Page 1

pub

pub

Na operação foi ainda preso outro homem por posse de arma

GNR detém dois suspeitos de tráfico de droga em Landim P. 9

ANO 21 • Nº 1072 DE 21 A 27 DE NOVEMBRO DE 2012 DIRETOR: JOÃO FERNANDES

www.opiniaopublica.pt

Plano e Orçamento da Câmara de Famalicão para 2013 aprovados esta semana

opiniãoespecial Aquecimento e Conforto

pub.

ORÇAMENTO DE 86,4 MILHÕES DESTACA AÇÃO SOCIAL E FREGUESIAS As Grandes Opções do Plano e Orçamento para 2013 do município foram aprovadas pela maioria PSD/CDS-PP no executivo, na terça-feira, tendo o PS votado contra. No próximo ano, o município vai gerir 86,4 milhões de euros, menos

cerca de 5 milhões em relação a este ano. Os documentos consubstanciam, sobretudo, duas grandes prioridades: a ação social e as freguesias, áreas onde o investimento municipal será reforçado em 2013. p. 5

opiniãosport: Entrevista com os presidentes do FC Famalicão e do GD Ribeirão FC Vermoim é vice-campeão da Taça Ibérica 2012 FAC comemorou 75 anos pub

Nuno Crato respondeu positivamente ao desafio lançado pelo presidente da Câmara

Ministro da Educação diz que Camilo vai voltar a ser estudado no secundário

P. 4

Acidente com trator mata homem de 65 anos

Câmara consegue despoluir Rio Pelhe que atravessa Parque da Devesa

Diabéticos vão ter consulta de oftalmologia no centro de saúde

P. 9

P. 5

P. 7 pub.


2

pública: 21 de novembro de 2012 pub

cidade pub

Acordo põe fim à ação judicial encetada pelo proprietário

Câmara vai comprar terrenos que eram para a cidade desportiva

pub

Transportes

pub

De Mercadorias

- Efectuamos Mudanças - Fazemos Distribuição de publicidade ALVARÁ N.º 14030/2007 Tlm. 968 380 719 - 916 938 215 E-mail: franciscopinto_@hotmail.com

pub

Cristina Azevedo ção, que consideraram o negócio inoportuno. A Câmara Municipal de Famalicão Armindo fala em investimento vai adquirir os terrenos que estano futuro vam destinados à cidade desporJá o presidente da Câmara, Artiva, apesar de ter desistido deste projeto, assim como da Parceria mindo Costa, lembrando que a Público Privada (PPP) que iria ser empresa proprietária dos terrenos deixou de os fabricar e “deitou a criada para a sua construção. Contudo, a autarquia já tinha vinha abaixo” por conta do conassinado o contrato-promessa de trato-promessa, considerou que compra e venda dos terrenos com se “trata de um bom acordo” para o proprietário do mesmo, a Socie- o município, mas sobretudo de dade Agrícola de Rorigo, Lda., “um bom investimento para o fuque, entretanto, encetou uma turo”. “Nós compramos porque enação judicial no sentido de obrigar a Câmara Municipal a cumprir tendemos que era uma oportunidade única para deixar aos famao contrato. Antes que a ação siga para tri- licenses um pedaço de terra de bunal, proprietário e autarquia 220 mil metros quadrados, que fichegaram a acordo para a compra cará enquadrado naquilo que será dos terrenos, que têm cerca de 17 o centro da cidade daqui a dez hectares e que estavam avaliados anos”, explicou o edil aos jornaem quase 2 milhões de euros. Se- listas, no final da reunião, congundo o acordo agora alcançado, victo de que a cidade irá crescer o município vai adquiri-los pa- para aquela zona do concelho, engando uma parte do valor com tre Calendário e Esmeriz. “Com a saúde financeira que a uma permuta de terrenos – cedendo à Sociedade Agrícola de Câmara tem, não podíamos deiRorigo um lote em Sinçães – e a xar passar esta oportunidade e, outra parte em dinheiro, desem- daqui a uns anos, quem estiver a dirigir a Câmara poderá criar bolsando 850 mil euros. Este acordo foi aprovado na nesse terreno infraestruturas para reunião do executivo camarário, o bem do concelho”, referiu Arna quarta-feira da semana pas- mindo Costa, apontando ainda sada, com os votos favoráveis da que, desta forma, “a Câmara evita maioria PSD/CDS-PP, mas com o também que esses terrenos caim chumbo dos vereadores da oposi- em mãos de alguém que, ama-

nhã, poderia criar dificuldades ao desenvolvimento sustentado da cidade e do concelho”. De resto, Armindo Costa não tem dúvidas de que esta compra será “recordada positivamente” ao longo de muitos anos: “quando daqui a 20 ou 30 anos aquele terreno estiver envolvido pela cidade, vão dizer que, nessa altura, que nós fomos uns visionários”. Já o vereador do PS, António Barbosa, entende que a única motivação que leva a autarquia a comprar os terrenos é a de “evitar que o caso vá parar à barra dos tribunais”, afirmando que este “é mais um custo que os famalicenses têm que pagar pela PPP que este executivo queria fazer”. “Sempre nos opusemos à PPP porque seria ruinosa para o município, e o tempo veio dar-nos razão. Ainda bem que ela não avançou, mas infelizmente não foi possível evitar custos que agora todos temos que pagar”, alerta o vereador, recordando que “se pagou a consultores, que se pagou projetos e que agora vão-se ter que pagar terrenos”. Refira-se que aos 17 hectares que agora a autarquia vai adquirir, junta-se o terreno onde está instalada a ETAR, com uma área de 5 hectares, e que já é propriedade do município.

Clube Sénior organiza passeio ao Porto A Associação Gerações está a organizar, através do Clube Sénior, um passeio ao Porto para os seniores. O passeio irá decorrer no próximo dia 30 de novembro e servirá para dar a conhecer alguns locais de interesse da cidade do Porto. A saída da sede da Associação Gerações está prevista para as 9 horas, seguindo-se, às 10h30, uma visita guiada

ao Museu do Carro Elétrico e depois aos Jardins do Palácio de Cristal. Para a tarde está previsto um cruzeiro nas 6 pontes do Rio Douro. O regresso a Famalicão está previsto para as 18 horas. As inscrições poderão ser realizadas na sede da Associação Gerações ou através dos telefones 252 374480 e 93 28 86644.

200 espécies de árvores plantadas no sábado No próximo sábado, 24 de novembro, terá lugar a atividade “Florestar Portugal” com árvores autóctones. Esta iniciativa tem como ponto de encontro o posto de turismo de Famalicão, (topo sul da Praça D. Maria II), às 9 horas. Segue-se uma caminhada rumo ao Monte Penedo da Moura, na freguesia de Calendário. A intenção é ao longo do dia plantar mais de 200 espécies de árvores.

FICHA TÉCNICA CONSELHO EDITORIAL:

Alexandrino Cosme, António Cândido Oliveira, António Jorge Pinto Couto, Artur Sá da Costa, Cristina Azevedo, Feliz Manuel Pereira, Joaquim Loureiro, João Fernandes, Manuel Afonso e Almeida Pinto.

DIRECTOR: João Fernandes (CIEJ TE-95) jfernandes@opiniaopublica.pt

CHEFE DE REDACÇÃO: Cristina Azevedo (CPJ 5611) cristina@opiniaopublica.pt

EDITOR DE TURNO:

Magda Ferreira (CPJ 4625) magda@opiniaopublica.pt

REDACÇÃO:

informacao@opiniaopublica.pt Carla Alexandra Soares (CICR-248), Cristina Azevedo (CPJ 5611), Magda Ferreira (CPJ 4625) e Sofia Abreu Silva (CPJ 10952).

DESPORTO: Jorge Humberto, José Cle-

mente (CNID 297) e Pedro Silva (CICR220).

GRAFISMO:

Carla Alexandra Soares, Pedro Silva.

DETENTORES DE MAIS DE 10% DO CAPITAL

APOIO À REDACÇÃO:

Feliz Manuel Pereira António Jorge Pinto Couto

OPINIÃO: Adelino Mota, Barbosa da Silva,

Francisco Araújo

Jorge Alexandre

Domingos Peixoto, Gouveia Ferreira, J. Mário Teixeira, Joaquim Loureiro, José Luís Araújo, Sílvio Sousa, Vítor Pereira.

GERÊNCIA: João Fernandes CAPITAL SOCIAL: 350.000,00 Euros.

SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS: TÉCNICOS DE VENDAS:

comercial@opiniaopublica.pt Agostinha Bairrinho, Maria Fernanda Costa e Sónia Alexandra

PROPRIEDADE E EDITOR: EDITAVE Multimédia, Lda. NIPC 502 575 387

SEDE, REDACÇÃO E PUBLICIDADE: Rua 8 de Dezembro, 214 Antas S. Tiago - Apartado 410 4760-016 VN de Famalicão

INTERNET

www.opiniaopublica.pt

CONTACTOS Redacção:

Tel.: 252 308145 • Fax: 252 308149

Serviços Administrativos:

Tel.: 252 308146 / 252 308147 • Fax: 252 308149

IMPRESSÃO:

Naveprinter - Indústria Gráfica do Norte, SA Estrada Nacional, 14 - Maia

DISTRIBUIÇÃO:

Motivação em Marcha - Publicidade, Lda.

TIRAGEM DESTE NÚMERO: 20.000 exemplares, nº 1072

NÚMERO DE REGISTO: 115673 DEPÓSITO LEGAL: 48925/91


publicidade

pĂşblica: 21 de novembro de 2012 3


pública: 21 de novembro de 2012

cidade pub

Boa notícia foi deixada, em Seide, na passada sexta-feira pelo ministro da Educação

Camilo Castelo Branco volta a ser estudado no secundário Carla Alexandra Soares pub

pub

A obra de Camilo Castelo Branco pode e deve voltar a ser estudada. A afirmação é de Nuno Crato, proferida na manhã da passada sexta-feira em Seide S. Miguel, no Centro de Estudos Camilianos. O ministro da Educação abriu as comemorações dos 150 anos da obra de Camilo “Amor de Perdição”. Durante três dias decorreu neste espaço o colóquio internacional “Amor de Perdição – Olhares Cruzados”, organizado pela autarquia famalicense, inserido nas comemorações dos 150 anos da publicação de “Amor de Perdição”, de Camilo Castelo Branco. José Pacheco Pereira, Bigotte Chorão, Mário Cláudio e João Lopes foram outros dos nomes que marcaram presença no evento. Sem ser muito específico, perante um auditório completamente lotado, Nuno Crato sublinhou que Camilo Castelo Branco é, neste ano letivo, um autor recomendado nas novas metas curriculares de português do Ensino Básico e está presente no Plano Nacional de Leitura. Ora, esta afirmação foi uma resposta ao presidente da Câmara, que antes, num discurso emocionado, sublinhou que o lugar de Camilo Castelo Branco é nas escolas. Armindo Costa defendeu que o sistema educativo português não se pode dar ao luxo de ignorar um dos maiores vultos da literatura nacional. Depois disto elencou as razões para que Camilo volte a constar do programa curricular do Secundário, lembrando que se trata provavelmente do maior escritor do século XIX não apenas em quantidade mas, sobretudo, em qualidade. Entre outras qualidades, o edil apontou-o como um autor de uma atualidade absolutamente notável, com uma ironia que contribui para desenvolver o espírito crítico e para a formação da literacia. “São razões de peso que justificam a nosso ver a reintrodução, no mais curto espaço de tempo, da obra de Camilo nos programas de Português do Ensino Secundário”. Já no final da cerimónia, em declarações aos jornalistas, Nuno Crato defendeu que Camilo pode e deve ser estudado no Secundário, tendo em conta que é uma figura incontornável da nossa literatura. “Estamos a refazer as metas curriculares para o ensino secundário e esta vai ser uma oportunidade para reintroduzir Camilo. Esse é o nosso objetivo”,

António Freitas

4

Nuno Crato mostrou-se encantado com o trabalho desenvolvido em Seide

assegurou. Na sua intervenção, o ministro da Educação sublinhou que para si Camilo Castelo Branco é um dos maiores vultos da literatura portuguesa e apelou à promoção da leitura que “é um incentivo à participação dos cidadãos na vida democrática”. “Para compreender Camilo ou qualquer nome maior da literatura é preciso ler bem, com fluência. Só assim é possível descobrir a fina ironia, a crítica política, a sátira, a paixão e a atualidade das suas obras”, defendeu o ministro. Num discurso com tom informal, Nuno Crato mostrou ser um amante da obra do escritor de Seide e, a esse propósito, referiu que gosta de ver os seus livros nos supermercados, o que considera simbólico do amor que ainda hoje existe do povo pela

obra de Camilo. “Gosto de ver Camilo tratado como um dos maiores nomes da nossa literatura e gosto de ver Camilo no supermercado. Esta é que é a essência de Camilo. Era um homem que escrevia para o povo, que era fácil e estimulante de ler, e é o homem que hoje estudamos como um dos maiores artífices da Literatura Portuguesa”, disse o governante. Outro momento de destaque aconteceu também na sexta-feira, com a apresentação do Inteiro Postal dos CTT evocativo dos 150 anos da primeira edição de “Amor de Perdição”. De resto, o colóquio apresentou diferentes vertentes da obra camiliana, com destaque, desde logo, para a vertente cinematográfica, com a apresentação das três versões de “Amor de Perdição”.

