Issuu on Google+

pub

pub

Vice-presidente inaugurou, no sábado, o novo equipamento da associação de Pousada

ARPO cumpre sonho com inauguração do polidesportivo P. 13

ANO 21 • Nº 1109

DE 08 A 14 DE AGOSTO DE 2013

DIRETOR: JOÃO FERNANDES

www.opiniaopublica.pt

Autárquicas 2013 Partidos entregaram listas no Tribunal P P. 8 e 9

Paulo Cunha ambiciona criar parques nas vilas

Presidentes de Junta prestaram homenagem ao edil, que termina em setembro o terceiro e último mandato

AUTARCAS DO CONCELHO AGRADECEM A ARMINDO COSTA

P. 7

Custódio Oliveira promete apoiar internacionalização das empresas P. 6

opiniãosport: ESPECIAL AD Ninense, AD Oliveirense e GD Ribeirão Oliveirense vence no jogo de apresentação aos sócios Xadrez: 1º Torneio Internacional Cidade de Famalicão

Os presidentes de Junta do concelho prestaram uma homenagem a Armindo Costa, que em setembro termina o terceiro e último mandato à frente dos destinos do município de Famalicão. O jantar realizou-se na semana passada e teve como objetivo agradecer o trabalho de Armindo Costa ao longo destes três mandatos. Na iniciativa estiveram os presidentes de Junta da coligação PSD/CDSPP, mas também os restantes autarcas de outros quadrantes políticos. Armindo Costa agradeceu o gesto de homenagem e retribuiu os elogios, dizendo que o desenvolvimento que Famalicão sofreu não se deve só a ele, mas também a todos os vereadores e a todos os presidentes de Junta. P 5

Câmara distribui um milhão de euros pelas freguesias P. 4

Volta a Portugal em Bicicleta passa por Famalicão no sábado

O pi n i ã o S po r t pub


2

pública: 8 de agosto de 2013

cidade

Municípios celebraram protocolo de colaboração

O município de Boticas vai construir uma réplica fiel do balneário do Castro do Alto das Eiras, descoberto em Famalicão. Esta será colocada no espaço exterior do Núcleo Museológico do Centro Europeu de Documentação e Interpretação de Escultura Castreja, situado naquela localidade do distrito de Vila Real. A iniciativa deu um passo importante com a celebração, no dia 27 de julho, de um protocolo de colaboração entre os dois municípios, que decorreu na presença do presidente da Câmara de Famalicão, Armindo Costa, e do seu homólogo de Boticas, Fernando Campos. Os dois autarcas mostraramse satisfeitos com este acordo, que será “uma mais-valia na promoção e valorização do património histórico e cultural de Portugal”. O protocolo envolverá a colaboração entre Famalicão e Boticas, no que diz respeito à investigação, conservação, defesa,

António Freitas

Boticas vai criar réplica do balneário do Castro do Alto das Eiras

Celebração do protocolo entre os dois municípios

exposição e divulgação do seu património cultural. Visa ainda promover a valorização das suas estações arqueológicas, em particular as que se enquadram na Rede de Castros do Noroeste

Peninsular. Neste sentido, o município de Famalicão compromete-se a fornecer o desenho digitalizado das estruturas e peças do Balneário Castrejo do Castro das Eiras, se-

gundo as indicações e execução do Gabinete Municipal de Arqueologia. Por sua vez, o município de Boticas compromete-se a reconstituir o referido monumento arqueológico, com rigor científico e

técnico, de molde a poder funcionar em termos de arqueologia experimental, respeitando a referência original. Ambas as partes comprometem-se ainda a promover ações de colaboração entre os respetivos serviços na área do património e de divulgação dos seus bens patrimoniais. Identificado por Martins Sarmento em 1880 e escavado em 1990 pelo Gabinete de Arqueologia da Câmara Municipal de Famalicão, sob a direção de Queiroga e A. P. Dinis, o “Balneário Castrejo do Castro das Eiras, Pousada de Saramagos” revela uma composição arquitetónica muito semelhante a monumentos congéneres destinado a banhos públicos, sendo de salientar a riqueza ornamental da sua “Pedra Formosa”. Neste momento, a reconstituição desta relíquia foi colocada no Parque da Devesa, encontrandose o espaço aberto à realização de dinâmicas educativas.

Plataforma eletrónica disponibiliza documentos para consulta

Já está disponível na internet a página do Arquivo Municipal Alberto Sampaio. A Câmara de Famalicão anuncia, em nota à imprensa, que a plataforma, que está alojada no portal oficial do município em www.vilanovadefamalicao.org, tem já disponíveis para consulta várias dezenas de documentos, sendo constantemente alimentada e atualizada com nova informação. Para além da pesquisa do documento, o utilizador pode consultar o seu conteúdo, assim como visualizar o original. Para o presidente da Câmara Municipal, Armindo Costa, “trata-se de uma ferramenta muito importante e muito útil para quem quer conhecer melhor a história de Famalicão”. De acesso rápido, intuitivo e eficaz, a plataforma tem ligação às redes sociais, o que permite aos utilizadores partilhar informação com os amigos, no facebook, no twitter, ou através de correio eletrónico. Na página inicial, os utilizadores podem optar por uma pesquisa simples, colocando o nome do documento e as datas, por uma pesquisa avançada ou

FICHA TÉCNICA CONSELHO EDITORIAL:

Alexandrino Cosme, António Cândido Oliveira, António Jorge Pinto Couto, Artur Sá da Costa, Cristina Azevedo, Feliz Manuel Pereira, Joaquim Loureiro, João Fernandes, Manuel Afonso e Almeida Pinto.

DIRECTOR: João Fernandes (CIEJ TE-95)

jfernandes@opiniaopublica.pt

CHEFE DE REDACÇÃO:

Cristina Azevedo (CPJ 5611) cristina@opiniaopublica.pt

pelos destaques (fundos e coleções; representações digitais; documentos e todos os registos). Entre os documentos mais antigos guardados no Arquivo Municipal, realce, por exemplo, para a planta geral de Famalicão datada de 1920, a primeira edição de postais de Famalicão de 1902 ou ainda fotografias diversas do concelho com datas desde 1890. Refira-se que o novo Arquivo Municipal foi inaugurado no passado dia 9 de Julho, data em que se celebrou o Dia da Cidade. Localizado na antiga Casa Malheiro, na Rua Adriano Pinto Basto, bem no centro da cidade, o espaço reúne um valioso espólio, com documentos que relatam os mais de 800 anos de vida do município, devidamente catalogado. As obras de adaptação do edifício custaram cerca de um milhão de euros e implicaram a criação de diversos espaços com destaque para uma biblioteca com zona de leitura, um espaço inovador que vai permitir um acesso privilegiado das pessoas aos vários documentos. Referência ainda para um espaço destinado à consulta de suportes especiais e

EDITOR DE TURNO:

Magda Ferreira (CPJ 4625) magda@opiniaopublica.pt

REDACÇÃO:

informacao@opiniaopublica.pt Carla Alexandra Soares (CICR-248), Cristina Azevedo (CPJ 5611), Magda Ferreira (CPJ 4625) e Sofia Abreu Silva (CPJ 7474).

DESPORTO: Jorge Humberto, José Cle-

mente (CNID 297) e Pedro Silva (CICR220).

GRAFISMO:

Carla Alexandra Soares, Pedro Silva.

APOIO À REDACÇÃO: Jorge Alexandre

OPINIÃO: Adelino Mota, Barbosa da Silva,

Domingos Peixoto, Gouveia Ferreira, J. Mário Teixeira, Joaquim Loureiro, José Luís Araújo, Sílvio Sousa, Vítor Pereira.

GERÊNCIA: João Fernandes

CAPITAL SOCIAL: 350.000,00 Euros.

António Freitas

Arquivo Municipal de Famalicão já está na internet

A plataforma está alojada no portal oficial do município em www.vilanovadefamalicao.org

artigos de referência, sala de restauro, sala de digitalizações, depósito de peças especiais, sala de receção de documentação, sala de reuniões e gabinete de arDETENTORES DE MAIS DE 10% DO CAPITAL Feliz Manuel Pereira António Jorge Pinto Couto

SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS: Francisco Araújo

TÉCNICOS DE VENDAS:

comercial@opiniaopublica.pt Agostinha Bairrinho, Maria Fernanda Costa e Sónia Alexandra

PROPRIEDADE E EDITOR:

EDITAVE Multimédia, Lda. NIPC 502 575 387

quivista, entre outros. O arquivo acolhe milhares de documentos, sendo constituído por cerca de 4,2 quilómetros de estantes lineares.

SEDE, REDACÇÃO E PUBLICIDADE:

Rua 8 de Dezembro, 214 Antas S. Tiago 4760-016 VN de Famalicão

INTERNET

www.opiniaopublica.pt

CONTACTOS Redacção:

Tel.: 252 308145 • Fax: 252 308149

Serviços Administrativos:

Tel.: 252 308146 / 252 308147 • Fax: 252 308149

IMPRESSÃO:

Celta de Artes Gráficas, S.L. Gárcia barbón, 87 Bajo - Vigo

DISTRIBUIÇÃO:

Motivação em Marcha - Publicidade, Lda.

TIRAGEM DESTE NÚMERO: 20.000 exemplares, nº 1109

NÚMERO DE REGISTO: 115673 DEPÓSITO LEGAL: 48925/91


publicidade

pĂşblica: 8 de agosto de 2013 3


pública: 8 de agosto de 2013

Central de Camionagem passa a dispor de desfibrilhador

A Central de Camionagem de Famalicão foi equipada com um desfibrilhador externo automático, fruto de uma parceria entre os Clubes Rotary de Guimarães e de Famalicão e a empresa de transportes ARRIVA, com o patrocínio científico da Delegação Norte da Fundação Portuguesa de Cardiologia. Para o efeito, no passado dia 1 de agosto, em Guimarães, o Rotary Club de Famalicão, representado por Júlio Sá; o Rotary Club de Guimarães, representado por Vítor Sanfins; e a ARRIVA, representada por Manuel Oliveira, celebraram um protocolo. Através deste acordo, o Rotary compromete-se a instalar o equipamento e a ARRIVA responsabiliza-se pela sua manutenção e pela formação de dois funcionários na área de suporte básico de vida. “Desta forma, muitas vidas poderão ser poupadas fruto desta resposta imediata”, sublinha o Rotary Club de Famalicão, em nota à imprensa. No documento, o Rotary informa ainda que esta iniciativa é pioneira em Famalicão, pretendendo alarga-la a outras instituições e organismos do concelho famalicense, a exemplo do que já sucede em Guimarães, onde estão instalados 45 equipamentos do género em escolas, ginásios e pavilhões desportivos. pub

OP comemorou 22º aniversário O jornal OPINIÃO PÚBLICA assinalou, a semana passada, o seu 22º aniversário. Esta importante data foi comemorada pela equipa que semanalmente leva até si o OP, no dia em que foi publicada a edição de aniversário, na quinta-feira, dia 1 de agosto. Foi um momento de convívio e de alegria por celebrarmos 22 anos de notícias, mas também pelo enorme grupo de clientes e de leitores que fidelizamos ao longo destes anos e que se tornaram nossos amigos. A todos agradecemos as mensagens de carinho que nos endereçaram neste dia. Agrademos também, em particular, à Casa Carlos, de Cabeçudos, que ‘patrocinou’ o nosso brinde e à Pastelaria S. Jorge que nos presenteou com o bolo de aniversário, aproveitando também para felicitar este nosso cliente que também comemorou mais um aniversário.

cidade

Verba resultante de folga orçamental será dividida equitativamente pelas 49 freguesias

Câmara canaliza 1 milhão de euros para obras nas freguesias O executivo camarário aprovou, no passado dia 31 de julho, uma proposta do presidente da Câmara Municipal, Armindo Costa, que preconiza apoio financeiro para realização de “obras materiais” nas 49 freguesias do concelho. De acordo com Armindo Costa, a verba global será de um milhão de euros, a dividir equitativamente por todas as freguesias, independentemente da sua dimensão. A proposta já havia sido anunciada no início do ano, durante o “Jantar Convívio de Reis”, que anualmente reúne todos os autarcas do município, e resulta da constatação de existência de uma folga orçamental, aquando do fecho de contas de 2012 da Câmara Municipal. “No final do ano tínhamos mais de cinco mil milhões de euros a mais”, explicitou Armindo Costa, acrescentando ter “tirado dessa verba um milhão de euros” para investir nas freguesias. Cada freguesia receberá, deste modo, um apoio financeiro de 21 mil euros, para um “investimento livre e autónomo” e que será indicado por cada junta de freguesia. Na grande maioria dos casos, a verba será aplicada na requalificação da rede viária, mas há tam-

bém situações de reabilitação de espaços urbanos, espaços desportivos e escolas, alargamento e modernização de cemitérios e casas mortuárias. “São investimentos diversificados, mas que visam, acima de tudo, colmatar as necessidades mais prioritárias da população, tendo sido indicados pelos presidentes de Junta de cada freguesia”, explicou ainda Armindo Costa. “É justo que este montante extra seja canalizado para quem está mais próximo das carências dos cidadãos, na certeza de que daqui resulta a garantia da boa aplicação do dinheiro”, declarou ainda o edil. Acentuando que a verba só poderá ser atribuída no caso de obras concretas, não se aplicando, por isso, “a livros, passeios, publicações ou outros projetos” das juntas de freguesia, o presidente da Câmara acrescentou que o apoio financeiro poderá também servir para reforçar uma obra pré-existente, funcionando nestes casos como “um complemento”. Armindo Costa não quis deixar de salientar que a folga orçamental que permitiu a realização deste investimento deve-se, essencialmente, “ao rigor e atenção redobrada na gestão e aplicação do orçamento por parte do executivo”.

