__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1

VENÂNCIO AIRES Quarta-feira 16 de junho de 2021 Edição 462, ano 06 Distribuição Gratuita OLÁ Venâncio

@olajornal

Quarta-feira:

O sol aparece intercalado por períodos de maior nebulosidade no Vale. O gradual ingresso de uma massa de ar polar sobre o Estado faz com que as temperaturas apresentem redução ao longo do dia, intensificando a sensação de frio, principalmente à noite, quando será registrado a mínima. Mín: 08º máx: 14º Quinta-feira: A massa de ar polar define as condições do tempo. O dia começa com temperaturas baixas e geada na Região. Por conta do ingresso do ar frio a sensação será de frio durante todo o período. Mín: 05º Máx: 13º Fonte: NIH/UNIVATES

A Prefeitura de Venâncio Aires avalia mudanças no recolhimento de resíduos sólidos. O plano busca garantir melhor eficiência, compra de equipamentos e nova licitação. Atualmente, os contratos terceirizados para realizar o serviço consomem cerca de R$ 5 milhões por ano. PÁGINA 3

RECURSOS LIVRES DA PANDEMIA TERMINAM NESTE MÊS

CASAMENTOS MANTÊM MÉDIA DOS ÚLTIMOS QUATRO ANOS

MOVIMENTO PELA 244 AVALIA FORMAS DE FINANCIAMENTO DA OBRA

ANVISA ATENDE SUGESTÕES SOBRE O TEMA TABACO EM AGENDA REGULATÓRIA

PÁGINA 2

PÁGINA 5

PÁGINA 6

PÁGINA 7


www.oLajornaL.com

2 RECURSOS LIVRES DA PANDEMIA

FUTURO

O prefeito Jarbas da Rosa (PDT) afirma que algumas medidas já foram tomadas como a diminuição do número de profissionais principalmente na área de enfermagem. No entanto, de forma que não prejudiquem o atendimento para vacinação e exames de antígeno e PCR. Além disso, espera a confirmação de valores a serem repassados por meio de emendas, como o aporte de R$ 650 mil para o hospital por intermédio do deputado Marcelo Moraes, e pelo próprio Governo Federal que estaria negociando com o Ministério da Economia a liberação de R$ 4 bilhões para estados e municípios, no entanto, sem confirmação. “Ficamos sabendo que está sendo negociado para o enfrentamento dessa nova onda de Covid, mas não existe nada ainda de valores reais que possam vir para a prefeitura municipal”. Apesar das incertezas, o prefeito garante o atendimento necessário à população. “A população pode ficar tranquila porque nossa prioridade sempre é salvar vidas. Se a gente tiver que buscar recursos próprios nós vamos buscar, tirar de outras rubricas se necessário, mesmo que algum outro trabalho não possa ser feito agora”, afirma Jarbas.

Diego Vara/EBC

teremos que usar recursos próprios”, adianta. Marinete explica que as decisões de investimentos são tomadas mês a mês conforme a situação epidemiológica e financeira do momento o que torna difícil a previsibilidade de valores que serão necessários em julho. Mas caso o cenário seja o mesmo do atual, o município terá que aportar, no mínimo, R$ 600 mil mensalmente somando apenas os aportes municipais aos leitos de UTI, folha de pagamento dos profissionais e, por baixo, medicações fornecidas pela farmácia municipal e equipamentos de proteção individual (EPI’s).

2021

Insatisfeitos com o rumo que a Mercur, indústria que atua nas áreas da saúde e educação havia tomado, seus diretores, hoje denominados facilitadores, começaram um processo de transformação há 13 anos. Mergulharam no passado para compreender como agir no presente, reviram seus valores, suas práticas e adotaram um novo modelo de gestão. Agora, ao completar 97 anos a empresa comemora o novo rumo - que aposta na humanização de suas práticas, com uma forte responsabilidade socioambiental priorizando o fazer junto - além de apostar na inovação. Conhecida como a primeira Virada da Chave, a mudança do modelo de gestão da Mercur ocorreu em 2009. Orientada por uma consultoria que trabalha estratégias de negócio alinhadas aos pilares da sustentabilidade, a organiza-

Divulgação/Mercur

Empresa colocou a valorização da vida no centro de todos os seus processos e busca ter gestão alinhada com seus propósitos

A partir de julho, não há expectativa de novos valores do tipo destinados pelo Governo Federal que passou a enviar recursos vinculados a serviços específicos

Valores encaminhados ao Município ajudaram no enfrentamento da pandemia com serviços e compras

16 DE junho

MERCUR COMPLETA 97 ANOS COM ATUAÇÃO VOLTADA À RESPONSABILIDADE SOCIAL E AMBIENTAL

TERMINAM NESTE MÊS

Os recursos federais de livre aplicação no enfrentamento a pandemia encerram neste mês de junho em Venâncio Aires. Os valores livres podem ser investidos no pagamento de qualquer tipo de despesa, ou seja, não vêm vinculados a um tipo de serviço específico. São importantes pois atendem às necessidades particulares de cada município que, de acordo com a sua realidade e estratégia de enfrentamento a Covid-19, faz os investimentos. Possibilitaram, por exemplo, a implantação de Centros de Atendimento Respiratórios (CAR), com o custeio desde a infraestrutura até mão de obra de profissionais de saúde, compra de testes rápidos e a habilitação de novos leitos clínicos no hospital, uma vez que não houve aporte federal em 2021. Já os valores federais para leitos de UTI e demais serviços prestados pelo hospital são vinculados, não sendo possível a utilização para outro fim. Conforme dados do Portal da Transparência da Prefeitura, até esta segunda-feira, 14, as receitas relacionadas a Covid-19 somavam R$ 19.567.417,62 e as despesas R$ 18.301.085,55. Os valores livres estão incluídos nesse montante que conta ainda com dinheiro repassado pelo estado. De acordo com a assessora da secretaria da Fazenda, Marinete Bertoluzzi, atualmente, os recursos livres são utilizados em despesas como contratação de profissionais tanto de saúde como médicos, enfermeiros entre outros, como fiscais de posturas, que auxiliam no cumprimento dos protocolos, e na compra de medicações e testes. Não é possível, segundo ela, estimar no momento o valor exato desse tipo de recurso dentro do global. “Os recursos de livre aplicação sustentam tudo, fiscais, médicos, compra de medicamentos. Até agora não foi preciso aportar recursos próprios do município para manter os serviços, mas caso não ingressem novos valores federais,

quarta-fEira

Mercur reescreveu sua história com a educação, buscando compreender como poderia facilitá-la ção passou a pensar sua atuação levando em conta seus impactos econômicos, humanos, sociais e ambientais. Isso fez com que desenvolvesse uma série de direcionadores para pautar sua atuação conectadas a um propósito: um mundo de um jeito bom pra todo o mundo. “Passados 13 anos do início deste último movimento de mudanças na Mercur, me sinto muito feliz em

poder afirmar que, sim, é possível direcionar a atuação de uma empresa industrial para que ela trabalhe de forma ética e responsável com relação às necessidades humanas, sociais e ambientais do nosso planeta. Estabelecer como propósito de trabalho a valorização da vida, tem o poder de transformar nossa perspectiva de servir ao próximo”, celebra o facilitador da Mercur, Jorge Hoelzel.

