__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1

VENÂNCIO AIRES Quarta-feira 20 de maio de 2020 Edição 398, ano 05 Distribuição Gratuita @olajornal

OLÁ Venâncio

Quarta-feira:

Dia de sol com poucas nuvens na região. As temperaturas se elevam gradativamente e, com o tempo aberto, a tarde será quente. Mín: 16° máx: 29° Quinta-feira: Sol, nebulosidade variada com possibilidade de pancadas de chuva. Há chance de trovoadas. Mín: 16° Máx: 27° Fonte: NIH/UNIVATES

Há algo errado aqui

Selo IPI: ausência de selo fiscal

O mercado ilegal de cigarros no Brasil desafia governos, órgãos de segurança e indústrias. O impacto devastador não poupa nem mesmo um dos maiores municípios produtores do país. Série especial do Olá mostra a partir desta edição como o contrabando afeta a sociedade na economia, na segurança e na produção. PÁGINA 4

Vista lateral: advertência em espanhol ou guarani

La combustión del este producto libera alquitrán conjunto de substancias que produce câncer

Vista frontal: ausência de advertência escrita e número do disque saúde

Edição especial com a parceria:


2

www.OLAJORNAL.cOm

quARtA-feiRA 20 de mAiO

2020

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO VAI DISTRIBUIR MIL KITS DE ALIMENTOS A Secretaria Municipal de Educação de Venâncio Aires vai destinar para famílias de alunos em vulnerabilidade social mil kits de alimentos. Os materiais foram adquiridos ao custo de R$ 43.040,00. Conforme a secretária de Educação, Alice Theis, os recursos para aquisição dos itens são oriundos dos valores repassados ao Município para a manutenção da alimentação escolar. Segundo a gestora os materiais serão distribuídos nas 34 escolas da rede mu-

nicipal e em espaços com convênio com o Estado (turmas de pré-A e pré-B). “As direções das escolas fizeram uma listagem com os alunos em vulnerabilidade social e a partir disso faremos a distribuição.” A entrega dos kits será feita pela Mesasul Comércio e Indústria de Alimentos LTDA. As unidades serão direcionadas para as escolas, até o fim da semana, onde as famílias serão contatadas pelas direções para a retirada. As cestas são compostas por arroz, feijão,

farinha, óleo e leite em pó. Uma primeira entrega foi realizada, com kits montados pela própria secretaria. No total foram repassados 900 kits no início do mês. “Como as aulas estão suspensas, os recursos destinados para a alimentação escolar serão aplicados neste auxílio às famílias. Este é um trabalho conjunto da secretaria, direções e professores, além dos servidores que fazem a logística para a entrega,” finaliza.