Executivo municipal aprovou atribuição de manuais escolares e distribuição de fruta

Câmara de Famalicão mantém aposta na educação “A aposta na educação é para manter!” A afirmação do presidente da Câmara Municipal de Famalicão, Armindo Costa, proferida no final da reunião do executivo municipal da semana passada, demonstra bem a vontade do autarca em continuar a investir na educação das crianças famalicenses. Para isso, foram aprovadas por unanimidade várias propostas que visam já o próximo ano letivo 2013/2014. É o caso da aquisição dos manuais escolares do 1º ciclo do ensino básico, que vai abranger um universo de cerca de 5.500 crianças. Pelo 12º ano consecutivo, as crianças de Famalicão que frequentam o 1º ciclo do ensino básico terão os manuais escolares oferecidos pela Câmara Municipal. A aquisição dos livros foi feita à empresa OHMtécnica – Representações de Marcas, Lda, pelo valor de 37 mil euros. É um investimento no futuro do concelho, refere Armindo Costa, para quem “investir na Educação é investir no futuro”. E acrescenta: “traduz a preocupação da Câmara Municipal pela aplicação de uma política de ‘Educação para Todos’, que contempla medidas e condições indispensáveis para o cumprimento de uma educação universal e gratuita”. A autarquia famalicense foi mesmo a primeira câmara do país

António Freitas

4

Câmara de Famalicão volta a oferecer manuais escolares ao 1º ciclo

a dar os livros escolares a todos os alunos do 1º ciclo, uma decisão inovadora assumida pelo atual presidente da Câmara logo no início do seu primeiro mandato, em 2002, e entretanto seguida por outras autarquias nacionais. “É uma medida educativa muito forte, mas é também uma medida de grande alcance social, que diminui os encargos das famílias com as despesas de educação dos seus filhos, e que ganha redobrada importância no contexto da atual crise que o país atravessa”,

sublinha Armindo Costa. A autarquia vai também repetir no próximo ano letivo o programa de distribuição de fruta ao ensino pré-escolar e ao 1º ciclo. A proposta, que também foi aprovada por unanimidade, prevê a distribuição de quase 500 mil géneros alimentícios de frutas e legumes, durante 42 semanas para a educação pré-escolar e 36 semanas para o 1º ciclo, envolvendo um universo de cerca de 6.600 alunos e um investimento de 83 mil euros.


pública: 8 de agosto de 2013 5

cidade

Depois de ter estado patente na Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco, a exposição fotográfica que retrata as atividades realizadas pelas turmas do PIEF (Programa Integrado de Educação e Formação) dos Agrupamentos de Escola D. Sancho I e Camilo Castelo Branco, está agora em exibição no átrio da Câmara Municipal de Famalicão. A exposição pode ser visitada até ao dia 28 de agosto no edifício dos Paços do Concelho, de segunda a quinta-feira, das 9 às 18 horas, e às sextas-feiras, das 9 às 12 horas. O PIEF é uma medida de combate ao abandono escolar precoce, numa lógica de promoção da inclusão e cidadania dos jovens. Além da componente educativo-formativa visa o desenvolvimento de competências para a cidadania e atividades de interesse social, comunitário e de solidariedade, com a finalidade de promover a integração social dos jovens. Para tal, mobiliza respostas e parcerias, com as diversas instituições e empresas da comunidade, numa lógica de trabalho articulado e em rede que possibilite e fomente o combate à pobreza e à exclusão social.

O edil termina, em breve, o seu terceiro e último mandato

Autarcas do concelho homenageiam Armindo Costa Sofi fia a Abreu Silva Na terça-feira da passada semana, os presidentes de Junta do concelho prestaram uma homenagem a Armindo Costa, num jantar que decorreu na freguesia de Calendário. Recorde-se que em setembro, Armindo Costa deixará a presidência da Câmara Municipal de Famalicão, depois de 12 anos à frente dos destinos do concelho. O mentor da iniciativa, Jorge Silva, autarca de Esmeriz, explicou que esta homenagem teve como objetivo agradecer o trabalho de Armindo Costa ao longo destes três mandatos. “Esta homenagem prende-se, exclusivamente, com a sua gestão e, só por isso, o concelho deve-lhe esta homenagem, que é muito singela. O presidente, para ser justiçado naquilo que fez, devia ter aqui 140 mil pessoas a homenageá-lo, mas como não é possível, enquanto porta-vozes das populações, queremos dizer-lhe obrigado, porque o concelho que ele vai deixar não é o que ele encontrou”, declarou. No jantar estiveram os presidentes de Junta da coligação PSD/CDS-PP, mas também os restantes autarcas de outros quadrantes políticos. Jorge Silva diz que a homenagem não teve razões políticas, mas sim pessoais. “A aceitação foi unânime, os 49 presidentes de Junta entenderam ser justíssima esta homenagem”, afirmou, mencionando que alguns não estiveram presentes, mas fizeram-se representar. Prestes a terminar o seu

António Freitas

Exposição fotográfica sobre inclusão social nos Paços do Concelho

Autarcas disseram “obrigado” a Armindo Costa pelos seus três mandatos à frente de Famalicão

terceiro mandato, Armindo Costa retribuiu o gesto de homenagem. “Todo o desenvolvimento que se viveu em Famalicão, todos os avanços que se verificaram na área da solidariedade, educação, juventude, desporto, obras municipais, ambiente, eu sou responsável, mas sozinho fazia zero. Portanto, esta obra de 12 anos deve-se ao Armindo Costa, como chefe de equipa, mas a todos os vereadores que trabalharam comigo, aos assessores, e devese a todos os presidentes de Junta”, vincou. Armindo Costa acredita que o concelho ficou a ganhar com a sua dedicação. “Abandonei um bocado a minha atividade profissional e a família, mas estou convencido que Famalicão lucrou, mas tenho

consciência de que a minha eleição em 2001 foi uma coisa má para a minha família e sobretudo para a minha mulher…a minha mulher ainda hoje não gosta que seja presidente da Câmara, nem a um mês der eu me ir embora me deixa em paz…”, revelou, arrancando muitos sorrisos da sala. Na hora de balanço, Armindo Costa confessou que gostaria de ter sido eleito em 1997, o que lhe teria permitido captar mais financiamento da União Europeia para o concelho de Famalicão que estava, na sua opinião, “submerso”. De resto, também o autarca de S. Tiago da Cruz, o socialista António Simões, classificou o edil como “o presidente mais socializante”, porque estendeu ações pelas 49 freguesias, mas aproveitou para pe-

dir mais obra para a sua freguesia. Armindo Costa recebeu também palavras de apreço do único presidente de Junta eleito pela CDU no concelho de Famalicão. Manuel Costa, presidente da Junta de Arnoso Santa Eulália, elogiou o “trabalho” e a “entrega” do edil social-democrata, adiantando mesmo que, nas eleições autárquicas de 29 de setembro, dará o seu voto a Paulo Cunha, atual vicepresidente da Câmara e cabeça de lista da coligação “Mais Ação, Mais Famalicão”. “O que é mais próximo do meu partido é o PC”, disse, sugerindo que ia votar em Paulo Cunha. O autarca fez ainda questão de presentear Armindo Costa com o brasão da sua freguesia. pub


6

pública: 8 de agosto de 2013

cidade

Domingues Azevedo e Joaquim Lopes foram os escolhidos

Custódio Oliveira apresenta mandatários As ofertas de emprego divulgadas fazem parte da Base de Dados do Instituto do Emprego e Formação, IP. Para obter mais informações ou candidatar-se dirija-se ao Centro de Emprego indicado ou pesquise no portal www.netemprego.gov.pt utilizando a referência (Ref.) associada a cada oferta de emprego.

Oferta nº: 588132792 Profissão: EMPREGADO DE MESA Local: Lemenhe

Oferta nº: 588132843 Profissão: COSTUREIRA, TRABALHO EM SÉRIE Local: Oliveira S. Mateus

Oferta nº: 588132544 Profissão: CHEFE DE LINHA CONFEÇÃO DE VESTUÁRIO Local: Oliveira Sta Maria Oferta nº: 588132077 Profissão: ELECTROMECÂNICO, EM GERAL Local: Lousado Oferta nº: 588132327 Profissão: TÉCNICO DE VENDAS Local: Carreira

Oferta nº: 588132301 Profissão: URDIDOR MECÂNICO Local: Riba de Ave

Oferta nº: 588131033 Profissão: COSTUREIRA, TRABALHO EM SÉRIE Local: Pousada de Saramagos

Oferta nº: 588130925 Profissão: SERRALHEIRO CIVIL Local: Gavião

Oferta nº: 588130901 Profissão: VENDEDOR POR TELEFONE Local: Ribeirão Oferta nº: 588130949 Profissão: TECELÃO TECIDOS E PRODUTOS SIMILARES Local: Oliveira S. Mateus

Domingues Azevedo e Joaquim Lopes são os mandatários da candidatura de Custódio Oliveira à Câmara de Famalicão pelo Partido Socialista nas eleições autárquicas de setembro. Domingues Azevedo é o mandatário financeiro. Natural e residente em Fradelos foi durante muitos mandatos deputado na Assembleia Municipal de Famalicão. É fundador da Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas (OTOC), da qual é também o bastonário. Já Joaquim Lopes tem 78 anos e é natural e residente em Lousado, freguesia onde foi presidente da Junta eleito pelo PS durante três mandatos. Foi o escolhido para ser o mandatário concelhio da candidatura do PS. “Mandatários são, no nosso entendimento, referências do que nós somos, do que nós queremos, do que nós pensamos”, declarou Custódio Oliveira na conferência de imprensa de apresentação destes dois mandatários, na terça-feira da semana passada, adiantando que serão anunciados representantes “para outras áreas”. “A nossa intenção é encontrar um conjunto de mandatários que serão, no futuro, conselheiros da presidência, que espero que sejam a consciência crítica da Câmara Municipal”, acrescentou. Explicando as escolhas, o candi-

Magda Ferreira

Ofertas de emprego

Magda Ferreira

Domingues Azevedo, Custódio Oliveira e Joaquim Lopes

dato do PS referiu-se a Domingues Azevedo como alguém que admira “há largos anos”, sublinhando que é “fundador da maior Ordem profissional do país”. “É um homem que transcende as fronteiras do nosso concelho, e até da nossa região e do nosso país. Para nós, tudo o que for projetar o concelho para além das suas fronteiras é extremamente importante e por isso é uma honra que ele tenha aceite esta posição”, declarou. Sobre Joaquim Ferreira Lopes, afirmou ser igualmente “uma honra” tê-lo como mandatário, mesmo não sendo uma figura mediática. “É um homem honrado, forte, que tem uma história de vida semelhante à grande maioria dos habitantes deste

opções políticas que nestes últimos tempos têm havido no concelho, só me resta dar o meu contributo”. Também Joaquim Lopes adiantou que aceitou ser mandatário de Custódio Oliveira por convicção, entendendo que o socialista é “a pessoa certa para o lugar” e tem “todas a condições para esse efeito: é um homem trabalhador, é amigo do seu amigo, não está preocupado com grandezas nem folclores desnecessários”. A fechar a conferência de imprensa, Custódio Oliveira deixou ainda uma palavra de solidariedade aos 120 trabalhadores da têxtil Meatex, de Lousado, que ficaram sem trabalho, mostrando preocupação com o drama que é o desemprego.

Custódio Oliveira assume criar gabinete em três meses caso for eleito

Candidato do PS promete apoiar internacionalização das empresas Magda Ferreira* Se for eleito presidente da Câmara nas eleições autárquicas de setembro, Custódio Oliveira assume colocar em funcionamento, no espaço de três meses, um Gabinete de Apoio à Internacionalização das Empresas. O novo compromisso do candidato socialista para apoio às empresas foi anunciado na quartafeira da semana passada, após uma visita à Hortivolátil, uma empresa agrícola localizada em Mouquim. Sublinhando que já existem gabinetes par apoiar o empreendedorismo, para facilitar os licenciamentos e até para captar investimento, Custódio Oliveira aponta que as micro e pequenas empresas necessitam, sobretudo, de apoios concretos à internacionalização.

“Encontro sítios onde se percebe que os responsáveis não têm know-how, não têm capacidades internas para exportar, não têm, por exemplo, quem saiba falar inglês, alemão ou francês, não têm meios, não têm disponibilidade e não criaram o hábito de ir às feiras internacionais”, aponta o socialista, propondo-se a ajudar os empresários a chegar ao mercado externo com a criação do Gabinete de Apoio à Internacionalização das Empresas. “O objetivo é ajudar essas empresas a encontrar mercados”, frisa, indicando que esse gabinete terá várias atribuições, nomeadamente promover junto das empresas informação sobre oportunidades de internacionalização e cooperar nas candidaturas a apoios a essa internacionalização; criar mecanismos concretos, mesmo fi-

Alerta-se para a possibilidade de ocorrência de situações em que a oferta de emprego publicada já foi preenchida devido ao tempo que medeia a sua disponibilização e a sua publicação. Para mais informações contactar o Centro de Emprego de Famalicão, na Alameda Padre Manuel Simões, 222, ou pelo Telefone 252 501 100

concelho. Um homem normal, que se fez a si mesmo, que além do trabalho se deu aos outros, pois foi presidente de junta”, evidenciou. Por seu lado, Domingues Azevedo explicou que aceitou ser mandatário financeiro porque, para ele, Custódio Oliveira tem “o saber esclarecido, a lucidez, a força de vontade e a firmeza” para mudar as políticas que têm sido implementadas nos últimos 12 anos no concelho e das quais discorda. Além destas duas razões, aceitou o convite porque esta é a sua terra: “Foi aqui que eu nasci, é aqui que eu vivo, muito embora viva pouco tempo pois ando sempre fora, mas esta há-de ser a minha terra até morrer. E gostando da minha terra e estando contra as