INFoRmAtIvo SeSSão de SeGUNdA-FeIRA, 14 de jUNho de 2021

APRovAdo PoR todoS oS veReAdoReS o oFÍCIo do eXeCUtIvo N° 0259/2021 que encaminha projetos de leis e solicita apreciação do Projeto de Lei 064 do Poder Executivo em regime de urgência. APRovAdo PoR UNANImIdAde o PRojeto de LeI do eXeCUtIvo N° 0064/2021 que insere §§§ ao art. 3º da Lei 5.950, de 06 de junho de 2017 que “Reedita o Programa de Incentivo criado pela Lei 3.727, de 27 de junho de 2006”. APRovAdo PoR todoS oS veReAdoReS o PRojeto de LeI do eXeCUtIvo N° 0053/2021 que autoriza o Poder Executivo a Ceder o uso de veículos de propriedade do Município à Cooperativa dos Produtores de Venâncio Aires – COOPROVA, nos termos que especifica. APRovAdo o PRojeto de LeI do eXeCUtIvo N° 0054/2021 que autoriza o Poder Executivo a realizar a doação de bens móveis à Associação Pró-Ensino em Santa Cruz do Sul-APESC, mantenedora da Universidade de Santa Cruz do Sul – UNISC, nos termos do que especifica. APRovAdo de FoRmA UNÂNIme o PRojeto de LeI do eXeCUtIvo N° 0055/2021 que acrescenta o Art. 2ºA a Lei nº 5.525, de 12 de junho de 2014. APRovAdo PoR todoS oS veReAdoReS o PRojeto de LeI do eXeCUtIvo N° 0056/2021 que autoriza a abertura de crédito especial por excesso de arrecadação e superávit financeiro. vIStAS CoNCedIdAS PoR SoLICItAÇão do veReAdoR ANdRÉ KAUFFmANN/PtB Ao PRojeto de LeI do eXeCUtIvo N° 0057/2021 que autoriza a Contratação Temporária por Excepcional Interesse Público. Serão contratados dois médicos veterinários. APRovAdo PoR todoS oS veReAdoReS o PRojeto de LeI do eXeCUtIvo N° 0060/2021 que Altera a redação do caput do art. 1º da Lei nº 6.783, de 13 de abril de 2021, que “Autoriza o Poder Executivo a contratar operação de crédito com o BANCO DO BRASIL S.A”. APRovAdA A moÇão N° 0102/2021 de AUtoRIA do veReAdoR eZeQUIeL StAhL/PtB. A Moção de Apelo é endereçada ao Secretário de Segurança Pública do Estado do Rio Grande do Sul, Sr. Ranolfo Vieira Junior versando acerca da troca de vidros das guaritas da Peva. APRovAdA A moÇão N° 0101/2021 de AUtoRIA do veReAdoR eLÍGIo WeSCheNFeLdeR/PSB. A Moção de Apelo será encaminhada à EGR, da população venâncio-airense, de todos os usuários da via RSC-453, bem como dos diversos pedestres que necessitam transpor diariamente a Rodovia, no cruzamento desta com a Avenida das Indústrias e Rua Salvador Stein Goulart (Km 2,5), para que se efetue a manutenção das proteções aos pedestres, existentes no local, e que se encontram danificadas. APRovAdA moÇão N° 0104/2021 de AUtoRIA do veReAdoR CLÉCIo eSPÍNdoLA/PtB. A Moção de Aplauso será encaminhada ao Soldado Marcelo Coelho Guimarães do 20° Batalhão da Brigada Militar de Porto Alegre, como reconhecimento pelos relevantes serviços prestados à comunidade de Venâncio Aires/RS. APRovAdA A moÇão N° 0105/2021 de AUtoRIA dA veReAdoRA SANdRA heLeNA WAGNeR/ PSB. A Moção de Apelo será encaminhada ao Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem – DAER, solicitando a instalação de uma elevada (quebra-molas), na VRS 816, no trecho que segue para Vila Palanque, mais precisamente junto a entrada da estrada vicinal Cônego J.A. Hickmann, em Venâncio Aires. APRovAdA A moÇão N° 0107/2021 de AUtoRIA do veReAdoR CLAUdete mARISA dA SILvA CIttoLIN/PSd. A Moção de Apoio será encaminhada ao Deputado Federal Otto Alencar Filho (PSD), pelo Projeto de Lei 1349/21 que “Facilita acesso de comunidades Rurais à tecnologia 5 G”. APRovAdo o ReQUeRImeNto N° 0044/2021 de AUtoRIA do veReAdoR eZeQUIeL StAhL/PtB que solicita homenagem aos 15 anos de atividades da empresa Bem Estar Academia.

Olá pra quem - Para todos os venâncio-airenses, no impresso duas vezes por semana (quartas-feiras e sábados) e online todos os dias no olajornal.com. Durante a pandemia a circulação das edições impressas ocorre de forma parcial Quem diz Olá - Janine Niedermeyer e Guilherme Siebeneichler Diga Olá – olavenancioaires@gmail.com | fone: 51 3741-7415 Olá pra você através da Gráfica Treze de Maio


quARtA-feiRA 16 de JuNhO

3

www.OLAJORNAL.cOm

2021

PROPOSTA É DE GARANTIR RECOLHIMENTO DE RESÍDUOS EM VENÂNCIO DE FORMA MAIS EFICIÊNCIA E COM ECONOMIA Secretaria Municipal de Meio Ambiente prepara mudanças no recolhimento de lixo, com nova licitação. Aliado a isso, Município vai adquirir contêineres para lixo orgânico e reciclável, em investimento de R$ 1,3 milhão

partir de sobras de alimentos. A gestão mais eficiente do lixo doméstico é o desafio de grande parte das cidades brasileiras. Em Venâncio Aires, a maioria dos investimentos previstos é oriunda de recursos conquistados por meio de programa do Governo Federal. Ainda em 2019, a cidade foi contemplada em projeto para melhorar a gestão de resíduos, com valor superior a R$ 4 milhões. Conforme o secretário Nelsoir Battisti (PSD), que além da pasta de Desenvolvimento Econômico responde pelo Meio Ambiente, o novo modelo de licitação em avaliação, junto com os novos investimentos, deverão reduzir em até R$ 700 mil por ano as despesas com este tipo de serviço. Atualmente, o poder público local desembolsa cerca de R$ 5 milhões com a gestão de lixo e arrecada por ano com a taxa dos contribuintes R$ 3,9 milhões. “Na base de cálculo tivemos uma

economia de R$ 700 mil por ano. Com a licitação poderemos ter uma economia maior, a partir da disputa entre as empresas,” argumenta Battisti.

RECICLA

O diferencial do novo modelo de recolhimento de resíduos envolve também a utilização de equipamentos adquiridos pelo Município. Nesta quarta-feira, 16, está agendada a abertura de propostas para as empresas interessadas em vender novas unidades coletoras de resíduos orgânicos e seco. Serão adquiridos no total 772 contêineres, em um investimento previsto de R$ 1,3 milhão. Com isso, além de ampliar os pontos de coleta mecânica, a Secretaria Municipal espera melhorar a coleta seletiva. “Serão dois contêineres para receber os resíduos nos pontos. Vamos conseguir fazer a separação de lixo. Hoje é feita a separação nas casas, mas

Divulgação/ Pixabay

O recolhimento, triagem e depósito de lixo em Venâncio Aires terá mudanças ainda esse ano. As despesas com este tipo de serviço público é uma das principais no orçamento municipal e não cobre os custos, apesar da cobrança da taxa de coleta. Um novo modelo de recolhimento, com mais participação do poder público, com a compra de equipamentos e até veículos para realizar este tipo de recolhimento, está em andamento. Até então, o modelo utilizado repassa para a iniciativa privada os serviços, incluindo a gestão da Usina de Triagem de Lixo, em Linha Estrela. Os novos investimentos se aliam a projetos que buscam reduzir a geração de resíduos orgânicos que, de forma adequada, podem virar compostagem e ser utilizado em hortas ou jardins. Entram também nas novas ações, a utilização de biodigestores em escolas públicas, que terão geração de gás, a

Projeção inicial da Secretaria Municipal de Meio Ambiente é de reduzir em até R$ 700 mil custos com serviços de lixo doméstico

acaba misturando dentro do mesmo contêiner,” explica. Conforme o gestor da Secretaria de Meio Ambiente, mesmo com os equipamentos adquiridos pelo poder público, o recolhimento será feito por empresa terceirizada. “O serviço continuará sendo concedido, a empresa vencedora

será responsável pela manutenção dos caminhões e dos contêineres,” afirma. Com a aquisição das unidades, os pontos com coleta mecanizada irão aumentar, dos atuais 280 pontos nos bairros e área central, para 350 pontos, com duas unidades de depósito dos resíduos domésticos.