Obras anunciadas para valorizar legado de Camilo Na passada sexta-feira, na sua intervenção, o presidente da Câmara anunciou algumas obras que pretendem valorizar a obra e o legado de Camilo em Seide. As intervenções estão a ser projetadas na quinta onde está implantado o Museu e implicam o restauro da casa dos caseiros que vai permitir oferecer aos visitantes um cenário tão parecido quanto o que Camilo viveu. “Por outro lado vai-nos permitir diversificar ainda mais a oferta cultural da instituição para o melhor conhecimento do tempo histórico de Camilo e do viver campesino da época”, sublinhou Armindo Costa. Para além deste restauro, vai ainda ser revitalizado o projeto da Associação Terras Camilianas para que os municípios já aderentes e aqueles que vierem a associar-se congreguem esforços para “fazer chegar mais longe tudo o que está direta e indiretamente ligado à vida e obra de Camilo”. O objetivo final é iniciar-se, “tão rápido quanto possível”, o inventário internacional das existências camilianas.


pública: 21 de novembro de 2012 5

cidade

Grandes Opções do Plano e Orçamento do próximo ano aprovadas

Câmara aposta na Ação Social e Freguesias em 2013 Carla Alexandra Soares Foi aprovado pela maioria do executivo o Plano e Orçamento para 2013 da Câmara Municipal de Famalicão. A discussão e votação decorreu na terça-feira de manhã, com os vereadores socialistas a votarem contra o documento que destaca a Ação Social e Freguesias para o próximo ano. Um reforço substancial na área social e um reforço do investimento nas freguesias, são as notas de destaque das grandes opções do plano e orçamento para 2013 que contempla um exercício global no montante de 86,4 milhões de euros. No valor total são menos cerca de cinco milhões de euros comparativamente ao ano passado. Apesar de existirem outras receitas, existe uma diminuição de cerca de oito milhões de euros de fundos comunitários, nomeadamente do QREN. Confiante numa boa gestão das receitas, o presidente da Câmara, aos jornalistas, no final da votação

Armindo Costa quer diminuir custos com trabalhadores do município

e aprovação do orçamento, caracterizou-o como sendo “extraordinariamente alto para a crise em que vivemos, porque o Estado também transfere menos dinheiro para as Câmaras”. Armindo Costa sublinhou também a necessidade de se baixar os custos com o pessoal, garantindo, no entanto, que não há previsão de despedimentos. “Pretendemos baixar nas horas extras e os funcionários que saem, por exem-

plo devido à idade da reforma, não serão substituídos. Vamos fazer um esforço nesse sentido”. Quanto à área social, a Câmara pretende ser um parceiro direto de várias entidades e ajudar quem mais precisa. Para isso vai manter a política de apoio às obras e atividades das instituições sociais e concelhias e reforçar os programas municipais de âmbito social. Aliás, uma boa fatia do investimento previsto para as

Campanha de sensibilização e fiscalização da Câmara com resultados positivos

Rio Pelhe está a ficar despoluído

Rio Pelhe atravessa o Parque da Devesa

O rio Pelhe, que atravessa o Parque da Devesa e toda a cidade de Famalicão está a ficar despoluído. Desde que avançou para a construção do Parque da Devesa, concluída em Setembro deste ano, o executivo municipal famalicense assumiu a despoluição do rio Pelhe como um objetivo, tendo desenvolvido uma campanha de sensibilização e de fiscalização junto da população e das indústrias da região, sobretudo as localizadas nas imediações da zona ri-

beirinha. As últimas análises à água do rio são animadoras e demonstram uma nítida melhoria da qualidade da água relativamente às duas campanhas de amostragem antecedentes. Em contraste com os resultados anteriores, agora, em todos os pontos de amostragem, a maioria dos parâmetros está dentro dos limites da Classe A, correspondente a uma “Água sem Poluição”. “São resultados excelentes”, afirma o presidente

da Câmara Municipal, Armindo Costa, em nota enviada à imprensa, realçando a importância dos números para a qualidade do Parque da Devesa, em particular, e para a afirmação de Famalicão como “Cidade Verde” em geral. Recorde-se que, com a abertura do Parque da Devesa, o Rio Pelhe, durante muito tempo “esquecido”, foi devolvido aos famalicenses, assumindo-se como um elemento central do parque e, por arrastamento, da própria cidade. Em concreto, o trabalho da câmara municipal, incidiu na identificação de focos de poluição, na regularização de ligações ao saneamento de habitações, no desenvolvimento de uma campanha de sensibilização junto das empresas situadas na bacia do rio Pelhe, na remodelação de redes de águas residuais e na regularização de ligações de empresas ao SIRVA. Entretanto, a Câmara Municipal vai manter e sempre que possível reforçar a campanha por uma natureza mais saudável e sustentável, alargando este trabalho a outros cursos de água que atravessam o território municipal.

Agrupamento D. Sancho I entrega diplomas Na próxima sexta-feira, 23, pelas 21 horas, na Escola Secundária D. Sancho I terá lugar a entrega de prémios/diplomas aos melhores alunos do 1º ciclo do Agrupamento D. Sancho I, relativos ao ano letivo anterior.

funções sociais do município é canalizada para os programas de ajuda concreta às pessoas, principalmente às mais necessitadas. “O país atravessa uma grande crise e temos que disponibilizar receita para tentar amenizar, tentar resolver alguns problemas que possam surgir, para além do que já temos no terreno”, explicou Armindo Costa. Segundo o edil, a Ação Social vai estar presente em todos os domínios de ação do município e dá como exemplo o apoio à renda e obras no plano da Habitação, os manuais escolares e os transportes escolares gratuitos na Educação, as isenções excecionais nas tarifas de ligação de água e saneamento e da própria tarifa de água no Ambiente e as bolsas de estudo para estudantes do ensino superior na Juventude. Em causa estão ainda os apoios financeiros diretos a cidadãos socialmente desfavorecidos previstos no âmbito do regulamento municipal de apoio a extratos sociais desfavorecidos. Já paras as freguesias, Armindo

Costa pretende reforçar a aposta no combate “às assimetrias herdadas e ainda existentes no concelho”. Em 2013 o executivo aponta baterias para a modernização da rede viária e do parque escolar do concelho e para a manutenção e ampliação das redes de abastecimento de água a rede de saneamento básico. Neste ponto específico o edil sublinhou que as freguesias do Vale do Este vão começar a ser intervencionadas. Para o próximo ano, e ainda no capítulo das freguesias, a Câmara Municipal vai dispor duma verba para intervir na Via Intermunicipal (VIM). “Não podemos adiar mais tempo e por isso vai sofrer obras na parte de Famalicão. Vai levar rails novos, vai ser limpa e nas zonas onde o pavimento esteja pior é raspado e levará pavimento novo”, sublinha Armindo Costa. Entre obras diretas, protocolos e transferências, o orçamento do próximo ano prevê um montante de investimento na ordem dos oito milhões de euros para as Juntas de Freguesia.

Universidade Sénior apela à prevenção do cancro da mama A Universidade Sénior de Famalicão (USF), em colaboração com a Associação Pediátrica do Minho promoveu, na passada quinta-feira, uma palestra dedicada ao tema “Cancro da Mama: Importância do Diagnóstico Fernanda Costa (ao centro) adiantou outras iniciativas do género Precoce”. A conferência, que decorreu no pequeno auditório da Casa das Artes, teve como orador o médico José Augusto Monteiro da Costa, que salientou a necessidade de rastreio para evitar uma doença que aumentou muito, e sobretudo junto de mulheres jovens. Perante o auditório lotado, o clinico sublinhou que as normas da Direção Geral da Saúde apontam para a promoção do rastreio regular a partir dos 50 anos. Apesar disso defendeu que deve ser feito pelo menos a partir dos 40. Já Fernanda Costa, presidente da USF, defendeu que estes colóquios são determinantes para a sensibilização e para chamar a atenção dos alunos e da população em geral para a importância da prevenção do cancro da mama. Tendo em conta a sua importância, para o futuro estão previstas outras conferências do género, sobre outros tipos de cancro.

Reorganização Administrativa debatida na Assembleia Municipal Está marcada para a próxima sexta-feira, 23 de Novembro, pelas 21 horas, no auditório da Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco. Da ordem de trabalhos, destaque para a apreciação e votação do projeto de reorganização administrativa do território das freguesias do concelho de Famalicão, apresentado pela Unidade Técnica para a Reorganização Administrativa do Território (UTRAT).


6

pública: 21 de novembro de 2012

cidade

Almeida Dias no arranque das comemorações do 30º aniversário da CESPU

As ofertas de emprego divulgadas fazem parte da Base de Dados do Instituto do Emprego e Formação, IP. Para obter mais informações ou candidatar-se dirija-se ao Centro de Emprego indicado ou pesquise no portal www.netemprego.gov.pt utilizando a referência (Ref.) associada a cada oferta de emprego.

Oferta nº: 587892299 Profissão: Estampador mecânico Operador de maquina de estamparia para exercer funções relacionadas com o funcionamento de máquina de estamparia e afins (nomeadamente: preparação tintas, colocação quadros, acerto de desenhos) Local: Esmeriz Oferta nº: 587892379 Profissão: Mecânico de automóveis Mecânico auto com experiência Local: Nine Oferta nº: 587891200 Profissão: Operador de máquinas de acabamentos-produtos têxteis Ramulador/ajudante de ramulador p/ trabalhar setor dos acabamentos na máquina da ramula saber ou ter conhecimentos como manusear malha na ramula Local: Avidos Oferta nº: 587890059 Profissão: Costureira, trabalho em série Costureiras (p/ setor de amostras-malhas). bons conhecimentos em trabalhos nas máquinas costura (vários tipos de máquinas) , c/ experiencia máquina de ponto corrido - fator principal Local: Avidos Oferta nº: 587890959 Profissão: Cortador de tecidos Com experiência na área do corte manual Local: Antas

Oferta nº: 587862444 Profissão: Costureira, trabalho em série Todas as máquinas (corte e cose; ponto corrido, recobrimentos); acabamentos têxteis Local: Calendário

Oferta nº: 587881829 Profissão: Vendedor por telefone. Promoção e divulgação de determinado produto por telefone ao mercado espanhol. Conhecimentos da lingua espanhola Local: Ribeirão.

