Page 1

PUB

Semanário | 29 de dezembro de 2016 | Nº 603 Ano 15 | Diretor Hermano Martins | 0,60 €

//PÁG. 3

Condutora ferida em despiste //PÁGs. 8-14

//PÁG. 24

2016 em Revista

//PÁG. 3

Homem queimado com óleo

//PÁG. 15

Quais os desejos para a Trofa em 2017?

//PÁG. 16

Autoridade Marítima distingue Susana Cruz pub


2

www.ONOTICIASDATROFA.pt

O NOTÍCIAS DA TROFA 29 DEZEMBRO 2016

Atualidade

Pai Natal e Rei Mago visitaram NT É já tradição que na época natalícia, a redação do jornal O Notícias da Trofa e da TrofaTv seja local de visita de muitas pessoas que, com presentes doces e palavras reconfortantes, tornam estes dias mais especiais para a equipa de profissionais que trabalha todos os dias para dar a melhor informação aos trofenses. Este ano, como é habitual, recebemos a visita do “Pai Natal” António Moreira que, porém, desta vez, veio acompanhado pelo “Rei Mago” Eduardo Reis para desejar as boas festas. Um pequeno gesto, um grande significado. “Pai Natal” Moreira e “Rei Mago” Eduardo Reis

Memórias e Histórias da Trofa por José Pedro Maia Reis

O Período Revolucionário na Trofa

A

Rancho Etnográfico veio cantar à redação

Rancho Etnográfico deu as boas festas à equipa do NT

O novo ano está a chegar e os grupos etnográficos e folclóricos continuam a sua caminhada pelas ruas do concelho a dar as boas fes-

tas. O Rancho Etnográfico de Santiago de Bougado parou na redação do jornal O Notícias da Trofa e cantou para a equipa que esta-

va de serviço, anunciando o nascimento de Jesus e cumprindo uma tradição que, na Trofa, continua bem viva.

Meninos Cantores com concerto às avós Para cumprir mais uma vez a tradição de fim de ano, os Meninos Cantores do Município da Trofa dizem adeus a 2016 com o con-

certo “À minha avó”, em homenagem a todas as avós. Esta iniciativa é aberta ao público e vai-se realizar no último

dia do ano, pelas 14.30 horas, no Salão Paroquial de Guidões. S.J./C.V.

Cantares de Reis em Santiago O Grupo de Danças e Cantares encontro de Cantares de Reis, que Regionais do Orfeão da Feira e o o Grupo de Danças e Cantares de Rancho Típico de S. Mamede In- Santiago de Bougado vai promofesta são os convidados para o 11.º ver no dia 7 de janeiro.

O espetáculo começa pelas 21.30 horas, no auditório do polo de Santiago da Junta de Freguesia de Bougado. C.V.

Nota de Redação Na edição número 602 d'O Notícias da Trofa, no texto intitulado “Sweet Dolly abriu na Trofa e garante presentes de Natal”, houve um lapso na referência ao horário de atendimento. A loja funciona durante a semana das 11 às 13.30 horas e 14.30 às 19.30 horas.

grave. Um dos feridos era AgostiTrofa, centro económico nho Lopes (deputado de 1991 até do país em crescimento, em 1974, 2015) com ferimentos na face, canque já tinha mais de 40 fábricas didato à assembleia constituinte e com mais de 4000 mil operários1, natural de Guidões. A situação era iria sentir com especial fervor as crítica, a GNR de Santo Tirso apelutas políticas de um país que es- nas compareceu após as agrestava praticamente atordoado em sões terem iniciado e estarem bartermos políticos desde 1928. ricados os militantes comunistas O Centro Democrático Social para sua defesa no interior do te(CDS) passou a ter representação atro, sendo retirados do teatro deoficial na Trofa a partir de janeiro pois da meia noite. de 1975, Sá Carneiro passou pela As agressões a comunistas conTrofa e Galvão de Melo seguiu tam- tinuaram em junho de forma repebém este exemplo, no denomina- tida em diferentes dias, sendo prado PREC. ticadas pelos mesmos indivíduos, Vivia-se intensamente a poli- agredindo inclusivamente uma setica, nasceram fações e tentava- nhora idosa. Bastava apanhar os -se convencer o eleitorado, voto comunistas a distribuir panfletos a voto. A consciência política es- ou a colar cartazes que era a ignitava em plena ebulição. ção para a violência. A campanha eleitoral na Trofa Após um comício cancelado, para as primeiras eleições é vivi- múltiplas agressões, novo ataque da de forma violenta, uma sessão com o assalto ao Centro de Trade esclarecimento do Partido Co- balho comunista, duas portas fomunista nas vésperas das eleições ram arrombadas e o seu recheio para a assembleia constituinte (as é roubado, sobretudo livros que primeiras no pós-25 de abril), no acabaram por serem destruídos. dia 22 de abril de 1975, com a pre- Os prejuízos foram superiores a 6 sença de Avelino Gonçalves can- mil escudos2. didato à assembleia constituinte, A situação política na foi crítica, na sala do Teatro Alves da Cunha viveu-se intensamente sem pararepleta de público, foi boicotada. lelismo nos anos seguintes com Logo após do iniciar da práti- páginas da história política lusa a ca política, numa sala repleta de serem escritas no burgo. público, começaram as provoca1 ções, seguidas de matracas e corSemana Tirsense, A Trofa e seus horirentes pelo ar, confusão e pânico zontes, Rancho Folclórico das Lavradeiras, instalado. 16.02.1974, pag.2 2 O resultado dos confrontos, 5 feO Avante, Assaltado o CT da Trofa, ridos ligeiros e 2 feridos em estado 31.07.1975, pag.3


www.ONOTICIASDATROFA.pt

29 DEZEMBRO 2016 O NOTÍCIAS DA TROFA

3

Atualidade

Condutora ferida em despiste

Uma mulher circulava no sentido Trofa/ Porto quando, encandeada pelo sol, se despistou e acabou por cair numa pequena ribanceira, junto à Estrada Nacional 14 e a um caminho agrícola. O acidente aconteceu a 23 de dezembro, cerca das 15.45 ho-

ras, na Rua das Indústrias, em Lantemil. A mulher foi assistida pelos Bombeiros Voluntários da Trofa que a transportaram para a unidade de Vila Nova de Famalicão do Centro Hospitalar do Médio Ave, com ferimentos ligeiros.

Detido com 2,07 de álcool no sangue Um homem com 24 anos foi intercetado, cerca das 4 horas de 24 de dezembro, pela Guarda Nacional Republicana da Trofa, quando conduzia um veículo com matrícula francesa, na Rua Aldeias de Cima, em Santiago de Bougado. Os militares intercetaram o indivíduo e sujeitaram-no ao teste

U

m homem de 35 anos foi transportado em coma induzido para o Hospital de S. João, no Porto, na tarde de 23 de dezembro, depois de se ter queimado com óleo alimende alcoolemia, que permitiu detetar que o tar, num apartamento no Edifício Avenida, homem apresentava uma taxa de 2,07 gra- em S. Martinho de Bougado. mas de álcool por litro de sangue. Foi conAo que o NT apurou, quando se aperceduzido pelos militares ao posto da GNR da beu que a frigideira que tinha no fogão e Trofa e notificado a comparecer a tribunal o exaustor estavam a arder correu na dia 27 de dezembro. O homem, natural de Ri- reção do fogo para o apagar, mas escorrebeirão, está a residir em França. gou e, inadvertidamente, tocou na frigideira, que acabou por cair e derramar o óleo nas mãos, face e cabeça. A frigideira acabou por ser atirada pela

Homem ataca família e GNR

No dia 21 de dezembro, cerca das 17.30 vada pelos Bombeiros da Trofa para o Hoshoras, um homem estaria em casa, na Rua pital de S. João por suspeitas de distúrbio D. Pedro V, em S. Martinho de Bougado, a psicológico. O caso aconteceu no lugar do agredir a mulher e os filhos que, o consegui- Seixinho, em S. Romão do Coronado, esta ram imobilizar e alertaram a GNR da Trofa. quarta-feira, dia 28 de dezembro. Familiares tentaram entrar na casa para Quando chegaram à habitação, os militares do posto da Trofa soltaram o homem, entregar a medicação ao marido da mulher, que acabou por atacar os militares a soco que sofre de doença crónica, mas uma vez e pontapé. Os guardas detiveram o agres- que esta se recusava abrir a porta, alertasor e levaram-no para o posto, notificando- ram a GNR da Trofa. Já no local a GNR insistiu para que a mulher abrisse a porta e esta -o a comparecer em tribunal. saiu da casa, dirigindo-se em tom ameaçados aos militares, empunhando duas facas Mulher ameaçou militares de cozinha. Foi imobilizada pelos militares e com facas de cozinha Uma mulher de cerca de 40 anos foi le- levada para o Hospital de S. João no Porto.

