Page 1

pub

pub

Sinistro não provocou vítimas, apenas elevados prejuízos materiais

Incêndio destrói casa de família em Vale S. Martinho P. 9

ANO 21 • Nº 1092

DE 11 A 17 DE ABRIL DE 2013

DIRETOR: JOÃO FERNANDES

www.opiniaopublica.pt

opiniãoespecial

Saúde

Paulo Cunha apresentou publicamente candidatura à Câmara Municipal

‘TENHO FAMALICÃO NO CORAÇÃO’ P. 3

Sucateiro condenado a prisão por violência doméstica P. 5

Empresa de Famalicão cria rede social para portugueses no mundo P. 5

opiniãosport: Futebol: GD Ribeirão a um passo da liderança Nadadora famalicense Beatriz Martins traz prata da Polónia Dois famalicenses na seleção nacional de boccia pub.


2

pública: 11 de abril de 2013

cidade

Alunos dos cursos profissionais da D. Sancho realizam estágio em Madrid No passado dia 6 de abril, 11 alunos dos cursos profissionais da Escola Secundária D. Sancho I viajaram para Madrid a fim de realizarem seis semanas de estágio profissional em empresas e instituições da capital espanhola. Esta iniciativa, que conta com a participação de alunos dos cursos técnicos de Contabilidade, Gestão de Equipamentos Informáticos, Manutenção Industrial, Secretariado e Eletrotecnia, enquadra-se no âmbito do projeto “Empowerment - qualificar para o trabalho em contexto europeu” (Programa Leonardo da Vinci) e constitui uma oportunidade de formação privilegiada, sendo já o quarto ano em que a D. Sancho I proporciona estágios internacionais aos seus alunos. Este projeto procura integrar os alunos no mundo do trabalho, proporcionando-lhes a possibilidade de o fazerem num mercado mais competitivo e abrangente, contribuindo para a formação de uma mãode-obra mais qualificada e capaz, conhecedora de ambientes multiculturais e com capacidade de integração. O programa visa igualmente qualificar estes futuros quadros técnicos para as grandes mudanças tecnológicas, através da aquisição de novas técnicas e tecnologias em uso em empresas na Europa, alargando os seus horizontes a nível profissional, cultural e pessoal. Os estagiários estarão de regresso a 18 de maio.

Entre 2 e 5 de maio na Praça D, Maria II

Feira das Trocas traz tradição e animação à cidade Nos próximos dias 3, 4 e 5 de maio, voltará a realizarse em Famalicão uma das maiores tradições históricas do concelho, ordenada por D. Sancho I em 1205 e agora recuperada. Trata-se da Feira Franca de Maio, também conhecida como Feira das Trocas ou Feira do Burro. O evento vai decorrer na Praceta Cupertino de Miranda e na Alameda D. Maria II, locais onde originalmente se realizava a feira, no então denominado Campo Mouzinho de Albuquerque. “Trata-se de uma aposta do município famalicense numa atividade de caráter tradicional que muito diz às gentes da terra. É objetivo desta dignificar também a identidade cultural do concelho e explorar as suas potencialidades sociais, culturais, económicas e turísticas”, refere a propósito o vice-presidente e vereador da Cultura e Turismo, Paulo Cunha. E acrescenta: “Pretende-se fomentar o comércio de produtos rurais e artesanais produzidos pelas gentes da terra de forma a preservar o saber e saberes fazer do povo famalicense. Esta é uma forma de também promover a confiança e a autoestima da população em tempos que todos consideram de desalento”. Durante três dias, para além da oportunidade de poder comprar produtos hortícolas, fruta, flores, enchidos, mel, queijos, compotas e muitos outros produtos tradicionais – a maior parte deles adquiridos di-

retamente ao produtor –, o visitante vai poder apreciar, e também adquirir, gado bovino, caprino, suíno, cavalos, aves de capoeira ou coelhos. A animação será constante. Ver-se-á atravessar a feira pessoas trajadas à época, disputando uma desgarrada, dançando, trocando produtos, fazendo juras… A estas junta-se o tocador de concertina, o cantador ao desafio e outros festeiros. Ao contrário do que acontece na maioria das feiras rurais organizadas de norte a sul do país, a Feira das Trocas de Famalicão aposta numa animação tradicional “apeada”, sem necessidade de palcos e de instalações sonoras. Os tocadores e dançarinos dos grupos etnográficos do concelho vão misturar-se com o povo que vem feirar e a eles podem juntar-se todos os que quiserem trazer de casa a sua concertina, uma gaitade-beiços ou um simples tambor ou reco-reco. Por isso, o desafio estende-se a todos quantos queiram comparecer não apenas oriundos do concelho mas de todo o Minho e de outras paragens, acompanhados pelos seus instrumentos musicais ou mesmo envergando uma peça de vestuário “à antiga”. Durante a feira estarão ainda disponíveis várias tabernas. E pela noite dentro, numa ponte entre tradição e modernidade, a animação continua com as sugestões musicais DJ’s, numa festa de rua no topo sul da feira.

Semana Santa e Páscoa vividas com fé em Famalicão Arciprestado de Famalicão promove conferências pascais Em pleno Ano da Fé, o Arciprestado de Famalicão, em colaboração com a Confraria das Santas Chagas da paróquia de Santo Adrião, organiza três conferências pascais. Com o objetivo de promover uma melhor e mais profunda vivência do tempo festivo da Páscoa, como o tempo do anúncio da alegria da Ressurreição, estes encontros têm como tema central “Fé.com / Testemunho”. A primeira conferência acontece no próximo sábado, dia 13, às 21h30, no auditório da Fundação Cupertino de Miranda. O orador será Álvaro Santos, diretor da Casa das Artes de Famalicão, que abordará o tema “Igreja e sua relação com criação e fruição artística”. O segundo encontro surge integrado numa outra iniciativa, o “Dia Arciprestal dos Movimentos Juvenis”, embora se destine também a todas as pessoas em geral, tendo lugar à mesma hora, mas, desta feita, na Igreja Nova Matriz. O terceiro encontro acontece no sábado, dia 27, também às 21h30, novamente no auditório da Fundação Cupertino de Miranda. O conferencista será José Carlos Carvalho, professor da Universidade Católica, que desenvolverá o tema: “Ano da Fé - a amabilidade e a credibilidade do que cremos”.

FICHA TÉCNICA CONSELHO EDITORIAL:

Alexandrino Cosme, António Cândido Oliveira, António Jorge Pinto Couto, Artur Sá da Costa, Cristina Azevedo, Feliz Manuel Pereira, Joaquim Loureiro, João Fernandes, Manuel Afonso e Almeida Pinto.

DIRECTOR: João Fernandes (CIEJ TE-95)

jfernandes@opiniaopublica.pt

CHEFE DE REDACÇÃO:

Cristina Azevedo (CPJ 5611) cristina@opiniaopublica.pt

EDITOR DE TURNO:

Magda Ferreira (CPJ 4625) magda@opiniaopublica.pt

REDACÇÃO:

informacao@opiniaopublica.pt Carla Alexandra Soares (CICR-248), Cristina Azevedo (CPJ 5611), Magda Ferreira (CPJ 4625) e Sofia Abreu Silva (CPJ 7474).

DESPORTO: Jorge Humberto, José Cle-

mente (CNID 297) e Pedro Silva (CICR220).

Como já é tradição há vários anos, os cristãos de Famalicão viveram de forma intensa as celebrações da Semana Santa e da Páscoa, promovidas pela Confraria das Santas Chagas da Paróquia de Santo Adrião. Assim, na quinta-feira, dia 28 de março, primeiro dia do Tríduo Pascal, depois da eucaristia com o rito do Lava-pés e da Ceia do Senhor, a chuva intensa que se fez sentir não permitiu que a procissão do Senhor Ecce Homo, presi-

GRAFISMO:

Carla Alexandra Soares, Pedro Silva.

APOIO À REDACÇÃO: Jorge Alexandre

OPINIÃO: Adelino Mota, Barbosa da Silva,

Domingos Peixoto, Gouveia Ferreira, J. Mário Teixeira, Joaquim Loureiro, José Luís Araújo, Sílvio Sousa, Vítor Pereira.

GERÊNCIA: João Fernandes

CAPITAL SOCIAL: 350.000,00 Euros.

dida pelo arcebispo primaz de Braga, D. Jorge Ortiga, fizesse o percurso previsto, realizando-se apenas um momento de oração no interior da Antiga Matriz. Na sexta-feira, as condições climatéricas melhoraram e permitiram que a procissão do Enterro do Senhor, presidida pelo bispo auxiliar de Braga, D. Manuel Linda, tivesse lugar. A procissão saiu e regressou à Antiga Matriz, percorrendo diversas ruas da cidade, contando também com a

DETENTORES DE MAIS DE 10% DO CAPITAL Feliz Manuel Pereira António Jorge Pinto Couto

SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS: Francisco Araújo

TÉCNICOS DE VENDAS:

comercial@opiniaopublica.pt Agostinha Bairrinho, Maria Fernanda Costa e Sónia Alexandra

PROPRIEDADE E EDITOR:

EDITAVE Multimédia, Lda. NIPC 502 575 387

participação do Orfeão Famalicense e a presença de muitos fiéis. No sábado, dia 30, o momento alto foi a Vigília Pascal, celebrada às 21 horas na Nova Matriz, preanunciando o Domingo da grande festa da Ressurreição, dia 31, marcado pela Visita Pascal, que iniciou às 9 horas na Antiga Matriz. A Missa do Domingo de Páscoa, que assinalou também o encerramento da Visita Pascal, teve lugar às 12h30 na Nova Matriz de Famalicão.

SEDE, REDACÇÃO E PUBLICIDADE:

Rua 8 de Dezembro, 214 Antas S. Tiago 4760-016 VN de Famalicão

INTERNET

www.opiniaopublica.pt

CONTACTOS Redacção:

Tel.: 252 308145 • Fax: 252 308149

Serviços Administrativos:

Tel.: 252 308146 / 252 308147 • Fax: 252 308149

IMPRESSÃO:

Naveprinter - Indústria Gráfica do Norte, SA Estrada Nacional, 14 - Maia

DISTRIBUIÇÃO:

Motivação em Marcha - Publicidade, Lda.