PREFEITURA EXTINGUE TEMPORARIAMENTE O DECRETO DE ESTIAGEM EM VENÂNCIO

INFoRMAtIvo SeSSão de SeGUNdA-FeIRA, 18 de MAIo

APRovAdo PoR todoS oS veReAdoReS o oFÍCIo do eXeCUtIvo N° 205/2020 que encaminha o projeto de lei 055/2020 para ser votado em regime de urgência. CoM votoS FAvoRÁveIS de todoS oS veReAdoReS FoI APRovAdo o PRoJeto de LeI do eXeCUtIvo Nº 055 de 14 de MAIo de 2020 que autoriza o Poder Executivo a firmar Termo de Convênio com a organização da sociedade civil “HOSPITAL SÃO SEBASTIÃO MÁRTIR - HSSM”, transferir recursos, e dá outras providências. APRovAdo PoR todoS oS PARLAMeNtAReS o ReQUeRIMeNto 0043/2020 do veReAdoR tIAGo QUINtANA (Pdt) pedindo votação em regime de urgência do projeto Nº056/2020 para votação em regime de urgência. CoM votoS FAvoRÁveIS de todoS oS veReAdoReS FoI APRovAdo o PRoJeto de LeI do eXeCUtIvo N° 0056/2020 que autoriza Contratações Temporárias por Excepcional Interesse Público. O projeto autoriza a contratação de 10 agentes de combate às endemias de forma emergencial. PoR MAIoRIA de votoS FoI ReJeItAdA A MeNSAGeM de veto Nº 0001/2020 ao projeto de lei do Legislativo 024 e emenda. O veto foi derrubado por nove votos dos vereadores: José da Rosa/PSD, Tiago Quintana/PDT, Sidnei Luis Ferreira/PDT, Gilberto dos Santos/MDB, Izaura Bergmann Landim/MDB, André Puthin/MDB, Ciro Fernandes/PDT, Nelsoir Battisti/PSD e Ana Cláudia do Amaral Teixeira/PDT. ReJeItAdA PoR MAIoRIA de votoS A MeNSAGeM de veto Nº 0002/2020, vetando o Projeto de Lei do Legislativo 026 e as emendas. O veto foi derrubado com votos desfavoráveis dos vereadores: José da Rosa/PSD, Tiago Quintana/PDT, Sidnei Luis Ferreira/PDT, Gilberto dos Santos/MDB, Izaura Bergmann Landim/MDB, André Puthin/MDB, Ciro Fernandes/PDT, Nelsoir Battisti/PSD e Ana Cláudia do Amaral Teixeira/ PDT. APRovAdo PoR todoS oS veReAdoReS o PRoJeto de LeI CoMPLeMeNtAR do eXeCUtIvo N° 0003/2020 que dá nova redação ao Capítulo II da Lei n° 2.534, de 29 de dezembro de 1998 - Código de Meio Ambiente e de Posturas, nos termos do que especifica. CoM MAIoRIA de votoS FoI APRovAdo o PRoJeto de LeI do LeGISLAtIvo N° 0032/2020 que institui o mês de conscientização, orientação e combate as FAKE NEWS no Município de Venâncio Aires. A matéria tem autoria do vereador Ciro Fernandes/PDT. Votoram contra os vereadores: Ezequiel Stahl/PTB, José Arnildo Camara/PTB, Eduardo Kappel/PL, Adelânio Ruppenthal/PSB e Sandra Wagner/PSB. APRovAdo PoR MAIoRIA de votoS o PRoJeto de LeI do LeGISLAtIvo N° 0035/2020 que inclui os Artigos 2º e 3º, na Lei Municipal nº 6.528 de 21 de fevereiro de 2020, que Institui no âmbito do Município de Venâncio Aires a “Semana de Valorização da Agricultura Familiar no Município de Venâncio Aires”. A matéria tem autoria Ciro Fernandes/PDT. Votaram contra os vereadores: Ezequiel Stahl/PTB, José Arnildo Camara/ PTB, Eduardo Kappel/PL, Adelânio Ruppenthal/PSB e Sandra Wagner/PSB. APRovAdA MoÇão N° 044/2020 de AUtoRIA do veReAdoR CIRo FeRNANdeS/Pdt. O documento será encaminhado reconhecendo os trabalhos do médico cardiologista MOACIR EMÍLIO FERREIRA, que comanda há 28 anos programa radiofônico sobre dicas de saúde. APRovAdA MoÇão N° 045/2020 de AUtoRIA do veReAdoR NeLSoIR BAttIStI/PSd. O documento de aplauso será encaminhado ao Dr. Gilmar Coutinho, reconhecendo a doação de equipamentos de uso hospitalar ao Hospital São Sebastião Mártir. APRovAdA PoR MAIoRIA de votoS A MoÇão N° 053/2020 de AUtoRIA do veReAdoR edUARdo KAPPeL/PL. O documento será encaminhado apelando ao Senado Federal e à Câmara dos Deputados Federal, pela aprovação da PEC 143/2019, de autoria do Senador Luiz do Carmo (MDB-GO), para unificação das eleições em 2022. A moção teve votos contrários dos vereadores Ana Cláudia do Amaral Teixeira/PDT, Izaura Bergmann Landim/MDB e Tiago Quintana/PDT. APRovAdA MoÇão N° 0055/2020 de AUtoRIA do veReAdoR ANdRÉ PUtHIN/MdB. O documento de aplausos será encaminhado ao Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, ao projeto de Lei 13.979 de 06 de fevereiro de 2020, de autoria do então Deputado Carlos Chiodini – MDB/SC para simplificar e flexibilizar as exigências técnicas sanitárias previstas para o registro de ventiladores e respiradores pulmonares durante a pandemia de Covid19. APRovAdA A MoÇão 060/2020 de AUtoRIA dA veReAdoRA IZAURA BeRGMANN LANdIM/MdB. A moção de apoio será enviada ao Senador Fabiano Contarato (REDE/ES), pelo Projeto de Lei n° 2564, de 2020 que altera a Lei nº 7.498, de 25 de junho de 1986, para instituir o piso salarial nacional do Enfermeiro, do Técnico de Enfermagem, do Auxiliar de Enfermagem e da Parteira. de FoRMA UNÂNIMe FoI APRovAdo o ReQUeRIMeNto N° 0040/2020 de AUtoRIA dA veReAdoRA HeLeNA dA RoSA/MdB. A solicitação autoriza o Legislativo Municipal à prestar homenagem à Escola Estadual de Ensino Médio Cônego Albino Juchem pelos seus 55 anos de história, celebrados no dia 18 de maio deste ano. APRovAdo o ReQUeRIMeNto N° 0042/2020 de AUtoRIA doS veReAdoReS NeLSoIR BAttIStI/ PSd e ANdRÉ PUtHIN/MdB. O documento solicita homenagem à comunidade Santa Rita de Cássia.

