Issuu on Google+

pub

pub

Caso o Estado não liquide as dívidas às empresas de construção

AIMinho antevê catástrofe social na região

P. 4

ANO 20 • Nº 1031 DE 8 A 14 DE FEVEREIRO DE 2012 DIRECTOR: JOÃO FERNANDES

www.opiniaopublica.pt

Leitura da sentença está marcada para 17 de Fevereiro

opiniãoespecial

MINISTÉRIO PÚBLICO PEDE CONDENAÇÃO NO CASO DAS ORGIAS

Noivos

O Ministério Público pediu cinco anos de prisão, com pena suspensa, para o empresário de Lousado acusado de obrigar a mulher a participar em orgias sexuais, sob ameaça de arma. As alegações finais do julgamento, que decorre à porta fechada no Tribunal de Famalicão,

realizaram-se na passada segunda-feira. O advogado da queixosa pediu uma pena idêntica à solicitada pelo Ministério Público. Já o advogado do arguido pediu a absolvição do crime de violência doméstica. A leitura do acórdão está agendada para 17 de Fevereiro.p.3

Bilheteira electrónica e cartão aproximam cidadãos da cultura

opiniãosport:

p. 1 5

Cabeçudense a um passo de fazer história e subir ao nacional de futsal AD Oliveirense consegue primeira vitória da época CCD Ribeirão na 2ª divisão de Pista Coberta pub

Para preservar edifícios e apoiar associações

Por iniciativa da Comissão de Utentes

Câmara cede antigas escolas às juntas de freguesia

Extensão de Saúde de S. Cosme debatida no Parlamento

p .1 1

p. 9

pub.


2

pública: 8 de Fevereiro de 2012

cidade

Mensagem enviada para as Jornadas da Família que decorreram em Famalicão

D. Jorge pede serenidade às famílias O arcebispo de Braga, D. Jorge Ortiga, pediu às famílias do arciprestado de Famalicão que encarem o futuro “com serenidade”. O apelo foi deixado numa mensagem para as VII Jornadas da Família, que decorreram, no passado sábado, no centro pastoral da cidade, numa organização das equipas da Pastoral Familiar de Brufe e de Santo Adrião. Este ano, o encontro teve como tema “Esperanças da Família” e, na mensagem enviada, D. Jorge sublinhou que “a fé, como centralidade de Deus na vida, é garantia” de que os crentes não devem “ter medo de nada”. “Acreditar nesta mensagem, como perene Boa Nova, é a certeza duma esperança que ultrapassa todas as dificuldades, pois alicerça-se na fé que vence o que parece impossível”, assinalou. O arcebispo de Braga diz que a situação de crise exige um regresso “ao essencial”, numa “caridade activa”. “É esta experiên-

A mesa que presidiu às jornadas

cia de comunidade, experimentada num sentido de pertença à Igreja, que permitirá conciliar a fé com a caridade e fazer com que estas dimensões da vida nos levem a esperar em Deus, para saborear as esperanças da Família como horizontes a conseguir com empenho e entusiasmo”, observou o prelado. As jornadas tiveram como conferencista o padre jesuíta Carlos Carneiro, que surpreendeu os presentes com a sua ale-

gria e com o seu testemunho, afirmando que a família é a forma mais normal de ser Igreja. Referindo-se ao tema do encontro, defendeu que as esperanças da família “estão no dever cumprido, no trabalho a realizar, na corresponsabilidade entre todos, no equilíbrio dos afectos, na fidelidade a um projecto pensado, rezado, querido, não desejado”, concluindo que “a família é por si mesma esperança”.

Formandos da D. Sancho no Lindoso No passado dia 28 de Janeiro, formandos e formadores de três turmas EFA, nível secundário, da Escola Secundária D. Sancho deslocaram-se ao Lindoso para uma visita de estudo à central hidroelétrica e à aldeia. A visita visou concretizar a Actividade Integradora das três turmas e aproximar os formandos de realidades trabalhadas nos núcleos geradores em lecionação. A grandiosidade da barragem, as particularidades da aldeia – castelo e espigueiros – impressionaram e ficaram gravadas na memória do grupo.

Rotary premiou melhor aluno da Júlio Brandão O Rotary Club de Famalicão realizou, no passado dia 26 de Janeiro, mais uma das suas actividades. No seguimento da parceria estabelecida entre este clube e a escola EB 2,3 Júlio Brandão procedeu-se à entrega do Prémio de Mérito Escolar à aluna Jessy Ariana Faria Silva pelo seu desempenho escolar durante o ano lectivo anterior, sendo a melhor aluna do 9º ano. A aluna foi presenteada com um Diploma de Mérito, uma peça artística e 250 euros. A cerimónia contou com a presença da diretora do Agrupamento, Fernanda Costa, da família da aluna e da família rotária famalicense. Ao longo da festa foram realçadas as qualidades escolares e humanas da Jessy, que agradeceu a distinção.

FICHA TÉCNICA CONSELHO EDITORIAL: Alexandrino Cosme, António Cândido Oliveira, António Jorge Pinto Couto, Artur Sá da Costa, Cristina Azevedo, Feliz Manuel Pereira, Joaquim Loureiro, João Fernandes, Manuel Afonso e Almeida Pinto.

DIRECTOR: João Fernandes (CIEJ TE-95) jfernandes@opiniaopublica.pt CHEFE DE REDACÇÃO: Cristina Azevedo (CPJ 5611) cristina@opiniaopublica.pt

SEDE, REDACÇÃO E PUBLICIDADE:

Estrada Nacional, 14 - Maia

Feliz Manuel Pereira António Jorge Pinto Couto

Rua 8 de Dezembro, 214 Antas S. Tiago - Apartado 410 4760-016 VN de Famalicão

DISTRIBUIÇÃO:

TIRAGEM DESTE NÚMERO:

EDITOR DE TURNO:

GRAFISMO:

Magda Ferreira (CPJ 4625) magda@opiniaopublica.pt

Carla Alexandra Soares, Pedro Silva.

DETENTORES DE MAIS DE 10% DO CAPITAL

APOIO À REDACÇÃO: REDACÇÃO: informacao@opiniaopublica.pt Carla Alexandra Soares (CICR-248), Cristina Azevedo (CPJ 5611), Magda Ferreira (CPJ 4625) e Sofia Abreu Silva (CPJ 10952).

SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS:

INTERNET

OPINIÃO: Adelino Mota, Barbosa da Silva,

Francisco Araújo

www.opiniaopublica.pt

Domingos Peixoto, Gouveia Ferreira, J. Mário Teixeira, Joaquim Loureiro, José Luís Araújo, Sílvio Sousa, Vítor Pereira.

TÉCNICOS DE VENDAS:

CONTACTOS Redacção:

DESPORTO: Jorge Humberto, José Clemente (CNID 297) e Pedro Silva (CICR220).

Motivação em Marcha - Publicidade, Lda.

Jorge Alexandre

GERÊNCIA: João Fernandes CAPITAL SOCIAL: 350.000,00 Euros.

comercial@opiniaopublica.pt Agostinha Bairrinho, Maria Fernanda Costa e Sónia Alexandra

PROPRIEDADE E EDITOR: EDITAVE Multimédia, Lda. NIPC 502 575 387

20.000 exemplares, nº 1031

Tel.: 252 308145 • Fax: 252 308149

NÚMERO DE REGISTO: 115673

Serviços Administrativos:

DEPÓSITO LEGAL: 48925/91

Tel.: 252 308146 / 252 308147 • Fax: 252 308149

IMPRESSÃO: Naveprinter - Indústria Gráfica do Norte, SA


pública: 8 deFeveiro de 2012 3

cidade

Leitura da sentença marcada para 17 de Fevereiro

Ministério Público pede cinco anos de prisão para arguido das orgias O Ministério Público (MP) pediu cinco anos de prisão, com pena suspensa, para o empresário de Lousado acusado de obrigar a mulher a participar em orgias sexuais, sob ameaça de arma, informaram os advogados do processo. As alegações finais do julgamento, que decorre à porta fechada no Tribunal de Famalicão, realizaram-se na passada segunda-feira. No final, o advogado da queixosa, Francisco Peixoto, disse à imprensa que pediu uma pena idêntica à solicitada pelo MP, considerando que "há todos os indícios" de que o arguido cometeu o crime de violência doméstica, de uma forma física, verbal e escrita. Já o advogado do arguido, Miguel Brochado Teixeira, pediu a absolvição do crime de violência doméstica, defendendo que a mulher participou nas orgias de livre vontade e sublinhando que aquele casal se regia por uma conduta matrimonial e familiar "de acordo com padrões que não têm nada a ver com o que se considera ser a normalidade". "Para dançar o tango, são precisas duas pessoas", ironizou, acrescentando que em causa estão "pessoas adultas, com o do-

Tribunal de Famalicão onde decorre o julgamento

mínio das respetivas vontades, que faziam o que queriam da maneira como entendiam". Antes das alegações finais, o empresário lousadense, de 47 anos, depôs sobre as orgias, para

desmentir a coação sobre a mulher e explicar que o casal gostava de sessões de sadomasoquismo, o que, segundo ele, justifica as nódoas negras que a mulher apresentava no corpo e pub

que estão a ser apontadas pela acusação como prova para a violência doméstica. O arguido confirmou ainda que José Castelo Branco participou em algumas orgias com o ca-

sal, apesar de o "rei do jet set" ter dito, durante o julgamento, que não se lembrava. O empresário é ainda acusado de dois crimes de detenção ilegal de arma, que confessou. Para Francisco Peixoto, o depoimento do arguido foi "perfeitamente incoerente". Já Brochado Teixeira disse que o arguido "tomou consciência do erro que foi a vida dele e da mulher", fruto de "paranoias sexuais" que o levaram a "queimar dinheiro que dava para construir uma, duas ou três casas, com piscina". Para o advogado de defesa, os cinco anos de prisão pedidos pela acusação constituem "uma pena que socialmente fica bem, mas desconforme à prova produzida", pelo que pediu um ano e meio, com pena suspensa, por causa das armas. O advogado da queixosa, por seu lado, admitiu que uma pena de prisão efectiva não é aconselhável, porque iria misturar o arguido com "uma escola diferente" de crimes. Por isso, defendeu pena suspensa, com proibição de contactos com a mulher, de quem entretanto se separou, e acompanhamento psicológico. A leitura do acórdão ficou marcada para 17 de Fevereiro. pub


pública: 8 de Fevereiro de 2012

4

cidade

António Marques diz que drama pode acontecer dentro de três meses

pub

Cláudio Martins cria colecção de jóias para o Dia dos Namorados

Presidente da AIMinho antevê catástrofe social na região

O criador de jóias Cláudio Martins lança esta semana uma colecção de jóias para o Dia dos Namorados com todo o carinho que os apaixonados procuram encontrar. Uma empresa de prestígio mundial, reconhecendo o facto deste criador ter um forte e rigoroso carinho pelo trabalho de ourivesaria, convidouo a criar a sua própria colecção para o Dia de S. Valentim. Assim, nasceu a CM “In Love”. Cláudio Martins procura aplicar em cada nova colecção novas formas de moldar os nobres metais, nunca deixando de lado a sua assinatura pessoal de design. O espaço Fénix Jóias, empresa onde o criador aplica e desenvolve a sua capacidade criativa, é montra destes objectos de requinte em Famalicão. “Para mim é um prazer imaginar uma peça e conseguir realizá-la, e um outro prazer quando alguém imagina uma peça e eu consigo apresenta-la tal como a imaginou”, conta Cláudio Martins.