Melhor relação custo benefício do mercado Agendamento online Profissional qualificado para atendimento na Exata Certificado entregue na hora para o cliente Suporte técnico 24 horas, 7 dias da semana

CERTIFICADO DIGITAL Rua Conde D'Eu, 1199 | (51) 3741-7535

PESQUISA IBOPE APONTA QUE 49% DOS CIGARROS CELULARES APREENDIDOS NA PEVA VÃO COMERCIALIZADOS NO BRASIL ATUALMENTE SÃO ILEGAIS BENEFICIAR ESTUDANTES DO MUNICÍPIO Nova pesquisa do Ibope Inteligência/Ipec aponta que, em 2020, ano marcado pelo enfrentamento da pandemia da COVID-19, a ilegalidade respondeu por 49% de todos os cigarros consumidos no Brasil, sendo que 38% foram contrabandeados principalmente do Paraguai e 11% foram produzidos no Brasil, por fabricantes classificados como devedores contumazes, que fazem do não pagamento de impostos o seu negócio. Com isso, 53,9 bilhões de cigarros ilegais inundaram as cidades brasileiras no último ano. A pesquisa foi divulgada pelo Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial (ETCO). O cenário da pandemia mundial provocou uma alta inédita no dólar que elevou o preço do produto ilegal. Com a cotação da moeda norte-americana ultrapassando a marca de R$ 5, o custo médio do cigarro do crime passou de R$ 3,44, em 2019, para R$ 4,44, em 2020, aproximando, assim, o produto do crime do cigarro legal - que, no Brasil, tem o preço mínimo definido por lei no valor de R$ 5. Essa diminuição na diferença de preços provocou, pela primeira vez nos últimos dez anos, uma queda considerável no consumo do cigarro ilícito e consequente migração do consumidor para o cigarro legal,

produzido nacionalmente, sob as normas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Segundo Edson Vismona, presidente do Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial (ETCO), os resultados do levantamento em 2020 mostram que é possível para o Brasil combater a ilegalidade no setor de cigarros, substituindo o ilícito pelo produto legal. “A pandemia alterou fatores econômicos que impactaram também o negócio do crime organizado. Isso mostra que se mexermos nas variáveis econômicas de modo a atacar de frente o produto ilegal, o mercado legal nacional tem toda a capacidade de assumir essa parcela, gerando emprego e arrecadação, sem resultar em aumento de consumo”, aponta Vismona. Em 2019, o mercado ilegal de cigarros alcançou 57% de participação - o patamar mais alto. Em 2020, esse número reduziu 8 pontos percentuais. Além da alta do dólar, o recuo incomum na economia ilegal observado no último ano também é resultado de uma combinação atípica e circunstancial que envolveu ainda: medidas de isolamento social no Brasil e no Paraguai em decorrência da pandemia, o fechamento parcial de fronteiras no Brasil, o fechamento temporário de

fábricas de cigarros no Paraguai, além do aumento nas apreensões. Já o mercado legal, que em 2019 alcançava 43% de participação, em 2020 aumentou os mesmos 8 pontos percentuais, chegando a 51% de participação. Essa inversão contribuiu para um incremento de R$ 1,7 bi na arrecadação tributária do Brasil sobre o setor do tabaco, alcançando R$ 13.5 bilhões arrecadados. Mas a sonegação causada pela ilegalidade ainda é alta: R$ 10.4 bilhões.

SOLUÇÃO

Para Vismona, apesar da diminuição da participação do mercado ilegal no último ano, o resultado não pode ser considerado positivo. “Esta queda é reflexo de um cenário atípico e circunstancial e, sem estratégias de longo prazo, o mercado ilegal voltará a crescer”, afirma. Das dez marcas de cigarro mais vendidas no Brasil, quatro são ilegais. Em segundo lugar do ranking está a paraguaia Eight, que domina 12% de todas as vendas de cigarros. Realizada desde 2014, a pesquisa Ibope tem abrangência nacional e, nesta edição, foi realizada entre outubro de 2020 e janeiro de 2021, e ouviu 9 mil fumantes.

Divulgação/ AI PMVA

Pela primeira vez em dez anos, diminuição na diferença de preços provocou queda considerável no consumo do cigarro contrabandeado e consequente migração do consumidor para o produto legal

Repasse de 105 aparelhos ocorreu nesta segunda-feira, 14, no Ministério Público

Resultado de apreensões internas feitas pela equipe de segurança da Penitenciária Estadual de Venâncio Aires (Peva), em parceria com o setor técnico da casa prisional, 105 aparelhos de celular devem mudar radicalmente de finalidade. O que antes serviria muito provavelmente para fomentar ações criminosas e ilegais, agora vão garantir melhores condições de estudos a alunos da rede pública de ensino. É o projeto Alquimia, desenvolvido pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul que tem parceria também com cursos técnicos da PUC-RS, que fazem a restauração dos aparelhos. Na tarde desta segunda-feira, 14, o promotor Pedro Rui da Fontoura Porto, juntamente com a assistente social da Peva, Débora Schonarth e do chefe de segurança da casa prisional, Luciano Galvão, fizeram a entrega oficial dos aparelhos ao secretário Municipal da Educação, Emerson Elói Henrique e a coordenadora pedagógica, Juliane Weiss Niedermayer. “Alquimia significa transformação. Essa é nossa ideia, direcionar esses aparelhos a crianças carentes para que façam um bom aproveitamento na sua própria educação”, disse o promotor. Já o secretário do município destacou a grandiosidade do projeto que além de oportunizar o aprendizado em tempos de ensino híbridos, com aulas remotas, também envolve os alunos de cursos técnicos, possibilitando que utilizem seu aprendizado teórico no conserto e restauração de aparelhos. O repasse para as escolas fica sob responsabilidade da secretaria de Educação, a partir de demanda apresentadas equipes diretivas dos educandários. Os telefones estão sem chip, devidamente restaurados e aptos para a utilização.


4

www.OLAJORNAL.cOm

HOSPITAL SÃO SEBASTIÃO mÁRTIR REALIzOu AO

QuARTA-FeIRA 16 de JuNhO

2021

FILMES

LONgO DO MêS DE MAIO 73 pARTOS Direção da casa de saúde tem divulgado prestação de contas de dados financeiros e serviços prestados na unidade hospitalar

Mensalmente, a direção do Hospital São Sebastião Mártir (HSSM) tem divulgado dados como forma de prestação de contas. As informações referentes ao mês de maio foram publicadas na última semana. No mês, foram realizados 73 partos na casa de saúde, destes, 68 foram registrados em Venâncio Aires. A unidade hospitalar é referência também para os moradores das cidades de Mato Leitão, Vale Verde e Passo do Sobrado, que integram a microrregião. Se é no hospital que nascem os bebês, é no Registro Civil que elas são documentadas. Os dados também são acompanhados pela Arpen Brasil, associação do setor, que divulga os números. Entre janeiro e maio, Venâncio Aires já registrou 330 crianças. O mês com o maior número de registros em 2021 é janeiro, quando 70 nascimentos foram documentados no Registro Civil local.