Alerta-se para a possibilidade de ocorrência de situações em que a oferta de emprego publicada já foi preenchida devido ao tempo que medeia a sua disponibilização e a sua publicação. Para mais informações contactar o Centro de Emprego de Famalicão, na Alameda Padre Manuel Simões, 222, ou pelo Telefone 252 501 100

Cristina Azevedo Há já alguns anos que muitos dos licenciados da Cooperativa de Ensino Superior Politécnico (CESPU) têm a Europa como destino para trabalhar. A instituição, que tutela a Escola Superior de Saúde do Vale do Ave (ESSVA) que tem sede em Famalicão, tem monitorizado as taxas de empregabilidade dos seus alunos licenciados, não só a nível nacional, mas também no estrangeiro, e concluiu que muitos optam já pelo mercado global de trabalho, sobretudo em países como Inglaterra, Itália França e Espanha. A informação foi avançada pelo presidente da CESPU, Almeida Dias, no arranque das celebrações dos 30 anos da cooperativa, que decorreu no passado dia 14, em Famalicão. O grande auditório da Casa das Artes encheu-se para assistir à cerimónia, que marcou também o arranque do ano letivo da Escola Superior de Saúde do Vale do Ave e da Escola Superior de Saúde do Vale do Sousa. E foi, sobretudo, para os alunos que a cerimónia se dirigiu, até porque nessa noite também foram entregues as cartas de curso aos licenciados das duas escolas no ano letivo 2010/2011. Numa altura em que se fala muito da emigração de jovens licenciados, Almeida Dias fez questão de sublinhar que a CESPU “há

do país para estudar, disse ainda “ser uma satisfação poder perceber que, ao fim destes anos, foi possível criar soluções que permitem que os nossos concidadãos se possam realizar na área do nosso concelho”.

José Clemente

Ofertas de emprego

“Preparamos os nossos alunos para o mercado de trabalho global”

Almeida Dias entrega o prémio de melhor aluna à famalicense Ana Margarida

muito que tem sabido preparar os seus alunos para o mercado global, ao desenvolver um modelo de ensino assente na aquisição de competências e em modelos internacionais”. Socorrendo-se de um relatório da OCDE, o responsável vincou que “nos próximos dez anos a Europa vai necessitar de cerca de um milhão de profissionais de saúde” e que, além disso, “existem também os países onde se fala português”, concluindo que “há espaço seguramente para os nossos ex-alunos poderem trabalhar”. Por isso, Almeida Dias assegura que a CESPU trabalha para cumprir um grande objetivo: “não transmitir só conhecimentos, mas transmitir fundamentalmente competências

para que as pessoas possam desempenhar uma profissão”. Ao longo destes 30 anos, a cooperativa já formou cerca de 16 mil licenciados, muitos deles saídos da ESSVA que iniciou atividade em Famalicão no ano letivo de 1997/98. A escola é também motivo de regozijo para o município, como fez questão de salientar o vice-presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, que também participou na cerimónia. “Felizmente, hoje, os famalicenses não têm que sair de Famalicão para obterem os mais diversos graus de ensino”, vincou o autarca que, recordando o prémio que o concelho recebeu a semana passada de segundo melhor município

Faleceu o Cónego Manuel Oliveira Veloso Faleceu na passada quinta-feira, dia 15 de Novembro, o Cónego Manuel Oliveira Veloso, natural da paróquia de Calendário, arciprestado de Famalicão, onde nasceu a 26 de Janeiro de 1924. O Cónego Manuel Veloso, que residia atualmente na Casa Sacerdotal de S. Martinho de Dume, em Braga, foi ordenado sacerdote a 15 de Agosto de 1946, passando a estar ao serviço do Paço Arquiepiscopal de Braga a partir de Outubro desse mesmo ano. Publicou ainda diversas obras, tais como, "Nossa Senhora de Fátima na Arquidiocese de Braga", "Nossa Senhora na Ar-

quidiocese de Braga", "Patronato de Nª Sª da Torre", "Roteiro de Salvação", “Guia da Igreja do Pópulo". O seu funeral teve lugar no dia 16 de novembro, tendo sido celebrada missa exequial na Sé de Braga às 10h30, presidida por D. Manuel Linda, bispo auxiliar de Braga, sendo depois transladado para Calendário, onde se realizou Eucaristia às 15h00, presidida, desta feita, pelo Arcipreste de Famalicão, o padre Paulino Carvalho, e contando com a presença de vários sacerdotes da Arquidiocese e arredores, indo depois a sepultar no cemitério local.

Museu da Indústria Têxtil debate importância da tecnologia Evidenciar o potencial da indústria têxtil e os apoios para o arranque de negócios inovadores no setor é o objetivo central do seminário que o BICMINHO promove esta quintafeira, 22 novembro, no Museu da Indústria Têxtil. Estarão presentes no seminário representantes de empresas de sucesso que falarão sobre o trabalho realizado no desenvolvimento de produtos inovadores e conquista de novos mercados internacionais. Neste seminário serão divulgados os apoios e incentivos à criação de “start-ups” e à competitividade das pequenas e médias empresas (PME). Será ainda debatida a importância da inovação tecnológica no setor têxtil num painel moderado por Adelina Baptista, professora da Universidade Lusíada e que contará com a intervenção de Fernando Ferreira, diretor do 2C2T Centro de Ciência e Tecnologia Têxtil e de Nuno Gomes, diretor do projeto i9EIBT. O vereador da Câmara de Famalicão, Paulo Cunha, participará na sessão de abertura que contará ainda com a presença de André Vieira de Castro, presidente do BICMINHO, e Joaquim Lima, administrador delegado da ADRAVE.

Famalicense entre os melhores alunos Depois da abertura do ano letivo, em Famalicão, as celebrações dos 30 anos da CESPU prosseguiram no dia seguinte, no Campus Universitário de Gandra, em Paredes, com a entrega dos prémios aos melhores alunos das licenciaturas de 2010/2011. Entre eles está uma famalicense, Ana Margarida Araújo, que concluiu a licenciatura em Neurofisiologia na ESSVA, e que subiu ao palco para falar em nome de todos os alunos premiados. A jovem, que começou por agradecer à CESPU o prémio de reconhecimento, quis, sobretudo, destacar aquilo que aprendeu e recebeu da cooperativa: “saímos desta instituição perfeitamente aptos, capazes e preparados para o exercício das nossas funções”. Apesar disso, Ana Margarida está entre aqueles recém-licenciados sem colocação no marcado de trabalho. Porém, garante que isso “em nada se deve ao grupo CESPU, mas sim à atual conjuntura sócio económica e todos os seus problemas envolventes”.

PS acusa coligação de ludibriar populações e autarcas O Partido Socialista (PS) de Famalicão diz que a proposta gisada pela coligação PSD/CDS-PP é um logro para as populações e autarcas das freguesias famalicenses “que somente visava proteger Paulo Cunha e o CDS-PP local das suas próprias responsabilidades”. É assim que o PS comenta a recente proposta da Unidade Técnica para a Reorganização Administrativa do Território (UTRAT), que propõe a extinção de 15 freguesias no concelho de Famalicão. Num comunicado enviado à comunicação social, os socialistas afirmam que Paulo Cunha, enquanto presidente do PSD no distrito de Braga, “sabia muito bem que apenas fundir "Seides" não cumpriria os critérios da Lei do seu Governo e que o resultado seria este que agora conhecemos”. Para o PS não houve coragem de assumir “olhos nos olhos perante as populações e perante os autarcas das freguesias esta realidade e então fez-se uma farsa de proposta votada na Câmara e Assembleia Municipal, dando a ideia de que só Seide seria afetada”. Os socialistas acusam a coligação de tentar as mãos como Pilatos, “mas transpira claramente que os telefonemas e manobras de bastidores com interesses tático-partidários foram determinantes”. No mesmo comunicado o PS sublinha o princípio de que as alterações à organização territorial deveriam ter sido formuladas tendo por base as especificidades locais, a expressão dos eleitos locais e a vontade das populações, num processo gerado da base para o topo, das Freguesias para a Assembleia da República e não o inverso como resultou da imposição do Governo e da maioria PSD/CDS-PP.


pública: 21 de novembro de 2012 7

cidade

Exame à retina vai abranger todos os doentes registados, anunciou o presidente do CHMA

Idoso burlado em 600 euros

Diabéticos vão ter consulta de oftalmologia no próximo ano

Um idoso, de 79 anos, foi burlado, na segunda-feira, em Famalicão, por dois falsos funcionários da Segurança Social, que garantiram que algumas notas iriam sair de circulação. A vítima ficou sem 600 euros em notas e alguns fios e anéis em ouro. A GNR foi ao local e investiga.

BV Famalicenses entregam viaturas a Moçambique

Cristina Azevedo

Hoje, quinta-feira, a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários Famalicenses recebe, nas suas instalações, a primeiradama de Moçambique, Maria da Luz Guebuza, que participará na cerimónia de entrega de duas viaturas e de um equipamento médico ao Instituto “Criança Nosso Futuro” sedeado em Moçambique, da qual é a fundadora. A cerimónia tem início às 17h30. pub

António Freitas

A partir do próximo ano, os doentes diabéticos de Famalicão vão ter direito a uma consulta de oftalmologia no centro de saúde. O anúncio foi feito, na quarta-feira da semana passada, pelo presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Médio Ave (CHMA), José Dias, na sessão solene das comemorações do Dia Mundial da Diabetes, que decorreu na Casa das Artes. José Dias recordou que a disponibilização de uma consulta gratuita de oftalmologia era um compromisso que já tinha assumido, aquando da primeira comemoração do Dia da Diabetes em que participou como responsável do CHMA, só que até agora ainda não foi possível concretizar esse desiderato. Contudo, recentemente, o CHMA estabeleceu um protocolo com a Administração Regional e Saúde (ARS) do Norte, que vai permitir concretizar essa consulta nos centros de saúde. “Em Famalicão, pensamos que durante o próximo ano isso vai ser possível, ou seja, que todos os diabéticos referenciados possam ir ao seu centro de saúde fazer um exame da retina para eventualmente ver se é preciso fazer algum tratamento e, em caso afirmativo, serem direcionados para o hospital”, adiantou José Dias, reconhecendo que “os problemas ligados à área da oftalmologia, e concretamente a cegueira, é algo que é relativamente frequente em doen-

Comemorações do Dia Mundial da Diabetes decorreram na Casa das Artes

tes diabéticos”. De resto, o responsável considerou que a Consulta de Diabetes do Centro Hospitalar “funciona muito bem”, assim como o acompanhamento dos doentes ao nível dos cuidados de saúde primários, nos centros de saúde. Mas, para José Dias, a prevenção da doença é o mais importante e, aqui, chamou a atenção para a necessidade de se adotar hábitos de vida saudáveis, começando desde logo pelo exercício físico. “Fazer a caminhada, andar de bicicleta… é fundamental. Assim como é fundamental ter uma alimentação equilibrada”, apontou. Às comemorações associouse também o presidente da Câmara Municipal de Famalicão para quem a diabetes é um problema face ao qual a autarquia “tem procurado estar atenta, ao apostar na qualidade de vida das popula-

ções”. “Ao investir em espaços desportivos, ao investir em parques verdes, ao investir na realização de caminhadas e atividades desportivas, a Câmara Municipal está, também, a investir na saúde e bem-estar dos famalicenses. Ao criarmos condições para que todos possam praticar desporto livremente, em condições de excelência, estamos também a associar-nos à luta contra a diabetes”, concretizou Armindo Costa. Além da sessão solene, o Dia Mundial da Diabetes foi ainda assinalado em Famalicão com rastreios, uma palestra e um lanche educativo. As atividades foram promovidas pela Consulta de Diabetes do Centro Hospitalar do Médio Ave e do Agrupamento de Centros de Saúde, em colaboração com a Associação de Diabéticos de Famalicão e a Câmara Municipal.