Comissão Executiva da Associação Industrial do Minho

Carla Alexandra Soares

pub

pub

A Associação Industrial do Minho antevê um “cataclismo social”, caso o Estado não liquide, nos próximos três meses, as dívidas que tem às empresas de construção civil da região. A afirmação foi feita no almoço anual que reúne a comunicação social e a Comissão Executiva da AIMinho, que decorreu na passada quinta-feira no Clube do Empresário em Braga. “Vamos assistir a um cataclismo social na região, se nos próximos três meses o Estado central, regional e local não pagarem o que devem às empresas de construção civil. O número de insolvências em Braga e Viana do Castelo é superior a duas por dia e algumas até tinham viabilidade, mas o cenário pode agravar-se”, adverte o presidente da Associação Industrial do Minho. Na região, 25 a 30% do Produto Interno Bruto (PIB) gerado resulta

dos negócios das empresas de construção e António Marques recorda que o Governo, que está em funções há sete meses, já deveria ter tomado outras medidas. “O cenário negro será inevitável se o problema da falta de pagamento não for resolvido até Maio, Junho”. O responsável sublinhou que “não são dezenas, não são centenas, são milhares de pessoas que podem ficar sem emprego”. Em contrapartida os dados das exportações, nas áreas do têxtil, calçado e metalomecânica pura são animadores, mas se não forem tomadas medidas de incentivo à exportação, também estes sectores podem sofrer um retrocesso. Para o presidente da AIMinho a solução poderá estar na colocação da diplomacia económica (IAPMEI e AICEP) ao serviço das exportações, “o que não terá custos acrescidos”. “O problema é que o Estado está metido em demasiadas coisas e neste campo devem ser as empresas ‘a mandar’”, defende

António Marques. Apesar de todos os problemas, o líder garante que a associação empresarial tem feito a sua parte e enunciou os projectos que estão em curso para ajudar o tecido empresarial da região. “Seguramente podemos fazer mais, podemos fazer melhor, mas estamos a fazer a nossa parte e não tem sido fácil porque às vezes o Estado não financia e não aprova o que tem que aprovar”. Em cima da mesa está a execução de um Plano Nacional de Reorganização e Capacitação Empresarial, cuja proposta será apresentada a curto prazo ao Governo e o qual, segundo António Marques, não terá custos adicionais. “Este plano surge porque estamos a ver empresas viáveis e que estão a cair. Nós temos que trabalhar essa situação porque são mais pessoas que vão para a rua, que não têm dinheiro para gastar e que não vão ajudar a reproduzir a economia”.

Orfeão Famalicense comemora o 96º aniversário O Orfeão Famalicense celebra no próximo sábado, dia 11, 96 anos de existência. A data não vai passar despercebida, iniciando as comemorações pelas 15 horas, com uma romagem ao cemitério de Braga, onde se encontra o padre jesuíta Manuel Simões, que foi director artístico do Orfeão durante mais de 20 anos. Segue-se uma romagem ao cemitério de Joane, onde está sepultado o padre Benjamim Salgado, compositor, ensaiador e director artístico, que doou grande parte do repertório musical ao Orfeão e que ainda hoje é interpretado e apreciado pelos admiradores da música coral. Finalmente será visitado o cemitério de Antas onde, para além do refundador do Orfeão, padre Augusto Veloso, encontram-se muitos outros orfeonistas. Pelas 18 horas, será celebrada uma missa pela intenção de todos os orfeonistas falecidos ao longo destes 96 anos, que será solenizada pelo próprio Orfeão Famalicense.

Avenida 25 de Abril com condicionalismos ao trânsito Até ao próximo dia 16 de Fevereiro, podem ocorrer condicionalismos ao trânsito na Avenida 25 de Abril, devido aos trabalhos de poda de árvores que estão a decorrer, informa a Câmara Municipal, em nota à imprensa. Esta avenida é uma das principais artérias da cidade famalicense, distinguindo-se pelas suas frondosas árvores. Com estes trabalhos, a autarquia pretende “manter a beleza e saúde das plantas”.


pública: 8 de Fevereiro de 2012 5

publicidade

Po s t os d e D is t r i b u iç ã o Abade de Vermoim Restaurante Costa e Silva Rua 25 de Abril Antas Quiosque Espaço Verde Rua 8 de De zembro Retiro da Mariquinhas Lugar da Igreja Anta’s Café Edif. Jardins do Lago Sede do A.R.C.A. Lugar da Portela Quiosque Central Central Camionagem Arnoso Santa Eulália Café Bastos Rua da Car valheira, 111 Café Santo Amaro Rua Dr. Agost. Fernandes Arnoso Santa Maria Casa Bola d’Ouro Av. Conde Arnoso Posto de Abastecimento Junto à Engenho Foto Look Av. dos Moinhos Mini Mercado Costa Rua 8 de Dezembro Restaurante do Altinho Rua do Altinho Supermerc. Diamantino Lugar de Lages Avidos Pão & Companhia Estrada Nacional 204/5 Churrascão Sousa Rua Estrada Nacional 204/5 Fatipão Tra vessa Quinta da Ponte Café-Restaurante Amaury R. Estrada Nacional 204/5 Bairro Past. Pão Quente Rosa Celeste Av. Joaquim Leite Café Pastelaria Sonho Azul Av. Joaquim Leite Papelaria Compasso Avenida Sil va Pereira Bente Churrasqueira O Toneco Avenida dos Emigrantes Supermercado Teresinha Av. dos Emigrantes, 1707 Café Sampaio Rua da Praça, 385 Supermercado Belita Lugar de Cardal Brufe Supermercado Azevedo Rua D. Jorge Ortiga Mini-mercado Né Rua Manuel Moreira Maia Drogaria e Pichelaria DP R. Joaquim Pereira, 468 Lj Cabeçudos Casa Carlos Rua 25 de Abril, 145 Bricoonda Rua Estrada Nacional 204 Quiosque Central Lugar do Souto Calendário Quiosque das Oliveiras Rotunda das Oli veiras Sede Barrimau R. José Elísio G. Cerejeira Bodyline - Training Center Rua Visconde de Gemunde Casa FC Porto de Famalicão Rua S. Julião - Ed. Jardins Penedo Dom Marco – Padaria Pastelaria R. Saint Fargeau Ponthierry Ed. Eurofama Padaria Madrugada II R. José Elísio G. Cerejeira, 17 Super Talho Infante de Sagres R. Fontes Pereira Melo, 2115 lj 2 Vitória Caffe Alto da Vitória Recauchutagem Famalicense R. José Elísio G. Cerejeira - Pav 12 e 13 Quiosque Eurofama Av de França Bar Lagense Rua Manuel Monteiro, 48 Intermarché Rua S. Julião Diogo Snack-Bar Rua José Oliveira Menezes Recta Sr. dos Perdões

Talho Morado Rua José Gonçal vesCerejeira, 61 Costas & Oliveira R. Alberto Sampaio Supermercado Horácio & Sousa Av. D. Afonso Henriques, 3680 Eugénios Health Club R. P. Avis de Brito Casa Magote Rua de Rorigo Restaurante D. Antónia Ribaínho Carreira Cafetaria Franlu Rua do Fojo, 152 Cabeleireiro Novo Visual Rua do Fojo, 152 Café Santiago Rua da Estrada 204/5 Mini Mercado Bezerra Rua do Monte Mini Lurdes - Minimercado Rua do Outeiro, 27 Castelões Casa Chico Rua Álvaro de Castelões Pastelaria P. Quente Castelões Rua Georgiana Neto Café Tocano Rua de S. josé, 152 Pastelaria Sta Catarina Rua Vera Cruz Pastelaria Flôr da Ribeira Prta Ál varo de Castelões Cavalões Mini Mercado Belo Horizonte Rua Do Comércio P. Repsol Os Emigrantes R. Dr. José A. Carneiro Cruz Peluche - Pastelaria Largo Sr. dos Aflitos Mercearia Rego Av. S. Tiago da Cruz Mercearia Afonso Costa Rebelo Rua das Vendas, 50 Delães P a p e l a ri a M a rq u e s Avenida da Portela (Posto Galp) Qu i osq u e junto à igreja Peixot o Sp or t Junto aos Correios Pa py ru s L ivra r ia Qu iosq ue Av. Albino Marques, Ed. Europa Sa p at ar ia Pe ixo to Junto aos Correios Past el a ria D oc e Mar co Zona Industrial Pocinhos P as t e l a r i a C ar m i t a Av. Albino Marques, nº 366 Su p er mer ca do Bel ita Rua da Igreja P a v i l h ã o De l ã e s Bairro Augusto Correia L j de Co nven iên c ia de D el ã es Rua da Igreja nº10 Esmeriz Livraria e Papelaria Grafiarjo Junto às escolas primárias Junta de Freguesia de Esmeriz Rua da Casa da Junta, 14 Café Jota Largo do Souto, 86 Café Principal Avenida Carlos Bacelar Fradelos TF Gest - Posto Combustíveis Lugar da Quinta Quiosque Reis Rua Sta. Leocádia Posto Galp Junto à Junta de Freguesia Gavião Mini-Mercado S. Vicente Rua 20 de Junho Posto Repsol Estrada N14 Estrela da Sorte Lotarias Junto à Rot. Stº António Hotel Moutados Avenida do Brasil, 1223 Gondifelos Casa das Prendas Parque das Tílias P. Abastecimento Sopor Av. São Félix

Joane Petro Joane Rua S. Bento Posto de Combustível de Joane Av. Dr. Mário Soares Biblioteca ATC Rua Dr. Agostinho Fernandes Snack-Bar O Rei dos Cachorros R. dos Laburins - Ed. Pérola do Vau Bar ATC R. Dr. Agostinho Fernandes Supermercados Dá-Cá Tv. Padre Sil va Rego, Lj.11 Quiosque Central de Joane Largo da República Snack Bar O Rei dos Cachorros II Av. Dr. Mário Soares, 364 Churrasco da Ponte Labruge Bar do GD Joane Av. Padre Benjamim Salgado Café Central Lugar de Telhado Supermercados Henrique Avenida dos Laborins Mercearia Olivia Lopes Lugar Rui vos Café S. Miguel Rua Santo Amaro Quiosque da Feira Largo da Feira Piscinas Rua de Leognan

Bar da Estação Estação Caminhos de Ferro Café Central Rua Cardeal Cerejeira, 202 Mogege Café Snack Bar Cruzeiro Av. Bernardo Guimarães Café Águia Rua da Liberdade, 166 Pastelaria Celiana Av. Padre António Ferreira, 470 Café Flor do Minho Lugar da Boa vista Mouquim Mini Mercado Igreja Largo da Igreja Adega Reg. Stª Filomena Ançariz Nine Café Santos Quintães Restaurante Snack-Bar Irmãos Loteamento do Bacelo, 67 CP Quiosque Ed. Estação Caminhos Ferro Nine Estação Serviço Cepsa Lugar da Estação Novais Café Reguila Rua das Almas Mini Mercado Azevedo Largo S. Simão

Jesufrei Jardim Infância de Jesufrei Por cima da junta Café Mercearia Ramos Rua da Igreja Café S. Miguel Rua P. Domingos A. Pereira

Oliveira Santa Maria Delnet, Lda Av. 25 de Abril Scam- Posto Gasolina Rua do Sestêlo Café Riera São Cristo vão

Lagoa Café Europa Av. dos Lamosos Casa Carvalho Rua EN 204

Oliveira São Mateus Café Esplanada R. Estrada Municipal 574 Mini Mercado das Casas Rua 1º De zembro, 64 Padaria Pastelaria S. Mateus R. Camilo Castelo Branco, 141 Pizzaria Topo Gigio Rua S. José Papelaria Andrade Rua da Santa Ana Piscinas Lugar do Quinteiro Mini Mercado Vieira Lugar do Quinteiro

