Issuu on Google+

É dia de Natal!

Festeje com família e amigos

Feliz Natal! ciparem numa ceia e em seguida abrem os presentes. Amanhã, 25 de Dezembro é um dia também cheio de tradições. A família deve passar este dia reunida e partilhar uma refeição especial. O almoço é tradicionalmente composto por peru, borrego, cabrito assado, mas tudo depende dos gostos das famílias. É claro que os doces voltam a ter um papel de destaque nesta refeição. Não se esqueça que podemos também colocar na mesa fruta, como ananás, manga, uvas, entre outras. Nestes dois dias, o mais importante, é que no fim haja um sentimento que tudo correu bem e que fomos felizes em mais um Natal!

Sofifiaa Abreu Silva Depois de tantos dias a fazer contagem decrescente, é hoje a véspera de Natal. Esperamos que por esta hora já tenha tudo pronto. O bacalhau, as couves, o bolo-rei, as rabanadas, as prendas, e mais do que tudo o seu sorriso. Exacto, arranje-se neste Natal e escolha o melhor sorriso para estar com a família e os amigos. Não há volta a dar, o Natal é uma das festividades mais importantes no calendário. E em Portugal a festividade tem, realmente, muita importância, nomeadamente no nosso Minho. Já Ramalho Ortigão dizia que “há só um banquete português que desbanca todos os jantares de Paris, mas que desbanca inteiramente, é a ceia da véspera de Natal nas nossas terras do Minho”. Pois é, o dia de que o escritor fala é hoje, a véspera de Natal, onde as nossas mesas estão lindas e repletas de coisas boas, algumas saudáveis, outras nem por isso, mas vale a pena prová-las. Trad i ç õe s sã o p ar a m an te r Na noite de 24 de Dezembro é servido um jantar especial, que contempla um prato de bacalhau, geralmente cozido com legumes. Como

sobremesa, são bastante apreciados os doces acompanhados com vinho verde ou tinto, dependendo do que é mais tradicional. Na verdade, tudo depende, um bocadinho, de região para re-

gião. Aqui, no Minho, por exemplo, há as rabanadas, os mexidos, os sonhos e as filhós. Além dos presentes, o Natal está, ou pelo menos devia estar ligado, intimamente, à religião.

Festas Felizes

A celebração religiosa do Natal começa à meianoite do dia 24 de Dezembro com a Missa do Galo, uma tradição que continua a manter-se em muitas regiões. A Missa do Galo deve-

se à lenda que afirma que um galo cantou a essa hora para anunciar o nascimento de Jesus Cristo, o Menino Jesus. A tradição diz que no fim da missa, as famílias voltam para casa para parti-

S a bi a q u e : O bolo-rei era originalmente um bolo especial que se destinava a celebrar o Dia de Reis, a 6 de Janeiro, data em que se supõe que os Reis Magos teriam chegado a Belém para oferecer presentes ao menino Jesus. Actualmente, é consumido durante toda a época natalícia. Bem confeccionado, é mesmo uma delícia.


II

pública: 24 de Dezembro de 2008

especial

Iniciativa promovida pela Milho d’ Oiro e ACIF

Campanha de brinquedos superou expectativas

Foram as crianças que mais deram na campanha “Traz um brinquedo, faz uma criança feliz”.

Sofifiaa Abreu Silva Superou todas as expectativas a campanha de Natal da ACIF e da Associação Milho d’Oiro. Recorde-se que a Associação Comercial e Industrial de Famalicão (ACIF), em colaboração com a associação Milho d’Oiro, levou a cabo uma campanha de recolha de brinquedos, intitulada “Traz um brinquedo, faz uma criança feliz”. Os primeiros brinquedos começaram a ser distribuídos na passada sexta-feira, ao final do dia, a instituições e a famílias carenciadas do concelho. Para António Peixoto, presidente da ACIF, o resultado superou o que se esperava: “basta ver a quantidade de brinquedos que se conseguiu reunir para fazer a oferta e para fazermos mais alguns miúdos felizes”. E nesta campanha quem mais ofereceu foram mesmo as crianças, uma vez que a ACIF e a Milho d’ Oiro divulgaram a iniciativa pelas es-