Custódio Oliveira junto do agricultor José Carvalho

nanceiros, a iniciativas de promoção de produtos de micro e pequenas empresas no estrangeiro; promover a troca de informação entre empresas; integrar nos benefícios financeiros e fiscais a proporcionar pela Câmara um capítulo próprio para as empresas que pretendam iniciar/expandir processos de internacionalização; definir um quadro de ajuda para estudantes famalicenses que participem no programa Erasmus e que se comprometam a desenvolver projetos de internacionalização; e promover as empresas famalicenses junto das cidades geminadas com Famalicão. Custódio Oliveira garante que, caso seja eleito, este gabinete entrará em funcionamento no espaço de três meses. “Uma coisa destas nem sequer precisa de ir à Assembleia Municipal, portanto, é relativamente rápido. Para mim é chegar e fazer”, promete. Antes de anunciar estes compromissos, o candidato do PS visitou a Hortivolátil, que apresentou como “empresa modelo”. Trata-se de uma firma dedicada ao cultivo de morangos através de uma técnica inovadora, a hidroponia, que já mereceu uma distinção da Comissão Europeia. O projeto, criado pelo jovem agricultor famalicense José Carvalho, está em fase de expansão. “O objetivo era criar aqui uma rede de produção e fomentar que novos agricultores iniciassem a produção de morango para que nos agrupássemos e explorássemos a exportação. Neste momento já há projetos aprovados e parece-me que vamos conseguir”, descreveu. *com P.C.


cidade

BE defende requalificação do antigo campo da feira O Bloco de Esquerda (BE) de Famalicão propõe a requalificação do antigo campo da feira “para que, entre outras utilidades, seja ali instalado um verdadeiro parque de merendas”. Em nota à imprensa, o BE descreve o antigo campo da feira de Famalicão como “um local de estacionamento desorganizado”, considerando que tal “em nada dignifica” a principal entrada nascente da cidade. Recordando que nesta época de verão “muitos são os que nos visitam e que utilizam aquele local para descansar e lanchar”, os bloquistas lamentam que as pessoas o tenham que fazer no chão “dado que o pequeno parque de merendas que a atual Câmara ali colocou foi por esta abandonado e deixado ao vandalismo”. “Ciente que quem nos visita, mesmo sendo em excursões, deve merecer a mesma dignidade que todos os outros”, o Bloco propõe a requalificação daquele espaço, para que ali nasça “um verdadeiro parque de merendas”. “O Bloco de Esquerda defende que essa requalificação seja feita respeitando as boas práticas ambientais, nomeadamente mantendo as árvores existentes no local”, terminam.

pública: 8 de agosto de 2013 7

Candidato da coligação PSD/PP anunciou compromissos para o ambiente

Paulo Cunha propõe guarda-rios e parques de lazer nas vilas Magda Ferreira Recuperar a figura do guarda-rios e criar parques de lazer nas três vilas do concelho são algumas das propostas do candidato da coligação “Mais Ação, Mais Famalicão”, Paulo Cunha, para a área do ambiente. Em pleno Parque da Devesa, com as hortas urbanas de um lado e o rio Pelhe do outro, Paulo Cunha anunciou, na sexta-feira passada, os compromissos da sua candidatura para a área do ambiente. O candidato à Câmara começou, precisamente, por garantir que o ex-libris de Famalicão que é o Parque da Cidade será cuidado e aproveitado ao máximo. Além do mais, a Devesa será o mote para muitas das políticas ambientais da coligação suportada pelo PSD e pelo CDS-PP. Desde logo a intervenção nos vários rios que atravessam o concelho – Ave, Pelhe, Pele, Guisande e Este –, por forma a devolvê-los às freguesias que eles serpenteiam. Paulo Cunha quer recuperar a figura dos “guarda-rios” para “com a intervenção conjugada de técnicos municipais, juntas de freguesia, associações e comunidades locais e mobilizando os cidadãos” se possa proteger e valorizar estes recursos. Destaque merece também a promessa de implementar os “Parques das Vilas”, que passa pela criação de equipamentos de lazer nas três vilas do concelho, que “sejam instrumentos atrativos para a fixação de população mas também para a criação de novas empresas e novos negócios”.

Paulo Cunha anunciou medidas no Parque da Devesa

“Em Joane vamos triplicar o atual Parque da Ribeira, requalificar os terrenos da antiga estamparia e construir equipamentos de lazer, recreio, desporto e cultura. Em Riba d’ Ave e em Ribeirão vamos aproveitar a frente de rio de que as vilas beneficiam para criar

parques com percursos pedonais, zonas de contemplação, corredores de pesca desportiva e ciclovias”, anunciou. Paulo Cunha quer também colocar à disposição da comunidade as várias parcelas de terreno que são propriedade do município e que estão espalhadas pelas freguesias sem nenhum uso. “Temos milhares de hectares em todo o concelho de Famalicão, de pequenas e grandes áreas que foram cedidas ao município e que precisam de ser colocadas à disponibilidade da população”, afirmou. A ideia passa por, “em articulação com as juntas de freguesia e o tecido associativo, cedê-las para atividades locais e para o seu melhor aproveitamento, criando as figuras das hortas e dos jardins locais” em todas as freguesias do concelho. O candidato da coligação propõe ainda a implementação de um plano de gestão florestal, privilegiando a regeneração da floresta e a prevenção de incêndios florestais, bem como a intensificação do serviço de educação ambiental, com a introdução do conceito da ecocidadania. Implementar o “Pacto de Autarcas”, um programa da Comissão Europeia vocacionado para a redução de emissões de CO2 e para o combate às alterações climáticas, e executar o projeto “Famalicão Ciclável”, com a execução da ecopista na antiga linha do caminhode-ferro para a Póvoa de Varzim, são outras das propostas do candidato da coligação PSD/PP. pub


8

pública: 8 de agosto de 2013

Tal facto já não acontecia há 16 anos

PS apresenta listas completas a todas as freguesias

cidade

Listas da coligação foram entregues no Tribunal na segunda-feira

PSD/PP concorre a todas as freguesias e mantém equipa à Câmara Magda Ferreira

PS entregou as listas no tribunal na segunda-feira

Magda Ferreira de suplentes, dobrando-os, ou seja, se são precisos 11 candidatos nós tePela primeira vez em 16 anos, o Par- mos 22; se são precisos a uma junta tido Socialista apresenta listas com- de freguesia 14, nós temos 28… isto é pletas a todas as freguesias do conce- positivo”, vincou. lho. Isso mesmo evidenciou o Para Custódio Oliveira este facto candidato do PS à Câmara Municipal, demonstra a mobilização que o parsegunda-feira à tarde, depois de en- tido conseguiu, não só no seio dos tregues no Tribunal Cível de Famali- seus líderes mas também nas freguecão, as listas candidatas à Câmara Mu- sias. “O PS está mobilizado, unido, à nicipal, à Assembleia Municipal e às volta dos seus candidatos nas freguefreguesias do concelho nas eleições sias, à volta dos seus militantes. Há autárquicas de 29 de setembro. pessoas nas freguesias que eram soOs cabeças de lista do PS já eram cialistas e desde 2001 que não faziam conhecidos e as equipas já tinham nenhum trabalho para o PS e que essido anunciadas publicamente a se- tão agora a colaborar, entusiasmadas mana passada. Custódio Oliveira en- até”, contou. cabeça a lista à Câmara Municipal, seAgora que estão entregues as lisguido de António Barbosa, Maria José tas, Custódio Oliveira afirma que terGonçalves, Luís Moniz, Ivo Sá Ma- minou esse ciclo, que esteve virado chado, Filipa Cunha, Cristiano Silva, para a mobilização do partido e para a Carlos Silva, Diana Dias e Rui Carva- união da família socialista. “Esse é um lho, isto até à 10ª posição. objetivo que está praticamente conDuarte Santos é o candidato do PS cluído, eu diria a 95%”, disse, anunà Assembleia Municipal, cuja lista in- ciando que agora se inicia um novo tegra também Rubim Santos, Mada- ciclo, este de abertura à população do lena Carvalho, Nuno Sá, Paulo Pinto, concelho, em que a principal preocuAdelina Ortiga, José Lopes, Reis Cam- pação do candidato é esclarecer as pos, Célia Menezes e Tavares Bastos. pessoas. Depois de entregues as listas, Cus“A minha maior preocupação é que tódio Oliveira classificou de “interes- seja um voto consciente, um voto insante” o facto o PS ter conseguido teligente e, sobretudo, responsável. apresentar listas em todas as Assem- Que não se passe por estas eleições bleias de Freguesia, o que já não acon- levando o voto de arrastão, que as tecia desde 1997, ou seja, há 16 anos. pessoas escolham livremente, de “É extremamente positivo ter-se con- forma responsável. Esta é a minha corrido a todas, preenchendo a lista grande batalha e a minha grande preotoda, incluindo suplentes. Mas além cupação”, explicou.

A continuidade da equipa de atuais vereadores e a apresentação de candidaturas a todas as Assembleias de Freguesia do concelho. Estes são os destaques das listas de candidatos aos órgãos autárquicos pela coligação “Mais Ação, Mais Famalicão”, suportada pelo PSD e pelo CDS-PP, que foram entregues no Tribunal Cível de Famalicão na tarde de segunda-feira. Paulo Cunha e Nuno Melo a apresentam-se como candidatos à presidência da Câmara Municipal e Assembleia Municipal, respetivamente, e estiveram ambos na entrega das listas, acompanhados pelos presidentes dos dois partidos, Vítor Moreira (PSD) e Ricardo Mendes (CDS-PP), e por vários candidatos a freguesias. Na ocasião, Paulo Cunha evidenciou o facto de as listas a todos os órgãos autárquicos concelhios serem resultado das primeiras escolhas feitas pela coligação: “Fico muito satisfeito por termos os melhores intérpretes para protagonizar as nossas candidaturas. São todos pessoas competentes, capazes e idóneas e que nos dão garantias seguras de que vamos ter os melhores autarcas para podermos cumprir os compromissos que temos vindo a assumir com os famalicenses”.

A lista à Câmara Municipal é, então, encabeçada por Paulo Cunha, que caso seja eleito vai manter a equipa de vereadores que atualmente exercem funções no executivo – Ricardo Mendes, José Santos, Leonel Rocha, Pedro Sena e Mário Passos –, numa lógica de continuidade da ação governativa de Armindo Costa que o candidato sempre defendeu. Em termos de lugares, a lista tem 20 nomes e até à 11ª posição está assim alinhada: Paulo Cunha (41 anos, jurista), Ricardo Mendes (39 anos, jurista), Maria Manuela Martins (57 anos, professora do ensino superior), José Santos (48 anos, engenheiro), Leonel Rocha (42 anos, professor), Sofia Manuela Fernandes (38 anos, farmacêutica), Pedro Sena (39 anos, professor), Mário Passos (47 anos, professor), Filipa Isabel Almeida (29 anos, médica), Isaque Pinto (34 anos, gestor), e Vítor Moreira (47 anos, gestor de empresas). “A continuidade é uma matriz que carateriza a equipa à Câmara Municipal, embora dos 11 efetivos, 6 são continuidade e 5 são caras novas. Mas o alinhamento é, claramente, no sentido de continuidade dos protagonistas, porque assim teremos as melhores condições para assegurar o melhor para o futuro de Famalicão”, declarou Paulo Cunha.

A coligação vai também disputar todas as Assembleias de Freguesia do concelho. Em 31 delas, apresenta listas próprias, enquanto nas três restantes (Oliveira S. Mateus, Delães e Mogege) apoia candidaturas independentes. Quanto à Assembleia Municipal, a lista é, como já é público, encabeçada por Nuno Melo, que já vai no terceiro mandato à frente daquele órgão. É acompanhado por: Álvaro Oliveira, Cândida Veloso, Artur Joaquim Castro, Jorge Paulo Oliveira, Rita Isabel Cruz, Carlos Fernando Carvalho, Heitor Rui Bernardo, Rita Pires de Lima, António Meireles, Augusto Lima, Lurdes Fernandes, Paulo Jorge Coelho, Luís Ângelo Rodrigues, Esperança Oliveira e mais 32 candidatos. Nuno Melo destacou que o novo ciclo autárquico irá ser renovado dentro da continuidade, com o próprio a ser o rosto da continuidade na presidência da Assembleia Municipal e Paulo Cunha o rosto da renovação na presidência da Câmara Municipal. “Vejo no dr. Paulo Cunha as qualidades ideais para continuar a transformar o nosso concelho com enorme sentido de responsabilidade”, sublinhou, apontando ainda que na lista à Assembleia Municipal acontece também “uma renovação, com muitas caras novas”.

Os dois candidatos e os líderes dos partidos entregaram as listas


pública: 8 de agosto de 2013 9

cidade

Na quarta-feira da semana passada, dia 31 de julho, Adelino Mota, delegado pela Mesa Nacional do Bloco de Esquerda (BE), apresentou no Tribunal Cível de Famalicão as candidaturas autárquicas do partido ao concelho famalicense. O BE concorre à Câmara Municipal, à Assembleia Municipal, às freguesias de Riba d’ Ave e Oliveira Santa Maria, e à União das Freguesias Antas e Abade Vermoim e à União das Freguesias de Famalicão e Calendário. Em comunicado de imprensa, o Bloco sublinha que as suas candidaturas “integram 40% de mulheres e 60% de homens cumprindo, como é hábito, a lei da paridade”. A lista à Câmara Municipal é, como já se sabe, encabeçada por José Luís Araújo (42 anos), em 2º lugar está Ana Marcelino (42 anos), Luís Ribeiro (28 anos) ocupa a 3ª posição, Yolanda Sá (37 anos) é 4ª e Joaquim Cantâra (42 anos) segue em 5ºQuanto à lista à Assembleia Municipal é liderada por Paulo Costa (47 anos), seguindo-se Adelino Mota (58 anos), Teresa Fidalgo (44 anos), Hélder Pereira (33 anos) e Gonçalo Costa (32 anos).

Seniores famalicenses viajam para a praia por 1 euro Os idosos do concelho de Famalicão detentores do Passe Sénior Feliz estão a aproveitar o tempo quente dos meses de verão para ir à praia a preços de saldo. A iniciativa, que resulta de uma parceria da Câmara Municipal com a empresa de transportes rodoviários coletivos “Arriva Portugal”, decorre até ao dia 15 de setembro e diminui o custo da viagem de ida e volta para a Póvoa de Varzim ou Vila do Conde para apenas 2 euros. Esta medida destina-se aos cidadãos com idade igual ou superior a 65 anos e aos cidadãos reformados, residentes no concelho famalicense, que possuam o Passe Sénior Feliz carregado para o mês em curso. O valor mensal do passe de rede de cariz social é de 15,46 euros, tendo o utente apenas que pagar 7,73 euros uma vez que a autarquia comparticipa com metade do valor. Para o presidente da Câmara Municipal de Famalicão, Armindo Costa, a iniciativa que este ano se repete “espelha a preocupação da autarquia na concretização de medidas de apoio à terceira idade”. Com esta medida, o autarca espera “proporcionar momentos de convívio e bem-estar aos idosos do concelho, contribuindo desta forma para a fomentação de um estilo de vida ativo”.