Natal nos Bombeiros

Enquanto a maior parte das pessoas está à mesa a degustar um bolo-rei ou rabanadas e a desfrutar da companhia da família, outros há que deixam o conforto do lar e a proximidade com os familiares para garantir a segurança de pessoas e bens durante a época natalícia. É o caso dos Bombei-

Homem sofre queimaduras de 3.º grau com óleo

ros Voluntários da Trofa que passam o Natal no quartel, para acorrer qualquer pedido de socorro. No Ano Novo, o cenário repete-se. Enquanto a população festeja, os soldados da paz estão de serviço para ajudar quem precisa.

janela, caindo à entrada de uma das garagens do prédio. Sete elementos dos Bombeiros Voluntários da Trofa, apoiados com duas viaturas, prestaram os primeiros cuidados à vítima. O apoio diferenciado chegou com a equipa da Viatura Médica de Emergência e Reanimação da unidade de Vila Nova de Famalicão do Centro Hospitalar do Médio Ave que, dada a gravidade das queimaduras, lhe induziu o coma. O homem foi transportado para o Hospital de S. João. No local, esteve ainda a Guarda Nacional Republicana da Trofa a registar a ocorrência. pub


4

www.ONOTICIASDATROFA.pt

O NOTÍCIAS DA TROFA 29 DEZEMBRO 2016

Atualidade

Literária mente César Alves

Não tentes

N

Clientes do BPI dão brinquedos e vestuário a crianças desfavorecidas Todos os anos, os balcões do banco BPI espalhados pelo país promovem uma campanha de recolha de brinquedos junto dos clientes para oferecer às crianças desfavorecidas. CÁTIA VELOSO

D

as crianças nos meios desfavoreci- sinalizadas”. “É um gesto muito inois mil e dezasseis não foi dos precisam de apoio. É fácil con- teressante por parte de uma insexceção e, na Trofa, a instituição seguirmos convencer os clientes e tituição bancária, que se lembra bancária conseguiu angariar mui- alguns já estão habituados quan- das crianças do concelho que pretos presentes que foram entre- do os confrontamos e fazemos o cisam de ser ajudadas. Para nós, é gues à delegação da Trofa da Cruz pedido de colaboração. Tanto os muito gratificante este reconheciVermelha Portuguesa, no dia 22 clientes empresariais como parti- mento e também podermos conde dezembro. Cabe agora à insti- culares prontificam-se a ajudar e tribuir para um Natal mais feliz das crianças que ajudamos e apoiatuição distribuir os donativos pe- a colaborar”, sustentou. Além dos presentes, o BPI con- mos”, acrescentou. las crianças e jovens sinalizados Além destes presentes, a deletribui com um apoio monetário de do concelho. Eurico Dinis, subgerente do bal- 200 euros à delegação da Trofa da gação da Trofa espera distribuir outros provenientes da iniciativa cão do BPI da Trofa, afirmou ao Cruz Vermelha Portuguesa. Daniela Esteves, presidente da “A Roda da Felicidade”, promoviNT que a recetividade dos clientes trofenses “é sempre muito delegação, contou que os presen- da pela Euromaster, que teve por boa”. “Os portugueses, por natu- tes – brinquedos e vestuário – se- objetivo converter em brinquedos reza, são pessoas que dão, porque rão entregues no Dia de Reis, com para crianças os pneus Michelin sentem que há situações em que “uma festa para todas as crianças vendidos durante o Natal.

Projeto Cross Stars recebeu menção honrosa no Prémio FNAS Os bons resultados desportivos e sociais do projeto Cross Stars, da delegação da Trofa da Cruz Vermelha Portuguesa e da escola de kickboxing Life Combat, têm chamado a atenção a nível nacional. Este projeto de inclusão pelo desporto, que acolhe jovens em risco, já fez campeões regionais, nacionais e mundiais e, recentemente, mereceu uma menção honrosa no âmbito do Prémio FNAS, do Fórum Nacional Álco-

ol e Saúde, na área da interven- que foram ao Campeonato Nacional, realizado em Guimarães, ção social. Daniela Esteves, presidente da 14 arrecadaram medalhas, sendo delegação, afirmou ao NT que que oito foram campeões. Em setembro, Vanessa Soares esta distinção “é mais uma medalha para este projeto”. “Sen- foi campeã mundial, em Dublin, e timos que este é já um projeto a irmã, Vera, conquistou a medaque mexe e abala com as pesso- lha de bronze. Atualmente, o projeto Cross as. Conseguimos que seja alvo da atenção de outros que estão dis- Stars integra socialmente atratantes da Trofa, o que nos deixa vés do desporto mais de 20 crianmuito felizes”, acrescentou. ças e jovens. Recentemente, dos 16 atletas C.V.

o último texto antes de virar a página para um novo ano, vamos falar sobre o que somos, o que não somos e o que poderíamos ser. Uma espécie de resolução, não de ano novo, mas de vida nova. Não é por ser dezembro, mas sim porque o contexto assim o pede. Recentemente, fui ao encontro de um livro – que fica desde já recomendado como Livro da Quinzena - que tem mudado, a pouco e pouco, alguns dogmas e convicções que sempre tive. Escrito por Mark Manson, tem o título “The Subtle Art of Not Giving a F*ck”. Gostaria que a língua portuguesa tivesse uma tradução que fosse tão forte e sucinta, mas infelizmente não tem. Foi neste livro que eu descobri um pouco mais sobre a história do escritor e poeta Charles Bukowski. Bukowski, na sua lápide, tem escritas as palavras “Don’t Try.” Não tentes. Desde que ouvi o Ricardo Araújo Pereira falar sobre epitáfios que ganhei um interesse especial por eles, tendo em conta que, se pensarmos bem, são as últimas palavras que uma pessoa deixa na Terra e, sendo assim, será provavelmente um resumo da forma como essa pessoa via a vida. Portanto, tendo em conta esta perspetiva, Bukowski via a vida daquela forma. Não tentes. Não tentar não significa que iremos desistir dos nossos sonhos ou objetivos, que iremos deixar de nos esforçar para que a vida seja mais do que apenas um conjunto de respirações, ou que vamos ver o tempo passar à espera de morrer. A filosofia do Não Tentar, quanto a mim, vai muito além disso. E a pedra basilar é: não tentarmos ser quem não somos. Vivemos numa sociedade que definiu padrões para tudo. Há ideais de beleza, ideais de sucesso, ideais de carisma, ideais de

tudo e para tudo. E, na nossa cabeça que, se não tivermos cuidado, é levada a entender esses ideais como objetivos de vida a atingir, se não cumprirmos os requisitos que a sociedade nos impõe, somos feios, somos falhados, somos inúteis. É por isso que, muitas vezes, tentamos mostrar uma versão de nós… que não existe. Tentamos passar uma imagem para os outros, à procura de uma espécie de validação por parte de alguém que é exterior a nós. Não só tentamos ser quem não somos, como esperamos aceitação de pessoas que não têm de nos aceitar. Este processo tem de ser individual. Quando deixamos de tentar, quando paramos de tentar ser alguém que não somos, há uma espécie de uma aceitação própria que é o primeiro passo para que consigamos atingir algo. Aceitamos as nossas limitações, temos a perfeita noção delas e sabemos que, quem está connosco, também conhece as nossas limitações. Torna tudo mais verdadeiro e o sucesso mais saboroso. Porque muita gente pode sonhar com sucesso e dinheiro instantâneo, mas na vida o verdadeiro sabor está no caminho e não no destino. Vencer apesar das limitações é mais saboroso do que vencer por causa de vantagens. Há quem pense o contrário. Por esta casa, pensa-se assim. Por isso, a resolução que deixo para 2017 – mas, sobretudo, para a vida no geral – é deixar de tentar. Sermos honestos connosco, fazermos uma autoavaliação correta e, conhecendo os nossos limites e também as nossas qualidades, atingirmos aquilo que está ao nosso alcance. Nem toda a gente foi feita para o estrelato, para a fama ou para o sucesso internacional. Às vezes o nosso sucesso está mesmo à nossa porta. Literariamente, estamos conversados.

Atualize a sua assinatura


www.ONOTICIASDATROFA.pt

29 DEZEMBRO 2016 O NOTÍCIAS DA TROFA

5

Atualidade

“Quero deixar uma mensagem de esperança, de paz e de alegria a todas as famílias de S. Martinho do Bougado e do nosso concelho da Trofa, para que todos possam sentir esta luz do Natal e assim clarear mais a sua vida, por vezes sombria”. Luciano Lagoa, pároco de S. Martinho de Bougado

Crianças decoraram “árvore dos sonhos” na Missa de Natal A

está connosco”. “Ele apareceu no missa de domingo foi espe- mundo na figura de um Menino na cial na Igreja Nova de S. Martinho humildade de um presépio em Bede Bougado, não calhasse ela no lém, mas é o nosso Salvador que dia 25 de dezembro, dia do nasci- vem até nós para nos elevar até mento de Jesus. A celebração con- Ele. O Menino é o próprio Deus que tou com um presépio ao vivo, com vem salvar-nos”, sublinhou o saceras figuras principais da Bíblia, a Sa- dote, que enalteceu ainda a “mengrada Família e os Reis Magos, e sagem de alegria e de esperanfoi abrilhantada pelas crianças da ça” que o Natal traz à comunidacatequese, que decoraram a “ár- de cristã. Esta época, acrescentou, vore dos sonhos” com os desejos “traz uma claridade nova” em conque foram colecionando ao longo traponto com “as trevas da violêndo Advento. cia” e “ajuda a perceber que nem Luciano Lagoa, pároco de S. Mar- tudo é mau e que as coisas, mestinho de Bougado, confirmou que mo quando não são de todo boas, esta eucaristia marca “um tempo podem realmente tender para seespecial dentro da vida da Igreja, rem melhores”. um tempo de alegria porque Deus C.V.