colas do concelho. “Estamos surpreendidos com a mobilização, tanto das escolas, das crianças e de toda a população de Famalicão. O resultado é bastante positivo”, afirmou ainda António Peixoto, sublinhando que a campanha deve-se, essencialmente, “à futura geração dos famalicenses, que hoje, em tamanho são pequenos, mas que irão engrandecer o futuro”. Também a Milho d’Oiro – associação que teve a ideia da campanha – o balanço é “extremamente positivo”. No ano passado, a Milho d’Oiro já tinha feito uma recolha de livros, que foram encaminhados para a Guiné, igualmente com o apoio da ACIF. Desta vez, lembraramse de fazer “uma recolha de brinquedos, e que esses brinquedos ficassem um bocadinho mais próximos de nós, porque há muitos vizinhos que também precisam”. Da parte da autarquia marcaram presença Ricardo Mendes e Ademar Carvalho,

adjunto do presidente para a Acção Social. Ricardo Mendes fala de um “projecto solidário” que procura fazer com que este Natal seja “mais condizente com a época para pessoas que têm mais necessidades”. Devido ao momento que o país atravessa, o vereador julga que todas as iniciativas, mesmo saindo um pouco da época, serão “fundamentais”, quer partam das autarquias, das instituições nacionais e locais, ou realizadas pelo movimento associativo. “Os famalicenses já nos habituaram a serem muito solidários e generosos. Sabemos que o próximo ano não será fácil e será fundamental as pessoas ajudaremse umas às outras”, acrescentou Ricardo Mendes. Em colaboração com a Acção Social da autarquia, a ACIF e a Milho d’Oiro entregaram os brinquedos a quatro instituições que estão encarregues de fazer chegá-los às crianças de famílias mais carenciadas.

Crianças de S. Paio vivem Natal animado

Foi no passado sábado, pelas 15 horas, no salão da JASP, que aconteceu a festa de Natal das crianças da freguesia de Seide S. Paio, organizada pela Junta de Freguesia. As diferentes actuações foram desenvolvidas pelas crianças da catequese e do ATL. A festa contou com a presença de uma parelha de palhaços que animaram a tarde com os seus malabarismos. De seguida, chegou o Pai Natal, carregado de prendas para distribuir pelas crianças, terminando o dia com um lanche convívio entre todos os presentes.


publicidade

Feliz Natal

pĂşblica: 24 de Dezembro de 2008 III


IV

pĂşblica: 24 de Dezembro de 2008

publicidade

Festas Felizes

BOAS FESTAS


pública: 24 de Dezembro de 2008 V

especial

Foi no passado sábado e juntou cerca de mil pessoas

Natal do Externato Infante D. Henrique

Presépio ao vivo foi a novidade este ano

Já foi Natal no Externato Infante D. Henrique, em Ruílhe. A Festa de Natal do ensino básico, que se realizou na manhã de 18 de Dezembro, teve, pela primeira vez, um presépio ao vivo no espaço coberto do Bloco A. Os actores protagonistas desta actividade foram alunos do ensino especial da escola e de escolas do 1º Ci-

clo do território educativo. Mas outras actividades fizeram parte da Festa do Básico, tais como um espectáculo de Natal para os alunos do 5º, 6º e 7º ano, com apresentações multimédia, canções de Natal, dramatizações e danças. Ainda da parte da manhã, os alunos do 8º e 9º ano participaram em ac-

tividades desportivas no pavilhão gimnodesportivo. Os alunos do Secundário tiveram a sua festa na quartafeira, 17, contando com a animação organizada por turmas: música, poesia, teatro e muitas surpresas. No final, os alunos participaram num lancheconvívio. E neste Natal, de salientar ainda a

campanha de solidariedade que a escola organizou em colaboração com as escolas do 1º Ciclo. Os alunos recolheram algum dinheiro para comprar bacalhau e trouxeram alimentos que colocaram na “árvore da solidariedade”, situada no bar do aluno. Com este contributo fizeramse cabazes de Natal que foram entregues a famílias carenciadas. Os professores e funcionários também se reuniram em convívio natalício. Foi na sexta-feira, 12 de Dezembro, e além do jantar, houve a habitual troca de prendas e animação com karaoke. De resto, também na passada segunda-feira, os professores participaram no almoço com as crianças do Centro Social Padre David Oliveira Martins, também de Ruílhe.

