Page 1

pub

pub

Ciclo de conferências arranca dia 17 e vai reunir maçónicos, historiadores e investigadores

Famalicão promove debate sobre a Maçonaria

P. 4

ANO 20 • Nº 1030 DE 1 A 7 DE FEVEREIRO DE 2012 DIRECTOR: JOÃO FERNANDES

www.opiniaopublica.pt

Novidade avançada na tomada de posse do novo provedor

opiniãoespecial

MISERICÓRDIA DE RIBA D’AVE QUER CRIAR VALÊNCIAS PARA CRIANÇAS E IDOSOS

Gastronomia

A Santa Casa da Misericórdia de Riba de Ave pretende criar, nos próximos anos, valências para a infância e para a terceira idade. A novidade foi avançada pelo novo provedor, Francisco Guedes, que tomou posse esta semana. Francisco Guedes não quis adiantar muito sobre essas

Empresa famalicense inova na microgeração eólica P. 6

novas valências, mas recebeu desde logo um sinal positivo do director do Centro Distrital da Segurança Social de Braga, que participou na cerimónia, a par de outras individualidades, como o presidente da Câmara, Armindo Costa, ou o arcebispo de Braga, D. Jorge Ortiga. p.11

Papel das instituições sociais realçado na inauguração do Centro de S. Cosme

p. 9

opiniãosport: 24 Horas BTT de Famalicão integram torneio Canaricultor famalicense criou ave campeã do mundo pub

António Pinto foi empossado na passada segunda-feira

Novo director da secundária D. Sancho quer educação de qualidade p. 3

pub.


2

pública: 1 de Fevereiro de 2012

cidade

Centro Pastoral de Famalicão acolhe VII Jornada da Família O Centro Pastoral de Famalicão é palco no próximo sábado, dia 4, da VII Jornada da Família, organizada pelas equipas da Pastoral Familiar de Brufe e de Stº Adrião e que se vem repetindo anualmente, dada a adesão por parte das famílias do concelho. Este ano tem como tema “Esperanças da família” e propõese ser um laboratório da memória da família e ajudar cada um a implementar espaços de fecundidade na família e na sociedade. Em nota à imprensa, a organização das jornadas sublinha que “os tempos presentes encerram muitas angústias e dores, mas ao mesmo tempo muitas alegrias e esperanças”, acreditando, por isso, “que há muita mais luz no mundo e muito mais vida do que apenas a escuridão da crise eco-

nómica, cultural, social e politica”. E concretiza: “Há luz e há esperança porque há família”. No fundo, serão estas ideias que estarão em debate no próximo sábado. Os trabalhos iniciam às14h30, com o acolhimento das famílias, seguindo-se a conferência sobre o tema a cargo do padre jesuíta Carlos Carneiro. Após a sua intervenção haverá um pequeno intervalo, reiniciando-se os trabalhos com um espaço aberto ao diálogo. A Jornada terminará às 19h15 com a celebração da eucaristia. As famílias interessadas em participar podem inscrever-se na sua paróquia ou no próprio dia, no local da jornada. Podem levar os filhos, pois, no local, haverá educadoras devidamente preparadas para os acolherem.

Gindança promoveu espectáculo na Casa das Artes

Actividade inserida no quinto encontro arciprestal

Catequistas levaram alimento da Palavra para as ruas da cidade Cerca de 400 catequistas das paróquias do arciprestado de Famalicão viveram uma tarde diferente, no passado sábado, dia 28 de Janeiro, pois, no contexto do Encontro Arciprestal de Catequistas, foram desafiados a alimentar as diferentes pessoas que foram encontrando na cidade com o pão da Palavra de Deus. Esta iniciativa, realizada pelo quinto ano consecutivo e subordinada à temática “O Catequista alimenta (-se) da Palavra”, iniciou às 14 horas com a concentração e acolhimento dos catequistas junto à Igreja Matriz Velha. Depois das palavras de saudação proferidas pelo assistente da Equipa Arciprestal de Catequese, padre Paulino Carvalho, que felicitou os catequistas pela sua presença e enfatizou a importância de “testemunharem e levarem a todos a alegria própria de quem se alimenta da Palavra”, os catequistas receberam, precisamente, o alimento da Palavra, escutando a passagem do Evangelho relativa à multiplicação dos pães e dos peixes. A partir daí, foram desafiados a também eles abraçarem esta missão e levarem aos outros o pão da Palavra.

Catequistas desenvolveram acção nas ruas da cidade

Assim, dois a dois, foram para as diferentes ruas da cidade, levando consigo um pão dentro de um pequeno saco de papel, que deveriam entregar às pessoas com quem se cruzassem na cidade. Em contrapartida, quem recebeu o pão, deixou, por escrito, o seu testemunho ou uma mensagem pessoal sobre como acolheu e foi tocado pelo gesto, no cartão identificativo de cada catequista. Terminada esta dinâmica, os catequistas rumaram ao Centro Cívico e Pastoral de Famali-

cão, para a segunda parte do encontro, conduzida pelo bispo auxiliar de Braga, D. Manuel Linda. O prelado lembrou aos catequistas que “Deus, não tendo necessidade de nada, sente necessidade de vir ao nosso encontro e cativar o nosso coração… concretizandoo, de forma plena, em Jesus Cristo, a Palavra Encarnada”, acrescentando que “a nossa catequese só será catequese cristã, na referência a Jesus Cristo, quando levar o coração do catequizado a aproximarse do Mestre”.

Time4U forma voluntários na associação Organismo Vivo

A Gindança – Associação de Ginástica e Dança de Famalicão realizou mais um espectáculo na Casa das Artes, com lotação esgotada. Pelo palco passaram todas as modalidades da associação, com muita luz e projecções, e onde mais de 200 participantes se apresentaram ao público. O tema deste ano foi “Circo Imaginário” e teve o apoio dos alunos dos cursos da escola profissional Cior. Segundo a organização, todas as expectativas foram ultrapassadas, “sendo o espectáculo mencionado por todos os presentes como o melhor de sempre”. A Gindança reforça ainda que este sucesso só foi possível com o apoio de todos os pais, alunos e professores, “que se empenharam e se entregaram a este projecto”.

Semana de Formação Bíblica em Famalicão De 7 a 10 de Fevereiro, realiza-se no Centro Pastoral de Famalicão, a III Semana Arciprestal de Formação Bíblica, intitulada “As Crises e as Esperanças”, realidades evocadas da Sagrada Escritura e transportadas para o contexto da sociedade actual. Todos os encontros serão orientados por D. António Taipa, bispo auxiliar do Porto, contando também, num dos dias, com a presença de D. Manuel Linda, no contexto da Visita Pastoral ao arciprestado. Segundo o arcipreste de Famalicão, padre Mário Martins, “trata-se de uma oportunidade única para os cristãos do arciprestado, nestes quatro encontros e ao espelho da Palavra de Deus, descobrirem nela o verdadeiro alimento que nos sacia, conforta e alegra nos momentos de crise e de esperança que também compõem as nossas vidas”. As inscrições poderão ser feitas até ao próximo domingo, dia 5, junto de algum responsável da organização ou dos respectivos párocos.

FICHA TÉCNICA CONSELHO EDITORIAL: Alexandrino Cosme, António Cândido Oliveira, António Jorge Pinto Couto, Artur Sá da Costa, Cristina Azevedo, Feliz Manuel Pereira, Joaquim Loureiro, João Fernandes, Manuel Afonso e Almeida Pinto.

DIRECTOR: João Fernandes (CIEJ TE-95) jfernandes@opiniaopublica.pt CHEFE DE REDACÇÃO: Cristina Azevedo (CPJ 5611) cristina@opiniaopublica.pt

No passado dia 28 de Janeiro, a equipa Time4U deslocou-se à sede do Organismo Vivo, em Delães, onde dinamizou mais uma formação inicial em voluntariado. O Organismo Vivo é uma das associações que acolhe jovens voluntários Time4U e que reconhece a importância da formação inicial em voluntário. Nesse sentido, pediu a colaboração da equipa Time4U na sua dinamização, junto dos jovens mais ativos. Ao longo de seis horas e através de atividades de educação não formal, os jovens tiveram a oportuni-

SEDE, REDACÇÃO E PUBLICIDADE:

Estrada Nacional, 14 - Maia

Feliz Manuel Pereira António Jorge Pinto Couto

Rua 8 de Dezembro, 214 Antas S. Tiago - Apartado 410 4760-016 VN de Famalicão

DISTRIBUIÇÃO:

TIRAGEM DESTE NÚMERO:

EDITOR DE TURNO:

GRAFISMO:

Magda Ferreira (CPJ 4625) magda@opiniaopublica.pt

Carla Alexandra Soares, Pedro Silva.

DETENTORES DE MAIS DE 10% DO CAPITAL

APOIO À REDACÇÃO: REDACÇÃO: informacao@opiniaopublica.pt Carla Alexandra Soares (CICR-248), Cristina Azevedo (CPJ 5611), Magda Ferreira (CPJ 4625) e Sofia Abreu Silva (CPJ 10952).

Motivação em Marcha - Publicidade, Lda.

Jorge Alexandre

SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS:

INTERNET

OPINIÃO: Adelino Mota, Barbosa da Silva,

Francisco Araújo

www.opiniaopublica.pt

Domingos Peixoto, Gouveia Ferreira, J. Mário Teixeira, Joaquim Loureiro, José Luís Araújo, Sílvio Sousa, Vítor Pereira.

TÉCNICOS DE VENDAS:

CONTACTOS Redacção:

DESPORTO: Jorge Humberto, José Clemente (CNID 297) e Pedro Silva (CICR220).

dade de trabalhar inúmeras competências relacionadas com a temática do voluntariado, reflectindo acerca da problemática das desigualdades sociais, conhecendo de perto quais as soluções encontradas pelas Nações Unidas, através de uma análise dos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio. Conheceram os seus direitos e deveres como voluntários e as áreas e instituições onde podem desenvolver a sua acção voluntária em Famalicão. No final da formação os jovens realizaram o seu projecto pessoal de voluntariado.

GERÊNCIA: João Fernandes CAPITAL SOCIAL: 350.000,00 Euros.

comercial@opiniaopublica.pt Agostinha Bairrinho, Maria Fernanda Costa e Sónia Alexandra

PROPRIEDADE E EDITOR: EDITAVE Multimédia, Lda. NIPC 502 575 387

20.000 exemplares, nº 1030

Tel.: 252 308145 • Fax: 252 308149

NÚMERO DE REGISTO: 115673

Serviços Administrativos:

DEPÓSITO LEGAL: 48925/91

Tel.: 252 308146 / 252 308147 • Fax: 252 308149

IMPRESSÃO: Naveprinter - Indústria Gráfica do Norte, SA


pública: 1 deFeveiro de 2012 3

cidade

Dirigente quer promover uma educação de qualidade

António Pinto empossado director da D. Sancho I Promover uma educação de qualidade. É este o objectivo de António Pinto, o novo director da Escola Secundária D. Sancho I, que tomou posse na passada segunda-feira, numa cerimónia que decorreu no novo auditório da escola. Perante uma plateia constituída por professores, funcionários, pais e elementos da sociedade civil famalicense, António Pinto falou do sonho de “construir uma escola que melhor responda às necessidades actuais da sociedade da aprendizagem e do conhecimento”, defendendo que “uma escola que não tenha professores com liberdade na acção, com autonomia e responsabilidade no acto educativo, uma escola que limite a criatividade e coarte a manifestação de capacidades e de competências dos seus actores não é seguramente uma escola que prepare alunos para um futuro altamente complexo, incerto e competitivo”. Nesse sentido, António Pinto, que já presidia à Comissão Administrativa Provisória, considerou que “um bom director, para além de gerir a escola, deverá ser capaz de gerar as dinâmicas necessárias que promovam a mudança e a transformação tão necessárias

Cristina Azevedo

Cristina Azevedo

António Pinto assina o auto da tomada de posse

no mundo de hoje e garantam as sinergias que conduzam ao sucesso”. Entendendo que a escola deve procurar desenvolver uma cultura do trabalho e do empreendedorismo, o novo director assume como meta prioritária para este mandato “promover uma educação de qualidade para a formação plena do cidadão com competências que lhe permitam a

integração com sucesso no mundo em que vivemos”. António Pinto e a sua equipa pretendem ainda implementar uma cultura “de rigor, responsabilidade e excelência entre os diferentes agentes educativos”; promover uma liderança orientada para as pessoas e para as tarefas; e estabelecer uma “gestão democrática e participada”. A D. Sancho está a sofrer pub

obras de remodelação e esse facto não foi esquecido no discurso do director, que se comprometeu realizar uma “reorganização física e pedagógica dos espaços, da segurança e vigilância nas novas instalações”. Outro dos objectivos do responsável passa por “melhorar a relação com a comunidade local”, concretamente com a estrutura empresarial e com o município.

