Issuu on Google+

®

Diretor Administrativo: André Nagib Moussa (Mtb 34286) - Editor: Victor Cervi (Mtb 11226) - Santa Rosa de Viterbo, 23/03/2013 - Ano 19 - N.º 883 - Semanal - Fone/Fax 3954 3289

Obras na "Conde" começam dia 25 A empresa Leão Engenharia pode começar no dia 25 próximo - segunda-feira - as obras na rodovia Conde Francisco Matarazzo Junior, que liga Santa Rosa à rodovia Anhanguera. A obra foi contratada por 38,5 milhões de reais e o prazo para a entrega é de 11 meses. Será feito o recapeamento total da pista numa extensão de 30,5 km, acostamento asfaltado nos dois sentidos, terceira faixa nos pontos críticos e pintura e sinalização.

R$ 2,00

Ibirá propõe reforma de contrato e anuncia que safra começa em maio Os Biagi - donos da usina da Pedra - fizeram proposta, na semana passada, para antecipar a renovação do contrato de arrendamento da usina Ibirá, que vencerá em 2015. Boatos insinuam que Nelson Cury (usina Santa Rita) também estaria interessado em arrendar a usina. A direção da Ibirá informou ainda que o início da safra-2013 está previsto para o dia 20 de maio.

Casal é preso por comprar objetos roubados

Gonini e equipe mostram objetos recuperados

Antonio Titareli, pedreiro que assentava 2 mil tijolos por dia

'Alexandre' foi invenção do conde Matarazzo Jr. - O ícone, agredido pelos jovens da década de 1960, hoje é patrimônio histórico de Santa Rosa. Depois de ver a figura pronta, e achá-la parecida com um então diretor da Amália, Francisco Matarazzo Jr. sugeriu: "Põe o nome do Alexandre aí!'

Ministério Projeto Público quer proíbe Família faz derrubar caça-níqueis 1,5 tonelada 400 ranchos em bares de ovos no rio Pardo da cidade de Páscoa

Santa-rosense é astro do futebol uruguaio

Santa Rosa continua "bancando" alunos de São Simão Mulheres reclamam de comércio em bairro residencial


PÁGINA 2

O JOR NA LZÃ O - ED . 883- 23/03/2013


O JOR NA LZÃ O - ED . 883 - 23/03/2013

PÁGINA 3


PÁGINA 4

O JOR NA LZÃ O - ED . 883- 23/03/2013


O JOR NA LZÃ O - ED . 883 - 23/03/2013

CRÔNICA & CONTEXTO por João de Bem

O HÁBITO FAZ O MONGE! A imprensa vem informando sobre os resultados das provas para alunos do ensino médio proporcionadas pelo ENEM. A redação é um dos pontos de destaque. Por aí identificamos a quantas anda a transmissão de conhecimento pelos professores, a absorção desses conhecimentos pelos alunos e ainda o grau de entendimento dos estudantes sobre os temas enfocados. Pelos resultados a coisa não anda nada bem. Redações - das melhores colocadas - tiveram erros crassos de grafia, por exemplo, "trousse", "enchergar" e "rosoável" - embora a fonética seja a mesma das palavras corretas - trouxe, enxergar e razoável. O alarmante estatístico 48,4 % de alunos com notas em redação abaixo do razoável, indica que o nível de ensino também está bem abaixo do necessário a formação de indivíduos minimamente preparados para o exercício de funções em qualquer campo profissional e na política. O reflexo da baixa qualidade na formação educacional do cidadão está em todas as modalidades da balconista mascando chiclete ou conversando animadamente com o colega sem dar atenção ao cliente (e não é só balconista, caixa e recepcionista também) passando por deseducados motoristas que jogam vasilhames de bebidas em plena rua, como aconteceu bem na minha frente: - o cidadão simplesmente atirou a garrafa de plástico pela janela. Sinalizei com o farol várias vezes e ele parou. Desceu e de longe perguntou o que era. Mostrei a garrafa dizendo-lhe: - Vai entupir os bueiros, jogue-a no lixo. Ele, sem mais nenhum gesto virou as costas, entrou no carro e foi embora. A garrafa ficou lá e fui eu quem a colocou no lixo. Esse reflexo está na mais alta esfera legislativa do país - no congresso Nacional. Deputados e Senadores são os piores exemplos. Quem assiste a TV Senado ou a TV Camara desviando o olhar para as redondezas de quem está discursando - alguns discursam bem, outros se calassem seria melhor - irá notar que a maioria dos colegas do discursante não está nem aí para o discurso. Uns estão no maior bate-papo, de costas para a tribuna. Outros conversam ao celular. O presidente da mesa nem olha, folheia alguma coisa. É como se estivessem em um bar - vê-se claramente o desinteresse pelo trabalho parlamentar. Esse ainda é o Brasil sem educação legado pela ditadura militar - e sem chance para "freio de arrumação".

ECONOMIA

PÁGINA 5

Ibirá propõe renovação de contrato e anuncia safra para maio A direção da usina da Pedra (Irmãos Biagi) confirmou ao Jornalzão, na última quarta-feira, o interesse em continuar arrendando a usina Ibirá, e adiantou que espera retorno à proposta feita, na semana passada, para um novo contrato com a empresa proprietária da ex- usina Amália. O contrato atual foi firmado em 1998, e vence em 2015. Os Biagi revelaram ainda que o início da safra2013 está previsto para o dia 20 de maio. Fontes ligadas ao mercado canavieiro especulam, por outro lado, que Nelson Cury (dono da usina Santa Rita, de Santa Rita do Passa Quatro) es taria

interessado em retomar o controle da usina, assim que acabar o contrato com os atuais arrendatários. Ausina Amália foi fundada em 1900 por Henrique Santos Dumont, sucedido pela família Matarazzo a partir de 1920. Depois de auxiliar na realização da safra de 1991, Nelson Cury arrendou as instalações da Amália em 1992, por dez anos. Durante a vigência do contrato, a usina teve vários nomes antes de se chamar 'Diné' (apelido de Nelson Cury). A situação se agravou em 1997, com muitos problemas trabalhistas e de relacionamento com Maria Pia Matarazzo - herdeira da

Pedro Biagi na festa que comemorou arrendamento, em 1998 usina Amália -, e o contrato foi defeito - de forma amigável - em março de 1998, quando a empresa Vitercana - proprietária de direito retomou o controle da uni-

dade produtora de açúcar e álcool. No mesmo ano ela foi arrendada aos irmãos Pedro e Eduardo Biagi, que a batizaram de Ibirá ('árvore frondosa').

Primos Biagi disputaram o negócio Para sua primeira safra, que começou em junho de 1998, a Ibirá anunciou moagem de 1 milhão de toneladas de cana, com produção de 50 milhões de litros de álcool e 800 mil sacas de açúcar em 160 dias de trabalho. No começo, as negociações estavam em andamento com Maurílio Biagi primo de Pedro e Eduardo -, então presidente da Energética Santa Eliza e dono da Refrescos Ipiranga (Cocacola) que palestrou na Câmara local para 80 pessoas , no dia 1º de abril do mesmo ano. Acoordenação era feita pelo advogado santa-rosense André Rivalta de Barros, então com 53 anos, filho do ex-prefeito Elias

André e o então prefeito Decão, ladeiam Maurílio Biagi na palestra Baú Manoel de Barros. Foi ele quem sugeriu à Santa Eliza o arrendamento. - Plantei uma semen-

tinha dentro da Santa Eliza e vamos torcer para que ela germine - declarara o advogado no ano anterior, no

auge da crise da usina Diné. Um contrato chegou a ser assinado entre Vitercana e Energética Santa Eliza, mas o negócio acabou nas mãos dos donos da usina da Pedra. O arrendamento foi fechado no dia 7 de abril de 1998, com prazo de 17 anos. Maurílio Biagi voltou a Santa Rosa dois dias depois para anunciar o desfecho das negociações com a anulação do contrato que havia celebrado - e dizer que a Santa Eliza fizera o papel de indutor do negócio. - Amá lia es tá em boas mãos . Es tou feliz com a res olução do problema - dec larou o empresário na époc a.


OPINIÃO / GERAL

PÁGINA 6

EDITORIAL Alarmante - São os números de que podemos ter mais de 20 casos mensais de câncer na cidade. Só na Assistência Social são notificados cerca de doze suspeitas mensais. Absurdo. Com prevenção isso pode diminuir. Mas cadê as campanhas? Cadê o Estado, cadê a municipalidade? A partir desta semana o Jornalzão vai ceder espaço para um grupo de pessoas orientar nossa população. É o que podemos fazer. Ajudar as pessoas anônimas a fazer coisas que é obrigação de nossos governantes, mas estes não o fazem. Matéria verdadeira - Na reunião dos estudantes, dia 9 de março, os diretores da ASE disseram que a matéria do Jornalzão veiculada naquela semana não era verdadeira. Era. E de tão verdadeira que era, os preços pagos pela ASE caíram graças a ela. Era tão verdadeira que a multa caiu dos 10 para os legais 2%. E foi tão verdadeira que os alunos de São Simão continuam viajando, bancados por Santa Rosa. AASE e a prefeitura deveriam agora ser verdadeiras e abrir as contas da ASE dos últimos anos. Aguardamos. Projetos bons - Os dois projetos apresentados na Câmara sobre os fechamentos dos bares tem o apoio do Jornalzão. O álcool, as drogas e o vício do jogo destroem famílias. Os estabelecimentos que se enquadrarem na Lei, com alvará de corpo de bombeiro, com instalações decentes, e que tenham a função também de lazer não serão afetados, pois receberão os alvarás especiais. Os que não se enquadrarem, fecharão 22h. Já os estabelecimentos que oferecerem caça níqueis aos clientes deverão ser lacrados. Boas medidas que podem ser medidas com números. Daqui seis meses a gente verá o resultado. Claro, se a Câmara aprovar.