Natal das Lameiras conta com participação dos pais

O Centro Social da Associação de Moradores das Lameiras realizou a sua festa de Natal no passado sábado. E para os organizadores esta “foi uma das mais bonitas e das mais participadas festas de Natal alguma vez realizada pelo Centro Social das Lameiras”. Quando os pais, acompanhados dos seus filhos de dois anos, entraram em palco para uma actuação conjunta, a assembleia aplaudiu, “não havia choro, mas alegria e contentamento de entrar em palco, com o pai, com a mãe, expressando, gratidão, ternura, conforto e sentimento de que todos podem ser protagonistas”, diz, em nota à imprensa, o Centro. Mas as emoções foram muitas. Foi quando, por exemplo, uma mãe, com a filha do CATL, descrevia no palco a forma como elaborou o vestido da sua filha, utilizando material reciclado e, daquele modo, abria o desfile de crianças e pais vestidos com materiais recicláveis. “Não dá para descrever a beleza, a ternura, a alegria e a boa disposição expressada nos rostos de mais de um milhar de pessoas

que passaram pelo Centro Social”, acrescenta ainda. Para o presidente da Associação de Moradores das Lameiras, Jorge Faria, que subiu ao palco para ser presenteado pelos idosos do Lar e Centro de Dia, a festa foi o “fruto do aumento da participação dos pais na educação e acompanhamento dos seus filhos”, pois “este ano os pais tiraram algum do seu tempo livre para ensaiar diversas actuações”. Em nome da direcção, Jorge Faria desejou ainda Boas Festas a todos os presentes e a todos aqueles que tornaram possível a realização daquele evento. Registo ainda para a presença, não programada, da Tuna Académica da Universidade Lusíada de Famalicão, que proporcionou, aos presentes, momentos divertidos. Ainda no sábado à noite, realizou-se o jantar do pessoal dirigente e funcionário. Já no domingo, o destaque foi para o concerto de Natal do Coro Vivacce Música da associação, em conjunto com o Coro da Escola Cooperativa de Vale de S. Cosme, na antiga Igreja Matriz de Famalicão.


VI

pública: 24 de Dezembro de 2008

especial

Boas Festas

Drogaria CASA ÉTERES Boas Festas

Festas Felizes Horário: Terça e Sexta das 19h às 20h

To dos os pro du tos pa ra tra ta men to de vi nho Pro du tos pa ra lim pe za e de sin fec ªo das va si lh ade ga

Su ple men tos ali men ta res pa Se ra menani tes Demais sin -fec tan :tes dos ter re nos, dos ce re ais e de to das as cul tu r Pro du tos

pa ra usos do mØs ti cos In sec e agr ti ci co das las e fun gi ci :das pa ra tra ta men to das vi dei ras, ba ta tais, t me lo ais e to das as Ær vo res de fru to


pública: 24 de Dezembro de 2008 VII

especial

Mais de 10 mil euros em bens alimentares distribuídos

Instituições recebem ajuda neste Natal Marta Isabel Marques Dez instituições sociais de Famalicão receberam alimentos, roupas, brinquedos e livros, no âmbito de uma campanha desenvolvida pelo hipermercado Jumbo, em colaboração com o Banco de Voluntariado de Vila Nova de Famalicão. Os objectos e bens foram entregues na tarde da passada segunda-feira, no Jumbo de Famalicão. Esta acção é fruto da campanha “Neste Natal Ofereça Solidariedade”, da qual beneficiaram dez instituições: Associação Teatro Construção; Centro Social Paroquial de Ribeirão; Engenho; Associação BemMe-Quer; Centro Social e Cultural de Castelões; Centro Social e Paroquial de Avidos; Associação Famalicense de Prevenção e Apoio à Deficiência; Recreio do João; Associação de Moradores das Lameiras; e ACIP – Ave Cooperativa de Intervenção Psico-Social. A responsável pelo Centro Social e Cultural de Castelões, Rosa Maria, estava muito satisfeita com a iniciativa: “Esta é a primeira vez que participamos e estou muito comovida com tudo, além de que também trabalhamos muito aqui, colaborando na recolha e separação dos bens que recebemos”. Já o presidente da Associação de Moradores das Lameiras, Jorge Faria, classificou esta como uma ajuda “muito importante e cada vez mais necessária”. “A nossa instituição também passa por dificuldades como passam todas as instituições e estas ajudas para nós são de enorme importância para o dia-a-dia”, vincou. Por parte da ACIP, Adélia d’Almeida também agradeceu esta ajuda e focou, sobretudo, a quantidade de famílias que