“Os Verdes” reclamam modernização da Linha do Minho ente Nine e Valença “Os Verdes” entregaram no Parlamento um projeto de resolução em que recomendam ao Governo que se proceda à modernização e eletrificação da Linha do Minho. “A via ferroviária que liga o Porto a Vigo tem sido alvo de um desinvestimento continuado e significativo”, lamentam, referindo que “apesar do troço entre o Porto e Nine ter sido objeto de eletrificação, no troço entre Nine e Valença não se realizaram obras de modernização sendo que, atualmente coexistem dois troços da mesma linha ferroviária completamente distintos”. “Os Verdes” defendem que a Linha do Minho tem “um enorme potencial de cativação de passageiros” e que a sua modernização total poderia reduzir a duração da viagem Porto-Vigo, “tornando mais aliciante o transporte ferroviário na região”. “A modernização desta linha ferroviária constituiria ainda um importante contributo para o crescimento económico da região e também para o reforço das relações comerciais com a Galiza”, acrescentam. Com esta iniciativa legislativa, entregue pelo PEV no Parlamento e que será discutida em data a anunciar, “Os Verdes” pretendem que se proceda à modernização da linha ferroviária entre o Minho e Galiza, que se proceda ainda à realização das obras de duplicação das vias, eletrificação e requalificação do troço Nine-Valença e, também, que se garanta uma maior articulação dos horários dos comboios regionais com os comboios de longo curso.

Candidato da coligação fez anúncio durante visita às obras no edifício da junta

Ana Maria Oliveira é mandatária de Paulo Cunha em Famalicão Magda Ferreira em curso, sublinhando que respondem às “especificidades” que O candidato à Câmara de Famali- se colocam a uma freguesia como cão pela coligação “Mais Ação, Famalicão, que tem “uma grande Mais Famalicão, Paulo Cunha, foi heterogeneidade de cidadãos, visitar, na sexta-feira passada, as combina uma parte marcadamente obras da nova sede da Junta de rural, a parte norte, a parte de Freguesia de Famalicão, sita na Mões, com outra parte marcadaRua Adriano Pinto Basto. No final mente urbana, como é aqui o núda visita, anunciou que a atual au- cleo”. tarca, Ana Maria Oliveira, é a sua “Fico muito satisfeito, enmandatária em Famalicão. quanto candidato à Câmara, por Guiado pela presidente da poder disponibilizar aos famaliJunta, Paulo Cunha visitou a nova censes, sendo eleito, um espaço sede, cujas obras de renovação es- como este, para que eles aqui setão praticamente concluídas. A jam servidos e atendidos”, acresinauguração deve acontecer em se- centou, reforçando, a propósito tembro. da reforma administrativa do poA sede da Junta de Famalicão der local da qual resulta a União vai passar a funcionar nos dois pi- das Freguesias de Famalicão e Casos do edifício. No rés-do-chão será lendário, que todos os serviços instalado o serviço de atendimento autárquicos de proximidade seà população e de apoio social, rão mantidos. “Os cidadãos não como a entrega diária de refeições. vão ter que se deslocar a CalenNo 1º andar continua a existir o sa- dário para ser atendidos pela lão nobre, agora com maior dimen- junta de freguesia. Vão continuar são, e que ficará à disposição da a ser atendidos neste espaço, recomunidade. Foi ainda criado um novado, melhorado, com excejardim nas traseiras do edifício. lentes condições para serem Paulo Cunha elogiou as obras muito bem atendidos”, assegu-

rou. Paulo Cunha aproveitou ainda a ocasião para anunciar que Ana Maria Oliveira aceitou ser mandatária da sua candidatura na freguesia de Famalicão, afirmando ter ficado “lisonjeado” com a decisão da autarca. “Depois de um trabalho notável como autarca, é para mim muito gratificante e reconfortante tê-la ao meu lado”, observou. Por seu lado, Ana Maria Oliveira, que não se recandidata nas eleições de setembro, agradeceu o apoio dado pelo PSD e pelo CDS ao longo dos dois mandatos que exerceu na Junta de Famalicão. “É para mim uma honra e um orgulho ser a mandatária do dr. Paulo Cunha porque sei que será um excelente presidente da nossa Câmara Municipal. É um homem afável, simpático, trabalhador e em quem se pode confiar”, declarou. Sobre as obras no edifício da Junta, Ana Maria Oliveira destacou o jardim criado nas traseiras e que vai permitir que a sede seja um espaço com vida.

Magda Ferreira

BE formaliza candidaturas no tribunal

Ana Maria Oliveira mostrou a Paulo Cunha o novo espaço de lazer da sede da Junta

PASEC organiza Survival Camp 2013 A PASEC – Plataforma de Animadores Socioeducativos e Culturais organizou, uma vez mais, o “Survival Camp”, uma iniciativa inserida na programação da sua Escola Integral de Animação Sociocultural, no âmbito do Projeto ID.EIAS que é, por sua vez, apoiado pelo programa Juventude em Ação da União Europeia. A edição de 2013 foi promovida em simultâneo por Itália e Portugal. No nosso país, as dinâmicas, inseridas no tema “Os nossos inícios e os fins de ciclo”, decorreram entre 17 e 21 de julho, dividindo-se entre Gerês, Braga e Famalicão. Os primeiros dias foram passados na Serra do Gerês, em Rio Caldo e em Braga. Os participantes experimentaram técnicas de sobrevivência, refletiram sobre o tema base e passaram pela experiência extrema

de serem “mendigos por um dia”. O último dia, já em Famalicão, terminou com um “Laboratório de Jogos”, onde os jovens animadores incentivaram os participantes a criar e aplicar jogos relacionados com o tema “Survival”. A iniciativa terminou com um espaço de reflexão, intitulado “Europe’s Oportunitys”, que permitiu aos jovens participantes, conhecerem melhor a realidade europeia e terem consciência das implicações de se estar ligado a um espaço comum como este. Estiveram envolvidos nesta iniciativa, de forma direta, ao longo deste cinco dias, 20 jovens animadores e mais de 30 crianças e adolescentes. No último dia, estiveram ainda presentes famílias e técnicos de outras organizações parceiras.


10

pública: 8 de agosto de 2013

freguesias

PS apresenta António Matos como candidato à União de Freguesias Portela, Vale S. Cosme e Telhado

O PS apresentou no sábado passado António Matos como candidato à presidência da União de Freguesias de Portela, Vale S. Cosme e Telhado. António Matos começou por falar na sua candidatura e frisou que só avançou pelo partido, pelas três freguesias e também por Custódio Oliveira e pelas suas ideias e projetos. Reconhecendo que se pode fazer melhor pelas três freguesias pelas quais concorre, António Matos diz que a sua candidatura é também uma oportunidade histórica de poder trabalhar para populações de freguesias diferentes mas “nenhuma será preterida em detrimento da outra” pretendendo o candidato a mesma transparência, o mesmo trabalho e o mesmo investimento para todas. Assumindo-se, acima de tudo, como uma candidatura aberta a todos, António Matos diz que, com a sua equipa, quer ouvir a população e inventariar as suas necessidades, desejos e anseios. Terminou o seu discurso dizendo que as eleições ganham-se e perdem-se conforme o trabalho que for feito e assumiu o compromisso de “trabalhar com afinco e dedicação de forma a desenvolver e proje-

tar as freguesias de Portela, Vale S. Cosme e Telhado”. Já Custódio Oliveira, o candidato pelo PS à Câmara Municipal apelou a que as pessoas votem de forma livre, responsável e inteligente. “Os famalicenses devem escolher entre as pessoas, ideias e projetos. Não devem guiar o voto por arrastão através de grandes campanhas de marketing e publicidade ou de grandes festas. O povo é inteligente e saberá distinguir as boas pessoas, ideias e projetos”, sublinhou. Custódio Oliveira reforçou que não quer manter o rumo mas sim “fazer melhor”. “As Câmaras Municipais nasceram para servir as pessoas, mas hoje são organizações de poder e de jogos de interesses”. Nesta lógica sublinhou que pretende uma Câmara transparente, aberta e ao serviço das pessoas e propôs a existência do Provedor do Munícipe para defender os que se julgarem injustiçados. Terminou a sua intervenção dizendo que votar na coligação nestas eleições é dar um voto de louvor ao governo. “Ajudem-nos a passar esta mensagem, se acreditam nas ideias, no candidato então esta é a altura certa para mudar o rumo, esta é a altura certa para melhor fazer porque estamos juntos”.

Maria Isabel é candidata da CDU a Delães A CDU apresentou publicamente à população de Delães a sua candidata à freguesia nas eleições de setembro. Trata-se de Maria Isabel, uma independente bem conhecida da população, mulher com fortes laços à luta sindical e ao associativismo local, que junto com José Costa Ferreira e Maria Filomena abraçaram este desafio pela CDU “a uma freguesia que, apesar de algum dinamismo, carece de dar o salto e dar resposta a outras questões mais prementes face ao enquadramento político social de Portugal”. Maria Isabel, com o restante executivo, deu para este efeito particular privilégio ao contacto porta a porta para se fazer apresentar à população, procurando, desde logo, inteirar os delaenses dos seus objetivos e da CDU para estas eleições. Nesta apresentação pública, Maria Isabel teve a companhia do candidato à Câmara Municipal de Famalicão pela CDU, Miguel Lopes, “que sendo uma figura ativa nesta freguesia teve uma forte recetividade da população e foi transmitindo as suas linhas orientadoras para a sua candidatura à Câmara”, divulga a CDU em nota à imprensa. Ambos inteiraram-se das necessidades, carências e dificuldades da população de Delães, garantindo que, quer em termos locais quer na própria Câmara Municipal, “será dada voz a todas as situações de injustiça social e de carência da população de Delães e tudo será feito para corrigir e resolver os problemas sentidos”.

Cerimónia decorreu no sábado

Carlos Ferreira avança como candidato do PS à União de Freguesias de Carreira e Bente O Partido Socialista apresentou no passado sábado Carlos Ferreira como candidato à presidência da União de Freguesias de Carreira e Bente. Nuno Sá, presidente da Comissão Politica de Famalicão e o candidato à Câmara Municipal pelo PS, Custódio Oliveira também marcaram presença. Na sua intervenção Carlos Ferreira começou por dizer que as freguesias da Carreira e Bente estão paradas há quatro anos e esta é a oportunidade para a mudança de rumo e “criar para estas duas freguesias um novo dinamismo e mais e melhores condições”. Apesar de nas últimas eleições autárquicas Carlos Ferreira ter estado do lado adversário esta é, para o candidato, a altura certa de passar para o lado de quem tem ideias, projetos e vontade e dinamismo de fazer melhor pelos famalicenses. Carlos Ferreira referiu ainda que assume esta candidatura à União de Freguesias de Carreira e Bente “sem medo” e “com uma enorme vontade de trabalhar em prol da população

destas duas freguesias”. “Outro motivo forte de eu ter aceitado esta candidatura foi o fato de ter ficado maravilhado com as ideias de Custódio Oliveira e com a força de trabalho que movem a sua candidatura”, referiu. “A equipa jovem, competente, motivada e com vontade de trabalhar” são para Carlos Ferreira uma mais valia a favor dos habitantes de Carreira e Bente. No seguimento das ideias de uma autarquia mais aberta e ao serviço das pessoas defendidas por Custódio Oliveira, entre outras ideias ficou a vontade de alargar o horário

da Junta de Freguesia para servir toda a população, incentivar a natalidade dando um incentivo aos casais, trabalhar em conjunto com as associações para desenvolver projetos, e trabalhar em prol dos mais necessitados, das crianças, jovens e idosos. No final do discurso Carlos Ferreira pediu ainda um voto de confiança à sua candidatura, apelando às pessoas que não se deixassem iludir pelas campanhas de arrastão que nada trazem de novo. “Esta é a hora de mudar de rumo na Carreira e em Bente porque queremos fazer melhor”.

Filipe Rocha é candidato socialista à União de Freguesias de Seide S. Paio e Seide S. Miguel O PS apresentou no passado domingo Filipe Rocha como candidato à presidência da União de Freguesias de Seide S. Paio e Seide S. Miguel. Na apresentação estiveram também presentes Nuno Sá, o presidente da Comissão Politica concelhia do partido e o candidato à Câmara Municipal, Custódio Oliveira. No seu discurso Filipe Rocha começou por agradecer o convite ao PS, convite esse que aceitou “com espirito de missão”, reconhecendo também que a sua experiência na política lhe permitirá participar nos destinos das freguesias. Por outro lado, e querendo abraçar a causa pública, o candidato socialista sublinhou o projeto de Custódio Oliveira “que apresenta razões mais que suficientes para ter aceitado participar nesta candidatura”. “Quando fui abordado pelo Partido Socialista perguntaram-me não qual era a minha cor politica mas sim se estaria disposto a trabalhar”. Quanto ao seu programa eleitoral o candidato a Seide referiu que será traçado “segundo as necessi-

dades da população e após escuta atenta”, tendo, no entanto, atenção especial à educação, à área social e em especial os mais desfavorecidos. A terminar Filipe Rocha referiu ainda que acredita na sua candidatura porque tem junto a si uma equipa solida e com vontade de trabalhar e “este trabalho será empenhado e dedicado o que levará as freguesias de Seide a mudar o rumo e a fazer melhor por todos”.