TIRAGEM DESTE NÚMERO: 20.000 exemplares, nº 1092

NÚMERO DE REGISTO: 115673 DEPÓSITO LEGAL: 48925/91


pública: 11 de abril de 2013 3

cidade

Candidatura foi apresentada oficialmente no domingo perante milhares de pessoas que lotaram o Pavilhão Municipal

Paulo Cunha avança com “Famalicão no coração” Estiveram milhares de pessoas na apresentação do candidato da coligação Paulo Cunha

Carla Alexandra Soares “Famalicão está no meu coração”. Foi a principal mensagem do passado domingo, ao final do dia, na apresentação da candidatura de Paulo Cunha à presidência da Câmara Municipal de Famalicão. Acompanhado do presidente da autarquia famalicense, Armindo Costa, que é seu mandatário (ver caixa), e do eurodeputado Nuno Melo, Paulo Cunha avançou oficialmente para a corrida à edilidade de Famalicão, apoiado pela coligação “Mais Ação. Mais Famalicão” suportada pelos partidos PSD e CDSPP, que já governa há 12 anos. Perante um Pavilhão Municipal completamente lotado, com a presença de milhares de pessoas que encheram tanto as bancadas como o recinto de jogo, Paulo Cunha, num discurso emotivo e intimista, focou por diversas vezes a importância das pessoas “que são quem o motiva para avançar”, dando especial destaque aos seniores e à juventude. “É aqui que quero continuar a trabalhar. Famalicão está nas minhas veias, faz parte de mim. Famalicão faz parte do meu quotidiano. Tenho que vos confessar que adoro ser autarca, adoro as funções que desempenho”, afirmou o candidato, que justificou assim a razão da sua candidatura e do projeto que tem para o concelho. Fazendo rasgados e frequentes elogios a Armindo Costa, com quem aprendeu “o que significa ser autarca”, Paulo Cunha diz que se sente confortável por o ter como avalista

nesta corrida à Câmara. “Armindo Costa é o maior responsável por estar aqui hoje. Porque me permitiu verdadeiros momentos de aprendizagem e teve o cuidado e carinho para que pudesse com ele conviver e aprender o que é ser autarca e pôr os destinos das pessoas no nosso horizonte, à nossa frente”. Tendo como slogan de campanha “Manter

o Rumo”, Paulo Cunha deixou claro que pretende seguir as pisadas do atual edil, “que fez uma governação brilhante”. Com a intenção de assinar um pacto com os famalicenses que vai para além da campanha e do ato eleitoral, e que pretende unir a comunidade em torno de um projeto de desenvolvimento comum, o can-

didato da coligação garantiu que, estando atento às dinâmicas do concelho, vai ouvir e receber as pessoas. “Não só estarei disponível para vos ouvir, para receber os vossos contributos no contexto eleitoral que se avizinha, como estarei plenamente disponível para vos ouvir, receber depois de ser eleito presidente de Câmara”, acrescentou.

“Paulo Cunha é o homem certo” “Hoje é um dia bom e um grande dia para Vila Nova de Famalicão”. Foi assim que Armindo Costa, atual presidente da Câmara Municipal e mandatário da campanha de Paulo Cunha, começou a sua intervenção no passado domingo. “Conheço o Paulo Cunha há muito tempo, trabalhamos juntos nos últimos 4 anos e foi para mim gratificante confirmar ao longo de todo este tempo a sua capacidade de trabalho, a sua seriedade, o seu empenho por Famalicão”, afirmou o edil, mostrando-se convencido que Paulo Cunha vai ser o próximo presidente da Câmara. “Tudo farei para isso acontecer”. Para Armindo Costa seria um erro desperdiçar o capital acumulado e lançar o concelho para caminhos aventureiros e perigosos. “Precisamos de alguém com energia para este desafio, suficientemente humilde para reconhecer que este concelho está no rumo certo, mas igualmente forte, ambicioso e determinado. Esse homem é o Paulo Cunha”, frisou. Apesar de consciente dos avanços conseguidos nos últimos 12 anos, Armindo Costa alertou que ainda é preciso fazer muito trabalho e deixou alguns conselhos. “É preciso muita firmeza nas decisões, muita pressão ao poder central que

teima em prestar pouca atenção ao poder local. Durante a campanha não gostaria de ouvir dizer que tudo está feito, porque não está”, apontou. O edil lembra que é preciso acabar de infraestruturar o concelho com água e saneamento, lutar pela construção da variante poente, “proteger ainda mais as crianças e os idosos, acarinhálos, dar-lhes qualidade de vida para que Famalicão continue a ser o concelho solidário que todos reconhecem e de que muito nos orgulhamos”. Armindo Costa advertiu ainda que a campanha não vai ser fácil e que, não havendo argumentos justos para apontar à gestão municipal dos últimos 12 anos, está certo que a discussão política vai baixar de nível. “Aliás o jogo baixo da crítica pela crítica, o jogo do chincalho já começou. Deixo-te um conselho de homem experiente e vacinado contra estas coisas menores: segue em frente, sempre a pensar nas pessoas, nos desfavorecidos, na nossa terra. Deixa-os falar. O povo é sábio”. Defendendo o constante ajustamento do rumo e do trabalho, Armindo Costa lembra que o presente está ganho, mas é também preciso garantir o futuro.

Principais eixos de governação Perante a reação efusiva dos presentes, o candidato referiu que conhece muito bem as 49 freguesias do concelho e as quase 500 associações e que o seu projeto pretende “continuar com a cavalgada dos últimos anos”. Apresentando três eixos prioritários para o seu programa, Paulo Cunha apontou a área social, assegurando que “as condições de vida dos famalicenses estarão sempre no centro das minhas atenções”. Dentro deste eixo social sublinhou sete apostas – educação, cultura, solidariedade, seniores, voluntariado, saúde e juventude – e deixou algumas promessas, garantindo que vai continuar a oferecer os manuais escolares, aumentar e intensificar a rede social envolvendo mais pessoas, criar mais Lojas Sociais, bem como ampliar o estímulo aos seniores através da cultura e do voluntariado. Neste ponto, o do voluntariado, Paulo Cunha sublinhou também a participação dos jovens, que devem ser incentivados a participar mais na vida cívica. Na saúde, o candidato pretende criar uma Rede Local de Criação e Proteção dos Cuidados de Saúde Primários, estrutura que deverá permitir uma melhor articulação dos recursos e que facilitará o recurso a estes cuidados. Querendo assegurar que exista igualdade à partida e que todos tenham as mesmas condições para crescer e realizar, o social-democrata definiu ainda o ambiente e qualidade de vida e o desenvolvimento económico como pontos-chave que quer desenvolver depois de ser eleito em outubro próximo. “Comigo a presidente da Câmara Municipal de Famalicão não teremos cidadãos de primeira e de segunda. Vou continuar esta luta”, prometeu. Não esquecendo o mundo empresarial, Paulo Cunha quer também, enquanto presidente da Câmara, ajudar os investidores famalicenses a terem sucesso, criando para isso um “front-office para o investidor”. Uma estrutura que, através do município, irá ter disponível logística e informação atualizada para os empresários que queiram apostar em novos projetos ou reforçar os já existentes. O apoio à criação de novos negócios será também promovido, não esquecendo os setores tradicionais da economia famalicense. O candidato defende ainda que é necessário dinamizar os setores deprimidos, como o comércio, dando mais dinamismo aos espaços públicos. veja em www.famatv.pt ou

BE fala em cerimónia hollywoodesca Cerimónia hollywoodesca. É assim que o Bloco de Esquerda (BE) de Famalicão classifica a apresentação pública da candidatura de Paulo Cunha à Câmara Municipal de Famalicão. O candidato da coligação PSD/CDS-PP apresentou publicamente a sua candidatura, no passado domingo, no Pavilhão Municipal (ver notícia nesta página), numa cerimónia que o BE vem agora apelidar de “hollywoo-

desca”. Em comunicado à imprensa, o BE diz que a coligação, ao apresentar o seu candidato “numa cerimónia tão pomposa, facilmente poderia levar os mais incautos ou distraídos a imaginar que o país e o nosso concelho não estão a viver a maior crise de que há memória”. E continua: “Tão estrondosa cerimónia até poderá levar alguns a pensar que esses mesmos partidos não são os princi-

pais responsáveis pela destruição do nosso país e pela destruição dos sonhos e da esperança da grande maioria dos portugueses e dos famalicenses em particular”. No comunicado, o BE aponta ainda o facto de Paulo Cunha ser o responsável máximo distrital do PSD, principal partido que sustenta o Governo, o que faz com que “seja também responsável por todas as medidas de austeridade e desemprego que atormen-

tam a vida da maioria das famílias famalicenses”. Os bloquistas dizem ainda que “num momento tão difícil como aquele que estamos a viver, não se pode estar no céu e no inferno ao mesmo tempo”. “Ou se está com as medidas da Troika, ou se está ao lado da população”, concretizam, concluindo que “o candidato Paulo Cunha sempre foi um apoiante férreo da política do Governo”.


4

pública: 11 de abril de 2013

Maratona de Cycling na academia dos BV Famalicão Realizou-se no passado de 1 de abril uma jornada de Cycling, denominada de maratona, na Academia de Fitness dos Bombeiros Voluntários de Famalicão que teve uma enorme adesão, ou seja, uma ocupação de 100%. Este evento teve como principal objetivo a divulgação desta e outras modalidades e abrir o ginásio a todas as pessoas depois da sua total remodelação e modernização. Jump, Fitbal e Pilates, são algumas das novas modalidades que agora se iniciam, naquele espaço com 800 m2 amplo, climatizado e renovado.

Fórum Comunitário na Secundária Camilo Realiza-se esta quinta-feira, dia 11, o segundo Fórum Comunitário, desta vez a cargo da Comissão Social Inter-Freguesias de Antas e Calendário, em parceria com o Conselho Local de Ação Social. O evento tem início às 18h45, no auditório da Escola Secundária Camilo Castelo Branco.

Jumbo promove “mês do produtor” Durante o mês de abril decorre nas lojas Jumbo o “Mês do Produtor”. Esta campanha tem como objetivo dar a conhecer os produtos locais e regionais e sensibilizar os clientes para as tradições e para os pequenos produtores nacionais, que marcam presença nas lojas. A campanha tem como mote “No Jumbo escolho o que Portugal faz de melhor” e dá continuidade à política de apoio e desenvolvimento da produção local e nacional, da Auchan Portugal, colocando à disposição dos clientes produtos caracterizados por um padrões de qualidade e diversidade, promovendo também o contato direto com os produtores nacionais. Até ao final de abril é possível conhecer de perto os produtores de cada região, participar nas provas de vinhos, nas ações de degustação de doçaria e gastronomia e contactar com artesanato local.

cidade

Iniciativa decorre de 12 a 26 de abril

Quinzena mostra o melhor das escolas em Famalicão “Melhor Educação, Melhores Cidadãos, Melhor Comunidade”. É este o tema das I Jornadas Municipais de Educação, que decorrem nos dias 12 e 13 de abril, no Centro de Estudos Camilianos, em Seide S. Miguel. A iniciativa que pretende dar a conhecer a política educativa municipal e promover o debate e a reflexão crítica, conta com a presença de mais de uma dezena de académicos. As I Jornadas Municipais de Educação inserem-se na Quinzena da Educação, uma ação organizada pela Câmara Municipal de Famalicão e que vai decorrer entre 12 e 26 de abril. Serão quinze dias repletos de atividades que envolvem toda a comunidade educativa, na promoção, divulgação e valorização do projeto educativo concelhio. Para o presidente da autarquia, Armindo Costa, “o município tem como prioridade estratégica assegurar o acesso de todas as pessoas a uma educação de qualidade a todos os ní-

veis, contribuindo para o desenvolvimento de uma cultura de iniciativa, de responsabilidade e de cidadania ativa”. É neste âmbito que se insere a Quinzena da Educação, “uma iniciativa que pretende ser uma montra do trabalho realizado pelas nossas escolas, que, por iniciativa municipal, se abre à comunidade, numa interação que pretendemos profícua e duradoura”, acrescenta. Assim, para além das jornadas de educação, destaque para a realização da V Mostra de Teatro Escolar, que decorre na Casa das Artes, de 15 a 18 de abril, com a participação de 11 grupos de teatro escolar, envolvendo no total cerca de 300 alunos e professores. Entre 15 e 19 de abril decorre, nas instalações da Escola Superior de Saúde do Vale do Ave e da Universidade Lusíada, a Semana Aberta, com uma mostra do ensino superior local, que se destina aos alunos do 11.º e 12.º ano de escolaridade.