14ª edição da iniciativa realiza-se dia 28 de novembro, no Citeve

Ministro da Economia no Fórum da Indústria Têxtil “Financiar a Atividade. Relançar o Investimento” é o tema do XIV Fórum da Indústria Têxtil, organizado pela Associação Têxtil e Vestuário de Portugal (ATP), que terá lugar no Edifício do Citeve, em Famalicão, no dia 28 de novembro. Entre os intervenientes estarão representantes de algumas das principais instituições bancárias e de investimento nacionais e o ministro da Economia e Emprego, Álvaro Santos Pereira. A sessão de abertura estará a cargo de João Costa, presidente do Fórum da Indústria Têxtil e da ATP, a que se seguirá a apresentação do “Sector têxtil e vestuário português e o seu enquadramento na economia global. Atualização da análise da evolução e tendências” por Manuel Teixeira, diretor-geral do CENIT – Centro de Inteligência Têxtil. Bruno Proença, diretor-executivo do Diário Económico, irá, de seguida, moderar o debate principal, onde irão intervir Luís Filipe Costa, presidente

do Iapmei; Ricardo Espírito Santo, do BES; José Epifânio da Franca, da Portugal Ventures; Mário Pinto, da Change Partners; e Ricardo Luz, da Invicta Angels, num painel subordinado ao tema “Financiamento da atividade empresarial corrente. Capitais próprios e recursos alheios. Alternativas ao financiamento bancário: capital de risco”. Franquelim Alves, gestor do programa Compete, será o responsável pelo 3º painel, dedicado ao “Financiamento ao investimento apoiado em incentivos comunitários”. Já Nogueira Leite, vicepresidente da Caixa Geral de Depósitos, irá abordar a “Economia portuguesa: crise e recuperação. A retoma do crescimento e o papel das indústrias tradicionais, nomeadamente o têxtil e o vestuário, no relançamento da competitividade perdida”. O encerramento estará a cargo do ministro da Economia e do Emprego, Álvaro Santos Pereira, que antes terá ainda de ouvir o chamado discurso do estado do sector, por João Costa.


pública: 21 de novembro de 2012

cidade

YUPI participa em intercâmbio em Budapeste

A descoberta de um novo mundo e a experiência intercultural foram o mote para 8 jovens do concelho de Famalicão, integrados no projeto de intercâmbios juvenis da YUPI, rumarem até Budapeste, na Hungria. O grupo foi liderado por Inês Marques Bastos, e constituído por Cláudia Silva, Hugo Silva, Sofia Naldinho, Cátia Araújo, Ana Catarina Oliveira e André Costa. O grupo partiu no dia 8 de novembro para o intercâmbio denominado “JAM session”, organização pela Associação Juvenil da Hungria TE IS FOUNDATION, e re-

gressou a 16 deste mês. Segundo a associação YUPI, o intercâmbio proporcionou “momentos de diversão, conhecimento, aprendizagem, reflexão sobre temas da atualidade, como a crise, e contacto intercultural, uma vez que os participantes tiveram a oportunidade de conviver com jovens da Hungria, Itália, Polónia e Grécia”. O tema fulcral desta semana era desenvolver uma publicidade, de caráter social, que promovesse a compra dos produtos locais, em detrimento dos estrangeiros. No seguimento das atividades e do trabalho

realizado durante toda a semana, foram levadas à comunidade local várias formas de publicidade, como um flashmob, arte de rua (distribuição de origamis e balões com mensagens de sensibilização para o tema), espalharam-se mensagens assinadas por Loesje (uma organização internacional de posters que divulga ideias de forma a estimular a criatividade e a iniciativa), e ainda se criou um blogue, página no facebook, twitter e outras redes sociais. O grupo considerou a experiência como “uma das mais ricas em que já teve oportunidade de participar”.

Câmara de Famalicão centraliza serviços e poupa nas rendas Os serviços municipais de Urbanismo, o Gabinete de Licenciamentos Especiais e Industriais e o Gabinete de Sistemas de Informação Geográfica da Câmara Municipal de Famalicão já estão a funcionar na renovada ala norte do edifício dos Paços do Concelho. O espaço deixado livre pelo Tribunal de Famalicão beneficiou de diversas obras de melhoramento e de adaptação permitindo A ala norte dos Paços do Concelho uma centralização dos serviços municipais e uma poupança significativa para os cofres do município. Com esta reorganização dos serviços, a Câmara Municipal vai poupar, conforme anuncia em comunicado, cerca de 10 mil euros mensais em rendas. Só pelo prédio onde estava instalado o Departamento de Urbanismo, na Rua Camilo Castelo Branco, a autarquia pagava desde a década de 90, perto de 8 mil euros. “Com a libertação da ala norte dos Paços do Concelho, foram criadas as condições para fazermos as obras necessárias, de modo a acolher estas valências municipais. A nossa ideia é poupar recursos financeiros, eliminando contratos de arrendamento, melhorar a eficiência dos serviços, concentrar recursos e facilitar a vida das pessoas que, por vezes, vêm à Câmara resolver diferentes problemas”, sublinha, a propósito, o presidente da autarquia, Armindo Costa. O espaço que estava ocupado pelo antigo Tribunal de Famalicão vai acolher ainda a divisão de Recursos Humanos da autarquia.

Classe Bar ajuda associação “Cor é Vida” O espaço Classe Bar vai juntar-se ao grupo Kininhas para angariar fundos para a organização “Cor é Vida”. No próximo dia 1 de dezembro, a partir das 23 horas, terá lugar uma festa no Classe Bar em Famalicão com o objetivo de angariar fundos para esta associação, com sede em Ermesinde. As Kininhas são um grupo de voluntárias de Famalicão que aderiram a esta causa e pretendem trazer mais cor à cidade e ao mesmo tempo alegrar os meninos e meninas em contexto hospitalar, na Pediatria do hospital de S. João no Porto. pub

pub

D.SANCHO I Agrupamento de Escolas

ASSEMBLEIA GERAL DE PAIS/E.EDUCAÇÃO

Convocam-se todos os pais e/ou encarregados de educação dos alunos do Agrupamento de Escolas D.Sancho I para uma Assembleia Geral, a realizar no próximo dia 29 de novembro (quinta-feira)pelas 19h, no auditório da escola D.Sancho I. Esta Assembleia terá como ordem de trabalhos: 1. Informações;

2. Aprovação do regulamento eleitoral;

3. Apresentação e eleição dos 4 representantes ao Conselho Geral Transitório do Agrupamento.

Todos os pais e encarregados de educação, presentes em Assembleia Geral, deverão apresentar um documento de identificação válido com fotografia (B.I, C.C., Passaporte; Carta de condução, outro...); Se à hora marcada não se encontrar presente metade dos pais/ encarregados de educação, a Assembleia reunirá 30 minutos depois, qualquer que seja o número dos presentes.

António Freitas

8


freguesias

Foi ainda preso outro indivíduo por posse de arma

Dois suspeitos de tráfico de droga detidos em Landim A GNR de Riba d’ Ave deteve, na noite de quarta-feira da semana passada, dia 14 de novembro, em Landim, três indivíduos: um homem e uma mulher, suspeitos de tráfico de droga; e outro indivíduo por posse de arma proibida. Na sequência de uma denúncia, os militares da guarda realizaram várias diligências tendo abordado, numa ação de fiscalização, uma viatura onde foi encontrado haxixe. Entretanto, foi efetuada uma busca domiciliária à habitação do proprietário da viatura, um operário têxtil de 33 anos e residente em Riba d’Ave, onde a Guarda encontrou objetos relacionados com o tráfico de estupefacientes. Ao todo, foram-lhe apreendidas 73 gramas de haxixe (suficientes para 347 doses individuais), uma lâmina de corte industrial usada para cortar a droga e o veículo em que se fazia transportar, de marca

Volkswagen Passat. No seguimento das diligências, a GNR fiscalizou também um café em Landim onde o suspeito alegadamente entregava a droga e aí apreendeu mais produto estupefaciente: 14,8 gramas de haxixe dissimulada em maços de tabaco e que daria para cerca de 74 doses individuais. Os militares conseguiram ainda deter uma mulher de 19 anos, que explorava o café há uns dias, quando esta estaria a adquirir haxixe para revender. Na mesma investida os guardas detiveram um outro indivíduo, consumidor de estupefacientes, de 18 anos, residente em Bente, que tinha em sua posse uma arma proibida: tratava-se de um spray de gás pimenta que lhe foi apreendido. Os três foram libertados com termo de identidade e residência e notificados para comparecer em tribunal no dia seguinte.

Continental Mabor é empresa do ano A multinacional alemã Continental Mabor, com fábrica em Lousado, é a melhor do ano, segundo o estudo anual da revista Exame, que saiu para as bancas na segunda-feira. Pelo segundo consecutivo, a multinacional alemã Continental Mabor é a melhor empresa da 23.ª edição das 500 Maiores & Melhores da revista Exame. A Continental fechou 2011 com um crescimento de 25,6% nas vendas, 11,4% nos lucros e 55,8% no valor acrescentando bruto, para vencer também o ranking da EXAME no sector da química, pelo sexto ano consecutivo.

“Boa formação, bom ambiente de trabalho, comunicar bem internamente e oferecer uma remuneração adequada, acima da média”, são trunfos decisivos para manter a equipa motivada, "a participar ativamente no processo de melhoria contínua", refere o gestor da empresa, José Carvalho Neto. Aliás, a Continental Mabor, que fabrica pneus, é uma das três empresas alemãs que já manifestaram interesse em reforçar o investimento em Portugal. Questionado sobre o tipo de investimento, o presidente da Continental Mabor escusou-se a avançar detalhes.

“Será um projeto que vai apostar muitíssimo na introdução de pneus ainda de mais alta tecnologia, pneus de tecnologia mais avançada que existe no mundo”, afirmou José Carvalho Neto. O prémio atribuído pela revista Exame significa que a “empresa continua no bom caminho, continua a apostar no desenvolvimento dos seus trabalhadores e o resultado é a consequência lógica do trabalho”, considera. Recorde-se que a Continental Mabor, em Lousado, conta com 1.650 trabalhadores e exporta quase 98% da sua produção.

Externato Delfim Ferreira assinala Dia Mundial da Diabetes No dia 14 de novembro, os alunos do 1º ciclo e pré-primária do Externato Delfim Ferreira, de Riba d’Ave, receberam, no Auditório Doutor Aurélio, a enfermeira Susana, a qual orientou uma palestra acerca da diabetes, para assinalar o Dia Mundial da Diabetes. Durante a palestra, a enfermeira, como especialista no âmbito da saúde e como experiência pessoal, esclareceu todos os indicadores referentes a esta doença. Todas as crianças presentes puderam observar comportamentos de risco, causas/efeitos da doença e como desde cedo os mais jovens podem começar a prevenir o aparecimento da mesma. “Com esta palestra, foi notório todo o interesse e motivação por parte dos mais novos, em mudar hábitos alimentares e introduzir na sua rotina diária a prática de exercício físico”, relata o externato.

pública: 21 de novembro de 2012 9

Acidente com trator mata homem de 65 anos Um homem de 65 anos morreu, na tarde de segunda-feira, em S. Cosme, num acidente com um trator. A vítima mortal conduzia o trator, quando este se despistou e o atrelado da viatura capotou para um campo, tendo o condutor ficado debaixo do atrelado. O acidente deu-se por volta das 13h30, na Rua de Lourido, em S. Cosme. O alerta por socorro foi dado por uma pessoa que ia a passar no local no momento do acidente. No socorro à vítima estiveram os Bombeiros Voluntários de Famalicão e a VMER do Hospital de Famalicão, mas o óbito foi declarado ainda no local. A vítima ficou presa debaixo de um dos rodados e acabou por falecer no local, apesar das tentativas de reanimação. A vítima mortal, com 65 anos, residia na freguesia de Gavião. De acordo com o que foi possível apurar, o homem tinha ido buscar o atrelado do trator e dirigia-se para um dos campos agrícolas que cultivava na freguesia de S. Cosme, quando se deu o acidente. A GNR de Famalicão esteve no local, tal como elementos do Núcleo de Investigação Criminal de Acidentes de Viação (NICAV) do Destacamento de Trânsito de Braga, a quem cabe apurar as circunstâncias de mais este acidente mortal.