Carlos Fernandes lidera lista do BE a Antas e Abade Vermoim Carlos Fernandes é o candidato do Bloco de Esquerda à União das Freguesias de Antas e Abade Vermoim. Natural da freguesia de Antas, com 57 anos e residente em Abade Vermoim, o partido sublinha, em nota à imprensa, que o candidato do BE “tem um passado ligado à vida autárquica pois já foi membro da Assembleia de Freguesia e é um profundo conhecedor da realidade e das necessidades das duas freguesias que agora se fundem”. Carlos Fernandes pretende “contribuir para o melhoramento das necessidades da freguesia, combater a exclusão social existente e acabar com o fosso entre o urbano e a periferia, agravado pela arregimentação das duas freguesias”. O candidato do BE lidera uma lista composta por jovens homens e mulheres “que têm um passado ligado à terra, bem como conhecedores das dificuldades porque passam as populações”. “Podem, assim, os habitantes desta nova freguesia ter confiança nesta equipa que assume um forte empenho no desenvolvimento de Antas/Abade Vermoim”, garante o Bloco.


pública: 8 de agosto de 2013 11

freguesias

Coligação “Mais Ação, Mais Famalicão” apresentou publicamente candidato

João Machado quer unir e impulsionar Landim

Paulo Cunha com João Machado

“Fazer Landim crescer” e “unir Landim” são os principais desafios a que se propõe o candidato da coligação “Mais Ação, Mais Famalicão” à presidência da Junta de Freguesia de Landim. João Machado apresentou publicamente a sua candidatura na passada sexta-feira, 2 de agosto, no Largo das Tílias, bem como a equipa que o acompanha no desafio de ganhar a Junta de Freguesia, numa sessão que contou com a presença de três centenas de apoiantes, entre os quais o candidato da coligação à presidência da Câmara Municipal, Paulo Cunha. João Machado, 42 anos, técnico oficial de contas de profissão, avança para esta eleição amparado pelas suas raízes – lembrou que Landim é a sua “terra de sempre”, onde nasceu, cresceu e constituiu família – e com um programa “realista e ambicioso, empreendedor e dinâmico, estratégico e inovador” voltado para as pessoas.

O candidato disse estar determinado a “levar Landim ao lugar que a freguesia merece, no concelho, no distrito e no país”, e assumiu o propósito de impor um novo modelo de gestão autárquica. “Estilo de abertura, de transparência e de verdade”, afirmou, prometendo uma presidência de proximidade com os cidadãos, a quem dará voz para “ouvir as suas necessidades, ideias e preocupações”. Do conjunto de propostas que apresentou para várias áreas de ação, João Machado evidenciou a criação de três comissões – para a ação social, para as tradições e para a promoção – que irão trabalhar, sobretudo, para dar resposta às necessidades da comunidade, preservar as tradições e promover a imagem da freguesia no concelho e no país. “É um importante desafio que assumo a pensar em todos os meus concidadãos que merecem tudo quanto possa fazer por

eles”, afirmou. Paulo Cunha enalteceu as qualidades pessoais e profissionais de João Machado, referindo-se ao cabeça de lista em Landim como um “homem preparado, um cidadão responsável com vocação para servir a comunidade e um dirigente associativo exímio”. Na sua intervenção o candidato à presidência da Câmara Municipal de Famalicão reafirmou o compromisso de prosseguir com o investimento em todas as freguesias do concelho, tal como Armindo Costa fez ao longo do seu projeto autárquico, para garantir um concelho harmonioso, coeso e com qualidade de vida. Paulo Cunha reforçou ainda que a sua governação ficará marcada pelo apoio social. No capítulo das contas públicas, Paulo Cunha prometeu que o rigor orçamental continuará presente na gestão do orçamento municipal, com grande contenção nas despesas.

Coligação festeja Dia dos Avós em Riba d’ Ave A coligação “Mais Ação, Mais Riba de Ave” não quis deixar de celebrar o Dia dos Avós, promovendo, para tal, um convívio intergeracional, no qual estiveram presentes o candidato à Câmara Municipal, Paulo Cunha, e a candidata à Junta de Freguesia, Susana Pereira. Jogos tradicionais, pinturas faciais, música e lanche-convívio foram alguns dos momentos que contribuíram para fortalecer os laços entre os intervenientes. A organização conta que ao longo do evento, avós e netos estavam radiantes por partilharem experiências na Escola da Avenida, lugar de destaque para ambos. Já a coligação mostrou-se bastante satisfeita com a iniciativa, pretendendo que este seja, apenas, a primeira de muitas celebrações.

Candidato da coligação em Joane quer coletividade como parceira

Xavier Oliveira visitou Associação de Reformados O candidato da coligação PSD/PP à Junta de Joane, Xavier Oliveira, acompanhado por membros da sua equipa, reuniu com dirigentes da Associação de Reformados de Joane. O encontro destinouse a conhecer e auscultar as necessidades e projetos da Associação, bem como discutir a situação social da freguesia. A Associação de Reformados de Joane tem ao longo dos anos desenvolvido um trabalho de ajuda em prol dos idosos e dos mais desfavorecidos. Conta com cerca de mil associados, não só da freguesia de Joane, mas também das freguesias envolventes. Os responsáveis da associação deram a conhecer as diversas atividades da associação, e que “sempre que são chamados a participar na ajuda aos mais necessitados, têm-no feito e, atualmente, essas ajudas têm sido menores dada atual conjuntura e falta de meios ou de bens materiais”. A atividade da associação é su-

portada pelas ajudas dos sócios, que pagam uma quota anual de 7 euros. Xavier Oliveira questionou os responsáveis pela associação sobre as ajudas que tem tido por parte da Junta de Freguesia e da Câmara Municipal e ficou a saber que esta não foi alvo de qualquer subsídio nos últimos 4 anos. O candidato da coligação deu conta que é sua intenção inverter esse papel, ou seja, “criar uma rede interna de apoio aos idosos e mais desfavorecidos, ajuda essa que passa pela recolha de

alimentos, roupas, etc.”. Para tal, pretende ter como parceiros as associações de Joane e aí conta também com a Associação de Reformados que, segundo o candidato, “tem condições para identificar melhor do que ninguém quem e quais as pessoas ou famílias mais necessitadas”. Por último, os responsáveis da associação desafiaram o candidato a, caso seja eleito, festeje o Dia do Idoso (1 de Outubro), uma vez que “em que em Joane nada se faz nesse dia”. Xavier Oliveira registou o desafio. pub


12

pública: 8 de agosto de 2013

Bem-me-Quer promoveu mais uma colónia de praia À semelhança do que já vem sendo hábito em anos anteriores, realizou-se, entre os dias 15 e 26 de julho, mais uma edição da colónia de praia da Associação Bem-me-Quer. Este ano, a colónia decorreu na praia de Aver-oMar, contando com cerca de 150 participantes, entre utentes (crianças, jovens e seniores), funcionários e voluntários. Para além da realização de aulas de ginástica sénior, a associação agradece ainda a colaboração da PASEC que apoiou na dinamização de outras atividades.

freguesias

Iniciativa decorre durante todo o mês de agosto

Didáxis proporciona “Super Férias” a 50 crianças e jovens Magda Ferreira A Didáxis de Vale S. Cosme abre as suas portas neste mês de agosto, com um projeto denominado “Super Férias”. O objetivo é proporcionar a crianças e jovens, muitas delas carenciadas, um programa organizado de caráter educativo, cultural, desportivo ou meramente recreativo. São 50 as crianças e jovens que participam e que ao longo do mês vão usufruir de variadas atividades, desde torneios de futebol, natação, hipismo, artes marciais e oficina de artes. Vão também visitar diversos locais fora da escola, como o Regimento de Cavalaria e o Estádio Axa, em Braga, bem como uma quinta pedagógica em Barcelos. Esta iniciativa, organizada pela Didáxis, conta com o apoio da Câmara Municipal de Famalicão, do Banco Alimentar Contra a Fome, da Bosch e da Associação de Pais da Didáxis de S. Cosme, bem como do grupo Didáxis Solidária e da Junta de Freguesia de Vale S. Cosme. Uma parceria que faz com que as “Super Férias” não tenham

No arranque das férias, alunos foram presenteados com um momento musical

qualquer custo para as crianças e jovens que nelas participam. As férias arrancaram na manhã de segunda-feira passada, com a receção dos participantes, que foram logo presenteados com um momento musical e alguns truques de magia. Na ocasião foi também apresentado o evento à comunicação social pela vice-presidente da Didáxis de S. Cosme, Emília Cardoso, que se mostrou agradada com a adesão da comunidade. “Penso que é um projeto muito ambicioso, que surgiu da boa vontade e da vontade de querer ajudar”, decla-

rou, sublinhando que esta iniciativa só foi possível pela “força” demonstrada pela Didáxis Solidária, na pessoa da professora Yolanda Manchado, a “mentora” da iniciativa. Frisando que agosto é mês de férias nas escolas, a responsável elogiou ainda o facto de estarem cerca de 30 voluntários a colaborar neste projeto, desde professores, funcionários, ex-alunos e pais. Ao Banco Alimentar Contra a Fome do distrito de Braga cabe a tarefa de fornecer os bens alimentares para a confeção das refeições. O objetivo é, num mês em que as institui-

ções estão de férias, assegurar que as carências alimentares sejam saciadas, adiantou Nuno Oliveira, do Banco Alimentar, referindo que além da Didáxis, mais dois agrupamentos em Braga aderiram à iniciativa. Por parte da Câmara Municipal, Marco Magalhães, da divisão de Educação, elogiou a realização destas atividades. “É um orgulho para nós vermos aqui a cidade educadora a funcionar em pleno”, declarou, evidenciando o número de voluntários e entidades envolvidos “num projeto único”. “Isso, sem dúvida, é educar”, completou.

pub

Alunos da Forave diretamente do curso para o emprego O Observatório de Emprego da escola profissional Forave registou, na primeira quinzena de julho, 11 ofertas de emprego, 4 ofertas de estágios profissionais e 19 ofertas para estágios extracurriculares, com a duração de um a quatro meses. Em nota a imprensa, a escola sublinha que estes números, para além de contrariarem a atual conjuntura de recessão vivenciada pelo país, reforçam as necessidades de formação do concelho de Famalicão e da região e denotam sinais de crescimento e desenvolvimento empresarial. Os números revelam ainda que a Forave “continua a ser uma entidade muito procurada” pelos empregadores nas suas áreas de especialização, como é o caso

da Eletrónica e Automação, da Gestão, da Manutenção Industrial e da Qualidade Alimentar. Usualmente, a defesa das PAP (Provas de aptidão Profissional) é uma oportunidade procurada pelos empregadores para observarem os projetos técnicos, a prestação dos finalistas e captarem talentos. A Forave manifesta a sua satisfação porque alguns dos seus alunos finalistas “ainda estavam a defender as PAP” e já tinham “colocação garantida”. “A FORAVE encerra o ano letivo com um saldo muito positivo pela procura imediata dos seus diplomados”, congratulam-se os responsáveis desta escola, que apresenta atualmente níveis de empregabilidade a rondar os 75%.

Centro Social de Joane comemorou Dia dos Avós No passado dia 26 de julho, comemorou-se no Centro Social de Joane o Dia dos Avós, com a realização de um “espetáculo surpresa” onde as crianças demonstraram aos seus avós a importância que estes têm na sua vida. No final do espetáculo, houve ainda tempo para um lanche convívio e para entrega de uma lembrança aos avós.


pública: 8 de agosto de 2013 13

freguesias

Cerimónia decorreu no passado sábado em Pousada de Saramagos

ARPO inaugura novo polidesportivo e cumpre sonho A Associação Recreativa Pousadense (ARPO) dispõe agora de um novo polidesportivo, inaugurado no passado sábado em Pousada de Saramagos. Criada em 1978 por iniciativa de um grupo de pousadenses, a ARPO já tinha cinco balneários desde 2008, um para árbitros e quatro para equipas. Agora, esta nova empreitada incluiu a construção do polidesportivo, uma bancada exterior e a requalificação dos espaços envolventes. Devido ao acentuado declive do terreno, foi ainda necessária a construção de muros de sustentação para a implantação do edifício. As obras implicaram um investimento total na ordem dos 81 mil euros, tendo contado com um apoio municipal inicial de 20 mil. O presidente da ARPO, na sua intervenção, sublinhou que o objetivo da associação foi alcançado e que a obra era aguardada por todos os associados. “Finalmente atingimos os nossos objetivos, finalmente a ARPO tem o que merece”, afirmou Alberto Couto, agradecendo o trabalho das várias direções que passaram pela instituição e também à Câmara Municipal de Famalicão e à Junta de Freguesia de Pousada “por todo o esforço e apoio pela causa”. Com uma significativa estrutura de formação, com equipas que vão desde os in-

António Freitas

Carla Alexandra Soares

Inauguração decorreu na presença de muitos populares

fantis aos juvenis, Alberto Couto sublinhou que com a nova estrutura, a ARPO oferece agora à comunidade a prática desportiva com qualidade. Deixou ainda uma palavra especial aos sócios, sem os quais, frisou, a Associação Pousadense não existiria. “Sem vocês não

teríamos, nem teremos um suporte sólido e estável”, referiu o responsável, sem, contudo, deixar de acolher novas ideias e projetos que permitam o desenvolvimento da associação. A cerimónia foi presidida pelo vice-presidente da autarquia, que deixou o convite

Junta de Delães promove 8º passeio anual Como já vem sendo hábito, a Junta de Freguesia de Delães promoveu, no dia 20 de julho, o seu 8º Passeio Anual, sendo a Senhora da Pena, em Paredes de Coura, o local eleito para este convívio, que envolveu cerca de três centenas de delaenses. “A natureza, o bom tempo e a vitalidade dos delaenses foram fatores que se conjugaram na perfeição, para que este dia se tornasse inesquecível”, relata a autarquia. “Sensacional” foi também a forma como o Rancho Folclórico Divino Salvador conseguiu envolver jovens e seniores nas danças e cantares, “imbuídos de um ambiente de partilha e amizade que ficará para sempre na memória de todos”. Tendo em conta o sucesso deste evento, a Junta de Freguesia de Delães vem “expressar publicamente a sua eterna gratidão a todos os delaenses pelos bons momentos vividos”.