Landim Quiosque Landinense Largo das Tílias Café França Avenida da Tílias Cervejaria das Campas Rua do Sobreiral, nº 12 Junta Freguesia de Landim Alameda do Mosteiro, nº 62 Café Carvalhal Largo da Senhora das Dores, nº2 Café Vida Nova Lugar de Segures Lucyland Rua da Estrada Nacional Mercado Stª Marinha Rua Santa Marinha, 273 Cervejaria Pão Quente Avenida Avenida da Lamela, 519 Frutapão Rua Senhora do Carmo, 39 Café Sobreiral Rua de Sobreiral, 166 Lemenhe Café Costa Verde Aldeia No va Restaurante Fervenças Rua Papa João Paulo II Café Avenida R. P. Domingos A. Pereira Pastelaria Aromas de Canela R. Papa Joâo Paulo II, 790 Louro Café Central Tra vassos Bar do GD Louro Rua Martires do Ultramar Carfoto R. Padre Domingos J. Pereira, 1245 Taberna Ilha do Fogo Barradas Cafetaria e Posto Combustível Cepsa R P. Domingos J. Pereira Lousado Restaurante Linha Lugar do Souto Café Ribeiro Largo Conde da Covilhã, 67 Café Atalaia Rua do Carvalhinho, 503 Café Tae-Kwon-Do Loteamento Mabor, 52 Quiosque do Souto R. Cardeal Cerejeira

Rua 25 de Abril Azoria - P. de Combustiveis Av. Cidade Abreu & Lima, nº2 Pavilhão Riba d’Ave Parque das Tílias Papelaria Riscos e Rabiscos Av. Narciso Ferreira Café Bento R. Liberdade, 161 - R/C Ribeirão Quiosque Central Frente à Junta de Freguesia Mercado Azevedo Av. 3 de Julho Café Paris Compl. Hab. Bragadela, Loja 28 Café Desvio R. S. João de Deus, 51 Charly Pastelaria e Padaria Rua da Bragadela, nº3 Restaurante Colina do Ave Rua do Vau, 11 Bar do GD Ribeirao Campo do Passal Café Central Lugar do Outeiro Ruivães Livraria Pap. Campos Rua do Pereiró nº 68 Vinha Super - Combustíveis Lugar da Vinha Pimacom Av. Dr. Júlio Araújo, 410 Café Arco-Íris Rua Vasco da Gama, 209 JM Café Pastelaria Rua da Vinha Café Sede Ruivanense Rua do Pereiró Supermercado Rosa de Fátima Rua do Souto, 243 Café Juventude Rua Domingos Monteiro Pastelaria Pão do Monte Rua Domingos Monteiro Seide S. Paio Associação Juventude Alegre Largo Nossa Sra. Parto Café Snack-Bar Novo Milénio Edf. Agrinha, 879 Seide S. Miguel Café Snack-Bar Camiliano Largo Dona Plácido Café Popular Co vas

Outiz Papelaria Fernandes Av. Jorge Reis

Sezures Café do Monte R. Srª. Boa Viagem Café Mercearia Central Rua N. Srª Fátima

Pedome Café Centro Av. S. Pedro Café S. Cristovão Rua da Bemposta

Telhado Mercearia Barbosa Rua do Azideiro Posto Abast. Carneiro Araújo Avenida Principal

Portela Café Snack-Bar Nova Era Rua da Igreja

Vale S. Cosme Café Restaurante Veiga Av Tibães Talho S. Cosme Av. Tibães Junta de Freguesia Vale S. Cosme Rua da Igreja, 151 Café Pão Quente Lamela Doce R. Sr. dos Bons Caminhos, 644 Café Tulipa R. Conde Vale S. Cosme Pastelaria Miga Doce Avenida Central Café da Pedra Rua da Pedra Minimercado Outeiro Travessa do Monte

Pousada Saramagos Quiosque Pousada Avenida da Riopele Associação Família Benfiquista Rua de Espanha, nº 128 Papelaria Livraria Nove Av. do Cru zeiro, 171 Pap. Carlos Carvalho Av. Stª Justa Minimercado Primavera Travessa da Ponte Nova, 19 Requião Mini-Bazar da Portela Lugar da Portela Churrascaria Flores Av. S. Silvestre, 1954 Mini- Bazar S. Bento Lugar da Portela Talho Ribeirais Rua de Ribeirais Bar do Salão de Festas Lugar do Mosteiro Estação Serviço Portela Estrada 206 Riba d’ Ave Café Para Pedro Rua Joaquim Ferreira Café Latitude Trav. Camilo Cast. Branco Papelaria Maria Aurora Silva R. 25 de Abril - R/C - Dir Junta de Freg. de Riba d’Ave A. Tílias, nº 39 Café Central

Vale S. Martinho Auto – Mercado Minda Lugar do Outeiro Koppus Caffe Rua do Passo Vermoim Avelino Lomba Pimenta Junto à Capela Café Floresta Lugar da Floresta Supermercado Flor de Liz Rua de Penelas Café Breia Av. Breia de Cima, 90 Infor Bit Av. D. João XXI, 1820 Restaurante Romy Av. João XXI Café Zé Ringo Av. Monte dos Combros

Café FM Rua António Oli veira Costa Estação Serviço Esso Av. João XXI Vila Nova Famalicão Quiosque Avenida Centro Comercial Aro Kyosk Shop R. Lino José Ferreira. lj 236 Quiosque Abrigo Av. General Humberto Delgado Quiosque Moderno R. Adriano Pinto Basto, 156 Supermercado Lopes & Costa Rua Santo António Quiosque Abanca Av. Dr Carlos Bacelar Cior Escola Profissional R. Amélio Rey Colaço Papelaria S. Tomé Av. Barão da Trovisqueira, 7 Café Tostinhas Rua Mário Cesarini, Lj 6 Quiosque Sagres Parque da Ju ventude Bargauto Rua D. Sancho I Restaurante Lua Cheia Avª Barão Trovisqueira Fagricoop Rua Sr. da Agonia, 372 Casa Salora R. Vasconcelos e Castro Quiosque da Estação Estação CP Famalicão Papelaria Quinta do Vinhal R. P. Freitas reis, Ed. Vénus Lj 12 Quiosque Kalifa Av. Rebelo Mesquita Cartercombe - P. Abastecimento Rua S. João de Deus Tabacaria Sampaio Rua Narciso Ferreira Arriva Central Camionagem Salão de Jogos St Tropez Tras. Shopping Twon Casa Voga R. Adriano Pinto Basto Quiosque Hospital Junto ao Hospital Tabacaria Fernandes Rua Santo António Latino’s Bar Restaurante Av. do Brasil Vida Sã Rua Barão da Trovisqueira Tabacaria França Rua Ernesto Car valho A Mascotinha da Sorte Praça D. Maria II Bar Pavilhão Municipal Av de França Supermercado Bandeirinha Rua Cons. Santos Viegas, 162 Café Sousa Balaída - Mões Café Snack-Bar Luso Brasileira Av. 25 de Abril Café D. Sancho I Rua Augusto Corrreia Parque Estacionamento Sagres Rua Luís Barroso Casa Benfica de Fa malic ão Praça D. Maria II Papelaria Armanda Lima Rua Cons. Santos Viegas, 58 Quiosque E. Leclerc Hipermercado E. Leclerc Vilarinho Cambas Café Snack-Bar Barreiras Rua da Cumieira, 659 Pastelaria S. Paulo Rua da Roederstein 5 Junta Freguesia Vilarinho Rua da Saudade, 45 Café Castanhal Lugar de Castanhal Restaurante Martins Urbanização Navio - Lote 2 R/C Trofa Quiosque Desporto 2004 Rua D. Pedro V Quiosque do Pedro Rua Conde S. Bento Bazar Tina Rua Júlio Dinis Santo Tirso Pizzaria Snack-Bar Noddy Areias Pão Quente Areias Junto à igreja de Areias Viatodos P. Abastecimento Galp Viatodos


6

pública: 8 de Fevereiro de 2012

cidade

Citeve apresentou oferta formativa para 2012

Ciclista Tiago Machado visita AFPAD

O ciclista famalicense de Vale S. Martinho, Tiago Machado, visitou o Centro de Actividades Ocupacionais da Associação Famalicense de Prevenção e Apoio à Deficiência (AFPAD). A esta acção solidária juntou-se o entusiasmo dos utentes que quiseram tirar uma fotografia de grupo com o atleta. Ainda recentemente, Tiago Machado patrocinou uma prova solidária em Vale S. Martinho, com a receita das inscrições a reverter para a AFPAD. Desta vez, o ciclista fez uma vista pormenorizada às instalações da associação, em Famalicão, e inteirou-se dos aspectos fundamentais do quotidiano da insti-

Contribuir para a competitividade do Têxtil é o objectivo

tuição. Com Tiago Machado, veio um amigo e colega das andanças das provas de ciclismo que era portador de um donativo da Junta de Freguesia de Vale S. Martinho, destinado a apoiar os projectos da AFPAD para as pessoas portadoras de deficiência que a instituição acolhe. Refira-se que, recentemente, Tiago Machado, ao serviço da equipa RadioShacK – Nissan – Trek, participou na Austrália, no Tour Down Under, onde obteve o terceiro lugar. Nas próximas semanas e meses, o ciclista famalicense deverá participar na Volta ao Algarve e na Volta à Espanha. pub

O Centro Tecnológico das Indústrias Têxtil e do Vestuário (Citeve) apresentou, no passado dia 1 de Fevereiro, a oferta formativa para 2012 destinada aos quadros das empresas. O objectivo, segundo Augusto Lima, é “dotar os quadros técnicos de conhecimentos indispensáveis para uma cada vez maior competitividade do sector têxtil, indo ao encontro das necessidades das empresas do sector e da região, sem esquecer um cariz diferenciador e inovador face ao mercado da formação”. O responsável pela área de Formação do Citeve considera que “as empresas de hoje, para terem sucesso, terão de caminhar no sentido de elevarem os seus índices de competitividade, inovação e excelência”, pelo que a as ações agora propostas pelo Citeve foram concebidas tendo por base estes três pilares. Nesse sentido, destacam-se as ações de formação previstas ao nível da Gestão, Inovação e

Conhecimento, pois, entende Augusto Lima,“nos dias de hoje a diferenciação das empresas passa pela mobilização de competências no domínio do imaterial, pois são estas que podem alavancar o negócio. Para além da componente imaterial, o Citeve, em parceria com a AICEP, apresenta oferta no domínio da Internacionalização, nomeadamente ao nível dos mercados têxteis específicos com o objectivo de preparar profissionais para operarem como clientes, fornecedores, cooperantes ou competidores da nova realidade desses mercados. Outra área fundamental é a de “Processos”, pois “trata-se de arranjar as adequadas ferramentas, técnicas e metodologias de produtividade e redução de custos fundamentais à organização e gestão das empresas”, explica Augusto Lima. Também neste plano estão as áreas mais técnicas das empresas do sector, nomeadamente as que dizem res-

peito à Tecnologia Têxtil e aos Laboratórios. Outra área cada vez mais importante nas empresas do sector têxtil e do vestuário é a Moda, e a este respeito o Citeve vai apresentar uma oferta ao nível das Tendências de Moda. A oferta formativa para 2012 apresenta ainda como novidade a introdução de cursos em regime b-learning, defendendo Augusto Lima que “a formação à distância é cada vez mais um factor a ter em conta na perspetiva da aprendizagem ao longo da vida”. As acções de formação serão desenvolvidas maioritariamente em horário laboral, sete horas por dia, estando a informação actualizada de cada curso disponível no site do Citeve, na área Formação para Quadros. Os interessados poderão ainda contactar o secretariado do Departamento de Formação e Qualificação através dos telefones 252300 386/87 e do email: secretariado.formacao@citeve.pt.