Missa do Galo Pai Natal visitou atletas do Trofense junta comunidades do Muro e do Coronado

Pai Natal não faltou à festa

Juventude Sem Fronteiras do Muro

O Pai Natal andou muito ocu- antes do dia 25 de dezembro, fapado nos últimos dias a distribuir zer uma visita aos atletas da Tropresentes e a entrar e sair das cha- fintas e das escolas de competiminés das casas de todos os me- ção do Clube Desportivo Trofenninos, mas ainda teve tempo de, se. Uma surpresa preparada pelo

Missa realizou-se na Igreja do Muro

Este ano, as comunidades do Muro, S. Mamede e S. Romão do Coronado reuniram-se na Igreja Paroquial do Muro para a Missa do Galo. A celebração, presidida pelo pároco Rui Alves, cum-

priu-se à meia-noite com a Igreja cheia, terminando com um pequeno convívio no exterior do templo, animado pelas músicas da Juventude Sem Fronteiras do Muro. C.V.

departamento de formação, que organizou uma festa, onde nem o homem das barbas faltou. C.V.


6

www.ONOTICIASDATROFA.pt

O NOTÍCIAS DA TROFA 29 DEZEMBRO 2016

Atualidade

Isabel Calado lança segundo CD a 7 de janeiro

A cravista trofense Isabel Calado vai lançar mais um CD. “Toccatas, Sonatas e Minuetos - Autores Portugueses do séc. XVIII” é o trabalho mais recente da artista, interpretado em clavicórdio. CÁTIA VELOSO

CRÓNICA Mais um insulto à Trofa e aos trofenses

P

A

sessão de lançamento, que contará com a participação do tenor Márcio da Rosa, realiza-se no dia 7 de janeiro, pelas 16 horas, na Casa da Cultura da Trofa. Em declarações ao NT, Isabel Calado explicou que este CD “surge na sequência do trabalho de divulgação de obras de autores portugueses” que tem vindo a desenvolver desde 2009. “A investigação de fontes, sobretudo a nível de música para instrumentos de tecla e música para voz com acompanhamento de instrumento de tecla desde o século XVIII, está na origem de concertos com repertório praticamente desconhecido. Por exemplo, num dos meus últimos concertos com o tenor Márcio da Rosa, a 16 julho 2016, na Capela de Nossa Senhora das Dores, interpretamos, entre outras, obras portuguesas da segunda metade do século XIX e a receção do público ao nosso trabalho foi excelente”, explicou. Nesse concerto, a artista interpretou a canção “San João Baptista”, de 1885, que “descrevia a noite de S. João no Porto com marteladas e alho porro”. O novo CD, acrescentou, “é inteiramente constituído por obras para instrumento de tecla do sé-

José Maria Moreira da Silva

Isabel Calado apresenta CD dedicado a autores portugueses

culo XVIII extraídas de um manus- Musicais Históricas pela Faculdacrito preservado na Biblioteca de de Ciências Sociais e Humanas Nacional em Lisboa” e que “têm da Universidade Nova de Lisboa e tido uma ótima receção por parte é professora de cravo no Conserdo público, tanto a nível nacional, vatório de Música do Porto. Além mas também em concertos em ou- desta atividade, tem-se apresentros países europeus, no Japão e tado ao cravo e ao órgão como solista e integra diversos grupos de nos Estados Unidos da América”. O clavicórdio foi selecionado música de câmara e orquestras em como “reflexo da importância que concertos realizados em Portugal teve a nível doméstico em Portu- e no estrangeiro. Além da música, gal”, comprovada pelo “significa- tem como outra especialidade a tivo número” destes instrumen- patologia clínica, na área da metos preservados no Museu da Mú- dicina, que exerce em regime de serviço de urgência no Hospital sica em Lisboa. No dia 7 de janeiro, além da Escala Braga. A artista tem já um álbum editaapresentação do CD, que conta com o apoio do município, Isabel do, “François Couperin – Second Calado vai, juntamente com Már- Livre de Pièces de Clavecin: Huicio da Rosa, continuar a divulgar tième et Duzième Ordres”, que foi dedicado ao compositor, organisrepertório português. Isabel Calado concluiu recen- ta e cravista barroco francês e na temente o doutoramento em Ci- Trofa foi apresentado a 21 de marências Musicais no ramo Ciências ço de 2015.

Comissão Europeia aprova fármaco da Bial “É sempre um enorme incentivo Para a farmacêutica sediada em perceber que o resultado da nos- S. Mamede do Coronado, concesa aposta em I&D, do nosso empe- lho da Trofa, este aval da Comisnho e do trabalho de toda a nossa são Europeia “demonstra a eficáequipa possibilita que mais pesso- cia e segurança” do Zebinix, “noas, podem beneficiar da nossa ino- meadamente ao nível neurocognivação”. Foi desta forma que a BIAL tivo (capacidade de concentração, reagiu à aprovação da Comissão processamento de informação e Europeia para a indicação terapêu- memória)”. “É uma grande satisfatica do medicamento Zebinix (ace- ção receber esta segunda aprovatato de eslicarbazepina) para ado- ção da Comissão Europeia relatilescentes e crianças com mais de va ao Zebinix, que representa um seis anos. novo reforço na qualidade e seguEste fármaco, que já tinha tido rança, quer do nosso medicamenaprovação para adultos, está ago- to, que pode agora ser disponibilira indicado em todos os países da zado a crianças e adolescentes, faiUnião Europeia como terapêutica xas etárias onde novos tratamenadjuvante para jovens com crises tos são uma necessidade premenepiléticas parciais, com ou sem ge- te, quer no projeto de Investigação neralização secundária. & Desenvolvimento (I&D) de BIAL”,

referiu António Portela, CEO da Bial. Segundo a empresa, “a epilepsia é uma das doenças neurológicas mais comuns em todo o mundo, atinge 50 milhões de pessoas, sendo que só na Europa, onde há 6 milhões de portadores, são detetados todos os anos 100 mil novos casos em crianças e adolescentes”. O Zebinix é o primeiro fármaco de patente nacional e, além de ter sido aprovado pela Comissão Europeia, também foi reconhecido pelo regulador norte-americano, a Food and Drug Administration. Atualmente, é comercializado em vários países europeus, entre os quais Reino Unido, Alemanha, Itália, Espanha e França, e nos Estados Unidos da América e Canadá.

mas uma obra avaliada em muior menos de dois quilóme- to menos dinheiro), que está em tros vão gastar mais de 215 mi- estudo há quase duas décadas, lhões de euros. Não! Não é o va- embora as populações tenham lor de um poço de petróleo ou de ficado sem o seu meio de transuma mina de diamantes, com a porte habitual, o comboio, que tiprofundidade de 2 quilómetros, nham desde 1932 e em 2002 foimas apenas o custo de duas es- -lhes «roubado» com a promessa tações e o prolongamento de me- de em quatro anos ser construído, nos de dois quilómetros, da linha em seu lugar, o Metro de Superfíamarela do Metropolitano de Lis- cie aproveitando o canal ferroviboa. Quando o governo tem de ário existente. decidir qualquer obra para a caNeste período de tempo, os pital, o dinheiro nunca é um pro- prolongamentos das linhas do blema, mesmo que o custo te- Metropolitano de Lisboa têm-se nha de ser distribuído por todos sucedido uns atrás de outros, e os portugueses. os trofenses esperam pela repoTem sido uma prática recorren- sição dos que lhes foi «surripiate dos governos centralistas, que do» há muitos anos, sempre com com este tipo de atitudes estão «desculpas esfarrapadas» de fala transformar Portugal num país ta de dinheiro ou de «viabilidade macrocéfalo. Há pouco tempo foi económica». o negócio ruinoso da Carris, em É óbvio que já se entendeu muique o Governo entregou à Câma- to bem, que não é nada disso que ra Municipal de Lisboa a empresa, se trata, pois se o prolongamencom todo o seu património, e fi- to da linha do Metro de Superfícando o governo (todos nós, atra- cie do ISMAI à Trofa ficasse em vés dos nossos impostos) de pa- território lisboeta, já há muito gar a dívida acumulada de quase que estava construído e reposmil milhões de euros. Benefician- to o meio de transporte que há do com isso, apenas os lisboetas! quase duas décadas foi «roubaEm plena época natalícia, em do» aos trofenses. que os portugueses andavam na Não é falta de dinheiro, como dúvida se ia haver o «Pai Natal», o se pode verificar por mais este governo centralista anunciou que investimento avultadíssimo para decidiu mandar construir uma dois quilómetros de Metropolinova ligação entre as estações tano de Lisboa, nem é a «falácia» do Metropolitano de Lisboa, do da viabilidade económica ou de Rato ao Cais de Sodré, com duas estudos de procura, como agonovas estações (Estrela e Santos). ra se usa dizer-se, pois não exisEste anúncio não teria nada de te nenhum estudo honesto soestranho, se não fosse pela quan- bre o assunto, como não existia avultada em causa (é mesmo te para este prolongamento que muito dinheiro!), se não estivés- vai ser feito, ou para os que têm semos em crise (ou será que já sido feitos, em Lisboa. Tudo isto não estamos?), se não fosse uma não passa de mais uma humilhaobra de apenas 1900 metros de ção, mais um insulto à Trofa e aos prolongamento do Metropolita- trofenses! no, com duas novas estações, que O que existe (sempre existiu) é vai custar ao erário público (a to- falta de vontade política, pois já dos nós!), o valor de pelo menos há muito tempo que se percebeu 215 milhões de euros. que para Lisboa tudo, ou quase É mesmo muito dinheiro, por tudo, enquanto para o «resto do apenas dois quilómetros de pro- país» nada ou quase nada! Tem longamento e duas novas esta- sido deveras humilhante, para a ções de Metropolitano. Isto só Trofa e para os trofenses! mesmo para Lisboa, porque para E o que vão fazer os trofenses, o «resto do país», nada de seme- depois de mais este insulto gralhante se passa. ve, de mais esta humilhação? EsAtente-se ao que se tem veri- pera-se, e deseja-se, que façam ficado, no Norte, com o prolon- muito mais do que fizeram até gamento da linha do Metro de aqui. É a dignidade dos trofenses Superfície, do ISMAI até à Trofa que está em causa. Mais uma vez! (uma distância um pouco maior moreira.da.silva@sapo.pt que do Rato ao Cais do Sodré, www.moreiradasilva.pt


www.ONOTICIASDATROFA.pt

29 DEZEMBRO 2016 O NOTÍCIAS DA TROFA

7

Desporto

André Moreira apadrinha formação do Bougadense O presente de Natal chegou mais cedo ao departamento de formação do Atlético Clube Bougadense. Na festa de Natal, que aconteceu na manhã de 24 de dezembro, o internacional André Moreira foi apresentado como padrinho do departamento de formação do Bougadense. PATRÍCIA PEREIRA