O JOR NA LZÃ O - ED . 883- 23/03/2013

400 ranchos devem ser demolidos nas margens do rio Pardo O Ministério Público de Ribeirão Preto, por meio do Gaema (Grupo de Atuação Especial de Defesa do Meio Ambiente), vai entrar com ações pedindo a demolição de 400 ranchos que estão à beira do rio Pardo nas cidades de Jardinópolis , Serrana e Altinópolis.

Eles foram feitos em áreas de preservação permanente o que contraria a atual legislação ambiental. Em um dos casos, por exemplo, 25 rancheiros serão alvos do Gaema em Altinópolis . "Existe uma fazenda onde ocorreu parcelamento ilegal de ranchos no rio Pardo e

entramos com a ação contra todos eles", afirma o promotor Claudio Morelli. Acima da média Mesmo com quatro cidades ainda jogando o esgoto sem tratamento no rio Pardo, o índice de tratamento da Bacia do Pardo, que compre-

ende 23 cidades, é de 81%. A média estadual é de 55%, segundo o último Relatório de Qualidade das Águas Superficiais do Estado de São Paulo feito pela Cesteb (Companhia Tecnologia de Saneamento do Estado de São Paulo), com números referentes ao ano de 2011.

Domingo de Ramos tem missa nas duas paróquias

Alunos aprendem tudo sobre água

As duas paróquias da cidade, de Santa Rosa e São Judas Tadeu, no Teto, realizam a tradicional Missa do Domingo de Ramos amanhã.Cônego Pedro abençoa os ramos às 7 horas da manhã na praça Santo Antonio e faz procissão ate á igreja Matriz da praça Guido Maestrello, onde celebra missa às 9 horas em frente ao Bosque Municipal seguida de procissão ate a capelas do Três Reis Magos. Haverá missa às 18 horas na praça Primo Cunali e procissão ate a Igreja de Nossa Senhora de Fátima seguida de missa. Veja programação da paróquia de São Judas Tadeu na página Fala Teto.

Esta semana, alunos das escolas locais participaram do programa Aqua Mundo, promovido pela EPTV de São Carlos, onde puderam assistir vídeos com informações sobre o uso, tratamento e reciclagem da água. O evento foi ao lado do Espaço Cultural realizado numa tenda onde as crianças puderam se informar. Todas gostaram e algumas es colas, como o Anglo, pediram que os alunos fizessem uma redação contando o que viram e do que mais gostaram. Victor Manoel aluno do Anglo disse que o que mais gostou foram os jogos do programa.

CHOCOLATERIA BUZZI

EXPEDIENTE

BOM GOSTO E REQUINTE

O JORNALZ ÃO é uma publ icação da edit ora Andr é Nagib Mous sa ME - Redação: rua C ondes sa Fi lomena Matarazzo, 95 - C ent ro Sant a R os a de Vit erbo-SP - CEP 14. 270-000 Fone/ fax : (16) 3954 3289 Us uári o Pap el Imun e: UP-08109/014 - Di retor Admin istrativo: André Nagi b M ous sa - Di retor de Redação: Victor C ervi - Free lancer - Romeu Antunes - Colaboradores: Ana Lígia, Padre Alex, Cl él ia Zanardo, S ergi nho Gomes, João de Bem, Mário Egidio e R ogéri o M os cardini Arte fi nal ista: Juni or - Contato Comercial: Joana Dobras Ti ragem: 3. 000 exemplares - Ci rculação: Sant a Rosa de Vit erbo Periodi ci dade: S em anal - R$ 2,00 por exem pl ar - E mail :ojornalzao@ojornalzao. com Impres são: Grafi sc, S ão Carlos. “ Art igos ass inados são de intei ra responsabil idade de s eus autores, não representando necessari ament e a opinião do j ornal .” O Jornalzão se reserva o direit o de res um ir cart as que considerar inadequadas ao es paço di sponí vel. O JO RNALZÃO É AFI LI ADO À AB RARJ

O VERÃO DESTE ANO ESTÁ DE RACHAR! NA CHOCOLATERIA TEM AR REFRIGERADO PARA QUE VOCÊ APRECIE NOSSAS ESPECIALIDADES COM CONFORTO! TEMOS O MELHOR SORVETE DA CIDADE BOLOS, TORTAS, PAVÊS, BEBIDAS NÃO ALCOOLICAS, SUCOS.

Estamos bem ali ao lado do PÃO-DE-QUEIJO, EMPADA, CROASAN, CAFÉ GOUMERT E MUITO MAIS DELÍCIAS Correio, na Avenida Rio Branco. Chega lá! PARA ESTA PÁSCOA ENCOMENDE OVOS TRUFADOS E CESTAS COM Telefone: 3954 6521 ARRANJOS MARAVILHOSOS. NÃO DEIXE PARA A ÚLTIMA HORA!


O JOR NA LZÃ O - ED . 883 - 23/03/2013

CHICO XAVIER Grupo Espírita “Bezerra de Menezes”

Dicionário de situações Na escola da fé, ser-nos-á possível imaginar um dicionário das mais diversas situações da vida, que se revestem de significados especiais, como sejam: trabalho - bênção; dever comprido - senda libertadora; rotina - conquista de competência; prova - aferição de valor; solidão - tempo de exame íntimo; sofrimento - lição específica; penúria - chamamento a serviço; contratempo - aviso indireto; enfermidade - alavanca de frenagem; aborrecimento - treino de paciência; adversário - fiscal precioso; crítica - apelo à elevação; censura - convite a reajuste; desilusão - visita da verdade; ofensa - oportunidade de tolerância; tentação - aula de resistência; fracasso - impositivo de revisão; parente difícil - dívida em cobrança; lar em discórdia - área de resgate; obstáculo social - ensino de humildade; deserção de afetos - renovação compulsória; golpes sofridos - promoções em discernimento; prejuízos - identificação de pessoas; renúncia - rumo certo; sacrifício - crescimento espiritual. Como é fácil de observar, nas mais variadas circunstâncias da existência, cada criatura, no instituto da fé, pode criar o seu próprio dicionário de situações, para que não lhe faltem orientação e segurança, entendimento e luz. Emmanuel (Página extraída do livro "Pronto Socorro" Psicografia de Chico Xavier)

MEMÓRIA

PÁGINA 7

'Alexandre' é homenagem a ex-diretor da Fazenda Amália A figura que, de diversos pontos da cidade indica a direção da Amália, tem esse nome graças a uma brincadeira que o Conde Francisco Matarazzo Jr. fez com um russo que dirigia o complexo industrial Es tamos na década de 1960. Meia dúzia de rapazes voltam de um baile na Fazenda Amália quando percebem a figura metálica, em frete ao Posto Saracura, com uma seta indicando: 'Amália' - Vam os en to rt ar is so? - propôs um deles, e os outros nem pestanejaram. Os jovens apenas re-

petiram o que já fizera outro grupo com quase a mesma idade deles, pouco tempo antes. Na praça Maria Pia fora instalado um guardinha de madeira, também indicando a direção da Fazenda Amália. Aproveitaram as ruas desertas, com iluminação mínima, arrancaram o ícone, e o carregaram até perto do córrego. Com um machado iam golpeando e gritando, 'dá da cabeça, canalha, mata esse desgraçado'. Embriagados como estavam, eles não sabiam que a mulher da casa vizinha ouvia tudo, apesar da chuva. - Foi a nossa sorte diz um deles, de 78 anos porque com o guarda-chu-

Alexandre na entrada da cidade va aberto, depois do 'serviço feito' , pas samos em frente à casa, e não foram reconhecidos pela mulher que chamou a polícia para

denunciar que estavam matando alguém perto de sua casa. A políc ia encontrou apenas os 'restos mortais' do guardinha.

Caminhoneiro levou um para Brasília Pouco tempo depois outro jovem, embriagado em uma 'brinc adeira' dançante, res olveu s air debaixo da chuva torrencial que c aia naquela noite dos anos 60. Amigos saíram em seu encalço e viram quando ele foi pra cima do guardinha que indic ava 'Amália' - subs tituto daquele destruído a macha-

dadas - e o derrubou, s em muito esforço. - A reação dele foi engraçada, ficou meio assustado, c om medo, e até sarou do 'fogo' em que estava - lembra um c olega, hoje com 68 anos. Na mesma época um caminhoneiro costumava transportar cac haça de Piras sununga para Goiânia e

Brasília. Um dia, ao voltar de Goiânia, pass ou pelo posto Irmãos Dias (venda de tábua), e notou um ' Alexandre' ins talado ao lado da estrada, indicando 'Amália'. Ele e seu auxiliar tiveram uma idéia instantânea: levar o ícone para Brasília. - Carregamos o c aminhão de pinga em Piras-

sununga, e íamos para Brasília. Passamos pelo Dias ali pelas 19 horas. Amarramos uma corda no guardinha e fomos puxando, c om o c aminhão, até o posto. Lá a gente c oloc ou em cima da carga. Deixamos ele na entrada de Taguatinga (cidade satélite de Brasília) - lembra-se o c aminhoneiro de 73 anos.

