Issuu on Google+

pub

pub

Oposição votou contra, mas sem grande discussão

Assembleia Municipal aprova Plano e Orçamento para 2012

P. 6

ANO 20 • Nº 1025 DE 28 DE DEZEMBRO 2011 A 3 DE JANEIRO DE 2012 DIRECTOR: JOÃO FERNANDES

www.opiniaopublica.pt

opiniãoespecial Ano Novo

Câmara aprova actualizações para 2012 com o voto contra do PS

FACTURA DA ÁGUA, SANEAMENTO E LIXO SOBE 4,5% A factura da água, do saneamento e dos resíduos sólidos vai aumentar entre 4,5 e 5% em 2012. A Câmara de Famalicão aprovou a actualização das tarifas destes serviços, com os votos favoráveis da maioria PSD/PP. Os vereadores do PS votaram contra por considerar

Trabalhadores da Transportes Nogueira homenagearam fundador p. 1 1

excessiva a subida dos preços. Já a maioria PSD/PP justifica esta actualização com os aumentos que são cobrados também à autarquia pelas empresas a quem estes serviços estão concessionados e garante que as famílias em dificuldades serão apoiadas. p.5

opiniãosport: Ninense é campeão de Inverno da 1ª divisão Xadrezista do NXVSC-Didáxis sagra-se vicecampeã nacional

Contas do Hospital de Famalicão “perto do equilíbrio” P. 4 pub

pub.


2

pública: 28 de Dezembro de 2011

cidade

Pela Urbanização das Bétulas

Associação de Moradores promoveu várias iniciativas

Assunção Cristas entregou prémio à Câmara de Famalicão

Vereador da habitação recebeu o galardão

“A atribuição deste prémio é mais um motivo de orgulho para Famalicão e representa o reconhecimento público nacional do nosso trabalho na área da habitação social.” Foi com estas palavras que o vereador da Habitação da Câmara Municipal, Mário Passos, recebeu, no passado dia 20 de Dezembro, o Prémio Construção 2011, atribuído pelo Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU). O galardãodistinguiu a construção da Urbanização das Bétulas, que acabou com as barracas na cidade, e foi entregue pela ministra da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território, Assunção Cristas, que elogiou a obra. No dia 13 de Dezembro de 2010, trinta famílias de etnia cigana abandonaram as barracas no famigerado “bairro da esta-

ção”, no centro urbano da cidade, onde viviam em condições infra-humanas, desde a década de 1970, e inauguraram uma vida nova na Urbanização das Bétulas. Promovida pelo município, a urbanização foi construída pelas empresas Inemetro – Construções, Lda e ABB – Alexandre Barbosa Borges, S.A., com projecto dos arquitectos João Pestana, Luís Caldeira e Jorge Maia. O Prémio IHRU 2011 pretende assinalar, os empreendimentos de habitação de interesse social e as obras de reabilitação no meio urbano que se destacam por constituírem experiências inovadoras e exemplares, susceptíveis de merecer o reconhecimento e a ponderação do sector. Na variante Construção foram registadas oito candidaturas.

Famalicão acolhe encontro de seminaristas Esta quarta-feira, dia 28, realiza-se em Famalicão um encontro de seminaristas e pré-seminaristas diocesanos provenientes do arciprestado famalicense. Este encontro, para o qual estão também convidados os párocos dos respectivos seminaristas e pré-seminaristas, os seus formadores e os diáconos que se encontram a realizar estágio pastoral no arciprestado, inicia às 9 horas, na Igreja Matriz Velha, com a celebração da eucaristia, presidida pelo arcipreste de Famalicão, padre Mário Martins. Ainda durante a manhã, o grupo viverá uma experiência de cariz cultural, visitando o Museu Bernardino Machado, o Museu Soledade Malvar e o Museu da Indústria Têxtil. Depois do almoço haverá ainda tempo para visitar a Casa de Camilo, seguindo-se uma tarde recreativa, que terminará com um jogo de futebol. Segundo o arciprestado, com a iniciativa pretende-se que os participantes vivam “um dia de partilha e convívio, em pleno tempo do Natal, reforçando os laços de amizade e comunhão entre os jovens seminaristas e pré-seminaristas e os seus respectivos párocos”.

FICHA TÉCNICA CONSELHO EDITORIAL: Alexandrino Cosme, António Cândido Oliveira, António Jorge Pinto Couto, Artur Sá da Costa, Cristina Azevedo, Feliz Manuel Pereira, Joaquim Loureiro, João Fernandes, Manuel Afonso e Almeida Pinto.

DIRECTOR: João Fernandes (CIEJ TE-95) jfernandes@opiniaopublica.pt CHEFE DE REDACÇÃO: Cristina Azevedo (CPJ 5611) cristina@opiniaopublica.pt

Natal, tradição e alegria nas Lameiras Neste mês de Dezembro a Associação de Moradores das Lameiras (AML) promoveu uma série de iniciativas alusivas às festividades de Natal que englobaram todas as idades e estratos sociais sendo de destacar a festa e o almoço de Natal. A festa geral de Natal decorreu na Casa das Artes, no passado dia 13. Crianças, jovens, pais, mães, funcionários, idosos, todos quiseram dizer bem alto que todos os dias nesta instituição são dias de Natal. Jorge Faria, presidente da Direcção da AML, deu as boas vindas a todos quantos se dignaram participar num evento “dos mais bonitos e participativos do ano”. Lembrou todo o trabalho elaborado nos dias que antecederam a festa e agradeceu “todo o empenho e dedicação”. Depois teve lugar a festa propriamente dita. O primeiro grupo a entrar em palco foi constituído pelas pessoas mais idosas do Lar e Centro de Dia. Ninguém foi esquecido, mesmo os que estavam doentes e tiveram que ficar retidos na instituição: um vídeo recordou-os a todos. Seguiram-se as diferentes actuações, desde as creches, pré-escolar, Centro de Actividades dos Tempos Livres, Centro de Estudos e Animação Juvenil, passando pelos jovens, pais, mães e avós. Já no dia 22 foi a vez dos idosos que frequentam as diferentes respostas sociais do Centro Social das Lameiras organizarem

Foi um verdadeiro momento de Natal aquele que se viveu no passado dia 20 de Dezembro no salão nobre do Centro Cívico e Paroquial de Famalicão, local onde decorreu a Ceia de Natal dos semabrigo, numa organização da associação Dar as Mãos. Numa mesa onde não faltou nada do que é típico do Natal português, juntaram-se algumas dezenas das pessoas que todos os dias se vêem a vaguear pela cidade, a quem foram proporcionadas algumas horas de convívio e sobretudo a quem foi possível oferecer uma refeição com princípio, meio e fim, coisa rara nas suas vidas. A marcar o momento, estiveram presentes os membros dos corpos sociais da associação, a começar pelo seu presidente, Agostinho Fernandes, que recebeu o vice-presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, e o assessor do presidente para a área social, Ademar Carvalho, além de várias outras personalidades da vida local que não quiseram deixar de associar-se a esta iniciativa soli-

Outras iniciativas No dia 18 decorreu o tradicional Concerto de Natal na nova Igreja Matriz, organizado pelo coro Vivace Música AML, com a participação do Grupo Coral de Areias de Vilar, Barcelos. Finalmente, no dia 19, decorreu nas instalações do Centro Social uma reflexão de Natal, orientada pela irmã Emília Almeida, da Congregação da Divina Providência e Sagrada Família, numa parceria com a LOC/MTC e a paróquia de Antas.

dária. Em nota a imprensa, a Dar as Mãos sublinha que para concretizar este objectivo contou “com um vasto número de apoios e que nada teria sido possível sem o envolvimento da paróquia de Santo Adrião com a cedência do Salão Paroquial e respectivos funcionários”. A associação diz ainda que foram ainda “fundamentais” o Rotary Club de Famalicão pela oferta de 700 kg de produtos alimentares; os Rotarac e a tuna da associação Novo Rumo pela animação musical da ceia, bem como um grupo de voluntárias pela logística montada para a confecção dos alimentos, arranjo do salão, colaboração durante a refeição e limpeza dos espaços utilizados. A Dar as Mãos agradece ainda alguns estabelecimentos comerciais a oferta de produtos para a Ceia, concluindo que “todos juntos fizeram com que os mais desfavorecidos da nossa sociedade tivessem umas horas de paz e de esperança num futuro melhor”.

SEDE, REDACÇÃO E PUBLICIDADE:

Estrada Nacional, 14 - Maia

Feliz Manuel Pereira António Jorge Pinto Couto

Rua 8 de Dezembro, 214 Antas S. Tiago - Apartado 410 4760-016 VN de Famalicão

DISTRIBUIÇÃO:

TIRAGEM DESTE NÚMERO:

GRAFISMO: Carla Alexandra Soares, Pedro Silva.

DETENTORES DE MAIS DE 10% DO CAPITAL

APOIO À REDACÇÃO:

Motivação em Marcha - Publicidade, Lda.

Jorge Alexandre

SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS:

INTERNET

OPINIÃO: Adelino Mota, Barbosa da Silva,

Francisco Araújo

www.opiniaopublica.pt

Domingos Peixoto, Gouveia Ferreira, J. Mário Teixeira, Joaquim Loureiro, José Luís Araújo, Sílvio Sousa, Vítor Pereira.

TÉCNICOS DE VENDAS:

CONTACTOS Redacção:

DESPORTO: Jorge Humberto, José Clemente (CNID 297) e Pedro Silva (CICR220).

postas sociais ligadas à terceira idade e deficiência. A festa terminou com a distribuição de lembranças a todos os presentes.

