir Praça D. Maria que acolheu duas novidades de certame para certame, edições do “Vai-me à Venda”, no vepara que não se torne cansativo, rão. “Notámos a diferença, porque para que as pessoas venham não na praça as pessoas passavam e só pelo artesanato mas por outras acabavam por visitar as bancas, já razões”, explica Joana Gomes, fun- na central, quem lá vai, fá-lo propodadora, juntamente com Carla Mar- sitadamente para visitar a feira”, obtins, do GINJA – Grupo Informal de serva. Jovens Artesãos, que organiza a De qualquer forma, o espaço feira. agrada às fundadoras do GINJA. Estas duas jovens já se dedicam “Tem estacionamento, é um local ao artesanato há algum tempo, a abrigado e pensamos que tem poCarla na área da culinária e a Joana tencial. È uma questão de insistirna área da reciclagem, participando mos e de criar o hábito”, vinca Carla em feiras de artesanato em outras Martins, que aproveita para agradelocalidades. “Gostávamos que em cer à Câmara Municipal o apoio Famalicão houvesse um projeto do dado à iniciativa, desde a divulga-

Cristina Azevedo

Ofertas de emprego

“Uma equipa experiente, ambiciosa e consciente”

Joana Gomes e Carla Martins, promotoras do certame

A música também não vai faltar, ção até à cedência gratuita do essendo que, neste âmbito, o GINJA paço. estabeleceu uma parceria com um Novidades para o próximo sábado outro grupo informal de jovens de A feira do próximo sábado tam- Famalicão, o CRIA, que tem por obbém trará novidades. Além da jetivo promover os artistas da terra venda do artesanato e de artigos em várias áreas, desde a música à em segunda mão, o evento contará fotografia, passando pelas artes com a participação das “Tricotadei- plásticas. ras de Famalicão” que irão fazer Aliás, a edição do próximo sátricô ao vivo. “Quem quiser pode bado vai contar também com um juntar-se a elas e também tricotar”, concurso de fotografia, que convida sublinha Joana Gomes. Haverá tam- o público mais jovem a fotografar o bém três workshops, um de pele, certame e que terá um prémio para outro de pinturas faciais e um outro o melhor trabalho. Em simultâneo de reciclagem dirigido aos mais no- decorrerá uma recolha de alimentos vos. para um abrigo de animais.


pública: 31 de outubro de 2013 7

cidade

Um pedido lançado na comemoração do aniversário da Adrave

Paulo Cunha reivindica Variante Poente Paulo Couto O presidente da Câmara de Famalicão reivindica a construção da variante à Estrada Nacional 14, ligando o concelho à cidade da Maia. Paulo Cunha dirigia-se ao secretário de Estado do Desenvolvimento Regional, Manuel Castro Almeida, no decurso da conferência comemorativa dos 15 anos da Adrave – Agência de Desenvolvimento Regional do Vale do Ave e dos 100 anos da Caixa de Crédito Agrícola Mútuo do Médio Ave, que decorreu no passado dia 24, na Casa das Artes de Famalicão. A propósito do tema da conferência: “O Novo Modelo de Desenvolvimento – trajetórias e estratégias na encruzilhada do futuro e do presente”, Paulo Cunha defendeu que “sem este investimento público, as empresas multinacionais sedeadas na região poderão abandonar Portugal” acrescentando que a nova via trará “a curtíssimo prazo”, do ponto vista do aumento da receita fiscal, fruto do aumento da produtividade, o retorno necessário para que o Estado nos próximos anos possa “cumprir esta obrigação de fazer investimento que não hipoteque as gerações vindouras”. Este é, segundo o presidente da autarquia famalicense, um dos vetores onde deve assentar o desenvolvimento ao qual chamou de “equilíbrio intergeracional”. Dirigindo-se ao representante do governo, o edil apelou ainda para que a região seja contemplada, à luz do novo Quadro Comunitário Portugal 2020, com investimentos para que “continue o processo de desenvolvimento”. Inquirido pela imprensa, Cas-

Jorge Paulo Oliveira com novas responsabilidades no Parlamento Na sequência das eleições internas, Jorge Paulo Oliveira foi eleito, na passada quinta-feira, vice-coordenador do Grupo Parlamentar do PSD para a Comissão do Ambiente, Ordenamento do Território e do Poder Local. Ao passar a integrar a Coordenação, o deputado famalicense terá por missão programar, ordenar e articular a atividade dos deputados social-democratas naquela comissão parlamentar permanente, assumindo-se também, na prática, como uma “espécie de porta-voz” do Grupo

Parlamentar do PSD para as matérias do Ambiente, do Ordenamento do Território e do Poder local. Adriano Rafael Moreira, deputado eleito pelo Circulo Eleitoral do Porto, assume a condição de Coordenador, num mandato que se estenderá até ao final desta legislatura. Com esta eleição, que ocorre, como o previsto, a meio da XII Legislatura, Jorge Paulo Oliveira passa também a integrar, por inerência, a direção de bancada dos sociais-democratas.

Fama Runners entregam cheque à Loja Social Paulo Cunha participou no aniversário da Adrave

tro Almeida referiu que “este não é o tempo de tomar posição sobre o assunto, que conheço”, acrescentando que “estamos numa fase de programação a nível macro” e que “a seu tempo essa decisão será tomada”. Na sua intervenção nesta conferência, Manuel Castro Almeida não deixou de referir que os fundos comunitários vão chegar, no próximo quadro, ao Programa Operacional Regional que passará a ter “mais instrumentos em favor do emprego e na luta contra a exclusão social”. O país tem que crescer economicamente mas o Estado “tem uma missão a cumprir” com aqueles que não estão a jogar no “campeonato da competitividade”, referiu. Na abertura desta conferência, Armindo Costa, presidente do Conselho de Administração da Adrave, salientou que a agência de desenvolvimento regional do Ave, assim como as suas con-

géneres “podem e devem” ser instrumentos privilegiados do Estado para a realização de políticas públicas que “alavanquem o desenvolvimento regional e local”. Como parceira do evento, a Caixa de Crédito Agrícola Mútuo esteve representada por Germano Abreu, presidente do Conselho de Administração, que entregou uma medalha comemorativa do centenário da instituição ao presidente da Adrave, Armindo Costa. O gesto simbólico significa também um impulso ao relacionamento entre as instituições. “A parceria é recente, mas vamos tentar desenvolvê-la e aprofunda-la em benefício de ambas as partes”, avançou Germano Abreu. A sessão ficou ainda marcada pela assinatura de um Protocolo de Cooperação entre a Adrave e a TecMinho – Associação Universidade-Empresa para o Desenvolvimento.