Conde Matarazzo: 'Coloca o nome dele aí!'

3954 3371 - 3954 3528

Trilho soldado na peça acabou com vandalismo

A direção da Fazenda Amália mandou s oldar trilhos atrás dos 'Alexandre' - entre 1963 e 65 -, e nunca mais eles foram importunados. A versão final da figura ainda mostra a direção da Amália em alguns pontos da c idade. Luiz Andrade (1928 2012) - vereador na legislatura 1964/1968 -, foi o autor do dese-

nho que lhe deu origem. Numa entrevis ta dada ao Centro de Memória de SRV, em novembro de 2008, contou. - Esses bonecos Alexandre aí, fui eu que pintei. Eu pintei à mão, puseram a chapa de ferro, lixaram tudo junto, eu passei uma tinta que seca na chapa, mas não gruda. Só para desenhar o Alexandre. Aí, ia lá e cortava. O Marino Ferreti foi um que trabalhou nisso.

O nome do ícone foi uma brincadeira do conde Francisco Matarazzo Jr. O rus so Alexandre Halus ko, diretor industrial, substituiu o Diretor Geral da Amália por certo tempo até ser oficializado no cargo. Ele usava chapéu típico de caçadores da África, e, quando Francisco Jr. viu a figura que Luiz Andrade acabara de conceber, cravou: 'Tá parecendo o Alexandre. Coloca o nome dele aí!'.


CLASSIFICADOS

PÁGINA 8

O JOR NA LZÃ O - ED . 883- 23/03/2013

Os Classificados para particulares são gratuitos (máx. 10 palavras). Empresas e demais pagam R$ 2,00 por cada 10 palavras. Não pegamos classificados por telefone. Entrega até às 17h da quinta-feira.

FAÇO CARRETO COM SAVEIRO semanais, sabados, domingos e feriados. 39546003/ 9145-3447/ 9145-2869

CASA NOVA vendo no Júlio Moretti a 40 m do Solar, 3 dorm., suíte, sala ampla, cozinha, banheiro azulejado e lavanderia com armários, aquecedor solar, portão eletronico e jd. de inverno, direto com o proprietário. 91663028 VENDO casa reformada 2 dorm., sala, cozinha grande, garagem e lavanderia, murada com edícula com quarto w c, cozinha e lavanderia, Filtro perto do Sup Real. 9166-3028 VENDO bicicleta para trilha com freios a disco suspensão a ar com trava R$ 1400,00. 91343746 VENDO Gol 85 prata. 3954-7233 VENDO Ford Pampa ano 89 álcool. rua José Hipolito Xavier, 346. 3954-7308

VENDO ALUGO VENDO PROCURO CASA EM SÃO 3 salas com w c terreno no serviço de MANUTENÇÃO salgados para de carpintaria, SIMÃOpara comercio na em máquinas de colocação de COMERCIAL/ Morumbi com servente de festas sob RESIDENCIAL-AO rua Paraná, 53 R$ 360m² ótima pedreiro. 9223lavar roupas e encomenda , bares portas, janelas, LADO DE BANCO350,00. 9247-5012 localização. 81987635 tanquinho. 3954- restaurantes, falar deck, pergolado, VD OU TROCO POR OUTRO 9641/ 9333-2344 escadas, portões, 0718/ 9201-8067 com Silvana ou IMÓVEL. ALUGO ALUGO mesanino, Marcos. 9253F:9295-2240. casa na rua COMPRO mesas e cadeiras telhados. 9393VENDO 3371/ 9221- 4436 Conselheiro MONTAGEM terreno pago a para festas. 39549681 rua Henrique edícula R$ 50 mil Rodrigues Alves PARA LOJA DE vista. 8198-9641/ 1442 Dumont, s/n Jardim Elite com PROCURO CONFECÇÕES-VD centro nova R$ 9333-2344 Chácara São Luiz garagem 2 dorm., SALDO DE emprego de 800,00. 9715ROUPAS-ZIPERSVENDO sem laje. 9134secretária ou 0117/ 9169-1392 LINHA ETÇ-9295TROCO moto kaw asaki 3746 2240. recepcionista, com imóvel nesta ninza 250 2012 R$ PROCURO VENDO 2 anos de VENDO cidade por outro 14.000,00. 3954sítio para morar e VENDO cama e colchão. experiência e GUARDA em Ribeirão Preto, 1258 traalhar solteiro impressora 9198-4404/ 3954ROUPA,CAMA DE curso de São Paulo ou CASAL,BALCOES 43 anos. 39541213 multifuncional HP informática. 3954EM SÃO SIMÃOSorocaba. 8198VENDO 7745/ 8194-7571 D110, Play Station F:9295-2240 5125 9641/ 9333-2344 carburador álcool VENDO 2. 3954-7827/ 1.8. 3954-7827 PROCURO terreno Jd PROCURO 9162-2551 VENDO emprego de TROCO Itamaraty murado emprego de doméstica ou para freezer 240L casa no Nova ALUGO de um lado plano pedreiro com cuidar de idosos. VENDO horizontal Consul, Roma por área de ponto comercial 3954-6071 9306-9856/ 9239qualificação da carro Logus 94 2356 geladeira 240L + - 5.000m² com na Av: Presidente fundação ao fino documentos Consul em bom casa próximo a vargas. 3954VENDO acabamento. VENDO OK.R$ 5500,00. estado de cidade. 81981485/ 9243-9871 casa Nova Roma 3 esteira elétrica 3954-7745/ 81949395-7757 Caloi R$ 400,00. dorm., suíte, conservação. 9641/ 9333-2344 7571 8143-0309 lavanderia, área 9121-9584 ALUGO VENDO para VENDO sítio para finais de VENDO PEDREIRO casa na rua ou troco moto churrasqueira, casa com 280m² semana e VENDO reformas de casa, intruder 2007 R$ Antônio T., 91 garagem para 2 em terreno de feriados. 3954casa na rua 3500,00 aceito piso Cohab 4. 9120carros, portão carro no mesmo 770m² com 1485/ 9243-9871 Orestes Murari, 37, revestimentos eletrônico. 39549855 valor. 3954-0718/ árvores frutíferas. casa na rua São reboco, calçada, 9388-5130/ 92016071 8198-9641/ 9333PRECISO Sebastião, 382 e 8067 muros e outros. OPORTUNIDADE 2344 de caseiro para casa na rua Maria 3954-6903 VENDO PROCURO moto YBR 125 ano sítio que seja Aparecida , 43. chácara ou sítio terreno Itamaraty 2008 partida VENDO sozinho e para trabalhar. 3954-0840 300m² frente para PROCURO eletrica 9224-1956 casa muito boa no aposentado. 3954rodovia. 3954casa para alugar documentação Jardim do Sol, 1485/ 9243-9871 LIMPEZA PROCURO 6071 com 3 dorm., OK. R$ 3.300,00. ótimo preço. 8198serviço de de caixa d`agua, garagem e quintal. 9389-8762 ajudante geral. 9641/ 9333-2344 VENDO VENDO terrenos e aluguel ate R$ 9224-1956 casa no Centro terreno Jd Dom construções. 600,00. 9162VENDO VENDO com garagem 3 VENDO Bosco 2º rua 9201-6078 6171 máquina de lavar makita semi nova. dorm., 2 salas, 2 250m². 3954-6071 Escort 87 Brastemp 6kg R$ documentos OK 3954-6003/ 9145w c, lavanderia, 250,00. 3954VENDO DOAÇÃO R$ 2 mil ou troco 2869 cozinha, área de 0718/ 9201-8067 VENDO casa na Avenida igreja precisa de churrasco. 3954por moto de impressora VENDO São Paulo, 573 doação de uma VENDO 1873 mesmo valor. multifuncional. casa muito boa bateria para com 3 dorm., sala, som automotivo Epson X 135 nova. 9395-7757 próx a Av. São conjunto. 3954corredor, cozinha, Paulo Jd do Sol. com caixa selada 3954-6071 VENDO 8198-9641/ 93335331 w c, área , terreno de 12 e potência VENDO 2344 casa no Luiz VENDO de1000w Pionner. edícula 2 dorm., grande. 3954-6699 Gonzaga na rua VENDO VENDO falar com Ademir 9198-1818 Ford Ka 2009 sala, cozinha w c, da ETEC 130m de NETBOOK ACER área com 1228m² completo preto, garagem e vista panorâmica construção com VENDO ASPIRE ONE. VENDO pneus novos lavanderia toda Jardim Dom Bosco kit gás GNV total área de churrasco TRATAR: (16) rodas de liga, Chevet 83, álcool cimentada R$ 55 rua: José Costa. de 15m³ com 2 R$ 180 mil. 9196troco por menor 9108-2126 OU mil. 9395-7757 Jd R$ 3500,00. 92018198-9641/ 9333cilindros. 9198valor. 3954-6071 6078 (16) 8260-2161. 2344 3955/ 9179-5753 1818 Aquarius FAÇO

VENDO

SERVIÇO

VENDO computador CPU. CCE com monitor de 15. 3954-6071 VENDO sofá de 2 lugares somente uma peça

VENDO pneu aro 15 R$ 60,00. 92016078 VENDO ovos caipira e frango. 91933706

cor bordô semi novo. 3954-6071 VENDO casa faltando

ALUGO salão para festas em frente ao buracanã. 3954-2822

acabamento R$ 100 mil. 9174-1818 VENDO casa com mais de 100m² R$ 120 mil. 9174-1818 VENDO simulador de

ALUGO ou vendo mesa de vidro para decorar festas. 8115-3632 VENDO fusca ano 96. 3954-3322/ 9187-7767

caminhada R$ 180,00. 9333-0694 VENDO 4 rodas cruz malta aro 15 R$ 700,00.