Dar as Mãos promoveu ceia de Natal para os sem-abrigo

Magda Ferreira (CPJ 4625) magda@opiniaopublica.pt

informacao@opiniaopublica.pt Carla Alexandra Soares (CICR-248), Cristina Azevedo (CPJ 5611), Magda Ferreira (CPJ 4625) e Sofia Abreu Silva (CPJ 10952).

o seu específico almoço de Natal, que este ano foi presidido por Paulo Cunha, vice-presidente da Câmara Municipal, e que foi antecedido de uma eucaristia celebrada pelo pároco de Antas, padre Agostinho Alves. No final do almoço, Paulo Cunha louvou o trabalho dos dirigentes e do pessoal funcionário, que considerou “verdadeiros anjos da guarda de cada uma das pessoas mais idosas”. O responsável disse ainda que “é justo” que a associação avance com novos projectos em Antas, numa alusão a Jorge Faria que antes tinha lembrado um pedido antigo para aquisição de um terreno naquela freguesia com o objectivo de construir novas res-

Iniciativa contou com vários donativos e apoio de outras instituições

EDITOR DE TURNO:

REDACÇÃO:

A festa de Natal decorreu na Casa das Artes

GERÊNCIA: João Fernandes CAPITAL SOCIAL: 350.000,00 Euros.

comercial@opiniaopublica.pt Agostinha Bairrinho, Maria Fernanda Costa e Sónia Alexandra

PROPRIEDADE E EDITOR: EDITAVE Multimédia, Lda. NIPC 502 575 387

20.000 exemplares, nº 1025

Tel.: 252 308145 • Fax: 252 308149

NÚMERO DE REGISTO: 115673

Serviços Administrativos:

DEPÓSITO LEGAL: 48925/91

Tel.: 252 308146 / 252 308147 • Fax: 252 308149

IMPRESSÃO: Naveprinter - Indústria Gráfica do Norte, SA


publicidade

pĂşblica: 28 de Dezembro de 2011 3


4

pública: 28 de Dezembro de 2011

cidade pub

Garantia de José Dias na festa de Natal do hospital de Famalicão

“Centro Hospitalar tem as contas relativamente equilibradas” Cristina Azevedo*

pub

O Centro Hospitalar do Médio Ave (CHMA) tem as contas relativamente equilibradas, diz a administração desta unidade de saúde que tutela os hospitais de Famalicão e Santo Tirso. No passado dia 21, celebrouse a tradicional festa de Natal na unidade de Famalicão e, à margem da iniciativa, José Dias, presidente do Conselho de Administração, fez ao OP um balanço positivo dos quatro anos e meio de existência do CHMA. O responsável sublinha a redução das listas e tempos de espera nas consultas e cirurgias, afirmando que hoje o hospital consegue “dar uma consulta e prestar cuidados cirúrgicos aos doentes em tempo útil e cada vez com mais qualidade”. Também em termos financeiros, José Dias garante que o CHMA “chegará ao final do ano com as contas não completamente equilibradas, mas muito perto do equilíbrio”, o que deixa a administração “muito satisfeita com o trabalho efectuado. “É um trabalho eficiente e importante para um país que vive as dificuldades que o nosso vive”, acrescenta. O aumento das taxas moderadoras a partir de Janeiro também não passou ao lado da conversa. José Dias reconhece que é uma medida que não agrada às pessoas, mas também vinca que não é fácil manter o equilíbrio financeiro neste sector. “Sabemos

Armindo Costa participou na festa de Natal do hospital

que o Serviço Nacional de Saúde acarreta uma despesa muito grande e em países como o nosso, com dificuldades económicas, não é fácil esse equilíbrio”. Problemas à parte, a festa de Natal começou com a celebração de uma eucaristia, presidida pelo padre Jorge Vilaça, na qual participaram voluntários, directores de serviços, elementos da administração, bem como o presidente da Câmara Municipal. No final da missa, Armindo Costa, acompanhado pela esposa, Fernanda Costa, que é provedora do doente no Hospital, fez questão de levar, pessoalmente, os votos de Boas Festas aos doentes internados nas várias en-

fermarias hospitalares, entregando uma lembrança simbólica. “O Natal é, por tradição, a festa da família e muitas destas pessoas vão estar sozinhas. Por isso, quis vir até aqui trazer uma palavra de esperança e coragem a todos os famalicenses que se sentem desamparados nesta altura do ano”, salientou o edil, acrescentando que “o significado do Natal é exactamente levarmos a solidariedade e o amor a quem mais precisa”. Já a provedora do doente transmitiu aos utentes o desejo de uma rápida recuperação, deixando ainda os votos de “paz, amor e saúde” para todos. *com Carla Alexandra Soares

Saftur é PME Excelência pub

A Saftur – Viagens e Turismo Lda. foi distinguida com o estatuto PME Excelência 2011, atribuído pelo Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e ao Investimento (IAPMEI) e pelo Turismo de Portugal IP. A atribuição deste estatuto visa distinguir as pequenas e médias empresas com melhores desem-

penhos económico-financeiros e de gestão. A Saftur, uma agência de viagens com sede em Famalicão, com mais de 50 anos de existência, já em 2010 e 1999 tinha sido distinguida com o estatuto de PME Excelência e, em 2011, 2010 e 2009, com o estatuto PME Líder, igualmente atribuídos pelo IAPMEI.

Rotary angaria 700 quilos de alimentos para os mais carenciados O Rotary Club de Famalicão, no âmbito do seu plano de actividades, realizou uma campanha sob o lema "Dá de ti antes de pensares em ti" solicitando aos famalicenses a entrega de produtos alimentares como leite, azeite, óleo e conservas, entre outros. Para este efeito, foram colocados contentores de recolha nos agrupamentos de Escolas Júlio Brandão, Dr. Nuno Simões e D. Sancho I. No passado dia 19 de Dezembro, o presidente do Rotary, Mário Miranda, entregou à associação Dar as Mãos o produto desta campanha. Foram angariados mais de 700 quilos de alimentos, que tornaram o Natal mais digno, solidário e ainda minimizaram a miséria de um elevado número de cidadãos da comunidade famalicense. O Rotary Club agradece às escolas envolvidas e a todos os famalicenses que colaboraram nesta iniciativa.


pública: 28 de Dezembro de 2011 5

cidade

Câmara aprova actualizações para 2012 com o voto contra do PS

Factura da água, saneamento e lixo sobe 4,5% A factura da água, do saneamento e dos resíduos sólidos vai aumentar entre 4,5 e 5% em 2012. Na quarta-feira da semana passada, a Câmara de Famalicão aprovou a actualização das tarifas destes serviços para o próximo ano, com os votos favoráveis da maioria PSD/PP. Os vereadores do PS votaram contra por considerar excessiva a subida dos preços. Durante a apresentação da proposta, o vereador do Ambiente, Pedro Sena, explicou que um agregado familiar que gaste 15 metros cúbicos de água por mês (valor médio de consumo), paga actualmente 32,68 cêntimos, passando, com a actualização, a pagar mais 1,80 euros. No final da reunião, em declarações aos jornalistas, Pedro Sena explicou estes aumentos reflectem uma série de situações “como o aumento do gasóleo no caso dos camiões do lixo, o aumento da factura da electricidade nas estações elevatórias e o aumento do preço da água e do tratamento do saneamento e do lixo que é cobrado à própria Câmara pelas empresas a quem estes serviços estão concessionados”. Apesar de reconhecer que qualquer aumento, no período que o país atravessa, tem impacto sobre as vidas das pessoas, o vereador lembra que a autarquia famalicense “prima por ser uma câmara com uma sustentabilidade financeira interessante, elogiada por diversas entidades”, e para que isso se mantenha é necessário proceder a estas actualizações. Pedro Sena recorda ainda que o município é também apontado como “um exemplo a nível social”, neste aspecto, ga-

rante que a autarquia “acautelará sempre as situações de famílias ou pessoas necessitadas que não possam pagar”. “É, de resto, algo que já temos vindo a fazer, com isenções ou reduções das taxas, sempre que os serviços sociais nos dão essa indicação”, explica o responsável que acredita que esses pedidos possam aumentar no próximo ano, tendo em conta a actual crise, o que, em seu entender “ainda justifica mais estas actualizações, caso contrário não teríamos meios para acudir aos mais necessitados”. Já a oposição considera que

este aumento na factura da água, saneamento e lixo vai penalizar ainda mais as famílias famalicenses, a braços já com outros aumentos. “Estamos numa situação em que as pessoas pagam já muito mais do que aquilo que recebem. Neste momento, as pessoas já estão em défice”, referiu aos jornalistas o vereador socialista Reis Campos, para quem “a Câmara tinha margem para não fazer estes aumentos e, sobretudo, tinha o dever de aliviar essa conta ainda que fosse por este período difícil que todos atravessamos”.

“Projecto do parque da cidade é inalterável” Na reunião de Câmara da semana passada, no período antes da ordem do dia, um outro assunto esteve em destaque: o parque da cidade e, concretamente, as últimas posições do PS sobre o mesmo. O vice-presidente e vereador da Cultura, Paulo Cunha, foi o primeiro a comentar as declarações dos dirigentes socialistas na conferência de imprensa do passado dia 12 para dizer que o projecto do parque é “inalterável”. Há duas semanas os dirigentes da concelhia do PS defenderam que a Câmara alterasse alguns aspectos do parque para poupar algum dinheiro, tendo a conta a possibilidade de o QREN vir a permitir a reformulação de alguns projectos e o encaminhamento de verbas para outros fins. Na resposta, Paulo Cunha recusou a ideia de que a autarquia pudesse vir a “afinar alguns aspectos do parque”, adiantando que “o projecto foi aprovado pelo QREN e este obedece a regras muito rígidas”. “Correríamos o risco de perder os fundos ou de termos de fazer essas alterações a expensas da Câmara Municipal”, disse ainda o responsável, desafiando o PS a “esclarecer de uma vez por todas se está a favor ou contra o parque da cidade”. Já o presidente Armindo Costa aproveitou para falar dos 250 mil euros para publicidade do projecto, que também têm sito alvo das críticas dos socialistas. O edil reafirmou que este valor é “um imperativo” da candidatura, que ele próprio considera “um desperdício”, mas perante o qual “a Câmara nada pode fazer”.

Campanha solidária da ERA de Famalicão apoia APFAD A ERA Imobiliária de Famalicão finalizou com sucesso a campanha de solidariedade a que se dedicou este Natal, que, mais uma vez, beneficiou a Associação Famalicenses de Prevenção e Apoio à Deficiência (AFPAD). A entrega dos bens angariados, tais como produtos de higiene, têxteis-lar, material didáctico, entre outros, foi feita no passado dia 22 de Dezembro, por alguns elementos da equipa ERA, nas instalações da associação. Segundo a empresa, “esta campanha pôs, novamente, à prova a solidariedade dos famalicenses e, mais uma vez, estes superaram as expectativas mostrando que estão atentos às necessidades dos que mais precisam”.

Deste modo, a ERA aproveita para agradecer, em seu nome e em nome de todas as crianças, jovens e adultos que se encon-

tram na AFPAD, a todos aqueles que de alguma forma contribuíram para que esta iniciativa se tornasse realidade.