O grupo Fama Runners e o Ginásio Status entregaram ao presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, um cheque de 300 euros destinado à aquisição de bens de primeira necessidade para a Loja Social de Famalicão. A verba foi recolhida na sequência da organização do 1º Trail Santa Catarina e da Caminhada Solidária Zumbástica, organizada em Calendário, no passado dia 12 de outubro. A Loja Social de Famalicão integra a rede de lojas sociais do concelho, que estão espalhadas por diversas freguesias, para satisfazer as carências imediatas das famílias famalicenses mais necessitadas, oferecendo bens alimentares não perecíveis, têxteis e vestuário, material didático e até pequenos eletrodomésticos. Estes bens têm a particularidade de resultarem em grande parte de doações da sociedade civil. Paulo Cunha agradeceu aos organizadores o gesto solidário, desejoulhes as maiores felicidades para as próximas organizações que assumirem e motivou-os a manterem o cariz solidário das mesmas. “O envolvimento da sociedade civil no apoio aos mais necessitados é uma ajuda muito importante para ajudarmos cada vez mais e melhor os que mais precisam, mas também um contributo decisivo para a coesão de nossa comunidade”, disse o edil.

Agrupamento Camilo comemorou Dia das Bibliotecas Escolares A biblioteca da escola EB 2,3 Júlio Brandão comemorou o Dia Internacional das Bibliotecas Escolares com uma cerimónia em que agraciou os alunos que se distinguiram em algumas das atividades promovidas: prémio do melhor leitor 2012/2013, vencedores do bibliopaper realizado no âmbito do Mês Internacional das Bibliotecas Escolares e dos desafios semanalmente publicados no blogue da biblioteca. Na presença da diretora do Agrupamento, Fátima Cerqueira, e do presidente da As-

sociação de Pais e Encarregados de Educação, Valdemar Magalhães, foi empossada a recém-formada equipa de monitores da biblioteca, alunos que voluntariamente se inscreveram para auxiliar nas atividades da biblioteca e no apoio aos colegas. Viveu-se também um momento musical, proporcionado pelas turmas 1 e 3 do 6.º ano, que sob a direção da professora Conceição Palhares, prepararam uma canção relacionada com o tema. Foi ainda prestada uma pequena homenagem à professora Jeni

Bacelar, pelo seu empenho e dedicação na gestão e organização desta biblioteca. No final, Fátima Cerqueira enalteceu o trabalho desenvolvido pela biblioteca escolar, agradeceu a colaboração da professora Conceição Palhares e apelou aos alunos para que usem cada vez mais e melhor os recursos que a biblioteca disponibiliza. Para além disso, as bibliotecas do Agrupamento Camilo Castelo Branco também promoveram um concurso de escrita criativa, inspirado no tema “Biblioteca escolar - uma

porta para a vida”, que teve os seguintes vencedores: 1º prémio (ex aequo): Vera Lúcia Amores de Oliveira (10ºA) e Patrícia Lemos Peixoto (10ºI); 2º prémio: Joana Maria Ribeiro Mourão Carvalho (10ºI). Finalmente, ao longo do mês, também as escolas do 1º ciclo do Agrupamento participaram ativamente nas atividades de promoção da biblioteca, do livro e da leitura, através de animadas sessões de leitura do livro de Luísa Ducla Soares “A Fada Palavrinha e o Gigante das Bibliotecas”.


8

pública: 31 de outubro de 2013

No passado sábado, a Casa das Artes encheu para receber Costinha, num megaconcerto para comemorar 10 anos de canções. Com a Casa das Artes ao rubro, o cantor cantou e encantou durante quase 2 horas e meia, cantando temas de sua autoria gravados ao longo destes 10 anos e contou também com a presença de inúmeras caras bem conhecidas do panorama musical português e não só. O cantor diz ser muito gratificante ter um público fantástico como o dessa noite e ao longo da sua carreira. O espetáculo também contou com a presença do sr. Presidente da Câmara Dr. Paulo Cunha, amigo de longa data, o qual o cantor não deixou de o homenagear com uma moldura alusiva aos seus 10 anos de canções. Pelo palco passaram para fazer dueto com Costinha: Neno, Jorge Amado, o cantor brasileiro bem conhecido do mundo musical Daniel Carlini, Helena Fernandes, os Divertidos e Nelson Araújo (ao piano acústico), com temas fantásticos que deliciaram o público presente. O cantor fez-se acompanhar de uma grande banda, grandes músicos, de um staff de técnicos e produção de grande qualidade de aproximadamente de 50 pessoas O concerto foi gravado para edição de CD e DVD (Costinha ao vivo 10 anos de canções). O cantor irá lançar em breve um novo CD com seis temas inéditos (de sua autoria) e um best of destes últimos anos. Álbum este que terá 17 temas fantásticos, e que será lançado para o mercado a 14 de Dezembro de 2013. O cantor agradece a todos os fãs e amigos que sempre estiveram consigo durante estes 10 anos.

publicidade


freguesias

pública: 31 de outubro de 2013 9

Utentes de Ruivães fazem compota no Dia da Alimentação

Calendário agradeceu trabalho de Armindo Gomes

A propósito do Dia Mundial da Alimentação, celebrado no dia 16 de outubro, os utentes do Centro de Dia e Convívio do Centro Social da Paróquia de Ruivães confecionaram uma compota de maçã. Depois, a compota foi distribuída pelas valências da instituição ruivanense e também no Centro de Saúde de Ruivães.

A freguesia de Calendário despediu-se daquele que foi o seu Presidente de Junta durante 12 anos. O trabalho desempenhado por Armindo Gomes durante os três mandatos em que esteve à frente da maior freguesia famalicense foi reconhecido pelos calendarenses, que no passado sábado, dia 26 de outubro, se juntaram num jantar de homenagem e agradecimento ao ex-autarca. Armindo Gomes, que governou sempre sob a liderança autárquica de Armindo Costa, entre 2001 e 2013, agradeceu “o apoio incondicional” da Câmara de Famalicão, garantindo que irá continuar “a zelar pelos interesses da freguesia”, mas agora apenas na qualidade de cidadão. O Presidente da Câmara, Paulo Cunha, fez também questão de marcar presença nesta homenagem a Armindo Gomes. O edil famalicense agradeceu o trabalho desenvolvido pelo ex-autarca ao longo dos seus 12 anos de governação, deixando desde logo a certeza “na continuidade do trabalho conjunto entre o seu executivo e a Junta de Freguesia, em prol do desenvolvimento de Calendário”.

Clube de Robótica criado em Riba d’Ave Está a ser criado em Riba d’Ave um Clube de Robótica, que conta já com a adesão do Externato Delfim Ferreira. O principal objetivo deste clube é dar a conhecer o mundo da robótica móvel a miúdos a graúdos; construir e programar robots educacionais e, posteriormente, formar uma equipa para competição. As inscrições e as mensalidades serão gratuitas porque a direção do clube disponibilizouse em arranjar professores voluntários para o efeito. Neste momento o Externato Delfim Ferreira já aderiu ao projeto e disponibilizará gratuitamente uma sala para o clube funcionar.