Entretanto, depois do teatro é a vez de os alunos mostrarem o que valem noutras áreas artísticas, como a música, a dança, a declamação ou as artes, no V Sarau Cultural Interescolas, que se realiza dias 19 e 20, na Casa das Artes. O evento envolve 14 escolas do concelho, mobilizando perto de 350 participantes. Referência ainda para a mostra pedagógica e de oferta formativa, que vai decorrer de 23 a 25 de abril, no Lago Discount, em Ribeirão, e que tem como objetivos divulgar os projetos educativos e atividades desenvolvidas pelas diversas instituições educativas do concelho; promover o intercâmbio de experiências educativas entre as várias instituições e promover as potencialidades no âmbito do ensino/formação das Escolas Secundárias e Escolas Profissionais. Por fim, no dia 26, realiza-se no Agrupamento de Escolas D. Maria II, o Encontro Concelhio das Associações de Pais.

Painéis informam sobre a fauna e a flora do Parque da Devesa

pub

Salão Cabeleireiro Orly assinala 37º aniversário

Foi no passado dia 1 de abril que o Salão Cabeleireiro Orly, em Famalicão, comemorou 37 anos de existência. Trata-se de uma casa com tradição no que respeita ao cabeleireiro de homens, com técnicas sempre atuais, inclusive no que respeita a tratamentos capilares e de cor. Na verdade, o Salão Cabeleireiro Orly está sempre a par das últimas tendências, o que tem contribuído para o sucesso deste espaço, que conta com uma equipa jovem e dinâmica. Não deixe de visitar o Salão Cabeleireiro Orly, na Avenida 25 de Abril n.º 203, em Famalicão. Faça já a sua marcação através do 252 374 256. O Salão Cabeleireiro Orly funciona de terça a sexta-feira das 9 às13horas e das 15 às 20horas; aos sábados das 8 às19horas.

Quem percorrer, por estes dias, o Parque da Devesa vai deparar-se com um conjunto de novos painéis informativos sobre a fauna, a flora e o património do parque. Trata-se de seis painéis temáticos interpretativos localizados junto de locais como o lago, o rio Pelhe, o marco miliário, o bosque dos áceres, entre outros. Estes painéis, para além de terem uma função informativa para o público em geral, poderão

também oferecer conteúdos didáticos de apoio a visitas organizadas pelos serviços educativos do parque, escolas ou outras entidades, informa a Câmara Municipal em nota à imprensa. Por outro lado, “ao difundir o conhecimento sobre a natureza e o património que o parque oferece, está-se a valorizar estes elementos e a promover a sua preservação”, diz ainda a autarquia.


pública: 11 de abril de 2013 5

cidade

Empresa famalicense lança rede social que liga portugueses no mundo

Uma empresa de Famalicão acaba de criar uma rede social que liga os portugueses espalhados pelo mundo. A rede intitula-se “Grouuer” e liga os portugueses no mundo estabelecendo entre si ligações pessoais e profissionais mais fortes e mais eficazes que permitirão gerar novas oportunidades e abrir novos horizontes. Lançado pela empresa famalicense YouOn – creativity and technology, o “Grouuer” tem como ponto de partida um país (Portugal) e uma missão: “facilitar a criação de ligações entre os portugueses, quer vivam em Portugal ou noutro país do mundo, que partilham a mesma língua, a mesma cultura, a mesma memória coletiva de um povo que sempre ousou desafiar fronteiras”, afirma a empresa. De acesso gratuito, o Grouuer convida os portugueses a conhecerem a plataforma e a registarem-se, para que se possa criar um espaço comum de troca de informações e experiências sobre os diferentes países e gerar sinergias, novas oportunidades de emprego e de negócio, a par da promoção social e cultural. O nome da rede inspira-se no Grou, uma ave migratória que, tal como os portugueses, se aventura e cruza países à procura de novos horizontes. “O Grouuer permitirá que os portugueses voem mais alto e para mais longe. E saibam sempre regressar ao sítio onde se sentem em casa”, refere a YouOn.

José Sousa “apanha” mais de quatro anos por violência doméstica e calúnia

Sucateiro do Louro condenado a pena de prisão O Tribunal de Famalicão condenou, na passada sexta-feira, a quatro anos e quatro meses de prisão efetiva um antigo sucateiro do Louro, pelos crimes de violência doméstica e denúncia caluniosa. O coletivo de juízes optou pela não suspensão da pena, sobretudo devido ao “longo currículo cadastral” de José Sousa, o arguido, que conta já com 16 condenações por crimes de ofensas à integridade física, injúrias, ameaças, detenção ilegal de arma e sequestro. Além da pena de prisão, o tribunal proibiu-o de contactar com a mulher durante quatro anos e a pagar-lhe uma indemnização de 5 mil euros. Na leitura da sentença, o tribunal sublinhou a personalidade “violenta, egocêntrica e autoritária do arguido” e deu como provado que infligiu maus tratos à mulher de forma continuada ao longo dos 30 anos em que viveram juntos. “Fez sempre da mulher o objeto eleito do seu domínio, através de violência física e psicológica”, acentuou a juíza presidente, citada pela Lusa. Em tribunal, a vítima apontou o ex-marido como sendo um homem violento e muito ciumento e possessivo, a ponto de não a deixar ser operada às varizes por pensar que o que ela que-

ria era andar de minissaia. José Sousa, que se diz fundador da Associação de Amizade Portugal-Indonésia e que em tribunal se apresentou como fornecedor de serviços para a NASA, foi ainda condenado por denúncia caluniosa, na sequência de uma entrevista em que disse ter recebido 25 mil euros de Manuel Godinho, principal arguido no processo Face Oculta, para não participar num alegado concurso da CP. O tribunal não deu como provado o recebimento daquele dinheiro, manifestando-se convicto de que o arguido e Manuel Godinho nem sequer se conhecem. O arguido não compareceu à leitura do acórdão mas, no final da leitura do mesmo, acabou por aparecer no exterior do tribunal, onde reafirmou a sua inocência, falando em “corrupção na Justiça” e em “conspiração” para evitar a sua candidatura às próximas eleições autárquicas, visto que foi o cabeça de lista do PS à Assembleia de Freguesia de Louro em 2009. O advogado de defesa, Leitão da Cunha, admitiu recorrer da decisão. Já Margarida Portugal, advogada da ex-mulher do arguido, congratulouse com o acórdão, referindo que significou “o fecho de um ciclo de 30 anos de violência”.

“Missão Recreio na Hora” está a decorrer nas escolas do concelho

Famalicão desperta crianças para a comunicação social

AIMinho e Citeve promovem missão na Alemanha A AIMinho e o Citeve de Famalicão estão em missão na Alemanha para analisar os modelos de estruturação e de governança dos espaços de acolhimento empresarial naquele país. A ação de benchmarking arrancou na passada segunda-feira e prolonga-se até ao próximo sábado, dia 13, e conta com uma comitiva constituída por representantes da AIMinho, do Citeve, da Associação de Municípios do Quadrilátero Urbano e das Câmaras Municipais de Famalicão e de Braga. A iniciativa, promovida no âmbito da operação “Quadrilátero Empresarial: Acolhimento e Internacionalização”, engloba visitas a parques empresariais e reuniões com representantes de entidades gestoras de áreas de acolhimento empresarial, associações, câmaras de comércio e business angels daquele país. A análise das experiências resultantes do benchmarking resultará posteriormente na publicação de estudos de caso internacionais que servirão como exemplo nestas matérias. Por outro lado, as ações contribuirão para a definição do modelo de estruturação e requalificação da oferta de acolhimento empresarial mais adequado para o Quadrilátero. Refira-se que a operação “Acolhimento e Internacionalização” pretende desenvolver um plano de estudos e metodologias, com o objetivo de definir um modelo de intervenção concertado entre as cidades de Barcelos, Braga, Famalicão e Guimarães, que apoie a internacionalização do tecido empresarial e a captação de investimento para a região.

Primeira sessão decorreu no Centro Escolar Louro/Mouquim

Os alunos do concelho de Famalicão vão aprender como funciona a televisão, a rádio, a imprensa e a Internet. Vão saber como se produzem as notícias, porque existe a publicidade, qual o significado da palavra crise e compreender porque é que tudo isso está relacionado com o orçamento familiar. Trata-se da “Missão Recreio na Hora”, um projeto de literacia mediática e financeira, com caraterísticas únicas em Portugal, que vai percorrer as escolas do 1º Ciclo do Ensino Básico do município famalicense. A primeira sessão decorreu já no Centro Escolar Louro/Mouquim e contou com a participação entusiástica das crianças. Até ao momento, estão inscritas 22

escolas do concelho envolvendo mais de 500 alunos. Em nota á imprensa, o município de Famalicão defende que “explicar o que são os média e porque existem, a sua ligação com a publicidade e o significado das notícias servirá para educar, a médio e longo prazo, adultos com maior capacidade crítica e uma crescente vontade de participação na sociedade de informação”. Em paralelo, “é explicado como a rádio, os jornais e as revistas podem contribuir para o crescimento e aprendizagem das crianças de uma forma saudável e divertida”, adianta ainda o município. As formações abrangem os alunos do 4º ano, decorrem den-

tro de sala de aula e são dadas por um jornalista profissional. A “Missão Recreio na Hora” é organizada pela LivingBetweenMedia, a primeira empresa em Portugal especializada em Educação para os Média que tem como objetivo implementar e desenvolver conceitos de literacia mediática, literacia financeira e de responsabilidade para o consumo. Ainda no âmbito deste projeto, também os pais e os professores terão à disposição sessões de formação, nas quais receberão conselhos sobre como explicar as notícias, a publicidade e a crise às crianças e algumas dicas relacionadas com a mediação da utilização da Internet, dos telemóveis e dos videojogos.


6

pública: 11 de abril de 2013

cidade

Documentário realizado por jovens é destaque nas comemorações do 25 de Abril

Ofertas de emprego

As ofertas de emprego divulgadas fazem parte da Base de Dados do Instituto do Emprego e Formação, IP. Para obter mais informações ou candidatar-se dirija-se ao Centro de Emprego indicado ou pesquise no portal www.netemprego.gov.pt utilizando a referência (Ref.) associada a cada oferta de emprego.