Alunos da Cior deram as Boas Festas ao presidente da Câmara

Foi de uma forma original e cheia de ritmo que os alunos do curso de Animação Sócio-Cultural, da escola profissional Cior, desejaram as Boas Festas ao presidente da Câmara Municipal de Famalicão, Armindo Costa. Acompanhados pelo professor Luís Bessa, os alunos trouxeram uma mensagem de união e paz, apelando à solidariedade e ao respeito. Segundo Armindo Costa, “estes jovens têm sempre a capacidade de nos surpreender”. E salientou: “Esta é uma forma original de desejar um Bom Natal. Com esta mensagem os alunos conseguem sintetizar alguns dos valores mais importantes do Natal, como a fraternidade e a solidariedade”. No final da apresentação, o edil, rodeado pelos colaboradores do seu gabinete de apoio, agradeceu o gesto e confessou ser um admirador atento das iniciativas da Cior, “uma instituição que merece todo o nosso apoio e atenção”, referiu.

Supermercado Bandeirinha entrega cabaz de Natal Cumprindo a tradição, o Supermercado Bandeirinha atribuiu cabaz de Natal na noite de consoada. A família contemplada com este cabaz teve, com certeza, um Natal mais recheado e mais feliz. “Esperamos assim continuar, com os mesmos princípios, e contribuir para que algumas famílias possam ter um Natal mais sorridente”, diz o Supermercado Bandeirinha.

BE condena aumentos na água, saneamento e lixo O Bloco de Esquerda (BE) de Famalicão veio, esta semana, em comunicado, manifestar o seu repúdio pelo aumento das tarifas da água, saneamento e recolha de lixo, decidido pela Câmara de Famalicão (ver notícia nesta página). Segundo o BE, numa altura em que os famalicenses “são bombardeados com medidas recessivas por parte do Governo, é inadmissível que a Câmara Municipal tenha decidido aumentar a água, o saneamento e a recolha de lixo com valores muito superiores aos da inflação”. Os bloquistas afirmam ainda que “é do conhecimento público que a Câmara vai entregar a exploração da água municipal a uma empresa do grupo Águas de Portugal, empresa que o governo se preparara para privatizar”, considerando, por isso, que “ainda são mais condenáveis estes aumentos”. Para o BE, “as dificuldades por que passam milhares de famalicense deveria merecer da Câmara de Famalicão muito mais atenção”, defendendo que “a manutenção dos serviços da água deve ser feita sob gestão pública municipal sem fins lucrativos, garantindo que todos possam aceder a ela”.


6

pública: 28 de Dezembro de 2011

cidade

Aconteceu na última sessão da Assembleia Municipal

Deputados da maioria aprovaram Plano e Orçamento para 2012 Carla Alexandra Soares Com os votos favoráveis da maioria, as Grandes Opções do Plano e Orçamento do município para 2012 foram aprovadas, mas sem grande discussão. A última sessão decorreu na quinta-feira da semana passada. Falando num documento complexo, o edil famalicense, na sua apresentação, destacou o aumento do investimento em infra-estruturas, que contemplam um exercício global no montante de 92 milhões de euros, onde se destacam investimentos na rede viária, na rede de saneamento básico e na criação do Parque da Cidade. Armindo Costa sublinhou que, num ano marcado pela crise, o município aumenta o investimento em infra-estruturas, passando dos 25 milhões de euros, em 2011, para 27 milhões de euros. Na lista de investimentos destacase o ordenamento do território, com uma verba de 9,3 milhões de euros. Referên-

cia ainda para a educação (4,3 milhões de euros) e a rede viária (6 milhões de euros). A transferência de verbas livres para as Juntas de Freguesia mantém-se nos dois milhões de euros, tal como em 2011. A maior fatia do investimento é dedicada ao ordenamento do território, sector onde sobressai a construção do Parque da Devesa, que está em curso, com um investimento previsto de 8,9 milhões de euros, tal como referenciou o presidente da Câmara. Da bancada da maioria falou o líder Correia Araújo que teceu elogios ao rigor apresentado no documento. O socialdemocrata disse que este executivo “pode orgulhar-se da dívida que conseguiu diminuir”. “Podemos concluir que a situação financeira do município tem melhorado ano após ano com referência ao tempo de governação desta maioria. À face desta realidade e prosseguindo este tipo de orientação os constrangimentos financeiros não comprometem os gran-

des projectos em causa”, referiu o líder da bancada laranja, que falou ainda em gestão prudente e condizente com a realidade. Da parte do Bloco de Esquerda, Adelino Mota colocou diversas questões ao presidente da Câmara sobre a falta de investimento em diversos sectores, destacando a vila de Riba de Ave. As críticas seguiram pela voz de Sílvio Sousa, da CDU, que lembrou as promessas eleitorais que o documento não contempla. “Mas não é apenas isso que este orçamento nos diz. Diz-nos que o saneamento e a rede de água não ficarão concluídas neste mandato, contrariamente às promessas que já têm mais de uma década e também nos demonstra algum desnorte”, afirmou, defendendo ainda que as linhas de orientação deste orçamento são as mesmas dos anteriores, “com a agravante que olhando para o documento nada se alterou no panorama nacional e internacional”. Da parte da bancada socialista in-

terviu Paulo Folhadela, que pediu a Armindo Costa que não sonhe somente com o Parque da Cidade “e vá junto dos que mais precisam”. “Faça o que é imperioso por aqueles que nos próximos anos vão sentir as agruras do desemprego, da miséria e da fome escondida. Porém, com este Plano e Orçamento perdemos as esperanças”, lamentou. O socialista defendeu ainda que o documento traz mais do mesmo e demonstra falta de entusiasmo na gestão municipal: “O comportamento para com as freguesias continua errático e a verba global disponível para 2012 é a mesma, mas serão 30 as Juntas que terão menos dinheiro nas verbas livres”. Sem grandes discussões, o documento foi aprovado pelos deputados da coligação e pela maioria dos autarcas das freguesias. Tal como anunciaram previamente, os deputados do Partido Socialista, da CDU e do Bloco de Esquerda votaram contra.

Última sessão decorreu na quinta-feira da semana passada

Apagão e troca de acusações entre PS e PSD marcam AM Carla Alexandra Soares A última Assembleia Municipal ficou marcada por discussão acesa e troca de acusações entre deputados do PSD e do PS. Na quinta-feira da semana passada decorreu mais uma sessão da Assembleia Municipal que tinha como ponto principal a discussão e aprovação do Plano e Orçamento da Câmara Municipal para 2012. O documento, apesar de aprovado, acabou por não ser o ponto central da discussão dos deputados das bancadas de todos os partidos. Um voto de solidariedade da bancada socialista, apresentado antes da ordem do dia, para com os portugueses que sofrem com o agravamento generalizado do custo de vida foi o mote para uma azeda troca de palavras entre o deputado do PSD Álvaro Oliveira e o socialista Paulo Folhadela. A bancada do PS pretendia que se aprovasse um voto de saudação e de solidariedade para com os famalicenses que nesta quadra estão a viver um período de particular dificuldade económica. Álvaro Oliveira considerou que o voto de solidariedade deveria ser transformado num voto de louvor à hipocrisia e falou em falta de seriedade política. “Ou se arrependem ou então confessam-se hipócritas. Vir aqui com um voto de solidariedade com aqueles que mais padecem por aquilo que vocês do Partido Socialista andaram a fazer nestes seis anos eu diria que não é uma desfaçatez, é uma pouca vergonha”. O deputado social-democrata subli-

Armindo Costa promete resolver a curto prazo a questão do “apagão”

nhou que saldar as responsabilidades e as dívidas não é, de facto, uma brincadeira de crianças. “Vir agora queixar-se da falta do 13º mês e das medidas que temos que implementar com o acordo do PS é, no mínimo, uma desfaçatez”, declarou, deixando, assim, claro que o grupo parlamentar do PSD iria votar contra.

Na resposta, o deputado socialista Paulo Folhadela sublinhou que os restantes sociais democratas não se reviam nas palavras de Álvaro Oliveira e falou de arrogância política. “Os qualificativos que foram aqui utilizados pelo senhor deputado são próprios dele. Mas pior do que isso é a arrogância de quem parece crer abrir um

guarda-chuva e querer escapar entre as gotas e isso também não aceitamos. A arrogância política que aqui foi manifestada e que está até em contraponto com aquilo que o actual primeiro-ministro disse em tempos no exercício da honestidade quando perante as Câmaras veio pedir desculpa aos portugueses. Tudo quanto consta neste voto de solidariedade que é apresentado pelo PS são factos e é verdade”, vincou. Álvaro Oliveira pediu para usar da palavra na defesa da honra e disse não esperar ouvir aquelas palavras: “Não ofendi ninguém e o senhor deputado conhece-me há muitos anos para saber que aquilo que disse foi um discurso político e não ofensivo, contrariamente ao seu. Estou ofendido com as suas palavras”. Na contra resposta, Paulo Folhadela reiterou a sua posição anterior e considerou que a sua intervenção não prejudicou pessoalmente Álvaro Oliveira. “Não o verifiquei, porém, na intervenção que o senhor deputado produziu em relação a mim. E se algum caminho estivesse errado, que não estava, parece-me que o senhor deputado o tomou na resposta que aqui proferiu”, respondeu. Depois disto, o presidente da Mesa da Assembleia Municipal, Nuno Melo, pediu aos deputados que acalmassem os ânimos e moderassem os adjectivos utilizados nas intervenções. I l u m i n a ç ã o p ú bl i c a Mas os ânimos continuaram exaltados e já nas informações

do presidente da Câmara sobre a actividade da mesma, foram vários os deputados que falaram sobre o “apagão” generalizado que acontece no concelho a partir das duas da manhã. Adelino Mota, do BE, lembrou as pessoas que começam a trabalhar às seis da manhã e outros que trabalham durante a noite, como os padeiros. “Este apagão prejudica verdadeiramente a vida dos famalicenses”, lamentou. Já o socialista Paulo Folhadela questionou quanto, de facto, a autarquia poupa com este apagão. Lembrou a reunião que aconteceu na Câmara Municipal com a presença de todos os presidentes de Junta. Terão sido colocadas aos autarcas três hipóteses para a poupança de 500 mil euros. “Terá sido aprovado que seria desligado poste sim, poste não e neste momento ainda tudo está igual. Quando entrará em vigor esta hipótese colocada?”, questionou. Armindo Costa respondeu que tiveram que se estabelecer critérios e por isso foi constituída uma comissão de quatro presidentes de Junta, mais quatro elementos da Câmara, que já reuniram. “Ficou combinado não desligar as lâmpadas em pontos fulcrais como passadeiras de peões ou paragens de autocarros, ruas com curvas fechadas. Não queremos que haja arbitrariedades”, explicou o edil, garantindo que o assunto está a ser tratado com toda a celeridade e logo que todos os critérios estejam estabelecidos será marcada uma reunião com a EDP.


cidade

pública: 28 de Dezembro de 2011 7

Afirma Anquises Carvalho, presidente da delegação de Famalicão da ADFA

“Os manuais escolares pouco falam da Guerra Colonial” decem actualmente de stress de guerra”. No entender deste responsável continua a haver uma falta de divulgação à actual geração dos dados da Guerra Colonial e das suas nefastas consequências. “Foram durante muitos anos um tabu, mas devido à ADFA e ao Museu da Guerra Colonial abriuse a porta que teimavam em manter fechada. Mas ainda não chega, porque os manuais escolares pouco fazem referência a esse período da nossa história”, sublinha. E advoga: “Há que divulgá-lo, sem medo, contando aos mais novos aquilo que os seus avós e pais passaram. A História Portuguesa deve ter orgulho nos seus heróis”. Anquises Carvalho vai mais longe e vê como uma grande injustiça para todos os excombatentes, esse período da História não ter sido considerado como um dos 20 grandes acontecimentos da História de Portugal no século passado. “Para mim, merecia ter sido citado em primeiro lugar”, lamenta.