Brufe celebra Dia dos Avós A comunidade paroquial de Brufe juntou, no passado dia 27 de julho, netos e avós no átrio do seu Centro Social, com o intuito de homenagear os avós de Jesus, Stª Ana e S. Joaquim. Durante a homilia, e aproveitando o testemunho do Papa a respeito da fé, o padre Francisco salientou a importância dos avós na educação dos seus netos e principalmente na transmissão da fé. O pároco da freguesia destacou ainda o apoio da paróquia nestes dias especialmente dedicados à família, referindo o desejo de tornar a igreja “uma casa onde todos se sintam acolhidos e acolhedores, verdadeiramente de todos, com todos e para todos.” No final da celebração, foi entregue a todos os avós presentes uma “pequena e doce lembrança”, elaborada pelos utentes do Centro Social Paroquial de Brufe.

aos pousadenses para que utilizem e façam uso do novo equipamento da freguesia. Paulo Cunha destacou o trabalho e o virtuosismo das associações que trabalham para melhorar a qualidade de vida das pessoas. “Às vezes as pessoas esquecem-se do que temos. Compete a nós, autarcas, realçar o papel, o desempenho das associações do nosso concelho”, afirmou. Paulo Cunha classificou ainda de “brilhante” o trabalho realizado por todos os dirigentes associativos e manifestou, desde logo, a sua vontade para que estes continuem a “contar com o apoio e colaboração da Câmara para desenvolverem projetos que sejam uma mais-valia para a população”. Também na cerimónia Custódio Ribeiro, vice-presidente da Associação de Futebol de Braga, enalteceu a qualidade do polidesportivo: “É uma honra e um privilégio ter dentro do nosso seio um espaço um pouco invejável para muitos. Dar os parabéns pela obra, pelo empenho, pelos êxitos que vai alcançar”. Na cerimónia esteve também o autarca da freguesia, António Sousa, que destacou o trabalho da ARPO e o apoio dado pela autarquia. Não escondeu, igualmente, a satisfação por ver concretizada uma “obra há muito ansiada por todos”. Antes da inauguração, as instalações receberem a bênção por parte do pároco da freguesia.

Atividades de férias juntaram mais de 50 crianças em Requião

Durante cerca de 6 semanas e meia, mais de 50 crianças participaram nas Férias Desportivas 2013, que decorreram na freguesia de Requião, numa organização da Associação de Pais das Escolas de Requião e do grupo Dê+ Desporto e Eventos, que contou com o apoio da Junta de Freguesia de Requião, da Câmara Municipal de Famalicão e do Agrupamento de Escolas D. Maria II. As crianças participaram num grande conjunto de atividades desportivas, culturais e lúdicas. As ações concentraram-se nas instalações da escola do 1º ciclo de Requião e no novo polidesportivo da freguesia. Mas também houve cerca de 20 saídas, entre visitas a museus, quintas, parques e idas à piscina. Tag rugby, futebol, atletismo, andebol, ténis foram algumas das modalidades desportivas com as quais os participantes contataram. As crianças efetuaram também várias caminhadas pela freguesia, com visitas, por exemplo, à Quinta da Lage e à Casa de Compostela. Houve também tempo para conhecer vários museus da cidade, visitar o Parque da Devesa e contatar com os cavalos no Centro Hípico de Joane. As refeições foram servidas na cantina da escola. No final das atividades, a organização sublinha que o balanço é “extremamente positivo”, sobretudo dada a “confiança depositada” pelos pais e encarregados de educação e pelas “muitas palavras de incentivo recebidas ao longo destas semanas”.


14

pública: 8 de agosto de 2013

Passeio da vila de Riba d’ Ave “foi um sucesso”

freguesias

GNR descobre plantação de cannabis em Ribeirão Foram apreendidos, na semana passada, numa residência em Ribeirão, 19 pés de cannabis e ainda diverso material relacionado com o cultivo desta planta. A apreensão foi efetuada pela GNR, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Barcelos e teve por base uma denúncia feita junto do Posto Territorial de Famalicão. Ao chegar ao local, o NIC de Barcelos acabou por encontrar, no interior e

no exterior da residência, quase duas dezenas de plantas de cannabis, em avançado estado de crescimento e maturação com um peso total superior a sete quilos. Além das plantas, a GNR apreendeu ainda sementes de cannabis; etiquetas de várias cores; lâmpadas e transformadores; várias ventoinhas; um temporizador; um controlador digital de humidade e duas pipetas. No local, ha-

via também frascos contendo substâncias usadas para o crescimento rápido das plantas. A moradia onde a plantação de cannabis foi encontrada pertence a um homem de 28 anos, sobre quem recaem suspeitas de tráfico. O indivíduo foi detido e já compareceu no Tribunal Judicial de Famalicão, ficando sujeito a termo de identidade e residência enquanto decorre o inquérito.

Escuteiros de Ribeirão dinamizam “Jardins dos Avós” Vigo (Samil) e Vila Nova de Cerveira foram os destinos do IV Passeio da vila de Riba d’ Ave, que decorreu no dia 20 de julho. A autarquia diz que este ano a adesão superou as expetativas, com cerca de 500 pessoas a participar, distribuídas por 9 autocarros. A Junta de Freguesia contou com o apoio dos Bombeiros Voluntários, das Guias de Portugal e de alguns voluntários da terra que se disponibilizaram para a organização deste passeio, “que foi um êxito”. O pequeno-almoço, em Riba de Ave, e o lanche, em Vila Nova de Cerveira, foram oferecidos pela Junta. O presidente da Junta, Armando Carvalho, afirma orgulhar-se pela organização desta iniciativa, que permite aos ribadavenses desfrutar de um dia repleto de diversão, alegria e boa disposição.

O Agrupamento nº 1374 do CNE de Ribeirão promoveu, nos dias 27 e 28 de julho, o concurso “Jardins dos Avós” para celebrar o “Dia dos Avós”. O Souto de Santa Ana foi o espaço escolhido para que os escuteiros, com recurso a materiais reutilizados, dessem azo à sua imaginação e criassem canteiros. Participaram neste concurso as dez patrulhas, bem como a alcateia do agrupamento. Durante dois dias, foram muitos os visitantes que quiseram apreciar os canteiros concebidos pelos escuteiros. Os visitantes puderam também apreciar e adquirir as plantas expostas nos dois hortos convidados, ambos sediados em Ribeirão. O chefe do agrupamento, Leonel Rocha, referiu que esta iniciativa ajudou a “encerrar com chave de ouro o primeiro ano de existência do agrupamento”. Referiu, ainda que “através desta atividade educativa, os escuteiros tiveram oportunidade de adquirir novos conhecimentos, competências e atitudes”. O júri do concurso, constituído pelo chefe do Núcleo de Famalicão, Valdemar Magalhães, pela madrinha do Agrupa-

mento de Ribeirão, Amélia Santos, e pela representante do Vila Horto, Teresa Oliveira, considerou que todos os trabalhos tinham excelente qualidade, tendo, no entanto, destacado o canteiro da Patrulha Falcão, que venceu o concurso. pub


pública: 8 de agosto de 2013 15

freguesias

Iniciativa atraiu milhares de pessoas a Oliveira Sta Maria

“Bulir em Terras de Santa Maria” foi um sucesso

Tiago Ribeiro agradece ajuda

rios elementos identificadores da cultura popular, envolvendo as várias gerações de famalicenses”. Refira-se que a iniciativa foi promovida pela Câmara Municipal de Famalicão com o apoio da Junta de Freguesia.

Vice presidente da Câmara visitou feira acompanhado pelo autarca local

A alameda do Mosteiro na freguesia de Oliveira Santa Maria ganhou vida própria e pôs toda a gente a “bulir”. Dezenas de mercadores e artesãos invadiram o espaço conquistando a atenção dos milhares de visitantes. Aqui também não faltou a música, a dança, as iguarias minhotas e muita animação. “Bulir em Terras de Santa Maria”

decorreu no fim-de-semana, foi um sucesso e a organização já pensa em repetir. O vice-presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha que é também vereador da Cultura e do Turismo, esteve presente e inaugurou o evento, mostrando-se muito satisfeito com a qualidade e diversidade do programa, “que conseguiu reunir vá-

Concurso de Licores Destaque ainda para o Concurso de Licores Tradicionais Famalicenses, que reuniu cerca de uma dezena de produtores. O concurso dividiu-se nas categorias de Frutos e Ervas Aromáticas. O Júri, composto por Álvaro Costa (Chef), Gabriela Albuquerque (Enóloga), Catarina Mesquita (Farmacêutica), Rita Araújo (Enóloga), deliberou atribuir os seguintes prémios, na categoria “Licor de Frutos”: Prémio Ouro ao Licor de Tangerina, apresentado por Augusta Fontes (Quinta das Lagoas – Requião) e o Prémio Prata ao Licor de Maçã e Canela, apresentado por Família Leite (Gavião). Na categoria “Licor de Ervas Aromáticas”, foi atribuído o Prémio Ouro ao Licor de Bagaço e Mel (Hidromel), de José Manuel Rico (Velhos Sabores – Famalicão) e o Prémio Prata ao Licor de Café de José Rui Pereira da Costa e Silva (Avidos).

Lindoso e Soajo visitados no Passeio ACV 2013 À semelhança de outros anos, a Associação Cultural de Vermoim (ACV) realizou, no passado dia 21 de julho, o seu passeio anual, que desta feita teve como destino as localidades de Lindoso e Soajo. Durante a manhã, os participantes tiveram oportunidade de visitar a Barragem do Alto Lindoso, considerada a maior central de produção de energia hidrelétrica e uma das mais altas construções de Portugal. Nesta mesma freguesia, foi possível contemplar uma eira de rara beleza, composta por 50 espigueiros dos séculos XVII e XVIII.

A ADESPO – Associação Desportiva e Cultural de Portela Santa Marinha realizou, no dia 14 de julho, uma festa de solidariedade com o intuito de ajudar o jovem Tiago Ribeiro a adquirir um elevador de escadas. O Tiago sofreu um acidente em 2011, contraindo uma lesão vertebro-medular irreversível, que paralisou totalmente os movimentos da cintura para baixo. O jovem de 30 anos precisa, agora, de um elevador para adaptar à sua habitação, devido às dificuldades de mobilidade que sente, desde que sofreu o acidente. A festa realizou-se nas instalações da ADESPO, na Portela, e contou com a presença de muitos artistas, que aceitaram ajudar nesta causa. Foram centenas as pessoas que não deixaram de dar o seu contributo ao Tiago Ribeiro para que ele atinja o seu objetivo. “Agradeço, profundamente, o carinho e o apoio que recebi de todos, a todos o meu sincero obrigado”, afirmou o Tiago no final do evento.

Didáxis de S. Cosme premeia alunos nos saraus do 2º e 3º ciclo

Na aldeia do Soajo, que disputa com o Lindoso a fama de possuir o mais representativo campo de espigueiros, os sócios da associação puderam ainda observar diversas casas de turismo de aldeia. O passeio contou ainda com um almoço/piquenique. Este decorreu no Parque de Merendas de Mezio, em Arco de Valdevez, num ambiente de puro convívio e confraternização entre sócios e amigos da associação, atingindo o seu ponto alto com o Torneio de Malha (chincalhão) que se realizou durante a tarde.

Casa do Povo de Lousado celebra final de época Terminou mais uma época animada na Casa do Povo de Lousado. A última semana foi de grande atividade, com a realização do torneio de sueca, do concurso de pesca e da atuação do grupo lousadense “Área Pública”. Os convívios de esplanada tiveram o seu ponto alto com a atuação do grupo de danças de salão que maravilhou o público presente. O torneio de sueca teve como vencedor o par Joaquim Carneiro/Tiago Carneiro. No 7º Concurso de Pesca/Rio, disputado no Rio Ave e onde participaram cerca de 70 pescadores, marcaram tamO vencedor do concurso de pesca bém presença prestigiadas equipas de renome internacional, Montemoar, da Galiza. O grande Costa, da APD Ribeirão, que tamcomo é o caso do Clube de Pesca vencedor desta prova foi Rui bém venceu a nível coletivo.

Alguns dos “melhores” alunos da Didáxis

A Didáxis de S. Cosme tem por hábito premiar os alunos e turmas que se encontram em fim de ciclo e que se destacam pelo seu bom comportamento e resultados escolares. Para realização desta homenagem a escola promove, no final do ano letivo, dois saraus, sendo que um é destinado aos finalistas do 2º ciclo e o outro aos finalistas de 3º ciclo. Assim, no passado dia 17 de julho decorreu o sarau do 2º ciclo, que foi apresentado por alunos do 6º ano. A chamada das turmas, uma a uma, para entrega dos diplomas, com a presença dos encarregados de educação, e muitos aplausos a serem sentidos por toda a escola, foi um dos momentos altos da noite. O sarau de 6º ano terminou com um jantar de confraterniza-

ção destinado aos alunos e seus encarregados de educação. Houve ainda tempo para um “baile”. Também os alunos do 9º ano tiveram direito ao seu momento de celebração, que decorreu no dia 18 de julho. Tal como no sarau do 2º ciclo, a Direção Pedagógica da Didáxis homenageou os alunos com aproveitamento excelente, bem como aqueles que se destacaram em alguns projetos escolares. A noite terminou com uma festa na zona exterior da escola. De referir que, para além dos alunos e seus professores, estiveram presentes nos saraus, os representantes dos encarregados de educação, a Associação de Pais, a Direção Pedagógica, os diretores de turma e o vereador da Educação na Câmara Municipal, Leonel Rocha.


16

pública: 8 de agosto de 2013

ALGARVE

JUNTO À PRAIA DA OURA

Rancho de Oliveira Stª Maria dinamiza festival

C/ CONHECIMENTOS GERAIS EM COSTURA PART-TIME / FULL-TIME CENTRO DE FAMALICÃO

CONTATO: 969 644 939

CONTATO: 93 501 34 78

pub

VENDO T3

pub

JUNTO À UNIVERSIDADE

COM CONHECIMENTOS DE INFORMÁTICA, WORD, EXCEL, INGLÊS, ALEMÃO.