PROCURO sitio para trabalhar de caseiro com família. 92237639/ 3954-6390

9362-9166 VENDO vectra branco ano 99. 3954-0840 VENDO moto Falcon ano 2005. 9253-3371 VENDO AEROMODELO TRAINER COMPLETO COMBUSTÃO+GALÃO DE COMBUSTÍVEL NOVO+AULAS.

PROCURO casa para alugar ate R$ 380,00. 9304-3467 VENDO par de auto falantes 6x9 Bomber novo na caixa R$ 120,00. 9237-0261 PROCURO trabalho, tenho curso de informática. 9792-7474

VENDO casa 3 dorm., + 2126 OU (16) 8260suíte, sala copa 2161. e cozinha, lavanderia com VENDO churrasqueira, garagem para 2 fusca branco 1978 carros com ótimo preço . 9243portão 4726 eletrônico, quintal todo VENDO com piso R$ 200 casa Jd Primavera 3 mil Henrique dorm., sala, cozinha Dumont, 657. ac. final. 9128-1447 3954-5057 TRATAR: (16) 9108-


O JOR NA LZÃ O - ED . 883 - 23/03/2013

PÁGINA 9

Celulares 8112 1222 e 8139 0699 e.mail: imobiliariaunimoveis@hotmail.com

CASAS Centro, sendo 3 dorm, 2 wc, sala, copa, coz, garagem, área lazer, lavanderia, piscina ................ R$ 330 mil Monte Alto 3 dorm, 2 wc, 2 salas, ampla cozinha, lavanderia e garagem ................................. R$ 170 mil Dom Bosco 2 dorm, sala, coz, wc entrada de R$ 85 mil + saldo devedor de R$ 52 mil, parcelas de R$ 430,00 Centro 2 dorm, sala, coz, wc, mais edícula ....................................................................... R$ 140 mil Julio Moretti 2 dorm, sala, coz, wc, área churrasco, garagem ............................................... R$ 160 mil Monte Alto geminada, próx. Helenotur, sendo 1 dorm, sala, coz, wc social, lavanderia (cada uma)R$ 110 mil Edícula Luiz Gonzaga 2 dorm, sala, coz, wc social, varanda, murada, portão ........................... R$ 90 mil Cohab 1 esquina, 3 dorm, sala, coz, wc social, lavanderia, garagem, murada ............................ R$ 90 mil Nova Roma, 2 dorm, sala, coz, wc social, murada, portão ................................................... R$ 120 mil Av. Fiuta, Jd das Flores, nova, 3 dorm, suite, sala, coz, wc social ........................................ R$ 126 mil Jd Aquarius 3 dorm, suite, sala, copa, coz, wc social, área serviço e garagem ......................... R$ 200 mil Jd. Aquarius (defronte futura escola) 2 dorm, sala, coz, wc social, á.serviço, gar, quintal ciment. R$ 130 mil Jardim Aquarius 138 m2 de construção, 2 dorm, suite, sala, coz, wc social, garagem 2 carros .. R$ 150 mil Morumbi velho 2 dorm, sala, coz, wc social (precisa de alguma reforma) ............................... R$ 160 mil Dom Bosco 70m2 de construção, nova, 2 dorm, sala, copa, coz, lavanderia ............................. R$ 130 mil Nosso Teto 3 dorm, sala, coz, edícula + pequeno salão comercial ........................... R$ 90 mil + prestações Nosso Teto quitada (esq. avenida) 3 dorm, sala, copa, coz, lavand, laje e piso frio, 98 m2 const. R$ 120 mil Nova Roma 3 dorm, sendo 1 suite, sala, coz, wc social, area churrasco com despensa e garagem, portao eletronico com otima localização .................................................................................................... R$ 200 mi Nova Roma 3 dorm, suite, sala, coz, wc social, lavanderia e área churrasco ............................. R$ 200 mil Casa Nosso Teto (quitada) 2 dorm, sala, coz, wc social, murada ........................................... R$ 75 mil Casa Próximo ao Solar III 3 dorm, suite, sala, coz + - 180mts de construção com terreno ao lado todo murado de 440m2 (área total do terreno 660m2) ............................................................................ R$ 230 mil Nova Roma (nova) 2 suites, sala, copa, cozinha, área churrasco, terreno mil metros2 ............... R$ 250 mil Casa Morumbi de esquina 3 dorm, suite, sala, copa, coz, garagem ....................................... R$ 480 mil Nosso Teto 3 dorm, sala, coz,m garagem ............................................................................ R$ 75 mil Edícula Filtro 1 dorm, sala, coz, wc, terreno 10x25 ............................................................. R$ 85 mil Av. São Paulo 2 dorm, sala, copa, coz, wc social, lavand, terreno de 15x28 defronte rodoviária .. R$ 200 mil

Casa próx. Sabesp 2 dorm, sala, coz. ampla, wc social, garagem + edicula reformada, ac, financ R$ 120 mil Julio Moretti 2 dorm, sala, coz, wc social, gar ampla, area lazer, murada, portão basculante ...... R$ 135 mil Nova Roma sobrado, 3 dorm, sala, coz, 2 wc, garagem, portão ............................................ R$ 330 mil Jd. Aquarius 2 dorm, sala, coz, banheiro, precisa algumas reformas ........................................ R$ 70 mil Casa Nova Roma 3 dorm sendo uma suíte, sala, coz, próximo a praça do Nova Roma (nova) ... consulte-nos Jardim Aquarius esquina, 1 dorm, sala, coz, wc, precisa de reforma ....................................... R$ 40 mil Casa de madeira, Nova Roma, 3 dorm, sala, coz, wc, terreno 16x25, murada e portão ............ R$ 110 mil Vila Ranzani semi nova, próx. rodoviária, 2 dorm, sendo 1 suíte, sala, copa, coz, gar. e edicula R$ 250 mil Luiz Gonzaga 2 dorm, sala, coz, lavanderia + edicula (2 alugueis) ........................................ R$ 105 mil Jd do Sol 3 dorm, sala, coz, wc social (terreno10x25) ........................................................ R$ 110 mil Próximo av. São Paulo 3 dorm, sala, coz, wc social .......................................................... R$ 120 mil Cohab 3 2 dorm, sala, coz, wc, garagem, murada ................................................................ R$ 75 mil Monte Alto 3 dorm, sala, cozinha, wc social, garagem ........................................................ R$ 150 mil Casa Rua São Paulo 2 dorm, sala, coz, wc, murada, garagem (próximo a Sabesp) .................. R$ 160 mil Filtro 2 dorm, sala, coz, wc, cômodos amplos, garagem + 1 dorm e wc nos fundos (falta acab). não aceita financiamento .................................................................................................... ............. R$ 85 mil Av. São Paulo 2 dorm, sala, coz, wc social, gar., murada (ót ponto comercial) ........................ R$ 120 mil Centro 3 dorm, sala, coz, wc, garagem, rua Prudente de Morais .............................................. R$ 85 mil Av. São Paulo de frente a rodoviária, 2 dorm, sala, copa, coz, wc social, lavand, ót. ponto com. R$ 200 mil Jardim Aquarius 1212m2 de terreno, toda murada, area churrasco, fogão lenha ....................... R$ 250 mil Jardim Aquarius 3 dorm, sala, coz, garagem, lavanderia (não aceito financiamento) ................ R$ 110 mil Luiz Gonzaga 2 dorm, sala, coz, garagem ........................................................................ R$ 150 mil 3 casas Luiz Gonzaga com 2 dorm, sala, coz, garagem, ót. local ............................................... consulte Casa + salão comercial esq. da av. Nosso Teto (salão com montagem p/ restaurante) ............... R$ 120 mil Nova Roma 240 m2 de construção, com 5 suites, sendo 1 com hidro, sala ampla, copa, coz, wc social, amplo salão de festa com cozinha (terreno com 750m2) ................................................................. R$ 300 mil Barracão (Nosso Teto) 300m2 de const, 2 wc, coz, escrit e almoxerifado, terreno +ou - 1.780m 2.....consulte - nos Casa próx H3P 3 dorm, sendo 1 suite, 2 salas, copa, coz, área serviço, garagem 2 carros ......... R$ 240 mil Casa próx Estação 2 dorm, sala, copa, coz + edícula ......................................................... R$ 120 mil Casa Nova Roma 3 dorm, sala, copa, coz, 2 wc, área churrasco com wc, piscina, murada, ótima localização, terreno de 20x50, ou seja, 1000 m2 ................................................................................. R$ 400 mil