Os integrantes do Comitê de Gerenciamento de Crise de Estiagem do Município definiram nesta quarta-feira, 19, pela suspensão por prazo indeterminado do Decreto nº 6.952 de 17 de março de 2020, vigente desde então no Município. O documento previa uma série de regras e vedações quanto à utilização de água por conta da estiagem. Com a revogação, a partir desta quarta-feira, os serviços com água potável da rede pública estão liberados, mas com cautela e uso consciente por parte da população de Venâncio. O Município sofreu por longo período – desde novembro de 2019 – com a falta de chuvas, acumulando perdas importantes para a cadeia rural e prejuízos na economia, calculados pela Emater/Ascar - RS, chegando a cerca de R$ 108 milhões. Ao longo dos cinco meses várias ações emergenciais foram executadas com a finalidade de amenizar os danos causados pela falta de água nas propriedades rurais, atingindo também a área urbana com vedações dispostas no decreto como a utilização de água potável da rede pública e de poços artesianos para os fins de lavagem de veículos automotores de quaisquer espécies, assim como para lavagem de calçadas. A Secretaria de Meio Ambiente, através do setor de Fiscalização Ambiental, aplicou no período 50 advertências, por uso indevido. Em abril uma barragem de conten-

ção de água nas proximidades do ponto de captação pelas bombas da Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) foi construída emergencialmente como forma paliativa de acúmulo e elevação do volume cúbico no leito, já que o nível estava abaixo do normal para manter o Município sem racionamentos. Na semana passada, Venâncio registrou precipitação acima dos 75 milímetros, durante três dias de chuvas, trazendo um alento junto à realidade anterior do Arroio Castelhano, principal fonte de abastecimento para toda a região urbana. No decorrer dos dias e passando por avaliações in loco debatidas nas reuniões semanais do Comitê, o Decreto foi se readequando conforme as análises técnicas. Os prognósticos meteorológicos dos Centros Climáticos do Estado apontam para mais chuvas para a região a partir desta quinta-feira. A Secretaria de Desenvolvimento Rural, responsável por receber e realizar o abastecimento de água nas propriedades mais atingidas pela estiagem no interior de Venâncio continuará com os serviços de entrega com os caminhões Pipa, ainda que o volume de solicitações tenha diminuído consideravelmente. Já nas ações que competem ao uso de maquinário da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos, haverá um replanejamento nas demandas ligadas ainda aos assuntos debatidos ao longo da existência do Comitê.

LUTA CONTRA O CÂNCER

A família de Ruan Daniel Hinterholz Gatelli, 18 anos, está com campanha online para arrecadar recursos com objetivo de auxiliar no novo tratamento do jovem contra o câncer. Neto do ex-vice-prefeito João Jorge Hinterholz, ele luta contra a doença há um ano e partir de agora precisará de um suporte maior para a realização de um novo tratamento. De acordo com a família, após o segundo ciclo de tratamento Ruan ficou muito debilitado, sem condições de fazer quimioterapia. Por isso com indicação médica, a família decidiu pela imunoterapia. “Tratamento alvo, inovador contra o Câncer, a sua efetividade na cura é superior a 80% e além disso não causam danos nas células saudáveis”, explicam a mãe Cristiane Hinterholz e pai Jacson Gatelli. A medicação que vem dos Estados Unidos tem um custo de R$ 290 mil, totalizando quatro ciclos propostos. De acordo com os pais, o custo da medicação considerando o Ruan menor de idade, amparado pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), é de responsabilidade dos entes municipais, estadual e federal. “Infelizmente - e acontece em muitos casos - não estamos conseguindo, a briga está sendo desgastante e desanimadora considerando o cenário de uma doença grave e altamente agressiva”, afirmam. As doações podem ser feitas pelo endereço https://www.vakinha.com. br/vaquinha/vakinha-para-cura-de-ruan.