ALIMENTAÇÃO

A prestação de contas do HSSM também aponta para números movimentados em alimentação na unidade. Ao longo de maio foram preparadas 14.802 refeições no hospital e UPA. No período também foram 30,5 toneladas de rouparia higienizadas na lavanderia. Ao longo de maio foram realizadas 475 internações hospitalares. Atualmente estão disponíveis 124 leitos, que recebem suporte de 532 funcionários. Os atendimentos em urgência e emergência somam 1.219. Ao longo do período foram realizados 12.270 exames e 182 cirurgias.

Guilherme Siebeneichler

Mensalmente direção do HSSM divulga balanço financeiro e de serviços

CONVENÇÃO DAS BRUXAS Ano: 2020 Onde: HBO Quando: 16/06, às 16h05min Duração: 1h55min Classificação: 10 anos

TRAFFIK - LIBERDADE ROUBADA Ano: 2018 Onde: TC PREMIUM Quando: 17/06, às 18h40min Duração: 1h36min Classificação: 14 anos

CRIME SEM SAÍDA Ano: 2019 Onde: HBO Quando: 18/06, às 20h25min Duração: 1h41min Classificação: 14 anos

O remake de Convenção das Bruxas, clássico de fantasia dos anos 1990, acompanha um garoto de sete anos que se depara com uma conferência de bruxas em um hotel. A história se passa no ano de 1967. Lá, ele acaba descobrindo que um grupo de bruxas está fazendo uma convenção, pretendendo transformar todas as crianças do mundo em ratos. Baseado no livro infantil homônimo de Roald Dahl.

Brea e John embarcam em um final de semana romântico em um casa isolada nas montanhas. Eles ficam agradavelmente surpresos quando dois de seus amigos, Darren e Malia, também aparecem inesperadamente. Seus planos de diversão logo cedem lugar ao terror quando membros de uma violenta gangue de motociclistas invadem o pacífico local. . Unindo-se, eles agora se encontram em uma luta por suas vidas.

Crime Sem Saída acompanha um detetive da polícia de Nova Iorque recebe um complexo desafio no trabalho: ele precisa achar e prender um assassino de policiais que está à solta na cidade. Realizar a prisão do criminoso implicaria em recuperar a honra que ele perdeu durante algumas tarefas mal-executadas nos últimos anos. No entanto, quanto mais ele avança na investigação mais ele percebe que os assassinatos se tratam de uma conspiração.

LEITUrA

PREFEITuRA DE VENÂNCIO ABRE INSCRIÇÕES

pARA CADASTRO DE ESTAgIÁRIOS

Até a sexta-feira, 18, está aberto período de inscrições para cadastro reserva de estagiários para atuarem em setores da Prefeitura de Venâncio Aires. Estudantes de 28 cursos em nível superior e seis cursos de Ensino Médio Profissionalizante, podem participar. As inscrições do processo seletivo para estagiário remunerado podem ser feitas pelo site da em-

presa GHB Gestão de Pessoas no link www.ghb.net.br. Para os casos de contratações de estudantes de cursos em nível médio profissionalizante a remuneração é de R$ 480,00 mais R$ 125,00 em vale alimentação e vale transporte. Já para cursos em nível superior, o valor é de R$ 600,00 e também R$ 125,00 em vales.

CURSOS ENSINO MÉDIO pROFISSIONALIZANTE - Técnico em Administração / Técnico em Contabilidade / Técnico em Enfermagem / Técnico em Informática / Técnico em Secretariado / Técnico em Segurança do Trabalho. ENINO SUpERIOR – Administração / Arquitetura e Urbanismo/ Biomedicina / Ciências Biológicas / Ciências da Computação / Ciências Contábeis / Direito / Educação Física / Enfermagem / Engenharia Ambiental / Engenharia Civil / Engenharia da Computação / Farmácia / Fisioterapia / Geografia / Gestão de Recursos Humanos / História / Jornalismo / Letras / Matemática / Medicina Veterinária / Nutrição / Odontologia / Pedagogia / Processos Gerenciais / Psicologia / Secretariado / Serviço Social.

Editora: Companhia das Letras; 1ª edição (2 maio 2019) Autores: Marcos Lisboa e Samuel Pessôa 464 páginas

Neste elogio ao debate civilizado em tempos de comunicação truculenta, Marcos Lisboa e Samuel Pessôa discutem as principais questões de nossa agenda política e econômica com outros intelectuais brasileiros. Os economistas Marcos Lisboa, presidente do Insper e ex-secretário de política econômica do governo Lula, e Samuel Pessôa, professor da FGV, estabeleceram um prolífico diálogo com outros intelectuais na imprensa brasileira, tratando de temas incontornáveis de nossa agenda política e econômica. Este livro reconstitui quatro dessas conversas e oferece ao leitor uma discussão plural e de alto nível sobre os ru-

horóScopo ÁRIES

mos da esquerda, o balanço dos mandatos PT e PSDB, a crise da democracia e as controvérsias das escolas econômicas que regeram os últimos governos. Muito mais do que esmiuçar as diferenças entre direita versus esquerda ou desenvolvimentismo versus liberalismo econômico, esta coletânea é um exemplo singular de debate respeitoso em tempos de polarização. Com textos de Ruy Fausto, Fernando Haddad, Marcelo Coelho, Celso Rocha de Barros, Helio Gurovitz, Luiz Fernando de Paula, Elias M. Khalil Jabbour, José Luis Oreiro, Paulo Gala, Pedro Paulo Zahluth Bastos e Luiz Gonzaga Belluzzo.

Fonte: Personare

TOURO

gêMEOS

Os astros sugerem que as relações humanas ocupem muito espaço no seu dia a dia. Na escola, nas amizades, em casa! Isso ocorre porque a Lua se desloca entre as áreas familiar e de relacionamentos.

Os astros oportunizam um aprimoramento na sua troca de ideias. Ou seja: sua comunicação vai contribuir muito para o funcionamento do dia a dia. Isso porque a Lua se desloca entre as áreas comunicativa e do cotidiano.

CÂNCER

LEÃO

VIRgEM

LIBRA

ESCORpIÃO

SAgITÁRIO

Período para aprimorar os processos de trabalho. Até domingo a Lua transita entre os setores profissional. Momento de ajustar os interesses com quem tá colado em você no dia a dia é fundamental.

O céu tende a promover uma reformulação de ideias e valores. Considerando o trânsito lunar entre as áreas espiritual e de crise, procure refletir sobre as mudanças e como realizar o que você quer.

AQUÁRIO

pEIXES

Como está rolando um trânsito da Lua entre as áreas social e íntima no Signo de Áries, você vai estar totalmente virada para a vida privada. Só se liga, que a Lua Crescente chega e pede clareza na comunicação!

Os astros indicam que você vai aprimorar a gestão das demandas práticas e os gastos financeiros. Especialmente com as coisas do dia a dia, incluindo o lazer. A Lua transita entre as áreas material e de prazeres.

