Page 1

Aquecimento e conforto

Pode começar com pequenos truques

Torne a sua casa quentinha Sofifiaa Abreu Silva Os dias de Inverno começam a definir-se e sabemos que iremos passar mais tempo em casa, a ver um filme, a dormir, a conversar com amigos, a petiscar… passar aqueles momentos próprios de uma época fria, que também tem o seu interesse. Por isso, uma das nossas preocupações deve passar por tornar o nosso espaço mais acolhedor. Para começar, nas estações mais frias, tapetes, almofadas e mantas deixadas sobre os sofás são garantia de conforto extra nas temporadas mais frias. Os decoradores aconselham, nesta época, materiais quentes, como pêlos, veludos e lãs, e ainda cores quentes. Já nos quartos, coloque tapetes nas zonas frias; almofadas, rolos e edredões nas camas. No Inverno pode usar as tradicionais mantas com estilo. Elas ficam bonitas aos pés da cama ou de uma chaise longue, por exemplo. Se quiser mudar alguma coisa na sala, saiba que se o sofá for estampado, as cortinas e os tapetes devem ser lisos ou vice-versa. Já se um móvel tiver apenas uma cor, contraponha com peças desenhadas, lustrosas, em diversas tonalidades. Há quem ache que no Inverno, devemos evitar peças de vidro, como vasos e tampas de mesa, que dão aos espaços um traço mais frio.

Se está na hora de pintar a sua casa por dentro, aproveite para escolher tons fortes, como vermelho queimado, castanho, ferrugem e laranja terracota. Lembre-se, porém, que deve pintar apenas uma parede, caso contrário, o resultado pode ser muito escuro. Outra das soluções é colar papel de parede ou criar texturas em uma das superfícies. Se-

gundo alguns especialistas, o papel de parede dá a sensação de lugar quente. Mas, ao colocar o papel de parede, verifique se a superfície está lisa e limpa ao colar, passe uma régua sobre a aplicação, alisando bem, para não formar bolhas. G e s t os d i á r i os Mesmo nos dias frios, deve deixar as janelas abertas, ape-

nas com o vidro fechado para que o sol entre e o calor fique nas divisões. Deve procurar manter as portas fechadas para não formar corrente de ar na casa. Cubra ainda as frestas das portas com panos de chão ou peças próprias para isso. Assim, aquele ventinho fica do lado de fora e o ambiente mantém-se aquecido. Depois, por volta das 17 horas, quando a temperatura

cai, feche janelas e cortinas.

• Tome nota: Lembre-se que as mantas de lã devem-se passar por água e sabão todas as semanas e as colchas podem ir para a máquina uma vez por mês. Já as capas das almofadas da cama devem ser lavadas, pelo menos, a cada 15 dias. Antes de usar malhas e casacos guardados, mande-os para a lavandaria.


22

pública: 15 de Outubro de 2008

especial

Reduza os consumos

Aproveite a energia da sua casa

Hoje os edifícios são, ou pelo menos devem ser, construídos de modo a potenciar a redução do consumo de energia. Uma casa bem construída, mesmo que possa implicar um custo inicial mais elevado, pode proporcionar economias mensais significativas. A localização de uma habitação pode influenciar directa-

mente o projecto de construção. Se, por exemplo, pretende construir uma casa no Minho, em Bragança ou Chaves, onde o Inverno é mais exigente, é importante que o edifício esteja devidamente equipado para o frio. O sol é uma fonte de luz e de calor por excelência. É por isso importante que a principal fachada do edifício esteja virada

para sul, onde as janelas recebem mais calor. Por outro lado, a parte da casa virada a norte, nascente e poente, deve contar com poucas janelas, ou janelas de pequenas dimensões, para evitar a saída de calor no Inverno. Ao construir a sua casa deve preocupar-se em usar os materiais adequados. Por exemplo,