Olá pra quem - Para todos os venâncio-airenses, no impresso duas vezes por semana (quartas-feiras e sábados) e online todos os dias no olajornal.com Quem diz Olá - Janine Niedermeyer e Guilherme Siebeneichler Diga Olá – olavenancioaires@gmail.com | fone: 51 3741-7415 ou 99814-6802 Olá pra você através da Gráfica Treze de Maio


quarta-feira 20 de maio

3

www.oLaJorNaL.com

2020

TESTAGEM SEGUE COMO ESTRATÉGIA PARA DIMINUIR CASOS DA COVID-19 quer dizer, que com mais casos positivos para a doença, maior é o controle de pessoas próximas e locais onde o paciente transitou. Aliado a isso, uma equipe médica realiza o acompanhamento dos casos confirmados e das pessoas próximas, objetivando ampliar o controle da doença. Além dos casos confirmados, a Capital do Chimarrão possui seis mortes pela Covid-19 (até a manhã desta terça-feira, 19). Para garantir maior testagem de casos suspeitos, a Prefeitura de Venâncio Aires aguarda a entrega nos próximos dias de 1,5 mil testes rápidos adquiridos a partir de pregão realizado pelo Consórcio Intermunicipal do Vale do Rio Pardo (Cisvale). Somam-se também aos testes outros 520 kits recebidos por meio da Secretaria Estadual de Saúde. Até o momento, laboratórios privados já realizaram 111

Mais de 120 pessoas de Venâncio Aires já testaram positivo para o novo Coronavírus (Covid-19). No total são mais de 410 testes realizados, o que representa quase 30% de positivos. A estratégia de aumentar a amostragem é adotada pelo Município para ampliar a área de controle dos casos em que há isolamento domiciliar. Isso

testes, com 36 confirmações. Já o laboratório central do Rio Grande do Sul (Lacen) realizou 108 análises, com 25 confirmados. Conforme o secretário municipal de Saúde, Ramon Schwengber (PSB), o momento é de testar para garantir amostragem. “Estamos neste momento aguardando os novos kits adquiridos pelo Município e se soma a isso novos testes encaminhados pelo Governo do Estado.”

TESTES

Os testes rápidos são para pessoas com mais de 50 anos, profissionais que trabalhem em veículos de transporte de cargas e no transporte coletivo de passageiros, trabalhadores de estabelecimentos de saúde e de vigilância em saúde, pessoas que residam com quem teve confirmação para Covid-19 (contactantes domiciliares) e população pri-

MAIS DE MIL CESTAS BÁSICAS JÁ

FORAM ENTREGUES PELO MUNICÍPIO A comunidade venâncio-airense participou das atividades em prol da população afetada pelo isolamento social durante a pandemia do novo Coronavírus. A campanha “Sua Solidariedade é uma Prato Cheia” arrecadou nos supermercados parceiros itens alimentícios para a confecção de 410 cestas básicas. Aliado a isso, outras 330 unidades foram entregues em campanha própria do Super Lenz, 250 cestas doadas pela Supermercado Imec e outras 60 unidades da Rede Vivo. Somam-se a previsão de mais doações feitas por empresas e cidadãos de Venâncio Aires. As arrecadações de alimentos seguem ocorrendo nos mercados parceiros ao longo deste mês. Além destas unidades arrecadadas por meio de doações, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Habitação, realiza a compra de cestas bá-

Camila Sehn/AI PMVA

Campanhas sociais e de arrecadação garantiram a destinação de alimentos aos moradores de Venâncio Aires afetados pelo isolamento social durante a pandemia do novo Coronavírus (Covid-19)

Kits foram entregues pelo Gabinete da Primeira-Dama e Secretaria de Desenvolvimento Social

sicas. A entrega dos alimentos ocorre em escolas nos bairros do município e este trabalho será retomado nesta semana. Os materiais são entregues nas escolas municipal Benno Breuning, Cidade Nova, Alfredo Scherer, José Duarte de Maceso e Odila Rosa Scherer. Os materiais

são distribuídos nestes pontos para garantir outros atendimentos da área de Assistência Social. As escolas possuem acesso à internet permitindo atualização de cadastros e encaminhamento de outras demandas por meio dos programas sociais do governo federal.

Divulgação/AI PMVA

Município busca ampliar amostragem de casos suspeitos com mais kits rápidos de análise do novo Coronavírus. Mais de 400 pessoas foram testadas em Venâncio e quase 30% são positivos

Município amplia ações de suporte para casos confirmados e identificação de novos pacientes com o vírus

vada de liberdade serão alguns dos públicos atendidos.