PSD de Joane analisa resultados eleitorais O Núcleo do PSD de Joane promove uma reunião da sua assembleia no próximo dia 4 de novembro, pelas 21 horas, na sala D do Edifício Doce Lar, na Rua de S. Bento, naquela vila. A ordem de trabalhos inicia com a análise e discussão dos resultados eleitorais, prosseguindo com a análise e ponto da situação da atualidade política local. pub

pub


10

VENDO

pública: 31 de outubro de 2013

MÓVEL MURAL LACTICÍNIOS (COMO NOVO)

VITRINE FRIGORÍFICA C/ VIDRO CURVO (COMO NOVO) CONTATO 915 753 372

“ENGENHO” – Associação de

Desenvolvimento Local do Vale do Este ASSEMBLEIA GERAL

Mário da Costa Martins, Presidente da Assembleia Geral da "Engenho" - Associação de Desenvolvimento Local do Vale do Este - convoca todos os associados para uma ASSEMBLEIA GERAL, a realizar no Centro Comunitário, situado na Freguesia de Arnoso Santa Maria, no dia 10 de Novembro de 2013, às 11.00 horas, com a seguinte ORDEM DE TRABALHOS: 1.Análise e votação do Plano de Actividades e Orçamento para o ano de 2014. 2.Outros assuntos de interesse para a Associação.

Nos termos estatutários, se à hora constante da convocatória não se encontrarem presentes mais de 50% dos associados com direito a voto, a Assembleia reunirá trinta minutos depois com qualquer número de associados. Arnoso Santa Maria, 2013.10.22. O Presidente da Assembleia Geral Mário C. Martins

publicidade

TORNEIO SUECA

No próximo dia 2 de novembro de 2013 vai realizar-se no CAFÉ TROPICAL (em Cavalões) um torneio de sueca. As inscrições são 15 baralhos por equipa e podem ser feitas até à hora do início do torneio, 15 horas. Prémios: 1º prémio : 2 bacalhaus (cada bacalhau pesa +/- 6Kg) 2º prémio : 2 bacalhaus (cada bacalhau pesa +/- 4Kg) 3º prémio : 2 bacalhaus (cada bacalhau pesa +/- 1,5Kg) 4º prémio : 2 garrafas whisky

ALUGA-SE PASTELARIA PÃO QUENTE MOBILADA E EQUIPADA

Telefone: 252 99 14 57

EM GRIMANCELOS

CONTATO 91 61 22 104

Precisa-se

GRUPO DESPORTIVO LAGENSE

ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA CONVOCATÓRIA

VENDEDORES (M/F)

O Presidente da Assembleia Geral do GRUPO DESPORTIVO LAGENSE, ao abrigo dos Estatutos do Clube, convoca uma ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA, que terá lugar na Sede desta Colectividade, sita à Rua Manuel Monteiro, 48 – 4760-364 Calendário, pelas 21.00 horas do dia 1 de Novembro de 2013, com a seguinte ordem de trabalhos: Ponto 1º - Apresentação e aprovação dos Estatutos da nova colectividade, União Desportiva Calendário.

OBSERVAÇÃO IMPORTANTE: Se à hora marcada (21.00 horas) não estiverem presente o número de Sócios exigidos pelos estatutos, a Assembleia Geral funcionará TRINTA MINUTOS DEPOIS, com o número de Sócios presente. O PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA GERAL JOSÉ CORREIA SÁ FRUTUOSO

VENDE-SE

Condições de selecção Ordenado Base Comissões + Prémio + Viatura Facilidade Comunicação Ambição/Disponibilidade

CONTATO 914 528 843

TORNEIO DE SUECA CAFÉ BIGBROTHER Rua das Peneiradas nº5 Vale S. Martinho 8 NOVEMBRO A PARTIR DAS 22 HORAS

PRÉMIOS: 1ª - 2 BACALHAUS 2º - 2 PRESUNTOS 3º 2 GARRAFAS DE WHISKY VELHO 4º 2 GARRAFAS DE VINHO DO PORTO PERDIDOS 1º 2 BACALHAUS 2º 2 GARRAFAS JB NOVO

RETOMAS BANCÁRIAS APARTAMENTOS MORADIAS ARMAZÉNS TERRENOS

FAZEMOS O CRÉDITO A 100% PROMOTOR BANCÁRIO - 919 616 703

Famalicão

Barbosa: Rua Santo António, Tel. 252 302 120 Calendário: Rua da Liberdade, Tel. 252 378 400/1 Cameira: C. Mouzinho Albuquerque, Tel. 252 323 819 Central: Praça D. Maria II, Tel. 252 323 214 Nogueira: Av. Marechal H. Delgado, Tel. 252 310 607 Valongo: Rua Adriano Pinto Basto, Tel. 252 323 294 Gavião - Av. Eng. Pinheiro Braga, 72 - Telef. 252 317 301 Marinho: Edif. S. José - Estalagem - Telf. 252 921 182 Martins Ventura: R. C. Cerejeira - Lousado - Telf. 252 493 142 Estação: Largo da Estação - Nine - Telf. 252 961 118 Ribeirão: Largo de Bragadela - Ribeirão - Telf. 252 416 482 Joane: Rua S. Bento, nº 217 - Telf. 252 996 300

Vale do Ave

Almeida e Sousa: Covas - Oliv. Stª Maria - Telf. 252 931 365 Bairro: Av. Silva Pereira, Telf. 252 932 678 Delães: Portela - Delães - Telf. 252 931 216 Riba de Ave: Av. Narciso Ferreira, Telf. 252 982 124 Faria: Estrada Nacional 310 - Serzedelo - Telf. 252 532 346

Famalicão Qu i n t a, 3 1

Serviço Nogueira

Sex ta, 1

Gavião

Sá bad o, 2

Barbosa

Domi ngo, 3

Cameira

Segund a, 4

Central/Ribeirão

Terç a , 5

Calendário

Qu a r t a, 6

Nogueira

Vale do Ave

S e r v iç o

Qu i n t a, 3 1 Sex ta, 1 Sá bad o, 2 Domi ngo, 3 Segund a, 4 Terç a , 5 Qu a r t a, 6