Sofifiaa Abreu Silva A ADFA – Associação de Deficientes das Forças Armadas nasceu a nível nacional a 14 de Maio de 1974 e em Famalicão a 19 de Maio. A nível local, esta delegação abrange o distrito de Braga e conta actualmente com cerca de 1.100 associados. No total, no país, são 18 mil. Em Famalicão, o dirigente Anquises Carvalho afirma que actualmente as maiores dificuldades dos sócios têm a ver com a “terceira Idade”, ou seja, a maioria dos Deficientes Militares (DFA’s) “está na escala etária dos 60 e 70 anos e não se vê da parte do Governo qualquer tipo de plano de apoio a curto e médio prazo”. “Para nós é assustador, pois a maior parte dos lares e outras instituições do género, estão preparados para receber apenas um ou dois casos, quando nós neste momento somos muitos”, observa Anquises Carvalho. Para agravar esta situação, “os deficientes militares têm problemas de saúde e necessidades de apoio na sua maioria, muito diferentes do cidadão comum”. Ao longo dos anos, a Associação de Deficientes das Forças Armadas foi conquistando algum reconhecimento, como “o direito à reabilitação e reintegração na sociedade portuguesa, através do decretolei 43/76”. Outra grande conquista, esta mais recente, diz respeito à assistência médica e medicamentos, abrangendo todos os deficientes militares, cujos acidentes e doenças foram considerados em campanha ou ser-

viço, o que não acontecia anteriormente. Uma ajuda aprovada por unanimidade na Assembleia da República. Assim, aos poucos, os militares deficientes das Forças Armadas têm merecido atenção do Governo, como é exemplo o reconhecimento do “stress traumático de guerra”, uma doença que atinge cerca de 50 mil ex-combatentes. Hoje, a ADFA pretende encontrar algum apoio para fazer face à falta de estruturas de apoio à terceira idade, as quais têm “esbarrado na falta de dinheiro”. Continua ainda a ser intenção apoiar em tudo o que for preciso os associados, viúvas e filhos

menores ou deficientes, no sentido de resolver todos os problemas que enfrentam no dia-a-dia. Guerra Colonial é desconhecida Apesar de estar à frente da delegação da ADFA em Famalicão, Anquises Carvalho considera que a nível nacional, e em geral, “existe ainda por parte do país, um grande desconhecimento do que foi a Guerra Colonial, os seus 13 anos de duração, os milhares de jovens portugueses que por lá passaram obrigados pelo antigo Regime, e, sobretudo, as suas consequências, ou seja, os seus feridos, os seus mortos e os que pa-

Museu Colonial está no Lago Discount O Museu da Guerra Colonial é único no país e está em Famalicão. Depois de estar no Centro Coordenador de Transportes de Famalicão, o espaço museológico tem novas instalações no Lago Discount, em Ribeirão.

Nota: A propósito do Dia Internacional da Pessoa Portadora de Deficiência, assinalado no passado 3 de Dezembro, o Jornal OPINIÃO PÚBLICA publica, neste mês de Dezembro, um trabalho jornalístico sobre as instituições famalicenses que actuam nesta área. pub


8

pública: 28 de Dezembro de 2011

cidade

“Comunicação Integrada” de Luís Paulo Rodrigues

CNO da Camilo entregou diplomas

No passado dia 15 de Dezembro, no auditório da Escola Secundária Camilo Castelo Branco, realizouse a quintaª entrega de certificados a cerca de uma centena de adultos que frequentaram o processo de Reconheci-

mento, Validação e Certificação de Conhecimentos (RVCC), de nível básico e secundário, no Centro Novas Oportunidades da escola. Tratou-se de uma cerimónia emotiva, marcada por uma postura de dig-

nidade e respeito por todos aqueles que, ao fim de alguns obstáculos que a vida lhes trouxe, não deixaram de ambicionar ter mais formação tendo conseguido concretizar com grande empenho os seus percursos de qualificação escolar. Esta ideia foi reiterada, nos discursos dos convidados que estiveram presentes na sessão solene, concretamente o director regional de Educação do Norte, João Grancho; o vereador da Educação e Desporto, Leonel Rocha, e o avaliador externo, João Ferrer. A cerimónia foi, ainda, abrilhantada pelos testemunhos de alguns dos adultos que receberam os seus diplomas.

Banda de Famalicão abre inscrições para Escola de Música O Grupo Recreativo e Musical – Banda Famalicão abriu as inscrições para a sua Escola de Música, nas disciplinas de Iniciação Musical e Aulas de Acordeão. A primeira destina-se a alunos de 1 e 2 anos, terá a duração de meia hora por semana e será acompanhada pelos pais. Já as Aulas de Acordeão destinam-se a todas as idades, com duas disciplinas por semana, uma de Formação Musical e outra de Acordeão. Os interessados podem efectuar a sua inscrição na sede da Banda de Música, sita na Rua Direita, ou pelos telefones: 252373724 e 916167491.

Explorações famalicenses recebem prémio de Melhor Vinha A Casa Agrícola de Compostela, de Requião, e a Quinta do Mosteiro de Landim foram galardoadas com a medalha de prata no concurso “A Melhor Vinha 2011”, promovido pela Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes (CVRVV). Além destas duas explorações famalicenses, foram premiadas com a mesma medalha outras sete quintas da região demarcada do vinho verde. Também a Quinta de Gomariz, com sede em Santo Tirso, mas com explorações no concelho tirsense e em Famalicão, recebeu a medalha de ouro no mesmo concurso, a par de outras três quintas galardoadas: Azevedo, Figueiras e Aveleda. A CVRVV promove este concurso de

dois em dois anos, com o objectivo de premiar a viticultura de qualidade e de criar um espírito inovador, jovem e dinâmico na maior região demarcada do país em área geográfica. Em 2011, foram 25 os que se inscreveram no concurso, lançado pela primeira vez em 2001 pela CVRVV, com áreas de vinha superiores a três hectares. De Julho a Setembro, tiveram lugar as visitas do júri, composto por representantes da CVRVV, da Direcção Regional de Agricultura do Norte, do Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas, da Syngenta, patrocinador oficial, e do sector da produção da região dos Vinhos Verdes. Agora, foram conhecidas as pontuações, por votação secreta, numa escala de 1 a 10. pub

Blogue famalicense distinguido pela Meios e Publicidade O blogue “Comunicação Integrada”, que o famalicense Luís Paulo Rodrigues criou a 11 de Abril deste ano, para partilhar com o público as múltiplas disciplinas das ciências da comunicação, foi escolhido pelo jornal Meios e Publicidade como um dos cinco blogues portugueses obrigatórios nas redes sociais. “É possível que seja dos menos mediáticos bloggers na área da comunicação, mas é dos que fazem uma análise mais consistente e distanciada dos assuntos que marcam o sector”, justifica o semanário especializado em marketing e comunicação, no seu balanço de 2011 sobre blogues, facebooks e twitters portugueses. Para além do "Comunicação Integrada" (http://luispaulorodrigues.blogspot.com), integram o top cinco daquele jornal o blogue “Vai e Vem” de Estrela Serrano, antiga assessora de imprensa de Mário Soares e ex-membro da Entidade Reguladora da Comunicação Social (ERC) e de Azeredo Lopes, ex-presidente da ERC; o blogue “Lugares Comuns”, de Luís Paixão Martins, líder da LPM Comunicação, de Alda Teles, directora-geral da Fonte Comunicação, e de Manuel Falcão, antigo director do jornal “Blitz” e actual director-geral da em-

presa de meios “Nova Expressão”; o blogue “It's PR Stupid”, de Rui Calafate, director-geral da “Special One Comunicação” e antigo assessor de comunicação de Pedro Santana Lopes, na presidência da Câmara de Lisboa; e o blogue a “Pipoca Mais Doce”, da jornalista Ana Garcia Martins. Luís Paulo Rodrigues, ex-jornalista e um dos fundadores do jornal OPINIÃO PÚBLICA, é actualmente adjunto do presidente da Câmara Municipal de Famalicão para a Comunicação. Considerando que "esta escolha do jornal 'Meios & Publicidade' é uma distinção muito importante no mercado da comunicação em

Portugal”, Luís Paulo Rodrigues afirma que “como profissional da comunicação, antes como jornalista e agora ajudando as instituições a comunicar melhor, como acontece com a Câmara Municipal de Famalicão, é gratificante saber que o conhecimento profissional que tenho partilhado nas redes sociais é reconhecido por um jornal especializado que é uma referência no sector”. E conclui: “ser autor de um dos cinco blogues portugueses obrigatórios em assuntos de comunicação é uma responsabilidade, mas também um desafio para fazer mais e melhor no futuro."