N

cias”. “Quando me convidaram, foi atural de Ribeirão, conce- com esse objetivo que aceitei, porlho de Vila Nova de Famalicão, An- que acredito que no futebol muidré Moreira, guarda-redes do Atlé- tas vezes um fator muito importico de Madrid e da Seleção Nacio- tante é a transmissão das vivênnal Sub21, acredita que “seja im- cias, do jogo, do treino e das amiportante” para os jovens terem zades”, justificou. “uma referência”, porque, quanJorge Almeida, coordenador do do “era da idade deles”, no Ribei- departamento de formação do rão teve “a oportunidade” de estar AC Bougadense, adiantou que era com “muitos jogadores conheci- uma ambição ter “um padrinho dos”, que falavam com eles e “pas- que está a iniciar como jogador savam e transmitiam as suas vivên- e que possa estar connosco mui-

tos anos”, tendo pensado em “André Moreira ou no André Silva”. “O primeiro convite foi feito com André Moreira que aceitou. A partir de hoje, o André Moreira vai estar por em todos os torneios e eventos que vamos realizar. Para os miúdos é sempre bom ter uma imagem de alguém que, no futuro, possam seguir.”, afirmou. Ao ter um padrinho, Jorge Almeida quer “diferenciar” o Bougadense “um bocadinho dos vários clubes ao seu redor”. Brevemente, o departamento de formação do Bougadense vai apresentar a mascote Bougas e lançar a caderneta de cromos.

Bougadense promoveu atividade no dia 24 de dezembro

Trofense promove conferência e treino para guarda-redes Equipa coordenadora de guarda-redes do Clube Desportivo Trofense promoveu uma conferência e um campo de treino. CÁTIA VELOSO Numa sala com mais de cem pessoas, cumpriu-se a vertente teórica da Conferência Defender +, da responsabilidade da coordenação de guarda-redes do Clube Desportivo Trofense. Na noite de 22 de dezembro, Fernando Ferreira (SL Benfica), Miguel Miranda (Sporting CP), Pedro Pereira (FC Porto) e Daniel Araújo (CD Trofense) expuseram as ideias que norteiam o trabalho desenvolvido

Oradores da conferência

nos jogadores que ocupam a ba- do Trofense, pais, simpatizantes e liza no futebol. treinadores vindos de vários ponO Fórum Trofa XXI, no Parque tos do país. Nossa Senhora das Dores e Dr. E a presença de diversos jogaLima Carneiro, foi o local escolhi- dores que ocupam diversas posido para promover a conferência ções e não só a de guarda-redes que contou com especialistas que agradou aos responsáveis do clutrabalham nos chamados “três be, porque, como explicou Daniel grandes” do futebol português. E Araújo, coordenador de guardaa recetividade não podia ser mais -redes do Trofense, “o objetivo é positiva, uma vez que a sala se en- que todos saibam por que é que cheu de jogadores da formação os guarda-redes tomam determinadas opções dentro do campo, seja no treino como no jogo. Foi uma alegria ver que, durante a conferência, jogadores respondiam às perguntas dos preletores que eram direcionadas para guarda-redes”, afirmou. E esta conduta vai ao encontro da filosofia do departamento de formação do clube da Trofa, que é fazer jogadores cultos taticamente e para isso, sublinhou Daniel Araújo, “eles não podem saber

António Neto corre no Gerês O atleta da Trifitrofa António Neto participou na 1.ª S. Silvestre do Gerês, no dia 23 de dezembro. Na corrida de oito quilómetros, Neto classificou-se em 10.º lugar, no escalão de veteranos M40, terminando em 39.º na geral. C.V. António Neto em mais uma prova

Campo de treino

apenas as próprias funções individuais no campo, mas sim conhecer o coletivo”. O programa do “Defender +” continuou com a vertente prática, com treinos especializados a vários guarda-redes do clube e de outras coletividades. “Transformamos as nossas ideias em prá-

ticas, com o objetivo de dar boas experiências aos nossos guarda-redes, um espaço de diversão e também um contacto com algumas coisas que, dificilmente, teriam oportunidade de ter acesso como o Método de Coerver, por exemplo”, afiançou.

ACDC prepara nova época A Associação Desportiva e Cultural de Ciclismo (ACDC) da Trofa já começou a preparação para a nova época. Os primeiros a entrar em ação foram os ciclistas sub23, que já realizaram estágio no novo centro da coletividade, situado nas instalações do Clube Desportivo Trofense. Em três dias, os corredores cumpriram treinos de 135, 140 e 150 quilómetros, respetivamente. C.V.

Ciclistas já preparam nova época


8

www.ONOTICIASDATROFA.pt

O NOTÍCIAS DA TROFA 29 DEZEMBRO 2016

2016 em revista

Mais um ano de informação cumprida, é hora de olhar para trás e recordar aqueles que foram os factos que marcaram 2016 no concelho da Trofa. Folheamos todas as páginas publicadas pelo NT durante o ano e fizemos uma resenha dos acontecimentos mais marcantes. CÁTIA VELOSO

Ponte da Peça Má Se há assunto que marcará o ano de 2016 na Trofa é o da demolição da Ponte da Peça Má. Nove meses depois de, na Assem-

bleia Municipal, alguns trofenses terem apelado à não demolição daquela estrutura e de o presidente da Câmara Municipal, Sér-

Falecimento de Maria Augusta Reis Dois mil e dezasseis ficará também marcado pelo falecimento da mãe do folclore da Trofa, Maria Augusta Reis, a 24 de fevereiro. Augusta “Chata”, como era mais conhecida, criou dois ranchos folclóricos e reuniu um acervo que vai perpetuar os usos e costumes dos antepassados da Trofa. A autarquia prometeu-lhe a criação de um museu, projeto que ainda não saiu do papel.

gio Humberto, ter prometido ouvir a população sobre o assunto, a ponte foi mesmo abaixo. Um processo liderado pela Metro do

Porto que, face à recusa da Câma- de 2007, mantendo o secretismo ra Municipal de assumir respon- até um dia antes da demolição, a sabilidade pela estrutura, con- 2 de setembro. sumou a ameaça que fazia des-

Parque das Azenhas No início do ano, o presidente da Câmara anunciou que o projeto do Parque das Azenhas perdeu “85 mil euros” em financiamento comunitário, devido ao atraso na conclusão das obras. O passadiço junto à margem do Rio Ave esteve acessível mesmo com falta de condições de segurança. A autarquia decidiu interditá-lo para a realização de obras, que ainda não foram oficialmente concluídas. O verão passou sem que a população pudesse usufruir daquele equipamento.

Devoção a Nossa Senhora arrasta multidão

10 anos de paroquialidade de Luciano Lagoa

A Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima passou pela Vigararia Trofa/Vila do Conde, a 25 e 26 de abril. Milhares de pessoas associaram-se às celebrações. Um dos pontos altos foi a passagem da Imagem Peregrina pela Capela Nossa Senhora das Dores, no centro da cidade.

Foi com uma missa de ação de graças que a comunidade assinalou, em fevereiro, os dez anos da chegada do padre Luciano Lagoa à paróquia de S. Martinho de Bougado


www.ONOTICIASDATROFA.pt

29 DEZEMBRO 2016 O NOTÍCIAS DA TROFA

Construção do Centro de Saúde

Comemorações dos 250 anos da Capela

No início do ano, o presidente da Câmara Municipal da Trofa, Sérgio Humberto, afirmou, em reunião de Câmara, que a empreitada da Unidade de Saúde de Santiago de Bougado foi suspensa. No entanto, em Lisboa, o Ministério da Saúde garantia que a obra fazia parte do plano para 2016. A versão da tutela acabou por se confirmar com o lançamento da primeira pedra, em dezembro, com honras de presença do secretário de Estado da Saúde, Fernando Araújo.

Dois mil e dezasseis ficou marcado pelo jubileu da Capela Nossa Senhora das Dores. A paróquia de S. Martinho de Bougado preparou um car taz de atividades culturais, do qual se destacam uma exposição, um ciclo de concertos na Capela e a publicação de um livro.

Alameda da Estação

Coronado Colour Family

A autarquia apresentou o projeto de requalificação do antigo canal ferroviário,

No âmbito das comemorações do 19.º aniversário de elevação do Coronado a Vila, a Junta de Freguesia promoveu uma caminhada colorida, a 22 julho, que juntou mais de três mil pessoas.

desativado em 2010. Obra prevê devolver aquela zona à cidade, com a criação de

uma alameda entre os parques e a Igreja Matriz.

9

2016 em Revista

Bolo-Rei

Sabor Tropical com uma das melhores pizzas Escaravelhos atacam palmeiras

Pela primeira vez, a Confeitaria Corina – Pastelaria e Padaria participou no concurso “O Melhor Bolo-Rei de Portugal”, terminando em 6.º lugar entre cerca de 200 participantes.