Adrave sensibiliza para prevenção de riscos profissionais A Agência de Desenvolvimento Regional (Adrave) e a Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) vão desenvolver um seminário técnico subordinado ao tema “Factores de Risco Psicossociais no Trabalho (Stress/Violência/Assédio)”, no dia 16 de Fevereiro, na Casa das Artes de Famalicão. Os trabalhos iniciam às 10 horas e decorrerão ao longo de todo o dia, com o objectivo de informar a comunidade regional e apoiar o tecido empresarial na prevenção de riscos profissionais. A sessão terá a participação

de oradores com competências e experiência profissional na área, entre os quais o coordenador executivo para a Promoção da Segurança e Saúde no Trabalho da ACT, Filipe do Nascimento Lopes, e a presidente da Comissão para a Igualdade no Trabalho e no Emprego, Sandra Ribeiro. Em concreto serão abordados durante o seminário temas como: riscos emergentes na segurança e saúde no trabalho; álcool e drogas em meio laboral; burn out ou o desgaste total em meio laboral; coesão grupal e violência no trabalho; e assédio em meio la-

boral. Desta forma pretende-se sensibilizar e prevenir para os riscos no trabalho junto da sociedade, ajudando os trabalhadores e empregadores a avaliar os riscos inerentes ao seu local de trabalho e apostando na prevenção. O seminário como destinatários câmaras municipais, empresas privadas e públicas, IPSS, trabalhadores, gestores, quadros técnicos e formandos/formadores da área. A entrada é livre, mas necessita de inscrição prévia através do telefone 252302600 ou do email seminarios@adrave.pt.


pública: 8 de Fevereiro de 2012 7

cidade

Centros Novas Oportunidades do Ave reuniram-se em Famalicão

Futuro dos CNO pode passar pelos jovens Cristina Azevedo* É preciso continuar a valorizar a aprendizagem ao longo da vida. Mas também é necessário orientar os jovens nas suas saídas profissionais e esta pode ser uma oportunidade para os Centros Novas Oportunidades, cujo futuro é cada vez mais incerto. Estas foram algumas das ideias defendidas, a semana passada, no 3º encontro dos Centros Novas Oportunidades (CNO) do Vale do Ave, que decorreu na Casa das Artes de Famalicão. O encontro foi promovido pelo Fórum Centro Novas Oportunidades do Vale do Ave, que reúne 24 CNO dos concelhos de Famalicão Guimarães, Fafe, Santo Tirso, Trofa, Vizela, Póvoa de Lanhoso e Cabeceiras de Basto. O objectivo foi reflectir sobre o trabalho realizado mas também debater o futuro, numa altura em que se colocam dúvidas à continuidade do programa Novas Oportunidades. Aliás, no mesmo dia em que se realizou o encontro, terça-feira da semana passada, o Governo anunciava o fecho de mais 129 CNO no país, mantendo até Agosto apenas 301 dos 430 centros existentes, para garantir aos formandos a conclusão dos seus processos de certificação. Augusto Lima, membro da Comissão Executiva do Fórum Centros Novas Oportunidades do Vale do Ave, reconhece que o programa teve falhas, mas também sublinha que é preciso não deixar cair as virtudes. “Aquilo que estava pensado era um trabalho sério e exigente, numa perspectiva de que as pessoas que ao longo da sua vida não tiveram oportunidade de valorizar as suas competências, pudessem agora reconhecê-las”, afirmou Augusto Lima à comunicação social, no final do encontro. E, embora admita que “isso foi de alguma forma banalizado, fruto das exigências que nos

Na edição do passado dia 1 de Fevereiro, o OPINIÃO PÚBLICA, na notícia da tomada de posse do director da Escola Secundária D. Sancho I, referiu-se à presidente do Conselho Geral como sendo Maria Lurdes Andrade, quando de facto a presidente deste órgão chama-se Maria Luísa Andrade. À visada e aos leitores fica o nosso sincero pedido de desculpas.

Clube Automóvel Antigo de Famalicão participa em passeio a Amares Seminário reuniu responsáveis pelos CNO do Vale do Ave

impuseram e da pressão que nos fizeram relativamente às questões das estatísticas”, o responsável vinca que “muita coisa positiva foi feita, ao longo deste tempo, pelos Centos Novas Oportunidades”. Por isso, defende que, “agora que o país está a repensar a estratégia de formação de adultos e de aprendizagem ao longo da vida”, não se deve “deitar tudo fora”. Este foi, de resto, um dos pontos mais vincados no seminário, tendo os participantes concluído que é preciso continuar a apostar na aprendizagem ao longo da vida e, sobretudo, em algo que pode ser uma

nova oportunidade para os CNO: a orientação ao longo da vida e a orientação dirigida aos jovens. “Não há ninguém que acompanhe os jovens desde o 9º ano até às suas saídas profissionais; que os acompanhe, que os oriente, que lhes defina um projecto e que depois os possa integrar no ensino profissional, no mercado de trabalho ou até em questões de empreendedorismo como a criação do próprio negócio”, aponta Augusto Lima, considerando que esta pode ser uma solução para o futuro dos CNO. *com José Clemente

Inscrições decorrem até 29 de Fevereiro

Câmara lança concurso de fotografia para promover património industrial Até ao próximo dia 29 de Fevereiro, estão abertas as inscrições para o concurso de fotografia “Turismo Industrial”, promovido pela Câmara Municipal de Famalicão, através do Museu da Indústria Têxtil da Bacia do Ave. O concurso, promovido em colaboração com a associação famalicense Artes de Movimento, tem como objetivo promover e divulgar o património industrial da região, através da arte fotográfica, e ainda desafiar a comunidade para a descoberta de espaços históricos no

Culpas & Desculpas

concelho, incentivando a recolha de fotografias originais. O primeiro prémio tem o valor de 400 euros, o segundo de 300 euros e o terceiro de 200 euros. O júri poderá ainda decidir atribuir menções honrosas. O concurso culmina com uma exposição dos trabalhos selecionados e premiados no Museu da Indústria Têxtil, cuja abertura marcará as celebrações do Dia Internacional dos Museus, a 18 de Maio. A inscrição tem um custo de cinco euros e pode ser efetuada

no Museu da Industria Têxtil, no Posto de Turismo de Famalicão ou na Casa da Cultura. Todas as informações estão disponíveis no site www.museudaindustriatextil.org. A data limite de entrega dos trabalhos a concurso é até 15 de abril de 2012. De acordo com as regras do concurso, os trabalhos apresentados deverão ser originais e inéditos. Cada concorrente poderá apresentar, no máximo, três fotografias, acompanhadas de um breve texto, de cinco linhas (no má-

ximo), que explique a obra. Os originais que não correspondam ao tema do Concurso, ou que retratem elementos do património industrial de fora da área dos municípios da Bacia do Ave (Vieira do Minho, Póvoa de Lanhoso, Guimarães, Vizela, Famalicão, Santo Tirso, Trofa e Vila do Conde), não serão considerados. Os trabalhos deverão ser apresentados em papel fotográfico, a cores e/ou preto e branco, com um formato mínimo de 20x25 cm e máximo de 30x40 cm.

O Clube Automóvel Antigo e Clássico de Famalicão vai participar no Passeio de Carnaval a Amares, no próximo dia 18 de Fevereiro, organizado pelo CLAC e que incluiu uma visita à 10º edição do Festival das Papas de Sarrabulho. As inscrições podem ser feitas até à próxima sextafeira, dia 10.

BV Famalicenses promovem recepção a novos bombeiros A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários Famalicenses promove no próximo sábado, dia 11, pelas 14h30, uma cerimónia de recepção aos novos bombeiros que terminaram agora a sua formação inicial, que inclui a passagem de testemunho e a entrega de capacetes. Na mesma sessão serão ainda apresentados o site da associação e o novo número de telefone para emergência. A cerimónia termina com uma demonstração do material de desencarceramento da corporação. pub.


8

pública: 8 de Fevereiro de 2012

freguesias

Parceria entre a escola Forave e o Lago Discount

Centro Escolar de Joane inaugurou biblioteca

O Centro Escolar de Joane inaugurou, no passado dia 31 de Janeiro, a sua Biblioteca com o lançamento do livro “Magalhães nos Olhos de um Menino” do escritor português Alexandre Parafita e da pedagoga brasileira Simone de Fátima Gonçalves. Participaram no evento várias centenas de crianças, bem como professores e encarregados de educação. Intervieram na sessão o director do Agrupamento de Escolas Bernardino Machado, Alfredo Lima; o coordenador do Centro Escolar

de Joane, Manuel Oliveira, e os autores. As crianças apresentaram os seus trabalhos em torno da figura central do livro, o navegador Fernão de Magalhães, ficando claro, para muitas delas, que Magalhães, afinal, não é apenas o nome de um computador, mas também uma figura marcante da nossa história, que, com a sua coragem, aventuras e actos heróicos, há cinco séculos atrás abriu pelos mares adentro o caminho para uma “aldeia global”. A obra “Magalhães nos

Novos projectos na Incubadora de Empresas

Olhos de um Menino”, publicada pela Plátano Editora com ilustrações de Rui Pedro Lourenço, é uma história repleta de aventuras, tormentos e mistérios, dominada pela visão inquietante de sereias, gigantes e monstros marinhos que fazem parte do imaginário nacional em torno dos Descobrimentos. Mas é, ao mesmo tempo, a história do Homem que provou não haver um fim para o mar e mostrou ao mundo que, quando os sonhos são infinitos, nem a lei da morte os pode travar.

A Incubadora de Empresa localiza-se no Lago Discount

“Carinho”, “Fábrica dos Criadores” e “Lago Conta” são os três mais recentes projectos sediados na incubadora de empresas “Start Business”, resultado de uma parceria entre o Lago Discount e a escola profissional Forave. A incubadora funciona naquele espaço comercial, em Ribeirão, e está a levar à criação de novas empresas, que apostam em áreas de negócio ainda pouco exploradas em Portugal, nomeadamente os serviços ao domicílio para idosos e a comunicação low-cost para juntas de freguesia. Carla Martins, fundadora da “Carinho”, empresa especializada em serviços ao domicílio para idosos, é o exemplo de alguém que, em anterior situação de desemprego, descobriu nas lacunas existentes no mercado nacional uma excelente oportunidade de negócio. Numa região em que a população está altamente envelhecida e apresenta graves carências a nível material e humano, a “Carinho” vem oferecer um conjunto de serviços personalizados a baixo custo. Os apoios a nível de arrendamento, a centralidade, os acessos, a segurança e o estacionamento, foram as razões que levaram Carla Martins a optar pela abertura da “Carinho” na “Star Business, no Lago Discout. A “Fábrica dos Criadores” é outro dos novos inquilinos da incubadora de Famalicão. Esta empresa dedicada à criação e gestão de sites na internet é a responsável por dois portais online com forte representatividade a nível nacional: o “Ciberjunta”, um portal com informação diária sobre as juntas de freguesia do país, que oferece serviços de comunicação a preços low-cost; e o

José Tedim fala do Barroco no Externato Delfim Ferreira

José Manuel Tedim, vice-reitor da Universidade Portucalense, no âmbito da disciplina de História da Cultura e das Artes, proferiu, em inícios de Fevereiro, uma palestra sobre o “Barroco”, no Externato Delfim Ferreira, de Riba d’Ave. José Manuel Tedim é um dos maiores estudiosos da história da arte portuguesa, nomeadamente, da arte barroca em Portugal, durante o reinado de D. João V. Na palestra, estiveram presentes os alunos do ensino secundário que ouviram com interesse o professor que abordou

questões relacionadas com o Barroco. O palestrante criou uma grande proximidade com o público, envolvendo-o mesmo no seu discurso. Apresentou também as mais marcantes obras barrocas nos campos da pintura, escultura e arquitectura em Itália, Espanha, França e Portugal. Segundo o Externato, a iniciativa teve como objetivo, não só alongar os horizontes culturais dos alunos, como sensibilizar para a importância do estudo, conhecimento e prevenção do Património Cultural.