ao instalar um isolamento térmico apropriado, é meio caminho andado para evitar perdas de calor no Inverno ou ganhos de calor no Verão, mantendo assim uma temperatura mais constante no interior da habitação. As áreas envidraçadas são áreas críticas para o conforto térmico, pois conduzem a perdas de calor do interior para o exterior, no Inverno, e ao sobreaquecimento da casa, no Verão, caso a área envidraçada tenha elevada exposição solar. É, assim, possível alcançar um maior isolamento térmico se calafetarmos os seus encaixes com fita adesiva de espuma que, embora não seja um material de longa duração, é bastante económico e de fácil instalação. Se puder optar por novas janelas, escolha janelas com vidro duplo, pois esta é uma boa solução, conseguindo conservar duas vezes mais calor do que as janelas de vidro simples. Além do mais, estas janelas são mais resistentes e impedem o barulho vindo do exterior de entrar em sua casa. Para minimizar o sobreaquecimento durante o Verão e diminuir as perdas de calor no Inverno, pode colocar estores, palas ou cortinados nas suas janelas, especialmente nas que estão viradas a sul e oeste. Se não conseguir fazê-lo por fora, faça-o no interior. Fonte: www.edp.pt

As cores também influenciam o conforto As cores utilizadas nas fachadas e coberturas também influenciam o conforto térmico. Embora já existam tintas absorventes e reflectoras de todas as cores, é certo e sabido que as cores claras não absorvem tanto o calor como as cores mais escuras. Com efeito, enquanto uma fachada branca pode absorver só 25% do calor do sol, a mesma fachada, pintada com cor preta, pode absorver o calor do sol em 90%. Logo, ao escolher a cor de sua casa, está a influenciar a quantidade de calor que entra no edifício.


especial

pública: 15 de Outubro de 2008 23

Muito escolhida pelas famílias

Quer aquecimento central?

Sofifiaa Abreu Silva Muitas famílias desejam ter aquecimento em suas casas, porque é sempre bom ter um espaço quentinho, nomeadamente nos dias frios. Hoje, os vários tipos de aquecimento são respeitadores do meio ambiente e garantem naturalmente conforto e bemestar, além de custos de utilização não muito elevados. As opções em termos de aquecimento central podem passar por aquecimento, através de radiadores, a gasóleo, a gás natural, a electricidade ou a lenha. Actualmente, uma das opções eleitas é o recuperador de calor e ainda o painel solar a trabalhar em paralelo. Isso mesmo confirmou ao OPINIÃO ESPECIAL, António Carvalho, da empresa Lareiras Carvalho, que nos explicou que, de facto, esta opção é muito procurada, face ao aumento sobretudo do combustível. O calor é obtido através do recuperador e depois distribuído pelos radiadores que aquecem as divisões da casa, mas também as águas da casa-de-banho e cozinha. Depois temos o painel solar que, no entender, de António Carvalho, funciona muitíssimo bem em parceria com recuperador de calor. “No Inverno, temos menos sol e o recuperador de calor compensa, enquanto que no Verão não necessitamos de acender o recuperador e então temos o painel solar”, refere. E, ao contrário do que se pensa, é possível instalar mesmo que a casa não possua pré-instalação de aquecimento central. E quem tem a opção a gasóleo pode também mudar, algo que ultimamente “tem acontecido com muita frequência por causa dos custos”, diz António Carvalho. O valor da instalação do aquecimento central através de um recuperador depende muito do trabalho que há para fazer, “mas se não for muito complicado, isso pode custar por volta dos 3 mil euros, já com painéis e recuperador, mas os valores podem ir entre os 1500 euros e 5 mil euros”. António Carvalho diz que a recuperação do investimento para quem por exemplo troca o aquecimento de gasóleo é mais vantajoso, porque o combustível está mais caro e depois os painéis solares e os recuperadores são um investimento que pode ser dedutível em IRS e o IVA é de 12%. Para quem pensa em colocar aquecimento central em casa, António Carvalho aconselha as pessoas a verificarem se os produtos são certificados.


24

pública: 15 de Outubro de 2008

Cuidados dentro de casa E v i t e I n t ox i c a ç õ e s √ Certifique-se que a instalação, manutenção e reparação dos aparelhos de combustão são feitas por profissionais e de acordo com as instruções do fabricante. Os aparelhos de combustão mal instalados, como as caldeiras de gás, esquentadores, fogões, radiadores a gás, salamandras, entre outros, libertam dióxido de carbono. √ Desligue qualquer aparelho de combustão sempre que for se ausentar durante muito tempo. √ Jamais instale um esquentador na casa-debanho. √ Nunca utilize braseiras ou grelhadores a carvão em recintos fechados. √ Mantenha limpas as chaminés e quaisquer saídas de fumo. √ Mantenha abertas as saídas de ar e ventile os locais mais usados da casa. Lembre-se que a inalação de monóxido de carbono acontece sem que as pessoas se apercebam.