Instituição de Castelões recebe das mãos do Jumbo os bens recolhidos

há um ano atrás não precisavam de auxílio e que este ano “não tem sequer dinheiro para pôr comida na mesa”. A responsável diz que há muita pobreza escondida, isto é, “pessoas que têm vergonha de pedir ajuda e de dizer que estão em dificuldades, e isso é o que me custa mais”. A Câmara de Famalicão esteve repre-

sentada pelo vereador Ricardo Mendes e pelo responsável pela Acção Social do município, Ademar Carvalho. Este último salientou o trabalho destas instituições em prol dos que mais precisam. A campanha arrancou no início do mês de Dezembro, com a participação de 15 voluntários do Banco Local de Famalicão, assim como voluntários das institui-

ções que beneficiaram da ajuda. Adelaide Ferreira, do Jumbo, estava visivelmente satisfeita com a iniciativa, que considerou “um sucesso”. “Com esta iniciativa conseguimos mais de 10 mil euros em bens alimentares, fora os brinquedos, a roupa e os livros”, resumiu, recordando que o Jumbo leva a efeito várias campanhas de solidariedade.


VIII

pĂşblica: 24 de Dezembro de 2008

publicidade


especial

pública: 24 de Dezembro de 2008 IX

Presépios reciclados no Jardim de Infância da Breia – Vermoim

Tendo o Projecto Educativo do Agrupamento de Escolas Bernardino Machado “Ser Melhor; Aprender Mais” como ponto de partida, o grupo de educação pré-escolar adoptou trabalhar nos seus jardins-de-infância “Os Três Rs – Renascer, Redescobrir e Reencantar” Assim, a equipa educativa do Jardim de Infância da Breia – Vermoim planeou um conjunto de estratégias para sensibilizar a comunidade educativa e a comunidade envolvente através deste projecto. Assim, Renascer serviu para alertar para o salvamento do nosso planeta Terra; Redescobrir foi para descobrir com as crianças novas formas de actuar para ter uma Terra melhor; e Reencantar através da actividade lúdica mostrar que estamos a tempo de mudar. Como na época de Natal, a palavra “familía” é o pilar principal desta quadra, o jardim-de-infância da Breia decidiu lançar um repto a todas as famílias. Assim, cada família faria um presépio, mas só com material de desperdício, ou seja, tudo o que pudessem reciclar através da separação do lixo. A ideia foi de imediato aceite e o resultado está em exposição no jardimde-infância em Vermoim. As educadoras Alexandra Costa e Elsa Costa, assim como a comunidade educativa, agradecem a todas as famílias das crianças da instituição pelo seu empenho e criatividade na realização de obras tão bonitas.

Natal na Escola Bento de Jesus Caraça

BOAS FESTAS Na passada sexta-feira, dia 19 de Dezembro, a Escola Profissional Bento de Jesus Caraça celebrou, mais uma vez, o tradicional almoço de Natal com os alunos, professores e funcionários desta escola. O almoço decorreu num ambiente acolhedor e natalício, onde todos puderam confraternizar e desfrutar momentos hilariantes de convívio. Este acontecimento surge como corolário das

orientações educativas desta instituição que fomenta a habitual ambiência saudável e frutífera. Aqui ficam algumas fotografias que ilustram os melhores momentos deste evento. A Escola Profissional Bento de Jesus Caraça aproveita a oportunidade para desejar a todos os alunos, professores, colaboradores e comunidade local umas boas festas.


X

pública: 24 de Dezembro de 2008

especial

Crianças recebem presentes na Associação Barrimau

Realizou-se no passado domingo, mais uma vez, a tradicional Festa de Natal das crianças, onde houve a habitual distribuição de prendas pelo Pai Natal aos mais pequenos. A chegada do Pai Natal às instalações foi feita de ‘trenó’ e espalhou muita alegria e boa disposição. A Associação Desportiva Barrimau Futebol Clube aproveita para desejar a todos os sócios, simpatizantes e amigos um Bom Natal e um Feliz Ano Novo.