Oportunidade de rolar ajustes entre o coletivo e o privado. E isso ajuda você a preservar sua relação com a turma e também a própria individualidade. Aproveite para amadurecer seus projetos.

CApRICÓRNIO

Esta semana está rolando um trânsito da Lua entre as áreas íntima e de amizades. Pare de olhar mais pra sua vida. Só procure revisar os interesses e veja quem está colado em você.

Os astros tendem a direcionar seu foco para a vida pessoal. Então, é uma ótima oportunidade de revisar as coisas que devem vir em primeiro lugar. Aproveita a tour e já foca nas finanças.

O céu sinaliza ajustes importantes nas parcerias com seus colegas na escola. Essa tour é por conta da Lua, que se desloca entre as áreas de relacionamentos e de trabalho.

Os astros sinalizam a importância de você recolher forças. Organizar o pensamento e enfrentar os desafios. Ainda mais que a Lua transita entre as áreas de crise e comunicativa.

Boa semana para dar uma revisada no modo como você conduz sua vida, das questões mais básicas da rotina aos dilemas existenciais. Lua se desloca entre o setor do cotidiano e o espiritual.


QuARTA-FeIRA 16 de JuNhO

2021

5

www.OLAJORNAL.cOm

mESmO SEm FESTAS, REGISTROS DE CASAmENTOS mANTÊm

MÉDIA MENSAL DOS ÚLTIMOS QUATRO ANOS EM VENÂNCIO Média dos últimos meses é de 13 casamentos registrados por mês, o mesmo volume verificado desde 2018. No município até maio foram oficializados 64 casamentos. Ao longo de 2020 foram registrados 156 casamentos na cidade

me é praticamente o mesmo verificado em 2020, apesar da pandemia. Ao longo de todo o ano passado foram registrados 156 casórios na cidade, pelo menos no papel. O número é o mesmo verificado em 2019, segundo dados da ArpenBrasil. Ainda segundo o sistema de acompanhamento da associação, em 2018 foram registrados 169 casamentos. Já em 2017 foram 188 casamentos. No ano anterior, 2016, ocorreu o maior número de registros do tipo, totalizando 194.

RIO gRANDE

Nos cinco primeiros meses de 2021 foram emitidos 13.027 re-

gistros de casamentos emitidos. O número é quase metade do total registrado em 2020, quando foram 27.233 uniões entre casais emitidas no estado. Em 2019 foram 37.322 registros emitidos pelos cartórios gaúchos. Já em 2018 foram 34.103 casamentos registrados.

pAÍS

No Brasil os registros de casamentos até o mês de maio totalizam 328.704 emissões. Em 2020 o total de casamentos registrados em cartórios foram 712.648 registros. Já em 2019 foram 960.573 casamentos feitos em cartórios.

PROGRAmA DE COmPOSTEIRAS DOmÉSTICAS Depois de fazer a entrega de quase 1,5 mil composteiras domésticas, a Secretaria de Meio Ambiente abre um novo período de inscrições para os interessados em participarem do Programa de Compostagem Doméstica. Os cadastros podem ser feitos até dia 22 de junho de modo virtual ou pessoalmente na sede da Secretaria de Meio Ambiente (rua Tiradentes, nº 959 – 2º andar). São cerca de 400 unidades disponíveis para residências ou estabelecimentos venâncio-airenses. Passado o período de inscrição, segundo informa a coordenadora do projeto, Carin Gomes, será feito contato com as pessoas contempladas para agendamento da retirada do material. Essas entregas estão sendo programadas para o mês de julho e devem ocorrer no Parque Municipal do Chimarrão. As inscrições podem ser feitas no site da Prefeitura www.venancioaires.rs.gov.br, através de um banner na capa da página. “A inscrição pode ser realizada

Divulgação/AI PMVA

ABRE NOVO pERÍODO DE INSCRIÇÕES

Desde o início das entregas das composteiras já foram repassadas 1,5 mil unidades

por qualquer pessoa física que reside em Venâncio Aires ou instituições situadas no município. No entanto, não serão aprovadas as inscrições de quem já foi beneficiado”, explica. Os contemplado com composteiras, recebem também treinamento para realização da compostagem. Esse treinamento é feito através de vídeos, disponíveis no site da Prefeitura Municipal. Segundo Carin, é muito importante que as pessoas assistam os vídeos para que compreendam

DIA DO COOPERATIVISmO TERÁ CAmPANHA

DE ARRECADAÇÃO DE ALIMENTOS Dia C de 2021 da Sicredi Vale do Rio Pardo tem como foco uma grande mobilização de arrecadação de alimentos não perecíveis para entidades assistenciais dos municípios de atuação da Cooperativa. A partir desta semana, durante todo o mês de junho, todas as agências Sicredi estarão recebendo as doações. Além de arrecadar donativos para os mais necessitados neste momento, principalmente os mais atingidos pela pandemia, outro intuito da iniciativa é trabalhar com o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 2 – Fome Zero e Agricultura Sustentável, da Organização das Nações Unidas (ONU). O coordenador de Programas Sociais da Sicredi Vale do Rio Pardo, Marco Antonio da Rocha, explica que a campanha de arrecadação de alimentos vai seguir a lógica de que, a cada quilo arrecadado, a Cooperativa vai doar mais um quilo. “Desta forma, teremos condições de impactar de fato muitas pessoas através de entidades de nossas comunidades ou até mesmo famílias que são de nossa base de associados”, salienta Marco. Marco Antonio destaca que os estudantes das cooperativas escolares também estarão engajados na campanha. “Assim, teremos ainda mais mãos trabalhando conosco pelo mesmo propósito”, frisa o coordenador. As doações podem ser entregues nas agências localizadas nos municípios de Santa Cruz do Sul, Vera Cruz, Rio Pardo, Venâncio Aires, Passo do Sobrado, Vale Verde, Gramado Xavier, Sinimbu e General Câmara. A iniciativa é uma realização do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop-RS), com apoio do Sicredi.

como funciona a compostagem em caixas. “Os vídeos possuem informações e dicas simples que irão facilitar o manejo da composteira e evitar possíveis problemas. Além dos vídeos, todos os beneficiados receberão suporte técnico caso tenham dúvidas ou necessitem de alguma ajuda para realizar a compostagem”.

Divulgação/Pixabay

A pandemia do novo Coronavírus mudou muitas atividades, e o segmento de eventos é um dos principais prejudicados desde 2020. Quem agendou festividades matrimoniais para os últimos meses se obrigou a adaptar a festividade. Apesar das modificações, o número de registros civis de união entre casais se manteve nos mesmos patamares. Entre janeiro e maio deste ano, em Venâncio Aires, foram formalizados 64 casamentos, segundo aponta o relatório da Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (ArpenBrasil). Em média são registrados no município entre 12 e 15 casamentos nos serviços de cartórios. O volu-

Em Venâncio Aires o ano de 2016 foi o com maior número de casamentos em cartórios