BAIRROS

Em Venâncio Aires até o momento 19 bairros/loteamentos possuem casos confirmados com o novo Coronavírus, sendo que Coronel Brito e Cidade Nova são as duas localidades com maior nú-

mero de pessoas com Covid-19. Depois deles, o Gressler vem com nove casos; Centro e Aviação com sete; e o restante, Morsch, Santa Tecla, Brígida, Cidade Verde, Bela Vista, São Francisco Xavier, Cidade Alta, Xangrilá, Baron, Cruzeiro, União, Macedo, Battisti, e o interior, oscilam entre um e seis casos.

MUNICÍPIO AGUARDA AVALIAÇÃO DE PROJETOS

TÉCNICOS PARA ABRIR LICITAÇÃO DO CENTRO DIA A obra do espaço dedicado à assistência social e atendimento dos idosos já foi anunciada há dois anos. Porém, a demora para destinar os recursos vindos por meio de emenda parlamentar, fizeram o projeto avançar pouco. Agora, a Prefeitura de Venâncio Aires espera retorno da Caixa Econômica Federal para abrir o processo de licitação e escolher a empresa que executará o investimento. Os projetos técnicos e de engenharia estão sob análise para a construção do espaço que será erguido junto ao bairro Macedo e busca atender o público da terceira idade com atividades ao longo do dia. A iniciativa é apontada como fundamental para as políticas públicas voltadas aos idosos do município. A expectativa é de garantir retorno para a demanda até o fim do mês, para abrir processo de licitação e escolher a empresa que vai realizar a obra. O Centro de Convivência voltado ao Idoso terá recursos de investimento de R$ 505 mil, vindos de emenda parlamentar do deputado federal Heitor Schuch (PSB). O investimento faz parte das ações da rede de Assistência Social, e terá também atendimentos para os demais públicos.

PLANO MUNICIPAL DE TURISMO É FINALIZADO Na tarde desta segunda-feira, 18, membros do Conselho Municipal de Turismo realizaram uma reunião para debater sobre o Plano Municipal de Turismo. O encontro que ocorreu no Auditório da Secretaria de Fazenda abordou questões para acelerar o processo de finalização e assim dar andamento nas ações que estão sendo desenvolvidas para fortalecer a economia durante o período de pandemia e para incentivar a geração de emprego e renda em âmbito local. O plano lista ações e projetos para o desenvolvimento do setor nos próximos anos. O documento foi discutido com os conselheiros e encaminhado ao prefeito Giovane Wickert (PSB) para publicação.


www.OLAJORNAL.cOm 2020 4 CONTRABANDO DE CIGARROS NÃO POUPA NINGUÉM quARtA-feiRA 20 de mAiO

“A gente percebe quando chega o cigarro do Paraguai na cidade porque a nossa venda cai”. A declaração de uma comerciante de Venâncio Aires traduz a realidade do contrabando de cigarros que não poupa nem mesmo o segundo município maior produtor de tabaco do país. Um dos berços da matéria-prima do cigarro faz parte das estatísticas que apontam que 57% de todos os cigarros consumidos no país em 2019 foram ilegais, sendo que 49% contrabandeados (principalmente do Paraguai) e 8% produzidos por fabricantes nacionais que operam de forma irregular. Há 20 anos no mercado legal de cigarros, a empresária afirma que as marcas mais baratas são as mais afetadas. “As marcas mais baratas são as que param de sair. Em média vendemos cinco pacotes de cada marca destas por

semana, mas quando param de vender já sabemos que o cigarro ilegal chegou na cidade”, afirma a empresária cuja identidade está preservada a pedido de forma preventiva a possíveis retaliações. A realidade de cidade de interior, com cerca de 70 mil habitantes, é um recorte do que ocorre repetidamente Brasil afora, onde a diferença de preço das marcas mais acessíveis ao consumidor tem sido o ponto chave de exploração do mercado ilícito. Segundo o Ibope, o cigarro ilegal no estado passou de R$ 3,22 para R$ 3,38 enquanto o preço mínimo estabelecido pelo governo para o cigarro legal no Brasil é de R$ 5,00. Para o presidente do Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial (ETCO), Edson Vismona, os dados mostram como o fator financeiro impacta no crescimento do contrabando. “É fundamental reduzir a principal vantagem dos contrabandistas nessa guerra contra o contrabando: a diferença de preços entre os cigarros legais e aqueles trazidos ilegalmente do Paraguai ou fabricados ilegalmente no Brasil”, afirma Vismona.