“PtJornal”, com conteúdos noticiosos da atualidade nacional e internacional, gerida por escritores, jornalistas, colunistas e outros parceiros. Actualmente o “Ciberjunta” é responsável pela comunicação de mais de 30 Juntas de freguesia das várias regiões do país. Deste conjunto de novas empresas a iniciar atividade em 2012 faz também parte a “Lago Conta”, empresa especializada em serviços de contabilidade e consultoria financeira. Aconselhamento e apoio económico-financeiro, processamento de salários, processamento de candidaturas a eventuais apoios e formação On-job fazem parte do leque de serviços disponibilizados. Na segunda fase de crescimento da “Start Businesse”, agendada este mês, está prevista a instalação de outras projetos: a “LV Eventos”, especializada na organização e animação de eventos: a “Tecnoave”, empresa de serviços de suporte técnico e comercialização de componentes informáticos, soluções multimédia, sistemas de gestão de filas e soluções de retalho; e a Aroma Corporal, uma perfumaria com serviço de estética, beleza e bem-estar. Está ainda previsto o lançamento de um novo projeto de “Coworking”, destinado a recém-licenciados de várias áreas, a micro-empresas e a profissionais independentes. Esta iniciativa envolve a criação de um espaço partilhado, onde profissionais de diferentes áreas possam trabalhar em simultâneo com o objetivo de trocarem conhecimentos, mantendo, no entanto, um ritmo de trabalho independente.

pub

Coligação congratula-se com obras de saneamento em Santa Eulália Os eleitos da Coligação PSD/CDS de Arnoso Santa Eulália vieram esta semana, a público, congratular-se com as obras de ligação à conduta do saneamento que era lançado directamente ao Rio Este, junto à Ponte da Minhoteira. Em comunicado à imprensa, os eleitos da Coligação começam por dizer que “há já algum tempo que vinham, junto

da Câmara Municipal, a reivindicar a ligação da conduta do saneamento que era lançado directamente ao Rio Este”, manifestando o seu “agrado e satisfação” por verem que “estas reivindicações foram ouvidas, pela Câmara Municipal” com o início das obras a semana passada. Entendem ainda os eleitos que, desta forma, termina “aquele que era

um autêntico atentado ambiental e um problema que há muito vinha a incomodar não só aqueles que ali próximo vivem, como toda a população em geral”. Para os eleitos da Coligação este é também “um bom exemplo de como as oposições podem ter um papel importante na ajuda da resolução de problemas que afectam as populações”.


pública: 8 de Fevereiro de 2012 9

freguesias

Assunto foi debatido no Parlamento a semana passada

Deputados pedem decisão para extensão de saúde de S. Cosme Cristina Azevedo Deputados da Assembleia da República (AR) pediram, a semana passada, ao Governo que tome uma decisão sobre o futuro da Extensão de Saúde de Vale S. Cosme, considerando legitimas as preocupações e reivindicações apresentadas pelos utentes desta unidade. Na passada quinta-feira, a AR debateu, em plenário, uma petição apresentada pela Comissão de Utentes da Extensão de Saúde de Vale S. Cosme, subscrita por cerca de 5.000 utentes da unidade que abrange as freguesias de Portela, Telhado, Vale S. Cosme, Cruz e parte de Vale S. Martinho. Em funcionamento há já várias décadas, o estado de conservação do edifício tem vindo a degradarse ao longo dos últimos anos, não obstante as tentativas de autorização de realização de obras de beneficiação propostas pela Junta de Freguesia de S. Cosme. Por isso, na petição os utentes reivindicam a construção e uma nova unidade de saúde, “em área geograficamente central ao conjunto de freguesias do Vale do Pelhe” e, até lá, a manutenção da extensão de S. Cosme realizando obras de beneficiação para o efeito. A petição defende ainda “a não redução dos horários de funcionamento e a não transferência de quaisquer serviços médi-

Cerca de uma centena de utentes foram à Assembleia da República assistir ao debate

cos ou de enfermagem”. No debate, a que assistiram cerca de 100 utentes nas galerias da AR, intervieram deputados das cinco forças políticas representadas no Parlamento. O primeiro a falar foi o deputado famalicense do PSD, Jorge Paulo Oliveira, que saudou a iniciativa da Comissão de Utentes. Alertou, contudo, que dado os constrangimento financeiros e económi-

cos que o país atravessa, o Governo “terá forçosamente que racionalizar recursos, controlar despesas e reorganizar a rede de cuidados de saúde primários” e que isso poderá significar “centralizar, deslocalizar, escolher, decidir”. E segundo o deputado, é isso que o PSD pede ao Governo: que decida e que “decida com rapidez”, considerando que “o assunto de Vale S. Cosme há muito

se vem protelando no tempo”. Na mesma linha foi o debutado do CDS/PP, Altino Bessa, eleito pelo distrito de Braga, que defendeu que se encontre uma solução que “minimize os impactos que, por vezes estas medidas têm”, a “bem das populações do Vale do Pelhe”. Já do lado dos partidos da oposição, não faltaram críticas ao Go-

verno. Agostinho Lopes, do PCP, afirmou que as reclamações dos utentes “não tiveram nem têm a resposta devida pelo anterior e actual titular do Ministério da Saúde”, desejando que do debate resultasse a garantia “de diálogo a sério com a Comissão de Utentes e a Junta de Freguesia”. Por seu lado, João Semedo, do BE, disse também esperar “que se decida, mas que se decida a favor e não contra os peticionários”. A palavra final coube ao PS, por intermédio do deputado famalicense Nuno Sá, que desafiou Jorge Paulo Oliveira e Altino Bessa “a concretizar em acções aquilo que disseram” na AR. “Não há constrangimentos orçamentais nenhuns, porque muitas das propostas não implicam quaisquer custos acrescidos para o Governo: são oferecidos terrenos e há mecenas dispostos a financiar a construção do novo edifício”, continuou o deputado, concluindo que “o que falta é vontade política”. Terminado o debate Ana Borges, da Comissão de Utentes, disse ao OP esperar que esta iniciativa surta algum efeito junto da Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte, no sentido de tomarem uma decisão, lembrando que “esta situação já se arrasta há alguns anos, com as condições sempre a degradar-se”. pub


10

pública: 8 de Fevereiro de 2o12

Assembleia Geral da Associação Desportiva Carril ASSEMBLEIA GERAL Manuel Ângelo Pereira Carneiro, presidente da assembleia geral da Associação Desportiva Carril, ao abrigo dos estatutos desta associação,convoca todos associados a reunir em assembleia geral na sede desta associação dia 12 de Fevereiro pelas 10:30 horas.

Com a seguinte ordem de trabalhos: Ponto 1- Apresentação e aprovação do relatório de contas 2010/2011 Ponto 2- Assuntos de interesse da associação. O Presidente da Assembleia Geral Manuel Ângelo Pereira Carneiro

publicidade

Transportes De Mercadorias

- Efectuamos Mudanças - Fazemos Distribuição de publicidade ALVARÁ N.º 14030/2007 Tlm. 968 380 719 - 916 938 215 E-mail: franciscopinto_@hotmail.com

AQUECIMENTO (O MAIS ECONÓMICO) Ar Condicionado/Bomba de Calor SUPERCLIMA, LDA 20 ANOS DE ACTIVIDADE ORÇAMENTOS Telem. 917 337 391

PROCURO TRABALHO COMO ELECTRICISTA DISPONIBILIDADE IMEDIATA.

CONTACTO 966 166 810

Cuidademim – Instituição Para a Solidariedade Recreio e Cultura Convocatória Nos termos do disposto no art. 29º dos Estatutos da Associação “CUIDADEMIM-INSTITUIÇÃO PARA A SOLIDARIEDADE RECREIO E CULTURA”, são convocados todos os associados para uma reunião de Assembleia Geral extraordinária a realizar no Centro de lazer da Instituição, sito na Avenida Nova, Edifício Central, Loja nº7, no próximo dia 23 de Fevereiro, pelas 20 horas e 30 minutos, com a seguinte ORDEM DE TRABALHOS 1- Apresentação do Relatório e Contas. 2- Discussão e decisão sobre o futuro da associação. OBS: Se à hora marcada não estiverem presentes mais de metade dos associados com direito a voto, a Assembleia funcionará uma hora depois com qualquer número de associados presentes, nos termos do disposto no art. 31º, nº1. Delães, 02 de Fevereiro de 2012. Presidente da Comissão Instaladora, Fernando Machado

Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários Convocatória Nos temos dos artigos 21º, 23º dos Estatutos da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Vila Nova de Famalicão, convoco a Assembleia Geral Ordinária, para o dia 4 de Março, pelas 9:30 horas, na sede desta Associação, sita na Avenida Rebelo Mesquita nº 136, em Vila Nova de Famalicão, com a seguinte ordem de trabalhos: 1- Apreciação, Discussão e Aprovação do Relatório e Contas da Gerência e respectivo Parecer do Conselho Fiscal, relativos ao ano de 2011; 2-Outros assuntos de interesse para a Associação. Nos termos do parágrafo 1º do Artigo 23. dos Estatutos se declara que, se à hora marcada, não estiver presente a maioria dos sócios, esta reunirá em segunda convocatória com qualquer número, meia hora depois. Vila Nova de Famalicão 07 de fevereiro de 2012

O Presidente da Assembleia Geral Dr. Fernando Ribeiro Moniz

Amigos da Freguesia Oliveira Santa Maria Torneio de Sueca Todos os sábados a partir de 11 Fevereiro, ás 15h00 Tasca da pista de motocross de oliveira Stª.Maria. 1º Prémio – 2 Leitões 2º Prémio – 2 Presuntos 3º Prémio – 2 Garrafas de Whisky 4º Prémio – 2 Garrafas de Vinho Porto Inscrição – 5 cartas Junto funcionará um serviço de bar com bons vinhos e bons petiscos. Comparece e traz um parceiro

TRESPASSA-SE CAFÉ Em Famalicão, Com grande esplanada, Todo equipado e em funcionamento

Tel: 917 037 527

TRESPASSA-SE CAFÉ Nos arredores de Famalicão Telef. 252 375 198


pública: 8 de Fevereiro de 2012 11

freguesias

O objectivo é preservar os edifícios e apoiar as associações

Câmara cede antigas escolas às juntas de freguesia Cristina Azevedo A Câmara Municipal de Famalicão vai ceder 17 antigas escolas primárias a juntas de freguesia e a instituições do concelho. A deliberação foi tomada, por unanimidade, em reunião do executivo camarário, realizada na semana passada. No total, a autarquia vai ceder, em regime de comodato, o direito de superfície de 17 edifícios de escolas primárias que ficaram devolutos em várias freguesias do concelho. É o caso dos estabelecimentos de ensino de Joane e Ribeirão, que fecharam com a construção dos novos centros escolares. Assim, das cinco escolas que existiam em Joane, três vão ser cedidas à Junta de Freguesia (EB1 Giestais, EB1 Mato da Senra e Jardim-de-Infância de Montilhão), uma à ACIP (EB1 Cima de Pelhe) e outra à paróquia (EB1 da Avenida). Em Ribeirão, a Junta de Freguesia vai ter o direito de superfície sobre a EB1 de Santana (cima) e EB1 de Portela, enquanto a paróquia ficará com a EB1 Santana (baixo). Os restantes edifícios serão cedidos a juntas de freguesia, concretamente às de Arnoso Santa Maria (EB1 de Outeiro), Cabeçudos (EB1 da Igreja), Fradelos (EB1 de Outeiro do Sino e Jardimde Infância de Sapugal), Mouquim (EB1 de Pego), Novais, Seide S. Paio, Sezures e Vale S. Cosme. Em declarações ao OP, Leonel Rocha, vereador da Educação, disse que com esta medida a autarquia tem dois objectivos principais: preservar os edifícios, “quer na sua identidade, quer na

sua robustez física”, e proporcionar espaços à sociedade civil, nomeadamente às associações para poderem exercer a sua actividade. De resto, o responsável salienta que estas escolas são, praticamente todas, para estarem ao serviço das associações ou de actividades promovidas por elas. “Mesmo quando são entregues às Juntas de Freguesia, sãono com esse objectivo, sendo que fica a autarquia a gerir”, vinca. A proposta foi aprovada por unanimidade, apesar de os vereadores do Partido Socialista terem apresentado, recentemente, uma proposta para que a Câmara elaborasse um regulamento para o uso a dar a estes edifícios. Contudo, essa ideia acabou por ser abandonada tendo em conta que as escolas continuam a pertencer ao município. “Nós apenas permitimos a cedência do espaço durante alguns anos, com possibilidade de renovar automaticamente”, explica Leonel Rocha, adiantando que “caso se verifique que não está a ser bem utilizado, a Câmara pode retomar o espaço”. Além disso, as juntas de freguesia estão a elaborar a suas próprias regras de funcionamento, principalmente quando o edifício é para ceder a várias instituições, como acontece em alguns casos. “Aí é necessário fazer uma espécie de gestão do condomínio em que a junta de freguesia é exactamente esse gestor, ficando, inclusive, encarregue do pagamento da luz e da água, o que acaba por ser também mais uma forma de ajuda às associações”, conclui Leonel Rocha.