C/ garagem fechada para 1 carro Trata o próprio

RESPOSTA AO NUMERO 1108 DESTE JORNAL

CEDÊNCIA DE ESPAÇO COMERCIAL

pub

COSTUREIRA

ALUGO T1/T2

ADMITE-SE ADMINISTRATIVA

PRECISA-SE freguesias

pub

CONTATO: 962 187 853 pub

ALUGO

pub

CASINHA RÚSTICA

Atuações dos diversos ranchos

Em Antas - Valor: 150€ Trata o próprio Valor: 67.500 €

Arrenda-se a sede de uma associação C.S.C.D. de Cláudio, equipada para funcionamento de café e eventual comercialização de petiscos. O referido local situa-se na Rua S. Cláudio, nº 2472, da freguesia de Antas, deste concelho, e quem estiver interessado poderá agendar visita através do contacto 96 530 58 61.

CONTATO: 962 187 853

PASSA-SE

pub

CAFÉ SNACK-BAR Centro da cidade Junto à zona escolar CONTATO: 91 591 54 25

pub

TORNEIO SUECA

pub

No próximo dia 10 de agosto de 2013 vai realizar-se no CAFÉ TROPICAL (em Cavalões) um torneio de sueca. As inscrições são 15 baralhos por equipa e podem ser feitas até à hora do início do torneio, 15 horas.

Prémios: 1º prémio : 1 porco de 60kg +/2º prémio : 1 leitão assado 3º prémio : 2 bacalhaus 4º prémio : 2 garrafas whisky

O Rancho Folclórico de Oliveira Santa Maria realizou, no passado dia 20 julho, em Oliveira Santa Maria, o XXX Festival de Folclore. Para além do rancho organizador, estiveram ainda presentes neste evento o Rancho Folclórico “As Ligeirinhas” (Pombal), o Rancho Folclórico de Pussos (Alvaiêzere) e o Grupo Folclórico de S. Pedro de Torrados (Felgueiras). O festival iniciou com um jantar de confraternização entre todos os elementos dos ranchos presentes e demais convidados. Seguiu-se o desfile e a entrega de lembranças e fitas aos presentes. Neste momento, foi também recordado António Pereira, que faleceu no decorrer do presente ano, tendo sido entregue uma pequena recordação de agradecimento do rancho oliveirense à sua esposa. Seguiu-se uma noite de folclore e etnografia que encantou os presentes, no Largo do Mosteiro em Oliveira Santa Maria. pub

Belita Supermercados comemora dois anos na Lagoa

Nota: torneio realizar-se-á nestas condições no mínimo com 26 equipas. Telefone: 252 99 14 57

pub

pub

pub

A cadeia de supermercados Belita, comemorou, no passado fim-desemana, o segundo aniversário da sua loja situada no Altantic Park, na freguesia de Lagoa. O corte do bolo de aniversário foi o momento alto das comemorações, com centenas de clientes a festejar junto da gerência. O programa de atividades contou também com porco no espeto, atuação de palhaços, entre outras surpresas. António Oliveira, responsável do grupo, referiu que a satisfação dos clientes é a prioridade da cadeia de Supermercados Belita, evidenciando que todo o trabalho da sua equipa se prende exclusivamente com o proporcionar das melhores condições para os mesmos. Incluído nestas comemorações realiza-se, também, um sorteio onde serão oferecidos diversos prémios. pub


pública: 8 de agosto de 2013 17

freguesias/publicidade

“Mais Família, Mais Jovem” termina com balanço positivo No dia 22 de julho realizou-se, na Didáxis de Riba d’ Ave, a sessão de encerramento do projeto “Mais Família – Mais Jovem”, dinamizado pelas professoras Carla Costa e Sandra Dias e pela psicóloga Natércia Neto, sendo o balanço final bastante positivo. Ao longo das oito sessões realizadas, os pais e encarregados de educação demonstraram sempre grande interesse pelos temas abordados, intervindo com dúvidas concretas relativas a situações vividas no seu quotidiano. O testemunho dos participantes foi muito positivo, tendo surgido várias manifestações de apreço relativamente ao projeto.

Enquanto uns referiam que “para além da ajuda técnica, a partilha de experiências é muito importante”, outros afirmaram que as sessões os ensinaram a “gerir” os seus conhecimentos. A sessão de encerramento deste projeto con-

tou com a presença da diretora pedagógica da escola, Irene Santos, e do vereador da Educação do município, Leonel Rocha. O evento envolveu a entrega de diplomas e lembranças aos pais, bem como a realização de um lanche convívio.

2ª Feira da Compra e Venda em Requião A freguesia de Requião promove, no próximo sábado, dia 10 de agosto, a 2ª Feira da Compra e Venda, numa organização da Junta de Freguesia. A iniciativa vai decorrer entre as 15 horas e a meia-noite, junto ao adro da igreja da freguesia. Haverá produtos biológicos, artesanato urbano, artigos em 2ª mão, móveis usados, vitivinicultura, horticultura, floricultura, agricultura, brinquedos, bijuteria, roupas, compotas e doces entre outros artigos.

Falecimentos Augusto Matos Dias, no dia 2 de agosto, com 67 anos, solteiro, da freguesia de Gavião.

Cândida Ribeiro Machado, no dia 30 de julho, com 87 anos, solteira, da freguesia de Riba d’Ave.

José Martins Ferreira, no dia 31 de julho, com 82 anos, casado com Rosa Martins Pereira, da freguesia de Cunha (Braga).

Irene Fernandes Machado, no dia 4 de agosto, com 102 anos, solteira, da freguesia de Riba d’Ave.

Agência Funerária Arnoso - José Daniel Pereira Arnoso Santa Eulália - Telf. 91 724 67 03

Agência Funerária Riba D’Ave Riba D’Ave – 917 586 874

Maria Ferreira, no dia 3 de agosto, com 91 anos, casada com António Lopes, da freguesia de Ruivães.

Maria de Sousa Marinho, no dia 1 de agosto, com 91 anos, viúva de Francisco Machado, da freguesia de Oliveira Santa Maria.

Bernardino Gonçalves, no dia 3 de agosto, com 93 anos, viúvo de Ermelinda Conceição Alves, da freguesia de Vila Nova de Famalicão.

Isaura Ferreira da Costa, no dia 4 de agosto, com 90 anos, viúva de Joaquim Gonçalves, da freguesia de Oliveira São Mateus.

Lucílio Pereira Guimarães, no dia 2 de agosto, com 57 anos, solteiro, da freguesia de Brufe.

Agência Funerária Carneiro & Gomes Oliveira S. Mateus – Telm. 91 755 32 05

Maria Rodrigues Ferreira, no dia 4 de agosto, com 89 anos, solteira, da freguesia de Requião. Joaquim Dias Ferreira, no dia 5 de agosto, com 90 anos, casado com Elisa Gomes Carneiro, da freguesia da Palmeira (Sto Tirso). Agência Funerária da Lagoa Lagoa – Telf. 252 321 594

António Antunes de Oliveira, no dia 4 de agosto, com 53 anos, solteiro, da freguesia de S. Martinho de Candoso (Guimarães).

Maria de Lurdes Campos Marques Rego, no dia 4 de agosto, com 73 anos, viúva de Manuel Alves da Silva Rego, da freguesia de Gavião. Arminda Alves de Pinho, no dia 2 de agosto, com 104 anos, viúva de Amadeu Perliteiro da Costa, da freguesia de Gavião. Aníbal Costa, no dia 31 de julho, com 77 anos, casado com Maria Helena Almeida Silva, da freguesia de Brufe. Agência Funerária Rodrigo Silva, Lda Vila Nova de Famalicão – Tel.: 252 323 176

Agência Funerária S. Jorge Pevidém– Tel.: 253 533 396

Arraial minhoto em Novais Vai realizar-se no próximo sábado, dia 10 de agosto, um arraial minhoto em favor do Centro Recreativo e Popular de Delães. O evento vai ter lugar junto ao Ilha’s Park, na Rua da Corredoura, em Novais, a partir das 16 horas. Haverá uma demonstração de artes marciais pelo mestre Laurindo Azevedo (5º Dan) e jogos tradicionais, bem como animação musical com o Dj Jota F, karaoke e música gravada. No local haverá ainda um completo serviço de bar e será transmitido em ecrã gigante o jogo entre Guimarães e FC Porto.

Flor do Monte comemora 50º aniversário A Associação Recreativa e Cultural “A Flor do Monte”, da Carreira, está a comemorar o seu 50º aniversário. No sábado, dia 10 de agosto, termina o torneio de aniversário, que conta com a participação de cinco equipas. No domingo, às 10 horas tem lugar uma aula de zumba grátis e aberta ao público, no Kick Off Indoor. À tarde, pelas 14 horas, atua o Dj K.B.A. e à noite a animação estará a cargo do artista Luizão, a partir das 21h30.

Workshop sobre “Condução no Pré-Hospitalar” A Associação dos Bombeiros Voluntários de Riba d’ Ave informa que irá decorrer um workshop sobre a temática “Condução no Pré-Hospitalar”. O evento irá ter lugar na Junta de Freguesia de Riba d’Ave, na próxima segunda-feira, dia 12 de agosto, pelas 20h30.

Maria da Graça Ribeiro de Castro, no dia 4 de agosto, com 41 anos, casada com Renato Augusto da Silva Monteiro, da freguesia de Delães. Agência Funerária de Burgães Sede.: Burgães / Filial.: Delães Telf. 252 852 325 Américo Ferreira da Silva, no dia 30 de julho, com 69 anos, casado com Maria das Dores Campos de Sá, da freguesia de Fradelos. Joaquina Ferreira Machado, no dia 31 de julho, com 90 anos, viúva de Zacarias Fernandes de Sousa, da freguesia de Gondifelos. Amélia Ferreira da Costa, no dia 31 de julho, com 80 anos, viúva de Manuel Portela Maia, da freguesia de Brufe. Isaltina Azevedo Maia, no dia 1 de agosto, com 53 anos, viúva de Jorge Manuel Oliveira Ferreira, da freguesia de Fradelos. Agência Funerária Palhares Balazar – 252 951 147

Maria Inês da Silva Oliveira, no dia 24 de julho, com 96 anos, viúva de David Ferreira de Matos, da freguesia de S. Martinho de Bougado (Trofa). Maria Manuela da Silva Campos, no dia 27 de julho, com 69 anos, divorciada, da freguesia de S. Martinho de Bougado (Trofa). Maria Alice Campos da Silva, no dia 29 de julho, com 53 anos, solteira, da freguesia de S. Martinho de Bougado (Trofa). Maria Albertina da Costa Azevedo, no dia 31 de julho, com 86 anos, viúva de José Bento Soares, da freguesia de S. Martinho de Bougado (Trofa). Maria Augusta Rodrigues da Silva, no dia 2 de agosto, com 87 anos, viúva de Mário Pimenta da Costa Azevedo, da freguesia de S. Martinho de Bougado (Trofa). Maria dos Santos Ramos, no dia 3 de agosto, com 98 anos, solteira, da freguesia de S. Martinho de Bougado (Trofa). Agência Funerária Trofense, Lda (S. Martinho de Bougado) Trofa Tel.: 252 411 381


18

pública: 8 de agosto de 2013

freguesias/praça pública

Passeio convívio da ADECA

Pelos Quatro Cantos da Ca(u)sa Domingos Peixoto

Promessas

A Associação Desportiva de Castelões (ADECA) promoveu, no dia 21 de julho, o habitual passeio-convívio de encerramento de época, que desta feita teve como destino o Parque de Lazer da Falperra, no Alvão, em Vila Pouca de Aguiar. O passeio, que contou com mais de 60 participantes, foi pautado pela boa disposição e por um salutar convívio entre atletas, dirigentes, familiares, sócios e amigos da coletividade. Durante o dia, recordaram-se os momentos mais emblemáticos da vida desta associação (que comemora este ano duas décadas de existência) e realizaram-se ainda várias atividades, como jogos tradicionais, torneios de malha e de sueca.

Juventude de Joane realizou passeio anual

A Associação Juventude de Joane (AJJ) realizou, no dia 14 de julho, o seu passeio anual. Além dos atletas da associação, o passeio contou com a participação de familiares e amigos. O local escolhido foi a Quinta Zoo Santo Inácio, onde todos puderam usufruir de um dia de festa com muita animação e diversão, “sendo este um local aprazível para almoçar em piquenique”. Segundo nota à imprensa, a visita ao Zoo decorreu num “clima de euforia para os mais novos, que se divertiram imenso”. O presidente da direção, Custódio Silva, refere que este foi um dia excelente, recheado de muito convívio e diversão. O dirigente aproveitou para apelar a um “envolvimento cada vez maior das pessoas que colaboram com a AJJ”.

Festas em honra do Divino Salvador em Bente A freguesia de Bente celebra, este fim de semana, de 9 a 11 de agosto, as festas em honra do Divino Salvador. Amanhã, sexta-feira, pelas 21 horas realiza-se a procissão de velas em honra de Nossa Senhora de Fátima. Já no sábado o destaque vai para a música, com a atuação, pelas 21h15, do Rancho Folclórico de Santa Marinha de Lousado e mais tarde, a partir das 22 horas, da Banda Lux, terminando a noite com uma sessão de fogo-de-artifício. No domingo, a missa solene realiza-se pelas 10 horas e à tarde, pelas 16h30 tem lugar a oração mariana, seguida de procissão acompanhada pela Fanfarra dos Bombeiros de Famalicão. Às 18 horas atuam os Amigos das Concertinas de Airão Santa Maria e o Grupo de Concertinas de Monte Córdova e Amigos. As festas encerram com nova sessão de fogo.