Famalicão põe “Abril na Boca do Povo”

Oferta nº: 588061887 Profissão: IMPERMEABILIZADOR DE CONSTRUÇÕES. Impermeabilizador com experiencia Local: Requião Oferta nº: 588061239 Profissão: VERIFICADOR DE QUALIDADE. Controlador de qualidade para empreesa de fabricação de peças de vestuário exterior; controlo interno e externo (acompanhamento das encomendas junto de confeccionadores) Local: Esmeriz

Oferta nº: 587958145 Profissão: AFINADOR DE TEARES. Afinador para teares recto dornier com experiencia comprovada. (só realizar candidatura caso reuna as condições) Local: Landim

Oferta nº: 588001226 Profissão: TORCEDOR (RETORCEDOR). Pretende-se torcedores com experiencia em fiação-ajuntadeiras e torcedores. Local: Pousada de Saramagos

Oferta nº: 588025785 Profissão: SOLDADOR A ARCO ELÉCTRICO. Procurase uma pessoa com experiência enquanto serralheiro e soldador. (mig - preferêncialmente) Local: Brufe

Oferta nº: 588059225 Profissão: OPERADOR DE EQUIPAMENTO DE TELEINFORMAÇÃO. Operador de call center - contactos com clientes paar diuvlgação de serviços. Local: Ribeirão

Alerta-se para a possibilidade de ocorrência de situações em que a oferta de emprego publicada já foi preenchida devido ao tempo que medeia a sua disponibilização e a sua publicação. Para mais informações contactar o Centro de Emprego de Famalicão, na Alameda Padre Manuel Simões, 222, ou pelo Telefone 252 501 100

O documentário “Abril na Boca do Povo” realizado por dois jovens universitários famalicenses da área da comunicação dá o mote para uma mesa redonda que vai juntar diversas personalidades da política e da cultura de Famalicão, num debate sobre a revolução dos cravos, a mudança de regime e a democracia em Portugal. A iniciativa que decorre no dia 25, pelas 16h30, no Centro de Estudos Camilianos, em Seide S. Mi-

guel, é um dos principais destaques do programa das comemorações do 39.º aniversário da Revolução dos Cravos, promovido pela Câmara Municipal. No documentário que será exibido antes do debate, com uma duração de cerca de uma hora, cerca de uma centena de famalicenses (dois por cada freguesia do concelho), de duas gerações diferentes (com mais de 60 anos de idade e entre os 20 e os 30

anos), respondem a diversas questões sobre o significado do 25 de Abril e sobre a mudança de regime. Os seus depoimentos serão depois debatidos pelos convidados, donde se destaca o vicepresidente da autarquia, Paulo Cunha; o coordenador da Rede Municipal de Museus, Artur Sá da Costa; o advogado Joaquim Loureiro e o professor de história da Universidade do Minho e responsável do Museu da Industria Têxtil, Lopes Cordeiro. No final do debate, pelas 18h30, terá lugar um espetáculo musical intitulado “Contratadeiras cantam Zeca Afonso”, com entrada livre. O projeto Contratadeiras, que conta com a participação de elementos dos vários grupos folclóricos do concelho, nasceu com o objetivo de preservar e valorizar a música tradicional e popular da região dando-lhe uma sonoridade e um arranjo de modernidade. Mas as atividades destinadas a assinalar o aniversário do 25 de Abril não ficam por aqui. Aliás, arrancam logo de manhã, pelas 10 horas, com a tradicional cerimónia do hastear das bandeiras ao

som do hino nacional, entoado pela Banda de Famalicão, nos Paços do Concelho. Segue-se a sessão solene comemorativa do 25 de Abril, com os vários partidos políticos a usarem da palavra. Inauguração do Centro Escolar de Antas O dia será todo preenchido com diversas iniciativas de grande simbologia, com referência por exemplo para a inauguração do Centro Escolar de Antas, pelas 11h30. As celebrações terminam com a Noite do Conto e da Poesia intitulada “ A cor de Abril”, a partir das 21h30, no antigo Colégio Real, em Landim. Os diversos museus do concelho, a Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco e até os estudantes universitários, que vivem por estes dias a semana académica, também se juntam às comemorações. Neste âmbito, referência para os ateliês destinados aos mais novos, “Pintar Abril”, que vai realizar-se no Museu da Industria Têxtil, e “Queres saber como se faz um cravo chamado liberdade”, que decorre no Museu Bernardino Machado.

A propósito da Proposta de Regulamento relativo às Agências de Notação de Risco

Comissão Europeia destaca parecer de Jorge Paulo Oliveira O parecer elaborado pelo famalicense Jorge Paulo Oliveira, deputado eleito pelo círculo eleitoral de Braga, a propósito da Proposta de Regulamento relativo às Agências de Notação de Risco foi objeto de especial análise pela Comissão Europeia (CE). Na sequência da aprovação do Tratado de Lisboa, os Parlamentos nacionais passaram a pronunciarse sobre os atos legislativos das instituições da União Europeia em preparação. Esta possibilidade tem motivado a que, anualmente, sejam elaborados milhares de pareceres, de entre os quais a CE procede a uma seleção muita restrita para uma resposta formal e individualizada. O ano passado, foram escolhidos 15 pareceres, dois deles provenientes do Parlamento português, um do deputado social-democrata Jorge Paulo Oliveira e o outro do deputado socialista João Galamba, curiosamente ambos da Comissão Parlamentar de Orçamento, Finanças e Administração Pública que apreciou na passada semana a comunicação da Comissão Europeia, encarada como uma distinção, dada

a raridade com que tal ocorre. No parecer de que Jorge Paulo Oliveira foi relator, o deputado reconhecia que a Proposta de Regulamento do Parlamento Europeu e Conselho, relativo às Agências de Notação de Risco, também conhecidas por Agências de Rating, traduzia uma clara melhoria da legislação “em termos da imprescindível transparência, integridade, supervisão, responsabilidade, indepen-

dência e fiabilidade das agências de notação”, mas, simultaneamente, alertava para o facto da iniciativa legislativa deixar em aberto questões essenciais. O deputado famalicense referenciou em particular a excessiva dependência do Banco Central Europeu aos dados oferecidos por agências externas e a ausência de soluções eficazes para a falta de concorrência no setor.

Na comunicação assinada pelo vice-presidente, Maros Sefcovic, a CE agradece à Assembleia da República os contributos prestados por força do parecer elaborado e congratula-se com a defesa que nele é feita da “necessidade de um maior leque de agências de notação, um setor dominado por um número restrito de operadores”, bem como para a importância de “reduzir a dependência das notações de risco”.


pública: 11 de abril de 2013 7

cidade

PS elege secretário-geral e delegados ao congresso A concelhia de Famalicão do Partido Socialista (PS) apela à participação dos seus militantes nas eleições diretas para eleger o secretário-geral do partido e os delegados ao XIX Congresso Nacional, que se realizam no próximo sábado, dia 13. Em Famalicão o ato eleitoral vai decorrer entre as 11h30 e as 19h30, na sede concelhia, sendo que o congresso nacional realizase de 26 a 28 de abril, em Santa Maria da Feira. Para além dos delegados inerentes ao Congresso Nacional, que são Nuno Sá, Fernando Moniz, Reis Campos, Ana Paula Costa, Carlos Silva e Domingues Azevedo, a Concelhia de Famalicão elege mais nove delegados com direito de voto. Em Famalicão foi apresentada uma única lista de candidatos, designada por Lista A, e que tem como

primeiro subscritor Artur Lopes. Em nota à imprensa, o secretário coordenador do PS de Famalicão, Nuno Sá, diz esperar que estas eleições, bem como o Congresso Nacional, “sejam um momento de afirmação de um projeto político alternativo à atual governação PSD/CDS-PP que tem produzido resultados económicos, financeiros e sociais totalmente catastróficos para os portugueses”. Nesse sentido, Nuno Sá apela “à forte participação de todos os socialistas famalicenses no ato eleitoral do próximo sábado”, considerando que “os delegados inerentes e eleitos pelos socialistas famalicenses irão enriquecer e dignificar a participação da concelhia de Famalicão no próximo Congresso Nacional com novas ideias e propostas”.

Vice-presidente participou no primeiro workshop de olaria e cerâmica

Paulo Cunha meteu as mãos… no barro

Magda Ferreira

Torre dos Pequeninos promoveu workshop de música para bebés Paulo Cunha transformou uma bola de barro numa tigela

Nas manhãs dos dias 23 de março e 7 de abril, o colégio “A Torre dos Pequeninos” promoveu uma nova atividade, aberta e adaptada às capacidades cognitivas de bebés dos 4 aos 24 meses, aos alunos e público externo à instituição. Tratou-se do workshop “Música para Bebés – A Primavera", que procurou proporcionar experiências musicais complementadas pela dança, o que se traduziu fortes vivências musicais para os bebés e os pais. “A adesão superou as nossas expetativas, tendo sido inevitável a organização de uma 2ª edição para responder à procura. No

total recebemos 32 famílias, 55% das quais externas à Torre dos Pequeninos”, afirma a coordenadora pedagógica, Graça Couto. Delineado sob um fio condutor do professor de Expressão Musical Rui Costa, o espetáculo, com o tema “A Primavera” como pano de fundo, compreendeu um cenário criativo e cuidado, criado pelas educadoras e auxiliares da Torre dos Pequeninos, o uso de canções que aludiam à alegria e ao movimento rítmico, a interação e envolvimento das crianças e a coreografia de uma bailarina, culminando de forma relaxante numa sala especialmente preparada para o efeito.

Magda Ferreira que, por isso, a autarquia concertou uma estratégia com a FCA O primeiro módulo de um works- para que estas atividades sejam hop de olaria e cerâmica que ar- realizadas fora do contexto do rancou na sexta-feira passada, museu da Fundação, “resolvendo em Famalicão, teve um aluno es- problemas que se colocam, nopecial: o vice-presidente da Câ- meadamente de transporte, pois mara Municipal, Paulo Cunha, foi a maior dificuldade muitas vezes dar as boas vindas aos partici- é o acesso ao local onde a iniciapantes e foi desafiado a experi- tiva se vai realizar e por isso tramentar. Paulo Cunha aceitou, ar- zemos a iniciativa às pessoas”. No primeiro módulo deste regaçou as mangas e meteu as workshop participaram cerca de mãos no barro. Descontraído e bem-disposto 10 formandos. Vera Machado é ao longo do processo, o autarca uma jovem desempregada e é a não desistiu quando a primeira primeira vez que integra uma forbola de barro se alagou. Recome- mação nesta área. “Desde miúda çou e criou uma tigela. Confes- que achava esta uma atividade sando ter gostado da experiên- interessante. Tive uma experiência, Paulo Cunha cia só no secundário nas aulas de comprometeu-se a ir pintá-la no trabalhos manuais. Estou desempregada e se surgisse uma oporúltimo módulo. Tudo isto se passou no pri- tunidade de prosseguir nesta atimeiro módulo do “I Ciclo de vidade seria interessante”, Workshops de Olaria e Cerâmica contou. Também Alberto Fonseca é um para Graúdos”, que arrancou na sexta-feira passada no Museu principiante, embora já “há muiBernardino Machado e que se vai tos anos tenha feito qualquer prolongar até 10 de maio, com um coisa como autodidata”. “Esta total de três módulos. A iniciativa arte da cerâmica sempre foi uma é promovida pela Câmara de Fa- coisa que me despertou um certo malicão, em parceria com a Fun- interesse, mas nunca tive oportudação Castro Alves (FCA), de nidade de seguir, digamos, com Bairro, e destina-se a maiores de uma regra e hoje vim cá ver se 18 anos. Pretende dar aos for- aprendia qualquer coisa que me mandos conhecimentos básicos levasse a continuar”, descreveu. na arte de olaria, de modelação e Museu da Fundação de pintura em cerâmica. vai integrar “Achamos que havia uma “Maletas Pedagógicas” etapa no percurso do serviço eduA FCA tem já uma tradição de cativo que não estava cumprida, que é a etapa dos adultos, a décadas na olaria e na cerâmica, etapa dos seniores, a que nós possuindo uma escola-oficina, chamamos a etapa dos graúdos”, com 34 anos e onde todas as peafirmou Paulo Cunha, indicando ças ainda são feitas manual-

mente, e um museu que há 26 anos expõe as peças produzidas na oficina. A escola ministra cerca de quatro turmas mensalmente, numa média de 60 alunos. Os pontos de venda das peças que estavam espalhados por vários pontos do país têm vindo a fechar dada a redução das vendas, e a participação nas várias feiras de artesanato não é suficiente para aguentar o funcionamento da escola. “Se não tivéssemos o apoio da autarquia, era muito difícil”, sublinhou Manuela Granja, do conselho de administração da FCA, recordando os cortes nos apoios do Estado. “Estamos a trabalhar no sentido de que a autarquia nos apoie, não só com o respetivo subsídio, mas o que queríamos é que o trabalho desta escola fosse integrado nos serviços educativos”, adiantou a responsável, contando que já têm existido conversações nesse sentido. O vice-presidente diz que a abertura da autarquia nesta matéria é total e que faz parte dos planos da Câmara integrar, em breve, o museu da FCA nas “Maletas Pedagógicas”, que se inserem no projeto “À Descoberta do Património”, “exatamente com o propósito de criar condições para que esse serviço educativo também seja fruído por toda a nossa comunidade, nomeadamente pelos mais jovens”. veja em www.famatv.pt ou