Carlos Rocha, da Pizzaria Sabor Tropical, situada em S. Romão do Coronado, arrecadou o 3.º lugar do Campeonato Português de Pizza, que se realizou no Jardim dos Clérigos, no Porto.

O “escaravelho da palmeira” ou “escaravelho vermelho” já chegou à Trofa, afetando várias árvores espalhadas pelo concelho.

Trofa inaugurou praça dos direitos das crianças

Inaugurado Polo Cultural Professor Moutinho Duarte

A Trofa ganhou uma nova praça, junto à rotunda da EB 2/3 Professor Napoleão Sousa Marques, para assinalar o mês dedicado à prevenção dos maus-tratos na infância. Numa das portas de entrada da cidade, que liga a Trofa a Santo Tirso, o local ganhou um novo nome: Praça dos Direitos da Criança.

Escreveu-se mais uma página na história do edifício da Junta de Freguesia do Muro, existente há 104 anos, através do tributo prestado a Manuel Moutinho Duarte: a criação de um Polo Cultural que reúne todo o acervo histórico do professor, nomeadamente 12 cadernos culturais, que reúnem 50 anos dedicados à investigação e ao conhecimento da história local, juntamente com quatro dezenas de obras relacionadas com a história da Trofa e de Santo Tirso.

E ainda... Metro adiado... novamente: Mais uma vez, a população da Trofa viu o projeto do metro hipotecado. Assembleia da República aprovou projeto de resolução que aponta início da obra até ao fim de 2017, mas dez dias depois, o ministro do Ambiente anunciou que projeto dá prejuízo

e não é para avançar. Governante anunciou possibilidade de avançar com uma “alternativa”: um circuito de autocarros, fazendo da antiga linha “um percurso urbano”. Empresa acusada de não dar refeição a criança: Houve vários episódios de alega-

das proibições por parte da anos por não ter pago as reempresa fornecedora de re- feições adiantado. No início feições escolares a crianças deste ano letivo, a autarquia que, alegadamente, tinham alterou o contrato de fornepagamentos em atraso. Hél- cimento de refeições e os pader Maia foi um dos encarre- gamentos passaram a ser feigados de educação que con- tos à Câmara. tou a sua história, relatando que “cortaram o aces- Centro de Dia da Muro so à cantina” à filha de seis d’Abrigo: A Associação Muro

de Abrigo vai avançar com um projeto para a construção das suas instalações, para dar resposta ao centro de dia e apoio domiciliário.

tiva do centenário do nascimento do chefe Carlos Campos, uma das figuras maiores do escutismo no concelho.

Trofa vê nascer duas assoEscuteiros homenageiam ciações : Team Lantemil e chefe Carlos Campos: A TTrofa, Associação DesporCasa da Cultura acolheu tiva de Todo Terreno da Trouma exposição comemora- fa, nasceram durante o ano.


10

www.ONOTICIASDATROFA.pt

O NOTÍCIAS DA TROFA 29 DEZEMBRO 2016

2016 em revista

Segurança

Cheias

Incêndios

O início de 2016 foi, literalmente, muito molhado. Ao ponto de terem acontecido três episódios de cheias em menos de dois meses. A intensa chuva que caiu no concelho provocou cortes de estrada e até levou à morte de animais e destruição de culturas agrícolas. Um homem de 35 anos foi arrastado pelas águas do Rio Trofa, quando tentava atravessar, de mota, a Rua da CEE, em Santiago de Bougado, em direção ao centro da Trofa. Acabou por se conseguir agarrar, enquanto a mota foi levada pelas águas e só encontrada dois dias depois.

Os incêndios deram muito que fazer aos soldados da paz, este verão. Mais de 80 hectares de área florestal de Alvarelhos e do Monte de S. Gens, em Santiago de Bougado, foram destruídos por um incêndio que mobilizou mais de 80 operacionais, mais de 20 meios terrestres e quatro aéreos, em julho. Em agosto, um fogo de grandes dimensões consumiu 250 hectares de floresta, chegando a ameaçar habitações e empresas no Muro e Santiago de Bougado.

Bombeiros assistem a partos

Assalto Violento em Lantemil

Uma das notícias que marcou o início de 2016 foi a que deu conta de dois partos em casa que os Bombeiros Voluntários da Trofa auxiliaram, em Alvarelhos e Guidões.

Em janeiro, um g r up o as s altou uma habitação em Lantemil, em Santiago de Bougado. Com recurso a violência, os ladrões levaram dois carros de alta cilindrada, dinheiro, ouro e outras joias.

“esvaziaram” Chrysler Airbags, assentos, autorradio, luzes e forros das portas. Quase nada escapou às mãos dos amigos do alheio, que “esvaziaram” o interior de um Chrysler, deixando apenas o volante, a alavanca das velocidades e o tablier. Crime aconteceu numa das zonas mais habitadas de S. Romão do Coronado, em fevereiro.

Atentados Ambientais Ao longo do ano, o NT deu conta de vários atentados ambientais em cursos de água no concelho da Trofa. O Rio Trofa e o ribeiro de Lantemil foram duas “vítimas” destes delitos. Também registamos deposição de lixo nas áreas florestais do território trofense. Um dos mais “caricatos” foi a deposição de tinteiros, num caminho florestal, em Alvarelhos.

Falso Padre Burla, furto, usurpação de funções e falsificação de documentos valeram a Agostinho Caridade, conhecido por falso padre, uma condenação de 14 anos de prisão. O falso padre chegou a celebrar batizados e casamentos em Alvarelhos.


www.ONOTICIASDATROFA.pt

29 DEZEMBRO 2016 O NOTÍCIAS DA TROFA

11

2016 em Revista Rio ave com bactérias resistentes a antibióticos

Detido grupo suspeito de carjacking

Foram descobertas quatro estirpes de bactérias na água do Rio Ave, todas ‘Escherichia coli’, com gran-

Em maio, quatro pesso- pingardeira, na Maganha, ros, prepararam o crime as foram detidas pela Po- Santiago de Bougado, a 27 ao pormenor, com a ajuda lícia Judiciária (PJ) por se- de setembro do ano passa- de “uma colega de trabalho rem suspeitas de integra- do. A Polícia Judiciária con- da vítima, que, juntamente rem o grupo que assaltou sidera que autores do cri- com o namorado, planeou uma mulher na Rua da Es- me, que rendeu 30 mil eu- o assalto”.

de capacidade de resistência aos antibióticos, incluindo aqueles que se usam exclusivamente nos hospi-

tais para tratamento de infeções graves (carbapenemos).

Choque frontal provoca morte a jovem

150 quilos de droga encontrados no Rio

Uma violenta colisão frontal provocou a mor te de um jovem trofense de 21 anos e ferimentos em mais três pessoas, na Reta de Sam, na EN 14, na tarde 11 de julho.

Cães deixados à Fome A 25 de abril, a Associação Um Animal Um Amigo (AUAUA) conseguiu libertar dois cães de uma habitação, situada em S. Martinho de Bougado, depois de suspeitas de que os animais eram encaixotados e abandonados, sem comida.

Em agosto, um pescador desportivo encontrou droga no Rio Ave. Militares da GNR recolheram 150 quilogramas de polén de haxixe.

E ainda...

Detido suspeito de assalto violento A Polícia Judiciária deteve o terceiro suspeito de participar num assalto à mão armada numa residência de um casal em Alvarelhos, no dia 11 de agosto. O suspeito, com “43 anos de idade e serralheiro”, terá agido “em conjugação de esforços com outros dois, um homem e uma mulher”, que foram detidos a 27 de setembro. Em comunicado, a Polícia Judiciária (PJ) reve-

lou que os suspeitos efetuaram “o roubo utilizando violência extrema sobre as vítimas, apropriando-se de dinheiro, objetos em ouro, relógios e um computador portátil, num valor total de cerca de 2400 euros, provocando ainda lesões graves nos ofendidos que tiveram de recorrer a tratamentos médicos especializados”.

Homem detido por suspeita de assassinato Um jovem de 23 anos foi detido, em Guidões, concelho da Trofa, pela Polícia Judiciária, a 24 de outubro, depois de, em conjunto com um cidadão de nacionali-

dade brasileira, de 26 anos, alegadamente ter matado um cidadão espanhol, de 53 anos, no início do mês de agosto, em Valência, com o intuito de o assaltar.

GNR apanha pedófilo em ais a uma menor de 13 anos pouco por todo o país. fiscalização a cafés: No âm- e que estava fugido das aubito de uma operação de toridades. Detido suspeito de furto combate às máquinas de que rendeu mais de 50 mil jogo ilegais, a Guarda NaMenores da Trofa apos- euros: Em fevereiro, foi decional Republicana apa- tam no Placard: Em feverei- tido um jovem suspeito de nhou um indivíduo de 45 ro, o NT divulgou a nova re- perpetrar um furto numa anos, residente em Covelas, alidade das apostas no Pla- das residências da Rua dos que tinha sido condenado a card feitas por menores de Carvalhinhos, em Santiago uma pena de prisão de seis 18 anos no concelho, num de Bougado, avaliado cerca anos por dois abusos sexu- cenário que se verifica um de 55 mil euros.


12

www.ONOTICIASDATROFA.pt

O NOTÍCIAS DA TROFA 29 DEZEMBRO 2016

2016 em revista

Política e Autarquias

Eleições Presidenciais

absolvidos

A Trofa foi ponto de paragem de alguns candidatos às eleições presidenciais. Sampaio da Nóvoa visitou a Escola Secundária da Trofa e conversou com os alunos e Vitorino Silva, mais conhecido por Tino de Rans, foi recebido em Guidões e Alvarelhos. A freguesia do Muro voltou a estar nas páginas nacionais por ter boicotado as eleições, em protesto com o adiamento da construção da linha do metro, mas dois dias depois as assembleias de voto abriram e registaram 37 votos. Marcelo Rebelo de Sousa venceu na votação global do concelho.