A PASSOS LARGOS

O crescimento no mercado ilegal de cigarros, apurado pelo Ibope, ocorre há seis anos ininterruptos e se alastra pelas cidades brasileiras

chegando ao total de 63,4 bilhões de cigarros ilegais no ano passado. O número representa um crescimento de 3 pontos percentuais em relação à pesquisa de 2018. Com isso, a arrecadação de impostos do setor será inferior à sonegação causada pela ilegalidade: R$ 11,8 bilhões contra R$ 12,2 bilhões. Esse valor, se revertido em benefícios para a população, poderia ser usado para a construção de 5,9 mil Unidades de Pronto Atendimento (UPA), 21 mil Unidades Básicas de Saúde (UBS) ou 8,6 mil creches.

UNIÃO DE ESFORÇOS

Alvo constante de operações dos órgãos de segurança, o combate ao mercado ilegal alia Polícia Civil, Brigada Militar, Polícia Federal e Receita Federal. Nos últimos 10 anos operações deste tipo tiraram do mercado 17 mil pacotes de cigarros contrabandeados em Venâncio. Isso representa mais de 1,7 milhão de cigarros ilegais fora de circulação. Ao mesmo tempo que saem, outros chegam, e no município este trabalho é constante, segundo o delegado Felipe Staub Cano. Isso porque, a cidade está em território estratégico geograficamente, pelas suas rotas de entrega, fácil acesso às regiões serrana e metropolitana. “Todos os tipos de cri-

Guilherme Siebeneichler

Mercado ilícito cresce e desafia até mesmo um dos maiores produtores de tabaco do país. Série especial mostra como o cigarro ilegal afeta a economia, a produção e a segurança Brasil afora

Cigarros ilegais são facilmente encontrados em locais espalhados por Venâncio Aires

mes possuem ligação com outros. Como há demanda, principalmente pela população de baixa renda, existe consumo para este tipo de produto. Em Venâncio, por existir rotas importantes para Porto Alegre, serra e cidades polos da região, há caminhos para este tipo de crime. Ações conjuntas em âmbito regional buscam diminuir a circulação de contrabandistas”. O delegado afirma ainda que fábricas clandestinas não foram fechadas neste período no município.

PERDAS NA PRODUÇÃO

Para o prefeito de Venâncio Aires, Giovane Wickert (PSB), sem o mercado ilegal, a produção para

abastecer o consumo interno teria aumento. Atualmente 85% do produto produzido no Brasil é exportado. Outros 15% são destinados para a produção de cigarros legais e consumidos em território nacional. “Se houver redução maior do consumo do produto ilegal no país, poderíamos dobrar a produção para o consumo interno brasileiro. Isso seria maior produção no campo, nas indústrias, aumento de contratações e tributos. Sem o produto ilegal, os ganhos seriam importantes para a nossa economia,” argumenta. De acordo com a cadeia produtiva do tabaco, o produto ilegal representa quase 50% das vendas de cigarros no Brasil.


O cidadão comum está financiando o crime organizado e nem percebe. Quem fuma um cigarro contrabandeado alimenta uma cadeia gigantesca e criminosa, que começa no Paraguai e se espalha Brasil à dentro. Como o cigarro ilegal sustenta a violência? Quem são os responsáveis?

As respostas estão em “Cigarro do Crime”

Anuncio_A.indd 1

18/05/2020 19:59


6

www.OLAJORNAL.cOm

quARtA-feiRA 20 de mAiO

2020

RECURSOS EXTRAS DE R$ 200 MIL

PARA O HOSPITAL ENFRENTAR A COVID-19

A proposta do Município de implantar plataforma digital para ajudar no controle do distanciamento social é um dos caminhos para evitar o crescimento dos casos da Covid-19. O sistema da Imply Tencologia, permitirá controlar a circulação de pessoas em pontos comerciais, espaços públicos e inclusive nas escolas. A nova rotina da população demandará tecnologias para verificar temperatura e monitorar os espaços de uso comum, afim de evitar aglomerações. É um dos caminhos para o novo momento que vivemos e que exigirá mudanças significativas de comportamento. A doença está aí e muda a rotina de todo o planeta. Estimativas atuais apontam que os casos seguirão crescendo no Brasil ainda em junho e devem entrar em ritmo de queda a partir de agosto, com estabilização no mês de setembro. O uso de ferramentas tecnológicas é o caminho para fomentar o retorno adequado e controlado de aulas, atendimentos e funcionamento de estabelecimentos comerciais. Nesta quarta-feira, 20, a prefeitura de Venâncio Aires apresenta o sistema e inicia a implantação.