8

pública: 11 de abril de 2013

freguesias

Famalicense encontra esperança numa clínica na Alemanha e precisa de 34 mil euros

Marta Araújo procura ajuda para vencer cancro Sofia fia Abreu Silva Realizou-se, no passado domingo, uma mega aula de ginástica no recinto da Igreja de Riba d’Ave. Na realidade, esta foi mais uma atividade com o objetivo de angariar fundos para ajudar Marta Araújo. Há cinco anos, Marta Maria Dinis de Sousa Araújo, de 50 anos, de Riba d’Ave, lutou e venceu um cancro na mama. Mas, em novembro passado, quando todos pensavam que a doença estava esquecida, a família de Marta recebe a notícia de que tinha voltado. Foi-lhe diagnosticado um cancro no fígado, de grau IV, o mais elevado, que não pode ser operado. Perante a impossibilidade de intervenção de remoção ou transplante do fígado, há uma esperança na Alemanha, na Clínica Medical Center Cologne que promove o tratamento deste tipo de cancro e que regista um elevado grau de sucesso neste tipo de casos. Mas, como é habitual nestes casos, os obstáculos são sempre os mesmos, os custos elevados do tratamento, das deslocações e estadia. Valores que, no total, as-

Marta Araújo, com as filhas, procura a cura para o cancro do fígado na Alemanha

cendem a 34 mil euros. Marta Araújo está agora reformada por causa da doença, mas trabalhou até ao final do ano passado. Entretanto, o marido ficou desempregado, sendo que os rendimentos são parcos, apesar da ajuda das duas filhas de 22 anos.

Perante o caso, são muitos os que têm procurado ajudar Marta Araújo, nomeadamente as suas filhas que estão a desenvolver várias campanhas para que esta verba seja angariada. Em pouco mais de três semanas da campanha, já se conse-

guiram reunir 15 mil euros para uma primeira fase. Aliás, atualmente, Marta Araújo encontra-se na Alemanha “para os primeiros tratamentos”. “Já pagámos os primeiros15 mil euros, mas precisamos de chegar pelo menos aos 34 mil eu-

ros”, contou ao OPINIÃO PÚBLICA, Sara Araújo. “A minha mãe está na Alemanha e até ao momento realizou dois tratamentos de hipertermia localizada e tem reagido bem. Já no dia 11 de abril vai-lhe ser administrada a primeira vacina”, explica Sara, referindo que a sua mãe não vai deixar de realizar os tratamentos em Portugal, sendo isto um completamento que poderá ajudar à cura. Desde que foi lançada esta campanha, Sara Araújo revela que tem havido contribuições muito generosas. “Há muita gente que quis ajudar a minha mãe, que apareceu em nossa casa para falar com ela e para entregar pessoalmente algum dinheiro…agora que tratamos desta primeira fase, temos de tratar da segunda”, afirma Sara, na esperança de que o objetivo seja concretizado. Entretanto, para saber como ajudar a Marta Araújo, pode consultar o facebook em www.facebook.com/vamosajudaramarta. Entretanto, quem desejar contribuir pode fazê-lo, por transferência bancária, através do NIB 0035 0764 0000 4641 9002 3.

pub

No âmbito do Parlamento Europeu dos Jovens

INA representa Portugal em fórum na Bélgica O Instituto Nun’Alvres (INA) foi convidado a representar Portugal numa iniciativa europeia que decorrer na cidade de Ghent, na Bélgica, até o próximo sábado. Trata-se do II Fórum Internacional do Parlamento Europeu dos Jovens (PEJ), na qual participa uma delegação de oito alunos e dois professores do INA, que se juntarão ao universo de 170 delegados europeus. O convite da organização surgiu dada a “forte tradição PEJista” do INA, avança aquele instituito em nota à comunicação. Note-se que as atividades realizadas naquela escola em torno do PEJ mobilizam anualmente centenas de alunos em torno do debate de questões europeias. “Esta viagem constitui uma atividade complementar na formação dos nossos jovens que julgamos importante, seja pelas oportunidades de enriquecimento cultural e cívico que lhes vão ser proporcionadas, seja pelo aprofundamento dos laços de amizade, camaradagem e solidariedade que já os unem,

razões pelas quais constituirá vivência importante para o seu enriquecimento pessoal”, afirmam as professoras Cláudia Camposinhos Magalhães e Manuela Carneiro, do Departamento de Línguas Estrangeiras, as docentes responsáveis pela delegação nacional a Ghent. Além das vantagens enunciadas, as mesmas professoras destacam que “esta atividade constitui uma mais-valia” nos percursos académicos dos alunos envolvidos, “tanto no desenvolvimento de línguas estrangeiras, bem como nas competências da cidadania europeia”. A deslocação ao estrangeiro acarreta “elevados custos”, pelo que o Departamento de Línguas Estrangeiras do INA desencadeou uma série de contactos para angariar apoios. Para a iniciativa contribuíram a Associação dos Antigos Alunos do INA, com mil euros, o projeto musical “Estúdio 34”, também com mil euros e a Associação de Pais com 500 euros. A estes soma-se ainda um apoio de mil euros de um anónimo, revelou a escola.

Bem Me Quer promove feira social A Bem-Me-Quer, instituição de solidariedade de Delães, vai organizar nas suas instalações, nos dias 12 e 13 de abril, a I Feira Social na qual serão vendidos artigos em segunda mão, mas em bom estado, como brinquedos, livros, roupa de adultos e criança ou pequenos eletrodomésticos. O dinheiro angariado será investido nas obras de remodelação do parque infantil. Na sexta-feira, dia 12, a feira está aberta das 17 Às 20 horas e, no sábado, das 9h30 às 13 horas A entrada é gratuita.


pública: 11 de abril de 2013 9

freguesias

Agregado de três pessoas teve que ser realojado pela Câmara

Cortejo a favor das festas de S. Miguel em Seide

Incêndio destrói casa de uma família em Vale S. Martinho Cristina Azevedo quintal a estender uma roupa, é que me alertou Uma família perdeu para o fumo”, contou ao quase todos os seus ha- OP o morador, Leandro veres num incêndio que Soares, de 61anos, acresdestruiu a casa onde vi- centando que quando viu via em Vale S. Martinho, a labareda ainda tentou na tarde da passada se- apagar com água, mas gunda-feira. O fogo, cujas “num instante foi tudo”. causas ainda estão a ser Todos conseguiram apuradas, não causou ví- sair para o exterior a timas, apenas elevados tempo, mas o susto “foi prejuízos materiais. muito grande”, além dos As chamas destruíram prejuízos materiais. por completo o primeiro “Perdi tudo… móveis, andar da habitação onde roupa, cortinas… foi residia uma família de três tudo”, comentava desopessoas. Ao fogo escapou lado Leandro Soares, para apenas o rés-do-chão, quem esta tragédia lhe faonde reside uma mulher, zia lembrar uma outra, contudo, a infiltração de ocorrida em 2011, quando água impediu que, pelo a casa onde então vivia, menos naquele dia, esse junto a um curso de água, espaço pudesse ser habi- foi alvo de uma inundatado. No primeiro andar ção. “Saí de lá por causa residia um casal de refor- das inundações e, agora, mados com uma filha de acontece-me isto”, la33 anos, desempregada, mentava. que foram realojados pela A casa que foi atingida Câmara Municipal numa pelas chamas situa-se na residência em Antas. Rua de S. Martinho e o in“Não dei conta de cêndio atraiu alguns ponada. Estava lá dentro a pulares e vizinhos, que ver uns documentos, com tentavam consolar a famía minha neta, e a minha lia vitimada pela tragédia. mulher, que estava no A casa era antiga, com

Quando chegaram ao local, os bombeiros pouco puderam fazer

A comissão de festas organiza no próximo domingo, domingo, dia 14, um cortejo em honra das Festas de S. Miguel, em Seide. O cortejo sai pelas 14h30, junto à entrada da Casa de Camilo, seguindo em direção ao parque da Junta de Freguesia.

Junta de Riba d’Ave promove colóquio para pais A Junta de Freguesia de Riba d’Ave promove, na próxima sexta-feira, dia 12, pelas 20h30, um colóquio subordinado ao tema "O meu filho vai para o Primeiro Ciclo... e agora?". Este colóquio conta com a participação de Eliana Oliveira, psicóloga; Maria do Carmo Pinto, a coordenadora da EB1/JI da Avenida; Teresa Torres, coordenadora do Polo da Biblioteca de Riba d’Ave; Filipa Gomes, presidente da associação de pais; e Cecília Melo, tesoureira da Junta de Freguesia.

Homem agredido em Novais Um homem de 50 foi agredido à paulada, na passada sexta-feira, ao início da noite, por um grupo de quatro jovens, que lhe terão furtado uma motorizada em S. Simão de Novais. Segundo o Correio da Manhã, os agressores foram a casa da vítima, tentando faze-la desistir da queixa.

A destruição do primeiro andar da moradia foi total

muita estrutura em madeira, mas tinha sido restaurada há cerca de dois anos. A combater as chamas estiveram os Bombeiros Voluntários (BV) Famalicenses com quatro veículos e 14 homens. A corporação recebeu o alerta por volta das 14h20 e quando chegou ao local o primeiro andar já estava tomado pelas chamas. “Começamos o ataque com duas linhas de água para tentar, ainda, salvaguardar a parte inferior do edifício, o que conseguimos”, explicou Bruno Alves, adjunto de comando dos BV Famalicenses, salientando, contudo, que quanto ao 1º andar já pouco puderam

fazer. “Os cómodos estão todos destruídos, desde o telhado às estruturas interiores”, referiu o adjunto. No local esteve também o vereador da proteção Civil na Câmara de Famalicão, Ricardo Mendes, que assegurou o realojamento da família em Antas, “numa residência que autarquia tem para esse efeito”. Quer a moradia afetada pelo fogo quer o recheio da mesma estão cobertos pelo seguro, que serão acionados. “Até lá, e até se proceder à reconstrução, esta família ficará nessa residência pelo tempo que for necessário”, garantiu ainda o responsável autárquico. pub

Clicastro assinala Dia Mundial da Saúde em Oliveira Santa Maria A CliCastro participou no passado sábado, dia 6 de abril, num evento organizado pela associação Roda dos Ventos em Oliveira Santa Maria, que teve como objetivo assinalar o Dia Mundial da Saúde. O dia foi marcado por diversas atividades, como rastreios de tensão arterial e glucose, dando também a conhecer a Medicina Tradicional Chinesa, através da participação do Dr. Pedro Pires. Na verdade, a Clicastro continua consigo a cuidar da sua saúde, em Oliveira Santa Maria. Uma clínica na vanguarda da saúde.