Q u e i ma d u r as √ As bebidas quentes, quando demasiado aquecidas, podem provocar queimaduras graves. √ Ao utilizar o microondas para aquecer bebidas, saiba que o líquido pode estar muito quente, embora o recipiente se apresente frio. √ Coloque protecções nas lareiras e outras fontes de calor, especialmente se houver crianças na casa. √ Verifique sempre a temperatura da água do banho. √ Nunca coloque a roupa para secar em cima dos aquecedores, pois poderá provocar um incêndio. √ Ao acender a lareira, evite combustíveis líquidos. Estes propiciam inúmeros e graves acidentes. Nunca use gasolina ou álcool como combustível.

especial

Estabeleça a sua temperatura

Ar condicionado: suave Inverno Sofifiaa Abreu Silva Existem várias soluções para ter uma temperatura amena dentro de casa. Uma delas passa pela aquisição do ar condicionado. Durante muito tempo, as pessoas usaram ventiladores, gelo, lareiras, aquecedores e outros métodos para tentar arrefecer ou aquecer o corpo. E Foi Willis Carrier, um engenheiro de 25 anos, que em 1902 inventou um processo mecânico para condicionar o ar em Syracuse, em Nova Iorque. Esta invenção de Carrier foi uma resposta a problemas específicos de uma indústria nova-iorquina, a SackettWilhelms Lithography and Publishing Co.. O que acontecia era que a empresa gráfica estava com problemas de trabalhos de impressão, que saíam prejudicados durante o Verão, estação durante a qual o papel absorvia a humidade do ar e se dilatava. As cores impressas em dias húmidos não se alinhavam, nem se fixavam com as cores impressas em dias mais secos, o que gerava imagens manchadas. Carrier modificou o aquecedor a vapor convencional para que o sistema arrefecesse e removesse a humidade. Esse efeito combinado deu-lhe o título do “pai” do ar condicionado. Mais baratos, simples e eficazes Um sistema de climatização na habitação proporciona um maior conforto ambiente, independentemente da estação do ano em que se encontrar. Mais ou menos, a zona de conforto situa-se entre os

23º C a 26º C de temperatura no Verão e entre os 20º C a 23º C no Inverno. É fácil vermos que as marcas estão cada vez mais preocupadas no aperfeiçoamento destes equipamentos. Hoje é fácil um aparelho de ar condicionado passar por uma moldura na parede, porque a tecnologia permite que sejam, a cada dia que passa, mais pequenos e mais perfeitos. Actualmente, estes equipamentos incorporam filtros especiais, indicadores de manutenção, programadores especiais, telecomando de direcção de grelhas e velocidade regulável do ar, entre outras funções que visam conforto. De referir ainda que a maioria dos fabricantes apresenta modelos com uma elevada eficiência energética, reduzindo o consumo de energia e proporcionando

uma melhor regulação da temperatura. Assim, logo que a temperatura no ar ambiente atinge o valor desejado, o equipamento passa a trabalhar a baixa velocidade para manter a temperatura desejada, evitando-se o ligar/desligar característico dos aparelhos que não possuem esta tecnologia. Nos catálogos das lojas e das diferentes marcas, há um leque variado de escolhas. Visite várias casas da especialidade, peça orçamentos e verifique se pode contar, posteriormente, com a devida assistência técnica. Se está a pensar comprar um, tenha em conta que nem todos os equipamentos são iguais e não devem ser comprados por impulso, apenas porque são bonitos ou até estão em promoção.


publicidade

pĂşblica: 15 de Outubro de 2008 25

OP 5C  

Se está na hora de pintar a sua casa por dentro, aproveite para escolher tons fortes, como vermelho queimado, castanho, ferrugem e laranja t...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you