Casa Cohab 2 R$ 78 mil

Casa Nhumirim R$ 150 mil

Casa Júlio Moretti - R$ 160 mil

Casa Centro (próx. Grêmio) 250m2 construção R$ 350 mil

2 dorm, sala, coz, wc social, murada, portão (toda reformada)

2 dormitórios, sala, cozinha, wc social, despensa, varanda, terreno com 1327 m2, com energia e água potável. Toda cercada. Aceito carro ou terreno na troca

2 dorm, sendo 1 suite com hidro, sala, coz, wc social, lavanderia, garagem, portão eletrônico

3 dorm, sala, copa, coz, 2 wc, ampla area lazer, despensa com wc, garagem 3 auto, piscina, terreno 541m2

TERRENOS

SÍTIOS, CHÁCARAS e FAZENDAS

Jardim Dom Bosco, rua principal, res e coml, quitado .......................................................... R$ 50 mil Chácara 6.050 m2, próximo ao Córrego das P edras ...................................................................................................... R$ 100 mil

Jardim do Sol 10x25 lado de baixo ..................................................................................... R$ 38 mil Terreno de frente quadra da Jas12x26 ............................................................................... R$ 85 mil

Chácara 15 mil m2 8 km da cidade, com casa, barracão, curral, piscina, ár. churr, poço semi, energia .................consulte 1 alqueire em mata a 8km da cidade, aceita-se carro na troca ...........................................................................................R$ 60 mil

Terreno de frente quadra da Jas 936m2 ........................................................................... R$ 160 mil

Chácara 1212m2 toda formada, dentro da cidade, com água, energia, asfalto, esgoto, murada, com casa, pomar, área de

Terreno Luiz Gonzaga 5 terrenos rua Roberto Armbrust, .................................................. R$ 32 mil cada

churrasco, fogão lenha, a 3 quarteirões da avenida São P aulo ..................................................................................... R$ 250 mil

Terreno Jardim Aquarius 200m2, esquina ........................................................................ consulte-nos

Chácara 5.000 m2 800 m de Nhumirim, toda cercada ............................................................................................... consulte-nos

Área 3.000 m2, Saracura, com casa, 3 dorm, sendo 1 suite, área churrasco, 2 poços artesianos .... consulte-nos

Chácara 6.000m2 cercada de 3 lados ...................................................................................................................................R$ 42 mil Chácara 6.050m2 cercada, com energia, próximo à pista (ferro velho do Brasa) ......................................................R$ 55 mil

RESIDENCIAL PALOMA Com lotes de alto padrão, com 600 a 1200 m2, com toda infraestrutura. Entrada + saldo devedor em 60 parcelas no boleto

Chácara 4.000 m2 toda cercada, 3 km da cidade, com água, energia (trifasica) e barracão .....................................R$ 90 mil TEMOS VÁRIAS CHÁCARAS SÍTIOS E FAZENDAS À VENDA, CONSULTE-NOS

Chácara Nhumirim 3 mil m2 R$ 250 mil Frente ao campo de futebol, 210 m2 de construção, 4 dormitórios sendo 1 suite, wc social, ampla sala, cozinha, lavanderia. Toda cercada. Aceito carro ou terreno na troca

Chácara 4 mil m2 R$ 70 mil com barracão, energia, água a 4 km da cidade


PÁGINA 10

O JOR NA LZÃ O - ED . 883- 23/03/2013


O JOR NA LZÃ O - ED . 883 - 23/03/2013

PÁGINA 11


PÁGINA 12

O JOR NA LZÃ O - ED . 883- 23/03/2013


O JOR NA LZÃ O - ED . 883 - 23/03/2013

PÁGINA 13


PÁGINA 14

O JOR NA LZÃ O - ED . 883- 23/03/2013


O JOR NA LZÃ O - ED . 883 - 23/03/2013

GERAL

Santa Rosa continua "bancando" alunos de São Simão Parte da verba que a prefeitura de Santa Rosa repassa para a Associação Santa-rosense de Estudantes - ASE continua bancando alunos de São Simão. O Jornalzão fez matéria que mostra esta e outras situações há duas semanas, mas o repasse continua s endo feito. A prefeitura repassa verba de aproximadamente R$ 500 mil anuais como subsídio para alunos que fazem universidade em Ribeirão Preto. A verba é repassada através da ASE. Os sete alunos de São Simão, que estudam em Ribeirão Preto e viajam nos veículos subsidiados pela prefeitura

de Santa Rosa, custam aos cofres municipais R$ 10 mil ao ano. Ontem o J ornalzão entrou em contato com o presidente da Câmara, Luiz Augusto dos Reis, o Bode. Segundo ele, a Diretoria de Educação do Município está aguardando uma resposta da ASE para saber se realmente existem alunos de São Simão se beneficiando da verba loc al. "Vamos aguardar para s aber que ações vamos tomar", disse o Presidente da Câmara. Preços caíram - Alguns estudantes diss eram que depois da matéria do

Jornalzão, algumas coisas mudaram. O custo de cada ônibus para a ASE era de quase R$ 15 mil. Hoje um custa R$ 13 mil e outro R$ 14 mil, economia de R$ 3 mil mensais. O desconto foi concedido depois que o jornal mostrou que a prefeitura pagava mais barato pelo veículo. Outra mudança, também mostrada pela nossa reportagem, foi a multa de 10% que era cobrada por atraso, voltou aos legais 2%. A mensalidade dos estudantes também caiu. Dos R$ 187 passou para R$ 182. "A matéria do Jornalzão foi verdadeira e pos itiva. Só falta agora uma auditoria nas contas da ASE, dos últimos quatro anos, e mais algumas ações para nossa mens alidade c air ainda mais", disse um aluno.

PÁGINA 15

Mulheres reclamam de comércio em bairro residencial Um grupo de mulheres esteve esta semana na redação do Jornalzão reclamando que um depósito de bebidas está instalado irregularmente no bairro jardim Primavera, mais precis amente na rua José Massaro. O bairro por ser residencial e não pode ter instaladas empresas deste porte. Segundo as mulheres o movimento de caminhões e empilhadeira no meio da rua é intenso e vai até às 22 horas. "O código de postura é claro, a Lei de Zoneamento também, e os fiscais do município tem que agir", disse uma moradora. Alguns acidentes já aconteceram no local e os moradores ainda reclamam que suas guias, árvores e lixeiras são quebradas. Há poucos meses uma bomba de c ombustível de uma empresa transportadora vizinha foi lac rada. "Estava irregular e fecharam", disse uma moradora. As mulheres foram na Câmara em bus ca do cumprimento da Lei. Também foram à Promotoria. "MEI" pode - A Lei 120/08 complementa a Lei que proíbe a instalação de empresas no bairro. Ela diz que MEI - Micro-empreendedor Individual pode se instalar no bairro. Microempreendedor Individual (MEI) é a pessoa que trabalha por conta própria e

Caminhões e empilhadeira bloqueiam a rua que se legaliza como pequeno empresário. Para ser um microempreendedor individual, é necessário faturar no máximo até R$ 60.000,00 por ano e não ter participação em outra empresa como sócio ou titular. O MEI também pode ter um empregado contratado que receba o salário mínimo ou o piso da categoria. Esta modalidade foi criada para que o trabalhador conhecido como informal possa se tornar um MEI legalizado. Depósito de bebidas não é MEI - O Jornalzão entrou em contado com José Reginaldo Soares, fiscal de obras da prefeitura munic ipal. Ele disse que na rua José Massaro podem ter comércio, mas não do tipo que ali está instalado. "A rua José Massaro é uma via local, e de acordo com a Lei Complementar 120/

08, de 05 de março de 2008, alterada pela Lei Complementar 203/12, de 16 de abril de 2012, apenas as MEI podem se instalar nes tas vias ", diss e Reginaldo. "E elas terão que ser admitidas, ou seja, terão que ter relatório de impacto de vizinhança", complementou o fisc al. Segundo ainda o fiscal de obras da prefeitura, o depós ito de bebidas não se enquadra nos quesitos acima, s endo as sim, não poderia estar instalado no loc al. "No artigo 12 da LC 120/08 está c laro o que p ode e o qu e não pode. E es ta atividade é comércio de tráfego pes ado que não se enquadra na lei e na MEI", finaliza.A fis c alização do cumprimento do alvará de func ionamento compete ao s etor de Tributação da prefeitura.


PÁGINA 16

O JOR NA LZÃ O - ED . 883- 23/03/2013


O JOR NA LZÃ O - ED . 883 - 23/03/2013

COLUNA GOSPEL por Rogério Moscardini

Sem letras miúdas Como redatora de um renomado jornal americano, Missy Sullivan notou que muitos contratos, garantias e isenções de responsabilidade que acompanhavam os produtos são quase ilegíveis. Intencionalmente impressos com letras muito pequenas, eles, na verdade, desencorajam as pessoas de compreendê-los. Em decorrência, muitas pessoas não leem todos os termos de contratos antes de assina-los. Um professor universitário de comunicação gráfica falou sobre um contrato de 32 páginas que veio com seu novo smartphone dizendo: "Eles não querem que você leia". Por outro lado, o Senhor está sempre buscando comunicar-se com Seu povo de maneiras claras e convincentes, sem qualquer tentativa de confundir ou enganar. Ao falar aos israelitas pouco antes de eles entrarem na Terra Prometida, Moisés disse: "Porque este mandamento que, hoje, te ordeno, não é demasiado difícil, nem está longe de ti [...] te propus a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe pois, a vida, para que vivas, tu e a tua descendência" (Deuteronômio 30: 11,19). O Senhor quer que compreendamos claramente o Seu plano e propósito, para que possamos amar, obedecer e nos apegarmos a Ele - "pois Ele é a nossa vida e a nossa longevidade" (v.20). Isso é fácil de ver Não existe letra miúda na comunicação de Deus conosco.