O objetivo é debater os principais anseios dos pais quando os filhos vão para o primeiro ciclo, a par de outras questões práticas relacionadas como as matrículas, os horários e as diferentes atividades que o 1º ciclo desenvolve. Os pais e encarregados de educação terão ainda oportunidade de visitar as instalações da escola e da biblioteca para melhor compreenderem as dinâmicas destas duas instituições ao longo do ano letivo. A entrada é livre.

Maratona de fitness solidária no Bodyline O ginásio Bodyline, de Calendário, promove no próximo sábado, dia 13, um maratona de fitness destinada a angariar bens alimentares para a Conferência Vicentina da freguesia para posterior doação a

famílias carenciadas. A maratona solidária arranca pelas 15 horas e terá a duração e 120 minutos. As inscrições estão abertas no Bodyline Training Center, mediante a entrega de bens alimentares. pub


10

pública: 11 de abril de 2013

freguesias

Candidato à Junta de Joane prossegue com encontros

Sétima caminhada concelhia realiza-se sábado

Xavier Oliveira reuniu com associação de pais da Escola Básica

A caminhada parte da Ponte da Lagoncinha, em Lousado

A Câmara Municipal de Famalicão desafia todas as pessoas a descobrirem as paisagens do concelho pelo seu próprio pé, em mais uma etapa da caminhada concelhia, a sétima, que se realiza já no próximo sábado, dia13, a partir das 14 horas. Desta vez, o percurso segue pelas freguesias de Lousado, Vilarinho das Cambas e Fradelos, na zona Sul e Sudoeste do concelho. Trata-se de um percurso com cerca de 15 quilómetros, de dificuldade média, profundamente marcado pelo rio Ave e o seu amplo vale. Com início marcado junto a um dos principais ícones medievais famalicense, a ponte da Lagoncinha, são vários os vestígios de património arquitetónico civil, religioso e vernacular a apre-

ciar. A iniciativa é promovida pelo pelouro da Juventude da autarquia famalicense e conta com o apoio do Corpo Nacional de Escutas e das associações Grucamo e Calcantes, e tem atraído várias centenas de pessoas. A volta a pé pelo concelho arrancou em 2010 e já percorreu grande parte do território concelhio, tendo como objetivos dar a conhecer o património e a beleza das paisagens famalicenses, numa atividade que alia o desporto e a cultura. Os interessados em participar devem efetuar a sua inscrição até amanhã, sextafeira, às 12 horas, no portal da juventude em http://www.juventudefamalicao.org ou no próprio dia no local.

ACB – Associação Cultural Beneficente e Desportiva dos Trabalhadores do Município de Vila Nova de Famalicão CONVOCATÓRIA

Nos termos legais e estatutários, convoco os associados da ACB – Associação Cultural Beneficente e Desportiva dos Trabalhadores do Município de Vila Nova de Famalicão para a Assembleia Geral de 18 de Abril de 2013, a realizar no auditório da ACB sita na Rua Álvaro Castelões n.º 95, pelas 18:00h, com a seguinte ordem de trabalhos: ORDEM DE TRABALHOS

1 – Apresentação, discussão e votação do Relatório de Atividades e Contas do Ano 2012; 2 – Revisão do Regulamento Interno do Centro Juvenil; 3 – Outros assuntos de interesse.

Se à hora marcada não estiverem presentes a maioria dos seus Associados, a Assembleia Geral reunirá, em segunda convocação, meia hora mais tarde com a presença dos Associados presentes.

O Presidente da Assembleia-Geral Armindo Borges Alves Costa, Arq.º

fomenta e apoia a articulação entre os pais e encarregados de educação, o agrupamento, as entidades oficiais e outras associações locais, incluindo a Federação Concelhia de Associação de Pais, da qual é associada e está representada nos seus corpos sociais. No final do encontro, Xavier Oliveira deu conta da “vivacidade” desta associação “que conta com um plano de atividades muito diversificado e ambicioso”. Os maiores desafios com se depara a Associação de Pais passa sempre pela melhoria da qualidade do ensino, pelo desenvolvimento de ativi-

dades pedagógicas enriquecedoras, como é o caso das atividades escolhidas dentro do programa “Pais com a Ciência”, cuja apresentação pública está para breve, assim como pela melhoria das condições físicas do próprio espaço da escola. O candidato da coligação PSD/CDS-PP testemunhou ainda “a existência de algumas questões relativas ao edifício do centro escolar que estão ainda pendentes de resolução por parte da autarquia”, comprometendo-se a, no que estiver ao seu alcance, “tudo fazer” para que essas questões “sejam resolvidas com brevidade”.

pub

ASSEMBLEIA GERAL

Vila Nova de Famalicão, 02 de Abril de 2013

A candidatura de Xavier Oliveira à Junta de Freguesia de Joane reuniu com a Associação de Pais da Escola Básica daquela vila. Xavier Oliveira foi acompanhado pelo mandatário da candidatura, Domingos Melo, e pelos líderes locais das estruturas partidárias do PSD e CDS-PP, Miguel Azevedo e Manuel Guimarães, respetivamente. A Associação de Pais da Escola Básica de Joane, liderada por Helena Mendes, tem uma atividade associativa de mais de 12 anos e representa, atualmente, um universo escolar de 419 alunos com idades compreendidas entre os 3 e 9 anos. A referida associação

Candidatura de Xavier Oliveira tomou pulso à atividade da associação

Rancho de S. Julião de Calendário festejou 20º aniversário Foi no passado dia 18 de março que o Rancho Folclórico de S. Julião de Calendário levou a efeito uma festa para assinalar a passagem do seu 20º aniversário. Para além do rancho aniversariante, marcaram presença o Grupo de Danças e Cantares da Associação Desportiva e Cultural de Constantim de Vila Real, bem como muitos amigos do Rancho de S. Julião, entre eles, Joaquim Moniz, em representação da Junta de Freguesia de Calendário; Belarmino Gomes, coordenador técnico da Federação Portuguesa de Folclore; e Fátima Almeida, em representação da Camara Municipal de Famalicão. A festa decorreu na sede do rancho, situada na Rua do Outeiro, junto ao Museu da Indústria Têxtil, onde foi servido um almoço a todos os componentes, órgãos diretivos, entidades civis e alguns amigos. A parte da tarde foi preenchida com a atuação dos dois grupos presentes.


pública: 11 de abril de 2013 11

freguesias pub

Belita Supermercados comemora 6º aniversário

O Belita Supermercados, em Delães, comemorou na passada quinta-feira o seu 6º aniversário e por isso ofereceu bolo e champanhe. São seis anos a oferecer aos clientes os produtos das melhoras marcas, aos melhores preços. António Oliveira, gerente dos Supermercados Belita, revela ao OPINIÃO PÚBLICA que o balanço destes 6 anos de atividade é positivo. “A empresa tem-se adaptado à realidade, procurando, como sempre, a satisfação do cliente”. Tome nota: os Supermercados Belita podem ser encontrados em Delães, na Rua da Igreja; em Bente, na Estrada Nacional 204/5; no Atlantic Park em Famalicão; e em Guimarães, na Urbanização Nossa Senhora da Conceição, loja 30.

Restaurante A Malcriada apresenta Menu Executivo

O Restaurante A Malcriada está sempre a mudar… para melhor, é claro. Fundado no dia 2 de Fevereiro de 1985, o restaurante A Malcriada, na Rua Visconde de Gemunde, nº671 (antigos Bargos), em Calendário. Com mais de 25 anos de experiência, A Malcriada mantem a essência da boa gastronomia, aliada a um excelente atendimento. No Restaurante A Malcriada, os clientes podem contar com a nobreza da cozinha tradicional portuguesa e de uma excelente carta de vinhos, para não falar do excelente ambiente acolhedor e familiar. Mas agora o restaurante A Malcriada apresenta o Menu Executivo, mais acessível, em que por apenas 8 euros pode saborear um prato de carne ou peixe, pão, bebida e café. Mas, na Malcriada, para provar, há muitas especialidades, como por exemplo filetes de pescada, cabrito assado no forno, bochechas de porco preto, filetes de polvo e muito mais. Com uma lotação de 60 lugares, A Malcriada possui ainda um óptimo parque de estacionamento privado. Faça a sua reserva: 252 322 927 ou 917 36 02 78.

Alunos do pré-escolar participaram na “Hora do Conto”

Colégio de Riba d’Ave assinala Dia do Livro Infantil Os alunos do pré-escolar do Externato Delfim Ferreira de Riba d’Ave celebraram o Dia Internacional do Livro Infantil, que se assinalou a 2 de abril, com uma participação na “Hora do Conto”, realizada no polo de Riba d’Ave da Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco, numa sessão foi dinamizada pela colaboradora da biblioteca, Teresa Torres. Chegados à biblioteca as crianças foram presenteadas com a presença da escritora Maria do Céu Nogueira, que lhes apresentou a sua mais recente obra infantil “A Casinha do Senhor Vento”. A autora conseguiu cativar a atenção de todos, com a sua enorme capacidade de aproximação aos mais pequeninos, que desta forma viveram uma atrde diferente e emocionante. Entretanto, no passado mês de março, alguns alunos do secundário tiveram a oportunidade de assistir à peça de teatro “Madalena”, uma adaptação da obra “Frei Luís de Sousa”, de Almeida Garrett, que esteve em cena na

Casa das Artes de Famalicão. O nAc – Núcleo de Atividades Culturais do Externato convidou esses alunos a assistir à encenação de um texto que é estudado no 10º ano. Para além de ser uma peça com um elenco profissional, contou também com a participação de ex-alunos do colégio ribadavense que, segundo os alunos que assistiram ao espetáculo, “se

revelaram uma agradável surpresa a nível de representação, mostrando que conseguiam acompanhar um verdadeiro grupo de atores profissionais e estarem ao mesmo nível que estes”. Quando a peça terminou, o grupo regressou ao colégio bastante satisfeito com o espetáculo a e e com o desejo que aquela experiência os ajudasse na compreensão da obra.