Em março, o tribunal absolveu António Pontes e Jaime Moreira, vereadores da Câmara Municipal da Trofa nos mandatos 20012005 e 2005-2009, e João Sá, vereador no mandato 2001-2005. Os antigos autarcas estavam acusados de crimes de falsificação agravada e abuso de poder.

Santo tirso reclama impostos à Trofa

Câmara condenada a pagar meio milhão

Judiciária investiga na Câmara e no Trofense

António Azevedo, vice-presidente da Câmara Municipal da Trofa, anunciou três processos que podem constituir uma fatura cara para o concelho. Em dois deles, está em causa o possível pagamento de 8,6 milhões de euros a Santo Tirso.

Município da Trofa perdeu o recurso no Supremo Tribunal Administrativo, sobre a anulação da liquidação da taxa de emissão de alvará para obras e taxa de compensação urbanística, do loteamento onde está instalada a Marnorte e outras empresas, na Rua Nova Ervosa, na Estrada Nacional 104, junto à rotunda que dá acesso à autoestrada número 3. Em causa está o pagamento de mais de 300 mil euros, mais juros, às queixosas Areal Imobiliária SA e Construções e Areal, Lda.

A Polícia Judiciária (PJ) esteve nas instalações do Clube Desportivo Trofense e da Câmara Municipal a 31 de março. Em causa poderão estar subsídios camarários atribuídos ao clube para obras e o destino dado a essas verbas.

Providência cautelar para travar cavalos O caldo entornou entre os amantes dos cavalos na Trofa. A Confraria do Cavalo foi preterida na organização da vertente equestre da Feira Anual e requereu uma providência cautelar para impedir que fosse a nova associação Equestrian Events a assumir essa função. Mas o tribunal rejeitou a providência cautelar e a Equestrian Events ficou mesmo encarregada de realizar as atividades equestres do evento.

Desagregação

PS abandona Assembleia

Os elementos eleitos “Tanta burrice”. As palavras de António pelo PS na Assembleia de Azevedo, vice-presidente da Câmara MuniciFreguesia de Bougado pro- pal da Trofa, em retaliação à intervenção do puseram a aprovação de socialista Marco Ferreira, fizeram o caldo enuma moção para a desagre- tornar na sessão de 30 de novembro da Asgação de Santiago e S. Mar- sembleia Municipal. Bancada do PS abandotinho, mas a maioria PSD/ nou sessão em protesto com “insultos” dos CDS-PP votou contra. elementos do executivo municipal e postuMoção já foi apresenta- ra da presidente da Assembleia, Isabel Cruz. da três vezes na Assembleia.

Casa Mortuária de Santiago

Teresa Fernandes

Sofia Matos

A vereadora socialista da Câmara Municipal da Trofa foi reeleita presidente do Departamento Federativo das Mulheres Socialistas.

Em novembro, Sofia Matos foi eleita presidente da Distrital da Juventude Social-Democrata. Trofense é a primeira mulher a ocupar este cargo.

Afinal o jornal não recebeu meio milhão O presidente da Câmara da Trofa, Sérgio Humberto, foi constituído arguido num processo movido pela gerência da empresa detentora do jornal O Notícias da Trofa, por ter afirmado em vários atos públicos que “um jornal local” recebeu largas centenas de milhares de euros de dinheiros públicos (durante o mandato da socialista Joana Lima) e de acordo com o processo “admite que poderá ter dito cerca de meio milhão de euros”. No entanto, na ata de debate instrutório, cuja sessão decor-

ERC apresentou queixa contra presidente

A Entidade Reguladora A Junta de Freguesia de para a Comunicação Social Bougado e a Fábrica da Igre- (ERC) deliberou a 18 de maio, ja de Santiago celebraram na sua reunião do conselho um Acordo de Cedência de regulador, dar razão ao direTerreno para o alargamento tor e subdiretora do jornal O do cemitério e infraestrutu- Notícias da Trofa, quanto à ras para a futura Casa Mor- queixa por eles apresentada, tuária. Obras já prosseguem. em 19 de outubro de 2015. Na

sessão pública na freguesia do Muro, em outubro de 2015, que visava prestar esclarecimentos sobre a construção da linha do metro até à freguesia do Muro, o presidente da Câmara quis que a sessão, que disse ser “pública”, fosse fechada à comunicação social.

reu a 25 de maio, e que culminou com a desistência de queixa e com uma retratação dos dois autarcas, presidente e vice-presidente da Câmara da Trofa, Sérgio Humberto afirmou que “com as declarações em causa nos autos pretendeu expressar crítica aos montantes gastos pelo anterior executivo em publicidade e afins” e admitiu que “os valores em questão sejam inferiores a meio milhão de euros, sendo certo que os valores de que tem conhecimento não são exatos”.

Presidente arguido por crime de agressão Um casal da Trofa apresentou queixa contra Sérgio Humberto, presidente da Câmara Municipal, Alberto Fonseca, presidente do PSD Trofa, e José Luís Araújo Monteiro, presidente do núcleo de S. Martinho de Bougado do mesmo partido, por “crime de ofensa à integridade física qualificada em co-autoria material”. O caso ficou encerrado a

25 de maio após debates instrutórios, que decorreram no Tribunal de Matosinhos, com as partes a chegar a acordo através de desistência mútua de queixas e do pagamento por parte de Sérgio Humberto, Alberto Jorge Fonseca e José Luís Monteiro, de uma quantia em dinheiro para os tratamentos a que se submeteram o rapaz e a rapariga, ambos naturais da Trofa.


www.ONOTICIASDATROFA.pt

29 DEZEMBRO 2016 O NOTÍCIAS DA TROFA

2016 em revista

Desporto

Campeões de ornitologia

Cross Stars com campeã mundial

André Ferreira, João Pedro Silva, Bernardino Leal e Hélder Dias colocaram a Trofa no topo da ornitologia, ao arrecadarem medalhas de ouro no campeonato mundial, que se realizou na Exponor, em janeiro.

Vanessa Soares conquistou a medalha de ouro, no Campeonato Mundial de Kickboxing de Cadetes e Juniores, que decorreu entre os dias 27 de agosto e 3 de setembro, em Dublin, com cerca de dois mil atletas de 45 países. A irmã, Vera Soares, conquistou a medalha de bronze. Ao longo do ano, este projeto da Cruz Vermelha e da escola Life Combat conseguiu ainda vários campeões nacionais.

Juvenis do CR Bougado

A equipa de juvenis de futsal do Centro Recreativo de Bougado garantiu o 1.° lugar da série 3 da 2.ª Divisão da Associação de Futebol do Porto, garantindo mais tarde a subida à 1.ª Divisão Distrital.

Juniores da ARJ Muro

Diogo Moreira Campeão do Mundo

Com nove anos, Diogo Moreira, que pratica Alex-Ryu-Jitsu, conquistou a medalha de ouro na modalidade de Light Kick, no Campeonato Mundial All Styles, que se realizou entre 18 e 20 de março nas Caldas da Rainha.

Daniel Silva 3.º na Volta

Equipa de futsal da Associação Recreativa Juventude do Muro garantiu subida à 1.ª Divisão da Associação de Futebol do Porto a três jornadas do fim do campeonato. No entanto, equipa acabou por ser extinta na época seguinte.

13

Escola de Atletismo com campeões António Morais, atleta veterano da Escola de Atletismo da Trofa, sagrou-se Campeão Nacional de Pista Coberta de Salto em Comprimento, no dia 12 de março, no Pavilhão Expo-centro, em Pombal. Mais tarde, o mesmo atleta foi campeão nacional de Pentatlo Técnico. Deolinda Oliveira foi campeã nacional dos 10 mil metros, em pista ao ar livre, e alcançou o título de campeã da Taça de Portugal de Corrida de Montanha.

Trofense mantém-se e Tiago termina carreira Daniel Silva, ciclsta da RP Boavista, conquistou o 3.º lugar da Volta a Portugal, mostrando ser um dos melhores corredores nacionais da atualidade.

Rui Cardoso campeão de Kumite Atleta de Kumite da Escola de Alvarelhos representou a Associação Kyokushin Portugal no Campeonato de Espanha Kyokushin Open IKO Matsushima, em Barcelona, que se realizou em junho, e venceu na categoria sénior -21 anos.

Depois de um percurso cheio de ziguezagues, o Clube Desportivo Trofense não ficou pelo caminho e chegou à meta pretendida: a manutenção no Campeonato de Portugal. O fim da época ficou igualmente marcado pelo ponto final da carreira desportiva do capitão trofense Tiago Pereira.

Luís Lima lidera comissão administrativa Em maio, depois de o clube cair num vazio diretivo, a solução encontrada foi a constituição de uma comissão administrativa, com a duração de um ano, liderada por Luís Lima.

Trofense impedido de jogar O Clube Desportivo Trofense foi impedido de disputar a 1.ª jornada do Campeonato de Portugal 2016/2017, frente à Aliança de Gandra, devido a uma dívida a um ex-jogador.