Talvaizinho assinalou o Natal com várias actividades Para assinalar a quadra natalícia, o Colégio Talvaizinho desenvolveu um conjunto de actividades que iniciaram com a festa de Natal que teve como mote as artes circenses. Criando nas suas instalações uma tenda de circo, foram trabalhados para esta atividade conceitos das artes circenses com os alunos, que operacionalizaram essas aprendizagens em números realizados na festa de Natal. Este trabalho foi realizado no âmbito de uma parceria com a Escola Padre Benjamim Salgado, de Joane, para o estágio de alunos do curso de Animação Sociocultural. Numa outra actividade foi lançado um repto para a comunidade educativa para encontrar o pai Natal, que este ano foi um dos pais da comunidade educativa, que trouxe como prenda um boneco de trapos para os alunos. O objectivo foi promover nos alunos a

capacidade de valorizar os ofícios tradicionais, sendo que os bonecos foram confeccionados pelos profissionais do Colégio, onde se reviveu de uma forma lúdica e pedagógica o Natal do tempo dos nossos avós. Para finalizar o ciclo dedicado ao Natal, o Talvaizinho promoveu uma vernissage entre os artistas expostos e seus convida-

dos. Esta atividade teve como pano de fundo o Atelier das Artes do colégio, que este ano está idealizado para a pintura e seus autores. Ao longo do 1º período os alunos trabalharam e exploram um conjunto de técnicas de pintura, utilizando motivos da natureza. Foram ainda dadas a conhecer a vida e obra de Picasso e Mário Cesariny.


pública: 28 de Dezembro de 2011 9

cidade

Novidade avançada na apresentação do Manual do Jovem Voluntário

Projecto de voluntariado jovem prolonga-se por mais dois anos Magda Ferreira* O projecto de voluntariado Time4U vai prolongar-se por mais dois anos. A novidade foi avançada na apresentação do Manual do Jovem Voluntário, em conferência de imprensa, na terça-feira da semana passada, dia 20, na Casa das Artes. O projecto de voluntariado Time4U é coordenado pela associação juvenil YUPI e pela Câmara Municipal de Famalicão, envolvendo ainda um grande conjunto de outras instituições famalicenses e visando, essencialmente, formar jovens voluntários. Arrancou em 2008 e chegou a cerca de 2.500 jovens, permitindo que o voluntariado jovem se tornasse uma realidade consolidada e organizada no concelho. Foi até distinguido como “melhor prática juvenil” em 2009. “Esta relação com a YUPI tem sido uma experiência tremendamente positiva, provavelmente é uma das experiências mais proveitosas que a Câmara Municipal tem tido no seu relacionamento com instituições externas”, declarou o vice-presidente da autarquia, Paulo Cunha, manifestando que a Câmara tem todo o interesse em continuar com esta parceria. Também Mariana Marques,

João Gomes, Mariana Marques e Paulo Cunha (esq./dir.)

coordenador do Time4U, destacou o trabalho com a Câmara e mostrou-se muito “satisfeita” com o futuro da plataforma juvenil de voluntariado. Adiantou ainda que “devido ao apoio logístico e financeiro da Câmara Municipal será possível continuar a garantir aos jovens famalicenses o apoio em acções de voluntariado, participação e cidadania activa por mais um período de dois anos”.

“Isso significa que as instituições vão poder ter mais voluntários jovens durante mais tempo e com mais qualidade, porque nós estamos aqui para fazer esse trabalho; e que os voluntários podem contar connosco, pelo menos durante os próximos dois anos, para tudo o que precisarem”, acrescentou a coordenadora. Quanto ao Manual do Jovem Voluntário, é uma publicação lan-

çada em parceria entre a Câmara e o projecto Time4U. Trata-se de um livro de bolso, com cerca de 30 páginas, que, para além das dicas sobre voluntariado, reúne uma série de informação útil, como direitos e deveres do voluntário, voluntariado internacional, lista de instituições parceiras, entre outras. “Acima de tudo, esta publicação representa uma peça fundamental para novos voluntários na sua integração e informação”, destacou Mariana Marques. Por sua vez, Paulo Cunha salientou que este manual “resulta de um trabalho de campo, de vivência de casos concretos, de inúmeras histórias para contar”. “Deixa-se aqui um instrumento de trabalho importantíssimo para o futuro do voluntariado jovem em Famalicão e, muito provavelmente, noutras regiões do nosso país”, sublinhou. O vice-presidente da autarquia aproveitou ainda o momento para alertar os jovens presentes na cerimónia para a cada vez maior importância de adquirir competências como ser solidário e ser voluntário. Em seu entender, estas “competências informais” terão cada vez mais peso no ingresso no mercado de trabalho, pelo que os desafiou a apostarem nelas para serem bem

sucedidos. A conferência de imprensa contou ainda com a presença do novo presidente da associação juvenil YUPI, João Gomes. O responsável realçou a importância da cooperação com o município no sentido de garantir oportunidades de educação e aprendizagem aos jovens famalicenses. Celebrações do Dia do Jovem Voluntário Refira-se que este manual foi apresentado no dia em que Famalicão celebrou o Dia do Jovem Voluntário, que se comemora a 20 de Dezembro. No Café-Concerto da Casa das Artes, crianças e idosos de várias instituições famalicenses assistiram a uma mistura de apresentações protagonizadas pelos jovens voluntários e pelas associações parceiras do projecto. Num total de 90 crianças, 25 voluntários jovens e 25 idosos, estiveram representadas diversas instituições: Lar São João de Deus (Santa Casa da Misericórdia), Engenho, Associação Cultural Beneficente dos Trabalhadores do Município (ACB), Associação Gerações e Jardim de Infância da Casa do Hospital de Famalicão. *com J.C. pub


10

pública: 28 de Dezembro de 2011

Escola Rosa Oliveira reúne atletas e amigos em jantar de Natal

A Escola de Atletismo Rosa Oliveira organizou um jantar de Natal onde estiveram presentes grande parte dos atletas, bem como familiares, respectivos patrocinadores e elementos de direcção. Foi uma noite muito divertida, com muita animação, onde reinou a boa-disposição e união entre toda a gente, desde dos mais novos aos mais velhos. Em nota à imprensa a escola sublinha que este foi “um ano de grandes vitórias”, mas também “de grande espírito de sacrifício onde toda a gente se empenhou e mostrou o seu valor”, desejando que “2012 venha em grande e que todos nos possamos brilhar ainda mais”.

Culpas & Desculpas Na edição passada, o OPINIÃO PÚBLICA publicou erradamente a morada da Junta de Freguesia de Oliveira São Mateus. Assim, a morada correcta é Rua Eva Guimarães, 12 e 18. Telefone: 252 931 287; fax: 252 931 287, e-mail: junta.s.mateus@vodafone.pt. pub.

Don Marco abre Delícia’s no Centro Comercial Jumbo

O grupo Don Marco, que celebrou este ano 10 anos de existência, tem agora um novo espaço num lugar central em Famalicão. Assim, num crescimento sustentado, o grupo Don Marco abriu, recentemente, o espaço Delícia’s no Centro Comercial Jumbo. Este é o local ideal para tomar o seu pequeno-almoço, mas também para fazer uma refeição rápida e saudável. Na Delícia’s encontra sopa, sandes, saladas, sumos naturais e vários snacks, para que as refeições sejam momentos simples, mas saborosos. A Don Marco já habituou os seus clientes a produtos e serviços da melhor qualidade e confiança. Não se esqueça que pode encontrar a Don Marco em Calendário, com vários tipos de pão, além de semi-frios, bolos de aniversário, baptizado, comunhão e casamento. Nas especialidades, vale a pena provar o bolo-rei escangalhado, o pão-de-ló húmido, o pão-de ló de chocolate, não esquecendo ainda as deliciosas tartes, as tortas, as miniaturas e o sortido húngaro. Não falta mesmo nada nos espaços do grupo Don Marco. Amor de Perdição – confeitaria, pastelaria e padaria – em Seide S. Miguel. Don Marco na Rua S. Fargeau Ponthierry, loja 2, Edifício Eurofama, Calendário. E agora no Centro Comercial Jumbo, com o espaço Delícia’s. Grupo Don Marco: a qualidade e diferença todos os dias.

freguesias

Projecto mobilizou toda a comunidade escolar

EB 2,3 Nuno Simões lançou livro de receitas “Sabores da Minha Casa” foi o título do livro lançado, no passado dia 15, na EB 2,3 Dr. Nuno Simões, de Calendário. A publicação contém receitas de culinárias que os alunos recolheram nas suas casas, junto dos pais e dos avós. A sessão de apresentação foi presidida por Álvaro Costa, chefe de cozinha e professor na Universidade Portucalense, marcando também presença a directora da escola, Helena Pereira, e a presidente da Associação de Pais e Encarregados de Educação, Isabel Pimenta. Na sua intervenção, Helena Pereira sublinhou o trabalho da equipa que lidera a associação de pais, felicitando-a pela ideia de realizar este projecto conjunto. A directora deixou ainda o convite ao chefe Álvaro para realizar um workshop de culinária na escola. Precisamente, Álvaro Costa falou das suas experiências por

diversos países por onde passou, sublinhando que “sempre conseguimos adquirir conhecimentos de culinária por onde quer que vamos”. E, nesse sentido, disse que também sai mais enriquecido depois desta passagem pela EB 2,3 Dr. Nuno Simões e depois de conhecer o livro de receitas. Por seu lado, Isabel Pimenta disse ter sido

um grande desafio pôr em marcha o projecto, mas logo que as primeiras receitas foram aparecendo, “ficamos logo com a sensação que o difícil iria ser seleccioná-las”, aproveitando para agradecer todos os encarregados de educação, pais, familiares e professores que contribuíram para a elaboração do livro. Após os discursos, Mário Passos, vereador

da Juventude na Câmara de Famalicão, entregou lembranças a cinco alunos distribuídos por todas as categorias: entradas, sopas, prato de peixe, prato de carne e sobremesa. O livro pode, entretanto, ser adquirido na escola, junto dos elementos da Associação de Pais ou na livraria Fonte Nova, pelo preço de 5 euros.

Iniciativa decorreu no dia 24 de Dezembro

Almoço solidário reuniu 180 pessoas no Hotel Rural da Azenha O Hotel Rural da Azenha, em Bairro, ofereceu, em conjunto com os seus fornecedores, um almoço solidário de Natal a 80 famílias carenciadas provenientes de diferentes paróquias de Famalicão. Esta iniciativa de cariz social teve lugar no passado dia 24 de Dezembro, véspera de Natal, contando com a participação de cerca de 180 pessoas, no total. O almoço, que foi animado pelo grupo de fados e cantares de Coimbra “Trovas do Minho” contou também com a presença do responsável do hotel, João Monteiro, assim como do arcipreste Mário Martins, presente nesta iniciativa em representação do arcebispo primaz de Braga, D. Jorge Ortiga. Nas palavras proferidas aquando do almoço, João Monteiro salientou o facto de se estar “entre amigos”, enfatizando que “o hotel será sempre, durante todo o ano, uma casa aberta para quem mais precisa e que nunca ficará sem resposta”. Por sua vez, o arcipreste referiu que “são momentos como este, de encontro e de ajuda aos mais desfavorecidos, que devem unir a nossa sociedade

Arcipreste de Famalicão (ao centro) à conversa com o proprietário do hotel

e que caracterizam a missão da própria Igreja”. O sacerdote salientou que “celebrar o Natal significa celebrar Aquele que nasceu pobre para dissipar as nossas pobrezas, isto é, para nos libertar de tudo aquilo que nos pode tornar tristes, particularmente nestes tempos de maior dificuldade”, referindo ainda que

“acontecimentos como este são sinais de uma sociedade que, em conjugação com a acção da Igreja, pode dar uma nova esperança às pessoas, não apenas nesta quadra natalícia, mas ao longo de toda a vida e concretamente na região do Vale do Ave, tão atingida pelas consequências da crise actual”.


pública: 28 de Dezembro de 2011 11

freguesias

Empresa de Manuel Simões Nogueira tem hoje 180 funcionários

Funcionários da Transportes Nogueira homenageiam fundador

À esquerda, Alberto Leitão, o funcionário mais velho no activo, e a viúva de Simões Nogueira, Olinda Nogueira

Sofifiaa Abreu Silva Os funcionários da empresa Transportes Nogueira, de Vilarinho das Cambas, prestaram no passado sábado de manhã, dia 24 de Dezembro, uma homenagem ao fundador da empresa, Manuel Simões Nogueira, já falecido. A cerimónia realizou-se nas instalações da empresa e juntou dezenas de funcionários e ex-funcionários, família, amigos e outras personalidades. A homenagem incluiu o descerramento de um busto com a figura de Manuel Simões Nogueira, que fundou a empresa em 1968. Actualmente com 180 funcionários, a empresa abrange um conjunto de actividades: serviços de transporte nacional e internacional, revenda de combustíveis e armazenamento de mercadoria. Em dia de homenagem, o cónego Joaquim Fernandes lembrou o contributo de Manuel Simões Nogueira para o progresso do

concelho. “O progresso material de Famalicão depende ainda hoje de homens como este. O homem modesto que eu conheci e que começou com uma ‘camionetazinha’ bem modesta, tem hoje esta empresa que é grande em qualquer parte do mundo, por isso é bem digno da gratidão da família e de todos aqueles que aqui trabalham”, disse. E referiu: “O que mais me contenta é que os que aqui trabalham não dizem a empresa onde eu trabalho, dizem a nossa empresa”. Da família, a filha, Ana Flora Nogueira, recordou os passos dados pelo pai para que a empresa Transportes Nogueira se tornasse naquilo que é hoje. “O escritório chegou a ser em Famalicão, mas tornava-se complicado, porque os camiões não tinham onde parar e foi quando o meu pai partiu para o sonho da vida dele que era este espaço aqui em Vilarinho, que na altura se resumia a uma bouça. Resolveu juntar tudo aqui com a

ajuda dos funcionários hoje presentes e outros já falecidos”, recordou. A filha do empresário disse ainda que, ao longo do percurso, a família “foi um bocadinho sacrificada”, porque, para Manuel Simões Nogueira, “a empresa estava sempre em primeiro lugar, levando assim o seu sonho avante”. Já o presidente da assembleia-geral da empresa Transportes Nogueira, Correia Araújo, evocou o cidadão e empresário Manuel Simões Nogueira. “Era um homem de carácter, com uma personalidade muito vincada, homem de palavra, honrado e que pautava a sua conduta de vida por princípios. Foi um cidadão integrado na sua comunidade e que tinha uma ligação muito profunda, apaixonada e bairrista pela sua terra, Famalicão”. Segundo Correia Araújo, Simões Nogueira era um “cidadão que não sendo vaidoso, orgulhava-se da sua obra, revendose na imagem da sua empresa, afirmando várias vezes que se orgulhava de todos os dias divulgar o nome de Famalicão por todo o país e, mais tarde, por toda a Europa”. Por isso, “também o município famalicense deve esse reconhecimento ao sr. Manuel Simões Nogueira”, considerou. A cerimónia, que decorreu na véspera de Natal, serviu também para os funcionários da empresa Transportes Nogueira entregarem à Associação Mundos de Vida, de Lousado, 1.480 euros. Foi uma verba angariada ao longo dos últimos meses para oferecer a esta instituição. Manuel Araújo, da Associação Mundos de Vida, agradeceu o contributo e anunciou que os filhos dos colaboradores da empresa têm prioridade na entrada da IPSS.

Homem morre esmagado por tractor em Vilarinho Um homem com cerca de 75 anos morreu, no passado dia 21 de Dezembro, esmagado pelo tractor que conduzia em Vilarinho das Cambas, informou fonte dos bombeiros. O alerta foi dado pelas 19h46, tendo sido necessário utilizar um camião com grua para retirar o tractor de cima da vítima. O tractor despistou-se e caiu para um terreno agrícola.

Jovens do projecto “Mais Vale Prevenir” visitaram a Editave

Um grupo de alunos das EB 2,3 Júlio Brandão e Dr. Nuno Simões visitaram, na manhã passada quinta-feira, as instalações da Editave, proprietária do jornal OPINIÃO PÚBLICA, da Rádio Digital e da FamaTV. Os 17 alunos integram o projecto “Mais Vale Prevenir” que, entre outras funções, ajuda os jovens ocupar os seus tempos livres durante as férias escolares. Nesse sentido, aproveitando a pausa lectiva da quadra natalí-

cia, os alunos, acompanhados pela coordenadora e técnicas do projecto, vieram conhecer os estúdios da Digital FM e da Fama TV, bem como a redacção onde os jornalistas produzem as notícias e onde se elaboram as páginas do OPINIÃO PÚBICA. Sempre muito atentos e interessados, os jovens, alunos do 2º e 3º ciclos, tiveram ainda oportunidade de participar em directo no programa “Clube da Rádio”.

Associação de Pais promoveu festa de Natal em Santa Eulália

Exposição de presépios em Brufe, Cavalões e Santo Adrião As crianças e jovens da catequese das paróquias de Brufe, Cavalões e Santo Adrião estão a promover uma exposição de presépios que construíram em família, fruto do desafio lançado para vivência deste tempo de Natal. Construídos com materiais muito diversificados, são exemplo vivo de empenho e muita criatividade. A exposição está patente nas igrejas paroquiais até ao dia 8 de Janeiro de 2012 e pode ser visitada, todos os dias, antes e depois das eucaristias.

Escola e infantário de Pedome promoveram festa de Natal No dia 16 de Dezembro decorreu a Festa de Natal da escola do 1º ciclo e jardim-de-infância de Pedome, no Centro Paroquial da freguesia. Iniciando com a beleza e espontaneidade dos mais pequeninos, todos os alunos participaram com números ensaiados pelos professores e educadores, em articulação com os professores de música e das actividades de enriquecimento curricular. A esta festa juntaram-se vários pais e avós, que vibraram com as actuações e a alegria dos mais pequenos.

Traduziu-se num êxito a festa de Natal promovida, na tarde do passado dia 17, pela Associação de Pais e Encarregados de Educação de Arnoso Santa Eulália. Mais de uma centena de crianças da freguesia, acompanhadas por pais, avós ou amigos e população em geral divertiram-se naquela que já é uma tradição festiva anual em Santa Eulália. O evento teve lugar no salão da Associação Desportiva e Cultural e contou ainda com a presença das docentes e funcionárias do jardimde-infância e da escola primária, que acompanharam as respectivas crianças durante as actuações musicais e de dança com que presentearam todos os presentes. Pelo palco passou ainda a animadora Juliana e a dupla de palhaços “Parafuso & Rosca Moída” cujo número divertiu miúdos e graúdos. Pelo meio houve ainda lugar ao sorteio de um cabaz de Natal e a distribuição de bolo-rei por todos aqueles que marcaram presença no evento. A festa terminou em grande com a chegada do Pai Natal, que trouxe presentes e muita alegria a todas as crianças. A Associação de Pais e Encarregados de Educação agradece a participação de todos e o apoio da Associação Desportiva e Cultural e da Junta de Freguesia de Arnoso Santa Eulália


12

pública: 28 de Dezembro de 2011

publicidade

Falecimentos

Avidos - Vila Nova de Famalicão Américo Freitas da Cruz Missa 2º Aniversário do seu falecimento

Seus familiares na passagem do 2º aniversário do falecimento do seu ente querido, mandam celebrar missa, em sufrágio de sua alma, sábado, dia 31 de dezembro, pelas 15,30 horas na igreja paroquial de avidos . Desde já , o nosso profundo agradecimento a quantos se dignarem assistir a este acto religioso.

António Pereira de Araújo, no dia 24 de Dezembro, com 72 anos, casado com Teresa Azevedo Silva, da freguesia de Oliveira Santa Maria.

José Custódio Pereira, no dia 20 de Dezembro, com 88 anos, casado com Custódia Ferreira de Oliveira, da freguesia de Priscos (Braga).

Maria da Glória da Silva, no dia 25 de Dezembro, com 70 anos, viúva de Domingos da Cunha, da freguesia de Gandarela (Guimarães).

António Jorge Fernandes Cerqueira, no dia 23 de Dezembro, divorciado, da freguesia de Nine.

Agência Funerária Carneiro & Gomes Oliveira S. Mateus – Telm. 91 755 32 05

Agência Funerária Arnoso José Daniel Pereira Arnoso Santa Eulália - Telf. 91 724 67 03

A Família

Agência Funerária da Lagoa - Telef. 252 321 594

Alcino da Silva Moreira, no dia 20 de Dezembro, com 79 anos, casado com Maria de Lurdes Barbosa Braga, da freguesia de Gavião.

MOUQUIM Agradecimento e Missa de 7º Dia

Emília Portela de Oliveira Campos, no dia 23 de Dezembro, com 92 anos, viúva de António da Costa Correia, da freguesia de Brufe.

Delmiro de Faria

Delmiro de Faria, no dia 24 de Dezembro, com 91 anos, viúvo de Amélia Gomes Figueiredo, da freguesia de Mouquim.

Aprígio Ferreira Pinto, no dia 19 de dezembro, com 83 anos, casado com Margarida da Silva Faria, da freguesia de Gavião. Adriano da Silva, no dia 20 de Dezembro, com 86 anos, casado com Bernardina da Costa Lagoa Silva, da freguesia da Lagoa.

Seus filhos, netos e demais familiares, profundamente sensibilizados pelas manifestações de pesar e carinho recebidas a quando do falecimento do seu ente querido, vem por este único meio, na impossibilidade de o fazer individualmente, agradecer a todas as pessoas que participaram nas cerimónias fúnebres e ainda a todos aquelas que de qualquer outro modo se associaram à sua dor. Participam ainda que será celebrada missa de 7º dia em sufrágio de sua alma, sexta-feira, dia 30 de Dezembro, pelas 19:00horas, na Igreja Paroquial de Mouquim.

Agência Funerária Rodrigo Silva, Lda Vila Nova Famalicão Tel.: 252 323 176

Raul Filipe da Silva Figueiredo, no dia 21 de Dezembro, com 30 anos, casado com Marta Liliana Freitas da Silva, da freguesia e Landim.

Manuel Álvaro da Silva Pinheiro, no dia 29 de Novembro, com 74 anos, casado com Ingrid Renata Erna da Silva Pinheiro, da freguesia de S. Martinho de Bougado (Trofa).

Adélia Correia de Miranda, no dia 21 de Dezembro, com 82 anos, casada com Eduardo Monteiro Torres, da freguesia de Landim.

A Família

Maria Celeste Gonçalves da Silva, no dia 10 de Dezembro, com 75 anos, viúva de Arlindo Ferreira dos Santos, da freguesia de Lousado.

Funerária de Arnoso. Telm. 919375800/917246703

Boas Festas

Júlia da Silva Campos, no dia 12 de Dezembro, com 97 anos, viúva de António da Costa Araújo, da freguesia de S. Martinho de Bougado (Trofa). António Ferreira Maia, no dia 13 de Dezembro, com 78 anos, casado com Blandina da Costa Rodrigues, da freguesia de S. Martinho de Bougado (Trofa). Manuel Reis do Couto, no dia 16 de Dezembro, com 78 anos, solteiro da freguesia de S. Martinho de Bougado (Trofa). Manuel da Costa Reis, no dia 17 de Dezembro, com 81 anos, casado com Alice Ferreira Dias, da freguesia de S. Martinho de Bougado (Trofa). Olívia de Azevedo Rocha, no dia 18 de Dezembro, com 88 anos, viúva de João da Silva Dias, da freguesia de S. Martinho de Bougado (Trofa). Manuel Joaquim da Costa Maia, no dia 20 de Dezembro, com 44 anos, casado com Maria Eugénia da Silva ferreira, da freguesia de S. Martinho de Bougado (Trofa). Maria Luísa Soares, no dia 24 de Dezembro, com 80 anos, viúva de Davide Jorge Pereira, da freguesia de S. Martinho de Bougado (Trofa). Agência Funerária Trofense, Lda (S. Martinho de Bougado) Trofa Tel.: 252 412 727

Belmira Dias Veiga, no dia 21 de Dezembro, com 102 anos, viúva de Franklin Cunha e Costa da freguesia de S. Simão de Novais. Ângela Rosa de Oliveira, no dia 21 de Dezembro, com 81 anos, casada com Fernando Martins Lopes, da freguesia de Antas. Amélia de Oliveira Alves de Carvalho, no dia 21 de Dezembro, com 94 anos, solteira da freguesia de Cruz. Manuel Leite Carneiro, no dia 22 de Dezembro, com 75 anos, casado com Olívia de Abreu, da freguesia de Sequeirô (Santo Tirso). Marlene Maria Correia Novais, no dia 23 de Dezembro, com 23 anos, solteira, da freguesia de Calendário. Fernanda Vilas Boas da Costa, no dia 23 de Dezembro, com 79 anos, casada com Cristino Cruz Arantes, da freguesia de Lama (Santo Tirso). Maria Emília Oliveira Campos, no dia 24 de Dezembro, com 80 anos, viúva de José da Costa da freguesia de Antas. Júlio Manuel Carvalho dos Santos, no dia 24 de Dezembro, com 52 anos, solteiro, da freguesia de Areias (Santo Tirso). Agência Funerária da Lagoa Lagoa – Telf. 252 321 594

António Ferreira Monteiro, no dia 21 de Dezembro, com 58 anos, casado com Rosa Maria Ribeiro Vieira Monteiro, da freguesia de Telhado. João Dias Costa, no dia 21 de Dezembro, com 84 anos, casado com Rosa Gomes Machado, da freguesia de Vale S. Cosme

Joaquim da Silva Campos, no dia 20 de Dezembro, com 91 anos, viúvo de Carlinda Lage Azevedo Costa, da freguesia de Fradelos. Manuel Ferreira da Silva, no dia 21 de Dezembro, com 77 anos, viúvo de Antónia Ferreira da Cunha, da freguesia de Fradelos. Gaspar Lopes da silva, no dia 21 de Dezembro, com 75 anos, casado com Maria Flora Lopes da Silva, da freguesia de Vilarinho das Cambas. Maria da Costa Ferreira, no dia 23 de Dezembro, com 84 anos, viúva de Manuel da Costa Santos, da freguesia de Fradelos. Josefa Gonçalves Meneses, no dia 23 de Dezembro, com 84 anos, viúva de Joaquim Gomes Machado, da freguesia de Gondifelos Agência Funerária Palhares Balazar– Tel.: 252 951 147

Agência Funerária das Quintães Vale S. Cosme – Tel.: 252 911 290

Domingos Paiva da Costa, no dia 20 de Dezembro, com 75 anos, casado com Rosalina Saldanha da Silva, da freguesia de Rebordões (Santo Tirso). Vítor José Marques da Costa, no dia 24 de Dezembro, com 46 anos, divorciado de Deolinda Manuel Faria Rodrigues, da freguesia de Bairro. Glória Correia de Araújo, no dia 25 de Dezembro, com 84 anos, solteira da freguesia de Rebordões (Santo Tirso). Luísa Inês Carneiro da Silva Bessa, no dia 25 de Dezembro, com 48 anos, casada com António Alberto Monteiro Antunes, da freguesia de Santo Tirso. Agência Funerária de Burgães Sede.: Burgães Filial.: Delães Telf. 252 852 325


cultura

Programação do próximo mês marcada por música e teatro

Deolinda actuam em Janeiro na Casa das Artes

pública: 28 de Dezembro de 2011 13

Concerto de Natal no Mosteiro de Landim A Escola de Música da Paróquia de Landim realiza, no próximo dia 30 de Dezembro, às 21 horas, no Mosteiro de Landim, um Concerto de Natal. A apresentação está ao cargo da Cappella Musical da Paróquia de Landim, um grupo paroquial que nasceu no seio da comunidade landinense, no sentido de acolher novos coralistas da paróquia ou de outras comunidades. O concerto terá, ainda, a apresentação do Coral Infantil da Escola de Música, para crianças a partir dos 5 anos até à adolescência. A entrada é livre.

Família Mesquita Guimarães encerra exposição Realiza-se, no próximo dia 30 de Dezembro, a cerimónia de encerramento da exposição “Uma Família do Século XIX aos Nossos Dias”, que está patente na Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco. A mostra retrata o percurso da família famalicense Mesquita Guimarães. O encerramento, marcado para as 17 horas, contará com as presenças de Daniel Serrão e de Fernando Almeida.

Amarcultura promoveu espectáculo de Natal em Calendário Os Deolinda actuam no dia 21

Os Deolinda são uma das grandes atracções da programação da Casa das Artes de Famalicão para o próximo mês de Janeiro. A casa de espectáculos entra em 2012 com uma programação variada, que trará ainda a Famalicão a actriz Inês CastelBranco. Em termos musicais, destaca-se, então, o concerto dos Deolinda, um verdadeiro caso de sucesso na música popular portuguesa, que actuam no dia 21 de Janeiro, no grande auditório, pelas 21h30. A entrada custa 20 euros. No dia 14 de Janeiro, a Banda Filarmónica de Famalicão sobe também ao palco do grande auditório para o tradicional Concerto de Ano Novo. Está marcado para as 21h30 e a entrada é livre. O jazz também marcará presença na programação de Janeiro da Casa das Artes. O pianista e compositor Filipe Raposo vem, com o seu trio, fazer a apresentação ao vivo do CD “First

Inês Castel-Branco protagoniza peça de teatro no dia 28

Falls”, no dia 20 de Janeiro, no grande auditório, pelas 21h30. Oito euros é o preço do bilhete. Passando para o teatro, a actriz Inês Castel-Branco sobe ao grande auditório, no dia 28, com a peça “As Lágrimas Amargas de Petra Von Kant”, de R.W. Fassbinder, numa encenação de António Ferreira. Para o encenador, a peça “As Lágrimas Amargas de Petra Von Kant” é “uma história de amor, de masoquismo, de relações claustrofóbicas, de desespero, sempre no feminino. A história de uma mulher que está a aprender a amar”. De destacar ainda a presença na equipa artística de José António Tenente, como o figurinista a quem cabe a recriação do sofisticado e complexo universo da criação de moda que envolve Petra Von Kant. O espectáculo está marcado para as 21h30, também no grande auditório, sendo que a entrada tem o custo de 12 euros. A programação para o primeiro

mês de 2012 reserva ainda a inauguração, no dia 16, de uma exposição de pintura de José Manuel Almeida, intitulada “Variantes: O Espaço Como Método”, que estará patente até 28 de Fevereiro, no foyer da Casa das Artes. Cine ma às quintas Já em termos da sétima Arte, o Cineclube de Joane prosseguirá com as suas sessões semanais de cinema. No dia 5 é exibido o filme “Post Mortem”, no chileno Pablo Larrain. Segue-se, no dia 12, o filme “Além do Azul Selvagem” de Werner Herzog, no âmbito de um ciclo que o cineclube vai dedicar a este realizador, que prossegue no dia seguinte, 12, com a exibição de “Lições na Escuridão” e “Fata Morgana”. As sessões têm sempre lugar no pequeno auditório, pelas 21h30, sendo que, no dia 19, passa ainda “A Nossa Vida” de Daniele Luchetti e, no dia 26, é exibido “A Minha Alegria” de Sergei Loznitsa.

No passado dia 18, realizou-se o habitual espectáculo de Natal no Centro Social de S. Miguel-oAnjo, em Calendário. O público encheu o salão para assistir a um evento repleto de música, poesia e teatro, onde não faltaram momentos de humor e boa disposição. Do programa constou um leque variado de artistas. Um dos momentos altos foi a actuação de Ivo Machado e António Sousa, que apresentaram temas musicais e poesia do seu repertório. Em permanente interacção com o público, os “Os Missionários da Poesia”, como se auto-intitulam, encantaram a plateia. O espectáculo abriu com a actuação do grupo de cordas “Oceano de Sons”, com música erudita e adaptações de recentes êxitos musicais. Por seu turno, o Grupo Coral Dominnicanus apresentou alguns excertos do seu primeiro CD, editado este ano. Também a cantora calendarense Joana Lopes e o seu grupo “The Christmas Choir”, constituído por crianças do Grupo Coral Infanto-Juvenil da paróquia de S. Julião, cantaram um medley de Natal. A participação cénica ficou a cargo da Associação Amarcultura, com os sketches cómicos “Os Forcados” e “Combate de Boxe”, e do Grupo de Teatro Ensaiar-te, da escola EB2,3 Dr. Nuno Simões, com uma adaptação de “Branca de Neve e os Sete Anões”. O Pai Natal também não deixou de aparecer para dar uns doces miminhos a todas as crianças que estiveram presentes. Este espectáculo natalício, de entrada livre, é promovido desde 2004 pela Associação Amarcultura, de Calendário.