Janeiras animaram Centro Social de Brufe Cumprindo uma velha tradição, as portas do Centro Social e Paroquial de S. Martinho de Brufe abriram-se, durante o mês de Janeiro, aos cânticos das “Janeiras”. Os mais pequenos vieram do Eiral, o jardim-deinfância de Brufe, e os mais crescidos do centro da cidade, concretamente da escola EB 2,3 Júlio Brandão. Já os adultos chegaram do Clube de Poesia da Associação de Comerciantes e Industriais de Barcelos. Todos os encontros foram bastante animados e participativos, proporcionado aos utentes do centro reviver esta tradição mi-

nhota. Os mais novos contactaram com usos e costumes an-

cestrais e os mais velhos emocionaram-se e cantarolaram.

Engenho e DECO ensinam a poupar A Engenho – Associação de Desenvolvimento Local do Vale do Este, no âmbito do Serviço de Atendimento e Acompanhamento Social, realizou no passado dia 26 de Janeiro uma sessão informativa subordinada ao tema “Gerir e Poupar – Faça Contas à Vida”, dirigida a utentes do referido serviço. A sessão foi dinamizada pela Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor (DECO), em parceria com a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, no âmbito da Campanha de Literacia Financeira. A iniciativa contou com a presença de cerca de 60 pessoas e teve como objectivo prestar informação sobre os serviços financeiros, os cuidados a ter aquando da sua aquisição bem como da importância da gestão do orçamento e a poupança. Os participantes foram informados e consciencializados para a importância de uma boa gestão das finanças pessoais a par da ne-

cessidade de adquirir novos hábitos no que diz respeito a planificação e gestão dos gastos em função dos rendimentos mensais, elaboração adequada do orçamento familiar e prevenção de situações de endividamento.

A técnica da DECO, Liliana Vale Rio, explicou ainda aos participantes em que situações devem dirigir-se ao Gabinete de Apoio ao Sobre-endividado da associação e como podem usufruir deste serviço.

pub


pública: 8 de Fevereiro de 2o12

12 pub

Habcarpintaria assinala 1º aniversário Habcarpintaria, Lda. soleniza o seu primeiro aniversário, dando continuidade para com a sua antiga denominação António Mendes Sampaio que laborou durante 24 anos. A composição para a nova denominação advém do nome dos sócios gerentes, Hugo, André e Bruno, filhos de António Mendes Sampaio, sócio maioritário. Mantendo as mesmas instalações em Delães, na Avenida das Lameiras n.º 40, não deixou de evoluir em termos mecânicos, fazendo parte desse progresso a inscrição no Instituto da Construção e do Imobiliário. Posicionada no sector das transformações da madeira e seus derivados, especificamente na área da carpintaria, a Habcarpintaria executa caixilharias interiores, com ou sem acabamento em verniz, mobiliário de cozinha em termolaminado, lacado e ou contraplacados, mobiliário de casa-de-banho e estruturas em vigas lameladas, área em que a empresa tem vindo a distinguir-se, realizando serviços no norte e centro do país. A Habcarpintaria, Lda. presta serviços de qualidade, com base na inovação, não esquecendo as responsabilidades social e ambiental. A empresa possui um quadro de recursos humanos diferenciado, composto por técnicos qualificados na área da madeira, mobiliário e na decoração. Tudo a pensar na satisfação e necessidades dos clientes.

Cervejaria Pizzaria Campas com muitas novidades em Fevereiro

freguesias

Junta de Castelões entrega livro didáctico a alunos do 4º ano A Junta de Castelões entregou, no passado dia 31 de Janeiro, 22 livros do projecto “Ver de Ver a Diferença!” aos alunos de 4º ano da escola primária da freguesia, sendo a primeira autarquia do concelho a oferecer este livro às crianças. “Ver de Ver a diferença!” é um livro para crianças, feito por crianças e surge com o culminar projecto “Diminuição de diferenças: construção de conhecimento pela partilha e vivência”, desenvolvido pelos alunos do 4º ano (turma 13) do Centro Escolar Luís de Camões, pelos alunos com Currículo Específico Individual de 2.º ciclo da EB 2,3 de Júlio Brandão e pelas professoras Zélia Gonçalves e Rosário Ferreira, no âmbito da disciplina de Formação Cívica. Agora, a Escola do 1º Ciclo de Castelões, sob a tutela da professora Natália Macieira, do 4º ano, irá trabalhar o livro, em Formação Cívica, onde os alunos serão capazes de interagir e aprender a conviver no processo de

conhecer, compreender, analisar, deduzir, criticar e sintetizar as diferentes Necessidades Educativas Especiais. Na cerimónia de entrega do livro, que contou com a presença de uma das autoras, o presidente da Junta de Castelões, Francisco Sá explicou que

“os alunos participarão em debates e jogos, respeitando as regras do debate democrático e aprendendo a respeitar os colegas, independentemente de diferenças de capacidade ou de género”. E concluiu: “Este livro será sem dúvida uma mais-valia para o 4º ano”.

Cavalões recebe visita pastoral de D. Manuel Linda A paróquia de Cavalões prepara-se para receber a partir de amanhã, dia 9, e até ao próximo sábado, dia 11, a visita do bispo auxiliar D. Manuel Linda. O programa da deslocação pastoral está a envolver todos os movimentos da paróquia e arranca esta quinta-feira com a visita às escolas. Depois haverá uma eucaristia na Capela de S. Gonçalo, com a celebração do Sacramento da Santa Unção. Ainda nesse dia, pelas 21 horas, haverá na igreja paroquial uma Assembleia Paroquial para os elementos

do Conselho Pastoral, movimentos da paróquia e paroquianos que queiram participar. No sábado, das 10h30 às 11h30, na igreja paroquial, haverá celebração do sacramento da Reconciliação. Depois, pelas 17h30, a sessão de boas vindas da comunidade a D. Manuel Linda, seguindo-se a eucaristia, com a celebração do sacramento da Confirmação dos adolescentes do 10º ano da catequese e dos adultos que fizeram a sua inscrição.

Didáxis assina protocolo com Agrupamento de Pedome A Cooperativa de Ensino Didáxis e o Agrupamento de Escolas de Pedome assinam, esta quintafeira, dia 9, um protocolo de parceria pedagógica, que permite que os alunos do 1º ciclo das freguesias de Oliveira S. Mateus, Novais, Carreira, Bairro e Delães

façam a sequencialidade educativa na Didáxis. A assinatura do protocolo está marcada para as 18 horas, na Didáxis de Riba d’Ave e contará com as intervenções do presidente da direcção da Cooperativa, José Fernandes; da

presidente da direcção pedagógica da escola de Riba d’Ave, Irene Alferes; do director do Agrupamento de Pedome, Fernando Lopes; do vereador da Educação, Leonel Rocha, e da directora regional adjunta da DREN, Isabel Cruz.

Inscrições para noite de fado em Calendário O salão do Centro Social, Cultural e Recreativo de S. Miguel-o-Anjo volta a ser palco de uma “Noite de Fado” com ceia regional, no próximo dia 10 de Março. Participam os fadistas Luísa Vilas Boas, Alzira Afonso, Costa Marinho e Joaquim Macedo. As reservas podem ser feitas até ao dia 4 de Março, junto de Arlindo Mesquita pelo telemóvel 963684711. Cervejaria Pizzaria Campas em Landim está a preparar o mês de Fevereiro, apresentando muitas surpresas aos seus clientes. No Dia dos Namorados, dia 14 de Janeiro, pode jantar por apenas 7euros por pessoa com dois pratos à escolha num ambiente bem romântico e ainda com a oferta de uma rosa por casal. Fevereiro é também mês de Carnaval, por isso ao melhor mascarado que visitar a Cervejaria Pizzaria Campas, será oferecido um jantar. Já sabe, este mês de Fevereiro não deixe de visitar a Cervejaria Pizzaria Campas, na freguesia de Landim. Aproveite e experimente o fantástico serviço à lista, snack-bar, pizzas e kebbas.

Exposição de instrumentos musicais na EBI de Pedome “O Som da Nossa Vida” foi o título de uma exposição de instrumentos musicais que se realizou na escola EBI de Pedome. Os instrumentos foram construídos pelos alunos das quatro turmas de 8.º ano com diversos materiais sonoros, no âmbito da articulação curricular entre as disciplinas de música e ciências físico-químicas. A exposição incluiu instrumentos musicais de diferentes culturas musicais e de diversas famílias tímbricas como ideofones, membranofones, aerofones e cordofones, sendo observável bastante qualidade, empenho e satisfação na construção de muitos trabalhos. Os instrumentos foram alvo de avaliação. O primeiro classificado foi Tiago Cardoso, do 8.ºB; o segundo foi Pedro Cepeda, do 8.ºB, e em terceiro lugar classificou-se Joana Mirra, do 8.ºD.


freguesias

Escola de Riba d’Ave envolvida em mais um projecto europeu

Didáxis acolhe jovens alemães em estágios profissionais A Didáxis recebeu na escola de Riba d’Ave uma equipa de 10 formandos alemães, acompanhados por dois formadores, oriundos de Estugarda, para estagiar durante quatro semanas em empresas do concelho de Famalicão. No âmbito dos estágios profissionais “Youth4Move”, os jovens alemães irão realizar uma formação em contexto de trabalho nas áreas de restauração, estética, design de moda e pronto-avestir, mecânica, informática e desporto, nas empresas José A. M. Carvalho & C.ª Lda, Restaurante Tosco, Mª José Abreu – Cabeleireiro e Estética Lda, Mª Elisa Lopes Machado, Autaves, Manuel Augusto Ferreira Pinheiro e também na Didáxis. Durante as primeiras duas semanas, os jovens alemães ficarão em famílias de acolhimento, num ambiente familiar que lhes proporcionará vivenciar um pouco da cultura, tradições e gastronomia portuguesas. Nas últimas duas semanas, ficarão alojados em Guimarães, a actual Capital Europeia da Cultura, onde terão seguramente a oportunidade de “viver” o espírito de festividade e de cultura vimaranenses. Para além de Guimarães, já estão agendadas outras visitas culturais ao

pública: 8 de Fevereiro de 2012 13

Inscrições para danças de salão em Ruivães Estão abertas as inscrições para uma nova turma de danças de salão na freguesia de Ruivães. Os interessados poderão aprender a dançar Chá-Chá-Chá, Valsa, Samba, Rumba, Kuduro, entre outras. As inscrições podem ser feitas na secretaria da Junta de Freguesia, na hora de expediente.

Redes Sociais em debate da EBI de Arnoso O Curso de Educação e Formação (CEF) de Eletricista de Instalações, em articulação com a Biblioteca da EBI de Arnoso Santa Maria, no âmbito do Dia da Internet Segura realizará na próxima sexta-feira, dia 10, pelas 21 horas, uma palestra sobre Redes Sociais. O orador convidado é Tito de Morais, responsável pelo projeto “Miúdos Seguros na Net”. A entrada é gratuita e no final da palestra haverá um lanche convívio. O grupo alemão que foi acolhido na Didáxis

Porto e a Braga (Cidade Europeia da Juventude), bem como a participação em outras festividades tão pitorescas da cultura do concelho famalicense, como é o caso do Carnaval. Irene Alferes, presidente da Direção Pedagógica da Didáxis de Riba d’Ave, espera que no final da estadia e depois de concluídos os estágios profissionais com sucesso, “o grupo ale-

mão leve as boas práticas que certamente irão apreender entre nós para outros locais de trabalho no seu país de origem”, desejando ainda que “venham a desfrutar da beleza do nosso país e participar nas nossas tradições, aproveitado o acolhimento já tão sobejamente conhecido dos portugueses e, em particular desta região do Minho”.

Dádiva de sangue em Ribeirão No próximo domingo, dia 12, a Associação de Dadores de Sangue de Famalicão promove uma “Colheita de Sangue” na sede da Junta da Freguesia de Ribeirão, com o apoio da Cruz Vermelha desta localidade e aberta à população em geral. A recolha será realizada entre as 9h00 e as 12h30 pelo Instituto Português do Sangue do Porto.

Escuteiros de Avidos promovem feira das sopinhas O Agrupamento de Escuteiros de Avidos realiza, no próximo sábado, dia 11, a terceira edição da “Feira das Sopinhas”, no Centro Social e Paroquial de Avidos, com início às 19h30. A entrada no espaço terá um custo simbólico de 2 euros por pessoa e dará direito à prova de cada uma das variadas sopas disponíveis, que poderão ser acompanhadas com petiscos, tradicionais produtos regionais e vinhos distribuídos pelas respectivas bancas. A iniciativa tem como objectivo a angariação de fundos para a realização das actividades previstas no plano anual do agrupamento. pub


14

pública: 8 de Fevereiro de 2o12

publicidade

Calendário - V. N. Famalicão

Fernando Silva Pinheiro Agradecimento e Missa de 7º Dia

No passado dia 3 do mês de Fevereiro faleceu o Sr. Fernando Silva Pinheiro, que residia na freguesia de Calendário. Sua esposa D. Maria Amélia Matos Pinheiro, filhos, nora, netos, e demais família, vêm por este meio, agradecer a todas as pessoas que se incorporaram no funeral do seu ente querido e comunicar que a Missa de 7º Dia será celebrada Quinta-feira, dia 9, pelas 19 horas no Salão Paroquial da Freguesias de Calendário. Desde já agradecem a todas as pessoas que se associaram à sua dor.

Falecimentos José Maria Coelho Machado, no dia 31 de Janeiro, com 47 anos, casado com Alzira Maia Moreira da Silva, da freguesia de Rebordões (Santo Tirso).

Maria Margarida Faria Moreira Brandão, no dia 6 de Fevereiro, com 89 anos, viúva de Manuel Ferreira Brandão, da freguesia de Calendário.

Arnaldo Coelho, no dia 1 de Fevereiro, com 85 anos, viúvo de Lucinda Gomes Correia, da freguesia de Santo Tirso.

Dolores da Costa Vale, no dia 5 de Fevereiro, com 92 anos, divorciada de Joaquim Marques dos Santos, da freguesia de Vila Nova de Famalicão.

Domingos Machado de Andrade, no dia 2 de Fevereiro, com 84 anos, casado com Maria Nazaré Silva Sousa, da freguesia de Bairro. Artur Carneiro Maia, no dia 4 de Fevereiro, com 81 anos, viúvo de Olga Maria Bourbon Mendes Ribeiro da Silva Teles Maia, da freguesia de Rebordões (Santo Tirso).

Alexandrina de Oliveira Fontes Costa, no dia 4 de Fevereiro, com 83 anos, viúva de António Fernandes da Costa, da freguesia de S. Tiago da Cruz. Olívia Rosa da Fonseca, no dia 1 de Fevereiro, com 92 anos, viúva de Alfredo Pereira de Abreu, da freguesia de Antas S. Tiago.

Maria da Conceição Martins, no dia 4 de Fevereiro, com 97 anos, viúva de Manuel José Pacheco Monteiro, da freguesia de Roriz (Santo Tirso).

Alexandrina Fernandes de Oliveira, no dia 31 de Janeiro, com 87 anos, viúva de Júlio Pereira Leite Mendes, da freguesia de Gavião.

António Simão Carneiro Caldas, no dia 5 de Fevereiro, com 40 anos, solteiro, da freguesia de Roriz (Santo Tirso).

Agência Funerária Rodrigo Silva, Lda Vila Nova de Famalicão – Tel.: 252 323 176

Agência Funerária de Burgães Sede.: Burgães / Filial.: Delães Telf. 252 852 325

Calendário, 8 de Fevereiro de 2012 Maria da Conceição Lemos, no dia 6 de Fevereiro, com 77 anos, viúva de José Ferreira, da freguesia de Moreira de Cónegos (Guimarães). Albertina Ribeiro, no dia 7 de Fevereiro, com 93 anos, viúva de Angelino Luís de Moura, da freguesia de Oliveira S. Mateus.

Agência Funerária Carneiro & Gomes - Oliveira S. Mateus – Telm. 91 755 32 05

Ribeirão - V. N. Famalicão

Manuel Gonçalves de Azevedo Agradecimento

No passado dia 31 do mês de Janeiro faleceu o Sr. Manuel Gonçalves de Azevedo, que residia na freguesia de Ribeirão. Sua esposa D. Maria de Azevedo Couto, filhos, nora, genros, netos, e demais família, vêm por este meio, sensibilizada, agradecer a todas as pessoas que se incorporaram no funeral do seu ente querido e que participaram na missa de 7º Dia. Desde já agradecem a todas as pessoas que se associaram à sua dor. Ribeirão, 8 de Fevereiro de 2012

José Pedro Costa Seara

MISSA DE 30º DIA DE FALECIMENTO A família manda celebrar missa pela alma do seu ente querido na passagem do 30º dia do seu falecimento, na próxima quarta-feira, dia 15 de Fevereiro, no Mosteiro de S. Francisco de Assis, Cruz de Pêlo, na freguesia de Vale S. Martinho. Agradecemos a todos quantos queiram associarse à família e participar nesta Santa Eucaristia. Vale S. Martinho, 8 de Fevereiro de 2012 A Família


pública: 8 de Fevereiro de 2012 15

cultura

Manuel Gonçalves de Azevedo, no dia 31 de Janeiro, com 81 anos, casado com Maria de Azevedo Couto, da freguesia de Ribeirão. Manuel Maria Alves Maia, no dia 4 de Fevereiro, com 81 anos, viúvo de Maria Alice Gonçalves Maia, da freguesia de Ribeirão. Fernando Silva Pinheiro, no dia 3 de Fevereiro, com 68 anos, casado com Maria Amélia Matos Pinheiro, da freguesia de Calendário.

Funerária Ribeirense Paiva & Irmão Lda Ribeirão – Telf. 252 491 433

Guilherme Dias Matos, no dia 31 de Janeiro, com 57 anos, divorciado de Maria Eulália Ferreira Lima, da freguesia de Calendário. Rodolfo Ferreira Barbosa (Pai da Dr.ª Helena Marques), no dia 5 de Fevereiro, com 87 anos, casado com Laurinda da Conceição, da freguesia de Bonfim (Porto).

Agência Funerária do Calendário Calendário – Tel.: 252 377 207

António Pinheiro Alves, no dia 22 de Janeiro, com 42 anos, casado com Paula Fernanda Campos Silva, da freguesia de Cavalões. Maria das Dores Araújo Campos, no dia 29 de Janeiro, com 84 anos, viúva de Carlos Araújo, da freguesia de Fradelos. Abílio Pereira Freitas, no dia 6 de Fevereiro, com 60 anos, casado com Maria Alzira Sousa Figueiredo dos Santos, da freguesia de Gondifelos. Amadeu da Costa Campos, no dia 5 de Fevereiro, com 92 anos, viúvo, da freguesia de Fradelos.

Agência Funerária Palhares Balazar– Tel.: 252 951 147

Simeão Oliveira Gomes, no dia 30 de Janeiro, com 75 anos, casado com Maria Emília Araújo Costa, da freguesia da Carreira. Manuel Ferreira da Costa e Sá, no dia 31 de Janeiro, com 94 anos, viúvo de Rosa da Conceição Areal, da freguesia de Cabeçudos. Maria da Silva Lima, no dia 2 de Fevereiro, com 88 anos, viúva de Leonardo Dias Ferreira, da freguesia de Landim. João José de Sousa, no dia 3 de Fevereiro, com 93 anos, viúvo de Maria de Lurdes Oliveira, da freguesia de Requião. Raúl Carvalho de Azevedo, no dia 5 de Fevereiro, com 76 anos, casado com Emília Martins da Cunha, da freguesia de Ruivães. Miguel de OIiveira Terroso, no dia 5 de Fevereiro, com 64 anos, solteiro, da freguesia de Antas S. Tiago.

Agência Funerária da Lagoa Lagoa – Telf. 252 321 594

Novos instrumentos implantados nos quatro municípios do Quadrilátero Urbano

Bilheteira e cartão aproximam cidadãos da cultura Magda Ferreira A bilheteira electrónica e um cartão cultural são os novos instrumentos de promoção da cultura nos municípios do Quatrilátero Urbano. Constituído pelos municípios de Famalicão, Barcelos, Braga e Guimarães, o Quadrilátero Urbano apresentou em conferência de imprensa, no Posto de Turismo de Famalicão, no passado dia 1 de Fevereiro, a nova bilheteira electrónica e um cartão cultural. Presentes estiveram vários responsáveis pelo Quadrilátero e vereadores das autarquias envolvidas. Estes dois novos instrumentos têm o apoio de fundos comunitários e foram desenvolvidos no âmbito do Quadrilátero Urbano para a Inovação, uma parceria entre estas quatro cidades minhotas. Ao todo serão colocadas 10 bilheteiras electrónicas nos quatro municípios, sendo que em Famalicão estão disponíveis duas: na Casa das Artes e no Posto de Turismo. Estes equipamentos permitem, por exemplo, que um cidadão residente em Braga adquira, na sua cidade, um bilhete para um espectáculo que decorre na Casa das Artes de Famalicão ou no Centro Cultural Vila Flor de Guimarães. Possibilitam ainda consultar toda a informação sobre os espetáculos agendados, verificar a ocupação da sala em tempo real, selecionar o lugar, entre outras opções. Para além da rede de bilheteiras, os espaços culturais das quatro cidades passam também a disponibilizar um cartão de fidelização aos seus utilizadores, que dá descontos no acesso aos espectáculos programados.

António Freitas

António Moreira de Azevedo, no dia 30 de Janeiro, com 79 anos, casado com Ana Gonçalves da Costa Reis, da freguesia de Ribeirão.

A apresentação dos postos de venda decorreu no Posto de Turismo

O vice-presidente da Câmara de Famalicão e vereador da Cultura, Paulo Cunha, sublinhou, na apresentação, que estes dois instrumentos representam “um passo decisivo no aprofundamento da conjugação de esforços entre quatro concelhos”, mas também na criação de condições para que a cultura e os eventos culturais estejam mais facilmente acessíveis a todos, pois, evidenciou o responsável, não basta que tenham qualidade, “é preciso projectar, potenciar, cativar públicos”. É isto, aliás, que o Quadrilátero almeja com estes dois novos instrumentos, aproveitando também, obviamente, a projecção da Capital Europeia da Cultura e da Capital Europeia da Juventude, a decorrer em Guimarães e em Braga, respectivamente. “Se há ano em que isto devia surgir é este, porque estão a acontecer coisas muito importan-

tes na nossa região”, declarou César Machado, representante do Quadrilátero Urbano, classificando como “fundamental” que a aproximação entre os quatro municípios avance através da Cultura. Venda on-line e cartão A venda de bilhetes passa também a estar disponível nos balcões da FNAC e dos Correios, e ainda na internet, através do endereço http://Quadrilatero.bilheteiraOnline.pt, sendo que online, a programação passa a ser divulgada nos portais e sites: http://espectaculos.fnac.pt/; www.time2enjoy.com, e www.getaway.com.pt. Aliás, César Machado adiantou que é expectável que a venda de bilhetes na internet chegue aos 70%. Quanto ao Cartão Quadrilátero Cultural, disponível desde o passado dia 1 de Fevereiro, é pessoal e intransmissível, e tem uma anui-

dade de 25 euros e os seus utilizadores usufruem de um desconto de 50% nos espectáculos que fazem parte da programação da Casa das Artes de Famalicão, do Theatro Circo de Braga, do Centro Cultural Vila Flor de Guimarães e do Teatro Gil Vicente que abrirá em Barcelos. Beneficiam ainda de um conjunto de regalias, como entrada gratuita em exposições, envio gratuito do programa mensal pelo correio, convites para ensaios, entre outras. Em Famalicão, o cartão pode ser adquirido na Casa das Artes e o seu director, Álvaro Santo, considera que este é “um grande negócio para o espectador”. “Em dois ou três espectáculos, praticamente dilui o custo do cartão”, declarou, sublinhando também a importância de se ter descentralizado em Famalicão os locais de venda, colocando um no centro da cidade, no Posto de Turismo.

Cineclube exibe “Offside – Fora de Jogo”

Clã apresentam novo trabalho na Casa das Artes

O filme “Offside – Fora de Jogo” de de Jafar Panahi é a proposta do Cineclube de Joane para esta quinta-feira, dia 9, na Casa das Artes de Famalicão. No Irão, tal como em todas as partes do mundo, há milhares de mulheres adeptas de futebol. Porém, neste país, estão proibidas de entrar em estádios. Ainda assim, em todos os jogos, algumas mais ousadas disfarçam-se de homens e fazem de tudo para enganar a polícia de costumes iraniana. Mas uma rapariga é detida à entrada e colocada no interior de uma vedação ao lado do estádio junto a um grupo de outras mulheres disfarçadas de homens. Ali, elas vão ter de encarar a sua própria condição e arranjar subterfúgios para enganar a polícia e, quem sabe, ainda assistir ao jogo. Este é o resumo da última longa ficção de Jafar Panahi antes da proibição de filmar. A sessão começa às 21h30, no pequeno auditório.

A música portuguesa está de regresso à Casa das Artes de Famalicão no próximo sábado, dia 11. Os Clã apresentam o novo trabalho “Disco Voador” no grande auditório, pelas 21h30. Embora a banda tenha, a bordo das músicas que compõem o novo trabalho, atravessado várias vezes o seu próprio universo sonoro à velocidade da luz, este não é um projecto estranho àquilo que os Clã vêem como futuro do seu passado e como passado do seu futuro. A partir de um desafio – construir um espectáculo para espectadores super-novos – os Clã entenderam que só fazia sentido serem ainda mais fiéis à sua rota. Seguros de que nenhum humano mata totalmente a criança e o adolescente que mora dentro de si, os Clã sabem que este “Disco Voador” se destina descaradamente a todos os públicos. A entrada custa 12 euros. pub

Famalicão

Barbosa: Rua Santo António, Tel. 252 302 120 Calendário: Rua da Liberdade, Tel. 252 378 400/1 Cameira: C. Mouzinho Albuquerque, Tel. 252 323 819 Central: Praça D. Maria II, Tel. 252 323 214 Nogueira: Av. Marechal H. Delgado, Tel. 252 310 607 Valongo: Rua Adriano Pinto Basto, Tel. 252 323 294 Gavião - Av. Eng. Pinheiro Braga, 72 - Telef. 252 317 301 Marinho: Edif. S. José - Estalagem - Telf. 252 921 182 Martins Ventura: R. C. Cerejeira - Lousado - Telf. 252 493 142 Estação: Largo da Estação - Nine - Telf. 252 961 118 Ribeirão: Largo de Bragadela - Ribeirão - Telf. 252 416 482 Joane: Rua S. Bento, nº 217 - Telf. 252 996 300

Famalicão

Serviço Nogeira Ribeirão

Reforço

Vale do Ave

Ser viço

Q u ar t a, 8

Martins Ventura

Q u i n t a, 9

Valongo

Martins Ventura

Almeida e Sousa Bairro Delães Riba d’Ave

S e x t a, 1 0

Barbosa

Martins Ventura

Q u ar t a, 8 Q u i n t a, 9 S e x t a, 1 0 S áb ad o , 1 1 Do m i ngo , 1 2 S e g u n d a, 1 3 Terç a , 14

S á ba d o , 1 1

Cameira

Do m i ngo , 1 2

Central

S e g u n d a, 1 3

Calendário

Joane

Terç a , 14

Nogeira

Joane

Serviço de disponibilidade

Vale do Ave

Almeida e Sousa: Covas - Oliv. Stª Maria - Telf. 252 931 365 Bairro: Av. Silva Pereira, Telf. 252 932 678 Delães: Portela - Delães - Telf. 252 931 216 Riba de Ave: Av. Narciso Ferreira, Telf. 252 982 124 Faria: Estrada Nacional 310 - Serzedelo - Telf. 252 532 346

Almeida e Sousa Bairro

Paula Reis: R. José Elisio Gonçalves Cerejeira, nº 629 Calendário - Tel. 252 378 057 Maceiras: Louro - Telf. 252 310 425 Marques: Largo da Igreja - Fradelos - Telf. 252 458 440 Oliveira Monteiro: Largo Igreja - Cabeçudos - Telf. 252 331 885 Pedome: Av. S. Pedro, 1139 - Pedome - Telf. 252 900 930 Pratinha: Largo do Cruzeiro - Cavalões - Telf. 252 375 423 Santiago da Cruz: Vale S. Cosme - Telf. 252 911 123 Arnoso: Av. Joaq. Azevedo - Arnoso Sta. Maria - Telf. 252 916 612


16

pública: 8 de Fevereiro de 2o12

praça pública

Pelos quatro cantos da ca(u)sa

D’Esguelha

Domingos Peixoto

Gouveia Ferreira

Também queremos! Há números que se alapam na memória e, com o passar dos tempos, é difícil descolarem. Um deles, conhecido da marabunta, há poucos dias, tem a ver com o forrobodó da Madeira. O governo regional comparticipa na construção do estádio do Marítimo, onde se previu que pousassem 46 milhões de euros. Essa módica verba, da insularidade do regabofe, permitiria fazer umas obritas de vulto, no estádio municipal de Famalicão, bem como nos que servem as actividades futebolísticas do Ribeirão, do Joane, da Oliveirense, do Ruivanense e outro qualquer, à escolha dos leitores, guindá-los à primeira divisão nacional, suportando ainda, todas as modalidades amadoras do concelho, nas competições europeias, durante vários anos. Passava-se da depressão a um estado de euforia desportiva, no seio da juventude famalicense, acabando, de vez, a permanente amargura da manutenção dos clubes nas competições em que se meteram, pedinchando, todos os dias, um qualquer contributo, para taxas de organização, taxas de arbitragens, taxas de inscrições, taxas de transferências, roupeiros, mecânicos, gasóleos, aviões no ar, equipamentos, material, lanches,

estadias, expectativas de subsídios, policiamentos, técnicos e outros agentes, que não funcionam por imaginação das direcções, mas, simplesmente, a troco de dinheiro que lhes pague, pelo menos, as despesas. Parece que, finalmente, a região autónoma da Madeira, dita jardim, na cantiga do Max, mas só para alguns, terá que se bater com a malta do continente, em igualdade de tesura. Contra o que seria expectável, acabou por ser um governo do PSD, por via da dita troika, a repôr alguma verdade desportiva, nas intervenções autonómicas dos clubes madeirenses. Perderam flagrantes oportunidades de o terem feito, os governos socialistas de Guterres e de Sócrates, já não falando dos sociais-democratas, presididos pelo actual Presidente da República, a quem o entertainer, Alberto João, chamou, publicamente, Sr. Silva, na promíscua impunidade a que o deixaram chegar. De vez em quando, uma autonomia assim, também queremos. Por causa dos custos da insularidade do Vale do Ave. Uma ilha de falências!

Ao contrário do prometido Já que o seu a seu dono é justo, devendo cada qual responsabilizar-se e ser responsabilizado pelas suas obras e acções, e a propósito do “emprego para os (nossos) rapazes”, questão que vai dando argumentos para discussão par(a)lamentar, respondendo, disse muito recentemente, Passos Coelho: “Das nomeações feitas por este governo, todas publicadas em DR, 80% são renomeações, friso, 80% são renomeações, por isso, senhor deputado, não, não estou nada preocupado com o estado da democracia, que está muito bom”... Ora, como bem sabemos, o actual poder do PSD/CDS quando ainda há bem pouco tempo na oposição, não se cansava de brandir o argumento das centenas de “jobs for the boys” do governo do PS! Pelo que, se era verdade a sua argumentação de então e se é verdade a sua afirmação de agora, alguma coisa não está correcta, pois não bate a bota com a perdigota; ou seja, foram boas as nomeações (certamente já na altura com algumas renomeações!) do governo PS? Ou, ao contrário, são más as renomeações deste governo que incidiram sobre nomeados pelo PS? Sim, porque nem importa de quantos felizardos estamos a falar; deve, apenas, reterse a alegada e elevada percentagem, 80%, de nomeados pelo PS que, segundo Passos mereceram a sua total confiança para prosseguir as medidas que o seu governo entende por prioritárias e consequentes com a sua política! É que sendo nomeações de confiança, que de todo o modo devem compreender um conjunto de qualidades e qualificações adequadas às funções, deve depreender-se que, segundo as promessas eleito-

rais do PSD - desenganem-se os que pensam que vamos nomear militantes ou simpatizantes do partido só por esse facto -, jamais o seu governo deixaria de ser rigoroso na escolha das pessoas para desempenhar cargos importantes da vida pública. E também não vale a pena “discutirmos” muito a questão da entrega daqueles principais e principescos lugares – mesmo sem que Passos Coelho algo tenha feito para tal (!?) – a afortunados, capacitados e talentosos homens do PSD ou do CDS, ainda que alguns tenham participado nas condicionantes negociações com a Troika, forçados a retiro, tanto mais intrigante quanto estratégico, depois de “abrirem” de mais a boca! Na verdade, tenho para mim que, apesar da total falta de coerência do então candidato Passos Coelho a tal respeito, sempre assim foi com os antecessores, continua e vai continuar no futuro com os próximos candidatos, infelizmente para a democracia representativa mas, pior do que isso, para os portugueses! Em jeito de conclusão é bom que se diga, que o estado desta (deles) democracia, até não mereceria que o Primeiroministro com ela se preocupasse se, e só se, no acto em que proferiu as afirmações acima citadas, as completasse com um solene pedido de desculpas aos eleitores que levou a votar na sua lista, dando-lhe a vitória, por terem acreditado, por um lado nas acusações das nomeações arbitrárias do PS e, por outro lado nas promessas de não aumento da carga fiscal, não agravamento das condições sociais dos portugueses e do crescimento da economia. Como bem sentimos na pele, tudo ao contrário do prometido... pub


24

pĂşblica: 8 de Fevereiro de 2012

publicidade


OP1031