ESTADO E A DENGUE

Não é só Venâncio Aires que enfrenta surto de casos de dengue. Já são mais de 100 pessoas contaminadas pela doença este ano no município. No Rio Grande do Sul o número de registros da doença transmitida pelo Aedes Aegypt dispararam e até o mês de maio já é o maior desde 2011. De acordo com o boletim, de 1º de janeiro até o dia 9 de maio, o Estado contabiliza 2.649 casos de dengue. Do total, 2.281 são autóctones, isso é, contraídos dentro do Estado. A maioria das pessoas contaminadas está na faixa etária dos 30 aos 39 anos. Já foram registradas quatro mortes pela doença este ano no Rio Grande do Sul. Duas mulheres em Santo Ângelo, de 71 e 74 anos, e dois homens de Santo Cristo, um de 60 e um de 77 anos. Os anos com mais casos da doença foram 2010 (3.414), 2016 (2.343) e 2020 com mais de 2,6 mil.

NÃO É HORA

A nomeação de novos secretários em pastas desocupadas por conta do período eleitoral estava suspensa e outros gestores acumularam as secretarias. Porém, nos últimos dias o Governo Municipal de Venâncio Aires começou a renomear secretários. O momento não é adequado por conta da desaceleração da economia. Os reflexos do isolamento social exigido pela Covid-19 farão a arrecadação da Prefeitura cair, e as contas públicas podem sofrer até o fim do ano. Todas as frentes de economia no serviço público serão bem-vindas e dão o exemplo em tempos de crise, também porque a população pagará um preço alto. Cabe aos gestores e vereadores mostrarem que estão juntos e propor a redução de cargos, gastos e cortar penduricalhos.

RECONHECIMENTO I

O vereador Ciro Fernandes (PDT) é autor de moção de aplauso que será direcionada para a empresa Philip Morris Brasil. O documento objetiva reconhecer a doação de R$ 75 mil para o Hospital São Sebastião Mártir (HSSM) e 15 mil máscaras para a Secretaria Municipal de Saúde. As doações foram confirmadas pela gigante do tabaco na última semana. Fernandes também é autor de moção de aplauso que será encaminhada à Alliance One, pelos 15 anos de atividades. A multinacional possui a sua matriz em Venâncio Aires e foi constituída em 2005, após fusão dos grupos Dimon Incorporated e Standard Commercial Corporation.

RECONHECIMENTO II

Já o vereador André Puthin (MDB) é autor de moção de aplauso que será encaminhada a empresa TheraSkin Indústria Farmacêutica Brasileira que efetuou a doação de 500 quilos de álcool gel, 100 viseiras e 6 mil máscaras descartáveis, ao HSSM. Reconhecimentos deste tipo são fundamentais para empresas que possuem responsabilidade social.

Da família dos felídeos Olávo até poderia ser um bom animal de estimação, é gorduchinho, tem pêlos lisos, olhos escuros e cheiro de caramelo. Se não fosse o fato dele ser mais selvagem que seus outros parentes gatos. Olávo nasceu de uma cruza rara entre a astúcia e o tagarelismo. Sim, o Olávo é um gato falante! Suas orelhas são parabólicas e seus olhos binóculos, o Felis Catus do Olá Jornal tem, agora, a oportunidade de expôr suas convicções.

Repasse extra ao HSSM foi aprovado na Câmara de Vereadores nesta segunda-feira

qualidade) e 25 mil máscaras/mês, o que pode ampliar a depender do aumento de casos de pacientes internados com a doença. Para a confecção dos aventais e das máscaras descartáveis, em padrões validados por órgãos de segurança, o hospital vai fornecer o material SMS, o qual é utilizado para esterilização de materiais e equipamentos cirúrgicos, submetido à esterilização em autoclave, impermeável, suportando elevadas temperaturas, e o Município aportará recurso financeiro para custeio da mão de obra necessária

à confecção dos itens. O custo médio de material por unidade de mascará é de aproximadamente R$ 0,10, e o custo da mão de obra R$ 1,00 por unidade. Assim como o custo de material por avental será R$ 3,25, e a mão de obra R$ 10,00. A medida e parceria busca otimizar os recursos públicos e incentivar as indústrias locais. Com a produção própria, o hospital terá economia de recursos, uma vez que as unidades para o mercado hospitalar não são encontradas por valor inferior a R$ 3,30 e os aventais a R$ 17,00.