ESTuDANTES DE ESCOLAS TÉCNICAS SÃO BENEFICIADOS COM BOLSAS DE ESTUDO DA SICREDI

A Sicredi Vale do Rio Pardo divulgou os nomes dos 37 estudantes de escolas técnicas de Ensino Médio, públicas e privadas, que foram contemplados com bolsas de estudo no ciclo 2021. Os benefícios são oferecidos através do Programa de Incentivo à Educação: Plante O Futuro, que tem a finalidade de proporcionar o investimento na educação de associados e seus familiares. Os valores subsidiados são provindos do Fundo de Assistência Técnica, Educacional e Social (Fates). “Acreditar e investir na educação faz parte da essência cooperativista, o que impacta no desenvolvimento da região em que atuamos”, declara o coordenador d e Programa Sociais da Cooperativa, Marco Antonio da Rocha. As inscrições aconteceram entre os meses de abril e maio, com 62 estudantes inscritos e a disponibilidade de 37 vagas. Os contemplados em 2021 foram classificados por uma comissão que realizou a avaliação com bases nos critérios definidos no regulamento. Eles são ligados à Escola Família Agrícola de Santa Cruz do Sul (Efasc), Escola Família Agrícola de Vale do Sol (Efasol), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense (IFSul) e Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), unidade Santa Cruz do Sul. Com as novas vagas de 2021, o programa aumentou o número de contemplados de 60 para 80 bolsistas. As 37 novas vagas são para estudantes do 1º ano do Ensino Médio, sendo que a bolsa se mantém até o término deste nível de ensino. O valor unitário do incentivo é de R$ 2 mil/ ano, um investimento total de R$ 160 mil via Fates. O benefício oferecido abrange duas modalidades: bolsa mensalidade, para alunos vinculados à instituição de ensino privado; e bolsa manutenção, que é para estudantes matriculados em escolas públicas. Mais informações em: www.bolsaestudosicredivrp.com.br/bolsas/.


6

www.OLAJORNAL.cOm

quARtA-feiRA 16 de JuNhO

2021

QUAIS ALTERNATIVAS PARA VIABILIZAR A RETOMADA

DA ERS-244 ENTRE VENÂNCIO E VALE VERDE

Após garantir os recursos para o término da pavimentação em Linha Sapé, as lideranças políticas do município miram outros investimentos a partir de convênios com o Estado. Entram na lista a pavimentação da ERS-244 e a obra em Linha Picada Nova, que ganhou destaque nesta segunda-feira, 14, durante a sessão da Câmara de Vereadores. O projeto que faz parte do Pac dos Frigoríficos, liga a RSC-287 até o Aviário Bom Frango. A proposta do presidente da Casa, vereador Tiago Quintana (PDT), é de criar uma comissão entre os vereadores para discutir o investimento e garantir empenho junto ao Estado de recursos para o asfaltamento. O plano busca ligar na malha rodoviária as principais plantas frigoríficas do município.

INSS

Outra pauta que deve ganhar força na Câmara de Vereadores é a busca pela retomada dos atendimentos presenciais na agência do INSS de Venâncio Aires. O assunto ganhou destaque nesta segunda e busca resolver demandas dos venâncio-airenses que precisam utilizar os serviços da agência, porém a unidade segue transferindo atendimentos presenciais para outras cidades. Uma frente de trabalho deve ser criada no Parlamento Municipal para buscar medidas de retomada das atividades presenciais.

REGULARIZAÇÃO

A Secretaria de Desenvolvimento Social e Habitação iniciou trabalho de regularização de terrenos em Venâncio Aires. A ação busca garantir a escritura do lote aos proprietários que adquiriram áreas em loteamentos considerados irregulares. Atualmente, no município, existem ao menos 20 loteamentos irregulares que precisam de regulamentação para garantir posse aos proprietários que adquiriram lotes.

REALIDADE DO ENSINO

Uma pesquisa realizada pelo Conselho Nacional de Juventude (Conjuve) com 68.144 jovens aponta para uma triste realidade em tempos de pandemia. Mais da metade (56%) dos jovens de 15 a 29 anos que estão atualmente afastados das aulas do ensino médio ou superior interromperam seus cursos durante a pandemia. Além disso, quatro em cada dez entrevistados admitiram ter pensado em desistir dos estudos devido aos impactos da Covid-19 em suas rotinas. As respostas foram colhidas entre os dias 22 de março e 16 abril, com a perspectiva de identificar os impactos da pandemia para os cerca de 50 milhões de jovens brasileiros. Os dados também impactam nas universidades particulares, que a cada dia vêm o número de alunos diminuírem. Tempos de desafios para os gestores das instituições de ensino superior, e para as famílias manterem os jovens nas salas de aulas.

CIGARRO ELETRÔNICO

O projeto regulatório da Anvisa que trata dos Dispositivos Eletrônicos para Fumar (DEF’s) teve ampla participação do público durante consultas realizadas para aprovação da Agenda Regulatória 20212023. Durante o processo, a sociedade poderia se manifestar sobre projetos já em andamento e sugerir novos. Além da grande mobilização, reconhecida pela própria agência, o que chama atenção é a sugestão do público para que o tema seja um projeto regulatório, o que já é. Os 146 pedidos, dentro de um universo total de 410, leva a conclusão de que os brasileiros não sabem que o seu país está avaliando a regularização destes produtos. Se não sabem, estaria faltando publicização do tema por parte da Anvisa? Qual o impacto dessa desinformação no debate mais aprofundado sobre o assunto, com a contribuição social? Eis as questões.

Da família dos felídeos Olávo até poderia ser um bom animal de estimação, é gorduchinho, tem pêlos lisos, olhos escuros e cheiro de caramelo. Se não fosse o fato dele ser mais selvagem que seus outros parentes gatos. Olávo nasceu de uma cruza rara entre a astúcia e o tagarelismo. Sim, o Olávo é um gato falante! Suas orelhas são parabólicas e seus olhos binóculos, o Felis Catus do Olá Jornal tem, agora, a oportunidade de expôr suas convicções.

Estrada atualmente conta com pontes concluídas, sem ligação com a via

para tornar novas obras realidade. Atualmente o Governo do Rio Grande do Sul possui na sua propriedade 12.153 imóveis, entre terrenos, casas, prédios comerciais e galpões. Uma legislação está em construção e deverá ser encaminhada à Assembleia Legislativa, buscando facilitar a utilização destes bens para quitar fornecedores, viabilizar novos investimentos e atrair empresas. O investimento na ERS-244 pode sair do papel por meio de uma parceria entre o Estado e a empreiteira. “Vamos atualizar os custos deste investimento e garantir opções para realizar a obra que poderá ser um novo marco no desenvolvimento da região. Será uma forma de facilitar a logística entre toda a região dos Vales e a região central, rumo ao Sul. Estamos com uma oportunidade para este projeto, como nunca se teve,” destaca o secretá-

rio-adjunto de Obras e Habitação do Estado, ex-prefeito de Venâncio, Giovane Wickert (PSB).

COMPENSAÇÃO

Outra proposta para tirar a pavimentação do papel, engloba as obras compensatórias junto aos pacotes de concessão de rodovias. Um novo lote, para repassar à iniciativa privada a RSC-453, entre Venâncio e Caxias do Sul, deve ser lançado até o fim do ano. A proposta que pode ser um caminho para a ERS-244 é de incluir esta pavimentação no pacote de investimento da concessionária. As possibilidades para viabilizar a obra estarão em debate em reunião que a comissão de prefeitos e lideranças da região que discutem a retomada da obra. O grupo liderado por Wickert, deve se reunir com Eduardo Leite (PSDB) nos próximos dias.

VEREADORES APROVAM ALTERAÇÕES NA LEI DE INCENTIVOS PARA DIVERSIFICAÇÃO DO SETOR PRIMÁRIO A sessão da Câmara de Vereadores nesta segunda-feira, 14, contou com 14 pautas no expediente do dia. Destaque para a aprovação de mudanças na legilsação que trata sobre o Programa de Incentivo Agrícola em Venâncio Aires. A lei foi criada em 2006 e ao longo do período sofreu mudanças. Nesta semana os parlamentares aprovaram um novo ajuste, buscando fomentar ainda mais os investimentos no setor primário do município. Até então, as políticas de incentivo aos produtores só poderiam ser concedidas para agricultores que tenham a atividade agrícola como principal fonte de renda. Entretanto, com a mudança no programa de diversificação, as políticas de incentivos poderão ser repassadas para produtores que não tenham na atividade rural a sua principal fonte de renda, mas querem investir no setor primário. Os projetos de incentivos seguirão sendo avaliados pelo Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural (Comder).