Jovem de 18 anos detido em Sezures por carjacking A GNR de Famalicão deteve, ao final do dia, em Sezures, um jovem de 18 anos suspeito de ter realizado um carjacking em Braga na passada quarta-feira. O detido foi entretanto entregue à PJ, que é titular da investigação deste tipo de crime. O suspeito, referenciado pelas autoridades por furtos e roubos, pediu boleia a um conhecido e ameaçou-o com uma arma de fogo, obrigando-o a entregar o carro, um Fiat Punto, também encontrado pela GNR.

XXII Encontro de Coros Litúrgicos O Grupo Coral de Pedome, sob a direção artística do professor Hugo Maia, promove o XXII Encontro de Coros Litúrgicos a realizar-se no domingo, 25 de novembro, na igreja paroquial de S. Pedro de Pedome. O encontro tem início marcado para as 15horas, enquanto a eucaristia será celebrada às 18 horas, por D. Manuel Linda, bispo auxiliar de Braga. pub


10

pública: 21 de novembro de 2012

ACV assinala S. Martinho com convívio A Associação Cultural de Vermoim (ACV) celebrou o S. Martinho com um magusto numa “fantástica tarde de salutar convívio” intergeracional na Casa Associativa de Vermoim no passado domingo, 11 de novembro. Segundo a organização, a Casa Associativa de Vermoim foi mesmo demasiado pequena para receber as seis secções ACV numa tarde marcada ainda por muitas surpresas proporcionadas por alguns grupos.

Dádiva de sangue na Escola Bernardino Machado Na próxima quarta-feira, dia 28, a Associação de Dadores de Sangue de Famalicão promove uma “Colheita de Sangue” na Escola Bernardino Machado, em Joane, com o apoio desta instituição. A colheita será realizada entre as 9 e as 12h30 pelo Instituto Português do Sangue e Transplante. A iniciativa será aberta à população em geral.

Jantar solidário em Brufe no sábado Está marcado para o próximo sábado, dia 24 de novembro, às 20h30, no pavilhão multiusos de Brufe um jantar solidário, numa iniciativa organizada e dinamizada pela Liga de Amigos que pretende mobilizar para solidariedade em favor do Centro Social e Paroquial de Brufe. A noite será animada pelo grupo Casa d’ Avó. As inscrições podem ser realizadas nos serviços administrativos do Centro Social e Paroquial. Informações pelo 252501900, www.csp-brufe.pt ou geral@csp-brufe.pt.

Alegria no 28º aniversário da AD Carril Foi com muita alegria e animação que no passado sábado, dia 17 de novembro, decorreram as comemorações do 28º aniversário da Associação Desportiva Carril, da freguesia de Mogege. Ao longo do dia, a associação teve a visita dos seus sócios fundadores, amigos da associação e seus sócios. Durante a parte da tarde houve um relembrar das atividades elaboradas pela associação durante estes 28 anos de existência. À noite, a população da freguesia visitou a associação para jantar e passar momentos de alegria, com as atuações das famosas concertinas. “Assim terminaram as comemorações do aniversário da associação, com uma palavra de agradecimento a todos aqueles que visitaram a sede social desta associação”, finaliza a coletividade..

freguesias

Bispo auxiliar de Braga visitou paróquia

D. Manuel Linda elogia trabalho Pastoral de Ribeirão A paróquia de Ribeirão recebeu, no fim de semana de 10 e 11 de novembro, a visita pastoral do bispo auxiliar D. Manuel Linda. Na eucaristia de sábado, onde receberam o Sacramento da Confirmação mais de uma centena de crismandos, o bispo auxiliar exortou todos os cristãos, a começar por aqueles que estavam ali para ser crismados na Fé, a terem a dimensão espiritual bem presente na sua vida. Comparando a nossa vida a um arco feito em pedra, referiuse à dimensão espiritual como a “pedra de fecho” do arco, que segura e harmoniza todas as outras dimensões da nossa vida. “Sem a fé e a componente espiritual bem cuidada, a nossa vida não está completa, nem se segura convenientemente, no caminho para a felicidade, que o mesmo é dizer no caminho para a santidade”. Este caminho deverá passar pela ação e empenho no trabalho pastoral da Paróquia que, nas palavras de D. Manuel Linda, é revelador de “um grande dinamismo”. Segundo nota enviada à imprensa, o elogio ao trabalho pastoral da Paróquia foi bem vincado, já no final da Eucaristia, quando agradeceu a forma como foi rece-

Momento do Sacramento da Confirmação

bido em Ribeirão e reconheceu que “Ribeirão é das paróquias ou freguesias que apresenta maior desenvolvimento em toda a Diocese”. A referência ao desenvolvimento foi feita na presença do presidente da Junta e do pároco local, a quem aproveitou para dar os parabéns pela comunidade paroquial que coordena e pela respetiva dinâmica pastoral, “refletida na Catequese devidamente organizada, na referência de boas práticas que é Centro Pastoral e Paroquial e no recém-formado Agrupamento de Escuteiros que, com apenas duas secções, já é um dos maiores da Diocese, entre

muitos outros organismos pastorais, a funcionar na paróquia”, lêse no mesmo comunicado. Aliás, esta constatação já tinha sido feita quando, antes, D. Manuel Linda reuniu com a Assembleia Paroquial e os diversos organismos da Paróquia lhe descreveram a realidade ribeirense. Numa Assembleia muito participativa, com mais de 250 ribeirenses, D. Manuel Linda congratulouse pelos muitos organismos pastorais que existem em Ribeirão e por ver muita participação e empenho dos paroquianos em torno do seu pároco, Monsenhor Manuel Joaquim Carvalho Fernandes.

Alunos do Externato fazem visita histórica a Vila do Conde A turma 8.1 do Externato Delfim Ferreira, de Riba d’Ave, realizou uma visita de estudo à Alfândega Régia de Vila do Conde e à Nau Quinhentista. Esta visita, no âmbito da disciplina de História, foi acompanhada pela professora Custódia Guimarães. A viagem até ao destino pareceu pequena, foi o ambiente alegre e descontraído sentido no autocarro que nos deu a sensação de o tempo ter voado. Houve um excelente contacto entre nós (alunos) e os professores. Em Vila do Conde, os estudantes foram recebidos na Alfândega Régia e a visita começou pelo Centro de Documentação, local de pesquisa e arquivo, onde os alunos ficaram a saber que aí se encontravam documentos referentes à importância de Vila do Conde na época dos Descobrimentos, principalmente no que diz respeito à construção das naus.

Seguidamente, a comitiva dirigiu-se ao Museu da Alfândega Régia, onde uma guia lhes mostrou o antigo funcionamento da alfândega durante a época referida. Observaram os instrumentos que eram usados no fabrico das naus e bonecos representativos dos funcionários da alfândega, nomeadamente, escrivão, pesador das especiarias ou juiz. Por último, visitaram a Nau Quinhentista, réplica das construídas na época, ficando a saber como eram feitas as viagens, em que a tripulação dormia no convés, pois no porão era transportada comida. “Aprendi muito nesta visita de estudo, sendo, também, muito divertida. Uma visita de estudo permite aprofundar os conhecimentos e torna-se mais fácil a sua aquisição e compreensão com a visualização do que pretendemos aprender”, afirma Maria Jorge Machado, nº 21 da turma 8.1 do externato.

Salsa recebe prémio de melhor empresa no setor têxtil A revista Exame elegeu a marca portuguesa de jeanswear Salsa, como a melhor no sector Têxtil, Vestuário e Couro em 2012. A revelação foi feita na cerimónia de entrega dos prémios realizada na passada sextafeira, onde foram selecionadas as 500 Maiores&Melhores empresas de Portugal. A Salsa – marca da empresa sedeada em Ribeirão – tem apostado em criar produtos que colocam a roupa da marca, em especial os jeans, num elevado patamar de qualidade e diferenciação. Reconhecida pelo público como uma marca inovadora, a Salsa apresenta uma gama de mais de 20 fits que se adaptam a todas as tipologias de corpo, com destaque para os Produtos Inovação, como são os jeans Push Up, Sculpture, Push In ou Hope. Por ano são lançados cerca de dois produtos baseados na inovação, considerados as estrelas da marca. Este ano a Salsa já apresentou três novidades de sucesso: Top Feel – um top feminino multiformas; ER-GO, jeans masculinos de elevado caráter ergonómico com efeito 3D; e recentemente as MYSTERY by Salsa, uma nova estrela em ascensão sob o conceito “MYSTERY by Salsa: Cria as tuas curvas!”, que segundo a empresa “têm ultrapassado todas as expectativas da marca, em Portugal e no estrangeiro”.


publicidade

pĂşblica: 21 de novembro de 2012 11


12

pública: 21 de novembro de 2012

freguesias/publicidade

Rancho Regional de Fradelos organizou magusto A direção do Rancho Regional de Fradelos reuniu, no passado sábado, todos os elementos do grupo para um magusto, uma iniciativa que constada do plano de atividades desta direção e praticamente de todas as anteriores. Foi uma noite agradável, passada na companhia de todos os elementos que compõe o Rancho Regional de Fradelos, a que se juntaram também alguns familiares, e onde não faltaram as castanhas assadas, além de outros “comes e bebes”, terminando o repasto com o tradicional caldo verde. Durante a festa, alguns componentes do Rancho deliciaram os presentes com algumas músicas e ficou prometido que para o ano há mais. Entretanto, o Rancho Regional de Fradelos, uma vez mais, vai levar a efeito a sua tradicional ceia de Natal. Este ano a mesma realiza-se no dia 8 de dezembro e juntará cerca de três centenas de pessoas, como é habitual.

Alunos de Avidos participam em desfolhada Os alunos da EB1 e do Jardim de Infância de Avidos tiveram a possibilidade de “reviver” o passado, sendo protagonistas de momentos de vivência das tradições e costumes da nossa terra e das nossas gentes. Nas salas de aula, pesquisou-se e falouse sobre a utilidade e importância do milho na alimentação. No espaço exterior, com um carácter prático e recreativo, os alunos desfolharam o milho colhido na quinta de uma aluna daquela escola, ao som de diversos instrumentos e vestidos de acordo com a época.

Bênção da nova imagem da Senhora de Fátima em Antas Um grupo de pessoas da paróquia de Santiago de Antas, das quais se destacam Manuel Silva e Idalina Fernandes, decidiu oferecer à Confraria da Senhora da Conceição e Almas uma imagem da Virgem de Fátima. Esta imagem será colocada ao culto na Capela das Almas, espaço habitualmente utilizado como capela funerária. A bênção desta imagem está marcada para o próximo domingo, depois da missa das 10 horas, na capela das Almas. Entretanto, a Mesa Administrativa da Confraria da Nossa Senhora da Conceição e Almas informa que todas as crianças e adultos que estejam interessadas em participar como figurantes na procissão da Festa da Nossa Senhora da Conceição, a 8 de dezembro, devem fazer a sua inscrição para tirar as medidas na sede da confraria. A responsável estará presente na sede da confraria aos domingos, 25 novembro e 2 de dezembro, entre as 10 e as 12 horas. Refira-se que todas as despesas serão suportadas pela confraria. Já as pessoas interessadas em oferecer andores para a procissão ou a sua ornamentação deverão deslocarse também à sede da confraria no mesmo horário.

Abertas as inscrições para jantar de Natal da ACV O Jantar de Natal da Associação Cultural de Vermoim (ACV) acontecerá a 15 de dezembro de 2012 a partir das 20 horas na Quinta da Bemposta em Joane. A ACV vai assim reunir de novo as suas seis secções numa noite que ameaça ser mesmo histórica com todos os seus atletas, associados e amigos. As inscrições junto de todas as secções ou da direção da coletividade têm de ser feitas até ao próximo dia 1 de dezembro.