Riba de Ave Almeida e Sousa Bairro Delães Riba de Ave

Serviço de disponibilidade

Paula Reis: R. José Elisio Gonçalves Cerejeira, nº 629 Calendário - Tel. 252 378 057 Maceiras: Louro - Telf. 252 310 425 Marques: Largo da Igreja - Fradelos - Telf. 252 458 440 Oliveira Monteiro: Largo Igreja - Cabeçudos - Telf. 252 331 885 Pedome: Av. S. Pedro, 1139 - Pedome - Telf. 252 900 930 Pratinha: Largo do Cruzeiro - Cavalões - Telf. 252 375 423 S. Cosme: Vale S. Cosme - Telf. 252 911 123 Arnoso: Av. Joaq. Azevedo - Arnoso Sta. Maria - Telf. 252 916 612


freguesias

CDU de S.Mateus analisa resultados das Autárquicas Na passada semana, a CDU de Oliveira S.Mateus reuniu-se com os seus candidatos para proceder a uma reflexão e análise dos resultados eleitorais das Autárquicas. Desta análise, a CDU concluiu que “não conseguiu alcançar os objetivos a que se propôs, nomeadamente ganhar a Junta de Freguesia”, contudo, ressalva que esta é uma força com uma “expressão política relevante na freguesia”. “Consideramos os resultados satisfatórios, dado que a CDU ob-

teve 24% dos votos, conseguindo manter os dois elementos eleitos”, informou o partido em nota à imprensa. Segundo a CDU, os candidatos da lista dignificaram esta campanha, pela sua “disponibilidade, voluntarismo e espírito de equipa”. Adão Coelho, candidato à freguesia pela CDU, afirma que foi com “muita honra” que encabeçou esta lista, pois acredita “sempre numa ideologia que tem como mote a defesa de princípios dig-

pública: 31 de outubro de 2013 11

Cabeçudos homenageou Agostinho Mendes

nos, solidários e justos, colocando a luta ao serviço de causas tão nobres, como a melhoria de condições de vida e de trabalho”. Por isso, entende Adão Coelho, quem votou na CDU de Oliveira de S.Mateus, fê-lo no intento de querer “tirar a freguesia do marasmo e apatia a que tem sido votada nos últimos anos. Esses podem contar com uma oposição responsável da CDU, que será ativa, vigilante, procurando sempre a defesa dos interesses das pessoas”.

Núcleo do ACV apresenta peça “D'sencantar da Moura” No sentido de promover a sua freguesia, o Núcleo de Teatro da Associação Cultural de Vermoim (NUTEACV) resolveu reavivar uma lenda vermoinense, recriando o famoso “D'sencantar da Moura”. Diz o povo que no monte de Vermoim há uma Moura aprisionada, por encanto, num aglomerado rochoso onde outrora se erguia altaneiro o antigo Castelo de Terras de Vermuddi. Reza a lenda que a coragem e ousadia de quem aí se dirigir à meianoite lendo, sem enganos, o Livro de S. Cipriano será premiado não só com a bela donzela, mas também com as infindáveis riquezas que a rodeiam na sua clausura. É esta a história que vai contar a peça de teatro, da autoria deste grupo amador da Associação Cultural de Vermoim (ACV), no próximo sábado, 2 de novembro, a partir das 21h30 nas instalações da antiga Fiação de Vermoim (junto à capela). O espetáculo contará com a participação de várias secções da ACV e de outros artistas e entusiastas das artes cénicas e musicais.

Foi presidente da Junta de Freguesia de Cabeçudos nos últimos 16 anos, tendo abandonado a liderança da autarquia na sequência das autárquicas de 2013, onde não foi candidato por força da Lei da limitação de mandatos e pelo processo da reorganização administrativa que criou a União de Freguesia de Esmeriz e Cabeçudos. O trabalho de Agostinho Mendes não foi esquecido pela população da freguesia que se juntou num jantar de homenagem e agradecimento pelo trabalho autárquico que desenvolveu, realizado na passada sexta-feira. O presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, associou-se à “justa homenagem” da freguesia ao autarca Agostinho Mendes que, disse, “foi um bom exemplo de dedicação ao serviço público”. Paulo Cunha disse ainda que a sociedade tem que olhar mais para os bons exemplos e os premiar, como forma de os posicionar como exemplo a seguir no futuro. pub


12

pública: 31 de outubro de 2013

publicidade

Falecimentos Abílio Car valho da Costa, no dia 27 de outubro, com 51 anos, viúvo de Acidália da Silva, de Cambeses (Barcelos). Josefa Gomes Vieira da Cunha, no dia 27 de outubro, com 79 anos, divorciada, de Arentim (Braga). Agência Funerária de Arnoso - José Daniel Pereira Arnoso Santa Eulália - Telf. 91 724 67 03

Francisco da Silva Sampaio, no dia 22 de outubro, com 77 anos, casado com Maria Esperança Ferreira Monteiro, de Delães. José de Matos, no dia 25 de outubro, com 93 anos, casado com Albertina de Sousa Ribeiro, de Riba d‘Ave.

Narciso Pedrosa Pacheco, no dia 22 de outubro, com 63 anos, casado com Delfina Pereira Ferreira, de Rebordões (Santo Tirso). Belmira Dias Pereira, no dia 23 de outubro, com 85 anos, viúva de Manuel Gomes de Sá, de Bairro. Maria de Lurdes de Paiva Almeida, no dia 23 de outubro, com 80 anos, viúva de Salvador de Oliveira, de Sequeirô (Santo Tirso). Manuel Joaquim Gomes Neto, no dia 24 de outubro, com 63 anos, solteiro, de Monte Côrdova (Santo Tirso). Rosalina Dias Freitas, no dia 27 de outubro, com 87 anos, viúva de Alberto Ribeiro de Sousa Sampaio, de Lordelo (Guimarães).

Paulo Joaquim da Silva Maia, no dia 28 de outubro, com 35 anos, casado com Sandra Manuela Pereira Gonçalves, da freguesia de Delães.

Agência Funerária de Burgães Sede.: Burgães / Filial.: Delães Telf. 252 852 325

José Costa da Silva, no dia 28 de outubro, com 77 anos, casado com Felicidade Ferreira Pereira, de Riba d’Ave.

Maria da Conceição da Silva Alves, no dia 23 de outubro, com 66 anos, casada com Manuel Mendes Rodrigues, de Landim.

Agência Funerária Carneiro & Gomes Oliveira S. Mateus – Telm. 91 755 32 05

Agência Funerária da Lagoa Lagoa – Telf. 252 321 594

Prof. Manuel Rebelo Car valho Barbosa, no dia 27 de outubro, com 62 anos, casado com Isabel Lima Vaz Barbosa, de Gavião.

Maria do Carmo Mendes, no dia 24 de outubro, com 70 anos, solteira, de S. Martinho de Bougado (Trofa).

Agência Funerária Rodrigo Silva, Lda Vila Nova de Famalicão Tel.: 252 323 176

Gracinda de Sá Maia, no dia 24 de outubro, com 74 anos, casada com Manuel da Silva Azevedo, de Ribeirão.

Alberto Vieira, no dia 25 de outubro, com 86 anos, casado com Maria Emília Alves, de S. Martinho de Candoso (Guimarães).