E ainda... ACDC Trofa no pódio: A As- Campeão distrital de fundo dições do Campo de Jogos considerada a mais imporsociação Cultural Despor- é de Covelas: A equipa co- Carlos Alves. tante prova do mundo dativa de Ciclismo da Trofa fi- lumbófila Asas de Rindo foi quela distância. cou em 3.º lugar, por equi- campeã distrital de fundo e Rui Pedro Silva nos Jogos pas, na Taça de Portugal de a que teve o 2.º melhor pom- Olímpicos: Rui Pedro Silva Simãozinho representa SeJuniores. Coletividade cole- bo de fundo a nível nacional. cumpriu a terceira partici- leção Nacional: Avançado cionou outros bons resultapação nos Jogos Olímpicos, da Trofa foi chamado à Seledos ao longo do ano. S. Romão sem equipa sé- terminando a Maratona em ção em agosto e cumpriu o nior de futebol: O Futebol 123.º lugar. sonho de representar as QuiTrofense assina pelo Spor- Clube S. Romão não inscrenas no início do mês, no peting: Francisco Cruz, tro- veu a equipa sénior de fute- Bruno Ferreira: Na Marato- núltimo jogo do apuramenfense de 21 anos, foi con- bol nos campeonatos fede- na de Berlim, o segundo me- to dos Sub-21 para o Eurotratado pelo Sporting Clu- rados na época 2016/2017. O lhor português classificado peu de 2017, que se vai realibe de Portugal para ser jo- responsável da coletividade, foi o guidoense Bruno Fer- zar na Polónia. gador de eSports (video- Rui Damasceno, justificou a reira, que cumpriu o sonho jogos). decisão com a falta de con- de participar naquela que é Rally Spirit Altronix supe-

rou expectativas: Segunda Jogadores abandonam edição do Rally Spirit Altro- relvado aos 75 minutos: nix reuniu, em competição, “Mama, filho da p…”. Estas os melhores carros de ralis e foram as palavras que, sepilotos de décadas 70, 80, 90 gundo o capitão do Trofense e seguintes. Miki Biasion foi Hélder Sousa, o árbitro lhe uma das “estrelas” que mar- dirigiu logo após o segundo caram presença no evento. golo do Amarante, na partida em que a equipa da Trofa Covelense é campeão Na- abandonou o relvado aos 75 cional de Ténis: Gonçalo minutos, em protesto pela Marques, residente em Co- conduta de Pedro Miguel velas, conquistou o título na- Maia. Quatro jogadores e o cional de Ténis do escalão delegado ao jogo da equiSub-10 de 2016, nas verten- pa da Trofa foram expulsos. tes singulares e pares.


14

www.ONOTICIASDATROFA.pt

O NOTÍCIAS DA TROFA 29 DEZEMBRO 2016

2016 em revista

Trofenses Fantásticos

Ao longo do ano, foram muitas as reportagens que o NT publicou a contar a história de muitos trofenses, que se destacam em diversas áreas.

Nadadora-salvadora heroína

Marco Rodrigues dá cartas no trombone

A manhã do primeiro dia de setembro foi fatídica para uma cidadã espanhola, de 32 anos, que se encontrava na praia dos Banhos, em Vila do Conde. Na prestação de socorro esteve Susana Cruz, nadadora-salvadora trofense, que sofreu ferimentos ligeiros. Susana Cruz foi distinguida pela Autoridade Marítima Nacional que lhe atribuiu a Medalha de Coragem, Abnegação e Humanidade, grau cobre.

Em julho, o trombonista Marco Rodrigues venceu a categoria Larry Wiehe (menores de 23 anos) da International Trombone Association, que decorreu na Juiliard School, em Nova Iorque. Um mês depois, foi galardoado com o Prémio Jovens Músicos, na categoria Trombone Superior. Em setembro, o trombonista recebeu o Prémio da União Europeia das Competições Musicais de Jovens, no final do concerto do 6.º Festival Jovens Músicos que decorreu na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa. Em dezembro, o jovem venceu a audição para 2.º e 3.º trombone na Orquestra da Tonhalle-Zürich, em Zurique.

Criador de Rottweilers

Trofense destaca-se na neurociência

Martinha Maia vence concurso

Os cães da Villa Zadon e s , do cr ia dor Nuno Cruz, de Santiago de Bougado, têm conquistado títulos em Portugal e Espanha. Ao longo do ano de 2016 colecionou vários prémios.

Raquel Abreu é neurocientista e já conta com um currículo invejável, com vários projetos de investigação e parcerias com grandes nomes da área.

A ar tista mame dens e Martinha Maia venceu um concurso para dar uma nova imagem ao Teatro Carlos Alberto, na cidade do Porto.

André No O trofense André No foi o “pai” da Orquestra Urbana da Trofa, que nasceu do projeto “Sons Urbanos da Trofa” e que na apresentação esgotou o salão polivalente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Trofa. Projeto repetiu-se nas comemorações do 18.º aniversário do concelho.

E ainda... Cão Voador: Em janeiro, o NT deu a co- Literatura: Na literatura, demos destanhecer ao concelho a banda Cão Voador, que a vários lançamentos de livros por que ganhou projeção no Norte, mas era trofenses. César Alves, Maria Oliveira, pouco solicitada internamente. Depois da José Maria Moreira da Silva, David Ferreisaída da reportagem, a banda começou ra e Firmino Santos são alguns dos autoa ter vários convites para atuar na Trofa. res que demos a conhecer. pub

Susana Joana: Em janeiro, demos a co- Unidade de Medicina Sexual do Serviço nhecer a arte de Susana Joana. Desde pe- de Urologia do Centro Hospitalar de São quena que a partir de pedras, paus ou até João (CHSJ), que foi premiada pelo projemesmo de casca de queijo, criava os pró- to sobre infertilidade que ganhou o Préprios brinquedos. A paixão pelo artesana- mio Professor Alexandre Moreira–Investo fê-la optar por um modo de vida difícil, tigação em Andrologia, Medicina Sexual mas muito recompensador. e Reprodução, atribuído pela Sociedade Portuguesa de Andrologia. Da Trofa para a Grécia para ajudar os refugiados: Foi numa conversa de café que Trofense em missão solidária em Cabo a trofense Helena Areal percebeu que, Verde: Em setembro, demos a conhecer simplesmente a falar, não conseguiria aju- a aventura da trofense Ana Luís Reis, que dar as pessoas que fogem da guerra para viajou para Cabo Verde para abraçar uma salvar a família e procurar uma vida me- causa solidária. lhor. Face às notícias que pululavam nas televisões e jornais, decidiu agir. Largou Um trofense à descoberta do Brasil: Jortudo e viajou para a Grécia para ajudar ge Sinval esteve dois anos e meio no Braos refugiados. sil para apetrechar currículo académico, mas a estadia não se limitou ao estudo. Inês Torcato vence Concurso Bloom: A Conheceu a cultura “canarinha” de perdesigner trofense Inês Torcato venceu o to, passando por várias cidades e até foi Concurso Bloom e garantiu presença em campeão no desfile de Carnaval no Samduas edições do Portugal Fashion. bódromo, no Rio de Janeiro. Elsa Carvalho em missão voluntária: Elsa Carvalho é da Trofa e em setembro decidiu abraçar a maior aventura da sua vida, ao inscrever-se como voluntária para um projeto em Cabo Verde. Até março, a jovem jornalista vai trabalhar em conjunto com outras quatro pessoas. Além de desenvolver campanhas de sensibilização de combate à poluição e proteção das esDaniel Vasconcelos premiado em pro- pécies em vias de extinção e apoiar um jeto sobre infertilidade: O trofense Da- projeto de turismo sustentável, Elsa tem niel Vasconcelos integra a equipa de in- ainda outros projetos em vista como senvestigação do Laboratório de Apoio à In- sibilizar para a igualdade, a gravidez na vestigação em Medicina Molecular da Fa- adolescência e, ainda, criar uma biblioteculdade de Medicina da Universidade do ca ambulante. Porto (LAIMM-FMUP), em parceria com a

Alunos da Escola Secundária vencem concurso nacional: Com um vídeo em que explicam o movimento de um carrinho numa calha inclinada, através de gráficos obtidos numa máquina de calcular, três alunos da Escola Secundária da Trofa venceram um concurso nacional de ciência.


www.ONOTICIASDATROFA.pt

29 DEZEMBRO 2016 O NOTÍCIAS DA TROFA

15

Atualidade

Agenda Dia 29 21 horas: Assembleia de Freguesia de Alvarelhos e Guidões, no polo de Alvarelhos da Junta de Freguesia Dia 31 14.30 horas: “Concerto à Minha Avó”, no salão paroquial de Guidões

Farmácias Dia 29 Farmácia Trofense Dia 30 Farmácia Barreto Dia 31 Farmácia Ribeirão Dia 1 Farmácia Moreira Padrão Dia 2 Farmácia de Ribeirão Dia 3 Farmácia Trofense Dia 4 Farmácia Barreto Dia 5 Farmácia Nova

Necrologia S. Martinho de Bougado Dolores do Vale Armada Faleceu no dia 21 de dezembro, com 69 anos Solteira Maria Fernanda Pereira Dias Faleceu no dia 22 de dezembro, com 77 anos Viúva de Tomás de Sá Batista José da Costa Soares Coimbra Faleceu no dia 23 de dezembro, com 76 anos Casado com Margarida Eva Moreira dos Santos Coimbra Maria de Lurdes Maia Dias Faleceu no dia 23, com 80 anos Viúva de Carlos Rodrigues Pinheiro Funerais realizados por Agência Funerária Trofense, Lda. Gerência de João Silva

Telefones úteis Bombeiros Voluntários Trofa 252 400 700 GNR da Trofa 252 499 180 Polícia Municipal da Trofa 252 428 109/10 Jornal O Notícias da Trofa 252 414 714 Centro de Saúde da Trofa 252 416 763 // 252 415 520 Centro de Saúde S. Romão 229 825 429 Centro de Saúde Alvarelhos 229 867 060