CONVÊNIOS

Na sessão também foram autorizados convênios com entidades, para a cedência de veículos e equipamentos. Foi renovada a doação de móveis à Associação Pró-Ensino em Santa Cruz do Sul

Guilherme Siebeneichler

NOVAS OBRAS

Além do financiamento direto pelo Governo do Rio Grande do Sul, novas formas de contratação da obra de pavimentação da ERS244 podem ganhar força. Entram nesta lista a troca de área pública diretamente com a empreiteira, ou incluir a obra em pacote de investimento das concessionárias que assumirão as rodovias regionais. Ao longo desses mais de 20 anos a obra pública mais emblemática de Venâncio Aires, envolve a pavimentação da ERS-244, entre a Capital do Chimarrão e Vale Verde. As três pontes que ligam nada a lugar nenhum, jogam na cara do contribuinte o descaso com os valores arrecadados de impostos. A obra inicialmente foi licitada no governo de Antônio Brito, em 1998. O trecho de 16 quilômetros iniciou com a construção das estruturas de pontes, e parou por aí. Agora, lideranças regionais veem nas novas formas de convênios, adotadas pela gestão de Eduardo Leite (PSDB), uma oportunidade de incluir esta obra em plano de ação para viabilizar o asfaltamento. O caminho mais rápido seria o direcionamento dos quase R$ 20 milhões necessários para a abertura da estrutura e pavimentação no trecho. Porém, um outro caminho tem despertado interesse inclusive da empresa vencedora da primeira licitação, a Pelotense. A troca de uma área do horto florestal da CEEE, pela realização da obra. Esta segunda forma de financiamento é uma aposta do Estado

Reprodução/Google Maps

Recursos para garantir a retomada das obras na estrada podem ser oriundos de valores diretos do Estado ou por meio de parceiras com empresas. Possibilidades serão discutidas com o governador Eduardo Leite

Vereadores analisaram 14 matérias na pauta de votações nesta segunda-feira

(Apesc), utilizados no Gabinete de Assistência Judiciária Gratuita, que já estão em uso pela entidade há 18 anos. Outro projeto aprovado, garante a cessão de veículos à Cooperativa dos Produtores de Venâncio Aires (Cooprova). O convênio repassa um Fiat Pálio e um caminhão Mercedes Benz para entrega de alimentos. Os veículos já são utilizados pela entidade e o convênio com o Município tem vigência até o fim de 2024.

MOÇÕES

Na sessão desta segunda-feira, 14, os vereadores também aprovaram cinco moções. A primeira, de autoria do vereador Ezequiel Stahl (PTB) é endereçada ao secretário estadual de Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, solicitando a troca de vidros de guaritas na

Peva. Outra moção de apelo com autoria do vereador Elígio Weschenfelder (PSB) busca melhorias na RSC-453 no Distrito Industrial, no cruzamento da rua Salvador Stein Goulart. O vereador Clécio Espíndola (PTB) teve moção de aplauso aprovada, que será direcionada ao soldado Marcelo Coelho de Guimarães. Outra moção de apelo aprovada tem autoria da vereadora Sandra Wagner (PSB), que será encaminhada ao Daer, solicitando a instalação de uma elevada na VRS-816 em Vila Palanque. Por último, foi aprovada moção de apoio da vereadora Claudete Marisa da Silva Cittolin (PSD), que será direcionada ao Deputado Federal Otto Alencar Filho (PSD), autor de projeto de lei federal que busca facilitar o acesso de comunidades rurais à tecnologia 5G.


quarta-fEira 16 DE junho

2021

7

www.oLajornaL.com

ANVISA ATENDE SUGESTÕES SOBRE TABACO EM AGENDA REGULATÓRIA agravos causados pelo consumo do produto e as principais substâncias contidas nos produtos que causam esses agravos. Segundo a Anvisa, essa ajuste se fez necessário por se identificar aspectos importantes dos temas que não poderão ser tratados de forma conjunta e justificaram a separação. “De acordo com as contribuições recebidas, foi identificada a necessidade de redefenir o escopo de projeto anteriormente proposto, de modo a permitir a separação deste tema do tema embalagem”, afirma o documento da Anvisa.

do “Controle da Cadeia Produtiva”. Neste último, houve convergência de entendimento entre a Gerência-Geral de Registro e Fiscalização de Produtos Fumígenos, derivados ou não do Tabaco (GGTAB) e a Terceira Diretoria em delimitar melhor o objeto do projeto regulatório, uma vez que nesse momento serão tratados os procedimentos relacionados à importação de produtos fumígenos. Dessa forma, o projeto regulatório deve ser denominado “Importação de Produtos Fumígenos”.

Janine Niedermeyer

Agência reguladora ajustou projetos a partir de contribuições recebidas em consulta ao público, ainda em 2020, para aprovação da Agenda Regulatória 2021-2023

Algumas sugestões do público recebidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para o tema tabaco, dentro da Agenda Regulatória 2021-2023, serão atendidas. As contribuições foram enviadas durante as Consultas Dirigidas destinadas à participação da sociedade e dos demais entes do Sistema Nacional de Vigilância Sanitária (SNVS) durante o processo de aprovação da pauta trienal que conta com 146 projetos. A partir delas, o tema tabaco teve três projetos ajustados e um incluído, contando com um total de quatro projetos regulatórios até 2023. O projeto incluído foi “Exposição dos Produtos nos Pontos de Venda”, que prevê a atualização da norma de exposição à venda e a comercialização de produtos fumígenos derivados do tabaco para contemplar pontos que ainda não foram previstos na norma atual. Também haverá atualização das advertências sanitárias atualmente empregadas nos expositores, de modo a garantir a manutenção da efetividade de comunicar ao público dos principais

liados e em consonância com os tratados internacionais vigentes”. Após as contribuições, foi ajustado para “assegurar a adequação do arcabouço regulatório de autorização de comercialização de todos os produtos fumígenos às melhores evidências técnicas e científicas sobre os temas avaliados e em consonância com os tratados internacionais vigentes”. Este é o único projeto dentro do tema tabaco já com processo regulatório em andamento, com decisão final ainda neste ano. Os

ELETRÔNICOS

O projeto “Regularização de Produtos Fumígenos”, que trata da regulamentação dos Dispositivos Eletrônicos para Fumar (DEF’s), teve alterado o item “Resultados Esperados com o Projeto Regulatório”. O texto inicial tinha como objetivo “manter o arcabouço regulatório de autorização de comercialização de produtos fumígenos como um todo, adequado às melhores evidências técnicas e científicas sobre os temas ava-

AJUSTES

Já os demais três projetos tiveram ajustes nos textos originais como no nome, no contexto e motivação para a proposta regulatória e nos resultados esperados. Tiveram alteração no nome os projetos “Embalagens de Produtos Fumígenos”, que antes chamava-se “Advertências sanitárias”, e o projeto “Importação de Produtos Fumígenos”, anteriormente intitula-

Cigarros eletrônicos estão em debate desde 2019 e tiveram ampla participação do público nas sugestões

demais têm previsão de serem abertos pela agência até o fim do ano. A proposta dos DEFs recebeu 1.063 contribuições e mais 141 sugestões como proposta regulatória, sendo a maioria sugerindo a regulação. De acordo com a Anvisa, a ampla participação demonstra o interesse e relevância do tema. “O projeto recebeu um grande número de contribuições, demonstrando a necessidade de andamento e finalização da discussão do tema em tela”, afirma.