Festa de Natal das escolas de Requião

A festa de Natal da Escola EB1 e do Jardim-de-Infância do Mosteiro, em Requião, realizou-se na passada quinta-feira, dia 18 de Dezembro, enchendo o salão paroquial da freguesia de crianças, familiares e todos os restantes elementos da comunidade educativa. A organização esteve a cargo da Associação de Pais, que presenteou a pequenada com um momento de circo e canções cantadas por “uma linda boneca”. No início da festa, a coordenadora da escola, a professora Fernanda Ferreira, agradeceu à Associação de Pais pelos “agradáveis momentos”. De seguida, o pároco de Requião, o padre Manuel Magalhães, fez sentir “o verdadeiro sentido do Natal”, referenciando o valor que a Educação tem na sociedade. Por fim, o presidente da Associação de Pais, Paulo Rodrigues, agradeceu a toda a comunidade escolar a colaboração. As cerca de 170 crianças mantiveram-se em ambiente de festa que terminou com a chegada do Pai Natal, que, depois de sucessivas chamadas, distribuiu presentes a toda a pequenada. Seguiu-se o almoço, em que participarem todos os pais que assim o entenderam. Ao mesmo tempo, e também com organização da Associação de Pais e colaboração da comunidade escolar, realizou-se o almoço de Natal, nas instalações do Jardim-de-Infância, onde estiveram presentes professores, associação de pais, o padre Manuel Magalhães, os presidentes da Junta de Freguesia e da Assembleia de Freguesia e outros convidados.


especial

Coisas boas para a sua mesa!

Perna de Borrego no forno Ingredientes 1 perna de borrego (cerca de 1,8 kg) 10 dentes de alho 4 colheres (sopa) de margarina 4 colheres (sopa) de azeite 4 colheres (sopa) de vinagre 3 dl de vinho tinto hortelã fresca (para enfeitar) sal e pimenta. Preparação Limpe a perna de borrego e tempere com sal e pimenta, barrando-a de seguida com parte da margarina. Unte um tabuleiro de ir ao forno e coloque aí a perna de borrego. Leve a forno bem quente durante cerca de 1 hora. Tempere a meio do tempo com um pouco mais de sal e pimenta. Entretanto, num tachinho, leve ao lume o vinho e o vinagre com os alhos esmagados. Deixe fervilhar em lume brando durante alguns minutos. Utilize este molho, juntamente com o que a carne vai deitando, para regar o assado. Quando vir que a carne já está cozida, tire a perna para uma travessa aquecida e mantenha quente. Leve o molho de novo ao lume até reduzir. Desligue e junte o azeite, mexendo bem. Acompanhe o assado com batatas assadas ou batas a murro e uma salada. Sirva o molho numa molheira.

Polvo guisado (para 4-5 pessoas) Ingredientes 1,5 kg de polvo (congelado) 1 cebola grande 4 tomates 1-2 dentes de alho 3,5 dl de vinho branco 1 raminho de salsa 1,5 dl de azeite sal Preparação Para poupar tempo, compre polvo congelado, que já vem preparado. Lave-o bem. Batalhe com o rolo da massa para o tornar mais tenro ao cozer. Corte os tentáculos e o corpo em bocados pequenos e leve a cozer durante alguns minutos. Escorra bem. Pique a cebola e os alhos para um tacho, deite azeite, tape o tacho e deixe cozer lentamente. Depois adicione o polvo, os tomates também cortados aos bocados, a salsa picada e o vinho. Tempere de sal e leve a guisar em lume brando, até que o polvo esteja tenro. Pode acompanhar com batata cozida. É uma boa opção para quem não gosta de bacalhau, por exemplo.

Torta de chocolate Ingredientes 5 ovos 60 g de farinha 150 g de açúcar 1 colher de chá de fermento Preparação Junta-se o açúcar a 5 gemas, batendo até engrossar. Adicionam-se as claras batidas em castelo e no fim a farinha, a que se junta o fermento em pó. Unta-se um tabuleiro com manteiga e polvilha-se com farinha para a massa não pegar; de seguida põe-se a massa, levando ao forno. Logo que esteja cozida vira-se o tabuleiro sobre um pano salpicado com açúcar, recheia-se com chocolate derretido, enrolando-se no sentido do comprimento. Pode-se cobrir também com chocolate. Fica uma torta muito fofinha, de comer e chorar por mais.

Rabanadas ricas Ingredientes Pão de véspera Leite Açúcar 3 ovos Para a calda 2 dl de mel 1 dl de vinho do Porto Canela 2,5 de água Preparação: Passe as fatias de pão por leite açucarado, escorra-as e passe-as pelos ovos batidos. Frite-as em azeite, deixe-as escorrer e coloque-as num prato largo. Prepare logo a seguir a calda, levando a lume brando a água com o mel e o vinho do Porto. Deixe ferver lentamente até ficar em calda. Regue com ela as fatias e polvilhe com canela.

pública: 24 de Dezembro de 2008 XI


XII

pública: 24 de Dezembro de 2008

especial

CIOR deseja um Feliz Natal

A exemplo de anos anteriores, a escola profissional Cior distribuiu o habitual cartão de Natal de forma muito original. Mais uma vez, a mensagem deixada através de uma pequena representação foi a que “Somos Todos iguais”. Os alunos do curso de Animação Sociocultural, acompanhados pelo professor Luís Bessa, entraram nas instalações do OPINIÃO PÚBLICA de surpresa e, como já nos habituaram, representaram o seu pequeno teatro e cantaram uma canção no final, deixando de seguida o cartão de boas festas à nossa instituição. A todos eles o nosso muito obrigado e boas festas.

“A Bíblia em nossa casa” no Natal em Esmeriz A paróquia de S. Pedro de Esmeriz não quer que este seja apenas “mais um Natal”, pelo que quer torná-lo “especial e simbólico”. Por isso, em ano dedicado ao Encontro com a Palavra, vai desenvolver, a partir do dia de Natal, 25 de Dezembro, a dinâmica “A Bíblia em nossa casa”. Em nota à imprensa, a paróquia explica que esta dinâmica “fará com que a Palavra ‘habite’,

durante uma semana, na casa de cada família da comunidade, pois ter a Bíblia em nossa casa é como ter a casa de Deus entre nós!”. “A Bíblia em nossa casa” pretende, deste modo, permitir às famílias desta comunidade paroquial “um encontro mais profundo com Aquele que no nosso quotidiano nos encontra, Jesus Menino nascido no presépio!”.

E entregou prémios de concurso de ideias para logótipo

Lar Familiar da Tranquilidade viveu Festa de Natal A sala de convívio do Lar Familiar da Tranquilidade, em Vila das Aves, foi pequena, na tarde de domingo, para acolher todos os que quiseram associar-se à tradicional Festa de Natal que juntou os utentes desta instituição e os do Patronato Centro Social. Desta forma, foi possível promover um convívio inter-geracional entre os idosos do Lar Familiar da Tranquilidade e as crianças e os adolescentes da outra Instituição Particular de Solidariedade Social. Momentos de dança, de música, alguns dos quais protagonizados mesmo pelos idosos em cadeira de rodas, trouxeram momentos de alegria. Com o Natal como tema central, foram feitas várias representações teatrais alusivas a esta quadra. Todo o espectáculo vinha sendo preparado há algum tempo, nomeadamente, pelas assistentes sociais das duas instituições, Va-

Festa de Natal juntou gente nova e idosa

nessa Machado e Márcia Andrade, realçando a instituição, em nota à imprensa, “a qualidade e o profissionalismo demonstrado por novos e velhos”. A festa terminou com música e dança populares, protagonizadas, como vem sendo hábito, pelo Rancho Folclórico de

Santo André de Sobrado. O intervalo serviu ainda para a entrega dos prémios aos vencedores do Concurso de Ideias para criação de um logótipo para o Lar Familiar da Tranquilidade, resultado de uma parceria mantida entre esta IPSS e a Escola Básica 2-3 de Vila

das Aves. O estabelecimento de ensino foi, de resto, o primeiro a ser reconhecido, com a entrega de um prémio no valor de 350 euros. Apesar da entrega do prémio, a escola entendeu que o devia devolver ao Lar Familiar da Tranquilidade, numa demonstração de solidariedade.

EN GI RA MA Pro jec tos de Cons tru ªo, Lda. En ge nha ria Ar qui tec tu ra De co ra

ªo

Ur ba ni za

ªo

Fis ca li za

Feliz Natal

Deseja a todos BOAS FESTAS

Rua Vas con ce los e Cas tro, n” 4760 VI LA NO VA DE FA MA LI CˆO Te le fo ne e Fax - 252 316 48


publicidade

pĂşblica: 24 de Dezembro de 2008 XIII


XIV

pública: 24 de Dezembro de 2008

especial

Almoço de Natal da Ceve junta colaboradores

Foi na passada sexta-feira, 19, que a Cooperativa Eléctrica do Vale D’Este (CEVE) juntou colaboradores e ex-colaboradores, além da Assembleia Geral, Conselho Fiscal, Direcção e Di-

rector Geral, num almoço de Natal. O encontro serviu para marcar esta época natalícia e juntou cerca de 60 pessoas no Restaurante Outeirinho, no Louro.

Recordar África neste Natal

Teve lugar no sábado, no restaurante Outeirinho, um almoço convívio que reuniu um grupo de pessoas, naturais de África. Na maioria são cabo-verdianos que, actualmente, vivem em Famalicão. O almoço serviu fundamentalmente “para matar saudades”, bem como para relembrar as tradições do país natal.

Ceia de Natal da ACA Delães A Associação Cultural e Artística de Delães realizou, na noite de 13 de Dezembro, a sua Ceia e Convívio de Natal no restaurante D. Ricardo, em S. Torcato, concelho de Guimarães. A festa reuniu mais de 150 pessoas, que puderam, assim, apreciar as tradições populares, apresentadas pelos grupos de Tocadores e Cantadores e Terra Divinu’s, desta associação. A Associação Cultural e Artística de Delães está filiada no INATEL desde 2006 e já fundou o Grupo de Tocadores e Cantadores e, em Setembro deste ano, criou também o Grupo Terra Divinu’s. Composto por 10 elementos, este novo grupo é composto por concertinas, violino, viloa baixo, viola, cavaquinhos, bateria digital, castanholas, pandeiro, adaufe, vozes masculinas e femininas.

Concerto de Natal em Esmeriz O grupo lisboeta St. Dominic’s Gospel Choir dá, no próximo domingo, dia 28, um concerto de Natal, pelas 18 horas, no salão paroquial de Esmeriz, numa iniciativa da Junta de Freguesia. O grupo é composto 30 elementos, que prometem um espectáculo de qualidade e ajustado à magia da quadra que atravessamos.


imagens

Maior presépio vivo da Europa abre amanhã O maior presépio vivo da Europa foi inaugurado oficialmente, no passado domingo, na freguesia de Priscos, concelho de Braga. O presépio abre ao público amanhã, dia 25 de Dezembro, mas no domingo foi inaugurado pelo presidente da Câmara de Braga, Mesquita Machado, e por Fernando Moniz, o Governador Civil de Braga. O espaço físico do Presépio ultrapassa os 30 mil metros quadrados e estão envolvidos quase 500 figurantes. No local foram implantadas, de raiz, uma série de infra-estruturas, mas a que chama a maior atenção é, sem dúvida, a gruta onde nasceu Jesus. Uma gruta real onde estão Maria e José, bem como o burro e a vaca. O espaço contempla ainda uma aldeia romana e outra judia, uma hospedaria, a taberna, a sina-

goga, o acampamento militar, os ofícios daquele tempo e o palácio romano com gastronomia e danças da época. Um dos aspectos que o padre João Torres, o mentor do projecto, mais destaca é o facto de este Presépio promover a imagem do Menino Jesus. À espera de mais de 20 mil pessoas para a visita, o pároco lembra que a entrada é gratuita e, por isso, a organização criou espaços mais amplos para que as pessoas não esperem muito tempo. “Vai ser precisa uma hora para toda a visita”, avisa. O presépio pode ser visitado nos dias 25 e 28 de Dezembro, das 15 às 19 horas; no dia 3 de Janeiro, das 21 às 24 horas; e nos dias 4 e 11 de Janeiro, das 15 às 19 horas.

pública: 24 de Dezembro de 2008 XV


XVI

pĂşblica: 24 de Dezembro de 2008

publicidade


OP 5C