GERAL

PÁGINA 17

Família fabrica mais de 1,5 toneladas de ovos de Páscoa Dona Maria Helena e mais três mulheres fabricaram mais de 1.500 ovos de Pás c oa es te ano, como vem fazendo há quinze anos , quando ela começou em s ua casas , com pequena quantidade. "Deu certo, voltamos a fazer mais no outro ano e a cada ano, fomos aumentado e a cada dia aumentamos mais", diz Helena, dona da Choc olates Helena. Quem trabalha são duas filhas, a cunhada e ela. Todas tiram férias do trabalho nesta época do ano para fazer os ovos e passam o dia e parte da noite trabalhando. São fabricados com choc olate Garoto e tem vários tipos de recheio. Além dos ovos, fa-

zem cestas decoradas e trufas, muito elogiadas pelos fregueses. Os ovos são revendidos pessoas já ligadas á pequena fábrica, que anotam e entregam as encomendas na véspera da Páscoa. História - Os ovos de chocolate ou ovos de Páscoa são uma tradição milenar relacionada ao cris tianismo. Costumava-se pintar um ovo oc o de galinha de c ores bem alegres, para simbolizar a ress urreição de J es us Cris to. Povos como os gregos e os egípcios também coloriam ovos de galinha oco, porém em datas diferentes .Os ovos de choc olate vieram dos

Pâtis siers franceses que recheavam ovos de galinha, depois de esvaziados de clara e gema, com c hocolate e os pintavam por fora. Os pais cos tumavam es conder ovos nos jardins

para que as crianças os enc ontras sem na époc a da Pás coa. A partir do final do século XIX, se difundiram os ovos totalmente feitos de choc olate, utilizados até hoje.

Jogador santa-rosense é atração no Uruguai Washington Zilio, 28 anos de família santa-rosense é um dos raros jogadores brasileiros que atuam no Uruguai. Ele foi levado ao país vizinho no ano passado, quando ainda jogava no Tanabi do interior paulista. Ele conta que seu empresário entrou em contato e fez o convite, que ele aceitou. "Ele me alertou que fazia muito frio e tinha razão, quando cheguei fazia cinco graus, frio de lascar, de endurecer os dedos dos pés e das mãos." De férias em Santa Rosa, ele conta que joga no El Tanque Sisley, time que ficou em terceiro lugar no campeonato Uruguai, sempre liderado pelo Nacional. "Não sou o artilheiro, mas o pessoal gosta do meu futebol". Fora o frio, ele teve dificuldade em se adaptar no início, porque foi recebido com certa frieza, mas hoje já é conhecido nas ruas, onde á chamado de "Brasil" pelos colegas. Também sentiu falta do feijão do dia a dia. Quando começou a cozinhar, em casa, o pessoal pergunta se ele não enjoava. "Até que ofereci pros vizinhos e ele todo dia vinham me pedir". Diz que eles comem muita carne, principalmente em hambúrguer ou em churrasco em que a carne preferida deles é a costela.


PÁGINA 18

O JOR NA LZÃ O - ED . 883- 23/03/2013


O JOR NA LZÃ O - ED . 883 - 23/03/2013

MENSAGEM DE FÉ por Padre Alex Cássio

DOMINGO DE RAMOS Semana Santa é a semana dos grandes acontecimentos da vida de Jesus. Ele entra em Jerusalém, a cidade santa, para entregar sua vida em favor da humanidade. Ele veio para que tenhamos vida, e essa vida nos é dada na sua morte. Hoje celebramos a paixão e morte de nosso Senhor Jesus Cristo. A celebração é precedida da recordação de sua entrada triunfal em Jerusalém. O povo o aclamou: "Hosana ao Filho de Davi. Bendito o que vem em nome do Senhor. Hosana no mais alto dos céus". "Quem é este homem?" - perguntaram em Jerusalém. "Este é o profeta Jesus, de Nazaré da Galileia" - respondeu a multidão. As portas abrem-se e entra o Rei da glória. O clima, porém, transforma-se rapidamente. Da alegria da acolhida, passa-se à solidão do abandono. "Meu Deus, meu Deus, por que me abandonastes?" Jesus inicia o tempo doloroso de sua paixão e morte. Vítima de tramas e traição, Ele é entregue às mãos dos pecadores. O Deus encarnado se humilha e se faz obediente até a morte e morte de cruz. Ele oferece as costas para lhe baterem e as faces para lhe arrancarem a barba, sem se deixar abater, porque sabia que não sairia humilhado. Jesus vai morrer crucificado. A cruz, pesada e dolorosa, tinha por finalidade acabar de vez com as fugas de escravos ou revoltas contra a ordem estabelecida. Jesus é condenado pelo Império Romano e pela aristocracia do Templo. Era preciso defender a ordem pública da Judeia, assim como proteger o Templo de fanáticos e revoltosos. O modo de ser de Jesus e sua mensagem punham em risco o poder demoníaco dominante. O imenso sofrimento que se abateu sobre Jesus, e que Ele suportou livremente com amor, mostra a feiúra do pecado encarnado no desrespeito pela pessoa humana, criatura de Deus por excelência. Is. 50,4-7 - O Servo dos cânticos de Isaías é Jesus Cristo e o povo que sofre na construção do Reino de Deus. Apesar dos sofrimentos e das contradições, o Servo se mantém na atitude de discípulo que escuta e persevera com coragem, porque conta com o auxílio de Deus. Sl. 21 (22) - O Salmista já expressava a dor do abandono de Jesus na cruz quando exclamou: "Meu Deus, meu Deus, por que me abandonastes?". Fl. 2,6-11 - O Verbo eterno de Deus desce ao nível dos seres humanos, se faz um deles e os eleva consigo fazendo a natureza humana subir ao nível de Deus. Mt. 26,14-27,66 - Depois da ressurreição de Jesus, os evangelistas olham para trás e refletem sobre os acontecimentos de sua paixão e morte, que na hora não tinham compreendido. A partir dos mesmos fatos, cada um destaca o aspecto teológico que lhe chama a atenção. São Mateus vê a realização plena das Escrituras de Israel. Ele relê as Escrituras Sagradas e vê nelas o anúncio da paixão e morte do Senhor. Todas estão realizadas e consumadas e o Reino dos Céus está instaurado. Jesus não beberá mais do fruto da videira até o dia em que beberá de novo conosco o vinho novo no Reino de seu Pai. Reúne em seu texto todos os fenômenos extraordinários que haviam sido anunciados para o dia do julgamento do mundo. A morte de Jesus é o grande dia do Senhor, no qual Ele afirma: "O que deixastes de fazer a um desses pequeninos, foi a mim que o deixastes de fazer".

POLÍCIA

PÁGINA 19

Casal é preso depois de comprar objetos furtados Marcos Roberto Gomes (foto), 37 anos, desempregado, foi indiciado pelo delegado Gonini J unior como autor de 6 furtos na cidade nos últimos dias três deles em cas as em construção no Morumbi, 1 no nova Roma, 1 no Dom Bosco e outro de máquinas e equipamentos de um pedreiro. Ele furtou peças sanitárias e louças de banheiro, pias, torneiras, lâmpadas, todo material novo, guardado em quartos do lado de fora das casas. Segundo cálculos da polícia o valor do furto chega a mais de cinco mil reais, que ele vendeu por 120 reais aos receptadores e trocou parte por marmitas for-

necidas pelo Bar da Vera da avenida São Paulo. Segundo as investigações, ele furtava sempre à noite e usava uma carriola de mão para transportar os objetos . O casal Vera Lúc ia Delbue

Gomes Fonseca e Moisés Fonseca foi preso em flagrante por receptação e os dois tiveram que pagar fiança de três mil reais cada um para responder inquérito em liberdade. Já tinham

sido registrados Boletins de Ocorrência dos furtos e na investigação dos mesmos, e o delegado Gonini e os investigadores Paulinho e Santana identificaram e prenderam o ladrão.

Lei proíbe entrar de capacete em postos de gasolina Uma lei do es tado, aprovada rec entemente pela As sembléia, proíbe o us o de capacete no interior de es tabelecimentos c omerc iais , públic o s e privados. A lei diz que é proibido o ingres so ou permanênc ia de pess oas usando c apacete ou qualquer outro tipo de cobertura que oc ulte a face, nos estabelecimentos c omerci-

ais, públicos ou privados. Também é proibida e entrada em condomínios . Nos pos tos de combustíveis , os motociclistas deverão retirar o c apac ete antes da faixa de segurança para abas tec imento. Os bonés, c apuzes e gorros não s ão proibidos , desde que não es condam a face da pes soa. Os donos dos estabelecimentos são obrigados a colocar

uma faixa ou placa c om os dizeres:" É proibida a entrada de pes soas utilizando c apacete ou qualquer tipo de c obertura que oculte a fac e". A desobediência dá multa de R$500.


