Page 1

S e r r a l h a r i a s e Ca r p i n t a r i a s s ã o as ar te s a b or d ad as n e s te E s p e c i a l . S ã o d u a s á r e a s ca d a v e z ma is val o ri zad as p ar a enr iq ue ce rem o ext erio r e interior de di v e r sas d i v i s õ e s. Co n h e ç a as va n t a g e n s d e s t e s m a t e r i a i s .

Material cada vez mais nobre

Aposta cada vez mais maior

O poder da madeira Sofifiaa Abreu Silva Além da inegável potencialidade decorativa, a madeira apresenta, na construção, em relação a outros materiais, várias vantagens, nomeadamente no campo da resistência, durabilidade, economia, além do conforto acústico e térmico. Na verdade, muitos especialistas desta área explicam que a baixa condutibilidade térmica da madeira faz com que esta tenha um grau de isolamento seis vezes superior ao tijolo e 15 vezes superior ao betão. Mesmo quando existem variações de temperatura no exterior, quer seja mais frio ou mais calor, as diferenças são menos sentidas em casas construídas em madeira. Na verdade, países como o Canadá, os Estados Unidos e os do Norte da Europa elegem a madeira como material de construção das suas casas. De uma forma geral, as madeiras finas são empregadas em marcenaria e em construção corrente, como na execução de esquadrias. Já as madeiras duras são utilizadas em construção, como suportes e vigas. Quanto às preferên-

cias, as escolhas recaem nas madeiras de origem africana: mogno, tola, afizelia, kambala, entre outras. Já os países nórdicos preferem as europeias: faias, pinhos nórdicos, castanho e carvalho. Hoje, em todas as construções, os carpinteiros, os arquitectos e os

engenheiros trabalham juntos e o que ganha é mesmo o resultado final, que ficará mais interessante e sustentado, uma vez que os profissionais, em conjunto, decidem pela aplicação mais correcta, uma vez que sabem do comportamento físico e mecânico da madeira.

Afinal, como disse, Frank Loyd Wright, mestre de Arquitectura, só “entendendo a madeira é que podemos utilizá-la com inteligência". Na construção, é natural que nem sequer nos apercebamos que a madeira é utilizada múltiplas vezes e das mais variadas formas. Por norma, a madeira é o material eleito para quartos e salas e as opções são tábuas corridas, laminados, tacos e parquês. No entanto, nos últimos anos têm surgido casas-de-banho com aplicações em madeira e os resultados têm sido apreciados. Porém, alguns especialistas dizem que o uso não é recomendando em zonas que estejam constantemente em contacto com água, porque pode ser difícil manter essas zonas impecáveis. Sem dúvida que a madeira pode ser usada em todos os cantos da casa. Os exemplos mais marcantes do seu uso verificam-se nos pisos, paredes, mesas e em todo o tipo de móveis, porque afinal a madeira é um material intemporal e adequa-se a soluções simples e arrojadas, tradicionais ou mais contemporâneas. Está e estará sempre na moda.

Mobiliário de madeira As lojas de imobiliário apresentam sempre colecções diversificadas, com diferentes tipos de madeiras e com variados acabamentos. E apesar do estilo pessoal, a prioridade deve ser a qualidade. As cozinhas, por exemplo, devem ser resistentes, uma vez que são usadas diariamente e aqui a escolha deve recair nas cerejeiras, faias, bétulas e carvalhos. Verificamos, contudo, que as madeiras sofrem tratamentos, o que faz com que estas fiquem mais resistentes, com boas impermeabilizações e podem até ser limpas com um limpa-vidros. Já nas casas de banho a madeira também tem conquistado espaço, nomeadamente na zona dos lavatórios e também em armários. Para arrumar tudo nos quartos, estão aí os armários embutidos que vieram substituir os guarda-vestidos. Ficamos com mais espaço e a casa parece mais arrumada. Tanto para mobiliário rústico como para o moderno, a aposta vai para as linhas direitas, até porque os móveis com cortes rectos são mais práticos no que respeita à limpeza e não perdem actualidade. Por fim, saiba que ao procurar um espaço para comprar ou pedir para fazer os seus móveis, deve escolher o profissionalismo no atendimento e na realização do trabalho. Procure ainda certificar-se que a madeira a utilizar seja de qualidade e que provém de sítios onde o crescimento seja planeado e não realizado de forma indiscriminada. Ou seja, uma empresa que possua um filosofia ecológica.