Canguru Matemático mobilizou alunos da Didáxis de S. Cosme Inserido no Plano Anual de Atividades da Didáxis de Vale S. Cosme, o Departamento de Matemática organizou, no passado dia 4 de abril, pela oitava vez consecutiva, a fase escola do “Concurso Canguru Matemático Sem Fronteiras”. Na iniciativa participaram de 175 alunos daquela escola, do 5º ao 12º anos de escolaridade. Este concurso matemático assume um caráter internacional, na medida em que é uma das atividades da Associação Canguru Sem Fronteiras, que reúne personalidades do mundo da Matemática de 46 países. O evento consiste numa única prova de escolha múltipla com cinco categorias, de acordo com as idades dos alunos, e o nível de dificuldade em cada prova aumenta ao longo dos três grupos de questões, mas, em simultâneo, pretende-se que os alunos aumentem também o seu interesse e percebam que conseguir resolver os problemas propostos é uma conquista pessoal muito recompensadora. A organização nacional deste concurso, em Portugal, está a cargo do Departamento de Matemática da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra com o apoio da Sociedade Portuguesa de Matemática. A Associação Canguru sem Fronteiras tem como

objetivo promover a divulgação da matemática elementar por todos os meios ao seu alcance e, em particular, pela organização anual do Concurso Canguru Matemático sem Fronteiras, que tem lugar no mesmo dia em todos os países participantes.

Terceira marcha “Juntos por Nós” é no domingo Arranca no próximo domingo, dia 14, pelas 9 horas, nas freguesias de Gondifelos, Cavalões, Louro e Outiz, a III Marcha “Juntos Por Nós”. De carácter solidário, esta marcha tem como objetivo fazer uma recolha de bens alimentares que posteriormente serão entregues às famílias mais carenciadas. A iniciativa é organizada pela Rede Social Comissão Social Inter-Freguesias e tem o apoio das juntas de freguesia, Agrupamento de Escolas de Gondifelos e diversas associações destas localidades. O percurso será feito por determinadas ruas das freguesias envolvidas e a a concentração final acontecerá no Parque Desportivo de Cavalões com a cerimónia de encerramento. Para participar basta juntar-se à marcha e levar um bem alimentar.


12

pĂşblica: 11 de abril de 2013

publicidade


pública: 11 de abril de 2013 13

cultura

Cineclube exibe “Amor” na Casa das Artes “Amor” de Michael Haneke é o filme proposto pelo Cineclube de Joane para a sessão desta quintafeira, dia 11, na Casa das Artes de Famalicão, com início às 21h45. Trata-se de um filme dramático sobre o amor e a velhice, realizado pelo aclamado realizador austríaco Michael Haneke. Aplaudido pelo público e pela crítica no Festival de Cannes de 2012, “Amor” valeu a Haneke a segunda Palma de Ouro e foi o vencedor da 25.ª edição dos Prémios do Cinema Europeu, conquistando as quatro categorias principais: melhores filme, realizador, ator (Jean-Louis Trintignant) e atriz (Emmanuelle Riva). Georges e Anne são dois professores de música reformados que já passaram dos 80. Vivem comodamente num belo apartamento de Paris, têm uma vida cultural ativa e sentem-se felizes e realizados. Até Anne ter um acidente cardiovascular…

No sábado há espetáculo para os mais pequenos

Ana Moura atua esta sexta-feira na Casa das Artes A fadista Ana Moura vem à Casa das Artes de Famalicão apresentar o seu novo álbum “Desfado”, esta sexta-feira, dia 12, pelas 21h30. “Desfado”, o quinto álbum originais de Ana Moura, representa um momento de viragem na carreira da artista. A fadista apostou em nomes da nova geração de compositores nacionais (como Manuel Cruz dos Ornatos Violeta, Márcia, Pedro da Silva Martins dos Deolinda, Miguel Araújo dos Azeitonas, Luísa Sobral e António Zambujo) e em nomes consagrados da música portuguesa (como Aldina Duarte, Tózé Brito, Manuela de Freitas e Pedro Abrunhosa) para a criação dos temas. Neste trabalho, Ana Moura tem a coragem de ousar, de eliminar as zonas tampão entre o fado e a restante música popular. Espera-se, por isso, um grande espetáculo no regresso da fadista à Casa das Artes. A entrada custa 18 euros, com 50% de desconto para os porta-

dores do Cartão Quadrilátero Cultural. Da programação para o próximo fim de semana, destaque também para o espetáculo “Patrulha”, pela Companhia de Música Teatral, destinado aos mais novos. “Patrulha” é um workshow participativo que replica com as crianças da escola ou acompanhadas pelos pais, o ambiente de interação e as situações de criatividade e improviso que foram gravados com as crianças que participaram na “Enciclopédia da Música com Bicho”. No fundo trata-se de fazer com que as crianças passem de ouvintes a músicos/artistas e de fazer com que, aos pouquinhos, o bichinho se comece a soltar. O espetáculo decorre no próximo sábado, dia 13, com sessões pelas 11h00, 15h30 e 17h30. O bilhete para crianças e pais custa 12 euros, com 50% de desconto para os portadores do Cartão Quadrilátero Cultural.

INA recorda Manuel António Pina “Ainda não é o fim nem o princípio do mundo. Calma é apenas um pouco tarde”. Este é o título do primeiro livro de poesia de Manuel António Pina que dá o mote para a exposição sobre a sua vida obra que a biblioteca do Instituto Nun’Alvres INA) apresenta até final de abril. A mostra insere-se num conjunto de iniciativas para celebrar e homenagear o poeta, escritor e jornalista recentemente falecido. Assim, até final do mês, decorrerão diversas oficinas de poesia e de escrita, clubes de leitura dedicados à poesia, hora do conto, a apresentação de um ebook poético e de uma wiki sobre Manuel António Pina. Como dizia o poeta, “a poesia não passa de um certo uso das palavras” e os alunos do INA terão a oportunidade de brincar com elas.

Espetáculo de variedades no MAF O Mercado Abastecedor de Famalicão (MAF) recebe, este domingo dia 14 de abril, um espetáculo de variedades que conta com um cartaz recheado de grandes artistas como Maria do Sameiro, Tiago Maroto, Neno, Ofir Show, Paulo Torres, Cidade Berço, Carlos Almeida e Ana Marta entre outros. O evento tem o seu início marcado para as 14h30, com as entradas a custarem 3 euros.

Jovens famalicenses vencem prémio de melhor filme em encontro internacional Quatro jovens famalicenses venceram o prémio de melhor filme no encontro internacional “Movie in Action”, que decorreu entre 20 e 24 de março, em Turim, Itália, no âmbito do projeto “Youth can do it”, promovido pelo pelouro da Juventude da Câmara de Famalicão em parceria com a associação YUPI e financiado pelo Programa Juventude em Ação. Para além de Portugal, o encontro contou com a participação de jovens provenientes de Itália, Finlândia e Roménia. “Os Homens que fizeram a história de hoje” (People that made story) foi o título do vídeo vencedor que representou Portugal neste encontro e que relatou a história do famalicense José de Azevedo e Me-

neses (Casa do Vinhal). Os jovens famalicenses, Paulo Lima, Duarte Lacerda, Eduardo Aguiar e André Silvestre, tinham já vencido o concurso local de curtas-metragens, cujo mote foi a promoção da cidade famalicense.

O objetivo deste encontro em Itália foi reunir as curtasmetragens vencedoras em cada um destes países, partilhar boas práticas e dar a conhecer ações locais de cada país na área da participação ativa e iniciativa juvenil.

Os jovens vencedores do concurso


14

pública: 11 de abril de 2013

publicidade

Gavião – Vila Nova de Famalicão

Falecimentos Avelino Augusto Alves Gil, no dia 4 de abril, com 62 anos, casado com Maria Emília da Silva Viana Gil, da freguesia de Abade Vermoim.

Francelina Martins Pinto Vilaça, no dia 2 de abril, com 89 anos, viúva de José da Costa Ferreira Vilaça, da freguesia de Arentim (Braga).

José Azevedo Campos, no dia 6 de abril, com 69 anos, solteiro, da freguesia de Vale S. Martinho.

Balbina Ramos de Faria, no dia 5 de abril, com 90 anos, viúva de Joaquim Gomes da Costa, da freguesia de Arnoso Stª Eulália.

Armando Dias Correia, no dia 6 de abril, com 79 anos, casado com Ana Lopes Tinoco, da freguesia de Pousada de Saramagos. José Ferreira de Sousa, no dia 8 de abril, com 86 anos, casado com Adelaide Pinheiro de Campos, da freguesia de Palmeira (Santo Tirso).

Joaquim Moreira Pinto

MISSA DO 8º ANIVERSÁRIO DO FALECIMENTO

A Família de Joaquim Moreira Pinto vem por este meio comunicar às pessoas de suas relações e amizade que será celebrada Missa pela alma do seu ente querido, quarta-feira, dia 17 de Abril pelas 19:00 horas, na Igreja de Paroquial de Gavião. Desde já agradecemos a todos quantos participem neste acto religioso. A Família

Agência Funerária da Lagoa Lagoa – Telf. 252 321 594

Maria Helena Leite Barbosa, no dia 8 de abril, com 89 anos, viúva de Manuel de Sousa, da freguesia de Tebosa (Braga). Agência Funerária Arnoso - José Daniel Pereira Arnoso Santa Eulália - Telf. 91 724 67 03

Maria C ândida Borges de Madureira, no dia 5 de abril, com 61 anos, casada com Manuel António Gouveia Ferreira, da freguesia de Vila Nova de Famali cão. Maria de Lurde s Aze ved o, no dia 6 de abril, com 94 anos, viúva de Luís Gita, da freguesia de Vi la Nova de Famalicão. Maria Améli a S eara de Oliveira, no dia 6 de abril, com 82 anos, viúva de José oliveira, da freguesia de Cruz. Utí lia Augusta, no dia 6 de abril, com 84 anos, viúva de Alberto da Costa Vila Verde, da freguesia de Vila Nova de Famalic ão. Maria Fernanda Soares Pe reira, no dia 7 de abril, com 97 Anos, viúva de Miguel Martins Cerqueira, da freguesia de Riba d’ Ave. António Lopes de Car valho, no dia 8 de abril, com 91 anos, viúvo de Rosa de Araújo Ferreira, da freguesia de Brufe. Manuel Ribei ro, no dia 8 de abril, com 82 anos, viúvo de Aida da Silva Bouça Nova Ribeiro, da freguesia de Antas. Agência Funerária Rodrigo Silva, Lda Vila Nova de Famalicão – Tel.: 252 323 176

Calendário - Vila Nova de Famalicão

José Ferreira de Sousa

Manuel Pereira Gomes

(antigo proprietário Churrascão Sousa)

Agradecimento e missa do 30º dia do seu falecimento

Agradecimento e Missa do 7º dia

Seus familiares veem por este meio muito sensibilizados e na impossibilidade de o fazer pessoalmente, agradecer a todos os que se associaram á sua dor e pelas provas de carinho e amizade que lhes foram endereçadas aquando do falecimento do seu ente querido. Aproveitam para anunciar que a missa de 30º dia do falecimento do seu ente querido, será celebrada, domingo, dia 14 de abril, pelas 12,00 horas no salão paroquial de calendário. Desde já , o nosso profundo agradecimento a quantos se dignarem assistir a este acto religioso.

Agência Funerária da Lagoa - Tel. 252321594

A Família

Sua esposa, filhos, filha, noras, genro, netos agradecem reconhecidos a todas as pessoas que acompanharam o funeral e àqueles que de qualquer modo lhes apresentaram sentimentos de pesar e comunicam que será celebrada a missa de 7ºDia, sábado, 13 de abril, às 18h30, na Igreja Paroquial de Avidos, agradecendo desde já a todas as pessoas que os honrem com a presença nesta eucaristia.