PÁGINA 20

O JOR NA LZÃ O - ED . 883- 23/03/2013


O JOR NA LZÃ O - ED . 883 - 23/03/2013

PÁGINA 21


PÁGINA 22

O JOR NA LZÃ O - ED . 883- 23/03/2013


O JOR NA LZÃ O - ED . 883 - 23/03/2013

PÁGINA 23


PÁGINA 24

O JOR NA LZÃ O - ED . 883- 23/03/2013


O JOR NA LZÃ O - ED . 883 - 23/03/2013

AGENDA DO EMPRESÁRIO por Ângelo Eduardo Monici

Os três Pedreiros Somente pessoas motivadas e comprometidas com o processo promovem a melhora da qualidade dos produtos e/ou dos serviços prestados. Conta à história que três pedreiros estavam trabalhando em uma grande construção. Uma pessoa que passava pela obra observando o trabalho dos três pedreiros perguntou para o primeiro. Porque trabalhas, e ele respondeu, trabalho pelo meu salário. O homem então fez a mesma pergunta para o segundo pedreiro que lhe respondeu, estou assentando tijolos. Da mesma forma repetiu a pergunta ao terceiro pedreiro e este respondeu, estou construindo uma catedral. Vamos observar e reparar no modo tão diverso que cada operário cumpria o seu dever. Um trabalhava penas pelo salário, o segundo só enxergava a tarefa isolada, mas o terceiro contemplava o ideal, ele executava sua tarefa, mas tinha a consciência do todo, sabia que estava construindo uma catedral. Faça com que seus colaboradores tenham uma visão global, mais clara e mais completa de todo do processo e não apenas das tarefas que executam. Quando as pessoas não compreendem o propósito de seu trabalho dificilmente contribuem para melhorar a qualidade.

GERAL

PÁGINA 25

Antonio Titareli, 90 anos de muito trabalho Ele vai fazer 90 anos no dia 8 de abril deste ano e não marcou nenhuma festa em especial e nem sabe se a família está planejando alguma coisa escondida dele. Sempre sorridente, gosta de contar coisa de sua longa vida, como do tempo em que foi recruta do exército em Aquidauna no Mato Grosso, em 1944 onde passou um ano e meio. Diz que, devido a ter uma profissão foi "desarranchado", isto é não precisava comer a mesma comida dos outros e gozar de outras regalias."Foi um tempo bom, aprendi muita coisa. Nas folgas a gente ia pesc ar, era c ada peixão que dava medo". Ele conta que fez o grupo escolar na escola que ficava no sobrado da Praça Guido Maes trello, mas lembra pouco dos colegas. "Saí da es cola, meu pai coloc ou para aprender a profissão de pedreiro com ele e daí fui ser servente, meia-colher e pedreiro pra valer". Ele calcula que fez mais de quarenta casas na cidade, fora reformar e fazer casas em Amália, onde foi empreiteiro por muitos anos. Mas

tem duas coisa de que ele se orgulha muito - ter sido campeão em vários torneios de bochas, que ainda joga e o recorde de assentamento de tijolos. "Eu assentava dois mil tijolos por dia, ninguém acredita, mas é verdade". (Segundo cálculos de um matemático, isto significa que ele assentava cerca de 250 tijolos por hora, ou seja, 4 tijolos por minuto, considerando um dia de trabalho de oito horas). Como bochófilo (jogador de boc ha), diz que começou a jogar no antigo "Bar do Lula", que ficava na rua Prudente de Morais e fechou faz anos. "Ficava na rua da Maria Baiana e da Dita Galinha. De vez em quando a turma dava uma "bicada lá", brinca. Parou de trabalhar com 76 anos, quando fez a casa do filho Fernando e a "Esporte Fabrício" e hoje curte a vida, vê novela, das quais gosta muito e joga bocha de vez em quando. Cuida da chácara de um alqueire que tem no "pastinho dos Titarelli", onde a família cultivava de tudo e foi repartida entre herdeiros. É filho dos fale-

cidos Faustino Tatareli e dona Concília Titarelli que dá nome à praça que fica defronte à sua casa e onde, há alguns anos, plantou uma árvore quando ela foi reformada. Tem cinco filhos - Odete, Célia, Dirce, Fátima e Fernando. A vida é boa, Antonio? pergunta-

mos. "É boa demais. Dando pra assistir à Copa do Mundo, tá muito bom", diz animado. A única coisa que tem desanimado seu Antonio é o seu querido time, o "Parmera". "Ganhou ontem, vamo ver se vai, porque do jeito que tá, tá difícil", reclama.


PÁGINA 26

O JOR NA LZÃ O - ED . 883- 23/03/2013


O JOR NA LZÃ O - ED . 883 - 23/03/2013

GERAL

Câncer: 20 casos suspeitos por mês Um grupo de pessoas vai começar a publicar, a partir desta semana, matérias explicativas sobre o câncer, em espaço cedido pelo Jornalzão. A iniciativa partiu depois de o grupo saber os números da doença na cidade. Só na Assistência Social do município são comunicados cerca de doze suspeitas de casos por mês. O grupo projeta que se somados os pacientes de convênios e particulares, que não passam pela assistência municipal, o número pode ultrapassar 20 novos casos suspeitos por mês da doença. Um número alarmante. "Vamos começar esta campanha para tentar diminuir estes números", disse Sirlene Cabral, uma das idealizadoras do grupo. Em 2012, através do município, foram feitos 628 atendimentos de santa-rosenses em Barretos, onde existe um hospital do câncer. O Jornalzão se colocou à disposição do grupo e da sociedade e vai passar a cobrar mais das autoridades sobre medidas de prevenção à doença.

FUNDO DO BAÚ O leitor já leu aqui no Jornalzão a história do Flamengo, time de futebol de garotos locais, surgido na passagem dos anos 50 e 60 do séc ulo pas s ado. O nome dec orreu do uniforme adquirido em São Paulo, e despachado de ônibus, uma surpres a para os garotos que só puderem puderam dispor dele depois de juntarem dinheiro com a venda de ossos que recolhiam pelas ruas da cidade. Uma geração mais velha se apossou do time e posou para esta foto no 'campão', hoje denominado 'Estádio Rubens Bellizzi': (Em pé) Dedê, Tato, Paulinho Vagnini, Cá, Edirceu e Zé Luiz. (Agachados) Betinho, Boi, Antônio Carlos Murari, João Garcia e Oswaldo Salviato.

PÁGINA 27

Delegado vereador quer lacrar bares que oferecem caça níqueis O delegado e vereador Gonini Junior apresentou um projeto de lei na Câmara onde autoriza a prefeitura a cassar o alvará de funcionamento de estabelecimentos comerciais que explorem máquinas de caçaníqueis. O delegado vereador quer que a Lei seja válida mesmo se as máquinas estiverem desligadas. Segundo o delegado vereador é frequente a presença de mães e filhos de "viciados " no jogo na delegacia, reclamando que os pais e maridos perdem todo o salário em questão de minutos. Segundo o delegado "o vício é mantido pela ilusão de ganhar muito dinheiro". Segundo ainda Gonini Junior, a exploração deste tipo de jogo é ilegal e a pena da Lei de Contravenções Penais é muito branda. "Agora se lacrarmos o estabelecimento o prejuízo será também do comerciante", dis se. Nas ruas - Defronte ao Banco do Brasil, o Jornalzão ouviu algumas pessoas. Maria de Lourdes, aposentada, disse que apóia o projeto, pois o jogo é ilegal. Fernando Assis diz que o jogo vai contra as leis de Deus. O funcionário públi-

co Sérgio Ataíde, diz que deveriam ir para a cadeia quem oferece o caça níquel e quem joga. "Só trouxa que acredita que vai ganhar dinheiro nisso". Carlos Eduardo, estudante, disse que cada um faz o que quer com seu dinheiro, inclusive jogar. Proje to em discussão - O delegado Gonini Junior informou ontem ao Jornalzão que o projeto de sua autoria e do vereador Heitor Bertocco, que prevê fechamento de bares às 22 horas , ainda está em discussão e poderá ser reformulado. "Estamos mantendo reuniões com donos de bares e alguns deles estão

dando sugestões para anexar ao projeto original," explicou. O delegado foi enfático esta semana ao dizer que o projeto não é para prejudicar ninguém, mas para proteger as famílias da cidade. "Esta lei não resolverá todos os problemas , mas estou procurando ajudar e não atrapalhar a vida do moradores. Este projeto pode até ser impopular, mas não vou retirá-lo de forma alguma, nem com todas as críticas do mundo, pois a tranquilidade das pessoas e principalmente a vida, são muito mais importantes do que manter um lugar aberto até altas horas embriagando pessoas".