20

pública: 18 de Junho de 2008

especial

Trabalhos cada vez mais apreciados

A utilidade da serralharia Sofifiaa Abreu Silva É uma velha arte e, numa breve definição, trata-se do fabrico de fechaduras, portões, grades, varandas, entre outros. Hoje, uma serralharia trabalha, além do ferro, o aço, o inox e o alumínio e realiza quase todo o tipo de trabalhos. Os trabalhos de serralharia são, desde logo, muito utilizados na construção, quer pela sua composição, quer pela resistência que apresentam face ao desgaste, à corrosão, e às diferenças atmosféricas. Se formos analisar, verificamos que se regista ainda uma boa relação qualidade/preço e podem ser utilizados no interior ou exterior de um edifício. Vejamos, por exemplo, o ferro, que era inicialmente usado em ferramentas, armas e jóias, depressa ganhou o seu lugar na construção. Um belo exemplo é a Torre Eiffel, em Paris, projectada por Gustave Eiffel. Já em Portugal, do século XIX, temos a Ponte D. Luís (Porto/Gaia) como belo exemplo do uso desse material. Precisamente pela sua robustez, o ferro é, actualmente, usado na construção, como parte estrutural de uma obra, dada também a sua perenidade. Já na decoração de exteriores e no interior das habitações, este material é muito uti-

lizado, pois entre as maiores vantagens, encontramos a boa resistência mecânica, o preço apelativo e a facilidade de manuseamento. O ferro é, no entanto, um material pesado e necessita de algum trabalho de manutenção. Mas é fácil vê-lo

em bancos de jardim, em camas, em corrimões, portas, entre outros. Aç o e a l um ín io É provável que não saiba que existem mais de 2.500 tipos de aço no mundo todo. É

claro que o ferro é o principal elemento, contudo a indústria siderúrgica cria um material mais macio, permitindo o fácil processamento. Em 1912, na Alemanha, cientistas descobriram como fabricar aço à prova de ferru-

gem. Nasceu, assim, o aço inoxidável que é cada vez mais usado, pois apresenta propriedades físico-químicas superiores aos aços comuns e alta resistência à oxidação atmosférica. Dados os seus componentes, o aço inox confere uma excelente resistência à corrosão. Uma das grandes vantagens é a sua força decorativa, pois trata-se de um material que vai muito bem com madeira e pedra, além de que é de fácil manutenção. No que respeita a inconvenientes, podemos apontar o preço elevado e a pouca resistência superficial, pois risca com alguma facilidade. Por último, temos o alumínio. Um material leve, cinzaprateado e fosco, mas a grande quantidade de energia precisa para o conseguir, pode reduzir, de alguma forma, a sua aplicação. Resta ainda dizer que o alumínio é o material mais maleável, o segundo logo a seguir ao ouro. O alumínio apresenta uma excelente resistência à corrosão e é durável devido à camada protectora de óxido. O baixo peso, maior resistência a ambientes agressivos e pouca manutenção são os pontos a favor deste material, enquanto de negativo fica a fraca resistência ao impacto. O alumínio encontra-se na nossa casa nas mais variadas formas, como em utensílios de cozinha, ferramentas, portas, janelas, corrimões, entre outros.


especial

Derivados das Madeiras Pode até nem saber as designações, mas certamente que já os viu. Os derivados são materiais fabricados a partir de ramos e desperdícios da indústria da madeira. São produzidos através de processos industriais e são também mais económicos, mas não fazem má figura na hora da decoração.

√ A g l o m er a d o d e partículas: é constituído por desperdícios de serração (aparos), aglutinados por colas ou resinas. Esta mistura é colocada em grandes prensas, que lhe dão uma espessura uniforme e uma superfície lisa. √ MDF: é constituído por um aglomerado de partículas muito finas prensadas.

√ Platex: é constituído por várias camadas prensadas de um material formado por uma mistura de cascas de árvore, aglutinadas com resina sintética.

√ Contraplacado: é conseguido pela colagem de folhas finas de madeira que são sobrepostas com uma fibra cruzada. Depois coladas e prensadas.

√ Folheado: é um material constituído por lâminas muito finas de madeira. A grande diferença de texturas e tons que apresenta torna-o num material com grande aplicação em revestimentos.

Caixilharia: muito importante

Quando pretendemos escolher o tipo de caixilharias a instalar, colocamos muitas vezes a questão sobre que material utilizar. Na verdade, para quem não sabe, as caixilharias assumem grande importância para um bom isolamento térmico e acústico. Antes muitos trabalhos eram na maioria das vezes mal feitos e depois as consequências eram muitas. Hoje, para quem constrói, os trabalhos de caixilharia são essenciais e são feitos por empresas que privilegiam a qualidade e uma mão-de-obra perfeita. Hoje não conta o preço, mas antes a qualidade dadas as vantagens que um bom trabalho pode oferecer. Os materiais mais utilizados para caixilharia são a madeira, o alumínio e o PVC, apesar de existirem outras alternativas como o ferro e o bronze.

Mas, dentro dos três materiais principais, a opção tem muitas a vezes a ver com o aspecto estético ou económico, uma vez que qualquer um consegue um desempenho térmico ou acústico muito semelhante. Os materiais mais utilizados para caixilharia são a madeira, o alumínio e o PVC. Este último é o material que apresenta melhores índices de isolamento acústico, tendo a madeira e o alumínio comportamentos similares. Já no plano do isolamento térmico, constata-se que tanto a madeira como o PVC apresentam comportamentos semelhantes e mais eficientes que o alumínio. Por último, as caixilharias de alumínio podem ser devidamente isoladas de modo a obter comportamentos térmicos e acústicos muito eficientes.

pública: 18 de Junho de 2008 21

OP 5C  

Material cada vez mais n no ob br re e engenheiros trabalham juntos e o que ganha é mesmo o resultado final, que ficará mais interes- sante...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you