Jerónima Dias da Costa Ferreira, no dia 27 de outubro, com 86 anos, viúva de Joaquim Ferreira Lima, de S. Tiago de Bougado (Trofa).

Arminda Ferreira, no dia 25 de outubro, com 94 anos, viúva de Manuel de Barros, de Ronfe (Guimarães).

Agência Funerária Trofense, Lda (S. Martinho de Bougado) Trofa Tel.: 252 412 727

Cristiana Manuela Barbosa Pereira, no dia 29 de outubro, solteira, de Pevidém (Guimarães). Albino Fernandes Machado, no dia 21 de outubro, com 76 anos, viúvo de Maria da Conceição Sequeira de Azevedo, de Ronfe (Guimarães).

José Luís Lima de Abreu, no dia 27 de outubro, com 51 anos, solteiro, de Calendário. Armando da Silva Rocha, no dia 28 de outubro, com 66 anos, casadocom Maria Fernanda Pereira da Silva, de Calendário.

Jerónimo de Jesus da Silva, no dia 22 de outubro, com 65 anos, casado com Emília da Silva Ferreira, de Selho S. Cristóvão (Guimarães).

Maria do Céu Mesquita de Miranda, no dia 28 de outubro, com 53 anos, casado com José Alberto Mesquita da Rocha, de Brufe.

Agência Funerária S. Jorge Pevidém– Tel.: 253 533 396

Agência Funerária do Calendário Calendário – Tel.: 252 377 207

Maria Fernanda Araújo Costa, no dia 27 de outubro, com 67 anos, solteira, de Brufe. Agência Funerária Palhares - Balazar– Tel.: 252 951 147


freguesias

pública: 31 de outubro de 2013 13 pub

Externato Delfim Ferreira celebrou semana da alimentação

Sensibilizar os alunos para a importância de uma alimentação saudável, conhecer normas de higiene alimentar e aprender a confecionar refeições saudáveis foram o mote deste ano para a comemoração do Dia Mundial da Alimentação, no Externato Delfim Ferreira (EDF) de Riba

d’Ave. A manhã começou com um pequeno-almoço partilhado no recinto do pré-escolar e do 1.º ciclo em jeito de piquenique. Estenderam-se as toalhas, distribuíram-se os pacotes de leite e as mãos dos nossos alunos aguardavam, ansiosamente, os

pãezinhos com queijo ou fiambre. Depois, as professoras encaminharam os alunos às suas salas, transformadas em “pequenas hortas”. Batatas, cebolas, cenouras, todo o tipo de verduras foram os alimentos trazidos pelos alunos para a confeção de uma sopa por turma. Em cada sala, exploraramse os benefícios dos legumes bem como as suas propriedades terapêuticas. E na confeção, os alunos demonstraram ser uns autênticos chefes de cozinha. Após lavarem, descascarem, cortarem, colocarem os alimentos na respetiva panela e temperarem foi só esperar que o tempo de cozedura terminasse para saborearem a sopa que eles mesmo ajudaram a fazer. Segundo o colégio, foi um dia muito animado para os alunos e as atividades foram bem sucedidas.

Agrupamento Benjamim Salgado assinala Dia da Biblioteca Escolar O Gabinete da Rede de Bibliotecas Escolares decidiu declarar o dia 28 de outubro como o Dia da Biblioteca Escolar, permitindo, deste modo, às escolas a preparação atempada de atividades específicas a realizar nesse dia. Para celebrar a data, a International Association of School Librarianship (IASL) propôs, como habitualmente, um tema aglutinador: biblioteca escolar: uma porta para a vida. Para comemorar o Dia da Biblioteca Escolar, a Escola Secundária Padre Benjamim Salgado assistiu a uma performance sobre a leitura da responsabilidade do 12ºH, curso animador sociocultural, no polivalente. Este desafio partiu da Biblioteca Escolar “A

Casa de Camilo”. Para esta iniciativa, contribuíram os alunos, da área das expressões, animação sociocultural e do curso profissional de técnico de multimédia, bem como a comunidade educativa. Na biblioteca escolar Bernardino Machado, os alunos da Oficina de Leituras Encenadas (OLE) ofereceram poesia à biblioteca, com a declamação de poemas relativos à leitura, ao livro e à biblioteca, pesquisados pela equipa da biblioteca, ensaiados pela professora Helena Guimarães. Durante o dia foram distribuídos marcadores, a quem requisitou um livro na biblioteca escolar. Mais informação: http://www.casabiblo.blogspot.pt/

pub

Novas instalações da Curral de Moinas já foram inauguradas No passado domingo à tarde, 27 de outubro, teve lugar a inauguração das novas instalações da empresa Curral de Moinas Sucatas, na zona industrial de Jesufrei. Foram mais de mil e quinhentas pessoas que quiseram marcar presença nesta festa, que contou com o espetáculo de Naty e Soalheira, seguindo-se depois a cantora Maria Celeste e a sua banda. E o momento mais esperado acabou por chegar, com a presença de Quim Roscas e Zeca Estacionâncio. Foi uma tarde bem animada, onde não faltou o porco no espeto para todos. Ainda se realizou o sorteio de um bezerro que saiu ao Sr. Aires Pereira da Póvoa do Varzim. Não deixe de visitar as novas instalações Curral de Moinas Sucatas, na Rua Padre Manuel da Costa Rego, em Jesufrei. Consulte-nos ainda em www.curraldemoinas.com.

Assembleia Geral Ordinária Convocatória

Nos termos do Compromisso desta Santa Casa da Misericórdia, convoco os Irmãos a reunir em Assembleia Geral, no Lar S. João de Deus, Rua 20 de Junho, nº462 em Gavião, no dia 14 de Novembro de 2013, às 20,30horas, com a seguinte: ORDEM DE TRABALHOS

1.Apreciação e votação do Orçamento e Plano de Actividades para o ano de 2014 e Parecer do Definitório, nos termos do artº. 40º. e para efeitos do nº.1 da alínea b);

2.Autorizar a Mesa Administrativa a vender, nos termos do disposto no artº.41, alínea i), pelos preços e demais condições que entender convenientes e a quaisquer terceiros, os seguintes prédios: UM: Prédio urbano composto por casa de habitação e comércio, com cave, rés-do-chão e andar, sito na Avenida de Santiago de Gavião, nº 820, da freguesia de Gavião, concelho de V. N. de Famalicão, descrito na Conservatória do Registo Predial de V. N. de Famalicão sob o número 640 – Gavião, e inscrito na respectiva matriz predial urbana no artigo 347º. DOIS: Prédio urbano, composto por casa de habitação e quintal, sito na Rua da Liberdade, número 186, da freguesia de Calendário, do concelho de V.N. de Famalicão, descrito na Conservatória do Registo Predial de V. N. de Famalicão sob o número 2.344 – Calendário, e inscrito na respectiva matriz predial urbana no artigo 16º. TRÊS: Metade indivisa do Prédio urbano, composto por casa de habitação de rés-do-chão, primeiro e segundo andares e águas furtadas, com quintal , sito na Rua António Santos Oliveira, nº161 da Freguesia de Calendário, do concelho de Vila Nova de Famalicão, descrito na Conservatória do Registo Predial de Vila Nova de Gaia sob o número 153-Calendário, e inscrito na respectiva matriz predial urbana no artigo 1.795º.

Quatro: Fracção autónoma, designada pela Letra IE correspondente ao terceiro andar, casa nº 183 que faz parte do prédio urbano constituído no regime de propriedade horizontal, sito na Avenida Marechal Humberto Delgado, Edíficio das Lameiras, da Freguesia de Antas, do concelho de Vila Nova de Famalicão, e descrito na Conservatória do Registo Predial de Vila Nova de Famalicão sob o número 00046/101086-Antas, e inscrito na respectiva matriz predial urbana no artigo 878 “IE”. 3.Apreciação da necessidade ou conveniência de inclusão dos membros dos actuais Órgãos Sociais em lista ou lista a apresentar no próximo acto eleitoral, independentemente do número de mandatos em que já exerceram funções (a votação deste deliberação é secreta); 4.Período depois da ordem do dia, para qualquer assunto de interesse para a Instituição;

Se à hora designada não se encontrar presente a maioria os Irmãos inscritos, a Assembleia Geral, nos termos do número 2 do Artigo 37º . do compromisso, funcionará meia hora de depois em segunda convocatória , desde que estejam presente, pelo menos quinze Irmãos. Vila Nova de Famalicão e Santa Casa da Misericórdia, 28 de Outubro de 2013 O Presidente da Mesa da Assembleia Geral, Dr. José Mário Machado Ruivo


14

pública: 24 de outubro de 2013

Museu do Automóvel acolhe “Motor Art - A Poster Collection” O Museu do Automóvel de Famalicão anuncia a sua mais recente exposição, “Motor Art - A Poster Collection”. A mostra é composta por 17 ilustrações da autoria do designer Rui Queirós, que interpreta, através do design gráfico o tema do automobilismo, retratando os vários ambientes e carros de corrida. De linhas simples e cores planas, os pósteres são o resultado de um conjunto de ideias aplicadas em cartazes realizados anteriormente pelo artista para clubes e eventos de automobilismo. Desde sempre apaixonado pelo desenho e pelas corridas, o percurso profissional de Rui Queirós ficou marcado pela colaboração numa obra sobre as memórias do circuito histórico de Vila do Conde, realizada em parceria com a revista “Topos e Clássicos” e o piloto-historiador José Mota Freitas. Para os visitantes mais interessados, o Museu do Automóvel dá a possibilidade de compra dos trabalhos até ao dia 31 de dezembro.

cultura

Novembro fica também marcado pelo teatro

Casa das Artes recebe Cristina Branco e Jay-Jay Johanson A programação de novembro da Casa das Artes de Famalicão conta com a “Alegria” de Cristina Branco e com a voz melancólica do compositor e cantor sueco Jay-Jay Johanson. O teatro é também destaque na agenda, com as estreias das peças “Eis o Homem”, uma coprodução que traz à cena Adolfo Luxúria Canibal e José Eduardo Silva, e de “(Des) Humanidade”, um projeto dos alunos do 3º ano do Curso Profissional de Teatro do Externato Delfim Ferreira. A portuguesa Cristina Branco sobe ao palco do grande auditório da Casa das Artes a 9 de novembro, pelas 21h30, num concerto de apresentação do seu mais recente álbum “Alegria”. A entrada tem o custo de 12 euros, reduzindo para 6, para os portadores do Cartão Quadrilátero Cultural. Pelo mesmo preço e também no grande auditório, vai ser possível assistir à atuação do sueco Jay-Jay Johanson. O cantor e compositor atua no dia 15 de novembro, pelas 21h30. Nos dias 20, 21 e 22 de novembro há teatro a dobrar. Pelas 15h30, os alunos do 3º ano do Curso Profissional de Teatro do Externato Delfim Ferreira apresentam o projeto (Des) Humanidade, enquanto que às 21h30, Adolfo Luxúria Canibal e José Eduardo Silva sobem ao palco para a estreia da peça “Eis o Homem”. Uma coprodução da Associação Cultural Mundo Razoável, da Casa das Artes de Famalicão e do Teatro Nacional São João, encenada e interpretada a

partir da obra “Ecce Homo”, do filósofo Nietzsche. De 7 de novembro a 21 de dezembro, os visitantes da Casa das Artes poderão também visitar a exposição de fotografia de Pepe Brix, intitulada “Ensaio sobre o comprimento do silêncio. Nepal, a verticalidade do Silêncio”, que retrata a realidade sociocultural do país situado na cordilheira dos Himalaias. O mês de novembro termina com mais uma estreia, com a apresentação do filme concerto “The Kid”, de Charlie Chaplin, sábado, dia 30, pelas 22 horas. Por fim, o cinema, que é também já um habitué na programação deste espaço cultural famalicense. Destaque para a exibição do filme “A Gaiola Dourada”, no dia 25 de novembro, e a não perder, o cinema no Cineclube de Joane, também incluído na programação da Casa das Artes.

Evento realiza-se nos dias 22 e 23 de novembro na Casa das Artes

Richard Zimler apadrinhou o novo polo de Joane O escritor Richard Zimler esteve nas novas instalações do polo da Biblioteca de Joane, no passado dia 25 de outubro, para apresentar o seu novo livro “A sentinela”. Recentemente inaugurado, o polo acolheu perto de meia centena de leitores que quiseram conhecer melhor o autor e as suas obras. Depois de um momento cultural, realizado pelos alunos da turma sénior da EB2,3 Bernardino Machado, Zimler apresentounos “A sentinela”, um intrigante policial psicológico que tem como figura central uma personagem que se debate com os seus demónios pessoais, ao mesmo tempo que tenta deslindar um caso que irá abalar para sempre os muros da sua própria identidade. De uma forma natural e espontânea, iniciou-se uma conversa entre os presentes e o escritor sobre este policial e outras das suas conhecidas obras como são o exemplo d' “O último cabalista de Lisboa” e “Os anagramas de Varsóvia”. O encontro terminou com uma sessão de autógrafos.

“Violência e Poder Político: 1910-1974” é o tema dos Encontros de Outono Os Encontros de Outono estão de regresso a Famalicão. A Casa das Artes volta a receber mais uma edição do evento, desta vez a décima sexta, nos dias 22 e 23 de novembro. O professor da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, Fernando Catroga, os historiadores Fernando Rosas e Luís Farinha e o General Pezarat Correia, da Universidade de Coimbra, são alguns dos nomes que integram o grupo de conferencistas que participam no colóquio deste ano, que tem como temática “Violência e Poder Político: 1910-1974”. O evento conta com a participação de mais de uma dezena de pro-

fessores, historiadores e investigadores das várias universidades portuguesas. A iniciativa organizada anualmente pelo Museu Bernardino Machado, em colaboração com a Câmara de Famalicão, tem vindo a conquistar um lugar de destaque no panorama cultural português, com particular incidência no meio académico. Paulo Cunha, que vai participar na sessão de abertura do evento juntamente com o Coordenador Científico do Museu Bernardino Machado, Norberto Cunha, reconhece ainda a importância da temática escolhida para o colóquio deste ano, que, pretende “traçar uma análise e

trazer a debate as várias ‘lutas’ travadas pela sociedade portuguesa na conquista dos seus direitos e da sua liberdade coletiva e individual”. Recorde-se que os Encontros de Outono já se realizam desde 1988 e em debate já estiverem, entre outros, temas como “A Agricultura Portuguesa”, “A I República nos Municípios Portugueses”, “As Eleições” e “A Guerra e a Paz entre as Nações”. A inscrição é gratuita, dando direito a certificado de participação. Os interessados podem efetuar inscrição e consultar o programa completo da iniciativa no site do Museu Bernardino Machado, em www.bernardinomachado.org.

Lousado festeja 157 anos do comboio Para comemorar os 157 anos do comboio em Portugal, o Museu Ferroviário de Lousado realizou diversas atividades no passado fim de semana. A sexta-feira foi preenchida com um concerto de José Sousa e Ivo Machado, acompanhado à viola por Carlos Carneiro, que nos presentearam com poemas de autores famalicenses do álbum “Maré de Sonhos”. No final do concerto procedeu-se à inauguração da exposição de pintura de Humberto Santos. No sábado e domingo, o espaço museológico transformou-se na capital do Modelismo Ferroviário, acolhendo o 2º encontro de Ferromodelismo do Norte e que contou também com uma exposição de locomotivas e estações em barro elaboradas para este evento por António Feijó.


pública: 31 de outubro de 2013 15

praça pública

Maré Alta

D’Esguelha

José Luís Araújo

Gouveia Ferreira

Restart Foi em janeiro de 2006 que o jornal Opinião Pública me facultou a oportunidade de publicar uma crónica quinzenal, alternando com Paulo Costa. Durante quatro anos mantivemos a regularidade da escrita, até que em 2009 a minha candidatura à Assembleia Municipal e as responsabilidades institucionais que daí resultaram levaram-me a escrever apenas pontualmente. Nesta nova fase, venho de novo retomar com regularidade esta atividade cívica de expor nestas linhas que o jornal Opinião Pública me disponibiliza os meus pontos de vista sobre os mais diversos assuntos. Fazendo eu parte de um partido político, no caso o Bloco de Esquerda, não será de estranhar que as questões políticas venham a ter maior predominância. Considerando a autêntica asfixia mediática e de opinião que se vive em Vila Nova de Famalicão, imposta pelos diversos po-

deres instituídos, é absolutamente imperioso que surja uma nova vaga de produtores de opinião. Urge criar contraditório capaz de despertar uma visão diferente daquela que nos é sistematicamente imposta. Não necessariamente contrária, mas diferente. É verdade que hoje temos as redes sociais e as novas tecnologias da informação, por onde a informação e a opinião abundam e onde todos temos acesso a novas plataformas e meios de divulgação da nossa opinião. Apesar disso, há ainda muita gente a quem o prazer da leitura chega apenas pelas folhas de um jornal. Uma sociedade evoluída deve ter uma ampla e robusta pluralidade de informação e de opinião. Infelizmente, há neste âmbito um longo caminho a percorrer em Vila Nova de Famalicão. O debate aberto e plural de assuntos importantes para a sociedade praticamente não existe fora

Vida de cão! da época de eleições autárquicas. Se juntarmos a isso a inundação de notícias que a máquina de propaganda do regime debita e que “alimenta” a comunicação social local, a maioria dos famalicenses fica sem meios nem condições de avaliar convenientemente as decisões e as opções tomadas e que influenciam a vida de todos nós. Como se isto não bastasse, temos até o facto de, por exemplo, um órgão de comunicação social simplesmente ignorar a existência de um ou mais partidos políticos e nunca publicar uma única linha sobre a sua atividade, apesar de a receber, a situação é ainda mais preocupante. Neste contexto, jamais me poderia recusar a dar o meu contributo, mesmo que singelo, para mostrar um ponto de vista diferente, uma nova visão, para despertar consciências e suscitar debate. Continuaremos e ver-nos por aqui.

No dia 1 e 2 lembra-se quem partiu e nos faz falta

A mais preocupante notícia vinda a lume (brando, como de costume) recentemente, prende-se com a nossa evolução demográfica. Saíram, pelas fronteiras do país, mais indígenas, do que aqueles que entraram por via uterina, ou seja, chegados aos terminais das linhas de (des)montagem das maternidades, como diria o Zé Miguel. O panorama, segundo as estatísticas, leva-nos até ao passado dos anos sessenta, quando saía mais gente do país, do que aquela que nascia. E, assim, vão aparecendo alguns títulos sugestivos de publicações na moda, tais como: “Este País Não É Para Novos” e “Este País Não É Para Velhos”. Começa, pois, a ser muito difícil adivinhar para quem servirá o raio do país, o Senhor me perdoe! É que também já não está a ficar lá muito acolhedor para a bicharada, como se poderá consta-

tar da novíssima legislação no prelo, produzida pelo governo, através da ministra Assunção Cristas, ao tentar limitar a 2 cães ou 4 gatos, por apartamento, a fauna de companhia. Com algumas variações, parece que o limite será sempre quatro. Ora, se um lar ultrapassar o casal e dois filhos, lá ficará a avó ou o próximo neto sem direito a cão nem gato, sentindo-se constrangidos a reunir, constantemente, o Conselho de Família, para deliberar as eventuais interrupções das gravidezes das companheiras de quatro patas, a fim de evitar os clássicos afogamentos. Mais uma tragédia! Restam, afinal, os ditos animais políticos, como soi dizer-se de algumas personagens improdutivas, que passam a vida a cagar lérias. Enfim, chegou-se onde eles queriam. Este País Só É Para Políticos!

Voz Off José Leite

Pelos Quatro Cantos da Ca(u)sa Domingos Peixoto

Pontos de vista Costuma dizer-se que as opiniões são como as cerejas, pega-se uma e vêm muitas atrás. É verdade que podemos olhar para uma coisa, um assunto, um feito de vários ângulos. Perspetivas… Pontos de vista… Agora que a “poeira” da campanha e seus resultados eleitorais começa a pousar, quando os órgãos então eleitos estão, na esmagadora maioria - se não todos, mesmo -, instalados e em funcionamento, outras “lutas” se vão manifestando: revogação de decisões que o poder anterior considerou oportunas e fundamentais para a prossecução do interesse público e das pessoas, tidas pelo atual poder como impróprias e lesivas daqueles mesmos objetivos; mudança de paradigma na gestão da coisa pública; inversão de posições nas acusações mútuas poder/oposição; procura de motivos de “incriminação” pelo eleitoralismo do poder de ontem, oposição de hoje. Sendo que quem planeou para o último mandato, ou para o último ano, uma obra considerada importante, contra a opinião da oposição e a deixou onerada (armadilhada) para, em caso de volte face, criar situações complicadíssimas para o erário público ou, pior, a projetava para um novo mandato a que se recandidatava não merecia, na minha modesta opinião, a renovação da confiança dos eleitores, por manifesta negligência – estou a usar de grande benevolência -, na satisfação/resolução dos problemas das populações e da conveniência coletiva. Nesta fase há muitas mudanças de camisola que indiciam a continuidade da promiscuidade entre municípios, futebol, presidentes e empresários pelo que se nos afigura que, apesar das generalizadas promessas de independência e gestão criteriosa, a corrupção é uma atividade potencial. Temos como exemplo os estádios para o europeu de futebol: uns estão às moscas, outros subaproveitados e alguns proporcionam aos clubes utilizadores viverem acima das suas possibilidades, todos à custa de grandes investimentos do es-

tado e das autarquias, provocando grandes rombos nas contas respetivas que, ainda hoje, todos estamos a pagar. Nalguns casos, paradoxalmente, para além da utilização gratuita, provavelmente com água e energia pagas, ainda estão a renderlhes elevadas verbas de publicidade, passando a ser conhecidos pelo nome da entidade propagandeada. Um grande empresário do imobiliário ligou-se ao futebol; o presidente da câmara também; a empresa daquele construiu um hotel de luxo; um terreno muito próximo, para onde há vários anos esteve previsto um hospital foi, recentemente, aprovado pela câmara para construção de zona comercial e um centro de congressos; o empresário de sucesso acaba de vender a empresa; o clube de futebol está a passar de um dos principais da liga para um lugar de desprestígio; o novo presidente da câmara quer ver o empresário à frente do clube; o anterior presidente da câmara também se mantém no futebol. Aceitam-se apostas para os próximos capítulos da ficção Podemos apostar que este presidente foi bom, que aquele foi mau, que aqueloutro foi assim-assim, mas a história é que vai fazer o julgamento, consoante o ponto de vista dos historiadores ou dos intérpretes estudiosos. Mas posso garantir que, se “eu disse mal”, durante um certo período, de um presidente de câmara e, agora que ele terminou o cargo, passei a dizer que desempenhou as funções com competência e honestidade, um dos meus pontos de vista - o anterior ou o atual - não é honesto e foi faccioso. Fui, no passado domingo, pela primeira vez ao Parque; não que não tenha ido já a duas sessões específicas. Fui ver as hortas e dei um pequeno passeio. Deixo uma opinião mais aprofundada para outra ocasião. Mas, desde já, vi destruição no rio e ribeiro afluente e, neste, mesmo junto ao desemboco naquele, poluição saponária ou outra idêntica. E tive muita pena. Porque desmente uma certa afirmação de qualidade cuja fauna, visível, do pelhe reivindica.

FC Famalicão O “gigante” está de volta Ultimamente, um sentimento de nostalgia, mas sobretudo de ânimo e crença, tem-me invadido nas minhas deslocações ao municipal do FC Famalicão. Corria o ano de 1989, quando, numa tarde de verão, fui levado pelo meu pai às captações do FC Famalicão para seguir o sonho de grande parte dos miúdos de 12 anos, ou seja, ser jogador profissional de futebol. Após ter dado quatro ou cinco chutos na bola, dou por mim a ser prontamente chamado pelo treinador dos iniciados de então, o “Mister Semeão”, que me convida a assinar pelos iniciados do meu Famalicão. Não cheguei a ser profissional, porque o destino assim não quis, mas honrei durante dois anos a camisola do “Fama”, que inocentemente me envaidecia junto dos meus amigos de escola. Cumpria-se, pela primeira vez, o sonho de envergar orgulhosamente a camisola do clube que me preenchia o imaginário (para além do Sporting) e que quinzenalmente, acompanhado pelos meus primos e pelo meu tio, contava com a minha presença nos velhos cativos do municipal. Aos domingos, jamais esquecerei a fila de carros que se formava na minha freguesia, Bairro, em redor dos seus cafés, pois eram às dezenas as pessoas que partiam, após o almoço, para ver, como então todos diziam, o velho “Vila Nova”. Ao passarmos na Carreira, juntavam-se a nós os que vinham de Delães e Oliveira, para colhermos os de Bente, Landim, Avidos, Lagoa e Portela (Antas), até pararmos nos Bargos do Calendário. Nesta altura, para um

adolescente como eu, o domingo perfeito era assim: jogar de manhã pelo meu clube e à tarde ver os craques “Tanta, Lula, Caciolli, João Paulo, Chico Nelo, Dane e o saudoso Landu”, comprar um bilhetinho do sorteio da bola e comer os tremoços da praxe. Tenho saudades desse tempo… Mas a vida faz-se do presente e do futuro. Assim sendo, apesar do coma profundo que o FC Famalicão viveu durante mais de uma década, parece-me claramente que o clube está de novo vivo e recuperado da enfermidade que sofreu. Sinto que, como nunca nos últimos tempos, o entusiasmo voltou e os sócios e simpatizantes estão a regressar e a readquirir aquele “bichinho” que nunca desapareceu, mas que se escondeu durante alguns anos. O “Vila Nova” tem hoje um grupo de jogadores que pratica um futebol agradável e vistoso, um treinador decidido e ambicioso e um corpo diretivo renovado que está a realizar um trabalho interessante de aproximação aos seus adeptos, embora pense que devem ser mais ambiciosos e incisivos nas freguesias, pois foi sempre daqui que nasceu a força e o fulgor de outrora. Mais feliz fiquei ao saber que o “europeu” Estoril Praia será nosso visitante para a Taça de Portugal. Aqui está, pois, o momento perfeito e adequado para chamar de volta todos aqueles que estiveram ausentes. É hora de dizerem sim ao maior clube do nosso concelho e que a todos deve unir. Eu acredito que vai “acontecer taça” em Famalicão.


16

pĂşblica: 31 de outubro de 2013

publicidade

Op1121  
Advertisement