A Família


pública: 11 de abril de 2013 15

praça pública Maria Joaquina da Silva Araújo, no dia 27 de março, com 75 anos, viúva de João da Costa Gonçalves, da freguesia de Ribeirão.

Pelos Quatro Cantos da Ca(u)sa

A Câmara dá lucro

Domingos Peixoto

Laurinda da Silva Matos, no dia 26 de março, com 91 anos, casada com José da Silva Santos, da freguesia de Santo Tirso. Laura Gonçalves Braga, no dia 30 de março, com 92 anos, viúva de João Vilas Boas Gonçalves, da freguesia de Ribeirão. Fernando da Costa Portela, no dia 31 de março, com 90 anos, casado com Maria Rosa Pinheiro Moreira, da freguesia de Santiago do Bougado (Trofa). Francisco Henrique Pinheiro da Costa, no dia 1 de abril, com 77 anos, pai de Isabel Alexandra Giesta da Costa, da freguesia de Antas. José Araújo Moreira, no dia 2 de abril, com 68 anos, solteiro, da freguesia de Ribeirão. Lúcia Moreira dos Santos, no dia 3 de abril, com 79 anos, viúva de Aurélio da Costa Pereira, da freguesia de Ribeirão. Rosa Ferreira Faia, no dia 3 de abril, com 85 anos, solteira, tia de Maria de Fátima Gomes Faia, do Porto. Maria José Amorim Rodrigues, no dia 4 de abril, com 42 anos, da freguesia de Ribeirão.

Lucro, palavra mágica que define a essência do empreender privado. Resultado positivo – depois de deduzidas todas as despesas – inerente a uma atividade de trocas, seja ela comercial ou industrial, sendo certo que, no que à mercantil diz respeito, hoje em dia, abrange um leque de opções muito variado. Já no que às funções essenciais do Estado diz respeito – serviço e interesse público –, o benefício está, precisamente, na prestação do mesmo nas melhores condições aos cidadãos, numa garantia de igualdade e reciprocidade. Mas, note-se, o mesmo País pode, e em meu entender deve – aliás assim acontece com Portugal, como com a generalidade das Nações –, ter o monopólio de certas prestações fora daquela lógica, até como suporte e garantia das tarefas fundamentais. Então, não parece de admitir como boa uma prática administrativa e financeira das autarquias que conduza cada exercício ao lucro, ou ao prejuízo, mas bem sabemos que é quase impossível, ao final das contas, o

Adérito Pinto, no dia 5 de abril, com 86 anos, viúvo de Procina Madalena Silva Araújo, da freguesia de Ribeirão.

saldo entre receitas e despesas ser zero; não é por acaso que há um prazo de 4 meses para cada a entidade as entregar à tutela. É por isso que, quando no fim do exercício “sobra” dinheiro, os executivos se esmeram em adjetivos para qualificar a sua gestão: rigorosa, eficiente, melhor ano de sempre! Dando de barato que há dureza e eficácia nas contas, se é certo que nos tempos que correm há carências de toda a ordem, desde as infraestruturas básicas de saneamento, água domiciliária e vias de comunicação, às condições de habitação e de sobrevivência de muitas famílias, como interpretar que ao fim de um ano, sucessivamente ou não, não se utilize o dinheiro disponível; que estava ali ao “alcance” da mão! Não serão, no mínimo, obras adiadas, com sacrifícios para as populações respetivas… Não olvidemos que há verbas e verbas… Foquemo-nos no nosso município: “melhor ano de sempre”; “…quando há falta de dinheiro e de obras por todo o

Voz Off

Agência Funerária da Lagoa Lagoa – Telf. 252 321 594

Rosinda Rebelo Dias de Sousa, no dia 6 de abril, com 84 anos, solteira, da freguesia de Sequeirô (Santo Tirso). Arminda da Conceição da Cruz, no dia 8 de abril, com 65 anos, casada com Joaquim Martins Gomes, da freguesia de Roriz (Santo Tirso). Agência Funerária de Burgães Sede.: Burgães / Filial.: Delães Telf. 252 852 325

No pretérito domingo, tendo como cenário o pavilhão municipal de Famalicão, mais de dois milhares de famalicenses assistiram à apresentação oficial daquele que será seguramente o futuro edil municipal, no próximo quadriénio autárquico. Soberbo e brilhante no seu discurso, usando a sua extraordinária e inata capacidade de oratória e argumentação, Paulo Cunha arrebatou a plateia que lhe transmitiu uma inequívoca demonstração de força e confiança na sua capacidade de liderança. Com uma humildade e nobreza rara nos nossos dias, não esqueceu Armindo Costa como exemplo a seguir, elogiando o legado que herdará de si, bem como, o muito que aprendeu e consigo partilhou nestes últimos quatro anos. Paulo Cunha revelou no seu discurso toda a sua apetência pela causa pública, ao apontar claramente a ação social e as pes-

cretização. Por que “sobra” (lucro) mais de um milhão de contos no exercício de 2012! Podiam ser encaminhados para os pavilhões e piscinas anteriormente prometidos; podiam ser para os centros de saúde de S. Cosme e Louro; podiam ser para a “nova” rua a ligar a nova Leica (havemos de voltar a este assunto) ao Senhor dos Perdões; podiam… Mas não, sentenciou Armindo Costa, são para as freguesias que elas é que sabem onde gastar! Pudera, digo eu, ou não se tratasse de ano eleitoral autárquico. Ainda há que “pagar” a paz e o silêncio a que se submeteram os presidentes de junta que traíram os seus fregueses na extinção de mais de duas dezenas de freguesias do concelho. E pode constatar-se que piscinas, pavilhões, centros de saúde e outras obras feitas pela câmara não foram nas freguesias! Foram! Não se veem… Para a “nova” rua, não faz mal, também não é nas freguesias e endivida-se o município por dez anos.

Todos com Paulo Cunha

José Leite

Ana Maria Ourelo Lopes, no dia 5 de abril, com 55 anos, viúva de António Carneiro Machado da Silva, da freguesia de Areias (Santo Tirso).

lado, nós fizemos mais obra…”! Desde logo, se damos a volta pelo Concelho, não se vislumbram obras ou serviços da responsabilidade da autarquia que configurem tal desiderato. Nem a “obra dos mandatos da coligação”, o Parque da Cidade, é justificação, na medida em que o grosso do investimento é da responsabilidade de fundos comunitários. Na verdade, tratando-se de uma aspiração, esta não é mais que demagogia barata e propaganda pura. Vejamos. Diz a câmara que, por um lado na receita, em cada milhão de contos previsto só realizou novecentos e dezoito mil contos; por outro lado na despesa, em cada milhão de contos previsto só gastou oitocentos e sessenta e dois mil contos. Imaginemos agora como terão sido os outros anos da governação desta coligação de direita, PPD/CDS, nomeadamente à “luz” da propaganda que “infligiram” aos famalicenses: “o concelho é um estaleiro”; “Famalicão em movimento”; “Famalicão não pára”! Porém há mais análise, subjetiva, admito, passível de con-

soas como ponto fulcral da sua atuação, salientando a sua total disponibilidade para ouvir todos os famalicenses. Se há qualidade que aprecio no futuro presidente de câmara é o seu inconformismo. Nunca se poupando em lançar reptos e desafios, nomeadamente aos jovens, desempregados e idosos, Paulo Cunha consegue incutir em cada um de nós a responsabilidade e a necessidade de enfrentarmos as contrariedades, de sermos mais ativos e participativos e de darmos mais e melhor aos que mais precisam. Não querendo parecer um arauto do futuro, muito menos de fazer a apologia exacerbada da sua pessoa, arrisco-me a dizer que estamos na presença de um político da mais alta craveira e capacidade política. Se alguns famalicenses ainda temiam pela sucessão de Armindo Costa, Paulo Cunha dissipou todas essas dúvidas ao afirmar-se,

perante milhares de famalicenses, por mérito e capacidade própria, o senhor que se segue na cadeira presidencial, reunindo uma série de competências, qualidades e requisitos únicos que o tornam indubitavelmente o melhor candidato a ganhar as próximas eleições. O atual vice-presidente da câmara municipal é, pois, um digno sucessor de Armindo Costa, conhece como ninguém as 49 freguesias e as cerca de 500 associações municipais, domina transversalmente todos os dossiers camarários, ouve tudo e todos, não é petulante nem vaidoso, vem do povo e é do povo, tem uma sensibilidade social digna de um grande ser humano, é competente e dedicado, é enérgico e desportista, é um homem de família respeitado, ama Famalicão como poucos, e sobretudo, é apaixonado por aquilo que faz. Famalicão vai continuar no rumo certo!

pub

Famalicão

Barbosa: Rua Santo António, Tel. 252 302 120 Calendário: Rua da Liberdade, Tel. 252 378 400/1 Cameira: C. Mouzinho Albuquerque, Tel. 252 323 819 Central: Praça D. Maria II, Tel. 252 323 214 Nogueira: Av. Marechal H. Delgado, Tel. 252 310 607 Valongo: Rua Adriano Pinto Basto, Tel. 252 323 294 Gavião - Av. Eng. Pinheiro Braga, 72 - Telef. 252 317 301 Marinho: Edif. S. José - Estalagem - Telf. 252 921 182 Martins Ventura: R. C. Cerejeira - Lousado - Telf. 252 493 142 Estação: Largo da Estação - Nine - Telf. 252 961 118 Ribeirão: Largo de Bragadela - Ribeirão - Telf. 252 416 482 Joane: Rua S. Bento, nº 217 - Telf. 252 996 300

Vale do Ave

Almeida e Sousa: Covas - Oliv. Stª Maria - Telf. 252 931 365 Bairro: Av. Silva Pereira, Telf. 252 932 678 Delães: Portela - Delães - Telf. 252 931 216 Riba de Ave: Av. Narciso Ferreira, Telf. 252 982 124 Faria: Estrada Nacional 310 - Serzedelo - Telf. 252 532 346

Famalicão Qu i n t a, 1 1

Serviço Calendário

Sex ta, 12

Valongo

Sá bad o, 13

Gavião

Domi ngo, 14

Barbosa

Segund a, 15

Cameira

Terç a , 16

Central

Qua rta, 17

Calendário

Vale do Ave

S er vi ç o

Qu i n t a, 1 1 Sex ta, 12 Sá bad o, 13 Domi ngo, 14 Segund a, 15 Terç a , 16 Qua rta, 17

Almeida e Sousa Bairro Delães Riba de Ave Almeida e Sousa Bairro

Serviço de disponibilidade

Paula Reis: R. José Elisio Gonçalves Cerejeira, nº 629 Calendário - Tel. 252 378 057 Maceiras: Louro - Telf. 252 310 425 Marques: Largo da Igreja - Fradelos - Telf. 252 458 440 Oliveira Monteiro: Largo Igreja - Cabeçudos - Telf. 252 331 885 Pedome: Av. S. Pedro, 1139 - Pedome - Telf. 252 900 930 Pratinha: Largo do Cruzeiro - Cavalões - Telf. 252 375 423 S. Cosme: Vale S. Cosme - Telf. 252 911 123 Arnoso: Av. Joaq. Azevedo - Arnoso Sta. Maria - Telf. 252 916 612


16

pĂşblica: 11 de abril de 2013

publicidade

OP1092  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you