As promessas são um ato de boa vontade, de afirmação, de empenho que vinculam os promitentes a uma ação voluntária (futura) de cumprimento; digamos que é um contrato unilateral de alguém que, dadas certas circunstâncias, se “obriga” à sua execução perante terceiros usufrutuários, cujo interesse pode não estar vinculado a quaisquer contrapartidas. Acontece que, politicamente falando, (mas não só), uma vez chegados ao poleiro os autores das juras, rapidamente se esquecem da maioria do prometido. As campanhas eleitorais – e ainda lá não chegamos! – são campo fértil de promessas que (des)motivam os eleitores consoante a sua correlação “clubística”: o que é bom para mim é mau para o meu adversário; o que acho possível ele vê irrealizável; se eu prometo a terra ele promete a lua. Nisto não há nada de mal se houver credibilidade. Trata-se, afinal, do múnus da campanha: tentar convencer o maior número possível de votantes que nos leve à vitória. Estribo-me na crónica do meu amigo João Pedro Araújo: “Promessas e mais promessas?” Aproveitando para o saudar, cordialmente, como sabe, claro que não ponho em causa as suas opções partidárias, tão pouco as suas convicções de fidelidade à “bondade” da execução orçamental do atual executivo famalicense. Muito

menos a sua preocupação com as promessas do meu candidato à Câmara. Constato só essa inquietação – que é a das suas hostes – pela personalidade, convicções, sentido de justiça, serviço e interesse público e pela grande aposta nas pessoas – os famalicenses, que as saberão avaliar – do candidato Custódio Oliveira. É mesmo de estarem apreensivos! Afinal são (só) cinco promessas! Que fazem toda a diferença para os famalicenses em geral e para os mais necessitados em particular. Mas só quatro trazem custos ao orçamento, perfeitamente enquadráveis nos atuais limites orçamentais bastando, para tanto, uma maior justiça orçamental. Quanto ao Metro basta dizer que já devia estar na Trofa e só está no Castelo da Maia (!) tratando-se, por conseguinte, apenas, de exigir, por direito, a sua chegada ao nosso concelho. Aliás não devemos esquecer que ainda há poucos anos havia uma ligação ferroviária de Famalicão à Trindade, no centro do Porto, pelo trajeto atual do Metro, que funcionava “à tabela”. Para os mais séticos. O João Pedro, contra o que tem feito o governo, constata que é preciso emprego para muitos jovens desempregados, aumento significativo das bolsas de estudo e do rendimento de inserção social, uma linha de crédito aos empresários… Mais. Se não estivéssemos intervencionados e houvesse

“riqueza para distribuir subscreveria inteiramente todas as promessas e todas as boas intenções para sermos um país mais justo e solidário”, afirma! Vamos, pois, a isso, João, já que riqueza, como muito bem sabe, é coisa que não falta por aí e a intervenção a que estamos sujeitos mais não visa do que, talvez sub-repticiamente, tirar, por um lado à classe média as suas poupanças e uma vida digna, e, por outro lado aos pobres, desempregados e mais necessitados o que lhes faz falta para comer, transferindo ainda mais fartura para o lado dos ricos. Também estou de acordo que isto não está cor-de-rosa, tão pouco, cor-de-laranja. Infelizmente está tudo amarelado. Ao estado em que as coisas chegaram já não basta uma lavadela aqui outra acolá, é necessária uma barrela geral. As preocupações são tantas que já não bastavam as festas, inaugurações, o poder enfim. Há “outdoors” a rodos. Pior e inconcebível é a “perseguição” a potenciais candidatos das listas adversárias, numa promiscuidade persecutória de interesses empresariais, municipais associativos e partidários nunca vistos! Um funcionário de uma empresa, um membro de uma associação tem de esconder a sua opção partidária, quando diferente da do poder, se precisar de tratar algum assunto nas autarquias? Os serviços autárquicos são um favor ou um direito?

Voz Off José Leite

“ Novos desafios - Famalicão 2025 ”! Recentemente, a Casa do Território de Famalicão foi o palco utilizado para a apresentação pública do livro intitulado de “Novos desafios – Famalicão 2025”, coordenado por Vítor Moreira, presidente do PSD/Famalicão, que se encontra já disponível em várias livrarias da nossa cidade. Este testemunho de consulta pública, resultado do trabalho incessante e abnegado de dezenas de famalicenses oriundos, na sua maioria, da sociedade civil e sem filiação política alguma, representa, na minha ótica e para todos nós, famalicenses, um precioso auxiliar para a construção estruturada do nosso futuro enquanto concelho que pretende definitivamente afirmarse na região e no país. Este livro propõe vários desafios e ambições/metas para o nosso concelho com o horizonte temporal de 2025, consequência de uma reflexão profunda levada a efeito por cinco grupos de cidadãos famalicenses para «pensar» Famalicão nas áreas do conhecimento, comunidade, competitividade, sustentabilidade

e afirmação do território. Com esta participação cívica e desinteressada ficou provado que os partidos políticos, por vezes, ignoram mentes capazes de contribuírem para o bem comum pelo simples fato de se amarrarem a si mesmos, desperdiçando inutilmente os contributos, propostas e ideias daqueles que no dia-a-dia vivem os problemas e constatam diretamente com várias realidades que carecem de respostas adequadas à sua resolução. Se há lição a tirar deste documento e que fecunda positivamente com os novos paradigmas da causa pública, é a possibilidade real da sociedade civil ser autora e atora da nossa democracia. Nada mais justo, pois, que parabenizar o PSD local por esta abrangente e proveitosa iniciativa que oferece a Famalicão e a Paulo Cunha, candidato à Câmara Municipal, um «cardápio» repleto de ideias claras que podem e devem ser exequíveis, nos próximos anos, à frente da edilidade municipal.


pública: 8 de agosto de 2013 19

cultura

Iniciativa da Associação Moinho de Vermoim prestes a começar

VII Sarau Cultural Terras de Vermoim aposta na prata da casa Ana Raquel Soares A Associação Moinho de Vermoim (AMVE) vai dinamizar, esta sexta-feira e sábado, dias 9 e 10 de agosto, no adro da Capela Nossa Senhora do Amparo, o 7º Sarau Cultural Terras de Vermoim. O programa, que foi apresentado em conferência de imprensa na sexta-feira passada, engloba um vasto leque de atividades. Amanhã, sexta-feira, atuará o “Coro Infantil” da AMVE, seguindo-se as bandas famalicenses, “The Black Wisards” e “Berço da Nação”. Já no sábado serão apresentadas as equipas de ciclismo e atletismo da AMVE, realizando-se ainda um desfile de moda. O desfile contará com a participação de jovens modelos do nosso concelho e com apresentação de alguns trabalhos do estilista ruivanense David Dias.

Apresentação formal do Sarau

Destaca-se ainda a participação de uma loja de vestuário de Vermoim, que fará desfilar os seus artigos, a par com algumas lojas de renome nacional. A atuação da banda famalicense “Rose on a

proof” marcará o fim do evento. Ao longo do sarau decorrerá uma recolha de livros, que serão doados, futuramente, a comunidades carenciadas. A AMVE não quis deixar de sa-

lientar que, apesar conjuntura económica do país, fez um enorme esforço para proporcionar ao público um espetáculo que em nada ficasse a dever aos de anos anteriores. O vice-presidente, Bruno Cunha, afirmou mesmo que a associação “conseguiu fazer da crise, uma oportunidade”. O facto da maioria dos participantes serem oriundos do concelho, permitiu diminuir os custos do evento e, simultaneamente, promover “aquilo que de melhor se faz na região”. Opinião esta que é partilhada pelos representantes culturais da AMVE, Rita Silva e Hilário Campos. Já o presidente da Junta de Freguesia de Vermoim, Xavier Forte, congratulou-se pela realização deste tipo de atividades, que “são o pulsar de uma freguesia” pois “levam as pessoas

a sentirem-se ativas, vivas e úteis”. Xavier Forte referiu ainda que as associações de Vermoim poderão sempre contar com o apoio da junta, pois “só com o apoio e dinâmica das pessoas que trabalham generosamente, sem olhar a esforços, é que se consegue tornar Vermoim conhecido, admirado e apetecido”. O autarca aproveitou ainda a ocasião para destacar as vantagens da “Casa Associativa”, espaço inaugurado há cerca de um ano e onde se encontram sediadas diversas associações de Vermoim, incluindo a AMVE. De acordo com Xavier Forte, este espaço é “uma mais-valia para a freguesia” e está a ter um “grande impacto” na atividade das associações que agora dispõem de “excelentes” condições para trabalhar.

Espaço Mutante vai contar histórias na casa das avós do concelho

Iniciativa “Contos d´Avó” começa já na próxima semana À semelhança do que o OP havia já noticiado, o Espaço Mutante irá dinamizar, com o apoio da Câmara de Famalicão, um festival profissional de contadores de histórias, intitulado “Contos d’Avó”, que decorrerá entre os dias 15 e 25 deste mês. O festival “Contos d’Avó” tem um carater itinerante e passará, nesta sua primeira edição, pelas freguesias de Joane, Pousada de Saramagos e Vermoim. Ao longo de dez dias a organização irá entrar na casa de algumas “avós do concelho” e em cada uma delas, dois contadores de histórias profissionais abrirão o serão. Posteriormente, será promovida uma “roda de contos”, estimulando-se a partilha de histórias pelo público. Pretende-se que os vizinhos da casa

selecionada desempenhem um papel ativo na preparação da noite de contos. Um dos principais objetivos desta iniciativa é fomentar o hábito de contar histórias, prática cada vez mais em desuso e que se vê recriada com este festival. A organização salienta ainda a importância desta iniciativa sublinhando que “o ato de contar uma história não se esgota apenas na transmissão do ensinamento, da moral”. No que diz respeito à passagem do festival pelas “Casas dos Avós”, o percurso começa no dia 16 de agosto, pelas 19 horas, na Casa da Avó Francisca e do Avô Deusidino, situada na rua da Saudade, 110, Vermoim. Neste dia, estará presente o contador de histórias Thomas Back.

No dia 17 de agosto, será a vez da Avó Lucinda Marques, residente na rua do Carmo, em Pousada de Saramagos, receber esta iniciativa, que terá como oradora, a contadora de histórias Sofia Freitas. A Casa da Avó Rosa Duarte, localizada na rua de Giestais, número 29, em Joane, receberá o festival no dia 18 de agosto. Já no dia 19, os contadores de histórias regressarão a Pousada de Saramagos, mais concretamente à rua dos Carvalhos, onde Cláudia Sousa fará as delícias dos presentes. No dia 20 de agosto, a mesma oradora volta a “contar histórias”, desta vez na casa da Avó Maria da Conceição, na Travessa da Agra, 183, Vermoim. No dia 21, a Avó Maria das Dores e o Avô Domingos Correia, residentes na rua da Tapada,

22, Joane, serão os anfitriões desta iniciativa, que terá a participação da oradora Patrícia Amaral. No dia seguinte, será a Avó Sãozinha, que vive no Bairro Dona Olinda em Pousada, a colocar a sua casa à disposição. No dia 23 de agosto, o festival passará pela casa de Valentina da Hora e Manuel Rodrigues, localizada na rua da Cividade, 155, em Joane, estando presente o orador António Fontinha. No dia 24, Albino Marinho, que vive na Praça Terras de Vermoim será o último avô a receber este festival, numa sessão que terá Rui Ramos como contador de histórias convidado. Refira-se que, para além das sessões realizadas em casa dos “avós”, está ainda prevista uma sessão, no Parque da Ribeira de Joane, no dia 15

de agosto, e outra na antiga EB1 de Giestais (sede do Espaço Mutante) no dia 25 de agosto. O programa engloba ainda uma oficina de narração oral, orientada pela formadora Patrícia Amaral, designada “Ouvir e contar: a história vai começar!”. Esta oficina terá lugar no dia 24 de agosto, pelas 15h00, no Espaço Mutante. A direção artística, ideia original, produção e coordenação geral deste festival esteve a cargo de Bruno Martins. Por sua vez, a coordenação e programação coube a Patrícia Amaral. Valter Alves é o responsável pela direção técnica, Rui Verde, pelo design gráfico e Mário Macedo, pelo vídeo. Toda a programação do festival é de carater gratuito, sendo a entrada aberta a todas as idades.

pub

Famalicão

Barbosa: Rua Santo António, Tel. 252 302 120 Calendário: Rua da Liberdade, Tel. 252 378 400/1 Cameira: C. Mouzinho Albuquerque, Tel. 252 323 819 Central: Praça D. Maria II, Tel. 252 323 214 Nogueira: Av. Marechal H. Delgado, Tel. 252 310 607 Valongo: Rua Adriano Pinto Basto, Tel. 252 323 294 Gavião - Av. Eng. Pinheiro Braga, 72 - Telef. 252 317 301 Marinho: Edif. S. José - Estalagem - Telf. 252 921 182 Martins Ventura: R. C. Cerejeira - Lousado - Telf. 252 493 142 Estação: Largo da Estação - Nine - Telf. 252 961 118 Ribeirão: Largo de Bragadela - Ribeirão - Telf. 252 416 482 Joane: Rua S. Bento, nº 217 - Telf. 252 996 300

Vale do Ave

Almeida e Sousa: Covas - Oliv. Stª Maria - Telf. 252 931 365 Bairro: Av. Silva Pereira, Telf. 252 932 678 Delães: Portela - Delães - Telf. 252 931 216 Riba de Ave: Av. Narciso Ferreira, Telf. 252 982 124 Faria: Estrada Nacional 310 - Serzedelo - Telf. 252 532 346

Famalicão Q uinta , 8

Serviço Gavião

S ex ta , 9

Cameira

S á b a do , 1 0

Central

Dom i ngo, 11

Calendário/Ribeirão

S e g u n da , 1 2

Nogueira

Terç a, 13

Valongo

Q uar ta , 14

Gavião

Vale do Ave Q uinta , 8 S ex ta , 9 S á b a do , 1 0 Dom i ngo, 11 S e g u n da , 1 2 Terç a, 13 Q uar ta , 14

S er vi ç o Almeida e Sousa Bairro Delães Riba de Ave Almeida e Sousa

Serviço de disponibilidade

Paula Reis: R. José Elisio Gonçalves Cerejeira, nº 629 Calendário - Tel. 252 378 057 Maceiras: Louro - Telf. 252 310 425 Marques: Largo da Igreja - Fradelos - Telf. 252 458 440 Oliveira Monteiro: Largo Igreja - Cabeçudos - Telf. 252 331 885 Pedome: Av. S. Pedro, 1139 - Pedome - Telf. 252 900 930 Pratinha: Largo do Cruzeiro - Cavalões - Telf. 252 375 423 S. Cosme: Vale S. Cosme - Telf. 252 911 123 Arnoso: Av. Joaq. Azevedo - Arnoso Sta. Maria - Telf. 252 916 612


20

pĂşblica: 8 de agosto de 2013

publicidade


Op1109