Campeonato de sueca em Oliveira Terá lugar no próximo, 24 de novembro, na pista Supercross, pelas 15 horas, um campeonato de sueca, numa organização da Associação Cultural, Recreativa e Desportiva Amigos Oliveira Santa Maria. Haverá prémios para os quatro primeiros classificados: 1.º, dois bacalhaus; 2.º, dois presuntos, 3.º dois frangos; 4.º prémio, dois coelhos.

Teatro no Centro de Estudos Camilianos Nos próximos sábados há teatro para ver no Centro de Estudos Camilianos, em Seide de S. Miguel. No dia 24, a Grutaca apresenta a peça “Entre a Flauta e a Viola”. Já no dia 1 de dezembro, a AC Vermoim sobe ao palco com a peça “A Birra do Morto”, enquanto no dia 8 de dezembro, o destaque vai para a peça “As meninas da Fonte da Bica” da Grutaca. Todos os espetáculos começam às 21 horas.

Falecimentos Maria Amélia Rodrigues da Costa, no dia 14 de novembro, com 85 anos, viúva de Alfredo João Oliveira Gomes Costa, da freguesia de Gavião. António de Sá Monteiro, no dia 15 de novembro, com 60 anos, casado com Maria Amélia dos Santos Carvalheira Monteiro, da freguesia de Nine. Manuel Francisco Pinto de Morais, no dia 15 de novembro, com 82 anos, viúvo de Umbelina Gonçalves Baptista Morais, da freguesia de Oliveira S. Pedro (Braga). António Simões Marinho, no dia 16 de Novembro, com 86 anos, divorciado de Almerinda Ferreira Barbosa, da freguesia de Arnoso Stª Maria. Armando Faria Mesquita, no dia 16 de Novembro, com 76 anos, casado com Miquelina Vieira da Costa, da freguesia de Carreira (Barcelos). Agência Funerária Arnoso - José Daniel Pereira Arnoso Santa Eulália - Telf. 91 724 67 03

José Marques Correia, no dia 18 de novembro, com 79 anos, casado, da freguesia de Pevidém (Guimarães). Agência Funerária S. Jorge Pevidém– Tel.: 253 533 396

Fernando Azevedo da Silva, no dia 13 de novembro, com 48 anos, solteiro, da freguesia de Seide S. Paio. Joaquim Freitas de Sousa Cardoso, no dia 14 de novembro, com 81 anos, casado com Maria Rosa Silva Carneiro, da freguesia de Avidos. José Lopes, no dia 15 de novembro, com 83 anos, casado com Maria de Lurdes Freitas Fernandes, da freguesia da Carreira. Maria Augusta Pereira da Costa, no dia 15 de novembro, com 95 anos, viúva de Júlio Gonçalves de Sousa, da freguesia Avidos. Maria da Conceição Ferreira Dias, no dia 16 de novembro, com 87 casada com Joaquim Pereira do Couto, da freguesia de Novais.

Manuel Ferreira Maia, no dia 18 de novembro, com 83 anos, casado com Inês Oliveira de Sousa, da freguesia de S. Martinho de Bougado (Trofa).

Maria Helena Ferreira Costa Rios, no dia 16 de novembro, com 89 anos, viúva de Serafim Vilaça, da freguesia de São Tomé de Negrelos (Santo Tirso).

Albano Moreira, no dia 7 de novembro, com 85 anos, viúvo de Maria Isabel Dias de Azevedo, da freguesia de Matosinhos.

Agência Funerária da Lagoa Lagoa – Telf. 252 321 594

José Azevedo Santos, no dia 11 de novembro, com 68 anos, casado com Maria de Lurdes Pereira Fontes Santos, da freguesia de S. Tiago de Bougado (Trofa). Maria da Conceição da Costa e Silva Azevedo, com 52 anos, casada com Félix Moreira de Azevedo, da freguesia de Santiago de Bougado (Trofa). Florinda Amélia de Azevedo Portela, no dia 14 de novembro, com 91 anos, solteira, da freguesia de Santiago de Bougado (Trofa). Manuel Dias Ferreira, no dia 14 de novembro, com 94 anos, viúvo de Maria da Assunção da Costa Dias e Silva, da freguesia de S. Martinho de Bougado (Trofa). Manuel Pereira de Azevedo, no dia 14 de novembro, com 69 anos, solteiro, da freguesia de S. Martinho de Bougado (Trofa). Glória Mendes Pimenta, no dia 13 de novembro, com 91 anos, viúva de João Teixeira, da freguesia de S. Martinho de Bougado (Trofa). Joaquim Pinto, no dia 15 de novembro, com 65 anos, casado com Arnaldina da Silva Maia, da freguesia de S. Martinho de Bougado (Trofa). Agência Funerária Trofense, Lda (S. Martinho de Bougado) Trofa Tel.: 252 412 727

Manuel Vicente Araújo Ferreira, no dia 19 de novembro, com 65 anos, casado com Clarinda Borges Ferreira, da freguesia de Gavião. Agência Funerária das Quintães Vale S. Cosme – Tel.: 252 911 290

Clemente Pinto Teixeira da Costa, no dia 14 de novembro, com 93 anos, casado com Alzira Helena Sousa Oliveira, da freguesia de Serzedelo (Guimarães). Emília Celeste Martins, no dia 15 de novembro, com 82 anos, casada com Augusto Teixeira Ribeiro, da freguesia de S. Martinho do Campo (Santo Tirso). Agostinho Moreira Guimarães, no dia 16 de novembro, com 48 anos, casado com Maria Arminda Ribeiro Mendes Guimarães, da freguesia de Guardizela (Guimarães). José Maria Gonçalves, no dia 16 de novembro, com 72 anos, casado com Ana Almeida Cardoso, da freguesia de Delães. Agência Funerária Carneiro & Gomes Oliveira S. Mateus – Telm. 91 755 32 05


publicidade

pública: 21 de novembro de 2012 13

Falecimentos Joaquim Ribeiro, no dia 18 de novembro, com 93 anos, viúvo de Arminda Correia de Araújo Ferreira, da freguesia de Calendário.

Serafim de Oliveira e Silva, no dia 10 de novembro, com 63 anos, casado com Maria Fernanda Sampaio Lima, da freguesia de Fradelos.

Carlos Alberto Lage Alves, no dia 19 de novembro, com 49 anos, casado com Ana Maria Mendes Teixeira Alves, da freguesia de Abade de Vermoim.

Agência Funerária Palhares Balazar– Tel.: 252 951 147

Agência Funerária do Calendário Calendário – Tel.: 252 377 207

Maria Osório Antunes Bezerra, no dia 4 de novembro, com 77 anos, casada com Manuel da Silva, da freguesia de Esmeriz.

Rosa de Jesus Fernandes, no dia 14 de novembro, com 59 anos, solteira, da freguesia de Bairro. Maria José Gonçalves Martins, no dia 14 de novembro, com 60 anos, casada com Américo Brás da Silva Barbosa, da freguesia de Sequeirô (Santo Tirso). Olívia Manuela Ferreira Cabo, no dia 14 de novembro, com 37 anos, casada com José António da Silva Leite, da freguesia de Monte Córdova (Santo Tirso). Maria Celeste Campos Pereira, no dia 18 de novembro, com 85 anos, casada com Domingos de Sousa Dias, da freguesia de Santo Tirso. José Maria Fernandes Martins, no dia 19 de novembro, com 70 anos, viúvo de Maria Manuela da Silva Monteiro, da freguesia de Rebordões (Santo Tirso). Agência Funerária de Burgães Sede.: Burgães Filial.: Delães Telf. 252 852 325

Alice Maia da Costa Reis, no dia 9 de novembro, com 84 anos, casada com Manuel Dias da Costa Neves, da freguesia de Santiago de Bougado (Trofa). Maria Alice Silva, no dia 12 de novembro, com 78 anos, casada com Álvaro da Silva Pereira, da freguesia de Antas. Maria Madalena Dias Araújo, no dia 12 de novembro, com 94 anos, solteira, da freguesia de Ribeirão. Maria Lucília Dias Moreira, no dia 14 de novembro, com 78 anos, viúva de Alfredo Moreira dos Santos, da freguesia de Ribeirão.

Lousado - Vila Nova de Famalicão

Maria Rosa de Sá Ferreira

Agradecimento e Missa 7º Dia

No passado dia 16 do mês de Novembro faleceu a D. Maria Rosa de Sá Ferreira, que residia na Freguesia de Lousado. Seu irmão, António Ferreira de Sá, sobrinhos e demais família, vêm por este meio, sensibilizada, agradecer a todas as pessoas que se incorporaram no funeral do seu ente querido e comunicar que a missa de 7º Dia será celebrada, Quinta-feira, dia 22, pelas 19:00 horas no Salão Paroquial da Freguesia de Lousado.

Desde ja agradecem a todas as pessoas que se associaram à sua dor.

Lousado, 21 de Novembro de 2012

Maria Rosa de Sá Ferreira, no dia 16 de novembro, com 87 anos, viúva de Manuel Azevedo e Silva, da freguesia de Lousado. Carolina dos Santos Almeida, no dia 17 de novembro, com 88 anos, viúva de Luís Martins, da freguesia de Lousado. Funerária Ribeirense Paiva & Irmão Lda Ribeirão – Telf. 252 491 433

Joaquim Freitas Sousa Cardoso Agradecimento e Missa 7º Dia

Seus familiares veem por este meio muito sensibilizados e na impossibilidade de o fazer pessoalmente, agradecer a todos os que se associaram á sua dor e pelas provas de carinho e amizade que lhes foram endereçadas aquando do falecimento do seu ente querido. Aproveitam para anunciar, que a missa de 7º dia será celebrada quintafeira, dia 22, pelas 19,00 horas, na Igreja Paroquial de Avidos Desde já, o nosso profundo agradecimento a quantos se dignarem assistir a este acto religioso. A Família

Agência Funerária da Lagoa. Telef. 252 321 594

Jaime Pinto Simões

1º ANIVERSÁRIO FALECIMENTO

Sua esposa, filhos e demais família, vêm por este meio participar que a missa do 1º Aniversário do seu falecimento, será celebrada, sábado, dia 24 de Novembro pelas 19H30 na Igreja Paroquial de Nine. Desde já o seu profundo reconhecimento a quantos se dignarem assistir a este piedoso acto.

A Família

Nine, 21 de Novembro de 2012

Ribeirão - Vila Nova de Famalicão

Maria Madalena Dias Araújo

Agradecimento

No passado dia 12 do mês de Novembro faleceu, a D. Maria Madalena Dias Araújo, que residia na Vila de Ribeirão. Suas irmãs, sobrinhos e demais família, vêm por este meio, sensibilizada, agradecer a todas as pessoas de suas relações e amizade, todas as horas de pesar e carinho que lhe foram manifestadas aquando do falecimento deste seu ente querido, ou que de qualquer modo se associaram à sua dor.

Ribeirão, 21 de Novembro de 2012


14

pública: 21 de novembro de 2012

cultura

Cerimónia de entrega dos prémios no sábado

Ciclo de conferências decorreu ao longo de 2012

António Reis encerrou debate sobre a Maçonaria

Ana Serra vence Maratona Fotográfica de Famalicão Foram entregues, no sábado passado, dia 17 de novembro, os prémios aos vencedores da 2ª edição da Maratona Fotográfica de Famalicão. A cerimónia teve lugar no auditório da Fundação Cupertino de Miranda e a organização começou por agradecer o apoio dados pelas entidades locais, organizações e patrocinadores à realização deste evento. Foram depois sorteados cinco livros “Fotografia” de Joel Santos, oferta das Edições Centro Atlântico, entre os participantes da prova. A vencedora da Maratona Fotográfica de Famalicão foi Ana Serra, que recebeu das mãos do vice-presidente da Câmara de Famalicão, Paulo Cunha, e do representante da Leica, Vítor Lopes, o prémio da Leica, no valor de 300 euros. “Licenciada em Antropologia, ao longo dos anos foi crescendo o meu interesse pela vida das imagens e pelas imagens da vida. Percebi que a fotografia era incontornável. Entretanto o artista plástico e comissário em arte contemporânea Alexandre A. R. Costa, ofereceu-me a minha primeira reflex digital, que nunca mais larguei”, conta Ana Serra, de 30 anos e natural do Louro, afirmando ainda que apesar de ter já ter apresentado trabalho em exposições internacionais, a

Maratona Fotográfica de Famalicão foi a primeira competição em que ousou participar. “Divertime. Suei. Sobretudo aprendi sobre e com as pessoas com quem me cruzei. Quando vi, uma a uma, as minhas fotografias a desenharem-se na tela do auditório, os pés gelaram. Foi tão bom e intenso como inesperado”, termina, deixando um obrigado à organização e parabéns a todos os participantes. Os vencedores das 12 menções honrosas foram: Hélder Sousa no tema “Caça ao Urso”; Maria João Gomes no tema “As Cores do Comércio”; Tiago Paiva no tema “As Lameiras”; Duarte Pinto no tema “A Casa da Granja”; Tiago Paiva no tema “Desporto e Lazer”; Isabel Marques no tema “Natureza”; Andreia Rodrigues no tema “Estúdio 34 no Parque”; Isabel Marques no tema “Símbolos com História”; António Coelho no

tema “Teatro na Rua Direita”; Soraia Ribeiro no tema “Usos e Costumes”. No discurso de encerramento, o vice-presidente da Câmara, Paulo Cunha, felicitou a organização e o contributo que este projeto dá à cidade. Referiu que “o nosso património é riquíssimo em natureza, desporto, atividades, temos imagens, temos vida, temos dinâmica, temos energia, temos imaginação, temos futuro, e que os trabalhos premiados mostram um pedaço de tudo isso”. Manifestou ainda a sua satisfação pelas pessoas aderirem a este projeto, fazendo votos que este continue a realizar-se e para o qual a Camara Municipal dará o seu apoio. A cerimónia culminou com a inauguração da exposição das fotos premiadas e visita ao Museu da Fundação Cupertino de Miranda.

Agricultura Portuguesa em debate nos Encontros de Outono É já nesta sexta-feira e sábado, na Casa das Artes de Famalicão, que se debate o tema “A Agricultura Portuguesa: Da Regeneração oitocentista ao século XXI”. O antigo ministro da Agricultura Arlindo Cunha, que estava em exercício quando o Conselho de Ministros da Agricultura da União Europeia aprovou a reforma da Política Agrícola Comum (PAC), em 1992, é um dos principais convidados dos Encontros de Outono deste ano e intervirá no sábado, dia 24. A abertura está agendada para as 9h30, na sexta-feira e conta com as intervenções do presidente da Câmara, Armindo Costa, e do coordenador científico do Museu Bernardino Machado, Norberto Cunha.

GNR atuam na Casa das Artes Os GNR sobem ao palco da Casa das Artes no próximo sábado, pelas 21h30, para apresentar o espetáculo “30 anos – Voos Domésticos”, com um novo conceito e uma nova cenografia, num formato mais intimista. A entrada custa 13 euros. O portador do cartão quadrilátero cultural pagará 6,5 euros.

“É a Maçonaria algo de atual, algo que faz sentido nos dias de hoje, algo que faz sentido no mundo de hoje? O que é que dentro da Maçonaria pode justificar o interesse por ela nos dias de hoje?”. Foi desta forma que o professor e investigador António Reis abordou a temática “Maçonaria Hoje”, que encerrou, no passado dia 9 de novembro, o ciclo de conferências “A Maçonaria em Portugal: do século XVIII ao século XXI”, promovido pelo Museu Bernardino Machado. A sessão contou com as presenças do vice-presidente da Câmara de Famalicão, Paulo Cunha, e do coordenador científico do Museu, Norberto Cunha, e ficou marcada pelas questões deixadas pelo conferencista, que permitiu um interessante debate. Em resposta às perguntas levantadas António Reis – que foi também o cofundador do Partido Socialista e redator da Revista Seara Nova de 1969 a 1974 – respondeu que “é a capacidade para juntar tão diversas dimensões que faz hoje a Maçonaria ter um espaço próprio e ser uma força atrativa especial, pe-

rante outra espiritualidade ou simples organizações de natureza política, cultural ou estritamente filantrópica”. O professor considera também que é essa mesma capacidade “que a torna apta a responder aos desafios complexos do mundo de hoje, bem como satisfazer os anseios de todos aqueles que não se contentam com as tradicionais formas institucionais”. Já o vice-presidente Paulo Cunha destacou a importância da organização deste ciclo para o debate nacional, defendendo que “trouxe a Famalicão e ao Museu Bernardino Machado um tema de grande interesse e que muito envolveu a comunidade, que tem participado massivamente nesta iniciativa”. O também vereador da Cultura lembrou ainda que o Museu Bernardino Machado tem procurado através destas iniciativas honrar o espírito de debate do patrono Bernardino Machado. O coordenador do Museu, Norberto Cunha, relembrou também alguma da atividade cultural promovida pelo Museu, agradecendo o apoio e a aposta da autarquia na área cultural.

Ator famalicense representa em Serralves O Museu de Arte Contemporânea de Serralves, no Porto, inaugura na próxima sexta-feira, dia 23 a mais completa exposição retrospetiva de Julião Sarmento até agora realizada. Na inauguração, o artista famalicense Sérgio ferreira apresentará um conjunto de performances especificamente concebidas para esta ocasião, as quais serão interpretadas na Casa de Serralves por conhecidas figuras da moda, da dança e de outras artes performativas. “Serralves é um local especial. Todo e qualquer artista gostaria de representar lá, por toda a sua componente histórica e social. Tive a sorte de passar no casting e ser escolhido”, relata o ator. Na última década, entre as exposições individuais efetuadas por Julião Sarmento, destacam-se aquelas que foram realizadas na Tate Modern em Londres; na Pinacoteca do Estado de São Paulo no Brasil; no Van Abbbemuseum de Eindhoven na Holanda, e no Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofía, em Madrid. Este reportório é algo que não fica indiferente ao ator. “Trabalhar com o Julião Sarmento vai ser muito bom. Tem um currículo que fala por si e uma obra que o leva a ser considerado um ícone das Artes Plásticas em Portugal. É mais um passo nesta minha longa caminhada. Estou licenciado e, a partir daqui, tudo pode acontecer”, ressalva. pub

Famalicão

Barbosa: Rua Santo António, Tel. 252 302 120 Calendário: Rua da Liberdade, Tel. 252 378 400/1 Cameira: C. Mouzinho Albuquerque, Tel. 252 323 819 Central: Praça D. Maria II, Tel. 252 323 214 Nogueira: Av. Marechal H. Delgado, Tel. 252 310 607 Valongo: Rua Adriano Pinto Basto, Tel. 252 323 294 Gavião - Av. Eng. Pinheiro Braga, 72 - Telef. 252 317 301 Marinho: Edif. S. José - Estalagem - Telf. 252 921 182 Martins Ventura: R. C. Cerejeira - Lousado - Telf. 252 493 142 Estação: Largo da Estação - Nine - Telf. 252 961 118 Ribeirão: Largo de Bragadela - Ribeirão - Telf. 252 416 482 Joane: Rua S. Bento, nº 217 - Telf. 252 996 300

Famalicão

Serviço

Reforço

Vale do Ave

S er vi ç o

Q uar ta , 21

Calendário

Marques-Fradelos

Delães Riba d’Ave

Q uin ta , 22

Nogueira

Marques-Fradelos

S e x t a, 2 3

Gavião

Marques-Fradelos

Q uar ta , 21 Q uinta , 22 S ex ta , 23 S á b a do , 2 4 Dom i ngo, 25 S e g u n da , 2 6 Terç a, 27

S á b a do , 2 4

Barbosa Ribeirão

Dom i ngo, 25

Cameira

S e g u n da , 2 6

Central

Martins Ventura

Terç a, 27

Calendário

Martins Ventura

Vale do Ave

Almeida e Sousa: Covas - Oliv. Stª Maria - Telf. 252 931 365 Bairro: Av. Silva Pereira, Telf. 252 932 678 Delães: Portela - Delães - Telf. 252 931 216 Riba de Ave: Av. Narciso Ferreira, Telf. 252 982 124 Faria: Estrada Nacional 310 - Serzedelo - Telf. 252 532 346

Almeida e Sousa Bairro Delães Riba d’Ave

Serviço de disponibilidade

Paula Reis: R. José Elisio Gonçalves Cerejeira, nº 629 Calendário - Tel. 252 378 057 Maceiras: Louro - Telf. 252 310 425 Marques: Largo da Igreja - Fradelos - Telf. 252 458 440 Oliveira Monteiro: Largo Igreja - Cabeçudos - Telf. 252 331 885 Pedome: Av. S. Pedro, 1139 - Pedome - Telf. 252 900 930 Pratinha: Largo do Cruzeiro - Cavalões - Telf. 252 375 423 S. Cosme: Vale S. Cosme - Telf. 252 911 123 Arnoso: Av. Joaq. Azevedo - Arnoso Sta. Maria - Telf. 252 916 612


pública: 21 de novembro de 2012 23

praça pública

D’Esguelha

Pelos Quatro Cantos da Ca(u)sa Gouveia Ferreira

Domingos Peixoto

Negociação de trocos Um acordo, qualquer que seja, resulta de uma negociação, no mínimo bipartida, sem o que será sempre uma imposição. É o caso dos contratos; de compra e venda, arrendamento, aluguer, trespasse, trabalho, etc. A outro nível, mas com muita semelhança na tramitação, são todas as decisões institucionais que impliquem votação, nomeadamente na política; na governação por excelência. Quando anualmente – no “meu tempo de ativista” das ORTs – se tratava de aprovar proposta de aumentos salariais para apresentar à negociação com a Entidade Patronal, havia trabalhadores que defendiam percentagens: elevadas para depois descer; realistas para não haver muita margem de manobra de parte a parte; e rígidas, com prova de força! No fim – como no caso que bem conheço se tratava de salários acima da Contratação Coletiva, situação que, aliás, perdura – lá se acordavam valores que contribuíram para uma situação salarial e social de causar inveja... Porém, pouco reconhecida por certos atores que, contudo, a exibem... O caso do Orçamento do Estado é paradigmático. Por um lado é da responsabilidade do governo; por outro lado tem que ser votado pela AR, com aprovação para ter eficácia.

Uma vez aprovado na generalidade passa à discussão na especialidade, ou seja, artigo a artigo; quantas vezes uma simples vírgula se transforma num pesadelo... Os assuntos alvo de maior debate são, pela sua natureza intrínseca à economia e estabilidade do estado e do país, o tributário e o económico, que implicam com a justiça social e o investimento; sobre isto há muitas “visões e muitos entendidos”. O dito para 2013 é muito gravoso para as classes desfavorecidas e trabalhadoras. O governo (da troyka) é caprichoso. A oposição não desarma. A maioria “finge” uma negociação para dar o seu aval, e, da sobretaxa de 4% no IRS, vem dizer que o governo está “disposto” a ceder 0,5%, ou seja, um desagravamento de 12,5% que, fabula, vai buscar aos rendimentos superiores a 50 mil contos (percebemos melhor) anuais! Podemos então questionar: é proporcional e progressivamente justo sobretaxar em 3,5% os intervalos de rendimento anual de 6 mil, 12 mil, 24 mil, 48 mil até aos 50 mil contos, quando do nível salarial mais baixo até ao mais elevado vai uma diferença de quase 10 vezes? O mesmo em relação à opção de sobretaxar os rendimentos do trabalho em benefício dos rendimentos financeiros, quantas vezes fruto de vexatória

agiotagem? De todo o modo, o governo “atirou” com uns números que satisfazem, apenas, as suas exigências e perspetivas contabilísticas, como se não houvesse outras opções, proporcionando que a maioria PSD/PP, em puro seguidismo os subscreva, dando a ideia que negociou arduamente o desagravamento dos tais 0,5%, qual negociação de trocos, apresentando-os como uma vitória, ao mesmo tempo que verbera a oposição, acusando-a da responsabilidade dos males em que vivemos, apesar de se encontrar no governo há cerca de ano e meio e de ter promovido um agravamento fiscal como nunca antes visto, levando à ruína muitos milhares de trabalhadores e empresas, promovendo a miséria e a fome do povo, o caos social e o retrocesso da construção civil! Com o que a sociedade e o povo portugueses deixaram de vislumbrar quaisquer réstias de esperança e futuro. Perante tal descalabro, o senhor presidente da República, mudo há muito tempo, só encontrou motivos para falar da inauguração de um hotel de luxo e para dizer que estava a trabalhar em dia de greve geral! Paradigmas preparatórios do que vaticinou Freitas do Amaral? Em breve se saberá.

A retoma nunca é anunciada para o ano que vem. Há sempre qualquer coisa macroeconómica que, por causa das tosses, atira com a ressurreição das finanças um bom par de anos lá para a frente. O nosso ministro ET, que apesar de ser das finanças, se limita a gerir a causa da austeridade em Portugal, já desenganou os governados, palpitando o ano de 2014 como o previsto para retomar não sei o quê. Ainda haverá actividade económica? Neste cenário de “cagaço fiscal” generalizado, que se apoderou de todos os agentes económicos, torna-se difícil compreender a festa que alguns fazem, só porque a patroa Troika, tipo “gaja porreira”, fez uma avaliação positiva da resistência do povo português à desgraça. Já assim foi, com os resistentes à força, condenados às galés e a dar novos mundos ao mundo; continuou a ser, com os combatentes à força, condenados a actos de estoicismo, numa guerra colonial que os americanos não aguentariam dois anos, se tivessem que comer aquelas rações de combate; e continuará, até ver, condenados ao minimalista salário mínimo, da vanguardista União Europeia, a quem pagamos juros usurários e, ainda por cima, ficamos a dever favores, porque não temos economia que aguente pagar a dívida, porque, de propósito, não nos deixam respirar. Ora, se a receita é mais austeridade, nem se percebe por que não acabaram já com o salário mínimo, essa conquista abjecta do 25 de Abril. Na lógica governamental, alcançavam-se, rapidamente, os objectivos da anunciada retoma, sem salários mínimos, nem rendimentos de inserção, nem subsídios. Esta coisa de haver povo é uma chatice!

Voz Off João Pedro Araujo

Símbolos e Investimento

Maré Alta José Luís Araújo

Câmara dois anos atrás do Bloco Durante as últimas semanas, a Câmara Municipal divulgou de forma intensiva a criação do apoio às rendas para famílias carenciadas, integrado no programa municipal “Casa Feliz”. Naturalmente que esta é uma medida positiva para muitas famílias que sofrem de uma forma mais dura os efeitos desta crise que atravessamos. No entanto, a Câmara Municipal esqueceu-se apenas de referir que esta medida peca por tardia e que resulta de uma recomendação aprovada pela Assembleia Municipal em Dezembro de 2010 sob proposta do Bloco de Esquerda e que a seguir transcrevo na íntegra: «Recomendação Apoio social ao arrendamento Considerando a grave situação da economia nacional e local, em que o concelho de Famalicão tem sido fortemente afectado pelo desemprego, e consequente agravamento das condições de vida das famílias, prevendo-se que esta situação evolua ao longo de 2011 para um maior número de munícipes afectados, entendemos que a Câmara Municipal deve promover desde já medidas de apoio efectivas para combater situações de maior carência e injustiça social. Neste contexto, torna-se imperioso acautelar um maior pendor social no auxílio às famílias mais necessitadas do Município de Famalicão. Assim a Assembleia Municipal de V.N. Famalicão reunida em sessão ordinária no dia 20 Dezembro de 2010, recomenda à Câmara Municipal de V. N. Famalicão. Que promova o apoio social ao arrendamento des-

Que retoma?

tinado a apoiar famílias e indivíduos em manifestas dificuldades económicas decorrentes da situação de desemprego e crise em que vivemos. V.N. Famalicão, 20 de Dezembro de 2010 O Grupo Municipal do Bloco de Esquerda» Esta situação revela-nos, claramente, que a Câmara Municipal tendo todos os meios de avaliar e dar respostas de cariz social, não foi capaz de se antecipar nem acompanhar em tempo útil a real situação de carência porque passam muitas famílias do nosso concelho. Por outro lado, fica mais uma vez patente um inaceitável desprezo e desrespeito da Câmara para com as recomendações aprovadas pela Assembleia Municipal, nomeadamente aquelas que são propostas pelos partidos da oposição. De todas as recomendações aprovadas, só são concretizadas aquelas em que manifestamente a Câmara prevê obter dividendos políticos ou em casos como este, de flagrante emergência social. Se há dois anos atrás esta medida tivesse sido posta em prática, muitas famílias certamente não teriam hoje uma situação social tão difícil. O Bloco de Esquerda congratula-se pela concretização desta sua proposta e continuará a desempenhar o seu papel de partido de oposição empenhado e participativo na fiscalização da ação da Câmara Municipal e também na apresentação de propostas que entende benéficas para o concelho de Vila Nova de Famalicão. Lembre-se disso nas próximas eleições autárquicas.

Na semana passada, três símbolos do nosso concelho comemoraram o seu aniversário. A saber: Rádio Digital, Club Cultura e Desporto Ribeirão (CCDR) e Famalicense Atlético Club (FAC). 1 - Rádio Digital – onde a informação e o entretenimento chegam há 23 anos a casa dos Famalicenses. É da mais inteira justiça felicitar todos os profissionais que estão e passaram por esta estação que trouxe um novo estilo e uma nova acão no campo da informação e comunicação. Estou certo e convicto que a atual equipa saberá manter e enfrentar os desafios para continuar a fazer parte das nossas preferências por muitos e bons anos. 2 - O Club Cultura e Desporto de Ribeirão - muitos anos de informação, de formação, de cultura e, em especial, de desporto. Ao CCDR desejo, assim, que continue com o mesmo empenho, vontade e determinação que se tem pautado ao longo destes últimos 25 anos. 3 - Famalicense Atlético Club – uma referência institucional, pois a sua história ecoa há 75 anos, ao serviço do desporto concelhio. Inúmeras gerações,

bem como milhares de jovens tiveram a honra e o prazer de praticar desporto com o símbolo deste histórico clube, um dos mais ecléticos no espectro regional e nacional. A todos desejo os melhores sucessos desportivos. Bem hajam !!! O Investimento quando sustentado em pilares bem estruturados, mais cedo ou mais tarde, dá os seus frutos. Exemplo disto mesmo, é o nosso concelho que, mais uma vez, nos envaidece e nos enche de orgulho na área da educação, uma vez que, Famalicão foi distinguido com o prémio de segundo melhor município português para estudar. Para além disto, os alunos famalicenses do 4º ano de escolaridade apresentam, nas provas de aferição, classificações superiores à média nacional em cerca de 10 % e de cerca de 20% no domínio da compreensão da leitura. É caso para dizer que nada aparece por acaso, porque tudo isto foi fruto de dias e anos de uma política educativa certa, que envolveu todos os intervenientes e parceiros, que tem como final este e outros resultados brilhantes que nos enchem, a todos, de orgulho e regozijo.


24

pública: 21 de novembro de 2012

ASSOCIAÇÃO DE CICLISMO DE POUSADA DE SARAMAGOS ESCOLA DE CICLISMO CARLOS CARVALHO

CONVOCATÓRIA

Eu, Lourenço Cunha Oliveira, Presidente da Assembleia Geral da Associação de Ciclismo de Pousada de Saramagos, convoco todos os Associados para uma reunião a realizar-se na sede da Associação de Ciclismo de Pousada de Saramagos no dia 24/11/2012 pelas 18.00h com a seguinte ordem de trabalhos.

Informações.

2º Apresentação do relatório de contas do ano de 2012. 3º Aprovação do Plano de Actividades e Orçamento para o exercício de 2013. 4º Outros assuntos de Interesse para a modalidade. Se a hora marcada não estiver reunido o numero de sócios necessários, esta terá lugar 30 minutos mais tarde, com o número de sócios presentes. POUSADA DE SARAMAGOS, 14 de Novembro de 2012 O Presidente da Mesa da Assembleia-Geral (Lourenço Cunha Oliveira)

ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DE VILA NOVA DE FAMALICÃO

EDITAL

VÍTOR ANÍBAL DIAS FEIO AZEVEDO, na qualidade de presidente da Assembleia de Freguesia de Vila Nova de Famalicão, e no exercício da competência que lhe é conferida pelo disposto no art.º 19, alínea b) do Decreto-Lei n.º 169/99, de 18 de Setembro, com a redacção dada pela Lei n.º5-A/2002, de 11 de Janeiro, torna público que vai realizar-se uma sessão extraordinária deste órgão autárquico, na sede da Junta de Freguesia, à Rua Adriano Pinto Basto, 80, em Vila Nova de Famalicão, no próximo dia 22 de Novembro, às 21,00 horas, com a seguinte: Ordem de Trabalhos

PONTO ÚNICO - Análise, Discussão e Votação sobre o Projeto de Reorganização Administrativa do território da Freguesia de Vila Nova de Famalicão, enviado pela Assembleia Municipal de Vila Nova de Famalicão, bem como das eventuais propostas a apresentar alternativamente ao projeto da UTRAT. Este edital publica-se para conhecimento público sendo afixado no lugar público do costume. Vila Nova de Famalicão, aos 15 de Novembro de 2012

O Presidente da Mesa da Assembleia-Geral Vitor Aníbal Dias Feio Azevedo

CONVOCATÓRIA

O Presidente da Assembleia Geral da Mundos de Vida, Associação para a Educação e Solidariedade, convoca todos os associados para a reunião ordinária que terá lugar no domingo, dia 25 de Novembro, pelas 10H00, na sua sede, na Rua Quinta da Serra, em Lousado. Ordem de Trabalhos

1 – Deliberar sobre o Plano de Actividades e Orçamento para 2013.

De acordo com a lei e os estatutos, se à hora marcada não se encontrar reunido o número legal de associados, a Assembleia terá lugar meia hora mais tarde com qualquer número de sócios presente. Lousado, 09 de Novembro de 2012

Joaquim Agostinho Carneiro da Costa e Sá (Presidente da Assembleia Geral)

CREDITOS

publicidade

Regularizamos qualquer crédito em atraso VENDA DE RETOMAS BANCÁRIAS APARTAMENTOS MORADIAS LOJAS COMERCIAIS ARMAZÉNS TERRENOS

FAZEMOS CRÉDITO A 100% PROMOTOR BANCÁRIO - 919 616 703

"Engenho" - Associação de Desenvolvimento Local do Vale do Este ASSEMBLEIA GERAL

Mário da Costa Martins, Presidente da Assembleia Geral da "Engenho" - Associação de Desenvolvimento Local do Vale do Este - convoca todos os associados, ao abrigo do nº 3, do Artigo 29º dos Estatutos, para uma ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA, a realizar no Centro Comunitário, situado na Freguesia de Arnoso Santa Maria, no dia 25 de Novembro de 2012, às 11 horas, com a seguinte ORDEM DE TRABALHOS:

Ponto único - Deliberar sobre a concessão de poderes à Direcção da Associação para a formalização de um empréstimo numa instituição de crédito, no âmbito da Linha de Crédito à Economia Social.

Arnoso Santa Maria, 2012.11.08.

O Presidente da Assembleia Geral (Mário C. Martins)

PRECISA-SE Colaboradora com experiência para trabalhar em café

CONTATO: 911 152 682

TAROT

DÁ-SE CONSULTAS DE TAROT E TRATAMENTOS TERAPEUTICOS

DÁ-SE CURSOS DE REIKI, TAROT, KARUMA TRATO COM TERAPEUTA NEVES

CONTATO: 910 663 006 252 993 328


28

pĂşblica: 21 de novembro de 2012

publicidade


OP1072  
Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you