MUNICÍPIO FARÁ CONTRATAÇÃO EMERGENCIAL DE 10 AGENTES PARA O ENFRENTAMENTO DA DENGUE A Prefeitura de Venâncio Aires vai ampliar a equipe atual de agentes de combate às endemias. O Município encaminhou ao Legislativo Municipal pedido de autorização para contratar mais 10 agentes, que ajudarão nos trabalhos de combate à dengue e ao mosquito transmissor, Aedes Aegypti. Os vereadores autorizaram na noite desta segunda-feira, 18. Os contratos terão duração de seis meses, prorrogáveis por meis seis meses. Os contratos serão emergenciais, com 40 horas semanais e remuneração de R$ 1.341,38. Atualmente são quatro funcionários ligados ao setor de endemias, que realizam o controle de focos dos mosquistos. As contratações se aliam as medidas anunciadas pelo poder público local para diminuir os focos de proliferação dos mosquitos, bem como, ampliar a conscientização dos moradores. No fim de semana, a Capital do Chimarrão ultrapassou a marca de 100 casos confirmados da doença este ano. Desde 2019 Venâncio Aires é considerado um Município infestado com a dengue e desde então vem atendendo a uma série de reco-

Divulgação/AI PMVA

DISTANCIAMENTO SOCIAL

Divulgação/AI CMVA

Valor será aplicado na compra de máscaras e aventais. Material de proteção será produzido em Venâncio Aires

A Câmara de Vereadores aprovou nesta segunda-feira, 18, projeto de lei que autoriza o repasse de R$ 200 mil aos Hospital São Sebastião Mártir (HSSM). O recurso foi encaminhado ao fundo municipal de Saúde, gerido pelo Município, por meio de convênio com a União. Os valores são enviados para ajudar no enfrentamento do novo Coronavírus (Covid-19). Os recursos serão utilizados para a compra de equipamentos de proteção aos profissionais e pacientes que utilizam a rede hospitalar durante este período de pandemia. O valor será aplicado na compra de 10 mil aventais descartáveis e 100 mil máscaras de uso profissional. Antes desta pandemia, o hospital consumia em média 3,2 mil máscaras/mês e 2,3 mil aventais descartáveis/mês, sendo que com a instalação dos novos centros de atendimento ao COVID-2019, bem como o aumento do uso de equipamentos de proteção nos demais centros que atendem pacientes, estima-se um uso de 2,5 mil aventais/mês (considerando a aquisição dos aventais de melhor

Atualmente equipe do Município conta com quatro profissionais no combate à endemias

mendações por parte da Vigilância Ambiental Estadual, e entre estas, diante do crescente número de casos positivos para Dengue, solicita a contratação de mais profissionais para ações de prevenção e promoção da saúde. O custeio dos recursos para pagamento dos profissionais vêm da União e ocorrerão de forma emergencial, através de convocação pela ordem de classifi-

cação de Processo Seletivo.

FORÇA-TAREFA

A Prefeitura de Venâncio Aires realizou nesta segunda-feira, 18 e na terça-feira, 19, ações de combate ao mosquito transmissor da dengue. A aplicação de produtos nas ruas e pátios ocorreu nos bairros Gressler, Bela Vista, Xangrilá, Cidade Alta, Centro e Cruzeiro.

VENÂNCIO TERÁ MÊS PARA DISCUTIR E COMBATER FAKE NEWS A Câmara de Vereadores aprovou nesta segunda-feira, 18, proposta de criação do mês de conscientização, orientação e combate as Fake News em Venâncio Aires. A proposta foi apresentada pelo vereador Ciro Fernandes (PDT) e objetiva ampliar as discussões sobre o tema, especialmente nas escolas. O mês de setembro será o período para discutir o tema de forma mais ampla, neste ano especialmente por conta do período eleitoral. O objetivo, segundo o autor da lei, é de promover campanhas educativas, visando inibir a produção,

propagação e reprodução de mensagens fake news, visando a conscientização das pessoas. A matéria também visa alertar crimes praticados pela produção, propagação e reprodução de mensagens fake news. Para marcar a data, Fernandes sugere a realização de palestras sobre o tema e campanhas educativas que poderão envolver o setor de Comunicação e Marketing da Prefeitura de Venâncio Aires e a Secretaria Municipal de Educação.


Profile for Olá Jornal

Confira a edição desta quarta-feira, dia 20 de maio de 2020  

Confira a edição desta quarta-feira, dia 20 de maio de 2020  

Profile for olajornal
Advertisement