Precisamente, a Câmara Municipal de Famalicão esteve representada na cerimónia pelo vereador da Educação, Leonel Rocha, e pelo vice-presidente, Paulo Cunha, que integrou a mesa de honra. No seu discurso, Paulo Cunha fez questão de sublinhar a disponibilidade da autarquia para colaborar com o estabelecimento de ensino, “não só através da sua presença no Conselho Geral da escola, mas também através do seu envolvimento diário”. “Procurará estar sempre presente, estar sempre perto das decisões desta instituição porque estamos conscientes de que elas são absolutamente decisivas no futuro que queremos para todos os famalicenses, em concreto os jovens”, acrescentou. Desejando as melhores felicidades ao novo director no desempenho do cargo, o responsável autárquico defendeu que é necessário dar aos jovens “condições para que eles possam ter, no mínimo, no futuro, aquilo que nós hoje temos no presente”. Também Maria de Lurdes Andrade, presidente do Conselho Geral (órgão constituído por 21 pessoas representativas da comunidade), felicitou António Pinto pela sua eleição e manifestou toda a disponibilidade para colaborar com a nova direcção. pub


pública: 1 de Fevereiro de 2012

4

cidade

pub

Self Clinic: um espaço único em Famalicão

Iniciativa irá reunir actuais e antigos membros, historiadores e investigadores

Famalicão inicia ciclo de conferências sobre a Maçonaria Numa altura em que o tema da Maçonaria está na ordem do dia, Famalicão, através do Museu Bernardino Machado, inicia um grande debate sobre o tema, que irá reunir actuais e antigos membros da maçonaria, historiadores e investigadores académicos. O ciclo de conferências dedicado ao tema “A Maçonaria em Portugal: do século XVIII ao século XXI” conta com oito debates que decorrerão ao longo de todo o ano. A primeira conferência é já dia 17 de Fevereiro e tem como conferencista o Grão-Mestre da Maçonaria Grande Oriente Lusitano (GOLU), Fernando Lima, que irá abordar o tema “A Maçonaria: Instituição de Saber ou de Poder?”. O objectivo é desmistificar e debater a origem da Maçonaria, o seu

A Self Clinic é um espaço inovador a pensar em si, onde a saúde e a estética caminham a par com o bem-estar. Com profissionais ligados à saúde, a Self Clinic pretende dar uma resposta personalizada nos tratamentos de emagrecimento, desde a consulta de nutrição, ao fitness, passando pelos tratamentos de lipocavitação, radiofrequência, mesoterapia e estéticos. No fitness, destaque para Pilates e Yoga no sentido de um equilíbrio corporal e emocional e aulas de dança personalizadas. No capítulo da estética, os clientes podem contar com o apoio de aparelhos de última geração para realização de tratamentos de foto rejuvenescimento, hiperpigmentação da pele (manchas), acne e rugas. Na Podologia, destaque para prevenção, diagnóstico e tratamento de patologias dos membros inferiores e suas repercussões no corpo, bem como o embelezamento de mãos e pés. Para ter a certeza que clientes da Self Clinic possam realizar os tratamentos com a maior segurança, a clínica orgulha-se de ter feito um grande investimento na área de higienização e esterilização. Na área do bem-estar, na Self Clinic encontra um serviço de Psicologia, com sessões de inteligência emocional e equilíbrio das emoções, onde se pretende ajudar as pessoas na sua auto-estima e a encarar a vida de outra forma. A Self Clinic fica situada na Alameda Luís de Camões, n.º 90, 1º andar, Famalicão (ao lado da segurança social); contactos: selfclinic@hotmail.com ou visite no facebook. Usufrua dos serviços da Self Clinic e alcance a sua meta. Durante o período de tratamento os clientes têm estacionamento pago pela clinica, em parque subterrâneo.

poder e influência na sociedade. Para além de Fernando Lima está também confirmada a presença de António Reis, professor universitário, político e franco-mação português, que ocupou o cargo de Grão-Mestre do Grande Oriente Lusitano - Maçonaria Portuguesa. O conferencista irá abordar o tema “A Maçonaria Hoje”. O professor na Universidade Nova de Lisboa Fernando Dias é o convidado da conferência “Organização e Funcionamento: ritos, símbolos e graus”. Por outro lado, o coordenador científico do Museu Bernardino Machado e professor aposentado da Universidade do Minho, Norberto Cunha, irá falar sobre “Maçonaria nas Luzes, em Portugal”, enquanto o ex-director do Museu Maçónico Português,

António Lopes, aborda a temática da “Maçonaria em Portugal no século XIX”. O historiador António Ventura que publicou no ano passado “Os Constituintes de 1911 e a Maçonaria” trará o tema ”A Maçonaria na I República e no Estado Novo”. Refira-se que a Maçonaria nasceu ligada à expansão das ideias matrizes do Iluminismo, da procura da Razão e do aperfeiçoamento humano e da sociedade, que adquiriram relevância na Europa, a partir do século XVIII. A primeira marca da Maçonaria surgiu em Londres, no início do século XVIII, com a constituição de quatro lojas maçónicas. De Londres, a Maçonaria espalhouse por toda a Inglaterra e daí para a Europa. A Portugal terá chegado entre 1735 e 1743.

Balanço e projectos analisados em reunião do Conselho Divisional

pub

pub

Lions Clube prepara celebração do 35º aniversário Na passada quinta-feira, o Lions Clube de Famalicão recebeu na sua sede o governador, as direcções dos Clubes Lions de Braga, Fafe e Guimarães, assim como os assessores para a Convenção Distrital, Leo Clubes e Oportunidades para Jovens e Serviços Lionísticos para Crianças, que participaram na segunda Assembleia do Ano Lionístico 2011/2012, da Divisão 2. A reunião ser viu como espaço para o debate da actualidade lionística, balanço de actividades desenvolvidas e apresentação do plano de actividades para o segundo semestre do Ano Lionístico. Realce para as actividades desenvolvidas pelo Lions Clube famalicense, das quais se destaca a colaboração com a equipa de Assistência Social do Centro Hospitalar do Médio Ave, com a atribuição de próteses mamárias e respectivos sutiãs, procurando colmatar os défices económicos apresentados pelas utentes, de acordo com ava-

Momento da reunião que decorreu na sede do Lions Clube

liação realizada pelas Assistentes Sociais da unidade hospitalar, bem como a realização do Peditório da Liga Portuguesa Contra o Cancro no passado mês de Novembro. De entre as actividades a desenvolver no semestre que agora começa, destaque para o 35º aniversário do Lions Clube de Famalicão, no mês de Abril e que, de acordo com a Direcção, será solenizado com um programa a divulgar brevemente, no qual será visível o

trabalho desenvolvido pelo Lions Clube durante estes 35anos, não esquecendo os seus fundadores e o trabalho que desenvolveram com vista à promoção do bem-estar social e dos direitos sociais da comunidade famalicense. O momento servirá ainda para o Lions firmar o compromisso de dar continuidade aos programas de serviço à comunidade, através de actividades de carácter social, educativo, desportivo e cultural.

Famalicenses nas listas candidatas à liderança da CNIS Três famalicenses integram listas candidatas às eleições para a Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade (CNIS), que se realizam no próximo dia 14 de Fevereiro, embora apoiando candidaturas diferentes. Assim, a lista liderada pelo padre Lino Maia, actual presidente da CNIS, integra para a Direcção o famalicense Joaquim Vale, que já dirigiu o Centro Social e Cultural de Bairro. Já a lista dirigida pelo padre Arsénio Isidoro conta com a participação de dois famalicenses:

Mário Martins, candidato ao Conselho Fiscal como vogal, e Carla Faria candidata na Direcção, também como vogal. Mário Martins é presidente da Associação Gerações, presidente da Associação Famalicense de Prevenção e Apoio à Deficiência, presidente da Assembleia Geral da Engenho e membro da Mesa da Assembleia Geral da Associação “Dar as Mãos”, enquanto Carla Faria é membro dos órgãos directivos da Associação de Moradores das Lameiras.


publicidade

pĂşblica: 1 de Fevereiro de 2012 5


6

pública: 1 de Fevereiro de 2012

cidade

Aposta na inovação e energias renováveis

Empresa famalicense cria gerador eólico totalmente made in Portugal Dois jovens empresários famalicenses acabam de criar um microgerador eólico, inovador e feito totalmente em Portugal, neste caso em Famalicão. Tomé Barreir0 e Hilário Campos criaram em 2010 a Powering Yourself – Conceitos Energéticos, Lda. com o objectivo de potenciar os valores da engenharia, criatividade e inovação. Pensaram nas energias renováveis e, como Tomé Barreir0 tinha já feito alguma investigação na área da energia eólica, lançaram-se neste projecto. Um ano depois, têm já a funcionar, em Vermoim, um protótipo do microgerador criado pela empresa, baseado num conceito inovador, que o diferencia dos microgeradores convencionais. “Tecnicamente chama-se microgerador eólico de eixo horizontal e a principal diferença é que consegue obter rendimentos equivalentes ou superiores aos que existem neste momento mas a um preço muito mais competitivo, explicou ao OP Tomé Barreiro, acrescentando que essa performance é conseguida porque “todos os elementos que fazem parte do gerador estão optimizados a um nível, que permite essa melhor relação en-

Cristina Azevedo

Cristina Azevedo

Hilário Campos e Tomé Barreiro junto ao protótipo instalado em Vermoim

Alunos da Júlio Brandão cantaram os Reis

tre a energia que o equipamento produz e o custo que ele tem ao ser fabricado”. Todo o aparelho, desde a concepção até ao fabrico, foi desenvolvido unicamente pela empresa famalicense. Aliás, Tomé Barreiro sublinha que é a primeira empresa privada a apresentar um microgerador eólico totalmente “made in Portugal”. “Existe uma entidade governamental que desenvolveu um produto do género, mas com uma disponibilidade de recursos muito maior do que o que nós temos”, acrescenta. O processo parece ter sido fácil, mas não foi. Muitas portas se fecharam e foi necessário muita persistência para levar o projecto até ao fim. “Quando criamos a empresa pusemos logo de parte sermos representantes de algum produto, isto é, comprarmos algum produto para instalarmos em Portugal”, conta Tomé Barreira, acrescentando que, quer ele, quer o sócio, sempre acreditaram que seriam capazes de criarem o seu próprio produto, que pudessem vender e até exportar. Durante o ano de 2011 procederam ao desenvolvimento do equipamento, com a construção do primeiro protótipo que instalaram em Vermoim, no passado

mês de Janeiro, para “se poder verificar, numa situação real, se performance que ele tem é aquela que nós queremos”, explica Tomé Barreiro. A empresa tem também já preparado um microgerador final, maior e mais potente, para iniciar a produção e comercialização, assim que os testes do protótipo estejam prontos e sejam positivos. Os dois empreendedores estão confiantes no sucesso do projecto, agora que a Powering Yourself quer iniciar a fase da comercialização, embora reconheçam que o caminho não será fácil. “Em Portugal o acesso ao investimento e apoios é muito difícil e esse é o nosso principal entrave neste momento”, afirma Hilário Campos, revelando que neste momento estão a ser feitos contactos com empresas que vendem estes produtos. “Estamos também à procura de parceiros que se queiram juntar à nossa empresa para darmos início à produção em série, já que esta necessitará de algum investimento”, adianta. De resto, as espectativas destes dois jovens empresários famalicenses não se ficam apenas pelo mercado nacional, mas estão também à procura de parceiros estrangeiros, principalmente no Brasil e em Angola.

Salsa apresenta nova colecção em Berlim

Os alunos com Currículo Específico Individual da EB 2,3 de Júlio Brandão e da turma 8 do 5º ano cumpriram a tradição e tcataram as Janeiras em várias instituições do concelho, concretamente, no Jardim-deInfância da Casa do Pessoal do Hospital de Famalicão, na Unidade de Apoio Especializado para a educação de alunos com multideficiência das Lameiras e no Lar de Brufe. Esta actividade realizou-se em articulação com a professora de Artes, Anabela Garcia, e com os professores de Música, Conceição Palhares e Manuel Leitão. pub

A marca famalicense Salsa apresentou a sua nova colecção da edição de Inverno 2012 da feira “Bread & Butter Berlim”, na Alemanha. A nova colecção conjuga a sua tradição no desenvolvimento de produtos Jeanswear com diferentes tecidos, couros e detalhes especiais, conferindo um look moderno para homem e senhora. Foi igualmente feito um enfoque às suas colecções Denim Art e First Level, onde a Salsa apresentou o seu melhor trabalho ao nível das lavagens e tendências em Denim para a próxima estação. A mais internacional marca portuguesa a participar na feira, apresentou ainda novas versões dos seus produtos de inovação, assim como os jeans PushUp, Push-In, Hope / Maternity, Sculpture,

e um dos mais recentes: Shape-Up. Mais de 3.300 visitantes profissionais apreciaram a colecção dentro do stand, mas a atracção principal foram os modelos vivos, vestidos com peças Denim, que proporcionaram uma surpreendente interacção com o público. A Salsa continua, entretanto, a sua estratégia de expansão internacional e, após a sua participação na Bread & Butter e na Who’s Next em Paris, estará presente na feira Terminal 2, em Copenhaga, e termina a estação de Inverno em Londres, na Pure London. Criada em 1994, em Famalicão, a marca Salsa está presente em mais de 35 países da Europa, Ásia e Médio Oriente, com 260 pontos de venda e mais de 2.000 clientes multimarca.


pública: 1 de Fevereiro de 2012 7

cidade

Associação famalicense critica medida mas mantém colheitas

Dadores de Sangue contra corte das isenções Na nota enviada à imprensa, assinada pelo presidente da direcção, Carlos Silva, a ADSF manifesta, assim, o seu “repúdio para com as pessoas que, supostamente ao abrigo do referido Movimento, tentam impor as suas vontades e batalhas”.

Arquivo

A Associação de Dadores de Sangue de Famalicão (ADSF) está indignada pelo corte das isenções das taxas moderadoras. Em comunicado enviado esta semana à imprensa, a ADSF diz discordar totalmente da posição tomada pelo Ministério da Saúde em retirar algumas isenções das taxas moderadoras aos dadores de sangue. A associação defende que essa isenção facilita o acesso aos cuidados de saúde, “garantindo uma melhor qualidade das dádivas efectuadas”, além de ser “um reconhecimento público do grandioso acto de solidariedade que é praticado anonimamente, dando vida a quem dela necessita”. Assim, a ADSF diz-se de acordo com o protesto do Movimento de Associações de Dadores de Sangue, assinado no passado dia 7 de Janeiro, num encontro que decorreu na Maia, para ser apresentado na Assembleia da República e enviado ao ministro da Saúde.

Carlos Silva, presidente da Ass. de Dadores de Sangue de Famalicão

A associação famalicense também subscreveu o documento mas, explica que, por sua proposta, “foi deliberado por unanimidade” que o protesto “nunca passaria pela suspensão das colheitas de sangue”.

Nesse sentido, desvincula-se da posição assumida pela Associação do Distrito de Viana do Castelo, no Facebook, em que apela à suspensão das Colheitas de Sangue no período de 1 a 15 de Fevereiro.

Plano e Orçamento aprovados Entretanto, na tarde do passado sábado, dia 28 de Janeiro, realizouse a Assembleia Geral da Associação de Dadores de Sangue de Famalicão, presidida por Camilo Freitas, com a presença dos corpos sociais e de alguns sócios. Na reunião foram aprovados, por unanimidade, o Relatório de Atividades e Contas de 2011, bem como o Plano de Atividades e Orçamento para 2012. No encerramento da Assembleia Geral foi ainda aprovada, também por unanimidade, uma proposta de reconhecimento e aclamação pelo trabalho desenvolvido pelos Corpos Sociais em funções.

Homem residente em Famalicão detido por falsificação de dólares Um homem residente em Famalicão foi detido, a semana passada, pela Polícia Judiciária (PJ) de Vila Real por contrafacção e passagem de moeda falsa, juntamente com outros dois suspeitos. A detenção aconteceu, na quarta-feira da semana passada, em Guimarães, cidade onde residiam os outros dois detidos, no âmbito de uma investigação levada a cabo pela PJ. No decurso das diligências realizadas, foi apreendido aos arguidos cerca de um milhão de dólares americanos contrafeitos, bem como uma viatura de marca Audi. António Torgano, inspector da PJ de Vila Real, disse, em declarações à comunicação social, que a falsificação dos dólares era muito perfeita e “passaria com facilidade em transações comerciais de avultadas quantias, sobretudo com os países dos PALOP onde esta moeda é muito utilizada”. Os detidos, com idades compreendidas entre os 33 e os 48 anos, ficaram em prisão preventiva, enquanto aguardam o julgamento, segundo decisão do juiz que realizou o primeiro interrogatório judicial.

José Hendel de Oliveira vai ser homenageado O famalicense José Handel de Oliveira vai ser homenageado no próximo sábado, dia 4, pelo seu desempenho na direcção da Fundação Inatel. José Handel de Oliveira, dedicou mais de 40 anos de sua vida ao serviço da Fundação Inatel, como director em diversas regiões do Continente e dos Açores, sendo os últimos 24 anos à frente da Delegação de Braga. A homenagem vai realizar-se no restaurante Solar do Paço, em Tebosa (Braga), pelas 13 horas. Estão convidadas associações e pessoas particulares.


8

pública: 1 de Fevereiro de 2012

cidade

25 PME do Vale do Ave procuram aumentar competitividade

Dando seguimento ao processo de implementação da terceira edição do projecto QI PME Norte/Adrave– Qualidade e Inovação, decorreu, nos dias 21 e 21 e Janeiro, em Vila do Conde, o seminário temático “Gestão Estratégica”, onde participaram 25 Pequenas e Médias Empresas da região do Vale do Ave. O Projeto QI PME Norte/Adrave integra a formação de empresários e dirigentes, por isso o seminário teve como objectivo

reforçar os conhecimentos e competências dos empresário e dirigentes das 25 empresas destinatárias do projecto, dotando-os de um conjunto de ferramentas e instrumentos de atuação ao nível da Gestão Estratégica, e simultaneamente assumir-se como contributo de reflexão e de partilha de conhecimentos acerca de factores que promovam a competitividade e modernização empresarial nas PME. Refira-se que o QI PME

NORTE/Adrave é um programa desenvolvido ao abrigo do Programa Operacional do Potencial Humano (POPH), em parceria com a Associação Industrial do Minho, que visa intervir na melhoria dos processos de gestão das empresas e no reforço das competências dos seus dirigentes e trabalhadores, através da execução de acções tendentes à optimização de metodologias e processos de modernização e inovação.

Crianças da creche da APPACDM visitam estufa No passado dia 11 de Janeiro, a Creche Casa de Louredo do Complexo de Famalicão da APPACDM visitou a estufa dos legumes da instituição. As crianças da creche têm o privilégio de comer legumes da sua própria estufa, cultivados pelos jovens com deficiência que frequentam a instituição e com esta iniciativa pretendeu-se, precisamente, valorizar a importância dos legumes na alimentação e perceber a forma como eles nascem, crescem e são tratados. Nesta actividade promoveu-se também

a interacção das crianças com estes jovens, que faz com que as crianças olhem para a deficiência, desde muito cedo, de uma forma natural, desenvolvendo as suas capacidades de relações interpessoais, de ser e de estar com os outros, numa atitude de aceitação e respeito. As crianças plantaram e arrancaram alfaces e couves com a ajuda de um jovem e da monitora da estufa. No final cada criança trouxe uma alface plantada e despediu-se agradecendo o acolhimento prestado deixando no ar a promessa de voltar.

No encerramento das comemorações dos 25 anos

LIPAC homenageou benfeitores e pediu apoio

Cerimónia contou com a presença de amigos e benfeitores da LIPAC

A Liga de Profilaxia e Ajuda Comunitária (LIPAC) encerrou, no passado sábado, as comemorações dos seus 25 anos de existência com uma sessão solene que decorreu nas suas instalações provisórias, em Calendário. A sessão foi aberta por Amândio Carvalho, presidente da Assembleia Geral da instituição, enquanto o presidente Silva Marques recordou as actividades realizadas para assinalar o 25º aniversário, nomeadamente a corrida Dar Vida à Vida, o Dia sem Álcool, as cinco conferências desenvolvidas ao longo do ano passado e, fundamentalmente, o evento que teve lugar em Setembro no Auditório da CESPU com o I Fórum da Educação Centrado nas Competências e III Fórum Internacional sobre Deficiência Social. Na sessão de encerramento participaram muitos dos que têm dado o seu contributo e apoio à Liga e que, na cerimónia, receberam um diploma, uma medalha da LIPAC e uma medalha do professor Fernandes da Fonseca, principal obreiro desta caminhada que começou no Departamento de Psiquiatria e Saúde Mental do Hospital de S. João, em 1978. De então para cá foram-se criando condições para que, no Norte do país, se impusesse um trabalho de luta contra o alcoolismo e

toxicodependências vindo, em 1992 a ser introduzido um novo conceito sobre esta problemática e de que foi registada patente em França como Deficiência Social. De referir ainda a presença do reitor Salvato Trigo, da Universidade Fernando Pessoa; do presidente da Assembleia-Geral da CESPU, Fernando Ferreira; e de várias associações e empresas de Famalicão. Todavia, Silva Marques acabaria por dizer que a presença do Centro de Emprego nessas comemorações “revela a forma como a LIPAC tem sido bem tratada ao longo destes 25 anos” quer pelos Centros de Emprego do Porto, da Maia e de Famalicão, quer pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional da Região Norte, através de cursos de formação profissional, estágios, cursos de formação académica, entre outros. Apesar de o dia ser de festa e de reconhecimento, Silva Marques não esqueceu as dificuldades que a instituição atravessa, fazendo um apelo à Câmara Municipal para que “facilite alguns meios”, caso contrário, “poderemos correr o risco da extinção da LIPAC em Famalicão”. A festa terminou com um jantar de convívio.


pública: 1 de Fevereiro de 2012 9

freguesias

Ideia sublinhada na inauguração do Centro Social de S. Cosme

Instituições sociais ajudam num cenário pessimista As instituições sociais são fundamentais para as famílias em tempos de dificuldades e o concelho de Famalicão é um exemplo na área social. Esta foi uma das ideias deixadas, no passado sábado à tarde, na inauguração do Centro Social e Paroquial de Vale S. Cosme. O novo equipamento, que vai servir crianças e idosos, dispõe de jardim-de-infância, centro de dia, lar de idosos e serviço de apoio domiciliário. A cerimónia de inauguração contou com as presenças da presidente do Instituto da Segurança Social de Lisboa, Mariana Ribeiro Ferreira; do presidente da Segurança Social de Braga, Rui Barreira; do presidente da Câmara de Famalicão, Armindo Costa, e do arcebispo primaz de Braga, D. Jorge Ortiga, além de vereadores e deputados, entre outros convidados e população. Representando um investimento de cerca de 1,5 milhões de euros, o novo Centro Social de S. Cosme foi apoiado pela Câmara de Famalicão, através de uma comparticipação de 150 mil euros, e pela administração central, que aprovou uma candidatura no âmbito do Programa PARES, canalizando uma verba de 900 mil euros. Para abrir as intervenções, o pároco de S. Cosme, padre António Machado, lembrou que o novo Centro Social é uma infraestrutura que vai servir muitas pessoas. “Experimentamos uma enorme alegria ao olharmos este belo edifício e tudo aquilo que ele significa e a missão que ele vai desempenhar não só na nossa terra, mas também para outras comunidades humanas próximas e distantes, porque na vivência da solidariedade não há fronteiras”, salientou. Por isso, concluiu que esta é uma obra edificada com “amor, por amor, construída com o coração”. O pároco aproveitou ainda para agradecer, em nome do

António Freitas

Sofifiaa Abreu Silva

Centro Social de S. Cosme custou cerca de 1,5 milhões de euros

Centro, a todas as “pessoas, grupos, movimentos, instituições, empresas e Câmara de Famalicão que ajudaram a tornar possível esta obra social”. Na sua intervenção, Armindo Costa, presidente da Câmara de Famalicão, preferiu destacar a importância dos centros sociais, uma vez que, segundo ele, a vida moderna não favorece o apoio familiar. “Os centros sociais são o recurso público para apoiar aqueles que mais precisam do nosso auxílio, as crianças e os idosos”. O edil recordou que nos últimos anos foi feito um investimento de 13 milhões de euros na construção de mais de 10 valências sociais. “Com o Centro Social de Vale S. Cosme, o concelho de Famalicão fica com uma rede de equipamentos sociais de excelência”, vincou,

acrescentando que com os novos equipamentos foi reforçado “o poder de intervenção das instituições que são importantes no combate às situações socialmente graves que se devem à crise económica que estamos a viver”. Re de social d e Famalic ão e l o g i a da Na mesma linha de Armindo Costa, a presidente do Instituto da Segurança Social, Mariana Ribeiro Ferreira, defendeu uma rede forte de instituições sociais que consigam dar respostas às famílias que passam hoje por dificuldades. E apontou como exemplo a rede social de Famalicão. “Precisamos de ter mais redes sociais no país com o dinamismo da rede social de Famalicão”, sublinhando que só assim seremos “capazes de ul-

trapassar este cenário pessimista”. A responsável considerou as instituições da rede social como um “parceiro fundamental”, que, pelo esforço na qualificação, pelo modelo de intervenção que adoptaram e pela sua génese, conseguem prestar “um apoio inquestionável no combate à pobreza e à exclusão social”. Para Mariana Ferreira, a família tem de continuar a ser “o pilar da nossa sociedade”, seja através das valências da creche, seja pelas valências de apoio aos mais idosos e mais dependentes. “É aqui que é possível prevenir e evitar uma desestruturação social e familiar”, observou. Por seu último, D. Jorge Ortiga, arcebispo primaz de Braga, afirmou que as instituições são

importantes, mas não resolvem todos os problemas, referindose concretamente às notícias que dão conta do aumento de idosos que morrem sozinhos. “Podemos ter óptimas instituições e continuar a ter nas nossas comunidades problemas sociais sérios e gravíssimos. Podemos continuar a assistir a este escândalo, dos tempos que correm, com pessoas de idade a morrerem sozinhas nas suas casas”, disse. E apontou que 300 pessoas encontraram-se sozinhas e mortas nos últimos 10 anos, porque, apontou, “ nos distraímos do tal amor que devemos ter uns aos outros e deixamos de olhar para o lado”. O arcebispo considerou, por isso, que a bênção do Centro Social implica renovar “um compromisso numa pastoral social, mas uma pastoral com alma”. pub


10

pública: 1 de Fevereiro de 2o12

freguesias

Curso de noivos arranca em Ribeirão

No passado domingo, 22 de Janeiro, 43 pares de noivos iniciaram, nas instalações do Centro Social Paroquial de Ribeirão, uma série de encontros de preparação para o Matrimónio. Acompanhados por sete casais e um sacerdote, neste caso monsenhor Manuel Joaquim, os noivos vão seguir a proposta dos Centros de Preparação para o Matrimónio (CPM). Os noivos procedem das paróquias da Zona Pastoral de Ribeirão: 17 pares de Ribeirão; 8 de

Fradelos; 4 de Lousado; 10 de Esmeriz, Cabeçudos e Palmeira; e ainda 3 pares das paróquias de Areias, Avidos e Lagoa e 1 par de Landim. Os encontros decorrerão ao domingo, das 15h00 às 18h30, terminando sempre com a celebração da eucaristia, sendo que ao longo da preparação vão reflectir sobre seis temas: “Uma Comunidade de Amor”, “Matrimónio Sacramento”, “Diálogo e Gestos de Amor”, “A Fecundidade do Casal” , “Nova Situação Novas

Exigências” e “O Amor ao Longo da Vida”. Depois da reflexão em grupos, seguindo as pistas que o CPM propõe, há pausa para café e, a seguir, plenário para troca de ideias e aprofundamento dos temas. O momento mais forte do plenário é o testemunho de vida de um casal sobre o tema que foi tratado. De referir que na Zona Pastoral de Ribeirão se realizam encontros de CPM há mais de 40 anos, ininterruptamente.

Junta de Delães promoveu recital de poesia Dando seguimento ao Plano de Atividades para 2012, a Junta de Freguesia de Delães levou a efeito o primeiro Recital de Poesia na passada sexta-feira, com a presença do poeta famalicense Álvaro Oliveira. Em nota à imprensa, a autarquia saúda “a enorme recetividade que este evento cultural teve pela parte da população em geral e em particular pelos alunos da Escola EB 1 do Loureiro”, agradecendo o emprenho demonstrado pelo coordenador da escola, António Abreu. Este recital teve duas partes distintas. Começou com a atuação dos alunos da escola, onde se destacaram os exercícios da “Lega lenga”, “trava línguas”, provérbios

e poesia, que fazem parte do projeto educativo para o ano 2011/2012. A segunda parte foi totalmente preenchida com a declamação de poemas da autoria do poeta convidado, sendo que alguns foram recitados por dois alunos da escola. A Junta de Delães agradece ainda o contributo da Plataforma ASSOCIART para a iniciativa, adiantando que continuará a aposta na organização e outros eventos similares. Para a autarquia, estas iniciativas contribuem para “uma melhor literacia da nossa população bem como uma maior interatividade entre os alunos e os adultos, servindo como mais um canal para um salutar crescimento das nossas crianças”.

Externato Delfim Ferreira

Alunos vão pela primeira vez ao Theatro Circo Alunos do Curso Profissional de Artes do Espectáculo, do Externato Delfim Ferreira, de Riba d’Ave, assistiram à peça “Jardim – Pedro e Inês, a história secreta nunca antes contada”, no Theatro Circo, em Braga, no passado dia 20 de Janeiro. Foi a primeira vez que alunos deste curso se deslocaram ao Theatro Circo, sendo que um dos actores da peça, Rui Madeira, é um dos grandes colaboradores do curso, “mostrando sempre carinho e desejo de partilhar com os nossos alunos a sua já longa experiência de ator, encenador e diretor artístico”, dizem os responsáveis pelo curso em nota à imprensa. Depois de assistirem à peça,

os alunos tiveram a oportunidade de conversar com Rui Madeira e com o elenco de atores, tendo a possibilidade de descobrir todo o trabalho dramatúrgico que levou ao nascimento deste espectáculo. A noite terminou com uma visita guiada ao Theatro Circo também pela mão de Rui Madeira. Participação no Regional de Orientação Entretanto, no passado dia 21 de Janeiro, os alunos do Desporto Escolar – Orientação do Externato Delfim Ferreira participaram na primeira prova do Ranking Regional Norte de Orientação, que se realizou no ISAVE da Póvoa de Lanhoso. Foi no escalão Infantil Femi-

nino que o externato obteve as melhores classificações, conseguindo os três primeiros lugares com Margarida Costa (7.2), Bárbara César (7.3) e Francisca Magalhães (7.2). Já Frederica Alves (7.2) conseguiu o 13º lugar. Em relação ás restantes provas, as classificações foram as seguintes: Fácil – Sara Puga 22º, Joana Pacheco 32º, Mara Mateus 36º e Rita Puga 37º. Iniciados feminino – Maria Carvalho 35º. Iniciados masculino – Alexandre Ferreira 15º. Juniores feminino – Diana Ferreira 8º, Sara Gonçalves 10º , Mariana Carvalho 12º, Regina Machado 13º e Patrícia Rocha 14º. Percurso difícil – Carlos André Figueiredo 18º e Cristóvão Costa 19 º.

Domingos Ferreira lança livro de poesia “Um sonho de criança” é o título do primeiro livro de poesia de Domingos Ferreira, um famalicense, colaborador do Externato Delfim Ferreira. É um livro de poesia que fala das tristezas e alegrias da vida e do amor. É, segundo o autor, “um desabafo em verso”, a concretização de um sonho que vinha desde criança, já que, em tempos idos, nos lenços de papel, ficavam registados os poemas intimistas que dedicava à sua namorada. Em 2011, Domingos Ferreira participou no “I Concurso de Poesia Aurélio Fernando”, “onde obtive um honroso 3º lugar, que tudo se alterou”. E continua: “O gosto pela escrita aumentou e foi então que, a partir desse dia, comecei a escrever com maior frequência e estou a gostar imenso de escrever”. Este livro – edição do autor – demonstra que, depois do sonho, a obra pode nascer…

Novo projecto da Escola de Pais em Riba ‘Ave No âmbito do seu plano anual de actividades, a Associação de Pais e Amigos do Jardim de Infância e da Escola da Avenida de Riba d’Ave (APAJIEARA) deu início a mais um projecto da “Escola de Pais”, no passado dia 13 de Janeiro. O tema escolhido para esta primeira formação foi o novo programa de matemática para o 1º ciclo. Assim, os pais poderão aprender novas técnicas para ajudarem os seus filhos a melhorar tanto a compreensão como o raciocínio, temas sobre os quais mais incide a alteração do programa. Rosalinda Herdeiro, coordenadora do 1º ciclo no Agrupamento de Escolas de Pedome, a concluir o seu doutoramento pela Universidade do Minho e autora de publicações relacionadas com a educação, aceitou o pedido da associação para desenvolver esta atividade em Riba d’Ave. As sessões têm corrido num ambiente descontraído e de partilha.

Exposição dos Automóveis Antigos de Landim A Associação dos Amigos dos Automóveis Antigos de Landim organizou mais uma exposição de viaturas clássicas no recinto do Lago Discount, em Ribeirão. Ao domingo, esta associação tem um espaço aberto ao publico para exposição e venda de viaturas no Lago Discount mas, no passado domingo, as viaturas estiveram expostas ao ar livre para que o público pudesse ver ao pormenor os veículos em excelente estado de conservação . Segundo a associação, a mostra teve uma adesão significativa de publico, que pôde apreciar várias viaturas para venda, desde os pequeninos minis ate ao grandes Chevrolet.


pública: 1 de Fevereiro de 2012 11

freguesias

Novo provedor anunciou desejo de abrir novas valências

Misericórdia de Riba de Ave quer apoiar crianças e idosos A Santa Casa da Misericórdia de Riba de Ave pretende criar nos próximos anos valências para a infância e para a terceira idade. A novidade foi avançada, na segunda-feira à noite, pelo novo provedor Francisco Guedes, que assumirá o cargo nos próximos três anos, substituindo Raul Alexandre. Antes da cerimónia de tomada de posse foi celebrada uma missa, por D. Jorge Ortiga, arcebispo primaz de Braga. Entretanto, já no salão nobre da Santa Casa, no seu primeiro discurso como provedor, Francisco Guedes falou nos projectos a concretizar, designadamente “a reestruturação e ampliação do Hospital Narciso Ferreira, em Riba d’Ave”, anunciando também a vontade de criar valências para receber crianças e idosos. Segundo o novo responsável, embora a Misericórdia de Riba d’Ave esteja neste momento direccionada para a solidariedade social, particularmente no âmbito da Saúde, tem no seu compromisso a “obrigação de abrir as suas prestações, além das actuais, como o apoio aos idosos e às crianças, aos desempregados e a outras situações de carência, pelo que tentará encetar conversações não só com a

António Freitas

Sofifiaa Abreu Silva

Francisco Guedes assumirá cargo de provedor da Misericórdia de Riba de Ave durante três anos

Segurança Social, mas também com a Câmara de Famalicão, sempre em conformidade com as instituições existentes, de forma a não duplicar serviços”, divulgou. Francisco Guedes considera fundamental, num ano em que as dificuldades sociais são notórias, “interagir com a sociedade em torno da Misericórdia, através de encontros com as instituições existentes, de forma a que se consiga um efectivo apoio concertado aos mais necessitados”. Sem querer adiantar exactamente que tipo de valências sociais poderão surgir no futuro, Fran-

cisco Guedes pediu, para já, maior voluntarismo dos irmãos da Misericórdia para executar os projectos. “Temos a noção clara que o voluntariado terá de ser mais activo, pelo que pediremos aos irmãos uma maior participação, criando as condições necessárias à sua motivação e ao seu empenhamento no alcance dos objectivos, com as valências a desenvolver”, referiu. Ouvindo os projectos que a Misericórdia de Riba de Ave tem para os próximos três anos, Rui Barreira, director do Centro Distrital da Segurança Social de Braga, deixou o seu apoio às novas valências que

poderão surgir. “Tem aqui quem o vai encorajar a entrar nesse novo desafio. Queremos que a sua vontade, seja a nossa vontade”, disse o director, dirigindo-se ao novo provedor da Santa Casa. “Os tempos são difíceis”, reconheceu, mas “nem sempre o dinheiro é que faz solidariedade”, disse. Rui Barreira enalteceu ainda o trabalho das misericórdias no país: “Queremos continuar a trabalhar com as misericórdias, porque sentimos que as misericórdias têm um efectuado um trabalho digno de louvor”. Em representação da União de

Misericórdias, Bernardo Reis, declarou entender que, em tempo de dificuldades, o trabalho das misericórdias é mais exigente. “As misericórdias estão a passar por diversas dificuldades, quer na área da saúde quer na área social, mas agora e, como sempre, vão ultrapassar os obstáculos com persistência e amor ao próximo e jamais enjeitarão as suas responsabilidades na sociedade portuguesa”, garantiu. Segundo Bernardo Reis, os objectivos misericordianos não serão defraudados, serão antes “direccionados ao serviço do bem comum, contribuindo para atenuar os problemas sociais, não perdendo de vista as novas formas de pobreza que exigem precaução, discrição e grande sensibilidade”, notou. Já Armindo Costa, presidente da Câmara de Famalicão, elogiou o trabalho da Santa Casa de Riba d’Ave, declarando que “assume um papel preponderante na sociedade famalicense e na solidariedade em favor dos mais protegidos, através do Hospital Narciso Ferreira, que é uma das suas principais valências”. O edil lembrou ainda que a rede social de instituições em Famalicão tem “sido apontada como um exemplo pelos vários governos a seguir em matéria de solidariedade social”. pub

Projecto de voluntariado em Riba d’Ave No passado dia 26 de Janeiro terminou a primeira acção do projecto de voluntariado “Rede Mais” destinado aos idosos do Centro Social e Cultural de Riba d’Ave, integrados no Serviço de Apoio Domiciliário. Esta primeira acção consistiu na formação inicial aos 19 voluntários inscritos no projecto, desenvolvida em parceria com o Banco Local de Voluntariado de Famalicão. Ao longo das três sessões de formação foram abordados vários temas. Segundo a instituição, tratou-se de uma formação “muito interessante que permitiu um conhecimento e uma partilha de ideias entre os voluntários e a coordenação do projecto”.

GNR detém homem a roubar cobre A GNR deteve um homem de 32 anos a roubar artigos em cobre, numa casa em Famalicão, na quarta-feira da semana passada. O indivíduo foi apanhado em flagrante a desmantelar a instalação eléctrica e tubos da canalização da água, tudo em cobre, de uma habitação. A GNR deteve, de imediato, o homem, toxicodependente e referenciado por outros furtos. “O indivíduo encontrava-se a desmantelar a instalação elétrica e os tubos da canalização da água, ambos em cobre, para posterior venda”, refere a GNR em comunicado.

Torneio de sueca em Abade Vermoim A Comissão de Festas de Nossa Senhora da Abadia, de Abade Vermoim, promove um torneio de sueca, no próximo sábado, dia 4, pelas 15 horas, na residência paroquial. Haverá prémios para os primeiros quatro classificados e ainda dois prémios surpresa. As inscrições são feitas do local, onde funcionará um serviço de bar.

Grupo etnográfico “As Lavradeiras” retoma actividade Depois de ter suspendido a sua actividade durante o ano de 2011,o Grupo Etnográfico “As Lavradeiras” de Santa Maria de Oliveira realizou, no passado sábado, uma assembleia geral com o objectivo de debater o seu futuro. Assim, ficou decidido, por unanimidade, que o Grupo irá retomar a actividade com os elementos já existentes, mantendo as portas abertas para receber novos elementos. Os interessados podem pedir informações junto dos componentes.

Milho d’Oiro celebra Dia da Associação A Milho d’Oiro, Associação Cultural e Artística de Gavião, comemora no próximo domingo, o “Dia da Associação”. O programa inicia com uma eucaristia, pelas 9 horas, na igreja paroquial, seguida de uma sessão solene no Polidesportivo das Ribeiras.


12

pública: 1 de Fevereiro de 2o12

freguesias

Rumo à Aventura realizou mais uma caminhada no Gerês No fim-de-semana de 20, 21 e 22 de Janeiro, o grupo de montanhismo Rumo à Aventura, de Lemenhe, realizou mais uma caminhada pelos trilhos da Serra do Gerês. Desta feita a travessia teve início nas proximidades das Lagoas Marinho, seguindo pelo vale do Ribeiro do Couce até ao estradão das Minas de Carris, descendo depois até à Portela do Homem, numa extensão de aproximadamente 20 quilómetros. Depois de uma viagem de carro desde a Ermida, cruzando as belas aldeias de Fafião, Cabril e Xertelo, iniciaram a caminhada

na Lage dos Infernos (847m). Os primeiros passos no estradão permitiram apreciar as preciosas sete lagoas, seguindo depois a dura subida com toques de escalada até ao planalto que engloba as Lagoas Marinho (1195m). O grupo seguiu depois pelo vale do Rio Couce até às Lamas do Homem (1400m), onde se encontra a Nascente do Rio que adoptou o mesmo nome, local onde interceptaram o estradão que dá acesso às desactivadas Minas de Carris. Faltavam então descer sete quilómetros até à Ponte de S. Miguel na Portela do

Homem. O Rio Homem acompanhouos ao longo de toda a descida calcorreada num caminho que, apesar de bastante pedregoso e escorregadio, mostra as mais belas paisagens do Gerês onde não faltam pontes em madeira, quedas de água, vegetação luxuriante, lagoas de água límpida e a famosa Boca do Inferno. O percurso, apesar de não ser de extrema dificuldade física, teve que ser realizado com auxílio de cartas militares, uma vez que não se encontra marcado em quase toda a sua extensão.

CNE de Landim realizou concurso de Reisadas Na tarde do passado domingo, o Agrupamento de Escuteiros de Landim organizou o seu VII Concurso de Reisadas, no auditório do Colégio das Caldinhas a quem o agrupamento agradece o apoio dado para a concretização desta festa. Os oito grupos que desfilaram no concurso apresentaramse com grande qualidade e animação o que enriqueceu ainda mais a iniciativa. Participaram o Grupo Folclórico da Casa do Povo de Serzedelo, Grupo de Amigos de Santa Marinha, Coro Infantil e Juvenil de Landim, Associação Cultural de S. Salvador da Lagoa, Grupo Coral de Armil, Grupo de Pais e Amigos do CNE de Landim, Casa d’Avó e Agrupamento 307 do CNE de Ponte. O concurso foi ganho pelo

Assistente de Línguas espanhola na Didáxis de Riba d’Ave No âmbito dos projetos europeus da Didáxis, a escola de Riba d’Ave recebeu uma nova Assistente de Línguas estrangeiras. Em Janeiro a espanhola Larisa Salas Roa foi recebida na escola onde colaborará, nos próximos períodos letivos, como Assistente de Línguas. Madrilenha e licenciada em História e Filosofia, Larisa Salas Roa passou os últimos meses em Inglaterra a fazer alguns cursos que lhe permitiram melhorar as suas competências linguísticas à língua inglesa. Na escola de Riba d’Ave, para além do trabalho como Assistente de Línguas, a espanhola pretende ser uma parceira na implementação e orientação de projetos europeus da Didáxis, dinamizar actividades ligadas à sua formação académica e fomentar cursos de iniciação de língua espanhola.

Centro Social de Seide promove noite de karaoke O Centro Social de Seide S. Miguel vai realizar, no próximo dia 11 de Fevereiro, mais um evento destinado a angariar fundos para o equipamento. Desta vez a iniciativa dirige-se ao público mais jovem, propondo uma noite de karaoke acompanhada de “francesinha”. O evento terá início às 20 horas, nas instalações do Centro Social e Paroquial. A entrada é livre, sendo apenas necessário reserva para a “francesinha”, através dos contactos 252378082, 911111829, 916280617 e 966908235 ou diretamente nas instalações do centro.

Dádiva de sangue em Gavião No próximo domingo, dia 5, a Associação de Dadores de Sangue de Famalicão promove uma “Colheita de Sangue” no Salão Paroquial de Gavião, com o apoio dos escuteiros e aberta à população em geral. A “colheita” será realizada entre as 9h00 e as 12h30 pelo Instituto Português do Sangue do Porto.

Grupo de Pais e Amigos do CNE de Landim, seguido dos Casa d’Avó e do Coro Infantil e Juvenil de Landim, no segundo e terceiro lugar, respectivamente.

Paralelamente ao concurso, os Escuteiros de Landim promoveram uma apresentação muito divertida que já é uma “imagem de marca” desta iniciativa.

Assinado auto de consignação do lar de Calendário Foi assinado, na passada segunda-feira, dia 30 de Janeiro, o auto de consignação da obra de construção do Lar de Idosos, Centro de Dia e Serviço de Apoio ao Domicílio do Centro Social de Calendário. O contrato foi rubricado com a empresa Condalton, que tem agora um prazo de 15 meses para construir o equipamento.

Curso da Benjamim Salgado no Facebook O Curso Profissional Técnico Eletrónica Automação e Computadores (CPTEAC) da Escola Secundária Padre Benjamim Salgado, de Joane, acaba de criar uma página no Facebook que é apresentada publicamente, esta quarta-feira, pelas 16 horas. A iniciativa conta com a participação dos alunos das três turmas do referido curso e pretende ser uma plataforma de comunicação entre os actuais alunos e os potenciais candidatos a alunos. O espaço pretende ainda abordar as questões relacionadas com o dia-a-dia do Curso, publicitar as iniciativas realizadas pelos alunos e divulgar o CPTEAC.

Concerto natalício em Cabeçudos No passado domingo, realizou-se em Cabeçudos um concerto natalício de apoio ao centro social, numa iniciativa desenvolvida pelo professor João Junqueira em colaboração com amigos de longa data, que partilham o gosto pela música e o sentido de solidariedade. Carlos Carneiro, Rui e Mónica Mesquita, Nuno Montalto e Ana Junqueira, foram alguns dos convidados que actuaram no espectáculo, acompanhados por uma orquestra composta por violinos, violoncelos, piano, guitarra e flauta. O sentido deste espectáculo teve como fio condutor o genuíno sentido de Natal, daí que o alinhamento musical tenha começado com dois Avé-Marias, seguido de vários temas, terminando com quatro temas de Natal, da autoria de Carlos Carneio, que relembraram Natal tradicional. Para além da música, houve também momentos de poesia interpretados por António Sousa. pub


pública: 25 de Janeiro de 2012 13

publicidade

Po s t os d e D is t r i b u iç ã o Abade de Vermoim Restaurante Costa e Silva Rua 25 de Abril Antas Quiosque Espaço Verde Rua 8 de De zembro Retiro da Mariquinhas Lugar da Igreja Anta’s Café Edif. Jardins do Lago Sede do A.R.C.A. Lugar da Portela Quiosque Central Central Camionagem Arnoso Santa Eulália Café Bastos Rua da Car valheira, 111 Café Santo Amaro Rua Dr. Agost. Fernandes Arnoso Santa Maria Casa Bola d’Ouro Av. Conde Arnoso Posto de Abastecimento Junto à Engenho Foto Look Av. dos Moinhos Mini Mercado Costa Rua 8 de Dezembro Restaurante do Altinho Rua do Altinho Supermerc. Diamantino Lugar de Lages Avidos Pão & Companhia Estrada Nacional 204/5 Churrascão Sousa Rua Estrada Nacional 204/5 Fatipão Tra vessa Quinta da Ponte Café-Restaurante Amaury R. Estrada Nacional 204/5 Bairro Past. Pão Quente Rosa Celeste Av. Joaquim Leite Café Pastelaria Sonho Azul Av. Joaquim Leite Papelaria Compasso Avenida Sil va Pereira Bente Churrasqueira O Toneco Avenida dos Emigrantes Supermercado Teresinha Av. dos Emigrantes, 1707 Café Sampaio Rua da Praça, 385 Supermercado Belita Lugar de Cardal Brufe Supermercado Azevedo Rua D. Jorge Ortiga Mini-mercado Né Rua Manuel Moreira Maia Drogaria e Pichelaria DP R. Joaquim Pereira, 468 Lj Cabeçudos Casa Carlos Rua 25 de Abril, 145 Bricoonda Rua Estrada Nacional 204 Quiosque Central Lugar do Souto Calendário Quiosque das Oliveiras Rotunda das Oli veiras Sede Barrimau R. José Elísio G. Cerejeira Bodyline - Training Center Rua Visconde de Gemunde Casa FC Porto de Famalicão Rua S. Julião - Ed. Jardins Penedo Dom Marco – Padaria Pastelaria R. Saint Fargeau Ponthierry Ed. Eurofama Padaria Madrugada II R. José Elísio G. Cerejeira, 17 Super Talho Infante de Sagres R. Fontes Pereira Melo, 2115 lj 2 Vitória Caffe Alto da Vitória Recauchutagem Famalicense R. José Elísio G. Cerejeira - Pav 12 e 13 Quiosque Eurofama Av de França Bar Lagense Rua Manuel Monteiro, 48 Intermarché Rua S. Julião Diogo Snack-Bar Rua José Oliveira Menezes Recta Sr. dos Perdões

Talho Morado Rua José Gonçal vesCerejeira, 61 Costas & Oliveira R. Alberto Sampaio Supermercado Horácio & Sousa Av. D. Afonso Henriques, 3680 Eugénios Health Club R. P. Avis de Brito Casa Magote Rua de Rorigo Restaurante D. Antónia Ribaínho Carreira Cafetaria Franlu Rua do Fojo, 152 Cabeleireiro Novo Visual Rua do Fojo, 152 Café Santiago Rua da Estrada 204/5 Mini Mercado Bezerra Rua do Monte Mini Lurdes - Minimercado Rua do Outeiro, 27 Castelões Casa Chico Rua Álvaro de Castelões Pastelaria P. Quente Castelões Rua Georgiana Neto Café Tocano Rua de S. josé, 152 Pastelaria Sta Catarina Rua Vera Cruz Pastelaria Flôr da Ribeira Prta Ál varo de Castelões Cavalões Mini Mercado Belo Horizonte Rua Do Comércio P. Repsol Os Emigrantes R. Dr. José A. Carneiro Cruz Peluche - Pastelaria Largo Sr. dos Aflitos Mercearia Rego Av. S. Tiago da Cruz Mercearia Afonso Costa Rebelo Rua das Vendas, 50 Delães P a p e l a ri a M a rq u e s Avenida da Portela (Posto Galp) Qu i osq u e junto à igreja Peixot o Sp or t Junto aos Correios Pa py ru s L ivra r ia Qu iosq ue Av. Albino Marques, Ed. Europa Sa p at ar ia Pe ixo to Junto aos Correios Past el a ria D oc e Mar co Zona Industrial Pocinhos P as t e l a r i a C ar m i t a Av. Albino Marques, nº 366 Su p er mer ca do Bel ita Rua da Igreja P a v i l h ã o De l ã e s Bairro Augusto Correia L j de Co nven iên c ia de D el ã es Rua da Igreja nº10 Esmeriz Livraria e Papelaria Grafiarjo Junto às escolas primárias Junta de Freguesia de Esmeriz Rua da Casa da Junta, 14 Café Jota Largo do Souto, 86 Café Principal Avenida Carlos Bacelar Fradelos TF Gest - Posto Combustíveis Lugar da Quinta Quiosque Reis Rua Sta. Leocádia Posto Galp Junto à Junta de Freguesia Gavião Mini-Mercado S. Vicente Rua 20 de Junho Posto Repsol Estrada N14 Estrela da Sorte Lotarias Junto à Rot. Stº António Hotel Moutados Avenida do Brasil, 1223 Gondifelos Casa das Prendas Parque das Tílias P. Abastecimento Sopor Av. São Félix

Joane Petro Joane Rua S. Bento Posto de Combustível de Joane Av. Dr. Mário Soares Biblioteca ATC Rua Dr. Agostinho Fernandes Snack-Bar O Rei dos Cachorros R. dos Laburins - Ed. Pérola do Vau Bar ATC R. Dr. Agostinho Fernandes Supermercados Dá-Cá Tv. Padre Sil va Rego, Lj.11 Quiosque Central de Joane Largo da República Snack Bar O Rei dos Cachorros II Av. Dr. Mário Soares, 364 Churrasco da Ponte Labruge Bar do GD Joane Av. Padre Benjamim Salgado Café Central Lugar de Telhado Supermercados Henrique Avenida dos Laborins Mercearia Olivia Lopes Lugar Rui vos Café S. Miguel Rua Santo Amaro Quiosque da Feira Largo da Feira Piscinas Rua de Leognan

Bar da Estação Estação Caminhos de Ferro Café Central Rua Cardeal Cerejeira, 202 Mogege Café Snack Bar Cruzeiro Av. Bernardo Guimarães Café Águia Rua da Liberdade, 166 Pastelaria Celiana Av. Padre António Ferreira, 470 Café Flor do Minho Lugar da Boa vista Mouquim Mini Mercado Igreja Largo da Igreja Adega Reg. Stª Filomena Ançariz Nine Café Santos Quintães Restaurante Snack-Bar Irmãos Loteamento do Bacelo, 67 CP Quiosque Ed. Estação Caminhos Ferro Nine Estação Serviço Cepsa Lugar da Estação Novais Café Reguila Rua das Almas Mini Mercado Azevedo Largo S. Simão

Jesufrei Jardim Infância de Jesufrei Por cima da junta Café Mercearia Ramos Rua da Igreja Café S. Miguel Rua P. Domingos A. Pereira

Oliveira Santa Maria Delnet, Lda Av. 25 de Abril Scam- Posto Gasolina Rua do Sestêlo Café Riera São Cristo vão

Lagoa Café Europa Av. dos Lamosos Casa Carvalho Rua EN 204

Oliveira São Mateus Café Esplanada R. Estrada Municipal 574 Mini Mercado das Casas Rua 1º De zembro, 64 Padaria Pastelaria S. Mateus R. Camilo Castelo Branco, 141 Pizzaria Topo Gigio Rua S. José Papelaria Andrade Rua da Santa Ana Piscinas Lugar do Quinteiro Mini Mercado Vieira Lugar do Quinteiro

Landim Quiosque Landinense Largo das Tílias Café França Avenida da Tílias Cervejaria das Campas Rua do Sobreiral, nº 12 Junta Freguesia de Landim Alameda do Mosteiro, nº 62 Café Carvalhal Largo da Senhora das Dores, nº2 Café Vida Nova Lugar de Segures Lucyland Rua da Estrada Nacional Mercado Stª Marinha Rua Santa Marinha, 273 Cervejaria Pão Quente Avenida Avenida da Lamela, 519 Frutapão Rua Senhora do Carmo, 39 Café Sobreiral Rua de Sobreiral, 166 Lemenhe Café Costa Verde Aldeia No va Restaurante Fervenças Rua Papa João Paulo II Café Avenida R. P. Domingos A. Pereira Pastelaria Aromas de Canela R. Papa Joâo Paulo II, 790 Louro Café Central Tra vassos Bar do GD Louro Rua Martires do Ultramar Carfoto R. Padre Domingos J. Pereira, 1245 Taberna Ilha do Fogo Barradas Cafetaria e Posto Combustível Cepsa R P. Domingos J. Pereira Lousado Restaurante Linha Lugar do Souto Café Ribeiro Largo Conde da Covilhã, 67 Café Atalaia Rua do Carvalhinho, 503 Café Tae-Kwon-Do Loteamento Mabor, 52 Quiosque do Souto R. Cardeal Cerejeira

Rua 25 de Abril Azoria - P. de Combustiveis Av. Cidade Abreu & Lima, nº2 Pavilhão Riba d’Ave Parque das Tílias Papelaria Riscos e Rabiscos Av. Narciso Ferreira Café Bento R. Liberdade, 161 - R/C Ribeirão Quiosque Central Frente à Junta de Freguesia Mercado Azevedo Av. 3 de Julho Café Paris Compl. Hab. Bragadela, Loja 28 Café Desvio R. S. João de Deus, 51 Charly Pastelaria e Padaria Rua da Bragadela, nº3 Restaurante Colina do Ave Rua do Vau, 11 Bar do GD Ribeirao Campo do Passal Café Central Lugar do Outeiro Ruivães Livraria Pap. Campos Rua do Pereiró nº 68 Vinha Super - Combustíveis Lugar da Vinha Pimacom Av. Dr. Júlio Araújo, 410 Café Arco-Íris Rua Vasco da Gama, 209 JM Café Pastelaria Rua da Vinha Café Sede Ruivanense Rua do Pereiró Supermercado Rosa de Fátima Rua do Souto, 243 Café Juventude Rua Domingos Monteiro Pastelaria Pão do Monte Rua Domingos Monteiro Seide S. Paio Associação Juventude Alegre Largo Nossa Sra. Parto Café Snack-Bar Novo Milénio Edf. Agrinha, 879 Seide S. Miguel Café Snack-Bar Camiliano Largo Dona Plácido Café Popular Co vas

Outiz Papelaria Fernandes Av. Jorge Reis

Sezures Café do Monte R. Srª. Boa Viagem Café Mercearia Central Rua N. Srª Fátima

Pedome Café Centro Av. S. Pedro Café S. Cristovão Rua da Bemposta

Telhado Mercearia Barbosa Rua do Azideiro Posto Abast. Carneiro Araújo Avenida Principal

Portela Café Snack-Bar Nova Era Rua da Igreja

Vale S. Cosme Café Restaurante Veiga Av Tibães Talho S. Cosme Av. Tibães Junta de Freguesia Vale S. Cosme Rua da Igreja, 151 Café Pão Quente Lamela Doce R. Sr. dos Bons Caminhos, 644 Café Tulipa R. Conde Vale S. Cosme Pastelaria Miga Doce Avenida Central Café da Pedra Rua da Pedra Minimercado Outeiro Travessa do Monte

Pousada Saramagos Quiosque Pousada Avenida da Riopele Associação Família Benfiquista Rua de Espanha, nº 128 Papelaria Livraria Nove Av. do Cru zeiro, 171 Pap. Carlos Carvalho Av. Stª Justa Minimercado Primavera Travessa da Ponte Nova, 19 Requião Mini-Bazar da Portela Lugar da Portela Churrascaria Flores Av. S. Silvestre, 1954 Mini- Bazar S. Bento Lugar da Portela Talho Ribeirais Rua de Ribeirais Bar do Salão de Festas Lugar do Mosteiro Estação Serviço Portela Estrada 206 Riba d’ Ave Café Para Pedro Rua Joaquim Ferreira Café Latitude Trav. Camilo Cast. Branco Papelaria Maria Aurora Silva R. 25 de Abril - R/C - Dir Junta de Freg. de Riba d’Ave A. Tílias, nº 39 Café Central

Vale S. Martinho Auto – Mercado Minda Lugar do Outeiro Koppus Caffe Rua do Passo Vermoim Avelino Lomba Pimenta Junto à Capela Café Floresta Lugar da Floresta Supermercado Flor de Liz Rua de Penelas Café Breia Av. Breia de Cima, 90 Infor Bit Av. D. João XXI, 1820 Restaurante Romy Av. João XXI Café Zé Ringo Av. Monte dos Combros

Café FM Rua António Oli veira Costa Estação Serviço Esso Av. João XXI Vila Nova Famalicão Quiosque Avenida Centro Comercial Aro Kyosk Shop R. Lino José Ferreira. lj 236 Quiosque Abrigo Av. General Humberto Delgado Quiosque Moderno R. Adriano Pinto Basto, 156 Supermercado Lopes & Costa Rua Santo António Quiosque Abanca Av. Dr Carlos Bacelar Cior Escola Profissional R. Amélio Rey Colaço Papelaria S. Tomé Av. Barão da Trovisqueira, 7 Café Tostinhas Rua Mário Cesarini, Lj 6 Quiosque Sagres Parque da Ju ventude Bargauto Rua D. Sancho I Restaurante Lua Cheia Avª Barão Trovisqueira Fagricoop Rua Sr. da Agonia, 372 Casa Salora R. Vasconcelos e Castro Quiosque da Estação Estação CP Famalicão Papelaria Quinta do Vinhal R. P. Freitas reis, Ed. Vénus Lj 12 Quiosque Kalifa Av. Rebelo Mesquita Cartercombe - P. Abastecimento Rua S. João de Deus Tabacaria Sampaio Rua Narciso Ferreira Arriva Central Camionagem Salão de Jogos St Tropez Tras. Shopping Twon Casa Voga R. Adriano Pinto Basto Quiosque Hospital Junto ao Hospital Tabacaria Fernandes Rua Santo António Latino’s Bar Restaurante Av. do Brasil Vida Sã Rua Barão da Trovisqueira Tabacaria França Rua Ernesto Car valho A Mascotinha da Sorte Praça D. Maria II Bar Pavilhão Municipal Av de França Supermercado Bandeirinha Rua Cons. Santos Viegas, 162 Café Sousa Balaída - Mões Café Snack-Bar Luso Brasileira Av. 25 de Abril Café D. Sancho I Rua Augusto Corrreia Parque Estacionamento Sagres Rua Luís Barroso Casa Benfica de Fa malic ão Praça D. Maria II Papelaria Armanda Lima Rua Cons. Santos Viegas, 58 Quiosque E. Leclerc Hipermercado E. Leclerc Vilarinho Cambas Café Snack-Bar Barreiras Rua da Cumieira, 659 Pastelaria S. Paulo Rua da Roederstein 5 Junta Freguesia Vilarinho Rua da Saudade, 45 Café Castanhal Lugar de Castanhal Restaurante Martins Urbanização Navio - Lote 2 R/C Trofa Quiosque Desporto 2004 Rua D. Pedro V Quiosque do Pedro Rua Conde S. Bento Bazar Tina Rua Júlio Dinis Santo Tirso Pizzaria Snack-Bar Noddy Areias Pão Quente Areias Junto à igreja de Areias Viatodos P. Abastecimento Galp Viatodos


14

pública: 1 de Fevereiro de 2o12

Ministério da Educação e Ciência Direção Regional da Educação do Norte Escola Secundária Camilo Castelo Branco Vila Nova de Famalicão

Aviso nº 1122/2012 (publicado em DR. II série de 25/01/2012) Abertura do procedimento concursal para o cargo de Diretor (m/f)

Nos termos do disposto no artigo 22º do Decreto-Lei n.º 75/2008, de 22 de abril, e no artigo 5º da Portaria n.º 604/2008, de 9 de julho, torna-se público que se encontra aberto o concurso para provimento do lugar de Diretor (m/f) da Escola Secundária Camilo Castelo Branco, em Vila Nova de Famalicão, pelo prazo de 15 dias úteis, a contar do dia seguinte ao da publicação do presente aviso no Diário da República: 1 – Os requisitos de admissão ao concurso são fixados nos pontos 3 e 4 do artigo 21º do Decreto-Lei n.º 75/2008, de 22 de abril, e no artigo 2º da Portaria n.º 604/2008, de 9 de julho. 2 – Formalização da candidatura – a candidatura é obrigatoriamente formalizada mediante apresentação de um requerimento em modelo próprio, disponibilizado na página eletrónica da Escola Secundária Camilo Castelo Branco (http://www.esccb.pt) ou nos serviços administrativos, dirigido à Presidente do Conselho Geral da Escola Secundária Camilo Castelo Branco, em Vila Nova de Famalicão. 2.1 – Entrega da Candidatura: Pessoalmente, nos serviços administrativos da Escola – Rua Padre Benjamim Salgado, 4760-412 Vila Nova de Famalicão, das 09h00 às 16h00, ou remetido por correio registado, com aviso de receção, expedido até ao termo do prazo fixado para as candidaturas. 2.2 – Do requerimento deverão constar os seguintes elementos: A) Identificação completa: nome, estado civil, naturalidade, data de nascimento, número e data do bilhete de identidade, respetiva validade ou Cartão de Cidadão, Número de Identificação Fiscal, residência, código postal e número de telefone/telemóvel. B) Identificação do lugar a que se candidata, referenciando a data da publicação do respetivo aviso no Diário da República. 2.3 – Os requerimentos de admissão deverão ser acompanhados da seguinte documentação, sob pena de exclusão: Curriculum vitae, detalhado, datado, assinado, atualizado, onde conste, respetivamente, as funções que tem exercido e a formação profissional possuída, apresentando, designadamente: I) Registo biográfico, devidamente atualizado e autenticado pelos serviços administrativos; II) Documentos comprovativos das habilitações literárias; III) Certificados de formação acreditada. IV) Outros elementos, devidamente comprovados, que se considerem relevantes para apreciação do mérito. B) Projeto de intervenção relativo à Escola, com um máximo de 20 páginas A4 em letra do tipo times new roman, tamanho 12 e espaçamento 1,5, margens de 2cm, contendo a identificação de problemas, a definição de objetivos/estratégias e a programação das atividades a realizar no mandato; C) Declaração autenticada do serviço de origem, onde conste a categoria, o vínculo e o tempo de serviço; D) Fotocópia do Bilhete de Identidade e do Número de Identificação Fiscal ou Cartão de Cidadão. É obrigatória a prova documental dos elementos constantes do currículo, com exceção daqueles que se encontrem arquivados no respetivo processo individual e este se encontre na Escola onde decorre o procedimento. 3 – Os métodos de avaliação das candidaturas são os estipulados no n.º 3 do artigo 7º, da Portaria n.º 604/2008, de 9 de julho, e no artigo 5º, do Regulamento para o recrutamento do diretor da Escola Secundária Camilo Castelo Branco, disponível na página eletrónica da Escola e nos serviços administrativos. 4 – Enquadramento legal – Decreto-Lei n.º 75/2008, de 22 de abril, Portaria n.º 604/2008, de 9 de julho, e Código do Procedimento Administrativo. 5 – Resultado do Concurso – As listas dos candidatos admitidos e excluídos serão afixadas na Escola Secundária Camilo Castelo Branco no prazo de 10 dias úteis após a data limite de apresentação das candidaturas e divulgadas no mesmo dia, na página eletrónica da Escola, sendo esta a forma de notificação dos candidatos. Vila Nova de Famalicão, 13 de janeiro de 2012.

A Presidente do Conselho Geral, Carolina Fernanda Braga Barroso Campos Silva

publicidade

VENDO T1

AQUECIMENTO

COMO NOVO MODERNO C/GARAGEM AV. DE FRANÇA EM FAMALICÃO TELM. 967 073 547

(O MAIS ECONÓMICO) Ar Condicionado/Bomba de Calor SUPERCLIMA, LDA 20 ANOS DE ACTIVIDADE ORÇAMENTOS Telem. 917 337 391

Transportes

Procuro trabalho

De Mercadorias

- Efectuamos Mudanças

Como motorista de ligeiros Disponibilidade imediata

Telm.:965 697 868 - Fazemos Distribuição de publicidade

BOA OPORTUNIDADE

ALVARÁ N.º 14030/2007

Vende-se Táxi

Tlm. 968 380 719 - 916 938 215 E-mail: franciscopinto_@hotmail.com

Ceide - VN Famalicão Contactos: 969 016 928 / 910 162 064 (Joaquim Sousa)


cultura

pública: 1 de Fevereiro de 2012 15 pub

Fevereiro com música e teatro na Casa das Artes

Clã apresentam novo trabalho em Famalicão O mês de Fevereiro começa, na Casa da Artes, com um novo projecto musical: “Algodão – Uma Falaciosa Noção de Intimidade”. É a estreia a solo do antigo vocalista dos Da Weasel. Uma aventura a solo é um reflexo de intimidade e este é o resultado que se pode encontrar no novo trabalho de Carlos Nobre, vocalista dos extintos Da Weasel, que ficou conhecido como Pacman. As influências musicais são distintas e não podem ser comparadas a nada. Carlos Nobre assina um trabalho inédito que tem o mérito de ser original e inovador, procurando em raízes distintas a inspiração certa. É um disco sobre o quê? Sobre homens e mulheres, receios e dúvidas, expectativas e vontades, ao mesmo tempo que o tom de intervenção não se perde, numa aposta que sempre foi característica do músico: a proximidade do real. O espectáculo, marcado para o dia 4, pelas 22h30, vai decorrer no Café Concerto e a entrada custa 7 euros. A programação segue com um grande nome da música portuguesa. No dia 11 de Fevereiro, pelas 21h30, sobem ao palco do grande auditório da Casa das Artes os Clã, que vêm a Famalicão apresentar o novo trabalho “Disco Voador”. Embora a banda tenha, a bordo das músicas que compõem o novo trabalho, atravessado várias vezes o seu próprio universo sonoro à velocidade da luz, este não é um projecto estranho àquilo que os Clã vêem como futuro do seu passado e como passado do seu futuro. A partir de um desafio – construir um espectáculo para espectadores super-novos – os Clã en-

tenderam que só fazia sentido serem ainda mais fiéis à sua rota. Seguros de que nenhum humano mata totalmente a criança e o adolescente que mora dentro de si, os Clã sabem que este “Disco Voador” se destina descaradamente a todos os públicos. A entrada custa 12 euros. O teatro também vai marcar este mês de Fevereiro na casa de espectáculos de Famalicão. O Baú dos Segredos vai apresentar, no grande auditório, na sexta-feira, dia 17 de Fevereiro, a peça “Engraçado, eu sonhei…”. Com encenação e textos de João Regueiras e uma produção conjunta da Casa das Artes com a companhia Baú dos Segredos, a peça fala sobre um sonho que nos leva numa viajem até um circo, um velho circo ou, pelo menos, o que resta dele. O teatro segue no sábado, dia 18 de Fevereiro, com a peça “Contadores de Histórias”. Mais uma vez com encenação e textos de João Regueiras e uma co-produção entre a Casa das Artes e o Baú dos Segredos. “Contadores de Histórias” aborda um Grande Confronto que assolou a terra e que a mudou radicalmente. A guerra mudou também a relação entre as pessoas e os valores que reinam agora são a terra e o poder. “Entretanto, às portas das cidades chegam nómadas, vendendo sonhos, contando histórias, exibindo as suas habilidades a troco de comida, dormida e protecção. Livres das coisas materiais, dedicam a sua vida às artes. Para estes, o tempo não é importante, vivem em tendas, perto da natureza. Estes são os Contadores de Histórias!”

O músico famalicense Ivo Machado volta ao grande auditório no dia 23 de Fevereiro com um tributo a José Afonso. “Cantares do Andarilho” é uma iniciativa musical concebida por Ivo Machado que engloba 16 canções selecionadas do vasto legado que o cantor nos deixou. A apresentação vai ser feita num formato intimista: voz/guitarra e voz/piano. Para se estabelecer uma ponte coerente entre as canções haverá, a propósito, poemas ditos. O mês de Fevereiro acaba com uma estreia de teatro, apresentada pelo Teatro Montemuro. “Louco na Serra” é uma adaptação de “Rei Lear” de William Shakespeare, adaptação de Peter Cann e com encenação de Steve Johnstone. Debaixo de uma tempestade na Serra de Montemuro três homens, a viver em lugares distintos da serra, recordam os eventos do ano anterior e a queda de Leandro e da sua família no caos. Leandro é um proprietário rural com três filhas: Rebeca, Gabriela e Constância. Leandro decidiu não continuar a cultivar as suas propriedades, de modo a poder reformar-se e a deixar que as suas filhas e os respectivos maridos giram a propriedade. Num momento de puro capricho, ele decide dividir a terra de acordo com o amor que as suas filhas possam demonstrar por ele. “Louco na Serra” faz-nos caminhar sobre a frágil barreira entre a civilização e a selvajaria. Ira, traição, inveja, delírio, medo, loucura, vingança, morte, crueldade, compaixão. A peça vai ser exibida nos dias 25 e 26 de Fevereiro e a entrada custa oito euros.

Bilheteira Electrónica e Cartão Cultural apresentados em Famalicão O Quadrilátero Urbano, constituído pelos municípios de Famalicão, Barcelos, Braga e Guimarães, apresenta esta quarta-feira, no Posto de Turismo de Famalicão, a Bilheteira Electrónica e do Cartão Quadrilátero Cultural. Estes dois novos instrumentos de promoção cultural têm o apoio de fundos comunitários e foram desenvolvidos no âmbito do Quadrilátero Urbano para a Inovação, uma parceria entre as quatro cidades minhotas. As novas bilheteiras electrónicas, que serão colocadas em diversos pontos das quatro cidades, permitem, por exemplo, que um cidadão que resida em Braga adquira na sua cidade, um bilhete para um espectáculo da Casa das Artes de Famalicão ou do Cen-

tro Cultural Vila Flor de Guimarães. Ao todo serão colocadas dez bilheteiras electrónicas, sendo que Famalicão irá disponibilizar duas, no Posto de Turismo e na Casa das Artes; Braga terá uma no Theatro Circo; Guimarães terá duas no Centro Cultural Vila Flor e no Pavilhão Multiusos. Em Barcelos serão colocadas bilheteiras em cinco espaços: Posto de Turismo, Museu da Olaria, Espaço Serviço Educativo, Galeria Municipal de Arte e Teatro Gil Vicente. Para além das bilheteiras electrónicas, os espaços culturais das quatro cidades minhotas vão disponibilizar um cartão de fidelização aos seus utilizadores que dará descontos no acesso aos espectáculos programados.

Cineclube exibe “Inquietos” de Gus Van Sant O filme “Inquietos” de Gus Van Sant é a proposta do cineclube de Joane para esta quinta-feira, dia 2, na Casa das Artes de Famalicão. Enoch Brae (Henry Hopper) é um rapaz deprimido que, desde a morte trágica dos pais, vive com a tia, com quem tem uma relação muito próxima. Numa tentativa de lidar com o seu próprio sofrimento, o rapaz passou a conversar com o fantasma de Hiroshi, um kamikaze japonês falecido

na II Guerra, e ganhou o estranho hábito de ir a funerais de desconhecidos. Num desses funerais, conhece Annabel (Mia Wasikowska), uma rapariga alegre que sofre de um tumor no cérebro e que tem apenas mais três meses de vida. Contra todas as expectativas, os dois apaixonam-se profundamente. Uma história dramática sobre o amor e a morte para ver a partir das 21h30.

pub


16

pública: 1 de Fevereiro de 2o12

publicidade

Falecimentos

Fernando Costa Osório (Natural de Landim)

Missa 1º Aniversário Seu filho Mário Osório, vem por este meio participar a missa do 1º aniversário do seu falecimento, que será celebrada Quartafeira dia 8 de Fevereiro de 2012, pelas 17h30, na Igreja Paroquial de Requião. Desde já o seu profundo reconhecimento a quantas se dignarem assistir a este piedoso acto. Requião, 1 de Fevereiro de 2012

Calendário - V. N. Famalicão

Arminda Gomes Vilaça, no dia 29 de Janeiro, com 82 anos, casada com Fernando dos Santos Silva, da freguesia de Nine. José Gomes de Oliveira Bacelo, no dia 29 de Janeiro, com 86 anos, casado com Maria da Natividade Neves Gonçalves, da freguesia de Arentim (Braga).

Agência Funerária Arnoso - José Daniel Pereira Arnoso Santa Eulália - Telf. 91 724 67 03

João Alves, no dia 26 de Janeiro, com 89 anos, casado com Maria Laura Martins Gomes, da freguesia de Oliveira S. Mateus. Fernando Castro Reis, no dia 29 de Janeiro, com 82 anos, casado com Maria de Lurdes da Costa Abreu, da freguesia de Vilarinho (Santo Tirso). Belmiro Cunha Gomes de Castro, no dia 25 de Janeiro, com 54 anos, casado com Maria José Faria Pedrosa, da freguesia de S. Miguel das Caldas (Vizela). Maria de Castro, no dia 28 de Janeiro, com 102 anos, viúva de Abílio de Azevedo Carvalho, da freguesia de Oliveira S. Mateus.

Aires da Costa Veloso Agradecimento e Missa de 7º Dia

No passado dia 25 do mês de Janeiro faleceu o Sr. Aires da Costa Veloso, que residia na freguesia de Calendário. Seus filhos, noras, genro, netos, e demais família, vêm por este meio, agradecer a todas as pessoas que se incorporaram no funeral do seu ente querido e comunicar que a Missa de 7º Dia será celebrada Sábado, dia 4, pelas 18 horas na Capela de Nossa Senhora de Fátima (Meães) da Freguesia de Calendário. Desde já agradecem a todas as pessoas que se associaram à sua dor. Calendário, 1 de Fevereiro de 2012

Ma ria Lu cind a d a S i lva , no dia 24 de Janeiro, com 84 anos, casada com António Carneiro, da freguesia de Mo nte C ôrd ova (S a nt o Ti rso) . Av eli no de Ara újo d e C ar val ho, no dia 27 de Janeiro, com 44 anos, casado com Susana Cristina Vicente Carneiro Carvalho, da freg ues ia d e Ba irro. B ernard in o F erreira Carn eiro, no dia 29 de Janeiro, com 59 anos, casado com Maria Celeste Gomes de Andrade, da freguesia de Mont e C ôrd ov a (Sa nt o T irs o). Ad ã o da Cos ta Rod rig ues , no dia 27 de Janeiro, com 60 anos, casado com Ana Pereira de Oliveira, da freguesia de Del ãe s . An t ónio d e Aze ved o Pint o d e Me lo, no dia 28 de Janeiro, com 71 anos, casado com Maria Albertina Ferreira, da freguesia de Reb ordões (S ant o T irs o). Ma ria Carn eiro Mart i ns , no dia 29 de Janeiro, com 83 anos, viúva de José Ferreira, da freguesia de Mont e C ôrdova (Sant o T ir s o ) .

Agência Funerária de Burgães Sede.: Burgães / Filial.: Delães Telf. 252 852 325

Deolinda de Faria, no dia 31 de Janeiro, com 92 anos, viúva de Armindo Alves, da freguesia de Serzedelo (Guimarães).

Agência Funerária Carneiro & Gomes Oliveira S. Mateus – Telm. 91 755 32 05

Virgínia Teixeira da Silva Castro, no dia 27 de Janeiro, com 78 anos, viúva de Francisco Correia de Mesquita Guimarães Júnior, da freguesia de Vila Nova de Famalicão.

Agência Funerária Rodrigo Silva, Lda Vila Nova de Famalicão – Tel.: 252 323 176

Maria Arminda Ferreira de Campos, no dia 25 de Janeiro, com 80 anos, viúva de Armindo Manuel Pinto da Silva, da freguesia de Vila Nova de Famalicão. Manuel da Costa Pereira, no dia 27 de Janeiro, com 72 anos, casado com Maria Emília Lopes da Silva Pereira, da freguesia de S. Martinho de Bougado (Trofa). Maria da Conceição Pereira de Sousa, no dia 29 de Janeiro, com 84 anos, viúva de Alfredo Sá Couto, da freguesia de S. Tiago de Bougado (Trofa). Manuel Joaquim Maciel da Silva, no dia 29 de Janeiro, com 73 anos, casado com Albina Rosa da Silva, da freguesia de S. Martinho de Bougado (Trofa). Fernando Couto da Conceição, no dia 23 de Janeiro, com 63 anos, casado com Maria de Fátima da Silva Moreira, da freguesia de S. Martinho de Bougado (Trofa).

Agência Funerária Trofense, Lda (S. Martinho de Bougado) Trofa – Tel.: 252 412 727

Teresa Costa Ferreira, no dia 30 de Janeiro, com 77 anos, casada com José Seara Couto, da freguesia de Vale S. Cosme.

Agência Funerária das Quintães Vale S. Cosme – Tel.: 252 911 290

José Augusto Soares Albuquerque, no dia 26 de Janeiro, com 59 anos, casado com Maria Albuquerque, da freguesia de Vermoim. Fernando Lopes Fernandes, no dia 30 de Janeiro, com 84 anos, casado com Arminda de Oliveira, da freguesia de Joane. Maria Emília Salgado de Oliveira, no dia 30 de Janeiro, com 72 anos, casada com Abílio Faria de Oliveira, da freguesia de Vermoim.

Agência Funerária de Joane Joane – Tel.: 252 921 112

Maria Rosa da Costa Oliveira Lopes, no dia 30 de Janeiro, com 55 anos, casada com Albino Vilaça Lopes, da freguesia de Calendário.

Agência Funerária do Calendário Calendário – Tel.: 252 377 207

Ab el Rod rig ues S a mpa io, no dia 23 de Janeiro, com 86 anos, casado com Maria Rosa Roriz dos Reis, da freguesia de A r e i as ( S a n t o Tir s o ) . Ma ria Eli sa Pi nhe iro Al ves , no dia 24 de Janeiro, com 90 anos, viúva de Ramiro Ferreira Gomes, da freguesia de Avid os . Má rio Pereira Leit e, no dia 25 de Janeiro, com 74 anos, viúvo de Deolinda Castro Araújo, da freguesia de L and im . L uís da Silv a, no dia 26 de Janeiro, com 91 anos, viúvo de Mercedes Flores Pereira Baquero, da freguesia de Póv oa d e Varzi m. Ad el ino de J esus Vi eira d e Ol ive ira, no dia 26 de Janeiro, com 67 anos, solteiro, da freguesia de Es mer iz. M a n u e l V i r g í l i o F e r n a n de s O l i v e i r a R e i s , no dia 27 de Janeiro, com 85 anos, casado com Maria Ermelinda dos Santos Queirós, da freguesia de E r m e s i n d e (Por to). Ag os t inh o G omes de Ara újo, no dia 28 de Janeiro, com 64 anos, divorciado de Maria da Conceição Moreira Ferreira, da freguesia de M ouqu im. F ernand o Ma chad o d a S ilv a, no dia 28 de Janeiro, com 62 anos, divorciado de Maria Ester Campos da Silva, da freguesia de V ila Nov a de F amal ic ão. An t ónio Ri b eiro, no dia 29 de Janeiro, com 78 anos, casado com Rosa Azevedo Teixeira, da freguesia de Cas te lões . C arlos Alb ert o Car va lho da Rocha, no dia 29 de Janeiro, com 51 anos, casado com Maria de Lurdes Alves Machado da Rocha, da f regu esi a de Req ui ão. An t ónio d e Ol ive ira, no dia 30 de Janeiro, com 90 anos, casado com Maria Alice Rosa Moreira, da freguesia de Avid os .

Agência Funerária da Lagoa Lagoa – Telf. 252 321 594

Zul mira Afons o Pereira , no dia 16 de Janeiro, com 84 anos, viúva de António Mendanha Araújo, da freguesia de Lous ad o . L aura Armi nd a de Oli vei ra e S ilva , no dia 24 de Janeiro, com 81 anos, casada com Américo Moreira Dias, da freguesia de R ib e ir ã o . Ai res d a Cos t a Velos o, no dia 25 de Janeiro, com 86 anos, casado com Laurinda Costa Mesquita Veloso, da freguesia de Ca lend ári o. Ma ria Emí lia Rod rig u es Moreira , no dia 27 de Janeiro, com 87 anos, viúva de Avelino Alves de Azevedo, da freguesia de S a nt ia go d e B ouga do (Trofa ).

Funerária Ribeirense Paiva & Irmão Lda Ribeirão – Telf. 252 491 433


pública: 1 de Fevereiro de 2012 17

praça pública

Pelos quatro cantos da ca(u)sa

O seu a seu dono

Domingos Peixoto

Tornar como nosso o que outros fizeram tem dado, em muitas instituições, encómios a quem não os merece, porque deles não é fautor; no “fazer” autárquico é um ver se te avias… A Maioria Autárquica Famalicense explorou, até à exaustão, as obras de modernização da Linha do Minho, da A7 para Póvoa/Vila do Conde, parte da Variante Nascente, Tribunal Judicial e reestruturação das Unidades de Saúde, estas de forma negativa; actualmente vem de fazer loas aos Centros Escolares e, mais recentemente, à sua incursão na Rede Social. No percurso, foi acusando o Governo (do PS, lembre-se) de não fazer investimentos no concelho em termos de PIDDAC. As visitas recentes de responsáveis do governo vieram elogiar a “acção” da Câmara, alegando tratar-se de exemplos que outros municípios deviam promover…

Ora, acontece, que, nos vários domínios de que se vangloriam coube, inequivocamente, ao Governo da República a “parte de leão” dos investimentos, sendo que, se houvesse memória e honra, lembrariam esse facto aquando das inaugurações. Mas não o fazem e sabe-se bem porquê: caía-lhes a máscara! Quando, artificialmente criada a polémica, o Governo respondeu que foram criados programas específicos como o QREN, a Maioria reagiu que era uma falácia. Pois bem, quanto às vias de comunicação já estamos conversados e parece que “caiu” a alegada dívida do Estado referente à afectação de troços de EN (14, 204, 206) ao município. O Tribunal está de pé, a funcionar em pleno e, que se saiba, não é alvo de reestruturação do actual Governo; por sua vez do parque de estacionamento e requalificação da área adjacente não há si-

nais. Os Centros Escolares são mais uma medida “drástica” do governo, incluída nas Cartas Educativas com significativas verbas do Estado. Acrescem-lhe as obras de requalificação das Secundárias da cidade onde, “o final feliz” as deixou um brinquinho e funcionais a fazer crescer água na boca aos antigos alunos, tendo os detractores perdido o pio. As Obras Sociais são o exemplo mais acabado da “generosidade” do anterior Governo para com Famalicão: Engenho, Mundos de Vida, Mais Plural, Centros Sociais de Brufe, Calendário, S. Cosme, etc. Outra área fundamental para o bemestar das populações onde o governo investiu foi a criação das USF e as Novas Urgências do Hospital. Bem que atiraram areia (política) para a engrenagem, sem resultados, felizmente… Lembram-se os famalicenses de 2 Comissões de Uten-

tes, do Louro e de S. Cosme? Por onde andam agora? A de S. Cosme, vi-a há 1 mês reunida com um Deputado, por sinal o mais jovem mas mais antigo de Famalicão em funções actualmente. A do Louro desapareceu do mapa; terá sido por as outras freguesias também reivindicarem o Posto Médico? Tiveram o Centro Escolar, vão ter a Piscina, querem o Posto Médico e será que também querem agregar as outras Freguesias que o “seu” Governo pretende levar a cabo? O seu a seu dono impõe que, aqui e agora, lembre 2 Instituições, ISS de Braga e G. Civil que, então, através dos seus titulares, Maria do Carmo Antunes e Fernando Moniz, ao contrário do que muitos quiseram fazer crer, muito contribuíram para que Famalicão, além de outras fosse dotada das grandes obras Sociais e da Saúde atrás referidas. Por isso, o seu a seu dono. pub

D’Esguelha

Troika dixit!

Gouveia Ferreira

Menos justiça, mais injustiça! O programa de reformas imposto por aquela coisa, a que chamam troika, contempla também o sector da justiça, na habitual visão economista das pessoas e das sociedades. As notícias que vão saindo da toca, qual negócio madeirense, meio contida no segredo de certos deuses, empurram-nos para uma linha de comboio e uma auto-estrada, paralelas à costa, desactivando, completamente, o resto do país. Depois de encerradas maternidades, escolas e centros de saúde, chegou a vez de encerrar tribunais. As portas vêm sendo fechadas do interior para o litoral, como se o tsunami da dita troika ondulasse ao contrário. Também chegará o tempo dos quartéis e das igrejas, porque deixará de haver território para defender e fiéis a praticar, no interior inóspito e de-

sertificado. A trabalheira milenar de tantas gerações de lusitanos, a erguer castelos altaneiros, contra bárbaros e romanos, desde a suada fronteira espanhola, vai-se pela troika abaixo. Reconhecidas as dificuldades inerentes à falta de funcionários judiciais e outros agentes da justiça, ficámos a saber que aqueles edifícios onde ainda de lê a expressão latina, domus justitiae, nas várias parvalheiras do interior, têm que fechar. Poucos processos. Não dão lucro. Encerram-se! As pessoas?! Que se lixem! Passam a calcorrear quilómetros à procura da lei, se tiverem como. As auto-estradas ficam em saldo, para exportação. Fantasmas de asfalto - o título do novo filme da década. Venha o realizador.

pub

Famalicão

Barbosa: Rua Santo António, Tel. 252 302 120 Calendário: Rua da Liberdade, Tel. 252 378 400/1 Cameira: C. Mouzinho Albuquerque, Tel. 252 323 819 Central: Praça D. Maria II, Tel. 252 323 214 Nogueira: Av. Marechal H. Delgado, Tel. 252 310 607 Valongo: Rua Adriano Pinto Basto, Tel. 252 323 294 Gavião - Av. Eng. Pinheiro Braga, 72 - Telef. 252 317 301 Marinho: Edif. S. José - Estalagem - Telf. 252 921 182 Martins Ventura: R. C. Cerejeira - Lousado - Telf. 252 493 142 Estação: Largo da Estação - Nine - Telf. 252 961 118 Ribeirão: Largo de Bragadela - Ribeirão - Telf. 252 416 482 Joane: Rua S. Bento, nº 217 - Telf. 252 996 300

Famalicão

Serviço

Reforço

Vale do Ave

Ser viço

Q u ar t a, 1

Calendário

Marques-Fradelos

Riba d’Ave

Q u i n t a, 2

Nogueira

Marques-Fradelos

S e x t a, 3

Gavião Ribeirão

Marques-Fradelos

Q u ar t a, 1 Q u i n t a, 2 S e x t a, 3 S áb ad o , 4 Do m i ngo , 5 S e g u n d a, 6 Terç a , 7

S á ba d o , 4

Barbosa

Do m i ngo , 5

Cameira

S e g u n d a, 6

Central

Martins Ventura

Terç a , 7

Calendário

Martins Ventura

Vale do Ave

Almeida e Sousa: Covas - Oliv. Stª Maria - Telf. 252 931 365 Bairro: Av. Silva Pereira, Telf. 252 932 678 Delães: Portela - Delães - Telf. 252 931 216 Riba de Ave: Av. Narciso Ferreira, Telf. 252 982 124 Faria: Estrada Nacional 310 - Serzedelo - Telf. 252 532 346

Almeida e Sousa Bairro Delães Riba d’Ave

Serviço de disponibilidade

Paula Reis: R. José Elisio Gonçalves Cerejeira, nº 629 Calendário - Tel. 252 378 057 Maceiras: Louro - Telf. 252 310 425 Marques: Largo da Igreja - Fradelos - Telf. 252 458 440 Oliveira Monteiro: Largo Igreja - Cabeçudos - Telf. 252 331 885 Pedome: Av. S. Pedro, 1139 - Pedome - Telf. 252 900 930 Pratinha: Largo do Cruzeiro - Cavalões - Telf. 252 375 423 Santiago da Cruz: Vale S. Cosme - Telf. 252 911 123 Arnoso: Av. Joaq. Azevedo - Arnoso Sta. Maria - Telf. 252 916 612


18

pĂşblica: 1 de Fevereiro de 2o12

publicidade

OP1030  

24 Horas BTT de Famalicão integram torneio Canaricultor famalicense criou ave campeã do mundo Novidadeavançadanatomadadepossedonovoprovedor...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you