PÁGINA 28

O JOR NA LZÃ O - ED . 883- 23/03/2013


O JOR NA LZÃ O - ED . 883 - 23/03/2013

PÁGINA 29


PÁGINA 30

O JOR NA LZÃ O - ED . 883- 23/03/2013

EDITA L DE PROCLA MA S PA RA CA SA MENTO EDITA L DE PROCLA MA S nº. 1645 Faç o s aber que pretendem s e c as ar e apres entam os doc umentos exigidos pelo artigo 1 .5 2 5 , nº. I , I I I e I V do C ódigo C ivil, os pretendentes : SI L A S RU A N SA N T O S, bras ileiro, s olteiro, auxiliar de almoxarifado, c om 2 2 anos de idade, natural de C ajuru, E s tado de São P aulo, onde nas c eu em 2 7 de maio de 1 9 9 0 , res idente e domic iliado nes ta c idade, filho de Benedito Reis dos Santos e Sônia Bento do N as c imento Santos . P AT RI C I A A P A RE C I D A BAT I STA , bras ileira, s olteira, atendente, c om 3 1 anos de idade, natural de D iadema, E s tado de São P aulo, onde nas c eu em 2 1 de fevereiro de 1 9 8 2 , res idente e domic iliada nes ta c idade, filha de Reni C arlos Batis ta e M aria A parec ida da Silva Batis ta. EDITA L DE PROCLA MA S nº. 1646 Faç o s aber que pretendem s e c as ar e apres entam os doc umentos exigidos pelo artigo 1 .5 2 5 , nº. I , I I I e I V do C ódigo C ivil, os pretendentes : A N D E RSO N L U I Z C A RD O SO D E FRE I TA S, bras ileiro, s olteiro, ajudante de c aldeira, c om 2 1 anos de idade, natural de M ontes C laros , E s tado de M inas G erais , onde nas c eu em 0 3 de fevereiro de 1 9 9 2 , res idente e domic iliado nes ta c idade, filho de O s waldo L uiz de Freitas e N eide Boas C ardos o de Freitas . FL A V I A M A RI A FO N SE C A , bras ileira, s olteira, es tudante, c om 1 6 anos de idade, natural de Santa Ros a de V iterbo, E s tado de São P aulo, onde nas c eu em 3 1 de janeiro de 1 9 9 7 , res idente e domic iliada nes ta c idade, filha de J os é M ateus Fons ec a e C íntia E lis a Fons ec a. EDITA L DE PROCLA MA S nº. 1647 Faç o s aber que pretendem s e c as ar e apres entam os doc umentos exigidos pelo artigo 1 .5 2 5 , nº. I , I I I e I V do C ódigo C ivil, os pretendentes : A U G U ST O C E SA R D E O L I V E I RA , bras ileiro, s olteiro, auxiliar adminis trativo, c om 2 3 anos de idade, natural de Santa Ros a de V iterbo, E s tado de São P aulo, onde nas c eu em 2 2 de fevereiro de 1 9 9 0 , res idente e domic iliado nes ta c idade, filho de J os é C és ar de O liveira e E lis abete M arques O liveira. M A RI A D E FÁ T I M A RI BE I RO , bras ileira, s olteira, vendedora, c om 2 1 anos de idade, natural de E s pinos a, E s tado de M inas G erais , onde nas c eu em 2 9 de maio de 1 9 9 1 , res idente e domic iliada nes ta c idade, filha de G eraldo Ribeiro da C unha e M aria A parec ida da C unha Ribeiro. EDITA L DE PROCLA MA S nº. 1648 Faç o s aber que pretendem s e c as ar e apres entam os doc umentos exigidos pelo artigo 1 .5 2 5 , nº. I , I I I e I V do C ódigo C ivil, os pretendentes : E L V I O A N T O N I O SO A RE S, bras ileiro, s olteiro, mec ânic o, c om 2 9 anos de idade, natural de Santa Ros a de V iterbo, E s tado de São P aulo, onde nas c eu em 2 8 de abril de 1 9 8 3 , res idente e domic iliado nes ta c idade, filho de I raldo J ac into Soares e M aria D ivina J ac into Soares . I D A I A N E L O P E S D E BA RRO S, bra s ileira, s olteira, manic ure/ pedic ure, c om 1 9 anos de idade, natural de P iras s ununga, E s tado de São P aulo, onde nas c eu em 2 5 de agos to de 1 9 9 3 , res idente e domic iliada nes ta c idade, filha de Wils on L opes de Barros e I dalina dos Santos de Barros . Se alguém s ouber de algum impedimento ao cas amento de algum dos contraentes acima, oponha-o na forma da lei. Eu, Ferdilei G. Coelho Oficial Des ignado.


O JOR NA LZÃ O - ED . 883 - 23/03/2013

PÁGINA 31


PÁGINA 32

O JOR NA LZÃ O - ED . 883- 23/03/2013


O JOR NA LZÃ O - ED . 883 - 23/03/2013

PÁGINA 33


PÁGINA 34

O JOR NA LZÃ O - ED . 883- 23/03/2013


O JOR NA LZÃ O - ED . 883 - 23/03/2013

PÁGINA 35


PÁGINA 36

O JOR NA LZÃ O - ED . 883- 23/03/2013


O JOR NA LZÃ O - ED . 883 - 23/03/2013

Encenação da Paixão de Cristo e Domingo de Ramos Hoje, a partir das 19:30h, acontecerá a Encenação da Paixão de Cristo, com saída da Matriz de São judas Tadeu, seguindo pela rua José Gentil, até a praça Zuleika de Melo M. Balbão. No domingo às 17h será a vez da Encenação do Domingo de Ramos, que começará na estátua do Cristo, (na ciclovia) e seguirá até a Matriz de São Judas, onde logo após será celebrada Missa.

FALA NOSSO TETO

por Serginho Gomes

Morador quer buraco tapado Fernando Andrade mora na rua Francisco F. de Andrade, 120. Ele pede à Prefeitura que tape um buraco no as falto, defronte à s ua casa: "Os funcionários que trabalham com a "carretinha" não vêem aqui. Enquanto isso o burac o vai aumentando", afirmou ele.

PÁGINA 37

Padre Alex, seis anos de sacerdócio pregando o amor ao próximo

Flagra Um longo e volumoso curso d'água no asfalto, conduziu até a casa de Maria Cleusa, nas "casinhas" do Franco Montoro. A chuva que começou na noite da última quartafeira (20), e parou na tarde do dia seguinte causou a c orrenteza, motivada pelas vassouradas frenéticas da mulher. A água havia empossado no quintal da casa e comprometeu a calçada. Viviane Ribeiro, vizinha de Maria Cleusa observou: "A coisa tá feia, a gente fica estressada esperando providência". Outro morador retirava com "carriola" do seu quintal terra que desbarrancou. Cenas flagradas na tarde da última quinta-feira.

Irmãs agradecem limpeza Há duas semanas as irmãs Palmeiro, Inês e Elizabete, reclamaram do entulho jogado próximo da c as a onde moram, na rua Sebastião de Campos esquina c om J oaquina Custódia Ribeiro. Após a publicação da queixa das irmãs, a Prefeitura limpou o local e também o trecho da rua "Joaquina", onde não há asfalto. "Gostamos do serviço e esperamos que ninguém jogue mais lixo aqui. Agradecemos a Prefeitura e o Jornalzão que sempre atende ao nosso chamado", disseram. O "emporcalhamento" da cidade por maus cidadãos tem feito alguns moradores questionarem a postura dos "Fiscais de Postura", que não fiscalizam para coibir a prática, segundo eles. "Será que não tem Lei que autoriza aplicar multa, essa não é função deles ou os políticos não querem que a Lei seja aplicada com medo de perderem votos? Enquanto não tomam atitude calçadas vão sendo tomadas por materiais de construção e qualquer lugar vira depósito de lixo", desabafam.

O clima ameno e chuvoso da noite de terça-feira (19), não impediu que a Matriz de São Judas Tadeu fosse tomada pelos fiéis. Na ocasião foi celebrada missa em louvor ao dia de São José, e também em homenagem aos seis anos de sacerdócio do padre Alex, que celebrou a missa. "A vida foi muito sofrida para ser o que sou hoje", disse o padre em tom emocionado ao relembrar o início da sua caminhada na fé. Os presentes acompanharam o pároco em sua indisfarçável emoção, o que fez da missa um momento especial que revelou o carisma e a liderança do religioso na comunidade católica. "Essa comunidade tem muitos dons para me ajudar na capacidade de fazer as coisas acontecerem", disse em elogio a todos. Durante a homilia ou conversa familiar, ele citou o saudoso padre Pedro Cerry, que deu início a orientação espiritual na década de1980, aos demais padres que passaram pela Matriz e ao novo Papa, Francisco, de quem disse: "É um homem simples, homem Santo que estava escondido e que agora Deus revelou". Segundo a católica, Maria Josefa Afonso, desde que o padre Alex assumiu a Paróquia "a força de vontade dele em evangelizar e fazer o bem tem feito a Igreja crescer porque sempre prega o amor ao próximo entre muitas qualidades que tem".


PÁGINA

38

APACOS Associação Paulista dos Colunistas Sociais

SOCIAIS

Clélia Zanardo cleliazanardo@bol.com.br

O JO RN AL Z ÃO ED IÇ ÃO 883 23/03/2013


O JO RN AL Z ÃO ED IÇ ÃO 883 23/03/2013

Clélia Zanardo cleliazanardo@bol.com.br

SOCIAIS

APACOS Associação Paulista dos Colunistas Sociais

PÁGINA

39


PÁGINA 40

O JOR NA LZÃ O - ED . 883- 23/03/2013


O JOR NA LZÃ O - ED . 883 - 23/03/2013

PÁGINA 41


PÁGINA 42

O JOR NA LZÃ O - ED . 883- 23/03/2013


O JOR NA LZÃ O - ED . 883 - 23/03/2013

PÁGINA 43


PÁGINA 44

O JOR NA LZÃ O - ED . 883- 23/03/2013


O Jornalzão, edição 883