Quais os desejos para a Trofa em 2017? A última edição de 2016 do jornal O Notícias da Trofa faz uma retrospetiva do que foi o ano no concelho. Mas, se por um lado, queremos que recorde todos os factos que marcaram a atualidade do território trofense, por outro, também não deixamos de traçar perspetivas para a Trofa no novo ano. Para isso, pedimos a vários jovens residentes no concelho para divulgarem o que desejam para o concelho em 2017. Cátia Veloso

“O

meu grande desejo é que em 2017 a Trofa seja um concelho altruísta e mais solidário: sonho com o dia em que não se vejam animais abandonados nas ruas e idosos esquecidos nos seus lares; que as ‘pressinhas’ acabem e apenas estacionamento nos locais para deficientes sejam usados por aqueles que possuem dístico para tal, assim como desejo que acabem os estacionamentos indevidos em locais de passagem, a ignorar quem tem mobilidade reduzida; que todos tenham um tratamento e respeito igual, independentemente de ser senhor ou doutor (ou amigo de doutor); que o comércio prospere e dê trabalho e estabilidade às famílias; que apenas ofereçam manuais escolares a famílias carenciadas e orientem as verbas poupadas em qualidade de ensino; que deixem de fazer obras repentinamente no ano de eleições e as façam atempadamente, porque depressa e bem não há quem!; que o valor da água e do IMI deixem de ser das únicas coisas em que estamos no top”. Diana Azevedo, S. Romão do Coronado “O meu desejo para a Trofa é um futuro mais verde. Que se torne um concelho de referência pela sua autossustentabilidade e defesa do meio ambiente. A começar pelas entidades públicas a utilizarem carros 100% elétricos, postos de carregamento rápido de carros elétricos espalhados pela cidade, todos os espaços municipais e iluminação pública fornecidos por painéis solares, passadeiras e passeios inteligentes geradores de energia, reflorestação com espécies autóctones, incentivos à agricultura biológica, entre outros. São um sem fim de medidas que podem ser consideradas, preparando-nos para um futuro mais limpo e económico e que, ao mesmo tempo, colocariam a Trofa no mapa Ficha Técnica

por um motivo positivo”. Luís Novais, S. Martinho de Bougado “Sempre vi a Trofa de uma maneira ‘diferente’. Embora tivesse passado parte da adolescência a estudar lá, nunca fui muito ligada à história do concelho. Talvez por ser covelense de gema e porque as minhas visitas de estudo eram feitas maioritariamente em Santo Tirso – concelho a que pertencíamos na altura. Mais tarde, por força do trabalho, vi-me ‘obriga- UNIR os seus “filhos” e que todos da’ a conhecer melhor a Trofa. A juntos lutem por aquilo que amam tal ‘Trofa’ que falavam. A Trofa – A TROFA!!! Votos de um 2017 cheio que se tornou independente em de boas ‘Notícias da Trofa’”. ’98. A Trofa com história e com esPaulo Martins, tórias. Com talentos escondidos S. Martinho de Bougado e pessoas com vontade. Mas tudo isto é preciso dar a conhecer. Em “Tendo sido convidado pelo jor2017 quero um concelho mais ino- nal ‘O Notícias da Trofa’ para esvador, com mais iniciativas (origi- crever uma mensagem sobre o nais), que mostrem, não só no cen- que desejo para o nosso concetro, mas em todas as freguesias, o lho para o ano de 2017, muitos foque existe na Trofa”. ram os pensamentos que me assoAna Rocha, Covelas laram. No entanto, fica aqui apenas um pensamento global: dese“Somos a Juventude Sem Fron- jo que a Trofa continue a trilhar o teiras do Muro e esperamos que seu caminho rumo à estabilidade o ano 2017 que se aproxima seja financeira e à consolidação orçatão bom ou melhor que 2016. So- mental, no sentido de podermos mos gratos por todo o carinho que vir a assistir a um maior e verdanos rodeia e esperamos continu- deiro investimento na educação ar a retribuí-lo. Que 2017, com to- e cultura, pois estes são dois dos dos os novos desafios e surpresas, pilares basilares a um crescimenseja um ano de concretização e to saudável dos jovens (como eu) prosperidade para todos”. no nosso concelho. A par deste inJuventude Sem Fronteiras vestimento desejo também que a do Muro Trofa consiga finalmente dar início a três das obras fundamentais “Trofenses, para 2017 desejo para o concelho: os Paços do conque seja um ano de prosperidade celho, a variante à EN14 e a vinda para todos! Um ano em que con- do metro para a freguesia do Muro. cretizem os vossos desejos e so- Um excelente 2017 para todos os nhos mais realistas. A vida faz-se de oportunidades, e quando elas surgirem, teremos de as agarrar com toda a nossa força, crer e sofrimento. Que todos tenham saúde, para poder dar amor ao próximo, e dando amor ao próximo, tudo será melhor! Para a Trofa, desejo que seja um ano de concretização de vários projetos pendentes. Que a Trofa em 2017, consiga

Trofenses”.

Pedro Maia, Guidões

“Novo ano, novos projetos, novas conquistas. O Grupo de Jovens de Santiago de Bougado deseja que o novo ano seja de mudança para os trofenses. Temos de ver a Trofa como o futuro e, portanto, consideramos que a reabertura do Cinema da Trofa seria um acontecimento muito relevante na vida cultural da cidade, permitindo a realização de atividades ligadas ao teatro, à dança, à música, ao cinema, seminários, exposições, oficinas, masterclasses e workshops. Apostar num Cineteatro na nossa cidade permitir-lhe-ia conquistar o seu posicionamento no mapa cultural nacional através do apelo ao trabalho continuado de captação, formação e fidelização de públicos. Que a nossa vida valorize o encontro e que os sonhos aconteçam na proporção dos nossos esforços, este é o nosso desejo”. Grupo de Jovens de Santiago de Bougado

O Notícias da Trofa deseja-lhe um 2017 repleto de sucessos

Diretor: Hermano Martins (T.E.774) Sub-diretora: Cátia Veloso (9699) Editor: O Notícias da Trofa Publicações Periódicas Lda. Redação: Patrícia Pereira (9687), Cátia Veloso (9699), Magda Machado de Araújo (TE1022) , Liliana Oliveira (TP 2436) | Setor desportivo: Marco Monteiro (C.O. 744), Miguel Mascarenhas (C.O. 741) Colaboradores: Atanagildo Lobo, Jaime Toga, José Moreira da Silva (C.O. 864), João Pedro Costa, João Mendes | Fotografia: A.Costa, Miguel Trofa Pereira (C.O. 865) Composição: Cátia Veloso | Impressão: Gráfica do Diário do Minho, Lda. | Assinatura anual: Continente: 22,50 euros; Extra europa: 88,50 euros; Europa: 69,50 euros; | Assinatura em formato digital PDF: 15 euros IBAN: PT50 0007 0605 0039952000684 | Avulso: 0,60 Euros | E-mail: jornal@onoticiasdatrofa.pt | Sede e Redação: Rua das Aldeias de Cima, 280 r/c 4785 - 699 Trofa Telf. e Fax: 252 414 714 Propriedade: O Notícias da Trofa - Publicações Periódicas, Lda. NIF.: 506 529 002 Registo ICS: 124105 | Nº Exemplares: 5000 | Depósito legal: 324719/11 | ISSN 2183-4598 | Detentores de 50 % do capital ou mais: Magda Araújo | Estatuto Editorial pode ser consultado em www.onoticiasdatrofa.pt | Nota de redação: Os artigos publicados nesta edição do jornal “O Notícias da Trofa” são da inteira responsabilidade dos seus subscritores e não veiculam obrigatoriamente a opinião da direção. O Notícias da Trofa respeita a opinião dos seus leitores e não pretende de modo algum ferir suscetibilidades. Todos os textos e anúncios publicados neste jornal estão escritos ao abrigo do novo Acordo Ortográfico. É totalmente proibida a cópia e reprodução de fotografias, textos e demais conteúdos, sem autorização escrita.


16

www.ONOTICIASDATROFA.pt

O NOTÍCIAS DA TROFA 29 DEZEMBRO 2016

Atualidade

Autoridade Marítima Nacional distingue Susana Cruz S

vadora, no verão passado, nas praias de usana Cruz, natural da Trofa, viu a Vila do Conde. sua coragem distinguida a 21 de dezemA Autoridade Marítima Nacional reconhebro, pelo seu trabalho como nadadora sal- ceu a jovem de 20 anos com Medalha de pub

Susana Cruz recebeu Medalha de Coragem, Abnegação e Humanidade, grau cobre

Coragem, Abnegação e Humanidade, grau cobre, por ter arriscado a vida para tentar salvar uma turista espanhola que se estava a afogar. A vítima ainda foi retirada da água, mas acabou por falecer. Na sequência da tentativa de socorro, a nadadora-salvadora sofreu algumas escoriações, por ter sido projetada pelas águas contra as rochas, tendo sido hospitalizada para receber tratamento.

Na cerimónia de reconhecimento, que se realizou em Leça da Palmeira, Matosinhos, Susana Cruz afirmou que está de consciência tranquila e que fala bem do assunto, pois sabe que deu o seu máximo para salvar a vida à turista. A par de Susana, também Daniel Vieira, 21 anos, viu a sua coragem distinguida com a mesma medalha, por ter resgatado um praticante de caiaque. A.M./C.V.

Edição 603 do Jornal O Noticias da Trofa  

Edição de 29 de dezembro de 2016

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you