14

pública: 28 de Dezembro de 2011

publicidade

CARLOS DA CASA DOS SEGREDOS EM FAMALICÃO NO PRÓXIMO DIA 30 DE DEZEMBRO SE XTA, PE LAS 23H30, O EX CONCORRENTE DO SEC RET STO RY 2, C ARLOS ESTAR Á P R E SE N T E N U M DOS MAIS BADALADOS BARES DE FAMALICAO, CABANA DO PÉPE, SITUADO NA RUA Dº FERNAN DO II , QUE I RÁ COM PLETAR O SE U PRGRAMA DE FINAL DE ANO NO 31, COM UMA ESPECTACULAR FESTA DE REVEILLON COM BAR ABERTO. A NAO PERDER...

CEDÊNCIA DE EXPLORAÇÃO

AQUECIMENTO (O MAIS ECONÓMICO) Ar Condicionado/Bomba de Calor SUPERCLIMA, LDA 20 ANOS DE ACTIVIDADE ORÇAMENTOS Telem. 917 337 391

Cedência de exploração de um Talho a funcionar, todo equipado, com alvará de licença sanitária,com sala de desmanche, com implementação de HACP, situado face à estrada nacional. Excelente oportunidade CONTACTO: 961 941 888

DE COZINHEIRO URGENTE PREFERENCIA COM

ARRENDA-SE T1 com lugar de garagem frente ao centro de emprego

PASSO MINIMERCADO BOM PREÇO, ZONA DE FAMALICÃO, POR MOTIVO DE DOENÇA

Contacto: 961 171 126

Contacto: 916 355 179

ARRENDA-SE HABITAÇÃO TIPO T3 AO LADO DO JUMBO DE FAMALICÃO

VENDE-SE CÃES RAÇA PINCHER COM 3 MESES

Contacto: 969641290

Contacto: 965 678 661

ALGUMA EXPERIÊNCIA EM MARISCO PARA TRABALHAR EM FRANÇA Contacto: 0033218350194

Transportes de Mercadorias Distr. de Publicidade

PRECISA-SE ENCARREGADA DE CONFECÇÃO

CHEFE DE LINHA Confecção com 20 pessoas, zona próxima do Grocenter

Contacto: 252 313 115

CAFÉ SNACK BAR VERMOIM

ADMITE-SE FUNCIONÁRIO

Avenida Santa Maria de Vermoim - Vermoim/V.N. Famalicão Contacto: 932 798 806

PARA FREZADOR CNC E TORNO CNC

Especialidades Especialidades Francesinha Francesinha especial especial Cachorro Cachorro especial especial

PRECISA-SE

Boas Fe st as

PREFERÊNCIA COM CURSO DA “CENFIM”

Contacto: 252 458 920 E-MAIL: atmoldes@mail.telepac.pt ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DE ESMERIZ EDITAL A Assembleia de Freguesia de Esmeriz, irá reunir em Sessão ordinária, np próximo dia 29 de Dezembro (quinta-feira), pelas 21 horas, na sede da Junta de Freguesia, com a seguinte ordem de trabalhos: 1. 2. 3. 4. 2012; 5. 6.

Antes da ordem do dia; Discussão e votação do Mapa de Pessoal para o ano de 2012; Apresentação e votação da 2ª Revisão Orçamental; Apresentação e votação do Plano de Actividades e Orçamento para Outros assuntos de interesse da Freguesia; Depois da Ordem do dia.

Esmeriz, 22 de Dezembro de 2011 O Presidente da Assembleia de Freguesia de Esmeriz (Artur Jorge Sampaio Fernandes da Silva)

ALVARÁ N.º 14030/2007 Tlm. 968 380 719 - 916 938 215 E-mail: franciscopinto_@hotmail.com


praça pública

pública: 28 de Dezembro de 2011 15 pub

Pelos quatro cantos da ca(u)sa Domingos Peixoto

AM agitadíssima A AM de 5ª feira foi explosiva. Sim, caros leitores, apesar de estarmos em pleno período natalício, o que se viu e ouviu foi pouco digno da data festiva: gestos agitadíssimos, feições agressivas tipo, toma lá que já almoças-te, dedos em riste no nariz de deputado adversário, ameaça de tribunal e adjectivação de intervenções da oposição de hipócritas e execráveis! Nos limites do intolerável… Tudo, porque há deputados que não gostam que se lhe mexa na “ferida”; gostam de dizer mas não gostam de ouvir. Porém, democracia é isso mesmo, de um lado maioria (governo), do outra minoria (oposição), com direitos iguais, sem que nenhuma das partes seja detentora exclusiva da verdade, apesar daquela – maioria – poder definir as regras dentro dos limites legais, mas nunca arbitrariamente, “ao sabor das ondas”, de acordo com os interesses de cada momento. Alguém percebe que uma maioria qualificadíssima “entre em parafuso”, gaste apenas 12 ou 13 minutos dos 60 disponíveis, e deixe ao seu executivo o “odioso” da defesa dos documentos do PAO, contra a oposição em peso, neste período de crise, sem ser porque algo de errado se passe no seu interior? A maioria, quando só tinha

Famalicão

Barbosa: Rua Santo António, Tel. 252 302 120 Calendário: Rua da Liberdade, Tel. 252 378 400/1 Cameira: C. Mouzinho Albuquerque, Tel. 252 323 819 Central: Praça D. Maria II, Tel. 252 323 214 Nogueira: Av. Marechal H. Delgado, Tel. 252 310 607 Valongo: Rua Adriano Pinto Basto, Tel. 252 323 294 Gavião - Av. Eng. Pinheiro Braga, 72 - Telef. 252 317 301 Marinho: Edif. S. José - Estalagem - Telf. 252 921 182 Martins Ventura: R. C. Cerejeira - Lousado - Telf. 252 493 142 Estação: Largo da Estação - Nine - Telf. 252 961 118 Ribeirão: Largo de Bragadela - Ribeirão - Telf. 252 416 482 Joane: Rua S. Bento, nº 217 - Telf. 252 996 300

um deputado famalicense na AR, no tempo do governo PS, usava e abusava de críticas a Nuno Sá. Quando lá teve um segundo, temporariamente, afanou-se em iniciativas para o promover. Seria interessante que conhecêssemos os seus feitos. Agora, que só tem um efectivo, mas o governo é PSD/CDS, anda muda a esse respeito, apesar da promoção inicial, mais da iniciativa do seu eleito do que da própria coligação. Mas, ao contrário de então, quer a maioria quer o próprio deputado são avessos a referências que evidenciem a pouco mais que nula vantagem desse facto para o Município. O que não é de admirar. Aliás, casos de que o deputado trata de questões que apenas digam respeito ao seu distrito são conhecidos poucos: os da Madeira, os dos Açores e o do queijo Limiano. Mas gostam, com frenesim, de acusar o anterior governo do PS! Já vão ao ponto de referirem que o PS governou 11 dos últimos 15. Mas se o PS argumenta que no tempo da democracia o PSD foi quem mais tempo esteve no poder, não escondendo os 10 anos seguidos de Cavaco Silva, que realizou investimentos que ainda hoje estamos a pagar, já não gostam

Feliz Ano Novo

Famalicão

Serviço

Reforço

Vale do Ave

Se r vi ç o

Qu a r t a , 2 8

Valongo

Barbosa Oliveira Monteiro

Qu i n t a , 2 9

Gavião

Calendário Oliveira Monteiro

Almeida e Sousa Bairro Riba d’ Ave Bairro

Se xta , 3 0

Cameira Ribeirão

Nogueira Oliveira Monteiro

Qu a r t a , 2 8 Qu i n t a , 2 9 Sex ta , 3 0 Sá ba do, 31 Dom ingo, 1 Seg unda , 2 Ter ça , 3

Sá ba do, 31

Central

Dom in go, 1

Calendário

Se gunda , 2

Nogueira

Ter ç a, 3

Valongo

Vale do Ave

Almeida e Sousa: Covas - Oliv. Stª Maria - Telf. 252 931 365 Bairro: Av. Silva Pereira, Telf. 252 932 678 Delães: Portela - Delães - Telf. 252 931 216 Riba de Ave: Av. Narciso Ferreira, Telf. 252 982 124 Faria: Estrada Nacional 310 - Serzedelo - Telf. 252 532 346

de ouvir e cai o Carmo e a Trindade! Bem pode o CDS adular por eu ter, alegadamente, atacado o Senhor Presidente Armindo Costa por deixar “ao seu substituto, presumivelmente o Dr. Paulo Cunha, tão envenenado presente, como seja o do défice do Município”! Descansem os seus espíritos. O PS terá um bom candidato, anunciado a seu tempo, que será, indubitavelmente, o meu candidato. Mas não deixa de ser estranho, a ser verdade o que eu disse, que o CDS, um partido que se diz indispensável na área do governo, se contente com um candidato de outro partido. Porém, e apesar de tudo, digam lá o que disserem, é minha convicção que o candidato do PSD, anunciado a contra gosto por Leonel Rocha – que a posição de Jorge Carvalho terá atrasado um mandato –, será presidente neste mandato, por imposta, e também a contra gosto, desistência de Armindo Costa – ele que quer(ia), precisamente, Leonel Rocha –, sem o que, apesar de toda a propaganda municipal o fazer aparecer em tudo quanto é notícia, a sua desejada eleição corre sério risco de ser batida pelo candidato socialista!

Serviço de disponibilidade

Paula Reis: R. José Elisio Gonçalves Cerejeira, nº 629 Calendário - Tel. 252 378 057 Maceiras: Louro - Telf. 252 310 425 Marques: Largo da Igreja - Fradelos - Telf. 252 458 440 Oliveira Monteiro: Largo Igreja - Cabeçudos - Telf. 252 331 885 Pedome: Av. S. Pedro, 1139 - Pedome - Telf. 252 900 930 Pratinha: Largo do Cruzeiro - Cavalões - Telf. 252 375 423 Santiago da Cruz: Vale S. Cosme - Telf. 252 911 123 Arnoso: Av. Joaq. Azevedo - Arnoso Sta. Maria - Telf. 252 916 612

pub


16

pĂşblica: 28 de Dezembro de 2011

publicidade


OP1025