ENTIDADES REPRESENTATIVAS DOS PRODUTORES DE TABACO INSTITUTO CRESCER LEGAL RETOMA ATIVIDADES PRESENCIAIS EM MODELO HÍBRIDO

entre 30% e 40%. Não é justo com os produtores que assumem compromissos com as indústrias. É preciso garantir uma bonificação após este cenário de indignação.” Ainda na sexta-feira, 11, as entidades divulgaram nota oficial apontando a situação. O grupo questiona o método de compra, já que após quase 80% da produção comercializada, as empresas desde o mês passado valorizaram as classes, aumentando o valor pago pelo tabaco. As entidades manifestamse indignadas e insatisfeitas com a comercialização do tabaco da safra 2020/2021. “Não podemos aceitar as mudanças nas políticas de compra que, na safra atual, foram de uma grande rigidez para uma completa abertura de valorização, o que trouxe consideráveis prejuízos financeiros aos produtores,” destaca trecho

Carlos Joel da Silva afirma que entidades já estão em contato com indústrias do documento oficial. Conforme Silva, ofícios para discutir com as direções das empresas do setor medidas compensatórias já foram encaminhados. Reuniões individuais serão agendadas para analisar alternativas aos produtores.

USP E MINISTÉRIO DA JUSTIÇA CAPACITARÃO POLICIAIS DA TRÍPLICE FRONTEIRA NO COMBATE AO COMÉRCIO ILEGAL

Instituto de Relações Internacionais da USP conta com apoio financeiro de programa global da Philip Morris International para combater o crime organizado e o comércio ilegal. PMI Impact está com inscrições abertas para projetos

Com mais de cinco mil inscritos, iniciou no dia 07, a 2ª edição do programa de capacitação de polícias do Brasil, Paraguai e Argentina que atuam na Tríplice Fronteira, região conhecida como foco de atuação do crime organizado. A iniciativa é resultado de um acordo de cooperação assinado pelo Instituto de Relações Internacionais da Universidade de São Paulo (IRI-USP) e o Ministério da Justiça. O objetivo do curso é reduzir a assimetria existente entre as instituições que lidam com o controle do comércio de produtos falsificados e contrabandeados, reforçar os termos de cooperação entre os Poderes Judiciários e promover a troca de inteligência e a capacidade operacional entre os participantes. A 1ª edição, encerrada em fevereiro

deste ano, formou 1.300 policiais e atraiu não só participantes da Tríplice Fronteira, mas também de outros países da América do Sul. A segunda turma do programa de capacitação, com inscritos de toda a América Latina, também contará com a colaboração da Universidade Presbiteriana Mackenzie e com o financiamento do PMI IMPACT, uma iniciativa global criada pela Philip Morris International (PMI), com o objetivo de financiar programas de combate ao comércio ilegal e crimes relacionados. Durante cerca de dois meses, os policiais terão aulas e atividades estruturadas no formato de Ensino a Distância. O programa aborda o funcionamento do crime organizado, o processo de transnacionalização dos mercados ilícitos e a estrutura operacional dos principais

mercados ilegais na região.

PMI IMPACT

O PMI IMPACT, iniciativa global de apoio a projetos que visam reduzir ou prevenir o comércio ilegal e combater suas conseqüências negativas para os indivíduos, suas famílias e comunidades. Esta é a terceira rodada de financiamento para ações de combate à falsificação e o comércio ilícito. No Brasil, em 2019, a segunda rodada do PMI IMPACT contemplou dois projetos brasileiros, entre 31 iniciativas selecionadas. A PMI tinha prometido US$ 100 milhões para financiar as três primeiras rodadas de financiamento. Até o momento, foi alocou um total de US$ 48 milhões para a implementação de 60 projetos em 30 países.

Junio Nunes

As entidades representativas dos produtores de tabaco – Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), Federações da Agricultura (Farsul, Faesc e Faep) e dos Trabalhadores Rurais (Fetag, Fetaesc e Fetaep) do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná - estão encaminhando ofícios às indústrias do setor, buscando discutir formas de bonificar agricultores prejudicados no início da safra. A medida ocorre após maior valorização na classificação do tabaco na reta final da safra. Conforme o presidente da FetagRS, Carlos Joel da Silva, as entidades defendem uma forma de compensação aos produtores que venderam a sua produção no início da comercialização. “É um absurdo a situação atual, há casos de produtores que tiveram perdas na comercialização

Divulgação/FetagRS

BUSCAM BONIFICAÇÃO POR DESVALORIZAÇÃO INICIAL DA SAFRA

Protocolos de segurança fazem parte da nova rotina do Instituto Depois de fazer ajustes significativos no formato do seu curso de aprendizagem em Gestão Rural e Empreendedorismo em razão da pandemia, as atividades presenciais realizadas no contraturno escolar estão pouco a pouco sendo retomadas pelo Instituto Crescer Legal. As turmas de Cerro Branco, Sinimbu, Boqueirão do Leão, Passo do Sobrado e Santa Cruz do Sul já estão atuando no formato híbrido, seguindo todos os protocolos sanitários exigidos. “As turmas maiores foram divididas em dois grupos: enquanto um participa das atividades presenciais, o outro grupo realiza atividades remotas. Nos demais municípios em que temos atuação, o Instituto seguirá o calendário de retorno das escolas parceiras. Mas não há prejuízo no conteúdo, as turmas estão realizando planos de trabalho semelhantes nos sete municípios em que o curso está sendo realizado”, comenta a gerente Nádia Fengler Solf. Segundo o educador André Skolaude, de Cerro Branco, voltar aos encontros presenciais tem sido gratificante e muito positivo. “Esse momento de retorno era esperado com ansiedade e expectativa tanto para nós, educadores, quanto para os jovens. Temos uma nova rotina, importante

para o aspecto sanitário, como a medição de temperatura, o distanciamento em sala, o uso de máscara e do álcool em gel. Mas o trabalho de forma presencial, olho no olho, é sem dúvidas melhor para a troca de ideias”, avalia o educador. Para Jainara da Rosa, 16 anos, de Passo de Sobrado, retornar ao curso de forma presencial é uma esperança de que as coisas estão se normalizando. “Mesmo de forma híbrida, a gente consegue desenvolver nosso aprendizado de uma forma mais coletiva, colocar em ação o que aprendemos e compartilhar melhor com os colegas aprendizes e com a educadora. Desde o ano passado consegui evoluir muito o meu pensamento sobre o meio rural e tenho certeza que este ano vou evoluir ainda mais”, relata a aprendiz. Em 2021, 135 adolescentes foram contratados como jovens aprendizes junto às indústrias associadas do Instituto. Eles são oriundos de sete municípios que renovaram a parceria com o Instituto e oferecem apoio logístico e de alimentação, bem como a cedência de um espaço para a realização das atividades. São eles: Boqueirão do Leão, Canguçu, Cerro Branco, Herveiras, Passo do Sobrado, Santa Cruz do Sul e Sinimbu.


Profile for Olá Jornal

Confira a edição impressa do Olá Jornal desta quarta-feira, 16 de junho de 2021  

Confira a edição impressa do Olá Jornal desta quarta-feira, 16 de junho de 2021  

Profile for olajornal
Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded